Prefeitura de Conceição de Macabu - RJ

PREFEITURA MUNICIPAL DE CONCEIÇÃO DE MACABU

ESTADO DO RIO DE JANEIRO

CONCURSO PÚBLICO - EDITAL Nº 01/2008

Notícia:   439 vagas de até R$ 4.200,00 para a Prefeitura de Conceição de Macabu - RJ

O Prefeito municipal de Conceição de Macabu, no Estado do Rio de Janeiro, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela legislação em vigor, torna público que estarão abertas, no período indicado, inscrições para o Concurso Público para provimento de vagas e cadastro reserva referentes a cargos do Quadro de Pessoal da Prefeitura Municipal, conforme estabelecido no anexo I deste Edital, dentro do prazo de validade deste concurso público, nos termos da Legislação Municipal vigente e das normas estabelecidas neste Edital.

1 DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1.1 O Concurso Público será executado pela empresa Magnus Auditores e Consultores Associados.

1.2 O Concurso Público será fiscalizado e acompanhado por Comissão de Concurso e Processo Seletivo designada oficialmente pelo Prefeito Municipal.

1.3 No caso de surgimento de novas vagas durante o prazo de validade do Concurso Público, 5% (cinco por cento) destas serão destinadas a candidatos portadores de deficiência, observado o disposto nos itens 2.2 até 2.10 deste Edital.

1.4 Este Concurso Público será constituído de duas etapas, a saber:

1.4.1 Prova Objetiva de Múltipla Escolha, de caráter eliminatório e classificatório, conforme disposto nos itens 6.1 e 6.2 deste Edital;

1.5 A legislação e as alterações em dispositivos legais e normativos, com entrada em vigor após a data de publicação deste Edital, não serão objeto de avaliação nas provas deste Concurso Público.

1.6 Este Concurso Público terá validade de 2 (dois) anos, a contar da data da publicação de sua homologação, podendo ser prorrogado uma vez por igual período.

1.7 Serão nomeados, para as vagas existentes e para outras que vierem a surgir, os candidatos aprovados de acordo com a ordem de classificação, para o cargo público para o qual tiverem feito sua inscrição.

2 DAS VAGAS

2.1 O número de vagas a serem preenchidas neste Concurso Público está distribuído conforme especificado no Anexo I deste Edital.

2.2 Às pessoas portadoras de deficiência é assegurado o direito de se inscreverem no presente Concurso Público, para o cargo/categoria cujas atribuições sejam compatíveis com a deficiência de que são portadoras. Para os deficientes serão reservadas 5% (cinco por cento) das vagas de cada cargo oferecido no Concurso Público, desprezada fração inferior a 05 (meio).

2.3 O candidato portador de deficiência deverá declarar essa condição no requerimento de inscrição.

2.4 O candidato portador de deficiência participará do Concurso Público em igualdade de condições com os demais candidatos, no que se refere ao conteúdo, à avaliação, ao horário, ao local de aplicação das provas e à nota mínima exigida.

2.5 O candidato que se inscrever na vaga destinada a portador de deficiência, que precisar de condição especial para realização da prova deverá solicitá-la, detalhadamente, em formulário próprio no ato de sua inscrição, não podendo fazê-lo posteriormente.

2.6 O atendimento diferenciado, referido no item 2.5 obedecerá a critérios de viabilidade e de razoabilidade.

2.7 A não solicitação, até o término das inscrições, da condição especial implicará em sua não concessão no dia de realização da prova.

2.8 O candidato deverá requerer sua candidatura às vagas de que trata o item 2.2, apresentando no ato de sua inscrição o laudo médico atestando a espécie, o grau e o nível de deficiência, com expressa referência ao código correspondente do CID, bem como a sua provável causa.

2.9 Consideram-se deficiências que asseguram ao candidato o direito de concorrer às vagas reservadas, aquelas conceituadas na medicina especializada, de acordo com os padrões mundialmente estabelecidos, e que constituam inferioridade que implique grau acentuado de dificuldade para integração social.

2.10 Quando convocados, os candidatos portadores de deficiência serão submetidos à perícia médica realizada por junta indicada pela PREFEITURA, que terá decisão terminativa sobre a qualificação do candidato como deficiente físico e sobre o grau de aptidão física para o exercício do cargo/função.

2.11 O não atendimento aos itens 2.8, 2.9 e 2.10, como também a conclusão da perícia médica pela inexistência da deficiência, implica na exclusão dos candidatos da listagem do resultado específica para portadores de deficiência.

2.12 A divulgação do resultado final será feita em duas, sendo:

a) a primeira, com a classificação de todos os candidatos aprovados;

b) a segunda, com a classificação somente dos candidatos que se declararam portadores de deficiência.

2.13 As vagas reservadas para os portadores de deficiência não preenchidas serão revertidas para os demais candidatos aprovados e classificados de ampla concorrência, observada a ordem classificatória final.

3 DOS REQUISITOS PARA POSSE

3.1 Ser brasileiro nato ou naturalizado e no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo Estatuto de Igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos, na forma do art. 13 do Decreto Federal nº 70.436, de 18 de abril de 1972;

3.2 Estar em dia com as obrigações eleitorais;

3.3 Estar em dia com as obrigações militares, para os candidatos do sexo masculino;

3.4 Ter, na data da posse, 18 anos completos;

3.5 Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo, a ser aferida em perícia médica, realizada por unidade pericial competente, indicada pela Prefeitura, nos termos da legislação vigente;

3.6 Possuir e comprovar os pré-requisitos para o cargo pretendido à época da posse;

3.7 Apresentar os documentos exigidos para a posse, conforme item 8.6 deste Edital.

4 DAS INSCRIÇÕES

4.1 Período e horário: de 26 a 30/05/2008, no horário de 8:00 às 12:00 e 13:00 às 18:00.

4.2 LOCAL: Terminal Rodoviário de Conceição de Macabu - Av. Victor Sence, s/nº.

4.3 O Candidato deverá apresentar, no ato da inscrição, pessoalmente ou por procuração específica e devidamente reconhecida em cartório, os seguintes documentos:

a) Comprovante do recolhimento da taxa de inscrição no valor previsto no Anexo I, no Banco do Brasil, Agência 3844-X, Conta Corrente nº 7653-8, em nome da Prefeitura Municipal de Conceição de Macabu.

b) fotocópia legível da carteira de identidade ou documento de identidade de valor legal, contendo retrato, filiação, data de nascimento e assinatura;

c) requerimento preenchido em impresso próprio, adquirido no próprio local de inscrição, contendo dados pessoais, cargo pretendido, e no qual o mesmo deverá assinar declarando atender às condições exigidas e se submete às normas expressas deste Edital.

4.4 O candidato poderá concorrer a mais de um cargo deste Concurso Público, observando os turnos de realização das provas constantes no Anexo I deste Edital.

4.5 A falta de qualquer documentação prevista no item 4.3 poderá implicar no indeferimento da inscrição do candidato.

4.6 O preenchimento do requerimento de inscrição é de responsabilidade exclusiva do candidato. Informações incorretas ou falsas, verificadas em qualquer época, poderão implicar a anulação da inscrição e atos decorrentes.

4.7 Não haverá, sob qualquer pretexto, inscrição provisória ou condicional.

4.8 O Comprovante Definitivo da Inscrição dos candidatos, contendo locais e horários das provas, será disponibilizada no site: www.magnusauditores.com.br/concursos.htm para impressão pelo próprio candidato, a partir do dia 11/06/2008. Planilhas contendo os locais e horários de realização das provas serão divulgadas no site da empresa, na prefeitura e demais órgãos públicos do município.

4.9 Eventuais erros de digitação ocorridos no nome do candidato, no número do documento de identidade e CPF utilizados para inscrição ou na sigla do órgão expedidor deverão ser registrados na folha de ocorrência pelo fiscal de sala, no dia, horário e no local de realização da prova objetiva de múltipla escolha.

5 DAS PROVAS

5.1 PROVA OBJETIVA DE MÚLTIPLA ESCOLHA

5.1.1 A prova objetiva de múltipla escolha será eliminatória e classificatória, terá 4 (quatro) opções por questão e obedecerá às características especificadas no Anexo I deste Edital.

5.1.2 Os conteúdos programáticos e as bibliografias sugeridas, referentes às provas objetivas de múltipla escolha são os constantes no Anexo III deste Edital.

5.1.3 As provas objetivas serão valorizadas de 0 (zero) a 100 (cem) pontos.

5.1.4 Será eliminado do processo o candidato que não alcançar o mínimo exigido de 50% (cinqüenta por cento) dos pontos distribuídos no conjunto das provas objetivas, ou 50% (cinqüenta por cento) de cada prova separadamente.

5.1.5 A duração máxima da prova objetiva será de 3 (três) horas.

5.1.6 PROVA PRÁTICA

5.1.7 As Provas Práticas, de caráter eliminatório e classificatório, serão aplicados para os candidatos ao cargo de MOTORISTA, OPERADOR DE MÁQUINAS e TRATORISTA.

Para o cargo de MOTORISTA, exame de direção em veículo a ser definido pela Comissão de Concurso e Processo Seletivo, avaliado por examinador habilitado, resultando em Laudo de Avaliação Técnica, avaliando, desta forma, a capacidade prática do candidato no exercício e desempenho das tarefas do cargo conforme critérios preestabelecidos, separados por tipo de falta, a seguir:

I - FALTA GRAVE - MENOS 15 PONTOS POR FALTA:

- Deixar de observar e respeitar as placas de sinalização;

- Arrancar o veículo com a porta aberta;

- Uso incorreto do cinto de segurança;

- Interromper o funcionamento do motor sem justa razão após o início da prova.

II - FALTA MÉDIA - MENOS 7,5 PONTOS POR FALTA:

- Apoio do pé no pedal da embreagem com o veículo engrenado e em movimento;

- Controle incorreto de embreagem;

- Arrancar o veículo sem soltar o freio de mão;

- Avanço sobre o balizamento demarcado quando da colocação do veículo na vaga e/ou na marcha-à-ré rente ao meio-fio.

III - FALTA LEVE - MENOS 2,5 PONTOS POR FALTA:

- Movimentos irregulares no veículo, sem motivo justificado;

- Manuseio irregular do cambio;

- Regulagem incorreta dos retrovisores;

- Uso incorreto dos instrumentos do painel.

5.1.8 A não execução do teste na totalidade do percurso preestabelecido ou falha como colisão com outro veículo ou qualquer objeto presente no percurso, subir no meio-fio ou colocar em risco a vida dos passageiros que se encontrarem no veículo na hora do teste e de transeuntes, implicará na reprovação do candidato.

5.1.9 Os candidatos deverão apresentar sua habilitação (CNH) original ao examinador no ato da prova.

5.1.10 Para os cargos de OPERADOR DE MÁQUINAS e TRATORISTA, exame de execução de manobra com equipamento, a ser definido no ato da prova, disponibilizado num canteiro de obras, ou em outro local a ser indicado pela Comissão de Concurso e Processo Seletivo.

5.1.11 A Prova Prática será avaliada na escala de 0 (zero) a 100 (cem) pontos e será aprovado o candidato que obtiver, no mínimo, 50% (Cinqüenta por cento) dos pontos, conforme critérios estabelecidos a seguir: Execução correta da tarefa: no tempo determinado, ou seja, 10 min (70 Pontos); em até 2 min após o tempo determinado (60 Pontos); acima de 2 min e abaixo de 4 min após o tempo determinado (50 Pontos); acima de 4 min e abaixo de 6 min após o tempo determinado (40 Pontos); acima de 6 min e abaixo de 8 min após o tempo determinado (30 Pontos); acima de 8 min após o tempo determinado (10 pontos); não executar a tarefa ou executar a tarefa incorretamente (0 Pontos). Postura pessoal na realização da tarefa: Ótimo (30 Pontos); Bom (20 Pontos); Regular (10 Pontos); Péssimo (0 Pontos).

5.1.12 A Prova Prática, será avaliada por examinador habilitado, consumando em Laudo de Avaliação Técnica, avaliando desta forma a capacidade prática do candidato no exercício e desempenho das tarefas do cargo.

5.1.13 Os candidatos deverão apresentar sua habilitação (CNH) original ao examinador no ato da prova. A Prova Prática será avaliada na escala de 0 (zero) a 100 (cem) pontos, sendo aprovado o candidato que obtiver, no mínimo, 50 (cinqüenta) pontos.

5.1.14 Serão convocados para as provas práticas os primeiros colocados nas provas objetivas, em número equivalente a 3 (três) vezes o número de vagas oferecidas.

5.1.15 O candidato portador de deficiência aprovado nas Provas Objetivas, mesmo sem ser convocado, deverá se apresentar para realização das Provas Práticas, em locais e horários a serem divulgados conforme o item 5.2.2.

5.2 DA REALIZAÇÃO DAS PROVAS OBJETIVAS DE MÚLTIPLA ESCOLHA

5.2.1 As provas objetivas serão aplicadas no dia 15/06/2008, em dois turnos, conforme horário e local a serem informados no Comprovante Definitivo de Inscrição, nos termos do item 4.17.

5.2.2 As provas práticas, somente para os aprovados nas provas objetivas e conforme o item 5.1.14, serão aplicadas nos dias 21 e 22/06/2008, em locais o horários a serem divulgados no dia 18/06/2008.

5.2.3 O candidato deverá apresentar-se no local de realização das provas 30 (trinta) minutos antes do horário marcado para seu início, trazendo somente lápis preto, borracha e caneta azul ou preta e documento de identidade de valor legal, preferencialmente o apresentado no ato da inscrição.

5.2.4 O ingresso no local de provas só será permitido dentro do horário estabelecido e ao candidato que apresentar um documento original de identidade, de valor legal, que contenha no mínimo retrato, filiação, data de nascimento e assinatura. Não será aceita cópia do documento de identidade.

5.2.5 No caso de perda ou roubo do documento de identidade, o candidato deverá apresentar certidão que ateste o registro da ocorrência em órgão policial expedida há, no máximo, trinta dias da data da realização da prova e, ainda, ser submetido à identificação especial, compreendendo a coleta de assinatura e impressão digital em formulário próprio.

5.2.6 Não haverá segunda chamada para a prova objetiva de múltipla escolha, ficando o candidato ausente, por qualquer motivo, eliminado do certame.

5.2.7 Será excluído do Concurso Público o candidato que faltar a qualquer das provas ou que, durante a realização delas, for colhido em flagrante comunicação com outro candidato, ou com pessoas estranhas, oralmente ou por escrito, ou ainda, que portar notas, livros, impressos, calculadoras, bem como qualquer dispositivo eletrônico transmissor ou receptor, inclusive telefone celular.

5.2.8 É vedado o ingresso de candidato portando arma no local de realização de prova.

5.2.9 Será, também, eliminado do concurso o candidato que incorrer nas seguintes situações:

a) deixar o local de realização da prova sem a devida autorização;

b) tratar com falta de urbanidade examinadores, auxiliares, fiscais ou autoridades presentes;

c) proceder de forma a tumultuar a realização da prova;

d) estabelecer comunicação com outros candidatos ou com pessoas estranhas, por qualquer meio;

e) usar de meios ilícitos para obter vantagem para si ou para outros;

f) deixar de atender às orientações expedidas pela Comissão de Concurso e Processo Seletivo.

5.2.10 Na correção da folha de resposta será atribuída nota zero à questão com mais de uma opção assinalada ou rasurada ou sem opção assinalada.

5.2.11 Em nenhuma hipótese haverá substituição da folha de respostas, por erro do candidato.

5.2.12 Ao terminar a prova, o candidato entregará obrigatoriamente ao Fiscal de Sala sua folha de respostas assinada.

5.2.13 O candidato somente poderá deixar o local de exame, portando o caderno de provas, 60 (sessenta) minutos após o início da prova.

5.2.14 Na hipótese de candidata lactante, será facultada a possibilidade de amamentar o filho durante a realização da prova, desde que leve um acompanhante, o qual será responsável pela criança e permanecerá em sala reservada para essa finalidade.

5.2.15 Em hipótese nenhuma será realizada qualquer prova fora dos locais e horários estabelecidos.

5.3 DA GUARDA MUNICIPAL

5.3.1 Os candidatos a Guarda Municipal submeter-se-ão à terceira etapa de seleção, após aprovação no Teste de Aptidão Física - T. A. F, que consiste de avaliação médica de acordo com as disposições do item 5.3.4, sendo somente convocados para a quarta etapa (curso para formação de Guarda Municipal) os candidatos considerados Aptos na Avaliação Médica, que será realizada em data, local e horário a ser informados pela Comissão de Concurso e Processo Seletivo, após a homologação do resultado das provas objetivas e do T. A. F.

5.3.2 O Curso de Formação de Guarda Municipal, de caráter obrigatório e eliminatório, o qual será regulamentado através de ato do Presidente da Comissão de Concurso e Processo Seletivo, quando informará a data, o local, as etapas, as matérias e carga horária. Ao final do Curso, os candidatos serão considerados APTOS ou INAPTOS.

5.3.3 Serão convocados para o Curso de Formação os candidatos aprovados nas provas escritas, T. A. F e considerados aptos após a avaliação médica, em quantidade equivalente ao número de vagas oferecidos neste Edital e de acordo com a necessidade da Administração.

5.3.4 - A Avaliação Médica para os candidatos a Guarda Municipal consistirá em:

- Exame Clínico

Serão considerados INAPTOS os candidatos apresentarem:

- hipertensão arterial (PA>140 X 90 mmHg); ausência ou perda parcial de qualquer segmento do corpo que comprometa seu perfeito desempenho físico; qualquer anomalia congênita ou do corpo que comprometa a funcionalidade do corpo, tais como: deformidades, retrações, abaulamentos ou cicatrizes, inclusive as cirurgias; hérnias; varizes de membros inferiores; tatuagens em áreas expostas.

- Exame Ortopético

- desvio do eixo fisiológico do aparelho locomotor, tais como seqüelas de fraturas;

- cifoses, lordoses, escolioses e hipertordoses (de natureza congênita ou adquirida);

- deformidades da cintura escapular, do cotovelo, do punho, da mão ou dos dedos;

- discrepância de comprimento dos membros inferiores;

- desvio do tornozelo e articulação subtalar; desvio das articulações médio társicas e do antepé (metatarso, varo, halux­valgus ou varo), 5º dedo varo, metatarso, primus varos, pé cavo, pé plano, pé plano vago;

- paroníquia; limitação de amplitude fisiológica dos movimentos de quaisquer articulações; instabilidades articulares - tipo luxações recidivantes ou habituais, sinal trendelendurgo, instabilidade ligamentares isoladas ou generalizadas;

- alterações neurológicas - tipo seqüelas de paralisia (totais ou parciais), atrofias e distrofias musculares e outras perdas de sensibilidade; alterações congênitas - tipo ausências segmentares totais ou parciais, fusões ósteo articulares - tipo barra óssea e outras;

- cicatrizes de osteomielite, osteoartrites ou de osteocondrites;

- artroses de natureza traumática;

- preexistência de cirurgia em plano articular, cirurgias que reduzam a plena capacidade física e vital ou perda de substância com redução de capacidade motora.

- Exame Otorrinolaringológico

- distúrbios na fala;

- distúrbios da articulação das palavras.

- Exame Oftalmológico

- acuidade visual sem correção inferior a 4/10, desde que uma vez corrigida;

- acuidade visual acima de 4/10, que assegure a visão igual a 1 (um) em um olho e pelo menos 8/10 no outro;

- estrabismo com desvio superior a 10 (dez) graus, descromatopsia em qualquer de suas variedades.

- Exames Complementares

Os Exames Complementares constantes abaixo deverão ser apresentados obrigatoriamente pelos candidatos quando da realização da realização do Exame Clínico:

- exame de sangue; hemograma completo, tipo sanguíneo, fator RH, glicose e colesterol;

- raio X de tórax;

- eletrocardiograma.

5.3.5 - Os candidatos a Guarda Municipal anteriormente submetidos a qualquer cirurgia, deverão apresentar o relato do ato operatório no Exame Clínico.

5.3.6 - Não haverá revisão da Avaliação Médica de que trata o item 5.3.4.

5.3.7 O Teste de Aptidão Física - T. A. F, de caráter eliminatório e classificatório, será aplicada para os candidatos à Guarda Municipal e obedecerá aos critérios estabelecidos a seguir:

5.3.8 Os candidatos deverão apresentar-se para o T. A. F. munidos de:

a) documento de identidade de valor legal, que contenha no mínimo, fotografia, assinatura e filiação, de preferência o apresentado no ato da inscrição e Comprovante de Inscrição;

b) atestado médico fornecido pelo serviço médico da Prefeitura Municipal de Conceição de Macabu, comprovando estar em pleno gozo de saúde física e mental, apto, portanto, para ser submetido ao T. A. F.

5.3.9 somente será submetido à Prova de Esforço Físico o candidato que estiver de posse do atestado médico original, em papel timbrado e com o carimbo em que constem o nome e o CRM do médico, expedido em data, no máximo, retroativa a 10 (dez) dias da realização da Prova de Esforço Físico.

5.3.10 Será eliminado do concurso o candidato que não atender aos itens 5.3.8 e 5.3.9.

5.3.11 Os candidatos serão submetidos a teste de resistência aeróbica (2.400 metros para homens e 2.000 metros para mulheres) e resistência física (barra fixa), sendo classificados de acordo com os critérios de pontuação especificados no Anexo II deste Edital.

5.3.12 A pontuação obtida no T. A. F. será somada à pontuação obtida nas provas objetivas para fins de classificação.

5.3.13 O T. A. F será realizado no Município de Conceição de Macabu, em local a ser divulgado quando da convocação dos candidatos aprovados, no dia 18/06/2008, observando o item 5.3.17.

5.3.14 A identificação correta do local de realização do T. A. F. e o comparecimento no horário determinado serão de inteira responsabilidade do candidato, Em hipótese alguma será realizada a prova fora do local, data e horário determinados, salvo em casos que a Comissão de Concurso e Processo Seletivo julgar necessário.

5.3.15 Para o T. A. F. o candidato deverá comparecer ao local com trajes adequados: camiseta, calção de ginástica ou malha e tênis.

5.3.16 O T. A. F será realizado por profissionais de Educação Física.

5.3.17 Serão convocados para o T. A. F., inicialmente, somente os primeiros colocados do cargo, em número equivalente a 03 (três) vezes o número de vagas oferecidas. Em caso de necessidade futura, outros candidatos poderão ser convocados para a prova, observada a ordem de classificação das provas objetivas.

5.3.18 Será aprovado o candidato que obtiver, no mínimo, 50 (cinqüenta) pontos no T. A. F.

6 DO PROCESSO DE CLASSIFICAÇÃO

6.1 Somente será considerado classificado neste Concurso Público o candidato que atender às condições previstas neste Edital.

6.2 O resultado final deste Concurso Público será aferido pelo somatório dos pontos obtidos na prova objetiva de múltipla escolha, prática e Teste de Aptidão Física, estes quando houver.

6.3 Apurado o total de pontos, na hipótese de empate, terá preferência para efeito de classificação o candidato que:

a) tiver obtido o maior número de pontos na prova de língua portuguesa;

b) tiver obtido o maior número de pontos na prova de conhecimentos específicos;

c) tiver maior idade.

7 DOS RECURSOS

7.1 Caberá recurso contra as questões das provas objetivas de múltipla escolha e resultados, desde que se demonstre erro material, desde que devidamente fundamentado e identificado, no primeiro dia útil, após a respectiva divulgação de cada uma das etapas.

7.2 Admitir-se-á um único recurso por etapa, para cada candidato, relativo ao objeto de contestação, não sendo aceitos recursos coletivos.

7.3 Os recursos deverão ser protocolados pessoalmente ou por procurador devidamente constituído e identificado, na sede da Prefeitura Municipal de Conceição de Macabu - à Rua Maria Adelaide, 186 - Bairro Vila Nova - Conceição de Macabu/RJ.

7.4 O recurso deverá ser apresentado:

a) digitado, em duas vias;

b) dentro do prazo estipulado nos itens 8.1 e 8.2 e nos demais itens pertinentes deste Edital;

c) com argumentação lógica, consistente e com a devida comprovação de erro, no caso do indeferimento da inscrição;

d) com argumentação lógica, consistente e com a comprovação da bibliografia pesquisada e constante neste Edital, no caso da prova objetiva de múltipla escolha;

e) com fundamentação objetiva, no caso da avaliação do resultado;

f) com indicação da nota atribuída que se quer contestar, nos casos dos resultados;

g) com capa em que constem o nome, o número de inscrição, o cargo para o qual concorre, o endereço completo, com Código de Endereçamento Postal - CEP - e a assinatura do candidato.

7.5 O recurso interposto em desacordo com este Edital não será considerado.

7.6 O recurso interposto fora do prazo estabelecido neste Edital não será analisado.

7.7 O prazo para interposição de recurso é preclusivo e comum a todos os candidatos.

7.8 Após o julgamento dos recursos interpostos, os pontos correspondentes às questões, porventura anuladas, serão atribuídos a todos os candidatos, indistintamente, que não obtiveram os pontos na correção inicial.

8 DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

8.1 A aprovação no Concurso Público não cria o direito à nomeação, mas esta, quando se fizer, respeitará sempre a ordem de classificação dos candidatos aprovados, conforme resultado final.

8.2 Só poderão ser empossados os candidatos aprovados que forem considerados aptos física e mentalmente para o exercício do cargo, após a avaliação médica por Medicina do Trabalho indicada pela PREFEITURA.

8.3 O candidato aprovado deverá manter, junto ao RH, da Prefeitura Municipal de Conceição de Macabu/RJ, durante o prazo de validade deste Concurso Público, seu endereço atualizado, visando eventuais nomeações, não lhe cabendo qualquer reclamação caso não seja possível empossá-lo por falta da citada atualização, perdendo o direito à vaga para o qual foi classificado.

8.4 Independentemente de aprovação neste Concurso Público, não será admitido candidato ex-servidor que tenha sido demitido por processo administrativo ou por abandono de Cargo ou Emprego Público na Prefeitura Municipal de Conceição de Macabu/RJ, órgãos públicos Federal, Estadual, Municipal, Fundações e Autarquias Públicas.

8.5 Só poderá ser nomeado o candidato com a idade mínima de 18 (dezoito) anos.

8.6 O candidato nomeado para posse deverá apresentar cópia autenticada ou cópia e original dos seguintes documentos:

a) Certidão de nascimento ou de casamento;

b) Carteira de Identidade;

c) Título de Eleitor e o comprovante de que está em dia com as obrigações eleitorais (comprovante de votação na última eleição);

d) Cartão do CPF;

e) Certificado de Reservista, se do sexo masculino;

f) Cartão PIS/PASEP ou declaração de que não é cadastrado;

g) Atestado médico de sanidade física e mental, expedido pela Medicina do Trabalho indicada pelo Município de Conceição de Macabu;

h) 02 (duas) fotografias 3x4;

i) Comprovante de endereço (conta de água, luz ou telefone fixo);

k) Fotocópia autenticada dos documentos que comprovem a qualificação exigida para o cargo, conforme discriminado no Anexo l deste Edital;

l) Declaração, em impresso da PREFEITURA, de que o candidato, com a posse, não acumulará remuneração de cargo, função ou emprego público, nos casos vedados por lei, observado, quanto aos proventos de aposentadoria, o disposto no art. 37, § 10, da Constituição Federal, com a redação dada pela Emenda Constitucional nº 20, de 15 de dezembro de 1998;

m) Diploma ou certificado de conclusão do curso correspondente à escolaridade exigida, conforme especificação constante no Anexo I deste Edital;

n) Registro no órgão de classe da profissão que o exige bem como comprovante de pagamento da anuidade do ano corrente.

8.7 Estará impedido de ser empossado o candidato que deixar de comprovar o requisito para investidura no cargo, estabelecido no Anexo I, qualquer documentação prevista no item 8.6, ou que descumprir quaisquer itens deste Edital ou da legislação municipal vigente.

8.8 Será anulado o ato de nomeação do candidato que deixar de apresentar qualquer um dos documentos especificados no item 8.6, exigidos para a posse, sem prejuízos das sanções penais cabíveis.

8.9 A nomeação dos candidatos portadores de deficiência aprovados e classificados no Concurso Público observará, em cada cargo, a proporcionalidade e a alternância com os candidatos de ampla concorrência.

8.10 Outras informações referentes ao Concurso Público serão fornecidas pela Comissão de Concurso e Processo Seletivo, ou pelo site: www.magnusauditores.com.br.

8.11 A PREFEITURA e a Magnus Auditores e Consultores Associados não se responsabilizam por quaisquer textos, apostilas, cursos e outros, referentes a este Concurso Público.

8.12 A inscrição implicará conhecimento, pelo candidato, das presentes instruções, bem como de todas as normas deste Edital.

8.13 Todos os recursos serão avaliados pela Magnus Auditores e Consultores Associados, nos termos do item 7 deste Edital.

8.14 Os casos omissos ou duvidosos serão resolvidos pela Comissão de Concurso e Processo Seletivo.

8.15 Incorporar-se-ão a este Edital, para todos os efeitos, quaisquer editais complementares, retificações, avisos e convocações, relativos a este Concurso Público, que vierem a ser publicados pela empresa organizadora deste Concurso Público, com aquiescência da Comissão de Concurso e Processo Seletivo.

8.16 Caberá ao Prefeito Municipal a homologação dos resultados parcial e final do Concurso Público.

Conceição de Macabu/RJ, 12 de maio de 2008.

Cláudio Eduardo Barbosa Linhares
Prefeito Municipal

ANEXO I

CARGO



D
E

V
A
G
A
S

V
A
G
A
S

P
A
R
A

P.
P.
D*

SALÁRIO MENSAL *

V
A
L
O
R

I
N
S
C
R
I
Ç
Ã
O

C
A
R
G
A

H
O
R
Á
R
I
A

S
E
M
A
N
A
L

ESCOLARIDADE E PRÉ-REQUISITOS

TIPO DE PROVA E NÚMERO DE QUESTÕES

TURNO DE REALIZAÇÃO DAS PROVAS

AGENTE DE SAÚDE

13

-

415,00

41,50

40

NÍVEL BÁSICO I (Primeiro Grau Completo)

L. Portuguesa 20

Matemática 20

MANHÃ

AGENTE FISCAL MUNICIPAL AMBIENTAL

01

-

561,28

56,00

40

NÍVEL MÉDIO (Segundo Grau Completo)

L. Portuguesa 15

C. Gerais 10

C. Específicos 15

TARDE

ARQUITETO

01

-

630,76

63,00

40

NÍVEL SUPERIOR (Ensino Superior)

L. Portuguesa 15

C. Gerais 10

C. Específicos 15

MANHÃ

ASSISTENTE SOCIAL

06

-

630,76

63,00

40

NÍVEL SUPERIOR (Ensino Superior)

L. Portuguesa 15

C. Gerais 10

C. Específicos 15

MANHÃ

AUXILIAR ADMINISTRATIVO

32

01

415,00

41,50

40

NÍVEL BÁSICO I (Primeiro Grau Completo)

L. Portuguesa 20 Matemática 20

MANHÃ

AUXILIAR DE ENFERMAGEM

06

-

415,00

41,50

40

NÍVEL BÁSICO I (Primeiro Grau Completo)

L. Portuguesa 20

Matemática 20

MANHÃ

AUXILIAR DE TELECOMUNI-CAÇÃO

01

-

415,00

41,50

40

NÍVEL BÁSICO I (Primeiro Grau Completo)

L. Portuguesa 20 Matemática 20

MANHÃ

AUXILIAR ESPORTIVO

02

-

415,00

41,50

40

NÍVEL BÁSICO II (Primeiro Grau Completo)

L. Portuguesa 20

Matemática 20

MANHÃ

BIÓLOGO

01

-

630,76

63,00

40

NÍVEL SUPERIOR (Ensino Superior)

L. Portuguesa 15

C. Gerais 10

C. Específicos 15

MANHÃ

BOMBEIRO HIDRÁULICO

03

-

415,00

41,50

40

NÍVEL ELEMENTAR II (5ª a 7ª Primeiro Grau Incompleto)

L. Portuguesa 15

Matemática 10

C. Específicos 15

TARDE

BORRACHEIRO

01

-

415,00

41,50

40

NÍVEL ELEMENTAR I (4ª série do 1° grau)

L. Portuguesa 10

Matemática 10

TARDE

CALCETEIRO

02

-

415,00

41,50

40

NÍVEL ELEMENTAR I (4ª série do 1° grau)

L. Portuguesa 10

Matemática 10

TARDE

CARPINTEIRO

02

-

415,00

41,50

40

NÍVEL ELEMENTAR II (5ª a 7ª Primeiro Grau Incompleto)

L. Portuguesa 15

Matemática 10

C. Específicos 15

TARDE

CONTADOR

04

-

630,76

63,00

40

NÍVEL SUPERIOR (Ensino Superior)

L. Portuguesa 15

C. Gerais 10

C. Específicos 15

MANHÃ

COPEIRA

02

-

415,00

41,50

40

NÍVEL ELEMENTAR I (4ª série do 1° grau)

L. Portuguesa 10

Matemática 10

TARDE

COSTUREIRA

01

-

415,00

41,50

40

NÍVEL ELEMENTAR I (4ª série do 1° grau)

L. Portuguesa 10

Matemática 10

TARDE

COVEIRO

02

-

415,00

41,50

40

NÍVEL ELEMENTAR I (4ª série do 1° grau)

L. Portuguesa 10

Matemática 10

TARDE

COZINHEIRO

01

-

415,00

41,50

40

NÍVEL ELEMENTAR I (4ª série do 1° grau)

L. Portuguesa 10

Matemática 10

TARDE

DIGITADOR

03

-

415,00

41,50

40

NÍVEL BÁSICO I (Primeiro Grau Completo)

L. Portuguesa 15

Matemática 10

Informática 15

MANHÃ

ELETRICISTA

02

-

415,00

41,50

40

NÍVEL ELEMENTAR II (5ª a 7ª Primeiro Grau Incompleto)

L. Portuguesa 15

Matemática 10

C. Específicos 15

TARDE

ENFERMEIRO

13

-

630,76

63,00

24

NÍVEL SUPERIOR (Ensino Superior)

L. Portuguesa 15

C. Gerais 10

C. Específicos 15

MANHÃ

ENGENHEIRO AGRÔNOMO

01

-

630,76

63,00

20

NÍVEL SUPERIOR (Ensino Superior)

L. Portuguesa 15

C. Gerais 10

C. Específicos 15

MANHÃ

ENGENHERO CIVIL

02

-

630,76

63,00

20

NÍVEL SUPERIOR (Ensino Superior)

L. Portuguesa 15

C. Gerais 10

C. Específicos 15

MANHÃ

FARMACÊUTICO

01

-

630,76

63,00

20

NÍVEL SUPERIOR (Ensino Superior)

L. Portuguesa 15 C. Gerais 10

C. Específicos 15

MANHÃ

FISCAL DE OBRAS

03

-

561,28

56,00

40

NÍVEL MÉDIO (Segundo Grau Completo)

L. Portuguesa 15

C. Gerais 10

C. Específicos 15

TARDE

FISCAL DE TRIBUTOS / POSTURA

01

-

561,28

56,00

40

NÍVEL MÉDIO (Segundo Grau Completo)

L. Portuguesa 15

C. Gerais 10

C. Específicos 15

TARDE

GUARDA MUNICIPAL

24

01

415,00

41,50

40

NÍVEL BÁSICO I (Primeiro Grau Completo)

L. Portuguesa 15

C. Gerais 10

C. Específicos 15

Aptidão Física

MANHÃ

JORNALISTA

01

-

630,76

63,00

40

NÍVEL SUPERIOR (Ensino Superior)

L. Portuguesa 15

C. Gerais 10

C. Específicos 15

MANHÃ

MECÂNICO

01

-

415,00

41,50

40

NÍVEL ELEMENTAR II
(5ª a 7ª Primeiro Grau Incompleto)

L. Portuguesa 15

Matemática 10

C. Específicos 15

TARDE

MÉDICO ANESTESIO-LOGISTA

05

-

630,76

63,00

24

NÍVEL SUPERIOR (Ensino Superior)

L. Portuguesa 15

C. Gerais 10

C. Específicos 15

MANHÃ

MÉDICO CARDIOLOGISTA

02

-

630,76

63,00

24

NÍVEL SUPERIOR (Ensino Superior)

L. Portuguesa 15

C. Gerais 10

C. Específicos 15

MANHÃ

MÉDICO CIRURGIÃO GERAL

01

-

630,76

63,00

24

NÍVEL SUPERIOR (Ensino Superior)

L. Portuguesa 15

C. Gerais 10

C. Específicos 15

MANHÃ

MÉDICO CLÍNICO GERAL

22

01

630,76

63,00

24

NÍVEL SUPERIOR (Ensino Superior)

L. Portuguesa 15

C. Gerais 10

C. Específicos 15

MANHÃ

MÉDICO DA FAMÍLIA

03

-

4.200,00

420,00

24

NÍVEL SUPERIOR (Ensino Superior)

L. Portuguesa 15 C. Gerais 10

C. Específicos 15

MANHÃ

MÉDICO DERMATOLOGISTA

01

-

630,76

63,00

24

NÍVEL SUPERIOR (Ensino Superior)

L. Portuguesa 15

C. Gerais 10

C. Específicos 15

MANHÃ

MÉDICO GERIATRA

01

-

630,76

63,00

24

NÍVEL SUPERIOR (Ensino Superior)

L. Portuguesa 15

C. Gerais 10

C. Específicos 15

MANHÃ

MÉDICO GINECOLOGISTA OBSTETRA

09

-

630,76

63,00

24

NÍVEL SUPERIOR (Ensino Superior)

L. Portuguesa 15

C. Gerais 10

C. Específicos 15

MANHÃ

MÉDICO NEUROLOGISTA

02

-

630,76

63,00

24

NÍVEL SUPERIOR (Ensino Superior)

L. Portuguesa 15

C. Gerais 10

C. Específicos 15

MANHÃ

MÉDICO OFTALMOLOGISTA

01

-

630,76

63,00

24

NÍVEL SUPERIOR (Ensino Superior)

L. Portuguesa 15

C. Gerais 10

C. Específicos 15

MANHÃ

MÉDICO ORTOPEDISTA

02

-

630,76

63,00

24

NÍVEL SUPERIOR (Ensino Superior)

L. Portuguesa 15

C. Gerais 10

C. Específicos 15

MANHÃ

MÉDICO PEDIATRA

10

-

630,76

63,00

24

NÍVEL SUPERIOR (Ensino Superior)

L. Portuguesa 15

C. Gerais 10

C. Específicos 15

MANHÃ

MÉDICO PSIQUIATRA

02

-

630,76

63,00

24

NÍVEL SUPERIOR (Ensino Superior)

L. Portuguesa 15

C. Gerais 10

C. Específicos 15

MANHÃ

MÉDICO RADIOLOGISTA

01

-

630,76

63,00

24

NÍVEL SUPERIOR (Ensino Superior)

L. Portuguesa 15

C. Gerais 10

C. Específicos 15

MANHÃ

MÉDICO ULTRASSONO-GRAFISTA

01

-

630,76

63,00

24

NÍVEL SUPERIOR (Ensino Superior)

L. Portuguesa 15

C. Gerais 10

C. Específicos 15

MANHÃ

MÉDICO UROLOGISTA

01

-

630,76

63,00

24

NÍVEL SUPERIOR (Ensino Superior)

L. Portuguesa 15

C. Gerais 10

C. Específicos 15

MANHÃ

MOTORISTA

15

-

415,00

41,50

40

NÍVEL BÁSICO II (Primeiro Grau Completo)

L. Portuguesa 20

Matemática 20

Prática

MANHÃ

ODONTÓLOGO

04

-

630,76

63,00

24

NÍVEL SUPERIOR (Ensino Superior)

L. Portuguesa 15

C. Gerais 10

C. Específicos 15

MANHÃ

OPERADOR DE MÁQUINAS

08

-

415,00

41,50

40

NÍVEL BÁSICO II (Primeiro Grau Completo)

L. Portuguesa 20

Matemática 20

Prática

MANHÃ

ORIENTADOR PEDAGÓGICO

02

-

416,56

41,50

20

NÍVEL SUPERIOR - Magistério (Ensino Superior)

L. Portuguesa 15

C. Gerais 10

C. Específicos 15

MANHÃ

PEDREIRO

03

-

415,00

41,50

40

NÍVEL BÁSICO I (Primeiro Grau Completo)

L. Portuguesa 15

Matemática 10

C. Específicos 15

MANHÃ

PROFESSOR DE 1

24

01

415,00

41,50

25

NÍVEL MÉDIO - Magistério (Segundo Grau Completo)

L. Portuguesa 15

Matemática 10

C. Específicos 15

TARDE

PROFESSOR DE 5ª A 8ª SÉRIES

06

-

416,56

41,50

25

NÍVEL SUPERIOR (Ensino Superior específico)

L. Portuguesa 15

Matemática 10

C. Específicos 15

MANHÃ

PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA

02

-

416,56

41,50

25

NÍVEL SUPERIOR (Ensino Superior específico)

L. Portuguesa 15

Matemática 10

C. Específicos 15

MANHÃ

PROFESSOR DE INFORMÁTICA 1ª A 4ª S

01

-

415,00

41,50

25

NÍVEL MÉDIO - Magistério (Segundo Grau Completo)

L. Portuguesa 15

Matemática 10

C. Específicos 15

TARDE

PROGRAMADOR

01

-

561,28

56,00

40

NÍVEL MÉDIO (Segundo Grau Completo)

L. Portuguesa 15

Matemática 10

C. Específicos 15

TARDE

PSICÓLOGO

05

-

630,76

63,00

40

NÍVEL SUPERIOR (Ensino Superior)

L. Portuguesa 15

C. Gerais 10

C. Específicos 15

MANHÃ

RECEPCIONISTA

05

-

415,00

41,50

40

NÍVEL BÁSICO I (Primeiro Grau Completo)

L. Portuguesa 20

Matemática 20

TARDE

SERVENTE

77

04

415,00

41,50

40

NÍVEL ELEMENTAR I (4ª série do 1º grau)

L. Portuguesa 10

Matemática 10

TARDE

TÉCNICO AGRÍCOLA

02

-

561,28

56,00

40

NÍVEL MÉDIO (Segundo Grau Específico)

L. Portuguesa 15

Matemática 10

C. Específicos 15

TARDE

TÉCNICO DE CONTABILIDADE

02

-

561,28

56,00

40

NÍVEL MÉDIO (Segundo Grau Específico)

L. Portuguesa 15

Matemática 10

C. Específicos 15

TARDE

TÉCNICO DE EDIFICAÇÕES

01

-

561,28

56,00

40

NÍVEL MÉDIO (Segundo Grau Específico)

L. Portuguesa 15

Matemática 10

C. Específicos 15

TARDE

TÉCNICO DE INFORMÁTICA

02

-

561,28

56,00

40

NÍVEL MÉDIO (Segundo Grau Completo)

L. Portuguesa 15

Matemática 10

C. Específicos 15

TARDE

TÉCNICO DE RAIO X

01

-

561,28

56,00

24

NÍVEL MÉDIO (Segundo Grau Específico)

L. Portuguesa 15

Matemática 10

C. Específicos 15

TARDE

TÉCNICO DE MANUTENÇÃO DE BOMBAS HIDRÁULICAS

01

-

561,28

56,00

40

NÍVEL MÉDIO (Segundo Grau Completo)

L. Portuguesa 15

Matemática 10

C. Específicos 15

TARDE

TÉCNICO EM ENFERMAGEM

01

-

561,28

56,00

40

NÍVEL MÉDIO (Segundo Grau Específico)

L. Portuguesa 15

Matemática 10

C. Específicos 15

TARDE

TÉCNICO EM QUÍMICA

01

-

561,28

56,00

40

NÍVEL MÉDIO (Segundo Grau Específico)

L. Portuguesa 15

Matemática 10

C. Específicos 15

TARDE

TERAPEUTA OCUPACIONAL

01

-

630,76

63,00

40

NÍVEL SUPERIOR (Ensino Superior)

L. Portuguesa 15

C. Gerais 10

C. Específicos 15

MANHÃ

TRATORISTA

02

-

415,00

41,50

40

NÍVEL BÁSICO (Primeiro Grau Incompleto)

L. Portuguesa 20

Matemática 20

Prática

MANHÃ

TOTAL372-

ANEXO II

Critérios de pontuação do Teste de Aptidão Física

O teste de resistência aeróbica, compreendendo corrida de 2.400 metros para homens e 2.000 metros para mulheres, será pontuado da seguinte forma:

TEMPO

PONTUAÇÃO

Abaixo de 9 min

100,0 pontos

Entre 9 minutos e 9 minutos 30 segundos

95,0 pontos

Entre 9 minutos 30 segundos e 10 minutos

90,0 pontos

Entre 10 minutos e 10 minutos e 30 segundos

85,0 pontos

Entre 10 minutos 30 segundos e 11 minutos

80,0 pontos

Entre 11 minutos e 11 minutos 30 segundos

75,0 pontos

Entre 11 minutos 30 segundos e 12 minutos

70,0 pontos

Entre 12 minutos e 12 minutos 30 segundos

65,0 pontos

Entre 12 minutos 30 segundos e 13 minutos

60,0 pontos

Entre 13 minutos e 13 minutos 30 segundos

55,0 pontos

Entre 13 minutos 30 segundos e 14 minutos

50,0 pontos

Acima de 14 minutos

Reprovado

O teste de resistência física, compreendendo barra fixa, será realizado de forma diferenciada para homens e para mulheres, na seguinte forma:

Para as mulheres: as candidatas deverão manter seus corpos suspensos o maior tempo possível, com o seu queixo acima da barra e serão pontuados de acordo com tempo de sustentação.

TEMPO SUSPENSO

PONTUAÇÃO

Acima de 60 segundos

100,0 pontos

Entre 55 segundos e 60 segundos

95,0 pontos

Entre 50 segundos e 55 segundos

90,0 pontos

Entre 45 segundos e 50 segundos

85,0 pontos

Entre 40 segundos e 45 segundos

80,0 pontos

Entre 35 segundos e 40 segundos

75,0 pontos

Entre 30 segundos e 35 segundos

70,0 pontos

Entre 25 segundos e 30 segundos

65,0 pontos

Entre 20 segundos e 25 segundos

60,0 pontos

Entre 15 segundos e 20 segundos

55,0 pontos

Entre 10 segundos e 15 segundos

50,0 pontos

Abaixo de 10 segundos

Reprovada

Para os homens: os candidatos deverão executar o movimento de flexão dos braços, elevando o queixo acima da barra partindo da posição inicial com os braços completamente estendidos. A barra deve ser segura com as mãos em pronação (palmas das mãos voltadas para frente). serão pontuados de acordo com o número de barras que conseguirem realizar.

REPETIÇÕES NA BARRA FIXA

PONTUAÇÃO

Acima de 11

100 pontos

11

90 pontos

10

80 pontos

9

70 pontos

8

60 pontos

7

50 pontos

6

40 pontos

5

30 pontos

1 a 4Reprovado

Nos testes de barra fixa serão dadas 03 (três) oportunidades para cada candidato, prevalecendo o melhor desempenho.

ANEXO III

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E BIBLIOGRAFIA DAS PROVAS

CARGOS DE NÍVEL ELEMENTAR I (4ª Série do 1° Grau)

BORRACHEIRO, CALCETEIRO, COPEIRA, COSTUREIRA, COVEIRO, COZINHEIRO E SERVENTE.

LÍNGUA PORTUGUESA: Interpretação de Texto; Alfabeto; Sílaba; Encontro Vocálico; Encontro Consonantal; Sílaba Tônica; Substantivo; Coletivo; Acentuação; Sinônimos e Antônimos; Frase, Tipos de Frase; Pontuação; Artigo; Substantivo Próprio e Comum; Gênero, Número e Grau do Substantivo; Adjetivo; Pronomes; Verbos; Tempos do Verbo; Sujeito; Predicado; Advérbio.

Bibliografia sugerida: Livros didáticos da Língua Portuguesa de 1ª a 4ª série do ensino fundamental. Gramáticas Normativas. Outros livros didáticos que abrangem o programa proposto.

MATEMÁTICA: Conjuntos; Sistema de Numeração Decimal; Sistema Romano de Numeração; Adição, Subtração, Multiplicação e Divisão de Números Naturais; Números Racionais; Operações com Frações de Mesmo Denominador; Números Decimais; Sistema Monetário, Medidas de Comprimento, Massa, Capacidade e Tempo; Geometria, Perímetro e Cálculo de Áreas.

Bibliografia sugerida: Giovanni Jr & Bonjorno (ia a 4ª - ed. FTD); Matemática - Registrando descobertas (Barroso Lima, Maria Aparecida - Ediouro); E outros livros que abrangem o programa proposto.

CARGOS DE NÍVEL ELEMENTAR II (5ª A 7ª - 1° Grau Incompleto) BOMBEIRO HIDRÁULICO, CARPINTEIRO, ELETRICISTA E MECÂNICO.

LÍNGUA PORTUGUESA: TEXTO: Interpretação de texto informativo ou literário. FONÉTICA: fonema e letra; classificação dos fonemas (vogais, semivogais e consoantes); encontros vocálicos; encontros consonantais; dígrafos; sílabas; tonicidade das sílabas. ORTOGRAFIA: Emprego das letras maiúsculas e minúsculas; acentuação gráfica; representação das unidades de medida; emprego do hífen. MORFOLOGIA: Famílias de palavras; afixos; processos de formação de palavras; reconhecimento, emprego, flexões e classificações das classes gramaticais. SINTAXE: A estrutura da oração (classificação e emprego dos termos); a estrutura do período composto (classificação e emprego das orações); emprego dos sinais de pontuação; regência verbal e nominal; a ocorrência da crase, concordância verbal e nominal.

Bibliografia sugerida: TERRA, Ernani. Gramática de Hoje. Editora Scipione; FARACO e MOURA. Gramática. Editora Ática; E outros livros que abrangem o programa proposto.

MATEMÁTICA: Sistema de medida, Sistema métrico decimal, unidade de comprimento, unidades usuais de tempo, Razões, Proporções, Grandezas direta e inversamente proporcionais, Regra de três simples e composta, Porcentagem, Juros, Conjuntos Numéricos, MDC e MMC, Equações e inequações de 10 grau, Sistema de equações, Produtos Notáveis, Fatoração, Razões trigonométricas no triângulo retângulo.

Bibliografia sugerida: A Conquista da Matemática (Giovanni, Castrucci e Giovanni Jr - Ed. FTD); Matemática na medida certa (Jakubo e Lelis - ED- Scipionne); Fundamentos de Matemática (Osvaldo Dolce e José Nicolau Pompeu); E outros livros que abrangem o programa proposto.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

BOMBEIRO HIDRAÚLICO: Tratamento e distribuição da água. Projetos de instalação da água: tubulação de alimentação de aparelhos, gabaritos para instalação de aparelhos, banheira, bidê, vaso sanitário, lavatório, chuveiro, pia da cozinha, tanques, reservatórios de água, aquecedores de água. Dispositivos de controle: torneira, registro, válvula. Medidores de consumo de água. Ferramentas do bombeiro: chave de fenda, de boca, de grifa, martelo, alicate, torno comum, torno de cano, serra para metal, lima, tesoura de funileiro, máquina de furar, ferro de soldar, talhadeira, ferramentas diversas para chumbo, etc. Canos (prediais, de ferro, de plástico). Manilhas. Canalização de água pluvial, instalação de recalque d'água; como escolher uma bomba. Noções de segurança do Trabalho: acidentes do trabalho, conceito, causas, prevenção; Normas de Segurança: proteção, equipamento; higiene e segurança no trabalho.

Bibliografia sugerida: Manuais de Normas e Segurança do trabalho; Livros do ensino fundamental que tratem do assunto higiene e meio ambiente; Manuais de materiais de construção (sobre o assunto.). E outros livros que abrangem o programa proposto.

CARPINTEIRO: Formas de material para concreto: conhecimento e confecção; portas, janelas e caixilos: conhecimento, confecção e colocação; telhado: conhecimento e confecção; materiais e equipamentos utilizados na carpintaria/marcenaria: conhecimento, finalidade. Construção e reforma de Imóveis e Móveis por projetos. Madeiras Nobres para construção de Móveis. Construção e reforma de Imóveis, obedecendo normas e convenções. Construção e manutenção em pontes. Nomes técnicos das ferramentas usadas pelo carpinteiro. Equipamentos de uso do carpinteiro. Manutenção de conservação dos equipamentos e ferramentas. Noções de segurança do Trabalho: acidentes do trabalho, conceito, causas, prevenção; Normas de Segurança: proteção, equipamento; higiene e segurança no trabalho.

Bibliografia sugerida: Manuais de Normas e Segurança do trabalho; Livros do ensino fundamental que tratem do assunto higiene e meio ambiente; Manuais de materiais de construção (madeiras, telhas, etc.). E outros livros que abrangem o programa proposto.

ELETRICISTA: Ferramentas elétricas e utensílios utilizados em serviços de eletricidade; Limpeza e conservação do ambiente de trabalho; Cuidados com a segurança no setor de trabalho: Choque elétrico, Prevenções; Terminologia básica utilizada nas construções civis; Princípios básicos da construção civil e as rotinas de trabalho; Conhecimento dos materiais de construção civil na área de eletricidade. Outras questões versando sobre as atividades e atribuições específicas do cargo pleiteado.

Bibliografia sugerida: Livros, manuais e apostilas referentes à profissão de Eletricista. E outros livros que abrangem o programa proposto.

MECÂNICO: 1-Manutenção de Veículos: Principais conceitos de manutenção de veículos; Serviços de inspeções, registros e reparos; anotações de ocorrências; principais defeitos automotivos; testes e medidas de defeitos. 2- Principais ferramentas de Oficina Mecânica. 3- Instrumentos de medição. Instrumentos de traço: régua, paquímetro e micrômetro. 4- Lubrificação: Principais propriedades dos lubrificantes automotivos; cuidados e restrições no uso dos lubrificantes.

Bibliografia sugerida: ALMEIDA, Amaury F. Manutenção de Automóveis. 17 ed. Rio de Janeiro: Erca Ed., Instrumentos para metrologia dimensional. São Paulo: Mitutoyo do Brasil. PAZ, Manoel Áries. Manual de Automóveis. São Paulo: Ed. Mestre Jou. PETROBRÁS. Lubrificantes: Fundamentos e aplicações. Rio de Janeiro: Ed. Petrobrás. E outros livros que abrangem o programa proposto.

CARGO DE NÍVEL BÁSICO (1° Grau Incompleto)

TRATORISTA.

LÍNGUA PORTUGUESA: TEXTO: Interpretação de texto informativo ou literário. FONÉTICA: fonema e letra; classificação dos fonemas (vogais, semivogais e consoantes); encontros vocálicos; encontros consonantais; dígrafos; sílabas; tonicidade das sílabas. ORTOGRAFIA: Emprego das letras maiúsculas e minúsculas; acentuação gráfica; representação das unidades de medida; emprego do hífen. MORFOLOGIA: Famílias de palavras; afixos; processos de formação de palavras; reconhecimento, emprego, flexões e classificações das classes gramaticais. SINTAXE: A estrutura da oração (classificação e emprego dos termos); a estrutura do período composto (classificação e emprego das orações); emprego dos sinais de pontuação; regência verbal e nominal; a ocorrência da crase, concordância verbal e nominal.

Bibliografia sugerida: TERRA, Ernani. Gramática de Hoje. Editora Scipione; FARACO e MOURA. Gramática. Editora Ática; E outros livros que abrangem o programa proposto.

MATEMÁTICA: Sistema de medida, Sistema métrico decimal, unidade de comprimento, unidades usuais de tempo, Razões, Proporções, Grandezas direta e inversamente proporcionais, Regra de três simples e composta, Porcentagem, Juros, Conjuntos Numéricos, MDC e MMC, Equações e inequações de 1º grau, Sistema de equações, Produtos Notáveis, Fatoração, Razões trigonométricas no triângulo retângulo.

Bibliografia sugerida: A Conquista da Matemática (Giovanni, Castrucci e Giovanni Jr - Ed. FTD); Matemática na medida certa (Jakubo e Lelis - ED- Scipionne); Fundamentos de Matemática (Osvaldo Dolce e José Nicolau Pompeu); E outros livros que abrangem o programa proposto.

CARGO DE NÍVEL BÁSICO I (1° Grau Completo)

AGENTE DE SAÚDE, AUXILIAR ADMINISTRATIVO, AUXILIAR DE ENFERMAGEM, AUXILIAR DE TELECOMUNICAÇÃO E RECEPCIONISTA.

LÍNGUA PORTUGUESA: TEXTO: Interpretação de texto informativo ou literário. FONÉTICA: fonema e letra; classificação dos fonemas (vogais, semivogais e consoantes); encontros vocálicos; encontros consonantais; dígrafos; sílabas; tonicidade das sílabas. ORTOGRAFIA: Emprego das letras maiúsculas e minúsculas; acentuação gráfica; representação das unidades de medida; emprego do hífen. MORFOLOGIA: Famílias de palavras; afixos; processos de formação de palavras; reconhecimento, emprego, flexões e classificações das classes gramaticais. SINTAXE: A estrutura da oração (classificação e emprego dos termos); a estrutura do período composto (classificação e emprego das orações); emprego dos sinais de pontuação; regência verbal e nominal; a ocorrência da crase, concordância verbal e nominal.

Bibliografia sugerida: TERRA, Ernani. Gramática de Hoje. Editora Scipione; FARACO e MOURA. Gramática. Editora Ática; E outros livros que abrangem o programa proposto.

MATEMÁTICA: Sistema de medida, Sistema métrico decimal, unidade de comprimento, unidades usuais de tempo, Razões, Proporções, Grandezas direta e inversamente proporcionais, Regra de três simples e composta, Porcentagem, Juros, Conjuntos Numéricos, MDC e MMC, Equações e inequações de 1º grau, Sistema de equações, Produtos Notáveis, Fatoração, Razões trigonométricas no triângulo retângulo.

Bibliografia sugerida: A Conquista da Matemática (Giovanni, Castrucci e Giovanni Jr - Ed. FTD); Matemática na medida certa (Jakubo e Lelis - ED- Scipionne); Fundamentos de Matemática (Osvaldo Dolce e José Nicolau Pompeu); E outros livros que abrangem o programa proposto.

CARGO DE NÍVEL BÁSICO I (1° Grau Completo)

DIGITADOR.

LÍNGUA PORTUGUESA: TEXTO: Interpretação de texto informativo ou literário. FONÉTICA: fonema e letra; classificação dos fonemas (vogais, semivogais e consoantes); encontros vocálicos; encontros consonantais; dígrafos; sílabas; tonicidade das sílabas. ORTOGRAFIA: Emprego das letras maiúsculas e minúsculas; acentuação gráfica; representação das unidades de medida; emprego do hífen. MORFOLOGIA: Famílias de palavras; afixos; processos de formação de palavras; reconhecimento, emprego, flexões e classificações das classes gramaticais. SINTAXE: A estrutura da oração (classificação e emprego dos termos); a estrutura do período composto (classificação e emprego das orações); emprego dos sinais de pontuação; regência verbal e nominal; a ocorrência da crase, concordância verbal e nominal.

Bibliografia sugerida: TERRA, Ernani. Gramática de Hoje. Editora Scipione; FARACO e MOURA. Gramática. Editora Ática; E outros livros que abrangem o programa proposto.

MATEMÁTICA: Sistema de medida, Sistema métrico decimal, unidade de comprimento, unidades usuais de tempo, Razões, Proporções, Grandezas direta e inversamente proporcionais, Regra de três simples e composta, Porcentagem, Juros, Conjuntos Numéricos, MDC e MMC, Equações e inequações de 1º grau, Sistema de equações, Produtos Notáveis, Fatoração, Razões trigonométricas no triângulo retângulo.

Bibliografia sugerida: A Conquista da Matemática (Giovanni, Castrucci e Giovanni Jr - Ed. FTD); Matemática na medida certa (Jakubo e Lelis - ED- Scipionne); Fundamentos de Matemática (Osvaldo Dolce e José Nicolau Pompeu); E outros livros que abrangem o programa proposto.

INFORMÁTICA: I - Conceitos básicos de operação de microcomputadores. II - Conceitos básicos de operação com arquivos em ambiente de rede Windows. III - Noções básicas de operação de microcomputadores e periféricos em rede local. IV - Conhecimento de interface gráfica padrão Windows. V - Conceitos básicos para utilização dos softwares do pacote Microsoft Office, tais como: processador de texto, planilha eletrônica e aplicativo para apresentação. VI - Conhecimento básico de consulta pela Internet e recebimento e envio de mensagens eletrônicas.

Bibliografia Sugerida: 1. LAQUEY, Tracy e RYER, Jeanne C. Ryer. O Manual da Internet. Rio de Janeiro: CAMPUS, 1994. 2. Manuais de Produtos OFFICE/MICROSOFT.

CARGO DE NÍVEL BÁSICO I (1° Grau Completo)

GUARDA MUNICIPAL - FEMININO.

LÍNGUA PORTUGUESA: TEXTO: Interpretação de texto informativo ou literário. FONÉTICA: fonema e letra; classificação dos fonemas (vogais, semivogais e consoantes); encontros vocálicos; encontros consonantais; dígrafos; sílabas; tonicidade das sílabas. ORTOGRAFIA: Emprego das letras maiúsculas e minúsculas; acentuação gráfica; representação das unidades de medida; emprego do hífen. MORFOLOGIA: Famílias de palavras; afixos; processos de formação de palavras; reconhecimento, emprego, flexões e classificações das classes gramaticais. SINTAXE: A estrutura da oração (classificação e emprego dos termos); a estrutura do período composto (classificação e emprego das orações); emprego dos sinais de pontuação; regência verbal e nominal; a ocorrência da crase, concordância verbal e nominal.

Bibliografia sugerida: TERRA, Ernani. Gramática de Hoje. Editora Scipione; FARACO e MOURA. Gramática. Editora Ática; E outros livros que abrangem o programa proposto.

CONHECIMENTOS GERAIS: 1- História, Geografia e Ciências de 1ª a 8ª série. 2- Assuntos ligados à atualidade nas áreas: Econômica, Científica, Tecnológica, Política, Cultural, Saúde, Meio Ambiente, Esportiva, Artística e Social do Brasil. Raciocínio Lógico.

Bibliografia sugerida: Livros de História, Geografia e Ciências de 1ª a 8ª série. Jornais, Revistas, Telejornais e outros materiais que abrangem o programa proposto. E outros livros que abrangem o programa proposto.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 1. Constituição da República Federativa do Brasil - 1988: 1.1. Título I; 1.2. Título II/Capítulo I; 1.3. Título III/Capítulo IV. 2. Declaração Universal dos Direitos Humanos; 3. Lei Federal n° 8.069, de 13/07/1990 - Estatuto da criança e do Adolescente ECA; 4. Lei Federal n° 10.741, de 1°/10/2003 - Estatuto do Idoso. CÓDIGO PENAL - Parte Especial - Título I - Dos Crimes contra a Pessoa / Título IX - Dos Crimes contra a Paz Pública. LEI 10.826 - ESTATUTO DO DESARMAMENTO. Cidadania, Direitos Humanos e Ética. Sistema de Prevenção e Combate a Incêndios. Noções gerais de defesa pessoal. Lei n° 682/2005, ESTATUTO DA GUARDA MUNICIPAL do Município de Conceição de Macabu. Lei n° 683/2005, REGULAMENTO DISCIPLINAR DA GUARDA MUNICIPAL DE CONCEIÇÃO DE MACABU. (Legislação Atualizada).

Bibliografia sugerida: Legislação encontrada no site www.planalto.gov.br e outros. Livros ou apostilas de defesa pessoal encontrado em cursos para Formação de Seguranças. Legislação Municipal site www.conceicaodemacabu.rj.gov.br.E outros livros que abrangem o programa proposto.

CARGO DE NÍVEL BÁSICO I (1° Grau Completo)

PEDREIRO.

LÍNGUA PORTUGUESA: TEXTO: Interpretação de texto informativo ou literário. FONÉTICA: fonema e letra; classificação dos fonemas (vogais, semivogais e consoantes); encontros vocálicos; encontros consonantais; dígrafos; sílabas; tonicidade das sílabas. ORTOGRAFIA: Emprego das letras maiúsculas e minúsculas; acentuação gráfica; representação das unidades de medida; emprego do hífen. MORFOLOGIA: Famílias de palavras; afixos; processos de formação de palavras; reconhecimento, emprego, flexões e classificações das classes gramaticais. SINTAXE: A estrutura da oração (classificação e emprego dos termos); a estrutura do período composto (classificação e emprego das orações); emprego dos sinais de pontuação; regência verbal e nominal; a ocorrência da crase, concordância verbal e nominal.

Bibliografia sugerida: TERRA, Ernani. Gramática de Hoje. Editora Scipione; FARACO e MOURA. Gramática. Editora Ática; E outros livros que abrangem o programa proposto.

MATEMÁTICA: Sistema de medida, Sistema métrico decimal, unidade de comprimento, unidades usuais de tempo, Razões, Proporções, Grandezas direta e inversamente proporcionais, Regra de três simples e composta, Porcentagem, Juros, Conjuntos Numéricos, MDC e MMC, Equações e inequações de 1º grau, Sistema de equações, Produtos Notáveis, Fatoração, Razões trigonométricas no triângulo retângulo.

Bibliografia sugerida: A Conquista da Matemática (Giovanni, Castrucci e Giovanni Jr - Ed. FTD); Matemática na medida certa (Jakubo e Lelis - ED- Scipionne); Fundamentos de Matemática (Osvaldo Dolce e José Nicolau Pompeu); E outros livros que abrangem o programa proposto.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 1. Normas de Segurança e Higiene no Trabalho. 2. Conhecimentos de projetos Arquitetônicos. 3. Aplicação dos traços de argamassa. 4. Elevação de alvenaria e demais seguimentos. 5. Consertos e reparos em prédios dentro das normas técnicas. 6. Serviços de acabamento dentro da área dos serviços de Pedreiro. 7. Aplicação de revestimento cerâmicos e pisos diversos. 8. Aplicação de instalações Elétrica. 9. Aplicação de acimentado liso.

Bibliografia sugerida: Livros, manuais e apostilas referentes à profissão de Pedreiro. E outros livros que abrangem o programa proposto.

CARGO DE NÍVEL BÁSICO II (1° Grau Completo)

AUXILIAR ESPORTIVO, MOTORISTA E OPERADOR DE MÁQUINAS.

LÍNGUA PORTUGUESA: TEXTO: Interpretação de texto informativo ou literário. FONÉTICA: fonema e letra; classificação dos fonemas (vogais, semivogais e consoantes); encontros vocálicos; encontros consonantais; dígrafos; sílabas; tonicidade das sílabas. ORTOGRAFIA: Emprego das letras maiúsculas e minúsculas; acentuação gráfica; representação das unidades de medida; emprego do hífen. MORFOLOGIA: Famílias de palavras; afixos; processos de formação de palavras; reconhecimento, emprego, flexões e classificações das classes gramaticais. SINTAXE: A estrutura da oração (classificação e emprego dos termos); a estrutura do período composto (classificação e emprego das orações); emprego dos sinais de pontuação; regência verbal e nominal; a ocorrência da crase, concordância verbal e nominal.

Bibliografia sugerida: TERRA, Ernani. Gramática de Hoje. Editora Scipione; FARACO e MOURA. Gramática. Editora Ática; E outros livros que abrangem o programa proposto.

MATEMÁTICA: Sistema de medida, Sistema métrico decimal, unidade de comprimento, unidades usuais de tempo, Razões, Proporções, Grandezas direta e inversamente proporcionais, Regra de três simples e composta, Porcentagem, Juros, Conjuntos Numéricos, MDC e MMC, Equações e inequações de 1º grau, Sistema de equações, Produtos Notáveis, Fatoração, Razões trigonométricas no triângulo retângulo.

Bibliografia sugerida: A Conquista da Matemática (Giovanni, Castrucci e Giovanni Jr - Ed. FTD); Matemática na medida certa (Jakubo e Lelis - ED- Scipionne); Fundamentos de Matemática (Osvaldo Dolce e José Nicolau Pompeu); E outros livros que abrangem o programa proposto.

CARGOS DE NÍVEL MÉDIO (2° Grau Completo)

AGENTE FISCAL MUNICIPAL AMBIENTAL, FISCAL DE OBRAS E FISCAL DE TRIBUTOS E POSTURA.

LÍNGUA PORTUGUESA: 1 - Compreensão de texto literário ou informativo. 2 - Conhecimentos Lingüísticos: Fonética: fonemas, encontros vocálicos e consonantais, dígrafos, sílabas, tonicidade. Morfologia: a estrutura da palavra, formação de palavras, as classes de palavras. Ortografia: emprego das letras, acentuação gráfica. Pontuação: emprego dos sinais de pontuação. Sintaxe: os termos da oração, as orações no período composto, concordância verbal e nominal, regência verbal e nominal, ocorrência da crase, colocação de palavras. Semântica: sinonímia e antonímia, homografia, homofonia, paronímia, polissemia.

Bibliografia sugerida: CAMPEDELLI, Samira Yousseff e SOUZA, Jésus Barbosa. Gramática do Texto - texto da gramática. Editora Saraiva. INFANTE, Ulisses. Curso de Gramática Aplicada aos Textos. Editora Scipione. E outros livros didáticos que abrangem o programa proposto.

CONHECIMENTOS GERAIS: História, Geografia e Ciências de 1° e 2° grau. Assuntos ligados à atualidade nas áreas: Econômica, Científica, Tecnológica, Política, Cultural, Saúde, Meio Ambiente, Esportiva, Artística e Social do Brasil e do Mundo. Testes de raciocínio lógico. Conhecimentos básicos de informática e Internet.

Bibliografia sugerida: Livros de História Geografia e Ciências de 1° e 2° grau. Jornais, Revistas, Telejornais e outros materiais que abrangem o programa proposto.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

AGENTE FISCAL MUNICIPAL AMBIENTAL: 1. Amostragem e classificação de resíduos sólidos. 2. Gerenciamento de resíduos de serviços de saúde e da construção civil. 3. Coleta de amostras de água. 4. Higiene dos alimentos. 5. Legislação ambiental federal. 6. Poluição e seu controle 7. Introdução à avaliação de impactos ambientais. 8. Lei N° 566/2002, Código de Posturas do Município de Conceição de Macabu.

Bibliografia sugerida: ANVISA. RDC 306. ANVISA: Brasília, 2004.(Gerenciamento de resíduos de serviços de saúde). ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR /0004 - Resíduos sólidos - classificações. Rio de Janeiro: ABNT, 2004. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR /0007 - Amostragem de resíduos sólidos. Rio de Janeiro: ABNT, 2004. CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE-CONAMA. RESOLUÇÃO N° 307, DE 5 DE JULHO DE 2002, gestão dos resíduos da construção civil. BRAGA, B. et al. Introdução à Engenharia Ambiental. São Paulo: Prentice Hall, 2002. CETESB. Guia de coletas e preservação de amostras. São Paulo: CETESB: 1987. GUENTHER, R. Controle sanitário dos alimentos. São Paulo: Editora Atheneu, 1992. Legislação Municipal site, www.conceicaodemacabu.rj.gov.br. E outros livros didáticos que abrangem o programa proposto.

FISCAL DE OBRAS: Lei Orgânica do Município de Conceição de Macabu. Constituição Federal 1988, art; 37 até 41 (atualizada). Lei 566/2002, Código de Obras do Município de Conceição de Macabu. Código de Posturas do Município de Conceição de Macabu - Lei n° 566/2002.

Bibliografia sugerida: www.conceicaodemacabu.rj.gov.br; www.planalto.gov.br.

FISCAL DE TRIBUTOS/POSTURA: Lei Orgânica do Município de Conceição de Macabu. Lei n° 471/2001 e Lei n° 559/2002, Código Tributário do Município de Conceição de Macabu. Código de Posturas do Município de Conceição de Macabu - Lei n° 566/2002. Constituição Federal 1988, art; 37 até 41 e 145 até 169(atualizada).

Bibliografia sugerida: www.conceicaodemacabu.rj.gov.br; www.planalto.gov.br.

CARGOS DE NÍVEL MÉDIO (2° Grau Completo)

PROGRAMADOR, TÉCNICO AGRÍCOLA, TÉCNICO EM CONTABILIDADE, TÉCNICO DE EDIFICAÇÕES, TÉCNICO DE INFORMÁTICA, TÉCNICO DE RAIO X, TÉCNICO DE MANUTENÇÃO DE BOMBAS HIDRÁULICAS, TÉCNICO EM ENFERMAGEM E TÉCNICO EM QUÍMICA.

LÍNGUA PORTUGUESA: 1 - Compreensão de texto literário ou informativo. 2 - Conhecimentos Lingüísticos: Fonética: fonemas, encontros vocálicos e consonantais, dígrafos, sílabas, tonicidade. Morfologia: a estrutura da palavra, formação de palavras, as classes de palavras. Ortografia: emprego das letras, acentuação gráfica. Pontuação: emprego dos sinais de pontuação. Sintaxe: os termos da oração, as orações no período composto, concordância verbal e nominal, regência verbal e nominal, ocorrência da crase, colocação de palavras. Semântica: sinonímia e antonímia, homografia, homofonia, paronímia, polissemia.

Bibliografia sugerida: CAMPEDELLI, Samira Yousseff e SOUZA, Jésus Barbosa. Gramática do Texto - texto da gramática. Editora Saraiva. INFANTE, Ulisses. Curso de Gramática Aplicada aos Textos. Editora Scipione. E outros livros didáticos que abrangem o programa proposto.

MATEMÁTICA: Conjuntos; Conjuntos numéricos; Funções; Relações; Função polinominal do 1° e 2° grau; Função modular; Função exponencial; Função logarítima; Progressões aritméticas e geométricas; Matrizes; Determinantes; Sistemas Lineares; Análise combinatória; Binômio de Newton; Conjuntos de números complexos; Polinômios; Trigonometria - Aplicação no triangulo retângulo, Funções circulares, Relações e identidades trigonométricas, Transformações trigonométricas; Equações trigonométricas; Inequação trigonométricas; Relações de triângulos quaisquer.

Bibliografia sugerida: Matemática (Marcondes, Gentil e Sérgio - Ed. Ática). Matemática (José Ruy, Giovanni e José Roberto Bonjorno - Ed. FTD). Matemática na escola do segundo grau (Machado Antônio dos Santos - Atual Editora). Matemática - Temas e Metas (Machado Antônio dos Santos - Atual Editora). E outros livros didáticos que abrangem o programa proposto.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

PROGRAMADOR: ALGORÍTIMOS E ESTRUTURA DE DADOS. DELPHI: Projetos, Units e Forms; Form Designer; Menus; Uso da VCL e seus componentes; Programação orientada a eventos; Tratamento de Erros e Manipulação de exceções: Try / Finally, Try/ Except, Raise; Manipulação de arquivos: Texto, Estruturados e Binários; Programação OO: declaração de objetos, definição de classes, as cláusulas private, public e protected, propriedades, construtores e destrutores; banco de dados: BDE, Database DeskTop, Criação de Tabelas, Databases e Datasets, componentes para acesso a dados: DataSources, Tables e Querys, DataModules, Uso de componentes ADO para acesso a dados, Conexões com ODBC. Redes de Computadores e sistema operacional Novell Netware 4.11. Compartilhamento de pastas e arquivos, localização e utilização de computadores e pastas remotas, mapeamento de unidades de rede; configuração e segurança do sistema de arquivos de rede; comandos de console; serviços de impressão. ORACLE 9I: Criação, alteração e remoção de tabelas e views. Índices e chaves primárias. Restrições de integridade. Privilégios de acesso. Manipulação de dados com SQL. Funções disponíveis no SQL Oracle. PL SQL. Noções de administração de bases de dados Oracle.

Bibliografia sugerida: Livros e manuais de fabricantes usualmente disponíveis no mercado, não havendo indicações específicas para este programa.

TÉCNICO AGRÍCOLA: Métodos de conservação dos solos e água (solos, plantas, adubação, correção de solo, fitotecnia e administração rural); Práticas de conservação do solo e da água; Práticas de manejo do solo referentes a: cobertura do solo, rotação de culturas, cultivos convencional, mínimo e direto; Adubação verde; Reflorestamento de espécies nativas e exóticas, implantação e manejo; Noções gerais de meio ambiente; Desenvolvimento sustentável; Agroecologia; Propriedades físicas, químicas e biológicas dos solos; Uso de corretivos e fertilizantes; Métodos de propagação, plantio, preparo do solo, tratos culturais, colheita, pós-colheita e comercialização das culturas do milho, feijão de corda, mandioca e batata doce e cana de açúcar; Fruticultura; Olericultura; Principais pragas e doenças das plantas cultivadas e seu controle; Noções sobre irrigação e drenagem; Tratores, máquinas e implementos agrícolas: seleção, técnicas de operação e manutenção; cálculo da capacidade operacional; preparo do solo, aplicação de fertilizantes e corretivos, semeadura e plantio; Planejamento agropecuário; Economia e administração rural; Noções sobre comunicação e extensão rural; Aspectos socioeconômicos das culturas e criações; características das principais escolas; Noções de hidrologia, irrigação, drenagem; Principais pragas e doenças das plantas cultivadas e seu controle; Aspectos referentes a criação e o devido manejo de raças de: Bovino de corte e leite, suinocultura, avicultura, ovinocultura, apicultura e piscicultura. Agrotóxicos: noções básicas sobre uso e aplicação corretos; destino final de embalagens vazias; Sistema de Posicionamento Global (GPS): princípio de funcionamento, precisão, uso de equipamento receptor.

Bibliografia sugerida: SILVEIRA, G. M. O preparo do solo: Implementos corretos. 1989. 243p. SAAD, O. Seleção de Equipamento Agrícola. 1976. Livraria Nobel. 126p. BALASTREIRE, L.A. Máquinas Agrícolas. São Paulo: Manole, 1990. 307p. MIALHE, L. G. Manual de Mecanização Agrícola. São Paulo. FERREIRA, H. M. F. Princípios de manejo e de conservação do solo, 1992, 135p. SILVA, F. M. Mecanização e agricultura de precisão, 1998. 232p. MATUO. T. Técnicas de aplicação de defensivos agrícolas. Jaboticabal. FUNEP. 1990. 139p. BERNARDO, S. Manual de Irrigação. Viçosa. 6ª edição. 1995. 657p. SHIRATSUCHI, L. S.; SANO, E. E. Mapeamento de unidades experimentais com GPS: Caso de estudo do Embrapa Cerrados. 2003. Série Documentos. 34p. LINSLEY, Ray K. & FRANZINI, Josepf B. Engenharia de Recursos Hídricos. EUSP/ Editora McGraw-Hill do Brasil, 1990. ANA - Agência Nacional de Águas. Introdução ao Gerenciamento de Recursos Hídricos. 3 ed. Brasília, 2002. CARDÃO, C. Técnica da construção, 3°ed. 1976. 432p. VILLELA, S. M.; MATTOS, A. Hidrologia aplicada. 1975. 245p. PIZA, F. T. Conhecendo e eliminando riscos no trabalho, CNI, 105p. SILVA, J. S. Secagem e armazenagem de produtos agrícolas. Viçosa: UFV. Editora Aprenda Fácil. 2000. CHITARRA, M.I.F.; CHITARRA, A.B. Pós-colheita de frutos e hortaliças: fisiologia e manuseio. Lavras:

ESAL/FAEPE, 1990, 193p. Canuto, J. C.; COSTABEBER, J. A. Agroecologia: conquistando a soberania alimentar. Porto Alegre: Emater/RS-Ascar; Pelotas: Embrapa Clima Temperado, 2004. 262 p. PAULUS, G.; MULLER, A.M.; BARCELLOS, L.A.R. Agroecologia aplicada: praticas e métodos para uma agricultura de base ecológica. Porto Alegre: EMATER/RS, 2000. p. 86. FERREIRA, T.N. (Coord.); SCHWARZ, R.A. Coord.); STRECK, E.V. (Coord.) Solos: manejo integrado e ecológico - elementos básicos. Porto Alegre: EMATER/RS, 2000. 95p. PINTO Coelho, Ricardo Motta. Fundamentos em ecologia. Porto Alegre. Artmed Editora, 2002. 252p. PRIMACK, R. B. & EFRAIM, R. Biologia da Conservação. Londrina, PR, Ed. Midiograf, 2001. 328p. il. SANTINI, E. J. 1988. Biodeterioração e Preservação da Madeira, UFSM/CEPEF/FATEC, Santa Maria, RS. 125p. Ministério da Ciência e Tecnologia, Inovação tecnológica e transferência de tecnologia, 2001. 38p. Ribeiro, N.; Sitoe, A. A.; Guedes, B. S., Staiss, Cristian. Manual de silvicultura tropical. 125p. 2002. José A. A. Espíndola, José G. M. Guerra e Dejair L. de Almeida. Adubação Verde: Estratégia para uma Agricultura Sustentável. 1997, 21p. disponível em: www.cnpab.embrapa.br/publicacoes/download/doc042.pdf. Dejair L. A.; Ailena S.; Paulo A. E. et al. Sistema Integrado de Produção Agroecológica: disponível em: www.cnpab.embrapa.br/publicacoes/download/doc070.pdf; www.planetaorg anico.com.br/. João Francisco Neves & Maria Cristina Prata Neves. Qualidade e Sustentabilidade. 2000. 22p. disponível em: www.cnpab.embrapa.br/publicacoes/download/doc//5.pdf. Maria C. P. N., Carlos A. B. M., Dejair L. A. et al. Agricultura Orgânica: Instrumento para a Sustentabilidade dos Sistemas de Produção e Valoração de Produtos Agropecuários. 2000. 22p. Agricultura Ecológica, princípios básicos: disponível em: http://www.centroecologico.org.br/, http://www.inmetro.gov.br/qualidade/comites/codex.asp; http://acd.ufrj.br/consumo/legislacao/ngcodex.htm

TÉCNICO EM CONTABILIDADE: Contabilidade Publica: Conceitos gerais. Campo de aplicação. Regimes contábeis Técnicas de registro e de lançamentos contábeis. Plano de Contas. Balanços Orçamentário, Financeiro e Patrimonial. Demonstração das Variações Patrimoniais. Orçamento Público: Conceitos gerais. Processo de Planejamento. Princípios. Ciclo Orçamentário. Orçamento por Programas. Receita Pública: Conceito; Classificação; Estágios; Escrituração Contábil. Dívida Ativa. Despesa Pública: Conceito; Classificação. Licitação; Estágios. Restos a Pagar: Conceitos; Sistemática; Implicações após a Lei de Responsabilidade Fiscal. Dívida Pública: Conceitos; Sistemáticas; Implicações após a Lei de Responsabilidade Fiscal. Regime de Adiantamento: Conceito; Finalidades; Controle dos Adiantamentos. Patrimônio Público: Conceito; Bens, direitos e obrigações das Entidades Públicas. Variações Patrimoniais. Variações Ativas e Passivas. Créditos Adicionais: Conceito; Classificação; Autorização e Abertura; Vigência; Indicação e Especificação de recursos. Controle Interno: Conceitos; Objetivos; Implantação do Sistema de Controle Interno e Metodologias Existentes. Prestações de Contas. Instruções Normativas do Tribunal de Contas do Estado do Rio de janeiro. Demonstrativos exigidos e seu preenchimento; Prazos. Licitações: Modalidades; Conceitos Gerais; Limites; Processos e Procedimentos Licitatórios; Julgamento das Propostas; Contrato Administrativo; Concessões e Permissões.

Bibliografia sugerida: Legislação Federal: Lei na 4.320/64; Lei Complementar na 101/2000; Lei na 8.666/93 e suas alterações, Lei na 8.987/95; Lei na 9.074/95; Lei na 10.028/00; Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 e posteriores Emendas Constitucionais. Livros: - Contabilidade Pública 1 João Angélico; - Contabilidade Pública / Heilio Kohama; - Lei de Responsabilidade Fiscal Comentada: LC na 101/00 / Adauto Viccari Junior..., Flávio da Cruz (coordenador) - São Paulo: Atlas, 2000. - Controladoria: uma abordagem da gestão econômica - GECON / Armando Catelli (coordenador). - São Paulo: Atlas, 1999.

Sites: www.planalto.gov.br, www.tce.rj.gov.br. E outros livros que abrangem o programa proposto.

TÉCNICO DE EDIFICAÇÕES: Padronização do Desenho e Normas Técnicas Vigentes - Tipos, Formatos, Dimensões e Dobradura de Papel; Linhas Utilizadas no Desenho Técnico. Escalas. Projeto Arquitetônico - Convenções Gráficas (representação de materiais, elementos construtivos, equipamentos, mobiliário); normas técnicas vigentes; Desenho de: Planta de Situação, Planta Baixa, Cortes, Fachadas, Planta de Cobertura; Detalhes; Cotagem; Esquadrias (tipos e detalhamento); Escadas e Rampas (tipos, elementos, cálculo, desenho); Coberturas (tipos, elementos e detalhamento); Desenho de Projeto de Reforma - convenções. Projeto e Execução de Instalações Prediais - Instalações Elétricas, Hidráulicas, Sanitárias, Telefonia, Gás, Mecânicas e de Ar Condicionado. Execução de Estruturas - Desenho de estruturas em concreto armado, e metálicas (plantas de formas e armação). Vocabulário Técnico - Significado dos termos usados em arquitetura. Tecnologia das Construções. Materiais de Construção. Orçamento de Obras: Estimativo e Detalhado (levantamento de quantitativos, planilhas, composições de custos). Execução e Fiscalização de Obras. Desenho em AutoCAD 14: menus,comandos, aplicações.

Bibliografia sugerida: ABNT. Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 9050. maio/2004. Acessibilidade à edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos. _______. NBR 9077. dezembro / 2001. Saídas de Emergência em Edifícios. ______ . NBR 6118. / 2003. Projeto e execução de obras de concreto armado. ARAÚJO, Regina Célia Lopes, RODRIGUES, Edmundo Henrique Ventura e FREITAS, Edna das Graças Assunção. Materiais de Construção - Coleção Construções Rurais -1. Seropédica, RJ: Editora Universidade Rural, 2000. AZEREDO, Hélio Alves de., O Edifício até a sua Cobertura, Editora Edgard Blücher, São Paulo, 1977. _______O Edifício e Seu Acabamento, Editora Edgard Blücher, São Paulo, 1994. BAUD, G. Manual de Pequenas Construções - Alvenaria e Concreto.- São Paulo: Hemus Editora Ltda, 1995. BORGES, Alberto de Campos. Prática das Pequenas Construções - Vol.1 , 7ª Edição - Editora Edgard Blücher, São Paulo, 1981. BORGES, Ruth Silveira e BORGES, Wellington Luiz. Manual de Instalações Prediais, Hidráulicas, Sanitárias e de Gás. 3ª edição - Minas Gerais: Fumarc - Fundação Mariana Rezende Costa, 1999. CARDÃO, Celso. Técnica da Construção - volumes I e II.- Belo Horizonte: Edições Engenharia e Arquitetura, 1983. CREDER, Hélio - Instalações Elétricas - Livros Técnicos e Científicos. COELHO, Ronaldo Sérgio de Araújo. Instalações Hidráulicas Domiciliares. S.Paulo: Editora Bisord Ltda. FUSCO, Péricles Brasiliense. Técnicas de armar as Estruturas de Concreto.- São Paulo: PINI, 1995. GONÇALVES, Orestes Marraccini at all. Execução e Manutenção de Sistemas Hidráulicos Prediais.- São Paulo: PINI, 2000. MACINTYRE, A. J. - Instalações Hidráulicas - Editora Guanabara. MALHEIROS, Paulo - AutoCAD 14 Passo-A-Passo, Market Press Editora, 1998. Manual Técnico de Instalações Hidráulicas e Sanitárias. 2ª ed. Rio de Janeiro - RJ: Editora PINI LTDA, 1987. Reimpressão, dezembro1992. Manual Pirelli de Instalações Elétricas. 2ª edição - São Paulo-SP: Editora PINI LTDA, 1999. MONTENEGRO, Gildo A. Desenho Arquitetônico - Editora Edgard Blucher Ltda. RIPPER, Ernesto. Como evitar erros na construção civil. 3ª edição - São Paulo: PINI, 1996. SAMPAIO, José Carlos de Andrade. Manual de Aplicação da NR-18.- São Paulo: PINI: SindusCon-SP, 1998. SOUZA, Roberto de e MEKBEKIAN, Geraldo. Qualidade na Aquisição de Materiais e Execução de Obras.- São Paulo: PINI, 1996. THOMAZ, Ercio. Tecnologia, Gerenciamento e Qualidade na Construção Civil.- São Paulo: PINI, 2001. YAZIGI, Walid. A Técnica de Edificar. São Paulo: PINI: SindusCon- SP, 1998. E outros livros que abrangem o programa proposto.

TÉCNICO DE INFORMÁTICA: Memória do computador: Utilização; bit, bytes e palavras; tamanho e posições da memória; memórias internas e auxiliares; programas em memória ROM; memória virtual; cache de memória e tempo de acesso e ciclo de memória. Unidade Central de Processamento: Execução das instruções; velocidade de processamento; registradores; clock; barramentos; microcomputadores; sistemas operacionais em microcomputadores; instalação de microcomputadores. Unidades de Entrada/Saída e Periféricos: introdução; tipos de dispositivos de entrada, tipos de dispositivo de saída e dispositivos de entrada/saída. 4. Sistemas Operacionais e Linguagens de Programação: Apresentação e conceitos fundamentais; a evolução dos computadores; o software; as linguagens de programação; linguagens da WEB; programas compilados e programas interpretados; ferramentas do escritório moderno; linguagens orientadas a objeto. 5. Organização da Informação: Arquivos e registros; organização dos arquivos; procedimentos nos diversos arquivos; bancos de dados e bancos de dados orientado a objetos. Funcionamento do Computador: O suporte do processamento; a carga do sistema; os programas; instruções; multiprogramação e multiprocessamento; conceitos básicos em relação à configuração de setup e montagem do microcomputador. Introdução à Lógica de Programação: Algorítimos, tipos de lógica, instrumentos da lógica de programação, fluxogramas, lógica estruturada, árvores e tabelas de decisão. Redes Locais e Teleprocessamento: Redes de comunicação de dados; Meios de Comunicação, Internet (definição, funcionamento e serviços); elementos de uma rede; conectividade; utilização de microcomputador em rede; estruturas de rede (topologia), padrões e interfaces; conceituação de redes locais; arquiteturas e topologias de redes; modelo físico; sistemas operacionais de rede; protocolos e segurança nas redes. Processador de textos Word: Operações básicas; blocos de texto; formatação; cabeçalho e rodapé; tabelas e impressão. Planilha Excel: Operações básicas; barra de títulos; barra de fórmulas; barra de ferramentas; barra de formatação e barra de menus; fórmulas e funções; pastas; formatação. Power Point e Access: Operações e conceitos básicos. Automação de Escritórios com StarOffice. Tecnologia da Informação (TI): Conceitos e Gestão, Sistemas baseados na Web, comunicação e colaboração na Web, ensino a distância e trabalho a distância, ética na Internet, Comércio Eletrônico, impacto da TI sobre os indivíduos, empresas e a sociedade.

Bibliografia sugerida: ALMEIDA, M.; FILHO, J. Automação de Escritórios com StarOffice 5.1ª, Ed. Brasport, 2000. ARAÚJO, E. C. Algoritmos: Fundamento e Prática - 2 Edição, Visual Books. FARIA, R. A. Treinamento Avançado em XML. Digerati Books, 2005. FERREIRA, R. Linux Guia do Administrador do Sistema, Ed. Novatec, 2003. Ed. HEUSER, C.A. Projeto de Banco de Dados. 4ª Edição, Editora Sagra Luzzatto, 2001. Hayama, M. Montagem de Redes Locais, Ed. Érica, 5ª edição, 2001. MACHADO, F.;MAIA, L. Arquitetura de Sistemas Operacionais. 3ª edição, Editora LTC, 2002. MONTEIRO, M. A. Introdução à Organização de Computadores. 4 ed. Ed. LTC, 2001. SENAC, Elementos do Microcomputador, 7ª Reimpressão, 2004. SENAC, Guia Internet de Conectividade, 11ª edição, Ed. Senac, 2004. SOARES, L. F. G.; LEMOS, G.; COLCHER, S. Redes de Computadores: Das LANS, MANS E WANS às Redes ATM. 2 ed., 9ª tiragem. Ed. Campus, 1995. TANENBAUM, A. Organização Estruturada de Computadores. 3ª edição, Ed. Prentice Hall do Brasil, 1992. TORRES, G. Montagem de Micros. Ed. Axcel Books, 4ª edição, 2002. TURBAN, E., McLEAN, Ephraim e WETHERBE, J. . Tecnologia da Informação para Gestão - Transformando os negócios na economia digital. 3ª Edição, Editora Bookman, 2004. VELLOSO, F. C. Informática - Conceitos Básicos. 7ª Edição, Editora Campus, 2004. WIRTH, N. Algorítmos e Estruturas de Dados, Prentice Hall do Brasil, 1989. E outros livros que abrangem o programa proposto.

TÉCNICO DE RAIO X: Física da Radiação (Natureza, Produção e Propriedades dos Raios X); Constituição e Funcionamento dos Aparelhos de Raios X; Constituição dos Tubos Formadores de Raios X; Unidade de dose e dosimetria; Filmes Radiográficos e Processamento Radiográfico; Fatores que influem na formação das imagens radiográficas; Os efeitos biológicos e os riscos associados aos Raios X; Radioproteção; Técnicas Radiográficas na Rotina Médica; Anatomia Radiográfica das principais incidências médicas; Técnicas Radiográficas Odontológicas; Anatomia Radiográfica das principais incidências odontológicas; Erros nas radiografias; Garantia de qualidade.

Bibliografia sugerida: BONTRAGER, Kenneth L. Tratado de técnica radiological e base anatômica. 5ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. 2003. BRASIL. Secretaria de Vigilância Sanitária. Portaria nº 453, de 1 de junho de 1998. Aprova o Regulamento Técnico que estabelece as diretrizes básicas de proteção radiológica em radiodiagnótico médico e odontológico, dispõe sobre o uso dos raios X diagnóstico em todo território nacional e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, DF, seção E, 2 de junho de 1998. FREITAS, Aguinaldo de; ROSA, José Edu; SOUZA, Icléo Faria e. Radiologia odontológica. 5. Ed. São Paulo: Artes Médicas, 2000. SQUIRE, Lucy Frank e outros. Fundamentos de Radiologia. 4ª ed. Porto Alegre: Artes Médicas. 1992. WHAITES, Eric. Princípios de radiologia odontológica. 3. Ed. Porto Alegre: Artmed, 2003. E outros livros que abrangem o programa proposto.

TÉCNICO DE MANUTENÇÃO DE BOMBAS HIDRÁULICAS: Atribuições do Oficial Especializado - Bombeiro Hidráulico. Sistema de redes de abastecimento de água: redes de distribuição de água; instalação dos equipamentos (registros, ventosas, válvulas e outros) necessários ao funcionamento das redes; noções sobre pressões (leitura de manômetro) e vazamentos, visíveis e invisíveis; execução de retirada de pavimentos, abertura, fechamento, reaterro e apiloamento de valas, pavimentações a lajotas, paralelepípedos e outros tipos de pavimentos, ferramentas e equipamentos utilizados nestas tarefas; execução, instalação, conserto e manutenção de ligações domiciliares de águas, corte e religação de água; colocação e retirada de hidrômetros; equipamentos e procedimentos para executar essas tarefas; manobra de registros das redes; vistorias de consumo excessivo, vazamentos, ligações clandestinas, seus procedimentos e equipamentos; operação de bombas, moto-bombas, motoserras, furadeiras, esmerilhadeiras, bem como, limpeza e manutenção destes; colocação e retirada de bombas de poços artesianos; leitura e interpretação de projetos. Sistema de redes coletoras de esgotos: instalação, conserto e manutenção de redes coletoras, interceptores, emissários, galerias, poços de visita, elevatórias e tubulações cerâmicas; procedimentos, ferramentas e tecnologia utilizada nessas tarefas, bem como os tipos de traços de argamassas e concreto; operação de equipamentos mecânicos e manuais para desobstrução de redes de esgoto.

Bibliografia sugerida: Livros e manuais de fabricantes usualmente disponíveis no mercado. Manuais de materiais de construção (sobre o assunto). E outros livros que abrangem o programa proposto.

TÉCNICO EM ENFERMAGEM: A inserção dos Serviços de enfermagem no Sistema Único de Saúde (SUS). Código de Ética e Lei do Exercício Profissional. Funcionamento os sistemas: locomotor, pele e anexos, cardiovascular, linfático, respiratório, nervoso, sensorial, endócrino, urinário e órgãos genitais. Agentes infecciosos e ectoparasitos (vírus, bactérias, fungos, protozoários e artrópodes). Doenças transmissíveis pelos agentes infecciosos e ectoparasitos. Saneamento básico. Promoção da saúde e modelos de vigilância. Estratégia de Saúde da Família. Atuação nos programas do Ministério da Saúde. Educação em saúde. Conceito e tipo de imunidade. Programa de imunização. Doenças de notificação compulsória. Noções básicas sobre administração de fármacos: efeitos colaterais e assistência de enfermagem. Procedimentos técnicos de enfermagem. Assistência integral de enfermagem à saúde: da criança e do adolescente, da mulher, do adulto, do idoso e mental. Assistência ao indivíduo, família e comunidade com transtornos: agudos, crônicos degenerativos, mentais, infecciosos e contagiosos. Assistência de enfermagem no pré, trans e pós- operatório. Assistência de enfermagem em urgência e emergência. Biossegurança: conceito, normas de prevenção e controle de infecção. Classificação de artigos e superfícies hospitalares aplicando conhecimentos de desinfecção, limpeza, preparo e esterilização de material. Noções de administração e organização dos serviços de saúde e de enfermagem.

Bibliografia sugerida: LIMA, Idelmina Lopes de. Manual do Técnico e do Auxiliar de Enfermagem, 7ª ed. Goiânia: Editora AB.ARAUJO, Maria José Bezerra. Técnicas Fundamentais de Enfermagem. 9° ed. Rio de Janeiro. Editora M.J. Bezerra de Araújo LTDA.ARAUJO, Maria José Bezerra. Ações do Socorrista no Socorro de Urgência. Rio de Janeiro. Editora M.J. Bezerra de Araújo LTDA. PASSOS, V.Cristina dos Santos et al. Técnicas básicas de Enfermagem. São Paulo: Martinari. SOARES, G. N. Administração de Medicamentos na Enfermagem, 6ª ed. Rio de Janeiro: GuanabaraKoogan. ALMEIDA, Claudia Elizabeth e cols. Manual para realização de curativos. Rio de Janeiro: Cultura Médica. BRASIL, Conselho Federal de Enfermagem. Código de Ética e Legislações mais utilizadas no dia a dia da Enfermagem. Lei 7498/86 e Decreto n°. 94.406/ 87; Resolução COFEN n°. 311/ 2007. BRASIL, Ministério da Saúde. Assistência Pré-Natal. Brasília. Secretaria de Políticas de Saúde, 2000 e atualizações.BRASIL. Ministério da Saúde. Caderno de Atenção Básica n° 19. Envelhecimento e Saúde da Pessoa Idosa, 2006. BRASIL. Ministério da Saúde. Orientações Gerais para Central de Esterilização, Brasília, 2001 e atualizações. Brasília, 2002 e atualizações. BRASIL. Ministério da Saúde. Assistência em Planejamento Familiar: Manual Técnico. Secretaria de Políticas de Saúde. Área Técnica de Saúde da Mulher. 4 edição. Brasília, 2002. BRASIL. Ministério da Saúde. Doenças Sexualmente Transmissíveis. Secretaria de Políticas de Saúde. Coordenação Nacional de DST e Aids. Brasília, 1999 e atualizações. BRASIL. Plano Nacional de Atenção Integral á Saúde da Mulher. Plano de Ação 2004-2007. Brasília. Distrito Federal, 2004. BRASIL. Assistência Pré-natal. Normas e Manuais. Brasília. DF, 2000. BRASIL. Parto, Aborto e Puerpério. Assistência Humanizada à Mulher. Brasília, DF, 2001. BRASIL. Ministério da Saúde. Caderno de Atenção Básica n° 13. Controle dos Cânceres do colo do Útero e da Mama, 2006. BRASIL, Ministério da Saúde, Atenção Integrada às Doenças Prevalentes na Infância - AIDPI. Brasília (DF): Ministério da Saúde, 2002. BRASIL, Fundação Nacional de Saúde. Programa Nacional de Imunização. Brasília, 2001 e atualizações. BRASIL, Fundação Nacional de Saúde. Manual de rede de frio. Brasília, 2001 e atualizações. BRASIL. Ministério da Saúde. Plano de reorganização da atenção à hipertensão arterial e ao diabetes mellitus: Manual de hipertensão e diabetes mellitus. Brasília, 2002 e atualizações. BRASIL. Ministério da Saúde. Manual Técnico para o controle da tuberculose, 2002 e atualizações. SANTOS, Raimundo R. et al. Manual do Socorro de Urgência. Editora Atheneu.SMELTZER, Suzane C. & BARE, Brenda G. Tratado de Enfermagem Médico cirúrgica. 10ª ed., Rio de Janeiro: Guanabara Koogan.SUS - Lei Federal n°. 8080/90 e, n°. 8142/90. E outros livros que abrangem o programa proposto.

TÉCNICO EM QUÍMICA: 1. Introdução à Análise Química: Funções da Química Inorgânica. Reações Químicas. Estequiometria das reações. Erros na Análise Química. Soluções: Preparo de soluções e aplicação em problemas expressando as concentrações das soluções em : g/L, %p/V, %p/p, % V/V, mg/L( ppm ), mol/L e eqg/L. Material de laboratório para análise. Técnicas de manipulação de materiais. Preparação de amostras para Análise. 2. Análise Gravimétrica: Princípio da Gravimetria. Requisitos para a Formação dos Precipitados. Agentes precipitantes. Solubilidade dos Precipitados. Formação dos precipitados. Filtração e Lavagem dos precipitados. Contaminação dos precipitados. Cálculos. 3. Análise Volumétrica: Classificação dos Métodos Volumétricos. Soluções Padrão - Padrão Primário. Pontos de Equivalência e Final. Métodos de titulação. Cálculos. 4. Volumetria de Neutralização: Indicadores ácido-base. Curvas de titulação ácido-base: titulação de ácido forte com base; titulação de ácido fraco com base forte; titulação de base fraca com ácido forte; titulação de ácido fraco com base fraca; titulação de ácidos polipróticos. Cálculos. 5. Volumetria de Precipitação: Curvas de titulação. Métodos Argentométricos. Cálculos. 6. Volumetria de Oxiredução: Métodos de Volumetria de Oxiredução: permanganatometria; bicromatometria; iodometria; cálculos. 7. Tratamento de Água e Esgotos: Qualidade das águas. Produtos químicos utilizados no tratamento da água e esgotos.Processos, operações e tecnologias de tratamento da água.

Bibliografia sugerida: BACCAN, N.; ANDRADE, J.C. ; GODINHO, O.E.S.; BARONE, J.S. Química analítica quantitativa. 3.ed. São Paulo: Edgard Blücher. BRADY, James E. ; HUMISTON, Gerard E.. Química geral. 2.ed Rio de Janeiro: LTC. v.1. BRADY, James E. ; HUMISTON,Gerard E. ; HOLUM, John R. Química : a matéria e suas transformações. 3.ed. Rio de Janeiro: LTC. v. 2 . DI BERNARDO, Luiz et al. Ensaios de tratabilidade de água e dos resíduos em estações de tratamento de água. São Carlos: RiMa, 2002. GARCEZ, Lucas Nogueira Elementos de engenharia hidráulica e sanitária. 2. ed. São Paulo: Edgard Blücher. HARRIS, Daniel Análise de química quantitativa. 5. ed. Rio de Janeiro: LTC.c 2001. OHLWEYER, Otto Alcides. Química analítica quantitativa. Rio de Janeiro: LTC. v.1, 1982. E outros livros que abrangem o programa proposto.

CARGOS DE NÍVEL MÉDIO - MAGISTÉRIO (2° Grau Completo)

PROFESSOR DE 1ª A 4ª SÉRIE E PROFESSOR DE INFORMÁTICA DE 1ª A 4ª SÉRIE.

LÍNGUA PORTUGUESA: 1 - Compreensão de texto literário ou informativo. 2 - Conhecimentos Lingüísticos: Fonética: fonemas, encontros vocálicos e consonantais, dígrafos, sílabas, tonicidade. Morfologia: a estrutura da palavra, formação de palavras, as classes de palavras. Ortografia: emprego das letras, acentuação gráfica. Pontuação: emprego dos sinais de pontuação. Sintaxe: os termos da oração, as orações no período composto, concordância verbal e nominal, regência verbal e nominal, ocorrência da crase, colocação de palavras. Semântica: sinonímia e antonímia, homografia, homofonia, paronímia, polissemia.

Bibliografia sugerida: CAMPEDELLI, Samira Yousseff e SOUZA, Jésus Barbosa. Gramática do Texto - texto da gramática. Editora Saraiva. INFANTE, Ulisses. Curso de Gramática Aplicada aos Textos. Editora Scipione. E outros livros didáticos que abrangem o programa proposto.

MATEMÁTICA: Conjuntos; Conjuntos numéricos; Funções; Relações; Função polinominal do 1° e 2° grau; Função modular; Função exponencial; Função logarítima; Progressões aritméticas e geométricas; Matrizes; Determinantes; Sistemas Lineares; Análise combinatória; Binômio de Newton; Conjuntos de números complexos; Polinômios; Trigonometria - Aplicação no triangulo retângulo, Funções circulares, Relações e identidades trigonométricas, Transformações trigonométricas; Equações trigonométricas; Inequação trigonométricas; Relações de triângulos quaisquer.

Bibliografia sugerida: Matemática (Marcondes, Gentil e Sérgio - Ed. Ática). Matemática (José Ruy, Giovanni e José Roberto Bonjorno - Ed. FTD). Matemática na escola do segundo grau (Machado Antônio dos Santos - Atual Editora). Matemática - Temas e Metas (Machado Antônio dos Santos - Atual Editora). E outros livros didáticos que abrangem o programa proposto.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

PROFESSOR DE 1ª A 4ª SÉRIE: - Fundamentos filosóficos, psicológicos, sociológicos e históricos da educação: Concepções filosóficas da educação; Relação entre educação, sociedade e cultura; A escola como instituição social; Teorias do desenvolvimento e da aprendizagem; Psicologia da Educação; - Fundamentos didático-metodológicos da Educação: Tendências pedagógicas na prática escolar; Planejamento, metodologia e avaliação do processo ensino/aprendizagem; Projeto Político Pedagógico; Escola Cidadã. - Ensino e aprendizagem de questões sociais; Linguagem na escola; História da Educação; Pedagogia da inclusão; A relação professor/aluno; Conhecimento sobre ciclos de formação; Estrutura e funcionamento do ensino de 1º grau; Reorganização do Ensino; Democratização do ensino; Avaliação; Planejamento Participativo. - Fundamentos legais da Educação: Constituição Federal de 1988 (Atualizada): Título VIII, Capítulo III, Seção I - Da Educação. Parâmetros Curriculares Nacionais da Educação. Lei de Diretrizes e Bases da Educação (Lei na 9.394/96); Parâmetros Curriculares Nacionais da Educação Básica; Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei na 8.069/90); Lei 10.172/2001 - Plano Nacional de Educação. Financiamento da Educação.

Bibliografia sugerida: ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE - Lei na 8.069/90. Constituição da República Federativa do Brasil - Capítulo III: Da Educação, da Cultura e do Desporto. Parâmetros Curriculares Nacionais - Pluralidade Cultural e Orientação Sexual. FREIRE, Paulo. Pedagogia da Esperança: Um reencontro com a Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro. Paz e Terra, 1.992. 14 ed. São Paulo: Paz e Terra, 2000. LUCKESI, Cipriano Carlos. Filosofia da Educação. São Paulo. Cortez, 1.994. GADOTTI, Moacir. Educação e Poder: Introdução à Pedagogia do conflito. 6ª edição. São Paulo. Cortez - Autores Associados, 1985. DALMÁS, Ângelo. Planejamento Participativo na Escola: Elaboração, Acompanhamento e Avaliação. 5ª Edição. Editora Vozes. Petrópolis, 1977. PERRENOUD, Philippe. 10 Novas Competências para Ensinar. Tradução: Patrícia C. Ramos. Porto Alegre. ARTMED - Artes Médicas. Sul, 2000. PERRENOUD, Philippe. Avaliação - Excelência à Regulação das Aprendizagens entre duas Lógicas. Tradução: Patrícia C. Ramos. Porto Alegre. ARTMED - Artes Médicas. Sul, 2000. ARANHA, Maria Lúcia de Arruda. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 1994._. História da Educação. São Paulo: Moderna, 1989. BRANDÃO, Carlos Rodrigues. O que é educação. São Paulo: Brasiliense, 1985. GADOTTI, Moacir. Escola cidadã. 4 ed. São Paulo: Cortez, 1995. GANDIN, Danilo. A prática do planejamento participativo. 7 ed. Petrópolis: Vozes, 1999. KRUPPA, Sônia Maria Portella. Sociologia da Educação. São Paulo: Cortez, 1994. PIMENTA, Selma Garrido. De professor, pesquisa e didática. Campinas: Pairus, 2002. SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia: teorias da educação, curvatura da vara, onze teses sobre educação e política. 21 ed. São Paulo: Cortez, 1989. VEIGA, Ilma A. (Org.) Projeto político-pedagógico da escola. Campinas: Papirus, 1995. ZABALA, Antoni. A prática educativa: como ensinar. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998. E outros livros que abrangem o programa proposto.

PROFESSOR DE INFORMÁTICA DE 1ª A 4ª SÉRIE: SISTEMAS OPERACIONAIS: Conceitos gerais: sistema operacional SCO UNIX. Implementação de scripts e shells; Bancos de Dados relacionais e modelagem de sistemas em banco de dados (MER); SQL e gerenciadores de bancos de dados; Ambientes Windows e Linux e redes; Familiaridade com programas de tratamento de imagem e desenho para Web, bem como o desenvolvimento de Websites (HTML e PHP); Conhecimento básico de hardware para solução de problemas; Conceito de Internet e Intranet. Principais aplicativos comerciais para edição de textos e planilhas, geração de material escrito, visual e outros. Principais navegadores para Internet. Correio Eletrônico. Procedimentos para a realização de cópia de segurança. Conceitos de organização de arquivos e métodos de acesso.

Bibliografia sugerida: Livros e manuais de fabricantes usualmente disponíveis no mercado, não havendo indicações específicas para este programa.

CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR

ARQUITETO, ASSISTENTE SOCIAL, BIÓLOGO, CONTADOR, ENFERMEIRO, ENGENHEIRO AGRÔNOMO, ENGENHEIRO CIVIL, FARMACÊUTICO, JORNALISTA, MÉDICO ANESTESIOLOGISTA, MÉDICO CARDIOLOGISTA, MÉDICO CIRURGIÃO GERAL, MÉDICO CLÍNICO GERAL, MÉDICO DA FAMÍLIA, MÉDICO DERMATOLOGISTA, MÉDICO GERIATRA, MÉDICO GINECOLOGISTA OBSTETRA, MÉDICO NEUROLOGISTA, MÉDICO OFTALMOLOGISTA, MÉDICO ORTOPEDISTA, MÉDICO PEDIATRA

MÉDICO PSIQUIATRA, MÉDICO RADIOLOGISTA, MÉDICO ULTRASSONOGRAFISTA, MÉDICO UROLOGISTA, ODONTÓLOGO, ORIENTADOR PEDAGÓGICO, PSICÓLOGO E TERAPEUTA OCUPACIONAL.

LÍNGUA PORTUGUESA: Compreensão de texto literário ou informativo. Noções gerais e práticas de gramática.

Bibliografia sugerida: CEGALLA, D. P. Novíssima Gramática da Língua Portuguesa. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 42ª Edição, 2.000. FARACO, C. E. e MOURA, F. M. de. Gramática. São Paulo, Ática, 1ª Edição, 1993. TERRA, Ernani. Curso Prático de Gramática. Editora Scipione. E outros livros que abrangem o programa proposto.

CONHECIMENTOS GERAIS: História, Geografia e Ciências de 1º e 2º grau. Assuntos ligados à atualidade nas áreas: Econômica, Científica, Tecnológica, Política, Cultural, Saúde, Meio Ambiente, Esportiva, Artística e Social do Brasil e do Mundo. Testes de raciocínio lógico. Conhecimentos básicos de informática e Internet.

Bibliografia sugerida: Livros de História Geografia e Ciências de 1º e 2º grau. Jornais, Revistas, Telejornais e outros materiais que abrangem o programa proposto.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

ARQUITETO: Projeto de arquitetura; Métodos e técnicas de desenho e projeto; Programação de necessidades físicas das atividades; Estudos de viabilidade técnico-financeira; Informática aplicada á arquitetura; Controle ambiental das edificações (térmico, acústico e luminoso); Projetos complementares: especificações de materiais e serviços e dimensionamento básico; Estrutura; Fundações; Instalação elétrica e hidro-sanitária; Elevadores; Ventilação/exaustão; Ar condicionado; Telefonia; Prevenção contra incêndio; Programação, controle e fiscalização de obras; Orçamento e composição de custos, levantamento de quantitativos, planejamento e controle físico - financeiro; Acompanhamento e aplicação de recursos (medições, emissão de faturas e controle de materiais); Acompanhamento de obras; Construção e organização de canteiro de obras; Execução de fundações, estruturas em concreto, madeira, alvenaria e aço; Coberturas e impermeabilização; Esquadrias; Pisos e revestimentos; Legislação e perícia; Licitação e contratos; Análise de contratos para execução de obras; Vistoria e elaborações de laudos e pareceres; Normas técnicas, legislação profissionais; Legislação ambiental e urbanista; Projeto e urbanismo; Métodos e técnicas de desenho e projeto urbano; Noções de sistema cartográfico e de geoprocessamento; Dimensionamento e programação dos equipamentos públicos e comunitários; Sistema viários (hierarquização, dimensionamento e geometria); Sistema de infra-estrutura de parcelamentos urbanos: energia, pavimentação e saneamento ambiental (drenagem, abastecimento, coleta e tratamento de esgotos, coleta e destilação de resíduos sólidos); Planejamento urbano; Uso do solo; Gestão urbana e instrumentos de gestão (planos diretores, análise de impactos ambientais urbanos, licenciamento ambiental, instrumentos econômicos e administrativos); Aspectos sociais e econômicos do planejamento urbano; Sustentabilidade urbana (Agenda Habitat e Agenda 21); Noções de avaliação de imóveis urbanos; AutoCAD.

Bibliografia Sugerida: Baud, G. Manual de Pequenas Construções. Hemus Ed. S. A., 1998. 2. Cardão, Celso. Técnica da Construção. Vols. I e II. Edições Engenharia e Arquitetura, 1976. 3. Ching, Francis D. K. E Adams, Cassandra. Técnicas de Construção Ilustradas. Bookman Companhia Editora, 2001. 4. Creder, Hélio. Instalações Elétricas. Livros Técnicos e Científicos Ed., 1982. 5. De Marco, Conrado Silva. Elementos de Acústica Arquitetônica. Nobel, 1982. 6. Frota, Anésia Barros E Schiffer, Sueli Ramos. Manual De Conforto Térmico. Nobel, 1988. 7. Lei Federal No 8.666/93 de 21.06.93 e Suas Atualizações. 8. Lei Federal N° 4.320/64 e Suas Atualizações. 9. Macintyre, Archibald Joseph. Instalações Hidráulicas. Livros Técnicos E Científicos Ed., 1996. 10. Menegotto, José Luis E Araújo, Tereza Cristina Malveira De. O Desenho Digital Técnica & Arte. Interciência, 2000. 11. Moliterno, Antonio. Caderno de Projetos de Telhados em Estruturas de Madeira. Edgard Blucher Ltda, 1981. 12. Rangel, Alcyr Pinheiro. Projeções Cotadas e Desenho Projetivo. Ao Livro Técnico, 1979. 13. Rivero, Roberto De. Acondicionamento Térmico Natural Da Arquitetura e Clima. D. C. Kuzzatto Ed. Ltda. 14. Rdc N° 189 de 18.07.03 . Regulamentação de Análise, Avaliação de Projetos Físicos. Outros livros que abrangem o programa proposto.

ASSISTENTE SOCIAL: 1- Ética em Serviço Social. 2- Lei de Regulamentação da Profissão. Lei 8662, de 7.06.1993. 3- Lei Orgânica da Assistência Social - Lei n° 8742/93. 4- Serviço Social e Políticas Sociais Públicas e Privadas. 5- O Serviço Social e a Seguridade Social. 6- O Serviço Social - Assistência e Cidadania. 7- Elaboração de Programas e Serviços Sociais. Gestão Pública e Ética no Trabalho. 8- Possibilidades e Limites da Prática do Serviço Social em Empresas. 9- A contribuição do Serviço Social no contexto de uma empresa estatal: o Serviço Social e as áreas de Administração de RH. 10- Relações de Trabalho, Qualidade de Vida e Saúde do Trabalhador. 11- Fundamentos Históricos, Teórico-Metodológicos e Pressupostos Éticos da Prática Profissional. 12- A Pesquisa e a Prática Profissional. 13- A questão da instrumentalidade na profissão. 14- A relação Empresa/Empregado/Família/Comunidade e o desenvolvimento da sociabilidade humana. 15- Prevenção e Reabilitação de Doenças. 16- O alcoolismo nas empresas. 17- Controle social na saúde: Conselhos de Saúde, movimentos sociais, estratégias de organização da sociedade civil, terceiro setor. 18- Distrito Sanitário, territorialização. 19- Epidemiologia e planejamento de ações de saúde. 20- Programa de Saúde da Família. 21- A Reforma Psiquiátrica no Brasil. A consolidação da LOAS e seus pressupostos teóricos. O novo reordenamento da Assistência Social/SUAS. A política social brasileira e os programas sociais de transferência de renda na contemporaneidade: Bolsa família, PETI, Agente Jovem, Casa da Família etc.

Bibliografia Sugerida: 1. Couto, Berenice Rojas. O direito social e a assistência social na sociedade brasileira: uma equação possível? S. P. Cortez, 2004 2. Freire, Lúcia M. B. O Serviço Social na reestruturação produtiva: espaços, programas e trabalho profissional. S.P. Cortez, 2003. 3. Blandes, Denise et alii. A segurança do trabalho e o Serviço Social. Serviço Social & Sociedade. n° 31. S.P., Ed. Cortez, dezembro 1989. 4. Código de Ética Profissional do Assistente Social. 1993; LOAS (Lei 8.742/93); Lei 9.720/98; Capítulo da Ordem Social da CF de 1988 (in Assistente Social: ética e direitos: Coletânea de Leis e Resoluções.CRESS 7ª. R - RJ, Rio de Janeiro, 3ª edição, 2001. 5. Oliveira, Claudete J. de " O enfrentamento da dpendência do álcool e outras drogas pelo Estado brasileiro" in Saúde e Serviço Social. Bravo, M . I. de S. [et al.], (organizadoras). - São Paulo: Cortez; Rio de Janeiro: UERJ, 2004. 6. Iamamoto, Marilda Villela e Carvalho, Raul de. Relações Sociais e Serviço Social no Brasil. S.P., Ed. Cortez; [Lima/Peru] : CELATS, 1993. 7. INSTITUTO BRASILEIRO DE ANÁLISES SOCIAIS E ECONÔMICAS - IBASE. Saúde e Trabalho no Brasil. Parte 2 Diagnóstico das Condições de Trabalho e Saúde (35-39). Petrópolis. Ed. Vozes, 1983. 8. Mota, Ana Elizabete. O Feitiço da Ajuda. S.P., Ed. Cortez, 1985. 9. Mota, Ana Elizabete. Uma nova legitimidade para o Serviço Social de empresa. Serviço Social & Sociedade. n° 26, S.P., Ed. Cortez, abril 1988. 10. Mota, Ana Elizabete (org.). A Nova Fábrica de Consensos. - 2ª. ed. São Paulo: Cortez, 2000. 11. Netto, José Paulo. Ditadura e Serviço Social: uma análise do Serviço Social no Brasil pós-64. S.P., Ed. Cortez, 1994. 12. Netto, José Paulo. Capitalismo Monopolista e Serviço Social. 3ª ed. Ampliada - S. P. Cortez: 2001 (Cap. I). 13. 14. Silva, Maria Ozanira da Silva e. Pesquisa participante e Serviço Social. Serviço Social & Sociedade. n° 31. S.P., ed. Cortez, dezembro 1989. 15. Yugulis, Maria Helena. Considerações sobre um programa de implantação e assistência a AIDS. Serviço Social & Sociedade. n° 16. S.P., Ed. Cortez, outubro 1988. 17. CLPS, Consolidação das Leis da Previdência Social: Título I, Introdução, Capítulo Único. Título II, Segurados, Dependentes e Inscrição. Título III, Prestações, Cap. I, Prestações em Geral. 18. CLT, Consolidação das Leis do Trabalho: Título II. DAS NORMAS GERAIS DA TUTELA DO TRABALHO: Cap. I, Da identificação profissional, Cap. II, Da duração do trabalho, Cap. IV, Das férias anuais, Cap. V, Da segurança e da medicina do trabalho. Título III. DAS NORMAS ESPECIAIS DA TUTELA DO TRABALHO: Cap. III, Da proteção do trabalho da mulher. Título IV. DO CONTRATO INDIVIDUAL DE TRABALHO. 19. Guerra, Y. A instrumentalidade do Serviço Social. S.P. Cortez, 1995. 20. Mendes, Jussara M . R. O verso e o anverso de uma história: o acidente e a morte no trabalho. - Porto Alegre: EDIPUCRS, 2003. 21. Faleiros, V. de P. O trabalho da política: saúde e segurança dos trabalhadores. S.P. Cortez, 1992. 22. Barroco, M . Lúcia S. Ética e serviço social: fundamentos ontológicos. S.P. Cortez, 2001. 23. Iamamoto, M . V. O serviço social na contemporaneidade: trabalho e formação profissional. - S. P. Cortez, 1998. 24. Revista Serviço Social e Sociedade, No. 77, Ano XXV - Março 2004 - S.P. Cortez (p. 5 a 62) 25. Braz, M . " O governo Lula e o projeto ético-político do Serviço Social". Revista Serviço Social e Sociedade, No. 78, Ano XXV - Julho 2004 - S.P. Cortez. 26. Behring, E. R. e Boschetti, I. " Seguridade Social no Brasil e perspectivas do governo Lula" . Revista Universidade e Sociedade, No. 30, Brasília, Andes, Junho 2003. COHN, Amélia., ELIAS, Paulo Eduardo. Saúde no Brasil, Políticas e Organização de Serviços. Editora Cortez, São Paulo, CEDEC. DRAIBE, Sonia Maria. As políticas sociais nos anos 90. In: Baumann R.(org) Brasil: uma década em transição. Ed Campus. São Paulo. FERREYRA, Sonia Edit. La calidad de vida como concepto: sua utilización en el accionar de los trabajadores sociales em el ámbito de la salud. In: Serviço Social e Sociedade 74. julho de 2003. Coretez Editora. FIOLHO, Naomar de Almeida, ROUQUAYROL, Maria Zélia. Introdução à Epidemiologia Moderna. Capítulo I, 2ª Edição, COOPMED/PCE/ABRASCO, 1992. LOBOSQUE A.M. Clínica em movimento: o cotidiano de um serviço substitutivo em Saúde Mental. In: Clínica em movimento: por uma sociedade sem manicômios. Rio de Janeiro. Editora Garamond, 2003. PAIVA, Beatriz, SALES, Miome. A Nova Ética Profissional: Práxis e Princípios. In: Bonetti, D., Silva, M., Sales, M., Gonelli, V. (org.) Serviço Social e Ética - Convite a uma nova práxis. São Paulo, Cortez, 1996, p.174-208.SARACENO B, ASIOLI F, TOGNONI G. Manual de Saúde Mental: Guia básico para atenção primária. São Paulo, Hucitec, 1994SOUZA, C. e CARVALHO, I. M. M. Reforma do Estado, descentralização e desigualdades. Lua Nova. 48.TEIXEIRA, M., NUNES, S. A interdisciplinaridade no programa de saúde da família: uma utopia?. In: BRAVO, Maria Ines et al. Saúde e Serviço Social. São Paulo: Cortez, Rio de Janeiro: UERJ, 2004, p.117,132. Outros livros que abrangem o programa proposto.

BIÓLOGO: Taxonomia: caracterização geral dos seres vivos. Classificação: reinos da natureza. Ecologia: ecossistemas, biociclo, talassociclo, limnociclo, epinociclo; dinâmica de populações; ciclos biogeoquímicos; poluição e seus efeitos: tipos de poluição, Bioindicadores de poluição; fluxo de energia; relações ecológicas; eutrofização e seus efeitos; sucessão ecológica; biomas brasileiros; fatores bióticos e abióticos. Endemias; endemias importantes do Brasil; principais verminoses; protozooses e bacterioses brasileiras. Genética; genética de melhoramentos; trangênicos; clonagem; genoma humano; geneterapia humana. Evolução; fatores evolutivos. Biologia celular; proteínas; ácidos nucléicos; bioenergética [fotossíntese - respiração celular - fermentação]. Botânica; diversidade e reprodução; sistemática vegetal; DSTs: doenças sexualmente transmissíveis. Saúde pública; mortalidade infantil e suas causas; lixo; ambiente; sociedade e educação.

Bibliografia sugerida: BERENGUER, J. Gállego. Atlas de parasitologia. EDUSP. MACHADO, Sídio. Biologia - De olho no mundo do trabalho. Ed. Scipione. BRANCO, S. Murgel. Transgênicos. Ed. Moderna. OLIVEIRA, Fátima. Engenharia genética. Ed. Moderna. MONTANARI, V. & STRAZZACAPA, Cristina. Pelos caminhos da água. Ed. Moderna. TELAROLLI JR., Rodolpho. Endemias do Brasil. Ed. Moderna. SOARES, J. Luiz. Programas de saúde. Ed. Scipione. PASSOS, M. R. Leal. D.S.T. Ed. Eventos. TELAROLLI JR., Rodolpho. Mortalidade infantil. Ed. Moderna. TORNERO, Milton. Os caminhos da cólera. Ed. Moderna. DARLING, F. Fraser. As florestas e a sobrevivência. Ed. Artenova. SILVA. P. Moreira da. A poluição. Ed. Difel. HELFRICH, Harold W. (Coord.). A crise ambiental. EDUSP. SCARLATO, F. Capuano & PONTIN, J. Arnaldo. Do nicho ao lixo. Ed. Atual. MAGOSSI, L. Roberto & BONACELLA, P. Henrique. Poluição das águas. Ed. Moderna. CAVINATTO, V. Maria. Saneamento básico. Ed. Moderna. MARCONDES, M. Elisa. Florestas - desmatamentos e destruição. Ed. Scipione. NEIMAN, Zysman. Ecossistemas brasileiros - era verde. Ed. Atual. ODUM, Eugene. Ecologia. Ed. Guanabara. FAVARETTO, J. Arnaldo. Outros livros que abrangem o programa proposto.

CONTADOR: Contabilidade Publica: Conceitos gerais; Campo de aplicação. Regimes contábeis. Técnicas de registro e de lançamentos contábeis. Plano de Contas. Balanços Orçamentário, Financeiro e Patrimonial. Demonstração das Variações Patrimoniais. Orçamento Público: Conceitos gerais; Processo de Planejamento. Ciclo Orçamentário. Orçamento por Programas. Receita Pública: Conceito; Classificação; Estágios; Escrituração Contábil. Dívida Ativa. Despesa Pública: Conceito; Classificação; estágios, escrituração contábil. Restos a Pagar: Conceitos; Sistemática; Implicações após a Lei de Responsabilidade Fiscal. Dívida Pública: Conceitos; Sistemáticas; Implicações após a Lei de Responsabilidade Fiscal. Regime de Adiantamento: Conceito; Finalidades; Controle dos Adiantamentos. Patrimônio Público: Conceito; Bens, direitos e obrigações das Entidades Públicas. Variações Patrimoniais. Variações Ativas e Passivas. Créditos Adicionais: Conceito; Classificação; Autorização e Abertura; Vigência; Indicação e Especificação de recursos. Controle Interno: Conceitos; Objetivos; Implantação do Sistema de Controle Interno e metodologias existentes. Prestação de Contas: Demonstrativos exigidos e seu preenchimento; Prazos. Licitações: Modalidades; Conceitos Gerais; Limites; Processos e Procedimentos Licitatórios.

Biblioarafia suaerida: Legislação Federal: Lei na 4.320/64; Lei Complementar na 101/2000; Lei na 8.666/93 e suas alterações, Lei na 8.987/95; Lei na 9.074/95; Lei na 10.028/00; Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 e posteriores Emendas Constitucionais; Livros: Contabilidade Pública / João Angélico; Contabilidade Pública / Heilio Kohama; Lei de Responsabilidade Fiscal Comentada: LC na 101/00 / Adauto Viccari Junior..., Flávio da Cruz (coordenador) - São Paulo: Atlas, 2000. Instruções Normativas do Tribunal de Contas/RJ vigentes em relação ao programa acima citado. Outros livros que abrangem o programa proposto.

ENFERMEIRO: Administração aplicada à enfermagem: legislação e ética profissional; cálculo de pessoal; administração em enfermagem. Enfermagem fundamental: técnicas básicas; administração de medicamentos; princípios, métodos e técnicas de esterilização; medidas de biossegurança; o processo de enfermagem; sistematização da assistência de enfermagem; semiologia e semiotécnica em enfermagem. Enfermagem na saúde coletiva: SUS - princípios, diretrizes e normatização; visita domiciliar e consulta de enfermagem; PSF - conceitos e estratégias; doenças infecto-contagiosas e parasitárias; história natural das doenças; imunizações. Enfermagem na saúde da mulher: assistência pré-natal, parto e puerpério; planejamento familiar; prevenção do câncer do colo de útero e mama; climatério. Atuação do enfermeiro em situações de urgência e emergência. Enfermagem na saúde da criança e do adolescente: aleitamento materno; crescimento e desenvolvimento; cuidados com o recém nascido normal e de baixo peso; assistência de enfermagem nas doenças prevalentes da infância. Enfermagem na saúde do adulto e do idoso: atendimento ao cliente com hipertensão arterial e diabetes melitus; feridas e curativos; assistência ao idoso; atendimento ao cliente com doenças transmissíveis; assistência de enfermagem em situações clínicas ou cirúrgicas relativas aos sistemas cardiovasculares, gastro- intestinal, respiratório, geniturinário, músculoesquelético, neurológico, endócrino e hematológico.

Bibliografia sugerida: ALMEIDA, Claudia Elizabeth e cols. Manual para realização de curativos. Rio de Janeiro: Cultura Médica. BRASIL, Conselho Federal de Enfermagem. Código de Ética e Legislações mais utilizadas no dia a dia da Enfermagem. Lei 7498/86 e Decreto na. 94.406/ 87.Resolução COFEN na. 311/ 2007. BRASIL, Ministério da Saúde. Assistência Pré-Natal. Brasília. Secretaria de Políticas de Saúde. 2000 e atualizações. BRASIL. Ministério da Saúde. Guia Pratico de Programa de Saúde da Família, 2002. BRASIL. Ministério da Saúde. Caderno de Atenção Básica nº 19. Envelhecimento e Saúde da Pessoa Idosa, 2006. BRASIL. Ministério da Saúde. Orientações Gerais para Central de Esterilização, Brasília, 2001 e atualizações. BRASIL. Ministério da Saúde. Manual de Assistência ao Recém-nascido. Secretaria de Assistência à Saúde. Brasília, 1994 e atualizações. BRASIL. Ministério da Saúde. Assistência em Planejamento Familiar: Manual Técnico. Secretaria de Políticas de Saúde. Área Técnica de Saúde da Mulher. 4ª edição. Brasília, 2002. BRASIL. Ministério da Saúde. Doenças Sexualmente Transmissíveis. Secretaria de Políticas de Saúde. Coordenação Nacional de DST e Aids. Brasília, 1999 e atualizações. BRASIL. Plano Nacional de Atenção Integral á Saúde da Mulher. Plano de Ação 2004-2007. Brasília. Distrito Federal, 2004. BRASIL. Assistência Pré-natal. Normas e Manuais. Brasília. DF, 2000. BRASIL. Parto, Aborto e Puerpério. Assistência Humanizada à Mulher. Brasília, DF, 2001. BRASIL. Ministério da Saúde. Caderno de Atenção Básica nº 13. Controle dos Cânceres do colo do Útero e da Mama, 2006. BRASIL, Ministério da Saúde, Atenção Integrada às Doenças Prevalentes na Infância - AIDPI. Brasília (DF): Ministério da Saúde, 2002. BRASIL, Fundação Nacional de Saúde. Programa Nacional de Imunização. Brasília, 2001 e atualizações. BRASIL, Fundação Nacional de Saúde. Manual de rede de frio. Brasília, 2001 e atualizações. BRASIL. Ministério da Saúde. Plano de reorganização da atenção à hipertensão arterial e ao diabetes mellitus: Manual de hipertensão e diabetes mellitus. Brasília, 2002 e atualizações. BRASIL. Ministério da Saúde. Manual Técnico para o controle da tuberculose, 2002 e atualizações. HUDAK, Carolyn M.; GALLO, Bárbara M. Cuidados intensivos de enfermagem: uma abordagem holística. 6ª edição. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. HORTA, Wanda de Aguiar. Processo de enfermagem. São Paulo: EPU. KURCGANT, Paulina. Gerenciamento em Enfermagem. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. SANTOS, Raimundo R. et al. Manual do Socorro de Urgência. Editora Atheneu. SMELTZER, Suzane C. & BARE, Brenda G. Tratado de Enfermagem Médicocirúrgica. 10ª ed., Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. SUS - Lei Federal na. 8080/ 90 e, na. 8/42/ 90. WHALEY e WONG. Enfermagem Pediátrica. 5ª edição. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. Outros livros que abrangem o programa proposto.

ENGENHEIRO AGRÔNOMO: Legislação. Legislação federal referente a Política Agrícola (Lei 8171 de 17 de janeiro de 1991 e Portaria Interministerial nº 182 de 25 de agosto de 1994) armazenamento (Lei 9973 de 29 de maio de 2000 e decreto 3855 de 05 de julho de 2001), e classificação de produtos agrícolas (Lei 9972 de 25 de maio de 2000 e decreto 3664 de 17 de novembro de 2000). Colheita, preparo, secagem, limpeza, armazenagem, beneficiamento, classificação, remoção e comercialização de milho, arroz, feijão, trigo, soja, sorgo, farinha de mandioca, algodão, café e sementes. Padrões de Qualidade dos produtos de origem vegetal/Normas de Identidade e Qualidade e Regulamentos Técnicos. Fatores relativos ao manejo e a colheita que influenciam no armazenamento dos produtos de origem vegetal. Manejo de pós colheita. Armazenagem. Tipos de armazéns e silos. Fatores físicos, químicos e biológicos que afetam o armazenamento de produtos de origem vegetal. Determinação do teor de umidade dos grãos. Ambiente de armazenagem e processos fisiológicos nos grãos armazenados. Microrganismos que causam prejuízos aos produtos armazenados. Insetos e pragas no ambiente de armazenagem e métodos de controle, Identificação, danos e prejuízos e formas de controle. Estrutura, composição e propriedade dos grãos; Higrometria; Estudos dos métodos e custos de secagem de grãos; Aeração de grãos; Estudos dos sistemas de limpeza dos grãos armazenados; Sistemas de transporte de grãos 6. Comercialização. Formas, produtos e normas. Instrumentos e mecanismos.

Bibliografia sugerida: ATHIÉ, Ivana & Paula, Dalmo Cesar de. Insetos de grãos armazenados: Aspectos biológicos e identificação. 1ª edição.Editora Varela. 244 pp. LORINI, Irineu. Controle integrado de pragas de grãos armazenados. EMBRAPA. 58 pp. 1998. REIS, Leandro R. & Antunes, Luciano M.. Comercialização agropecuária. Instituto Campineiro de Ensino Agrícola. 140 pp. PUZZI, Domingos. Abastecimento e armazenagem de grãos. Instituto Campineiro de Ensino Agrícola. 20 edição. 666 pp. STONE, Luis Fernando & Sartorato, Aloisio. Cultivo do feijão: recomendações técnicas. EMBRAPA. 84 pp. SILVA, J. S. Pré - Processamento de produtos agrícolas, Instituto Maria - Juiz de Fora/MG. WEBER, E. A. Armazenagem Agrícola - Editora Agropecuária Ltda, Guaíba/RS. SCUSSEL, V. M. Atualidades em Micotoxinas e Armazenagem de grãos - Editado pela autora, Editora Aurora 2000 - Florianópolis/SC (fone (48) 334-4888). LORINI, Irineu e outros. Armazenagem de grãos Campinas - Instituto Bio Geneziz (IBG). Publicações eletrônicas:

www.conab.gov.br/legislação

www.conab.gov.br/download/comercialização/arq_link_menu/regulamento_97PDF

www.conab.gov.br/download/comercialização/arqlinkmenu/regulamentoPEP0/20

www.conab.gov.br/moc

www.conab.gov.br/download/armazenagem/ambnat3030/pdf

www.embrapa.br/publicaçoes/sistemasproduçao

Padrões de qualidade: Portarias e regulamentos técnicos do MAPA. Periódicos: Informe Agropecuário.Volume 14. na 164. Milho, inovações tecnológicas para grãos e silagem. 1999. Informe Agropecuário. Volume 14. nº 162. Café: Normas e coeficientes técnicos. 1988. Outros livros que abrangem o programa proposto.

ENGENHEIRO CIVIL: 1- Projeto e Execução de Obras Civis: locação de obra; sondagens; instalações provisórias; canteiro de obras; depósito e armazenamento de materiais; fundações profundas; fundações superficiais; escavações; escoramento; movimento de terras; elementos estruturais; estruturas em concreto armado; estruturas especiais; alvenaria estrutural; formas; armação; concreto; argamassas; alvenarias; esquadrias; ferragens; revestimentos; coberturas; pisos e pavimentações; rodapés, soleiras e peitoris; impermeabilização; pintura; equipamentos e ferramentas. 2- Materiais de Construção Civil: aglomerantes: gesso, cal, cimento Portland; agregados; argamassa; concreto; dosagem; tecnologia do concreto; aço; madeira; materiais cerâmicos; vidros; tintas e vernizes; ensaios e controles tecnológicos. 3- Mecânica dos Solos: origem e formação dos solos; índices físicos; caracterização de solos; propriedades dos solos arenosos e argilosos; pressões nos solos; prospecção geotécnica; permeabilidade dos solos; compactação dos solos; terra; estrutura de arrimo; estabilidade de taludes; estabilidade das fundações superficiais e estabilidade das fundações profundas. 4- Resistência dos Materiais: tensões normais e tangenciais: deformações; teoria da elasticidade; análise de tensões; tensões principais; equilíbrio de tensões; compatibilidade de deformações; relações tensão x deformação - Lei de Hooke; Círculo de Mohr; tração e compressão; flexão simples; flexão composta; torção; cisalhamento e flambagem. 5- Análise Estrutural: esforços seccionais - esforço normal, esforço cortante e momento fletor; relação entre esforços; apoios e vínculos; diagramas de esforços; estudo das estruturas isostáticas (vigas simples, vigas gerber, quadros). 6- Dimensionamento do Concreto Armado: características mecânicas e reológicas do concreto; tipos de aços para concreto armado; fabricação do aço; características mecânicas do aço; concreto armado - fundamentos; estados limites; aderência; ancoragem e emendas em barras de armação; detalhamento de armação em concreto armado. 7- Instalações Prediais: instalações elétricas; instalações hidráulicas; instalações de esgoto; instalações de telefone e instalações especiais. 8- Estruturas de Aço. 9- Estruturas de Madeira. 10- Noções da Lei 8.666/93 e suas alterações no que se refere a obras e serviços de engenharia. 11- Topografia: conceitos fundamentais; levantamentos planimétricos e altimétricos; medições de ângulos e distâncias; escalas; instrumentos topográficos; cálculo de áreas e volumes; representações (desenho topográfico); nivelamento; curvas de nível. 12- Engenharia de custos: planejamento de obras; cronogramas; orçamentos (levantamento de quantidades, custos unitários, diretos e indiretos, planilhas); análise de custos; acompanhamento e controle de custos e serviços; medições de serviços. 13- Segurança e higiene no trabalho: segurança na construção civil; proteção coletiva e individual; ergonomia; riscos ambientais (químicos, físicos, biológicos, mecânicos); riscos em eletricidade, em transporte e em movimentação de materiais. 14- Representação e interpretação de projetos: arquitetura; instalações; fundações; estruturas.

Bibliografia sugerida: 1. AZEREDO, Hélio Alves. O edifício e o seu acabamento. Ed. Edgard Blücher. 2. BAUER, Falcão. Materiais de Construção (vols. 1 e 2). Ed. LTC. 3. BEER & JOHNSON. Resistência dos Materiais. Ed. Makron Books. 4. CAPUTO, Homero. Mecânica dos Solos e suas Aplicações (vols. 1 a 4). Ed. LTC. 5. CARDÃO, Celso. Técnicas de Construção. Ed. Engenharia e Arquitetura. 6. CREDER, Hélio. Instalações Elétricas. LTC. 7. ESPARTEL, Lelis. Curso de Topografia. Ed. Globo. 8. Lei 8.666/93 e suas alterações. 9. MACINTYRE. Instalações Hidráulicas. Ed. Guanabara Dois. 10. MONTENEGRO, Gildo A. Desenho Arquitetônico. Ed. Edgard Blücher. 11. Normas da ABNT. 12. Norma NR 18 - Ministério do Trabalho. 13. PETRUCCI, Eládio. Materiais de Construção. Ed. Globo. 14. PETRUCCI, Eládio. Concreto de Cimento Portland. Ed. Globo. 15. PFEIL, Walter. Estruturas de Madeira. Ed. LTC. 16. PFEIL, Walter. Estruturas de Aço. Ed. LTC. 17. SAMPAIO, Fernando M. Orçamento e Custo da Construção. Ed. Hemus. 18. SAMPAIO, José Carlos Arruda. PCMAT - Programa de Condições e Meio Ambiente do Trabalho na Indústria da Construção Civil. Ed. Pini. 19. STABILE. Custos na Construção Civil. Ed. Boletim de Custos. 20. SUSSEKIND, José Carlos. Curso de Concreto. Ed. Globo. 21. SUSSEKIND, José Carlos. Curso de análise estrutural. Ed. Globo. 22.. FUSCO, Péricles. Técnicas de armar as estruturas de concreto. Editora PINI. Outros livros que abrangem o programa proposto.

FARMACÊUTICO: Conceito, objetivos e atribuições da Farmácia; Requisitos técnicos e exigências legais para instalação, licenciamento e funcionamento da Farmácia; Farmácia Hospitalar e controle de infecções hospitalares; Germicidas de uso hospitalar: formulações; Seleção e padronização de medicamentos e correlatos; Gestão de estoque - curva ABC - Parâmetros de identificação dos medicamentos para o controle de estoque; Armazenamento de medicamentos e correlatos - exigências legais, normas técnicas e funcionais; Sistemas de dispensação de medicamentos. FARMACOLOGIA: Conhecimento quanto à origem, à química, à atividade farmacológica, aos mecanismos de ação, ao emprego terapêutico e à toxicidade dos medicamentos, necessária ao desenvolvimento da assistência farmacêutica; Farmacologia da dor e da inflamação; Farmacologia do sistema respiratório; Farmacologia do sistema digestivo; Farmacologia do sistema nervoso central, periférico e autônomo; Farmacologia do sistema cardiovascular; Farmacologia dos processos infecciosos; Antimicrobianos. ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA NO SUS/ ATENÇÃO BÁSICA: Incentivo a assistência farmacêutica; Política Nacional de Medicamentos; Programas Estratégicos de Responsabilidade do Ministério da Saúde;m Programas para Aquisição dos Medicamentos Essenciais da Saúde.

Bibliografia sugerida: CARVALHO, E. B. Manual de Suporte Nutricional. Rio de Janeiro: Medsi, 1992. 308p. FARMACOPÉIA Brasileira. 3. ed. São Paulo: Organização Andrei, 19977. 1v. FARMACOPÉIA Brasileira. 4. ed. São Paulo: Atheneu, 1988. P. 1 e P. 2 (Fascículos 1-4) GENNARO, A. R. Remington Farmácia. 19 ed. Argentina: Médica Pan América.2 volumes. GENNARO, A. R. REMINGTON. A ciência e a prática da farmácia. 20 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2004. GOMES, Maria J. V. Magalhães; REIS, Adriano Max Moreira. Ciências Farmacêuticas: Uma abordagem em farmácia hospitalar. 1ª ed. São Paulo: Editora Atheneu. 2001. GOODMAN, L. S.; GILMAN, A. As bases farmacológicas da terapêutica. 10 ed. Rio de Janeiro: McGraw-Hill, 2003. 1647p. HANSTEN, P. D. Interações medicamentosas. 5 ed. Rio de Janeiro: Revinter, 1989. 518p. HENRY, J. B. Diagnósticos Clínicos e Tratamentos por Métodos Laboratoriais. São Paulo: Ed.Manole, 1999. KATZUNG, B.G.; SILVA, P. Farmacologia básica e clínica. 9.ed. Rio de Janeiro: Guanabara-koogan, 2006. 854p. KOROLKOVAS, A. Dicionário Terapêutico Guanabara. Rio de Janeiro: Guanabara- koogan, 2004. MARTINS, M. A. Manual de infecções hospitalares: prevenção e controle. Hospital das Clínicas (Belo Horizonte). Rio de Janeiro: Medsi, 1993. 288p. MARIN, N. Et al. Assistência Farmacêutica para Gerentes Municipais: Brasília; OPAS, 2003. Lei na 5.991, de 17 de dezembro de 1973, Conselho Federal de Farmácia. Lei na 6360, de 23 de setembro de 1976, Congresso Nacional ANVISA. Lei na 8080, de 19 de setembro de 1990, Congresso Nacional ANVISA. Lei na 8142, de 28 de dezembro de 1990, Congresso Nacional ANVISA. Lei na 9787, de 10 de fevereiro de 1999, Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Portaria na 344, de 12 de maio de 1998, de Secretaria de Vigilância Sanitária, Ministério da Saúde. Resolução na 387, de 13 de dezembro de 2002, Conselho Federal de Farmácia. Resolução nº 417, de 29 de setembro de 2004, Conselho Federal de Farmácia. Resolução nº 431, de 17 de fevereiro de 2005, Conselho Federal de Farmácia. Resolução RDC 328/99 - ANVISA. Resolução RDC 33/2000 - ANVISA. Portaria GM/MS nº 3916 de 30 de outubro de 1998. Diário Oficial da União, 1998. Portaria GM/MS nº 176/99 de 08 de março de 1999. Diário Oficial da União 1999. Portaria GM/MS nº 1077/99. Diário Oficial da União 1999. Outros livros que abrangem o programa proposto.

JORNALISTA: Comunicação e jornalismo: modelos teóricos de comunicação e os processos de significação. Articulação dos códigos comunicacionais nas novas mídias. As diversas formas de jornalismo (on-line, rádiojornalismo, telejornalismo, comunitário, documentário) e seu papel no mundo global. Perfil do jornalismo e da publicidade com o advento das novas tecnologias. Perfil da propaganda institucional e educativa. Técnicas básicas de redação publicitária. O profissional de imprensa e as novas tecnologias. Ética e imprensa. .As informações e a sua extensão: política editorial; editoriais (tipos comuns e especiais). Reportagem: tipos; entrevista - modalidades. Titulação. Edição: sistemas de fechamento, possibilidades técnicas (selos, tarjas, infografia, fios, olhos, olhos legenda, textos legenda, ilhas, boxes, quadros, inserts fotográficos, retículas). O texto jornalístico - características: a estrutura da notícia; números e siglas; uso correto dos verbos. Assessoria de imprensa: O papel do assessor nos órgãos públicos e na iniciativa privada. Perfil do profissional: exigências. Levantamento de dados, mapas, gráficos, indicativos numéricos, pesquisa complementar (livros, textos). Veículos de comunicação internos e externos (house organ, revista, newsletter). Desenvolvimento de slogans e campanhas. Clipping, clipping eletrônico. Produção de releases, comunicados e notas oficiais.

Bibliografia sugerida: BARREIRO, Heródoto e LIMA, Paulo Rodolfo. Manual de Radiojornalismo. BUCCI, Eugênio. Sobre ética e imprensa,Companhia das letras. COIMBRA, Oswaldo. O texto de reportagem impressa. Ed Ática. DIMENSTEIN, Gilberto e KOTSCHO, Ricardo. A aventura da reportagem. ed Summus. DINES, Alberto. O papel do jornal. ed SUMMUS. DOTY, Dorothy. Divulgação jornalística e relações públicas, Cultura editores associados. ERBOLATO, Mário L.Técnicas de codificação em jornalismo,ed Ática.MARCONDES FILHO,Ciro.O capital da notícia.Jornalismo como produção social de segunda naturezaed Ática. Literatura sobre fotojornalismo. Manuais sobre Adobe Page Maker. Outros livros que abrangem o programa proposto.

MÉDICO ANESTESIOLOGISTA: Preparo pré-anestésico. Recuperação anestésica. Reposição volêmica. Uso de sangue e hemoderivados. Anestesia Venosa. Anestesia Inalatória. Anestesia loco-regional. Transmissão e bloqueio neuromuscular. Parada cardíaca e reanimação cardiopulmonar. Ventilação Artificial. Estudo da nocicepção e dor, tratamento. Anestesia obstétrica e analgesia de parto. Anestesia em pediatria. Anestesia em geriatria. Anestesia no trauma e urgência em geral. Complicações durante anestesia. Anestesia para cirurgia ambulatorial. Anestesia para neurocirurgia. Anestesia par ORL. Anestesia para ginecologia. Anestesia para cirurgia vascular. Anestesia para cirurgia bucomaxilofacial. Anestesia para Urologia. Anestesia para cirurgia abdominal. Anestesia para cirurgia torácica.

Bibliografia sugerida: - MANICA, J. Anesthesiologia, 2ª ed., Ed. Artes Médicas. - MILLER, E.D. Anesthesia, vol. I e II, 5th ed., Ed. Churchill Livingstone, 1998. Outros livros que abrangem o programa proposto.

MÉDICO CARDIOLOGISTA: Infarto agudo do miocárdio. Edema agudo do pulmão. Hipertensão arterial/Crise hipertensiva. Insuficiência cardíaca. Parada Cardiorespiratória. Choque Cardiogênico. Embolia pulmonar. Intoxicação digitálica. Arritimia cardíaca. Dislipidemia. Cardiopatia congênita. Radiologia cardíaca. Eletrocardiografia. Valvopatias. Hipotensão e sincope. Cardiopatia isquêmica. Fatores de risco e seu tratamento. Febre reumática. Endocardite Bacteriana. Aneurisma da aorta e dissecção. Cardiopatia Chagásica.

Bibliografia sugerida: 1. Tratado de medicina cardiovascular. E. Braunwald 2. ECG nas Arritmias. Ivan G. Maia 3. Condutas no paciente grave. Elias Knobel 4. Cardiologia Princípio e Prática. Iran de Castro 5. O Coração Hurst's. R. Wayne Alexander. Robert C. Schlant. Valentin Fuster. 6. CINTRA DO PRADO et alls. Atualização Terapêutica 2001. 20ª edição - Ed. Artes Médicas, 2001. Outros livros que abrangem o programa proposto.

MÉDICO CIRURGIÃO GERAL: Resposta endócrina e metabólica ao trauma; Distúrbios hidro-eletrolíticos; Choque; Avaliação e preparo do paciente no pré-operatório/ generalidades. Pré-operatório em condições especiais (disbéticos, cardiopatas, ictéricos, pacientes em uso de corticóides, distúrbio de coagulação); Avaliação pós-operatório. Generalidades. Hidratação venosa; Infecção em cirurgia. Antibioticoprofilaxia; Risco de infecção para cirurgião e equipe de saúde; Hemostasia e princípios de hemoterapia; Traumatismo torácico; Traumatismo abdominal. Síndrome compartimento abdominal; Traumatismo vascular e cardíaco; Atendimento ao politraumatizado, Atendimento inicial, métodos propedêuticos e terapêuticos; Traumatismo da região cervical; Complicações em cirurgia; Anatomia, fisiologia, métodos diagnósticos, patologias benignas e malignas, abordagem cirúrgica das afecções cirúrgicas em tireóide e paratireóide; Anatomia, fisiologia, métodos diagnósticos, patologias benignas e malignas, abordagem cirúrgica das afecções cirúrgicas do esôfago; Anatomia, fisiologia, métodos diagnósticos, patologias benignas e malignas, abordagem cirúrgica das afecções cirúrgicas do estômago e duodeno; Anatomia, fisiologia, métodos diagnósticos, abordagem cirúrgica das afecções cirúrgicas do diafragma; Anatomia, fisiologia, métodos diagnósticos, patologias benignas e malignas, abordagem cirúrgica das afecções cirúrgicas do intestino delgado; Anatomia, fisiologia, métodos diagnósticos, patologias benignas e malignas, abordagem cirúrgica das afecções cirúrgicas do cólon, reto e ânus; Anatomia, fisiologia, métodos diagnósticos, patologias benignas e malignas, abordagem cirúrgica das afecções cirúrgicas do fígado; Anatomia, fisiologia, métodos diagnósticos, patologias benignas e malignas, abordagem cirúrgica das afecções cirúrgicas das vias biliares; Afecções cirúrgicas do baço; Anatomia, fisiologia, métodos diagnósticos, patologias benignas e malignas, abordagem cirúrgica das afecções cirúrgicas do pâncreas; Anatomia, fisiologia, métodos diagnósticos, patologias benignas e malignas, abordagem cirúrgica das afecções cirúrgicas das supra-renais; Anatomia, fisiologia, métodos diagnósticos, patologias benignas e malignas, abordagem cirúrgica das afecções cirúrgicas do retro-peritônio; Anatomia, fisiologia, métodos diagnósticos, patologias benignas e malignas, abordagem cirúrgica das afecções cirúrgicas do mesentério; Abdômen agudo. Fisiopatologia da peritonite, abordagem diagnóstica e condutas; Hérnias da parede abdominal; Peritonites e abscessos intra-abdominais.

Bibliografia sugerida: - FREIRE, Evandro. Trauma; a doença dos séculos. Rio de Janeiro: Atheneu, 2001. - GREENFIELD, L.Z. Surgery Complications - MATTOX, K.L. Complications of Trauma. Churchill Linvigstone, 1994. - SAVASSI ROCHA, P.R. Abdome Agudo 2 Edição, Editora Medci, 1993. - SCHWARTZ, SHIRES, SPENCER. Principles of surgery - WAY, Lawrewnce W. Currebt surgical diagnosis & treatment 11.ed. ER McGraw-Hill, 2003. Outros livros que abrangem o programa proposto.

MÉDICO CLÍNICO GERAL: 1- Princípios da assistência preventiva à saúde. O exame de saúde preventivo. 2- Cuidados com a dieta. A atividade física. O tabagismo e abuso do álcool. 3- Princípios de terapia farmacológica. 4- Radiologia do coração. Princípios de eletrocardiograma. 5- Conduta na insuficiência cardíaca. 6- Abordagem clínica das arritmias cardíacas supraventriculares. 7- Hipertensão arterial sistêmica. 8- Abordagem clínica da cardiopatia isquêmica. 9- Asma brônquica. 10- Pneumonias comunitárias. 11- Cálculos renais. Uropatia obstrutiva. 12- Cistite e pielonefrite. 13- Gastrite. Úlcera péptica. 14- Distúrbios gastrintestinais funcionais: síndrome do cólon irritável. 15- Dispepsia sem úlcera e dor torácica não-cardíaca. 16- Abordagem do paciente com diarréia. Doença intestinal inflamatória. 17-Neoplasias do estômago e do intestino grosso. 18- Pancreatite. 19- Hepatites virais. 20- Cirrose hepática. 21- Doença da vesícula biliar e dos ductos biliares. 22- Abordagem das anemias. 23- Leucopenia e leucocitose. 24- Abordagem do paciente com linfadenopatia e esplenomegalia. 25- Abordagem do paciente com sangramento e trombose. 26- Prevenção de câncer. Marcadores tumorais. Síndromes paraneoplásicas. 27-Avaliação nutricional. Obesidade. Dislipidemia. 28- Diabetes mellitus. 29- Hipoglicemia. 30- Hipo e hipertireoidismo. 31- Rinite alérgica. Anafilaxia. Alergia a picadas de insetos. Alergia medicamentosa. 32-Reações adversas às drogas e aos alimentos. 33- Artrite reumatóide. 34-Gota e metabolismo do ácido úrico. 35- O ombro doloroso. Espondiloartropatias. Dorsalgia e cervicoalgias. Doenças do disco intervertebral. 36- Abordagem clínica do paciente febril. 37- Tuberculose. 38- Doenças sexualmente transmissíveis. Síndrome de Imunodeficiência Adquirida. 39- Gripe e resfriado. 40- Abordagem clínica das orofaringites agudas. 41- Princípios da prevenção vacinal. 42- Parasitoses intestinais. 43- Princípios da antibioticoterapia. 44- Síncope e cefaléias. 45- Acidentes com animais peçonhentos. 46- Interpretação dos distúrbios hidroeletrolíticos e ácido-básicos.

Bibliografia sugerida: BRAUNWALD, E.; FAUCI, A. S.; KASPER, D.L.; HAUSER, S. L.; LONGO, D. L.; JAMESON, J. L. Medicina interna. 15. ed. Rio de Janeiro: McGraw Hill Interamericana do Brasil, 2002. GOLDMAN, L.; AUSIELLO, D. C. Tratado de medicina interna. 22. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2005. GREEN, G. B.; HARRIS, I. S.; LIN, G. A.; MOYLAN, K. C. The Washington Manual. Manual de terapêutica clínica. 31. ed. Rio de Janeiro: Guanabara-Koogan, 2005. ROCHA, M.O.C.; PEDROSO, E.R.P.; FONSECA, J.G.M; SILVA. O.A. Terapêutica clínica. Rio de Janeiro: Guanabara-Koogan, 1998. Outros livros que abrangem o programa proposto.

MÉDICO DA FAMÍLIA: Política, Planejamento, Gestão e Gerência em Saúde. Fundamentos Teóricos e Estratégias de Intervenção em Saúde Pública. Abordagem Familiar - Fundamentos Teóricos e Estratégias de Intervenção. Atenção à Saúde da Criança e do Adolescente. Saúde Mental na Atenção Primária. Saúde da Mulher, Reprodução e Sexualidade. Atualização Técnica em Assistência ao Parto. Atenção à Saúde do Adulto e do Idoso. Cirurgia Ambulatorial. Urgência e Emergência Geral de Adultos e Pediátrica.

Bibliografia sugerida: - BRASIL, Ministério da Saúde. Manual de doenças sexualmente transmissíveis (DST). Disponível na Internet no endereço www.aids.gov.br. - BRASIL, Ministério da Saúde. Dermatologia na atenção básica. Cadernos de Atenção Básica - n. 10. Brasília, 2002. - BRASIL, Ministério da Saúde. Guia para controle de hanseníase. Cadernos de Atenção Básica - n. 10. Brasília, 2002. BRAUNWALD, R. FAUCI A. S., KASPER D.L. Harrison Medicina Interna. 15ª. ed., Editora Interamericana do Brasil Ltda., RJ, 2002. - CORRÊA M.D. Noções Práticas de Obstetrícia. 12ª. ed., Editora Medici, 2005. - BRASIL, Ministério da Saúde. Guia prático de saúde da família. Brasília, 2001. - GOLDMAN, L., BENNET JC. CECIL - Tratado de Medicina Interna. 21ª Ed., Editora Guanabara Koogan, RJ, 2002. - LEÃO E., CORREA EJ., VIANA MRA. Pediatria ambulatorial. 4ª. ed., Belo Horizonte: Coopmed, 2005. - RACHID M., SCHECHTER M., Manual de HIV/AIDS. 7ª. ed. , Editora Revinter, RJ, 2003. Outros livros que abrangem o programa proposto.

MÉDICO DERMATOLOGISTA: Pele normal. Patologia cutânea. Semiologia e métodos complementares. Alterações morfológicas cutâneas epidemo-dérmicas. Afecções dos anexos cutâneos. Alterações do colágeno, hipoderme, cartilagens e vasos. Infecções e infestações. Dermatoses por noxas químicas, físicas e mecânicas. Inflamações e granulomas não infecciosos. Dermatoses metabólicas e de depósitos. Afecções psicogênicas, psicossomáticas e neurogênicas. Dermatoses por imunodeficiências. Afecções congênitas e hereditárias. Cistos e neoplasias. Dermatoses em estados fisiológicos. Dermatologia em saúde pública. Terapêutica.

Bibliografia sugerida: FREEDBERG, I.M., EISEN, A.Z;, WOLFF, K., AUSTEN, K.F., GOLDSMITH L.A., KATZ, S.I., FITZPATRICK, T.B. Fitzpatrick's Dermatology in General Medicine. 5ª ed. McGraw Hill, 1999. SAMPAIO, Sebastião A. P. e RIVITTI, Evandro. Dermatologia. Editora Artes Médicas, 2001. Outros livros que abrangem o programa proposto.

MÉDICO GERIATRA: Transição demográfica e epidemiológica; Biologia do envelhecimento / Teorias do envelhecimento; Aspectos biológicos e fisiológicos do envelhecimento; Prevenção e promoção da saúde; Geriatria básica; Exames complementares e Instrumentos de avaliação; Distúrbio hidroeletrolítico; Déficit cognitivo, Demências; Delirium; Depressão e Ansiedade; Instabilidade postural e Quedas; Imobilidade e Úlceras de pressão; Incontinência urinária e fecal; Iatrogenia e Farmacologia em geriatria; Cardiologia: Hipertensão arterial sistêmica, Insuficiência Cardíaca, Doença arterial coronária, Arritmias, Doença arterial periférica, Doenças da carótida, Valvulopatias, Endocardite, Cardiomiopatias, Hipotensão arterial; Aterosclerose, Fatores de risco cardiovascular; Doenças cerebrovasculares: Acidente vascular cerebral isquêmico e hemorrágico; Síndromes parkinsonianas, Tremor essencial, Doença de Parkinson; Pneumologia: Pneumonias, Doença pulmonar obstrutiva crônica (inclui asma), Embolia pulmonar, Tuberculose; Gastroenterologia: Doenças do esôfago, Gastrites, úlceras péptica e gástrica, Doenças do fígado, Doenças dos intestinos, Doenças da vesícula e vias biliares; Urologia e Nefrologia: Hiperplasia prostática, Prostatite, Disfunção erétil, Insuficiência renal; Doenças osteomioarticulares: Osteoporose, Osteomalácia, Osteoartrite, Artrite reumatóide, Doença de Paget, Fibromialgia; Endocrinologia: Diabetes mellitus, Doenças da tireóide, Síndrome metabólica, Obesidade, Climatério; Neoplasias; Doenças dermatológicas; Anemia / Mieloma múltiplo; Sexualidade; Nutrição; Infecções e imunizações; Cirurgia e anestesia , Risco Cirúrgico no idoso; Doenças dos órgãos dos sentidos; Sono no Idoso; Reabilitação; Equipe multidisciplinar, modalidades de atendimento; Cuidados paliativos e ao final da vida. Mal de Alzheimer.

Bibliografia sugerida: - FREITAS, E.V.; Py, L.; NERI, A. L.; CANÇADO, F. A. C.; GORZONI, M.L. ; ROCHA, S.M. Tratado de Geriatria e Gerontologia. Editora Guanabara Koogan, 2002. - GUIMARÃES, R.M. & CUNHA, U.G.V. Sinais e Sintomas em Geriatria. 2 a Edição. Editora Atheneu, 2004. - CARVALHO FILHO, E. T. & PAPALÉO NETTO, M. Geriatria - Fundamentos Clínica e Terapêutica. 2 a edição. Editora Atheneu, 2005. - TALLIS, R.; FILLIT, H. & BROCKLEHURST'S, J.C., Brocklehurst"s Textbook of Geriatric Medicine and Gerontology. Sixth Edition. Churchill Livingstone, 2003. - FORLENZA, O. V. & CARAMELLI, P. Neuropsiquiatria Geriátrica. Editora Atheneu, 2000. - PAPALÉO NETTO, M. & BRITO, F.C Urgências em Geriatria.. Editora Atheneu, 2001. - SILLIMAN, R.A.; GALLO J, RABINS, P. Reichel Assistência ao Idoso: aspectos clínicos do envelhecimento. et al. 5 a . Edição. Editora Guanabara Koogan, 2001. - WAJNGARTEN, M. Cardiogeriatria. Editora Roca Ltda (Série Incor), 2004. - TAVARES, A., Compêndio de neuropsiquiatria geriátrica. Editora Guanabara Koogan, 2005. - LIBERMAN, A.; Freitas, E. V.; SAVIOLI NETO, F. & TADDEI, C.F.G. Cardiologia geriátrica. Editora Manole, 2005. - BRASIL, Congresso. Lei n° 8.842, de 4 de janeiro de 1994. Dispõe sobre a Política Nacional do Idoso, cria o Conselho Nacional do Idoso e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, jan. 1994. Seção 1, ano 132, n. 3. - BRASIL, Congresso. Lei n° 10.741, de 1 de outubro de 2003. Dispõe sobre o Estatuto do Idoso e dá outras providências. Brasília, DF, 2003. BRASIL. Portaria GM/MS N° 1.395 de 10/12/99 - Cria a Política Nacional de Saúde do Idoso. Outros livros que abrangem o programa proposto.

MÉDICO GINECOLOGISTA OBSTETRA: Anatomia e embriologia; Planejamento familiar; Dor pélvica e dismenorréia; Doenças sexualmente transmissíveis e infecções geniturinárias; Gravidez ectópica; Doenças benignas do trato reprodutivo; Cirurgias para patologias benignas e malignas do trato genital inferior; Incontinência urinária de esforço, uretrocele, cistocele e distopias do útero; Doença inflamatória pélvica; Endocrinologia ginecológica (amenorréia, anovulação, hirsutismo, hemorragia uterina disfuncional, desenvolvimento sexual, puberdade e climatério); Infertilidade; Endoscopia ginecológica; Endometriose; Câncer de colo uterino; Propedêutica do colo uterino; Câncer de ovário; Câncer de vulva; Doença trofoblástica gestacional; Doenças benignas e malignas da mama; Ginecologia infanto-puberal. Assistência pré-natal; Assistência ao parto; Diabetes Gestacional/ Diabetes Mellitus na Gravidez; Hemorragias pós-parto; Síndromes hemorrágicas na gravidez; Amniorexe prematura; Parto prematuro; Cesariana; Gestação de alto risco; Hipertensão na gravidez; Endocrinopatias na gravidez; Incompatibilidade sangüínea materno-fetal; Ultra-som em obstetrícia; Doenças infecciosas na gravidez; Sofrimento fetal; Tocotraumatismos maternos; Passagem transplacentária de drogas; Gravidez na adolescência; Infecção urinária na gravidez; Patologia do sistema amniótico; Hiperemese gravídica; Aspectos médico-legais e éticos da obstetrícia; Ginecologia e Obstetrícia Baseada em Evidência.

Bibliografia sugerida: - BRASIL, Ministério da Saúde. Secretaria Executiva. Departamento de Apoio à Descentralização. Coordenação - Geral de Apoio à Gestão Descentralizada. Diretrizes operacionais dos Pactos pela vida, em Defesa do SUS e de Gestão; Brasília 2006. http://www.saude.gov.br - CAMARGOS, Aroldo Fernandes. Ginecologia Ambulatorial. Coopmed, 2001. - CORRÊA, Mario Dias. Noções Práticas de Obstetrícia. 13ª ed. Coopmed, 2004. - GUIDELINES do Royal College of Obstetricians and Gynaecologists Clinical Green Top Guidelines: http://www.rcog.org.uk/index.asp?PageID-/042 - MANUAIS da Febrasgo e do Ministério da Saúde. http://www.febrasgo.com.br/manuais.htm NOVAK. Tratado de Ginecologia. 12ª ed. Guanabara Koogan, 1998. - REZENDE, Jorge. Obstetrícia. 8ª ed. Guanabara Koogan, 1998. - SEXUALLY Transmitted Diseases Treatment Guidelines. 2002. Prepared by Kimberly A. Workowski, M.D. William C. Levine, M.D., M.Sc. CDC, MMWR, Recommendations and Reports, May 10, 2002 / 51(RR06); 1-80. http://www.cdc.gov/mmwr/preview/mmwrhtml/rr5/06a/.htm - SPEROFF. Clinical Gynecologic Endocrinology and Infertility. 7ª ed. Lippincott Williams & Wilkins, 2005. - SOGIMIG. Ginecologia e Obstetrícia. 3ª ed. Medsi, 2003. - THE LINDE. Ginecologia Operatória. 8ªa ed. Guanabara Koogan, 1999. Outros livros que abrangem o programa proposto.

MÉDICO NEUROLOGISTA: Neuroanatomia funcional. Aspectos básicos de neurofisiologia. Semiologia neurológica. Aspectos práticos da propedêutica diagnóstica em Neurologia. Cefaléias e dor. Doenças cérebro-vasculares. Epilepsias e eventos paroxísticos diferenciais. Demências e outras alterações cognitivas. Distúrbios do movimento. Doenças neuromusculares. Esclerose múltipla e outras doenças desmielinizantes. Neuro-infecção. Neuro-oncologia. Psiquiatria na prática neurológica. Distúrbios do sono. Manifestações e complicações neurológicas das doenças sistêmicas.

Bibliografia sugerida: ANGELO MACHADO Neuroanatomia Funcional/, 2 edição. A.F.HAERER. Dejong's The Neurologic Examination 5 edição. MAURICE VICTOR, ALLAN H. ROPPER Adams and Victor Principles of Neurology , 2000. LEWIS P.ROWAND Merrit's Textbook of Neurology, 1995. MARTIN A. SAMUELS, STEVEN FESKE. Office Practice of Neurology, 2003. Outros livros que abrangem o programa proposto.

MÉDICO OFTAMOLOGISTA: Refração Clínica; Estrabismo - Abordagem Clínica; Doenças oculares externas; Obstruções de vias lacrimais (congênitas e adquiridas); Ambliopia - Tratamento clínico. Retina.

Bibliografia sugerida: 1. Duke Elder. Prática de Refração em Oftalmologia. 2. Julio Prieto Dias e Carlos Souza Dias. Estrabismo. 3. Rubens Belfort Júnior e Newton José. Córnea clínica e cirúrgica. 4. Weil-Milder. Sistema Lacrimal. Outros livros que abrangem o programa proposto.

MÉDICO ORTOPEDISTA: Osteomielite, artrite piogênica. Pé torto congênito. Luxação congênita do quadril. Fratura dos ossos do antebraço na criança, doença de Legg Calvè Perthes, talus verticalis e fraturas do anel pélvico. Fratura patológica (osteosssarcoma). Osteoporose. Síndrome compartimental.Doença tromboembólica. Hallux valgus. Lesões meniscais. Hérnia discal lombar. Luxação coxofemural. Lesão ligamentar do punho. Fraturas da cabeça do rádio na criança. Fraturas do colo do fêmur. Lesão do ligamento cruzado anterior do joelho. Fratura - luxação da coluna cervical. Fratura exposta. Pseudoartrose do escafóide. Contratura isquêmica de Volkman. Patologia do manguito rotador. Princípios e indicações da fixação externa. Anatomia da mão. Osteoporose. Fratura do tornozelo. Luxação recidivante do ombro. Coluna vertebral: hérnias cervicais e lombares. Trauma raquimedular. Fratura - luxação da coluna vertebral Espondilolistese lombar. Escoliose. Tuberculose óssea. Estenose de canal lombar. Tumores mais freqüentes na coluna. Joelho: anatomia biomecânica; lesões meniscais; instabilidade crônica do joelho; osteoartrose do joelho; instabilidade femoro-patelar; fratura do planalto tibial. Osteoartrose do quadril. Tumores músculo esqueléticos. Fratura da Tíbia. Tumor de Ewing. Fraturas dos ossos longos dos membros superiores. Fraturas dos ossos longos dos membros inferiores.Fratura de mão. Fratura de pé.

Bibliografia sugerida: Cirurgia da mão - lesões não traumáticas. Ed. Medsi, 1990. CRENSHAW, Campbell. Cirurgia Ortopédica. Ed. Manole. HERBERT, Sizinio e XAVIER, Renato. Ortopedia e Traumatologia: princípios e práticas. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998. PARDINI. Traumatismos da mão. Ed. Medsi, 2000. ROCKWOOD & FEEN. Fratures. Ed. Lippincott Raven, 1996. TACHDJIAN. Pediatric Orthopedic. Ed. WB Saunders, 1990. WEINSTEIN & TUREK. Orthopedics principles and their application. Ed. Lippincott Raven, 1994. Outros livros que abrangem o programa proposto.

MÉDICO PEDIATRA: 1- Aspectos gerais da anamnese. 2- Aspectos gerais do exame clínico e da interpretação dos exames laboratoriais na criança e no adolescente. 3- Crescimento e desenvolvimento. 4-Imunização e vacinas. 5- Problemas especiais de saúde que afetam o adolescente. 6- Necessidades nutricionais da criança e do adolescente. 7- Desnutrição e obesidade. 8- Deficiências e excessos de vitaminas e de sais minerais. 9- Distúrbios hidroeletrolíticos. 10- A criança criticamente enferma. 11- Bases das desordens genéticas. 12- Principais defeitos metabólicos 13- Recém-nascido normal. 14- Recém-nascido prematuro e o recém-nascido de baixo peso. 15-Principais problemas que acometem o recém-nascido. 16-Distúrbios imunológicos, infecciosos e alérgicos na criança e no adolescente. 17-Doenças osteoarticulares, reumáticas e neuromusculares na criança e no adolescente. 18- Sistema digestivo e as doenças que acometem a criança e o adolescente. 19- Sistema respiratório e as doenças que acometem a criança e o adolescente. 20- Sistema cardiovascular e as doenças que acometem a criança e o adolescente. 21-Sistema renal e as doenças que acometem a criança e o adolescente. 22-Sistema nervoso e as doenças que acometem a criança e o adolescente. 23- Doenças que acometem os olhos, os ouvidos e o nariz da criança e do adolescente. 24- Principais doenças dermatológicas que acometem a criança e o adolescente. 25-Doenças oncológicas e hematológicas que acometem a criança e o adolescente. 26- Intoxicações, envenenamentos e acidentes por animais peçonhentos.

Bibliografia sugerida: CARVALHO, Werther B. Terapia Intensiva Pediátrica. 2. ed. Rio de Janeiro: Atheneu, 1997. CLOHERTTY, J. P. Manual de neonatologia. 5. ed. Rio de Janeiro: Medsi Guanabara Koogan, 2005. LEÃO E et al. Pediatria ambulatorial. 4. ed. Belo Horizonte: COOPMED, 2005. NELSON. Nelson Textbook of pediatrics. 17. ed. International edition, Saunders, 2004. Outros livros que abrangem o programa proposto.

MÉDICO PSIQUIATRA: A história das relações entre sociedade e loucura: a loucura nas diferentes épocas; a Grande Internação; o nascimento do hospital psiquiátrico; o saber e o poder psiquiátricos na constituição do conceito de doença mental. As Reformas Psiquiátricas: as experiências reformistas (comunidades terapêuticas, psiquiatria de setor, psiquiatria preventiva); as experiências em ruptura com o modelo psiquiátrico tradicional (a antipsiquiatria, a psiquiatria democrática). Modelos atuais de Reforma Psiquiátrica, especialmente as experiências brasileira e italiana. A legislação referente à Saúde Mental. As relações entre loucura, cidadania e direito. Clínica psiquiátrica: Nosografia, nosologia e psicopatologia. Terapêutica: psicofarmacologia, psicoterapias. Noções básicas de psicanálise e suas interfaces com a psiquiatria e a saúde mental. Saberes e poderes no campo da saúde mental: impasses e confrontos.

Bibliografia sugerida: - AMARANTE P, Bezerra JR B ( orgs. ). Psiquiatria sem Hospício: Contribuições ao estudo da Reforma Psiquiátrica. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 1992. - AMARANTE P (org). Loucos pela vida: a trajetória da reforma psiquiátrica no Brasil. Rio de Janeiro: SDE/ENSP, 1995. - BRASIL. Ministério da Saúde. A Política do Ministério de Saúde para a Atenção Integral a Usuários de Álcool e outras Drogas. 2ª Edição, revista e ampliada,2004. Disponível no site acesso 17/02/2005). Disponível no site www.inverso.org.br ( último acesso 17/02/2006). - BRASIL. Lei Federal n. 10. 216, de 6 de abril de 2001 Disponível no site www.inverso.org.br link: legislação brasileira/leis federais - DALGALARRONDO P. Psicopatologia e Semiologia dos Transtornos Mentais. Porto Alegre, Artmed, 2000. - DESVIAT M. A Reforma Psiquiátrica. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 1999. - EY H, Bernard P, BRISSET C. Manual de Psiquiatria, 5ª edição. Rio de Janeiro: Masson e Atheneu Editoras, 1978. - FOUCAULT, M. História da Loucura na Idade Clássica. São Paulo, Editora Perspectiva, 1978, Capítulo 2. - FREUD S. A perda da realidade na neurose e na psicose ( 1924 ). In: Freud, Sigmund. Obras Psicológicas Completas, volume XIX. Rio de Janeiro: Imago Editora. - FREUD S. O caso de Schreber: Notas psicanalíticas sobre um relato autobiográfico de um caso de paranóia (dementia paranóides) (1911). In: Freud, Sigmund. Obras Psicológicas Completas, volume XII. Rio de Janeiro: Imago Editora. - FREUD S. Psiquiatria e Psicanálise ( Conferência XVI ). Conferência Introdutórias sobre Psicanálise (1917). In: Freud, Sigmund. Obras Psicológicas Completas, volume XVI. Rio de janeiro: Imago Editora. - FREUD S. Observações sobre o amor transferencial (Novas recomendações sobre a técnica da psicanálise III) (1924). In : Freud, Sigmund. Obras Psicológicas Completas, volume XII. Rio de Janeiro: Imago Editora. - GODINHO Delgado PG. Pessoas e Bens: Sobre a cidadania dos Curatelados. In: - KAPLAN H, Sadock B. Compêndio de Psiquiatria, 7ª Edição. Porto Alegre: Artemed, 1997. - LANCETTI A, editor. Saúde loucura - Saúde Mental e Saúde da Família. Segunda Edição. São Paulo: Hucitec; 2001. - LOBOSQUE A.M. Clínica em movimento: o cotidiano de um serviço substitutivo em Saúde Mental. In: Clínica em movimento: por uma sociedade sem manicômios. Rio de Janeiro. Editora Garamond, 2003. - LOBOSQUE AM. Impasses da clínica? In: Clínica em movimento: por uma sociedade sem manicômios. Rio de Janeiro: Editora Garamond, 2003. - MILLER JA. Psicanálise e Psiquiatria. In: Miller JA. Lacan Elucidado: palestras no Brasil. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1997. - Portarias do Ministério da Saúde: GM 106 de 11 de fevereiro de 2000, GM 336 de 19 de fevereiro de 2002, SAS 189 de 20 de março de 2002, GM 2077 de 31 de outubro de 2003. Disponível no site www.inverso.org.br link: legislação brasileira/leis federais. OTONI Barros F. O PAI-PJ- Projeto de atenção interdisciplinar ao paciente judiciário. In: Caderno de Textos. III Conferência Nacional. Cuidar sim, excluir não. Brasília: Ministério da Saúde, 2001. Disponível no site www.inverso.org.br link biblioteca/relatoriosemanuais/caderno de texto da 3ª conferência de saúde mental/cap. XVIII (psiquiatra e justiça) - ROTELLI F, De Leonardis O, Mauri D. Desinstitucionalização, uma outra via. IN: Nicácio F(org.). Desinstitucionalização. São Paulo: Editora Hucitec, 1990. - SARACENO, B. Libertando Identidades: da reabilitação psicossocial à cidadania possível. Rio de Janeiro: IFB/ Te Corá editora, 1999. - SCHATZBERG AF, Cole JO, DeBattista C. Manual de Psicofarmacologia Clínica. Rio de Janeiro. Guanabara Koogan, 4ª Edição, 2004. Outros livros que abrangem o programa proposto.

MÉDICO RADIOLOGISTA: Princípios físicos da obtenção dos exames de: Radiografia; Ultra-sonografia; Tomografia Computadorizada e Ressonância Magnética. Fisiopatologia e achados de imagem das doenças em Radiologia convencional e contrastada. Ultra-sonografia, Tomografia Computadorizada, Ressonância Magnética e Mamografia nos órgãos, sistemas e aparelhos: Sistema Nervoso Central; Cabeça e Pescoço, Pediatria, Aparelho Respiratório, Abdome e Sistema Gastrintestinal; Aparelho Urinário, Sistema Músculo-esquelético; Sistema Cardiovascular; Ginecologia e Obstetrícia e Mamas.

Bibliografia sugerida: BIASOLI Jr. A. Técnicas Radiográficas. Ed Rubio, 2006. SANTOS, AASMD; Nacif MS, Marchiori E; Oliveira ME. Radiologia e Diagnóstico por Imagem: Aparelho Respiratório. Ed. Rubio, 2005. SANTOS, AASMD; Nacif MS, Galvão M. Radiologia e Diagnóstico por Imagem: Abdome. Ed. Rubio - 2005. FREITAS, L.O.; NACIF, M.S. Radiologia Pratica para o Estudante de Medicina. Revinter, 2001 (Volume I). FREITAS, L.O.; NACIF, M.S. Radiologia Pratica para o Estudante de Medicina. Revinter , 2003 (Volume II). STOLLER DW. Ressonância Magnética em Ortopedia e Medicina Desportiva. Ed. Guanabara-Koogan - 2000. OSBORN AG. Diagnóstico Neurorradiológico. Ed. Revinter, 1999. PRANDO A, Prando D, Caserta NMG, Bauab Jr. T. Urologia: Diagnóstico por Imagem. 1997. LEE JKT, Sagel SS, Stanley RJ, Heiken JP.Tomografia Computadorizada do Corpo em correlação com ressonância magnética. Ed. Guanabara-Koogan, 2001. MILLER, SW. The Requisites: Cardiac Imaging. Ed. Elsevier Mosby, 2005. HEYWANG- KÓBRUNNER SH, Schreer I, Dershaw DD, Frasson A. Mama: diagnóstico por imagem. Ed Revinter, 1999. CALLEN, PW. Ultra- sonografia em Obstetrícia e Ginecologia. Ed. Guanabara- Koogan,1996. VOGL, TJ. Diagnóstico Diferencial por imagem em Cabeça e Pescoço. Ed Revinter, 2003. Outros livros que abrangem o programa proposto.

MÉDICO ULTRASSONOGRAFISTA: Imagenologia do S.N.C./T.C.E./°V.C./S.N.C. em pediatria. Mamografia: Técnicas de posicionamento / Tumores benignos / Tumores malignos. Radiologia inter intervencionista (Noções básicas, indicações e análises) / Densitometria óssea (Noções básicas, indicações e análises). Sistema cardiovascular. Bases físicas da ultrassonografia. Ultrassonografia do abdome total, do tórax, do pescoço, obstétrica e de partes moles. Doppler - Noções básicas. Ultrassonografia intervencionista. 7. Ética e Legislação Profissional.

Bibliografia sugerida: Harrison. Medicina Interna. Editora Guanabara/Coogan. 13ª edição. Outros livros que abrangem o programa proposto

MÉDICO UROLOGISTA: 1. Anatomia e embriologia do trato geniturinário. 2. Hematúria. 3. Infecções do trato urinário e DST. 4. Obstrução do trato urinário. 5. Litíase urinária. 6. Incontinência urinária. 7. Hiperplasia prostática. 8. Afecções escrotais agudas. 9. Traumatismos urológicos. 10. Refluxo vsicoureteral. 11. Criptorquidia. 12. Tumores urológicos: rim, via excretora, bexiga, próstata, bexiga, testículo e pênis. 13. Infertilidade. 14. Disfunção sexual masculina. 15. Transplante renal.

Bibliografia sugerida: NETTO Jr, Nelson Rodrigues. Urologia Prática. 4. ed. Sociedade Brasileira de Urologia. Diretrizes em Uro­oncologia. 2005. Sociedade Brasileira de Urologia. Reuniões de Consensos e Diretrizes. 2005. WALSH; RETIK; VAUGHAN; WEIN. Campbell's Urology. Eighth edition. Outros livros que abrangem o programa proposto.

ODONTÓLOGO: 1- Cariologia. 2- Doenças da polpa e dos tecidos periapicais. 3-Distúrbios do desenvolvimento das estruturas bucais e parabucais. 4- Tumores benignos e malignos da cavidade bucal. 5- Tumores das glândulas salivares. 6- Cistos e tumores de origem odontogênica. 7-Alterações regressivas dos dentes. 8- Infecções bacterianas, virais e micóticas. 9- Disseminação das infecções bucais. 10- Lesões físicas e químicas da cavidade bucal. 11- Manifestações bucais das doenças metabólicas. 12- Doenças do periodonto. 13- Doenças dos nervos e músculos. 14- Anestesiologia local e controle da dor. 15- Técnicas de anestesia regional e local. 16- Anatomia das regiões da cabeça e pescoço. 17- Soluções anestésicas. 18- Emergências no consultório. 19- Flúor. 20- Adesão aos tecidos dentários. 21- Radiologia. 22- Oclusão. 23- Periodontia aplicada à dentística. 24- Restaurações diretas e indiretas em dentes posteriores com resinas compostas. 25- Restaurações diretas em dentes anteriores com resinas compostas. 26- Lesões não-cariosas. 27- Restaurações adesivas diretas. 28- Facetas diretas com resinas compostas. 29- Restaurações cerâmicas do tipo Inlay/Onlay. 30- Facetas de porcelana. 31- Restaurações de dentes tratados endodonticamente. 32- Restaurações em dentes fraturados. 33- Materiais odontológicos. 34- Biocompatibilidade dos materiais dentários. 35- Materiais de moldagem. 36- Gesso. 37- Resinas para restauração. 38- Amálgama dental. 39- Cimentos odontológicos. 40- Cerâmicas odontológicas. 41- Materiais de acabamento e polimento. 42- Diagnóstico e plano de tratamento em clínica odontológica infantil. 43- Dor em Odontopediatria. 44- Tratamento nas lesões cariosas em dentes decíduos. 45- Terapia endodôntica em dentes decíduos. 46- Desenvolvimento da oclusão. 47- Cirurgia bucal pediátrica. 48- Traumatismo em dentes anteriores. 49- Selantes de fóssulas e fissuras. 50- Doenças infecciosas de preocupação especial na Odontologia. 51- Avaliação do paciente e proteção pessoal. 52- Princípios de esterilização e desinfecção. 53- AIDS e a prática odontológica. 54- Controle da infecção cruzada na prática odontológica. 55- Odontologia preventiva e social, odontopediatria.

Bibliografia sugerida: ANUSAVISE, Kenneth J. Phillips Materiais dentários. 11. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2005. BENNETT, Richard C. Monheim Anestesia local e controle da dor na prática dentária. 7. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1986. SHAFER, William G. et al. Tratado de Patologia Bucal. 4. ed. Rio de Janeiro: Interamericana, 1985. BARATIERI, Luiz N. et al. Odontologia restauradora: fundamentos e possibilidades. São Paulo: Santos, 2001. SAMARANAYAKE, Lakshman P. et al. Controle da infecção para a equipe odontológica. São Paulo: Santos, 1993. BRASIL. Ministério da Saúde, Secretaria de Políticas de Saúde, Coordenação Nacional de DST e AIDS. Controle de infecções e a prática odontológica em tempos de AIDS - Manual de Condutas. Brasília: Ministério da Saúde, 2000. TOLEDO, A. Odontopediatria - Fundamentos para a prática clínica. 3. ed. São Paulo: Editorial Premier, 2005. Cad. De Odontoped. - Abordagem Clínica - 1a100 BONECKER; Cad. De Odontoped. - Abordagem Clínica - 1a/00; DUARTE Cad. De Odontopediatria - Lesões Traumáticas - 1a/00 BONECKER, CADERNO DE ODONTOPEDIATRIA ABORDAGEM CLINICA ; FEJERSKOV Cárie Dentária: a doença e seu tratamento clínico 1a/05; ISSÁO/G.PINTO, Manual de Odontopediatria; CAMERON, Manual de Odontopediatria - 1a/00; http://www.dentaltota.com.br/produto_info.php?cPath-31&products_id-265 GUEDES PINTO Manual de Odontopediatria - 1a/99; http://www.dentaltota.com.br/produto_info.php?cPath-31&products id-872BUSSADORI, Manual de Odontopediatria. VAN WAES, Odontopediatria - 1a/02; http://www.dentaltota.com.br/produto_info.php?cPath-31&products_id-404McDONALD, Odontopediatria - 6a/95. Outros livros que abrangem o programa proposto.

ORIENTADOR PEDAGÓGICO: Orientação Educacional e a Educação Básica na legislação brasileira. Interação do Orientador Educacional com Comunidade, Família, e Escola. Ação do Orientador Educacional na Proposta Político-Pedagógica da Comunidade Escolar. Avaliação Educacional no âmbito nacional, estadual e nos processos de aprendizagem do aluno. Orientação Educacional nos processos de desenvolvimento e de aprendizagem do educando. Orientador Educacional no cotidiano da escola e a intervenção psicopedagógica. Formação continuada do Orientador Educacional. A função social dos Especialistas em Assuntos Educacionais na sociedade contemporânea. As funções sociais da escola pública contemporânea. Planejamento e gestão educacional: planos de educação, projeto político pedagógico, planejamento curricular e de ensino. Concepções curriculares. Didática: conceituação e sua relação com as diferentes tendências pedagógicas; Concepções de aprendizagem e práticas pedagógicas na organização curricular. Aspectos Legais: Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional; Ética e Relações Humanas. Constituição Federal de 1988 - capítulo da Educação. PCNs - Parâmetros Curriculares Nacional para o Ensino Fundamental, e PCNs - Parâmetros Curriculares Nacional para a educação de jovens e adultos. Estatuto da Criança e do Adolescente - Lei n° 8.069/90 (atualizada). O financiamento da educação brasileira. O FUNDEF e o FUNDEB. A interdisciplinaridade no trabalho pedagógico. Legislação Específica: Constituição Federal atualizada. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. (LDB) n.° 9394 de 20/12/96. Decreto n.° 72846 de 26/09/ 73 (regulamenta a profissão de Orientador Educacional). Estatuto da Criança e do Adolescente - Lei n° 8.069/90 (atualizada). Plano Nacional de Educação, aprovado pela Lei n° 10.172/2001.

Bibliografia sugerida: SOLÉ, Isabel. Orientação Educacional e intervenção psicopedagógica . Trad. de Beatriz Affonso Neves. Porto Alegre: Artmed, 2001. GRINSPUN, Mirian Sabrosa Zippin (org.). A prática dos orientadores educacionais.São Paulo: Cortez, 1998. DEPRESBITERIS, Léa. Avaliação Educacional em três atos. São Paulo: SENAC SP, 1999. SENA, Maria das Graças de Castro. A OE no cotidiano das primeiras séries do 1° grau. São Paulo: Loyola, 1992. BRASIL /SEF. Parâmetros Curriculares Nacionais - MEC ALVES, Nilda. FREIRE, Paulo, "A importância do Ato de Ler", São Paulo, Ed. Cortez, 1991. FREIRE, Paulo, Pedagogia de Autonomia: saberes necessários à prática educativa, 19ª ed, SP, Paz e Terra, 2001. FREIRE, Paulo. Educação como prática da liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1989. FREIRE, Paulo. Educação na cidade. São Paulo: Cortez Editora, 1995. GADOTTI, Moacir. Educação e compromisso. Campinas, São Paulo: Papirus, 1992. GANDIM, Danilo. Planejamento como prática educativa. São Paulo, Ed. Layola, 1983. HOFFMANN, Jussara. Avaliação: mito e desafio: uma perspectiva construtivista. Meditação Editora, Porto Alegre, 1995. LUCKESI, Cipriano C, Avaliação da Aprendizagem Escolar: estudos e proposições, 16ª edição, SP, Cortez. 2005. LUCKESI, Cipriano. Avaliação da Aprendizagem Escolar. Campinas, SP. Ed. Papirus. MASAGÃO, Vera Maria (org). Educação para Jovens e Adultos: ensino Fundamental: Proposta Curricular - 1° Segmento. São Paulo: Ação Educativa: Brasília: MEC, 1998. ou www.mec.gov.br. MOREIRA Antonio Flávio, (org). Currículo: Questões Atuais. SP: Papirus, 1997. MORIN, Edgar. Os sete saberes necessários à Educação do Futuro. São Paulo. ED; Corte, 2000. PIAGET, J. Psicologia e Pedagogia. RJ: Cia Forense, 1970. RABELO, Edmar Henrique. Avaliação: Novos tempos, novas práticas. RJ. Editora Vozes, 1998. ROSA, Sanny S. da. Construtivismo e Mudança. São Paulo: Cortes, 2000. SANTOMÉ, J. Torres. VASCONCELLOS, Celso dos S. Coordenação do Trabalho Pedagógico. Do Projeto Político- pedagógico ao Cotidiano da Sala de Aula. Libertad - Centro de Pesquisa. VASCONCELLOS, Celso dos S., Planejamento, Plano de Ensino-Aprendizagem e Projeto Educativo. SP, Libertad, 1995. VYGOTSKY, L. S., Pensamento e Linguagem.2., SP, Martins Fontes, 1998. WALLON, H. As origens do pensamento na criança. SP: Manole, 1989. ZABALA, A Prática Educativa como ensinar, Porto Alegre, Artmed, 1998. Outros livros que abrangem o programa proposto.

PSICÓLOGO: Teorias e técnicas psicoterápicas e teorias e técnicas psicoterápicas de fundamentação psicanalítica (infância, adolescência, idade adulta e velhice). O processo psicodiagnóstico e as técnicas projetivas (infância e adolescência). Modelos de psicoterapia. Aplicações clínicas das psicoterapias. Avaliação, métodos e técnicas psicoterápicas. Manejo clínico das técnicas psicoterápicas. Conhecimentos gerais e específicos dos conceitos clínicos e terapêuticos fundamentais na psiquiatria e na saúde mental. Modelos de Psicologia do Desenvolvimento, Psicanalítico, Piagetiano, Aprendizagem Social. Cidadania, classes populares e doença mental. Política de saúde mental no Brasil: visão histórica; Medicina, psiquiatria, doença mental; Epidemiologia social das desordens mentais; Considerações sobre terapêuticas ambulatoriais em saúde mental; Perspectivas da psiquiatria pós-asilar no Brasil; Saúde mental e trabalho; A história da Loucura: o modelo hospitalar e o conceito de doença mental; As Reformas Psiquiátricas; Legislação em Saúde Mental; Nosologia, Nosografia e psicopatologia: a clinica da Saúde Mental. Articulação entre clínica e reabilitação psicossocial. Projeto Terapêutico. Multidisciplinariedade. Noções básicas de psicanálise e suas interfaces com a saúde mental; Psicologia e Educação.

Bibliografia sugerida: 1. CORDIOLI, Aristides V. (org.) e colaboradores. Psicoterapias e Abordagens Atuais. 2ª ed. Porto Alegre. Artes Médicas, 1998. 2. CUNHA, Jurema Alcides (org.) e colaboradores. Psicodiagnóstico-R. 4ª ed. rev. Porto Alegre. Artes Médicas, 1993. 3. OCAMPO, Maria Luísa S. de. ARZENO, Maria Esther García. PICCOLO, Elza Grassano de (org.) e colaboradores. O Processo Psicodiagnóstico e as Técnicas Projetivas. 1ª ed. São Paulo, SP. Livraria Martins Fontes Editora Ltda, 1981. 4. NUNES FILHO, Eustachio Portella. BUENO, Joao Romildo. NARDI, Antonio Egidio. Psiquiatria e Saúde Mental, Conceitos Clínicos e Terapêuticos Fundamentais. 1ª ed. São Paulo, SP. Editora Atheneu, 2000. 5. RAPPAPORT, Clara Regina, FIORI, Wagner da Rocha, DAVIS, Cláudia. Psicologia do desenvolvimento. Teorias do Desenvolvimento. Conceitos Fundamentais. Volume 1, 6ª reimpressão. São Paulo. EPU - Editora Pedagógica e Universitária Ltda. 1981. 6. BEZERRA JÚNIOR, Benilton. E Colaboradores. Cidadania e Loucura, Políticas de Saúde Mental no Brasil. 2ª ed. Petrópolis, RJ. em co-edição com ABRASCO, 1990. Outros livros que abrangem o programa proposto.

TERAPEUTA OCUPACIONAL: Fundamentos da Terapia Ocupacional - História e evolução. Equipe de reabilitação: O terapeuta ocupacional com os diversos membros da equipe. Métodos de Instrução - Descrição e demonstração, preparação do paciente, apresentação da atividade, realização do ensaio, prática. Nas Deficiências Físicas - Princípios básicos do tratamento: planificação do programa para paciente; postura e posição do trabalho; avaliação e reavaliação; preparo de alta; cinesiologia aplicada (grupos de ação muscular, tipos de trabalho muscular, tipos de movimentos); reeducação muscular (assistência, resistência, pesos); facilitação neuromuscular proprioceptiva (princípios, técnicas básicas); tratamento da coordenação (causas de incoordenação, reeducação, tratamento do membro superior); mobilização das articulações (causas da rigidez articular, finalidades do tratamento, lesões articulares, contraturas e aderências, determinação da mobilidade articular; atividade da vida diária (no leito, na cadeira de rodas, transferências, higiene, atos de comer e beber, atos de vestir e despir, deambulação e transporte, manuseio de próteses e órteses); a terapia ocupacional aplicada às condições neuromusculoesqueléticas (hemi, para e tetraplegias, hemi, para e tetraparesias, seqüelas traumo-orteopédicas); aplicação da terapia ocupacioanal em geriatria, cardiologia, reumatologia. Amputação: do membro inferior; da extremidade superior; considerações cirúrgicas; reações psicológicas; preparação do paciente; partes da prótese. Terapia Ocupacional para Cegos e Deficientes Visuais: cegueira (criança, ancião, cegueira recente, reabilitação profissional); oficinas protegidas. Em Psiquiatria e Saúde Mental - Noções Básicas de psicologia: conceituação das atividades psíquicas (consciência, percepção, inteligência, aprendizagem, motivação, pensamento, linguagem e comunicação, psicomotricidade e constituição do EU, personalidade); etapas do desenvolvimento, mecanismos adaptativos ou de defesa; medidas em psicodiagnóstico. Terapia Ocupacional e Saúde Mental: limites entre normalidade e anormalidade; a hospitalização e o isolamento; o doente mental e o meio social; aspectos sociais de interesse na prevenção (a família, o menor, o jovem). Noções Psicopatologia: regressão, mecanismos inconscientes e suas ações; alterações (senso-percepção, consciência, pensamento, afetividade); psicoses; neuroses; psicopatias; mania e depressão. Terapia Ocupacional nas Oligofrenias: objetivos; programa e tratamento; relações com a família e o hospital. Terapia Ocupacional nas Psicopatias: objetivos; programa e tratamento; precauções; relações com o grupo; o tratamento do alcoólatra. Terapia Ocupacional em Psiquiatria: avaliação do paciente; encaminhamento para terapia ocupacional; análise de atividades; atendimento domiciliar papel do psicoterapeuta e aspectos transferências; papel do auxiliar psiquiátrico. Em Paralisia Celebral - Tratamento: equipe; finalidade; evolução; métodos (postura, desenvolvimento da manipulação, reeducação perceptiva, atividades cotidianas; tipos de paralisia celebral (hemiplegia, atetose, ataxia espástico). Adolescentes e adultos: métodos de tratamento; capacidade perceptiva; transtornos sensoriais; concentração; velocidade e resistência; adaptação social e emocional. De zero a 14 anos:m características perceptomotoras; desenvolvimento neurológico; movimentos e reflexos (do recém-nascido, movimentos em blocos e associados, padrões dos movimentos reflexos e primitivos, estimulação e inibição de reflexos); criança normal e criança retardada (padrões e movimentos, preensão desenvolvimento perceptivo e sua relação com a capacidade motora, visão percepção visual e coordenação olho-mão, audição, sentidos cinestésicos e consciência corporal, dinâmica manual, lateralidades direita e esquerda e percepção no espaço, atos de vestir, despir e fazer higiene pessoal, brincadeiras).

Bibliografia sugerida: BLEGER, José. Temas de psicologia - entrevistas e grupos. Editora Martins Fontes, 1. ed., 1980. BOBATH, Berta e KAREL. Desenvolvimento motor nos diferentes tipos de paralisia celebral. São Paulo: Manole, 1978. CORIAT, Lídia F. Maturação psicomotara no 1º. ano de vida da criança. São Paulo: Cortez e Moraes Ltda, 1977. DAVIDOFF, Linda. Introdução à psicologia. Rio de Janeiro: McGraw Hill, 1983. EGGERS, Ortrud. Terapia ocupacional no tratamento de hemiplegia do adulto. Rio de Janeiro: Colina Editora, 1980. HOLLE, Bbritta. Desenvolvimento motor na criança normal e retardada. São Paulo: Manole, 1979. KAPANDIJI, I. A. Fisiologia articular. São Paulo: Mnole, 1980. vol.1. MACKINNON, Roger A. e MICHELS, Robert. A entrevista psiquiátrica na prática diária. Artes Médicas, 3 ed., 1987. TROMBLY, Catherine A. Terapia Ocupacional para disfunsão física. Livraria e editora Santos, 2. ed., 1989. Outros livros que abrangem o programa proposto.

CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR - MAGISTÉRIO

PROFESSOR DE 5ª A 8ª SÉRIE E PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA.

LÍNGUA PORTUGUESA: Compreensão de texto literário ou informativo. Noções gerais e práticas de gramática.

Bibliografia sugerida: CEGALLA, D. P. Novíssima Gramática da Língua Portuguesa. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 42ª Edição, 2.000. FARACO, C. E. e MOURA, F. M. de. Gramática. São Paulo, Ática, 1ª Edição, 1993. TERRA, Ernani. Curso Prático de Gramática. Editora Scipione. E outros livros que abrangem o programa proposto.

MATEMÁTICA: Conjuntos; Conjuntos numéricos; Funções; Relações; Função polinominal do 10 e 20 grau; Função modular; Função exponencial; Função logarítima; Progressões aritméticas e geométricas; Matrizes; Determinantes; Sistemas Lineares; Análise combinatória; Binômio de Newton; Conjuntos de números complexos; Polinômios; Trigonometria - Aplicação no triangulo retângulo, Funções circulares, Relações e identidades trigonométricas, Transformações trigonométricas; Equações trigonométricas; Inequação trigonométricas; Relações de triângulos quaisquer.

Bibliografia sugerida: Matemática (Marcondes, Gentil e Sérgio - Ed. Ática). Matemática (José Ruy, Giovanni e José Roberto Bonjorno - Ed. FTD). Matemática na escola do segundo grau (Machado Antônio dos Santos - Atual Editora). Matemática - Temas e Metas (Machado Antônio dos Santos - Atual Editora). E outros livros didáticos que abrangem o programa proposto.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

PROFESSOR DE 5ª A 8ª SÉRIE: - Fundamentos filosóficos, psicológicos, sociológicos e históricos da educação: Concepções filosóficas da educação; Relação entre educação, sociedade e cultura; A escola como instituição social; Teorias do desenvolvimento e da aprendizagem; Psicologia da Educação; - Fundamentos didático-metodológicos da Educação: Tendências pedagógicas na prática escolar; Planejamento, metodologia e avaliação do processo ensino/aprendizagem; Projeto Político Pedagógico; Escola Cidadã. - Ensino e aprendizagem de questões sociais; Linguagem na escola; História da Educação; Pedagogia da inclusão; A relação professor/aluno; Conhecimento sobre ciclos de formação; Estrutura e funcionamento do ensino de 1º grau; Reorganização do Ensino; Democratização do ensino; Avaliação; Planejamento Participativo. - Fundamentos legais da Educação: Constituição Federal de 1988 (Atualizada): Título VIII, Capítulo III, Seção I - Da Educação. Parâmetros Curriculares Nacionais da Educação. Lei de Diretrizes e Bases da Educação (Lei na 9.394/96); Parâmetros Curriculares Nacionais da Educação Básica; Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei na 8.069/90); Lei 10.172/2001 - Plano Nacional de Educação. Financiamento da Educação.

Bibliografia sugerida: ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE - Lei na 8.069, de 13/07/1.990. Constituição da República Federativa do Brasil - Capítulo III: Da Educação, da Cultura e do Desporto. Parâmetros Curriculares Nacionais - Pluralidade Cultural e Orientação Sexual. FREIRE, Paulo. Pedagogia da Esperança: Um reencontro com a Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro. Paz e Terra, 1.992. 14 ed. São Paulo: Paz e Terra, 2000. LUCKESI, Cipriano Carlos. Filosofia da Educação. São Paulo. Cortez, 1.994. GADOTTI, Moacir. Educação e Poder: Introdução à Pedagogia do conflito. 6ª edição. São Paulo. Cortez - Autores Associados, 1985. DALMÁS, Ângelo. Planejamento Participativo na Escola: Elaboração, Acompanhamento e Avaliação. 5ª Edição. Editora Vozes. Petrópolis, 1977. PERRENOUD, Philippe. 10 Novas Competências para Ensinar. Tradução: Patrícia C. Ramos. Porto Alegre. ARTMED - Artes Médicas. Sul, 2000. PERRENOUD, Philippe. Avaliação - Excelência à Regulação das Aprendizagens entre duas Lógicas. Tradução: Patrícia C. Ramos. Porto Alegre. ARTMED - Artes Médicas. Sul, 2000. ARANHA, Maria Lúcia de Arruda. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 1994._. História da Educação. São Paulo: Moderna, 1989. BRANDÃO, Carlos Rodrigues. O que é educação. São Paulo: Brasiliense, 1985. GADOTTI, Moacir. Escola cidadã. 4 ed. São Paulo: Cortez, 1995. GANDIN, Danilo. A prática do planejamento participativo. 7 ed. Petrópolis: Vozes, 1999. KRUPPA, Sônia Maria Portella. Sociologia da Educação. São Paulo: Cortez, 1994. PIMENTA, Selma Garrido. De professor, pesquisa e didática. Campinas: Pairus, 2002. SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia: teorias da educação, curvatura da vara, onze teses sobre educação e política. 21 ed. São Paulo: Cortez, 1989. VEIGA, Ilma A. (Org.) Projeto político-pedagógico da escola. Campinas: Papirus, 1995. ZABALA, Antoni. A prática educativa: como ensinar. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998. Outros livros que abrangem o programa proposto.

PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA: Educação Física no contexto da Educação; Educação Física, esporte e sociedade; História da Educação Física no Brasil; Função social da Educação Física; Papel do professor de Educação Física; Metodologia do ensino da Educação Física; Educação Física e lazer; Corporeidade; Aprendizagem motora; Fisiologia do exercício; Teoria do treinamento esportivo; Psicologia da aprendizagem; Psicologia do esporte; Avaliação em Educação Física. Critérios de seleção e organização de conteúdos. Objetivos gerais da área Educação Física. Esportes: Atletismo. Esportes coletivos: futebol de campo, futsal, basquete, vôlei, handebol. Esportes com bastões. Técnicas e táticas. Regras e penalidades. Organização de eventos esportivos. Jogos: Jogos pré-desportivos. Brincadeiras da cultura popular. Lutas: Judô, Capoeira. Atividades Rítmicas e Expressivas: Danças: danças populares brasileiras; danças populares urbanas; danças modernas, contemporâneas e jazz; danças e coreografias associadas a manifestações culturais. Percepção corporal e espaço-temporal. Ginásticas de preparação e aperfeiçoamento para a dança; de preparação e aperfeiçoamento para os esportes, jogos e lutas; ginástica olímpica e rítmica desportiva. Primeiros socorros no esporte.

Bibliografia Sugerida: GUERRA, M - Recreação e Lazer - Sagra DC, Luzatto 5 ed Porto Alegre - 1996; LE BOULCH, J. Educação Psicomotora: A Psicocinética na idade escolar - Porto Alegre: Artes Médicas - 1987; SCHIMIDT, R A; Aprendizagem e Performance Motora. Dos princípios a prática - São Paulo: ed Movimento - 1993; SOUZA, e s e Vago T M (org) Trilhas e Partilhas - Educação Física Escolar e nas Práticas Sociais - Editora Cultura - Belo Horizonte 1997; BRASIL, Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais. Educação física, Brasília: MEC/SEF, 1998. CALAZANS, Julieta; CASTILHO, Jacyan. Dança e educação em movimento. São Paulo: Cortez, 2003. DARIDO, S. C. e RANGEL, I. C. A. (org). Educação física na escola: implicações para a prática pedagógica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005. DE MARCO, A. Educação Física: cultura e sociedade. Campinas: Papirus, 2006. FEGEL, M. J. Primeiros socorros no esporte. São Paulo: Manole, 2002. FOX, EDWARD L. Bases fisiológicas da educação física e dos desportos. 6.ed. Rio de Janeiro:Guanabara, 2000. FREIRE, João Batista. Educação como prática corporal. São Paulo: Scipione, 2003. GALLAHUE, D. Compreendendo o Desenvolvimento Motor. 2.ed. São Paulo: Phorte, 2001. GORGATTI, Márcia Greguol. Atividade física adaptada: qualidade de vida para pessoas com necessidades especiais. Ed. Barueri - São Paulo: Editora Manole, 2004. E outros livros didáticos que abrangem o programa proposto.

96357

Política de Privacidade 2000-2014 PCI Concursos Telefone (11) 2122-4231