Ufes - ES anuncia a abertura de dois Processos Seletivos para professores

Oportunidades são ofertadas para a ministração de aula na área de política educacional e ginecologia e obstetrícia; confira mais detalhes
Quarta-feira, 5 de maio de 2021 às 13h29
Ufes - ES anuncia a abertura de dois Processos Seletivos para professores

A Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) divulga as inscrições para dois Processos Seletivos que visam o provimento de duas vagas na área da Ginecologia e Obstetrícia e uma vaga na área de Educação/Política Educacional.

Vale ressaltar que existem vagas reservadas aos candidatos que se enquadram nos critérios dos editais.

Conforme o edital nº14/2021, o interessado em concorrer para a vaga de Professor na área de Educação/Política Educacional, precisa ter titulação mínima de licenciatura plena em pedagogia, ou história, ou geografia, ou ciências sociais e doutorado em educação.

Já para a vaga de Ginecologista o edital nº15/2021 consta que é necessário ter graduação em medicina, especialidade: residência ou título de especialista pela Febrasgo em Ginecologia e Obstetrícia reconhecido pelo MEC e doutorado na grande área de ciências da Saúde.

Remuneração e carga horária

O salário ofertado ao Professor de Política Educacional e ao Professor de Ginecologia se dá inicialmente no nível de classe A, mediante aprovação em concurso público de provas e títulos. O valor fica entre R$ 2.795,00 a R$ 9.616,18, contando com o valor básico mais a retribuição por titulação. Além dos valores citados, o servidor também terá direito ao auxílio-alimentação e assistência à saúde. A carga horária, que será distribuída conforme a necessidade da instituição, também influência na remuneração, ela pode ser de 20, 40 horas ou dedicação exclusiva.

Inscrição e seleção

Os interessados em concorrer a alguma das vagas precisam se inscrever no período de 0h do dia 17 de maio até às 23h59, horário de brasília, do dia 16 de junho de 2021. A documentação deve ser enviada para o e-mail departamento.eps@ufes.br. Para efetuar, é preciso pagar uma taxa de R$ 250,00.

Como forma de avaliação para selecionar os candidatos, serão aplicados quatro tipos de provas, são elas: prova escrita, prova de aptidão didática, ambas de caráter eliminatório e classificatório, prova de títulos, aplicada a partir de análise do currículo no formato plataforma Lattes e prova de plano de trabalho, que deverá incluir obrigatoriamente atividades de ensino, graduação, pós-graduação, pesquisa e extensão em áreas/subárea do concurso, ambas as últimas são de caráter classificatório.

As datas para ocorrerem as provas têm previsão para os dias 13, 15, 16 e 17 de setembro de 2021.

A prova escrita terá duração de quatro horas e constará dissertação e, ou, solução de problemas sobre pontos sorteados de lista, a partir dos temas contidos nos editais, sorteados pelo Presidente da Comissão Examinadora das provas.

A prova de aptidão didática consistirá de uma aula ministrada sobre um dos temas incluídos no programa da seleção, em sessão pública em data definida no cronograma, mediante sorteio dos nomes dos candidatos, com duração mínima de 40 minutos e máxima de 60 minutos.

A prova prática deverá evidenciar a capacidade operacional do candidato em tarefas que envolvam elaboração, execução ou críticas sobre conhecimentos práticos compatíveis com a área do concurso.

Já a prova de títulos consistirá da apreciação de trabalhos científicos e de títulos acadêmicos por meio de documentos comprobatórios de formação e aperfeiçoamento acadêmico do candidato, de suas atividades de ensino, pesquisa e extensão, de sua produção científica, artística e cultural, e de sua experiência profissional na área/subárea do concurso.

Vigência

O prazo de validade do Concurso será de dois anos contados a partir da data da publicação da homologação no Diário Oficial da União, podendo ser prorrogado por igual período.

Jornalista: Milene Gimenez
Compartilhe: