Prefeitura de Saldanha Marinho - RS

PREFEITURA MUNICIPAL DE SALDANHA MARINHO

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

EDITAL DE SELEÇÃO N° 001/2007

DE 18 DE MAIO DE 2007

GLADEMIR AROLDI, Prefeito Municipal de SALDANHA MARINHO, no uso de suas atribuições legais, nos termos do artigo 37 da Constituição Federal e na Lei Orgânica Municipal, torna público que estarão abertas às inscrições para Teste de Seleção ao provimento dos cargos que integram o quadro de vagas da Prefeitura Municipal, sob contratação emergencial, instituído pelas Leis nº 989 de 17 de maio de 2007.

1 DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1.1. Este Teste de Seleção, de acordo com a legislação que trata da matéria, bem como por este Edital, serão executados pela Sellector e destina-se a selecionar candidatos para provimento de cargo da Administração Municipal de Saldanha Marinho.

1.2. O Teste de Seleção consistirá da avaliação de conhecimentos, mediante aplicação de Provas Objetivas, de acordo com a especificidade do cargo, em conformidade com o estabelecido no Edital.

1.3. A Prova Objetiva será realizada na cidade de Saldanha Marinho - RS, conforme estabelecido no item 10, do Concurso, deste Edital"

1.4. Para os cargos onde a escolaridade exigida for nível superior e nível técnico é exigido registro no órgão de classe competente.

1.5. O Teste de Seleção destina-se ao preenchimento de vaga existente para o período de 01 de junho de 2007 até 31 de outubro de 2007, conforme quadro abaixo:

Cargo

Vagas

Escolaridade

Carga Horária
Semanal

Vencimento

Tipo de Prova

Enfermeiro

01

Nível Superior Completo

36 h

1.259,90

Objetiva

2 DAS VAGAS PARA DEFICIENTES

Não haverá ofertas de ingressos para os Candidatos Portadores de Deficiência, haja vista o número reduzido de vagas previsto no item 5, deste Edital..

3 DAS ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS

As atribuições para o exercício de cada cargo deste Concurso constam no Anexo I deste Edital.

4 DA DIVULGAÇÃO

A Divulgação oficial de todas as etapas referentes a este Teste de Seleção se dará na forma de Editais, Extratos de Editais e Avisos, através dos seguintes meios e locais:

4.1. Publicação no jornal O Minuano e O jornal Opinião.

4.2. Divulgação eletrônica pelo site www:sellector.com.br, da Sellector;

4.3. Divulgação no mural da Prefeitura Municipal de Saldanha Marinho, na Av: Silva Tavares, n° 1127 - Saldanha Marinho - RS

5 DAS INSCRIÇÕES

5.1. Período, Horário e Local

As inscrições serão realizadas na Prefeitura Municipal de Saldanha Marinho, localizada na Av: Silva Tavares nº 1127, nos dias 21 a 23 de maio de 2007. No horário das 8h às 11:00h e das 13:30h às 16:30h em dias úteis.

5.2. Valor das Inscrições

CARGOS

VALOR POR CANDIDATO

Enfermeiro

R$ 50,00

5.3. Procedimento para as Inscrições

5.3.1. O pagamento da taxa de inscrição para o Teste será realizado na Sede da Prefeitura Municipal, onde também poderão ser obtidas as informações sobre este Edital e seus anexos;

5.3.2. A Administração Municipal de Saldanha Marinho e a Sellector, não se responsabilizam pelas inscrições que não forem efetuadas por motivos de ordem técnica alheias ao seu âmbito de atuação, tais como o candidato que não comprovar a documentação necessária, o não pagamento da taxa de inscrição ou o não preenchimento correto da ficha de inscrição e quaisquer outros fatores exógenos que impossibilitem a transferência dos dados dos candidatos para a Organizadora do Teste de Seleção.

5.3.3. A inscrição no Teste de Seleção implica, desde logo, o conhecimento e tácita aceitação pelo candidato, das condições estabelecidas neste Edital.

São requisitos básicos para o ingresso no serviço público municipal:

a) Ser brasileiro nato ou naturalizado ou gozar das prerrogativas constantes do artigo 12 da Constituição Federal;

b) Ter no mínimo 18 (dezoito) anos completos na data de encerramento das inscrições;

c) Estar quites com as obrigações militares e eleitorais;

d) Atender as condições básicas prescritas para o cargo;

e) Gozar de boa saúde física e mental;

f) Não ter antecedentes criminais;

5.3.4. Documentação Necessária para Inscrição:

Para inscrever-se, o candidato deverá nos dias previstos no subitem 5.1., comparecer no local de inscrição munido de ORIGINAIS:

a) Cédula de identidade civil ou militar ou CTPS; São considerados documentos de identidade: carteiras expedidas pela Secretaria da Justiça e Segurança, pelos Ministérios Militares: carteiras expedidas pelos órgãos fiscalizadores de exercício profissional (Ordens, Conselhos); passaportes;

b) Comprovante de recolhimento da taxa de inscrição pago na Tesouraria da Prefeitura Municipal;

c) Título de eleitor;

d) CPF (Cadastro de Pessoa Física);

e) O candidato, ao efetivar sua inscrição, assume inteira responsabilidade pelas dados informados para a realização de sua inscrição, sob as penas da lei, bem como assume que está ciente e de acordo com as exigências e condições previstas neste Edital, do qual o candidato não poderá alegar desconhecimento.

6 DAS DISPOSIÇÕES GERAIS SOBRE A INSCRIÇÃO

6.1. É vedada a inscrição condicional ou extemporânea (fora do prazo).

6.2. O valor relativo à inscrição não será devolvido, salvo no caso de cancelamento do certame por conveniência da Administração Municipal de Saldanha Marinho.

6.3. Não será aceita inscrição por outra forma que não a estabelecida neste Edital.

6.4. Procedimentos:

O candidato deve comparecer à Prefeitura Municipal munidos dos documentos elencados no item 5.4.4 e seguir as instruções abaixo.

a) Dirigir-se ao Centro de Tributos para o recebimento do documento da taxa de inscrição.

b) Recolher na Tesouraria da Prefeitura Municipal, em moeda nacional corrente ou cheque do próprio candidato, a importância referente à taxa de inscrição estipulada neste Edital.

c) Antes de efetuar o recolhimento da taxa, o candidato deverá certificar-se de que possui todas as condições e pré-requisitos para inscrição.

d) O pagamento da inscrição realizado com cheque sem provisão de fundos acarretará no cancelamento automático da inscrição.

e) Entregar a documentação para a efetivação da inscrição.

f) É obrigação do candidato conferir as informações contidas na ficha de inscrição, bem como tomar conhecimento do local, data e horário de realização de cada etapa do Teste de Seleção .

7 HOMOLOGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES

7.1. Após o encerramento do período de inscrição, será divulgado o Edital contendo a homologação das inscrições.

7.2. Os documentos comprobatórios de atendimento serão novamente exigidos quando da convocação dos candidatos habilitados para fins de nomeações, ficando o candidato advertido de que a posse do cargo somente será deferida se exibir provas de:

a) Ter boa conduta pública e privada;

b) Gozar de boa saúde física e mental;

8 DAS PROVAS

O Teste de Seleção consistirá de exame de conhecimento, mediante aplicação de prova objetiva específica para o cargo.

A prova consistirá na resolução de questões objetivas baseadas no programa constante do ANEXO II deste Edital e serão valorizados na escala de 0 a 100 pontos cada prova.

Média Final: Só será considerado APROVADO o candidato que obtiver média igual ou superior a 50% na soma das notas obtidas nestas provas, obedecendo aos seguintes pesos:

Para o cargo de Enfermeiro:

Disciplina

N° Questões

Peso

Prova Específica

20 (vinte)

06 (seis)

Prova de Português

20 (vinte)

04 (quatro)

OBS: Em caso de empate terá preferência, pela ordem, o candidato que tiver:

MAIOR NOTA NA PROVA ESPECÍFICA

MAIOR NOTA NA PROVA DE PORTUGUÊS

Persistindo o empate ocorrerá: SORTEIO PÚBLICO

9 DA REALIZAÇÃO DAS PROVAS

9.1. O candidato deverá comparecer ao local determinado para a realização das provas, com antecedência mínima de 30 (trinta) minutos do horário fixado para o início dos trabalhos, munido de cartão de inscrição, carteira de identidade (civil ou militar);

9.2. A grade de resposta deverá ser preenchida somente com canetas esferográficas nas cores azul ou preta.

9.2. O tempo de duração da prova será de 03 (três) horas.

9.3. Será proibido o acesso ao local de realização das provas os candidatos que se apresentarem em horário diferente do estabelecido para o seu início, seja qual for o motivo alegado.

9.4. Em nenhuma hipótese haverá segunda chamada, seja qual for o motivo alegado.

9.5 Durante as provas não serão permitidas consultas de nenhuma espécie, utilizar-se de telefone celular ou qualquer outro aparelho eletro-eletrônico, bem como utilizar instrumentos próprios, salvo os expressamente permitidos.

a) O caderno de provas é o espaço no qual o candidato poderá desenvolver todas as técnicas para chegar à resposta adequada, permitindo-se o rascunho e a rasura em qualquer folha, exceto, na capa do caderno e na GRADE DE RESPOSTAS.

b) Será atribuída nota 0 (zero) à resposta que, na grade de respostas estiver em desconformidade com as instruções, não estiver assinalada ou que contiver mais de uma alternativa assinalada, emenda ou rasura ou alternativa marcada a lápis, ainda que legível.

c) Em nenhuma hipótese, será considerado para correção e respectiva pontuação o caderno de provas.

d) O candidato, ao terminar a prova objetiva, devolverá ao fiscal de sala, juntamente com a grade de resposta, o caderno de provas, tendo em vista a obrigatoriedade do arquivamento pela Prefeitura Municipal;

e) Será permitido aos candidatos copiar sua grade de respostas, para conferência com o gabarito oficial, no verso do documento de inscrição no Teste de Seleção ;

f) Ao final das provas escritas, os dois últimos candidatos deverão permanecer no recinto, a fim de assinar o lacre do envelope das provas juntamente com os fiscais, sendo liberados quando todos as tiverem concluído;

9.6. Será excluído do Concurso o candidato que:

a) for surpreendido, durante a realização das provas, em comunicação com outro candidato, bem como se utilizando consultas;

b) utilizar-se de quaisquer recursos ilícitos ou fraudulentos em qualquer etapa de sua realização;

c) ausentar-se, a não ser momentaneamente, em casos especiais e acompanhados do fiscal de sala;

d) portar-se inconvenientemente perturbando de qualquer forma, o bom andamento dos trabalhos;

e) Por razões de ordem técnica, de segurança e de direitos autorais não serão fornecidas cópias das provas a candidatos ou instituições de direito público ou privado, mesmo após o encerramento do Concurso.

9.7. Não será permitida a permanência de acompanhantes do candidato ou pessoas estranhas ao Concurso, nas dependências do local onde forem aplicadas as provas.

10 DISPOSIÇÕES GERAIS

10.1. Este Teste de Seleção reger-se-á pelas normas deste Edital e Lei Municipal n.º 989/07.

10.2. Qualquer cidadão, diretamente ou via postal, poderá denunciar irregularidade ou ilegalidade, eventualmente ocorrida neste Teste de Seleção , perante o Tribunal de Contas do Estado na forma da Lei n.º 9.478/91.

10.3. A classificação no processo seletivo não assegura ao candidato o direito de admissão automática no cargo público, mas apenas a expectativa de ser nele admitido, seguindo rigorosamente a ordem de classificação, ficando a concretização deste ato condicionada a observância das disposições legais pertinentes e, sobretudo, ao interesse do serviço público municipal.

10.4 Observado o número de vagas existentes ou que venham a ocorrer, o candidato aprovado será convocado por carta registrada para o endereço constante na ficha de inscrição ou por resultante de posterior atualização, ficando obrigado a declarar por escrito se aceita ou não o cargo para o qual obteve habilitação. O não comparecimento ou falta de pronunciamento do interessado no prazo máximo de 05 (cinco) dias a contar do recebimento da comunicação ou a contar da publicação do Edital de Convocação, em caso de não ser localizado o candidato, implicará em exclusão automática do processo seletivo. Não haverá segunda convocação para admissão, salvo hipótese do candidato que, ao comparecer e não aceitar a sua indicação, optar pela inclusão no final da relação, reposicionamento este que deverá ser requerido por escrito.

10.5. Ficam advertidos os candidatos de que, no caso de nomeação, a posse no cargo só lhes será deferida no caso de exibirem:

11 DOCUMENTAÇÃO COMPROBATÓRIA

a) Comprovante da Escolaridade;

b) Registro junto ao Conselho de Classe - RS,

c) Atestado de boa saúde física e mental a ser fornecido, por Médico ou Junta Médica do Município ou ainda, por esta designada, mediante exame médico, que comprove aptidão necessária para o exercício do cargo, bem como a compatibilidade para os casos de deficiência física.

d) Declaração negativa de acumulação de cargo público, conforme disciplina a Constituição Federal, em seu artigo 37, XVI.

12 DA PROVA SELETIVA

DATA: . 29 de maio de 2007.

HORÁRIO: 13:30 horas

LOCAL: na Prefeitura Municipal de Saldanha Marinho-RS.

13 CRONOGRAMA DE EVENTOS

13.1. Período de inscrições: 21 de maio até 23 de maio de 2007.

13.2. Homologações das inscrições: 24 de maio de 2007.

- disponível no site www:sellector.com.br.

13.3. Realização do teste de seleção, prova escrita: 29 de maio de 2007.

13.5. Divulgação do gabarito: 29 de maio de 2007.

- disponível no site www:sellector.com.br.

13.6. Identificação das provas escritas: 30 de maio de 2007.

13.7 Sorteio público em caso de empate: 30 de maio de 2007.

13.8 Homologação do resultado final: 31 de maio de 2007.

- disponível no site www:sellector.com.br

Saldanha Marinho, 18 de maio de 2007.

Glademir Arold
Prefeito Municipal

Registre-se e Publique-se

ANEXO I

CARGO: TÉCNICO EM ENFERMAGEM

PADRÃO DE VENCIMENTO: 06

ATRIBUIÇÕES: Prestar cuidados integrais à pacientes em unidades de saúde, executar tratamentos prescritos, e de rotinas, nas unidades de saúde sob a supervisão do enfermeiro, tais como: instalação de soros; troca de bolsas de ostomia; executar tarefas referentes à conservação, validade e aplicação de vacinas; realizar e proceder à leitura de testes para aferição de glicemia capilar; auxiliar sob supervisão os profissionais de saúde nas tarefas da enfermagem em geral nas unidades de saúde pública, orientar e revisar o trabalho do pessoal na unidade em que atuar; zelar pela limpeza , conservação e assepsia do material e instrumental destinado ao uso do médico; providenciar a esterilização de instrumental e material destinado a procedimentos de enfermagem; verificar a temperatura e sinais vitais dos pacientes, anotando nos prontuários; ministrar medicamentos, fazer curativos; aplicar injeções intravenosas, vacinas e outras que exijam técnica e precauções especiais; orientar os pacientes a respeito da prescrição médica que receberem; fazer visitas domiciliares quando necessário para o acompanhamento e continuidade do tratamento; participar de treinamento de pessoal; participar de atividades de orientação individual ou de grupos em programas comunitários de preservação da saúde; colaborar na análise de dados e informações sobre enfermagem; participar de estudos relativos ao aperfeiçoamento e adequação das novas técnicas de enfermagem assistencial, colaborar na orientação dos trabalhos de anotações em fichas e documentos à assistência médica; registrar atividades específicas nas unidades de enfermagem; fornecer dados estatísticos, participar na observação de pacientes portadores de doenças mentais ou contagiosas e prestar-lhe assistência; executar tarefas semelhantes; executar as atividades determinadas pelo enfermeiro responsável pela unidade de serviço que não estejam descritas, mas que façam parte de suas atribuições.

ANEXO II

ENFERMEIRO

PROVA ESPECÍFICA

· Evolução das políticas de saúde no Brasil; Sistema Único de Saúde-SUS: conceitos, diretrizes e princípios;

· A assistência e o cuidado de enfermagem ao longo do ciclo vital;

· O exercício profissional da enfermagem; Equipe de saúde; Educação para saúde;

· O atendimento de enfermagem em casos de urgência e emergência. Primeiros socorros.

· A assistência integral à saúde mental;

· Métodos de esterilização de materiais. Administração de medicamentos: métodos e vias, posologias de drogas e soluções, intoxicação por medicamentos;

· Ações do enfermeiro nos exames complementares; assistência de enfermagem em programas especiais: DST/AIDS, Imunizações, Hipertensão, Diabetes, Pneumologia Sanitária; Assistência de Enfermagem e atenção à saúde de crianças e adolescentes;

BIBLIOGRAFIA SUGERIDA:

- Brunner D.s. e Sudart B.S. Tratado de Enfermagem médico - Cirúrgica. RJ Ed. Interamericana, 1997.

- Norma Técnica E Operacional Do Programa De Controle Da Hipertensão Arterial Sistêmica - Depto. De ações em saúde/ SSMA, 1997.

- Norma Técnica E Operacional Do Programa De Controle Do Diabetes Melito Tipo II., Depto. De ações em saúde / SSMA, 1997.

- Norma Técnica E Operacional De Programa De Controle De Câncer De Mama E Colo Do Útero, Depto. De ações em saúde / SSMA, 1997.

- Norma Técnica E Operacional De Controle Das Doenças Diarréicas, E Desnutrição, Depto. De ações em saúde / SSMA, 1997.

- Norma Técnica E Controle Operacional Do Programa De Controle Da Aids, Depto. De ações em saúde / SSMA, 1997.

- Norma Técnica E Operacional Do Programa De Assistência Ao Pré-Natal, Detecção E Controle Da Gravidez De Alto Risco, Depto. de ações em saúde / SSMA, 1997.

- Norma Técnica E Operacional De Imunizações, Divisão De Controle De Doenças Transmissíveis Agudas, Depto de ações em saúde / SSMA, 1997.

- Norma Técnica E Operacional Do Programa De Controle Das Infecções Respiratórias Agudas, Divisão Do Programa De Saúde / Ssma, 1997.PROVA DE PORTUGUÊS

Ortografia Oficial. Relação entre fonemas e grafias. Acentuação Gráfica. Separação de Sílabas. Reconhecimentos de Classes de Palavras: Nome, Pronome, Verbo, Preposição e Conjunções. Pronomes: colocação, uso, formas pronominais de tratamento. Concordância nominal e verbal. Emprego de tempos e modos. Vozes do verbo. Regência nominal e verbal. Ocorrência de crase. Estrutura do vocábulo: radicais e afixos. Formação de palavras: composição e derivação. Termos da oração. Tipos de predicação. Estrutura do período: coordenação e subordinação. Nexos oracionais: valor lógico e sintático das conjunções. Semântica: sinomínia e antomínia. Interpretação de texto: variedades de textos e adequação de linguagem. Estruturação do texto e parágrafos. Informações literais e inferências. Estruturação do texto: recursos de coesão. Significação contextual de palavras e expressões.

A Bibliografia básica é apresentada apenas com o intuito de orientar o candidato, não significando que as provas se basearão exclusivamente nessas referências, sendo, portanto, de caráter indicativo.PROVA DE PORTUGUÊS

Ortografia Oficial. Relação entre fonemas e grafias. Acentuação Gráfica. Separação de Sílabas. Reconhecimentos de Classes de Palavras: Nome, Pronome, Verbo, Preposição e Conjunções. Pronomes: colocação, uso, formas pronominais de tratamento. Concordância nominal e verbal. Emprego de tempos e modos. Vozes do verbo. Regência nominal e verbal. Ocorrência de crase. Estrutura do vocábulo: radicais e afixos. Formação de palavras: composição e derivação. Termos da oração. Tipos de predicação. Estrutura do período: coordenação e subordinação. Nexos oracionais: valor lógico e sintático das conjunções. Semântica: sinomínia e antomínia. Interpretação de texto: variedades de textos e adequação de linguagem. Estruturação do texto e parágrafos. Informações literais e inferências. Estruturação do texto: recursos de coesão. Significação contextual de palavras e expressões.

BIBLIOGRAFIA SUGERIDA

- BECHARA, Evanildo, Gramática da Língua Portuguesa, Rio de Janeiro, Ed. Nacional, 1972.

- CARNEIRO, Agostinho Dias, Redação em construção, Moderna, SP, 1992.

- CUNHA, Celso Ferreira, Gramática da Língua Portuguesa, Rio de Janeiro, Fename, 1980.

- FIORIN, José Luiz, SAVOLI, Francisco Platão. Para entender o texto: leitura e redação, São Paulo, Ed. Ática, 1990.