UEM - Universidade Estadual de Maringá - PR

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ - UEM

PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS

EDITAL Nº 065/2014-PRH

Notícia:   UEM - PR seleciona Professores para Maringá, Goioerê, Ivaiporã e Umuarama

A PROFESSORA DOUTORA SONIA LUCY MOLINARI, PRÓ-REITORA DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ, no uso de suas atribuições e, considerando a Lei Complementar nº 108, de 18 de maio de 2005, com alteração dada pela Lei Complementar nº 121, de 29 de agosto de 2007, o Decreto Estadual nº 5733, de 28 de agosto de 2012, TORNA PÚBLICO o presente Edital que estabelece instruções destinadas à realização de Teste Seletivo para contratação de PROFESSOR TEMPORÁRIO conforme segue.

1 - DO REGIME JURÍDICO

1.1 - A contratação ocorrerá em Regime Especial, de acordo com a autorização governamental, com fundamento no artigo 37, inciso IX da Constituição da República, na Lei Complementar nº 108, de 18 de maio de 2005 com alteração dada pela Lei Complementar nº 121, de 29 de agosto de 2007 e no Decreto Estadual nº 4512, publicado no Diário Oficial nº 7942 de 1º de abril de 2009.

1.2 - O contrato poderá ter prazo máximo de 02 (dois) anos, já considerando as prorrogações permitidas em Lei.

2 - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

2.1 - O Teste Seletivo tem por objetivo atender à necessidade temporária de excepcional interesse público, de acordo com a Lei Complementar n2108/2005.

2.2 - Os aprovados e contratados por este edital terão o horário de trabalho estabelecido de acordo com as necessidades do departamento requisitante, podendo ser no período matutino e/ou vespertino e/ou noturno, inclusive aos sábados.

2.3 - Os requisitos para cada área de conhecimento ou matéria, previstos no item 4, deverão ser comprovados no ato da contratação.

3 - DO SALÁRIO BASE E TAXA DE INSCRIÇÃO

3.1 - A taxa de inscrição é de R$ 112,92 (cento e doze reais, noventa e dois centavos). 3.2 - Para o recolhimento da taxa de inscrição o candidato deverá informar o código 901 para emitir e imprimir a Ficha de Compensação que está disponível no endereço eletrônico www.uem.br/concurso.

3.3 - O recolhimento da taxa de inscrição deverá ser efetuado até o último dia de inscrição (14 de março de 2014), em qualquer agência da rede bancária ou em casas lotéricas credenciadas pela Caixa Econômica Federal, mediante a apresentação da Ficha de Compensação mencionada no subitem 3.2.

3.4 - O vencimento mensal em vigor é:

Classe

Salário - 40 h/s (com adicional de titulação)

Salário - 20 h/s (com adicional de titulação)

Professor Auxiliar (graduado)

R$ 2.323,87

R$ 1.161,93

Professor Auxiliar (especialista)

R$ 2.788,64

R$ 1.394,32

Professor Assistente (mestre)

R$ 3.875,05

R$ 1.937,53

Professor Adjunto (doutor)

R$ 5.876,97

R$ 2.938,50

4 - DAS ÁREAS DE CONHECIMENTO OU MATÉRIAS, REQUISITOS, NÚMERO DE VAGAS E CARGA HORÁRIA

CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS
DEPARTAMENTO DE AGRONOMIA

Área de conhecimento ou matéria:(01) Fitotecnia
Nº de vaga(s) e carga horária: 01 vaga / 40 horas semanais.
Local de atuação: Câmpus Sede - Maringá.
Requisito(s): - Engenheiro Agrônomo; e
- Créditos completos de Doutorado em Agronomia - Produção Vegetal ou Fitotecnia ou Genética e Melhoramento.
Tipos de prova: Escrita, didática e avaliação do curriculum vitae.

CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS
DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS

Área de conhecimento ou matéria:(02) Ensino de Física
Nº de vaga(s) e carga horária:01 vaga / 40 horas semanais.
Local de atuação: Câmpus Regional de Goioerê.
Requisito(s):- Licenciatura em Física.
Tipos de prova: Escrita, didática e avaliação do curriculum vitae.

 

Área de conhecimento ou matéria:

(03) Física Geral

Nº de vaga(s) e carga horária:

01 vaga / 40 horas semanais.

Local de atuação:

Câmpus Regional de Goioerê.

Requisito(s):

· Graduação em Física.

Tipos de prova:

I Escrita, didática e avaliação do curriculum vitae.

 

Área de conhecimento ou matéria:

(04) Pedagogia

Nº de vaga(s) e carga horária:

01 vaga / 40 horas semanais.

Local de atuação:

Câmpus Regional de Goioerê.

Requisito(s):

· Licenciatura em Pedagogia; e Especialização.

Tipos de prova:

Escrita, didática e avaliação do curriculum vitae.

 

Área de conhecimento ou matéria:(05) Sociologia, Antropologia e História e Filosofia
da Ciência
Nº de vaga(s) e carga horária: 01 vaga / 20 horas semanais.
Local de atuação: Câmpus Regional de Goioerê.
Requisito(s): - Graduação em Ciências Sociais; e
- Especialização.
Tipos de prova:Escrita, didática e avaliação do curriculum vitae.

DEPARTAMENTO DE FÍSICA

Área de conhecimento ou matéria:(06) Física Geral
Nº de vaga(s) e carga horária:01 vaga / 40 horas semanais.
Local de atuação: Câmpus Sede - Maringá.
Requisito(s):- Graduação em Física.
Tipos de prova: Escrita, didática e avaliação do curriculum vitae.

CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS LETRAS E ARTES
DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS

Área de conhecimento ou matéria:(07) Serviço Social
Nº de vaga(s) e carga horária:01 vaga / 40 horas semanais.
Local de atuação:- Graduação em Serviço Social.
Tipos de prova: Escrita, didática e avaliação do curriculum vitae.

DEPARTAMENTOS DE FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO

Área de conhecimento ou matéria:(08) Comunicação, Cibercultura e Multimeios
Nº de vaga(s) e carga horária:01 vaga / 40 horas semanais.
Local de atuação: Câmpus Sede - Maringá.
Requisito(s): - Graduação em Comunicação; e
- Mestrado em Comunicação, ou Multimeios, ou Design, ou Artes, ou Informática, ou áreas afins.
Tipos de prova: Escrita, didática e avaliação do curriculum vitae.

DEPARTAMENTOS DE LETRAS MODERNAS

Área de conhecimento ou matéria:(09) Técnicas de Secretariado, Gestão Secretarial, Planejamento e Organização de Eventos, Estágio Supervisionado
Nº de vaga(s) e carga horária: 01 vaga / 20 horas semanais.
Local de atuação: Câmpus Sede - Maringá.
Requisito(s):- Graduação em Secretariado Executivo; e
- Especialização em Secretariado Executivo, Gestão ou áreas afins da formação secretarial ou créditos completos de Mestrado em áreas afins do Secretariado Executivo.
Tipos de prova: Escrita, didática e avaliação do curriculum vitae.

CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE
DEPARTAMENTO DE ENFERMAGEM

Área de conhecimento ou matéria(11) Assistência de Enfermagem à Saúde da Mulher
Nº de vaga(s) e carga horária: 01 vaga / 20 horas semanais.
Local de atuação:Câmpus Sede - Maringá.
Requisito(s):- Graduação em Enfermagem; e
- Mestrado em Enfermagem ou áreas afins.
Tipos de prova: Escrita e avaliação do curriculum vitae

CENTRO DE TECNOLOGIA
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA

Área de conhecimento ou matéria: (12) Projetos Mecânicos II
Nº de vaga(s) e carga horária: 01 vaga / 40 horas semanais.
Local de atuação: Câmpus Sede - Maringá.
Requisito(s): - Graduação em Engenharia Mecânica.
Tipos de prova:Escrita, didática e avaliação do curriculum vitae.

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

Área de conhecimento ou matéria: (13) Pesquisa Operacional e Planejamento Industrial
Nº de vaga(s) e carga horária: 01 vaga / 40 horas semanais.
Local de atuação:Câmpus Sede - Maringá
Requisito(s): - Graduação em Engenharia de Produção; ou
- Graduação em Engenharia com créditos de Mestrado ou Doutorado em Engenharia de Produção.
Tipos de prova: Escrita, didática e avaliação do curriculum vitae.

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA QUIÍMICA

Área de conhecimento ou matéria:(14) Mecânica dos Fluidos
Nº de vaga(s) e carga horária: 01 vaga / 40 horas semanais.
Local de atuação: Câmpus Regional de Umuarama.
Requisito(s): - Graduação em Engenharia Química; e
- Mestrado em Engenharia Química ou áreas afins.
Tipos de prova: Escrita, didática e avaliação do curriculum vitae.

DEPARTAMENTO DE TECNOLOGIA

Área de conhecimento ou matéria: (15) Física Geral
Nº de vaga(s) e carga horária:02 vagas / 40 horas semanais.
Local de atuação: Câmpus Regional de Umuarama.
Requisito(s): - Graduação em Física.
Tipos de prova: Escrita, didática e avaliação do curriculum vitae

 

Área de conhecimento ou matéria: (16) Matemática
Nº de vaga(s) e carga horária:01 vaga / 40 horas semanais.
Local de atuação: Câmpus Regional de Umuarama.
Requisito(s): - Graduação em Matemática ou áreas afins
Tipos de prova: Escrita e avaliação do curriculum vitae.

 

Área de conhecimento ou matéria: (17) Processos na Indústria de Alimentos
Nº de vaga(s) e carga horária:01 vaga / 40 horas semanais.
Local de atuação: Câmpus Regional de Umuarama.
Requisito(s): - Graduação em Engenharia de Alimentos ou Engenharia Química ou Engenharia de Processos.
Tipos de prova: Escrita, didática e avaliação do curriculum vitae.

 

Área de conhecimento ou matéria: (18) Química Geral
Nº de vaga(s) e carga horária:01 vaga / 40 horas semanais.
Local de atuação: Câmpus Regional de Umuarama.
Requisito(s): - Graduação em Química; e
- Mestrado em áreas afins.
Tipos de prova: Escrita, didática e avaliação do curriculum vitae.

5 - DAS INSCRIÇÕES

5.1 - As inscrições serão recebidas na sede da Universidade Estadual de Maringá, sito na Av. Colombo, 5790, no Protocolo Geral da UEM, Bloco A-01 (Próximo à rotatória em frente ao Parque Ecológico), do Câmpus Universitário em Maringá-PR, no seguinte período e horários:

- Período de inscrição: De 26 de fevereiro a 14 de março de 2014, exceto sábado, domingo e feriado.

- Horário para recebimento das inscrições: das 7h40min às 11h00min e das 13h30min às 16h00min.

5.2 - As inscrições poderão ser feitas pessoalmente, por intermédio de procurador nos termos do § 72 do art. 52 da Resolução nº 740/2002-CAD ou via correio, postada, preferencialmente, com Aviso de Recebimento (AR) ou SEDEX.

5.3 - A inscrição enviada pelo correio somente será aceita se recebida pelo Protocolo Geral da UEM até às 16h00min do dia 14 de março de 2014.

5.4 - A inscrição que chegar ao Protocolo Geral da UEM após os prazos estabelecidos nos subitens 5.1 e 5.3 será indeferida.

5.5 - A inscrição e os documentos encaminhados pelo correio deverão ser postados conforme endereçamento e modelo abaixo.

5.6 - As inscrições serão efetivadas mediante a entrega dos seguintes documentos:

I . Requerimento de inscrição (Ficha de Inscrição) disponível no endereço eletrônico www.uem.br/concurso, no qual deverá especificar a área de conhecimento ou matéria de interesse da seleção e declarar conhecer e estar de acordo com todas as normas do processo de seleção (assinar a declaração).

II . Comprovante de pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 112,92 (cento e doze reais, noventa e dois centavos).

III. Fotocópia de documento de identidade oficial com foto e, no caso de estrangeiro, documento que o autorize a trabalhar no país, conforme legislação vigente.

IV . Uma via do curriculum vitae (currículo descritivo) com fotocópias dos documentos comprobatórios, que será utilizado para avaliação e pontuação.

5.7 - Os documentos deverão ser encadernados preferencialmente em espiral e na mesma ordem acima descrita.

5.8 - Não serão aceitas inscrições ou documentos enviados via fax ou e-mail.

5.9 - Na hipótese do candidato desejar concorrer em mais de uma área de conhecimento ou matéria deverá efetuar inscrições distintas para cada uma delas.

5.10 - Ocorrendo coincidência nas datas das provas, o candidato fará a opção, não cabendo recurso.

5.11 - Em hipótese alguma será admitida juntada de documentos ou aditamentos após o encerramento do período de inscrições.

5.12 - Não haverá isenção ou devolução da taxa de inscrição. 6 - DO RESULTADO DAS INSCRIÇÕES

6.1 - A Pró-reitoria de Recursos Humanos e Assuntos Comunitários divulgará o resultado da análise das inscrições, por meio de edital, no dia 19 de março de 2014.

6.2 - O edital de que trata o subitem anterior será publicado no endereço eletrônico www.uem.br/concurso.

6.3 - No caso de o candidato pedir reconsideração quanto ao indeferimento de sua inscrição deverá observar o disposto no § 22 e 32 do art. 72 da Resolução nº 740/2002-CAD.

6.4 - Os pedidos de reconsideração deverão ser feitos por escrito e pessoalmente ou por procurador nos temos do § 7º do art. 52 da Resolução nº 740/2002-CAD, e protocolados no Protocolo Geral da UEM, localizado na Av. Colombo, 5790, Bloco A-01 (Próximo à rotatória em frente ao Parque Ecológico da UEM), Maringá-PR, no primeiro dia útil após a publicação do resultado das inscrições, no horário das 7h40min às 11 h00min e das 13h30min às 16h00min.

6.5 - Somente poderão submeter-se às provas os candidatos que tiverem a inscrição homologada.

7 - DOS DOCUMENTOS COMPROBATÓRIOS DO CURRÍCULO

7.1 - O curriculum vitae deverá ser instruído com fotocópias dos seguintes documentos comprobatórios:

I . Comprovante de graduação: fotocópias (frente e verso) do Diploma e fotocópia do Histórico Escolar. Na ausência do diploma apresentar Certificado de Colação de Grau ou declaração de que o candidato já colou grau. Em ambos os casos apresentar o histórico do curso de graduação emitido após a colação de grau.

II . Comprovante de especialização: fotocópia do Certificado de conclusão e fotocópia do histórico do curso de especialização. Na ausência do Certificado de conclusão apresentar fotocópia da ata de defesa ou apresentar declaração que comprove a obtenção do título de especialista em instituição de educação superior devidamente credenciada. Em ambos os casos deverão constar, no mínimo, a área de conhecimento do curso, a carga horária do curso, a relação das disciplinas, nota ou conceito obtido pelo aluno, nome e titulação do corpo docente e histórico do curso.

III. Comprovante de mestrado ou doutorado: fotocópia (frente e verso) do diploma e fotocópia do histórico escolar. Na ausência do diploma, apresentar fotocópia da ata de defesa ou declaração que comprove a obtenção do título. Em ambos os casos deverá ser apresentada fotocópia do histórico do mestrado ou doutorado.

7.2 - Fotocópia de outros documentos previstos no edital.

7.3 - A experiência profissional deverá ser assim comprovada:

I . Mediante registro na Carteira de Trabalho e Previdência Social - cópia da página com foto, qualificação civil e da(s) página(s) com registro(s), quando necessário, acrescida de declaração do órgão ou empresa constando expressamente a área de atuação.

II . Mediante apresentação de declaração(ões) de pessoa(s) jurídica(s) de direito privado, constando no mínimo, identificação do declarado; período em que trabalhou; cargo/área de atuação e quando for o caso, atividades desempenhadas e identificação do declarante. As declarações deverão ser emitidas, preferencialmente, em papel timbrado.

III. Mediante apresentação de declaração(ões) de pessoa(s) física(s) com firma reconhecida.

IV . Mediante apresentação de certidão de tempo de serviço, com especificação da função/cargo/área de atuação, no caso de servidor público.

V . Mediante apresentação de contratos sociais de constituição de empresa ou alvará de licença do órgão oficial competente, no caso de profissionais liberais.

VI . Para comprovação de experiência, quando for o caso, não será considerado tempo de serviço paralelo ou concomitante. Será considerado o de maior tempo.

7.4 - Os diplomas de graduação obtidos no exterior serão aceitos se revalidados no Brasil por universidades públicas, de acordo com o § 22 do art. 48 da Lei nº 9394 de 20/12/1996 - Lei de Diretrizes e Base da Educação Nacional - LDB. O diploma e o histórico escolar deverão estar acompanhados de tradução pública e juramentada.

7.5 - Os diplomas de mestrado e doutorado obtidos no exterior serão aceitos se reconhecidos por universidade brasileira, de acordo com o § 32 do art. 48 da Lei nº 9394/96 (LDB). O diploma e o histórico escolar deverão estar acompanhados de tradução pública e juramentada.

7.6 - Para a área de conhecimento ou matéria que requisitar curso de pós-graduação em nível de especialização, este deverá atender às normas estabelecidas pela legislação federal.

7.7 - Para a área de conhecimento ou matéria que requisitar curso de pós-graduação em nível de mestrado e/ou doutorado, estes deverão ser em programas recomendados ou reconhecidos pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES.

8 - DA AVALIAÇÃO

8.1 - As provas serão realizadas no período de 24 a 27 de março de 2014, em datas e locais a serem informados por meio de edital que será publicado antes do término das inscrições.

8.2 - O processo de seleção de professor temporário consiste de prova(s) e títulos conforme definido para cada área de conhecimento ou matéria constante do item 4 deste edital.

8.3 - A prova escrita deverá ser desenvolvida com caneta esferográfica de tinta azul ou preta, sob pena de nulidade se desenvolvida a lápis.

8.4 - A avaliação do currículo será norteada pelo Anexo Ill da Resolução nº 740/2002-CAD.

8.5 - A avaliação da prova didática será nos termos do art. 13 e seus parágrafos e do art. 14 da Resolução nº 740/2002-CAD.

8.6 - A avaliação será realizada por uma Comissão de Seleção indicada pelo departamento pertinente e nomeada pela Pró-reitora de Recursos Humanos e Assuntos Comunitários da Universidade Estadual de Maringá.

9 - DO RESULTADO FINAL E CLASSIFICAÇÃO

9.1 - O resultado final do Teste Seletivo será publicado na Imprensa Oficial do Estado, através do caderno Suplemento de Concursos Públicos e no endereço eletrônico www.uem.br/concurso no dia 03 de abril de 2014.

9.2 - Para o cálculo da nota final será observado o estabelecido no art. 16 da Resolução nº 740/2002-CAD.

9.3 - Será considerado aprovado o candidato que obtiver a nota final igual ou superior a 5,0 (cinco inteiros).

9.4 - A classificação será efetuada pela ordem decrescente da nota final obtida por cada candidato e, em caso de empate, terá preferência, sucessivamente, o candidato que:

I - Tiver idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos, até o último dia de inscrição neste teste seletivo, conforme prevê o artigo 27, parágrafo único da Lei Federal nº 10.471 de 1º de outubro de 2003 (Estatuto do Idoso);

II - possuir maior titulação acadêmica;

III - obtiver maior nota na prova escrita;

IV - obtiver maior nota na prova didática ou prática, quando for o caso;

V - possuir mais tempo de experiência no magistério superior;

VI - tiver mais idade.

9.5 - Para a aplicação do critério de desempate previsto no subitem 9.4, V, será considerada somente a documentação apresentada quando da inscrição.

9.6 - Contra o resultado do teste seletivo caberá recurso nos termos do art. 19, § 12 e 22 da Resolução nº 740/2002-CAD.

9.7 - Os recursos deverão ser apresentados por escrito e protocolados no Protocolo Geral da UEM, localizado na Av. Colombo, 5790, Bloco A-01, CEP 87020-900, Maringá-PR, no horário das 7h40min às 11 h00min e das 13h30min às 16h00min, com indicação do nome, edital e área de conhecimento a que concorre o candidato com a necessária justificativa e indicação da insatisfação do reclamante.

10 - DA CONVOCAÇÃO E CONTRATAÇÃO

10.1 - A convocação será feita por edital a ser publicado na Imprensa Oficial do Estado, através do caderno Suplemento de Concursos Públicos e no endereço eletrônico www.uem.br/concurso.

10.2 - Para a contratação, o candidato aprovado deverá comprovar, mediante a entrega de fotocópia e via original, a escolaridade exigida e os requisitos exigidos conforme especificado para cada área de conhecimento constante no item 4 deste Edital.

10.3 - O candidato convocado deverá apresentar fotocópia e original ou fotocópia autenticada dos seguintes documentos: Certidão de Nascimento ou Casamento ou escritura pública de união estável; Cédula de Identidade; CPF; Título de Eleitor e vias originais de Certidão de Quitação Eleitoral; comprovação de quitação do Serviço Militar; Carteira de Trabalho e Previdência Social (onde consta o nº da carteira, qualificação civil, primeiro e último contrato de trabalho); número e data de cadastramento no PIS/PASEP, se já for cadastrado; diploma de graduação; histórico escolar do curso de graduação; certificado ou diploma de pós-graduação; comprovantes de outros requisitos, como experiência; certidão de nascimento de filhos menores de 21 anos; atestado de saúde, expedido por médico registrado no Conselho Regional de Medicina do Paraná, considerando-o apto para o exercício da função, objeto da contratação; declaração de bens e rendimentos e declaração de não ter sido demitido ou exonerado a bem do serviço público nos últimos 05 (cinco) anos.

10.4 - O candidato que deixar de comparecer no prazo previsto no edital mencionado perderá automaticamente a vaga.

10.5 - O candidato que não puder assumir a vaga assinará termo de desistência. Na impossibilidade de assinatura de termo de desistência, será emitido edital tornando pública a exclusão do processo seletivo. Não será permitida a reclassificação.

10.6 - O contrato será para uma carga horária semanal já especificada para a área de conhecimento ou matéria, respeitada a compatibilidade de horário e a acumulação legal de cargos.

10.7 - É vedada a acumulação remunerada de cargos públicos, exceto, quando houver compatibilidade de horários, observado em qualquer caso o disposto no art. 37, inciso XI da Constituição Federal e legislação superveniente, sendo acumulável:

a) dois cargos de professor (Emenda Constitucional nº 19, de 04/06/1998);

b) um cargo de professor com outro técnico ou científico (Emenda Constitucional nº 19, de 04/06/1998);

c) dois cargos ou empregos privativos de profissionais de saúde, com profissões regulamentadas (Emenda Constitucional nº 34, de 13/12/2001).

10.8 - A proibição de acumular estende-se a empregos, funções, proventos de aposentadoria e abrange autarquias, fundações, empresas públicas, sociedades de economia mista, suas subsidiárias, e sociedades controladas, direta ou indiretamente, pelo poder público. (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 19, de 1998).

10.9 - A carga horária máxima semanal não poderá exceder a 60 (sessenta) horas, atendendo ao direito do servidor para descanso interjornada e intrajornada com observancia da distância entre os locais de trabalho e o tempo necessário para repouso e alimentação.

10.10 - Para a contratação o candidato deverá comunicar se já possui outro cargo, emprego ou função pública e ao se encontrar na situação de acúmulo legal deverá apresentar o horário de trabalho já existente para aferição da compatibilidade de horário com a jornada de trabalho a ser assumida na UEM.

10.11 - A aprovação no teste seletivo não gera direito à contratação.

11 - DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

11.1 - O preenchimento correto da ficha de inscrição será de inteira responsabilidade do candidato ou de seu procurador.

11.2 - O candidato que tenha sido afastado por cometimento de falta grave, mediante processo administrativo ou demitido por justa causa pela Universidade Estadual de Maringá será eliminado da lista de classificação.

11.3 - O candidato aprovado que tiver completado 70 (setenta) anos de idade, não poderá ser contratado.

11.4 - Preenchidas as vagas iniciais previstas neste edital e surgindo novas vagas durante a validade do teste seletivo, poderão, por conveniência administrativa, serem convocados outros candidatos aprovados para o suprimento de vagas com carga horária igual ou distinta da prevista neste edital, obedecendo-se rigorosamente a ordem de classificação.

11.5 - O candidato convocado que não aceitar a vaga ofertada será excluído do processo de seleção.

11.6 - É de responsabilidade do candidato manter seu cadastro (endereço, telefone e e-mail) atualizado na Divisão de Recrutamento e Seleção da Universidade Estadual de Maringá.

11.7 - Os candidatos não aprovados ou que tiverem suas inscrições indeferidas poderão retirar as fotocópias dos documentos apresentados para inscrição até 120 (cento e vinte) dias contados da data de publicação do resultado final no Diário Oficial do Estado do Paraná.

11.8 - Os candidatos aprovados e não convocados poderão retirar as fotocópias dos documentos apresentados para inscrição até 30 (trinta) dias após a data de vencimento do prazo de validade do teste seletivo. Decorridos os prazos ora citados os documentos serão reciclados.

11.9 - O candidato poderá retirar as fotocópias pessoalmente ou através de procurador, junto à Divisão de Recrutamento e Seleção.

11.10 - A publicação do resultado final do Teste Seletivo na Imprensa Oficial do Estado do Paraná comprova e oficializa a aprovação do candidato. A Universidade Estadual de Maringá, por meio da Divisão de Recrutamento e Seleção, disponibilizará o link com a matéria publicada e não expedirá declaração referente ao resultado final da seleção.

11.11 - A inscrição no Teste Seletivo implica no conhecimento e aceitação, por parte do candidato, das normas estabelecidas neste edital e nas resoluções nºS 740/2002-CAD, 148/2004-CAD, 349/2004-CAD e 396/2005-CAD, disponíveis no endereço www.scs.uem.br ou www.uem.br/concurso.

11.12 - O prazo de validade do teste seletivo será de 12 (doze) meses, contados da data de publicação do resultado final no Diário Oficial do Estado do Paraná, podendo ser prorrogado uma única vez, por igual período.

11.13 - Os casos omissos serão resolvidos pelo Conselho de Administração da Universidade Estadual de Maringá.

Maringá, 20 de fevereiro de 2014.

Profa. Dra. Sonia Lucy Molinari
Pró-reitora de Recursos Humanos e Assuntos Comunitários.

ANEXO DO EDITAL N º 065/2014-PRH

Departamento de Agronomia / Área de conhecimento ou matéria:

(01) Fitotecnia

PROGRAMA DE PROVA

1. Importância econômica e social do algodoeiro; 2 - Ecofisiologia do algodoeiro; 3 - Plantio, manejo e práticas culturais do algodoeiro; 4 - Exigências nutricionais, calagem e adubação do algodoeiro; 5 - Pragas e seu controle do algodoeiro; 6 - Doenças e seu controle do algodoeiro; 7 - Beneficiamento e qualidade do algodoeiro; 8 - Importância econômica e social do cafeeiro; 9 - Ecofisiologia do cafeeiro; 10 - Plantio, manejo e práticas culturais do cafeeiro; 11 - Exigências nutricionais, calagem e adubação do cafeeiro; 12 - Pragas e seu controle do cafeeiro; 13 - Doenças e seu controle do cafeeiro; 14 - Beneficiamento e qualidade na cafeicultura; 15 - Importância econômica e social do trigo; 16 - Ecofisiologia do trigo; 17 - Plantio, manejo e práticas culturais do trigo; 18 - Exigências nutricionais, calagem e adubação do trigo; 19 - Pragas e seu controle do trigo; 20 - Doenças e seu controle do trigo; 21 - Beneficiamento e qualidade do trigo.

Departamento de Ciências / Área de conhecimento ou matéria:

(02) Ensino de Física

PROGRAMA DE PROVA

1. Processo de ensino e aprendizagem no ensino de física e as tendências pedagógicas.

2. As relações de ciência, tecnologia, sociedade e ambiente no ensino de física.

3. A experimentação no processo de ensino e de aprendizagem de Física.

4. As tecnologias de informação e comunicação (TICs) no ensino de Física.

5. Interdisciplinaridade e contextualização no ensino de física.

6. A abordagem epistemológica da história da Física: implicações para o ensino.

REFERÊNCIAS

Antônio Cachapuz; Daniel Gil-Perez; Anna Maria Pessoa de Carvalho; João Praia e Amparo Vilches (org). A necessária renovação do ensino de ciências. São Paulo: Cortez Editora, 2005.

AXT, R. O papel da experimentação no ensino de ciências. In: MOREIRA (Org.).Tópicos em Ensino de Ciências. Pa: Sagra, PA, 1991.

AULER, D. e BAZZO,W.A. Reflexões para a implementação do movimento CTS no contexto educacional brasileiro. Revista Ciência e Educação, v.7 (1), p. 1 - 13, Bauru, 2001

CACHAPUZ, A. PAIXÃO, F. LOPES, J.B. e GUERRA, C. Do estado da pesquisa em educação em ciências: linhas de pesquisa e o caso "Ciencia-Tecnologia-Sociedade". Revista de Educação em Ciência e Tecnologia - ALEXANDRIA. v. 1, nº 1, p. 27-49,

Fernando Becker. A epistemologia do professor. Vozes, 1994.

Gaston Bachelard. A formação do espírito científico: contribuição para uma psicanálise do conhecimento. Rio de Janeiro: Contra ponto, 1996.

Gerard Fourez. A construção das ciências. Introdução à Filosofia e à Ética das Ciências. São Paulo: UNESP, 1995.

Isabel Alarcão. Escola reflexiva e nova racionalidade. Porto Alegre: 2001.

LABURU , C. E.; Arruda, S. M. Considerações sobre a função do experimento no ensino de ciências. Série: Ciência & Educacão, nº 3. UNESP, Bauru 1996.

MIZUKAMI, M. da G. Nº Ensino: as abordagens do processo. São Paulo: EPU, 1986.

Marco Antônio Moreira e Neusa Teresinha Massoni. Epistemologias do Século XX. São Paulo: EPU, 2010.

Hilda Weissmann. Didática das Ciências Naturais: Contribuições e reflexões. Porto Alegre: ArtMed, 1998.

Flávia Maria Teixeira dos Santos; Ileana Maria Greca (Org). A pesquisa em ensino de Ciências no Brasil e suas metodologias. ljuí: Unijuí, 2007.

Revista Brasileira de Ensino de Física e outras publicações científicas relacionadas ao ensino de ensino de Física.

Roberto Nardi, Fernando Bastos e Renato Diniz (Org). Pesquisas em ensino de Ciências: contribuições para a formação de professores. 5.ed. São Paulo: Escrituras, 2004.

Revista Brasileira de Ensino de Física e outras publicações científicas relacionadas ao ensino de ensino de Física.

SANTOS, W. L. P.; MORTIMER, E. F. E; Uma Análise de Pressupostos Teóricos da Abordagem CTS (Ciência-Tecnologia-Sociedade) no Contexto da Educação Brasileira. Revista Ensaio-Pesquisa em Educação em Ciências, vol. 2(2), p.133-162, 2000.

Departamento de Ciências / Área de conhecimento ou matéria:

(03) Física Geral

PROGRAMA DE PROVA

1. Leis de Newton.

2. Trabalho e Energia.

3. Gravitação Universal e Astrofísica.

4. Hidrostática e Hidrodinâmica.

5. Temperatura e Calor.

6. Entropia.

7. Campo Elétrico e Lei de Gauss.

8. Força Magnética sobre cargas e condutores.

9. Equações de Maxwell.

10. Óptica Física.

REFERÊNCIAS

HALLIDAY, D. RESNIK, R. WALKER, J. Fundamentos de Física. 4 ed. São Paulo: Livros Técnicos e Científicos Editora S.A. (LTC), 1996. V. 1, 2, 3 e 4.

HORVATH, J. E. O. O ABCD da Astronomia e Astrofísica. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2008.

KITELL, C. KNIGHT, W. D. RUDERMAN, M. A. Mecânica (Curso de física de Berkeley). São Paulo: Editora Edgard Blucher Ltda, 1970. v. 1.

NUSSENZVEING, H. M. Curso de física básica. São Paulo: Editora Edgard Blucher Ltda, 1996. v. 1, 2, 3e 4.

PURCELL, E. M. Eletricidade e Magnetismo. São Paulo: Editora Edgard Blucher Ltda, 1973.

TIPLER, P. A. Física. 2 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Dois, 1984. v. 1, 2, 3 e 4.

Departamento de Ciências / Área de conhecimento ou matéria:

(04) Pedagogia

PROGRAMA DE PROVA

1. A Psicologia como área do conhecimento.

1.1 Histórico

1.2 Objeto de estudo

1.3 A Psicologia no contexto educacional

2. Correntes teóricas que se propõem a explicar os processos de desenvolvimento e aprendizagem.

2.1 Tendência Behaviorista

2.2 Tendência Psicanalítica

2.3 Tendência Construtivista

2.4 Tendência Sócio-Histórica

3. As relações entre desenvolvimento e aprendizagem e suas implicações na prática pedagógica.

4. Desafios da escola contemporânea

4.1 Educação: necessidades sociais e finalidades educativas

4.2 Os objetivos da educação e do ensino hoje

5. Escolarização e conhecimento.

5.1 O processo de apropriação do conhecimento

6. A organização da prática Pedagógica.

6.1 Mobilização e Mediação

6.2 Interdisciplinaridade

7. Aspecto da evolução da educação brasileira e respectiva legislação no contexto sócio econômico.

7.1 Brasil República

7.1.1 Lei Federal nº 4024/61

7.1.2 Lei Federal nº 5692/71 e nº 7044/82

7.1.3 Lei Federal nº 9394/96

8. Planejamento da educação.

8.1. Planos educacionais

8.2. Projeto político-pedagógico

9. Gestão da educação e da escola.

Departamento de Ciências I Área de conhecimento ou matéria:

I (05) Sociologia, Antropologia e História e Filosofia da Ciência

PROGRAMA DE PROVA

1- A Modernidade, a Ciência moderna e o surgimento da Sociologia.

2- As contribuições de Durkheim, Marx e Weber.

3- Relações entre o pensamento de Thomas Kuhn e as Ciências Sociais.

4- Relação da História e Filosofia das Ciências e o desenvolvimento dos estudos de "Ciência, Tecnologia e Sociedade".

REFERÊNCIAS

ADORNO, T. W.; HORKHEIMER, M. Temas básicos de sociologia. São Paulo: Cultrix, 1978.

ALVES, R. Filosofia da ciência. 1ª ed. São Paulo: Brasiliense, 1993. ARANTES, A. Augusto. O que é cultura popular. São Paulo: Brasiliense, 1983.

CAPRA, F. O ponto de mutação: a ciência, a sociedade e a cultura emergente. 16. ed. Tradução Alvaro Cabral. São Paulo: Cultrix, 1993.

CHALMERS, A. F. O que é ciência afinal? Tradução Raul Fiker. São Paulo: Brasiliense, 1993.

CHAUÍ, M. Introdução à história da filosofia: dos pré-socráticos a Aristóteles. São Paulo: Brasiliense, 1994.

DURKHEIM, É. A divisão do trabalho social. Lisboa: Presença, 1997.

FERNANDES, F. Fundamentos empíricos da explicação sociológica. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos, 1978.

GOLDMANN, L. Ciências humanas e filosofia: que é a sociologia? São Paulo: Rio de Janeiro: Difel, 1979.

KUHN, Thomas S. A estrutura das revoluções científicas. São Paulo: Perspectiva, 1995. MARX, Karl. O capital. São Paulo: Nova Cultural, 1988.

MARX, Karl. Salário, preço e lucro. São Paulo: Abril Cultural, 1974. (Coleção Os Pensadores).

MENCARINI, M.; MARTINS, J. S. Sociologia e sociedade: leituras de introdução à sociologia. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos, 1980.

MERCIER, Paul. História da antropologia. Rio de Janeiro: Eldorado, 1974.

SANTOS, B. S. Pela mão de Alice: o social e o político na pós-modernidade. 3. ed. São Paulo:Cortez, 1997.

WEBER, Max. A ética protestante e o espírito do capitalismo. São Paulo: Pioneira, 1985.

Departamento de Física / Área de conhecimento ou matéria:

I (06) Física Geral

PROGRAMA DE PROVA

1. Leis de Newton e Sistemas de Referência. 2. Oscilações Mecânicas. 3. Leis de Conservação: Energia e Momento. 4. Leis da Termodinâmica e suas Aplicações. 5. Ótica Geométrica e Ótica Física. 6. Equações de Maxwell e suas Aplicações. 7. Mecânica de Fluídos. 8. Dualidade Onda-partícula. 9. Radiação de Corpo Negro.

REFERÊNCIAS

ALONSO e FINN. Física. São Paulo: Edgard Blücher Ltda, 1972 (2007). Vol. 1 e 2.

HALLIDAY, D.; RESNICK, R. e WALKER, J. Fundamentos de Física. 10. ed. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos Editora S.A., 2007. Vol. 1 a 4.

NUSSENZVEIG, MOYSÉS H. Curso de Física Básica. Edgard Blücher, 2008. Vol. 1 a 4.

SERWAY, Raymond A., JEWET Jr., John W. Princípios de Física. São Paulo: Pioneira Thomson Leanering, 2004. Vol. 1 a 4.

TIPLER, P. Física. 3. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan S.A., 1995. Vol. 1 a 4. TIPLER. P. A., Física Moderna, Guanabara Dois, Rio de Janeiro, 1981.

YOUNG & FREEDMAN (Sears & Zamonsky). Física. 1ª ed. São Paulo: Addison Wesley (Pearson Education), 2008. Vol. 1 a 4.

Departamento de Ciências Sociais / Área de conhecimento ou matéria:

(07) Serviço Social

PROGRAMA DE PROVA

1. 0 Projeto ético-político do Serviço Social e seus desdobramentos na profissão.

2. 0 Estágio em Serviço Social e sua contribuição para a formação do assistente social.

3. 0 trabalho profissional do assistente social e sua relação com as expressões da questão social.

4. A dimensão investigativa na intervenção profissional do assistente social.

5. Os fundamentos históricos, teóricos e metodológicos do Serviço Social.

Departamento de Fundamentos da Educação / Área de conhecimento ou matéria:

(08) Comunicação, Cibercultura e Multimeios

PROGRAMA DE PROVA

1. Processos de comunicação na convergência midiática; 2. Produção e aplicação de conhecimento em multimeios; 3. A contribuição da fotografia, cinema e televisão para a cibercultura; 4. Pesquisa em comunicação em tempo de convergência de conteúdo.

Departamento de Letras Modernas / Área de conhecimento ou matéria:

- (09) Técnicas de Secretariado, Gestão Secretarial, Planejamento e Organização de Eventos, Estágio Supervisionado

PROGRAMA DE PROVA

1. Técnicas de Secretariado: gestão dos recursos da informação; organização de arquivos e gestão de documentos; etiqueta social, comportamental e profissional, dentre outros assuntos contemplados pelas técnicas de secretariado.

2. Gestão Secretarial.

3. Gestão de eventos: Planejamento; Organização; Cerimonial e Protocolo.

4. Comunicação escrita e oral para a atuação secretarial.

5. Ética profissional e humanística e responsabilidade social para a atuação secretarial.

6. Pesquisa em Secretariado Executivo: a área secretarial como área de conhecimento científico-prático-acadêmico.

7. Estágio Supervisionado em Secretariado Executivo.

REFERÊNCIAS

ALEXANDER, R. Guia para administração do tempo. Rio de Janeiro: Campus, 1994.

ALLEN, J.; O'TOOLE, W.; MCDONNELL, L.; HARRIS, R. Organização e gestão de eventos. Rio de Janeiro: Campus, 2003.

ANDRADE, R. B. Manual de eventos. 3. ed. Rio Grande do Sul: EDUCS, 2007.

BELTRÃO, O.; BELTRÃO, M. Correspondência: linguagem e comunicação oficial, empresarial, particular. 20. ed. São Paulo: Atlas, 2004.

BELTRÃO, M.; PASSOS, E. Prática de secretariado. São Paulo: Atlas, 1991.

BIANCHI, A. C. M. de; ALVARENGA, M.; BIANCHI, R. Orientação para estágio em Secretariado: trabalhos, projetos e monografias. São Paulo: Pioneira, 2003.

BIO, S. R. Sistema de informação: enfoque gerencial. São Paulo: Atlas, 1996.

CARVALHO, A. P. de; GRISSON, D.(orgs) Manual do secretário executivo. 3. ed. São Paulo: D' Livros, 2000.

CESCA, C. G. G. Oranização de evento: manual para planejamento e execução. São Paulo: Summus, 1997.

CORDEIRO, C. Treinamento para secretárias. Recife: Ed. UFPE, 1985.

COSTA, J. F. A ética e espelho da cultura. Rio de Janeiro: Rocco, 2000.

DRADT, R. Teoria e projetos das organizações. Rio de Janeiro: LTD, 1999.

FARIA, A. Chefia e liderança. Rio de Janeiro:LTC, 1989.

GARCIA, O. Comunicação em prosa moderna. Rio de Janeiro:FGV, 1990.

GIDO, J.; CLEMENTS, J. P. Gestão de projetos. São Paulo: Thomson Learning, 2007.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

GOLD, M. Redação empresarial: escrevendo com sucesso na era da globalização. São Paulo: Makron Books do Brasil, 2001.

GOMES, A.; MORETTI, S. A responsabilidade e o social: uma discussão sobre o papel das empresas. São Paulo: Saraiva, 2007.

LUKOWER, A. Cerimonial e protocolo. São Paulo: Contexto, 2003.

MAÇANEIRO, M. B. Estágio curricular supervisionado: uma proposta ao Curso de Secretariado Executivo. Revista Capital Científico. Guarapuava: [s. e.], 2004. v. 1 e 2.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Técnicas de pesquisa. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2006. MARTIN, V. Manual prático de eventos. São Paulo: Atlas, 2003.

MARTINEZ, M. Cerimonial para executivos: guia para execução e supervisão de eventos empresariais. Porto Alegre: Sagra Luzzatto, 2001.

MATIAS, M. Organização de eventos. Barueri: Malone, 2001.

MEDEIROS, J. B.; HERNANDES, S. Manual da secretária. 7. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

MEIRELLES, G. F. Tudo sobre eventos: o que você precisa saber sobre criar, organizar e gerenciar eventos que promovem sua empresa e seus produtos. São Paulo: STS Publicações e Serviços, 1999.

MOREIRA, J. M. A ética empresarial no Brasil. São Paulo: Pioneira, 1999. MOTTA, R. Secretariado executivo. São Paulo: Sugestões Literáriasd, 1973.

O'BRIEN, J. A. Sistemas de informações e as decisões gerenciais na era da internet. São Paulo: Saraiva, 2001.

PAES, M. L. Arquivo: teoria e prática. 3. ed. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1997.

REZENDE, D. A.; ABREU, A. F. de. Tecnologia da informação aplicada a sistemas de informação empresariais: o papel estratégico da informação e dos sistemas de informação nas empresas. São Paulo: Atlas, 2000.

ROESCH, S. M. A. Projetos de estágio do curso de Administração. São Paulo: Atlas, 1996.

SA, A. L. de. Ética profissional. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2000.

SABINO, R. F.; ROCHA, F. G. Secretariado: do escriba ao web writer. São Paulo: Brasport, 2004.

SCHELLENBERG, T. R. Arquivos modernos: princípios e técnicas. 2. ed. [S.L.]: FGV, 2002.

VEIGA, D. R. Guia de secretariado: técnicas e comportamento. São Paulo: Erica, 2007. VIEIRA, M. C. A. Comunicação empresarial. São Paulo: SENAC, 2007.

WATT, D. C. Gestão de eventos em lazer e turismo. Porto Alegre: Bookamn, 2004. WEIL, P. Relações humanas na família e no trabalho. Petrópolis: Vozes, 1995. WISSAMANN, M. A. Responsabilidade social & balanço social. Cascavel: Univel, 2007. ZANELLA, L. C. Manual de organização de eventos. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2006.

Departamento de Teoria e Prática da Educação / Área de conhecimento ou matéria:

I (10) Disciplinas Pedagógicas

PROGRAMA DE PROVA

1. Abordagens psicológicas de aprendizagem e desenvolvimento e suas implicações para a prática pedagógica.

2. Processos de Ensino e Aprendizagem: fundamentos teóricos e práticas escolares.

3. Alfabetização e letramento: histórico, políticas e práticas pedagógicas.

4. Diretrizes da educação básica brasileira: políticas, estrutura e organização.

Departamento de Enfermagem / Área de conhecimento ou matéria:

(11) Assistência de Enfermagem à Saúde da Mulher

PROGRAMA DE PROVA

1. Assistência Pré-natal à gestante de baixo risco.

2. Prevenção do câncer de colo uterino e de mama.

3. Assistência de enfermagem à mulher no período do climatério.

4. Assistência de Enfermagem à gestante com doença hipertensiva específica da gravidez.

5. Humanização da assistência ao parto.

6. Assistência de enfermagem à puérpera e manejo do aleitamento materno.

7. Humanização da assistência neonatal.

8. Características e cuidados ao RN pré-termo.

9. Metodologia da assistência de enfermagem à criança/família hospitalizada.

10. Problemas respiratórios na infância.

REFERÊNCIAS

BRASIL. Ministério da Saúde. Parto, Aborto e Puerpério: assistência humanizada à mulher. Brasília, DF, 2001.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas.Area Técnica de Saúde da Mulher. Pré-natal e puerpério: assistência qualificada e humanizada. Manual técnico. Brasília: Ministério da Saúde, 2005.

ZIEGEL, E. E.; CRANCLEY, M. Enfermagem obstétrica. Rio de Janeiro: Interamericana, 1985.

ALCÂNTARA, P. & MARCONDES, E. Pediatria básica. São Paulo, Sarvier, 2004

BRETAS, J. R. et al. Manual de exame físico para a prática da enfermagem em pediatria _São Paulo: látria, 2005.

MURAHOVSCHI, J. Pediatria: diagnóstico e tratamento. 6 ed. São Paulo, Sarvier, 2003.

MURRAY W. ENKIN et al. Guia para atenção efetiva na gravidez e no parto. 3 ed. Rio de Janeiro: Guanabara koogan, 2000.

NEME, BUSSAMARA. Obstetrícia básica. São Paulo, Sarvier, 1994.

SCHMITZ, E. M. et al. A enfermagem em pediatria e puericultura. Rio de Janeiro, 4 ed., Atheneu, 2000. 477p.

SEGRE, C.A.M. et al - RN. 4 ed. São Paulo, Sarvier, 1995.

WHALLEY, L. F.; WONG, D. L. Enfermagem Pediátrica. Guanabara Koogan: Rio de Janeiro, 6 ed., 2007.

HALBE, H. Nº Tratado de Ginecologia. São Paulo: Roca, 1989. 2v.

NOVAK, EDMUNDO R. Tratado de ginecologia. 10 ed. Rio de Janeiro: Guanabara

Koogan, 1983. 733p.

PRINCIPAIS PERIÓDICOS CIENTÍFICOS DA ÁREA:

Cadernos de Saúde Pública (Fundação Oswaldo Cruz) - http://www.scielo

Ciência & Saúde Coletiva (ABRASCO) - www.scielo.br

Revista de Saúde Pública (Faculdade de Saúde Pública) - www.scielo.br

Revista Brasileira de Epidemiologia (ABRASCO/USP) - rbe@usp.br

Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil - http://www.scielo.br

Revista Latino-Americana de Enfermagem - www.scielo.br

Espaço Para a Saúde - www.ccs.uel.br/espacoparasaude

Ciência, Cuidado e Saúde (Departamento de Enfermagem/UEM)- www.periodicos.uem.br.

Epidemiologia e Serviços de Saúde (Ministério da Saúde) - hwww.saude.gov.br/svs

Revista do Centro Brasileiro de Estudos de Saúde

Departamento de Engenharia Mecânica / Área de conhecimento ou matéria:

(12) Projetos Mecânicos II

PROGRAMA DE PROVA

1- Centros de Gravidade e Momentos de Inercia de Segunda Ordem.

2- Esforço Cortante, Momento Fletor, Flexão e Cisalhamento.

3- Carregamentos combinados e Métodos de Energia.

4- Transformação de Tensão e Circulo de Mohr.

5- Cinemática do ponto material.

REFERENCIAS

BEER, Ferdinand B. JOHNSTON, E. Russel. Resistência dos Materiais. 3 ed. São Paulo: Pearson, 1996.

BEER, Ferdinand B. JOHNSTON, E. Russel. Mecânica Vetorial para Engenheiros: Cinemática e Dinâmica. 5 ed. São Paulo: Pearson, 2006.

BEER, Ferdinand B. JOHNSTON, E. Russel. Mecânica Vetorial para Engenheiros: Estática. 5 ed. São Paulo: Pearson, 2006.

HIBBELER, C. R, Resistência dos Materiais. 7 ed. São Paulo: Pearson , 2010.

HIBBELER, C. R, Estática: Mecânica para Engenharia. 1ª ed. São Paulo: Pearson, 2011 HIBBELER, C.R. Dinâmica: Mecânica para Engenharial2 ed. São Paulo: Pearson 2011.

Departamento de Engenharia de Produção / Área de conhecimento ou matéria:

I (13) Pesquisa Operacional e Planejamento Industrial

PROGRAMA DE PROVA

Pesquisa Operacional:

1. Modelagem de sistemas produtivos; 2. Programação Linear e Inteira; 3. Análise de decisão e Métodos de Decisão Multicritérios; 4. Simulação Dinâmica e Teoria das filas; 5. Teoria dos jogos e ferramentas de uso da pesquisa Operacional para resolução de problemas.

Planejamento Industrial:

1. Visão geral de tempos e métodos; 2. Visão geral dos sistemas de produção; 3. Planejamento estratégico da produção; 4. Previsão da demanda; 5. Planejamento mestre da produção; 6. Administração de estoques; 7. Sequenciamento e emissão de ordens; 8. Ferramentas computacionais para o auxílio nas tarefas de planejamento da produção (MRP e MRPII); 9. Tópicos relacionados a PCP; 10. Sistema Kanban.

Departamento de Engenharia Química / Área de conhecimento ou matéria:

(14) Mecânica dos Fluidos

PROGRAMA DE PROVA

I . Conceitos Fundamentais:

1. O Fluido e o Contínuo. 2. Lei da Viscosidade de Newton. 3. Diagrama Reológico. 4. Principais Propriedades dos Fluídos.

II . Estática dos Fluídos: 1. Pressão em um Ponto. 2. Equação Básica da estática dos Fluidos. 3. Unidades e Escala de Pressão. 4. Manometria.

III. Campo de Velocidade 1. Descrição de um campo de velocidade. 2. Movimento do Fluido. 3. Regimes de escoamento.

IV . Equação Geral de Balanço em Volume de Controle: 1. Variáveis Intensivas e Extensivas. 2. Sistemas e Volumes de Controle. 3. Conservação de Massa. 3.1. Equação da Continuidade na Forma Integral. 3.2. Aplicações. 4. Forma Integral da Equação do Momento Linear. 4,1. Aplicações.

V . Equação de Bernoulli: 1. Equação do movimento para o escoamento sem atrito. 2. Equação de Bernoulli e Aplicações. 3. Conservação da Energia - A Primeira Lei da Termodinâmica e Aplicações. 4. Comparação da primeira lei da termodinâmica com a equação de Bernoulli.

VI . Escoamento Interno de Fluidos Viscosos e Incompressíveis: 1. Escoamento Laminar. 2. Escoamento Turbulento. 3. Cálculo de perda de carga em tubulações. 4. Diagrama de Moody. 5. Perdas de Cargas Distribuídas e Localizadas. 6. Resolução de Problemas de Escoamento em Tubulações.

VII . Análise Dimensional e Similaridade: 1. Natureza da Análise Dimensional. 2. Teorema PI de Buckingham. 3. Determinação dos grupos PI. 4. Grupos adimensionais importantes na Mecânica dos Fluidos. 5. Similaridade.

REFERÊNCIAS

ASSY, T. F. "Mecânica dos Fluidos". 2ª Edição, LTC Editora, Rio de Janeiro, 2004. BRUNETTI, F. "Mecânica dos Fluidos". 2ª Edição Revisada, Pearson, São Paulo, 2008.

ÇENGEL, Y. A.; Cimbala, J. M. "Mecânica dos Fluidos - Fundamentos e Aplicações". McGraw Hill, São Paulo, 2006.

FOX, R. W.; McDonald, A. T. "Introdução à Mecânica dos Fluidos". 6ª Edição, LTC Editora, Rio de Janeiro, 2006.

MUNSON, B. R.; Young, D. F.; Okiishi, T. H. "Uma Introdução Concisa à Mecânica dos Fluidos". Tradução da 2ª Edição, Editora Blucher, São Paulo, 2005.

POTTER, M. C.; Wiggert, D. C. "Mecânica dos Fluidos". 3rd Edition, Editora Thomson, São Paulo, 2004.

SHAMES, I. H. "Mecânica dos Fluidos". Editora McGraw-Hill, 1992.

WHITE, F. M. "Mecânica dos Fluidos". 4ª Edição, McGraw-Hill Interamericana do Brasil Ltda, Rio de Janeiro, 1999.

Departamento de Tecnologia / Área de conhecimento ou matéria:

(15) Física Geral

PROGRAMA DE PROVA

1. Carga Elétrica e campo Elétrico.

2. Lei de Gaws.

3. Potencia Elétrica:

4. Campo magnético e Forças Magnéticas.

5. natureza e Propagação da Luz.

6. Interferência.

7. Relatividade.

8. Difração.

Departamento de Tecnologia / Área de conhecimento ou matéria:

(16) Matemática

PROGRAMA DE PROVA

1. Álgebra Vetorial.

2. Cônicas.

3. Funções Reais de Uma Variável Real.

4. Limites e Continuidade de Funções de Uma Variável Real.

5. Derivadas.

6. Aplicações da derivada.

7. Integrais.

Departamento de Tecnologia / Área de conhecimento ou matéria:

I (17) Processos na Indústria de Alimentos

PROGRAMA DE PROVA

1. Escoamento laminar e turbulento.

2. Balanço de Massa em Processos.

3. Condução de calor.

4. Transferência de massa convectiva.

5. Cinética enzimática.

Departamento de Tecnologia / Área de conhecimento ou matéria:

I (18) Química Geral

PROGRAMA DE PROVA

1. Ligações químicas.

2. Estequiometria e Soluções.

3. Equilíbrio químico.

4. Eletroquímica.

5. Cinética química.

6. Termodinâmica química.

********************************************