Polícia Militar - RJ abrirá Concurso para preencher mais de seis mil vagas

Terça-feira, 3 de julho de 2012

Polícia Militar - RJ abrirá Concurso para preencher mais de seis mil vagas

A Polícia Militar realizará cinco concursos para preencher quase sete mil vagas no estado em 2013. As seleções já foram autorizadas pela Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) e a previsão é de que o primeiro edital seja publicado em janeiro. Serão oferecidas seis mil oportunidades para soldados, 690 para cabos auxiliares de enfermagem, 135 para sargentos músicos, 60 para oficiais combatentes (todas exigem Ensino Médio completo), além de 80 para oficiais de saúde, de nível superior. As remunerações variam entre R$ 2.382,89 e R$ 6.057,60.

Segundo o chefe do Centro de Recrutamento e Seleção de Praças da PM, tenente-coronel Roberto Vianna, esse será o primeiro concurso para oficiais combatentes elaborado pela corporação. A seleção dos candidatos era feita em conjunto com universidades desde 1983. A partir de 2001, a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), passou a aplicar os exames teóricos juntamente com o vestibular.

  • As provas teóricas terão o mesmo conteúdo programático das aplicadas pela UERJ, pois queremos manter o padrão do vestibular. Para os soldados, as disciplinas cobradas são Língua Portuguesa, História, Geografia, Informática, Sociologia, Direitos Humanos e Trânsito - afirma o tenente-coronel. Segundo o cronograma da PM, o edital da seleção para soldados será divulgado em janeiro de 2013. A remuneração inicial prevê salário de R$ 2.382,89, com direito a gratificação de R$ 350,00 para policiamento ostensivo de rua e R$ 500,00 para efetivo de Unidades de Polícia Pacificadora (UPP).
  • Existe ainda a possibilidade de o policial trabalhar para outras secretarias, como Educação e Segurança, nos dias de folga. O máximo permitido são oito serviços de 12 horas cada, pelos quais o soldado ou cabo recebe R$ 225,00. Isso representa R$ 1.800,00 a mais no fim do mês - calcula Vianna.

As especialidades do concurso para oficiais de saúde (R$ 6.057,60) e cabos auxiliares de saúde (2.744,65) serão definidas pela Secretaria de Segurança até o fim de 2012 e o edital será publicado em fevereiro do ano que vem. No mês seguinte, serão abertas as 135 vagas para sargentos músicos (R$ 3.626,94). As regras para a seleção de oficiais combatentes serão divulgados em abril de 2013. Durante o curso - que dura três anos e exige mais oito meses de estágio probatório -, o aluno recebe R$ 1.576,37. Ao se formar segundo tenente, o policial passa a ter remuneração de R$ 4.296,25.

Além do salário, Vianna destaca os benefícios concedidos pela corporação: assistência médica para o policial e dependentes, fardamento gratuito para cabos e soldados, alimentação, licença-prêmio de seis meses a cada 10 anos trabalhados, adicional de férias e porte de arma. Para quem se interessa por uma vaga, o chefe da seleção alerta que é preciso estar preparado para os exames físicos, que têm caráter eliminatório.

  • O índice de reprovação é baixo nos exames médicos e psicológicos, mas muito alto no teste físico, devido ao sedentarismo. A maioria dos homens é reprovada na barra, e as mulheres, na flexão, por não conseguirem sustentar o peso do próprio corpo. Quem quer se candidatar deve procurar um professor de educação física e um médico nutricionista e começar o treinamento o quanto antes. É importante também atentar para os documentos obrigatórios, como declaração de conclusão do Ensino Médio e carteira de habilitação tipo B - aconselha o tenente-coronel Roberto Vianna.

Fonte: www.rj.gov.br

Jornalista: Marisa Bautz

Links

Veja também:

Destaques:

Política de Privacidade 2000-2014 PCI Concursos Telefone (11) 2122-4231