Prefeitura de Conceição da Barra - ES

PREFEITURA MUNICIPAL DE CONCEIÇÃO DA BARRA

ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

EDITAL 001/2012

Notícia:   Conceição da Barra - ES publica errata I do edital 001/2012

CRONOGRAMA DE TRABALHO DO CONCURSO PÚBLICO

QUADRO I

ITEM

RESPONSÁVEL

ATIVIDADES

DATA

01

MSM Consultoria

Data da Publicação do Edital no Diário Oficial

11-04-2012

02

MSM Consultoria

Período das Inscrições

16 a 26-04-2012

03

CANDIDATO

Último dia para pagamento da taxa de inscrição

27-04-2012

04

MSM Consultoria

Período para requerimento de isenção da taxa de inscrição

16 e 17-04-2012

05

MSM Consultoria

Divulgação do Resultado da Análise dos Pedidos de Isenção

23-04-2012

06

CANDIDATO

Prazo de recursos dos candidatos, referentes ao Resultado da Análise dos Pedidos de Isenção

24 e 25-04-2012

07

MSM Consultoria

Respostas dos recursos interpostos pelos candidatos, referentes ao Resultado da Análise dos Pedidos de Isenção

26-04-2012

08

MSM Consultoria

Informar à Prefeitura Municipal de Conceição da Barra, a quantidade de candidatos inscritos

03-05-2012

09

MSM Consultoria

Publicação do Relatório de Candidatos Inscritos por Cargo no quadro de avisos da Prefeitura Municipal de Conceição da Barra e no site www.msmconsultoria.com.br

04-05-2012

10

MSM Consultoria

Publicação do Relatório de Candidatos Indeferidos no quadro de avisos da Prefeitura Municipal de Conceição da Barra e no site www.msmconsultoria.com.br

04-05-2012

11

PM CONCEIÇÃO DA BARRA

A Prefeitura Municipal de Conceição da Barra deverá informar o local de provas (nome e endereço das escolas, número de salas e número de carteiras em cada sala)

08-05-2012

12

MSM Consultoria

Publicação do Edital de Convocação dos Candidatos inscritos para aplicação das provas site: www.msmconsultoria.com.br e relatório no quadro de Avisos da Prefeitura Municipal de Conceição da Barra, (item 14.1 deste Edital).

09-05-2012

13

MSM Consultoria

Divulgação do Cartão de Inscrição pelo site: www.msmconsultoria.com.br para aplicação das provas e relatório no quadro de avisos da Prefeitura Municipal de Conceição da Barra, (item 9.2 deste Edital).

09-05-2012

14

PM CONCEIÇÃO DA BARRA

Expedir portaria com os nomes dos fiscais de prova

09-05-2012

15

MSM CONSULTORIA

PROVA

13-05-2012

16

MSM E PM CONCEIÇÃO DA BARRA

Data da publicação do Gabarito Oficial de respostas das provas

15-05-2012

17

CANDIDATO

Prazo de recursos dos candidatos, referentes ao Gabarito Oficial das provas

16 e 17-05-2012

18

MSM CONSULTORIA

Respostas dos recursos interpostos pelos candidatos, referentes ao Gabarito Oficial

28-05-2012

19

MSM CONSULTORIA

Resultado das provas objetivas para consulta via internet no site www.msmconsultoria.com.br

29-05-2012

20

CANDIDATO

Prazo de Recursos referente ao resultado das notas

30 e 31/05/2012

21

MSM CONSULTORIA

Respostas dos recursos interpostos pelos candidatos, referentes ao resultado das notas

04-06-2012

22

MSM CONSULTORIA

Publicação do resultado dos candidatos que obtiveram aproveitamento igual ou superior a 50% em cada disciplina das provas objetivas.

05-06-2012

23

CANDIDATO

Data da entrega ou envio dos títulos e do tempo de serviço dos candidatos aprovados na primeira etapa aos cargos de Pedagogo NS; Professor I e Professor II

06 a 08-06-2012

24

MSM CONSULTORIA

Publicação do resultado da apuração dos títulos e tempo de serviço.

20-06-2012

25

CANDIDATO

Prazo de recursos referente a divulgação da apuração dos títulos e tempo de serviço.

21 e 22-06-2012

26

MSM CONSULTORIA

Resposta dos recursos interpostos pelos candidatos, referente aos títulos e tempo de serviço.

27-06-2012

27

MSM CONSULTORIA

Divulgação dos Relatórios: Classificação Final dos Candidatos - RGCPM21 e Classificação Final dos Candidatos com deficiência - RGCPM23 do concurso:

29-06-2012

OBS: Os candidatos inscritos deverão ficar atentos às publicações do referido concurso, no Quadro de Avisos da Prefeitura Municipal de Conceição da Barra-ES, e/ou no endereço eletrônico: www.msmconsultoria.com.br, para evitar perda de prazo dos recursos.

EDITAL 001/2012

O Prefeito do Município de Conceição da Barra-ES, no uso de suas atribuições legais, especialmente as conferidas pela Lei Orgânica' Municipal, Torna Público que estarão abertas, no período de 16 A 26 de abril de 2012, as inscrições para o Concurso Público de provas e provas e títulos para provimento efetivo de vagas existentes no Quadro de Pessoal a ser regido em conformidade ao previsto no art. 37, inciso II, da CF/88; de acordo com os requisitos das Leis N° 2201/03, N° 2202/03 N° 2203/03 e N° 2400/07 e suas alterações posteriores, relacionadas no Quadro V do Edital 001/2012, com Grupos Ocupacionais, Nomenclaturas, Requisitos, Vencimentos Mensais, Número de Vagas e Carga Horária Semanal constantes do citado quadro, obedecendo às normas seguintes:

01 - DO REGIME EMPREGATÍCIO

1.1 O regime jurídico a que se subordinará o candidato aprovado e nomeado é o estatutário.

02 - DOS CARGOS PÚBLICOS

2.1 Os Cargos Públicos, objetos do presente certame para provimento efetivo, são os constantes do Quadro V deste Edital.

2.2 Os vencimentos constantes do Quadro V estarão sujeitos a reajustes, na forma da Lei.

03 - DOS LOCAIS E DATAS PARA INSCRIÇÕES

3.1 As inscrições estarão abertas no período, compreendido entre 16 a 26 de abril de 2012, das 09:00 às 16:00 horas nos dias úteis e também pela internet conforme item 5 deste edital.

3.1.1 Em Conceição da Barra: Na Lan House Browser Cyber, situada a Avenida Pai João, N° 121, Centro - Conceição da Barra-ES

3.1.2 Pela internet: No endereço eletrônico www.msmconsultoria.com.br.

04 - DAS INSCRIÇÕES

4.1 O candidato deverá tomar conhecimento de todos os requisitos exigidos no Edital;

4.2 É de inteira responsabilidade do candidato ou de seu representante a exatidão dos dados cadastrais informados no Requerimento Eletrônico de Inscrição, via internet.

4.3 O candidato que se inscrever para mais de um cargo, só poderá fazer uma única prova por turno, mesmo que as outras provas de suas inscrições estejam na mesma sala, sob pena de ter todos os Cartões Respostas preenchidos, anulados.

4.4 O simples ato do pagamento da taxa de inscrição não assegura ao candidato a efetivação da inscrição.

4.5 A taxa da inscrição, uma vez paga, não será devolvida, mesmo nos casos de desistência, perda de prazo, indeferimento ou cancelamento da inscrição, ressalvadas as hipóteses do cancelamento ou suspensão do concurso.

4.6 Será considerada nula a inscrição quando o pagamento da taxa de inscrição não se concretizar por qualquer motivo.

4.7 O candidato assumirá as consequências de seus eventuais erros e/ou de seu procurador, quando da digitação do requerimento eletrônico de inscrição.

4.8 Não será permitida, sob qualquer pretexto, a inscrição condicional ou provisória, via postal ou fax.

4.9 O candidato terá que se sujeitar às normas deste Edital respeitando o horário, local e data de prova que serão determinados em Edital de Convocação para realização das provas que será publicado no endereço eletrônico: www.msmconsultoria.com.br e relatório afixado no quadro de avisos da Prefeitura Municipal de Conceição da Barra, conforme datas do Cronograma de Trabalho (Quadro I).

4.10 O campo reservado ao Código do Cargo do requerimento eletrônico de inscrição não poderá ter erro de digitação sob pena de Indeferimento da inscrição.

4.11 Efetivada a inscrição, não serão aceitos pedidos para alteração dos cargos, situação que poderá ser objeto de nova inscrição.

05 - DAS INSCRIÇÕES PELA INTERNET

5.1 Será admitida inscrição somente via internet, através do endereço eletrônico www.msmconsultoria.com.br, solicitada entre 09:00 h do dia 16/04/2012 e 18:00h do dia 26/04/2012, observado o horário oficial de Brasília/DF.

5.2 Para efetuar a inscrição é obrigatório o número correto do cadastro de pessoa física (CPF) do candidato.

5.3 O candidato, após preencher o Requerimento Eletrônico de Inscrição no endereço eletrônico www.msmconsultoria.com.br, deverá imprimir o protocolo para as devidas conferências.

5.4 O boleto bancário estará disponível no endereço eletrônico www.msmconsultoria.com.br e deve ser impresso para pagamento da taxa de inscrição após a conclusão do preenchimento do formulário de Requerimento Eletrônico de Inscrição online.

5.5 O pagamento da Taxa de Inscrição por meio de boleto bancário deverá ser efetuado até o dia 27/04/2012, no horário de atendimento das agências bancárias.

5.6 O boleto bancário gerado no endereço eletrônico www.msmconsultoria.com.br após o preenchimento do formulário de inscrição é o único meio de pagamento aceitável para esta modalidade de inscrição.

5.7 Não será aceito pedido de troca de cargo uma vez efetivada a inscrição.

5.8 O candidato que se inscrever pela internet não deverá enviar cópia do documento de identidade e CPF, sendo de sua exclusiva responsabilidade a informação dos dados cadastrais no ato de inscrição, sob as penas da lei.

5.9 O mesmo documento de identidade utilizado para inscrição via internet deverá ser apresentado para admissão do candidato na sala onde serão realizadas as provas objetivas.

5.10 O cartão de inscrição dos candidatos estará disponível no endereço eletrônico www.msmconsultoria.com.br, a partir do dia 09 de maio de 2012.

5.11 A MSM Consultoria e Projetos Ltda. não se responsabiliza por solicitação de inscrição via internet não recebida por motivos de ordem técnica dos computadores, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação, bem como outros fatores de ordem técnica que impossibilitem a transferência de dados, que não forem de responsabilidade dos organizadores do concurso.

5.12 O candidato que porventura extraviar ou danificar o seu boleto bancário poderá acessar o endereço eletrônico da empresa e gerar uma segunda via do mesmo, sendo desnecessária a realização de uma nova inscrição;

5.13 O candidato que pagar a taxa de inscrição após a data de vencimento do boleto bancário, terá a sua inscrição indeferida com direito a ressarcimento;

5.14 A homologação da inscrição pela internet será feita somente após a comprovação do pagamento do Boleto bancário pela instituição bancária.

5.15 A taxa de inscrição deverá ser paga com o boleto bancário, utilizando-se o código de barras. Não será de responsabilidade da empresa ou da Prefeitura Municipal de Conceição da Barra inscrições cujas taxas não tenham sido pagas através do boleto bancário gerado no ato da inscrição e que não possam ser comprovadas. O pagamento do boleto bancário não poderá ser feito através de depósito em caixa eletrônico, cheque ou agendamento.

06 - DA ISENÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO

6.1 Ficará isento do pagamento da taxa de inscrição no concurso, o candidato que comprovar a seguinte situação:

6.1.1 Que não recebe quaisquer rendimentos oriundos de aposentadoria ou pensão;

6.1.2 Que não exerce atividade remunerada, ainda que na informalidade;

6.1.3 Estiver inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal - CadÚnico, de que trata o Decreto n° 6.135, de 26 de junho de 2007;

6.1.4 For membro de família de baixa renda, nos termos do Decreto n° 6.135 de 2007.

6.2 Os pedidos de isenção da taxa de inscrição somente serão aceitos mediante entrega dos documentos comprobatórios:

6.2.1 Declaração firmada pelo próprio candidato, sob as penas da lei, de que não é detentor de cargo público nem de vínculo empregatício com empresas.

6.2.2 Declaração de Indisponibilidade de Recursos Financeiros conforme modelo constante no ANEXO I deste Edital.

6.2.3 Comprovante de inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal - CadÚnico.

6.3 A Comissão realizadora do Concurso promoverá diligências para assegurar a veracidade da declaração de indisponibilidade de recursos financeiros do candidato;

6.4 Será indeferida a inscrição quando constatada falsidade na declaração de indisponibilidade de recursos, sendo publicada no Quadro de Avisos da Prefeitura a relação das inscrições deferidas e indeferidas;

6.5 Os pedidos de isenção da taxa de inscrição somente serão aceitos quando requeridos nos dias 16 e 17 de abril de 2012;

6.6 O recurso quanto à isenção da taxa de inscrição indeferida poderá ser interposto em até 2 (dois) dias úteis a contar da data de sua divulgação conforme Cronograma de Trabalho do Concurso Público - Quadro I.

6.7 Os pedidos de isenção da taxa de inscrição serão julgados por banca examinadora e os resultados serão publicados no site www.msmconsultoria.com.br e no quadro de Avisos da Prefeitura Municipal de Conceição da Barra - ES no dia 23 de abril de 2012.

6.8 O candidato cujo requerimento de isenção do pagamento da taxa for deferido deverá efetuar sua inscrição de acordo com o item 04 ou item 05 deste edital, mediante preenchimento do requerimento de inscrição.

6.9 O resultado da análise da documentação apresentada para solicitação de isenção do pagamento da Taxa de Inscrição será divulgado conforme Cronograma de Trabalho - Quadro I;

6.10 A documentação referente ao pedido de Isenção da Taxa de Inscrição prevista no item 06, subitem 6.2 do edital, deverá ser entregue no ato da inscrição para os candidatos que efetivarem a inscrição em Conceição da Barra na Lan House Browser Cyber, situada a Avenida Pai João, Nº 121, Centro ou via sedex com AR, averiguando-se sua tempestividade pela postagem ou qualquer outra forma que identifique o candidato, para o endereço da MSM Consultoria e Projetos Ltda, sito na Rua Epaminondas Otoni, 35, conjunto 401 - Centro, em Teófilo Otoni - MG - CEP 39802-010, contendo externamente no verso os dados do remetente com os seguintes dados: Concurso Público da Prefeitura Municipal de Conceição da Barra, - Edital 001/2012, com o nome completo do candidato, Endereço completo do candidato e o cargo público para o qual se inscreveu, Cep e as palavras- "Isenção de Inscrição"

07 - DAS COMISSÕES DE REALIZAÇÃO DE CONCURSOS

7.1 A fiscalização e o acompanhamento do Concurso Público caberá à Comissão Especial de Concurso Público, nomeada pelo Chefe do Poder Executivo, através de ato administrativo.

7.2 A Comissão Especial de Concurso deverá supervisionar todas as etapas do certame até a homologação do resultado final.

7.3 A fim de manter a necessária coordenação, o Prefeito Município de Conceição da Barra indicará quantas pessoas forem necessárias, para acompanhar a realização do concurso, às quais incumbirão fiscalizar a aplicação das provas e apuração do resultado por processo eletrônico de leitora ótica junto à empresa realizadora do Concurso Público, tomando as medidas necessárias à manutenção do sigilo.

7.4 Compete ao Prefeito Município de Conceição da Barra, a homologação do resultado do Concurso, à vista do relatório apresentado pela Comissão Realizadora de Concurso, após 05 (cinco) dias contados da publicação do Resultado Final.

7.5 Os itens deste Edital poderão sofrer eventuais alterações, com supressões ou acréscimos, imprescindíveis à sua plena elucidação, há ocorrer mediante prévio Comunicado Público que será publicado no endereço eletrônico: www.msmconsultoria.com.br, no Quadro de Avisos da Prefeitura Municipal de Conceição da Barra e em jornal de grande circulação.

08 - DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

8.1 Ao candidato com deficiência é assegurado o direito de se inscrever no presente Concurso Público, para o cargo com atribuições compatíveis à sua situação, sendo-lhe reservado 5% (cinco por cento) das vagas de cada cargo oferecido neste Concurso Público. Em caso de fracionamento do percentual apurado, o número de vagas, será arredondado para o número maior.

8.2 O percentual de vagas para pessoas com deficiências será sempre arredondado quando resultar de um número fracionário, sendo que, se este for uma fração igual ou superior a 0,5 (cinco décimos), para o número inteiro subsequente; e, se a fração for inferior a 0,5 (cinco décimos), para o número inteiro anterior.

8.3 A décima, a trigésima, a quinquagésima, septuagésima vagas e assim sucessivamente, referentes a cada cargo/especialidade, ficam destinadas ao candidato com deficiência, no prazo de validade do concurso.

8.4 Às pessoas com deficiências, que pretenderem fazer uso das prerrogativas que lhes são facultadas no Inciso VIII do Art. 37 da Constituição Federal e Decreto 3.298 de 20/12/99, é assegurado o direito de inscrição no presente Concurso Público desde que a deficiência seja compatível com as atribuições objeto do cargo em provimento.

8.5 Para fins de identificação de cada tipo de deficiência, adotar-se-á a definição contida no art. 4º do Decreto Federal nº 3.298, de 1999, que regulamentou a Lei nº 7.853, de 1989, com as alterações advindas do Decreto Federal nº 5.296, de 2 de dezembro de 2004. conforme as definições a seguir:

8.5.1 deficiência física: alteração completa ou parcial de um ou mais segmentos do corpo humano, acarretando o comprometimento da função física, apresentando-se sob a forma de paraplegia, paraparesia, monoplegia, monoparesia, tetraplegia, tetraparesia, triplegia, triparesia, hemiplegia, hemiparesia, ostomia, amputação ou ausência de membro, paralisia cerebral, nanismo, membros com deformidade congênita ou adquirida, exceto as deformidades estéticas e as que não produzam dificuldades para o desempenho das funções;

8.5.2 deficiência auditiva: perda bilateral, parcial ou total, de quarenta e um decibéis (dB) ou mais, aferida por audiograma nas frequências de 500HZ, 1.000HZ, 2.000HZ e 3.000HZ;

8.5.3 deficiência visual: cegueira, na qual a acuidade visual é igual ou menor que 0,05 no melhor olho, com a melhor correção óptica; a baixa visão, que significa acuidade visual entre 0,3 e 0,5 no melhor olho, com a melhor correção óptica; os casos nos quais a somatória da medida do campo visual em ambos os olhos for igual ou menor que 60º, ou a ocorrência simultânea de quaisquer condições anteriores;

8.5.4 deficiência mental: funcionamento intelectual significativamente inferior à média, com manifestação antes dos dezoito anos e limitações associadas a duas ou mais áreas de habilidades adaptativas, tais como: comunicação, cuidado pessoal, habilidades sociais; utilização dos recursos da comunidade, saúde e segurança, habilidades acadêmicas, lazer e trabalho;

8.5.5 deficiência múltipla: associação de duas ou mais deficiências.

8.6 No ato da inscrição, a pessoa com deficiência deverá declarar, no Requerimento Eletrônico de Inscrição, essa condição e a deficiência, entregando Laudo Médico original, mediante recibo emitido em duas vias, expedido no prazo de até 90 (noventa) dias antes do término das inscrições, atestando a espécie e o grau ou nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença - CID, bem como a provável causa da deficiência. Este Laudo será retido e ficará anexado ao Requerimento de Inscrição.

8.7 Caso o candidato não anexe o Laudo Médico, não será considerado como deficiente apto para concorrer às vagas reservadas, mesmo que tenha assinalado tal opção no Requerimento de Inscrição.

8.8 A pessoa com deficiência que se inscrever para o referido Concurso Público via internet, deverá encaminhar dentro do período de inscrições, pelos correios via sedex com AR, ou pessoalmente mediante recibo o Laudo Médico original especificado no item 8.6 deste Edital, para:

MSM Consultoria e Projetos Ltda

Rua Epaminondas Otoni, nº 35 - Conjunto 401

Centro - Teófilo Otoni-MG

Cep: 39.802-010,

Contendo no verso do envelope:

Nome do Remetente

Endereço completo, CEP e a sigla - "PCD"

Concurso Público da Prefeitura Municipal de Conceição da Barra-ES

8.9 Será eliminado da lista de pessoas com deficiência o candidato cuja deficiência especificada no Requerimento de Inscrição não se constate.

8.10 A pessoa com deficiência que, no ato da inscrição, não declarar esta condição conforme as determinações previstas neste Edital, não poderá impetrar recurso em favor de sua situação.

8.11 Caso necessite de condições especiais para se submeter às Provas e demais exames previstos neste Edital, a pessoa com deficiência deverá solicitá-las por escrito no ato da inscrição, justificando os motivos de sua solicitação.

8.12 As pessoas com deficiências visuais poderão optar por prestar provas mediante ajuda de um leiturista da empresa realizadora do concurso ou através da utilização de provas ampliadas, solicitadas conforme item 8.11.

8.13 As pessoas com deficiências, resguardadas as condições especiais previstas no Decreto 3.298/99, participarão do Concurso em igualdade de condições com os demais candidatos, no que se refere ao conteúdo das provas, avaliação e critérios de aprovação, ao horário e ao local de aplicação das provas e à nota mínima exigida para os demais candidatos.

8.14 A publicação do resultado final do concurso será feita em duas listas, contendo na primeira, a pontuação de todos os candidatos, inclusive a das pessoas com deficiência, e na segunda, somente a pontuação destes últimos.

8.15 O candidato que no ato da inscrição se declarou com deficiência, se aprovado no Concurso Público, terá seu nome publicado na lista geral dos aprovados e em lista à parte.

8.16 Não havendo candidatos aprovados para as vagas reservadas às pessoas com deficiência, estas serão preenchidas por candidatos não com deficiência, com estrita observância da ordem classificatória.

8.17 O candidato classificado no Concurso Público será submetido a exames médicos e complementares, que irão avaliar a sua condição física e mental.

8.18 A junta médico-pericial municipal terá decisão terminativa quanto à compatibilidade da deficiência do candidato com as atribuições do cargo, devendo seu parecer ser fundamentado.

8.19 O candidato que, após avaliação médica, não for considerado deficiente nos termos da legislação vigente, permanecerá somente na lista geral de classificação do cargo para o qual se inscreveu.

8.20 Os casos omissos neste Edital em relação às pessoas com deficiência obedecerão ao disposto no Decreto Federal 3298/99 e Decreto Federal 5296/04.

09 - DO CARTÃO DE INSCRIÇÃO

9.1 O Cartão Definitivo de Inscrição é o documento que autoriza o acesso do candidato à sala de provas. Deverá ser guardado cuidadosamente para orientação do candidato no dia das provas. O Documento de Identidade original de reconhecimento nacional que contenha fotografia, possibilitará o acesso do candidato à sala de provas. Sua apresentação na portaria para triagem e durante as provas é indispensável.

9.2 Os cartões definitivos de inscrições dos candidatos inscritos no Concurso Público da Prefeitura Municipal de Conceição da Barra-ES Edital 001/2012 estarão disponíveis no endereço eletrônico: www.msmconsultoria.com.br a partir de 09 de maio de 2012. Para ter acesso ao mesmo, basta digitar o número do seu CPF, no link correspondente.

9.3 É obrigação do candidato conferir no Cartão Definitivo de Inscrição, seu nome, o Nº do documento de identidade utilizado na inscrição e a sigla do órgão expedidor. Em caso de erro de digitação, comunicar imediatamente à MSM Consultoria e Projetos Ltda para a devida correção no endereço: Rua Epaminondas Otoni, 35 - Conj. 401 - Centro - Teófilo Otoni-MG, Cep: 39.802-010 - Telefax: (33) 3522-4949 - endereço eletrônico: www.msmconsultoria.com.br.

9.4 Eventuais erros de digitação ocorridos no nome do candidato, no número do documento de identidade utilizado na inscrição ou na sigla do órgão expedidor serão também anotados pelo fiscal de sala, no dia, no horário e no local de realização das provas, e constarão na Ata de Ocorrências do Concurso.

9.5 As reclamações referentes ao Cartão Definitivo de Inscrição serão aceitas até às 17:00 horas do último dia útil que anteceder a data da realização das provas.

10 - DO CONTEÚDO DO CONCURSO PÚBLICO

10.1 O Concurso Público será realizado em 2 (duas) etapas, sendo que a primeira etapa consistirá de provas objetivas de múltipla escolha e a segunda de prova de Títulos e tempo de serviço para os cargos de Pedagogo NS; Professor I e Professor II.

10.2 Os detalhes, por cargo, fazem parte do Quadro V deste Edital.

10.3 A prova objetiva, que terá a duração máxima de 03:00 (três) horas, consistirá em questões de múltipla escolha, conforme Quadro V deste Edital, cada uma com 04 (quatro) opções de resposta, das quais apenas 01 (uma) será correta.

11 - DOS PROGRAMAS DAS PROVAS E DAS ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS

11.1 Os programas das matérias sobre os quais versarão as provas objetivas de múltipla escolha integram o presente Edital da página 18 à página 31.

11.2 As atribuições dos cargos integram o presente edital conforme Anexo I da página 37 à página 46.

12 - DAS PROVAS E DOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

12.1 O Concurso Público de que trata este Edital consistirá das provas descritas no subitem 10.1, conforme Quadro V.

12.2 As provas objetivas serão de caráter eliminatório ou classificatório, com notas e pontuação de 0 (zero) a 100 (cem) pontos, sendo apresentadas às disciplinas em um único caderno, de acordo com cada cargo, especificado no Quadro V deste Edital, já as provas de títulos terá o caráter apenas classificatório.

12.3 Será classificado o candidato que obtiver nota igual ou superior a 50% (cinquenta por cento) em cada uma das disciplinas, especificadas conforme Quadro V deste Edital.

12.4 O candidato eliminado em qualquer uma das disciplinas do caderno de prova(s) estará eliminado do concurso.

12.5 As questões não assinaladas no cartão resposta, questões que contenham mais de uma resposta, ainda que legível, não serão computadas.

12.6 As respostas do caderno da(s) prova(s) objetiva(s) deverão ser transcritas para o Cartão de Respostas, que é o único documento válido para correção eletrônica. Sendo da responsabilidade exclusiva do candidato os prejuízos advindos de marcações feitas incorretamente, emenda ou rasura, ainda que legível.

12.7 O candidato que não entregar o Cartão Resposta devidamente assinado no prazo estipulado, será automaticamente eliminado do Concurso.

12.8 Não haverá substituição do Cartão Resposta por erro do candidato, salvo em situações em que a comissão realizadora do Concurso julgar necessária.

12.9 O cartão resposta deverá ser preenchido conforme instruções do Quadro IV deste Edital e instruções contidas na primeira contra capa do caderno de prova, ficando o candidato ciente de que a marcação de forma diferente e a não assinatura no local reservado para assinatura, incidirá na anulação do Cartão Respostas.

12.10 Caso sejam anuladas questões pela Comissão Realizadora do Concurso, estas somarão em favor de todos os candidatos.

12.11 O uso de borracha ou corretivo na superfície do Cartão Resposta acarretará a anulação do mesmo.

12.12 Os candidatos serão classificados por ordem decrescente do valor da nota final, obedecendo ao limite de vagas existentes no Quadro V de cada cargo onde especifica o número de vagas existentes neste Edital.

13 - DOS TÍTULOS

13.1 Pontos por Títulos: Os Títulos serão apresentados em forma de Certificados e/ou Diplomas conforme especifica o Quadro II deste Edital.

13.2 Serão considerados os títulos apresentados apenas para os cargos de Pedagogo, Professor I e Professor II.

13.3 O número de pontos atribuídos aos Certificados e/ou Diplomas dos candidatos inscritos no cargo relacionado no subitem 13.2 pela conclusão em Pós-Graduação, Mestrado ou Doutorado inerentes aos cargos deste concurso, serão no máximo de 05 (cinco) pontos por candidato conforme quadro abaixo:

QUADRO II

Item

Atribuição de Pontos para Avaliação de Títulos

Cargos

Máx. de Títulos

Pontos por Título

01

Certificado devidamente registrado em órgão ou instituição competente de conclusão de curso de pós-graduação em nível de especialização na área específica, com carga mínima de 360 horas, acompanhado do Histórico Escolar, onde conste as disciplinas cursadas e as respectivas cargas horárias.

PEDAGOGO, PROFESSOR I E PROFESSOR II

02 (dois)

1 ponto Máximo de 2 pontos

02

Diploma, devidamente registrado em órgão ou instituição competente de conclusão de mestrado, na área específica, acompanhado do Histórico Escolar, onde conste as disciplinas cursadas e as respectivas cargas horárias.

01 (um)

2 pontos

03

Diploma devidamente registrado em órgão ou instituição competente de conclusão de Doutorado na área específica, acompanhado do Histórico Escolar onde conste as disciplinas cursadas e as respectivas cargas horárias.

01 (um)

3 pontos

13.4 Os títulos dos candidatos aprovados na primeira etapa do concurso deverão ser encaminhados pelos correios via sedex com AR, averiguando-se sua tempestividade pela postagem ou qualquer outra forma que identifique o candidato, cópia autenticada dos títulos especificados no item 13.1 e QUADRO II deste Edital, para: MSM Consultoria e Projetos Ltda no endereço Rua Epaminondas Otoni, n° 35 - Conjunto 401 - Centro - Teófilo Otoni­MG - Cep: 39.802-010, no prazo de 03 (três) dias úteis, iniciado no 1° dia útil subsequente ao dia da publicação no Quadro de Avisos da Prefeitura Municipal de Conceição da Barra e no site: www.msmconsultoria.com.br conforme item 21 do Cronograma de Trabalho.

13.5 Os títulos deverão ser entregues ou encaminhados em envelope pardo, lacrado e identificado, contendo externamente no verso os dados do remetente com os seguintes dados: Concurso Público da Prefeitura Municipal de Conceição da Barra, - Edital 001/2012, com o nome completo do candidato, Endereço completo do candidato e o cargo público para o qual se inscreveu, Cep e a palavra- "Títulos"

13.6 Todos os títulos deverão ser encaminhados de uma única vez, não se admitindo complementação, inclusão e/ou substituição de documentos.

13.7 Os Certificados enviados via sedex com AR de conclusão de Pós Graduação, deverão obedecer o que determina a Resolução CNE/CES N° 1 de 08 de junho de 2007.

13.8 Os títulos entregues guardarão direta relação com as atribuições do cargo em Concurso.

13.9 Não serão atribuídos pontos aos títulos entregues sem especificação clara da carga horária e o que determina o Quadro II.

13.10 Os títulos entregues, referentes ao Quadro II item 02 e 03, caso excedam o número máximo de títulos, poderão ser pontuados de acordo com o item 01, como complementação do número máximo de títulos previstos no item 01.

13.11 Será de responsabilidade exclusiva do candidato o envio da documentação referente a títulos ou o encaminhamento via Sedex.

14 - DO TEMPO DE SERVIÇO

14.1 Pontos por Tempo de Serviço: O Tempo de Serviço dos candidatos aprovados na primeira etapa será apresentado conforme determina o QUADRO III deste Edital abaixo discriminado.

QUADRO III

Item

 

Máx. de Pontos

Pontos por Tempo de Serviço

01

Pontos por Tempo de Serviço compatível com o cargo
pleiteado

03 (três) pontos

0,5 pontos a cada período de 180 dias trabalhados

14.2 O número de pontos atribuídos ao TEMPO DE SERVIÇO no exercício da função do cargo que se submeter ao Concurso Público será de 0,5 (meio) ponto a cada 180 (cento e oitenta) dias trabalhados, totalizando no máximo 03 (três) pontos, por cada candidato conforme quadro vedado o fracionamento, conforme comprovado através de certidão de órgão público Federal, Estadual ou Municipal e, no caso de empresa privada, através de Xerox, AUTENTICADO, da Carteira de trabalho, discriminando:

a) Identificação do Candidato (primeira folha da Carteira de Trabalho);

b) Página contendo o Contrato de Trabalho compatível com o cargo pleiteado em Concurso Público;

c) Página contendo a baixa do Contrato de Trabalho compatível com o cargo pleiteado em Concurso Público;

d) Caso o candidato ainda esteja no curso do Contrato de Trabalho, enviar a página de rescisão do último Contrato de Trabalho e a página posterior;

e) Sendo autônomo, enviar cópia do carnê do INSS quitado com referência à profissão do cargo pretendido no Concurso Público.

14.3 Os pontos atribuídos por TEMPO DE SERVIÇO serão computados através dos documentos especificados no subitem 14.1, deverão ser encaminhados pelos correios via sedex com AR, averiguando-se sua tempestividade pela postagem ou qualquer outra forma que identifique o candidato, cópia autenticada do Tempo de Serviço especificados no item 14.1 e QUADRO III deste Edital, para: MSM Consultoria e Projetos Ltda no endereço Rua Epaminondas Otoni, n° 35 - Conjunto 401 - Centro - Teófilo Otoni-MG - Cep: 39.802-010, no prazo de 03 (três) dias úteis, iniciado no 1° dia útil subsequente ao dia da publicação no Quadro de Avisos da Prefeitura Municipal de Conceição da Barra e no site: www.msmconsultoria.com.br conforme item 21 do Cronograma de Trabalho.

14.4 O tempo de serviço deverá ser entregue ou encaminhado em envelope pardo, lacrado e identificado, contendo externamente no verso os dados do remetente com os seguintes dados: Concurso Público da Prefeitura Municipal de Conceição da Barra, - Edital 001/2012, com o nome completo do candidato, Endereço completo do candidato e o cargo público para o qual se inscreveu, Cep e a palavra- "TEMPO DE SERVIÇO".

14.5 Não serão aceitos comprovantes de tempo de serviço apresentados após o dia 14/06/12.

14.6 Incorrerá nas penas de FALSIDADE IDEOLÓGICA, discriminado no art. 299 do Código Penal, o candidato que omitir ou inserir, em documento público ou particular, declaração falsa ou diversa da que devia ser escrita, com o fim de prejudicar direito, criar obrigação ou alterar a verdade sobre fato juridicamente relevante.

15 - DA REALIZAÇÃO DAS PROVAS

15.1 As provas serão realizadas no dia 13 de maio de 2012, podendo ser aplicadas no turno matutino e/ou vespertino nas Escolas do Município de Conceição da Barra de acordo com a quantidade de candidatos inscritos, conforme Edital de Convocação a ser publicado no quadro de avisos da Prefeitura Municipal, situada à Praça Prefeito José Luiz da Costa, 01 - Centro, Conceição da Barra-ES e no endereço eletrônico: www.msmconsultoria.com.br

15.2 A inviolabilidade das provas será comprovada no momento do rompimento do lacre dos envelopes, mediante termo formal e na presença de, no mínimo, dois candidatos a assinar o termo, aleatoriamente convidados, nos locais de realização das provas.

15.3 O candidato deverá, conferir a sequência da numeração das páginas e número de questões do caderno de prova conforme especificado no Quadro V deste Edital. Caso esteja faltando alguma página ou questão no caderno de prova e mesmo a impressão não estando legível, o candidato deverá comunicar ao fiscal de sala e pedir para que sejam tomadas as devidas providências junto a Coordenação da Empresa Responsável pela realização do Concurso. A não observância deste item será da responsabilidade do candidato.

15.4 A data da realização das provas, se necessário, poderá ser prorrogada por ato do Chefe do Poder Executivo, dando ampla divulgação.

15.5 Na ocorrência de caso fortuito, de força maior ou de qualquer outro fato imprevisível ou previsível, porém de consequências incalculáveis que impeça ou prejudique a realização do Concurso, ou de alguma de suas fases, à Empresa Realizadora do Concurso será reservado o direito de cancelar, substituir provas de modo a viabilizar o Concurso.

15.6 Não se admitirá a entrada de candidato em sala de prova que não estiver munido do Documento de Identidade Original de reconhecimento nacional, contendo fotografia. (Carteiras expedidas pelos Comandos Militares; Secretarias de Segurança Pública; Institutos de Identificação; Corpos de Bombeiros Militares; Carteiras expedidas pelos órgãos fiscalizadores de exercício profissional (ordens, conselhos etc.); passaporte; certificado de reservista; carteiras funcionais do Ministério Público; carteiras funcionais expedidas por órgão público que, por lei federal, sejam válidos como identidade; carteira de trabalho; carteira nacional de habilitação).

15.7 Recomendamos aos candidatos comparecer ao local das provas 60 (sessenta) minutos antes do início das mesmas, portando Documento de Identidade Original de reconhecimento nacional que contenha fotografia, conforme especificado no item 15.6, não sendo aceito cópia do mesmo, ainda que autenticada, Cartão Definitivo de Inscrição, ou anotações do horário e local de prova extraídos do relatório afixado no Quadro de Avisos da Prefeitura Municipal de Conceição da Barra, portando caneta esferográfica transparente (acrílica) Azul ou Preta.

15.8 O candidato deverá levar somente os objetos citados no item 15.7 deste Edital.

15.9 Não se admitirá a entrada, no recinto das provas, dos candidatos que chegarem atrasados.

15.10 Não haverá, sob qualquer pretexto, segunda chamada para as provas, nem realização de provas fora do horário e dos locais marcados para todos os candidatos. O não comparecimento implicará na eliminação do candidato.

15.11 A candidata que tiver necessidade de amamentar durante a realização das provas deverá levar um acompanhante, que ficará em sala reservada e se responsabilizará pela criança.

15.12 O candidato que porventura sentir-se mal durante a realização das provas, poderá interrompê-las até que se restabeleça no local de realização das provas. Caso o candidato não se restabeleça em tempo hábil para terminar sua prova dentro do horário estabelecido, poderá ser eliminado do concurso.

15.13 Durante a realização das provas, será eliminado automaticamente do concurso o candidato que:

15.13.1 Comunicar-se verbal, escrita ou gestualmente com outro candidato ou pessoas estranhas ao concurso;

15.13.2 Consultar qualquer espécie de livro, revista, folheto, tabelas, lápis tabuada, pessoalmente ou através de mecanismos eletrônicos ou a outro elemento qualquer;

15.13.3 Utilizar-se de máquinas calculadoras ou qualquer material que não seja estritamente necessário e permitido para a realização das provas;

15.13.4 For surpreendido no recinto das provas, portando qualquer equipamento eletrônico tais como relógio digital, telefone celular, pager, bipe, calculadora, agendas eletrônicas ou similares, walkman, diskman, MP3 player, MP4, gravador, canetas eletrônicas, ponto eletrônico, óculos escuros ou qualquer outro receptor de mensagens;

15.13.5 Adentrar ao recinto com qualquer tipo de arma

15.13.6 A MSM Consultoria e Projetos recomenda que o candidato não leve nenhum dos objetos citados no subitem anterior ao local de realização das provas;

15.13.7 A MSM Consultoria e Projetos não se responsabiliza por perdas ou extravios de objetos ou de equipamentos eletrônicos ocorridos durante a realização das provas nem por danos neles causados.

15.13.8 Para a segurança de todos os envolvidos no concurso, é vedado que os candidatos portem arma de fogo no dia de realização das provas.

15.13.9 Agir com incorreção ou descortesia, independentemente, do momento, para com qualquer membro da equipe encarregada da aplicação de provas ou do Concurso Público;

15.13.10 Apresentar-se para as provas com sinais de embriaguez ou uso de entorpecentes;

15.13.11 Não comparecer nos locais, datas e horários determinados;

15.13.12 Quebrar o sigilo da prova mediante qualquer sinal que possibilite a identificação;

15.13.13 Utilizar-se de processos ilícitos na realização da prova, se comprovado posteriormente, mediante análise, por meio eletrônico, estatístico, mecânico, visual ou grafotécnico;

15.13.14 Perturbar, de qualquer modo, a ordem dos trabalhos.

15.14 O candidato que porventura burlar a fiscalização e adentrar ao recinto das provas portando equipamento eletrônico, ligar ou atender ligação de aparelho celular ou se retirar da sala de prova, antes do término da mesma, portando telefone celular ou equipamento eletrônico conforme especificado no caput deste item terá sua prova recolhida imediatamente e eliminado do certame, ficando o fato registrado na "ATA" de ocorrência do Concurso e assinada pelo representante da empresa e por 3 (três) testemunhas.

15.15 No dia de realização das provas, a MSM Consultoria e Projetos Ltda poderá submeter os candidatos ao sistema de detecção de metal na portaria das escolas, nas salas, corredores e quando do ingresso e saída dos sanitários, a fim de impedir a prática de fraude.

15.16 As salas de provas serão fiscalizadas por pessoas contratadas pela empresa realizadora do Concurso Público.

15.17 Fica vedado o ingresso no local das provas de pessoas estranhas ao Concurso.

15.18 Não será permitido que as marcações no Cartão Resposta sejam feitas por outras pessoas, salvo em caso de candidato que tenha solicitado condição especial para esse fim.

15.19 Na hipótese do item anterior, o candidato será acompanhado por um fiscal devidamente treinado pela Empresa Realizadora de Concurso.

15.20 Ao terminar a(s) prova(s) objetiva(s) de múltipla escolha ou findo o horário limite para a sua realização, o candidato entregará ao Fiscal de Sala, obrigatoriamente, seu Cartão Resposta devidamente assinado. O candidato que descumprir o disposto neste item será automaticamente eliminado do Concurso, ficando o fato registrado na Ata de Ocorrências do Concurso.

15.21 Na realização da Prova Objetiva de Múltipla Escolha, não será permitido esclarecimento sobre enunciado das questões ou modo de resolvê-las.

15.22 Após o término da prova, o candidato deverá deixar imediatamente o recinto da mesma, sendo terminantemente proibido fazer contato com candidatos que ainda não terminaram a prova sob pena de ser excluído do concurso.

15.23 O caderno de prova(s) objetiva(s) de múltipla escolha pertencerá ao candidato após 2 (duas) horas do início da mesma.

15.24 As demais instruções da realização das provas são partes integrantes da primeira contracapa do caderno de provas.

15.25 Os três últimos candidatos de cada sala só poderão sair após assinar a ata, rubricar os envelopes e assistir o lacre dos envelopes.

16 - DA FORMAÇÃO DE RESERVA DE CADASTRO

16.1 As nomeações obedecerão à ordem de classificação final constante da homologação do concurso.

16.2 Os candidatos aprovados na prova objetiva de múltipla escolha, com classificação posterior ao número de vagas determinado no Quadro V deste Edital, comporão a Reserva de Cadastro.

16.3 A Reserva de Cadastro se necessário poderá ser utilizada pela Prefeitura Municipal de Conceição da Barra para provimento de vagas que vierem a surgir durante o prazo de validade deste Concurso.

17 - DO DESEMPATE

17.1 Apurado o total de pontos da prova objetiva de múltipla escolha, na hipótese de empate, terá preferência na classificação o candidato que na data da divulgação do resultado final tiver idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos, na forma do disposto no parágrafo único do Artigo 27 da Lei Federal n° 10.741/2003 (Estatuto do Idoso), posteriormente terá preferência o candidato que participou efetivamente como jurado, na forma do disposto no Art. 440 do Código de Processo Penal Brasileiro. Persistindo o empate ou não havendo candidatos com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos ou jurado, será classificado, preferencial e sucessivamente, o candidato que:

17.1.1 O candidato que participou efetivamente como jurado na forma do disposto no Art. 440 do Código de Processo Penal Brasileiro, deverá encaminhar certidão que comprove a sua participação dentro do prazo de inscrições para MSM Consultoria e Projetos Ltda no endereço Rua Epaminondas Otoni, n° 35 - Conjunto 401 - Centro - Teófilo Otoni-MG - Cep: 39.802-010.

17.1.2 Obtiver maior aproveitamento na prova de Conhecimentos Específicos.

17.1.3 Obtiver maior aproveitamento na prova de Português.

17.1.4 Obtiver maior aproveitamento na prova de Matemática.

17.1.5 Obtiver maior aproveitamento na prova de Conhecimentos Pedagógicos.

17.1.6 Obtiver maior aproveitamento na prova de Conhecimentos de Informática.

17.1.7 Tiver a idade mais elevada.

17.1.8 Por sorteio público.

18 - DO JULGAMENTO E DA PUBLICAÇÃO DE RESULTADOS

18.1 Os resultados serão publicador por afixação no quadro de avisos da Prefeitura Municipal de Conceição da Barra, situada à Praça Prefeito José Luiz da Costa, 01 - Centro, Conceição da Barra - ES, no endereço eletrônico: www.msmconsultoria.com.br, Diário Oficial do Estado e em jornal de grande circulação no município

18.2 Os resultados obtidos dos candidatos aprovados e eliminados serão publicados separadamente, por cargo ou por grupos ocupacionais, objetivando a agilização dos serviços públicos.

19 - DOS RECURSOS

19.1 O candidato ou seu procurador com outorga para tal fim terá o prazo de 2 (dois) dias úteis, contados a partir da data da publicação de cada resultado, para interpor recurso em formulário próprio (Anexo II) contra o cancelamento de inscrição, o gabarito oficial, questão da prova objetiva de múltipla escolha e dos demais resultados do concurso de acordo com o Cronograma de Trabalho Quadro I, desde que, devidamente fundamentado, preenchidas as demais condições estabelecidas no subitem 19.2 deste edital.

19.2 O recurso a que se refere o subitem 19.1, dirigido ao Presidente da Comissão Realizadora do Concurso Publico, deverá ser encaminhado via internet para o e-mail: recursos@msmconsultoria.com.br ou via FAX pelo Telefone (33) 3522-4949 com confirmação de recebimento e apresentados em obediência às seguintes especificações

19.2.1 Indicação do número das questões, em ordem crescente, das respostas marcadas pelo candidato e das respostas divulgadas pela Empresa Realizadora do Concurso;

19.2.2 Deverá ser encaminhado com argumentação lógica, consistente e com bibliografia pesquisada pelo candidato, referente a cada questão;

19.3 Os recursos intempestivos serão desconsiderados e os inconsistentes serão indeferidos;

19.4 Os recursos especificados neste Edital no subitem 19.1 poderão ser interpostos pessoalmente ou por procurador;

19.5 Não serão reconhecidos os recursos que não estiverem devidamente fundamentados ou, ainda, aqueles que derem entrada fora do prazo estabelecido neste Edital;

19.6 Os pontos correspondentes à anulação de questões das provas objetivas, por força de julgamento de recurso administrativo ou decisão judicial, serão atribuídos a todos os candidatos, independentemente de terem recorrido.

19.7 A classificação dos candidatos, em ordem decrescente de notas, será feita somente após a análise dos recursos interpostos contra questões da prova objetiva de múltipla escolha, observando-se o disposto no subitem 19.6 e Quadro I deste Edital.

19.8 Cada candidato poderá somente pedir revisão de questões ou Cartão Resposta da sua própria prova.

19.9 Não serão aceitos recursos coletivos.

19.10 A decisão proferida pela Comissão Realizadora do Concurso Público tem caráter irrecorrível na esfera administrativa, não cabendo recursos adicionais.

20 - DA POSSE

20.1 Ter nacionalidade brasileira ou portuguesa e, em caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento de gozo de direitos políticos, nos termos do § 1.º, artigo 12, da Constituição Federal

20.2 O candidato deverá ter 18 (dezoito) anos de idade e entregar após a convocação para posse, duas fotos 3 X 4 e cópias autenticadas dos seguintes documentos:

20.2.1 Título de Eleitor, bem como comprovante de estar em dia com a Justiça Eleitoral;

20.2.2 CPF;

20.2.3 PIS/PASEP;

20.2.4 Documento de identidade de reconhecimento nacional, que contenha fotografia;

20.2.5 Certificado de Reservista, para os candidatos do sexo masculino;

20.2.6 Declaração de Bens;

20.2.7 Certidão de Nascimento ou de Casamento;

20.2.8 Comprovante de escolaridade exigida para provimento do cargo pretendido, adquirida em instituição de ensino oficial ou legalmente reconhecida pelo MEC;

20.2.9 Para os aprovados nos cargos de Pedagogo NS, Professor I e Professor II: Declaração de conclusão de curso emitida pela instituição junto com o histórico Escolar;

20.2.10 Laudo médico favorável, sem restrições, fornecido pelo serviço médico oficial. Somente poderá ser empossado, aquele que for julgado apto física e mentalmente, para o exercício do cargo.

20.2.11 Comprovante de regular situação de inscrição no Órgão de classe respectivo, quando o exercício da atividade profissional do candidato o exigir.

20.2.12 Declaração de que não ocupa outro cargo ou função pública (nos casos de acumulação lícita de cargos, deverá ser indicado o cargo já ocupado), conforme modelo a ser oferecido pela Divisão de Gestão de Pessoas da Prefeitura Municipal de Conceição da Barra-ES.

20.2.13 Comprovante de endereço;

20.3 A documentação será entregue por meio de cópias autenticadas legíveis, sendo facultada à Prefeitura Municipal, proceder à autenticação, desde que sejam apresentados os documentos originais;

20.4 No caso das pessoas com deficiência será verificada também a compatibilidade de sua deficiência com o exercício das atribuições do cargo pretendido. Esta avaliação será composta por uma junta médica e três profissionais integrantes da carreira almejado pelo candidato, que irão avaliar a sua condição para o cargo e sua condição física e mental.

21 - DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

21.1 A inscrição do candidato implicará no conhecimento por parte deste, das disposições deste Edital e no compromisso de aceitar as condições do concurso nos termos em que se acham aqui estabelecidas.

21.2 O edital completo que regulamenta este concurso se encontra disponível no endereço eletrônico: www.msmconsultoria.com.br e deverá ser lido antes da realização da inscrição.

21.3 O preenchimento do requerimento de inscrição eletrônico é de responsabilidade do candidato ou de seu procurador com outorga para tal fim, observado o item 4.1.8 deste Edital.

21.4 O preenchimento inexato do requerimento de inscrição, quando sanável, será retificado em até dois dias úteis, contados da publicação do relatório das inscrições indeferidas (veja item 09 do Quadro I deste edital), que será publicado no quadro de avisos da Prefeitura Municipal de Conceição da Barra-ES e no endereço eletrônico www.msmconsultoria.com.br

21.5 A Prefeitura Municipal de Conceição da Barra e a Empresa Realizadora do Concurso Público não se responsabilizam por equívocos eventualmente cometidos pelo candidato ou seu procurador, por deixar de ler este Edital do Concurso Público.

21.6 Por razões de ordem técnica e de segurança, a Empresa Realizadora do Concurso Público não fornecerá a candidatos, a autoridades ou a instituições de direito público ou privado, exemplares de provas relativas a concursos anteriores.

21.7 O valor da taxa de cada inscrição é o determinado conforme cargos constantes no Quadro V deste Edital;

21.8 Será publicado no relatório do resultado final apenas os nomes dos candidatos aprovados.

21.9 As nomeações obedecerão rigorosamente à ordem de classificação e aos requisitos das Leis N° 2201/03, N° 2202/03 N° 2203/03 e N° 2400/07 e suas alterações posteriores do Município de Conceição da Barra.

21.10 O prazo de validade deste Concurso é de 02 (dois) anos, a contar da publicação da homologação, prorrogável uma vez por igual período (Inciso III, do Art. 37, da Constituição Federal), sendo obrigatório o preenchimento de todas as vagas oferecidas no Edital dentro do prazo de validade do certame.

21.11 Publicado o Edital de Convocação para posse dos aprovados, o candidato que não comparecer para assumir no prazo previsto no referido Edital, será compulsoriamente eliminado da classificação, convocando-se o classificado imediatamente subsequente.

21.12 A aprovação neste concurso cria direito a nomeação, mas esta, quando ocorrer, obedecerá à ordem de classificação final constante da homologação do concurso, dentro do prazo de validade do concurso.

21.13 A convocação dos candidatos aprovados será publicada no quadro de avisos da Prefeitura Municipal de Conceição da Barra, situada à Praça Prefeito José Luiz da Costa, 01 - Centro, Conceição da Barra - ES, no endereço eletrônico: www.msmconsultoria.com.br, publicado na imprensa local e comunicação enviada ao endereço eletrônico (e-mail) do candidato declarado no ato da inscrição.

21.14 O candidato aprovado deverá manter junto à Prefeitura Municipal de Conceição da Barra-ES, durante o prazo de validade deste Concurso Público, seu endereço atualizado, visando à eventual nomeação, não lhe cabendo qualquer reclamação caso não seja possível à Prefeitura Municipal convocá-lo por falta dessa atualização.

21.15 A Prefeitura Municipal de Conceição da Barra-ES, através do órgão competente, fornecerá ao candidato ao ser nomeado, todas as instruções necessárias à sua posse.

21.16 Nenhum candidato inscrito poderá alegar desconhecimento das instruções contidas neste Edital e demais legislações pertinentes.

21.17 A inexatidão das afirmativas, irregularidades nos documentos ou não comprovação de atendimento a todos os requisitos e condições estabelecidos neste Edital, mesmo que verificados após homologação das inscrições e, em especial, por ocasião da posse, acarretarão a anulação da inscrição e dos direitos dela decorrentes, determinando a eliminação do candidato do Concurso Público, garantido o direito a ampla defesa e contraditório.

21.18 O candidato que por qualquer motivo não apresentar, em tempo hábil, a documentação completa, perderá automaticamente o direito à posse.

21.19 A carga horária dos servidores municipais e as atribuições dos cargos em concurso são as constantes das Leis N° 2201/03, N° 2202/03 N° 2203/03 e N° 2400/07 e suas alterações posteriores do Município de Conceição da Barra

21.20 Todas as publicações referentes ao Concurso Público até a publicação do resultado final serão divulgadas obrigatoriamente através de afixação no Quadro de Avisos da Prefeitura Municipal de Conceição da Barra-ES, situada à Praça Prefeito José Luiz da Costa, 01 - Centro, Conceição da Barra - ES, no endereço eletrônico: www.msmconsultoria.com.br e em jornal de grande circulação no município.

21.21 O planejamento e execução do concurso ficarão sob responsabilidade, por contrato, da empresa MSM Consultoria e Projetos Ltda., sediada na cidade de Teófilo Otoni-MG, com endereço na Rua Epaminondas Otoni, No 35 - Conjunto 401 - centro - CEP 39.802-010 - Telefax: (33) 3522-4949 - endereço eletrônico www.msmconsultoria.com.br.

21.22 A Prefeitura Municipal de Conceição da Barra-ES e a Empresa Realizadora do Concurso Público não se responsabilizam pelo fornecimento de quaisquer cursos, textos, apostilas ou outras publicações referentes a este Concurso.

21.23 A eliminação de registros escritos produzidos durante o Concurso Público será realizada após o(s) prazo(s) de que trata a Resolução nº 14, de 24/10/2001 do CONARQ (Conselho Nacional de Arquivos).

21.24 Os casos omissos serão resolvidos pela Assessoria Jurídica da Empresa Realizadora do Concurso Público, "Ad Referendum" do Prefeito Municipal de Conceição da Barra-ES.

Prefeitura Municipal de Conceição da Barra-ES, 11 de abril de 2012.

Original assinado
Jorge Duffles Andrade Donati
Prefeito do Município de Conceição da Barra

PROGRAMAS DE PROVAS

PROGRAMA DE PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA E MATEMÁTICA DE ENSINO FUNDAMENTAL

I - LÍNGUA PORTUGUESA: Leitura, compreensão e interpretação de texto; Análise semântica = valor que a palavra adquire no contexto, sinônimos, antônimos, parônimos e homônimos; Tipos de composição textual; linguagem denotativa e conotativa; Variantes linguísticas; linguagem oral e linguagem escrita; formal e informal; gíria; Sílaba = separação silábica, classificação das palavras quanto ao número de sílaba e posição da sílaba tônica; Acentuação = acento agudo, circunflexo e grave; regras de acentuação; ocorrência da crase; Encontro vocálico, encontro consonantal e dígrafo; Ortografia; Pontuação = Empregar corretamente: ponto-final, ponto-e-vírgula, ponto-de­exclamação, ponto-de-interrogação, dois-pontos, reticências, aspas, parênteses, colchete e vírgula; Frases: tipos de frase; oração; período simples e composto por coordenação e subordinação; Classes de palavras: 1.Substantivos = tipos de substantivos, flexão dos substantivos em gênero, número e grau; 2. Artigos = definidos e indefinidos; 3. Adjetivos = classificação dos adjetivos, flexão dos adjetivos, adjetivos pátrios e locução adjetiva; 4. Verbos = Flexões do verbo: modo, tempo e número; regulares, irregulares, auxiliares, abundantes e defectivos; forma verbal; vozes do verbo; tipos de verbo; Transitividade verbal. 5. Pronomes = pessoais do caso reto, oblíquo e de tratamento, indefinido, possessivo, demonstrativo, interrogativo, relativo; 6. Numerais = flexão dos numerais e emprego; 7.Preposições; 8. Conjunções; 9. Interjeições; 10.Advérbios. 8. Termos da oração: 1. Sujeito = tipos de sujeito; 2. Predicado = tipos de predicado; 3.Objeto direto e indireto; 4. Predicativo do sujeito e do objeto.5. Complemento nominal 6. Aposto; 7. Vocativo; 9. Período composto por coordenação e subordinação. Classificação das orações. 10. Concordância nominal e verbal; 11. Regência nominal e verbal: 12. Colocação pronominal; 13. Estrutura e formação das palavras.

II - MATEMÁTICA: 01- Os números: naturais, fracionários e sua representação decimal, inteiros, racionais, irracionais e reais, operações (adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação e radiciação), suas propriedades e expressões numéricas. 02- Equações do 1° e 2° graus. 03- Equações que se reduzem a uma equação do 2° grau: fracionárias, biquadrada e irracional. 04- Sistemas de equações do 1° grau. 05- Polinômios: expressões algébricas, monômios, polinômios e operações algébricas. 06- Fatoração. 07- Razões e proporções. 08- Grandezas proporcionais. 09- Porcentagem. 10- Juros simples. 11- Noções de geometria: conceitos primitivos, retas transversais retas paralelas. 12- Ângulos. 13- Polígonos. 14- Triângulos e quadriláteros. 15- Circunferência e Círculo. 16- Triângulos retângulos. 17- Razões trigonométricas nos triângulos retângulos. 18- Comprimento e áreas de regiões poligonais planas. 19- Volumes, capacidade e massa. 20- estatística: organização de dados, frequência relativa, medidas estatísticas e informações. 21- Problemas envolvendo os itens do programa.

PROGRAMA DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA E MATEMÁTICA DE NÍVEL MÉDIO

I - LÍNGUA PORTUGUESA: Leitura, compreensão e interpretação de texto; Elementos da comunicação e as funções de linguagem; Análise semântica = valor que a palavra adquire no contexto, sinônimos, antônimos, parônimos e homônimos; Tipos de composição textual; elementos da estrutura narrativa; elementos da estrutura dissertativa; coesão e coerência textual; descrição objetiva e subjetiva; Linguagem denotativa e conotativa; figuras e vícios de linguagem; Variantes linguísticas; linguagem oral e linguagem escrita; formal e informal; gíria; Função da linguagem e níveis de linguagem, Sílaba = separação silábica, classificação das palavras quanto ao número de sílaba e sílaba tônica; Acentuação = acento agudo, circunflexo e grave; regras de acentuação; ocorrência da crase; Encontro vocálico, encontro consonantal e dígrafo; Ortografia (Novo Acordo Ortográfico) Pontuação = Empregar corretamente: ponto-final, ponto-e-vírgula, ponto-de­exclamação, ponto-de-interrogação, dois-pontos, reticências, aspas, parênteses, colchete e vírgula; Classes de palavras: Substantivos = tipos de substantivos, flexão dos substantivos em gênero, número e grau; Artigos = definidos e indefinidos; Adjetivos = classificação dos adjetivos, flexão dos adjetivos, adjetivos pátrios e locução adjetiva; Verbos = Flexões do verbo: modo, tempo e número; regulares, irregulares, auxiliares, abundantes e defectivos; forma verbal; vozes do verbo; tipos de verbo; Pronomes = pessoais do caso reto, oblíquo e de tratamento, indefinido, possessivo, demonstrativo, interrogativo, relativo; Numerais = flexão dos numerais e emprego; Preposições; Conjunções; Interjeições; Advérbios. Frases: tipos de frase; oração; período simples e composto por coordenação e subordinação; Termos da oração = sujeito (tipos de sujeito) e predicado (tipos de predicado);complementos verbais e complementos nominais; aposto; vocativo; adjunto adnominal e adjunto adverbial; Concordância nominal e verbal; Regência nominal e verbal: Colocação pronominal; Estrutura e formação das palavras; Funções das palavras que e se.

II - MATEMÁTICA: 01- ÁLGEBRA I. Conjuntos e conjuntos numéricos. Funções: afim, quadrática, modular, exponencial, logarítmica, logaritmo. Inequações do 1° e 2° graus, e Progressões. 02- GEOMETRIA PLANA: Propriedades de figuras geométricas. Semelhança de triângulo retângulo. Relações métricas no triângulo retângulo. Polígonos regulares inscritos na circunferência. Áreas: medidas de superfície. 03- TRIGONOMETRIA. Trigonometria no triângulo, resolução de triângulos quaisquer; 04- ÁLGEBRA II. Sistemas lineares, análise combinatória. Probabilidade; 05- ESTATÍSTICA. Tabelas, gráficos e medidas; 06- MATEMÁTICA FINANCEIRA. Números proporcionais. Porcentagem. Juros simples e compostos; 07- GEOMETRIA ESPACIAL. Geometria de posição. Poliedros. Prisma e pirâmide. Corpos redondos; 08- GEOMETRIA ANALÍTICA. Ponto e reta. Circunferência; 09- ÁLGEBRA III - Números complexos. Polinômios. Equações algébricas; 10- Problemas envolvendo os itens do programa.

PROGRAMA DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DE NÍVEL SUPERIOR

I - LÍNGUA PORTUGUESA: 01 - Leitura e compreensão de textos literários e/ou informativos, extraídos de livros, revistas, jornais. Interpretação de textos verbais, não-verbais e mistos (quadrinhos, tiras, outdoors, propaganda, anúncios etc). Processos de composição de texto (descritivo, narrativo e dissertativo). Mecanismos Linguísticos, 02 - Classes de palavras: estrutura, formação, flexão e emprego no contexto da enunciação. 03 - Frase, oração e período: estrutura, organização, classificação. Termos da oração e suas funções morfossintáticas. Relações sintático-semânticas entre as orações de um período. Processo de coordenação e de subordinação. 04 - Sintaxe de concordância, de regência e de colocação. Crase. 05 - Semântica: sinônimos e antônimos; conotação e denotação; linguagem figurada. 06 - Níveis e funções da linguagem. Formas do discurso (direto, indireto e indireto livre). 07 - Pontuação: recursos sintáticos e semânticos de pontuação. 08 - Ortografia vigente no Brasil.

PROGRAMA DE PROVA DE ANALISTA DE SISTEMAS

I - PROGRAMA DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DE NÍVEL SUPERIOR- PÁGINA 18

I - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: Fundamentos de Sistemas Operacionais. Fundamentos de Bancos de Dados Relacionais e Linguagem SQL. Linguagem de Programação para Plataforma Cliente/Servidor. Técnicas de Testes de Sistemas. Estrutura de Dados e Métodos de Armazenamento. Modelagem de Dados: Notações e Conceitos. Análise Estruturada: Diagrama de Fluxos de Dados e Decomposição Funcional. Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas de Informação: Fases e Atividades. Orientação a Objeto: Conceitos Fundamentais e Ferramentas. Administração de redes.

PROGRAMA DE PROVA DE ASSISTENTE SOCIAL

I - PROGRAMA DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DE NÍVEL SUPERIOR- PÁGINA 18

II - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 01 - Noções de políticas públicas Sociais (SUAS) e Programas Sociais; 02 - Procedimentos profissionais, métodos de ação do Serviço Social; 03 - Código de Ética profissional dos Assistentes Sociais; 04 - Lei 8742/93-Conhecimento da Lei Orgânica de Assistência Social (LOAS) e suas alterações, Lei 8069/90 Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e suas alterações e da Lei 10.741/03- Estatuto do Idoso e suas alterações; 05 - Lei 7.853/89 e suas alterações; 06 - Declaração Universal dos Direitos Humanos; 07 - Política Nacional de Saúde Mental; 08 - Projeto Ético Político do Serviço Social; 09 - Atuação do Assistente Social junto aos Programas Sociais; Lei N° 8213/91 - Dispõe sobre os Benefícios da Previdência Social; Lei N° 8080/90 -Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde; Lei N° 8212/91 - Lei Orgânica da Seguridade Social; Lei N° 11.343/2006 - Institui o sistema Nacional de Políticas Públicas sobre drogas; 11.340/2006 - Violência doméstica e familiar contra a mulher; Portaria 154/09 NASF; Portaria 399/06 - Pacto pela Saúde.

PROGRAMA DE PROVA DE AUXILIAR DE SECRETARIA ESCOLAR

I - PROGRAMA DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DE NÍVEL FUNDAMENTAL- PÁGINA 17

II - PROGRAMA DA PROVA DE MATEMÁTICA DE NÍVEL FUNDAMENTAL - PÁGINA 17

III - CONHECIMENTOS DE INFORMÁTICA: Conceitos básicos de operação com arquivos em ambientes Windows e Linux - Conceitos de gerenciamento de arquivos: copiar, colar, cria diretórios, mover - Utilização do Windows Explorer - Conhecimentos básicos de editor de texto: criação, formatação e impressão (Office2003-2007, BrOffice) - Conhecimentos Básicos em Planilhas Eletrônicas: criação, formatação e organização de planilhas eletrônicas.(Office 2003 - 2007, BrOffice) - Banco de Dados Access - Conhecimentos básicos de Internet e gerenciamento de e-mails.

PROGRAMA DE PROVA DE AGENTE DE SERVIÇO ADMINISTRATIVO

I - PROGRAMA DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DE NÍVEL MÉDIO - PÁG. 18

II - PROGRAMA DA PROVA DE MATEMÁTICA DE NÍVEL MÉDIO - PÁG. 18

III - CONHECIMENTOS DE INFORMÁTICA: Conceitos básicos de operação com arquivos em ambientes Windows e Linux - Conceitos de gerenciamento de arquivos: copiar, colar, cria diretórios, mover - Utilização do Windows Explorer - Conhecimentos básicos de editor de texto: criação, formatação e impressão (Office2003-2007, BrOffice) - Conhecimentos Básicos em Planilhas Eletrônicas: criação, formatação e organização de planilhas eletrônicas.(Office 2003 - 2007, BrOffice) - Banco de Dados Access - Conhecimentos básicos de Internet e gerenciamento de e-mails.

PROGRAMA DE PROVA DE BIÓLOGO

I - PROGRAMA DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DE NÍVEL SUPERIOR- PÁGINA 18

II - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS- 01 - Leis que regem o exercício profissional; 02 - Classificação dos seres vivos; 03 - Reino monera, protista e fungi: - classificações - características morfológicas e fisiológicas - reprodução; 04 - Reino Plantae: - Algas, Briófitos, Pteridófitos, Gimnospermas e Angiospermas, Morfologia, Classificações e Reprodução; - Nutrição das plantas; - Hormônios vegetais; 05 - Reino Animal: - Animais invertebrados; - Animais vertebrados; - Anatomia e fisiologia dos animais; - Classificação e reprodução. 06 - Ecologia: - Dinâmica das comunidades biólogas; Fatores de desequilíbrio ecológico.

PROGRAMA DA PROVA DE ENFERMEIRO

I - PROGRAMA DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DE NÍVEL SUPERIOR- PÁGINA 18

II - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 01 - Administração aplicada a enfermagem: gerência e liderança, supervisão e auditoria; administração de recursos materiais e recursos humanos em enfermagem. 02 - Metodologia da assistência de enfermagem: Sistematização da Assistência em Enfermagem, Exame Físico. Processo de Enfermagem. 03 - Aspectos Éticos e Legais da Prática de Enfermagem; exercício profissional, princípios, direitos, deveres, regulamentação do exercício profissional. 04 - Procedimentos de enfermagem: técnicas básicas de enfermagem: curativo, administração de medicamentos, cateterismo vesical, sondagem gástrica e entérica, sinais vitais, drenos, cateteres, etc. 05 - Enfermagem em clínica médica/saúde do adulto: Assistência de enfermagem aos clientes com distúrbios: oncológicos, respiratórios, cardiovasculares, neurológicos, hematológicos, gastrointestinais, ortopédicos, gênito-urinários, endócrinos, metabólicos, hidroeletrolíticos e de locomoção. 06 - Enfermagem em clínica cirúrgica: assistência de enfermagem no pré, trans e pós operatório; tipos de cirurgia, principais complicações no pós-operatório imediato dos diversos tipos de cirurgia; procedimentos de enfermagem no centro de esterilização de materiais; desinfecção e esterilização - meios e métodos. 07 - Enfermagem em emergência: técnicas de assistência ventilatória, atendimento pré-hospitalar, atendimento ao paciente politraumatizado, exame neurológico, acidente vascular isquêmico e hemorrágico, coma, convulsão e hipertensão intracraniana, emergências hipertensivas, edema agudo de pulmão, síndromes coronarianas, arritmias cardíacas, parada cardiopulmonar , reanimação cardiopulmonar, choque hipovolêmico, choque cardiogênico, choque séptico, bronquite, enfisema pulmonar, asma, tromboembolismo pulmonar, hemorragia digestiva, abdome agudo, cetoacidose diabética, desequilíbrio hidroeletrolíticos, desequilíbrios ácido-básicos, queimaduras, afogamento, acidentes com animais peçonhentos, intoxicação exógena, emergências psiquiátricas, traumatismo crânio-encefálico; traumatismo raqui-medular; traumatismo torácico e traumatismo abdominal; fraturas e entorses. 08 - Enfermagem em saúde pública: Influenza Pandêmica A (H1N1), Dengue, Tuberculose, Hanseníase, Hepatites, Infecção pelo Papiloma Vírus Humano (HPV), Leishmaniose Tegumentar Americana, Leishmaniose Visceral, Tétano Acidental, Tétano Neonatal, Tuberculose, Varicela / Herpes Zoster; Hipertensão arterial, Doenças cardiovasculares, Diabetes mellitus, Obesidade, Artrite, Osteoporose, Dislipidemia, Hipertensão arterial; Sistema Único de Saúde (SUS); Programa Nacional de Imunização (PNI); DST/AIDS; Vigilância Epidemiológica e Sanitária; 09 - Enfermagem na saúde da mulher: assistência de enfermagem à paciente com câncer de colo de útero e de mama; humanização do parto e nascimento; assistência de enfermagem no pré-natal, parto e puerpério; gravidez de risco; emergências e urgências obstétricas e ginecológicas.

10 - Enfermagem em saúde da criança: crescimento e desenvolvimento; saúde da criança; assistência de enfermagem à criança hospitalizada; doenças agudas na infância; prevenção de acidentes na infância. Assistência de enfermagem ao recém-nato. Urgência e emergências infantis.

11 - Enfermagem em saúde do adolescente: medidas de promoção e prevenção a saúde do adolescente; vacinação do adolescente, a puberdade, sexualidade, anticoncepção na adolescência; distúrbios psicológicos na adolescência; 12 - Enfermagem em saúde do idoso: urgências e emergências geriátricas; políticas públicas de relevância para a saúde da pessoa idosa no sistema único de saúde; humanização e acolhimento à pessoa idosa na atenção básica; promoção de hábitos saudáveis; atribuição dos profissionais da atenção básica no atendimento à saúde da pessoa idosa; avaliação global da pessoa idosa; atenção domiciliar às pessoas idosas; principais agravos a saúde do idoso.

PROGRAMA DA PROVA DE ENGENHEIRO AMBIENTAL

I - PROGRAMA DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DE NÍVEL SUPERIOR- PÁGINA 18

II - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: Licenciamento ambiental e suas etapas; Outorga de direito de uso de recursos hídricos, auditoria e certificação ambiental; Panorama geral da Engenharia Ambiental no Brasil: histórico, bases legais da atividade profissional e mercado de trabalho; Unidades de conservação: Unidades de Conservação de Proteção Integral e Unidades de Conservação de uso sustentável; Recursos naturais: Utilização dos recursos naturais, desenvolvimento econômico e degradação ambiental. Desenvolvimento sustentável. Impactos ambientais: conceituação. Fatores ambientais: Metodologias de análise de impacto ambiental; Saneamento e Planejamento Urbano; Meio ambiente e energia. Poluição Hídrica: Conceito, controle, aspectos técnicos e legais. Resíduos sólidos: Classificação, quantificação e qualificação. Acondicionamento, Reciclagem, tratamento e disposição. Recuperação de áreas degradadas. Principais poluentes. Índices de qualidade do ar. Controle de Poluição.

PROGRAMA DE PROVA DE FARMACÊUTICO

I - PROGRAMA DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DE NÍVEL SUPERIOR- PÁGINA 18

II - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: FARMÁCIA: Farmacologia e terapêutica - Conhecimentos relativos às drogas: fisiopatologia, classificação, efeitos, indicações, contra-indicações, mecanismo de ação, toxicidade, reações adversas. Fatores que afetam a resposta farmacológica. Farmacocinética: via de administração de drogas, absorção, biodisponibilidade, meia-vida das drogas, distribuição, biotransformação, excreção. Farmacodinâmica: mecanismo de ação das drogas, interação droga-receptor, relação dose-efeito, sinergismo, tipos de antagonismo, eficácia e potência de uma droga. Farmacologia dos Principais grupos terapêuticos. Interações farmacológicas: interação medicamento - medicamento e medicamento-alimento. Fatores que Alteram os Efeitos de Medicamentos. Manipulação Farmacêutica: Farmacotécnia e formas farmacêuticas sólidas, líquidas, semissólidas e injetáveis. Aspectos técnicos e práticos para a produção de fórmulas em geral. Qualidade da água a ser empregada nas formulações. Manipulação de germicidas. Análises físico - químicas e microbiológicas empregadas para testar as formulações. Preparações Farmacêuticas e suas Elaborações. Formas farmacêuticas - preparação, vantagens e desvantagens das principais vias de administração. Controle e gerenciamento da qualidade em manipulação e fabricação de medicamentos. Assistência Farmacêutica: Ciclo da Assistência Farmacêutica - produção, seleção, programação, aquisição, armazenamento, distribuição, prescrição, dispensação de medicamentos. Uso Racional de Medicamentos, Assistência Farmacêutica na atenção básica. Controle e planejamento de estoques. Noções de Licitação. Assistência Farmacêutica no SUS (Medicamentos disponibilizados, Programas aos quais se destinam - Saúde Mental, Excepcionais, Hipertensão e Diabetes, Estratégicos, Aids, etc). Noções gerais de Legislação Farmacêutica e Ética profissional: Legislações relacionadas a farmácias e drogarias; leis e resoluções que regem o exercício da profissão. Saúde Pública: Atualidades sobre Saúde Pública. Vacinação de crianças, adultos e idosos. Bromatologia básica. Cuidados farmacêuticos na atenção primária a saúde. Uso racional de medicamentos. Problemas relacionados a medicamentos. Farmacovigilância e Farmacoepidemiologia. RENAME - relação nacional de medicamentos. Padronização de medicamentos. Medicamentos Essenciais. Farmácia Hospitalar: conceito, funções, área física e setores. Gestão de estoque: aquisição, armazenamento, conservação, distribuição e controle de medicamentos e material médico-hospitalar. Biossegurança.

PROGRAMA DA PROVA DE FONOAUDIÓLOGO

I - PROGRAMA DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DE NÍVEL SUPERIOR- PÁGINA 18

II - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 01 - Conceitos básicos da comunicação oral e escrita, voz, fala, linguagem, audição e estruturas que envolvem todos estes processos. Distúrbios da linguagem oral e escrita. 02 - As patologias fonoaudiológicas que compreendem a linguagem oral: atraso de linguagem, afasia, conceitos, etiologias, sintomas, diagnóstico, avaliação e tratamento. 03 - As patologias fonoaudiológicas que compreendem a linguagem escrita: avaliação e tratamento; 04 - O sistema estomatognático e as interferências na competência da motricidade oral - avaliação e tratamento. Fissuras labiais e palatinas. Avaliação e tratamento; 05 - O desenvolvimento normal da fala e as patologias fonoaudiológicas: dislalia, disartrias, disfluencias (gagueira). Fundamentação teórica, etiológias, avaliação e tratamento. 06 - Mecanismo de produção vocal, sistema respiratório e de ressonância e as patologias fonoaudiológicas nas disfonias. Avaliação e Tratamento. Trabalho Fonoaudiológico com a voz na terceira idade. 07 - Audição normal e patológica: graus e tipos de perdas. Avaliação audiológica e importância dos achados. Diagnóstico. Considerações sobre o processo de seleção e adaptação de próteses auditivas. Desenvolvimento da comunicação do deficiente auditivo. 08 - Fonoaudiologia Hospitalar. Fonoaudiologia e Neonatologia, avaliação e tratamento. Disfagia, avaliação e tratamento. Triagem auditiva neonatal.

PROGRAMA DE PROVA DE HISTORIADOR

I - PROGRAMA DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DE NÍVEL SUPERIOR- PÁGINA 18

II - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 01 - Patrimônio Público: O que é patrimônio público; bens públicos, sua classificação e destinação; como cuidar do patrimônio público; fiscalização e controle do patrimônio público e Punições referentes a violação do patrimônio público. Leis:N° 3924/1961; N° 8313/1991; N° 6292/1995; N° 9312/1996; N° 9999/2000; N° 4717/29.06.65. Tempo e História. 02 - História Antiga e Medieval: Pré-história: Origem humana; As primeiras sociedades; primeiros povos da América. Antiguidade Oriental: povos da Mesopotâmia; Egípcios; Hebreus, fenícios e persas. Antiguidade Clássica: Gregos e Romanos. Idade Média Oriental: Império Bizantino; mundo Islâmico. Idade Média Ocidental: Reinos germânicos e Império Carolíngio; Feudalismo; Igreja e cultura medieval; os séculos finais da Idade Média. 03 - História Moderna e Contemporânea: Idade Moderna: Renascimento; Reforma Religiosa; Expansão europeia e conquista da América; o impacto da conquista; Mercantilismo e sistema colonial. Brasil Colônia: Início da colonização; administração portuguesa e Igreja católica; economia açucareira; condições da escravidão africana; domínio espanhol e Brasil holandês; expansão territorial e seus conflitos; mineração. O mundo em transformação (século XVII-XVIII) : Antigo Regime e Revolução Inglesa; Iluminismo e despotismo esclarecido; Revolução Industrial; EUA: da colonização à Independência; Revolução Francesa. O mundo no século XIX: a Era Napoleônica e Congresso de Viena; Independência das colônias da América espanhola e do Haiti; Revoluções liberais, nacionalismos e unificações; Expansão do Imperialismo; América no século XIX. O Brasil no século XIX: Independência política do Brasil; Primeiro Reinado; Período Regencial; Segundo Reinado; a crise do império; a instituição da república. O mundo na primeira metade do século XX: Primeira Guerra Mundial; Revolução Russa; Crise do capitalismo e regimes totalitários; Segunda Guerra Mundial. O Brasil na primeira metade do século XX: Sociedade e economia na Primeira República; Revoltas na Primeira República; a Era Vargas. O mundo Contemporâneo: Pós-guerra; Descolonização e conflitos regionais; Socialismo: das revoluções às crises; países ricos e pobres e a globalização. O Brasil contemporâneo: período democrático; governos militares e a volta de processo democrático. O progresso científico e cultural. (Dos tempos antigos até os tempos atuais).

PROGRAMA DE PROVA DE MÉDICO ANESTESIOLOGISTA

I - PROGRAMA DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DE NÍVEL SUPERIOR- PÁGINA 18

II - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: Anestesia em cardiopatas; Recuperação pós anestésica; Anestesiologia infantil; Relaxantes musculares; Pacientes portadores de deficiência física; Anestésicos inalatórios; Cateter; Modalidade ventilatória; Plexo braquial; Código de Ética Médica; Tipos de anestésicos; Conduta relacionada ao neonato e ao adulto; Plano anestésico; Farmacologia; Pacientes em choque. Epidemiologia; Medicina Social e Preventiva; Código de Ética; Código de Processo Ético; Saúde Pública; Atualidades sobre Saúde Pública; Atualidades sobre Medicina Geral

PROGRAMA DE PROVA DE MÉDICO CARDIOLOGISTA

I - PROGRAMA DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DE NÍVEL SUPERIOR- PÁGINA 18

II - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: Hipertensão Arterial; Insuficiência Cardíaca; Insuficiência Coronariana: Aguda; Crônica; Válvula Patias; Cardiopatia Congênita; Arritmia Cardíaca. Epidemiologia; Medicina Social e Preventiva; Código de Ética; Código de Processo Ético; Saúde Pública; Atualidades sobre Saúde Pública; Atualidades sobre Medicina Geral.

PROGRAMA DE PROVA DE MÉDICO CIRURGIÃO

I - PROGRAMA DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DE NÍVEL SUPERIOR- PÁGINA 18

II - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: Antibióticos em cirurgia; Afecções cirúrgicas do fígado e vias biliares; Afecções cirúrgicas do esôfago; Tumores de mama; Hérnias de inguinais; Úlcera duodenal; Choque; Resposta endócrino e metabólica ao trauma; Afecções cirúrgica do intestino. Epidemiologia; Medicina Social e Preventiva; Código de Ética; Código de Processo Ético; Saúde Pública; Atualidades sobre Saúde Pública; Atualidades sobre Medicina Geral.

PROGRAMA DA PROVA DE MÉDICO CLÍNICO GERAL

I - PROGRAMA DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DE NÍVEL SUPERIOR- PÁGINA 18

II - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 01 - Agentes Anti-infecciosos, Quimioterápicos e antibióticos. 02 - Anemias. 03 - Artrite Reumatóide. 04 - Asma brônquica. 05 - Cardiopatia isquêmica. 06 - Cirrose hepática. 07 - Distúrbios hemorrágicos. 08 - Distúrbios imunológicos. 09 - Doenças causadas por bactérias. 10 - Doenças causadas por vírus. 11 - Doenças causadas por fungos. 12 - Doenças causadas por helmintos e protozoários. 13 - Doenças da mama e aparelho genital feminino. 14 - Doenças da Tireóide. 15 - Doenças das vias aéreas superiores. 16 - Doenças das vias biliares. 17 - Doenças do esôfago. 18 - Doenças do estômago. 19 - Doenças do intestino delgado e grosso. 20 - Doenças dos pâncreas. 21 - Doenças pulmonares ambientais. 22 - Doenças Sexualmente transmissíveis e AIDS. 23 - Doenças vasculares cerebral. 24 - DPOC. 25 - Epilepsia e distúrbios convulsivos. 26 - Febre reumática. 27 - Hepatites. 28 - Hipertensão arterial. 29 - Imunização. 30 - Infecção de vias urinárias e nefrolitíase. 31 - Infecções do sistema nervoso central. 32 - Insuficiência cardíaca. 33 - Leucoses e Linfomas. 34 - Neoplasias do pulmão. 35 - Terapêutica médica e interação medicamentosa. 36 - Tópico de Psiquiatria: Distúrbios neurovegetativos, neuroses e psicoses. 37 - Tumores de Pele. 38 - Tumores do fígado. 39 - Lei 8080/90; 40 - Portaria 399/2006 - Pacto pela Vida.

PROGRAMA DE PROVA DE MÉDICO GINECOLOGISTA

I - PROGRAMA DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DE NÍVEL SUPERIOR- PÁGINA 18

II - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS:Abordagem clínica à ginecologia; Anatomia; Função Ovariana; Fenômenos cíclicos e menstruação; Concepção; Gravidez e modificações gravídicas; Função mamária e seus distúrbios; Anomalias e deformações dos sistemas urogenitais; Intersexualidade e assexualidade; Aborto; Tumores Trofoblásticos; Prolapso genital; Infecções pélvicas; Endometriose; Tumores (vulva, vagina, útero, ovário) benignos e malignos; Amenorréias; Dismenorréias; Metrorrogias; Secreção vaginal e vulvovaginites; Condilomatose; Esterilidade e subfertilidade; Terapêutica hormonal; Climatério e menopausa. Epidemiologia; Medicina Social e Preventiva; Código de Ética; Código de Processo Ético; Saúde Pública; Atualidades sobre Saúde Pública; Atualidades sobre Medicina Geral.

PROGRAMA DE PROVA DE MÉDICO ORTOPEDISTA

I - PROGRAMA DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DE NÍVEL SUPERIOR- PÁGINA 18

II - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: Princípios gerais da ortopedia; Infecções articulares; Tumores; Fraturas e luxações; Distúrbios de músculos, tendões e estruturas associadas; Distúrbios traumáticos das articulações; Anomalias congênitas; Traumatismos e doenças da coluna vertebral; Artroscopia; Traumatologia infantil. Epidemiologia; Medicina Social e Preventiva; Código de Ética; Código de Processo Ético; Saúde Pública; Atualidades sobre Saúde Pública; Atualidades sobre Medicina Geral.

PROGRAMA DE PROVA DE MÉDICO PEDIATRA

I - PROGRAMA DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DE NÍVEL SUPERIOR- PÁGINA 18

II - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: A Consulta Pediátrica; O Recém-nascido; Crescimento, desenvolvimento e seus problemas do RN à puberdade; Distúrbios nutritivos; Os problemas neurológicos (e neuromusculares); Os problemas oftalmológicos na criança; Os problemas do ouvido, nariz e garganta; Os distúrbios respiratórios; Os distúrbios cardiológicos; Os problemas do aparelho digestivo e da parede abdominal; A criança ictérica; Os problemas urinários; Os problemas da região inguinoescrotal e dos órgãos genitais externos; Os problemas da pele e as doenças exantemáticas e o edema; Os problemas do sistema osteoarticular e as colagenoses; Os problemas hematológicos; Hepatoesplenomegalia e adenomegalia; A febre, as infecções e as infestações na infância; Os tumores na infância; Antibióticos e quimioterápicos em pediatria. Epidemiologia; Medicina Social e Preventiva; Código de Ética; Código de Processo Ético; Saúde Pública; Atualidades sobre Saúde Pública; Atualidades sobre Medicina Geral.

PROGRAMA DA PROVA DE MÉDICO PSIQUIÁTRA

I - PROGRAMA DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DE NÍVEL SUPERIOR- PÁGINA 18

II - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 01 - Síndromes e Transtornos Mentais Orgânicos; 02 - Demências na senilidade e pré-senilidade; 03 - Transtornos Mentais Orgânicos induzidos por substâncias psicoativas; 04 - Esquizofrenia; 05 - Transtorno delirante paranóico; 06 - Transtornos Psicóticos S.O.E.; 07 - Transtornos afetivos; 08 - Transtornos de Ansiedade; 09 - Transtornos Somatomorfos; 10 - Transtornos Dissociativos; 11 - Transtornos Sexuais; 12 - Transtornos do Sono; 13 - Transtornos Factícios; 14 - Transtornos de Personalidade; 15 - Transtornos da Alimentação; 16 - Psiquiatria Infantil; 17 - Psiquiatria Comunitária; 18 - Psiquiatria Forense; 19 - Emergências psiquiátricas; 20 - Epidemiologia dos Transtornos Mentais; 21 - Testes Laboratoriais e outros Testes; 22 - Psicofarmacoterapia e Terapias convulsivantes; 23 - Psicoterapias. Epidemiologia; 24 - Medicina Social e Preventiva; 25 - Código de Ética; 26 - Código de Processo Ético; 27 - Saúde Pública; 28 - Atualidades sobre Saúde Pública; 29 - Atualidades sobre Medicina Geral. 30 - Realidade Municipal de Saúde.

PROGRAMA DA PROVA DE NUTRICIONISTA

I - PROGRAMA DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DE NÍVEL SUPERIOR- PÁGINA 18

II - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 01 - Nutrição básica. Finalidades e Leis. 02 - Nutrição dos grupos etários. 03 - Principais carências nutricionais. 04 - Nutrientes. Dieta normal. 05 - Digestão, absorção e metabolismo. 06 - Diabetes Mellitus. 07 - Doença renal. 08 - Desnutrição: conceito, nomenclatura, classificação. 09 - A ética: seus fundamentos e problemáticas. 10 - Administração do Serviço de Nutrição e Dietética. 11 - Microbiologia de alimentos. Intoxicação alimentar. 12 - Conservação de alimentos pelo uso de aditivos. Legislação Brasileira. 13 - Fundamentos do Comportamento Alimentar. 14 - Nutrição durante as doenças do lactente e da criança.

PROGRAMA DA PROVA DE PEDAGOGO SUPERVISOR / INSPETOR

I - CONHECIMENTOS PEDAGÓGICOS: 01 - Constituição Federal de l988 - Cap. III, seção I - Da Educação; 02 - Lei n° 11.494/07(FUNDEB); 03 - Lei N° 9394/96 e suas alterações (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional); 04 Lei N° 8069 de 1990 - Estatuto da Criança e do Adolescente II - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 01 - A identidade profissional do especialista em educação; 02 - A ação do Especialista em Educação e o projeto político - pedagógico da escola; 03 - As concepções de aprendizagem, de currículo e de avaliação; 04 - Parâmetros Curriculares Nacionais; 05 - Pedagogia de inclusão; 06 - Instituições colegiadas; 07 - O processo pedagógicos: planejamento, desenvolvimento e avaliação.

PROFESSOR I NS- EDUCAÇÃO INFANTIL

I - CONHECIMENTOS PEDAGÓGICOS: 01 - Projeto Político-Pedagógico (caracterização, elaboração e execução); 02 - Colegiado Escolar (composição, atribuições e participação dos segmentos); 03 - A relação escola, comunidade e família 04 - O trabalho escolar e o processo de inclusão; 05 - A contextualização dos currículos (interdisciplinaridade, transdisciplinaridade e multidisciplinaridade); 06 - Os processos e os instrumentos de avaliação da aprendizagem; 07 - Organização dos tempos e espaços escolares; 08 - Parâmetros Curriculares Nacionais; 09 - Leitura Escrita e Processos de Aprendizagem na Alfabetização; 10 - Educação Infantil e a nova L.D.B. Lei 11.114/05. II - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: PORTUGUÊS: interpretação de texto. Aspectos gramaticais: fonema, ortografia, morfossintaxe (classe de palavras, flexão e emprego), sintaxe (frase, oração, período simples e composto, termos da oração, concordância verbal e nominal, regência verbal; MATEMÁTICA: sistema de numeração: números naturais - operações. Números racionais (representação fracionária e decimal, operações) Porcentagem, Medidas de grandeza. Comprimento. Superfície (quadrado, retângulo, triângulo). Volume (cubo, paralelepípedo e retângulo). Capacidade, massa e tempo. Noções de geometria: ponto, reta, plano, polígono e sólido.; CIÊNCIAS: seres vivos e inatos. A natureza e os elementos que constituem: ar, água, solo, rochas. Ecossistemas: cadeia alimentar, poluição, preservação do meio ambiente,reprodução dos seres vivos, higiene, alimentação, doenças,crescimento e desenvolvimento; HISTÓRIA: aspectos metodológicos do ensino de História : identidade biológica, social civil e cultural do aluno e da família; Identificação dos serviços públicos (público e privado). Os serviços urbanos, ontem e hoje. Os portugueses e a apropriação da terra.; GEOGRAFIA: dimensão espacial do corpo; relação nos espaços de vivência - escola, família e vizinhança;Produção e organização da vida no espaço de vivências (atividades econômicas, importância do processo industrial, relações cidade-campo); Recursos naturais; Elementos naturais (produção e distribuição das culturas); Organização político-administrativa; Processo de industrialização criando espaços de vivência na cidade ou no campo; Processo industrial (relações de circulação/distribuição e consumo); Recursos naturais.

PROGRAMA DA PROVA DE CONHECIMENTOS PEDAGÓGICOS DE PROFESSOR II I - CONHECIMENTOS PEDAGÓGICOS: 01 - A educação pública como instrumento de inclusão social; 02 - O Projeto Político-Pedagógico da escola (conceito, caracterização, elaboração e execução); 03 - O trabalho escolar e o processo educacional: o desenvolvimento da aprendizagem enquanto instrumento de inclusão; 04 - A organização curricular compromissada com a aquisição de competências e habilidades; 05 - A interdisciplinaridade e a contextualização dos currículos; 06 - Os processos de avaliação da aprendizagem; 07 - A organização dos tempos e dos espaços escolares; 08 - Os colegiados escolares (composição, atribuições e participação dos segmentos); 09 - A relação da escola com a família: a transformação na estrutura familiar e suas repercussões no processo educativo e nas funções da escola; 10 - A articulação escola/família no processo educativo; 11 - As políticas públicas e a reforma das estratégias educacionais: a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei n.º 9394/96) análise do seu significado para a educação brasileira.

PROGRAMA DA PROVA DE PROFESSOR II - ARTES

I - CONHECIMENTOS PEDAGÓGICOS - PROGRAMA NA PÁG. 26

II - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 01 - Princípios e critérios para o planejamento de conteúdos e atividades. 02 - Critérios na seleção dos conteúdos culturais. 03 - Interdisciplinaridade. 04 - Educação Artística - Conceito de Arte. Análises e interpretações da linguagem artística. Metodologias pertinentes ao ensino da Arte. 05 - História da Arte - Renascimento, Barroco, Impressionismo. A Arte da sociedade Industrial. O Barroco no Brasil. 06 - Artes Plásticas - As Artes Plásticas no Brasil. A cor como Expressão Plástica. 07 - Educação Musical - Parâmetros sonoros. Grafia musical. 08 - Artes Cênicas - O Teatro no ensino fundamental. Expressão Corporal. 09 - Cultura popular - Objetivos da utilização do Folclore na escola. Manifestações Artísticas e Populares Brasileiras. 10 - Artesanato no Brasil.

PROGRAMA DA PROVA DE PROFESSOR II - CIÊNCIAS

I - CONHECIMENTOS PEDAGÓGICOS - PROGRAMA NA PÁG. 26

II - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: Parte de Biologia 1 - Organização, características, classificação e diversidade dos seres vivos (animal e vegetal); 2 - Citologia, Histologia, Anatomia e fisiologia dos seres vivos (animal e vegetal)); 3 - Origem e evolução dos seres vivos; 4 - Genética; 5 - Sistemas (animal e vegetal): a) reprodução, b) respiração; c) circulação, d) digestão, e) excreção, f) nervoso, g) endócrino, h) sensorial, i) tegumentar, j) muscular, k) esquelético. 6 - Doenças (parasitoses, endemias, epidemias, pandemias); 7 - ecologia; 8 - Biosfera e ação humana; 9 - dinâmica das comunidades biológicas; 10 - Fatores de desequilíbrio ecológico; 11 - assuntos relacionados com: Drogas, DSTs, ocupação ambiental; adolescência, sexo e gravidez, nutrição, poluição, lixo, acidentes radioativos, água, ar, solo, câncer, hipertensão, diabetes; Parte de Química: 1 - Tabela periódica; 2 - Modelos atômicos - elementos químicos- representações; 3 - substâncias puras e misturas; 4 - ligações químicas; 5 - funções químicas; 6 - propriedades da matéria; 7 - reações químicas; Parte de Física: 1 - Energia e transformação da energia; 2 - Cinemática; 3 - dinâmica; 4 - trabalho e máquinas; 5 - potência.

PROGRAMA DA PROVA DE PROFESSOR II - EDUCAÇÃO FÍSICA

I - CONHECIMENTOS PEDAGÓGICOS - PROGRAMA NA PÁG. 26

II - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 01 - Anatomia: Introdução à análise das técnicas corporais: bases de exercícios; 02 - Atividades rítmicas e expressivas; 03 - Crescimento e Desenvolvimento Motor; 04 - Educação Física e pessoa com deficiência; 05 - Educação Física e saúde ética e cidadania; 06 - Fisiologia do exercício; 07 - Jogos, ginásticas. lutas e brincadeiras; 08 - Psicomotricidade; 09 - Tendências Pedagógicas da Educação Física Escolar; 10 - Esportes: Conceitos, fundamentos, técnicas e táticas, regras oficiais; 11 - Atualidades.

PROGRAMA DA PROVA DE PROFESSOR II - GEOGRAFIA

I - CONHECIMENTOS PEDAGÓGICOS - PROGRAMA NA PÁG. 26

II - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: Questões técnicas e metodológicas da Geografia - As relações sociedade/natureza do ensino da Geografia. O repensar constante do ensino da Geografia a partir da leitura das paisagens. Produção/organização do espaço brasileiro e suas relações, internacionais. As fases da industrialização e o processo de ocupação do território e suas vinculações com a industrialização mundial. - A industrialização e o processo de urbanização brasileira (movimentos da população), industrialização, urbanização, questão ambiental (qualidade de vida). Relação cidade / campo. As relações de produção, circulação, distribuição e consumo, nos vários movimentos de ocupação do território brasileiro. Recursos naturais brasileiros no processo de produção e organização do território nacional (questão ambiental). A organização da sociedade no território brasileiro. Organização regional do território brasileiro. O processo de regionalização do território brasileiro - as relações de trabalho e os movimentos da população os recursos naturais e regionalização. As regiões Geoeconômicas brasileiras. A divisão político-administrativo regional e o planejamento da organização do território brasileiro - a divisão regional atual IBGE - as outras divisões regionais do território brasileiro. Organização do espaço mundial, processo de industrialização e urbanização na edificação do espaço mundial, a espacialização da indústria no mundo. Os recursos naturais do globo e a questão ambiental. O processo de apropriação/utilização, conservação/degradação dos grandes conjuntos morfoclimáticos, os recursos minerais e a escola geológica do tempo, a industrialização, recursos naturais e a questão ambiental. A regionalização mundial - A geopolítica na atualidade e reestruturação da ordem mundial. A geopolítica e o processo de expansão das relações capitalistas no globo, surgimento do mundo de produção socialista e suas repercussões na organização do espaço mundial. A organização da sociedade mundial na atualidade. Área de conflito no mundo atual - região do Golfo Pérsico - o Leste Europeu, O Fenômeno da Globalização.

PROGRAMA DA PROVA DE PROFESSOR II - HISTÓRIA

I - CONHECIMENTOS PEDAGÓGICOS - PROGRAMA NA PÁG. 26

II - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: Aspectos metodológicos do ensino da história. A história como conhecimento humano. Formação do espaço social brasileiro a apropriação da terra, a apropriação da América pelos Europeus, formação da sociedade brasileira, a organização administrativa, a organização econômica e as formas de trabalho, a sociedade colonial, expansão territorial e das descobertas das minas, influência das ideologias literais na história do Brasil e movimentos político-sociais no Final do Sec. XVIII, transformações ocorridas na Europa no início do Séc. XIX e a vinda da Corte portuguesa para o Brasil. Formação do espaço social brasileiro independente: a colonização da América - sistemas coloniais e mercantilismo, movimentos da independência, a organização do Estado Brasileiro, movimentos populares e agitações político-sociais nas províncias, mudanças no panorama mundial e transformações sócio-econômicas no Brasil. O Brasil no século XX, a Segunda república e a crise mundial, uma experiência democrática no Brasil - Deposição de Vargas e a era JK, o golpe de 1964 e a abertura democrática. O Estado nacional brasileiro na América Latina. O Estado brasileiro atual, os Estados Nacionais na América Latina (semelhanças e diferenças), a formação dos Estados Nacionais liberais nos séculos XVIII e XIX nas Américas. A modernização dos Estados Republicanos na América Latina - Brasil, Argentina, México, Paraguai, Uruguai e Chile, a crise dos Estados republicanos na América Latina e suas manifestações. As novas relações econômicas e políticas - a Globalização e o Mercosul, as manifestações culturais na América Latina - ontem e hoje. A construção do Brasil contemporâneo na ordem internacional: transição do Feudalismo para o Capitalismo, potências européias e a disputa pelas regiões produtoras de matéria prima, consolidação do Capitalismo monopolista nos EUA e a crise mundial do liberalismo, os conflitos entre as grandes potências e a Consolidação do Capitalismo monopolista no Brasil, governos militares na América e o processo de redemocratização desenvolvimento brasileiro na atualidade, o Brasil no contexto do mundo atual.

PROGRAMA DA PROVA DE PROFESSOR II - INGLÊS

I - CONHECIMENTOS PEDAGÓGICOS - PROGRAMA NA PÁG. 26

II - ESPECÍFICA: 01 - Objetivo Geral: Compreensão e interpretação de textos; 02 - Objetivos Específicos: a) Reconhecer as estruturas particulares da língua; b) Desenvolver a capacidade de síntese, análise, dedução e seleção. A prova constará de um texto informativo em que apareçam as estruturas básicas da língua. O conhecimento de gramática será exigido em nível funcional para auxiliar a interpretação do texto; o uso do Dicionário não será permitido.

PROGRAMA DA PROVA DE PROFESSOR II - MATEMÁTICA

I - CONHECIMENTOS PEDAGÓGICOS - PROGRAMA NA PÁG. 26

II - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: - Aspectos metodológicos do ensino da Matemática. A Matemática e seu papel no desenvolvimento do pensamento lógico da criança. Sistema de numeração decimal; Números naturais e inteiros/operações. Números racionais absolutos e relativos - representação fracionária e decimal/operações. Proporcionalidade - razão, escala, proporção, grandezas diretamente e universalmente proporcionais, regra de três simples e composta, porcentagem, juros. Números reais: Expressões algébricas racionais e polinômios, equações algébricas fracionárias. Equações, Sistemas e inequações 1ª grau. Equações do 2ª grau. Medidas de comprimento, superfície, capacidade, volume, massa, tempo, ângulos, área. Geometria - noções de reta, semi-reta, segmento de reta, polígonos, sólidos geométricos, ângulos, círculo e disco, semelhança, relações métricas no triângulo retângulo, razões trigonométricas no triângulo retângulo, relações métricas no círculo. Noções de probabilidade. Noções de estatística (coleta e organização de dados, representações gráficas) tabelas e gráficos (leitura, interpretação e construção), média, moda, mediana, Obs: Situações problemas envolvendo todos os conteúdos.

PROGRAMA DA PROVA DE PROFESSOR II - PORTUGUÊS

I - CONHECIMENTOS PEDAGÓGICOS - PROGRAMA NA PÁG. 26

II - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: Letramento; Conhecimentos pressupostos teóricos metodológicos que embasam as diretrizes curriculares para o ensino fundamental. - Português. A psicogênese da leitura e da escrita. As teorias psicológicas contemporâneas sobre o desenvolvimento e aprendizagem humana e suas implicações na prática pedagógica: Teorias psicogenéticas contemporâneas. Noções históricas da língua portuguesa: origem e expansão. Aspectos metodológicos do ensino da língua portuguesa. Comunicação - elementos, codificação, decodificação - signo - significado - linguagem - língua falada - língua escrita - variações linguísticas (língua culta, literária popular, linguagem, línguas especiais, gíria) comunicação de massa. Conhecimentos linguísticos. Bases psicológicas, linguística, psicolinguística e sócio-linguística do ensino da língua portuguesa: Fonética e Fonologia (som e fonema - letra e fonema classificação). Ortografia: Morfossintaxe - classes de palavras (flexão e emprego) Sintaxe - frase, oração e período - termos de oração, concordância nominal e verbal - regência nominal e verbal. Texto: (estrutura, composição, importância): - Semântica, sinonímia, antonímia, homonímia, paronímia. Figuras de linguagem - figuras semânticas, fonéticas e fonologia. Literatura brasileira; importância, gêneros literários e movimentos literários (sendo capaz de transmitir um modelo de linguagem daquele movimento e fazer o seu contexto histórico) estilos e principais autores de cada período. Comparação de uma época literária e outra. Confronto da história da cultura com a cultura contemporânea do aluno com a música, a moda, a televisão e os movimentos culturais alternativos.

PROGRAMA DA PROVA DE PSICÓLOGO

I - PROGRAMA DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DE NÍVEL SUPERIOR- PÁGINA 18

II - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 01- Transtornos mentais orgânicos e de comportamentos decorrentes do uso de substância psicoativa; 02- Transtornos de personalidade, esquizofrênicos, de humor, de ansiedade somatóformes e dissociativos; 03- Transtornos da primeira infância, da infância e da adolescência. 04- Correntes Teóricas: Psicodinâmicas, Aprendizagem, Cognitiva, Fisiológica, Humanístico Existencial; 05- A Saúde Mental no Brasil, reformulações e programas; 06 - Assistência Social no Brasil - Programas Federais; 07 - Psicologia Organizacional, Gestão de Recursos Humanos.

PROGRAMA DE PROVA DE SECRETÁRIO ESCOLAR

I - PROGRAMA DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DE NÍVEL MÉDIO - PÁG. 18

II - PROGRAMA DA PROVA DE MATEMÁTICA DE NÍVEL MÉDIO - PÁG. 18

III - CONHECIMENTOS DE INFORMÁTICA: Conceitos básicos de operação com arquivos em ambientes Windows e Linux - Conceitos de gerenciamento de arquivos: copiar, colar, cria diretórios, mover - Utilização do Windows Explorer - Conhecimentos básicos de editor de texto: criação, formatação e impressão (Office2003-2007, BrOffice) - Conhecimentos Básicos em Planilhas Eletrônicas: criação, formatação e organização de planilhas eletrônicas.(Office 2003 - 2007, BrOffice) - Banco de Dados Access - Conhecimentos básicos de Internet e gerenciamento de e-mails.

PROGRAMA DA PROVA DE TÉCNICO DE ENFERMAGEM

I - PROGRAMA DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DE NÍVEL MÉDIO - PÁGINA 18

II - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: 1 - Código de Ética e Lei do Exercício Profissional.; 2 - Funcionamento e principais agravos dos sistemas: locomotor, pele e anexos, cardiovascular, linfático, respiratório, nervoso, sensorial, endócrino, urinário e órgãos genitais. 3 - Assistência de enfermagem na prevenção e controle de doenças infecto-parasitárias: Influenza Pandêmica A (H1N1), amebíase, Ancilostomíase, Ascaridíase, Candidíase, Cólera, Coqueluche, Dengue, Difteria, Doença de Chagas, Doenças Diarréicas Agudas, Doença Meningocócica, Esquistossomose Mansônica, Febre Amarela, Giardíase, Gonorréia, Hanseníase, Hepatite A, Hepatite B, Hepatite C, Hepatite D, Herpes Simples, Infecção pelo Papiloma Vírus Humano (HPV), Leishmaniose Tegumentar Americana, Leishmaniose Visceral, Malária, Poliomielite, Raiva, Rubéola e Síndrome da Rubéola Congênita, Sarampo, Sífilis Adquirida e Congênita, Teníase /Cisticercose, Tétano Acidental, Tétano Neonatal, Toxoplasmose, Tracoma, Tuberculose, Varicela /Herpes Zoster; DST/AIDS.4 - Assistência de enfermagem na prevenção e controle de doenças crônico-degenerativas: Hipertensão arterial, Doenças cardiovasculares, Diabetes mellitus, Obesidade, Artrite, Osteoporose, Dislipidemia. 5 - O Sistema Único de Saúde (SUS); Estratégia de Saúde da Família; Atuação nos programas do Ministério da Saúde; 6 - Promoção da saúde e modelos de vigilância. 7 - Assistência de enfermagem na Imunização. 8 - Vigilância Epidemiológica e Sanitária. 9- Doenças de notificação compulsória. 10 - Procedimentos técnicos de enfermagem. Noções básicas sobre administração de fármacos: efeitos colaterais e assistência de enfermagem. 1 - Assistência integral de enfermagem à saúde: da criança e do adolescente, da mulher, do adulto, do idoso e mental. 12 - Assistência ao indivíduo, família e comunidade com transtornos: agudos, crônicos degenerativos, mentais, infecciosos e contagiosos. 13 - Assistência de enfermagem no pré, trans e pós-operatório. 14 - Assistência de enfermagem em urgência e emergência. 15 - Biossegurança: conceito, normas de prevenção e controle de infecção. Conhecimento de desinfecção, limpeza, preparo e esterilização de material.

PROGRAMA DA PROVA DE TÉCNICO DE FISCALIZAÇÃO DO MEIO AMBIENTE

I - PROGRAMA DA PROVA DE PORTUGUÊS DE NÍVEL MÉDIO - PÁGINA 18

II - ESPECÍFICA: 01 - Proteção, conservação e melhoria do meio ambiente.; 02 - Lei de crimes ambientais.; 03 - Da aplicação das penas.; 04 - Da apreensão do produto e do instrumento de infração administrativa ou de crime.; 05 - Da ação e do processo penal. 06 - Dos crimes contra o meio ambiente. 07 - Da poluição e outros crimes ambientais. 08 - Dos crimes contra o ordenamento urbano e o patrimônio cultural. 09 - Da infração administrativa.

PROGRAMA DA PROVA DE TÉCNICO EM RAIO X

I - PROGRAMA DA PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA DE NÍVEL MÉDIO - PÁGINA 18

II - CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: A descoberta do Raio X; Conhecimentos básicos de anatomia e fisiologia - ossos do crânio, face, coluna, tórax, membros superiores e inferiores, órgãos do tórax e abdômen. Conhecimentos básicos de equipamentos radiológicos e seu funcionamento - produção de Raio X, estrutura básica de aparelhagem fixa e portátil; Conhecimentos de técnicas de utilização de Raio X; Conhecimentos de técnicas de revelação e fixação e de elementos dos componentes químicos do revelador e fixador; Legislação atinente ao operador de Raio X. Riscos e precauções - Equipamentos de proteção individual e coletiva. Efeitos danosos da radiação à saúde e dosagens máximas permitidas em 12 meses.

O Prefeito do Município de Conceição da Barra-ES, no uso de suas atribuições legais, TORNA PÚBLICO, que no período de 16 a 26 de abril de 2012 em Conceição da Barra na Avenida Pai João, N° 121, Centro e no endereço eletrônico: www.msmconsultoria.com.br, estarão abertas as inscrições para o CONCURSO PÚBLICO de provas e provas de títulos para provimento de cargos a serem preenchidos de acordo com os requisitos das Leis N° 2201/03, N° 2202/03 N° 2203/03 e N° 2400/07 e suas alterações posteriores. Os interessados poderão obter mais informações a partir do dia 16 de abril de 2012, no local das inscrições presenciais ou no endereço eletrônico. A partir desta data todas as publicações e informações sobre o Concurso Público do Edital 001/2012 serão publicados no quadro de avisos da Prefeitura Municipal de Conceição da Barra-ES, Diário Oficial do Estado e no endereço eletrônico: www.msmconsultoria.com.br.

Conceição da Barra-ES, 11 de abril de 2012.

(Original assinado)
Jorge Duffles Andrade Donati
Prefeito do Município de Conceição da Barra

QUADRO V DO CONCURSO PÚBLICO

C
Ó
D
I
G
O

D
O

C
A
R
G
O

CARGO

REQUISITO/ ESCOLARIDADE



V
A
G
A
S

P
A
R
A

C
O
N
C
O
R
R
Ê
N
C
I
A

A
M
P
L
A



D
E

V
A
G
A
S

D
I
S
P
O
N
Í
V
E
L

P
A
R
A

P
N
E

VALOR DO VENCI-MENTO R$

VALOR DA TAXA DE INSCRI-ÇÃO R$

C.H.

S
E
M
A
N
A
L

CADERNO DE PROVAS CONFORME DISCIPLINAS ABAIXO



D
E

Q
U
E
S
T
Õ
E
S

P
E
S
O

D
A
S

Q
U
E
S
T
Õ
E
S
 

01

ANALISTA DE SISTEMA

Mun. Conc. da Barra

CURSO SUPERIOR DE ANALISTA EM SISTEMAS

2

0

968,30

70,00

40

LÍNGUA PORTUGUESA

20

2,5

CONHEC. ESPECÍFICOS

20

2,5

02

ASSISTENTE SOCIAL

Mun. Conc. da Barra

CURSO SUPERIOR DE SERVIÇO SOCIAL + REGISTRO NO CRESS

2

0

968,30

70,00

40

LÍNGUA PORTUGUESA

20

2,5

CONHEC. ESPECÍFICOS

20

2,5

03

AUXILIAR DE SECRETARIA ESCOLAR

Mun. Conc. da Barra

ENSINO FUNDAMENTAL COMPLETO

7

0

481,43 (*)

50,00

40

LÍNGUA PORTUGUESA

20

2,5

MATEMÁTICA

10

2,5

CONHEC. DE INFORMÁTICA

10

2,5

04

AGENTE DE SERVIÇO ADMINISTRATIVO

Mun. Conc. da Barra

ENSINO MÉDIO COMPLETO

9

1

547,83 (*)

60,00

40

LÍNGUA PORTUGUESA

20

2,5

MATEMÁTICA

10

2,5

CONHEC. DE INFORMÁTICA

10

2,5

05

BIÓLOGO

Mun. Conc. da Barra

CURSO SUPERIOR DE BIOLOGIA + REGISTRO NO CONSELHO DA CATEGORIA PROFISSIONAL

1

0

968,30

70,00

40

LÍNGUA PORTUGUESA

20

2,5

CONHEC. ESPECÍFICOS

20

2,5

06

ENFERMEIRO

Mun. Conc. da Barra

CURSO SUPERIOR DE ENFERMAGEM + REGISTRO NO COREN

8

0

968,30

70,00

40

LÍNGUA PORTUGUESA

20

2,5

CONHEC. ESPECÍFICOS

20

2,5

07

ENGENHEIRO AMBIENTAL

Mun. Conc. da Barra

CURSO SUPERIOR DE ENGENHARIA + REGISTRO NO CONSELHO DA CATEGORIA PROFISSIONAL

1

0

968,30

70,00

40

LÍNGUA PORTUGUESA

20

2,5

CONHEC. ESPECÍFICOS

20

2,5

08

FARMACÊUTICO

Mun. Conc. da Barra

CURSO SUPERIOR DE FARMÁCIA + REGISTRO NO CRF

1

0

968,30

70,00

40

LÍNGUA PORTUGUESA

20

2,5

CONHEC. ESPECÍFICOS

20

2,5

09

FONOAUDIÓLOGO

Mun. Conc. da Barra

CURSO SUPERIOR DE FONOAUDIOLOGIA + REGISTRO NO CONSELHO DA CATEGORIA PROFISSIONAL

2

0

968,30

70,00

40

LÍNGUA PORTUGUESA

20

2,5

CONHEC. ESPECÍFICOS

20

2,5

10

HISTORIADOR

Mun. Conc. da Barra

CURSO SUPERIOR

1

0

968,30

70,00

40

LÍNGUA PORTUGUESA

20

2,5

CONHEC. ESPECÍFICOS

20

2,5

11

MÉDICO ANESTESIOLOGISTA

Mun. Conc. da Barra

CURSO SUPERIOR DE MEDICINA + REGISTRO NO CRM

2

0

968,30

70,00

20

LÍNGUA PORTUGUESA

20

2,5

CONHEC. ESPECÍFICOS

20

2,5

12

MÉDICO CARDIOLOGISTA

Mun. Conc. da Barra

CURSO SUPERIOR DE MEDICINA + REGISTRO NO CRM

1

0

968,30

70,00

20

LÍNGUA PORTUGUESA

20

2,5

CONHEC. ESPECÍFICOS

20

2,5

13MÉDICO CLÍNICO GERAL

Mun. Conc. da Barra

CURSO SUPERIOR DE MEDICINA + REGISTRO NO CRM111968,3070,0020LÍNGUA PORTUGUESA202,5
CONHEC. ESPECÍFICOS202,5
14MÉDICO CIRURGIÃO

Mun. Conc. da Barra

CURSO SUPERIOR DE MEDICINA + REGISTRO NO CRM20968,3070,0020LÍNGUA PORTUGUESA202,5
CONHEC. ESPECÍFICOS202,5
15MÉDICO GINECOLOGISTA

Mun. Conc. da Barra

CURSO SUPERIOR DE MEDICINA + REGISTRO NO CRM20968,3070,0020LÍNGUA PORTUGUESA202,5
CONHEC. ESPECÍFICOS202,5
16MÉDICO ORTOPEDISTA

Mun. Conc. da Barra

CURSO SUPERIOR DE MEDICINA + REGISTRO NO CRM10968,3070,0020LÍNGUA PORTUGUESA202,5
CONHEC. ESPECÍFICOS202,5
17MÉDICO PEDIATRA

Mun. Conc. da Barra

CURSO SUPERIOR DE MEDICINA + REGISTRO NO CRM20968,3070,0020LÍNGUA PORTUGUESA202,5
CONHEC. ESPECÍFICOS202,5
18MÉDICO PSIQUIÁTRA

Mun. Conc. da Barra

CURSO SUPERIOR DE MEDICINA + REGISTRO NO CRM10968,3070,0020LÍNGUA PORTUGUESA202,5
CONHEC. ESPECÍFICOS202,5
19NUTRICIONISTA

Mun. Conc. da Barra

CURSO SUPERIOR DE NUTRIÇÃO + REGISTRO NO CONSELHO DA CATEGORIA PROFISSIONAL20968,3070,0040LÍNGUA PORTUGUESA202,5
CONHEC. ESPECÍFICOS202,5
20PEDAGOGO - SUPERVISOR

Mun. Conc. da Barra

-GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA, REGISTRO NO CONSELHO DE CLASSE DA CATEGORIA141902,6470,0025CONHEC. PEDAGÓGICOS202,5
CONHEC. ESPECÍFICOS202,5
21PEDAGOGO - INSPETOR

Mun. Conc. da Barra

PROFISSIONAL80902,6470,0025 CONHEC. PEDAGÓGICOS202,5
CONHEC. ESPECÍFICOS202,5
22PROFESSOR I NS - EDUCAÇÃO INFANTIL

Mun. Conc. da Barra

- NORMAL SUPERIOR COM HABILITAÇÃO PARA MAGISTÉRIO PARA O ENSINO INFANTIL E AS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL241902,6470,0025CONHEC. PEDAGÓGICOS202,5
CONHEC. ESPECÍFICOS202,5
23PROFESSOR II - ARTES

Mun. Conc. da Barra

- LICENCIATURA PLENA CORRESPONDENTE ÁS ÁREAS DE CONHECIMENTO ESPECÍFICAS;30902,6470,0025CONHEC. PEDAGÓGICOS202,5
CONHEC. ESPECÍFICOS202,5
24PROFESSOR II - CIÊNCIAS

Mun. Conc. da Barra

90902,6470,0025CONHEC. PEDAGÓGICOS202,5
CONHEC. ESPECÍFICOS202,5
25PROFESSOR II - EDUCAÇÃO FÍSICA

Mun. Conc. da Barra

80902,6470,0025CONHEC. PEDAGÓGICOS202,5
CONHEC. ESPECÍFICOS202,5
26PROFESSOR II - GEOGRAFIA

Mun. Conc. da Barra

- LICENCIATURA PLENA CORRESPONDENTE ÁS ÁREAS DE CONHECIMENTO ESPECÍFICAS;40902,6470,0025CONHEC. PEDAGÓGICOS202,5
CONHEC. ESPECÍFICOS202,5
27PROFESSOR II - HISTÓRIA40902,6470,0025CONHEC. PEDAGÓGICOS202,5
CONHEC. ESPECÍFICOS202,5
28PROFESSOR II - INGLÊS

Mun. Conc. da Barra

80902,6470,0025CONHEC. PEDAGÓGICOS202,5
CONHEC. ESPECÍFICOS202,5
29PROFESSOR II - MATEMÁTICA

Mun. Conc. da Barra

131902,6470,0025CONHEC. PEDAGÓGICOS202,5
CONHEC. ESPECÍFICOS202,5
30PROFESSOR II - PORTUGUÊS

Mun. Conc. da Barra

90902,6470,0025CONHEC. PEDAGÓGICOS202,5
CONHEC. ESPECÍFICOS202,5
31PSICÓLOGO

Mun. Conc. da Barra

CURSO SUPERIOR DE PSICOLOGIA + REGISTRO NO CONSELHO DA CATEGORIA PROFISSIONAL20968,3070,0040LÍNGUA PORTUGUESA202,5
CONHEC. ESPECÍFICOS202,5
32SECRETÁRIO ESCOLAR

Mun. Conc. da Barra

ENSINO MÉDIO COMPLETO60547,83 (*)60,0040LÍNGUA PORTUGUESA202,5
MATEMÁTICA102,5
CONHEC. DE INFORMÁTICA102,5
33TÉCNICO DE FISCALIZAÇÃO DE MEIO AMBIENTE

Mun. Conc. da Barra

CURSO TÉCNICO PROFISSIONALIZANTE EM MEIO AMBIENTE OU PÓS‑ MÉDIO QUE SEJA COMPATÍVEL COM AS ATRIBUIÇÕES DO CARGO20664,0360,0040LÍNGUA PORTUGUESA202,5
CONHEC. ESPECÍFICOS202,5
34TÉCNICO EM ENFERMAGEM

Mun. Conc. da Barra

ENSINO PROFISSIONAL DE NÍVEL TÉCNICO + REGISTRO NO COREN91664,0370,0040LÍNGUA PORTUGUESA202,5
CONHEC. ESPECÍFICOS202,5
35TÉCNICO EM RAIO X

Mun. Conc. da Barra

ENSINO PROFISSIONAL DE NÍVEL TÉCNICO + REGISTRO NO CONSELHO DA CATEGORIA PROFISSIONAL20664,03(*)60,0040LÍNGUA PORTUGUESA202,5
CONHEC. ESPECÍFICOS202,5

Obs.: (*) O valor do vencimento será de acordo com o piso mínimo nacional.

ANEXO I

CARGOS E SUAS ATRIBUIÇÕES SUMÁRIAS

CARGO: ANALISTA DE SISTEMAS

a) Analisar, avaliar a viabilidade e desenvolver sistemas de informações, utilizando metodologia e procedimentos adequados para sua implantação, visando racionalizar e/ou automatizar processos e rotinas de trabalho das diversas Secretarias Municipais;

b) Realizar estudos, pesquisas e levantamentos de dados, da definição de métodos e recursos necessários para implantação de sistemas e/ou alteração dos já existentes relacionados à implantação de sistemas informatizados;

c) Analisar o desempenho dos sistemas implantados, reavaliar rotinas, manuais e métodos de trabalho, verificando se atende ao usuário, sugerindo metodologias de trabalho mais eficazes;

d) Coordenar a manutenção e instalação de equipamentos acompanhando os serviços prestados.

e) Pesquisar e selecionar novas ferramentas existentes no mercado, visando aprimorar o trabalho de desenvolvimento e atender necessidades e desenvolver projetos de segurança de dados.

f) Treinar e acompanhar os usuários na utilização dos sistemas desenvolvidos ou adquiridos de terceiros, visando assegurar o correto funcionamento dos mesmos;

g) Desempenhar outras atividades correlatas à sua função.

CARGO: ASSISTENTE SOCIAL

a) Realizar estudos, pesquisas, levantamentos e diagnósticos que forneçam subsídios à formulação de políticas, planos e diretrizes para a implantação e manutenção de programas sociais.

b) Pronunciar-se sobre assuntos de promoção social e de bem-estar físico, mental, social e econômico da municipalidade e dos servidores.

c) Elaborar planos na área de assistência social.

d) Participar de estudos e avaliações sócio-econômicas para a obtenção de informações sobre famílias envolvidas em situações especiais, tais como invasões, desabamentos, enchentes e outros, para fins de assistência.

e) Elaborar relatórios de casos.

f) Elaborar relatórios de atividades.

g) Auxiliar no desenvolvimento de atividades individuais ou de grupos, visando à remoção de dificuldades de ordem pessoal ou social, referentes a assuntos com a PMCB e a municipalidade.

h) Auxiliar nos trabalhos de orientação e apoio aos servidores com problemas psicossociais e de reabilitação profissional.

i) Orientar o recolhimento, cadastrar e encaminhar para atendimento médico e outros, indivíduos em estado de abandono e mendicância.

j) Orientar a criação de organizações populares.

k) Orientar e encaminhar os cidadãos a instituições públicas.

l) Orientar os cidadãos na obtenção dos serviços e benefícios prestados pela Previdência Social e outras instituições.

m) Realizar visitas domiciliares às famílias que necessitem de assistência social.

n) Aplicar métodos e técnicas específicas na solução de problemas sociais.

o) Aplicar leis e regulamentos da sua área de atuação.

p) Analisar projetos de área social e fazer o acompanhamento de sua implantação e execução.

q) Desenvolver metodologia, métodos e técnicas de trabalho que permitam o aumento da produtividade e a melhoria qualitativa dos serviços assistenciais e promoção social prestados pela Prefeitura.

r) Participar de programas de promoção social.

s) Participar de reuniões nos bairros para detectar e encaminhar as reivindicações dos moradores.

t) Emitir parecer técnico em sua área de atuação.

u) Responsabilizar-se controle e utilização de materiais, equipamentos e instrumentos colocados à sua disposição.

v) Desempenhar outras atribuições que, na forma da lei que regulamenta a profissão, se incluam na sua esfera de competência.

CARGO: AUXILIAR DE SECRETARIA ESCOLAR

a) Prestar serviços e natureza auxiliar relativos ao funcionamento das secretarias das escolas de forma a contribuir ao cumprimento de seus objetivos perante o corpo docente e o corpo discente;

b) Atender professores, alunos e pais de alunos; seja pessoalmente ou por telefone;

c) Preencher fichas, formulários, talões, mapas, tabelas, requisições e/ou outros;

d) Executar serviços relacionados ao recebimento, registro, classificação, arquivamento, guarda e conservação de documentos;

e) Operar sistemas de informações e dados relativos a gestão escolar e auxiliar na preparação de relatórios;

f) Executar outras tarefas por orientação do secretario escolar.

CARGO: AGENTE DE SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS

a) Prestar serviços de apoio gerencial de caráter geral e/ou específicos em todas as áreas de atuação da administração pública municipal;

b) Proceder à introdução de modificações nos processos e sistemas de natureza organizacional;

c) Identificar e propor melhoria permanente da qualidade dos serviços prestados pela administração pública municipal;

d) Atuar de forma subsidiária nas atividades de planejamento estratégico, formulação de planos, programas e projetos em qualquer área da administração pública municipal;

e) Desenvolver e executar atividades na área de recursos humanos, compreendendo recrutamento, seleção, ingresso, treinamento, capacitação, desenvolvimento, avaliação de desempenho, benefícios, relações trabalhistas, relações funcionais, administração de cargos, salários, vencimentos e carreira e demais assuntos que envolvam a gestão de recursos humanos;

f) Promover a execução de atividades em nível de apoio gerencial nas áreas de estruturação, desenvolvimento e mudanças organizacionais;

g) Promover a execução de atividades de nível de apoio gerencial nas áreas processos de trabalho, fluxogramação, desenho de formulários e demais assuntos que envolvam métodos de trabalho;

CARGO: BIÓLOGO

a) Realizar diagnóstico do meio físico e biológico, procurando prover meios para sua conservação, pela educação, planejamento, prevenção e proteção dos recursos renováveis e não-renováveis;

b) Realizar atividades relacionadas à defesa, proteção e conservação da biodiversidade da fauna e da flora, dos ecossistemas locais.

c) Realizar atividades em sua especialização relativas aos ecossistemas marinhos e costeiros;

d) Prestar assistência em campanhas educacionais, na formulação de políticas públicas, na utilização de tecnologias alternativas, na questão de atividades extrativistas e coletoras, dentre outras áreas de atuação;

e) Promover desenvolvimento de alternativas de uso dos recursos naturais, estabelecendo padrões educativos e técnicos para estimular a convivência sociedade-natureza;

f) Estimular a compreensão dos aspectos educacionais, tecnológicos, culturais, éticos e sociais da gestão ambiental, estabelecendo os fundamentos da sustentabilidade.

g) Prestar assistência às diversas Secretarias Municipais que tenham projetos ou atividades relacionadas à utilização do meio ambiente em face dos seus objetivos.

h) Desenvolver projetos com comunidades locais.

i) Executar as demais atividades compreendidas na regulamentação profissional do cargo. Aplicável aos objetivos da administração pública municipal, relativas á gestão ambiental.

CARGO: ENFERMEIRO

a) Executar serviços de enfermagem, tais como, administração de sangue e plasma, controle de pressão venosa, monitorizarão de respiradores artificiais, aplicação de diálise peritonial, gasoterapia, cateterismo, instalações, lavagens de estômago, vesicais e outros tratamentos.

b) Fazer curativos, imobilizações especiais e aplicar injeções.

c) Ministrar a farmacologia específica indicada.

d) Requisitar entorpecentes e psicotrópicos, mediante receita médica, controlando sua aplicação para evitar desvios dos mesmos e atender às disposições legais.

e) Requisitar equipamentos, instrumentais, materiais e medicamentos, quando necessário.

f) Responsabilizar-se pelo controle e utilização de equipamentos, instrumentais, materiais e medicamentos, colocados a sua disposição.

g) Preencher prontuários de pacientes, indicando os males constatados e o tratamento aplicado.

h) Adaptar o paciente ao ambiente hospitalar e os métodos terapêuticos.

i) Participar de campanhas de vacinação.

j) Participar de programas escolares ou outros, na área de saúde, bem como participar de reuniões e grupos de trabalhos com este fim.

k) Prestar assistência nos postos e nas unidades de saúde, escolas, creches, e outros.

l) Atuar nos serviços burocráticos de enfermagem.

m) Realizar perícia técnico-administrativas na área de enfermagem.

n) Aplicar as leis e regulamentos de saúde pública.

o) Participar de diagnósticos, estudos, pesquisas, levantamentos, coleta de dados e análise que forneçam subsídios a formulação de políticas, diretrizes e planos a implantação, manutenção e funcionamento de programas relacionados a serviços de enfermagem.

p) Participar do planejamento, realização e avaliação dos programas de saúde pública da municipalidade, elaborando procedimentos e normas técnica, e administrativa, de modo a melhorar as condições de saúde, higiene e segurança da mesma.

q) Desempenhar outras atividades que na forma da lei regulamenta a profissão, incluem-se na esfera de sua competência.

CARGO: ENGENHEIRO AMBIENTAL

a) Realizar diagnóstico do meio físico e biológico, procurando prover meios para sua conservação, pela educação, planejamento, prevenção e proteção dos recursos naturais renováveis e não-renováveis;

b) Promover o desenvolvimento de atividades associadas a gestão e manejo de resíduos e efluentes;

c) Definir o planejamento do espaço;

d) Promover o gerenciamento dos recursos hídricos;

e) Promover desenvolvimento de alternativas de uso dos recursos naturais, estabelecendo padrões educativos e técnicos para estimular a convivência sociedade-natureza;

f) Estimular a compreensão dos aspectos educacionais, tecnológicos, culturais, éticos e sociais da gestão ambiental, estabelecendo os fundamentos da sustentabilidade.

g) Executar as demais atividades compreendidas na regulamentação profissional do cargo. Aplicável aos objetivos da administração pública municipal.

CARGO: FARMACÊUTICO

a) Planejar, organizar, executar e controlar as atividades pertinentes à assistência farmacêutica no município, nos termos da legislação, normas e orientações técnicas emanadas dos órgãos competentes;

b) Prestar assistência farmacêutica as unidades de saúde no que diz respeito a dispensação, orientação, decisão de compra, padronização do elenco de medicamentos utilizados na saúde coletiva do município;

c) Compatibilizar o perfil epidemiológico do município com o prazo de validade dos medicamentos;

d) Efetuar análises clínicas para apoio diagnóstico, de acordo com as solicitações dos médicos;

e) Administrar os imunobiológicos (vacinas) compatibilizando perfil epidemiológico, qualidade e sua conservação;

f) Alimentar os sistemas de informações aos programas de assistência farmacêutica de acordo com as normas pertinentes e preencher os relatórios gerenciais que forem determinados;

g) Preencher fichas, registrar e efetuar estatísticas periódicas relativas aos programas de assistência farmacêutica do município, assim como outros relatórios;

h) Executar atividades assemelhadas e que se enquadrem no escopo de competência do cargo.

CARGO: FONOAUDIÓLOGO

a) Planejar, organizar, coordenar, executar e controlar as ações básicas em prevenção da surdez, problemas da fala e assistência aos sequelados prestadas à população com o objetivo de promoção, proteção e recuperação da saúde do paciente, dentro dos requisitos e da legislação preconizada para a sua atuação, aplicando técnicas e utilizando equipamentos que sejam adequados às suas necessidades;

b) Formular, em conjunto com outros profissionais de saúde, os programas de atendimento à população do município;

c) Orientar os pacientes quando a tratamentos complementares aplicáveis a casos específicos;

d) Avaliar estados funcionais de pacientes, solicitando exames complementares para acompanhamento da evolução do seu quadro clínico;

e) Registrar no prontuário do paciente, as prescrições fonoaudiólogas, sua evolução, as intercorrências e as condições de alta da assistência em fonoaudiologia;

f) Desenvolver estudos e pesquisas relacionados a sua área de atuação, elaborando pareceres técnicos especializados;

g) Promover a educação, prevenção e assistência fonoaudióloga coletiva, na atenção primária em saúde;

h) Alimentar os sistemas de informações relativos aos programas de assistência à saúde da população de acordo com as normas pertinentes e preencher os relatórios gerenciais que forem determinados;

i) Preencher fichas, registrar e efetuar estatísticas periódicas relativas aos programas de assistência à saúde da população do município, assim como outros relatórios;

j) Executar atividades assemelhadas e que se enquadrem no escopo de competência do cargo.

CARGO: HISTORIADOR

a) Pesquisar a história do município;

b) Identificar bens móveis e imóveis que sirvam como patrimônio cultural e histórico do município;

c) Realizar o encaminhamento de inventários e possíveis tombamentos;

d) Pesquisar as origens do município, seus habitantes, famílias tradicionais, logradouros e todos os aspectos que envolvam o desenvolvimento sócio econômico da cidade;

e) Promover a interação entre o acervo histórico municipal e a rede de ensino através de visitas de alunos, os acompanhando e, utilizando das pesquisas e dos objetos do acervo para lhes transmitir e esclarecer os aspectos históricos;

f) Ministrar palestras, participar de seminários, conferências e encontros sobre assuntos que digam respeito à cultura e história.

CARGO: MÉDICO

a) Execução das atividades inerentes à prestação de serviços da área de atuação profissional de medicina, como clinico geral e em todas as especializações necessárias à prestação de serviços à população pela Prefeitura de Conceição da Barra.

b) Realização de diagnósticos, estudos, pesquisas e levantamentos que forneçam subsídios a formulação de políticas, diretrizes e planos para a implantação, manutenção e funcionamento de programas relacionados à prevenção, diagnóstico e tratamento de diversos tipos de lesões, enfermidades e transtornos do organismo humano;

c) Desenvolvimento de métodos e técnicas e trabalho que permitam a maior produtividade e a melhoria dos serviços médicos;

d) Realização de exames clínicos, emissão de diagnósticos e prescrição de medicamentos;

e) Avaliação dos resultados de exames e análise realizados em laboratórios especializados;

f) Requisição de exames complementares e encaminhamento de pacientes a especialistas, visando a obtenção de informações complementares sobre o caso a ser diagnosticado;

g) Preenchimento de prontuários de pacientes, indicando os males constatados e o tratamento prescrito;

h) Realização de atendimento de urgência e emergência;

i) Realização de intervenções ou prestação de auxílio a outros profissionais;

j) Prestação de assistência médica em postos e unidades de saúde;

k) Requisição de equipamentos, instrumentais, materiais e medicamentos quando necessário, bem como ser responsável por eles;

l) Atender acidentes do trabalho;

m) Participar de programas sociais e escolares de saúde, assim como de campanhas de vacinação, prevenção e similares;

n) Participação na elaboração e implementação de programas de promoção social, no que se refere à assistência médico-hospitalar;

o) Participação como membro de junta médica pericial quando devidamente indicado;

p) Participação como membro de junta médica pericial e emissão de atestados médicos para servidores, quando devidamente indicado;

q) Assessoramento e responsabilidade técnica em unidades organizacionais onde se executem atividades da área de atuação profissional do fonoaudiólogo;

r) Realização de vistoria, perícia, avaliação, arbitramento e serviços técnicos, elaboração de pareceres, laudos e atestados do âmbito das atribuições profissionais do médico;

s) Execução das demais atividades compreendidas na regulamentação profissional do cargo, aplicável aos objetivos da administração pública municipal.

CARGO: NUTRICIONISTA

a) Planejar, supervisionar, coordenar, controlar e avaliar programas de alimentação e nutrição.

b) Realizar estudos, pesquisas e levantamentos que forneçam subsídios à formulação de políticas, diretrizes e planos à implantação, manutenção e funcionamento de programas de alimentação e nutrição.

c) Participar da elaboração de projetos de alimentação e nutrição vinculados aos programas de saúde pública do município, bem como coordenar e supervisionar a sua execução.

d) Participar de trabalhos a campanhas educativas, com vistas à criação, alteração ou readaptação de hábitos e regimes alimentares adequados à população.

e) Supervisionar o recebimento dos gêneros alimentícios, sua armazenagem e distribuição, bem como o recebimento e a distribuição, bem como o recebimento e a distribuição das merendas escolares/refeições.

f) Elaborar a programação de dietas normais e especiais dos estabelecimentos da rede municipal, como creches, escolas, cantinas, hospitais.

g) Fornecer dados necessários para a previsão de gêneros alimentícios, bem como para a requisição de equipamentos, instalações, utensílios e materiais necessários aos serviços de alimentação e nutrição.

h) Emitir parecer técnico na sua área de atuação.

i) Auxiliar na elaboração do programa de trabalho da sua equipe.

j) Desenvolver métodos e técnicas que possibilitem o aumento da produtividade e a melhoria qualitativa dos serviços de alimentação e nutrição.

k) Supervisionar as condições de higiene das áreas e instalações relacionadas com o serviço de alimentação.

l) Aplicar leis e regulamentos na sua área de atuação.

m) Responsabilizar-se pelo controle e utilização de materiais e equipamentos colocados à sua disposição.

n) Desempenhar outras atribuições que, na forma da lei que regulamenta a profissão, se incluam na sua esfera de competência.

CARGO: PEDAGOGO-SUPERVISOR/INSPETOR

a) Atualizar e/ou modificar o planejamento de ensino, com a participação direta dos professores e da direção, adaptando-o à realidade da Unidade Escolar, em conformidade com a legislação em vigor.

b) Analisar, junto à equipe técnico administrativo-pedagógica, a situação de alunos egressos de outros estabelecimentos de ensino, objetivando a sua adequada adaptação ao processo pedagógico da Unidade Escolar.

c) Orientar e coordenar, em conjunto com a equipe técnico administrativo-pedagógica, a avaliação escolar e a tomada de decisões relativas ao processo pedagógico.

d) Reunir periodicamente o corpo docente para avaliação do planejamento, troca de experiências e análise de modificações que se fizerem necessárias à melhoria da qualidade de ensino.

CARGO: PROFESSOR

a) Desenvolver seu trabalho de acordo com o Plano de Curso e a Proposta Pedagógica da Unidade Escolar;

b) Realizar a avaliação contínua de seus alunos, segundo o sistema de avaliação da Rede Municipal;

c) Manter atualizados os Diários de Classe, registrando a freqüência e as notas dos alunos, a matéria lecionada e o número de aulas previstas e ministradas;

d) Participar dos Conselhos de Classe previstos no Calendário Escolar, com seu material organizado e atualizado;

e) Participar de cursos, treinamentos, capacitações e de atividades pedagógicas promovidas pela escola e pela SEME.

f) Propor à equipe técnico-administrativo-pedagógica medidas que objetivem o aprimoramento dos métodos de ensino, da avaliação, da disciplina e da administração. Solicitar, sempre que necessário, a cooperação dos órgãos e setores da Unidade Escolar;

g) Participar, junto com os demais membros da equipe técnica da escola, de elaboração de laudo técnico de crianças da Educação Infantil, com vistas à sua matrícula fora da faixa etária definida pela legislação vigente.

CARGO: PSICÓLOGO

a) Realizar estudos, pesquisas e levantamentos que forneçam subsídios à formulação de políticas, diretrizes e planos à implantação, manutenção e funcionamento dos programas de recursos humanos, educação, promoção social, segurança, e outros, no que concerne à análise, diagnóstico e terapêutica de indivíduos com problemas psíquicos, ou de comportamento familiar ou social.

b) Participar do planejamento, execução e avaliação dos programas da área de promoção social, saúde, segurança, trabalho, educação e outros.

c) Participar da elaboração dos programas e planos de ensino e de sua avaliação nas escolas da rede, considerando a realidade sócio-econômico cultural da população.

d) Participar da elaboração e da execução de projetos na área de psicologia clínica.

e) Participar do planejamento e da avaliação de campanhas educativas nas áreas de saúde pública, educação, segurança e outras.

f) Participar da elaboração e avaliação dos programas de recuperação da escola.

g) Participar do diagnóstico e da terapêutica de alunos com distúrbios psíquicos ou com problemas de comportamento familiar ou social.

h) Diagnosticar alunos infra e supra dotados, tendo em vista a adequação de currículos e programas às suas necessidades individuais.

i) Participar da realização de diagnósticos e acompanhar junto a uma equipe multidisciplinar, alunos portadores de deficiências físicas e/ou mentais.

j) Participar, com profissionais da área de saúde, do diagnóstico e da terapêutica de pacientes.

k) Participar da realização de diagnósticos, desenvolvimento e avaliação de programas de intervenção psicossocial junto às comunidades.

l) Realizar tratamento psicológico.

m) Encaminhar pacientes a outros especialistas, quando necessário.

n) Reunir-se com os pais, juntamente com os demais especialistas em educação, tendo em vista o diagnóstico e a terapêutica de problemas de desajustamento familiar e social de alunos.

o) Reunir-se com dirigentes e subordinados, tendo em vista o diagnóstico e a terapêutica de problemas de inter-relacionamento pessoal.

p) Desenvolver métodos e técnicas que permitam a maior produtividade e a melhoria da qualidade dos serviços de psicologia da municipalidade.

q) Responsabilizar-se por equipamentos, instalações e materiais colocados à sua disposição.

r) Desempenhar outras atribuições que, na forma da lei que regulamenta a profissão, se incluam na sua esfera de competência.

CARGO: SECRETÁRIO ESCOLAR

a) Planejar, organizar, coordenar, controlar e dirigir os trabalhos relativos a secretaria de escolas da rede municipal de ensino;

b) Manter arquivos e sistemas atualizados de registros de dados e informações do corpo docente e discente da escola;

c) Atender e orientar a alunos e pais de alunos em questões de interesse mútuo;

d) Planejar, organizar e coordenar as atividades dos auxiliares as secretaria escolar que estejam a serviço da escola;

e) Cumprir prazos e conteúdos decorrentes da aplicação de legislação e normas emanadas dos órgãos competentes;

f) Preparar relatórios para serem assinados pela direção da escola;

g) Prestar assessoria à direção da escola;

h) Executar outras tarefas correlatas.

CARGO: TÉCNICO DE FISCALIZAÇÃO DE MEIO AMBIENTE

a) Levantar, avaliar e fazer vistorias de forma geral;

b) Verificar a ocorrência de alterações e impactos ambientais através das atividades de:

- Extração e tratamento de minerais;

- Movimentação de terra, como cortes e aterros;

- Tratamento ou disposição final de resíduos ou materiais sólidos, líquidos ou gasosos; de sistemas públicos ou privados; limpeza de fossas, coletas, transporte e disposição final de lodo ou materiais retidos em estações, bem como a observância dos dispositivos de tratamento de água ou de resíduos industriais;

- Destinação final de esgotos sanitários.

- Loteamentos de terreno, independentemente do fim a que se destinem;

- Recuperação, manutenção, lubrificação, conservação, lavagem de produtos ou subprodutos agrícolas ou industriais, inclusive veículos ou qualquer tipo de atividade comercial, ou de serviços que utilizem processo, ou operação de cobertura de superfície metálica, bem como serviços de pintura ou galvanotécnicos, excluídos ou serviços de pintura de prédios e similares;

- Incineração ou outra atividade que vise à queima de lixo e materiais, ou resíduos sólidos, líquidos ou gasosos;

c) Verificar o cumprimento da legislação ambiental que regulamente:

- Atividades que utilizem combustível sólido, líquido ou gasoso para fins comerciais ou de serviços, inclusive os de transportes de passageiros e cargas;

- Hospitais e casa de saúde, laboratórios radiológicos, laboratórios de análises clínicas e estabelecimentos de assistência médico-hospitalar;

- Usinas de concreto ou concreto asfáltico instaladas transitoriamente, para efeito de construção civil, pavimentação e construção de estradas e de obras de arte;

- Industriais, agroindustriais, agrícolas, pecuárias e comerciais;

d) Notificar e aplicar penalidade cabível ao infrator ambiental;

e) Fiscalizar o transporte de cargas tóxicas que possam causar danos e degradação ambiental, além de por em risco à saúde pública;

f) Fiscalizar o transporte e comercialização de plantas e animais silvestres;

g) Outras atividades correlatas.

CARGO: TÉCNICO EM ENFERMAGEM

a) Ministrar medicamentos e tratamentos aos pacientes internados, observando horários, posologia e outros dados, para atender a prescrição médica.

b) Fazer curativos simples, observando a prescrição.

c) Auxiliar no atendimento de crianças e pacientes que dependem de ajuda, auxiliando na alimentação e higiene dos mesmos.

d) Preparar os pacientes para consultas e exames.

e) Efetuar a coleta de material para exames de laboratório.

f) Registrar as tarefas executadas, as observações feitas e as reações ou alterações importantes, anotando-se no prontuário do paciente, para informar à equipe de saúde e possibilitar a tomada de providências imediatas.

g) Responsabilizar-se pelo controle de equipamentos, instrumentos e materiais colocados à sua disposição.

h) Desempenhar outras atribuições que, por suas características, se incluam na sua esfera de competência.

CARGO: TÉCNICO EM RAIOS-X

a) Auxiliar na realização de diagnósticos, estudos e levantamentos que forneçam subsídios à formulação de políticas, diretrizes, planos e ações à implantação, manutenção e funcionamento de serviços radiológicos.

b) Operar e verificar o funcionamento dos aparelhos radiológicos.

c) Preparar os pacientes acomodando-os na posição adequada para a realização dos exames requeridos.

d) Realizar exames radiológicos de vários tipos, segundo as requisições médicas, para subsidiar o diagnóstico de doenças.

e) Controlar o estoque de material utilizado nos exames, para evitar interrupções bruscas no trabalho.

f) Requisitar material, quando necessário.

g) Fiscalizar a limpeza e arrumação no local de trabalho.

h) Responsabilizar-se pelo controle e utilização de aparelhos e equipamentos colocados à sua disposição.

ANEXO II
REQUERIMENTO DE ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO
EDITAL N° 001/2012

Nome completo:

Identidade n°:

CPF:

Código do cargo:

Cargo:

DECLARAÇÃO DE INDISPONIBILIDADE DE RECURSOS FINANCEIROS

Pelo presente instrumento, Eu,______________________________ declaro sob pena de incorrer em Prática de Crime de Falsidade Ideológica que não disponho de recursos financeiros, que não recebo quaisquer rendimentos oriundos de aposentadoria ou pensão, que não exerço atividade remunerada ainda que na informalidade, para arcar com o pagamento da Taxa de Inscrição para participar do Concurso Público Edital 001/2012, conforme item 06 do Edital 001/2012 a ser realizado pela Prefeitura Municipal de Conceição da Barra-ES, sem prejuízos para o meu sustento e de minha família. ___________________, _____ de ______________ de 2012.

ATENÇÃO

- Este requerimento NÃO dispensa o candidato do preenchimento do requerimento inscrição via internet.

- Qualquer inveracidade contatada nos documentos comprobatórios de isenção de pagamento da taxa de inscrição será fato para o cancelamento da isenção/inscrição, tornando-se nulos todos os atos dela decorrentes.

- Todas as informações prestadas são de inteira responsabilidade do candidato, assim como a idoneidade dos documentos apresentados, respondendo o mesmo por qualquer irregularidade constatada.

- A solicitação de inscrição com isenção do pagamento da taxa de inscrição deverá ser feita, obrigatoriamente, no período de 16 e 17 de abril de 2012.

- Em nenhuma hipótese serão aceitos pedidos de isenção entregues ou remetidos fora do prazo estipulado.

- A relação dos pedidos de isenção deferidos será divulgada no dia 23 de abril de 2012, no Quadro de Avisos da Prefeitura Municipal de Conceição da Barra e no endereço eletrônico www.msmconsultoria.com.br

ANEXO III
MODELO DE RECURSO DE QUESTÕES/GABARITO
EDITAL Nº 001/2012

PREFEITURA MUNICIPAL DE CONCEIÇÃO DA BARRA-ES

AO PRESIDENTE DA COMISSÃO REALIZADORA DO CONCURSO PÚBLICO

Eu, ________________________________________ inscrito (a) no Concurso Público da Prefeitura Municipal de Conceição da Barra, sob inscrição n.º_________ para o cargo de _________________________________________ venho requerer conforme item 19 do Edital do Concurso Público 001/2012.

Revisão da(s) questão(ões) / gabarito da(s) prova(s) de:
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________

Revisão da(s) questão(ões) / gabarito da(s) prova(s) de:
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________

Outro (especificar abaixo:
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________

_____________, ____, DE _________________ DE 2012.

Ass.____________________________________
Candidato

Ass.____________________________________
Procurador