Prefeitura de Bataguassu - MS

PREFEITURA MUNICIPAL DE BATAGUASSU

ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL

EDITAL C/Nº 01/2007

João Carlos Aquino Leme, Prefeito Municipal de BATAGUASSU, nos termos do Decreto n. º 132/06 de 20 de dezembro de 2006 torna público para conhecimento dos interessados a abertura das inscrições para o Concurso Público de Provas Escritas, Práticas e Apresentação de Títulos, destinado a selecionar candidatos para cargos de provimento efetivo desta Prefeitura.

CAPÍTULO I

DOS CARGOS E SEUS QUANTITATIVOS

1. No Anexo I deste Edital constam a relação dos cargos objeto do concurso, o número de vagas, a habilitação requerida, os valores dos vencimentos, a relação das provas que serão realizadas e a carga horária de trabalho, e no Anexo III o programa de provas.

1.1. As provas serão escritas e apresentação de títulos para todos os cargos, sendo que para alguns cargos também serão realizadas prova de redação e provas práticas, conforme especificado neste Edital. Os valores dos vencimentos são especificados no Anexo I deste Edital e constantes no Plano de Cargos vigente.

1.2. De acordo com o Estatuto dos Servidores da Prefeitura Municipal de BATAGUASSU -2% (dois por cento) das vagas são asseguradas às pessoas portadoras de necessidades especiais, cujas incapacidades não sejam impeditivas ao desenvolvimento das atividades pertinentes ao cargo pretendido.

CAPÍTULO II

DAS INSCRIÇÕES

1. As inscrições serão recebidas no período de 22 a 26 de janeiro /2007, nos seguintes horários: dia 22 das 13:00 às 17:00 horas, de 23 a 26 das 08:00 às 16:00 horas, na sala de informática da Escola Municipal Marechal Rondon, Rua Odorílho Ferreira, nº 517 - Centro, Município de BATAGUASSU – MS.

1.1. No dia 26 de janeiro/07, às 16:00 horas, horário de encerramento das inscrições, serão atendidos os candidatos que estiverem no local da inscrição com a guia paga. A emissão de guia será encerrada às 14:00 horas.

2. No ato da inscrição, o candidato deverá preencher os requisitos abaixo, que serão comprovados na efetivação da posse, sob pena de ser tornada sem efeito a nomeação:

2.1. Ser brasileiro ou naturalizado;

2.2. Ter, na data da posse, no mínimo 18 anos completos e menos de 70 anos;

2.3. Estar quites com as obrigações militares e eleitorais e em gozo dos direitos políticos;

2.4. Ser considerado, na data da efetivação da posse, apto em exame médico-pericial realizado pela Junta Médica instituída pela Prefeitura Municipal, através de Decreto;

2.5. Possuir Documento Oficial de Identidade e Cartão de Inscrição no Cadastro de Pessoa Física do Ministério da Fazenda – CPF;

2.6. Possuir, na data da efetivação da posse, nível de escolaridade, habilitação profissional e demais qualificações exigidas para o exercício do cargo a que concorrer.

2.7. Possuir aptidão física, idoneidade moral e não ter nos últimos cinco anos praticado atos incompatíveis com exercício de cargo público.

2.7.1 Não ser portador de doença incompatível com o exercício do cargo a que concorrer.

2.7.2 O candidato que for portador de necessidades especiais deverá apresentar, no ato da inscrição, atestado ou laudo médico com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença - CID, comprovando a espécie, o grau ou nível da deficiência, o qual será analisado pela Comissão do Concurso, que emitirá parecer sobre a compatibilidade para o exercício do cargo, acatando ou não a referida inscrição, nesta condição.

2.7.3 Caso julgue necessário a Comissão poderá solicitar a avaliação de Junta Médica da Prefeitura Municipal quanto a restrições ou não para o desempenho das atividades do cargo pleiteado. Se comprovada a incompatibilidade, o candidato passará a concorrer pela listagem geral dos inscritos.

2.7.4 O candidato portador de necessidade especial que não realizar a inscrição conforme as instruções constante neste Edital não poderá impetrar recurso em favor de sua situação.

2.7.5 Após a investidura do candidato, a deficiência não poderá ser argüida para justificar a concessão de aposentadoria.

3. Para inscrever-se o candidato deverá:

3.1. Retirar a guia de pagamento de inscrição no Setor de Atendimento ao Contribuinte – SAC da prefeitura municipal de Bataguassu, rua Dourados nº 384, Centro – BATAGUASSU, horários: dia 22/01/07 das 13:00 às 17:00 horas, 23 a 25/01/07 das 09:00 às 17:00 horas e dia 26/01/07 das 09:00 às 14:00 horas.

3.1.1 Efetuar o pagamento da taxa de inscrição, através de depósito ou pagamento bancário no Banco do Brasil, HSBC e Lotéricas, sendo que o valor corresponderá ao grau de escolaridade do cargo ou a especificidade das provas, conforme tabela abaixo:

ESCOLARIDADE

VALOR EM R$

Ensino Superior

R$ 80,00

Professor/ Pedagogo

R$ 70,00

Ensino Médio

R$ 30,00

Ensino Fundamental

R$ 25,00

Alfabetizado

R$ 20,00

3.1.2. Em hipótese alguma haverá devolução do valor da taxa de inscrição.

3.1.3. O candidato que efetuar o pagamento da taxa de inscrição com cheque sem a necessária provisão de fundos, terá sua inscrição cancelada.

3.2. Para efetuar a inscrição o candidato deverá dirigir-se ao local de inscrição munido de:

3.2.1 Documento Oficial de Identidade (Registro Geral de Identidade, Certificado de Naturalização emitido pelo Ministério da Justiça, Carteira de Identidade Militar ou Carteira de Identidade Profissional emitida pelo órgão competente, Carteira Nacional de Habilitação (modelo novo), ou Carteira de Trabalho (modelo novo), desde que conste o número da Carteira de Identidade.

3.2.2 Comprovante do Pagamento da Taxa de Inscrição, correspondente ao cargo que deseja concorrer devidamente autenticado pelo Banco.

4. No ato da inscrição, o candidato:

4.1. Assinará a Ficha de Inscrição, na qual declarará o conhecimento e aceitação das normas e condições de realização do concurso;

4.2. Receberá o Comprovante de Inscrição e o Programa de Provas;

4.2.1 No Programa de Provas serão indicadas algumas referências bibliográficas, não devendo o candidato restringir-se apenas às referências nele citadas.

5. A inscrição poderá ser feita pelo próprio candidato ou através de representante devidamente habilitado com instrumento de procuração pública, ou particular com firma reconhecida em cartório. No ato da inscrição o procurador apresentará sua carteira de identidade. A procuração ficará retida.

6. O candidato ou procurador que no ato de inscrição fizer declaração falsa ou inexata, terá sua inscrição anulada, assim como, todos os atos dela decorrentes.

7. Não serão aceitos em hipótese alguma:

7.1. Inscrições de candidatos que se apresentarem posteriormente ao prazo da inscrição.

7.2. Mudança de cargo.

7.3. Inscrição em mais de um cargo.

8. Encerrado o prazo de inscrições, será publicada, em Edital, a relação nominal dos inscritos por cargo, em ordem alfabética, assim como a relação das inscrições indeferidas.

8.1. O candidato poderá recorrer, no prazo de 02 (dois) dias úteis, a contar da data da publicação, ao Presidente da Comissão de Concurso, contra o indeferimento de sua inscrição, omissão do seu nome ou retificação de dados na relação dos inscritos.

8.2. O recurso deverá ser digitado, datilografado ou manuscrito com letra legível devendo constar o nome, número de inscrição, cargo e endereço do candidato.

9. A inscrição do candidato implica no conhecimento prévio deste Edital e sujeição a todas as normas regulamentadoras do Concurso, bem como, a qualquer outro ato administrativo que a suplemente, modifique ou interprete.

CAPÍTULO III

DAS PROVAS ESCRITAS

1. O concurso constará das seguintes provas escritas com os respectivos pesos:

PROVA

TIPO

Nº DE QUESTÕES

VALOR DE CADA QUESTÃO

TOTAL DE PONTOS

Professores de: Educação Infantil, Educação Infantil- Maternal I e II, Educação Infantil –Berçário; Anos Iniciais do Ensino Fundamental, Anos Iniciais do E F- Educação Especial; Ensino Fundamental – Educação Física, Artes Visuais, Artes Visuais-Educação Especial; Anos Finais do E F- Língua Estrangeira (Inglês), Língua Portuguesa, Matemática, História, Geografia, Pedagogo – Programas Sociais

01

Língua Portuguesa

Objetiva

10

10

100

02

Conhecimento Pedagógico

Objetiva

10

10

100

03

Conhecimento Específico

Objetiva

10

20

200

04

Conhecimento de Informática

Objetiva

10

10

100

05

Redação

Dissertativa

-

-

100

Médicos: Psiquiatra, Neurologista, Cardiologista, Especialista em Ultra-Sonografia Geral, Oftalmologista, Pediatra, Clínico Geral, Ginecologista e Obstetra, Clínico Geral- PSF, Odontólogo- PSF, Enfermeiro PSF/PACs, Farmacêutico/Bioquímico, Nutricionista, Fonoaudiólogo, Assistente Social, Assistente Social - Programas Sociais, Psicólogo, Psicólogo- Programas Sociais, Fiscal de Inspeção e Vigilância Sanitária, Auxiliar de Dentista, Agente de Endemias .

01

Língua Portuguesa

Objetiva

10

10

100

02

Conhecimento Específico

Objetiva

20

10

200

Agente Administrativo, Agente de Apreensão de Animais, Lixeiro Varredor, Lixeiro Coletor, Trabalhador Braçal.

01

Língua Portuguesa

Objetiva

10

10

100

02

Matemática

Objetiva

10

10

100

2. As provas constarão de questões de múltipla escolha e versarão sobre o programa a ser entregue no ato da inscrição. A prova de redação obedecerá aos critérios definidos no Anexo II deste Edital, e somente os candidatos que acertarem 50% (cinqüenta por cento), ou mais das questões objetivas, do total das provas objetivas, terão sua redação corrigida.

CAPÍTULO IV

DA PRESTAÇÃO DAS PROVAS ESCRITAS

1. As Provas Escritas serão realizadas no dia 04 de março de 2007.

2. O candidato deverá apresentar-se no local da prova com antecedência de 30 (trinta) minutos do horário marcado, munido de Documento Oficial de Identidade ou o que o substitua, caneta esferográfica azul ou preta, lápis e borracha.

3. Às 7:00 horas o portão será aberto para entrada dos candidatos; às 08:00 horas o portão será fechado; às 8:30 horas as provas terão início e se encerrarão às 12:30 horas.

4. Ao ingressar no local onde as provas serão realizadas, o candidato deverá encaminhar-se para sua sala, onde, após ser identificado, tomará assento e aguardará o horário de início.

5. Não será permitida a entrada de candidatos retardatários após o fechamento dos portões, às 08:00 horas.

6. Não haverá segunda chamada ou repetição de provas, importando a ausência ou o retardamento do candidato na sua exclusão do Concurso Público, seja qual for o motivo alegado.

7. Durante a realização da prova não será permitida consulta de qualquer espécie a: livro, caderno, folheto, revista, apostila ou outro tipo de apontamento, bem como, o uso de máquina calculadora, telefone celular ou outro tipo de equipamento eletrônico.

8. O candidato que deixar de comparecer à Prova Escrita estará automaticamente eliminado do concurso.

9. Também será eliminado do Concurso o candidato que:

9.1. For surpreendido, durante a realização das provas, em comunicação com outro candidato, ou utilizando-se de livros, notas, impressos ou outro material não permitido.

9.2. Ausentar-se do local da prova sem o acompanhamento do Fiscal.

9.3. Faltar com respeito ao fiscal ou aos candidatos ou tumultuar a realização das provas.

9.4. Apresentar-se após o horário estabelecido, inadimitindo-se qualquer tolerância.

10. O candidato, ao terminar a prova entregará o Cartão de Respostas e a Prova de Redação, quando for o caso, sendo que o caderno de provas ficará em posse do candidato.

10.1. O candidato não poderá entregar a prova ou deixar a sala antes de decorrido o tempo mínimo de 1 (uma) hora do início da prova.

10.2. Após o término da prova o candidato só poderá permanecer do lado de fora do portão de entrada, em silêncio para não perturbar os demais candidatos em sala não sendo permitida a sua permanência dentro do recinto, até a completa finalização das atividades, isto é, o fechamento de malotes e publicação dos gabaritos.

10.3. Durante a realização da prova e até o final do horário de término estabelecido não poderão permanecer dentro de sala de aula menos do que três candidatos, acompanhados do fiscal de sala.

10.4. Os 3 (três) últimos candidatos deverão permanecer em sala, até que a última prova seja entregue e só serão dispensados após o lacre do malote.

11. Imediatamente após o encerramento da Prova Escrita e fechamento dos Malotes contendo os Cartões de Resposta, será fixado, no mural do Paço Municipal, o Gabarito de todas as provas e posteriormente, publicado no jornal oficial do concurso.

11.1. Caso haja recurso relativo às questões das provas, que implique em alteração do gabarito, o mesmo será republicado por meio de Edital.

12. A candidata que tiver necessidade de amamentar durante a realização da prova, deverá levar um acompanhante que ficará em sala reservada e que ficará responsável pela guarda da criança. Não haverá compensação do tempo de amamentação no tempo de duração da prova.

13. Caso o candidato esteja impossibilitado de apresentar, no dia da realização das provas, documento de Identidade original, por motivo de perda/roubo/furto, será submetido à identificação especial (coleta de assinatura e de impressão digital em formulário próprio), devendo, posteriormente, identificar-se perante a Comissão do Concurso.

CAPÍTULO V

DA AVALIAÇÃO DAS PROVAS ESCRITAS

1. Cada prova escrita será avaliada na escala de 0 (zero) até 100 (cem) pontos ou até 200 (duzentos), conforme estabelecido no Capítulo III deste Edital.

2. Será considerado aprovado o candidato que obtiver no mínimo 50% do total dos pontos estipulados para todas as Provas Objetivas e 50% na Redação, não podendo, no entanto, obter grau 0 (zero) em nenhuma das provas.

3. A divulgação do resultado da prova de Redação se dará, somente, para os candidatos aprovados nas demais provas escritas.

4. Em caso de anulação de questão, a pontuação referente à mesma será atribuída a todos os candidatos que realizaram a prova.

4.1 A anulação de questões obedecerá rigorosamente critérios técnicos.

5. Na correção dos Cartões de Respostas das provas Escritas será atribuído grau 0 (zero) à questão:

a) com mais de uma alternativa assinalada;

b) sem alternativa assinalada;

c) com emenda ou rasura;

d) marcada a lápis.

CAPÍTULO VI

DAS PROVAS PRÁTICAS

1. Os candidatos aos cargos de Agente Administrativo, Lixeiro Coletor, Lixeiro Varredor e Trabalhador Braçal aprovados nas provas escritas, serão convocados para a Prova Prática, de caráter eliminatório.

1.1. A Prova Prática será realizada de acordo com critérios de avaliação, a serem divulgados em Edital, sendo que:

1.1.2 A prova prática para os cargos: Lixeiro Coletor, Lixeiro Varredor e Trabalhador Braçal (Esforço Físico) constará de um teste prático onde o candidato deverá demonstrar sua condição em prova de resistência física.

1.1.3 A prova prática para o cargo Agente Administrativo constará de um teste prático onde o candidato deverá demonstrar sua habilidade para operar microcomputadores - programa Word (Microsoft – Plataforma Windows).

1.2. Será considerado aprovado o candidato que obtiver no mínimo 50 % dos pontos na Prova Prática, e em cada uma das etapas, quando for o caso, observados os critérios que forem estabelecidos posteriormente.

1.2.1 Quando a Prova Prática for realizada em mais de uma etapa, todas as etapas serão eliminatórias.

1.2.2 Os critérios específicos de cada uma das etapas serão definidos quando da convocação do item 1 deste capítulo, assim como, prestados outros esclarecimentos que se fizerem necessários.

2. Não haverá segunda chamada ou repetição da prova prática, importando a ausência ou o retardamento do candidato na sua exclusão do Concurso Público, seja qual for o motivo alegado.

CAPÍTULO VII

DA APRESENTAÇÃO DE TÍTULOS

1. O candidato aprovado apresentará os títulos, que é de caráter classificatório, em data e local a serem divulgados posteriormente.

2. Os títulos serão avaliados na escala de 0 (zero) a 100 (cem) pontos e obedecerão aos critérios a seguir especificados:

QUADRO 1- TODOS OS CARGOS

ESPECIFICAÇÃO DOS TÍTULOS

QUANTIDADE MÁXIMA

VALOR UNITÁRIO

VALOR MÁXIMO

I- Diploma ou Certificado de nível superior, quando não for pré-requisito para o cargo a que concorrer.

1

11

11

II- Diploma ou certificado de Pós Graduação em área afim do cargo, quando não for pré-requisito para o cargo, com carga horária mínima de 360 horas/aula.

2

15

30

III- Declaração, Certificado, Atestado ou outro documento que comprove a realização de Outros Cursos não enquadrados acima, na área afim do cargo a que concorra, com carga horária mínima de 40 horas/aula e máxima de 80 horas/aula, realizados a partir de janeiro de 2000.

5

4

20

IV- Declaração, Certificado, Atestado ou outro documento que comprove a realização de Outros Cursos não enquadrados acima, na área afim do cargo a que concorra, com carga horária acima de 80 horas/aula, realizados a partir de janeiro de 2000.

3

5

15

V- Declaração ou Certidão de tempo de serviço prestado à Prefeitura Municipal de BATAGUASSU, na condição de comissionado, efetivo, contratado nos termos da Constituição Federal e convocado nos termos do Estatuto do Magistério Municipal e Membro do Conselho Tutelar, considerado até 31/12/2006.

O tempo de serviço apresentado através de mais que um documento será primeiro somado e depois enquadrado no critério de pontuação.

06 anos

03 pontos por ano completo
OBS: O tempo de serviço inferior a 01 ano será considerado da seguinte forma: até 6 meses 01 ponto e acima de 6 meses 02 pontos.

18

VI- Declaração ou Certidão de tempo de serviço prestado a qualquer Órgão Municipal, Estadual ou Federal, considerado até 31/12/2006.
O tempo de serviço prestado, no mesmo período, em mais de um órgão será computado uma única vez.
O tempo de serviço apresentado através de mais que um documento será primeiro somado e depois enquadrado no critério de pontuação.

06 anos

1 por ano completo.

6

TOTAL DE PONTOS

100

3. Os candidatos deverão apresentar os documentos comprobatórios de titulação através de fotocópias autenticadas, em cartório, ou fotocópia acompanhada do original. Qualquer que seja a opção do candidato, a fotocópia ficará retida.

3.1 Os títulos, apresentados em cópias devidamente autenticadas, ou conferidas com os originais, após sua entrega, não poderão ser substituídos ou devolvidos e não será permitido acrescentar outros títulos aos já entregues.

3.2 São documentos comprobatórios de titulação:

3.2.1. Títulos relacionados nos itens I e II do quadro de títulos - diploma ou certificado.

3.2.2. Títulos relacionados nos itens III e IV do quadro de títulos - Declaração, Certificado, Atestado ou outro documento que comprove a realização de “Outros Cursos”.

3.2.2.1 Cursos de Informática – são considerados afins aos cargos de Ensino Superior, Ensino Superior Professores, cargos de Ensino Médio e Fundamental, e cada item especificado a seguir será avaliado como um único título, mesmo que no documento conste apenas um dos cursos listados no item, observados os requisitos estabelecidos no quadro de títulos:

a) Introdução à Informática: Abrange os cursos da plataforma windows ( windows 98, windows XP, windows 9X).

b) Informática Básica: Abrange os cursos de Word, Excel, Acess, Power Point, Front Page e Outlook.

c) Informática Avançada: Abrange os cursos de Corel Draw, Adobe Photoshop, Macromedia Flash, e outros assemelhados.

d) Cursos de Noções Técnicas de Hardware e Software.

3.2.2.2 Cursos de Idiomas – são considerados afins aos cargos de Professores de Língua Estrangeira.

3.2.3. Títulos relacionados nos itens V e VI do quadro de títulos - Certidão do Tempo de Serviço Prestado ou Declaração de Tempo de Serviço expedida pela autoridade competente ou Carteira de Trabalho, no caso de ter sido ou estar sendo regido pela CLT ou outro documento que comprove os títulos em questão.

3.3 Não serão computados documentos que não consignem, de forma expressa e precisa, as informações necessárias à sua avaliação, assim como aqueles cujas cópias estiverem ilegíveis, mesmo que parcialmente.

3.3.1. São consideradas informações necessárias nos documentos:

- Identificação do Curso;

- Carga Horária;

- Período de Realização;

- Nome da Instituição e Assinatura do Responsável;

4. Não serão admitidos, em hipótese alguma, títulos encaminhados via fax e/ou via correio eletrônico.

5. Em caso de fundada dúvida, a qualquer momento será solicitada, ao candidato, a reapresentação dos títulos, em documento original, sob pena de se desconsiderar os pontos relativos aos mesmos.

6. A Apresentação dos Títulos poderá ser feita pelo próprio candidato (munido de documento de identidade ou o que o substitua ou através de representante devidamente habilitado com instrumento de procuração pública, ou particular com firma reconhecida em cartório. No ato da apresentação dos títulos o procurador apresentará sua Carteira de Identidade. A procuração ficará retida.

7. A Apresentação de Títulos e as Provas Práticas serão realizadas após as Provas Escritas, somente para os candidatos aprovados nestas provas, em datas a serem divulgadas posteriormente.

CAPÍTULO VIII

DO CRITÉRIO DE CLASSIFICAÇÃO E DESEMPATE

1. A classificação será feita pelo total de pontos obtidos pelos candidatos em todas as provas.

1.1. A nota final do candidato será o resultado do somatório das notas das provas escritas e práticas e dos pontos relativos aos títulos.

2. A listagem dos candidatos aprovados será publicada por ordem decrescente da nota final do Concurso, por cargo.

3. Em caso de empate na classificação, terá preferência o candidato que obtiver a maior nota na Prova Escrita.

3.1. Se, após aplicação desse critério persistir o empate, a escolha recairá no candidato de maior idade.

3.2. Se ainda assim persistir o empate será realizado sorteio pela Comissão do Concurso convocando os candidatos empatados a presenciarem o sorteio.

CAPÍTULO IX

DOS RECURSOS

1. Os recursos relativos às diversas etapas, atos ou Editais do concurso deverão ser dirigidos ao Presidente da Comissão do Concurso, na sede da Prefeitura Municipal.

1.1. Em todas as etapas o prazo para interposição de recursos será de 02 (dois) dias úteis após a realização das provas ou a divulgação dos gabaritos, resultados, tendo como termo inicial o 1º dia útil subseqüente ao dia da divulgação;

1.2. O recurso deverá estar devidamente fundamentado, digitado, datilografado ou manuscrito com letra legível, devendo constar o nome do candidato, número de inscrição e cargo a que concorre;

1.3. Não serão aceitos recursos:

1.3.1 Sem identificação e fundamentação do recurso;

1.3.2 Fora do prazo

1.3.3 Das respostas dos recursos interpostos;

1.4. A Comissão de Concurso terá o prazo de dez dias corridos, a contar do 1º dia útil subseqüente ao encerramento do recebimento dos recursos, para apresentar resposta, que será divulgada em mural.

1.4.1 O gabarito publicado anterior à avaliação dos recursos está sujeito a alteração decorrente de provimento de recurso interposto, devendo ser republicado.

CAPÍTULO X

DOS RESULTADOS E SUA HOMOLOGAÇÃO

1. Concluídos os trabalhos de apuração e julgamento das provas escritas, práticas e de apresentação de títulos, o Prefeito Municipal homologará o resultado final através de Edital publicado no Jornal Oficial do Concurso, acompanhado da relação nominal dos aprovados por ordem de classificação, em cada cargo. De acordo com a prioridade administrativa poderão ser homologados resultados por grupos de cargos.

CAPÍTULO XI

DA NOMEAÇÃO E DA POSSE

1. A nomeação será feita por ato do Prefeito Municipal e obedecerá rigorosamente a ordem de classificação.

2. Para efeito de nomeação o candidato convocado fica sujeito à aprovação em exame médico-pericial a ser realizado por junta médica da Prefeitura de Bataguassu.

3. Na ocasião da posse de cada candidato habilitado que vier a ser nomeado, terá ele que comprovar possuir os requisitos indicados no item 2 do Capítulo II, deste Edital.

3.1. A verificação, em qualquer época, de declaração falsa ou de documentos falsos, apresentados pelo candidato, em qualquer fase do concurso, na apresentação de títulos, no ato da inscrição ou na posse, acarretará na anulação de sua classificação no concurso, e em conseqüência, de todos os atos dela decorrentes, sem prejuízos de outros procedimentos legais cabíveis.

3.2. O candidato que exerce outro cargo ou função pública ou proventos decorrentes de aposentadoria inacumuláveis, respectivamente, nos termos do inciso XVI e do §10 do artigo 37 da Constituição Federal deverá, ao tomar posse, comprovar seu pedido de desligamento da situação anterior, bem como, comprovar, antes de entrar em exercício, a publicação do correspondente ato, sob pena de ter a respectiva nomeação tornada sem efeito.

4. Será considerado desistente, perdendo a vaga respectiva, o candidato aprovado que:

a) não se apresentar no prazo fixado pelo Edital de convocação;

b) não se apresentar, no prazo fixado, para tomar posse;

c) não comprovar os requisitos exigidos para provimento do cargo;

d) não apresentar a documentação comprobatória necessária para provimento do cargo.

CAPÍTULO XII

DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

1. As vagas oferecidas são para o Município sendo que a lotação obedecerá ao critério de classificação e prioridades da Administração. A não concordância com a lotação implicará na exclusão do candidato.

2. O concurso terá validade por 24 (vinte e quatro) meses, podendo ser prorrogável por igual período, a contar da data de publicação do ato de homologação do seu resultado final.

3. A classificação no concurso, ainda que no limite de vagas estimadas, assegurará ao concorrente, expectativa de direito à nomeação, ficando a concretização desse ato condicionada às prioridades administrativas com observância das disposições legais pertinentes.

4. Durante o prazo de validade do concurso, além das vagas relacionadas no Anexo I, de que trata o Capítulo I, poderão ser preenchidas, por candidatos aprovados, as vagas existentes no Plano de Cargos, assim como, as que vierem a vagar no período, bem como as que forem criadas por Lei.

5. Todas as convocações, avisos e resultados serão publicados no Jornal Oficial do Concurso, além de outra forma adotada pela Prefeitura Municipal.

6. Serão publicados os resultados dos candidatos que lograrem classificação no concurso, podendo ser publicadas as notas de todos que realizaram as provas.

7. As determinações constantes nos itens deste Edital poderão ser alteradas, suprimidas e acrescidas, em tempo hábil de pelo menos 24 horas anteriores à realização do ato em questão, devendo nesse caso ser divulgada no Diário Oficial do Município e outra forma adotada pela Prefeitura Municipal.

8. Na impossibilidade de realizar a prova escrita para todos os cargos em um único horário, conforme previsto no item 2 do capítulo IV, por insuficiência dos espaços físicos disponíveis no Município, o mesmo será redefinido.

8. Para efeito deste Concurso, deverá ser considerado o horário oficial de Brasília.

9. O candidato deverá manter atualizado seu endereço junto à Prefeitura Municipal de Bataguassu.

10. É de inteira responsabilidade do candidato acompanhar os Editais e demais publicações referentes a este Concurso, através da imprensa oficial.

11. O período de estágio probatório é de 3 (três) anos.

12. Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão do Concurso.

BATAGUASSU, 09 de Janeiro de 2007.

JOÃO CARLOS AQUINO LEME
Prefeito Municipal

ANEXO I - EDITAL CN° 01/2007 – RELAÇÃO DE CARGOS EFETIVOS PARA CONCURSO

CARGO/FUNÇÃO

Nº Vagas

C/H
s=semanal d= diária

Vencimento R$

Requisitos Básicos

PROVAS

Médico Psiquiatra

1

12h/s

2 013,94

Ensino Superior Completo com Especialização e Registro no Conselho

PE + AT

Médico Neurologista

1

12h/s

2 013,94

Ensino Superior Completo com Especialização e Registro no Conselho

PE + AT

Médico Cardiologista

1

12h/s

2 013,94

Ensino Superior Completo com Especialização e Registro no Conselho

PE + AT

Médico Especialista em Ultra –Sonografia Geral

1

12h/s

2 013,94

Ensino Superior Completo com Especialização e Registro no Conselho

PE + AT

Médico Oftalmologista

1

12h/s

2 013,94

Ensino Superior Completo com Especialização e Registro no Conselho

PE + AT

Médico Pediatra

1

12h/s

2 013,94

Ensino Superior Completo com Especialização e Registro no Conselho

PE + AT

Médico Clínico Geral

2

16h/s

2 013,94

Ensino Superior Completo e Registro no Conselho

PE + AT

Médico Ginecologista e Obstetra

1

16h/s

2 013,94

Ensino Superior Completo com Especialização e Registro no Conselho

PE + AT

Médico Clínico Geral - PSF

4

8h/d

5 000,00

Ensino Superior Completo e Registro no Conselho

PE + AT

Odontólogo - PSF

3

8h/d

2 700,00

Ensino Superior Completo e Registro no Conselho

PE + AT

Enfermeiro – PSF/ PACS

5

8h/d

2 100,00

Ensino Superior Completo e Registro no Conselho

PE + AT

Farmacêutico/Bioquímico

1

7h/d

2 013,94

Ensino Superior Completo e Registro no Conselho

PE + AT

Nutricionista

1

7h/d

2 013,94

Ensino Superior Completo e Registro no Conselho

PE + AT

Fonoaudiólogo

1

7h/d

2 013,94

Ensino Superior Completo e Registro no Conselho

PE + AT

Assistente Social

1

7h/d

2 013,94

Ensino Superior Completo e Registro no Conselho

PE + AT

Professor de Educação Infantil – Área Urbana

3

22h/s

558,46 (*)

Licenciatura Plena - Pedagogia ou Curso Normal Superior

PE + AT

Professor de Educação Infantil –Maternal I e II- Área Urbana

18

22h/s

558,46 (*)

Licenciatura Plena - Pedagogia ou Curso Normal Superior

PE + AT

Professor de Educação Infantil – Berçário- Área Urbana

13

22h/s

558,46 (*)

Licenciatura Plena - Pedagogia ou Curso Normal Superior

PE + AT

Professor dos Anos Iniciais do EF- Área Urbana

4

22h/s

558,46 (*)

Licenciatura Plena - Pedagogia ou Curso Normal Superior

PE + AT

Professor dos Anos Iniciais do EF (Sala Multiseriada) EMR Raposo Tavares- Pólo e Extensões: Extensão Antônio Viáfora- Fazenda Pedra

1

22 h/s

558,46 (*) (**)

Licenciatura Plena - Pedagogia ou Curso Normal Superior

PE + AT

Professor dos Anos Iniciais do EF- EM do Campo Prof Maria da Conceição – Pólo e Extensões

7

22h/s

558,46 (*) (**)

Licenciatura Plena - Pedagogia ou Curso Normal Superior

PE + AT

Professor dos Anos Iniciais do EF- Para Educação Especial

5

22h/s

643,06 (*)

Licenciatura Plena - Pedagogia ou Curso Normal Superior e Especialização em Educação Especial

PE + AT

Professor de Educação Física - EM do Campo Prof Maria da Conceição – Pólo e Extensões EM Raposo Tavares- Pólo e Extensões

1

22h/s

558,46 (*) (**)

Licenciatura Plena - Habilitação em Educação Física

PE + AT

Professor de Educação Física EF – Área Urbana

5

22h/s

558,46 (*)

Licenciatura Plena - Habilitação em Educação Física

PE + AT

Professor de Artes Visuais -- EM do Campo Prof Maria da Conceição – Pólo e Extensões EM raposo Tavares- Pólo e Extensões

1

22h/s

558,46 (*) (**)

Licenciatura Plena - Habilitação em Educação Artística/Artes Visuais/ Desenho

PE + AT

Professor de Artes Visuais – Zona Urbana

3

22h/s

558,46 (*)

Licenciatura Plena - Habilitação em Educação Artística/Artes Visuais/ Desenho

PE + AT

Professor de Artes Visuais—Para Educação Especial

1

22h/s

643,06 (*)

Licenciatura Plena --Habilitação em Educação Artística/Artes Visuais /Desenho e Especialização em Educação Especial.

PE + AT

Professor de Língua Estrangeira – (Inglês) Zona Urbana (Anos Iniciais do (EF)

1

22h/s

558,46 (*)

Licenciatura Plena - Letras com Habilitação em Língua Estrangeira- Inglês

PE + AT

Professor de Língua Portuguesa – EM do Campo Prof Maria da Conceição Pólo e Extensões (Anos Finais do EF)

1

22h/s

558,46 (*) (**)

Licenciatura Plena - Habilitação em Letras/ Língua Portuguesa e Língua Estrangeira ( Inglês)

PE + AT

Professor de- Matemática- EM do Campo Prof Maria da Conceição -Pólo e Extensões (Anos Finais do EF)

1

22h/s

558,46 (*) (**)

Licenciatura Plena - Habilitação em Matemática

PE + AT

Professor de- História- EM do Campo Prof Maria da Conceição -Pólo e EM raposo Tavares – Pólo e Extensões (Anos Finais do EF)

1

22h/s

558,46 (*) (**)

Licenciatura Plena - Habilitação em História/ Filosofia

PE + AT

Professor de Geografia EM do Campo Prof Maria da Conceição –Pólo e EM raposo Tavares – Pólo e Extensões (Anos Finais do EF)

1

22h/s

558,46 (*) (**)

Licenciatura Plena - Habilitação em geografia

PE + AT

Pedagogo – Programas Sociais

1

6h/d

750,00

Ensino Superior Completo, pedagogia

PE + AT

Assistente Social – Programas Sociais

1

6h/d

1 300,00

Ensino Superior Completo e Registro no Conselho

PE + AT

Psicólogo – Programas Sociais

1

6h/d

1 300,00

Ensino Superior Completo e Registro no Conselho

PE + AT

Psicólogo

1

35h/s

2013,94

Ensino Superior Completo, com especialização em Psicopedagogia e Registro no Conselho

PE + AT

Fiscal de Inspeção e Vigilância Sanitária

2

7h/d

638,84

Ensino Médio

PE + AT

Auxiliar de Dentista

4

7h/d

448,07

Ensino Fundamental e registro no CRO

PE + AT

Agente de Endemias

3

7h/d

448,07

Ensino Fundamental Completo

PE + AT

Agente Administrativo

5

7h/d

448,07

Ensino Fundamental Completo

PE + AT + PP

Agente de Apreensão de Animais

1

8h/d

350,13

Alfabetizado

PE + AT

Lixeiro Varredor – Sede

22

8h/d

350,13

Alfabetizado

PE + AT + PP

Lixeiro Varredor – Nova Posto XV

4

8h/d

350,13

Alfabetizado

PE + AT + PP

Lixeiro Coleto - Sede

24

8h/d

350,13

Alfabetizado

PE + AT + PP

Lixeiro Coleto - Nova Posto XV

6

8h/d

350,13

Alfabetizado

PE + AT + PP

Trabalhador Braçal

16

8h/d

350,13

Alfabetizado

PE + AT + PP

TOTAL DE VAGAS

183

-

 PE = PROVA ESCRITA / AT = APRESENTAÇÃO DE TÍTULOS / PP = PROVA PRÁTICA

(*) + 30% de regência

(**) % difícil acesso 

ANEXO II – EDITAL C/Nº 01/2007 

 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DA PROVA DE REDAÇÃO – CARGOS EFETIVOS

A Prova de Redação será avaliada de acordo com os itens abaixo:

1. Observância ao tema: 20 pontos

2. Aspecto Formal: apresentação formal do texto, a disposição dos parágrafos, margem e título. – 10 pontos

3. Atualidade (aspectos enfocados na redação): 10 pontos

4. Aspecto Gramatical: 20 pontos

4.1 Ortografia

4.2 Translineação (divisão silábica em final das linhas)

4.3 Sintaxe: colocação, concordância e regência.

5. Aspecto Estrutural: 30 pontos

5.1 Clareza

5.2 Coesão e Coerência

5.3 Seqüência das idéias

6. Estilo: 10 pontos

6.1 Originalidade – produção própria

6.2 Criatividade

6.3 Texto – humorístico, informativo, argumentativo e formal.

Anexo III do Edital C/Nº 01/2007 - PROGRAMA DE PROVAS

ALFABETIZADO

AGENTE DE APREENSÃO DE ANIMAIS , LIXEIRO- VARREDOR, LIXEIRO- COLETO, TRABALHADOR BRAÇAL

 LÍNGUA PORTUGUESA PARA TODOS 0S CARGOS ACIMA

Ortografia; Alfabeto: vogais e consoantes; Uso de letras maiúsculas e minúsculas; Encontros de vogais e consoantes; Dígrafos; Sílaba Tônica; Substantivo: masculino e feminino; Aumentativo e Diminutivo das Palavras; Singular e Plural das Palavras; Adjetivo; Substantivo: concreto, próprio, abstrato, coletivo e comum; Sinônimos e Antônimos; Verbos.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

GREGOLIN, M.R.V. Os caminhos da Língua Portuguesa. 2ª edição.Atual.São Paulo.

Livros que contêm a matéria proposta.

 MATEMÁTICA PARA TODOS OS CARGOS ACIMA

Numeração: Romana; Indo-Arábica; Divisores e Múltiplos, Geometria, Frações, Decimais, Porcentagem e Medidas; Ordem Crescente e Decrescente; Operações: adição, subtração, multiplicação e divisão de Números; Números Pares e Ímpares; Metade; Dúzia e Meia Dúzia; Dias da Semana ; Meses do Ano; Unidade; Dezena; Centena e Milhar.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

BONJORNO, J.R; BONDORJO R.A. Matemática: Pode Contar Comigo. São Paulo. FTD

LIMA, M.A.B. Registrando Descobertas: Matemática 2ª série.Rio de Janeiro.Ediouro

Livros que contêm a matéria proposta.

ENSINO FUNDAMENTAL COMPLETO

AGENTE ADMINISTRATIVO, AGENTE DE ENDEMIAS, AUXILIAR DE DENTISTA

LÍNGUA PORTUGUESA PARA OS CARGOS ACIMA

Interpretação de texto; Fonética; Ortografia: Acentuação Gráfica e Emprego das Letras; Sinônimos; Antônimos; Homônimos e Parônimos; Estrutura das Palavras; Formação das Palavras; Classes de Palavras: Variáveis e Invariáveis; Análise Sintática.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

FARACO Carlos Emílio & MOURA Francisco Marto de. Gramática. São Paulo, Ática.

NICOLA, Jose de. Língua, Literatura & Redação. Ed. Scipione.

Livros que contêm a matéria proposta.

MATEMATICA PARA O CARGO: AGENTE ADMINISTRATIVO

Números; Operações com números naturais; Números inteiros; Números Reais, Produto Notáveis; Fatoração; Calculo Algébrico, Divisibilidade: MMC, MDC,; Números primos; Números racionais: sua representação decimal e operações; comprimentos e áreas; Equação 1º grau, Sistema de equação, Potência e Raízes inequação, Razões e proporções grandezas proporcionais, porcentagens, função do 1º grau.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

BIANCHINI, Edwaldo e PACCOLA, Herval. Matemática. Volume 1 e 3 São Paulo: Moderna

GIOVANNI, José Ruy. e outros. A conquista da matemática- Nova. 5ª a 8ª séries. São Paulo: FTD.

Livros que contêm a matéria proposta

CONHECIMENTO ESPECÍFICO – AGENTE DE ENDEMIAS

SUS, Processo Saúde Doença, Educação e Saúde, Controle Social, Participação Popular, Visita Domiciliar. Fundamento Epidemiológico para determinação e Controle de Doenças Transmissíveis, Vigilância Ambiental em Saúde, Políticas Públicas em Saúde, Noções de entomologia (biologia dos vetores), Atribuições do Agente de Saúde Pública Municipal, Controle de Vetores- Procedimentos de Segurança, Dengue - instruções para o pessoal de combate ao vetor (manual de normas técnicas), Febre Amarela, Dengue, Malária, Doenças de Chagas, Esquistossomose e Leishmaniose.

REFERENCIA BIBLIOGRÁFICA

Ministério da Saúde - MS - Curso Básico de Vigilância Epidemiológica - Brasília Controle das doenças transmissíveis no homem "Organização Panamericana da Saúde - 1993" Vigilância Epidemiológica- Dengue, Instruções para o pessoal de combate ao vetor - FUNASA - Ministério da Saúde - abril / 2001 Vigilância Ambiental em Saúde - Controle de vetores, Procedimentos de Segurança FUNASA - Ministério da Saúde - Novembro /2001 Plano de Erradicação do Aedes Aegypti em Mato Grosso do Sul - PEA - Módulo I II e III / Capacitação do Agente de Saúde Pública Municipal
CONHECIMENTO ESPECÍFICO – AUXILIAR DE DENTISTA
Atividades Privadas do Auxiliar de Dentista; Resolução CFO 185/93; Controle de Infecção no Consultório Odontológico: Os microorganismos no Consultório Odontológico; As Infecções nos Consultórios Odontológicos; Procedimentos Básicos de Controle de Infecção; Procedimentos Práticos de Desinfecção e Esterilização; Materiais quanto ao Grau de Contaminação; Noções de Psicologia; A Comunicação Dentro do Consultório Odontológico. SUS
REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

BRADASCH, E. Manual da atendente de consultório dentário, Curitiba, Odontex

BRASIL. Ministério da Saúde, Secretaria de Políticas de Saúde, Coordenação Nacional de DST e AIDS. Controle de Infecções e a prática odontológica em tempos de Aids: manual de condutas, Brasília: Ministério da Saúde

Livros que tratam dos conteúdos propostos

ENSINO MÉDIO

FISCAL DE INSPEÇÃO E VIGILÂNCIA SANITÁRIA

LÍNGUA PORTUGUESA PARA O CARGO ACIMA

Interpretação de texto; Fonética; Ditongo; Ortografia: Acentuação Gráfica e Emprego das Letras Estrutura das Palavras; Formação das Palavras; Classes de Palavras: Variáveis e Invariáveis; Análise Sintática; Pontuação.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

FARACO, Carlos Emílio & MOURA Francisco Marto de. Gramática. Ed. Ática, São Paulo.

NICOLA, Jose de. Língua, Literatura & Redação. Ed. Scipione.

Livros que tratam dos conteúdos propostos

CONHECIMENTO ESPECÍFICO – FISCAL DE INSPEÇÃO E VIGILÂNCIA SANITÁRIA
Fundamento Epidemiológico para Determinação e Controle de Doenças Transmissíveis em Nível Local; Políticas Públicas em Saúde; Planejamento e Programa em Saúde. Vigilância Sanitária: conceituação geral; Vigilância Sanitária de Alimentos; Fundamentos Biológicos; Análise Laboratorial; Inspeção Sanitária; Legislação Sanitária; Saneamento Ambiental: conceituação geral; Tratamento e Controle da Qualidade da Água; Considerações Gerais sobre Dejetos; Tratamento dos Dejetos e Resíduos.
REFERENCIA BIBLIOGRÁFICA

MINISTÉRIO DA SAÚDE – MS - Curso Básico de Vigilância Epidemiológica - Brasília: Secretaria Nacional de Ações de Saúde. Divisão de Epidemiologia, 1988. / LAURENTI, R. et alii Estatística de Saúde - 2ª Ed. EDUSP, São Paulo, 1987

ROUQUAYROL, M.Z. Epidemiologia e Saúde 7ª Ed. Medsi, Rio de Janeiro / Código Sanitário de Mato Grosso do Sul. Lei nº 1293, de 21/09/92. / Portaria nº 36 de 29/01/90 - Diário Oficial da União. / Portaria 1428 de 26/11/93. /Portaria 326 de 30/07/97. / Lei Federal 5.991 de 17/12/73. / Lei Federal 6.437 de 20/08/77. Livros que tratam dos conteúdos propostos

ENSINO SUPERIOR – PROFESSORES

PROFESSORES DE: EDUCAÇÃO INFANTIL, EDUCAÇÃO INFANTIL - MATERNAL I E II, EDUCAÇÃO INFANTIL - BERÇÁRIO;

PROFESSORES DE: ANOS INICIAIS DO EF , ANOS INICIAIS DO EF- EDUCAÇÃO ESPECIAL;

PROFESSORES DE: ENSINO FUNDAMENTAM - EDUCAÇÃO FÍSICA, ARTES VISUAIS, ARTES VISUAIS- EDUCAÇÃO ESPECIAL;

PROFESSORES DE: ANOS FINAIS DO EF: LÍNGUA PORTUGUESA, LÍNGUA ESTRANGEIRA - INGLÊS, MATEMÁTICA, HISTÓRIA, GEOGRAFIA

LÍNGUA PORTUGUESA PARA TODOS OS CARGOS ACIMA

Interpretação de texto; Ortografia; Estrutura das Palavras; Formação das Palavras; Classes de Palavras: variáveis e invariáveis; Funções do Que e Se; Análise Sintática; Pontuação; Concordância Nominal e Verbal; Regência Verbal; Crase.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

ANDRÉ,H.A.Gramática Ilustrada, 5ª edição.São Paulo.Moderna

FARACO Carlos Emílio & MOURA Francisco Marto de. Gramática. São Paulo, Ática.

INFANTE Ulisses, Curso de Gramática Aplicada aos Textos, Ed.Scipione

PASCHOALIN, M.A.Gramática: Teoria e exercício, FTD São Paulo.

SACCONI, L.A. Nossa Gramática Teoria e Pratica 25ª edição São Paulo

Livros que tratam das matérias propostas

REDAÇÃO PARA TODOS OS CARGOS ACIMA CONFORME CRITÉRIOS DEFINIDOS NO EDITAL C/Nº 01/2006
CONHECIMENTO PEDAGÓGICO PARA TODOS OS CARGOS ACIMA

Psicologia Educacional: Psicologia do Desenvolvimento da Criança e do Adolescente; Escala de Desenvolvimento Psicológico: cognitiva linguagem afetivo-social; Psicologia da Aprendizagem: conceito, elementos, tipos, processos e teorias, Psicologia e Epistemologia Genética, Atividade Lúdica para Criança e para o Adolescente; a perspectiva sociocultural de Vygotski: o papel da linguagem e da fala individual; o papel dos adultos e dos pares; as implicações da teoria de Vygotski para os professores; aprendizagem assistida e a zona de desenvolvimento proximal; o desenvolvimento da linguagem. Didática: Conceituação, Princípios: a Didática como Atividade Pedagógica Escolar, Processos Didáticos Básicos: ensino e aprendizagem; Planejamento Participativo; Planejamento de Ensino; Métodos e Técnicas de Ensino; Recursos de Ensino; Processo de Avaliação e Recuperação, conceitos, modalidades, instrumentos e finalidades; Tendências Pedagógicas.Leis que regulamentam a Educação (Leis de Diretrizes e Bases) Leis Complementares e Pareceres, História da Educação; Fundamentos da Educação, Compreensão e Interpretação de texto

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

Cotrim, G.V; Parisi, M. Fundamentos da Educação: Historia e Filosofia da Educação. São Paulo: Saraiva

Davis,C; Oliviera, Z. Psicologia na Educação. São Paulo: Cortez

Libâneo, C. Pedagogia e Pedagogos Para que? São Paulo: Cortez

________. Didática. 2ª edição. São Paulo: Cortez

Rego.Tereza Cristina. Vygotski: uma perspectiva hitórico-cultural da educação. Petrópolis: Vozes

Senado Federal Lei 9394/96. Brasília, 1997./BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental Parâmetros Curriculares Nacionais.

PCN’S

Livros que contêm a matéria proposta

INFORMÁTICA BÁSICA PARA TODOS OS CARGOS ACIMA

Conhecimentos sobre Princípios Básicos de Informática; Microsoft Word 2000: Edição e Formatação de Textos; Microsoft Excel 2000: Elaboração de Tabelas e Gráficos ,Noções gerais de utilização da Internet e suas ferramentas.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

Livros E Outras Referências Que Tratam Da Matéria Proposta

CONHECIMENTO ESPECÍFICO - PROFESSOR DE MATEMÁTICA - ANOS FINAIS DO E F

Resoluções de Problemas ;Funções do1º grau e Funções do 2º grau; Decimais; Proporcionalidades; razão e Porcentagem; Construção e Interpretação de Gráficos; Raízes; Vértice da Parábola; Equação Exponencial; Logaritmo; Estudo da Reta; Semelhança de Triângulos; Equações do 1º e 2º Graus; Conjuntos Numéricos; Equação Polinomial;Trigonometria ; Relações Métrica no Triângulo Retângulo; Equação Exponencial; Número Complexos; Equações Polinomiais; Geometria; Geometria Analítica; Geometria Espacial; Geometria métricas; Probabilidade; Estatística, Inequações; Números Negativos , Introdução à Matemática Financeira: porcentagem; juros simples e compostos; descontos; Análise Combinatória; Permutação Simples; Matrizes; Funções Trigonométricas; Polígonos regulares e áreas; Progressões Geométricas; Progressões Aritméticas; Compreensão e Interpretação de texto

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

ADRIANI, Álvaro;VASCONCELOS, Maria José. Praticando Matemática Vol 5ª a 8ª séries. Editora do Brasil

ANTON, Howard, Cálculo Um novo Horizonte, Volume 1, Bookmaned. Porto Alegre

AVILA. Geraldo, Cálculo,

BIANCHINI, Edwaldo e PACCOLA, Herval. Matemática. Volume 1 e 3. São Paulo: Moderna

GIOVANNI, José et al. Natemática FTD.São Paulo

Livros que contêm a matéria proposta.

CONHECIMENTO ESPECÍFICO - PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA -EF

Aspectos Didáticos. Socialização; Competição; Concepção de Jogo; Jogo Simbólico; Jogo de Construção; Jogo de Regras; Pequenos Jogos; Grandes Jogos; Jogos e Brincadeiras da Cultura Popular; Modalidades Esportivas (voleibol, basquete, handebol, atletismo, futebol de campo e salão) ;Ginástica Rítmica Desportiva, Regras Oficiais e Atualizadas. Ginástica e Dança; O Corpo e a Mente; Dança Abordando Aspecto na Cultura Popular a Dança Contemporânea.

Aspecto Teórico-metodológicos: Concepção de Educação Física; Planejamento na Educação Física. Tendências Psicológicas da Educação Física; Educação Física no Currículo Escolar, Desenvolvendo da Aptidão Física ou Reflexão sobre a Cultura Corporal; Educação Física na Escola Pública.; Avaliação na Educação Física; Compreensão e Interpretação de texto;Pcn’s; LDBN

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

FREIRE, João Batista. Educação de corpo inteiro-teoria e prática da educação física. São Paulo: Scipione,

MEDINA, João Paulo. Educação Física cuida do corpo... e “mente”. Campinas: Papirus

PCN’S

Senado Federal Lei 9394/96. Brasília, 1997./BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental Parâmetros Curriculares Nacionais.

Livros que contêm a matéria proposta.

CONHECIMENTO ESPECÍFICO - PROFESSOR DE ARTES VISUAIS – EF

- PROFESSOR DE ARTES VISUAIS – EF EDUCAÇÃO ESPECIAL

A História da Arte Geral; A História da Arte no Brasil; A História da Arte Arquitetônica; A Educação Musical na Escola; O Teatro; O Jogo dramático teatral na escola; Harmonia de cores; Geometria; Projeções Geométricas; Elementos básicos das composições artísticas ( coreografias, teatrais, musicais, visuais, audiovisuais)e suas gramáticas articuladoras; O Ensino da Educação Artística no Ensino Fundamental: a metodologia do ensino da arte; o desenvolvimento expressivo nas diferentes áreas artísticas e suas relações com o desenvolvimento biológico, afetivo, cognitivo e sócio cultural do ser humano; as diferentes linguagens artísticas e a educação.

REFERÊNCIA BILIOGRÁFICA

BARBOSA A . M.T. Recorte e Colagem, São Paulo .Cortez.1989 /COLL,C.& TEBEROSKY,A . Aprendendo Arte: Conteúdo essenciais para o ensino Fundamental, São Paulo. Atica,2000./FERRAZ,M.H.C.T. & FUSSARI,M.F.R. Metodologia do Ensino de Arte. São Paulo.Cortez,1993./PREOENÇA,G. HISTÓRIA DA ARTE, SÃO PAULO.ÁTICA, 2001./STRICKLAND, C. Arte Comédia: da Pré-história ao pós-modernismo. Rio de Janeiro. Ediouro. 2002.

Livros que contêm a matéria proposta.

CONHECIMENTO ESPECÍFICO - PROFESSOR DE GEOGRAFIA – ANOS FINAIS DO EF

A Regionalização do Espaço Mundial; Os Continente e as Paisagens Naturais; As diferenças econômicas e culturais: Países Ricos e Países Pobres ; Panorama Político e Econômico Mundial da Atualidade; Conceitos Básicos (orientação e coordenadas geográfica); Mato Grosso do Sul no Contexto Nacional; Quadro Natural; Sócio-econômico; Infra-Estrutura; Comunicação e Ensino; Panorama Geográfico do Brasil e do Mundo; Caracterização Regional; Formas; Dimensões e Movimentos da Terra, Camadas da Estrutura Terrestre; Forma de Relevo; Evolução e Tendências Atuais da Ciência Geográfica; Relações de Poder no Espaço Mundial e Problemas Ambientais e Geografia Atual e Geopolítica; Cartografia, Hidrografia; Geografia Humana; Blocos Econômicos (Globalização) blocos econômicos mundiais e regionais, industrias ,urbanização, meio rural e população mundial, Interpretação de Gráficos; O espaço Natural e a Ação Humana, O espaço Social e o Espaço Brasileiro, Geografia do Mundo Subdesenvolvido e Industrializado ; Compreensão e Interpretação de texto Geografia do Brasil: Geografia Física - A população brasileira - Agricultura e a pecuária - O extrativismo mineral e as fontes de energia - As atividades industriais; Geografia Geral: Geografia Física e Humana Geral - Geografia econômica - Os blocos econômicos e suas áreas de influências - O bloco norte-americano - Tratado de Livre Comércio - NAFTA -O bloco europeu - A comunidade européia - CEE - A bacia do Pacífico - O Japão e os Tigres Asiáticos; Geografia Política: Reunificação da Alemanha. - Desmembramento da Rússia e Iugoslávia.

REFERENCIA BIBLIOGRÁFICA

VESENTINI, William. Sociedade e Espaço - Geografia Geral e do Brasil. São Paulo: Ática

__________.Vlach,Vânia. Geografia Critica vol: 5ª, 6ª, 7ª e 8ª séries. São Paulo. Ática

SENE, Eustáquio de & Moreira, João Carlos.Geografia Geral e do Brasil. São Paulo: Ática

Livros que contêm a matéria proposta.

CONHECIMENTO ESPECÍFICO - PROFESSOR DE HISTÓRIA – ANOS FINAIS DO EF

A Origem do Homem; Influência sócio-cultural e política da Antigüidade Oriental e Clássica; Sociedade Medieval; Sistema Feudal; Desenvolvimento do Comércio Internacional; Renascimento Cultural; Capitalismo; Fatores Determinantes da Expansão Marítima Européia; Dominação Européia; Iluminismo; Revolução Inglesa, Revolução Francesa, Revolução Russa; a Crise do Absolutismo e a Ascensão do Liberalismo; Análise Socialista; América Dominante e o Imperialismo; Brasil suas características do Sistema Colonial; Formação de Fronteiras, Tentativas de Emancipação Política, Constituição de 1824; Guerra dos Farrapos; O Poder Moderador; Crise do Império e a Proclamação da República; a Política dos Governadores; Era Vargas( 1930-1945); O Regime Militar (1964-1985) as Experiências Democráticas; República após o Regime Militar; A Primeira Guerra e a Segunda Guerra Mundial a Política Neoliberal; Mato Grosso do Sul; Noções Indígenas; Guerra do Paraguai; a Primeira Divisão de Mato Grosso e a Criação do Mato Grosso do Sul , História Atual,As diferentes Culturas ; Compreensão e Interpretação de texto Brasil Colonial: Pacto Colonial: Empresa açucareira, Mineração; Brasil Independente: 1º Reinado, 2º Reinado, Regência; Brasil Republicano: Queda do Império – República da Espada - Encilhamento (Rui Barbosa) - Revolução de 30 Estado Novo – Governos Militares; Oriente Antigo: Egito - Mesopotâmia - Palestina - Pérsia; Antigüidade Clássica: Grécia e Roma; Feudalismo; Renascimento Cultural; Reformas religiosas; Revolução Industrial; Revolução Francesa; Independência dos Estados Unidos e América Latina.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

ARRUDA, José Jobson e PILETTI, Nelson. Toda a história - história geral e história do Brasil. São Paulo: Ática,

CÁCERES, Florival. História do Brasil. São Paulo: Moderna,

PAZZINATO, Alceu Luiz. História moderna e contemporânea. São Paulo: Ática

Livros que contêm a matéria proposta.

 CONHECIMENTO ESPECÍFICO - PROFESSOR DE LÍNGUA PORTUGUESA – ANOS FINAIS DO EF

Metodologia de Ensino da Língua – Pronomes, Figuras de Linguagem, Generalidades Sobre a Língua e a Linguagem; Concepção da Linguagem; Variedades Lingüísticas; Ensino de Língua Uso e Efetivo ou Metalinguagem; Objetivos do Ensino da Leitura na Escola; Língua Falada e Língua Escrita; Problema de Estrutura da Escrita; Problema de Estrutura Textual: Coesão Textual, Argumentação, Coerência, Clareza, Discurso Direto e Indireto; Interpretação de Texto. Gramática Conhecimento e Visão Crítica - Problemas de Ordem Sintática; Concordância Verbal, Concordância Nominal; Regência; Problemas de Ordem Morfológica Léxico; Adequa÷ão Vocabular (Problemas Relativos ao Emprego Inadequado de uma Palavra , Problemas Relativos à Variação Lingüística); Conjugação Verbal; Problemas de Ordem Fonológica; Ortografia; Acentuação Gráfica; Problemas de Ordem Estilista e Re-escrita de Parágrafos; Literatura Portuguesa e Literatura Brasileira; Compreensão e Interpretação de Textos

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

CEREJA, William e MAGALHÃES, Thereza. Gramática- texto, reflexão e uso.São Paulo: Atual

MESQUITA, Roberto. Gramática da Língua Portuguesa. São Paulo: Saraiva

Livros que contêm a matéria proposta.

CONHECIMENTO ESPECÍFICO - PROFESSOR DE LÍNGUA ESTRANGEIRA –INGLÊS – ANOS INICIAIS DO EF

Verb Tenses; Modal auxiliary verbs; Possessive adjectives and pronouns; Genitive case; Personal, reflexive and emphasizing pronouns; Prepositions; Plural of nouns; Indefinitive pronouns; Interrogatives; Degrees of adjectives; Relative pronouns; Adverbs.

REFERENCIA BIBLIOGRÁFICA

ABBS, Brian. Snapshot. London: Longman, 1997.

MARQUES, Amadeu. EnglishPassword- Special edition. São Paulo: Ática, 1999.

ELYA, Alexandre . New Approach to English. 9a Edição. Editora Ática.

Livros que contêm a matéria proposta

Livros que contêm a matéria proposta.

CONHECIMENTO ESPECÍFICO - PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL

O principio pedagógico e prática de educação Infantil: jogos e arte; leitura e escrita; projetos de ensino. Temas curriculares. Formação pessoal e social: concepções: identidade, autonomia; aprendizagem; jogos e brincadeiras. Conhecimento do mundo: movimento; música; artes visuais; linguagem oral e escrita; natureza e sociedade; Matemática.

REFERENCIA BIBLIOGRÁFICA

Brasil, Ministério da Educação Secretaria de Educação Fundamental. Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil/ MEC. SEC Fundamental – Brasília : MEC/SEF,2001 vol: 1, 2, 3

ABRAMOWICZ.A; WAJSKOP.G Educação Infantil Creches Atividades para crianças de zero a seis anos. 2ªed. Ed Moderna SP

FERREIRA, M.C.R .Os fazeres na Educação Infantil Ed. Cortez. São Paulo

KRAMER, S. A Política do Pré- Escolar no Brasil, Rio de Janeiro

__________ Com a Pré-escola nas mãos Ed. Atica

KAMII, C. A criança e o Número ed. Papirus

LIMA, A.F.S.O. Pré-Escola e Alfabetização: Uma Proposta baseada em P. Freire e J.Piaget. 11ª ed. Ed. Vozes Petrópolis

OSTETTO, L.E.Encontro e Encantos na Educação Infantil ed.Papirus Campinas-SP

TEBERSKOY, Ana. Escola, Quem És Tu? Porto Alegre. Artes Médicas

Livros que tratam das matérias propostas.

CONHECIMENTO ESPECÍFICO - PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL – BERÇARIO - PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL - MATERNAL I E II

O principio pedagógico da creche e da pré-escola: educar e cuidar. Prática de educação Infantil: jogos e arte; leitura e escrita; projetos de ensino. A teoria de Piaget do desenvolvimento cognitivo: as influências, as tendências e os estágios; as implicações da teoria de Piaget para os Professores. A perspectiva sociocultural de Vygotsky: o papel da linguagem e da fala individual Temas curriculares. Formação pessoal e social: concepções: identidade, autonomia; aprendizagem; jogos e brincadeiras. Conhecimento do mundo: movimento, música, artes visuais, linguagem oral e escrita, natureza e sociedade, matemática; Compreensão e Interpretação de texto

REFERENCIA BIBLIOGRÁFICA

Davis,C; Oliviera, Z. Psicologia na Educação. São Paulo: Cortez

KAMII,C. e DEVRIES,R. O conhecimento físico na Educação pré-escolar. Porto Alegre: Artes

KRAMER,S.(org). Com a Pré-Escola nas Mãos. Uma Alternativa curricular para a Educação Infantil. São Paulo. Ática

REGO,L.L.B Literatura Infantil: uma nova perspectiva da alfabetização na pré-escola. São Paulo FTD

Conselho Nacional dos Diretos da Mulher. Creche O dia-a-dia vol 4

FERREIRO, E. Reflexão sobre Alfabetização. São Paulo: Cortez, 1985

FREIRE, P.A Importância do ato de ler. São Paulo: Cortez, 1990.

CACGLIARI, L.C. O príncipe que Virou Sapo. Considerações a respeito da dificuldade de aprendizagem das crianças na alfabetização. Cadernos de pesquisa, 55, São Paulo: Fundação Carlos Chagas, nov.1985, p.50-62

LEONTIEV, A. et al.Psicologia e Pedagogia: bases psicológica da aprendizagem e do desenvolvimento . São Paulo, Centauro,2003.

PILLAR, A.D. Fazendo artes na Alfabetização. Porto Alegre.Kuarup, 1988

REGO.T C. Vygotski: uma perspectiva hitórico-cultural da educação. Petrópolis: Vozes

TEBEROSKY, A. Aprendendo a escrever. São Paulo: Atica.1995

ZUNINDO,D.L.A. A matematica na escola: aqui e agora. Porto Alegre. Artes Médicas (Artmed) , 1995

Senado Federal Lei 9394/96

Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil Conhecimento de Mundo vol.3, 2 1

Lei nº 8.069/13/1990 de acordo com as alterações dadas pela Lei nº8.24212/91

Livros que contêm a matéria proposta

CONHECIMENTO ESPECÍFICO - PROFESSOR DOS ANOS INICIAIS DO EF

Matemática. Números racionais – operações sistema de numeração decimal, fracionária, percentual; Situação Problema envolvendo proporcionalidade e combinatório; porcentagem; espaço-forma; grandezas e medidas; média aritmética, Resolução de problemas e associação de informação em Tabelas /gráficos.; Classe de Palavras e seus Mecanismos de Flexão; Substantivo; Adjetivo; Artigo; Numeral; Pronome; Verbo Regular e Irregular; Advérbio; Preposição; Conjunção e Interjeição; Análise Sintática; Pontuação; Regência; Crase; Concordância Verbal e Nominal; ; Conjugação Verbal; Ortografia; Acentuação Gráfica; Compreensão e Interpretação de Textos; Sinônimo; Antônimo; Acentuação Gráfica, História e Geografia geral,do Brasil e de Mato Grosso do Sul Ciências Ser humano e saúde:alimentação; Higiene dos alimentos, do corpo Vida e ambiente, formas de degradação ambiental da terra e do universo; Animais e Vegetais.

REFERENCIA BIBLIOGRÁFICA

Livros que contêm a matéria proposta

CONHECIMENTO ESPECÍFICO - PROFESSOR DOS ANOS INICIAIS DO EF – EDUCAÇÃO ESPECIAL

Desenvolvimento da Linguagem: Execução de ordens simples e complexas; desenvolvimento psicomotor; Técnica de reeducação psicomotora; Psicopatologia: Autismo e Psicose Infantil, Esquizofrenia infantil; Epilepsia na Infância; Crianças com Síndrome de Down, Transtornos Depressivos da Infância, Transtornos de Déficit de Atenção e Hiperatividade; Transtorno de Conduta, Transtorno de Ansiedade, Distúrbios Globais de Desenvolvimento e Síndrome de Usher; Integração Escolar das Pessoas com Deficiência Mental no Contexto Atual da Escola de Ensino Fundamental; Distúrbios da Aprendizagem: Avaliação, Orientação e Intervenção psicológica. Psicologia do Desenvolvimento, Psicologia da Aprendizagem; Promoção da saúde e resiliência, A importância da construção do vinculo no desenvolvimento do indivíduo; Relação família, escola e comunidade; Grupoterapia e Grupo de Ensino e da Aprendizagem; Percepção, Motivação, Atenção, Linguagem, Memória, Raciocínio e Representação do homem. Parâmetros Curriculares Nacionais: Ética, Pluralidade Cultural, Saúde e Orientação Sexual. Interdisciplinaridade na Educação Especial. A escrita e a Alfabetização. O Fracasso Escolar e As Dificuldades de Aprendizagem. Distúrbios do comportamento da criança em idade escolar.

REFERENCIA BIBLIOGRÁFICA

ANDERSON, J. R. Psicologia Cognitiva: e suas implicações experimentais. LTC. 2004.

BRASIL, PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS: ÉTICA: PLURALIDADE CULTURAL, SAÚDE E ORIENTAÇÃO SEXUAL. 3 ed. Brasília: A Secretaria, 2001.

BOSSA, N. A. (Orgs.) Avaliação Psicopedagógica da Criança de zero a seis anos. Editora Vozes, 1998.

FAGALI, E. Q. Múltiplas Faces do aprender. São Paulo, UNIDAS, 2001.

FERREIRA, M. Ação Psicopedagógica na sala de aula: Uma questão de Inclusão. São Paulo: PAULUS, 2001.

FONTANA, R. Psicologia e Trabalho Pedagógico. Atual, 1997.

PENNINGTON, B. F. Diagnóstico de Distúrbios de Aprendizagem: um referencial neuropsicológico. Pioneira, São Paulo, 1997.

CHAZAUD, J. Introdução a Psicomotricidade. São Paulo, MANOLE, 1976.

FICHTNER, N. Prevenção, Diagnóstico e Tratamento dos Transtornos Mentais da Infância e da Adolescência: um enfoque desenvolvimental. Porto Alegre. Artes Médicas, 1997.

LE CAMUS, J. O corpo em discussão: da reeducação psicomotora às terapias de mediação corporal, Porto Alegre, Artes Médicas, 1986.

RAPPAPORT, C. R. Psicologia do Desenvolvimento: a infância inicial: O bebê e sua mãe. Vol. 02 e 03. São Paulo: EPU, 1981.

SAIFER, RAQUEL. Psiquiatria Infantil Operativa. Artes Médicas.ZIMERMAN, D. E. Como Trabalhamos com Grupos. Artes Médicas, Porto Alegre, 1997

ENSINO SUPERIOR - PROFISSIONAIS

ASSISTENTE SOCIAL, ASSISTENTE SOCIAL – PROGRAMAS SOCIAIS, ENFERMEIRO – PSF/PACs, FARMACÊUTICO/ BIOQUÍMICO, FONOAUDIÓLOGO, NUTRICIONISTA, ODONTÓLOGO - PSF, PSICÓLOGO, PSICOLOGO PROGRAMAS SOCIAIS.

MÉDICOS: CARDIOLOGISTA, CLÍNICO GERAL, CLÍNICO GERAL - PSF, GINECOLOGISTA E OBSTETRA, OFTALMOLOGISTA, PEDIATRA, ESPECIALISTA EM ULTRA- SONOGRAFIA GERAL, PSIQUIATRA, NEUROLOGISTA.

LÍNGUA PORTUGUESA PARA TODOS OS CARGOS ACIMA

Interpretação de texto; Ortografia; Estrutura das Palavras; Formação das Palavras; Classes de Palavras: variáveis e invariáveis; Funções do Que e Se; Análise Sintática; Pontuação; Concordância Nominal e Verbal; Regência Verbal; Crase.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

ANDRÉ,H.A.Gramática Ilustrada, 5ª edição.São Paulo.Moderna

FARACO Carlos Emílio & MOURA Francisco Marto de. Gramática. São Paulo, Ática.

INFANTE Ulisses, Curso de Gramática Aplicada aos Textos, Ed.Scipione

PASCHOALIN, M.A.Gramática: Teoria e exercício, FTD São Paulo.

SACCONI, L.A. Nossa Gramática Teoria e Pratica 25ª edição São Paulo

Livros que tratam das matérias propostas

CONHECIMENTO ESPECÍFICO – ASSISTENTE SOCIAL ASSISTENTE SOCIAL – PROGRAMAS SOCIAIS

Ambiente de atuação do assistente social. Instrumental de pesquisa em processos de investigação social: elaboração de projetos, métodos e técnicas qualitativas e quantitativas. Propostas de intervenção na área social: planejamento estratégico, planos, programas, projetos e atividades de trabalho. Avaliação de programas e políticas sociais. Estratégias, instrumentos e técnicas de intervenção: sindicância, abordagem individual, técnica de entrevista, abordagem coletiva, trabalho com grupos, em redes, e com famílias, atuação na equipe interprofissional (relacionamento e competências). Diagnóstico. Estratégias de trabalho institucional. Conceitos de instituição. Estrutura brasileira de recursos sociais. Uso de recursos institucionais e comunitários. Redação e correspondências oficiais: laudo e parecer (sociais e psicossociais), estudo de caso, informação e avaliação social. Atuação em programas de prevenção e tratamento. Uso do álcool, tabaco e outras drogas: questões cultural, social e psicológica. Doenças sexualmente transmissíveis. Aids. Atendimento às vítimas. Políticas sociais. Relação Estado/sociedade. Contexto atual e o neoliberalismo. Políticas de seguridade e previdência Social. Políticas de assistência e Lei Orgânica da Assistência Social. Políticas de saúde, Sistema Único de Saúde (SUS) e agências reguladoras. Políticas educacionais e Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB). Política nacional do idoso. Estatuto do idoso. Estatuto da criança e do adolescente. Estatuto do portador de necessidades especiais. Legislação de serviço social. Níveis, áreas e limites de atuação do profissional de serviço social. Ética profissional. Novas modalidades de família: diagnóstico, abordagem sistêmica e estratégias de atendimento e acompanhamento. 6.1 Alternativas para a resolução de conflitos: conciliação e mediação. Balanço social. 8 SA 8.000 e ISO 14.000

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

Constituição Federal e suas alterações com as emendas Constitucionais.

Iamamoto, M. V. e Carvalho, R. de “Relações Sociais e Serviço Social no Brasil: Esboço de uma Interpretação Histórico-Metodológica” – São Paulo, Cortez, 1.983, 6a Edição – Capítulo II / 1a Parte Pág.71 a 123;

Wanderley, M. B. “Metamorfoses do Desenvolvimento de Comunidade e Suas Relações com o Serviço Social” – São Paulo, Cortez, 1993, Cap. III, pág.125 a 149;

Minayo, M. C. de Souza – “O Desafio do Conhecimento: Pesquisa Qualitativa em Saúde” – São Paulo/Rio de Janeiro, HUCITEC/ABRASCO, 1.993, Cap. I, Pág.19 a 89;

Conh, A. e Elias P. E.: “Saúde no Brasil: Políticas e Organizações de Serviços” – São Paulo, Cortez, 1.996;

Bravo, M. I. S.: “Serviço Social e Reforma Sanitária: Lutas Sociais e Práticas Profissionais” – São Paulo, Cortez, 1.996, Cap. I, Pág.25 a 118;

Caderno ABESS no 3, São Paulo, Cortez, 1.989, 2a Parte, Pág.99 a 162;

Silva, I. M. F.: “Os Conselhos de Saúde no Contexto da Transição Democrática: Um Estudo de Caso” In Revista Serviço Social e Sociedade No 55, Pág. 156 a 174, São Paulo, Cortez, 1.997;

Vieira, E. “O Estado e a Sociedade Civil Perante o ECA e a LOAS” In Revista Serviço Social e Sociedade No 56, Pág. 9 a 23, São Paulo, Cortez, 1.998;

Raichelis, R. : “Assistência Social e Esfera Pública: Os Conselhos no Exercício do Controle Social” In Revista Serviço Social e Sociedade, No 56, Pág. 77 a 97, São Paulo, Cortez, 1.998;

Jovhelovitch, M. “O Processo de Descentralização e Municipalização no Brasil” In Serviço Social e Sociedade, No 56, Pág. 39 a 50, São Paulo, Cortez, 1.998.Livros que tratam dos conteúdos propostos

CONHECIMENTO ESPECÍFICO – ENFERMEIRO- PSF-PACS

Ética profissional: a deontologia e seus fundamentos; problemas de deontologia frente ao Código de Enfermagem; Lei do exercício profissional. Fundamentos de enfermagem: noções de farmacologia; técnicas básicas de enfermagem. Enfermagem no auto-cuidado. Planejamento de assistência à enfermagem (processo de enfermagem). Administração aplicada à Enfermagem: princípios e elementos de administração; administração de pessoal; administração de recursos materiais. Enfermagem Médica Cirúrgica; Clinica Médica; Doença Transmissível, Clínica Cirúrgica. Centro Cirúrgico e Centro Material; Emergências; Cuidados pré-operatórios; Assistência de Enfermagem na oxigenoterapia, drenagens,diálise,paracentese e biopsia; Enfermagem Materno-Infantil; Anatomia e Fisiologia do Corpo Humano; Ginecologia; Planejamento Familiar; Obstetrícia; Pediatria. Cuidados de Enfermagem com pacientes com transtornos mentais. Enfermagem em Saúde Pública: política de saúde no Brasil, planejamento e administração de saúde, epidemiologia e quantificação em saúde, saneamento e meio ambiente, imunizações. Programas de Saúde: Saúde da Mulher, materno-infantil, dermatologia sanitária, pneumatologia sanitária; Doenças Crônicas Degenerativas e Neoplásicas; Visita Domiciliar, Consulta de Enfermagem; Testes Imunológicos e Auxiliares de Diagnóstico, Educação em Saúde. Vacinação, Sistema Único de Saúde,

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

BENSON, Ralph C. Manual de Obstetrícia e Ginecologia.

BRUYM, Silver Kempe - Manual de Pediatria, Guanabara Koogan.

HUGH, Leavel Gurky Clark – Medicina Preventiva – Ed. Mc Grau Hill do Brasil Ltda.

OKAWAMOTO, Emília Emi - Enfermagem Clínica Cirúrgica, EPU.

Regulamentação da Lei 7498 de 25/06/86.

Código de Ética do Profissional de Enfermagem.

- www.saude.gov.br;

- www.datasus.gov.br;

- www.funasa.gov.br;

- BRASIL, Ministério da Saúde. Saúde da Família: uma estratégia para reorientação do modelo assistencial. Brasília,1998.

- BRASIL.Ministério da Saúde, Secretaria de Assistência a Saúde. SIAB: manual do sistema de informação de atenção básica. Brasília, 1998.

- BRASIL. Ministério da Saúde. Departamento de Atenção Básica. Guia Prático do Programa de Saúde da Família. Brasília, 2001.

- MINISTÉRIO DA SAÚDE. Portaria n. 1886 – 18 dez. 1997. Aprova as normas e diretrizes do Programa de Agentes Comunitários de Saúde e do Programa de Saúde da Família. Brasília, 1997.

- BRASIL. Ministério da Saúde. Norma Operacional de Assistência à Saúde/SUS – NOAS-SUS 01/2002. Portaria 95 – 26 jan. 2002. Brasília, 2002.

- BRASIL, Ministério da Saúde. Secretaria de Políticas de Saúde.Departamento de Atenção Básica. Manual Técnico para o Controle da Tuberculose. Brasília, 2002.

- BRASIL, Ministério da Saúde. Secretaria de Políticas de Saúde.Departamento de Atenção Básica. Guia para o Controle da Hanseníase. Brasília, 2002.

- BRASIL, Ministério da Saúde. Secretaria de Políticas de Saúde.Departamento de Atenção Básica. Cadernos de Atenção Básica. Brasília,2002.

Livros que contêm a matéria proposta

CONHECIMENTO ESPECÍFICO – FARMACÊUTICO/ BIOQUÍMICO

Bacteriologia Clínica: Colorações; meios de cultura; isolamento e identificação de bactérias; cocos e bacilos gram positivo; cocos e bacilos gram negativo; anaeróbios; bacilos álcool-ácidos resistentes; espiroquetas; mycoplasma; chlamydia, rickettsia; urinocultura; coprocultura; hemocultura; teste de sensibilidade a antibióticos. Micologia Clínica: coleta; exame direto; colorações; cultura e identificação; Micoses: superficiais, cutâneas, subcutâneas, sistêmicas e oportunistas. Virologia Clínica,citomegalia; mononucleose infecciosa; hepatites; influenza; cachumba; sarampo; poliomielite e AIDS. Parasitologia Clínica: coleta, transporte, conservação e enriquecimento de fezes; Diagnóstico Parasitológico: pelo exame de fezes, pelo exame de sangue, pelo exame de outros materiais biológicos; Protozoários: intestinais, urogenitais, do sangue e dos tecidos; nematódeos, trematódeos e cestódeos de interesse clínico. Imunologia Clínica: anticorpo, antígeno e complemento; resposta imune, técnicas sorológicas, sorologia nas doenças bacterianas fúngicas e virais; hipersensibilidade; doen÷as auto imunes; imunodeficiências; Imunohematologia; Marcadores Tumorais. Hematologia e Citologia Clínica: hemopoese; anemias e policitemia; hemoglobinopatias; Doenças leucocitárias não-neoplásicas e neoplásicas; hemostasia e coagulação; anticoagulantes; hematológicos; hemograma completo; interpretação clínica do hemograma; técnicas para hemoglobinopatias; células LE ; citologia do líquor e urina. Bioquímica Clínica: dosagens, metabolismo e interpretação de: carboidratos, lipídeos e proteínas; Diabetes Mellitus e dislipidemias; Provas de função: renal, hepática e endócrina; Enzimologia Clínica; eletrólitos; fisiopatologia das icterícias; anticoagulantes bioquímicos; exame químico da urina. Biossegurança: técnicas de controle de microorganismos; níveis de biossegurança; descarte de material biológico; manuseio e transporte de amostras; equipamento de construção; biossegurança e arquitetura e mapa de riscos.. Farmacotécnica: princípios básicos,comprimidos, cremes,pomadas,suspensões, xaropes, colírios e injetáveis. Deontologia e legislação farmacêutica. SUS 8080/ e 8142/ Código de Ética Farmacêutica (Resolução CFF nº 290/96); portaria nº 344 de 12/05/1998, da SVS/MS.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

HENRY, J. et alii. Diagnósticos Clínicos e Conduta Terapêutica com exames laboratoriais. 19ª Edição, Ed Manole.LIMA. O. et alii. Métodos de Laboratório Aplicados à Clínica. Ed. GuanabaraKoogan, 1991;TRABULSI, R. et alii. Microbiologia, 3ª edição, Ed. Atheneu; JAWETZ, E. Microbiologia Média. 20ª edição, Ed. Guanabara Koogan; NEVES, P. Parasitologia humana. 10ª edição. Ed. Atheneu; VERONESE, R. Doenças Infectoparasitárias. Ed. Atheneu; STITES. Imunologia Básica. Ed. Afiliada; ROIT, Ivan. Imunologia. 5ª edição, Ed. Atheneu; Lee, Hematologia Clínica, Ed. Manole; JANNINI, Pedro. Interpretação Clínica do Hemograma. 10ª edição. Ed. Saraiva; NAOHN, P. Eletroforese. Técnicas e Diagnósticos. Livraria Santos; STRASINGER, Susan. Uroanálise e Fluídos Biológicos. 3ª edição. Ed. Panamericana; HARPER, H. Manual de Química Fisiológica. 5ª edição. Ed. Atheneu; SOUZA, Mateus. Manual de Biosegurança no laboratório clínico; GOODMAN & GILMAN. As Bases farmacológicas da Terapêutica. 9ª edição. Ed. Guanabara Koogan. 1998; PRISTE, N et alii. Técnica Farmacêutica e Farmácia Galênica. 5ª edição. Ed. Fundação Calouste Gulberkian; Código de Ética da Profissão Farmacêutico; Portaria 344 de 12/05/1988 da SVS/MS.

CONHECIMENTO ESPECÍFICO - FONOAUDIÓLOGO

Código de Ética; Anatomofisiologia dos órgãos da fala e audição; Desenvolvimento normal de fala e linguagem; Técnicas fonoaudiológicas de avaliação de tratamento: Deficiência Auditiva; Distúrbios da linguagem escrita; Motricidade oral; Dislalia; Gagueira; Disfonia; Fissura Labiopalatina; Disfagia; Paralisia Facial; Deficiência Mental; Paralisia Cerebral; Disartria; Afasia; AutismoDesenvolvimento e aquisição de linguagem; Fisiologia da Fonação: processo de aquisição, percepção e produção dos sons da fala; Fisiologia da audição: patologias, exames audiológicos, próteses auditivas e implantes cocleares; Intervenção fonoaudiológica nos distúrbios da comunicação; trabalho em equipe multi e inter disciplinar; Planejamento e programas preventivos; fonoaudiologia hospitalar; Código de ética profissional do fonoaudiólogo; Ética, deontologia e principais punições disciplinares. Programas fonoaudiólogos de triagem. Lei n.º 10.436 de 24 de abril de 2002 que dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais, Lei nº 10.424, de 15-04-02 que dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento de serviços correspondentes e regulamentando a assistência domiciliar no Sistema Único de Saúde. Lei nº 10.216, de 6 de abril de 2001 que dispõe sobre a proteção e os direitos das pessoas portadoras de transtornos mentais e redireciona o modelo assistencial em saúde mental, LEI 10.098 de 19/12/2000 que estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida e Decreto 5296. Lei Federal 6965 de 09 de dezembro de 1981, que dispõe sobre a regulamentação da profissão de Fonoaudiólogo

REFERENCIA BIBLIOGRÁFICA

SOARES, MIRIAM Terezinha S. N. Bertoncini Fonoaudiologia em Serviço Público: relato de experiências Carapicuíba: Pró-Fono Departamento Editorial Centro de Estudos Fonoaudiológicos Fonoaudiologia e Serviço Público Pró-Fono Departamento Editorial

PENA CASANOVA, Jordi Manual de Fonoaudiologia Porto Alegre: Artes Médicas CANONGIA, Marly Bezerra Manual de Terapia da Palavra 4ª edição, Rio de Janeiro: Rio Medi Livros CUPELLO, Regina Celi.1000 Perguntas em Fonoaudiologia Rio de Janeiro: Revinter. KRAKAUER,H,L ; FRANCESCO,R,C,D & MARCHESAN,I,Q;Respiração Oral; São José dos Campos; Pulsos; 2003; 1ª ediçãoRUSSO,I,C,P & SANTOS,T,M,M; A Prática da Audiologia Clinica; São Paulo;Cortez;1993; 4ª edição.CARVALHO,M,R & TAMEZ,R,N;Amamentação – bases cientificas para a pratica profissional; Rio de Janeiro;Guanabara/Koogan; 2002; 1ª edição.FILHO,O,L; Tratado de Fonoaudiologia;São Paulo; Roca;1997;1ªedição.MARCHESAN,I,Q; Tratamento da Deglutição a atuação do fonoaudiólogo em deferentespaíses; São José dos Campos; Pulso; 2005;1ªedição.ZORZI,J,L;Aprender a escrever – a apropriação do sistema ortográfico; Porto Alegre;Artmed;1998;1ªediçãoZEMLIN,W,R;Princípios de Anatomia e Fisiologia em Fonoaudiologia; São Paulo;1998;4ªedição.BOONE,D,R & FARLANE,S,C,M; A voz e a terapia vocal; PortoAlegre;Artmed;1994;5ªedição.SOUZA,A,M,C; A criança especial – Temas médicos, educativos e sociais; São.Paulo;Roca;2003;1ªedição.MARCHESAN, Irene Queiroz. Fundamentos em fonoaudiologia : aspectos clinicos da motricidade oral. Rio de janeiro: Guanabara Koogan;1ªedição Livros que tratam dos conteúdos propostos

CONHECIMENTO ESPECÍFICO – MÉDICO CARDIOLOGISTA

Cardiologia (Adulto)Anatomia e fisiologia do aparelho cardiovascular. Semiologia do aparelho cardiovascular; Métodos diagnósticos: eletrocardiografia. Ecocardiografia. Medicina nuclear. Hemodinâmica. Ressonância magnética. Radiologia;Cardiopatias congênitas cianóticas e acianóticas;Hipertensão arterial. Isquemia miocárdica. Doença reumática. Valvulopatias; Miocardiopatias;Insuficiência cardíaca congestiva. Doença de Chagas. Arritmias cardíacas;Marca-passos artificiais;Endocardite infecciosa. Doenças do pericárdio e doenças da aorta;Embolia pulmonar - hipertensão pulmonar - cor pulmonar - infecções pulmonares; Patologias sistêmicas e aparelho cardiovascular;Reabilitação cardiovascular.Cardiologia Pediátrica Epidemiologia das enfermidades cardiovasculares congênitas e adquiridas do feto ao adolescente;Genética e enfermidades cardiovasculares;Anatomia do coração normal;Fisiologia cardiovascular normal;Análise segmentar das cardiopatias congênitas;Exame clínico cardiovascular normal e nas cardiopatias adquiridas e congênitas;Eletrocardiograma normal e nas cardiopatias adquiridas e congênitas;Radiografia de tórax normal e nas cardiopatias adquiridas e congênitas;Ecocardiografia doppler normal e nas cardiopatias adquiridas e congênitas (pulsada, colorida, tecidual) e as diversas técnicas de estudos ecocardiográficos doppler (transtorácico, ecocardiografia de stress, fetal e transesofágica);Outras modalidades de obtenção de diagnóstico por imagem: ressonância magnética, radioisótopos;Hemodinâmica diagnóstica e intervencionista: indicações para o estudo hemodinâmico angiográfico nas cardiopatias adquiridas e congênitas; posições angiográficas no estudo das enfermidades cardiovasculares; principais indicações para intervenção por cateteres nos defeitos cardiovasculares congênitos; Teste ergométrico na criança;Fisiopatologia dos curtos circuitos esquerdo > direita; Fisiopatologia dos curtos circuitos direito > esquerda;Enfermidades estruturais congênitas (incidência, anatomia, fisiopatologia, exame clínico, exames complementares para diagnóstico tratamento seguimento);Enfermidades estruturais adquiridas: incidência, anatomia, fisiopatologia, exame clínico, exames complementares para diagnóstico, tratamento, seguimento;Farmacologia das drogas cardiovasculares de uso na criança e no adolescente

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

Tratado de Cardiologia da SOCESP

III Consenso Brasileiro de Hipertensão Arterial, 1998, Arquivos Brasileiros de Cardiologia, Sociedade Brasileira de Cardiologia.

Livros que tratam dos conteúdos propostos

CONHECIMENTO ESPECÍFICO – MÉDICO CLÍNICO GERAL

MÉDICO CLINICO GERAL- PSF

Princípios da cirurgia. Propedêutica e avaliação do paciente cirúrgico; Transfusão. Controle hidroeletrolítico e nutricional do paciente cirúrgico; Antimicrobianos em cirurgia geral; Anestésicos locais. Anestesia loco regional; Fios de sutura: aspectos práticos do seu uso. Curativos: técnica e princípios básicos; Pré e pós-operatório em cirurgias eletivas e de urgência/emergência; Complicações cirúrgicas trans e pós-operatórias; Imunologia e transplantes; Mecanismos de rejeição; Parede abdominal; Omento. Mesentério e Retroperitôneo. Hérnias da parede abdominal; Choque. Traumatismo Abdominal. Síndrome compartimental do abdome;Traumatismo torácico;Traumatismo do pescoço; Urgência: abdome agudo. Doenças que simulam abdome agudo; Apendicite aguda; Úlcera péptica perfurada. Pancreatite aguda. Isquemia mesentérica. Obstrução intestinal. Doença diverticular dos cólons. Diverticulite. Coleciste. Litíase biliar. Retocolite ulcerativa. Doença de Crohn.; Atendimento ao politraumatizado; Traumatismo crânio-encefálico e raqui-medular;Videolaparoscopia diagnóstica e cirúrgica;Hipertensão porta e cirrose; Queimaduras;Urgências cardiorrespiratórias; Sistema de atendimento pré-hospitalar; Resposta metabólica ao trauma; Hemorragia digestiva; Doenças da via biliar.

REFERENCIA BIBLIOGRAFICA

Ministério da Saúde – MS Secretaria Nacional de Ações Básicas de Saúde. Divisão Nacional de Epidemiologia

ROUQUAYROL, M.Z. Epidemiologia e Saúde. Rio de Janeiro: Medsi SPERANZINI, M.B. & OLIVEIRA, M. R. Manual do Residente de Cirúrgica, Rio de Janeiro: Guanabara Koogan SCHWARTZ, J.I. Princípios de Cirurgia, Rio de Janeiro: Mc Graw-Hill

MARCONDES, E. et al. Pediatria Básica, São Paulo: SarvierHALBE, H. W. Tratado de Ginecologia , São Paulo: Roca

REZENDE, J. Obstetrícia Fundamental Rio de JaneiroANDREOLLI, T. E. ET AL Cecil/Medicina Interna Básica , Rio de Janeiro: Guanabara Koogan . Livros que tratam dos conteúdos propostos

CONHECIMENTO ESPECÍFICO – MÉDICO GINECOLOGISTA E OBSTETRA

Anatomia da parede abdominal antero-lateral. Laparotomias.; Anatomia do períneo; Ureter pélvico; Tecido conjuntivo pélvico sub-peritoneal (ligamentos); Anatomia do oco axilar; Neuroendocrinologia do ciclo menstrual.; Mecanismo local da menstruação; Complicações cirúrgicas da cirurgia ginecológica (intestinais e urológicas); Pré e pós operatórios em cirurgia ginecológica.;Histerectomias abdominais (Richardson e variáveis);Prolapso genital e tratamento (HTV, colpocleise);Incontinência urinária (I.U.E. e inc. de Urgência).; Ca de colo uterino/patologia cervical/lesões básicas em colposcopia;Câncer de endométrio;A paciente ginecológica;Oncogênese; Mastectomia (indicações técnicas/tipos de incisões), história do câncer de mama, estadiamento;Quadrantectomias (linfonodo sentinela);Endometriose.;Esterilidade conjugal. 21. Indução da ovulação/Reprodução assistida;Esteroidogênese.;Determinismo e diferenciação sexual/inter-sexo; Amenorréia primária; Amenorréia secundária.; Genética aplicada à ginecologia.; DST/DIP; HIV na mulher.;Métodos de imagem em ginecologia (HSG, USG bi e tridimensional, mamografia);Dor pélvica; Climatério;Puberdade normal e patológica.;Câncer de ovário; Ginecologia psicossomática;Síndrome pré-menstrual.; Cosmetologia em ginecologia;Sexologia clínica;Vídeo-endoscopia em ginecologia; Abdome agudo em ginecologia;Miomatose uterina (tratamentos);Anticoncepção.;Síndromes hiperandrogênicas; Disfunções menstruais.;Patologia benigna e maligna da vulva, vagina, útero e ovários.;Rastreamento ginecológico e da mama

REFERENCIA BIBLIOGRÁFICA

Ministério da Saúde – MS Secretaria Nacional de A÷ões Básicas de Saúde. Divisão Nacional de Epidemiologia

ROUQUAYROL, M.Z. Epidemiologia e Saúde. Rio de Janeiro: Medsi SPERANZINI, M.B. & OLIVEIRA, M. R. Manual do Residente de Cirúrgica, Rio de Janeiro: Guanabara KooganSCHWARTZ, J.I. Princípios de Cirurgia, Rio de Janeiro: Mc Graw-Hill

MARCONDES, E. et al. Pediatria Básica, São Paulo: SarvierHALBE, H. W. Tratado de Ginecologia , São Paulo: Roca

REZENDE, J. Obstetrícia Fundamental Rio de Janeiro ANDREOLLI, T. E. ET AL Cecil/Medicina Interna Básica , Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. Livros que tratam dos conteúdos propostos

CONHECIMENTO ESPECÍFICO – MÉDICO OFTALMOLOGISTA

Embriologia ocular; Anatomia e histologia ocular: órbita – conteúdo e relações anatômicas; Pálpebras e conjuntiva;Globo ocular e túnicas fibrosas, vascular e nervosa;Meios dióptricos;Músculos extrínsecos;Aparelho lacrimal;Fisiologia da visão; Refração: noções de óptica oftálmica;Vícios de refração;Prescrição de óculos e lentes de contato; Patologia, diagnóstico e tratamento das doenças do(a): órbita, conjuntiva, esclera, retina, vítreo, cristalino e aparelho lacrimal e pálpebra; Glaucoma: classificação; Quadro clínico; Diagnóstico;Tratamento clínico e cirúrgico;Estrabismo: classificação;Quadro clínico. Diagnóstico;Tratamento clínico e cirúrgico;Repercussões oculares de patologias sistêmicas;Urgências em oftalmologia: clínicas e cirúrgicas;Visão sub-normal: diagnóstico e tratamento cirúrgico;Transplante de córnea;Campo visual manual e computadorizado; Retina: diagnóstico, exames e tratamento clínico e cirúrgico;Oftalmologia pediátrica;Pré e pós-operatório em oftalmologia.; Vitrectomia e vítreo;Laser e suas aplicações em oftalmologia; Órtese e prótese ocular.

REFERENCIA BIBLIOGRÁFICA

BICAS, Harley EA . Oftalmologia: Fundamentos. São Paulo Contexto.1991

BELFORT, Rubens Jr. Kara, José Newton. Córnea Clinica- cirúrgica . São Paulo. Roca 1996

Livros que tratam dos conteúdos propostos

CONHECIMENTO ESPECÍFICO – MÉDICO PEDIATRA

Planejamenteo e Programação em Saúde;Planejamento em Nível local , diagnóstico, programação e avaliação Epidemiologia; Prevenção; Fisiopatologia; Quadro Clínico; Diagnóstico e Tratamento de Doenças Infecciosas,Parasitárias e Relativas às áreas de :Pneumatologia, Cardiologia, Gastroenterologia, Nefrologia, Hematologia, Endocrinologia, Alergia e Imunologia Clínica, Dermatologia. Aspectos evolutivos das Enfermidades Infantis, Doenças reumáticas, cardiopatias ,imunogenética, gastropatias, Vacina, Desenvolvimento Neuromotor, Aleitamento e Puericultura

REFERENCIA BIBLIOGRAFICA

Ministério da Saúde – MS Secretaria Nacional de Ações Básicas de Saúde. Divisão Nacional de Epidemiologia

ROUQUAYROL, M.Z. Epidemiologia e Saúde. Rio de Janeiro: Medsi SPERANZINI, M.B. & OLIVEIRA, M. R. Manual do Residente de Cirúrgica, Rio de Janeiro: Guanabara Koogan SCHWARTZ, J.I. Princípios de Cirurgia, Rio de Janeiro: Mc Graw-Hill

MARCONDES, E. et al. Pediatria Básica, São Paulo: /Medicina Interna Básica , Rio de Janeiro: Guanabara Koogan Livros que tratam dos conteúdos propostos

CONHECIMENTO ESPECÍFICO – MÉDICO PISIQUIATRA

Neurotransmissores: sono; Neuroimagem; Genética; Avaliação clínica; Diagnostico e aspectos neuropsiquiátricos da epilepsia das doenças infecciosas endócrinas e traumáticas; Percepção e cognição; Sociologia e psiquiatria; Epidemiologia; Psicanálise; Teorias da personalidade e psicopatologia;.Exame do paciente psiquiátrico; Manifestações clínicas de transtornos psiquiátricos; Classificações dos transtornos mentais; Transtornos mentais devidos a uma condição médica geral; Transtornos relacionados a substancias – dependência química; Esquizofrenia; .Outros transtornos psicóticos; Transtornos do humor; Transtornos de ansiedade; Transtornos psicossomáticos; psiquiatria e outras especialidades; emergências psiquiátricas; psicoterapias; terapias biológicas; psiquiatria infantil; retardo mental; transtornos da aprendizagem e comunicação; psiquiatria geriátrica; psiquiatria hospitalar e comunitária; psiquiatria forense; psicofarmacologia ; aspectos do modelo da assistência psiquiátrica.

REFERENCIA BIBLIOGRAFICA

Kaplan & Sadock’s - Comprehensive Textbook of Psychiatry - 8ª edição, 2005. Volumes I e II. Edit. Lippincott Willians & Wilkins.

Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde . Décima Revisão (CID 10). 1997. Organizada pela Organização Mundial de Saúde. Edit. EDUSP.

Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais. 4ª Edição. (DSM-IV). 1994. Organizada ple American Psychiatric Association. Editora Artes Médicas

Livros que tratam da matéria

CONHECIMENTO ESPECÍFICO – MÉDICO NEUROLOGISTA

Anatomia e Fisiologia do Sistema nervoso Central e periférico. Patologia e Fisiopatologia dos transtornos do Sistema Nervoso Central e Periférico. Semiologia neurológica. Grandes categorias das afecções neurológicas: demências e distúrbios da atividade cortical superior, comas e outros distúrbios do estado da consciência; distúrbios do movimento; distúrbio do sono. Doença cérebro-vascular. Doenças neuromusculares - nervos, músculos e junção mio-neural; doenças tóxicas e metabólicas; tumores; doenças desmielinizantes; doenças infecciosas do sistema nervoso; doença neurológica no contexto da infecção pelo HIV; epilepsias; hidrocefalias e transtornos do fluxo liquórico; cefaléias; disgenesias do sistema nervoso; manifestações neurológicas das doenças sistêmicas; neurologia do trauma e urgências em neurologia. Indicações e interpretações da propedêutica armada em neurologia: liquor, neuroimagem, estudos neurofisiológicos – eletroencefalograma, eletroneuromiografia e potenciais evocados, medicina nuclear aplicada à neurologia.

REFENCIA BIBLIOGRÁFICA

Tratado de Neurologia – Merrit – Rowland, L. P. – 8a Edição – Editora Guanabara – Koogan.

Livros que contêm a matéria proposta

CONHECIMENTO ESPECÍFICO – MÉDICO ESPECIALISTA EM ULTRA-SONOGRAFIA GERAL

Física do Ultrasson. Efeitos biológicos e segurança. Fígado, Baço, Vesícula biliar e ductos biliares. Pâncreas. Trato gastrointestinal. Trato Urinário. Próstata. Glândulas adrenais. Retroperitôneo e grandes vasos. Parede abdominal. Peritôneo e diafragma. Útero e anexos. Tórax. Glândulas tireóides. Glândulas paratireóides. Mama. Escroto. Pênis. Manguito rotador do ombro. Tendões. Vasos Cerebrais Extracranianos. Artérias e veias periféricas. Ultrassonografia obstétrica e fetal: Primeiro Trimestre. Medidas fetais de crescimento normal e anormal. Perfil Biofísico fetal. Ultrasson na gravidez múltipla. Tórax e abdomem fetal. Avaliação Doppler da Gravidez;Trato urogenital fetal. Coração fetal. Defeito da parede abdominal fetal. Face e pescoço fetal. Cérebro fetal. Coluna fetal. Avaliação ultrassonográfica de placenta. Neoplasia trofoblástica gestacional

REFERENCIA BIBLIOGRÁFICA

RUMACK, Carol M., WILSON, Stephainie R., CHARBONEAU, J.P. William. Tratado de ultrassonografia diagnóstica. Rio de Janeiro, Guanabara Koogan, 2ª ed., 1999.

Livros que tratam dos conteúdos propostos

CONHECIMENTO ESPECÍFICO - NUTRICIONISTA

Unidades de alimentação e nutrição - objetivos e características, planejamento físico, recursos humanos, abastecimento e armazenamento, custos, lactário, banco de leite e cozinha dietética. Nutrição normal: definição, leis da alimentação / requerimentos e recomendações de nutrientes - alimentação enteral e parenteral. Planejamento, avaliação e cálculo de dietas e(ou) cardápio para adulto, idoso, gestante, nutriz, lactente, pré-escolar e escolar, adolescente e coletividade sadia em geral. Desnutrição: epidemiologia de desnutrição, aspectos sociais e econômicos. Programa de combate às carências nutricionais e Programa Bolsa Alimentação. Diagnósticos antropométricos: padrões de referência / indicadores: vantagens, desvantagens e interpretação / avaliação nutricional do adulto: índice de massa corporal (classificação de GARROW). Dietoterapia nas enfermidades do sistema cardiovascular. Dietoterapia nos distúrbios metabólicos: obesidade - Diabete Mellitus e dislipidemias. Dietoterapia nas carências nutricionais: desnutrição energético-protéica, anemias nutricionais e carência de vitaminas. Dietoterapia das doenças renais. Alimentos: conceito; características e qualidade dos alimentos; perigos químicos, físicos e biológicos. Microbiologia dos alimentos: fatores que influenciam a multiplicação dos microrganismos; microrganismos patogênicos de importância em alimento. Conservação e armazena mento de alimentos: uso do calor, do frio, do sal/açúcar, aditivos, irradiação e fermentação. Vigilância Sanitária: conceito, histórico, objetivos, funções. Importância na Saúde Pública. Inspeção em Vigilância Sanitária; noções básicas de processo administrativo sanitário. Noções básicas de Vigilância Epidemiológica. Legislação sanitária: Lei n.° 6.437/77; Decreto-Lei n.° 986/69; Resolução 12/01. Interação entre medicamentos e nutrientes.Ética e legislação profissional.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

KRAUSE Alimentos, nutrição e dietoterapia. 8ª edição, São Paulo, Roca

NÓBREGA, Fernando José - Distúrbios Nutricionais e fraco vínculo mãe/filho Rio de Janeiro, Revinter

OLIVEIRA, J.E.D. Nutrição básica. São Paulo, Sarvier

ORNELLAS, Lisolette. Técnicas Dietéticas - seleção e preparo de alimentos. 3ª edição, Rio de Janeiro, Livraria Júlio e Reis

SGARBIERI, Valdemiro – Alimentação e nutrição: fator de saúde e desenvolvimento. Ed. da UNICAMP, Campinas/SP

Livros que contêm a matéria proposta

CONHECIMENTO ESPECÍFICO – ODONTÓLOGO - PSF

Modelos de Atenção Odontológica (promoção de saúde e prevenção em saúde bucal, programas em serviços públicos odontológicos). Saúde Pública: Organização dos Serviços de Saúde no Brasil - SUS: legislação, princípios, diretrizes, estrutura e características. Indicadores de saúde, sistema de notificação e de vigilância epidemiológica e sanitária. PSF - Programa Saúde Família (objetivos, funções e atribuições). Anestesiologia; Biossegurança no Trabalho; Cariologia; Cirurgia; Código de Ética Profissional; Dentística; Diagnóstico e Plano de Tratamento; Emergências no Consultório Odontológico; Endodontia; Esterilização e Desinfecção; Flúor (mecanismo de ação, farmacocinética, uso, tipos e toxicidade); Noções básicas de atendimento a pacientes especiais; Oclusão e Articulação Temporomandibular (sinais, sintomas e princípios de tratamento das disfunções temporomandibulares, ajuste oclusal, movimentos oclusivos, posições: relação cêntrica, máxima intercuspidação habitual, dimensão vertical, relação de oclusão cêntrica); Odontopediatria; Patologia (lesões de mucosa, cistos, tumores, lesões cancerizáveis, processos proliferativos); Periodontia (prevenção e tratamento das doenças periodontais); Prótese; Semiologia e Tratamento das Afecções dos Tecidos Moles Bucais; Terapêutica e farmacologia (analgésicos, antiinflamatórios, antibióticos, antidepressivos, anti-hipertensivos, hemostáticos, anticoagulantes).

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

- Andreassen J.. Andreassen FM. Traumatismo Dentário – Soluções Clýnicas. Ed.Médica Panamericana, S.Paulo, Brasil, 1991.

- BEAGLEHOLE, R.; KJELLSTRON, T; BONITA, R. Epidemiologia básica. São Paulo: Liv. Santos Ed.; /s.l./ : Organização Mundial de Saúde, 1996. 176 p.

- BUSATO, A.L.S. et al. Dentística - Restaurações em dentes posteriores. Artes Médicas, São Paulo, 1996.

- CARRANZA, Fermin A.; NEWMAN, Michael G.; TAKEI, Henry H. Periodontia clínica. 9. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2004. 899 p.
- CHAVES, MARIO M. Odontologia Social 3ª ed Artes Médicas, 1986. 448p.

- Cohen S; Burns R.C. Caminhos da polpa. 7ª ed. Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, 2000.

CONTROLE de infecções e a prática odontológica em tempos de AIDS: manual de condutas. Brasília: Ministério da Saúde, 2000. 118 p.
GOLDMAN, H.M; COHEN, D.W. Periodontia. 6 es. Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, 1983.

GUEDES-PINTO, Antonio Carlos. Odontopediatria. 6. ed. Sao Paulo: Liv. Santos Ed., 2000. 943 p.

KRIGER, LÉO (org.) – Promoção de Saúde Bucal 2ª ed., São Paulo: ABOPREV Artes Médicas,1999. 475p.

LASCALA, Nelson Thomaz. Prevenção na clínica odontológica: promoção de saúde bucal. São Paulo: Artes Médicas, 1997. 292 p.
- LEONARDO, Mario Roberto; LEAL, Jayme Mauricio. Endodontia: tratamento de canais radiculares. 3. ed. São Paulo: Panamericana, 1998. 902 p.

- LINDHE, J. Tratado de Periodontia Clínica e Implantologia Oral. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1999.

- MARZOLA, Clovis. Técnica exodôntica. 3. ed. rev. e ampl. Sao Paulo: Pancast, 2000. 325 p.

- MCDONALD, Ralph E.; AVERY, David R. Odontopediatria. 6. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1995. 608 p.

- MONDELLI, R. F.L.; SOUZA JR., M. H. S.; CARVALHO, R. M.; Odontologia Estética - Fundamentos e Aplicações Clínicas: Microabrasão do Esmalte. Editora Santos, São Paulo, SP, v.II, 143p. 2001.

- MONDELLI, j. et al. Dentística – Procedimentos pré-clínicos. Editora Santos, São Paulo, 1ª edição, 2002.

- NARVAI, Paulo Capel. Odontologia e saúde bucal coletiva. 2. ed. São Paulo: Santos, 2002. 120 p.

- NEIDLE, Enid A.; YAGIELA, John A. Farmacologia e terapêutica para dentistas. 3. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1991. 608 p.

- NEVILLE, Brad W. Patologia oral & maxilofacial. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1998. 705 p.

- OKESON, Jeffrey P. Fundamentos de oclusão e desordens temporo-mandibulares. 2. ed. Sao Paulo: Artes Medicas, 1992. 449 p.

- PEGORARO, L.F. et al. Prótese Fixa. Editora Artes Médicas, 1998.

- PINTO,VITOR GOMES – Saúde Bucal Coletiva 4ª ed., São Paulo: Santos, 2000.541p.

- RELATÓRIO da 8ª Conferencia Nacional de Saúde.

- ROUQUAYROL, Maria Zélia; ALMEIDA FILHO, Naomar de. Epidemiologia & saúde. 6. ed. Rio de Janeiro: MEDSI, 2003. 708 p.

- Spironelli Ramos C; Bramante CM.- Endodontia Fundamentos biológicos e clínicos.2ª ed. Editora Santos, S.Paulo, 2001.

- TURANO, J.C. TURANO. L.M. Fundamentos de Prótese Total 5ª ed. São Paulo: ED. Santos, 2000.

- WALTER, L.R.F., FERELLE, A., ISSAO, M. – Odontologia para bebê. São Paulo, Artes Médicas, 1ª ed., 1996.

- WANNMACHER, Lenita, ed; FERREIRA, Maria Beatriz Cardoso, ed. Farmacologia clinica para dentistas. 2. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1999. 349 p.

CONHECIMENTO ESPECÍFICO – PSICÓLOGO

PSICÓLOGO - PROGRAMAS SOCIAS

Psicologia Escolar: O papel do psicólogo escolar, Educação como processo de desenvolvimento, Teorias aplicadas à Educação, A escola como espaço social, Principais teorias da Psicologia do Desenvolvimento, O psicólogo e o sistema escolar, Educação e Modernidade, Problemas de Aprendizagem, Interdisciplinaridade, Psicologia da Aprendizagem e, Ensino-Aprendizagem e interações em sala de aula e Educação Ambiental.

Psicologia Clínica: O papel do psicólogo clínico e hospitalar, Os fenômenos psicológicos no processo avaliativo, Psicodiagnósticos, Teorias da Psicologia da personalidade, Psicopatologia, Processos Básicos do Comportamento, Exame Mental, Cursos das Enfermidades Mentais, Anamnese Psiquiátrica, Principais Síndromes Clínicas e situações clínicas especiais, Transtornos e Tratamento psiquiátrico, Abordagens Psicoterápicas, Afetividade, Normal e Patológico, Personalidade e Identidade, Saúde Mental e, Psicologia hospitalar. Teoria do Vinculo.Psicopedagogia: Desenvolvimento Psicológico e Educação; Atuação do Psicopedagogo na Instituição Escolar e Clínica; Didática; Ambiente Criativo e Criatividade; Psicopedagogia institucional; Função Social do Ensino e a concepçção sobre os processos de aprendizagem; O Fracasso Escolar e As Dificuldades de Aprendizagem; Psicopedagogia no Brasil; A Psicopedagogia e Suas Relações com a Psicologia.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

AUSUBEL, D. P. Psicologia Educacional. RJ. ERAMERI, 1980

BALDWIN, A. Teorias do Desenvolvimento da Criança. SP. Pioneira, 1973

BLEICHMAR, N. M. A Psicanálise depois de Freud. Porto Alegre.: Artes Médicas, 1992;

BOCK, A. M. B. Psicologias: Uma introdução ao estudo de Psicologia. São Paulo: Saraiva, 2002.

BOSSA, N. A. A Psicopedagogia no Brasil. Contribuições a Partir da Prática. Porto Alegre. Artes Médicas.1994

BRAGHIROLLI, E. M. Psicologia Geral. Petrópolis, 1995.

COLL, C. (Orgs.). Desenvolvimento Psicológico e Educação: Psicologia da Educação. Artes Médicas, Porto Alegre. 1996. Vol. 02

CORDIOLI, A.V. Psicoterapias: Abordagens Atuais. Porto Alegre: Artes Médicas, 1993.

CUNHA, M. V. Psicologia da Educação. RJ. Ed. DP&A, 2002.

FADMAN, J. Teorias da Personalidade. SP. HARBRA, 1986.

FAGALI, E. VALE, LUIZA QUADROS E ZÉLIA BELRIO do. Psicopedagogia Institucional Aplicada. Petrópolis, Vozes, 1993.

FERREIRA, M. Ação Psicopedagógica na sala de aula: Uma questão de Inclusão. São Paulo: PAULUS, 2001;

GABBARD, G. O. Psiquiatria Psicodinâmica. Porto Alegre: Artmed, 1998.

GOULART, I. B. Psicologia da Educação. Ed. Vozes. Petrópolis, 1986.

KERNBERG, O. F. Agressão nos transtornos de personalidade e nas perversões. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 1995.

LUCKESI, C. C. DIDÁTICA: Elemento Articulador entre Pedagogia e prática docente. In: _________. Filosofia da Educação. São Paulo, Cortez, 1994.

PAIM, I. Curso de Psicopatologia. SP. Grijalbo, 1975.

PATTO, M. H. S. Introdução a Psicologia Escolar. São Paulo-SP, 1993.

PICHON-RIVIÈRE, Enrique. Teoria do Vínculo. S.P. Martins Fontes, 1998.

RAPPAPORT, C. R. Psicologia do Desenvolvimento. SP. EPU, 1981. Vol. 1, 2, 3 e 4.

URT, S. C. BURLAMAQUI, F. R. (Orgs.) A Psicopedagogia e Suas Relações com a Psicologia: Uma nova roupagem para velhas Abordagens. Revista Psicologia e Práticas Educacionais. Ed. UFMS, 2000.

VERGOLIM, A. M. R. Criatividade, Expressão e Desenvolvimento. Petrópolis, Vozes, 1994.

VIGOTSKY, L.S. A formação social da mente: SP: Martins Fontes, 1988.

ZABALA, A. A Função Social do Ensino e Concepçção Sobre os Processos de Aprendizagem: Instrumentos de Análise. In: ___________. A prática Educativa: Como Ensinar. Porto Alegre, ArtMed. 1998.

ZIMERMAN, D. E. Fundamentos Básicos das Grupoterapias. Porto Alegre. Artes Médicas, 1993.

SP. Atlas, Vol. I/1992, vol. II/1993.

ENSINO SUPERIOR – PEDAGOGO – PROGRAMAS SOCIAIS

 LÍNGUA PORTUGUESA PARA O CARGO ACIMA

Interpretação de texto; Ortografia; Estrutura das Palavras; Formação das Palavras; Classes de Palavras: variáveis e invariáveis; Funções do Que e Se; Análise Sintática; Pontuação; Concordância Nominal e Verbal; Regência Verbal; Crase.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

ANDRÉ,H.A.Gramática Ilustrada, 5ª edição.São Paulo.Moderna

FARACO Carlos Emílio & MOURA Francisco Marto de. Gramática. São Paulo, Ática.

INFANTE Ulisses, Curso de Gramática Aplicada aos Textos, Ed.Scipione

PASCHOALIN, M.A.Gramática: Teoria e exercício, FTD São Paulo.

SACCONI, L.A. Nossa Gramática Teoria e Pratica 25ª edição São Paulo

Livros que tratam das matérias propostas.

REDAÇÃO PARA O CARGO ACIMA CONFORME CRITÉRIOS DEFINIDOS NO EDITAL C/Nº 01/2006
 CONHECIMENTO PEDAGÓGICO PARA O CARGO PEDAGOGO – PROGRAMAS SOCIAIS

As tendências do pensamento pedagógico Brasileiro –pos-1930; pedagogia escolanovista, libertadora e critico social dos conteúdos; Fundamentos do Processo Ensino-aprendizagem: Cognitivista (Piaget), sócio-históricos (Vygotsky) Wallon; A Educação Escolar na Sociedade Brasileira pós-60: concepção de educação em perspectiva histórica, condicionantes contextuais, Função Social da Escola fins, objetivos e princípios filosóficos;As reformas Educacionais até os dias atuais; Projeto Político Pedagógico: identidade da escola e mudança cultural; políticas de inclusão-participação-inserção e integração social; do conhecimento; evasão e repetência escolar; disciplina escolar

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

Libâneo, C. Pedagogia e Pedagogos Para que? São Paulo: Cortez

________. Didática. 2ª edição. São Paulo: Cortez

Livros que tratam das matérias propostas

INFORMÁTICA BÁSICA PARA O CARGO PEDAGOGO – PROGRAMAS SOCIAIS

Conhecimentos sobre Princípios Básicos de Informática; Microsoft Word 2000: Edição e Formatação de Textos; Microsoft Excel 2000: Elaboração deTabelas e Gráficos ,Noções gerais de utilização da Internet e suas ferramentas.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICA

Livros E Outras Referências Que Tratam Da Matéria Proposta

CONHECIMENTO ESPECÍFICO – PEDAGOGO – PROGRAMAS SOCIAIS

A Pedagogia como teoria e prática da educação. A especificidade do conhecimento pedagógico. Desenvolvimento da Pedagogia no Brasil e suas perspectivas em face das múltiplas realidades contemporâneas. O campo de atuação profissional do pedagogo. O pedagogo e sua formação. Planejamento, organização curricular, estratégias pedagógicas, gestão e avaliação nas práticas educacionais. Impacto das inovações tecnológicas no ensino e na aprendizagem. Projetos político-pedagógicos e de experiências curriculares nos níveis da educação básica. Contribuições para a melhoria contínua das condições técnicas, organizacionais e humanas do processo educacional desenvolvido nas instituições de ensino. Desenvolvimento interpessoal. Comportamento grupal e intergrupal. Liderança. Orientação acadêmica. Dinamização do processo de comunicação como fator de gestão da ação Pedagógica. A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional – Lei 9394/96 e a estruturação do sistema educacional brasileiro. Níveis e modalidades de educação e de ensino e seus reflexos no quotidiano das instituições de ensino. Organização e dinâmica do ensino superior na nova LDB, Lei 10639/2003; PCN”s, Lei 11.274/2006

REFERÊNCIA BILIOGRÁFICA

AQUINO,J.G Indisciplina na Escola: Alternativas Teóricas e Práticas. São Paulo Summus,

GARRIDO, S.P. Saberes Pedagógicos e Atividade Docente. São Paulo. Cortez

TIBA, I. Quem ama, educa. São Paulo. Gente

Senado Federal Lei 9394/96. Brasília

Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA Lei 8.069

Lei 10639/2003

Lei 11.274/2006 ( Ensino Fundamental 9 anos – orientações para a Inclusão da criança de seis anos de idade) Brasília 2006

PCN’S

BRASIL, Lei n 5692 de 11 11 1971, Fixa diretrizes e Bases para o ensino de 1 a 2 graus. Disponível em http/www.mec.gov.br/cne.

BRASIL. Lei 8069/90 – Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências – ECA. 1990. Disponível em www.eca.org.be/eca. Acessado em 08 de julho.2006.

COLL. Cézar. O construtivismo na sala de aula. São Paulo: Ática , 1996.

CUNHA, Luiz Antonio. Educação e desenvolvimento social no Brasil. 2 ed. Rio de Janeiro . 1977.

FREIRE, Paulo. Educação como prática da liberdade 9 ed. Rio de janeiro: paz e terra. 1979.

_____________ Conscientização: teoria e prática da liberdade: uma introdução ao pensamento de Paulo Freire. São Paulo: Cortez e Moraes, 1979.

FRIGOTTO, Gaudêncio. A produtividade da escola improdutiva. São Paulo: Cortez. Autores Associados. 1984.

GASPARIN. João Luiz. Uma didática para a pedagogia histórica-critíca 3 ed. Campinas, SP: Autores Associados,2005.

LDB Lei de Diretrizes e Base da Educação Nacional Lei 9394/96

Parâmetro Curricular do Estado do Paraná – SEED - 1990

PARANÁ. Secretaria de Educação. Projeto Pedagógico 1987-1990. Curitiba 1987.

PARANÁ, Secretaria de educação. PARANÁ: construindo a escola cidadã..

ROMANELLI, Otaiza de Oliveira. História da educação no Brasil (1933-1972). Petrópolis. Vozes. 1978.

SAVIANI, Dermeval. Escola e Democracia 32. Ed. Campinas, SP; Autores Associados, 1999.

__________________ O legado educacional do “longo século XX” brasileiro. In: SAVIANI, Dermeva;: ALMEIDA, Jane Soares de; SOUZA, Rosas Fátima de; VALDEMARIN, Vera Teresa. O legado educacional do século XX. Campinas, SP; editora Autores Associados, 2004.

VYGOTSKI, L..S. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. 3. Ed. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

Livros que tratam das matérias propostas

80295

Política de Privacidade 2000-2014 PCI Concursos Telefone (11) 2122-4231