Concurso e Processo Seletivo têm provas adiadas pela Prefeitura de Torrinha - SP

Ao todo são 11 vagas disponíveis com remuneração mensal de até R$ 9.739,95
Quinta-feira, 9 de abril de 2020 às 11h46
Concurso e Processo Seletivo têm provas adiadas pela Prefeitura de Torrinha - SP

A Prefeitura Municipal de Torrinha, de São Paulo, retificou o Concurso Público e Processo Seletivo destinados à admissão de 11 profissionais de níveis fundamental, médio/ técnico e superior.

Em virtude da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), as provas objetivas, previstas ao dia 19 de abril de 2020, estão adiadas. Posteriormente, será remarcado ao um novo prazo.

Para obter mais informações acesse os comunicados oficiais disponíveis em nosso site.

Editais

No edital nº 01/2020 - Concurso Público, as oportunidades são para os cargos de: Agente Comunitário de Saúde do PSF (1); Agente de Saneamento (1); Médicos: PSF (1); Obstetra (1); Pediatra (1); Médico Veterinário (1); Nutricionista (1); Professor de Artes - PEB II (1); Técnico de Enfermagem (1).

Já o edital de nº 01/2020 - Processo Seletivo traz chances nas funções de Professores de Educação Básica II de: Ciências (1); Matemática (1).

A carga horária a ser cumprida é de 10 a 40 horas semanais e o salário base ofertado varia de R$ 13,42 por hora-aula e de R$ 1.082,22 a R$ 9.739,95.

Interessados se inscreverram, via internet, das 10 horas do dia 19 de fevereiro até as 16 horas do dia 5 de março de 2020, no site da Organizadora CONSCAM. O valor da taxa a ser paga é de R$ 40,00 a R$ 50,00.

Vale ressaltar que houve a possibilidade de requerer isenção durante os dias 19 e 20 de fevereiro de 2020, a partir das 10 horas do primeiro dia até as 16h30 do último, no mesmo local de recebimento das candidaturas.

Como método de seleção, será realizada prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, composta por questões de português, matemática e conhecimentos específicos; e prova de títulos, com caráter classificatório.

O certame e a seleção terão validade de dois e um ano, respectivamente.

Jornalista: Jady Eduarda Alves
Compartilhe: