Concurso da Polícia Civil - ES com 250 vagas para Agentes continua suspenso

Sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Concurso da Polícia Civil - ES com 250 vagas para Agentes continua suspenso

O Tribunal de Justiça do Estado do Espírito Santo informou nesta sexta-feira, 30 de agosto de 2013, em sua página eletrônica www.tjes.jus.br, que o concurso público com 250 vagas para Agente de Polícia Civil da Polícia Civil do Estado permanece suspenso devido a vícios apontados pelo TJ no certame.

Inicialmente o concurso foi suspenso www.tj.es.gov.br pela 3ª Vara da Fazenda Pública Estadual de Vitória sob a justificativa de que a empresa organizadora foi contratada em notória especialização, sem licitação e com relatos de irregularidades em outros concursos por ela organizados.

A remuneração oferecida era de R$ 2.767,78 para jornada de 40h semanais, podendo ser dedicadas em regime de escala.

A exigência era de que os interessados deviam ter idade mínima de 18 anos, quitação com as obrigações eleitorais e militares, ter o ensino médio completo e ter Carteira Nacional de Habilitação nas categorias B, C, D ou E.

Entre as atribuições que haviam sido divulgadas, estavam as tarefas de vistoriar as dependências policiais comunicando a autoridade competente, irregularidades encontradas, coibindo eventuais abusos, colaborando para a perfeita ordem nas unidades policiais, receber, identificar, recolher, vistoriar, conduzir e soltar presos transitórios, acompanhar os presos transitórios que são encaminhados às instituições hospitalares e outros locais, além de exercer a guarda e vigilância dos bens patrimoniais públicos, sempre que designado.

O período de inscrições era de 20 de julho de 2012 a 5 de setembro de 2012 e os interessados deveriam preencher formulário pelo site www.funcefetconcurso.org.br, com taxa de R$ 90,00

A Fundação de Apoio ao Cefet (Funcefet) estava como organizadora responsável, que seria composto de três etapas. A primeira seria uma prova escrita, de caráter eliminatório e classificatório, com 100 questões sobre Língua Portuguesa e Raciocínio Lógico. Na etapa seguinte os candidatos deveriam entregar a Ficha de Informações Confidenciais e certidões sociocriminais; bem como seriam submetidos a teste de aptidão física com corrida de 12 minutos, barra fixa, flexão abdominal e flexão de braços, exame médico e toxicológico e exame psicológico. A última etapa teria caráter apenas eliminatório e seria constituída de Investigação Criminal e Social.

Jornalista: Iara Valiente

Links

Compartilhar:

Twitter Facebook Delicious Google Bookmarks

Destaques:

Política de Privacidade 2000-2014 PCI Concursos Telefone (11) 2122-4231