Comando do 3º Distrito Naval da Marinha do Brasil oferta mais de 70 vagas por meio de Processo Seletivo

Objetivo da seleção é a prestação do serviço militar voluntário como Praças de 2ª Classe da Reserva da Marinha (RM2); confira na íntegra
Quinta-feira, 11 de fevereiro de 2021 às 13h07
Comando do 3º Distrito Naval da Marinha do Brasil oferta mais de 70 vagas por meio de Processo Seletivo

A Marinha do Brasil, por meio do Comando do 3º Distrito Naval, divulgou um novo Processo Seletivo com 72 vagas para profissionais de nível médio das áreas industrial e de saúde, e de nível fundamental da área administrativa. O objetivo da seleção é a prestação do serviço militar voluntário como Praças de 2ª Classe da Reserva da Marinha (RM2), destinando-se ao preenchimento das necessidades temporárias de Praças em Organizações Militares (OM) da Marinha, para a aplicação de seus conhecimentos técnico-profissionais.

Confira abaixo os cargos ofertados conforme a habilitação profissional e a localidade:

  • Área Industrial: Edificações - Natal/RN (11); Eletrônica - Natal/RN (1); Marcenaria - Natal/RN (2); Marcenaria - Fortaleza/CE (1); Marcenaria - Recife/PE (2); Metalurgia - Natal/RN (10); Motores - Natal/RN (4); Motores - Maceió/AL (1); Motores - Recife/PE (5);
  • Área de Saúde: Administração Hospitalar - Recife/PE (1); Prótese Dentária - Recife/PE (1); Técnico em Farmácia - Natal/RN (5);
  • Área Administrativa: Motorista de Viaturas Administrativas - Natal/RN (8); Motorista de Viaturas Administrativas - Fortaleza/CE (2); Motorista de Viaturas Administrativas - Maceió/AL (2); Motorista de Viaturas Administrativas - João Pessoa/PB (1); Motorista de Viaturas Administrativas - Recife/PE (7); Barbeiro - Fortaleza/CE (1); Cozinheiro - Natal/RN (3); Cozinheiro - Recife/PE (4);

Os voluntários aprovados em todas as etapas do Processo Seletivo e classificados dentro do número de vagas serão convocados para cumprir um período inicial no SMV, o qual terá duração total de 12 meses, e será prestado na forma de estágio.

Vale ressaltar que os militares temporários incorporados para prestar serviço militar, em caráter transitório e regional, contará com duração máxima de até 96 meses, não gerando qualquer expectativa quanto à permanência e à estabilidade.

Como concorrer

Aos interessados, as inscrições deverão ser feitas a partir das 8h do dia 13 de fevereiro de 2021 até às 23h59 do dia 4 de março de 2021, horária oficial de Brasília/DF, exclusivamente via internet (nível fundamental enível médio), mediante ao pagamento de taxa de participação no valor de R$ 60,00 até o dia 5 de março de 2021.

Para concorrer, os interessados devem ser voluntários, ser brasileiro nato ou naturalizado, ter mais de 18 anos e menos de 41 anos de idade até a data da incorporação, possuir bons antecedentes de conduta, ter concluído ou estar em fase de conclusão do ensino fundamental e do curso de formação continuada de trabalhadores, ter concluído ou estar em fase de conclusão do ensino médio e do curso de nível técnico relativo à profissão a que concorre ou ter concluído o nível superior na mesma área de formação da habilitação profissional para a qual se inscreveu, dentre outros requisitos que constam detalhados no edital.

Seleção dos inscritos

Os candidatos inscritos serão avaliados por meio de sete etapas, sendo elas: prova objetiva, verificação de dados biográficos e verificação documental, inspeção de saúde, teste de aptidão física de ingresso, prova de títulos, designação à incorporação, e por fim a incorporação.

Será eliminado do Processo Seletivo o voluntário que deixar de comparecer, no dia e hora determinados, a qualquer das etapas e eventos programados.

A prova objetiva, com caráter eliminatório e classificatório, está prevista para ser aplicada no dia 2 de maio de 2021, com duração de três horas e será realizada na área de jurisdição do Com3ºDN, em local a ser divulgado posteriormente. O conteúdo programático será composto por questões de língua portuguesa e conhecimentos específicos da carreira militar naval.

Os voluntários aprovados em todas as etapas serão ordenados de acordo com soma das pontuações obtidas, e serão convocados dentro do número de vagas previsto para cada atividade profissional indicada.

Após os primeiros 12 meses, caso haja interesse da Administração Naval e do próprio Oficial Temporário, poderão ser concedidas prorrogações do tempo de serviço por mais um ano e, assim, sucessivamente, até o limite máximo de 96 meses.

Jornalista: Gabriela Correia
Compartilhe: