UFPel - Universidade Federal de Pelotas - RS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS

CENTRO DE GERENCIAMENTO DE INFORMAÇÕES E CONCURSOS

EDITAL CGIC Nº 40, DE 01 DE ABRIL DE 2013

Notícia:   UFPel - RS abre 6 vagas para Professor Substituto em diversas áreas

A Universidade Federal de Pelotas, por meio do Centro de Gerenciamento de Informações e Concursos (CGIC), torna pública a realização de processo seletivo simplificado para a contratação de PROFESSOR SUBSTITUTO para atender a necessidade temporária de excepcional interesse público, de acordo com a Lei nº 8.745/93 e suas alterações, conforme segue:

1. DA INSCRIÇÃO

1.1. Período: 2 a 05 de abril de 2013.

1.2. Local e horário: Centro de Gerenciamento de Informações e Concursos (Rua Gonçalves Chaves, 3126 - Pelotas - RS), das 8h30min às 13h30min.

1.3. Para a inscrição, deverão ser entregues os seguintes itens, acompanhados do Requerimento de Inscrição, que constitui o Anexo II deste Edital, o qual deve ser preenchido em duas (2) vias:

a) documento de identidade e comprovante da titulação exigida, conforme Anexo I (cópia autenticada ou cópia simples acompanhada do original);

b) Curriculum Lattes atualizado. Não serão aceitos volumes encadernados ou com espiral; apenas o currículo, sem os documentos comprobatórios;

c) comprovante de recolhimento, junto ao Banco do Brasil, da taxa de inscrição, no valor de R$ 20 (vinte reais), através de guia de recolhimento único (GRU), que poderá ser gerada através do portal da UFPel (www.ufpel.edu.br) e para o seu preenchimento devem ser utilizados os seguintes dados: Código da Unidade Gestora (UG): 154047, Gestão 15264 e Código do recolhimento 28883-7.

d) declaração de que nos últimos vinte e quatro (24) meses não teve contrato temporário com Instituição Federal de Ensino (constante do Anexo II), conforme dispõe o art. 9º, III, da Lei 8745/93.

1.3.1. Na 2ª via do Requerimento de Inscrição (Anexo II) será atestado, formalmente, por funcionário do CGIC, o recebimento da inscrição, sendo esta via devolvida ao candidato.

1.3.2. A inscrição poderá ser feita pessoalmente ou por procurador legalmente habilitado (procuração simples, com firma reconhecida em cartório) ou por via postal (SEDEX), desde que a data de postagem esteja dentro do período de inscrições e que a entrega no destino (CGIC) aconteça até o dia 09 de abril de 2013.

1.3.3. A inscrição por via postal, exclusivamente por SEDEX, deverá ser remetida para o endereço: CENTRO DE GERENCIAMENTO DE INFORMAÇÕES E CONCURSOS DA UFPEL - Rua Gonçalves Chaves nº 3126 - Pelotas - RS - CEP 96015-560.

1.3.4. A inscrição via SEDEX, se efetuada, será por conta e risco do candidato, não se responsabilizando a UFPel por extravios ou outras ocorrências que impeçam a efetiva inscrição do candidato.

1.4. Poderão requerer isenção da taxa de inscrição os candidatos que se enquadrem nas disposições do Decreto nº 6593, de 02/10/2008. Para tanto, deverão preencher o formulário Anexo III e entregá­lo no CGIC (Rua Gonçalves Chaves, 3126 - Centro - Pelotas - RS), nos dias 01 e 02 de abril de 2013, das 8h30min às 13h30min.

1.4.1. O CGIC responderá ao requerimento até o dia 12 de abril de 2013, no próprio pedido formalizado pelo candidato.

1.5. O programa do processo de seleção consta do Anexo V deste Edital.

2. DA HOMOLOGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES E DA SELEÇÃO

2.1. A homologação das inscrições, a composição da Comissão Examinadora e as datas das provas serão divulgadas pela respectiva Unidade até o dia 19 de abril de 2013, no site do CGIC (http://cgic.ufpel.edu.br).

2.2. No caso de indeferimento de inscrições, o candidato, que se julgar prejudicado, poderá recorrer, com efeito suspensivo, ao COCEPE, dentro do prazo de 24 horas, a contar da data fixada no subitem 2.1.

2.3. A seleção será constituída por Prova de Títulos, peso 4, e Prova Didática, peso 6. A prova Didática será realizada em sessão pública e gravada para efeito de registro e avaliação, nos termos do §3º do art. 13 do Decreto nº 6.944/2009.

2.4. Os documentos comprobatórios do currículo - cópias autenticadas ou cópias simples acompanhadas dos originais - serão entregues à Comissão Examinadora, juntamente com o Anexo IV, em duas (2) vias, no qual serão especificados os títulos entregues.

2.4.1. O candidato deverá numerar cada título entregue com o mesmo número com o qual está identificado na listagem do Anexo IV.

2.4.2. Os títulos entregues e o formulário Anexo IV serão conferidos e recebidos, sob a responsabilidade da Comissão Examinadora, que atestará, formalmente, o recebimento da documentação na 2ª via, devolvendo esta ao candidato.

2.5. Os critérios de avaliação das provas, disponíveis no site do CGIC, http://cgic.ufpel.edu.br, através do link Normas para Concursos, constam dos seguintes documentos: Resoluções COCEPE nº 09 e 14/2009 e Regimento Geral da Universidade (Título VIII, Capítulos I a V), combinado com as Resoluções COCEPE nº 14/2003 (prova Didática), nº 04/2011 (prova de Títulos).

3. DA REMUNERAÇÃO

3.1. A remuneração, no total de R$ 3.441,18, será composta por:

a) Vencimento Básico - R$ 2.402,56

b) Retribuição por Titulação - R$ 734,62

c) Auxílio Alimentação - R$ 373,00

3.1.1. O professor Substituto fará jus ao pagamento da Retribuição por Titulação - RT conforme titulação estabelecida neste edital para a área a qual concorre, sendo vedada qualquer alteração posterior, conforme disciplina a ON nº 5, de 28/10/2009, do MPOG.

4. DISPOSIÇÕES GERAIS

4.1. É proibida a contratação, nos termos do Art. 6º da Lei nº 8745/93, de servidores da Administração direta ou indireta da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, bem como de empregados ou servidores de suas subsidiárias e controladas.

4.2. Não poderão ser contratados servidores ocupantes de cargo efetivo, integrante da carreira de magistério de que trata a Lei nº 7.596, de 10 de abril de 1987.

4.3. Para os subitens 4.1 e 4.2, excetuam-se os casos previstos no artigo 37, inciso XVI, alíneas a, b, c da Constituição Federal, observado o parágrafo 10 da Emenda Constitucional nº 20, publicada no DOU de 16/12/98.

4.4. É vedada a contratação de candidatos, professores substitutos ou visitantes, cujos contratos tenham expirado há menos de vinte e quatro (24) meses.

4.5. As contratações dependerão de disponibilidade orçamentária e financeira.

4.6. O candidato selecionado será contratado por tempo determinado, por um período de até um (1) ano, admitida a prorrogação, desde que o prazo total não exceda a dois (2) anos, conforme legislação vigente.

4.7. O ingresso dos candidatos ficará condicionado a exames clínicos, solicitados pelo Serviço Médico Pericial da UFPel.

4.8. O processo seletivo simplificado terá validade de 01 (um) ano, a contar da data da homologação do resultado no Diário Oficial da União, podendo ser prorrogado por igual período a critério da Instituição.

4.9. Fazem parte do presente edital:

Anexo I - Área, nº de vagas e titulação exigida

Anexo II - Requerimento de Inscrição

Anexo III - Requerimento de Isenção da Taxa de Inscrição

Anexo IV - Formulário para entrega dos títulos

Anexo V - Programa

O inteiro teor deste Edital está disponível na página http://cgic.ufpel.edu.br, no link Concursos - Concursos Públicos - Professor Substituto / Temporário e informações podem ser obtidas pelos telefones (53) 3222-4060 ou 3222-7300 ou através do e-mail cgic.ufpel@gmail.com.

Helenara Plaszewski Facin
Diretora de Concursos do CGIC

Prof. Mauro Augusto Burkert Del Pino
Reitor UFPel

ANEXO I

Unidade/Curso/Processo

Área/Vagas/ Regime de Trabalho

Titulação Exigida

FACULDADE DE ODONTOLOGIA/Processo nº 23110.001136/2013-18

ORTODONTIA//01 VAGA/20h

Cirurgião Dentista com Especialização em Ortodontia

INSTITUTO DE BIOLOGIA/ Processo nº 23110.001135/2013- 73

ANATOMIA HUMANA/01 VAGA/40h

Mestrado que atenda a área do conhecimento

INSTITUTO DE BIOLOGIA/Processo nº 23110.001133/2013-84

BIOLOGIA CELULAR, HISTOLOGIA E ANATOMIA DO DESENVOLVIMENTO (EMBRIOLOGIA)/01 VAGA/40h

Mestrado que atenda a área do conhecimento

INSTITUTO DE BIOLOGIA/Processo nº 23110.001134/2013-29

ANATOMIA DOS ANIMAIS DOMÉSTICOS/01 VAGA/40h

Mestrado que atenda a área do conhecimento

FAEM/ DEPTO DE FOTOTECNIA/Processo nº 23110.000905/2013-61

HORTICULTURA/ OLERICULTURA/01 VAGA/40h

Engenheiro Agrônomo com Mestrado em Agronomia, Fitotecnia, Produção Vegetal ou Horticultura e dissertação ou tese na Área de Olericultura

CURSO DE TEATRO- LICENCIATURA/ Processo nº 23110.001792/2013-11

PEDAGOGIA DO TEATRO/01 VAGA/40h

Licenciatura ou Bacharelado em Teatro ou Artes Cênicas ou Licenciatura em Educação Artística e Mestrado em Teatro ou Artes Cênicas ou Mestrado em Educação com dissertação na área de conhecimento do concurso

ANEXO V - Programas

Área de Conhecimento: Horticultura/Olericultura
Processo nº: 23110.000905/2013-61

1. características da produção de Hortaliças;

2. Necessidades climáticas de Hortaliças;

3. Produção de mudas de Hortaliças;

4. Importância econômica e social; botânica e biologia reprodutiva; clima e fisiologia do desenvolvimento; propagação; práticas e tratos culturais; pragas e doenças; colheita e comercialização das seguintes culturas: Tomateiro, Batata, Alho, Cebola, Cenoura, Cucurbitáceas (meloeiro, melancia, pepineiro e abóboras), Morangueiro, Alface e Batata-doce.

Referências Bibliográficas:

ANDRIOLO, J. L. Olericultura Geral. Editora UFSM, Santa Maria, 2001, 158p.

FIGUEIRA, F. A. R. Novo Manual de Olericultura. Agrotecnologia moderna na produção e comercialização de hortaliças. Editora UFV (Universidade Federal de Viçosa). 2012, 421p.

FONTES, P. C. R. Olericultura: teoria e prática. Editora UFV (Universidade Federal de Viçosa). 2005.

SANTOS, A. M. & MEDEIROS, A. R. M. Morango: Produção. Editora Embrapa. Série Frutas do Brasil, 40. 81p. 2003.

SOUZA, R. J. de. GOMES, L. A. A.; MALUF, W. R.; CARDOSO, A. D.; VALLONE, H. S. Olericultura Geral. Editora UFLA (Universidade Federal de Lavras). Textos Acadêmicos, 60.88p. 2007.

Área do Conhecimento: Pedagogia do Teatro Processo nº: 23110.001792/2013-11

1. Teatro e pedagogia;

2. Recepção e mediação do espetáculo teatral para crianças;

3. Teatro e comunidade;

4. A pedagogia do espectador;

5. A peça didática e o teatro dialético de Bertolt Brecht;

6. O sistema de jogos teatrais;

7. Drama e Educação;

8. As técnicas do teatro do oprimido;

9. Teatro e estágio curricular;

10. Teatro coletivo e teatro colaborativo;

11. Teatro na escola;

12. Elementos da linguagem teatral;

13. Pesquisa em artes cênicas.

Área do Conhecimento: Biologia Celular, Histologia e Embriologia Processo nº: 23110.001133/2013-84

1. Biologia Celular (Citologia) - sistema de endomembranas;

2. Histologia Geral - tecidos fundamentais - epitelial, conjuntivo, muscular e nervoso;

3. Histologia dos Sistemas - circulatório, respiratório, digestório (cavidade oral, tubo propriamente dito e glândulas anexas), órgãos linfóides;

4. Anatomia do Desenvolvimento - período fetal da gestação humana pós-fertilização; formação da face e dente humanos.

Área do Conhecimento: Anatomia dos Animais Domésticos
Processo nº: 23110.001134/2013-29

1 - Estrutura óssea, articular e miologia do cinturão escapular e braço do equino;

2 - Músculos do cinturão pélvico (pelviano), coxa, perna e pé, estudo comparado nas espécies equina e canina;

3 - Estrutura esquelética e miologia comparada do tórax do equino e canino;

4 - Osteologia das aves;

5 - Articulações sinoviais do membro pélvico (pelviano) em equinos;

6 - Aspectos morfológicos do estômago de ruminantes;

7 - Aspectos morfológicos do intestino grosso do equino;

8 - O coração de carnívoros; características morfológicas e ausculta;

9 - O sistema genital feminino dos carnívoros;

10 - Os rins nos animais domésticos, características anatômicas e posição.

Área do Conhecimento: Anatomia Humana
Processo nº: 23110.001135/2013-73

1. Plexo Braquial

2. Tronco Cerebral

3. Sistema Nervoso Autônomo

4. Cíngulo Escapular

5. Vascularização supramesocólica

6. Trajeto inguinal

7. Períneo masculino e feminino

8.

9. Articulação do joelho

10. Coração

Área do Conhecimento: Ortodontia
Processo nº: 23110.001136/2013-18

1. Desenvolvimento da oclusão dentária no período da dentição decídua;

2. Desenvolvimento da oclusão dentária no período da dentição mista;

3. Classificação das más oclusões dentárias - sistema de Angle;

4. Aparelhos fixos e removíveis utilizados em procedimentos ortodônticos preventivos e interceptores;

5. Etiologia das más oclusões dentárias - mordidas cruzadas posteriores;

6. Etiologia das más oclusões dentárias - diastema entre os incisivos centrais superiores permanentes no período da dentição mista;

7. Etiologia das más oclusões dentárias - hábitos bucais nocivos;

8. Exame e diagnóstico em Ortodontia Preventiva e Interceptora - análise da dentição mista;

9. Controle de espaços no período da dentição mista - manutenção;

10. Controle de espaços no período da dentição mista - supervisão e extrações seriadas. Referências Bibliográficas:

ALMEIDA, R. R. et al. Diastema interincisivos superiores: quando e como intervir? REV Dental Press Orto Facial, Maringá, v. 9, nº 3, p. 137 - 156, maio/jun. 2004.

ALMEIDA, R. R. et al. Mantedores de espaço e sua aplicação clínica. J Bras Ortod Ortop Facial, Curitiba, v. 8, nº 44, p. 157 - 166, mar/abr. 2003.

FARRET, M. M. B. et al. Supervisão de espaço na dentição mista e sua correlação com o apinhamento dentário na região anterior: uma filosofia de tratamento. Ortodontia Gaúcha, Porto Alegre, v. 9, nº 1, p. 5-12, jan./jul. 2005.

GRABER, T. M.; VANARSDALL, Jr.; R. L. Ortodontia: teoria e prática. 5ª ed., Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005.

MACARI, S. et al. Mordida cruzada: definição, diagnóstico e tratamento. Rev Ibero-am Odentopediatr Odontol Bebê, Curitiba, v. 8, nº 45, p. 349 - 362, set./out. 2005.

MENEZES, L. M. de; ROSEMBACH, G. Extração seriada: uma alternativa para casos de apinhamento severo. Ortodontia Gaúcha, Porto Alegre, v. 1, nº 2, p. 131 - 140, maio/dez. 1997.

MOYERS, R. E. Ortodontia. 4ª ed., Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. 1991.

MUCHA, J. Nº Grampos e placas ortodônticas. 1ª ed., Rio de Janeiro: Gunanabara Koogan, 1997.

MULLER DE ARAÚJO, M. C. Ortodontia para clínicos. 4ª ed., São Paulo: Santos, 1998.

PROFFIT, W. E. Ortodontia contemporânea. 4ª ed., Rio de Janeiro: Gunanabara Koogan, 1995.

SIQUEIRA, I. C. de A.; LIMA, E. M. S. Análise da dentição mista. Ortodontia Gaúcha, Porto Alegre, v. 1, nº 1, p. 12 - 15, mar./abr. 1997.

VELLINI-FERREIRA, F. Ortodontia - diagnóstico e planejamento. 7ª ed., São Paulo: Santos, 2007.

VANZIN, G. D. et al. Considerações gerais sobre a mordida cruzada posterior e alternativas para o seu tratamento. Ortodontia Gaúcha, Porto Alegre, v. 2, nº 2, p. 133 - 142, jul./dez. 1998.