Prefeitura de Cacoal - RO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CACOAL

ESTADO DE RONDÔNIA

SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO

EDITAL 002/PMC/2008

Notícia:   Prefeitura de Cacoal - RO oferece 73 vagas

CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL PARA PROVIMENTO NOS CARGOS DE CIRURGIÃO DENTISTA (ESPECIALIDADES), FONOAUDIÓLOGO, NUTRICIONISTA, TÉCNICO EM LABORATÓRIO, TÉCNICO EM HIGIENE DENTAL, AUXILIAR SERVIÇO DE SAÚDE E AGENTE ADMINISTRATIVO DO QUADRO DE PESSOAL EFETIVO DO MUNICÍPIO DE CACOAL.

A Secretaria Municipal de Administração, usando das atribuições que lhe são conferidas por Lei, especialmente pelas Leis Municipais ns. 1.082/PMC/00, 1.084/PMC/00, 1.083/PMC/00, 1.638/PMC/04 e suas respectivas alterações, considerando o disposto nos autos do Processo Administrativo n. 247/PMC/2008, torna público a realização de seleção por CONCURSO PUBLICO MUNICIPAL, destinado ao provimento nos cargos de Cirurgião Dentista, Farmacêutico-Bioquímico, Fonoaudiólogo, Nutricionista, Técnico em Laboratório, Técnico em Higiene Dental, Auxiliar de Serviços de Saúde e Agente Administrativo para atender as necessidades da Administração Pública Municipal, de acordo com as normas e condições seguintes:

1. DO CARGO

1.1. O cargo, objeto do concurso e respectivo número de vagas, escolaridade, requisitos e sínteses das atividades básicas, constam deste Edital.

1.2. O regime jurídico é o Estatutário, cujos fundamentos estão contidos na Lei n. 1.082/PMC/00 e suas alterações e Lei n. 1 .084/PMC/00 e suas alterações.

2. DOS CARGOS E REMUNERAÇÃO:

2.1. O CONCURSO PÚBLICO MUNICIPAL destina-se ao provimento de cargos atualmente vagos, bem como dos que venham a vagar ou ser criados no prazo de validade do mesmo, para as seguintes categorias funcionais:

CÓDIGO

CARGOS

Escolaridade

N° DE VAGAS

CARGA HORÁRIA

Remuneração

Valor da Inscrição

2.1.1

CIRURGIÃO DENTISTA CLÍNICO GERAL

Curso Superior de Odontologia

12

40 h

R$ 874,14 (Venc.) + R$ 166,00 (Insal.) + R$ 187,50 (Aux. Alim.)

150,00

2.1.2

CIRURGIÃO DENTISTA BUCO MAXILO FACIAL

Curso Superior de Odontologia com Especialização na área.

02

40 h

R$ 874,14 (Venc.) + R$ 166,00 (Insal.) + R$ 187,50 (Aux. Alim.)

150,00

2.1.3

CIRURGIÃO DENTISTA PERIODONTISTA

Curso Superior de Odontologia com Especialização na área.

02

40 h

R$ 874,14 (Venc.) + R$ 166,00 (Insal.) + R$ 187,50 (Aux. Alim.)

150,00

2.1.4

CIRURGIÃO DENTISTA ENDODONTISTA

Curso Superior de Odontologia com Especialização na área.

02

40 h

R$ 874,14 (Venc.) + R$ 166,00 (Insal.) + R$ 187,50 (Aux. Alim.)

150,00

2.1.5

CIRURGIÃO DENTISTA ODONTOPEDIATRA

Curso Superior de Odontologia com Especialização na área.

02

40 h

R$ 874,14 (Venc.) + R$ 166,00 (Insal.) + R$ 187,50 (Aux. Alim.)

150,00

2.1.6

CIRURGIÃO DENTISTA ESTOMATOLOGISTA

Curso Superior de Odontologia com Especialização na área.

01

40 h

R$ 874,14 (Venc.) + R$ 166,00 (Insal.) + R$ 187,50 (Aux. Alim.)

150,00

2.1.7

CIRURGIÃO DENTISTA ODONTÓLOGO EM PACIENTES PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS

Curso Superior de Odontologia com Especialização na área.

01

40 h

R$ 874,14 (Venc.) + R$ 166,00 (Insal.) + R$ 187,50 (Aux. Alim.)

150,00

2.1.8

CIRURGIÃO DENTISTA ODONTÓLOGO DO TRABALHO

Curso Superior de Odontologia com Especialização na área.

01

40 h

R$ 874,14 (Venc.) + R$ 166,00 (Insal.) + R$ 187,50 (Aux. Alim.)

150,00

2.1.9

CIRURGIÃO DENTISTA ODONTÓLOGO EM SAÚDE COLETIVA

Curso Superior de Odontologia com Especialização na área.

01

40 h

R$ 874,14 (Venc.) + R$ 166,00 (Insal.) + R$ 187,50 (Aux. Alim.)

150,00

2.1.10

CIRURGIÃO DENTISTA PROTESISTA

Curso Superior de Odontologia com Especialização na área.

01

40 h

R$ 874,14 (Venc.) + R$ 166,00 (Insal.) + R$ 187,50 (Aux. Alim.)

150,00

2.1.11

FARMACÊUTICO- BIOQUÍMICO

Curso Superior de Farmácia e Bioquímica

04

40 h

R$ 874,14 (Venc.) + R$ 166,00 (Insal.) + R$ 187,50 (Aux. Alim.)

150,00

2.1.12

FONOAUDIÓLOGO

Curso Superior em Fonoaudiologia

01

40 h

R$ 874,14 (Venc.) + R$ 166,00 (Insal.) + R$ 187,50 (Aux. Alim.)

150,00

2.1.13

NUTRICIONISTA

Curso Superior em Nutrição

02

40 h

R$ 874,14 (Venc.) + R$ 166,00 (Insal.) + R$ 187,50 (Aux. Alim.)

150,00

2.1.14

TÉCNICO EM LABORATÓRIO

Ensino Médio (2° Grau completo) e Curso Profissionalizante em Técnico de Laboratório e registro no órgão de classe competente.

05

40 h

R$ 429,74 (Venc.) + Insal. + R$ 207,50

50,00

2.1.15

TÉCNICO EM HIGIENE DENTAL

Ensino Médio (2° Grau completo) e Curso Profissionalizante em Técnico de Higiene Dental e registro no órgão de classe competente.

04

40 h

R$ 429,74 (Venc.) + R$ 207,50 (Aux. Alim.)

50,00

2.1.16

AUXILIAR DE SERVIÇOS DE SAÚDE

Ensino Fundamental Completo

17

40 h

R$ 370,55 (Venc.) + R$ 227,50 (Aux. Alim.)

50,00

2.1.17

AGENTE ADMINISTRATIVO

Curso de Ensino Médio (2° Grau completo)

15

40 h

R$ 428,89 (Venc.) +R$ 205,50 (Aux. Alim.)

50,00

3. DAS ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS

3.3. São atribuições dos cargos em Concurso:

CARGO

ATRIBUIÇÃO/DESCRIÇÃO DO CARGO

Cirurgião Dentista Clínico Geral, Cirurgião Dentista Buco Maxilo Facial, Cirurgião Dentista Periodontista, Cirurgião Dentista Endodontista, Cirurgião Dentista Odontopediatra, Cirurgião Dentista Estomatologista, Cirurgião Dentista Odontólogo em pacientes portadores de necessidades especiais, Cirurgião Dentista Odontólogo do Trabalho, Cirurgião Dentista Odontólogo em Saúde Coletiva, Cirurgião Dentista Protesista.

Participar de atividades de capacitação e treinamento de pessoal de nível elementar, médio e superior, na área de sua atuação;

Planejar, elaborar e implantar projetos de saúde bucal, acompanhando a sua execução;

Executar outras tarefas correlatas.

Farmacêutico-bioquímico

Todas as atribuições referentes aos Farmacêuticos-Bioquímicos; Atividades de supervisão, planejamento, programação, coordenação, ou execução especializada relacionadas com análises bioquímicas, pesquisas de tóxico, análise microbiológica e imunoquímica; Estudos, pesquisas, análises e interpretações laboratoriais nas áreas de Parasitologia, Bacteriologia, Urinálise, Virologia, Microbiologia, Imunologia e Hematologia, Histologia, Citologia, Patologia, Anatomia, Genética, Bioquímica, Biofísica, Embriologia, Fisiologia Humana, e outros, valendo-se de técnicas específicas; Execução dos exames citopatológicos em todas as suas modalidades, com emissão e assinatura de laudos e pareceres técnicos; Na área de Biologia Molecular, incluindo coleta, análise, interpretação, emissão e assinatura dos laudos e pareceres técnicos; Na área de análises toxicológicas, incluindo coleta e a realização de análises, utilizando metodologia específica para identificação e quantificação dos agentes tóxicos, poluentes, fármacos e drogas de abuso com finalidade de controles ocupacional, ambiental, alimentar, terapêutico, de doping, de farmacodependência, diagnóstico de intoxicação aguda, análises forenses e avaliação toxicológica; Atuação na área de auditoria do SUS nos processos dos laboratórios de análises clínicas conveniados; Atuação em Bancos de Sêmen e bancos de leite; Bromatologia e tecnologia de alimentos; Realizar determinações laboratoriais no campo da citogenética; Preparar reagentes, soluções, vacinas, meios de culturas e outros para aplicação em análises clínicas, realizando estudos para implantação de novos métodos; Efetuar análise bromatológica de água e alimentos, através de métodos próprios, para garantir a qualidade, pureza, conservação e homogeneidade, com vistas ao resguardo da saúde pública; Efetuar e/ou controlar exames toxicológicos e de peritagem na medicina legal; Todas as atividades regulamentadas pelo Conselho Federal de Farmácia; Participar de atividades de capacitação e treinamento de pessoal de nível elementar, médio e superior, na área de sua atuação; Planejar, elaborar e implantar projetos de saúde na sua área de atuação, acompanhando a sua execução; Executar outras tarefas correlatas.

Fonoaudiologo

Identificar problemas ou deficiências ligadas à comunicação oral, empregando técnicas próprias de avaliação e fazendo o treinamento fonético, auditivo, de dicção, impostatação da voz e outros, para possibilitar o aperfeiçoamento e/ou reabilitação da fala; Participar de processos educativos de atividades de ensino, pesquisa e de vigilância em saúde; Avaliar as definições do paciente, realizando exames fonéticos, da linguagem, adiometria, gravação e outras técnicas próprias, para estabelecer o plano de treinamento ou terâpeutico; Promover a reabilitação de problemas de voz, realizando exercícios com os pacientes, ensinandolhes a maneira correta de usar o aparelho fonador, com a impostação da voz, dicção e pronúncia; Participar de programas, a fim de detectar e prevenir os recém-nascidos quer efetuando pesquisas sobre a audição de escolares, facilitando o diagnóstico dos problemas e evitando o agravamento de doenças do aparelho auditivo; Aplicar os testes audiológicos necessários para que se faça diagnóstico de problemas auditivos; Dedicar-se ao estudo específico dos processos de aprendizagem da linguagem escrita pela criança e a orientação do professor sobre seu comportamento verbal, principalmente com relação à voz; Realizar entrevistas com pacientes, obtendo dados específicos, para que possa traçar programa Terapêutico que visará a recuperação do indivíduo; Programar, desenvolver e supervisionar o treinamento de voz, fala, linguagem, expressão e compreensão do pensamento verbalizado e outros, orientando e fazendo demonstração de respiração funcional, impostação de voz, treinamento fonético, auditivo, de dicção e organização do pensamento em palavras, para reeducar e/ou reabilitar o paciente; Realizar diagnóstico prévio, objetivando detectar as condições fonatórias e auditivas do paciente, através de exames de técnicas de avaliação e específica, para possibilitar a seleção profissional ou escolar; Participar de equipes multiprofissionais, para identificação de distúrbios de linguagem em suas formas de expressão e audição, emitindo parecer, para estabelecer o diagnóstico e tratamento; Preparar informes e documentos em assuntos de fonoaudiologia, a fim de possibilitar subsídios para elaboração de ordens de serviço, pareceres e outros; Encaminhar o paciente ao especialista, orientando e fornecendo a este as indicações necessárias, para solicitar parecer quanto à possibilidade de melhora ou reabilitação do paciente; Emitir parecer quanto ao aperfeiçoamento ou a praticabilidade da reabilitação fonoaudiológica, elaborando relatório, para completar o diagnóstico; Participar de atividades de capacitação e treinamento de pessoal de nível elementar, médio e superior, na área de sua atuação; Planejar, elaborar e implantar projetos de saúde na sua área de atuação, acompanhando a sua execução; Executar outras tarefas correlatas.

Nutricionista

Planejar, organizar, controlar, supervisionar, executar e avaliar os serviços de alimentação, nutrição e dietética para indivíduos ou coletividade; Planejar, executar e avaliar políticas, programas e cursos relacionados com alimentação e nutrição; Prestar assistência dietoterápica hospitalar e ambulatorial; Desenvolver atividades de ensino e pesquisa; Supervisionar a equipe de trabalho e participar de programas de educação em saúde e de vigilância em saúde; Participar de programas de saúde pública, realizando inquéritos clínico-nutricionais, bioquímicos e somatrométricos; Colaborar na avaliação dos programas de nutrição e saúde pública; Desenvolver projetos-piloto em áreas estratégicas, para treinamento de pessoal técnico e auxiliar; Preparar informes técnicos para divulgação; Elaborar cardápios normais e dieteterápicos; Verificar, no prontuário dos doentes, a prescrição da dieta, dados pessoais e resultados de exames de laboratório, para estabelecimento do tipo de dieta, distribuição e horário da alimentação de cada um; Fazer a previsão do consumo dos gêneros alimentícios e providenciar a sua aquisição, de modo a assegurar a continuidade dos serviços de nutrição; Inspecionar os gêneros estocados e propor os métodos e técnicas mais adequadas à conservação de cada tipo de alimento; Opinar sobre a qualidade dos gêneros alimentícios adquiridos e, se necessário, impugná-los; Adotar medidas que assegure preparação higiênica e a perfeita conservação dos alimentos; Orientar cozinheiros, copeiros e serviçais na correta preparação e apresentação dos cardápios; Supervisionar o abastecimento da copa e dos refeitórios, a limpeza e a correta utilização dos utensílios; Emitir pareceres em assuntos de sua competência; Participar de atividades de capacitação e treinamento de pessoal de nível elementar, médio e superior, na área de sua atuação; Planejar, elaborar e implantar projetos de saúde nutricional, acompanhando a sua execução; Executar outras tarefas correlatas.

Técnico em Laboratório

Atividades de nível médio, de relativa complexidade, envolvendo a execução de análises e pesquisas de laboratório, bem como a preparação de vacinas, soluções e reativos; Fazer leitura de lâminas de citopatologia dentro dos procedimentos técnicos, bem como arquivar as lâminas depois de lidas; Executar trabalhos técnicos de laboratório relacionados à dosagens e análises bacteriológicas, bacterioscópicas e químicas, realizando ou orientando exames, testes de cultura de microorganismo, por meio de manipulação de aparelho de laboratório e por outros meios para possibilitar diagnósticos, tratamento ou prevenção de doenças; Coletar material e amostras para diversos exames de laboratórios-bromatológicos, sorológicos, urológicos e outros, conforme as especificações contidas nas requisições; Proceder à execução e análise de exame de laboratório, tratando as amostras através de aparelhagem e reagentes adequados; Zelar pela assepsia e conservação de equipamentos e instrumentos utilizados nos exames de laboratório; Enquadrar os resultados, baseando-se em tabelas, e encaminhá-los para elaboração de laudos; Auxiliar na realização de exames anatomopatológicos, preparando amostras, lâminas microscópicos, meios de cultura, soluções e reativos; Preparar dados para a elaboração de relatórios; Executar outras tarefas afins

Técnico em Higiene Bucal

Atividades de nível médio, de relativa complexidade, envolvendo a execução de atividades inerentes ao cargo; Preparar dados para a elaboração de relatórios; Executar outras tarefas afins.

Auxiliar De Serviços Saúde

Atividades de nível elementar, de grande e média complexidade, em serviços da área de saúde, Supervisionar os serviços de limpeza e conservação das instalações do prédio; organizar pedidos de material necessários ao funcionamento dos serviços sob sua responsabilidade; auxiliar profissionais de nível superior ou técnico da área de saúde no desempenho de suas atividades; executar outras atividades compatíveis com o cargo

Agente Administrativo

Atividades de nível médio, de grande e média complexidade, cujo desempenho envolve com muita freqüência, a necessidade de solução para situações novas, bem como constantes contatos com autoridades de média hierárquica, com técnicos de nível superior, ou eventualmente, com autoridade de alta hierarquia, abrangendo: planejamento em grau auxiliar e pesquisas preliminares sob supervisão indireta, predominantemente técnica, com vistas à implantação das leis, regulamentos e normas técnicas, referentes a administração geral e específicas, supervisão de trabalhos que envolvam a aplicação de técnicas de pessoal, orçamento, organização e métodos, e material executados por equipes auxiliares; chefia de secretária de unidade, supervisão dos trabalhos administrativos desenvolvidas por equipamentos.

4. DO LOCAL DE TRABALHO

4.1. A lotação de todos os servidores contratados em decorrência desse concurso será feita pela Secretaria Municipal de Administração, atendendo as necessidades e solicitações das Secretarias Municipais, especialmente a de Saúde.

5. DAS VAGAS:

5.1. Serão preenchidas de acordo com a solicitação das Secretarias Municipais obedecendo às vagas existentes, conforme a necessidade do Município. Destina-as ao provimento dos cargos atualmente vagos, bem como dos que venham a vagar ou serem criados no prazo de validade do Concurso Publico.

6. DAS CONDIÇÕES DO CONCURSO

6.1. Ser brasileiro ou naturalizado;

6.2. Ser maior de 18 anos;

6.3. Ter disponibilidade de 08 (oito) horas de trabalho diária e não ter vínculo com a Administração Pública Municipal, Estadual ou Federal, salvo nos casos constantes no art. 37, XVI da CF/88, desde que haja compatibilidade de horários.

7. DAS INSCRIÇÕES

7.1. Período das Inscrições: 20/03/2008 a 11/04/2008

7.2. Horário de atendimento normal na Agência Central dos Correios de Cacoal

7.3. Local: Agência Central dos Correios de Cacoal.

7.4. Taxa de Inscrição: de acordo com tabela constante do item 2.1

7.5. A validação das inscrições será efetivada com o pagamento da taxa na agência dos Correios.

7.6. Em nenhuma hipótese a taxa de inscrição será devolvida ao candidato.

7.7. HOMOLOGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES

7.7.1 - Publicação da Homologação das Inscrições: 25/04/2008.

7.7.2 - A homologação das inscrições será feita no Jornal Tribuna Popular, circulação local de Cacoal -RO, no mural da Prefeitura de Cacoal - RO e no site da Prefeitura www.cacoal.ro.gov.br;

DO RECURSO

7.7.3 - RECURSO DA HOMOLOGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES: 28 e 29/04/2008.

7.8 - Ao preencher o formulário o candidato aceita todos os itens deste Edital.

7.9 - Se portador de deficiência física deverá informar no formulário e, no ato da convocação, apresentar cópia autenticada do Laudo Médico atestando a espécie e o grau ou nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença - CID, bem como a provável causa da deficiência, conforme estabelece o art. 39, Inciso IV do Decreto n. 3.298, de 20 de dezembro de 1999.

7.10 É obrigação do candidato, conferir a ficha de inscrição com todos os dados fornecidos; os eventuais erros de digitação do mesmo, nos campos nome, número, órgão expedidor ou estado emitente do documento de identidade, data de nascimento, sexo, etc., deverão ser corrigidos através de recurso da homologação de inscrição.

7.11 Não haverá inscrição condicional e extemporânea.

8. DO CANDIDATO PORTADOR DE NECESSIDADES ESPECIAIS

8.1. Serão reservadas 5% (cinco por cento) das vagas existentes para cada cargo ofertado nesse edital, às pessoas portadoras de necessidades especiais, conforme Decreto Federal 3.398/99.

8.2. O percentual destinado ao portador de necessidade especial descrito no item anterior somente será empregado quanto ao cargo pretendido em que for destinado mais de 02 (duas) vagas.

8.3. Aos candidatos portadores de necessidades especiais serão observados os critérios de arredondamento quando numericamente possível, e desde que a deficiência de que são portadores seja compatível com as atribuições a serem exercidas.

8.4. O candidato portador de necessidades especiais deverá apresentar, no ato da convocação cópia autenticada do Laudo Médico atestando a espécie e o grau ou nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença - CID, bem como a provável causa da deficiência.

8.5. As vagas que não forem providas por inexistência de candidatos portadores de deficiência física, serão automaticamente destinadas aos demais candidatos.

8.6. O candidato portador de necessidades especiais participará do Concurso em igualdade de condições com os demais candidatos, no que se refere ao conteúdo, avaliação, duração, horário e local de aplicação das provas.

8.7. Sendo aprovado, o candidato portador de necessidades especiais, será submetido a uma Comissão Multidisciplinar, para verificar a compatibilidade da deficiência com as atribuições e habilidades exigidas para o desempenho das funções do emprego, emitindo parecer conclusivo.

9. DAS PROVAS

9.1. O CONCURSO PÚBLICO terá uma fase de avaliação de PROVA OBJETIVA destinadas aos Cargos de Nível Superior, Médio e Fundamental) e uma segunda fase denominada PROVA DE TÍTULOS, destinada apenas aos candidatos aos cargos de nível superior.

9.2. A PROVA OBJETIVA será eliminatória e classificatória. Sendo classificado o candidato que atingir 50% ou mais pontos, e pelo menos 01 (uma) questão (dois pontos) em cada uma das matérias, como nota mínima, sob pena de desclassificação imediata.

9.2.a. A prova objetiva terá nota máxima de 100 pontos, e será composta das seguintes matérias:

Nível Superior

ÁREA

NR QUESTÕES

VALOR DA QUESTÃO

Conhecimento Específico

40 (quarenta)

2 (dois) pontos

Português

5 (cinco)

2 (dois) pontos

Conhecimentos Gerais

5 (cinco)

2 (dois) pontos

Nível Médio e Fundamental

ÁREA

NR QUESTÕES

VALOR DA QUESTÃO

Conhecimento Específico

30 (trinta)

2 (dois) pontos

Português

10 (dez)

2 (dois) pontos

Conhecimentos Gerais

10 (dez)

2 (dois) pontos

9.2.b. A prova será aplicada pela Comissão do Concurso nomeada pela Prefeita Municipal.

9.2.c. A PROVA OBJETIVA SERÁ REALIZADA NO DIA 18/05/2008, cujo Local e Horário serão divulgados juntamente com a Homologação das Inscrições.

9.2.d. As provas objetivas conterão questões sobre Português, Conhecimentos Gerais e Conhecimentos Específicos de acordo com a sua área.

9.2.e. O conteúdo programático de cada cargo está contido no Anexo I deste Edital.

9.2.f. O candidato somente terá acesso ao recinto do local de realização das provas, mediante apresentação de identidade ou outro documento com fotografia e do comprovante de inscrição.

9.2.g. Não haverá segunda chamada para realização da prova e não será permitida sua realização fora da data indicada, horário e local estabelecido.

9.2.h. A prova é individual e não será permitido consulta a qualquer material.

9.2.i. O candidato deverá comparecer ao local de realização da prova, com pelo menos 30 (trinta) minutos de antecedência, levando caneta esferográfica azul ou preta, além de documento de identidade e comprovante de inscrição.

9.2.j. Será atribuída nota zero à questão com mais de uma resposta assinalada.

9.2.l. Não será permitido ingresso, na sala onde estarão sendo realizadas as provas, o candidato que se apresentar após o horário estabelecido para início da mesma.

9.2.m. RECURSO DE PROVAS - O Candidato terá dois dias úteis a partir da aplicação das provas para interpor qualquer recurso referente a mesma.

9.2.n. A DIVULGAÇÃO do GABARITO OFICIAL ocorrerá no dia 18.05.2008, a partir das 16:00 horas, no site www.cacoal.ro.gov.br, no mural da Prefeitura e na Escola (parte externa) aonde ocorrer a aplicação da prova.

9.3. A PROVA DE TÍTULOS (2ª fase destinada aos candidatos aos cargos de nível superior) será Classificatória.

9.3.a. Serão convocados para a avaliação dos títulos, os candidatos aprovados na Prova Objetiva.

9.3.b. O título deverá ser entregue, em fotocópia autenticada por Cartório, no dia da realização da Prova Objetiva, em duas vias encadernadas aos fiscais de sala para recibo.

9.3.c. A avaliação do Título terá a pontuação de acordo com o título apresentado, até o limite máximo de 30 (trinta) pontos.

9.3.d. Somente serão aceitos os Títulos abaixo relacionados, observados os limites de pontos na seguinte tabela:

TÍTULO

PONTOS UNITÁRIOS POR TÍTULO

VALOR MÁXIMO

a) Título de Doutor, na área específica a que concorre. (para os cargos de especialistas, a área é a da especialidade)

12,0

12,0

b) Título de Mestre, na área específica a que concorre. (para os cargos de especialistas, a área é a da especialidade)

8,0

8,0

c) Título de Especialista, em área específica a que concorre. (para os cargos de especialistas, a área é a da especialidade)

6,0

6,0

d) Cursos de aperfeiçoamento ou atualização, oferecido pelo Ministério da Saúde ou outros Órgãos Oficiais, Instituições de Ensino Superior e Entidades de Classe reconhecidas pelo seu Conselho de Fiscalização profissional.

1,0 Cada curso, com carga horária mínima de 40 horas completas, cada um.

4,0 (máximo de 4 cursos)

9.3.e. Somente serão aceitos os Títulos de Programas de Pós-graduação stricto sensu reconhecidos pela CAPES. Para efeitos de Títulos de Programas de Pós-Graduação Lato sensu, bastará o reconhecimento pelo MEC.

9.3.f Em nenhuma hipótese serão aceitos declarações de conclusão.

9.3.g. Os comprovantes de conclusão para os títulos especificados na aliena "d" do Item 9.3.d., deverão ser expedidos por Instituição Oficial, Instituições de Ensino Superior ou Entidades de Classe reconhecidas pelo seu Conselho de Fiscalização profissional..

9.3.h. Os documentos em língua estrangeira de cursos realizados somente serão considerados quando acompanhados da correspondente tradução para a Língua Portuguesa, feita por tradutor juramentado, cuja apresentação será de responsabilidade do candidato nos prazos já estabelecidos por este edital, e, no caso de Títulos de Programas de Pós-graduação stricto sensu ou lato sensu, somente serão aceitos como títulos se convalidados por Programas de Pós-graduação stricto sensu ou lato sensu reconhecidos pela CAPES.

9.3.i. Cada Título será considerado uma única vez.

9.3.j. Os diplomas ou certificados mencionados no Item g da tabela, deverão conter a carga horária, sob pena de serem desconsiderados para todos os fins.

9.3.l. As cópias dos Títulos deverão ser todas autenticadas em cartório.

9.3.m. Não serão consideradas, para efeito de pontuação, as cópias não-autenticadas em cartório.

10. Havendo a necessidade, a critério da Comissão Organizadora do CONCURSO PÚBLICO poderá ser realizado em outro local, sendo divulgado através de Aditivo.

11. HOMOLOGAÇÃO DO RESULTADO FINAL

11.1. - Publicação da Homologação do Resultado Final 06/06/2008.

11.2. - A homologação do Resultado Final será publicada no Jornal Tribuna Popular, circulação local de Cacoal -RO, no mural da Prefeitura de Cacoal - RO e no site da Prefeitura www.cacoal.ro.gov.br;

12. DO RECURSO

12.1.- Recurso da Homologação do Resultado Final: 09 e 10/06/2008.

12.2. Homologação Final: 13/06/2008.

13. DOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE

13.1. Em caso de empate, a comissão deverá obedecer rigorosamente os critérios de desempate, conforme a seguinte ordem:

a) Maior números de questões acertadas na matéria de conhecimento específico;

b) Maior números de questões acertadas na matéria de línguas portuguesa;

c) Maior números de questões acertadas na matéria de conhecimentos gerais;

d) Ser o mais idoso;

e) O que tiver maior número de prole comprovado;

f) Ser casado;

g) Por sorteio;

14. DOS RECURSOS EM GERAL

14.1. Admitir-se-á um único recurso para cada candidato, relativamente aos resultados divulgados desde que devidamente fundamentados.

14.2. O(s) ponto(s) relativo(s) à(s) questão (ões) eventualmente anulada(s) será (ao) atribuído(s) a todos os candidatos presentes, inscritos nos cargos correspondentes.

15. CONVOCAÇÃO PARA INVESTIMENTO

15.1. Após a homologação dos resultados, os candidatos devidamente aprovados, serão convocados para ser investido no cargo e posterior posse de acordo com as vagas que constam no edital.

15.2. As vagas serão preenchidas por ordem crescente de classificação, obedecendo ao limite constante do Edital ou de acordo com a necessidade pública.

16.3. O candidato classificado e convocado para o preenchimento das vagas existentes, apresentar-se-á para ser investido no cargo e posterior tomada de posse junto a Divisão de Recursos Humanos da Prefeitura Municipal de Cacoal.

16.4. Somente serão investidos nos cargos especificados neste edital, os candidatos aptos nos exames de capacidade física e mental, aprovados pela Junta Médica Oficial do Município.

16.5. Preenchidas as vagas oferecidas por este edital, os demais candidatos classificados constarão do Cadastro Reserva para convocação, quando da existência de vagas.

16.6. No momento da investidura o candidato deverá apresentar os documentos abaixo discriminados em originais com as respectivas cópias ou apenas cópias autenticadas:

a) Comprovante de escolaridade exigido para o cargo conforme discriminado no item 2.1 deste edital.

b) Carteira de Identidade - RG;

c) Cadastro Nacional de Pessoa Física - CNPF;

d) Título de Eleitor e comprovante de votação na ultima eleição;

e) Certidão de nascimento ou casamento;

f) Certidão de nascimento dos filhos menores de 14 anos;

g) Se do sexo masculino, comprovante de quitação com as obrigações militares;

h) Duas fotos 3x4 datadas dos últimos 3 meses;

i) Comprovante de PIS ou PASEP;

j) Comprovante de Residência;

k) Carteira de Trabalho;

l) Declaração de bens;

m) Declaração que não possui vínculo empregatício com a Administração Pública Municipal, Estadual e Federal (formulário próprio), que configure as vedações constitucionais estabelecidas nos Incisos XVI e XVII da CRFB/88.

n) Atestado Médico Adimissional;

o) Certidão de antecedentes criminais desta comarca e da comarca que tiver vindo se de outra localidade;

p) Certidão negativa cível;

q) Certidão Negativa de Débitos da Fazenda Pública Municipal de Cacoal;

r) Apresentar Carteira de Registro no Conselho de Classe no Estado de Rondônia ou Protocolo de Transferência.

17. DISPOSIÇÕES FINAIS

17.1. A inscrição do candidato implica no seu conhecimento dos termos deste Edital, com a aceitação tácita das condições estabelecidas e sobre as quais não poderá alegar desconhecimento.

17.2. Em nenhuma hipótese haverá segunda chamada, seja qual for o motivo alegado.

17.3. O candidato poderá, após 3 (três) horas de início das provas, ter o direito de levar o caderno de provas.

17.4. O candidato só poderá ausentar-se do recinto, onde ocorrerão as provas, após 30 (trinta) minutos, contados a partir do início das mesmas.

17.5. O candidato só poderá afastar-se do local das provas com acompanhamento de um fiscal.

17.6. Ao final das provas, os 03 (três) últimos candidatos deverão permanecer na sala, sendo liberados somente quando todos as tiverem concluído.

17.7. É vedado o porte e/ou uso de aparelhos sonoros, fonográficos, de comunicação ou de registros eletrônicos.

17.8. Os candidatos aprovados ou classificados comprometem a manter atualizados seus endereços junto a Divisão de Recursos Humanos da Prefeitura Municipal de Cacoal e responsabilizam-se por prejuízos decorrentes da não atualização.

17.9. Todas as convocações, avisos e resultados serão publicados em Mural Oficial da Prefeitura Municipal de Cacoal, no Jornal eleito o Oficial do Município (Tribuna Popular) e no site: www.cacoal.ro.gov.br, sendo as responsabilidades pela inobservância das publicações afixadas, exclusivas de cada candidato.

17.10. O cumprimento da data prevista para realização da prova dependerá da disponibilidade dos locais adequados, ocorrendo imprevistos na data efetiva, horário e local das provas, os candidatos serão informados através da imprensa e no site www.cacoal.ro.gov.br.

17.11. Qualquer irregularidade documental do candidato, constatada no decorrer do período de validade do Concurso Publico, o eliminará, anulando-se todos os atos decorrentes de sua inscrição e participação.

17.12. A aprovação no Concurso Público, não assegura ao candidato o direito de investidura e posse.

17.13. O resultado do Concurso Público, será publicado no Jornal eleito oficial do Município (Tribuna Popular), no Mural Oficial da Prefeitura Municipal de Cacoal e no site: www.cacoal.ro.gov.br, com as respectivas classificações.

17.14. Não haverá justificativa para o não cumprimento dos prazos determinados, nem será aceito documento após os prazos estabelecidos neste Edital.

17.15. Poderá ser concedida recontagens de pontos de provas, exame, avaliações e pareceres, por meio de requerimento fundamentado do Candidato.

17.16. Este concurso público terá prazo de validade de dois anos.

17.17. Os gabaritos serão divulgados 02 (dois) dias após a aplicação das provas no Mural Oficial da Prefeitura Municipal de Cacoal e no site www.cacoal.ro.gov.br.

17.18. Será excluído do Concurso o candidato que, se tornar culpado de incorreção ou descortesia para com qualquer dos examinadores, executores e seus auxiliares ou autoridades presentes; for surpreendido, durante a realização de qualquer prova, em comunicação com outro candidato, bem como se utilizando de livros, notas ou impressos não permitidos, ou portando aparelhos eletrônicos (tel. celular, walkman e etc.) e lançar mão de meios ilícitos para a execução da prova.

17.19. A fraude nas informações ou em qualquer dos documentos apresentados como comprovação dos cargos por especialização, ensejará o cancelamento da inscrição e a responsabilidade criminal correspondente. Devendo a Comissão noticiar o crime praticado "em tese" às autoridades policiais locais.

17.20. Ficam válidas para a contratação dos cargos, todas as regras de contrato nos moldes estabelecidos no Estatuto dos Servidores Públicos Municipal.

17.21. Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão de Elaboração e Organização do Concurso Público, nomeada pela Chefa do Poder Executivo Municipal, por meio da Portaria n. 56/PMC/2008.

Cacoal/RO, 14 de março de 2008.

ANTONIO PAULO DOS SANTOS FILHO
Presidente da Comissão do Concurso Público

ANEXO I

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

CARGO DE NÍVEL SUPERIOR

LÍNGUA PORTUGUESA: Compreensão e estruturação de texto. Sistema ortográfico em vigor: emprego das letras e acentuação gráfica. Semântica: sinônimos, antônimos, polissemia. Vocábulos homônimos e parônimos. Denotação e conotação. Formação de palavras: prefixos e sufixos. Flexão nominal de gênero e número. Flexão verbal: verbos regulares e irregulares. Vozes verbais. Emprego dos pronomes pessoais e das formas de tratamento. Emprego do pronome relativo. Colocação pronominal. Emprego das conjunções e das preposições. A ordem de colocação dos termos na frase. Concordância nominal e verbal. Regência nominal e verbal. Emprego do acento da crase. Nexos semânticos e sintáticos entre as orações, na construção do período. Emprego dos sinais de pontuação.

CONHECIMENTOS GERAIS: HISTÓRIA DE RONDÔNIA: A Conquista e colonização da Amazônia e a submissão do indígena (a exploração, conquista e ocupação da Amazônia no contexto do antigo regime); O mercantilismo e as políticas de colonização dos vales do Madeira e do Guaporé; A sociedade colonial Guaporeana (aspectos do cotidiano), A escravidão e a resistência escrava; Navegação no rio madeira e à abertura do rio Amazônia à navegação internacional. A exploração e colonização do Oeste da Amazônia, O processo de ocupação e expropriação indígena na área do Beni; Mão-de-obra para os seringais do alto Madeira e a questão acreana e a construção Estrada de Ferro Madeira-Mamoré. O Território Federal do Guaporé e a criação do Estado de Rondônia.

Sugestões Bibliográficas: OLIVEIRA, Ovídeo Amélio de. História Desenvolvimento e Colonização do Estado de Rondônia. 6ª Edição. Dinâmica Editora e Distribuidora LTDA; TEIXEIRA, Marco Antônio Domingues & Fonseca, Dante Ribeiro da. História Regional (Rondônia). 4ª Edição. Ed. Rondoniana; GEOGRAFIA DE RONDÔNIA: Aspectos gerais do Estado; Região Norte do Brasil; Brasil político; Limites do Estado; Estado de Rondônia (evolução políticoadministrativa, evolução econômica, setores produtivos da agropecuária; hidrografia); Área e População do Estado e do Município de Porto Velho; Zoneamento Sócio‑Econômico-Ecológico e Cidades de Rondônia. Sugestões Bibliográficas:OLIVEIRA, Ovídeo Amélio de. Geografia de Rondônia. Espaço & Produção. 3ª Edição. Dinâmica Editora e Distribuidora LTDA; TEMAS CONTEMPORÂNEOS DOS ÚLTIMOS 50 ANOS: Aspectos históricos mundiais e nacionais; violência urbana; guerras; acontecimentos esportivos, políticos e religiosos; fatos relacionados a saúde pública do Brasil de relevância jornalística; fatos relacionados a Rondônia de relevância jornalística nacional; atualidades.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS (Por cargo)

CIRURGIÃO-DENTISTA CLÍNICO GERAL:

Clínica geral odontológica. Semiologia, Terapêutica, Radiologia e Anestesiologia na prática odontológica. Fundamentos de Dentística, Endodontia e Periodontia. Princípios de Cirurgia Oral Menor, Ortodontia, Prótese, Traumatologia e Urgências Odontológicas. Odontologia para bebês e Odontopediatria. Biossegurança na prática odontológica. Promoção de saúde e prevenção em saúde bucal. Métodos de prevenção da cárie dentária e das doenças periodontais. Atendimento a usuários portadores de necessidades especiais. Educação em saúde. Odontologia preventiva e social. Vigilância sanitária em saúde bucal. Epidemiologia, planejamento e programação em serviços públicos odontológicos. Epidemiologia da cárie dentária, doenças periodontais, más oclusões e câncer bucal. Política Nacional de Saúde Bucal. Saúde bucal no Programa de Saúde da Família. Critérios de risco em saúde bucal. Sistema Único de Saúde (SUS) : legislação, estrutura e características epidemiológicos. Ética em saúde. Princípios e diretrizes do sistema de saúde brasileiro. Política Nacional de Saúde Bucal: Programa Brasil Sorridente.

CIRURGIÃO-DENTISTA BUCO-MAXILO-FACIAL:

Patologia bucomaxilofacial. Radiologia bucomaxilofacial. Anatomia da cabeça e pescoço. Farmacologia em odontologia. Anestesiologia em odontologia. Emergências médicas em odontologia. Urgências odontológicas. Bases da técnica cirúrgica. Técnicas cirúrgicas das exodontias. Cirurgias dos dentes inclusos ou impactados. Cirurgias bucais com finalidade ortodôntica. Cirurgias parendodônticas. Cirurgia pré-protética. Tratamento das infecções dos espaços fasciais. Traumatologia bucomaxilofacial. Cirurgias ortognáticas. Princípios e diretrizes do sistema de saúde brasileiro. Política Nacional de Saúde Bucal: Programa Brasil Sorridente.

CIRURGIÃO-DENTISTA PERIODONTISTA:

Epidemiologia das doenças periodontais. Periodontia normal. Higiêne Bucal. Classificação das doenças periodontais. Etiologia das doenças periodontais. Estudo das alterações gengivais agudas. Estudo das alterações gengivais crônicas. Estudo das periodontites. Exame clínico, diagnóstico, prognóstico e plano de tratamento. Instrumental usado em Periodontia. Tratamento periodontal. Estudo da Oclusão Dental. Aparelhos de contenção. Relação da Periodontia com as demais especialidades odontológicas. Implantes osteointegrado. Regeneração. Princípios e diretrizes do sistema de saúde brasileiro. Política Nacional de Saúde Bucal: Programa Brasil Sorridente.

CIRURGIÃO-DENTISTA ENDODONTISTA:

Diagnóstico das alterações patológicas pulpares e periapicais. Aparelhos, instrumental e material endodônticos. Anatomia interna dos dentes. Abertura coronária. Preparo biomecânico dos canais radiculares - meios químicos, físicos e mecânicos. Radiologia aplicada à endodontia. Instrumentação convencional e não convencional (ativação ultra-sônica, sistemas oscilatórios e rotatórios). Localizadores eletrônicos foraminais. Medicação intracanal. Obturação dos canais radiculares. Tratamento endodôntico de dentes permanentes com rizogênese incompleta. Retratamento endodôntico. Cirurgia parendodôntica. Terapêutica sistêmica coadjuvante ao tratamento endodôntico. Urgências odontológicas. Traumatismo dental. Princípios e diretrizes do sistema de saúde brasileiro. Política Nacional de Saúde Bucal: Programa Brasil Sorridente.

CIRURGIÃO-DENTISTA ODONTÓLOGO EM PACIENTES PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS:

CONCEITO E CLASSIFICAÇÃO DOS PNEs: Histórico da Terminologia, Terminologias de PNEs, Tipos e classificação de PNEs, Importância Clínica do Conceito e da Classificação de PNEs. ABORDAGEM TRANSDISCIPLINAR DOS PNES: Odontologia e fonoaudiologia, Odontologia e terapia ocupacional, Odontologia e fisioterapia, Odontologia e psicologia, Odontologia e educação. PREVENÇÃO DE DEFICIÊNCIAS: Durante a gestação, Durante o parto, Período neonatal, Primeira infância. SÍNDROMOLOGIA: Embriogênese Crânio-Facial, Alterações Genéticas Crânio-Facial, Síndrome de Down, Manifestações Bucais. FAMÍLIA DO ESPECIAL: Momento da Notícia, Momento da Descoberta, Aceitação do Filho Especial, Depoimentos dos Pais. DEFICIÊNCIA NEUROMOTORA - PARALISIA CEREBRAL: Causas, Classificação, Tipos: espástico, atáxico, atetóide, Alimentação, Posicionamento na cadeira odontológica, Contenção física, Contenção mecânica, Contenção química. GESTANTES: Prevenção e saúde bucal, Aspectos psicológicos e emocionais, Alterações fisiológicas, Tratamento odontológico, Drogas na gestação. BEBÊ ESPECIAL: Amamentação e desmame, Prevenção para a saúde bucal, Recursos materiais que auxiliam no desenvolvimento orofacial do bebê especial. ABORDAGEM DO PACIENTE COM DEFICIÊNCIA MENTAL: Deficiência mental, Autismo, Distúrbios de Comportamento. PACIENTE ONCOLÓGICO: Atendimento Odontológico durante o Tratamento. Atendimento Odontológico no Pós-Tratamento. DISTÚRBIOS CARDIOVASCULARES: Hipertensão Arterial, Infarto do Miocárdio, Endocardite Bacteriana. DOENÇAS METABÓLICAS: Avitaminoses, Diabetes mellitos, Manifestações clínicas gerais e bucais. TERAPÊUTICA CLÍNICA APLICADA A PNES. AVALIAÇÃO CLÍNICA E LABORATORIAIS DOS PNES. IMAGINOLOGIA EM PNES. SÍNDROME DA RESPIRAÇÃO BUCAL. ASPECTOS BÁSICOS DA ORTOPEDIA FUNCIONAL DOS MAXILARES. ELETROMIOGRAFIA PARA PNES. FONOAUDIOLOGIA APLICADA EM ODONTOLOGIA PARA PNEs. DISSEMINAÇÃO DOS PROCESSOS INFECCIOSOS BUCO-DENTÁRIOS EM PNEs. ODONTOLOGIA LEGAL PARA PNEs. Princípios e diretrizes do sistema de saúde brasileiro. Política Nacional de Saúde Bucal: Programa Brasil Sorridente.

CIRURGIÃO-DENTISTA ESTOMATOLOGISTA:

Diagnóstico, tratamento e epidemiologia das doenças da cavidade bucal; Bases da aplicação dos raios X em Odontologia - Métodos recentes de diagnóstico por imagem; Métodos auxiliares ao diagnóstico bucal; Normas de biossegurança, radiobiologia e radioproteção; Manifestações bucais de doenças dermatológicas e sistêmicas; Alterações/Patologias dentárias; da mucosa bucal, das glândulas salivares e dos maxilares (cistos/tumores odontogênicos e não odontogênicos e outras patologias ósseas); Como prescrever em Estomatologia/Cirurgia. Atenção odontológica a pacientes quimioterápicos e radioterápicos; Abordagem multidisciplinar e multiprofissional do Câncer Bucal. Princípios e diretrizes do sistema de saúde brasileiro. Política Nacional de Saúde Bucal: Programa Brasil Sorridente.

CIRURGIÃO-DENTISTA ODONTOPEDIATRA:

Crescimento e desenvolvimento. Patologia bucal na infância e adolescência. Ortodontia preventiva e interceptativa. Patogênese e prevenção da doença cárie e doença periodontal. Adaptação comportamental - manejo da criança. Odontologia restauradora - tratamento das lesões de cárie. Terapia pulpar em odontopediatria. Traumatismos na dentição decídua. Cirurgia bucal pediátrica. Desenvolvimento da oclusão no bebê e na infância. Odontologia para bebês. Radiologia aplicada à primeira infância. Urgências odontológicas na clínica geral odontológica. Princípios e diretrizes do sistema de saúde brasileiro. Política Nacional de Saúde Bucal: Programa Brasil Sorridente.

CIRURGIÃO-DENTISTA PROTESISTA:

Fundamentos da oclusão.Sistema estomatognático - componentes e funções. Distúrbios oclusais e desordens têmporo- mandiblares. Ajuste oclusal - princípios regras e técnicas. Preparo de dentes com finalidade protética. Registros oclusais e montagens em articuladores semi-ajustáveis. Moldagem. Modelo de trabalho e troqueis. Núcleos intra-radiculares. Restaurações e coroas provisórias. Padrões de cêra. Inclusão. Fundição e soldagem. Registro e remontagem. Ajuste funcional e estético. Acabamento e cimentação (provisória e definitiva). Inter-relação entre prótese e periodontia. Restaurações metálicas fundidas. Cerâmicas e metalocerâmicas. Próteses parciais fixas adesivas. Pônticos e rebordos edêntulos. Conexões rígidas e semi-rígidas. Materiais odontológicos em prótese. Proservação em reabilitação oral. Prótese total e parcial removível - conceito, indicações e contra- indicações. Classificação dos diferentes tipos de próteses parciais removíveis e de desdentados parciais. Elementos constituintes da PPR. Preparo da boca para receber prótese parcial removível. Estética e relações intermaxilares em prótese total. Próteses totais imediatas e convencionais. Princípios e diretrizes do sistema de saúde brasileiro. Política Nacional de Saúde Bucal: Programa Brasil Sorridente.

CIRURGIÃO-DENTISTA ODONTÓLOGO DO TRABALHO:

INTRODUÇÃO À HIGIENE, MEDICINA E ODONTOLOGIA DO TRABALHO: Recorte histórico e social; Noções de Saúde e riscos ambientais; Conceituação de Saúde Ocupacional; Importância da Saúde Ocupacional para o Governo, Empregadores e Empregados; Atividades Multi-Profissionais e definição de responsabilidades. Saúde ambiental e sua relação com as normas regulamentadoras (NR). Área de odontologia do trabalho. Regulamentação e aplicabilidade. Aplicabilidade e campo de atuação do CD. NOÇÕES DE EPIDEMIOLOGIA: Introdução, conteúdo e uso da Epidemiologia - Estrutura Epidemiológica; Estudo de uma doença de Epidemiologia obscura; Inquérito e investigação Epidemiológica; Conceito de Epidemiologia de causa; Classificação dos danos segundo o mecanismo de sua produção; Os grandes grupos Nosológicos; Modelos de doenças: por vinculação Médica e alimentar, por contato inter-pessoal e transmitida por vetores e degenerativos - imunidades; caracterização e Hierarquização dos problemas Odontológicos; Unidades de medida de índices; Planejamento de inquéritos Epidemiológicos. NOÇÕES DE TOXICOLOGIA:. DOENÇAS PROFISSIONAIS - PATOLOGIA BUCAL. ORGANIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE MEDICINA E ODONTOLOGIA DO TRABALHO. HIGIENE OCUPACIONAl: Estudo do ambiente de trabalho. Conceitos e noções gerais; Riscos ambientais. Agentes de Riscos: Agentes físicos, químicos e biológicos de doenças profissionais; Métodos gerais de prevenção das doenças profissionais; Trabalho de mulheres e crianças; Trabalho rural - Aspectos e considerações gerais - Agrotóxicos. PSICOLOGIA DO TRABALHO. SEGURANÇA DO TRABALHO. Princípios e diretrizes do sistema de saúde brasileiro. Política Nacional de Saúde Bucal: Programa Brasil Sorridente.

CIRURGIÃO-DENTISTA ODONTÓLOGO EM SAÚDE COLETIVA:

Fundamentos de Saúde Coletiva; Epidemiologia Aplicada a Odontologia; Promoção da Saúde Bucal; Recursos Humanos em Odontologia; Políticas de Saúde; Planejamento, Administração e Avaliação de Serviços de Saúde Bucal; Modelos de Prática Odontológica; Aspectos Sociológicos da Prática Odontológica; Comunicação e Educação em Saúde; Epidemiologia Geral;Princípios e diretrizes do sistema de saúde brasileiro. Política Nacional de Saúde Bucal: Programa Brasil Sorridente.

FARMACÊUTICO-BIOQUÍMICO

Formas farmacêuticas: destinadas a aplicações e mucosas, para uso parenteral, líquidas para uso oral, para uso tópico obtidas por divisão mecânica, obtidas por dispersão mecânica. Farmacologia -Vias de administração de drogas, farmacocinética, farmacologia do sistema nervoso autônomo, farmacologia do sistema nervoso central, anestésicos locais, antitérmicos, analgésicos, antinflamatórios não esteroidais, anti-ulcerosos, farmacologia cardiovascular, antibióticos, antifúngicos, antivirais, quimioterápicos, antiparasitários, antigoaculantes e antianêmicos. Análise Farmacêutica -Critérios analíticos para avaliação da qualidade dos medicamentos, ensaio-limite, identificação de funções e grupos quimicos, análise de grupos funcionais, preparação e aferição de soluções tituladas, fundamentos e aplicações dos processos volumétricos de neutralização, oxiredução e precipitação, análise de matérias primas e de formas farmacêuticas. Farmácia Hospitalar -Estrutura organizacional, funções clínicas, garantia da qualidade, padronização de medicamentos para uso hospitalar e ambulatorial, formas de aquisição de medicamentos, central de abastecimento farmacêutico, indicadores de consumo, planejamento e controle de estoque de medicamentos e correlatos, sistema de distribuição de medicamentos, manipulação de medicamentos e correlatos, medicamentos controlados, controle de infecção hospitalar, suporte nutricional parenteral. Portarias: 344, 272, 500 e 2616. Resoluções: 290/96 e 259/94. Artigos da Portaria 354/97. Lei 9787/99.

FONAUDIÓLOGO

Desenvolvimento Global da Criança - Desenvolvimento Intra-Uterino. Desenvolvimento Psicomotor. Fatores Que Interferem No Desenvolvimento Infantil. Motricidade Oral - Anatomia e Fisiologia do Sistema Estomatognático. Desenvolvimento das Funções Estomatognáticas. Transtornos da deglutição no recém-nato e no adulto. Alterações Fonoaudiológicas. Avaliação, Diagnóstico, Prognóstico e Tratamento Fonoaudiológico. Linguagem - Anatomofisiologia da Linguagem. Aquisição E Desenvolvimento. Lingüística: Fonética e Fonologia Da Língua Portuguesa Aplicadas À Fonoaudiologia. Alterações Fonoaudiológicas: Conceituação, Classificação E Etiologia. Avaliação e Tratamento Fonoaudiológico. Voz - Anatomia E Fisiologia da Laringe. Patologias Laríngeas: Conceituação, Classificação e Etiologia. Avaliação, Diagnóstico e Tratamento Fonoaudiológico. Audiologia- Anatomia e Fisiologia da Audição. Noções de Psicoacústica. Audiologia Clínica: Avaliação, Diagnóstico, Prognóstico. Treinamento Auditivo. Atuação da Fonoaudiologia- Saúde Pública: Prevenção e Intervenção Precoce. Normas Do Código De Ética Do Fonoaudiólogo. Fonoaudiologia na Terceira Idade. Fonoaudiologia Nas Instituições: Escola E Hospital. A Fonoaudiologia na Relação Multidisciplinar: Interpretação De Laudos em Áreas Afins.

NUTRICIONISTA

Avaliação nutricional de pacientes hospitalizados e ambulatoriais: métodos objetivos e subjetivos. Dietoterapia e cuidados nutricionais nas: Doenças do sistema gastrintestinal: esôfago, estomago, intestino e glândulas anexas. Doenças metabólicas: obesidade/magreza, Diabetes mellitus e dislipidemias. Doenças cardiovasculares: insuficiência cardíaca, infante do miocárdio, aterosclerose, hipertensão. Doenças reumáticas: artrite reumatoide, gota úrica, lupus eritrematose sistêmico. Doenças hematológicas: anemias nutricionais por deficiência de ferro, proteína, b12, ácido fólico, piridoxina e cobre. Doenças renais: GNDA, síndrome nefrótica, IRA, IRC, nefrolitíase., hemodiálise Doença neoplásica, quimioterapia e radioterapia. Pré pós-operatório de cirurgia do sistema digestivo. Suporte nutricional oral e enteral. 4. Fisiopatologia.

CARGO DE NÍVEL MÉDIO

TÉCNICO EM LABORATÓRIO

TÉCNICO EM HIGIENE DENTAL

AGENTE ADMINISTRATIVO

LÍNGUA PORTUGUESA (PARA TODOS OS CARGOS) -Compreensão de texto não-Iiterário contemporâneo. O sistema ortográfico do português: emprego de letras. Homonímia e paronímia. Acentuação gráfica e emprego do trema. Aspectos da prosódia e da ortoepia padrão no Brasil. Classes gramaticais: substantivo, adjetivo, pronome e advérbio. Emprego do pronome pessoal, do pronome possessivo, do pronome indefinido e do pronome demonstrativo. Emprego do pronome relativo. Valores semânticos da preposição. Elementos mórficos do verbo e do nome; processos de formação de palavras; valor semântico dos prefixos. Flexão nominal de gênero e número. Flexão verbal: verbos irregulares; vozes verbais, locuções verbais e tempos compostos. Sintaxe de concordância: concordância gramatical, atrativa e ideológica. Sintaxe de regência; o fenômeno da crase. Sintaxe de colocação: deslocamento e valor semântico-gramatical; posição do pronome átono. Emprego dos sinais de pontuação.

CONHECIMENTOS GERAIS (PARA TODOS OS CARGOS): HISTÓRIA DE RONDÔNIA A Conquista e colonização da Amazônia e a submissão do indígena (a exploração, conquista e ocupação da Amazônia no contexto do antigo regime); O mercantilismo e as políticas de colonização dos vales do Madeira e do Guaporé; A sociedade colonial Guaporeana (aspectos do cotidiano), A escravidão e a resistência escrava; Navegação no rio madeira e à abertura do rio Amazônia à navegação internacional. A exploração e colonização do Oeste da Amazônia, O processo de ocupação e expropriação indígena na área do Beni; Mão-de-obra para os seringais do alto Madeira e a questão acreana e a construção Estrada de Ferro Madeira-Mamoré. O Território Federal do Guaporé e a criação do Estado de Rondônia. GEOGRAFIA DE RONDÔNIA (PARA TODOS OS CARGOS) Aspectos gerais do Estado; Região Norte do Brasil; Brasil político; Limites do Estado; Estado de Rondônia (evolução político-administrativa, evolução econômica, setores produtivos da agropecuária; hidrografia); Área e População do Estado e do Município de Porto Velho; Zoneamento Sócio-Econômico-Ecológico e Cidade de Rondônia. Atualidades.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS (Por Cargo):

TÉCNICO EM LABORATÓRIO: Noções preliminares: Instrumental básico; Vidraria: pipetas, provetas, balões e frascos. Sua limpeza e utilização. Preparo de soluções. Fundamentos básicos em microscopia ótica: Microscópio: partes principais e aplicação. Biologia celular: Conceitos principais sobre células: principais componentes e suas funções. Hematologia: Técnicas de coleta; Anticoagulantes; Punção venosa e arterial. Sôro e plasma; Elementos figurados do sangue: morfologia, função e valores normais; Principais exames: hemograma completo, vhs, grupo sanguíneo e fator Rh, coombs direto e indireto, pesquisa de hematozoários. Bioquimica: Técnicas de coleta; Anticoagulantes; Principais exames: glicose, uréia, creatinina,acido úrico, colesterol, triglicerídios, proteinas totais e frações, bilirrubinas e enzimas. Valores normais e interpretação clínica. Urinálise: Principais analitos bioquímicos na urina: valores normais. Função renal: clearences. Metodologias de análise. Microbiologia: Coleta e transporte de material em bacteriologia; Culturas: urina, fezes, sangue, secreção e líquidos biológicos; Isolamento e identificação de microorganismos; Morfologia e métodos de coloração. Estaficocos, Estreptococos, Bacilos e Micobactérias. Métodos de controle de microorganismos: esterilização e desinfecção. Principais métodos físicos e químicos. Parasitologia: Coleta de material: conservação e transporte. Principais métodos utilizados; sua importância. Helmintos e protozoários de importância médica. Equipamentos de Proteção Individual: Tipos principais e utilização adequada.

AGENTE ADMINISTRATIVO: NOÇÕES DE INFORMÁTICA: Softwares: Windows 98; Microsoft Word 2000, Microsoft Excel 7.0. Internet: Conexão à internet (formas e modalidades de interligação); serviços básicos. Segurança: privacidade na Internet; vírus de computador, cuidados e prevenção. NOÇÕES BÁSICAS DE DIREITO ADMINISTRATIVO: Ato Administrativo; Nulidade e Revogação do Ato Administrativo; Estado: Poderes e funções do Estado; Organização do Estado; Administração Pública; Princípios do Direito Administrativo; Administração Direta e Indireta.Servidor Público; Lei; Decreto; Portaria; Resolução; Lei Municipal n. 1.082/PMC/2000; Lei Orgânica do Município; Processo Administrativo.

TÉCNICO EM HIGIENE DENTAL: Técnica de revelação de Radiografia; Moldagens de Modelo de Estudo; Orientação de Higiene Oral; Aplicação Tópica de Flúor; Polimento; Selante; Orientação e Acompanhamento de Auxiliar de Consultório Dentário.

CARGO DE NÍVEL FUNDAMENTAL

AUXILIAR DE SERVIÇOS DE SAÚDE

LÍNGUA PORTUGUESA: Interpretação de Textos, Ditongos, Tritongos e Hiatos, Coletivos, Conceitos de Gramáticas, Conceito de texto, Acentuação Tonica, acentuação gráfica, analise sintáticas, Sinônimo, Antônimo, Preposição, Verbo, Advérbio, Conjunção, Numeral, Substantivo, Sílaba Tônica, Sujeito, Concordância verbal e nominal, ortografia.

CONHECIMENTOS GERAIS

História de Rondônia e Geografia de Rondônia; História e criação do Rondônia e Cacoal; Construção e crise do "socialismo real" ; Globalização e neoliberalismo; O processo de ocupação e expropriação indígena na área do estado e município; Aspectos sobre o relevo e planícies; Limites do Estado; Estado de Rondônia: Evolução Político-Administrativa, Evolução Econômica, Setores Produtivo da Agropecuária Hidrografia; Área e População do Estado e do Município de Cacoal; Atualidades.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

Cidadania e qualidade no atendimento ao público. Tratamento e destino do lixo, tratamento de água potável, proteção dos reservatórios e desperdício. Higiene pessoal, higiene ambiental, de utensílios e equipamentos. Manutenção e conservação de mobiliário e equipamento. Prevenção de acidentes no trabalho. Noções de Primeiros Socorros no trabalho, cuidados indispensáveis ao socorro, avaliação dos sinais vitais, materiais necessários para prestar socorro, como lidar com ferimentos mais comuns, curativos e tipos de proteção a ferimentos.

Obs.: O Conteúdo Programático poderá sofrer alterações.

95122

Política de Privacidade 2000-2014 PCI Concursos Telefone (11) 2122-4231