Um dos dois Concursos Públicos é retificado pela UFSM

Objetivo é o preenchimento de mais de 10 vagas para Professor com remuneração que pode chegar a R$ 9,6 mil
Terça-feira, 17 de março de 2020 às 12h56
Um dos dois Concursos Públicos é retificado pela UFSM

A Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) retificou um dos dois Concursos Públicos para Docentes do Magistério Superior.

Após a retificação do documento referente ao edital nº 177/2019 (retificação I), ao qual agora a realização das provas do certame estão previstas de 26 de janeiro a 27 de junho de 2020.

Para mais informações consulte os editais disponíveis em nosso site.

Cabe destacar que as inscrições foram realizadas até o dia 30 de outubro de 2019, por meio do site da UFSM. A taxa de inscrição que varia de R$ 61,00 a R$ 240,00.

O objetivo do edital nº 176/ 2019 é o preenchimento de quatro vagas para Professor nas áreas de: Economia/ Teoria Econômica (01); Engenharia Mecânica/ Acústica e Vibrações (01); Ciências da Saúde/ Medicina/ Pediatria (01) e Planejamento e Organização do sistema de transportes/ Vias de Transporte/ Engenharia de Tráfego (01).

Já o edital nº 177/ 2019 tem como objetivo ocupar sete vagas para Professor nas seguintes áreas: Morfologia/ Histologia (01); Educação Física/ Biomecânica ou Cinesiologia (01); Engenharia Elétrica/ Circuitos Elétricos, Magnéticos e Eletrônicos/ Circuitos Eletrônicos (01); Artes/ Artes Plásticas/ Escultura (01); Enfermagem/ Enfermagem Obstétrica/ Enfermagem Médico - Cirúrgica (01); Direito/ Direito Público/ Direito Processual Penal (01) e Engenharia Civil/ Instalações Prediais (01).

Os contratados terão carga horária que varia de 20 horas semanais a dedicação exclusiva, com remuneração de R$ 2.442,66 a R$ 9.600,92 nos campi de Santa Maria, Cachoeira do Sul e Palmeira das Missões

Os certames serão realizados por prova escrita, prova didática, prova de defesa de produção intelectual, prova de títulos e prova prática.

Estes concursos têm o prazo de validade de um ano, podendo haver a prorrogação por igual período.

Jornalista: Mayson Martins Ribeiro
Compartilhe: