Polícia Militar de Roraima retifica edital de novo Processo Seletivo

Mudança ocorreu no período de inscrições; oportunidades disponibilizadas são para professores, instrutores e monitores
Quinta-feira, 27 de agosto de 2020 às 09h10
Polícia Militar de Roraima retifica edital de novo Processo Seletivo

A Polícia Militar de Roraima (PMRR) divulgou uma retificação do novo Processo Seletivo destinado à contratação, por tempo determinado, de instrutores e monitores militares e de professores civis.

Segundo o documento (retificação I), a mudança ocorreu no período para se candidatar. As inscrições e a entrega dos títulos devem ser realizadas a partir de 31 de agosto até as 13h do dia 14 de setembro de 2020, na Diretoria de Ensino e Pesquisa - DEP/PMRR, no Quartel do Comando Geral da Polícia Militar de Roraima, localizado na avenida Capitão Ene Garcez, nº 1769, bairro Mecejana, Boa Vista. Na ocasião, o candidato deverá optar, no máximo, por duas disciplinas em cada curso.

É necessário citar que, em virtude da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), será permitida a entrada de apenas um candidato por vez, de acordo com as orientações do edital de abertura.

Essa e demais alterações estabelecidas pela publicação, podem ser consultadas na íntegra em nosso site.

O Processo

As atividades serão de docência ao Curso Especial de Aperfeiçoamento de Sargentos do Quadro Especial de Praças Policiais Militares (CEAS QEP PM 2020.2) e no Curso Especial de Formação de Sargentos do Quadro Especial de Praças Policiais Militares (CEFS QEP PM 2020.2) da PMRR, a serem realizados na Academia de Polícia Integrada Coronel Santiago - APICS ou outro local.

Na lista abaixo é possível conferir as oportunidades disponibilizadas para os seguintes cursos:

  • CEAS QEP PM 2020.2: Administração Policial Militar; Gestão de Projetos e Convênios; Gestão Pública Orçamentária e financeira; Processo Administrativo Militar; Direitos Humanos e Cidadania; e Técnica Policial Militar.
  • CEFS QEP PM 2020.2: Introdução ao Ensino a Distância (IEAD); Educação Física Militar (EFM); Defesa Pessoal (DP); Português Instrumental Aplicado à Redação de Documentos (PIARD); Chefia e Liderança (CL); Técnica Policial e Policiamento Ostensivo Geral (TPMPOG); Tiro Policial (TP); Direito Penal e Penal Militar (DPPM); Direito Processual Penal e Processual Penal Militar (DPPPM); Direito da Criança e do ECA (DCA); Inteligência Policial (IP);Legislação Institucional (LI); Direitos Humanos (DH); Emergências Médicas (EM); Informática Aplicada (IA); Polícia Comunitária (PC); Controle de Distúrbios Civis (CDC); Gerenciamento de Crise (GC); Policiamento Ostensivo de Trânsito Urbano e Rodoviário (POTUR); Policiamento Ambiental (PA); Ordem Unida (OU); e Capacitação Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).

Para concorrer, é necessário que os interessados tenham, no mínimo, a graduação (especialização), além de que as chances ofertadas são para Oficiais da Polícia Militar/Civil e/ou ST PM ou SGT PM. No caso do cargo de monitor, não é necessário possuir curso de graduação ou especialização.

Podem se candidatar profissionais ou servidores, ativos ou aposentados, pertencentes ou não do quadro de pessoal das Instituições de Segurança Pública. Confira as atividade a serem realizadas pelos profissionais:

  • Professor/instrutor: atuar no quadro de pessoal das Instituições de Segurança Pública no exercício eventual da docência, assim como a pessoa não pertencente ao quadro de pessoal das Instituições de Segurança Pública, contratada para o exercício da docência das ações formativas, na modalidade presencial, promovidas pelo Sistema de Segurança Pública do Estado de Roraima.
  • Monitor: atuar no quadro das Instituições de Segurança Pública, assim como a pessoa não pertencente ao quadro de pessoal das Instituições de Segurança Pública com encargos de auxiliar o Professor/Instrutor nas aulas em que forem utilizadas técnicas de ensino que exijam a presença de um ou mais auxiliares nas atividades práticas.

Os cursos serão realizados, a princípio, na cidade de Boa Vista, na Academia de Polícia Integrada Coronel Santiago (APICS) ou em outro local previamente indicado pela PMRR, de acordo com a necessidade das disciplinas.

Logo, aos profissionais que forem admitidos, o salário será de R$ 30,00 a R$ 60,00 por hora/aula, conforme o quantitativo de aulas ministradas, enquanto a carga horária será de 5 a 72 horas.

Já como método de seleção, os documentos entregues na candidatura servirão como avaliação. O objetivo é realizar a somatória de pontos de títulos e experiências, de acordo com os critérios estabelecidos no edital.

Para obter mais informações, o edital de abertura está disponível em nosso site, de forma gratuita, com mais detalhes sobre a presente seleção.

Jornalista: Mayson Martins Ribeiro
Compartilhe: