IFMG - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - MG

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA

IFMG - INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS

GABINETE DO REITOR

CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS - EDITAL Nº 002/2012

Notícia:   IFMG abre 14 vagas técnico-administrativas

Avenida Professor Mário Werneck, 2590, Bairro Buritis - Belo Horizonte - Minas Gerais - CEP: 30.575-180
(31) 2513-5209 - www.ifmg.edu.br

Dispõe sobre o Concurso Público de Provas para a carreira de Técnicos Administrativos em Educação do Quadro de Pessoal do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais - Campus Bambuí.

O REITOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS, torna público que, nos termos deste Edital, estarão abertas no período de 1º de fevereiro a 1º de março de 2012 as inscrições para o Concurso Público de Provas para provimento de cargos efetivos da carreira de Técnicos Administrativos em Educação do Quadro de Pessoal do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais - Campus Bambuí, de acordo com a Lei nº 8.112/1990, e suas alterações posteriores; a Lei nº 11.091/2005, e suas alterações posteriores; a Portaria Interministerial MPOG/MEC nº 56/2011; o Decreto nº 6.944/2009; a Portaria MEC nº 1.134/2009; e demais regulamentações pertinentes.

1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1.1. O Concurso Público será regido por este Edital e executado por uma Comissão Organizadora de Concurso Público nomeada pelo Reitor através da Portaria nº 1.051, de 30 de novembro de 2011.

1.2. Este Edital, seus anexos e todas as informações pertinentes ao concurso estarão disponíveis no portal do IMFG: www.ifmg.edu.br.

2. DOS CARGOS, DA REMUNERAÇÃO E DO REGIME DE TRABALHO

2.1. Em conformidade à Lei nº 11.091/2005, que dispõe sobre a estruturação do Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação, no âmbito das Instituições Federais de Ensino vinculadas ao Ministério da Educação, as atribuições e os requisitos de cada cargo estão estabelecidos no ANEXO I deste Edital.

2.2. O regime de trabalho é o estatutário, regido pela Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990 (Regime Jurídico Único - RJU), e suas alterações posteriores.

2.3. A jornada de trabalho dos candidatos a serem nomeados será de 40 (quarenta) horas semanais, podendo ocorrer em qualquer dia da semana, durante o turno diurno e/ou noturno, sujeito à escala de revezamento, de acordo com as necessidades da Instituição e as especificidades de cada cargo.

2.4. Quanto aos cargos, vagas, nível/classe para ingresso e remuneração, serão consideradas as informações da tabela abaixo:

CARGOS

NÍVEL/ CLASSE

VAGAS

REMUNERAÇÃO (R$)

Engenheiro/Área: Civil

EI-1

1

2.989,33

Programador Visual

EI-1

1

2.989,33

Técnico de Laboratório/Área: Agronomia

DI-1

1

1.821,94

Técnico de Laboratório/Área: Biologia

DI-1

1

1.821,94

Técnico de Laboratório/Área: Física

DI-1

1

1.821,94

Técnico de Tecnologia da Informação

DI-1

1

1.821,94

Técnico em Agropecuária

DI-1

1

1.821,94

Assistente em Administração

DI-1

2

1.821,94

Assistente de Laboratório

CI-1

2

1.473,58

Assistente de Tecnologia da Informação

CI-1

1

1.473,58

Auxiliar de Veterinária e Zootecnia

CI-1

2

1.473,58

2.5. A remuneração inicial a ser percebida pelo candidato nomeado, empossado e em exercício, corresponde aos valores apresentados no quadro do subitem 2.4, acrescida de auxílio-alimentação no valor atual de R$ 304,00 (trezentos e quatro reais), podendo ser acrescida também do Incentivo à Qualificação de que trata os arts. 11 e 12 da Lei nº 11.091/2005, além de outras vantagens, benefícios e adicionais previstos na legislação em vigor.

3. DAS INSCRIÇÕES

3.1. A inscrição no Concurso Público implica, desde logo, no conhecimento e tácita aceitação das condições estabelecidas neste Edital e seus Anexos, das quais o candidato não poderá alegar desconhecimento em nenhum momento.

3.2. No ato da inscrição, o candidato deverá optar pelo cargo para o qual está se candidatando, não sendo possível alteração após a confirmação da inscrição.

3.3. É vedada a inscrição condicional, extemporânea, por correspondência e para mais de um cargo.

3.4. Não será aceito pedido de alteração do cargo para o qual o candidato se inscreveu.

3.5. O período de inscrição será de 1° de fevereiro a 1° de março de 2012.

3.6. A inscrição será realizada exclusivamente por via eletrônica no sítio www.ifmg.edu.br.

3.7. As inscrições serão aceitas somente até as 22h59min do dia 1° de março de 2012.

3.8. Aos candidatos que não tiverem acesso à internet, será disponibilizado no Campus Bambuí do IFMG, nos dias úteis, computador para realização da inscrição. O computador estará disponível na Coordenadoria-Geral de Assistência Estudantil, no Instituto Federal de Minas Gerais - Campus Bambuí, Fazenda Varginha, Km 5 da Rodovia Bambuí/Medeiros, CEP: 38900-000, Bambuí, Minas Gerais, nos horários das 8h às 11h e das 14h às 17h. Neste caso, o preenchimento da Ficha de Inscrição no sítio www.ifmg.edu.br e a impressão da Guia de Recolhimento da União (GRU Cobrança) será de inteira responsabilidade do candidato.

3.9. Os dados cadastrais informados no ato da inscrição são de responsabilidade exclusiva do candidato, reservando-se ao IFMG o direito de excluir do Concurso Público aquele que não preencher este formulário de forma completa, correta e/ou fornecer dados inverídicos ou falsos.

3.10. O candidato é o único responsável pelo correto preenchimento da Ficha de Inscrição. Feita a inscrição, não serão permitidas alterações.

3.11. Para a efetivação da inscrição, o candidato deverá pagar a taxa de inscrição, conforme valores discriminados a seguir:

CLASSE

TAXA DE INSCRIÇÃO (R$)

E

70,00

D

60,00

C

50,00

3.12. O candidato deverá efetuar o pagamento da taxa de inscrição por meio exclusivo da Guia de Recolhimento da União (GRU Cobrança) até o dia 2 de março de 2012. Caso seja necessário, durante todo o período de inscrição, haverá possibilidade do candidato gerar uma nova GRU através do sítio www.ifmg.edu.br.

3.13. A inscrição somente será efetivada mediante confirmação bancária do respectivo recolhimento.

3.14. O valor referente à taxa de inscrição não será devolvido em hipótese alguma, ainda que efetuado em duplicidade, salvo em caso de cancelamento/anulação do concurso por conveniência do IFMG.

3.15. O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais não se responsabiliza pela não emissão da GRU decorrente de falhas de comunicação ou congestionamento das linhas de comunicação da internet, bem como por outros fatores de ordem técnica externa que impossibilitem a referida emissão.

3.16. A relação das inscrições deferidas será divulgada no sítio www.ifmg.edu.br, até o dia 9 de março de 2012.

3.17. O candidato que não tiver sua inscrição deferida poderá contestar o indeferimento por meio de recurso, conforme procedimentos e prazos estabelecidos no subitem 11.1.

3.18. A relação das inscrições deferidas, após análise dos recursos, se houver, será divulgada no sítio www.ifmg.edu.br até o dia 14 de março de 2012.

3.19. Todos os candidatos deverão imprimir o Comprovante de Inscrição (com o registro de PAGAMENTO CONFIRMADO) a partir do dia 14 de março de 2012, no sítio www.ifmg.edu.br.

3.19.1. Inexistindo recursos contra inscrições indeferidas, o Comprovante de Inscrição (com o registro de PAGAMENTO CONFIRMADO) poderá ser disponibilizado antes do dia 14 de março de 2012.

3.19.2. O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais não se responsabiliza pela não emissão do Comprovante de Inscrição (com o registro de PAGAMENTO CONFIRMADO) decorrente de falhas de comunicação ou congestionamento das linhas de comunicação da internet, bem como por outros fatores de ordem técnica externa que impossibilitem a referida emissão.

3.20. O Comprovante de Inscrição (com o registro de PAGAMENTO CONFIRMADO), conforme o subitem 3.19, será documento de porte obrigatório para acesso ao local de realização das provas.

3.21. O documento de identificação a ser apresentado no dia da realização das provas deverá conter o número do documento utilizado para a realização da inscrição.

3.22. São considerados documentos oficiais de identificação: Carteiras expedidas pelos Comandos Militares, pelas Secretarias de Segurança Pública, pelos Corpos de Bombeiros Militares, pelos Órgãos Fiscalizadores de Exercício Profissional (Ordens, Conselhos, etc.), Passaportes, Carteira Nacional de Habilitação (com foto), Carteiras Funcionais do Ministério Público e Poder Judiciário, Carteiras Funcionais expedidas por Órgãos Públicos que valham como identidade na forma da lei (com foto), Carteira de Trabalho e Certificado de Reservista.

3.23. Os documentos deverão estar em perfeitas condições, de forma a permitir, com clareza, a identificação do candidato (pela foto) e sua assinatura.

3.24. Não será aceita cópia de documento de identidade, ainda que autenticada, nem protocolo de documento.

4. DA ISENÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO

4.1. A isenção da taxa de inscrição, conforme Decreto no 6.593, de 2 de outubro de 2008, que regulamenta o art. 11 da Lei nº 8.112/1990, quanto à isenção de pagamento de taxa da inscrição em Concursos Públicos realizados no âmbito do Poder Executivo Federal, poderá ser concedida ao candidato que:

a) Estiver inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal - CadÚnico, de que trata o Decreto no 6.135, de 26 de junho de 2007; e

b) for membro de família de baixa renda, nos termos do Decreto no 6.135/2007.

4.2. Além de realizar sua inscrição normalmente conforme descrito no item 3 deste Edital, o candidato interessado na isenção da taxa de inscrição deverá solicitá-la no sítio www.ifmg.edu.br, em sistema próprio disponível no período entre os dias 1º e 14 de fevereiro de 2012, observado o horário oficial de Brasília-DF, contendo:

a) Indicação do número de Identificação Social (NIS), atribuído pelo CadÚnico; e

b) declaração de que atende à condição estabelecida na alínea b do subitem 4.1.

4.3. O IFMG consultará o Órgão Gestor do CadÚnico para verificar a veracidade das informações prestadas pelo candidato.

4.4. As informações prestadas no requerimento de isenção serão de inteira responsabilidade do candidato, podendo responder este, a qualquer momento, por crime contra a fé pública, o que acarretará sua eliminação do concurso, aplicando-se, ainda, o disposto no parágrafo único do art. 10 do Decreto no 83.936, de 6 de setembro de 1979.

4.5. Cada pedido de isenção será analisado e julgado pelo IFMG, sendo que não haverá recurso contra o indeferimento do requerimento de isenção da taxa de inscrição.

4.6. A relação dos pedidos de isenção deferidos será divulgada até o dia 24 de fevereiro de 2012 no sítio www.ifmg.edu.br.

4.7. Os candidatos que tiverem seus pedidos de isenção indeferidos deverão, para efetivar a sua inscrição no concurso, acessar o endereço eletrônico www.ifmg.edu.br e imprimir a GRU Cobrança, por meio da página de acompanhamento, e quitá-la até o dia 2 de março de 2012, conforme procedimentos descritos neste Edital.

5. DAS VAGAS DESTINADAS AOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA

5.1. Para as pessoas portadoras de deficiência serão reservadas 5% (cinco por cento) das vagas que vierem a surgir ou forem criadas no período de validade do Concurso Público de acordo com o inciso VIII do art. 37 da Constituição Federal de 1988, com o §2º do art. 5º da Lei nº 8.112/1990, e com o Decreto nº 3.298, de 20 de dezembro de 1999, e suas posteriores alterações, desde que a deficiência seja compatível com as atribuições do cargo.

5.1.1. O percentual de 5% das vagas reservado a pessoas portadoras de deficiência será computado levando-se em consideração as vagas disponibilizadas neste Edital acrescidas daquelas que vierem a surgir em cada cargo. Desta forma, a vigésima vaga a ser provida para todos os cargos será destinada aos candidatos aprovados que figurem na lista específica mencionada no subitem 5.6.

5.2. Consideram-se pessoas com deficiência aquelas que se enquadram nas categorias discriminadas no art. 4° do Decreto n° 3.298/1999 e alterações posteriores.

5.3. O candidato com deficiência deverá declarar, quando da inscrição, se deseja concorrer às possíveis futuras vagas reservadas a pessoas com deficiência.

5.4. No ato de inscrição, o candidato com deficiência deverá especificar o código correspondente da Classificação Internacional de Doenças (CID).

5.5. Os candidatos com deficiência, resguardadas as condições especiais previstas no Decreto n° 3.298/1999, particularmente em seu art. 40, participarão do Concurso em igualdade de condições com os demais candidatos, no que se refere ao conteúdo das provas, à avaliação e aos critérios de aprovação, ao dia, horário e local de aplicação das provas, e à nota mínima exigida para todos os demais candidatos.

5.6. O candidato com deficiência, se classificado no Concurso Público na forma prevista neste Edital, além de figurar na lista geral de classificação por cargo, terá seu nome constando em lista específica de portadores de deficiência, por cargo.

5.7. Serão eliminados da lista de pessoas com deficiência os candidatos cuja deficiência assinalada no Formulário de Inscrição não for constatada na forma do art. 4° do Decreto n° 3.298/1999 e alterações posteriores, devendo o mesmo permanecer apenas na lista de classificação geral.

5.8. A não observância, pelo candidato, de qualquer das disposições deste item 5 e seus subitens implicará na perda do direito a ser admitido para as vagas que venham a surgir para portadores de deficiência.

5.9. As vagas que venham a surgir para pessoas com deficiência e que não forem preenchidas por candidatos com deficiência, seja devido a não aprovação no certame ou na perícia médica, serão providas por candidatos não portadores de deficiência, respeitada a ordem de classificação do Resultado Final do concurso.

5.10. O candidato portador de deficiência que for convocado deverá entregar no ato da posse, obrigatoriamente, laudo médico que ateste a espécie e o grau/nível de deficiência, com data de expedição não superior a 90 (noventa) dias, com expressa referência ao código correspondente da CID.

5.11. O laudo médico apenas será considerado válido se emitido por médico especialista na área de deficiência que o candidato é portador.

5.12. O laudo médico deverá ser homologado pelo Serviço Médico-Odontológico do IFMG.

5.13. O Serviço Médico-Odontológico do IFMG procederá à avaliação da compatibilidade entre as atribuições do cargo e a deficiência do candidato durante o estágio probatório. O candidato deverá estar ciente de que estará sujeito à avaliação pelo desempenho dessas atribuições, para fins de habilitação no estágio probatório.

5.14. Não serão considerados como deficiência visual os distúrbios de acuidade visual, passíveis de correção.

6. DO PROCESSO SELETIVO

6.1. A estrutura de provas do processo seletivo deste concurso público está prevista no ANEXO II deste Edital e será estabelecida, conforme o cargo, em uma etapa dividida em Prova Objetiva e Prova Discursiva ou Redação.

6.2. Os Conteúdos Programáticos das provas para cada cargo estão especificados no ANEXO III deste Edital.

6.3. A Prova Objetiva, de caráter classificatório e eliminatório, será composta por 40 (quarenta) questões de múltipla escolha. Cada questão de múltipla escolha contará com 5 (cinco) alternativas, havendo apenas uma alternativa correta.

6.3.1. A Prova Objetiva será dividida em dois núcleos de conhecimento: o Núcleo de Conhecimentos Comuns e o Núcleo de Conhecimentos Específicos.

a) O Núcleo de Conhecimentos Comuns será composto por duas partes. A primeira parte, denominada Língua Portuguesa, abrangerá 10 (dez) questões relacionadas à Língua Portuguesa e a segunda, denominada Legislação, abrangerá 10 (dez) questões relacionadas a atos normativos vinculados ao Serviço Público Federal. Cada questão do Núcleo de Conhecimentos Comuns valerá 1,5 (um e meio) ponto.

b) O Núcleo de Conhecimentos Específicos será composto por 20 (vinte) questões relacionadas a conhecimentos específicos da área de atuação do cargo em disputa, valendo 2,5 (dois e meio) pontos cada questão.

6.4. A Prova Discursiva, de caráter classificatório e eliminatório, abrangerá Conhecimentos Específicos da área de atuação do cargo em disputa, previstos no conteúdo programático constante no ANEXO III, com 2 (duas) questões valendo 10 (dez) pontos cada questão.

6.4.1. Ao exigir as respostas do candidato, a Prova Discursiva poderá caracterizar-se como texto narrativo/dissertativo/argumentativo, montagem de esquemas e diagramas, representações numéricas e/ou alfanuméricas, entre outros.

6.5. A Redação, de caráter classificatório e eliminatório, versará sobre tema próprio, não necessariamente previsto no conteúdo programático constante no ANEXO III, com 1 (uma) questão valendo 20 (vinte) pontos.

6.6. Para os cargos de Engenheiro/Área: Civil, Programador Visual, Técnico de Laboratório/Área: Agronomia, Técnico de Laboratório/Área: Biologia, Técnico de Laboratório/Área: Física, Técnico de Tecnologia da Informação, Técnico em Agropecuária, Assistente de Laboratório, Assistente de Tecnologia da Informação e Auxiliar de Veterinária e Zootecnia, a Prova Objetiva constará de 10 (dez) questões de Língua Portuguesa, 10 (dez) questões de Legislação e 20 (vinte) questões de Conhecimentos Específicos. A Prova Discursiva constará de 2 (duas) questões de Conhecimentos Específicos.

6.7. Para o cargo de Assistente em Administração, a Prova Objetiva constará de 10 (dez) questões de Língua Portuguesa, 10 (dez) questões de Legislação e 20 (vinte) questões de Conhecimentos Específicos. A Redação constará de 1 (uma) questão com tema próprio.

6.8. Somente serão corrigidas as Provas Discursivas e as Redações dos candidatos que, na Prova Objetiva, estejam classificados em até 15 (quinze) vezes o número de vagas disponibilizadas em cada cargo, observada a ordem decrescente dos pontos obtidos. Em caso de empate na pontuação da última classificação das Provas Objetivas, serão corrigidas todas as Provas Discursivas e Redações dos candidatos que obtiverem a mesma nota.

6.9. Será eliminado do concurso público o candidato que:

a) Obtiver pontuação inferior a 60% (sessenta por cento) nas questões do Núcleo de Conhecimentos Comuns da Prova Objetiva;

b) obtiver pontuação inferior a 60% (sessenta por cento) nas questões do Núcleo de Conhecimentos Específicos da Prova Objetiva;

c) obtiver pontuação inferior a 60% (sessenta por cento) em uma das questões da Prova Discursiva ou na Redação, conforme o caso.

6.10. A Prova Discursiva e a Redação deverão ser feitas pelo próprio candidato, à mão, em letra legível, com caneta esferográfica de tinta preta ou azul, não sendo permitida a interferência e/ou a participação de outras pessoas, salvo em caso de candidato que tenha solicitado atendimento especial para a realização das provas. Neste caso, se houver necessidade, o candidato será acompanhado por um agente designado pela Comissão Organizadora, devidamente treinado, para o qual o candidato deverá ditar oralmente o texto, especificando a grafia das palavras e os sinais gráficos de pontuação.

6.11. A correção da Prova Discursiva e da Redação obedecerá aos seguintes critérios:

6.11.1. Na correção da Prova Discursiva, de acordo com o que for solicitado em cada questão, o candidato será avaliado quanto à capacidade de: a) domínio do conteúdo requerido; b) análise e síntese do conteúdo solicitado; c) organização das idéias, expressando-se de maneira lógica, com coerência e coesão; d) domínio dos recursos linguísticos, demonstrando competência no manejo da modalidade escrita da Língua Portuguesa.

6.11.2. Na correção da Redação, serão avaliados a utilização da modalidade escrita da Língua Portuguesa de acordo com a norma culta, a capacidade de compreensão da proposta do texto e a elaboração de sua estrutura a partir do conhecimento do assunto a ser desenvolvido. A avaliação levará em conta: a) clareza, coerência e coesão textuais, expressando-se de maneira concatenada e lógica; b) uso das regras de ortografia, pontuação, acentuação e concordância; c) adequação e fidelidade ao tema proposto; d) conformidade com o gênero solicitado; e) domínio dos recursos linguísticos, demonstrando competência no manejo da modalidade escrita da Língua Portuguesa.

7. DAS CONDIÇÕES DE REALIZAÇÃO DAS PROVAS

7.1. A Prova Objetiva, a Prova Discursiva e a Redação serão realizadas no dia 18 de março de 2012, às 8h (horário de Brasília-DF), com duração máxima de 4 (quatro) horas, no Campus Bambuí do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais, localizado na Fazenda Varginha, Km 5 da Rodovia Bambuí/Medeiros, Bambuí, Minas Gerais.

7.2. Os portões do(s) local(is) de provas serão abertos com 1 (uma) hora de antecedência e fechados às 8h (seguindo o horário de Brasília-DF), não sendo permitido, sob hipótese nenhuma, o acesso de candidatos ao(s) local(is) de provas após o fechamento dos portões.

7.3. Para realizar as provas, o candidato deverá apresentar-se no local e no horário estabelecidos no subitem 7.1 munido de caneta(s) esferográfica(s) de tinta azul ou preta, do Comprovante de Inscrição (com o registro de PAGAMENTO CONFIRMADO) e de um Documento Oficial de Identidade, não sendo aceitas fotocópias, ainda que autenticadas.

7.4. Serão considerados documentos oficiais de identidade aqueles mencionados no subitem 3.22. Nenhum outro documento, além dos especificados, será aceito em substituição ao documento de identificação, bem como não será aceita cópia, ainda que autenticada, nem protocolo de documento.

7.5. O documento de identificação a ser apresentado no dia da realização das provas deverá conter o número do documento utilizado para a realização da inscrição e deverá estar em perfeitas condições, de forma a permitir, com clareza, a identificação do candidato.

7.6. Caso o candidato esteja impossibilitado de apresentar, no dia de realização das provas, qualquer documento de identificação original, por motivo de perda, roubo ou furto, deverá ser apresentado documento que ateste o registro da ocorrência em órgão policial, expedido há, no máximo, 30 (trinta) dias.

7.7. Os candidatos que não portarem documento oficial de identidade ou equivalente, que não apresentarem Comprovante de Inscrição e/ou que chegarem atrasados, não terão acesso às salas de provas e estarão automaticamente excluídos do Concurso Público. Em nenhuma hipótese serão aceitas justificativas.

7.8. É expressamente proibido o uso e o porte de aparelho eletrônico ou de comunicação nas instalações do(s) local(is) de provas, tais como: bip, relógio, celular, MP3/MP4, agenda eletrônica, notebook, netbook, palmtop, receptor, gravador ou outros equipamentos similares, bem como protetores auriculares, sob pena de desclassificação do candidato. Não será permitido também, durante a realização da prova, o uso de boné, óculos escuros ou outros acessórios similares que impeçam a visão total das orelhas do candidato.

7.8.1. O uso de lápis e borracha será permitido, sendo vedado o uso de lapiseira e borracha acomodada em suporte.

7.9. É terminantemente proibido o ingresso do candidato ao local de provas portando armas de qualquer espécie, mesmo que disponha de autorização para o respectivo porte.

7.10. O aparelho celular permanecerá desligado, sem bateria e guardado junto aos pertences pessoais do candidato até a sua saída da sala de provas e do prédio.

7.11. Durante a aplicação da prova, não será permitida qualquer espécie de consulta ou comunicação entre os candidatos, nem a utilização de livros, manuais, impressos ou anotações, máquinas calculadoras (também em relógios), agendas eletrônicas ou similares.

7.12. O IFMG não é responsável pela guarda dos objetos mencionados nos subitens 7.8 e 7.9, sendo aconselhável que os mesmos não sejam levados para o(s) local(is) de provas.

7.13. O candidato que necessitar deslocar-se da sala para beber água ou ir ao banheiro durante a realização das provas, somente poderá fazê-los devidamente acompanhado do fiscal, deixando o Caderno de Questões, o Cartão-resposta, as Folhas de Respostas/Redação na sala onde estiver realizando as provas.

7.14. Cada candidato receberá somente um Cartão-resposta, somente uma Folha de Resposta para cada questão da Prova Discursiva e somente uma Folha de Redação para o preenchimento das respostas das questões da prova. Em hipótese alguma será concedido outro cartão-resposta ou outra Folha de Resposta ou outra Folha de Redação, sendo de total responsabilidade do candidato o manuseio destes documentos.

7.15. O candidato deverá transcrever, utilizando caneta esferográfica de tinta preta ou azul, as respostas das questões para o Cartão-resposta, para as Folhas de Respostas e para a Folha de Redação, respectivamente, que serão os únicos documentos válidos para correção.

7.16. O Cartão-resposta será corrigido de forma eletrônica. Não haverá substituição do Cartão-resposta por erro do candidato. O preenchimento do gabarito será de inteira responsabilidade do candidato que deverá proceder em conformidade com as instruções contidas neste Edital e no Caderno de Questões.

7.17. A Prova Discursiva e a Redação serão corrigidas por Banca Examinadora composta por 3 (três) membros. A nota atribuída a cada questão da Prova Discursiva e da Redação será a média aritmética das notas individuais de cada membro da Banca Examinadora.

7.17.1. A nota atribuída a cada questão da Prova Discursiva e da Redação será dada com até 2 (duas) casas decimais, onde a segunda casa decimal será:

a) Arredondada para o algarismo seguinte, nos casos em que a terceira casa decimal estiver entre 6 e 9;

b) mantida com o mesmo algarismo, nos casos em que a terceira casa decimal estiver entre 1 e 5.

7.18. Serão de inteira responsabilidade do candidato os prejuízos advindos das marcações feitas incorretamente no gabarito, não sendo acatadas, portanto, quaisquer reclamações nesse sentido.

7.19. O candidato, ao terminar as provas, entregará ao fiscal de sala os documentos de correção assinados somente nos locais indicados.

7.20. Somente após 1 (uma) hora do início das provas é que será permitida ao candidato a saída definitiva do prédio de realização das provas levando o Caderno de Questões.

7.21. Na Folha de Redação e nas Folhas de Respostas das questões da Prova Discursiva, o candidato deverá assinar somente no local indicado. Sendo vedadas quaisquer outras anotações, marcas, símbolos e assinaturas que identifiquem o candidato, sob pena de eliminação do certame.

7.22. Na Folha de Redação e nas Folhas de Respostas das questões da Prova Discursiva, as respostas deverão ser grafadas à caneta esferográfica azul ou preta. Respostas gravadas a lápis não serão consideradas e será atribuída nota 0 (zero) à questão.

7.23. Os 3 (três) últimos candidatos deverão sair juntos do recinto de aplicação de provas, após a assinatura da ata de encerramento de aplicação das provas.

7.24. Será atribuída nota 0 (zero) à questão da Prova Objetiva que contenha, no Cartão-resposta, dupla marcação, marcação rasurada e ausência de marcação.

7.25. Durante a realização das provas, será adotado o procedimento de identificação civil dos candidatos, mediante verificação do documento de identidade. O candidato que se negar a ser identificado terá suas provas anuladas, sendo automaticamente eliminado do concurso.

7.26. Não será permitido, em nenhuma hipótese, o ingresso ou a permanência de pessoas estranhas ao concurso no estabelecimento de aplicação das provas.

7.27. No dia de realização das provas não serão fornecidas, por qualquer membro da equipe de aplicação destas e/ou pelas autoridades presentes, informações referentes ao seu conteúdo e/ou aos critérios de avaliação e de classificação.

8. DO GABARITO OFICIAL

8.1. O IFMG divulgará o gabarito preliminar referente às questões da Prova Objetiva no endereço eletrônico www.ifmg.edu.br no dia 19 de março de 2012.

8.2. O candidato que julgar improcedente alguma resposta dada no Gabarito Preliminar poderá interpor recurso contra a questão, devidamente fundamentado, seguindo os procedimentos e os prazos estabelecidos no subitem 11.2.

8.3. O Gabarito Oficial, levando em consideração possíveis alterações decorrentes da interposição de recursos, será divulgado a partir do dia 27 de março de 2012.

8.3.1. Caso nenhum recurso seja julgado procedente e, por consequência, não implicar em alteração do Gabarito Preliminar, este será considerado como Gabarito Oficial.

9. DO RESULTADO FINAL

9.1. A Classificação Geral do concurso será publicada por ato da Comissão Organizadora do Concurso Público no portal do IFMG acessado pelo endereço eletrônico www.ifmg.edu.br a partir do dia 10 de abril de 2012, cuja classificação se dará por cargo na ordem decrescente do total de pontos obtidos.

9.2. O candidato que julgar improcedente sua posição na Classificação Geral poderá interpor recurso, devidamente fundamentado, seguindo os procedimentos e os prazos estabelecidos no subitem 11.3.

9.3. Transcorridos os prazos e julgados os recursos, a Classificação Geral será publicada com as eventuais correções a partir do dia 16 de abril de 2012, tornando-se o Resultado Final do Concurso Público.

9.3.1. O Resultado Final será publicado por ato da Comissão Organizadora do Concurso Público no endereço eletrônico www.ifmg.edu.br e, posteriormente, será encaminhado à Reitoria, juntamente com todo o processo do certame, para homologação do mesmo pelo Reitor do IFMG.

9.4. O Resultado Final será homologado pelo Reitor e publicado no Diário Oficial da União.

9.5. O Resultado Final do concurso respeitará o quadro abaixo, conforme dispõe o art. 16 do Decreto nº 6.944/2009, ou seja, os candidatos não classificados no número máximo de aprovados de que trata o Anexo II do referido Decreto, ainda que tenham atingido nota mínima, estarão automaticamente reprovados no concurso público.

QUANTIDADE DE VAGAS PREVISTAS NO EDITAL POR CARGO OU EMPREGO

NÚMERO MÁXIMO DE CANDIDATOS APROVADOS

1

5

2

9

10. DA NOTA FINAL NO CONCURSO E DOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE

10.1. Os candidatos serão classificados de acordo com a ordem decrescente das notas finais no concurso público.

10.2. A nota final atribuída a cada candidato neste Concurso Público será a soma das notas:

a) Da Prova Objetiva e da Prova Discursiva, para os cargos de Engenheiro/Área: Civil, Programador Visual, Técnico de Laboratório/Área: Agronomia, Técnico de Laboratório/Área: Biologia, Técnico de Laboratório/Área: Física, Técnico de Tecnologia da Informação, Técnico em Agropecuária, Assistente de Laboratório, Assistente de Tecnologia da Informação e Auxiliar de Veterinária e Zootecnia;

b) da Prova Objetiva e da Redação, para o cargo de Assistente em Administração.

10.3. Para efeito de posicionamento na Classificação Geral do concurso, para os cargos de Engenheiro/Área: Civil, Programador Visual, Técnico de Laboratório/Área: Agronomia, Técnico de Laboratório/Área: Biologia, Técnico de Laboratório/Área: Física, Técnico de Tecnologia da Informação, Técnico em Agropecuária, Assistente de Laboratório, Assistente de Tecnologia da Informação e Auxiliar de Veterinária e Zootecnia, havendo empate na nota final, os critérios de desempate a serem considerados são os seguintes, sucessivamente:

a) Maior número de pontos obtidos na Prova Discursiva;

b) maior número de pontos obtidos nas questões do Núcleo de Conhecimentos Específicos da Prova Objetiva;

c) maior número de pontos obtidos nas questões de Língua Portuguesa do Núcleo de Conhecimentos Comuns da Prova Objetiva;

d) maior número de pontos obtidos nas questões de Legislação do Núcleo de Conhecimentos Comuns da Prova Objetiva;

e) candidato com maior idade.

10.4. Para efeito de posicionamento na Classificação Geral do concurso, para o cargo de Assistente em Administração, havendo empate na nota final, os critérios de desempate a serem considerados são os seguintes, sucessivamente:

a) Maior número de pontos obtidos nas questões do Núcleo de Conhecimentos Específicos da Prova Objetiva;

b) maior número de pontos obtidos na Redação;

c) maior número de pontos obtidos nas questões de Língua Portuguesa do Núcleo de Conhecimentos Comuns da Prova Objetiva;

d) maior número de pontos obtidos nas questões de Legislação do Núcleo de Conhecimentos Comuns da Prova Objetiva;

e) candidato com maior idade.

10.5. Quando o empate na nota final envolver candidato com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos completos até o último dia de inscrição neste Concurso, o critério de desempate mencionado na alínea e do subitem 10.3 e na alínea e do subitem 10.4, conforme o caso, será aplicado primeiramente para os candidatos que se encaixarem nesta condição, conforme parágrafo único do art. 27 da Lei n° 10.741, de 1° de outubro de 2003.

11. DOS RECURSOS

11.1. O candidato que não tiver sua inscrição deferida poderá contestar o indeferimento por meio de interposição de recurso, desde que devidamente fundamentado e seguindo o formulário do ANEXO IV, junto à Comissão Organizadora do Concurso Público, devendo este ser protocolizado no prazo de até 2 (dois) dias úteis, a contar do dia subsequente ao dia da publicação da relação das inscrições deferidas, nos horários de 8h às 11h e de 14h às 17h, no Gabinete da Diretoria-Geral do Campus Bambuí do IFMG, situado na Fazenda Varginha, Km 5 da Rodovia Bambuí/Medeiros, Bambuí, Minas Gerais.

11.1.1. O resultado do julgamento dos recursos interpostos contra inscrição indeferida, se houver, será divulgado até o dia 14 de março de 2012.

11.2. O candidato que considerar improcedente alguma resposta dada no Gabarito Preliminar ou nos enunciados das questões objetivas e discursivas, poderá interpor recurso ou solicitar, desde que devidamente fundamentado e seguindo o formulário do ANEXO IV, junto à Comissão Organizadora do Concurso Público, devendo este ser protocolizado no prazo de até 2 (dois) dias úteis, a contar do dia subsequente ao dia da publicação do Gabarito Preliminar, nos horários de 8h às 11h e de 14h às 17h, no Gabinete da Diretoria-Geral do Campus Bambuí do IFMG, situado na Fazenda Varginha, Km 5 da Rodovia Bambuí/Medeiros, Bambuí, Minas Gerais.

11.2.1. O resultado do julgamento dos recursos interpostos contra o Gabarito Preliminar, se houver, será divulgado a partir do dia 27 de março de 2012.

11.3. O candidato que julgar improcedente sua posição na Classificação Geral poderá interpor recurso, desde que devidamente fundamentado e seguindo o formulário do ANEXO IV, junto à Comissão Organizadora do Concurso Público, devendo este ser protocolizado no prazo de até 2 (dois) dias úteis, a contar do dia subsequente ao dia da publicação da Classificação Geral, nos horários de 8h às 11h e de 14h às 17h, no Gabinete da Diretoria-Geral do Campus Bambuí do IFMG, situado na Fazenda Varginha, Km 5 da Rodovia Bambuí/Medeiros, Bambuí, Minas Gerais.

11.3.1. O resultado do julgamento dos recursos interpostos contra a Classificação Geral, se houver, será divulgado a partir do dia 16 de abril de 2012.

11.4. Todos os recursos deverão ser endereçados à Comissão Organizadora do Concurso Público para cargos Técnico-Administrativos do Campus Bambuí do IFMG.

11.5. No recurso, o candidato deverá ser claro, consistente e objetivo na sua argumentação. Recursos inconsistentes ou que desrespeitem o IFMG, a Comissão Organizadora, a Banca Examinadora ou qualquer gestor da instituição serão preliminarmente indeferidos.

11.6. Recurso que conteste a resposta dada como correta no Gabarito Preliminar deverá conter, obrigatoriamente, embasamento técnico/científico/lógico, referenciado em citações bibliográficas. Caso o candidato não respeite esta exigência, o recurso será preliminarmente indeferido.

11.7. Deverão ser utilizados formulários separados para questões diferentes.

11.8. Não serão considerados recursos interpostos via postal, via fac-símile (fax), via correio eletrônico (e-mail) ou, ainda, fora dos prazos estipulados.

11.9. Se do exame de recursos resultar na anulação de questão, a pontuação correspondente será atribuída a todos os candidatos, independentemente de terem recorrido.

11.10. Os candidatos não poderão interpor recurso contra a avaliação das questões da Prova Discursiva e da Prova de Redação.

11.11. A Banca Examinadora constitui última instância para recurso, sendo soberana em suas decisões, razão pela qual não serão aceitos, em hipótese nenhuma, pedidos de revisão de recursos.

12. DA VALIDADE

O concurso terá validade de 1 (um) ano a contar da data de publicação da homologação do Resultado Final no Diário Oficial da União, podendo ser prorrogado por igual período.

13. DA NOMEAÇÃO E DA POSSE

13.1. O candidato aprovado neste Concurso Público será nomeado de acordo com a ordem de classificação do Resultado Final, considerando a legislação pertinente e as vagas existentes ou que vierem a existir.

13.2. O candidato nomeado para o cargo de provimento efetivo ficará sujeito a estágio probatório, nos termos do art. 41, caput, da Constituição Federal de 1988, com a redação dada pela Emenda Constitucional nº 19/1998, durante o qual sua aptidão, capacidade e desempenho no cargo serão avaliados por comissão competente para tal fim.

13.3. Para o ato da posse, o candidato entregará à Diretoria de Gestão de Pessoas na Reitoria do IFMG os documentos necessários, conforme subitem 13.4 e conforme legislação vigente.

13.4. A posse do candidato aprovado no Concurso Público está condicionada ao atendimento dos seguintes pré-requisitos básicos:

a) Ter idade mínima de 18 (dezoito) anos completos;

b) estar em dia com as obrigações do Serviço Militar, se do sexo masculino;

c) apresentar certidão de quitação eleitoral, comprovando estar em situação regular com a Justiça Eleitoral;

d) possuir a escolaridade mínima exigida, conforme estabelecido no ANEXO I deste Edital, apresentando diploma devidamente registrado de conclusão de curso superior reconhecido pelo Ministério da Educação (ou equivalente) ou certificado de conclusão de ensino médio, de ensino médio profissionalizante, de curso técnico ou de ensino fundamental, conforme o caso, bem como a comprovação da experiência profissional, quando for o caso.

e) apresentar registro no Conselho de Classe competente, quando for o caso;

f) apresentar atestado médico que comprove ser portador de deficiência física, no caso dos candidatos inscritos nas vagas para deficientes físicos;

g) apresentar aptidão física e mental, comprovada mediante exame médico pelo serviço médico do IFMG;

h) apresentar Declaração de que exerce ou não cargo ou função pública na administração pública federal, estadual ou municipal, conforme vedação constante das normas do §10 do art. 37 da Constituição Federal de 1988;

i) conhecer, atender, aceitar e submeter-se às condições estabelecidas neste Edital, das quais não poderá alegar desconhecimento;

j) ter sido aprovado no Concurso Público;

k) não ter sofrido, no exercício da função pública, penalidade incompatível com a investidura do cargo público, prevista no parágrafo único do art. 137 da Lei nº 8.112/90 com suas respectivas alterações;

l) apresentar declaração de bens e valores que constituem seu patrimônio;

m) outras exigências solicitadas pela Diretoria de Gestão de Pessoas à época da posse.

13.5. Todas as declarações solicitadas no subitem 13.4, assim como despesas decorrentes de viagens para a posse e despesas para a realização de exames médicos solicitados pela Diretoria de Gestão de Pessoas do IFMG para efetivação do pré-requisito mencionado na alínea g do mesmo subitem, correrão à custa do candidato e são de responsabilidade integral deste.

14. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

14.1. O candidato que necessitar de atendimento especial para a realização das provas deverá preencher o requerimento previsto no ANEXO V e enviar juntamente com o laudo médico original ou cópia autenticada. O requerimento, juntamente com o laudo médico, deverá ser postado dentro do prazo de inscrição definido no subitem 3.5, impreterivelmente via SEDEX, para o seguinte endereço: Comissão Organizadora do Concurso Público para Cargos Técnico-Administrativos do Campus Bambuí do IFMG, Caixa Postal 5, CEP: 38900-000, Bambuí, Minas Gerais. O requerimento de condições especiais será atendido segundo os critérios de viabilidade e de razoabilidade.

14.1.1. O requerimento de atendimento especial que for enviado sem laudo médico será preliminarmente indeferido. O fornecimento do laudo médico é de responsabilidade única e exclusiva do candidato. O IFMG não se responsabilizará por qualquer tipo de extravio que impeça a chegada deste documento ao Instituto.

14.2. O candidato que queira ter acesso ao seu cartão-resposta deverá requerer vista do mesmo dentro do prazo e nas condições estabelecidas no subitem 11.2. O candidato que queira ter acesso às suas Folhas de Respostas de Questões da Prova Discursiva ou Folha de Redação deverá requerer vista das mesmas dentro do prazo e nas condições estabelecidas no subitem 11.3. Em hipótese alguma será fornecida ao candidato cópia de seu cartão-resposta ou de suas Folhas de Respostas da Prova Discursiva ou Folha de Redação, tampouco cópia desses mesmos documentos pertencentes a outros candidatos.

14.3. A candidata que tiver necessidade de amamentar durante a realização das provas, além de solicitar atendimento especial para tal fim, deverá trazer um acompanhante que ficará em sala reservada para esta finalidade e que será responsável pela guarda da criança. A candidata que não levar acompanhante não poderá permanecer no local das provas com a criança.

14.3.1. O IFMG não disponibilizará, em nenhuma hipótese, acompanhante para a guarda de crianças.

14.4. A relação dos candidatos que tiveram o seu atendimento especial deferido será divulgada no sítio www.ifmg.edu.br a partir do dia 9 de março de 2012.

14.5. A inexatidão de afirmativas ou a falsidade de documentos, ainda que verificadas posteriormente à realização do Concurso, implicará na eliminação sumária do candidato. Serão declarados nulos, de pleno direito, a inscrição e todos os atos dela decorrentes, sem prejuízo de eventuais sanções de caráter judicial.

14.6. Será excluído do Concurso Público, por ato do Presidente da Comissão Organizadora, o candidato que:

a) Tornar-se culpado de incorreções ou descortesia para com qualquer um dos examinadores, executores, seus auxiliares e autoridades presentes, bem como para com os seus concorrentes, durante a realização do Concurso;

b) durante a realização das provas for surpreendido em comunicação com outro candidato, verbalmente, por escrito ou por qualquer outra forma, bem como se utilizando de livros, notas ou impressos, ressalvados os legalmente permitidos, ou ainda portando algum objeto vedado nos subitens 7.8 e 7.9;

c) fizer anotação de informações relativas às suas respostas no comprovante de inscrição ou em qualquer outro meio, que não os permitidos;

d) recusar-se a entregar o material das provas ao término do tempo destinado para sua realização;

e) afastar-se da sala, a qualquer tempo, sem o acompanhamento de fiscal;

f) ausentar-se da sala, a qualquer tempo, portando os documentos de correção;

g) perturbar, de qualquer modo, a ordem dos trabalhos, incorrendo em comportamento indevido;

14.7. A aprovação no Concurso Público não assegura ao candidato aprovado o direito ao ingresso automático na carreira, mas, apenas, a expectativa de nela ser admitido. A concretização deste ato fica condicionada à observância das disposições legais pertinentes.

14.8. Após publicação do ato de nomeação, o candidato poderá ser avisado por telegrama, correio eletrônico ou telefonema, de acordo com as informações dadas no ato da inscrição. No entanto, a publicação no Diário Oficial da União vale para todos os efeitos como notificação pública, sendo de inteira responsabilidade do candidato aprovado o acompanhamento dessas informações.

14.9. Não será fornecido ao candidato qualquer documento comprobatório de aprovação e classificação no processo seletivo, valendo, para esse fim, a homologação publicada no Diário Oficial da União.

14.10. Na hipótese de anulação das provas deste Concurso Público, motivada por alguma constatação de vícios de irregularidade, somente os candidatos presentes na aplicação de provas do dia 18 de março de 2012 é que terão direito a refazê-las na nova data estipulada pela Comissão Organizadora.

14.11. Os diplomas e/ou certificados obtidos no exterior deverão, obrigatoriamente, ser validados pelos órgãos competentes no Brasil, conforme dispuser a legislação vigente.

14.12. A inscrição ao concurso público implica, desde a data da inscrição, o conhecimento e tácita aceitação das condições estabelecidas no inteiro teor deste Edital e seus Anexos, partes integrantes do mesmo, expedientes dos quais o candidato não poderá alegar desconhecimento.

14.13. O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais - Campus Bambuí reserva-se o direito de alterar o horário, o local e a data de realização das provas, publicando no Diário Oficial da União e informando no endereço eletrônico www.ifmg.edu.br eventuais alterações.

14.14. É de inteira responsabilidade do candidato acompanhar a publicação de todos os atos e comunicados referentes a este concurso público, no Diário Oficial da União e no endereço eletrônico do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais www.ifmg.edu.br.

14.15. Todos os horários referenciados neste Edital têm por base o horário oficial de Brasília-DF.

14.16. O candidato aprovado deverá manter seu endereço, telefone e endereço eletrônico atualizados juntamente ao Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais, sendo de sua inteira responsabilidade os prejuízos decorrentes da não atualização.

14.17. Os candidatos poderão obter informações referentes a este certame na sede do Campus Bambuí do IFMG (Fazenda Varginha, Km 5 da Rodovia Bambuí/Medeiros, Bambuí, Minas Gerais), nos horários das 7h às 11h e das 13h às 17h na Coordenadoria-Geral de Recursos Humanos ou pelos telefones (37)3431-4913/4950 ou, ainda, pelo endereço eletrônico: concursoadministrativo.bambui@ifmg.edu.br.

14.18. Os candidatos aprovados neste Concurso Público poderão ser aproveitados por quaisquer Campi do IFMG, bem como por outra Instituição de Ensino Público Federal, desde que todas as condições estabelecidas abaixo sejam atendidas:

a) seja autorizado pela administração do IFMG;

b) seja de interesse da administração da outra Instituição de Ensino Público Federal;

c) seja de interesse do candidato aprovado;

d) seja respeitada a ordem de classificação no Concurso Público;

e) outras condições estabelecidas pela administração do IFMG.

14.19. Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão Organizadora do Concurso.

14.20. As disposições e instruções contidas na Ficha de Inscrição, no Comprovante de Inscrição, nos anexos deste Edital e demais publicações referentes ao concurso constituem normas que passarão a integrar o presente Edital.

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais

Belo Horizonte, 30 de janeiro de 2012.

Caio Mário Bueno Silva
Reitor

ANEXO I

ATRIBUIÇÕES E REQUISITOS DOS CARGOS

ENGENHEIRO/ÁREA: CIVIL
ATRIBUIÇÕES: Desenvolver projetos de engenharia civil; executar obras; planejar; orçar e contratar empreendimentos; coordenar a operação e a manutenção dos mesmos. Controlar a qualidade dos suprimentos e serviços comprados e executados. Elaborar normas e documentação técnica. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. Executar outras tarefas típicas do cargo de mesma natureza e nível de complexidade associadas ao ambiente organizacional.
REQUISITOS PARA INGRESSO NO CARGO: Curso Superior em Engenharia Civil e registro no Conselho de Classe competente.

PROGRAMADOR VISUAL
ATRIBUIÇÕES: Planejar serviços de pré-impressão gráfica. Realizar programação visual gráfica e editorar textos e imagens. Trabalhar seguindo normas de segurança, higiene, qualidade e preservação ambiental. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. Executar outras tarefas típicas do cargo de mesma natureza e nível de complexidade associadas ao ambiente organizacional.
REQUISITOS PARA INGRESSO NO CARGO: Curso Superior em Comunicação Visual ou Curso Superior em Comunicação Social com habilitação em Publicidade ou Curso Superior em Desenho Industrial com habilitação em Programação Visual.

TÉCNICO DE LABORATÓRIO/ÁREA: AGRONOMIA
ATRIBUIÇÕES: Executar trabalhos técnicos de laboratório relacionados com a área de atuação, realizando ou orientando coleta, análise e registros de material e substâncias através de métodos específicos. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. Executar outras tarefas típicas do cargo de mesma natureza e nível de complexidade associadas ao ambiente organizacional.
REQUISITOS PARA INGRESSO NO CARGO: Ensino Médio Profissionalizante completo ou Ensino Médio Completo + Curso Técnico

TÉCNICO DE LABORATÓRIO/ÁREA: BIOLOGIA
ATRIBUIÇÕES: Executar trabalhos técnicos de laboratório relacionados com a área de atuação, realizando ou orientando coleta, análise e registros de material e substâncias através de métodos específicos. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. Executar outras tarefas típicas do cargo de mesma natureza e nível de complexidade associadas ao ambiente organizacional.
REQUISITOS PARA INGRESSO NO CARGO: Ensino Médio Profissionalizante completo ou Ensino Médio Completo + Curso Técnico

TÉCNICO DE LABORATÓRIO/ÁREA: FÍSICA
ATRIBUIÇÕES: Executar trabalhos técnicos de laboratório relacionados com a área de atuação, realizando ou orientando coleta, análise e registros de material e substâncias através de métodos específicos. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. Executar outras tarefas típicas do cargo de mesma natureza e nível de complexidade associadas ao ambiente organizacional.
REQUISITOS PARA INGRESSO NO CARGO: Ensino Médio Profissionalizante completo ou Ensino Médio Completo + Curso Técnico

TÉCNICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
ATRIBUIÇÕES: Desenvolver sistemas e aplicações, determinando interface gráfica, critérios ergonômicos de navegação, montagem da estrutura de banco de dados e codificação de programas; projetar, implantar e realizar manutenção de sistemas e aplicações; selecionar recursos de trabalho, tais como metodologias de desenvolvimento de sistemas, linguagem de programação e ferramentas de desenvolvimento. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. Executar outras tarefas típicas do cargo de mesma natureza e nível de complexidade associadas ao ambiente organizacional.
REQUISITOS PARA INGRESSO NO CARGO: Curso de Nível Médio Profissionalizante completo na área de Tecnologia da Informação ou Ensino Médio completo + Curso Técnico em Eletrônica com ênfase em sistemas computacionais ou Ensino Médio completo + Curso Técnico na área de Tecnologia da Informação

TÉCNICO EM AGROPECUÁRIA
ATRIBUIÇÕES: Prestar assistência e consultoria técnicas, orientando diretamente produtores sobre produção agropecuária, comercialização e procedimentos de biosseguridade. Executar projetos agropecuários em suas diversas etapas. Planejar atividades agropecuárias. Promover organização, extensão e capacitação rural. Fiscalizar produção agropecuária. Desenvolver tecnologias adaptadas à produção agropecuária. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. Executar outras tarefas típicas do cargo de mesma natureza e nível de complexidade associadas ao ambiente organizacional.
REQUISITOS PARA INGRESSO NO CARGO: Curso de Nível Médio Profissionalizante completo na área Agrícola, Agropecuária ou Zootécnica ou Ensino Médio completo + Curso Técnico em Agropecuária ou Ensino Médio completo + Curso Técnico Agrícola ou Ensino Médio completo + Curso Técnico em Agricultura ou Ensino Médio completo + Curso Técnico em Zootecnia.

ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO
ATRIBUIÇÕES: Executar serviços de apoio nas áreas de recursos humanos, administração, finanças e logística; atender usuários, fornecendo e recebendo informações; tratar de documentos variados, cumprindo todo o procedimento necessário referente aos mesmos; preparar relatórios e planilhas; executar serviços gerais de escritórios. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. Executar outras tarefas típicas do cargo de mesma natureza e nível de complexidade associadas ao ambiente organizacional.
REQUISITOS PARA INGRESSO NO CARGO: Curso de Nível Médio Profissionalizante completo ou Ensino Médio completo + 1 (um) ano de experiência comprovada na área administrativa

ASSISTENTE DE LABORATÓRIO
ATRIBUIÇÕES: Planejar o trabalho de apoio do laboratório e preparar vidrarias e materiais similares. Preparar soluções e equipamentos de medição e ensaios e analisar amostras de insumos e matérias-primas. Organizar o trabalho conforme normas de segurança, saúde ocupacional e preservação ambiental. Auxiliar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. Executar outras tarefas típicas do cargo de mesma natureza e nível de complexidade associadas ao ambiente organizacional.
REQUISITOS PARA INGRESSO NO CARGO: Ensino Fundamental completo + experiência de 12 (doze) meses

ASSISTENTE DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
ATRIBUIÇÕES: Auxiliar o operador de processamento de dados dando-lhe condições para processar o programa. Auxiliar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. Executar outras tarefas típicas do cargo de mesma natureza e nível de complexidade associadas ao ambiente organizacional.
REQUISITOS PARA INGRESSO NO CARGO: Ensino Médio completo + experiência de 6 (seis) meses

AUXILIAR DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA
ATRIBUIÇÕES: Realizar procedimentos de enfermagem veterinária. Preparar animais e materiais para procedimentos veterinários. Trabalhar em conformidade a normas e procedimentos de segurança, higiene e saúde. Auxiliar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão. Executar outras tarefas típicas do cargo de mesma natureza e nível de complexidade associadas ao ambiente organizacional.
REQUISITOS PARA INGRESSO NO CARGO: Ensino Fundamental completo + experiência de 12 (doze) meses

ANEXO II

ESTRUTURA DE PROVAS DO PROCESSO SELETIVO

CARGOS

PROVAS

CARÁTER

ÁREAS

Nº DE QUESTÕES

PONTUAÇÃO MÁXIMA

PONTUAÇÃO MÍNIMA EXIGIDA

Engenheiro / Área: Civil

Prova Objetiva

Classificatória e Eliminatória

Português

10

30

18

Legislação

10

Conhecimentos Específicos

20

50

30

Prova Discursiva

Classificatória e Eliminatória

Conhecimentos Específicos

1

10

6

1

10

6

Programador Visual

Prova Objetiva

Classificatória e Eliminatória

Português

10

30

18

Legislação

10

Conhecimentos Específicos

20

50

30

Prova Discursiva

Classificatória e Eliminatória

Conhecimentos Específicos

1

10

6

1

10

6

Técnico de Laboratório / Área: Agronomia

Prova Objetiva

Classificatória e Eliminatória

Português

10

30

18

Legislação

10

Conhecimentos Específicos

20

50

30

Prova Discursiva

Classificatória e Eliminatória

Conhecimentos Específicos

1

10

6

1

10

6

Técnico de Laboratório / Área: Biologia

Prova Objetiva

Classificatória e Eliminatória

Português

10

30

18

Legislação

10

Conhecimentos Específicos

20

50

30

Prova Discursiva

Classificatória e Eliminatória

Conhecimentos Específicos

1

10

6

1

10

6

Técnico de Laboratório / Área: Física

Prova Objetiva

Classificatória e Eliminatória

Português

10

30

18

Legislação

10

Conhecimentos Específicos

20

50

30

Prova Discursiva

Classificatória e Eliminatória

Conhecimentos Específicos

1

10

6

1

10

6

Técnico de Tecnologia da Informação

Prova Objetiva

Classificatória e Eliminatória

Português

10

30

18

Legislação

10

Conhecimentos Específicos

20

50

30

Prova Discursiva

Classificatória e Eliminatória

Conhecimentos Específicos

1

10

6

1

10

6

Técnico em Agropecuária

Prova Objetiva

Classificatória e Eliminatória

Português

10

30

18

Legislação

10

Conhecimentos Específicos

20

50

30

Prova Discursiva

Classificatória e Eliminatória

Conhecimentos Específicos

1

10

6

1

10

6

Assistente em Administração

Prova Objetiva

Classificatória e Eliminatória

Português

10

30

18

Legislação

10

Conhecimentos Específicos

20

50

30

Redação

Classificatória e Eliminatória

Tema próprio

1

20

12

Assistente de Laboratório

Prova Objetiva

Classificatória e Eliminatória

Português

10

30

18

Legislação

10

Conhecimentos Específicos

20

50

30

Prova Discursiva

Classificatória e Eliminatória

Conhecimentos Específicos

1

10

6

1

10

6

Assistente de Tecnologia da Informação

Prova Objetiva

Classificatória e Eliminatória

Português

10

30

18

Legislação

10

Conhecimentos Específicos

20

50

30

Prova Discursiva

Classificatória e Eliminatória

Conhecimentos Específicos

1

10

6

1

10

6

Auxiliar de Veterinária e Zootecnia

Prova Objetiva

Classificatória e Eliminatória

Português

10

30

18

Legislação

10

Conhecimentos Específicos

20

50

30

Prova Discursiva

Classificatória e Eliminatória

Conhecimentos Específicos

1

10

6

1

10

6

ANEXO III

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS PROVAS

NÚCLEO DE CONHECIMENTOS COMUNS (comum a todos os cargos de nível E e D):

LÍNGUA PORTUGUESA: Interpretação de textos de diferentes gêneros e tipos. Recursos linguísticos para leitura e elaboração de textos: sinonímia, antonímia, homonímia, polissemia, paronímia. Variação linguística, modalidades oral e escrita da língua. Emprego das classes de palavras (adjetivo, advérbio, artigo, conjunção, interjeição, numeral, preposição, pronome, verbo e substantivo). Concordância verbal e nominal. Regência verbal e nominal. Análise sintática de períodos simples e compostos. Uso da Crase. Pontuação. Ortografia. Acentuação gráfica. Denotação e Conotação. Figuras de linguagem.

LEGISLAÇÃO: Constituição da República Federativa do Brasil de 5 de outubro de 1988 (do artigo 37 ao 41). Lei n° 8.112, de 11 de dezembro de 1990, e suas alterações posteriores: dispõe sobre o regime jurídico dos servidores públicos civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais. Decreto n° 1.171, de 22 de junho de 1994, e alterações posteriores: Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal. Lei n° 11.892, de 29 de dezembro de 2008: institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, e dá outras providências. Lei n° 9.394, de 20 de dezembro de 1996, e suas alterações posteriores: estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Lei n° 11.091, de 12 de janeiro de 2005, e suas alterações posteriores: dispõe sobre a estruturação do Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação, no âmbito das Instituições Federais de Ensino vinculadas ao Ministério da Educação, e dá outras providências. Lei n° 9.784, de 29 de janeiro de 1999, e suas alterações posteriores: regula o processo administrativo no âmbito da Administração Pública Federal. Lei n° 8.429, de 2 de junho de 1992, e suas alterações posteriores: dispõe sobre as sanções aplicáveis aos agentes públicos nos casos de enriquecimento ilícito no exercício de mandato, cargo, emprego ou função na administração pública direta, indireta ou fundacional e dá outras providências. Lei n° 8.666, de 21 de junho de 1993, e suas alterações posteriores: regulamenta o art. 37, inciso XXI, da Constituição Federal, institui normas para licitações e contratos da Administração Pública e dá outras providências. Lei n° 10.520, de 17 de julho de 2002: institui, no âmbito da União, Estados, Distrito Federal e Municípios, nos termos do art. 37, inciso XXI, da Constituição Federal, modalidade de licitação denominada pregão, para aquisição de bens e serviços comuns, e dá outras providências.

NÚCLEO DE CONHECIMENTOS COMUNS (comum a todos os cargos de nível C):

LÍNGUA PORTUGUESA: Interpretação de textos de diferentes gêneros e tipos. Recursos linguísticos para leitura e elaboração de textos: sinonímia, antonímia, homonímia, polissemia, paronímia. Emprego das classes de palavras (adjetivo, advérbio, artigo, conjunção, interjeição, numeral, preposição, pronome, verbo e substantivo). Concordância verbal e nominal. Regência verbal e nominal. Análise sintática de períodos simples e compostos. Pontuação. Ortografia. Acentuação gráfica. Denotação e Conotação. Figuras de linguagem.

LEGISLAÇÃO: Constituição da República Federativa do Brasil de 5 de outubro de 1988 (do artigo 37 ao 41). Lei n° 8.112, de 11 de dezembro de 1990, e suas alterações posteriores: dispõe sobre o regime jurídico dos servidores públicos civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais. Decreto n° 1.171, de 22 de junho de 1994, e alterações posteriores: Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal. Lei n° 11.892, de 29 de dezembro de 2008: institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, e dá outras providências. Lei n° 9.394, de 20 de dezembro de 1996, e suas alterações posteriores: estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Lei n° 11.091, de 12 de janeiro de 2005, e suas alterações posteriores: dispõe sobre a estruturação do Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação, no âmbito das Instituições Federais de Ensino vinculadas ao Ministério da Educação, e dá outras providências. Lei n° 9.784, de 29 de janeiro de 1999, e suas alterações posteriores: regula o processo administrativo no âmbito da Administração Pública Federal. Lei n° 8.429, de 2 de junho de 1992, e suas alterações posteriores: dispõe sobre as sanções aplicáveis aos agentes públicos nos casos de enriquecimento ilícito no exercício de mandato, cargo, emprego ou função na administração pública direta, indireta ou fundacional e dá outras providências. Lei n° 8.666, de 21 de junho de 1993, e suas alterações posteriores: regulamenta o art. 37, inciso XXI, da Constituição Federal, institui normas para licitações e contratos da Administração Pública e dá outras providências. Lei n° 10.520, de 17 de julho de 2002: institui, no âmbito da União, Estados, Distrito Federal e Municípios, nos termos do art. 37, inciso XXI, da Constituição Federal, modalidade de licitação denominada pregão, para aquisição de bens e serviços comuns, e dá outras providências.

NÚCLEO DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS:

CARGO: ENGENHEIRO/ÁREA: CIVIL

1. Mecânica dos solos: Origem dos solos; principais processos de formação dos solos; classificação dos solos quanto à sua origem; prospecção do subsolo; métodos diretos de prospecção; métodos semi-diretos de prospecção; métodos indiretos de prospecção; classificação granulométrica dos solos; limites de consistência dos solos (limites de atterberg). Permeabilidade dos solos; permeabilidade à carga constante; permeabilidade à carga variável; compactação dos solos; ensaios de laboratório; granulometria (peneiramento); determinação do limite de liquidez; determinação do limite de plasticidade; reconhecimento táctil-visual; permeabilidade à carga constante; permeabilidade à carga variável.

2. Materiais de construção: Materiais argilosos: processos de fabricação e tipos de materiais. Tintas: definição, qualidade das tintas e vernizes, tintas usadas na construção civil, pinturas usuais e principais defeitos em pinturas. Aglomerantes: generalidades e classificações. Cal e cimento portland: definições, classificações e fabricação. Agregados para concreto: definições, classificações e propriedades dos agregados. Concreto: propriedades do concreto fresco e propriedades do concreto endurecido, tipos de concreto, dosagem não-experimental de concretos. Ensaios de laboratório: moldagem e cura de corpos de prova de concreto; compressão de corpos de prova cilíndricos de concreto; determinação do teor de materiais pulverulentos agregados. Determinação da massa unitária: determinação da massa específica; cimento; determinação da resistência a compressão; cimento; determinação do módulo de finura; determinação da água de consistência normal; cimento; determinação dos tempos de pega; determinação da expansibilidade.

3. Tecnologia das construções: Organização do canteiro de obras, execução de fundações rasas e profundas (alvenarias, blocos, sapatas, tubulões e estacas), alvenarias, estruturas em concreto armado (armação, formas e concretagem), estruturas em aço, estruturas em madeira, impermeabilizações, coberturas, esquadrias (metálicas e de madeira). Revestimentos de pisos, paredes e forros. Dosagem e usos de argamassas. Pinturas, quantificação e especificação de materiais e serviços.

4. Instalações elétricas prediais: Leitura e interpretação de projetos, projeto de instalações elétricas em baixa tensão, técnicas para execução de instalações elétricas em baixa tensão, luminotécnica.

5. Instalações hidráulicas e sanitárias prediais: Hidráulica básica, leitura e interpretação de projetos, projeto de instalações hidráulicas (água fria e quente) e sanitárias prediais. Técnicas para execução de instalações hidráulicas e sanitárias prediais.

6. Projetos de obras civis: Desenvolvimento de projetos de obras civis: arquitetônico; estrutural (alvenaria estrutural, concreto, aço e madeira, fundações e muros de arrimo); luminotécnico; instalações elétricas; instalações hidrossanitárias; instalações telefônicas; instalação de rede estruturada (voz, dados e imagem); prevenção e combate a incêndios e pânico; desenhos auxiliados por computador (CAD). Noções de projetos complementares: elevadores; ventilação-exaustão; ar condicionado.

7. Programação de obras: Organização do canteiro de obras; execução de fundações rasas e profundas (alvenarias, blocos, sapatas, tubulões e estacas); alvenarias; estrutura em concreto armado; estrutura em aço; estrutura em madeira; impermeabilizações; coberturas; esquadrias (metálicas e de madeira); revestimentos (pisos e paredes e forros); instalações de água (fria e quente); instalações de esgoto sanitário; instalações elétricas; infraestrutura para rede estruturada (voz, dados e imagem); pinturas; especificação de materiais e serviços.

8. Fiscalização de obras: Controle de medições; controle de materiais empregados na obra; emissão de relatórios de acompanhamento; vistoria e elaboração de pareceres.

9. Engenharia legal: Responsabilidade civil e criminal em obras de engenharia e conhecimentos legais sobre enquadramento dos responsáveis referentes aos arts. n° 121 e 132 do Código Penal. Patologia das obras de engenharia civil. Engenharia de avaliação: legislação e normas, laudos de avaliação. Licitações e contratos da Administração Pública (Lei n° 8.666, de 21 de junho de 1993). Qualidade. Qualidade de obras e certificação de empresas; aproveitamento de resíduos e sustentabilidade na construção; inovação tecnológica e Racionalização da construção; Portaria do Ministério do Planejamento e Orçamento n° 134, de 18 de dezembro de 1998, que institui o Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade na Construção Habitacional (PBQP-H). Legislação profissional. Ética profissional.

CARGO: PROGRAMADOR VISUAL

1. Design gráfico: conceitos; principais correntes e escolas; atribuições profissionais; interfaces com a arte e fotografia.

2. Comunicação visual. Semiótica. Funções da linguagem. Teoria das cores. Criação de Identidade visual. Sinalização. Sistemas gráficos. Imagem corporativa. Formas de apresentação de projetos gráficos.

3. Linguagem visual. Estética do objeto visual. Princípios de organização visual e arte. Tratamento de imagem. Noções de fotografia e enquadramento.

4. Desenvolvimento do Projeto Gráfico. Criação e execução de projetos gráficos para mídia impressa e digital. Diagramação, conhecimento de tipografias, montagem e finalização. Ilustração. Layout. Estruturas de anúncios. Elementos formais e informacionais de um projeto gráfico.

5. Princípios de editoração de textos (composição, paginação e desenvolvimento). Concepção de peças gráficas (capas, páginas de rosto, lâminas) e edição de imagens (esboços, montagem e artefinal). Editoração eletrônica (todas as suas fases). Formatação de publicações diversas (livros, jornais, periódicos), levando em conta a tecnologia e os recursos eletrônicos disponíveis. Conhecimento de informática e de programas pertinentes à área.

6. Elaboração textual (fluência, clareza, correção gramatical e ortográfica).

7. Processos de impressão (artesanais/industriais/digitais). Conhecimentos dos processos gráficos de pré-impressão, impressão e acompanhamento dos sistemas de produção gráfica (tipos de papéis, formatos e acabamentos). Conhecimento dos elementos que compõem planilha de custos da indústria gráfica.

8. Projetos de programação visual para sites. Construção de páginas de internet, manutenção e atualização.

9. Normas de editoração. Aspectos legais (propriedade intelectual, direitos autorais e de publicação). Procedimentos de trabalhos: cronograma, materiais, segurança, qualidade, economia, preservação ambiental e desenvolvimento sustentável.

10. Conhecimento sobre Animação Gráfica 2D.

11. Forças perceptivas e padrões de equilíbrio visuais. A visão como exploração ativa na composição do layout. Captação do essencial e conceitos de configuração. Projeções, aspectos e sobreposição relacionados à forma. A forma como invenção. Níveis de abstração. Informação visual e conteúdo. Conceitos representativos. O desenho como movimento. Fusão das partes no desenvolvimento da visualidade. Tradução das dimensões.

12. Linha e contorno, figura e fundo: concepção espacial. Transparência, gradientes e tridimensionalidade. O simbolismo de um mundo focalizado. Sintaxe das combinações cromáticas. A dinâmica da composição visual.

13. A expressividade da palavra sem a imagem. A expressividade da imagem sem a palavra.

14. Os principais softwares de mercado para programação visual: conceitos e características.

CARGO: TÉCNICO DE LABORATÓRIO/ÁREA: AGRONOMIA

1. Noções de biossegurança em laboratório: Boas práticas. Equipamentos de proteção de segurança individual e coletiva. Armazenamento e descarte de materiais biológicos e químicos.

2. Preparação de soluções e reagentes: Princípios fundamentais para o preparo de soluções e reagentes. Conceito de pH. Volumetria: preparo de soluções, reagentes e outros meios usados em laboratório. Conhecimento de química geral: ácidos, bases, tampões, diluições e unidades de medidas laboratoriais.

3. Preparação de amostras: Procedimentos e cuidados na coleta de material biológico. Técnicas e métodos para conservação de tecidos.

4. Microscopia de luz e eletrônica: noções básicas de uso. Cuidados com o aparelho: limpeza e conservação. Preparo de material biológico: substâncias fixadoras, desidratação, inclusão e coloração. Unidades de medidas em microscopia.

5. Materiais de laboratório: Identificação de vidraria, equipamentos e demais utensílios. Lavagem e esterilização de vidraria. Limpeza e higiene do laboratório.

6. Entomologia: Noções sobre nomenclatura zoológica e classificação de insetos. Características gerais sobre as principais ordens. Métodos de coleta, montagem e conservação de insetos.

7. Fitopatologia: Principais características de fungos, bactérias e nematóides. Etapas e equipamentos para o preparo de meios de cultura. Isolamento direto e indireto de microrganismos fitopatogênicos. Fatores associados ao cultivo de fitopatógenos. Métodos de inoculação de fungos e bactérias fitopatogênicas.

8. Tecnologia de sementes: Estruturas e respectivas funções das sementes maduras. Testes para a avaliação da qualidade das sementes (físico, fisiológico, fitossanitário e genético).

CARGO: TÉCNICO DE LABORATÓRIO/ÁREA: BIOLOGIA

1. Noções de biossegurança em laboratório: Boas práticas. Equipamentos de proteção de segurança individual e coletiva. Armazenamento e descarte de materiais biológicos e químicos.

2. Preparação de soluções e reagentes: Princípios fundamentais para o preparo de soluções e reagentes. Conceito de pH. Volumetria: preparo de soluções, reagentes e outros meios usados em laboratório. Conhecimento de química geral: ácidos, bases, tampões, diluições e unidades de medidas laboratoriais.

3. Preparação de amostras: Procedimentos e cuidados na coleta de material biológico. Técnicas e métodos para conservação de tecidos.

4. Microscopia de luz e eletrônica: noções básicas de uso. Cuidados com o aparelho: limpeza e conservação. Preparo de material biológico: substâncias fixadoras, desidratação, inclusão e coloração. Unidades de medidas em microscopia.

5. Materiais de laboratório: Identificação de vidraria, equipamentos e demais utensílios. Lavagem e esterilização de vidraria. Limpeza e higiene do laboratório.

6. Uso e funcionamento de equipamentos no laboratório: conservação de equipamentos. Noções básicas de centrifugação de materiais. Esterilização de substâncias. Manuseio e operação de equipamentos de Laboratório. Uso de pHmetro, balança comum e analítica, estufa, autoclave, capela, centrífuga, micropipetadores, agitadores magnéticos. Pesagem de substâncias sólidas. Obtenção de água destilada e deionizada. Conservação de materiais em geladeira e freezer.

7. Botânica: características gerais de briófitas, pteridófitas, gimnospermas e angiospermas. Técnicas de herborização e preparo de exsicatas.

8. Zoologia: características gerais de Platyhelminthes, nematoda, annelida, mollusca, arthropoda e vertebrata.

9. Citologia: Tipos de células. Morfologia e funções das organelas e estruturas celulares. Estrutura e transporte da membrana plasmática. Núcleo Celular e material genético. Mitose e meiose. Respiração celular.

10. Histologia animal e vegetal

CARGO: TÉCNICO DE LABORATÓRIO/ÁREA: FÍSICA

1. Mecânica: movimento retilíneo uniforme; movimento retilíneo uniformemente variado; movimento circular; composição de movimentos; lançamento oblíquo; princípios de Dinâmica e as Leis de Newton do movimento; aplicações dos princípios de Dinâmica; atrito; força centrípeta; trabalho e potência; conservação da energia; quantidade de movimento e impulso; conservação da quantidade do movimento; estática dos corpos rígidos; estática dos fluidos.

2. Termodinâmica: termometria; dilatação de sólidos e líquidos; calorimetria; mudanças de fase; Teoria Cinética dos Gases; primeira e segunda Leis da Termodinâmica.

3. Óptica e Ondas: princípios da Óptica Geométrica; leis de reflexão; espelhos planos e esféricos; refração da luz; lentes esféricas; instrumentos ópticos; difração e interferência; oscilações; ondas; ondas sonoras.

4. Eletromagnetismo: eletrização; força elétrica; campo elétrico; potencial elétrico; capacitância; corrente elétrica; resistência elétrica; aparelhos de medição elétrica; geradores e receptores elétricos; Leis de Kirchhoff; campo magnético; força magnética; indução eletromagnética; corrente alternada.

CARGO: TÉCNICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

1. Modelagem de dados usando o modelo entidade-relacionamento. Linguagem SQL (DML, DDL, DCL). Sistemas Gerenciadores de Banco de Dados (PostgreSQL e MySQL).

2. Licenças de uso e software livre.

3. Algoritmos e estruturas de dados. Programação em Linguagem PHP, HTML, CSS e JavaScript.

4. Configuração e gerenciamento de processos do Sistema Operacional Linux. Comandos e procedimentos para manipulação e gerenciamento do sistema de arquivos do Sistema Operacional Linux. Comandos e procedimentos para configuração de rede do Sistema Operacional Linux.

5. Configuração e gerenciamento de processos do Sistema Operacional Windows XP e posteriores. Comandos e procedimentos para manipulação e gerenciamento do sistema de arquivos do Sistema Operacional Windows XP e posteriores. Comandos e procedimentos para configuração de rede do Sistema Operacional Windows XP e posteriores.

6. Instalação e configuração de sistemas operacionais como servidores e estações de trabalho de usuários. Gerenciamento de contas de usuários no Sistema Operacional Linux. Gerenciamento de contas de usuários no Sistema Operacional Windows. Implementação e gerenciamento de cotas de sistemas de arquivos.

7. Gerenciamento de help desk.

8. Rede Física e Enlace IP. Internet Control Message Protocol (ICMP). Datagrama IP (Cabeçalho, Endereçamento de sub-rede, Máscara de sub-rede). NAT e CIDR. Roteamento estático. Routing Information Protocol (RIP). RIP versão II. OSPF. Protocolos de transporte (TCP e UDP) e aplicações. A camada de transporte Transmission Control Protocol - TCP. Controle de fluxo com TCP e uso das janelas. User Datagram Protocol - UDP. Broadcast e multicast. Diagnósticos do protocolo TCP/IP. Gerenciamento de serviços de rede; SNMP; SFTP; SMTP; SMTPS; SSH; DNS; DHCP; IMAP(S); POP3(S); HTTP(S); LDAP. Configuração de protocolos de roteamento: OSPF, IGRP, EIGRP, BGP. Firewall. Proxy. Camada física: meios físicos de transmissão, codificação de sinais, comunicação de dados. Camada de enlace: detecção de erros, protocolos para transmissão confiável, endereçamento, eficiência da comunicação. Redes locais com e sem fio. Modelo OSI e TCP/IP. VLAN. Padrões IEEE 802.11 a/b/g/n. Camada de rede: interconexão de redes, algoritmos e protocolos de roteamento, endereçamento. Camada de transporte: protocolos e serviços. ARP. Endereçamento IP.

9. Telefonia IP, Voip, SIP H323.

10. Storage, NFS, NAS, DAS. Backup e Restore. Disaster Recovery.

11. Virtualização. Computação na Nuvem.

12. Governança de TI: COBIT e ITIL.

13. Instalação, configuração e manutenção de equipamentos ativos de rede: Roteador, Switch, Bridge.

14. LAN, WAN, MAN.

15. Monitoramento de Rede (Nagios, Zabbix).

16. Projetos de Redes, topologias. Cabeamento estruturado, normas de instalação ABNT, ISO/IEC, TIA/EIA e outras, implementação de cabeamento estruturado.

17. QoS.

18. VPN.

19. Segurança de Redes: malware; política de segurança, política de uso aceitável, política de backup. Ferramentas de Detecção de Intrusão. Sniffer.

20. Instrução Normativa n° 4, de 19 de maio de 2008, da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão; Portaria n° 11, de 30 de novembro de 2009, da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão; Lei nº 10.520, de 17 de julho de 2002.

CARGO: TÉCNICO EM AGROPECUÁRIA

1. Conhecimentos gerais de agricultura: Uso e conservação dos solos. Adubação em geral. Tipos e classificação de fertilizantes e corretivos. Irrigação e drenagem. Conhecimentos gerais de fitotecnia. Grandes culturas anuais. Grandes culturas perenes. Olericultura. Fruticultura. Silvicultura. Pastagens. Mecanização agrícola. Máquinas e implementos agrícolas. Regulagem de equipamentos agrícolas. Manutenção de máquinas e implementos agrícolas. Noções de fitossanidade. Identificação das principais pragas agrícolas. Manejo de pragas. Uso correto de agrotóxicos.

2. Conhecimentos gerais de zootecnia: bovinocultura de leite e corte, avicultura, ovinocultura, caprinocultura, piscicultura e avicultura de corte e de postura. Conhecimentos básicos em sanidade animal, produção, reprodução, nutrição e instalações.

3. Noções de higiene e de segurança: individual, coletiva e de instalações. Noções de Primeiros Socorros.

4. Matemática: Raciocínio Lógico. Noções de Matemática Financeira e Estatística: porcentagem; juros simples e compostos; descontos; razões e proporções; regra de três simples e composta; média aritmética e ponderada. Análise de gráficos.

3. Noções de Informática. Noções de hardware: componentes de um computador; dispositivos de entrada e saída; mídias para armazenamento de dados; periféricos. Noções dos sistemas operacionais Windows (XP, Vista, 7) e Linux: operações sobre arquivos e pastas; atalhos; janelas; instalação de programas. Editor de Texto do OpenOffice.org (ou variantes: BrOffice.org ou LibreOffice): conceitos básicos; menus; barras de ferramentas; comandos; configurações; formatação; proteção de documentos. Editor de planilha eletrônica do OpenOffice.org (ou variantes: BrOffice.org ou LibreOffice): conceitos básicos; menus; barras de ferramentas; comandos; funções; configurações; fórmulas; gráficos. Internet: conceitos; navegadores; hyperlinks; ferramentas de busca, transferência de arquivos (download e upload); correio eletrônico. Noções de segurança: conceitos de vírus, spyware, spam, certificados de segurança; acesso a sites seguros; cuidados e prevenções.

Observação: O foco das questões da Prova Discursiva serão os itens 1 a 3.

CARGO: ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO

1. Matemática: Raciocínio Lógico. Noções de Matemática Financeira e Estatística: porcentagem; juros simples e compostos; descontos; razões e proporções; regra de três simples e composta; média aritmética e ponderada. Análise de gráficos. Conjuntos numéricos e operações entre conjuntos numéricos. Fatoração e números primos, máximo divisor comum e mínimo múltiplo comum. Polígonos, circunferências e círculos. Cálculo de áreas e perímetros e relações métricas num triângulo retângulo. Equações de primeiro grau. Equações de segundo grau. Resolução de problemas. Análise combinatória e probabilidade. Progressões aritméticas e geométricas.

2. Redação Oficial: Redação de comunicações oficiais, tendo como referência o Manual de Redação da Presidência da República de 2002 (2ª edição, revista e atualizada), aprovado pela Portaria nº 91, de 4 de dezembro de 2002, editada pela Casa Civil da Presidência da República).

3. Noções de Informática. Noções de hardware: componentes de um computador; dispositivos de entrada e saída; mídias para armazenamento de dados; periféricos. Noções dos sistemas operacionais Windows (XP, Vista, 7) e Linux: operações sobre arquivos e pastas; atalhos; janelas; instalação de programas. Editor de Texto do OpenOffice.org (ou variantes: BrOffice.org ou LibreOffice): conceitos básicos; menus; barras de ferramentas; comandos; configurações; formatação; proteção de documentos. Editor de planilha eletrônica do OpenOffice.org (ou variantes: BrOffice.org ou LibreOffice): conceitos básicos; menus; barras de ferramentas; comandos; funções; configurações; fórmulas; gráficos. Internet: conceitos; navegadores; hyperlinks; ferramentas de busca, transferência de arquivos (download e upload); correio eletrônico. Noções de segurança: conceitos de vírus, spyware, spam, certificados de segurança; acesso a sites seguros; cuidados e prevenções.

4. Noções de Administração: organizações; eficiência e eficácia. Organização: tipos de organização; estruturas organizacionais; departamentalização; organogramas e fluxogramas. O Processo Administrativo: planejamento; organização; direção e controle. Processos Decisórios: fundamentos; tomada de decisões, ferramentas. Noções de Relações Humanas: comunicação; liderança; motivação; grupos; equipes e cultura organizacional. Princípios fundamentais da administração pública: administração pública no Brasil; administração pública gerencial; reforma da gestão pública; princípios e sistemas de administração federal. Noções Gerais de Arquivo.

CARGO: ASSISTENTE DE LABORATÓRIO

1. Caracterização e classificação dos seres vivos.

2. Organização geral da célula, estrutura e função das organelas celulares.

3. Estrutura e função das moléculas biológicas.

4. Nomenclatura e identificação de vidraria e objetos de uso rotineiro em laboratórios.

5. Conhecimentos básicos de utilização, funcionamento, montagem, limpeza e calibração de equipamentos, instrumentos e vidrarias de uso rotineiro em laboratórios.

6. Normas e procedimentos básicos de segurança em laboratório (biossegurança) e bioética.

7. Preparo de soluções (diluições e porcentagem).

8. Conceito de pH e tampão.

9. Limpeza e métodos de esterilização no laboratório.

10. Manuseio de animais de laboratório.

11. Controle de qualidade laboratorial.

12. Controle de microrganismos por agentes químicos e físicos.

13. Matemática: Raciocínio Lógico. Noções de Matemática Financeira e Estatística: porcentagem; juros simples e compostos; descontos; razões e proporções; regra de três simples e composta; média aritmética e ponderada. Análise de gráficos.

14. Noções de Informática: Noções de hardware: componentes de um computador; dispositivos de entrada e saída; mídias para armazenamento de dados; periféricos. Noções dos sistemas operacionais Windows (XP, Vista, 7) e Linux: operações sobre arquivos e pastas; atalhos; janelas; instalação de programas. Editor de Texto do OpenOffice.org (ou variantes: BrOffice.org ou LibreOffice): conceitos básicos; menus; barras de ferramentas; comandos; configurações; formatação; proteção de documentos. Editor de planilha eletrônica do OpenOffice.org (ou variantes: BrOffice.org ou LibreOffice): conceitos básicos; menus; barras de ferramentas; comandos; funções; configurações; fórmulas; gráficos. Internet: conceitos; navegadores; hyperlinks; ferramentas de busca, transferência de arquivos (download e upload); correio eletrônico. Noções de segurança: conceitos de vírus, spyware, spam, certificados de segurança; acesso a sites seguros; cuidados e prevenções.

Observação: O foco das questões da Prova Discursiva será os itens 1 a 12.

CARGO: ASSISTENTE DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

1. Noções de hardware: componentes de um computador; dispositivos de entrada e saída; mídias para armazenamento de dados; periféricos; instalação de dispositivos de hardware.

2. Noções dos sistemas operacionais Windows (XP, Vista, 7) e Linux: operações sobre arquivos e pastas; atalhos; janelas; instalação, remoção e atualização de programas; criação de usuários e grupos.

3. Instalação e configuração básica de sistemas operacionais Linux e Windows. Ferramentas de manutenção preventiva dos sistemas operacionais Linux e Windows.

4. Editor de Texto do OpenOffice.org (ou variantes: BrOffice.org ou LibreOffice): conceitos básicos; menus; barras de ferramentas; comandos; configurações; formatação; proteção de documentos.

5. Editor de planilha eletrônica do OpenOffice.org (ou variantes: BrOffice.org ou LibreOffice): conceitos básicos; menus; barras de ferramentas; comandos; funções; configurações; fórmulas; gráficos.

6. Internet: conceitos; navegadores; hyperlinks; ferramentas de busca; transferência de arquivos (download e upload); correio eletrônico.

7. Noções de segurança: conceitos de vírus, spyware, spam, certificados de segurança; acesso a sites seguros; cuidados e prevenções.

8. Operação de equipamentos multimídia: projetor (datashow), caixas de som, microfone, webcam.

9. Instrução Normativa n° 4, de 19 de maio de 2008, da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão; Portaria n° 11, de 30 de novembro de 2009, da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão; Lei nº 10.520, de 17 de julho de 2002.

10. Matemática: Raciocínio Lógico. Noções de Matemática Financeira e Estatística: porcentagem; juros simples e compostos; descontos; razões e proporções; regra de três simples e composta; média aritmética e ponderada. Análise de gráficos.

Observação: O foco das questões da Prova Discursiva será os itens 1 a 9.

CARGO: AUXILIAR DE VETERINÁRIA E ZOOTECNIA

1. Noções na área de piscicultura: Parâmetros de qualidade de água, instalações, construções e equipamentos, sistemas de cultivo e nutrição de peixes. Noções em cálculo de volume, cálculo de área, regra de três simples e relação entre medidas (grama, quilo, tonelada, milímetro, metro cúbico, centímetro, metro, quilômetro, entre outros).

2. Noções na área de apicultura: Manejo de abelhas, extração de produtos apícolas, controle de pragas e doenças na apicultura e preparação das instalações.

3. Noções nas áreas de bovinocultura de leite e corte, suinocultura, equinocultura, ovinocultura e caprinocultura: relativos ao manejo produtivo, reprodutivo, sanitário e nutricional. Noções básicas sobre: construções, ordenha mecânica e manual e inseminação artificial em bovinos.

4. Noções na área de avicultura de corte e postura: sanidade, construções e produção (envolvendo o manejo diário da atividade).

5. Matemática: Raciocínio Lógico. Noções de Matemática Financeira e Estatística: porcentagem; juros simples e compostos; descontos; razões e proporções; regra de três simples e composta; média aritmética e ponderada. Análise de gráficos.

6. Noções de Informática: Noções de hardware: componentes de um computador; dispositivos de entrada e saída; mídias para armazenamento de dados; periféricos. Noções dos sistemas operacionais Windows (XP, Vista, 7) e Linux: operações sobre arquivos e pastas; atalhos; janelas; instalação de programas. Editor de Texto do OpenOffice.org (ou variantes: BrOffice.org ou LibreOffice): conceitos básicos; menus; barras de ferramentas; comandos; configurações; formatação; proteção de documentos. Editor de planilha eletrônica do OpenOffice.org (ou variantes: BrOffice.org ou LibreOffice): conceitos básicos; menus; barras de ferramentas; comandos; funções; configurações; fórmulas; gráficos. Internet: conceitos; navegadores; hyperlinks; ferramentas de busca, transferência de arquivos (download e upload); correio eletrônico. Noções de segurança: conceitos de vírus, spyware, spam, certificados de segurança; acesso a sites seguros; cuidados e prevenções.

Observação: O foco das questões da Prova Discursiva será os itens 1 a 4.

ANEXO IV FORMULÁRIO PARA RECURSO

IDENTIFICAÇÃO DO RECURSO

Nome do Candidato:
Cargo:
IDENTIFICAÇÃO DO RECURSO
Nº de inscrição:

N° da questão:

Prova:

Alternativa dada como Gabarito:
(no caso da Prova Objetiva)

Alternativa marcada pelo candidato:
(no caso da Prova Objetiva)

Argumentação:

_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________

(Caso necessite continuar, utilize outra folha, identificando-a com o número de inscrição e o número da questão objeto deste recurso.)

Referências bibliográficas:

_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________

______________________ , ______, de _____________________ de 2012. (Data)
(Local)

_____________________________________
Assinatura do Candidato

Para uso da Comissão Organizadora:

[ ] O recurso apresenta todos os itens obrigatórios. Encaminhe-se para análise.

[ ] O recurso não apresenta todos os itens obrigatórios.

Em: __/__/2012.

Ass: __________________ SIAPE: ________________

Após análise do recurso, decidiu-se por:

[ ] Recurso Deferido; anular questão.

[ ] Recurso Deferido; alterar alternativa correta para ___.

[ ] Recurso Indeferido, argumentação incorreta.

[ ] Outro: _______________________________

Ass: _______________ SIAPE: __________ Em: __/__/2012

ANEXO V

REQUERIMENTO DE CONDIÇÕES ESPECIAIS PARA REALIZAÇÃO DAS PROVAS

Nome do Candidato: ____________________________________________________________________

Cargo: _________________________________________ N° Inscrição: ___________________________

REQUEIRO atendimento especial para a realização da prova referente ao Concurso Público para cargos Técnico-Administrativos do Campus Bambuí, conforme subitem 14.1 do Edital n° 002/2012, tendo em vista as características abaixo:

Descrição da Necessidade Especial ou Deficiência:______________________________________________
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________ .

OBS: Não serão considerados como deficiência os distúrbios de acuidade visual passíveis de correção simples do tipo miopia, astigmatismo, estrabismo e congêneres.

Portanto, NECESSITO de prova especial e/ou condições especiais no dia de aplicação da prova, conforme discriminado abaixo:

____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________ .

Anexo a este requerimento, encaminho também LAUDO MÉDICO (com CID).

______________________ , ______, de _____________________ de 2012. (Data)
(Local)

_____________________________________
Assinatura do Candidato

Para uso da Comissão Organizadora:

Após análise do requerimento, decidiu-se por:

[ ] Deferir.
[ ] Indeferir. Motivo _____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________ .

Ass: ______________________________. SIAPE:_____________________. Em: ___/___/2012.

ANEXO VI

CRONOGRAMA DO CONCURSO PÚBLICO

Item

Atividade

Datas previstas

Local

1

Início das inscrições

1/2/2012

www.ifmg.edu.br

2

Término das inscrições

1/3/2012

www.ifmg.edu.br

3

Pagamento da taxa de inscrição

Até 2/3/2012

Rede bancária

4

Requerimento de condições especiais para realização das provas

Até 1/3/2012

www.ifmg.edu.br (Anexo V do Edital)

5

Solicitação de isenção de taxa de inscrição

Até 14/2/2012

www.ifmg.edu.br

6

Divulgação da relação dos candidatos com pedidos de isenção deferidos e indeferidos

Até 24/2/2012

www.ifmg.edu.br

7

Divulgação da relação das inscrições deferidas

Até 9/3/2012

www.ifmg.edu.br

8

Divulgação da análise dos requerimentos de condições especiais para realização das provas

A partir do dia 9/3/2012

www.ifmg.edu.br

9

Interposição de recursos contra inscrições indeferidas

Até 2 dias úteis após a publicação da relação prevista do item 7 deste anexo.

Gabinete da Diretoria-Geral do Campus Bambuí do IFMG

Fazenda Varginha, Km 5 da Rodovia Bambuí/Medeiros, Bambuí, Minas Gerais

10

Divulgação do resultado da análise de recursos contra inscrições indeferidas

Até o dia 14/3/2012

www.ifmg.edu.br

11

Divulgação da relação das inscrições deferidas, após recursos

Até o dia 14/3/2012

www.ifmg.edu.br

12

Disponibilização do Comprovante de Inscrição para impressão

A partir de 14/3/2012

www.ifmg.edu.br

13

Realização da Prova Objetiva, Prova Discursiva e Redação

18/3/2012

Campus Bambuí do IFMG Fazenda Varginha, Km 5 da Rodovia Bambuí/Medeiros, Bambuí, Minas Gerais

14

Divulgação do Gabarito Preliminar

19/3/2012

www.ifmg.edu.br

15

Interposição de recursos contra o Gabarito Preliminar e contra enunciados das questões objetivas e discursivas

Até 2 dias úteis após a publicação do Gabarito Preliminar previsto no item 14 deste anexo.

Gabinete da Diretoria-Geral do Campus Bambuí do IFMG

Fazenda Varginha, Km 5 da Rodovia Bambuí/Medeiros, Bambuí, Minas Gerais

16

Divulgação do resultado da análise de recursos contra o Gabarito Preliminar e contra enunciados das questões objetivas e discursivas

A partir do dia 27/3/2012

www.ifmg.edu.br

17

Gabarito Oficial

A partir do dia 27/3/2012

www.ifmg.edu.br

18

Classificação Geral

A partir do dia 10/4/2012

www.ifmg.edu.br

19

Interposição de recursos contra a Classificação Geral

Até 2 dias úteis após a publicação da Classificação Geral prevista no item 18 deste anexo.

Gabinete da Diretoria-Geral do Campus Bambuí do IFMG

Fazenda Varginha, Km 5 da Rodovia Bambuí/Medeiros, Bambuí, Minas Gerais

20

Divulgação do resultado da análise de recursos contra a Classificação Final

A partir de 16/4/2012

www.ifmg.edu.br

21

Publicação do Resultado Final

A partir de 16/4/2012

www.ifmg.edu.br

144823

Política de Privacidade 2000-2014 PCI Concursos Telefone (11) 2122-4231