Prefeitura de Guaxupé - MG

PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAXUPÉ

ESTADO DE MINAS GERAIS

EDITAL DE ABERTURA DE CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2007

O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE GUAXUPÉ/MG, SR. Dr. Abrão Calil Filho, no uso de suas atribuições legais, em consonância com a Legislação Federal e Municipal, em especial a Lei Municipal nº 742, de 01/09/1977 (Estatuto dos Funcionários Públicos Municipais) e nº 1.396, de 03/03/1998, com as alterações da Lei nº 1.459, de 27/04/2000 e nº 1.606, de 12/01/2004, divulga e estabelece normas específicas para a realização de Concurso Público de Provas destinado a selecionar candidatos para o provimento dos cargos atualmente vagos, dos que vierem a vagar e forem necessários à administração municipal, e dos que forem criados durante o prazo de validade deste Concurso. Estabelece ainda as instruções especiais a seguir que regularão todo o processo ora instaurado, a saber:

I– DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1. O Concurso Público será organizado pela empresa EXAME AUDITORES & CONSULTORES LTDA, situada à Av. do Contorno, nº 3731, 3º andar, Bairro Santa Efigênia, Belo Horizonte, Minas Gerais, inscrita no CNPJ sob o nº 04.976.094/0001-90, no município de Belo Horizonte sob o nº 172.309/001-5 e no CRA/MG sob o nº PJ-2754.

2. A fiscalização e o acompanhamento do Concurso Público caberão à Comissão de Reestruturação Organizacional e Concurso Público, nomeada pela Administração Municipal através da Portaria n° 2.669, de 02 de janeiro de 2007.

II - DO REGIME JURÍDICO, DO REGIME PREVIDENCIÁRIO E DO LOCAL DE TRABALHO

1. O Regime Jurídico dos Servidores Públicos do Município de Guaxupé é o Estatutário (Lei Municipal n° 1.396, de 03/03/1998 – Reestruturação Administrativa e Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos da Prefeitura Municipal de Guaxupé).

2. O Regime Previdenciário dos Servidores Públicos do Município de Guaxupé é o RGPS (Regime Geral da Previdência Social).

3. Local de Trabalho: será determinado pela Administração Municipal, podendo ser em qualquer Departamento da Administração Direta, ou nas entidades da Administração Indireta, ou em órgãos e entidades com os quais a Prefeitura Municipal de Guaxupé mantiver convênios.

III- DAS ESPECIFICAÇÕES DOS CARGOS

1. Os cargos, vencimento, número de vagas, requisitos, carga horária semanal, valor da taxa de inscrição, tipos de provas, número de questões e pontos, constam do ANEXO I deste Edital.

2. As atribuições dos cargos oferecidos estão sintetizadas a seguir, sendo:

Cargos

Síntese das Atribuições

Agente de Administração I

compreende a execução de funções de caráter administrativo e financeiro, e que envolvam certo grau de complexidade

Agente de Controle de Vetores I

executa tarefas de detecção de focos e criadouros, visando a eliminação dos agentes nocivos, visitando e orientando os munícipes para preservar a saúde da comunidade

Arquiteto I

executa tarefas destinadas à supervisão, ao planejamento urbano, à coordenação, aos estudos, à elaboração e à execução de projetos referentes à construção, fiscalização de obras do município, a peritagens, arbitramentos e questões urbanísticas

Assistente Social I

presta serviços de âmbito social, individualmente e/ou em grupos, identificando e analisando os problemas e necessidades materiais e sociais da comunidade, aplicando métodos e processos básicos do serviço social

Atendente Ambulatorial I

recepciona os pacientes, identificando‑os e encaminhando-os para o atendimento médico, auxiliando na prestação de serviços nas unidades de saúde do município

Auxiliar de Serviços Gerais I (Masculino)

executa serviços braçais em diversas áreas da organização, exercendo tarefas de natureza operacional em obras públicas, conservação de cemitério e manutenção dos próprios municipais e outras atividades braçais (capina, servente de pedreiro, varrição, abertura de valas, carregar e descarregar peso, implantação e manutenção de serviços de esgoto, etc.)

Auxiliar de Serviços Gerais I (Feminino)executa serviços braçais em diversas áreas da organização, exercendo tarefas de natureza operacional em locais públicos (escolas, postos de saúde, e outros), e outras atividades braçais (faxina, serviços de cozinha, varrição, etc.)
Auxiliar de Biblioteca Iexecuta tarefas auxiliares de registro, manuseio e guarda de livros e publicações em uma biblioteca, atendendo os leitores, repondo o material nas estantes após as
consultas, completando e ordenando os fichários, controlando os empréstimos e devoluções e providenciando a recuperação do material com prazos vencidos para entrega, para permitir o controle do acervo bibliográfico e facilitar a localização de livros e outras publicações
Auxiliar de Consultório Dentário Irecepciona as pessoas em consultório dentário e auxilia o cirurgião-dentista, acompanhando suas atividades
Auxiliar de Enfermagem Iexecuta pequenos serviços de enfermagem, sob a supervisão de enfermeiro, auxiliando no atendimento aos pacientes
Bibliotecário Iorganiza, coordena, supervisiona e executa trabalhos relativos às atividades biblioteconômicas, desenvolvendo um sistema de catalogação, classificação, referência e conservação do acervo bibliográfico, para armazenar e recuperar as informações de caráter geral ou específico, e colocá-las à disposição dos usuários, seja em bibliotecas ou em centros de documentação e informação
Enfermeiro Iexecuta serviços de enfermagem, empregando processos de rotina e/ou específicos, para possibilitar a proteção e a recuperação da saúde individual ou coletiva
Farmaceutico - Bioquimico Iexecuta tarefas diversas relacionadas com a composição e fornecimento de medicamentos e outros preparados, analisa substâncias, matérias e produtos acabados, valendo-se de técnicas e aparelhos especiais e baseando-se em fórmulas estabelecidas, para atender as receitas médicas, odontológicas e veterinárias
Fiscal de Tributos Ifiscaliza tributos municipais, inspecionando estabelecimentos industriais, de prestação de serviços e demais entidades, examinando documentos, para defender os
interesses da Fazenda Pública Municipal e da economia popular, tendo como norte as legislações aplicáveis
Fiscal de Obras Ifiscaliza as obras de construção civil, observando e fazendo cumprir normas e regulamentos estabelecidos em legislação específica, para garantir a segurança da comunidade, e atividades correlatas determinadas pelo superior hierárquico
Mecânico de Veículos Pesados Iexecuta a manutenção preventiva e corretiva de máquinas pesadas em geral, motores diesel que acionam grupos eletrógenos, e outros equipamentos mecânicos fixos ou móveis, reparando, substituindo e ajustando as peças defeituosas e utilizando ferramentas comuns e especiais, bancada de testes e outros equipamentos para assegurar a essas máquinas e equipamentos condições de funcionamento regular e eficiente
Médico I - Cardiologistafaz exames médicos, emite diagnóstico, prescreve medicamentos e outras formas de tratamento das afecções cardíacas congênitas ou adquiridas, empregando meios clínicos ou cirúrgicos, para prevenir, promover ou recuperar a saúde dos pacientes
Médico I – Cirurgião Geralfaz exames médicos, emite diagnóstico, prescreve medicamentos e outras formas de tratamento para diversos tipos de enfermidades, aplicando recursos de medicina preventiva e terapêutica, para promover a saúde e o bem- estar do paciente
Médico I - Ginecologistafaz exames médicos, emite diagnóstico, prescreve medicamentos e outras formas de tratamento das afecções do aparelho reprodutor feminino e órgãos anexos, atende a mulher no ciclo gravídico-puerperal, prestando assistência médica específica, empregando tratamento clínicocirúrgico, para a preservação da vida da
mãe e do filho
Médico I - Infectologistatrabalho técnico especializado, que consiste em executar trabalhos e procedimentos técnicos relacionados à infectologia de média e grande complexidade, dando atendimento individual a pacientes da Rede Municipal de Saúde, de acordo com a sua especialidade e com os princípios universais do Sistema Único de Saúde
Medico I - Mastologistatrabalho técnico especializado, que consiste em executar trabalhos e procedimentos técnicos relacionados à mastologia de média e grande complexidade, dando atendimento individual a pacientes da Rede Municipal de Saúde, de acordo com a sua especialidade e com os princípios universais do Sistema Único de Saúde.
Médico I - Neurologistatrabalho técnico especializado, que consiste em executar trabalhos e procedimentos técnicos relacionados à neurologia de média e grande complexidade, dando atendimento individual a pacientes da Rede Municipal de Saúde, de acordo com a sua especialidade e com os princípios universais do Sistema Único de Saúde.
Médico I - Ortopedistafaz exames médicos, emite diagnóstico, prescreve medicamentos e outras formas de tratamento das afecções agudas, crônicas ou traumatológicas dos ossos e anexos, valendo-se de meios clínicos ou cirúrgicos, para promover, recuperar ou reabilitar a saúde do paciente
Médico I - Pediatrafaz exames médicos, emite diagnósticos, prescreve medicamentos e outras formas de tratamento para diversos tipos de enfermidades prestando assistência médica específica às crianças até a adolescência, para avaliar, prevenir, preservar e recuperar sua saúde
Médico I - Psiquiatrafaz exames médicos, emite diagnósticos, prescreve medicamentos e outras formas de tratamento para diversos tipos de enfermidades mentais, aplicando recursos de medicina preventiva, meios clínicos e/ou cirúrgicos para prevenir, promover ou recuperar a saúde dos pacientes.
Médico I - Radiologistarealização e interpretação de radiodiagnóstico
Motorista Idirige e conserva veículos automotores, da frota da Administração Pública, manipulando os comandos de marcha e direção, conduzindo-os em trajeto determinado, de acordo com as normas de trânsito e as instruções recebidas, para efetuar o transporte de servidores, autoridades, materiais e outros
Operador de Máq. Pesadas Iopera máquinas da construção civil, conduzindo-as e operando seus comandos, para escavar, nivelar, aplainar e compactar terra e materiais similares, preparar concreto e colocar capeamento de asfalto e concreto nas estradas e outros, auxiliando na execução de obras públicas
Pedreiro IExecuta trabalhos de alvenaria, assentando pedras ou tijolos de argila ou concreto, em camadas superpostas e rejuntando-os e fixando-os com argamassa, para levantar muros, paredes, colocando pisos, azulejos e outros similares
Psicopedagogo Itrabalho técnico especializado na instituição escolar, que consiste em executar atividades que se destinam ao estudo e avaliação dos mecanismos de comportamento humano, elaborando e aplicando técnicas psicológicas, como testes para a determinação de características afetivas, intelectuais, sensoriais ou motoras e outros métodos de verificação, para possibilitar a orientação, ajustamento, inclusão social e provável tratamento, para que o educando consiga superar os obstáculos.
Técnico Desportivo Ipromove, desenvolve e aprimora conhecimentos de atletas ou equipes, seguindo as técnicas para cada modalidade esportiva
Técnico em Desenho Iexecuta desenhos para projetos de engenharia, construção, mapas, gráficos e outros trabalhos técnicos, interpretando esboços e especificações e utilizando instrumentos apropriados para elaborar a representação gráfica do projeto
Terapeuta Ocupacional Itrata, desenvolve e reabilita pacientes portadores de deficiência físicas e/ou psíquicas, promovendo atividades com fins específicos, para ajudá-los na sua recuperação e integração social

3. As atribuições dos cargos, na íntegra, encontram-se disponíveis no site www.guaxupe.mg.gov.br.

IV – DOS REQUISITOS PARA INVESTIDURA

1. O candidato aprovado no Concurso Público de que trata este Edital será investido no cargo se atendidas as seguintes exigências:

a) Ter sido aprovado e classificado no concurso, na forma estabelecida neste Edital.

b) Ter nacionalidade brasileira; no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos, na forma do disposto no art. 12, § 1º, da Constituição Federal.

c) Gozar dos direitos políticos.

d) Estar quite com as obrigações eleitorais.

e) Estar quite com as obrigações do Serviço Militar, para os candidatos do sexo masculino.

f) Possuir os requisitos exigidos para o cargo.

g) Ter idade mínima de 18 (dezoito) anos.

h) Gozar de boa saúde física e mental e não ser portador de deficiência incompatível com o exercício das funções atinentes ao Cargo a que concorre.

i) Não ter sido demitido, por justa causa, de Serviço Público, nos casos previstos na legislação municipal, se for o caso (na falta de lei municipal, aplicar-se-á, subsidiariamente, a Lei Federal 8.112/90).

j) Não estar condenado, criminalmente, por sentença judicial transitada em julgado.

k) Conhecer e estar de acordo com as exigências contidas no presente Edital.

l) Apresentar outros documentos que se fizerem necessários, à época da posse, nos termos previstos neste Edital.

V – DA INSCRIÇÃO

1. A inscrição do candidato implicará o conhecimento e a tácita aceitação das normas e condições estabelecidas neste Edital, em relação às quais não poderá alegar desconhecimento.

2. Local: Casa da Cultura (Parque da Mogiana), Guaxupé/MG.

3. Período: 26 a 30/03/2007.

4. Horário: 9h às 15h.

5. Os interessados poderão obter o Manual do Candidato (Edital, conteúdo programático, sugestão bibliográfica, cronograma do concurso e outros anexos), por download do arquivo, no endereço eletrônico www.exameconsultores.com.br.

VI – DOS PROCEDIMENTOS PARA INSCRIÇÃO

1. O candidato interessado em se inscrever no presente concurso (inscrição presencial) deverá, inicialmente, efetuar o pagamento da importância relativa à taxa de inscrição, mediante BOLETO BANCÁRIO a ser retirado no local estabelecido para inscrição.

2. Depois de efetuado o pagamento, o candidato deverá apresentar no local estabelecido para inscrição, pessoalmente ou através de procuração com firma reconhecida em cartório (modelo constante do ANEXO II deste Edital), os seguintes documentos:

a) Comprovante de pagamento da importância relativa à taxa de inscrição.

b) Fotocópia legível (frente/verso) da cédula de identidade ou outro documento equivalente, de valor legal, sendo que a fotocópia ficará retida no ato da inscrição;

c) Fotocópia legível (frente/verso) do CPF, sendo que a fotocópia ficará retida no ato da inscrição;

3. Após apresentação da documentação exigida, o candidato ou seu procurador deverá assinar o formulário de inscrição no local estabelecido, no qual declare atender às condições exigidas para se inscrever e submeter-se às normas expressas neste edital.

4. A declaração falsa ou inexata dos dados constantes do formulário de inscrição, bem como a apresentação de documentos ou informações falsas ou inexatas, implica o cancelamento da inscrição e anulação de todos os atos decorrentes, em qualquer época.

5. O candidato inscrito por procuração assume total responsabilidade pelas informações prestadas por seu procurador no Formulário de Inscrição, arcando com as conseqüências de eventuais erros de seu representante quando do seu preenchimento.

VII – OUTRAS INFORMAÇÕES SOBRE A INSCRIÇÃO

1. O pagamento da importância relativa à taxa inscrição poderá ser efetuado em dinheiro ou cheque, sendo que o pagamento com cheque somente será aceito se do próprio candidato ou Procurador formalmente constituído, sendo considerada nula sua inscrição se este for devolvido por qualquer motivo.

2. Só o pagamento da taxa de inscrição não significa que o candidato esteja inscrito.

3. A taxa de inscrição, uma vez paga, não será devolvida sob hipótese alguma, salvo no caso de não realização do Concurso, por culpa ou omissão exclusiva por parte dos organizadores.

4. Não serão recebidas inscrições por via postal, fac-símile, correio eletrônico, internet, condicional ou extemporânea.

5. Não serão aceitas inscrições com documentação incompleta.

6. Efetuada a inscrição, não será permitida alteração ou troca do cargo apontado no formulário/requerimento de inscrição.

7. Não serão aceitos pedidos de isenção de pagamento do valor da taxa de inscrição, seja qual for o motivo alegado.

8. Será permitida a inscrição do candidato que estiver cursando a escolaridade mínima exigida como requisito para o cargo, entretanto, caso seja convocado, o candidato deverá apresentar no ato da posse o documento comprobatório de conclusão do curso, sem o qual não terá direito à investidura no cargo pleiteado, além de ser eliminado do presente concurso público.

VIII – DAS PROVAS

1. O Concurso Público constará de Prova Objetiva de Múltipla Escolha e Prática.

1.1 A Prova objetiva de Múltipla Escolha, de caráter eliminatório, será aplicada a todos os candidatos e terá duração máxima de 4 (quatro) horas.

1.1.1 Cada questão da prova objetiva de múltipla escolha comporta apenas uma resposta correta dentre 04 (quatro) alternativas oferecidas (A, B, C ou D).

1.1.2 A Prova Objetiva de Múltipla Escolha valerá 100 (cem) pontos.

1.1.3 Será aprovado o candidato que totalizar o mínimo de 60% (sessenta por cento) dos pontos.

1.1.4 Será fornecido ao candidato, no ato da inscrição, informativo contendo o Programa de Prova para as questões de múltipla escolha e Cronograma do Concurso.

1.1.5 O Programa de Prova para as questões de múltipla escolha consta do ANEXO III deste Edital e está disponível também no site www.exameconsultores.com.br (Manual do Candidato).

1.1.6 A inviolabilidade das provas será comprovada no local de aplicação, no momento do rompimento do lacre dos malotes na presença de, no mínimo, dois candidatos.

1.2 A Prova Prática, de caráter eliminatório, será aplicada aos candidatos inscritos nos cargos de AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS I (FEMININO), AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS I (MASCULINO), MECÂNICO DE VEÍCULOS PESADOS I, MOTORISTA I, OPERADOR DE MÁQUINAS PESADAS I e PEDREIRO I.

1.2.1 A Prova Prática para o cargo de AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS I (FEMININO) constará de limpeza de uma Unidade Escolar ou de uma Unidade de Saúde, avaliada por profissional competente, consumando em Laudo de Avaliação Técnica, que verificará a capacidade prática do candidato no exercício e desempenho das tarefas do cargo.

• A Prova Prática para os cargos de AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS I (FEMININO) será avaliada na escala de 0 (zero) a 100 (cem) pontos e será aprovado o candidato que obtiver, no mínimo, 70% (setenta por cento) dos pontos, conforme critérios estabelecidos a seguir: habilidade com instrumentos de trabalho - levantou poeira ou não observou a direção do vento ou faltou cuidado no manuseio (20 pontos); habilidade na coleta - não coletou o lixo corretamente ou rasgou o saco de lixo ou coletou indevidamente os materiais cortantes, quando houver (20 pontos); interesse real - desviou da atenção injustificadamente ou reclamações impertinentes (20 pontos); aptidão física (20 pontos); postura pessoal - parou para descansar apoiando no instrumento de trabalho ou interrompeu o trabalho sem justificativa ou não prestou atenção no trânsito: veículos e pedestres (20 pontos).

1.2.2 A Prova Prática para o cargo de AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS I (MASCULINO) constará de abertura correta de uma vala, em dimensão e tempo determinados no ato da prova, sendo abordado ainda a postura pessoal do candidato e utilização correta de enxadão e pá, avaliada por profissional competente, consumando em Laudo de Avaliação Técnica, que verificará a capacidade prática do candidato no exercício e desempenho das tarefas do cargo.

1.2.2.1 A Prova Prática para os cargos de AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS I (MASCULINO) será avaliada na escala de 0 (zero) a 100 (cem) pontos e será aprovado o candidato que obtiver, no mínimo, 70% (setenta por cento) dos pontos, conforme critérios estabelecidos a seguir: habilidade com instrumentos de trabalho (20 pontos); conhecimento das dimensões de uma vala (20 pontos); interesse real - desviou da atenção injustificadamente ou reclamações impertinentes (20 pontos); aptidão física (20 pontos); postura pessoal (parou para descansar apoiando no instrumento de trabalho ou interrompeu o trabalho sem justificativa (20 pontos).

1.2.3 A Prova Prática para o cargo de MECÂNICO DE VEÍCULOS PESADOS I constará de teste de execução de serviço inerente à função de Mecânico, avaliada por profissional competente, consumando em Laudo de Avaliação Técnica, que verificará a capacidade prática do candidato no exercício e desempenho das tarefas do cargo.

1.2.3.1 A Prova Prática para os cargos de MECÂNICO DE VEÍCULOS PESADOS I será avaliada na escala de 0 (zero) a 100 (cem) pontos e será aprovado o candidato que obtiver, no mínimo, 70% (setenta por cento) dos pontos, conforme critérios estabelecidos a seguir: conhecimentos práticos e operacionais do candidato quanto aos tipos de manutenção, plano de manutenção e lubrificação (20 pontos); conhecimentos em manutenção de veículo pesado ou de máquina, noções de mecânica, elétrica, solda e noções hidráulicas (20 pontos); conhecimentos de desenhos mecânico desmontagem e montagem total ou parcial do motor e outras partes do veículo para consertar ou substituir a peça defeituosa (15 pontos); conhecimento de falhas de partidas, falhas de iluminação e falhas de indicadores de temperatura do motor e nível de combustíveis (15 pontos); conhecimento de peças (10 pontos); conhecimento de ferramentas (10 pontos); noções básicas de segurança e higiene do trabalho (10 pontos).

1.2.4 A Prova Prática para o cargo de MOTORISTA I constará de prática de direção, em veículo a ser definido no ato da prova, avaliada por profissional habilitado indicado pela EXAME AUDITORES & CONSULTORES LTDA, consumando em Laudo de Avaliação Técnica, que verificará a capacidade prática do candidato no exercício e desempenho das tarefas do cargo.

1.2.4.1 A Prova Prática para o cargo de MOTORISTA I será avaliada na escala de 0 (zero) a 100 (cem) pontos e será aprovado o candidato que obtiver, no mínimo, 70% (setenta por cento) dos pontos, conforme critérios estabelecidos a seguir:

I. FALTA GRAVE – Menos 15 pontos por falta:

· deixar de observar a sinalização da via, sinais de regulamentação, de advertência e indicação;

· exceder a velocidade indicada para a via;

· deixar de usar o cinto de segurança;

· perder o controle da direção do veículo em movimento.

II. FALTA MÉDIA – Menos 7,5 pontos por falta:

· apoiar o pé no pedal da embreagem com o veículo engrenado e em movimento;

· interromper o funcionamento do motor sem justa razão, após o início da prova;

· arrancar sem soltar o freio de mão;

· não colocar o veículo na área balizada em, no máximo, três tentativas.

III. FALTA LEVE – Menos 2,5 pontos por falta:

· provocar movimentos irregulares no veículo, sem motivo justificado;

· engrenar as marchas de maneira incorreta;

· não ajustar devidamente os espelhos retrovisores;

· usar incorretamente os instrumentos do painel.

1.2.4.2 Para submeter-se à Prova Prática para o cargo de MOTORISTA I, o candidato deverá apresentar ao examinador a Carteira Nacional de Habilitação exigida para o cargo, conforme estabelecido neste Edital, não sendo aceitos protocolos ou declarações.

1.2.5 A Prova Prática para o cargo de OPERADOR DE MÁQUINAS PESADAS I constará de prática com equipamento a ser definido no ato da prova, disponibilizado num canteiro de obras, avaliada por profissional habilitado indicado pela EXAME AUDITORES & CONSULTORES LTDA, consumando em Laudo de Avaliação Técnica, que verificará a capacidade prática do candidato no exercício e desempenho das tarefas do cargo.

1.2.5.1 A Prova Prática para o cargo de OPERADOR DE MÁQUINAS PESADAS I será avaliada na escala de 0 (zero) a 100 (cem) pontos e será aprovado o candidato que obtiver, no mínimo, 70% (setenta por cento) dos pontos, conforme critérios estabelecidos a seguir: Execução correta da tarefa: no tempo determinado, ou seja, 10 min (70 pontos); em até 2 min após o tempo determinado (60 pontos); acima de 2 min e abaixo de 4 min após o tempo determinado (50 pontos); acima de 4 min e abaixo de 6 min após o tempo determinado (40 pontos); acima de 6 min e abaixo de 8 min após o tempo determinado (30 pontos); acima de 8 min após o tempo determinado (10 pontos); não executar a tarefa ou executar a tarefa incorretamente (0 pontos). Postura pessoal na realização da tarefa: Ótimo (30 Pontos); Bom (20 Pontos); Regular (10 Pontos); Péssimo (0 Pontos).

1.2.5.2 Para submeter-se à Prova Prática para o cargo de OPERADOR DE MÁQUINAS PESADAS I, o candidato deverá apresentar ao examinador a Carteira Nacional de Habilitação exigida para o cargo, conforme estabelecido neste Edital, não sendo aceitos protocolos ou declarações.

1.2.5.3 Na aplicação da Prova Prática para o cargo de OPERADOR DE MÁQUINAS PESADAS I, com utilização de equipamentos de elevado valor, pertencentes ou sob a responsabilidade do Município, poderá ser procedida, a critério do examinador, a imediata exclusão do candidato que demonstre não possuir a necessária capacidade no seu manejo, sem risco de danificá-los.

1.2.6 A Prova Prática para o cargo de PEDREIRO I constará de teste de execução de serviço inerente à função de Pedreiro, a ser definido no ato da prova, e será avaliada por profissional competente, consumando em Laudo de Avaliação Técnica, que verificará a capacidade prática do candidato no exercício e desempenho das tarefas do cargo e abordará, dentre outros, os seguintes aspectos: utilização da régua de pedreiro para posicionar os tijolos (10 pontos); utilização da linha ou régua de alumínio (10 pontos); raspagem da argamassa para ser reaproveitada (10 pontos); utilização do esquadro (10 pontos); nivelamento (25 pontos); utilização do prumo (10 pontos); amarração (25 pontos).

1.2.6.1 A Prova Prática para o cargo de PEDREIRO I será avaliada na escala de 0 (zero) a 100 (cem) pontos e será aprovado o candidato que obtiver, no mínimo, 70% (setenta por cento) dos pontos.

IX – DA REALIZAÇÃO DAS PROVAS

1. A Prova Objetiva de Múltipla Escolha, para todos os cargos, será realizada no Município de Guaxupé, no dia 22/04/2007, em local e horário a ser divulgado na Imprensa Local e/ou Boletim Oficial e Quadro de Avisos da PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAXUPÉ, bem como através dos endereços eletrônicos www.guaxupe.mg.gov.br e www.exameconsultores.com.br, até o dia 16/04/2007.

2. Os portões de acesso aos locais de aplicação da Prova Objetiva de Múltipla Escolha serão fechados pontualmente no horário divulgado para realização das mesmas.

3. A Prova Prática para os cargos de AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS I (FEMININO), AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS I (MASCULINO), MECÂNICO DE VEÍCULOS PESADOS I, MOTORISTA I, OPERADOR DE MÁQUINAS PESADAS I e PEDREIRO I, aplicada somente aos candidatos aprovados na Prova Objetiva de Múltipla Escolha, será realizada no Município de Guaxupé, em dia, local e horário a ser divulgado no Quadro de Avisos da PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAXUPÉ e nos endereços eletrônicos www.guaxupe.mg.gov.br e www.exameconsultores.com.br, até o dia 02/05/2007.

4. O candidato deverá comparecer ao local das provas 30 (trinta) minutos antes do horário fixado para o fechamento dos portões de acesso aos locais de aplicação das provas, considerado o horário de Brasília, munido da cédula oficial de identidade ou outro documento equivalente, original ou cópia autenticada, (com foto e assinatura), não sendo aceitos protocolos ou declarações, e caneta esferográfica azul ou preta.

5. Serão considerados documentos de identidade: carteiras expedidas pelos Ministérios Militares, pelas Secretarias de Segurança Pública e pelos Corpos de Bombeiros Militares; carteiras expedidas pelos órgãos fiscalizadores de exercício profissional (Ordens, Conselhos, etc); passaporte brasileiro (ainda válido), certificado de reservista, carteiras funcionais do Ministério Público e da Magistratura, carteiras funcionais expedidas por órgão público que, por lei federal, valem como identidade; carteira de trabalho, carteira nacional de habilitação (somente o modelo novo, com foto, obedecido o período de validade).

6. Não serão aceitos como documentos de identidade: certidões de nascimento ou casamento, títulos eleitorais, carteiras de motorista (modelo antigo ou modelo novo com o período de validade vencido), carteiras de estudante, carteiras funcionais sem valor de identidade nem documentos ilegíveis, não-identificáveis e/ou danificados.

7. Os documentos deverão estar em perfeita condições, de forma a permitirem, com clareza, a identificação do candidato e deverão conter, obrigatoriamente, fotografia e data de nascimento.

8. Não será permitido o ingresso de candidatos no local de provas, em hipótese alguma, após o fechamento dos portões.

9. O candidato que comparecer ao local das provas sem documento de identidade não poderá, em nenhuma hipótese, participar de sua realização, e estará automaticamente eliminado do concurso.

10. O candidato deverá apor sua assinatura na lista de presença, de acordo com aquela constante do seu documento de identidade, vedada a aposição de rubrica.

11. Após identificado e instalado em sala de provas, o candidato não poderá consultar ou manusear qualquer material de estudo ou de leitura enquanto aguardar o horário de início das provas.

12. Em nenhuma hipótese haverá segunda chamada ou repetição de prova, importando a ausência ou retardamento do candidato em sua exclusão no Concurso Público, seja qual for o motivo alegado.

13. Em nenhuma hipótese haverá aplicação de provas fora dos locais e horários preestabelecidos.

14. O horário de início das provas poderá ser definido dentro de cada sala de aplicação, observado o tempo de duração estabelecido no presente Edital.

15. A inviolabilidade das provas será comprovada dentro de cada sala de aplicação, na presença de, no mínimo, dois candidatos.

16. Não será permitido nenhum tipo de consulta durante a realização das provas.

17. O candidato deverá transcrever suas respostas na folha de respostas, que é o documento válido para correção eletrônica, com caneta esferográfica azul ou preta, vedada qualquer colaboração ou participação de terceiros.

18. Serão de inteira responsabilidade do candidato os prejuízos advindos das marcações feitas incorretamente na folha de respostas.

19. Não serão computadas questões não assinaladas na folha de respostas, ou que contenham mais de uma resposta, emenda ou rasura, ainda que legível.

20. Não se poderá substituir a folha de respostas por erro do candidato e a ausência de assinatura na mesma implicará em sua anulação.

21. Ao iniciar a prova, o candidato deverá permanecer na sala pelo tempo mínimo de 30 (trinta) minutos.

22. Serão mantidos, no mínimo, 03 (três) candidatos dentro de sala, até que o último termine a prova.

23. O candidato, ao terminar a prova, entregará ao fiscal, juntamente com a folha de respostas, seu caderno de questões, tendo em vista que a EXAME AUDITORES & CONSULTORES LTDA, empresa responsável pela realização do concurso, objetivando o aperfeiçoamento técnico do instrumento de avaliação, procede a estudo estatístico das provas, além de preservar o direito de autoria em relação às questões.

24. Não haverá revisão de provas sem que haja recurso devidamente fundamentado.

25. Não será permitida vista de provas.

26. Não será permitido, em nenhuma hipótese, o ingresso ou a permanência de pessoas estranhas ao concurso público no estabelecimento de aplicação das provas.

27. Será excluído do Concurso Público o candidato que:

a) Se apresentar após o horário estabelecido;

b) Não comparecer às provas, seja qual for o motivo alegado;

c) Não apresentar a cédula oficial de identidade ou outro documento equivalente;

d) Utilizar ou tentar utilizar meios fraudulentos para obter aprovação própria ou de terceiros, em qualquer etapa do concurso público;

c) Obtiver o maior número de pontos na Prova de Português, se houver;

d) For o mais idoso.

e) Durante a realização das provas for colhido em flagrante comunicação com outro candidato ou com pessoas estranhas, oralmente, por escrito, ou através de aparelhos eletrônicos, máquinas calculadoras (também em relógios), agendas eletrônicas ou similares, BIP, telefone celular, pager, walkman, máquina fotográfica, receptor, gravador etc, ou ainda que venha tumultuar a sua realização;

f) Ausentar-se do recinto da prova, a não ser momentaneamente, em casos especiais e desde que na companhia de um fiscal;

g) Usar de incorreções ou descortesia para com os coordenadores, membros da Comissão de Reestruturação Organizacional e Concurso Público, fiscais de salas, auxiliares e autoridades presentes;

h) Não devolver integralmente o material recebido.

X – DA CLASSIFICAÇÃO FINAL E DESEMPATE

1. A classificação final dos candidatos será ordenada por cargo, em ordem decrescente, de acordo com o total de pontos obtidos nas provas Objetiva de Múltipla Escolha e Prática (com indicação de pontos em cada prova), contemplando todos os candidatos aprovados.

2. Apurado o total de pontos, na hipótese de empate entre os candidatos, será dada preferência, para efeito de classificação, sucessivamente, ao candidato que:

a) Obtiver o maior número de pontos na Prova Prática, se houver;

b) Obtiver o maior número de pontos na Prova Específica, se houver;

c) Obtiver o maior número de pontos na Prova de Português, se houver;

d) For o mais idoso.

XI – DOS RECURSOS ADMINISTRATIVOS

1. Caberão recursos, à Comissão de Reestruturação Organizacional e Concurso Público, em única e última instância, desde que interpostos dentro de 02 (dois) dias úteis, a contar do dia seguinte ao da publicação do evento no Quadro de Avisos da Prefeitura, sobre:

a) as inscrições (erro na grafia do nome; omissão do nome; erro no nº de inscrição; erro no nº da identidade; erro na nomenclatura do cargo);

b) o local, sala, data e horário de prova (erro no local e/ou sala; erro na data e/ou horário);

c) questão da Prova Objetiva de Múltipla Escolha (desde que demonstrado erro material);

d) o gabarito da Prova Objetiva de Múltipla Escolha (erro na resposta divulgada);

e) o resultado (erro na pontuação e/ou classificação).

2. Se do exame dos recursos resultar anulação de questão, os pontos a ela correspondentes serão atribuídos a todos os candidatos que prestaram as provas, independentemente da formulação de recurso.

3. Os recursos deverão ser preenchidos, endereçados à Comissão de Reestruturação Organizacional e Concurso Público e protocolados pelos candidatos na Divisão de Recursos Humanos da PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAXUPÉ, no horário de 9h às 15h, conforme modelo de formulário constante do ANEXO II deste Edital.

4. Serão rejeitados liminarmente os recursos que não estiverem corretamente redigidos ou não fundamentados ou ainda aqueles a que se der entrada fora dos prazos estabelecidos.

5. Os recursos interpostos serão decididos em única instância.

6. Não serão aceitos recursos interpostos por via postal, via fax, internet ou correio eletrônico.

7. A PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAXUPÉ, através da Comissão de Reestruturação Organizacional e Concurso Público, enviará os recursos protocolados pelos candidatos à EXAME AUDITORES & CONSULTORES LTDA.

8. Os recursos interpostos serão respondidos pela EXAME AUDITORES & CONSULTORES LTDA, individual ou coletivamente, de acordo com o questionamento apresentado e a devolutiva será disponibilizada somente aos candidatos recorrentes em, no máximo, até a data do evento subseqüente constante do cronograma de concurso.

XII – DOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA

1. Às pessoas portadoras de deficiência que pretendam fazer uso das prerrogativas que lhes são facultadas no inciso VIII do artigo 37 da Constituição Federal, e em atendimento ao artigo 44 da Lei Orgânica, bem como à Lei Municipal nº 1396/98, serão reservadas 5% (cinco por cento) das vagas oferecidas no presente Concurso, levando-se em conta o número total de vagas do mesmo cargo, conforme especificado no ANEXO I deste Edital, desde que as atribuições do referido cargo sejam compatíveis com a escolaridade, a qualificação e a deficiência de que são portadoras.

2. O candidato portador de deficiência deverá declarar, no momento da inscrição, essa condição e a deficiência da qual é portador, apresentando Laudo Médico (original ou fotocópia autenticada) atestando a espécie e o grau ou nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença - CID, bem como a provável causa da deficiência.

Este Laudo ficará retido e será anexado ao formulário de inscrição.

3. O Laudo Médico (original ou fotocópia autenticada) valerá somente para este concurso, não podendo ser devolvido ou dele ser fornecida cópia.

4. Caso o candidato não apresente o laudo médico, não será considerado como deficiente apto para concorrer às vagas reservadas, mesmo que tenha assinalado tal opção no formulário de inscrição.

5. O candidato portador de deficiência que, no ato da inscrição, não declarar essa condição, não poderá interpor recurso em favor de sua situação.

6. Caso necessite de condições especiais para se submeter às provas previstas neste edital, o candidato portador de deficiência deverá solicitá-las por escrito, no ato da inscrição.

7. Se necessário, requerer tempo adicional para a realização das provas, apresentando justificativa acompanhada de parecer emitido por especialista da área de sua deficiência.

8. O atendimento diferenciado será atendido obedecendo a critérios de viabilidade e de razoabilidade e será comunicado ao candidato caso seja negado o seu requerimento.

9. Não serão considerados como deficiência os distúrbios de acuidade visual, passíveis de correção simples do tipo miopia, astigmatismo, estrabismo e congêneres.

10. O candidato portador de deficiência, se aprovado, quando de sua posse, será submetido a exames médicos e complementares, que terá decisão terminativa sobre a qualificação como deficiente ou não e o grau de deficiência que não o incapacite para o exercício do cargo/função.

11. Na falta de candidatos aprovados para as vagas reservadas a portadores de deficiência, estas serão revertidas aos demais concursados, com a estrita observância da ordem de classificação.

12. As pessoas portadoras de deficiência participarão do Concurso em igualdade de condições com os demais candidatos, no que se refere ao conteúdo das provas, avaliação e critérios de aprovação, ao horário e ao local de aplicação das provas e à pontuação mínima exigida.

13. Os candidatos que, no ato da inscrição, se declararem portadores de deficiência, se aprovados no Concurso Público, terão seus nomes publicados na lista geral dos aprovados e em lista à parte.

14. Os candidatos portadores de deficiência serão submetidos a avaliação, perante uma junta multidisciplinar, sob supervisão do Médico do Trabalho da PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAXUPÉ, que fornecerá o laudo comprobatório de sua capacidade para o exercício das funções inerentes ao Cargo no qual venha a ser investido.

XIII – DOS AFRODESCENDENTES

1. Aos afrodescendentes que pretendam fazer uso das prerrogativas que lhes são facultadas pela Lei Municipal nº 1.585, de 25/09/2003, serão reservadas 20% (vinte por cento) das vagas oferecidas no presente Concurso, levando-se em conta o número total de vagas do mesmo cargo, conforme especificado no ANEXO I deste Edital.

2. Os candidatos às vagas reservadas aos afrodescendentes participarão do Concurso em igualdade de condições com os demais candidatos, no que se refere ao conteúdo das provas, avaliação e critérios de aprovação, ao horário e ao local de aplicação das provas e à pontuação mínima exigida.

3. Considerar-se-ão afrodescendentes aqueles que assim se declararem expressamente, por autoclassificação, no ato da inscrição, identificando-se como de cor preta ou parda, da raça etnia negra, devendo tal informação integrar os registros cadastrais de ingresso dos servidores.

4. Detectada a falsidade na declaração a que se refere o item anterior, sujeitar-se-á o infrator às penas da Lei, sujeitando-se ainda:

a) Se candidato, à eliminação do Concurso Público e de todos os atos daí decorrentes;

b) Se já empossado no cargo para o qual concorreu na reserva de vagas, utilizando-se da declaração inverídica, à pena disciplinar de exoneração motivada.

5. Havendo ato normativo ou orientação do Conselho Regional de Medicina ou órgão afim, que venha a dar classificação ao termo “afrodescendente”, a Administração Pública poderá adotar tal orientação com a finalidade de classificar, com precisão aqueles que podem ser enquadrados nesta categoria.

6. Havendo dúvida quanto a autoclassificação do candidato aprovado no presente Concurso Público, que tenha concorrido na condição de afrodescendente, será exigido atestado médico suportado por exame genético compatível, que comprove a descendência étnica do candidato.

7. Os candidatos que, no ato da inscrição, se declararem afrodescendentes, se aprovados no Concurso Público, terão seus nomes publicados na lista geral dos aprovados e em lista à parte.

8. Na falta de candidatos aprovados para as vagas reservadas a afrodescendentes, estas serão revertidas aos demais concursados, com a estrita observância da ordem de classificação.

XIV – DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

1. Toda informação referente à realização do Concurso será fornecida pela PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAXUPÉ, através da Comissão de Reestruturação Organizacional e Concurso Público e endereço eletrônico www.guaxupe.mg.gov.br, ou pela EMPRESA ORGANIZADORA DO CONCURSO, através do endereço eletrônico www.exameconsultores.com.br.

2. Não serão dadas, por telefone, informações a respeito de datas, locais e horários de realização das provas. O candidato deverá observar rigorosamente os comunicados a serem divulgados na forma prevista neste edital.

3. O prazo de validade do presente Concurso Público é de 02 (dois) anos, contados da data da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da Administração, mediante ato do Prefeito Municipal.

4. Ao entrar em exercício, o candidato ficará sujeito ao cumprimento do estágio probatório de 03 (três) anos, durante o qual sua eficiência e capacidade serão objetovou cheg de avaliação para a estabilidade no cargo.

5. Não serão fornecidos atestados, certificados ou certidões, relativas à habilitação, classificação ou nota de candidatos, valendo para tal fim a publicação do resultado final e homologação do Concurso Público.

6. A PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAXUPÉ e a EXAME AUDITORES & CONSULTORES LTDA não se responsabilizam por quaisquer cursos, textos, apostilas e outras publicações referentes a este Concurso Público.

7. O CANDIDATO DEVERÁ MANTER JUNTO À PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAXUPÉ, DURANTE O PRAZO DE VALIDADE DO CONCURSO PÚBLICO, SEU ENDEREÇO ATUALIZADO, VISANDO EVENTUAIS CONVOCAÇÕES, NÃO LHE CABENDO QUALQUER RECLAMAÇÃO CASO ESTA NÃO SEJA POSSÍVEL, POR FALTA DA CITADA ATUALIZAÇÃO. A atualização será formalizada mediante requerimento próprio, a ser protocolado na Divisão de Recursos Humanos da PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAXUPÉ.

8. A aprovação no concurso assegurará apenas a expectativa de direito à nomeação, ficando a concretização desse ato condicionada à observância das disposições legais pertinentes, do exclusivo interesse e conveniência da Administração, da rigorosa ordem de classificação, do prazo de validade do concurso e limites de vagas existentes ou que vierem a vagar ou forem criadas posteriormente.

9. Cabe exclusivamente a PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAXUPÉ o direito de aproveitar os candidatos habilitados em número que julgar conveniente e de acordo com o interesse público, não estando obrigada ao provimento de todas as vagas existentes.

10. O candidato aprovado, quando nomeado, terá o prazo máximo de 30 (trinta) dias para tomar posse, nos termos da legislação municipal.

11. A convocação será feita através da Imprensa local e ou Boletim Oficial e/ou através do endereço eletrônico www.guaxupe. mg.gov.br, ou por telegrama, determinando o horário, dia e local para a apresentação do candidato.

12. Quando a posse do candidato não ocorrer dentro do prazo previsto, sua nomeação será considerada sem efeito.

13. No caso do candidato convocado não aceitar ocupar a vaga, o mesmo deverá assinar o termo de desistência, sendo excluído do respectivo concurso.

14. Não tendo o candidato assinado o termo de desistência, e vencido o prazo de 30 (trinta) dias sem que o candidato assuma o cargo, o mesmo perderá o direito à sua nomeação, estando excluído do concurso.

15. O candidato empossado deverá assumir suas atividades em dia, hora e local definido pela Administração, sendo que somente após esta data, ser-lhe-á garantido o direito à remuneração.

16. No ato da posse no cargo o candidato deverá apresentar, obrigatoriamente, os seguintes documentos devidamente autenticados, sendo:

a) fotocópia da Carteira de Trabalho e Previdência Social (páginas com foto, assinatura e identificação do candidato);

b) fotocópia de comprovante de residência (conta de água, luz ou telefone);

c) fotocópia da certidão de nascimento ou casamento ou averbações, se houver;

d) fotocópia da certidão de nascimento dos filhos, se tiver;

e) fotocópia da Cédula de Identidade ou Carteira de Identidade Profissional e CPF;

f) fotocópia do CPF do companheiro(a) ou esposo(a), se houver.

g) fotocópia do cartão de cadastramento no PIS/PASEP (se possuir);

h) laudo médico favorável, fornecido por médico do trabalho da PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAXUPÉ;

i) 2 fotografias 3x4 recentes;

j) fotocópia do Título de Eleitor com o comprovante de votação na última eleição;

k) fotocópia do Certificado de Reservista, de isenção ou de dispensa (se do sexo masculino);

l) declaração de que não está condenado criminalmente por sentença judicial transitada em julgado;

m) declaração de que nunca foi demitido do serviço público por justa causa, nos casos previstos na legislação municipal, se for o caso (na falta de lei municipal, aplicar-seá, subsidiariamente, a Lei Federal 8.112/90);

n) declaração atualizada de bens;

o) declaração de aceitação das atribuições, deveres e responsabilidades inerentes ao cargo público conforme consta deste edital e legislação municipal;

p) declaração de que não recebe proventos de aposentadoria, a teor do art. 37, § 10, da Constituição Federal, nem se encontra em idade de aposentadoria compulsória, nos termos do art. 40, II, da Constituição Federal, ou seja 70 anos para homens e 65 para mulheres; e nem ser aposentado por invalidez permanente.

q) fotocópia do comprovante de capacitação legal para o exercício do cargo (diploma registrado ou certificado de conclusão do curso emitido pela instituição de ensino, carteira de identidade profissional, registro no órgão de fiscalização do exercício profissional competente);

r) fotocópia de certificados ou declarações de cursos de especialização relacionados ao cargo, se houver.

17. Este Edital poderá ser impugnado no prazo de 02 (dois) dias úteis, a contar da data de publicação de seu extrato no Jornal “Minas Gerais”.

18. A apresentação de impugnação e a solução respectiva obedecerão às mesmas regras estabelecidas no item XI deste Edital.

19. A falta de impugnação no prazo estabelecido implica manifestação de aceitação integral dos termos deste Edital na defesa de interesses do candidato.

20. Os casos omissos ou duvidosos serão resolvidos pela Comissão de Reestruturação Organizacional e Concurso Público.

21. Todas as publicações referentes ao concurso estarão disponíveis no Quadro de Avisos da PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAXUPÉ e no endereço eletrônico www.exameconsultores.com.br.

22. Integra também o presente Edital o Cronograma do Concurso, constante do ANEXO IV.

23. Decorridos 180 (cento e oitenta) dias da homologação do Concurso Público, e não se caracterizando óbice administrativo ou legal, é facultada a fragmentação das provas e demais registros escritos, mantendo-se, entretanto, durante o período de validade, os registros eletrônicos a eles referentes.

24. Caberá ao Prefeito Municipal a homologação do resultado final, a qual será publicada na imprensa local e/ou no Boletim Oficial da Prefeitura de Guaxupé e/ou através da internet pelo site www.guaxupe.mg.gov.br.

Guaxupé/MG, 13 de março de 2007.

Dr. Abrão Calil Filho
Prefeito Municipal

ANEXO I

CARGOS, VENCIMENTO, NÚMERO DE VAGAS, REQUISITOS, CARGA HORÁRIA SEMANAL, VALOR DA TAXA DE INSCRIÇÃO, TIPOS DE PROVAS, N° DE QUESTÕES E PONTOS

C
ó
d
i
g
o

d
o

C
a
r
g
o

Especificação do cargo

V
e
n
c
i
m
e
n
t
o

(R$)

 

Nº de vagas

Requisitos (escolaridade, categoria e outras exigências do profissional cargo)

C
a
r
g
a

H
o
r
á
r
i
a

S
e
m
a
n
a
l

Valor da taxa de inscrição (R$)

Tipos de provas

d
e

Q
u
e
s
t
õ
e
s

P
o
n
t
o
s

P
o
r
t.

D
e
f
i
c.

A
f
r
o
d
e
s
c
e
n
d
e
n
t
e
s

C
o
n
c
o
r
r
ê
n
c
i
a

A
m
p
l
a

1

Agente de Administração I

646,68/mês

01

03

10

2º grau completo

40h

25,00

• Português

10

25

• Matemática

10

25

• C. Gerais

10

25

• Informática

10

25

2

Agente de Controle de Vetores I

579,45/mês

-

01

05

1º grau completo

40h

25,00

• Português

10

20

• Matemática

10

20

• C. Gerais

10

20

• Específica

10

40

3

Arquiteto I

1.441,75/mês

-

-

01

Superior completo e registro no conselho respectivo

40h

40,00

• Português

10

25

• Informática

10

25

• Específica

10

50

4

Assistente Social I

1.441,75/mês

-

-

01

Superior completo e registro no conselho respectivo

40h

40,00

• Português

10

30

• S. Pública

10

35

• Específica

10

35

5

Atendente Ambulatorial I

646,68/mês

-

-

02

2º grau completo

40h

25,00

• Português

10

25

• Matemática

10

25

• C. Gerais

10

25

• Informática

10

25

6

Auxiliar de Serviços Gerais I (Masculino)

381,50/mês

02

06

24

Alfabetizado

40h

15,00

• T.R.Lógico

40

100

• Prática

-

100

7

Auxiliar de Serviços Gerais I (Feminino)

381,50/mês 

01

03

13

Alfabetizado

40h

15,00

• T.R.Lógico

40

100

• Prática

-

100

8

Auxiliar de Biblioteca I

613,05/mês

-

01

02

2º grau completo

40h

25,00

• Português

10

35

• C. Gerais

10

30

• Informática

10

35

9

Auxiliar de Consultório Dentário I

646,68/mês

-

-

01

2º grau completo

40h

25,00

• Português

10

25

• Matemática

10

25

• C. Gerais

10

25

• Informática

10

25

10

Auxiliar de Enfermagem I

1.054,43/mês

-

-

02

1º grau completo e curso específico / registro COREN

40h

35,00

• Português

10

25

• S. Pública

10

25

• Específica

10

50

11

Bibliotecário I

1.441,75/mês

-

-

01

Superior completo e registro no conselho respectivo

40h

40,00

• Português

10

25

• Informática

10

25

• Específica

10

50

12

Enfermeiro I

1.441,75/mês

-

01

03

Superior completo e registro no conselho respectivo

40h

40,00

• Português

10

25

• S. Pública

10

25

• Específica

10

50

13

Farmacêutico‑ Bioquímico I

1.441,75/mês

-

-

01

Superior completo e registro no conselho respectivo

40h

40,00

• Português

10

25

• S. Pública

10

25

• Específica

10

50

14

Fiscal de Obras I

913,68/mês

-

-

01

2º grau completo

40h

30,00

• Português

10

30

• Matemática

10

35

• Específica

10

35

15

Fiscal de Tributos I

913,68/mês

-

-

02

2º grau completo (técnico em contabilidade)

40h

30,00

• Português

10

25

• Matemática

10

25

• Informática1020

• Específica

10

30

16

Mecânico de Veículos Pesados I

1.024,43/mês

-

-

01

4ª série do 1º grau e curso específico

40h

35,00

• Português

10

25

• C. Gerais

10

25

• Específica

10

50

• Prática

-

100

17

Médico I - Cardiologista

21,69/hora

-

-

01

Superior completo e registro no conselho respectivo

(*)

50,00

• Português

10

25

• S. Pública

10

25

• Específica

10

50

18

Médico I – Cirurgião Geral

21,69/hora

-

-

01

Superior completo e registro no conselho respectivo

(*)

50,00

• Português

10

25

• S. Pública

10

25

• Específica

10

50

19

Médico I - Ginecologista

21,69/hora

-

-

01

Superior completo e registro no conselho respectivo

(*)

50,00

• Português

10

25

• S. Pública

10

25

• Específica

10

50

20

Médico I - Infectologista

21,69/hora

-

-

01

Superior completo e registro no conselho respectivo

(*)

50,00

• Português

10

25

• S. Pública

10

25

• Específica

10

50

21

Médico I - Mastologista

21,69/hora

-

-

01

Superior completo e registro no conselho respectivo

(*)

50,00

• Português

10

25

• S. Pública

10

25

• Específica

10

50

22

Médico I - Neurologista

21,69/hora

-

-

01

Superior completo e registro no conselho respectivo

(*)

50,00

• Português

10

25

• S. Pública

10

25

• Específica

10

50

23

Médico I - Ortopedista

21,69/hora

-

-

01

Superior completo e registro no conselho respectivo

(*)

50,00

• Português

10

25

• S. Pública

10

25

• Específica

10

50

24

Médico I - Pediatra

21,69/hora

-

-

01

Superior completo e registro no conselho respectivo

(*)

50,00

• Português

10

25

• S. Pública

10

25

• Específica

10

50

25

Médico I - Psiquiatra

21,69/hora

-

-

01

Superior completo e registro no conselho respectivo

(*)

50,00

• Português

10

25

• S. Pública

10

25

• Específica

10

50

26

Médico I - Radiologista

21,69/hora

-

-

01

Superior completo e registro no conselho respectivo

(*)

50,00

• Português

10

25

• S. Pública

10

25

• Específica

10

50

27

Motorista I

727,78/mês

-

01

04

4ª série do 1º Grau e C.N.H. categoria “D”

40h

25,00

• Português

10

25

• C. Gerais

10

25

• Específica

10

50

• Prática

-

100

28

Operador de Máquinas Pesadas I

913,68/mês

-

-

02

4ª série do 1º grau e C.N.H. categoria “C”, “D” ou “E”

40h

30,00

• Português

10

25

• C. Gerais

10

25

• Específica

10

50

• Prática

-

100

29

Pedreiro I

727,78/mês

-

01

04

4ª série do 1º grau

40h

25,00

• Português

10

25

• C. Gerais

10

25

• Específica

10

50

• Prática

-

100

30

Psicopedagogo I

1.441,75/mês

-

-

01

Superior completo em Psicologia ou Pedagogia, com Pós-Graduação em Psicopedagogia

40h

40,00

• Português

10

25

• C. Gerais

10

25

• Específica

10

50

31

Técnico Desportivo I - Basquetebol

1.147,06/mês

-

-

01

Superior completo em Educação Física e registro no conselho respectivo

40h

35,00

• Português

10

25

• C. Gerais

10

25

• Específica

10

50

32

Técnico Desportivo I –Voleibol

1.147,06/mês

-

-

01

Superior completo em Educação Física e registro no conselho respectivo

40h

35,00

• Português

10

25

• C. Gerais

10

25

• Específica

10

50

33

Técnico Desportivo I – Handbol

1.147,06/mês

-

-

01

Superior completo em Educação Física e registro no conselho respectivo

40h

35,00

• Português

10

25

• C. Gerais

10

25

• Específica

10

50

34

Técnico em Desenho I

1.147,06

-

-

01

2º grau completo (Curso técnico na área), domínio do programa Autocad, desenho técnico e arquitetônico

40h

35,00

• Português

10

20

• Matemática

10

25

• Informática

10

25

• Específica

10

30

35

Terapeuta Ocupacional I

1.441,75/mês

-

-

01

Superior completo e registro no conselho respectivo

40h

40,00

• Português

10

25

• S. Pública

10

25

• Específica

10

50

TOTAL DE VAGAS

04

17

96

-

117

(*) Os médicos serão remunerados por hora, cuja jornada de trabalho máxima é de 100 (cem) horas semanais, fixada pelo § 3º do art. 58, da Lei Municipal nº 1.396/1 998.

ANEXO III

PROGRAMA DE PROVA PARA AS QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA

CARGOS (ALFABETIZADO)

AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS I (FEMININO); AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS I (MASCULINO)

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

TESTE DE RACIOCÍNIO LÓGICO: Associação de idéias a partir de imagens propostas; Identificação de figuras (teste de inteligência não verbal).

CARGOS (4ª SÉRIE DO 1º GRAU)

MECÂNICO DE VEÍCULOS PESADOS I; MOTORISTA I; OPERADOR DE MÁQUINAS PESADAS I; PEDREIRO I.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

PORTUGUÊS PARA OS CARGOS DE MECÂNICO DE VEÍCULOS PESADOS I, MOTORISTA I, OPERADOR DE MÁQUINAS PESADAS I E PEDREIRO I: Ortografia: uso de S e Z. Emprego de SS, C, Ç, CH, EX, J e G. Divisão silábica: separação e partição de sílabas. Classificação das palavras quanto ao número de sílabas. Acentuação gráfica: princípios básicos (regras), classificação das palavras quanto à posição da sílaba tônica. Classe de palavras (classes gramaticais): substantivo, numeral, artigo, pronome, adjetivo, advérbio, verbo, preposição, conjunção. Flexões: gênero, número e grau do substantivo e do adjetivo. Tempos e modos do verbo. Crase. Frase e oração: termos principais da oração. Tipos de sujeito. Sinônimos e antônimos. Plural. Masculino/Feminino. Aumentativo/Diminutivo. Coletivo. Interpretação de texto. Sugestão Bibliográfica: ANDRÉ, Hildebrando Affonso de. Gramática Ilustrada. São Paulo. Moderna. CEGALLA, Domingos Paschoal. Novíssima Gramática da Língua Portuguesa. São Paulo. Nacional. FARACO e MOURA. Gramática Nova. São Paulo. Ática; e outros livros que abranjam o programa proposto.

CONHECIMENTOS GERAIS PARA OS CARGOS DE MECÂNICO DE VEÍCULOS PESADOS I, MOTORISTA I, OPERADOR DE MÁQUINAS PESADAS I E PEDREIRO I: Tópicos relevantes e atuais de diversas áreas, tais como política, economia, sociedade, educação, tecnologia, energia, relações internacionais, desenvolvimento sustentável, responsabilidade sócio-ambiental, segurança, história e ecologia, e suas vinculações históricas. Sugestão Bibliográfica: Livros de História e Geografia Geral. Internet. Revistas, Jornais e Telejornais; e outros que abranjam o programa proposto.

ESPECÍFICA PARA O CARGO DE MECÂNICO DE VEÍCULOS PESADOS I: Instrumentos e ferramentas; Conhecimentos operacionais de eletricidade de autos; Noções básicas de: mecânica, operação e manutenção preventiva dos equipamentos automotivos de veículos pesados; Conhecimento de sistema de funcionamento dos componentes dos equipamentos como: leitura do painel, nível de óleo, de água, condições de freio, pneus, etc; Diagnósticos de falhas de funcionamento dos equipamentos; Lubrificação e conservação do veículo. Sugestão Bibliográfica: Código de Trânsito Brasileiro (Lei nº 9503/97 e Anexos). ALMEIDA, F. Amaury. Manutenção de Automóveis. Última edição. CHOLLET, H. Motor e seus Acessórios. São Paulo: Hemus. Última edição. CHOLLET, H. Veículos e seus Acessórios. São Paulo: Hemus. Última edição. Código Brasileiro de Trânsito. PAZ, M. Arias. Manual do Automóvel. Última edição. SENAI – RJ GEP. DIEAD. Direção Defensiva. Unidade de Estudo. Rio de Janeiro. 2000. E outros livros que abranjam o programa proposto.

ESPECÍFICA PARA O CARGO DE MOTORISTA I: Primeiros socorros; Instrumentos e ferramentas; Conhecimentos operacionais de eletricidade de autos; Noções básicas de: mecânica, operação e manutenção preventiva dos equipamentos automotivos de veículos pesados; Conhecimento de sistema de funcionamento dos componentes dos equipamentos como: leitura do painel, nível de óleo, de água, condições de freio, pneus, etc; Diagnósticos de falhas de funcionamento dos equipamentos; Lubrificação e conservação do veículo; Código de Trânsito Brasileiro – Lei nº 9.503, de 23 de Setembro de 1997, atualização e Legislação Complementar; Resoluções do CONTRAN. Sugestão Bibliográfica: Código de Trânsito Brasileiro (Lei nº 9503/97 e Anexos). ALMEIDA, F. Amaury. Manutenção de Automóveis. Última edição. CHOLLET, H. Motor e seus Acessórios. São Paulo: Hemus. Última edição. CHOLLET, H. Veículos e seus Acessórios. São Paulo: Hemus. Última edição. Código Brasileiro de Trânsito. PAZ, M. Arias. Manual do Automóvel. Última edição. SENAI – RJ GEP. DIEAD. Direção Defensiva. Unidade de Estudo. Rio de Janeiro. 2000. E outros livros que abranjam o programa proposto.

ESPECÍFICA PARA O CARGO DE OPERADOR DE MÁQUINAS PESADAS I: Legislação de Trânsito; Sinalização; Direção Defensiva; Primeiros Socorros ou Suporte Básico de Vida; Cidadania e Meio Ambiente; Noções Básicas de Mecânica, Operação e Manutenção Preventiva dos Equipamentos Automotivos e Veículos Pesados, tais como: Motoniveladora, Pá Carregadeira, Retroescavadeira e Implementos Agrícolas; Conhecimento de Sistema de Funcionamento dos Componentes dos Equipamentos como: Leitura do Painel, Alavancas, Nível de Óleo, de Água, Condições de Freio, Pneus, etc; Diagnósticos de Falhas de Funcionamento dos Equipamentos. Sugestão Bibliográfica: Código de Trânsito Brasileiro (Lei nº 9503, de 23/09/1997 e Anexos), atualização e Legislação Complementar; Resoluções do CONTRAN; ALMEIDA, F. Amaury. Manutenção de Automóveis. Última edição. CHOLLET, H. Motor e seus Acessórios. São Paulo: Hemus. Última edição. CHOLLET, H. Veículos e seus Acessórios. São Paulo: Hemus. Última edição. Código Brasileiro de Trânsito. PAZ, M. Arias. Manual do Automóvel. Última edição. SENAI – RJ GEP. DIEAD; Direção Defensiva. Unidade de Estudo. Rio de Janeiro. 2000. Catálogo de máquinas agrícolas e industriais. Folhetos de máquinas de pavimentação. Programa de Manutenção Preventiva – PMP – SOTREQ/CATERPILLAR. Curso de Formação de Condutores. Tecnodata ( www.tecnodatacfc.com.br/). 14ª Edição. Curitiba. 2005. E outros livros que abranjam o programa proposto.

ESPECÍFICA PARA O CARGO DE PEDREIRO I: Leitura e interpretação de projetos simples. Marcação de obra. Fundações. Tipos de sapata, impermeabilização. Concreto armado: materiais empregados, execução de estruturas em concreto armado, traços de concreto, formas, ferragem. Tipos de argamassa: preparo e utilização. Construção em alvenaria: materiais empregados, técnicas de construção, ferramentas, equipamentos utilizados. Revestimento de pisos e paredes: materiais empregados, técnicas de execução. Telhados: materiais empregados, estruturas utilizadas, coberturas utilizadas. Pintura e repintura. Instalações hidrossanitárias. Usos de prumo, nível e esquadro. Sugestão Bibliográfica: Revistas ou livros técnicos / específicos da área.

CARGOS (1º GRAU COMPLETO)

AGENTE DE CONTROLE DE VETORES I; AUXILIAR DE ENFERMAGEM I.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

PORTUGUÊS PARA OS CARGOS DE AGENTE DE CONTROLE DE VETORES I E AUXILIAR DE ENFERMAGEM I: Estudo e interpretação de texto informativo e/ou literário. Ortografia. Acentuação Gráfica; Encontros Vocálicos e consonantais, dígrafos; Divisão Silábica; Concordância verbal e nominal; Regência verbal e nominal; Preposição e conjunção: classificação e emprego. Frase, oração e período: termos principais da oração. Conjugação verbal. Pontuação. Classes de palavras e suas respectivas flexões (gênero, número e grau). Classificação das palavras que se referem à quantidade de sílabas e a sílaba tônica. Sugestão Bibliográfica: Gramática Nova. Faraco & Moura. Novíssima Gramática. Domingos Paschoal Cegalla. Curso Prático de Gramática Ernani Terra. Gramática Ilustrada. Hildebrando A. de André; e outros livros que abranjam o programa proposto.

MATEMÁTICA PARA O CARGO DE AGENTE DE CONTROLE DE VETORES I: Sistema de medida. Sistemas de numeração. Sistema métrico decimal, unidade de comprimento, unidades usuais de tempo. Matemática comercial: Razões e proporções; Grandezas diretas e inversamente proporcionais; Regra de três simples e compostas; Porcentagem; Juros Simples. Problemas com números naturais. Divisibilidade. Potenciação (propriedades). Números negativos (soma, divisão, multiplicação, subtração). Equação e Inequação. Números inteiros. Médias (média aritmética e ponderada). Máximo divisor comum e mínimo múltiplo comum. Raiz. Fração (classificação, simplificação, operação). Conjunto de números naturais. Sugestão Bibliográfica: BONGIOVANNI, VISSOTO E LAUREANO, 5ª a 8ª série. 7ª edição. Matemática Vida. Ed. Ática, 1982. IEZZI, Gelson, 1939. Matemática 5ª a 8ª série. Dolce Oswaldo, Machado Antônio - SP. Atual. GIOVANNI, José Ruy, CASTRUCCI, Benedito, JÚNIOR, José Ruy Giovanni. A Conquista da Matemática – Teoria e Aplicação 5ª a 8ª série, Edição renovada. Editora FTD. SP, 1992. IMENES, Luiz Márcio, LELLIS, Matemática 5ª a 8ª série. Editora Scipione. 1998; e outros livros que abranjam o programa proposto.

CONHECIMENTOS GERAIS PARA O CARGO DE AGENTE DE CONTROLE DE VETORES I: Tópicos relevantes e atuais de diversas áreas, tais como política, economia, sociedade, educação, tecnologia, energia, relações internacionais, desenvolvimento sustentável, responsabilidade sócio-ambiental, segurança, história e ecologia, e suas vinculações históricas. Sugestão Bibliográfica: Livros de História e Geografia Geral. Internet. Revistas, Jornais e Telejornais; e outros que abranjam o programa proposto.

SAÚDE PÚBLICA PARA O CARGO DE AUXILIAR DE ENFERMAGEM I: Organização dos serviços de saúde pública no Brasil; Sistema Único de Saúde: princípios e diretrizes, controle social, indicadores de saúde; Sistema de notificação e de vigilância epidemiológica e sanitária; Endemias/Epidemias: situação atual, medidas de controle e tratamento; Planejamento e programação de saúde; Distritos sanitários e enfoque estratégico. Sugestão Bibliográfica: Constituição da República Federativa do Brasil de 1988: Capítulo da Saúde. Lei Federal nº 8080, de 19/09/90. Lei Federal nº 8142, de 28/12/90. Norma Operacional Básica do Sistema Único de Saúde – NOB SUS 01/96 e Norma Operacional de Assistência à Saúde – NOAS 01/02. Descentralização das ações de saúde: a ousadia de cumprir e fazer cumprir a lei. Brasil. Ministério da Saúde. ROUQUAYROL, M.C. Epidemiologia e Saúde. 4ª edição. Rio de Janeiro. MED, 1993. MENDES, Eugênio Vilaça. Distrito sanitário: O processo social de mudança das práticas sanitárias do sistema único de saúde. Rio de Janeiro. Hucitec - Abrasco, 1993. VENEJOHW, J.P e MORROW, R.M. Epidemiologia para os municípios. Programa nacional de vigilância sanitária. 1992. Editora Hucitec. Rio de Janeiro. 1993. O.P.S. Controle das doenças transmissíveis do homem. Washington D.C. 13º edição, 1985. E outros livros que abranjam o programa proposto.

ESPECÍFICA PARA O CARGO DE AGENTE DE CONTROLE DE VETORES I: Organização dos serviços de saúde pública no Brasil; Sistema Único de Saúde: princípios e diretrizes, controle social, indicadores de saúde; Sistema de notificação e de vigilância epidemiológica e sanitária; Endemias/Epidemias: situação atual, medidas de controle e tratamento; Planejamento e programação de saúde; Distritos sanitários e enfoque estratégico. Sugestão Bibliográfica: Constituição da República Federativa do Brasil de 1988: Capítulo da Saúde. Lei Federal nº 8080, de 19/09/90. Lei Federal nº 8142, de 28/12/90. Norma Operacional Básica do Sistema Único de Saúde – NOB SUS 01/96 e Norma Operacional de Assistência à Saúde – NOAS 01/02. Descentralização das ações de saúde: a ousadia de cumprir e fazer cumprir a lei. Brasil. Ministério da Saúde. ROUQUAYROL, M.C. Epidemiologia e Saúde. 4ª edição. Rio de Janeiro. MED, 1993. MENDES, Eugênio Vilaça. Distrito sanitário: O processo social de mudança das práticas sanitárias do sistema único de saúde. Rio de Janeiro. Hucitec - Abrasco, 1993. VENEJOHW, J.P e MORROW, R.M. Epidemiologia para os municípios. Programa nacional de vigilância sanitária. 1992. Editora Hucitec. Rio de Janeiro. 1993. O.P.S. Controle das doenças transmissíveis do homem. Washington D.C. 13º edição, 1985. E outros livros que abranjam o programa proposto.

ESPECÍFICA PARA O CARGO DE AUXILIAR DE ENFERMAGEM I: 1) Processo Saúde Doença. Relação saúde/doença. 2) Organização dos Serviços de Saúde. 3) Educação para Saúde: Atenção a Grupos de: gestantes; Mães; Escolares; Hipertensos. 4) Orientação quanto as medidas de saneamento. Água - abastecimento, tratamento, distribuição. Lixo - destino; Dejetos - destino; Controle de insetos e roedores. 5) Medidas de Controle das Doenças Transmissíveis. Doenças transmissíveis não imunizáveis e parasitárias; Doenças sexualmente transmissíveis; doenças transmissíveis imunizáveis. 6) Imunização. Cadeia de frio; Indicação; Indicação e contra-indicação das vacinas; técnica de aplicação das vacinas; Calendário. 7) Esterilização. Conceito; Métodos de esterilização; Técnica de preparo do material a ser esterilizado; Manuseio do material esterilizado. Sugestão Bibliográfica: BRUNNER. Enfermagem Médica Cirúrgica. 7ª edição, Interamericana, Rio de Janeiro. Ministério da Saúde. Doenças infecciosas e parasitárias. Aspectos Clínicos, Vigilância Epidemiológica e de Controle-guia de bolso – 1999. BRUNNER. Prática de Enfermagem. 3ª edição, Guanabara Koogan, Rio de Janeiro. PEIXOTO, Carmem de Cássia M. Manual do auxiliar de enfermagem. Atheneu. Ministério da Saúde. Manual de procedimentos para vacinação. Brasília, 1993. Ministério da Saúde. Doenças evitáveis por imunização. Brasília, 1993. E outros livros que abranjam o programa proposto.

CARGOS (2º GRAU COMPLETO

AGENTE DE ADMINISTRAÇÃO I; ATENDENTE AMBULATORIAL I; AUXILIAR DE BIBLIOTECA I; AUXILIAR DE CONSULTÓRIO DENTÁRIO I; FISCAL DE OBRAS I; FISCAL DE TRIBUTOS I; TÉCNICO EM DESENHO I.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

PORTUGUÊS PARA OS CARGOS DE AGENTE DE ADMINISTRAÇÃO I, ATENDENTE AMBULATORIAL I, AUXILIAR DE BIBLIOTECA I, AUXILIAR DE CONSULTÓRIO DENTÁRIO I, FISCAL DE OBRAS I, FISCAL DE TRIBUTOS I E TÉCNICO EM DESENHO I: Ortografia. Sistema oficial vigente. Relações entre fonemas e grafias. Acentuação gráfica. Morfologia: estrutura e formação de palavras. Classes de palavras e seu emprego. Flexão nominal e verbal. Sintaxe: processos de coordenação e subordinação. Equivalência e transformação de estruturas. Discurso direto e indireto. Concordância nominal e verbal. Regência verbal e nominal. Crase. Pontuação. Interpretação de textos: Variedade de textos e adequação de linguagem. Estruturação do texto e dos parágrafos. Informações literais e inferências. Estruturação do texto: recursos de coesão. Significação contextual de palavras e expressões. Ponto de vista do autor. Sugestão Bibliográfica: CUNHA, Celso Ferreira, Gramática da língua Portuguesa, Rio de Janeiro, Fename, 1980. FIORIN, José Luiz, SAVOLI, Francisco Platão. Para entender o texto: leitura e redação, São Paulo, Ed. Ática, 1990. PASCHOALIN & SPADOTO. Gramática, Teoria e Exercícios, São Paulo, Ed. FTD, 1989. TERRA, Ernani e DE NICOLA, José. Gramática & Literatura para o 2º. Grau, São Paulo, Ed. Scipione, 1997. MESQUITA, Roberto Melo - Gramática da Língua Portuguesa – Editora Saraiva. CAMPEDELLI, Samira Youssef e SOUZA, Jésus Barbosa – Gramática do texto – texto da gramática – Editora Saraiva. PASQUALE e ULISSES - Gramática da Língua Portuguesa – Editora Scipione. TERRA, Ernani - Curso Prático de Gramática – Editora Scipione. SACCONI, Luiz Antônio - Nossa Gramática – Teoria e Prática – Atual Editora; FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda, Novo dicionário da língua portuguesa. Rio de janeiro: Nova Fronteira, 2000; FARACO & MOURA, Gramática, Editora Ática; e outros livros que abranjam o programa proposto.

MATEMÁTICA PARA OS CARGOS DE AGENTE DE ADMINISTRAÇÃO I, ATENDENTE AMBULATORIAL I, AUXILIAR DE CONSULTÓRIO DENTÁRIO I, FISCAL DE OBRAS I, FISCAL DE TRIBUTOS I E TÉCNICO EM DESENHO I: Fundamentos da Teoria dos Conjuntos; Conjuntos Numéricos: Números Naturais e Inteiros (divisibilidade, números primos, fatoração, máximo divisor comum, mínimo múltiplo comum), Números Racionais e Irracionais (reta numérica, valor absoluto, representação decimal), Números Reais (relação de ordem e intervalos), Operações; Funções: Estudo das Relações, Definição da Função, Funções definidas por fórmulas: Domínio, Imagem e Contradomínio, Gráficos, Função Injetora, Sobrejetora e Bijetora, Funções par e ímpar, Funções crescentes e decrescentes, Função Inversa, Função Composta, Função Polinominal do 1º Grau, Quadrática, Modular, Exponencial e Logarítmica, Resoluções de Equações, Inequações e Sistemas; Seqüência: Progressão Aritmética e Geométrica; Geometria Plana: Ângulos: Definição, Classificação, Unidades e Operações, Feixes de paralelas cortadas por transversais, Teorema de Tales e aplicações, Polígonos: Elementos e classificação, Diagonais, soma dos ângulos externos e internos, estudo dos quadriláteros e triângulos, congruências e semelhanças, relações métricas dos triângulos, Área: polígonos e suas partes; Álgebra: Matrizes, Determinantes, Análise Combinatória; Geometria Espacial: Retas e planos no espaço (paralelismo e perpendicularismo), poliedros regulares, pirâmides, prismas, cilindro, cone e esfera (elementos e equações); Geometria Analítica: Estudo Analítico do Ponto, da Reta e da Circunferência (elementos e equações). Sugestão Bibliográfica: Bongiovanni, Laureano e Vissoto. Matemática e Vida. Editora Ática. IEZZI, Gelson e outros. Matemática e Realidade. Ed. Atual. IEZZI, Gelson e outros. Matemática 2o Grau. Ed. Atual. BIANCHINI, Edwaldo E PACCOLA Herval / Vol. Único – Ed. Moderna – 1995 / São Paulo. FACCHINI, Walter – Vol. Único / Ed. Saraiva – 1997 / São Paulo. GIOVANNI, José Ruy – BONJORNO, José Roberto – JUNIOR José Ruy Giovanni – Matemática Fundamental / Vol. Único – Ed. FTD – 1994 – São Paulo. BEZERRA, Manoel Jairo – PUTNOKI José Castro – “JOTA” / Vol. Único – Ed. Scipione – 1994; e outros livros que abranjam o programa proposto.

CONHECIMENTOS GERAIS PARA OS CARGOS DE AGENTE DE ADMINISTRAÇÃO I, ATENDENTE AMBULATORIAL I, AUXILIAR DE BIBLIOTECA I E AUXILIAR DE CONSULTÓRIO DENTÁRIO I: Tópicos relevantes e atuais de diversas áreas, tais como política, economia, sociedade, educação, tecnologia, energia, relações internacionais, desenvolvimento sustentável, responsabilidade sócio-ambiental, segurança, história e ecologia, e suas vinculações históricas. Sugestão Bibliográfica: Livros de História e Geografia Geral. Internet. Revistas, Jornais e Telejornais; e outros que abranjam o programa proposto.

INFORMÁTICA PARA OS CARGOS DE AGENTE DE ADMINISTRAÇÃO I, ATENDENTE AMBULATORIAL I, AUXILIAR DE BIBLIOTECA I, AUXILIAR DE CONSULTÓRIO DENTÁRIO I, FISCAL DE TRIBUTOS I e TÉCNICO EM DESENHO I: 1. Conceitos de Internet/Intranet. 2. Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados a Internet/Intranet. 2.1 Ferramentas e aplicativos comerciais de navegação, de correio eletrônico, de grupos de discussão, de busca e pesquisa. 2.2 Conceitos de proteção e segurança. 3. Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos de informática: tipos de computadores, conceitos de hardware e de software. 3.1 Procedimentos, aplicativos e dispositivos para armazenamento de dados e para realização de cópia de segurança (backup). 3.2 Principais aplicativos comerciais para edição de textos e planilhas (Ex.: Word, Excel). Sugestão Bibliográfica: Mink, Carlos - Microsoft Office 2000 - Editora Makron Books Ltda, 1999. Norton, Peter - Introdução À Informática, Editora Makron Books, 1997. Souza Neto, João - Redes de Computadores, Um Guia Prático - Editora Msd, 1998. Microsoft Corporation. Guia Microsoft Windows 98. Microsoft Corporation. Guia Microsoft Office 2000. Torres, Gabriel. Hardware Curso Completo. Editora Axcel Books, 1998. PERSON, Ron. Usando Word for Windows 95. QUE – Editora Campus, 1996. SÉRIE Prático e Comercial Fácil – Windows 98, Office 2000, Word 2000 e Excel 2000. Makron Books, 2000. Ajuda on-line do Sistema Operacional Windows 2000. Ajuda on-line do Microsoft Office 2000. Ajuda on-line do Microsoft EXCEL 2000. E outros livros que abranjam o programa proposto.

ESPECÍFICA PARA O CARGO DE FISCAL DE OBRAS I: Código de Obras do Município de Guaxupé. Código de Posturas do Município de Guaxupé. Sugestão Bibliográfica: Lei nº 662, de 29 de abril de 1975 (Código de Obras Municipais); Lei nº 1377, de 16 de setembro de 1997; Lei nº 631, de 02 de maio de 1974 (Código de Posturas Municipais).

ESPECÍFICA PARA O CARGO DE FISCAL DE TRIBUTOS I: Constituição da República Federativa do Brasil/88: Da Tributação e do Orçamento. Código Tributário Nacional: Competência Tributária; Impostos (Imposto sobre o Patrimônio e a Renda; Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural; Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana; Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis e de Direitos a eles relativos; Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza); Contribuição de Melhoria. Código Tributário do Município de Guaxupé. Sugestão Bibliográfica: Constituição da República Federativa do Brasil/88; Lei nº 5172/66 (Código Tributário Nacional); Lei Complementar Federal nº 116, de 31/07/2003; Lei nº 1524, de 26 de dezembro de 2001 e alterações posteriores (Código Tributário do Município de Guaxupé); e outros livros que abranjam o programa proposto.

ESPECÍFICA PARA O CARGO DE TÉCNICO EM DESENHO I: Desenho: Nomenclatura, especificações, indicações em plantas baixas cortes e fachadas; escalas apropriadas para tipos de desenhos e transformações de escala; legendas, convenções, planilhas, selos, carimbos e margens; normas brasileiras para desenho técnico e desenho arquitetônico; representação normalizada para eixo, corte, madeira, concreto e aço; equipamentos para desenho e seu uso característico; formato de papel. Tecnologia: Formas adequadas para execução de instalações elétricas, hidráulicas, condicionamento de ar, isolamento térmico, isolamento acústico e impermeabilização; nomenclatura e montagem para peças de tesoura; traços e seqüências para execução de argamassas e concretos; equipamentos utilizados para execução de obras; cantarias, alvenarias, cerâmicas e blocos. Análise laboratorial: Materiais: Reconhecimento dos materiais por suas características; especificação de materiais; dimensões de norma e utilização; características e desenho. Condutibilidade térmica, densidade, resistência a compressão simples, permeabilidade, índices de isolamentos térmico e acústicos. Conhecimentos de concreto e aço para concreto, lã de vidro, lã de rocha, policarbonato, chumbo, poliestireno e poliuretano expandido, hidroasfalto, cartão betuminoso, mantas para impermeabilização e emulsões impermeabilizantes. Orçamento: Especificação técnica; medições e quantificações; planilhas orçamentárias de NB 140. Segurança e Saúde no Trabalho: NR 5 – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes. NR 6 – Equipamentos de Proteção Individual. NR 8 – Edificações. NR 18 Condições e meio ambiente de trabalho na indústria da construção. Código de Obras do Município de Guaxupé. Código de Posturas do Município de Guaxupé. Sugestão Bibliográfica: Desenho Arquitetônico: Oberg, l. Desenho Arquitetônico.Sessa, Franco. Martins, Edi Paulo. Desarq . Volumes I e II. Neufert, Editora Gustavo Gilli, A arte de projetar em Arquitetura. Estruturas de Concreto: NBR 7191/1982 – Desenho para Obras de Concreto Armado. Normas brasileiras para execução de concreto armado sem protensão e moldado “in loco”. Instalações Elétricas: Creder, Hélio, Livros Técnicos e Científicos Editora , Instalações Elétricas. NBR 5410. Instalações Hidráulicas: Creder, Hélio, Livros Técnicos e Científicos Editora , Instalações Hidráulicas e Sanitárias PINI EDITORA, Catálogo Técnico Tigre Tubos e Conexões. NBR 5626/82 – Instalações Prediais de Água Fria. NB 128 – Instalações de Água Quente. NBR 7229/93 - Sistema de Tratamento de Esgotos Prediais. NBR 10844/81 – Esgotos Pluviais. Materiais de Construção: Verçosa, Enio José. Materiais de Construção, Porto Alegre, Sagra 1987. Bauer, L. A Falcão. Materiais de Construção, Rio de Janeiro, LTC 1982. Tecnologia da Construção: Cardão, Celso. Técnicas de Construção Manual do Construtor. Ediouro. Especificação: NB 140 – planilhas, medições e composições para custos e especificações de tecnologias. Segurança e Saúde no Trabalho; Lei nº 662, de 29 de abril de 1975 (Código de Obras Municipais); Lei nº 1377, de 16 de setembro de 1997; Lei nº 631, de 02 de maio de 1974 (Código de Posturas Municipais); e outros livros que abranjam o programa proposto.

CARGOS (SUPERIOR COMPLETO)

ARQUITETO I; ASSISTENTE SOCIAL I; BIBLIOTECÁRIO I; ENFERMEIRO I; FARMACÊUTICO-BIOQUÍMICO I; MÉDICO I – CARDIOLOGISTA; MÉDICO I – CIRURGIÃO GERAL; MÉDICO I – GINECOLOGISTA; MÉDICO I – INFECTOLOGISTA; MÉDICO I – MASTOLOGISTA; MÉDICO I – NEUROLOGISTA; MÉDICO I – ORTOPEDISTA; MÉDICO I – PEDIATRA; MÉDICO I – PSIQUIATRA; MÉDICO I – RADIOLOGISTA; PSICOPEDAGOGO I; TÉCNICO DESPORTIVO I – BASQUETEBOL; TÉCNICO DESPORTIVO I – VOLEIBOL; TÉCNICO DESPORTIVO I – HANDBOL; TERAPEUTA OCUPACIONAL I.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

PORTUGUÊS PARA OS CARGOS DE ARQUITETO I, ASSISTENTE SOCIAL I, BIBLIOTECÁRIO I, ENFERMEIRO I, FARMACÊUTICO-BIOQUÍMICO I, MÉDICO I – CARDIOLOGISTA, MÉDICO I – CIRURGIÃO GERAL, MÉDICO I – GINECOLOGISTA, MÉDICO I – INFECTOLOGISTA, MÉDICO I – MASTOLOGISTA, MÉDICO I – NEUROLOGISTA, MÉDICO I – ORTOPEDISTA, MÉDICO I – PEDIATRA, MÉDICO I – PSIQUIATRA, MÉDICO I – RADIOLOGISTA, PSICOPEDAGOGO I, TÉCNICO DESPORTIVO I – BASQUETEBOL, TÉCNICO DESPORTIVO I – VOLEIBOL, TÉCNICO DESPORTIVO I – HANDBOL E TERAPEUTA OCUPACIONAL I: Ortografia. Sistema oficial vigente. Relações entre fonemas e grafias. Acentuação gráfica. Morfologia: estrutura e formação de palavras. Classes de pala­vras e seu emprego. Flexão nominal e verbal. Sintaxe: processos de coordenação e subordinação. Equivalência e transformação de estruturas. Discurso direto e indireto. Concordância nominal e verbal. Regência verbal e nominal. Crase. Pontuação. Interpretação de textos: Variedade de textos e adequação de linguagem. Estruturação do texto e dos parágrafos. Informações literais e inferências. Estruturação do texto: recursos de coesão. Significação contextual de palavras e expressões. Ponto de vista do autor. Sugestão Bibliográfica: CUNHA, Celso Ferreira, Gramática da língua Portuguesa, Rio de Janeiro, Fename, 1980. FIORIN, José Luiz, SAVOLI, Francisco Platão. Para entender o texto: leitura e redação, São Paulo, Ed. Ática, 1990. PASCHOALIN & SPADOTO. Gramática, Teoria e Exercícios, São Paulo, Ed. FTD, 1989. TERRA, Ernani e DE NICOLA, José. Gramática & Literatura para o 2º. Grau, São Paulo, Ed. Scipione, 1997. MESQUITA, Roberto Melo - Gramática da Língua Portuguesa – Editora Saraiva. CAMPEDELLI, Samira Youssef e SOUZA, Jésus Barbosa – Gramática do texto – texto da gramática – Editora Saraiva. PASQUALE e ULISSES - Gramática da Língua Portuguesa – Editora Scipione. TERRA, Ernani - Curso Prático de Gramática – Editora Scipione. SACCONI, Luiz Antônio - Nossa Gramática – Teoria e Prática – Atual Editora; FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda, Novo dicionário da língua portuguesa. Rio de janeiro: Nova Fronteira, 2000; FARACO & MOURA, Gramática, Editora Ática; e outros livros que abranjam o programa proposto.

CONHECIMENTOS GERAIS PARA OS CARGOS DE PSICOPEDAGOGO I, TÉCNICO DESPORTIVO I – BASQUETEBOL, TÉCNICO DESPORTIVO I – VOLEIBOL E TÉCNICO DESPORTIVO I - HANDBOL: Tópicos relevantes e atuais de diversas áreas, tais como política, economia, sociedade, educação, tecnologia, energia, relações internacionais, desenvolvimento sustentável, responsabilidade sócio-ambiental, segurança, história e ecologia, e suas vinculações históricas. Sugestão Bibliográfica: Livros de História e Geografia Geral. Internet. Revistas, Jornais e Telejornais; e outros que abranjam o programa proposto.

INFORMÁTICA PARA OS CARGOS DE ARQUITETO I E BIBLIOTECÁRIO I: 1. Conceitos de Internet/Intranet. 2. Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados a Internet/Intranet. 2.1 Ferramentas e aplicativos comerciais de navegação, de correio eletrônico, de grupos de discussão, de busca e pesquisa. 2.2 Conceitos de proteção e segurança. 3. Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos de informática: tipos de computadores, conceitos de hardware e de software. 3.1 Procedimentos, aplicativos e dispositivos para armazenamento de dados e para realização de cópia de segurança (backup). 3.2 Principais aplicativos comerciais para edição de textos e planilhas (Ex.: Word, Excel). Sugestão Bibliográfica: Mink, Carlos - Microsoft Office 2000 - Editora Makron Books Ltda, 1999. Norton, Peter - Introdução À Informática, Editora Makron Books, 1997. Souza Neto, João - Redes de Computadores, Um Guia Prático - Editora Msd, 1998. Microsoft Corporation. Guia Microsoft Windows 98. Microsoft Corporation. Guia Microsoft Office 2000. Torres, Gabriel. Hardware Curso Completo. Editora Axcel Books, 1998. PERSON, Ron. Usando Word for Windows 95. QUE – Editora Campus, 1996. SÉRIE Prático e Comercial Fácil – Windows 98, Office 2000, Word 2000 e Excel 2000. Makron Books, 2000. Ajuda on-line do Sistema Operacional Windows 2000. Ajuda on-line do Microsoft Office 2000. Ajuda on-line do Microsoft EXCEL 2000. Lei nº 662, de 29 de abril de 1975 (Código de Obras Municipais); Lei nº 1377, de 16 de setembro de 1997; Lei nº 631, de 02 de maio de 1974 (Código de Posturas Municipais); E outros livros que abranjam o programa proposto.

SAÚDE PÚBLICA PARA OS CARGOS DE ASSISTENTE SOCIAL I, ENFERMEIRO I, FARMACÊUTICO-BIOQUÍMICO I, MÉDICO I – CARDIOLOGISTA, MÉDICO I – CIRURGIÃO GERAL, MÉDICO I – GINECOLOGISTA, MÉDICO I – INFECTOLOGISTA, MÉDICO I – MASTOLOGISTA, MÉDICO I – NEUROLOGISTA, MÉDICO I – ORTOPEDISTA, MÉDICO I – PEDIATRA, MÉDICO I – PSIQUIATRA, MÉDICO I – RADIOLOGISTA E TERAPEUTA OCUPACIONAL I: Organização dos serviços de saúde pública no Brasil; Sistema Único de Saúde: princípios e diretrizes, controle social, indicadores de saúde; Sistema de notificação e de vigilância epidemiológica e sanitária; Endemias/Epidemias: situação atual, medidas de controle e tratamento; Planejamento e programação de saúde; Distritos sanitários e enfoque estratégico. Sugestão Bibliográfica: Constituição da República Federativa do Brasil de 1988: Capítulo da Saúde. Lei Federal nº 8080, de 19/09/90. Lei Federal nº 8142, de 28/12/90. Norma Operacional Básica do Sistema Único de Saúde – NOB SUS 01/96 e Norma Operacional de Assistência à Saúde – NOAS 01/02. Descentralização das ações de saúde: a ousadia de cumprir e fazer cumprir a lei. Brasil. Ministério da Saúde. ROUQUAYROL, M.C. Epidemiologia e Saúde. 4ª edição. Rio de Janeiro. MED, 1993. MENDES, Eugênio Vilaça. Distrito sanitário: O processo social de mudança das práticas sanitárias do sistema único de saúde. Rio de Janeiro. Hucitec - Abrasco, 1993. VENEJOHW, J.P e MORROW, R.M. Epidemiologia para os municípios. Programa nacional de vigilância sanitária. 1992. Editora Hucitec. Rio de Janeiro. 1993. O.P.S. Controle das doenças transmissíveis do homem. Washington D.C. 13º edição, 1985. E outros livros que abranjam o programa proposto.

ESPECÍFICA PARA O CARGO DE ARQUITETO I: Urbanismo: conceitos gerais. Equipamentos e serviços urbanos: necessidades, adequação, tipo, dimensionamento e localização. Controle do uso e da ocupação do solo. Serviços públicos. Atribuição dos poderes públicos. Preservação do meio ambiente natural e construído. Estrutura urbana. Sistema viário. Projetos de urbanização. Loteamentos. Noções sobre: distribuição de água, energia elétrica e esgoto sanitário. Noções sobre resistência dos materiais. Técnica de materiais e construções. Projeto arquitetônico. A cidade como arquitetura. A forma dos espaços. Arquitetura moderna. Arquitetura brasileira. Conhecimentos sobre a Lei Federal nº 6.766/79 (Parcelamento do Solo Urbano). Código de Obras do Município de Guaxupé. Código de Posturas do Município de Guaxupé. Plano Diretor Participativo do Município de Guaxupé. Sugestão Bibliográfica: ARTIGAS, Vilanova. Caminhos da Arquitetura, São Paulo, Ed. Cosac & Naify, 1999. FILHO, Nelson Goulart. Quadro da Arquitetura no Brasil, São Paulo, Ed. Perspectiva, 1995. CHAVES, Roberto. Manual do Construtor, Rio de Janeiro, Ed. Ediouro, 2001. FERRO, Sérgio. O canteiro e o desenho, São Paulo, Ed. Projeto. CHOAY, Françoise. O Urbanismo, São Paulo, Ed. Perspectiva, 1979. SITTE, Camilo. A Construção das Cidades segundo seus Princípios Artísticos, São Paulo, Ed. Ática, 1992. MASCARÓ, Lúcia R. de, Energia na Edificação – Estratégias para minimizar seu consumo, São Paulo, Ed. Projeto, 1991. MASCARÓ, Juan Luís. Manual de Loteamentos e Urbanizações, Porto Alegre, Ed. Sagra-D.C. Luzzatto, 1994. GOMES, Sérgio Concli. Resistência dos Materiais. São Leopoldo, Ed. Unisinos, 1983. SANTOS, Carlos Nelson. A Cidade como um Jogo de Cartas, São Paulo, Ed. Projeto. O que você precisa saber sobre sistema viário. Alternativas Urbanísticas, 1981; Parcelamento do Solo, Diógenes Gasparini, Editora Saraiva; Lei Federal nº 6.766, de 19 de dezembro de 1979; Lei nº 662, de 29 de abril de 1975 (Código de Obras Municipais); Lei nº 1377, de 16 de setembro de 1997; Lei nº 631, de 02 de maio de 1974 (Código de Posturas Municipais); Lei Complementar nº 1753, de 09 de outubro de 2006 (Plano Diretor Participativo do Município de Guaxupé); e outros livros que abranjam o programa proposto.

ESPECÍFICA PARA O CARGO DE ASSISTENTE SOCIAL I: A identidade da profissão do Serviço Social e seus determinantes ideo-políticos. O espaço ocupacional e as relações sociais que são estabelecidas pelo Serviço Social. A Questão Social, o contexto conjuntural, profissional e as perspectivas teórico-metodológicas do Serviço Social pós­reconceituação. O espaço sócio-ocupacional do Serviço social e as diferentes estratégias de intervenção profissional. As possibilidades, os limites e as demandas para o Serviço Social na esfera pública, privada e nas ONG. A instrumentalidade como elemento da intervenção profissional. O planejamento da intervenção e a elaboração de planos, programas e projetos sociais. O Serviço Social na contemporaneidade: as novas exigências do mercado de trabalho. Análise da questão social. Fundamentos históricos, teóricos e metodológicos do Serviço Social. Os fundamentos éticos da profissão. A consolidação da LOAS e seus pressupostos teóricos. O novo reordenamento da Assistência Social/SUAS. A política social brasileira e os programas sociais de transferência de renda na contemporaneidade: bolsa família, PETI, Agente Jovem etc. Sugestão Bibliográfica: A prática institucionalizada do serviço social / Rose Mary Sousa Serra. São Paulo: Cortez, 1985; Crise de maturidade no serviço social: repercussões no mercado de trabalho / Rose Mary Sousa Serra. São Paulo: Cortez, 2000; Serviço social e instituição: a questão da participação / Maria Luiza Souza. São Paulo: Cortez, 1985; Serviço social: identidade e alienação / Maria Lúcia Martinelli. São Paulo: Cortez, 1989; Gestão social: uma questão em debate / Raquel Raichelis e Elizabeth Rico. São Paulo: Educ, 1999; Como elaborar projetos / Domingos Armani. Porto Alegre: Tomo Editorial, 2001; Estratégias de ação em serviço social / Vicente de Paula Faleiros. São Paulo: Cortez, 1997; Saber profissional e poder institucional / Vicente de Paula Faleiros. São Paulo: Cortez, 1985; O serviço social na contemporaneidade: trabalho e formação profissional / Marilda Vilella Iamamoto. São Paulo: Cortez, 1998; Revista serviço social e sociedade - Números 50 ao 62 / São Paulo: Cortez. Ditadura e Serviço Social / José Paulo Neto. São Paulo: Cortez, 1996; História do Serviço Social na América Latina / Manuel Manrique. São Paulo: Cortez, 2003; Renovação e Conservadorismo no Serviço Social / Marilda Villela Iamamoto. São Paulo: Cortez, 1995; Código de Ética Profissional do Assistente Social. Trajetória da Assistência Social no Brasil / Aldaíza Sposati. Cortez; Política Social do Estado Capitalista / Vicente de Paula Faleiros. Cortez. 2000; Família e Política de Renda Mínima / Ana Maria Medeiros da Fonseca. Cortez. 2001; Menina LOAS: um processo de Construção da Assistência Social / Aldaíza Sposati. Cortez. 2004; Revista Temporalis. nº 3. ABEPSS. Lei Orgânica da Assistência Social, Lei nº 8.742/93. E outros livros que abranjam o programa proposto.

ESPECÍFICA PARA O CARGO DE BIBLIOTECÁRIO I: BIBLIOTECONOMIA E DOCUMENTAÇÃO: Conceitos e definições básicas, Planejamento bibliotecário. FORMAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE COLEÇÕES: Princípios e políticas de seleção, Princípios e técnicas de avaliação de coleções, Seleção e aquisição de material documentário, Planejamento de acervos. PROCESSAMENTO TÉCNICO DA INFORMAÇÃO: Representação temática e descritiva dos registros de coleções, CDU, Código de Catalogação Anglo-Americano. 2. ed. (AACR2), Normas da ABNT - Referências Bibliográficas (2000) e Resumos, Indexação pré e pós – coordenada: linguagem documentária (vocabulário controlado, cabeçalho de assunto e thesaurus). TÉCNICA DE ELABORAÇÃO DE RESUMO (Apresentação de resumo em Português, a partir de texto técnico em Inglês, segundo a norma da ABNT). SERVIÇO DE REFERÊNCIA E INFORMAÇÃO: Princípios e fundamentos, Estudos de usuários, Disseminação da informação, Comutação bibliográfica, Serviços e produtos de informação (tradicionais e automatizados), Marketing em Unidades de Informação. SISTEMAS E REDES DE INFORMAÇÃO: Conceitos e características, Tipos de sistemas e redes, Compartilhamento de recursos e cooperação bibliotecária. BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS: Objetivos, características e avaliação, Estruturas organizacionais, Novas tecnologias (Internet, ferramentas de busca, bases de dados eletrônicas), Conceituação de bibliotecas eletrônicas, digitais e virtuais. O PROFISSIONAL BIBLIOTECÁRIO: Perfil do bibliotecário, Papel do bibliotecário junto à sociedade. Sugestão Bibliográfica: ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS, Rio de Janeiro. Informação e Documentação: referências: elaboração: NBR 6023. Rio de Janeiro, 2002. CLASSIFICAÇÃO DECIMAL UNIVERSAL. 2. ed. Brasília: IBICT, 1987. 2 v. (Publicação FID, 665). Edição média em língua portuguesa. CÓDIGO DE CATALOGAÇÃO ANGLO AMERICANO. 2. ed. São Paulo: FEBAB, 1983. 2 v. LANCASTER, F.W. Indexação e resumos: teoria e prática. Tradução de Antonio Agenor Briquet de Lemos. Brasília, DF: Briquet de Lemos/Livros, c1991. 347 p. MACEDO, Neusa Dias de; SILVA, Lúcia Neiza Pereira da; STOCCO, Maurício. Bibliotecas públicas paulistas: análise de um survey. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação. Nova Série, São Paulo, v.1, n.1, p.104-118, 1999. MACIEL, Alba Costa. Instrumentos para gerenciamento de bibliotecas. Niterói: EDUFF, 1995. 86 p. TARAPANOFF, Kira. Técnicas para tomada de decisão nos sistemas de informação. Brasília, DF: Thesaurus, 1995. 163 p. UNESCO. Manifesto Unesco Bibliotecas Públicas – 1994. São Paulo, CRB/8, 1998. VERGUEIRO, Waldomiro. O fortalecimento do cliente: alternativa para a valorização das bibliotecas públicas em um ambiente de informação eletrônica. Informação & Informação, Londrina, v.1, n.2, p.7-18, jul/dez, 1996. VERGUEIRO, Waldomiro. Seleção de materiais de informação: princípios e técnicas. Brasília, DF: Briquet de Lemos/Livros, 1995. 110 p.; e outros livros que abranjam o programa proposto.

ESPECÍFICA PARA O CARGO DE ENFERMEIRO I: 1) Administração em Enfermagem de Saúde Pública. 2) Técnicas Básicas de Enfermagem. 3) Assistência de Enfermagem na Atenção Integral à Mulher no Ciclo Grávido - Puerperal. 4) Assistência de Enfermagem na Atenção Integral à Criança. Crescimento e desenvolvimento. Controle das infecções respiratórias agudas. Controle das doenças diarréicas e prevenção a acidentes e intoxicações. 5) Vacinação. Aspectos imunológicos e operacionais. Vacinas utilizadas. Conservação. programa e avaliação. 6) Participação do Enfermeiro no Controle das Doenças Infecciosas e Parasitárias Prevalentes em Nosso Meio. 7) Assistência de Enfermagem ao Adulto à Nível Ambulatorial. Sugestão Bibliográfica: BRUNNER, Enfermagem Médica Cirúrgica 7ª edição, Interamericana, Rio de Janeiro. NEVES, Jaime. Diagnóstico e Tratamento das doenças infecciosas e parasitárias. 2ª edição, Guanabara Koogan, Rio de Janeiro. SHULL, Patrícia Dwyer. Enfermagem básica teoria e prática. 1ª edição, Rideel, São Paulo. Sociedade Brasileira de Pediatria. Manual de acidentes e intoxicações na infância e adolescência. Rio de Janeiro. Ministério da Saúde. E outros livros que abranjam o programa proposto.

ESPECÍFICA PARA O CARGO DE FARMACÊUTICO-BIOQUÍMICO I: Matemática e Estatística no Laboratório; Fotometria - Lei de Lambert-Beer; Espectrofotometria; Absorção Atômica; Nefelometria; Turbidimetria; Fluorimetria; Citometria de fluxo; Eletroquímica - Blosensores; Osmometria; Eletroforese - Acetato de celulose; Gel de agar e agarose; Gel de amido; Gel de poliacrilamida; Cromatografia - Princípios básicos; Tipos de separação; Radioatividade - Detecção e Medida; Autorradiografia; Princípios de Imunologia e Imunoquímica - Imunidade inata; Imunidade celular; Imunidade humoral; Sistema HLA; Reação antígeno-anticorpo; Métodos qualitativos; Métodos quantitativos; Imunoensaios; Marcadores virais; Automação no Laboratório; Valores Referenciais - Conceito; Seleção da população; Controle de qualidade; Computador no Laboratório; Gerenciamento da Qualidade - Controle de variáveis pré-analíticas; Controle das variáveis analíticas; Controle das variáveis pós-analíticas; Controle de qualidade interno; Controle de qualidade externo; Seleção e avaliação dos métodos analíticos; Biologia Molecular - Células e receptores celulares; Química e Bioquímica dos ácidos nucleicos; Análise dos ácidos nucleicos. Engenharia genética; Aplicação e aminoácidos; Síntese de proteínas; Enzimas e Enzimas de restrição; Marcadores tumorais; Outros Analitos - carbohidratos; Lipidios, lipoproteínas e Apolipoproteínas; Monitoramento de Drogas Terapêuticas; Aspectos Bioquímicos da Hematologia - Glóbulos vermelho; Glóbulos brancos; Plaquetas; Plasma; Aspectos Bioquímicos do Metabolismo - Hídrico; Mineral; hormônio; Lipídios; Proteínas; Carbohidratos; Doenças de estoque dos lisossomas; Biossegurança no Laboratório - Epidemiologia e controle das infecções, químicos, tóxicos e carcinogênicos associados ao laboratório; Práticas de biossegurança; Barreiras primárias e equipamentos protetores; Descontaminação, Esterelização, Desinfecção e Antissepsia; Tratamento do lixo laboratório: Estoque, Acondicionamento, Descarte; Prevenção dos acidentes de laboratório; Normas e condutas de emergência nos acidentes de laboratório. Sugestão Bibliográfica: HENRY, J.B. - Clinicqal diagnosis and Managemont by Laboratory methods, 9a Edição, 1996. Todd- Sanford­davidson.W.B. Soninhers Cla. Philadelphia; FARAH,S.B. - DNA - Segredos e Mistérios. 1a Edição, 1997. Savier. São Paulo; KEREN, D.F. e WARREN, J.S. - Diagnostic Immunologym, 1a Edição, 1992. Williams e Wiltins, Baltimore; NOGUEIRA, L.C.- Gerenciamento pela Qualidade Total na Saúde, Fundação Cristiano Ottoni, 1996; ______ - BLPC- Boas Práticas de Laboratórios Clínicos e Lista de Verificação para Avaliação Inmetro, Ed. Quality Mark, 1998;KAPLAN, L.A. e PESCE, A. J., Clinical Chemistry, Mosby Ed, 1996; HENRY, J.- Diagnósticos Clínicos e tratamento por métodos laboratoriais, 18a edição, 1995, Ed. Manole; STRASINGER, S.K..- Uroanálise e Fluídos Biológicos, 3a ed, 1996; SANAZARRO, C.A.- Administração de Laboratórios de Análises Químicas, Ed Grafipress, 1998; BURTIS, C. e ASHWOOD, E.R.- Tietz Fundamentos da Química Clínica, Ed. Asiliada, 4a Edição, 1998; ROITT, Ivan, Imunologia. Atheneu, 5a Edição, 1999. E outros livros que abranjam o programa proposto.

ESPECÍFICA PARA O CARGO DE MÉDICO I – CARDIOLOGISTA: Infarto agudo miocárdio; Edema agudo de pulmão; Hipertensão arterial/crise hipertensiva; Insuficiência cardíaca; parada cardiorespiratória; Choque cardiogênico; Embolismo pulmonar; Intoxicação digitálica; Arritmias cardíacas; Cardioversão elétrica; Dislipidemias; Cardiopatias congênitas; Radiologia Cardíaca; Eletrocardiograma; Valvopatias; Miocardiograma; Ausculta cardíaca; Hipotensão arterial e síncope; Enfermidades do coração, da aorta e da circulação pulmonar; Fatores de risco coronariano e seu tratamento; Cardiopatia esquêmica. Sugestão Bibliográfica: Tratado de medicina cardiovascular. E. Braunwald. ECG nas Arritmias. Ivan G. Maia. Condutas no paciente grave. Elias Knobel. Cardiologia Princípio e Prática. Iran de Castro. O Coração Hurst’s. R. Wayne Alexander. Robert C. Schlant. Valentin Fuster. CINTRA DO PRADO et alls. Atualização Terapêutica 2001. 20ª edição – Ed. Artes Médicas, 2001. E outros livros que abranjam o programa proposto.

ESPECÍFICA PARA O CARGO DE MÉDICO I – CIRURGIÃO GERAL: Anatomia humana. Fisiologia do aparelho digestivo. Fisiopatologia das doenças abdominais. Clínica cirúrgica. Avaliação do pré e pós-operatório. Cirurgia ambulatorial. Abdome agudo. Traumatologia. Sugestão Bibliográfica: ALEXANDER R.H., PROCTOR, H.J. Manual de Suporte Avançado de Vida no Trauma - ATLS 5ª ed. Traduzido e impresso com autorização do American College of Surgeons, Brasil, 1996. DUDRICK, S.J. et. al. Manual de cuidados pré e pós-operatórios - Comitê de Cuidados Pré e Pós-operatórios do American College of Surgeons. 3ª ed. Rio de Janeiro: Editora Interamericana, 1984. GOLIGHER, J. Cirurgia do Ânus, Reto e Colo. 5ª ed. v. 1-2. São Paulo: Editora Manole, 1990. NYHUS, L,.M, BAKER, R.J El Domínio de la Cirugía - Master of Surgery. v. 1-2. Buenos Aires: Editorial Médica Panamericana, 1992. TESTUT, L, JACOB, O. Tratado de Anatomia Topográfica com aplicaciones medicocirúrgicas. 8ª ed., v. 1-2. Barcelona: Salvat Editores, 1975. WAY, L.W. Cirurgia - Diagnóstico e Tratamento. 9ª ed. Rio de Janeiro: Editora Guanabara Koogan, 1993. E outros livros que abranjam o programa proposto.

ESPECÍFICA PARA O CARGO DE MÉDICO I – GINECOLOGISTA: Endocrinologia Sexual Feminina. Dimenorréia. Tensão pré-menstrual. Climatério. Infecções pélvicas - Leucorréias. Endometriose. Prolapso genital. Tumores do útero. Prevenção do câncer ginecológico. Tumores do ovário. Patologia da mama malígna e benígna. Assistência pré-natal. Orientação à gestante. Contrações uterinas. Diagnóstico de trabalho de parto. Quadros hemorrágicos do pós-parto. Abortamento. Formas clínicas. Diagnóstico. Prenchez ectópica. Doença trofoblástica gestancial. Inserção anômala de placenta. Placenta prévia. Deslocamento prematuro da placenta. Doença hipertensiva específica da gravidez. Hipertensão arterial e gravidez. Diretrizes políticas e manuais de conduta e de procedimento dos programas para a saúde materna infantil do M.S. Sugestão Bibliográfica: Tratado de Ginecologia. Sebastião Piato Ed. Artes Médicas. Rotinas em Ginecologia. Fernando de Freitas e alls. Ed. Artes Médicas. Rotinas em Obstetrícia. Fernando de Freitas e alls. Ed. Artes Médicas. Noções de Obstetrícia. Mário Dias Corrrea. Cooperativa e Editora de Cultura Médica. CINTRA DO PRADO et alls. Atualização Terapêutica 2001. 20ª edição – Ed. Artes Médicas, 2001. E outros livros que abranjam o programa proposto.

ESPECÍFICA PARA O CARGO DE MÉDICO I – INFECTOLOGISTA: Uso clínico do laboratório de microbiologia; Taxonomia; A anamnese e as doenças infecciosas; Agentes causais das doenças infecciosas; Sepse em adultos; Abscessos e infecções por anaeróbicos; Infecções ulceroglandulares; Doenças transmitidas por carrapatos; Infecções de ferimentos por mordeduras; Infecções hospitalares; Infecções em idosos; Infecções em imunocomprometidos; Antibióticos – Profilaxia e terapia; Infecções por microbactérias; Infecções fúngicas; Infecções causadas por parasitas; Doenças sexualmente transmissíveis; infecções de ossos e articulações; Infecções gastrointestinais; Infecções de cabeça e pescoço; Infecções cardíacas; Síndromes respiratórias; Infecções cefalorraquidianas; Infecções de pele e de tecidos moles; Infecções do trato urinário; Infecções maternas e pediátricas; Diagnósticos e tratamentos; imunizações e medicamentos. Sugestão Bibliográfica: Mandell, G., et al.: Mandell, Douglas and Bennett's Principles and Practice of Infectious Diseases - 5th edition Ed. Churchill Livingstone, 2000. Veronesi, R., et al.: Tratado de Infectologia - Ed. Atheneu, l996. Tavares, W.: Manual de antibióticos e quimioterápicos antiinfecciosos - 2ª Edição - Ed. Atheneu, 1996. E outros livros que abranjam o programa proposto.

ESPECÍFICA PARA O CARGO DE MÉDICO I – MASTOLOGISTA: 1. Fisiopatologia mamária. 2. Procedimentos
ambulatoriais em Mastologia. Diagnóstico clínico em mastologia: imagens e técnicas de biopsia, diagnóstico semiológico, mamografia, ecografia, doppler colorido, citologia e microbiopsia. 3. Quimioprevenção: conceitos básicos de quimioterapia antineoplasica e radioterapia nas neoplasias malignas da mama. 4. Epidemiologia do carcinoma de mama – descritiva e análitica, avaliação e conduta no risco. 5. Patologias mamarias benignas – Diagnóstico e tratamento. 6. Prevenção para o carcinoma de mama. 7. Patogênese para o carcinoma de mama. 8. Carcinomas não infiltrantes da mama. 9. Carcinomas infiltrantes da mama: histopatologia, parâmetros diagnósticos e morfológicos; tratamento clínico de pessoas com história de carcinoma de mama na família; proliferação celular e plóidia; anticorpo monoclonais no diagnóstico, prognóstico e terapia; novas abordagens terapêuticas para o carcinoma de mama; marcadores tumorais; classificação TNM e estadiamento; terapia do carcinoma primário de mama – tratamento cirúrgico, conservador e radical. 10. Quadro clínico e tratamento do carcinoma de mama localmente avançado e inflamatório. 11. Carcinoma de mama e gravidez. 12. Tumores malignos não-epiteliais: diagnóstico e tratamento. 13. Prevenção e terapia das complicações. Sugestão Bibliográfica: CAMARGOS, Aroldo Fernando; MELO, Vitor Hugo. Ginecologia ambulatorial. Coopmed, 2001. HARRIS, Jay; LIPPMAM Marc; MORROW, Mônica; OSBORNE, C. Kent. Doenças da mama. 2. ed. Medsi, 2002. VERONESI, Umberto. Mastologia oncológica. Medsi, 2002. E outros livros que abranjam o programa proposto.

ESPECÍFICA PARA O CARGO DE MÉDICO I – NEUROLOGISTA: Cefaléia. Epilepsia. Sindrome de compreensão radicular lombar e cervical: Hérnia discal lombar e cervical. Sequelas de A.V.C. (Acidente Vascular Cerebral): Isquemia Cerebral Transitória. Neurocisticercose. Labirintopatia. Síndrome Extrapiramidal (Parkinson e Coréia de Sydenhan). Polineurites (Diabética e Alcóolica). Paralisia facial periférica (Síndrome de Bell). Lesão de nervos periféricos. Sindrome do túneo Carpo. Hidrocefaléia. Tumor Cerebral: Neuralgia do trigêmio; Doenças degenerativas do SNC; Doenças Musculares. Sugestão Bibliográfica: Brains's Diseases of the Nervous System - John N. Walton, Oxford Edition. Diagnóstico Diferencial de Las Enfermidades Neurológicas - G.Budechtel. A textbook of Neurology - H.Houston Merrit, Ed.Fabiger. Manual de Epilepsia - Frederc A.Gibbs, Editora Atheneu. Epilepsia - Carlos A.M.Guerreiro. Cefaléia - James W.Lance Ed.Manole. Contemporary Neurology - M.J.G. Harrison. Cerebrocascular Disease - Masakuni Kemeuama, M.D. Síndromes Neurológicas - Wilson Luis Sanvito. Ed.Manole. Atlas de Neurologia Clínica - J.D.Spillane. Tumores Intracranianos - Mário G.Siqueira e Virgílio Novaes. Labirintopatia - Guia Prático - Pedro L.Mangabeira Albernaz. Ed.Panamericana. Neurological Surgery - Youmas - W.B.Saunders; e outros livros que abranjam o programa proposto.

ESPECÍFICA PARA O CARGO DE MÉDICO I – ORTOPEDISTA: Condições associadas à postura. Lombalgias. Tumores Ósseos. Osteoartrose. Patologias do joelho. Lesões meníscais e dos ligamentos do joelho. Lesões Neurológicas. Lesões Ósteo-Metabólicas. Neoplasias. Fraturas em geral. Patologias do pé. Patologias do ombro. Osteomielite. Exame do paciente ortopédico. Exames complementares em ortopedia. Sugestão Bibliográfica: Robert B. Salter. Distúrbios e lesões do sistema musculo-esquelético. 2º edição. Orthopaedics. Campbell’s Operative. Ligth edition. vol. 1, 2, 3 e 4. Fraturas e Traumatismos das Articulações. Watson – Jones. E outros livros que abranjam o programa proposto.

ESPECÍFICA PARA O CARGO DE MÉDICO I – PEDIATRA: Patologias comuns de ambulatório de cuidados primários. Neonatologia. Patologias de ambulatório de emergência. Puericultura. Diagnóstico de saúde da população infantil de uma comunidade. Planejamento e execução de programas de atenção à saúde da criança (CD, IRA, TRO, Imunização, aleitamento materno). Organização médico-mãe-criança. Medicina do adolescente. Problemas dermatológicos na infância. Infecção do trato urinário. Doenças exantemáticas. Epidemiologia. Assistência Farmacêutica. Sugestão Bibliográfica: LEÃO, E Correa, E.J: Viana, M.B.; Mota, J.A.C. Pediatria ambulatorial. 3ª edição. COOPMED, Belo Horizonte, 1998. Behrman, R.E.: Kliegman, R.M.; Arvin, A.M. Nelson Textbook of Pediatrics. 15ª edição, W. B. Sauderns, London, 1996. CINTRA DO PRADO et alls. Atualização Terapêutica 2001. 20ª edição – Ed. Artes Médicas, 2001. E outros livros que abranjam o programa proposto.

ESPECÍFICA PARA O CARGO DE MÉDICO I – PSIQUIATRA: Diagnóstico e classificação em psiquiatria. Noções básicas de psicopatologia. Princípios epidemiológicos psiquiatria. Aspectos clínicos e terapêuticos dos distúrbios psíquicos de base orgânica. Autuações psiquiátricas associadas à epilepsia. Esquizofrenia. Distúrbios afetivos. Neuroses. Distúrbios ansiosos, somatoformes e dissociativos. Dependência do álcool e outras drogas. Distúrbios de personalidade. Diagnósticos de emergência psiquiátrica. Noções básicas sobre a organização dos serviços de saúde mental. Sugestão Bibliográfica: BERCHERIF, Paul. Los Fundamentos de la clínica. s.l.; Manantial, 1986. VIGANO, Carlo, Saúde mental: psiquiatria e psicanálise s.l:; ISM/AMP, 1997. LOBOSQUE, Ana Marta. Princípios para uma clínica antimanicomia. São Paulo: HUCITEC, 1997. CINTRA DO PRADO et alls. Atualização Terapêutica 2001. 20ª edição – Ed. Artes Médicas, 2001. E outros livros que abranjam o programa proposto.

ESPECÍFICA PARA O CARGO DE MÉDICO I – RADIOLOGISTA: O Sistema Ósseo. Cérebro e Medula Espinhal. O Abdome e o Trato Gastro Intestinal. O Trato Urinário. Os Tratos Genitais. O Tórax. A Face, Boca e os Maxilares. Ultrassonografia. Abdominal e Pélvica. Tomografia Computadorizada (Generalizadas). Sugestão Bibliográfica: Paul & Juhl. Interpretações Radiológicas. 6ª edição. David Sutton. Text Book of Radiology & Imagem. 6ª edição. Isadore
Mescham. Analysis of Roentgen Signs in General Radiology. Alexander R. Margulis, H Joachin Burhenne. Alimentary Tract Radiology – 3ª edição. Cerri e Rocha. Ultrassonografia Abdominal. 1º edição. Cerri e Pastori. Ultrassonografia em Ginecologia e Obstetrícia. Jonh R. Haaga, Charles F. Lanzieri, David J. Sartoris, Elias A. Zerhount. Tomografia Computadorizada e Ressonancia Magnética do Corpo Humano. 3ª edição. Joseph K.T. Lee, Stuart S. Sagel, Robert S. Stanley, Jay P. Heiken. Computed Body Tomografy with MRI Correlation – 3ª edição. E outros livros que abranjam o programa proposto.

ESPECÍFICA PARA O CARGO DE PSICOPEDAGOGO I: História da Psicopedagogia, tendências teóricas, filosóficas, psicológicas e pedagógicas. Fundamentos da Psicanálise e cognição. Autoria do pensamento, pensamento e linguagem. Fundamentos da Epistemologia Genética e seus estágios de desenvolvimento. Método clinico de Piaget. Psicogênese da língua escrita e suas hipóteses. Intervenção psicopedagógica frente os distúrbios de aprendizagem. Diagnostico Psicopedagogico. Dinâmica de Grupos. Práticas educativas e familiares. Processos vinculares. Identidade, subjetividade. A função do psicopedagogo como agente na prática educativa e em equipes interdisciplinares; A organização da educação básica: LDB Lei Federal no 9394/96; princípios e fins da educação nacional; diretrizes curriculares para o ensino fundamental e para a educação Infantil; parâmetros curriculares nacionais. Sugestão Bibliográfica: BOSSA, Nádia Aparecida. A Psicopedagogia no Brasil: contribuições a partir da prática, Porto Alegre: Ed. Artes Médicas, 1994. FREUD, S. O Ego e o Id .(1923) In: Edição standard brasileira das obras completas de S. Freud, Imago, Rio de Janeiro, 1976, v.19. CARRAHER, Terezinha N. O método clínico usando os exames de Piaget, São Paulo, Cortez, 1994. PIAGET, J. Seis estudos de psicologia, Rio de Janeiro, Forense Universitária, 1985._____ . A Linguagem e o pensamento da criança, São Paulo, Livraria Martins Fontes Editora Ltda, 1986. ANDRADE, M.S. Psicopedagogia Clínica: Manual prático para o diagnóstico dos distúrbios de aprendizagem. Póllus, São Paulo, 1998. AZEVEDO, C. As emoções no processo de alfabetização e a atuação docente. Vetor Editora, São Paulo, 2003. FERREIRO, E. e TEBEROSKY, A. Psicogênese da língua escrita. Artes Médicas, Porto Alegre, 1986. WADSWORTH, BARRY J. Inteligência e afetividade da criança na teoria de Piaget, São Paulo. Pioneira, 1996. BETTELHEIM, B. Psicanálise da Alfabetização: Um estudo psicanalítico do ato de ler e aprender Artes Médicas, Porto Alegre, 1984. POLITY, E. Psicopedagogia: Um enfoque Sistêmico - Terapia Familiar nas Dificuldades de Aprendizagem, São Paulo, Empório do Livro, 1998. BARONE, Leda M. C. E Ler o Desejo ao Desejo de Ler. Uma leitura do olhar psicopedagógico. Petrópolis, R. J., Vozes, 1993. WINNCICOTT, D.W. O brincar e realidade. Rio de Janeiro: Imago, 1975. CHAMAT, L.S.J. Relações vinculares e aprendizagem – um enfoque Psicopedagógico. São Paulo: Vetor, 1997. SOUZA,J.C. Crianças e adolescentes abandonados. São Paulo, Arte Impressa,2001. FERNANDEZ, A.: Os idiomas do aprendente: Porto Alegre, Artes Médicas. 2001; Paramêtros curriculares nacionais: introdução aos parâmetros curriculares nacionais/secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1997. Vol. 1; BRASIL, Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, no 9.394, de 20 de dezembro de 1996; e outros livros que abranjam o programa proposto.

ESPECÍFICA PARA OS CARGOS DE TÉCNICO DESPORTIVO I – BASQUETEBOL, TÉCNICO DESPORTIVO I – VOLEIBOL E TÉCNICO DESPORTIVO I – HANDBOL: Métodos e técnicas da Educação Física. Didática específica da Educação Física. Educação Física e Aprendizagem social. Educação Física e contexto social. As novas tendências da Educação Física: Educação Física Humanista, Educação Física Progressista e a Cultura Corporal. Educação Física Escolar: diferentes abordagens. Desportos: técnicas fundamentais e regras oficiais. Recreação e lazer: conceito e finalidades. Fisiologia do exercício. Sugestão Bibliográfica: BRACHT, Valter. Educação Física e aprendizagem social. Porto Alegre: Magister, 1992; BRUHNS, Heloisa T. O corpo parceiro e o corpo adversário. Campinas: Papirus,1993; COLETIVO DE AUTORES. Metodologia do ensino de educação física. São Paulo: Cortez, 1992; KUNZ, Elenor. Transformação didático-pedagógica do esporte. Ijui: Unijui, 1994; KUNZ, Elenor. Educação Física : ensino & mudança . Ijuí: Unijuí, 1991; JUNIOR, Paulo Guiraldelli. Educação Física Progressista - a pedagogia crítico-social do conteúdos e a educação física brasileira. São Paulo: Loyola, 1988; MEDINA, J. P. A educação física cuida do corpo e..."mente". Campinas: Papirus, 1987; MOREIRA, W.W. Educaçio Física & esporte: Perspectiva para o século XXI. Campinas, SP: Papirus, 1993; OLIVEIRA, Vitor Matinho. O que é Educação Física. São Paulo: Editora Brasiliense,1994; WALLON. H. A evolução psicológica da criança. Lisboa: Edições 70,1968. E outros livros que abranjam o programa proposto.

ESPECÍFICA PARA O CARGO DE TERAPEUTA OCUPACIONAL I: 1) Evolução histórica da ocupação, como forma de tratamento. 2) Fundamentos e princípios da ocupação terapêutica. 3) A terapia ocupacional na paralisia cerebral: definições, transtornos, avaliação, tratamento e trabalho de equipe. 4) A terapia ocupacional na área neuropediátrica - habilidades motoras gerais, desenvolvimento normal e patológico, aspectos motores perspectivos e cognitivos. 5) Terapia ocupacional e saúde mental: perspectiva histórica, fundamentos teóricos para a prática. 6) Terapia ocupacional nas afecções tramato-ortopédica, reumatológica e neurológica - tratamento, órtese, prótese e adaptações. 7) Os modelos teóricos utilizados na prática da terapia ocupacional. Sugestão Bibliográfica: ABERASTURY, A. E KNOBEL, M. Adolescência normal. Porto Alegre, Editora Artes Médicas, 1981. BOBATH, K. Uma base neurofisiológica para o tratamento da paralisia cerebral. São Paulo, Ed. Manole, 1984. BRUNNSTRUM, S. Reeducacion motora em la hemiplejia do adulto. Barcelona Editorial Jims, 1979. CANIGLIA, M. Machado. Rumo ao objeto da Terapia ocupacional. B.H., Criatiara, 1991. CORIAT, Lydia F. Maturação Psicomotora no primeiro ano de vida da criança. DELISA, J.A. Medicina de reeabilitação. Ed. Manole, S.P., 1992. EGGERS, Ortrud.Terapia Ocupacional no tratamento da hemiplegia do adulto, R.J., Colina Editora, 1984. FOUCAULT, Michel. Historia da loucura. Ed. Perspectiva, S.P., 1991. GUIMARÃES, Renato Maia e CUNHA,Ulisses G. de Vasconcelos. Sinais e Sintomas em geriatria. R.J., Livraria e Editora Revinter, 1989. GUSMÃO, Sebastião S. e CAMPOS, Gilberto B. Exame Neurológico. R.J., Revinter, 1992. JÙNIOR, Hélio C. de Miranda. Oficinas: Uma opção de trabalho – in Rumo às oficinas – Hospital Galba Veloso. 1984. JORGE, Rui Chamone. Cadernos de Terapia Ocupacional, Belo Horizonte, GESTO. Chance para uma esquizafrênica. Belo Horizonte, Imprensa Oficial, 1981. O objeto e a especificidade da Terapia Ocupacional. Belo Horizonte, GESTO, 1990. KAPLAN, harold I. e SADOCK, Benjamin. Compêndio de Psiquiatria dinâmica. Porto Alegre, Editora Artes Médicas Sul Ltda., 1981. KEPHART, N.C. O aluno de aprendizagem lenta. Porto Alegre, Artes Médicas, 1996. KRUSEN, F.C. Medicina física reabilitação. Ed. Manole, S.P. LEÃO. Ênio e cols. Pediatria Ambulatorial. Belo Horizonte, Cooperativa Editora de Cultura Médica, 1982. Revista: Temas sobre o desenvolvimento, vol. 3, n.º18, 1984. E outros livros que abranjam o programa proposto.

ANEXO IV

CRONOGRAMA DO CONCURSO

DATA

HORÁRIO

EVENTO

LOCAL

Até 17/03/2007

-

Publicação do Edital e/ou de seu extrato em mídia impressa.

Jornal “Minas Gerais”.

Durante 02 dias úteis, após divulgação do evento anterior

9h às 15h

Prazo para interposição de recurso sobre o Edital de abertura do Concurso Público.

Divisão de Recursos Humanos da PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAXUPÉ

26 a 30/03/2007

9h às 15h

Período para inscrição dos candidatos ao Concurso Público.

Casa da Cultura (Parque da Mogiana), Guaxupé/MG

Até 16/04/2007

13h

Divulgação da relação de candidatos inscritos e do local, data e horário de realização das provas (Objetiva de Múltipla Escolha e Prática)

Quadro de Avisos da Prefeitura Municipal de Guaxupé e nos endereços eletrônicos www.guaxupe.mg.gov.br e www.exameconsultores.com.br.

Durante 02 dias úteis, após divulgação do evento anterior

9h às 15h

Prazo para interposição de recurso sobre as inscrições ou local ou data ou horário ou sala de prova.

Divisão de Recursos Humanos da PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAXUPÉ

22/04/2007

A divulgar

Realização da Prova Objetiva de Múltipla Escolha.

A divulgar no Quadro de Avisos da Prefeitura Municipal de Guaxupé e nos endereços eletrônicos www.guaxupe.mg.gov.br e www.exameconsultores.com.br.

23/04/2007

13h

Divulgação do gabarito da Prova Objetiva de Múltipla Escolha.

Quadro de Avisos da Prefeitura Municipal de Guaxupé e no endereço eletrônico www.exameconsultores.com.br.

Durante 02 dias úteis, após divulgação do evento anterior

9h às 15h

Prazo para interposição de recurso sobre a realização das Prova Objetiva de Múltipla Escolha e divulgação do gabarito.

Divisão de Recursos Humanos da PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAXUPÉ

Até 02/05/2007

13h

Divulgação do resultado parcial (Apenas dos cargos de AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS I (FEMININO), AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS I (MASCULINO), MECÂNICO DE VEÍCULOS PESADOS I, MOTORISTA I, OPERADOR DE MÁQUINAS PESADAS I e PEDREIRO I)..

Quadro de Avisos da Prefeitura Municipal de Guaxupé e no endereço eletrônico www.exameconsultores.com.br.

Durante 02 dias úteis, após divulgação do evento anterior

9h às 15h

Prazo para interposição de recurso sobre o resultado Parcial.

Divisão de Recursos Humanos da PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAXUPÉ

A divulgar

A divulgar

Realização da Prova Prática para os candidatos aprovados na Prova Objetiva de Múltipla Escolha, inscritos nos cargos de AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS I (FEMININO), AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS I (MASCULINO), MECÂNICO DE VEÍCULOS PESADOS I, MOTORISTA I, OPERADOR DE MÁQUINAS PESADAS I e PEDREIRO I.

A divulgar no Quadro de Avisos da Prefeitura Municipal de Guaxupé e nos endereços eletrônicos www.guaxupe.mg.gov.br e www.exameconsultores.com.br, quando da divulgação do resultado parcial.

Até 16/05/2007

13h

Divulgação do resultado final (em ordem de classificação).

Quadro de Avisos da Prefeitura Municipal de Guaxupé e no endereço eletrônico www.exameconsultores.com.br.

Durante 02 dias úteis, após divulgação do evento anterior

9h às 15h

Prazo para interposição de recurso sobre o resultado final.

Divisão de Recursos Humanos da PREFEITURA MUNICIPAL DE GUAXUPÉ

A partir de 21/05/2007

13h

Homologação do resultado final, após terem sido ultimadas todas as etapas editalícias / Publicação de seu extrato em mídia impressa.

Quadro de Avisos da Prefeitura Municipal de Guaxupé / Imprensa local e/ou no Boletim Oficial da Prefeitura de Guaxupé e/ou através da internet pelo site www.guaxupe.mg.gov.br.