Prefeitura de São José do Hortêncio - RS

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO HORTÊNCIO

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

EDITAL DE CONCURSO Nº 001, DE 01 DE NOVEMBRO DE 2007

ANIBALDO PETRY, Prefeito Municipal de São José do Hortêncio, no uso de suas atribuições legais e nos termos do artigo 37 da Constituição Federal, torna público que estão abertas as inscrições ao Concurso Público Municipal nos cargos de ATENDENTE DE CRECHE, FISIOTERAPEUTA, MÉDICO GINECOLOGISTA, NUTRICIONISTA, PSICÓLOGO e SECRETÁRIO DE ESCOLA, regido pelas Leis Municipais nº 794/2005 (Regime Jurídico Único Estatutário e suas alterações), nº 795/2005 (Plano de Carreira dos Servidores e suas alterações), nº 877/2007 (Lei de Criação dos cargos de Fisioterapeuta, Nutricionista, Psicólogo e Secretário de Escola) e Decreto nº 028/2001 (Regulamento de Concursos). A execução do concurso será realizada pela coordenação técnico-administrativa da LVS CONCURSOS LTDA.

1- DOS CARGOS, ESCOLARIDADE E OUTROS REQUISITOS, VAGA(S), CARGA HORÁRIA, VENCIMENTO BÁSICO e TAXA DE INSCRIÇÃO:

1.1- Tabela dos cargos:

Cargo

Escolaridade e outros requisitos

Vagas (*)

Carga horária semanal

Vencimento básico Outubro/07

Taxa de inscrição

Atendente de Creche

Ensino fundamental completo

02

44h

R$ 672,47

R$ 30,00

Fisioterapeuta

Nível superior e habilitação legal para o exercício da profissão

01

20h

R$ 1.604,50

R$ 30,00

Médico Ginecologista

Nível superior e habilitação legal para o exercício da profissão

01

20h

R$ 1.769,67

R$ 30,00

Nutricionista

Nível superior e habilitação legal para o exercício da profissão

01

20h

R$ 1.604,50

R$ 30,00

Psicólogo

Nível superior e habilitação legal para o exercício da profissão

01

20h

R$ 1.604,50

R$ 30,00

Secretário de Escola

Ensino médio completo

01

44h

R$ 802,25

R$ 30,00

1.2- O provimento dos cargos será efetuado para as vagas acima descritas e outras que vierem a vagar ou a serem criadas por Lei Municipal.

1.3- A classificação no concurso público não assegura ao candidato o direito de nomeação imediata no cargo público municipal, mas apenas a expectativa de nele ser admitido, segundo rigorosa ordem de classificação, ficando a concretização desse ato, condicionada às disposições legais pertinentes e, sobretudo, ao interesse e necessidade do serviço público municipal.

2- DAS VAGAS DESTINADAS A CANDIDATOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA:

2.1- Às pessoas portadoras de deficiência é assegurado o direito de inscrição no concurso público de que trata este Edital, conforme artigo 37, inciso VIII da Constituição Federal e Lei Municipal nº 633, de 07 de julho de 2002.

2.2- Fica assegurado às pessoas portadoras de deficiência o percentual de 10% (dez por cento) das vagas existentes e das futuras, até a extinção da validade do concurso.

2.3- A homologação do concurso far-se-á em lista separada para os portadores de deficiência, constando em ambas à nota final de aprovação e classificação ordinal em cada uma das listas.

2.3- As nomeações obedecerão predominantemente à nota final obtida, independente da lista em que esteja o candidato.

2.4- Em qualquer hipótese será assegurado uma vaga aos deficientes, após 10 (dez) preenchidas por não deficientes.

2.5- A comprovação da deficiência, sua identificação e a compatibilidade para o exercício do cargo, serão previamente atestadas por laudo de junta médica, nomeada pelo município, e exigidas como requisito para a inscrição no concurso público.

2.6- O candidato portador de deficiência deverá agendar junto ao setor de inscrições, data e horário para realização da perícia, até dois dias antes do período fixado para o término das inscrições.

2.7- As pessoas portadoras de deficiência participarão da seleção em igualdade de condições com os demais candidatos no que se refere às provas, ao seu conteúdo, a sua avaliação e critérios de aprovação, duração, horário e local de realização das provas.

2.8- Os candidatos portadores de deficiência que necessitem de algum atendimento especial para a realização das provas, deverão declará-lo em documento anexo à ficha de inscrição para que sejam tomadas as providências cabíveis, obedecendo aos critérios de viabilidade e razoabilidade.

2.9- Na hipótese de não haver candidatos inscritos no concurso ou não lograrem aprovação, as vagas serão preenchidas pelos demais candidatos aprovados no concurso.

3- DA REALIZAÇÃO DAS PROVAS ESCRITAS:

Data

Local

Horário de comparecimento no local

Horário de início da prova

Duração da prova (*)

01/12/2007

Escola Municipal de Ensino Fundamental São José, Rua 58, nº 250, em São José do Hortêncio/RS.

8h

8h30min

3h

 

(*) Não será exigido tempo mínimo de permanência do candidato na sala, quando da realização da prova.

4- DAS INSCRIÇÕES:

Período

Horário

Local

De 05 a 19 de novembro de 2007.

Das 7h30min às 11h30min e das 13h às 17h30min, de segunda a sexta-feira.

Na Tesouraria da Prefeitura Municipal, Rua 33, nº 40, São José do Hortêncio/RS.

4.1- A inscrição terá que ser feita pessoalmente pelo candidato ou por procuração, com poderes específicos. Em caso de inscrição por procuração, deverá ser entregue o respectivo instrumento de mandato, contendo poder específico para inscrição no concurso público, acompanhado de cópia do documento de identidade do procurador, além da apresentação dos demais documentos indispensáveis à inscrição do candidato, acompanhados dos originais ou autenticados.

4.2- Condição para inscrição:

a) Ter recolhido taxa de inscrição para o concurso, paga junto à tesouraria da Prefeitura Municipal de São José do Hortêncio.

b) ter idade:

- Atendente de Creche: idade mínima de dezoito anos e máxima de 50 anos no ato de inscrição.

- Secretário de Escola: idade mínima de dezoito anos no ato de inscrição.

- Fisioterapeuta: idade mínima de vinte e um anos no ato de inscrição.

- Médico ginecologista: idade mínima de vinte e um anos e máxima de cinqüenta anos no ato de inscrição.

- Nutricionista: idade mínima de vinte e um anos no ato de inscrição.

- Psicólogo: idade mínima de vinte e um anos no ato de inscrição.

4.3 O candidato deverá comparecer ao local munido de original e cópia da seguinte documentação:

a) Documento de identidade: Cédula de identidade civil (RG);

b) Cadastro de Pessoa Física (CPF);

c) 02 fotos 3x4, recentes e sem uso.

d) Guia de recolhimento da taxa de inscrição, no valor estabelecido no subitem 1.1;

e) Atestado atestando a deficiência de que é portador, quando se tratar de inscrição às vagas destinadas a portador de deficiência;

4.4- O candidato, antes de efetuar o pagamento da taxa de inscrição, deverá certificar-se de que possui todos os requisitos exigidos para o cargo, sendo que não haverá devolução de valor pago, salvo quando for cancelada a realização do concurso público.

4.5 Serão indeferidas as inscrições pagas com cheques sem provisão de fundos.

4.6- O candidato é responsável pelas informações prestadas no formulário de inscrição, ficando ciente que está de acordo com as exigências e normas previstas neste Edital. Se aprovado, deverá manter atualizado seu endereço junto à Prefeitura Municipal durante a validade do concurso.

4.7- Não serão admitidas inscrições condicionadas ou por correspondência.

5- DA DIVULGAÇÃO E HOMOLOGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES:

5.1- A divulgação das inscrições será dado a conhecer por meio de Edital, no qual constará as inscrições deferidas e indeferidas.

5.2- Das inscrições indeferidas, cabe recurso, que deverá ser fundamentado e protocolado junto à Prefeitura Municipal, no prazo estipulado no cronograma de eventos deste Edital.

5.3- A não apresentação de recurso no prazo estabelecido ou o indeferimento do mesmo, acarretará no cancelamento do pedido de inscrição e na conseqüente eliminação do candidato no presente concurso.

5.4- O Edital de homologação, com a respectiva relação dos candidatos inscritos e homologados, será publicado no prazo estipulado no cronograma de eventos deste Edital.

6- REQUISITOS E DOCUMENTAÇÃO PARA NOMEAÇÃO E POSSE DO CANDIDATO:

6.1- São requisitos básicos para investidura no serviço público municipal para posse:

I- ser brasileiro nato ou naturalizado ou gozar das prerrogativas constantes do art. 12 da Constituição Federal;

II- ter idade mínima e idade máxima conforme a exigência do cargo.

III - estar quite com as obrigações militares e eleitorais;

IV- gozar de boa saúde física e mental, comprovada mediante inspeção médica oficial;

V- ter atendido a outras condições prescritas em lei.

6.2- Serão exigidos no ato de nomeação e posse do candidato, os documentos abaixo relacionados:

- Diploma ou certificado de conclusão da escolaridade exigida para o cargo de inscrição.

- Carteira de Registro no órgão competente para os cargos que exigirem.

- Título eleitoral com o comprovante da última eleição - 2006.

- Certificado do serviço militar. Para os candidatos que cumpram 18 anos em 2007, será aceito o comprovante de alistamento.

- Atestado médico que comprove boas condições de saúde física e mental.

- Certidão de nascimento/casamento.

- Certidão de nascimento dos filhos menores de 14 anos.

- Carteira de trabalho (número e identificação).

- Cartão de PIS/PASEP.

- Declaração de bens (Declaração de Imposto de Renda).

- Declaração de dependentes para Imposto de Renda.

- Comprovante de Conta corrente bancária.

- Declaração de não-acumulação de cargos, cargos ou funções públicas.

- Folha corrida judicial.

- Se aposentado, apresentação de cópia da concessão de aposentadoria.

- Certidão de tempo de serviço em outro órgão (público ou privado).

6.2- O exame médico pré-admissional será exclusivamente eliminatório e realizar-se-á com base nas atividades inerentes ao cargo a qual o candidato foi aprovado, considerando-se as condições de saúde necessárias para o exercício das mesmas.

6.3- É de inteira responsabilidade do candidato, o acompanhamento das informações referentes ao concurso público em que se inscreveu.

7- DAS PROVAS:

7.1- O concurso constará de provas ESCRITAS, com base nos programas constantes nos Anexos I, II e cronograma de eventos no Anexo IV deste edital.

7.2- As provas escritas terão o peso máximo de 100 (cem) pontos, e serão assim distribuídas:

- Para os cargos de Atendente de Creche e Secretário de Escola:

Tipos de provas

Nº de questões

Pontuação

Peso por questão

Caráter

Legislação/Legislação

20

60

3,0 pontos

O conjunto da prova escrita será de caráter eliminatório

Português

10

20

2,0 pontos

Matemática

10

20

2,0 pontos

- Para os cargos de Fisioterapeuta, Médico Ginecologista, Nutricionista e Psicólogo:

Tipos de provas

Nº de questões

Pontuação

Peso por questão

Caráter

Específica

20

60

3,0 pontos

Eliminatório

Português

10

20

2,0 pontos

Classificatório

Legislação

10

20

2,0 pontos

Classificatório

7.3- Da prova eliminatória:

7.3.1- Para os cargos de Atendente de Creche e Secretário de Escola o conjunto da prova escrita será de caráter eliminatório, sendo que serão considerados aprovados somente os candidatos que obtiverem nota igual ou superior a 50,00 (cinqüenta) pontos no conjunto da prova, ou seja, mínimo de 50% (cinqüenta por cento) de aprovação.

7.3.2- Para os cargos de Fisioterapeuta, Médico Ginecologista, Nutricionista e Psicólogo a prova Específica será de caráter eliminatório, sendo que serão considerados aprovados somente os candidatos que obtiverem nota igual ou superior a 30,00 (trinta) pontos nesta prova, ou seja, mínimo de 50% (cinqüenta por cento) de aprovação. As demais provas serão apenas classificatórias.

7.4- Da pontuação final:

7.4.1- A nota final dos candidatos aprovados será o somatório dos pontos obtidos na prova escrita.

7.4.2- A lista final de classificação das provas do concurso apresentará apenas os candidatos aprovados.

7.4.3 - Os candidatos aprovados serão classificados na ordem decrescente dos pontos obtidos.

7.4.4- Em caso de empate na pontuação final, terá preferência o candidato que obtiver maior nota em:

- Para os cargos de Atendente de Creche e Secretário de Escola:

1º - Prova de Específica/Legislação.

2º - Prova de Português.

3º - Prova de Matemática.

- Para os cargos de Fisioterapeuta, Médico Ginecologista, Nutricionista e Psicólogo:

1º - Prova de Específica.

2º - Prova de Português.

3º - Prova de Legislação.

7.4.5- Prevalecendo o empate, o desempate será feito mediante sorteio, a cargo da Banca Executiva, em data, local e horário fixados no Cronograma de Eventos deste Edital.

8- DA IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO, DA REALIZAÇÃO DAS PROVAS E DO PROCESSO DE DESIDENTIFICAÇÃO e IDENTIFICAÇÃO DE PROVAS:

8.1- O candidato receberá, no ato de inscrição, um cartão de identificação, que deverá ser apresentado na realização das provas, juntamente com documento de identidade com foto.

8.2- O candidato deverá comparecer ao local das provas, munido do cartão de identificação, documento de identidade com foto, caneta esferográfica ponta grossa de cor azul ou preta, com antecedência mínima de meia hora em relação ao horário marcado para início das provas.

8.3- Caso o candidato não apresente no dia da realização das provas o cartão de identificação ou documento de identidade, por motivo de perda, furto ou roubo, deverá ser apresentado outro documento válido com foto. Ao candidato, somente será permitida a realização da prova, se o seu nome constar na lista de presença e a exatidão dos dados forem comprovadas através da ficha de inscrição e de todos os documentos juntados à mesma.

8.4- É de responsabilidade do candidato informar-se acerca da data, local, horário e sala de aplicação da prova escrita. Não haverá segunda chamada em qualquer das provas, seja qual for o motivo alegado.

8.5- Não será permitida a entrada de candidatos no prédio de realização das provas, que se apresentar após o horário fixado, bem como não será aplicada prova fora do local e horário designado por Edital.

8.6- Durante as provas não será permitido ao candidato, sob pena de exclusão do concurso:

I - comunicar-se com os demais candidatos ou com pessoas estranhas ao Concurso;

II - consultar livros ou apontamentos, bem como utilizar instrumentos próprios, salvo os expressamente permitidos no Edital;

III - ausentar-se do recinto, a não ser momentaneamente, em casos especiais, devidamente acompanhado pelo Fiscal;

IV - portar-se inconvenientemente, perturbando, de qualquer forma, o bom andamento dos trabalhos.

V - consulta de qualquer espécie, uso de máquina calculadora, telefone celular, fones de ouvido ou outro equipamento eletrônico, bem como a prática de quaisquer atos que fraudem o caráter competitivo do concurso, sob pena de seu afastamento.

8.7- O candidato deverá assinalar suas respostas da prova objetiva no cartão de respostas (cartão óptico) com caneta esferográfica de ponta grossa de cor azul ou preta (o equipamento eletrônico não registra a assinalação feita com outro tipo de caneta).

8.8- Não serão computadas as questões não-assinaladas no cartão de respostas, bem como as questões que contenham mais de uma assinalação, emenda ou rasura ainda que legível. Em nenhuma hipótese haverá substituição de cartão de respostas, sendo que é de inteira responsabilidade do candidato o correto preenchimento do cartão.

8.9- Será automaticamente eliminado do certame o candidato que não houver comparecido ao local de realização das provas até o horário fixado no Edital.

8.10- Para garantir a lisura do concurso, será feito o processo de desidentificação das provas que consistirá no seguinte: após entrega de todos os cadernos de provas e dos cartões de respostas por todos candidatos, procedimento obrigatório por exigência legal, a Banca Examinadora, juntamente com os candidatos que permanecerem no local até a entrega da última prova, lacrará os cadernos de provas escritas em envelopes apropriados, ficando os mesmos sob a responsabilidade da Prefeitura Municipal. A Banca Examinadora procederá à correção utilizando os cartões de respostas, tendo neles apenas o número de identificação e impressão digital do candidato e do fiscal de provas.

8.11- A identificação das provas consistirá em ato público, onde serão apresentados os envelopes lacrados no dia da prova contendo as provas dos candidatos, em data, local e horário definidos no Cronograma de Eventos deste Edital.

9- DO RESULTADO DAS PROVAS E PRAZO PARA RECURSO:

9.1- O resultado das provas será divulgado em Edital, no qual constará:

a) o número de identificação e nome do candidato;

b) as notas parciais e totais obtidas;

c) o prazo para pedido de revisão de provas e interposição de recursos.

9.2- Durante a revisão de provas, será facultado ao candidato examinar a sua e as demais provas, sob fiscalização.

9.3- Do resultado das provas, cabe recurso, desde que fundamentado e apresentado dentro do prazo legal, conforme cronograma de eventos deste Edital. O recurso deverá ser protocolado junto ao protocolo geral da Prefeitura.

9.4- Para garantir o sigilo quanto à identidade dos candidatos e possibilitar a respectiva desidentificação, o pedido deverá ser instruído em duas partes separadas, a saber:

1ª parte: o requerimento, que deverá conter:

a) O nome completo e o número de inscrição do candidato.

b) A indicação do nome do cargo para o qual está prestando o concurso, bem como o número do respectivo Edital de Abertura.

2ª parte: A indicação do nome do cargo para o qual está prestando o concurso, as razões do recurso, contendo a exposição detalhada dos fundamentos recursais para cada questão, a matéria da prova em questão ou questões impugnadas.

9.5- Não será conhecido o recurso:

a) interposto fora do prazo legal;

b) que estiver em desconformidade com as normas exigidas neste Edital;

c) que apresentar qualquer sinal de identificação do candidato;

d) que contiver argumentações idênticas a recursos já apresentados.

9.6- Se houver a necessidade de alteração de gabarito, anterior à divulgação do resultado, em virtude de erro material, será divulgado o novo gabarito, sendo as provas corrigidas de acordo com a alteração efetuada, o que também deverá ser observado para fins de interposição de recursos pelos candidatos.

9.7- Se houver necessidade de alteração de gabarito, após a divulgação do resultado, a questão será anulada.

9.8- Na hipótese de anulação de questão, os pontos a ela correspondentes serão atribuídos a todos os candidatos, independente de terem recorrido.

10- DAS DISPOSIÇÕES FINAIS:

10.1- O concurso será válido por 02 (dois) anos, a contar da data de homologação do resultado final, prazo este que poderá ser prorrogado uma vez, por igual período, mediante Decreto do Executivo Municipal, nos termos da Constituição Federal.

10.2- Não haverá segunda convocação para contratação, salvo a hipótese do candidato que, ao comparecer e não aceitar a vaga oferecida, optar pela sua inclusão no final da relação dos candidatos classificados, reposicionamento este que deverá ser requerido por escrito.

10.3- O candidato aprovado, quando da sua vez para assumir a vaga, após a publicação da nomeação, que não for localizado, será convocado por Edital, fixado no painel de publicações do município, além de carta registrada para o endereço constante na ficha de inscrição. O não comparecimento do candidato ou a falta de pronunciamento do mesmo no prazo máximo de até 05 (cinco) dias, a contar da publicação do Edital ou do recebimento da carta, implicará na exclusão automática do processo de posse no cargo público.

10.4- Atendendo razões de ordem técnica, de segurança ao concurso e de direitos autorais, não serão fornecidas, em qualquer hipótese, cópias das provas aos candidatos ou a terceiros, pessoas físicas ou jurídicas, mesmo após o encerramento do concurso público.

10.5- Todas as publicações serão feitas por afixação no painel de publicações da Prefeitura Municipal, no site www.lvsconcursos.com.br e minuta dos Editais de Abertura do Concurso no Jornal "O Diário" de Ivoti.

10.6- Todas as informações divulgadas no site www.lvsconcursos.com.br são meramente informativas.

10.7- Qualquer cidadão, diretamente ou via postal, poderá denunciar irregularidade ou ilegalidade, eventualmente ocorrida neste concurso, perante o Tribunal de Contas do Estado, na forma da Lei nº 9.478-91.

GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO HORTÊNCIO, AO PRIMEIRO DIA DO MÊS DE NOVEMBRO DE 2007.

ANIBALDO PETRY
PREFEITO MUNICIPAL

Registre-se. Publique-se.

LINO LUIZ KLEIN
SECRETÁRIO MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO E FAZENDA

ANEXO I

CONTEÚDOS DA PROVA DE ESPECÍFICA/LEGISLAÇÃO PARA O CARGO DE ATENDENTE DE CRECHE:

1. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional e suas alterações/regulamentações posteriores: na íntegra.

2. Estatuto da criança e do adolescente e suas alterações/regulamentações posteriores: na íntegra.

3. Regime Jurídico Único do Município de São José do Hortêncio: na íntegra.

4. Lei Orgânica do município de São José do Hortêncio e suas alterações: na íntegra

BIBLIOGRAFIA INDICADA:

1. Lei nº 9.394/96.

2. Lei nº 8.069/90.

3. Lei Municipal nº 794/2005.

4. Lei Orgânica de São José do Hortêncio.

CONTEÚDOS DA PROVA DE LEGISLAÇÃO PARA O CARGO DE SECRETÁRIO DE ESCOLA:

1. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional e suas alterações/regulamentações posteriores: na íntegra.

2. Regime Jurídico Único do Município de São José do Hortêncio: na íntegra.

3. Constituição Federal de 1988, com as alterações introduzidas por suas Emendas Constitucionais:

- Título II: dos direitos e garantias fundamentais (art. 5º a 17)

- Título III: da organização do Estado (art. 18 a 43)

4. Redação oficial: atestado, aviso, certidão, circular, contrato, convênio, decreto, edital, ordem de serviço, parecer, portaria, relatório, requerimento, memorando, ofício, ata;

5. Noções de Informática: Word: iniciação do Word; seleção e edição de textos; área de transferência; salvamento e abertura de arquivos; criação de novo documento; criação de novo modelo; backup e auto salvamento; formatação de parágrafos; tabulações; bordas e sombreamento; criação e manipulação de tabelas; inserção e configuração de cabeçalhos e rodapés; verificação ortográfica; utilização do dicionário de sinônimos; auto-correção; substituição automática com a auto-correção; trabalhos com colunas, molduras e figuras em molduras.

BIBLIOGRAFIA INDICADA:

1. Lei nº 9.394/96.

2. Lei Municipal nº 794/2005.

3. Constituição Federal de 1988 e suas emendas constitucionais.

4. Kaspary. Adalberto J. Redação oficial - normas e modelos. Editora E.

5 Site da microsoft: http://windowsupdate.microsoft.com/default.htm

6.Guia do usuário Word

CONTEÚDOS DA PROVA ESPECÍFICA PARA O CARGO DE FISIOTERAPEUTA:

1. Fisioterapia respiratória.

2. Fisioterapia em ortopedia e traumatologia.

3. Fisioterapia pediatria.

4. Fisioterapia neurologia.

5. Fisioterapia geriatria.

6. Pré e pós operatório.

7. Ginecologia e obstetrícia.

8. Cinesioterapia.

9. Eletrotermoterapia.

10. Patologias e tratamentos fisioterápicos.

BIBLIOGRAFIA INDICADA:

1- Carlos Alberto Azeredo, Fisioterapia Respiratória Moderna, Editora Manole, 2002.

2- J.A. Kapandji, Fisiologia Articular, Vol. 1, 2 e 3 -Editora Manole, 1990.

3- Lydia F. Coriat, Maturação Psicomotora no primeiro ano de vida da criança - 3ª edição, Editora Moraes, abril, 1991.

4- Frederic kotteke, Justus Lehmann, Medicina Física e Reabilitação de Krusen - Editora Manole, 1994.

5- Patrícia Downie, Neurologia para Fisioterapeutas - Editora Média Panamericana, 1988.

6- Sheila Kitchen e Sara Bazin, Eletroterapia de Clayton - Editora Manole Ltda, 1988.

7- Hudson de Araujo Couto, Ergonomia Aplicada ao Trabalho em 18 lições - Ergo, 2002.

8- Rebecca Stepherson e Linda O' Connor. Fisioterapia aplicada à ginecologia e obstetrícia, 2ª edição. Editora Manole, 2004.

9- Andrew Gucciane, Fisioterapia Geriátrica. 2ª edição, Editora Guanabara Koogan S. A. 2002.

10- Willian Prentice, Técnicas de reabilitação em medicina esportiva. 3ª edição, Editora Manole, 2002.

11- Katherine Ratliffe. Fisioterapia Clínica Pediátrica. Livraria Santos, Editora 2002.

12- Susan Edwards. Fisioterapia Neurológica: uma abordagem centrada na redução de problemas. Artes Médicas Sul, 1999.

13-Cinesiologia Clínica de Brunnstrom. Laura Smith, Elizabete Weiss e L. Don Lehmkuhl, 5ª edição, Manole, 1997.

14- Berta Bobarth e Karl Bobarth. Desenvolvimento motor nos diferentes tipos de paralisia cerebral.

15- Patrícia Downie. Fisioterapia em ortopedia e reumatologia. Panamericana. 1984.

16- Ann Thompson, Alison Sknner e Joan Pierry. Fisioterapia de Tidy. Santos Livraria Editora, 1994.

CONTEÚDOS DA PROVA ESPECÍFICA PARA O CARGO DE MÉDICO GINECOLOGISTA:

1. Anatomia Sistema. Reprodutor Feminino.

2. DST e DIPA.

3. Diagnóstico e Terapêutica em ginecologia.

4. Diagnóstico e Terapêutica em mastologia.

5. Assistência Pré-natal, parto e Puerpério + Pré-natal de alto risco.

6. Endocrinologia Ginecológica.

7. Climatério.

8. Ginecologia Infanto Puberal.

9. Medicina Legal - Exame, diagnóstico e laudo pericial.

10. Cirurgias ginecológicas (indicações), tradicional, vídeo laparoscópica.

11. Pré, trans e pós-operatório.

12. Ginecologia Psicossomática.

BIBLIOGRAFIA INDICADA:

1. JEFFCOATE - Princípios de Ginecologia.

2. NOVAK - Tratado de Ginecologia

3. SOLVATORE - Ginecologia operatória

4. TELINDE - Ginecologia operatória

5. Hospital de Clínicas de Porto Alegre - Rotinas em Ginecologia e Rotinas em Obstretrícia.

6. REZENDE - Obstretrícia.

7. SALES, VITTIELO, CONCEIÇÃO E CANELLA - Tratado de Assistência Pré-natal.

8. PEIXOTO , Sergio - Pré-natal

9. BRIGGS, FREEMAN, YAFFE - Drogas na gravidez e lactação.

10.PASSOS, Mauro Romero L. - Doenças sexualmente transmissíveis.

11. FAVERO, Flamínio - Medicina Legal.

CONTEÚDOS DA PROVA ESPECÍFICA PARA O CARGO DE NUTRICIONISTA:

1. Política de Saúde:

- Epidemiologia: indicadores de saúde, mecanismos de transmissão de doenças, conceitos

- Higiene e Legislação: Responsabilidade técnica do Nutricionista, Vigilância sanitária, temperaturas de conservação dos alimentos, higiene dos alimentos

- Administração em Saúde Pública: Regulamentação do SUS, Conselhos Estadual e Municipal de Saúde.

2. Conhecimento específico:

- Bioquímica: Metabolismo dos Carboidratos, Proteinas e Lipidios

- Nutrição Materno Infantil: Recomendações na Gestação, Desenvolvimento da Criança, Lactação

- Dietoterapia: Recomendações Nutricionais, Absorção de Nutrientes, Cuidados Nutricionais em Enfermidades

- Técnica Dietética: Cálculos das Necessidades Energéticas, Aquisição de Alimentos, Fontes de Alimentos

- Avaliação Nutricional: Métodos, Indicadores de crescimento, Antropometria, Enfermidades por Deficiência de Nutrientes

- Administração do Serviço de Alimentação: Serviço de Nutrição e Dietética: Recursos Humanos, Objetivos,Tipos de Serviços, Dimensionamento de Pessoal, Administração de Materiais, Custos.

3. Código de Ética.

BIBLIOGRAFIA INDICADA:

1. Ornellas, Lieselotte. Técnica Dietética. Ed. Atheneu. 6ª edição.

2. Riegel, Romeo E. Bioquímica. Ed. Unisinos.1ª, 2ª e 3ª edição.

3. Silva Jr, Eneo A. Manual de Controle Higiênico Sanitário em Alimentos. Livraria Varela. 2ª edição.

4. Augusto, Ana L., Denise C.Alves, Ida C. Mannarino, Maurício Gerude. Terapia Nutricional. Ed. Atheneu. 1ª reimpressão.

5. Krause. L.K.Mahan, Marian T. Arlin. Alimentos, Nutrição e Dietoterapia. Ed. Roca. 9ª edição.

6. Oliveira , J.E. Dutra de, J.S.Marchini. Ciências Nutricionais. Ed Sarvier. 1ª edição.

7. Williams, Sue R. Fundamentos de Nutrição e Dietoterapia. Ed. Artes Médicas. 6ª edição.

8. Euclydes, Marilene P. Nutrição do Lactente. Ed. Jard.

9. Lei 8080/90 - Reforma Sanitária. Sistema Único de Saúde (SUS).

10. Programa Nacional de Alimentação e Nutrição. Ministério da Saúde. Secretaria de Políticas de Saúde. PNAM.

11. LONGO, E.N., NAVARRO, E. Manual Dietoterápico. 2ª edição. Porto Alegre, Editora Artmed. 2002.

12. CUPPARI, L. Nutrição Clínica no Adulto. Guias de medicina ambulatorial e hospitalar. Editora Manole, 2002. São Paulo.

13. VITOLO, M.R. Nutrição: da gestação à adolescência. Rio de Janeiro: Reichmann & Affonso Editores, 2003.

14. WAITZBERG, D.L. Nutrição Oral, enteral e parenteral na prática clínica. 3ª edição. Editora Atheneu. São Paulo, 2000.

15. Consenso Brasileiro sobre Diabetes 2002. Diagnóstico e classificação do diabetes melito e tratamento do diabetes melito tipo 2. Rio de Janeiro: Diagraphic, 2003.

16. III Diretrizes Brasileiras sobre Dislipidemias e Diretriz de Prevenção da Aterosclerose do Departamento de Aterosclerose da Sociedade Brasileira de Cardiologia.

17. Código de Ética.

CONTEÚDOS DA PROVA ESPECÍFICA PARA O CARGO DE PSICÓLOGO:

1. Teorias psicanalíticas

2. Teoria cognitivo-comportamental

3. Técnicas psicoterápicas

4. Psicopatologia

5. Psicologia da família

6. Psicologia dos grupos

7. Psicologia evolutiva

8. Psicologia social/comunitária

9. Psicologia institucional

BIBLIOGRAFIA INDICADA:

1. Ajuriaguerra, J de. Manual de Psiquiatria Infantil. Ed. Masson do Brasil, 2ª edição

2. Bergeret, J. e Leblanc, J. Toxicomanias: uma visão multidisciplinar. Porto Alegre: Artes Médicas, 1999

3. Braier, Eduardo Alberto. Psicoterapia Breve de Orientação Psicanalítica. São Paulo: Martins Fontes, 1991

4. Coppolillo, H. Psicoterapia psicodinâmica de crianças - Uma introdução à teoria e às técnicas. Porto Alegre: Artes Médicas, 1990

5. Eizirik, C., Aguiar, R., Schestatsky, S. & colaboradores. Psicoterapia de orientação analítica. Porto Alegre: Artes Médicas, 1989

6. Freud, S. Além do princípio de prazer, Psicologia de Grupo e Outros Trabalhos. Obras Completas. Vol XVIII. Rio de Janeiro: Imago, 1969

7. Freud, S. O futuro de uma ilusão, O mal estar na civilização e Outros Trabalhos. Obras Completas. Vol XXI. Rio de Janeiro: Imago, 1969

8. Guedeney, A. & Lebovici, S. Intervenções Psicoterápicas Pais/Bebê. Porto Alegre: Artes Médicas, 1999

9. Ito, Lígia M. e colaboradores. Terapia cognitivo-comportamental para transtornos psiquiátricos. Porto Alegre: Artes Médicas. 1998

10. Kaplan, J & Sadock, B. Compêndio de Psiquiatria. Porto Alegre: Artes Médicas, 1990

11. Kuznetsoff, J. C. Psicoterapia Breve na Adolescência. Porto Alegre: Artes Médicas, 1993

12. Laplanche, J. Vocabulário da Psicanálise. São Paulo: Martins Fontes, 1992

13. Melillo, A., Ojeda, E. N. S. (org) & colaboradores. Resiliência: descobrindo as próprias fortalezas. Porto Alegre: Artmed, 2005

14. Osório, L. C. Adolescente hoje. Porto Alegre: Artes Médicas, 1989

15. Piszezman, M. L. M. Terapia familiar breve: uma nova abordagem terapêutica em instituições. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1999

16. Rappaport, C. R. (org). Temas Básicos de Psicologia. São Paulo: EPU, 1987. V. 15

17. Segal, H. Introdução à obra de Melanie Klein. Rio de Janeiro: Imago, 1975

18. Winnicott, D. W. O brincar e a realidade. Rio de Janeiro: Imago, 1975

19. Zimerman, D. & Osório, L. C. Como trabalhamos com grupos. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.

CONTEÚDOS DA PROVA DE PORTUGUÊS PARA O CARGO DE ATENDENTE DE CRECHE:

1. Fonologia e fonética: Noções gerais de fonética e fonologia; Ortografia; Acentuação

2. Morfologia: As classes de palavras

3. Sintaxe: Termos essenciais da oração; Termos integrantes da oração; Termos acessórios da oração; Período composto por coordenação e subordinação; Regência verbal e regência nominal; Concordância verbal e concordância nominal

4. Suplemento ou apêndice: Crase; Pontuação

5. Textos: Leitura, compreensão e interpretação

BIBLIOGRAFIA INDICADA:

1. CUNHA. Celso. Nova Gramática do Português Contemporâneo/ Celso Cunha e Luís F. Lindley Cintra. RJ. Nova Fronteira.

2. LUFT, Celso Pedro. Grande Manual de Ortografia. POA. Globo.

3. KASPARY, Adalberto José. O Português das Comunicações Administrativas. FDRH.

4. TERRA, Ernani. Curso Prático de Gramática. Scipione.

5. TERRA, Ernani. Minigramática. Scipione.

CONTEÚDOS DA PROVA DE PORTUGUÊS PARA OS CARGOS DE FISIOTERAPEUTA, MÉDICO GINECOLOGISTA, NUTRICIONISTA, PSICÓLOGO e SECRETÁRIO DE ESCOLA:

1. Fonologia e fonética: Noções gerais de fonética e fonologia; Ortografia; Acentuação

2. Morfologia: As classes de palavras

3. Sintaxe: Termos essenciais da oração; Termos integrantes da oração; Termos acessórios da oração; Período composto por coordenação e subordinação; Regência verbal e regência nominal; Concordância verbal e concordância nominal

4. Suplemento ou apêndice: Crase; Pontuação; Funções do QUE e do SE; Figuras de linguagem

5. Textos: Leitura, compreensão e interpretação

BIBLIOGRAFIA INDICADA:

1. BARROS, Enéas Martins. Nova Gramática da Língua Portuguesa. São Paulo, Atlas.

2. KASPARY, Adalberto José. O Português das Comunicações Administrativas. FDRH.

3. TERRA, Ernani. Curso Prático de Gramática. Scipione.

4. TERRA, Ernani. Minigramática. Scipione.

5. CEGALLA, Domingos Paschoal. Novíssima Gramática da Língua Portuguesa. São Paulo, Nacional.

6. CUNHA. Celso Ferreira da. Gramática da Língua Portuguesa. 20 Ed. RJ.

CONTEÚDOS DA PROVA DE MATEMÁTICA PARA O CARGO DE ATENDENTE DE CRECHE:

1. Noções de conjuntos: conceito, simbologia, subconjuntos, união, intersecção, diferença, complementar e problemas.

2. Conjunto dos números naturais, inteiros, racionais, irracionais e reais.

3. Operações, expressões e problemas envolvendo números naturais, inteiros e racionais.

4. Sistemas de unidades de medida de comprimento, superfície, volume, capacidade, massa e tempo.

5. Equações, sistemas de equações e problemas do 1º grau.

6. Razão e proporção.

7. Regra de três simples e composta.

8. Porcentagem e juros simples.

9. Expressões numéricas e algébricas.

10. Monômios e polinômios.

11. Produtos notáveis.

12. Fatoração.

13. Frações algébricas.

14. Equações, sistemas de equações e problemas do 2º grau.

15. Potenciação e radiciação.

16. Relações e funções.

17. Teorema de Tales.

18. Teorema de Pitágoras.

19. Relações métricas no triângulo retângulo.

20. Trigonometria no triângulo retângulo.

21. Área e perímetro de figuras geométricas planas: quadrado, retângulo, paralelogramo, triângulo, hexágono regular, trapézio, losango e círculo.

BIBLIOGRAFIA INDICADA:

1. BIANCHINI, Edwaldo. Matemática - Ensino Fundamental. Ed. Moderna.

2. CASTRUCCI, Benedito, GIOVANNI, José Ruy e GIOVANNI JR., José Ruy. A Conquista da Matemática - A + Nova. Ed. FTD.

3. GUELLI, Oscar. Matemática: uma aventura do pensamento. Ed. Ática.

4. IMENES, Luis Márcio e LELLIS, Marcelo. Matemática para todos. Ed. Scipione.

CONTEÚDOS DA PROVA DE MATEMÁTICA PARA O CARGO DE SECRETÁRIO DE ESCOLA:

1.Conjuntos: conceito, simbologia, subconjuntos, união, intersecção, diferença, complementar e problemas.

2. Conjuntos Numéricos: naturais, inteiros, racionais, irracionais e reais.

3. Intervalos Reais.

4. Equações, problemas e sistemas de equações de 1º e 2º graus.

5. Função Polinomial do 1º Grau.

6. Função Quadrática.

7. Função Exponencial e equações exponenciais.

8. Função Logarítmica e equações logarítmicas.

9. Progressões Aritméticas.

10. Progressões Geométricas.

11. Trigonometria.

12. Matrizes.

13. Determinantes.

14. Sistemas de Equações Lineares.

15. Análise Combinatória: arranjos, permutações e combinações.

16. Probabilidade e estatística.

17. Números Complexos: operações na forma algébrica e trigonométrica.

18. Geometria Plana: área e perímetro do quadrado, retângulo, triângulo, paralelogramo, losango, trapézio, hexágono regular e círculo.

19. Geometria Espacial: área e volume de prismas, pirâmides, cilindros, cones e esferas.

20. Geometria Analítica: distância entre dois pontos e equações da reta.

21. Equações polinomiais.

22. Noções de Matemática Financeira: porcentagem, juros simples e compostos, operações sobre mercadorias e câmbio.

23. Proporcionalidade: razão, proporção, regra de três simples e regra de três composta.

BIBLIOGRAFIA INDICADA:

1. BIANCHINI, Edwaldo e PACCOLA, Herval. Curso de Matemática: volume único. Ed. Moderna.

2. DANTE, Luiz Roberto. Matemática Contexto e Aplicações: volume único. Ed. Ática.

3. DINIZ, Maria Ignes de Souza Vieira e SMOLE, Kátia Cristina Stocco. Matemática - Ensino Médio. Ed. Saraiva.

4. PAIVA, Manoel. Matemática: volume único. Ed. Moderna.

5. SPINELLI, Walter e SOUZA, M. Helena S. .Matemática Comercial e Financeira. Ed. Ática.

CONTEÚDOS DA PROVA DE LEGISLAÇÃO PARA OS CARGOS FISIOTERAPEUTA, MÉDICO GINECOLOGISTA, NUTRICIONISTA e PSICÓLOGO:

1. Regime Jurídico Único do Município de São José do Hortêncio: na íntegra

2. Constituição Federal de 1988, com as alterações introduzidas por suas Emendas Constitucionais:

- Título II: dos direitos e garantias fundamentais (art. 5º a 17)

- Título III: da organização do Estado (art. 18 a 43)

- Título VIII: da ordem social (art. 193 a 204)

3. Municipalização da saúde - SUS - Sistema Unida da saúde, Secretaria de Saúde - Lei 8.080/90 e Lei 8.142/90.

BIBLIOGRAFIA INDICADA:

1. Lei Municipal nº 794/2005.

2. Constituição Federal de 1988 e suas emendas constitucionais.

3. Lei 8.080/90 e Lei 8.142/90.

ANEXO II:

ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS:

CARGO: ATENDENTE DE CRECHE

a) Síntese dos Deveres: Executar atividades de orientação e recreação infantil.

b) Exemplo de Atribuições: Executar atividades diárias de recreação, de artes, entretenimento e rítmicas sob a orientação de profissional da educação; acompanhar as crianças em passeios, visitas e festividades sociais em auxílio ao professor; executar, orientar e auxiliar as crianças no que refere a higiene pessoal; auxiliar na alimentação; servir as refeições e auxiliar as crianças menores a se alimentar, auxiliar as crianças a desenvolverem a coordenação motora, mediante exercícios e brinquedos, conforme orientação do professor responsável; observar a saúde e o bem estar das crianças comunicando ao professor qualquer alteração ajudando, quando necessário, a levá-las ao atendimento médico e ambulatorial; ajudar a ministrar os medicamentos, conforme prescrição médica sob orientação; orientar os pais quanto à higiene infantil; comunicar ao professor e à direção da escola qualquer incidente ou dificuldade ocorrida; ajudar o professor na apuração da freqüência diária e mensal das crianças; executar outras tarefas afins.

CARGO: FISIOTERAPEUTA

a) Descrição Sintética: Prestar assistência fisioterapeutica em nível de prevenção, tratamento e recuperação de seqüelas em ambulatórios, hospitais ou órgãos afins.

b) Descrição Analítica: Executar atividades técnicas específicas de fisioterapia para tratamento nas entorses, fraturas em vias de recuperação, paralisias, perturbações circulatórias e enfermidades nervosas por meios físicos, geralmente de agordo com as prescrições médicas, planejar e orientar as atividades fisioterápicas de cada paciente em função de seu quadro clínico; fazer avaliações fisioterápicas com vistas à determinação da capacidade funcional; participar de atividades de caráter profissional, educativa e recreativa organizadas sob controle médico e que também por objetivo a readaptação física ou mental dos incapacitados; responsabilizar-se por equipes auxiliares necessárioas à execução das atividades próprias do cargo; dirigir eventualmente veículo; executar tarefas afins, inclusive as editadas no respectivo regulamento da profissão.

CARGO: MÉDICO GINECOLOGISTA

a) Descrição sintética: prestar assistência médica cirúrgica e preventiva em ambulatórios, escolas, hospitais ou órgãos afins; fazer inspeção de saúde em servidores municipais, bem como em candidatos a ingresso no serviço público municipal.

b) Descrição analítica: dirigir a equipe de socorros urgentes; prestara socorros urgentes nas salas de primeiros socorros, a domicílio e na via pública; atender nos plantões, com prioridade a todas as pessoas que necessitarem de socorro urgente ou de atendimento ambulatorial, independente de quaisquer outras formalidades que, posteriormente, poderão ser realizadas; providenciar no tratamento especializado, que se faça necessário para um bom atendimento, praticar intervenções cirúrgicas de acordo com a sua especialidade; desempenhar de uma maneira ampla todas as atribuições atinentes `a sua especialidade; ministrar aulas e participar de reuniões médicas para discussão de casos e problemas hospitalares, cursos e palestras sobre medicina preventiva nas entidades assistenciais e comunitárias; preencher e visar mapas de produção, ficha médica em diagnóstico e tratamento, encaminhando-os a chefia de serviço; ministrar tratamento médico-psiquiátrico; transferir pessoalmente, a responsabilidade do atendimento aos titulares de plantão daqueles doentes cujos socorros não possam ser feitos ou complementados nas salas de primeiros socorros, mediante preenchimento de boletim de socorro urgente; atender os casos urgentes de internados no hospital, nos impedimentos dos titulares de plantão; preencher de forma clara e complexa as fichas dos doentes atendidos á domicílio, entregando-se a quem de direito, preencher relatórios necessários à comprovação de atendimento ; examinar servidores públicos para fins de licença e aposentadoria; examinar candidatos a auxílios; fazer inspeção médica para fins de ingresso no serviço público municipal; fazer visitas domiciliares a servidores públicos municipais para fins de controle de faltas por motivo de doença; preencher e assinar laudos de exames de verificação, preencher relatórios mensais relativo ás atividades do cargo; executar tarefas afins.

CARGO: NUTRICIONISTA

a) Descrição Sintética: Planejar e executar serviços ou programas de nutrição e de alimentação em estabelecimentos do Município.

b) Descrição Analítica: Planejar serviços ou programas de nutrição nos campos hospitalares, de saúde pública, educação e de outros similares; organizar cardápios e elaborar dietas; controlar a estocagem, preparação e distribuição dos alimentosa fim de contribuir para a melhoria protéica, racionalidade e economicidade dos regimes alimentares; planejar e ministrar cursos de educação alimentar; prestar orientação dietética por ocasião de alta hospitalar; respnsabilizar-se por equipes auxiliares necessárias à execução das atividades próprias do cargo, dirigir eventualmente veículo, executar tarefas afins, inclusive as editadas no respectivo regumento da profissão.

CARGO: PSICÓLOGO

a) Descrição Sintética: Executar atividades nos campos de psicologia aplicada ao trabalho, de orientação na área escolar e da clínica psicológica.

b) Descrição Analítica: Realizar psicodiagnósticos para fins de ingresso, readaptação, avaliação das condições pessoais do servidor, proceder a análise dos cargos e funções sob o ponto de vista psicológico, estabelecendo os requisitos necessários ao desempenho dos mesmos; efetuar pesquyisas sobre atitudes, comportamentos, moral, motivação, tipos de liderança, averiguar causas de baixas produtividade, assessorar o treinamento em relações humanas; fazer psicoterapia breve, ludoterapia individual e grupal, com acompanhamento clínico, para tratamento dos casos; fazer exames de seleção em crianças, para fins de ingresso em instituições assistenciais, bem como para contemplação com bolsas de estudos; empregar técnicas como testes de inteligência e personalidade, observações de conduta, etc.; atender crianças excepsconais, com problemas de deficiência mental e sensorial ou portadora de desajustes familiares ou escolares, encaminhando-se para escolas ou classesespeciais; formular hipóteses de trabalho para orientar as explorações psicológicas, médicas e educacionais, apresentar o caso estudado e interpretado à discussão em seminário; realizar pesquisas psicopedagógicas; confeccionar e selecionar o material psicopedagógico e psicológico necessário ao estudo dos casos; elaborar relatórios de trabalhos desenvolvidos; redigir a interpretação final após o debate e aconselhamento indicado a cada caso, conforme as necessidades psicológicas, escolares, sociais e profissionais do indivíduo; manter atualizado o prontuário de cada caso estudado, fazendo os necessários registros; manter-se atualizado nos processos e técnicas utilizadas pela Psicologia; executar tarefas afins.

CARGO: SECRETÁRIO DE ESCOLA

a) Descrição Sintética: Atividades de nível médio, de relativa complexidade, envolvendo a execução de tarefas própris de secretaria direcionadas aos estabelecimentos de ensino.

b) Descrição Analítica: Executar os serviços de secretaria de estabelecimento de ensino, de acordo com a orientação da direção da escola; manter atualizado os assentamentos funcionais referentes ao corpo docente; manter cadastro dos alunos; organizar e manter atualizados prontuários de legislação referentes ao sistema de ensino e às autoridades escolares; extrair certidões; manter atualizada a escrituração de livros, de fichas cadastrais e demais documentos que se refiram às notas e médias dos alunos, efetuando em tempo hábil os cálculos de apuração dos resultados mensais, semestrais ou finais; preencher boletins estatísticos; preparar ou revisar folhas de pagamento e listas de exames; colaborar na elaboraçãodos horários escolares; preparar o material didático e de secretaria; arquivar publicações legais de interesse do sistema de ensino; lavrar e assinar atas em reuniões em geral; elaborar modelos de certificados e diplomas a serem expedidos pela escola; receber e expedir correspondência; elaborar boletins de notas, histórico escolar, certidões e atestados; lavrar termos de abertura e encerramento dos livros de escrituração escolar; redigir documentos e suscrever de ordem da direção como editais e aviso; colaborar com as matrículas dos alunos; encarregar-se da publicação e controle de avisos em geral; orientar, coordenar e supervisionar trabalhos a serem desenvolvidos por auxiliares com atuação na secretaria; digitar documentos; executar outras tarefas semelhantes de natureza administrativa.

ANEXO III

LAUDO MÉDICO

NOME DO CANDIDATO: _________________________________________________________________

CARGO DE INSCRIÇÃO _________________________________________________________________

EDITAL DE ABERTURA: _________________________________________________________________

QUALIFICAÇÃO DA JUNTA MÉDICA:

- Dr. Dalmir Sanzovo, residente e domiciliado em Ivoti, CRM sob nº 20327

- Dr. Paulo Adriano Pustay, residente e domiciliado em São José do Hortêncio, CRM sob nº 19426

- Dr. Elizabeth dos Santos Leitão, residente e domiciliado em São Sebastião do Caí, CRM sob nº 05981

HISTÓRICO:

Os profissionais supra designados, efetuam, mediante o presente laudo, perícia médica ao candidato ________________________________, para fins de atestar a deficiência de que é portador e a compatibilidade da limitação física com as atribuições do cargo de inscrição.

01- Descrição da deficiência física.

02- Foram solicitados exames? Quais?

03- A deficiência física possibilita o candidato de exercer as atribuições do cargo a qual se inscreveu? Justificar.

São José do Hortêncio, ____ de novembro de 2007.

Assinatura e carimbo da junta:

ANEXO IV

CRONOGRAMA DE EVENTOS

PERÍODO DE INSCRIÇÕES: de 05 a 19 de novembro de 2007.

DIVULGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES: 20 de novembro.

PRAZO PARA RECURSO, QUANTO AS INSCRIÇÕES INDEFERIDAS: 21, 22 e 23 de novembro.

HOMOLOGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES: 26 de novembro.

REALIZAÇÃO DAS PROVAS ESCRITAS: 01 de dezembro de 2007.

HORÁRIO E LOCAL: O candidato deverá apresentar-se às 8h (meia hora de antecedência do horário de início das provas - 8h30min) na Escola Municipal de Ensino Fundamental São José, Rua 58, nº 250, em São José do Hortêncio/RS, munido com cartão de identificação, documento de identidade e caneta esferográfica azul ou preta, de ponta grossa, para a realização das provas escritas e práticas.

DIVULGAÇÃO DOS GABARITOS: no dia 03 de dezembro, após às 10h, no painel de publicações da Prefeitura Municipal e no site www.lvsconcursos.com.br

RESULTADO DAS PROVAS: 05 de dezembro, podendo o candidato acompanhar o processo de identificação das provas, a partir das 9h, tendo por local a Prefeitura Municipal de São José do Hortêncio.

PUBLICAÇÃO DO RESULTADO DAS PROVAS: 06 de dezembro.

INTERPOSIÇÃO DE RECURSOS: 07, 10 e 11 de dezembro.

DECISÃO DE RECURSOS PELA BANCA EXAMINADORA: 12 e 13 de dezembro.

DESPACHO DA AUTORIDADE QUANTO A DECISÃO DA BANCA: 14 de dezembro.

RECURSO DE RECONSIDERAÇÃO: 17 de dezembro.

DESPACHO DA AUTORIDADE QUANTO A DECISÃO DA BANCA: 18 de dezembro.

PUBLICAÇÃO DO EDITAL DE CONVOCAÇÃO DOS CANDIDATOS EMPATADOS EM TODAS AS PROVAS, PARA FINS DE SORTEIO: 19 de dezembro.

SORTEIO PÚBLICO DOS CANDIDATOS EMPATADOS: 20 de dezembro, às 9h, na Prefeitura Municipal.

HOMOLOGAÇÃO DO RESULTADO FINAL DO CONCURSO: 21 de dezembro de 2007.

CASO NÃO HAJA INTERPOSIÇÃO DE RECURSOS:

PUBLICAÇÃO DO EDITAL DE CONVOCAÇÃO DOS CANDIDATOS EMPATADOS EM TODAS AS PROVAS, PARA FINS DE SORTEIO: 13 de dezembro.

SORTEIO PÚBLICO DOS CANDIDATOS EMPATADOS: 14 de dezembro, às 14h, na Prefeitura Municipal.

HOMOLOGAÇÃO DO RESULTADO FINAL DO CONCURSO: 17 de dezembro de 2007.