Concurso Público do TJ - PA passa por retificação

É importante que os candidatos fiquem atentos às mudanças aplicadas no edital do certame
Quarta-feira, 5 de agosto de 2020 às 11h36
Concurso Público do TJ - PA passa por retificação

O Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJ - PA) divulgou nesta terça-feira (4) uma retificação referente ao Concurso Público que objetiva a contratação de 200 profissionais, além de formação de cadastro reserva, em diversas áreas e níveis de escolaridade.

Segundo o documento (retificação V), o certame foi retomado para as vagas e formação de cadastro reserva de cargos de níveis médio e superior para candidatos negros, já que as chamadas haviam sido suspensas anteriormente (retificação IV). A nova retificação detalha as normas de verificação da condição declarada às vagas reservadas aos candidatos e aos prazos a serem seguidos.

Retificações anteriores

Em razão de inconsistência no sistema de inscrição que permitiu, indevidamente, a inscrição de candidatos ao cargo de analista judiciário - especialidade em administração na região judiciária de Castanhal, ainda que não houvesse previsão no edital de abertura, foi possível após retificação anterior que os candidatos que optaram pelo referido cargo com lotação na região mencionada deveriam retornar ao sistema de inscrição para optar por concorrer ao cargo com lotação na região judiciária Central, ou para alterar a sua inscrição para concorrer a outro cargo/especialidade/região judiciária.

Entretanto, aqueles que não desejaram mais participar do certame ou não atenderam aos novos requisitos exigidos, puderam requerer devolução do valor paga na taxa de inscrição.

Por fim, houveram modificações no conteúdo programático de todos os cargos. Para mais informações, acesse os editais disponíveis em nosso site.

Oportunidades

Vale ressaltar que, para participar, é necessário que os candidatos tenham ensino médio/técnico, superior, especialização, residência e pós-graduação nas áreas exigidas.

O presente Concurso Público conta com oportunidades para os seguintes cargos: Analista Judiciário - Área Administrativa; Analista Judiciário - Especialidade em: Análise de Sistema - Desenvolvimento; Análise de Sistema - Suporte; Ciências Contábeis; Direito (137); Estatística (1); Pedagogia (8); Psicologia (3); Serviço Social (1); Auxiliar Judiciário (50); Auxiliar Judiciário - Especialidade em Programador de Computador; Oficial de Justiça Avaliador.

Algumas destas chances são destinadas à pessoas que se enquadrem nos requisitos especificados no edital.

Quando contratados, os profissionais atuarão nas seguintes Regiões Judiciárias: 1ª Ananindeua; 2ª Tomé-Açu; 3ª Abaetetuba; 4ª Castanhal; 5ª Capanema; 6ª Paragominas; 7ª Soure; 8ª Breves; 9ª Cametá; 10ª Tucuruí; 11ª Marabá; 12ª Xinguara; 13ª Redenção; 14ª Altamira; 15ª Santarém; 16ª Itaituba; Central.

A jornada de trabalho será de 30 horas semanais e a remuneração ofertada equivale a R$ 3.207,90 e R$ 4.066,70, acrescido de gratificações, mais R$ 1.259,28 de auxílio-alimentação e auxílio-transporte.

As inscrições puderam ser realizadas durante o período de 30 de outubro de 2019 até às 18h do dia 22 de novembro de 2019 (horário de Brasília - DF), exclusivamente via internet, no endereço eletrônico da Cebraspe, com taxa de R$ 90,00 e R$ 110,00.

Como método de seleção, os inscritos foram submetidos a realização de prova objetiva e discursiva, ambas de caráter eliminatório e classificatório, e avaliação de títulos, de caráter classificatório.

As provas objetivas para os cargos de nível médio e superior contarão com 50 e 70 questões, respectivamente, distribuídas nas áreas de conhecimentos gerais e específicos. E, para lhe auxiliar nos estudos, adquira as Apostilas Digitais deste certame em nosso site.

O prazo de validade deste Concurso Público terá validade de dois anos, contados da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período.

Jornalista: Jady Eduarda Alves
Compartilhe: