Defensoria Pública - RN abre processo seletivo para Estagiário de Direito

Quinta-feira, 22 de março de 2012 às 12h59
Defensoria Pública - RN abre processo seletivo para Estagiário de Direito

Estão abertas a partir de hoje, 22 de março, as inscrições para o IX Concurso para Estagiários da Defensoria Pública da União no Rio Grande do Norte (DPU/RN) destinado à contratação de 10 estudantes do curso de Direito, sendo cinco no período matutino e cinco no período vespertino.

Segundo o edital, o Estagiário contratado deverá estar cursando o 6º, 7º, 8º ou 9º período do curso Superior de Direito em instituições de ensino superior oficialmente reconhecidas. O valor da bolsa de estágio será de R$ 520,00 em jornadas de 30 horas semanais e de R$ 364,00 para a jornada de 20 horas semanais.

É necessário destacar que serão reservadas 10% das vagas imediatas e das que vierem a surgir no programa de estágio da DPU/RN, durante o período de validade do processo seletivo, aos portadores de necessidades especiais. O portador deficiência poderá requerer no momento da inscrição, se for o caso, tratamento diferenciado para a realização das provas, indicando as condições de que necessita para tanto, no momento da inscrição.

As inscrições poderão ser efetuadas até o dia 13 de abril pelo site www.dpu.gov.br.

A previsão é que os candidatos sejam avaliados por meio de provas discursivas e provas objetivas com questões sobre Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Tributário, Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito Penal, Direito Processual Penal e Direito Previdenciário. As provas deverão ocorrer no dia 6 de maio, das 9h às 13h, nas salas G1, G2, G3, G4, C2 e C3 do Setor V da Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN (Centro de Ciências Sociais Aplicadas - CCSA).

Os candidatos deverão comparecer ao local das provas com antecedência mínima de 30 minutos, portando documento de identidade original que contenha foto e assinatura do candidato, caneta esferográfica de tinta azul ou preta, lápis, borracha, uma lata de leite em pá e um quilo de alimento não perecível.

Este processo seletivo terá a validade de um ano, podendo ser prorrogado por igual período, automaticamente e sem exigência de formalização de termo de prorrogação, por necessidade de preenchimento de vaga (tacitamente), ou, de forma expressa, a critério do Defensor Público Chefe da DPU/RN.

Compartilhe: