Prefeitura de Capão Bonito do Sul - RS

PREFEITURA DE CAPÃO BONITO DO SUL

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

EDITAL DE CONCURSO Nº 001, DE 21 DE MARÇO DE 2007

PREFEITO MUNICIPAL DE CAPÃO BONITO DO SUL, no uso de suas atribuições legais, nos termos do artigo 37 da Constituição Federal, torna público que estão abertas as inscrições ao Concurso Público Municipal para os cargos de ASSISTENTE SOCIAL e CONTADOR, regido pelas Leis Municipais nº 060/2001 (Regime Jurídico dos Servidores e suas alterações), nº 057/2001 (Dispõe sobre o Plano de Classificação de Cargos e Funções) e Decreto nº 260/2007 (Estabelece regulamento de Concursos Públicos Municipais). A execução do concurso será realizada pela coordenação técnico-administrativa da LVS CONCURSOS LTDA.

1- DOS CARGOS, ESCOLARIDADE E OUTROS REQUISITOS, VAGA(S), CARGA HORÁRIA, VENCIMENTO BÁSICO e TAXA DE INSCRIÇÃO:

1.1- Tabela dos cargos:

Cargos

Escolaridade e outros requisitos

Vagas (*)

Carga horária semanal

Vencimento básico
Fevereiro/07

Taxa de inscrição

Assistente Social

Nível superior com habilitação para o cargo

01

40h

R$ 1.530,00

R$ 60,00

Contador

Nível superior com habilitação para o cargo

01

40h

R$ 1.836,78

R$ 60,00

1.2- O provimento dos cargos será efetuado para as vagas acima descritas e outras que vierem a vagar ou a serem criadas por Lei Municipal.

1.3- A classificação neste processo seletivo não assegura ao candidato o direito de nomeação imediata no cargo público municipal, mas apenas a expectativa de nele ser admitido, segundo rigorosa ordem de classificação, ficando a concretização desse ato, condicionada às disposições legais pertinentes e, sobretudo, ao interesse e necessidade do serviço público municipal.

1.4- Não haverá vaga para deficiente, ante o número de vagas a serem preenchidas.

2- DA REALIZAÇÃO DO CONCURSO:

Data das provas escritas

Local

Horário de comparecimento no local

Horário início da prova

Duração da prova

28/04/2007

Escola Municipal de Ensino Fundamental Firmino Frizzo, Rua Assis Lima, s/n, Centro, Capão Bonito do Sul/RS.

8h30min

9h

3 horas (*)

(*) Não será exigido tempo mínimo de permanência do candidato na sala, quando da realização da prova.

3- DAS INSCRIÇÕES:

Período

Horário

Local

De 26 de março a 04 de abril de 2007.

Das 8h às 11h30min e das 13h às 16h30min, de segunda a sexta-feira.

Setor de Pessoal da Prefeitura Municipal, Rua Arthur Feijó, 375, Centro, Capão Bonito do Sul/RS.

3.1- A inscrição terá que ser feita pessoalmente pelo candidato ou por procuração, com poderes específicos. Em caso de inscrição por procuração, deverá ser entregue o respectivo instrumento de mandato, contendo poder específico para inscrição no concurso público, acompanhado de cópia do documento de identidade do procurador, além da apresentação dos demais documentos indispensáveis à inscrição do candidato, acompanhados dos originais ou autenticados.

3.2- O candidato, antes de efetuar o pagamento da taxa de inscrição, deverá certificar-se de que possui todos os requisitos exigidos para inscrição, sendo que não haverá devolução do valor pago, salvo quando for cancelada a realização do concurso público.

3.3- O candidato é responsável pelas informações prestadas na ficha de inscrição, ficando ciente que está de acordo com as exigências e normas previstas neste Edital. Se aprovado, deverá manter atualizado seu endereço junto à Prefeitura Municipal durante a validade do concurso.

3.4- Não serão admitidas inscrições condicionais ou por correspondência.

4- CONDIÇÕES E DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIAS PARA INSCRIÇÃO:

4.1- Para fins de inscrição no concurso, o candidato deverá preencher as seguintes condições:

a) Ser brasileiro nato ou naturalizado ou gozar das prerrogativas constantes do art. 12 da Constituição Federal.

b) Ter idade mínima de 18 (dezoito) anos até a data de encerramento das inscrições;

c) Ter recolhido taxa de inscrição para o concurso, paga junto à tesouraria da Prefeitura Municipal, Rua Arthur Feijó, 375, Centro, Capão Bonito do Sul/RS.

4.2- O candidato deverá comparecer ao local munido de original e cópia da seguinte documentação:

a) Documento de identidade: Cédula de identidade civil (RG) ou Carteira Profissional de Registro no Órgão de Classe, ou CNH;

b) Cadastro de Pessoa Física (CPF);

c) 02 fotos 3x4, recentes e sem uso.

d) Guia de recolhimento da taxa de inscrição, no valor estabelecido no subitem 1.1.

4.2.1 - A apresentação do diploma, certificado ou atestado de conclusão da escolaridade exigida, conforme subitem 1.1 deste edital, deverá ocorrer por ocasião da posse.

4.3- Serão exigidos no ato da posse do candidato, os requisitos e documentos abaixo relacionados, além das condições e documentação exigidas nos itens 4.1 e 4.2 acima:

- Titulo eleitoral com o comprovante da ultima votação. Certificado do serviço militar. Para os candidatos que cumpram 18 anos em 2007, será aceito o comprovante de alistamento; 01 foto 3x4, recente e sem uso. Carteira de registro no respectivo Conselho de Classe. Atestado médico que comprove boas condições de saúde física e mental; Certidão de nascimento/casamento; Certidão de nascimento dos filhos menores de 14 anos; Cartão de PIS/PASEP; Declaração de bens ou (Declaração de Imposto de Renda); Declaração de dependentes para Imposto de Renda; Comprovante de Conta corrente bancária; Declaração de não-acumulação de cargos ou funções públicas; Folha corrida judicial; Se aposentado, apresentação de cópia da concessão de aposentadoria. Declaração de que não possui qualquer restrição para ingresso no serviço público, se tiver, informar detalhadamente.

4.4-O exame médico pré-admissional será exclusivamente eliminatório e realizar-se-á com base nas atividades inerentes ao cargo a qual o candidato foi aprovado, considerando-se as condições de saúde necessárias para o exercício das mesmas.

4.5- É de inteira responsabilidade do candidato, o acompanhamento das informações referentes ao concurso público em que se inscreveu.

5 - DAS PROVAS:

5.1- O concurso constará de provas ESCRITAS, com base nos programas constantes nos Anexos I, II e cronograma de eventos no Anexo III deste edital.

5.2- As provas escritas terão o peso máximo de 100 (cem) pontos, e serão assim distribuídos:

- Assistente Social:

Tipos de provas

PontuaçãoNº questõesPeso por questãoCaráter

Específica

60 pontos203,0 pontosEliminatória

Português

30 pontos

20

1,5 ponto

Classificatória

Legislação

10 pontos

10

1,0 ponto

Classificatória

- Contador:

Tipos de provas

PontuaçãoNº questõesPeso por questãoCaráter

Específica

60 pontos203,0 pontosEliminatória

Português

30 pontos

20

1,5 ponto

Classificatória

Matemática

10 pontos

10

1,0 ponto

Classificatória

5.3- Da prova eliminatória:

5.3.1- A prova Específica será de caráter eliminatório, sendo que serão considerados aprovados somente os candidatos que obtiverem nota igual ou superior a 30,00 (trinta) pontos nesta prova, ou seja, mínimo de 50% (cinqüenta por cento) de aprovação. As demais provas serão apenas classificatórias.

5.4- Da pontuação final:

5.4.1- A nota final dos candidatos aprovados será o somatório dos pontos obtidos na prova escrita.

5.4.2- A lista final de classificação das provas do concurso apresentará apenas os candidatos aprovados.

5.4.3- Os candidatos aprovados serão classificados na ordem decrescente dos pontos obtidos.

5.4.4- Em caso de empate na pontuação final, terá preferência o candidato que obtiver maior nota em:

- Assistente Social:

1º - Prova de Específica.

2º - Prova de Português.

3º - Prova de Legislação.

- Contador:

1º - Prova de Específica.

2º - Prova de Português.

3º - Prova de Matemática.

5.4.5- Prevalecendo o empate, o desempate será feito mediante sorteio, a cargo da Banca Executiva, em data, local e horário fixados no Cronograma de Eventos deste Edital.

6- DA IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO, DA REALIZAÇÃO DAS PROVAS E DO PROCESSO DE DESIDENTIFICAÇÃO e IDENTIFICAÇÃO DE PROVAS:

6.1- O candidato receberá, no ato de inscrição, um cartão de identificação, que deverá ser apresentado na realização das provas, juntamente com documento de identidade com foto.

6.2- O candidato deverá comparecer ao local das provas, munido do cartão de identificação, documento de identidade com foto, caneta esferográfica ponta grossa de cor azul ou preta, com antecedência mínima de meia hora em relação ao horário marcado para início das provas.

6.3- Caso o candidato não apresente no dia da realização das provas o cartão de identificação ou documento de identidade, por motivo de perda, furto ou roubo, deverá ser apresentado outro documento válido com foto. Ao candidato, somente será permitida a realização da prova, se o seu nome constar na lista de presença e a exatidão dos dados forem comprovadas através da ficha de inscrição e de todos os documentos juntados à mesma.

6.4- É de inteira responsabilidade do candidato informar-se acerca da data, local, horário e sala de aplicação da prova escrita. Não haverá segunda chamada em qualquer das provas, seja qual for o motivo alegado.

6.5- Não será permitida a entrada de candidato no prédio de realização das provas que se apresentar após o horário fixado, bem como não será aplicada prova fora do local e horário designado por Edital.

6.6- Durante as provas não será permitido ao candidato, sob pena de exclusão do concurso:

I - comunicar-se com os demais candidatos ou com pessoas estranhas ao Concurso;

II - consultar livros ou apontamentos, bem como utilizar instrumentos próprios, salvo os expressamente permitidos no Edital;

III - ausentar-se do recinto, a não ser momentaneamente, em casos especiais, devidamente acompanhado do Fiscal;

IV - portar-se inconvenientemente, perturbando, de qualquer forma, o bom andamento dos trabalhos.

V - consulta de qualquer espécie, uso de máquina calculadora, telefone celular, fones de ouvido ou outro equipamento eletrônico, bem como a prática de quaisquer atos que fraudem o caráter competitivo do concurso, sob pena de seu afastamento.

6.7- O candidato deverá assinalar suas respostas da prova objetiva no cartão de respostas (cartão óptico) com caneta esferográfica de ponta grossa de cor azul ou preta (o equipamento eletrônico não lê a assinalação feita com outro tipo de caneta).

6.8- Não serão computadas as questões não-assinaladas no cartão de respostas, bem como as questões que contenham mais de uma assinalação, emenda ou rasura ainda que legível. Em nenhuma hipótese haverá substituição de cartão de respostas, sendo que é de inteira responsabilidade do candidato o preenchimento correto do cartão.

6.9- Será automaticamente eliminado do certame o candidato que não houver comparecido ao local de realização das provas até o horário fixado no Edital.

6.10- Para garantir a lisura do concurso, será feito o processo de desidentificação das provas que consistirá no seguinte: após entrega de todos os cadernos de provas e dos cartões de respostas por todos candidatos, procedimento obrigatório por exigência legal, a Banca Examinadora, juntamente com os candidatos que permanecerem no local até a entrega da última prova, lacrará os cadernos de provas escritas em envelopes apropriados, ficando os mesmos sob a responsabilidade da Prefeitura Municipal. A Banca Examinadora procederá à correção utilizando os cartões de respostas, tendo neles apenas o número de identificação e impressão digital do candidato e do fiscal de provas.

6.11- A identificação das provas consistirá em ato público, onde serão apresentados os envelopes lacrados no dia da prova contendo as provas dos candidatos, em data, local e horário definidos no Cronograma de Eventos deste Edital.

7- DO RESULTADO DAS PROVAS E PRAZO PARA RECURSO:

7.1- O resultado das provas será divulgado em Edital, no qual constará:

a) o número de identificação e nome do candidato;

b) as notas parciais e totais obtidas;

c) o prazo para pedido de revisão de provas e interposição de recursos.

7.2- Durante a revisão de provas, será facultado ao candidato examinar a sua e as demais provas, sob fiscalização.

7.3- Do resultado das provas, cabe recurso, desde que fundamentado e apresentado dentro do prazo legal, conforme cronograma de eventos deste Edital, a serem protocolados junto ao protocolo geral da Prefeitura.

7.4- Para garantir o sigilo quanto à identidade dos candidatos e possibilitar a respectiva desidentificação, o pedido deverá ser instruído em duas partes separadas, a saber:

1ª parte: o requerimento, que deverá conter:

a) O nome completo e o número de inscrição do candidato.

b) A indicação do nome do cargo para o qual está prestando o concurso, bem como o número do respectivo Edital de Abertura.

2ª parte: A indicação do nome do cargo para o qual está prestando o concurso, as razões do recurso, contendo a exposição detalhada dos fundamentos recursais para cada questão, a matéria da prova em questão ou questões impugnadas.

7.5- Não será conhecido o recurso:

a) interposto fora do prazo legal;

b) que estiver em desconformidade com as normas exigidas neste Edital;

c) que apresentar qualquer sinal de identificação do candidato.

7.6- Se houver a necessidade de alteração de gabarito, anterior à divulgação do resultado, em virtude de erro material, será divulgado novo Edital, sendo as provas corrigidas de acordo com essa alteração efetuada, o que também deverá ser observado para fins de interposição de recursos pelos candidatos.

7.7- Se houver necessidade de alteração de gabarito, após a divulgação do resultado, a questão será anulada.

7.8- Na hipótese de anulação de questão, os pontos a ela correspondentes serão atribuídos a todos os candidatos, independente de terem recorrido.

8 - DAS DISPOSIÇÕES FINAIS:

8.1- O concurso será válido por 02 (dois) anos, a contar da data de homologação do resultado final, prazo este que poderá ser prorrogado uma vez, por igual período, mediante Decreto do Executivo Municipal, nos termos da Constituição Federal.

8.2- Não haverá segunda convocação para nomeação, salvo a hipótese do candidato que, ao comparecer e não aceitar a vaga oferecida, optar pela sua inclusão no final da relação dos candidatos classificados, reposicionamento este que deverá ser requerido por escrito.

8.3- O candidato aprovado, quando da sua vez para assumir a vaga, após a publicação da nomeação, que não for localizado, será convocado por Edital, fixado no painel de publicações do município, além de carta registrada para o endereço constante na ficha de inscrição. O não comparecimento do candidato ou a falta de pronunciamento do mesmo no prazo máximo de até 10 (dez) dias, a contar da publicação do Edital ou do recebimento da carta, implicará na exclusão automática do processo de posse no cargo público.

8.4- Atendendo razões de ordem técnica, de segurança ao concurso e de direitos autorais, somente serão fornecidas, cópias das provas aos candidatos que requererem, dentro do prazo de recursos das provas, estabelecido no Anexo III – Cronograma de Eventos.

8.5- Todas as publicações serão feitas por afixação no painel de publicações da Prefeitura Municipal e no site www.lvsconcursos.com.br. Resumo do Edital de Abertura será divulgado no Diário Oficial, Jornal do Comércio e jornal O Regional ou Folha do Nordeste.

8.6- Qualquer cidadão, diretamente ou via postal, poderá denunciar irregularidade ou ilegalidade, eventualmente ocorrida neste concurso, perante o Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul, a Câmara Municipal de Vereadores, ao Ministério Público ou ao Prefeito Municipal.

Gabinete do Prefeito Municipal de Capão Bonito do Sul, aos vinte e um dias do mês de março de 2007.

Registre-se. Publique-se.

CLÉLIO FRANCISCO RAMOS
Prefeito Municipal

ANEXO I

CONTEÚDOS DA PROVA ESPECÍFICA PARA O CARGO DE ASSISTENTE SOCIAL:

1. O Serviço Social na contemporaneidade.

2. Processos de trabalho do Assistente Social no contexto institucional público.

3. Pesquisa em Serviço Social.

4. Questão Social e Serviço Social.

5. Reforma do Estado e políticas sociais.

6. Os direitos sociais no Brasil.

7. Movimentos sociais, terceiro setor e novas formas de organização da sociedade civil.

8. A fase exploratória da pesquisa, fase de trabalho de campo, fase de análise ou tratamento do material.

9. Lei Orgânica de Assistência Social: princípios, diretrizes, organização, gestão, benefícios, serviços, programas, projetos.

10. Política Nacional de Assistência Social: princípios, diretrizes, objetivos, usuários, proteções afiançadas e gestão na perspectiva do SUAS.

11. Lei de Regulamentação da Profissão e Código de Ética dos Assistentes Sociais: princípios fundamentais, disposições gerais, direitos e responsabilidades do Assistente Social, relações profissionais, observância, penalidade, aplicação e cumprimento do código.

12. Estatuto da Criança e adolescente: disposições preliminares, direitos fundamentais, prevenção, política de atendimento, prática de ato infracional, medidas pertinentes aos pais ou responsáveis, conselho tutelar e, acesso à justiça.

13. Política Nacional para Integração de Pessoas Portadoras de Deficiência.

14. Estatuto do Idoso.

15. Sistema Único de Saúde: disposições gerais, disposição preliminar, serviços privados de assistência à saúde.

BIBLIOGRAFIA INDICADA:

1. BEHRING, Elaine Rossetti. Brasil em contra-reforma: desestruturação do Estado e perda de direitos. São Paulo: Cortez, 2003.

2. BRAVO, Maria Inês Souza; PEREIRA, Potyara Amazoneida. (Orgs.). Política social e democracia. 2. ed. São Paulo: Cortez, Rio de Janeiro: Uerj, 2002.

3. Código de Ética do Assistente Social – Resolução CFESS Nº 273/93 de 13 de Março de 1993.

4. COUTO, Berenice Rojas. O direito social e a assistência social na sociedade brasileira: uma equação possível? São Paulo: Cortez, 2004.

5. Estatuto da Criança e Adolescente – Lei Nº 8.069 de 13 de Julho de 1990.

6. Estatuto do Idoso – Lei 10.741 de 1º de Outubro de 2003.

7. FALEIROS,Vicente de Paula. Estratégias em Serviço Social. 5.ed. São Paulo: Cortez, 2005.

8. GOHN, Maria da Glória. Conselhos gestores e participação sociopolítica. São Paulo: Cortez, 2001.

9. IAMAMOTO, Marilda Villela. O Serviço Social na Contemporaneidade: Trabalho e Formação Profissional. São Paulo: Cortez, 2002.

10. Lei da Regulamentação do Assistente Social- Lei 8.662, de 7 de junho de 1993.

11. Lei Orgânica da Assistência Social. Lei Nº 8.742 de 07 de Dezembro de 1993.

12. MYNAYO, Maria Cecília de Souza. O Desafio do Conhecimento – Pesquisa Qualitativa em Saúde. Rio de Janeiro: Hucitec Abraço, 1999.

13. MONTAÑO, Carlos. Terceiro setor e questão social: crítica ao padrão emergente de intervenção social. São Paulo: Cortez, 2002.

14. MOTA, Ana Elizabete (Org.). A nova fábrica de consensos: ensaios sobre a reestruturação empresarial, o trabalho e as demandas ao Serviço Social. São Paulo: Cortez, 1998.

15. PEREIRA. Potyara A. P. Necessidades humanas: subsídios à crítica dos mínimos sociais. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2002.

16. Política Nacional de Assistência Social (Versão Oficial). São Paulo: Cortez, 2004.

17. Política Nacional do Idoso – Lei Nº 8842 de 04 de Janeiro de 1994.

18. Política Nacional para Integração de Pessoas Portadoras de Deficiência – Lei 7.853 de 24 de Outubro de 1989.

19. Sistema Único de Saúde. Lei 8080 de 19 de Setembro de 1990.

CONTEÚDOS DA PROVA ESPECÍFICA PARA O CARGO DE CONTADOR:

1. Lei Federal 4320-64 e sua legislação complementar:

- Título I: da lei de orçamento (arts. 2º a 21)

- Título II: da proposta orçamentária (arts. 22 a 31)

- Título III: da elaboração da lei de orçamento (arts. 32 e 33)

- Título IV: do exercício financeiro (arts. 34 a 39)

- Título V: dos créditos adicionais (arts. 40 a 46)

- Título VI: da execução do orçamento (arts. 47 a 70)

- Título VII: dos fundos especiais (arts. 71 a 74)

- Título VIII: do controle da execução orçamentária (arts. 75 a 82)

- Título IX: da contabilidade (arts. 83 a 106)

- Título X: das autarquias e outras entidades (arts. 107 a 110)

- Título XI: disposições finais (arts. 111 a 115)

2. Constituição Federal de 1988:

- Título VI: da tributação e do orçamento (art. 145 a 169).

3. Lei Complementar nº 101-2000: - Estabelece normas de finanças públicas voltadas para a responsabilidade na gestão fiscal.

- Capítulo I: disposições preliminares (arts. 1º a 2º)

- Capítulo II: do planejamento (arts. 4º a 10)

- Capítulo III: da receita pública (arts. 11 a 14)

- Capítulo IV: da despesa pública (arts. 15 a 24)

- Capítulo V: das transferências voluntárias (art. 25)

- Capítulo VI: da destinação de recursos públicos para o setor privado (arts. 26 a 28)

- Capítulo VII: da dívida e do endividamento (arts. 29 a 42)

- Capítulo VIII: da gestão patrimonial (arts. 43 a 47)

- Capítulo IX: da transparência, controle e fiscalização (arts. 48 a 59)

- Capítulo X: das disposições finais e transitórias (arts. 60 a 75)

4. Lei Municipal - Código Tributário do Município de Capão Bonito do Sul e suas alterações: na íntegra.

5. Portaria STN n° 586/05, 587/05, IN TCE/RS n° 17/05, Resolução TCE/RS n° 586/01.

BIBLIOGRAFIA INDICADA:

1. Lei Federal 4320-64, suas alterações e legislação complementar.

2. Constituição Federal de 1988 e suas emendas.

3. Lei Complementar nº 101-2000.

4. Lei Municipal nº 063/2001 e suas alterações.

5. www.tesouro.fazenda.gov.br

6. www.tce.rs.gov.br

7. www6.senado.gov.br/sicon

8. Organizadores: Ives Gandra da Silva Martins e Carlos Valder do Nascimento. Comentários à Lei de Responsabilidade Fiscal. Ed. Saraiva. 2001.

CONTEÚDOS DA PROVA DE PORTUGUÊS PARA TODOS OS CARGOS:

1. Fonologia e fonética:

- Noções gerais de fonética e fonologia

- Ortografia

- Acentuação

2. Morfologia:

- As classes de palavras

3. Sintaxe:

- Termos essenciais da oração

- Termos integrantes da oração

- Termos acessórios da oração

- Período composto por coordenação e subordinação

- Regência verbal e regência nominal

- Concordância verbal e concordância nominal

4. Suplemento ou apêndice

- Crase

- Pontuação

- Funções do QUE e do SE

- Figuras de linguagem

5. Textos

- Leitura, compreensão e interpretação

BIBLIOGRAFIA INDICADA:

1. BARROS, Enéas Martins. Nova Gramática da Língua Portuguesa. São Paulo, Atlas.

2. KASPARY, Adalberto José. O Português das Comunicações Administrativas. FDRH.

3. TERRA, Ernani. Curso Prático de Gramática. Scipione.

4. TERRA, Ernani. Minigramática. Scipione.

5. CEGALLA, Domingos Paschoal. Novíssima Gramática da Língua Portuguesa. São Paulo, Nacional.

6. CUNHA. Celso Ferreira da. Gramática da Língua Portuguesa. 20 Ed. RJ CONTEÚDOS DA PROVA DE LEGISLAÇÃO PARA O CARGO DE ASSISTENTE SOCIAL:

1. Lei Municipal nº 060/2001 - (Regime Jurídico dos Servidores e suas alterações): na íntegra.

2. Constituição Federal de 1988, com as alterações introduzidas por suas Emendas Constitucionais:

- Título II: dos direitos e garantias fundamentais (art. 5º a 17)

- Título III: da organização do Estado (art. 18 a 43)

- Título VIII: da ordem social (art. 193 a 204)

BIBLIOGRAFIA INDICADA:

1. Lei Municipal nº 060/2001 e suas alterações.

2. Constituição Federal de 1988 e suas emendas constitucionais.

3. Di Pietro, Maria Sylvia Zanella. Direito Administrativo. Ed. Atlas S/A. 19ª edição.

4. Bastos, Celso Ribeiro. Curso de Direito Constitucional. Ed. Saraiva.

5. Bandeira de Mello, Celso Antônio. Curso de Direito Administrativo. Malheiros Editora, 18º edição.

CONTEÚDOS DA PROVA DE MATEMÁTICA PARA O CARGO DE CONTADOR:

1.Conjuntos: conceito, simbologia, subconjuntos, união, intersecção, diferença, complementar e problemas.

2. Conjuntos Numéricos: naturais, inteiros, racionais, irracionais e reais.

3. Intervalos Reais.

4. Equações, problemas e sistemas de equações de 1º e 2º graus.

5. Função Polinomial do 1º Grau.

6. Função Quadrática.

7. Função Exponencial e equações exponenciais.

8. Função Logarítmica e equações logarítmicas.

9. Progressões Aritméticas.

10. Progressões Geométricas.

11. Trigonometria.

12. Matrizes.

13. Determinantes.

14. Sistemas de Equações Lineares.

15. Análise Combinatória: arranjos, permutações e combinações.

16. Probabilidade e estatística.

17. Números Complexos: operações na forma algébrica e trigonométrica.

18. Geometria Plana: área e perímetro do quadrado, retângulo, triângulo, paralelogramo, losango, trapézio, hexágono regular e círculo.

19. Geometria Espacial: área e volume de prismas, pirâmides, cilindros, cones e esferas.

20. Geometria Analítica: distância entre dois pontos e equações da reta.

21. Equações polinomiais.

22. Noções de Matemática Financeira: porcentagem, juros simples e compostos, operações sobre mercadorias e câmbio.

23. Proporcionalidade: razão, proporção, regra de três simples e regra de três composta.

BIBLIOGRAFIA INDICADA:

1.BIANCHINI, Edwaldo e PACCOLA, Herval. Curso de Matemática: volume único. Ed. Moderna.

2. DANTE, Luiz Roberto. Matemática Contexto e Aplicações: volume único. Ed. Ática.

3. DINIZ, Maria Ignes de Souza Vieira e SMOLE, Kátia Cristina Stocco. Matemática – Ensino Médio. Ed. Saraiva.

4. PAIVA, Manoel. Matemática: volume único. Ed. Moderna.

5. SPINELLI, Walter e SOUZA, M. Helena S..Matemática Comercial e Financeira. Ed. Ática.

ANEXO II

ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS:

Assistente Social:

SÍNTESE DOS DEVERES: Planejar programas de bem-estar social e promover a sua execução; estudar, planejar, diagnosticar e supervisionar a solução de problemas sociais.

EXEMPLOS DE ATRIBUIÇÕES: Realizar ou orientar estudos e pesquisas no campo da assistência social; preparar programas de trabalho referentes ao serviço social; realizar e interpretar pesquisas sociais; orientar e coordenar os trabalhos nos casos de reabilitação profissional; encaminhar pacientes a dispensários e hospitais, acompanhando o tratamento e a recuperação dos mesmos e assistindo os familiares; planejar e promover inquéritos sobre a situação social de escolares e de suas famílias; fazer triagem dos casos apresentados para estudo ou encaminhamento; estudar os antecedentes da família, participar de estudo e diagnóstico dos casos e orientar os pais em grupo ou individualmente, sobre o tratamento adequado; supervisionar o Serviço Social através das agências orientar nas seleções sócio-econômicas para a concessão de bolsas de estudo e ingresso nas colônias de férias; selecionar candidato a amparo pelos serviços de assistência à velhice, à infância abandonada. à cegos, etc.; orientar investigações sobre situação moral e financeira de pessoas que desejarem receber ou adotar crianças; manter contato com a família legítima e a substituta, promover o recolhimento de crianças abandonadas a asilos; fazer levantamentos sócio-econômicos com vistas a planejamento habitacional nas comunidades; prestar assistência a condenados por delito ou contravenção, bem como a suas respectivas famílias; promover a reintegração dos condenados a suas famílias e na sociedade; executar outras tarefas correlatas.

Contador:

SÍNTESE DOS DEVERES - Estudo, fiscalização , orientação e superintendência das atividades fazendárias que envolvam matéria financeira e econômica de natureza complexa.

EXEMPLO DE ATRIBUIÇÕES - Supervisionar os serviços fazendários do Município, realizar estudos e pesquisas para o estabelecimento de normas diretores de contabilidade do Município; planejar modelos e fórmulas para o uso nos serviços de contabilidade; orientar e superintender a atividade relacionada com a escrituração e o controle de quantos arrecadam rendas, realizem despesas, administrem bens do Município; realizar estudos financeiros e contábeis, emitir parecer sobre operações de crédito; organizar planos de amortização de dívida pública municipal ; elaborar projetos sobre abertura de crédito adicionais e alterações orçamentárias ; realizar a análise contábil e estatística dos elementos integrantes dos balanços ; organizar e proposta orçamentária ; supervisionar a prestação de contas de fundos e auxílios recebidos pelo Município; assinar balanços e balancetes; executar a escrituração analítica dos atos e fatos administrativos ; escriturar contas correntes diversas ; organizar boletins de receita e despesas ; elaborar "slips" de caixa , escriturar mecanicamente fichas, róis e empenhos ; levantar balancetes patrimoniais e financeiros ; conferir balancetes auxiliares e "slips" de arrecadação; examinar processos de prestação de contas ; conferir guias de juros de apólices de dívida pública ; examinar empenhos de despesas, verificando a classificação e a existência de saldos nas dotações ; executar outras tarefas correlatas.

ANEXO III

CRONOGRAMA DE EVENTOS

PERÍODO DE INSCRIÇÕES: de 26 de março a 04 de abril de 2007.

DIVULGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES (POR EDITAL): 09 de abril de 2007.

PRAZO PARA RECURSO, QUANTO AS INSCRIÇÕES INDEFERIDAS: 10 e 11 de abril de 2007.

HOMOLOGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES: 12 de abril de 2007.

REALIZAÇÃO DAS PROVAS: 28 de abril de 2007.

DIVULGAÇÃO DO GABARITO DAS PROVAS ESCRITAS: 30 de abril de 2007, na Prefeitura Municipal e pelo site: www.lvsconcursos.com.br., após às 14 horas.

RESULTADO DAS PROVAS: 02 de maio, podendo o candidato acompanhar o processo de identificação das provas, a partir das 10h30min, tendo por local a Prefeitura Municipal de Capão Bonito do Sul/RS.

DIVULGAÇÃO DO RESULTADO DAS PROVAS: 03 de maio de 2007, no painel de publicações da Prefeitura Municipal e no site:www.lvsconcursos.com.br.

RECURSO DE REVISÃO DE PROVAS, COM VISTAS: 04 e 07 de maio.

DECISÃO DO RECURSO DE REVISÃO DE PROVAS PELA BANCA EXAMINADORA: 08 e 09 de maio de 2007.

DESPACHO DA AUTORIDADE QUANTO A DECISÃO DA BANCA: 10 de maio de 2007.

CONVOCAÇÃO PARA SORTEIO, POR EDITAL: 14 de maio de 2007.

SORTEIO PÚBLICO: 16 de maio de 2007, podendo os candidatos acompanhar o processo de sorteio, a partir das 14 horas, tendo por local a Prefeitura Municipal de Capão Bonito do Sul.

HOMOLOGAÇÃO DO RESULTADO FINAL DO CONCURSO: 17 de maio de 2007.