UNILAB

UNILAB - UNIVERSIDADE DA INTEGRAÇÃO INTERNACIONAL DA LUSOFONIA AFRO-BRASILEIRA

EDITAL Nº 30/2014

Notícia:   Unilab retifica Concurso Público com 194 vagas técnico-administrativas

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM EDUCAÇÃO

A Reitora pro tempore da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB), no uso de suas atribuições legais, de acordo com a Lei nº 12.289, publicada no DOU de 21/07/2010, tendo em vista o disposto na Portaria nº 257, de 27/03/2013, publicada no DOU de 28/03/2013, no Decreto nº 7.232/2010, publicado no DOUde20/07/2010, e ainda na autorização concedida pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e Ministério da Educação, por meio da Portaria Interministerial nº 47, de 28/02/2013, publicada no DOU de 01/03/2013 , e considerando o que consta do Decreto nº 6.944/2009,publicado no DOU de 24/08/2009, divulga e estabelece normas específicas para a realização de Concurso Público de Provas, destinado a selecionar candidatos ao provimento de cargos do Quadro Permanente de Pessoal Técnico-Administrativo em Educação desta Universidade, nos termos da Lei nº 8.112/1990 e da Lei nº 11.091/2005 e alterações.

1. Das Disposições Preliminares

1.1. Cargo

Cargos Nível Superior - Nível E

Vagas CEARÁ destinadas ao Campus da Liberdade, em Redenção, e na Unidade Acadêmica dos Palmares, em Acarape. Vagas BAHIA destinadas ao Campus de São Francisco do Conde.

Cargos

Vagas CEARÁ

Vagas BAHIA

Regime

Qualificação exigida

 

Gerais

Reservadas (item 7)

Gerais

Reservadas (item 7)

 

 

Administrador

9

1

4

 

40 h

Curso Superior em Administração.

Analista de Tecnologia da Informação

11

1

1

 

40 h

Graduação em Informática ou Ciência da Computação.

Arquiteto e Urbanista

2

 

-

 

40 h

Curso Superior em Arquitetura e Urbanismo.

Arquivista

2

 

-

 

40 h

Curso Superior em Arquivologia.

Assistente Social

3

 

2

 

40 h

Curso Superior em Serviço Social.

Bibliotecário-Documentalista

-

 

2

 

40 h

Curso superior em Biblioteconomia ou Ciências da Informação.

Contador

2

 

1

 

40 h

Curso Superior em Ciências Contábeis.

Economista

2

 

-

 

40 h

Curso Superior em Economia

Engenheiro Agrônomo

1

 

-

 

40 h

Curso superior em Engenharia Agronômica.

Engenheiro de Segurança do Trabalho

1

 

-

 

40 h

Curso superior em Engenharia.

Engenheiro Mecânico

1

 

-

 

40 h

Curso superior em Engenharia.

Engenheiro Civil

3

 

1

 

40 h

Curso superior em Engenharia.

Jornalista

2

 

-

 

25 h

Curso superior em Jornalismo

Médico/ Clínico Geral

1

 

1

 

20 h

Curso superior em Medicina/Clínico Geral

Médico/ Trabalho

1

 

-

 

20 h

Curso superior em Medicina/Trabalho

Nutricionista- Habilitação

2

 

1

 

40 h

Curso superior em Nutrição

Odontólogo

1

 

-

 

30 h

Curso superior em Odontologia

Pedagogo

3

 

1

 

40 h

Curso superior em Pedagogia

Programador Visual

1

 

-

 

40 h

Curso Superior em Comunicação Visual ou Comunicação Social com habilitação em Publicidade ou Desenho Industrial com habilitação em Programação Visual

Psicólogo

2

 

1

 

40 h

Curso superior em Psicologia

Secretário Executivo

3

 

2

 

40 h

Curso Superior em Letras ou Secretariado Executivo

Terapeuta Ocupacional

1

 

-

 

30 h

Curso superior em Terapia Ocupacional

Técnico em Assuntos Educacionais

3

 

2

 

40 h

Curso Superior em Pedagogia ou Licenciaturas

Cargos Nível Médio - Nível D

Vagas CEARÁ destinadas ao Campus da Liberdade, em Redenção, e na Unidade Acadêmica dos Palmares, em Acarape. Vagas BAHIA destinadas ao Campus de São Francisco do Conde.

Cargos

Vagas CEARÁ

Vagas BAHIA

Regime

Qualificação exigida

 

Gerais

Reservadas (item 7)

Gerais

Reservadas (item 7)

 

 

Assistente em Administração

39

3

9

1

40 h

Ensino Médio Profissionalizante ou Ensino Médio completo

Técnico de Laboratório/ Física

1

-

-

-

40 h

Ensino Médio Profissionalizante ou Ensino Médio completo + curso Técnico na área

Técnico de Laboratório/ Química

1

-

-

-

40 h

Ensino Médio Profissionalizante ou Ensino Médio completo + curso Técnico na área

Técnico de Laboratório/ Biologia

2

-

-

-

40 h

Ensino Médio Profissionalizante ou Ensino Médio completo + curso Técnico na área

Técnico de Laboratório/ Patologia

1

-

-

 

40 h

Ensino Médio Profissionalizante ou Ensino Médio completo + curso Técnico na área

Técnico de Laboratório/ Eletrônica

1

-

-

-

40 h

Ensino Médio Profissionalizante ou Ensino Médio completo + curso Técnico na área

Técnico de Laboratório/ Informática

7

1

-

-

40 h

Ensino Médio Profissionalizante ou Ensino Médio completo + curso Técnico na área

Técnico em Agropecuária

2

-

-

-

40 h

Ensino Médio Profissionalizante ou Ensino Médio completo + curso Técnico na área

Técnico em Arquivo

3

-

-

-

40 h

Ensino Médio Profissionalizante ou Ensino Médio completo + curso Técnico na área

Técnico em Contabilidade

4

-

1

-

40 h

Ensino Médio Profissionalizante ou Ensino Médio completo + curso Técnico na área

Técnico em Edificações

8

1

2

-

40 h

Ensino Médio Profissionalizante ou Ensino Médio completo + curso Técnico na área

Técnico em Eletroeletrônica

1

-

-

-

40 h

Ensino Médio Profissionalizante ou Ensino Médio completo + curso Técnico na área

Técnico em Enfermagem

-

-

1

-

40 h

Ensino Médio Profissionalizante ou Ensino Médio completo + curso Técnico na área

Técnico em Segurança do Trabalho

1

-

1

-

40 h

Ensino Médio Profissionalizante ou Ensino Médio completo + curso Técnico na área

Técnico de Tecnologia da Informação

19

1

2

-

40 h

Médio Profissionalizante ou Médio Completo+ Curso Técnico em eletrônica com ênfase em sistemas computacionais

Tradutor e Intérprete de Linguagem de Sinais

3

-

-

-

40 h

Ensino Médio Completo + Proficiência em LIBRAS através do exame PROLIBRAS

1.2. Para todos os cargos constantes do item 1.1, o candidato deve apresentar também inscrição no correspondente Conselho Regional, quando houver, e comprovante de regularidade.

1.2.1. Para o cargo de Secretário Executivo, apresentar a habilitação profissional, de acordo com a Lei nº 7.377, de 30/09/1985, alterada pela Lei nº 9.261, de 10/01/1996.

1.3. A descrição sumária das atividades dos cargos consta do Anexo I, e os Conteúdos Programáticos das provas escritas constam do Anexo II.

1.4. O Concurso Público regido por este Edital será realizado pela UNILAB, mediante Termo de Execução Descentralizada com a Universidade Federal da Bahia - UFBA, por intermédio da Pró -Reitoria de Desenvolvimento de Pessoas - PRODEP e do Serviço de Seleção, Orientação e Avaliação -SSOA.

1.5. Os candidatos podem procurar um posto de atendimento nos seguintes endereços:

● Redenção/Ceará: Avenida da Abolição, 3 -Centro

● São Francisco do Conde/Bahia: Av. Juvenal Eugênio Queiroz, s/n - Centro

● Salvador/Bahia: Rua Dr. Augusto Viana, 33, Canela

1.6. Todas as informações e dúvidas relativas a este Concurso podem ser resolvidas no sítio oficial www.unilab.edu.br/concursos-servidor-tecnico-administrativo-2014, ou no SSOA, Rua Dr. Augusto Viana, 33, Canela, Salvador-BA, nos dias úteis, das 9 às 17 horas, tel.: (71) 3283-7820, e-mail: ssoa@ufba.br , CEP. 40.110-160.Ao enviar e-mail para o ssoa@ufba.br, indique UNILAB no campo Assunto.

1.7. Os candidatos selecionados serão nomeados sob o Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União, das Autarquias e das Fundações Públicas Federais, previsto na Lei nº 8.112/1990 e Lei nº 11.091/2005, alterada pelas Leis nº 11.233/2005, 11.784/2008 e 12.772/2012.

1.8. jornada de trabalho poderá ocorrer durante o turno diurno e/ou noturno, com períodos de 8 horas diárias, compreendidos entre 7 horas e 22 horas e 30 minutos, ou, ainda, em regime de plantão, de acordo com as necessidades da Instituição.

1.9. Os candidatos selecionados serão lotados no local de sua opção (Ceará ou Bahia), em qualquer Unidade/Órgão, exclusivamente no interesse da Instituição, sem qualquer vinculação à classificação obtida no Concurso.

1.9.1. O servidor que se recusar a entrar em exercício na Unidade/Órgão definido pela UNILAB será exonerado ex officio.

1.10. A remuneração correspondente à classe, nível de capacitação e padrão iniciais do cargo tem valor mensal de:

Classe E:

Vencimento básico: R$ 3.392,42 (três mil, trezentos e noventa e dois reais e quarenta e dois centavos); Auxílio Alimentação: R$ 373,00 (trezentos e setenta e três reais); Total: R$ 3.765,42 (três mil setecentos e sessenta e cinco reais e quarenta e dois centavos).

Classe D:

Vencimento básico: R$ 2.039,89 (dois mil, trinta e nove reais e oitenta e nove centavos); Auxílio Alimentação: R$ 373,00 (trezentos e setenta e três reais); Total: R$ 2.412,89 (dois mil quatrocentos e doze reais e oitenta e nove centavos).

1.10.1. O servidor poderá fazer jus aos percentuais de incentivo à qualificação e à capacitação, na forma da Lei nº 11.091/2005 e Anexo XV da Lei nº 12.772/2012.

2. Dos Requisitos Básicos para a Investidura nos Cargos

2.1. O candidato deverá:

a) ter sido aprovado no Concurso Público, na forma estabelecida neste Edital;

b) ser brasileiro nato ou naturalizado ou ainda, no caso de estrangeiro, estar em situação regular no país, por intermédio de visto permanente que o habilite inclusive a trabalhar no território nacional. No caso de ter nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, nos termos do § 1º do At. 12 da Constituição Federal;

c) ter idade mínima de 18 anos completos, na data da posse;

d) ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo;

e) não acumular cargos, empregos e funções públicas, exceto aqueles permitidos pela Constituição Federal assegurada a hipótese de opção dentro do prazo para posse, previsto no §1º do art.13 da Lei nº 8.112/1990;

f) estar em dia com as obrigações eleitorais;

g) estar quite com as obrigações militares, para os candidatos do sexo masculino; h)estar em gozo dos direitos políticos;

i) apresentar, na data da posse, a documentação necessária à comprovação do atendimento aos requisitos constantes do item 1.1 deste Edital;

j) apresentar titulação fornecida por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), devidamente registrada;

k) não ter sofrido, no exercício de função pública, penalidade incompatível com a investidura em cargo público federal, prevista no Art. 137 da Lei nº 8.112/1990 .

3. Do Pedido de Inscrição

3.1. A inscrição do candidato no Concurso implica conhecimento e aceitação tácita das condições estabelecidas neste Edital, das instruções e das demais informações que porventura venham a ser divulgadas no sítio oficial www.unilab.edu.br/concursos, das quais o candidato não poderá alegar desconhecimento.

3.2. No pedido de inscrição, o candidato fará opção pelo local de lotação: campi do Ceará (Liberdade e Palmares), ou campus de São Francisco do Conde, Bahia.

3.2.1. A lotação dos candidatos selecionados para o Ceará será feita indistintamente ou em Redenção ou em Acarape.

3.3. O candidato só pode concorrer a um único cargo/campus.

3.4. O candidato deve requerer sua inscrição no período das 10h do dia 04/04 às 23h59 do dia 22/04/2014, pela internet, devendo:

a) Acessar o sítio www.unilab.edu.br/concursos-servidor-tecnico-administrativo-2014.

b) Preencher cuidadosamente o Requerimento de Inscrição, observando as instruções na tela do computador e no presente Edital.

c) Imprimir e conferir o Requerimento de Inscrição.

d) Imprimir a Guia de Recolhimento da União (GRU) com o respectivo código de barras. Caso essa operação não se concretize, o candidato deve acessar novamente a sua inscrição e efetuar a impressão da GRU com o respectivo código de barras.

e) Efetuar o pagamento do valor da inscrição (item 3.5), preferencialmente em qualquer agência do Banco do Brasil, até o dia 23/04/2014. O comprovante de agendamento ou programação de pagamento não tem validade para comprovar o pagamento da taxa de inscrição.Valor da taxa de inscrição:

Classe E: R$ 100,00 (cem reais);

Classe D: R$ 80,00 (oitenta reais);

3.6. Não haverá, em nenhuma hipótese, devolução dos valores pagos, salvo em caso de cancelamento do Concurso, a critério da Administração, ou por motivo de força maior.

3.7. Os dados cadastrais informados no ato da inscrição e o pagamento do valor da inscrição são de responsabilidade exclusiva do candidato, que responderá por eventuais erros ou omissões.

3.8. A UNILAB não se responsabiliza por solicitação de inscrição não recebida por motivos de ordem técnica dos computadores, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de transmissão ou qualquer fator que impossibilite a transferência de dados.

3.9. Cópia do Requerimento de Inscrição impressa do computador (item 3.4, letra "c") com o respectivo comprovante de pagamento (item 3.4, letra "e") são os únicos documentos comprobatórios do envio do Requerimento de Inscrição.

3.9.1. Para os candidatos isentos do pagamento da taxa de inscrição, a comprovação do envio do Requerimento de Inscrição dar-se-á através da cópia do Requerimento de Inscrição impressa do computador (item 3.4,c).

3.10. A inscrição dos não isentos só se concretiza após o pagamento do valor da inscrição.

3.10.1. Os pedidos de inscrição dos candidatos não isentos, sem o correspondente pagamento da taxa de inscrição, serão sumariamente indeferidos e excluídos do cadastro de inscritos.

3.11. O documento de identidade indicado no momento da inscrição deverá atender ao estabelecido no item 9.6 deste Edital.

3.12. O candidato que precisar de algum tipo de condição especial para realização das provas, inclusive os candidatos com deficiência, deve comparecer a um posto de atendimento indicado do item 1.5, pessoalmente ou através de representante devidamente identificado e autorizado, nos dias úteis, no período de 04 a 23/04/2014, das 9 às 17 horas,apresentando a documentação comprobatória, a fim de serem viabilizadas as possíveis condições de realização das provas. O não comparecimento dispensa a UNILAB do provimento de condições especiais.

3.13. Antes de efetuar a inscrição, o candidato deve certificar-se de que preenche todos os requisitos exigidos para a investidura no cargo para o qual pretende concorrer. Uma vez efetivada a inscrição, não será permitida, em hipótese alguma, a sua alteração.

3.14. Caso o mesmo candidato efetue mais de uma inscrição, será válida apenas aquela com data de pagamento mais recente (a última paga). Se forem pagas no mesmo dia, valerá a última efetuada. As outras inscrições serão canceladas sem direito a devolução de qualquer valor já pago.

3.15. Para os candidatos que não dispõem de acesso à internet, a UNILAB disponibiliza este acesso no período de 04 a 22/04 /2014, das 9 às 17 horas, exceto sábado, domingo e feriado (ver item 1.5).

4. Do Pedido de Isenção do Pagamento da Taxa de Inscrição

4.1. Somente se concederá isenção do pagamento dos valores estabelecidos no item 3.4 aos candidatos amparados pelos nos Decretos 6.135/2007 e 6.593/2008, que estejam regularmente inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, com número do NIS.

4.2. Candidato deve requerer a isenção do pagamento da taxa de inscrição no período das 10h do dia 04/04 até as 23h59 do dia 09/04/2014, pela internet, devendo:

a) Acessar o sítio www.unilab.edu.br/concursos.

b) Preencher cuidadosamente o Pedido de Isenção do Pagamento da Taxa de Inscrição, observando as instruções dadas na tela do computador e no presente Edital.

c) Imprimir e conferir o Pedido de Isenção do Pagamento da Taxa de Inscrição.A UNILAB divulgará no sítio www.unilab.edu.br/concursos, até o dia 14/04/2014, os Pedidos de Isenção do Pagamento da Taxa de Inscrição deferidos.

4.3.1. A UNILAB consultará o órgão gestor do CadÚnico para verificar a veracidade das informações prestadas pelo candidato.

4.3.2. A declaração falsa sujeitará o candidato às sanções previstas em lei, aplicando-se, ainda, o disposto no parágrafo único do Art. 10 do Decreto nº 83.936, de 6 de setembro de 1979.

4.4. que o candidato não tenha sua solicitação indeferida, é necessário que ele informe os dados cadastrais exatamente como estão no Cadastro Único.

4.4.1. Quaisquer inconsistências cadastrais podem interferir no processo de isenção. Caso o cadastro do candidato esteja com dados incorretos, ele deve primeiro realizar atualização cadastral, para depois solicitar a isenção de pagamento.

4.5. Os candidatos que tiverem seu pedido de isenção indeferido deverão acessar o sítio www.unilab.edu.br/concursos e imprimir a Guia de Recolhimento da União (GRU) para pagamento até o dia 23/04/2014, de acordo com o item 3 deste Edital.

4.5.1. O candidato que não tiver o seu pedido de isenção deferido e que não efetuar o pagamento da Taxa de Inscrição na forma e no prazo estabelecidos nos itens 3.4 e 3.5 estará automaticamente excluído do Concurso Público.

4.6. Nos dias 15 e 16/04/2014, o candidato poderá contestar o indeferimento, pessoalmente ou pelo endereço de e-mail ssoa@ufba.br, indicando UNILAB no campo Assunto e anexando a documentação comprobatória. Após esse período, não serão aceitos pedidos de revisão.

4.7. O candidato que teve o pedido de isenção de taxa deferido está com a inscrição no Concurso confirmada.

5. Da Confirmação da Inscrição

5.1. A partir de 22/05/2014, o candidato deve, obrigatoriamente, obter o CARTÃO INFORMATIVO, pela internet, utilizando-se do seu número de CPF e da sua senha de acesso.

5.2. O Cartão Informativo é o único documento que confirma e comprova a efetiva inscrição do candidato no Concurso, isto é, o deferimento do seu pedido de inscrição. Ele conterá os dados cadastrais do candidato bem como a indicação do local onde deverá se submeter às provas escritas. A indisponibilidade do Cartão Informativo significa o indeferimento do pedido de inscrição.

5.3. Ao obter o Cartão Informativo, o candidato deve conferir cuidadosamente os dados nele registrados.

5.4. É de responsabilidade exclusiva do candidato a identificação e localização correta do estabelecimento escolar onde realizará suas provas, o que deve ser feito com a antecedência necessária.

5.5. Caso haja qualquer irregularidade ou divergência no Cartão Informativo, o candidato deve entrar imediatamente em contato com o SSOA, ssoa@ufba.br , indicando UNILAB no campo Assunto e anexando a documentação pertinente, até o dia 28/05/2014.

5.5.1. Após 28/05/2014 não será aceita qualquer reclamação.

6. Do Indeferimento do Pedido de Inscrição

6.1. Será indeferido o Requerimento de Inscrição:

a) apresentado extemporaneamente;

b) indevidamente preenchido e/ou remetido, desatendendo às instruções deste Edital;

c) sem o correspondente crédito à UNILAB, nas condições, prazo e valores estabelecidos nos itens 3.4 e 3.4 deste Edital, exceto para os candidatos isentos do pagamento da inscrição.

7. Do Candidato com Deficiência

7.1.5 % das vagas são reservadas para candidatos com deficiência, na forma do § 2º do Art. 5º da Lei nº 8.112/1990, conforme indicado no item 1.1.

7.2. A necessidade especial deve estar enquadrada entre as categorias discriminadas no Art. 4º do Decreto nº 3.298/1999 e suas alterações.

7.3. O candidato com deficiência deve declarar essa condição no ato da inscrição no Concurso, conforme instruções na tela do computador e, em seguida, enviar até o dia 23/04/2014, para o Campus da Liberdade, na Avenida da Abolição, 3 - Centro, CEP.: 62.790-000- Redenção - Ceará, laudo médico, expedido por Órgão Público, (original ou cópia autenticada) atestando o tipo da deficiência, o grau ou nível, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença - CID, a provável causa da deficiência, especificando se congênita ou adquirida, se temporária ou permanente.

7.3.1. O laudo médico deverá ser digitado em papel timbrado, contendo a razão social da instituição emitente, CNPJ, endereço completo, nome do responsável para contatos, telefone, número do registro no Conselho Regional de Medicina do profissional que assinou o referido laudo.

7.4. A UNILAB terá a assistência de equipe multiprofissional que, entre suas atribuições, emitirá parecer observando as informações prestadas pelo candidato no ato da inscrição, conforme Art. 43 do Decreto nº 3.298/99.

7.5. O candidato com deficiência, selecionado ou aprovado mas não selecionado neste Concurso Público, será convocado para ser avaliado e ter, ou não, a sua deficiência comprovada pela equipe multiprofissional citada no item anterior. Para tanto, deverão acompanhar a convocação no sítio www.unilab.edu.br/concursos.

7.6. O candidato inscrito como deficiente que não enviar a documentação pertinente, conforme determinado nos itens 7.3 e 7.3.1, bem como o que for desclassificado dessa condição, nos termos do item 7.5, concorrerá apenas às vagas gerais.

7.7. O candidato que eventualmente foi antes reconhecido, em qualquer Concurso Público, como pessoa com deficiência deve cumprir igualmente todos os trâmites determinados neste item 7.

8. Do Processo Seletivo

8.1. O Concurso constará de provas escritas para todos os cargos.

8.2. As provas escritas serão aplicadas conjuntamente, conforme tabela abaixo.

* Para os cargos de Analista de Tecnologia da Informação e de Técnico em Tecnologia da Informação, esta prova será substituída pela prova de Raciocínio Lógico II, nas mesmas condições. As provas para os cargos de nível superior (E) valem 100 pontos e para os cargos de nível intermediário (D) valem 85 pontos.

8.3. As provas de Português, Administração Pública, Informática Básica e Raciocínio Lógico I são iguais para todos os cargos da mesma classe (E, D), exceto para os cargos de Analista de Tecnologia da Informação e de Técnico em Tecnologia da Informação, cuja prova de Informática Básica será substituída pela prova de Raciocínio Lógico II. A prova de Conhecimentos Específicos é própria de cada cargo, conforme consta no item 1.1 deste Edital.

8.4. Cada prova escrita consta de questões objetivas de proposição simples. Cada questão só pode ser verdadeira (V) ou falsa (F).

8.5. Cada questão da prova escrita vale 1 (um) ponto. Se o candidato acertar, seu escore é 1 (um); se errar é -0,75 (menos setenta e cinco centésimos); se deixar em branco ou fizer marcação dupla ou indevida, o escore é 0 (zero).

8.6. O escore de cada prova escrita é a soma algébrica dos acertos e erros (acertos menos erros), com valor mínimo de zero ponto.

8.7. Eventuais questões anuladas, por qualquer motivo, serão consideradas como acerto, para todos os candidatos indistintamente.

8.8. O escore global de classificação é constituído da soma dos escores obtidos por cada candidato nas provas escritas realizadas, conforme item 8.6, no valor máximo igual ao Total indicado na tabela, item 8.2.

8.9. Será eliminado do Concurso o candidato que:

a) estiver ausente do local de prova, no dia e horário determinados para comparecimento; b)recusar-se a fazer a identificação datiloscópica, conforme previsto no item 9.8, sendo considerado ausente;

c) obtiver escore igual a zero ponto, em qualquer prova;

d) entregar em branco ou não adequadamente preenchida a Folha de Respostas, ou a parte dela correspondente a todas as questões de uma prova, sendo-lhe atribuído zero ponto;

e) não devolver integralmente o material de prova, em especial a Folha de Respostas, sendo-lhe atribuído zero ponto;

f) comunicar-se ou tentar comunicar-se com qualquer outra pessoa, à exceção dos aplicadores das provas, por qualquer meio e sobre qualquer assunto, sendo-lhe atribuído zero ponto;

g) tiver comportamento ímprobo ou incompatível com o decoro e a ordem dos trabalhos, conforme ocorrência registrada pelos agentes aplicadores das provas, sendo-lhe atribuído zero ponto;

h) estiver portando qualquer um dos objetos abaixo nomeados, ou similares, sendo-lhe atribuído zero ponto:

I . Aparelho eletrônico de qualquer natureza, ainda que desligado ou fora de uso, especialmente: telefone celular; computador de mão, inclusive palmtop; fone de ouvido; calculadora; relógio digital; etc.

II . Corretor líquido, apostila, livro, folha escrita e/ou pequenos papéis com anotações, sobre assuntos relacionados às provas, ainda que não consultados ou utilizados;

III . Óculos escuros, chapéu, boné, viseira, lenço de cabelo, cachecol, etc. (os cabelos e as orelhas do candidato devem estar sempre visíveis);

IV . Arma de qualquer natureza;

i) obtiver escore inferior a 25% do valor da prova de Conhecimentos Específicos;

j) obtiver escore global de classificação inferior a 20% do seu valor máximo.No dia da realização das provas, a UNILAB poderá submeter os candidatos ao sistema de detecção de metal nas salas, corredores e banheiros, a fim de impedir a prática de fraude e de verificar se o candidato está portando material não permitido.

8.10. A correção das provas escritas é realizada por processamento eletrônico; portanto, são consideradas somente as respostas registradas adequadamente na Folha de Respostas.

8.11. Os candidatos não eliminados nos termos do item 8.9 são classificados em ordem decrescente do escore global.

8.12. Havendo empate no escore global, tem prioridade, sucessivamente, o candidato com maior:

a) idade, computada em anos, meses e dias, desde que igual ou superior a 60 anos, no dia 01 de junho de 2014, conforme o parágrafo único, do Art. 27 da Lei nº 10.741/2003;

b) pontuação, sucessivamente, nas provas: Conhecimentos Específicos, Português, Informática Básica ou Raciocínio Lógico II conforme o caso, e Administração Pública; c)idade, computada em anos, meses e dias.

8.13. Os candidatos eliminados nos termos do item 8.9 bem como os candidatos reprovados nos termos do item 8.17 não podem ser selecionados nem convocados para posse, no presente Concurso Público, mesmo que restem vagas não preenchidas e ainda disponíveis.

8.14. selecionados para ocuparem os cargos os candidatos mais bem classificados conforme itens 8.11 e 8.12, até o limite do número de vagas oferecido, como consta no item 1.1 deste Edital.

8.15. considerados aprovados mas não selecionados (homologados) os candidatos classificados conforme itens 8.11 e 8.12 anteriores, nos termos do Art. 16 do Decreto nº 6.944/2009, como indicado a seguir:

a) para os cargos com apenas 1 vaga oferecida: do 2º ao 5º lugar;

b) para os cargos com 2 vagas oferecidas: do 3º ao 9º lugar;

c) para os cargos com 3 vagas oferecidas: do 4º ao 14º lugar;

d) os cargos com 4 vagas oferecidas: do 5º ao 18º lugar;

e) para o cargo com 7 vagas gerais oferecidas: do 8º ao 29º lugar, bem como do 2º ao 5º lugar nas vagas reservadas;

f) o cargo com 8 vagas gerais oferecidas: do 9º ao 32º lugar, bem como do 2º ao 5º lugar nas vagas reservadas;

g) para os cargos com 9 vagas gerais oferecidas: do 10º ao 35º lugar, bem como do 2º ao 5º lugar nas vagas reservadas;

h) para o cargo com 11 vagas gerais oferecidas: do 12º ao 40º lugar, bem como do 2º ao 5º lugar nas vagas reservadas;

i) para o cargo com 19 vagas gerais oferecidas: do 20º ao 54º lugar, bem como do 2º ao 5º lugar nas vagas reservadas;

j) para o cargo com 39 vagas gerais oferecidas: do 40º ao 78º lugar, bem como do 4º ao 14º lugar nas vagas reservadas.

8.16. No caso do item anterior, havendo empate no escore global do último aprovado, são também considerados aprovados mas não selecionados (homologados) todos os candidatos assim empatados, mantida a ordem de classificação (itens 8.11 e 8.12) para efeito de eventual nomeação.

8.17. Os candidatos que não forem selecionados nem aprovados, nos termos dos itens 8.14 a 8.16, são considerados reprovados no presente Concurso Público.

9. Da Realização das Provas

9.1. As provas serão realizadas no dia 01/06/2014, nas cidades de Redenção, Acarape, Fortaleza, Salvador e São Francisco do Conde, das 13h10 às 17h10, incluído o tempo de preenchimento da Folha de Respostas.

9.2. Em hipótese alguma, as provas serão aplicadas fora do local predeterminado.

9.2.1. Fica o candidato, desde já, convocado a comparecer no local de realização das provas escritas, indicado no Cartão Informativo (item 5) munido do documento original de identidade com o qual se inscreveu, do Cartão Informativo e de caneta esferográfica de tinta preta.

9.3. Para as provas escritas, os portões serão abertos às 12h30 e fechados, impreterivelmente, às 13h00.

9.4. Não será permitido, em hipótese alguma, o ingresso de candidato no local de realização das provas, após o fechamento dos portões.

9.5. O acesso aos estabelecimentos é exclusivo para os candidatos. Eventuais acompanhantes deverão permanecer do lado de fora dos portões. Uma vez fechados, os portões só serão reabertos depois das 15 horas e, até esse horário, ninguém pode entrar ou sair do estabelecimento, a não ser autoridades da UNILAB e UFBA/SSOA que estejam executando ou fiscalizando os trabalhos.

9.6. São aceitos como documentos de identidade: carteiras expedidas pelos Comandos Militares, pelas Secretarias de Segurança Pública, pelos Institutos de Identificação e pelos Corpos de Bombeiros Militares; carteiras expedidas pelos órgãos fiscalizadores de exercício profissional (ordens, conselhos etc.); carteiras funcionais expedidas por órgão público que, por lei federal, valham como identidade; carteira de trabalho (modelo novo); e carteira nacional de habilitação (modelo novo).

9.6.1. Não são aceitos como documento de identidade:

a) certidão de nascimento;

b) documento de quitação com o serviço militar;

c) CPF;

d) título de eleitor;

e) carteiras de estudante;

f) crachás;

g) documento ilegível, rasurado ou danificado;

h) documento que não permita identificar claramente o portador, pela fotografia;

i) documento cujo nome do portador não coincida com o que consta na relação de inscritos no Concurso;

j) documento cujo número não coincida com o número constante na relação de inscritos no Concurso;

k) cópia do documento de identidade, ainda que autenticada;

l) protocolo de solicitação de emissão de documento de identidade.

9.7. Por ocasião da realização das provas, o candidato que não apresentar o original do documento de identidade indicado no ato da inscrição, por qualquer motivo, ou cujo documento apresentado esteja em desacordo com os itens 9.6 e 9.6.1, será obrigatoriamente submetido à identificação datiloscópica, feita por técnico da Secretária de Segurança Pública Estadual.

9.7.1. O tempo utilizado na identificação datiloscópica não será acrescido ao tempo total de prova.

9.8. O não atendimento dos itens 9.7 e 9.6 e/ou a comprovação de irregularidade na identificação datiloscópica, implica, automaticamente, a eliminação do candidato do Concurso, além de outras providências legais.

9.9. São de inteira responsabilidade do candidato os prejuízos eventualmente advindos da má utilização, preenchimento indevido ou não devolução da Folha de Respostas, a qual não poderá ser substituída, salvo em situações excepcionais, a critério exclusivo da Coordenação dos trabalhos.

9.10. O candidato só poderá retirar-se da sala após duas horas do início da prova e depois da assinar a lista de presença. O Caderno de Questões só poderá ser levado após as 16 horas.

9.11. Não há segunda chamada para a realização de provas nem vistas à Folha de Respostas nem revisão de resultados.

9.12. A divulgação do gabarito das provas será feita em até 48 horas, após sua aplicação.

9.13. Recomenda-se à candidata lactante que evite levar o bebê para o local onde realizará as provas, uma vez que:

● as condições oferecidas no local de provas não são apropriadas à presença de bebês, podendo até ocorrer a presença de candidatos portadores de moléstias infectocontagiosas, declaradas ou não;

● será permitida a entrada apenas do bebê, sem outros acompanhantes;

● a fiscal se responsabilizará apenas pela aplicação das provas, sendo proibida de dar qualquer assistência ao bebê;

● o tempo utilizado para amamentação ou outros cuidados com o bebê não será acrescido ao tempo previsto para a realização das provas.

10. Dos Recursos

10.1. Nos dias 03 e 04/06/2014, o candidato pode interpor um único recurso relativamente ao gabarito divulgado ou ao conteúdo das questões das provas escritas, indicando, com precisão, a questão ou as questões a serem revisadas, em modelo constante no sítio www.unilab.edu.br/concursos.

10.2. Os recursos devem estar devidamente fundamentados em seus argumentos.

10.3. Os recursos devem ser dirigidos à Diretora do Serviço de Seleção, Orientação e Avaliação da UFBA e entregues no SSOA ou enviados pelos Correios, via Sedex (ver endereço no item 1.6).

10.4. Se, por força de decisão favorável a impugnações, houver modificação do gabarito divulgado antes dos recursos, as provas serão corrigidas de acordo com o gabarito definitivo, não se admitindo pedidos de revisão do julgamento do recurso nem recurso contra a modificação decorrente das impugnações.

11. Dos Resultados

11.1. O resultado do Concurso será divulgado na internet no sítio www.unilab.edu.br/concursos, até as 17h do dia 30/06/2014.

11.2. O resultado do Concurso será divulgado em duas listas, para os cargos com vagas reservadas aos candidatos com deficiência. Na primeira lista, constará a classificação geral de todos os candidatos selecionados e aprovados, mas não selecionados (homologados), inclusive os candidatos com deficiência. Na segunda lista constarão apenas os candidatos com deficiência selecionados e aprovados, mas não selecionados (homologados).

11.2.1. O candidato com deficiência pode, eventualmente, aparecer nas duas listas com os resultados, mas nesse caso, sua situação (selecionado ou aprovado, mas não selecionado) será a mesma em ambas as listas.

11.3. A homologação do resultado final do Concurso será feita pela UNILAB e publicada no Diário Oficial da União.

12. Da Nomeação e Posse

1.1. Os candidatos selecionados, constantes da portaria de homologação, serão nomeados para a Classe, Nível de Capacitação e Padrão iniciais do cargo para o qual concorreu, mediante Portaria expedida pela Reitora da UNILAB e publicada no Diário Oficial da União, consideradas as vagas existentes, segundo rigorosa ordem de classificação.

1.2. A qualquer tempo poderão ser anuladas a inscrição, as provas, a nomeação e a posse do candidato, desde que verificada a falsidade em qualquer declaração prestada e/ou qualquer irregularidade nas ou em documentos apresentados.

1.3. Somente poderá ser empossado o candidato nomeado que for julgado apto física e mentalmente para o exercício do cargo, na inspeção de saúde realizada pela Perícia Médica da UNILAB, de caráter eliminatório.

1.4. Atendendo às necessidades da Administração e dentro do prazo de validade do Concurso, os candidatos serão convocados para inspeção médica, através do sítio www.unilab.edu.br/concursos.

12.4.1 No momento da convocação para a inspeção médica, a UNILAB divulgará a relação dos exames necessários para a realização da avaliação clínica e funcional.

1.5. Durante a inspeção de saúde, poderão ser solicitados outros exames complementares, na dependência da necessidade de esclarecimento diagnóstico, a critério da equipe de avaliação médica.

1.6. O candidato cuja nomeação tiver sido publicada no DOU deverá tomar posse no prazo de 30 (trinta) dias, contados da publicação do ato de sua nomeação.

1.7. O candidato nomeado que não tomar posse no prazo estipulado terá sua nomeação tornada sem efeito.

1.8. Após a posse, o servidor que não entrar em exercício, em até 15 (quinze) dias, será exonerado ex officio.

13. Das Disposições Finais

13.1. Durante o período de validade do Concurso, a UNILAB reserva-se o direito de proceder às nomeações em número que atenda ao interesse e às necessidades do serviço, de acordo com a disponibilidade orçamentária e até o número de vagas existentes.

13.2. O prazo de validade do Concurso é de 1 (um) ano, contado a partir da publicação da sua homologação no Diário Oficial da União, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da UNILAB, nos termos do Decreto nº 6.944/2009.

13.3. Não será fornecido ao candidato qualquer documento comprobatório de aprovação, classificação e/ou notas, valendo para tal fim a homologação do resultado final do Concurso publicada no Diário Oficial da União, bem como o Boletim de Desempenho Individual.

13.4. A atualização do endereço indicado no Requerimento de Inscrição e o atendimento às convocações feitas pela UNILAB, desde o momento da inscrição até o momento da posse, é de responsabilidade exclusiva do candidato.

13.5. É de inteira responsabilidade do candidato acompanhar as publicações de todos os atos, editais, comunicados, retificações, convocações e nomeações referentes a este Concurso Público que venham a ser feitas no Diário Oficial da União e/ou divulgados na internet, no sítio www.unilab.edu.br/concursos.

13.6. A UNILAB poderá, a seu exclusivo critério e obedecendo às normas legais pertinentes, admitir candidatos homologados em concursos públicos e não nomeados, de outras Instituições de Ensino Superior, bem como ceder a essas Instituições candidatos homologados e não nomeados, nos termos deste Edital.

13.6.1. Para a concretização das admissões constantes deste item, deverá a parte interessada formalizar a requisição e a parte cedente registrar documentalmente seu aceite, após ouvido o candidato.Os casos omissos serão resolvidos pela UNILAB.

13.8. A íntegra deste Edital e outras informações pertinentes estão disponíveis no sítio oficial www.unilab.edu.br/concursos-servidor-tecnico-administrativo-2014, onde são publicados todos os atos oficiais referentes ao presente Concurso Público.

13.9. Os Anexos I e II encontram-se publicados no sítio eletrônico www.unilab.edu.br/concursos

Redenção, 31 de março de 2014.

NILMA LINO GOMES
Reitora

ANEXO I

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES NÍVEL INTERMEDIÁRIO D

DENOMINAÇÃO DO CARGO: ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO:

Dar suporte administrativo e técnico nas áreas de recursos humanos, administração, finanças e logística; atender usuários, fornecendo e recebendo informações; tratar de documentos variados, cumprindo todo o procedimento necessário referente aos mesmos; preparar relatórios e planilhas; executar serviços gerais de escritórios. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

DENOMINAÇÃO DO CARGO: TÉCNICO DE LABORATÓRIO /ÁREA

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO:

Executar trabalhos técnico de laboratório relacionados com a área de atuação, realizando ou orientando coleta, análise e registros de material e substâncias através de métodos específicos. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

DENOMINAÇÃO DO CARGO: TÉCNICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO:

Desenvolver sistemas e aplicações, determinando interface gráfica, critérios ergonômicos de navegação, montagem da estrutura de banco de dados e codificação de programas; projetar, implantar e realizar manutenção de sistemas e aplicações; selecionar recursos de trabalho, tais como metodologias de desenvolvimento de sistemas, linguagem de programação e ferramentas de desenvolvimento. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

DENOMINAÇÃO DO CARGO: TÉCNICO EM AGROPECUÁRIA

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO:

Prestar assistência e consultoria técnicas, orientando diretamente produtores sobre produção agropecuária, comercialização e procedimentos de biosseguridade. Executar projetos agropecuários em suas diversas etapas. Planejar atividades agropecuárias. Promover organização, extensão e capacitação rural. Fiscalizar produção agropecuária. Desenvolver tecnologias adaptadas à produção agropecuária. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

DENOMINAÇÃO DO CARGO: TÉCNICO EM ARQUIVO

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO:

Auxiliar especialistas das diversas áreas, nos trabalhos de organização, conservação, pesquisa e difusão de documentos e objetos de caráter histórico, artístico, científico e literário ou de outra natureza. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

DENOMINAÇÃO DO CARGO: TÉCNICO EM CONTABILIDADE DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO:

Identificar documentos e informações, atender à fiscalização e proceder à consultoria. Executar a contabilidade geral, operacionalizar a contabilidade de custos e efetuar contabilidade gerencial.Realizar controle patrimonial. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

DENOMINAÇÃO DO CARGO: TÉCNICO EM EDIFICAÇÕES

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO:

Realizam levantamentos topográficos e planialtimétricos. Desenvolvem e legalizam projetos de edificações sob supervisão de um engenheiro civil; planejam a execução, orçam e providenciam suprimentos e supervisionam a execução de obras e serviços. Treinam mão-de-obra e realizam o controle tecnológico de materiais e do solo. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

DENOMINAÇÃO DO CARGO: TÉCNICO EM ELETROELETRÔNICA

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO:

Executar tarefas de manutenção, instalação e reparação de sistemas eletroeletrônicos convencionais e automatizados, bem como as de coordenação e desenvolvimento de equipes de trabalho no planejamento, desenvolvimento, avaliação de projetos e aplicação de normas técnicas. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

DENOMINAÇÃO DO CARGO: TÉCNICO EM ENFERMAGEM

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO:

Desempenhar atividades técnicas de enfermagem em hospitais, clínicas e outros estabelecimentos de assistência médica, embarcações e domicílios; atuar em cirurgia, terapia, puericultura, pediatria, psiquiatria, obstetrícia, saúde ocupacional e outras; prestar assistência ao paciente, atuando sob supervisão de enfermeiro; organizar ambiente de trabalho. Trabalhar em conformidade às boas práticas, normas e procedimentos de biossegurança. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

DENOMINAÇÃO DO CARGO: TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO:

Elaborar, participar da elaboração e implementar política de saúde e segurança no trabalho (SST); realizar auditoria, acompanhamento e avaliação na área; identificar variáveis de controle de doenças, acidentes, qualidade de vida e meio ambiente. Desenvolver ações educativas na área de saúde e segurança no trabalho; participar de perícias e fiscalizações que integrem processos de negociação. Participar da adoção de tecnologias e processos de trabalho; gerenciar documentação de SST; investigar, analisar acidentes e recomendar medidas de prevenção e controle. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

DENOMINAÇÃO DO CARGO: TRADUTOR E INTÉRPRETE DE LINGUAGEM DE SINAIS

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO:

Traduzir e interpretar artigos, livros, textos diversos de um idioma para o outro, bem como traduzir e interpretar palavras, conversações, narrativas, palestras, atividades didático pedagógicas em um outro idioma, reproduzindo o pensamento e intenção do emissor em Libras ou na modalidade oral da Língua Portuguesa. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

NÍVEL SUPERIOR

DENOMINAÇÃO DO CARGO: ADMINISTRADOR

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO:

Planejar, organizar, controlar e assessorar as organizações nas áreas de recursos humanos, patrimônio, materiais, informações, financeira, tecnológica, entre outras; implementar programas e projetos; elaborar planejamento organizacional; promover estudos de racionalização e controlar o desempenho organizacional. Prestar consultoria administrativa a organizações e pessoas. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

DENOMINAÇÃO DO CARGO: ANALISTA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO:

Desenvolver e implantar sistemas informatizados dimensionando requisitos e funcionalidade do sistema, especificando sua arquitetura, escolhendo ferramentas de desenvolvimento, especificando programas, codificando aplicativos. Administrar ambientes informatizados, prestar suporte técnico ao usuário e o treinamento, elaborar documentação técnica. Estabelecer padrões, coordenar projetos e oferecer soluções para ambientes informatizados e pesquisar tecnologias em informática. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

DENOMINAÇÃO DO CARGO: ARQUITETO E URBANISTA

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO:

Elaborar planos e projetos associados à arquitetura em todas as suas etapas, definindo materiais, acabamentos, técnicas, metodologias, analisando dados e informações. Fiscalizar e executar obras e serviços, desenvolver estudos de viabilidade financeiros, econômicos, ambientais. Prestar serviços de consultoria e assessoramento, bem como assessorar no estabelecimento de políticas de gestão. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

DENOMINAÇÃO DO CARGO: ARQUIVISTA

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO:

Organizar documentação de arquivos institucionais e pessoais, criar projetos de museus e exposições, organizar acervos musicológicos públicos e privados. Dar acesso à informação, conservar acervos. Preparar ações educativas ou culturais, planejar e realizar atividades técnico-administrativas, orientar implantação das atividades técnicas. Participar da política de criação e implantação de museus e instituições arquivística. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

DENOMINAÇÃO DO CARGO: ASSISTENTE SOCIAL

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO:

Prestar serviços sociais orientando indivíduos, famílias, comunidade e instituições sobre direitos e deveres (normas, códigos e legislação), serviços e recursos sociais e programas de educação; planejar, coordenar e avaliar planos, programas e projetos sociais em diferentes áreas de atuação profissional (seguridade, educação, trabalho, jurídica, habitação e outras); desempenhar tarefas administrativas e articular recursos financeiros disponíveis. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

DENOMINAÇÃO DO CARGO: BIBLIOTECÁRIO -DOCUMENTALISTA

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO:

Disponibilizar informação em qualquer suporte; gerenciar unidades como bibliotecas, centros de documentação, centros de informação e correlatos, além de redes e sistemas de informação. Tratar tecnicamente e desenvolver recursos informacionais; disseminar informação com o objetivo de facilitar o acesso e geração do conhecimento; desenvolver estudos e pesquisas; realizar difusão cultural; desenvolver ações educativas. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

DENOMINAÇÃO DO CARGO: CONTADOR

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO:

Executar a escrituração através dos lançamentos dos atos e fatos contábeis; elaborar e manter atualizados relatórios contábeis; promover a prestação, acertos e conciliação de contas; participar da implantação e execução das normas e rotinas de controle interno; elaborar e acompanhar a execução do orçamento; elaborar demonstrações contábeis e a Prestação de Contas Anual do órgão; prestar assessoria e preparar informações econômico-financeiras; atender às demandas dos órgãos fiscalizadores e realizar perícia. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

DENOMINAÇÃO DO CARGO: ECONOMISTA

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO:

Analisar o ambiente econômico; elaborar e executar projetos de pesquisa econômica, de mercado e de viabilidade econômica, dentre outros; participar do planejamento estratégico e de curto prazo; gerir programação econômico-financeira; atuar na mediação e arbitragem; realizar perícias. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

DENOMINAÇÃO DO CARGO: ENGENHEIRO / ÁREA

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO:

Desenvolver projetos de engenharia; executar obras; planejar, orçar e contratar empreendimentos; coordenar a operação e a manutenção dos mesmos. Controlar a qualidade dos suprimentos e serviços comprados e executados. Elaborar normas e documentação técnica. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

DENOMINAÇÃO DO CARGO: ENGENHEIRO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO:

Controlar perdas potenciais e reais de processos, produtos e serviços, ao identificar, determinar e analisar causas de perdas, estabelecendo plano de ações preventivas e corretivas. Gerenciar atividades de segurança do trabalho e do meio ambiente e coordenar equipes, treinamentos e atividades de trabalho. Emitir e divulgar documentos técnicos como relatórios, mapas de risco e contratos. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

DENOMINAÇÃO DO CARGO: JORNALISTA

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO:

Recolher, redigir, registrar através de imagens e de sons, interpretar e organizar informações e notícias a serem difundidas, expondo, analisando e comentando os acontecimentos. Fazer seleção, revisão e preparo definitivo das matérias jornalísticas a serem divulgadas em jornais, revistas, televisão, rádio, internet, assessorias de imprensa e quaisquer outros meios de comunicação com o público. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

DENOMINAÇÃO DO CARGO: MÉDICO / ÁREA

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO:

Realizar consultas e atendimentos médicos; tratar pacientes; implementar ações para promoção da saúde; coordenar programas e serviços em saúde, efetuar perícias, auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

DENOMINAÇÃO DO CARGO: NUTRICIONISTA

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO:

Prestar assistência nutricional a indivíduos e coletividades (sadios e enfermos); organizar, administrar e avaliar unidades de alimentação e nutrição; efetuar controle higiênico-sanitário; participar de programas de educação nutricional; podem estruturar e gerenciar serviços de atendimento ao consumidor de indústrias de alimentos e ministrar cursos. Atuar em conformidade ao Manual de Boas Práticas. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

DENOMINAÇÃO DO CARGO: ODONTÓLOGO

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO:

Atender e orientar pacientes e executar tratamento odontológico, realizando, entre outras atividades, radiografias e ajuste oclusal, aplicação de anestesia, extração de dentes, tratamento de doenças gengivais e canais, cirurgias bucomaxilofaciais, implantes, tratamentos estéticos e de reabilitação oral, confecção de prótese oral e extra-oral; diagnosticar e avaliar pacientes e planejar tratamento; realizar auditorias e perícias odontológicas; administrar local e condições de trabalho, adotando medidas de precaução universal de biossegurança. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

DENOMINAÇÃO DO CARGO: PEDAGOGO

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO:

Implementar a execução, avaliar e coordenar a (re)construção do projeto pedagógico de escolas de educação infantil, de ensino médio ou ensino profissionalizante com a equipe escolar. Viabilizar o trabalho pedagógico coletivo e facilitar o processo comunicativo da comunidade escolar e de associações a ela vinculadas. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

DENOMINAÇÃO DO CARGO: PROGRAMADOR VISUAL DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO:

Planejar serviços de pré-impressão gráfica. Realizar programação visual gráfica e editorar textos e imagens. Trabalhar seguindo normas de segurança, higiene, qualidade e preservação ambiental. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

DENOMINAÇÃO DO CARGO: PSICÓLOGO

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO:

Estudar, pesquisar e avaliar o desenvolvimento emocional e os processos mentais e sociais de indivíduos, grupos e instituições, com a finalidade de análise, tratamento, orientação e educação; diagnosticar e avaliar distúrbios emocionais e mentais e de adaptação social, elucidando conflitos e questões e acompanhando o(s) paciente(s) durante o processo de tratamento ou cura; investigar os fatores inconscientes do comportamento individual e grupal, tornando-os conscientes; desenvolvem pesquisas experimentais, teóricas e clínicas e coordenar equipes e atividades de área e afins. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

DENOMINAÇÃO DO CARGO: SECRETÁRIO EXECUTIVO

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO:

Assessorar direções, gerenciando informações, auxiliando na execução de tarefas administrativas e em reuniões, marcando e cancelando compromissos; coordenar e controlar equipes e atividades; controlar documentos e correspondências; atender usuários externos e internos; organizar eventos e viagens e prestar serviços em idioma estrangeiro. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

DENOMINAÇÃO DO CARGO: TÉCNICO EM ASSUNTOS EDUCACIONAIS

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO:

Coordenar as atividades de ensino, planejamento e orientação, supervisionando e avaliando estas atividades, para assegurar a regularidade do desenvolvimento do processo educativo. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

DENOMINAÇÃO DO CARGO: TERAPEUTA OCUPACIONAL

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DO CARGO:

Atender pacientes para prevenção, habilitação e reabilitação utilizando protocolos e procedimentos específicos de terapia ocupacional; realizar diagnósticos específicos; analisar condições dos pacientes; orientar pacientes e familiares; desenvolver programas de prevenção, promoção de saúde e qualidade de vida; exercer atividades técnico-científicas. Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

ANEXO II

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS PROVAS CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR - CLASSE E

PORTUGUÊS (Todos os cargos)

1. Ler, interpretar e analisar textos de diferentes tipos em língua portuguesa: verbais, não verbais e mistos. 1.1. Compreender e interpretar o conteúdo textual. 1.2.Atribuir sentido coerente ao texto apresentado com habilidade de: 1.2.1. decodificar e inter-relacionar informações. 1.2.2. perceber as relações do texto com o seu mundo exterior: leitura crítica do mundo. 2. Reconhecer o gênero e a estrutura do texto: narração, dissertação, descrição. 3. A linguagem e suas diferentes funções: 3.1. Linguagem verbal e não-verbal. 3.2. Funções da linguagem: referencial, conativa, emotiva, metalinguística, poética e fática. 4. Reconhecer as modalidades linguísticas que refletem diferenças sociais, culturais e regionais dos falantes da língua portuguesa. 4.1. A língua escrita e a falada: diferenças. 5.Apresentar domínio gramatical da variedade padrão da língua portuguesa, como: 5.1.Regência nominal e verbal. 5.2. O nome, o artigo, o pronome, o adjetivo, o advérbio, a preposição, a conjunção, a interjeição e os seus respectivos empregos. 5.3.O verbo: o emprego de tempos e modos. 5.4.Sintaxe: período, orações e seus termos. 5.5.Domínio da ortografia e da pontuação. 5.6. Relações semântico-lexicais, como metáfora, metonímia, analogia, polissemia, antonímia, sinonímia, hiperonímia, hiponímia, reiteração, redundância e outras.

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA (Todos os cargos)

1. Administração Pública Federal: Disposições Gerais (Constituição Federal, Título III, Capítulo VII). 2. Agente Público: função pública, atendimento ao cidadão. 3.Regime Jurídico dos Servidores Públicos Federais - Direitos, deveres, proibições e responsabilidades. (Lei nº 8.112, de 11/12/1990). 4. Ética na Administração Pública Federal (Decreto nº 1.171, de 22/06/1994) e sanções aplicáveis aos agentes públicos nos casos de enriquecimento ilícito (Lei nº 8429, de 02/06/1992). 5. Estatuto da UNILAB, disponível em www.unilab.edu.br 6.Processo Administrativo: normas básicas no âmbito da Administração Federal. (Lei nº 9.784, de 29/01/1999). 7. Administração Pública: acadêmica e financeira, de recursos humanos, de material e patrimônio. 8. Licitação: conceito, finalidades, princípios e objeto; obrigatoriedade, dispensa, inexigibilidade e vedação; modalidades e tipos, revogação e anulação; sanções. (Lei nº 8.666, de 21/06/1993 e Lei nº 10.520, de 17/07/2002). 9.Controle Interno e Controle Externo na Administração Pública: conceito e abrangência. 10. Sistema Tributário Nacional e Finanças Públicas.

INFORMÁTICA BÁSICA (Todos os cargos, exceto para Analista de Tecnologia da Informação)

1. Conceitos básicos: Hardware e Software. Sistema operacional. Redes de computadores. Internet, World Wide Web (WWW), email, transferência de arquivos, uso da rede em dispositivos móveis. 2. Noções Básicas de microcomputador: Componentes: dispositivos de entrada e saída, periféricos, processadores, memória e seus diversos tipos. 3. Ambiente Microsoft Windows: Uso do ambiente gráfico. Execução de aplicativos e acessórios. Manipulação de arquivos e pastas. Execução de aplicativos básicos. Lixeira. Tipos de arquivos. 4. Microsoft Word: Utilização de janelas e menus. Barras de ferramentas. Operações com arquivos. Impressão de documentos e configuração da impressora. Edição de textos. Formatação no Word. Criação e manipulação de tabelas. Operações com documentos. 5. Microsoft Excel: Fundamentos e operações com planilha. Edição e formatação de planilhas. Formatação de células. Alteração de opções de impressão. Organização de planilhas e exibição de janela. Gráficos. Fórmulas. Funções lógicas, estatísticas e financeiras. Uso do Excel com a Internet. 6. Noções de uso do Microsoft Internet Explorer e Mozilla Firefox: Manutenção dos endereços favoritos. Utilização de histórico. Noções de navegação em hipertexto. Download de arquivos. Segurança. Configuração e atualização. 7. Noções de uso do Microsoft Outlook: Envio e recebimento de mensagens, incluindo a utilização de arquivos anexos. Localização de mensagens nas pastas. Organização das mensagens em pastas e subpastas. Manutenção do catálogo de endereços. Configuração e atualização. 8. Vírus de computador: Definição de programas antivírus. Tipos de vírus. Nota sobre as versões dos softwares: MS-Windows: versões XP ou posterior MS-Word, MS-Excel, MS-Outlook: versões constantes dos pacotes Office 2003 ou 2007. MS-Internet Explorer: versão 6.0 ou posterior. MOZILLA-Firefox: versão 2.0 ou posterior.

RACIOCÍNIO LÓGICO (Todos os cargos)

1. Estruturas lógicas. 2. Lógica sentencial ou proposicional: proposições simples e compostas, operadores lógicos, tabelas -verdade, equivalências, leis de Morgan. 3.Diagramas lógicos. 4. Lógica de primeira ordem. 5. Operações com conjuntos. 6.Lógica de argumentação: analogias, inferências, deduções e conclusões. 7.Raciocínio lógico envolvendo problemas aritméticos, geométricos e matriciais. 8. Raciocínio verbal, raciocínio matemático, raciocínio sequencial, orientação espacial e temporal. 9.Princípios de contagem, combinatória e probabilidade.

ADMINISTRADOR

1. Habilidades e competências do Administrador. 2. Elementos históricos da Administração. 3. Conceitos básicos em Administração. 4. Abordagens teóricas em Administração: clássica, humanista, sistêmica e contemporânea. 5.Planejamento e estratégia nas organizações. 6. Organização e racionalização do trabalho. 7. Poder, liderança, motivação e comunicação. 8. Controle organizacional. 9. Sistemas ou funções administrativas: pessoas; finanças; patrimonial; material; informacional. 10. Elaboração e administração de projetos. 11. Cultura organizacional. 12. Aprendizagem organizacional. 13. Inovação e mudança. 14. Ética organizacional. 15. Responsabilidade social e ambiental .

ANALISTA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

1. Engenharia de Software: Software: importância, crise, mitos, ciclo de vida. Arquitetura e projeto de sistemas, análise de requisitos, análise e modelagem de dados, técnicas alternativas de análise e métodos formais, aspectos fundamentais do projeto de software. Projetos: tipologias, interface com usuário, tempo real. Linguagens de programação: garantia de qualidade, testes, manutenção, gerenciamento de configuração, documentação, controle de versões, auditoria do código fonte, homologação, implantação, manutenção e evolução.Datawarehouse. Ferramentas CASE. Gerência de projetos: métricas de produtividade e qualidade, estimativas, pontos de função, modelos empíricos, análise de risco, cronograma, aquisição, reengenharia, planejamento organizacional, requisitos de segurança. 2. Sistemas de Gerenciamento de Banco de Dados: Conceitos, arquitetura, bancos de dados relacionais, modelo relacional: domínios, relações e variáveis, álgebra relacional, cálculo relacional, integridade, visões, dependências funcionais, normalizações, modelagem semântica. Gerenciamento de transações, segurança, otimização, bancos de dados distribuídos, apoio à decisão, bancos de dados orientado a objetos e bancos de dados relacional/objeto. 3. SQL: componentes, linguagem de definição de dados, consultas, inserções, atualizações e exclusões do conteúdo de tabelas, extensões da SQL, procedures armazenadas, visões, índices, otimizações de consultas, triggers e transações. 4.UML: Casos de uso, modelo conceitual, associações, atributos, diagramas de sequência, diagramas de colaboração, diagramas de classes de projetos, pacotes, diagramas de estado, diagrama de implementação . 5. Estrutura de Dados: Introdução, listas lineares, listas encadeadas, árvores, algoritmos de ordenação. 6. Linguagens de Programação: Conceitos de orientação a objetos, JAVA, JSP, JavaScript; Linguagem de marcação XML. 7. Sistemas Operacionais: Introdução, processos e threads ,deadlocks , gerenciamento de memória, entrada e saída, sistemas de arquivos, sistemas operacionais de tempo real, sistemas com múltiplos processadores, segurança. Conceitos básicos de computação em aglomerados (Cluster) e de computação em grades (Grids); Estudo de caso Windows 2003/2008. 8.Redes: Introdução, modelo OSI, camadas, segurança, protocolos, cabeamento, arquitetura de redes locais e cliente/servidor, hubs, switches e roteadores. Noções básicas de IPv6. 9. Arquitetura de Computadores: Sistemas de numeração, multiplicação e divisão binária, números em ponto fixo e ponto flutuante, codificação BCD numérica e alfanumérica. Elementos básicos de organização de computadores, componentes do computador, componentes básicos de microprocessadores. 10. Plataforma J2EE: JNDI, EJB de sessão, EJB de entidade (bmp e cmp), EJB QL, transações e persistência, JMS, Servlets, tags JSP, Struts, padrões do J2EE, serviços WEB. 11. Noções de gerenciamento de Serviços (ITIL® versão 3, COBIT).

ARQUITETO E URBANISTA

1. Regulamentação profissional e ética: Legislação regulamentadora do exercício profissional, a ética no exercício profissional, o CAU (Conselho de Arquitetura e Urbanismo), a RRT (Registro de Responsabilidade Técnica). O Código de Proteção e Defesa do Consumidor e a atividade do arquiteto; responsabilidades técnica, civil, penal, criminal, administrativa e trabalhista. Legislação e normas relacionadas. 2. História e análise crítica da arquitetura: História da arquitetura, análise crítica da produção recente, evolução histórica da arquitetura no Brasil e no mundo, tendências atuais na arquitetura nacional e internacional. 3. Representação gráfica e recursos da informática: Fundamentos do desenho geométrico, rotação, rebatimento e mudanças de plano; projeções ortogonais e propriedades do ponto, da reta e do plano. Representação gráfica e desenho arquitetônico. Recursos da informática aplicada à arquitetura, conhecimentos básicos sobre softwares para projeto e modelagem em arquitetura. Normas relacionadas a todos os itens. 4. Projeto arquitetônico, paisagístico, instalações e sistemas estruturais: Projeto arquitetônico, elaboração, conceitos, fundamentos, condicionantes, programação, fases do desenvolvimento, aspectos técnicos, construtivos, normativos e parâmetros ambientais e legais. Projeto paisagístico, elaboração, conceitos, fundamentos, condicionantes, programação, fases do desenvolvimento, aspectos técnicos, construtivos, normativos e parâmetros ambientais e legais. Topografia, elaboração e interpretação de levantamentos topográficos, foto-interpretação, leitura, interpretação e análise de dados e informações topográficas. Projetos de instalações e equipamentos referentes à arquitetura (hidrossanitários, pluviais, prevenção e combate a incêndio, elétricas de baixa tensão), elaboração, fundamentos, condicionantes, programação, fases do desenvolvimento, aspectos técnicos, construtivos, normativos e parâmetros ambientais e legais. Sistemas construtivos e estruturais, elaboração, fundamentos, condicionantes, programação, fases do desenvolvimento, aspectos técnicos, construtivos e normativos de projeto de estrutura de madeira, de concreto, metálicas e mistas. Normas relacionadas a todos os itens. 5.Projeto urbanístico: Projeto urbanístico, mobiliário urbano, sistema viário e acessibilidade, movimentação de terra, drenagem, pavimentação, iluminação pública, sinalização viária, gerenciamento de resíduos. Conceitos, fundamentos, condicionantes, fases do desenvolvimento, paisagem urbana, aspectos técnicos, construtivos, normativos e parâmetros ambientais e legais, legislação ambiental e urbanística, estadual e federal. Normas relacionadas a todos os itens. 6.Patrimônio arquitetônico: Preservação de bens culturais, cartas patrimoniais e recomendações internacionais aplicadas à restauração de edifícios e conjuntos históricos. Conservação e restauração, fenômenos de degradação, patologias dos sistemas e materiais, metodologias das intervenções, técnicas de conservação e restauração. Normas relacionadas a todos os itens. 7. Acessibilidade: Acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos, normatização, conceitos, parâmetros e exigências. Normas relacionadas a todos os itens. 8. Sustentabilidade na arquitetura: Conceitos de sustentabilidade na arquitetura, eficiência energética, conforto ambiental na arquitetura e meio ambiente, conforto e desempenho térmico, lumínico e acústico. Tecnologias sustentáveis, ecoprodutos; consumo, reuso e aproveitamento de água; fontes de energias alternativas. Etiquetagem e certificações de desempenho. Normatização, conceitos, parâmetros e exigências relacionados a todos os itens. 9. Tecnologia da construção e arquitetura: A tecnologia da construção aplicada à arquitetura e o desempenho das edificações, sistemas construtivos, tecnologias construtivas convencionais e alternativas. Etapas, materiais, sistemas e técnicas de construção relacionadas a movimento de terra, infraestrutura, fundações, impermeabilizações, supraestrutura, vedações, cobertura, pisos e pavimentação, revestimentos em argamassa, revestimentos cerâmicos, pinturas e acabamentos. Normatização, conceitos, parâmetros e exigências. Instalações e equipamentos referentes à arquitetura (hidrossanitários, pluviais, prevenção e combate a incêndio, elétricas de baixa tensão). Normatização, análise e execução de projetos de instalações prediais. Execução de projeto de estrutura de madeira, de concreto, metálicas e mistas. Patologias dos materiais e das edificações. Avaliação pós-ocupação. Normas relacionadas a todos os itens. 10. Gerenciamento, coordenação, supervisão e fiscalização de obras: Orçamento, tipos, etapas e graus do orçamento, critérios de medição, levantamento das quantidades, composição de custos, custos de mão-de-obra, material e equipamentos, custo direto e custo indireto, BDI (Benefícios e Despesas Indiretas), Índices da Construção civil, CUB (Custo Unitário Básico), SINAPI (Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil). Planejamento e fiscalização de obras, roteiro do planejamento, duração das atividades, precedência, diagrama de rede (PERT/CPM), caminho crítico, folgas, cronograma de barras (GANTT), cronograma físico-financeiro, Curva ABC, Curva de Gauss, Curva "S', projeto de canteiro. Fiscalização dos serviços de arquitetura nas obras públicas. Normas relacionadas a todos os itens. 11. Segurança do trabalho: Saúde e segurança do trabalho, instalação de canteiro de obras, normatização, conceitos, parâmetros e exigências, equipamentos de proteção coletiva e equipamentos de proteção individual. Normas relacionadas. 12. As licitações na administração pública: Licitações, legislação, princípios, procedimentos, tipos e modalidades.

ARQUIVISTA

1. Fundamentos da informação: 1.1. conceitos de comunicação e de informação; 1.2.características, tipos e funções da informação; 1.3. a informação como recurso indutor de conhecimento e cultura; 1.4.o papel da informação na sociedade atual; 1.5.o direito do indivíduo à informação; 1.6.os mecanismos sociais e institucionais para a Geração, Distribuição, Difusão e Utilização da Informação. 2. Fundamentos e princípios arquivísticos: 2.1. origem; 2.2.conceituação; 2.3. arquivologia como uma ciência da informação; 2.4.panorama atual da arquivologia no mundo e no Brasil; 2.5.novas perspectivas da arquivologia; 2.6.arquivo: conceito, finalidade, funções e evolução do arquivo; 2.7. classificação e categorias de arquivos; 2.8. organismos internacionais e nacionais a serviço da documentação e dos arquivos. 3. O arquivo como sistema estratégico, memória e repositório de informação coorporativa. 3.1. a participação do sistema de informação arquivística na gestão do conhecimento organizacional. 4. Conceitos de documentos e sua relação com a informação.4.1. documentos arquivísticos: tipologia, características, classificação e atributos; 4.2. identificação de documentos de arquivo; 4.3. documento digital. 5. Ciclo de vida dos documentos e a teoria das três idades e suas relações com os demais processos de organização de arquivo. 6.A classificação arquivística e a taxonomia documental em sistemas informatizados. 6.1. métodos de arquivamento. 7. Avaliação de documentos e sua destinação. 7.1.valor do documento. 8. Aplicação dos princípios, teorias e técnicas da administração científica em serviços de informação. 8.1.organização e administração de serviços e recursos de informação. 8.2. estudos de usuário: conceito e objetivo: suas características e necessidades informacionais e técnicas mais utilizadas nos estudos de usuários; 8.3. o marketing e a divulgação nos serviços de informação. 9. Tecnologias de Informação Aplicadas aos Arquivos: e-Arq, MoReq, GED. 9.1.projeto interpares e diplomática aplicada aos documentos. 10. Normas e legislação aplicadas aos arquivos e documentos. 11. Terminologia arquivística. 12.Serviço de referência em arquivo e construção de instrumentos de pesquisa. 13. Preservação de acervos arquivísticos. 13.1.Patrimônio documental. 14. O perfil do arquivista e ética profissional. 15. Avaliação e qualidade em serviço de informação: arquivo e centro de documentação.

ASSISTENTE SOCIAL

1. O processo de produção e reprodução do capitalismo e seus determinantes estruturais. 2.A gênese e as novas expressões da "questão social". 3. As metamorfoses do mundo do trabalho (Fordismo e Toyotismo) . 4. O papel do Estado no marco da sociabilidade capitalista. 5. O neoliberalismo e a contrarreforma do Estado na sociedade brasileira . 6. Questão social, direitos sociais, a trajetória das políticas sociais e o Serviço Social no Brasil. 7. A Política de Seguridade Social Brasileira; desigualdades, diversidade e os marcos históricos e legais das Políticas de Ação Afirmativa no Brasil. 8.Os fundamentos históricos, teóricos, metodológicos e éticos do Serviço Social no Brasil ; o significado social da profissão na reprodução das relações sociais capitalistas; os desafios ao Serviço Social na contemporaneidade e os diferentes espaços sócio - ocupacionais. 9.O Projeto Ético-Político do Serviço Social e o trabalho profissional; a Lei de Regulamentação da Profissão, o Código de Ética do Assistente Social e as Resoluções do CFESS sobre o trabalho profissional; a dimensão investigativa do trabalho do Assistente Social e o instrumental técnico-operativo.

BIBLIOTECÁRIO / DOCUMENTALISTA

1. Biblioteconomia, documentação e ciência da informação; evolução, conceituação, princípios, teorias e técnicas; interdisciplinaridade e singularidades. 2. A biblioteca no contexto acadêmico: conceito, missão, funções, estrutura organizacional e operacional; integração com o ensino, a pesquisa e a inovação e a extensão universitária; a avaliação da biblioteca universitária no âmbito do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes),do MEC/INEP. Sistema webQualis. Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER). Repositórios digitais: conceitos, criação, implementação e usos; o sistema D-Space; Meios e processos de comunicação científica. Bibliometria, infometria e cienciometria: conceitos, técnicas e usos. Normalização de trabalhos acadêmicos e normas de documentação nacionais e internacionais. Padrões para identificação de documentos: ISSN, ISBN, ISMN; DOI e outros. Direitos autorais; copyleft e creative commons. Usuário: caracterização, políticas, processos e metodologias de inserção no ambiente informacional e o conceito de letramento, competência informacional, educação permanente e atitude científica. O profissional bibliotecário, missão, perfil e capacitação para atuar no ambiente acadêmico; responsabilidade social e ética profissional. 3. Teorias, técnicas, métodos e processos de administração; planejamento, organização, execução; controle e avaliação de unidades e serviços de biblioteca. Projetos, relatórios, manuais de serviço. Princípios, métodos e processos de qualidade aplicados à gestão da biblioteca e seus serviços. A comunicação na biblioteca: conceitos, funções, métodos, técnicas e meios. Pessoal: gestão de pessoal em bibliotecas. Marketing em unidades de informação. Sistemas de controle de acervos e de empréstimo manuais e automatizados. 4. Teorias, técnicas, métodos, processos e instrumentos de desenvolvimento de coleção: recursos impressos e eletrônicos. Políticas e planejamento de seleção, desenvolvimento, aquisição e avaliação de coleções; conservação e preservação de documentos. Sistemas e recursos de segurança do acervo. 5. Teorias, técnicas, métodos, processos e instrumentos de organização, tratamento e recuperação da informação em suportes diversos; catalogação descritiva. Padrões de descrição bibliográfica: AACR2; formato MARC. ISBDs. Aplicação de metadados no registro, representação e recuperação da informação. RDA -Resource: Description and Access (Recursos: descrição e acesso), -a norma de catalogação para o ambiente digital. FRBR -Functional Requirements for Bibliographic Records (Requisitos Funcionais para Registros Bibliográficos) e FRAD - Functional Requirements for Authority Data (Requisitos Funcionais para Dados de Autoridade) e demais modelos de representação de dados. 6. Teorias, técnicas, métodos, processos e instrumentos de classificação; CDD e CDU. Tabela de notação de autor: Cutter e PHA. 7. Teorias, técnicas, métodos, processos e instrumentos de indexação de documentos. Linguagens de indexação. Web semântica: ontologias e taxonomias. 8. Teorias, técnicas, métodos e processos de referência e disseminação da informação; serviços de referência e de disseminação da informação: princípios e métodos; funções, fontes de informação impressas e digitais. Portal Capes. Estratégias de busca e recuperação da informação. Métodos, processos e recursos de disseminação da informação. Usuários: meios, métodos e modelos de busca e recuperação da informação e de disseminação da informação. Comutação bibliográfica. 9.Ambiente tecnológico: tecnologias da informação aplicadas à gestão de acervos bibliográfico e documental; sistemas de gerenciamento de bancos de dados bibliográficos e documentais; bibliotecas digitais e virtuais; plataforma web 2.0/redes sociais e os conceitos, processos e métodos da biblioteca 2.0; Acesso a distância; catálogos online; OPACs; portais corporativos de biblioteca e suas aplicações.

CONTADOR

Orçamento Público: 1. Princípios orçamentários. 2. Classificação do orçamento público: orçamento tradicional, orçamento-programa e orçamento base zero. 3. O processo de elaboração da proposta orçamentária. 4. Aspectos relacionados à elaboração e execução do orçamento público: exercício financeiro; créditos orçamentários e adicionais; remanejamento, transposições e transferências; endividamento e operações de crédito; reserva de contingência e passivos contingentes. 5. Conta Única do Tesouro Nacional: conceito e previsão legal. 6.Execução do orçamento-programa: programação financeira de desembolso e ciclo orçamentário; programação e controle de recursos orçamentários e financeiros. 7. Receitas públicas: definição, classificação e estágios da receita: o processo de previsão e arrecadação de receitas orçamentárias e extraorçamentárias. 8. Despesas públicas: definição, geração de despesas e sua continuidade, classificação e estágios da despesa: empenho, liquidação e pagamento; controle e pagamento de Restos e Pagar e de Despesas de Exercícios Anteriores. 9. Despesas não submetidas ao processo normal de realização: conceitos, adiantamentos e suprimento de fundos. 10. O Plano Plurianual, a Lei de Diretrizes Orçamentária e a Lei Orçamentária Anual: prazos e competências para elaboração, aprovação e execução. 11. Tópicos da lei de Responsabilidade Fiscal (LC nº 101/2000): princípios, objetivos e efeitos no planejamento e no processo orçamentário, regra de ouro, limites para despesa de pessoal, limites para a dívida pública e mecanismos de transparência fiscal, Créditos Adicionais. 12. Licitações: lei nº 8.666/93 e suas alterações. Contabilidade Pública: 1.Conceito, divisão e campo de aplicação. 2. Gestão organizacional da Contabilidade Pública no Brasil. 3. Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público -NBC T 16 ou NBCT SP. 4.Plano de Contas Aplicado ao Setor Público: conceito de plano de contas, o sistema contábil e seus subsistemas (subsistema de informações orçamentárias, subsistema de informações patrimoniais, subsistema de custos, subsistema de compensação), estrutura do plano de contas aplicado ao setor público e regra de integridade do sistema. 5. Procedimentos contábeis orçamentários aplicados ao setor público. 6.Procedimentos contábeis patrimoniais aplicados ao setor público: princípios contábeis, patrimônio público e variações patrimoniais, mensuração de ativos e passivos, registro contábil típicos do setor público. 7. Procedimentos contábeis específicos envolvendo: Operações de Crédito e Dívida Ativa. 8. Restos a pagar: inscrição, condições gerais, pagamentos, cancelamentos e relação dos restos a pagar com a dívida pública. 9. Dívida pública: classificação, escrituração da constituição, ajustamento e resgate da dívida pública. 10. Demonstrações contábeis aplicadas ao setor público e levantamento de contas: Balancetes, características, conteúdo e forma; Balanços Orçamentário, Financeiro, Patrimonial e Demonstração das Variações Patrimoniais de acordo com a legislação vigente. 11.Análise dos balanços públicos. 12.Prestação de Contas e Tomada de Contas: responsáveis, processos, tipos, prazos e tomada de contas especial.

ECONOMISTA

1. Comportamento do consumidor e função de demanda. 2. Escolha sob condição de risco e incerteza. 3. Comportamento da firma, teoria da produção, dos custos e função de oferta. 4. Teoria dos mercados: competitivo, monopólio, oligopólio e concorrência monopolís tica. 5. Falhas de mercado, informações assimétricas e papel do governo. 6. Teoria dos jogos, informação assimétrica e comportamento estratégico. 7. Determinantes da renda versões clássica e keynesiana, modelo IS-LM. 8. Economia aberta e o modelo IS-LM-BPde Mundell-Fleming. 9. Teoria das expectativas adaptativas e racionais. 10. Crescimento econômico, depressões e crises.

ENGENHEIRO AGRÔNOMO

1. Gerenciamento rural: tomada de decisões e ações sobre alocação, organização e utilização de recursos na propriedade rural; registro de dados das atividades rurais e de índices zootécnicos e produtivos; gestão de recursos humanos. 2. Forragicultura: produção, manejo e adubação de pastagens; conservação de forragens; pragas de pastagens. 3. Produção animal: bovinocultura, ovinocaprinocultura, equideocultura, avicultura e suinocultura. 4. Produção vegetal: conhecimentos básicos a respeito de integração lavoura-pecuária; utilização de sistemas de irrigação; preparo, utilização e conservação do solo; aproveitamento de dejetos líquidos e sólidos como fertilizante. 5. Mecanização e construções rurais: noções básicas sobre utilização e manutenção de máquinas agrícolas em geral; projeção e execução de instalações rurais.

ENGENHEIRO CIVIL

1. Projeto e execução de obras civis: canteiro de obras; locação, escavações, escoramentos, execução de fundações rasas e profundas. 2. Execução de estruturas de concreto armado, protendido e aço. 3. Revestimentos de pisos e paredes. 4. Impermeabilização das fundações, paredes, tanques e coberturas. 5. Pintura. Tipos de tintas. Patologias das pinturas. 6.Principais patologias das fundações, pisos, paredes, estruturas de concreto e revestimentos. 7. Mecânica dos solos: caracterização, propriedades e pressões dos solos; compactação, compressibilidade e adensamento; empuxos de terra; estimativa de recalques; estabilidade de taludes; estruturas de arrimo; empuxos de terra. 8.Instalações Prediais: elétricas, hidrosanitárias, telefonia e especiais. 9.Gerenciamento de obras: planejamento de obras, fiscalização, cronogramas, orçamentos, levantamento de quantitativos, custos. 10. Segurança e higiene do trabalho: NR-9 e NR -18. 11. Conhecimento de legislações referentes aos serviços de engenharia; licitações públicas e contratos. 12.Noções de gestão de pessoas; liderança de equipes. 13. ABNT NBR 15575 / 2013. Norma de Desempenho de Edificações Habitacionais. 14. Desenvolvimento sustentável e reciclagem de resíduos na Construção Civil.

ENGENHEIRO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

Normas Regulamentadoras de Segurança e Saúde no Trabalho - Ministério do Trabalho e Emprego

1. Princípios de Prevenção e controle de riscos em máquinas, ferramentas, equipamentos e instalações. 2.Caldeiras e vasos de pressão. 3.Transporte, Movimentação, Armazenagem e Manuseio de Materiais. 4. Instalações elétricas.5. Trabalhos em altura. 6. Sinalização de Segurança. 7. Equipamentos de Proteção Individual -EPI.8.Condições de trabalho na Construção Civil .9.Programa de Prevenção de Riscos Ambientais; agentes químicos, físicos e biológicos; Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos; Exposição ao ruído; Exposição ao calor; Radiações ionizantes e não-ionizantes; Limites de tolerância e de exposição. 10. Atividades e Operações Insalubres e Perigosas .11.Fundamentos de Proteção contra Incêndio: Sistemas fixos e portáteis de combate ao fo go; Armazenamento de produtos inflamáveis; Brigadas de incêndio. 12.Convenções da Organização Internacional do Trabalho.13. Benefícios previdenciários decorrentes de acidentes do trabalho.14. Acidente do trabalho: Conceito técnico e legal.15. Estatísticas de acidentes; Custos dos acidentes; Comunicação e registro de acidentes; Investigação e análise de acidentes.16. Princípios de análise, avaliação e gerenciamento de riscos. 17. Inspeção de segurança; Técnicas de análise de risco: APR e HAZOP. 18. Princípios de Gestão de Segurança, Meio Ambiente e Saúde.19. Organização e atribuições do SESMT e da CIPA . 20. Noções de Desenvolvimento Sustentável. 21. Prevenção de Doenças Relacionadas ao Trabalho. 22. Elementos de Ergonomia: Conforto ambiental; Organização do trabalho; Mobiliário e equipamentos dos postos de trabalho.

ENGENHEIRO MECÂNICO

1. Sistemas Mecânicos.1.1.Estática.1.1.1. Forças do plano; 1.1.2. Forças do Espaço; 1.1.3. Corpo Rígido; 1.1.4. Forças Distribuídas; 1.1.5. Momentos de Inércia; 1.2. Dinâmica.1.2.1. Cinemática de partículas; 1.2.2. Dinâmica de partículas; 1.2.3. Métodos de trabalho e energia e impulso e quantidade de movimento. 1.3.Elementos de máquinas.1.3.1. Engrenagens de dentes retos, helicoidais e cônicas; 1.3.2. Estudo da transmissão do movimento circular por contato direto; 1.3.3. Perfis conjugados, estudo do perfil envolvente e dimensões normalizadas;1.3.4.Processos de fabricação de engrenagens cilíndricas, interferência e recorte;1.3.5. Engrenagens com perfis deslocados; Tipos de engrenamentos;1.3.6. Cinemática de engrenagens helicoidais; 1.3.7. Análise de forças em engrenagens cilíndricas;1.3.8. Cálculo de tensões de contato em engrenagens cilíndricas;1.3.9. Cálculo de tensões de flexão em engrenagens cilíndricas;1.3.10. Recomendações de projeto para redutores e multiplicadores; 1.3.11. Eixos e Árvores;1.3.12. Acoplamentos. Tipos de acoplamentos. Comportamento dinâmico de acoplamentos;1.3.13. Mancais de rolamento: Radiais, axiais e de contato angular; 1.3.14. Lubrificação e mancais de deslizamento radial e axial; 1.3.15. Projeto: Definições, morfologia, projeto básico e detalhado, viabilidade técnica e econômica. Fatores humanos; 1.3.16. Tolerância e Ajustes; 1.3.17. Uniões por parafusos; 1.3.18. Parafusos como sistema de acionamento; 1.3.19. Ligações Soldadas. Introdução ao processo. Dimensionamento Estático. Dimensionamento Dinâmico. Projeto de Ligações;1.3.20. Flambagem. Comparação da Teoria de Euler x Johnson. Aplicações voltadas para máquinas;1.3.21. Molas. Tipos. Tensões em molas. Materiais. Dimensionamento;1.3.22. Ligações entre cubos e eixos. Dimensionamento de cubos;1.3.23. Vedações estáticas e dinâmicas;1.3.24. Correias planas e em V. O sistema V-plana. Correntes. Cabos de aço;1.3.25. Freios; 1.3.26. Embreagens; 1.3.27. Volantes. 1.4.Ciência dos Materiais. 1.4.1. Propriedades e comportamento dos materiais; 1.4.2. Teoria do elétron livre;Ligações químicas. Distância Interatômica e número de coordenação; 1.4.3. Ordenação atômica dos sólidos; 1.4.4.Estrutura dos sólidos cristalinos;1.4.5. Difrações de raios-X; 1.4.6. Leis de Fick; 1.4.7. Ligas monofásicas;1.4.8. Diagramas de equilíbrio;1.4.9. Diagramas TTT isotérmicos e contínuos;1.4.10. Tratamentos térmicos;1.4.11. Endurecimento superficial dos aços; 1.4.12. Tratamento termoquímico dos aços; 1.4.13. Ensaios destrutivos;1.4.14. Ensaios metalográficos;1.4.15. Ensaios não destrutivos;1.4.16. Materiais polifásicos e suas microestruturas;1.4.17. Fases moleculares;1.4.18. Polímeros lineares e tridimensionais;1.4.19. Deformação e estabilidade dos polímeros; 1.4.20. Materiais cerâmicos;1.4.21. Cristais cerâmicos tipos: AX, AMPX, AMXPZQ e silicatos; 1.4.22. Comportamento mecânico dos materiais cerâmicos;1.4.23. Materiais compósitos;1.4.24. Cobre e suas ligas. 2. Sistemas Térmicos.2.1. Termodinâmica. 2.1.1. Sistemas termodinâmicos; 2.1.2. Estado e propriedade de uma substância; 2.1.3. Processos e ciclos;2.1.4. Lei zero da termodinâmica;2.1.5. Equilíbrio de fase de uma substância pura; 2.1.6. Equações de estado;2.1.7. Trabalho e Calor;2.1.8. Trabalho realizado devido ao movimento de fronteira de um sistema compressível simples;2.1.9. Primeira Lei da Termodinâmica;2.1.10. Energia Interna;2.1.11. Entalpia;2.1.12. Calores Específicos; 2.1.13. Conservação da massa;2.1.14. Segunda Lei da Termodinâmica;2.1.15. Motores térmicos e refrigeradores;2.1.16. Processos Reversíveis;2.1.17. Irreversibilidade;2.1.18. Entropia;2.1.19. Desigualdade de Clausius;2.1.20. Entropia para a substância pura; 2.1.21. Variação de entropia em processos reversíveis;2.1.22. Eficiência;2.1.23. Irreversibilidade e disponibilidade; 2.1.24. Ciclos, Motores e Refrigeração;2.1.25. Ciclo a vapor;2.1.26. Ciclo de Refrigeração a vapor;2.1.27. Ciclos motores padrões de ar;2.1.28. Misturas e Soluções. 2.1.29. Misturas e gases perfeitos; 2.1.30. Ar atmosférico; 2.1.31. Carta psicométrica; 2.1.32. Reações Químicas; 2.1.33. Combustíveis; 2.1.34. Processo de combustão; 2.1.35. Entalpia de formação;2.1.36. Temperatura adiabática da chama; 2.1.37. Escoamento Compressível.2.2. Refrigeração e ar condicionado.2.2.1. Ciclos de refrigeração;2.2.2. Calor sensível e calor latente; 2.2.3. Psicrometria;2.2.4. Transferência de calor por Convecção, Condução e Irradiação;2.2.5. Ciclos de refrigeração: Compressão de vapor. Absorção. Ejetor e outros; 2.2.6. Refrigerantes e salmouras; 2.2.7. Trocadores de calor: Condensadores, Evaporadores e Torres de resfriamento;2.2.8. Equipamentos de refrigeração: Válvulas de expansão; Tubo capilar; compressores; 2.2.9. Ventilação: Ventilação geral diluidora e local exaustora. Rede de dutos. Ventiladores; 2.2.10. Sistemas de refrigeração: Expansão direta. Expansão indireta;2.2.11. Cálculo de carga térmica: Comercial para frigoríficos. Para conforto térmico; 2.2.12. Instalações frigoríficas: Projeto;2.2.13. Conforto térmico;2.2.14. Ar condicionado para conforto e industrial; 3. Sistemas Fluidomecânicos.3.1. Dinâmica dos fluidos.3.1.1. Propriedades dos fluidos; 3.1.2. Estática dos fluidos; 3.1.3. Escoamento de fluidos perfeitos e de fluidos compressíveis e equações fundamentais; 3.1.4. Equação de Bernoulli;3.1.5. Análise dimensional e semelhança dinâmica; 3.1.6. Teorema de Buckingham;3.1.7. Efeitos da viscosidade. Fluido Newtoniano. 3.2. Bombas e compressores.3.2.1. Classificação e descrição das bombas;3.2.2. Altura de elevação; 3.2.3. Cavitação; 3.2.4. Perda de carga;3.2.5. Golpe de Ariete.

JORNALISTA

1. Assessoria de Comunicação Integrada. 2. Texto Jornalístico: Impresso, Rádio, TV e Web. 3.Produção de Pauta: Impresso, Rádio, TV e Web . 4.Rotinas Produtivas em época de Convergência de Conteúdo. 5. Jornalismo científico e divulgação. 6. Conglomerados de Mídia. 7. Ética Profissional e Relacionamento com a Imprensa. 8. Fontes no Jornalismo. 9. Linguagem fotográfica e informação . 10. Edição, tratamento e catalogação de imagens digitais.

MÉDICO / CLÍNICO GERAL

1. Cardiologia: Propedêutica cardiológica. Hipertensão arterial e suas consequências. Insuficiência cardíaca. Cardiopatia Isquêmica. Cardiopatia Reumática. Lesões cardíacas congênitas. Derrame pericárdico e pericardites. Choque cardiogênico. Parada cardíaca e suporte básico e avançado em cardiologia. Prevenção das doenças cardiovasculares. Dor torácica na emergência. Arritmias cardíacas: diagnóstico e manejo. Endocardite bacteriana. 2. Dermatologia: propedêutica elementar em dermatologia. Dermatites alérgicas e angioedem a. Manifestações cutâneas das doenças sistêmicas. Dermatites infecciosas. Câncer de pele: diagnóstico. 3. Endocrinologia: Diabetes Melito: classificação, diagnostico, manejo clínico. Complicações agudas e crônicas. Hipertireodismo e hipotireoidismo. Obesid ade. Nódulos tireoidianos. Ins. Supra-renal. Corticosteroides: indicações, complicações do uso clínico. Síndrome de Cushing. Doenças da hipófise e hipotálamo. Acromegalia. Síndrome metabólica. Doenças ósseas. 4. Gastroenterologia: Diagnóstico diferencial das úlceras orais. Disfagia e distúrbios da motilidade do esôfago. Doença de Refluxo Gastroesofágico. Doenças ácido pépticas. Infecção pelo H pylori. Dor abdominal na emergência. Litiase biliar. Hepatites agudas e crônicas. Cirrose hepática e suas complicações. Hemorragia digestiva alta e baixa. Ascite. Doença inflamatória intestinal-D de Chron e Retocolite. Constipação e síndrome do intestino irritável. Tumor de esôfago e do estômago. Carcinoma hepatocelular. Hipertensão portal. Síndrome colestática e diagnóstico diferencial das ictéricas. Pancreatites agudas e crônicas. Diarréias agudas e crônicas. 5. Hematologia: Anemias: diagnóstico diferencial, abordagem clínica. Distúrbios da coagulação. Síndromes pancitopênicas: diagnóstico diferencial. Transfusão de sangue e hemoderivados: indicações , complicações. Diagnóstico dos linfomas e leucemias. Falcemia e hemoglobinopatias. 6.Infectologia: Dengue. Influenza. Doenças exantemáticas virais. Síndromes "mononucleose like". Leptospirose. Infecção pelo HIV e AIDS. Epidemiologia das doenças infecciosas endêmicas no Brasil. Meningites. Tuberculose pulmonar e extrapulmonar: diagnóstico, manejo clínico. Doença de Chagas e suas manifestações agudas e crônicas. Infecção hospitalar: definição, prevenção. Antibióticos na prática clínica: seleção empírica, prescrição, complicações de uso. Resistência bacteriana: abordagem e prevenção. Infecções em imunosuprimidos. Sepse: diagnóstico, manejo. Doenças sexualmente transmissíveis. Parasitoses intestinais e cutâneas. Infeções estafilocócicas e estreptocócicas. Infecções por gram negativos. 7. Nefrologia: infeções do trato urinário. Insuficiência renal aguda e crônica. Terapia renal substitutiva: indicações, métodos, complicações. Síndrome nefrítica. Síndrome nefrótica. Necrose tubular aguda. Nefrites intersticiais. Rins na hipertensão e no diabetes. Glomerulopatias: etiologia, diagnóstico, manejo clínico. Glomerulo-nefrite pós-infecciosa. Nefropatia por contraste e por drogas. Nefropatia obstrutiva. Distúrbios hidro-eletrolíticos e ácido-base. Tumores renais. 8.Neuropsiquiatria: Acidente Vascular Cerebral: classificação, diagnóstico, manejo. Demências orgânicas: etiologia, diagnóstico. Delirium e distúrbios da consciência. Convulsões: abordagem geral. Depressão: classificação, diagnóstico e tratamento. Alcoolismo, tabagismo e suas consequências clínicas. Dependência a drogas e intoxicação exógena aguda. Agitação psicomotora e estados manietiformes. Tentativa de suicídio: conduta geral. Psicofármacos: indicações, efeitos colaterais. N europatias periféricas. 9.Reumatologia: doenças do colágeno: Lúpus; artrite reumatoide, esclerose sistêmica progressiva, polimiosite, espondilose ancilosante. Artrites soronegativas. Gota e pseudogota. 10. Pneumologia: Asma. Infeções de vias aéreas superiores. Doenças Pulmonares Obstrutivas crônicas. Insuficiência respiratória: diagnóstico e manejo. Síndrome de angústia respiratória. Pneumonias. Manifestações pulmonares nas colagenoses. Derrame pleural. Interpretação dos estudos radiológicos do tórax. Pneu moconioses. Doenças intersticiais pulmonares. Sarcoidose. Tromboembolismo pulmonar. Neoplasias de pulmão e da pleura: diagnóstico. Pneumotórax espontâneo.

MÉDICO / TRABALHO

1. Conhecimentos gerais aplicados à medicina do trabalho. 1.1 Bioética e deontologia médica; 1.2 Saúde pública e modelo de organização do Sistema Único de Saúde - SUS; 1.3 Clínica. 1.3.1 Usos de exames de rastreamento precoce das doenças; 1.3.2 Doenças de relevância epidemiológica na realidade brasileira. 2. Fundamentos da medicina do trabalho. 2.1 Aspectos históricos das doenças do trabalho e da medicina do trabalho; 2.2 História ocupacional e diagnóstico da doença do trabalho; 2.2.1 Nexos clínico e Epidemiológico; 2.2.2 Exames médicos para prevenção, acompanhamento e diagnóstico das doenças do trabalho; 2.2.3 Monitoramento biológico. 2.3 Epidemiologia ocupacional; 2.3.1 Diferentes tipos de estudos epidemiológicos; 2.3.2 Noções básicas de bioestatística. 2.4 Toxicologia ocupacional; 2.5 Ergonomia; 2.5.1 Conceitos e metodologia da análise ergonômica do trabalho; 2.5.2 Ritmos, esforços repetitivos e excessivos. 2.6 Noções de higiene do trabalho; 2.6.1 Definição e classificação de riscos e estratégias de avaliação; 2.6.2 Indicadores de exposição ocupacional. 2.7 Psicodinâmica do trabalho, principais conceitos. 2.8 Organização e gestão do serviço de medicina e saúde relacionada ao trabalho. 3. Doenças, distúrbios e acidentes relacionados ao trabalho. 3.1 Doenças e distúrbios ocupacionais decorrentes da exposição aos agentes químicos, físicos, ergonômicos, mecânicos, biológicos e psicossociais; 3.2 Acidentes do trabalho: definições, prevenção e aspectos previdenciários. 4. Bases legais para as práticas de medicina do trabalho, saúde do trabalhador e saúde do servidor. 4.1 Constituição Federal de 1988 e Artigos 7º, 37º, 38º, 39º, 40º, 41º, 196º, 197º, 198º, 199º, 200º, 201º e 202º; 4.2 Portaria Nº 3.214/78 - Normas Regulamentadoras - NR1; NR3; NR4; NR5; NR7; NR9; NR15 e anexos 1, 2, 3, e 11 (caput); NR17; NR32; 4.3 Portaria Nº 1.823, de 23 de agosto de 2012 que institui a Política Nacional de Saúde do Trabalhador e Trabalhadora; 4.4 Sobre o Servidor Público Federal e Saúde: Decreto Nº 6.856, de 25 de maio de 2009; Decreto Nº. 6.833 de 29 de abril de 2009; Portaria Normativa Nº 3, de 07 de maio de 2010; Portaria Normativa Nº 4, de 15 de setembro de 2009; 4.5 Lei Nº 8.213, de 1991, que regula os benefícios previdenciários. 5. Pesquisa aplicada à medicina do trabalho. 5.1 Revisão bibliográfica e principais bases de dados para investigação científica em medicina do trabalho; 5.2 Principais fontes de dados de interesse em toxicologia e higiene ocupacional como OIT (Organização Internacional do Trabalho), NIOSH (National Institute for Occupatinal Safety and Health), ATSDR (Agency for Toxic Sustances and Disease Registry), TOXNET (Toxicolgy Data Network). 6. Orientação Normativa Nº 6 do Ministério do Planejamento, de 18 de março de 2013, que estabelece a orientação sobre a concessão dos adicionais de insalubridade, periculosidade, irradiação ionizante e gratificação por trabalhos com raios-x ou substâncias radioativas.7. Fontes de informação em saúde do trabalhador. Portal de Saúde do trabalhador SUVISA DIVAST.

NUTRICIONISTA

1. Vigilância sanitária, segurança alimentar e Promoção da saúde. 2. Ética profissional e Bioética. 3. Ciência dos alimentos: composição e bioquímica dos alimentos. 4. Técnica dietética. 5.Nutrição Humana: digestão, absorção e metabolismo dos nutrientes. 6.Avaliação e diagnóstico do estado nutricional. 7. Educação Nutricional. 8. Prescrição dietética e terapia nutricional nas doenças crônicas não transmissíveis. 9. Atenção alimentar e nutricional para indivíduos sadios nos diferentes ciclos da vida. 10. Planejamento e gerenciamento em serviços de alimentação e nutrição.

ODONTÓLOGO

1. Aspectos semiológicos da prática odontológica: anamnese, exames complementares. 2. Radiologia: anatomia e interpretação radiográfica. 3. Cariologia: cárie dental − conceito, etiologia, classificação, diagnóstico e decisão de tratamento; uso racional de fluoretos. 4.Dentística: preparo cavitário, materiais protetores do complexo dentinopulpar, materiais restauradores (tipos e indicações); plano de tratamento e condutas terapêuticas integradas. 5. Patologia oral: aspectos gerais; lesões de mucosa e câncer bucal: conceito e etiologia, classificação e diagnóstico. 6. Cirurgias orais menores: exodontias, dentes inclusos, apicetomias e cirurgias pré-protéticas. 7.Prótese total e parcial removível: noções básicas. 8.Periodontia: doença periodontal − conceito, etiologia, etiopatogenia, classificação e diagnóstico; prevenção e tratamento da doença periodontal. 9. Endodontia: topografia da câmara pulpar; alterações da polpa dental e do periápice; tempos operatórios do tratamento dos canais radiculares; urgências endodônticas. 10. Ortodontia: má-oclusões (conceito, etiologia, etiopatogenia, classificação e diagnóstico). 11. Diagnóstico e tratamento das emergências em odontologia. 12. Biossegurança: princípios e controle de infecção na prática odontológica. 13.Farmacologia: receituário; antiinflamatório; antibióticos; analgésicos; drogas utilizadas em anestesia local (indicações e contra-indicações). 14. Saúde Coletiva: promoção de saúde; epidemiologia dos problemas bucais; índices e indicadores; política nacional de saúde bucal. 15.Odontopediatria: crescimento e desenvolvimento da criança; diagnóstico e plano de tratamento na clínica; urgências e traumatismos. 16. Deontologia e ética odontológica.

PEDAGOGO

1. Principais concepções pedagógicas da tradição ocidental.2. Histórico da educação no Brasil e suas matrizes europeias.3.Pensamento pedagógico brasileiro. 4. Organização atual da educação brasileira: principais marcos regulatórios e suas atualizações, estrutura e funcionamento, políticas públicas de educação, gestão dos sistemas e das unidades escolares, financiamento da educação. 5. Práticas e teorias de ensino e aprendizagem na educação básica e superior. 6.Avaliação educacional: aspectos macro institucionais e da aprendizagem. 7. Tendências atuais em educação. 8. Os currículos na educação básica e suas especificidades. 9. Dados recentes sobre a educação brasileira divulgados pelo IBGE, INEP e OCDE.

PROGRAMADOR VISUAL

1. Conceituação do design. 2.Importância do design. 3. Introdução histórica da escrita e da tipografia. 4. Princípios básicos da diagramação e conceitos de simetria e assimetria. 5.O Processo criativo: o layout, o projeto gráfico. 6. Tipologia - fontes e famílias. Características das diversas famílias. Adequação dos tipos - bold, itálico, light, médio - aos diversos conteúdos: jornais, cartazes, outdoor etc. 7. Fotografia e os seus diversos usos. As ilustrações. 8.As cores, suas especificidades. Relação figura fundo. 9. Vinhetas, infográficos e sinais gráficos. 10.Papel - tipos, formatos e papéis especiais e o seu uso. 11.Projeto gráfico para jornais, livros, revistas, periódicos científicos, folders, convites, banners, dentre outros. 12. Processos gráficos: impressão e acabamento. 13. Produção gráfica. 14. Uso de softwares específicos para a área do design. 15. Editoração eletrônica para livros e revistas, usando sistemas eletrônicos específicos para a área. 16. Livro eletrônico.

PSICÓLOGO

1. O Psicólogo nas organizações: configuração do campo e das possibilidades de atuação profissional. 2.Organizações e Instituições como contextos de trabalho para o Psicólogo. 2.1. Organizações: tipos e estrutura; 2.2. A dinâmica dos processos macro - organizacionais: cultura e poder organizacionais; 2.3.A dinâmica dos processos micro - organizacionais: clima, motivação, liderança e interação; 2.4. Grupos e equipes de trabalho. Conceito, funcionamento. A questão da diversidade humana. 3. Práticas psicológicas e psicossociais em contextos institucionais. 3.1.Psicodiagnóstico: conceitos, instrumentos. Documentos e laudos; 3.2. Psicopatologia; Formulação e tratamento de quadros relacionados no DSM-IV; 3.3. Psicologia da Saúde: definições básicas e características do campo de atuação do Psicólogo; 3.4. Saúde, bem-estar e qualidade de vida no trabalho; 3.5. O adoecimento no trabalho. Stress, DORT, Burnout, dependência química; A atuação do Psicólogo frente a tais problemas; 3.6.A atenção psicológica; Aconselhamento psicológico. Psicoterapia e outras formas de atendimento individual e grupal; 3.7.O trabalho em equipes multiprofissionais no campo da saúde . 4. Práticas de gestão e o papel desempenhado pelo psicólogo. 4.1. Noções básicas de Planejamento Estratégico em Recursos Humanos; 4.2.Orientação, acompanhamento e readaptação profissionais: avaliação no período de experiência; entrevista de acompanhamento; recolocação em outro cargo; readaptação e reabilitação ; 4.3. Avaliação de desempenho: objetivos, métodos e aplicações; principais erros envolvidos na avaliação; implantação e acompanhamento. 4.4. Treinamento e desenvolvimento de pessoas: papel e objetivos; levantamento de necessidades, planejamento, métodos e técnicas, execução e avaliação. 4.5. Gestão por competências: conceito, objetivos e sua relação com as ações práticas profissionais no campo da gestão de pessoas. 5. Ética profissional. O código de ética do Psicólogo.

SECRETÁRIO EXECUTIVO

1. Principais funções da administração. 2. Relação entre eficiência e eficácia. 3. Abordagem sistêmica das organizações: organização e estrutura. 4.Critérios de departamentalização. 5. Histórico, evolução, legislação, regulamentação do profissional de secretariado. 6. Código de Ética Profissional. 7.O Profissional de secretariado executivo e a organização. 8. Funções de Assessoria. 9. Perspectivas do profissional de secretariado no Brasil. 10. Competências técnicas, gerenciais e comportamentais do Secretário. 11.Comportamento Organizacional. 12.Multifuncionalidade e Polivalência. 13. Organização do ambiente de trabalho. 14. Administração de tempo. 15. Assertividade. 16. Marketing pessoal e profissional.17.Etiqueta e Netiqueta nas relações empresariais e sociais (nacionais e internacionais). 18. Relacionamento interpessoal. 19.Trabalho em equipe. 20. Administração de Conflito. 21. Inteligência Emocional. 22.Empreendedorismo na organização. 23. Gerenciamento das técnicas secretariais e rotinas Administrativas. 24. Gestão dos núcleos de serviços administrativos. 25. Atendimento ao público interno e externo. 26. Gestão de arquivos: impressos e eletrônicos; organização, métodos, classificação e conservação de documentos. 27.Comunicação Oral e Escrita. 28. Agenda. 29.Follow-up. 30.Aspectos gerais da redação comercial e oficial: definição e finalidade, forma e estrutura. 31.Linguagem dos atos e comunicações oficiais. 32.Tratamento dos documentos e correspondências na organização. 33. Planejamento de viagens nacionais e internacionais. 34. Planejamento e Organização de Reunião. 35. Planejamento e Organização de eventos públicos e empresarias. 36. Tipologia de eventos. 37. Cerimonial e Protocolo Públicos e Empresariais. 38. Tecnologias de informação e comunicação: dado, informação e conhecimento. 39. Internet, intranet, o correio e agenda eletrônicos, o computador portátil e softwares. 40. Gestão eletrônica de documentos. 41. Ferramentas da qualidade aplicadas à realidade do Secretário Executivo. 42. Processo decisório. 43.Técnicas de negociação. 44. Oratória. 45. Planejamento estratégico. 46. Liderança.

TÉCNICO EM ASSUNTOS EDUCACIONAIS

1. Histórico da educação superior no Brasil e suas matrizes europeias. 2. Organização da educação superior brasileira: principais marcos regulatórios e suas atualizações, estrutura e funcionamento, políticas públicas, gestão e financiamento das instituições de ensino superior. 3. Bases teóricas e tendências atuais na organização curricular dos cursos de graduação. 4. A relação trabalho e educação: da revolução industrial à contemporaneidade. 5. Avaliação educacional: aspectos macro-institucionais e da aprendizagem. 6. Dados recentes sobre a educação brasileira divulgados pelo IBGE, INEP e OCDE.

TERAPEUTA OCUPACIONAL

1. Aspectos éticos e legais da Terapia Ocupacional. 2. Classificação Internacional de Funcionalidade (CIF). 3. Conceitos de função, disfunção, atividade, reabilitação. 4. Terapia Ocupacional e o Movimento de Reabilitação. 5. Análise de atividades. 6. Desempenho ocupacional; áreas do desempenho ocupacional. 7.Avaliação em terapia ocupacional.8. Modelo da Ocupação Humana. 9.Terapia de Integração sensorial. 10. Terapia Ocupacional e neurodesenvolvimento. 11. Terapia Ocupacional e saúde mental. 12. Terapia Ocupacional e saúde do trabalhador. 13. Terapia Ocup acional e o contexto hospitalar. 14. Terapia Ocupacional e inclusão social. 15. Terapia Ocupacional e o processo de envelhecimento. 16. Tecnologia Assistiva.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS PROVAS CARGOS DE NÍVEL INTERMEDIÁRIO - CLASSE D

PORTUGUÊS (Todos os cargos)

1. Compreensão e interpretação de textos de diferentes gêneros (literários, jornalísticos, tiras, charges, entre outros): 1.1. Língua, linguagem, norma (padrão e não padrão), fala e desvio de norma; 1.2. A pluralidade de normas: regionais, sociais, etárias e estilísticas (registros); 1.3. Características das modalidades da língua: oral e escrita. 2. O processo de comunicação e as funções da linguagem. 3. Recursos expressivos: a linguagem figurada. 4.Norma ortográfica. 5.Pontuação. 6. Morfossintaxe das classes de palavras: substantivo, adjetivo, artigo, pronome, advérbio, preposição, conjunção, interjeição e os seus respectivos empregos. 7. Verbo. Concordância verbal e nominal. 8. Regência nominal e verbal. 9. Conectivos: valores lógico-semânticos. 10. Frase, parágrafo, período e oração. 11. Processos de coordenação e subordinação, termos da oração. 12. Composição do texto escrito: dissertação -fato e demonstração / argumento e inferência / relações lógicas; narração - sequenciação de fatos / temporalidade; descrição -ordenação de elementos descritivos.

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA (Todos os cargos)

1. Administração Pública Federal: Disposições Gerais (Constituição Federal, Título III, Capítulo VII). 2. Agente Público: função pública, atendimento ao cidadão. 3.Regime Jurídico dos Servidores Públicos Federais - Direitos, deveres, proibições e responsabilidades. (Lei nº 8.112, de 11/12/1990). 4. Ética na Administração Pública Federal (Decreto nº 1.171, de 22/06/1994) e sanções aplicáveis aos agentes públicos nos casos de enriquecimento ilícito (Lei nº. 8.429, de 02/06/1992). 5. Estatuto da UNILAB, disponível em www.unilab.edu.br 6. Processo Administrativo: normas básicas no âmbito da Administração Federal. (Lei nº 9.784, de 29/01/1999).7. Noções de Administração: acadêmica e financeira, de recursos humanos, de material e patrimônio. 8.Licitação: conceito, finalidades, princípios e objeto; obrigatoriedade, dispensa, inexigibilidade e vedação; modalidades e tipos, revogação e anulação; sanções. (Lei nº 8.666, de 21/06/1993 e Lei nº 10.520, de 17/07/2002). 9.Controle Interno e Controle Externo na Administração Pública: conceito e abrangência.

INFORMÁTICA BÁSICA (Todos os cargos, exceto para Técnico de Tecnologia da Informação)

1. Conceitos básicos: Hardware e Software. Sistema operacional. Redes de computadores. Internet, World Wide Web (WWW), e-mail, transferência de arquivos, uso da rede em dispositivos móveis. 2. Noções Básicas de microcomputador: Componentes: dispositivos de entrada e saída, periféricos, processadores, memória e seus diversos tipos. 3. Ambiente Microsoft Windows: Uso do ambiente gráfico. Execução de aplicativos e acessórios. manipulação de arquivos e pastas. Execução de aplicativos básicos. Lixeira. Tipos de arquivos. 4. Microsoft Word: Utilização de janelas e menus. Barras de ferramentas. Operações com arquivos. Impressão de documentos e configuração da impressora. Edição de textos. Formatação no Word. Criação e manipulação de tabelas. Operações com documentos. 5. Noções de uso do Microsoft Internet Explorer e Mozilla Firefox: Manutenção dos endereços favoritos. Utilização de histórico. Noções de navegação em hipertexto. Download de arquivos. Segurança. Configuração e atualização.6. Noções de uso do Microsoft Outlook: Envio e recebimento de mensagens, incluindo a utilização de arquivos anexos. Localização de mensagens nas pastas. Organização das mensagens em pastas e subpastas. Manutenção do catálogo de endereços. Configuração e atualização. 7.Vírus de computador: Definição de programas antivírus. Tipos de vírus. Nota sobre as versões dos softwares: MS-Windows: versões XP ou posterior MS-Word, MS-Outlook: versões constantes dos pacotes Office 2003 ou 2007. MS-Internet Explorer: versão 6.0 ou posterior. MOZILLA - Firefox: versão 2.0 ou posterior

RACIOCÍNIO LÓGICO (Todos os cargos)

1. Estruturas lógicas. 2. Lógica sentencial ou proposicional: proposições simples e compostas, operadores lógicos, tabelas -verdade, equivalências, leis de Morgan. 3. Diagramas lógicos. 4. Lógica de primeira ordem. 5. Operações com conjuntos. 6.Lógica de argumentação: analogias, inferências, deduções e conclusões. 7.Raciocínio lógico envolvendo problemas aritméticos, geométricos e matriciais. 8. Raciocínio verbal, raciocínio matemático, raciocínio sequencial, orientação espacial e temporal. 9. Princípios de contagem, combinatória e probabilidade.

ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO

1. Histórico da Administração. 2. Ciclo administrativo: planejamento, organização, direção e controle. 3. Organização do trabalho, distribuição de tarefas, cargos e funções. 4. Rotinas e procedimentos administrativos. 5. Normas, regulamentos, hierarquias e autoridade. 6. Comunicação: formas, propósitos, barreiras e meios. 7. Relacionamento interpessoal no ambiente de trabalho. 8. Controles interno e externo na administração. 9. Ética e responsabilidade. 10. Funções administrativas: material, financeira, recursos humanos e administrativos.

TÉCNICO DE LABORATÓRIO / BIOLOGIA

1. Biossegurança. Organização de trabalho, limpeza e cuidados no laboratório. Equipamento de proteção: Equipamento de Proteção Individual (EPI) e Coletiva (EPC). Procedimentos de descartes de rejeitos laboratoriais. 2.A importância da experimentação nas ciências naturais. Descobertas clássicas na área biológica. 3. Conhecimentos básicos de utilização, funcionamento, limpeza e calibração de equipamentos. 4.Acondicionamento e conservação de reagentes e de material biológico. 5.Princípios de organização, identificação e manutenção de coleções e bancos de material biológico. 6.Identificação, utilização, manutenção e limpeza de vidraria, equipamentos e outros utensílios de laboratório. 7. Métodos de esterilização de materiais. 8. Preparação e utilização de soluções, meios de cultura, corantes e reagentes. 9. Cultivo de micro-organismos e de células animais, vegetais e humanas. Cultivo de drosófilas. 10. Noções básicas de utilização de microscópio óptico, incluindo conhecimentos sobre os sistemas óptico e mecânico, cuidados, limpeza e conservação do aparelho. 11. Preparação de lâminas para microscopia e principais métodos de coloração. Esfregaço de material biológico, armazenagem e descarte. 12. Acompanhamento de procedimentos de eletroforese, revelação e interpretação de padrões de bandas (proteínas e DNA). 13. Ensaios laboratoriais de material biológico. Relatórios de ensaio: registros técnicos e laudos de análise. 14.Noções de ecologia, biologia celular e molecular, genética, botânica e zoologia. 15. Biotecnologia: aspectos éticos e impacto ambiental.

TÉCNICO DE LABORATÓRIO / ELETRÔNICA

1. Materiais condutores, isolantes e semicondutores. 2. Grandezas elétricas: tensão, corrente, resistência e potência.3. Lei de Ohm. 4. Lei de Kirchhoff.5. Resistores. 6.Capacitores.7. Indutores .8. Componentes SMD.9. Diodos semicondutores (retificadores, led, zener, varicap. schottky). 10. Transformadores: relações em um transformador.11. Circuitos retificadores monofásicos e trifásicos (meia onda, onda completa, não controlados, semi-controlados e totalmente controlados). 12. Circuitos reguladores de tensão (discreto e integrado).13. Transistor de junção bipolar (estruturas, condições de polarização, parâmetros funcionais, circuitos amplificadores, classes de amplificação).14. Transistor de efeito de campo (estruturas, condições de polarização, parâmetros funcionais, circuitos amplificadores). 15. Transistor MOS-FET (estruturas, condições de polarização, parâmetros funcionais, circuitos amplificadores). 16. Amplificadores Operacionais.17.Princípios de Lógica aplicada aos circuitos digitais e álgebra de Boole. 18. Portas lógicas digitais.19. Circuitos lógicos: Flip­flop's, registradores, acumuladores, codificadores, decodificadores, combinacionais. 20.Display: LED e LCD . 21. Circuitos conversores: analógico/digital e digital/analógico.22. Circuitos de memórias.23. Princípios aplicados aos microprocessadores.24. Circuitos osciladores e modulares em amplitude, fase e frequência. 25.Tiristores e aplicações em circuitos de controle de potência. 26. Simbologia aplicada a área de eletrônica .27. Uso do multímetro analógico e digital. 28. Uso do osciloscópio .29.Técnicas de soldagem e dessoldagem de componentes eletrônicos. 30. Normas de segurança em laboratório.

TÉCNICO DE LABORATÓRIO / FÍSICA

1. Grandezas Físicas: Unidade de Medidas. Algarismos significativos. Grandezas escalares e vetoriais. Operações com vetores. Representação gráfica de uma relação funcional entre duas grandezas físicas. 2. Mecânica: 2.1. Movimento de um ponto material em uma dimensão - Movimento retilíneo uniforme e movimento retilíneo uniformemente variado. 2.2.Movimento de um ponto material em duas dimensões-Queda livre. Lançamento vertical. Lançamento horizontal e Lançamento oblíquo. Movimento circular uniforme e uniformemente variado. 2.3. Os princípios fundamentais e as aplicações das leis de Newton. 2.4.Trabalho e energia. A lei de conservação da energia mecânica. Forças conservativas e dissipativas.2.5. Impulso e a Quantidade de Movimento e sua conservação. 2.6. Gravitação Universal. 2.7. Mecânica dos Fluidos: Hidrostática e Hidrodinâmica. 3. Termodinâmica: 3.1. Temperatura: Medições de temperatura, termômetro. Escalas termométricas. 3.2.Calor e sua propagação: Energia térmica. Calor. Processos de propagação do calor.3.3. Energia térmica em trânsito: Quantidade de calor sensível. Calor específico. Equação fundamental da calorimetria. Quantidade de calor latente. Curvas de aquecimento e de resfriamento. 3.4.Dilatação térmica dos sólidos e dos líquidos. 3.5.Estudos dos Gases: As variáveis de estado de um gás perfeito. Lei Geral dos Gases. Equação Fundamental da Teoria Cinética. Pressão, temperatura absoluta e energia cinética de um gás perfeito. 3.6. As leis da Termodinâmica: Lei Zero da termodinâmica. 1º. lei da termodinâmica. Transformações termodinâmicas particulares. Energia mecânica e calor. Máquinas térmicas e 2º. Lei da termodinâmica. Ciclo de Carnot. 4. Oscilações, ondas e óptica: 4.1. Movimento Harmônico Simples: Função horária da elongação no MHS. Função horária da velocidade escalar instantânea. Função horária da aceleração escalar instantânea. Força no movimento Harmônico simples. Oscilador massa-mola. Pêndulo simples. 4.2. Ondas: Conceito de Onda. Natureza das ondas. Tipos de Ondas. Propagação de um pulso em meios unidimensionais. Reflexão e refração de pulsos. Ondas periódicas. Função de ondas. 4.3. Fenômenos ondulatórios: Reflexão e refração de ondas. Difração de ondas. Polarização de ondas. Interferência de ondas. Onda estacionária. Interferência de ondas luminosas. 4.4. Ondas sonoras. 4.5. Trajetória de um raio de luz em um meio homogêneo e isotrópico: Leis de Snell da reflexão e refração. Índice de refração. Prismas. Espelhos planos e esféricos. Lentes. Instrumentos Ópticos e Óptica da visão. 5. Eletromagnetismo:5.1. Eletrostática: Força elétrica. Campo elétrico. Potencial elétrico. 5.2.Eletrodinâmica: Corrente elétrica. Resistores. Associação de resistores e medidas elétrica. Circuitos elétricos. Capacitores. 5.3. Eletromagnetismo: Campo magnético e sua influência sobre as cargas elétricas. Força magnética em correntes elétrica. Indução eletromagnéticas. Transformador de tensão. 6. Noções de Física Moderna: A radiação térmica e o corpo negro. Modelo quântico para as radiações eletromagnéticas. Efeito Fotoelétrico. A Dualidade da luz. O átomo de Bohr e as transições eletrônicas.

TÉCNICO DE LABORATÓRIO / INFORMÁTICA

1. Fundamentos de computação. Organização e arquitetura de computadores. Componentes de um computador (hardware e software). Noções de hardware: Partes de um computador (processador, memória e periféricos); tipos de periféricos. Conceitos da arquitetura cliente-servidor. Montagem e configuração de Hardware e periféricos. Instalação e configuração de periféricos/adaptadores (scanner, kit multimídia, DVD) e de modems; instalação, montagem, configuração e manutenção de microcomputadores, monitores e impressoras (matriciais, jato de tinta e laser). Sistemas operacionais Windows e Linux: instalação, administração, configuração, partic ionamentos de discos rígidos e manutenção destes sistemas. Comandos básicos de administração em sistemas Linux; noções de segurança em sistemas operacionais Linux. 2. Instalação, suporte e customização de: Windows 7 e versões superiores e Windows 2003 e versões superiores, Clientes Telnet e SSH, Antivírus, Microsoft Word, Microsoft Excel, Internet Explorer, Outlook Express, Libre Office, Microsoft, Internet Explorer, Mozilla e Chome. Domínio do ambiente Windows e Linux. Domínio das ferramentas do Microsoft Office e Libre Office. Suporte a clientes utilizando módulos de controle remoto. Configuração local de redes de computadores em ambiente Windows. Criação e recuperação de Backup/cópias de segurança. Noções gerais de operação da planilha. Calc e Excel: digitação e edição de dados, construção de fórmulas para cálculos de valores, formatação de dados e gráficos. Noções gerais de utilização de Internet. Utilização do correio eletrônico. 3. Redes de Computadores: instalação, configuração e manutenção em redes de arquitetura Ponto-a-Ponto e Cliente-Servidor. Implementação dos protocolos: DNS, DHCP, Ldap, HTTP, FTP, SMB, SMTP, POP, Telnet e SSH. Equipamentos de rede -Hubs, Switches e Roteadores: conceitos e configurações. Pilha de protocolos TCP/IP e sua implementação. Roteamento em uma rede comutada por pacotes utilizando o protocolo IP. Padrão IEEE 802.3 e suas variantes (Ethernet/Fast Ethernet/Gigabit Ethernet) e o padrão de redes sem fio IEEE 802.11a/b/g/n, incluindo a implementação e identificação de problemas de software e de hardware em redes de comunicação de dados. Cabeamento Estruturado. Conhecimentos gerais de arquitetura de computadores: memórias, slots de expansão, processadores, placas de vídeo, dispositivos de entrada, saída e armazenamento. Conhecimentos gerais em manutenção de computadores. Segurança em redes; redes sem fio; administração de redes; configuração de servidores e serviços; Configuração de equipamentos de rede (switches, roteadores sem fio; roteadores e interfaces de rede no sistema Linux); compartilhamento em rede de periféricos; Cabeamento Estruturado; DataCenter: Virtualização, Storage, VoIP. 4. Noções de Banco de Dados: bancos de dados relacionais; Linguagem SQL. Segurança da informação: conceitos de segurança, mecanismos de segurança , Ameaças à segurança. Procedimentos e ferramentas de segurança. Senhas, criptografia, backup e arquivamento, vírus e programas de proteção e remoçar. 5. Algoritmos e Estruturas de Dados: comandos sequencial, condicional e repetitivo; variáveis e tipos de dados; pseudocódigo; álgebra booleana; rastreio de algoritmos. Codificação e teste de programas, Linguagens de programação PHP, Java para Web, XHTML, CSS, XML, Javascript. Programação orientada a objetos: fundamentos, classes, objetos, atributos, métodos, herança; Java; Javascript; PHP; HTML; Noções de programação Shell Script.

TÉCNICO DE LABORATÓRIO / PATOLOGIA

1. Colheita e transporte de amostras biológicas para laboratório clínico. 2. Esterilização, desinfecção, descarte e lavagem de material em laboratório clínico. 3.Microscopia. 4.Preparo de soluções e diluições. 5. Preparo de meios de cultura. 6. Técnicas de coloração de rotina em laboratório clínico (Hematologia, Microbiologia e Parasitologia). 7. Determinações Bioquímicas de rotina em laboratório clínico. 8. Sumário de urina. 9. Exame Parasitológico de fezes. 10. Identificação microscópica de bactérias em amostras biológicas. 11. Determinações hematológicas e imunohematológicas de rotina em laboratório clínico. 12. Exame sorológico nas doenças infecciosas, parasitárias e auto-imunes. 13. RDC 302, controle de qualidade em Laboratório Clínico e normas de biossegurança.

TÉCNICO DE LABORATÓRIO / QUÍMICA

1. Fundamentos de Química: 1.1.Propriedades da matéria. 1.2. Tabela Periódica; 1.3. Identificação e propriedades de substâncias químicas. 1.4. Reações químicas: representações e estequiometria. 1.5.Estudo dos gases. 1.6. Cinética e equilíbrio químico. 1.7. Reações de oxirredução. 1.8. Eletroquímica. 1.9.Hidrocarbonetos e seus derivados. 1.10. Compostos orgânicos oxigenados e nitrogenados. 1.11. Polímeros. 2. Noções básicas de segurança no laboratório e de análise de risco de processos: 2.1. Estocagem de reagentes químicos.2.2. Riscos de incêndios em solventes inflamáveis. 2.3. Misturas explosivas. 2.4. Reagentes perigosos pela toxidade e/ou reatividade. 2.5. Equipamentos de proteção individual e coletivo. 2.6. Noções de primeiros socorros. 2.7. Biossegurança em laboratório químico. 2.7.1. Exposição ocupacional a riscos químicos e físicos. 3. Técnicas básicas de laboratório: 3.1.Uso e conservação de aparelhagem comum de um laboratório. 3.2. Vidraria aferida. 3.2.1. Identificação, uso e limpeza de vidraria aferida usada nas diversas operações em um laboratório. 3.2.2. Identificação, uso e calibração de aparelhagem volumétrica e graduada. 3.3.Preparação de amostras e de materiais. 3.4. Preparo de soluções. 3.5. Métodos de separação. 3.5.1. Filtração. 3.5.2. Decantação. 3.5.3. Centrifugação. 3.5.4. Extração por solvente. 3.5.5. Cristalização. 3.5.6. Precipitação. 3.5.7. Destilação. 3.6. Sistemas de aquecimento e refrigeração: 3.6.1. Secagem de substâncias. 3.6.2. Manuseio e pesagem de substâncias. 4. Técnicas de amostragem e de manuseio de amostras: 4.1. Preservação de amostras. 4.2. Amostragem de sólidos, líquidos e gases. 5. Análise química: 5.1. Definição. 5.2. Análise química qualitativa e quantitativa. 5.3. Etapas de uma análise química. 5.4. Escolha de método de análise. 5.5. Aplicações dos métodos analíticos. 6.Análises quantitativas clássicas: 6.1. Volumetria. 6.2. Gravimetria. 7. Análises instrumentais: 7.1. Técnicas eletroanalíticas. 7.2. Técnicas espectroanalíticas. 7.3. Cromatografias líquidas e gasosas. 8. Estatística aplicada à química: 8.1. Algarismos significativos. 8.2. Arredondamento. 8.3. Erros em química analítica. 8.4. Média, desvio padrão, intervalo de confiança, exatidão e precisão. 8.5. Testes de significância.

TÉCNICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

1. Engenharia de Software: Noções básicas. 2. Algoritmos e Estrutura de Dados: Estruturas básicas de algoritmos. Listas lineares, listas encadeadas. 3. Linguagens de Programação: Conceitos básicos de OO. Noções de programação em Java (J2EE, Servelets, JSP e EJB). Depuração de código. Linguagem de marcação XML e HTML. 4.Infraestrutura: Segurança física e lógica. Firewall e proxies. Criptografia. VPN. Softwares maliciosos (Vírus, Spywares, Rootkit e outros equivalentes). Sistemas de detecção de intrusão. Certificação digital. Noções de políticas de segurança da informação (ISO 27001:2005). 5. Arquitetura de Computadores: Organização do processador. Organização de memória. Conceitos de concorrência, paralelismo e computação distribuída. Conceitos básicos de computação em aglomerados (Cluster) e de computação em grades (Grids). Sistemas operacionais: estrutura do sistema operacional. Gerência do processador. Gerencia de memória. Sistemas de arquivos. Entrada e saída. 6. Redes de Computadores: Arquiteturas de rede. Topologias. Hubs, Swhitches e Roteadores. Qualidade orientada a Serviços (QoS). Modelo OSI. Arquitetura e protocolos TCP/IP, DNS, DHCP, IPSEC, SSH, SNMP e NAT. Noções básicas de IPv6. Conceitos de Storage (NAS e SAN). 7. Ambiente UNIX: Instalação e suporte a TCP/IP, DHCP, DNS, NIS, CIFS, NFS, Serviços de impressão em rede. Integração com ambiente Windows. Linguagens de Script. 8. Ambiente Microsoft Windows 2003/2008: Instalação e suporte de TCP/IP, DHCP, DNS. Active Directory, IIS, Terminal Services. Serviços de arquivo e impressão em rede. Integração com Ambiente Unix. Linguagens de Script. Conceitos de virtualização. 9. Noções de gerenciamento de Serviços (ITIL® versão 3, COBIT).

TÉCNICO EM AGROPECUÁRIA

1. Gerenciamento rural: tomada de decisões e ações sobre alocação, organização e utilização de recursos na propriedade rural; registro de dados das atividades rurais e de índices zootécnicos e produtivos; gestão de recursos humanos. 2. Forragicultura: produção, manejo e adubação de pastagens; conservação de forragens. 3. Produção animal: bovinocultura, bubalinocultura, ovinocaprinocultura, equideocultura, avicultura, apicultura e suinocultura. 4. Produção vegetal: conhecimentos básicos a respeito de integração lavoura-pecuária; utilização de sistemas de irrigação; preparo, utilização e conservação do solo; aproveitamento de dejetos líquidos e sólidos como fertilizante; utilização de EPI's e de defensivos agrícolas. 5. Mecanização e construções rurais: noções básicas sobre utilização e manutenção de máquinas agrícolas em geral; projeção e execução de instalações rurais.

TÉCNICO EM ARQUIVO

1. Legislação arquivística. 2. Ética profissional. 3. Arquivos: conceitos, origem, funções e classificação. 4. Documentos: conceitos, funções e classificação. 5. Ciclo vital dos documentos. 6. Gestão de documentos: produção, utilização e destinação. 7. Protocolo. 8. Classificação e descrição. 9. Métodos de arquivamento. 10. Princípios de acesso à informação arquivística. 11. Noções de preservação de documentos. 12. Novos suportes e tecnologias correlatas.

TÉCNICO EM CONTABILIDADE

Contabilidade Geral: 1.Estática patrimonial. 2. Plano de contas. 3. Procedimentos contábeis básicos: método das partidas dobradas; atos e fatos contábeis; fórmulas de lançamento. 4.As variações do patrimônio líquido. 5.Registro das operações típicas de uma empresa. 6. Operações com mercadorias. 7.Estrutura conceitual para elaboração e divulgação de relatório contábil-financeiro. 8. Balanço patrimonial. 9. Demonstração do Resultado do Exercício. 10.Outras demonstrações contábeis segundo a Lei 6.404/76, a Lei 11.638/07 e demais atualizações. 11. Problemas contábeis diversos: provisão para devedores duvidosos; operações financeiras (desconto de nota promissória, empréstimos pré-fixados, descontos de duplicatas a receber, aplicações financeiras); reservas e provisões; depreciação, amortização e exaustão. Contabilidade Pública: 1. Contabilidade Pública: conceituação, objeto e campo de atuação. 2. Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao setor Público. 3.O Sistema Contábil e seus Subsistemas. 4. Regimes contábeis: regime de Caixa, regime de competência (princípio da competência) e critérios de registro contábil dos atos e fatos na contabilidade pública. 5.Elaboração e divulgação de Demonstrações Contábeis no setor público. 6. Registro contábil de operações típicas no setor público. 7. Tópicos sobre Regime de adiantamento e Créditos adicionais. 8. Orçamento público: Receita pública (classificação da receita orçamentária, receita extraorçamentária, receitas intraorçamentárias, estágios da receita pública, dívida ativa, restituições de receitas, procedimentos contábeis referentes à receita orçamentária), Despesa pública (classificação da despesa orçamentária, despesa extraorçamentária, estágios da despesa orçamentária, restos a pagar ou resíduos passivos, despesas de exercícios anteriores, suprimento de fundos, procedimentos contábeis referentes à despesa orçamentária). 9. Estrutura do órgão de controle contábil na administração pública: tipos de estrutura, evolução do sistema de controle no Brasil, controle interno integrado e a controladoria. 10.Aspectos contábeis da lei 4.320/64.

TÉCNICO EM EDIFICAÇÕES

1. Desenho: nomenclatura, especificações, indicações em plantas baixas, cortes e fachadas. 2. Escalas apropriadas para tipo de desenhos e transformações de escala. 3. Normas brasileiras para desenho técnico e desenho arquitetônico. 4. Desenhos e esboços técnicos estruturais, com auxílio de softhwares. 5.Topografia. 6. Terraplanagem. 7. Mecânica dos solos. 8. Materiais de construção. 9. Tecnologia das construções. 10. Elementos estruturais da edificação. 11. Orçamento: especificação técnica; medições e quantificações. 12. NR-0ª Edificações. 13. NR-09. Programa de Prevenção de Riscos Ambientais. 14. NR-18 Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção.

TÉCNICO EM ELETROELETRÔNICA

1. Materiais condutores, isolantes e semicondutores .2. Grandezas elétricas: tensão, corrente, resistência e potência. 3. Lei de Ohm. 4. Lei de Kirchhoff. 5. Resistores. 6. Capacitores.7.Indutores e Transformadores. 8. Diodos semicondutores (retificadores, led, zener, varicap).9. Circuitos retificadores monofásicos (meia onda, onda completa). 10. Circuitos reguladores de tensão (discreto e integrado).11. Transistor de junção bipolar (estruturas, condições de polarização, parâmetros funcionais, circuitos amplificadores, classes de amplificação). 12. Transistor de efeito de campo (estruturas, condições de polarização, parâmetros funcionais, circuitos amplificadores). 13. Transistor MOS-FET (estruturas, condições de polarização, parâmetros funcionais, circuitos amplificadores). 14. Amplificadores Operacionais.15. Princípios de Lógica aplicada aos circuitos digitais .16. Porta lógicas digitais e circuitos lógicos. 17. Display: LED e LCD. 18.Tiristores. 19. Circuitos de controle de potência com tiristores. 20.Inversores de frequência: aspectos construtivos, funcionamento e aplicação. 21. Soft-Start: aspectos construtivos, funcionamentos e aplicação . 22. Motores de corrente alternada e de corrente contínua.23. Comandos e proteção elétrica. 24. Sistemas de aterramento. 25. NR-10. 26. Simbologia aplicada a área de eletro- eletrônica.27. Uso do multímetro analógico e digital. 28. Uso do alicate amperímetro.

TÉCNICO EM ENFERMAGEM

1. Determinantes das condições de saúde da população brasileira; Aspectos demográficos e problemas de saúde -indicadores de saúde, socioeconômicos e demográficos -perfil de morbimortalidade. 2.Organização e gestão de serviços e sistemas de saúde no Brasil: o SUS, princípios e diretrizes. 3.Estrutura e características da Atenção Básica -vigilância em saúde; a estratégia PSF; O hospital na rede de serviços de saúde: características, organização, áreas de atividades; Unidade de internação e unidade do cliente: elementos que as compõem; Previsão e provisão de materiais. 4.Características, agentes e divisão do trabalho em saúde nos diferentes níveis da atenção; A equipe de enfermagem; Direitos e deveres do técnico de enfermagem. 5.Fundamentos da conduta profissional: atitudes, valores, normas de conduta, ética profissional; Cidadania, direito à saúde, direitos do usuário. A bioética na saúde. 6. O cuidado de enfermagem: dimensões e princípios básicos; Comunicação profissional/cliente no processo do cuidar; Sistematização do processo de cuidar em enfermagem: planejamento, organização e avaliação de condutas. 7. Procedimentos de Enfermagem: Verificação de sinais vitais; Aplicação de medicações que exigem cuidados especiais: cálculo de medicação; Coleta de material para exames. 8.A Humanização no cuidado à saúde no SUS. 9. Controle dos riscos ocupacionais e biossegurança no trabalho da enfermagem; Normas de precaução padrão e uso de EPI's. 10. Noções de Controle de Infecções hospitalares: procedimentos para controle de fatores relacionados ao ambiente, a artigos hospitalares, à equipe de saúde e ao paciente; Identificação de infecções; Infecção de sítio cirúrgico, prevenção e tratamento: curativo de feridas limpas e infectadas. 11. Sistemas de informação em enfermagem: o prontuário do cliente, registros e anotações de enfermagem. 12.Conforto, repouso e atividade física do cliente hospitalizado: posições, restrições no leito, mudanças de decúbito, prevenção e controle de escaras. 13. Sinais e sintomas, condutas de enfermagem nos estados de alteração do sono, consciência, ansiedade, agitação e depressão.14.Cuidado de enfermagem a pacientes terminais - cuidados paliativos e cuidados terminais. 15. Cuidado de enfermagem à saúde da mulher, companheiro e família sobre planejamento familiar e prevenção de câncer cérvico-uterino e de mama, incluindo ações educativas. 16. Cuidado de enfermagem à saúde da mulher no ciclo gravídico: sinais e sintomas. Cuidados em situação de abortamento. 17. Cuidado de enfermagem à saúde da mulher no ciclo gravídico quando presentes intercorrências na gravidez. 18. Cuidado de enfermagem à mulher no trabalho de parto -sinais e sintomas, condutas de enfermagem no parto normal e na presença de complicações do parto. 19. Cuidado de enfermagem à mulher no puerpério -sinais e sintomas, condutas de enfermagem em complicações do puerpério. 20.Cuidados imediatos e mediatos ao RN a termo e ao RN prematuro. 21.Ações educativas e de assistência no aleitamento materno. 22. Ações de enfermagem relativas ao crescimento e desenvolvimento -sinais e sintomas, condutas de enfermagem nas doenças gastrointestinais e respiratórias prevalentes na infância; Prevenção de acidentes na infância. 23.Aspectos específicos relacionados à hospitalização de crianças e adolescentes. 24. Programa Nacional de Imunização: Ações de enfermagem relacionadas à imunização básica de adultos e crianças. 25.Ações de prevenção da violência intra-familiar e conjugal. 26.Cuidados de enfermagem relacionados às alterações do processo fisiológico do envelhecimento - assistência a portadores de diabetes, hipertensão, demências. 27.Unidades de tratamento intensivo: princípios organizativos, critérios para internação; Princípios gerais de cuidados de pacientes em UTI's; Sinais e sintomas e assistência de enfermagem em situações de: insuficiência respiratória aguda, infarto agudo do miocárdio, edema agudo de pulmão, arritmias cardíacas, acidentes vasculares encefálicos, parada cárdio-respiratória, politraumatismos e queimaduras. 28. Assistência de enfermagem a pessoas em situações de cateterismo cardíaco, recuperação pós-anestésica, diálise peritoneal, hemodiálise, respiração assistida, radioterapia, quimioterapia e endoscopias. 29.Primeiros socorros a adultos e crianças em situações de: parada cárdio respiratória, hemorragias, queimaduras, imobilização e transporte de acidentados, envenenamentos e convulsões. 30. Assistência de enfermagem a pessoas portadoras de infecções sexualmente transmissíveis, HIV/AIDS. 31. Assistência de enfermagem a pessoas portadoras de transtornos mentais.

TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO

Normas Regulamentadoras de Segurança e Saúde no Trabalho - Ministério do Trabalho e Emprego

1. Princípios de Prevenção e controle de riscos em máquinas, ferramentas, equipamentos e instalações. 2.Transporte, Movimentação, Armazenagem e Manuseio de Materiais. 3. Instalações elétricas. 4. Trabalhos em altura.5. Sinalização de Segurança. 6. Equipamentos de Proteção Individual -EPI. 7. Condições de trabalho na Construção Civil. 8. Programa de Prevenção de Riscos Ambientais; agentes químicos, físicos e biológicos; Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos; Exposição ao ruído; Exposição ao calor; Radiações ionizantes e não-ionizantes; Limites de tolerância e de exposição. 9.Atividades e Operações Insalubres e Perigosas.10. Fundamentos de Proteção contra Incêndio: Sistemas fixos e portáteis de combate ao fogo; Armazenamento de produtos inflamáveis; Brigadas de incêndio.11. Acidente do trabalho: Conceito técnico e legal. 12.Estatísticas de acidentes; Custos dos acidentes; Comunicação e registro de acidentes; Investigação e análise de acidentes. 13. Inspeção de segurança; Técnicas de análise de risco: APR e HAZOP. 14. Organização e atribuições do SESMT e da CIPA. 15. Noções de Desenvolvimento Sustentável. 16. Prevenção de Doenças Relacionadas ao Trabalho. 17. Elementos de Ergonomia: Conforto ambiental; Organização do trabalho; Mobiliário e equipamentos dos postos de trabalho.

TRADUTOR E INTÉRPRETE DE LINGUAGEM DE SINAIS

1. Aspectos linguísticos da Libras: soletração manual ou datilologia; fonética e fonologia dos sinais; estrutura morfológica; estrutura sintática; relações semânticas; referenciação e pragmática; escritas de sinais. 2. Código de ética do tradutor e intérprete de Língua de Sinais. 3. Legislação nacional referente à LIBRAS e ao tradutor e intérprete de LIBRAS. 4. Tipos e modos de tradução e interpretação. 5.História da Educação de Surdos da antiguidade à contemporaneidade; o desenvolvimento escolar do surdo. 6.Atuação do tradutor e intérprete educacional. 7. Competências e habilidades do profissional tradutor e intérprete. 8. Teorias dos Estudos da Tradução e Estudos da Interpretação. 9.Cultura e identidades surdas. 10. Políticas linguísticas e surdez.

185244

Política de Privacidade 2000-2014 PCI Concursos Telefone (11) 2122-4231