Prefeitura de Três Pontas - MG

PREFEITURA MUNICIPAL DE TRÊS PONTAS

ESTADO DE MINAS GERAIS

EDITAL DE ABERTURA DE CONCURSO PÚBLICO - Nº 02/2006

A PREFEITURA MUNICIPAL DE TRÊS PONTAS/MG, no uso de suas atribuições legais, torna público que fará realizar Concurso Público, através da empresa REIS & REIS AUDITORES ASSOCIADOS, para provimento de cargos do quadro permanente de servidores de acordo com as normas estabelecidas neste Edital.

1 - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1.1 Os cargos, vagas, qualificação mínima exigida, valor da taxa de inscrição e vencimento inicial são os constantes do ANEXO I deste Edital. As atribuições específicas dos cargos constam do Plano de Carreira do Município, Lei Municipal nº 2.033, de 28 de janeiro de 2000.

1.2 O Cronograma de Concurso é o constante do ANEXO III deste Edital, cujas datas deverão ser rigorosamente respeitadas.

1.3 Os meios oficiais de divulgação dos atos deste concurso serão: Mural de avisos da sede da PREFEITURA MUNICIPAL DE TRÊS PONTAS e os sites: www.reisauditores.com.br e www.trespontas.mg.gov.br, cabendo ao candidato informar-se sobre quaisquer retificações, resultados, julgamento de recursos e quaisquer outros atos ocorridos.

1.4 Este Concurso Público será coordenado pela Comissão Especial do Concurso instituída pela Portaria Nº 1.086, de 19 de outubro de 2006, da PREFEITURA MUNICIPAL DE TRÊS PONTAS/MG, publicada em 19/10/2006.

2 - DO REGIME JURÍDICO E DO LOCAL DE TRABALHO

2.1 - O regime jurídico único dos servidores públicos da Administração direta, das autarquias e das fundações públicas do MUNICÍPIO DE TRÊS PONTAS/MG é o Estatutário, instituído pela Lei nº. 1553, de 31 de agosto de 1993.

2.2 - Local de Trabalho: Sede da PREFEITURA MUNICIPAL DE TRÊS PONTAS/MG ou outras instalações no território do município.

3 - DAS CONDIÇÕES PARA INSCRIÇÃO

3.1 - Ser brasileiro nato ou naturalizado ou a quem for deferida a igualdade nas condições previstas no parágrafo 1º do artigo 12 da Constituição Federal.

3.2 - Estar em dia com as obrigações eleitorais.

3.3 - Estar em dia com as obrigações do serviço militar, se do sexo masculino.

3.4 - Estar em gozo dos direitos políticos.

3.5 - Possuir, na data da posse, idade igual ou superior a 18 (dezoito) anos.

3.6 – Aptidão física e mental, a ser comprovado por perícia médica oficial, nos termos da legislação vigente.

3.7 - Estar ciente que deverá possuir, na data da posse, a qualificação mínima exigida para o cargo.

3.8 - Não ter sido demitido por decisão em Processo Administrativo.

3.9 - Não registrar antecedentes criminais, salvo se cumprida a pena.

3.10 - Conhecer e estar de acordo com as exigências contidas no presente Edital.

4 - DAS INSCRIÇÕES

4.1 – PRESENCIAL:

a) LOCAL: SEDE da Prefeitura Municipal de Três Pontas, com endereço à Praça John Kennedy, nº 82 – Centro – na cidade de Três Pontas, Estado de Minas Gerais.

b) PERÍODO: 08 a 19/01/2007, exceto sábados, domingos e feriados.

c) HORÁRIO: 09h às 15h.

4.1.1 DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA:

4.1.1.1 - O candidato deverá apresentar no ato da solicitação da inscrição, pessoalmente, ou através de procuração pública ou particular com firma reconhecida, os seguintes documentos:

a) Original e fotocópia legível (frente/verso) da cédula de identidade ou outro documento equivalente, de valor legal. (do candidato e do procurador, se for o caso).

b) Comprovante de Depósito da importância relativa à taxa de inscrição, em Conta Corrente conforme abaixo, não sendo aceitos como comprovante recibo de depósito bancário efetuado em caixas eletrônicos.

- Banco do Brasil

- Agência: 421-9

- Conta Corrente: 18.230-3

- Em nome da PREFEITURA MUNICIPAL DE TRÊS PONTAS.

4.1.1.2. Após apresentação da documentação exigida, o candidato ou seu procurador, deverá assinar documento, no local da inscrição, no qual declare atender às condições exigidas para se inscrever e submeter-se às normas expressas neste edital.

4.1.1.3 - A declaração falsa ou inexata dos dados constantes no requerimento de inscrição, bem como a apresentação de documentos ou informações falsas ou inexatas, implica o cancelamento da inscrição e anulação de todos os atos decorrentes, em qualquer época.

4.2 Antes de efetuar a inscrição, o candidato deverá conhecer o Edital e certificar-se de que preenche todos os requisitos exigidos para o ingresso no cargo.

4.2.1- Os valores de inscrição pagos em desacordo com o estabelecido neste Edital não serão devolvidos, seja qual for o motivo alegado.

4.2.2- Das vagas previstas no Anexo I, 5% (cinco por cento) de cada cargo são destinadas a candidatos portadores de deficiência, nos termos do Art. 37, § 1º e 2º do Decreto Federal nº 3.298, de 20/12/1999 que regulamenta a Lei Federal nº 7.853/89, observada a exigência de compatibilidade entre a deficiência e as atribuições do cargo, a ser aferida em perícia médica oficial, quando dos exames pré-admissionais.

4.2.3- Na hipótese de aplicação do percentual resultar em número fracionado igual ou superior a 0,5 (cinco décimos), a fração será arredondada para 01 (uma) vaga.

4.2.4- Após efetuar inscrição, o candidato deve enviar Laudo Médico citado no subitem 4.2.5 por SEDEX, ou protocolar junto à Empresa Reis e Reis Auditores Associados - Concurso Público da PREFEITURA MUNICIPAL DE TRÊS PONTAS/MG, Rua da Bahia, 1004 Cj 904 – Centro – Belo Horizonte, CEP 30160-011. O Laudo Médico deverá dar entrada no endereço indicado em até 3 (três) dias úteis após o último dia das inscrições.

4.2.5- O candidato portador de deficiência que, no ato da inscrição, não declarar essa condição e/ou não enviar, no prazo previsto, o Laudo Médico, não poderá interpor recurso em favor de sua situação. O laudo médico deverá dispor sobre a espécie e o grau ou nível da deficiência da qual o candidato é portador, com expressa referência ao código correspondente de Classificação Internacional de Doença – CID, bem como o enquadramento previsto no Art. 4º do Decreto Federal nº 3298/99, alterado pelo Decreto Federal nº 5.296/2004.

4.2.6- Caso o candidato não realize a inscrição de acordo com o disposto, não será considerado como portador de deficiência apto para concorrer às vagas reservadas, mesmo que tenha assinalado tal opção no Formulário de Inscrição.

4.2.7- Quando da convocação para o pré­admissional, será eliminado da lista de portadores de deficiência o candidato cuja deficiência, assinalada no Formulário de Inscrição, não se confirme.

4.2.8- As solicitações de condições especiais, bem como de recursos especiais, serão atendidas obedecendo aos critérios de viabilidade e de razoabilidade.

4.2.9- Não serão considerados como deficiência os distúrbios de acuidade visual passíveis de correção simples do tipo miopia, astigmatismo, estrabismo e congêneres.

4.2.10- Os candidatos aprovados no Concurso Público serão submetidos a exames médicos e complementares, que irão avaliar a sua condição física e mental.

4.2.11 - Não havendo candidatos aprovados para as vagas reservadas a portadores de deficiência, estas serão preenchidas pelos demais concursados, com estrita observância da ordem de classificação.

4.2.12- As pessoas portadoras de deficiência, resguardadas as condições especiais previstas no Decreto Federal nº 3.298/99, participarão do Concurso em igualdade de condições com os demais candidatos, no que se refere ao conteúdo das provas, avaliação e aos critérios de aprovação, ao horário e ao local de aplicação das provas e à nota mínima exigida para todos os demais candidatos.

4.2.13- Os candidatos que no ato da inscrição se declararem portadores de deficiência, se aprovados no Concurso Público, terão seus nomes divulgados na lista geral dos aprovados e em lista à parte.

4.3 - OUTRAS INFORMAÇÕES:

4.3.1 - O pagamento da importância relativa à taxa de inscrição deverá ser efetuado em dinheiro ou cheque do próprio candidato, sendo automaticamente cancelada a inscrição na hipótese de pagamento mediante cheque sem provisão de fundos;

4.3.2 - A taxa de inscrição, uma vez paga, não será devolvida sob hipótese alguma, salvo no caso de não realização do Concurso, por culpa ou omissão exclusiva dos responsáveis pela realização do concurso.

4.3.3 - Não haverá, sob qualquer pretexto, inscrição provisória ou condicional;

4.3.4 - Não serão recebidas inscrições por via postal, fax-símile, condicional ou extemporânea.

4.3.5 - Não serão aceitas inscrições contendo dados incompletos;

4.3.6 - O candidato poderá concorrer a apenas um cargo.

5 – DAS PROVAS

5.1 - O Concurso Público constará de prova Objetiva de Múltipla Escolha, contendo no máximo 40 (quarenta) questões e Prova Prática.

5.2 - Os tipos de provas objetivas de múltipla escolha para cada cargo/categoria são os dispostos no ANEXO II do presente Edital.

5.3 - A Prova Objetiva de Múltipla Escolha, de caráter eliminatório e classificatório, será aplicada para todos os cargos e terá duração máxima de 3 (três) horas.

5.3.1 - A cada questão da prova de múltipla escolha será atribuído um valor de 2,5 (dois e meio) pontos para cada questão, totalizando 100 (cem) pontos.

5.3.2 - A classificação geral dos candidatos será feita pela soma dos pontos obtidos em cada prova;

5.3.3 - No decorrer da prova, se o candidato observar qualquer anormalidade de prova trocada, ou seja, lhe for entregue prova de outro cargo, ou anormalidade gráfica, deverá manifestar-se junto ao Fiscal de Sala, que, consultará a coordenação do concurso, que proporá a solução imediata e registrará ocorrência para posterior análise da banca examinadora;

5.3.4 - Sempre que o candidato observar qualquer anormalidade na prova, como as descritas no item 5.3.3, deverá manifestar-se no momento da prova, sob pena de não poder apresentar, posteriormente, eventual recurso;

5.3.5 - Será aprovado o candidato que totalizar o mínimo de 50% (Cinqüenta por cento) do total geral de pontos do conjunto da Prova Objetiva de Múltipla Escolha e Prática, quando houver, sendo eliminado o candidato que zerar qualquer uma das disciplinas contidas na prova.

5.4 - O Programa de Prova e as sugestões bibliográficas, para as questões de múltipla escolha de TODOS OS CARGOS é o constante do ANEXO V do presente edital.

5.4.1 - As Sugestões Bibliográficas apresentadas são apenas sugestões, não implicando na obrigatoriedade de o conteúdo das provas se ater apenas a elas, assim como não impede que o candidato utilize de outras bibliografias em seus estudos.

5.5 - A Prova Prática, de caráter eliminatório, será aplicada somente aos candidatos aprovados na Prova Objetiva de Múltipla Escolha, previstas para os cargos de Mestre de Obras, Monitor Musical: Canto e Teatro, Bateria e Guitarra, Motorista de Caminhão/Ônibus, Motorista de Ambulância, Operador de Máquinas Pesadas e Serralheiro.

5.5.1 - A Prova Prática para os cargos Motorista de Caminhão/Ônibus e Motorista de Ambulância constará de prática de direção em veículo definido pela Comissão Especial do Concurso e compatível com as atividades a serem desempenhadas, avaliada por examinador habilitado, consumando em Laudo de Avaliação Técnica, avaliando desta forma a capacidade prática do candidato no exercício e desempenho das tarefas do cargo.

5.5.1.1 - A Prova Prática para Motorista de Caminhão/Ônibus e Motorista de Ambulância serão avaliadas na escala de 0 (zero) a 100 (cem) pontos e será aprovado o candidato que obtiver, no mínimo, 50% (Cinqüenta por cento) dos pontos, conforme critérios preestabelecidos, separados por tipo de falta, a seguir:

I – FALTA GRAVE – MENOS 15 PONTOS POR FALTA:

- Deixar de observar a sinalização da via, sinais de regulamentação, de advertência e indicação;

- Exceder a velocidade indicada para a via;

- Deixar de usar o cinto de segurança;

- Perder o controle da direção do veículo em movimento.

II – FALTA MÉDIA – MENOS 7,5 PONTOS POR FALTA:

- Apoiar o pé no pedal da embreagem com o veículo engrenado e em movimento;

- Interromper o funcionamento do motor sem justa razão, após o início da prova;

- Arrancar sem soltar o freio de mão;

- Não colocar o veículo na área balizada em, no máximo, três tentativas.

III – FALTA LEVE – MENOS 2,5 PONTOS POR FALTA:

- Provocar movimentos irregulares no veículo, sem motivo justificado;

- Engrenar as marchas de maneira incorreta;

- Não ajustar devidamente os espelhos retrovisores;

- Usar incorretamente os instrumentos do painel.

5.5.2- A Prova Prática para os cargos de MESTRE DE OBRAS, OPERADOR DE MÁQUINAS PESADAS E SERRALHEIRO constará de prática de manuseio de materiais e ferramentas próprias da atividade, onde serão observados cuidados com a higiene, segurança do trabalho, riscos de acidentes, cuidados e tarefas específicas de cada atividade, consumando em Laudo de Avaliação Técnica, avaliando desta forma a capacidade prática do candidato no exercício e desempenho das tarefas do cargo.

5.5.2.1 - A Prova Prática para os cargos de MESTRE DE OBRAS, OPERADOR DE MÁQUINAS PESADAS E SERRALHEIRO será avaliada na escala de 0 (zero) a 100 (cem) pontos e será aprovado o candidato que obtiver, no mínimo, 50% (Cinqüenta por cento) dos pontos.

5.5.3- A Prova Prática para os cargos MONITOR MUSICAL: Canto e Teatro, constará de uma leitura à primeira vista, no qual será avaliado os conhecimentos teóricos e práticos como por exemplo, marcação de compassos, reconhecimento de tonalidades, execução de ritmos variados etc. Para o cargo MONITOR MUSICAL: Bateria e Guitarra, constará de execução de duas peças, sendo uma de autor Brasileiro e outra de autor estrangeiro, a escolha do candidato com duração máxima 10 minutos e execução de ritmos variados, etc., consumando em Laudo de Avaliação Técnica, avaliando desta forma a capacidade prática do candidato no exercício e desempenho das tarefas do cargo.

5.5.3.1 - A Prova Prática para o cargo de MONITOR MUSICAL: Canto e Teatro, Bateria e Guitarra, será avaliada na escala de 0 (zero) a 100 (cem) pontos e será aprovado o candidato que obtiver, no mínimo, 50% (Cinqüenta por cento) dos pontos.

5.5.4 – Somente se submeterão à prova prática os candidatos aos cargos de Mestre de Obras, Monitor Musical: Canto e Teatro, Bateria e Guitarra, Motorista de Caminhão/Ônibus, Motorista de Ambulância, Operador de Máquinas Pesadas e Serralheiro, desde que aprovados na prova objetiva de múltipla escolha, sendo convocados os primeiros colocados em número equivalente a 03 (três) vezes o número de vagas oferecidas no Anexo I deste edital, de acordo com a classificação obtida.

6 – REALIZAÇÃO DAS PROVAS

6.1 - Caso haja necessidade de condições especiais para se submeter às provas, o candidato portador de deficiência, ou não, deverá solicitá-las, por escrito, à Empresa Organizadora do Concurso Público – Reis e Reis Auditores Associados à Rua da Bahia, 1004 – Cj 904 – CEP 30.160-011 – Belo Horizonte/MG, até o terceiro dia útil após o encerramento das inscrições, indicando claramente quais os recursos especiais necessários.

6.2 - As Provas Objetivas de Múltipla Escolha serão realizadas no dia 25/02/2007 em local(is) e horário(s) que serão divulgados no dia 13/02/2007, no Mural de Avisos da Prefeitura Municipal de Três Pontas e através dos sites www.trespontas.mg.gov.br e www.reisauditores.com.br.

6.3 - As provas serão aplicadas no município de TRÊS PONTAS e terão duração máxima de 03 (três) horas.

6.4 - A prova prática para os candidatos aprovados nos cargos descritos no item 5.5, será realizada no município de Três Pontas no dia 18/03/2007.

6.5 - Estará afixada na sede da PREFEITURA MUNICIPAL DE TRÊS PONTAS/MG e disponível nos sites www.reisauditores.com.br e www.trespontas.mg.gov.br, a partir do dia 13/03/2007, a planilha indicando o local e horário em que os candidatos se submeterão à Prova Prática.

6.6 - É de responsabilidade exclusiva do candidato a identificação correta de seu local de prova e o comparecimento no local, data e horário determinado.

6.7 - O ingresso do candidato na sala onde se realizarão as provas só será permitido no horário estabelecido, mediante a apresentação do Comprovante de Inscrição e de Documento de Identidade Oficial (original), preferencialmente o usado na inscrição.

6.8 - Serão considerados documentos de identidade: carteiras expedidas pelos Comandos Militares, pelas Secretarias de Segurança Pública, pelos Institutos de Identificação e pelos Corpos de Bombeiros Militares; carteiras expedidas pelos órgãos fiscalizadores de exercício profissional (ordens, conselhos, etc); Passaporte; Certificado de Reservista; Carteiras Funcionais do Ministério Público; Carteiras Funcionais expedidas por órgão público que, por lei federal valham como identidade; Carteira de Trabalho; Carteira Nacional de Habilitação (somente modelo com foto).

6.9 - Caso o candidato esteja impossibilitado de apresentar, no dia da realização das provas, documento de identidade original, por motivo de perda, furto ou roubo, deverá apresentar documento que ateste o registro da ocorrência com data de validade atualizada, bem como um outro documento oficial que o identifique.

6.10 - Não serão aceitos como documento de identidade: certidões de nascimento, títulos eleitorais, carteiras de motorista (modelo sem foto), carteiras de estudante, carteiras funcionais sem valor de identidade, documentos ilegíveis, não-identificáveis e/ou danificados, cópias e protocolos.

6.11 - O candidato que não apresentar documento de identidade oficial original, na forma definida no subitem 6.8 deste Edital, não poderá fazer as provas e será automaticamente eliminado do Concurso Público.

6.12 - Em hipótese alguma serão realizadas provas fora do local, cidade, data e horário determinado.

6.13 - Será excluído deste Concurso Público o candidato que faltar, chegar atrasado à prova, ou que, durante a sua realização, for colhido em flagrante comunicação com outro candidato ou com pessoas estranhas, oralmente, por escrito ou através de equipamentos eletrônicos, ou, ainda, que venha a tumultuar a realização das provas, podendo responder legalmente pelos atos ilícitos praticados.

6.14 - Não será permitido ao candidato entrar ou permanecer com aparelhos eletrônicos (bip, telefone celular, relógio do tipo data bank, walkman, agenda eletrônica, notebook, palmtop, receptor, gravador etc.). Caso o candidato leve algum aparelho eletrônico, este deverá ser recolhido à Coordenação e devolvido ao final das provas. O descumprimento da presente instrução implicará na eliminação do candidato, caracterizando-se tal ato como tentativa de fraude.

6.15 - É expressamente proibido ao candidato entrar ou permanecer com armas no local de realização das provas. Caso o candidato detenha o porte legal de arma, este deverá ser orientado a recolhê-la à Coordenação, a qual lhe será devolvida ao término das provas.

6.16 - Não será permitida, durante a realização das provas, a comunicação entre os candidatos nem a utilização de máquinas calculadoras ou similares, anotações, impressos, livros ou qualquer outro material de consulta.

6.17 - Não será permitida a entrada de candidatos após o início das provas.

6.18 - O candidato não poderá ausentar-se da sala de realização das provas, sem acompanhamento de fiscal, após ter assinado a lista de presença.

6.19 - O candidato deverá comparecer ao local de realização das provas com, no mínimo, 30 (trinta) minutos de antecedência, portando lápis preto nº 2, borracha e caneta esferográfica azul ou preta, e só poderá ausentar-se do recinto de provas, depois de decorrida 01 (uma) hora do início das mesmas.

6.20 - O candidato, ao terminar a prova, entregará ao fiscal, juntamente com a folha de respostas, seu caderno de questões.

6.21 - Por razões de segurança e direitos autorais, a Reis e Reis Auditores Associados não fornecerá exemplares do caderno de questões a candidatos ou a instituições de direito público ou privado, mesmo após o encerramento do Concurso.

6.22 - Não haverá segunda chamada para as provas. O não-comparecimento a quaisquer das provas resultará na eliminação automática do candidato.

6.23 - Não haverá, por qualquer motivo, prorrogação do tempo previsto para aplicação das provas em virtude de afastamento de candidato da sala de provas.

6.24 - As provas objetivas serão corrigidas por meio de processamento eletrônico.

6.25 - As respostas das provas objetivas deverão ser transcritas para a Folha de Respostas, que é o único documento válido para correção eletrônica. Em nenhuma hipótese haverá substituição da Folha de Respostas, sendo da responsabilidade exclusiva do candidato os prejuízos advindos de marcações feitas incorretamente, emenda ou rasura, ainda que legível.

6.26 - No dia de realização das provas, não serão fornecidas, por qualquer membro da equipe de aplicação das provas e/ou pelas autoridades presentes, informações referentes ao conteúdo das provas e/ou aos critérios de avaliação.

6.27 - A candidata que tiver necessidade de amamentar durante a realização das provas deverá levar um acompanhante, que ficará em sala reservada para essa finalidade e que será responsável pela guarda da criança.

6.28 - Terá suas provas anuladas e será automaticamente eliminado do concurso o candidato que, durante a realização de qualquer uma das provas:

6.26.1 - usar ou tentar usar meios fraudulentos e/ou ilegais para a sua realização;

6.26.2 - for surpreendido dando e/ou recebendo auxílio para a execução de quaisquer das provas;

6.26.3 - utilizar-se de régua de cálculo, livros, máquinas de calcular e/ou equipamento similar, dicionário, notas e/ou impressos que não forem expressamente permitidos, telefone celular, gravador, receptor e/ou pagers e/ou comunicar-se com outro candidato;

6.26.4 - faltar com a devida cortesia para com qualquer membro da equipe de aplicação das provas, com as autoridades presentes e/ou com candidatos;

6.26.5 - recusar-se a entregar o material das provas ao término do tempo destinado para a sua realização;

6.26.6 - afastar-se da sala, a qualquer tempo, sem o acompanhamento de fiscal;

6.26.7 - ausentar-se da sala, a qualquer tempo, portando a folha de respostas;

6.26.8 - descumprir as instruções contidas no caderno de provas, na folha de respostas ou neste Edital.

6.26.9 - perturbar, de qualquer modo, a ordem dos trabalhos, incorrendo em comportamento indevido.

6.26.10 - utilizar ou tentar utilizar meios fraudulentos, para obter aprovação própria ou de terceiros, em qualquer etapa do processo seletivo;

6.26.11 - Fizer, em qualquer momento, declaração falsa ou inexata.

6.27 - Se, a qualquer tempo, for constatado por meio eletrônico, estatístico, visual ou grafo lógico, ter o candidato utilizado processos ilícitos, suas provas serão anuladas e ele será automaticamente eliminado do concurso.

6.28 - Não será permitido que as marcações na folha de respostas sejam feitas por outras pessoas, salvo em caso de candidato que tenha solicitado condição especial para esse fim. Nesse caso, se necessário, o candidato será acompanhado por um fiscal devidam ente treinado.

7 – DA CLASSIFICAÇÃO FINAL E DESEMPATE

7.1 - A classificação final dos candidatos será ordenada por cargo, em ordem decrescente, de acordo com o total de pontos obtidos no somatório das provas Objetiva de Múltipla Escolha e Prática, quando houver.

7.2 - Apurado o total de pontos, na hipótese de empate entre os candidatos, será dada preferência, para efeito de classificação, sucessivamente, ao candidato que:

7.2.1- Obtiver o maior número de pontos na Prova de Conhecimentos Específicos, quando houver;

7.2.2- Obtiver o maior número de pontos na Prova de Português, quando houver;

7.2.3- Obtiver o maior número de pontos na Prova Prática, quando houver;

7.2.4- For o mais idoso;

7.3 O Resultado Final do Concurso será publicado Mural de Avisos da Prefeitura Municipal para consulta dos candidatos e nos endereços eletrônicos: www.reisauditores.com.br e www.trespontas.mg.gov.br.

8 – DOS RECURSOS

8.1 Caberá interposição de recursos fundamentados perante a Reis e Reis Auditores, no prazo de 02 (dois) dias úteis, contados do primeiro dia subseqüente ä data de publicação do objeto de recurso no mural de avisos da Prefeitura Municipal de Três Pontas e nos sites: www.reisauditores.com.br e www.trespontas.mg.gov.br, contra:

8.1.1- As inscrições,

8.1.2- Questões da Prova e Gabarito oficial correspondente, a contar do dia seguinte ao da sua divulgação;

8.1.3- Erros no resultado da Prova, desde que se refira a erros de cálculo das notas.

8.2 Os recursos deverão ser apresentados dentro do prazo estabelecido, de forma legível e protocolados, pelos candidatos na sede da Prefeitura Municipal de Três Pontas, com endereço à Praça John Kennedy, nº 82 – Centro – na cidade de Três Pontas, Estado de Minas Gerais no horário de 08:00 às 17:30h e endereçados à Reis e Reis Auditores Associados, com indicação do concurso, nome do candidato, número de inscrição e assinatura, conforme modelo ANEXO IV deste Edital.

8.3 Não serão aceitos recursos enviados por via postal, fax-símile ou qualquer outro meio que não o previsto neste Edital.

8.4 Serão indeferidos os recursos que não atenderem aos dispositivos aqui estabelecidos.

8.5 O prazo para interposição de recursos é preclusivo e comum a todos os candidatos.

8.6 Após o julgamento dos recursos sobre gabaritos e questões objetivas, os pontos correspondentes às questões eventualmente anuladas serão atribuídos a todos os candidatos, indistintamente e eventuais alterações no gabarito preliminar serão divulgadas;

8.7 A decisão relativa ao recurso será publicada no Mural de avisos da Prefeitura Municipal de Três Pontas e os Pareceres devidamente fundamentados ficarão disponíveis para os candidatos na sede Reis e Reis Auditores até a data de homologação deste Concurso.

8.8 Para contagem do prazo de interposição de recursos, excluir-se-á o dia da publicação e incluir-se-á o dia do vencimento, desde que coincidam com dia de funcionamento normal da Reis e Reis Auditores. Caso Contrário, ou seja, se não houver expediente normal da empresa, o período previsto, será prorrogado para o primeiro dia seguinte de funcionamento normal dessa instituição.

8.9 A Reis e Reis Auditores Associados é a última instância para recursos, sendo soberana em suas decisões, razão pela qual não caberão recursos adicionais.

9 – DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

9.1 - Toda informação referente à realização do Concurso será fornecida pela Prefeitura Municipal de TRÊS PONTAS, através da Comissão Especial do Concurso, devidam ente assessorada pelos responsáveis técnicos da empresa Reis & Reis Auditores Associados.

9.2 - O prazo de validade do presente Concurso Público é de 02 (dois) anos, contados da data da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da Administração, mediante ato do Prefeito Municipal.

9.3 - Ao entrar em exercício, o candidato ficará sujeito ao cumprimento do estágio probatório de 03 (três) anos, durante o qual sua eficiência e capacidade serão objeto de avaliação para o desempenho do cargo.

9.4 - A inscrição do candidato importará no conhecimento das presentes instruções e na aceitação tácita das condições do Concurso Público, tais como se acham estabelecidas neste Edital.

9.5 - Não serão fornecidos atestados ou certificados ou certidões, relativas à habilitação, classificação ou nota de candidatos, valendo para tal fim a publicação do resultado final e homologação do Concurso Público.

9.6 - A PREFEITURA MUNICIPAL DE TRÊS PONTAS e a REIS & REIS AUDITORES ASSOCIADOS não se responsabilizam por quaisquer cursos, textos, apostilas e outras publicações referentes a este Concurso Público.

9.7 - O candidato deverá manter junto ao Setor de Pessoal da Prefeitura Municipal de TRÊS PONTAS, durante o prazo de validade do Concurso Público, seu endereço atualizado, visando eventuais convocações, não lhe cabendo qualquer reclamação caso esta não seja possível, por falta da citada atualização.

9.8 - A aprovação no Concurso Público não assegura direito à nomeação, mas esta, quando ocorrer, obedecerá rigorosamente à ordem de classificação dos candidatos, o prazo de validade do concurso e limites de vagas existentes, bem como as que vierem a vagar ou que forem criadas posteriormente. Isto vale dizer que a administração poderá nomear candidatos aprovados além das vagas previstas no anexo I, obedecendo sempre à ordem final de classificação.

9.9 - O candidato aprovado, quando nomeado, terá o prazo máximo de 30 (trinta) dias para tomar posse, podendo ser prorrogado este prazo por uma única vez por igual período, mediante requerimento.

9.10 - Quando a posse do candidato não ocorrer dentro do prazo previsto, sua nomeação será considerada sem efeito.

9.11 - O candidato empossado deverá assumir suas atividades em dia, hora e local definido pela Administração, sendo que somente após esta data, ser-lhe-á garantido o direito à remuneração.

9.12 - No ato da posse no cargo o candidato deverá apresentar, obrigatoriamente, os seguintes documentos:

a) Fotocópia autenticada da certidão de nascimento ou casamento ou averbações, se houver, comprovando ter 18 anos completos;

b) Fotocópia autenticada da certidão de nascimento dos filhos menores de 18 anos, se houver;

c) Fotocópia autenticada da Cédula de Identidade ou Carteira de Identidade Profissional (Curso Superior) e CPF;

d) Cartão de Cadastramento no PIS/PASEP (se possuir);

e) Exames médicos solicitados a critério da administração que permitam auferir que o candidato encontra-se apto para o cargo, através de Laudo Médico;

f) Exame laboratorial que comprove o tipo sanguíneo;

g) 2 (duas) fotografias 3x4 recentes e coloridas;

h) Fotocópia autenticada do Título de Eleitor com o comprovante de votação na última eleição;

i) Fotocópia autenticada do Comprovante de Endereço (atualizado);

j) Fotocópia autenticada do Certificado de Reservista, de isenção ou de dispensa (se do sexo masculino e com idade inferior a 46 anos);

k) Declaração de que não possui antecedentes criminais, salvo se cumprida a pena;

l) Declaração de que nunca foi demitido do serviço público por justa causa;

m) Declaração de bens e valores que constituem seu patrimônio e declaração quanto ao exercício ou não de outro cargo, emprego ou função pública;

n) Declaração de que se encontra em gozo dos direitos políticos

o) Fotocópia autenticada do comprovante de capacitação legal para o exercício do cargo, bem como registro no órgão competente, quando cabível, conforme exigido no anexo I.

9.13 - Os casos omissos ou duvidosos serão resolvidos pela Comissão Especial do Concurso Público da Prefeitura Municipal de TRÊS PONTAS.

9.14 - Também integra este Edital de Concurso Público o Anexo III (Cronograma de Concurso).

- Caberá ao Prefeito Municipal a homologação do resultado final.

Três Pontas, 13 de dezembro de 2006,

Paulo Luis Rabêllo Prefeito Municipal

Roberto Barros de Andrade
Presidente da Comissão Especial de Concurso

ANEXO I
CARGOS, VAGAS, QUALIFICAÇÃO MÍNIMA EXIGIDA,
CARGA HORÁRIA SEMANAL, VENCIMENTO E TAXA DE INSCRIÇÃO.

Denominação do Cargo

Nº de Vagas

Área de Conhecimento
(Escolaridade/Qualificação Mínima Exigida)

Jornada de trabalho (semanal)

Vencto Mensal Inicial (R$)

Taxa de
Inscrição
(R$)

Auxiliar Administrativo

5

Nível 1 °Grau Completo

40 Horas

R$ 368,18

R$ 30,00

Auxiliar de Farmácia

1

Nível 1 °Grau Completo

40 Horas

R$ 368,18

R$ 30,00

Auxiliar de Laboratório

2

Nível 1 °Grau Completo

40 Horas

R$ 368,18

R$ 30,00

Auxiliar Social

1

Nível 1 °Grau Completo

40 Horas

R$ 368,18

R$ 30,00

Cadastrador Imobiliário

2

Nível 2°Grau Completo

40 Horas

R$ 466,82

R$ 40,00

Contador

1

Nível Superior e Registro no CRC

40 Horas

R$ 1.809,05

R$ 60,00

Educador Social

7

Nível 2°Grau Completo - Curso Normal

40 Horas

R$ 466,82

R$ 40,00

Engenheiro Agrimensor

1

Nível Superior Específico

40 Horas

R$ 1.809,05

R$ 60,00

Engenheiro Agrônomo

1

Nível Superior Específico

40 Horas

R$ 1.809,05

R$ 60,00

Fiscal de Postura

2

Nível 2°Grau Completo

40 Horas

R$ 399,01

R$ 40,00

Mecânico Veículos Leves

1

Nível Alfabetizado

40 Horas

R$ 368,18

R$ 30,00

Médico Anestesista

3

Nível Superior Específico com Especialização e Registro no CRM

20 Horas

R$ 986,86 + Produtividade

R$ 60,00

Médico Cardiologista

1

Nível Superior Específico com Especialização e Registro no CRM

20 Horas

R$ 986,86 + Produtividade

R$ 60,00

Médico Cirurgião Geral

2

Nível Superior Específico com Especialização e Registro no CRM

20 Horas

R$ 986,86 + Produtividade

R$ 60,00

Médico Dermatologista

1

Nível Superior Específico com Especialização e Registro no CRM

20 Horas

R$ 986,86 + Produtividade

R$ 60,00

Médico do Trabalho

1

Nível Superior Específico com Especialização e Registro no CRM

20 Horas

R$ 986,86 + Produtividade

R$ 60,00

Médico Ginecologista

3

Nível Superior Específico com Especialização e Registro no CRM

20 Horas

R$ 986,86 + Produtividade

R$ 60,00

Médico Neurologista

1

Nível Superior Específico com Especialização e Registro no CRM

20 Horas

R$ 986,86 + Produtividade

R$ 60,00

Médico Ortopedista

2

Nível Superior Específico com Especialização e Registro no CRM

20 Horas

R$ 986,86 + Produtividade

R$ 60,00

Médico Otorrinolaringologista

1

Nível Superior Específico com Especialização e Registro no CRM

20 Horas

R$ 986,86 + Produtividade

R$ 60,00

Médico Pediatra

3

Nível Superior Específico com Especialização e Registro no CRM

20 Horas

R$ 986,86 + Produtividade

R$ 60,00

Médico Perito

2

Nível Superior com Especialização em Medicina do Trabalho e Registro no CRM

20 Horas

R$ 986,86 + Produtividade

R$ 60,00

Médico Plantonista - PAM

1

Mínimo de 04 Plantões/Mês Registro No CRM

Regime De

Plantão

R$ 383,35

R$ 60,00

Médico Pneumologista

1

Nível Superior Específico com Especialização e Registro no CRM

20 Horas

R$ 986,86 + Produtividade

R$ 60,00

Médico Urologista

1

Nível Superior Específico com Especialização e Registro no CRM

20 Horas

R$ 986,86 + Produtividade

R$ 60,00

Médico Clínico Geral

9

Nível Superior Específico com Especialização e Registro no CRM

20 Horas

R$ 986,86 + Produtividade

R$ 60,00

Mestre de Obras

1

Nível Alfabetizado

40 Horas

R$ 466,82

R$ 30,00

Monitor Musical – Canto e Teatro

1

1º Grau Completo Acrescido de Curso Específico de Música

40 Horas

R$ 399,01

R$ 30,00

Monitor Musical – Bateria

1

1º Grau Completo Acrescido de Curso Específico de Música

40 Horas

R$ 399,01

R$ 30,00

Monitor Musical – Guitarra

1

1º Grau Completo Acrescido de Curso Específico de Música

40 Horas

R$ 399,01

R$ 30,00

Motorista Caminhão/Ônibus

17

Alfabetizado - CNH – D, Acrescido de Curso de Direção Defensiva e Curso de Formação de Condutores de Veículos de Transporte de Escolares

40 Horas

R$ 399,01

R$ 30,00

Motorista de Ambulância

1

Alfabetizado - CNH – D, Acrescido de Curso de Direção Defensiva

40 Horas

R$ 399,01

R$ 30,00

Operador de Maquinas Pesadas

2

Nível Alfabetizado – CNH D (Experiência em Pá Carregadeira, Moto Niveladora, Patrol)

40 Horas

R$ 466,82

R$ 30,00

Serralheiro

1

Nível Alfabetizado

40 Horas

R$ 368,18

R$ 30,00

Técnico em Contabilidade

1

Nível 2º Grau Completo Técnico de Contabilidade e Registro no CRC

40 Horas

R$ 546,14

R$ 40,00

Técnico Agrimensor

1

2°Grau Completo - Técnico De Agrimensura - Registro no Conselho

40 Horas

R$ 466,82

R$ 40,00

TOTAL

83

 

OBS: A “Produtividade” constante do campo “Vencimento Mensal”, para os cargos de Médicos será pago na forma disciplinada e determinada pela Lei Municipal 2.522 de 17 de dezembro de 2004, que dispõe sobre a concessão de “gratificação de estímulo à produtividade” na área de Saúde.

ANEXO II
CARGOS, PROVAS E NÚMERO DE QUESTÕES

Cargos

Provas

Nº de Questões

Valor total de cada Prova

Denominação do Cargo

- Mecânico de Veículos Leves

Língua Portuguesa

20

50 pts

Matemática

20

50 pts

(Nível Alfabetizado)

-

-

- Motorista de Caminhão/Ônibus

- Motorista de Ambulância

- Operador de Máquinas Pesadas

- Mestre de Obras

- Serralheiro

Língua Portuguesa

20

50 pts

Matemática

20

50 pts

Prova Prática

-

100 pts

(Nível Alfabetizado)

-

-

- Auxiliar Administrativo

- Auxiliar de Farmácia

- Auxiliar de Laboratório

- Auxiliar Social

Língua Portuguesa

20

50,0 pts

Matemática

20

50,0 pts

(Nível 1º Grau Completo)

-

-

MONITOR MUSICAL

- Canto e Teatro

- Bateria

- Guitarra

Língua Portuguesa

20

50 pts

Matemática

20

50 pts

Prova Prática

-

100 pts

(Nível 1º Grau Completo)

-

-

- Cadastrador Imobiliário

- Educador Social

Língua Portuguesa

20

50 pts

Matemática

20

50 pts

(Nível 2º Grau Completo)

-

-

- Fiscal de Postura

Técnico Agrimensor

-- Técnico em Contabilidade

Língua Portuguesa

10

25 pts

Matemática

10

25 pts

Conhecimentos Específicos

20

50 pts

(Nível 2º Grau Completo)

-

-

- Engenheiro Agrimensor

- Engenheiro Agrônomo

- Contador

Língua Portuguesa

20

50 pts

Conhecimentos Específicos

20

50 pts

(Nível Superior Completo)

-

-

- Médico Anestesista

- Médico Cardiologista

- Médico Cirurgião Geral

- Médico Dermatologista

- Médico do Trabalho

- Médico Ginecologista

- Médico Neurologista

- Médico Ortopedista

- Médico Otorrinolaringologista

- Médico Pediatra

- Médico Pneumologista

- Médico Urologista

- Médico Clínico Geral

- Médico Perito

- Médico Plantonista - PAM

Língua Portuguesa

10

25 pts

Conhecimentos de Saúde Publica

10

25 pts

Conhecimentos Específicos

20

50 pts

(Nível Superior Completo)

-

-

ANEXO III
CRONOGRAMA PREVISTO PARA A REALIZAÇÃO DO CONCURSO

DATA

HORÁRIO

ATIVIDADE

LOCAL

12/12/2006

-

Publicação da íntegra do Edital

Quadro de Avisos da PREFEITURA MUNICIPAL DE TRÊS PONTAS/MG e nos Sites www.reisauditores.com.br ou www.trespontas.mg.gov.br

13/12/2006

-

Publicação de Extrato do Edital

Diário Oficial do Estado de Minas Gerais

08 a 19/01/2007

09:00 as 15:00

Período de Inscrições dos candidatos ao concurso público

Presencial na sede da PREFEITURA MUNICIPAL DE TRÊS PONTAS/MG

06/02/2007

14:00h

Divulgação da relação de inscrições

Quadro de Avisos da PREFEITURA MUNICIPAL DE TRÊS PONTAS/MG e nos Sites www.reisauditores.com.br ou www.trespontas.mg.gov.br

07 e 08/02

08:00 as 17:30

Prazo para recurso sobre as inscrições

Sede da PREFEITURA MUNICIPAL DE TRÊS PONTAS/MG

13/02/2006

14:00h

Julgamento dos recursos sobre as inscrições

Quadro de Avisos da PREFEITURA MUNICIPAL DE TRÊS PONTAS/MG.

13/02/2006

14:00h

Divulgação da Planilha indicando o local e horário de realização das Provas Objetivas de Múltipla Escolha.

Quadro de Avisos da PREFEITURA MUNICIPAL DE TRÊS PONTAS/MG e nos Sites www.reisauditores.com.br ou www.trespontas.mg.gov.br

25/02/2006

09h às 12h

Realização da Prova Objetiva de Múltipla Escolha.

Local de realização: a divulgar

26/02/2006

14:00h

Divulgação dos gabaritos da Prova Objetiva de Múltipla Escolha

Quadro de Avisos da PREFEITURA MUNICIPAL DE TRÊS PONTAS/MG e nos Sites www.reisauditores.com.br ou www.trespontas.mg.gov.br

27 e 28/02

08:00 as 17:30

Prazo para recurso sobre os gabaritos da Prova Objetiva de Múltipla Escolha.

Sede da PREFEITURA MUNICIPAL DE TRÊS PONTAS/MG

13/03/2006

14:00h

Julgamento dos recursos sobre os gabaritos da Prova Objetiva de Múltipla Escolha

Quadro de Avisos da PREFEITURA MUNICIPAL DE TRÊS PONTAS/MG.

13/03/2006

14:00h

Convocação de Candidatos Aprovados e Divulgação da Planilha indicando Local e Horário de realização das Provas Práticas.

Quadro de Avisos da PREFEITURA MUNICIPAL DE TRÊS PONTAS/MG e nos Sites www.reisauditores.com.br ou www.trespontas.mg.gov.br

18/03/2006

08:00h

Realização das Provas Práticas.

A divulgar

21/03/2006

14:00h

Divulgação do Resultado Geral contendo notas das Provas Objetivas de Múltipla Escolha e Práticas e Classificação.

Quadro de Avisos da PREFEITURA MUNICIPAL DE TRÊS PONTAS/MG e nos Sites www.reisauditores.com.br ou www.trespontas.mg.gov.br

22 e 23/03

08:00 as 17:30

Prazo para recursos sobre Resultado Geral, referente às notas das Provas Objetivas de Múltipla Escolha e Prática e Classificação.

Sede da PREFEITURA MUNICIPAL DE TRÊS PONTAS/MG

27/03/2006

14:00h

Julgamento dos recursos sobre o Resultado Geral

Sede da PREFEITURA e nos Sites www.reisauditores.com.br ou www.trespontas.mg.gov.br

28/03/2006

14:00h

Resultado disponível para homologação pelo Prefeito.

Sede da PREFEITURA MUNICIPAL

ANEXO IV
MODELO DE FORMULÁRIO PARA RECURSO

_____________________________, ___ de _____________ de 2007.

À

Reis e Reis Auditores Associados

Ref: Recurso Administrativo – Concurso Público Edital nº______ /2006.

( ) Inscrições.

( ) Gabarito Oficial – Revisão de Questões da Prova.

( ) Resultado da Prova Objetiva de Múltipla Escolha

( ) Resultado da Prova Prática

( ) Resultado Geral – Classificação

Prezados Senhores,

Eu, _______________________________________________, candidato(a) ao cargo de ___________________________, CI nº ______________________, inscrito sob o nº ________, no concurso público desta Prefeitura, venho através deste, solicitar:
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
__________________________________________________________________.

Atenciosamente,

(assinatura candidato)

Carimbo com nº de protocolo da
Prefeitura Municipal de Três Pontas

 

 

 

ANEXO V
PROGRAMA DE PROVA OBJETIVA DE MULTIPLA ESCOLHA

CARGOS DE NÍVEL ALFABETIZADO

MECÂNICO DE VEÍCULOS LEVES, MOTORISTA DE CAMINHÃO/ÔNIBUS, MOTORISTA DE AMBULÂNCIA, OPERADOR DE MÁQUINAS PESADAS, MESTRE DE OBRAS, SERRALHEIRO.

LÍNGUA PORTUGUESA: Cores; Vogais; Consoantes; Forma; Espessura; Orientação Espacial; Tamanho; Temperatura; Reconhecimento de Objeto.

Sugestão Bibliográfica:

1. LIPPE, Valéria Martins. Pré-escola Pirueta – Linguagem. Ed. STD, SP, 1995.

MATEMÁTICA: Quantidade; Volume; Comprimento; Massa; Altura; Formas Geométricas; Adição e Subtração.

Sugestão Bibliográfica:

1. LIPPE, Valéria Martins. Pré-escola Pirueta – Matemática. Ed. STD, SP, 1995.

CARGOS DE NÍVEL FUNDAMENTAL COMPLETO (1º GRAU)

AUXILIAR ADMINISTRATIVO, AUXILIAR DE FARMÁCIA, AUXILIAR DE LABORATÓRIO, AUXILIAR SOCIAL, MONITOR MUSICAL: CANTO E TEATRO, BATERIA, GUITARRA.

LÍNGUA PORTUGUESA: TEXTO: Interpretação de texto informativo ou literário. FONÉTICA: fonema e letra; classificação dos fonemas (vogais, semivogais e consoantes); encontros vocálicos; encontros consonantais; dígrafos; sílabas; tonicidade das sílabas. ORTOGRAFIA: Emprego das letras maiúsculas e minúsculas; acentuação gráfica; representação das unidades de medida; emprego do hífen. MORFOLOGIA: Famílias de palavras; afixos; processos de formação de palavras; reconhecimento, emprego, flexões e classificações das classes gramaticais. SINTAXE: A estrutura da oração (classificação e emprego dos termos); a estrutura do período composto (classificação e emprego das orações); emprego dos sinais de pontuação; regência verbal e nominal; a ocorrência da crase, concordância verbal e nominal.

Sugestões Bibliográficas:

1. Gramática Nova . Faraco & Moura.

2. Novíssima Gramática. Domingos Paschoal Cegalla.

3. Curso Prático de Gramática Ernani Terra.

4. Gramática Ilustrada. Hildebrando A. de André.

MATEMÁTICA: Sistema de medida, Sistema métrico decimal, unidade de comprimento, unidades usuais de tempo, Razões, Proporções, Grandezas direta e inversamente proporcionais, Regra de três simples e composta, Porcentagem, Juros, Conjuntos Numéricos, MDC e MMC, Equações e inequações de 1º grau, Sistema de equações, Problemas de operações e equações, Produtos Notáveis, Fatoração, Equações do 2º grau, Relações Métricas no triângulo retângulo, Razões trigonométricas no triângulo retângulo, Teorema de Tales, Teorema de Pitágoras, Áreas de figuras planas.

Sugestões Bibliográficas:

1. BONGIOVANNI, VISSOTO E LAUREANO, 5ª a 8ª série. 7ª edição. Matemática Vida. Ed. Ática, 1982.

2. IEZZI, Gelson, 1939. Matemática 5ª a 8ª série. Dolce Oswaldo, Machado Antônio - SP. Atual

3. GIOVANNI, José Ruy, CASTRUCCI, Benedito, JÚNIOR, José Ruy Giovanni.______ A Conquista da Matemática – Teoria e Aplicação 5ª a 8ª série, Edição renovada. Editora FTD. SP, 1992.

4. IMENES, Luiz Márcio, LELLIS, Matemática 5ª a 8ª série. Editora Scipione. 1998.

CARGOS DE NÍVEL MÉDIO COMPLETO (2º GRAU)

CADASTRADOR IMOBILIÁRIO, EDUCADOR SOCIAL, FISCAL DE POSTURA, TÉCNICO AGRIMENSOR, TÉCNICO EM CONTABILIDADE.

LÍNGUA PORTUGUESA: 1 – Compreensão de texto literário ou informativo. 2 – Conhecimentos Lingüísticos: Fonética: fonemas, encontros vocálicos e consonantais, dígrafos, sílabas, tonicidade. Morfologia: a estrutura da palavra, formação de palavras, as classes de palavras. Ortografia: emprego das letras, acentuação gráfica. Pontuação: emprego dos sinais de pontuação. Sintaxe: os termos da oração, as orações no período composto, concordância verbal e nominal, regência verbal e nominal, ocorrência da crase, colocação de palavras. Semântica: sinonímia e antonímia, homografia, homofonia, paronímia, polissemia.

Sugestões Bibliográficas:

1. MESQUITA, Roberto Melo - Gramática da Língua Portuguesa – Editora Saraiva.

2. CAMPEDELLI, Samira Youssef e SOUZA, Jésus Barbosa – Gramática do texto – texto da gramática – Editora Saraiva.

3. PASQUALE e ULISSES - Gramática da Língua Portuguesa – Editora Scipione.

4. TERRA, Ernani - Curso Prático de Gramática – Editora Scipione.

5. SACCONI, Luiz Antônio - Nossa Gramática – Teoria e Prática – Atual Editora.

MATEMÁTICA: Conjuntos; Conjuntos numéricos; Funções; Relações; Função polinominal do 1º e 2º grau; Função modular; Função exponencial; Função logarítima; Progressões aritméticas e geométricas; Matrizes; Determinantes; Sistemas Lineares; Análise combinatória; Binômio de Newton; Conjuntos de números complexos; Polinômios; Trigonometria - Aplicação no triangulo retângulo, Funções circulares, Relações e identidades trigonométricas, Transformações trigonométricas; Equações trigonométricas; Inequação trigonométricas; Relações de triângulos quaisquer; Geometria – Semelhança de figuras geométricas planas, Relações métricas no triângulo retângulo, Polígonos regulares inscritos na circunferência, relações métricas, Área das figuras geométricas planas, Poliedros, Prismas, Pirâmide, Cilindro, Cone, Esfera; Geometria analítica – Introdução à geometria analítica plana, Estudo da reta no plano, cartesiano, Estudo da circunferência no plano cartesiano.

Sugestões Bibliográficas:

1. BIANCHINI, Edwaldo E PACCOLA Herval / Vol. Único – Ed. Moderna – 1995 / São Paulo.

2. FACCHINI, Walter – Vol. Único / Ed. Saraiva – 1997 / São Paulo.

3. GIOVANNI, José Ruy – BONJORNO, José Roberto – JUNIOR José Ruy Giovanni – Matemática Fundamental / Vol. Único – Ed. FTD – 1994 – São Paulo.

4. BEZERRA, Manoel Jairo – PUTNOKI José Castro – “JOTA” / Vol. Único – Ed. Scipione – 1994.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

FISCAL DE POSTURA: Código de Posturas do Município de Três Pontas, Lei Municipal nº 1.163/06 e suas alterações, sendo: Lei Municipal nº 2.577, de 15 de junho de 2005 e Lei Municipal nº 2.578 de 15 de junho de 2005.

TÉCNICO AGRIMENSOR: UBANIZAÇÃO DE GLEBAS: Noções de projetos de loteamento e cidades, equipamentos sociais, saneamento, redes de água, luz e telefones, cadastro técnicos.

SOLOS: Composição geológicas e classificação.

HIDROLOGIA: Ciclo hidrológico, escoamento superficial composição e organização de bacias hidrográficas. ORGANIZAÇÃO E NORMAS: Se divide em duas disciplinas:

a) contabilidade e noções de organização e administração de empresas.

b) Direito e legislação de terras, incluindo avaliações e perícias.

TOPOGRAFIA: Aparelhos e instrumentos topográficos: especificação e manuseio.

PLANIMETRIA: Métodos de levantamento, serviço de campo, cálculo da caderneta de campo. Traçados e mediações dos alimentos.

ALTIMETRIA: Nivelamento geométrico, locação de altiméticas de obras, contranivelamento e nivelamento a régua.

PLANI – ALTIMETRIA: Levantamento estadimétrico, princípios estradimétricos, luneta analítica, redução ao horizonte, diferença de nível, cálculo da caderneta, técnico do levantamento estadimétrico, desenho da planta altimétrica, cálculo de cotas. Levantamento a trena e problemas de amarração: Levantamento a trena, determinação dos ângulos, problemas de amarração

ERROS DE TOPOGRAFIA: Erros grosseiros, erros instrumentais, erros operacionais.

TOPOGRAFIA DE ESTRADAS: Reconhecimento, estacamento e suas operações, nivelamento transversal, projeto de eixo, projeto de greide.

FOTOGRAMETRIA: Noções de estereoscopia, montagem de mosaico.

Sugestões Bibliográficas:

CARVALHO, M. Pacheco – caderneta de Campos Lelis Espartel – Ed. Espartel Luderitz INCRA – Emater – Estatuto da Terra (legislação agrária). Ed. Vox Legis – INCRA- Emater TOPOGRAFIA: Ed. Universidade Federal de Ouro Preto are – Professor Soares Fonseca. Topografia Planemétirica. Ed. Viçosa UFV 1980. Autor José Aníbal

Hidrologia Básica. Ed. E. Eucher 1976. Nelson L. de Souza Pinto

TÉCNICO EM CONTABILIDADE: Contabilidade Publica: Conceitos gerais. Campo de aplicação. Regimes contábeis Técnicas de registro e de lançamentos contábeis. Plano de Contas. Balanços Orçamentário, Financeiro

e Patrimonial. Demonstração das Variações Patrimoniais. Orçamento Público: Conceitos gerais. Processo de Planejamento. Princípios. Ciclo Orçamentário. Orçamento por Programas. Receita Pública: Conceito; Classificação; Estágios; Escrituração Contábil. Dívida Ativa. Despesa Pública: Conceito; Classificação. Licitação; Estágios. Restos a Pagar: Conceitos; Sistemática; Implicações após a Lei de Responsabilidade Fiscal. Dívida Pública: Conceitos; Sistemáticas; Implicações após a Lei de Responsabilidade Fiscal. Regime de Adiantamento: Conceito; Finalidades; Controle dos Adiantamentos. Patrimônio Público: Conceito; Bens, direitos e obrigações das Entidades Públicas. Variações Patrimoniais. Variações Ativas e Passivas. Créditos Adicionais: Conceito; Classificação; Autorização e Abertura; Vigência; Indicação e Especificação de recursos. Controle Interno: Conceitos; Objetivos; Implantação do Sistema de Controle Interno e Metodologias Existentes. Prestações de Contas do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais. Demonstrativos exigidos e seu preenchimento; Prazos. Licitações: Modalidades; Conceitos Gerais; Limites; Processos e Procedimentos Licitatórios; Julgamento das Propostas; Contrato Administrativo; Concessões e Permissões.

Sugestões Bibliográficas:

· Legislação Federal: Lei nº 4.320/64; Lei Complementar nº 101/2000; Lei nº 8.666/93 e suas alterações, Lei nº 8.987/95; Lei nº 9.074/95; Lei nº 10.028/00; Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 e posteriores Emendas Constitucionais;

· Livros:

- Contabilidade Pública / João Angélico;

- Contabilidade Pública / Heilio Kohama;

- Lei de Responsabilidade Fiscal Comentada: LC nº 101/00 / Adauto Viccari Junior..., Flávio da Cruz (coordenador) - São Paulo: Atlas, 2000.

- Controladoria: uma abordagem da gestão econômica - GECON / Armando Catelli (coordenador). - São Paulo: Atlas, 1999.

CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR COMPLETO

ENGENHEIRO AGRIMENSOR, ENGENHEIRO AGRÔNOMO, CONTADOR.

LÍNGUA PORTUGUESA: Leitura e interpretação de texto. Noções gerais de gramática.

Sugestões Bibliográficas:

1. CUNHA, Celso. Nova Gramática do Português Contemporâneo. Rio de Janeiro. Nova . Fronteira, 1985.

2. GERALDI, João Wanderley (org.). O texto na sala de aula – Leitura e Produção. Assoeste. Cascavel – Pr, 1985.

3. KLEIMAN, Ângela. Texto e Leitor: Aspectos congnitivos da leitura. Campinas, São Paulo: Pontes, 1999.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

ENGENHEIRO AGRIMENSOR: 1. DEFINIÇÃO. 1.1 - As formas do terreno e suas representações. 1.2 Interpretação de Cartas, mapas e plantas (Esboços e croquis) Aerofotogrametria, Ortofoto. 1.3 Processos empregados para a representação das formas de terrenos: relevo, nomenclatura das formas de terreno (rural e urbano). 2. MEDIDAS DAS DISTÂNCIAS. 2.1 - Medidas diretas. 2.2 Medidas indiretas. 2.3 Processos expeditos. 3. APLICAÇÃO DOS MÉTODOS E FISCALIZAÇÃO. 3.1 Levantamentos topográficos de áreas rurais e urbanas: Levantamento cadastral, planimetria, altimetria, batimetria, projetos topográficos. 3.2 Divisões, desmembramentos,

e remembramentos. 3.3 Locação e projetos de vias, municipais e vicinais. 3.4 Locação de obras: barragens, drenos, canais, pontes, viadutos e etc. 3.5 Locação na agricultura: terraciamentos, curvas de nível, pequenas barragens, açudes, plataformas e tabuleiros no plantio em áreas hídricas, irrigação, glebas, divisões de pastos, construções rurais, água-dutos. 3.6 Locação para cálculos de volume de corte e aterro para obras diversas. 3.7 Perícias, avaliações, laudos e pareceres técnicos. 4. GENERALIDADES DOS INSTRUMENTOS. 4.1 - Teodolitos, Estação Total, GPS, Níveis. 4.3 Softwares diretamente ligados à desenhos topográficos, calculadora científica. 5. INSTRUMENTOS AUXILIARES. Trenas, balizas, miras (diretas ou invertidas), prismas. 6. MÉTODOS DE APLICAÇÃO PARA CONHECIMENTOS. 6.1 - Cálculos. 6.1.1 Método direto. 6.1.2 Método indireto. 6.2 Desenhos. 6.2.1 Áreas abertas. 6.2.2 Áreas fechadas. 7. LEGISLAÇÃO. 7.1 - Divisões. 7.2 Perícias. 7.3 Arbitramentos. 7.4 Memorização de áreas e trabalhos gerais. 7.5 Conhecimentos de documentações, tais como: translados, escrituras, registros, e tipos de documentações aplicadas para os fins. 8. CABENDO AO ENGENHEIRO

AGRIMENSOR À EXECUÇÃO DOS TRABALHOS ACIMA: fiscalização, aplicação de métodos modernos, orientação e a responsabilidade técnica na execução.

Sugestões Bibliográficas:

1. ALMEIDA, R.V. Introdução ao Estudo da Fotogrametria e fotointerpretação, Rio de Janeiro:UFRJ s.ed 1991.

2. CARDÃO, Celso. Topografia. Belo Horizonte: UFMG., 7º ed., 1990.

3. ESPARTEL, Lélis. Curso de topografia.Porto Alegre: Editora Globo, 9º ed., 1954.

4. SILVA, A.J.PA. O Uso do GPS nas Medições Geodésicas de Curta Distância. Curitiba, 1991. Dissertação (Mestrado em Ciências Geodésicas), Universidade Federal do Paraná.

ENGENHEIRO AGRÔNOMO: CULTURAS: feijão, milho, cana de açúcar e mandioca: Tecnologia de produção, Solos – Amostragem de solo, correção de solo, Clima, Escolha de cultivares, Cultivares melhoradas e tradicionais, Sementes-tratamento, normas, padrões e procedimentos para produção. Plantio: Época, espaçamento, densidade. Produção de mudas - Local construção viveiro, controle de pragas e doenças, aclimatação de mudas. Adubação - níveis de fertilidade do solo; relações básicas de nutrientes; recomendações baseadas em análise de solo, adubação orgânica. Tratos culturais. Cultivos manuais, Cultivos mecânicos. Uso de herbicidas. Aplicação de defensivos. Doenças de importância econômica. Pragas de importância econômica. Colheita, Classificação, armazenamento, comercialização. OLERICULTURA: Escolha do terreno. Preparo do solo (aração, gradagem, coleta de amostra de solo, sementeiras e canteiros). Preparo de mudas. Plantio - espécie, variedade, épocas, ciclo, espaçamento, densidade, adubação (orgânica e química), calagem, transplante.Tratos culturais. Tratamento fitossanitário, desbaste, herbicida. Colheita – Beneficiamento – Classificação, acondicionamento. FRUTICULTURA (TROPICAL E TEMPERADA): Escolha do terreno; Uso de quebra vento; Preparo do solo – desmatamento, destoca, limpeza do solo, aração, gradagem, coleta de amostra de solo. Preparo de mudas. Plantio– cultivares, adubação (orgânica e química), calagem, espaçamento, épocas.Tratos culturais – poda, desbaste, tratamento fitossanitário, enxertia, desbrote. Colheita – Classificação, embalagem. CONSERVAÇÃO DE SOLOS: Técnicas de conservação de solos. DEFESA SANITÁRIA VEGETAL: Conhecimentos gerais sobre a preservação ecológica, defensivos biológicos e químicos. MECANIZAÇÃO AGRÍCOLA: Conhecimentos gerais sobre manutenção e conservação de máquinas e implementos agrícolas. IRRIGAÇÃO E DRENAGEM: Águas superficiais, águas subterrâneas, qualidade da água para irrigação, armazenamento de água para irrigação, sistemas de irrigação, operações de drenagem, aspectos de legislação de água.

Sugestões Bibliográficas:

Culturas e Conservação de Solos.

1. FERREIRA,PH.M. Princípios de manejo e de conservação do solo. 3 ed. São Paulo. Nobel, 1986. 135p. ilust. 2 exemplar.

2. GALETI,P.A. Guia do técnico Agropecuário. Campinas, ICEA, 1983. 135p.

3. GALLO, Domingos et al. Manual de entomologia agrícola. São Paulo, ed. Agronômica CERES, 1978.

4. MALAVOLTA,E. ABC da Análise de Solos e Folhas. Ed. CERES Ltda, SP. 1992.123p.

5. RAIJ, Bernardo Van. Fertilidade do solo e adubação. São Paulo, Agronômica CERES; Piracicaba, POTAFÓS, 1991. 343p. ilust. 3 ex.

6. VIEIRA, CLIBAS. Cultura do feijão(Viçosa). Imprensa Universitária da UFV, 1983, 2a ed.147p. Olericultura

1. FIGUEIRA, F.A .R. Manual de Olericultura; Cultura e comercialização. Ed. Agronômica Ceres, São Paulo, 1981, V.6, 338p.

2. FIGUEIRA, F.A .R. Manual de Olericultura; Cultura e comercialização. Ed. Agronômica Ceres, São Paulo, 1983, V.7, 367p.

Defesa Sanitária Vegetal

1. BERGAMIN FILHO,A, et al. Manual de Fitopatologia, 3ª ed. São Paulo: Agronômica Ceres, 1995. 919 p.2 v.

2. GALLO, D, et al. Manual de Entomologia Agrícola, São Paulo: Ed. Agronômica Ceres, 2ª ed. 1998. 649 p.

CONTADOR: CONTABILIDADE PÚBLICA. Contabilidade Pública: Conceitos gerais; Campo de aplicação; Regimes contábeis; Técnicas de registro e de lançamentos contábeis; Plano de contas; Balanço orçamentário, financeiro e patrimonial; Demonstração das variações patrimoniais. Orçamento Público: Conceitos gerais; Processo de planejamento; Princípios; Ciclo orçamentário; Orçamento por programas. Receita Pública: Conceito; Classificação; Estágios; Escrituração contábil; Dívida ativa. Despesa Pública: Conceito; Classificação; Licitação; Estágios. Restos a Pagar. Dívida Pública. Regime de Adiantamento: Conceito; Finalidades; Controle dos adiantamentos. Patrimônio Público: Conceito; Bens, direitos e obrigações das Entidades Públicas; Variações patrimoniais; Variações ativas e passivas. Créditos Adicionais: Conceito; Classificação; Autorização e abertura; Vigência; Indicação e especificação de recursos. CONTABILIDADE COMERCIAL. Plano de contas; Classificações contábeis; Princípios fundamentais de contabilidade; Registros e controles contábeis; Provisões; Custos e despesas; Balanço patrimonial; Fluxo de caixa.

Sugestões Bibliográficas:

1. ANGÉLICO, João. Contabilidade Pública. 8ª Edição, Editora Atlas, São Paulo, 1994.

2. KOHAMA, Hélio. Contabilidade Pública. 4ª Edição, Editora Atlas, São Paulo, 1995.

3. IUDÍCIBUS, Sérgio. Teoria da Contabilidade. 3ª Edição, Editora Atlas, São Paulo, 1993.

4. Lei 6.404 de 15 de dezembro de 1976 (atualizada).

5. Lei 4.320 de 17 de março de 1964 (atualizada)

6. Manual de Contabilidade das Sociedades por Ações - FIPECAFI. 4ª Edição, Editora Atlas, São Paulo, 1994.

CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR COMPLETO

MÉDICO ANESTESISTA, MÉDICO CARDIOLOGISTA, MÉDICO CIRURGIÃO GERAL, MÉDICO DERMATOLOGISTA, MÉDICO DO TRABALHO, MÉDICO GINECOLOGISTA, MÉDICO NEUROLOGISTA, MÉDICO ORTOPEDISTA, MÉDICO OTORRINOLARINGOLOGISTA, MÉDICO PEDIATRA, MÉDICO PNEUMOLOGISTA, MÉDICO UROLOGISTA, MÉDICO CLINICO GERAL, MÉDITO PERITO, MÉDICO PLANTONISTA – PAM.

LÍNGUA PORTUGUESA: Leitura e interpretação de texto. Noções gerais de gramática.

Sugestões Bibliográficas:

1. CUNHA, Celso. Nova Gramática do Português Contemporâneo. Rio de Janeiro. Nova . Fronteira, 1985.

2. GERALDI, João Wanderley (org.). O texto na sala de aula – Leitura e Produção. Assoeste. Cascavel – Pr, 1985.

3. KLEIMAN, Ângela. Texto e Leitor: Aspectos congnitivos da leitura. Campinas, São Paulo: Pontes, 1999.

CONHECIMENTOS DE SAÚDE PÚBLICA - Noções básicas de vigilância epidemiológica e sanitária. Indicadores de saúde. Sistema de notificação. Endemias/Epidemias: situação atual, medidas de controle e tratamento. Distritos sanitários enfoque estratégico. Noções de higiene social, sanitária e mental.

Sugestões Bibliográficas:

1. ROUQUAYROL, M.C. Epidemiologia e Saúde. 4ª edição. Rio de Janeiro.: MED, 1993.

2. MENDES, Eugênio Vilaça. Distrito sanitário: O processo social de mudança das práticas sanitárias do sistema único de saúde. Rio de Janeiro. Hucitec - Abrasco, 1993.

3. VENEJOHW, J.P e MORROW, R.M. Epidemiologia para os municípios.

4. Programa nacional de vigilância sanitária. 1992. Editora Hucitec. Rio de Janeiro. 1993.

5. O.P.S. Controle das doenças transmissíveis do homem. Washington D.C. 13º edição, 1985.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

MÉDICO ANESTESISTA: Metabolismo. Hemostasia e hemoterapia. Sistema nervoso autonomo, fisiologia, farmacologia. Anestesia intravenosa. Opióides. Anestésicos inalatórios. Relaxantes musculares. Anestésicos locais. Avaliação pré operatória. Anestesia espinhal e epidural. Bloqueios periféricos. Anestesia para neurocirurgi; Função respiratória e anestesia; Anestesia para cirurgia torácica; Anatomia e fisiologia cardiovascular; Anestesia para oftalmo e otorrinolaringologia; Sistema renal e anestesia; Anestesia e desordens gastrointestinais; Anestesia e sistema hepático; Cirurgia ortopédica; Sistema endócrino; Anestesia obstétrica; Anestesia pediatrica; Anestesia para geriatria; Monitorização. Trauma e queimados. Resposta alérgica; Manejo de dor pós operatória aguda; Recuperação pós anestésica. RCP. Choque.

Sugestões Bibliográficas:

1. SAESP – Curso de Atualização e Reciclagem

2. MANICA J. – Anestesiologia – Princípios e Técnicas

3. STOELTING RK. - Anesthesia and Co-existing Disease

4. MILLER RD. – Tratado de Anestesia.

5. BARASH PG. – Clinical Anesthesia.

MÉDICO CARDIOLOGISTA: Infarto agudo do miocárdio. Edema agudo do pulmão. Hipertensão arterial/Crise hipertensiva. Insuficiência cardíaca. Parada Cardiorespiratória. Choque Cardiogênico. Embolia pulmonar. Intoxicação digitálica. Arritimia cardíaca. Dislipidemia. Cardiopatia congênita. Radiologia cardíaca. Eletrocardiografia. Valvopatias. Hipotensão e sincope. Cardiopatia isquêmica. Fatores de risco e seu tratamento. Febre reumática. Endocardite Bacteriana. Aneurisma da aorta e dissecção. Cardiopatia Chagásica.

Sugestões Bibliográficas:

1. Tratado de medicina cardiovascular. E. Braunwald

2. ECG nas Arritmias. Ivan G. Maia

3. Condutas no paciente grave. Elias Knobel

4. Cardiologia Princípio e Prática. Iran de Castro

5. O Coração Hurst’s. R. Wayne Alexander. Robert C. Schlant. Valentin Fuster.

6. CINTRA DO PRADO et alls. Atualização Terapêutica 2001. 20ª edição – Ed. Artes Médicas, 2001.

MÉDICO CIRURGIÃO GERAL: Anatomia humana. Fisiologia do aparelho digestivo. Fisiopatologia das doenças abdominais. Clínica cirúrgica. Avaliação do pré e pós operatório. Cirurgia ambulatorial. Abdome agudo. Traumatologia.

Sugestões Bibliográficas:

1. ALEXANDER R.H., PROCTOR, H.J. Manual de Suporte Avançado de Vida no Trauma - ATLS 5ª ed. Traduzido e impresso com autorização do American College of Surgeons, Brasil, 1996.

2. DUDRICK, S.J. et. al. Manual de cuidados pré e pós-operatórios - Comitê de Cuidados Pré e Pós-operatórios do American College of Surgeons. 3ª ed. Rio de Janeiro: Editora Interamericana, 1984.

3. GOLIGHER, J. Cirurgia do Ânus, Reto e Colo. 5ª ed. v. 1-2. São Paulo: Editora Manole, 1990.

4. NYHUS, L,.M, BAKER, R.J El Domínio de la Cirugía - Master of Surgery. v. 1-2. Buenos Aires: Editorial Médica Panam ericana, 1992.

5. TESTUT, L, JACOB, O. Tratado de Anatomia Topográfica com aplicaciones Médicocirúrgicas. 8ª ed., v. 1-2. Barcelona: Salvat Editores, 1975.

6. WAY, L.W. Cirurgia - Diagnóstico e Tratamento. 9ª ed. Rio de Janeiro: Editora Guanabara Koogan, 1993.

MÉDICO DERMATOLOGISTA: Hanseníase: Epidemiologia, diagnóstico - formas clínicas, diagnóstico diferencial, controle e tratamento, estados reacionais, prevenção de incapacidades, critérios para alta. Vigilância de contatos, Leischmaniose Tegumentar Americana: Epidemiologia. Diagnóstico clínico. Diagnóstico laboratorial. Diagnóstico diferencial. Tratamento. Medidas gerais de controle. Pênfico poliáceo endêmico: Diagnóstico - formas clínicas. Diagnóstico diferencial. Sífilis: congênita e adquirida. Diagnóstico. Diagnóstico diferencial. Tratamento e profilaxia. Doenças sexualmente transmissíveis: Gonorréia, cancro mole, linfogranuloma venéreo, donovanose. Uretrites não gonóxicas. Herpes simples genital. Aids. Diagnóstico. Diagnóstico diferencial. Diagnóstico laboratorial. Tratamento. Micoses superficiais-dermatofiloses. Pitiríase versicolor.

Sugestões Bibliográficas:

1. CHAMPION RH, BURTON RL, EBLING FJG. Rook/Wilkison/Ebling Textbook of Dermatology, Blackwell Scientific Publications, 5th Edition, 1992.

2. MACHADO PINTO J. Doenças Infecciosas com Manifestações Dermatológicas, Editora Medsi, 1994.

3. Ministério da Saúde. Manual de Hanseníase.

4. Ministério da Saúde. Manual de Leishmaniose.

5. SAMPAIO SAP, RIVITTI EA. Dermatologia Básica, 1999.

6. TALHARI S, NEVES RG. Dermatologia Tropical, Editora Medsi, 1995.

MÉDICO DO TRABALHO e MÉDICO PERITO: Doenças profissionais (pneumoconioses, mielopatias ocupacionais, saturnismo e outras intoxicações por metais, por agrotóxicos, patologias causadas pelo ruído, lesões por esforços repetitivos, dermatoses ocupacionais). Psicopatologia do trabalho. Trabalho e desgaste operário. Comunicação de acidente de trabalho: fundamentação legal e usos possíveis. Legislação: tópicos específicos de saúde do trabalhador (Portaria 3214/Mtb, Leis 8.080, 8.212 e 8.213). Vigilância em ambiente de trabalho. Processo saúde-doença e trabalho. Estruturação de serviços de saúde do trabalhador a nível municipal. Epidemiologia e Saúde do trabalhador.

Sugestões Bibliográficas

1. ALEXADRY, Federiço Groenewold. O Problema do ruído industrial e seu controle Ed. rev. São Paulo, FUNDACENTRO. 1982.

2. ALMEIDA, Maria Celeste. C. G. de (org.). LER: diagnóstico, tratamento e prevenção: Uma Abordagem Interdisciplinar, Petrópolis: Vozes, 1995.

3. ASTETE, M.W., GIAMPAOLI, E, ZIDAN, L.N. Riscos Físicos. São Paulo, FUNDACENTRO 1983.

4. AZEVEDO, Alice Penna et al. Ruído - um problema de saúde pública . IN: ROCHA, Lys Esther (org.). Isto é trabalho de gente? : vida, doença e trabalho no Brasil, São Paulo: Vozes, 1993.

5. CODO, Wanderley, ALMEIDA, Maria Celeste C.G. (org. LER: diagnóstico. Tratamento e prevenção: uma abordagem interdisciplinar, Petrópolis.: Vozes, 1995.

6. COUTO, Hudson de Araújo; Santino, Edoardo. Audiometrias Ocupacionais, ERGO Editora. Belo Horizonte, 1995.

7. COUTO, Hudson de Araújo. Ergonomia Aplicada ao Trabalho: Manual de Máquina Humana, ERGO Editora. Belo Horizonte, 1995.

8. COUTO, Hudson de Araújo, Medidas simples para reduzir a tenossinovite (LER) nas empresas, Revista CIPA, São Paulo, abr, 1995.

9. COUTO, Hudson de Araújo. Fisiologia do trabalho aplicada, Belo Horizonte: Ibérica, 1978.

10. DEJOURS, Christophe - Abdoucheli, Elisabeth - Iayet, Christian. Psicodinâmica do Trabalho. Ed. Atlas, SP, 1994.

11. DEJOURS, Chistophe. A Loucura do Trabalho: Estudo de Psicopatologia do Trabalho. Trad. Ana Isabel Paraguay, Lúcia Leal Ferreira. 3ª ed. São Paulo: Cortez Oboré, 1988.

12. FISCHER, Frida Marina, GOMES, Jorge da Rocha, COLACIOPPO, Sérgio (org.). Tópicos de saúde do trabalhador. São Paulo: Hucitec, 1989.

13. KULCSAR NETO, Francisco et alii Sílica - Manual do Trabalhador. São Paulo, FUNDACENTRO, 1992.

14. LEITE, Edna Maria Alvarez; Siqueira, Maria Elisa Pereira B. de; Couto, Hudson de Araújo. Guia Prático - Monitorização Biológica de Trabalhadores Expostos à Substâncias Químicas, ERGO Editora. Belo Horizonte, 1992.

15. RIO, Rodrigo Pires do. PCMSO - Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional - Guia Prático. Belo Horizonte, 1996.

16. SALGADO, Clóvis C. Insalubridade e Periculosidade, aspectos. 2ª Ed. São Paulo, FUNDACENTRO, 1981.

17. SÜSSEKIND, Arnaldo. Convenções da OIT. São Paulo: Ltr Edit, 1994.

18. VIEIRA, S. I. Medicina Básica do Trabalho. Curitiba, Genesis, 1994.

19. MENDES, René (org.). Patologia do Trabalho. Rio de Janeiro: Atheneu, 1995.

20. OLIVEIRA, Sebastião Geraldo de. Proteção Jurídica à Saúde do Trabalhador. 1ª Edição, Ed. Ltr. Belo Horizonte, 1996.

21. RAMAZZÍNI, Bernardino. As doenças dos trabalhadores, São Paulo; Fundacentro, 1992.

22. Segurança e Medicina do Trabalho, São Paulo: Ed. Atlas, 1997.

Lei nº 6.514, de 22 dezembro de 1997

Normas Regulamentadoras (NR) aprovadas pela Portaria nº 3.214, de 8 de junho de 1978.

Normas Regulamentadoras Rurais (NRR) aprovadas pela Portaria nº 3.067, de 12 de Abril de 1.988.

23. ASSUNÇÃO, Ada Ávila, Et al, Manual de rotinas: ambulatório de doenças profissionais, Belo Horizonte: Impressa Universitária da UFMG, 1992.

MÉDICO GINECOLOGISTA: GINECOLOGIA: Incontinência urinária de esforço. Neoplasias ovarianas. Doenças sexualmente transmissíveis. Endometriose. Doença inflamatória pélvica. Hemorragias ginecológicas. Prolapso uterino. Endocrinologia ginecológica. Neoplasias uterinas. Climantério. OBSTETRÍCIA: Hemorragia do 1 º/3º trimestre da gravidez. Gravidez ectópica. Diagnóstico de gravidez. Toxemia da gravidez. Hipertensão arterial associada à gravidez. Trabalho de parto (Fisiologia). Infecção puerperal. Gravidez múltipla.

Sugestões Bibliográfica:

1. Tratado de Ginecologia. Sebastião Piato Ed. Artes Médicas.

2. Rotinas em Ginecologia. Fernando de Freitas e alls. Ed. Artes Médicas.

3. Rotinas em Obstetrícia. Fernando de Freitas e alls. Ed. Artes Médicas.

4. Noções de Obstetrícia. Mário Dias Corrrea. Cooperativa e Editora de Cultura Médica.

5. CINTRA DO PRADO et alls. Atualização Terapêutica 2001. 20ª edição – Ed. Artes Médicas, 2001.

MÉDICO NEUROLOGISTA: Doenças Vasculares Cerebrais. Síndromes Radiculares. Cefaléia. Epilepsia. Síndromes Extra Priramidais. Neuropatias Periféricas e Cranianas. Hidrocefalia. Lesões Expansivas Intracranianas. Doenças Degenerativas do Sistema Nervoso Central. Doenças Neuromusculares. Neurocisticercose.

Sugestões Bibliográficas:

1. Adm’s. Tratado de Neurologia. 6ª edição, 1993.

2. Wilson Silva. Cefaléia. Diagnóstico e Tratamento

3. Fustinoni. Semiologia do Sistema Nervoso. 10ª ed. 1978.

4. Paul W. Brazis. Localization in clinical Neurolog. 2ª ed. 1990.

5. CINTRA DO PRADO et alls. Atualização Terapêutica 2001. 20ª edição – Ed. Artes Médicas, 2001.

MÉDICO ORTOPEDISTA: Condições associadas à postura. Lombalgias. Tumores Ósseos. Osteoartrose. Patologias do joelho. Lesões meníscais e dos ligamentos do joelho. Lesões Neurológicas. Lesões Ósteo-Metabólicas. Neoplasias. Fraturas em geral. Patologias do pé. Patologias do ombro. Osteomielite. Exame do paciente ortopédico. Exames complementares em ortopedia.

Sugestões Bibliográficas:

1. Robert B. Salter. Distúrbios e lesões do sistema musculo-esquelético. 2º edição.

2. Orthopaedics. Campbell’s Operative. Ligth edition. vol. 1, 2, 3 e 4

3. Fraturas e Traumatismos das Articulações. Watson – Jones.

MÉDICO OTORRINOLARINGOLOISTA: Otologia: Anatomia e fisiologia aplicada do órgão de audição e equilíbrio; Doenças Infecciosas do ouvido externo, ouvido médio, ouvido interno e labirinto. Complicações infecciosas otogênicas. Fraturas do osso temporal. Tumores do Ouvido Médio, ouvido interno, nervo facial e nervo vestíbulo – coclear. Rinologia (nariz e seios para nasais): Anatomia e fisiologia aplicada. Doenças infecciosas do nariz e dos seios para nasais. Complicações infecciosas do nariz e dos seios para nasais. Epistaxe. Trauma nasal. Tumores do nariz e dos seios para nasais. Faringolaringologia: Anatomia e fisiologia aplicada. Imuonologia do Anel Linfático de Waldayes. Doenças Infecciosas e congênitas da faringe e laringe. Trauma. Tumores da boca, faringe e laringe.

Sugestões Bibliográfica:

1. LOPES FILHO, Otacílio Tratado de Otorrinolaringologia, editora Roca, 1994.

2. HUNGRIA, Hélio Manual de Otorrinolaringologia – 5ª edição.

3. MINILI, A; Bento, RF; Butugan, O. Otorrinolaringologia – Clínica e Cirúrgica. Editora Atheneu – 1993.

4. Otorrinolaringologia Prática. Diagnóstico e Tratamento. 2ª edição, Editora Revinter.

5. Revista Brasileira de Otorrinolaringologia, Órgão Oficial da SBORL. Últimos dois anos.

6. CINTRA DO PRADO et alls. Atualização Terapêutica 2001. 20ª edição – Ed. Artes Médicas, 2001.

MÉDICO PEDIATRA: Crescimento e desenvolvimento. Vacinações. Aleitamento materno. Alimentação da criança. Desnutrição. Vitaminas e minerais. Obesidade. Dor abdominal. Diagnóstico diferencial das adenomegalias e das hepatoesplenomeagalias. Cuidados com o recém –nascido. Principais doenças do recém-nascido. A criança com malformação. Erros inatos do metabolismo. Constipação intestinal. Diarréias. Distúrbios hidroeletrolíticos. Parasitose intestinais. Hepatopatias agudas e crônicas. Colestase neonatal. Distúrbios da notilidade do aparelho digestivo. Afecções respiratórias agudas, crônicas e recorrentes. Asmas. Tuberculoses. Donças exatemáticas. Infecções do sistema nervoso central. Síndrome da imunodeficiência adquirida. Infecções do sistema urinário. Glomerulopatias agudas e crônicas. Síndrome nefrótica. Insuficiência renal aguda e crônica. Cardiopastias congênitas . Febre reumática. Insuficiência cardíaca. Endocardites. Hipertensão arterial. Anemias. Diabetes melitus. Problemas mais comuns da glândula tireóide. Distúrbios convulsivos Problemas dermatológicos mais comuns.

Sugestões Bibliográficas

LEÃO, E Correa, E.J: Viana, M.B.; Mota, J.A.C. Pediatria ambulatorial. 3ª edição. COOPMED, Belo Horizonte, 1998.

Behrman, R.E.: Kliegman, R.M.; Arvin, A.M. Nelson Textbook of Pediatrics. 15ª edição, W. B. Sauderns, London, 1996.

CINTRA DO PRADO et alls. Atualização Terapêutica 2001. 20ª edição – Ed. Artes Médicas, 2001.

MÉDICO PNEUMOLOGISTA: Dispnéia; Doença Pumonar Obstrutiva Crônica; Asma; Cor Pulmonale Crônico e Hipertensão Pulmonar; Síndrome de Desconforto Respiratório Agudo (SRDA); Derrames Pleurais; Brônquios Aguda; Tuberculose Pulmonar e Tuberculose Pleural; Nódulo Pulmonar Solitário; Câncer de Pulmão.

Sugestões Bibliografia:

1. Ramos, Jairo et alls. Atualização Terapêutica, Ed. Artes Médicas, 20ª ed, 2001;

2. Silva, Luiz Carlos Correia. Condutas em Pneumologia, Vol 1 e 2, Ed. Revinter

3. Bethlem, Pneumologia, Editora Atheneu.

MÉDICO UROLOGISTA: Anatomia do Trato Geniturinário. Exame Físico do Trato Geniturinário. Exames Laboratoriais Urológicos. Infecções Inespecíficas do Trato Geniturinário. Doenças Sexualmente Transmissíveis em Homens. Refluxo Vesicoureteral. Cálculos Urinários. Infertilidade Masculina.

Sugestões Bibliográficas:

1. Smith, Tanagho e Mcaninsh-Urologia-13ª Ed., Editora Guanabara Koogan, 1994.

2. Resnick e alls, Segredos em Urologia-Editora Artes Médicas, 1996.

3. Netto, Nelson Rodrigues e all. Urologia-Fundamentos para o Clínico, Editora Sarvier, 2001.

4. Netto, Nelson Rodrigues-Urologia, Editora Rocca, 1986.

5. CINTRA DO PRADO et alls. Atualização Terapêutica 2001. 20ª edição – Ed. Artes Médicas, 2001.

MÉDICO CLÍNICO GERAL e MÉDICO PLANTONISTA – PAM: Antibioticoterapia. Anemias. Hipertensão arterial. Diabetes. Parasitoses Intestinais. Esquistossomose. Cefaléias. Febre de origem indeterminada. Diarréias. Úlcera péptica. Hepatite. Hipertireoidismo. Hipotireoidismo. Insuficiência cardíaca. Alcoolismo. Doenças sexualmente transmissíveis. Cardipoatia isquêmica. Arritmias cardíacas. Doença pulmonar obstrutiva crônica. Dor toráxica. Dor lombar. Ansiedade. Asma brônquica. Pneumonias. Tuberculose. Hanseníase. Aids. Leishmaniose. Infecção urinária. Enfermidades bucais. Epilepsia. Febre reumática. Artrites. Acidentes por animais peçonhentos. Micoses superficiais. Obesidade. Dislipidemias. Infarto agudo do Miocárdio. Edema agudo do Pulmão. Tromboembolismo Pulmonar.

Sugestões Bibliográficas

1. BENNETT, J.C., PLUM, F. Cecil - Tratado de Medicina Interna. 20ª ed., v.1-2 - Rio de Janeiro: Editora Guanabara Koogan, 1997.

2. ISSELBACHER, K.J., BRAUNWALD, E., WILSON, J.B., FAUCI, A.S., KASPER, D.L. Harrisson – Medicina Interna. 13º ed., v. 1-2 – Colonia Atlampa/México: Nueva Editorial Interamericana, 1995.

3. GOLDBERGER, E. Alterações do equilíbrio hídrico, eletrolítico e ácido-básico. 7ª ed. Rio de Janeiro; Editora Guanabara Koogan,1988.

4. GUS, I. Eletrocardiografia - o normal e o patológico. Noções básicas de vectocardiografia. 2ª ed. São Paulo: Fundo Editorial Byk, 1997.

5. KNOBEL, E. Condutas no paciente grave. São Paulo: Editora Atheneu, 1994.

6. CINTRA DO PRADO et alls. Atualização Terapêutica 2001. 20ª edição – Ed. Artes Médicas, 2001.

80191

Política de Privacidade 2000-2014 PCI Concursos Telefone (11) 2122-4231