HCFM da USP abre seleção com 20 vagas para Oficial Administrativo

Segunda-feira, 8 de julho de 2013 às 09h46
HCFM da USP abre seleção com 20 vagas para Oficial Administrativo

O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, informa que está realizando Concurso Público - Edital nº 58/2013, com o objetivo de prover vinte vagas nas funções-atividades de Oficial Administrativo, a fim de atuarem junto ao Instituto Central, Prédio da Administração, Instituto de Medicina Física e Reabilitação, Laboratórios de Investigação Médica e Divisão de Hospital Auxiliar de Cotoxó.

A jornada de trabalho do profissional aprovado será de 40h semanais, com remuneração de R$ 759,70, mensais, e corresponde ao Padrão 1-A da Escala de Vencimentos Nível Intermediário, acrescido de Prêmio de Incentivo no valor de R$ 400,00.

Para se inscrever, o candidato deve enviar pelos correios, Carta Registrada mais Aviso de Recebimento (AR) no período de 10 a 29 de julho de 2013, a ficha de inscrição (disponível no site www.hcnet.usp.br), cópia da cédula de identidade ou protocolo de solicitação, original do comprovante do pagamento da taxa de inscrição no valor de R$ 42,61, para o endereço: Serviço de Recrutamento, Seleção e Movimentação de Pessoal da Divisão de Recursos Humanos do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo: Rua Doutor Ovídio Pires de Campos, nº 225, Prédio da Administração, 1º andar, Cerqueira César, São Paulo - SP - CEP 05403-010.

O concurso constará de Prova Escrita, e Prova Prática-Oral. Os candidatos deverão comparecer ao local das provas, pelo menos 30 minutos antes do horário determinado, munidos de um dos seguintes documentos no Original: Documento hábil de identidade original (Carteira de Identidade - RG) ou Carteira do Órgão de Classe ou Carteira de Trabalho e Previdência Social ou Carteira Nacional de Habilitação, com fotografia.

O prazo de validade do concurso será de dois anos, a contar da data da publicação da homologação, este prazo pode ser prorrogado por igual período, segundo a legislação vigente.

Fonte: www.imprensaoficial.com.br

Compartilhe: