Tribunal de Contas - AM retifica dois Concursos Públicos

Auditoria Governamental, Ministério Público de Contas, Auditoria de Obras Públicas e Auditoria de Tecnologia da informação são os cargos ofertados pelo Tribunal
Sexta-feira, 21 de maio de 2021 às 17h32
Tribunal de Contas - AM retifica dois Concursos Públicos

O Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) torna públicas as primeiras retificações de dois novos Concursos Públicos para o preenchimento de 40 vagas imediatas, bem como a formação de cadastro de reserva para o cargo de auditor técnico de controle externo, de nível superior.

Conforme o documento relativo ao edital nº 02/2021 (retificação I), ocorreu alteração no quantitativo de vagas distribuídas entre ampla concorrência e aquelas que são destinada para pessoas que se enquadram nos critérios estabelecidos no edital. Além disso, ocorreu uma mudança no horário de aplicação das provas escritas objetivas para a área de Ministério Público de Contas e no conteúdo programático para as questões da prova escrita discursiva.

Já a retificação que se refere ao edital nº 03/2021 (retificação I), as alterações ocorreram alguns itens e subitens da seleção, assim como no horário de realização da prova escrita objetiva.

Sobre os Concursos

Vale ressaltar ainda que, considerando impugnações recebidas anteriormente, o edital 01/2021 com as mesmas vagas chegou a ser cancelado e agora, as oportunidades constam conforme os respectivos editais abaixo mencionados:

Cabe dizer que existem vagas reservadas aos candidatos que se enquadram nos critérios dos editais.

Quando efetivados, os profissionais estarão sujeitos a receber uma remuneração no valor de R$ 8.328,77, enquanto a carga horária a ser cumprida será de 30 horas semanais.

Para a investidura no cargo, o candidato deverá atender, cumulativamente, os seguintes requisitos: ter nacionalidade brasileira ou portuguesa nas formas da lei, ter idade mínima de 18 anos, estar em dia com os direitos políticos, eleitorais e militares se do sexo masculino, apresentar diploma devidamente registrado de conclusão de curso de nível superior, estar apto físico e mentalmente para o exercício do cargo, dentre outros.

Etapa de inscrição  

Os interessados nas vagas dispostas em ambos os editais deverão se inscrever no período das 16h do dia 21 de maio até às 16h do dia 22 de junho de 2021 via internet, no endereço eletrônico da FGV. Para efetuá-la, deverá ser pago uma taxa no valor de R$ 185,00.

Somente haverá isenção da taxa de inscrição para os candidatos que declararem e comprovarem que se enquadram nas hipóteses previstas na a Lei Estadual, para tanto, os interessados deverão solicitar o pedido no período das 16h do dia 21 de maio de 2021 até às 16h do dia 24 do mesmo mês e ano, no momento da inscrição.

Seleção 

Como forma de selecionar os candidatos do edital 02/2021, será aplicada uma prova escrita objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, que tem previsão para ocorrer preferencialmente na cidade de Manaus, no dia 18 de agosto de 2021, das 8h às 11h para a área de Auditoria Governamental, e das 15h às 19h para a área de Ministério Público de Contas. Haverá ainda prova escrita discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, prevista para ser aplicada no dia 25 de agosto de 2021, das 8h às 11h para a área de Auditoria Governamental, e das 14h às 17h para a área de Ministério Público de Contas.

Já aos inscritos aos cargos do edital 03/2021, haverá prova escrita objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, que também será realizada preferencialmente na cidade de Manaus, em dois dias, 18 de agosto de 2021, das 15h às 18h; e 25 de agosto de 2021, das14h às 17h, para as áreas de Auditoria de Tecnologia da Informação e Auditoria de Obras Públicas, segundo o horário oficial da cidade de Manaus.

As disciplinas a serem aplicadas nas provas conterão questões sobre conhecimentos básicos e específicos sobre a área na qual o candidato se inscreveu.

Validade

O prazo de validade dos Certames será de dois anos, contados a partir da data de homologação do resultado final, podendo ser prorrogados pelo mesmo período, a critério do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas.

Jornalista: Milene Gimenez
Compartilhe: