História

1.
QPCI64867História
Ano:2019Banca:FUNCERNÓrgão:Pref. Lajes/RN

Considere os textos a seguir.

Texto 1 – o trabalho e o tempo no medievo.

"[...]
Março, em que começam os trabalhos da vinha
Abril, colhem-se as primeiras flores
Maio, 'o tempo está belo e amoroso'
Junho, os trabalhos das terras
Julho, o corte do feno
Agosto, a ceifa
Setembro, a sementeira
Outubro, a vindima
[...]."
GIAUVILLE, Barthelemy de. Le proprietaire des choses [1485]. In: LE GOFF, J. (org.). Enciclopédia Einaudi: memória-história. Lisboa: Imprensa Nacional/Casa da Moeda, 1984. p. 284. Disponível em: http://oridesmjr.blogspot.com.br/2011/05/o-tempo-na-sociedade-industrial-e-no.html. Acesso em: 20 fev. 2019.

Texto 2 – o trabalho e o tempo na contemporaneidade.
"[...] Na realidade não havia horas regulares: os mestres e gerentes faziam o que queriam conosco. Os relógios nas fábricas eram frequentemente adiantados de manhã e atrasados à noite e, em vez de serem instrumentos para a medição do tempo, eram usados como capas para dissimular a trapaça e a opressão. Embora isso fosse conhecido pelos operários, todos tinham medo de falar, e um trabalhador tinha medo de usar relógio, na medida em que não era incomum despedir qualquer um que pretendesse saber demais sobre a ciência da horologia."
Anônimo. Capítulos na vida de um garoto de fábrica de Dundee [1887]. In: THOMPSON, E. P. Time, Work-discipline and industrial capitalism. Disponível: em http://libcom.org. Acesso em: 20 fev. 2019.

No comparativo dos diferentes contextos históricos, os excertos evidenciam a(o)
2.
QPCI93855História
Ano:2018Banca:MACHADO DE ASSISÓrgão:Pref. Floriano/PI

Elaborada por uma Assembleia Constituinte de 559 parlamentares com diversas crenças políticas, a Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 não só restabeleceu a inviolabilidade de direitos e liberdades básicas como instituiu uma vastidão de preceitos progressistas. No entanto, demorou um pouco para ser elaborada. É correto afirmar que para elaborar a nova Constituição do Brasil de 1988 foram necessários:
3.
QPCI98605História
Ano:2018Banca:IDCAPÓrgão:Pref. Águia Branca/ES

O Plano Real, iniciado no ano de 1994, conseguiu reduzir a inflação e aumentar o nosso crescimento econômico, além de reduzir significativamente o número de miseráveis. Contudo, esse expressivo avanço de âmbito econômico, não implicou uma maior justiça social. Com base em seus conhecimentos é possível afirmar, levando em consideração a história do período, que:
4.
QPCI103542História
Ano:2020Banca:FUNDATECÓrgão:Pref. Bagé/RS

A respeito da Dinastia Ming (China, 1368-1644), assinale a alternativa correta.
5.
QPCI107751História
Ano:2020Banca:IDCAPÓrgão:Pref. Serra/ES

A tradição da escola dos Annales, concebida por Fernand Braudel, apoia-se numa vertente econômico-social balizada por marcos temporais da estrutura e da conjuntura, os quais delimitavam longa e média duração. Em outras palavras, as perspectivas globalizantes dessa escola, que ambicionava uma história total, repudiam a análise classista e buscam soluções na coleta sistemática de dados. Nesse sentido, alguns intelectuais criticam o reducionismo da escola dos Annales, já que, metodologicamente, seria incapaz de explicar os fenômenos. Vale ressaltar que a história dos Annales privilegia os níveis econômico e social da realidade, colocando acultura num segundo plano.(http://www4.serra.es.gov.br/site/download/1540303457867-orientao-curricular-2008.pdf) – (p.185)

Analise as informações seguintes. Após análise,marque as que podem ser corretamente contextualizadas com o conteúdo enunciado.

  1. Surge, então, desse percurso econômico e social que considera a materialidade, uma nova corrente historiográfica conhecida como História Cultural ou Nova História Cultural, que possibilita repensar a História articulada à cultura.
  2. Ressalta-se que 80% da produção historiográfica nacional correspondem hoje a essa perspectiva: a cultura como conjunto de significados partilhados e construídos pelos(as) homens (mulheres) para explicar o mundo.
  3. A História Cultural, sem pular a etapa da materialidade, nasce da busca de um conhecimento dos objetos da História com foco na cultura humana, resgatando a interação do homem com o seu contexto sociocultural mais amplo.
  4. Essa teorização impactou a História e a fez repensar-se imersa numa “crise”historiográfica. Ampliando o debate da História para o campo das Ciências Sociais como um todo, Santos (2000) indica que as críticas que configuram um período de crise no pensamento ocidental colocam em dúvida a racionalidade científica, num cenário que indica uma transição paradigmática. Ao conhecimento elaborado pela modernidade são propostas rupturas epistemológicas.
6.
QPCI119016História
Ano:2020Banca:FEPESEÓrgão:Pref. Itajaí/SC

Analise o texto abaixo:

Na antiguidade, Ptolomeu fundou o Museu ........(1).......,conhecido pelo seu acervo que abrigava, entre outras peças, estátuas de pensadores, instrumentos astronômicos e cirúrgicos, além de um parque zoológico e botânico. Essa instituição museológica tinha como objetivo precípuo........(2).........das ciências da época.

Assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas numeradas do texto.a.

7.
QPCI119024História
Ano:2020Banca:FEPESEÓrgão:Pref. Itajaí/SC

Identifique na lista de bens culturais brasileiros,apresentados abaixo, aqueles que a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) considera Patrimônio Mundial ou da humanidade:

  1. Cidade Histórica de Ouro Preto
  2. Ruínas de São Miguel das Missões
  3. Catedral de Florianópolis
  4. Plano Piloto de Brasília
  5. Estádio Doutor Hercílio Luz

Assinale a alternativa que indica todas as afirmativas corretas.
8.
QPCI152480História
Ano:2020Banca:FUNDATECÓrgão:Pref. Santo Augusto/RS

Ás vésperas da Revolução de 1917 (fevereiro), o território russo havia passado por um inverno particularmente duro, com temperaturas muito abaixo de zero. Apesar das interdições,algumas greves ocorreram. O frio e a escassez exasperavam a população, especialmente os operários e suas mulheres, que, além das longas jornadas de trabalho, tinham que enfrentar filas intermináveis para tentar conseguir algumas poucas provisões. A respeito do contexto mencionado, assinale a alternativa INCORRETA.
9.
QPCI157655História
Ano:2020Banca:NUCEPE/UESPIÓrgão:Pref. Timon/MA

A primeira era da globalização e da liberalização terminou no banho de sangue da Primeira Guerra Mundial,quando a disputa geopolítica imperial interrompeu precocemente a marcha global para o progresso. Nos dias seguintes ao assassinato do arquiduque Francisco Ferdinando em Sarajevo, constatou-se que as grandes potências acreditavam muito mais no imperialismo que no liberalismo, em vez de unir o mundo mediante um comércio livre e pacífico elas se concentraram em conquistar uma fatia maior do mundo pela força bruta.(HARARI, Yuval Noah. 21 lições para o século 21. São Paulo: Companhia das Letras. 2018, p. 28)

Nos primeiros dias de agosto de 1914, o mundo presenciou o início de um conflito, “a grande guerra mundial”,do tipo que a Europa e o restante do mundo não viam há mais de um século, quando os exércitos napoleônicos foram derrotados. A crise que resultou na Primeira Guerra Mundial deu-se em um contexto internacional, cujas raízes estão relacionadas
10.
QPCI181910História
Ano:2019Banca:CETREDEÓrgão:Pref. Juazeiro do Norte/CE

São exemplos de revoltas ocorridas no período regencial