IFBAIANO - Inst. Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - BA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA

IFBAIANO - INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO

EDITAL Nº 08, DE 24 DE MARÇO DE 2010

Notícia:   65 vagas para Professor no Instituto Federal de Educação Baiano - BA

REITOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO - IFBAIANO, nomeado pela Portaria/MEC nº. 290, de 12 de março de 2010, publicada no DOU de 15/03/2010, no uso de suas atribuições legais e regimentais, e tendo em vista o disposto no Artigo 37, inciso II da Constituição Federal, dos preceitos específicos no Decreto nº. 6.944, de 21/08/2009, publicado no DOU de 24/08/2009, da Portaria 1.134 de 02/12/2009 publicado no DOU 03/12/2009 e das autorizações do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, através das Portarias nº. 537, publicada no DOU de 31/12/2009 e do Ministério da Educação através da Portaria nº. 11, publicada no DOU de 11/01/2010 e republicada no DOU de 01/02/2010, nos termos da Lei 8.112 de 11 de dezembro de 1990, torna público a realização de Concurso Público para provimento de vagas no cargo de Professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico de que trata o Plano de Carreira e Cargos de Magistério do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico, objeto da Lei 11.784, de 22 de setembro de 2008, para o Quadro Permanente de Pessoal do IFBAIANO, mediante as condições estabelecidas neste Edital.

1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1.1 O Concurso será regido pelo presente Edital e executado pela Comissão do Concurso, designada pela Reitoria do IFBAIANO, através da Portaria nº. 64, de 02 de março de 2010, com a supervisão da Diretoria de Gestão de Pessoas e Pró-Reitorias de Ensino e Desenvolvimento Institucional.

1.2 O candidato deverá observar, rigorosamente, o presente Edital e os Editais complementares, os quais passarão a constituir parte integrante deste Edital e serão publicados no endereço eletrônico www.ifbaiano.edu.br/selecaodocente2010 e nos murais do IFBAIANO localizados nos endereços abaixo:

Local

Endereço

Reitoria

Rua do Rouxinol, 115 - Imbuí - Salvador - BA

Campus Bom Jesus da Lapa

BR 349 - KM 14

Campus Catu

Rua Barão de Camaçari, 118- Centro Catu - BA

Campus Guanambi

Zona Rural Distrito de Ceraíma Guanambi - BA

Campus Itapetinga

Km 2 Rodovia Itapetinga / Itororó Clerolândia Itapetinga -BA

Campus Santa Inês

Rodovia BR 420 Km 2,5 Santa Inês - BA

Campus Senhor do Bonfim

Estrada de Igara, KM 04 Zona Rural Senhor do Bonfim-BA

Campus Teixeira de Freitas

BR 101 Km 882 Teixeira de Freitas - BA

Campus Uruçuca

Rua Dr. João Nascimento, s/n Centro Uruçuca - BA

Campus Valença

Rua Glicério Tavares, s/n Bairro Bate Quente Valença-BA

1.3 A seleção para as vagas no cargo, objeto deste Edital consistirá nas seguintes fases: Prova Escrita, Prova de Desempenho Didático, ambas de caráter eliminatório e classificatório, e Prova de Títulos, de caráter unicamente classificatório.

1.4 Todas as fases do Concurso serão realizadas na Cidade de Salvador, em estabelecimentos, datas e horários a serem divulgados em edital complementar no sítio www.ifbaiano.edu.br/selecaodocente2010, e nos endereços elencados no subitem 1.2.

2.DOS CARGOS E VAGAS

2.1 O Concurso tem como objeto selecionar candidatos para o preenchimento de cargos efetivos da categoria funcional de Professor de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico, Classe D-I, Nível 01, em regime de Dedicação Exclusiva, do Quadro Permanente de Pessoal do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano, com lotação e exercício nos Campideste instituto.

2.2 A distribuição das vagas por Campus, requisitos mínimos e especificações do cargo constam no ANEXO I deste Edital.

2.3 As 65 (sessenta e cinco) vagas ofertadas serão preenchidas conforme às necessidades do IF BAIANO.

2.4 Os turnos de trabalho do candidato nomeado serão definidos, exclusivamente, pelo Campus para o qual o mesmo foi nomeado.

2.5 São atribuições gerais dos cargos que integram o Plano de Carreira e Cargos de Magistério do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico, sem prejuízo das atribuições específicas e observados os requisitos de qualificação e competências definidos nas respectivas especificações: as relacionadas ao ensino, à pesquisa e à extensão, no âmbito, predominantemente, das Instituições Federais de Ensino; e as inerentes ao exercício de direção, assessoramento, chefia, coordenação e assistência na própria instituição, além de outras previstas na legislação vigente.

2.6 A composição remuneratória dos Professores do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico em regime de 40h com Dedicação Exclusiva (RDE) é descrita na tabela abaixo:

RDE

Remuneração (VB+GEDBT+RT)

Classe D-I-01

Graduação

Aperfeiçoamento

Especialização

Mestrado

Doutorado

Total R$

2.757,64

2.847,07

3.077,28

4094,25

6055,01

VB - Vencimento Básico.

GEDBT - Gratificação Específica de Atividade Docente do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico.

RT - Retribuição por Titulação

3.DOS REQUISITOS PARA INVESTIDURA NO CARGO

3.1 A investidura do candidato no cargo está condicionada ao atendimento dos seguintes requisitos:

3.1.1 Ter sido aprovado no Concurso;

3.1.2 Ser brasileiro nato ou naturalizado, ou, se de nacionalidade portuguesa, amparado pelo Estatuto de Igualdade entre Brasileiros e Portugueses, conforme Decreto nº. 70.436/72;

3.1.3 Ter idade mínima de 18 (dezoito) anos;

3.1.4 Comprovar habilitação exigida para a área do conhecimento que irá concorrer, conforme ANEXO I do Edital. Caso o diploma seja expedido por universidade estrangeira, deverá estar revalidado e registrado, conforme legislação pertinente;

3.1.5 Estar em gozo dos direitos políticos;

3.1.6 Estar quite com as obrigações militar e eleitoral;

3.1.7 Possuir aptidão física e mental para o exercício das funções do cargo;

3.1.8 Não ter sofrido, no exercício de função pública, penalidade incompatível com a investidura em cargo público federal, prevista no artigo 137, parágrafo único, da Lei nº. 8.112/90;

3.1.9 Não acumular cargos, empregos e funções públicas, exceto aqueles permitidos pela Constituição Federal e pela legislação vigente, assegurada a hipótese de opção dentro do prazo para posse previsto no § 1º do art. 13 da Lei nº. 8.112/90;

3.1.10 Não receber proventos de aposentadoria que caracterizem acumulação ilícita de cargos, na forma do artigo 37, inciso XVI, da Constituição Federal;

3.2 Os candidatos de nacionalidade estrangeira deverão ter fluência na língua portuguesa e comprovar no ato da posse sua condição legal de permanência no país.

3.3 No ato da investidura no cargo, anular-se-ão, sumariamente, a inscrição e todos os atos dela decorrentes, se o candidato não comprovar os requisitos constantes nos itens 3.1 e 3.2, não se considerando qualquer situação adquirida após essa data.

4. DAS INSCRIÇÕES

4.1 O período de inscrições será de 29 de março a 12 de abril de 2010, nos dias úteis, das 8 (oito) às 12 (doze) e das 13 (treze) às 17 (dezessete) horas.

4.2 O valor de inscrição para este concurso é de R$ 100,00 (cem reais).

4.3 O pagamento deverá ser efetuado nas agências do Banco do Brasil através da GRU-Simples, a ser obtida no sítio https://consulta.tesouro.fazenda.gov.br/gru/gru_simples.asp.

4.4 Para efetivar a inscrição no concurso objeto deste edital o candidato deverá:

4.4.1 Acessar o sítio www.ifbaiano.edu.br/selecaodocente2010, selecionar o Requerimento de Inscrição e preencher cuidadosamente com seus dados.

4.4.2 Imprimir, conferir o requerimento de inscrição e assinar a via impressa.

4.4.3 Gerar a GRU - GUIA DE RECOLHIMENTO DA UNIÃO, para efetuar o pagamento da inscrição, a ser obtida no site https://consulta.tesouro.fazenda.gov.br/gru/gru_simples.asp com as seguintes informações: código da unidade gestora (UG): 158443; Gestão: 26404; código do recolhimento: 28883-7; número de referência: CPF do candidato; competência: "mês"/"ano" do pagamento; vencimento: 12/04/2010; CPF do candidato; nome completo do candidato; valor do recolhimento: R$ 100,00.

4.4.4 Realizar o pagamento da GRU em qualquer agência do Banco do Brasil.

4.4.5 Enviar à Reitoria do IFBAIANO pelos Correios, via SEDEX, às expensas do candidato, o Requerimento de Inscrição assinado, a GRU paga (cópia autenticada) e o documento oficial de identidade (cópia autenticada), conforme item 4.5. A data da postagem deverá ser até o último dia de inscrição. É facultado ao candidato efetuar entrega direta e presencialmente no local de inscrição: Reitoria do IFBAIANO - Rua do Rouxinol nº 115, Imbuí CEP 41.720-052, Salvador Bahia.

4.5 São considerados documentos de identidade: carteiras expedidas pelos Comandos Militares, pelas Secretarias de Segurança Pública e pelos Corpos de Bombeiros Militares, carteiras expedidas pelos órgãos fiscalizadores de exercício profissional (Ordens, Conselhos, etc.), passaporte, carteiras funcionais expedidas por órgão público que valham, por lei, como identidade, Carteira de Trabalho e Carteira Nacional de Habilitação (somente o modelo com foto).

4.6 O documento de identificação utilizado na inscrição deverá ser o mesmo apresentado no ato de realização das provas.

4.7 No ato da inscrição, o candidato, obrigatoriamente, deve fazer opção por uma única área de conhecimento. Havendo alteração no cadastro, será considerada somente a mais recente.

4.8 Os dados informados no ato da inscrição e o pagamento são de responsabilidade exclusiva do candidato.

4.9 A qualquer tempo poderão ser anuladas as inscrições, as provas, a nomeação e a posse do candidato, caso seja verificada a falsidade em qualquer declaração prestada e/ou irregularidades nas provas ou em documentos apresentados.

4.10 Em nenhuma hipótese haverá devolução da quantia paga a título de inscrição, salvo em caso de cancelamento do concurso por conveniência da administração ou motivo de força maior.

4.11 Não será válida a inscrição cujo pagamento seja realizado em desacordo com as condições previstas neste edital.

4.12 A homologação das inscrições será publicada no dia 15 de abril de 2010 no endereço eletrônico www.ifbaiano.edu.br/selecaodocente2010 e nos locais especificados no item 1.2

4.13 O candidato que efetivar a inscrição e que observar erros na homologação das inscrições, ou que não constar

na mesma, deverá entrar com recurso de 16 a 19 de abril de 2010. O candidato poderá interpor recurso, protocolando na Reitoria, encaminhado por SEDEX ou via formulário eletrônico disponível no sítio www.ifbaiano.edu.br/selecaodocente2010

4.14 A relação final de candidatos inscritos, bem como o local da Prova Escrita e as respectivas salas será publicada no dia 22 de abril de 2010 no sítio www.ifbaiano.edu.br/selecaodocente2010

5.DA ISENÇÃO DO PAGAMENTO

5.1 O candidato poderá solicitar isenção de pagamento do valor de inscrição, desde que: esteja inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), de que trata o Decreto nº 6.135, de 26 de junho de 2007; e seja membro de família de baixa renda nos termos do mesmo Decreto.

5.2 Para tanto o candidato deverá:

5.2.1 Preencher o Requerimento de Isenção de Pagamento de Taxa de Inscrição indicando o número de identificação social - NIS, atribuído pelo CadÚnico.

5.2.2 Preencher Declaração de que é membro de família de baixa-renda nos termos do Decreto nº 6.135, de 26 de junho 2007.

5.2.3 Protocolar na Reitoria do IFBAIANO, no período de 29 a 31 de março de 2010, os documentos citados nos itens 5.2.1 e 5.2.2.

5.3 O modelo do Requerimento de Isenção da Taxa de Inscrição e a Declaração que trata o item 5.2.2 estará disponível no endereço eletrônico www.ifbaiano.edu.br/selecaodocente2010. e na Reitoria do IFBAIANO.

5.4 A Comissão de Concurso poderá consultar o órgão gestor do CadÚnico para verificar a veracidade das informações prestadas pelo candidato.

5.5 As informações prestadas no Requerimento de Isenção da Taxa de Inscrição serão de inteira responsabilidade do candidato, podendo responder este, a qualquer momento, por crime contra a fé pública, o que acarretará sua eliminação do concurso, aplicando-se, ainda, o disposto no parágrafo único do artigo 10 do Decreto nº 83.936, de 6 de setembro de 1979.

5.6 Não será concedida isenção de pagamento da taxa de inscrição ao candidato que: omitir informações e/ou torná-las inverídicas, fraudar e/ou falsificar documentação ou não observar a forma, o prazo e os horários estabelecidos no item 5.2 deste Edital.

5.7 Os pedidos de isenção serão analisados e julgados pela Comissão do Concurso do IFBAIANO.

5.8 A relação dos pedidos de isenção deferidos será divulgada até o dia 06 de abril de 2010, no endereço eletrônico www.ifbaiano.edu.br/selecaodocente2010.

5.9 O candidato que não tiver seu pedido de isenção deferido e que não efetivar sua inscrição até o dia 12 de abril de 2010, estará automaticamente excluído do concurso.

6. DOS PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS (PNE)

6.1 Às pessoas portadoras de necessidades especiais que pretendam fazer uso das prerrogativas que lhes são facultadas no inciso VIII do artigo 37 da Constituição Federal e no artigo 37 do Decreto Federal nº. 3.298/99 é assegurado pelo IFBAIANO o direito de inscrição para os cargos em concurso, cujas atribuições sejam compatíveis com a deficiência da qual são portadoras.

6.2 Obedecendo às prerrogativas legais previstas no item 6.1, fica estabelecida a reserva de 04 (quatro) vagas, equivalentes ao percentual de 5% das 65 (sessenta e cinco) vagas objeto deste Edital, para portadores de necessidades especiais classificados, as vagas ficam assim distribuídas:

6.2.1 01 (uma) vaga para Física em Bom Jesus da Lapa

6.2.2 01 (uma) vaga para Informática em Bom Jesus da Lapa

6.2.3 01 (uma) vaga para Informática em Catu

6.2.4 01 (uma) vaga para Ciências Agrárias em Senhor do Bonfim

6.3 Ocorrendo novas vagas durante a vigência do presente concurso, serão obedecidas às prerrogativas legais contidas no item 6.1.

6.4 Não havendo candidatos aprovados para as vagas reservadas aos portadores de necessidades especiais, estas serão preenchidas pelos demais candidatos aprovados, com estrita observância da ordem classificatória.

6.5 Os portadores de necessidades especiais, resguardadas as condições especiais previstas no Decreto Federal nº 3.298/99, particularmente em seu artigo 40, participarão do Concurso em igualdade de condições com os demais candidatos no que se refere ao conteúdo das provas, à avaliação e aos critérios de aprovação, ao horário e local de aplicação das provas e à nota mínima exigida para aprovação.

6.6 O candidato portador de necessidades especiais deverá comunicar sua deficiência, especificando-a na Ficha de Inscrição, e entregar os seguintes documentos:

6.6.1 Laudo Médico original atestando a espécie, o grau ou nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença - CID, e a provável causa da deficiência;

6.6.2 Requerimento de Condições Especiais (disponível em www.ifbaiano.edu.br/selecaodocente2010 ) preenchido, indicando os recursos especiais necessários para a realização das provas, de acordo com benefícios previstos no Decreto Federal nº 3.298/99, artigo 40, parágrafos 1º e 2º.

6.7 Os documentos mencionados no item 6.7 deverão ser entregues à Comissão Organizadora do Concurso do IFBAIANO, impreterivelmente, até às 18h do dia 12/04/2010 ou postados via SEDEX à Comissão Organizadora do Concurso, no seguinte endereço: Reitoria do IFBAIANO - Rua do Rouxinol nº 115, Imbuí CEP 41.720-052, Salvador - Bahia.

6.8 O candidato deverá consultar no sítio www.ifbaiano.edu.br/selecaodocente2010, na data de divulgação da lista de inscrições homologadas, se a documentação encaminhada foi recebida, analisada e registrada.

6.9 O candidato portador de necessidades especiais que não atender ao item 6.7 e seus subitens, será considerado como não portador de necessidades especiais e não terá as provas e o local especialmente preparados, seja qual for o motivo alegado.

6.10 O candidato portador de necessidades especiais que não realizar a sua inscrição de acordo o estabelecido neste Edital, não poderá impetrar recurso administrativo em favor de sua condição.

6.11 Ao ser convocado para investidura no cargo, o candidato deverá submeter-se à perícia médica por Junta Oficial definida pelo IFBAIANO, que terá decisão determinativa sobre a qualificação do candidato como portador de necessidades especiais ou não e a compatibilidade do grau de deficiência com cargo, considerando o conjunto de atividades que lhe são atribuídas.

6.12 Após a investidura do candidato no cargo, a deficiência não poderá ser arguida para justificar a concessão de aposentadoria.

7.DAS PROVAS

7.1 Da Estrutura:

7.1.1 O Concurso Público para o cargo de Professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico será realizado em 3 (três) fases:

Fase

Natureza

Pontuação Máxima

Pontuação Mínima

Prova Escrita (1ª fase)

Classificatória e Eliminatória

100 pontos

70 pontos

Prova de Desempenho Didático (2ª fase)

Classificatória e Eliminatória

100 pontos

70 pontos

Prova de Títulos (3ª fase)

Classificatória

100 pontos

00 ponto

7.1.2 As provas serão avaliadas por Banca Examinadora constituída de 03 (três) membros, existindo, no mínimo, dois componentes com titulação superior à exigida para o cargo e um com titulação equivalente.

7.1.3 Na Prova Escrita e na Prova de Desempenho Didático serão atribuídos os pontos de 0 (zero) a 100 (cem), considerando os décimos.

7.1.4 Consta no ANEXO IV a Lista de Temas por Matéria/Área, contendo 10 (dez) temas de cada matéria/área, que serão objeto de sorteio para a Prova Escrita e a Prova de Desempenho Didático.

7.1.5 Na prova de Títulos serão atribuídos no máximo 100 (cem) pontos.

7.1.6 Em nenhuma das provas do Concurso será admitida à comunicação direta ou indireta entre os candidatos, bem como comunicação por meio de equipamentos eletrônicos.

7.1.7 O candidato deverá comparecer ao estabelecimento divulgado, para a realização das provas, com antecedência mínima de 1 (uma) hora do horário previsto para o início dos trabalhos, munido do original do documento oficial de identificação utilizado no ato de inscrição.

7.1.8 Caso o candidato esteja impossibilitado de apresentar, no dia de realização das provas, documento de identificação original informado no ato de inscrição, por motivo de perda, roubo ou furto, deverá ser apresentado o registro da ocorrência em órgão policial, posterior à data de inscrição, e um outro documento de identidade oficial que possua foto.

7.1.9 Não será aceito documento de identificação com rasuras ou manchas e sem fotografia, que impeça a identificação do candidato.

7.1.10 Não haverá, sob qualquer pretexto, segunda chamada para nenhuma das provas e/ou realização das mesmas fora dos locais e horários determinados.

7.1.11 Não será permitido, em nenhuma hipótese, no local de realização das provas, o ingresso ou a permanência de pessoas não autorizadas pela Comissão do Concurso.

7.2 Da Prova Escrita (1ª Fase):

7.2.1 A Prova Escrita ocorrerá no dia 25 de abril de 2010, e destina-se a avaliar os conhecimentos do candidato, assim como sua capacidade de expressão em linguagem técnica ou específica da matéria/área.

7.2.1.1 A Prova Escrita para os candidatos às vagas na matéria/área de Língua Portuguesa/Língua Inglesa e na matéria/área de Língua Portuguesa/Língua Espanhola será realizada na língua alvo, expressa no tema/ponto sorteado.

7.2.2 A Prova Escrita, de caráter eliminatório e classificatório, será dissertativa e versará sobre um tema daqueles relacionados na Lista de Temas por Matéria/Área, conforme item 7.1.5, a ser sorteado no local, dia e horário de realização da mesma.

7.2.3 Após o sorteio, o candidato terá 01 (uma) hora para consultar o material bibliográfico de que disponha no momento (não sendo permitido qualquer tipo de empréstimo entre os candidatos), e em seguida terá 03 (três) horas para realizar a dissertação, sem qualquer tipo de consulta.

7.2.3.1 Não será permitido ao candidato utilizar qualquer dispositivo eletroeletrônico para realizar a consulta bibliográfica.

7.2.3.2 Após o sorteio do ponto o candidato não poderá ausentar-se da sala sem prévia autorização do fiscal.

7.2.4 A nota final da Prova Escrita será a média aritmética das notas atribuídas pelos membros da Banca Examinadora, numa escala de 0 (zero) a 100 (cem).

7.2.5 No dia da realização da Prova Escrita, os portões dos prédios onde ocorrerá a avaliação serão abertos às 13 horas e fechados às 13 horas e 30 minutos. Não será permitida a entrada do candidato ao local das provas após as 13 horas e trinta minutos, ficando o candidato automaticamente eliminado do concurso.

7.2.6 O resultado da Prova Escrita será divulgado no IFBAIANO - Reitoria e no sítio www.ifbaiano.edu.br/selecaodocente2010 em 28 de abril de 2010.

7.2.7 O candidato que obtiver uma pontuação total inferior a 70 (setenta) pontos na Prova Escrita será eliminado do concurso.

7.2.8 Havendo empate na última colocação da prova escrita, serão convocados todos os candidatos com a mesma pontuação.

7.2.9 Será facultado ao candidato apresentar um único recurso quanto ao resultado da Prova Escrita, no prazo de até 48 horas, a contar da sua divulgação. O recurso, fundamentado, será dirigido à Comissão Organizadora do Concurso, Edital 08/2010 do IFBAIANO e entregue e protocolado na Reitoria do IFBAIANO.

7.2.10 Não será aceito recurso via postal, fac-símile ou correio eletrônico.

7.3 Da Prova de Desempenho Didático (2ª Fase)

7.3.1 A Prova de Desempenho Didático tem por finalidade avaliar o conhecimento do conteúdo abordado e o desempenho do candidato na atividade de ensino, utilizando-se os critérios divulgados no ANEXO II deste Edital.

7.3.2 A Prova de Desempenho Didático consistirá de uma aula de 50 minutos, cujo tema será sorteado por candidato, com antecedência de 24 horas, dentre aqueles contidos na Lista de Temas por Matéria/Área, conforme Anexo IV deste Edital

7.3.3 A data, horário e local de realização da prova e do sorteio do Tema serão divulgados até o dia 05 de maio de 2010.

7.3.4 O período previsto para realização das provas didáticas das diversas matérias/áreas é de 07 a 23 de maio de 2010

7.3.5 A Prova de Desempenho Didático é de caráter eliminatório e classificatório e terá nota de 0 (zero) a 100 (cem) pontos.

7.3.6 Para Prova de Desempenho Didático (2ª fase do Concurso) - serão convocados os candidatos que obtiverem a maior pontuação na Prova Escrita, em ordem crescente de classificação, conforme tabela abaixo.

TABELA 1 - VAGAS E NÚMERO MÁXIMO DE CANDIDATOS APROVADOS

Quantidade de vagas previstas por matéria/área (ANEXO I)

Número máximo de candidatos aprovados na 1ª Fase

1

5

2

9

3

14

4

18

5

22

6

25

7

29

8

32

9

35

10

38

11

40

12

42

7.3.7 O candidato que obtiver uma pontuação total inferior a 70 (setenta) pontos na prova de Desempenho Didático será eliminado do Concurso.

7.3.8 Na Prova de Desempenho Didático, o candidato deverá entregar à banca examinadora no início da apresentação da sua aula o Plano de Aula do tema sorteado, em 3 (três) vias.

7.3.8.1 O Plano de Aula deverá contemplar: identificação do tema; objetivo geral e objetivos específicos da aula; conteúdo programático; metodologia; avaliação e bibliografia.

7.3.9 A Prova de Desempenho Didático para os candidatos às vagas na matéria/área de Língua Portuguesa/Língua Inglesa e na matéria/área de Língua Portuguesa/Língua Espanhola será realizada na língua alvo, expressa no tema/ponto sorteado.

7.3.10 Conforme dispõe o parágrafo 3º do artigo 13 do decreto nº. 6.944, de 21 de agosto de 2009, as Provas de Desempenho Didático serão realizadas em sessões públicas e gravadas para efeito de registro e avaliação.

7.3.10.1 A Prova de Desempenho Didático será aberta ao público, entretanto não será permitido arguir quaisquer dos candidatos ou fazer manifestação durante as provas.

7.3.10.2 A Prova de Desempenho Didático será gravada única e exclusivamente pela Comissão de Concurso, não sendo permitido ao candidato ou ao público portar equipamentos eletroeletrônicos sem a autorização da Banca Examinadora, ficando o IFBAIANO isento da guarda dos mesmos.

7.3.11 Para a Prova Didática o IFBAIANO disponibilizará, apenas Giz ou Pincel Atômico de cor azul ou preta e Quadro negro ou branco. Quaisquer outros equipamentos deverão ser providenciados pelo candidato, que será o único responsável por sua segurança, bem como por sua instalação e desinstalação. Devendo o mesmo utilizar no máximo 10 minutos para instalação e 10 minutos para a desinstalação dos equipamentos, não devendo, sob hipótese alguma, atrasar o andamento geral da Prova sob pena de eliminação do certame.

7.3.12 O candidato deverá apresentar-se para a Prova de Desempenho Didático munido do mesmo documento de identidade utilizado na Prova Escrita.

7.3.13 Os candidatos que não comparecerem ao local, data e horário determinados para a realização da Prova de Desempenho Didático serão eliminados do certame.

7.4 Da Prova de Títulos (3ª Fase)

7.4.1 Os candidatos aprovados na Prova Escrita deverão entregar no dia e local do sorteio do tema da Prova de Desempenho Didático, conforme item 7.3.3, o Currículo Simplificado, devidamente paginado e encadernado, contendo a Relação de Títulos, conforme barema definido no ANEXO III, deste Edital. As cópias da documentação comprobatória do currículo deverão ser autenticadas em Cartório.

7.4.2 Em hipótese alguma serão aceitos ou analisados títulos com rasuras, ilegíveis, não autenticados ou recebidos após o prazo especificado no item 7.3.3.

7.4.3 A Avaliação de Títulos terá pontuação máxima de 100 (cem) pontos, sendo desconsiderada a pontuação excedente a esse valor.

7.4.4 As fotocópias entregues não serão devolvidas em hipótese alguma.

7.4.5 Em relação aos comprovantes de conclusão de curso de Pós-Graduação Stricto Sensu, somente serão aceitos diplomas devidamente registrados, ou atestado de conclusão acompanhado com ata de defesa de dissertação ou tese, expedidos por instituição reconhecida pelo MEC. No que se refere aos comprovantes de conclusão de curso de Pós-Graduação Lato Sensu, somente serão aceitos certificados de conclusão acompanhados do histórico escolar, fornecidos por instituição reconhecida pelo MEC.

7.4.6 Para cursos realizados no exterior será aceito para comprovação apenas o diploma, desde que convalidado por instituição de ensino superior no Brasil, atendida à legislação nacional aplicável.

7.4.7 Quanto aos títulos de Pós-Graduação, será considerado apenas o de maior titulação, impossibilitada a pontuação cumulativa da mesma titulação ou de titulações diferentes.

7.4.8 Todo documento expedido em língua estrangeira somente será considerado quando traduzido para a Língua Portuguesa por tradutor juramentado e atendida à legislação nacional aplicável.

7.4.9 Para comprovação do tempo de trabalho (experiência profissional corporativa), só serão aceitos:

7.4.9.1 Cópia autenticada da Carteira de Trabalho e Previdência Social da página em que se encontra o número da carteira, dados pessoais (frente e verso) e das páginas dos contratos que comprovem o respectivo período de trabalho.

7.4.9.2 Deve ser apensada declaração da empresa em papel timbrado, que especifique a atividade registrada na carteira profissional, de modo a identificar e relacionar o título do cargo à função exercida, quando não houver absoluta clareza de relação entre registro e função.

7.4.9.3 No caso de autônomo, somente será aceito o contrato de prestação de serviços devidamente registrado contendo a vigência do contrato.

7.4.9.4 Se órgão público, somente será aceita a cópia autenticada de certidão ou declaração de tempo de serviço, em original, expedida pelo órgão público competente.

7.4.9.5 No caso de sócio de empresa, a comprovação do tempo na função deve ser feita pela apresentação de cópia do contrato social e especificação do cargo exercido, conforme o registrado para efeito de pró-labore. Deve ainda apresentar declaração, em papel timbrado, indicando o cargo exercido, o período de atuação e a natureza do ramo de atividade da empresa. Somente a participação societária não é elemento suficiente para a contagem de pontos na fase "experiência profissional corporativa".

7.4.10 O tempo de experiência em docência só será considerado com comprovação de que as disciplinas lecionadas se relacionam diretamente com a área/matéria relacionadas no ANEXO I, de acordo com a opção feita pelo candidato no ato de inscrição para o certame.

7.4.11 Para a comprovação do tempo de experiência em docência, será necessária a entrega de declaração das instituições onde lecionou, especificando as disciplinas lecionadas no período.

7.4.12 Caso o candidato apresente, concomitantemente, experiência profissional corporativa e experiência em docência, será considerado apenas o tempo da experiência em docência.

7.4.13 O resultado da Prova de Títulos será publicado, até o dia 24 de maio de 2010, na Forma de Edital Complementar, no sítio www.ifbaiano.edu.br/selecaodocente2010 e nos locais indicados no item 1.2.

7.4.14 Os candidatos poderão interpor recursos ao Resultado da Prova Didática e de Títulos, nos dias 25 e 26 de maio de 2010, na Reitoria do IFBAIANO.

7.4.15 A deliberação após a análise dos recursos, será publicado até o dia 28 de maio de 2010 no sítio www.ifbaiano.edu.br/selecaodocente2010

7.5 Dos recursos

7.5.1 Será admitido recurso quanto a: Prova Escrita (1ª Fase), Prova Didática (2ª Fase) e Prova de Títulos (3ª Fase).

7.5.2 O recurso, devidamente fundamentado, será dirigido à Comissão do Concurso do IFBAIANO e entregue na Reitoria, localizado à Rua do Rouxinol, 115, Imbuí - CEP 40.301-015, Salvador/BA, devendo ser interposto no prazo improrrogável de 48 horas após a publicação do resultado do Concurso. A Comissão antes de proferir a sua decisão poderá ouvir a Banca Examinadora.

7.5.3 Para cada candidato, admitir-se-á um único recurso por fase, referida no item 7.5.1, devidamente fundamentado.

7.5.4 Os recursos interpostos em desacordo com as especificações contidas neste Edital não serão avaliados.

7.6 Da Divulgação e Homologação dos resultados finais.

7.6.1 Decorrido o último prazo para a interposição de recursos, o resultado final, com a classificação dos candidatos aprovados, será homologado pelo Reitor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano, por meio de edital, e publicado no Diário Oficial da União, constituindo-se em único documento capaz de comprovar a aprovação e classificação do candidato.

7.6.2 Conforme artigo 16 do decreto nº. 6.944 de 21 de agosto de 2009, será homologada a relação de candidatos aprovados no certame, conforme a TABELA 1 - VAGAS E CANDIDATOS APROVADOS - do subitem 7.3.6 deste Edital, por ordem de classificação.

7.6.3 Os candidatos não classificados no número máximo de aprovados de que trata a TABELA 1 - VAGAS E CANDIDATOS APROVADOS - do subitem 7.3.6, ainda que tenham atingido nota mínima, estarão automaticamente reprovados no Concurso.

7.6.4 Os candidatos empatados na última classificação de que trata a Tabela (subitem 7.3.6) não serão considerados reprovados, ficando a ordem final de classificação sujeita ao critério de maior pontuação na Prova Escrita. Porém persistindo ainda o empate, terá preferência o candidato mais idoso.

7.6.5 Todas as informações e convocações para a realização das provas, e publicações de resultados (parciais e final) serão divulgadas nos murais oficiais do IFBAIANO- Reitoria e no sítio www.ifbaiano.edu.br/selecaodocente2010.

7.6.6 O resultado final do Concurso será divulgado a partir do dia 28 de maio de 2010 no Diário Oficial da União.

8.DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

8.1 O Concurso visa o provimento das vagas definidas neste Edital e daquelas que forem criadas durante a validade do Concurso, podendo ainda o candidato aprovado, ser nomeado para qualquer Campus deste Instituto ou qualquer Instituição Federal de Ensino deste País, após a prévia consulta e autorização do Reitor do IFBAIANO, respeitando rigorosamente a ordem de classificação.

8.2 O candidato aprovado será convocado através de correspondência oficial, por meio do endereço residencial informado na Ficha de Inscrição do referido concurso, para apresentar a documentação comprobatória de acordo com os requisitos do item 2.1 deste Edital.

8.2.1 É de responsabilidade exclusiva do candidato a atualização dos seus dados cadastrais junto ao IFBAIANO

8.3 O candidato classificado será nomeado através de Portaria publicada no Diário Oficial da União.

8.4 O candidato, ao ser nomeado para o cargo, somente poderá tomar posse se:

8.4.1 Atender ao que consta no item 3.1 deste Edital;

8.4.2 For julgado física e mentalmente apto, após inspeção médica oficial, conforme Parecer emitido por Junta Médica Oficial.

8.5 A inexatidão ou a falsidade documental, ainda que verificadas posteriormente à realização do Concurso, implicará a eliminação sumária do candidato, sendo declarada nula, de pleno direito, a inscrição e todos os atos dela decorrentes. 8.6 Será excluído do Concurso, o candidato que:

8.6.1 Não cumprir todas as disposições contidas neste Edital;

8.6.2 Agir com incorreção ou descortesia para com qualquer membro da equipe responsável pelo Concurso;

8.6.3 Deixar de comparecer a qualquer uma das etapas do referido Concurso;

8.6.4 Usar de meios fraudulentos durante a realização das provas.

8.7 Serão indeferidos, sumariamente, todos os recursos interpostos fora do prazo estabelecido neste Edital.

8.8 Serão de inteira responsabilidade do candidato os prejuízos decorrentes da não atualização de seu endereço.

8.9 Constituem-se Anexos deste Edital:

8.9.1 ANEXO I - VAGAS POR CAMPUS E REQUISITOS MÍNIMOS

8.9.2 ANEXO II - CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DA PROVA DE DESEMPENHO DIDÁTICO

8.9.3 ANEXO III - BAREMA PARA AVALIAÇÃO DA PROVA DE TÍTULOS

8.9.4 ANEXO IV - LISTA DE TEMAS POR MATÉRIA/ÁREA

8.10 Não será fornecido ao candidato qualquer documento comprobatório da habilitação, classificação e notas obtidas, valendo para esse fim o resultado final homologado no Diário Oficial da União.

8.11 O acompanhamento das publicações de editais, avisos e comunicados relacionados ao Concurso é de responsabilidade exclusiva do candidato. Não serão prestadas quaisquer informações relativas ao resultado do Concurso por telefone ou e-mail, apenas através do sítio www.ifbaiano.edu.br/selecaodocente2010.

8.12 A classificação no Concurso não assegura ao candidato o direito ao ingresso automático no cargo, mas apenas a expectativa de ser admitido na rigorosa ordem de classificação publicada no Diário Oficial da União.

8.13 Os candidatos nomeados poderão ministrar aulas em disciplinas consideradas afins, a critério do Campus de lotação.

8.14 O candidato nomeado que não tomar posse para o cargo no prazo estabelecido pela Lei 8.112 será automaticamente eliminado.

8.15 Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão do Concurso, ouvida a Procuradoria Jurídica da Instituição, se necessário.

9.DA VALIDADE

9.1 O prazo de validade do Concurso será de 1 (um) ano, podendo ser prorrogado por igual período, contado a partir da data de publicação da homologação do resultado final do concurso.

SEBASTIÃO EDSON MOURA
REITOR

ANEXO I

VAGAS POR CAMPUS E REQUISITOS MÍNIMOS

ÁREA/MATÉRIA

BJL1

CAT2

GBI3

ITA4

SI5

SDB6

TDF7

URU8

VAL9

REQUISITOS MÍNIMOS

Agrimensura

2

1

 

 

 

1

 

1

1

Bacharelado em Engenharia de Agrimensura com pós-graduação na área de atuação

Alimentos

 

1

 

 

 

1

1

 

 

Bacharelado em Engenharia de Alimentos, Bacharelado em Alimentos, Bacharelado em Ciências dos Alimentos ou Curso Superior em Tecnologia de Alimentos ou Laticínios. Para todas as formações será exigida pós-graduação na área de atuação.

Biologia

 

 

 

 

1

 

 

 

1

Licenciatura Plena em Biologia ou Licenciatura em Ciências Biológicas. Para todas as formações será exigida pós-graduação na área de atuação.

Ciências Agrárias

 

 

 

 

 

4

 

1

 

Licenciatura em Ciências Agrícolas, Bacharelado em Agronomia ou Engenharia Agrícola. Para todas as formações será exigida pós-graduação na área de atuação.

Alimentos / Microbiologia

 

 

 

 

 

 

 

2

 

Bacharelado em Engenharia de Alimentos, Bacharelado em ciências dos Alimentos, Curso Superior em tecnologia em Alimentos ou Laticínios. Para todas as formações será exigida pós-graduação na área de atuação.

Meio Ambiente

 

1

 

 

 

 

 

 

 

Bacharelado em Gestão Ambiental, Licenciatura em Biologia, Licenciatura em Ciências Biológicas, Bacharelado em Biologia, Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental e Engenheiro Ambiental. Para todas as formações será exigida pós-graduação na área de atuação

Engenharia Civil

1

 

 

 

 

 

 

 

 

Engenharia Civil, ou Curso Superior de Tecnologia na área de construção Civil. Para todas as formações será exigida pós-graduação na área de atuação.

Estatística

 

1

 

 

 

 

 

 

 

Graduação em Estatística ou Graduação em Matemática. Para todas as formações será exigida pós-graduação na área de atuação.

Filosofia

1

 

 

1

 

 

 

 

1

Licenciatura Plena em Filosofia, com pós-graduação na área de atuação ou na área de Educação.

Física

3

 

 

 

 

 

1

 

1

Licenciatura em Física, com pós-graduação na área de atuação.

Gestão do Agronegócio

1

 

 

 

 

 

 

 

 

Bacharelado em Administração, Bacharelado em Agronomia, Licenciatura plena em Ciências Agrícolas, Engenharia Agrícola. Para todas as formações será exigida pós graduação na área de atuação.

Informática

5

3

1

2

1

1

 

1

1

Engenharia da Computação, ou Curso Superior de Tecnologia na área de Informática, ou Graduação nas áreas de Informática, ou Análise de Sistemas, ou Ciências da Computação, ou Sistemas de Informação. Para todas as formações será exigida pós-graduação na área de atuação.

Letras/Língua Portuguesa/

Língua Espanhola

 

1

 

1

 

 

 

 

 

Licenciatura em letras com Espanhol ou letras vernáculas com Espanhol. Para todas as formações será exigida pós-graduação na área de atuação

Letras/Língua Portuguesa/Língua Inglesa

1

2

1

 

 

 

1

1

1

Licenciatura em Letras com inglês ou Letras Vernáculas com Inglês. Para todas as formações será exigida pós-graduação na área de atuação.

Letras/Língua Portuguesa/Literatura

 

 

 

 

 

 

1

 

 

Licenciatura em Letras com pós-graduação na área de atuação.

Metodologia de Pesquisa e

estágio.

 

 

 

 

 

1

 

 

 

Graduação em Pedagogia, Licenciaturas, para todas as áreas, será exigida pós- graduação na área de educação.

Pedagogia/Psicopedagogia

 

 

 

 

1

 

 

 

 

Graduação pedagogia com pós-graduação em psicopedagogia

Pedagogia/Gestão Escolar

 

1

 

 

 

 

 

 

 

Graduação em Pedagogia, com pós-graduação na área de Gestão Escolar.

Políticas Públicas em Educação

 

 

 

 

 

1

 

 

 

Graduação em Pedagogia com pós-graduação na área de atuação.

Prática Docente

 

 

 

 

 

 

 

1

 

Graduação em Pedagogia com pós-graduação na área de atuação.

Turismo

 

 

 

 

 

 

 

2

 

Bacharelado em Turismo ou Hotelaria ou Curso Superior de Tecnologia em Turismo.

Veterinária

 

 

 

 

1

 

 

 

 

Bacharelado em Medicina Veterinária com pós-graduação na área de atuação.

Zootecnia

 

 

 

 

 

 

1

1

 

Bacharelado em Medicina Veterinária ou em Zootecnia, para todas as áreas, será exigida pós-graduação na área de educação.

LEGENDA: BJL1: Bom Jesus da Lapa, CAT2: Catu, GBI3: Guanambi, ITA4: Itapetinga, SI5: Santa Inês, SDB6: Senhor do Bonfim, TDF7: Teixeira de Freitas, URU8: Uruçuca, VAL9: Valença

ANEXO II

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DA PROVA DE DESEMPENHO DIDÁTICO

ASPECTOS A SEREM OBSERVADOS

PONTOS ATRIBUÍDOS

1. PLANEJAMENTO

Pontuação máxima por Item

Tema

2,0

Objetivos

2,0

Conteúdo

2,0

Procedimentos e Recursos Didáticos

2,0

Procedimentos de Avaliação

2,0

2. DESENVOLVIMENTO

 

Domínio do Tema

10,0

Clareza de exposição

10,0

Objetividade na apresentação do Conteúdo

10,0

Sequência lógica das ideias

10,0

Contextualização do Conteúdo

10,0

Conteúdo atualizado

10,0

Utilização adequada da terminologia técnica

10,0

Utilização adequada dos Recursos Didáticos

6,0

Relação: tempo disponível x conteúdo

5,0

3. EXPOSITOR

 

Postura de condução da aula

3,0

Fluência Verbal

3,0

Dicção

3,0

TOTAL DE PONTOS

100,00

Observações:

ANEXO III

Titulação e Experiência Profissional

 

PONTOS

PONTOS MÁXIMOS

Licenciatura Plena ou Esquema I

10

10

TITULAÇÃO

Especialização

15

45

Mestrado

35

Doutorado

45

EXPERIÊNCIA EM DOCÊNCIA (quando exercidos exclusivamente na área de formação exigida)

Acima de 36 meses completo e inferior a 60 meses, desprezadas as frações de dias

15

30

Acima de 60 meses completo e inferior a 120 meses, desprezadas as frações de dias

20

Acima de 120 meses completo, desprezadas as frações de dias

30

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL CORPORATIVA (quando exercidos exclusivamente na área de formação exigida)

Acima de 36 meses completo e inferior a 60 meses, desprezadas as frações de dias

5

15

Acima de 60 meses completo e inferior a 120 meses, desprezadas as frações de dias

10

Acima de 120 meses completo, desprezadas as frações de dias

15

TOTAL DE PONTOS

100

ANEXO IV

PONTOS PARA AS PROVAS ESCRITA E DE DESEMPENHO DIDÁTICO:

ÁREA DE CONHECIMENTO: AGRIMENSURA - CAMPUS BOM JESUS DA LAPA

1.

Levantamento planimétrico e seus métodos.

2.

Levantamento altimétricos e seus métodos.

3.

Estadimetria e Taqueometria.

4.

Superfície de referências na geodésia.

5.

Estrutura, características e posicionamento do sistema GPS.

6.

Curvas de Nível. Métodos de Levantamento planialtimétricos.

7.

Fotogrametria: Fundamentação conceitual, Tipos e aplicação.

8.

Sensoriamento remoto: conceito e aplicabilidade à agrimensura.

9.

Análise de dados de geoprocessamento aplicados à agrimensura.

10.

Métodos e equipamentos utilizados no levantamento planialtimétrico.

ÁREA DE CONHECIMENTO: ENGENHARIA CIVIL -- CAMPUS BOM JESUS DA LAPA

1.

Materiais de construção.

2.

Mecânica de solos.

3.

Tecnologia das construções.

4.

Processos construtivos

5.

Estruturas metálicas e de madeiras

6.

Maquinas e equipamentos

7.

Estruturas de concreto

8.

Orçamento e planejamento de obras

9.

Instalações hidrossanitárias

10.

Desenho assistido por computador - CAD.

ÁREA DE CONHECIMENTO: FILOSOFIA - CAMPUS BOM JESUS DA LAPA

1.

O conhecimento e o ideal de educação na filosofia platônica

2.

A lógica, a ética e a educação em Aristóteles

3.

Entre a razão natural e a fé cristã: dilemas da filosofia escolástica medieval

4.

A filosofia e as teorias pedagógicas na idade moderna: racionalismo(Descarte), iluminismo(Kant) e idealismo(Hegel)

5.

O iluminismo e a pedagogia de Rousseau

6.

Educação e Ideologia: contribuições do pensamento Marxista para a pedagogia

7.

O século XX e a crise da razão.

8.

Nietzsche e a interpretação da moral ocidental

9.

Fenomenologia, existencialismo e educação

10.

Filosofia e educação: ensino e desafios contemporâneos

ÁREA DE CONHECIMENTO: FÍSICA - CAMPUS BOM JESUS DA LAPA

1.

Movimento em uma, duas e três dimensões.

2.

As leis de Newton e suas aplicações.

3.

Trabalho e energia. Conservação da energia.

4.

Conservação do momento linear. Sistemas de partículas. Centro de massa.

5.

Carga elétrica, Lei de Coulomb, Campo elétrico, Movimento de partículas carregadas num campo elétrico, Lei de Gauss.

6.

Ondas. Velocidade das ondas. Equação diferencial de ondas. Ondas em uma corda. Energia transportada por uma onda.

7.

Leis da termodinâmica. Gases ideais e propagação de calor. Processos reversíveis e ciclos.

8.

Corrente elétrica. Resistência elétrica e Lei de Ohm. Energia em circuitos elétricos, Circuitos elétricos, Força eletromotriz.

9.

Equações de Maxwell. Ondas eletromagnéticas. Velocidade das ondas eletromagnéticas.

10.

Princípio da relatividade. Postulados de Einstein. Experiências de Michelson-Morley. Transformações de Lorentz. Conceitos de tempo e espaço sob o ponto de vista relativístico.

ÁREA DE CONHECIMENTO: Gestão de Agronegócio - CAMPUS BOM JESUS DA LAPA

1.

Associativismo e Gestão de Cooperativa.

2.

Elaboração de Planos de Negocio.

3.

Mercado e Firmas no Agronegócio.

4.

Projetos: Tipologia e características.

5.

Etapas de produção e qualidade na Agroindústria.

6.

Estudo de estruturas de armazenagem industrial.

7.

Caracterização dos empreendimentos rurais.

8.

Prospecção Tecnológicas em sistemas agro industriais.

9.

Enfoque e analise de cadeia: Políticas públicas, estratégias privada, espaço de inovação.

10.

Dinamicas de inovações tecnológicas na agricultura.

ÁREA DE CONHECIMENTO: INFORMÁTICA - CAMPUS BOM JESUS DA LAPA

1.

Redes de Computadores: topologias, meios de transmissão, equipamentos de comunicação, gestão de redes de computadores.

2.

Algoritmos e estruturas de dados: fundamentos de lógica de programação, tipos de dados, operadores, expressões, estruturas de controle e execução, estruturas de dados homogêneas: vetores, matrizes e registros.

3.

Sistema de Informação: desenvolvimento e gerenciamento de sistemas de informações gerenciais.

4.

Montagem e manutenção de computadores: componentes: placa mãe, cabo e conectores, processadores, barramentos e memórias.

5.

Programação orientada e objetos: fundamentos, classes concretas e abstratas, interfaces, atributos, herança e poliformismo.

6.

Bancos de dados: Conceitos e arquiteturas de um sistema gerenciador de bancos de dados (SGBD), banco de dados relacional e orientado a objetos, linguagem SQL

7.

Sistemas Operacionais

8.

Arquitetura e Organização de Computadores

9.

Engenharia Software: ciclo de vida, análise de requisitos, técnicas para projetos, implementação, validação.

10.

Análise e projeto orientado a objetos: linguagem de modelagem unificada (UML)

ÁREA DE CONHECIMENTO: Letras/Língua Portuguesa/Língua Inglesa - CAMPUS BOM JESUS DA LAPA

1.

Concepções de linguagem: língua, linguagem, fala e discurso no ensino da Língua Portuguesa;

2.

Leitura e compreensão de textos diversos: a formação de leitores competentes da Língua Portuguesa;

3.

Avaliação: conceito e funções no ensino da Língua materna;

4.

Conotação e Denotação no ensino da Língua Portuguesa;

5.

O ensino da Literatura Brasileira e sua função na formação de leitores competentes;

6.

Aspectos pragmáticos do texto no ensino da Língua Inglesa - as quatro habilidades comunicativas: speaking, listening,reading and writing;

7.

O ensino da Língua Inglesa e as novas tecnologias de informação e comunicação - TIC's;

8.

Linguística contrastiva (Inglês - Português);

9.

A dominação cultural da Língua Inglesa no Brasil;

10.

Estratégias de leitura no ensino da Língua Inglesa.

ÁREA DE CONHECIMENTO: Letras/Língua Portuguesa/Língua Inglesa - CAMPUS CATU

1.

Concepções de linguagem: língua, linguagem, fala e discurso no ensino da Língua Portuguesa;

2.

Leitura e compreensão de textos diversos: a formação de leitores competentes da Língua Portuguesa;

3.

Avaliação: conceito e funções no ensino da Língua materna;

4.

Conotação e Denotação no ensino da Língua Portuguesa;

5.

O ensino da Literatura Brasileira e sua função na formação de leitores competentes;

6.

Aspectos pragmáticos do texto no ensino da Língua Inglesa - as quatro habilidades comunicativas: speaking, listening,reading and writing;

7.

O ensino da Língua Inglesa e as novas tecnologias de informação e comunicação - TIC's;

8.

Linguística contrastiva (Inglês - Português);

9.

A dominação cultural da Língua Inglesa no Brasil;

10.

Estratégias de leitura no ensino da Língua Inglesa.

ÁREA DE CONHECIMENTO: AGRIMENSURA - CAMPUS CATU

1.

Levantamento planimétrico e seus métodos.

2.

Levantamento altimétricos e seus métodos.

3.

Estadimetria e Taqueometria.

4.

Superfície de referências na geodésia.

5.

Estrutura, características e posicionamento do sistema GPS.

6.

Curvas de Nível. Métodos de Levantamento planialtimétricos.

7.

Fotogrametria: Fundamentação conceitual, Tipos e aplicação.

8.

Sensoriamento remoto: conceito e aplicabilidade à agrimensura.

9.

Análise de dados de geoprocessamento aplicados à agrimensura.

10.

Métodos e equipamentos utilizados no levantamento planialtimétrico.

ÁREA DE CONHECIMENTO: PEDAGOGIA- CAMPUS CATU

1.

Educação e trabalho.

2.

Educação Profissional no Brasil.

3.

Planejamento e Avaliação do Processo Pedagógico

4.

Organização e Gestão do Trabalho Escolar

5.

As tendências pedagógicas (construtivismo, (sócio-interacionismo)

6.

Políticas públicas da educação profissional no Brasil.

7.

Educação Inclusiva.

8.

Legislação educacional brasileira.

9.

Educação e cidadania

10.

As novas tecnologias de informação e comunicação na educação.

ÁREA DE CONHECIMENTO: ENGENHARIA AMBIENTAL - CAMPUS CATU

1.

Gestão de Recursos naturais

2.

Tratamento de águas de abastecimento urbano e residuária

3.

Tratamento de resíduos Sólidos

4.

Políticas Públicas Ambientais

5.

Sistemas de informações Geográficas/Sensoriamento remoto

6.

Gestão de Recursos Hídricos

7.

Estratégias de educação Ambiental

8.

Avaliação de impactos Ambientais

9.

Saúde e saneamento Ambiental

10.

Sistema de Gestão Ambiental

ÁREA DE CONHECIMENTO: ESTATÍSTICA - CAMPUS CATU

1.

Probabilidade - espaço amostral, eventos aleatórios, eventos mutuamente exclusivos, partições de espaços amostrais, eventos equiprováveis, probabilidade condicional. Teorema do produto, eventos independentes, teorema da probabilidade total, teorema de Bayes.

2.

Variáveis aleatórias discretas, distribuição de probabilidades, esperança matemática, variância, desvio padrão função de distribuição acumulada.

3.

Distribuições de Bernouille, hipergeométrica, binomial, de Poisson, aproximação da distribuição binomial pela distribuição de Poisson e pela Distribuição Normal.

4.

Variáveis aleatórias contínuas. Função densidade de probabilidade, esperança, variância, desvio padrão, mediana, função de distribuição acumulada.

5.

Distribuições uniforme, exponencial, normal, log-normal, gama, aproximação da distribuição binomial pela distribuição normal. Momentos de uma variável aleatória - centrais e ordinários.

6.

Amostragem. População, amostra, amostragem aleatória, distribuição de médias amostrais e de proporções amostrais. Teorema central do limite

7.

Estimação de parâmetros. Critérios para estimativas, estimativas de máxima verossimilhança, momentos e o método dos mínimos quadrados;

8.

Testes de hipóteses para médias e proporções - testes unilaterais e bilaterais, erros do tipo I e do tipo II, testes de hipóteses para comparação de médias de duas populações e para comparação de proporções de Intervalos de confiança e testes de hipóteses para a variância. Distribuição do qui-quadrado.

9.

Regressão linear simples - equação dos mínimos quadrados. Erro padrão, intervalos de confiança e testes de hipóteses para o coeficiente angular da reta de regressão, coeficiente de determinação, análise de variância, correlação.

10.

Análise de variância, Distribuição "F" de Fisher-Snedecor para quocientes de variâncias. Intervalos de confiança e testes de hipóteses. Teste F e t de Student.

ÁREA DE CONHECIMENTO: INFORMÁTICA - CAMPUS CATU

1.

Redes de Computadores: topologias, meios de transmissão, equipamentos de comunicação, gestão de redes de computadores.

2.

Algoritmos e estruturas de dados: fundamentos de lógica de programação, tipos de dados, operadores, expressões, estruturas de controle e execução, estruturas de dados homogêneas: vetores, matrizes e registros.

3.

Sistema de Informação: desenvolvimento e gerenciamento de sistemas de informações gerenciais.

4.

Montagem e manutenção de computadores: componentes: placa mãe, cabo e conectores, processadores, barramentos e memórias.

5.

Programação orientada e objetos: fundamentos, classes concretas e abstratas, interfaces, atributos, herança e poliformismo.

6.

Bancos de dados: Conceitos e arquiteturas de um sistema gerenciador de bancos de dados (SGBD), banco de dados relacional e orientado a objetos, linguagem SQL

7.

Sistemas Operacionais

8.

Arquitetura e Organização de Computadores

9.

Engenharia Software: ciclo de vida, análise de requisitos, técnicas para projetos, implementação, validação.

10.

Análise e projeto orientado a objetos: linguagem de modelagem unificada (UML)

ÁREA DE CONHECIMENTO: LETRAS - PORTUGUÊS / ESPANHOL - CATU

1.

Concepções de linguagem: língua, linguagem, fala e discurso no ensino da Língua Portuguesa;

2.

Leitura e compreensão de textos diversos: a formação de leitores competentes da Língua Portuguesa;

3.

Avaliação: conceito e funções no ensino da Língua materna;

4.

Conotação e Denotação no ensino da Língua Portuguesa;

5.

O ensino da Literatura Brasileira e sua função na formação de leitores competentes;

6.

Língua Espanhola: estruturas gramaticais, aspectos comunicativos e práticas de uso;

7.

O ensino da literatura hispano-americana e espanhola;

8.

Espanhol Instrumental e a escola tecnológica;

9.

A Língua Espanhola e o português brasileiro: similaridades e diferenças;

10.

Leitura e compreensão de textos de diversos gêneros: a formação de leitores competentes no ensino da Língua Espanhola.

ÁREA DE CONHECIMENTO: ALIMENTOS - CAMPUS CATU

1.

Métodos de Conservação de Alimentos.

2.

Produtos minimamente processados.

3.

Abate e tipificação de carcaça.

4.

Desenvolvimento de Novos Produtos.

5.

Obtenção higiênica do leite.

6.

Química dos alimentos.

7.

Controle de Qualidade.

8.

Higiene, Limpeza e Sanificação na Indústria de Alimentos

9.

Material e Tipos de Embalagens Utilizadas na Indústria de Alimentos

10.

Microbiologia dos alimentos.

ÁREA DE CONHECIMENTO: INFORMÁTICA - CAMPUS GUANAMBI

1.

Redes de Computadores: topologias, meios de transmissão, equipamentos de comunicação, gestão de redes de computadores.

2.

Algoritmos e estruturas de dados: fundamentos de lógica de programação, tipos de dados, operadores, expressões, estruturas de controle e execução, estruturas de dados homogêneas: vetores, matrizes e registros.

3.

Sistema de Informação: desenvolvimento e gerenciamento de sistemas de informações gerenciais.

4.

Montagem e manutenção de computadores: componentes: placa mãe, cabo e conectores, processadores, barramentos e memórias.

5.

Programação orientada e objetos: fundamentos, classes concretas e abstratas, interfaces, atributos, herança e poliformismo.

6.

Bancos de dados: Conceitos e arquiteturas de um sistema gerenciador de bancos de dados (SGBD), banco de dados relacional e orientado a objetos, linguagem SQL

7.

Sistemas Operacionais

8.

Arquitetura e Organização de Computadores

9.

Engenharia Software: ciclo de vida, análise de requisitos, técnicas para projetos, implementação, validação.

10.

Análise e projeto orientado a objetos: linguagem de modelagem unificada (UML)

ÁREA DE CONHECIMENTO: Letras/Língua Portuguesa/Língua Inglesa - CAMPUS GUANAMBI

1.

Concepções de linguagem: língua, linguagem, fala e discurso no ensino da Língua Portuguesa;

2.

Leitura e compreensão de textos diversos: a formação de leitores competentes da Língua Portuguesa;

3.

Avaliação: conceito e funções no ensino da Língua materna;

4.

Conotação e Denotação no ensino da Língua Portuguesa;

5.

O ensino da Literatura Brasileira e sua função na formação de leitores competentes;

6.

Aspectos pragmáticos do texto no ensino da Língua Inglesa - as quatro habilidades comunicativas: speaking, listening,reading and writing;

7.

O ensino da Língua Inglesa e as novas tecnologias de informação e comunicação - TIC's;

8.

Linguística contrastiva (Inglês - Português);

9.

A dominação cultural da Língua Inglesa no Brasil;

10.

Estratégias de leitura no ensino da Língua Inglesa.

ÁREA DE CONHECIMENTO: FILOSOFIA - CAMPUS ITAPETINGA

1.

O conhecimento e o ideal de educação na filosofia platônica

2.

A lógica, a ética e a educação em Aristóteles

3.

Entre a razão natural e a fé cristã: dilemas da filosofia escolástica medieval

4.

A filosofia e as teorias pedagógicas na idade moderna: racionalismo(Descarte), iluminismo(Kant) e idealismo(Hegel)

5.

O iluminismo e a pedagogia de Rousseau

6.

Educação e Ideologia: contribuições do pensamento Marxista para a pedagogia

7.

O século XX e a crise da razão.

8.

Nietzsche e a interpretação da moral ocidental

9.

Fenomenologia, existencialismo e educação

10.

Filosofia e educação: ensino e desafios contemporâneos

ÁREA DE CONHECIMENTO: INFORMÁTICA - CAMPUS ITAPETINGA

1.

Redes de Computadores: topologias, meios de transmissão, equipamentos de comunicação, gestão de redes de computadores.

2.

Algoritmos e estruturas de dados: fundamentos de lógica de programação, tipos de dados, operadores, expressões, estruturas de controle e execução, estruturas de dados homogêneas: vetores, matrizes e registros.

3.

Sistema de Informação: desenvolvimento e gerenciamento de sistemas de informações gerenciais.

4.

Montagem e manutenção de computadores: componentes: placa mãe, cabo e conectores, processadores, barramentos e memórias.

5.

Programação orientada e objetos: fundamentos, classes concretas e abstratas, interfaces, atributos, herança e poliformismo.

6.

Bancos de dados: Conceitos e arquiteturas de um sistema gerenciador de bancos de dados (SGBD), banco de dados relacional e orientado a objetos, linguagem SQL

7.

Sistemas Operacionais

8.

Arquitetura e Organização de Computadores

9.

Engenharia Software: ciclo de vida, análise de requisitos, técnicas para projetos, implementação, validação.

10.

Análise e projeto orientado a objetos: linguagem de modelagem unificada (UML)

ÁREA DE CONHECIMENTO: LETRAS - PORTUGUÊS / ESPANHOL - - CAMPUS ITAPETINGA

1.

Concepções de linguagem: língua, linguagem, fala e discurso no ensino da Língua Portuguesa;

2.

Leitura e compreensão de textos diversos: a formação de leitores competentes da Língua Portuguesa;

3.

Avaliação: conceito e funções no ensino da Língua materna;

4.

Conotação e Denotação no ensino da Língua Portuguesa;

5.

O ensino da Literatura Brasileira e sua função na formação de leitores competentes;

6.

Língua Espanhola: estruturas gramaticais, aspectos comunicativos e práticas de uso;

7.

O ensino da literatura hispano-americana e espanhola;

8.

Espanhol Instrumental e a escola tecnológica;

9.

A Língua Espanhola e o português brasileiro: similaridades e diferenças;

10.

Leitura e compreensão de textos de diversos gêneros: a formação de leitores competentes no ensino da Língua Espanhola.

ÁREA DE CONHECIMENTO: BIOLOGIA - CAMPUS SANTA INÊS

1.

Interação entre os seres vivos

2.

Qualidade de vida das populações humanas.

3.

Identidade dos seres vivos.

4.

Diversidade da vida.

5.

Transmissão da vida, ética e manipulação gênica.

6.

Origem e evolução da vida.

7.

O homem e o meio ambiente.

8.

O aquecimento global e as mudanças no planeta Terra.

9.

Desenvolvimento sustentável e o direito a qualidade de vida.

10.

O século XXI e educação ambiental.

ÁREA DE CONHECIMENTO: MEDICINA VETERINÁRIA - SANTA INÊS

1.

Fisiologia reprodutiva da fêmea da espécie bovina e fatores que afetam a eficiência reprodutiva

2.

Principais zoonoses das espécies de interesse zootécnico

3.

Inspeção industrial e sanitária de produtos de origem animal

4.

Defesa sanitária animal

5.

Noções de Boas Práticas de Fabricação (BPF) e Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle (APPCC)

6.

Controle de endoparasitas e ectoparasitas na caprinocultura

7.

Controle de microrganismos: esterilização, desinfecção e mecanismos de ação e resistência de antimicrobianos

8.

Microrganismos utilizados na produção de alimentos, medicamentos, vacinas e outras aplicações

9.

Osteologia geral dos animais domésticos

10.

Miologia geral dos animais domésticos

ÁREA DE CONHECIMENTO: PEDAGOGIA/PSICOPEDAGOGIA- CAMPUS SANTA INÊS

1.

O papel do Psicopedagogo na Instituição escolar

2.

Relação entre afetividade e inteligência

3.

Psicopedagogia e a construção do pensamento e da linguagem

4.

Abordagem histórica das relações entre psicologia e educação

5.

A epistemologia de Jean Piaget: principais conceitos e contribuições para a educação escolar

6.

Estratégias pedagógicas facilitadores da aprendizagem, através de enfoque psicopedagogico;

7.

O psicopedagogo e sua intervenção nas dificuldades de aprendizagem;

8.

A Psicologia histórico-cultural de Vigotski: principais conceitos e contribuições para a educação escolar;

9.

Psicologia da educação: contribuições para os estudos sobre dificuldades de aprendizagem

10.

Psicologia, educação e diversidade: diferenças sociais e individuais e processos de ensino e aprendizagem no campo escolar

ÁREA DE CONHECIMENTO: - CAMPUS SANTA INÊS

1.

Redes de Computadores: topologias, meios de transmissão, equipamentos de comunicação, gestão de redes de computadores.

2.

Algoritmos e estruturas de dados: fundamentos de lógica de programação, tipos de dados, operadores, expressões, estruturas de controle e execução, estruturas de dados homogêneas: vetores, matrizes e registros.

3.

Sistema de Informação: desenvolvimento e gerenciamento de sistemas de informações gerenciais.

4.

Montagem e manutenção de computadores: componentes: placa mãe, cabo e conectores, processadores, barramentos e memórias.

5.

Programação orientada e objetos: fundamentos, classes concretas e abstratas, interfaces, atributos, herança e poliformismo.

6.

Bancos de dados: Conceitos e arquiteturas de um sistema gerenciador de bancos de dados (SGBD), banco de dados relacional e orientado a objetos, linguagem SQL

7.

Sistemas Operacionais

8.

Arquitetura e Organização de Computadores

9.

Engenharia Software: ciclo de vida, análise de requisitos, técnicas para projetos, implementação, validação.

10.

Análise e projeto orientado a objetos: linguagem de modelagem unificada (UML)

ÁREA DE CONHECIMENTO: AGRIMENSURA - CAMPUS SENHOR DO BONFIM

1.

Levantamento planimétrico e seus métodos.

2.

Lavantamento altimétricos e seus métodos.

3.

Estadimetria e Taqueometria.

4.

Superfície de referências na geodésia.

5.

Utilização do GPS na agricultura: uso de GPS como guia para aeronaves agrícolas e aplicação terrestres em faixa, equipamentos, sistema de esterçamento autônomo.

6.

Curvas de Nível. Métodos de Levantamento planialtimétricos.

7.

Fotogrametria: Fundamentação conceitual, Tipos e aplicação.

8.

Sensoriamento remoto: estado da arte em sensores diretos,sensoriamento remoto e suas aplicações para avaliar a variabilidade em lavoura.

9.

Análise de dados de geoprocessamento aplicados à agrimensura.

10.

Sistema de informação geográfica - SIG: definições, SIG para agricultura de precisão, analise e organização de dados em mapas

ÁREA DE CONHECIMENTO: ALIMENTOS - CAMPUS SENHOR DO BONFIM

1.

Métodos de Conservação de Alimentos

2.

Produtos minimamente processados.

3.

Abate e tipificação de carcaça.

4.

Desenvolvimento de Novos Produtos.

5.

Obtenção higiênica do leite.

6.

Química dos alimentos.

7.

Controle de Qualidade.

8.

Higiene, Limpeza e Sanificação na Indústria de Alimentos

9.

Material e Tipos de Embalagens Utilizadas na Indústria de Alimentos

10.

Microbiologia dos alimentos.

ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS AGRARIAS - CAMPUS SENHOR DO BONFIM

1.

Biotecnologia vegetal

2.

Controle de qualidade de produtos vegetal e animal

3.

Sistemas agroindustriais

4.

Sistema de produção vegetal e animal

5.

Tecnologia de produtos agropecuários

6.

Solos, nutrição de plantas manejo e conservação

7.

Biotecnologia animal

8.

Genética e melhoramento animal

9.

Microbiologia Zootécnica

10.

Fisiologia vegetal

ÁREA DE CONHECIMENTO: INFORMÁTICA- CAMPUS SENHOR DO BONFIM

1.

Redes de Computadores: topologias, meios de transmissão, equipamentos de comunicação, gestão de redes de computadores.

2.

Algoritmos e estruturas de dados: fundamentos de lógica de programação, tipos de dados, operadores, expressões, estruturas de controle e execução, estruturas de dados homogêneas: vetores, matrizes e registros.

3.

Sistema de Informação: desenvolvimento e gerenciamento de sistemas de informações gerenciais.

4.

Montagem e manutenção de computadores: componentes: placa mãe, cabo e conectores, processadores, barramentos e memórias.

5.

Programação orientada e objetos: fundamentos, classes concretas e abstratas, interfaces, atributos, herança e poliformismo.

6.

Bancos de dados: Conceitos e arquiteturas de um sistema gerenciador de bancos de dados (SGBD), banco de dados relacional e orientado a objetos, linguagem SQL

7.

Sistemas Operacionais

8.

Arquitetura e Organização de Computadores

9.

Engenharia Software: ciclo de vida, análise de requisitos, técnicas para projetos, implementação, validação.

10.

Análise e projeto orientado a objetos: linguagem de modelagem unificada (UML)

ÁREA DE CONHECIMENTO: METODOLOGIA DE PESQUISA -CAMPUS SENHOR DO BONFIM

1.

A produção do conhecimento e a formação do professor pesquisador no instituto

2.

Repercussões e impactos sociais da pesquisa científica

3.

Implicações e necessidades políticas e sócias na produção do conhecimento científico

4.

A ciência, a produção do conhecimento local e regional e os movimentos sociais

5.

Produção do conhecimento na era digital e as novas tecnologias

6.

A ética, a neutralidade e valores na pesquisa científica: Produção de conhecimento e valores da ciência

7.

Experimentação, pesquisa empírica e teórica: Relações

8.

Empirismo, racionalismo e produção teórica na ciência

9.

A ciência, a produção do conhecimento e interesse

10.

Teorias da Ciência: Positivismo, funcionalismo e método dialético

ÁREA DE CONHECIMENTO: PEDAGOGIA/POLITICAS PUBLICAS EM EDUCAÇÃO - CAMPUS SENHOR DO BONFIM

1.

Estado, políticas sócias e políticas educacionais

2.

Educação nas constituições brasileiras: Perspectivas históricas

3.

Organização, gestão e funcionamento da educação brasileira

4.

Democratização da Educação

5.

A profissionalização docente

6.

Políticas públicas da educação brasileira na atualidade

7.

Educação e movimentos sociais

8.

Educação e financiamento internacional: Banco Mundial e UNESCO

9.

Valorização do Magistério: Carreira e políticas salariais

10.

Políticas educacionais na modalidade da Educação a Distancia

ÁREA DE CONHECIMENTO: ALIMENTOS - CAMPUS TEXEIRA DE FREITAS

1.

Métodos de Conservação de Alimentos.

2.

Produtos minimamente processados.

3.

Abate e tipificação de carcaça.

4.

Desenvolvimento de Novos Produtos.

5.

Obtenção higiênica do leite.

6.

Química dos alimentos.

7.

Controle de Qualidade.

8.

Higiene, Limpeza e Sanificação na Indústria de Alimentos

9.

Material e Tipos de Embalagens Utilizadas na Indústria de Alimentos

10.

Microbiologia dos alimentos.

ÁREA DE CONHECIMENTO: FÍSICA - CAMPUS TEXEIRA DE FREITAS

1.

Ótica.

2.

Leis da Termodinâmica.

3.

Hidrostática, Hidrodinâmica e Fluidos.

4.

Corrente, Resistência e Lei de Ohm.

5.

Campo Elétrico e Campo Magnético.

6.

Leis de Kepler, movimentos da Terra e suas consequências.

7.

A Teoria da Relatividade e a Mecânica Quântica

8.

Objetivos e finalidades das propostas curriculares do ensino da Física.

9.

O papel da História das Ciências no ensino de física.

10.

Relações Ciência-tecnologia-sociedade-ambiente e as contribuições da física.

ÁREA DE CONHECIMENTO: Letras/Língua Portuguesa/Língua Inglesa - CAMPUS TEXEIRA DE FREITAS

1.

Concepções de linguagem: língua, linguagem, fala e discurso no ensino da Língua Portuguesa;

2.

Leitura e compreensão de textos diversos: a formação de leitores competentes da Língua Portuguesa;

3.

Avaliação: conceito e funções no ensino da Língua materna;

4.

Conotação e Denotação no ensino da Língua Portuguesa;

5.

O ensino da Literatura Brasileira e sua função na formação de leitores competentes;

6.

Aspectos pragmáticos do texto no ensino da Língua Inglesa - as quatro habilidades comunicativas: speaking, listening,reading and writing;

7.

O ensino da Língua Inglesa e as novas tecnologias de informação e comunicação - TIC's;

8.

Linguística contrastiva (Inglês - Português);

9.

A dominação cultural da Língua Inglesa no Brasil;

10.

Estratégias de leitura no ensino da Língua Inglesa.

ÁREA DE CONHECIMENTO: Letras/Língua Portuguesa/Literatura - CAMPUS TEXEIRA DE FREITAS

1.

Elementos da comunicação e funções da linguagem

2.

Sequências textuais

3.

Gêneros literários

4.

As origens da literatura brasileira: o espírito de nacionalidade e seus registros na historiografia literária brasileira

5.

Do Barroco ao Arcadismo: caracterização dos períodos e tendências estéticas nas literaturas portuguesa e brasileira.

6.

Concordância verbal e nominal

7.

Do romantismo aos antecedentes de 22: Caracterização das tendências estéticas nas literaturas portuguesas e brasileiras

8.

Modernismo: atualidade na literatura portuguesa. Modernismo e atualidade na literatura brasileira.

9.

Semântica: denotação e conotação. Alterações semânticas. Tropos. Homonímia e polissemia.

10.

O problema do significado. Teorias da significação. Semântica e pragmática.

ÁREA DE CONHECIMENTO: ZOOTECNIA - CAMPUS TEXEIRA DE FREITAS

1.

Fundamentos de genética,mecanismos de transmissão de herança

2.

Seleção: diferencial, ganho genético esperado, intervalo de geração, resposta correlacionada à seleção e tipos de seleção

3.

Fatores anatomo-fisiológicos do aparelho digestivo de ruminantes e principais diferenças entre ruminantes e não-ruminantes

4.

Atributos anatomo-fisiológicos de adaptação: pele, pelos, aparelho sudoríparo, tegumento externo

5.

O estresse e suas medidas: efeito na nutrição, produção e reprodução

6.

Medidas de adaptabilidade e tolerância ao calor: medições, observação, investigação e análise de adaptabilidade

7.

O planejamento na administração rural

8.

Metas e riscos da exploração rural

9.

Formação e manejo de pastagens exclusivas e/ou consorciadas para corte e banco de proteínas

10.

Fatores que influenciam a produção, produtividade e recuperação das plantas forrageiras e das pastagens

ÁREA DE CONHECIMENTO: AGRIMENSURA - CAMPUS URUÇUCA

1.

Levantamento planimétrico e seus métodos.

2.

Lavantamento altimétricos e seus métodos.

3.

Estadimetria e Taqueometria.

4.

Superfície de referências na geodésia.

5.

Estrutura, características e posicionamento do sistema GPS.

6.

Curvas de Nível. Métodos de Levantamento planialtimétricos.

7.

Fotogrametria: Fundamentação conceitual, Tipos e aplicação.

8.

Sensoriamento remoto: conceito e aplicabilidade à agrimensura.

9.

Análise de dados de geoprocessamento aplicados à agrimensura.

10.

Métodos e equipamentos utilizados no levantamento planialtimétrico.

ÁREA DE CONHECIMENTO: CIÊNCIAS AGRARIAS -CAMPUS URUÇUCA

1.

Biotecnologia vegetal

2.

Controle de qualidade de produtos vegetal e animal

3.

Sistemas agroindustriais

4.

Sistema de produção vegetal e animal

5.

Tecnologia de produtos agropecuários

6.

Solos, nutrição de plantas manejo e conservação

7.

Biotecnologia animal

8.

Genética e melhoramento animal

9.

Microbiologia Zootécnica

10.

Fisiologia vegetal

ÁREA DE CONHECIMENTO: ALIMENTOS/MICROBIOLOGIA - CAMPUS URUÇUCA

1.

Métodos de Conservação de Alimentos.

2.

Fisiologia bacteriana: reprodução. Crescimento, enzimas e nutrição

3.

Metabolismo microbiano: produção de energia

4.

Controle de crescimento bacteriano (esterilização, desinfecção, antibióticos e quimioterápicos)

5.

Toxi-infecção e intoxicação alimentar causada por vírus bactérias e fungos

6.

Fungos (filamentos e leveduras.)

7.

Controle de Qualidade.

8.

Higiene, Limpeza e Sanificação na Indústria de Alimentos

9.

Resposta imune especifica e inespecífica aos agentes microbianos

10.

Microbiologia dos alimentos.

ÁREA DE CONHECIMENTO: INFORMÁTICA - CAMPUS URUÇUCA

1.

Redes de Computadores: topologias, meios de transmissão, equipamentos de comunicação, gestão de redes de computadores.

2.

Algoritmos e estruturas de dados: fundamentos de lógica de programação, tipos de dados, operadores, expressões, estruturas de controle e execução, estruturas de dados homogêneas: vetores, matrizes e registros.

3.

Sistema de Informação: desenvolvimento e gerenciamento de sistemas de informações gerenciais.

4.

Montagem e manutenção de computadores: componentes: placa mãe, cabo e conectores, processadores, barramentos e memórias.

5.

Programação orientada e objetos: fundamentos, classes concretas e abstratas, interfaces, atributos, herança e poliformismo.

6.

Bancos de dados: Conceitos e arquiteturas de um sistema gerenciador de bancos de dados (SGBD), banco de dados relacional e orientado a objetos, linguagem SQL

7.

Sistemas Operacionais

8.

Arquitetura e Organização de Computadores

9.

Engenharia Software: ciclo de vida, análise de requisitos, técnicas para projetos, implementação, validação.

10.

Análise e projeto orientado a objetos: linguagem de modelagem unificada (UML)

ÁREA DE CONHECIMENTO: Letras/Língua Portuguesa/Língua Inglesa - CAMPUS URUÇUCA

1.

Concepções de linguagem: língua, linguagem, fala e discurso no ensino da Língua Portuguesa;

2.

Leitura e compreensão de textos diversos: a formação de leitores competentes da Língua Portuguesa;

3.

Avaliação: conceito e funções no ensino da Língua materna;

4.

Conotação e Denotação no ensino da Língua Portuguesa;

5.

O ensino da Literatura Brasileira e sua função na formação de leitores competentes;

6.

Aspectos pragmáticos do texto no ensino da Língua Inglesa - as quatro habilidades comunicativas: speaking, listening,reading and writing;

7.

O ensino da Língua Inglesa e as novas tecnologias de informação e comunicação - TIC's;

8.

Linguística contrastiva (Inglês - Português);

9.

A dominação cultural da Língua Inglesa no Brasil;

ÁREA DE CONHECIMENTO: PEDAGOGIA/PRÁTICAS DOCENTES - CAMPUS URUÇUCA

1.

A constituição do campo da Didática: aspectos históricos no contexto do pensamento pedagógico brasileiro.

2.

Objetivos e conteúdos da Didática nos processos de formação e profissionalização docente.

3.

O papel das técnicas de ensino nos processos de ensino-aprendizagem.

4.

A relação professor-aluno: expectativas e concepções.

5.

Concepções e práticas de avaliação da aprendizagem.

6.

A Didática e suas relações com o campo de estudos sobre currículo.

7.

Tendências investigativas atuais no campo da Didática.

8.

A relação entre o ensino e pesquisa na formação de professores.

9.

Concepções didáticas e as novas tecnologias de informação e comunicação nos processos de ensino-aprendizagem.

10.

A formação cultural dos professores e seus desdobramentos na prática docente.

ÁREA DE CONHECIMENTO: TURISMO - CAMPUS URUÇUCA

1.

Gestão Turística

2.

Marketing Turístico

3.

Plano Nacional de Turismo

4.

Regionalização do Turismo

5.

Planejamento Turístico

6.

Gestão Hoteleira

7.

Área de Alimentos e Bebidas

8.

Hospedagem: governança, recepção e reserva

9.

Alimentos e Bebidas: bar e restaurante

10.

Hospitalidade: tirismo,hotelaria e gastronomia

ÁREA DE CONHECIMENTO: ZOOTECNIA - CAMPUS URUÇUCA

1.

Fundamentos de genética,mecanismos de transmissão de herança

2.

Seleção: diferencial, ganho genético esperado intervalo de geração, resposta correlacionada à seleção e tipos de seleção

3.

Fatores anatomo-fisiológicos do aparelho digestivo de ruminantes e principais diferenças entre ruminantes e não-ruminantes

4.

Atributos anatomo-fisiológicos de adaptação: pele, pelos, aparelho sudoríparo, tegumento externo

5.

O estresse e suas medidas: efeito na nutrição, produção e reprodução

6.

Medidas de adaptabilidade e tolerância ao calor: medições, observação, investigação e análise de adaptabilidade

7.

O planejamento na administração rural

8.

Metas e riscos da exploração rural

9.

Formação e manejo de pastagens exclusivas e/ou consorciadas para corte e banco de proteínas

10.

Fatores que influenciam a produção, produtividade e recuperação das plantas forrageiras e das pastagens

ÁREA DE CONHECIMENTO: AGRIMENSURA - CAMPUS VALENÇA

1.

Levantamento planimétrico e seus métodos.

2.

Lavantamento altimétricos e seus métodos.

3.

Estadimetria e Taqueometria.

4.

Superfície de referências na geodésia.

5.

Estrutura, características e posicionamento do sistema GPS.

6.

Curvas de Nível. Métodos de Levantamento planialtimétricos.

7.

Fotogrametria: Fundamentação conceitual, Tipos e aplicação.

8.

Sensoriamento remoto: conceito e aplicabilidade à agrimensura.

9.

Análise de dados de geoprocessamento aplicados à agrimensura.

10.

Métodos e equipamentos utilizados no levantamento planialtimétrico.

ÁREA DE CONHECIMENTO: BIOLOGIA - CAMPUS VALENÇA

1.

Interação entre os seres vivos

2.

Qualidade de vida das populações humanas.

3.

Identidade dos seres vivos.

4.

Diversidade da vida.

5.

Transmissão da vida, ética e manipulação gênica.

6.

Origem e evolução da vida.

7.

O homem e o meio ambiente.

8.

O aquecimento global e as mudanças no planeta Terra.

9.

Desenvolvimento sustentável e o direito a qualidade de vida.

10.

O século XXI e educação ambiental.

ÁREA DE CONHECIMENTO: FILOSOFIA - CAMPUS VALENÇA

1.

O conhecimento e o ideal de educação na filosofia platônica

2.

A lógica, a ética e a educação em Aristóteles

3.

Entre a razão natural e a fé cristã: dilemas da filosofia escolástica medieval

4.

A filosofia e as teorias pedagógicas na idade moderna: racionalismo(Descarte), iluminismo(Kant) e idealismo(Hegel)

5.

O iluminismo e a pedagogia de Rousseau

6.

Educação e Ideologia: contribuições do pensamento Marxista para a pedagogia

7.

O século XX e a crise da razão.

8.

Nietzsche e a interpretação da moral ocidental

9.

Fenomenologia, existencialismo e educação

10.

Filosofia e educação: ensino e desafios contemporâneos

ÁREA DE CONHECIMENTO: FÍSICA - CAMPUS VALENÇA

1.

Ótica.

2.

Leis da Termodinâmica.

3.

Hidrostática, Hidrodinâmica e Fluidos.

4.

Corrente, Resistência e Lei de Ohm.

5.

Campo Elétrico e Campo Magnético.

6.

Leis de Kepler, movimentos da Terra e suas consequências.

7.

A Teoria da Relatividade e a Mecânica Quântica

8.

Objetivos e finalidades das propostas curriculares do ensino da Física.

9.

O papel da História das Ciências no ensino de física.

10.

Relações Ciência-tecnologia-sociedade-ambiente e as contribuições da física.

ÁREA DE CONHECIMENTO: INFORMÁTICA - CAMPUS VALENÇA

1.

Redes de Computadores: topologias, meios de transmissão, equipamentos de comunicação, gestão de redes de computadores.

2.

Algoritmos e estruturas de dados: fundamentos de lógica de programação, tipos de dados, operadores, expressões, estruturas de controle e execução, estruturas de dados homogêneas: vetores, matrizes e registros.

3.

Sistema de Informação: desenvolvimento e gerenciamento de sistemas de informações gerenciais.

4.

Montagem e manutenção de computadores: componentes: placa mãe, cabo e conectores, processadores, barramentos e memórias.

5.

Programação orientada e objetos: fundamentos, classes concretas e abstratas, interfaces, atributos, herança e poliformismo.

6.

Bancos de dados: Conceitos e arquiteturas de um sistema gerenciador de bancos de dados (SGBD), banco de dados relacional e orientado a objetos, linguagem SQL

7.

Sistemas Operacionais

8.

Arquitetura e Organização de Computadores

9.

Engenharia Software: ciclo de vida, análise de requisitos, técnicas para projetos, implementação, validação.

10.

Análise e projeto orientado a objetos: linguagem de modelagem unificada (UML)

ÁREA DE CONHECIMENTO: Letras/Língua Portuguesa/Língua Inglesa - CAMPUS VALENÇA

1.

Concepções de linguagem: língua, linguagem, fala e discurso no ensino da Língua Portuguesa;

2.

Leitura e compreensão de textos diversos: a formação de leitores competentes da Língua Portuguesa;

3.

Avaliação: conceito e funções no ensino da Língua materna;

4.

Conotação e Denotação no ensino da Língua Portuguesa;

5.

O ensino da Literatura Brasileira e sua função na formação de leitores competentes;

6.

Aspectos pragmáticos do texto no ensino da Língua Inglesa - as quatro habilidades comunicativas: speaking, listening,reading and writing;

7.

O ensino da Língua Inglesa e as novas tecnologias de informação e comunicação - TIC's;

8.

Linguística contrastiva (Inglês - Português);

9.

A dominação cultural da Língua Inglesa no Brasil;

10.

Estratégias de leitura no ensino da Língua Inglesa.

119195

Política de Privacidade 2000-2014 PCI Concursos Telefone (11) 2122-4231