Concurso da PM - RN tem novas retificações aplicadas no cronograma

Certame que tem 1.000 vagas disponíveis passa por várias mudanças em itens das etapas de classificação, após publicação da TAC, no Diário Oficial desta quinta-feira (18).
Quarta-feira, 18 de julho de 2018 às 09h28
Concurso da PM - RN tem novas retificações aplicadas no cronograma

O Concurso Público da Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte (PM - RN), que tem 1.000 vagas para o quadro de Praças Combatentes da PM teve o cronograma de conclusão das etapas do certame anunciado.

Foi estabelecido o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), o qual divide o calendário em oito fases e prevê o início do Curso de Formação para 2 de janeiro de 2020.

Confira a seguir os principais itens da TAC e o cronograma previsto:

  • Rebaixamento da Prova Objetiva do ponto de corte da disciplina de Geografia do Brasil e RN: Com isso todos os candidatos que, com esse novo parâmetro passaram ao status de aprovado, devem ter a redação corrigida e se aprovados serão convocados para a realização do exame de saúde.
  • Manutenção das candidatas que já foram aprovadas na Redação e no Exame de Saúde: Com aumento de candidatos aprovados na Prova Objetiva em virtude do rebaixamento do ponto de corte da disciplina de Geografia do Brasil e RN, não importará a exclusão de candidatas que estando acima do limite de redações a serem corrigidas, continuaram no Concurso.
  • Correção da Redação das candidatas que após a reclassificação passarão a ocupar melhores posições em relação as candidatas que já foram aprovadas na Redação e no Exame de Saúde: As candidatas que forem reclassificadas na Prova Objetiva e passarem à frente das que já tiveram a redação corrigida, também farão jus à correção da redação.
  • Adequação do Teste de Aptidão Física - TAF: Itens do edital relacionados sobre a realização do TAF foram alterados.
  • Prazo de Investigação Social: O edital também teve alterações em itens relacionados ao período da Investigação Social, que estende-se até o término do curso de formação.
  • Reclassificação e correção de redação: 1 a 30 de julho de 2019;
  • Exame de saúde dos candidatos reclassificados, convocação, exames clínicos, interposição de recurso e resultado: De 1 de agosto de 2019 a 6 de setembro de 2019;
  • Teste aptidão física, interposição de recurso e resultado: De 9 de setembro de 2019 a 11 de outubro de 2019;
  • Exame psicológico, interposição de recurso e resultado, Entrega de documentos para Investigação Social, Entrega de Títulos para avaliação: De 21 de outubro de 2019 a 20 de dezembro de 2019;
  • Avaliação de Títulos, interposição de recurso e resultado: De 21 de outubro de 2019 a 20 de dezembro de 2019;
  • Curso de formação, interposição de recurso e resultado: De 2 de janeiro de 2020 a 28 de agosto de 2020;
  • Investigação Social, interposição de recurso e resultado: De 21 de outubro de 2019 a 28 de agosto de 2020;
  • Homologação do Concurso: 20 de agosto de 2020 a 5 de setembro de 2020.

Para saber todos os detalhes das retificações aplicadas, bem com mais informações, consulte em nosso site o comunicado disponível e documento da TAC, publicado no Diário Oficial do Estado, nesta quinta-feira 18 de julho de 2019, disponível em nosso site.

Anteriormente este Concurso havia sido suspenso, porém teve as inscrições reabertas no período de reaberto 16 de julho de 2018 até 13 de agosto de 2018, pelo site www.ibade.org.br. O valor da taxa de participação foi de R$ 100,00.

Também foi alterada a data de aplicação da Prova Objetiva que foi realizada nas cidades de Natal, Mossoró e Caicó, no dia 23 de setembro de 2018. As demais etapas constarão de Exames de Saúde, Investigação Social, Exame de Avaliação do Condicionamento Físico - EACF e Curso de Formação.

Este certame tem o total de 938 vagas destinadas à candidatos do sexo masculino que devem ter no mínimo 1,65m de altura e 62 vagas para o sexo feminino, cuja altura mínima exigida é de 1,60m. Os candidatos devem ter graduação de nível superior nos graus de bacharelado ou licenciatura, idade entre 21 e no máximo de 30 anos; habilitação no mínimo, na categoria "B".

Durante o curso de Formação o aluno-soldado PM receberá bolsa de estudo no valor de R$ 954,00, após ingresso a remuneração será de R$ 2.904,00.

Este Concurso terá validade de 90 dias, a contar da data de publicação da homologação, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da Administração Pública Militar.

Jornalista: André Fortunato
Compartilhe: