TCE - Tribunal de Contas do Estado - PR

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO PARANÁ

CONCURSO PÚBLICO

EDITAL N.º 2, DE 29 DE MARÇO DE 2006

O Presidente do Tribunal de Contas do Estado do Paraná e a Comissão instituída pela Portaria da Presidência n.º 74/2006 tornam públicas a abertura de inscrições e as normas estabelecidas para a realização de concurso público para provimento de cargos vagos de Técnico de Controle Administrativo, Técnico de Controle Econômico, Oficial de Controle, Programador Analista e Motorista do Quadro de Pessoal do Tribunal de Contas do Estado do Paraná.

1 DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1.1 O concurso será regido por este edital e executado pelo Núcleo de Concursos da Universidade Federal do Paraná, com apoio do Tribunal de Contas do Estado do Paraná.

1.2 O concurso compreenderá uma prova objetiva com 80 (oitenta) questões envolvendo conhecimentos gerais e conhecimentos específicos para todos os cargos conforme os conteúdos programáticos definidos no Anexo do presente edital.

1.3 Os cargos, a escolaridade exigida, a remuneração mensal inicial bruta, o total de vagas, as quantidades de vagas reservadas a portadores de deficiência e a afro-descendentes são os seguintes:

Cargo

Escolaridade

Remuneração Inicial Bruta

Quantidade de vagas

Total

Portadores de Deficiência

Afro‑descendentes

Técnico de Controle Administrativo

Superior em Administração

R$ 5.120,03

8

1

1

Técnico de Controle Econômico

Superior em Economia

3

0

0

Oficial de Controle

Médio

R$ 1.764,65

22

2

2

R$ 2.069,07

4

0

0

Programador Analista

Motorista

Fundamental

R$ 1.505,01

10

0

1

2 DAS ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS

2.1 Técnico de Controle Administrativo: desenvolver atividades de controle externo incluindo auditorias e análise de processos, apresentar pareceres em situações que exijam conhecimentos de natureza administrativa e organizacional.

2.2 Técnico de Controle Econômico: desenvolver atividades de controle externo incluindo auditorias e análise de processos, apresentar pareceres em situações que exijam conhecimentos de Economia.

2.3 Oficial de Controle: executar tarefas de natureza intermediária identificadas com a instrução dos processos submetidos à apreciação do Tribunal, colaborar na organização interna das unidades do Tribunal.

2.4 Programador Analista: participar do desenvolvimento e manutenção de programas de computador, elaborar solução lógica de programas, codificar, depurar, testar e documentar programas, analisar o desempenho de programas, identificar e solucionar problemas com programas em operação, acompanhar os resultados obtidos por programas em operação.

2.5 Motorista: executar trabalhos relacionados à condução, manutenção, abastecimento e limpeza de veículos automotores.

3 DOS REQUISITOS PARA INVESTIDURA COMUNS A TODOS OS CARGOS

3.1 São requisitos para investidura comuns a todos os cargos:

3.1.1 Ser brasileiro nato ou naturalizado, ou cidadão português que tenha adquirido a igualdade de direitos e obrigações civis e gozo dos direitos políticos (Constituição Federal, § 1.o do Art. 12 e Decreto n.º 70.436 de 18/04/72). Ao estrangeiro naturalizado é exigida a revalidação e a possibilidade do exercício de sua profissão no país.

3.1.2 Atender aos requisitos de escolaridade previstos no item 1.3 deste edital e, para os cargos de nível superior, comprovar a inscrição nos respectivos conselhos de fiscalização do exercício profissional;

3.1.3 Ter idade mínima de 18 anos completos na data da posse.

3.1.4 Apresentar cédula de identidade, de cadastro de pessoa física (CPF) regularizado e título eleitoral;

3.1.5 Estar em dia com as obrigações eleitorais e, se do sexo masculino, também com as militares.

3.1.6 Apresentar certidões dos setores de distribuição dos foros criminais dos lugares em que tenha residido nos últimos cinco anos, das Justiças Federal e Estadual, expedida, no máximo há seis meses.

3.1.7 Apresentar folha de antecedentes da Polícia Federal e da Polícia dos Estados onde tenha residido nos últimos cinco anos, expedida, no máximo, há seis meses;

3.1.8 Apresentar declaração quanto ao exercício ou não de outro cargo, emprego ou função pública e sobre recebimento de provento decorrente de aposentadoria e pensão.

3.1.9 Apresentar declaração de bens e valores que constituam patrimônio e, se casado(a), a do cônjuge.

3.1.10 Submeter-se a exame de higidez física e mental, capacitante ou incapacitante, de responsabilidade exclusiva do TCPR com o objetivo de aferir se as condições física e psíquica são adequadas ao exercício das atividades inerentes ao cargo.

3.1.11 Apresentar outros documentos que se fizerem necessários à época da posse.

3.2 Os documentos comprobatórios dos requisitos de escolaridade estabelecidos no item 1.3 deste edital deverão ser apresentados pelo candidato no prazo de 5 (cinco) dias úteis, contados da data do recebimento da convocação do TCPR.

3.3 Os documentos comprobatórios de escolaridade - diplomas registrados ou certificados acompanhados de histórico escolar - devem referir-se a cursos devidamente reconhecidos pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC), Conselho Nacional de Educação (CNE) ou Conselho Estadual de Educação (CEE).

3.4 Os diplomas e certificados obtidos em instituições estrangeiras deverão estar devidamente convalidados.

3.5 A investidura no cargo e seu exercício sujeitam-se às normas do Estatuto dos Funcionários Civis do Estado do Paraná (Lei n.º 6174/70), da Lei Complementar Estadual n. 113 de 15.12.2005 e ao Regimento Interno do Tribunal de Contas do Estado do Paraná.

4 DO REQUISITOS ESPECÍFICO PARA O CARGO DE MOTORISTA

4.1 Além de atender aos requisitos constantes do item 3 deste edital, para investidura no cargo de motorista o candidato deverá, no prazo de 5 (cinco) dias úteis, contados da data do recebimento da convocação pelo Tribunal de Contas do Estado do Paraná, apresentar Carteira Nacional de Habilitação, categoria "B" .

5 DAS INSCRIÇÕES

5.1 As inscrições serão realizadas no período 03 de abril de 2006 até 25 de abril de 2006 às 16h, somente via internet, no site www.nc.ufpr.br

5.2 Os valores das taxas de inscrição serão de:

5.2.1 R$ 90,00 (noventa reais) para os cargos de nível superior;

5.2.2 R$ 60,00 (sessenta) reais para os cargos de nível médio; e

5.2.3 R$ 40,00 (quarenta reais) para o cargo de nível fundamental.

5.3 Antes de efetuar o recolhimento da taxa de inscrição o candidato deverá certificar-se de que preenche todos os requisitos exigidos para a participação no Concurso Público e investidura no cargo, pois a taxa, uma vez paga, não será restituída em hipótese alguma.

5.4 A inscrição somente será efetivada após a confirmação do pagamento da taxa de inscrição.

5.5 No ato da inscrição, o candidato deverá optar por um único cargo. Não será aceito qualquer pedido de alteração de cargo para o qual o candidato se inscreveu.

5.6 O candidato portador de deficiência que se inscrever para cargo cuja vaga está reservada, conforme previsto no item 1.3, deverá declarar, no ato da inscrição, a deficiência de que é portador e deverá comprová-la por meio de laudo médico.

5.6.1 O laudo médico deve ser enviado durante o período das inscrições pelo correio, via Sedex, ao Núcleo de Concursos, Centro Politécnico - Edifício da Administração, 4.° andar, Caixa Postal 19.021 - Jardim das Américas - Cep 81531-990, Curitiba - PR.

5.6.2 O laudo médico deve atestar a espécie e o grau ou nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença - CID, bem como a provável causa da deficiência;

5.6.3 Em caso de solicitação de prova especial Braile ou Ampliada ou de atendimento especial para a realização da prova, devem ser indicadas essas condições diferenciadas.

5.7 O candidato portador de deficiência que não realizar a inscrição de acordo com o disposto no subitem anterior não concorrerá à vaga reservada, não cabendo recurso em favor de sua situação.

5.8 No ato de inscrição, a pessoa portadora de deficiência especificará que está ciente de que deverá submeter-se a avaliação da Área / Serviço de Medicina Ocupacional do Tribunal de Contas do Estado do Paraná para a verificação da compatibilidade de sua deficiência com o exercício das atribuições do cargo/função, conforme previsto no item 7.3 deste Edital.

5.9 Caso necessite de condição especial para a realização da prova, o candidato deverá formalizar o pedido, por escrito, ao Núcleo de Concursos, que examinará a possibilidade operacional do atendimento à solicitação.

5.10 A partir de 10 de abril de 2006, o candidato poderá verificar, no site www.nc.ufpr.br, a situação da sua inscrição, devendo, em caso de alguma divergência, entrar em contato com o Núcleo de Concursos, pessoalmente ou pelos telefones (0xx41) 3266-0909.

5.11 A partir de 02 de maio de 2006, o candidato deverá acessar o site www.nc.ufpr.br e imprimir o seu comprovante de ensalamento, no qual estará indicado o local, horário e endereço de realização das provas.

5.12 O comprovante de ensalamento será exigido para o ingresso do candidato na sala de provas e deverá ser entregue ao aplicador de provas ao final, juntamente com o caderno de provas, o cartão-resposta e a prova discursiva, se for o caso.

5.13 Não haverá isenção total ou parcial do valor da taxa de inscrição.

5.14 A inscrição será de inteira responsabilidade do candidato, assumindo ele total responsabilidade pelas informações prestadas no formulário de inscrição e arcando com as conseqüências de eventuais erros de preenchimento.

6 DAS VAGAS DESTINADAS A AFRO-DESCENDENTES

6.1 São reservadas aos afro-descendentes as vagas quantificadas no item 1.3 deste edital, conforme previsto na Lei Estadual n.º 14.274, de 26/12/2003.

6.2 Considerar-se-á afro-descendente aquele que assim se declarar expressamente, identificando-se como de cor preta ou parda, da raça etnia negra, devendo tal informação integrar os registros cadastrais de ingresso dos servidores.

6.3 O candidato afro-descendente que se inscrever para cargo cuja vaga está reservada, conforme item 1.3, deverá declarar essa condição no ato da inscrição.

6.4 Os candidatos às vagas reservadas aos afro -descendentes participarão do concurso em igualdade de condições com os demais candidatos no que concerne às exigências estabelecidas neste edital.

6.5 Detectada a falsidade na declaração a que se refere o item anterior, sujeitar-se-á o infrator às penas da Lei e ainda:

6.5.1 se candidato, à eliminação do Concurso Público e de todos os atos daí decorrentes;

6.5.2 se já admitido no cargo efetivo para o qual concorreu na reserva de vagas, utilizando-se da declaração inverídica, à pena disciplinar de demissão motivada.

6.6 No prazo de 5 dias úteis, contados da divulgação dos resultados de aprovação, o candidato afro-descendente será convocado, de acordo com o número de vagas, a classificação e o interesse do Tribunal de Contas do Estado do Paraná, para submeter-se à perícia para a verificação dos traços fenotípicos que o caracterizam na sociedade como pertencente ao grupo racial negro e à entrevista com banca a ser designada pelo Tribunal de Contas do Estado do Paraná, que decidirá se o candidato atende aos requisitos.

6.7 O concurso público será homologado depois da realização da perícia e da entrevista de que trata o item anterior, sem prejuízo da homologação prévia do resultado em relação aos candidatos da lista geral, que não concorram às vagas reservadas.

6.8 As vagas reservadas serão liberadas aos demais candidatos, caso não tenha ocorrido inscrição para o concurso ou aprovação de candidato afro -descendente.

6.9 Os candidatos que se inscreverem para a reserva de vagas para afro -descendentes poderão concorrer, além das vagas que lhes são destinadas por Lei, à totalidade das vagas, desde que aprovados, habilitados e observada rigorosamente a ordem geral de classificação.

7 DAS VAGAS DESTINADAS AOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA

7.1 São reservadas aos portadores de deficiência as vagas quantificadas no item 1.3 deste edital, conforme previsto no art. 27, VIII da Constituição Estadual e na Lei Estadual n.º 13.456, de 14.01.2002.

7.2 O candidato que se declarar portador de necessidades especiais participará do Concurso Público em igualdade de condições com os demais candidatos, no que diz respeito ao conteúdo e à avaliação das provas.

7.3 No prazo de 5 dias úteis, contados da divulgação dos resultados de aprovação, o portador de deficiência será convocado, de acordo com o número de vagas, a classificação e o interesse do Tribunal de Contas do Estado do Paraná, para submeter-se a perícia médica, para verificação da compatibilidade de sua deficiência com o exercício das atividades do cargo.

7.4 A perícia médica será realizada pela Área / Serviço de Medicina Ocupacional do TCPR, devendo o laudo ser emitido no prazo de até 5 dias úteis, contados da data do respectivo exame.

7.5 Caso a Área / Serviço de Medicina Ocupacional conclua pela inaptidão do candidato, será constituída de ofício, no prazo de até 30 dias, equipe médica para nova perícia, da qual participará um médico do TCPR, um médico especialista na deficiência de que é portador o candidato e profissional indicado pelo candidato.

7.6 O candidato poderá indicar um profissional no prazo de 5 dias úteis contados da ciência do laudo referido no item 7.4.

7.7 A equipe médica deverá apresentar conclusão da avaliação no prazo de 5 dias úteis contados da realização do exame.

7.8 Não caberá qualquer recurso da decisão proferida pela equipe médica.

7.9 Após a realização das avaliações médicas, será divulgada no site www.nc.ufpr.br a listagem contendo os portadores de deficiência aprovados e considerados aptos para o exercício do cargo, conforme o número de vagas estabelecido no Anexo deste Edital.

7.10 O concurso público será homologado depois da realização dos exames medidos mencionados nos itens 7.4 a 7.7, sem prejuízo da homologação prévia do resultado em relação aos candidatos da lista geral, que não concorram às vagas reservadas.

7.11 O candidato que se declarar portador de necessidades especiais participará do concurso público em igualdade de condições com os demais candidatos, no que diz respeito ao conteúdo e à avaliação das provas

7.12 As vagas reservadas serão liberadas aos demais candidatos, caso não tenha ocorrido inscrição para o concurso ou aprovação de candidato portador de deficiência.

8 DAS PROVAS

8.1 As provas serão realizadas no dia 07 de maio de 2006 das 14 às 19h, nos locais indicados que estarão disponíveis nos sites www.nc.ufpr.br e www.tce.pr.gov.br

8.2 O local de prova do candidato constará no respectivo comprovante de ensalamento.

8.3 As quantidades de questões por grupo e tópicos do programa e o conteúdo programático de cada prova estão especificados no Anexo.

8.4 O tempo máximo para a realização da prova será de 5 (cinco) horas.

8.5 As provas serão constituídas de questões objetivas de múltipla escolha, com cinco opções (a, b, c, d, e), das quais apenas uma será correta.

8.6 As respostas às questões objetivas deverão ser transcritas para o cartão-resposta com caneta esferográfica com tinta preta, devendo o candidato assinalar uma única resposta para cada questão.

8.7 Não serão consideradas questões não assinaladas ou que contenham mais de uma resposta, emenda ou rasura.

8.8 O candidato assume plena e total responsabilidade pelo correto preenchimento do cartão-resposta e sua integridade. Não haverá substituição desse cartão, a não ser em caso de defeito em sua impressão.

8.9 Com o objetivo de garantir a lisura e a idoneidade do Concurso, o candidato deverá autenticar a ficha de identificação por meio de suas impressões digitais.

8.10 Não haverá segunda chamada para as provas. A ausência do candidato, por qualquer motivo, inclusive doença ou atraso, implicará sua eliminação do concurso.

8.11 Excepcionalmente e a critério médico devidamente comprovado, o candidato que estiver impossibilitado de realizar a prova escrita em sala de prova, fará a mesma em local especialmente designado pelo Núcleo de Concursos - NC

8.12 Para ingresso na sala de provas, o candidato deverá apresentar o comprovante de ensalamento, juntamente com o original do documento oficial de identidade.

8.13 São considerados documentos de identidade: Carteiras e/ou Cédulas de Identidade expedidas pelas Secretarias de Segurança, pelas Forças Armadas, pela Polícia Militar, pelo Ministério das Relações Exteriores, por conselhos de fiscalização de profissões, a Carteira de Trabalho e Previdência Social, bem como a Carteira Nacional de Habilitação (com fotografia), na forma da Lei n.º 9.053/97.

8.14 Os documentos para ingresso na sala de prova, especificados no subitem anterior, devem estar em perfeitas condições e devem permitir, com clareza, a identificação dos candidatos.

8.15 Em caso de perda ou roubo de documentos, o candidato será admitido para realizar as provas, desde que tenha se apresentado no local que lhe foi designado e que seja possível fazer a verificação de seus dados junto ao Núcleo de Concursos antes da hora marcada para início das provas.

8.16 Caso o candidato se apresente no local de provas sem o comprovante de ensalamento, ele poderá ser admitido para realizar a prova após averiguação da situação de sua inscrição e preenchimento de ficha de identificação suplementar, com três assinaturas e coleta de impressões digitais, sendo de responsabilidade do candidato qualquer atraso no início da resolução da prova resultante desses procedimentos.

8.17 Nas salas de prova, os candidatos não poderão manter em seu poder relógios, armas e aparelhos eletrônicos (BIP, telefone celular, calculadora, agenda eletrônica, etc.). O candidato que estiver portando qualquer desses instrumentos durante a realização da prova será eliminado do Concurso.

8.18 As portas de acesso aos prédios onde serão realizadas as provas serão fechadas às 13 horas e 30 minutos. Os relógios da Co missão Organizadora do Concurso serão acertados pelo Serviço Hora Certa Brasil Telecom - fone 130. Não serão tolerados atrasos.

8.19 Não será permitido ao candidato, durante a realização das provas, ausentar-se do recinto, a não ser em casos especiais e acompanhado de um membro componente da equipe de aplicação do Concurso.

8.20 Não será permitida ao candidato a consulta a nenhum tipo de material durante a realização da prova, inclusive legislação seca, nem o uso de calculadora para a resolução das questões.

8.21 Ao terminar as provas o candidato deverá entregar ao aplicador da prova, obrigatoriamente, o caderno de provas, o cartão-resposta devidamente assinado e o comprovante de ensalamento.

8.22 O caderno de provas conterá um espaço designado para anotação das respostas das questões objetivas, que poderá ser recortado e levado pelo candidato para posterior conferência do gabarito.

8.23 É de responsabilidade exclusiva do candidato a identificação correta de seu local de realização das provas e o comparecimento no horário determinado.

8.24 Constatada a qualquer tempo, por meio eletrônico, estatístico, visual ou grafológico, a utilização pelo candidato de procedimentos ilícitos, a prova será objeto de anulação e automaticamente o candidato será eliminado do Concurso, sem prejuízo das cominações legais civis e criminais deles decorrentes.

8.25 Será eliminado o candidato que, durante a aplicação das provas, praticar atos contra as normas ou disciplinas

9 DOS RECURSOS

9.1 Caberá recurso contra o gabarito preliminar das provas.

9.2 O gabarito provisório será divulgado até 24 horas após a realização das provas.

9.3 O candidato poderá interpor recurso quanto ao gabarito ou à formulação das questões, desde que devidamente fundamentado e apresentado em formulário específico nos dias 09 e 10 de maio de 2006 até às 17h.

9.3.1 O formulário para interposição do recurso estará disponível no site www.nc.ufpr.br

9.4 O recurso deverá ser protocolizado na Secretaria do Núcleo de Concursos ou enviado via Sedex ao Núcleo de Concursos, Centro Politécnico - Edifício da Administração, 4.° andar, Caixa Postal 19.021 - Jardim das Américas - Cep 81531-990, Curitiba - PR.

9.5 Os recursos enviados por Sedex somente serão aceitos se postados até as 17 horas do dia 10 de maio de 2006.

9.6 Não será aceito recurso que não estiver redigido no formulário específico, ou que não estiver devidamente fundamentado, bem como encaminhado de forma diferente da estabelecida no item 9.4.

9.7 O recurso será apreciado pelo Núcleo de Concursos, que emitirá decisão fundamentada e a colocará à disposição do recorrente na Secretaria do Núcleo de Concursos.

9.8 Uma vez julgados os recursos será emitido gabarito oficial definitivo, contra o qual não caberá novo recurso.

9.9 Os pontos relativos às questões eventualmente anuladas serão atribuídos a todos os candidatos que fizeram a prova.

9.10 Quando a questão tiver o seu gabarito alterado, a alteração valerá para todos os candidatos, independentemente de terem recorrido.

9.11 O gabarito oficial definitivo será divulgados no site www.nc.ufpr.br

10 DA APROVAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO

10.1 A nota final do candidato corresponderá à quantidade de questões cujas respostas coincidam com as do gabarito oficial definitivo.

10.2 Será eliminado o candidato que obtiver menos de 40 pontos (equivalentes a cinqüenta por cento do valor total da prova).

10.3 São os seguintes os critérios sucessivos de desempate, conforme Grupo e Tópicos do Programa constantes do Anexo:

10.3.1 Para o cargo de Técnico de Controle Administrativo:

10.3.1.1 Pontuação obtida nas questões do Grupo "Conhecimentos Específicos";

10.3.1.2 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Direito Administrativo";

10.3.1.3 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Planejamento Organizacional";

10.3.1.4 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Desenvolvimento Gerencial";

10.3.1.5 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Comportamento Organizacional";

10.3.1.6 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Evolução do Pensamento Administrativo";

10.3.1.7 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Língua Portuguesa";

10.3.1.8 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Direito Constitucional"

10.3.1.9 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Contabilidade Pública";

10.3.1.10 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Contabilidade Geral";

10.3.1.11 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Economia e Demografia do Paraná";

10.3.1.12 Maior idade, considerando ano, mês e dia do nascimento;

10.3.1.13 Sorteio.

10.3.2 Para o cargo de Técnico de Controle Econômico:

10.3.2.1 Pontuação obtida nas questões do Grupo "Conhecimentos Específicos";

10.3.2.2 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Economia Brasileira Contemporânea"

10.3.2.3 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Economia do Setor Público";

10.3.2.4 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Macroeconomia";

10.3.2.5 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Microeconomia";

10.3.2.6 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Formação Econômica do Brasil";

10.3.2.7 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Economia Internacional";

10.3.2.8 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Estatística Econômica";

10.3.2.9 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Matemática Financeira";

10.3.2.10 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Língua Portuguesa";

10.3.2.11 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Contabilidade Pública";

10.3.2.12 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Contabilidade Geral";

10.3.2.13 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Direito Constitucional"

10.3.2.14 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Direito Administrativo"

10.3.2.15 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Economia e Demografia do Paraná";

10.3.2.16 Maior idade, considerando ano, mês e dia do nascimento;

10.3.2.17 Sorteio.

10.3.3 Para o cargo de Oficial de Controle:

10.3.3.1 Pontuação obtida nas questões do Grupo "Conhecimentos Específicos";

10.3.3.2 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Controle Externo";

10.3.3.3 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Estado e Administração Pública";

10.3.3.4 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Língua Portuguesa";

10.3.3.5 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Raciocínio Lógico";

10.3.3.6 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Informática";

10.3.3.7 Maior idade, considerando ano, mês e dia do nascimento;

10.3.3.8 Sorteio.

10.3.4 Para o cargo de Programador Analista:

10.3.4.1 Pontuação obtida nas questões do Grupo "Conhecimentos Específicos";

10.3.4.2 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Matemática e Raciocínio Lógico";

10.3.4.3 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Programação";

10.3.4.4 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Banco de Dados";

10.3.4.5 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Desenvolvimento de Sistemas";

10.3.4.6 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Sistemas operacionais" ;

10.3.4.7 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Redes de Computadores";

10.3.4.8 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Língua Portuguesa";

10.3.4.9 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Inglês";

10.3.4.10 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Fundamentos de Controle Externo";

10.3.4.11 Maior idade, considerando ano, mês e dia do nascimento;

10.3.4.12 Sorteio.

10.3.5 Para o cargo de Motorista:

10.3.5.1 Pontuação obtida nas questões do Grupo "Conhecimentos Específicos";

10.3.5.2 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Legislação de trânsito";

10.3.5.3 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Direção defensiva";

10.3.5.4 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Mecânica básica";

10.3.5.5 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Primeiros socorros";

10.3.5.6 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Matemática aplicada à função de motorista";

10.3.5.7 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Língua Portuguesa";

10.3.5.8 Pontuação obtida nas questões do Tópico do Programa "Legislação institucional básica";

10.3.5.9 Maior idade, considerando ano, mês e dia do nascimento;

10.3.5.10 Sorteio.

11 DO RESULTADO FINAL

11.1 O resultado final das provas será divulgado nos sites www.nc.ufpr.br e www.tce.pr.gov.br e publicado no Diário Oficial do Estado do Paraná e no periódico Atos Oficiais do Tribunal de Contas do Estado, no dia 09 de junho de 2006.

11.2 Constará do resultado final a relação dos candidatos aprovados e classificados com suas respectivas notas finais e parciais por grupos e tópicos do programa.

12 DISPOSIÇÕES GERAIS

12.1 O prazo de validade do Concurso será de 2 (dois) anos, contados a partir da data da publicação do resultado no Diário Oficial do Estado do Paraná, podendo, a critério, interesse e conveniência do Tribunal de Contas, ser prorrogado por igual período.

12.2 A aprovação do candidato no Concurso não implicará obrigatoriamente sua investidura, dependendo esta da existência de vaga, conveniência e oportunidade administrativa do Tribunal de Contas e da disponibilidade orçamentária.

12.3 candidato deve ter disponibilidade para a realização de serviços inadiáveis fora da jornada normal de trabalho e viagens a serviço, quando necessário.

12.4 O candidato aprovado compromete-se a manter atualizado o seu endereço junto ao Tribunal de Contas - Diretoria de Recursos Humanos. A não atualização poderá gerar prejuízos ao candidato, sem nenhuma responsabilidade para o Tribunal de Contas. A atualização cadastral deve ser feita por escrito e assinada pelo candidato.

12.5 O candidato que no ato da inscrição fizer declaração inverídica ou falsa, ficará sujeito às sanções penais aplicáveis à falsidade da declaração, nos termos do Código Penal Brasileiro.

12.6 As informações a respeito da datas, locais e horário de aplicação das provas escritas estarão disponíveis no site: www.nc.ufpr.br

12.7 A inscrição do candidato importará no conhecimento das presentes instruções e na aceitação integral das condições previstas para o Concurso.

12.8 O presente concurso será acompanhado por representantes indicados pelo Ministério Público do Estado do Paraná. 12.9 Os casos omissos neste Edital serão resolvidos pelo Núcleo de Concursos, ouvida a Comissão de Concurso Público do Tribunal de Contas do Estado do Paraná.

Heinz Georg Herwig
Presidente do Tribunal de Contas do Estado do Paraná

Sérgio Ricardo Valadares Fonseca
Auditor
Presidente da Comissão do Concurso

Elizeu de Moraes Correa
Procurador Geral do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas
Membro da Comissão do Concurso

Marcelo Evandro Johnsson
Técnico de Controle Econômico
Membro da Comissão do Concurso

ANEXO
DISTRIBUIÇÃO DAS QUESTÕES E CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS PROVAS

1 Técnico de Controle Administrativo

1.1 Distribuição das Questões

Grupo

Tópico do Programa

Quantidade de Questões

Conhecimentos Gerais

Língua Portuguesa

10

Contabilidade Geral

5

Contabilidade Pública

5

Direito Constitucional

5

Economia e Demografia do Paraná

5

Conhecimentos Específicos

Direito Administrativo

10

Planejamento e Controle Organizacional

10

Desenvolvimento Gerencial

10

Comportamento Organizacional

10

Evolução do Pensamento Administrativo

10

1.2 Conteúdo Programático

Conhecimentos Gerais

1.2.1 Língua Portuguesa: Compreensão de textos informativos e argumentáveis e de textos de ordem prática (ordens de serviço, instruções, cartas e ofícios). Domínio da norma do português contemporâneo, sob os seguintes aspectos: coesão textual. estruturação da frase e períodos complexos, uso de vocabulário apropriado, pontuação, concordância verbal de nominal, emprego de pronomes, grafia e acentuação.

1.2.2 Contabilidade geral - Contabilidade geral. Princípios contábeis, regime de competência, plano de contas, conciliação contábil, registros contábeis. Controle contábil e registros do Ativo Imobilizado, Diferido e Patrimônio Líquido. Demonstrações contábeis: Estruturação e Movimentação das Contas Contábeis, Demonstração do Resultado do Exercício, Balanço Patrimonial, Mutações do Patrimônio Líquido, Demonstrações de Origens e Aplicações de Recursos. Análise e interpretação de demonstrações contábeis.

1.2.3 Contabilidade pública - Contabilidade pública: conceito, divisão e legislação. Exercício financeiro: definição, duração, ano financeiro e período adicional. Regimes contábeis: de caixa, de competência, misto, resíduos ativos e passivos. Operações orçamentárias: receitas e despesas efetivas e por mutação patrimonial. Operações extra-orçamentárias: receitas e despesas extra-orçamentárias. Variações patrimoniais. Demonstrações Financeiras. Restos a Pagar.

1.2.4 Direito_ Constitucional. Constituição. Poder Constituinte, Hierarquia das normas jurídicas. Controle da constitucionalidade. Classificação das normas constitucionais quanto à eficácia. Princípios fundamentais. Direitos e garantias fundamentais. Regime federativo. Intervenção federal. Competência da União, Estados, Distrito Federal e Municípios. Poder Legislativo. Processo legislativo. Normas orçamentárias. Poder Executivo: atribuições. Administração Pública. Poder Judiciário. Tribunais de Contas. A Constituição do Estado do Paraná.

1.2.5 Economia e Demografia do Paraná - Composição do PIB por regiões produtoras. Agricultura. Pecuária. Mineração. Indústria. Exportação. Importação. Turismo. Indicadores Demográficos e Sociais. Etnografia. Concentração urbana e rural. Principais centros urbanos. Região Metropolitana de Curitiba.

Conhecimentos Específicos

1.2.6 Direito Administrativo. Direito Administrativo. Regime jurídico-administrativo. Princípios. Administração Pública. Conceito. Classificação da Administração Pública. A organização constitucional da Administração Pública. Administração Pública direta e indireta e fundacional. Autarquias, Sociedades de Economia Mista, Empresas Públicas, Agências Executivas, Agências Reguladoras, Organizações Sociais. Emenda Constitucional 19/98. Os órgãos. Natureza jurídica. Teorias. Conceito. Classificação. Decreto-lei n.º 200/67. Atos administrativos. Elementos. Atributos. Vinculação e Discricionariedade. Validade, perfeição e eficácia. Invalidade dos atos administrativos. Anulação e revogação. Licitação. Aspectos gerais, conceito, finalidade e princípios. Hipóteses de obrigatoriedade, de dispensa e inexigibilidade. Procedimentos. Invalidade, revogação e suspensão da licitação. Recursos administrativos. Apreciação jurisdicional. Sanções. Contratos administrativos. Conceito. Características. Fundamentos. Cláusulas exorbitantes. Equilíbrio econômico-financeiro do contrato administrativo. Serviços públicos. Autorização, permissão e concessão de serviço público. Regime jurídico dos agentes públicos. Cargos, empregos e funções públicos. Regime constitucional e jurídico. Classificação. Conceitos. Regime jurídico-administrativo. Prerrogativas. Deveres e direitos. Processo disciplinar. Estatuto dos Funcionários Civis do Estado do Paraná (Lei Estadual nº 6.174/70). Poder de polícia. Conceito. Controle interno e externo. Objetivos. Extensão. Ações constitucionais. Tratamento legislativo infraconstitucional. O Tribunal de Contas. O controle pelo Poder Judiciário.

1.2.7 Planejamento e Controle Organizacional: Definição dos objetivos e atividades das organizações; Análise ambiental; Diretrizes organizacionais; estratégias organizacionais. Abordagem sistêmica do processo de gestão; Processo de controle; Padrões de controle; Sistemas de gestão organizacional.

1.2.8 Desenvolvimento Gerencial: Diferentes abordagens sobre habilidades gerenciais; Criação e manutenção da cultura organizacional; O gestor como agente de mudanças; Desenvolvimento de gestores e de pessoas; Desenvolvimento de equipes.

1.2.9 Comportamento Organizacional: O comportamento humano nas organizações; Comunicação; Motivação.

1.2.10 Evolução do Pensamento Administrativo: Administração e suas perspectivas; Antecedentes históricos da administração; Perspectivas clássicas da administração; Perspectiva humanística da administração.

2 Técnico de Controle Econômico

2.1 Distribuição das Questões

Grupo

Tópico do Programa

Quantidade de Questões

Conhecimentos Gerais

Língua Portuguesa

10

Contabilidade Geral

5

Contabilidade Pública

5

Direito Constitucional

5

Direito Administrativo

5

Economia e Demografia do Paraná

5

Conhecimentos Específicos

Formação Econômica do Brasil

5

Economia Brasileira Contemporânea

10

Macroeconomia

5

Microeconomia

5

Economia Internacional

5

Estatística Econômica

5

Economia do Setor Público

5

Matemática Financeira

5

2.2 Conteúdo Programático

Conhecimentos Gerais

2.2.1 Língua Portuguesa: Compreensão de textos informativos e argumentáveis e de textos de ordem prática (ordens de serviço, instruções, cartas e ofícios). Domínio da norma do português contemporâneo, sob os seguintes aspectos: coesão textual. estruturação da frase e períodos complexos, uso de vocabulário apropriado, pontuação, concordância verbal de nominal, emprego de pronomes, grafia e acentuação.

2.2.2 Contabilidade geral - Contabilidade geral. Princípios contábeis, regime de competência, plano de contas, conciliação contábil, registros contábeis. Controle contábil e registros do Ativo Imobilizado, Diferido e Patrimônio Líquido. Demonstrações contábeis: Estruturação e Movimentação das Contas Contábeis, Demonstração do Resultado do Exercício, Balanço Patrimonial, Mutações do Patrimônio Líquido, Demonstrações de Origens e Aplicações de Recursos. Análise e interpretação de demonstrações contábeis.

2.2.3 Contabilidade pública - Contabilidade pública: conceito, divisão e legislação. Exercício financeiro: definição, duração, ano financeiro e período adicional. Regimes contábeis: de caixa, de competência, misto, resíduos ativos e passivos. Operações orçamentárias: receitas e despesas efetivas e por mutação patrimonial. Operações extra-orçamentárias: receitas e despesas extra-orçamentárias. Variações patrimoniais. Demonstrações Financeiras. Restos a Pagar.

2.2.4 Direito Constitucional. Constituição. Poder Constituinte, Hierarquia das normas jurídicas. Controle da constitucionalidade. Classificação das normas constitucionais quanto à eficácia. Princípios fundamentais. Direitos e garantias fundamentais. Regime federativo. Intervenção federal. Competência da União, Estados, Distrito Federal e Municípios. Poder Legislativo. Processo legislativo. Normas orçamentárias. Poder Executivo: atribuições. Administração Pública. Poder Judiciário. Tribunais de Contas. A ordem econômica e financeira. A Constituição do Estado do Paraná.

2.2.5 Direito Administrativo. Direito Administrativo. Regime jurídico-administrativo. Princípios. Administração Pública. Conceito. Classificação da Administração Pública. A organização constitucional da Administração Pública. Administração Pública direta e indireta e fundacional. Autarquias, Sociedades de Economia Mista, Empresas Públicas, Agências Executivas, Agências Reguladoras, Organizações Sociais. Emenda Constitucional 19/98. Os órgãos. Natureza jurídica. Teorias. Conceito. Classificação. Decreto-lei n.º 200/67. Atos administrativos. Elementos. Atributos. Vinculação e Discricionariedade. Validade, perfeição e eficácia. Invalidade dos atos administrativos. Anulação e revogação. Licitação. Aspectos gerais, conceito, finalidade e princípios. Hipóteses de obrigatoriedade, de dispensa e inexigibilidade. Procedimentos. Invalidade, revogação e suspensão da licitação. Recursos administrativos. Apreciação jurisdicional. Sanções. Contratos administrativos. Conceito. Características. Fundamentos. Cláusulas exorbitantes. Equilíbrio econômico-financeiro do contrato administrativo. Serviços públicos. Autorização, permissão e concessão de serviço público. Regime jurídico dos agentes públicos. Cargos, empregos e funções públicos. Regime constitucional e jurídico. Classificação. Conceitos. Regime jurídico-administrativo. Prerrogativas. Deveres e direitos. Processo disciplinar. Estatuto dos Funcionários Civis do Estado do Paraná (Lei Estadual nº 6.174/70). Poder de polícia. Conceito. Controle interno e externo. Objetivos. Extensão. Ações constitucionais. Tratamento legislativo infraconstitucional. O Tribunal de Contas. O controle pelo Poder Judiciário.

2.2.6 Economia e Demografia do Paraná - Composição do PIB por regiões produtoras. Agricultura. Pecuária. Mineração. Indústria. Exportação. Importação. Turismo. Indicadores Demográficos e Sociais. Etnografia. Concentração urbana e rural. Principais centros urbanos. Região Metropolitana de Curitiba.

Conhecimentos Específicos

2.2.7 Formação Econômica do Brasil: Estrutura Econômica do Período Colonial. O do processo de colonização. Economia mercantil-escravista. Sistema oligárquico - formação e crise. Origens da Expansão Industrial. Relação entre capital cafeeiro e capital industrial. A emergência do capital industrial. Caracterização do capital industrial. A Revolução de 30. Emergência de novos agentes sociais na década de 1920. Crise de 1929 e suas conseqüências. As diferentes interpretações sobre o movimento de 1930. Processo de Substituição de Importações. Estado e o novo padrão de acumulação. Contexto Pós-Guerra e a reversão liberal. Projeto político do segundo governo Vargas e o populismo. Modelo de substituição de importações. Industrialização restringida e o populismo. A Internacionalização da Economia. Limites do processo de industrialização. Segunda fase do processo de substituição de importações. Desaceleração e estagnação. Retomada do Crescimento. O Milagre econômico e as suas condicionantes. Choque externo e impacto no crescimento.

2.2.8 Economia Brasileira Contemporânea: Endividamento e o Investimento estrangeiro direto. Crise da dívida externa. Transformações no mercado financeiro internacional. Processo de abertura financeira. Reinserção no fluxo voluntário de capitais externos. Configuração do processo recente de endividamento externo. Características do investimento externo direto. Inflação. Aceleração inflacionária e a heterodoxia. Fragilidade financeira do setor público, expectativas inflacionárias e a hiperinflação. Âncora cambial. Crises externas e a política de estabilização: política cambial e política monetária. Desequilíbrio fiscal, o endividamento público e o programa de privatizações. Comportamento do déficit público. O processo de endividamento público. Ajuste fiscal: Lei de Responsabilidade Fiscal e as Reformas Previdenciária e Tributária. Programa de privatizações. Câmbio flexível e o acordo com o FMI. Mudança na política cambial. Negociação com o FMI e critérios de desempenho: 1999-2001. Metas inflacionárias. Novo Acordo com o FMI em 2002. Reestruturação produtiva e o impacto setorial. O processo de reestruturação industrial. Condicionantes da elevação da produtividade. A crescente importância do agronegócio. O impacto sobre o emprego da reestruturação produtiva. Competitividade da economia brasileira e vulnerabilidade externa. Políticas comerciais e industriais. Comportamento das exportações nos anos 90. Coeficientes de exportação e importação. O custo Brasil e a política de incentivo as exportações. Indicadores da vulnerabilidade externa. A dimensão social. Distribuição de renda. Indicadores de pobreza e miséria. Perspectivas sócio-econômicas. Composição e comportamento do PIB. Novas propostas de retomada do crescimento. As políticas sociais.

2.2.9 Microeconomia: Formação da Oferta da empresa e de mercado em Concorrência Perfeita. Elasticidade preço da oferta. Fatores deslocadores da oferta. Oferta no Longo Prazo em Mercados de Concorrência Perfeita. Lucro econômico. Entrada e saída de firmas. Condições para o equilíbrio competitivo. Renda econômica. Indústrias com custos constantes, crescentes e decrescentes. Análise de Mercados Competitivos. Controle de Preços. Eficiência em mercados competitivos. Preço mínimo, preço máximo e quota de produção. Impacto de imposto ou subsídio. Importação e exportação. Monopólio e poder de monopólio. Decisão de produção e determinação de preços. Poder de monopólio. Custos sociais de poder de monopólio. Monopsônio. Poder de monopsônio. Custos sociais de poder de monopsônio. Limitação de Poder de Mercado. Determinação de preços e poder de mercado. Discriminação de preços. Preço intertemporal e preço de pico.

2.2.10 Macroeconomia: Atividade Econômica e Sistema Econômico. Os agentes e setores do sistema econômico. As formas de mensuração da atividade econômica: produto, renda e demanda agregada. Produto real, produto nominal, índice de preços ao consumidor, deflator e nível de preços. Os Mercados da Economia. O mercado de bens e serviços, o mercado de moeda e ativos e o mercado de fatores de produção. O mercado de bens e serviços: a oferta e a demanda agregadas nas escolas clássica, neoclássica e keynesiana. O governo como agente econômico. O mercado de moeda e ativos: evolução histórica da moeda, a moeda, funções e características, o equilíbrio no mercado monetário. a versão clássica, a teoria quantitativa da moeda. o equilíbrio monetário e a taxa de juros. O mercado de fatores de produção: emprego e desemprego. Investimento, produção e emprego. tecnologia e emprego. A Inter-Relação entre os Mercados Internos. Setor externo: as inter-relações com o exterior, a balança de pagamentos, o saldo de transações correntes, o movimento de capitais autônomos e a taxa de câmbio. A Inter-Relação entre as Variáveis do Sistema Econômico. Os determinantes dos agregados e variáveis do sistema econômico: consumo, investimento, governo, exportações, importações, poupança, movimento de capitais, taxa de juros, taxa de câmbio e inflação. A Economia Clássica e Neoclássica. Fundamentos da Economia Clássica. A Economia Mercantil Simples. A Lei de Say e a Teoria Quantitativa da Moeda (TQM). A Macroeconomia Neoclássica. Objeções à Lei de Say e à Macroeconomia Neoclássica. A oferta Agregada e Determinação dos Preços e Renda. O Modelo Neoclássico de Determinação da Renda, Emprego e Preços. A Curva de Phillips Original. A Macroeconomia Keynesiana. A Teoria Geral do Emprego do Juro e da Moeda (1936). Princípio da Demanda Efetiva. Teorias de Consumo. Função Consumo e Poupança. Multiplicadores da Renda. Modelo Simplificado da Renda. O Processo de Planejamento Econômico. Etapas do processo de planejamento econômico. Política Econômica. Conceito de política econômica. Política econômica e ciência econômica. Política econômica e política pública. Fatores condicionantes da política econômica. Escolha de objetivos de política econômica. Seleção de Instrumentos De Ação. Instrumentos fiscais. Instrumentos monetários. Instrumentos cambiais. Instrumentos auxiliares. Parâmetros para avaliação da eficácia esperada dos instrumentos de ação. Composição Básica das Políticas Econômicas. Políticas de crescimento. Políticas de estabilização. Políticas de repartição. Métodos Quantitativos Aplicados ao Planejamento: A Programação Econômica. Programação global. Uso de funções de produção. Uso de modelos e simulações. Programação setorial. Programação regional.

2.2.11 Economia Internacional :Evolução da Economia Internacional. Conceito. Importância do estudo da economia internacional. Abrangência do estudo da economia internacional. Interdependência econômica internacional. Evolução Histórica do Comércio Internacional. Abordagem Teórica da Economia Internacional. Teorias clássicas (vantagem absoluta e vantagem comp arativa estática). Teoria Neoclássica (vantagem comparativa dinâmica). Custos de oportunidade e ganhos de comércio. Teoria da Dotação dos Fatores. Economias de Escala e Comércio Internacional. Concorrência Imperfeita e dumping recíproco. Teoria do Ciclo de Vida dos Produtos. Comércio Internacional e Desenvolvimento. Protecionismo e abertura econômica. Política comercial. Barreiras tarifárias. Barreiras não tarifárias. Organização Mundial do Comércio. Comércio e desenvolvimento econômico.

2.2.12 Estatística Econômica: Amostragem e Distribuições Amostrais. Amostragem: Aleatória. Sistemática. Estratificada. Distribuições amostrais. Erro padrão da média. Inferência Estatística: Intervalos de Confiança e Testes de Hipóteses sobre Médias e Proporções. Inferências sobre médias: Estimativa de médias. Intervalos de confiança. Testes de hipóteses. Diferenças entre médias. Inferências sobre proporções: Estimativas de proporções. Intervalos de confiança. Testes de hipóteses. Diferenças entre proporções. Tamanho de amostra para testar a média e a proporção. Testes Não Paramétricos. Teste dos sinais. Teste de Postos com Sinais de Wilcoxon para duas amostras dependentes e para duas amostras independentes. Teste de Kruskal-Wallis. Correlação por Postos. Teste de repetição para aleatoriedade. Experimentos Multinomiais e Tabelas de Contingência. Experimento Multinomial: Aderência. Tabelas de Contingência: Independência e Homogeneidade. Análise de Variância. ANOVA de um critério. ANOVA de dois critérios. Medidas de Concentração. A curva de Lorenz e o índice de Gini. Construção e Uso de Números-Índices. Relativo de preço. Relativo de quantidade. Relativo de valor. Média aritmética, geométrica e harmônica de relativos. Índice Agregativo de Bradstreet. Índices agregativos ponderados: Laspeyres, Paasche, Fischer, Marshall-Edgeworth, Drobish, Divisia. Índices modificados: Theil, Laspeyres, Bureau. Erros nos índices. Construção de séries de números-índices - mudança de base. Deflator e poder aquisitivo. Taxa real ou taxa deflacionada. Índices especiais.

2.2.13 Economia do Setor Público: O Estado na Economia. Estrutura governamental. Atividade financeira do Estado. Funções econômicas do Governo. Função alocativa. Função distributiva. Função estabilizadora. Gastos públicos. O crescimento das despesas públicas. Razões do crescimento das despesas públicas. Ciência das Finanças. Definições e objeto. Divisão e relações com as outras ciências. Evolução histórica. Tributação. Conceitos e princípios da tributação. Espécies de tributos. Sistema tributário brasileiro. Orçamento Público. Plano Plurianual. Lei de Diretrizes Orçamentárias. Orçamento-Programa. Histórico e evolução conceitual. Princípios orçamentários. Classificações orçamentárias das receitas e despesas públicas. Ciclo orçamentário.

2.2.14 Matemática Financeira: O estudo da Matemática Financeira. Conceitos de juros, capital e taxa de juros. Operações básicas. Porcentagem. Taxa de juros na forma unitária. Operações com lucro e prejuízo. Margem de lucro sobre o preço de venda. Taxa para descontos sucessivos. Capitalização Simples. Juros simples. Taxas proporcionais. Tempo exato e aproximado decorrido entre duas datas. Juros simples exatos e juros simples comerciais. Valor futuro. Desconto Simples. A operação de desconto. Desconto simples comercial. Desconto simples racional. Valor atual. Equação de valor. Equivalência de capitais pelo desconto simples comercial. Valor e prazo médio ponderado de "n" títulos. Relação entre taxa de juros simples e taxa de desconto simples comercial. Capitalização Composta. Diferença entre regimes de capitalização. Juros compostos. Valor futuro pela convenção linear. Taxas equivalentes. Taxa efetiva e nominal. Taxa real. Desconto Composto. Desconto composto racional. Valor atual. Equação de valor. Conceito de equivalência. Equivalência de capitais pelo desconto composto racional. Séries de pagamentos. Classificação das séries de pagamentos. Amortização: séries uniformes postecipadas, antecipadas e diferidas. Capitalização: séries uniformes postecipadas e antecipadas. Fluxo de Caixa. Análise de fluxo de caixa pelo método do valor presente líquido (VPL) e pela taxa interna de retorno (TIR). Planos equivalentes de financiamento consideradas séries uniformes e não uniformes. Sistemas de amortização de Empréstimos. Sistema Francês de amortização. Sistema de amortização constante.

3 Oficial de Controle

3.1 Distribuição das Questões

Grupo

Tópico do Programa

Quantidade de Questões

Conhecimentos Gerais

Língua Portuguesa

20

Raciocínio Lógico

10

Informática

10

Conhecimentos Específicos

Controle Externo

20

Estado e Administração Pública

20

3.2 Conteúdo Programático das Provas

Conhecimentos Gerais

3.2.1 Língua Portuguesa: Compreensão de textos informativos e argumentáveis e de textos de ordem prática (ordens de serviço, instruções, cartas e ofícios). Domínio da norma do português contemporâneo, sob os seguintes aspectos: coesão textual. estruturação da frase e períodos complexos, uso de vocabulário apropriado, pontuação, concordância verbal de nominal, emprego de pronomes, grafia e acentuação.

3.2.2 Raciocínio Lógico: 1 Compreensão de estruturas lógicas. 2 Lógica de argumentação: analogias, inferências, deduções e conclusões. 3 Diagramas lógicos. 4 Fundamentos de matemática. 5 Princípios de contagem e probabilidade.

3.2.3 Informática: 1 Sistema operacional Windows XP. 2 Microsoft Office Word 2003. 3 Microsoft Office Excel 2003.

4 Conceitos e serviços relacionados à Internet e a correio eletrônico.

Conhecimentos Específicos

3.2.4 Controle Externo: 1 O Controle Externo e os tribunais de contas na Constituição da República Federativa do Brasil. Fiscalização exercida pelo Congresso Nacional. Fiscalização exercida pelas Câmaras Municipais. 2 O Controle Externo e o Tribunal de Contas na Constituição do Estado do Paraná. Fiscalização exercida pela Assembléia Legislativa. 3 Lei Orgânica do Tribunal de Contas do Estado do Paraná - Lei Complementar Estadual n.º 113, de 15/12/2005.

3.2.5 Estado e Administração Pública: 1 Constituição da República Federativa do Brasil: Dos Princípios Fundamentais; Dos Direitos e Garantias Fundamentais; Da Organização do Estado; Da Organização dos Poderes. 2 Constituição do Estado do Paraná: Da Organização do Estado e Municípios; Da Administração Pública; Da organização dos Poderes. 3 Servidores Públicos: normas da Constituição Federal e da Constituição do Estado do Paraná referentes a servidores e à seguridade social dos servidores; Lei do Estado do Paraná n.º 6.174/70 (com alterações posteriores): Provimento, Vacância, Remoção, Redistribuição e Substituição. Direitos, Vantagens e Deveres. Regime Disciplinar. Processo Administrativo Disciplinar.

4 Programador Analista

4.1 Distribuição das Questões

Grupo

Tópico do Programa

Quantidade de Questões

Conhecimentos Gerais

Língua Portuguesa

10

Fundamentos de Controle Externo

5

Conhecimentos Específicos

Matemática e Raciocínio Lógico

20

Inglês

5

Sistemas operacionais

5

Redes de Computadores

5

Banco de Dados

10

Desenvolvimento de Sistemas

5

Programação

15

4.2 Conteúdo Programático das Provas

Conhecimentos Gerais

4.2.1 Língua Portuguesa: Compreensão de textos informativos e argumentáveis e de textos de ordem prática (ordens de serviço, instruções, cartas e ofícios). Domínio da norma do português contemporâneo, sob os seguintes aspectos: coesão textual. estruturação da frase e períodos complexos, uso de vocabulário apropriado, pontuação, concordância verbal de nominal, emprego de pronomes, grafia e acentuação.

4.2.2 Fundamentos de Controle Externo: O Controle Externo e os tribunais de contas na Constituição da República Federativa do Brasil. O Controle Externo e o Tribunal de Contas na Constituição do Estado do Paraná. Lei Orgânica do Tribunal de Contas do Estado do Paraná - Lei Complementar Estadual n.º 113, de 15/12/2005.

Conhecimentos Específicos

4.2.3 Matemática e Raciocínio Lógico: 1. Funções matemáticas. 2 Conjuntos. 3 Progressão aritmética. 4 Progressão geométrica. 5 Contagem. 6 Análise combinatória. 7 Probabilidades. 8 Compreensão de estruturas lógicas. 9 Lógica de argumentação: analogias, inferências, deduções e conclusões. 10 Diagramas lógicos.

4.2.4 Inglês: leitura e compreensão de textos técnicos em nível médio

4.2.5 Sistemas Operacionais. Conceitos. Família Microsoft Windows e Linux: características, sintaxe e semântica dos comandos, principais utilitários. Configurações básicas dos sistemas. Organização de pastas e arquivos. Configurações de redes. Mapeamento de unidades de rede.

4.2.6 Redes de computadores. Conceitos. Intranet. Internet. Protocolos. Protocolo TCP/IP. Segurança.

4.2.7 Desenvolvimento de sistemas. Ciclo de vida do desenvolvimento de software. Participantes do processo de desenvolvimento de software. Conceitos básicos de linguagem de modelagem. Levantamento de requisitos. Desenho de sistemas. Implementação e testes. Aspectos gerenciais.

4.2.8 Banco de Dados. Sistemas de Gerenciamento de Bancos de Dados (SGBDs): Conceitos, componentes e funcionamento. Modelo de Dados (IDEF1X). Linguagem SQL. Segurança e integridade. Transações. Controle de concorrência. Recuperação após falha. Visões. Índices. Otimização de consultas. Código armazenado (stored proce­dures e triggers). SGBD Microsoft SQLServer 2000: conceitos e características.

4.2.9 Programação. Algoritmos e estruturas de dados em memória principal e secundária. Linguagem orientada a objetos. Diagrama de Classes UML. Linguagens de programação: Centura 2000 e C#, Codificação de código armazenado (stored procedures) em Microsoft SQLServer 2000 para tarefas de negócio tais como totalizar e agrupar informações oriundas de várias tabelas com uso de inner e outer joins; Implementação de Diagrama de Classes UML em código C# com uso de herança, construtores, properties, sobrecarga de operadores, parâmetros in/out, passagem de objetos como parâmetro etc, Interpretação de rotina em Centura 2000 (o que faz, como faz); codificação equivalente em em C#.

5 Motorista

5.1 Distribuição das Questões

Grupo

Tópico do Programa

Quantidade de Questões

Conhecimentos Gerais

Língua Portuguesa

10

Legislação institucional básica

5

Conhecimentos Específicos

Matemática aplicada à função de motorista

10

Legislação de trânsito

25

Direção defensiva

10

Mecânica básica

10

Primeiros socorros

10

5.2 Conteúdo Programático das Provas

Conhecimentos Gerais

5.2.1 Língua Portuguesa: Compreensão de textos informativos e argumentáveis e de textos de ordem prática (ordens de serviço, instruções, cartas e ofícios). Domínio da norma do português contemporâneo, sob os seguintes aspectos: coesão textual. estruturação da frase e períodos complexos, uso de vocabulário apropriado, pontuação, concordância verbal de nominal, emprego de pronomes, grafia e acentuação.

5.2.2 Legislação institucional básica. Poderes do Estado. Tribunais de contas na Constituição da República Federativa do Brasil. Tribunal de Contas na Constituição do Estado do Paraná. Lei Orgânica do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (Lei Complementar nº 113/2005).

Conhecimentos Específicos

5.2.3 Matemática aplicada à função de motorista e interpretação de mapas rodoviários: Resolução de problemas práticos envolvendo interpretação de mapas rodoviários e os seguintes conhecimentos matemáticos: Operações e propriedades de conjuntos numéricos: números naturais, inteiros e racionais; Sistemas de medidas: medidas de tempo; sistema métrico decimal; sistema monetário brasileiro. Razões e proporções: regra de três, porcentagem. Equações de 1° grau com uma variável. Geometria: elementos, área e perímetro de quadriláteros.

5.2.4 Legislação de trânsito: Código de Trânsito Brasileiro, Lei 9.503, de 23/09/97; Sistema Nacional de Trânsito - Disposições Gerais; Composição; Competências. Normas Gerais de Circulação e Conduta - Posicionamento; Preferência; Ultrapassagem; Uso de luzes; Uso de buzinas; Parada e estacionamento; Classificação das vias; Velocidade. SINALIZAÇÃO - Vertical; Horizontal; Luminosa; Sonora; Gestos; Auxiliar. VEÍCULOS - Classificação; Características; Segurança; Identificação; Registro; Licenciamento; Equipamentos. Habilitação - Carteira Nacional de Habilitação; Permissão Para Dirigir; Requisitos; Aprendizagem; Exames; Categorias; Expedição. Infrações - Tipificação; Caracterização; Classificação; Pontuação. Penalidades - Advertência por escrito; Multa; Suspensão do direito de dirigir; Apreensão do veículo; Cassação da Carteira Nacional de Habilitação; Cassação da Permissão Para Dirigir; Participação obrigatória em curso de reciclagem. Medidas Administrativas - Classificação; Aplicação. Processo Administrativo - Autuação; Julgamento das autuações e penalidades; Recursos. CRIMES DE TRÂNSITO - Tipificação; Penalidades. Conceitos e Definições.

5.2.5 Direção defensiva. Definição. Elementos da Direção Defensiva. Condições Adversas. Acidentes - tipos; como evitar. Drogas e Medicamentos.

5.2.6 Mecânica básica. COMANDOS PRINCIPAIS. INSTRUMENTOS DO PAINEL. MOTOR. PNEUS. SISTEMAS - Elétrico; de alimentação; de transmissão; de arrefecimento/refrigeração; de lubrificação; de freios; de direção; de suspensão; de escapamento.

5.2.7 Primeiros socorros. Avaliação Primária. Manutenção dos Sinais Vitais. Avaliação Secundária. Procedimentos Emergenciais. Movimentação e Transporte de Emergência.

Heinz Georg Herwig
Presidente do Tribunal de Contas do Estado do Paraná

Sérgio Ricardo Valadares Fonseca
Auditor
Presidente da Comissão do Concurso

Elizeu de Moraes Correa
Procurador Geral do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas
Membro da Comissão do Concurso

Marcelo Evandro Johnsson
Técnico de Controle Econômico
Membro da Comissão do Concurso