DAEP - Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis - SP

DAEP - DEPARTAMENTO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO DE PENÁPOLIS

ESTADO DE SÃO PAULO

EDITAL N° 001 DO CONCURSO PÚBLICO 001/2011

Notícia:   24 vagas de diferentes níveis e áreas no DAEP - SP

Av. Adelino Peters, 217 - CEP 16300 - 000 - Penápolis - SP - Fone (18) 3654 - 6100 - Fax: (18) 3654 - 6109
www.daep.com.br - daep@daep.com.br - C.N.P.J. 49.576.614/0001-05 - Inscrição Estadual: 521.119.916.110

O DAEP - Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis, Estado de São Paulo, torna público na forma prevista no artigo 37 da Constituição Federal a abertura de inscrições ao CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E DE PROVAS E TÍTULOS, para o preenchimento de vagas dos cargos abaixo especificados e as que vagarem dentro do prazo de validade previsto no presente Edital, providos pelo Regime Celetista. O Concurso Público será regido pelas instruções especiais constantes do presente instrumento elaborado de conformidade com os ditames da Legislação Federal e Municipais vigentes e pertinentes.

1. Nomenclatura - Carga Horária - Referência - Vagas - Vencimentos -Taxa Inscrição - Requisitos

1.1 NÍVEL DE ENSINO FUNDAMENTAL INCOMPLETO - MÍNIMO 4ª SÉRIE

Nomenclatura

C/H

Ref.

Vagas

Venc. (R$)

Taxa de Insc. (R$)

Requisitos Especiais

Auxiliar de Serviços Gerais

40

01.01

05

765,62

25,00

-

Coletor de Lixo

40

02.01

01

832,15

25,00

-

Encanador

40

04.01

01

998,93

25,00

Seis meses de experiência

Jardineiro

40

04.01

01

998,93

25,00

Seis meses de experiência

Pedreiro

40

04.01

01

998,93

25,00

Seis meses de experiência

Serralheiro

40

04.01

01

998,93

25,00

Seis meses de experiência

1.1.1 NÍVEL DE ENSINO FUNDAMENTAL COMPLETO

Nomenclatura

C/H

Ref.

Vagas

Venc. (R$)

Taxa de Insc. (R$)

Requisitos Especiais

Auxiliar de Eletricista

40

02.01

01

832,15

25,00

Seis meses de experiência

Auxiliar de Mecânico de Autos

40

02.01

01

832,15

25,00

Seis meses de experiência

Leiturista

40

03.01

01

909,42

25,00

-

Mecânico de Autos

40

05.01

01

1.102.90

25,00

Seis meses de experiência

Motorista

40

04.01

01

998,93

25,00

06 meses de experiência CNH categoria "D" ou superior

Operador de Máquina II

40

07.01

01

1.363,27

25,00

Curso básico de qualificação Profissional.
Carteira de Habilitação "D" ou "E".

Telefonista

30

03.01

01

909,42

25,00

Seis meses de experiência

1.1.2 NÍVEL DE ENSINO MÉDIO INCOMPLETO

Nomenclatura

C/H

Ref.

Vagas

Venc. (R$)

Taxa de Insc. (R$)

Requisitos Especiais

Operador de Máquina a Vapor Autoclave e Utilidades

40

03.01

01

909,42

38,00

Curso básico de qualificação Profissional
(Operação de Caldeira)

1.1.3 NÍVEL DE ENSINO MÉDIO COMPLETO

Nomenclatura

C/H

Ref.

Vagas

Venc. (R$)

Taxa de Insc. (R$)

Requisitos Especiais

Almoxarife

40

06.01

01

1.223,44

38,00

Seis meses de experiência

Assistente de Administração I

40

03.01

01

909,42

38,00

-

Assistente de Imprensa

40

05.01

01

1.102.90

38,00

Seis meses de experiência

Auxiliar de Laboratório

40

03.01

01

909,42

38,00

Seis meses de experiência

Auxiliar de Pedagogo

40

06.01

01

1.223,44

38,00

Seis meses de experiência

Fiscal de Obras e Posturas

40

05.01

01

1.102.90

38,00

Treinamento pós-admissional

Operador de Estação de Tratamento de Água (ETA) e Esgoto (ETE) e Reservação

40

03.01

01

909,42

38,00

-

Técnico de Laboratório

40

06.01

01

1.223,44

38,00

Seis meses de experiência e registro no CRQ

Técnico em Segurança do Trabalho

40

06.01

01

1.223,44

38,00

Curso Técnico de Segurança do Trabalho, devidamente credenciado pelo Ministério do Trabalho e Emprego e seis meses de experiência

1.1.4 NÍVEL SUPERIOR COMPLETO ESPECÍFICO

Nomenclatura

C/H

Ref.

Vagas

Venc. (R$)

Taxa de Insc. (R$)

Requisitos Especiais

Pedagogo

40

08.01

01

1.525,52

42,00

Ensino Superior em Pedagogia, com registro no MEC e especialização em Meio Ambiente

1.2 - São atribuições dos cargos:

ALMOXARIFE

Descrição Sintética: Compreende as tarefas que se destinam a receber, conferir e armazenas os materiais adquiridos pelo DAEP, controlando seu consumo, através de fichas próprias, elaborando relatórios e balanços anuais.

Descrição Detalhada: Manter em dia o estoque de materiais de consumo do DAEP em perfeita ordem de armazenamento, conservação, classificação e registro, inclusive por técnicas da informática; entregar aos diversos serviços da autarquia os materiais regularmente requisitados, extraindo as guias de entrega do material; controlar o consumo e aplicação do material adquirido pela autarquia; manter em perfeita ordem os fichários de estoque de material, estatística de consumo por órgão do DAEP, para efeito de previsão e consumo; receber as faturas e notas de entrega de fornecimento e encaminhá-las ao setor de empenho, acompanhadas de comprovante de recebimento e aceitação do material; supervisionar os serviços dos subalmoxarifados; elaborar relatórios e balanços anuais; operar o terminal de computador lotado no serviço de material e patrimônio; prestar informações a chefia sobre os materiais estocados; efetuar o registro dos materiais em guarda no depósito e das atividades realizadas, lançando os dados em fichas apropriadas, para facilitar a elaboração dos inventários; executar outras tarefas afins.

ASSISTENTE DE ADMINISTRAÇÃO I

Descrição Sintética: Compreende as tarefas que se destinam a atribuições com pequeno grau de complexidade pré-estabelecidas, através de rotinas bem definidas, onde se exige relativa supervisão e responsabilidade.

Descrição Detalhada: Preencher guias de recolhimento de taxas; efetuar a complementação do empenho prévio de compras, recebendo e conferindo as notas fiscais; manter os arquivos organizados em ordem alfabética, elaborando listagens de processos para facilitar sua tramitação; elaborar sumários ou pesquisas em geral; elaborar e datilografar balancetes e quadros demonstrativos; montar processos, xerocando documentação para enviar aos setores ou órgãos competentes, classificando-os em ordem alfabética, em pastas ou dossiês; efetuar levantamento de informações, coletando dados sobre os serviços prestados pela municipalidade, transcrevendo em fichas; complementar e atualizar os dados de fichas, estabelecendo contatos com as demais repartições; prestar atendimento ao público de forma eficaz, fornecendo informações; datilografar correspondências em geral, inclusive orçamentos, memoriais descritivos, autógrafos de Lei, etc; receber e arquivar correspondências, acompanhando sua tramitação, através de livros próprios; participar na organização de concursos públicos para admissão de pessoal, inscrições, montagem de processo, listagem de classificação, etc.; efetuar levantamento de dados e pesquisa de preços; fornecer informações sobre o andamento dos processos e os resultados obtidos; preencher requisições de material de consumo necessário à execução de serviços, inclusive material de construção para obras ou serviços de manutenção; digitar relatórios mensais sobre o andamento das atividades das diversas unidades de serviço ligadas ao seu setor; completar dados em impressos, formulários, fichas cadastrais, contratos, promissórias, fichas de registro de empregados, guias de recolhimento, empenhos de compras, ordens de pagamento, recibos, etc.; conferir e comparar documentos com listagens pré-emitidas; encaminhar convites para eventos e solenidades; controlar ou registrar a frequência, horas-extras, folgas, faltas, licenças médicas, férias, etc.; elaborar ou emitir nota de saída de combustível; efetuar o controle de estoque de mercadorias, registrando entradas e saídas; auxiliar no recebimento de materiais adquiridos, identificando o processo de compra (licitação), número de empenho e efetuar os respectivos registros da nota fiscal; elaborar relatório diário em ordem alfabética das notas fiscais das notas de saída e das notas de produção (produtos confeccionados pela fábrica de tubos); registrar e arquivar requerimentos ou outros documentos nos prontuários dos servidores do DAEP; proceder anotações de alterações salariais e férias nas carteiras profissionais dos servidores, nos prontuários ou fichas; colaborar na elaboração da folha de pagamento, efetuando lançamentos de faltas, horas-extras, adicionais, etc; separar, carimbar e conferir cartões de ponto; protocolar processos em livros próprios, acompanhando sua tramitação através de fichas; executar a transferência de imóveis, alterando dados, inclusive para o processamento de dados; enviar requerimento para a execução de serviços; efetuar o registro e a expedição de correspondências em geral, através de correio; manter controle contínuo sobre as taxas e tarifas; executar tarefas relacionadas à digitação em micro-computador; classificar documentos; atender telefone; recepcionar pessoas que se dirijam à área de trabalho; controle administrativo diverso; executar outras tarefas correlatas determinadas pelo superior imediato.

ASSISTENTE DE IMPRENSA

Descrição Sintética: Compreende as tarefas destinadas a coletar, organizar e divulgar, através de meios de comunicação (imprensa falada e escrita), as notícias do Departamento, promovendo inclusive a divulgação de eventos em geral, campanhas ou projetos.

Descrição Detalhada: montar noticiários para radio, coletando e organizando noticias ou entrevistas; montar releases para serem distribuídos à imprensa escrita e falada, relatando noticias de interesse do Departamento; montar programas radiofônicos para fins culturais, divulgando eventos, informações, apresentações, etc...; efetuar a cobertura jornalística dos eventos realizados pelo Departamento, efetuando entrevistas, gravações, etc...; manter contato diário com Diretor do DAEP para coletar dados sobre as viagens realizadas ou ações que estão sendo realizadas para efetuar a divulgação das mesmas; montar e apresentar programas radiofônicos para transmissão de noticias e informações referentes aos serviços e obras realizadas pelo Departamento (boletins informativos); efetuar gravações de propaganda volante para divulgações do Departamento para serem publicadas em jornais ou revistas, para a difusão do radio ou televisão; reunir, redigir, relatar e comentar notícias e informações do Departamento para serem publicados em jornais ou revistas, para a difusão do radio ou televisão; revisar, preparar e distribuir matérias para publicação; executar a revisão e preparação do material publicitário para garantir-lhe clareza, estilo adequado e correção; redigir anúncios, mensagens e comunicações dos serviços do Departamento para difusão em órgãos publicitários; organizar e manter arquivo das matérias e fotos que saem na imprensa sobre o Departamento; fotografar e filmar fatos, locais, eventos e ocorrências de interesse do Departamento; montar e /ou revisar material com dados do Departamento; executar outras tarefas afins.

AUXILIAR DE ELETRICISTA

Descrição Sintética: auxilia o Técnico em manutenção na manutenção preventiva e corretiva de instalações e equipamentos elétricos em geral, para garantir seu funcionamento.

Descrição Detalhada: auxiliar nos serviços diversos, auxiliando o eletricista em serviços gerais, tais como segurar peças, fazer serviços de pequenas montagens e desmontagens de conjuntos e outros; auxiliar na instalação de eletricidade em geral, executando pequenos consertos e substituição de peças danificadas, para assegurar o bom funcionamento; auxiliar na manutenção de serviços de iluminação, utilizando fios, lâmpadas, painéis, interruptores e outros, para conseguir melhor segurança nas instalações; executar a ligação de fios à fonte fornecedora de energia, utilizando alicates, chaves, conectores e materiais isolantes, testando a ligação para completar o serviço; zelar pelos instrumentos, ferramentas e materiais utilizados nos serviços de instalação elétrica, limpando-os e armazenando-os em local adequado, para garantir seu funcionamento; executar outras tarefas correlatas determinadas pelo superior imediato.

AUXILIAR DE LABORATÓRIO

Descrição Sintética: Compreende as tarefas que se destinam a planejar o trabalho para elaboração de todas as análises efetuadas pelo laboratório e preparar vidrarias e materiais similares. Preparar soluções e equipamentos de medição e ensaios e analisar amostras de insumos e matérias-primas. Organizar o trabalho conforme normas de segurança, saúde ocupacional e preservação ambiental.

Descrição Detalhada: coletar amostras para análises em geral; receber e registrar as condições das amostras enviadas por terceiros ao laboratório para análise; digitar todos os laudos emitidos pelo laboratório dentro das normas exigidas pelos órgãos da área; identificar todos os instrumentos e utensílios usados no laboratório; zelar pela conservação e manutenção dos equipamentos, máquinas, aparelhos e instrumentos utilizados; interpretar as análises da água de forma a manter sua qualidade, sob supervisão do profissional da área; lavagem e esterilização de materiais usados nas análises bacteriológicas, físico-químicas e efluentes; reparar reagentes usados nas análises físico-químicas, bacteriológicas e efluentes; auxiliar na realização das análises físico-químicas, efluentes e bacteriológicas; auxiliar na preparação de reagentes e produtos químicos a serem utilizados nas análises físico-químicas, bacteriológicas e de efluentes; realizar outras tarefas correlatas determinadas pelo superior imediato.

AUXILIAR DE MECÂNICO DE AUTOS

Descrição Sintética: auxilia no conserto de automotores em geral, efetuando a reparação, manutenção e conservação, visando assegurar as condições de funcionamento.

Descrição Detalhada: auxilia na montagem e desmontagem de equipamentos em geral, procedendo ajustes ou substituições de peças do motor, dos sistemas de freios, de ignição, de direção, de alimentação de combustível, de transmissão e de suspensão, utilizando ferramentas e instrumentos apropriados, para conserto dos veículos, maquinas e equipamentos visando seu funcionamento; auxilia no conserto de equipamento elétrico do veículo ou máquina, o alinhamento da direção e a regulagem dos faróis, enviando quando necessário a oficinas especializadas as partes mais danificadas, para complementar a manutenção do veículo; executa a limpeza e lubrificação de peças e equipamentos, providenciando os acessórios necessários para a execução dos serviços; auxilia na montagem dos demais componentes dos veículos e máquinas, guiando-se pelos desenhos ou especificações pertinentes, para possibilitar sua utilização; executa outras tarefas correlatas determinadas pelo superior imediato; fazer uso dos EPI's, indicados para execução das tarefas; participar de cursos e treinamentos oferecidos pela empresa; zelar pela limpeza e higiene no local de trabalho; zelar pela guarda, manutenção e conservação dos equipamentos, instrumentos e outros materiais utilizados; cumprir as instruções de trabalho.

AUXILIAR DE PEDAGOGO

Descrição Sintética: Consiste em desenvolver junto ao responsável pelo CEA todas as atividades relacionadas à área de educação ambiental do município.

Descrição Detalhada: auxiliar nas visitas e excursões seguindo o itinerário do saneamento básico e o percurso ao longo do Ribeirão Lajeado, bem como outros roteiros que incentivem a atuação ao meio ambiente; auxiliar no catálogo das árvores, isentos e animais da mata localizada próximo à lagoa de tratamento e de outras regiões do município; auxiliar no incentivo ao plantio de árvores e plantas ornamentais nas escolas, residências e propriedades rurais; auxiliar nas distribuições de cartilhas educativas para conhecimento e divulgação do material; auxiliar na redação, confecção de livros ou revistas, cartazes, maquetes, no próprio CEA ou com os próprios alunos, tendo em vista as pesquisas e visitas realizadas; auxiliar nas exposições permanentes dos trabalhos desenvolvidos pelo CEA; auxiliar na projeção de vídeos referentes ao meio-ambiente, bem como organizar e manter a videoteca do CEA; auxiliar na utilização do Centro de Educação Ambiental para pesquisas extraclasse; auxiliar na realização no mini-laboratório do CEA, experiências simples e ilustrativas sobre a degradação do meio-ambiente; auxiliar na realização, no mínimo, de um workshop semestral ou anual para a divulgação dos trabalhos para a comunidade; auxiliar na promoção da Semana do Meio-Ambiente (1ª semana de junho) com passeios, gincanas culturais e exposições; auxiliar na elaboração de projetos para recursos da área de meio ambiente; auxiliar na manutenção dos projetos elaborados; auxiliar na atualização e organização da biblioteca e o acervo de fotos do centro; auxiliar na realização de palestras às escolas bem como à comunidade em geral referentes ao meio ambiente e ao saneamento, de forma que se entenda a natureza como uma totalidade dinâmica e interdependente; auxiliar na realização de relatórios e estatísticas semestrais e anuais sobre as atividades do CEA; auxiliar na elaboração de uma metodologia de trabalho com a comunidade local de forma a despertar o espírito crítico sobre as questões do meio ambiente e do saneamento; auxiliar na organização de exposições permanentes e itinerantes sobre o meio ambiente; auxiliar na organização de cursos junto a outros órgãos municipais e/ou estaduais bem como com ONGs; auxiliar na realização de atividades com a comunidade que despertem a conscientização sobre a necessidade de preservar/conservar a natureza bem como desenvolver concepções conservacionistas referentes à utilização/apropriação da natureza pela sociedade; auxiliar na organização e manter atualizado em acesso de recortes com artigos referentes a Saneamento e Meio Ambiente; auxiliar na realização de monitoramento da qualidade de água com alunos, professores e comunidade em geral; auxiliar os alunos e professores na elaboração de pesquisas, material didático sobre o meio ambiente e saneamento; auxiliar no apoio às iniciativas de coleta de lixo reciclável realizadas nas escolas e nos bairros, fornecendo material didático aos interessados; auxiliar na organização de gincanas e passeios ecológicos que ampliem a conscientização da comunidade sobre a natureza; auxiliar nos trabalhos que integrem o Consórcio Ribeirão Lajeado, seguindo as suas diretrizes; auxiliar no desempenho de atividades que lhe sejam conferidas por instruções superiores ou que lhe decorram da natureza dos serviços sob sua responsabilidade;

AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS

Descrição Sintética: Compreende as tarefas que se destinam a executar serviços simples e repetitivos, onde se exige apenas habilidade manual, resistência e relativa força física, para efetuar capinação, conservação de estradas rurais, limpeza e conservação de próprios municipais, carregar e descarregar materiais.

Descrição Detalhada: colaborar para manter limpo o local de trabalho, retirando entulhos e sobras de material; executar serviços de capinação; auxiliar na abertura de valeta e caneleta; auxiliar no assentamento de tubos de concreto, para canalização das águas pluviais para impedir a erosão; auxiliar mecânicos, limpando ou lubrificando peças, ferramentas, equipamentos, máquinas e motores; carregar e descarregar sacarias de mantimentos, materiais de construção, móveis de escritório, equipamentos, etc., armazenando-os nos lugares indicados; executar os serviços simples em auxílio aos profissionais habilitados, no exercício de suas funções; auxiliar na confecção de tubos, coxos e guias de concreto; auxiliar no assentamento de guias e sarjetas; proceder às escavações para implantação das redes de água e esgoto; carregar e descarregar caminhões; proceder à abertura e limpeza de valas e caixas de inspeção; proceder à capinação e plantio de grama nas áreas de propriedades do DAEP; tapar buracos das valas de ligação das redes de água e esgoto; manter o local de trabalho e as ferramentas utilizadas e perfeita ordem e limpeza; substituir o vigia, seguindo suas atribuições, quando for solicitado; executar outras tarefas afins.

COLETOR DE LIXO

Descrição Sintética: Compreende as tarefas que se destinam a coletar o lixo domiciliar ou o produto da varrição de ruas, recolhendo latas, sacos plásticos para depositar no caminhão coletor.

Descrição Detalhada: recolher ou coletar o lixo domiciliar em latas ou sacos plásticos, seguindo roteiros estabelecidos, em ritmo acelerado para acompanhar o caminhão coletor de lixo; recolher ou coletar sacos de lixo com o produto da varrição das ruas, avenidas ou praças públicas; despejar o lixo no caminhão e recolocar as latas ou vasilhames no lugar; acompanhar o caminhão do lixo até o aterro sanitário, para descarregamento do lixo; coletar o lixo infectante em farmácias, hospitais, clínicas, consultórios médicos e odontológicos e unidades de saúde, seguindo as orientações da Vigilância à Saúde; coletar o lixo depositado nas lixeiras públicas e colocá-lo nos caminhões coletores; obedecer às escalas de serviço estabelecidas e atender as convocações para execução de tarefas compatíveis com suas habilidades e situação funcional; executar outras tarefas afins.

ENCANADOR

Descrição Sintética: Compreende as tarefas que se destinam a executar os serviços de instalações manutenção e consertos em geral em redes de água e esgoto, bem como, interpretações e elaborações de orçamentos para serviços a serem realizados.

Descrição Detalhada: executar serviços de colocação de cavaletes; executar serviços de mudanças de cavaletes; efetuar retirada e colocação de hidrômetros; executar vistorias para habita-se e localização de água clandestina; efetuar o conserto de cavaletes e canos; efetuar leituras e conferencia dos hidrômetros; efetuar cobrança de água dos contribuintes em atraso; executar o aviso de corte da ligação de água dos contribuintes em atraso com o pagamento; efetuar a reabertura de ligação de água; executar ligação de água e esgoto; abrir valetas em terra, asfalto, concreto etc; carregar e descarregar carrinho com cimento, tijolos, tubos e etc; revisar a leituras dos hidrômetros que acusam vazamento localizando o mesmo se houver; zelar pela manutenção e guarda dos materiais e ferramentas de seu uso; efetuar instalação de água e esgoto em banheiros; fazer e consertar rede de água e esgoto; cortas asfalto para executar as ligações de água e esgoto; executar remendo do asfalto nas ligações e conserto de rede; fazer galerias de águas pluviais; executar troca de peças no cavalete; auxiliar o serviço de manutenção de hidrômetros; fazer aferição de hidrômetros na banca ou no local; efetuar as instalações de rede de água e esgoto (primarias ou secundarias) em obras de construção, seguindo as determinações dos croquis, esquemas ou projetos; elaborar orçamento de matérias necessárias a execução dos serviços; executar outras tarefas a fins.

FISCAL DE OBRAS E POSTURAS

Descrição Sintética: Compreende as tarefas que se destinam a observar e fazer cumprir as leis, regulamentos e normas referentes à legislação municipal.

Descrição Detalhada: Executar a fiscalização de todos os serviços prestados pelo DAEP que possa gerar reclamações à municipalidade; vistoriar imóveis em construção, verificando se estão de acordo com os projetos, para expedição de HABITE-SE, de acordo com as determinações do DAEP; vistoriar locais, que estejam sendo utilizados como depósito de entulhos, notificando os responsáveis para limpeza; vistoriar a colocação de lixo ou entulho nas ruas, estradas, para garantir o aspecto estético da cidade bem como a proteção de nossos recursos naturais; prestar informações sobre a necessidade de reparos e consertos de pavimentação asfáltica, onde o DAEP executou serviços; atender às reclamações do público sobre problemas que prejudiquem o bem estar em relação às residências, estabelecimentos comerciais e prestadores de serviço; encaminhar para a Prefeitura Municipal de Penápolis aplicar ou preceder multas ou embargos em caso de infração às leis municipais; fiscalizar e fazer cumprir as disposições da legislação municipal, quanto à higiene e bem estar em todos os setores; efetuar controle de escoamento de águas pluviais; efetuar levantamento e verificação de imóveis em construção ou nos já construídos, para atualização do cadastro do DAEP; aplicar os princípios de fiscalização estabelecidos e regidos pelas legislações municipais e de competência deste Departamento, sempre em parceria com a Prefeitura Municipal de Penápolis; executar outras tarefas correlatas determinadas pelo superior imediato.

JARDINEIRO

Descrição Sintética: Compreende as tarefas destinadas a executar serviços de jardinagem e arborização, seguindo técnicas estabelecidas.

Descrição Detalhada: executar os serviços de plantio, arrancamento ou poda de plantas ou arvores, de acordo com as técnicas e épocas mais adequadas; efetuar a dedetização em arvores e plantas para o combate de fungos, cupim ou outros parasita; executar a formação de jardins e gramado, desenvolvendo as técnicas de adubagem, irrigação e esterco; zelar pela boa utilização e armazenamento de materiais ou ferramentas de seu uso; plantar e replantar mudas de plantas ornamentais para formação de arranjos em jardins, aplicando técnicas especificas; manter renovada as apartes danificadas dos jardins e gramados, transplantando mudas, erradicando ervas daninhas procedendo limpeza dos mesmos para mantê-los em bom estado de conservação; preparar a terra, arando, adubando,irrigando e efetuando outras tratos necessários, para proceder ao plantio de arvores, flores, arbustos, e outras plantas; fazer o plantio de sementes e mudas, colocando em covas previamente preparadas nos canteiros, para obter a germinação e enraizamento; executar enxerte de plantas, para possibilitar a criação de novas espécies; executar outras tarefas afins.

LEITURISTA

Descrição Sintética: Compreende as tarefas que se destinam a executar os serviços de leiturista dos hidrômetros e troca dos mesmos.

Descrição Detalhada: lacrar hidrômetros; avisar os contribuintes devedores sobre o corte de água; proceder à retirada de hidrômetro para reparos; colocar hidrômetros quando necessário; entregar cartas de notificação; substituir o mirim ou o continuo quando necessário; proceder a leitura dos hidrômetros através de coleta de dados; anotar no coletor de dados todas as correções que devem ser feitas no cadastro de leitura de cada usuário; revisar os imóveis que no período correto da leitura não foi possível fazer leitura; zelar pela conservação e manutenção dos materiais e equipamentos utilizados; entregar os avisos de lançamento de tarifas e taxas de água e esgoto; ser responsável pelas chaves dos portões das residências sob a guarda do DAEP para se feita a leitura mensal; observar qualquer irregularidade nos cavaletes dos imóveis e comunicar a sua chefia imediata; prestar informações aos usuários quando for solicitado, mantendo o bom relacionamento com os mesmos; executar outras tarefas a fins.

MECÂNICO DE AUTOS

Descrição Sintética: Compreende as tarefas que se destinam a executar o serviço de consertar veículos ou motores em geral, promovendo sua manutenção e conservação.

Descrição Detalhada: executar os serviços de montagem de faixa de breque, câmbio e molejo; executar serviços auxiliares de montagem de basculantes; auxiliar nos serviços de desmontar motores de frota, executando o conserto; verificar e consertar defeitos de motores à álcool, gasolina e diesel; montar e desmontar diferencial; zelar pela guarda, manutenção e conservação dos equipamentos, instrumentos e outros materiais utilizados; executar serviços de montagem, instalação e manutenção de equipamentos e máquinas diversa, tais como: conjunto moto-bomba, válvulas, registros, geradores, cloradores, etc...; verificar defeitos, reparar e/ou substituir rolamentos buchas, eixos, juntas, anéis, cabos, mancais, etc...; afinar motores, regular a ignição, carburação e mecanismos das válvulas; montar motores, guiando-se pelos desenhos ou especificações pertinentes; testar veículos, máquina, uma vez montados para comprovar o resultado da tarefa; executar outra tarefas afins.

MOTORISTA

Descrição Sintética: Compreende as tarefas que se destinam a dirigir furgão ou veiculo similar, manipulando os comandos e conduzindo-o no trajeto indicado, segundo as regras de transito, para entregar ou recolher cargas.

Descrição Detalhada: vistoriar os veículos, verificando os estado dos pneus, o nível de combustível, água e óleo do Carter, testando os freios e parte elétrica, para certificar-se de suas condições de funcionamento; examinar as ordens de serviços, verificando a localização dos depósitos e estabelecimento onde serão efetuadas a carga e descarga de mercadorias, para dar cumprimento a programação estabelecida; liga o motor do veículo, girando a chave de ignição, para aquecê-lo e possibilitar a movimentação do veiculo; dirigir o veiculo, manipulando seus comandos e observando o fluxo do transito e a sinalização, para conduzi-lo aos locais de cargas e descargas; controlar a carga e a descarga das mercadorias, comparando-as aos documentos de recebimento ou de entrega orientando sua arrumação no veiculo, para evitar acidentes e atender corretamente as normas; zelar pela manutenção do veículo, comunicando falhas solicitando reparos, para assegurar seu perfeito estado; Recolher o veiculo após a jornada de trabalho, conduzindo-o a garagem, para permitir manutenção e abastecimento do mesmo; poderá receber ou pagar a importância referente a carga entregue ou recolhida; auxiliar nos trabalhos de cargas e descargas do veiculo; dirigir outro veículos de transporte; efetuar reparos de emergência no veiculo; verificar se a documentação do veiculo esta correta; anotar e comunicar ao superior as anormalidades no funcionamento do veiculo, para serem providenciados os reparos; recolher ou transportar pessoas ou cargas em locais e horas determinadas, conduzindo-os em segurança conforme itinerários estabelecidos; transportar pessoas para participar de cursos, palestras ou encontros culturais; dirigir veiculo de coleta lixo domiciliar ou de varrição em velocidade mínima, parando em trechos regulares, conduzindo-o ate o aterro sanitário acionando os dispositivos para bascular o lixo; efetuar viagens intermunicipais para transporte de material para tratamento de água ou aquisição de cimento; efetuar transporte de terra para serviços de terraplanagem, construção de aterro e outras obras, compactação de estradas rurais ou quadras para pavimentação, acionando dispositivos para bascular o material; transportar pedra e areia para obras; executar outras tarefas a fins.

OPERADOR DE ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ÁGUA (ETA) E ESGOTO (ETE) E RESERVAÇÃO Descrição Sintética: Compreende as tarefas que se destinam a executar a ligação e a desligação das bombas, conforme o nível da água dos reservatórios.

Descrição Detalhada: ligar e desligar o motor bomba; controlar amperagem e registro de entrada e saída da água; limpar e conservar os motores e locais de trabalho; trocar graxetas; atender telefone e rádio; controlar o nível da água dos reservatórios, através dos métodos indicados; zelar pela manutenção e conservação dos equipamentos de trabalho; dirigir a entrada da água, abrindo válvulas, regulando e acionando motores e bombas para abastecer os reservatórios; lavar decantadores; lavar filtros; encher caminhão de água; carregar sulfato e cal; preparação dos tanques de sulfato e flúor e outros produtos químicos, dentro das normas técnicas; efetuar pequenos reparos ou providenciar os socorros necessários para manter as bombas em condições de funcionamento; anotar dados e realizar relatórios referentes às suas atribuições; substituir eventualmente o Tratador de Água, desde que domine suas atribuições; realizar outras tarefas correlatas determinadas pelo superior imediato.

OPERADOR DE MÁQUINA A VAPOR AUTOCLAVE E UTILIDADES

Descrição Sintética: Compreende as tarefas destinadas ao recebimento de resíduos de serviço de saúde, operar equipamento eletromecânico de autoclave para esterilização de materiais, emitir relatórios, trabalhar em conformidade a normas e procedimentos técnicos e de qualidade,segurança,higiene,saúde e preservação ambiental.

Descrição Detalhada: equipar de uniforme adequado para realização do trabalho (calça,camisa,avental e botas de cor branca); ligar caldeira, abrir válvula de gás ou registro,abrir registro de água,dar descarga de garrafa ao concluir a quantidade de água fechar registro;preparar produto químico na proporção de 2,5 lts em 27,5 de água no galão que abastece a bomba dosadora; observar o nível de água para não faltar e nem ultrapassar; usar os EPI's (luvas de proteção, óculos de segurança, respirador, protetor de ouvido e avental); abastecer conteiners com o resíduo, protegidos com papel; triturar o resíduo esterilizado armazenando em embalagem adequada para destino final no aterro sanitário; higienizar diariamente o local de trabalho utilizando os produtos adequados; limpar a autoclave, especialmente o filtro; fazer relatórios diariamente em formulários específicos; participar de treinamentos e cursos oferecidos pela empresa; controlar a entrada e saída de resíduos na unidade, anotando em relatórios específicos, encaminhando para chefia imediata as ocorrências para as devidas providencias; cumprir as instruções de trabalho.

OPERADOR DE MÁQUINA II

Descrição Sintética: Compreende as tarefas destinadas a operar máquinas de grande porte, enterrar animais mortos recolhidos, operar máquina no aterro sanitário, engraxar,abastecer e lubrificar a máquina que estiver sob sua responsabilidade.

Descrição Detalhada: receber os resíduos sólidos coletados na malha urbana; empurrar o resíduo da base para o topo do aterro com o trator sobre esteira; compactar o resíduo diariamente com a maquina trator sobre esteira; cobrir o local do lixo disposto com camadas de terra de acordo coma as orientações da assessoria técnica do DAEP; preencher relatórios de controle de serviços prestados diariamente; efetuar limpeza básica na máquina, diariamente; providenciar escavações adequadas, rampas,de obras especiais ( galerias/centros de grande porte); providenciar assentamento de tubulações de grande porte e peças especiais; efetuar escavações de terreno brejoso sobre estrado de madeira; usar os EPI's (luvas impermeáveis, creme antibacteriano, creme bloqueador solar, protetor auditivo, respirador semi facial, óculos de segurança, calçado de segurança e botas impermeáveis); participar de treinamentos; zelar pelas ferramentas; cumprir as instruções de trabalho; executar outras tarefas afins.

PEDAGOGO

Descrição Sintética: Compreende as tarefas que se destinam a planejar, preparar, coordenar, orientar os trabalhos a serem desenvolvidos no Centro de Educação Ambiental do Departamento.

Descrição Detalhada: efetuar visitas e excursões seguindo o itinerário do saneamento básico e o percurso ao longo do Ribeirão Lajeado, bem como outros roteiros que incentivem a atuação ao meio ambiente; catalogar as árvores, insetos e animais da mata localizada próxima à lagoa de tratamento e de outras regiões do município; incentivar o plantio de árvores e plantas ornamentais nas escolas, residências e propriedades rurais; distribuir cartilhas educativas para conhecimento e divulgação do material; redigir, confeccionar livros ou revistas, cartazes, maquetes, no próprio CEA ou com os próprios alunos, tendo em vista as pesquisas e visitas realizadas; expor permanente os trabalhos desenvolvidos no CEA; projetar vídeos referentes ao meio-ambiente, bem como organizar e manter a videoteca do CEA; utilizar o Centro de Educação Ambiental para pesquisas extra-classe; realizar no mini-laboratório do CEA experiências simples e elustrativas sobre a degradação do meio-ambiente; realizar, no mínimo, um workshop semestral ou anual para a divulgação dos trabalhos para a comunidade; promover a Semana do Meio-Ambiente (1ª semana de Junho) com passeios, gincanas culturais e exposições; elaborar projetos para recursos da área de meio ambiente; manter atualizado os projetos elaborados; manter atualizados e organizados a biblioteca e o acervo de fotos do centro; realizar palestras às escolas bem como à comunidade em geral, referentes ao meio ambiente e ao saneamento, de forma que se entenda a natureza como uma totalidade dinâmica e interdepentente; realizar relatórios e estatísticas semestrais e anuais sobre as atividades do CEA; elaborar uma metodologia de trabalho com a comunidade local de forma a despertar o espírito crítico sobre as questões do meio ambiente e do saneamento; organizar exposições permanentes e itinerantes sobre o meio ambiente; participar da organização de cursos junto a outros órgãos municipais e/ou estaduais bem como com ONGs; realizar atividades com a comunidade que despertem a conscientização sobre a necessidade de preservar/conservar a natureza bem como desenvolver concepções conservacionistas referentes à utilização/apropriação da natureza pela sociedade; organizar e manter atualizado em acesso de recortes com artigos referentes a saneamento e meio ambiente; realizar o monitoramento da qualidade da água do Ribeirão Lajeado com alunos, professores e comunidade em geral, realizando análises periódicas; auxiliar os alunos e professores na elaboração de pesquisas, material didático sobre o meio ambiente e saneamento; apoiar as iniciativas de coleta de lixo reciclável realizadas nas escolas e nos bairros, fornecendo material didático aos interessados; organizar gincanas e passeios ecológicos que ampliem a conscientização da comunidade sobre a natureza; trabalhar integradamente com o Consórcio Ribeirão Lajeado, seguindo as suas diretrizes; desempenhar atividades que lhe sejam conferidas por instruções superiores ou que lhe decorram da natureza dos serviços sob sua responsabilidade; fiscalizar o trabalho do pessoal sob sua responsabilidade; supervisionar e manter a frota de veículos sob sua responsabilidade; realizar estudos e pesquisas relacionadas às atividades pedagógicas, utilizando documentação e fontes de informação para ampliar a aperfeiçoar sua atuação; avaliar os resultados das atividades pedagógicas, propondo; executar outras tarefas correlatas determinadas pelo superior imediato.

PEDREIRO

Descrição Sintética: Compreende as tarefas destinadas a executar os serviços mais complexos de alvenaria em construção civil, desde a abertura dos alicerces, colocação de lajes, assentamento de pisos e azulejos em geral, efetuando os serviços de acabamento.

Descrição Detalhada: assentar tijolo, azulejo, piso, guia, esquadrias; fazer reboco com todos os tipos de massa, atendendo para prumo e nivelamento; fazer laje; carregar e descarregar terra e tijolos; abrir valetas; fazer terraplanagem em pátios pequenos; executar aberturas, marcar terrenos e supervisionar a abertura de alicerces; fazer poço de visita da rede de esgoto e caixa de registro para rede de água, zelar pela conservação, guarda e limpeza dos materiais, equipamentos e instrumentos peculiares ao trabalho; assentar aparelhos sanitários e demais peças utilitárias ornamentais; executar serviços de alvenaria e revestimento bem como acabamentos nobres; efetuar a fundação do alicerce, supervisionando a abertura e demarcação das valetas, através da instalação de estacas e alinhamentos, observando os níveis estabelecidos, promovendo os aterros necessários; realizar trabalho de manutenção corretiva dos próprios do departamento, calçadas e estruturas semelhantes, reparando paredes e pisos, trocando telhas, aparelhos sanitários, manilhas e outras peças; executar o assentamento de tijolos para construção das paredes, observando-se os níveis e esquadros necessários para alvenaria em geral; revestir paredes ou lajes com reboco, chapisco ou azulejos; efetuar a instalação de batentes para porta, vitrôs, peças de louça em sanitários, tanques, pias de cozinha, etc; executar o assentamento de contra-pisos em geral (cerâmica, tacos, ladrilhos, pedras. Lajotas, etc); efetuar os serviços de acabamento em geral, instalações de rodapés, rejuntamento de pisos e azulejos, etc; efetuar os serviços de colocação ou substituição de vitrôs em construção do DAEP; efetuar os serviços de colocação ou rembolsamento de telhas e cumeeiras em telhados; efetua adaptações em prédios, alternando posições de portas ou vitrôs, efetuando reformas em geral; construir muros assentando tijolos segundo as demarcações estabelecidas, construindo colunas de cimento armado ou concreto a intervalos regulares; construir galerias pluviais para passagem de água; efetuar a construção de reforço ou proteção (cabeça de tubos) em linhas de tubos para facilitar a canalização de águas em vias urbanas ou estradas municipais; ler e interpretar projetos de construção em geral; executar reformas de calçadas, guias e sarjetas; elaborar receitas de obras; rebocar massa fina, grossa e massa corrida; executar trabalhos de alvenaria, assentamento pedras ou tijolos de argila ou concreto para edificar próprios municipais; armar e desmontar andaimes de madeira ou metálicos para execução da obra desejada; executar outras tarefas afins.

SERRALHEIRO

Descrição Sintética: Compreende as tarefas que se destinam a recortar, modelar ou trabalhar de outra forma barras perfiladas de materiais ferrosos e não ferrosos utilizando-se de ferramentas específicas. Descrição Detalhada: recortar, modelar ou trabalhar de outra forma barras perfiladas de materiais ferrosos e não ferrosos, utilizando ferramentas manuais comuns especiais, mandris, gabaritos, máquina operatrizes, instrumentos de medição, de traçagem e de controle, para fabricar esquadrias, portas, grades e vitrais; estudar a peça a ser fabricada analisando desenho, modelo, especificações ou outras instruções para estabelecer o roteiro de trabalho; selecionar o material, as ferramentas e gabaritos, instrumentos de traçagem, de medição e de controle, seguindo o roteiro estabelecido, para assegurar bom rendimento do trabalho; reproduzir o desenho da peça a ser construída, utilizando bancada, tintas e outros materiais apropriados, a fim de obter um modelo para a mesma; executar o traçado, serradura ou perfuração do material, utilizando escala, esquadro, riscador, punções, serras mecânicas e manual, furadeira ou outros equipamentos, para possibilitar a confecção da peça; encerrar na forma de peças componentes, dobrando-as ou curvando-as a frio ou a quente, para dar ao conjunto a estrutura desenhada;montar e fixar as diferentes partes da peça, utilizando rebites parafusos, soldas oxigás ou elétrica, para obter a estrutura projetada; proteger a peça, utilizando tinta oxidante ou providencia a aplicação do processo eletroquímico de anodização, para evitar a corrosão;instalar as ferragens da esquadria, porta portão, grade ou peças similares, como trincos, dobradiças, puxadores, roldanas e fechaduras, fazendo os ajustes necessários e utilizando ferramentas manuais ou mecânicas e soldas, para completar a montagem das peças;pode manejar maquina de dobrar e cilindrar chapas; pode especializar-se na construção de determinadas peças, como esquadrias, grades de proteção e outras a ser designado de acordo com a especificação; fabricar esquadrias metálicas de acordo com as especificações dos projetos;executar outras tarefas afins.

TÉCNICO DE LABORATÓRIO

Descrição Sintética: Compreende as tarefas que se destinam a executar os serviços relacionados à análise de materiais em laboratório, adotando métodos convencionais, utilizando equipamentos e utensílios específicos, sob a supervisão de profissional da área.

Descrição Detalhada: efetuar ou supervisionar a coleta de material para exames; supervisionar e/ou realizar esterilização de instrumentos e utensílios a serem usados no laboratório; colaborar na assepsia e esterilização de instrumentos usados na coleta de material do laboratório; separar utensílios, instrumentos, numerando-os e identificando-os; conferir PH e PPM da água; controlar as dosagens de flúor, cloro e sulfato da água, nas proporções previamente determinadas pelo superior imediato; coletar amostras de água em diversos pontos da cidade e Distritos para análise; zelar pela conservação e manutenção dos equipamentos, máquinas, aparelhos e instrumentos utilizados; pode interpretar as análises da água, de forma a manter sua qualidade, sob supervisão do profissional da área; pode realizar estudos, ensaios e experiências, desenvolvendo processos ou aperfeiçoamento os existentes, por meio de testes de laboratório e de outros tipos, para ajudar nas pesquisas destinadas a criar e melhorar o controle da água; pode inspecionar instalações, observando seu funcionamento e efetuando a regulagens necessárias, para assegurar-se que obedecem os padrões técnicos requeridos; acompanhar o processo de análise para assegurar a observância das normas e especificações recomendadas; elaborar registros, relatórios e estatísticas simples para apreciação da direção técnica responsável; identificar e resolver os problemas técnicos que surjam no decorrer das análises, aplicando seus conhecimentos teóricos e práticos, para garantir o desenvolvimento normal dos trabalhos; executar outras tarefas afins.

TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO

Descrição Sintética: Compreende as tarefas que se destinam a orientar e coordenar o Sistema de trabalho, investigando os riscos e causas de acidente, analisando esquemas de preservação para garantir a integridade do pessoal.

Descrição Detalhada: orientar e coordenar o sistema de segurança do trabalho, investigando riscos e causas de acidentes e analisando esquemas de prevenção para garantir a integridade do pessoal; inspecionar locais, instalações e equipamentos, observando as condições de trabalho para determinar favores e riscos de acidentes; estabelecer normas e dispositivos de segurança, sugerindo modificações nos equipamentos instalados, verificando sua observância para prevenir acidentes; inspecionar postos de combate a incêndio, examinando mangueiras, hidrantes, extintores e outros equipamentos de proteção contra incêndios; comunicar ou elaborar relatórios sobre inspeções; investigar acidentes ocorridos, para edificar as causas e propor as providências necessárias para aperfeiçoar o sistema existente; registrar as irregularidades ocorridas, anotando-as em formulários próprios e elaborando estatísticas de acidentes; instruir os funcionários da empresa sobre normas de segurança e demais medidas para prevenção de acidentes; ministrar palestras ou treinamentos sobre medidas de prevenção de acidentes; coordenar a publicação de matérias sobre segurança no trabalho, preparando instruções e orientando a confecção de cartazes e avisos sobre prevenção de acidentes; enviar relatórios periódicos aos diversos setores, comunicando a existência de riscos, a ocorrência de acidentes de trabalho; indicar, especificamente, os equipamentos de segurança, inclusive os de proteção individual, verificando a qualidade dos mesmos; estabelecer, em conjunto com o órgão de suprimento, os níveis de estoques de materiais e equipamentos de segurança, e supervisionar sua aquisição, distribuição e manutenção; estudar e implantar sistema de proteção contra incêndios e elaborar planos de controle dos efeitos de catástrofes; promover campanhas internas de prevenção de acidentes de trabalho; delimitar áreas de periculosidade, de acordo com a legislação vigente; organizar e orientar, tecnicamente, a Comissão Interna de Prevenção de acidentes - CIPA; executar outras tarefas afins.

TELEFONISTA

Descrição Sintética: Compreende as tarefas que se destinam a executar a operação de painel telefônico, acionando teclas e outros dispositivos, estabelecendo comunicações internas, locais, interurbanas e internacionais.

Descrição Detalhada: atender a chamados telefônicos internos e externos, operando em troncos ramais; observar continuamente o painel, interpretando os sinais emitidos para efetuar o atendimento das chamadas telefônicas, identificando-as e distribuindo-as; operar os controles do painel telefônico acionando teclas, girando o disco de números e outros dispositivos; efetuar e registrar as ligações interurbanas, elaborando relatório a sua chefia imediata; atender pedidos de informação telefônica anotando recados e registrando chamadas; pode prestar informações gerais relacionadas com a repartição; manter registro de ligações a longa distancia; controlar e auxiliar as ligações de telefones automáticos; receber e transmitir telegramas pelo telefone; manter sob a sua guarda as listas telefônicas de outras regiões para facilitar a consulta; manter indicador alfabético dos telefones mais utilizados pelos diversos setores do departamento; zelar pelo equipamento telefônico, comunicando a chefia os defeitos apresentados para que sejam solicitados os concertos e manutenção necessária; executar outras tarefas afins.

2. DAS INSCRIÇÕES

2.1 - As inscrições serão feitas exclusivamente via internet, no site www.consesp.com.br no período de 25 de julho a 26 de agosto de 2011, devendo para tanto o interessado proceder da seguinte forma:

a) Acesse o site www.consesp.com.br, clique em inscrições abertas sobre a cidade que deseja se inscrever.

b) Em seguida clique em INSCREVA-SE JÁ, escolha o cargo, preencha todos os campos corretamente, clique em FINALIZAR INSCRIÇÃO e posteriormente visualizará a Declaração e Termo de Aceitação, em seguida clique em CONCORDO/GERAR BOLETO para gerar o boleto para pagamento da taxa de inscrição;

c) Na sequência imprima o Boleto Bancário e recolha o valor correspondente em qualquer banco. Não serão aceitos recolhimentos em caixas eletrônicos, postos bancários, transferências e por agendamento.

d) A CONSESP não se responsabiliza por erros de dados no preenchimento de ficha de inscrição, sendo a mesma de inteira e total responsabilidade do candidato.

e) O recolhimento do boleto deverá ser feito até o primeiro dia útil após a data do encerramento das inscrições, entendendo-se como "não úteis" exclusivamente os feriados nacionais e estaduais e respeitando-se para tanto o horário da rede bancária, considerando-se para tal o horário de Brasília, sob pena de não ser processada e recebida.

f) Para gerar o comprovante de inscrição (após o pagamento) basta digitar o seu CPF no menu CONSULTE, em seguida, selecione o Concurso correspondente à inscrição desejada, após isso clique em imprimir comprovante de inscrição;

g) Aqueles que declararem na "inscrição on-line" ser Portadores de Necessidades Especiais deverão encaminhar via sedex o respectivo LAUDO MÉDICO constando o CID, bem como pedido de condição especial para a prova, caso necessite, até o último dia de inscrição na via original ou cópia reprográfica autenticada, para CONSESP, sita a Rua Maceió, 68 - Bairro Metrópole - CEP 17900- 000 - Dracena - SP, acompanhado do respectivo Laudo Médico e explicitação do CID.

2.1.1 - A inscrição paga por meio de cheque somente será considerada após a respectiva compensação.

2.1.2 - No valor da inscrição já está inclusa a despesa bancária.

2.1.3 - Quarenta e oito horas após o pagamento, conferir no site www.consesp.com.br se os dados da inscrição efetuada pela internet foram recebidos e a importância do valor da inscrição paga. Em caso negativo, o candidato deverá entrar em contato com a CONSESP (18) 3822-6464, para verificar o ocorrido.

2.1.4 - A CONSESP não se responsabiliza por solicitação de inscrição via internet não recebida por motivos de ordem técnica dos computadores, falhas de comunicação, bem como outros fatores que impossibilitem a transferência de dados. O descumprimento das instruções para inscrição via internet implicará na não efetivação da mesma.

2.1.5 - Os candidatos poderão inscrever-se para até dois cargos, desde que haja compatibilidade de horário de provas, conforme dispõe o presente Edital, devendo para tanto proceder duas inscrições.

2.2 - Da Isenção ou redução da Taxa de Inscrição:

2.2.1 - Em conformidade com a Lei Municipal n° 1205 de 18 de fevereiro de 2004, ficará isento do pagamento da taxa de inscrição o candidato que comprovar ser doador de sangue, mediante documentação comprobatória de que houve doação no ano de 2011, em hospitais ou postos de saúde da rede pública, por no mínimo duas vezes.

2.2.2- O benefício de que trata o item anterior, será estendido a todas as pessoas que comprovarem através de documentação ser doadoras de órgãos.

2.2.3- Em conformidade com a Lei Municipal n° 1566 de 15 de maio de 2009, terá direito ao pagamento reduzido da respectiva taxa de inscrição, os candidatos que preencham as condições estabelecidas nos incisos I e II, simultaneamente:

I - sejam estudantes, assim considerados os que se encontrem regularmente matriculado em:

a) Uma das séries do ensino fundamental ou médio;

b) Curso pré-vestibular;

c) Curso superior, em nível de graduação ou pós-graduação.

II - percebam remuneração mensal inferior a 2 (dois) salários mínimos, ou estejam desempregados.

2.2.4- A redução corresponderá a 50% (cinquenta por cento) do valor da taxa de inscrição.

2.2.5- A concessão da redução ficará condicionada à apresentação, pelo candidato, no ato da inscrição:

I - quanto à comprovação da condição de estudante, de um dos seguintes documentos:

a) Certidão ou declaração, expedida por instituição de ensino pública ou privada;

b) Carteira de identidade estudantil ou documento similar, expedido por instituição de ensino pública ou privada, ou por entidade de representação discente.

II - quanto às circunstâncias previstas no inciso II do item 2.2.3, de comprovante de renda, anotações constantes na Carteira Profissional, ou de declaração, por escrito que não possui renda, não está em gozo de qualquer benefício previdenciário, de prestação continuada, oferecido por sistema de previdência social ou privado.

2.2.6- O candidato que preencher as condições estabelecidas nas Leis Municipais n° 1205 de 18 de fevereiro de 2004 e n° 1566 de 15 de maio de 2009, deverá sol icitar a redução ou isenção de pagamento de taxa de inscrição, obedecendo aos seguintes procedimentos:

a) acessar o site www.consesp.com.br no período de 25 a 29 de julho de 2011.

b) preencher total e corretamente a ficha de inscrição

c) encaminhar por SEDEX, indicando no envelope: Concurso Público para DAEP - Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis - redução ou isenção do valor da taxa inscrição, para a CONSESP, sita a Rua Maceió, 68 - Bairro Metrópole - CEP 17900-000 - Dracena - SP a solicitação de redução ou isenção de pagamento de taxa de inscrição mediante requerimento de candidato, devidamente identificado, fundamentado e, contendo além dos documentos citados nos itens 2.2.1, 2.2.2 e 2.2.5, o Boleto Bancário (não pago) decorrente da inscrição no concurso. Não serão consideradas as cópias de documentos encaminhados por outro meio.

2.2.7 - O candidato deverá, a partir das 18h do dia 08 de agosto de 2011, acessar o site www.consesp.com.br para verificar o resultado da solicitação pleiteada.

2.2.8 - O candidato que tiver a solicitação deferida deverá acessar novamente o site www.consesp.com.br digitar seu CPF, imprimir novamente o boleto bancário, com valor da taxa de inscrição reduzida, efetuar o pagamento da taxa durante o período estabelecido para as inscrições (item 2.1), salvo se a solicitação ocorrer no último dia de inscrição, ocasião em que o pagamento do boleto deverá ser feito até o primeiro dia útil após a data do encerramento das inscrições, entendendo-se como "não úteis" exclusivamente os feriados nacionais e estaduais e respeitando-se para tanto o horário da rede bancária, considerando-se para tal o horário de Brasília, sob pena de não ser processada e recebida.

2.2.9 - O candidato que tiver a solicitação indeferida deverá acessar novamente o site www.consesp.com.br, digitar seu CPF e proceder à efetivação da inscrição, imprimindo e pagando o boleto bancário, com valor da taxa de inscrição plena, até o último dia de inscrição, conforme item 2.1 do presente Edital.

2.2.10 - O candidato que desejar interpor recurso contra o indeferimento da solicitação de isenção ou redução do valor do pagamento da taxa de inscrição, deverá acessar o site www.consesp.com.br, no período de 10 e 11 de agosto de 2011, seguir as instruções ali contidas e preencher o formulário de recurso, conforme modelo constante do Anexo I do presente Edital.

2.2.11- A partir das 18h do dia 16 de agosto de 2011, estará divulgado no site www.consesp.com.br o resultado do recurso contra o indeferimento da solicitação de redução ou isenção do valor de pagamento da taxa de inscrição.

2.2.12- O candidato que não efetivar a inscrição mediante o recolhimento do respectivo valor da taxa, reduzida ou plena, conforme o caso, terá o pedido de inscrição invalidado.

2.2.13- O candidato que tiver sua solicitação de isenção indeferida, caso queira participar do concurso, deverá inscrever-se normalmente e efetuar o pagamento integral da taxa de inscrição.

2.2.14- O candidato que preencher a ficha de inscrição com dados incorretos ou que fizer declaração falsa, inexata ou que não possa satisfazer às condições estabelecidas neste Edital, terá cancelada sua inscrição. Caso o fato seja constatado posteriormente, terá como consequência, a anulação de todos os atos decorrentes da inscrição, mesmo que aprovado na prova e exames já realizados.

2.3 - São condições para inscrição:

2.3.1 - Ser brasileiro nato ou naturalizado nos termos do Art. 12 da Constituição Federal.

2.3.2 - Ter até a data da posse idade mínima de 18 anos; gozar de boa saúde física e mental; estar no gozo dos direitos políticos e civis e, se do sexo masculino, estar quite com o serviço militar.

2.3.3 - Estar ciente que se aprovado, quando da convocação deverá comprovar que preenche todos os requisitos exigidos para o cargo, constantes do presente Edital, sob pena de perda do direito à vaga.

2.3.4 - Não ter sido demitido por ato de improbidade ou exonerado "a bem do serviço público", mediante decisão transitada em julgado em qualquer esfera governamental.

2.3.5 - Para os candidatos aos cargos de Motorista e Operador de Máquina II, possuir habilitação na categoria "D" ou superior. Serão condicionadas até a data das provas práticas eventuais inscrições cujas categorias sejam inferiores às exigidas, ou o prazo de validade estiver vencido na data da inscrição. O Candidato deve estar ciente que somente será autorizado a se submeter à prova prática se portar a carteira de habilitação original na categoria exigida, com validade na data da realização das mesmas, de conformidade com C.T.B. - Código de Trânsito Brasileiro, nenhum condutor poderá dirigir na via pública sem portar seu respectivo documento de habilitação na via original e da classe correspondente ao veículo dirigido.

2.3.6 - Efetivada a inscrição, não serão aceitos pedidos para alteração de cargos, seja qual for o motivo alegado.

2.4 - Se aprovado e nomeado o candidato, por ocasião da posse ou contratação deverá apresentar, além dos documentos constantes no presente Edital, os seguintes: Título Eleitoral e comprovante de ter votado nas últimas eleições ou procedido à justificação na forma da lei, Quitação com o Serviço Militar, C.P.F., Prova de Escolaridade e Habilitação Legal, duas fotos 3X4, declaração de não ocupar cargo público e remunerado, exceto os acúmulos permitidos pela Lei, atestados de antecedentes criminais e demais necessários que lhe forem solicitados, sob pena de perda do direito à vaga.

3. DOS PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS - PNE

3.1 - As pessoas PNE que pretendem fazer uso das prerrogativas que lhes são facultadas no inciso VIII do artigo 37 da Constituição Federal e pela Lei Nº 7.853/89 é assegurado o direito de inscrição para os cargos em Concurso Público, cujas atribuições sejam compatíveis com a deficiência de que são portadoras.

3.1.1 - Em obediência ao disposto art. 37, § 1º e 2º do Decreto 3.298 de 20/12/99 que regulamenta a Lei 7853/89, ser-lhes-á reservado o percentual de 5% (cinco por cento) das vagas existentes para cada cargo, individualmente, das que vierem a surgir ou que forem criadas no prazo de validade do presente Concurso.

3.1.1.1- Se na aplicação do percentual resultar número fracionado igual ou superior a 0,5 (cinco décimos), estará formada 01(uma) vaga para o PNE. Se inferior a 0,5 (cinco décimos) a formação da vaga ficará condicionada à elevação da fração para o mínimo de 0,5 (cinco décimos), caso haja aumento do número de vagas para o cargo ou função.

3.1.2 - Não havendo candidatos aprovados para as vagas reservadas a PNE, estas serão preenchidas pelos demais concursados, com estrita observância da ordem classificatória.

3.1.3 - Consideram-se pessoas PNE aquelas que se enquadram nas categorias discriminadas no art. 4º do Decreto Federal Nº 3.298/99.

3.1.4 - As pessoas PNE, resguardadas as condições especiais previstas no Decreto Federal Nº 3.298/99, particularmente em seu art. 40, participarão do Concurso em igualdade de condições com os demais candidatos, no que se refere ao conteúdo das provas, à avaliação e aos critérios de aprovação, ao dia, horário e local de aplicação das provas, e a nota mínima exigida para todos os demais candidatos. Os benefícios previstos no artigo 40, §§ 1º e 2º, deverão ser requeridos por escrito, durante o período das inscrições, através de ficha de inscrição especial.

3.1.5 - O candidato deverá encaminhar via sedex para a CONSESP, sita a Rua Maceió, 68 - Bairro Metrópole - CEP 17900-000 - Dracena - SP, até o último dia de inscrição, na via original ou cópia reprográfica autenticada:

a) Laudo Médico atestando a espécie e o grau ou nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença - CID, bem como a provável causa da deficiência, inclusive para assegurar previsão de adaptação de prova.

b) Indicar o município para o qual se inscreveu

c) Solicitação de prova especial, se necessário.

d) A não solicitação de prova especial eximirá a empresa de qualquer providência.

3.1.6 - Serão indeferidas as inscrições na condição especial de PNE, dos candidatos que não encaminharem dentro do prazo e forma prevista no presente Edital o respectivo laudo médico.

3.1.7 - Aos deficientes visuais (cegos), serão oferecidas provas no sistema Braile e suas respostas deverão ser transcritas também em Braile. Os referidos candidatos deverão levar para esse fim, no dia da aplicação da prova, reglete e punção, podendo ainda, utilizar-se de soroban. Aos deficientes visuais (amblíopes) serão oferecidas provas ampliadas, com tamanho e letra correspondente a corpo 24.

3.1.8 - Os candidatos que não atenderem aos dispositivos mencionados no presente Edital serão considerados como não PNE e não terão prova especial preparada, sejam quais forem os motivos alegados.

3.1.9 - O candidato PNE que não realizar a inscrição conforme instruções constantes neste Edital, não poderá impetrar recurso em favor de sua situação.

3.1.10 - A publicação do resultado final do Concurso Público será feita em duas listas, contendo a primeira, a pontuação de todos os candidatos, inclusive a dos PNE, e a segunda somente a pontuação destes últimos.

3.1.11 - Ao ser convocado para investidura no cargo público, o candidato deverá se submeter a exame médico oficial ou credenciado pelo DAEP - Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis, que terá decisão terminativa sobre a qualificação do candidato como deficiente ou não, e o grau de deficiência capacitante para o exercício do cargo. Será eliminado da lista de PNE o candidato cuja deficiência assinalada na Ficha de Inscrição não se constate, devendo o mesmo constar apenas na lista de classificação geral.

3.1.12 - Após o ingresso do candidato portador de necessidades especiais, esta não poderá ser arguida para justificar a concessão de readaptação do cargo e de aposentadoria por invalidez.

4. DAS PROVAS E DOS PRINCÍPIOS

4.1 - O Concurso Público será de provas com valoração de títulos para os cargos Pedagogo e Auxiliar de Pedagogo e exclusivamente de provas para os demais cargos.

4.1.1 - A duração da prova será de 3h (três horas), já incluído o tempo para preenchimento da folha de respostas.

4.1.2 - O candidato deverá comparecer ao local designado, com antecedência mínima de 1 (uma) hora, munido de caneta azul ou preta, lápis preto e borracha e UM DOS SEGUINTES DOCUMENTOS NO ORIGINAL:

- Cédula de Identidade - RG;

- Carteira de Órgão ou Conselho de Classe;

- Carteira de Trabalho e Previdência Social;

- Certificado Militar;

- Carteira Nacional de Habilitação, emitida de acordo com a Lei 9.503/97 (com foto);

- Passaporte.

4.1.2.1- Os candidatos aos cargos de Motorista e Operador de Máquinas II, deverão portar e apresentar, por ocasião da prova prática, sua Carteira de Habilitação, sem restrições na categoria exigida pelo Edital e dentro do prazo de validade.

4.1.3 - As provas objetivas (escritas) desenvolver-se-ão em forma de testes, através de questões de múltipla escolha, na forma estabelecida no presente Edital.

4.1.4 - Em caso de anulação de questões, por duplicidade de respostas, falta de alternativa correta ou qualquer outro motivo, estas serão consideradas corretas para todos os candidatos e, os pontos correspondentes serão atribuídos a todos os candidatos que não os obtiveram, independente de recurso.

4.1.5 - A prova prática objetiva avaliar o grau de conhecimento e as habilidades do candidato de forma teórica e por meio de demonstração prática das atividades inerentes ao cargo ou função, respeitando-se o conteúdo programático descrito no presente Edital.

4.1.6 - Por prova dissertativa compreende-se a formulação de questões, sem opções de alternativas, oferecendo-se espaço suficiente para que se dê a devida resposta na forma dissertativa, ou, oferecimentos de temas para serem desenvolvidos em número mínimo de linhas, a ser estabelecido nas respectivas provas.

4.1.7 - Durante as provas não serão permitidas: consultas bibliográficas de qualquer espécie, utilização de máquina calculadora, agendas eletrônicas ou similares, telefone celular, BIP, "WALKMAN" ou qualquer material que não seja o estritamente necessário para a realização das provas. Os aparelhos "celulares" deverão ser desligados e deixados sobre a mesa do fiscal de sala até o término da prova.

4.1.8 - Após adentrar a sala de provas e assinar a lista de presença, o candidato não poderá, sob qualquer pretexto, ausentar-se sem autorização do Fiscal de Sala, podendo sair somente acompanhado do Volante, designado pela Comissão de Concurso.

4.1.9 - O candidato só poderá retirar-se do local de aplicação das provas, após 1 hora do horário previsto para o início das mesmas e constante do presente Edital, devendo entregar ao Fiscal da Sala o caderno de questões e respectiva folha de respostas. Não serão computadas questões não respondidas, que contenham rasuras, que tenham sido respondidas a lápis, ou que contenham mais de uma alternativa assinalada.

5. DA COMPOSIÇÃO DAS PROVAS E NÚMERO DE QUESTÕES

NÍVEL DE ENSINO FUNDAMENTAL INCOMPLETO - MÍNIMO 4ª SÉRIE

AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS
COLETOR DE LIXO
ENCANADOR
JARDINEIRO
PEDREIRO
SERRALHEIRO

Língua Portuguesa Matemática Conhecimentos Gerais Prática
101010SIM

NÍVEL DE ENSINO FUNDAMENTAL COMPLETO

AUXILIAR DE ELETRICISTA
AUXILIAR DE MECÂNICO DE AUTOS
MECÂNICO DE AUTOS

Língua Portuguesa Matemática Conhecimentos Gerais Prática
101010SIM

MOTORISTA
OPERADOR DE MÁQUINA II

Conhecimentos Específicos

Língua Portuguesa

Matemática

Conhecimentos Gerais

Prática

10

10

10

10

SIM

LEITURISTA

Língua Portuguesa

Matemática

Conhecimentos Gerais

10

10

10

TELEFONISTA

Conhecimentos Específicos

Língua Portuguesa

Matemática

Conhecimentos Gerais

10

10

10

10

NÍVEL DE ENSINO MÉDIO INCOMPLETO

OPERADOR DE MÁQUINA A VAPOR AUTOCLAVE E UTILIDADES

Conhecimentos Específicos

Língua Portuguesa

Matemática

Conhecimentos Gerais

10

10

10

10

NÍVEL DE ENSINO MÉDIO COMPLETO

AUXILIAR DE PEDAGOGO

Língua Portuguesa

Matemática

Conhecimentos Gerais

Dissertativa

20

10

10

Sim

ALMOXARIFE
ASSISTENTE DE IMPRENSA
FISCAL DE OBRAS E POSTURAS
OPERADOR DE ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ÁGUA (ETA) E ESGOTO (ETE) E RESERVAÇÃO
TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO

Conhecimentos Específicos

Língua Portuguesa

Matemática

Conhecimentos Gerais

10

10

10

10

ASSISTENTE DE ADMINISTRAÇÃO I

Conhecimentos Específicos

Língua Portuguesa

Matemática

Conhecimentos Gerais

Prática Digitação

10

10

10

10

SIM

AUXILIAR DE LABORATÓRIO
TÉCNICO DE LABORATÓRIO

Conhecimentos Específicos

Língua Portuguesa

Matemática

Conhecimentos Gerais

Prática

10

10

10

10

SIM

NÍVEL SUPERIOR COMPLETO ESPECÍFICO

PEDAGOGO

Conhecimentos Específicos

Língua Portuguesa

Conhecimentos Básicos de Informática

Conhecimentos Educacionais

20

10

10

10

5.1 - A classificação final obedecerá à ordem decrescente de notas ou média.

5.2 - Serão convocados para as provas práticas para os quais prevê o Edital, candidatos aprovados e classificados na proporção citada abaixo, aplicando-se em caso de igualdade de notas os critérios de desempate previstos no presente Edital.

Cargos

Quantidade de candidatos que serão convocados para prova prática

Assistente de Administração I

50 (cinquenta) vezes o número de vagas

Auxiliar de Eletricista

15 (quinze) vezes o número de vagas

Auxiliar de Laboratório

10 (dez) vezes o número de vagas

Auxiliar de Mecânico de Autos

10 (dez) vezes o número de vagas

Auxiliar de Serviços Gerais

30 (trinta) vezes o número de vagas

Coletor de Lixo

50 (cinquenta) vezes o número de vagas

Encanador

20 (vinte) vezes o número de vagas

Jardineiro

10 (dez) vezes o número de vagas

Mecânico de Autos

10 (dez) vezes o número de vagas

Motorista

50 (cinquenta) vezes o número de vagas

Operador de Máquina II10 (dez) vezes o número de vagas
Pedreiro10 (dez) vezes o número de vagas
Serralheiro10 (dez) vezes o número de vagas
Técnico de Laboratório10 (dez) vezes o número de vagas

6. DOS TÍTULOS

6.1 - O Concurso Público será de provas com valoração de títulos para os cargos Pedagogo e Auxiliar de Pedagogo e exclusivamente de provas para os demais cargos.

Para o cargo AUXILIAR DE PEDAGOGO, serão considerados os seguintes títulos:

ESPECIFICAÇÃO DOS TÍTULOS

VALOR

Normal Superior ou Nível Médio com habilitação no Magistério

8 (oito) pontos - máximo um título

Licenciatura Plena em Pedagogia

12 (doze) pontos

Pós-Graduação latu sensu

10 (dez) pontos - máximo um título

Para o cargo PEDAGOGO, serão considerados os seguintes títulos:

ESPECIFICAÇÃO DOS TÍTULOS

VALOR

Doutorado

20 (vinte) pontos - máximo um título

Mestrado

15 (quinze) pontos - máximo um título

Pós-Graduação latu sensu

10 (dez) pontos - máximo um título

6.1.1 - O candidato que se inscrever para mais de um cargo deverá entregar os títulos em envelopes separados, não sendo considerados em hipótese alguma os títulos apresentados para cargo diferente daquele descrito no envelope.

6.2 - Serão pontuados como títulos, Certificado/Declaração em papel timbrado da instituição, contendo assinatura e identificação do responsável e a respectiva carga horária, que ateste sobre a conclusão do curso.

6.3 - A soma total dos títulos não poderá ultrapassar "20 (vinte) pontos".

6.4 - Sobre a nota obtida pelos candidatos serão somados os pontos referentes aos títulos, para classificação final.

6.5 - Os pontos serão contados apenas para efeito de "classificação" e não de "aprovação".

6.6 - Os candidatos deverão apresentar na data das provas, até 30 (trinta minutos) após o encerramento das mesmas, em salas especialmente designadas, CÓPIA REPROGRÁFICA AUTENTICADA de eventuais títulos que possuam, conforme item 6.1 do presente Edital. Não serão considerados os títulos apresentados, por qualquer forma, fora do dia e horário acima determinados e estes deverão ser apresentados e entregues em envelope identificado com nome, cargo e número de inscrição do candidato, conforme modelo abaixo, que após conferência será fechado, emitindo-se comprovante de recebimento.

TÍTULOS
AUTENTICADOS EM CARTÓRIO

CONCURSO PÚBLICO

DAEP - Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis - SP

Cargo:
Nome do Candidato:
Inscrição n°:
RG:

6.7 - Não serão aceitos protocolos de documentos referentes a títulos.

6.7.1 - Somente serão considerados os títulos comprovados através de cópias reprográficas devidamente autenticadas em cartório.

6.8 - Não haverá segunda chamada para entrega dos títulos, qualquer que seja o motivo de impedimento do candidato que não os apresentou no dia e horário determinados.

6.9 - Em que pese os títulos serem apresentados na data das provas, os pontos somente serão contados se o candidato obtiver a nota mínima para aprovação na prova objetiva.

6.10 - Os títulos entregues serão inutilizados após decorrido o prazo de 365 dias corridos, contado da data da divulgação oficial do resultado final do Concurso.

6.11 - Não serão pontuadas como título, graduação ou pós-graduação, quando exigidas como pré-requisito. Quando o título apresentado se constituir em um dos pré-requisitos, a graduação deverá ser apresentada, sob pena de ser considerado pré-requisito e não título.

7. DAS NORMAS

7.1 - LOCAL - DIA - HORÁRIO - As provas serão realizadas no dia 18 de setembro de 2011, nos horários descritos abaixo, em locais a serem divulgados através de Edital próprio que será afixado no local de costume do DAEP - Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis, através de jornal com circulação no município e através do site www.consesp.com.br, com antecedência mínima de 3 (três) dias. As provas práticas serão realizadas em data, locais e horários a serem divulgados através do Edital que publicará o Resultado das provas objetivas (escritas).

8h

Assistente de Administração I

Assistente de Imprensa

Auxiliar de Eletricista

Auxiliar de Serviços Gerais

Jardineiro

Mecânico de Autos

Motorista

Operador de Máquina a Vapor Autoclave e Utilidades

Pedagogo

Pedreiro

Técnico de Laboratório

Técnico em Segurança do Trabalho

Telefonista

 
14h
Almoxarife
Auxiliar de Laboratório
Auxiliar de Mecânico de Autos
Auxiliar de Pedagogo
Coletor de Lixo
Encanador
Fiscal de Obras e Posturas
Leiturista
Operador de Estação de Tratamento de Água (ETA) e Esgoto (ETE) e Reservação
Operador de Máquina II
Serralheiro

7.1.1 - Caso o número de candidatos exceda a oferta de lugares nas escolas localizadas na cidade, a CONSESP e o DAEP - Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis, poderão alterar horários das provas ou até mesmo dividir a aplicação das provas em mais de uma data, cabendo aos candidatos a obrigação de acompanhar as publicações oficiais e através do site www.consesp.com.br.

7.2 - Será disponibilizado no site www.consesp.com.br, com antecedência mínima de 3 (três) dias, o cartão de convocação. Essa comunicação não tem caráter oficial, e sim apenas informativo.

7.3 - COMPORTAMENTO - As provas serão individuais, não sendo tolerada a comunicação com outro candidato, nem utilização de livros, notas, impressos, celulares, calculadoras e similares. Reserva-se à Comissão Examinadora do Concurso Público e aos Fiscais, o direito de excluir da prova e eliminar do restante das provas o candidato cujo comportamento for considerado inadequado, bem como, tomar medidas saneadoras e restabelecer critérios outros para resguardar a execução individual e correta da provas.

7.4 - Em caso de necessidade de amamentação durante a realização das provas, a candidata deverá levar um acompanhante, que terá local reservado para esse fim e que será responsável pela guarda da criança.

7.5 - Não haverá sob qualquer pretexto ou motivo, segunda chamada para a realização das provas e os candidatos deverão comparecer, no mínimo 1 (uma) hora antes do horário marcado para o início das provas, após o que os portões serão fechados não sendo permitido a entrada de candidatos retardatários.

7.6 - É de inteira responsabilidade do candidato acompanhar a publicação de todos os atos, editais e comunicados referentes a este Concurso Público, os quais serão afixados também nos quadros de aviso do DAEP - Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis, devendo ainda manter atualizado seu endereço.

8. DAS MATÉRIAS

8.1 - As matérias constantes das provas a que se submeterão os candidatos são as seguintes:

NÍVEL DE ENSINO FUNDAMENTAL INCOMPLETO - MÍNIMO 4ª SÉRIE

Língua Portuguesa: Alfabeto da Língua Portuguesa; Ordem Alfabética; Ordenação de Frases; Ortografia; Divisão Silábica e Classificação quanto ao número de sílabas; Frases:- Interrogativa - Exclamativa - Afirmativa - Negativa; Classes de Palavras; Comparação de palavras entre si: Sinônimos e Antônimos; Acentuação Gráfica; Sinais de Pontuação; Concordância dos Nomes (substantivos) e dos Verbos; Análise e Interpretação de Textos.

Matemática: Conjunto dos números naturais: quatro operações fundamentais - resolução de problemas sobre as quatro operações; Sistema de numeração decimal: números até bilhão; Noções de: dúzia, arroba, metade, dobro, triplo, um quarto ou quarta parte, um terço ou terça parte; Medidas de: comprimento, superfície, massa, capacidade e tempo - transformações - problemas; Número decimal: operações. Sistema Monetário Nacional - Real; Perímetro e área de quadrado e retângulo; Operações com frações; Operações com números decimais. Conhecimentos Gerais: Cultura Geral (Nacional e Internacional); História e Geografia do Brasil; Atualidades Nacionais e Internacionais; Meio Ambiente; Cidadania; Direitos Sociais - Individuais e Coletivos; Ciências Físicas e Biológicas - Ciência Hoje. FONTES: Imprensa escrita, falada, televisiva e internet; Almanaque Editora Abril - última edição; Livros diversos sobre História, Geografia, Estudos Sociais e Meio Ambiente.

Conhecimentos Específicos:

AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS (PRÁTICA) Varrição de superfícies diversas; Noções de Segurança no Trabalho; Conhecimento e uso de ferramentas: enxada, foice, pé de cabra, pá, lima, vassoura, escovão, outros; Carregamento e descarregamento de terra, areia e entulhos em caminhões; Conservação de ferramentas diversas; Carregamento e empilhamento de tijolos, blocos, telhas; Uso de carriolas e similares; Abertura de valas com utilização de ferramentas manuais; Limpeza de veículos e máquinas; Carregamento e descarregamento de objetos como: madeiras, móveis, maquinários; Conhecimentos básicos de hidráulica e eletricidade; Hierarquia; Noções básicas de primeiros socorros.

COLETOR DE LIXO (PRÁTICA) Noções de higiene e limpeza; Destinação do lixo; Equipamentos para a segurança e higiene; Normas de segurança; Coleta do lixo domiciliar, hospitalar e industrial; Serviços de carga e descarga, armazenagem e disposição final do lixo.

ENCANADOR (PRÁTICA) Tipos de tubulação; Tipos de conexão; Materiais utilizados; Equipamentos utilizados; Ligações de água; Ligações de esgoto; Válvulas; Registros; Hidrômetros; Tipos de Poços e Bombas d'água; Segurança dos equipamentos.

JARDINEIRO (PRÁTICA) Funções; Jardinagem - Noções; Adubação; Poda de árvores; Plantio; Replantio; Equipamentos; Ferramentas e utensílios comuns ao exercício da função.

PEDREIRO (PRÁTICA) Conhecimentos das ferramentas; Conhecimentos da Função; Normas de segurança; Conhecimentos do sistema de metragem linear; Cubicagem; Conhecimentos dos materiais; Concretagem; Preparação de massas; Noções de assentamento de tijolos.

SERRALHEIRO (PRÁTICA) Máquinas, Equipamentos e Utensílios; Metro linear e polegada; Tipo de materiais; Conhecimentos Técnicos dos materiais; Soldas - Tipos; Medidas de segurança; A oxidação dos materiais.

NÍVEL DE ENSINO FUNDAMENTAL COMPLETO

Língua Portuguesa: Fonema e Sílaba; Ortografia; Estrutura e Formação das Palavras; Classificação e Flexão das Palavras; Classes de Palavras: tudo sobre substantivo, adjetivo, preposição, conjunção, advérbio, verbo, pronome, numeral, interjeição e artigo; Acentuação; Concordância nominal; Concordância Verbal; Regência Nominal; Regência Verbal; Sinais de Pontuação; Uso da Crase; Colocação dos pronomes nas frases; Termos Essenciais da Oração (Sujeito e Predicado); Análise e Interpretação de Textos.

Matemática: Conjunto de números: naturais, inteiros, racionais, irracionais, reais, operações, expressões (cálculo), problemas, raiz quadrada; MDC e MMC - cálculo - problemas; Porcentagem; Juros Simples; Regras de três simples e composta; Sistema de medidas: comprimento, superfície, massa, capacidade, tempo, volume; Sistema Monetário Nacional (Real); Equações: 1º e 2º graus; Inequações do 1º grau; Expressões Algébricas; Fração Algébrica; Geometria Plana.

Conhecimentos Gerais: Cultura Geral (Nacional e Internacional); História e Geografia do Brasil; História e Geografia do Brasil Atualidades Nacionais e Internacionais; Meio Ambiente; Cidadania; Direitos Sociais - Individuais e Coletivos; Ciências Físicas e Biológicas - Ciência Hoje. FONTES: Imprensa escrita, falada, televisiva e internet; Almanaque Editora Abril - última; Livros diversos sobre História, Geografia, Estudos Sociais e Meio Ambiente.

Conhecimentos Específicos:

AUXILIAR DE ELETRICISTA (PRÁTICA) Conhecimentos das ferramentas, equipamentos e utensílios empregados em eletricidade; Conhecimentos das normas de segurança; Conhecimento do material empregado; Qualidade do material; Isolantes; Cargas; Fases; Circuito; Prática da função; Regulagens com voltímetro, amperímetro, extratores, adaptadores; Serviços de Solda; Refletores; Antenas; Semáforos; Ligações elétricas provisórias e definitivas.

AUXILIAR DE MECÂNICO DE AUTOS (PRÁTICA) Conhecimentos e utilização adequada das ferramentas; Conhecimentos da norma de segurança; Explosão; Óleos e lubrificantes; Motor; Transmissão; Suspensão; Ignição; Peças de reposição; Sistemas de medidas utilizadas para as peças, roscas e parafusos; Conhecimentos básicos da função; Noções de Manutenção Geral.

LEITURISTA A prova objetiva versará sobre Língua Portuguesa, Matemática e Conhecimentos Gerais

MECÂNICO DE AUTOS (PRÁTICA) Conhecimentos e utilização adequada das ferramentas; Conhecimentos da norma de segurança; Explosão; Óleos e lubrificantes; Motor; Transmissão; Suspensão; Ignição; Peças de reposição; Sistemas de medidas utilizadas para as peças, roscas e parafusos; Conhecimentos básicos da função; Noções de Manutenção Geral.

MOTORISTA Legislação e Regras de Circulação: Legislação e Sinalização de Trânsito; Normas gerais de circulação e conduta; Sinalização de Trânsito; Direção defensiva; Primeiros Socorros; Proteção ao Meio Ambiente; Cidadania; Noções de mecânica básica de autos; Código de Trânsito Brasileiro e seus Anexos, Decreto nº 62.127 de 16/01/68 e Decreto nº 2.327 de 23/09/97.

PRÁTICA DE DIREÇÃO VEICULAR: Condução e operação veicular das diversas espécies compatíveis com a categoria exigida; Manobras internas e externas; Conhecimentos e uso dos instrumentos do painel de comando e outros disponíveis nos veículos da espécie; Manutenção do veículo; Carregamento e descarregamento de materiais, inclusive com basculamento.

OPERADOR DE MÁQUINA II Legislação e Regras de Circulação: Legislação e Sinalização de Trânsito; Normas gerais de circulação e conduta; Sinalização de Trânsito; Direção defensiva; Primeiros Socorros; Proteção ao Meio Ambiente; Cidadania; Noções de mecânica básica de autos; Código de Trânsito Brasileiro e seus Anexos, Decreto nº 62.127 de 16/01/68 e Decreto nº 2.327 de 23/09/97. PRÁTICA DE OPERAÇÃO VEICULAR: Condução de veículos da espécie; Manobras; Conhecimentos sobre os instrumentos do painel de comando; Manutenção do veículo; Direção e operação veicular de máquinas leves e pesadas motorizadas e não motorizadas.

TELEFONISTA Técnicas de Comunicação; Uso do Fax; Qualidade no atendimento ao público; Formas de atendimento ao público e ao telefone; Assiduidade; Disciplina na execução dos trabalhos; Relações Humanas no trabalho; Noções de Protocolo; O Arquivo e as Técnicas de Arquivamento; Classificação da Correspondência; Serviço Postal; Utilização da copiadora; Telefones úteis e de emergência; Telefonia fixa e móvel; Conhecimentos de pagers, intercomunicadores, rádios e sistemas de auto-falantes; Livro de registro de correspondência; Transferência de chamadas telefônicas em PABX; Uso do correio de voz; Imagem profissional; Sigilo profissional; Tarifação telefônica; Formas de Tratamento; Conhecimentos Básicos em Word for Windows e Excel - Uso do Correio Eletrônico e da Internet.

NÍVEL DE ENSINO MÉDIO INCOMPLETO

Língua Portuguesa: FONOLOGIA: Conceitos básicos - Classificação dos fonemas - Sílabas - Encontros Vocálicos - Encontros Consonantais - Dígrafos - Divisão silábica. ORTOGRAFIA: Conceitos básicos - O Alfabeto - Orientações ortográficas. ACENTUAÇÃO: Conceitos básicos - Acentuação tônica - Acentuação gráfica - Os acentos - Aspectos genéricos das regras de acentuação - As regras básicas - As regras especiais - Hiatos - Ditongos - Formas verbais seguidas de pronomes - Acentos diferenciais. MORFOLOGIA: Estrutura e Formação das palavras - Conceitos básicos - Processos de formação das palavras - Derivação e Composição - Prefixos - Sufixos - Tipos de Composição - Estudo dos Verbos Regulares e Irregulares - Classe de Palavras. SINTAXE: Termos Essenciais da Oração - Termos Integrantes da Oração - Termos Acessórios da Oração - Período - Sintaxe de Concordância - Sintaxe de Regência - Sintaxe de Colocação - Funções e Empregos das palavras "que" e "se" - Sinais de Pontuação. PROBLEMAS GERAIS DA LÍNGUA CULTA: O uso do hífen - O uso da Crase - Interpretação e análise de Textos - Tipos de Comunicação: Descrição - Narração - Dissertação - Tipos de Discurso - Qualidades e defeitos de um texto - Coesão Textual. ESTILÍSTICA: Figuras de linguagem - Vícios de Linguagem.

Matemática: Radicais: operações - simplificação, propriedade - racionalização de denominadores; Equação de 2º grau: resolução das equações completas, incompletas, problemas do 2º grau; Equação de 1º grau: resolução - problemas de 1º grau; Equações fracionárias; Relação e Função: domínio, contra-domínio e imagem; Função do 1º grau - função constante; Razão e Proporção; Grandezas Proporcionais; Regra de três simples e composta; Porcentagem; Juros Simples e Composto; Conjunto de números reais; Fatoração de expressão algébrica; Expressão algébrica - operações; Expressões fracionárias - operações - simplificação; PA e PG; Sistemas Lineares; Números complexos; Função exponencial: equação e inequação exponencial; Função logarítmica; Análise combinatória; Probabilidade; Função do 2º grau; Trigonometria da 1ª volta: seno, co-seno, tangente, relação fundamental; Geometria Analítica; Geometria Espacial; Geometria Plana; Operação com números inteiros e fracionários; MDC e MMC; Raiz quadrada; Sistema Monetário Nacional (Real); Sistema de medidas: comprimento, superfície, massa, capacidade, tempo e volume.

Conhecimentos Gerais: Cultura Geral (Nacional e Internacional); História e Geografia do Brasil; Atualidades Nacionais e Internacionais; Meio Ambiente; Cidadania; Direitos Sociais - Individuais e Coletivos; Ciências Físicas e Biológicas - Ciência Hoje. FONTES: Imprensa escrita, falada, televisiva e internet; Almanaque Editora Abril - última; Livros diversos sobre História, Geografia, Estudos Sociais e Meio Ambiente.

Conhecimentos Específicos:

OPERADOR DE MÁQUINA A VAPOR AUTOCLAVE E UTILIDADES 01. Noções de Grandezas Físicas e Unidades: Pressão: Calor e Temperatura - 02. Caldeiras- Considerações Gerais: Caldeira Vertical Flamatubular; Caldeira Horizontal; Caldeira Aquatubular; Caldeira Mista; Caldeira Elétrica; Caldeira a Gás; Aquecedores para Fluido Térmico; Caldeira a combustível Sólido - 03. Componentes da Caldeira - 04. Acessórios da Caldeira - 05. Distribuição de Vapor e retorno de Condensado, Sistema de Redes - 06. Operação de Caldeiras (partidas e paradas): Defeitos de Operação, Causas Prováveis Situações e Providências a tomar; Procedimento em Situações de Emergência - Paradas de Caldeira - 07. Manutenção de caldeiras: Inspeção de Caldeiras - 08. Tratamento de Água para Caldeiras - 09. Prevenção contra Explosão e outros riscos - 10. Legislação e Normalização - 11. Prevenção contra Acidentes e Incêndios - APH (Primeiros Socorros): Normas Regulamentadoras NR 13; Considerações sobre a NR 13 Caldeiras, Vasos de Pressão e Operadores de Caldeiras - 12 Equipamentos de proteção individual - 13 Uso de equipamento de segurança coletivo.

NÍVEL DE ENSINO MÉDIO COMPLETO

Língua Portuguesa: FONOLOGIA: Conceitos básicos - Classificação dos fonemas - Sílabas - Encontros Vocálicos - Encontros Consonantais - Dígrafos - Divisão silábica. ORTOGRAFIA: Conceitos básicos - O Alfabeto - Orientações ortográficas. ACENTUAÇÃO: Conceitos básicos - Acentuação tônica - Acentuação gráfica - Os acentos - Aspectos genéricos das regras de acentuação - As regras básicas - As regras especiais - Hiatos - Ditongos - Formas verbais seguidas de pronomes - Acentos diferenciais. MORFOLOGIA: Estrutura e Formação das palavras - Conceitos básicos - Processos de formação das palavras - Derivação e Composição - Prefixos - Sufixos - Tipos de Composição - Estudo dos Verbos Regulares e Irregulares - Classe de Palavras. SINTAXE: Termos Essenciais da Oração - Termos Integrantes da Oração - Termos Acessórios da Oração - Período - Sintaxe de Concordância - Sintaxe de Regência - Sintaxe de Colocação - Funções e Empregos das palavras "que" e "se" - Sinais de Pontuação. PROBLEMAS GERAIS DA LÍNGUA CULTA: O uso do hífen - O uso da Crase - Interpretação e análise de Textos - Tipos de Comunicação: Descrição - Narração - Dissertação - Tipos de Discurso - Qualidades e defeitos de um texto - Coesão Textual. ESTILÍSTICA: Figuras de linguagem - Vícios de Linguagem.

Matemática: Radicais: operações - simplificação, propriedade - racionalização de denominadores; Equação de 2º grau: resolução das equações completas, incompletas, problemas do 2º grau; Equação de 1º grau: resolução - problemas de 1º grau; Equações fracionárias; Relação e Função: domínio, contra-domínio e imagem; Função do 1º grau - função constante; Razão e Proporção; Grandezas Proporcionais; Regra de três simples e composta; Porcentagem; Juros Simples e Composto; Conjunto de números reais; Fatoração de expressão algébrica; Expressão algébrica - operações; Expressões fracionárias - operações - simplificação; PA e PG; Sistemas Lineares; Números complexos; Função exponencial: equação e inequação exponencial; Função logarítmica; Análise combinatória; Probabilidade; Função do 2º grau; Trigonometria da 1ª volta: seno, co-seno, tangente, relação fundamental; Geometria Analítica; Geometria Espacial; Geometria Plana; Operação com números inteiros e fracionários; MDC e MMC; Raiz quadrada; Sistema Monetário Nacional (Real); Sistema de medidas: comprimento, superfície, massa, capacidade, tempo e volume.

Conhecimentos Gerais: Cultura Geral (Nacional e Internacional); História e Geografia do Brasil; Atualidades Nacionais e Internacionais; Meio Ambiente; Cidadania; Direitos Sociais - Individuais e Coletivos; Ciências Físicas e Biológicas - Ciência Hoje. FONTES: Imprensa escrita, falada, televisiva e internet; Almanaque Editora Abril - última; Livros diversos sobre História, Geografia, Estudos Sociais e Meio Ambiente.

Conhecimentos Específicos:

ALMOXARIFE Controle integral; Controle de estoques; Estoques; Avaliação dos estoques; Funções principais de um controlador de estoques; Almoxarifados e Depósitos; Guarda de materiais e produtos; Entrada e saída de mercadorias e materiais; Armazenamento e rotação de estoque; Avaliação; Instalação do almoxarifado. Noções sobre segurança no trabalho; Noções de Ética; Respeito mútuo, justiça, diálogo, solidariedade; Noções de Higiene; Noções de Postura; Noções de Lay-Out; Noções de Programa-5S; Organização do trabalho; Classificação de Material; Riscos em eletricidade; Riscos químicos; Química do fogo; Organização de estoques.

ASSISTENTE DE ADMINISTRAÇÃO I Ata - Ofício - Memorando - Certidão - Atestado - Declaração - Curriculum Vitae - Procuração - Aviso - Comunicado - Circular - Requerimento - Portaria - Edital - Decreto - Carta Comercial - Organograma - Fluxograma - Recebimento e Remessa de Correspondência Oficial - Impostos e Taxas - Siglas e Abreviaturas - Formas de Tratamento em correspondências oficiais - Tipos de Correspondência - Atendimento ao público - Noções de Protocolo - Arquivo e as Técnicas de Arquivamento - Assiduidade - Disciplina na execução dos trabalhos - Relações Humanas no trabalho - Poderes Legislativo e Executivo Municipal - Leis Ordinárias e Complementares - Constituição Federal Art. 6º a 11 - Conhecimentos Básicos em Microsoft Office: Word e Excel - Uso do correio eletrônico e Internet.

ASSISTENTE DE IMPRENSA Os meios de comunicação: Rádio, Jornais, Cinemas, Revistas, Televisão, Internet; Os meios de comunicação e a sociedade; Os meios de comunicação e o seu ambiente social e econômico; Os meios de comunicação e o seu ambiente intelectual; As funções sociais do meio de comunicação; O Jornalismo; O profissional do Jornalismo; A história do Jornalismo; O vocabulário jornalístico; Direito e Responsabilidade Profissional; Ética Profissional; O poder de comunicação; Lei de Imprensa; Técnicas de redação; Entrevistas: abordagens - conhecimentos técnicos; Público alvo.

AUXILIAR DE LABORATÓRIO Esterilização e desinfecção; Métodos de coloração e bacteriologia; Vidraçaria e outros materiais de laboratório, Equilíbrios ácido-básico: noções de Ph; Volumetria; Banho Maria, Estufas­Espectrofotômetro; Uso de água em laboratório - Filtração - Destilação - Desmineralização - Destilador - Deionizador; Noções sobre a biossegurança em laboratório.

AUXILIAR DE PEDAGOGO A prova objetiva versará sobre Língua Portuguesa, Matemática e Conhecimentos Gerais

FISCAL DE OBRAS E POSTURAS Planejamento; Canteiro de Obra; Equipamentos de obra civil; Plantas; Locação da obra; Estrutura; Fundações; Alvenaria; Revestimentos; Pintura; Esquadrias; Cobertura; Instalações Elétricas; Instalações de água; Instalações de esgoto; Galeria de águas pluviais; Finalidade da Fiscalização; Recebimento definitivo de obra; Legislação Municipal Especifica.

OPERADOR DE ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ÁGUA (ETA) E ESGOTO (ETE) E RESERVAÇÃO Características da água; Origens; O tratamento: cloro e flúor; Objetivos do tratamento da água; O abastecimento. Conhecimentos sobre montagem, instalação e conservação de sistemas de tubulações; Conhecimento sobre a montagem, recuperação, limpeza e lubrificação de máquinas e motores em geral; Teste de canalizações; Posicionamento e fixação de tubos; Elaboração de orçamento de serviços e materiais; Procedimentos de lançamentos de dados, elaboração de relatórios diários de inspeção de leituras; Noções de trato diário com consumidores; Conhecimento de novas tecnologias relacionadas aos hidrômetros; Noções de elaboração e redação de memorandos internos, ofícios; Conhecimento de: dosadores de produtos químicos; Identificação e operação dos diversos dosadores.

TÉCNICO DE LABORATÓRIO Principais aparelhos de laboratório; Microscopia - noções gerais; Noções Básicas de Meios de Cultura e Reagentes; Esterilização e desinfecção; Métodos de coloração e bacteriologia; Morfologia bacteriana; Métodos de pesagem, balança de precisão analítica; Noções básicas de microscopia óptica-microscópio; Vidraçaria e outros materiais de laboratório, reconhecimento, preparo e utilização; Noções de centrifugação - centralizadores; Filtração; Equilíbrios ácido-básico: noções de Ph; Volumetria - preparo de soluções reagentes e outros meios usados em laboratório; Banho Maria, Estufas-Espectrofotômetro; Uso de água em laboratório - Filtração - Destilação - Desmineralização - Destilador - Deionizador; Teorias das Diluições - aplicações práticas; Registro de resultados dos trabalhos e relatórios; Noções sobre a biossegurança em laboratório; Noções gerais sobre as principais técnicas laboratoriais utilizadas em micro e parasitas.

TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO Sistema de segurança do trabalho; Riscos e causas de acidentes; Prevenção de acidentes de trabalho; Fatores de riscos de acidentes; Normas e dispositivos de segurança; Fatores inseguros; Inspeção em postos de combate a incêndios, mangueiras, hidrantes, extintores e outros; Desenvolvimento da mentalidade prevencionista dos servidores; Instruções e orientação na elaboração e cartazes e avisos sobre prevenção de acidentes; Legislação; Principais causas e motivos de acidente do trabalho; Fatores que influenciam o triângulo do fogo; Tipos de extintores; CIPA - SIPAT; Mapeamento de risco; Tipos de Treinamentos.

NÍVEL SUPERIOR COMPLETO ESPECÍFICO

Língua Portuguesa: FONOLOGIA: Conceitos básicos - Classificação dos fonemas - Sílabas - Encontros Vocálicos - Encontros Consonantais - Dígrafos - Divisão silábica. ORTOGRAFIA: Conceitos básicos - O Alfabeto - Orientações ortográficas. ACENTUAÇÃO: Conceitos básicos - Acentuação tônica - Acentuação gráfica - Os acentos - Aspectos genéricos das regras de acentuação - As regras básicas - As regras especiais - Hiatos - Ditongos - Formas verbais seguidas de pronomes - Acentos diferenciais. MORFOLOGIA: Estrutura e Formação das palavras - Conceitos básicos - Processos de formação das palavras - Derivação e Composição - Prefixos - Sufixos - Tipos de Composição - Estudo dos Verbos Regulares e Irregulares - Classe de Palavras. SINTAXE: Termos Essenciais da Oração - Termos Integrantes da Oração - Termos Acessórios da Oração - Período - Sintaxe de Concordância - Sintaxe de Regência - Sintaxe de Colocação - Funções e Empregos das palavras "que" e "se" - Sinais de Pontuação. PROBLEMAS GERAIS DA LÍNGUA CULTA: O uso do hífen - O uso da Crase - Interpretação e análise de Textos - Tipos de Comunicação: Descrição - Narração - Dissertação - Tipos de Discurso - Qualidades e defeitos de um texto - Coesão Textual. ESTILÍSTICA: Figuras de linguagem - Vícios de Linguagem.

Conhecimentos Básicos de Informática: Noções sobre Sistemas Operacionais (Windows e Linux); Conhecimentos de Teclado; Conhecimentos sobre: Word, Excel e Power Point; Internet; Uso do correio eletrônico (Outlook).

Conhecimentos Educacionais: Constituição da República Federativa do Brasil - 1988: Capítulo III - Seção I - Da Educação - Artigos 205 a 214; Lei nº 9.394/96, de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB); Lei nº 8.069/90 - Estatuto da Criança e do Adolescente. Título I - Das Disposições Preliminares; Título II - Dos Direitos Fundamentais - Capítulos I a V, Título III - Da Prevenção; Livro II (Parte Especial) Título I ao Título V.

Conhecimentos Específicos:

PEDAGOGO Ecologia; Ecossistema; Biodiversidade; Preservação Ambiental e Órgãos Públicos; Organizações Ambientalistas; Poluição; Desmatamento; Lixo; Coleta de Lixo; Reciclagem; Saneamento e Aterros. O compromisso social e ético do professor; As concepções de infância, de família e de sociedade: o processo de socialização; As tendências pedagógicas no Brasil e a didática; O caráter educativo e intelectual pelo aluno; Currículo e Projeto Político-pedagógico; O Planejamento Pedagógico numa perspectiva de transformação social; A escola pública e sua função social; Construtivismo; A psicogênese da alfabetização; A construção do conhecimento matemático e a atuação do professor de Educação Infantil e Ensino Fundamental; A elaboração do Universo pela criança: as noções de tempo, espaço, objeto e casualidade; O jogo na construção do conhecimento pela criança; O raciocínio infantil: o pensamento racional e pensamento criador; A integração das áreas de conhecimento com os aspectos do desenvolvimento psico-social da criança; A avaliação e aprendizagem; A orientação pedagógica, a formação continuada do professor e a integração - teoria e prática; As teorias da educação e o problema da marginalidade; A alfabetização, concepções de linguagem e escrita; Transdisciplinaridade: por uma racionalidade transversal; Violência e Educação; Sociedade do conhecimento enquanto sociedade aprendente; Lei 9394/96 - Lei de Diretrizes e Bases; Estatuto da Criança e do Adolescente; Parâmetros Curriculares Nacionais. REFERÊNCIA BIBLIOGRAFICA: Avaliação - Mito e Desafio - Jussara Hoffmann - Editora Mediação; Psicologia na Educação - Cláudia Davis e outros; Caderno Idéias 19 - F.D.E. (Fundação para o Desenvolvimento de Educação); Raízes e Asas - MEC; Uma Escola para o Povo - Maria Tereza Nidelcoff; Referencial Curricular Nacional para Educação Infantil (Vol. 1, 2 e 3); Parâmetros Curriculares Nacionais (Vol. 1 a 10) - MEC; Estatuto da Criança e do Adolescente; Inclusão (Construindo uma Sociedade para todos) - Romeu Kazumi Sassaki - Editora W.V.A. - Rio de Janeiro - RJ; Escola e Democracia - Dermeval Saviani - Editora Autores Associados; Construtivismo - De Piaget e Emília Ferreiro - Editora Ática; Aprendendo a Aprender - Elisabeth Polity - Editora Saraiva; A criança e o número - Constance kamii; Pensamento e Linguagem - L. S. Vygotsky - Editora Martins Fontes Ltda. - São Paulo - SP; Planejamento - Projeto de Ensino-Aprendizagem e Projeto Político-Pedagógico - Celso dos Santos Vasconcelos; A Formação Social da Mente - L. S. Vygotsky - Editora Martins Fontes Ltda - São Paulo - SP; Seis Estudos de Psicologia - Jean Piaget; Reflexão sobre a alfabetização - Emília Ferreiro - Editora Cortez - São Paulo - SP; A criança na fase inicial da escrita - a alfabetização como processo - Ana L. B. Smolka - Editora Cortez; Teorias Psicogenéticas em discussão - Yves de La Taille, E. Dantas, M. Koll - Summus Editorial Ltda - São Paulo - SP; Reencantar a Educação rumo à sociedade aprendente - Hugo Assmann - Editora Vozes Ltda; A Sociedade Global - Octávio Ianni - Distribuidora de serviços de Imprensa S.A. - Rio de Janeiro - RJ; Repensando a Didática - Antonia Osina Lopes e outros - Papirus editora; Novas Competências para Ensinar - Philippe Perrenoud - Artmed Editora S.A. - Porto Alegre - RS; O Construtivismo na sala de aula - César Coll e outros - Editora Ática; Planejamento Participativo na Escola - Ângelo Dalmás - Editora Vozes; Lei Federal nº 9.394/96. Resolução SE nº 66/2006 (que dá nova redação às funções do professor Coordenador Pedagógico quanto às atribuições e fundamentação legal), substitui o Decreto nº 10.623 de 26/10/1977, Parecer CEE nº 67/98 e Resolução SE nº 35 de 07/04/2000; Lei Complementar nº 836 e Comunicado CENP s/nº de 29/01/2008 (Professor Coordenador e as HTPCs - normas legais); Resolução SE nº 40 de 13/05/2008 e Resolução SE nº 60 de 12/08/2008; Resoluções 88, 89, 90 e 91/2007.

9. DOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE

9.1 - Na classificação final entre candidatos com igual número de pontos, serão fatores de preferência os seguintes:

a - idade igual ou superior a 60 anos, nos termos da Lei Federal 10.741/2003, entre si e frente aos demais, dando-se preferência ao de idade mais elevada.

b - maior idade.

9.1.1 - Persistindo o empate entre os candidatos, depois de aplicados todos os critérios acima, o desempate se dará através de sorteio.

9.1.2 - O sorteio será realizado ordenando-se as inscrições dos candidatos empatados, de acordo com o seu número de inscrição, de forma crescente ou decrescente, conforme o resultado do primeiro prêmio da extração da Loteria Federal do sorteio imediatamente anterior ao dia de aplicação da Prova Objetiva, conforme os seguintes critérios:

a) se a soma dos algarismos do número sorteado no primeiro prêmio da Loteria Federal for par, a ordem será a crescente;

b) se a soma dos algarismos da Loteria Federal for ímpar, a ordem será a decrescente.

10. DA FORMA DE JULGAMENTO DA PROVA OBJETIVA

10.1 - Para o cargo Auxiliar de Pedagogo a prova objetiva será avaliada na escala de 0 (zero) a 60 (sessenta) pontos e terá caráter eliminatório e classificatório.

10.1.1 - Para os demais cargos a prova objetiva será avaliada na escala de 0 (zero) a 100 (cem) pontos e terá caráter eliminatório e classificatório.

10.1.2 - A nota da prova objetiva será obtida com aplicação da fórmula abaixo:

NPO = 100/TQP xNAP ou NPO = 60/TQP x NAP

ONDE:

NPO = Nota da prova objetiva

TQP = Total de questões da prova

NAP = Número de acertos na prova

10.1.3 - Será considerado aprovado na prova objetiva o candidato que obtiver no mínimo 50% (cinquenta por cento) dos pontos.

10.1.4 - O candidato que não auferir no mínimo 50% (cinquenta por cento) dos pontos na prova objetiva será desclassificado do Concurso Público.

11. DA FORMA DE AVALIAÇÃO DA PROVA PRÁTICA

11.1 - A prova prática tem por objetivo auferir a Capacidade Técnica e a Agilidade através de avaliação do desenvolvimento de tarefas propostas dentro das atribuições inerentes ao cargo.

11.1.1 A Capacidade Técnica se traduz na capacidade teórica e prática de manuseio adequado de equipamentos e utensílios empregados no desenvolvimento de tarefas propostas.

11.1.2 A Agilidade será avaliada pelo tempo gasto no desenvolvimento completo e correto das tarefas propostas, sendo estas extraídas do conteúdo programático descrito no presente Edital.

11.1.3 A prova prática será avaliada de "0" (zero) a "100" (cem) pontos e terá como critério de avaliação a "Capacidade Técnica" que vale de "0" (zero) a "50" (cinquenta) pontos e o "Grau de Agilidade" que vale de "0" (zero) a "50" (cinquenta) pontos.

11.1.4 Serão considerados aprovados os candidatos que obtiverem no mínimo 50 (cinquenta) pontos na prova prática

12. FORMA DE AVALIAÇÃO DA PROVA PRÁTICA DE DIGITAÇÃO

12.1 - A prova constará de cópia, de texto impresso com sistema operacional Windows 2000, XP ou Windows 7 e editor de textos Microsoft Word 200, 2003 ou superior e teclado com configurações ABNT 2 e será aplicada por turmas, sendo os candidatos chamados em intervalos de 20 minutos.

12.1.1 - A prova será avaliada quanto à produção e erros (números e tipos de erros cometidos na transcrição).

12.1.2 - Em princípio, a nota 100 (cem) será atribuída à transcrição sem erros, em que o candidato tenha produzido 780 (setecentos e oitenta) toques líquidos em 6 (seis) minutos, ou seja, 130 (cento e trinta) toques líquidos por minuto, conforme tabela. Não serão considerados eventuais toques dados como repetição do texto.

TL (Toques líquidos) mínimo de:NOTA
130100,0
125 95,0
120 90,0
115 85,0
110 80,0
105 75,0
100 70,0
95 65,0
90 60,0
85 55,0
80 50,0

12.1.3 - Os toques líquidos serão calculados levando-se em conta, no tempo estipulado, o número de toques brutos, diminuindo-se os erros cometidos, segundo a fórmula:

TL = TB - ERROS / MINUTOS

Onde:

TL = toques líquidos por minuto

TB = toques brutos

ERROS = descontos por erros cometidos

12.1.4 - Os toques brutos correspondem à totalização do número de toques dados pelo candidato, incluindo vírgula, espaços, pontos e mudanças de parágrafo.

Os erros serão observados, comparando-se a transcrição feita pelo candidato com o texto original, considerando-se erro cada uma das seguintes ocorrências:

a) palavra, sinal, acento e letra saltada, trocada, invertida, omitida, duplicada;

b) espaço desnecessário e falta de espaço;

c) falta ou uso indevido de maiúsculas;

d) falta ou uso indevido de parágrafos;

e) falta ou uso indevido de negrito, itálico ou sublinhado;

. DESCONTO = 10 (DEZ) ERROS

d) espaçamento desigual entre as linhas, espaçamento simples ou muito largo;

e) tabulação desigual, falta de tabulação e colocação de tabulação onde não existe;

f) tamanho da fonte (tamanho da letra) diferente de 12 (doze);

g) formatação em desacordo;

· DESCONTO = 50 (CINQUENTA) ERROS

h) o conjunto de palavras saltadas ou repetidas (cuja soma esteja entre 31 e 60 caracteres);

· DESCONTO = 100 (CEM) ERROS

12.1.5 - Serão considerados aprovados os candidatos que obtiverem no mínimo 50 (cinquenta) pontos na prova prática.

12.1.6 - O candidato será responsável por qualquer falha decorrente de tecla acionada indevidamente, a qual venha prejudicá-lo durante a realização da prova prática, devendo o candidato ter conhecimento básico de informática que lhe permita solucionar o problema, caso isto ocorra.

13. DA AVALIAÇÃO E FORMA DE JULGAMENTO DA PROVA DISSERTATIVA

13.1 - A prova dissertativa para o cargo Auxiliar de Pedagogo, será avaliada na escala de 0 (zero) a 40 (quarenta) pontos e terá caráter eliminatório e classificatório.

13.1.1 - A prova dissertativa consistirá no desenvolvimento de 1 (um) tema proposto pela Comissão, extraído das atribuições do cargo, constante do presente Edital.

13.1.2 - O desenvolvimento do tema obedecerá ao seguinte critério: mínimo de 10 e máximo de 15 linhas.

13.1.3 - A avaliação das questões dissertativas será feita obedecendo-se aos seguintes critérios de correção:

a - Desenvolvimento do tema proposto - 20 (vinte) pontos;

b - Gramática - 10 (dez) pontos;

c - Análise de concordância - 10 (dez) pontos;

13.1.4 - Somente serão corrigidas, as provas dissertativas dos candidatos aprovados na prova objetiva.

13.1.5 - Será considerado aprovado na prova dissertativa o candidato que obtiver nota igual ou superior a 20 (vinte) pontos.

13.1.6 - O candidato que não auferir a nota mínima de 20 (vinte) pontos na dissertativa será desclassificado do Concurso Público.

14. DO RESULTADO FINAL

14.1 - Para os candidatos cujos cargos o Edital prevê exclusivamente prova objetiva, o resultado final será a nota obtida com o número de pontos auferidos na prova, acrescido da soma dos títulos, se houver.

14.2 - Para os candidatos cujo cargo o Edital prevê prova objetiva e dissertativa, o resultado final será a soma das notas obtidas com o número de pontos auferidos na prova objetiva e dissertativa, acrescido da soma dos títulos, se houver.

14.3 - Para os candidatos cujos cargos o Edital prevê prova objetiva e prática, a nota final será a média aritmética obtida com a soma das notas nas provas objetivas e práticas, cuja fórmula é a seguinte:

NF = NPO + NPP / 2

ONDE:

NF = Nota Final

NPO = Nota na Prova Objetiva

NPP = Nota na Prova Prática

15. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

15.1 - A inscrição implica na aceitação por parte do candidato de todos os princípios, normas e condições do Concurso Público, estabelecidas no presente Edital e na legislação municipal e federal pertinente.

15.2 - A falsidade ou inexatidão das afirmativas, a não apresentação ou a irregularidade de documentos, ainda que verificados posteriormente, eliminará o candidato do Concurso Público, anulando-se todos os atos decorrentes da inscrição, sem prejuízo de responsabilização nas esferas administrativa, cível e penal.

15.3 - A CONSESP, bem como o órgão realizador do presente certame não se responsabilizam por quaisquer cursos, textos, apostilas e outras publicações referentes ao concurso.

15.4 - Considerando que convivemos com dupla ortografia pelo prazo de 3 (três) anos de transição, serão aceitas como corretas as duas normas ortográficas.

15.5 - O gabarito oficial e a prova objetiva (teste de múltipla escolha), serão disponibilizados no site www.consesp.com.br, à partir das 18h da terça-feira subsequente à data da aplicação da prova e permanecerão no site pelo prazo de 3 (três) dias.

15.6 - Caberá recurso à CONSESP- Consultoria em Concursos e Pesquisas Sociais Ltda., em face do gabarito oficial e/ou contra o conteúdo da prova, no tocante a erro material ou de teor das questões, no prazo de 3 (três) dias úteis, contados da data da disponibilização do gabarito oficial e da prova objetiva.

15.7 - Julgados os recursos em face do gabarito e/ou da prova objetiva, sendo caso, será publicado um novo gabarito, com as modificações necessárias, que permanecerá no site pelo prazo de 3 (três) dias úteis. Caberá à CONSESP - Consultoria em Concursos e Pesquisas Sociais Ltda., ou à Comissão Organizadora/Examinadora decidir sobre a anulação de questões julgadas irregulares. No caso de anulação, a questão será considerada correta para todos.

15.8 - A Folha de Respostas do candidato será disponibilizada juntamente com o resultado final no site www.consesp.com.br, em data a ser informada no boletim de lousa durante a realização da prova. Caberá recurso à CONSESP - Consultoria em Concursos e Pesquisas Sociais Ltda., em face do resultado final, no prazo de 3 (três) dias úteis, contados da data da divulgação oficial do resultado final em jornal, excluindo-se o dia da publicação para efeito de contagem do prazo.

15.9 - Em qualquer caso, não serão aceitos recursos encaminhados via postal, via fax ou via eletrônica. A interposição deverá ser feita diretamente pelo candidato ou por intermédio de procurador habilitado com poderes específicos, mediante protocolo no setor competente do órgão realizador, contendo nome do candidato, RG, número de inscrição, cargo para o qual se inscreveu e as razões recursais. Recursos não fundamentados ou interpostos fora do prazo serão indeferidos de plano, sem julgamento de mérito.

15.10 - Após 180 (cento e oitenta) dias da divulgação oficial do resultado final do Concurso Público, as Folhas de Respostas serão incineradas e mantidas em arquivo eletrônico, com cópia de segurança, pelo prazo de cinco anos.

15.11 - O candidato obriga-se a manter atualizado seu endereço para correspondência, junto ao órgão realizador, após o resultado final.

15.12 - A validade do presente Concurso Público será de "2" (dois) anos, contados da homologação final dos resultados, podendo haver prorrogação por igual período, a critério da Administração.

15.13 - A convocação para admissão dos candidatos habilitados obedecerá rigorosamente à ordem de classificação, não gerando o fato de aprovação, direito à nomeação. Apesar das vagas existentes, os aprovados serão chamados conforme as necessidades locais, a critério da Administração.

15.13.1- Para efeito de admissão, fica o candidato convocado sujeito à aprovação em exame de saúde, elaborado por médicos especialmente designados pelo DAEP - Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis e apresentação de documentos legais que lhe forem exigidos.

15.14 - Nos termos do artigo 37, § 10º, da Constituição Federal, acrescido pela Emenda Constitucional nº 20, de 04/06/98, é vedada a percepção simultânea de salários com proventos de aposentadoria, salvo nas hipóteses de acumulação remunerada, expressamente previstos pela Lei Maior.

15.15 - Ficam impedidos de participarem do certame aqueles que possuam com qualquer dos sócios da CONSESP - Consultoria em Concursos e Pesquisas Sociais Ltda., a relação de parentesco disciplinada nos artigos 1591 a 1595 do Novo Código Civil. Constatado o parentesco a tempo o candidato terá sua inscrição indeferida, e se verificado posteriormente à homologação o candidato será eliminado do certame, sem prejuízo das medidas administrativas e judiciais cabível.

15.15.1- Não obstante as penalidades cabíveis, a Comissão Organizadora/Examinadora do certame poderá, a qualquer tempo, anular a inscrição ou a prova do candidato, desde que verificadas falsidades de declaração ou irregularidades na prova.

15.16 - Todos os casos, problemas ou questões que surgirem e que não tenham sido expressamente previstos no presente Edital e Lei Orgânica Municipal serão resolvidos em comum pelo DAEP - Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis, através de Comissão Fiscalizadora especialmente constituída pela Portaria nº 333 de 21 de julho de 2011 e CONSESP - Consultoria em Concursos e Pesquisas Sociais Ltda.

15.17 - A Homologação do Concurso Público poderá ser efetuada por cargo, individualmente, ou pelo conjunto de cargos constantes do presente Edital, a critério da Administração.

15.18 - A inexatidão das informações ou a constatação, mesmo posterior, de irregularidade em documentos ou nas provas, eliminarão o candidato do Concurso Público.

15.19 - Os vencimentos constantes do presente Edital são referentes ao da data do presente Edital.

REGISTRE-SE. PUBLIQUE-SE E CUMPRA-SE.

Penápolis - SP, 21 de julho de 2011.

Lourival Rodrigues dos Santos
Diretor Presidente

ANEXO I

MODELO DE FORMULÁRIO DE RECURSO ON LINE

À Comissão Organizadora/Examinadora do Concurso Público 001/2011 do DAEP - Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis - SP

Nome:

E-mail:

RG:

CPF:

Nº inscrição:

Cargo:

Telefone:

Referência:

( ) isenção de taxa de inscrição

( ) redução de taxa de inscrição

Questionamento:

Fundamentação lógica: