Prefeitura de São Francisco do Sul - SC

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO FRANCISCO DO SUL

ESTADO DE SANTA CATARINA

EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº 002/2007

O Prefeito Municipal de São Francisco do Sul, Estado de Santa Catarina, no uso de suas atribuições legais, mediante as condições estipuladas neste Edital e Lei Complementar 008, de 30/10/2003 e Leis Municipais ns 924/87, 050/91, 185/96, 121/2002, TORNA PÚBLICO que realizará CONCURSO PÚBLICO para provimento de vagas e formação de cadastro de reserva do Quadro Permanente de Pessoal da Prefeitura de São Francisco do Sul, conforme tabela abaixo, com a execução técnico-administrativa da empresa AOCP - Assessoria em Organização de Concursos Públicos Ltda.

1. QUADRO DE CARGOS, VAGAS, CARGA HORÁRIA, VENCIMENTOS, TAXAS DE INSCRIÇÃO E REQUISITOS

CARGO

VAGAS

CARGA HORÁRIA SEMANAL

VENCIMENTO

TAXA DE INSCRIÇÃO

REQUISITOS

ASSISTENTE SOCIAL

03

20h

R$ 817,07

R$ 70,00

Superior em Serviço Social e registro no respectivo Conselho de Classe.

AUXILIAR DE ENFERMAGEM

20

40h

R$ 380,00

R$ 50,00

Médio completo, Curso Específico e registro no respectivo Conselho de Classe.

AUXILIAR DE LABORATÓRIO

02

40h

R$ 476,74

R$ 50,00

Médio completo e Curso Profissionalizante na Área.

AUXILIAR ODONTOLÓGICO

CR

40h

R$ 380,00

R$ 50,00

Médio completo e registro no respectivo Conselho de Classe.

BIOQUÍMICO

01

30h

R$ 1.200,58

R$ 70,00

Superior em Farmácia com habilitação em Bioquímica e registro no respectivo Conselho de Classe.

ENFERMEIRO

11

20h

R$ 817,07

R$ 70,00

Superior em Enfermagem e registro no respectivo Conselho de Classe.

FISIOTERAPEUTA

CR

20h

R$ 817,07

R$ 70,00

Superior em Fisioterapia e registro no respectivo Conselho de Classe.

FONOAUDIÓLOGO

CR

20h

R$ 817,07

R$ 70,00

Superior em Fonoaudiologia e registro no respectivo Conselho de Classe.

MÉDICO

21

20h

R$ 1.200,58

R$ 70,00

Superior em Medicina e registro no respectivo Conselho de Classe.

MÉDICO VETERINÁRIO

CR

20h

R$ 1.200,58

R$ 70,00

Superior em Medicina Veterinária e registro no respectivo Conselho de Classe.

NUTRICIONISTA

02

20h

R$ 817,07

R$ 70,00

Superior em Nutrição e registro no respectivo Conselho de Classe.

ODONTÓLOGO

CR

20h

R$ 817,07

R$ 70,00

Superior em Odontologia e registro no respectivo Conselho de Classe.

PSICÓLOGO

CR

20h

R$ 817,07

R$ 70,00

Superior em Psicologia e registro no respectivo Conselho de Classe.

TÉCNICO EM ENFERMAGEM

28

40h

R$ 476,74

R$ 50,00

Médio completo, Curso Técnico na Área e registro no respectivo Conselho de Classe.

TERAPEUTA OCUPACIONAL

CR

20h

R$ 817,07

R$ 70,00

Superior em Terapia Ocupacional e registro no respectivo Conselho de Classe.

2. REQUISITOS

2.1 São requisitos básicos para o ingresso no serviço publico municipal:

a) ser brasileiro nato ou naturalizado;

b) encontra-se no pleno gozo de seus direitos civis e políticos;

c) estar quite com obrigações civis, militares e eleitorais;

d) possuir 18 (dezoito) anos completos na data de nomeação;

e) Ter aptidão física e mental;

f) Aprovação e habilitação prévia no Concurso Público.

3. INSCRIÇÕES

3.1 DA INSCRIÇÃO VIA INTERNET

3.1.1 As inscrições para todos os cargos serão recebidas VIA INTERNET através do preenchimento de formulário próprio disponibilizado no site www.aocp.com.br no período das 08h00 do dia 12/11/2007 até as 24h00 do dia 25/11/2007, observado o horário de Brasília/DF.

3.1.2 No ato da Inscrição, o candidato deverá:

3.1.2.1 Preencher o Formulário de Inscrição disponibilizado no site www.aocp.com.br, optando por apenas um cargo público, no qual declarará estar ciente das condições exigidas para admissão ao cargo e se submeter às normas expressas no edital.

3.1.2.2 Imprimir o boleto bancário e pagar a respectiva taxa de inscrição na rede bancária ou nas casas lotéricas.

3.1.3 O boleto referente à inscrição deverá ser pago até o seu vencimento, sendo que as inscrições efetuadas nos dias 24 e 25/11/2007 poderão ser pagas até o dia 26/11/2007.

3.1.4 O comprovante definitivo de inscrição será o recibo de pagamento autenticado.

3.1.5 O candidato que não recolher o valor da taxa de inscrição, através da quitação do boleto bancário, terá sua inscrição cancelada.

3.2 DA INSCRIÇÃO PRESENCIAL

3.2.1 Serão recebidas inscrições pessoalmente, para tanto os interessados deverão comparecer, no período de 12/11/2007 a 23/11/2007, de segunda a sexta-feira (exceto feriados), no horário das 09h00m às 11h30m, e das 14h00 às 16h30m, munidos de documento de identidade oficial, ao Prédio da Prefeitura Municipal de São Francisco do Sul, situado na Praça Dr. Getúlio Vargas, 01, Centro, São Francisco do Sul - SC.

3.2.2 O interessado devera preencher o Formulário de Inscrição disponibilizado, optando por apenas um cargo público, no qual declarará estar ciente das condições exigidas para admissão ao cargo e se submeter às normas expressas no edital.

3.2.3 Após o preenchimento do formulário, o(a) atendente entregará ao candidato o boleto bancário referente a respectiva taxa de inscrição, que deverá ser pago nas casas lotéricas ou na rede bancária.

3.2.4 O boleto referente à inscrição deverá ser pago até o seu vencimento, sendo que as inscrições efetuadas no dia 23/11/2007 poderão ser pagas até o dia 26/11/2007.

3.2.5 O comprovante definitivo de inscrição será o recibo de pagamento autenticado.

3.2.6 O candidato que não recolher o valor da taxa de inscrição, através da quitação do boleto bancário, terá sua inscrição cancelada.

3.3 INFORMAÇÕES GERAIS

3.3.1 O valor referente ao pagamento da taxa de inscrição não será devolvido em hipótese alguma, a não ser por anulação plena deste concurso.

3.3.2 Declaração falsa ou inexata dos dados constantes no requerimento de inscrição determinará o cancelamento da inscrição e a anulação de todos os atos dela decorrentes, em qualquer época, sem prejuízo das sanções penais cabíveis.

3.3.3 É de exclusiva responsabilidade do candidato a exatidão dos dados cadastrais informados no ato da inscrição.

3.3.4 Não será aceito, em hipótese alguma, pedido de alteração do cargo/função ou local de trabalho, quando for o caso, para o qual o candidato se inscreveu.

3.3.5 Não serão aceitas inscrições efetuadas por fax, por via postal ou pelos correios e as pagas em cheque, que venha a ser devolvido por qualquer motivo.

3.3.6 São considerados documentos de identidade as carteiras e/ou Cédulas de Identidade expedidas pelas Secretarias de Segurança, pelas Forças Armadas, pela Polícia Militar, pelo Ministério das Relações Exteriores, Cédulas de Identidade fornecidas por Ordens ou Conselhos de Classe, que por lei federal valem como documento de identidade, etc., a Carteira de Trabalho e Previdência Social, bem como a Carteira Nacional de Habilitação com foto, nos termos da Lei n°9.503 art. 159, de 23/9/97.

3.3.7 A falsificação de declarações ou de dados e/ou outras irregularidades na documentação verificada em qualquer etapa do presente concurso, implicará na eliminação automática do candidato sem prejuízo das cominações legais. Caso a irregularidade seja constatada após a admissão do candidato, o mesmo será demitido pela Prefeitura Municipal de São Francisco do Sul - SC.

3.3.8 Será permitida a inscrição por procuração pública ou particular, com firma reconhecida, mediante entrega do respectivo mandato, acompanhado de cópia autenticada do documento de identidade do inscrito e apresentação da identidade do procurador.

3.3.9 O inscrito por procuração assume a total responsabilidade pelas informações prestadas por seu procurador no formulário de inscrição, arcando com as conseqüências de eventuais erros de preenchimento.

4. INSCRIÇÃO DE PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS

4.1 Aos portadores de necessidades especiais serão reservadas 3% (três por cento) das vagas nos casos em que houver compatibilidade entre a deficiência e o cargo/função a exercer. Neste caso a nomeação dar-se-á da seguinte forma: a cada 33 (trinta e três) nomeações de candidatos aprovados na lista geral será nomeado 01 (um) candidato da lista especial para portadores de deficiência, caso o candidato portador de deficiência se encontre entre os 33 (trinta) primeiros da lista geral por cargos será contratado nesta ordem, de acordo com §1°, do Art. 13, da Lei Complementar 008/2003, observada a exigência de compatibilidade entre a deficiência e as atribuições dos referidos cargos e funções a ser aferida em perícia médica oficial, quando dos exames admissionais.

4.2 O candidato que quiser concorrer às vagas reservadas para portadores de necessidades especiais, indicadas no item 1, deverá fazer sua opção no requerimento de inscrição.

4.3 No ato da inscrição, o candidato portador de necessidade especial declarará, no espaço próprio, a necessidade da qual é portador.

4.4 O candidato que não declarar a necessidade especial da qual é portador, conforme previsto no item 4.2, não poderá alegar, posteriormente, essa condição, para reivindicar as prerrogativas deste Edital.

4.5 No ato da inscrição, o candidato portador de necessidades especiais especificará, se for o caso, a sua necessidade de adaptação para a realização da prova a ser prestada, respeitadas as características estabelecidas neste Edital, não lhe cabendo qualquer reivindicação no dia da prova ou, posteriormente, caso não faça essa especificação.

4.6 A realização de prova em condições específicas para o candidato portador de necessidades especiais, assim consideradas aquelas que possibilitem a prestação do exame respectivo, é condicionada à solicitação prévia pelo candidato, conforme o item 4.5 e sujeita à apreciação e deliberação da Comissão Especial do Concurso e da AOCP, observada a legislação específica.

4.7 O candidato com deficiência visual total deverá realizar, obrigatoriamente, a sua prova em braile. Para tanto, ele deverá levar para o local de provas o material necessário para sua realização (reglete e punção ou máquina de datilografia braile), além de atender o disposto no item 4.5.

4.8 Não haverá leitura de prova. Os candidatos deficientes visuais deverão requerer prova em braile. Aos candidatos que requererem as provas em braile, serão oferecidas provas no SISTEMA BRAILE, devendo suas respostas para prova objetiva ser respondidas em BRAILE pelo candidato. Os referidos candidatos deverão levar para esse fim, no dia da aplicação da prova, reglete e punção, podendo ainda, utilizar-se de soroban.

4.9 Aos candidatos que requererem prova ampliada, serão entregues cartões de respostas e provas ampliadas, com tamanho de letra correspondente a fonte 24, cabendo aos candidatos sua leitura e marcação das respostas no respectivo cartão.

4.10 O candidato portador de necessidades especiais participará do concurso em igualdade de condições com os demais candidatos, no que se refere ao conteúdo, à avaliação e aos critérios de aprovação e classificação.

4.11 O candidato portador de necessidades especiais deverá encaminhar para a AOCP, até o dia 26/11/2007 (será observada a data de postagem), laudo médico comprovando sua deficiência. O envio deverá ser através dos Correios, utilizando o serviço de carta registrada com AR, para a AOCP - Concursos Públicos - Rua Neo Alves Martins, 1377, Sala 01, Zona 03, Maringá, PR - CEP: 87050-110 com os dizeres: CONCURSO SÃO FRANCISCO DO SUL - PNE. O candidato que não enviar o laudo, ou o fizer fora do prazo, não concorrerá às vagas reservadas.

4.12 Não serão considerados como deficiência os distúrbios de acuidade visual passíveis de correção simples do tipo miopia, astigmatismo, estrabismo e congêneres.

5. HOMOLOGAÇÃO

5.1 Será divulgado dia 30/11/2007 a relação dos candidatos que tiverem suas inscrições homologadas, assim como o horário e o local de realização das provas. A relação será disponibilizada nos sites www.aocp.com.br e www.saofranciscodosul.sc.gov.br e ainda por ato afixado no Saguão, situado no átrio do edifício sede da Prefeitura Municipal de São Francisco do Sul - SC.

5.2 As provas serão realizadas no dia 16/12/2007, sendo os locais e horários tornados públicos:

a) Através de documento de confirmação de inscrição obtido no site www.aocp.com.br no dia 07/12/2007 e,

b) Através de listagem afixada no Saguão, situado no átrio do edifício sede da Prefeitura Municipal de São Francisco do Sul, na Praça Dr. Getulio Vargas, 01, Centro, a partir do dia 07/12/2007.

5.3 É de responsabilidade do candidato a verificação da homologação de sua inscrição, bem como dos locais de prova, dos seus dados pessoais, bem como demais informações pertinentes, sendo que em caso de ocorrência de divergência, o candidato deverá solicitar a correção a AOCP - Concursos Públicos - Rua Neo Alves Martins, 1377, Sala 01, Zona 03, Maringá, PR - CEP: 87050-110, Fone/Fax (44) 3029-4222, exceto quando a mesma se constituir em alteração das condições expressas na ficha de inscrição.

5.4 Quanto ao resultado da homologação, caberá pedido de reconsideração, sem efeito suspensivo, à Comissão Especial do Concurso, no prazo máximo de 2 (dois) dias úteis, contado da data de publicação da relação mencionada no item 5.1, do presente edital. O recurso aqui mencionado deverá ser preenchido em formulário próprio, no site www.aocp.com.br, o qual será entregue, eletronicamente, ao final do envio (após completado o preenchimento).

5.5 O Presidente da Comissão, quando for o caso, decidirá sobre o pedido de reconsideração e divulgará o resultado através de edital, no prazo máximo de 3 (três) dias úteis, contados da data da divulgação da lista mencionada no subitem 5.1, do presente edital.

6 CONDIÇÕES DE REALIZAÇÃO DAS PROVAS

6.1 As provas para os cargos de que trata este Edital serão aplicadas em São Francisco do Sul - SC, em 16/12/2007, em horário e local mencionado no subitem 5.2.

6.2 O candidato somente poderá concorrer para um cargo/função.

6.3 O candidato deverá comparecer, com antecedência mínima de trinta minutos do horário fixado para o fechamento dos portões de acesso aos locais das provas, considerado o horário oficial de Brasília, munido de caneta esferográfica de tinta azul ou preta, seu documento oficial de identificação e seu comprovante definitivo de inscrição impresso pelo site da AOCP.

6.4 Em hipótese alguma será permitido ao candidato:

a) prestar a prova sem que esteja portando um documento oficial de identidade que contenha, no mínimo, retrato, filiação e assinatura.

b) prestar prova sem que o seu pedido de inscrição esteja previamente confirmado.

c) ingressar no estabelecimento de exame, após o fechamento dos portões.

d) prestar provas fora do horário ou espaço físico predeterminados.

6.5 Não será permitido o ingresso ou a permanência de pessoa estranha ao certame, em qualquer local de prova, durante a realização das provas.

6.6 No caso de perda ou roubo do documento de identidade, o candidato deverá apresentar certidão que ateste o registro da ocorrência em órgão policial e, ainda, ser submetido à identificação especial, compreendendo a coleta de assinatura e impressão digital.

6.7 Não haverá segunda chamada para a prova objetiva em etapa única, deste concurso, ficando o candidato ausente, por qualquer motivo, eliminado do processo.

6.8 O horário de início das provas será o mesmo, ainda que realizadas em diferentes locais.

6.9 Após ser identificado e instalado em seu local de prova, o candidato não poderá consultar ou manusear qualquer material de estudo ou leitura, enquanto aguarda o início das provas.

6.10 Após identificado e instalado, o candidato somente poderá ausentar-se da sala acompanhado de um Fiscal.

6.11 Durante as provas não será permitida qualquer espécie de consulta ou comunicação entre os candidatos, nem utilização de livros, códigos, manuais, impressos ou anotações, calculadoras, relógios digitais, agendas eletrônicas, pagers, telefones celulares, BIP, Walkman, gravador ou qualquer outro equipamento eletrônico.

6.12 Os telefones celulares, pagers e quaisquer outros aparelhos de comunicação deverão permanecer desligados durante todo o tempo de realização das provas, do contrário o candidato que infringir esta determinação será automaticamente eliminado do concurso.

6.13 E vedado o ingresso de candidato portando arma nos locais de realização da prova.

6.14 Será, também, eliminado do concurso o candidato que incorrer nas seguintes situações:

a) deixar o local de realização da prova sem a devida autorização.

b) tratar com falta de urbanidade examinadores, auxiliares, fiscais ou autoridades presentes.

c) proceder de forma a tumultuar a realização das provas.

d) estabelecer comunicação com outros candidatos ou com pessoas estranhas, por qualquer meio.

e) usar de meios ilícitos para obter vantagem para si ou para outros.

f) deixar de atender às normas contidas no caderno de provas e às demais orientações expedidas pela AOCP.

6.15 Em nenhuma hipótese haverá substituição da folha de respostas, por erro do candidato.

6.16 Ao terminar a prova, o candidato entregará, obrigatoriamente, ao Fiscal de Sala sua folha de respostas assinada.

6.17 As provas objetivas terão a duração conjunta de 4 (quatro) horas, para todos os cargos de que trata este Edital, incluído o tempo de marcação na folha de respostas.

6.18 O candidato somente poderá deixar o local da prova 45 (quarenta e cinco) minutos após o seu início.

6.19 Os 3 (três) últimos candidatos de cada sala de prova somente poderão entregar as respectivas provas e retirar-se do local, simultaneamente.

6.20 O candidato, ao encerrar a prova objetiva, entregara ao fiscal de sua sala, a folha de resposta devidamente assinada e o caderno de provas, podendo reter para si, apenas a folha do caderno de provas onde consta a copia da folha de resposta oficial.

6.21 A Prefeitura Municipal de São Francisco do Sul e a AOCP, não assumem qualquer responsabilidade quanto ao transporte, alimentação e/ou alojamento dos candidatos quando da realização das provas deste Concurso Publico.

6.22 As provas serão disponibilizadas no site www.aocp.com.br, no primeiro dia útil subseqüente a aplicação das provas.

7 PROVAS

7.1 A avaliação deste concurso público constará de prova escrita objetiva (eliminatória e classificatória).

7.1.1 A prova escrita objetiva terá 40 (quarenta) questões, distribuídas e avaliadas conforme tabela 7.1:

TABELA 7.1

PROVA ESCRITA OBJETIVA

MATÉRIA
(ver anexo I)

NÚMERO DE QUESTÕES

VALOR POR QUESTÃO

VALOR TOTAL

CONH. ESPECÍFICOS

20

3,00

60,00

PORTUGUÊS

10

2,00

20,00

CONH. GERAIS E ATUALIDADES

10

2,00

20,00

TOTAL

100,00

7.1.2 A nota final será aquela obtida na prova escrita objetiva.

7.1.3 O candidato deverá obter 50,00 (cinqüenta) pontos ou mais para ser considerado aprovado.

7.1.4 A classificação final será efetuada pela ordem decrescente da nota final obtida por cada candidato e, em caso de empate, terá preferência, sucessivamente, o candidato que:

a) tiver maior idade, dentre os candidatos com idade superior a 60 anos até o último dia de inscrição, conforme artigo 27, parágrafo único, do Estatuto do Idoso (Lei n.° 10.741, de 1.° de outubro de 2003)- critério válido para todos os cargos;

b) tiver maior nota na prova de Conhecimentos Específicos;

c) tiver maior nota na prova de Português;

d) for o mais idoso, exceto os enquadrados na letra "a" deste subitem.

7.2 As questões serão objetivas, com 5 (cinco) alternativas cada uma, sendo que apenas 1 (uma) alternativa será a correta.

7.3 Na prova escrita será atribuída pontuação 0,0 (2ero) a questões com mais de uma opção assinalada, questões sem opção, com rasuras ou preenchidas a lápis.

7.4 A relação com os nomes dos candidatos aprovados será divulgada no site www.saofranciscodosul.sc.gov.br, afixada no Saguão da Prefeitura Municipal de São Francisco do Sul - SC e no site www.aocp.com.br.

8 DESCLASSIFICAÇÃO

8.1 Será desclassificado o candidato que:

a) Não estiver presente na sala ou local de provas no horário determinado para o seu início.

b) For surpreendido, durante a execução das provas, em comunicação com outro candidato, utilizando-se de material não autorizado ou praticando qualquer modalidade de fraude.

9 DIVULGAÇÃO DO GABARITO

9.1 O gabarito oficial da prova escrita objetiva será divulgado no dia posterior ao da aplicação da prova, nos sites www.aocp.com.br e www.saofranciscodosul.sc.gov.br, também será afixado no Saguão, situado no átrio do edifício sede da Prefeitura Municipal de São Francisco do Sul, na Praça Dr. Getulio Vargas, 01, Centro, no dia 07/12/2007.

10 CLASSIFICAÇÃO

10.1 Os candidatos que obtiveram nota igual ou superior a 50,00 (cinqüenta) pontos nas provas de conhecimentos gerais e atualidades e conhecimentos específicos, serão classificados por cargo em ordem decrescente das notas obtidas nessas provas, expressa com duas casas decimais.

10.2 A relação com os nomes dos candidatos de que trata o subitem 10.1, será publicada através de edital, nos sites www.aocp.com.br e www.saofranciscodosul.sc.gov.br, e será também afixada no Saguão, situado no átrio do edifício sede da Prefeitura Municipal de São Francisco do Sul, na Praça Dr. Getulio Vargas, 01, Centro, no dia 07/01/2008.

10.3 Também será publicada (caso haja) a relação dos candidatos classificados portadores de necessidades especiais.

10.4 O resultado final deste Concurso, será afixado no Saguão, situado no átrio do edifício sede da Prefeitura Municipal de São Francisco do Sul, na Praça Dr. Getulio Vargas, 01, Centro e nos sites www.aocp.com.br e www.saofranciscodosul.sc.gov.br no dia 16/01/2008.

10.5 A homologação final deste Concurso publico, será efetuada por cargo, cujo Edital será afixado no Saguão, situado no átrio do edifício sede da Prefeitura Municipal de São Francisco do Sul, na Praça Dr. Getulio Vargas, 01, Centro e nos sites www.aocp.com.br e www.saofranciscodosul.sc.gov.br no dia 25/01/2008.

11. RESULTADO

11.1 A relação com os nomes dos candidatos aprovados será publicada, através de edital. A relação também será disponibilizada no site www.aocp.com.br e afixada no Saguão, situado no átrio do edifício sede da Prefeitura Municipal de São Francisco do Sul, na Praça Dr. Getulio Vargas, 01, Centro.

12. RECURSO

12.1 Caberá interposição de recursos, fundamentados, à AOCP, no prazo de 2 (dois) dias úteis, contados do primeiro dia subseqüente à data de divulgação dos objetos do recurso, assim entendidos:

a) contra questão e gabarito da prova objetiva;

b) contra o resultado da prova objetiva;

c) contra o resultado final;

12.2 O recurso aqui mencionado deverá ser preenchido em formulário próprio disponível no site www.aocp.com.br, o qual será entregue eletronicamente ao final do envio (depois de completado o preenchimento).

12.3 Admitir-se-á um único recurso por questão, para cada candidato, relativamente ao gabarito oficial, não sendo aceitos recursos coletivos.

12.4 Na hipótese de alteração do gabarito oficial, por força de provimento de algum recurso, as provas objetivas serão recorrigidas de acordo com o novo gabarito.

12.5 Recurso interposto em desacordo com este Edital não será considerado.

12.6 Recurso interposto fora do prazo estabelecido neste Edital não será analisado.

12.7 O prazo para interposição de recurso é preclusivo e comum a todos os candidatos.

12.8 Os recursos serão recebidos sem efeito suspensivo, exceto no caso de ocasionar prejuízos irreparáveis ao candidato.

12.9 A Comissão Especial do Concurso Público, após análise dos pedidos, decidirá sobre sua aceitação e publicará, quando couber, o resultado do pedido através de edital.

13. DELEGAÇÃO DE COMPETÊNCIA

13.1 Fica delegada competência a AOCP para:

a) divulgar o Concurso;

b) deferir e indeferir as inscrições;

c) elaborar, aplicar, corrigir, e julgar as provas objetivas;

d) julgar os pedidos de recursos, conjuntamente com a Comissão Especial Examinadora;

e) prestar informações sobre o Concurso.

14. CONVOCAÇÃO

14.1 O candidato aprovado será convocado obedecendo a ordem de classificação, na medida em que surgirem vagas, no interesse da Administração.

14.2 Será de inteira responsabilidade do candidato a atualização de seu endereço junto a Prefeitura Municipal de São Francisco do Sul - SC, quando houver alteração do endereço informado na ficha de inscrição.

14.3 Para o ato de nomeação o candidato deverá, obrigatoriamente, apresentar Atestado Médico emitido por médico assistente do município ou junta médica oficial, e:

a) Fotocópia da Carteira de Identidade.

b) Fotocópia do Cadastro de Pessoa Física - CPF.

c) Fotocópia do Título de Eleitor com comprovante de votação nas últimas eleições.

d) Fotocópia do Certificado de reservista (se do sexo masculino).

e) Uma foto 3x4 recente e tirada de frente.

f) Fotocópia do n inscrição do PIS/PASEP.

g) Fotocópia da CTPS - foto e filiação.

h) Atestado de Antecedentes Criminais.

i) Demais documentos que se fizerem necessários, posteriormente informados.

14.4 O candidato, após a convocação, deverá comparecer à sede da Prefeitura Municipal de São Francisco do Sul - SC, no prazo máximo de 15 (quinze) dias, munido dos documentos citados no item 14.3, "a" a "h".

14.5 O candidato que deixar de comparecer no prazo previsto perderá automaticamente a vaga, sendo convocado o candidato seguinte, na ordem de classificação.

14.6 O candidato convocado será submetido a exame médico admissional, caso seja considerado inapto para exercer a função, não será admitido, perdendo automaticamente a vaga.

15. DISPOSIÇÕES FINAIS

15.1 Não serão admitidos servidores com vínculo de trabalho por prazo determinado ou indeterminado, em empregos/cargos/funções nesta ou em outra repartição/instituição pública, exceto nos casos de acúmulo legal, de acordo com a Constituição Federal.

15.2 As condições do exercício do cargo dos candidatos aprovados e nomeados serão reguladas pelo regime Estatutário.

15.3 Os documentos emitidos no exterior deverão estar acompanhados de tradução pública juramentada.

15.4 Os casos omissos até a Homologação Final do Concurso serão resolvidos pela Comissão Especial do Concurso e, após, pelo Prefeito Municipal de São Francisco do Sul - SC.

15.5 O resultado deste Concurso Público terá validade de 24 (vinte e quatro) meses a contar da data de publicação da homologação do resultado final.

15.6 E vedada a inscrição neste Concurso Publico, de quaisquer membros da Comissão do Concurso e da AOCP. Será destituído o membro da Comissão Especial, que tenha qualquer grau de parentesco com candidatos cuja inscrição tenha sido homologada.

15.7 O foro para dirimir qualquer questão relacionada com o Concurso Publico de que trata este Edital, é o da Comarca de São Francisco do Sul/SC.

São Francisco do Sul, 10 de novembro de 2007.

ODILON FERREIRA DE OLIVEIRA
PREFEITO MUNICIPAL

ÁLVARO ANTONIO DA SILVEIRA
Secretario Municipal de Administração

ANEXO I DO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N° 002/2007

PROGRAMAS DAS PROVAS

CONHECIMENTOS COMUNS AOS CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR

PORTUGUÊS

Compreensão e interpretação de texto. Ortografia. Acentuação gráfica. Pontuação. Divisão silábica. Substantivos e adjetivos (gênero, número e grau). Verbos (tempos e modos). Fonética e Fonologia: Encontros vocálicos e consonantais. Dígrafos. Morfologia: Classes de palavras: artigo, substantivo, adjetivo, pronome, numeral e verbo e sua flexões; advérbio, conjunção, preposição e interjeição. Poética. Versificação. Elementos de comunicação. Sintaxe - Período composto por Coordenação e Subordinação. Figuras de sintaxe. Noções de semântica. Produção textual: coerência e coesão, tipos composição, elementos da comunicação e funções da linguagem. Concordância verbal e nominal. Regência.

CONHECIMENTOS GERAIS

Noções gerais sobre a vida econômica, social, política, tecnologia, relações exteriores, segurança e ecologia com as diversas áreas correlatas do conhecimento juntamente com suas vinculações histórico-geográficas em nível nacional e internacional.

CONHECIMENTOS COMUNS AOS CARGOS DE NÍVEL MÉDIO

PORTUGUÊS

Compreensão e interpretação de texto. Ortografia. Acentuação gráfica. Pontuação. Divisão silábica. Substantivos e adjetivos (gênero, número e grau). Verbos (tempos e modos). Fonética e Fonologia: Encontros vocálicos e consonantais. Dígrafos. Morfologia: Classes de palavras: artigo, substantivo, adjetivo, pronome, numeral e verbo e sua flexões; advérbio, conjunção, preposição e interjeição. Poética. Versificação. Elementos de comunicação. Sintaxe - Período composto por Coordenação e Subordinação. Figuras de sintaxe. Noções de semântica. Produção textual: coerência e coesão, tipos composição, elementos da comunicação e funções da linguagem. Concordância verbal e nominal. Regência.

CONHECIMENTOS GERAIS

Noções gerais sobre a vida econômica, social, política, tecnologia, relações exteriores, segurança e ecologia com as diversas áreas correlatas do conhecimento juntamente com suas vinculações histórico-geográficas em nível nacional e internacional.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS - 20 QUESTÕES

ASSISTENTE SOCIAL

Políticas Sociais Publicas no Brasil. As questões teórico­metodologico do Serviço Social: Métodos, instrumentos e técnicas. A pesquisa social e a sua relação com a pratica do Serviço Social. Interdisciplinariedade. Movimentos Sociais. Terceiro Setor. Sistema Único de Saúde-SUS/Lei 8080/90. Lei orgânica da Assistência Social. Conselho municipal de Assistência Social e o controle social. Estatuto da criança e do adolescente e a definição de políticas e prioridades de planos, programas e projetos. Código de ética do Assistente Social.

AUXILIAR DE ENFERMAGEM

Assistência a clientes/pacientes em tratamento clínico. Cuidados básicos de enfermagem no pré-natal, parto, puerperio e ao recém-nascido. Cuidados higiênicos com o paciente. Curativo. Bandagem. Epidemiologia. Esterilização de materiais. Imunização. Assistência a Saúde da Criança e da Saúde do Idoso. Administração de Medicação. Precaução Universal. Saúde Pública - O SUS (programas e diretrizes do ministério da Saúde). Sinais vitais. Código de ética de enfermagem.

AUXILIAR DE LABORATÓRIO

Fundamentos: Identificação dos diversos equipamentos de um laboratório, sua utilização e conservação, por exemplo, balanças, estufas, microscópio, vidraria; Identificação dos métodos mais utilizados na esterilização e desinfecção em laboratório, por exemplo, autoclavação, esterilização em estufa, soluções desinfetantes; Manuseio e esterilização de material; Métodos de prevenção e assistência a acidentes de trabalho; Ética em laboratório de análises clínicas; técnicas de lavagem de material em laboratório de análises clínicas. Bioquímica: Identificar os diferentes anticoagulantes usados em laboratório; Manipulação correta de equipamentos, bem como cuidados de limpeza e manutenção dos mesmos. Noções sobre coletas, acondicionamento, armazenamento e transporte de amostras.

AUXILIAR ODONTOLÓGICO

Equipamento e Instrumental: nomenclatura, utilização, preparo, limpeza, esterilização/desinfecção, acondicionamento, funcionamento, lubrificação, manutenção e conservação. Ergonomia: espaço físico, postura, posição de trabalho. Higiene Dentária: técnicas de escovação supervisionada. preenchimento de fichas de controle e fichas clínicas, registros em odontologia. Manejo de pacientes na clínica odontológica. Materiais Odontológicos: nomenclatura, utilização, preparo, manipulação, acondicionamento e controle de estoque. Medidas de prevenção/promoção da saúde bucal, organização de programas coletivos e individuais de promoção de saúde bucal, fluorterapia, educação em saúde bucal. Placa bacteriana. Principais doenças na cavidade bucal: cárie, doença periodontal, má oclusão, lesões de mucosa(conceito, etiologia, evolução, medidas de promoção e prevenção). Técnicas de revelação radiológica, cartonagem, cuidados necessários.

BIOQUÍMICO

Colheita e separação de material biológico. HEMATOLOGIA CLÍNICA: Realização e interpretação de Hemograma, Leucograma, Plaquetograma; Hemoglobinopatias; Hemossedimentação; Testes de Coagulação. BIOQUÍMICA CLINICA: Carboidratos: classificação, metabolismo e métodos de dosagem da glicose. Lipídeos: metabolismo e métodos de dosagem. Lipoproteínas: classificação e dosagem. Proteínas específicas: classificação e técnicas de dosagem. Compostos nitrogenados não protéicos, cálcio, fósforo, magnésio, ferro. Métodos de dosagem correlações clínico-patológicas. Interpretação dos exames; Métodos de coleta; Técnica empregada; Casos clínicos. MICROBIOLOGIA CLINICA: Técnicas de esterilização, coleta, transporte e processamento de amostras para exames microbiológicos. Métodos de coloração utilizados em microbiologia. Características morfotintoriais das bactérias. Meios de cultura. Cultura utilizando diferentes materiais biológicos. Antibiograma. Escarro: Coleta; Exame Bacteriológico; Exame Macroscópico; Exame Microscópico. Líquidos biológicos: Líquido céfalo raquidiano; Líquidos: pleural, peritoneal e ascítico. PARASITOLOGIA CLINICA. Métodos diagnósticos para Helmintos intestinais, Protozoários intestinais e parasitos de sangue e tecidos; pesquisa de sangue oculto. IMUNOLOGIA E VIROLOGIA CLINICAS. Sorologia das Doenças Reumáticas e das Doenças Infecciosas; Métodos para detecção de antígenos e anticorpos: reações de precipitação, aglutinação, hemólise, imunofluorescência e imunoen2imáticas. IMUNOHEMATOLOGIA: Grupos sangüíneos: Sistema ABO - Determinação de aglutinogênios nas hemáceas; Determinação de grupos sangüíneos; Determinação do Fator RH; Herança do Fator RH; Prova cruzada. URINALISE: coleta, Verificação dos caracteres gerais, Exame Bacteriológico; análise do sedimento urinário; Exame químico (Qualitativo e quantitativo). LEGISLAÇÃO. Código de ética do farmacêutico.

ENFERMEIRO

Fases do planejamento, organização e controle do serviço de enfermagem. Promoção da saúde e segurança no trabalho. Assistência a Saúde da Criança e do adolescente: Ações de enfermagem na promoção da Saúde infantil e juvenil. Condutas de enfermagem em pediatria. Aleitamento materno. Assistência de enfermagem à criança com diarréia aguda e desidratação. Assistência a Saúde da Mulher: Sistematização da assistência de enfermagem no pré-natal, parto, puerperio e ao recém-nascido. Distúrbios ginecológicos da puberdade até o climatério. Sexualidade da mulher e auto-cuidado. Saúde da Mulher no curso da vida. Prevenção e Controle do Câncer Cervico Uterino e de Mama. Assistência à saúde do Idoso: Educação para o auto- cuidado. Cuidados de Enfermagem no atendimento das necessidades básicas do cliente /paciente. Tratamento de feridas. O processo de envelhecimento nos aspectos fisiológicos, sociais e patológicos. Temas relacionados à Vigilância epidemiológica: doenças transmissíveis: tipos, contagio e prevençao Temas. Sistema Único de Saúde (Legislação, Lei 8080/90, Lei 8142/90 e Normas Operacionais Básicas do SUS). Saúde Coletiva (Pública).

FISIOTERAPEUTA

FISIOTERAPIA EM PNEUMOLOGIA: Anatomofisiologia do sistema respiratório. Principais doenças pulmonares - avaliação e tratamento fisioterápico. FISIOTERAPIA EM CARDIOLOGIA: Anatomia do aparelho cardiovascular. Principais afecções cardiovasculares, avaliação e tratamento. FISIOTERAPIA EM NEUROLOGIA: Anatomofisiologia dos sistemas nervoso central e periférico. Principais patologias neurológicas, avaliação e tratamento. FISIOTERAPIA EM NEUROPEDIATRIA: Principais doenças neurológicas infantis, sua avaliação e tratamento fisioterápico. FISIOTERAPIA EM PEDIATRIA: Desenvolvimento motor normal. Principais distúrbios músculo-esquelético da infância. Doenças do aparelho respiratório infantil. Tratamento fisioterápico. FISIOTERAPIA EM ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA: Anatomia do aparelho locomotor. Principais lesões traumato-ortopédicas e seu tratamento fisioterápico. Doenças do sistema conjuntivo. Pré e pós-operatório de cirurgia ortopédica. FISIOTERAPIA EM GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA: Alterações fisiológicas da gravidez. Fisioterapia no pré e pós-parto. FISIOTERAPIA EM GERIATRIA: Atividade física na terceira idade. Alterações do organismo com o envelhecimento.

FONOAUDIÓLOGO

Morfofisiologia da audição. Audiologia clínica (avaliação e diagnóstico). Audiologia do trabalho: Ruído e meio ambiente. Audiologia Educacional. Processamento Auditivo Central (avaliação e conduta terapêutica). Neurofisiologia do sistema motor da fala. Linguagem (conceito/ aspectos de linguagem), desenvolvimento da comunicação / retardo de aquisição de linguagem (causas gerais). Relações entre o desenvolvimento da linguagem falada e o desenvolvimento da linguagem escrita. Avaliação da fala e da linguagem do pré-escolar. Avaliação e abordagem terapêutica no desvio fonológico. Avaliação e abordagem terapêutica nos distúrbios de leitura e escrita. Distúrbios de aprendi2agem da linguagem escrita: prevenção, diagnóstico e intervenção fonoaudiológica. Fisiologia do sistema motor oral. Avaliação e conduta terapêutica dos distúrbios miofuncionais orais. Sucção, deglutição e mastigação: métodos e técnicas aplicadas à terapia. Distúrbios articulatórios: conceito, etiologia, avaliação e fonoterapia. Disfagias: definição, semiologia, métodos e técnicas aplicadas; Anatomofisiologia do sistema fonatório. Avaliação e fonoterapia dos distúrbios da voz. Disfonias e aspectos preventivos. Fonoaudiologia em saúde pública. Ética profissional. História das Políticas de Saúde no Brasil. Sistema Único de Saúde (Legislação, Lei 8080/90, Lei 8142/90 e Normas Operacionais Básicas do SUS). Saúde Coletiva (Pública)

MÉDICO

Assistência Médica em Saúde do Adulto - Hipertensão Arterial. Diabetes Mellitus. Doenças Cardiovasculares. Doenças Reumáticas. Doenças Pulmonares e Neurológicas. Assistência Médica em Ginecologia e Obstetrícia - Pré-natal de baixo risco. Doenças da Gestação. Câncer de Mama e Cérvico-uterino. Assistência Médica ao Idoso -. Assistência Médica em Pediatria - Puericultura, doenças diarréicas, doenças respiratórias da infância. Assistência Médica em Doenças Transmissíveis: doenças com notificação compulsória. Ansiedade e Depressão. Procedimentos médicos-cirurgicos. Procedimentos traumato-ortopedicos. Conduta de tratamento anti acidentes com animais peçonhentos. Código de Ética da Medicina. Legislação: SUS: Lei N° 8.080 de 19 de setembro de 1990; Lei N° 8.142 de 28 de dezembro de 1990; Norma Operacional da Assistência à Saúde - SUS-NOAS-01/02; Norma Operacional Básica do Sistema Único de Saúde - NOB­SUS-1996; Programa Saúde da Família - Normas e legislação vigente. Emenda Constitucional N° 29 de 13 de setembro de 2000.

MÉDICO VETERINÁRIO

Microbiologia dos alimentos. Higiene e controle de qualidade na Indústria de alimentos. Boas Práticas de Fabricação (BPF). Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle (APPCC). Tecnologia de Abate e Inspeção Sanitária de Produtos Cárneos de mamíferos, aves e pescado. Tecnologia de produção e Inspeção Sanitária de ovos, mel e produtos lácteos. Aditivos e conservantes. Legislação Brasileira: Normas e Padronizações dos POAs. Conceitos e fundamentos em Epidemiologia Veterinária. Controle de Vetores. Zoonoses e a Saúde Pública. Artrópodes, Helmintos e Protozoários de interesse médico e veterinário. Código de Ética do Medico Veterinário.

NUTRICIONISTA

Condições sanitárias e higiênicas do Serviço de nutrição. Aleitamento materno. Planejamento da alimentação complementar. Alimentação do pré-escolar. Alimentação do escolar. Avaliação nutricional de crianças. Educação nutricional. SISVAN. RN de risco e crianças de baixo peso.Parâmetros de crescimento e desenvolvimento nas diferentes faixas etárias. Necessidades nutricionais nos diferentes períodos da vida. Código de Ética do Nutricionista.

ODONTÓLOGO

Modelos de Atenção Odontológica (promoção de saúde e prevenção em saúde bucal, programas em serviços públicos odontológicos). Saúde Pública: Organização dos Serviços de Saúde no Brasil - SUS: legislação, princípios, diretrizes, estrutura e características. Indicadores de saúde, Programa Saúde da Família - Normas e legislação vigente. Anestesiologia; Biossegurança no Trabalho; Código de Ética Profissional; Dentística; Diagnóstico e Plano de Tratamento; Emergências no Consultório Odontológico; Endodontia; Esterilização e Desinfecção; Flúor (mecanismo de ação, farmacocinética, uso, tipos e toxicidade); Noções básicas de atendimento a pacientes especiais; Oclusão e Articulação Temporomandibular (sinais, sintomas e princípios de tratamento das disfunções temporomandibulares, Odontopediatria; Patologia (lesões de mucosa, cistos, tumores, lesões canceri2áveis, processos proliferativos); Periodontia (prevenção e tratamento das doenças periodontais); Semiologia e Tratamento das Afecções dos Tecidos Moles Bucais; Terapêutica e farmacologia (analgésicos, antiinflamatórios, antibióticos, antidepressivos, anti-hipertensivos, hemostáticos, anticoagulantes).

PSICÓLOGO

Psicoterapia breve. Psicopatologias. Recrutamento e Seleção. Treinamento. Adolescência. Concepção interacionista, Piaget e Vygotsky, As etapas do desenvolvimento cognitivo e afetivo. O desenvolvimento de crianças e adolescentes. Legislação. História das Políticas de Saúde no Brasil. Sistema Único de Saúde (Legislação, Lei 8080/90, Lei 8142/90 e Normas Operacionais Básicas do SUS). Saúde Coletiva (Pública). Reforma Psiquiátrica; Saúde Mental Coletiva; Grupos (terapêuticos, operativos, de apoio); Psicologia das Instituições e Organi2acional

TÉCNICO EM ENFERMAGEM

Atribuição do Técnico de Enfermagem. Prevenção e Promoção a Saúde. Biossegurança nas Ações de Saúde. Conceitos e princípios de assepsia, anti-sepsia, desinfecção, descontaminação e esterilização. Métodos de esterilização utilizados em estabelecimento de saúde. Funcionamento e utilização dos equipamentos e materiais. Saúde da Criança: Ações de enfermagem na promoção da Saúde infantil. Condutas de enfermagem em pediatria. Aleitamento materno.. Assistência de enfermagem à criança com diarréia aguda e desidratação. Saúde da Mulher: Sistematização da assistência de enfermagem no pré- natal. Distúrbios ginecológicos da puberdade até o climatério. Sexualidade da mulher e autocuidado. Saúde da Mulher no curso da vida. Temas relacionados à saúde do Idoso: Educação para o auto-cuidado. Cuidados de Enfermagem no atendimento das necessidades básicas do cliente /paciente. Ações que visam à prevenção, tratamento e controle de doenças infecto contagiosas. Aspectos gerais das imunizações. Técnicas de aplicação e armazenamento de imunobiológicos. Administração de Medicação. Sistema Único de Saúde (Legislação, Lei 8080/90, Lei 8142/90 e Normas Operacionais Básicas do SUS). Saúde Coletiva (Pública). Programa Humaniza Sus.

TERAPEUTA OCUPACIONAL

Fundamentos de Terapia Ocupacional. A Atividade Humana e a Terapia Ocupacional. Métodos e meios de tratamento: da prevenção, às ações curativas e de reabilitação. Terapia Ocupacional nas disfunções físicas, mentais e sensoriais. Terapia Ocupacional nas disfunções psico-sociais. O Terapeuta Ocupacional no contexto da educação e saúde.

ANEXO II DO EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N° 002/2007

DESCRIÇÃO DOS CARGOS

ASSISTENTE SOCIAL

Prestar serviços de âmbito social, individualmente e/ou em grupos, identificando e analisando problemas de indivíduos, famílias, comunidades e instituições e suas necessidades materiais e sociais, aplicando métodos e recursos básicos do serviço social; planejar, orientar, coordenar e monitorar planos de ações em desenvolvimento de programas e projetos sociais em diferentes áreas de atuação, e outras atividades afins.

AUXILIAR DE ENFERMAGEM

Executar pequenos serviços de enfermagem, sob a supervisão do enfermeiro, prestar assistência no atendimento aos pacientes. Trabalhar em conformidade às boas práticas, normas e procedimentos de biossegurança. Realizar registros e elaborar relatórios técnicos; comunicar-se com pacientes e familiares e com a equipe de saúde e outras atividades afins.

AUXILIAR DE LABORATÓRIO

Coletar material biológico, orientar e verificar o preparo do paciente para o exame. Auxiliar os técnicos no preparo de vacinas; aviar fórmulas sob orientação e supervisão. Preparar meios de cultura, estabilizantes e hemoderivados. Organizar o trabalho; recuperar material de trabalho, lavar, esterilizar, secar, separar e embalar. Trabalhar em conformidade a normas e procedimentos técnicos e de biossegurança, e outras atividades afins.

AUXILIAR ODONTOLÓGICO

Desenvolver o trabalho individualmente ou em equipe. Planejar o trabalho técnico-odontológico no consultório auxiliando o cirurgião dentista. Executar procedimentos odontológicos sob supervisão do cirurgião dentista. Administrar e mobilizar agendamento de pessoal e materiais, e outras atividades afins.

BIOQUÍMICO

Realizar tarefas específicas de desenvolvimento, produção, dispensação, controle, armazenamento, distribuição e transporte de produtos da área farmacêutica tais como medicamentos, alimentos especiais, imunobiológicos, domissanitários e insumos correlatos. Realizar análises clínicas, toxicológicas, fisioquímicas, biológicas, microbiológicas e bromatológicas; participar da elaboração, coordenação e implementação de políticas de medicamentos; exercer fiscalização sobre produtos e serviços; orientar sobre uso de produtos e prestar serviços farmacêuticos, e outras atividades afins.

ENFERMEIRO

Executar serviços de enfermagem, prestar assistência ao paciente empregando procedimentos de rotina e/ou específicos, prescrever e implementar e avaliar ações para possibilitar a proteção e a recuperação da saúde individual ou coletiva, e outras atividades afins.

FISIOTERAPEUTA

Atender pacientes e clientes para prevenção, habilitação e reabilitação de pessoas utilizando protocolos e procedimentos específicos de fisioterapia. Habilitar pacientes e clientes; realizar diagnósticos específicos; analisar condições dos pacientes e clientes. Orientar pacientes, clientes, familiares e responsáveis; Desenvolver programas de prevenção, promoção de saúde e qualidade de vida; exercer atividades técnico-científicas, e outras atividades afins.

FONOAUDIÓLOGO

Atender pacientes e clientes para prevenção, habilitação e reabilitação de pessoas utilizando protocolos e procedimentos específicos de fonoaudiologia. Tratar de pacientes e clientes; efetuar avaliação e diagnóstico fonoaudiológico; orientar pacientes, clientes, familiares e responsáveis; desenvolver programas de prevenção, promoção da saúde e qualidade de vida; exercer atividades administrativas, de ensino e pesquisa; e outras atividades afins.

MÉDICO

Realizar exames médicos, emitir diagnósticos, prescrever medicamentos e outras formas de tratamento para diversos tipos de enfermidades, implementar ações para promoção da saúde, coordenar programas e serviços em saúde, efetuar perícias, auditorias e sindicâncias médica, aplicando recursos de medicina preventiva ou terapêutica, para promover a saúde e o bem-estar do paciente; difundir conhecimentos da área médica, e outras atividades afins.

MÉDICO VETERINÁRIO

Planejar, organizar, supervisionar e executar programas de defesa sanitária, proteção, aprimoramento e desenvolvimento da pecuária, realizando estudos e pesquisas, aplicando conhecimentos, dando consultas, fazendo relatórios, exercendo fiscalização e empregando métodos, para assegurar a sanidade do rebanho, a produção racional econômica de alimentos e a saúde da comunidade, e outras atividades afins.

NUTRICIONISTA

Prestar assistência nutricional a indivíduos e coletividades; planejar, organizar, supervisionar, administrar e avaliar unidades de alimentação e nutrição; efetuam controle higiênico-sanitário; participar de programas de educação nutricional; ministrar cursos de orientação para funções que atuam com o manejo de alimentos nas escolas, e outras atividades afins.

ODONTÓLOGO

Atender e orientar pacientes e executar tratamento odontológico, realizando, entre outras atividades, radiografias e ajuste oclusal, aplicação de anestesia, extração de dentes, tratamento de doenças gengivais e canais, cirurgias bucomaxilofaciais, implantes, tratamentos estéticos e de reabilitação oral, confecção de prótese oral e extra-oral. Diagnosticar e avaliar pacientes e planejar tratamento. Realizar auditorias e perícias odontológicas, administrar local e condições de trabalho, adotando medidas de precaução universal de biossegurança, e outras atividades afins.

PSICÓLOGO

Estudar, pesquisar, avaliar desenvolvimento emocional e os processos mentais e sociais de indivíduos, grupos e instituições, com a finalidade de análise, tratamento, orientação e educação; diagnosticar e avaliar distúrbios emocionais e mentais e de adaptação social, elucidando conflitos e questões e acompanhando o(s) paciente(s) durante o processo de tratamento ou cura; investigar os fatores inconscientes do comportamento individual e grupal, tornando-os conscientes; desenvolver pesquisas experimentais, teóricas e clínicas e coordenar equipes e atividades de área e afins.

TÉCNICO EM ENFERMAGEM

Acompanhar os serviços de enfermagem nas unidades de saúde, 2elando pelas metas e rotinas de trabalho, para auxiliar no atendimento aos pacientes, e outras atividades afins.

TERAPEUTA OCUPACIONAL

Atender pacientes e clientes para prevenção, habilitação e reabilitação de pessoas utilizando protocolos e procedimentos específicos de fisioterapia, terapia ocupacional e ortoptia . Habilitar pacientes e clientes; realizar diagnósticos específicos; analisar condições dos pacientes e clientes. Orientar pacientes, clientes, familiares, cuidadores e responsáveis; avaliar baixa visão; ministrar testes e tratamentos ortópticos no paciente. Desenvolver programas de prevenção, promoção de saúde e qualidade de vida; exercer atividades técnico-científicas; administrar recursos humanos, materiais e financeiros e executar atividades administrativas.