Secretaria de Educação de Pernambuco - PE

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DE PERNAMBUCO

PORTARIA CONJUNTA SAD/SEE Nº 135, DE 30 DE NOVEMBRO DE 2009

Notícia:   Secretaria de Educação - PE oferece 541 vagas de até R$ 3.230,00

O SECRETÁRIO DE ADMINISTRAÇÃO e o SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO, tendo em vista a autorização contida no Decreto no 34.327, de 30 de novembro de 2009, e a Deliberação Ad Referendum no 024/2009, de 23 de novembro de 2009 da Câmara de Política de Pessoal, RESOLVEM:

I. Abrir Seleção Pública Simplificada para a contratação temporária de 541 (quinhentos e quarenta e um) profissionais de nível médio e superior, para a rede pública estadual que irão atuar na educação profissional e na área de engenharia, observadas as regras contidas no Anexo Único, que integra a presente Portaria Conjunta.

II. Determinar que a seleção pública de que trata o item anterior será para atender à situação de excepcional interesse público da Secretaria de Educação, e terá prazo de vigência correspondente a 01 (um ano), prorrogável por igual período, a contar da data de publicação do resultado final.

III. Estabelecer que a contratação temporária mencionada nesta Portaria Conjunta será válida por até 24 (vinte e quatro) meses, prorrogáveis por até igual período, respeitadas as disposições previstas na Lei nº 10.954/93, e suas alterações.

IV - Instituir a Comissão Coordenadora da Seleção, responsável por sua normatização e o acompanhamento de sua execução, ficando, desde já, designados os seguintes membros, sob a presidência de Ivete Jurema Esteves Lacerda:

Nome

Cargo

Órgão

Dayse Avany Feitoza Cavalcanti

Assessora de Pessoas

IRH

Elizabeth Jales

Gerente de Desenvolvimento de Pessoas

SEE

Rafaela Brasileiro Gurgel

Assessora

SAD

V. Estabelecer que é de responsabilidade da Fundação Apolônio Salles de Desenvolvimento Educacional a criação dos instrumentos técnicos necessários à inscrição, avaliação, seleção e divulgação dos resultados, além de todos os comunicados que se fizerem necessários.

VI. Esta Portaria Conjunta entra em vigor na data de sua publicação.

VII. Revogam-se as disposições em contrário.

PAULO HENRIQUE SARAIVA CÂMARA
Secretário de Administração

DANILO JORGE CABRAL
Secretário de Educação

ANEXO ÚNICO

Portaria Conjunta SAD/SEE nº 135 de 30 de novembro de 2009.

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO SEE/2009

1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1.1 O processo seletivo de que trata a presente Portaria Conjunta, será realizado em 02 (duas) etapas distintas: Prova Escrita-Objetiva (Etapa 1), Análise de Títulos e Experiência Profissional (Etapa 2), sendo que haverá ainda uma prova prática para as funções de Coordenador de Curso Técnico - Tradutor Intérprete de Libras e Professor de Educação Profissional - Técnicas de Linguagem de Sinais.

1.2 As provas escritas-objetivas e as provas práticas são de caráter eliminatório e classificatório, a análise de títulos e experiência profissional terá caráter classificatório.

1.3 O processo seletivo regido por este Edital visa à contratação temporária de 541 (quinhentos e quarenta e um) profissionais de nível médio e superior, sendo 17 (dezessete) vagas para Coordenadores de Integração Escola-Empresa, 44 (quarenta e quatro) para Coordenadores de Cursos Técnicos, 03 (três) para Coordenadores de Educação à Distância, 38 (trinta e oito) para Assistentes de Laboratório Profissional, 29 (vinte e nove) para Assistentes de Laboratórios de Informática, 386 (trezentos e oitenta e seis) para Professores de Educação Profissional, 21 (vinte e um) para Analistas de Obras e 03 (três) para Analistas de Projeto, observadas as distribuições de vagas/lotação apresentadas no Apêndice I deste Edital.

1.4 Para a divulgação dos atos advindos da execução deste processo seletivo será utilizado o endereço eletrônico www.fadurpe.com.br, devendo o resultado final ser homologado através de Portaria Conjunta SAD/SEE, publicada no Diário Oficial do Estado de Pernambuco.

1.5 Sem prejuízo do disposto no item anterior, poderão ser usados jornais de ampla circulação, como forma suplementar de divulgação do processo seletivo.

2. DAS FUNÇÕES E SUAS ATRIBUIÇÕES, REQUISITOS, REMUNERAÇÃO MENSAL E JORNADA.

2.1. TÉCNICO DE NÍVEL SUPERIOR / COORDENADOR DE INTEGRAÇÃO ESCOLA-EMPRESA:

Descrição sumária das atribuições: Estimular, acompanhar e participar da elaboração do Projeto Político-Pedagógico e do Plano Operacional, junto com os demais segmentos da comunidade escolar; coordenar as atividades de estágios e encaminhamento dos alunos ao mercado de trabalho; desenvolver relacionamentos institucionais com empresas e outras entidades potenciais geradoras de emprego e renda; trabalhar os dados estatísticos de aprimoramento profissional dos alunos por meio de estágios e intercâmbios; avaliar e estimular a participação da escola em projetos integrados com o setor empresarial, além de outras atribuições especificadas no Regimento Interno e no Manual de Serviços da Secretaria de Educação e da sua escola.

2.2. TÉCNICO DE NÍVEL SUPERIOR / COORDENADORES DE CURSOS TÉCNICOS:

Descrição sumária das atribuições: Estimular, acompanhar e participar da elaboração do Projeto Político-Pedagógico e do Plano Operacional, junto com os demais segmentos da comunidade escolar; coordenar todas as atividades do seu curso, zelando pelo fiel cumprimento do planejamento curricular, pelas atividades docentes e pelo desenvolvimento dos alunos; buscar constantemente alternativas para aprimoramento do seu curso, em consonância com os objetivos e diretrizes delineados pela direção da escola; contribuir e trabalhar com as coordenações pedagógicas e de cursos técnicos para o aperfeiçoamento da escola; eventualmente, ministrar aulas teóricas e práticas e participar de outras atividades de ensino, sem prejuízo de suas funções de coordenação; além de outras atribuições especificadas no Regimento Interno e no Manual de Serviços da Secretaria de Educação e da sua escola.

2.3. TÉCNICO DE NÍVEL SUPERIOR / COORDENADOR DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA:

Descrição sumária das atribuições: Estimular, acompanhar e participar da elaboração do Projeto Político-Pedagógico e do Plano Operacional, junto com os demais segmentos da comunidade escolar; coordenar todas as atividades de educação a distância da sua escola em estreita colaboração com as coordenações pedagógicas e de cursos técnicos, e também com os gestores dos pólos, zelando pelo fiel cumprimento do planejamento curricular, pelas atividades docentes e pelo desenvolvimento dos alunos; buscar constantemente alternativas para aprimoramento da modalidade de educação a distância e para que seja mantida a paridade de qualidade com os cursos presenciais; além de outras atribuições especificadas no Regimento Interno e no Manual de Serviços da Secretaria de Educação e da sua escola.

2.4. TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO / ASSISTENTE DE LABORATÓRIO PROFISSIONAL:

Descrição sumária das atribuições: Operar, manter e zelar pelas instalações laboratoriais sob sua responsabilidade; apoiar a realização de aulas práticas e outras atividades correspondentes; administrar o funcionamento das instalações laboratoriais, providenciando a reposição de itens consumíveis e modernização de equipamentos; além de outras atribuições especificadas no Regimento Interno e no Manual de Serviços da Secretaria de Educação e da sua escola.

2.5. TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO / ASSISTENTE DE LABORATÓRIOS DE INFORMÁTICA:

Descrição sumária das atribuições: Operar, manter e zelar pelas instalações do(s) laboratório(s) de informática sob sua responsabilidade; apoiar a realização de aulas práticas e outras atividades didáticas correspondentes; administrar o funcionamento das instalações laboratoriais, providenciando a reposição de itens consumíveis e modernização de equipamentos de informática, além de outras atribuições especificadas no Regimento Interno e no Manual de Serviços da Secretaria de Educação e da sua escola.

2.6. PROFESSORES DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL:

Descrição sumária das atribuições: Ministrar aulas teóricas e práticas e praticar outras atividades docentes, utilizando modernos recursos didáticos e mantendo-se permanentemente atualizado com o estado da arte em seu campo de atuação; participar e seguir criteriosamente o planejamento das atividades curriculares, observando as orientações de seu Coordenador de Curso e do Coordenador Pedagógico; elaborar e executar projetos de ensino, estudos e atividades junto à comunidade discente, docente e de fora da escola; participar ativamente das atividades de educação a distância e contribuir para o bom funcionamento dos laboratórios correlatos ao seu núcleo de conhecimento; operar de forma pró-ativa para o desenvolvimento dos alunos e o aperfeiçoamento de sua escola, bem como exercer outras atividades que lhe forem atribuídas no Regimento Interno e no Manual de Serviços da Secretaria de Educação e da sua escola.

2.7. ANALISTA DE OBRAS

2.7.1. ANALISTA DE OBRAS - ENGENHEIRO CIVIL:

Descrição sumária das atribuições: Fiscalizar e executar controle de qualidade sistemático das obras, emitindo relatórios de avaliação periódica; Elaborar medições e pareceres sobre obras e serviços executados; Assistir às unidades da Secretaria de Educação, em assuntos de construção, ampliação e restauração de prédios; Controlar e analisar documentos de despesas das obras; Elaborar cronograma físico financeiro de obras; Elaborar orçamento de obras; Efetuar levantamento de quantitativos de serviços em campo e/ou através de projetos, para elaboração orçamentos; Elaborar e solicitar Termos Aditivos, quando for o caso, devidamente justificados, com análise de preços e cronograma; Efetuar critério de medição.

2.7.2. ANALISTA DE OBRAS - ENGENHEIRO ELETRICISTA:

Descrição sumária das atribuições: Fiscalizar e executar controle de qualidade sistemático das obras, emitindo relatórios de avaliação periódica; Elaborar medições e pareceres sobre obras e serviços executados; Assistir às unidades da Secretaria de Educação, em assuntos de construção, ampliação e restauração de prédios; Controlar e analisar documentos de despesas das obras; Elaborar cronograma físico financeiro de obras; Elaborar orçamento de obras e compatibilizar projetos de elétrica com os demais projetos; Vistoriar e diagnosticar problemas de instalação elétrica nos prédios da Rede de Ensino, com elaboração de laudo indicando as soluções técnicas; Elaborar projetos de instalações elétricas; Elaborar e solicitar Termos Aditivos, quando for o caso, devidamente justificados, com análise de preços e elaboração de cronograma; Efetuar critério de medição.

2.7.3. ANALISTA DE OBRAS - ENGENHEIRO CIVIL/CALCULISTA ESTRUTURAL:

Descrição sumária das atribuições: Estabelecer e executar controle de qualidade sistemático das obras, emitindo relatórios de avaliação periódica; Aprovar medições e pareceres sobre obras e serviços executados; Assistir às unidades da Secretaria de Educação, em assuntos de construção, ampliação e restauração de prédios; Controlar e analisar documentos de despesas referentes à prestação de contas das atividades pertinentes ao seu grupo de obras; Solicitar Termos Aditivos, quando for o caso, com justificativa técnica, análise de preços, cronograma e demais informações necessárias à sua aprovação pela Secretaria Executiva de Gestão da Rede da SE; Elaborar projetos; Efetuar vistorias para diagnóstico de problemas de estruturas, com elaboração de laudo, indicando soluções técnicas; Compatibilizar projetos de estrutura com os demais projetos, inclusive acompanhando suas alterações; Quantificar insumos e serviços para elaboração de orçamentos e/ou composições de preços unitários;

2.7.4. ANALISTA DE OBRAS - ENGENHEIRO CIVIL/ORÇAMENTISTA:

Descrição sumária das atribuições: Elaborar cronograma físico financeiro de obras; Elaborar orçamento de obras; Efetuar levantamento de quantitativos de serviços em campo e/ou através de projetos, para elaboração orçamentos; Efetuar composição de preços unitários; Efetuar critério de medição.

2.8 ANALISTA DE PROJETOS

2.8.1 - ARQUITETO

Descrição sumária das atribuições: Supervisionar, coordenar e prestar orientação técnica; Estudar, planejar, elaborar projeto e especificação; Dirigir e fiscalizar obras e acompanhar os serviços técnicos de vistoria, perícia, avaliação, arbitramento, laudo e parecer técnico; Elaborar orçamento; Executar desenhos técnicos.

QUADRO DE VAGAS, JORNADA DE TRABALHO E REMUNERAÇÃO

Cargo

Jornada

Vagas

Vencimento Bruto

Coordenador de Integração Escola/ Empresa

40 horas semanais

17

2.932,96

Coordenador de Curso Técnico

40 horas semanais

44

2.932,96

Coordenador de Ensino a Distância

40 horas semanais

03

2.932,96

Assistente de Laboratório Profissional

40 horas semanais

38

883,06

Assistente de Laboratório de Informática

40 horas semanais

29

883,06

Analista de Obras

40 horas semanais

21

3.230,00

Analista de Projetos

40 horas semanais

03

3.230,00

Professor de Educação Profissional

*50 horas mensais

386

728,00

Total

-

541

-

* A carga horária mínima do professor será de 50 (cinqüenta) horas mensais, podendo variar de acordo com as necessidades da Secretaria de Educação, com vencimentos proporcionais.

REQUISITOS MÍNIMOS DE FORMAÇÃO ACADÊMICA/ESCOLARIDADE

COORDENADORES

FUNÇÃO

REQUISITO DE FORMAÇÃO

Coordenador de Integração Escola-Empresa

Curso Superior em Administração ou Economia

Coordenador de Educação a Distância

Curso Superior em Pedagogia ou qualquer Curso Superior com Especialização em Educação a Distância

Coordenador de Curso Técnico - Comunicação Visual

Curso superior em Programação Visual, Design ou Arquitetura

Coordenador de Curso Técnico - Design de Interiores

Curso superior em Programação Visual, Design ou Arquitetura.

Coordenador de Curso Técnico - Mecatrônica

Curso Superior em Engenharia Mecânica ou Engenharia Mecatrônica

Coordenador de Curso Técnico - Química Industrial

Curso superior em Engenharia Química ou Química Industrial

Coordenador de Curso Técnico - Edificações

Curso superior em Engenharia Civil ou em outras Engenharias com Especialização em Construção Civil

Coordenador de Curso Técnico - Inspeção de Equipamentos Industriais

Curso superior em Engenharia Mecânica, Engenharia Mecatrônica ou Engenharia da Produção

Coordenador de Curso Técnico - Análises Clínicas

Curso superior em Biomedicina, Bioquímica ou Farmácia

Coordenador de Curso Técnico - Agente Comunitário de Saúde

Curso superior em Enfermagem, Medicina

Coordenador de Curso Técnico - Enfermagem

Curso Superior em Enfermagem

Coordenador de Curso Técnico - Prótese Dentária

Curso Superior em Odontologia

Coordenador de Curso Técnico - Saúde Bucal

Curso Superior em Odontologia.

Coordenador de Curso Técnico - Segurança do Trabalho

Curso Superior em qualquer Engenharia com Especialização em Segurança do Trabalho

Coordenador de Curso Técnico - Tradutor/ Intérprete de Libras

Curso Superior em Letras ou Pedagogia com Especialização em Linguagem de Sinais

Coordenador de Curso Técnico - Programação de Jogos Digitais

Curso Superior em Informática, Sistemas de Informação, Ciência da Computação ou qualquer Curso Superior com Especialização na área de Computação

Coordenador de Curso Técnico - Guia de Turismo

Curso Superior em Turismo

Coordenador de Curso Técnico - Hospedagem

Curso superior em Hotelaria

Coordenador de Curso Técnico - Agropecuária

Curso superior em Agronomia ou Engenharia Agrícola ou em Ciências Agrícolas

Coordenador de Curso Técnico - Comércio

Curso Superior em Administração, Marketing ou Economia

Coordenador de Curso Técnico - Meio Ambiente

Curso Superior em Biologia, Agronomia, Engenharia Florestal, Engenharia de Meio Ambiente, Geografia ou Ciências Ambientais, ou em qualquer Curso Superior com Especialização em Meio Ambiente

Coordenador de Curso Técnico - Logística

Curso Superior em Administração ou Engenharia da Produção

Coordenador de Curso Técnico - InformáticaCurso Superior em Informática, Sistemas de Informação, Ciência da Computação, ou qualquer Curso Superior com Especialização na área de Computação.
Coordenador de Curso Técnico - VestuárioCurso Superior em Design ou Moda

 

PROFESSORES DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

NÚCLEOS DE CONHECIMENTO

REQUISITO DE FORMAÇÃO

Administração, Organização Empresarial, Logística e Comércio

Curso Superior em Administração, Economia, Marketing ou Engenharia da Produção

Comunicação, Processamento de Dados e Informação

Curso Superior em Informática, Sistemas de Informação, Ciência da Computação, ou qualquer Curso Superior com Especialização na área de Computação.

Design e Comunicação Visual

Curso superior em Programação Visual, Design ou Arquitetura

Modelagem e Produção Industrial

Curso Superior em Design, Moda ou Engenharia de Produção, ou em qualquer Curso Superior com Especialização em Indústria ou Design de Moda

Ciências Agrárias e Engenharia Agrícola

Curso Superior em Agronomia, Ciências Agrícolas ou Engenharia Agrícola

Ciências Agrárias e Produção Animal

Curso Superior em Agronomia, Engenharia Agrícola, Ciências Agrícolas, Veterinária ou Zootecnia

Gestão e Projetos Ambientais

Curso Superior em Biologia, Agronomia, Engenharia Florestal, Engenharia de Meio Ambiente, Geografia ou Ciências Ambientais, ou em qualquer Curso Superior com Especialização em Meio Ambiente

Saúde e Enfermagem

Curso Superior em Enfermagem ou Medicina

Saúde Bucal e Prótese Dentária

Curso Superior em Odontologia

Segurança, Tecnologias e Riscos

Curso Superior em qualquer Engenharia com Especialização em Segurança do Trabalho

Projetos e Tecnologia da Construção

Curso Superior em Arquitetura ou Engenharia Civil

Eletroeletrônica e Instrumentação Industrial

Curso Superior em Engenharia Mecânica, Mecatrônica, Elétrica ou Eletrônica

Química Industrial

Curso superior em Engenharia Química ou Química Industrial

Técnicas Laboratoriais Analíticas

Curso superior em Biomedicina, Bioquímica ou Farmácia

Técnica de Linguagem de Sinais

Curso Superior em Letras ou Pedagogia com Especialização em Linguagem de Sinais

Hospedagem e Turismo

Curso Superior em Turismo ou Hotelaria

 

ANALISTAS DE OBRAS E DE PROJETOS

FUNÇÃO

REQUISITO DE FORMAÇÃO

Analista de Obras - Engenheiro Civil

Curso Superior em Engenharia Civil

Analista de Obras - Engenheiro Eletricista

Curso Superior em Engenharia Elétrica

Analista de Obras - Engenheiro Civil/CalculistaCurso Superior em Engenharia Civil com Especialização em Cálculo Estrutural
Analista de Obras - Engenheiro Civil/ OrçamentistaGraduação em Engenharia Civil com Especialização em Orçamento
Analista de ProjetosCurso Superior em Arquitetura

 

ASSISTENTES DE LABORATÓRIOS

FUNÇÃO

REQUISITO DE FORMAÇÃO

Assistente de Laboratório Profissional

Curso Técnico de Nível Médio correlato com o Núcleo de Conhecimento do laboratório ao qual concorre

Assistente de Laboratório de Informática

Curso Técnico em Informática, em Redes Computacionais ou em Tecnologia da Informação.

3. VAGAS OFERTADAS POR FUNÇÃO/LOTAÇÃO

3.1 A tabela disposta no Apêndice I informa a quantidade de vagas disponíveis por função/lotação objeto desta seleção simplificada.

3.2 Das Vagas Destinadas às pessoas Portadoras de Deficiência.

3.2.1. Das vagas ofertadas neste edital, 3% (três por cento), no mínimo 01 (uma), serão preenchidas por pessoas Portadoras de Deficiência, amparadas pelo art.37, inciso VIII, da Constituição Federal e, na forma estabelecida no artigo 97, inciso VI, alínea "a" da Constituição do Estado de Pernambuco, observada a compatibilidade da Função com a deficiência de que seja o candidato portador.

3.2.2. Serão considerados Portadores de Deficiência os candidatos enquadrados no disposto na Lei no 7.853, de 24.10.1989 e no Decreto Federal nº 3.298, de 20.12.1999, e alterações posteriores.

3.2.3. Para concorrer a uma das vagas reservadas conforme distribuição contida no quadro do Apêndice I, o candidato deverá, no ato da inscrição, declarar sua condição de Portador de Deficiência. E, a qualquer tempo, quando convocado, fica obrigado a apresentar laudo médico original, emitido nos últimos doze meses, atestando a espécie e o grau ou nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doenças (CID), bem como à provável causa da deficiência.

3.2.4. O candidato Portador de Deficiência que necessitar de atendimento especial para a realização de quaisquer das Etapas deverá requerê-lo, no ato da inscrição. Após esse período, a solicitação será indeferida, salvo nos casos de força maior e nos que forem de interesse da Administração Pública.

3.2.5. A inobservância do disposto no item 3.2.3 acarretará a perda do direito ao pleito das vagas reservadas aos candidatos em tal condição, passando a valer a sua inscrição para a concorrência das vagas oferecidas para os não-portadores de deficiência.

3.2.6. As vagas definidas para Portadores de Deficiência incluídas no quadro do Apêndice I deste Edital, que não forem providas por falta de candidatos nessa condição, serão preenchidas automaticamente pelos demais candidatos inscritos, observada a ordem geral de classificação por função/lotação.

3.2.7.O candidato que se declarar Portador de Deficiência e que se inscrever para ocupar função, cuja atribuição seja compatível com a sua deficiência, participará da seleção pública em igualdade de condições com os demais candidatos, salvo exceções na forma da lei.

3.2.8. O candidato aprovado e classificado, dentro do número de vagas destinadas aos Portadores de Deficiência, será convocado para, antes da contratação, submeter-se à perícia médica, promovida pela Divisão de Perícias Médicas e Segurança do Trabalho, ou órgão análogo do Instituto de Recursos Humanos do Estado de Pernambuco - IRH, a qual terá decisão terminativa sobre a sua qualificação como Portador de Deficiência, ou não, e sobre o grau de deficiência.

3.2.9. A falta à perícia médica acarretará a perda do direito às vagas reservadas aos candidatos em tais condições.

3.2.10. O candidato que não for qualificado como Portador de Deficiência pela perícia médica voltará a concorrer na listagem geral juntamente com os demais candidatos.

3.2.11. O candidato Portador de Deficiência cuja condição física seja julgada pela perícia médica incompatível com o exercício das atividades da função a que concorreu será excluído do processo e considerado desclassificado para todos os efeitos.

3.2.12. As vagas destinadas aos Portadores de Deficiência que não forem preenchidas por falta de candidatos, por reprovação na seleção ou na perícia médica, serão preenchidas pelos demais candidatos, observada a ordem geral de classificação por função.

4. INSCRIÇÃO ELETRÔNICA

4.1 As inscrições serão efetuadas exclusivamente via internet no período de 02/12/2009 a 15/12/2009, no endereço eletrônico www.fadurpe.com.br, mediante preenchimento de formulário eletrônico de inscrição, no qual deverão ser informados, obrigatoriamente, os números dos documentos de identidade, CPF, endereço completo, um e-mail para contato e, se for o caso, a condição de Portador de Deficiência.

4.2. O candidato que necessitar de qualquer tipo de atendimento diferenciado para a realização de qualquer das etapas do processo seletivo deverá, durante o período de inscrição, protocolar, na sede da FUNDAÇÃO APOLÔNIO SALLES na Rua Dom Manoel de Medeiros, s/n, Dois Irmãos - Recife/PE - CEP 52.171-030 ou encaminhar por correspondência registrada com aviso de recebimento, requerimento indicando claramente quais os recursos que necessita (materiais, equipamentos etc.), acompanhado de atestado médico com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doenças (CID).

4.3. A solicitação por parte do portador de deficiência de condições especiais será atendida observando-se os critérios de viabilidade e razoabilidade. A não-solicitação de condições ou recursos especiais implica impossibilidade de atendimento personalizado na medida das necessidades do candidato.

4.4. O candidato só poderá se inscrever para uma única função/lotação, dentre aquelas relacionadas no Apêndice I.

4.5. Para a realização das Provas Escritas-Objetivas e entrega de documentação para a Análise de Títulos e Experiência Profissional, o candidato deverá escolher um dentre os seguintes locais: Afogados da Ingazeira, Araripina, Arcoverde, Barreiros, Caruaru, Floresta, Limoeiro, Nazaré da Mata, Palmares, Petrolina, Recife e Vitória de Santo Antão.

4.6. A inscrição do candidato implicará sua integral adesão a todas as regras estabelecidas neste Edital que disciplinam a presente seleção.

4.7. Não será aceita a inscrição que não atender, rigorosamente, ao estabelecido neste Edital.

4.8. No caso de mais de uma inscrição valerá apenas a mais recente, sendo as demais desconsideradas.

4.9. Em relação ao pagamento da Taxa de Inscrição:

4.9.1. O valor da Taxa de Inscrição será de R$ 60,00 (sessenta reais) para as funções de Coordenador de Curso Técnico, de Coordenador de Integração Empresa-Escola, de Coordenador de Ensino à Distância, Analista de Obra e Analista de Projeto; R$ 50,00 (cinquenta reais) para as funções de Professor de Ensino Profissionalizante e R$ 40,00 (quarenta reais) para as funções de Assistente de Laboratório Profissional ou de Informática.

4.9.2. A Taxa de Inscrição deverá ser paga em qualquer agência do Bradesco, até o dia 16/12/2009, por meio de boleto disponível no endereço eletrônico www.fadurpe.com.br, a ser impresso após conclusão da inscrição. O candidato deverá guardar o comprovante de pagamento para a eventualidade de comprovação até a completa finalização do processo de seleção simplificada. Só serão aceitos boletos impressos a partir do site da Fundação Apolônio Salles (www.fadurpe.com.br).

4.9.3. Uma vez recolhida a taxa de inscrição, não haverá, em hipótese alguma, devolução de valores pagos.

4.10 Da Isenção da Taxa de Inscrição

4.10.1 Poderá ser isentado do pagamento da taxa de inscrição o interessado que:

a) No dia da publicação oficial deste, já estiver regularmente inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), de que trata o Decreto Federal nº 6.135, de 26/06/2007; e

b) For membro de família de baixa renda, nos termos do Decreto Federal nº 6.135, de 26/06/2007.

4.11 Sobre a confirmação de Inscrição.

4.11.1 Realizada a inscrição eletrônica e comprovado o pagamento da taxa de inscrição perante o Bradesco, a Fundação Apolônio Salles disponibilizará no endereço eletrônico www.fadurpe.com.br o Documento de Confirmação da Inscrição (DCI), no qual constarão os dados e informações necessários para garantir a participação do interessado no processo seletivo, tal como solicitado na Inscrição.

4.11.2 DCI poderá ser visualizado entre 29/12/2009 a 04/01/2010, para consulta, conferência de dados, correções ou alterações cadastrais. O acesso ao DCI se dará mediante a identificação do candidato por meio de seu CPF ou número de inscrição.

4.11.3 Caso o DCI não esteja disponível no dia 29/12/2009 no endereço www.fadurpe.com.br, o candidato deverá entrar em contato com a Fundação Apolônio Salles, no horário das 08:00 às 12:00 e 13:00 às 17:00 horas, pelos telefones (81) 4141-1109 e 4141-1117 para solicitar as providências devidas.

4.11.4 Na constatação de erros ou divergências no DCI, o candidato poderá retificar diretamente os dados e as informações prestadas na Inscrição no site www.fadurpe.com.br, até o dia 04/01/2010.

4.11.5 Caso não haja manifestação por parte do candidato quanto à veracidade e exatidão dos dados cadastrais exibidos no DCI, até o dia 04/01/2010, o candidato assumirá de forma exclusiva a responsabilidade sobre as informações, não havendo possibilidade de qualquer alteração no cadastro a partir dessa data.

4.12 Cartão de Inscrição

4.12.1 A emissão do Cartão de Inscrição representa o deferimento do pedido de inscrição, havendo nele informações sobre o local e o horário de realização das provas.

4.12.2 O Cartão de Inscrição deverá ser impresso a partir do site www.fadurpe.com.br, no período de 06/01/2010 a 08/01/2010, sob responsabilidade exclusiva do candidato.

4.12.3 A apresentação do Cartão de Inscrição é requisito para o ingresso na sala de aplicação das provas.

4.12.4 A inscrição tem caráter condicional, sendo cancelada desde que verificadas falsidades ou inexatidões nas informações prestadas pelo candidato.

5 ETAPAS DO PROCESSO SELETIVO

5.1 Para fins de organização do processo seletivo, o certame está estruturado em 02 (duas) etapas sucessivas, incluindo: provas escritas-objetivas; análise de título/experiência profissional, cabendo salientar que haverá ainda a realização de prova prática para os candidatos às funções de Coordenador de Curso Técnico - Tradutor Intérprete de Libras e Professor de Educação Profissional - Técnica de Linguagem de Sinais.

5.2 A prova escrita-objetiva será aplicada conjuntamente no dia 10/01/2010, no horário das 13:30 às 17:30 horas, no local indicado no Cartão de Inscrição.

5.3 Serão considerados documentos de identificação para ingresso nos locais de realização das provas escritas-objetivas e participação nas demais etapas da seleção: carteiras expedidas pelos Comandos Militares, pelas Secretarias de Segurança Pública, pelos Institutos de Identificação e pelo Corpo de Bombeiros Militar e Polícias Militares, carteiras expedidas pelos órgãos fiscalizadores de exercício profissional (Ordens, Conselhos, etc.), passaporte, Certificado de Reservista, carteiras funcionais do Ministério Público, carteiras funcionais expedidas por órgão público que por Lei Federal valham como identidade, Carteira de Trabalho, Carteira Nacional de Habilitação. Para validação o documento de identificação deve possuir foto do candidato e encontrar-se dentro do prazo de validade.

5.4 A recepção dos documentos para Análise de Títulos e Comprovação de Experiência ocorrerá, nos dias 20 e 21/01/2010, no horário das 08:00 às 17:00, nos endereços indicados no Apêndice V.

5.5 As provas práticas para as funções de Coordenador de Curso/Intérprete de Libras e Professor de Educação Profissional/Linguagem de Sinais serão aplicadas apenas na cidade do Recife, nos dias 24 e 25/01/2010, em local e horário a serem divulgados juntamente com os resultados das provas escritas-objetivas. Nessa ocasião, ocorrerá a convocação dos candidatos selecionados para essa prova prática.

6 PRIMEIRA ETAPA DO PROCESSO SELETIVO (Prova Escrita-Objetiva)

6.1 As Provas escritas-objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, incluirão 50 (cinquenta) questões para todos os níveis e funções, compreendendo:

Funções

Estrutura da Prova

Coordenador de Curso Técnico, Coordenador de Integração Empresa-Escola, Coordenador de Ensino a Distância, Analista de Obras e Analista de Projetos Professor de Educação Profissional

Língua Portuguesa = 10 questões

Língua Estrangeira = 05 questões

Informática = 05 questões

Raciocínio Lógico = 05 questões

Conhecimentos Específicos = 25 questões

Assistente de Laboratório Profissional e de Informática

Língua Portuguesa = 20 questões

Informática = 15 questões

Raciocínio Lógico = 15 questões

6.2. Os candidatos para funções de Nível Superior (Coordenador de Curso Técnico, Coordenador de Integração Empresa-Escola, Coordenador de Ensino a Distância Analista de Obras e Analista de Projetos e Professor de Educação Profissional )deverão, no ato da inscrição, optar por Inglês ou Espanhol para a prova de Língua Estrangeira.

6.3. É de responsabilidade exclusiva do candidato a identificação correta de seu local de provas, bem como o seu comparecimento nos horários determinados.

6.4. As questões das provas escritas-objetivas serão de múltipla escolha, numeradas seqüencialmente, com 05 (cinco) alternativas para respostas, dentre as quais apenas uma alternativa estará correta.

6.5. Todos os candidatos terão sua prova escrita-objetiva corrigida por meio de processamento eletrônico.

6.6. Para obter pontuação na questão o candidato deverá marcar uma, e somente uma, das alternativas no cartão de respostas.

6.7. Será atribuída nota zero à questão que não apresentar nenhuma resposta assinalada, apresentar emenda ou rasura ou contiver mais de uma resposta assinalada.

6.8. O candidato deverá transcrever as respostas da prova escrita-objetiva para a folha de respostas, que será o único documento válido para a correção da prova, utilizando, exclusivamente, caneta esferográfica na cor azul ou preta. O preenchimento da folha de respostas será de inteira responsabilidade do candidato, o qual deverá proceder em conformidade com as instruções específicas contidas neste edital e na folha de respostas. Em hipótese alguma haverá substituição da folha de respostas por erro do candidato.

6.9. Serão de inteira responsabilidade do candidato os prejuízos advindos do preenchimento indevido da folha de respostas. Serão consideradas marcações indevidas as que estiverem em desacordo com este edital e/ou com a folha de respostas, tais como marcação rasurada ou emendada e/ou campo de marcação não-preenchido integralmente.

6.10. O candidato não deverá amassar, molhar, dobrar, rasgar ou, de qualquer modo, danificar a sua folha de respostas, sob pena de arcar com os prejuízos advindos da impossibilidade de realização da leitura óptica.

6.11. Não será permitido que as marcações na folha de respostas sejam feitas por outras pessoas, salvo em caso de candidato que tenha solicitado condição especial para esse fim. Nesse caso, se necessário, o candidato será assistido pelo fiscal de prova devidamente habilitado.

6.12. As questões nas provas escritas-objetivas terão o mesmo valor: 2,0 (dois) pontos cada, independente de explorarem os domínios dos conhecimentos gerais ou específicos. A nota na prova será a soma dos pontos das questões respondidas corretamente, expressa na escala de 0 a 100 pontos. Em caso de anulação de uma questão, por impertinência ao programa ou má formulação, os pontos a ela correspondentes serão atribuídos aos presentes à respectiva prova.

6.13. Serão considerados classificados na 1ª Etapa do processo seletivo e chamados para a 2ª Etapa, os candidatos que obtiverem nota igual ou superior a 60 (sessenta) pontos e que, adicionalmente, estejam classificados no número de vagas alocado para cada função/lotação multiplicado por quatro. A classificação se fará pela ordem decrescente de notas na prova escrita-objetiva e, em havendo empates na última pontuação classificada, serão chamados para a 2ª Etapa todos os candidatos que tenham obtido esta mesma pontuação.

6.14. Os candidatos classificados, de acordo com o item 6.12, serão admitidos para a 2ª Etapa do processo seletivo, constituída por Análise de Títulos e Comprovação de Experiência. Em particular, aqueles candidatos classificados na 1ª Etapa com opção para concorrer às vagas para uma das funções de Coordenador de Curso - Intérprete de Libras ou Professor de Educação Profissional - Técnicas de Linguagem de Sinais serão convocados para a prova prática (fase suplementar) que terá caráter eliminatório. Os demais candidatos que não se enquadrarem nos critérios do item 6.12 serão eliminados do processo seletivo.

6.15. As convocações para participar da 2a Etapa (todos os classificados de acordo com o item 6.12) e da fase suplementar (prova prática) do Processo Seletivo ocorrerão juntamente com a divulgação dos resultados das provas escritas-objetivas.

6.16. Os resultados das provas escritas-objetivas serão divulgados no endereço eletrônico www.fadurpe.com.br, na data prevista no cronograma da seleção, mediante exposição da relação nominal de candidatos por função/lotação e em ordem alfabética com exposição da nota e a situação do candidato em relação à classificação.

7. SEGUNDA ETAPA (Análise de Títulos e Experiência Profissional)

7.1. Os candidatos classificados na primeira etapa do processo seletivo, na forma do item 6.12, deverão entregar a documentação necessária à Análise de Título e Experiência Profissional, apresentando documentação relativa à sua formação acadêmica, experiência profissional ou atuação comprovada na área objeto da função/lotação à qual concorre.

7.2. A entrega da documentação poderá ser na forma presencial ou por intermédio de procurador, nos endereços indicados no quadro constante do Apêndice V deste edital, no horário das 08:00 às 12:00 horas.

7.3. Para formalizar sua participação na 2ª Etapa, o interessado deverá imprimir o Protocolo de Entrega da Documentação, em 02 (duas) vias, conforme modelo apresentado no Apêndice III deste edital e que estará disponível no endereço www.fadurpe.com.br.

7.4. As duas vias do Protocolo de Entrega da Documentação deverão ser apresentadas ao responsável pela recepção, o qual afixará sua assinatura e carimbo, devolvendo ao candidato a segunda via do protocolo como recibo de entrega.

7.5. Uma via do Protocolo de Entrega deverá ser colocada no interior do envelope, juntamente com a documentação apresentada para a Análise Curricular e Experiência Profissional, visando à função para a qual concorre em conformidade com as exigências e o disposto neste edital.

7.6. Os documentos destinados à avaliação deverão ter as folhas numeradas sequencialmente com a rubrica do candidato no canto inferior esquerdo.

7.7. Todas as cópias da documentação necessária para a pontuação na Análise de Títulos e Experiência Profissional deverão estar autenticadas, conforme as condições descritas no item 8.0 deste edital.

7.7.1. A autenticação das cópias de documentos poderá ser feita em Cartório ou pelo servidor que receber a documentação, neste caso, com a apresentação do documento original para conferência.

7.8. A documentação entregue é de inteira responsabilidade do candidato, dispondo a equipe coordenadora do processo seletivo do direito de excluir da seleção o candidato que fornecer dados comprovadamente inverídicos, sem prejuízo das sanções administrativas, civis e penais cabíveis.

8. JULGAMENTO E ANÁLISE DE TÍTULOS E EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

8.1. Os candidatos classificados na 1ª Etapa participarão da Análise de Títulos e Comprovação de Experiência Profissional, a qual será processada por banca examinadora designada pela Fundação Apolônio Salles, que procederá à pontuação com base na documentação apresentada e de acordo com o disposto neste edital.

8.2. Os candidatos serão avaliados por meio das informações constantes na documentação entregue e de acordo com a função/lotação pretendida.

8.3. Na Análise de Títulos e Comprovação de Experiência Profissional serão atribuídas notas na escala de 0 a 100 pontos, de acordo com os critérios especificados nos quadros a seguir:

COORDENADOR DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA

Fase

Pontuação

Pontuação Máxima

Documentos Comprobatórios

Experiência Profissional

Em Atividades de Educação à Distância:

De 06 meses até 02 anos - 10 pontos

De 02 anos e 01 dia a 05 anos - 20 pontos

Mais de 05 anos - 30 pontos.

Em Coordenação de Projetos de Educação à Distância:

De 06 meses até 02 anos - 10 pontos

De 02 anos e 01 dia a 05 anos -

20 pontos

Mais de 05 anos - 30 pontos.

60

Carteira de Trabalho e Previdência Social (registro de exercício na função para a qual concorre). Declaração ou Certidão emitida por pessoa jurídica de direito público ou privado na qual o profissional tenha atuado na função para a qual concorre.

Contratos referentes à prestação de serviços correlatos à função a qual concorre.

Avaliação de TítulosCurso de Especialização com carga horária igual ou superior a 360 horas, em Educação - 20 pontos

Mestrado ou Doutorado - 40 pontos

40 não cumulativosDiploma ou Certidão de Conclusão de Curso emitido por Instituição de Ensino, reconhecido pelo MEC, correlato com a função para a qual concorre.
PONTUAÇÃO MÁXIMA100 

Obs.: Não contará para efeitos de pontuação na análise de títulos, a especialização exigida como pré-requisito para concorrer à função.

COORDENADOR DE INTEGRAÇÃO EMPRESA-ESCOLA

Fase

Pontuação

Pontuação Máxima

Documentos Comprobatórios

Experiência Profissional

1. Em atividades de articulação institucional (Ensino / Empresas):

De 01 ano até 02 anos - 30 pontos

De 02 anos e 01 dia a 5 anos - 45 pontos

Mais de 05 anos - 60 pontos.

60

Carteira de Trabalho e Previdência Social com registro de exercício na função para a qual concorre.

Declaração ou Certidão emitida por pessoa jurídica de direito público ou privado na qual o profissional tenha atuado na área para a qual concorre.

Contratos referentes à prestação de serviços no exercício de função correlata à função à qual concorre.

2. Em orientação de estágio profissional

Cada período de orientação valendo 02 pontos.

10

Avaliação de Títulos

Curso de Especialização com carga horária igual ou superior a 360 horas, em Educação - 20 pontos

Mestrado - 25 pontos Doutorado - 30 pontos

30 não cumulativos

Diploma ou Certidão de Conclusão de Curso emitido por instituição de Ensino, reconhecido pelo MEC, correlato com a função para a qual concorre

PONTUAÇÃO MÁXIMA

100

 

 

COORDENADOR DE CURSO TÉCNICO

Fase

Pontuação

Pontuação Máxima

Documentos Comprobatórios

Experiência ProfissionalEm Docência compatível com o Núcleo de Conhecimento do curso:

De 01 ano até 02 anos - 10 pontos

De 02 anos e 01 dia a 05 anos - 20 pontos

Mais de 05 anos - 30 pontos.

Em Coordenação/Gestão Escolar:

De 01 ano até 2 anos - 10 pontos

De 02 anos e 01 dia a 05 anos - 20 pontos

Mais de 05 anos - 30 pontos.

60Carteira de Trabalho e Previdência Social com registro de exercício na função para a qual concorre.

Declaração ou Certidão emitida por pessoa jurídica de direito público ou privado na qual o profissional tenha atuado na função para a qual concorre.

Contratos referentes à prestação de serviços correlatos à função à qual concorre.

Avaliação de TítulosCurso de Especialização com carga horária igual ou superior a 360 horas, em Educação - 20 pontos

Mestrado - 30 pontos Doutorado - 40 pontos

40 não cumulativos Diploma ou Certidão de Conclusão de Curso emitido por Instituição de Ensino, reconhecido pelo MEC, correlato com a função para a qual concorre.
PONTUAÇÃO MÁXIMA100 

Obs.: Não contará, para efeitos de pontuação na análise de títulos, a especialização exigida como pré-requisito para concorrer à função.

PROFESSORES DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

Fase

Descrição

Pontuação

Máximo de Pontos

Documentos Comprobatórios

Avaliação de Títulos (não cumulativa)

Doutorado correlato com o Núcleo de Conhecimento para o qual concorre, ministrado por Instituição de Ensino Superior, reconhecida pelo MEC.

50

50

Diploma ou Certidão de Conclusão de Curso emitido por Instituição de Ensino, reconhecido pelo MEC, correlato com a função para a qual concorre

Mestrado correlato com o Núcleo de Conhecimento para o qual concorre, ministrado por Instituição de Ensino Superior, reconhecida pelo MEC.

40

Especialização correlata com o Núcleo de Conhecimento para o qual concorre, ministrado por Instituição de Ensino Superior, reconhecida pelo MEC, com carga horária mínima de 360 horas

30

Licenciatura Plena no Núcleo de Conhecimento para o qual concorre, ministrada por Instituição de Ensino Superior, reconhecida pelo MEC.

20

Experiência Profissional (cumulativa)

Experiência profissional docente comprovada, no Ensino Médio ou Superior, no Núcleo de Conhecimento de atuação pretendida - 05 (cinco) pontos por ano completo.

25

50

Carteira de Trabalho e Previdência Social com registro de exercício na função para a qual concorre.

Declaração ou Certidão emitida por pessoa jurídica de direito público ou privado na qual o profissional tenha atuado na função para a qual concorre.

Contratos referentes à prestação de serviços correlatos à função à qual concorre.

Experiência profissional (não docente) comprovada no Núcleo de Conhecimento de atuação pretendida - 05 (cinco) pontos por ano completo. 25
PONTUAÇÃO MÁXIMA 100 

Obs.: Não contará, para efeitos de pontuação na análise de títulos, a especialização exigida como pré-requisito para concorrer à função.

ANALISTA DE OBRAS: ENGENHEIRO CIVIL/ENGENHEIRO CIVIL-CALCULISTA/ENGENHEIRO CIVIL‑ ORÇAMENTISTA

Fase

Pontuação

Pontuação Máxima

Documentos Comprobatórios

Experiência Profissional

De 06 meses até 02 anos na função para a qual se inscreveu - 20 pontos

De 02 anos e 01 dia a 04 anos na função para a qual se inscreveu - 40 pontos

Mais de 05 anos na função para a qual se inscreveu - 50 pontos

50

Carteira de Trabalho e Previdência Social com registro de exercício na função.

Certidão de Acervo Técnico - CAT (emitida a cada ano de experiência) Declaração ou Certidão emitida por pessoa jurídica de direito público ou privado na qual o profissional tenha atuado. Contratos referentes à prestação de serviços no exercício da função. Anotação de Responsabilidade Técnica - ART

Avaliação de TítulosCurso de Especialização com carga horária igual ou superior a 360 horas, correlato com a função para a qual concorre - 30 pontos

Curso de Excel com carga horária mínima de 40 h/a - 05 pontos

Curso de Aperfeiçoamento em Segurança do Trabalho com carga horária mínima de 40 h/a (03 pontos por curso) máximo de 05 cursos - 15 pontos

50Diploma ou Certidão de Conclusão de Curso de Especialização, emitido por instituição reconhecida pelo MEC, correlato com a função para o qual o candidato concorre, com, no mínimo, 360 horas.

Certificado de realização de curso emitido por instituição autorizada pelo órgão competente.

PONTUAÇÃO MÁXIMA100 

 

ANALISTA DE OBRAS - ENGENHEIRO ELETRICISTA

Fase

Pontuação

Pontuação Máxima

Documentos Comprobatórios

Experiência Profissional

De 06 meses até 2 anos na função para a qual se inscreveu - 20 pontos

De 02 anos e 01 dia a 04 anos na função para a qual se inscreveu - 40 pontos

Mais de 05 anos na função para a qual se inscreveu - 50 pontos.

50

Carteira de Trabalho e Previdência Social com registro de exercício na função.

Certidão de Acervo Técnico - CAT (emitida a cada ano de experiência) Declaração ou Certidão emitida por pessoa jurídica de direito público ou privado na qual o profissional tenha atuado. Contratos referentes à prestação de serviços no exercício da função. Anotação de Responsabilidade Técnica - ART

Avaliação de Títulos

Curso de Especialização com carga horária igual ou superior a 360 horas, correlata à função para a qual concorre - 30 pontos.

Curso de Excel com carga horária mínima de 40 h/a - 03 pontos.

Curso de Aperfeiçoamento em Segurança do Trabalho com carga horária mínima de 1600 h/a - 10 pontos

Curso de Auto-Cad com carga horária mínima de 40h/a - 07 pontos

50

Diploma ou Certidão de Conclusão de Curso de Especialização, emitido por instituição reconhecida pelo MEC, correlato com a função para o qual o candidato se inscreveu com, no mínimo, 360 horas.

Certificado de realização de curso emitido por instituição autorizada pelo órgão competente.

PONTUAÇÃO MÁXIMA

100 

 

ANALISTA DE PROJETOS ARQUITETO

Fase

Pontuação

Pontuação Máxima

Documentos Comprobatórios

Experiência Profissional

De 06 meses até 2 anos na função para a qual se inscreveu - 20 pontos

De 02 anos e 01 dia a 04 anos na função para a qual se inscreveu - 40 pontos

Mais de 05 anos na função para a qual se inscreveu - 50 pontos.

50

Carteira de Trabalho e Previdência Social com registro de exercício na função.

Certidão de Acervo Técnico - CAT (emitida a cada ano de experiência) Declaração ou Certidão emitida por pessoa jurídica de direito público ou privado na qual o profissional tenha atuado.

Contratos referentes à prestação de serviços no exercício da função.

Anotação de Responsabilidade Técnica - ART

Avaliação de Títulos

Curso de Especialização com carga horária igual ou superior a 360 horas, correlato com a função para a qual concorre - 30 pontos

Curso de Excel com carga horária mínima de 40 h/a - 05 pontos

Curso de Aperfeiçoamento em Segurança do Trabalho com carga horária mínima de 40 h/a (03 pontos por curso) máximo de 05 cursos - 15 pontos

50

Diploma ou Certidão de Conclusão de Curso de Especialização, emitido por instituição reconhecida pelo MEC, correlato com a função para o qual o candidato concorre, com, no mínimo, 360 horas.

Certificado de realização de curso emitido por instituição autorizada pelo órgão competente.

PONTUAÇÃO MÁXIMA

100

 

 

ASSISTENTE DE LABORATÓRIO PROFISSIONAL OU INFORMÁTICA

Fase

Pontuação

Pontuação Máxima

Documentos Comprobatórios

Experiência Profissional

Experiência em atividades de Laboratório de Ciências ou de Informática ou de Ensino Profissional:

De 06 meses até 02 anos - 30 pontos

De 02 anos e 01 dia a 05 anos - 45 pontos

Mais de 05 anos - 60 pontos.

60

Carteira de Trabalho e Previdência Social com registro de exercício na função para a qual concorre.

Declaração ou Certidão emitida por pessoa jurídica de direito público ou privado na qual o profissional tenha atuado na função para a qual concorre.

Contratos referentes à prestação de serviços no exercício de função correlata á qual concorre.

Avaliação de Títulos

Curso de Técnico em área correlata às atividades da função/lotação à qual concorre* - 30 pontos

Curso de Graduação em área correlata às atividades da função/lotação à qual concorre - 40 pontos

40 não cumulativos

Diploma ou Certidão de Conclusão de Curso emitido por Instituição de Ensino, reconhecido pelo MEC, correlato com a função para a qual concorre.

PONTUAÇÃO MÁXIMA

100

 

8.4. Receberá nota zero o candidato que faltar ou não entregar a documentação para Análise de Títulos e Experiência Profissional relacionada à função para a qual concorre.

8.5. Para a atribuição de pontos a Comissão Examinadora considerará o total de experiências ou atuações de outra natureza relacionadas à Função a que concorre, exceto a de estágio, devidamente comprovadas nos termos do item 8.6, não sendo admitidas experiências concomitantes.

8.6. A experiência ou atuação comprovada em atividades relacionadas à função a que o candidato concorre deverá ser comprovada, conforme o caso:

a) No caso de experiência profissional com registro em Carteira de Trabalho e Previdência Social - CTPS, anexar cópia autenticada do referido documento, especificamente das folhas de identificação do empregado e de comprovação do vínculo empregatício declarado;

b) No caso de experiência profissional, através de Certidão/Declaração, na qual conste expressamente a Função com a descrição das atribuições e o respectivo período, conforme o caso, contendo a descrição das atividades desenvolvidas, quer no serviço público ou privado, emitida pela unidade de recursos humanos da instituição a qual está ou esteve vinculado, na qual conste em papel timbrado à assinatura, carimbo e função do responsável pela emissão do documento.

c) No caso de experiência profissional como autônomo, mediante Contratos ou Recibos de Pagamentos de Autônomo (RPA) ou Notas Fiscais de serviço, originais ou cópia autenticada em cartório, devendo constar expressamente o cargo/função desempenhados, as atividades desenvolvidas e o respectivo período. Será considerado para efeito de pontuação apenas o(s) ano(s) em que forem comprovados ao menos 05 (cinco) contratos ou recibos de pagamentos de Autônomo (RPA), relativos a serviços distintos;

d) No caso de experiência profissional no exterior, mediante certidão da instituição para a qual trabalhou acompanhada de tradução para a língua portuguesa, feita por tradutor juramentado, na qual conste expressamente o cargo/função desempenhado, as atividades desenvolvidas e o respectivo período;

e) No caso de experiência como cooperativado, mediante Declaração assinada pelo dirigente máximo da entidade à qual se vincula ou vinculou formalmente, na qual conste expressamente a Função desempenhada, as atividades desenvolvidas e o respectivo período.

f) No caso de atuação comprovada, mediante Certidão/Declaração contendo a descrição das atividades desenvolvidas e o respectivo período, quer no serviço público ou privado, emitida pela unidade de recursos humanos da instituição a qual está ou esteve vinculado, na qual conste em papel timbrado à assinatura, carimbo e cargo do responsável pela emissão do documento.

8.7. Na hipótese de não existir a unidade de recursos humanos de que tratam as letras "b" e "f" do item anterior, a Certidão/Declaração deverá ser emitida por representante legal da Instituição, que tornará expresso no documento a inexistência da referida unidade.

8.8. Estágios não serão considerados para fins de pontuação.

8.9. Qualquer informação falsa gera a eliminação do candidato do presente processo seletivo, sem prejuízo de outras sanções cabíveis.

8.10. Não será considerado sobreposição de tempo para efeito de pontuação de experiência ou atuação comprovada em atividades relacionadas à área de interesse do candidato,

8.11. Para a comprovação de cursos, escolaridade, formação acadêmica ou títulos acadêmicos, o candidato deverá apresentar os certificados emitidos por instituições legalmente reconhecidas.

8.12. Os cursos de pós-graduação de maior titulação excluem automaticamente os pontuados com menor valor. Cada título será considerado uma única vez para efeito de pontuação.

8.13. Para curso de doutorado ou mestrado concluído no exterior, somente será aceito o diploma se revalidado por instituição de ensino superior no Brasil.

8.14. Os pontos que excederem o valor máximo em cada alínea dos Quadros de Avaliação do item 8.3 serão desconsiderados.

8.15. Todo documento expedido em língua estrangeira somente será considerado se traduzido para a Língua Portuguesa por tradutor juramentado.

8.16. O resultado da Análise de Títulos e Experiência Profissional será divulgado no endereço eletrônico www.fadurpe.com.br, na data prevista no Apêndice II, por meio de exposição, em ordem alfabética, da relação nominal por função com a respectiva pontuação.

9. FASE SUPLEMENTAR (Prova Prática de LIBRAS)

9.1. Serão convocados para as Provas Práticas de LIBRAS os candidatos às vagas das funções de Coordenador de Curso - Tradutor/Intérprete de Libras e Professor de Educação Profissional - Técnicas de Linguagem de Sinais, classificados na 1ª Etapa, conforme estabelecido no item 6.13.

9.2. Será atribuída a pontuação de 0 a 100 (cem) pontos à Prova Prática, sendo eliminado o candidato que obtiver nota inferior a 60 (sessenta) pontos. A prova Prática será aplicada de acordo com os conteúdos programáticos constantes no Apêndice VII.

9.3. As Provas Práticas terão duração de no mínimo 15 (quinze) minutos e no máximo de 20 (vinte) minutos na forma de apresentação individual.

9.4. As apresentações individuais dos candidatos serão documentadas em vídeo.

9.5. Para julgamento do desempenho dos candidatos no domínio da Língua Brasileira de Sinais/LIBRAS serão empregados os seguintes critérios: Correção Gramatical (configuração de mãos); Domínio do Léxico (vocabulário); Entonação (expressão facial e/ou corporal); Capacidade interativa (postura do interprete durante a interlocução); Fluência (domínio da língua); Adequação a situação (consciência dos diferentes momentos de interpretação); Ética Profissional.

9.6. As Provas Práticas serão aplicadas apenas na Cidade do Recife, conforme cronograma do processo seletivo, com horário agendado. A divulgação da data, do local e do horário de apresentação do candidato para prestar a prova ocorrerá juntamente com o resultado da Prova Escrita-Objetiva (1ª Etapa).

9.7. Não haverá segunda chamada da Prova Prática. A ausência ou retardamento por qualquer motivo alegado pelo candidato implicará automaticamente em sua eliminação do processo seletivo.

10. RECURSOS

10.1. Poderão ser interpostos recursos quanto ao resultado de qualquer das etapas do processo seletivo.

10.2. Os recursos, quanto à Prova Objetiva, Análise de Título e Experiência Profissional e Prova Prática deverão ser interpostos de forma presencial na FUNDAÇÃO APOLÔNIO SALLES, situada à Rua Dom Manoel de Medeiros, s/n, Dois Irmãos - Recife/PE - CEP 52.171-030, no horário das 8:00 às 12:00 e 13:00 às 17:00 horas, nas datas prevista no cronograma da seleção (Apêndice II).

10.3. Não será permitido anexar qualquer documento na interposição de recursos.

10.4. O recurso será dirigido ao Presidente da Comissão Coordenadora da Seleção, sendo protocolado na sede da Fundação Apolônio Salles . Não serão aceitos recursos por correspondência, fax ou e-mail.

10.5. Não serão analisados os recursos interpostos fora dos prazos ou apresentados em locais diversos dos estipulados neste edital.

11. ELIMINAÇÃO, DESEMPATE E CLASSIFICAÇÃO

11.1. Será eliminado do processo seletivo, o candidato que:

a) Durante a realização das provas, for surpreendido em qualquer tipo de comunicação com outras pessoas, verbalmente ou por escrito;

b) Durante a realização das provas, estiver portando ou utilizando qualquer tipo de equipamento eletrônico, destinado à transmissão, à recepção ou ao armazenamento de dados, imagens ou voz, salvo casos expressamente autorizados pela organização responsável pelo concurso;

c) Durante a realização das provas, utilizar-se de livros, códigos, manuais, impressos, anotações e qualquer outro recurso não previsto neste edital;

d) Faltar a Prova Escrita-Objetiva e/ou Prova Prática;

e) Obtiver nota inferior a 60 (sessenta) pontos na prova escrita-objetiva;

f) Obtiver nota inferior a 60 (sessenta) pontos na prova prática de LIBRAS;

g) Mesmo que com nota igual ou superior a 60 (sessenta) pontos não esteja incluído no contingente dos convocados para a segunda e/ou para a fase suplementar do processo seletivo, conforme descrito no item 6.12;

h) Afastar-se das salas de provas durante sua realização, sem autorização ou desacompanhado do fiscal;

i) Utilizar-se de expediente ilícito para inscrição ou para a realização das provas;

j) Perturbar, de qualquer modo, a ordem dos trabalhos;

11.2. Exceto para os cargos de Coordenador de Curso - Tradutor Intérprete de Libras e Professor de Educação Profissional - Técnica de Linguagem de Sinais, o argumento de classificação será a média ponderada da pontuação obtida na 1ª etapa (Prova Escrita Objetiva), com peso 08 (oito) e da 2ª etapa (Análise de Títulos e Comprovação de Experiência), com peso 02 (dois).

11.3. Para os cargos Coordenador de Curso - Tradutor Intérprete de Libras e Professor de Educação Profissional - Técnicas de Linguagem de Sinais, o argumento de classificação será a média ponderada da pontuação obtida na 1ª Etapa (Prova Escrita Objetiva), com peso 06 (seis), na 2ª Etapa (Análise de Títulos e Comprovação de Experiência), com peso 02 (dois) e a Prova Prática de LIBRAS com peso 02 (dois).

11.4. A relação nominal dos aprovados será emitida por ordem decrescente de argumento de classificação por função/lotação, discriminando as pontuações em todas as etapas do processo.

11.5. Havendo empate na classificação final por função/lotação serão aplicados, sucessivamente, os critérios a seguir:

a) maior nota na prova escrita-objetiva ;

b) maior nota na Análise de Títulos e Comprovação de Experiência;

c) maior número de acertos nas questões de língua portuguesa da prova escrita-objetiva;

d) maior nota na prova prática, se for o caso.

11.5.1 Fica assegurado aos candidatos que tiverem idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos, nos termos do art. 27, da Lei Federal nº 10.741/2003 (Estatuto do Idoso), a idade mais avançada como primeiro critério para desempate, sucedido dos outros previstos no subitem anterior.

11.6. Persistindo o empate, depois de aplicado os critérios descritos no item anterior, a solução se dará em favor do candidato mais idoso.

12. RESULTADO

12.1. A homologação do resultado da seleção será publicada no Diário Oficial do Estado, através de Portaria Conjunta SAD/SEE, em ordem decrescente do argumento de classificação final por função/Lotação.

13. CONTRATAÇÃO

13.1. O candidato aprovado em todas as fases da seleção e classificado dentro do número previsto de vagas para a função/lotação à qual concorreu, será convocado para assumir a função, se atendidas as seguintes condições, a serem comprovadas no ato da contratação:

a) Ser brasileiro nato ou naturalizado;

b) Comprovar sua regularidade eleitoral, apresentando Certidão de Regularidade emitida pelo Tribunal Regional Eleitoral de jurisdição de seu local de votação;

c) Apresentar Certificado de Reservista, em caso de candidato do sexo masculino;

d) Estar apto física e mental para o exercício das atribuições da função;

e) Cumprir as determinações deste edital;

f) Não acumular função, empregos ou cargo público, em qualquer esfera de Governo ou em qualquer Poder, salvo nos casos constitucionalmente permitidos;

g) Não estar cumprindo o prazo de interstício de 02 anos de afastamento do Estado por ter prestado serviços através de contrato temporário, conforme Lei nº 10.954/93 e suas alterações.

13.2. O candidato habilitado e classificado conforme as normas deste edital será convocado para contratação por telegrama ou carta expedida com "Aviso de Recebimento", sendo o expediente encaminhado unicamente para o endereço constante no Requerimento de Inscrição e ficando o convocado obrigado a declarar a aceitação ou não da contratação para a função.

13.3. O não pronunciamento do interessado no prazo estipulado na convocação será interpretado como desistência da vaga, permitindo à SEE-PE, conforme previsto em Lei, excluí-lo da seleção.

13.4. No caso de mudança de domicílio, na vigência do prazo de validade da Seleção, o candidato aprovado tem a obrigação de informar o novo endereço à Secretaria de Educação do Estado de Pernambuco, sem o que a Instituição se exime da responsabilidade pela perda da vaga ocasionada pelo fato de não conseguir contato com o mesmo.

13.5. Os candidatos aprovados serão contratados por um prazo de até 24 (vinte e quatro) meses prorrogável por igual período, observado, estritamente, o número de vagas por função/lotação e a ordem de classificação, respeitando as disposições previstas na Lei nº 10.954/93 e suas alterações.

13.6. A rescisão do contrato, por iniciativa do contratado, deverá ser comunicada, por escrito, à SEE com antecedência de no mínimo 30 (trinta) dias, para que o serviço não tenha prejuízo à sua regular prestação. Neste caso, poderá ser convocado o próximo candidato da lista de classificados.

13.7. As contratações poderão ser rescindidas, a qualquer tempo, quando conveniente ao interesse público; verificada a inexatidão ou irregularidade nas informações prestadas durante o processo seletivo; constatada falta funcional; verificada a ausência de idoneidade moral, assiduidade, disciplina, eficiência e/ou aptidão para o exercício da função; ou quando cessadas as razões que lhe deram origem.

13.8. As despesas decorrentes de eventuais deslocamentos e hospedagem, durante a seleção ou em virtude de eventual contratação correrão a conta do candidato.

13.9. O candidato contratado exercerá suas atividades compatíveis com a função para a qual se candidatou, não sendo permitidos, em hipótese alguma, pedidos de remanejamento.

13.10. A contratação estará condicionada à disponibilidade orçamentária e financeira da SEE e à formação de turmas.

14. DISPOSIÇÕES FINAIS

14.1. Nenhum candidato poderá alegar o desconhecimento do teor deste edital ou de qualquer comunicado posterior e regularmente divulgado, vinculados ao certame, ou utilizar-se de artifícios de forma a prejudicar o processo seletivo simplificado.

14.2. A inscrição implicará aceitação das normas do presente processo de seleção contidas neste edital e em outros instrumentos normativos e comunicados que vierem a surgir.

14.3. Todos os horários previstos neste edital correspondem ao horário oficial do Estado de Pernambuco, válidos para Recife.

14.4. O candidato aprovado e classificado que não atender à convocação para a sua contratação, no prazo máximo de 03 (três) dias úteis, portando documentos necessários para a comprovação das exigências para a contratação ou para o exercício profissional, será considerado desistente, sendo automaticamente excluído do processo seletivo simplificado.

14.5. O prazo de validade da seleção será de 01 (um) ano, a contar da data de homologação do resultado final na imprensa oficial, podendo ser renovado por igual período, respeitadas as disposições previstas na Lei no 10.954/93.

14.6. Não será fornecido ao candidato documento comprobatório de classificação ou aprovação no presente processo seletivo simplificado, valendo, para esse fim, a publicação no Diário Oficial do Estado de Pernambuco.

14.7. O candidato deverá manter atualizado seu endereço, se classificado, sendo de sua inteira responsabilidade os prejuízos decorrentes da não atualização deste.

14.8. Se, a qualquer tempo, for identificada inexatidão nas informações, falsidade nas declarações ou quaisquer irregularidades nos documentos, o candidato será eliminado do processo seletivo, sem prejuízo das sanções penais cabíveis.

14.9. Será eliminado da Seleção Simplificada o candidato que não apresentar os requisitos mínimos exigidos para exercício da função.

14.10. É de inteira responsabilidade do candidato o conhecimento do dia, horário e local de apresentação para a realização das provas e dos exames em todas as etapas do processo seletivo, conforme divulgado no site www.fadurpe.com.br.

14.11. Não haverá, sob nenhum pretexto, segunda chamada para nenhuma das Etapas ou da fase constantes desta Seleção.

14.12. Os casos omissos serão analisados e deliberados pela Comissão Coordenadora.

Apêndice I

QUADROS DE VAGAS - Distribuição de vagas por função/lotação

Legenda:

VNP - VAGAS PARA NÃO PORTADORES DE DEFICIÊNCIA

VPD - VAGAS RESERVADAS PARA PORTADORES DE DEFICIÊNCIA

TOT - TOTAL DE VAGAS

a) COORDENADOR DE CURSO TÉCNICO:

FUNÇÕES/LOTAÇÃO

R
E
C
I
F
E

J
A
B
O
A
T
Ã
O

E
S
C
A
D
A

P
A
L
M
A
R
E
S

C
A
R
P
I
N
A

T
I
M
B
A
Ú
B
A

G
O
I
A
N
A

B
O
M
 
J
A
R
D
I
M

L
I
M
O
E
I
R
O
 

S
U
R
U
B
I
M

S
E
R
T
Ã
N
I
A

S
E
R
R
A
 
T
A
L
H
A
D
A

C
A
B
O
 
S
T
O
 
A
G
O
S
T
I
N
H
O

S.
J
O
S
É
 
C
O
R
O
A
 
G
R
A
N
D
E

R
I
O
 
F
O
R
M
O
S
O

S
E
R
I
N
H
A
E
M

VAGAS

Comunicação Visual

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Design de Interiores

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mecatrônica

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Química Industrial

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Edificações

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Inspeção de Equipamentos Industriais

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Análises Clínicas

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Agente Comunitário de Saúde

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Enfermagem

1

 

 

 

 

 

 

 

1

 

 

 

 

 

 

 

Prótese Dentária

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Saúde Bucal

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Segurança do Trabalho

1

 

1

1

 

 

 

 

 

 

 

1

 

 

 

 

Tradutor Intérprete de Libras

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Programação de Jogos Digitais

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Guia de Turismo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1

1

 

1

Hospedagem

 

 

 

 

 

 

1

 

 

 

 

 

 

 

1

 

Agropecuária

 

 

1

1

 

 

 

1

 

 

1

1

 

 

 

 

Comércio

 

 

 

1

1

1

 

1

 

1

 

 

 

 

 

 

Meio Ambiente

 

 

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Logística

1

1

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Informática

1

1

 

 

1

1

1

 

1

 

1

 

 

 

 

 

Vestuário

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1

 

 

 

 

 

 

B) COORDENADOR DE INTEGRAÇÃO EMPRESA-ESCOLA

RECIFE

J
A
B
O
A
T
Ã
O

E
S
C
A
D
A

P
A
L
M
A
R
E
S

C
A
R
P
I
N
A

T
I
M
A
B
Ú
B
A

G
O
I
A
N
A

B
O
M
 
J
A
R
D
I
M

L
I
M
O
E
I
R
O

S
U
R
U
B
I
M

S
E
R
T
A
N
I
A

S
E
R
R
A
 
T
A
L
H
A
D
A

C
A
B
O
 
D
E
 
S
A
N
T
O
 
A
G
O
S
T

N
H
O

S
Ã
O
 
J
O
S
É
 
D
A
 
C
O
R
O
A
 
G
R
A
N
D
E

S
I
R
I
N
H
A
É
M

VNP

VPD

TOT

TOTAL DE VAGAS

2

1

3

1

1

1

1

1

1

1

1

1

1

1

1

1

1

C) COORDENADOR DE ENSINO A DISTÂNCIA

COORDENADOR DE ENSINO A DISTÂNCIA

LOTAÇÃO

VAGAS

VNP

VPD

TOT

RECIFE

1

1

2

D) ANALISTA DE OBRAS E ANALISTA DE PROJETOS

ANALISTA DE OBRAS E ANALISTA DE PROJETOS

FUNÇÕES/LOTAÇÃO

RMR RECIFE

GRE BARREIROS

GRE VITÓRIA

GRE LIMOEIRO

GRE PALMARES

ANALISTA DE OBRAS/ANALISTA DE PROJETO

VNP

VPD

TOT

VNP

VPD

TOT

VNP

VPD

TOT

VNP

VPD

TOT

VNP

VPD

TOT

CARGOS

Engenheiro Civil

5

1

6

1

 

1

1

 

1

1

 

1

1

 

1

Engenheiro Eletricista

1

1

2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Engenheiro Civil/Calculista Estrutural

1

 

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Engenheiro Civil/Orçamentista

2

1

3

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Arquiteto

2

1

3

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ANALISTA DE OBRAS/ANALISTA DE PROJETO RMR CARUARUGRE AFOGADOS GRE FLORESTAGRE PETROLINA GRE ARARIPINA
VNPVPDTOTVNPVPDTOTVNPVPDTOTVNPVPDTOTVNPVPDTOT
CARGOSEngenheiro Civil1 11 11 11 11 1
Engenheiro Eletricista               
Engenheiro Civil/Calculista Estrutural               
Engenheiro Civil/Orçamentista               
Arquiteto               

E) ASSISTENTE DE LABORATÓRIO PROFISSIONAL

FUNÇÃO/LOTAÇÃO

R
E
C
I
F
E

J
A
B
O
A
T
A
O

E
S
C
A
D
A

P
A
L
M
A
R
E
S

C
A
R
P
I
N
A

T
I
M
B
A
Ú
B
A

G
O
I
A
N
A

B
O
M
 
J
A
R
D
I
M

L
I
M
O
E
I
R
O

S
U
R
U
B
I
M

S
E
R
T
A
N
I
A

S
E
R
R
A
 
T
A
L
H
A
D
A

C
A
B
O
 
S
T
O
 
A
G
O
S
T
I
N
H
O

S.
J
O
S
É
 
C
O
R
O
A
 
G
R
A
N
D
E

R
I
O
 
F
O
R
M
O
S
O

S
I
R
I
N
H
A
E
M

VAGAS

Química Industrial

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Bioquímica

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Microbiologia

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Design Interiores

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comunicação Visual

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Edificações (Canteiro de Obras)

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Eletrônica

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Redes de Telemática

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Metrologia

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Hidráulica

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pneumática

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Corte e Solda

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Usinagem

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Controle Numérico

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Inspeção de Equipamentos

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Análises Clínicas

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Prótese Dentária

2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Enfermagem

2

 

 

 

 

 

 

 

1

 

 

1

 

 

 

 

Saúde Bucal

1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Segurança do Trabalho1 1        1    
Agricultura           1    
Combate a Incêndio   1            
Agropecuária   1            
Veterinária       1        
Comércio    11 1 1      
Hospedagem      1         
Vestuário         1      
Agropecuária          1     
Logística 1              

F) ASSISTENTE DE LABORATÓRIO DE INFORMÁTICA

Assistente de Laboratório de Informática

LOTAÇÃO

VAGAS

VNP

VPD

TOT

RECIFE

5

1

6

JABOATÃO

1

1

2

ESCADA

1

1

2

PALMARES

2

1

3

CARPINA

1

1

2

TIMABÚBA

1

1

2

GOIANA

1

1

2

BOM JARDIM

1

 

1

LIMOEIRO

1

1

2

SURUBIM

1

1

2

SERTÂNIA

1

1

2

SERRA TALHADA

2

1

3

G) PROFESSOR DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

Funções/Lotação

RECIFE

JABOATÃO

ESCADA

PALMARES

CARPINA

TIMBAÚBA

GOIANA

BOM JARDIM

V
N
P

V
P
D

T
O
T

V
N
P

V
P
D

T
O
T

V
N
P

V
P
D

T
O
T

V
N
P

V
P
D

T
O
T

V
N
P

V
P
D

T
O
T

V
N
P

V
P
D

T
O
T

V
N
P

V
P
D

T
O
T

V
N
P

V
P
D

T
O
T

Modelagem e Produção Industrial

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Design e Comunicação

23

1

24

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Eletroeletrônica e Instrumentação Industrial

23

1

24

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Química Industrial

14

1

15

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Projetos e Tecnologia da Construção

9

1

10

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Técnicas Laboratoriais Analíticas

5

1

6

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Segurança, Tecnologias e Riscos

15

1

16

 

 

 

8

1

9

11

1

12

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Saúde Bucal e Prótese Dentária

6

1

7

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Técnicas de Linguagem de Sinais

7

1

8

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Saúde e Enfermagem

15

1

16

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ciências Agrárias e Engenharia Agrícola

 

 

 

 

 

 

3

1

4

3

1

4

 

 

 

 

 

 

 

 

 

4

1

5

Produção Animal

 

 

 

 

 

 

1

 

1

1

1

2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1

 

1

Administração, Organização Empresarial, Logística e Comércio

15

1

16

7

1

8

8

1

9

9

1

10

7

1

8

7

1

8

 

 

 

8

1

9

Gestão e Projetos Ambientais

 

 

 

 

 

 

5

1

6

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comunicação, Processamento de Dados e Informação

13

1

14

7

1

8

 

 

 

 

 

 

7

1

8

7

1

8

7

1

8

 

 

 

Hospedagem e Turismo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

7

1

8

 

 

 

 

Cargos

L
I
M
O
E
I
R
O

S
U
R
U
B
I
M

S
E
R
T
A
N
I
A

S
E
R
R
A
 
T
A
L
H
A
D
A

C
A
B
O
 
S
T
O
 
A
G
O
S
T
I
N
H
O

S.
J
O
S
É
 
C
O
R
O
A
 
G
R
A
N
D
E

R
I
O
 
F
O
R
M
O
S
O

S
E
R
I
N
H
A
E
M

V
N
P

V
P
D

T
O
T

V
N
P
V
P
D
T
O
T
V
N
P
V
P
D
T
O
T
V
N
P
V
P
D
T
O
T
V
N
P
V
P
D
T
O
T
V
N
P
V
P
D
T
O
T
V
N
P
V
P
D
T
O
T
V
N
P
V
P
D
T
O
T

Modelagem e Produção Industrial

 

 

 

7

1

8

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Design e Comunicação

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Eletroeletrônica e Instrumentação Industrial

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Química Industrial

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Projetos e Tecnologia da Construção

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Técnicas Laboratoriais Analíticas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Segurança, Tecnologias e Riscos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

13

1

14

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Saúde Bucal e Prótese Dentária

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Técnicas de Linguagem de Sinais

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Saúde e Enfermagem

7

1

8

 

 

 

 

 

 

13

1

14

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ciências Agrárias e Engenharia Agrícola

 

 

 

 

 

 

7

1

8

4

1

5

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Produção Animal

 

 

 

 

 

 

1

 

1

1

1

2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Administração, Organização Empresarial, Logística e Comércio

 

 

 

7

1

8

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Gestão e Projetos Ambientais

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comunicação, Processamento de Dados e Informação

7

1

8

 

 

 

7

1

8

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Hospedagem e Turismo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

3

1

4

1

1

2

1

1

2

1

1

2

Apêndice II CRONOGRAMA DA SELEÇÃO

EVENTO

DATA/PERÍODO

Período de inscrição dos candidatos

02/12/2009 a 15/12/2010

Confirmação da inscrição

29/12/2009 a 04/01/2010

Emissão dos cartões de inscrição

06/01/2010 a 08/01/2010

Realização das provas escritas-objetivas

10/01/2010

Divulgação dos gabaritos das provas escritas-objetivas

11/01/2010

Período de recebimento de recursos quanto ao gabarito das provas escritas-objetivas

12 e 13/01/2010

Resultado dos recursos quanto aos gabaritos das provas escritas-objetivas

18/01/2010

Divulgação dos resultados das provas escritas-objetivas. Convocação para a Avaliação de Títulos e Comprovação de Experiência. Convocação para Prova Prática (LIBRAS)

18/01/2010

Recebimento dos títulos e documentação comprobatória da experiência profissional (Segunda Etapa)

20 e 21/01/2010

Prova Prática (Etapa Suplementar)

24 e 25/01/2010

Divulgação do resultado da Prova Prática

27/01/2010

Divulgação do resultado da avaliação de títulos e comprovação de experiência profissional.

29/01/2010

Recursos da Avaliação de Títulos e Comprovação de Experiência Profissional. Recurso quanto ao resultado da Prova Prática.

01/02/2010

Divulgação do resultado final da Avaliação de Títulos e da Experiência Profissional. Divulgação do resultado final da Prova Prática. Divulgação do resultado final do Processo Seletivo.

06/02/2010

Apêndice III

PROTOCOLO DE ENTREGA DE DOCUMENTOS PARA ANÁLISE CURRICULAR E EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

Declaro para todos os devidos fins que estou de acordo com as normas definidas pela Portaria Conjunta SAD/SEE nº 135, de 30 de novembro de 2009, e que entrego nesta data a documentação requerida para a Análise de Título e Experiência Profissional, conforme exigências contidas nos itens 8 e 9 do edital do Anexo Único, da referida Portaria.

RELAÇÃO DE DOCUMENTOS

FOLHAS

01

 

 

 

02

 

 

 

03

 

 

 

04

 

 

 

05

 

 

 

06

 

 

 

07

 

 

 

08

 

 

 

09

 

 

 

10

 

 

 

TOTAL DE FOLHAS RUBRICADAS

 

Recife, ______ de _______ de 2010.

_____________________
Assinatura do Candidato

OBSERVAÇÃO:

O candidato deverá imprimir este protocolo de entrega da documentação em 02 (duas) vias, para ser apresentado ao responsável pela recepção dos documentos.

1ª via/Controle da Fundação Apolônio Salles ;

2ª via/Recibo de entrega

Apêndice IV

SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA SAD/SEE - 2009

FORMULÁRIO PARA RECURSO

Nome do candidato:

Nº de Inscrição:

Ao Presidente da Comissão Coordenadora da Seleção. Na qualidade de candidato ao processo seletivo de contratação temporária da Portaria SAD/SEE nº 135/2009, para a Função de ____________________, solicito a revisão de minha pontuação na ___Etapa , sob os seguintes argumentos:

 

 

 

 

Recife, ____ de ___________ de 2010.

____________________
Assinatura do Candidato

Atenção:

1. Preencher o recurso com letra legível.

2. Apresentar argumentações claras e concisas.

3. Preencher o recurso em 02 (duas) vias, das quais 01 (uma) será retida e outra permanecerá com o candidato, sendo atestada a entrega.

Apêndice V

LOCAIS DE ENTREGA DE DOCUMENTAÇÃO PARA ANÁLISE CURRICULAR E EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

Gerência de Educação

Endereço

GRE RECIFE NORTE

Rua Coelho Leite, 80, Santo Amaro - Recife - PE ,

GRE METROPOLITANA SUL RECIFE

Rua Acadêmico Hélio Ramos, 500, Cidade Universitária - Recife - PE

GRE MATA NORTE

Rua Coelho Neto, s/n, Nazaré da Mata - PE

GRE DA MATA CENTRO

Rua Dr. José Augusto, s/n, Matriz de Santo Antônio Vitória de Santo Antão - PE

GRE DA MATA SUL

Av. Clementino de Melo, s/n, Vila da COHAB - Bairro São José Palmares - PE

GRE DO LITORAL SUL

Av. Presidente Kennedy, s/n, Centro - Barreiros - PE

GRE DO VALE DO CAPIBARIBE

Av. Jerônimo Heráclio, 359, Limoeiro - PE

GRE DO SERTÃO DO MOXOTÓ

Rua Castro Alves, s/n, Centro - Arcoverde - PE

GRE DO SERTÃO DO ALTO DO PAJEÚ

Rua Arthur Padilha, s/n, Centro - Afogados da Ingazeira - PE

GRE DO SERTÃO SUBMÉDIO SÃO FRANCISCO

Av. Deputado Audomar Ferraz, 65, Centro - Floresta - PE

GRE DO SERTÃO DO MÉDIO SÃO FRANCISCO

Av. Monsenhor Ângelo Sampaio, s/n, Areia Branca - Petrolina - PE

GRE DO SERTÃO DO ARARIPE

Rua Josafá, s/n, BR 36, KM 21 - Araripina - PE

Apêndice VI

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS PROVAS ESCRITAS

OBJETIVAS

1. FUNÇÕES DE NÍVEL SUPERIOR (Coordenador de Integração Escola Empresa, Coordenador de Educação a Distância, Coordenador de Curso Técnico, Professor de Ensino Profissional, Analista de Obras e Analista de Projetos )

a) Primeira Parte - Conhecimentos Gerais (para todas as Funções):

Português

Análise e interpretação de textos extraídos de fontes variadas; O texto e a função que desempenha (referencial, expressiva, apelativa, poética, fática, metalingüística); Relações de intertextualidade, por exemplo, a fidelidade de paráfrases aos seus segmentos de origem e/ou o efeito argumentativo da citação. As relações lógico-discursivas (causalidade, temporalidade, conclusão, comparação, finalidade, oposição, condição, explicação, adição, entre outras) estabelecidas entre parágrafos, períodos ou orações. Relações de referenciação e substituição. Relações de sentido entre as palavras (sinonímia, antonímia, hiperonímia, hiponímia e partonímia). Efeitos de sentido pretendidos pelo uso de certos recursos lexicais e gramaticais. Usos metafóricos e metonímicos das palavras e expressões. Morfossintaxe, processos de formação de palavras, radicais, prefixos e sufixos. Colocação, regência e concordância nominal e verbal. Padrão escrito no nível culto: ortografia, acentuação gráfica, pontuação. Figuras de linguagem (pensamento, sintaxe e palavra).

Língua Inglesa

Leitura: compreensão e interpretação de textos extraídos de fontes variadas. Gramática contextualizada, abrangendo: Tempos verbais simples e compostos: forma afirmativa, negativa e interrogativa. Palavras e expressões indicadoras de freqüência. Verbos modais indicadores de: possibilidade, obrigação, permissão, pedidos, convites. Tempo imperativo: instruções. Palavras indicadoras de lugar, posição, direção e distância. Pronomes pessoais (retos e oblíquos), possessivos, demonstrativos, indefinidos e relativos. Verbos preposicionados (phrasal verbs). Adjetivos: comparativo de igualdade, superioridade e superlativo. O sufixo_ING com as funções de: substantivo, adjetivo e verbo. Marcadores de: adição, alternativa, contraste, causa, concessão, condição, conseqüência, resultado, enumeração, reforço, explicação, reformulação e conclusão. Voz passiva. Discurso direto e indireto.

Língua Espanhola

Compreensão de textos contemporâneos escritos, de nível intermediário, que abordem aspectos funcionais e científicos; Conhecimentos e usos linguísticos: artigos (definido e indefinido); substantivos (gênero, número e grau); pronomes (possessivos, interrogativos, exclamativos, indefinidos); verbos (conjugação dos verbos regulares e irregulares); adjetivos (gênero, número e grau); preposições e locuções prepositivas; advérbios e locuções adverbiais. Acentuação. Apócope. Numerais e vocabulário. Sinônimos e antônimos: palavras heterossemânticas, heterotônicas e heterogenéricas. A oração e seus elementos: período simples; período composto por coordenação; período composto por subordinação; período composto por coordenação e subordinação; Uso de muy e mucho.

Informática

Conceitos básicos de operação de microcomputadores. Noções básicas de operação de microcomputadores em rede local. Operação do sistema operacional Windows 2003 e XP: uso de arquivos, pastas e operações mais freqüentes, uso de aplicativos e ferramentas. Operação do editor de textos Word 2003: conceitos básicos; principais comandos aplicáveis ao texto; uso de tabelas, mala direta e ferramentas; impressão de documentos; compartilhamento de documentos; modelos, temas e estilos; editoração eletrônica; edição de múltiplos documentos. Operação da planilha Excel 2003: conceitos básicos; digitação e edição de dados; construção de fórmulas para cálculos de valores; criação de gráficos; formatação de dados e planilhas. Operação do Apresentador Power Point 2003: conceitos básicos; principais comandos aplicáveis às lâminas; modelos de apresentação; ferramentas diversas, temas e estilos. Noções gerais de utilização da Internet e suas ferramentas. Segurança da informação e procedimentos de segurança. Procedimentos de backup.

Raciocínio Lógico

Noções básicas de lógica: conectivos, tautologia e contradições, implicações e equivalências, afirmações e negações, silogismos. Estrutura lógica de relações entre pessoas, lugares, objetos e eventos. Dedução de novas informações a partir de outras apresentadas. Lógica da argumentação. Diagramas lógicos. Análise, interpretação e utilização de dados apresentados em tabelas e gráficos.

b) Segunda Parte - Conhecimentos Específicos: Coordenadores:

Coordenador de Integração Empresa-Escola

A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Gestão da Escola: do contexto ao perfil da equipe gestora. Dimensões e indicadores da qualidade da educação. Avaliação da escola: administração - gestão. poder, autoridade e participação. Noções de planejamento estratégico e gerenciamento de projetos. Legislação aplicável ao estágio, ao primeiro emprego e ao trabalhador da iniciativa privada. Avaliação de mercado e indicadores empresariais. Estrutura de Representação de Órgãos de Classe e Empresariais do Brasil e de Pernambuco. CNI e Sistema S. Legislação Nacional e Estadual (Pernambuco) aplicável ao ensino técnico profissionalizante.

Coordenador de Ensino a Distância

A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Gestão da Escola: do contexto ao perfil da equipe gestora. Dimensões e indicadores da qualidade da educação. Avaliação da escola: administração - gestão. poder, autoridade e participação. Fundamentos da Educação a Distância, mídias e ambientes virtuais. Legislação aplicável à Educação a Distância, Federal e Estadual (Pernambuco). Domínio da Ferramenta de Ambientes Virtuais de Aprendizagem - Moodle (Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment). Tecnologia aplicada à educação. A Universidade Aberta do Brasil e o ETEC.

Coordenador de Curso Técnico em Comunicação Visual

História das Artes Gráficas e do Design. Desenho técnico, desenho geométrico, desenho projetivo, desenho em perspectiva Isométrica, desenho em perspectiva cavaleira. Produção Gráfica: layout, arte final e plantas técnicas. Fundamentos da pré-impressão: reticulagem, resolução, encaixe de cores, ganho de ponto, provas de cor, maquinário. Impressão, impressoras, máquinas de embalar e acabamento. Processo e sistemas de impressão planográficos, relevográficos, encavográficos, permeográficos e digitais. Insumos: arte final, fotolito, CTP, cilindro, clichê, filme de recorte e tela. Máquinas de embalar e acabamento planas e contínuas, manuais e automáticas. Acabamentos gráficos e editoriais. Tecnologia e Design: software Corel Draw (versão 12) - comandos básicos.

Coordenador de Curso Técnico de Design de Interiores

A Historia da Arte: Arte na Pré-história, Arte na Idade Antiga, Arte na Idade Média, Arte na Idade Moderna, Arte no Brasil Colônia. Movimentos da vanguarda européia: Impressionismo, Expressionismo, Cubismo, Abstracionismo, Surrealismo e Dadaísmo. Modernismo Brasileiro. Finalidades Sociais da Arte: arte Engajada e arte Popular. Arte Contemporânea; o multiculturalismo e o inter-culturalismo na arte. Desenho técnico, desenho geométrico, desenho projetivo, desenho em perspectiva Isométrica, desenho em perspectiva cavaleira, desenho da observação. Fundamentos da linguagem visual: linha do horizonte, pontos de fugas, luz e sombra, enquadramento, texturas, proporção, profundidade, desenvolvimento da observação, percepção e apreensão por meio do desenho. A representação: formas e estruturas básicas. Composição, desenho de observação e de memória. Percepção das formas. Utilização de materiais e técnicas de desenho e de representação gráfica. Projeto de Ambientação; projeto e desenho de mobiliário. Representação gráfica, técnica e detalhamento dos elementos que compõe um projeto de ambientação. Montagem de estandes, vitrines, comunicação visual e marketing em ambientes comerciais. Noções técnicas de antropometria, luminotécnica, marcenaria, cor e revestimentos na decoração de ambientes comerciais. Materiais de revestimento e acabamento para ambiente. Tecnologia e processos de produção. Noções de custo, planilhas de custos e orçamentos. Estilos de mobiliário; Legislação e convenções de representação. Função dos diversos materiais de revestimento na ambientação. Principais materiais e suas aplicações. Revestimentos de pisos, revestimentos de parede, revestimento de teto. Cor no ambiente. Tratamentos das superfícies: tintas, tecidos, papel de parede. Iluminação (tipos e aplicações). Estilos básicos em decoração; Aplicação dos materiais adequados a cada estilo. Ecodesign: o design e a permacultura. Reciclagem. Sistema-Produto. Re-design do produto. Tecnologia e Design: software Corel Draw (versão 12) - comandos básicos.

Coordenador de Curso Técnico em Mecatrônica

Fundamentos de Eletrônica e Eletroeletrônica: Eletrostática, Fundamentos de Eletrodinâmica. Multímetro digital, Resistores, Pilhas e Baterias, Capacitores, Análise de Circuitos Resistivos em DC, Multímetro Analógico, Magnetismo e Eletromagnetismo, Análise de Circuito Série em CA, Estudo dos Semicondutores, Componentes Semicondutores, Circuitos típicos com componentes semicondutores. Conceito de máquinas elétricas e suas aplicações, Transformadores, Sistemas trifásicos, Motores de corrente contínua, Campo girante, Motor de corrente alternada, Partida de motores trifásicos de indução. Diagrama em blocos e princípio de funcionamento, Unidade de processamento, Entradas e saídas digitais, Entradas e saídas analógicas, Endereçamento de entrada /saída analógica /digital, Módulos de comunicação, Máquinas de estado finito, Modos básicos de programação (Ladder, lista de instruções e blocos de funções), Comunicação com o computador, Interface Homem máquina (IHM). Especificações técnicas e dimensionamento, Redes industriais: breve histórico e fundamentos, Principais padrões elétricos de interfaces seriais. Meios de Transmissão, Barramento de campo. Acionamento eletromecânico, Transistores, Transistores de potência para aplicação industrial. Amplificadores operacionais, Circuitos Eletrônicos Temporizados. Retificador Trifásico não controlado, Retificador trifásico semi-controlado e controlado. Fundamentos da instrumentação industrial, sistema de controle, sensores, transmissores, controladores.

Coordenador de Curso Técnico de Química industrial

Conceito de Saúde Pública e Saneamento. Ciclo da água na Biosfera. Eutrofização dos mananciais. Características físicas, químicas e biológicas das águas e esgotos. Padrões de Portabilidade. Significado sanitário dos parâmetros físico-químicos e biológicos. Tratamento de água: Aeração. Coagulação. Mistura rápida. Floculação. Sedimentação. Filtração. Desinfecção. Tratamentos de Esgotos: Características dos esgotos. Processo e grau de tratamentos. Remoção de sólidos grosseiros. Remoção de areia. Remoção de gorduras e sólidos flutuantes. Remoção de sólidos sedimentáveis. Digestão anaeróbica. Remoção de umidade do lodo. Processo de lodos ativados. Aeração prolongada. Filtros biológicos. Valos de oxidação. Lagoas de estabilização. Soluções: Dispersão - conceito e classificação; Solução - conceito e solução; Soluto e solvente; fatores que afetam a solubilidade das substâncias; concentração das soluções; diluição e mistura de soluções de mesmo soluto; mistura de soluções de solutos diferentes e titulação. Cinética Química: conceito de cinética química; velocidade das reações químicas; medidas da velocidade das reações químicas; medidas da velocidade de uma reação; teoria das colisões; fatores que influem na velocidade das reações; lei da ação das massas; ordem - molecularidade de uma reação catalisadora. Equilíbrio químico: conceito de equilíbrio; grau de equilíbrio; constante de equilíbrio; princípio de "Lê Chatelier"; equilíbrio iônico; grau de ionização - constante de ionização; lei de diluição de Ostwald; efeito de íon comum - equilíbrio iônico da água; constante de ionização dos ácidos e bases; hidrólise - solução tampão indicador ácido. Equilíbrio de dissolução; produto de solubilidade; lei da repartição. Oxidação e Redução: conceitos de oxidação e redução; número de oxidação; regras para o cálculo do número de oxidação; agentes oxidantes e redutores.

Coordenador de Curso Técnico de Edificações

Ciclo hidrológico. Água subterrânea. Barragens e reservatórios. Hidrometria. Projetos de condutos forçados e de condutos livres. Drenagem urbana. Aspectos econômicos no aproveitamento dos recursos hídricos. Sistemas de abastecimento e tratamento d'água. Sistemas de esgotos sanitários e tratamento. Solos - Classificação e propriedades. Fundações superficiais e profundas. Impermeabilização. Restauração de estruturas em elementos de concreto armado. Alvenaria: qualidade e defeitos. Revestimento de pisos e paredes, traços mais usados. Cobertas: tipos e materiais. Instalações: elétricas, hidrosanitárias, contra incêndio e telefônica. Organização de obras. Orçamento e cronograma. Canteiro de obras. Controle de qualidade na construção civil. Normas e métodos. Topografia, Planimetria e Altimetria.

Coordenador de Curso Técnico de Inspeção de Equipamentos Industriais

Velocidades de Corte e Avanço. Acionamento Eletro-Mecânico de Máquinas. Agente e tolerância. Iniciação ao controle numérico de máquinas ferramentas. Conceitos Fundamentais de Hidráulica. Fluidos Hidráulicos. Simbologia Normalizada. Bombas de Deslocamento Positivo. Válvulas de Controle de Fluxo. Válvulas de Controle de Pressão. Válvulas de Controle Direcional.. Atuadores Hidráulicos. Introdução à Pneumática. Produção de Ar Comprimido. Tratamento e Condicionamento de Ar Comprimido. Noções Preliminares de Técnicas de Inspeção. Ensaios não-destrutivos: Inspeção Visual e Iluminação. Ensaios Por Líquidos Penetrantes. Ensaios de Ultrassom. Ensaios destrutivos: Ensaio de Tração. Ensaios de Dureza. Ensaios de Impacto. Ensaios de Embutimento. Manutenção Industrial. Tipos de Manutenção. Planejamento da manutenção.

Coordenador de Curso Técnico de Análises Clínicas

Normas relacionadas à atividade laboratorial de biodiagnóstico. Técnica de lavagem das mãos. Procedimentos que requerem utilização de técnica asséptica. Normas básicas e protocolos de prevenção da infecção hospitalar; Manuseio, separação e descarte dos resíduos dos serviços de saúde. Coleta e triagem sanguínea. Conceitos e definições em Citologia. Métodos Imunológicos: imunofluorescência direta e indireta, reação de hemaglutinação, Elisa; reações antígeno-anticorpo; testes sorológicos: reações de aglutinação: grupo sanguíneo e fator Rh; testes imunológicos: proteína C reativa, fator reumatóide, prova do látex, Waaler Rose, reação de Widal e Paul - Bunnell, VDRL, B-HCG; turbidimetria e nefelometria (imunoglobulinas), imunoprofilaxia; imunodeficiência; doenças auto-imunes: DST e seus diagnósticos laboratoriais. Metodologias de dosagem hormonal: radioimunoensaio, quimioluminescência, e outros; dosagens hormonais: TSH, T3, T4, T3-livre, T4-livre, estradiol, FSH, LH, progesterona, prolactina, marcadores tumorais, PSA; testes de contato; soroterapias e imunização; hipersensibilidade e processos alérgicos. Leitura e Interpretação Gráfica dos resultados dos exames. Controle de Qualidade - interferências nos resultados. Equipamentos de análises clínicas, operação e procedimentos.

Coordenador de Curso Técnico de Agente Comunitário de Saúde

Legislação e organização do Sistema Único de Saúde (SUS) no Brasil. O Processo Saúde-Doença: influência das condições de vida, educação, cultura, lazer, emprego, moradia, saneamento e segurança. O papel da família na prevenção de doenças. Saúde da Criança: aspectos básicos do crescimento e desenvolvimento; aleitamento materno - benefícios; imunização (calendário de vacinas). Saúde da Mulher: cuidados básicos com a gravidez, o parto e puerpério; planejamento familiar; climatério; prevenção do câncer de mama e de colo uterino. Saúde do Idoso: doenças e agravos mais comuns; cuidados básicos. Saúde do Adolescente: aspectos educativos. Saneamento Básico. Prevenção de doenças transmissíveis: notificação; medidas domiciliares de prevenção. Saúde Bucal: cuidados básicos, escovação e alimentação. Atenção à pessoa portadora de deficiência e ao paciente de saúde mental: papel do Agente de Saúde. Animais domésticos: cuidados básicos para prevenção de zoonoses, em especial a raiva e a leishimaniose. Noções de Ética e Solução de Conflitos.

Coordenador de Curso Técnico de Enfermagem

Legislação da Saúde: Constituição Federal de 1988 (Título VIII - capítulo II - Seção II). Norma Operacional Básica do Sistema Único de Saúde - NOB­SUS/1996. Norma Operacional da Assistência à Saúde - NOAS - SUS/2001. Atuação do Técnico no atendimento à satisfação das necessidades básicas do paciente. Assistência da enfermagem no auxílio ao diagnóstico e tratamento: sinais vitais, coleta de material para exames, administração de medicamentos, curativos, sondagens. Atuação do técnico na assistência ventilatória: drenagem postural, nebulização, oxigenoterapia, aspiração de secreções. Assistência de enfermagem ao paciente em parada cardio-respiratória. Papel do técnico na prevenção e controle de infecção hospitalar. Métodos de esterilização.. Assistência de enfermagem em unidade cirúrgica: pré, trans e pós-operatório. Atuação do técnico nos programas de saúde: pré-natal, puericultura, imunização, hipertensão, diabetes, tuberculose, DST/AIDS, adolescentes, prevenção de câncer cérvico-uterino. Atuação do técnico no trabalho de parto e cuidados com o recém-nascido. Noções de Ética e Legislação que regulamentam o exercício profissional e os direitos do cliente.

Coordenador de Curso Técnico em Prótese Dentária

Biomateriais Metálicos, Cerâmica e Poliméricos: biomateriais, biometálicos biocerâmicos, pirolítico. Processos de polimerização, modificação das propriedades de biopolímeros. Resistência de polímeros termoplásticos. Degradação dos biopolímeros. Efeitos químicos de esterilização, mecânicos e do meio fisiológico. Estrutura e previsão de propriedades de biocompósitos. Aplicações de biocompósitos. Propriedades mecânicas, físicas e biológicas dos materiais dentários. Metodologias de ensaio com ênfase em aplicação em reabilitação oral, cor, materiais de moldagem. Prótese Parcial Fixa. Prótese Parcial Removível. Prótese Total.

Coordenador de Curso Técnico em Saúde Bucal

Anatomia e Fisiologia Bucal. Biossegurança Odontológica. Conduta Odontológica. Patologia Bucal. Queilites; neoplasias; métodos e técnicas de recuperação e controle das doenças bucais. Higiene Dental. Higienização da língua. Colutórios. Nutrição e dieta. Materiais, equipamentos e Instrumentais: materiais de dentística restauradora; materiais de odontopediatria; materiais de periodontia; materiais de endodontia; materiais de cirurgia. O Instrumental clínico nas diversas especialidades odontológicas; A Organização de bandejas na prática odontológica; Preparo do paciente na clínica odontológica.

Coordenador de Curso Técnico de Segurança do Trabalho

Higiene ocupacional: Identificação, avaliação e análise dos riscos ambientais. Conhecimentos gerais e técnicas de uso dos equipamentos utilizados nas mensurações dos agentes ambientais. Segurança do trabalho: causas, análise, custos, cadastro, comunicação e registro, investigação e estatística de acidentes. Equipamento de Proteção Individual e Coletiva (EPI e EPC). Inspeções de segurança. Prevenção e combate a incêndios: propriedades do fogo; classes, causas e métodos de extinção dos incêndios. Agentes e aparelhos extintores. Sistemas de prevenção e combate a incêndios. Treinamento e formação de brigadas de incêndios. Planos de emergência e auxilio mutuo. Medicina do trabalho: primeiros socorros; fisiologia humana; doenças ocupacionais. Eletricidade: fundamentos da eletricidade. Ergonomia: fundamentos da ergonomia, espaços de trabalho. Gestão de risco: estudo de riscos; análise de riscos; técnicas de análise de riscos; prevenção e controle de perdas. Legislação: Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho e Emprego; Normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), referentes aos assuntos do item no 1; Código de Segurança Contra Incêndio e Pânico (COSCIPE) do Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco; Legislação referente à responsabilidade civil e criminal em matéria de Segurança e Saúde no Trabalho; Legislação que rege as perícias da Justiça do Trabalho; OHSAS 18.001 - Sistema de Gestão de Saúde e Segurança Ocupacional; Legislação da Previdência Social aplicada ao Acidente do Trabalho.

Coordenador de Curso Técnico de Tradutor Interprete de LIBRAS

Estrutura Lingüística da LIBRAS. Educação Bilíngüe para surdos. Introdução à Gramática da LIBRAS. História da Educação de Surdos. Aquisição da LIBRAS pela Criança e pelo Adulto. O Intérprete: Código de Ética: atuação, regulamentação, o intérprete educacional, contraste entre a LIBRAS e Língua Portuguesa. Representação e alteridade. Identidade, Cultura e Comunidade Surda.

Coordenador de Curso Técnico de Programação de Jogos Digitais

Algoritmos. estruturas de dados e programas. Tipos abstratos de dados. Listas Lineares: especificação. Tipos de Listas. Operações. Implementação de Listas via Vetores. Implementação de Listas via Apontadores. Conceitos básicos e arquiteturas dos Sistemas Operacionais; Análise de aplicativos agregados aos Sistemas Operacionais. Automatização de tarefas do Sistema Operacional utilizando scripts. Exploração das características básicas dos Sistemas Operacional para solucionar problemas de desempenho, estabilidade e segurança nos mais diversos ambientes. Manipulação básica de processos. Compartilhamento de memória entre processos. Conceitos de banco de dados. Visão geral sobre sistema gerenciador de banco de dados; modelo de banco de dados; visão geral sobre banco de dados relacional; vantagens e desvantagens no uso de SGBDs; estruturas físicas e lógicas de banco de dados relacional; normalização; modelo entidade-relacionamento; aplicações práticas, padrões e extensões. Mecanismos de criptografia; assinatura e certificação digital; mecanismos de controle de acesso; mecanismos de certificação; Princípios básicos de segurança, Segurança física, Segurança lógica, Ameaças a segurança, Perfil dos atacantes, Problemas de segurança inerentes ao TCP/IP; Políticas de segurança. Técnicas de produção de imagens estáticas: Produção de imagens vetoriais 2D; Produção de imagens bitmaps 2D; Introdução a técnicas de representação gráfica tridimensional - perspectiva mongeana, axonométrica (com ênfase em isometria) e cônica. Técnicas de produção de imagens em movimento: Técnicas de observação e representação de movimento em imagens 2D.

Coordenador de Curso Técnico de Guia de Turismo

Técnicas de Comunicação: componentes essenciais da comunicação; aspectos gramaticais indispensáveis ao bom desempenho lingüístico, a norma e sua utilização pelo comunicador; linguagem oral e escrita/ linguagem coloquial e linguagem formal; estilo; funções do texto; coerência e coesão do texto; narração, descrição e dissertação; organização do pensamento e desenvolvimento da capacidade de expressão oral/escrita; organização do discurso e do pensamento; produção de textos; técnicas de elaboração de contratos e relatórios; gramática instrumental, redação técnica. Relações Interpessoais no Trabalho. Conflitos. Ética Profissional e Cidadania. Etiqueta social. Ecoturismo. Antropologia e Turismo Cultural. História Aplicada ao Turismo: Aspectos históricos do local e região - formação do povoamento e da sociedade: origem dos municípios; ciclos econômicos; fatos históricos relevantes locais/região que justifique a história atual; Atrativos turísticos. Geografia Aplicada ao Turismo. Infra-estrutura de apoio ao turismo: sistemas de transportes, educação, telecomunicação, segurança, equipamentos, médico-hospitalares e outros estabelecimentos de apoio. Infra-estrutura turística: equipamentos e serviços: meios e serviços de hospedagem; classificação oficial - EMBRATUR; classificação extra-oficial - guias turísticos (quatro rodas); meios e serviços de alimentação; serviços de entretenimento. Turismo de Negócios e de Lazer. Legislação aplicável ao Turismo, Federal e Estadual (Pernambuco). Plano Estadual de Turismo (Pernambuco). Atrativos Turísticos de Pernambuco: localização, características e facilidades.

Coordenador de Curso Técnico de Hospedagem

Técnicas de Comunicação. Relações Interpessoais no Trabalho. Fundamentos da Hotelaria: Histórico da Hotelaria. Conceitos e definições da atividade hoteleira; Conceitos e definições da demanda hoteleira; Conceitos e definições da oferta hoteleira; Conceitos e definições de hotel. Situação atual da atividade hoteleira: Situação atual e tendências da hotelaria. Tipos de meios de hospedagem. Classificação hoteleira: Necessidade e objetivos de classificação; Sistema de classificação; Matriz de classificação; Padrões comuns de classificação; Padrões diferenciados de classificação. Organizações ligadas a hotelaria: Funções das organizações; ABBTUR; ABIH; EMBRATUR. Legislação hoteleira: Legislação aplicada a hotelaria; Direitos dos hóspedes; Direitos dos funcionários. Redes de hotéis nacional e internacional: tipos de redes; Como nasce um hotel de rede; Vantagens e desvantagens das redes. Setores da hotelaria: hospedagem; Alimentos e Bebidas; Administrativo; Estrutura organizacional hoteleira (Lei Federal nº 11.771/2008). Gestão de Operações e Hospedagem. Administração Hoteleira. Rede Hoteleira de Pernambuco.

Coordenador de Curso Técnico de Agropecuária

Solo, horizontes e classificação. Fertilidade do solo, adubos e adubações. Colagem, classificação e controle das pragas e doenças. Ervas daninhas. Classificação e uso de herbicidas. Conceito e objetivos da agroecologia, desenvolvimento, integração biológica, agroecologia dos agroecossistemas tradicionais, os serviços ecológicos da biodiversidade, programas de desenvolvimento rural baseado na agroecologia e agroecologia dos sistemas em larga escala. Caracterização morfológica fisiológica e econômica do cultivo de culturas anuais. Propagação de culturas anuais. Tratos culturais das culturas anuais. Elaboração do Plano de colheita e pós-colheita. Estudo da relação animal com as diferentes adaptações domestica e compreensão do funcionamento da produção animal. Reprodução e melhoramento genético animal. Evolução e caracterização sócio-econômica. Manejo da criação. Nutrição Animal e forragens. Sanidade animal. Obtenção e preparo da produção. Evolução, situação e perspectivas da Avicultura, Piscicultura e Apicultura no Brasil. Manejo de Aves, Peixes e Abelhas. Noções de melhoramento genético. Instalações, e equipamentos. Prevenção, profilaxia e Biossegurança. Bioclimatologia aplicada à avicultura, Piscicultura e apicultura. Controle ambiental. Bovinocultura e Eqüinocultura. Noções de motores de combustão interna e sistemas de transmissão, combustíveis e lubrificantes; tração mecânica. Estudo dos fatores climáticos e sua relação com a planta. Cana-de-açúcar, vitivinicultura, caprino-ovinocultura e laticínios.

Coordenador de Curso Técnico de Comércio

Planejamento e controle (conceitos de planejamento, tipos de planejamento, componentes do planejamento, conceitos básicos de controle, cronogramas e orçamentos, fluxogramas e normas). Código Comercial Brasileiro, Código Tributário Estadual (Pernambuco) e Código Tributário Municipal (Recife). Organização e processos das empresas comerciais. Formulação e aplicação de estratégias de marketing, de armazenamento e distribuição física de produtos, de compra e venda e de pós-venda. Efeitos de preço, praça, ponto, produto ou serviço nas estratégias de vendas. Conceitos de patrimônio, faturamento, lucro bruto e lucro líquido, custos e despesas, margem de contribuição e outros relacionados com produtividade e lucratividade. Conceitos de concorrência, demanda, volumes de venda por loja ou por vendedor e outros relacionados com o desempenho empresarial. modelos de banco de dados sobre clientes, fornecedores, produtos. Legislação aplicável ao comércio atacadista e varejista, direitos do consumidor, contratos comerciais, normas de higiene e segurança. Modelagem e processos de precificação de bens e serviços. Conceitos básicos de matemática financeira (juros, descontos, prestações) e de planilhas de cálculos (Excel 2003).

Coordenador de Curso Técnico em Meio Ambiente

Ecologia e ecossistemas brasileiros. Ciclos biogeoquímicos. Noções de Meteorologia e Climatologia. Noções de Hidrologia. Noções de Geologia e Solos. Aspectos, Impactos e Riscos Ambientais do Serviço de Saneamento. Qualidade do ar, poluição atmosférica, controle de emissões. Aquecimento Global e Mecanismos de Desenvolvimento Limpo - MDL. Qualidade da água, poluição hídrica e tecnológicas de tratamento de águas e efluentes para descarte e/ou reuso. Qualidade do solo e da água subterrânea. Gerenciamento e tratamento de resíduos sólidos e da água subterrânea. Caracterização e recuperação de áreas degradadas, inclusive do solo e da água subterrânea. Legislação ambiental (leis, decretos, resoluções CONAMA): Sistema Nacional do Meio Ambiente - SISNAMA. Regulamentação para Estudos de Impacto Ambiental (EIA/RIMA). Processo de licenciamento ambiental. Lei Federal nº 9.605/98 e suas alterações. Lei Federal nº 9.985/00 e suas alterações. Lei Federal nº 9.433/97 e suas alterações. Noções de economia ambiental: benefícios da política ambiental. Avaliação do uso de recursos naturais. Política ambiental e desenvolvimento sustentável. Sistemas de gestão ambiental: requisitos de Sistema de Gestão Ambiental segundo a NBR-ISO 14001:2004. Avaliação de desempenho ambiental segundo a NBR-ISO 14031:2004. Noções de Gestão Integrada de Meio Ambiente, Saúde e Segurança Industrial. Meio ambiente e sociedade. Noções de valoração do dano ambiental.

Coordenador de Curso Técnico em Logística

Conceitos básicos de administração (as habilidades e funções do administrador). Princípios de organização (o processo de organizar, relações formais na organização, organogramas, a estrutura organizacional). Planejamento e controle (conceitos de planejamento, tipos de planejamento, componentes do planejamento, conceitos básicos de controle, cronogramas e orçamentos, fluxogramas e normas). Logística: evolução, fluxo logístico, ambiente seguro e integração logística. Normas de catalogação e identificação de produtos. Operação logística: cadeia de valor, inbound e outbound integrados, segurança e validade legal, logística reversa, canas de distribuição diretos e reversos, logística de bens de pós-vendas. Interação de meios de transportes, modais, legislações e tarifas aplicáveis. Logística de distribuição e controle de estoque. roteirização, gestão de riscos, composição de custos de frete e de negociação. Sistemas de comunicação para viabilizar processos e operações logísticas.

Coordenador de Curso Técnico em Informática

Historia da informática; tipos de computadores; bit e bytes; sistema de numeração; arquitetura do computador, hardware, software e peopleware; dispositivos de entrada/saída de dados; dispositivos de armazenamento de dados; processadores; tipos de softwares; Internet, browser, instalação e desinstalação de softwares e periféricos. Noções de Software Livre. Algoritmos. Estruturas de Dados e Programas. Tipos Abstratos de Dados. Listas Lineares. Conceitos básicos e arquiteturas dos Sistemas Operacionais; Análise de aplicativos agregados aos Sistemas Operacionais; Automatização de tarefas do Sistema Operacional utilizando scripts; Exploração das características básicas dos Sistemas Operacional para solucionar problemas de desempenho, estabilidade e segurança nos mais diversos ambientes; Manipulação básica de processos; Compartilhamento de memória entre processos. Conceitos de banco de dados; Visão geral sobre sistema gerenciador de banco de dados; modelo de banco de dados; visão geral sobre banco de dados relacional; vantagens e desvantagens no uso de SGBDs; estruturas físicas e lógicas de banco de dados relacional; normalização; modelo entidade-relacionamento; aplicações práticas, padrões e extensões. Conceitos de rede de computadores; Hardware de rede; software de rede; Arquitetura de rede; Topologias físicas e lógicas de redes; Protocolos de comunicação; Fundamentos dos principais equipamentos de rede; Hub: velocidades; limites de conexões e empilhamento; Pontes e switches: velocidade e segurança; roteadores: características, protocolos e configuração de redes Wireless. Tipos de mecanismos de segurança em redes de informação: mecanismos de criptografia; assinatura e certificação digital; mecanismos de controle de acesso; mecanismos de certificação; Princípios básicos de segurança, Segurança física, Segurança lógica, Ameaças a segurança, Perfil dos atacantes, Problemas de segurança inerentes ao TCP/IP; Políticas de segurança. Manutenção de microcomputador: Manutenção preventiva; manutenção corretiva; procedimentos e diagnósticos. Fonte de alimentação: funcionamento, medição de tensões, diagnósticos de defeitos. Placa Mãe: tipos, especificações, configuração, barramentos, diagnósticos de defeitos. Placas de Vídeo: tipos, configurações, principais defeitos. Disco Rígido: tipos, funcionamento e características construtivas, interfaces, formatação, criação de partição, instalação do sistema operacional, principais defeitos e recuperação de dados, Periféricos: teclado, mouse, placas de som e de rede e FaxModem. O leitor/gravador de discos ópticos.

Coordenador de Curso Técnico em Vestuário

Desenho Técnico: Estudo das Proporções humanas; Desenho da cabeça (olhos, boca e orelhas), tronco mãos e pés; Vestir a figura humana; Desenho técnico de Moda; Revisão histórica e conceitos; Textura e representação de materiais; Forma, estrutura e modulação; Proporção; Perspectiva Cônica: conceitos, elementos do sistema e métodos perspectivos; Estudo da cor: luz e sombra positiva e negativa, quente e fria, cores harmônicas e contrastantes; Desenho de objeto e seu contorno; Desenho de figura humana; Elementos básicos do croqui; Memorização e percepção. Modelagem básica: Conceitos de modelagem; Antropometria; Materiais e instrumentos; Etapas de modelagem; Normas técnicas da ABNT; Diagramas básicos; Alteração de medidas; Preparação dos moldes para corte; Controle de qualidade dos moldes; Ficha Técnica. Sistema de Confecção: Estrutura organizacional da indústria de confecção, etapas do processo produtivo da matéria prima ao produto acabado; Montagem e execução de peças do vestuário em máquinas industriais com diferentes tipos de acabamento; Seqüência operacional com o uso da ficha técnica. Tecnologia de Fibras e Fios: Principais fibras têxteis, naturais e químicas e suas características técnicas e qualitativas com avaliação de suas propriedades químicas e físicas; Processos de fiação e classificação dos fios; Tecelagem e malharia com suas respectivas características; A lei das etiquetas. Gestão de Produção: Conceitos gerais sobre gestão da produção; Evolução histórica da gestão da produção; Avaliação da produtividade - Conceito de sistema: entrada, processo e saída e indicadores de produtividade - produtos e serviços; Noções básicas de Layout das Instalações; Conceito e funções do planejamento, programação e do controle da produção e respectivos sistemas de gestão da produção; Gerenciamento da manutenção - conceitos básicos; Noções básicas de administração de recursos materiais.

PROFESSOR DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL:

Professor - Modelagem e Produção Industrial

Desenho Técnico: Estudo das Proporções humanas; Desenho da cabeça (olhos, boca e orelhas), tronco mãos e pés; Vestir a figura humana; Desenho técnico de Moda; Revisão histórica e conceitos; Textura e representação de materiais; Forma, estrutura e modulação; Proporção; Perspectiva Cônica: conceitos, elementos do sistema e métodos perspectivos; Estudo da cor: luz e sombra positiva e negativa, quente e fria, cores harmônicas e contrastantes; Desenho de objeto e seu contorno; Desenho de figura humana; Elementos básicos do croqui; Memorização e percepção. Modelagem básica: Conceitos de modelagem; Antropometria; Materiais e instrumentos; Etapas de modelagem; Normas técnicas da ABNT; Diagramas básicos; Alteração de medidas; Preparação dos moldes para corte; Controle de qualidade dos moldes; Ficha Técnica. Sistema de Confecção: Estrutura organizacional da indústria de confecção, etapas do processo produtivo da matéria prima ao produto acabado; Montagem e execução de peças do vestuário em máquinas industriais com diferentes tipos de acabamento; Seqüência operacional com o uso da ficha técnica. Tecnologia de Fibras e Fios: Principais fibras têxteis, naturais e químicas e suas características técnicas e qualitativas com avaliação de suas propriedades químicas e físicas; Processos de fiação e classificação dos fios; Tecelagem e malharia com suas respectivas características; A lei das etiquetas. Gestão de Produção: Conceitos gerais sobre gestão da produção; Evolução histórica da gestão da produção; Avaliação da produtividade. Produtos e serviços; Noções básicas de Layout das Instalações; Conceito e funções do planejamento, programação e do controle da produção e respectivos sistemas de gestão da produção; Gerenciamento da manutenção. Elementos da Gestão da Qualidade, Dimensões da qualidade, elementos do custo da qualidade, planejamento e controle da qualidade e ferramentas básicas do controle da qualidade.

Professor - Design e Comunicação Visual

A Historia da Arte: Arte na Pré-história, Arte na Idade Antiga, Arte na Idade Média, Arte na Idade Moderna, Arte no Brasil Colônia. Movimentos da vanguarda européia: Impressionismo, Expressionismo, Cubismo, Abstracionismo, Surrealismo e Dadaísmo. Modernismo Brasileiro. Finalidades Sociais da Arte: arte Engajada e arte Popular. Arte Contemporânea; o multiculturalismo e o inter-culturalismo na arte. Desenho técnico, desenho geométrico, desenho projetivo, desenho em perspectiva Isométrica, desenho em perspectiva cavaleira, desenho da observação. Fundamentos da linguagem visual: linha do horizonte, pontos de fugas, luz e sombra, enquadramento, texturas, proporção, profundidade, desenvolvimento da observação, percepção e apreensão por meio do desenho. A representação: formas e estruturas básicas. Composição, desenho de observação e de memória. Percepção das formas. Utilização de materiais e técnicas de desenho e de representação gráfica. Projeto de Ambientação; projeto e desenho de mobiliário. Representação gráfica, técnica e detalhamento dos elementos que compõe um projeto de ambientação. Montagem de estandes, vitrines, comunicação visual e marketing em ambientes comerciais. Noções técnicas de antropometria, luminotécnica, marcenaria, cor e revestimentos na decoração de ambientes comerciais. Materiais de revestimento e acabamento para ambiente. Tecnologia e processos de produção. Noções de custo, planilhas de custos e orçamentos. Estilos de mobiliário; Legislação e convenções de representação. Função dos diversos materiais de revestimento na ambientação. Principais materiais e suas aplicações. Revestimentos de pisos, revestimentos de parede, revestimento de teto. Cor no ambiente. Tratamentos das superfícies: tintas, tecidos, papel de parede. Iluminação (tipos e aplicações). Estilos básicos em decoração; Aplicação dos materiais adequados a cada estilo. Ecodesign: o design e a permacultura. Reciclagem. Sistema-Produto. Re-design do produto. Tecnologia e Design: software Corel Draw (versão 12) - comandos básicos.

Professor - Eletroeletrônica e Instrumentação Industrial

Velocidades de Corte e Avanço. Acionamento Eletro-Mecânico de Máquinas. Agente e tolerância. Iniciação ao controle numérico de máquinas ferramentas. Conceitos Fundamentais de Hidráulica. Fluidos Hidráulicos. Simbologia Normalizada. Bombas de Deslocamento Positivo. Válvulas de Controle de Fluxo. Válvulas de Controle de Pressão. Válvulas de Controle Direcional.. Atuadores Hidráulicos. Introdução à Pneumática. Produção de Ar Comprimido. Tratamento e Condicionamento de Ar Comprimido. Noções Preliminares de Técnicas de Inspeção. Ensaios não-destrutivos: Inspeção Visual e Iluminação. Ensaios Por Líquidos Penetrantes. Ensaios de Ultrassom. Ensaios destrutivos: Ensaio de Tração. Ensaios de Dureza. Ensaios de Impacto. Ensaios de Embutimento. Manutenção Industrial: Tipos de Manutenção e Planejamento da manutenção. Fundamentos de Eletrônica. Conceito de máquinas elétricas e suas aplicações. Transformadores. Sistemas trifásicos. Motores de corrente contínua. Campo girante. Motor de corrente alternada. Partida de motores trifásicos de indução. Diagrama em blocos e princípio de funcionamento. Unidade de processamento. Entradas e saídas digitais. Entradas e saídas analógicas. Endereçamento de entrada/saída analógica /digital. Módulos de comunicação. Máquinas de estado finito. Modos básicos de programação (Ladder, lista de instruções e blocos de funções). Comunicação com o computador. Interface Homem máquina (IHM). Especificações técnicas e dimensionamento. Redes industriais: breve histórico e fundamentos. Principais padrões elétricos de interfaces seriais. Meios de Transmissão. Barramento de campo. Acionamento eletromecânico.Transistores. Transistores de potência para aplicação industrial. Amplificadores operacionais. Circuitos Eletrônicos Temporizados. Retificador Trifásico não controlado. Retificador trifásico semi-controlado e controlado. Fundamentos da instrumentação industrial. Sistema de controle. Sensores. Transmissores. Controladores.

Professor - Química Industrial

Conceito de Saúde Pública e Saneamento. Ciclo da água na Biosfera. Eutrofização dos mananciais. Características físicas, químicas e biológicas das águas e esgotos. Padrões de Portabilidade. Significado sanitário dos parâmetros físico-químicos e biológicos. Tratamento de água: Aeração. Coagulação. Mistura rápida. Floculação. Sedimentação. Filtração. Desinfecção. Tratamentos de Esgotos: Características dos esgotos. Processo e grau de tratamentos. Remoção de sólidos grosseiros. Remoção de areia. Remoção de gorduras e sólidos flutuantes. Remoção de sólidos sedimentáveis. Digestão anaeróbica. Remoção de umidade do lodo. Processo de lodos ativados. Aeração prolongada. Filtros biológicos. Valos de oxidação. Lagoas de estabilização. Soluções: Dispersão - conceito e classificação; Solução - conceito e solução; Soluto e solvente; fatores que afetam a solubilidade das substâncias; concentração das soluções; diluição e mistura de soluções de mesmo soluto; mistura de soluções de solutos diferentes e titulação. Cinética Química: conceito de cinética química; velocidade das reações químicas; medidas da velocidade das reações químicas; medidas da velocidade de uma reação; teoria das colisões; fatores que influem na velocidade das reações; lei da ação das massas; ordem - molecularidade de uma reação catalisadora. Equilíbrio químico: conceito de equilíbrio; grau de equilíbrio; constante de equilíbrio; princípio de "Lê Chatelier"; equilíbrio iônico; grau de ionização - constante de ionização; lei de diluição de Ostwald; efeito de íon comum - equilíbrio iônico da água; constante de ionização dos ácidos e bases; hidrólise - solução tampão indicador ácido. Equilíbrio de dissolução; produto de solubilidade; lei da repartição. Oxidação e Redução: conceitos de oxidação e redução; número de oxidação; regras para o cálculo do número de oxidação; agentes oxidantes e redutores.

Professor - Projetos e Tecnologia da Construção

Ciclo hidrológico. Água subterrânea. Barragens e reservatórios. Hidrometria. Projetos de condutos forçados e de condutos livres. Drenagem urbana. Aspectos econômicos no aproveitamento dos recursos hídricos. Sistemas de abastecimento e tratamento d'água. Sistemas de esgotos sanitários e tratamento. Solos - Classificação e propriedades. Fundações superficiais e profundas. Impermeabilização. Avaliação e Qualidade de Edifícios. Construção Sustentável. Durabilidade dos Materiais. Processamento de Materiais Compósitos. Compósitos e Materiais Estruturais. Impermeabilização. Restauração de estruturas em elementos de concreto armado. Alvenaria: qualidade e defeitos. Revestimento de pisos e paredes, traços mais usados. Cobertas: tipos e materiais. Instalações: elétricas, hidrosanitárias, contra incêndio e telefônica. Organização de obras. Orçamento e cronograma. Canteiro de obras. Controle de qualidade na construção civil. Normas e métodos.

Professor - Técnicas Laboratoriais Analíticas

Normas relacionadas à atividade laboratorial de biodiagnóstico. Técnica de lavagem das mãos. Procedimentos que requerem utilização de técnica asséptica. Normas básicas e protocolos de prevenção da infecção hospitalar; Manuseio, separação e descarte dos resíduos dos serviços de saúde. Coleta e triagem sanguínea. Conceitos e definições em Citologia. Métodos Imunológicos: imunofluorescência direta e indireta, reação de hemaglutinação, Elisa; reações antígeno-anticorpo; testes sorológicos: reações de aglutinação: grupo sanguíneo e fator Rh; testes imunológicos: proteína C reativa, fator reumatóide, prova do látex, Waaler Rose, reação de Widal e Paul - Bunnell, VDRL, B-HCG; turbidimetria e nefelometria (imunoglobulinas), imunoprofilaxia; imunodeficiência; doenças auto-imunes: DST e seus diagnósticos laboratoriais. Metodologias de dosagem hormonal: radioimunoensaio, quimioluminescência, e outros; dosagens hormonais: TSH, T3, T4, T3-livre, T4-livre, estradiol, FSH, LH, progesterona, prolactina, marcadores tumorais, PSA; testes de contato; soroterapias e imunização; hipersensibilidade e processos alérgicos. Leitura e Interpretação Gráfica dos resultados dos exames. Controle de Qualidade - interferências nos resultados. Equipamentos de análises clínicas, operação e procedimentos.

Professor - Segurança, Tecnologias e Riscos

Higiene ocupacional: Identificação, avaliação e análise dos riscos ambientais. Conhecimentos gerais e técnicas de uso dos equipamentos utilizados nas mensurações dos agentes ambientais. Segurança do trabalho: causas, análise, custos, cadastro, comunicação e registro, investigação e estatística de acidentes. Equipamento de Proteção Individual e Coletiva (EPI e EPC). Inspeções de segurança. Prevenção e combate a incêndios: propriedades do fogo; classes, causas e métodos de extinção dos incêndios. Agentes e aparelhos extintores. Sistemas de prevenção e combate a incêndios. Treinamento e formação de brigadas de incêndios. Planos de emergência e auxilio mutuo. Medicina do trabalho: primeiros socorros; fisiologia humana; doenças ocupacionais. Eletricidade: fundamentos da eletricidade. Ergonomia: fundamentos da ergonomia, espaços de trabalho. Gestão de risco: estudo de riscos; análise de riscos; técnicas de análise de riscos; prevenção e controle de perdas. Legislação: Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho e Emprego; Normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT); Código de Segurança Contra Incêndio e Pânico (COSCIPE) do Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco; Legislação referente à responsabilidade civil e criminal em matéria de Segurança e Saúde no Trabalho; Legislação que rege as perícias da Justiça do Trabalho; OHSAS 18.001 - Sistema de Gestão de Saúde e Segurança Ocupacional; Legislação da Previdência Social aplicada ao Acidente do Trabalho.

Professor - Saúde Bucal e Prótese Dentária

Biomateriais Metálicos, Cerâmica e Poliméricos: biomateriais, biometálicos biocerâmicos, pirolítico. Processos de polimerização, modificação das propriedades de biopolímeros. Resistência de polímeros termoplásticos. Degradação dos biopolímeros. Efeitos químicos de esterilização, mecânicos e do meio fisiológico. Estrutura e previsão de propriedades de biocompósitos. Aplicações de biocompósitos. Propriedades mecânicas, físicas e biológicas dos materiais dentários. Metodologias de ensaio com ênfase em aplicação em reabilitação oral, cor, materiais de moldagem. Prótese Parcial Fixa. Prótese Parcial Removível. Prótese Total. Anatomia e Fisiologia Bucal. Biossegurança Odontológica. Conduta Odontológica. Patologia Bucal. Queilites; neoplasias; métodos e técnicas de recuperação e controle das doenças bucais. Higiene Dental. Higienização da língua. Colutórios. Nutrição e dieta. Materiais, equipamentos e Instrumentais: materiais de dentística restauradora; materiais de odontopediatria; materiais de periodontia; materiais de endodontia; materiais de cirurgia. O Instrumental clínico nas diversas especialidades odontológicas; A Organização de bandejas na prática odontológica; Preparo do paciente na clínica odontológica.

Professor - Administração, Organização Empresarial, Logística e Comércio

Conceitos básicos de administração (as habilidades e funções do administrador). Princípios de organização (o processo de organizar, relações formais na organização, organogramas, a estrutura organizacional). Planejamento e controle (conceitos de planejamento, tipos de planejamento, componentes do planejamento, conceitos básicos de controle, cronogramas e orçamentos, fluxogramas e normas). Logística: evolução, fluxo logístico, ambiente seguro e integração logística. Normas de catalogação e identificação de produtos. Operação logística: cadeia de valor, inbound e outbound integrados, segurança e validade legal, logística reversa, canas de distribuição diretos e reversos, logística de bens de pós-vendas. Interação de meios de transportes, modais, legislações e tarifas aplicáveis. Logística de distribuição e controle de estoque. roteirização, gestão de riscos, composição de custos de frete e de negociação. sistemas de comunicação para viabilizar processos e operações logísticas. Código Comercial Brasileiro, Código Tributário Estadual (Pernambuco) e Código Tributário Municipal (Recife). Organização e processos das empresas comerciais. Formulação e aplicação de estratégias de marketing, de armazenamento e distribuição física de produtos, de compra e venda e de pós-venda. Efeitos de preço, praça, ponto, produto ou serviço nas estratégias de vendas. Conceitos de patrimônio, faturamento, lucro bruto e lucro líquido, custos e despesas, margem de contribuição e outros relacionados com produtividade e lucratividade. Conceitos de concorrência, demanda, volumes de venda por loja ou por vendedor e outros relacionados com o desempenho empresarial. Modelos de banco de dados sobre clientes, fornecedores, produtos. Legislação aplicável ao comércio atacadista e varejista, direitos do consumidor, contratos comerciais, normas de higiene e segurança. Modelagem e processos de precificação de bens e serviços. Conceitos básicos de matemática financeira (juros, descontos, prestações) e de planilhas de cálculos (Excel 2003).

Professor - Técnica de Linguagem de Sinais

Estrutura Lingüística da LIBRAS. Educação Bilíngüe para surdos. Introdução à Gramática da LIBRAS. História da Educação de Surdos. Aquisição da LIBRAS pela Criança e pelo Adulto. O Intérprete: - Código de Ética: atuação, regulamentação, o intérprete educacional, contraste entre a LIBRAS e Língua Portuguesa. Representação e alteridade. Identidade, Cultura e Comunidade Surda.

Professor - Saúde e Enfermagem

Legislação e organização do Sistema Único de Saúde (SUS) no Brasil. O Processo Saúde-Doença: influência das condições de vida, educação, cultura, lazer, emprego, moradia, saneamento e segurança. O papel da família na prevenção de doenças. Saúde da Criança: aspectos básicos do crescimento e desenvolvimento; aleitamento materno - benefícios; imunização (calendário de vacinas). Saúde da Mulher: cuidados básicos com a gravidez, o parto e puerpério; planejamento familiar; climatério; prevenção do câncer de mama e de colo uterino. Saúde do Idoso: doenças e agravos mais comuns; cuidados básicos. Saúde do Adolescente: aspectos educativos. Saneamento Básico. Prevenção de doenças transmissíveis: notificação; medidas domiciliares de prevenção. Saúde Bucal: cuidados básicos, escovação e alimentação. Atenção à pessoa portadora de deficiência e ao paciente de saúde mental: papel do Agente de Saúde. Animais domésticos: cuidados básicos para prevenção de zoonoses, em especial a raiva e a leishimaniose. Noções de Ética e Solução de Conflitos. Legislação da Saúde: Constituição Federal de 1988 (Título VIII - capítulo II - Seção II). Norma Operacional Básica do Sistema Único de Saúde - NOB-SUS/1996. Norma Operacional da Assistência à Saúde - NOAS - SUS/2001. Atuação do Técnico no atendimento à satisfação das necessidades básicas do paciente. Assistência da enfermagem no auxílio ao diagnóstico e tratamento: sinais vitais, coleta de material para exames, administração de medicamentos, curativos, sondagens. Atuação do técnico na assistência ventilatória: drenagem postural, nebulização, oxigenoterapia, aspiração de secreções. Assistência de enfermagem ao paciente em parada cardio­respiratória. Papel do técnico na prevenção e controle de infecção hospitalar. Métodos de esterilização. Assistência de enfermagem em unidade cirúrgica: pré, trans e pós-operatório. Atuação do técnico nos programas de saúde: pré-natal, puericultura, imunização, hipertensão, diabetes, tuberculose, DST/AIDS, adolescentes, prevenção de câncer cérvico-uterino. Atuação do técnico no trabalho de parto e cuidados com o recém-nascido. Noções de Ética e Legislação que regulamentam o exercício profissional e os direitos do cliente.

Professor - Ciências Agrárias e Engenharia Agrícola

Solo, horizontes e classificação. Fertilidade do solo, adubos e adubações. Colagem, classificação e controle das pragas e doenças. Ervas daninhas. Classificação e uso de herbicidas. Conceito e objetivos da agroecologia, desenvolvimento, integração biológica, agroecologia dos agroecossistemas tradicionais, os serviços ecológicos da biodiversidade, programas de desenvolvimento rural baseado na agroecologia e agroecologia dos sistemas em larga escala. Caracterização morfológica fisiológica e econômica do cultivo de culturas anuais. Propagação de culturas anuais. Tratos culturais das culturas anuais. Elaboração do Plano de colheita e pós colheita. Noções de motores de combustão interna e sistemas de transmissão, combustíveis e lubrificantes; tração mecânica: tipos de máquinas e implementos tratores e colheitadeiras agrícolas; tração animal; máquinas para preparo do solo, semeadura, adubação e tratamentos culturais;implementos e máquinas de uso zootécnico - picadores de forragens, colhedoras, enfardadoras e desintegradores; normas de segurança na utilização de máquinas e implementos agrícolas. Estudo dos fatores climáticos e sua relação com a planta. Elaboração de cronograma de cultivo. Planejamento e monitoramento de sistemas de irrigação e drenagem. Cana-de-açúcar: origem, importância, plantio, tratos de socaria. Introdução de novas variedades. Manejo da produção. Formas de colheita e transporte. Recepção na indústria.

Professor - Produção Animal

Relação animal com as diferentes adaptações domesticas e compreensão do funcionamento da produção animal. Reprodução e melhoramento genético animal. Evolução e caracterização sócioeconômica. Manejo dá criação. Nutrição Animal e forragens. Produção e utilização de forragens nos ecossistemas do Nordeste brasileiro. Sanidade animal. Obtenção e preparo da produção. Evolução, situação e perspectivas da Avicultura, Piscicultura e Apicultura no Brasil. Noções de anatomia e fisiologia animal. Manejo de Aves, Peixes e Abelhas. Noções de melhoramento genético. Instalações, e equipamentos. Prevenção, profilaxia e biosegurança. Bioclimatologia aplicada à avicultura, Piscicultura e apicultura. Controle ambiental. Bovinocultura, Ovinocaprinocultura e Equinocultura.

Professor - Gestão e Projetos Ambientais

Ecologia e ecossistemas brasileiros. Ciclos biogeoquímicos. Noções de Meteorologia e Climatologia. Noções de Hidrologia. Noções de Geologia e Solos. Aspectos, Impactos e Riscos Ambientais do Serviço de Saneamento. Qualidade do ar, poluição atmosférica, controle de emissões. Aquecimento Global e Mecanismos de Desenvolvimento Limpo - MDL. Qualidade da água, poluição hídrica e tecnológicas de tratamento de águas e efluentes para descarte e/ou reuso. Qualidade do solo e da água subterrânea. Gerenciamento e tratamento de resíduos sólidos e da água subterrânea. Caracterização e recuperação de áreas degradadas, inclusive do solo e da água subterrânea. Legislação ambiental (leis, decretos, resoluções CONAMA): Sistema Nacional do Meio Ambiente - SISNAMA. Regulamentação para Estudos de Impacto Ambiental (EIA/RIMA). Processo de licenciamento ambiental. Lei Federal nº 9.605/98 e suas alterações. Lei Federal nº 9.985/00 e suas alterações. Lei Federal nº 9.433/97 e suas alterações. Noções de economia ambiental: benefícios da política ambiental. Avaliação do uso de recursos naturais. Política ambiental e desenvolvimento sustentável. Sistemas de gestão ambiental: requisitos de Sistema de Gestão Ambiental segundo a NBR-ISO 14001:2004. Avaliação de desempenho ambiental segundo a NBR-ISO 14031:2004. Noções de Gestão Integrada de Meio Ambiente, Saúde e Segurança Industrial. Meio ambiente e sociedade. Noções de valoração do dano ambiental.

Professor - Comunicação, Processamento de Dados e Informação

Historia da informática; tipos de computadores; bit e bytes; sistema de numeração; arquitetura do computador, hardware, software e peopleware; dispositivos de entrada/saída de dados; dispositivos de armazenamento de dados; processadores; tipos de softwares; internet, browser, instalar e desinstalar softwares e periféricos; noções de software livre. Algoritmos. Estruturas de Dados e Programas. Tipos Abstratos de Dados. Listas Lineares: especificação. Tipos de Listas. Operações. Implementação de Listas via Vetores. Implementação de Listas via Apontadores. Aplicações. Conceitos básicos e arquiteturas dos Sistemas Operacionais; Análise de aplicativos agregados aos Sistemas Operacionais; Automatização de tarefas do Sistema Operacional utilizando scripts; Exploração das características básicas dos Sistemas Operacional para solucionar problemas de desempenho, estabilidade e segurança nos mais diversos ambientes; Manipulação básica de processos; Compartilhamento de memória entre processos. Conceitos de banco de dados; Visão geral sobre sistema gerenciador de banco de dados; modelo de banco de dados; Visão geral sobre banco de dados relacional; vantagens e desvantagens no uso de SGBDs; estruturas físicas e lógicas de banco de dados relacional; normalização; modelo entidade-relacionamento; aplicações práticas, padrões e extensões. Conceitos de rede de computadores; Hardware de rede; software de rede; Arquitetura de rede; Topologias físicas e lógicas de redes; Protocolos de comunicação; Fundamentos dos principais equipamentos de rede; Hub: velocidades; limites de conexões e empilhamento; Pontes e switches: velocidade e segurança; roteadores: características, protocolos e configuração de redes Wireless. Tipos de mecanismos de segurança em redes de informação: mecanismos de criptografia; assinatura e certificação digital; mecanismos de controle de acesso; mecanismos de certificação; Princípios básicos de segurança, Segurança física, Segurança lógica, ameaças a segurança, Perfil dos atacantes, Problemas de segurança inerentes ao TCP/IP; Políticas de segurança. Técnicas de produção de imagens estáticas: Produção de imagens vetoriais 2D; Produção de imagens bitmaps 2D; Introdução a técnicas de representação gráfica tridimensional - perspectiva mongeana, axonométrica (com ênfase em isometria) e cônica. Técnicas de produção de imagens em movimento: Técnicas de observação e representação de movimento em imagens 2D. Manutenção de microcomputador, placa mãe, disco rígido; Periféricos; o leitor/gravador de discos ópticos.

Professor - Hospedagem e Turismo

Técnicas de Comunicação: componentes essenciais da comunicação; aspectos gramaticais indispensáveis ao bom desempenho lingüístico, a norma e sua utilização pelo comunicador; linguagem oral e escrita/ linguagem coloquial e linguagem formal; estilo; funções do texto; coerência e coesão do texto; narração, descrição e dissertação; organização do pensamento e desenvolvimento da capacidade de expressão oral/escrita; organização do discurso e do pensamento; produção de textos; técnicas de elaboração de contratos e relatórios; gramática instrumental, redação técnica. Relações Interpessoais no Trabalho. Conflitos. Ética Profissional e Cidadania. Etiqueta social. Ecoturismo. Antropologia e Turismo Cultural. História Aplicada ao Turismo: Aspectos históricos do local e região - formação do povoamento e da sociedade: origem dos municípios; ciclos econômicos; fatos históricos relevantes locais/região que justifique a história atual; Atrativos turísticos. Geografia Aplicada ao Turismo. Infra-estrutura de apoio ao turismo: sistemas de transportes, educação, telecomunicação, segurança, equipamentos, médico-hospitalares e outros estabelecimentos de apoio. Infra-estrutura turística: equipamentos e serviços: meios e serviços de hospedagem; classificação oficial - EMBRATUR; classificação extra-oficial - guias turísticos (quatro rodas); meios e serviços de alimentação; serviços de entretenimento. Turismo de Negócios e de Lazer. Legislação aplicável ao Turismo, Federal e Estadual (Pernambuco). Plano Estadual de Turismo (Pernambuco). Atrativos Turísticos de Pernambuco: localização, características e facilidades. Técnicas de Comunicação. Relações Interpessoais no Trabalho. Fundamentos da Hotelaria: Histórico da Hotelaria. Conceitos e definições da atividade hoteleira; Conceitos e definições da demanda hoteleira; Conceitos e definições da oferta hoteleira; Conceitos e definições de hotel. Situação atual da atividade hoteleira: Situação atual e tendências da hotelaria. Tipos de meios de hospedagem. Classificação hoteleira: Necessidade e objetivos de classificação; Sistema de classificação; Matriz de classificação; Padrões comuns de classificação; Padrões diferenciados de classificação. Organizações ligadas a hotelaria: Funções das organizações; ABBTUR; ABIH; EMBRATUR. Legislação hoteleira: Legislação aplicada a hotelaria; Direitos dos hóspedes; Direitos dos funcionários. Redes de hotéis nacional e internacional: tipos de redes; Como nasce um hotel de rede; Vantagens e desvantagens das redes. Setores da hotelaria: hospedagem; Alimentos e Bebidas; Administrativo; Estrutura organizacional hoteleira (Lei Federal nº 11.771/2008). Gestão de Operações e Hospedagem. Administração Hoteleira. Rede Hoteleira de Pernambuco.

Analistas de Obras:

Analista de Obras / Engenharia Civil

Interpretação de Projetos: arquitetura, estrutura, instalações elétricas, instalações hidro-sanitárias, prevenção contra incêndio. Planejamento de obras e serviços de engenharia. Cronograma Físico-Financeiro. Orçamento obras e serviços de engenharia. Reajuste de preços. Medições de obras e serviços de engenharia. Controle de contratos. Fiscalização de obras e serviços de engenharia. Planejamento e controle da manutenção de prédios. Custos aplicativos à manutenção, programação e execução de serviços.. Conhecimento em fundações, estruturas, alvenarias, revestimentos de pisos e paredes, cobertas, instalações elétricas e hidro-sanitárias, impermeabilização, esquadrias e pinturas. Noções da Lei 8.666/93; 13. Noções de Excel e de MS­Project.

Analista de Obras / Engenharia Elétrica

Materiais Elétricos, Condutores, Dielétricos, Materiais Magnéticos,

Semicondutores, Supercondutores, Instalações elétricas de Alta e Baixa Tensão, Iluminação Interna e Externa, Instalações Telefônicas, Subestações elétricas de média tensão predial; Comando e Proteção de Motores Elétricos, Grupo Gerador de Emergência; Baterias e Retificadores; Aterramento das instalações; Máquinas de Indução, quadro de média e baixa tensão; Máquinas de corrente contínua; Sistema PU, Componentes Simétricos, Modelagem de Transformadores de carga, de máquinas de indução e Sincronias; Faltas Shunis e Série nos sistemas Elétricos, Modelagem de Transformadores, de carga, de máquinas de Indução e Sincronia, Faltas Shunis e Série nos Sistemas Elétricos, Relés de Proteção, Proteção de Transformadores de Corrente, Disjuntores, Chaves, Pára-Raios, Capacitores e Reatores, Sistemas de Distribuição de Energia Elétrica, Alimentadores de Distribuição, Estruturas de Alta e Baixa Tensão, Centro de Carga de Transformadores de Distribuição, Projetos de Rede de Distribuição, Dimensionamento de Motores Elétricos, Potências. Rendimento e Perdas de Motores Elétricos, Automação de Instalação, Protocolo de Transmissão de Sinais, Remotas, Sistema de Scada, Cálculo de Sobretensões, Freqüência Industrial, Atmosférica e de Manobra, Coordenação de isolamento, Subestação de Transmissão, Arranjo físico, Malha de Terra, Blindagem contra descargas atmosféricas, Serviços Auxiliares, Parâmetro de linhas de Transmissão, Linhas de Transmissão Curtas, Média e Longas, Programa de Combate ao Desperdício de Energia em Sistemas Elétricos Residenciais e Comerciais, Diagnóstico Energético, Conhecimento da Rede Lógica (transmissão de dados e voz). Noções da Lei 8.666/93. Noções de Excel e de MS-Project.

Analista de Obras / Engenharia Civil - Calculista Estrutural

Conhecimento do cálculo estrutural, dimensionamento, detalhamento e verificação. Conhecimento de projetos estruturais. Estruturas de concreto armado e protendido (NBR 6118:2007). Estruturas metálicas (NBR 8800:2008). Estruturas em madeira NBR(7190:1997). Alvenaria estrutural (NBR10837:1989). Estruturas mistas. Tópicos avançados em análise estrutural; Patologia e recuperação de estruturas. Reabilitação e reforço estrutural.. Mecânica computacional de estruturas através de programas de cálculo estrutural. Vistoria e elaboração de pareceres. Controle e acompanhamento da execução de estruturas. Fiscalização dos materiais empregados e dos procedimentos executivos de estruturas. Levantamento de quantidades em estruturas. Instrumentação e observação de estruturas; Noções da Lei 8666/93.

Analista de Obras / Engenharia Civil - Orçamentista

Edificações: Equipamentos (tipo e produtividade), serviços iniciais, fundações, superestrutura, elementos de vedação, esquadrias, revestimentos, coberturas, impermeabilização, pintura, instalações elétricas, hidro-sanitárias; Planejamento e controle de obras: Análise de viabilidade técnica-financeira da obra; Orçamento: Conceito e Tipos, especificações, Orçamento sumário ou comparativo, levantamento físico, composição de preços unitários, Levantamento de Insumos, BDI, Orçamento físico-financeiro, Curva ABC- Noções; Cronograma: Cronograma físico, Cronograma Físico Financeiro, Cronograma de materiais, Cronograma de mão-de-obra, Cronograma de Equipamentos; Acompanhamento e controle de obras: curva S - Noções, Acompanhamento físico-financeiro, apropriação de custos. Medições, critérios para medição, Boletim de medição. Noções da Lei 8.666/93. Noções de Excel e de MS-Project.

Analista de Projetos / Arquiteto

Projeto de arquitetura e engenharia: arquitetônico, instalações hidrossanitárias, prevenção contra incêndio. Especificação de materiais. Métodos e técnicas de desenho e projeto. Definição de programa funcional da edificação. Estudos de viabilidade técnica- financeira; Controle ambiental das edificações (térmico acústico e luminoso). Projetos complementares - especificação de materiais e serviços, dimensionamento básico e compatibilização. Construção e organização do canteiro de obras. Execução de fundações, estrutura em concreto, madeira, alvenaria e aço. Coberturas e impermeabilização. Perícia e legislação pertinente. Análise de contratos para execução de obras. Normas técnicas, legislação profissional. Legislação ambiental e urbanística. Projeto de Urbanismo. Métodos e técnicas de desenho e projeto urbano. Dimensionamento e programação dos equipamentos públicos e comunitários. Sistema viário (hierarquização e dimensionamento e geometria). Sistemas de infra-estrutura de parcelamentos urbanos: energia, pavimentação saneamento ambiental (drenagem, abastecimento, coleta e tratamento de esgotos, coleta e destinação de resíduos sólidos). Noções de sistema cartográfico e de geoprocessamento. Planejamento urbano. Uso do solo. Gestão urbana e instrumentos de gestão (planos diretores, análise de impactos ambientais urbanos). Licenciamento ambiental. Instrumentos econômicos e administrativos. Aspectos sociais e econômicos do planejamento urbano. Patrimônio histórico. Projetos e obras de restauro e revitalização de edificações e sítios históricos. Legislação pertinente, segundo o IPHAN (Lei n.° 6.292/1975,

Decreto n.° 25/1937 e Instrução Normativa n.° 1/2003). Acessibilidade: NBR 9050. Avaliação: avaliação de imóveis urbanos e rurais com o uso de tratamento científico segundo a NBR 14.653, partes 1, 2, 3 e 4. Ergonomia: Norma Regulamentadora n.° 17 e Portaria n.° 3.214/77 do Ministério do Trabalho. Normas regulamentadoras de segurança do trabalho. Princípios de racionalização de energia e eco-eficiência. Legislação, Regulamentos e Normas Brasileiras sobre Incorporações Imobiliárias. Conhecimento dos Programas e Intervenções do Ministério do Turismo. Programação, controle e fiscalização de obras. Orçamento e composição de custos, levantamento de quantitativos, planejamento e controle físico-financeiro. Acompanhamento e aplicação de recursos (medições, emissão de faturas, controle de materiais). Licitação e contratos, conforme a Lei n.° 8.666 e atualizações (ênfase no capítulo 1 - seções I a IV, capítulo 2 - na íntegra, capítulo 3 - seções III a V). Planejamento urbano: sustentabilidade urbana (Agenda Habitat, Estatuto da Cidade e Agenda 21). Princípios de planejamento e de orçamento público. 16 Noções de Direito Administrativo. 17. Legislação Ambiental.

2. FUNÇÕES DE NÍVEL MÉDIO (Assistente de Laboratório Profissional e Assistente de Laboratório de Informática)

Português

Análise e interpretação de textos extraídos de fontes variadas; O texto e a função que desempenha (referencial, expressiva, apelativa, poética, fática, metalingüística); Relações de intertextualidade, por exemplo, a fidelidade de paráfrases aos seus segmentos de origem e/ou o efeito argumentativo da citação. As relações lógico-discursivas (causalidade, temporalidade, conclusão, comparação, finalidade, oposição, condição, explicação, adição, entre outras) estabelecidas entre parágrafos, períodos ou orações. Relações de referenciação e substituição. Relações de sentido entre as palavras (sinonímia, antonímia, hiperonímia, hiponímia e partonímia). Efeitos de sentido pretendidos pelo uso de certos recursos lexicais e gramaticais. Usos metafóricos e metonímicos das palavras e expressões. Morfossintaxe, processos de formação de palavras, radicais, prefixos e sufixos. Colocação, regência e concordância nominal e verbal. Padrão escrito no nível culto: ortografia, acentuação gráfica, pontuação. Figuras de linguagem (pensamento, sintaxe e palavra).

Raciocínio Lógico e Quantitativo

Noções básicas de lógica: conectivos, tautologia e contradições, implicações e equivalências ,afirmações e negações, silogismos. Estrutura lógica de relações entre pessoas, lugares, objetos e eventos. Dedução de novas informações a partir de outras apresentadas. Lógica da argumentação. Diagramas lógicos. Análise, interpretação e utilização de dados apresentados em tabelas e gráficos.

Informática

Conceitos básicos de operação de microcomputadores. Noções básicas de operação de microcomputadores em rede local. Operação do sistema operacional Windows 2003 e XP: uso de arquivos, pastas e operações mais freqüentes, uso de aplicativos e ferramentas. Operação do editor de textos Word 2003: conceitos básicos; principais comandos aplicáveis ao texto; uso de tabelas, mala direta e ferramentas; impressão de documentos; compartilhamento de documentos; modelos, temas e estilos; editoração eletrônica; edição de múltiplos documentos. Operação da planilha Excel 2003: conceitos básicos; digitação e edição de dados; construção de fórmulas para cálculos de valores; criação de gráficos; formatação de dados e planilhas. Operação do Apresentador Power Point 2003: conceitos básicos; principais comandos aplicáveis às lâminas; modelos de apresentação; ferramentas diversas, temas e estilos. Noções gerais de utilização da Internet e suas ferramentas. Segurança da informação e procedimentos de segurança. Procedimentos de backup.

APÊNDICE VII

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DA PROVA PRÁTICA

Coordenador de Curso - Intérprete de Libras

1. Leitura e interpretação de texto: Língua Brasileira de Sinais /Português Oral e Português Oral / Língua Brasileira de Sinais, organização textual, coerência e coesão.

Professor de Ensino Profissionalizante - Técnicas de Linguagem de Sinais

1. Leitura e interpretação de texto: Língua Brasileira de Sinais / Português Oral e Português Oral / Língua Brasileira de Sinais.

115357

Política de Privacidade 2000-2014 PCI Concursos Telefone (11) 2122-4231