Prefeitura de Alvorada - RS

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALVORADA

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

EDITAL Nº 16/2012

Notícia:   Prefeitura de Alvorada - RS oferece 41 vagas de vários níveis

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE NÍVEL MÉDIO INCOMPLETO E FUNDAMENTAL Guarda Municipal, Mecânico de Maquinário Pesado e Operador de Maquinário Pesado

CRONOGRAMA DE ATIVIDADES

ATIVIDADE

Data

Divulgação de Edital de Abertura

21 de março de 2012 (quarta-feira)

Período de inscrições (exclusivamente via Internet)

21 de março (quarta-feira) a 9 de abril (segunda-feira) de 2012

Último dia para pagamento de Taxa de Inscrição

10 de abril de 2012 (terça-feira)

Edital de Homologação Preliminar de Inscrições

27 de abril de 2012 (sexta-feira)

Recursos contra Homologação Preliminar de Inscrições

2 a 4 de maio de 2012

Edital de Homologação Final de Inscrições e de Divulgação de Local e Horário de Provas

11 de maio de 2012 (sexta-feira)

Aplicação de Prova Escrita Objetiva

20 de maio de 2012

Divulgação de gabarito preliminar de Prova Escrita Objetiva

22 de maio de 2012 (terça-feira)

Prazo para entrega de recursos contra gabarito preliminar de Prova Escrita Objetiva

*

Divulgação de Resultado de Prova Escrita Objetiva após recursos

*

Edital de Convocação para o Teste Físico para o Cargo de Guarda Municipal

*

Edital de Convocação para Realização de Prova Prática para os cargos Mecânico de Maquinário Pesado e Operador de Maquinário Pesado

*

Divulgação de Resultado Preliminar de Prova Prática dos cargos de Mecânico Maquinário Pesado e Operador de Maquinário Pesado

*

Divulgação de Resultado Preliminar de Teste Físico para o Cargo de Guarda Municipal

*

Prazo para entrega de recursos contra Resultado Preliminar de Prova Prática para os cargos de Mecânico de Maquinário Pesado e Operador de Maquinário Pesado

*

Prazo para entrega de recursos contra Resultado Preliminar da Prova Prática para o cargo de Guarda Municipal

*

Divulgação de Resultado de Recursos

*

Divulgação de Classificação Preliminar e convocação para sorteio público, se houver

*

Divulgação de Resultado Final do Concurso

*

* A definir

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE NÍVEL MÉDIO INCOMPLETO E FUNDAMENTAL

O Prefeito Municipal de Alvorada faz saber, por este Edital, que realizará Concurso Público para o provimento de cargos efetivos de Nível Médio Incompleto e Nível Fundamental, sob o regime estatutário, do Quadro de Pessoal da Prefeitura Municipal de Alvorada. O Concurso, sob a coordenação técnico-administrativa da Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul - FAURGS, reger-se-á pelas normas deste Edital e pelas disposições contidas nas Leis Municipais n.º 730/94 e suas alterações; n.º 1751/2006; pela Lei Orgânica do Município de Alvorada, publicada em 03/04/1990; e pelo Decreto n.º 131/99, que regulamenta os concursos públicos municipais, bem como pela legislação vigente na época da nomeação.

1 DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1.1 O Concurso Público destina-se ao provimento, na Prefeitura Municipal de Alvorada, para cargos de Nível Médio Incompleto e Nível Fundamental Completo, conforme o previsto no item 5 deste Edital.

1.2 O presente Concurso será coordenado por uma Comissão legalmente constituída por esta Prefeitura e executado pela Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul - FAURGS.

2 DA DIVULGAÇÃO

A divulgação oficial de todas as informações referentes a este Concurso dar-se-á através de Avisos, Editais ou Listas de Re­sultados, nos seguintes locais:

2.1 na Internet, na página da FAURGS www.faurgs.ufrgs.br/concursos e/ou

2.2 na Sede da Prefeitura Municipal de Alvorada, na Av. Getúlio Vargas, 2.266, Alvorada/RS e/ou

2.3 na Sede da FAURGS, na Av. Bento Gonçalves, 9.500, prédio 43.609, 3.° andar, Bairro Agronomia, Campus Vale da UFRGS, Porto Alegre/RS.

2.4 É de inteira responsabilidade do candidato o acompanhamento das divulgações e publicações dos procedimentos e dos atos do presente Concurso, na forma dos subitens 2.1, 2.2 e 2.3. Não serão encaminhados avisos/convocações diretamente aos candidatos, exceto no caso de comprovação do critério de desempate por idade, constante no subitem 13.1 e 13.2 alínea "a", deste Edital.

3 DAS INSCRIÇÕES

3.1 Período Horário e Endereços As inscrições deverão ser efetuadas exclusivamente pela Internet, através do www.faurgs.ufrgs.br/concursos, no período de 21 de março de 2012 a 9 de abril de 2012.

3.1.1 A FAURGS disponibilizará computador para candidatos que não tiverem acesso à Internet, em sua Sede, na Av. Bento Gonçalves, n.º 9.500, Prédio 43.609, 3.o andar, Setor de Concursos, Campus Vale da UFRGS, Bairro Agronomia, Porto Alegre, RS, em dias úteis, das 9h às 17h.

3.1.2 A Prefeitura Municipal de Alvorada também disponibilizará computador e pessoa habilitada para orientação, no caso de inscrição de candidatos que não tiverem acesso à Internet, na Sede da Administração Municipal, na Av. Presidente Getúlio Vargas, 2266, Alvorada/RS, durante o mesmo período, em dias úteis, de segunda-feira à sexta-feira, no horário das 8h30min às 11h30min e das 13h30min às 16h30min.

3.2 Procedimento para a Realização de Inscrição

3.2.1 O candidato deverá acessar o endereço eletrônico www.faurgs.ufrgs.br/concursos e preencher o Requerimento de Inscrição, indicando o número de seu documento de identidade, que deve conter fotografia atualizada, de acordo com o disposto no subitem 3.2.2 deste Edital.

3.2.2 O documento, cujo número constar no Requerimento de Inscrição, deverá ser, preferencialmente, o mesmo a ser apresentado no momento da realização das Provas. Os documentos, com fotografia atualizada, válidos, para inscrição e identificação de candidato no dia de realização das Provas Escrita Objetiva, são: a) carteiras expedidas pelas Secretarias de Segurança Pública - Instituto de Identificação; pela Polícia Federal; pelos Comandos Militares; pela Polícia Militar e pelos órgãos ou conselhos fiscalizadores de exercício profissional; b) Certificado de Reservista; c) carteiras funcionais com foto, expedidas por órgão público; d) Carteira de Trabalho, com foto; e) Passaporte; f) Carteira Nacional de Habilitação (somente modelo expedido na forma da Lei n.º 9.503/97). Os documentos deverão estar em perfeitas condições (sem avarias e inviolado), de forma a permitir, inequivocamente, a identificação do candidato. Não será aceita cópia de documento de identidade, ainda que autenticada, nem protocolo de documento.

3.2.3 Após o preenchimento do Requerimento Eletrônico de Inscrição, o candidato deverá imprimir seu registro de inscrição e documento bancário para pagamento da Taxa de Inscrição, que deverá ser efetuado em qualquer agência bancária ou terminal de autoatendimento de Banco do qual seja correntista, impreterivelmente, até o primeiro dia útil após o encerramento das inscrições, conforme previsto no Cronograma deste Edital. A FAURGS, em hipótese nenhuma, processará qualquer registro de pagamento com data posterior à prevista no Cronograma deste Edital.

3.2.4 Os valores de Taxa de Inscrição são os que seguem:

a) R$ 60,00 (sessenta reais) para cargos de Nível Médio Incompleto ;

b) R$ 35,00 (trinta e cinco reais) para cargos de Nível Fundamental.

3.2.5 O candidato terá sua inscrição provisória aceita somente quando a FAURGS receber da instituição bancária responsável a confirmação de pagamento de sua Taxa de Inscrição. A FAURGS e a Prefeitura Municipal de Alvorada não se responsabilizam por inscrições não recebidas por motivos de ordem técnica de computadores, falhas de comunicação, congestionamento de linhas de comunicação, bem como por outros fatores de ordem técnica que impossibilitem transferência de dados. O descumprimento das instruções acima implicará a não efetivação da inscrição.

3.2.6 Tendo em vista que todo o procedimento é realizado por meio eletrônico, o candidato não deve remeter à FAURGS qualquer documentação, à exceção do disposto nos subitens 3.3.10 e 4.5 deste Edital.

3.3 Regulamento das Inscrições:

3.3.1 O ato de inscrição produzirá eficácia somente com sua homologação.

3.3.2 Não serão aceitas inscrições por correio eletrônico (e­mail), fac-símile, via postal ou em caráter condicional.

3.3.3 O candidato deverá guardar seu comprovante de inscrição e de pagamento, uma vez que é a garantia de sua inscrição no Concurso.

3.3.4 Os documentos comprobatórios de atendimento aos requisitos fixados neste Edital serão exigidos do candidato classificado no momento de sua convocação para admissão no cargo.

3.3.5 As inscrições pagas com cheques ou através de agendamentos bancários sem a devida provisão de fundos serão automaticamente canceladas.

3.3.6 O candidato somente poderá se inscrever para um dos cargos deste Edital.

3.3.7 O candidato é responsável pelas informações prestadas no Requerimento de Inscrição, arcando com as consequências de eventuais erros e/ou de não preenchimento de qualquer campo desse documento.

3.3.8 Não haverá devolução de taxa paga, mesmo que o candidato, por qualquer motivo, não tenha a sua inscrição homologada.

3.3.9 O candidato declarará, no Requerimento de Inscrição, que conhece e aceita as exigências e condições previstas neste Edital e seus Anexos.

3.3.10 Os candidatos que necessitem de algum atendimento e/ou condição especial para a realização da prova deverão fazer a solicitação por escrito, conforme modelo do Anexo I, e encaminhá-la à FAURGS - Setor de Concursos, pessoalmente ou por meio de procurador, até três (3) dias úteis após o término das inscrições, anexando Laudo Médico (original) que comprove o tipo de necessidade, bem como as condições diferenciadas de que necessitem, para que sejam tomadas as providências necessárias.

3.3.11 As solicitações de atendimento e/ou condição especial para a realização da prova serão avaliadas e autorizadas pela Coordenação do Setor de Concursos da FAURGS, levando em consideração as possibilidades, a razoabilidade do pedido e as disposições deste Edital.

3.3.12 A homologação do pedido de inscrição será dada a conhecer aos candidatos por meio de Edital ou Aviso a ser divulgado em locais previstos no item 2 deste Edital. Da não-homologação cabe recurso, que deverá ser formulado conforme o previsto no item 11 deste Edital.

3.4 Homologação das Inscrições

Para fins de homologação de inscrições, serão verificados o preenchimento do Requerimento de Inscrição e o pagamento da Taxa de Inscrição.

3.4.1 Para fins de homologação de Inscrição, será considerada a última inscrição realizada pelo candidato.

3.4.2 O candidato só poderá se inscrever em um único cargo constante no item 5 deste Edital.

4 DAS VAGAS DESTINADAS A CANDIDATOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA

4.1 As pessoas portadoras de deficiência é assegurado o direito de inscrição em Concurso Público para provimento de cargos, desde que a deficiência de que são portadoras seja compatível com as atribuições do cargo, conforme a Lei Orgânica do Município de Alvorada, RS.

4.2 As pessoas portadoras de deficiência participarão de seleção em igualdade de condições com os demais candidatos no que se refere a conteúdo de provas, avaliação, critérios de aprovação, horário e local de aplicação de provas e pontuação mínima exigida para todos os candidatos.

4.3 Em conformidade com a Lei Orgânica do Município de Alvorada, de 03/04/1990, Cap. V, Art. 57, cinco por cento (5%) das vagas são destinadas a deficientes físicos. As vagas destinadas a candidatos portadores de deficiência, deste Edital, serão preenchidas conforme sua classificação perante as demais vagas. O candidato portador de deficiência que desejar, eventualmente, concorrer à reserva especial de vagas deverá assinalar essa opção no campo específico do Requerimento de Inscrição e comprovar através do Atestado Médico (original) entregue na FAURGS, pessoalmente, ou por meio do seu procurador, na Av. Bento Gonçalves, 9500, Prédio 43.609, 3.º andar, Campus Vale da UFRGS, Agronomia, Porto Alegre/RS, atestando a espécie e o grau ou nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença - CID, até três (3) dias úteis após o término das inscrições. O Laudo Médico (original) deverá, obrigatoriamente, conter data de expedição de, no máximo, 90 (noventa) dias que antecederem à data de publicação deste Edital. O Laudo Médico (original) pode ser também enviado para a Caixa Postal 15.039, CEP 91501-970, Porto Alegre, RS, aos cuidados do Setor de Concursos da FAURGS, por meio de SEDEX e com data de postagem de até três (3) dias úteis após o término das inscrições.

4.4 Os Atestados Médicos que não sejam originais, sem data, fora do prazo de validade, sem assinatura ou número de registro de profissional da área médica, que não indiquem expressamente que o candidato é portador de deficiência ou de que deficiência se trata, não serão considerados válidos, resultando em indeferimento da solicitação do candidato.

4.5 Os candidatos portadores de deficiência que necessitem de algum atendimento e/ou condição especial para a realização da Prova Escrita Objetiva deverão fazer a solicitação, por escrito, conforme modelo do Anexo I, à FAURGS - Setor de Concursos, pessoalmente ou por meio de procurador, até três (3) dias úteis após o término das inscrições, anexando Laudo Médico (original) que comprove o tipo de deficiência, bem como as condições diferenciadas de que necessitem, para que sejam tomadas as providências necessárias.

4.6 Se aprovado e classificado para o provimento de vagas, o candidato portador de deficiência será submetido à avaliação, a ser realizada pelo Serviço Médico da Prefeitura Municipal de Alvorada, RS, ou por terceiros por ela designados na forma da lei, a fim de ser apurada a categoria de sua deficiência e a compatibilidade de exercício de atribuições do Cargo com a deficiência de que é portador.

4.7 Caso o candidato inscrito como portador de deficiência, após a avaliação a que se refere o subitem 4.6 deste Edital, não se enquadre como tal, seu nome será excluído da listagem de candidatos portadores de deficiência e passará a constar apenas da listagem geral de todos os candidatos.

4.8 Na hipótese de não compatibilidade de exercício de atribuições do cargo com a deficiência de que é portador, o candidato será eliminado do Concurso, abrindo vaga para o chamamento do próximo classificado na lista de portadores de deficiência aprovados no respectivo Concurso.

4.9 Não ocorrendo aprovação de candidatos portadores de deficiência para o preenchimento de vagas para o cargo previsto em reserva especial, essas serão preenchidas pelos demais candidatos aprovados.

4.10 A deficiência de que o candidato for portador, ao ingressar na Prefeitura Municipal de Alvorada, RS, não poderá ser invocada como causa de aposentadoria por invalidez.

5 DOS CARGOS, REQUISITOS, VAGAS, REMUNERAÇÃO E CARGA HORÁRIA

Cargo - Nível Médio Incompleto

Código

Cargo

Requisito de qualificação para ingresso no cargo

Vagas

Carga Horária Semanal

Salário Mensal R$

41

Guarda Municipal

a) Ensino Médio Incompleto

b) Experiência mínima de seis (6) meses de exercício de atividades similares às descritas para a categoria funcional

c) Curso Específico de Vigilância e Segurança' com carga horária mínima de 70h.

d) Carteira Nacional de Habilitação "AB".

2

40 (quarenta) horas semanais ou em escala de revezamento 12x36 horas

1.291,16

Cargos - Nível Fundamental

Código

Cargo

Requisito de qualificação para ingresso no cargo

Vagas

Carga Horária Semanal

Salário Mensal R$

42

Mecânico de Maquinário Pesado

a) Ensino fundamental completo' CNH "D" e curso de mecânica com especialização em maquinário pesado.

b) Experiência mínima de dois (2) anos no exercício de atividades similares as descritas para a categoria funcional

CR

40 (quarenta) horas semanais

1.586,33

43

Operador de Maquinário Pesado

a) Ensino Fundamental Completo e CNH "D"

b) Experiência mínima de dois (2) anos no exercício de atividades similares as descritas para a categoria funcional

CR

40 (quarenta) horas semanais

1.291,16

6 DAS ATRIBUIÇÕES DO CARGO

41 - Guarda Municipal

Manter vigilância sobre o edifício sede da Prefeitura, fabrica de canos, escolas públicas, postos de saúde, pavilhões, galpões, oficinas, depósitos, parques rodoviários, ginásio municipal de esportes, cemitério municipal, obras em execução e demais áreas ou edifícios onde funcionam unidades da prefeitura; zelar pela segurança dos materiais, máquinas e veículos postos sob sua guarda; fiscalizar a entrada e saída de pessoas nas áreas ou edifícios sob sua guarda; fiscalizar a entrada e saída de volumes, cargas e veículos; vigiar materiais destinados a obras e colocados em logradouros públicos; percorrer, durante o período de vigilância, as diversas dependências do lugar sob sua guarda; verificar os sistemas de alarme contra - roubo e incêndio; fazer contato com a Policia ou Corpo de Bombeiros imediatamente em caso de roubo ou incêndio; comunicar a autoridade superior qualquer irregularidade encontrada; acompanhar, quando designado pela chefia, o sistema de ronda nos diversos postos de vigilância do Município; executar outras tarefas afins.

42 - Mecânico de Maquinário Pesado

Distribuir, supervisionar, orientar e executar os trabalhos mais complexos relativos à conservação e reparo de maquinário pesado, envolvendo conhecimento de sistema hidráulico, sistema de transmissão automática e mecânica, sistema de freios, motor, caixa de câmbio e diferencial; executar outras atividades pertinentes à função.

43 - Operador de Maquinário Pesado

Operar máquinas rodoviárias, agrícolas, tratores, motos niveladoras e equipamentos móveis; varredouras, retroescavadeiras, agrícolas, tratores etc. abrir valetas e cortar taludos; proceder à escavação, transporte de terra, compactação de aterros e trabalhos semelhantes; auxiliar no conserto de máquinas, lavrar e discar terras; cuidar da limpeza e conservação dos equipamentos, zelando pelo seu bom funcionamento; realizar pequenos consertos e reparos nos maquinários, quando necessário; executar tarefas afins.

7 DAS PROVAS

O Concurso será constituído por três (3) Etapas, a saber:

a) Prova Escrita Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, para cargos do Grupo I (Nível Médio Incompleto) e do Grupo II (Nível Fundamental Completo), de acordo com os subitens 7.1 e 7.2 deste Edital;

b) Teste Físico para o Cargo de Guarda Municipal, de caráter eliminatório, de acordo com item 9;

c) Prova Prática, de caráter eliminatório, para os Cargos de Mecânico de Maquinário Pesado e Operador de Maquinário Pesado, de acordo com o item 10.

A relação de cargos é a que segue:

7.1 Grupo I - (Nível Médio Incompleto)

Cargos do Grupo I

Prova Escrita Objetiva

Matérias

Número de questões

Pontuação Máxima por Matéria

Pontuação Máxima no Concurso

42. Guarda Municipal

Caráter Eliminatório e Classificatório

Língua Portuguesa

15

30 pontos

100 pontos

Legislação

5

10 pontos

Conhecimentos específicos

20

60 pontos

7.2 Grupo II - (Nível Fundamental Completo)

Cargos do Grupo II

Prova Escrita Objetiva

Matérias

Número de questões

Pontuação Máxima por Matéria

Pontuação Máxima no Concurso

43. Mecânico de Maquinário Pesado

44. Operador de Maquinário Pesado

Caráter Eliminatório e Classificatório

Língua Portuguesa

15

45 pontos

100 pontos

Legislação

5

15 pontos

Matemática

10

40 pontos

8 DA PROVA ESCRITA OBJETIVA

8.1 A Prova Escrita Objetiva será realizada no município de Alvorada e/ou na Grande Porto Alegre, conforme a necessidade, em único turno e único horário, a ser divulgado em edital, conforme previsto no item 2 deste Edital, no prazo mínimo de oito (8) dias de antecedência da data de realização da mesma.

8.2 Desde já, fica o candidato convocado a comparecer ao Local de Prova 30 (trinta) minutos antes de seu início, munido, preferencialmente, do mesmo documento válido para identificação que originou sua inscrição, com fotografia atualizada, a saber: a) carteiras expedidas pelas Secretarias de Segurança Pública - Instituto de Identificação; pela Polícia Federal; pelos Comandos Militares; pela Polícia Militar e pelos órgãos ou conselhos fiscalizadores de exercício profissional; b) Certificado de Reservista; c) carteiras funcionais com foto, expedidas por órgão público; d) Carteira de Trabalho com foto; e) Passaporte; f) Carteira Nacional de Habilitação (somente modelo expedido na forma da Lei n.º 9.503/97). Os documentos deverão estar em perfeitas condições (sem avarias e inviolado), de forma a permitir, inequivocamente, a identificação do candidato. Não será aceita cópia de documento de identidade, ainda que autenticada, nem protocolo de documento.

8.3 Caso o candidato não esteja na lista de candidatos homologados, divulgada nos endereços constantes no item 2 deste Edital, e não apresentar o documento de inscrição com a comprovação de pagamento da mesma, não será permitido que ingresse em sala, para realizar a Prova Escrita Objetiva.

8.4 O ingresso, na sala de prova, só será permitido a candidato que apresentar documento válido de identificação, conforme subitem 8.2 deste Edital, ou, se for o caso, documento de órgão policial que ateste o registro de ocorrência de perda, furto ou roubo de seu documento de identificação, emitido com antecedência máxima de 30 (trinta) dias da data de aplicação de prova. O candidato deverá levar cópia desse registro policial no dia de aplicação da prova e, após a sua realização, deverá entregar, pessoalmente, na FAURGS, documento válido de identificação pessoal, até 48 (quarenta e oito) horas após a aplicação da prova. O candidato que se enquadrar na situação descrita anteriormente só poderá fazer a prova mediante preenchimento de Termo de Realização de Prova em Caráter Condicional

8.5 A lista de candidatos inscritos, com a designação de respectivos Locais de Prova e endereços, estarão disponíveis na Sede da FAURGS, bem como no endereço eletrônico www.faurgs.ufrgs.br/concursos, conforme Cronograma de Execução deste Edital. Não serão encaminhados informativos sobre local, data e horário de prova, por e-mail ou por via postal, para endereço de domicílio de candidatos.

8.6 O candidato deverá responder à Prova Escrita Objetiva, utilizando caneta esferográfica de tinta azul, fabricada em material transparente. Não será permitido o uso de lápis, lapiseira/grafite e/ou borracha durante a realização da Prova.

8.7 É de inteira responsabilidade do candidato comparecer ao Local de Prova munido de caneta esferográfica de tinta azul, fabricada em material transparente, para a adequada realização de sua Prova Escrita Objetiva. A FAURGS NÃO FORNECERÁ CANETAS A CANDIDATOS.

8.8 Não será permitida a entrada, na sala de aplicação de prova, de candidato que se apresentar após o sinal indicativo de seu início, salvo se acompanhado por algum fiscal ou representante da Coordenação do Concurso.

8.9 Não será permitido o ingresso, na sala de Prova, de candidato que se apresentar fora de local que lhe foi designado por Edital.

8.10 Em nenhuma hipótese, haverá segunda chamada, independentemente do motivo alegado. Também não será aplicada Prova fora de locais e horários designados por Edital.

8.11 A candidata que tiver de amamentar, durante a realização da prova, deverá fazer sua solicitação conforme o disposto no subitem 3.3.10 deste Edital. Deverá também levar um acompanhante que se identificará e ficará em local designado pela FAURGS, para ser responsável pela guarda da criança. Não haverá compensação de tempo de amamentação, utilizado pela candidata, no tempo de duração da prova.

8.12 Se, a qualquer tempo, for constatado, por meios eletrônico, estatístico, visual, grafológico ou através de investigação policial, a utilização, por parte do candidato, de processo ilícito, sua prova será anulada, e ele será automaticamente excluído do Concurso.

8.13 Os candidatos que comparecerem para realizar a prova não deverão portar armas, malas, livros, máquinas calculadoras, relógios de qualquer espécie, fones de ouvido, gravadores, pagers, notebooks, telefones celulares, pen-drives ou quaisquer aparelhos eletrônicos similares, nem utilizar véus, bonés, chapéus, gorros, lenços, aparelhos auriculares, óculos escuros, ou qualquer outro adereço que lhes cubra a cabeça, os olhos e os ouvidos.

8.14 Caso o candidato se apresente para a realização da prova, portando qualquer objeto ou adereço acima especificado ou com qualquer tipo de aparelho eletrônico, esse material deverá ser identificado e lacrado pelo próprio candidato, antes do início da prova, por meio de embalagem fornecida para tal fim pela FAURGS. Os celulares deverão ser desativados e acondicionados nessa embalagem. Se assim não proceder, o candidato será excluído do Concurso. Esse material será acomodado em local a ser indicado pelos fiscais da sala de prova e ali deverá ficar durante o período de permanência do candidato no local de prova. A FAURGS e a Prefeitura Municipal de Alvorada não se responsabilizarão por perda ou extravio de documentos, objetos ou equipamentos eletrônicos, que porventura, ocorra no local de realização da prova, nem por danos neles causados.

8.15 Para realizar a Prova Escrita Objetiva, o candidato receberá um Caderno de Questões e uma Folha de Respostas. A capa do Caderno de Questões deverá ser identificada com seu nome e número de inscrição. A Folha de Respostas estará pré-identificada, cabendo ao candidato a rigorosa conferência dos dados e a aposição de sua assinatura no local designado.

8.16 Não serão computadas questões que não forem assinaladas na Folha de Respostas de modo pertinente, bem como questões que contenham mais de uma resposta, emenda ou rasura, ainda que legíveis.

8.17 Durante a realização da Prova Escrita Objetiva, será colhida a impressão digital de candidatos e poderá ser realizada a revista com aparelhos eletrônicos portáteis detectores de metais.

8.18 O candidato somente poderá se retirar da sala de prova uma (1) hora após o seu início. Se quiser levar o Caderno de Questões da Prova Escrita Objetiva, o candidato somente poderá se retirar da sala de prova duas (2) horas após o início. 8.19 O candidato não poderá se ausentar da sala de prova, a não ser momentaneamente, em casos especiais, e na companhia de um fiscal.

8.20 O candidato, ao término da prova, entregará ao fiscal da sala a Folha de Respostas.

8.21 O candidato que se retirar da sala de Prova, ao concluí-la, não poderá utilizar sanitários nas dependências do local de Prova.

8.22 Não será permitida a permanência de acompanhante de candidato ou de pessoas estranhas ao Concurso em dependências do local onde for realizada a prova, exceto acompanhante de lactante, desde que o atendimento seja feito conforme o disposto no subitem 8.11.

8.23 Os programas, para a Prova Escrita Objetiva, estão dispostos no Anexo II deste Edital.

8.24 Será excluído do Concurso, mediante lavratura de Termo de Exclusão, sem prejuízo de eventuais e cabíveis sanções penais, o candidato que, durante a realização da prova:

a) não apresentar, dentro do prazo estipulado no Termo de Realização de Prova em Caráter Condicional, quaisquer documentos faltantes, conforme os especificados nos subitens 8.2 e 8.4;

b) não se apresentar para realizar a prova com algum dos documentos válidos para identificação constantes no subitem 8.2 ou não se enquadrar nas situações expressas nos subitens 8.3 e 8.4 deste Edital;

c) for surpreendido em comunicação com outro candidato ou com terceiros, ou utilizando livros, notas, impressos ou equipamentos não permitidos, conforme especificado no subitem 8.12 e 8.13;

d) for flagrado, portando ou utilizando objetos e/ou adereços especificados no subitem 8.13 deste Edital, na sala de realização de Prova e/ou nas dependências do Local de Prova;

e) não cumprir as orientações relativas a aparelhos celulares, dispostas no subitem 8.14;

f) recusar a coleta de sua impressão digital durante a aplicação de prova conforme especificado no subitem 8.17;

g) se ausentar da sala sem acompanhamento de fiscal, antes de ter concluído a Prova Escrita Objetiva e sem ter entregue a Folha de Respostas, conforme especificado no subitem 8.19;

h) se utilizar de quaisquer recursos ilícitos ou fraudulentos em qualquer etapa da realização do Concurso, conforme especificado no subitem 8.12;

i) for incorreto ou descortês para com qualquer dos examinadores, coordenadores, fiscais ou autoridades presentes;

j) infringir ou se recusar a obedecer a qualquer outra disposição deste Edital;

k) for surpreendido, utilizando caneta esferográfica que não seja de material transparente.

9 DA REALIZAÇÃO DO TESTE FÍSICO

9.1 O Teste Físico, que será realizado somente pelos candidatos ao cargo de Guarda Municipal, terá caráter exclusivamente eliminatório, e seu resultado será expresso sob a forma de conceito - APTO ou INAPTO. O teste poderá ser gravado.

9.2 O Teste Físico será aplicado aos candidatos aprovados na Prova Escrita Objetiva que estejam classificados até a 40ª (quadragésima) posição.

9.3 O Teste Físico será realizado na cidade de Alvorada (RS), e/ou na Grande Porto Alegre, em data, horário e local a serem posteriormente divulgados por meio de Edital, exclusivamente para os candidatos selecionados nos termos do subitem 9.2 deste Edital.

9.4 Os candidatos convocados para essa Prova deverão comparecer ao local de Prova 30 (trinta) minutos antes de seu início e apresentar-se munidos de documento válido de identificação, conforme subitem 6.2 deste Edital, com roupa apropriada para a realização de exercícios físicos e calçando tênis. Deverão estar munidos de ATESTADO MÉDICO (original), emitido com, no máximo, 30 (trinta) dias de antecedência à data da Prova (inclusive), que certifique, especificamente estar apto para realizar os esforços físicos .

9.5 O Atestado Médico, conforme modelo no Anexo III deste Edital, deverá conter, também, assinatura, carimbo com registro do número no Conselho Regional de Medicina (CRM) do profissional, e deverá ser entregue no momento da identificação do candidato, antes do início do Teste Físico. Em hipótese alguma, será aceita a entrega do Atestado Médico (original) em outro momento que não o descrito neste subitem. O candidato que não apresentar Atestado Médico (original), devidamente preenchido, não realizará o Teste Físico, em hipótese alguma, sendo, conseqüentemente, eliminado do Concurso.

9.6 Não haverá repetição na execução dos testes, exceto nos casos em que a ocorrência de fatores de ordem técnica, não provocada pelo candidato, tenha prejudicado o seu desempenho, a critério da Banca Examinadora. Caso seja autorizada a realização de novo Teste Físico pela Comissão do Concurso, em fase recursal, deverão ser realizados todos os dois (2) testes que compõem a Prova.

9.7 O aquecimento prévio e a preparação para a Prova são de responsabilidade do próprio candidato, não podendo interferir no andamento do Concurso, em qualquer momento em que se dê a convocação para a realização do Teste Físico. 9.8 Se, por razões decorrentes de condições climáticas ou por razões involuntárias, o Teste Físico for cancelado ou interrompido, ele será adiada, a critério da Comissão do Concurso, ouvida a Coordenação do Setor de Concursos da FAURGS, para nova data a ser divulgada, devendo o candidato realizar todos os testes, desde o início, desprezando-se os resultados até então obtidos.

9.9 A Prova desta Etapa - Teste Físico - será composta de 2 (dois) testes a serem realizados na seguinte ordem: um teste de resistência abdominal (teste clássico para resistência muscular localizada) e um teste de capacidade aeróbica (corrida de resistência de 12 (doze) minutos. O detalhamento do Teste Físico será divulgado em Edital de Convocação para a Prova.

9.10 Serão considerados APTOS no Teste Físico os candidatos que obtiverem o conceito APTO em cada um dos testes, o que consiste em executar todos os testes na forma exigida. Os demais candidatos (INAPTOS) estarão automaticamente eliminados do Concurso. O candidato considerado INAPTO em qualquer um dos testes não poderá realizar os testes subsequentes. Somente os candidatos APTOS em cada teste deverão dar sequencia aos demais testes.

9.11 Durante a realização do Teste Físico, será colhida a impressão digital dos candidatos.

9.12 Será excluído do Concurso, nesta Etapa, o candidato que:

a) se apresentar após o horário estabelecido;

b) não comparecer, seja qual for o motivo alegado;

c) não se apresentar para a realização de Teste Físico com documento de identificação válido, conforme determinado no subitem 9.4 deste Edital;

d) não apresentar o Atestado Médico, conforme subitem 9.4 deste Edital e modelo constante no Anexo III;

e) recusar a coleta de sua impressão digital durante a aplicação da Prova, conforme especificado no subitem 9.11;

f) não realizar as atividades solicitadas no Teste Físico.

9.13 Os candidatos considerados aptos no Teste Físico permanecerão com a mesma nota obtida na Prova Escrita Objetiva.

9.14 Os candidatos somente poderão ingressar no local da Prova em seu respectivo horário de apresentação.

9.15 A aplicação da Prova dessa etapa se dará por turmas, de forma a permitir a realização dos testes com intervalos para descanso. Os candidatos podem ser chamados para até dois (2) turnos diferentes, ao longo do período de aplicação do Teste Físico. Os candidatos serão chamados por ordem alfabética, e os testes serão aplicados na seqüência prevista neste Edital. O candidato reprovado em qualquer dos testes não poderá realizar os testes subsequentes.

9.16 O equipamento eventualmente necessário para a realização da Prova será fornecido no momento de sua aplicação.

9.17 Cada teste concluído pelo candidato terá seu resultado anotado na ficha de avaliação, e caberá ao candidato assinar a referida ficha, atestando ciência da avaliação realizada.

9.18 Os candidatos, tanto APTOS quanto INAPTOS, após realizarem os testes e receberem seu documento de identificação, deverão retirar-se do local de Prova, não podendo ali permanecer para assistir às Provas dos demais candidatos.

9.19 Não será permitido, em hipótese alguma, o acesso, ao local da Prova, de familiares, treinadores ou qualquer outra pessoa que não seja candidato, devidamente identificado e em seu período de prova.

9.20 Em nenhuma hipótese, haverá aplicação de Prova fora do local indicado, nem serão aceitos pedidos de alteração de data ou horário de prestação de Prova.

9.21 Os casos de alterações psicológicas ou fisiológicas (períodos menstruais, gravidez, contusões, luxações etc.) que impossibilitem o candidato de se submeter aos testes, ou de neles prosseguir ou que lhe diminuam a capacidade físico-orgânica, não serão considerados para fins de tratamento diferenciado na Prova.

10 DA REALIZAÇÃO DAS PROVAS PRÁTICAS

10.1 A Prova Prática será aplicada aos candidatos aprovados na Prova Escrita Objetiva que estejam classificados, considerando a pontuação nesta prova, em ordem decrescente de pontos, conforme especificado a seguir:

 

CARGO

POSIÇÃO

43.

Mecânico de Maquinário Pesado

Até a 10.ª

44.

Operador de Maquinário Pesado

Até a 10.ª

10.2 No caso de haver empate na pontuação correspondente à última posição prevista no subitem 13.1, todos os candidatos nesta situação serão chamados para realizar a Prova Prática.

10.3 Para a realização das Provas Práticas, será publicada, nos locais previstos no item 2 deste Edital, a convocação aos candidatos, na qual serão informados data, local e horário de sua realização.

10.4 A Prova Prática visa a aferir a experiência, a adequação de atitudes, a postura e as habilidades do candidato no desempenho das atividades típicas do respectivo cargo.

10.5 As habilidades que serão avaliadas e os respectivos critérios de avaliação serão estabelecidos no Edital de Convocação para a realização das Provas Práticas.

11 DA INTERPOSIÇÃO DE RECURSOS

11.1 O candidato poderá interpor recurso, mediante exposição fundamentada e documentada, referente:

11.1.1 A inscrição não homologada, no prazo de três (3) dias úteis, a contar do primeiro dia útil subsequente ao da publicação de Edital de homologação de inscrições.

11.1.2 Ao gabarito preliminar da Prova Escrita Objetivo, no prazo de três (3) dias úteis, a contar do primeiro dia útil subsequente ao de publicação do respectivo Edital ou Aviso de divulgação desses resultados.

11.1.3 A incorreções ou irregularidades constatadas na execução do Concurso, no prazo de três (3) dias úteis, a contar do primeiro dia útil subsequente ao de sua ocorrência.

11.2 O recurso deverá ser apresentado por meio de Formulário Específico, disponível no endereço www.faurgs.ufrgs.br/concursos, e entregue pelo candidato ou por seu procurador e protocolado na FAURGS, Av. Bento Gonçalves, n.º 9.500, prédio 43.609, 3.° andar, Setor de Concursos, Campus Vale, Bairro Agronomia, CEP 91501-970, Porto Alegre, RS, no horário das 9h às 17h.

11.3 Não serão conhecidos recursos interpostos fora de prazo, por e-mail, por via postal ou que tiverem sido interpostos de forma diferente do previsto no subitem 11.2 deste Edital.

11.4 Serão de caráter irrecorrível, em esfera administrativa, os resultados do Concurso, após apreciação de recursos e publicação de Decisões Finais.

11.5 As respostas da Banca Examinadora a pedidos de revisão estarão à disposição dos candidatos que as interpuseram, a partir da data de divulgação oficial do resultado final a que se referem, na Sede da FAURGS.

11.6 Admitir-se-á, para cada candidato, um único recurso para cada evento constante no subitem 11.1 sendo desconsiderados recursos de igual teor.

11.7 Se da análise de recursos resultar anulação de questões, essas serão consideradas como respondidas corretamente por todos os candidatos. Se resultar alteração de gabarito, as provas de todos os candidatos serão corrigidas conforme a alteração, e o resultado final será divulgado de acordo com esse novo gabarito.

12 DA APROVAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO

12.1 A Prova será avaliada de acordo com a pontuação constante no item 7 deste Edital.

12.2 Será considerado aprovado na Prova Escrita Objetiva, o candidato que obtiver aproveitamento igual ou superior a 50% do somatório total de pontos na referida prova, perfazendo um total igual ou superior a 50 pontos.

12.3 A pontuação final do candidato será obtida conforme o disposto no item 7 deste Edital.

12.4 Os candidatos inscritos na condição de portadores de deficiência, se aprovados, constarão também em listas específicas.

12.5 Na atribuição de pontos ou notas de qualquer prova ou apuração de resultados parciais ou finais, serão computadas até duas casas decimais, ficando vedados arredondamentos de pontos, em partes ou no todo, conforme o disposto no Decreto Municipal N.º 131/99.

13 DOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE NA CLASSIFICAÇÃO FINAL

13.1 Para os Cargos do Grupo I (Nível Médio Incompleto), os critérios de desempate são os que seguem:

a) preferência à idade mais elevada, em candidatos com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos, nos termos do Artigo 27 da Lei Federal N.º 10.741/2003, entre si e frente aos demais;

b) maior pontuação na prova na prova de Conhecimentos Específicos;

c) maior pontuação na prova de Língua Portuguesa;

13.2 Para os Cargos do Grupo II (Nível Fundamental), os critérios de desempate são os que seguem:

a) preferência à idade mais elevada, em candidatos com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos, nos termos do Artigo 27 da Lei Federal N.º 10.741/2003, entre si e frente aos demais;

b) maior pontuação na prova de Matemática;

c) maior pontuação na prova de Língua Portuguesa.

13.3 Persistindo o empate, proceder-se-á a sorteio público.

13.4 Em caso de realização de sorteio público como último critério de desempate, esse será comunicado aos candidatos através de Edital específico pelos meios de divulgação constantes do item 2 deste Edital, com antecedência mínima de três (3) dias úteis da data de sua realização.

13.5 Os candidatos que se enquadrarem na situação referida nas alíneas "a" dos subitens 13.1 e 13.2 deverão apresentar ou remeter por SEDEX, com Aviso de Recebimento (AR) para FAURGS - Setor de Concursos Caixa Postal 15039, CEP 91501-970, Porto Alegre, RS, documento original ou fotocópia autenticada para comprovar a idade, informada no Requerimento de Inscrição. A não apresentação de comprovação de idade implicará a não aplicação desse critério de desempate, passando o candidato a concorrer em igualdade de condições com os demais candidatos empatados em sua classificação.

14 DO PROVIMENTO DE CARGOS

14.1 O provimento de cargos obedecerá, rigorosamente, à ordem de classificação e se dará dentro do prazo de validade do Concurso.

14.2 Para ser efetuada a nomeação, o candidato deverá comprovar os requisitos abaixo relacionados e apresentar os documentos correspondentes:

a) ser aprovado no Concurso Público em que se inscreveu;

b) ser brasileiro ou gozar de prerrogativas contidas no Artigo 12 da Constituição Federal;

c) estar em dia com o Serviço Militar, se do sexo masculino;

d) estar em dia com as obrigações eleitorais;

e) possuir idade mínima de 18 (dezoito) anos completos na data da posse;

f) comprovar a escolaridade exigida para o cargo na data da posse, sendo que, tratando-se de cargos da área da educação, técnicos e de nível superior, somente será aceito diploma devidamente registrado;

g) possuir registro no Conselho de Classe, quando for exigido para o exercício da profissão, devidamente regularizado;

h) comprovar a experiência exigida, quando for o caso, exclusivamente, através de CTPS ou Certidão de Órgão Público, de acordo com os requisitos do cargo constantes do item 5 deste Edital;

i) não registrar antecedentes criminais e achar-se em pleno gozo de direitos civis e políticos;

j) ter boa saúde física e mental, verificada através de exame médico admissional.

14.3 A Prefeitura Municipal de Alvorada, RS, nomeará os concursados aprovados de acordo com as necessidades de serviços de seu Quadro de Pessoal, observado o prazo de validade do Concurso.

14.4 O candidato submeter-se-á aos prazos previstos em lei para assumir o cargo para o qual for nomeado. Caso o candidato deseje passar para o final da lista de classificação, deverá solicitá-lo à Prefeitura, através de requerimento, no ato de convocação. A Prefeitura Municipal de Alvorada, RS, poderá convocá-lo novamente, desde que o Concurso Público se encontre em validade e todos os candidatos tenham sido convocados, em primeira chamada, para o respectivo cargo. Caso o convocado tenha perdido o prazo hábil ou tenha passado para o final da lista de classificação, cabe à Prefeitura o direito de convocar o próximo classificado.

14.5 O candidato aprovado deverá comunicar à Prefeitura Municipal de Alvorada, RS, através de seu Protocolo do Departamento de Pessoal, qualquer mudança de endereço, sob pena de, em não sendo encontrado, ser considerado eliminado do Concurso Público que realizou, objeto deste Edital.

14.6 Em caso de serem criadas, posteriormente, mais vagas e/ou surgirem novas vagas, em virtude de exonerações, aposentadorias ou outros casos, para os cargos previstos neste Edital, essas poderão ser preenchidas por candidatos aprovados no Concurso, objeto deste Edital, respeitando-se sempre a ordem de classificação e o prazo de validade do mesmo.

14.7 Face às disposições constitucionais do inciso II do Artigo 40, que prevê aposentadoria compulsória com proventos proporcionais ao tempo de serviço aos 70 (setenta) anos de idade, somente será nomeado o candidato que, na data de nomeação, não estiver com 67 (sessenta e sete) anos de idade completos, a fim de possibilitar o cumprimento da exigência de três (3) anos de avaliação de estágio probatório para aquisição de estabilidade no Serviço Público Municipal.

15 DA VALIDADE

O prazo de validade do Concurso para aproveitamento de candidatos será de dois (2) anos, contados a partir da data de publicação de Homologação do Resultado Final, podendo ser prorrogado, por igual período.

16 DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

16.1 As inscrições de que trata este Edital implicam o conhecimento das presentes instruções por parte do candidato e seu compromisso tácito de aceitar as condições de realização do Concurso, tais como se acham estabelecidas no presente Edital e na legislação.

16.2 A inexatidão e/ou irregularidade constatadas em informações e documentos de qualquer candidato, mesmo que já tenha sido divulgado o Resultado Final do Concurso com situação de aprovação do candidato, levará à eliminação do candidato, anulando-se todos os atos decorrentes da inscrição.

16.3 Os casos omissos, neste Edital, serão resolvidos pela Comissão de Concursos da Prefeitura Municipal de Alvorada, RS, e pela FAURGS.

16.4 A aprovação no Concurso não assegura ao candidato nomeação imediata, mas apenas a expectativa de ser admitido segundo vagas existentes, em ordem de classificação, ficando a concretização desse ato condicionada a disposições pertinentes, sobretudo à necessidade e às possibilidades da Administração Municipal.

Alvorada, 21 de março de 2012.

João Carlos Brum
Prefeito Municipal de Alvorada

ANEXO I

FORMULÁRIO PARA SOLICITAÇÃO DE ATENDIMENTO E/OU CONDIÇÃO ESPECIAL PARA A REALIZAÇÃO DE PROVA OBJETIVA

À FAURGS - Setor de Concursos

NOME DO(A) CANDIDATO(A: _____________________________________________________

N.° DE INSCRIÇÃO: ________________

CARGO: _________________________________________________________________________

CONDIÇÃO: ( ) PORTADOR DE DEFICIÊNCIA ( ) NÃO PORTADOR DE DEFICIÊNCIA

Conforme disposto nos subitens 3.3.10 e 4.5 do Edital 16/2012, o candidato que necessitar de algum atendimento especial para a realização de provas deverá solicitá-lo POR ESCRITO, à FAURGS - Setor de Concursos, pessoalmente ou por meio de procurador, na Av. Bento Gonçalves, 9.500, Prédio 43.609, 30 andar, Campus Vale da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre, RS, ou encaminhá-lo por SEDEX, remetido para a Caixa Postal 15.039, CEP 91501-970, Porto Alegre, RS, até três (3) dias úteis após o término das inscrições, ANEXANDO Laudo Médico (original) que comprove o tipo de necessidade, para que sejam tomadas as providências necessárias. O atendimento será feito na medida das possibilidades e levando em consideração a razoabilidade do pedido e as disposições do referido Edital

Venho solicitar ATENDIMENTO ESPECIAL para a realização da PROVA ESCRITA OBJETIVA (explicitar abaixo o atendimento necessário com a devida justificativa)
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________________

Porto Alegre, _____ de __________ de 2012

______________________
Assinatura do Candidato

ANEXO II

DOS PROGRAMAS DAS PROVAS

LÍNGUA PORTUGUESA (Para Nível Médio Incompleto)

Estruturação do texto e recursos de coesão. Significação contextual de palavras e expressões. Interpretação do texto. Equivalência e transformação de estruturas. Emprego de tempos e modos verbais. Pontuação. Funções das classes de palavras. Flexão nominal e verbal. Concordância nominal e verbal. Ortografia e acentuação.

LÍNGUA PORTUGUESA (Para Nível Fundamental)

Leitura e compreensão de textos. Análise da estruturação do texto. Significação contextual de palavras e expressões. Equivalência e transformação de estruturas. Emprego de tempos e modos verbais. Pontuação. Flexão nominal e verbal. Concordância nominal e verbal. Regência verbal.

MATEMÁTICA (Para Nível Fundamental)

Conjuntos (noção, igualdade desigualdade, tipos, pertence e não pertence, subconjuntos, união e interseção), números naturais, inteiros e racionais, operações (adição, subtração, multiplicação, divisão e potenciação), quociente e razão, proporcionalidade direta, expressões aritméticas, regularidades e seqüências numéricas, localização e transformação no plano, geometria plana, área e volume, sólidos geométricos, quadrado, triângulo, paralelepípedo retângulo, média aritmética e porcentagem, problemas de contagem, tabelas, sistema de numeração decimal, sistema monetário brasileiro, sentenças matemáticas, frações, números decimais, medida de comprimento, medida de superfície, medida de volume, medida de massa, medida de capacidade, medida de tempo. Raiz quadrada. Número irracionais, números positivos e negativos. Operações com frações. Proporcionalidade inversa. Regra de três simples simples e composta. Equações de primeiro grau com uma variável. Inequações do primeiro grau com uma variável. Sistema de equações do primeiro grau com duas variáveis. Juros simples. Média aritmética ponderada. Triângulo retângulo e Teorema de Pitágoras. Combinatória e probabilidade; mediana.

LEGISLAÇÃO (Para Todos os Cargos) Lei Orgânica do Município; Lei Municipal nº 730/1994 - Regime Jurídico dos Servidores Públicos Municipais.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PARA O CARGO DE GUARDA MUNICIPAL

Noções de Segurança Privada: conceito; políticas de segurança privada; terminologias utilizadas; segurança terceirizada; empresas especializadas; segurança orgânica; transporte de valores; segurança pessoal privada; escolta armada; atividades de segurança privada. Relações Humanas no Trabalho: comunicação interpessoal; tipos de comunicação; dicção, afasia e inibições; ética e disciplina no trabalho; normas de conduta socialmente adequadas no ambiente de trabalho; trato social cotidiano; regras de convivência; atendimento a pessoas com deficiência; tipos de deficiência: física, sensorial e mental; atendimento prioritário - Lei nº. 7.853/89; comando - subordinação - hierarquia e disciplina do vigilante; asseio - postura e discrição. Sistemas de Segurança Pública e Conhecimentos Básicos sobre Competências: Polícias Federal, Civil, Militar, Corpo de Bombeiros e Guardas Municipais. Crime Organizado: conceito; noções das principais práticas: tráfico drogas, lavagem de dinheiro, contrabando, extorsão mediante sequestro, falsificação de produtos, desvio de dinheiro público (noções básicas). Prevenção e Combate a Incêndio: normas básicas; elementos essenciais; definição de incêndio; causas de incêndio; métodos preventivos; métodos de extinção; principais classes de incêndio; extintores portáteis: tipos e principais agentes extintores; pânico e abandono de área; GLP - procedimentos em caso de vazamento; papel dos bombeiros e das brigadas de incêndio; riscos de incêndio; procedimento em caso de incêndio; procedimento em caso de emergência. Primeiros Socorros: atitudes de socorrista (imobilização, massagem cardíaca, encaminhamento para atendimento médico ou SAMU). Técnicas Operacionais: técnicas, táticas e operacionalização: manuseio de armas, imobilização e defesa pessoal. Controle Eletrônico de Ronda e Sistemas de Proteção: ronda dos vigilantes e supervisores; controle eletrônico de rondas; alarmes, sensores, central de alarmes, zoneamento; Circuito Fechado de Televisão/CFTV; câmera speed dome: noções; sequencial de imagens; central de monitoramento; cercas eletrificadas. Vigilância: vigilância em geral: em bancos, porta giratória de segurança; regras básicas para o vigilante na porta giratória; vigilância em hospitais; vigilância em escolas; vigilância em prédios; funções em postos fixos; funções na ronda; rondas periféricas; posto de guarda. Segurança Física de Instalações: medidas de segurança (estáticas, dinâmicas); pontos estratégicos de segurança; pontos vulneráveis ou de riscos; proteção de entradas não permitidas; tipos de barreiras; controle de entradas permitidas; controle de acesso de pessoas; controle de acessos de materiais (entrada e saída); controle de acesso de veículos; sabotagem e prevenção de sabotagem; atuação do vigilante diante das principais situações de emergência; roubo; tumulto e pânico; evacuação do local. Criminalística: conceito; local do crime; classificação; formas de alteração do local de crime; providências a serem tomadas pelo vigilante; vestígios. Rádio- Comunicação: alfabeto fonético; numerais; código Q. Explosivos: procedimentos do vigilante em caso de ameaça de bombas; detecção de artefatos e objetos suspeitos; acionamento da polícia especializada em caso de evento crítico; relatório de ocorrência. Crise: conceito de crise; características das crises; conceito de gerenciamento de crises; objetivos do gerenciamento de crises.

ANEXO III

MODELO DE ATESTADO MÉDICO PARA O TESTE FÍSICO LAUDO MÉDICO

Atesto, para os devidos fins, que __________________ (nome do Candidato) se encontra apto para realizar a Segunda Etapa do Concurso Público para Guarda Municipal, podendo realizar os esforços físicos para o Teste Físico constante no Edital n.º 16/2012-Prefeitura Municipal de Alvorada.

_________________________
Data e Local

_______________________________
Assinatura do Profissional

_______________________________________________________________
Carimbo do Profissional com o Número no Conselho Regional de Medicina (CRM)