Prefeitura de Curiúva - PR

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

ESTADO DO PARANÁ

EDITAL DO CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2010

ALTERADO PELA ERRATA I

O MUNICÍPIO DE CURIÚVA, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições, tendo em vista as necessidades do Serviço Público Municipal e em cumprimento ao disposto no Artigo 37 da Constituição Federal, em conformidade com as Leis Municipais nº 498/1990, nº 547/1993, nº 682/1998, nº 684/1998, nº 1097/2010, Decreto nº 016/2006 e na Lei Orgânica Municipal, TORNA PÚBLICO o presente Edital que estabelece as instruções especiais para a realização do CONCURSO PÚBLICO visando ao preenchimento de vagas para os cargos mencionados abaixo:

1- DO CARGO, NÚMERO DE VAGAS, REMUNERAÇÃO, JORNADA DE TRABALHO, TAXA DA INSCRIÇÃO E REQUISITOS MÍNIMOS

CARGO

VAGAS

Remuneração R$

CARGA HORÁRIA SEMANAL

TAXA DE INSCRIÇÃO R$

REQUISITOS

TOTAL

Port. de Deficiência

Agente Sanitário

02

-

769,19

40

30,00

Ensino Médio Completo

Agente Tributário

02

-

769,19

40

30,00

Ensino Médio Completo

Assistente Social

02

-

2.579,97

40

50,00

Ensino Superior de Assistente Social e Registro no Órgão de Classe

Atendente de Consultório Dentário

02

-

572,78

40

30,00

Ensino Médio completo e registro no órgão de classe

Auxiliar Administrativo

04

01

789,12

40

30,00

Ensino Médio Completo

Auxiliar de Contabilidade

05

01

630,06

40

30,00

Ensino Médio completo

Auxiliar de Serviços Gerais I *

23

01

510,00

40

20,00

Ensino Fundamental (séries iniciais)

Auxiliar de Serviços Gerais II **

18

01

510,00

40

20,00

Ensino Fundamental (séries iniciais)

Borracheiro

01

-

510,00

40

20,00

Ensino Fundamental (séries iniciais)

Calceteiro

04

-

510,00

40

20,00

Ensino Fundamental (séries iniciais)

Contador (a)

01

-

2.579,97

40

50,00

Ensino Superior em Contabilidade e Registro no Órgão de Classe

Fisioterapeuta

01

-

2.108,15

20

50,00

Curso Superior em Fisioterapia e registro no órgão de classe

Motorista

15

-

722,96

40

20,00

Ensino Fundamental Completo e Carteira Nacional de Habilitação categoria "D"

Nutricionista

01

-

1.916,50

20

50,00

Curso Superior em Nutrição e registro no órgão de classe

Operador de Máquinas Rodoviário

03

-

832,92

40

20,00

Ensino Fundamental Completo e Carteira Nacional de Habilitação categoria "C"

Pedreiro

14

-

510,00

40

20,00

Ensino Fundamental (séries iniciais)

Professor (a)

76

05

663,82

20

30,00

Ensino Médio completo na modalidade Normal (magistério), Normal Superior ou formação superior no curso de Licenciatura Plena em Pedagogia

Psicólogo (a)

01

-

2.108,15

20

50,00

Curso Superior em Psicologia e registro no órgão de classe

Secretária

07

01

510,00

40

30,00

Ensino Médio Completo

Técnico (a) de Informática

02

-

769,19

40

30,00

Ensino Médio Completo e curso de informática de no mínimo 40h

Vigia

14

-

510,00

40

20,00

Ensino Fundamental (séries iniciais)

* Auxiliar de Serviços Gerais I: serviços de coleta e/ou limpeza de logradouros, praças e jardins públicos; roçagem de estradas entre outro, conforme Anexo I.

** Auxiliar de Serviços Gerais II: limpeza de pisos, móveis e utensílios; limpeza em geral em órgãos públicos, entre outros, conforme Anexo I.

2- DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

2.1 O Concurso será regido por este Edital e executado pelo IEPE - Instituto de Ensino, Pesquisa e Extensão de Cornélio Procópio - PR.

2.2 O Concurso Público consistirá da avaliação de conhecimentos, mediante a aplicação de Prova Objetiva, Prova de Títulos e Provas Práticas, de acordo com a especificidade do cargo, em conformidade com o estabelecido neste Edital.

2.3 Concurso Público destina-se ao provimento de vagas pelo Regime Jurídico Estatutário.

2.4 A inscrição no Concurso Público implicará a aceitação tácita das normas estabelecidas neste Edital e em outros que forem publicados durante a realização do Concurso Público, cujas regras, normas e critérios obrigam-se os candidatos a cumprir.

2.5 É de exclusiva responsabilidade do candidato inscrito acompanhar a publicação ou divulgação dos atos concernentes ao Concurso Público, divulgados nos sites www.iepevirtual.com.br e www.curiuva.pr.gov.br, obrigando-se a atender aos prazos e condições estipulados neste Edital e nos que forem publicados durante o período de validade do concurso.

2.6 O Concurso abrangerá 192 (cento e noventa e duas) vagas, destas 5% (cinco por cento) serão reservadas para deficientes físicos, nos termos do Art. 37, inciso VIII da Constituição Federal, Decreto n.º 3.298, de 20 de dezembro de 1999 que regulamenta a Lei n.º 7.853, que trata da Política Nacional para Integração de Pessoas Portadoras de Necessidades Especiais.

2.7 Preenchidas as vagas na forma prevista neste Edital e, eventualmente, surgindo novas vagas durante o prazo de validade do Concurso, serão convocados os demais candidatos aprovados, obedecendo-se rigorosamente à ordem de classificação.

2.8 O número de vagas que consta no Edital será preenchido durante o prazo de validade do concurso.

2.9 As atribuições dos cargos constam no Anexo IV deste Edital.

3. DOS REQUISITOS BÁSICOS PARA TODOS OS CARGOS

3.1 Além da aprovação no concurso, na forma estabelecida neste Edital, a investidura do candidato no CARGO está condicionada ao atendimento dos seguintes requisitos:

3.1.1. Ser brasileiro nato ou naturalizado, ou estrangeiro que tenha adquirido a igualdade de direitos e obrigações civis, nos termos do § 1º do Artigo 12º da Constituição Federal.

3.1.2. Ter completado dezoito anos de idade até a data da contratação.

3.1.3. Estar em gozo dos direitos políticos e quite com a justiça eleitoral; se candidato do sexo masculino, deverá também estar quite com as obrigações militares.

3.1.4. Não ter sofrido, no exercício da função pública, penalidade por prática de atos desabonadores.

3.1.5. Estar ciente de que, se aprovado, quando da nomeação deverá comprovar que preenche TODOS OS REQUISITOS EXIGIDOS para o cargo, constantes do presente Edital, sob pena de perda do direito à vaga.

4. DA INSCRIÇÃO

4.1 As inscrições estarão abertas a partir das 8h do dia 08/07 até as 17h do dia 22/07 de 2010, via internet, no endereço eletrônico: www.iepevirtual.com.br, em cujo site existirá um formulário destinado à inscrição, que deverá ser devidamente preenchido pelo candidato. Ao final do preenchimento do referido formulário, deverá o candidato efetuar um DEPÓSITO IDENTIFICADO com o seu número de CPF, somente nas Agências do Banco do Brasil em favor da Prefeitura Municipal de Curiúva, AGÊNCIA nº4739-2, CONTA CORRENTE: INSCRIÇÃO CONCURSO PÚBLICO nº 13.000-1 ATÉ o dia 23/07.

4.1.1. O candidato poderá também, efetuar a inscrição no prédio da Agência do Trabalhador sito à Rua Alberto Martins Borges, nº 172, em Curiúva - Paraná, no período de 08/07 a 22/07 de 2010, das 8h às 11h e das 13h às 17h.

4.2 Antes de efetuar o recolhimento da taxa de inscrição, o candidato deve inteirar-se das regras deste Edital e certificar-se de que preenche ou preencherá, até a data da nomeação, todos os requisitos exigidos para o cargo. Não haverá devolução do valor da taxa de inscrição após a sua efetivação, quaisquer que sejam os motivos alegados pelo candidato.

4.3 A inscrição somente será aceita após a confirmação do pagamento do valor inerente à taxa de inscrição, não se responsabilizando o Município de Curiúva nem o Instituto de Ensino, Pesquisa e Extensão pelo não recebimento da confirmação do recolhimento do valor da taxa de inscrição.

4.4 Deve o candidato, após a publicação do Edital de Homologação, imprimir o COMPROVANTE DE INSCRIÇÃO, disponível no mesmo endereço eletrônico www.iepevirtual.com.br.

4.5 O Comprovante de Inscrição será exigido para o ingresso do candidato no local das provas, devendo ser apresentado juntamente com o documento de identidade (RG) ou documento de acordo com item 7.1.2.

4.6 Ao inscrever-se no Concurso, deverá o candidato observar atentamente as informações sobre a aplicação das provas, uma vez que só poderá concorrer a uma opção de cargo.

4.7 As informações prestadas no Formulário de Inscrição serão de inteira responsabilidade do candidato.

4.8 Efetivada a inscrição, NÃO serão aceitos pedidos para alteração de Opção de CARGO.

4.9 Ao efetuar a inscrição, o candidato assume o compromisso, tácito, de que aceita as condições estabelecidas no presente Edital e nos demais que vierem a ser publicados durante a realização das fases do Concurso Público.

4.10 O valor da inscrição não poderá ser transferido a título de pagamento para terceiros.

4.11 A candidata que tiver necessidade de amamentar, durante a realização das Provas, deverá levar um (a) acompanhante que ficará em sala reservada e será responsável pela guarda da criança.

4.12 O candidato que desejar concorrer à vaga preferencialmente reservada para portadores de necessidades especiais deverá fazer a opção por concorrer às vagas reservadas no momento da inscrição, mediante o preenchimento do formulário de inscrição e encaminhamento do atestado médico, de acordo com o item 5.5, dentro do prazo estabelecido. São consideradas pessoas portadoras de necessidades especiais aquelas que se enquadrarem de acordo com o item 5 deste Edital,

4.12.1. Os candidatos que necessitarem de qualquer tipo de atendimento diferenciado para a realização das provas, devem, no ato da inscrição, indicar claramente, no formulário de inscrição, quais os recursos especiais necessários (materiais, equipamentos, etc.), e se necessitam de prova especial (braile ou ampliação). Os recursos especiais serão atendidos, obedecendo-se a critérios de viabilidade e razoabilidade. A não solicitação de recursos especiais no ato de inscrição implica a sua não-concessão no dia de realização das provas.

4.13 Os candidatos aos cargos para os quais está prevista a prova de títulos deverão enviar por SEDEX os documentos necessários para esta prova, no período de 08/07 a 22/07 de 2010, no endereço IEPE - Instituto de Ensino, Pesquisa e Extensão, situado à Rua Portugal, nº 536, centro, CEP 86.300-000, Cornélio Procópio, Paraná.

4.14 Os eventuais erros de digitação quanto ao nome, número de documento de identidade, sexo, data de nascimento, etc., deverão constar em folha de ocorrência no dia da respectiva prova.

4.15 O Prefeito Municipal através de Portaria nº 116/2010 nomeou uma Comissão de Fiscalização e Acompanhamento do Concurso Público, encarregada de promover, supervisionar e acompanhar o concurso, os seguintes membros: Neilor Jurandy da Costa, Paulo Sérgio Moreira, Ernesto Gonçalves Pereira, Ricardo Cardoso Benini, Osmário Maia de Miranda Júnior e Vitor Gonçalves de Pádua.

5. DAS VAGAS DESTINADAS A PESSOAS PORTADORAS DE NECESSIDADES ESPECIAIS

5.1 São consideradas pessoas portadoras de necessidades especiais aquelas que se enquadram nas categorias discriminadas no Art. 4º do Decreto Federal 3298/99.

5.2 Às pessoas portadoras de necessidades especiais, amparadas pelo Artigo 37, inciso VIII da Constituição Federal, Decreto Federal 3298/99 de 20/12/1999, fica reservado o percentual de 5% (cinco por cento) das vagas previstas.

5.3 Caso a aplicação do percentual de que trata o item anterior, resulte em número fracionado, este deverá ser elevado até o primeiro número inteiro subsequente.

5.4 Fica assegurado à pessoa portadora de necessidades especiais, o direito de se inscrever no Concurso Público para preenchimento de vagas cujas atribuições sejam compatíveis com a deficiência de que é portadora, devendo ser observados os procedimentos específicos previstos para o ato de inscrição, para que se possa fazer uso das prerrogativas que lhe são facultadas pelo Decreto Federal 3298/99, e participará em igualdade de condições com os demais candidatos no que se refere ao conteúdo das provas, à avaliação e aos critérios de aprovação, do horário e do local das provas, e à nota mínima exigida para todos os demais candidatos.

5.5 O candidato portador de deficiência deverá obrigatoriamente, no período de 08/07 a 22/07 de 2010, enviar ao IEPE - Instituto de Ensino, Pesquisa e Extensão, situado à Rua Portugal, nº 536, centro, CEP 86.300-000, Cornélio Procópio, Paraná, por meio de SEDEX, o LAUDO MÉDICO atestando a espécie e o grau ou nível de deficiência, sendo de caráter obrigatório o código correspondente da Classificação Internacional de Doença - CID, bem como a provável causa da deficiência.

5.6 O candidato portador de necessidades especiais que não comprovar essa condição, NÃO poderá posteriormente impetrar recurso em favor de sua inscrição.

6. DA HOMOLOGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES

6.1 Encerrado o prazo para as inscrições, o Presidente da Comissão Especial do Concurso, após análise das mesmas, fará publicar o Edital com a relação nominal dos candidatos cujas inscrições foram consideradas aptas.

6.2 Será publicado, até o dia 31/07/2010, no Jornal Folha da Cidade de Telêmaco Borba, divulgado nos sites www.iepevirtual.com.br e www.curiuva.pr.gov.br, e afixado no prédio da Prefeitura Municipal e demais locais habituais de divulgação, o Edital de Homologação das Inscrições onde constará o local da realização da prova.

6.3 O candidato deverá acompanhar a homologação das inscrições, para verificar se sua inscrição foi aceita. Caso não seja homologada a sua inscrição, o candidato não poderá prestar provas.

7. DAS PROVAS

7.1. DAS PROVAS ESCRITAS OBJETIVAS

7.1.1 A Prova Objetiva será aplicada no dia 08/08/ 2010, com início às 9h e término às 12h, nos locais a serem divulgados no Edital de homologação das inscrições.

7.1.2 O candidato deverá comparecer ao local designado para realização das provas, com antecedência mínima de 30 (trinta) minutos do horário fixado para o seu início, munido de caneta esferográfica de tinta azul ou preta, do Comprovante de Inscrição e documento de identidade original.

I- Não será permitida a entrada do candidato em local de provas, sem o documento de identidade original e o Comprovante de Inscrição do Concurso Público, bem como após o horário previamente estipulado, ficando os retardatários e os ausentes automaticamente desclassificados do Concurso Público.

II- Caso o candidato não apresente, no dia da realização das provas, documento de identidade original, por motivo de perda, furto e/ou roubo, deverá ser apresentado documento que ateste o registro da ocorrência em órgão policial.

III- Serão considerados documentos de identidade: carteiras expedidas pelos Ministérios Militares, pela Secretaria de Segurança Pública, pelos Institutos de Identificação e pelos Corpos de Bombeiros Militares; carteiras expedidas pelos órgãos fiscalizadores de exercício profissional (Ordens, Conselhos, etc.); passaporte; certificado de reservista; carteiras funcionais do Ministério; carteiras funcionais expedidas por órgão público que, por Lei federal, valham como identidade; carteira de trabalho; carteira nacional de habilitação (somente modelo novo, com foto).

IV- Não será aceita cópia de documento de identidade, ainda que autenticada, nem protocolo de documento de identidade.

7.1.3 Serão aplicadas provas objetivas simultaneamente para todos os candidatos, que consistirão de 30 (trinta) questões de múltipla escolha, com 5 (cinco) alternativas (A, B, C, D, E) e uma única resposta correta.

7.1.4 Será eliminado o candidato que obtiver menos de 50% de acertos das questões da prova objetiva.

7.1.5 O candidato deverá transcrever as respostas das provas objetivas para o gabarito de respostas, o único documento válido para a correção das provas. O preenchimento da folha de respostas será de inteira responsabilidade do candidato. Em hipótese alguma, haverá substituição da folha de respostas por erro do candidato. A prova terá duração máxima de 3 (três) horas, abrangendo conhecimentos nas áreas de: Português (5 questões); Matemática (4 questões); e Conhecimentos Específicos (21 questões), conforme os conteúdos programáticos constantes no ANEXO I deste Edital.

7.1.6 A aplicação das provas será fiscalizada pela Comissão Especial de Concurso designada pelo Prefeito Municipal, vedado o ingresso de pessoas estranhas ao Concurso.

7.1.7 Não será permitida, durante a realização das provas, a comunicação entre os candidatos nem a utilização de máquinas calculadoras e/ou similares, livros, anotações e/ou qualquer outro material de consulta, inclusive consulta a códigos e/ou a legislação. Não será permitida também, a entrada de candidatos portando armas e/ou a utilização de aparelhos eletrônicos (bip, telefone celular, walkman, palmtop, laptop, receptor, gravador, etc.).

7.1.7.1 O candidato somente poderá entregar as provas e retirar-se do local de realização das mesmas, após uma hora do início.

7.1.7.2 Não haverá segunda chamada para realização das provas. O não comparecimento para a realização de quaisquer provas implicará a eliminação automática do candidato.

7.1.7.3 As respostas devem ser transcritas para o gabarito de resposta com caneta esferográfica de tinta azul ou preta, devendo o candidato assinalar uma única resposta para cada questão.

7.1.7.4 Questão não respondida, ou assinalada com mais de uma resposta, ou com rasura, ainda que legível, será considerada automaticamente nula.

7.1.7.5 O candidato é responsável pelo correto preenchimento do gabarito e pela sua conservação e integridade, pois em nenhuma hipótese haverá substituição do gabarito.

7.1.7.6 Terminado o tempo da prova, o gabarito será retirado sem protelação.

7.1.7.7 Ao final da prova escrita objetiva, os 3 (três) últimos candidatos deverão permanecer no recinto, a fim de assinarem o lacre do envelope das folhas de respostas, juntamente com os fiscais, sendo liberados, quando todos tiverem concluído a prova.

7.1.7.8 Em nenhuma hipótese, será considerado para correção e respectiva pontuação, o caderno de questões.

7.1.7.9 Durante a realização da prova, não será permitido, sob pena de ser excluído do Concurso, o candidato que:

I - apresentar atitudes de desacato, desrespeito ou descortesia com quaisquer pessoas da Comissão Especial de Concurso, seus auxiliares ou autoridades presentes;

II - ser surpreendido em flagrante comunicação com outro candidato ou pessoa estranha, através de gestos, verbalmente ou por escrito, bem como consultar livros ou apontamentos, ou qualquer outra fonte de pesquisa;

7.1.7.10 O Gabarito de resposta e as provas serão divulgados no site www.iepevirtual.com.br no dia 09/08/2010, a partir das 14 horas.

7.2 DAS PROVAS DE TÍTULOS

7.2.1. Para os candidatos aos cargos: ASSISTENTE SOCIAL, CONTADOR (A), FISIOTERAPEUTA, NUTRICIONISTA, PROFESSOR (A) E PSICÓLOGO (A), haverá prova de títulos, que terá caráter classificatório. Para essa fase serão analisados e avaliados os títulos dos candidatos em sessão reservada, conforme o ANEXO II.

7.2.2. Participarão da Prova de Títulos todos os candidatos aprovados na Prova Objetiva.

7.2.3. Os candidatos que não obtiveram nota igual ou superior a 50 (cinquenta) pontos, não terão seus títulos analisados e pontuados.

7.2.4. Para a Prova de Títulos somente serão aceitos os títulos apresentados através de CÓPIA AUTENTICADA, legível e em bom estado de conservação. Em hipótese alguma serão recebidos e/ou retidos os documentos originais.

7.2.5. As cópias dos títulos entregues NÃO serão devolvidas em hipótese alguma.

7.2.6 Não será admitida, em hipótese alguma, a inclusão de novos documentos após a data de entrega dos Títulos ou títulos encaminhados via fax, correio eletrônico ou anexados em protocolos de recursos.

7.2.7 Os títulos deverão ser encaminhados ao IEPE - Instituto de Ensino, Pesquisa e Extensão, situado à Rua Portugal, nº 536, centro, CEP 86.300-000, Cornélio Procópio, Paraná, por meio de SEDEX, no período de 08/07 a 22/07 de 2010.

7.2.8 Serão considerados títulos os cursos de pós graduação: Lato Sensu (especialização), Stricto Sensu (mestrado e doutorado) e APENAS UMA PÓS GRADUAÇÃO. Pontuados da seguinte forma:

- Título de Especialista: serão atribuídos no máximo 15,0 (quinze) pontos;

- Título de Mestre: serão atribuídos no máximo 20,0 (vinte) pontos;

- Título de Doutor: serão atribuídos no máximo 25,0 (vinte e cinco) pontos;

7.2.9 Serão considerados títulos de pós-graduação Stricto Sensu (mestrado e doutorado) cursados em programas recomendados ou reconhecidos pela CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), que sejam relacionados à área de atuação do cargo e que tenham sido concluídos até a apresentação dos títulos.

7.2.10 Serão considerados títulos de pós-graduação Lato Sensu (especialização) que estejam de acordo com as normas estabelecidas pela legislação vigente, com no mínimo 360 horas, que possuam relação direta com a área de atuação inerente ao cargo desejado e que tenham sido concluídos até a data da apresentação dos títulos.

7.2.11 Serão considerados também atestados de conclusão dos cursos de Pós-graduação: especialização, mestrado ou doutorado, desde que constem as disciplinas cursadas, frequência, avaliação, carga-horária, acompanhada de histórico escolar e ata que aprovou a monografia de especialização, a dissertação de mestrado ou a tese de doutorado, convalidados pela instância superior da instituição que promoveu.

7.2.12 Serão considerados cursos de Aperfeiçoamento, desde que sejam na área de atuação os cursos, palestras, capacitação, simpósios e estágios na área de atuação, realizados no período 2005 até a data do término das inscrições do Concurso. Os mesmos serão pontuados da seguinte forma:

- A Certificados com carga horária de 08 (oito) a 19 (dezenove) horas, será atribuído 1,0 (um) ponto por certificado.

- A Certificados com carga horária de 20 (vinte) a 39 (trinta e nove) horas, serão atribuídos 2,0 (dois) pontos por certificado.

- A Certificados com carga horária de 40 (quarenta) horas a 79 (setenta e nove) horas, serão atribuídos 3,0 (três) pontos por certificado.

- A Certificados com carga horária igual ou acima de 80 (oitenta) horas, serão atribuídos 4,0 (quatro) pontos por certificado.

7.2.13 Nos cursos de Aperfeiçoamento, a declaração ou atestado devem ser apresentados em papel timbrado do órgão ou empresa responsável, conter carimbo da instituição e assinatura da autoridade competente.

7.2.14 Somente serão pontuados os títulos apresentados em que constem a carga horária de 8 (oito) horas, no mínimo.

7.2.15 Serão desconsiderados os pontos que excederem o valor máximo em cada alínea do Quadro do ANEXO II do Critério de Avaliação de Títulos.

7.2.16 Os Diplomas e Certificados obtidos no exterior, para que tenham validade, deverão estar convalidados de acordo com a legislação pátria vigente.

7.2.17 Todo documento da Prova de Títulos expedido em língua estrangeira, somente será considerado se traduzido para a Língua Portuguesa por tradutor juramentado.

7.2.18 O candidato que não entregar os títulos na forma, no prazo e no local estipulados neste Edital, não será eliminado do Concurso Público.

7.2.19 Não será considerada, na Prova de Títulos, a titulação mínima exigida para ingresso no cargo.

7. 3 - DAS PROVAS PRÁTICAS

7.3.1. Serão aplicadas provas práticas aos candidatos aos cargos de: Motorista e Operador de Máquinas Rodoviário. A prova prática terá caráter classificatório.

7.3.1.1. A Prova Prática consistirá de avaliação dos conhecimentos e habilidades inerentes ao desempenho da função para a qual o candidato se inscreveu, conforme Atribuição do Cargo do ANEXO IV deste Edital.

7.3.1.2. Para realização da prova prática, deverá o candidato apresentar-se munido de documento de identidade no seu original e Carteira Nacional de Habilitação - CNH- categoria "D" para o cargo de Motorista e Carteira Nacional de Habilitação - CNH- categoria "C" para o cargo de Operador de Máquinas Rodoviário, dentro do prazo de validade.

7.3.1.3. No transcorrer do percurso do candidato para o cargo de motorista, será aferida a experiência, adequação de atitudes, postura e habilidades do candidato em dirigir veículos na categoria exigida, de acordo com o itinerário pré-estabelecido.

7.3.2. Os candidatos que não comparecerem à prova prática, serão automaticamente eliminados do Concurso.

7.3.3. Serão convocados para prova prática, os:

- 30 (trinta) primeiros classificados para o cargo de Motorista e

- 10 (dez) primeiros classificados para o cargo de Operador de Máquinas Rodoviário.

7.3.4. A CONVOCAÇÃO PARA AS PROVAS PRÁTICAS para os candidatos aprovados nas provas objetivas será feita por Edital de Convocação no Jornal Folha da Cidade, no site www.iepevirtual.com.br, e afixado no prédio da Prefeitura Municipal, situado na Avenida Antônio Cunha, nº 365, e demais locais habituais de divulgação, até o dia 14/08/2010, com o local, data e horário de realização das mesmas.

8. DOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO

8.1. - DAS PROVAS ESCRITAS OBJETIVAS

8.1.1. As provas escritas de português, matemática e conhecimentos específicos serão avaliadas numa escala de zero a cem pontos.

8.1.1.1. Serão eliminados do Concurso os candidatos que obtiverem nota inferior a 50 (cinquenta) pontos.

8.1.1.2. O candidato eliminado na forma do item anterior, não terá classificação alguma no Concurso Público.

8.2 - DAS PROVAS DOS TÍTULOS

8.2.1. A prova de títulos será avaliada na escala de cinquenta a cem pontos, de acordo com a tabela constante no ANEXO II do presente Edital.

8.3 - DAS PROVAS PRÁTICAS

8.3.1. A prova prática será avaliada na escala de cinquenta a cem pontos, de acordo com o desempenho na realização das tarefas determinadas pelo avaliador.

8.4 - DA CLASSIFICAÇÃO

8.4.1. DA CLASSIFICAÇÃO FINAL PARA OS CARGOS SOMENTE COM PROVA ESCRITA OBJETIVA

8.4.1.1. A classificação final consistirá na nota obtida na prova escrita objetiva.

8.4.1.2. Todos os cálculos serão considerados até a segunda casa decimal, arredondando-se para cima, se o algarismo da terceira casa decimal for igual ou superior a cinco.

8.4.2. DA CLASSIFICAÇÃO FINAL PARA OS CARGOS COM PROVA ESCRITA OBJETIVA E PROVA DE TÍTULOS

8.4.2.1. A classificação final será obtida pela média ponderada das duas provas, em que a prova escrita objetiva terá peso 8 (oito), e a prova de título terá peso 2 (dois).

8.4.3. DA CLASSIFICAÇÃO FINAL PARA O CARGO COM PROVA ESCRITA OBJETIVA E PROVA PRÁTICA

8.4.3.1. A classificação final será obtida pela média ponderada das duas provas, em que a prova escrita objetiva terá peso 4 (quatro), e a prova prática terá peso 6 (seis).

9- DO RESULTADO FINAL

9.1 A pontuação das notas obtida das provas objetivas e provas de títulos do Concurso Público, será divulgada no site www.iepevirtual.com.br, e afixado no prédio da Prefeitura Municipal, situado na Avenida Antônio Cunha, nº 365, até o dia 01/09/2010.

9.2 A publicação do Edital do Resultado Final do Concurso Público dar-se-á pelo Jornal Folha da Cidade, e ainda pela divulgação nos sites www.iepevirtual.com.br e www.curiuva.pr.gov.br; além de também afixado no prédio da Prefeitura Municipal, até o dia 08/09/2010.

9.3 Será elaborado um edital de resultado final, específico para os candidatos portadores de necessidades especiais, que será publicado no Jornal Folha da Cidade, divulgado nos sites www.iepevirtual.com.br e www.curiuva.pr.gov.br, e afixado no prédio da Prefeitura Municipal, até o dia 08/09/2010.

9.4 O candidato portador de necessidades especiais, se aprovado no Concurso, submeter-se-á à perícia médica, que terá decisão terminativa sobre a sua qualificação como portador de deficiência, ou não, e sobre o grau de deficiência, que determinará estar, ou não, o candidato capacitado para o exercício do cargo.

9.5 Ao ser convocada para contratação, a pessoa portadora de deficiência deverá submeter-se à perícia médica, junto à Secretaria de Saúde do Município, com o objetivo de ser verificada a compatibilidade ou não da deficiência de que é portadora, para o exercício do cargo que pretende ocupar.

9.6 O candidato cuja deficiência não for configurada, ou quando esta for considerada incompatível com a função a ser desempenhada, será desclassificado, cabendo recurso da decisão proferida pela junta médica, no prazo de 60 (sessenta) dias, ao Chefe do Executivo Municipal.

9.7 Na inexistência de candidatos para as vagas reservadas a portadores de deficiência, ou no caso de não haver portadores de deficiência aprovados e habilitados, as vagas serão preenchidas pelos demais aprovados, de acordo com a ordem de classificação.

10. DOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE

10.1. No caso de igualdade na classificação final, dar-se-á preferência sucessivamente:

10.1.2. ao candidato com maior número de acertos na prova de Conhecimentos Específicos;

10.1.3. persistindo o empate, ao que for mais idoso.

11. DOS RECURSOS

11.1 É facultado ao candidato interpor recurso, contra:

11.1.1 A inscrição indeferida, no prazo de 1 (um) dia útil após a divulgação das mesmas;

11.1.2 o gabarito ou a questões da prova objetiva, no prazo de 1 (um) dia útil após a divulgação dos mesmos;

11.1.3 a pontuação final, obtida pela prova objetiva ou provas objetivas e prova de títulos, no prazo de 2 (dois) dias úteis, após a divulgação dos mesmos.

11.2 Cada recurso deverá conter:

11.2.1 Folhas separadas para questões diferentes;

11.2.2 Em cada folha, indicação da questão, da resposta marcada pelo candidato e da resposta divulgada pela Comissão Especial de Concurso;

11.2.3 Para cada questão, argumentação lógica e consistente.

11.3 O candidato deverá entregar 2 (duas) vias idênticas de recursos (original e uma cópia).

11.4 Os recursos deverão ser datilografados ou digitados em formulário próprio, de acordo com o modelo definido no ANEXO III deste Edital.

11.5 Os recursos deverão ser protocolados dentro dos prazos estabelecidos pelo Edital, na sede do IEPE - Instituto de Ensino, Pesquisa e Extensão, sito à Rua Portugal, 536, em Cornélio Procópio-PR, nos seguintes horários: das 8h às 12h e das 13h30min às 17h30min. Os recursos poderão ser também postados, via SEDEX, ao endereço acima, desde que dentro dos prazos estabelecidos no item 11.1 deste Edital.

11.6 A Comissão Especial de Concurso, depois de conhecer as razões apresentadas pelo recorrente, fará a revisão do objeto do recurso e emitirá parecer fundamentado no prazo de até 5 (cinco) dias úteis.

11.7 Após a apreciação do recurso contra o gabarito, será divulgado o gabarito oficial definitivo no site www.iepevirtual.com.br.

11.8 Os pontos correspondentes às questões porventura anuladas serão atribuídos a todos os candidatos, independentemente de terem recorrido.

11.9 Se houver recurso procedente de alguma questão após a divulgação do gabarito, os efeitos decorrentes serão aplicados a todos os candidatos, independentemente de terem ou não recorrido, ou de terem ou não marcado a opção divulgada como correta pelo gabarito provisório.

11.10 Serão indeferidos liminarmente os recursos inconsistentes e que não apresentarem devidamente fundamentadas as questões ou pontos recorridos, e os apresentados fora do prazo e/ou fora das especificações estabelecidas neste Edital.

11.11 Não será aceito recurso via fax e/ou correio eletrônico.

11.12 O IEPE - Instituto de Ensino, Pesquisa e Extensão, encaminhará conclusão fundamentada sobre o recurso, emitida pela Banca Examinadora e Julgadora, para o endereço eletrônico e/ou endereço residencial do candidato.

11.13 O IEPE - Instituto de Ensino, Pesquisa e Extensão, não se responsabiliza por endereço eletrônico e/ou endereço residencial não informado ou informado com dados errôneos pelo candidato.

11.14 A Banca Examinadora e Julgadora constitui última instância para recurso, sendo soberana em suas decisões, razão pela qual não caberão recursos adicionais.

12. DA CONVOCAÇÃO E NOMEAÇÃO

12.1 Para a convocação dos candidatos aprovados no Concurso será obedecida rigorosamente a ordem de classificação.

12.2 A aprovação e a classificação final geram, para o candidato, apenas a expectativa de direito à admissão. Durante o período de validade do Concurso, à Prefeitura Municipal reserva-se o direito de proceder às contratações, em número que atenda ao interesse e às necessidades do serviço, de acordo com a disponibilidade orçamentária e até o número de vagas existentes.

12.3 A aprovação no Concurso Público não gera direito à nomeação ou ascensão.

12.4 O candidato convocado terá 5 (cinco) dias a contar da publicação da convocação no Jornal Folha da Cidade e no site www.curiuva.pr.gov.br, para comparecer no Departamento de Recursos Humanos para ser encaminhado para exames pré admissionais e apresentação dos documentos.

12.5 A inexatidão de declarações ou dados e a irregularidade na documentação, verificadas em qualquer etapa da seleção, importarão a eliminação automática do candidato, sem prejuízo de outros procedimentos legais pertinentes.

12.6 O candidato convocado será admitido no cargo, se apresentar, obrigatoriamente, os seguintes documentos:

- comprovação de possuir os requisitos exigidos no Edital;

- comprovação do Registro no Órgão de Classe, da sua respectiva categoria profissional, conforme requisito do Edital;

- declaração de que não ocupa outro cargo ou emprego público em qualquer das esferas de governo, e também não usufrui de nenhum benefício de aposentadoria, para fins do disposto no artigo 37, incisos XVI e parágrafo 10 da Constituição Federal;

- título eleitoral e comprovante de ter votado na última eleição;

- quitação com o Serviço Militar (se do sexo masculino);

- fotocópia do comprovante de escolaridade com habilitação legal;

- fotocópia dos documentos pessoais;

- certidão de não possuir antecedentes criminais;

- fotocópia da Carteira Nacional de Habilitação "D" para o cargo de Motorista e Carteira Nacional de Habilitação "C" para o cargo de Operador de Máquinas Rodoviário.

- para o cargo de Motorista apresentar fotocópia do Curso de Transporte Coletivo de Passageiros.

- no caso de deficiente físico, compatibilidade da deficiência atestada, com o cargo de opção do candidato, comprovada através de análise do exame médico, que emitirá parecer sobre o enquadramento do tipo ou grau de deficiência e sua compatibilidade com o cargo.

- Outros documentos que se fizerem necessários à época da contratação, conforme solicitação do Edital de convocação.

12.7 A admissão está condicionada à comprovação de que o candidato goza de boa saúde física e mental, atestada por exames médicos pré-admissionais, realizados por médico do trabalho.

12.8 A admissão está condicionada à comprovação de ser brasileiro nato ou naturalizado, ou estrangeiro que tenha adquirido a igualdade de direitos e obrigações civis, nos termos do § 1º do Artigo 12º da Constituição Federal, de ter completado dezoito anos de idade até a data da contratação.

12.9 A Admissão está condicionada à comprovação de não ter sofrido, no exercício da função pública, penalidade por prática de atos desabonadores.

12.10 As vagas constantes do Edital serão preenchidas de acordo com as necessidades da Administração.

13. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

13.1 A inscrição do candidato implicará a aceitação das normas para o Concurso contidas neste Edital, e em outros editais e comunicados a serem publicados.

13.2 O prazo de validade do Concurso esgotar-se-á em 2 (dois) anos a contar da data de publicação de homologação do resultado final, podendo ser prorrogado uma única vez, por igual período, a critério da Administração.

13.3 O candidato que, ao ser convocado para admissão e por motivo justificado não o fizer, será reclassificado em último lugar, mediante assinatura de um termo de concordância.

13.4 A contratação do candidato para o cargo fica condicionada à aprovação em inspeção médica a ser realizada e ao atendimento das condições previstas neste Edital.

13.5 O resultado final do Concurso será homologado pelo Chefe do Poder Executivo, publicado no Jornal Folha da Cidade, no site www.curiuva.pr.gov.br e afixado no prédio da Prefeitura Municipal, situado na Avenida Antônio Cunha, nº 365.

13.6 O candidato aprovado no Concurso Público deverá manter atualizado seu endereço residencial e número de telefone para contato.

13.7 Não serão fornecidos atestados, certificados, certidões ou declarações relativas ao Concurso, classificação ou nota de candidato, valendo para tal fim a homologação do resultado final publicado no Jornal Folha da Cidade.

13.8 Os casos omissos ou não previstos neste Edital serão resolvidos pela Comissão Especial de Concurso, a qual poderá utilizar-se de normas e leis pertinentes ao assunto.

Curiúva, 07 de julho de 2010.

MARCELO PROENÇA
Prefeito em exercício

CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2010

ANEXO I - CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. CONTEÚDO COMUM PARA OS CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR

PORTUGUÊS: 1-Interpretação e compreensão de texto; 2- Orações coordenadas e orações subordinadas. 3-Termos essenciais, integrantes e acessórios da oração. 4- Regência verbal e nominal. 5- Concordância verbal e nominal. 6- Flexão verbal (modo, tempo, pessoa e número). 7- Ortografia. 8- Processos de formação de palavras.

MATEMÁTICA: 1- Razão. 2- Grandezas proporcionais. 3- Números proporcionais. 4- Divisão proporcional. 5- Regra de três simples e composta. 6- Porcentagem. 7- Conceitos básicos de matemática financeira e simbologia. 8- Juros simples e compostos. 9- Valor numérico de expressões algébricas. 10- Operações com expressões algébricas.

ASSISTENTE SOCIAL

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 1-Fundamentos do Serviço Social. 2-Atribuições profissionais do Assistente Social. 3- Processo de trabalho do Serviço Social: aspectos teórico-metodológicos, ético políticos e técnico-operativos. 4- Ética Profissional do Assistente Social. 5- Pesquisa em Serviço Social. 6-Estado e Política Social. 7-Seguridade Social. Política Nacional de Assistência Social. 8-Política Nacional de Saúde. 9-Política Nacional da Criança e do Adolescente. 10-Política Nacional do Idoso.

CONTADOR (A)

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 1- Contabilidade Pública: origem, conceito, campo de aplicação e legislação, Lei no. 4.320/64. 2- Plano de Contas: conceito, estrutura e critérios de classificação das contas, sistemas de contas; 3- Orçamento: origem e conceito, orçamento-programa (conceitos básicos e legislação pertinente), princípios orçamentários, técnicas de elaboração orçamentária, Plano Plurianual de Investimentos (PPA), Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e Lei Orçamentária Anual (LOA), movimentação de créditos e mecanismos retificadores do orçamento; 4- Receita e Despesa Pública: conceitos, classificação, estágios e legislação; 5- Demonstrações Contábeis: Balanço Orçamentário, Balanço Patrimonial, Demonstração das Variações Patrimoniais; 6- Licitação e suas modalidades, inclusive Pregão; 7- Normas e Procedimento de Encaminhamento das Contas ao Tribunal de Contas do Estado do Paraná.

FISIOTERAPEUTA

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 1-Visão geral da célula: Membrana, Transportes, Citoplasma, Núcleo; 2- Anatomia e função do sistema esquelético, articular e muscular; 3- Fisioterapia aplicada à neurologia; 4- Anatomia e fisiologia cardio vascular; 5-Anatomia e fisiologia respiratória; 6- Eletroterapia na ortopedia; 7-Cinesiologia.

NUTRICIONISTA

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 1- Fisiologia da nutrição. 2- Nutrição e saúde pública. 3- avaliação nutricional. 4- Dietoterapia clínica. 5- Administração em serviços de alimentação. 6- Higiene e legislação de alimentos. 7- Nutrição materno-infantil.

PSICÓLOGO (A)

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 1- Pressupostos das principais correntes teóricas da Psicologia: Psicanálise, Behaviorismo, Gestalt, Cognitivismo e Humanismo; 2- Princípios de aprendizagem dentro das diversas teorias psicológicas; 3- Psicologia do desenvolvimento: do desenvolvimento pré-natal até a idade adulta e velhice; 4- Psicologia aplicada à Educação: avaliação e tratamento de dificuldades e distúrbios de aprendizagem; 5- Diagnósticos psicológicos e princípios de Psicopatologia; 6- A Psicologia aplicada a diversos contextos: nas empresas, em grupos, hospitais, escolas e postos de saúde; 7-Código de ética em Psicologia.

2. CONTEÚDO COMUM PARA OS CARGOS DE NÍVEL MÉDIO (antigo 2 º grau)

PORTUGUÊS: 1- Ortografia. 2- Acentuação gráfica. 3- Classificação e uso dos pronomes. 4- Verbo. 5- Processo de formação de palavras: composição e derivação. 6- Concordância verbal e Concordância nominal. 7- Termos essenciais, integrantes e acessórios da oração. 8-Interpretação de texto.

MATEMÁTICA: 1- Razão. 2- Grandezas proporcionais. 3- Números proporcionais. 4- Divisão proporcional. 5- Operações com números reais, racionais, inteiros e naturais. 6- Porcentagem. 7- sistema de medidas usuais: comprimento, área, volume, capacidade, tempo e massa. 8- Noções de geometria: retas, ângulos, paralelismo, perpendicularismo, triângulos e quadriláteros. 9- Valores monetários. 10- Regra de três simples e composta. 11- Valor numérico com expressões algébricas. 12- Conceitos básicos de matemática financeira e simbologia. 13- Juros simples e compostos.

AGENTE SANITÁRIO

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 1-Ações de educação em saúde; 2- Noções de atenção básica em vigilância epidemiológica e PSF - Programa Saúde da Família; 3- Noções de controle de zoonoses, noções de doenças relacionadas ao meio ambiente; 4- Controle de doenças endêmicas como dengue, leptospirose, esquistossomose, leishmaniose, febre amarela e outras doenças de veiculação hídrica ou transmitidas por vetores; 5- Noções de inspeção em estabelecimentos de alimentos; 6- Noções em boas práticas de fabricação em alimentos; 7- Noções de inspeção em estabelecimentos que fabricam, comercializam e prestam serviços de saúde (farmácias, laboratórios, hospitais, clínicas, etc.); 8- Noções de processo administrativo em vigilância sanitária; 9- Noções de segurança do trabalho; 10-Controle social no SUS - Sistema Único de Saúde.

AGENTE TRIBUTÁRIO

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 1-Princípios Gerais do Sistema Tributário Nacional; 2- Limitações ao Poder de Tributar; 3- Impostos Municipais; 4- Noções Gerais sobre Tributos: Impostos, Taxas, Contribuição de Melhoria; 4- Noções Gerais sobre Obrigação Tributária: Fato Gerador, Sujeito Ativo, Sujeito Passivo; 5- Crédito Tributário: Lançamento, Modalidades de lançamento, Suspensão, extinção e exclusão do crédito tributário; 6- Noções Gerais sobre Administração Tributária Municipal: Fiscalização, Dívida Ativa, Outros procedimentos (alvarás, cadastros municipais); 7- Decreto Lei 406/68 (31.12.68): Noções gerais sobre ISSQN, Lista de serviços. 8- Conhecimentos em Informática: Noções gerais de Windows, Noções gerais de Word, Técnicas fundamentais, Ferramentas de ortografia e apoio à redação, Formatação, Impressão, Tabelas, Noções gerais de Excel, Planilhas, Formatação, Gráficos, Fórmulas e funções.

ATENDENTE DE CONSULTÓRIO DENTÁRIO

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 1-Biossegurança: conceitos e definições, controle de infecção, doenças infectocontagiosas, esterilização, desinfecção, produtos químicos. 2- Política da Saúde: Saúde Pública, epidemiologia, história natural e prevenção de doenças, Reforma Sanitária e modelos Assistenciais de Saúde, Vigilância em Saúde, indicadores de nível de saúde da população, doenças de notificação compulsória no estado do Paraná.

AUXILIAR ADMINISTRATIVO

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 1-Noções básicas de administração: planejamento, estrutura organizacional, racionalização do trabalho; 2- Noções sobre comunicação, relações humanas e atendimento ao público interno e externo; 3- Atendimento telefônico; 4- Técnicas de Redação e protocolo: carta, requerimento, ofício, ata, memorando, comunicado, parecer, portaria, procuração, decretos; 5- Recepção e despacho de documentos; 6- Organização e atualização de arquivos de documentos; 7- Formas de tratamento em correspondências oficiais; 8- Hierarquia; 9- Noções básicas de Ética e Cidadania; 10- Conhecimentos em Informática: Noções gerais de Windows, Noções gerais de Word, Técnicas Fundamentais, Ferramentas de ortografia e apoio à redação, Formatação, Impressão, Tabelas, Noções gerais de Excel, Planilhas, Formatação, Gráficos, Fórmulas e funções; 11-Noções de Internet.

AUXILIAR DE CONTABILIDADE

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 1- Contabilidade Pública - origem, conceito, campo de aplicação; 2- Orçamento: Origem e conceito, Orçamento-programa - conceitos básicos, Princípios orçamentários; 3- Receita e Despesa Pública: Conceitos, classificação e estágios; 4- Escrituração Contábil: A equação patrimonial básica, O regime de caixa e de competência; 5- Medidas preliminares à elaboração de Balanços: O Balancete de Verificação, As conciliações e retificações dos saldos de conta, As provisões; 6- Lei de Responsabilidade Fiscal - noções básicas. 8- Conhecimentos em Informática: Noções gerais de Windows, Noções gerais de Word, Técnicas fundamentais, Ferramentas de ortografia e apoio à redação, Formatação, Impressão, Tabelas, Noções gerais de Excel, Planilhas, Formatação, Gráficos, Fórmulas e funções.

PROFESSOR (A)

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 1- Fundamentos históricos, filosóficos e políticos da educação. 2- Psicologia da aprendizagem. 3- História da educação brasileira. 4- Proposta pedagógica e autonomia da escola. 5- Avaliação escolar. 6- Parâmetros Curriculares Nacionais - Ensino Fundamental. 7- Lei de Diretrizes e Bases 9394/96. 8- Currículo Básico da Escola Pública do Paraná. 9 - Deliberação nº 03/06 e nº 02/07 - CEE-PR.

SECRETÁRIA

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 1- Noções sobre comunicação, relações humanas e atendimento ao público interno e externo; 2- Atendimento telefônico; 3- Elaboração de textos oficiais - normas da ABNT relativamente à redação de textos oficiais: projetos de lei, decretos, portarias, cartas, memorandos, ordens de serviço, etc. 4- Técnica de redação oficial - Arquivos de documentos - recebimento e expedição de correspondência; 5- Recepção e despacho de documentos; 6- Organização e atualização de arquivos de documentos; 7- Formas de tratamento em correspondências oficiais; 8- Noções básicas de Ética e Cidadania; 9- Conhecimentos em Informática: Noções gerais de Windows, Noções gerais de Word, Técnicas Fundamentais, Ferramentas de ortografia e apoio à redação, Formatação, Impressão, Tabelas, Noções gerais de Excel, Planilhas, Formatação, Gráficos, Fórmulas e funções; 10-Noções de Internet.

TÉCNICO (A) DE INFORMÁTICA

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 1- Hardware: Noções sobre os principais hardwares, e dos componentes básicos de um computador. Características mais usadas no momento destes componentes (configurações, tipos, capacidades, velocidades dos diversos componentes e periféricos); 2. Sistemas operacionais Windows XP e Windows Vista: conceitos, instalação, configurações, compartilhamento de recursos, modos de utilização. 3. Sistema operacional Linux: conceitos, GNU, arquitetura, componentes, instalação, configurações, permissões de acesso, servidores, gerenciamento de recursos e serviços, comandos. 4 - Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados à Internet e a intranet; Conceitos e modos de utilização de aplicativos para edição de textos, planilhas e apresentações; 5- Redes de computadores: conceitos de comunicação de dados, meios de comunicação, componentes e dispositivos de rede, tipos de rede, arquiteturas, protocolos, sistemas operacionais de rede, conceitos de Internet e Intranet. Banco de dados SQL.

3. CONTEÚDO PARA O CARGO DE NÍVEL FUNDAMENTAL

PORTUGUÊS: 1- Ortografia. 2- Acentuação gráfica. 3-Gênero e número dos substantivos. 4- Verbo. 5- Termos essenciais e integrantes da oração. 6- Concordância verbal. 7- Concordância nominal. 8- Interpretação de texto.

MATEMÁTICA: 1- Razão. 2- Grandezas proporcionais. 3- Números proporcionais. 4- Divisão proporcional. 5- Operações com números reais, racionais, inteiros e naturais. 6- Números primos e fatoração. 7- Porcentagem. 8- sistema de medidas usuais: comprimento, área, volume, capacidade, tempo e massa. 9- Noções de geometria: retas, ângulos, paralelismo, perpendicularismo, triângulos e quadriláteros. 10- Valores monetários. 11- Regra de três simples e composta. 12- Valor numérico com expressões algébricas.

MOTORISTA

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 1- Legislação de trânsito. 2- Conhecimentos básicos de mecânica, eletricidade e manutenção de veículos. 3- Direção defensiva. 4- Noções de primeiros socorros. 5- Normas gerais de circulação e conduta. 6- Sinalização para o trânsito. 7- Materiais de segurança dos veículos. 8- Habilitação. 9- Infrações. 10-Noções de Segurança do trabalho: acidentes do trabalho, causas e prevenção. 11- Zelo ao patrimônio público. 12- Regras básicas de comportamento profissional para com os colegas de trabalho.

OPERADOR DE MÁQUINAS RODOVIÁRIO

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 1-Conhecimentos de operacionalização de máquinas leves e pesadas de rodas ou esteiras, de lâminas, de escarificador e caçamba móvel; 2- Sistemas de regulagem. 3- Manutenção. 3- Normas de segurança para manuseio das máquinas 5- Noções gerais de regras de circulação; regra de ultrapassagem; regra de mudança de direção; regra de preferência; velocidades permitidas; classificação das vias; deveres e proibições do condutor. 6- Sinalização para o trânsito. 7- Segurança dos veículos. 8- Habilitação. 9- Infrações. 10- Uso e cuidado com ferramentas, máquinas e equipamentos. 11-Noções de Segurança do trabalho: acidentes do trabalho, causas e prevenção. 12- Zelo ao patrimônio público. 13- Regras básicas de comportamento profissional para com os colegas de trabalho.

4. CONTEÚDO PARA O CARGO DE NÍVEL FUNDAMENTAL (séries iniciais)

PORTUGUÊS: 1-Ortografia. 2-Vocabulário. 3- A classe dos substantivos. 4- Sujeito e predicado. 5- Verbos regulares 6-Entendimento e Interpretação de texto. 7-Flexão das palavras.

MATEMÁTICA: 1-Operações com números reais, racionais, inteiros e naturais; 2- Porcentagem; 3-Sistema de medidas usuais: comprimento, área, volume, tempo e massa; 4-Noções de geometria: retas, ângulos, paralelismo, perpendicularismo, triângulos e quadriláteros; 5-Valores monetários; 6-Regra de três simples.

AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS I

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 1-Noções sobre Serviços de retirada de entulhos; 2-Noções de poda de árvores; 3- Noções de serviços de coleta e/ou limpeza de logradouros, praças e jardins públicos; 4-Noções roçagem de estradas; 5- Noções de limpeza de bueiros; 6-Uso e cuidados com as ferramentas, máquinas e equipamentos de seu uso no trabalho; 6- Noções de Segurança do trabalho: acidentes do trabalho, causas e prevenção. 7- Zelo ao patrimônio público. 8- Regras básicas de comportamento profissional para com os colegas de trabalho.

AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS II

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 1- Noções de higiene. 2- Produtos de limpeza e higienização: aplicação, cuidados e segurança. 3- Procedimentos de limpeza e pisos, móveis e utensílios; 4- Noções de Segurança do trabalho: acidentes do trabalho, causas e prevenção. 5- Zelo ao patrimônio público. 6- Regras básicas de comportamento profissional para com os colegas de trabalho.

BORRACHEIRO

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 1- Ferramentas para uso do borracheiro; 2- Identificação dos danos apresentados nos pneus; 3- Calibragem; 4- Tipos de pneus e vida útil; 5- Etapas da troca de pneus. 6- Noções de Segurança do trabalho: acidentes do trabalho, causas e prevenção. 7- Zelo ao patrimônio público. 8- Regras básicas de comportamento profissional para com os colegas de trabalho.

CALCETEIRO

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 1-Conhecimento de trabalhos em obras; 2- Conhecimento em construção de fundações e estruturas de alvenaria; 3-Aplicação de revestimentos, paralelepípedos e contrapisos; 4-Instrumentos e materiais de trabalho. 5- Tipos de calçamento público; 6- Forma de limpeza de passeios públicos; 7-Tipos de pedras empregados; 8- Noções de Segurança do trabalho: acidentes do trabalho, causas e prevenção. 9- Zelo ao patrimônio público. 10- Regras básicas de comportamento profissional para com os colegas de trabalho.

PEDREIRO

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 1-Noções básicas de construção: Execução de obras de alvenaria, Assentamento de tijolos, pedras, ladrilhos e cerâmicas, Execução de reparos em paredes, tetos, telhados e rebocos. 2- Noções básicas de traços de concreto. 3- Escalas gráficas. 4- Plantas (projetos). 5- Muro de arrimo. 6- Coberturas. 7- Esquadro. 8- Assentamento. 9- Uso e cuidados com as ferramentas, máquinas e equipamentos de seu uso no trabalho. 10- Noções de Segurança do trabalho: acidentes do trabalho, causas e prevenção. 11- Zelo ao patrimônio público. 12- Regras básicas de comportamento profissional para com os colegas de trabalho.

VIGIA

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 1- Noções de segurança do trabalho: prevenção de acidentes e aspectos gerais da segurança individual e coletiva; 2- Conhecimentos básicos da função; 3- Relações intra e interpessoal; 4- Atendimento ao público; 5-Telefones públicos de emergência: Pronto Socorro, Polícia Militar, Polícia Civil, Postos de Saúde, Hospitais; 6- Conhecimentos de uso de Extintor de Incêndio; 7- Noções de Segurança do trabalho: acidentes do trabalho, causas e prevenção. 8-Zelo ao patrimônio público. 9- Regras básicas de comportamento profissional para com os colegas de trabalho.

ANEXO II - CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2010

CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO DOS TÍTULOS

ITEM DE AVALIAÇÃO TITULAÇÃO ACADÊMICA

PONTUAÇÃO ATRIBUÍDA

Especialização

15

Mestrado

20

Doutorado

25

PONTUAÇÃO MÁXIMA ATRIBUÍDA

25

 

APERFEIÇOAMENTO: cursos, palestras, capacitação, simpósios e estágio na área de atuação.

PONTUAÇÃO ATRIBUÍDA

Certificados com carga horária de 08 (oito) horas a 19 (dezenove) horas

1,0 por certificado

Certificados com carga horária de 20 (vinte) a 39 (trinta e nove) horas

2,0 por certificado

Certificados com carga horária de 40 (quarenta) a 79 (setenta e nove) horas

3,0 por certificado

Certificados com carga horária igual ou acima de 80 (oitenta) horas

4,0 por certificado

PONTUAÇÃO MÁXIMA ATRIBUÍDA

25

OBSERVAÇÃO:

- A TITULAÇÃO MÍNIMA EXIGIDA PARA CONCORRER AO CARGO, NÃO SERÁ COMPUTADA;

- CERTIFICADOS COM CARGA HORÁRIA INFERIOR A 08 HORAS, NÃO SERÃO COMPUTADOS;

- TITULAÇÃO ACADÊMICA SERÁ PONTUADO APENAS 1 (UMA) PÓS-GRADUAÇÃO EM CADA TITULAÇÃO;

- SERÃO DESCONSIDERADOS OS PONTOS QUE EXCEDEREM O VALOR MÁXIMO EM CADA ALÍNEA DO QUADRO DO ANEXO II DO CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO DE TÍTULOS.

ANEXO III - CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2010

CÓDIGO _________________________________

(Para uso da Comissão Especial de Concurso)

FORMULÁRIO DE RECURSO

SOLICITAÇÃO

À Comissão Organizadora.

Como candidato (a) ao cargo de ______________________________, solicito revisão:

[_] Inscrição indeferida [_] Gabaritos [_] Prova Escrita Objetiva [_] Resultado Final

Nome:___________________________________________________________________________________

Nº RG:_____________________________________ Nº de inscrição:_________________________________

JUSTIFICATIVA DO (A) CANDIDATO (A) (Se necessário, use o verso)
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________________

____________, _____ de ____________ 2010.

_____________________
Assinatura do (a) Candidato (a)

CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2010

ANEXO IV - ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS

1. CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR

ASSISTENTE SOCIAL: Elaborar implementar, executar e avaliar planos projetos e políticas do âmbito de atuação de Serviço Social - Encaminhar providências e prestar orientação social a indivíduos, grupos e diferentes segmentos da população inclusive aquelas relativas à identificação de recursos e à utilização eficaz dos mesmos no atendimento e na defesa de seus direitos. Planejar, organizar e administrar benefícios e serviços sociais. Planejar, Executar e avaliar pesquisas e estudos socioeconômicos que contribuam para o conhecimento da realidade individual, familiar e social, possibilitando eleição de alternativas de intervenção. Prestar assessoria e consultaria a órgãos de administração pública, empresas, entidades e movimentos sociais, bem como, no exercício e defesa dos direitos civis, políticos e sociais da coletividade.

CONTADOR (A): Organizar e dirigir os serviços de contabilidade da instituição, planejando, supervisionando, orientando sua execução e participando dos mesmos de acordo com as exigências legais e administrativas. Proceder à análise de contas. Assessorar sobre problemas contábeis especializados do Município, dando pareceres sobre a ciência as práticas contábeis. A fim de contribuir para a correta elaboração de políticas e instrumentos de ação dos setores. Realizar trabalhos de auditoria contábil. Participar de projetos multidisciplinares que visem o aperfeiçoamento da gestão econômico-financeira do Município.

FISIOTERAPEUTA: Diagnosticar o estado de saúde de doentes e acidentados para identificar o nível de capacidade funcional dos órgãos afetados. Planejar, executar, acompanhar, orientar com exercícios e avaliar o tratamento específico no sentido de reduzir ao mínimo as consequências da doença: Diagnosticar e prognosticar situações de risco a saúde em situações que envolvam a sua formação; Supervisionar, treinar, avaliar atividades da equipe auxiliar; Controlar informações, instrumentos e equipamentos necessários à execução eficiente de sua atividade; Executar outras atividades afins, colaborando para o aprimoramento dos serviços ria saúde publica.

NUTRICIONISTA: Coordenar, supervisionar, e avaliar as atividades inerentes ao Programa de Alimentação Escolar; elaborar treinamentos técnicos e administrativos do programa de Alimentação Escolar; realizar visitas de rotinas às unidades da Rede Municipal de Ensino; supervisionar a execução das atividades técnico-administrativas do Programa de Alimentação Escolar, como exemplo: elaboração e orientação dos cardápios; adoção de boas práticas para elaboração de alimentos seguros; etc.

PSICÓLOGO (A): Desenvolver diagnóstico psicossocial no setor em que atua visando a identificação de necessidades e da clientela alvo de sua atuação; Planejar, desenvolver, executar, acompanhar, validar e avaliar estratégias de intervenções psicossociais diversas, a partir das necessidades e clientelas identificadas; Participar dentro de sua especialidade de equipes multidisciplinares e programas de ação comunitária visando a construção de uma ação integrada; Desenvolver ações de pesquisas e aplicações práticas da psicologia no âmbito da saúde, educação, trabalho, social etc; Desenvolver outras atividades que visem à preservação, promoção, recuperação, reabilitação da saúde mental e valorização do homem; Assessorar prestar consultoria, e dar pareceres dentro de uma perspectiva psicossocial.

2. CARGOS DE NÍVEL MÉDIO

AGENTE SANITÁRIO: Desenvolvimento de ações de orientação e prevenção na área de vigilância sanitária e a emissão de relatórios relativos a inspeções desenvolvidas; determinação de correção de irregularidades nas áreas de vigilância sanitária e adoção de providências saneadoras ou repressivas para o resguardo da saúde coletiva; fiscalização dos estabelecimentos e da manipulação e comercialização de gêneros alimentícios inspecionando a qualidade, as condições de higiene das instalações, dos equipamentos e das pessoas que manipulam os alimentos e o estado de conservação e as condições de armazenamento dos produtos oferecidos ao consumo; fiscalização dos estabelecimentos farmacêuticos e controle da produção e a comercialização de drogas e medicamentos; solicitação de análises bromatológicas e biológicas em apoio às atividades de vigilância sanitária e epidemiológica; apreensão, interdição ou incineração de mercadorias, no cumprimento de determinação superior ou nos casos em que a lei assim determinar; bem como outras providências que, por sua natureza, estejam inseridas no âmbito das atribuições do cargo e da área de atuação.

AGENTE TRIBUTÁRIO: Exercer todas as atividades necessárias ao perfeito cumprimento da legislação tributária municipal, especialmente fiscalizando o correto cadastramento e baixa de imóveis, revisões e alterações cadastrais promovidas pelos respectivos proprietários; fiscalizar declarações de rendimentos, livros e notas fiscais dos contribuintes de imposto sobre serviços; fiscalizar licenciamentos para o funcionamento de estabelecimentos em geral, além de orientar os contribuintes sobre a forma correta de realizar todos os procedimentos que envolvam incidência de tributos e taxas municipais, e tudo o mais que for pertinente a tais atividades.

ATENDENTE DE CONSULTÓRIO DENTÁRIO: Proceder à desinfecção e esterilização de materiais e instrumentos utilizados; sob supervisão do cirurgião dentista ou do THD, realizar procedimentos educativos e preventivos aos usuários, individuais ou coletivos, como evidenciação de placa bacteriana, escovação supervisionada, orientação de escovação, uso de fio dental; preparar e organizar o instrumental e materiais necessários para o trabalho; instrumentalizar o cirurgião dentista ou THD durante a realização de procedimentos clínicos; Acompanhar e desenvolver trabalhos no tocante à saúde bucal.

AUXILIAR ADMINISTRATIVO: Executar serviços gerais da área administrativa, tais como separação, classificação e arquivamento de documentos, transição de dados, lançamentos, fornecimentos de informações e atendimento ao público interno e externo. Atender ao público, recepcionado-o, fornecendo-lhe informações, orientações e encaminhando-o aos setores desejados; receber e triar correspondências em geral, separando-as e encaminhando-as a seus destinatários; manter organizados arquivos e fichários, manipulando dados e documentos, classificando e protocolando quando necessário, visando ao controle sistemático de informações; atender ao telefone prestando informações e anotando recados; executar atividades administrativas de pessoal, material e finanças, classificando e conferindo documentos; operar equipamentos de audiovisual, fax, datashow e outros; receber materiais diversos, identificar sua origem e encaminhar ao setor destinado; executar atividades correlatas.

AUXILAR DE CONTABILIDADE: Executar serviços e interpretar legislação referente à contabilidade pública; Auxiliar na contabilidade geral; executar a escritura analítica de atos ou fatos administrativos; escriturar contas correntes diversas; auxiliar na organização de boletins de receita e despesas; conferir balancetes auxiliares; operar com máquinas de contabilidade em geral; emitir empenhos, verificando a classificação e a existência de saldo nas dotações; auxiliar na elaboração de processos licitatórios; informar processos relativos as despesas; efetuar cálculos de reavaliação do ativo e de depreciação de bens móveis e imóveis; organizar relatórios relativos às atividades, transcrevendo dados estatísticos responsabilizar-se por seu trabalho e serviços executar tarefas afins.

PROFESSOR (A): Planeja e ministra aulas nos dias letivos e horas-aula estabelecidos, além de participar integralmente dos períodos dedicados ao planejamento, à avaliação e ao desenvolvimento profissional; Avalia o rendimento dos alunos de acordo com o regimento escolar; Informa aos pais e responsáveis sobre a frequência e rendimento dos alunos, bem como sobre a execução de sua proposta pedagógica; Participa de atividades cívicas, sociais, culturais e esportivas; Participa de reuniões pedagógicas e técnico-administrativas; Participa do planejamento geral da escola; Contribui para o melhoramento da qualidade do ensino; Participa da escolha do livro didático; Participa de palestras, seminários, congressos, encontros pedagógicos, capacitações, cursos, e outros eventos da área educacional e correlatos; Acompanha e orienta estagiários; Zela pela integridade física e moral do aluno; Participa da elaboração e avaliação de propostas curriculares; Elabora projetos pedagógicos; Participa de reuniões interdisciplinares; Confecciona material didático; Realiza atividades extraclasse em bibliotecas, museus, laboratórios e outros; Avalia e participa do encaminhamento dos alunos portadores de necessidades especiais, para os setores específicos de atendimento; Seleciona, apresenta e revisa conteúdos; Participa do processo de inclusão do aluno portador de necessidades especiais no ensino regular; Propicia aos educandos, portadores de necessidades especiais, a sua preparação profissional, orientação e encaminhamento para o mercado de trabalho; Incentiva os alunos a participarem de concursos, feiras de cultura, grêmios estudantis e similares; Realiza atividades de articulação da escola com a família do aluno e a comunidade; Orienta e incentiva o aluno para a pesquisa; Participa do conselho de classe; Prepara o aluno para o exercício da cidadania; Incentiva o gosto pela leitura; Desenvolve a autoestima do aluno; Participa da elaboração e aplicação do regimento da escola; Participa da elaboração, execução e avaliação do projeto pedagógico da escola; Orienta o aluno quanto à conservação da escola e dos seus equipamentos; Contribui para a aplicação da política pedagógica do Município e o cumprimento da legislação de ensino; Propõe a aquisição de equipamentos que venham favorecer as atividades de ensino-aprendizagem; Planeja e realiza atividades de recuperação para os alunos de menor rendimento; Analisa dados referentes à recuperação, aprovação, reprovação e evasão escolar; Participa de estudos e pesquisas em sua área de atuação; Mantém atualizados os registros de aula, frequência e de aproveitamento escolar do aluno; Zela pelo cumprimento da legislação escolar e educacional; Zela pela manutenção e conservação do patrimônio escolar; Apresenta propostas que visem à melhoria da qualidade de ensino; Participa da gestão democrática da unidade escolar; Executa outras atividades correlatas.

SECRETÁRIA: Trabalho qualificado na área administrativa que consiste em realizar tarefas de apoio às atividades de secretaria. Entre outras, as atividades incluem: protocolar, registrar, arquivar e manter organizada a documentação; Atender os públicos interno e externo; Elaborar e/ou digitar ofícios, comunicados, relatórios, portarias, quadros demonstrativos e outros; Efetuar a triagem de documentos, arquivá-los ou encaminhá-los às unidades competentes; Executar outras atividades correlatas, a critério do superior imediato.

TÉCNICO DE INFORMÁTICA: Analisar, detectar, diagnosticar e resolver problemas em geral referente a questões de hardware e software; manutenção e configuração de equipamentos de rede; instalar, configurar e dar manutenção em Sistemas Operacionais, software aplicativos e sistemas gestores de bancos de dados. Instalar, configurar e dar manutenção em redes de computadores; ter noções básicas de elétrica e eletrônica, capacidade de identificação de defeitos e possíveis reparos técnicos.

3. CARGOS DE NÍVEL FUNDAMENTAL

MOTORISTA: Dirige e manobra veículos e transportam pessoas, cargas ou valores. Realiza verificação e manutenções básicas do veículo e utiliza equipamentos e dispositivos especiais tais como sinalização sonora e luminosa, software de navegação e outros. Transporta estudantes em ônibus escolares, pessoas enfermas e pacientes em ônibus e ambulância, bem como caminhões, nos serviços gerais do Município e, no desempenho das atividades, utiliza-se de capacidades comunicativas; Trabalha seguindo normas de segurança, higiene, qualidade e proteção ao meio ambiente, bem como às regras de trânsito.

OPERADOR DE MÁQUINAS RODOVIÁRIO: Opera máquinas rodoviárias, motoniveladoras, retroescavadeiras, pá carregadeiras, rolos compressores, efetua serviços de pavimentação, procede escavação e transporte de terra, trabalha na compactação de aterros e serviços semelhantes; zela pela bom funcionamento das máquinas em seu poder; Dirigir outros veículos automotores quando necessário; Efetuar inspeção em equipamentos rodoviários, verificando suas condições de uso e tomando as providências necessárias à sua manutenção; Executar outros serviços assemelhados, quando solicitado

4. CARGOS DE NÍVEL FUNDAMENTAL - SÉRIES INICIAIS

AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS I: Executar trabalho de limpeza em todos os órgãos e unidades do Município, assim como nas ruas e demais logradouros públicos; Auxiliar no remanejamento de cargas e descargas de veículos, móveis e materiais das diversas instalações das diversas unidades; Realiza trabalhos de limpeza em geral; trabalha na remoção de galhos, entulhos, poda e plantio de árvores, capina, limpeza em geral, coleta de sementes; cuidar da limpeza, varrição e conservação dos logradouros públicos; cuidar e manter em bom estado seu material de trabalho; execução de outras atividades variadas e utilização de equipamentos e utensílios simples; afastamento de lixo e outros despejos, auxiliar de pedreiro.

AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS II: Cuida da limpeza das áreas administrativas, bem como da distribuição de café ou lanche; Abastecer, com produtos de higiene, os banheiros das unidades e órgãos públicos; Higienizar e esterilizar o ambiente de trabalho, bem como os utensílios necessários; cumpre determinações emanadas de ordem

BORRACHEIRO: Compreende as atribuições que se destinam a executar os trabalhos de borracharia, como trocar pneus e remendar câmaras de ar; recauchutar pneumáticos e consertar pneus leves, médios e pesados, realizando serviços com cola, graxa, lixa e câmara de ar no esmeril; vulcanizar câmaras de ar; verificar as condições de conservação dos pneus dos veículos que compõem a frota municipal; calibrar e balancear pneus; orientar os servidores que o auxiliam na execução de suas atribuições típicas; manter limpo e arrumado o local de trabalho; desempenhar outras tarefas que, por suas características, se incluam na sua esfera de competência.

CALCETEIRO: Zelar pela conservação de ruas, estradas, avenidas e vias gerais, fazendo a manutenção, arruamento, alinhamento, assentamento de pedras, meios-fios, limpeza e asseio geral de espaços públicos e calçadas; fazer assentamento de pedras e diversos tipos de piso; zelar pela conservação de ruas, estradas, avenidas e vias gerais, fazendo a manutenção, arruamento, alinhamento, assentamento de pedras, meios-fios, limpeza e asseio geral de espaços públicos e também calçadas; nivelar canchas para posterior colocação de pedras; manipular pedras, meios-fios e pisos, cortando-os ou quebrando-os, manualmente ou com ajuda de instrumentos relacionados à atividade; movimentar e manipular aterros, pó de brita, argamassa, cimento, areia, entre outros; trabalhar com instrumentos de nivelamento e prumo; construir e reparar alicerces, bocas-de-lobo, pisos destas áreas e similares; preparar ou orientar a preparação de argamassa no local da área; fazer reboco; preparar e aplicar caiações; fazer e assentar blocos de cimento e outros materiais de construção; armar formas para fabricação; remover materiais de construção; responsabilizar-se pelo material utilizado; calcular orçamentos e organizar pedidos de material; e realizar outras atribuições correlatas que lhe forem atribuídas pelos superiores.

PEDREIRO: Organiza e prepara o local de trabalho na obra; constrói fundações e estruturas de alvenaria; Aplica revestimentos e contrapisos; assenta tijolos, reconstrói ou reforma meio-fios, canaletas, lajes, paredes; trabalha na demolição de construções, retira escombros e separa material reaproveitável; executa outras atividades correlatas.

VIGIA: Manter a ordem, guardar prédios, logradouros públicos e outros bens patrimoniais do Município; vigiar diurna e noturnamente; executar outras tarefas correlatas.

122252

Política de Privacidade 2000-2014 PCI Concursos Telefone (11) 2122-4231