Prefeitura de Maravilhas - MG

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARAVILHAS

ESTADO DE MINAS GERAIS

EDITAL Nº 01/2007

O Exmo. Sr. Prefeito Municipal de Maravilhas, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela legislação em vigor, torna público que fará realizar Concurso Público de provas para provimento de cargos vagos, bem como dos que venham a vagar ou ser criados no prazo de validade deste concurso e será realizado sob a responsabilidade da Fundação Mariana Resende Costa FUMARC, nos termos do presente Edital.

1. DOS CARGOS:

1.1. Descrição dos cargos, salários, jornada de trabalho, vagas, escolaridade, constam do anexo II do Edital.

2. DO LOCAL DE TRABALHO E REGIME JURÍDICO:

2.1 Local de trabalho: Nas unidades da Administração Municipal e convêniadas.

2.2 Regime jurídico estatutário.

3. DAS CONDIÇÕES PARA INSCRIÇÃO:

3.1 Ser brasileiro nato ou naturalizado.

3.2 Estar em dia com as obrigações eleitorais.

3.3 Estar em dia com as obrigações militares, se do sexo masculino.

3.4 Ter na data da posse 18 (dezoito) anos completos.

3.5 Comprovar, na data da posse, possuir os requisitos exigidos no Anexo II deste Edital.

3.6 Apresentar os documentos exigidos por ocasião da posse.

4. DAS DISPOSIÇÕES RELATIVAS ÀS INSCRIÇÕES:

4.1. VIA INTERNET

Será admitida a inscrição via INTERNET, no endereço www.fumarc.com.br, solicitada no período de 24 de setembro a 05 de outubro de 2007.

Horário integral, exceto no dia 24/09/2007 que será a partir das 9:00 horas, e no dia 05/10/2007 que será até às 22:00 horas.

4.1.1 A FUMARC não se responsabiliza por inscrição via Internet não recebida por motivos de ordem técnica dos computadores, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação, bem como outros fatores de ordem técnica que impossibilitem a transferência dos dados.

4.1.1.1 Quaisquer dúvidas quanto a inscrição, o candidato deverá entrar em contato com a FUMARC Concurso, pessoalmente ou através do telefone (31)3375-6000, de segunda a sexta-feira de 9 às 17 horas.

4.1.2 O valor da inscrição deverá obrigatoriamente ser pago em agências bancárias por meio de boleto, impresso pelo candidato, até o dia do vencimento, constante do boleto.

4.1.3 O comprovante de inscrição do candidato será o boleto, devidamente quitado. A inscrição somente será concretizada se confirmado o pagamento da taxa de inscrição.

4.1.4 O Edital e o calendário do Concurso estarão disponíveis no endereço eletrônico www.fumarc.com.br, sendo de responsabilidade exclusiva do candidato a obtenção desse material.

4.1.5 São de responsabilidade única do candidato os dados cadastrais informados na solicitação de inscrição.

4.1.6 Não será admitida a troca do cargo escolhido, após o término das inscrições.

4.1.7 Informações complementares acerca da inscrição via INTERNET estarão disponíveis no endereço eletrônico supracitado.

4.1.8 O candidato poderá inscrever-se somente para um cargo.

4.1.9 Não haverá, sob qualquer pretexto, inscrição provisória ou condicional, assim como por via postal, fax ou correio eletrônico.

4.1.10 Em hipótese alguma haverá devolução da taxa de inscrição.

4.1.11 A declaração falsa ou inexata dos dados constantes no requerimento de inscrição, mesmo que verificadas a qualquer tempo, determinará o cancelamento da inscrição e a anulação de todos os atos decorrentes, sem prejuízo das sanções civis e penais cabíveis.

4.1.12 A inscrição implicará o conhecimento e a aceitação das normas reguladoras do certame ora estabelecido.

4.1.13. A FUMARC enviará ao candidato, o Cartão de Informação, constando data, horário e o local de aplicação das provas, através dos correios, para o endereço indicado no formulário eletrônico. É de inteira responsabilidade do candidato a informação completa de seu endereço para a remessa de correspondências e convocações.

O local e horário das provas serão divulgados na internet, no site da FUMARC, www.fumarc.com.br, em até 05 dias antes da prova. É de responsabilidade do candidato o comparecimento no horário determinado. O envio da correspondência dirigida ao candidato ainda que extraviada ou por qualquer motivo não recebida, não desobriga o candidato do dever de observar a divulgação feita pela FUMARC na INTERNET.

4.2. VALOR DA TAXA DE INSCRIÇÃO:

Nível Fundamental Incompleto (alfabetizado) = R$ 20,00 (vinte reais)

Nível Fundamental Incompleto ( 4ª Série) = R$ 30,00 (trinta reais)

Nível Médio Completo = R$ 40,00 (quarenta reais)

Nível Superior = R$ 60,00 (sessenta reais)

5. DOS PROGRAMAS DAS PROVAS:

5.1 Os programas das provas constam do Anexo III deste Edital.

6. DAS PROVAS:

6.1.1 As provas objetivas obedecerão às especificações do Anexo I deste Edital e terão duração máxima de 3 (três) horas.

6.1.2 Cada questão constará de 4 (quatro) alternativas e uma única opção correta.

6.1.3 A data, o horário e o local em que o candidato realizará as provas constarão de seu cartão de informação, a ser enviado para o candidato no endereço constante do requerimento de inscrição.

6.1.3.1. O candidato que não o receber até o dia 05/11/2007, ou o receber contendo alguma divergência, deverá entrar em contato com a FUMARC em até o dia 08/11/2007, telefone 031 xx 3375.6000, para as devidas informações, ou acessar o site www.fumarc.com.br onde estará disponibilizado para impressão pelo próprio candidato.

6.1.4 A data da prova constará do calendário do Concurso.

6.1.5 O candidato deverá comparecer ao local designado para a realização das provas com antecedência mínima de 30 (trinta) minutos do horário fixado para o seu início.

6.1.6 O ingresso do candidato na sala para a realização das provas só será permitido dentro do horário estabelecido, mediante apresentação do cartão de informação, juntamente com o documento de identidade original válido.

6.1.7 Para a realização das provas, o candidato deverá portar somente documento de identidade, caneta esferográfica de tinta azul ou preta, lápis e borracha.

6.1.8 Durante a realização das provas não será permitida qualquer espécie de consulta (livros, notas, manuais, impressos ou anotações), nem o uso de relógios, telefone celular, transmissor/receptor de mensagens de qualquer tipo, máquina calculadora ou qualquer equipamento eletrônico.

6.1.9 Será excluído do Concurso o candidato que, por qualquer motivo, faltar às provas ou, durante a sua realização, for colhido em flagrante comunicação com outro candidato ou com pessoas estranhas, oralmente ou por escrito, ou ainda se utilizar de notas, livros, impressos ou qualquer dispositivo eletrônico, inclusive telefone celular.

6.1.10 Caso seja anulada alguma questão da prova, esta será contada como acerto para todos os candidatos.

6.1.11 Em hipótese alguma haverá prova fora do local e horário determinados, segunda chamada para as provas, nem vista das mesmas.

6.1.12 Serão computadas como erros as questões não assinaladas, as que contenham mais de uma resposta ou as rasuradas.

6.1.13 O candidato deverá, obrigatoriamente, entregar ao fiscal de sala, quando do término, seu gabarito de respostas e o caderno de questões. O caderno de questões será disponibilizado na Internet, no site www.fumarc.com.br, no prazo máximo de 02 (dois) dias úteis após a realização da prova, podendo, se quiser, retirá-lo pessoalmente na FUMARC.

6.1.14 As provas serão aplicadas preferencialmente em Maravilhas, porém, se necessário também em cidades próximas.

7. DO PROCESSO DE CLASSIFICAÇÃO:

7.1 Será atribuído à prova objetiva o total máximo de 100(cem) pontos, sendo atribuídos 2,5 (dois e meio) pontos para cada questão de prova, exceto para os cargos de nível Alfabetizado, que cada questão de prova valerá 5,0(cinco) pontos.

7.2 Será eliminado o candidato que não alcançar no mínimo 60(sessenta) pontos no total da prova, como também zerar qualquer disciplina que a compõe.

7.3. Ocorrendo empate na pontuação final, terá preferência o candidato que:

a) For o mais idoso, na forma da Lei nº. 10.741 de 01/10/2003 - § Único do artigo 27.

b) obtiver maior pontuação na prova de Compreensão e Interpretação para os cargos de Nível Alfabetizado.

c) obtiver maior pontuação na prova de Noções Elementares de Mecânica de Automóvel, para o cargo de Motorista;

d) tiver maior pontuação na prova de Saúde Pública, quando for o caso;

e) tiver maior pontuação na prova específica, quando for o caso;

f) obtiver maior pontuação na prova de Língua Portuguesa para os demais cargos;

7.4. Persistindo o empate, terá preferência o candidato de maior idade.

8. DOS RECURSOS:

8.1 Caberá recurso, perante a Comissão de Concurso da Prefeitura Municipal de Maravilhas, de conformidade com o item 8.4 deste edital;

a) contra qualquer questão da prova, desde que devidamente fundamentado, no prazo de 2 (dois) dias, observado sempre um recurso para cada questão, contados da divulgação do gabarito oficial que será afixado na portaria da prefeitura, no dia seguinte à realização das provas;

b) contra a lista de classificação, desde que se refira a erro de cálculo, no prazo de 2 (dois) dias a partir da data da divulgação da mencionada lista.

8.2 O recurso deverá ser individual, com a indicação precisa daquilo em que o candidato se julgar prejudicado, e devidamente fundamentado.

8.3 O requerimento deverá ser digitado ou com letra de forma legível, contendo o cargo, nome e número de inscrição do candidato e em 03 (três) vias, sendo 01(uma) via para o candidato.

8.4 Os recursos deverão ser entregues, pessoalmente ou encaminhados por SEDEX, dentro dos prazos previstos neste Edital, à sede da FUMARC, Rua Dom Lúcio Antunes, 256 - Bairro Coração Eucarístico - CEP 30535-630, em Belo Horizonte, que os analisará e encaminhará à Comissão de Concurso da Prefeitura Municipal de Maravilhas.

8.5 Será indeferido, liminarmente, o pedido de recurso não fundamentado ou intempestivo ou não subscrito pelo próprio candidato ou fora do prazo previsto em Edital.

8.6 Não serão aceitos recursos interpostos por fac-símile, telex, telegrama, Internet.

8.7.Se o julgamento dos recursos resultar em anulação de questão, a pontuação correspondente à questão anulada será atribuída a todos os candidatos, independentemente de terem recorrido, não se admitindo recurso da decisão da Banca Examinadora.

9. DA NOMEAÇÃO E POSSE:

9.1 São condições para a nomeação e posse:

a) ter sido aprovado no Concurso;

b) ter, no mínimo, 18 (dezoito) anos de idade completos na data da convocação para a nomeação;

c) estar qualificado para o cargo pretendido, de acordo com o previsto no Anexo II deste Edital, na data da convocação;

d) apresentar os documentos de que trata o item 9.3 no prazo determinado pela Prefeitura Municipal de Maravilhas.

9.2 A contratação do candidato se dará na estrita conformidade da ordem de classificação, de maneira gradativa, de acordo com a conveniência administrativa da Prefeitura Municipal de Maravilhas.

9.3 O candidato convocado para a nomeação e em prazo determinado, deverá apresentar:

a) duas fotografias iguais e recentes, coloridas, tamanho 3x4;

b) cópia da carteira de identidade;

c) cópia da certidão de nascimento ou casamento;

d) cópia do título de eleitor ou documento equivalente e comprovante de votação na última eleição;

e) cópia do certificado de reservista ou documento equivalente, se do sexo masculino;

f) atestado de antecedentes com o "nada consta", fornecido pela Secretaria da Segurança Pública do Estado de Minas Gerais;

g) laudo médico favorável subscrito pelo Serviço Médico do Município de Maravilhas.

h) diploma ou certificado de conclusão do curso correspondente à escolaridade exigida, conforme especificação constante do Anexo II deste Edital;

i) comprovação da experiência para os cargos que a exigem.

9.4 O candidato que não apresentar, por qualquer motivo, no prazo determinado, a documentação constante do item anterior perderá, em definitivo, o direito à nomeação e posse.

10. DOS CANDIDATOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA:

10.1 Às pessoas portadoras de deficiência é garantido o direito de se inscreverem neste Concurso, desde que as atribuições e as aptidões específicas estabelecidas para o cargo pretendido sejam compatíveis com a deficiência de que são portadoras.

10.2 No ato da inscrição, a pessoa portadora de necessidades especiais deverá declarar esta condição no requerimento de inscrição, indicando a espécie da deficiência. O candidato portador de deficiência que, no ato da inscrição, não declarar essa condição, não poderá, posteriormente, reivindicar os benefícios da Lei 11.867/95.

10.3 De acordo com a Lei, considera-se pessoa portadora de deficiência aquela que apresenta, em caráter permanente, perda ou anormalidade de natureza psicológica, fisiológica ou anatômica que gere incapacidade para desempenho de atividades dentro do padrão considerado normal para o ser humano.

10.4 O candidato que necessitar de prova em condições especiais deverá solicitá-la por meio de requerimento dirigido à FUMARC Concursos, Rua Dom Lúcio Antunes, 256, Bairro Coração Eucarístico, Belo Horizonte, CEP 30.535-630, indicando o tipo de atendimento necessário, até 10 dias corridos após o último dia da inscrição.

10.5 Se classificado no concurso, o candidato deverá encaminhar à Prefeitura Municipal de Maravilhas, quando da convocação para nomeação, laudo médico atestando a espécie e o grau ou nível de deficiência, com expressa referência ao código correspondente do CID, bem como a sua provável causa.

10.6 Na falta do atestado médico ou não contendo este as informações indicadas no item 10.5 o requerimento de inscrição será processado como de candidato não portador de deficiência, mesmo que declarada tal condição.

10.7 O candidato portador de deficiência aprovado será submetido à avaliação pela Junta Médica Municipal, em data a ser informada, que emitirá, decisão definitiva sobre sua qualificação como deficiente e se o grau de deficiência é compatível com o exercício do cargo.

10.8 A publicação do resultado será feita em duas listas, contendo, a primeira, a classificação de todos os candidatos, inclusive a dos que se declararam como portadores de deficiência e, a segunda, somente a classificação desses últimos.

10.9 Na falta de candidatos aprovados para as vagas a serem providas pelos portadores de deficiência, estas serão preenchidas pelos demais candidatos.

11. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS:

11.1 Todas as publicações referentes a este Concurso serão feitas na forma do artigo 98 da Lei Orgânica Municipal.

11.2 O prazo de validade do presente Concurso é de 2 (dois) anos, a contar de sua homologação, prorrogável por mais 2 (dois) anos, a critério da Prefeitura Municipal de Maravilhas.

11.3 Em nenhuma hipótese haverá justificativa para os candidatos pelo não cumprimento dos prazos determinados nem serão aceitos documentos após as datas estabelecidas.

11.4 O candidato aprovado compromete-se a manter seu endereço atualizado, por meio de correspondência dirigida à Prefeitura Municipal de Maravilhas, situada à Av. Brasil, 33 - Cento - Maravilhas/MG, CEP:35666-000.

11.5 Este Edital será divulgado no seguinte endereço eletrônico: www.fumarc.com.br

11.6 Os trabalhos da FUMARC serão supervisionados pela Comissão de Concursos constituída pela Prefeitura Municipal de Maravilhas, à qual serão submetidos os casos omissos ou duvidosos.

11.7 Qualquer contato com a FUMARC deverá ser feito pelo telefone 31 3375.6000 ou no endereço Rua Dom Lúcio Antunes, 256 Bairro Coração Eucarístico, Belo Horizonte, CEP 30535-630.

11.8 O Concurso será homologado pelo Prefeito Municipal.

11.9 A Prefeitura Municipal de Maravilhas e a FUMARC não se responsabilizam por quaisquer cursos, textos ou apostilas referentes ao Concurso ou por quaisquer informações que estejam em desacordo com este Edital.

Maravilhas, 14 de setembro de 2007.

GRACILIANO GARCIA CAPANEMA
Prefeito Municipal

ANEXO I

CARGOS

CÓDIGO

NÍVEL

PROVAS

Nº QUESTÕES

Operador de Motoniveladora

1

Alfabetizado

Compreensão e Interpretação

20

Operador de Pá Carregadeira

2

Alfabetizado

Compreensão e Interpretação

20

Operador de Máquinas I

3

Alfabetizado

Compreensão e Interpretação

20

Mecânico

4

Alfabetizado

Compreensão e Interpretação

20

Borracheiro

5

Alfabetizado

Compreensão e Interpretação

20

Auxiliar de Serviços I - Vigia

6

Alfabetizado

Compreensão e Interpretação

20

Oficial de Serviços II

7

Alfabetizado

Compreensão e Interpretação

20

Auxiliar de Serviços I - Faxineiro

8

Alfabetizado

Compreensão e Interpretação

20

Auxiliar de Serviços II - Operário Braçal

9

Alfabetizado

Compreensão e Interpretação

20

Auxiliar de Serviços I - Gari

10

Alfabetizado

Compreensão e Interpretação

20

Auxiliar de Serviços I - Servente Escolar

11

Alfabetizado

Compreensão e Interpretação

20

Zelador de Cemitério

12

Alfabetizado

Compreensão e Interpretação

20

Auxiliar de Serviços II - Jardineiro

13

Alfabetizado

Compreensão e Interpretação

20

Auxiliar de Serviços II - Serviço de Água

14

Alfabetizado

Compreensão e Interpretação

20

Motorista

15

Fundamental Incompleto

. Língua Portuguesa

. Mecânica de Automóveis

20

20

Auxiliar Administrativo I

16

Médio

. Língua Portuguesa

. Matemática

. Noções de Informática

15

10

15

Agente Fiscal

17

Médio

. Língua Portuguesa

. Matemática

20

20

Auxiliar Administrativo II

18

Médio

. Língua Portuguesa

. Matemática

. Noções de Informática

15

15

10

Recepcionista / Telefonista

19

Médio

. Língua Portuguesa

. Matemática

. Noções de Informática

15

10

15

Técnico em Higiene Dental

20

Médio

. Língua Portuguesa

. Saúde Pública

15

25

Auxiliar de Contabilidade

21

Médio

. Língua Portuguesa

. Matemática

. Legislação

15

10

15

Agente de Saúde I

22

Médio

. Língua Portuguesa

. Saúde Pública

. Noções de Informática

10

20

10

Auxiliar de Biblioteca

23

Médio

. Língua Portuguesa

. Matemática

. Noções de Informática

15

15

10

Auxiliar de Farmácia

24

Médio

. Língua Portuguesa

. Saúde Pública

20

20

Técnico em Enfermagem

25

Médio

. Língua Portuguesa

. Saúde Pública

15

25

Auxiliar de Serviço II - Auxiliar de Consultório Dentário

26

Médio

. Língua Portuguesa

. Saúde Pública

15

25

Auxiliar de Informática

27

Médio

. Língua Portuguesa

. Noções de Informática

20

20

Técnico de Informática

28

Médio/Técnico

. Língua Portuguesa

. Específica

20

20

Engenheiro Civil

29

Superior

. Língua Portuguesa

. Específica

15

25

Dentista

30

Superior

. Língua Portuguesa

. Saúde Pública

15

25

Médico Clínico Geral

31

Superior

. Língua Portuguesa

. Saúde Pública

15

25

Medico Clinico Geral - Ultrasonografia

32

Superior

. Língua Portuguesa

. Saúde Pública

15

25

Médico Psiquiatra

33

Superior

. Língua Portuguesa

. Saúde Pública

15

25

Médico Pediatra

34

Superior

. Língua Portuguesa

. Saúde Pública

15

25

Médico Ginecologista

35

Superior

. Língua Portuguesa

. Saúde Pública

15

25

Médico Cardiologista

36

Superior

. Língua Portuguesa

. Saúde Pública

15

25

Médico Plantonista - Final de Semana

37

Superior

. Língua Portuguesa

. Saúde Pública

15

25

Médico Plantonista - Noturno

38

Superior

. Língua Portuguesa

. Saúde Pública

15

25

Farmacêutico

39

Superior

. Língua Portuguesa

. Saúde Pública

15

25

Psicólogo

40

Superior

. Língua Portuguesa

. Saúde Pública

15

25

Enfermeiro

41

Superior

. Língua Portuguesa

. Saúde Pública

15

25

Nutricionista

42

Superior

. Língua Portuguesa

. Saúde Pública

15

25

Assistente Social

43

Superior

. Língua Portuguesa

. Saúde Pública

15

25

Fonoaudiólogo

44

Superior

. Língua Portuguesa

. Saúde Pública

15

25

Fisioterapeuta

45

Superior

. Língua Portuguesa

. Saúde Pública

15

25

Professor P II -Inglês

46

Superior

. Língua Portuguesa

. Conhecimento Didático-Pedagógico

. Específica

20

10

10

Professor P II - Educação Física

47

Superior

. Língua Portuguesa

. Conhecimento Didático-Pedagógico

. Específica

20

10

10

Professor P II - Educação Religiosa

48

Superior

. Língua Portuguesa

. Conhecimento Didático-Pedagógico

. Específica

20

10

10

Professor P II - Matemática

49

Superior

. Língua Portuguesa

. Conhecimento Didático-Pedagógico

. Específica

20

10

10

Professor P II - História

50

Superior

. Língua Portuguesa

. Conhecimento Didático-Pedagógico

. Específica

20

10

10

Professor P II - Português

51

Superior

. Língua Portuguesa

. Conhecimento Didático-Pedagógico

. Específica

20

10

10

Professor P II - Ciências

52

Superior

. Língua Portuguesa

. Conhecimento Didático-Pedagógico

. Específica

20

10

10

Professor PI

53

Superior

. Língua Portuguesa

. Didática Específicas

20

20

Especialista em Educação

54

Superior

. Língua Portuguesa

. Conhecimento Didático-Pedagógico

20

20

ANEXO II

CARGOS

ATRIBUIÇÕES / JORNADA DE TRABALHO / REMUNERAÇÃO / REQUISITOS

VAGAS

VAGAS PORTADORES DEFICIÊNCIA

Agente de Saúde I

REQUISITOS: Ensino Médio Completo

JORNADA DE TRABALHO: 40 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 405,00

ATRIBUIÇÕES: Realizar serviços de controle - SCAM.; Executar outras tarefas afins na área de saúde.

1

 

Agente Fiscal

REQUISITOS: Ensino Médio Completo - C N H "A ou B"

JORNADA DE TRABALHO: 40 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 486,00

ATRIBUIÇÕES: Fazer fiscalização dos serviços de utilidade pública, prestados pela Prefeitura, na área de Epidemiologia, vigilância sanitária e imobiliária; Executar outras atividades correlatas com o cargo.

2

 

Assistente Social

REQUISITOS: Conclusão do curso superior em Serviço Social. Registro no órgão competente.

JORNADA DE TRABALHO: 18 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 810,00

ATRIBUIÇÕES: Prestar assistência social à população, fazendo os devidos acompanhamentos quando necessários; Realizar triagem; Fazer visitas domiciliar sempre que necessário; Exercer todas as atividades correlatas ao setor.

1

 

Auxiliar de Serviço II - Auxiliar de Consultório Dentário

REQUISITOS: Ensino Médio / acrescido de inscrição no CRO-ACD

JORNADA DE TRABALHO: 40 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 380,00

ATRIBUIÇÕES: Receber e registrar pacientes em consultório dentário; Auxiliar dentistas em exames e tratamento; Divulgar princípios de higiene e de profilaxia; Fazer matrícula de pacientes na unidade, orientando-os sobre as prescrições, princípios de higiene e cuidados alimentares; Preencher boletins estatísticos e redigir relatórios das tarefas executadas; Realizar outras tarefas de acordo com as atribuições da Unidade Administrativa e da natureza do seu trabalho; Desempenhar tarefas afins.

1

 

Auxiliar Administrativo I

REQUISITOS: Ensino Médio Completo

JORNADA DE TRABALHO: 30 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 540,00

ATRIBUIÇÕES: Fazer pesquisas e levantamento de dados destinados a instruir processos, organizar quadros demonstrativos, relatórios, balancetes e estudos diversos, no setor de atuação; Participar de trabalhos relacionados com a organização de serviços de escritório que envolva conhecimento das atribuições da unidade; Executar trabalhos de digitação; Atender o público em geral; Desempenhar tarefas afins.

3

1

Auxiliar Administrativo II

REQUISITOS: Ensino Médio Completo

JORNADA DE TRABALHO: 30 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 607,50

ATRIBUIÇÕES: Elaborar exposições de motivos, informações, pareceres e outros expedientes, decorrentes do desenvolvimento dos trabalhos na área de atuação; Orientar e controlar a preparação de sérvios próprios da unidade que estiver atuando; Fazer conferir cálculos complexos e colaborar no levantamento de quadros e mapas estatísticos, referente às atividades da unidade; Desempenhar tarefas afins.

6

2

Auxiliar de Biblioteca

REQUISITOS: Ensino Médio Completo

JORNADA DE TRABALHO: 30 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 438,00

ATRIBUIÇÕES: Catalogar os livros; Manter a biblioteca organizada e de fácil acesso aos usuários; Zelar pela boa conservação do acervo literário; Manuseio do computador, com noções básicas em informática: Word e Excel.

3

1

Auxiliar de Contabilidade

REQUISITOS: Conclusão curso de Técnico em Contabilidade. Deverá fazer o registro no órgão competente para apresentar no ato da nomeação.

JORNADA DE TRABALHO: 30 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 729,00

ATRIBUIÇÕES: Classificar Dotações Orçamentárias e empenhar recibos e notas fiscais; Auxiliar na escrituração de balancetes e orçamentos; Auxiliar na elaboração de Decretos Orçamentários e na Suplementação das fichas orçamentárias; Executar outras tarefas correlatas que forem atribuídas.

1

 

Auxiliar de Farmácia

REQUISITOS: Ensino Médio Completo

JORNADA DE TRABALHO: 30 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 438,00

ATRIBUIÇÕES: Atender portadores de receitas médicas; Manter atualizado o estoque de medicamentos; Arquivar as receitas e guias de requisição de medicamentos. Manuseio do computador com noções básicas em informáticas: Word e Excel; Desempenhar tarefas afins.

1

 

Auxiliar de Informática

REQUISITOS: Ensino Médio Completo

JORNADA DE TRABALHO: 30 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 405,00

ATRIBUIÇÕES: Instruir os alunos nos conceitos de computação: digitação, pesquisa na internet, manuseio e uso de impressoras e computadores; Noção básica de Word e Excel, etc.; Desempenhar tarefas afins.

1

 

Auxiliar de Serviços I - Faxineiro

REQUISITOS: Alfabetizado

JORNADA DE TRABALHO: 40 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 380,00

ATRIBUIÇÕES: Executar a limpeza geral do prédio público; Manter as vidraças e paredes em bom estado de limpeza e conservação; Recolher o lixo e incinerar o necessário; Executar serviço de copa; Desempenhar outras tarefas correlatas que lhe forem atribuídas.

5

 

Auxiliar de Serviços II - Operário Braçal

REQUISITOS: Alfabetizado

JORNADA DE TRABALHO: 40 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 380,00

ATRIBUIÇÕES: Abrir valas , fazer canteiros, capinar, preparar massas, armar andaimes; Carregar e descarregar caminhões e outros veículos; Fazer trabalhos braçais em geral, efetuando carga e descarga ou remoção de materiais; Auxiliar em tarefas de construção, calçamento e pavimentação em geral; Efetuar a limpeza de recipientes de lixo em áreas públicas; Executar outras tarefas correlatas que forem atribuídas.

10

 

Auxiliar de Serviços I - Gari

REQUISITOS: Alfabetizado

JORNADA DE TRABALHO: 40 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 380,00

ATRIBUIÇÕES: Fazer a varrição de logradouros públicos, limpeza de passeios, recolhendo detritos esparsos, inclusive nos jardins e praças; Executar outras tarefas correlatas que lhe forem atribuídas.

10

 

Auxiliar de Serviços I - Servente Escolar

REQUISITOS: Alfabetizado

JORNADA DE TRABALHO: 40 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 380,00

ATRIBUIÇÕES: Executar serviços internos e externos, entregando documentos, correspondências, processo escolar, encomendas e outros; Auxiliar nos serviços de cantina e de limpeza da escola em geral; Executar outras tarefas correlatas que forem atribuídas.

10

 

Auxiliar de Serviços I - Vigia

REQUISITOS: Alfabetizado

JORNADA DE TRABALHO: 40 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 438,00

ATRIBUIÇÕES: Rondar prédios, depósitos de materiais ou áreas pré-determinadas, para evitar furtos, roubos, incêndios e depredações; Recorrer às dependências internas, que forem autorizadas, apagando luzes, fechando torneiras e desligando aparelhos; Abrir e fechar portas e portões, responsabilizando-se pelas chaves; Investigar anormalidades, tomando as providências que o caso exigir; Desempenhar tarefas afins.

3

 

Auxiliar de Serviços II - Jardineiro

REQUISITOS: Alfabetizado

JORNADA DE TRABALHO: 40 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 380,00

ATRIBUIÇÕES: Executar as atividades de jardinagem; Zelar pelas plantações dos jardins; Refazer o plantio de novas mudas, mantendo a cidade sempre florida; Realizar tarefas afins.

2

 

Auxiliar de Serviços II - Serviço de Água

REQUISITOS: Alfabetizado

JORNADA DE TRABALHO: 40 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 380,00

ATRIBUIÇÕES: Cuidar do tratamento da água; Zelar pela boa qualidade e manutenção da água; Manter em bom estado de funcionamento dos reservatórios e limpeza do acesso; Zelar pela manutenção e funcionamento da bomba d'água; Desempenhar tarefas afins.

2

 

Borracheiro

REQUISITOS: Alfabetizado. Um ano de experiência na função.

JORNADA DE TRABALHO: 40 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 486,00

ATRIBUIÇÕES: Recuperar os pneus e câmaras dos veículos e máquinas da frota pertencente ao município; Serviços de limpeza e lavagem dos veículos e máquinas da frota pertencente ao município; Realizar outras tarefas afins.

1

 

Dentista

REQUISITOS: Conclusão do curso superior em Odontologia. Registro no órgão competente.

JORNADA DE TRABALHO: 20 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 1.107,00

ATRIBUIÇÕES: Realizar exames dos dentes e bocas de pacientes para efeito de diagnóstico; Fazer obturações de diversos tipos, extrações e outros tratamentos, como alveolotomias, suturas, incisão de abcesso e avulsão de tártaros; Efetuar cirurgias, retirar pontos e administrar curativos; Instruir pacientes sobre os cuidados de higiene bucal, dar-lhes outras indicações relativas à profilaxia e aos cuidados pré pós-operatórios; Prestar assistência ao superior hierárquico em assuntos de ordem técnica e administrativa da unidade odontológica; Desempenhar tarefas afins.

3

 

Enfermeiro

REQUISITOS: Conclusão do curso superior em Enfermagem. Registro no órgão competente.

JORNADA DE TRABALHO: 30 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 1.620,00

ATRIBUIÇÕES: Auxiliar cirurgiões, com instrumentador, durante as operações; Fazer curativos pós operatórios delicados e retirar pontos; Auxiliar médicos na assistência a gestantes em partos normais ou em casos operatórios; Prestar os primeiros cuidados aos recém-nascidos; Participar do planejamento e implantação de programas de saúde pública e de educação em saúde da comunidade; Padronizar o atendimento de enfermagem; Prestar atendimento de triagem aos pacientes; Repassar ao PSF necessidades de atendimentos domiciliar; Desempenhar tarefas afins.

1

 

Engenheiro Civil

REQUISITOS: Conclusão de curso superior em Engenharia Civil. Registro no órgão competente.

JORNADA DE TRABALHO: 16 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 1.350,00

ATRIBUIÇÕES: Executar projetos gerais de praças, pontes, prédios públicos, etc.; Executar e acompanhar as obras em execução do município; Auxiliar na montagem de processo para requisição de verbas diversas junto à União e o Estado; Fazer projetos arquitetônicos, hidráulico, elétrico, estrutural e cálculos. Realizar outras tarefas correlatas que forem atribuídas;

1

 

Especialista em Educação

REQUISITOS: Conclusão do Curso Superior em Pedagogia com especialização em Supervisão ou Orientação Escolar

JORNADA DE TRABALHO: 24 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 1.107,00

ATRIBUIÇÕES: Exercer as funções de coordenação, assessoria, orientação e avaliação do projeto pedagógico produzido pelo corretivo escolar e da formação em serviços dos professores visando à sua profissionalização e a melhoria da qualidade do ensino oferecido; Colaborar com a diretoria, professores e família, no atendimento aos alunos que necessitam de orientação e acompanhamentos; Elaborar estudos voltados para a adequação do currículo escolar e dos conteúdos de ensino geral, para a população à qual se destinam.

1

 

Farmacêutico

REQUISITOS: Conclusão do curso superior em Farmácia. Registro no órgão competente.

JORNADA DE TRABALHO: 15 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 540,00

ATRIBUIÇÕES: Entendimento com o corpo médico quanto à necessidade e uso dos medicamentos para atendimento dos pacientes; Manter atualizados o estoque de medicamentos; Acompanhar ao arquivamento de receitas e guias de requisição de medicamentos controlados; Prestar serviços de orientação ao cargo auxiliar; Atender o público sempre que se fizer necessário; Desempenhar tarefas afins.

1

 

Fisioterapeuta

REQUISITOS: Conclusão do curso Superior em Fisioterapia. Registro no órgão competente.

JORNADA DE TRABALHO: 20 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 607,50

ATRIBUIÇÕES: Realizar tratamento de fisioterapia a todos os pacientes do município de Maravilhas; Orientar e controlar o trabalho de seus auxiliares; Atendimento à APAE e 3.ª idade de Maravilhas; Executar projetos e programas especiais de saúde pública; Executar tarefas afins.

2

 

Fonoaudiólogo

REQUISITOS: Conclusão do curso superior em Fonoaudiologia. Registro no órgão competente.

JORNADA DE TRABALHO: 30 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 810,00

ATRIBUIÇÕES: Efetuar exames para identificação de problemas ou deficiências de comunicação oral, utilizando técnicas próprias de avaliação, treinamento fonético, auditivo, de dicção, empostação de voz e outros, com o objetivo de aperfeiçoar e/ou reabilitar a fala; Avaliar as deficiências do paciente, realizando exames fonéticos, audiometria, simetria e fornecer laudos e outras técnicas próprias do plano de treinamento terapêutico; Tratar o paciente.

1

 

Mecânico

REQUISITOS: Alfabetizado. Um ano de experiência na função.

JORNADA DE TRABALHO: 40 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 661,50

ATRIBUIÇÕES: Trabalho de conserto e recuperação dos veículos e máquinas da frota pertencente ao município; Dar manutenção em toda frota pertencente ao município; Desempenhar outras tarefas correlatas ao setor.

1

 

Médico Cardiologista

REQUISITOS: Conclusão do curso superior em Medicina - Especialização na área. Registro no órgão competente.

JORNADA DE TRABALHO: 8 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 1.350,00

ATRIBUIÇÕES: Prestar atendimento médico no que compete a sua especialidade; Realizar exames clínicos individuais, fazer diagnósticos, prescrever tratamento a pacientes, bem como realizar pequenas cirurgias e prestar atendimento de emergência; Requisitar exames de laboratórios e de radiologia,; Emitir guias de internação e fazer triagens de pacientes, os encaminhado a clínicas especializadas, se assim fizer necessário; Atender servidores interessados em licença ou abono de faltas para tratamento medido, de saúde ou afastamento; Atestar óbitos quando necessário; Executar outras tarefas de acordo com as atribuições próprias de sua unidade e da natureza do seu trabalho de acordo com o que dispõe a lei que regulamenta a profissão.

1

 

Médico Clínico Geral

REQUISITOS: Conclusão do curso superior em Medicina. Registro no órgão competente.

JORNADA DE TRABALHO: 8 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 1.350,00

ATRIBUIÇÕES: Realizar exames clínicos individuais, fazer diagnósticos, prescrever tratamento a pacientes, bem como realizar pequenas cirurgias e prestar atendimento de emergência; Requisitar exames de laboratórios e de radiologia,; Emitir guias de internação e fazer triagens de pacientes, os encaminhado a clínicas especializadas, se assim fizer necessário; Atender servidores interessados em licença ou abono de faltas para tratamento medido, de saúde ou afastamento; Atestar óbitos quando necessário; Executar outras tarefas de acordo com as atribuições próprias de sua unidade e da natureza do seu trabalho de acordo com o que dispõe a lei que regulamenta a profissão.

1

 

Medico Clinico Geral - Ultra-sonografia

REQUISITOS: Conclusão do curso superior em Medicina. Especialização na área. Registro no órgão competente.

JORNADA DE TRABALHO: 8 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 1.350,00

ATRIBUIÇÕES: Realizar exames de ultra-sonografia em geral; Emitir e assinar laudos dos exames realizados; Prestar atendimento no horário de trabalho, aos pacientes que se apresentarem em caráter de emergência; Atestar óbitos quando necessário; Executar outras tarefas de acordo com as atribuições próprias de sua unidade e da natureza de seu trabalho, de acordo com o que dispõe a lei que regulamenta a profissão.

1

 

Médico Ginecologista

REQUISITOS: Conclusão do curso superior em Medicina - Especialização na área. Registro no órgão competente.

JORNADA DE TRABALHO: 8 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 1.350,00

ATRIBUIÇÕES: Prestar atendimento médico no que compete à sua especialidade; Realizar exames clínicos individuais, fazer diagnósticos, prescrever tratamento a pacientes, bem como realizar pequenas cirurgias e prestar atendimento de emergência; Requisitar exames de laboratórios e de radiologia,; Emitir guias de internação e fazer triagens de pacientes, os encaminhado a clínicas especializadas, se assim fizer necessário; Atender servidores interessados em licença ou abono de faltas para tratamento medido, de saúde ou afastamento; Atestar óbitos quando necessário; Executar outras tarefas de acordo com as atribuições próprias de sua unidade e da natureza do seu trabalho de acordo com o que dispõe a lei que regulamenta a profissão.

2

 

Médico Pediatra

REQUISITOS: Conclusão do curso superior em Medicina - Especialização na área. Registro no órgão competente.

JORNADA DE TRABALHO: 8 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 1.350,00

ATRIBUIÇÕES: Prestar atendimento médico no que compete à sua especialidade; Realizar exames clínicos individuais, fazer diagnósticos, prescrever tratamento a pacientes, bem como realizar pequenas cirurgias e prestar atendimento de emergência; Requisitar exames de laboratórios e de radiologia,; Emitir guias de internação e fazer triagens de pacientes, os encaminhado a clínicas especializadas, se assim fizer necessário; Atender servidores interessados em licença ou abono de faltas para tratamento medido, de saúde ou afastamento; Atestar óbitos quando necessário;

2

 

Médico plantonista - Final de Semana

REQUISITOS: Conclusão do curso superior em Medicina. Registro no órgão competente.

JORNADA DE TRABALHO: 48 h/p

REMUNERAÇÃO: R$ 1.644,96

ATRIBUIÇÕES: Permanecer na Unidade de Saúde em horário integral (permitido a saída, somente no acompanhamento a paciente em estado de emergência); Realizar exames clínicos individuais, fazer diagnósticos, prescrever tratamento a pacientes, bem como realizar pequenas cirurgias e prestar atendimento de emergência; Requisitar exames de laboratórios e de radiologia,; Emitir guias de internação e fazer triagens de pacientes, os encaminhado a clínicas especializadas, se assim fizer necessário; Atender servidores interessados em licença ou abono de faltas para tratamento medido, de saúde ou afastamento; Atestar óbitos quando necessário; Executar outras tarefas de acordo com as atribuições próprias de sua unidade e da natureza do seu trabalho de acordo com o que dispõe a lei que regulamenta a profissão.

4

 

Médico plantonista - Noturno

REQUISITOS: Conclusão do Curso Superior em Medicina. Registro no órgão competente.

JORNADA DE TRABALHO: 12 h/p

REMUNERAÇÃO: R$ 411,24

ATRIBUIÇÕES: Permanecer na Unidade de Saúde em horário integral (permitido saída, somente no acompanhamento a paciente em estado de emergência); Realizar exames clínicos individuais, fazer diagnósticos, prescrever tratamento a pacientes, bem como realizar pequenas cirurgias e prestar atendimento de emergência; Requisitar exames de laboratórios e de radiologia,; Emitir guias de internação e fazer triagens de pacientes, os encaminhado a clínicas especializadas, se assim fizer necessário; Atender servidores interessados em licença ou abono de faltas para tratamento medido, de saúde ou afastamento; Atestar óbitos quando necessário; Executar outras tarefas de acordo com as atribuições próprias de sua unidade e da natureza do seu trabalho de acordo com o que dispõe a lei que regulamenta a profissão.

5

 

Médico Psiquiatra

REQUISITOS: Conclusão do curso superior em Medicina - Especialização na área. Registro no órgão competente.

JORNADA DE TRABALHO: 8 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 1.350,00

ATRIBUIÇÕES: Prestar atendimento médico no que compete à sua capacidade; Realizar exames clínicos individuais, fazer diagnósticos, prescrever tratamento a pacientes, bem como realizar pequenas cirurgias e prestar atendimento de emergência; Requisitar exames de laboratórios e de radiologia,; Emitir guias de internação e fazer triagens de pacientes, os encaminhado a clínicas especializadas, se assim fizer necessário; Atender servidores interessados em licença ou abono de faltas para tratamento medido, de saúde ou afastamento; Atestar óbitos quando necessário; Executar outras tarefas de acordo com as atribuições próprias de sua unidade e da natureza do seu trabalho de acordo com o que dispõe a lei que regulamenta a profissão.

1

 

Motorista

REQUISITOS: 4ª série Ensino Fundamental incompleto. CNH "D". Um ano de experiência na função.

JORNADA DE TRABALHO: 40 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 607,50

ATRIBUIÇÕES: Dirigir automóvel, ônibus, caminhão, camioneta, jipe e ambulância, dentro ou fora do perímetro urbano e suburbano; Conduzir passageiros; Transportar cargas, entregando-as nos locais de serviço e depósito; Carregar, descarregar e conferir mercadorias transportadas em caminhão ou camioneta; Levar ou trazer documentos/encomendas de interesse das Secretarias e demais Setores da municipalidade, aproveitando a rota no destino escalado para a viagem.

9

 

Nutricionista

REQUISITOS: Conclusão do Curso superior em Nutrição. Registro no órgão competente.

JORNADA DE TRABALHO: 16 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 486,00

ATRIBUIÇÕES: Realizar programa e acompanhamento de controle alimentar nos órgãos pertencentes ao município; Ministrar palestras junto às escolas, hospitais, instituições e demais áreas sociais. Realizar outras tarefas afins.

1

 

Oficial de Serviços II

REQUISITOS: Alfabetizado. Um ano de experiência na função.

JORNADA DE TRABALHO: 40 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 607,50

ATRIBUIÇÕES: Assentar tijolos, blocos, passeios, manilhas e outros; Confeccionar lajes, colunas , vigas, reboco, passeios, meio-fios, bueiros e outros; Distribuir, orientar e fiscalizar a execução de tarefas que forem executadas sob seu comando; Desempenhar tarefas a fins.

2

 

Operador de Máquinas I

REQUISITOS: Alfabetizado. CNH "B" Um ano de experiência na função.

JORNADA DE TRABALHO: 40 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 607,50

ATRIBUIÇÕES: Trabalho manual consiste em operar máquinas leves e seus implementos; Preparar terras para plantio, na zona rural do município; Regar as praças e jardins com carros pipas; Coleta de lixo; Desempenhar tarefas afins.

2

 

Operador de Motoniveladora

REQUISITOS: Alfabetizado. CNH "B" Um ano de experiência na função.

JORNADA DE TRABALHO: 40 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 1.012,50

ATRIBUIÇÕES: Trabalho manual consiste em operar máquinas pesadas e seus implementos; Operar máquinas rodoviárias, realizando trabalhos de aberturas de estradas, ruas e outras vias de acesso, procedendo a terraplenagem, desmonte, aterros, cortes, nivelamentos e compactações; Executar os serviços mecanizados de asfaltamento de vias, coleta de lixo e transportes de ferramentas e materiais; Realizar tarefas afins.

2

 

Operador de Pá Carregadeira

REQUISITOS: Alfabetizado. CNH "B" Um ano de experiência na função.

JORNADA DE TRABALHO: 40 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 729,00

ATRIBUIÇÕES: Trabalho manual consiste em operar máquinas pesadas e seus implementos; Operar máquinas rodoviárias, realizando trabalhos de aberturas de estradas, ruas e outras vias de acesso, procedendo a terraplenagem, desmonte, aterros, cortes, nivelamentos e compactações; Executar os serviços mecanizados de asfaltamento de vias, coleta de lixo e transportes de ferramentas e materiais; Realizar tarefas afins.

2

 

Professor P II - Educação Física

REQUISITOS: Conclusão do Curso Superior de Educação Física. Licenciatura Plena.

JORNADA DE TRABALHO: 3 vagas com 18 a/s e 1 vaga com 10 a/s.

REMUNERAÇÃO: R$ 7,30 h/a

ATRIBUIÇÕES: Docência nas séries iniciais e finais ou ciclos correspondentes do ensino fundamental; Colaborar continuamente para melhoria da qualidade do ensino, com bom desempenho escolar participando das campanhas educativas, culturais e disciplinares; Executar outras tarefas específicas da área de atuação, de conformidade com plano de carreira do magistério; Participar na realização de atividades extra-classe e de apoio ao desenvolvimento do educando e sua socialização.

4

 

Professor P II - Ciências

REQUISITOS: Conclusão do Curso Superior em Biologia. Licenciatura Plena.

JORNADA DE TRABALHO: 5 a/s

REMUNERAÇÃO: R$ 7,30 h/a

ATRIBUIÇÕES: Docência nas 4 séries finais ou ciclos correspondentes do ensino fundamental; Colaborar continuamente para melhoria da qualidade do ensino, com bom desempenho escolar participando das campanhas educativas, culturais e disciplinares; Executar outras tarefas específicas da área de atuação, de conformidade com plano de carreira do magistério; Participar na realização de atividades extra-classe e de apoio ao desenvolvimento do educando e sua socialização.

1

 

Professor P II - Educação Religiosa

REQUISITOS: Conclusão do Curso Superior de Educação Religiosa. Licenciatura Plena.

JORNADA DE TRABALHO: 11 a/s

REMUNERAÇÃO: R$ 7,30 h/a

ATRIBUIÇÕES: Docência nas 4 séries finais ou ciclos correspondentes do ensino fundamental; Colaborar continuamente para melhoria da qualidade do ensino, com bom desempenho escolar participando das campanhas educativas, culturais e disciplinares; Executar outras tarefas específicas da área de atuação, de conformidade com plano de carreira do magistério; Participar na realização de atividades extra-classe e de apoio ao desenvolvimento do educando e sua socialização.

1

 

Professor P II - História

REQUISITOS: Conclusão do Curso Superior em História. Licenciatura Plena.

JORNADA DE TRABALHO: 1 vaga com 18 a/s e 1 vaga com 8 a/s

REMUNERAÇÃO: R$ 7,30 h/a

ATRIBUIÇÕES: Docência nas 4 séries finais ou ciclos correspondentes do ensino fundamental; Colaborar continuamente para melhoria da qualidade do ensino, com bom desempenho escolar participando das campanhas educativas, culturais e disciplinares; Executar outras tarefas específicas da área de atuação, de conformidade com plano de carreira do magistério; Participar na realização de atividades extra-classe e de apoio ao desenvolvimento do educando e sua socialização.

2

 

Professor P II - Matemática

REQUISITOS: Conclusão do Curso Superior de Matemática. Licenciatura Plena.

JORNADA DE TRABALHO: 5 a/s

REMUNERAÇÃO: R$ 7,30 h/a

ATRIBUIÇÕES: Docência nas 4 séries finais ou ciclos correspondentes do ensino fundamental; Colaborar continuamente para melhoria da qualidade do ensino, com bom desempenho escolar participando das campanhas educativas, culturais e disciplinares; Executar outras tarefas específicas da área de atuação, de conformidade com plano de carreira do magistério; Participar na realização de atividades extra-classe e de apoio ao desenvolvimento do educando e sua socialização.

1

 

Professor P II - Português

REQUISITOS: Conclusão do Curso Superior em Letras. Licenciatura Plena.

JORNADA DE TRABALHO: 2 vagas com 18 a/s e 1 vaga com 15 a/s

REMUNERAÇÃO: R$ 7,30 h/a

ATRIBUIÇÕES: Docência nas 4 séries finais ou ciclos correspondentes do ensino fundamental; Colaborar continuamente para melhoria da qualidade do ensino, com bom desempenho escolar participando das campanhas educativas, culturais e disciplinares; Executar outras tarefas específicas da área de atuação, de conformidade com plano de carreira do magistério; Participar na realização de atividades extra-classe e de apoio ao desenvolvimento do educando e sua socialização.

3

 

Professor P II -Inglês

REQUISITOS: Conclusão do Curso Superior de Letras / Inglês. Licenciatura Plena

JORNADA DE TRABALHO: 1 vaga com 18 a/s e 1 vaga com 7 a/s

REMUNERAÇÃO: R$ 7,30 h/a

ATRIBUIÇÕES: Docência nas 4 séries finais ou ciclos correspondentes do ensino fundamental; Colaborar continuamente para melhoria da qualidade do ensino, com bom desempenho escolar participando das campanhas educativas, culturais e disciplinares; Executar outras tarefas específicas da área de atuação, de conformidade com plano de carreira do magistério; Participar na realização de atividades extra-classe e de apoio ao desenvolvimento do educando e sua socialização.

2

 

Professor PI

REQUISITOS: Conclusão do Curso Superior em Pedagogia, Licenciatura em Magistério nas quatro primeiras séries ou Normal Superior.

JORNADA DE TRABALHO: 25 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 438,00

ATRIBUIÇÕES: Docência na Educação Infantil, Fase Introdutória, e nas 4 primeiras séries iniciais ou ciclos correspondentes do Ensino Fundamental; Colaborar continuamente para melhoria da qualidade do ensino, com bom desempenho escolar participando das campanhas educativas, culturais e disciplinares; Executar outras tarefas específicas da área de atuação, de conformidade com plano de carreira do magistério; Participar na realização de atividades extra-classe e de apoio ao desenvolvimento do educando e sua socialização.

13

2

Técnico de Informática

REQUISITOS: Conclusão do Curso de Técnico em Informática / nível ensino médio.

JORNADA DE TRABALHO: 30 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 438,00

ATRIBUIÇÕES: Ministrar aulas de computação: digitação, pesquisa na internet, manuseio e uso de impressoras e computadores; Instruir os alunos na área de Word, Excel, etc. Desempenhar tarefas afins.

1

 

Psicólogo

REQUISITOS: Conclusão do Curso superior em Psicologia. Registro no órgão competente.

JORNADA DE TRABALHO: 30 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 810,00 Realizar atendimento psico-social a pacientes quanto à orientação profissional, educacional vital e vocacional; Planejar e executar junto à psicoterapia em casos de pessoas com problemas de ajustamento; Diagnosticar e orientar crianças e adolescentes com problemas no ambiente escolar e social; prestar atendimento à instituição publica; Realizar trabalhos administrativos correlatos; Desempenhar tarefas afins.

1

 

Recepcionista / Telefonista

REQUISITOS: Ensino Médio Completo

JORNADA DE TRABALHO: 40 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 405,00

ATRIBUIÇÕES:

· Prestar atendimento ao público em geral, classificar e arquivar cartas, fichas, documentos e outros materiais;

· Atender telefone, anotando e transmitindo recados;

· Executar outras tarefas correlatas que forem atribuídas.

5

2

Técnico em Enfermagem

REQUISITOS: Conclusão Curso de Técnico de Enfermagem. Registro no órgão competente.

JORNADA DE TRABALHO: 30 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 438,00

ATRIBUIÇÕES: Prestar os primeiros atendimentos até que se comunique com o médico; Ministrar medicamentos e alimentos aos enfermos, de acordo com as prescrições médicas e observar as reações dos pacientes após as medicações; Auxiliar na preparação de salas para intervenção cirúrgicas e cuidar da esterilização do material e dos instrumentos a serem utilizados nesses trabalhos e nos de enfermagem; Cuidar da higiene pessoa, do repouso e da vigilância de doentes, observar e auxiliar na manutenção da limpeza das salas de operações enfermarias; Executar tarefas de enfermagem com destreza e dentro das normas: vacinação, curativo, esterilização, atendimento de urgência; Atender a população com disponibilidade, envolvimento e empenho para resolução de problemas; Desempenhar tarefas afins.

9

 

Técnico em Higiene Dental

REQUISITOS: Conclusão Curso Técnico Higiene Dental. Registro no Órgão competente.

JORNADA DE TRABALHO: 40 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 500,00

ATRIBUIÇÕES: Auxiliar dentistas em exames e tratamentos; Divulgar princípios de higiene e de profilaxia; Fazer matrícula de pacientes da unidade, orientando-os sobre as prescrições, princípios de higiene e cuidados alimentares; Colaborar nos programas educativos de saúde bucal; Educar e orientar os pacientes ou grupos de pacientes sobre a prevenção e tratamento das doenças bucais; Fazer a demonstração de técnicas de escovação; Supervisionar, sob delegação, o trabalho dos ACD; Realizar a remoção de indutos, placas e cálculos supra-gengivais; Executar a aplicação de substâncias para prevenção de cárie dental; Na falta do Auxiliar de Consultório Dentário I, fazer o papel de ACD junto ao Cirurgião Dentista; Desempenhar tarefas afins.

1

 

Zelador de Cemitério

REQUISITOS: Alfabetizado

JORNADA DE TRABALHO: 40 h/s

REMUNERAÇÃO: R$ 540,00

ATRIBUIÇÕES: Cavar sepulturas; Zelar pela manutenção e limpeza do cemitério; Desempenhar tarefas afins.

1

 

OBS:

Preço módulo aula = R$ 7,30

Preço da hora/plantão-médico = R$ 34,27

h/s = hora semanal

h/p = hora plantão

a/s = aula semanal

h/a = hora aula

Para o cargo de Operador de Maquina I o candidato aprovado deverá fixar residência nos povoados de Boa Vista e São Geraldo (Catita).

Para o Cargo de Motorista o candidato aprovado e nomeado para os povoados de São José de Chácara e São Geraldo (Catita) deverá fixar residência nos respectivos povoados.

Para o cargo de Auxiliar de Serviço II - Serviço de Água o candidato aprovado deverá fixar residência nos povoados de Boa Vista e São Geraldo (Catita).

ANEXO III - PROGRAMAS E BIBLIOGRAFIAS

COMPREENSÃO E INTERPRETAÇÃO

Esta prova constará de associação de idéias a partir de imagens propostas

LÍNGUA PORTUGUESA (Ensino Fundamental Incompleto)

1. Leitura e Interpretação de texto.

2. Ortografia.

3. Divisão Silábica.

4. Acentuação Gráfica.

5. Verbo: conjugação e emprego dos tempos e modos verbais.

6. Substantivo e adjetivo.

7. Sinônimos e antônimos.

Bibliografia sugerida:

Livros didáticos da Língua Portuguesa de 1ª a 4ª série do ensino fundamental.

Gramáticas Normativas.

Língua Portuguesa - Ensino Médio Leitura, compreensão e interpretação de textos. Conhecimentos lingüísticos gerais e específicos relativos à leitura e produção de textos. Conhecimento gramatical de acordo com o padrão culto da língua. Estrutura fonética: encontros vocálicos e consonantais, dígrafo, divisão silábica, ortografia, acentuação tônica e gráfica. Classes de palavras: classificação, flexões nominais e verbais, emprego. Teoria geral da frase e sua análise: orações, períodos e funções sintáticas. Sintaxe de concordância: concordância nominal e verbal (casos gerais e particulares). Crase. Colocação de pronomes: próclise, mesóclise e ênclise. Pontuação: emprego dos sinais de pontuação.

Bibliografia Sugerida:

ANDRÉ, Hildebrando. Gramática ilustrada. São Paulo: Moderna, 1990.

BECHARA, Evanildo. Moderna Gramática Portuguesa. São Paulo: Ed. Nacional.

CEGALLA, Domingos Paschoal. Novíssima gramática da língua portuguesa. São Paulo: Ed. Nacional, 1998.

ROCHA LIMA, Carlos Henrique. Gramática normativa da língua portuguesa. Rio de Janeiro: José Olympio, 1985.

Livros didáticos de Língua Portuguesa para o ensino médio

LÍNGUA PORTUGUESA - Ensino Superior

1 Interpretação de texto.

2 Conhecimentos lingüísticos:

2.1 padrão ortográfico da Língua Portuguesa no Brasil;

2.2 regras de pontuação;

2.3 classes de palavras: formas, flexões, funções e usos;

2.4 estrutura da oração e do período: aspectos sintáticos, semânticos e discursivos;

2.5 concordância verbal e nominal;

2.6 regência verbal e nominal.

Bibliografia sugerida:

BAGNO, Marcos. A norma oculta: língua & poder na sociedade brasileira. São Paulo: Parábola, 2003.

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

CUNHA, Celso, CINTRA, Luís F. Lindley. Nova gramática do Português contemporâneo. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

KOCH, Ingedore Villaça; ELIAS, Vanda Maria. Ler e compreender: os sentidos do texto. São Paulo: Contexto, 2006.

KOCH, Ingedore Villaça. O texto e a construção dos sentidos. São Paulo: Contexto, 1997.

ROCHA LIMA, Carlos Henrique da. Gramática normativa da língua portuguesa. 19. ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1978.

SACCONI, Luiz Antonio. Nossa gramática: teoria e prática. 18. ed. São Paulo: Atual, 1994.

MATEMÁTICA - Ensino Médio

1. Conjunto dos números naturais: a numeração decimal; operações e resoluções de problemas.

2. Múltiplos e divisores de um número natural: divisibilidade; máximo divisor comum;mínimo múltiplo comum.

3. Números fracionários: operações com números fracionários; resoluções de problemas.

4. Frações e números decimais: Operações com números decimais.

5. Sistemas Métrico Decimal: Perímetro de figuras planas. Áreas de figuras planas (triângulos, quadriláteros, círculos e polígonos regulares)

6. Conjunto dos números inteiros relativos: Operações e resoluções de problemas.

7. Conjunto dos números racionais: Resolução de equações do 1º grau. Resolução de problemas.

8. Razão e proporção. Propriedades das proporções. Divisão proporcional. Média aritmética simples e ponderada. Regra de três simples. Regra de três, composta.

9. Porcentagem, juros simples e montante.

10. Conjunto dos números reais: Operações com polinômios. Produtos notáveis. Fatoração. Sistemas de equações do 1º grau com duas incógnitas. Equações do 2º grau. Resolução de problemas.

11. Relações métricas e trigonométricas nos triângulos retângulos: aplicação do teorema de Pitágoras.

12. Funções: Função do 1º grau. Função quadrática. Função exponencial. Função logarítmica.

13. Análise Combinatória Simples.

14. Geometria sólida: prismas e pirâmides, cilindros e cones, esfera - áreas e volumes.

Bibliografia sugerida:

DANTE, Luiz Roberto. Matemática: contexto e aplicações. Ensino Médio. Volumes 1 e 2. Editora Ática, 2000.

GIOVANNI, José Ruy & GIOVANNI JÚNIOR, José Ruy. Matemática pensar e descobrir: novo - 5ª a 8ª séries. Editora FTD, 2000.

GOULART, Márcio Cintra. Matemática no ensino médio. Volumes 1 e 2. Editora Scipione, 1999.

IEZZI, Gelson & DOLCE, Osvaldo & MACHADO, Antônio. Matemática e realidade. Atual Editora, 1997.

SCIPIONE, Di Pierro Netto. Pensar matemática: para o ensino fundamental. 5ª a 8ª séries. Ed. Scipione. 1ª edição, 2001.

LEGISLAÇÃO PARA AUXILIAR DE CONTABILIDADE

Lei 4.320 de 17/03/1964. Atualizada em 23/02/2001

Site: www.tce.mg.gov.br (Legislação)

NOÇÕES DE INFORMÁTICA - NÍVEL MÉDIO

Considerar versão em Português do Sistema Operacional Windows e Ferramentas.

1. Conhecimento de operação com arquivos em ambiente Windows XP.

2. Conhecimento de arquivo e pastas (diretórios) Windows XP.

3. Utilização do Windows Explorer: criar, copiar, mover arquivos, criar diretórios Windows XP.

4. Conhecimentos de editor de texto (ambiente Windows): criação de um novo documento, elaboração de tabelas, formatação geral e impressão. Microsoft Office XP.

5. Conhecimentos de INTERNET.

6. Correio Eletrônico: receber e enviar mensagens; anexos; catálogos de endereço; organização das mensagens.

7. Conhecimentos do Microsoft Excel: referências a células, fórmulas de soma e de condição, gráficos, formatação condicional, importação de arquivos CSV, impressão.

8. Noções básicas de Linux. (hierarquia de diretórios e manipulação de arquivos).

Bibliografia sugerida:

Ajuda on-line do Sistema Operacional Windows XP.

Ajuda on-line do Microsoft Office XP.

Ajuda on-line do Linux: utilização do Help (Man).

CONHECIMENTOS DE INFORMÁTICA (Cargo: Técnico de Informática)

1. Sistema Operacional Linux

a. Comandos para configurações básicas do Sistema Operacional Linux

b. Sistema de arquivos

c. Comandos de manipulação de arquivos e diretórios

d. Configurações de rede

2. Sistema Operacional Microsoft Windows

a. Configurações básicas do Sistema Operacional Microsoft Windows (painel de controle)

b. Organização de pastas e arquivos

c. Operações de manipulação de pastas e arquivos (copiar, mover, excluir e renomear)

d. Mapeamento de unidades de rede

3. Editor de Textos Microsoft Word

a. Criação, edição, formatação e impressão

b. Criação e manipulação de tabelas

c. Inserção e formatação de gráficos e figuras

d. Geração de documentos HTML

e. Geração de mala direta

f. Criação de campos

4. Planilha Eletrônica Microsoft Excel

a. Criação, edição, formatação e impressão

b. Utilização de fórmulas

c. Formatação condicional

d. Geração de gráficos

e. Importação e exportação de dados

f. Classificação e organização de dados

g. Criação e manipulação de tabelas e gráficos dinâmicos

5. Software de Apresentação Microsoft PowerPoint

a. Criação, edição, formatação e impressão

b. Utilização de imagens, figuras e gráficos

c. Configuração, personalização e animação

6. Internet

a. Conceitos e arquitetura

b. Configuração dos Web Browsers Internet Explorer e Netscape

c. Configuração de ferramentas de manipulação de mensagens eletrônicas (Microsoft Outlook Express e Netscape Mail)

d. Utilização dos recursos WWW a partir dos Web Browsers Internet Explorer e Netscape

e. Produção, manipulação e organização de mensagens eletrônicas (e-mail)

f. Transferência de arquivos (FTP)

g. Conexão remota (Telnet)

h. Conexão remota segura (SSH)

Bibliografia sugerida:

Manuais on-line do Sistema Operacional Windows 2000 ou XP

Manuais on-line do Microsoft Word 2000 ou XP

Manuais on-line do Microsoft Excel 2000 ou XP

Manuais on-line do Microsoft PowerPoint 2000 ou XP

Manuais on-line do Internet Explorer 6.0 ou superior

Manuais on-line do Outlook Express 6.0 ou superior

Manuais on-line do Netscape 7.0 ou superior

DANESH, Arman. Dominando o Linux : a bíblia. São Paulo: Makron Books, 2000. 574p. ISBN 8534611408

WELSH, Matt, KAUFMAN, Lar, DALHEIMER, Matthias Kalle, DAWSON, Terry. Running linux. 4th edition. O'Reilly & Associates, 2002.

MECÂNICA DE AUTOMÓVEIS

1- Manutenção de Veículos: Principais conceitos de manutenção de veículos; Serviços de inspeções, registros e reparos; anotações de ocorrências; principais defeitos automotivos; testes e medidas de defeitos.

2- Principais ferramentas de Oficina Mecânica.

3- Instrumentos de medição. Instrumentos de traço: régua, paquímetro e micrômetro.

4- Lubrificação: Principais propriedades dos lubrificantes automotivos; cuidados e restrições no uso dos lubrificantes.

Bibliografia sugerida:

ALMEIDA, Amaury F. Manutenção de Automóveis. 17 ed. Rio de Janeiro: Erca Ed.,

Instrumentos para metrologia dimensional. São Paulo: Mitutoyo do Brasil.

PAZ, Manoel Áries. Manual de Automóveis. São Paulo: Ed. Mestre Jou.

PETROBRÁS. Lubrificantes: Fundamentos e aplicações. Rio de Janeiro: Ed. Petrobrás.

SAÚDE PÚBLICA - NÍVEL MÉDIO

1. Organização dos serviços de saúde no Brasil.

2. Organização e princípios do SUS.

3. Modelo Assistencial e Financiamento.

4. Planejamento e programação local de saúde.

5. Política Nacional de Humanização.

6. Sistema Único de Saúde - Princípios, Diretrizes e Controle Social.

7. Política Nacional de Atenção Básica no SUS.

8. Sistemas de Informação em Saúde.

9. Doenças de Notificação Compulsória.

Bibliografia sugerida:

BRASIL, Constituição Federal de 1988 - Título VIII, Capítulo II, Seção II, Artigos de 196 a 200, da Saúde.

BRASIL. Ministério da Saúde. Lei nº 8.080 de 19/09/1990. Diário Oficial da União. Brasília, 20/09/1990.

BRASIL. Ministério da Saúde. Lei nº 8.142 de 28/12/1990. Diário Oficial da União. Brasília, 29/12/1990.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria MS/GM nº 373 de 27 de fevereiro de 2002, Regionalização da Assistência à Saúde: Aprofundando a descentralização com eqüidade no acesso. Norma Operacional da Assistência à Saúde (NOAS - SUS - 2001-2002).

BRASIL - Portaria/ GM Nº 399 de 22/02/2006. Ministério da Saúde. Pacto pela Vida. Disponível em www.saude.gov.br/dab

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria Nacional de Assistência à Saúde. ABC do SUS: doutrinas e princípios - O que há de novo na saúde? Brasília, 1990.

BRASIL, Ministério da Saúde/Secretaria de Vigilância em Saúde. Doenças Infecciosas e Parasitárias - Guia de Bolso, 5ª edição ampliada - série B, 2005 (doenças de notificação compulsória). Disponível em <www.saude.gov.br/svs> www.saude.gov.br/svs

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria GM/MS nº 648, de 28 de março de 2006.Brasília, Política Nacional de Atenção Básica, estabelecendo a revisão de diretrizes e normas para a organização da Atenção Básica para o Programa Saúde da Família e o Programa de Agentes Comunitários de Saúde. Disponível em www.saude.gov.br/dab.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria Executiva. Núcleo Técnico da Política Nacional de Humanização: documento base para gestores e trabalhadores do SUS - 2ª edição Brasília - Ministério da Saúde, 2004.

BRASIL. Ministério da Saúde. O Trabalho do Agente Comunitário de Saúde (Manual). Departamento de Atenção Básica, 2000.

BRASIL. Ministério da Saúde. Guia Prático do Programa Saúde da Família: manual de orientação sobre o programa de saúde da família. Departamento da Atenção Básica. Brasília, 2001.

FREITAS, Carlos Machado de. A Vigilância da Saúde para a Promoção da Saúde. In: CZERESNIA, Dina; FREITAS, Carlos Machado de. Promoção da Saúde: conceitos, reflexões, tendências (capítulo 7), Editora Fiocruz, 2003.

SISTEMAS de Informação em Saúde: Disponível em <www.saude.gov.br/bvs> www.saude.gov.br/bvs

SAÚDE PÚBLICA - NÍVEL SUPERIOR

1. Organização dos serviços de saúde no Brasil.

2. Organização e princípios do SUS.

3. Modelo Assistencial e Financiamento.

4. Planejamento e programação local de saúde.

5. Política Nacional de Humanização.

6. Sistema Único de Saúde - Princípios, Diretrizes e Controle Social.

7. Política Nacional de Atenção Básica no SUS.

8. Sistemas de Informação em Saúde.

9. Doenças de Notificação Compulsória.

Bibliografia sugerida:

BRASIL, Constituição Federal de 1988 - Título VIII, Capítulo II, Seção II, Artigos de 196 a 200, da Saúde.

BRASIL. Ministério da Saúde. Lei nº 8.080 de 19/09/1990. Diário Oficial da União. Brasília, 20/09/1990.

BRASIL. Ministério da Saúde. Lei nº 8.142 de 28/12/1990. Diário Oficial da União. Brasília, 29/12/1990.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria MS/GM nº 373 de 27 de fevereiro de 2002 Regionalização da Assistência à Saúde: Aprofundando a descentralização com eqüidade no acesso. Norma Operacional da Assistência à Saúde (NOAS - SUS - 2001-2002).

BRASIL - Portaria/ GM Nº 399 de 22/02/2006. Ministério da Saúde. Pacto pela Vida. Disponível em www.saude.gov.br/dab

BRASIL, Ministério da Saúde/Secretaria de Vigilância em Saúde. Doenças Infecciosas e Parasitárias - Guia de Bolso, 5ª edição ampliada - série B, 2005 (doenças de notificação compulsória). Disponível em www.saude.gov.br/svs

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria GM/MS nº 648, de 28 de março de 2006. Brasília, Política Nacional de Atenção Básica, estabelecendo a revisão de diretrizes e normas para a organização da Atenção Básica para o Programa Saúde da Família e o Programa Agentes Comunitários de Saúde. Disponível em www.saude.gov.br/dab.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria Executiva. Núcleo Técnico da Política Nacional de Humanização: documento base para gestores e trabalhadores do SUS - 2ª edição Brasília - Ministério da Saúde, 2004.

CUNHA, J.P., Cunha, R.E. Sistema Único de Saúde - Princípios. In_____ Brasil. Ministério da Saúde. Gestão Municipal de Saúde. Textos Básicos, Brasília, 2001, pp 285-304. Disponível em: http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/gestao_municipal_de_saude.pdf

FREITAS, Carlos Machado de. A Vigilância da Saúde para a Promoção da Saúde. In: CZERESNIA, Dina; FREITAS, Carlos Machado de. Promoção da Saúde: conceitos, reflexões, tendências (capítulo 7), Editora Fiocruz, 2003.

ROUQUAYROL, Maria Zélia, ALMEIDA, Naomar de. Epidemiologia e Saúde. 6ª ed. Rio de Janeiro. MEDSI, 2003.

STARFIELD, Bárbara. Atenção Primária. Equilíbrio entre necessidades de saúde, serviços e tecnologia. Brasília: UNESCO e Ministério da Saúde, 2002.

Sistemas de Informação em Saúde: Disponível em www.saude.gov.br/bvs

ENGENHARIA CIVIL

Manutenção predial; planejamento, orçamentação, acompanhamento e fiscalização de obras e serviços; contratação de serviços; inspeções, vistorias, avaliações e perícias; redação de relatórios, laudos e pareceres técnicos; normalização técnica de projetos de engenharia. Bibliografia sugerida:

ABNT. Instalações elétricas de baixa tensão (NBR 5410). Rio de Janeiro: ABNT, 2004.

ABNT. Instalação predial de água fria (NBR 5626). Rio de Janeiro: ABNT, 1998.

ABNT. Manutenção de edificações - Procedimento (NBR 5674). Rio de Janeiro: ABNT, 1999.

ABNT. Sistemas prediais de esgoto sanitário - Projeto e execução (NBR 8160). Rio de Janeiro: ABNT, 1999.

ABNT. Instalações prediais de águas pluviais (NBR 10844). Rio de Janeiro: ABNT, 1989.

CHOMA A. Como Gerenciar Contratos com Empreiteiros - Manual de Gestão de Empreiteiros na Construção Civil. 2.ed. São Paulo: Ed. Pini. 2007.

FIKER, J. Linguagem do laudo pericial. São Paulo: Ed. Pini. 2005.

FIKER, J. Manual prático de direito das construções. São Paulo: Ed. Pini. 2005.

FIKER, J. Manual de avaliações e perícias em imóveis urbanos. São Paulo: Ed. Pini. 2005.

GOMIDE, T., PUJADAS, F., FAGUNDES NETO, J. Técnicas de inspeção e manutenção predial. São Paulo: Ed. Pini. 2006.

JOPPERT JÚNIOR, I. Fundações e Contenções de Edifícios: qualidade total na gestão do projeto e execução. São Paulo: Ed. Pini. 2007.

MARCELLI, M. Sinistros na Construção Civil. São Paulo: Ed. Pini. 2007.

MATTOS A. Como preparar orçamentos de obras. São Paulo: Ed. Pini. 2007.

SOUZA, U. Como reduzir perdas nos canteiros. São Paulo: Ed. Pini. 2005.

CONHECIMENTOS DIDÁTICO-PEDAGÓGICOS (Professor P II e Especialista em Educação)

Fundamentos filosóficos, psicológicos, sociológicos e históricos da educação.

1.1. Concepções filosóficas da educação

1.2. Relação entre educação, sociedade e cultura

1.3. A escola como instituição social

1.4. Teorias do desenvolvimento e da aprendizagem

2. Fundamentos didático-metodológicos da Educação

2.1. Tendências pedagógicas na prática escolar;

2.2. Planejamento, metodologia e avaliação do processo ensino/aprendizagem;

2.3. Projeto Político Pedagógico

3. Fundamentos legais da Educação

3.1. Constituição Federal de 1988 - capítulo da Educação

3.2. Educação básica na Lei nº 9.394/96 (LDBEN)

3.3. Parâmetros Curriculares Nacionais da Educação Básica

4. A inclusão e permanência de crianças e adolescentes na escola.

Bibliografia sugerida:

ARANHA, Maria Lúcia de Arruda. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 1994.

________. História da Educação. São Paulo: Moderna, 1989.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. O que é educação. São Paulo: Brasiliense, 1985.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. nº 9.394/96, de 24 de dezembro de 1996.

______. Parâmetros Curriculares Nacionais: Introdução aos Parâmetros curriculares nacionais. Secretaria Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1997.

CANDAU, Vera M. (Org.) Sociedade, educação e cultura(s). Petrópolis: Vozes, 2002.

COUTINHO, Maria Tereza da Cunha. (Org.) Psicologia da Educação: um estudo dos processos psicológicos do desenvolvimento e aprendizagem humanos voltados para a educação. Belo Horizonte: Lê, 1992.

CURY, Carlos Roberto Jamil. Os fora de série na escola. Campinas: Armazém do Ipê, 2005.

DAYRELL, Juarez. Múltiplos olhares sobre educação e cultura. Belo Horizonte: UFMG, 1966.

DECLARAÇÃO MUNDIAL sobre Educação para Todos e Plano de Ação para Satisfazer as Necessidades Básicas de Aprendizagem. Jomtien/Tailândia, 1990.

DECLARAÇÃO DE SALAMANCA e linha de ação sobre necessidades educativas especiais. Salamanca/Espanha, 1994.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 14 ed. São Paulo: Paz e Terra, 2000.

GADOTTI, Moacir. Escola cidadã. 4 ed. São Paulo: Cortez, 1995.

GANDIN, Danilo. A prática do planejamento participativo. 7 ed. Petrópolis: Vozes, 1999.

KRUPPA, Sônia Maria Portella. Sociologia da Educação. São Paulo: Cortez, 1994.

LDB: Lei de diretrizes e Bases da Educação Nacional. São Paulo: Cortez: Ande, 1990.

MANTOAN, Maria Tereza Eglér. Inclusão escolar: o que é? por quê? como fazer?. São Paulo: Moderna, 2003. 95p. (Cotidiano escolar)

MIZUKAMI, Maria da Graça Nicoletti. Ensino: as abordagens do processo. São Paulo: EPU, 1986.

PIMENTA, Selma Garrido. De professor, pesquisa e didática. Campinas: Pairus, 2002.

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia: teorias da educação, curvatura da vara, onze teses sobre educação e política. 21 ed. São Paulo: Cortez, 1989.

VEIGA, Ilma A. (Org.) Projeto político-pedagógico da escola. Campinas: Papirus, 1995.

ZABALA, Antoni. A prática educativa: como ensinar. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.

PROFESSOR I - DIDÁTICAS ESPECÍFICAS

1. Concepções de ensino e aprendizagem da leitura e da escrita

a. Alfabetização e letramento.

b. A construção do sentido da leitura e da escrita.

c. Relação leitor-texto-autor.

d. Metodologias de alfabetização: um novo olhar sobre ensino e aprendizagem.

2. Educação matemática: perspectivas atuais

a. Objetivos do ensino da matemática na escola fundamental.

b. Construção de conceitos matemáticos.

c. Aspectos metodológicos do ensino da matemática: jogos e materiais concretos, resolução de problemas, investigações matemáticas na sala de aula.

3. Perspectivas históricas e atuais da Educação Científica.

a. O conteúdo de Ciências Naturais no ensino fundamental - novos parâmetros curriculares.

b. Aspectos metodológicos do ensino de Ciências Naturais.

4. Fundamentos filosóficos, sociais e legais da História e da Geografia no ensino fundamental.

a. Parâmetros Curriculares de História e Geografia.

b. Metodologias para o ensino de História e Geografia no ensino fundamental

Bibliografia sugerida:

ALMEIDA, Rosângela; PASSINI, Elza Yasuko. O Espaço Geográfico: ensino e representação. 8ª ed. São Paulo: Contexto, 2000.

BRAGA, Magda Friche; MOREIRA, Moacir Alves. Metodologia de Ensino: ciências físicas e biológicas. Belo Horizonte: Lê: Fundação Helena Antipoff, 1997.

BRASIL, MEC. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais. Brasília: MEC/SEF, 2000. Introdução: Língua Portuguesa, Matemática, Geografia, História e Ciências.

CAGLIARI, Luiz Carlos. Alfabetização sem o bá-be-bi-bo-bu. São Paulo: Scipione, 1998.

CENTURIÓN, Marília. Conteúdo e metodologia da matemática: números e operações. São Paulo: Scipione, 1994.

D'AMBRÓSIO, Ubiratan. Etnomatemática - elo entre as tradições e a modernidade. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2002.

DELIZOICOV, Demétrio; ANGOTTI, José André; PERNAMBUCO, Marta Maria Castanho Almeida. Ensino de Ciências: fundamentos e métodos. 2ª ed. São Paulo: Cortez, 2002.

EVANGELISTA, Aracy Alves Martins et. al. Professor/Leitor. Aluno/Autor: reflexão sobre a avaliação do texto escolar. Cadernos. CEALE. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2001.

KAMII, Constance. A criança e o número: implicações educacionais da Teoria de Piaget para a atuação junto a escolares de 4 a 6 anos. 30ª ed. Campinas: Papirus, 2003.

KATO, Mary. A concepção da escrita pela criança. Campinas: São Paulo: Pontes, 1988.

MAGDA, Soares. Alfabetização e Letramento: um tema um três gêneros.

NARDI, Roberto. Questões atuais no ensino de Ciências. São Paulo: Escrituras, 2001.

NIKITIUK, Sônia L. Repensando o ensino de história. 3ª ed. São Paulo: Cortez, 2001.

NUNES, Carlos Alberto. Metodologia de Ensino: geografia e história. Belo Horizonte: Lê, Fundação Helena Antipoff, 1997.

PENTEADO, Heloísa Dupas. Metodologia do ensino de história e geografia. São Paulo: Cortez, 2001.

SMOLKA, Ana Luiza Bustamante. A criança na fase inicial da escrita: alfabetização como processo discursivo. 6. ed. São Paulo: Cortez, Campinas, 1993.

PROFESSOR II - LÍNGUA ESTRANGEIRA - INGLÊS

Leitura e compreensão de textos de fontes variadas; Conteúdos Lingüísticos: Plural de substantivos; Formação de palavras: prefixos e sufixos; Adjetivos e Advérbios; Pronomes; Conjunções; Preposições; Tempo Verbal; Verbos auxiliares modais; Condicional; Discurso Direto e Indireto; Voz Passiva; Genitive Case; Tag Questions; Ensino-aprendizagem da língua estrangeira.

Bibliografia sugerida:

BARBARA, L. & RAMOS, R. Reflexões e ações no ensino-aprendizagem de línguas. Homenagem a Antonieta Celani. Campinas: Mercado de Letras, 2003.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental Parâmetros Curriculares Nacionais. Língua Estrangeira. 5ª a 8ª séries/3º e 4º ciclos. Brasília: MEC/SEF, 1997.

BOHN, H., VANDRESEN, P.(org). Tópicos de Lingüística Aplicada: o ensino de línguas estrangeiras. Florianópolis: Ed. da UFSC, 1988.

CARMAGNANI, A. M. & GRIGOLETO, M. (orgs.). Inglês como língua estrangeira: identidade, práticas e textualidade. São Paulo: Humanitas, FFCHL, USP, 2001.

CORACINI, M. J. O jogo discursivo na sala de aula: língua materna e língua estrangeira. São Paulo: Pontes, 1995.

DUTRA, Deise P. e MELLO, Heliana. Gramática e vocabulário no ensino de inglês: novas perspectivas. Belo Horizonte: Faculdade de Letras da UFMG, POSLIN, 2004.

JORDÃO, C., GIMENEZ, T. & ANDREOTTI, V. Perspectivas educacionais e o ensino de inglês na escola pública. Pelotas: Educat, 2005.

LIGHTBOWN, Patsy M. & SPADA, Nina. How languages are learned. Oxford: Oxford University Press, 1999.

PAIVA, Vera Lúcia Menezes de Oliveira (org.). Práticas de ensino e aprendizagem de inglês com foco na autonomia. Belo Horizonte: Faculdade de Letras da UFMG, 2005.

RICHARDS, Jack C. & RENANDYA, Willy A. Methodology in language teaching: an anthology of current practice. Cambrige University Press, 2002.

SIGNORINI, I. (org). Língua(gem) e Identidade. São Paulo: Mercado de Letras, 1998.

PROFESSOR II - EDUCAÇÃO FÍSICA

Educação Física e sociedade: construção histórica da Educação Física Escolar considerando suas concepções, sentidos e significados adquiridos e as diferentes influências que direcionaram a sua constituição como componente escolar. O ensino da Educação Física na escola Aspectos legais; Finalidades; Abordagens pedagógicas; Objetivos, conteúdos, metodologia e avaliação. A Educação Física e sua relação com: o lazer; o corpo e a cultura corporal; o trato das diferenças: gênero, idade e habilidade. Educação Física: bases fisiológicas e socorros de urgência. Formação de professores de Educação Física: saberes e habilidades.

Bibliografia sugerida:

BRASIL, Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: educação física. Brasília: MEC/SEF, 1998.

CADERNOS CEDES: Corpo e Educação, Campinas, SP: Centro de Estudos Educação e Sociedade, n.48, 1999.

CALDEIRA, Anna Maria Salgueiro. A formação de professores de educação física: quais saberes e quais habilidades? Revista brasileira de ciências do esporte, Campinas, v. 22, n.3, p. 87-103, maio 2001.

DAOLIO, Jocimar. Os significados do corpo na cultura e as implicações para a educação física. In: _____. Cultura: educação física e futebol. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2003. p. 65-71.

DARIDO, S. C., RANGEL, I. C. A. (Coord.). Educação física na escola: implicações para a prática pedagógica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005.

FEGEL, M. J. Primeiros socorros no esporte. São Paulo: Manole, 2002.

FOX, E. L. Bases fisiológicas da educação física e dos desportos.

MINAS GERAIS. Secretaria de Estado da Educação. Educação física: proposta curricular, educação básica / ensino fundamental (5a a 8a série). Belo Horizonte, 2005. Disponível em: <www.educacao.mg.gov.br>.

WERNECK, Christianne Luce Gomes; ISAYAMA, Hélder Ferreira (Orgs). Lazer, recreação e educação física. Belo Horizonte: Autêntica, 2003.

PROFESSOR II - EDUCAÇÃO RELIGIOSA

Concepções de Educação Religiosa: religiosidade e fenômeno religioso. Educação Religiosa no Brasil: Aspectos legais e históricos. As tradições religiosas e o pluralismo religioso no Brasil. Educação Religiosa e as novas exigências educacionais. Objetivos da Educação Religiosa. Os blocos de conteúdos: Ethos, Culturas e Tradições Religiosas, Ritos, Textos Sagrados e Teologias. Ensino, aprendizagem e avaliação em Educação Religiosa.

Bibliografia sugerida:

ALVES, Rubem. O que é religião. São Paulo: Loyola, 1999.

CRUZ, Eduardo R. A Persistência dos Deuses: religião, cultura e natureza. São Paulo: UNESP, 2004.

ELIADE, Mircea. O Xamanismo. São Paulo: Martins Fontes, 1998

FIGUEIREDO, Anísia de Paulo. O ensino religioso no Brasil. Petrópolis: Vozes, 1996.

FORUM NACIONAL PERMANENTE DO Ensino RELIGIOSO. Parâmetros curriculares nacionais. Ensino religioso. 3. ed. São Paulo: Ave-Maria, 1998.

GAARDER, Jostein et al. O livro das religiões. São Paulo: Companhia das Letras, 2005.

GUERREIRO, Silas. Novos movimentos religiosos - o quadro brasileiro. São Paulo: Paulinas, 2006.

JUNQUEIRA, Sérgio et al. Ensino religioso e sua relação pedagógica. Petrópolis: Vozes, 2002.

NEGRÃO, Lísias Nogueira. Entre a cruz e a encruzilhada. São Paulo: Edusp, 1996.

MACHADO, Maria das Dores C. Carismáticos e pentecostais. São Paulo: Autores Associados, 1996.

SILVA, Vagner G. Candomblé e umbanda - caminhos da devoção brasileira. São Paulo: Selo Negro, 2005.

PROFESSOR II - MATEMÁTICA

Fundamentos teóricos e problemas relacionados ao ensino e à aprendizagem dos seguintes temas: Conjuntos numéricos. Conceito, operações e propriedades; Problemas. Razão e proporção. Porcentagem. Medidas de comprimento, área, volume, massa e tempo; Pensamento algébrico; Matemática financeira: juros simples e compostos; Geometria plana e espacial. Estatística e probabilidade: análise e interpretação de informações expressas em gráficos e tabelas, cálculo de medidas de tendência central. Tratamento da informação; Uso de jogos e material manipulativo na educação matemática; Novas tecnologias e educação matemática.

Bibliografia sugerida:

BACHELARD, G. A formação do espírito científico. Rio de Janeiro: Contraponto, 1996.

BARBOSA, Ruy M. Descobrindo a Geometria Fractal: para a sala de aula. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2002.

BASSANEZI, Rodney. Ensino-aprendizagem com Modelagem Matemática. São Paulo: Contexto, 2002.

BICUDO, M. A. V. Pesquisa em Educação Matemática. São Paulo: Editora da UNESP, 1999.

BORBA, Marcelo C.; PENTEADO, Miriam G. Informática e Educação Matemática. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2001.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental Parâmetros Curriculares Nacionais. Matemática. 5ª a 8ª séries/3º e 4º ciclos. Brasília: MEC/SEF, 1997.

CAMPOS, M.A.; LIMA, P. F. Introdução ao tratamento da informação nos ensinos fundamental e médio. São Paulo: Sociedade Brasileira de Matemática Aplicada e Computacional, 2005.

DEWDNEY, A. K. 20.000 léguas matemáticas: Um passeio pelo misterioso mundo dos números. RJ: Jorge Zahar Ed., 2000.

ELKONIN, D. B. Psicologia do jogo. Tradução Álvaro Cabral. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

FERREIRA, Mariana Kawall Leal. (org) Idéias Matemáticas em povos culturalmente distintos. São Paulo: Global, 2002.

KRULIK, S. REYS, R. A resolução de problemas na matemática escolar. São Paulo: Atual, 1998.

LINDQUIST, M. et al. (org.) Aprendendo e ensinando geometria. São Paulo: Atual, 1994.

MOYSÉS, Lúcia. Aplicações de Vygotsky à Educação Matemática. Campinas: Papirus, 1997

NUNES, Terezinha, CAMPOS, Tânia Maria Mendonça, MAGINA, Sandra & BRIAN, Peter. Educação Matemática. São Paulo: Cortez, 2005.

PONTE J. P, BROCADO, J e OLIVEIRA, H. Investigações matemáticas em sala de aula. Belo Horizonte: Autêntica, 2003.

SMOLLE, Kátia Stocco e DINIZ, Maria Ignez. Ler, escrever e resolver problemas: habilidades básicas para aprender matemática. Porto Alegre: Artmed, 2001.

PROFESSOR II - HISTÓRIA

PARTE I - CONTEÚDO HISTORIOGRÁFICO

1 - A MODERNIDADE: O Renascimento. Os Estados Nacionais. As reformas religiosas. O iluminismo.

2. O MUNDO CONTEMPORÂNEO A Revolução Francesa. A Revolução Industrial. O Imperialismo. A Grande Guerra de 1914/18. A Revolução Russa. Os totalitarismos de direita. A Segunda Guerra Mundial. A política e blocos e a Guerra Fria. A Globalização.

3. O BRASIL E SEU PROCESSO HISTÓRICO/CULTURAL A colonização e a formação das estruturas econômico-sociais. Brasil monárquico: a economia, a sociedade, o escravismo e a abolição. A república liberal / oligárquica. A Era Vargas e a modernização conservadora. A república populista. A ditadura militar. O Brasil contemporâneo.

PARTE II - ENSINO DE HISTÓRIA

4. Características e funções da História como disciplina curricular no Ensino Fundamental. A cidadania no currículo escolar de História. A história local, a educação patrimonial e a identidade cultural. Projetos de trabalho pedagógico: interdisciplinaridade e transversalidade. Pesquisa e produção do conhecimento histórico. Novas fontes, linguagens, recursos e estratégias no ensino de história.

Bibliografia sugerida:

MODERNIDADE E MUNDO CONTEMPORÂNEO

BARRACLOUGH, Geoffrey. Introdução à História Contemporânea. Rio de Janeiro: Zahar, 1983.

BAUMAN, Zygmunt. Globalização. As conseqüências humanas. Rio de Janeiro: Zahar,1999.

CERQUEIRA, Adriano e LOPES, Marco Antônio. A Europa na Idade Moderna: do Renascimento ao Século das Luzes.

FALCON, Francisco e MOURA, Gerson. A formação do mundo contemporâneo. Rio de Janeiro: Campus, 1989.

HOBSBAWN, Eric. Era dos extremos. São Paulo: Cia. das Letras, 1995.

RÉMOND, René. O Século XIX. São Paulo: Cultrix, 1993.

RÉMOND, René. O Século XX. São Paulo: Cultrix, 1993.

SEVCENKO, Nicolau. A corrida para o Século XXI. Rio de Janeiro: Cia. das Letras, 2004.

SILVA, Francisco Carlos Teixeira. O século sombrio: uma história do Século XX. Rio de Janeiro: Elsever, 2004.

HISTÓRIA DO BRASIL.

CARVALHO, José Murilo. Cidadania no Brasil: o longo caminho. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001.

FAUSTO, Bóris. História do Brasil. São Paulo: Edusp, 1997.

FURTADO, Celso. Formação Econômica do Brasil. São Paulo: Cia. Editora Nacional, 1974.

IGLÉSIAS, Francisco. Trajetória política do Brasil. São Paulo: Cia. das Letras, 1993.

LINHARES, Mª Yedda Leite. História Geral do Brasil. Rio de Janeiro: Campus, 1990.

PRADO, Caio Jr. História Econõmica do Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1994.

SKIDMORE, Thomas. Brasil: de Getúlio a Castelo. Rio de Janeiro: Saga, 1969.

SKIDMORE, Thomas. Brasil: de Castelo a Tancredo. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1988.

SODRÉ, Nelson Werneck. Formação Histórica do Brasil. São Paulo: Ed. Brasiliense, 1964.

ENSINO DE HISTÓRIA

BITTENCOURT, Circe (Org). O saber histórico na sala de aula. São Paulo: Contexto, 1997.

BRASIL. MEC -SEF. Parâmetros Curriculares Nacionais -História (PCN). Brasília, 1997.

DAVIES, Nicholas (Org) Para além dos conteúdos no ensino de História. Niterói: EdUFF, 2000.

FONSECA, Thais Nivia L. História & Ensino de História. Belo Horizonte: Autêntica, 2004.

FONSECA, Selva Guimarães. Didática e prática de ensino de História. Campinas (SP): Papirus, 2003.

KARNAL, Leandro (Org) História na sala de aula. São Paulo: Contexto, 2004.

PROFESSOR II - LÍNGUA PORTUGUESA

A leitura e a produção de textos na escola (O processo de leitura; A leitura nos textos didáticos; A formação do leitor literário; O processo de produção de textos; Texto, textualidade, textualização; Gêneros textuais; As relações entre oralidade e escrita); O ensino de gramática (Concepções de gramática e suas implicações teóricas e pedagógicas; Problemas que envolvem o ensino de gramática: conteúdos e perspectivas; Relação entre sistema fonológico e sistema ortográfico; Estudo do período e da oração: aspectos sintáticos e semânticos); A variação lingüística como fenômeno inerente ao uso da língua em diferentes situações de interação.

Bibliografia sugerida:

ANTUNES, Irandé Costa. Lutar com palavras: coesão e coerência. São Paulo: Parábola, 2005. (Na Ponta da Língua, 13)

AZEREDO, José Carlos de Língua Portuguesa em debate - conhecimento e ensino. 2.ed. Petrópolis: Vozes, 2001

BAGNO, Marcos. Português ou Brasileiro? - um convite à pesquisa. São Paulo: Parábola, 2001.

BECHARA, Evanildo. Moderna Gramática Portuguesa. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

BORTONI-RICARDO, Stella Maris. Nós cheguemu na escola, e agora? Sociolingüística e educação. São Paulo: Parábola, 2005. (Linguagem,11)

BRASIL, Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares nacionais: terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental: língua portuguesa. Brasília: MEC/SEF, 1998.

CEGALLA, Domingos Paschoal. Novíssima Gramática da Língua Portuguesa. 46. ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2005.

COSTA VAL, M. Graça, BARROS, Gladys (Org.). Reflexões sobre práticas escolares de produção de texto: o sujeito-autor. Belo Horizonte: Autêntica, 2003. v. 1. 200 p.

DIONÍSIO, Ângela Paiva et al (org.). Gêneros textuais e ensino. Rio de Janeiro: Lucerna, 2002.

DIONÍSIO, A. P.; BEZERRA, M. A. O livro didático de português - múltiplos olhares. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

ILARI, Rodolfo. Introdução à semântica; brincando com a gramática. São Paulo: Contexto, 2001.

KLEIMAN, Ângela, MORAES, S. E. Leitura e interdisciplinaridade - tecendo redes nos projetos da escola. Campinas: Mercado de Letras, 1999.

KOCH, Ingedore Villaça, ELIAS, Vanda Maria. Ler e compreender os sentidos do texto. São Paulo: Contexto, 2006.

MARCUSCHI, Luiz Antônio Da fala para a escrita. Atividades de retextualização. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2001.

MORAIS, Artur Gomes de (org.). O aprendizado da ortografia. Belo Horizonte, CEALE/Autêntica, 1999. (Linguagem e Educação)

PAIVA, Aparecida, MARTINS, Aracy, PAULINO, Graça, VERSIANI, Zélia (orgs.). Literatura e letramento - espaços, suportes e interfaces - o jogo do livro. Belo Horizonte/CEALE, 2003.

SOARES, Magda. Alfabetização e letramento. São Paulo: Contexto, 2003.

TRAVAGLIA, Luiz Carlos. Gramática Ensino Plural. São Paulo: Cortez, 2003.

PROFESSOR II - CIÊNCIAS

Biologia e Princípios de Ecologia; Vida e composição química dos seres vivos; Vida e energia; Ecologia: conceitos fundamentais; Fluxo da matéria e energia. Ciclos biogeoquímicos, sucessão ecológica e desequilíbrios ambientais; Ecossistemas e população; Relações entre os seres vivos; Conquistas tecnológicas e qualidade de vida; Desenvolvimento sustentável. Origem da vida e biologia Celular; Origem da vida; Citologia; Embriologia e histologia animal; Embriologia animal; Histologia animal; Os seres vivos; Sistema de classificação; Os seres vivos e os vírus: Reino Monera; Reino Protista; Reino Fungos; Reino Plantae; Reino Animália. O ser humano: Evolução; Fisiologia; Saúde. Genética: Genética e a Primeira lei de Mendel; Polialelia; A segunda lei de Mendel; Genética pós Mendel. Biologia Molecular: síntese de proteína e engenharia genética. Evolução: Conceitos e evidências; Teoria sintética da evolução e a genética de populações. Química: Estrutura da matéria; Classificação dos elementos químicos; Ligações e reações químicas; Funções químicas; Física: Movimento e força; (Mecânica); Trabalho e máquinas; Energia; Calor e som; Luz e sistemas ópticos; Eletricidade e magnetismo. Ensino de Ciências.

Bibliografia sugerida:

APEC. Construindo Consciências. São Paulo: Scipione, 2004.

BIZZO, N. Ciências: Fácil ou Difícil? São Paulo: Ática, 2004. (Coleção Formação Permanente).

BORTOLOZZO, Sílvia & MALUHY, Suzana. Projeto Educação para o Século XXI. São Paulo: Moderna, 2002. Série Link da Ciência.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: ciências naturais. Brasília: MEC/SEF, 1997.

CANTO, Eduardo I. do. Ciências Naturais: aprendendo com o cotidiano. 2 ed. São Paulo: Moderna, 2004.

DIAS, Genebaldo Freire. Educação Ambiental. Princípios e Práticas. São Paulo: Editora GAIA, 2000.

GIORDAN, A. E G. de Vecchi. As origens do Saber: das concepções dos aprendentes aos conceitos científicos. 2.ed. Porto Alegre: Artes Médicas,1996.

HAZEN, R. M. & J. Trefil. Saber Ciências: do Big Bang à Engenharia Genética. São Paulo: Editores Associados, 1995.

KRASILCHIK, M. O professor e o currículo de ciências. São Paulo, EPU/ Edusp, 1987.

LIMA, Maria Emília C. C., BRAGA, Sela A. M. & AGUIAR Jr, Orlando. Aprender Ciências: um mundo de materiais. Belo Horizonte. Editora UFMG, 1999.

MATEUS, Alfredo Luis. Química na cabeça. Experiências espetaculares que você pode fazer em casa ou na escola. Belo Horizonte Editora UFMG, 2005.

MORTIMER, E. F. Linguagem e formação de conceitos no ensino de ciências. Belo Horizonte: UFMG, 2000.

PIETROCOLA, M. Ensino de Física: conteúdo e epistemologia numa concepção integradora. Florianópolis: UFSC, 2001.

PINTO-COELHO, Ricardo Motta. Fundamentos em ecologia. Porto Alegre: Artmed, 2000.

SANTOS, Widson Luiz Pereira & SCHNETZLER, Roseli Pacheco. Educação em Química: compromisso com a cidadania. Ijuí: UNIJUÍ, 1997.

SCNETZLER, Roseli P. e ARAGÃO, Rosália M. R. (orgs) Ensino de ciências: fundamentos e abordagens. Campinas: R. Vieira Gráfica e Editora, 2000.