Prefeitura de Baía Formosa - RN

PREFEITURA MUNICIPAL DE BAÍA FORMOSA

ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE

C.G.C.(MF): 08.161.341/0001-50

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 001/2008

Endereço: Rua Adauto Dornelas Câmara, 165, Centro - BAÍA FORMOSA-RN

O Prefeito Municipal de BAÍA FORMOSA, no uso de suas atribuições legais faz saber que, para preenchimento das vagas na área de Assistência Social para atender ao Centro de Referência Especializado da Assistência Social - CREAS e ao Programa de Erradicação do Trabalho Infantil - PETI, será realizado:

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DE PROVAS para os cargos constantes do anexo I deste edital.

CLÁUSULA I - DA CONTRATAÇÃO

Os candidatos aprovados serão contratados a assumir os seus cargos na Prefeitura na área de Assistência Social para atender ao Centro de Referência Especializado da Assistência Social - CREAS e ao Programa de Erradicação do Trabalho Infantil - PETI, de acordo com a classificação obtida e com as necessidades dos programas, e estarão sujeitos ao regime da Consolidação das Leis do Trabalho - CLT.

CLÁUSULA II - DAS INSCRIÇÕES E REQUISITOS PARA PARTICIPAR:

2.1 - As inscrições serão realizadas no período de 19/05/2008 a 21/05/2008, pela internet no site www.acaplam.com.br, ou de forma presencial das 08:00 às 13:00, na Secretaria Municipal de Finanças, sito a Rua João Porfírio de Souza, 29, Centro, BAÍA FORMOSA-RN, das 08:00 às 17:30 na sede da ACAPLAM, SITO À Rua Padre Pinto, 715, Cidade Alta, Natal-RN, observados os seguintes requisitos:

- apresentar documento oficial de identificação;

- estar ciente que no ato da contratação deverá estar em dia com as obrigações eleitorais;

- estar ciente que no ato da contratação, se do sexo masculino, apresentar quitação com o serviço militar;

- ser brasileiro nato ou naturalizado;

- não pertencer a empresa organizadora do processo seletivo simplificado;

- apresentar comprovante de depósito em conta corrente do Banco do Brasil (ag: 0022-1; conta corrente: 16.443-7 - ACAPLAM), específica para o processo seletivo simplificado, no valor da taxa de inscrição correspondente ao cargo escolhido;

- só serão aceitos depósitos até o dia 21/05/2008.

- os comprovantes de depósito, para inscrições via INTERNET, devem ser enviados para o fax: 84 3611.9200 ou para o e-mail: concursos@acaplam.com.br. Os comprovantes deverão ser enviados até a data máxima de 26/05/2008, sob pena de ter a inscrição cancelada.

- estar ciente que deverá contar, na data da contratação, idade igual ou superior a 18 (dezoito) anos;

- estar ciente que deverá, possuir, na data da contratação, a escolaridade mínima exigida para o cargo, e/ou habilitação legal equivalente, de acordo com o Anexo I deste edital;

- não ter sido demitido por justa causa por ato de improbidade ou exonerado a bem do serviço público, mediante decisão transitada em julgado.

CLÁUSULA III - DO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO:

3.1. - O Processo Seletivo Simplificado terá validade de 01 (hum) ano a contar da data da publicação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período.

3.2. - O prazo de que trata a Cláusula 3.1. não gera para os aprovados no processo seletivo o direito de exigir o ato da sua contratação.

3.3. - O processo seletivo simplificado será realizado pela ACAPLAM - Consultoria e Assessoria Técnica a Estados e Municípios LTDA, inscrita no Conselho Regional de Administração DO RIO GRANDE DO NORTE sob o número E-00437.

CLÁUSULA IV - DA PARTICIPAÇÃO DO CANDIDATO:

4.1. O Candidato no ato da inscrição receberá as normas e os programas específicos (quando pertinentes), ou os mesmos estarão disponíveis na internet nas páginas www.acaplam.com.br.

4.2. O cartão de inscrição, impresso por processamento de dados, será entregue entre os dias 26/05/2008 e 30/05/2008 das 08:00 às 13:00, nos locais referenciados no item 2.1. A entrega será feita mediante a apresentação do comprovante de inscrição. Os cartões de inscrição, também, estarão disponíveis no site: www.acaplam.com.br, a partir de 26/05/2008 até 07/06/2008.

4.3. O Cartão de inscrição conterá, além do número de matrícula, nome completo, número do documento usado na inscrição e o local onde o candidato prestará exames.

4.4. - O candidato deverá comparecer ao local das provas com antecedência de 30 minutos do início dos trabalhos, munido de: caneta esferográfica em tinta azul ou preta, cartão de inscrição e do documento de identidade, referenciado no cartão de inscrição.

4.5. - Não serão atribuídos pontos às questões das provas que contenham mais de uma resposta assinalada, rasuradas, bem como àquelas que forem deixadas sem nenhuma resposta assinalada.

4.6. - O candidato só poderá fazer a prova no local determinado no cartão de inscrição, exceto os casos previstos no item 11.9 das Disposições Finais.

CLÁUSULA V - DOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA

5.1.- Às pessoas portadoras de deficiência é assegurado o direito de se inscrever neste Processo Seletivo Simplificado, e a elas serão reservadas 5% (cinco por cento) de vagas oferecidas ao cargo, de acordo com o artigo 37, inciso VIII da Constituição Federal e Decreto 3.298 de 20/12/99;

5.2 - No ato da inscrição, o candidato portador de deficiência deverá declarar sua condição na Ficha de Inscrição e anexar LAUDO MÉDICO que ateste a espécie e o grau ou nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença - CID, bem como a provável causa da deficiência.

5.3. - Caso o candidato não anexe o LAUDO MÉDICO, não será considerado como deficiente apto para concorrer às vagas reservadas mesmo que tenha assinalado tal opção na Ficha de inscrição;

5.4 - É vedado o condicionamento da investidura do candidato no cargo à compatibilidade da sua deficiência com as atribuições do cargo para o qual foi aprovado, bem como a condição de sua contratação à realização de qualquer exame médico com essa finalidade.

5.5 - Após a aprovação no processo seletivo simplificado, os candidatos com deficiência física aprovados deverão submeter-se à perícia médica, para verificação da compatibilidade de sua deficiência com o exercício das atribuições do cargo ou emprego.

5.6 - A perícia será realizada na Secretaria Municipal de Saúde do município de BAÍA FORMOSA-RN, devendo o laudo ser proferido no prazo de cinco (05) dias contados do respectivo exame.

5.7 - A avaliação, no sentido de estar o candidato apto ou não ao exercício do cargo, deverá ser fundamentada com clareza, propiciando-se ao mesmo a oportunidade de dela recorrer em caso de inconformismo.

5.8 - Se a perícia concluir pela inaptidão do candidato, constituir-se-á no prazo de cinco (05) dias, junta médica para nova inspeção, da qual poderá participar profissional indicado pelo interessado. O profissional indicado pelo interessado deverá ser feita no prazo de cinco (05) dias contados da ciência do laudo referido no item 5.5 e 5.6.

5.9 - A junta médica deverá apresentar conclusão no prazo de cinco (05) dias contados da realização do exame.

5.10. - Será eliminado da lista de deficientes o candidato cuja deficiência, assinalada na ficha de inscrição, não se constate, indo, neste caso, para a lista geral.

5.11. - Caso se constate um outro tipo de deficiência, que não a assinalada na ficha, ele terá o direito de figurar na lista especial, concorrendo às vagas reservadas.

5.12 - O candidato, cuja deficiência for considerada incompatível com a função a ser desempenhada, será desclassificado, não cabendo qualquer recurso da decisão proferida pela junta médica.

5.13. - O candidato deficiente que precisar de condições diferenciadas para a realização das provas no dia do processo seletivo simplificado e / ou precisar de dilatação de horário, deverá informar a comissão organizadora do processo seletivo, com antecedência de 8 dias úteis à data da realização do mesmo, a fim de que sejam viabilizadas as suas necessidades. Em qualquer caso deverá ser juntado Laudo emitido por especialista da área de sua deficiência.

5.14. - O candidato deficiente que necessitar de prova especial adaptada a sua deficiência deverá solicitar com antecedência de 15 dias úteis à data da realização do processo seletivo simplificado, a fim de que sejam tomadas as devidas providências.

CLÁUSULA VI - DAS PROVAS

6.1. - As provas escritas serão realizadas no dia 08/06/2008 para todos os cargos, em escolas localizadas na sede do município, conforme indicado no cartão de inscrição de cada candidato.

6.2. As provas escritas, para todas as categorias, valerão 10 (dez) pontos e sua formulação será feita em razão de cada categoria, até o máximo de 40 (quarenta) questões.

6.3. - Na folha de resposta não poderá haver rasuras.

6.4. - A folha de resposta que por ventura tenha sido rasurada, não poderá ser substituída.

6.5 - Os gabaritos serão afixados no saguão da prefeitura e na internet, nas páginas www.acaplam.com.br, no dia 10/06/2008.

6.6. - O candidato que desejar interpor recurso contra o gabarito oficial das provas, afixado na sede da Prefeitura Municipal, disporá de até 48 horas após sua divulgação. Não será aceito recurso por via postal ou por fax, assim como recurso interposto por procurador. O recurso deverá ser encaminhado em duas vias, contendo o nome e endereço do candidato, número de inscrição e do documento de identidade usado na inscrição, indicação do cargo pretendido, número da questão que discorda com o gabarito divulgado, que opção seria correta, com justificativa fundamentada e, ser entregue protocolado na sede da Prefeitura, para daí, ser encaminhado pela Prefeitura para a ACAPLAM - Consultoria e Assessoria Técnica a Estados e Municípios LTDA; ou enviado via internet através de modelo disponibilizado no site www.acaplam.com.br para o e-mail concursos@acaplam.com.br.

CLÁUSULA VII - DA CLASSIFICAÇÃO:

7.1. - Será desclassificado o candidato que não obtiver média igual ou superior a 5,0 (cinco) na prova escrita.

7.2. - Em caso de empate na prova escrita, será melhor classificado o candidato que:

- estando concorrendo para os cargos de Assistente Social, Psicólogo e Pedagogo, obtenha o maior número de pontos nas questões específicas. Persistindo o empate, será melhor classificado o candidato de maior idade.

- estando concorrendo para os cargos de Monitor Polivalente, Monitor Esportivo, Monitor Canto/Música, e Monitor para Área Rural, obtenha maior número de pontos na prova de português; persistindo o empate, será melhor classificado o candidato de maior idade.

CLÁUSULA VIII - DO RESULTADO DAS PROVAS:

8.1. - O resultado oficial das provas será publicado e divulgado através de relação exposta no saguão da Prefeitura Municipal e na internet nas páginas www.acaplam.com.br.

8.2. - Na relação dos aprovados, constarão duas listas, contendo, a primeira, a pontuação de todos os candidatos, inclusive o dos que possuem deficiência, e a segunda, somente a pontuação destes últimos;

8.3. - Qualquer pedido de revisão só poderá ser feito até 48 (quarenta e oito) horas depois de divulgado o resultado.

8.4. - Em caso de pedido de revisão, o mesmo deverá ser encaminhado em duas vias contendo o nome e endereço do candidato, número de inscrição e do documento de identidade usado na inscrição, indicação do cargo pretendido e ser entregue protocolado na sede da Prefeitura, para daí, ser encaminhado pela Prefeitura para a ACAPLAM - Consultoria e Assessoria Técnica e Estados e Municípios LTDA; ou ser enviado solicitação pela internet, através do modelo disponibilizado no site www.acaplam.com.br para o e-mail concursos@acaplam.com.br.

CLÁUSULA IX - DA HOMOLOGAÇÃO:

9.1. - O resultado do processo seletivo simplificado será divulgado no máximo até o dia 28/07/2008 no saguão da Prefeitura e no site www.acaplam.com.br. A homologação final do processo seletivo simplificado será publicada no Diário Oficial do Estado, após apreciação dos recursos a que se referem os itens 6.6 e 8.4.

9.2. - A relação será elaborada na ordem decrescente do somatório de pontos obtidos pelos concorrentes.

9.3. - A homologação do processo seletivo simplificado se dará após encerradas todas as etapas do certame.

CLÁUSULA X - DA CONTRATAÇÃO:

10.1. - Classificados os candidatos aprovados e homologado o processo seletivo simplificado, as contratações serão feitas de conformidade com o previsto no Regime da Consolidação das Leis do Trabalho - CLT, observados os requisitos colocados no item 2.1.

10.2. - Os candidatos aprovados e contratados deverão cumprir as atribuições constantes do anexo II deste Edital.

10.3. - Na convocação e contratação dos candidatos portadores de deficiência será observado o critério da proporcionalidade. No momento da contratação, serão chamados, alternada e proporcionalmente os candidatos das duas listas, prosseguindo-se até a caducidade do processo seletivo simplificado.

CLÁUSULA XI - DAS DISPOSIÇÕES FINAIS:

11.1. - Em nenhuma hipótese haverá devolução da taxa de inscrição.

11.2. - Não será permitido o uso de máquinas calculadoras, livros, apostilas ou qualquer outro material nos locais de realização das provas.

11.3. - Os documentos necessários para o ingresso no serviço público, inclusive a comprovação de idade mínima e da escolaridade, exigida no anexo I deste edital, deverão ser apresentados no ato do provimento sob pena do candidato perder sua classificação, podendo ficar em último lugar na lista classificatória.

11.4. - No ato da contratação será exigido do candidato aprovado uma declaração de que não tem outro vínculo com o serviço público da administração direta ou indireta, em qualquer dos seus segmentos, conforme disposto na Constituição Federal, salvo os casos previstos em Lei.

11.5. - Se o candidato não aceitar sua convocação para o cargo a que concorreu, perderá sua classificação, podendo ficar em último lugar na lista classificatória. Concorrendo a nova chamada e persistindo sua recusa o candidato será considerado desistente, sendo reconhecida a sua desclassificação.

11.6. - Será excluído, por ato da empresa responsável, o candidato que: declarar na ficha de inscrição qualquer informação não condizente com a sua realidade; durante a realização das provas for flagrado se comunicando verbalmente ou de outra forma com outro candidato, contrariando as normas do presente edital.

11.7 - Será excluído do processo de contratação, por ato da Prefeitura Municipal, o candidato que após o exame médico não apresentar condições de saúde adequadas para exercer as suas funções.

11.8. - Não há limite de idade para participar do presente processo seletivo simplificado.

11.9. - As candidatas com gravidez de risco, ou os candidatos em recuperação de saúde, em casa ou nos hospitais devem informar essas circunstâncias com 5 dias úteis de antecedência da data da realização do processo seletivo simplificado, a fim de que seja viabilizada a aplicação das provas nos locais adequados, dentro do município. Em todos os casos deverão ser juntados atestados médicos.

11.10. - Os candidatos aprovados serão regidos pelo Regime da Consolidação das Leis do Trabalho - CLT.

11.11. - Para qualquer informação dirigir-se à sede da Prefeitura Municipal, ou a sede da empresa organizadora à rua Padre Pinto, 715 - Cidade Alta - Natal - RN.

11.12. - O valor da taxa de inscrição será de R$ 50,00 (Cinqüenta reais) para os cargos de Assistente Social, Psicólogo e Pedagogo; e de R$ 25,00 (Vinte e cinco reais) para os cargos de Monitor Polivalente, Monitor Esportivo, Monitor Canto/Música e Monitor para a Área Rural.

11.13. - Para dirimir os casos omissos no presente edital a empresa organizadora terá amplos poderes.

PREFEITURA MUNICIPAL DE BAÍA FORMOSA Em, 15 de MAIO de 2008

José Galdino Alves
Prefeito Municipal

PROGRAMAS DAS PROVAS

NÍVEL MÉDIO

Cargos: MONITOR POLIVALENTE; MONITOR ESPORTIVO; MONITOR CANTO/MÚSICA; MONITOR ÁREA RURAL

01 - PROGRAMA DE PORTUGUÊS:

- Compreensão de texto (s); Sinônimos; Antônimos; Parônimos; Homônimos; Sentido denotativo e conotativo; Ortografia; Acentuação gráfica; Pontuação; Morfologia; Concordância verbal e nominal; Regência verbal e nominal; Noções básicas de análise sintática.

BIBLIOGRAFIA:

TERRA, Ernani. NICOLA, José. Gramática e Literatura. Ed. Scipione.

CUNHA, Celso Ferreira. Gramática da Língua Portuguesa. FAE.

ANDRE, Hildebrando A.de. Gramática Ilustrada. Editora Moderna.

CEGALLA, Domingos Paschoal. Novíssima Gramática da Língua Portuguesa. Cia. Ed. Nacional.

OBS: Podem ser consultadas outras fontes que tratem dos assuntos.

02 - PROGRAMA DE MATEMÁTICA: Conjuntos e Subconjuntos/Operações com Conjuntos/Conj. Numéricos./ Divisibilidade, Máximo Divisor Comum, Mínimo Múltiplo Comum. /Grandezas Diretamente Proporcionais e Inversamente Proporcionais. /Regra de Três Simples e Composta. /Porcentagem, Juros Simples e Juros Compostos. /Produtos Notáveis. / Oper.com Números Reais: Adição, Subtração, Multiplicação, Divisão, Potenciação e Radiciação. /Relações e Funções/Função de Primeiro Grau/Sistemas com duas variáveis / Função de Segundo Grau. / Problemas do 2º grau./ Função Modular. / Função Exponencial/ Função Logarítmica/ Gráficos de Funções/ Equações e Inequações/Trigonometria/ Triângulo Retângulo e Teorema de Pitágoras. /Funções Trigonométricas, Gráficos, Identidades Trigonométricas, Equações Trigonométricas, Inequações Trigonométricas/ Lei dos Senos e dos Cossenos/ Geometria Plana/ Mediatriz de um Segmento, Bissetriz de um Ângulo/ Medianas, Bissetrizes, Alturas e Mediatrizes de um Triângulo/ Semelhança e Congruência de Triângulos. / Semelhança e Congruência de Polígonos/ Teorema de Tales. / Número de Diagonais, Soma dos Ângulos Internos e Soma dos Ângulos Externos de um Polígono/ Polígonos Inscritos e Circunscritos. / Relações Métricas em Triângulos, Polígonos, Circunferência e Círculo. / Área das Figuras Planas. / Área e Volume dos Sólidos.

BIBLIOGRAFIA:

OBS: Podem ser consultadas todas e quaisquer fontes (Nível Médio)

ANEXO I

Nº DE VAGAS POR FUNÇÃO

Função

Escolaridade mínima exigida

Vagas

Salário Base

Carga Horária

Assistente Social

Curso Sup.em Serv.Social + reg.no conselho

02

690,00

20

Psicólogo

Curso Sup.de Psicologia + reg.no conselho

02

690,00

20

Pedagogo

Curso Superior de Pedagogia

02

690,00

20

Monitor Polivalente

Nível Médio

07

207,50

20

Monitor Esportivo

Nível Médio + Comprovação de experiência na área

01

207,50

20

Monitor Canto/Música

Nível Médio + Comprovação de experiência na área

01

207,50

20

Monitor p/Área Rural

Nível Médio

01

207,50

20

TOTAL DE VAGAS

16

 

 

ANEXO I

VALORES E CÓDIGOS DE INSCRIÇÃO

Função

Escolaridade mínima exigida

Vagas

CÓDIGOS

VALORES

Salário Base

Carga Horária

Assistente Social

Curso Sup.em Serv.Social + reg.no conselho

02

S01

50,00

690,00

20

Psicólogo

Curso Sup.de Psicologia + reg.no conselho

02

S02

50,00

690,00

20

Pedagogo

Curso Superior de Pedagogia

02

S03

50,00

690,00

20

Monitor Polivalente

Nível Médio

07

A01

25,00

207,50

20

Monitor Esportivo

Nível Médio + Comprovação de experiência na área

01

A02

25,00

207,50

20

Monitor Canto/Música

Nível Médio + Comprovação de experiência na área

01

A03

25,00

207,50

20

Monitor p/Área Rural

Nível Médio

01

A04

25,00

207,50

20

TOTAL DE VAGAS

16

 

Cargo - função - PEDAGOGO

01 - PROGRAMA ESPECÍFICO:

· O papel do pedagogo na conjuntura político-educacional brasileira

· Escola é lugar de aprender e de ensinar

· Ensinar: especificidade humana

· A Educação Básica redimensionada

· Escrevendo e lendo na escola

· Organização do espaço escolar

· Avaliação Mediadora na Educação Básica

REFERÊNCIAS BÁSICAS:

. Brasil. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais. Brasília: MEC/SEF,1997 e 2001.

.BRASIL. Lei de Diretrizes Nacionais (LDB 9394/96).

.Freire, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa.São Paulo: Paz e Terra, 1996.

.FONTANA, Roseli. Psicologia e trabalho pedagógico. São Paulo: Atual,1997.

.HOFFMANN, Jussara. Avaliação Mediadora: uma prática em construção da pré-escola à universidade. Porto Alegre: Educação &Realidade,1993.

02 - PROGRAMA DE DIDÁTICA: A didática como prática educativa; Didática e democratização do ensino; O processo ensino-aprendizagem; Planejamento, métodos e avaliação mediadora; Recursos didáticos e sua utilização no ensino; Saberes necessários à prática educativa; O sentido do aprendizado no Ensino Fundamental.

Sugestões Bibliográficas: BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação. (LDB) Nº 9394/96. FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996. LIBÂNEO, José Carlos. Didática. São Paulo: Cortez, 1994. BRASIL, MEC. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais. Ensino Fundamental, 1999. HOFFMANN, Jussara. Avaliação Mediadora: uma prática em construção da pré-escola à universidade. Porto Alegre: Educação & Realidade, 1993.

Escolaridade: NÍVEL MÉDIO

Cargos: MONITOR POLIVALENTE; MONITOR ESPORTIVO;

MONITOR CANTO/MÚSICA; MONITOR ÁREA RURAL

01 - PROGRAMA DE PORTUGUÊS:

- Compreensão de texto (s);

- Sinônimos;

- Antônimos;

- Parônimos;

- Homônimos;

- Sentido denotativo e conotativo;

- Ortografia;

- Acentuação gráfica;

- Pontuação;

- Morfologia;

- Concordância verbal e nominal;

- Regência verbal e nominal;

- Noções básicas de análise sintática.

BIBLIOGRAFIA:

TERRA, Ernani. NICOLA, José. Gramática e Literatura. Editora Scipione.

CUNHA, Celso Ferreira. Gramática da Língua Portuguesa. FAE.

ANDRE, Hildebrando A.de. Gramática Ilustrada. Editora Moderna.

CEGALLA, Domingos Paschoal. Novíssima Gramática da Língua Portuguesa. Cia. Ed. Nacional.

OBS: Podem ser consultadas outras fontes que tratem dos assuntos relacionados ao conteúdo pedido.

02 - PROGRAMA DE MATEMÁTICA: Conjuntos e Subconjuntos. / Operações com Conjuntos. / Conjuntos Numéricos./ Divisibilidade, Máximo Divisor Comum, Mínimo Múltiplo Comum. /Grandezas Diretamente Proporcionais e Inversamente Proporcionais. /Regra de Três Simples e Composta. /Porcentagem, Juros Simples e Juros Compostos. /Produtos Notáveis. / Operações com Números Reais: Adição, Subtração, Multiplicação, Divisão, Potenciação e Radiciação. /Relações e Funções. /Função de Primeiro Grau. / Sistemas com duas variáveis. / Função de Segundo Grau. / Problemas do 2º grau./ Função Modular. / Função Exponencial. / Função Logarítmica. / Gráficos de Funções. / Equações e Inequações. / Trigonometria. / Triângulo Retângulo e Teorema de Pitágoras. / Funções Trigonométricas, Gráficos, Identidades Trigonométricas, Equações Trigonométricas, Inequações Trigonométricas. / Lei dos Senos e Lei dos Cossenos. / Geometria Plana. / Mediatriz de um Segmento, Bissetriz de um Ângulo. / Medianas, Bissetrizes, Alturas e Mediatrizes de um Triângulo. / Semelhança e Congruência de Triângulos. / Semelhança e Congruência de Polígonos. / Teorema de Tales. / Número de Diagonais, Soma dos Ângulos Internos e Soma dos Ângulos Externos de um Polígono. / Polígonos Inscritos e Circunscritos. / Relações Métricas em Triângulos, Polígonos, Circunferência e Círculo. / Área das Figuras Planas. / Área e Volume dos Sólidos.

BIBLIOGRAFIA:

OBS: Podem ser consultadas todas e quaisquer fontes que tratem dos assuntos relacionados ao conteúdo pedido. (Nível Médio)

Cargo / Função - ASSISTENTE SOCIAL

01 - PROGRAMA ESPECÍFICO:

1. O Serviço Social, as Políticas Sociais e a questão dos Direitos Sociais no contexto da Reforma do Estado brasileiro.

1.1. A contra-reforma do Estado e as Políticas Sociais no Brasil na contemporaneidade.

1.2. A questão dos direitos sociais no sistema de seguridade social: previdência, assistência e saúde.

1.3. A Reestruturação das políticas sociais no Brasil e as novas formas de regulação Social.

1.4. O lugar ocupado pelo Serviço Social na implementação das Políticas Sociais no contexto da descentralização e municipalização: a gestão social e participativa.

1.5. A política de assistência social como política de proteção social e o SUAS.

2. A questão social no cenário contemporâneo, as diferentes expressões concretas na sociedade brasileira e a sua centralidade no Serviço Social.

2.1. Metamorfoses da questão social nos meandros das relações entre o Estado e a Sociedade no Brasil contemporâneo.

2.2. Pobreza, exclusão social e subalternidade: expressões concretas da Questão Social no Brasil contemporâneo.

2.3. A questão social como base fundante do trabalho do assistente social.

3. O projeto ético-político profissional, os espaços ocupacionais e o trabalho profissional do Assistente Social no contexto da reestruturação do capital e da lógica neoliberal em defesa dos direitos sociais.

3.1. As dimensões éticas e políticas do projeto profissional.

3.2. O projeto profissional e as estratégias para fazer frente às diferentes expressões da Questão Social.

3.3. O assistente social como trabalhador coletivo: o trabalho profissional, demandas e requisições que exigem competência teórica, metodológica, ética, política, técnica e operativa no fazer profissional na defesa dos direitos sociais.

3.4. A legislação social e o trabalho profissional, instrumento sócio-jurídico e legal na efetivação e defesa dos direitos sociais.

BIBLIOGRAFIA:

OBS: Podem ser consultadas todas e quaisquer fontes que tratem dos assuntos relacionados ao conteúdo pedido.

02 - PROGRAMA DE PORTUGUÊS:

- Interpretação de texto(s);

- Estruturação, organização textual;

- Uso da pontuação;

- Morfologia - classes subordinantes e subordinadas;

- Síntaxe: Análise; Concordância verbal e nominal; Regência verbal e nominal; Uso da crase.

BIBLIOGRAFIA:

TERRA, Ernani. NICOLA, José. Gramática e Literatura. Editora Scipione.

CUNHA, Celso Ferreira. Gramática da Língua Portuguesa. FAE.

ANDRÉ, Hildebrando A.de. Gramática Ilustrada. Editora Moderna.

CEGALLA, Domingos Paschoal. Novíssima Gramática da Língua Portuguesa. Companhia Editora Nacional.

OBS: Podem ser consultadas outras fontes que tratem dos assuntos relacionados ao conteúdo pedido.

Cargo / Função - PSICÓLOGO

01 - PROGRAMA ESPECÍFICO:

- A psicologia como ciência e profissão.

- Personalidade e desenvolvimento humano.

- Ética e saúde.

- A psicologia breve como abordagem no processo terapêutico.

- Psicossomática e o processo saúde-doença.

- O adoecer e o morrer no cotidiano hospitalar.

- O paciente, a equipe e a família na instituição.

- A humanização e o acolhimento na saúde..

- Políticas de saúde no Brasil: a reforma sanitária e a construção do sistema único de saúde.

- ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).

- Política nacional do idoso: estatuto do Idoso.

Bibliografia:

OBS: Podem ser consultadas todas e quaisquer fontes que tratem dos assuntos relacionados ao conteúdo pedido.

02 - PROGRAMA DE PORTUGUÊS:

- Interpretação de texto(s);

- Estruturação, organização textual;

- Uso da pontuação;

- Morfologia - classes subordinantes e subordinadas;

- Síntaxe: - Análise; - Concordância verbal e nominal; - Regência verbal e nominal; - Uso da crase.

BIBLIOGRAFIA:

TERRA, Ernani. NICOLA, José. Gramática e Literatura. Editora Scipione.

CUNHA, Celso Ferreira. Gramática da Língua Portuguesa. FAE.

ANDRÉ, Hildebrando A.de. Gramática Ilustrada. Editora Moderna.

CEGALLA, Domingos Paschoal. Novíssima Gramática da Língua Portuguesa. Companhia Editora Nacional.

OBS: Podem ser consultadas outras fontes que tratem dos assuntos relacionados ao conteúdo pedido.