CEFET - Centro Federal de Educação Tecnológica - CE

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO CEARÁ

GERÊNCIA DE RECURSOS HUMANOS

PROCESSO SELETIVO EDITAL Nº 01/2008

EDITAL Nº 01/GRH-CEFET-CE/2008

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA A CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR SUBSTITUTO

1. FINALIDADE:

1.1 Estabelecer normas regulamentares do Processo Seletivo Simplificado, para contratação de professor substituto no CEFET-CE, em caráter temporário.

2. PRÉ-REQUISITOS:

3. 2.1 - ser brasileiro nato ou naturalizado.

2.2 - estar quite com as obrigações eleitorais e militares (em se tratando de candidato do sexo masculino).

2.3 - não ocupar cargo efetivo, integrante da carreira de magistério de que trata a Lei nº 7.596/87.

2.4 - satisfazer às exigências de habilitação constantes no Anexo I, deste Edital.

3. REFERÊNCIA:

3.1 Lei nº 8.112/90, Lei nº 8.745/93 e Lei nº 9.849/99.

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

4.1 Será elaborado pelas Gerências das respectivas Áreas de Estudo e ficará disponível ao candidato no Edital, no endereço eletrônico www.cefetce.br.

5. INSCRIÇÃO:

5.1. Antes de efetuar a inscrição, o candidato deverá conhecer o Edital e certificar-se de que preenche todos os requisitos nele expressos.

5.2. A inscrição do candidato implicará o conhecimento e a tácita aceitação das normas e condições estabelecidas neste Edital, em relação às quais não poderá alegar desconhecimento.

5.3. A inscrição será efetuada, exclusivamente via internet, no endereço eletrônico www.cefetce.br, no período compreendido entre 8 horas do dia 24/03/2008 e 18 horas do dia 04/04/2008, considerado o horário de Brasília-DF, mediante o pagamento da taxa a ela pertinente, no valor de R$ 40,00 (quarenta reais) por meio de boleto eletrônico, pagável em toda a rede bancária ou Agências Lotéricas.

5.4. O boleto para recolhimento da taxa de inscrição estará disponível no endereço www.cefetce.br e deverá ser impresso imediatamente após a conclusão do preenchimento do requerimento de inscrição.

5.5. No momento da inscrição, o candidato deverá optar por apenas uma Área de Estudo. Caso seja confirmada mais de uma inscrição, por CPF, será válida somente a última.

5.6. Uma vez requerida a inscrição não será permitida, em hipótese alguma, a sua alteração.

5.7. Para inscrever-se, o candidato deverá acessar o endereço eletrônico www.cefetce.br, durante o período definido no item 5.3. e efetuar sua inscrição conforme os procedimentos estabelecidos abaixo:

a) Preencher o requerimento de inscrição e transmitir os dados via internet;

b) Efetuar o pagamento da taxa de inscrição, até a data limite para encerramento das inscrições;

c) Informar o número de seu Cadastro de Pessoa Física(CPF).

5.8. As inscrições efetuadas somente serão confirmadas após a comprovação do pagamento da taxa e a certificação dos dados fornecidos pelo candidato no requerimento de inscrição.

5.9. O CEFET-CE não se responsabiliza por solicitação de inscrição via internet não recebida por motivos de ordem técnica, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação, bem como outros fatores que impossibilitem a transferência de dados.

5.10. Será considerado inscrito no processo seletivo o candidato que tiver seu requerimento de inscrição confirmado, devendo certificar-se do deferimento nos dias 10 e 11/04/2008, mediante consulta no site www.cefetce.br, e impressão do cartão de identificação.

5.11. Em hipótese alguma o candidato poderá prestar provas sem que esteja previamente confirmado o seu requerimento de inscrição.

5.12. O cartão de identificação deverá ser mantido em poder do candidato, para ser apresentado nos locais de realização das provas, juntamente com o documento oficial de identidade informado na ocasião da inscrição.

5.13. No caso de pagamento com cheque, este somente será aceito após a compensação bancária, sendo a inscrição considerada sem efeito, se o cheque for devolvido por qualquer motivo.

5.14. É vedada a transferência do valor pago a título de taxa de inscrição para terceiros ou para outros concursos/seleções.

5.15. Em nenhuma hipótese será devolvida a importância paga, relativa à taxa de inscrição.

5.16. Não serão aceitos pedidos de isenção de pagamento do valor da inscrição, seja qual for o motivo alegado.

5.17. Não será aceito pedido de inscrição por via postal, fax, correio eletrônico, condicional nem extemporâneo.

5.18. As informações prestadas no pedido de inscrição são de inteira responsabilidade do candidato, dispondo o CEFET-CE, no caso de dados incorretos, incompletos ou inverídicos, mesmo que constatados a posteriori, do direito de excluir o candidato deste processo seletivo e declarar nulos os atos praticados em decorrência da inscrição.

6. ESTRUTURA E REALIZAÇÃO DO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO: O Processo de Seleção constará de:

6.1 PROVA DE DESEMPENHO

6.1.1 - Terá caráter eliminatório e se constituirá de uma aula de 45 (quarenta e cinco) minutos, perante Banca Examinadora, designada pelo Diretor do CEFET-CE e se destinará a apurar o conhecimento e a capacidade didático-pedagógica do candidato.

6.1.2 - Versará sobre os itens constantes nos CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS de cada Área de Estudo (anexo II).

6.1.3 - Nos dias 15 e 16/04/2008, o CEFET-CE disponibilizará o calendário da Prova de Desempenho no endereço eletrônico www.cefetce.br.

6.1.4 - O sorteio do ponto para a Prova de Desempenho será realizado 24 (vinte e quatro) horas antes da prova, no período de 17 a 28/04/2008 pelo Presidente de cada Banca Examinadora, obedecendo-se à ordem de inscrição.

6.1.5 - Caso o número de candidatos inscritos neste Processo inviabilize a realização das Provas de Desempenho no período de 18 a 29/04/2008, a Comissão Coordenadora prorrogará o período para que todos os candidatos façam a Prova de Desempenho.

6.1.6 - No ato do sorteio do ponto, o candidato receberá o modelo do Plano de Aula e deverá entregá-lo, em 3 (três) vias, à Banca Examinadora, antes do início da prova.

6.1.7 - O sorteio e a Prova de Desempenho serão realizados na sede do CEFET-CE para os candidatos que se inscreverem para as disciplinas de códigos 1 a 22; na UNED de Cedro para os candidatos que se inscreverem para as disciplinas de códigos 23 a 36; e, na UNED de Juazeiro para os candidatos que se inscreverem para as disciplinas de códigos 37 a 52.

6.1.8 - A Prova de Desempenho terá valor máximo de 100 (cem) pontos, e a nota final será o resultado da média aritmética dos pontos atribuídos pelos membros da Banca Examinadora, mediante observação dos seguintes aspectos:

ASPECTOS

PONTUAÇÃO

1. Plano da aula

10 pontos

2. Condução da aula

30 pontos

3. Domínio do conteúdo

30 pontos

4. Procedimentos e recursos

10 pontos

5. Avaliação da aprendizagem

10 pontos

6. Duração da aula

10 pontos

TOTAL

100 pontos

6.1.9 - Serão aprovados os candidatos que obtiverem no mínimo 60 (sessenta) pontos na prova de desempenho.

6.1.10 - Não será permitida a presença, no recinto da prova, dos demais candidatos e de pessoas não previstas no item 6.1.1., podendo, no entanto, ser presenciada por alunos do CEFET-CE.

6.1.11 - Não caberá recurso para a Prova de Desempenho.

6.1.12 - Caso o candidato não possa comparecer ao sorteio do ponto da Prova de Desempenho, poderá mandar um representante, munido de autorização escrita, especificamente para este fim, com cópia do documento oficial de identidade de ambos.

6.1.13 - O CEFET-CE não disponibilizará aos candidatos recursos audiovisuais, para esta prova.

6.2. PROVA DE TÍTULOS

6.2.1. A Prova de Títulos, de caráter classificatório, constitui-se da análise dos títulos apresentados pelos candidatos, conforme o item 6.2.21 deste Edital.

6.2.2. Somente se submeterão à Prova de Títulos os candidatos habilitados na Prova de Desempenho Didático.

6.2.3. Os títulos a ser avaliados deverão ser entregues no período de 06 a 08/05/2008, no horário das 8h às 12h e das 13h às 17h, no Serviço de Protocolo de uma das três unidades, em ENVELOPE LACRADO, com identificação do candidato e de sua Área de Estudo, acompanhado do formulário de entrega de títulos, disponível no endereço eletrônico www.cefetce.br.

6.2.4. Não será considerada, em hipótese alguma, a anexação ou substituição de qualquer documento fora do período estabelecido para a entrega de títulos.

6.2.5. Cada título será considerado, para efeito de pontuação, uma única vez.

6.2.6. Será atribuída nota zero ao candidato que não entregar seus títulos na forma, no período ou no local estabelecidos no Edital de convocação para a Prova de Títulos, não caracterizando este fato sua eliminação do certame.

6.2.7. Na impossibilidade de comparecimento do candidato, serão aceitos os títulos entregues por terceiros, mediante apresentação de procuração simples do interessado, acompanhada de fotocópia do documento de identidade do procurador e do candidato.

6.2.8. Serão de inteira responsabilidade do candidato as informações prestadas por seu procurador no ato da entrega dos títulos bem como a entrega dos títulos na data prevista neste Edital, arcando o candidato com as conseqüências de eventuais erros de seu representante.

6.2.9. A comprovação de conclusão de curso de pós-graduação poderá ser feita por certificado, diploma ou declaração expedida por Instituição de Ensino Superior reconhecida, constando o resultado do julgamento da monografia, dissertação ou da tese dos cursos de Especialização, Mestrado ou Doutorado, respectivamente.

6.2.10. Para ser atribuída a pontuação relativa ao exercício profissional ou de magistério, o candidato deverá entregar documento que se enquadre, em uma das alíneas abaixo:

a) Cópia da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) incluída a folha de identificação onde constam número e série e folha de contrato de trabalho, ou declaração do empregador, que informe o período (dia, mês e ano) discriminando o início e o fim;

b) Cópia de certidão ou declaração, no caso de órgão público, que informe o período (dia, mês e ano) discriminando o início e o fim;

c) Cópia do contrato de prestação de serviços (demonstrando claramente o período inicial e final de validade do contrato).

6.2.11. Não será aceito, como exercício profissional ou de magistério, o tempo de estágio, de serviço/trabalho voluntário, de bolsa de estudo, de monitoria ou outras atividades equivalentes.

6.2.12. Não serão computados, duplamente, os pontos relativos a títulos que especifiquem tempo de serviço de magistério concomitante.

6.2.13. Não serão computados, duplamente, os pontos relativos a títulos que especifiquem tempo de serviço de exercício profissional concomitante.

6.2.14. Os títulos em língua estrangeira somente serão válidos se acompanhados de tradução feita por Tradutor Juramentado.

6.2.15. Caso haja dúvidas quanto à veracidade ou sejam as informações insuficientes do título apresentado, a Comissão de análise o desconsiderará.

6.2.16. Os títulos a que se referem as alíneas "a" e "b" do subitem "6.2.21." só serão válidos, se acompanhados do número do Parecer do Conselho Nacional de Educação, que credenciou os respectivos cursos.

6.2.17. Em caso de publicação eletrônica, os títulos referentes às alíneas "f", "h" e "i" do subitem "6.2.21." somente serão considerados se apresentados em compact disk (CD) original do evento.

6.2.18. Os certificados emitidos on-line das alíneas "h" e "i", do subitem 6.2.21, serão aceitos sem autenticação, se estiverem de acordo com as cópias autenticadas dos demais documentos exigidos nas respectivas alíneas.

6.2.19. Caso a revista ou os anais sejam somente de circulação on-line, as cópias solicitadas deverão ser acompanhadas do endereço eletrônico da revista ou anais, para ser confirmada pela Banca Examinadora. O CEFETCE não se responsabiliza pela impossibilidade de acesso pela banca examinadora.

6.2.20. Os títulos deverão ser entregues, seguindo, rigorosamente, a ordem prevista no subitem "6.2.21.".

6.2.21. Para efeito da Prova de Títulos, os valores a serem atribuídos, no total de até 100 (cem) pontos, serão os seguintes:

a) Cópia, autenticada em cartório, da declaração ou do diploma de Curso de Doutorado, na área, objeto do concurso, ou em Educação, ministrado por Instituição de Ensino Superior e, quando estrangeiro, devidamente revalidado, 12 (doze) pontos;

b) Cópia, autenticada em cartório, da declaração ou do diploma de Curso de Mestrado, na área, objeto do concurso, ou em Educação, ministrado por Instituição de Ensino Superior e, quando estrangeiro, devidamente revalidado, 9 (nove) pontos;

c) Cópia, autenticada em cartório, da declaração ou do certificado de Curso de Especialização, em nível de Pós-Graduação lato sensu, na área, objeto do concurso, ou em Educação, ministrado por Instituição de Ensino Superior e, quando estrangeiro, devidamente revalidado, 5 (cinco) pontos;

d) Cópias, autenticadas em cartório, dos documentos que comprovem o exercício do magistério em instituições de ensino público ou privado, por ano ou fração superior a seis meses, equivalente a 3 (três) pontos por cada ano, até o limite de 30 (trinta) pontos;

e) Cópias, autenticadas em cartório, dos documentos que comprovem o exercício profissional na área, objeto do concurso, por ano ou fração superior a seis meses, equivalente a 2 (dois) pontos por cada ano, até o limite de 14 (quatorze) pontos;

f) Trabalho publicado em revistas, com ISSN, nacionais ou internacionais, na área, objeto da seleção, apresentando cópia autenticada em cartório da capa da revista, da ficha catalográfica, do índice ou sumário e da primeira página do artigo (onde conste o nome do candidato) com valor de 6 (seis) pontos cada, até o limite de 12 (doze) pontos. Os trabalhos publicados em língua estrangeira deverão ter a tradução, para o português, do título, das referências sobre os autores, do abstract (resumo) da ficha catalográfica e das palavras-chave;

g) Publicação de livro ou capítulo de livro em idioma nacional ou estrangeiro, com ISBN, na área, objeto do concurso, apresentando cópia autenticada em cartório, da capa, da ficha catalográfica, do índice ou sumário e da primeira página do capítulo (onde conste o nome do candidato), com valor de 4 (quatro) pontos cada, até o limite de 8 (oito) pontos. As publicações em língua estrangeira deverão ter a tradução para o português, das seguintes páginas: capa, ficha catalográfica e sumário. No caso de capítulo de livro, deverá ser feita a tradução, para o português, da primeira página do capítulo, constando o nome do autor. Teses e dissertações não são aceitas como livros publicados;

h) Trabalho apresentado e publicado em eventos nacionais ou internacionais, na área objeto do concurso, apresentando cópia autenticada em cartório da capa dos anais do evento, do índice ou sumário e da primeira página do trabalho (onde conste o nome do candidato) e do certificado de apresentação, com valor de 2 (dois) pontos cada, até o limite de 4 (quatro) pontos. No caso de o trabalho estar publicado em língua estrangeira, deverá ser realizada a tradução, para o português, do título, das referências sobre os autores, do "abstract", das palavras-chave e do certificado de apresentação;

i) Resumo publicado e apresentado em eventos nacionais ou internacionais, na área, objeto do concurso, apresentando cópia, autenticada em cartório, da capa dos anais do evento, do índice ou sumário, da página com o resumo do trabalho e do certificado de apresentação, com valor de 1 (um) ponto cada, até o limite de 2 (dois) pontos. No caso de o trabalho estar publicado em língua estrangeira, deverá ser realizada a tradução, para o português, da capa dos anais do evento, do índice ou sumário, da página com o resumo do trabalho e do certificado de apresentação;

j) Aprovação, em concurso público, para o cargo de professor, com valor de 2 (dois) pontos cada, até o limite de 4 (quatro) pontos, apresentando copia do diário oficial onde conste a homologação do concurso ou declaração original da instituição promotora do concurso;

6.2.22. O resultado da Prova de Títulos será disponibilizado no dia 16/05/2008, no endereço eletrônico www.cefetce.br.

6.2.23. Facultar-se-á um único recurso por candidato, quanto ao resultado da prova de títulos, dirigido à CCC, mediante requerimento (modelo disponível no site do CEFET-CE) devidamente fundamentado e protocolizado no Serviço de Protocolo de uma das três unidades, nos dias 19 e 20/05/2008.

6.2.24. Somente serão apreciados os recursos interpostos dentro do prazo, com indicação do nome do Concurso, do nome do candidato, do número de inscrição e da assinatura.

6.2.25. Não serão aceitos os recursos interpostos via fax, telegrama, Internet ou outro meio que não seja o especificado neste Edital.

6.2.26. A resposta do recurso estará à disposição do interessado no CEFET-CE, no prazo de até três dias úteis, após o registro do respectivo protocolo, podendo haver ou não, alteração da pontuação, para mais ou para menos.

6.2.27. Os Títulos apresentados serão restituídos aos candidatos, decorridos trinta dias da homologação do resultado do Concurso e poderão ser retirados pelo candidato na Gerência de Recursos Humanos do CEFET-CE ou nos locais onde o candidato fez sua inscrição.

6.2.28. Após sessenta dias do prazo estabelecido no subitem anterior, os títulos não retirados serão incinerados.

7. RESULTADO FINAL DA PROVA E CLASSIFICAÇÃO:

7.1 - A nota final será a soma dos pontos obtidos pelo candidato em cada modalidade de prova, obedecendo-se aos respectivos pesos:

Prova de Desempenho

até 100 pontos (peso 2)

Prova de Títulos

até 100 pontos (peso 1)

TOTAL

até 300 pontos

7.2 - A classificação final será feita na ordem decrescente do total de pontos obtidos pelos candidatos.

7.3 - Em caso de igualdade do total de pontos, terá preferência, para efeito de desempate e a conseqüente classificação, o candidato que:

a) obtiver maior nota na Prova de Desempenho;

b) obtiver maior nota na Prova de Desempenho, referente ao quesito Domínio do Conteúdo;

c) comprovar maior tempo de exercício do magistério;

d) ser mais idoso.

7.4 - O resultado final das provas será disponibilizado no endereço eletrônico www.cefetce.br

8. APROVEITAMENTO DO CANDIDATO:

8.1 - O candidato habilitado será convocado para contratação, em caráter temporário, obedecendo-se rigorosamente à ordem de classificação, em vagas existentes, ou que venham a existir, sob o regime das Leis nº 8.112/90, nº 8.745/93 e nº 9.849/99, na Categoria Funcional de Professor Substituto, com retribuição mensal correspondente à carreira do Magistério de 1º e 2º Graus.

8.2 - O candidato convocado será contratado se atendidas as seguintes exigências:

a) apresentar os pré-requisitos estabelecidos no item 2 deste Edital;

b) declarar se tem, ou não, acumulação de cargos; em caso afirmativo, comprovar a regularidade da acumulação, em conformidade com o inciso XVI do art. 37 da Constituição Federal.

8.3 - Observado o número de vagas oferecidas no Anexo I deste Edital ou que venham a existir, os candidatos classificados serão convocados para contratação, como Professores Substitutos, por telegrama, para o endereço constante de sua ficha de inscrição, obrigando-se a declarar, por escrito, no prazo de 3 (três) dias úteis, contados da data do recebimento da convocação, se aceita ou não, a contratação. O seu não-pronunciamento no prazo acima, permitirá ao CEFET-CE excluí-lo deste Processo e convocar o candidato seguinte, obedecendo-se à ordem de classificação.

8.4 - Não poderá ser contratado o candidato que tiver sido Professor Substituto nos termos da Lei nº 8.745/93, em qualquer Instituição Federal de Ensino, antes de ter decorrido dois anos após o término do último contrato.

8.5 - O candidato convocado, que não aceitar sua indicação para a vaga, será excluído do Processo e assinará Termo de Desistência, sendo convocado o candidato seguinte.

8.6 - A carga horária de trabalho será de 40 ou de 20 (vinte) horas semanais, de acordo com a necessidade da Instituição, sendo excluído desta seleção o candidato que não atender esta exigência.

8.7 - O tempo de contratação do professor substituto será de até 12 (doze) meses, podendo ser prorrogado por igual período.

8.8 - Por necessidade do ensino e de acordo com a especialidade do candidato habilitado, este poderá ser remanejado para outra Área de Estudo ou Unidade de Ensino diversa, porém na mesma área de conhecimento para a qual prestou a seleção.

9. DISPOSIÇÕES GERAIS:

9.1 - A inexatidão de afirmativa ou a falsidade de documentos, ainda que verificada a posteriori, implicarão a eliminação sumária do candidato.

9.2 - Será excluído do Processo, por ato da Gerência de Recursos Humanos, o candidato que se tornar culpado de incorreção ou descortesia para com algum dos examinadores, executores, auxiliares e autoridades presentes à realização das provas.

9.3 - A aprovação do candidato no Processo Seletivo Simplificado não lhe dá o direito, mas a expectativa de ser contratado, de acordo com as reais necessidades e condições do CEFET-CE.

9.4 - O Processo Seletivo Simplificado, de que trata o presente Edital, terá validade de 01 (um) ano, a partir da homologação do resultado no Diário Oficial da União.

9.5 - Os casos omissos serão resolvidos pela Gerência de Recursos Humanos.

GERÊNCIA DE RECURSOS HUMANOS DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO CEARÁ, em 07 de março de 2008.

LUIZ ORLANDO RODRIGUES
Gerente de Recursos Humanos

ANEXO I - QUADRO DE ÁREAS DE ESTUDO

Gerência

Código / Área de Estudo

Vagas / Lotação

Habilitação Exigida

Artes e Turismo

1. Língua Espanhola

02 Fortaleza

Licenciatura Plena em Letras* com habilitação em língua e literatura espanhola; Licenciatura Plena em Português/Espanhol*.

2. Língua Inglesa

04 Fortaleza

Licenciatura Plena em Letras* com habilitação em língua e literatura inglesa; Licenciatura Plena em Português/Inglês*.

3. Contabilidade

01 Fortaleza

Graduação em Contabilidade*; Graduação em Administração de Empresas com pós-graduação na área financeira.

4. Pintura com Modelo Vivo

02 Fortaleza

Licenciatura Plena em Educação Artística, Graduação em Artes Plásticas ou Artes Visuais; Graduação em Arquitetura ou na Área de Humanas com Pós-Graduação em Artes Visuais, Artes Plásticas ou Arte Educação.

5. Fotografia e Design Gráfico

01 Fortaleza

Licenciatura Plena em Educação Artística, Graduação em Design Gráfico, Arte Visuais ou Artes Plásticas; Graduação em Arquitetura ou na Área de Humanas com Pós-Graduação em Design Gráfico, Fotografia ou Comunicação.

6. História da Arte

01 Fortaleza

Licenciatura Plena em Educação Artística, Graduação em Artes Plásticas ou Artes Visuais; Graduação em Arquitetura ou na Área de Humanas com Pós‑Graduação em Arte Visuais, Artes Plásticas ou Arte Educação.

Ensino Médio e Licenciaturas

7. Física

01 Fortaleza

Graduação em Física*

8. Fundamentos Sócio‑Filosóficos da Educação, História da Educação e Psicologia da Educação

01 Fortaleza

Graduação em Pedagogia com pós-graduação na área de Educação.

9. Matemática

01 Fortaleza

Graduação em Matemática, com pós-graduação na área da seleção ou em Educação.

10. Estatística

01 Fortaleza

Graduação em Estatística com pós-graduação na área da seleção ou em Educação.

11. Sociologia

01 Fortaleza

Graduação em Sociologia ou em Ciências Sociais com pós-graduação nestas áreas ou em Educação.

Indústria

12. Segurança do Trabalho

02 Fortaleza

Engenharia Civil, Elétrica, Mecânica ou Mecatrônica, Tecnologia em Mecatrônica, Telemática ou em Mecânica, com pós-graduação em Segurança no Trabalho e com registro na DRT.

13. Mecânica Industrial e Usinagem

02 Fortaleza

Engenharia Mecânica ou Mecatrônica, Tecnologia em Mecatrônica, Mecânica ou em Eletromecânica, com experiência profissional comprovada, de no mínimo um ano, em Manutenção Industrial e Usinagem.

14. Sistema de Controle e Acionamento de Máquinas

01 Fortaleza

Engenharia Elétrica, Mecatrônica ou Eletrônica, Tecnologia em Mecatrônica ou Tecnologia da Automática.

15. Eletrônica, Microprocessador e Microcontroladores

02 Fortaleza

Engenharia Elétrica ou Eletrônica, Tecnologia em Mecatrônica, Telemática ou em Eletromecânica.

16. Instrumentação Eletrônica e Dispositivos Periféricos

01 Fortaleza

Engenharia Elétrica, Eletrônica ou Mecatrônica, Tecnologia em Mecatrônica, Telemática ou em Tecnologia da Automática.

Química

17. Materiais Mecânicos

01 Fortaleza

Engenharia Mecânica ou Mecatrônica, Tecnologia em Mecatrônica ou em Mecânica, com pós-graduação na área de Materiais.

18. Elementos de Máquina e Mecanismo

01 Fortaleza

Engenharia Mecânica ou Mecatrônica, Tecnologia em Mecatrônica ou em Mecânica, com pós-graduação em Materiais Mecânicos.

19. Gestão na Indústria Química

01 Fortaleza

Tecnologia em Processos Químicos, Graduação em Engenharia de Produção ou Administração de Empresas, com pós-graduação na área da seleção.

20. Gestão Ambiental

01 Fortaleza

Tecnologia em Gestão Ambiental, Engenharia de Produção, Graduação em qualquer área, com pós‑graduação em Meio Ambiente.

21. Gestão, Proteção e Recuperação de Recursos Hídricos

01 Fortaleza

Tecnologia em Gestão Ambiental, Engenharia de Produção, Graduação em qualquer área, com pós‑graduação em Meio Ambiente.

22. Projeto de Estação de Tratamento de Água (ETA) e de Esgoto (ETE)

01 Fortaleza

Engenharia Química ou Civil, Graduação em Química, Tecnologia em Gestão Ambiental ou áreas afins, com pós-graduação em Meio Ambiente.

Cedro

23. Língua Portuguesa/ Língua Inglesa

01 Cedro

Licenciatura Plena em Letras com habilitação em Português/Inglês.

24. Língua Espanhola

01 Cedro

Licenciatura Plena em Letras com habilitação em língua e literatura espanhola; Licenciatura Plena em Português/Espanhol.

25. Química

01 Cedro

Licenciatura Plena em Ciências com Habilitação em Química; Graduação em Química.

26. Introdução às Ciências, Didática, Estrutura e Funcionamento do Ensino, Psicologia, Estágio

01 Cedro

Graduação em Pedagogia, Filosofia ou Psicologia.

27. Usinagem/Resistência dos Materiais/Mecanismos

01 Cedro

Engenharia Mecânica, de Produção ou Mecatrônica; Tecnologia em Mecatrônica ou em Eletromecânica.

28. Tecnologia da Soldagem/Controle de Qualidade

02 Cedro

Engenharia Mecânica; Tecnologia em Mecatrônica ou Tecnologia da Automática.

29. Organização e Normas/HST/PCP

01 Cedro

Engenharia Mecânica ou de Produção; Tecnologia em Mecatrônica ou em Mecânica Industrial, Eletromecânica ou Tecnologia da Automática.

30. Máquinas Elétricas

01 Cedro

Engenharia Elétrica ou Eletrônica; Tecnologia em Mecatrônica ou em Eletromecânica.

31. Algoritmos e Linguagem de Programação

01 Cedro

Graduação em Ciência da Computação, Telemática, Informática ou em Processamento de Dados; Tecnologia da Automática.

32. Acionamento de Máquinas

01 Cedro

Engenharia Elétrica ou Eletrônica, Tecnologia em Mecatrônica, Eletromecânica ou Tecnologia da Automática.

33. Física

01 Cedro

Graduação em Física; Engenharia Civil, Elétrica, Mecânica ou de Produção.

34. Eletromagnetismo, Eletricidade CC e CA

01 Cedro

Engenharia Elétrica ou Eletrônica, Tecnologia em Mecatrônica, Eletromecânica ou Tecnologia da Automática.

35. Metrologia e Desenho Técnico Mecânico

01 Cedro

Engenharia Mecânica ou de Produção; Tecnologia em Mecatrônica, Mecânica Industrial, Eletromecânica ou Tecnologia da Automática.

36. Automação e Máquinas Hidráulicas

01 Cedro

Engenharia Mecânica; Tecnologia em Mecatrônica ou Tecnologia da Automática.

Juazeiro

37. Língua Inglesa

01 Juazeiro

Licenciado pleno em Letras* com habilitação em língua e literatura inglesa; Graduação em áreas afins com pós‑graduação em língua inglesa.

38. Prática do Ensino em Educação Física

02 Juazeiro

Graduado em Educação Física*; Tecnologia em Gestão Desportiva e de Lazer*.

39. Desenvolvimento e Aprendizagem Motora

01 Juazeiro

Graduado em Educação Física*; Tecnologia em Gestão Desportiva e de Lazer*.

40. Metodologia do Ensino e Treinamento em Futebol e Organização de Eventos Desportivos

01 Juazeiro

Graduado em Educação Física*; Tecnologia em Gestão Desportiva e de Lazer*.

41. Acionamento de Máquinas e Projetos em Controle

01 Juazeiro

Tecnologia em Eletromecânica, Mecatrônica ou em Automação Industrial; Engenharia Elétrica, Eletrônica ou Mecatrônica.

42. Matemática

01 Juazeiro

Graduação em Matemática*; Graduação em áreas afins com pós-graduação em Matemática.

43. Estatística

01 Juazeiro

Graduação em Estatística*; Graduação em Matemática ou em áreas afins com pós-graduação em Estatística.

44. Materiais de Construção Mecânica e Manutenção Industrial

01 Juazeiro

Engenharia Mecânica ou de Produção; Tecnologia em Mecatrônica, Mecânica Industrial ou em Eletromecânica; Graduação em áreas afins com pós-graduação na área de Mecânica

45. Concretos, Impermeabilização, Patologia e Recuperação

01 Juazeiro

Engenharia Civil*; Tecnologia em Produção Civil*; Graduação em áreas afins com pós-graduação na área de seleção.

46. Arquitetura e AutoCAD

01 Juazeiro

Graduação em Arquitetura*; Tecnologia em Produção Civil*; Graduação em áreas afins com pós-graduação em Arquitetura.

47. Metodologia do Ensino do Futsal e Handebol

01 Juazeiro

Graduação em Educação Física*; Tecnologia em Gestão Desportiva e de Lazer*

48. Metodologia do Ensino do Voleibol e do Atletismo

01 Juazeiro

Graduação em Educação Física*; Tecnologia em Gestão Desportiva e de Lazer*

49. Bases Nutricionais e Primeiros Socorros na Atividade Física e no Esporte

01 Juazeiro

Graduação em Educação Física*; Tecnologia em Gestão Desportiva e de Lazer*

50. Pedagogia

02 Juazeiro

Graduação em Pedagogia*

51. Biologia

01 Juazeiro

Graduação em Ciências Biológicas*

52. Educação Inclusiva

01 Juazeiro

Licenciado Pleno com pós-graduação na área da seleção

(*) Com pós-graduação em qualquer área

ANEXO II - CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CÓDIGO 01 - LÍNGUA ESPANHOLA

1. Substantivo: Gênero; Número; 2. Artículo: Forma y Uso; 3. Artículo neutro "LO": Forma y uso; 4. Adjetivo Posesivo: Uso y casos de apócope; 5. Adjetivos Determinantes demostrativos; 6. Adjetivos Determinantes indefinidos; 7.Pronombres Personales: uso de las formas átonas e tónicas / empleo de los pronombres de tratamiento; 8. Pronombres Demostrativos; 9. Pronombres Posesivos; 10. Pronombres Relativos; 11. Pronombres complementos Directo e Indirecto: forma y uso; 12. Verbo de irregularidad común tiempo Presente Indicativo; 13. Pretérito Perfecto: Forma y uso; 14. Pretérito Indefinido: forma y uso; 15. Presente Subjuntivo: forma y uso; 16. Modo Imperativo: forma y uso; 17. Adverbio: Classificación; Casos de apócope; 1 8.Acentuación :Reglasgenerales;Casosespeciales.

CÓDIGO 02- LÍNGUA INGLESA

1.Present (simple, continuous, perfect, perfect continuous); 2.Past (simple, continuous, perfect, perfect continuous); 3.Future (simple, continuous, perfect); 4.Modal verbs; 5.Conditional (present, past,perfect continuous); 6.Passive (all tenses); 7.Direct and indirect speeches; 8.Articles (definite and indefinite); 9.Nouns (singular, plural, possessive of nouns, mass and countable); 10.Pronouns (object and subject); 11.Possessive adjectives and pronouns; 12.Reflexive pronouns; 13.Determiners; 14.Relative clauses (WITH AND WITHOUT, WHO, THAT, WHICH); 1 5.Adjective (comparative and superlative); 1 6.Adverbs; 17.Conjuctions; 18.Preposition (place and time); 19.Modifiers; 20.Infinitive X Gerund; 21.Phrasal verbs; 22.Levels of reading comprehension (general comprehension, main points and detailed comprehension).

CÓDIGO 03- CONTABILIDADE

1.Evolução da contabilidade: escola européia, norte-americana, e o ensino da contabilidade no Brasil. 2. Estrutura Conceitual Básica da Contabilidade: postulados contábeis, princípios contábeis geralmente aceitos e convenções contábeis; 3. Fatos Contábeis: fatos permutativos, fatos modificativos e fatos mistos; 4.Procedimentos contábeis: escrituração contábil, livros de escrituração (diário e razão); 5. Método das partidas dobradas, lançamentos contábeis, formulas de lançamento; 6. Balancete de verificação;7. Plano Geral de Contas: contas do ativo, contas do passivo, contas do patrimônio liquido, contas de resultado, estrutura do plano de contas; 8. Dinâmicas patrimoniais Principais demonstrações: demonstração do resultado do exercício, demonstração de lucros ou prejuízos acumulados, demonstração de origens e aplicação de recursos; 9. Conceitos e classificação de custos; 10. Métodos de custeio; 11. Análise custo/volume/lucro; 12. Formação de preços de venda; 13. Orçamento; 14. Introdução a Administração Financeira; 15. Análise das Demonstrações Financeiras; 16. Fluxo de Caixa; 17. Gestão do Capital de Giro; 18. Decisão de Investimento; 19. Decisão de Financiamento

CÓDIGO 04 - PINTURA COM MODELO VIVO

TÉCNICAS: 1 Pintura em acrílica; 2.Pintura em Têmpera; 3. Pintura a óleo; 4. Pintura em aquarela e guache; 5. .Relacionamento da cor com a visibilidade na História da Arte; 5.A composição: equilíbrio, tensão, nivelamento, atração e agrupamento; 6. Estudo da Cor: primaria, secundária, terciária/fria, quentes/complementares; 7.Fundamentos da linguagem visual; 8. História da pintura moderna (Gênero, estilo, escolas, pintores). OBS. :O candidato sorteará uma das técnicas do conteúdo programático acima e deverá elaborar sua aula tendo como foco a observação da Figura Humana.

CÓDIGO 05 - FOTOGRAFIA E DESIGN GRÁFICO

FOTOGRAFIA:1. Introdução Histórica da Fotografia;2. A fotografia (convencional e digital); 3. As câmaras fotográficas (convencionais e digitais); Equipamentos e materiais fotográficos; 4. Operações para processamento de imagem fotográfica; 6. Fundamentos de composição, enquadramento, luz e sombra; 7.Técnicas de utilização do equipamento; 8.Breve histórico da fotografia; 9.Revelação e ampliação em preto e branco; 10. Laboratório P&B.

DESIGN GRÁFICO: 1 .História do Design; 2.Evolução histórica da tipografia, suas classificações e aplicações; 3.Produção Gráfica- procedimentos gráficos de impressão, montagem e acabamento; 4.As diversas etapas de concepção e desenvolvimento de projeto gráfico; 5.Desenvolvimento de projeto de programação visual: Logotipo; 6.Desenvolvimento de projeto de programação visual: Identidade Visual; 7.Desenvolvimento de projeto de programação visual: Cartaz.

CÓDIGO 06 - HISTÓRIA DA ARTE

Estilos, Escolas e Movimentos - 1. Renascimento; 2. Barroco e Rococó; 3. Neoclassicismo, Romantismo, Realismo; 4. Impressionismo e Pós-Impressionismo; 5. Fauvismo, Expressionismo; 6. Cubismo. Picaso e Braque. Futurismo; 7. Dada, Surrealismo; 8. Abstracionismo Informal e Geométrico; 11. Arte Ocidental; 12. 2.As origens da arte. A arte na pré-história:pintura; 3.Arte Egípcia.Pintura e escultura; 4.Grécia e Roma.Arquitetura /escultura; 5.Arte na Idade Média: arte românica e gótica. Arquitetura, pintura e escultura; 11.Arte Brasileira; 12.Arte indígena; 14.Ecletismo no Ceará.Arquitetura; 15.Modernismo no Brasil. Semana de 22.

CÓDIGO 07 - FÍSICA

1.CINEMÁTICA: 1.1. Cinemática da partícula; 1.2. Velocidade média; 1.3. Velocidade instantânea; 1.4. Movimento em uma dimensão - velocidade variável; 1.5. Aceleração; 1.6. Movimento unidimensional - aceleração variável; 1.7. Movimento unidimensional - aceleração constante; 1.8. Representação vetorial da velocidade e da aceleração no movimento retilíneo; 1.9. Movimento curvilíneo; velocidade; aceleração; 1.10. Movimento curvilíneo com aceleração constante; 1.11. Componentes tangencial e normal da aceleração; 1.12. Movimento circular; velocidade angular; aceleração angular; Movimento curvilíneo geral em um plano; Velocidade e aceleração relativas.

2. ESTÁTICA: 2.1. Equilíbrio de uma partícula; 2.2. Equilíbrio de um corpo rígido; 2.3. Propriedades básicas dos fluidos: volume, densidade, pressão e Principio de Pascal; 2.4. A variação da pressão do fluido com a profundidade; 2.5. Forças de flutuação e Princípio de Arquimedes.

3. DINÂMICA: 3.1. As leis de movimento de Newton; 3.2. Forças de contato e atrito; 3.3. A Lei Universal da Gravitação; 3.4. Leis de Kleper do movimento planetário; Dinâmica do movimento circular uniforme; 3.5. Trabalho e energia; 3.6. Conservação da energia; 3.7. Conservação do momento linear; 3.8. Colisões; Movimento Harmônico simples.

4. CALOR E TERMODINÂMICA: 4.1. Calor como uma forma de energia: energia interna e a primeira lei da termodinâmica; 4.2. O calor e sua propagação; 4.3. O calor sensível e o calor latente; 4.4. A dilatação térmica dos sólidos e dos líquidos; 4.5. As máquinas térmicas e a Segunda Lei da Termodinâmica; 4.6. O s gases perfeitos; Princípio da igualdade das trocas de calor.

5. ÓPTICA GEOMÉTRICA: 5.1. Os fundamento da óptica geométrica; 5.2. A reflexão da luz: espelhos planos e espelhos esféricos; 5.3. A refração da luz; dioptros e lentes; 5.4. Natureza e propagação da luz.

6. ONDULATÓRIA: 6.1. Natureza das ondas; 6.2. Tipos e classificação das ondas; 6.3. Velocidade e comprimento de onda; 6.4. Função de onda; 6.5. Fenômenos ondulatórios: reflexão, refração, difração, polarização e interferência; 6.6. Ondas unidimensionais; 6.7. Ondas bidimensionais; 6.8. Ondas tridimensionais; 6.9. Ondas estacionárias; 6.10 Ondas sonoras; 6.11. Ressonância; 6.12. Tubos sonoros; 6.13. Efeito Doppler.

7. ELETRICIDADE: 7.1. Força eletrostática - carga elétrica - matéria; 7.2. O campo elétrico e a Lei de Gauss; 7.3. O Potencial elétrico; 7.4. Capacitores e dielétricos; 7.5 Corrente elétrica e resistência; 7.6. Força eletromotriz e circuitos; 7.8. O campo magnético; 7.9. Lei circuital de Ampere; 7.10. Indução eletromagnética; 7.11. Lei de Faraday; 7.12. Indutância e energia do campo magnético; 7.13. Correntes alternadas.

CÓDIGO 08 - FUNDAMENTOS SÓCIO-FILOSÓFICOS DA EDUCAÇÃO, HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO E PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO.

1. FUNDAMENTOS SÓCIO-FILOSÓFICOS - 1.1 Dimensões sócio-filosóficas da educação; 1.2 Dimensões ético-políticas da educação; 1.3 Paradígma emergente da educação.

2. HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO- 2.1 A Educação nó Período Colonial; 2.2 A Educação no Período Imperial; 2.3 A Educação no Período Republicano/Contemporâneo; 2.4Desafios para a educação na perspectiva do século XXI; 2.5 História da Educação Profissional; 2.6 Historia da Educação de Jovens e Adultos .

3. PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO - 3.1 Psicologia do desenvolvimento. Concepções e correntes teóricas; 3.2 Psicologia da Aprendizagem -Concepções. Correntes Teóricas e as suas na aprendizagem - Aprendizagem significativa; 3.3Teorias psicogenéticas. Aspectos cognitivos, sociais e culturais; 3.4 Psicologia do Adulto.

CÓDIGO 09 - MATEMÁTICA

1. Polinômios. Matrizes, determinantes e sistemas lineares. 2. Geometria analítica e vetores. 3.Combinatória. 4. Limite e continuidade de funções. 5. Derivada de uma função e aplicações. 6.Teorema fundamental do cálculo. 7.Espaços vetoriais. 8. Transformações lineares. 9. Valores característicos e vetores característicos de uma transformação linear.

CÓDIGO 10 - ESTATÍSTICA

1. Conceitos básicos: 1.1.população e amostra. 1.2. Principais tipos de variáveis. 1.3. Estatística indutiva e descritiva. 2. Séries estatísticas: 2.1 .definição. 2.2. principais tipos de séries. 2.3. Representações gráficas. 3. Distribuições de freqüências: 3.1. freqüência absoluta, freqüência acumulada e freqüência relativa 3.2. histograma e polígono de freqüências. 4. Medidas de tendência central: 4.1. média aritmética. 4.2. média geométrica. 4.3. média harmônica. 4.4.relação entre as médias. 4.5. mediana. 4.6.moda. 4.7. separatrizes. 5. Medidas de dispersão: 5.1. desvio médio. 5.2. variância. 5.3. desvio padrão. 5.4. coeficiente de variação. 6. Cálculos de probabilidade: 6.1. definição de probabilidade. 6.2. probabilidade condicional. 6.3. principais tipos de eventos. 6.4. análise combinatória. 7. Distribuições discretas de probabilidade: 7.1. distribuição binomial. 7.2. distribuição hipergeométrica. 7.3. distribuição de Poisson. 8. Distribuições contínuas de probabilidade: 8.1. distribuição normal. 8.2. distribuição uniforme. 9. Teoria de amostragem: 9.1. amostras aleatórias e números aleatórios. 9.2. amostras com e sem repetição. 9.3. distribuições amostrais.

CÓDIGO 11 - SOCIOLOGIA

1.Principais teóricos e correntes sociológicas; 2.Principais modelos sócio-históricos: trabalho agrícola, industrial e pós-industrial; 3.Principais instituições sociais e sua problemática; 4.Modernidade e Pós-moderno; 5.Exclusão social e a realidade brasileira; 6. A sociedade capitalista e as transformações no mundo do trabalho; 7.Os produtos da ciência e da técnica e suas implicações sobre o mundo do trabalho e da educação; 8. A construção do conhecimento; 9. A Globalização e a Reestruturação Produtiva; 10.Estratificação, Mobilidade social e Mudança social.

CÓDIGO 12 - SEGURANÇA DO TRABALHO

1- Insalubridade e Periculosidade; 2- Caldeiras e Vasos sob pressão; 3- Proteção contra Incêndios; 4-Sinalização de Segurança; 5- Máquinas e Equipamentos; 6- NBR 5410; 7- NR 10; 8- CIPA; 9- EPI e EPC; 10-Resíduos Industriais; 11-Ergonomia; 12- NR 18; 13- Pára-raios em edificações; 14- Aterramentos residenciais e na SEP; 15- Qualidade total na Segurança no Trabalho; 16- Segurança no Transito; 17-Prevenção e Controle de Perdas; 18- NR 29; 19- NR 30.

CÓDIGO 13 - MECÂNICA INDUSTRIAL E USINAGEM

1 - USINAGEM: 1.1 - Ajustagem; 1.2 - Tecnologia da Usinagem; 1.3 - Furadeira; 1.4 - Afiação de Ferramentas e Plainas; 1.5 - Tornos; 1.6 - Fresadoras; 1.7 - Retificadoras. 2 - MANUTENÇÃO DE MÁQUINAS: 2.1. Gestão Estratégica da Manutenção; 2.2 Tipos de Manutenção de Máquinas; 2.3 - Engenharia de Manutenção; 2.4 - Planejamento, Organização e Controle da Manutenção; 2.5 - Métodos e Ferramentas para Aumento da Confiabilidade; 2.6 - Especificação e Manutenção de Elementos de Máquinas; 2.7 - Recuperação e Conservação de Elementos Mecânicos; 2.8 - Técnicas Preditivas de Manutenção.

CÓDIGO 14 - SISTEMA DE CONTROLE E ACIONAMENTO DE MÁQUINAS

1 .Quanto a aplicação (regulatório, servo mecanismo, numérico, seqüencial e controle de processo); 2.Terminologia e conceitos fundamentais (Variáveis e elementos do cont. de processo); 3.Diagrama e álgebra de blocos; 4.Tipos de processos / Áreas de atuação (manufatura, industrial, não ind., discreto, contínuos e bateladas); 5.Classificação dos sistemas de controle (quanto a retroação, funções de transferência); 6.Transformada de Laplace (frações parciais, anti - transformada); 7.Parâmetros que definem um controle (qualidade); 8.Métodos de modelamento / EQ. Diferenciais / Análogos/ Diag. Blocos/ Transf. de Laplace; 9.Critérios de qualidade (Análise de sistemas de 1ª e 2ª ordem) (conceitos de sensibilidade, exatidão/precisão, linearidade, estabilidade, velocidade de resposta, tempo morto etc); 10.Critérios de estabilidade: HURWITZ/ROUTH, comentar outros; 11.PID - Circuitos para implementação; 12.Sintonia de controladores (métodos de ajuste); 13.Tecnologias de Controle Digital (diagrama de blocos); 14.Vantagens x desvantagens dos Controles digitais; 15.Processo de amostragem; 16.Qualidades do controle digital; 17.Noções de transformação Z/ antitransf.; 18.Estabilidade de Sistemas Digitais; 19.Técnicas de Implementação de Controle Digital ( PID, PREDITIVO, FEED FORWARD); 20.Noções de controles avançados (adaptativo, redes neurais, Lógica difusa); 21 .Princípio de funcionamento: Equação fundamental do Conjugado, reversibilidade das máquinas de corrente contínua, velocidade em função da fcem e do fluxo;22.Detalhes construtivos de motores elétricos: Reação do induzido e comutação; 23.Tipos de excitação: Funcionamento dos motores de corrente contínua a vazio e com carga; 24.Características de conjugado e velocidade nos motores CC com excitação independente, shunt, série e composto. Conjugado motor e resistente, métodos de partida; 25.Rendimento em motores CC. Perdas elétricas e mecânicas, ensaios para levantamento das características de funcionamento a vazio e com carga; 26.Princípio de funcionamento do SCR e transistores bipolares, MOSFET e IGBT. Curvas características tensão versus corrente, dados técnicos; 27.Desempenho das chaves eletrônicas. Perdas em condução e na comutação; 28.Circuitos auxiliares das chaves eletrônicas. Circuitos de comando isolados ou não, circuitos snubbers; 29.Retificadores Eletrônicos Controlados. Retificadores monofásicos e trifásicos de onda completa híbridos e totalmente controlados; 30.Pulsadores; 31 .Controle de tensão de armadura. Métodos tradicionais; conversores eletrônicos; acionamento em quatro quadrantes; frenagem; operação com conjugado constante; 32.Controle de corrente de campo. Operação com potência constante; 33.Dinâmica da Máquina CC. Equações dinâmicas e diagrama de blocos de motores CC; 34.Controlador PID. Controles analógicos e digitais; 35.Sensores de velocidade. Taco-geradores, encoder's, pick-up's, sensor Hal, shunts, TC's; 36.Classificação de Motores de Passo. Motores single-stack, multi-stack, ímã permanente, híbrido e linear; 37.Modos de Excitação de motores de passo; 38.Inversores Eletrônicos. Conversores de supressão passiva, em ponte e excitação bipolar.

CÓDIGO 15 - ELETRÔNICA, MICROPROCESSADOR E MICROCONTROLADORES

1-Circuitos com diodos semicondutores; 2-Transistor Bipolar; 3-Reguladores de tensão e corrente; 4-Sistemas de numeração; 5-Portas lógicas; 6-Diagramas de tempo para circuitos lógicos digitais; 7-Tabela verdade de circuitos lógicos digitais; 8-Teoremas e leis booleana; 9-Simplificação de circuitos lógicos digitais utilizando a álgebra booleana; 10-Simplificação de circuitos lógicos digitais utilizando mapas de Karnaugh; 11 -Multiplexadores e Demultiplexadores; 12-Circuitos Decodificadores; 13-Funcionamento de uma ROM; 14-Funcionamento básico de uma PAL; 15-Flip-flop's tipo RS, JK, D e T; 16-Operações síncrona e assíncrona; 17-Diagramas de tempo; 18-Registradores de deslocamento; 19-Diagramas de transição de estado; 20-Contadores síncronos e assíncronos; 21-Conversores D/A; 22-Conversores A/D; 23-Princípios de precisão, exatidão, erro, resolução para aplicação nos conversores; 24-Tipos e arquitetura de microprocessadores; 25-Linguagem Assembly; 26-Arquitetura interna do microcontrolador 8051: ULA, FLAGs e Registradores; 27-Arquitetura da unidade de controle do 8051; 28-Executando um programa passo a passo; 29-Estudo da Memória Interna e externa; 30-Sinais, pinagem, agrupamento de funções e aplicações práticas com o 8051; 31- Clock, ciclos de temporização e reset do 8051; 32-Modos de endereçamento do 8051; 33-Conjunto de instruções do 8051; 34-Sistemas de interrupção; 35-Temporizadores e contadores; 36-Comunicação serial ; 37- Arquitetura Interna do Microcontrolador 8051; 38- Estudo dos Sinais do Microcontrolador; - 39- Projetos Práticos com o 8051.

CÓDIGO 16 - INSTRUMENTAÇÃO ELETRÔNICA E DISPOSITIVOS PERIFÉRICOS

1-Circuitos com diodos semicondutores; 2-Transistor Bipolar; 3-Reguladores de tensão e corrente; 4-Sistemas de numeração; 5-Portas lógicas; 6-Diagramas de tempo para circuitos lógicos digitais; 7-Tabela verdade de circuitos lógicos digitais; 8-Teoremas e leis booleana; 9-Simplificação de circuitos lógicos digitais utilizando a álgebra Booleana; 10-Simplificação de circuitos lógicos digitais utilizando mapas de Karnaugh; 11 -Multiplexadores e Demultiplexadores; 12-Circuitos Decodificadores; 13-Funcionamento de uma ROM; 14-Funcionamento básico de uma PAL; 15-Flip-flop's tipo RS, JK, D e T; 16-Operações síncrona e assíncrona; 17-Diagramas de tempo; 18-Registradores de deslocamento; 19-Diagramas de transição de estado; 20-Contadores síncronos e assíncronos; 21-Conversores D/A; 22-Conversores A/D; 23-Precisão, exatidão, erro e resolução; 24-Aterramento, blindagem, fontes de alimentação e interferências; 25-Espectro de freqüência; 26-Modulação; 27-Sensores de temperatura; 28-Sensores ópticos; 29-Sensores de fluxo; 30-Sensores de força; 31 -Sensores de pressão; 32-Sensores magnéticos; 33-Amplificadores Operacionais; 34-Filtros de sinais; 35-Conversores analógicos de tensão e corrente; 36-Acoplamento com microprocessadores e microcontroladores; 37-Interfaces digitais; 38-Comunicação serial do 8051.

CÓDIGO 17 - MATERIAIS MECÂNICOS

I - TECNOLOGIA DOS MATERIAIS: 1.1. Propriedades físicas e químicas dos materiais; 1.2. Tipos de Defeitos; 1.3. Deformações e escorregamento; 1.4. Processos siderúrgicos de obtenção dos aços e ferros fundidos; 1.5. Diagramas; 1.6. Tratamentos; 1 .7.Tipos de ferros fundidos; 1.8. Classificação dos aços; 1.9. Cobre e Alumínio; 1.10. Tipos de Materiais.

II - TECNOLOGIA MECÂNICA: 2.1. Componentes de Fixação; 2.2. Componentes de Apoio; 2.3. Componentes de Transmissão; 2.4. Componentes de Transmissão - Dimensionamento; 2.5. Processo de Fabricação - Processo de Fundição - Processo por conformação Mecânica - Processo por Tecnologia da Usinagem; 2.6. Metalurgia do Pó; 2.7. Ferramentas Manuais; 2.8. Prática de Ajustagem.

CÓDIGO 18 - ELEMENTOS DE MÁQUINAS E MECANISMOS

1- ELEMENTOS DE MÁQUINA:1.1 -Força cortante; 1.2 - Tensão de cisalhamento; 1.3 - Tensões tangenciais; 1-4 - Deformação no cisalhamento; 1.5 - Distorção, aplicações do cisalhamento em rebites, parafusos, pinos e chapas soldadas; 1.7 - Baricentro de figuras planas; 1.8 - Momentos de inércia de figuras planas; 1.9 - Teorema de Steiner; 1.10 - Torque, efeitos da torção; 1.11 - Tensões devida à torção; 1.13 - Deformações na torção - distorção - ângulo de torção; 1.14 - Distribuição das tensões de cisalhamento; 1.15 - Torque em função da potência e freqüência angular; 1.16 - Problemas envolvendo análise de tensões em árvores.; 1.17 - Vigas; momento fletor, tipos de carregamento; 1.18 - Análise das tensões na flexão pura; 1.19 - Superfície neutra - linha neutra; 1.20 - Diagramas de momento fletor; 1.21-Tensões na flexão pura; 1.22 - Distribuição das tensões na flexão pura; 1.23 - Problemas envolvendo vigas com os vários tipos de carregamento; 1.24 - Estado plano de tensões; 1.25 - Tensões em um plano qualquer; 1.26 - Tensões principais - planos principais; 1.27 - Tensão de cisalhamento máxima - planos de cisalhamento máximos; 1.28 - Critérios de ruptura para materiais dúcteis em estado plano de tensões; 1.29 - Árvores de transmissão de potência; 1.30 - Tensões: normal, de cisalhamento, de flexão; 1.31 - Ângulo de torção. Diagramas combinados: torção x flexão; 1.32 - Dimensionamento de árvores de transmissão.

2 - MECANISMOS: 2.1 - Princípios fundamentais de Mecânica; 2.2 - Estática e cinemática das partículas e dos corpos rígidos; 2.3 - Atrito; 2.4 - Torção e flexão; 2.5 - Cinética das partículas e dos corpos rígidos; 2.6 - Cinética aplicada às máquinas; 2.7 - Tipologia dos sistemas mecânicos; 2.8 - Elementos de fixação;2.9 - Elementos de transmissão; 2.10 - Elementos de apoio; 2.11 - Elementos elásticos-molas; 2.12 - Elementos de vedação; 2.13 - Conjuntos mecânicos.

CÓDIGO 19 - GESTÃO NA INDÚSTRIA QUÍMICA

1.Planejamento e Controle da Produção 1.1 Previsão de Demanda a Curto Prazo 1.2 Controle de Estoques 1.3 Sistemas de Custeio 1.4 Planejamento Agregado 1.5 Programação e Controle de Sistemas Intermitentes 1.6 Emissão de Ordens 2.Logística Industrial 2.1 Conceito de Sistema Logístico 2.2 Distribuição e Transporte 2.3 Modelos de Distribuição 3.Gestão da Qualidade 3.1 Qualidade Total 3.2 Controle Estatístico de Processos 3.3 Gestão Estratégica da Qualidade 4.Engenharia Econômica 4.1 Regimes de Capitalização Simples e Compostos 4.2. Pagamentos Simples e Compostos. Taxa de Juros e Inflação 4.3 Sistemas de Financiamento 4.4. Análise de Investimentos. 5.Custos Industriais 5.1 Conceitos de Custos Industriais 5.2 Sistemas de Custeio.

CÓDIGO 20 - GESTÃO AMBIENTAL

1 - Educação Ambiental e Cidadania; 2 - Legislação Ambiental; 3 - Gerenciamento de Recursos Hídricos; 4 - Gerenciamento de Resíduos Sólidos; 5 - Gestão Ambiental pela ISO 14000. 6 - Controle Ambiental.

CÓDIGO 21 - GESTÃO PROTEÇÃO E RECUPERAÇÃO DE RECURSOS HÍDRICOS

1- Planejamento e Gestão dos Recursos Hídricos; 2- A Bacia Hidrográfica como Unidade de Planejamento e Gestão; 3- Serviços e Valoração dos Ecossistemas Aquáticos e dos Recursos Hídricos; 4 - O Reuso da Água: Novas Oportunidades na Gestão de Recursos Hídricos no Brasil; 5-Controle da Poluição de Recursos Hídricos; 6- Aspectos Institucionais Legais de Proteção dos Recursos Hídricos ; 7 Avaliação de Impactos Ambientais

CÓDIGO 22 - PROJETO DE ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ÁGUA(ETA) E DE ESGOTO

1. Tipos de Processos e Tecnologias de Tratamento de água, Finalidade da Purificação, escolha do Manancial. 2.Esquema de uma Estação de Tratamento de Água (ETA) convencional, Parâmetros de Projeto. Decantadores tubulares. Decantadores convencionais. Número de decantadores. Dispositivo de entrada e coleta de água. Limpeza. Mecanização. Flotação, Desinfecção; Alcalinidade e Dureza; 3.Coagulação Química; Produtos Químicos; Unidades de Mistura Rápida; Floculação: Agitação Hidráulica e Mecanizada, Unidades de Mistura Lenta, Decantação: Princípios Teóricos da Sedimentação; Tipos de decantadores ; 4. Dimensionamento das diversas unidades numa Estação de Tratamento de Água. 5.Introdução ao tratamento dos esgotos, esgoto e os níveis de tratamento, indicativos de poluição, 6. critérios básicos de projeto de ETE, projeto de tratamento preliminar, projeto de tratamento físico-químico, projeto de tratamento primário, secundário e terciário.

CÓDIGO 23 - LÍNGUA PORTUGUESA/LINGUA INGLESA

1. Fonética e Fonologia (Fonemas, Vogais, Consoantes, Semivogais, Alfabeto, Sílaba; Encontros vocálicos; Encontro consonantal; Dígrafo; Ortografia; Uso do hífen; Palavras homônimas e parônimas; Polissemia; Prosódia; Ortoépia; Acentuação gráfica). 2. Morfologia (Estrutura, formação e composição das palavras; Classificação e emprego das classes de palavras da língua portuguesa; Emprego de locuções). 3. Sintaxe (Frase; Oração; Período; Predicação verbal; Termos da oração; Classificação das orações e do período; Concordância nominal; Concordância verbal; Sintaxe de colocação; Crase; Pontuação). 4. Semântica (Significação das palavras; Denotação; Conotação; Figuras de linguagem; Figuras de palavras; Figuras de pensamento; Vícios de linguagem). 5. Literatura Brasileira (História, estilos de época, características, gêneros literários, autores e obras; Quinhentismo; Barroco; Arcadismo; Romantismo; Realismo; Parnasianismo; Simbolismo; Pré-Modernismo; Modernismo; Literatura atual). INGLÊS: 1. Present (simple, continuous, perfect, perfect continuous); 2. Past (continuous, perfect, perfect continuous); 3. Future (simple, continuous, perfect); 4. Modals; 5. Conditionals (present, past, perfect); 6. Passive (all tenses); 7. Direct and indirect speeches; 8. Articles (definite and indefinite); 9. Nouns (singular, plural, possessive of nouns, mass and countable); 10. Subject and object pronouns; 11. Possessive adjectives and possessive pronouns; 12. Reflexive pronouns; 13. Determiners; 14. Relative clauses (with and without who, that, which); 15. Adjectives (comparative x superlative); 16. Adverbs; 17. Conjunctions; 18. Prepositions (place, time); 19. Modifiers; 20. Infinitive x Gerund; 21. Phrasal verbs; 22. Levels of reading comprehension (General comprehension, Main points comprehension and Detailed comprehension).

CÓDIGO 24 - LÍNGUA ESPANHOLA

1. Sustantivo: Género; Número; 2. Artículo: Forma y Uso; 3. Artículo neutro "LO": Forma y uso; 4. Adjetivo Posesivo: Uso y casos de apócope; 5. Adjetivos Determinantes demostrativos; 6. Adjetivos Determinantes indefinidos; 7.Pronombres Personales: uso de las formas átonas e tónicas / empleo de los pronombres de tratamiento; 8. Pronombres Demostrativos; 9. Pronombres Posesivos; 10. Pronombres Relativos; 11. Pronombres complementos Directo e Indirecto: forma y uso; 12. Verbo de irregularidad común tiempo Presente Indicativo; 13. Pretérito Perfecto: Forma y uso; 14. Pretérito Indefinido: forma y uso; 15. Presente Subjuntivo: forma y uso; 16. Modo Imperativo: forma y uso; 17. Adverbio: Classificación; Casos de apócope; 18. Acentuación: Reglas generales; Casos especiales.

CÓDIGO 25 - QUÍMICA

1. Introdução ao Estudo da Química: 1.1. Propriedades da Matéria; 1.2. Tipos de Substâncias; 1.3. Propriedades de Substâncias; 1.4. Separação de Misturas. 2. Estrutura Atômica: 2.1. Modelos Atômicos; 2.2. Componentes do Átomo; 2.3. Estrutura Eletrônica dos Átomos; 2.3.1. Teoria Quântica; 2.3.2. Números Quânticos, Níveis Energéticos e Orbitais; 2.3.3. Configurações Eletrônicas. 3. Classificação Periódica dos Elementos: 3.1. Configurações Eletrônicas e a Tabela Periódica; 3.2. Propriedades Periódicas e Aperiódicas; 3.3. Principais Propriedades dos Metais Alcalinos, Alcalinos Terrosos e Metais de Transição. 4. Ligações Químicas e Estrutura Molecular: 4.1. Ligação Iônica; 4.2. Ligação Covalente; 4.3. Estrutura de Lewis e a Regra do Octeto; 4.4. Propriedades das Ligações Covalentes; 4.5. Geometria Molecular; 4.6. Polaridade de Moléculas; 4.7. Orbitais Atômicos Híbridos; 4.8. Octetos Expandidos; 4.9. Forças Intermoleculares. 5. Reações Químicas: 5.1. Tipos de Reações; 5.2. Métodos de Balanceamento das Reações Químicas; 5.3. Cálculos Estequiométricos. 6. Funções Químicas Inorgânicas: 6.1. Ácidos, Bases, Sais e Óxidos; 6.2. Propriedades Físicas e Químicas das Funções Anteriores; 6.3. Nomenclatura dos Compostos Inorgânicos; 6.4. Modelos de Bronsted - Lowry e de Lewis para Ácidos, Bases e Reações Ácido-Base. 7. Gases: 7.1. Medições em Gases; 7.2. Leis das Transformações Gasosas; 7.3. A Lei dos Gases Ideais; 7.4. Reações Químicas Envolvendo Gases; 7.5. Misturas de Gases; 7.6. Teoria Cinética dos Gases. 8. Soluções: 8.1. Terminologia das Soluções; 8.2. Unidades de Concentração; 8.3. Princípios de Solubilidade; 8.4. Propriedades Coligativas das Soluções. 9. Termoquímica: 9.1. Variações de Entalpia; 9.2. Reações de Formação; 9.3. Equações Termoquímicas; 9.4. Calorimetria; 9.5. Primeira Lei da Termodinâmica; 9.6. Segunda Lei da Termodinâmica; 9.7. Espontaneidade de Reações Químicas. 10. Equilíbrio Químico: 10.1. Expressão Geral para kc; 10.2. Aplicações do kc; 10.3. Princípio do Equilíbrio Móvel; 10.4. Relação kp x kc; 10.5. Relação Entre G° e a Constante de Equilíbrio; 10.6. Equilíbrio Ácidos-Bases. 11. Cinética Química: 11.1. Velocidade de Reação; 11.2. Concentração de Reagente e Tempo; 11.3. Energia de Ativação; 11.4. Catálise; 11.5. Velocidade de Reação e Temperatura; 11.6. Mecanismos de Reação. 12. Eletroquímica: 12.1. Células Eletrolíticas e as Leis de Faraday; 12.2. Pilhas Galvânicas; 12.3. Potencial do Eletrodo; 12.4. Equação de Nemst; 12.5. Efeito da Concentração da Voltagem; 12.6. Corrosão de Metais. 13. Reações Nucleares: 13.1. Radioatividade; 13.2. Velocidade Recaimento Radioativo; 13.3. Relação Massa-Energia; 13.4. Fissão Nuclear; 13.5. Fusão Nuclear. 14. Noções de Química Orgânica: 14.1. Propriedades do Átomo de Carbono; 14.2. Estudo das Cadeias Carbônicas; 14.3. Conceito, Classificação, Nomenclatura e Propriedades das Funções Orgânicas; 14.4. Isomeria em Compostos Orgânicos; 14.5. Mecanismos de Reações Orgânicas.

CÓDIGO 26 - INTRODUÇÃO ÀS CIÊNCIAS, DIDÁTICA, ESTRUURA E FUNCIONAMENTO DO ENSINO,PSICOLOGIA, ESTÁGIO

1. Introdução às Ciências: 1.1. O conhecimento: dos mitos ao pensamento moderno. 1.2. O pensamento científico: principais concepções. 1.3. Crise de paradigma e paradigma emergente. 2. Pedagogia: 2.1. Legislação Educacional Brasileira; 2.2. A estrutura didático-pedagógica e administrativa da escola; 2.3. Currículo e Interdisciplinaridade; 2.4. As Tendências Pedagógicas e Didática; 2.5. A Avaliação do Processo Ensino-Aprendizagem; 2.6. Estágio Supervisionado (Concepções, Objetivos, Modalidades). 3. Psicologia: 3.1. Concepção de Desenvolvimento (Inatista, Ambientalista, Interacionista, Sócio-histórica); 3.2. Teorias Psicogenéticas (Piaget, Vygotsky, Wallon); 3.3. Teorias da Aprendizagem: Behaviorista, Gestalt, Interacionista (Piaget, Vygotsky, Wallon); 3.4. Fatores Psicológicos do Processo Ensino-Aprendizagem (Percepção, Atenção, Motivação, Memória). 4. Estágio: 4.1 A Função Social da escola e do Professor/Educador. 4.2. Práxis: Unidade Teoria e Prática; 4.3. estágio Supervisionado: Concepções, Objetivos e Modalidades; 4.4. Pesquisa Científica: Discurso Teórico Versus Prática Docente.

CÓDIGO 27 - USINAGEM/RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS/MECANISMOS

Usinagem: 1.1. Torneamento: operações fundamentais, tipos de acessórios, cálculos técnicos. 1.2. Fresagem: conceitos, métodos, forma geométrica, forma de incidência, montagem e aplicação das fresas, sentido de corte, tipos de canais das fresas. 1.3. Retificação: tipos de processo, tipos de abrasivos, rebolos (especificação, refrigeração, cuidados na utilização e montagens). 2.0 RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS: 2.1 Revisão de Estática; 2.2 Tração e Compressão; 2.3 Sistemas estaticamente indeterminados; 2.4 Corte e cisalhamento simples; 2.5 Torção. 3.0 MECANISMOS: 3.1 Estudo do movimento; 3.2 Sistemas articulados (Funções e cinemática envolvidas); 3.3 CAMES (Funções e cinemática envolvidas); 3.4 Engrenagens cilíndricas de dentes retos e helicoidais (Funções e cinemática envolvidas); 3.5 Parafusos sem fim (Funções e cinemática envolvidas).

CÓDIGO 28- TECNOLOGIA DA SOLDAGEM/CONTROLE DE QUALIDADE

1. Introdução à Tecnologia da Soldagem; Evolução dos Processos de Soldagem; Classificação dos Processos de Soldagem. 2. Conceitos Gerais; 2.1 - Definição de soldagem; 2.2 - Principais termos utilizados na área da soldagem. 3. Processos de Soldagem 3.1 - Soldagem com Eletrodo Revestido; 3.2 - Soldagem MIG/MAG; 3.3 - Soldagem TIG; 3.4 - Soldagem a Arco Submerso; 3.5 - Soldagem a Gás (Oxiacetilênica) e Oxicorte; 3.6 - Condições de Soldagem. 4. Metalurgia da Soldagem; 4.1 - Aspecto Térmico da Soldagem; 4.2 - Transformação; da Zona Fundida; 4.3 - Solidificação na Zona Fundida; 4.4 - Formação da Zona Termicamente Afetada; 4.5 - Fissuração a Quente e a Frio; 4.6 - Pré-aquecimento; 5. Inspeção na Soldagem. 5.1 - Finalidade da Inspeção; 5.2 - Aplicações da Inspeção; 5.3 - Tipos de Ensaios de Inspeção; 5.4 - Preparativos para os Ensaios; 5.5 - Itens a serem verificados na Soldagem; 5.6 - Descontinuidades em juntas soldadas; 5.7 - Causas de descontinuidades em soldas; 5.8 - Inspeção Visual; 5.9 - Inspeção por Líquido Penetrante; 5.10 - Inspeção; Radiográfica; 5.11 - Ensaios metalográficos; 5.12 - Ensaios por partículas magnéticas.

CÓDIGO 29 - ORGANIZAÇÃO E NORMAS/HST/PCP

1. Taylorismo/Fordismo; 2. Just in Time/Kanban; 3. Cronoanálise; 4. Fluxograma/Mapofluxograma; 5. Características básicas de controle de estoque; 6. Custos, objetivos e postos de reposição de estoque; 7. Lote de compra e lote de fabricação; 8. Curva ABC; 9. NR - 17; 10. Acidente de Trabalho; 11. Tipos de acidentes; 12. Causas de acidentes; 13. Grupos de riscos; 14. Eliminação e controle de riscos; 15. EPI e EPC; 16. NR - 23; 17. NR - 5; 18. NR - 18; 19. NR - 26; 20. Mapa de risco; 21. Processo de fabricação; 22. Processo por projeto; 23. Processo de massa; 24. Capacidade de Produção; 25. Processos contínuos.

CÓDIGO 30 - MÁQUINAS ELÉTRICAS

MÁQUINAS ELÉTRICAS: 1.Transformadores. 1.1. Transformador monofásico ideal. 1.2. Transformador monofásico real. (Funcionamento a vazio, funcionamento com carga). 1.3. Polaridade de transformadores monofásicos. 1.4. Detalhes construtivos. 1.5. Transformadores trifásicos. 1.6. Transformadores para instrumentos. 1.7. Autotransformadores. 1.8. Ensaios de tipo e rotina. 1.9. Acessórios do trafo de forço.

2. MÁQUINAS ASSÍNCRONAS. 2.1. Princípio de funcionamento do motor de indução trifásico (MTI). 2.2. Estados de funcionamento do MIT. 2.3. Ensaios em motores trifásicos. 2.4. Processos de partida do MIT tipo gaiola de esquilo. 2.5. Motor com rotor bobinado (MRB). 2.6. Motor monofásico de indução (MMI). 2.7. Categoria de motores. 3. Máquinas Síncronas. 3.1. Gerador Elementar. 3.2. Características construtivas. 3.3. Funcionamento com carga. 3.4. Ensaios. 3.5. Paralelismo entre geradores. 3.6. Motor síncrono. 4. Máquinas de Corrente Contínua. 4.1. Tipos e características dos enrolamentos. 4.2. Problemas da comutação e suas soluções. 4.3. Curvas características externa e de regulação dos diversos tipos de geradores CC. 4.4. Motor de corrente contínua. 4.5. Motor excitação independente e suas características para acionamento de cargas. 4.6. Motor universal. 4.7. Motor de relutância com excitação simples.

CÓDIGO 31 - ALGORÍTMOS E LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO

ALGORÍTMO E LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO. 1. Lógica de programação, fluxograma e algoritmos. 2. Programação estruturada: Linguagem PASCAL ou "C". 2.1. Itens fundamentais da linguagem PASCAL (Formação de identificadores, constantes, variáveis e comentários, expressões aritméticas, lógicas e literais). 2.2. Estrutura seqüencial, condicional e de repetição, 2.3. Tipos de dados (Variáveis simples, variáveis compostas homogêneas (vetores e matrizes), variáveis compostas heterogêneas (registros). 2.4. Arquivos. 2.5. Modularização (Funções e procedimentos): Passagem de parâmetros, escopo dos identificadores e recursividade. 2.6. Ponteiros. 3. Programação orientada a objetos.

CÓDIGO 32 - ACIONAMENTO DE MÁQUINAS

1 .Princípio de funcionamento: Equação fundamental do Conjugado, reversibilidade das máquinas de corrente contínua, velocidade em função da fcem e do fluxo; 2.Detalhes construtivos de motores elétricos: Reação do induzido e comutação; 3.Tipos de excitação: Funcionamento dos motores de corrente contínua a vazio e com carga; 4.Características de conjugado e velocidade nos motores CC com excitação independente, shunt, série e composto. Conjugado motor e resistente, métodos de partida; 5.Rendimento em motores CC. Perdas elétricas e mecânicas, ensaios para levantamento das características de funcionamento a vazio e com carga; 6.Princípio de funcionamento do SCR e transistores bipolares, MOSFET e IGBT. Curvas características tensão versus corrente, dados técnicos; 7.Desempenho das chaves eletrônicas. Perdas em condução e na comutação; 8.Circuitos auxiliares das chaves eletrônicas. Circuitos de comando isolados ou não, circuitos snubbers; 9. Retificadores Eletrônicos Controlados. Retificadores monofásicos e trifásicos de onda completa híbridos e totalmente controlados; 1 0.Pulsadores; 11 .Controle de tensão de armadura. Métodos tradicionais; conversores eletrônicos; acionamento em quatro quadrantes; frenagem; operação com conjugado constante; 1 2.Controle de corrente de campo. Operação com potência constante; 13.Dinâmica da Máquina CC. Equações dinâmicas e diagrama de blocos de motores CC; 14.Controlador PID. Controles analógicos e digitais; 15.Sensores de velocidade. Taco-geradores, encoder's, pick-up's, sensor Hall, shunts, TC's; 16.Classificação de Motores de Passo. Motores single-stack, multi-stack, ímã permanente, híbrido e linear; 1 7.Modos de Excitação de motores de passo; 18.Inversores Eletrônicos. Conversores de supressão passiva, em ponte e excitação bipolar.

CÓDIGO 33 - FÍSICA

1. Fundamentos da Física: 1.1. Grandezas Físicas e suas medidas; 1.2. Relações matemáticas entre grandezas; 2. Mecânica: 2.1. Cinemática: 2.2. As leis de Newton; 2.3. Gravitação; 2.4. Quantidade de movimento linear (momentum linear) e sua conservação; 2.5. Oscilações; 2.6. Dinâmica da rotação; 2.7. Trabalho e energia; 2.8. Estudo dos fluidos; 3. Termologia: 3.1. Temperatura e Lei Zero da termodinâmica, termômetros e escalas termométricas. Interpretação cinético-molecular da temperatura; 3.2. Dilatação térmica de sólidos e líquidos; 3.3. Calor como energia em trânsito. Processos de propagação de energia por calor: condução, convecção e radiação. Lei de Fourier e Lei de Stefan-Boltzmann; 3.4. Equação de estado de um Gás Ideal; 3.5. Termodinâmica e teoria cinética. 4. Óptica, ondas mecânicas e luminosas: 4.1. Óptica; 4.2. Ondas mecânicas e luminosas. 5. Eletricidade, Magnetismo e Eletromagnetismo: 5.1. Eletrostática; 5.2. Eletrodinâmica; 5.3. Magnetismo; 5.4. Eletromagnetismo. 6. Física Moderna: 6.1. Atomística; 6.2. Mecânica quântica; 6.3. Relatividade restrita.

CÓDIGO 34 - ELETROMAGNETISMO, ELETRICIDADE CC e CA

1. Magnetismo 2. Eletromagnetismo 3. Circuitos magnéticos 4. Motor elétrico 5. Lei de Faraday e Lei de Lenz 6. Geradores 7. Transformador elétrico 8. Instrumentos de medidas elétricas 9. Eletrodinâmica 10. Análise de circuitos capacitores 11. Circuitos RC, RL E RLC 12. Circuitos CA 13. Representação de grandezas em CA 14. Circuitos trifásicos 15. Fator de potência 16. Dimensionamento e características de condutores, fusíveis e disjuntores.

CÓDIGO 35 - METROLOGIA E DESENHO MECANICO

1. Escalas; 2. Paquímetro; 3. Micrômetro; 4. Ganiômetro; 5. Relógio comparador; 6. Desempeno; 7. Traçadores; 8. Gabaritos; 9. Máquina Universal; 10. Transferidores; 11. Riscadores; 12. Esboço; 13. Instrumentos de Desenho; 14. Leitura e interpretação de Desenho Mecânico; 15. Vistas; 16. Desenho de elementos de máquinas; 17. Desenho de conjuntos mecânicos.

CÓDIGO 36 - AUTOMAÇÃO E MÁQUINAS HIDRÁULICAS

1. PRODUÇÃO DISTRIBUIÇÃO E CONDICIONAMENTO DO AR COMPRIMIDO: - propriedades físicas do ar - compressibilidade, elasticidade, difusibilidade, expansibilidade etc.; - pressão atmosférica; - processos de produção de ar comprimido; - compressores: definição e classificação: deslocamento positivo e dinâmico; - tipos de compressores: rotativos, roots, palheta anel líquido e parafuso, alternativos: diafragma mecânico e hidráulico, pistão livre, labirinto, de simples efeito e duplo efeito; - compressores de um estágio e duplo estágio; - sistema de refrigeração, resfriamento intermediário e posterior. - unidade de condicionamento do ar comprimido, lubrefil. - conversores de energia - classificação: lineares e rotativos. - cilindros pneumáticos: nomenclatura, tipos de cilindros: simples efeito e duplo efeito; - funcionamento, simbologia, aplicação, amortecimento e tubo de parada; - cilindros derivados: haste dupla, duplex contínuo, duplex geminado; - impacto, telescópico, de tração por cabos. - regulagem do curso e controle de velocidade; - consumo de ar e forças nos cilindros. - tipos de motores: turbina, palhetas, pistões, etc. - motores com uma ou duas direções de fluxo, silenciadores, etc. - conversores com e sem embolo, intensificadores de pressão e controladores hidráulicos de velocidade.

2. VÁLVULAS PNEUMÁTICAS: - Classificação de grupos: controle direcional, blonqueio controle de fluxo e controle de pressão; - válvulas de controle direcional: classificação quanto ao tipo de trabalho: nº de vias, n.º de posições, tipo de acionamento, tipo de retorno, vazão. - principio de funcionamento e aplicação válvulas de duas vias duas posições, três vias duas posições, quatro vias duas posições, cinco vias duas posições, três vias três posições e cinco vias três posições. - válvulas de bloqueio: de simultaneidade, retenção com e sem mola, pilotada, de escape rápido, de isolamento. - válvula de controle de fluxo: unibidirecional, fixa ou variável. - Válvula de controle de pressão: reguladora de pressão, de alivio ou de segurança. - Simbologia e aplicações.

3. TÉCNICAS DE COMANDOS PNEUMÁTICOS: - comandos básicos: acionamento de cilindros de simples e de duplo efeito. - Métodos de representação de circuitos: algébrico e gráfico. - Tipos de técnicas: intuitivo, passo a passo e cascata. - Resolução de circuitos pneumáticos.

4. COMANDOS ELETROPNEUMÁTICO: - componentes elétricos (botoeiras): botão de impulso, botão flip-flop, botão soco-trava; Simbologia; - chaves fim de curso: rolete, gatilho, chave sem contato, chave seletora rotativa. - solenóides e relés: definição e funcionamento, relé auxiliar, relé de permanência, relé de tempo, relé de tempo com retardo na energização, com retardo na desenergização, relé de tempo cíclico, relé de impulso. - Sinalizadores acústico e visual. - Simbologia geral dos componentes eletropneumáticos. - Resolução de circuitos eletropneumáticos: sequências diretas, indiretas, com temporização, com emergência.

5. PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS DA HIDROSTATICA: - finalidade e subdivisão; - pressão nos líquidos; - pressão hidrostática; - densidade e peso específico; - princípio de pascal; - empuxo; - lei de Arquimedes; - pressão atmosférica; - gases e líquidos; - adesão, coesão, tensão artificial; - capilaridade; - viscosidade.

6. HIDRODINÂMICA DOS FLUIDOS PERFEITOS: - generalidades; - vazão ou descarga; - linhas e tubos de correntes; - regimes de escoamentos; - escoamento permanente; - equação de continuidade; - teorema de Bernoulli; - relação entre teorema de Bernoulli e a energia mecânica do líquido; - aplicação do teorema de Bernoulli; - potência das correntes líquidas; - equação da continuidade; - fórmula da continuidade; - fórmula da ABNT; - Formula de Bresse; - Velocidade Econômica.

7. BOMBAS HIDRÁULICAS: - generalidades; - sub-divisão; turbobombas; - bombas volumógenas; - bombas de engrenagens; - bomba de palhetas; - bombas centrífugas: princípio de funcionamento; - escorva; - cavitação; - altura de colocação de bombas; - NPSH disponível e requerido; - perdas de carga; - potência dos conjuntos elevatórios; - rendimento do conjunto motor-bomba. - curva da bomba; - curva de instalação; - ponto de operação; - ponto de projeto; - semelhança aplicada às bombas; - semelhança geométrica, cinemática, dinâmica; - fórmulas fundamentais de semelhança.

CÓDIGO 37 - LÍNGUA INGLESA

1 .Estratégias de leitura em língua inglesa: 1.1. Predição. 1.2. Palavras cognatas. 1.3. Skimming. 1.4. Scanning; 2. Nominal Groups. 2.1. Headwords. 2.2. Modifiers; 3. Topic Sentences. 3.1. Supporting Details; 4. Afixos. 4.1. Prefixos. 4.2. Sufixos; 5. Tempos Verbais. 5.1. Simple Present. 5.2. Present Contínuos. 5.3. Simple Past. 5.3.1. Regular Verbs. 5.3.2. Irregular Verbs. 6. Present Perfect. 7. Present Perfect Progressive. 8. Simple Future; 6. Passive Voice; 7. Logical Connectors; 8. Conextual Reference; 9. Adjectives. 9.1. Comparative. 9.2. Superlative; 10.Preposition. 10.1. Place. 10.2. Time.

CÓDIGO 38 - PRÁTICA DO ENSINO EM EDUCAÇÃO FÍSICA

1 .LDB: artigos referentes à Educação Física; 2. Projeto Político Pedagógico e a atuação do professor de Educação Física: o esperado e a realidade; 3. Prática pedagógica do professor de Educação Física; 4. A Educação Física nos PCNs do Ensino Fundamental e Médio; 5. Ensino Fundamental e Médio: identificando conteúdos, habilidades e competências em Educação Física; 6. Abordagens Pedagógicas em Educação Física.

CÓDIGO 39 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA

1. Aspectos funcionais, morfológicos e de habilidades/destrezas motoras e os níveis de crescimentos, desenvolvimento e maturação; 2. Padrões referenciais para os diferentes períodos de desenvolvimento; 3. Influências genéticas e ambientais nos padrões de crescimento e desenvolvimento; 4. Introdução ao domínio motor e aprendizagem motora; 5. Fatores determinantes da aprendizagem; 6. Conceitos, principais modelos explicativos da aprendizagem motora e causas que interferem na aprendizagem; 7. Mecanismos facilitadores da aprendizagem; 8. Introdução e análise dos padrões motores básicos e classificação das habilidades motoras.

CÓDIGO 40 - METODOLOGIA DO ENSINO E TREINAMENTO EM FUTEBOL E ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS ESPORTIVOS

1. Bases biológicas e fisiológicas do treinamento esportivo; 2. Treinamento das qualidades físicas; 3. Métodos e técnicas do treinamento esportivo; 4. Avaliações e testes para treinamento desportivo; 5. Técnicas de Futebol; 6. Táticas de Futebol; 7. Organização de competição: conceitos gerais; 8. Sistemas de disputas básicos (rodízio, eliminatória simples e eliminatória dupla); 9. Sistema de disputa misto (rodízio, eliminatória simples e eliminatória dupla dentro de uma mesma competição); 10. Sistemas de disputa derivados: consolação (chaves conjuntas e bagnall-wild); 11. Processo Schuring ou americano, repescagem.

CÓDIGO 41 - ACIONAMENTO DE MÁQUINAS E PROJETOS EM CONTROLE

1. Tiristores;2. Transistor Bipolar de Potência;3. MOSFET de Potência;4. GTO - Gate Turn Off;5. IGBT;6. Circuitos para Disparos de Tiristores;7. Software de Simulação PSPICE (Versão Estudante);8. Conversores C.C./C.C não Isolados: Elevador de Tensão - Boost;9. Conversores C.C./C.C não Isolados: Abaixador de Tensão - Buck;1 0. Push-Pull;1 1. Meia Ponte Monofásica;1 2. Ponte Inversora Monofásica;1 3. Ponte Inversora Trifásica;14. Técnicas de Modulação;15. Controle de Velocidade do Motor C.C.;16. Conversores C.C. Isolados;

CÓDIGO 42 - MATEMÁTICA

1.Limites e continuidade; 2. Derivada; 3. Teorema do valor médio; 4. Teorema fundamental do cálculo; 5. Teorema de Green; 6. Transformações lineares; 7. Teorema do núcleo e da imagem de uma transformação linear; 8. Autovetores e autovalores de uma transformação linear; 9. Homomorfismos de grupos; 10. Princípio de indução finita; 11. Teorema do binômio; 12. Equações diferenciais de 1ª ordem; 13. Séries numéricas, critério de Cauchy; 14. Teorema de Euler para poliedros convexos; 15. Pontos, retas e planos no espaço tridimensional.

CÓDIGO 43 - ESTATÍSTICA

1. Espaço amostral e eventos; 2. Espaços de probabilidade finitos; 3. Espaços amostrais infinitos; 4. Probabilidade condicional; 5. Distribuição de freqüência; 6.Distribuição binomial; 7. Distribuição normal; 8. Medida de tendência central; 9. Medida de variabilidade; 10. Análise combinatória.

CÓDIGO 44 - MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO MECÂNICA E MANUTENÇÃO INDUSTRIAL

1. Matérias de construção mecânica; 2. Aço; 3. Materiais metálicos; 4. Materiais não metálicos; 5. Ensaios mecânicos destrutivos; 6. Ensaios mecânicos não destrutivos; 7. Tratamento térmico; 8. Elemento de fixação; 9. Cabos de aço;10. Talhas; 11. Roldanas; 12. Ferramentas manuais; 13. Bombas;14. Transmissões;15. Resistência dos materiais;16. Lubrificação;17. Mançais;18. Rolamentos;19. Engrenagens;20. Árvores;21. Vibração.

CÓDIGO 45 - CONCRETOS, IMPERMEABILIZAÇÃO, PATOLOGIA E RECUPERAÇÃO

1. Produção de concreto armado; 2. Dosagens de concreto; 3. Controle tecnológico do concreto e seus insumos; 4. Formas e armaduras; 5. Serviços de impermeabilização em edifícios; 6. Tipos e usos de produtos na impermeabilização; 7. Avaliação pós-ocupação;8. Manual do proprietário e código de defesa do consumidor; 9. Patologia do concreto armado; 10. Materiais e sistemas de recuperação de estruturas; 11. Concreto de Alto Desempenho.

CÓDIGO 46 - ARQUITETURA E AUTOCAD

1. Normas Técnicas de desenho técnico; 2. Desenho geométrico; 3. Perspectivas paralelas e cônicas; 4. Elementos de representação em desenhos arquitetônicos; 5. Partes de projetos arquitetônicos;6. Etapas do projeto arquitetônico; 7. Plano Diretor e seus impactos ambientais; 8. Formação de cidades no nordeste brasileiro; 9. Comandos de edição do AutoCad;10. Comandos de visualização do AutoCad; 11. Comandos de averiguação do AutoCad.

CÓDIGO 47 - METODOLOGIA DO ENSINO DO FUTSAL E HAN DEBOL

1 .Elementos técnicos (fundamentos, passe, recepção, domínio, condução, drible, finta, chutes, cabeceio) no futsal; 2. Sistemas, esquemas e estratégias no jogo de futsal; 3. Tática ofensiva e defensiva no jogo de futsal; 4. Regras oficiais básicas no futsal; 5. Origem e evolução do handebol; 6. O handebol defensivo e ofensivo; 7. Sistemas, esquemas e estratégias no jogo de handebol; 8. Regras oficiais básicas no futsal.

CÓDIGO 48 - METODOLOGIA DO ENSINO DO VOLEIBOL E DO ATLETISMO

1 .Conhecimento histórico dos fundamentos técnicos dos saltos, lançamentos, arremessos e corridas; 2. Regras oficiais básicas no atletismo; 3. Fundamentos básicos para o treinamento desportivo no atletismo; 4. Discussão epistemológica do voleibol enquanto cultura historicamente produzida pela humanidade; 5. Fundamentos técnicos e evolução do voleibol; 6. Fundamentos táticos: sistemas de jogo do voleibol; 7. Bases pedagógicas para o ensino do voleibol; 8. Regras oficiais básicas no voleibol.

CÓDIGO 49 - BASES NUTRICIONAIS E PRIMEIROS SOCORROS NA ATIVIDADE FÍSICA E DO ESPORTE

1. Nutrição para condicionamento físico e esporte; 2. Carboidratos, Lipídios, Proteínas, Vitaminas, Minerais, Água; 3. Proteínas, carboidratos, lipídios e exercícios de força; 4. Proteínas, carboidratos, lipídios e endurance; 5.Suplementação esportiva e Recursos Ergogênicos; 6. Anatomia e terminologia das lesões no esporte; 7.Avaliação de lesões; 8. Conceitos básicos de primeiros socorros; 9. Remoção de atletas lesionados; 10. Emergências circulatórias e respiratórias; 11. Lesões na coluna; 12. Lesões nos órgãos internos; 13. Lesões de tecido mole da face e da cabeça; 14. Problemas relacionados à temperatura; 15. Lesões no músculo esquelético.

CÓDIGO 50 - PEDAGOGIA

1. LEGISLAÇÃO DO ENSINO - 1.1. Princípios e fins da educação;1.2. A função social e política na Lei nº 9394/96; 1.3. Magistério no Brasil legal - ontem e hoje; 1.4. Projeto político-pedagógico na Escola na atual Lei de Diretrizes e Bases; 1.5. Repartição dos recursos financeiros definidos pela Lei nº 9394/96.

2. HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO NO BRASIL - 2.1. Período Colonial; 2.2. Período Imperial; 2.3. Primeira República; 2.4. Estado Novo; 2.5. Regime Populista; 2.6. Democratização do Ensino.

3. DIDÁTICA - 3.1. A didática e a formação de educadores;3.2. Planejamento Escolar;3.3. Avaliação Escolar;3.4. Relação professor-aluno;3.5. Tendências pedagógicas e a didática.

4. CURRÍCULO -4.1. Escola, currículo e ensino;4.2. parâmetros Curriculares Nacionais e Temas Transversais;4.3. Fracasso escolar, evasão e repetência; 4.4. Educação e Cultura;4.5. Educação inclusiva.

CÓDIGO 51 - BIOLOGIA

1. Componentes químicos dos seres vivos: 1.1 Substâncias inorgânicas: água e sais minerais; 1.2 Substâncias Orgânicas: 1.2.1 Carboidratos e Lipídios; 1.2.2 Proteínas; 1.2.3 Vitaminas e ácidos nucléicos. 2. Citologia: 2.1 Histórico, organização celular; envoltórios celulares, organelas celulares e núcleo celular; 2.2 Divisão celular. 3. Embriologia: 3.1 Gametogênese, tipos de óvulos; 3.2 Desenvolvimento embrionário: 3.2.1 Tipos de segmentação; 3.2.2 Mórula, blástula, gástrula, nêurula e organogênese; 3.3 Anexos embrionários e placenta. 4. Histologia Animal: 4.1 Tecido epitelial; 4.2 Tecido conjuntivo; 4.3 Tecido muscular; 4.4 Tecido nervoso. 5. Anatomia e fisiologia humana: 5.1 Aspectos gerais do sistema nervoso; 5.2 Aspectos gerais do sistema sensorial; 5.3 Aspectos gerais do sistema endócrino; 5.4 Aspectos gerais do sistema circulatório; 5.5 Aspectos gerais do sistema respiratório; 5.6 Aspectos gerais do sistema digestório; 5.7 Aspectos gerais do sistema excretor; 5.8 Aspectos gerais do sistema reprodutor. 6. Reinos da Natureza: 6.1 Reino Monera; 6.2 Reino Protista; 6.3 Reino Fungi; 6.4 Reino Plantae: 6.4.1 Gymnospermae; 6.4.2 Angyospemae; 6.5 Fisiologia vegetal, fotossíntese; 6.6 Reino Animália: Filo Chordata. 7. Evolução: 7.1 Lamarckismo; 7.2 Darwinismo. 8. Genética: 8.1 1ª e 2ª Lei de Mendel; 8.2 Interação gênica; 8.3 Grupos sanguíneos; 8.4 Determinação do sexo e herança relacionada ao sexo; 8.5 Genética das populações. Ecologia: 9.1 Ciclos biogeoquímicos; 9.2 Sucessão ecológica; 9.3 Relações ecológicas; 9.4 Dinâmica das populações; 9.5 Poluição ambiental.

CÓDIGO 52 - EDUCAÇÃO INCLUSIVA

1 .Novos paradigmas em Educação Especial; 2.Inclusão escolar; 3. Letramento e Educação Especial; Necessidades educativas permanentes; 5. Materiais e técnicas para as necessidades em educação especial; 6.Estimulação precoce e desenvolvimento cognitivo atípico; 7. Transtornos comportamentais e problemas de aprendizagem.

95069

Política de Privacidade 2000-2014 PCI Concursos Telefone (11) 2122-4231