História

Questão cód. 1003368
1)(...) e em lugar de ouro, de prata e de outros bens que servem de moeda em outras regiões, aqui a moeda é feita de pessoas, que não são nem ouro, nem tecidos, mas sim criaturas. E a nós a vergonha e a de nossos predecessores, de termos, em nossa simplicidade, aberto a porta a tantos males (...)"

Garcia II, Rei do Congo, século XVII

Na citação acima, o Rei do Congo:
a)confere um valor superior ao ouro e à prata, em relação aos seres humanos, que são definidos como “criaturas”.
b)buscando reconstruir a memória nacional, promove uma interpretação equivocada dos fatos, que não resiste a um exame histórico.
c)envergonhado, busca responsabilizar os europeus pela traumática experiência à qual seu povo foi submetido no passado.
d)reconhece a parcela de responsabilidade dos africanos no flagelo da escravidão, embora busque justificá-la.
e)Nenhuma das alternativas acima
 
Questão cód. 1016120
2)Analise as afirmativas abaixo sobre o Imperialismo ou Neocolonialismo do século XIX:

I- Teve como alicerce ideológico exclusivo a missão religiosa do europeu para com africanos e asiáticos.
II- Apesar da sua unificação tardia, a Alemanha foi uma das potências europeias que conquistou mais regiões nesse período.
III- O Japão conseguiu reverter sua condição de “colônia” ocidental a partir da chamada “Era Meiji”.
IV- A Guerra do ópio forçou a China a abrir portos comerciais a nações europeias e a entregar Hong Kong à Inglaterra.
V- A busca por matérias-primas e mercados consumidores de produtos industrializados foi o motor do Imperialismo ou Neocolonialismo.

Estão corretas:
a)I, IV e V.
b)II, III e IV.
c)I, III e V.
d)I, II e III.
e)III, IV e V.
 
Questão cód. 1026585
3)Os conceitos de espaço e de tempo são básicos no estudo de Geografia e História, respectivamente. É nessas duas dimensões que:
a)o presente se agrega ao passado, mostrando as deficiências que explicam o atraso da evolução humana.
b)a cidadania é construída, quando o indivíduo é confrontado com as figuras heroicas e imponentes que deixaram seus feitos registrados nos compêndios de história.
c)as relações sociais humanas se travam, transformando a natureza, produzindo cultura, construindo a história.
d)o aluno poderá entender a importância de competir para ser selecionado pela vida e conquistar os melhores espaços ou condições sociais.
e)o indivíduo começa a entender que a submissão às autoridades é fundamental para a manutenção da ordem, da justiça e do progresso.
 
Questão cód. 1032642
4)A volta ao poder do chamado populismo, com Getúlio Vargas em 1950, e a sua continuação nos Governos de Juscelino Kubitschek e João Goulart animaram os camponeses, que se organizaram para resistir à espoliação de que eram vítimas. Esse cenário possibilitou os camponeses se organizarem em:
a)Sindicatos de Trabalhadores Rurais;
b)Ligas Camponesas;
c)Federação dos Trabalhadores na Agricultura;
d)Central Única dos Trabalhadores;
e)N.d.r.
 
Questão cód. 1045122
5)Um elemento típico das relações de poder na Primeira República foi o(a)
a)anarquismo.
b)sindicalismo.
c)imigração.
d)voto de cabresto.
e)messianismo.
 
Questão cód. 1049623
6)Numa perspectiva crítica, o ensino de História nas séries iniciais compreende:
a)O ensino da atuação de grupos sociais na configuração das realidades presentes, passadas e futura.
b)O ensino dos verdadeiros fatos históricos ligados às instituições oficiais.
c)O ensino dos “grandes acontecimentos históricos” produzidos pelos heróis nacionais.
d)O ensino da divisão da História em períodos e idades.
e)O ensino dos acontecimentos dentro de um encadeamento lógico, localizados cronologicamente.
 
Questão cód. 1070872
7)O sistema de governo em capitanias hereditárias teve como criador:
a)Dom Henrique, o infante, em 1530.
b)Dom João III, 1534.
c)Rei Fernão de Aragão, em 1535.
d)Rainha Isabel de Castela, em 1630.
e)Dom Pedro, em 1635.
 
Questão cód. 1207974
8)No Brasil do século XIX, no Segundo Reinado, a expansão da lavoura cafeeira
a)causou o fim do sistema de monopólio.
b)estimulou a imigração europeia.
c)enriqueceu a elite do vale amazônico.
d)exigiu a construção de rodovias.
e)financiou a instalação de siderúrgicas.
 
Questão cód. 1227803
9)Podemos definir o absolutismo como um sistema político e administrativo que prevaleceu nos países da Europa, na época do Antigo Regime (séculos XVI ao XVIII ). Sobre as características desse sistema, assinale a alternativa CORRETA.
a)Nesta época, o rei concentrava praticamente todos os poderes. Criava leis sem autorização ou aprovação política da sociedade. Criava impostos, taxas e obrigações de acordo com seus interesses econômicos. Agia em assuntos religiosos, chegando, até mesmo, a controlar o clero em algumas regiões.
b)Todos os luxos e gastos da corte eram mantidos pelos impostos e taxas pagos, principalmente, pela nobreza. Esta tinha pouco poder político para exigir ou negociar. Os reis usavam a força e a violência de seus exércitos para reprimir, prender ou até mesmo matar qualquer pessoa que fosse contrária aos interesses ou leis definidas pelos monarcas.
c)o final da Idade Média (séculos XIV e XV), ocorreu uma forte centralização política nas mãos dos reis. A burguesia comercial ajudou muito neste processo, pois interessa a ela um governo forte e capaz de organizar a sociedade. Portanto, a burguesia forneceu apoio político e financeiro aos reis, que em troca, criaram um sistema administrativo eficiente, unificando moedas e impostos e melhorando a segurança dentro de seus reinos.
d)Henrique VIII é o representante máximo do absolutismo holandês.
e)O absolutismo possuía as mesmas doutrinas do Iluminismo.
 
Questão cód. 1227857
10)Sobre a história do Maranhão e suas características, assinale a alternativa INCORRETA.
a)Não há só uma hipótese para a origem do nome do Estado do Maranhão. A teoria mais aceita é que Maranhão era o nome dado ao Rio Amazonas pelos nativos da região antes dos navegantes europeus chegarem ou que tenha algum relação com o Rio Marañon no Peru. Mas há outros possíveis significados como: grande mentira ou mexerico. Outra hipótese seria pelo fato do Estado conter um emaranhado de rios. Também pode significa mar grande ou mar que corre.
b)Em 1534, D. João III divide a Colônia Portuguesa no Brasil em Capitanias Hereditárias, sendo o Maranhão parte de 4 delas (Maranhão 1ª parte, Maranhão 2ª parte, Ceará e Rio Grande), para melhor ocupar e proteger o território colonial. Porém, a ocupação no Maranhão aconteceu a partir da invasão francesa à Ilha de Upaon-Açu (Ilha de São Luís) em 1612, liderada por Daniel de La Touche, Senhor de La Ravardière, que tentava fundar colônias no Brasil. Os franceses chegaram a fundar um núcleo de povoamento chamado França Equinocial e um forte chamado de "Fort Saint Louis". Esse foi o início da cidade de São Luís.
c)Depois de terem invadido a maior parte do território do Nordeste da Colônia portuguesa na América, os holandeses dominaram as terras da Capitania do Maranhão em 1641. Eles desembarcaram em São Luís e tinham como objetivo a expansão da indústria açucareira com novas áreas de produção de cana-de-açúcar. Depois, expandiram-se para o interior da Capitania. Os colonos, insatisfeitos com a presença holandesa, começaram movimentos para a expulsão dos holandeses do Maranhão em 1642, sendo o primeiro movimento contra a dominação holandesa. As lutas só acabaram em 1644 e nelas se destaca Antônio Texeira de Melo como um dos líderes do movimento.
d)O Maranhão é o segundo maior estado da região Nordeste e tem uma população estimada em 6,3 milhões de habitantes.
e)Durante o movimento de Independência do Brasil, o Maranhão foi um estado que lutou ardentemente pela independência, pois não era interessante para o Estado do Maranhão manter-se aliado à Portugal.