Prefeitura de Santos Dumont - MG

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTOS DUMONT

ESTADO DE MINAS GERAIS

EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2008

Notícia:   290 oportunidades para Prefeitura de Santos Dumont - MG

Concurso Público de Provas e Títulos para provimento de cargos vagos no Quadro de Pessoal Permanente da Prefeitura Municipal de Santos Dumont.

A Prefeitura Municipal de Santos Dumont, assessorada pela ADPM - Administração Pública para Municípios Ltda, faz saber que estar aberto, nesta Prefeitura, o processo de Concurso Público de Provas e Títulos para provimento de cargos vagos, que vierem a vagar, ou de vagas que forem criadas durante o prazo de validade do concurso, nas classes de seu Quadro de Pessoal Permanente o qual se regerá pelas normas deste Edital.

1. DAS VAGAS

1.1 - O número de vagas a serem preenchidas neste Concurso é o constante do Anexo I deste Edital.

2. DOS CARGOS, SUA ESPECIFICAÇÃO E VENCIMENTO

2.1 - Os cargos, seus respectivos pré-requisitos e vencimentos são os constantes do Anexo I do presente Edital.

2.2 - As atribuições dos cargos estão previstas nas Leis Complementares 2275/90, 3137/99, 3966/08 e 3967/08.

3. DO REGIME JURÍDICO, DO LOCAL DE TRABALHO E DA CARGA HORÁRIA

3.1 - Regime Jurídico Estatutário.

3.2 - Local de Trabalho: Prefeitura Municipal de Santos Dumont, em sua sede ou outras instalações no território do Município e/ou outras jurisdições mediante termo de convênio.

3.3 - Carga Horária: De acordo com o especificado no Anexo I do presente Edital.

4. DAS CONDIÇÕES NECESSÁRIAS À INSCRIÇÃO

4.1 - Ser brasileiro nos termos do art. 12 da Constituição da República.

4.2 - Estar em dia com as obrigações militares, em se tratando de candidato do sexo masculino.

4.3 - Estar em dia com as obrigações eleitorais.

4.4 - Ter idade mínima de 21 (vinte e um) anos completos para os cargos de Motorista e Operador de Máquinas e 18 (dezoito) anos completos para os demais cargos, até a data da posse do candidato aprovado e classificado.

4.5 - Declarar no requerimento da inscrição que conhece as exigências constantes deste Edital.

4.6 - Possuir os pré-requisitos exigidos no Anexo I deste Edital para o cargo pretendido, na data de sua posse no serviço público municipal, se aprovado e classificado.

4.7 - Gozar de sanidade físico-mental;

5. DAS INSCRIÇÕES E TAXAS

5.1 - Local: Centro Cultural Paulo de Paula, localizado na Praça da Estação, S/nº, Centro - Santos Dumont / MG.

5.2 - Período: 05 a 16 de maio de 2008.

5.3 - Horário: 09:00 as 17:00 horas

5.4 - O candidato deverá apresentar, no ato da inscrição, pessoalmente ou através de procurador devidamente credenciado, os seguintes documentos:

a ) requerimento preenchido no ato da inscrição, no qual o candidato declara conhecer as condições exigidas para a inscrição e que se submete às normas expressas neste Edital e Legislação Municipal;

b ) fotocópia da Carteira de Identidade ou documento de valor legal, inclusive do seu procurador, se for o caso, contendo foto, filiação, data de nascimento e assinatura;

c ) comprovante de recolhimento da taxa de inscrição na Conta Corrente 21-3, Operação 006, Agência 0149, da Caixa Econômica Federal - CEF, em nome da Prefeitura Municipal de Santos Dumont, de acordo com os valores estipulados no Anexo I deste Edital;

d ) atestado médico para o portador de deficiência, conforme item 5.12.

5.5 - Não serão aceitas inscrições provisórias ou condicionais.

5.6 - O preenchimento incorreto da ficha de inscrição é de responsabilidade única do candidato, ou do seu procurador, bem como a falta de documentação, ficando sua inscrição indeferida com quaisquer dessas ocorrências.

5.7 - A inscrição feita indevidamente não dará ao candidato o direito de receber de volta a taxa de inscrição e efetuar apenas o pagamento não significa que o candidato se inscreveu.

5.8 - Caberá recurso junto à Comissão de Concurso Público da Prefeitura Municipal, nomeada através de portaria do Prefeito Municipal, ouvida a empresa ADPM - Administração Pública para Municípios Ltda, quanto ao indeferimento ou deferimento de inscrições, desde que interposto dentro de 48 (quarenta e oito) horas, a contar da data do referido indeferimento ou deferimento, que será afixado no Quadro de Avisos da Prefeitura Municipal de Santos Dumont, no local das inscrições e no site www.adpmnet.com.br.

5.9 - O candidato só poderá se inscrever para um único cargo.

5.10 - A taxa de inscrição, uma vez paga, não será devolvida, mesmo nos casos de reopção, desistência, perda de prazo, indeferimento, cancelamento ou dupla inscrição.

5.11 - Às pessoas portadoras de deficiência, de acordo com o artigo 37, VIII da Constituição Federal, é assegurado o direito de se inscreverem neste concurso desde que haja compatibilidade entre as atribuições do cargo e a deficiência de que são portadoras.

5.12 - No ato da inscrição, o candidato portador de deficiência está obrigado a declarar, no próprio requerimento de inscrição, a deficiência de que é portador, devidamente acompanhada de atestado médico, atestando a espécie e o grau ou nível de deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença - CID, e se necessita de condições especiais para se submeter às provas previstas neste edital.

5.13 - Aos candidatos portadores de deficiência, serão reservados 5% (cinco por cento) das vagas existentes e das que vierem a surgir após a publicação deste Edital, ou durante todo o prazo de validade do concurso, por cargo/especialidade.

5.14 - Caso a aplicação do percentual de que trata o item 5.13 resulte em número fracionário, este será elevado até o primeiro número inteiro subseqüente.

5.15 - Consoante estabelece o art. 4º do Decreto Federal n. º 3.298/99, é considerada pessoa portadora de deficiência a que se enquadra nas seguintes categorias:

5.15.1 - Deficiência física - alteração completa ou parcial de um ou mais segmentos do corpo humano, acarretando o comprometimento da função física, apresentando-se sob a forma de paraplegia, paraparesia, monoplegia, monoparesia, tetraplegia, tetraparesia, triplegia, triparesia, hemiplegia, hemiparesia, amputação ou ausência de membro, paralisia cerebral, membros com deformidade congênita ou adquirida, exceto as deformidades estéticas e as que não produzam dificuldades para o desempenho de funções.

5.15.2 - Deficiência auditiva - perda parcial ou total das possibilidades auditivas sonoras, variando de graus e níveis na forma seguinte:

a) de 25 a 40 decibéis (db) - surdez leve;

b) de 41 a 55 db - surdez moderada;

c) de 56 a 70 db - surdez acentuada;

d) de 71 a 90 db - surdez severa;

e) acima de 91 db - surdez profunda; e

f) anacusia;

5.15.3 - Deficiência visual - acuidade visual igual ou menor que 20/200 no melhor olho, após a melhor correção, ou campo visual inferior a 20º (tabela de Snellen), ou ocorrência simultânea de ambas as situações.

5.15.4 - Deficiência mental - funcionamento intelectual significativamente inferior à média, com manifestação antes dos dezoito anos e limitações associadas a duas ou mais áreas de habilidades adaptativas, tais como:

a) comunicação;

b) cuidado pessoal;

c) habilidades sociais;

d) utilização da comunidade;

e) saúde e segurança;

f) habilidades acadêmicas;

g) lazer; e

h) trabalho;

5.15.5 - Deficiência múltipla - associação de duas ou mais deficiências.

5.16 - Na falta de candidatos aprovados para as vagas reservadas a portadores de deficiência, estas serão preenchidas pelos demais concursados, observada a ordem de classificação.

5.17 - No que se refere a todo o processo seletivo, os portadores de deficiência participarão deste Concurso Público em igualdade de condições com os demais candidatos, nos termos da Lei Federal nº 7.853, regulamentada pelo Decreto Federal nº 3.298/99.

5.18 - Ressalvadas as disposições especiais contidas neste Edital, os candidatos portadores de deficiência participarão do concurso em igualdade de condições com os demais candidatos no que tange ao horário, ao conteúdo, à correção das provas, aos critérios de avaliação, aprovação, à pontuação mínima exigida, desempate e a todas as demais normas de regência do concurso.

5.19 - Os candidatos que, no ato da inscrição, se declararem portadores de deficiência, se selecionados neste Concurso Público, terão seus nomes publicados na lista geral de classificados e em lista à parte, contendo apenas os nomes dos portadores de deficiência que optaram por concorrer às vagas específicas.

6. DO CARTÃO DE INFORMAÇÃO

6.1 - O cartão de informação deverá ser apanhado pelo candidato no Centro Cultural Paulo de Paula, localizada na Praça da Estação, S/nº, Centro - Santos Dumont / MG, entre os dias 05 e 06 de junho de 2008, no horário de 09:00 as 17:00 horas.

6.2 - O cartão de informação conterá o nome do candidato, o número da inscrição, a data, o horário e local da prova e o nome do cargo pretendido.

6.3 - Ocorrendo qualquer divergência no cartão de informação, o candidato deverá procurar a Comissão de Concurso Público, na Prefeitura Municipal de Santos Dumont ou no Centro Cultural Paulo de Paula, para sanar a divergência.

7. DAS PROVAS

7.1 - Das Provas Escritas

7.1.1 - Os candidatos inscritos no concurso farão provas escritas, a serem realizadas em 08 de junho de 2008, em local e horário a serem divulgados posteriormente.

7.1.2 - As provas escritas serão realizadas em 02 (duas) categorias, a saber: teste de nível elementar (alfabetizado) de natureza psico-motora, de múltipla escolha, e provas de múltipla escolha. A duração das provas escritas será de 03:00 (três horas), devendo o candidato permanecer em sala pelo prazo mínimo de 45 (quarenta e cinco) minutos.

7.1.3 - O teste de nível elementar conterá 20 (vinte) questões valendo 05 (cinco) pontos cada, totalizando 100 (cem) pontos. E as demais provas conterão 50 (cinqüenta) questões valendo 02 (dois) pontos cada, totalizando 100 (cem) pontos.

7.1.4 - Os candidatos ao cargo de Auxiliar de Serviços Gerais I, farão prova escrita de nível elementar, de natureza psico-motora, conforme especificado no Anexo III.

7.1.5 - Os candidatos aos cargos de Encarregado de Manutenção de Máquinas I, Armador, Calceteiro, Eletricista, Pedreiro, Trabalhador, Vigia I, Motorista e Operador de Máquinas, farão provas escrita de múltipla escolha, contendo 25 (vinte e cinco) questões de Português e 25 (vinte e cinco) questões de Matemática, conforme especificado no Anexo III.

7.1.6 - Os candidatos aos cargos de Auxiliar Administrativo I, Agente Municipal I e Fiscal Sanitário I, farão prova escrita de múltipla escolha, contendo 20 (vinte) questões de Português, 20 (vinte) questões de Matemática e 10 (dez) questões Informática, conforme especificado no Anexo III.

7.1.7 - Os candidatos aos cargos de Professor de Educação Básica II (Língua Portuguesa, Matemática, Inglês, Espanhol, História, Geografia, Ciências, Educação Física, Artes, Educação Religiosa, Informática) e Supervisor Pedagógico, farão prova escrita de múltipla escolha, contendo 20 (vinte) questões de Português e 30 (trinta) questões Específicas, conforme especificado no Anexo III.

7.1.8 - Os candidatos aos cargos de Auxiliar de Educação e Agente Fiscal Fazendário I farão prova escrita de múltipla escolha, contendo 20 (vinte) questões de Português, 10 (dez) questões de Informática e 20 (vinte) questões Específicas, conforme especificado no Anexo III.

7.1.9 - Os candidatos aos cargos de Instrutor de Formação Profissional (Mecânica, Eletrotécnica, Metalurgia, Eletrônica, Informática), Intérprete em Libras, Professor de Educação Básica I - PEBI, Instrutor de Formação Artística (Violão, Piano/Teclado, Flauta Doce, Bateria/Percussão, Saxofone, Contra Baixo, Trombone de Varas e Bombardino, Capoeira, Dança Clássica, Dança Moderna), farão prova escrita de múltipla escolha, contendo 15 (quinze) questões de Português, 15 (quinze ) questões de Matemática e 20 (vinte) questões Específicas, conforme especificado no Anexo III.

7.1.10 - Os candidatos aos cargos de Atendente de Consultório Dentário, Técnico em Enfermagem, Técnico em Laboratório, Técnico de Telecomunicações, Auxiliar Técnico de Engenharia, Técnico em Higiene Dental I, Técnico de Arquivo, Técnico em Informática, Técnico em Segurança do Trabalho, Técnico em Agropecuária, Técnico Fiscal Fazendário, Advogado, Enfermeiro, Assistente Social, Médico Cardiologista, Ginecologista, Clinico Geral, Pediatra, Ortopedista, Otorrinolaringologista, Neurologista, Psiquiatra, U rologista, Geriatra, Cirurgião Geral, Veterinário, Cirurgião Dentista, Engenheiro Civil, Psicólogo, Fisioterapia, Nutricionista e Farmacêutico/Bioquímico, farão provas escritas de múltipla escolha, contendo 25 (vinte e cinco) questões de Português e 25 (vinte e cinco) questões Específicas, conforme especificado no Anexo III.

7.1.11- O candidato deverá assinalar suas respostas, na folha de respostas, com caneta esferográfica azul ou preta.

7.1.12 - Não serão computadas questões não assinaladas, questões que contenham mais de uma resposta, emenda ou rasura, ainda que legíveis.

7.1.13 - Será desclassificado o candidato que, durante a realização das provas, for surpreendido em comunicação com outro candidato, bem como utilizando livros, anotações e impressos não permitidos e máquinas de calcular.

7.1.14 - O Candidato, ao terminar a prova, devolverá ao fiscal, juntamente com a folha de respostas, o caderno de questões, por ser tratar de direitos autorais da empresa.

7.1 .15 - Para a realização da prova escrita o candidato deverá comparecer ao local previsto com 30 (trinta) minutos de antecedência, munido de caneta esferográfica azul ou preta, do cartão de informação e do documento de identidade original apresentado no ato da inscrição. Não será aceita cópia, ainda que autenticada, ficando desclassificado o candidato que não apresentar o documento.

7.1.16 - Não haverá tolerância por atraso, seja qual for os motivos alegados, ficando o candidato automaticamente desclassificado.

7.1 .16.1 - Os portões do local da realização das provas serão fechados transcorridos 15 (quinze) minutos após o início das provas, conforme horário previsto no Cartão de Informação, não sendo permitido o ingresso de candidatos ao local após este prazo.

7.1.17 - Os candidatos que não alcançarem o mínimo de 50% (cinqüenta por cento) de acertos nas questões da prova escrita serão automaticamente desclassificados.

8 - DAS PROVAS DE TÍTULOS

8.1 - Serão considerados títulos, com a seguinte pontuação:

1 - Doutorado stricto sensu, concluído no Brasil ou no exterior, devidamente relacionado com o conteúdo ocupacional da função e obtido até a data da publicação do Edital: 3 (três) pontos;

2 - Mestrado stricto sensu, concluído no Brasil ou no exterior, devidamente relacionado com o conteúdo ocupacional da função e obtido até a data da publicação do Edital: 2 (dois) pontos;

3 - Especialização ou Aperfeiçoamento lato sensu, de no mínimo 360 horas, concluída no Brasil ou no exterior, devidamente relacionado com o conteúdo ocupacional da função e obtido até a data da publicação do Edital: 1 (um) ponto.

8.1.1 - Só serão pontuados apenas um título de Especialização ou Aperfeiçoamento, um de Mestrado e um de Doutorado.

8.1.2 - O total máximo de pontos por título atribuído a cada candidato será de 6 (seis) pontos.

8.1.3 - Só serão analisados os títulos dos candidatos aprovados, que alcançarem o mínimo de 50% (cinqüenta por cento) de acertos nas questões da prova escrita, nos termos do item 7.1.17.

8.1.4 - A pontuação do título somente será atribuída ao candidato se o conteúdo do mesmo estiver relacionado com o cargo para qual se inscrever.

8.1.5 - Os títulos deverão ser entregues pelos candidatos no Centro Cultural Paulo de Paula, localizado na Praça da Estação, S/nº - Centro - Santos Dumont/MG, no dia 20 de junho de 2008, no horário de 09:00 as 17:00 horas.

8.1.6 - Os títulos deverão ser apresentados em cópia reprográfica, acompanhados do original, para serem vistados pelo receptor ou em cópias autenticadas, não sendo aceitos protocolos de documentos ou fax símile.

8.1.7 - Cada título será considerado uma única vez.

8.1.8 - Os documentos relacionados a títulos adquiridos no exterior, somente serão considerados, quando vertido ao vernáculo, por tradutor juramentado, com indicação da carga horária e nota de aproveitamento, devidamente revalidados pela autoridade brasileira competente.

8.1.9 - É de exclusiva responsabilidade do candidato à apresentação de comprovação dos títulos, inclusive na hipótese de se referirem a documentos emitidos, averbados ou arquivados em unidade da Administração.

9 - DO PROCESSO DE CLASSIFICAÇÃO

9.1 - A classificação final dos candidatos, por cargo, será feita pela soma dos pontos obtidos nas provas escritas classificatórias, acrescida da pontuação obtida com títulos, quando for o caso.

9.2 - Apurado o total de pontos por cargo ou categoria profissional, na hipótese de empate, será classificado o candidato que:

a) tiver obtido maior número de pontos na prova específica;

b) tiver obtido maior número de pontos na prova de português;

c) mais idoso.

9.3 - Configurado o primeiro desempate, os demais critérios serão desprezados.

10. DOS RECURSOS

10.1 - Caberá recurso, a ser interposto perante a Comissão de Concurso Público da Prefeitura Municipal de Santos Dumont que o encaminhará à empresa ADPM, que a assessorará nas decisões:

a) contra disposições deste Edital, dentro de 48 (quarenta e oito) horas contadas da sua publicação;

b) contra qualquer questão da prova, dentro de 48 (quarenta e oito) horas contadas da publicação dos gabaritos;

c) da aprovação ou reprovação conforme listagem, dentro de 48 (quarenta e oito) horas contadas da sua publicação;

d) da classificação final, dentro de 48 (quarenta e oito) horas contadas da sua divulgação.

10.2 - O recurso contra o resultado das provas escritas limitar-se-á ao eventual erro material e de soma dos pontos obtidos.

10.3 - Admitir-se-á um único recurso, por questão, para cada candidato, relativamente ao gabarito ou ao conteúdo das questões, desde que devidamente fundamentado.

10.4 - Se do exame dos recursos resultar anulação de questão, os pontos a ela correspondentes serão atribuídos a todos os candidatos, independentemente da formulação de recurso.

10.5 - Se, por força de decisão favorável ao recurso, houver modificação do gabarito divulgado anteriormente, as provas serão corrigidas de acordo com o gabarito definitivo, não se admitindo recurso dessa modificação.

10.6 - O recurso deverá ser apresentado em formulário próprio, fornecido pela Comissão de Concurso Público da Prefeitura Municipal de Santos Dumont, com as seguintes especificações:

a) formulários separados para questões diferentes;

b) indicação do número da questão, da resposta marcada pelo candidato e da resposta divulgada pela Comissão de Concurso Público da Prefeitura Municipal de Santos Dumont;

c) argumentação lógica e consistente;

d) nome, número e assinatura do candidato recorrente;

e) o recurso deverá ser datilografado ou digitado, sob pena de ser preliminarmente indeferido, e ser entregue em duas vias (original e cópia).

10.7 - Não será conhecido o recurso que:

a) for interposto fora do prazo;

b) for interposto por via postal, fax ou correio eletrônico.

c) não estiver de acordo com as exigências especificadas nos itens 10.2, 10.3 e 10.6 deste edital.

11. DOS PROGRAMAS E BIBLIOGRAFIAS

11. 1 - Os programas para as provas escritas são os constantes do Anexo III, parte integrante deste Edital.

11.2 - As sugestões bibliográficas são apresentadas a título de subsídio, servindo apenas como orientação ao candidato, não obrigando que as questões sejam elaboradas diretamente e exclusivamente do texto da bibliografia sugerida.

12. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

12.1 - O ingresso na sala de provas será permitido até o horário estabelecido no item 7.1.16.1, para o início das provas, pelos aplicadores, para a contagem das três horas de duração.

12.2 - Os casos omissos, de dúvidas ou controvérsias serão resolvidos pela Comissão de Concurso Público, assessorada pela ADPM.

12.3 - O prazo de validade do presente Concurso é de 2 (dois) anos, a contar da data de sua homologação, podendo ser prorrogado por igual período.

12.4 - Não haverá revisão da prova.

12.5 - O candidato aprovado no presente Concurso e que for nomeado tornar-se-á efetivo depois de cumprido o estágio probatório previsto constitucionalmente, no qual deverá obter avaliação de desempenho considerada satisfatória nas funções por ele exercidas e inerentes ao cargo.

12.6 - A aprovação no Concurso Público, ainda que no limite das vagas existentes, assegurará ao candidato apenas expectativa de direito à nomeação segundo a rigorosa ordem de classificação por cargo, ficando a concretização desse ato condicionado à observância das disposições legais pertinentes e ao exclusivo interesse e conveniência da Administração Municipal.

12.7 - A não comprovação, pelo candidato aprovado e classificado, de que atende aos pré- requisitos exigidos no Edital implica na sua desclassificação e na convocação do classificado seguinte.

12.8 - O candidato aprovado, quando nomeado, terá o prazo máximo de 30 (trinta) dias para tomar posse, contados da publicação do ato de nomeação, podendo este prazo ser prorrogado uma única vez, por igual período, mediante requerimento escrito do candidato.

12.9 - Quando a posse do candidato não ocorrer dentro do prazo previsto no item 12.8, sua nomeação será considerada sem efeito, contado da publicação do ato de exoneração.

12.10 - O candidato empossado deverá assumir suas atividades em dia, hora e local definidos pela administração, sendo que somente após essa data ser-lhe-ão garantidos os direitos estatutários, inclusive remuneração.

12.11 - O candidato aprovado e classificado, ao atender à convocação para posse, deverá apresentar os documentos abaixo relacionados, além de outros a critério da Administração:

a) 02 (duas) fotografias 3x4;

b) fotocópia autenticada das certidões de nascimento ou casamento, e de nascimento de filhos;

c) fotocópia autenticada do Título de Eleitor e comprovante de votação na última eleição;

d) fotocópia autenticada do Certificado de Reservista, se candidato do sexo masculino;

e) fotocópia autenticada do cartão de PIS/PASEP;

f) fotocópia autenticada do CPF ;

g) fotocópia autenticada da Carteira de Identidade;

h) laudo médico subscrito por junta de profissionais credenciados pelo Município, atestando a capacidade física e mental para o desempenho das funções do cargo;

i) fotocópia autenticada do Diploma e Registro Profissional de Categoria, com a habilitação específica da área para a qual se inscreveu;

j) declaração de bens e valores que constituem seu patrimônio;

k) declaração de exercício ou não de outro cargo, emprego ou função pública, municipal, estadual, distrital ou federal, com respectivo horário. (Art. 37, XVI e Art. 40, §6º, CF/88 );

l) certidão de antecedentes, expedida pelo Instituto de Identificação de Minas Gerais.

12.12 - Sendo verificada inexatidão de afirmativa ou irregularidade de documento, anular-se-á todos os atos decorrentes da inscrição.

12.13 - Este Edital será afixado, em inteiro teor, no quadro de Avisos da Prefeitura Municipal de Santos Dumont, no local das inscrições e no site www.adpmnet.com.br, não se responsabilizando Prefeitura e/ou Empresa por quaisquer cursos, textos, apostilas e outras publicações quanto aos programas constantes deste ato.

12.14 - São partes integrantes deste Edital de Concurso os Anexos I, II, III e IV.

Santos Dumont, 25 de abril de 2008.

EVANDRO NERY
Prefeito Municipal

A Comissão de Concurso:

Ricardo Amadeu Souza
Presidente

Maria de Fátima Mendes

Glauco de Albuquerque Souza

Rita de Cássia Aquilies

Roselena de Fátima Loures Pires de Paula

ANEXO I

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS I

20 vagas

Alfabetizado

44 horas semanais

R$ 415,00

$ 41,50

Conforme previsto na Lei nº 2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

ENCARREGADO DE MANUTENÇÃO DE MÁQUINAS I

02 vagas

Ensino Fundamental Incompleto - 4a. Série Completa

44 horas semanais

R$ 415,00

R$ 41,50

Conforme previsto na Lei nº 2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

ARMADOR

01 vaga

Ensino Fundamental Incompleto - 4a. Série Completa

44 horas semanais

R$ 415,00

R$ 41,50

Conforme previsto na Lei nº 2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

CALCETEIRO

02 vagas

Ensino Fundamental Incompleto - 4a. Série Completa

44 horas semanais

R$ 415,00

R$ 41,50

Conforme previsto na Lei nº 2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

ELETRICISTA

02 vagas

Ensino Fundamental Incompleto - 4a. Série Completa

44 horas semanais

R$ 415,00

R$ 41,50

Conforme previsto na Lei nº 2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

PEDREIRO

03 vagas

Ensino Fundamental Incompleto - 4a. Série Completa

44 horas semanais

R$ 415,00

R$ 41,50

Conforme previsto na Lei nº 2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

TRABALHADOR

40 vagas

Ensino Fundamental Incompleto - 4a. Série Completa

44 horas semanais

R$ 415,00

R$ 41,50

Conforme previsto na Lei nº 2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

VIGIA I

03 vagas

Ensino Fundamental Incompleto - 4a. Série Completa

44 horas semanais

R$ 415,00

R$ 41,50

Conforme previsto na Lei nº 2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré - Requisitos

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

MOTORISTA

08 vagas

Ensino Fundamental Completo

Carteira Nacional de Habilitação - Categoria "D"

44 horas semanais

R$ 415,00

R$ 41,50

Conforme previsto na Lei nº2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré - Requisitos

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

OPERADOR DE MÁQUINAS

02 vagas

Ensino Fundamental Completo

Carteira Nacional de Habilitação - Categoria "C"

44 horas semanais

R$ 415,00

R$ 41,50

Conforme previsto na Lei nº2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré - Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

ATENDENTE DE CONSULTÓRIO DENTÁRIO

01 vaga

Ensino Fundamental Completo

Curso de Atendente de Consultório Dentário

30 horas semanais

R$ 415,00

R$ 41,50

Conforme previsto na Lei nº2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré - Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

AUXILIAR ADMINISTRATIVO I

05 vagas

Ensino Médio Completo

Curso de Informática - Word / Excel

30 horas semanais

R$ 415,00

R$ 41,50

Conforme previsto na Lei nº2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré - Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

AGENTE MUNICIPAL I

02 vagas

Ensino Médio Completo

Curso de Informática - Word / Excel

30 horas semanais

R$ 549,39

R$ 54,94

Conforme previsto na Lei nº2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré-Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

FISCAL SANITÁRIO I

01 vaga

Ensino Médio Completo

Curso de informática - Word / Excel

44 horas semanais

R$ 549,39

R$ 55,00

Conforme previsto na Lei nº2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré-Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

AUXILIAR DE EDUCAÇÃO

07 vagas

Ensino Médio Completo

Curso de Informática - Word / Excel

40 horas semanais

R$ 538,89

R$ 53,90

Conforme previsto na Lei nº 3137/99

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré-Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

INSTRUTOR DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA - VIOLÃO

03 vagas

Ensino Médio Completo

Carteira da Ordem dos Músicos do Brasil

40 horas semanais

R$ 809,40

R$ 81,00

Conforme previsto na Lei nº 3137/99

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré-Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

INSTRUTOR DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA - PIANO/TECLADO

02 vagas

Ensino Médio Completo

Carteira da Ordem dos Músicos do Brasil

40 horas semanais

R$ 809,40

R$ 81,00

Conforme previsto na Lei nº 3137/99

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré-Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

INSTRUTOR DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA - FLAUTA DOCE

02 vagas

Ensino Médio Completo

Carteira da Ordem dos Músicos do Brasil

40 horas semanais

R$ 809,40

R$ 81,00

Conforme previsto na Lei nº 3137/99

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré-Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

INSTRUTOR DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA - BATERIA/PERCUSSÃO

01 vaga

Ensino Médio Completo

Carteira da Ordem dos Músicos do Brasil

40 horas semanais

R$ 809,40

R$ 81,00

Conforme previsto na Lei nº 3137/99

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré-Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

INSTRUTOR DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA - SAXOFONE

01 vaga

Ensino Médio Completo

Carteira da Ordem dos Músicos do Brasil

40 horas semanais

R$ 809,40

R$ 81,00

Conforme previsto na Lei nº 3137/99

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré-Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

INSTRUTOR DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA - CONTRA BAIXO

01 vaga

Ensino Médio Completo

Carteira da Ordem dos Músicos do Brasil

40 horas semanais

R$ 809,40

R$ 81,00

Conforme previsto na Lei nº 3137/99

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré-Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

INSTRUTOR DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA - TROMBONE DE VARA E BOMBARDINO

01 vaga

Ensino Médio Completo

Carteira da Ordem dos Músicos do Brasil

40 horas semanais

R$ 809,40

R$ 81,00

Conforme previsto na Lei nº 3137/99

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré-Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

INSTRUTOR DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA - CAPOEIRA

01 vaga

Ensino Médio Completo

Graduação mínima corda Azul e Verde

40 horas semanais

R$ 809,40

R$ 81,00

Conforme previsto na Lei nº 3137/99

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré-Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

INSTRUTOR DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA - DANÇA CLÁSSICA

01 vaga

Ensino Médio Completo

Mínimo de 120/h de cursos de dança

40 horas semanais

R$ 809,40

R$ 81,00

Conforme previsto na Lei nº 3137/99

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré-Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

INSTRUTOR DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA - DANÇA MODERNA

01 vaga

Ensino Médio Completo

Mínimo de 120/h de cursos de dança

40 horas semanais

R$ 809,40

R$ 81,00

Conforme previsto na Lei nº 3137/99

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré-Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

AGENTE FISCAL FAZENDÁRIO I

01 vaga

Técnico em Contabilidade

Curso de Informática - Word / Excel e Registro no CRC

30 horas semanais

R$ 458,62

R$ 45,90

Conforme previsto na Lei nº2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré-Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

TÉCNICO EM ENFERMAGEM

03 vagas

Técnico em Enfermagem

Registro no COREN

30 horas semanais

R$ 458,62

R$ 45,90

Conforme previsto na Lei nº2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré-Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

TÉCNICO EM LABORATÓRIO

01 vaga

Técnico em Laboratório

Registro no CRQ

30 horas semanais

R$ 549,39

R$ 55,00

Conforme previsto na Lei nº2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré-Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

TÉCNICO DE TELECOMUNICAÇÕES

01 vaga

Técnico em Eletrônica ou Telecomunicações

Registro no CREA

40 horas semanais

R$ 415,00

R$ 41,50

Conforme previsto na Lei nº2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré-Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

AUXILIAR TÉCNICO DE ENGENHARIA

03 vagas

Técnico em Edificações ou Desenho Arquitetônico ou Topografia

Registro no CREA

30 horas semanais

R$ 458,62

R$ 46,00

Conforme previsto na Lei nº2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré - Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

TÉCNICO EM HIGIENE DENTAL I

01 vaga

Técnico em Higiene Dental

Registro no CRO

30 horas semanais

R$ 458,62

R$ 46,00

Conforme previsto na Lei nº2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

TÉCNICO DE ARQUIVO

02 vagas

Técnico de Arquivo

30 horas semanais

R$ 415,00

R$ 41,50

Conforme previsto na Lei nº2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

TÉCNICO EM INFORMÁTICA

03 vagas

Técnico em Informática

30 horas semanais

R$ 415,00

R$ 41,50

Conforme previsto na Lei nº2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré - Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO

02 vagas

Técnico em Segurança do Trabalho

Registro no DRT

30 horas semanais

R$ 458,62

R$ 46,00

Conforme previsto na Lei nº2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré - Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

TÉCNICO EM AGROPECUÁRIA

01 vaga

Técnico em Agropecuária

Registro no CREA

30 horas semanais

R$ 458,62

R$ 46,00

Conforme previsto na Lei nº2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

INSTRUTOR DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL - MECÂNICA

03 vagas

Curso Técnico ou Superior na área específica

40 horas semanais

R$ 1.167,64

R$ 117,00

Conforme previsto na Lei nº 3137/99

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

INSTRUTOR DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL - ELETROTÉCNICA

03 vagas

Curso Técnico ou Superior na área específica

40 horas semanais

R$ 1.167,64

R$ 117,00

Conforme previsto na Lei nº 3137/99

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

INSTRUTOR DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL - METALURGIA

01 vaga

Curso Técnico ou Superior na área específica

40 horas semanais

R$ 1.167,64

R$ 117,00

Conforme previsto na Lei nº 3137/99

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

INSTRUTOR DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL - ELETRÔNICA

01 vaga

Curso Técnico ou Superior na área específica

40 horas semanais

R$ 1.167,64

R$ 117,00

Conforme previsto na Lei nº 3137/99

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

INSTRUTOR DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL - INFORMÁTICA

01 vaga

Curso Técnico ou Superior na área específica

40 horas semanais

R$ 1.167,64

R$ 117,00

Conforme previsto na Lei 3137/99

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré - Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

INTÉRPRETE EM LIBRAS

01 vaga

Normal nível médio ou normal superior

Curso de Libras de 180h e Curso de Intérprete de 40h

40 horas semanais

R$ 917,24

R$ 92,00

Conforme previsto na Lei 3137/99

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA I

60 vagas

Normal Nível Médio

24 horas semanais

R$ 458,62

R$ 46,00

Conforme previsto na Lei 3137/99

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré - Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

TÉCNICO FISCAL FAZENDÁRIO

01 vaga

Superior em Ciências Contábeis

Registro no CRC

30 horas semanais

R$ 661,61

R$ 66,00

Conforme previsto na Lei nº 2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré - Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

ADVOGADO

02 vagas

Superior em Direito

Registro na OAB

30 horas semanais

R$ 791,56

R$ 79,00

Conforme previsto na Lei nº 2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré - Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

ENFERMEIRO

02 vagas

Superior em Enfermagem

Registro no COREN

30 horas semanais

R$ 791,56

R$ 79,00

Conforme previsto na Lei nº 2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré - Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

ASSISTENTE SOCIAL

01 vaga

Superior em Serviço Social

Registro no CRESS

20 horas semanais

R$ 791,56

R$ 79,00

Conforme previsto na Lei nº 2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré - Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

MÉDICO - CARDIOLOGISTA

02 vagas

Superior em Medicina c/ especialização em cardiologia

Registro no CRM

20 horas semanais

R$ 791,56

R$ 79,00

Conforme previsto na Lei nº 2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré - Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

MÉDICO - GINECOLOGISTA

05 vagas

Superior em Medicina c/ especialização em ginecologia

Registro no CRM

20 horas semanais

R$ 791,56

R$ 79,00

Conforme previsto na Lei nº 2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré - Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

MÉDICO - CLÍNICO GERAL

03 vagas

Superior em Medicina c/ especialização em clínica médica

Registro no CRM

20 horas semanais

R$ 791,56

R$ 79,00

Conforme previsto na Lei nº 2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré - Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

MÉDICO - PEDIATRA

02 vagas

Superior em Medicina c/ especialização em pediatria

Registro no CRM

20 horas semanais

R$ 791,56

R$ 79,00

Conforme previsto na Lei nº 2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré - Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

MÉDICO - ORTOPEDISTA

01 vaga

Superior em Medicina c/ especialização em ortopedia

Registro no CRM

20 horas semanais

R$ 791,56

R$ 79,00

Conforme previsto na Lei nº 2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré - Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

MÉDICO - OTORRINOLARINGOLOGISTA

01 vaga

Superior em Medicina c/ especialização em Otorrinolaringologia

Registro no CRM

20 horas semanais

R$ 791,56

R$ 79,00

Conforme previsto na Lei nº 2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré - Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

MÉDICO - NEUROLOGISTA

01 vaga

Superior em Medicina c/ especialização em neurologia

Registro no CRM

20 horas semanais

R$ 791,56

R$ 79,00

Conforme previsto na Lei nº 2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré - Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

MÉDICO - PSIQUIATRA

01 vaga

Superior em Medicina c/ especialização em psiquiatria

Registro no CRM

20 horas semanais

R$ 791,56

R$ 79,00

Conforme previsto na Lei nº 2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré - Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

MÉDICO - UROLOGISTA

01 vaga

Superior em Medicina c/ especialização em urologia

Registro no CRM

20 horas semanais

R$ 791,56

R$ 79,00

Conforme previsto na Lei nº 2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré - Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

MÉDICO - GERIATRA

01 vaga

Superior em Medicina c/ especialização em geriatria

Registro no CRM

20 horas semanais

R$ 791,56

R$ 79,00

Conforme previsto na Lei nº 2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré - Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

MÉDICO - CIRURGIÃO GERAL

01 vaga

Superior em Medicina c/ especialização em cirurgia geral

Registro no CRM

20 horas semanais

R$ 791,56

R$ 79,00

Conforme previsto na Lei nº 2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré - Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

MÉDICO VETERINÁRIO

01 vaga

Superior em Medicina Veterinária

Registro no CRV

20 horas semanais

R$ 791,56

R$ 79,00

Conforme previsto na Lei nº 2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré - Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

CIRURGIÃO DENTISTA

01 vaga

Superior em Odontologia

Registro no CRO

20 horas semanais

R$ 791,56

R$ 79,00

Conforme previsto na Lei nº 2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré - Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

ENGENHEIRO CIVIL

01 vaga

Superior em Engenharia Civil

Registro no CREA

30 horas semanais

R$ 953,20

R$ 95,00

Conforme previsto na Lei nº 2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré - Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

PSICÓLOGO

01 vaga

Superior em psicologia

Registro no CRP

20 horas semanais

R$ 791,56

R$ 79,00

Conforme previsto na Lei nº 2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré - Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

FISIOTERAPEUTA

01 vaga

Superior em Fisioterapia

Registro no CREFITO

30 horas semanais

R$ 791,56

R$ 79,00

Conforme previsto na Lei nº 2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré - Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

NUTRICIONISTA

02 vagas

Superior em Nutrição

Registro no CRN

30 horas semanais

R$ 791,56

R$ 79,00

Conforme previsto na Lei nº 2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré - Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

FARMACÊUTICO/BIOQUÍMICO

01 vaga

Superior em Farmácia

Registro no CRF e Especialização em Bioquímica

30 horas semanais

R$ 791,56

R$ 79,00

Conforme previsto na Lei nº 2275/90

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

PROF. EDUCAÇÃO BÁSICA II - L. PORTUGUÊS

06 vagas

Nível Superior com Licenciatura plena em Letras - Língua Portuguesa

24 horas semanais

R$ 7,28 hora / aula

R$ 70,00

Conforme previsto na Lei nº 3137/99

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

PROF. EDUCAÇÃO BÁSICA II - MATEMÁTICA

07 vagas

Nível Superior com Licenciatura plena em Matemática

24 horas semanais

R$ 7,28 hora / aula

R$ 70,00

Conforme previsto na Lei nº 3137/99

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

PROF. EDUCAÇÃO BÁSICA II - INGLÊS

02 vagas

Nível Superior com Licenciatura plena em Letras - Língua Inglesa

24 horas semanais

R$ 7,28 hora / aula

R$ 70,00

Conforme previsto na Lei nº 3137/99

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

PROF. EDUCAÇÃO BÁSICA II - ESPANHOL

01 vaga

Nível Superior com Licenciatura plena em Letras - Espanhol

24 horas semanais

R$ 7,28 hora / aula

R$ 70,00

Conforme previsto na Lei nº 3137/99

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

PROF. EDUCAÇÃO BÁSICA II - HISTÓRIA

04 vagas

Nível Superior com Licenciatura plena em História

24 horas semanais

R$ 7,28 hora / aula

R$ 70,00

Conforme previsto na Lei nº 3137/99

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

PROF. EDUCAÇÃO BÁSICA II - GEOGRAFIA

04 vagas

Nível Superior com Licenciatura plena em Geografia

24 horas semanais

R$ 7,28 hora / aula

R$ 70,00

Conforme previsto na Lei nº 3137/99

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

PROF. EDUCAÇÃO BÁSICA II - CIÊNCIAS

04 vagas

Nível Superior com Licenciatura plena em Ciências

24 horas semanais

R$ 7,28 hora / aula

R$ 70,00

Conforme previsto na Lei nº 3137/99

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

PROF. EDUCAÇÃO BÁSICA II - EDUCAÇÃO FÍSICA

08 vagas

Superior em Educação Física

24 horas semanais

R$ 7,28 hora / aula

R$ 70,00

Conforme previsto na Lei nº 3137/99

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

PROF. EDUCAÇÃO BÁSICA II - ARTES

03 vagas

Nível Superior com Licenciatura plena em Educação Artística

24 horas semanais

R$ 7,28 hora / aula

R$ 70,00

Conforme previsto na Lei nº 3137/99

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

PROF. EDUCAÇÃO BÁSICA II - EDUC. RELIGIOSA

03 vagas

Nível Superior com Licenciatura Plena em qualquer área

24 horas semanais

R$ 7,28 hora / aula

R$ 70,00

Conforme previsto na Lei nº 3137/99

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

PROF. EDUCAÇÃO BÁSICA II - INFORMÁTICA

01 vaga

Superior em Sistemas de Informação ou Tecnólogo na área de informática

24 horas semanais

R$ 7,28 hora / aula

R$ 70,00

Conforme previsto na Lei nº 3137/99

Cargo

Vagas por Cargo

Escolaridade

Pré - Requisito

Jornada de Trabalho

Vencimento

Taxa de Inscrição

Atribuições

SUPERVISOR PEDAGÓGICO

13 vagas

Superior em Pedagogia

Habilitação em Supervisão Escolar

40 horas semanais

R$ 1.310,40

R$ 131,00

Conforme previsto na Lei nº 3137/99

ANEXO II - Cronograma / Concurso Público

PERÍODO / DATA

HORÁRIO

ATIVIDADE

LOCAL

25/04/2008

17:00

Publicação do Edital

Imprensa Oficial, Prefeitura Municipal e Centro Cultural

29/04/2008

09:00 as 17:00

Prazo Final de Recursos contra o Edital

Centro Cultural

02/05/2008

17:00

Publicação da Decisão dos Recursos contra o Edital

Prefeitura Municipal e Centro Cultural

05 a 16/05/2008

09:00 as 17:00

Inscrições - Exceto Sábados, Domingos e Feriados

Centro Cultural

28/05/2008

17:00

Publicação da Relação de Inscritos

Prefeitura Municipal e Centro Cultural

30/05/2008

09:00 as 17:00

Prazo Final Recurso - Deferimento / Indeferimento de Inscrições

Centro Cultural

03/06/2008

17:00

Publicação da Decisão dos Recursos - Deferimento / Indeferimento de Inscrições

Prefeitura Municipal e Centro Cultural

05 e 06/06/2008

09:00 as 17:00

Entrega do Cartão de Informação de Inscrição com Indicação do Local das Provas

Centro Cultural

08/06/2008

09:00

Provas Escritas

A Publicar

08/06/2008

14:00

Publicação de Gabaritos

Centro Cultural

10/06/2008

09:00 as 17:00

Prazo Final de Recursos - Questões de Provas

Centro Cultural

16/06/2008

17:00

Publicação de Decisão dos Recursos - Questões de Provas

Prefeitura Municipal e Centro Cultural

17/06/2008

17:00

Publicação da Relação dos Candidatos Aprovados

Prefeitura Municipal e Centro Cultural

19/06/2008

09:00 as 17:00

Prazo Final Recursos - Relação dos Candidatos Aprovados

Centro Cultural

20/06/2008

17:00

Publicação da Decisão dos Recursos da Relação dos Aprovados

Prefeitura Municipal e Centro Cultural

20/06/2008

09:00 as 17:00

Entrega dos Títulos dos Candidatos Aprovados

Centro Cultural

24/06/2008

17:00

Publicação da Classificação Final dos Candidatos Aprovados

Prefeitura Municipal e Centro Cultural

26/06/2008

09:00 as 17:00

Prazo Final Recursos - Classificação Final dos Candidatos Aprovados

Centro Cultural

27/06/2008

17:00

Publicação da Decisão dos Recursos - Classificação Final

Prefeitura Municipal e Centro Cultural

30/06/2008

17:00

Entrega do Ato de Homologação do Concurso com Relação dos Candidatos Aprovados e Classificados.

Prefeitura Municipal e Centro Cultural

ANEXO III

PROGRAMA DE PROVAS E BIBLIOGRAFIA

NÍVEL: ALFABETIZADO

Cargo: AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS I

. As provas consistirão em testes de natureza psico-motora, objetivando medir o NÍVEL de atenção, além da capacidade auditiva, visual e motora do candidato.

NÍVEL: ENSINO FUNDAMENTAL INCOMPLETO - 4a. SÉRIE COMPLETA

CARGOS: ENCARREGADO DE MANUTENÇÃO DE MÁQUINAS I, ARMADOR, CALCETEIRO, ELETRICISTA, PEDREIRO, TRABALHADOR, VIGIA I.

> Português

· Leitura e compreensão de textos; Classificação das Palavras quanto ao número de sílabas; Encontro Vocálico; Encontro Consonantal; Dígrafos; Sílaba Tônica, Substantivos (coletivo, primitivo e derivado, masculino e feminino, singular e plural, antônimo e sinônimo, diminutivo e aumentativo); Artigos (definidos e indefinidos); Adjetivos; Numerais; Pronomes; Verbos; Advérbios; Sujeitos e Predicados; Ortografia, Acentuação gráfica e Pontuação.

> Matemática

· Conjuntos; Número e conjunto dos números naturais; Sistema de numeração Decimal, Numeração Romana; Números Ordinais; Adição, Subtração, Multiplicação e Divisão de números naturais; Potenciação; Múltiplos e Divisores; Divisibilidade; Números Primos; Mínimo Múltiplo Comum; Máximo Divisor Comum; Números Racionais; Números Decimais; Porcentagem; Medidas de Comprimento, Capacidade, Massa, Superfície e Volume; Geometria. Resolução de Problemas.

Bibliografia Sugerida:

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

BRAGANÇA, Angiolina Domanico. Porta de papel, língua portuguesa, 3 - São Paulo: FTD, 1992.

CIPRO NETO, Pasquale e INFANTE, Ulisses. Gramática da Língua Portuguesa. 2. ed. São Paulo: Scipione, 2003.

CUNHA, Celso, CINTRA, Luís F. Lindley. Nova gramática do Português contemporâneo. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

ALVES, Wanda Maria de Castro. Matemática vivenciada: 1a. a 4a . Série - São Paulo: FTD.

GIOVANNI, José Ruy. A conquista da matemática: teoria e aplicação: 4a . Série - São Paulo: FTD.

MEIRELLES, Maria de Lourdes - MIRANDA, Maria de Lourdes. Construindo a Matemática - Belo Horizonte: Editora Dimensão, 1993.

NÍVEL: ENSINO FUNDAMENTAL COMPLETO

CARGOS: MOTORISTA E OPERADOR DE MÁQUINAS

> Português

· Interpretação de texto; Noções de Fonética (fonemas, letra, sílaba, número de sílaba, tonicidade, posição da sílaba tônica, dígrafos, encontros consonantais e vocálicos); Acentuação Gráfica; Separação de Sílabas; Ortografia; Classes das Palavras (Substantivo, Adjetivo, Artigo, Numeral, Pronome, Advérbio, Verbo, Preposição, Conjunção e Interjeição); Crase; Emprego do MAU e MAL; Emprego do Por que, Por quê, Porque, Porquê; Análise Sintática (Termos da Oração, Termos Essenciais; Termos Integrantes e Termos Acessórios); Pontuação.

> Matemática

· Conjunto dos Números Naturais; Conjunto dos Números Racionais; Operações com Números Racionais; Operações Fundamentais com Números Naturais; Mínimo Múltiplo Comum e Máximo Divisor Comum; Potenciação e Radiciação; Expressões Numéricas de Números Racionais; Números Inteiros; Operações com números inteiros; Operações com Frações; Equações, Inequações e Sistemas do 1º grau; Razão e Proporção; Expressões algébricas; Porcentagem e juros; Regras de Três Simples e Compostas; Unidades de Medida; Geometria. Resolução de Problemas.

Bibliografia Sugerida

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

CIPRO NETO, Pasquale e INFANTE, Ulisses. Gramática da Língua Portuguesa. 2. ed. São Paulo: Scipione, 2003.

CUNHA, Celso, CINTRA, Luís F. Lindley. Nova gramática do Português contemporâneo. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

GIOVANNI, José Ruy e PARENTE, Eduardo. Matemática. 5a . a 8a. séries. São Paulo: FTD, 1988.

IEZZI, Gelson & DOLCE, Osvaldo & MACHADO, Antônio. Matemática e realidade. Atual Editora, 1997.

SCIPIONE, Di Pierro Netto. Pensar matemática: para o ensino fundamental. 5ª a 8ª séries. Ed. Scipione. 1ª edição, 2001.

NÍVEL: ENSINO FUNDAMENTAL COMPLETO

CARGO: ATENDENTE DE CONSULTÓRIO DENTÁRIO

> Português

· Interpretação de texto; Noções de Fonética (fonemas, letra, sílaba, número de sílaba, tonicidade, posição da sílaba tônica, dígrafos, encontros consonantais e vocálicos); Acentuação Gráfica; Separação de Sílabas; Ortografia; Classes das Palavras (Substantivo, Adjetivo, Artigo, Numeral, Pronome, Advérbio, Verbo, Preposição, Conjunção e Interjeição); Crase; Emprego do MAU e MAL; Emprego do Por que, Por quê, Porque, Porquê; Análise Sintática (Termos da Oração, Termos Essenciais; Termos Integrantes e Termos Acessórios); Pontuação.

> Específica

· Conhecimentos básicos de funcionamento de uma clínica odontológica e dos equipamentos instrumentais e materiais nela utilizados; Esterilização; Contaminação bacteriológica e química; Agentes causadores de doenças transmissíveis; Formas de prevenção de doenças na boca; Instrumentação; Doenças transmissíveis; Prevenção de controle de infecção odontológica; Anatomia dos dentes; Métodos de esterilização e desinfecção: normas e rotina, expurgo e preparo de material, desinfecção do meio e assepsia do equipamento e superfícies; Organização da clínica odontológica e trabalho em equipe; Ética Profissional; Princípios e Diretrizes do SUS.

Bibliografia Sugerida

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

CIPRO NETO, Pasquale e INFANTE, Ulisses. Gramática da Língua Portuguesa. 2. ed. São Paulo: Scipione, 2003.

CUNHA, Celso, CINTRA, Luís F. Lindley. Nova gramática do Português contemporâneo. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

BRASIL. Ministério da Saúde. Guia curricular para a formação do atendente de consultório dentário para atuar na rede básica do SUS: áreas curriculares I e II. Brasília: Ministério da Saúde, v.1, 1998.

______. Guia curricular para a formação do atendente de consultório dentário para atuar na rede básica do SUS: áreas curriculares III e IV. Brasília: Ministério da Saúde, v.1, 1998.

CROMG. Código de Ética dos Profissionais de Odontologia.

GUIMARÃES Jr, J. Biossegurança e controle de infecção cruzada em consultório odontológico. São Paulo: Livraria Editora Santos, 2001.

LUCAS, S.D. Materiais dentários: manual para ACD e THD. Belo Horizonte: CROMG.1997.

MOSS, S.J. Crescendo sem cárie: um guia preventivo para dentistas e pais. Quintessence.1996.

NÍVEL: ENSINO MÉDIO COMPLETO

CARGOS: AUXILIAR ADMINISTRATIVO I, AGENTE MUNICIPAL I, FISCAL SANITÁRIO I

> Português

· Leitura e interpretação de texto; Noções de Fonética (fonemas, letra, sílaba, número de sílaba, tonicidade, posição da sílaba tônica, dígrafos, encontros consonantais e vocálicos); Acentuação Gráfica; Separação de Sílabas; Ortografia; Semântica (Conotação e Denotação, Principais Homônimos e Parônimos); Classes das Palavras (Substantivo, Adjetivo, Artigo, Numeral, Pronome, Advérbio, Verbo, Preposição, Conjunção e Interjeição); Concordância Nominal e Verbal; Regência Verbal (Predicação Verbal); Crase; Emprego do MAU e MAL; Emprego do Por que, Por quê, Porque, Porquê; Análise Sintática (Termos da Oração, Termos Essenciais; Termos Integrantes, Termos Acessórios, Classificação das Orações, das Sindéticas e das Subordinadas); Colocação Pronominal; Pontuação.

> Matemática

· As Quatro Operações com Números Inteiros, Fracionários e Decimais; Números Pares, Ímpares e Compostos (Divisibilidade, Múltiplos e Divisores, MDC, MMC, Operações na Formas Fracionárias e Decimais); Sistema Métrico Decimal (Medidas de comprimento, área, volume, capacidade, massa e tempo); Juros e Porcentagem; Razão e Proporção; Regras de Três Simples e Compostas; Divisões Proporcionais; Equação, Inequação e Sistema do 1° e 2° Graus; Potenciação e Radiciação; Geometria. Resolução de problemas e Raciocínio Lógico.

> Informática

· Noções e Conceitos Básicos: HD, CDROM, pendrive, DVD, disquetes, scanner, processadores, tipos de impressoras, backup, antivírus, hardware e software; Conhecimento dos componentes básicos de um microcomputador; Sistema Operacional Microsoft Windows XP: Configurações básicas do sistema operacional (painel de controle), organização de pastas e arquivos, operações de manipulação de pastas e arquivos (copiar, mover, excluir e renomear). Editor de Textos Microsoft Word 2000: criação, edição, formatação, impressão, criação e manipulação de tabelas, inserção e formatação de gráficos e figuras; Planilha Eletrônica Microsoft Excel 2000: criação, edição, formatação e impressão, utilização de fórmulas; formatação condicional, geração de gráficos; Internet: conceitos e arquitetura, utilização dos recursos WWW a partir dos Web Browsers, Internet Explorer, Microsoft Outlook 2000: produção; manipulação e organização de mensagens eletrônicas (e-mail).

Bibliografia sugerida

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

CIPRO NETO, Pasquale e INFANTE, Ulisses. Gramática da Língua Portuguesa. 2. ed. São Paulo: Scipione, 2003.

CUNHA, Celso, CINTRA, Luís F. Lindley. Nova gramática do Português contemporâneo. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

DANTE, Luiz Roberto. Matemática: contexto e aplicações. Ensino Médio. Volumes 1 e 2. Editora Ática, 2000.

GIOVANNI, José Ruy & GIOVANNI JÚNIOR, José Ruy. Matemática pensar e descobrir: novo - 5ª a 8ª séries. Editora FTD, 2000.

GOULART, Márcio Cintra. Matemática no ensino médio. Volumes 1 e 2. Editora Scipione, 1999.

IEZZI, Gelson & DOLCE, Osvaldo & MACHADO, Antônio. Matemática e realidade. Atual Editora, 1997.

SCIPIONE, Di Pierro Netto. Pensar matemática: para o ensino fundamental. 5ª a 8ª séries. Ed. Scipione. 1ª edição, 2001.

SCIPIONE, Di Pierro Netto. Matemática - 2º Grau - Volumes 1,2 e 3, São Paulo. Scipione Autores Editores, 1984.

ALMEIDA, Marcus Garcia de, Internet, Intranet e Redes Corporativas - Editora: Brasport

BATTISTI, Júlio. Windows XP: Home & Professional para Usuários e Administradores. Editora: Axcel Books

GENNARI, Maria Cristina, Minidicionário Saraiva de Informática - Editora: Saraiva

Hardware - Montagem, Configuração & Manutenção de Micros - Autor: Ferreira, Silvio - Editora: Axcel Books

MANZANO, Maria Izabel N.G.; MANZANO, André Luiz N.G. Estudo Dirigido de Informática Básica. Editora: Érica

MINK, Carlos Henrique, Microsoft Office 2000. Editora: Makron Books.

TORTELLO, J.E.N. Explorando a Internet. São Paulo: Makron Books, 1995.

NÍVEL: ENSINO MÉDIO COMPLETO

CARGOS: AUXILIAR DE EDUCAÇÃO

> Português

· Leitura e interpretação de texto; Noções de Fonética (fonemas, letra, sílaba, número de sílaba, tonicidade, posição da sílaba tônica, dígrafos, encontros consonantais e vocálicos); Acentuação Gráfica; Separação de Sílabas; Ortografia; Semântica (Conotação e Denotação, Principais Homônimos e Parônimos); Classes das Palavras (Substantivo, Adjetivo, Artigo, Numeral, Pronome, Advérbio, Verbo, Preposição, Conjunção e Interjeição); Concordância Nominal e Verbal; Regência Verbal (Predicação Verbal); Crase; Emprego do MAU e MAL; Emprego do Por que, Por quê, Porque, Porquê; Análise Sintática (Termos da Oração, Termos Essenciais; Termos Integrantes, Termos Acessórios, Classificação das Orações, das Sindéticas e das Subordinadas); Colocação Pronominal; Pontuação.

> Informática

· Noções e Conceitos Básicos: HD, CDROM, pendrive, DVD, disquetes, scanner, processadores, tipos de impressoras, backup, antivírus, hardware e software; Conhecimento dos componentes básicos de um microcomputador; Sistema Operacional Microsoft Windows XP: Configurações básicas do sistema operacional (painel de controle), organização de pastas e arquivos, operações de manipulação de pastas e arquivos (copiar, mover, excluir e renomear). Editor de Textos Microsoft Word 2000: criação, edição, formatação, impressão, criação e manipulação de tabelas, inserção e formatação de gráficos e figuras; Planilha Eletrônica Microsoft Excel 2000: criação, edição, formatação e impressão, utilização de fórmulas; formatação condicional, geração de gráficos; Internet: conceitos e arquitetura, utilização dos recursos WWW a partir dos Web Browsers, Internet Explorer, Microsoft Outlook 2000: produção; manipulação e organização de mensagens eletrônicas (e-mail).

> Específica

· O administrador escolar e a validade de estudos do aluno; Secretaria - Conceito, Competência, Atribuições, Planejamento; Sistema Educacional; Sistema de Ensino; Diretrizes Curriculares: Princípios, Objetivos, Metas e Histórico; Integralização Curricular; Escrituração Escolar; Procedimentos Administrativos e Legais; Documentos Escolares; Registros Escolares; Registro de Diplomas e Certificados; Revalidação e Reconhecimento de Diplomas; Documentação e Arquivos; Sistema Informatizado. Conhecimentos gerais sobre políticas educacionais atuais: autonomia da escola, planejamento participativo e projeto político pedagógico; integração escola-comunidade, inclusão, diversidade cultural.

· Legislação Educacional: Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 9394/96) FUNDEF (Lei 9424/96); FUNDEB (Lei 11494/07); Estatuto da Criança e Adolescente (Lei nº 8069/90); Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) do Ensino Fundamental e Ensino Médio; Constituição Federal do Brasil (Título VIII, Capítulo III, Seção I).

Bibliografia sugerida

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

CIPRO NETO, Pasquale e INFANTE, Ulisses. Gramática da Língua Portuguesa. 2. ed. São Paulo: Scipione, 2003.

CUNHA, Celso, CINTRA, Luís F. Lindley. Nova gramática do Português contemporâneo. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

BRASIL, Constituição Federal de 1988 - Título VIII, Capítulo III, Seção I.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais. Brasília. MEC, SEF, 1997. 10 v. Conteúdo: V.1 - Introdução aos Parâmetros Curriculares Nacionais;

BRASIL. Lei Federal n.11.114 de 16/05/2005 - Torna obrigatório o início do ensino fundamental dos 06 anos de idade.

BRASIL. CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. Resolução CNE/ CEB n. 3/05 de 03/08/05. Ensino Fundamental de nove anos.

BRASIL. Lei n.1 1.274/06, de 06/02/06. Altera a LDB. Ensino Fundamental de nove anos.

Lei 8.069/90 - Estatuto da Criança e do Adolescente;

Lei 9.394/96 - Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional;

ALMEIDA, Marcus Garcia de, Internet, Intranet e Redes Corporativas - Editora: Brasport

BATTISTI, Júlio. Windows XP: Home & Professional para Usuários e Administradores. Editora: Axcel Books

GENNARI, Maria Cristina, Minidicionário Saraiva de Informática - Editora: Saraiva

Hardware - Montagem, Configuração & Manutenção de Micros - Autor: Ferreira, Silvio - Editora: Axcel Books

MANZANO, Maria Izabel N.G.; MANZANO, André Luiz N.G. Estudo Dirigido de Informática Básica. Editora: Érica

MINK, Carlos Henrique, Microsoft Office 2000. Editora: Makron Books.

TORTELLO, J.E.N. Explorando a Internet. São Paulo: Makron Books, 1995.

NÍVEL: ENSINO MÉDIO COMPLETO

CARGOS: INSTRUTOR DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA (VIOLÃO, PIANO/TECLADO, FLAUTA DOCE, BATERIA/PERCUSSÃO, SAXOFONE, CONTRA BAIXO, TROMBONE DE VARAS E BOM BARDINO)

> Português

· Leitura e interpretação de texto; Noções de Fonética (fonemas, letra, sílaba, número de sílaba, tonicidade, posição da sílaba tônica, dígrafos, encontros consonantais e vocálicos); Acentuação Gráfica; Separação de Sílabas; Ortografia; Semântica (Conotação e Denotação, Principais Homônimos e Parônimos); Classes das Palavras (Substantivo, Adjetivo, Artigo, Numeral, Pronome, Advérbio, Verbo, Preposição, Conjunção e Interjeição); Concordância Nominal e Verbal; Regência Verbal (Predicação Verbal); Crase; Emprego do MAU e MAL; Emprego do Por que, Por quê, Porque, Porquê; Análise Sintática (Termos da Oração, Termos Essenciais; Termos Integrantes, Termos Acessórios, Classificação das Orações, das Sindéticas e das Subordinadas); Colocação Pronominal; Pontuação.

> Matemática

· As Quatro Operações com Números Inteiros, Fracionários e Decimais; Números Pares, Ímpares e Compostos (Divisibilidade, Múltiplos e Divisores, MDC, MMC, Operações na Formas Fracionárias e Decimais); Sistema Métrico Decimal (Medidas de comprimento, área, volume, capacidade, massa e tempo); Juros e Porcentagem; Razão e Proporção; Regras de Três Simples e Compostas; Divisões Proporcionais; Equação, Inequação e Sistema do 1° e 2° Graus; Potenciação e Radiciação; Geometria. Resolução de problemas e Raciocínio Lógico.

> Específica

· Leitura e interpretação de partituras; Escrita de partituras; Exercícios teóricos de música; Afinação de instrumentos, características dos instrumentos musicais, conservação e cuidados; Teoria musical, arranjos; Noções de Ritmo: pulsação, métrica, figuras de valor, fórmulas rítmicas, compasso simples, compasso composto, sincopa e contratempo, quiálteras. Ritmo Inicial: tético, atético e anacrúsico; Noções de Melodia: intervalos melódicos, tema, motivo, desenho, ponto culminante. Terminações melódicas, prosódia, melodia tonal, melodia atonal; Noções de Harmonia: tonalidades maiores e menores; Graus de escala; Intervalos harmônicos; Tríades maiores e menores; Ciclo das quintas; Elementos Gráficos: pentagrama, linhas suplementares, claves (sol, dó e fá); Sinais de dinâmica; Fermata; Ligaduras; Ponto de aumento; Barra de compasso; Sinais de repetição; Terminologia de andamento; Indicação metronômica; Acidentes; Noções de História da Música: características básicas dos movimentos estético-musicais situando-os nos seguintes períodos históricos: Medieval, Barroco, Clássico, Romântico, Moderno e Nacionalismo Brasileiro. As tendências atuais da Música Popular Brasileira e as características dos movimentos Bossa Nova e Tropicalismo.

· Conhecimentos Pedagógicos: Didática e prática histórico-social; A didática na formação do professor; Aspectos pedagógicos e sociais da prática educativa, segundo as tendências pedagógicas; Processo ensino-aprendizagem. Relação professor/aluno; Compromisso social e ético do professor; Componentes do processo de ensino: objetivos, conteúdos, métodos, técnicas e meios; Avaliação escolar e suas implicações pedagógicas.

. Legislação Educacional: Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei n° 9394/96) FUNDEF (Lei 9424/96); FUNDEB (Lei 11494/07); Estatuto da Criança e Adolescente (Lei n° 8069/90); Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) do Ensino Fundamental e Ensino Médio; Constituição Federal do Brasil (Título VIII, Capítulo III, Seção I).

Bibliografia sugerida

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

CIPRO NETO, Pasquale e INFANTE, Ulisses. Gramática da Língua Portuguesa. 2. ed. São Paulo: Scipione, 2003.

CUNHA, Celso, CINTRA, Luís F. Lindley. Nova gramática do Português contemporâneo. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

DANTE, Luiz Roberto. Matemática: contexto e aplicações. Ensino Médio. Volumes 1 e 2. Editora Ática, 2000.

GIOVANNI, José Ruy & GIOVANNI JÚNIOR, José Ruy. Matemática pensar e descobrir: novo - 5ª a 8ª séries. Editora FTD, 2000.

GOULART, Márcio Cintra. Matemática no ensino médio. Volumes 1 e 2. Editora Scipione, 1999.

IEZZI, Gelson & DOLCE, Osvaldo & MACHADO, Antônio. Matemática e realidade. Atual Editora, 1997.

SCIPIONE, Di Pierro Netto. Pensar matemática: para o ensino fundamental. 5ª a 8ª séries. Ed. Scipione. 1ª edição, 2001.

SCIPIONE, Di Pierro Netto. Matemática - 2° Grau - Volumes 1,2 e 3, São Paulo. Scipione Autores Editores, 1984.

BENNETT, Roy: Instrumentos da Orquestra - Ed. Jorge Zahar,3ª ed.1998. CARPEAUX, Otto Maria: História da música, Ed. Ediouro, 2001

CORREA, Sérgio Ricardo: Ouvinte consciente - ed. Casa Manon S. A.

FARIA, Nelson:A arte da improvisação - Ed. Lumiar, 1991.

GIFFONI, Adriano: Música Brasileira para contrabaixo- vol. I e II.

HINDEMITH, Paul: Harmonia Tradicional Ed. Irmãos Vitale PINTO, Henrique: Ciranda das seis cordas- Ricordi Brasileira S. A.

SADIE, Stanley: Dicionário GROVE de música (edição concisa), Ed. Macmillian press Ltd., 1994

SESC São Paulo: Canto, canção, cantoria. São Paulo SESC, 1997

WISNIK, José Miguel: O Som e o Sentido - Uma outra história da música, ed. Editora Schwarcz LTDA, 1999.

BRASIL, Constituição Federal de 1988 - Título VIII, Capítulo III, Seção I.

CANDAU, Vera Maria (org). Magistério. Construção cotidiana. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

CANDAU, Vera Maria (orgs.). Reinventar a escola. Petrópolis, RJ : Vozes, 2000.

CUNHA, Luiz Antônio. Educação, estado e democracia no Brasil. São Paulo: Cortez/EDUFF/FLACSO, 1992.

DAVIS, Claudia; OLIVEIRA, Zilma. Psicologia da educação. São Paulo: Cortez, 1990.

GADOTTTI, Moacir. História das idéias pedagógicas. São Paulo: Ática, 1999.

GOMES, Cândido. A educação em perspectiva sociológica. São Paulo: EPU, 1989.

HOFFMANN, Jussara. Avaliação: mito e desafio, uma perspectiva construtivista. Porto Alegre: Editora Mediação, 23. ed., 1998.

LEI FEDERAL Nº 9.394, de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

LEI FEDERAL Nº 8069/90 - Estatuto da Criança e do Adolescente

LUCKESI, Cipriano. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 1991.

MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental e para o Ensino Médio - Documentos Introdutórios. Brasília.

PARECER CNE/CEB 04/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Fundamental (Relatora: Regina de Assis).

PARECER CNE/CEB 15/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Médio (Relatora: Guiomar N. Mello).

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia. São Paulo : Autores Associados, 1993.

SILVA, Tomás Tadeu; MOREIRA, Antônio Flávio (orgs.). Currículo, Cultura e Sociedade. São Paulo: Cortez, 1994.

NÍVEL: ENSINO MÉDIO COMPLETO

CARGOS: INSTRUTOR DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA (CAPOEIRA)

> Português

· Leitura e interpretação de texto; Noções de Fonética (fonemas, letra, sílaba, número de sílaba, tonicidade, posição da sílaba tônica, dígrafos, encontros consonantais e vocálicos); Acentuação Gráfica; Separação de Sílabas; Ortografia; Semântica (Conotação e Denotação, Principais Homônimos e Parônimos); Classes das Palavras (Substantivo, Adjetivo, Artigo, Numeral, Pronome, Advérbio, Verbo, Preposição, Conjunção e Interjeição); Concordância Nominal e Verbal; Regência Verbal (Predicação Verbal); Crase; Emprego do MAU e MAL; Emprego do Por que, Por quê, Porque, Porquê; Análise Sintática (Termos da Oração, Termos Essenciais; Termos Integrantes, Termos Acessórios, Classificação das Orações, das Sindéticas e das Subordinadas); Colocação Pronominal; Pontuação.

> Matemática

· As Quatro Operações com Números Inteiros, Fracionários e Decimais; Números Pares, Ímpares e Compostos (Divisibilidade, Múltiplos e Divisores, MDC, MMC, Operações na Formas Fracionárias e Decimais); Sistema Métrico Decimal (Medidas de comprimento, área, volume, capacidade, massa e tempo); Juros e Porcentagem; Razão e Proporção; Regras de Três Simples e Compostas; Divisões Proporcionais; Equação, Inequação e Sistema do 1° e 2° Graus; Potenciação e Radiciação; Geometria. Resolução de problemas e Raciocínio Lógico.

> Específica

· Origem da capoeira, história, cultura afro, graduação e sistemática de progressão na capoeira. Conhecimento Básico Anatomia/Fisiologia; Educação Recreacional; Educação Física Desportiva; Técnicas da Capoeira.

· Conhecimentos Pedagógicos: Didática e prática histórico-social; A didática na formação do professor; Aspectos pedagógicos e sociais da prática educativa, segundo as tendências pedagógicas; Processo ensino-aprendizagem. Relação professor/aluno; Compromisso social e ético do professor; Componentes do processo de ensino: objetivos, conteúdos, métodos, técnicas e meios; Avaliação escolar e suas implicações pedagógicas.

· Legislação Educacional: Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei n° 9394/96) FUNDEF (Lei 9424/96); FUNDEB (Lei 11494/07); Estatuto da Criança e Adolescente (Lei n° 8069/90); Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) do Ensino Fundamental e Ensino Médio; Constituição Federal do Brasil (Título VIII, Capítulo III, Seção I).

Bibliografia sugerida

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

CIPRO NETO, Pasquale e INFANTE, Ulisses. Gramática da Língua Portuguesa. 2. ed. São Paulo: Scipione, 2003.

CUNHA, Celso, CINTRA, Luís F. Lindley. Nova gramática do Português contemporâneo. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

DANTE, Luiz Roberto. Matemática: contexto e aplicações. Ensino Médio. Volumes 1 e 2. Editora Ática, 2000.

GIOVANNI, José Ruy & GIOVANNI JÚNIOR, José Ruy. Matemática pensar e descobrir: novo - 5ª a 8ª séries. Editora FTD, 2000.

GOULART, Márcio Cintra. Matemática no ensino médio. Volumes 1 e 2. Editora Scipione, 1999.

IEZZI, Gelson & DOLCE, Osvaldo & MACHADO, Antônio. Matemática e realidade. Atual Editora, 1997.

SCIPIONE, Di Pierro Netto. Pensar matemática: para o ensino fundamental. 5ª a 8ª séries. Ed. Scipione. 1ª edição, 2001.

SCIPIONE, Di Pierro Netto. Matemática - 2º Grau - Volumes 1,2 e 3, São Paulo. Scipione Autores Editores, 1984.

ALMEIDA, Raimundo César A., Bimba, Perfil de um Mestre, Imprensa Gráfica Universitária, Salvador, 1980.

AREIAS, Almir das, O que é Capoeira, São Paulo, ed. Brasiliense, 1983.

BURLAMAQUI, A Ginástica Nacional (Capoeiragem Metodizada e regrada), Rio de Janeiro, 1928.

CAPOEIRA, Nestor, O Pequeno Manual de Capoeira, ed. Ground, 1981/ 4a. edição revisada: Rio de Janeiro, ed. Record, 1998.

__________________, Os Fundamentos da Malícia, RJ, ed. Record, 1992.

__________________ , Galo Já Cantou, Rio de Janeiro, 1985, Arte Hoje Editora/ 2a. edição revisada e ampliada: Rio de Janeiro, ed. Record,1998.

CARNEIRO, Edson, Capoeira, MEC - Campanha de Defesa do Folclore, Rio de Janeiro.

COSTA, Lamartine Pereira da, Capoeira Sem Mestre, Rio de Janeiro, ed. Tecnoprint Ltda.

FILHO, Ângelo A. Decânio, A Herança de Mestre Bimba, Coleção São Salomão, 1997.

MARINHO, Inezil Penna, A Ginástica Brasileira, Gráfica Transbrasil Ltda, Brasília, 1981.

______________ , Subsídios para o estudo da metodologia do treinamento da capoeiragem, Imprensa Nacional - Divisão de Educação Física, Rio de Janeiro, 1945.

PINNATI, Djamir e OLIVEIRA, Gladson de O. , Revista Artes Marciais - Capoeira, ed. Três Ltda, são Paulo,1986.

REGO, Waldeloir, Capoeira Angola: Ensaio Sócio-Etnográfico, ed. Itapuã, Salvador, 1968.

SANTANA, Mestre, Iniciação à Capoeira, ed. Ground.

VIEIRA, Luiz Renato, O Jogo da Capoeira - Cultura Popular no Brasil, Rio de Janeiro, ed.Sprint, 1998.

BRASIL, Constituição Federal de 1988 - Título VIII, Capítulo III, Seção I.

CANDAU, Vera Maria (org). Magistério. Construção cotidiana. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

CANDAU, Vera Maria (orgs.). Reinventar a escola. Petrópolis, RJ : Vozes, 2000.

CUNHA, Luiz Antônio. Educação, estado e democracia no Brasil. São Paulo: Cortez/EDUFF/FLACSO, 1992.

DAVIS, Claudia; OLIVEIRA, Zilma. Psicologia da educação. São Paulo: Cortez, 1990.

GADOTTTI, Moacir. História das idéias pedagógicas. São Paulo: Ática, 1999.

GOMES, Cândido. A educação em perspectiva sociológica. São Paulo: EPU, 1989.

HOFFMANN, Jussara. Avaliação: mito e desafio, uma perspectiva construtivista. Porto Alegre: Editora Mediação, 23. ed., 1998.

LEI FEDERAL Nº 9.394, de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

LEI FEDERAL Nº 8069/90 - Estatuto da Criança e do Adolescente

LUCKESI, Cipriano. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 1991.

MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental e para o Ensino Médio - Documentos Introdutórios. Brasília.

PARECER CNE/CEB 04/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Fundamental (Relatora: Regina de Assis).

PARECER CNE/CEB 15/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Médio (Relatora: Guiomar N. Mello).

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia. São Paulo : Autores Associados, 1993.

SILVA, Tomás Tadeu; MOREIRA, Antônio Flávio (orgs.). Currículo, cultura e Sociedade. São Paulo: Cortez, 1994.

NÍVEL: ENSINO MÉDIO COMPLETO

CARGOS: INSTRUTOR DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA (DANÇA CLÁSSICA E DANÇA MODERNA)

> Português

· Leitura e interpretação de texto; Noções de Fonética (fonemas, letra, sílaba, número de sílaba, tonicidade, posição da sílaba tônica, dígrafos, encontros consonantais e vocálicos); Acentuação Gráfica; Separação de Sílabas; Ortografia; Semântica (Conotação e Denotação, Principais Homônimos e Parônimos); Classes das Palavras (Substantivo, Adjetivo, Artigo, Numeral, Pronome, Advérbio, Verbo, Preposição, Conjunção e Interjeição); Concordância Nominal e Verbal; Regência Verbal (Predicação Verbal); Crase; Emprego do MAU e MAL; Emprego do Por que, Por quê, Porque, Porquê; Análise Sintática (Termos da Oração, Termos Essenciais; Termos Integrantes, Termos Acessórios, Classificação das Orações, das Sindéticas e das Subordinadas); Colocação Pronominal; Pontuação.

> Matemática

· As Quatro Operações com Números Inteiros, Fracionários e Decimais; Números Pares, Ímpares e Compostos (Divisibilidade, Múltiplos e Divisores, MDC, MMC, Operações na Formas Fracionárias e Decimais); Sistema Métrico Decimal (Medidas de comprimento, área, volume, capacidade, massa e tempo); Juros e Porcentagem; Razão e Proporção; Regras de Três Simples e Compostas; Divisões Proporcionais; Equação, Inequação e Sistema do 1° e 2° Graus; Potenciação e Radiciação; Geometria. Resolução de problemas e Raciocínio Lógico.

> Específica

· Estilos, ritmos, conjunto, coreografia. Conhecimentos das diversas propostas de danças e suas característica e significados (pessoais, culturais e políticos). Produtos da dança (instruções diretas, descobertas guiadas, respostas selecionada, jogos, etc), composição coreográfica a partir das diversas fontes culturais. Elementos de tecnologia que apóiam o fazer da dança. Estilos, escolas, tendências da dança relacionada com seu momento cultural e com a produção. Conhecimentos de simetria, espaço, movimento, harmonia. Os aspectos plásticos, ritmo e dinâmico da dança. História da dança. Balé Alemão. Balé Russo. Balé Bolshoi, Balé Moderno. Dança moderna. Danças Folclóricas Brasileiras. Elaboração da Personagem: Significado da expressão corporal e da dança em relação à construção da personagem. Significado da expressão corporal e conhecimento do espaço. Os diferentes estilos de dança. Noções de anatomia e primeiros socorros. Estrutura do corpo, seu funcionamento e cuidados na prevenção de lesões.

· Conhecimentos Pedagógicos: Didática e prática histórico-social; A didática na formação do professor; Aspectos pedagógicos e sociais da prática educativa, segundo as tendências pedagógicas; Processo ensino-aprendizagem. Relação professor/aluno; Compromisso social e ético do professor; Componentes do processo de ensino: objetivos, conteúdos, métodos, técnicas e meios; Avaliação escolar e suas implicações pedagógicas.

· Legislação Educacional: Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei n° 9394/96) FUNDEF (Lei 9424/96); FUNDEB (Lei 11494/07); Estatuto da Criança e Adolescente (Lei n° 8069/90); Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) do Ensino Fundamental e Ensino Médio; Constituição Federal do Brasil (Título VIII, Capítulo III, Seção I).

Bibliografia sugerida

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

CIPRO NETO, Pasquale e INFANTE, Ulisses. Gramática da Língua Portuguesa. 2. ed. São Paulo: Scipione, 2003.

CUNHA, Celso, CINTRA, Luís F. Lindley. Nova gramática do Português contemporâneo. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

DANTE, Luiz Roberto. Matemática: contexto e aplicações. Ensino Médio. Volumes 1 e 2. Editora Ática, 2000.

GIOVANNI, José Ruy & GIOVANNI JÚNIOR, José Ruy. Matemática pensar e descobrir: novo - 5ª a 8ª séries. Editora FTD, 2000.

GOULART, Márcio Cintra. Matemática no ensino médio. Volumes 1 e 2. Editora Scipione, 1999.

IEZZI, Gelson & DOLCE, Osvaldo & MACHADO, Antônio. Matemática e realidade. Atual Editora, 1997.

SCIPIONE, Di Pierro Netto. Pensar matemática: para o ensino fundamental. 5ª a 8ª séries. Ed. Scipione. 1ª edição, 2001.

SCIPIONE, Di Pierro Netto. Matemática - 2° Grau - Volumes 1,2 e 3, São Paulo. Scipione Autores Editores, 1984.

BERTONI, Íris Gomes. A Dança e a Evolução, o Ballet e seu Contexto, Programação Didática. São Paulo: Tanz do Brasil, 1992.

BONFITO, Matteo. O ator compositor. São Paulo: Perspectiva, 2002.

FAHLBUSCH, Hannelore. Dança: moderna - contemporânea. Rio de Janeiro: Sprint, 1990.

Faro, Antônio José. A dança no Brasil e seus construtores. Rio de Janeiro.

GIL, José. Movimento Total - O Corpo e a Dança. São Paulo: Iluminuras, 2004.

LABAN, Rudolf. Domínio do Movimento. São Paulo: Summus, 1978.

RODRIGUES, Graziela. Bailarino - Pesquisador - Intérprete: processo de formação. Rio de Janeiro: Funarte, 1997.

VIANNA, Klauss. A dança. São Paulo: Siciliano, 1990.

BRASIL, Constituição Federal de 1988 - Título VIII, Capítulo III, Seção I.

CANDAU, Vera Maria (org). Magistério. Construção cotidiana. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

CANDAU, Vera Maria (orgs.). Reinventar a escola. Petrópolis, RJ : Vozes, 2000.

CUNHA, Luiz Antônio. Educação, estado e democracia no Brasil. São Paulo: Cortez/EDUFF/FLACSO, 1992.

DAVIS, Claudia; OLIVEIRA, Zilma. Psicologia da educação. São Paulo: Cortez, 1990.

GADOTTTI, Moacir. História das idéias pedagógicas. São Paulo: Ática, 1999.

GOMES, Cândido. A educação em perspectiva sociológica. São Paulo: EPU, 1989.

HOFFMANN, Jussara. Avaliação: mito e desafio, uma perspectiva construtivista. Porto Alegre: Editora Mediação, 23. ed., 1998.

LEI FEDERAL Nº 9.394, de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

LEI FEDERAL Nº 8069/90 - Estatuto da Criança e do Adolescente

LUCKESI, Cipriano. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 1991.

MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental e para o Ensino Médio - Documentos Introdutórios. Brasília.

PARECER CNE/CEB 04/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Fundamental (Relatora: Regina de Assis).

PARECER CNE/CEB 15/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Médio (Relatora: Guiomar N. Mello).

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia. São Paulo : Autores Associados, 1993.

SILVA, Tomás Tadeu; MOREIRA, Antônio Flávio (orgs.). Currículo, cultura e Sociedade. São Paulo: Cortez, 1994.

NÍVEL: TÉCNICO

CARGOS: AGENTE FISCAL FAZENDÁRIO I

> Português

· Leitura e interpretação de texto; Noções de Fonética (fonemas, letra, sílaba, número de sílaba, tonicidade, posição da sílaba tônica, dígrafos, encontros consonantais e vocálicos); Acentuação Gráfica; Separação de Sílabas; Ortografia; Semântica (Conotação e Denotação, Principais Homônimos e Parônimos); Classes das Palavras (Substantivo, Adjetivo, Artigo, Numeral, Pronome, Advérbio, Verbo, Preposição, Conjunção e Interjeição); Concordância Nominal e Verbal; Regência Verbal (Predicação Verbal); Crase; Emprego do MAU e MAL; Emprego do Por que, Por quê, Porque, Porquê; Análise Sintática (Termos da Oração, Termos Essenciais; Termos Integrantes, Termos Acessórios, Classificação das Orações, das Sindéticas e das Subordinadas); Colocação Pronominal; Pontuação.

> Informática

· Noções e Conceitos Básicos: HD, CDROM, pendrive, DVD, disquetes, scanner, processadores, tipos de impressoras, backup, antivírus, hardware e software; Conhecimento dos componentes básicos de um microcomputador; Sistema Operacional Microsoft Windows XP: Configurações básicas do sistema operacional (painel de controle), organização de pastas e arquivos, operações de manipulação de pastas e arquivos (copiar, mover, excluir e renomear). Editor de Textos Microsoft Word 2000: criação, edição, formatação, impressão, criação e manipulação de tabelas, inserção e formatação de gráficos e figuras; Planilha Eletrônica Microsoft Excel 2000: criação, edição, formatação e impressão, utilização de fórmulas; formatação condicional, geração de gráficos; Internet: conceitos e arquitetura, utilização dos recursos WWW a partir dos Web Browsers, Internet Explorer, Microsoft Outlook 2000: produção; manipulação e organização de mensagens eletrônicas (e-mail).

> Específica

· Orçamento Público: Conceitos Introdutórios; Previsão e Realização da Receita: queda de arrecadação, excesso de arrecadação e contabilização; Fixação e Realização da receita: economia orçamentária, contabilização; Créditos Adicionais: créditos suplementares, créditos especiais, créditos extraordinários, contabilização; Princípios Orçamentários; Receita Pública: conceito, receita orçamentária, classificação legal da receita orçamentária, receita extra-orçamentária; Despesa Pública: conceito, despesa orçamentária, classificação legal da despesa orçamentária, despesa extra-orçamentária, processamento da despesa pública, restos a pagar ou resíduos passivos, dívida pública ou passiva, despesas de exercício anteriores; Empenho da Despesa: conceito, empenho ordinário, empenho global, empenho-estimativo, anulação de empenho, contabilização; Licitação Pública: conceito, finalidades, princípios, objeto, obrigatoriedade, dispensa, inexigibilidade, modalidades, pregão eletrônico; Contratos administrativos: conceito, formalização e execução, inexecução, revisão e rescisão; Lei de Responsabilidade Fiscal: princípios, objetivos, efeitos no planejamento, limites; Regimes Contábeis; As Variações Patrimoniais; A Contabilidade Sintética: prática de escrituração sintética; Sistema Orçamentário; Sistema Financeiro; Sistema Patrimonial e Sistema de Compensação.

· Noções de Direito Tributário: Introdução ao direito tributário, Fontes do direito tributário, Tributo e sua classificação; Legislação Tributária: Normas Gerais de Legislação Tributária (Da Obrigação Tributária, Da Responsabilidade Tributária, Do Crédito Tributário, Da Constituição do Crédito Tributário, Da Suspensão do Crédito Tributário, Da Extinção do Crédito Tributário, Da Exclusão do Crédito Tributário, Das Garantias e Privilégios do Crédito Tributário, Das Infrações e Penalidades, Da Administração Tributária, Da Decisão em Primeira Instância, Da Decisão em Segunda Instância, Dos Recursos, Da Execução das Decisões Finais); Do Sistema Tributário (Da Escritura, Do Imposto Predial e Territorial Urbano, Do Imposto Sobre Serviços, Dos Impostos Sobre Transmissão "Inter Vivos", Da Taxa de Expediente, Das Taxas de Licença, Da Taxa de Serviços Urbanos, Da Taxa de Serviços Diversos, Da Contribuição de Melhoria); Do Processo Administrativo Tributário (Das Medidas Preliminares); Do Processo Judicial Tributário; Da Execução Fiscal.

Bibliografia sugerida

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

CIPRO NETO, Pasquale e INFANTE, Ulisses. Gramática da Língua Portuguesa. 2. ed. São Paulo: Scipione, 2003.

CUNHA, Celso, CINTRA, Luís F. Lindley. Nova gramática do Português contemporâneo. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

ALMEIDA, Marcus Garcia de, Internet, Intranet e Redes Corporativas - Editora: Brasport

BATTISTI, Júlio. Windows XP: Home & Professional para Usuários e Administradores. Editora: Axcel Books

GENNARI, Maria Cristina, Minidicionário Saraiva de Informática - Editora: Saraiva

Hardware - Montagem, Configuração & Manutenção de Micros - Autor: Ferreira, Silvio - Editora: Axcel Books

MANZANO, Maria Izabel N.G.; MANZANO, André Luiz N.G. Estudo Dirigido de Informática Básica. Editora: Érica

MINK, Carlos Henrique, Microsoft Office 2000. Editora: Makron Books.

TORTELLO, J.E.N. Explorando a Internet. São Paulo: Makron Books, 1995.

AMARO, Luciano. Direito Tributário Brasileiro, Ed. Saraiva, SP, 1997.

ANGÉLICO, João. Contabilidade pública. 8. ed. - São Paulo: Atlas, 1994.

CASSONE, Vittório. Direito tributário. 8ª ed. São Paulo: Atlas.

Código Tributário do Município.

Código Tributário Nacional - CTN.

Constituição Federal de 1988.

Decreto n. 5.450, de 31/05/2005. Regulamenta o pregão, na forma eletrônica, para aquisição de bens e serviços comuns, e dá outras providências.

GIACOMONI, James. Orçamento Público. São Paulo: Atlas, 2005.

KOHAMA, Helio. Contabilidade Pública: Teoria e Prática. São Paulo: Atlas, 2003.

Lei nº 4.320/1964.

Lei nº 8.666, de 21/06/1993. Regulamenta o art. 37, inciso XXI da Constituição Federal, institui normas para licitações e contratos da Administração Pública e dá outras providências.

Lei nº 10.520 - Institui no âmbito da União, Estados e Municípios o Pregão Eletrônico.

Lei Complementar N° 101, de 04/05/2000 (Responsabilidade Fiscal). Estabelece normas de finanças públicas voltadas para a responsabilidade na gestão fiscal e dá outras providências.

MACHADO JR, J. Teixeira e COSTA REIS, Haroldo. A Lei 4.320 Comentada. Rio de Janeiro: IBAM, 2003.

MACHADO, Hugo de Brito. Curso de Direito Tributário, Ed. Malheiros, SP.

MORAIS, Bernardo Ribeiro. Curso de Direito Tributário, Ed. Revistas dos Tribunais, SP.

MOTA, Francisco Glauber Lima. Contabilidade aplicada à Administração Pública. 6. ed. Editora VESTCON, 2005.

NOGUEIRA, Johnson Barbosa. A Interpretação Econômica no Direito Tributário, Ed. Resenha Tributária, SP.

NÍVEL: TÉCNICO

CARGOS: TÉCNICO EM ENFERMAGEM

> Português

· Leitura e interpretação de texto; Noções de Fonética (fonemas, letra, sílaba, número de sílaba, tonicidade, posição da sílaba tônica, dígrafos, encontros consonantais e vocálicos); Acentuação Gráfica; Separação de Sílabas; Ortografia; Semântica (Conotação e Denotação, Principais Homônimos e Parônimos); Classes das Palavras (Substantivo, Adjetivo, Artigo, Numeral, Pronome, Advérbio, Verbo, Preposição, Conjunção e Interjeição); Concordância Nominal e Verbal; Regência Verbal (Predicação Verbal); Crase; Emprego do MAU e MAL; Emprego do Por que, Por quê, Porque, Porquê; Análise Sintática (Termos da Oração, Termos Essenciais; Termos Integrantes, Termos Acessórios, Classificação das Orações, das Sindéticas e das Subordinadas); Colocação Pronominal; Pontuação.

> Específica

· Atividades básicas de enfermagem; Assistência de enfermagem de saúde pública na comunidade; Doenças transmissíveis e seu controle, doenças sexualmente transmissíveis; Responsabilidade do técnico para com o paciente, a família e a comunidade; Enfermagem médico-cirúrgica: princípios básicos para o atendimento e cuidados de enfermagem à pacientes portadores de problemas clínicos e cirúrgicos; Administração de medicamentos por via endovenosa e hemotransfusão, leitura de dispositivos de vigilância total e cardíaca, leitura de reação às provas dérmicas, aspiração traqueal, sondagem nasogástrica e vesical, controle hídrico; Princípios e técnicas de assepsia e anti-sepsia - desinfecção corrente e terminal; Interpretação de sinais e sintomas; Assistência ao paciente e ao médico durante tratamentos complexos: oxigenoterapia, drenagem, paracentese, provas de função real e digestiva, diálise perintoneal, biopsias, alimentação parenteral; Assistência a pacientes geriátricos; Cuidados pré e pós-operatórios; Enfermagem materna infantil: anatomia e fisiologia da reprodução humana; Assistência de enfermagem ao paciente pediátrico. Epidemiologia, prevenção e controle. Administração em enfermagem: princípios administrativos: planejamento, organização, coordenação, execução e avaliação dos serviços de enfermagem; Políticas de Saúde no Brasil: História e organização atual; Princípios e Diretrizes do SUS; Ética em enfermagem.

Bibliografia sugerida:

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

CIPRO NETO, Pasquale e INFANTE, Ulisses. Gramática da Língua Portuguesa. 2. ed. São Paulo: Scipione, 2003.

CUNHA, Celso, CINTRA, Luís F. Lindley. Nova gramática do Português contemporâneo. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

BORGES, Eline Lima et al. Feridas: Como tratar. Belo Horizonte: COOPMED, 2001.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica Política nacional de atenção básica / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. - Brasília : Ministério da Saúde, 2006.

BRASIL. Ministério da Saúde. Políticas de educação e desenvolvimento para o SUS: caminhos para a educação permanente em saúde: Pólos de educação permanente em saúde. Brasília. MS, 2004.

BRASIL, Ministério da Saúde. Portaria nº 648, Política Nacional de Atenção Básica. Brasília, 28/03/2006. BRASIL, Ministério da Saúde. Manual Técnico para o Controle da Tuberculose. Cadernos de Atenção Básica, n. 5. Brasília, DF, 2002.

BRASIL, Ministério da Saúde. Guia para o Controle da Hanseníase. Cadernos de atenção Básica, n. 10. Brasília, DF, 2002.

BRASIL, Ministério da Saúde. Programa de Saúde da Família. Brasília: Ministério da Saúde, 2001. 36 p. Brasil - Portaria 2048/GM - 5 de novembro de 2002.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Políticas de Saúde; Departamento de Atenção Básica. Saúde da Criança: Acompanhamento do crescimento e Desenvolvimento Infantil. Brasília, 2002.

BRASIL. Ministério da Saúde, Secretaria de Políticas de Saúde, Área técnica de Saúde da Mulher. Assistência em Planejamento Familiar: Manual Técnico. 4ª Edição, Brasília, 2002.

BRASIL, Ministério da Saúde. Fundação Nacional de Saúde. Manual de Normas de Vacinação. 3. ed., Brasília, 2001. 68p.

BRASIL, Ministério da Saúde. Manual de Procedimentos para Vacinação. 4. ed., Brasília, 2001. 316p.

BRASIL. Ministério da Saúde. Hipertensão Arterial Sistêmica e Diabetes Mellitus: Protocolo; Cadernos de Atenção Básica nº 7. Brasília, 2001

BRASIL. Ministério da Saúde. Assistência ao Pré Natal : Manual Técnico. Brasília, 2000.

BRASIL, Ministério da Saúde. Urgências e Emergências Maternas: Guia para diagnóstico e conduta em situações de risco de morte materna. Brasília, Ministério da Saúde / FEBRASGO, 2000. 118p.

BRASIL. Ministério da Saúde, Secretaria de Políticas de Saúde, Coordenação de Doenças Sexualmente Transmissíveis. Manual de Controle de Doenças Sexualmente Transmissíveis. 3ª Edição. Brasília, 1999

BRASIL, Ministério da Saúde. Assistência e Controle das Doenças Diarréicas. Brasília,1993.

BRASIL, Ministério da Saúde. Aleitamento Materno e Orientação Alimentar para o Desmame. 3. Ed., Brasília, 1986.

BRUNNER, Lílian S; Suddarth, Doris S. Tratado de Enfermagem. 9ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2002. Vol 1,2,3,4.

Conselho Federal de Enfermagem - Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem Resolução do COFEN nº 272/2002 "Dispõe sobre a sistematização da Assistência de Enfermagem".

COREN - MG. Código de Ética e Deontologia de Enfermagem. Brasília, 2003.

Decreto Lei 94.406/87, de 08 de Junho de 1987. Regulamenta a Lei 7.498, de 25 de Junho de 1986, que dispõe sobre o exercício da enfermagem e dá outras providências.

Enfermagem: Aspectos éticos e de organização da profissão - Conselho Regional De Enfermagem De Minas Gerais. Legislação e Normas. Ano 9 - n°1, setembro/2003.

MARTINS, S.; SOUTO, Maria Isabel Dutra. Manual de emergências médicas, diagnóstico e tratamento. Rio de Janeiro: Revinter, 1999.

OLIVEIRA AC; Infecções Hospitalares - Epidemiologia, Prevenção e Controle - Editora Medsi.

Portaria n° 2.529 de 19 de outubro de 2006, que dispõe sobre a internação domiciliar no Âmbito do SUS.

Santos, E, F. et all Legislação em Enfermagem - Atos Normativos do Exercício e do Ensino de Enfermagem Ed. São Paulo Atheneu, 2002.

TEIXEIRA, C. F. et al. SUS, Modelos Assistenciais e Vigilância à Saúde. In: MINISTÉRIO DA SAÚDE/CENTRO NACIONAL DE EPIDEMIOLOGIA. Informe epidemiológico do SUS. Brasília: Fundação Nacional de Saúde, Ano VII, n 2, abr/jun, 1998.

NÍVEL: TÉCNICO

CARGOS: TÉCNICO EM LABORATÓRIO

> Português

· Leitura e interpretação de texto; Noções de Fonética (fonemas, letra, sílaba, número de sílaba, tonicidade, posição da sílaba tônica, dígrafos, encontros consonantais e vocálicos); Acentuação Gráfica; Separação de Sílabas; Ortografia; Semântica (Conotação e Denotação, Principais Homônimos e Parônimos); Classes das Palavras (Substantivo, Adjetivo, Artigo, Numeral, Pronome, Advérbio, Verbo, Preposição, Conjunção e Interjeição); Concordância Nominal e Verbal; Regência Verbal (Predicação Verbal); Crase; Emprego do MAU e MAL; Emprego do Por que, Por quê, Porque, Porquê; Análise Sintática (Termos da Oração, Termos Essenciais; Termos Integrantes, Termos Acessórios, Classificação das Orações, das Sindéticas e das Subordinadas); Colocação Pronominal; Pontuação.

> Específica

· Preparo das principais soluções e reagentes; Obtenção e preparo do sangue para exames; Orientações básicas para coleta de fezes, urina e outros líquidos biológicos (secreções, escaro, etc); Esterilização e Desinfecção (noções básicas); Exame parasitológico de fezes (método); Estudo dos parasitas intestinais e extras-intestinais; Noções básicas de bacteriologia; Exame físico e químico da urina; Reações antígeno/anticorpo; Provas sorológicas e imunohematológicas de rotina; Dosagens bioquímicas de rotina; Estudo da série vermelha - origem, contagem, morfologia, índices e determinações; Velocidade de hemossedimentação; Estudo dos leucócitos - contagem global e específica, características morfológicas; Controle de qualidade em bioquímica; Legislação sanitária, infrações sanitárias; Responsabilidade do técnico de laboratório como agente de saúde; O combate ao desperdício como método para aperfeiçoar e otimizar as atividades do laboratorista; Materiais de consumo e permanentes, manutenção preventiva, cuidados para conservação e prolongamento da vida útil dos equipamentos de uso no Laboratório. Políticas de Saúde no Brasil: História e organização atual; Princípios e Diretrizes do SUS.

Bibliografia sugerida:

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

CIPRO NETO, Pasquale e INFANTE, Ulisses. Gramática da Língua Portuguesa. 2. ed. São Paulo: Scipione, 2003.

CUNHA, Celso, CINTRA, Luís F. Lindley. Nova gramática do Português contemporâneo. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

CARVALHO, W.F. Técnicas médicas de hematologia e imunohematologia. 7ª edição revisada. Editora COOPMED, 2002.

FERREIRA, A. W. & Ávila, S.L.M. Diagnóstico laboratorial das principais doenças infecciosas e auto-imunes. 2a Edição. Editora Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, 2001.

HENRY, J.B. Diagnósticos clínicos e tratamento por métodos laboratoriais. 18a. Edição. Editora Manole, São Paulo, 1995.

LIMA, A. O., et Al. Métodos de laboratório aplicados à clínica: técnica e interpretação. 8a Edição. Editora Guanabara Koogan. Rio De Janeiro, 2001.

MASTROENI, M.F. Biossegurança aplicada a laboratórios e serviços de saúde. Editora Atheneu. São Paulo. 2004.

Resolução da Diretoria Colegiada - RDC N°. 302, de 13 de outubro de 2005. Legislação em Vigilância Sanitária - Agência Nacional de Vigilância Sanitária - Ministério da Saúde.

Resolução da Diretoria Colegiada - RDC N°. 306, de 07 de dezembro de 2004. Legislação em Vigilância Sanitária - Agência Nacional de Vigilância Sanitária - Ministério da Saúde.

STRASSINGER, S.K. Uroanálise e fluídos biológicos. Editora Premier, São Paulo, 1996.

NÍVEL: TÉCNICO

CARGOS: TÉCNICO DE TELECOMUNICAÇÕES

> Português

· Leitura e interpretação de texto; Noções de Fonética (fonemas, letra, sílaba, número de sílaba, tonicidade, posição da sílaba tônica, dígrafos, encontros consonantais e vocálicos); Acentuação Gráfica; Separação de Sílabas; Ortografia; Semântica (Conotação e Denotação, Principais Homônimos e Parônimos); Classes das Palavras (Substantivo, Adjetivo, Artigo, Numeral, Pronome, Advérbio, Verbo, Preposição, Conjunção e Interjeição); Concordância Nominal e Verbal; Regência Verbal (Predicação Verbal); Crase; Emprego do MAU e MAL; Emprego do Por que, Por quê, Porque, Porquê; Análise Sintática (Termos da Oração, Termos Essenciais; Termos Integrantes, Termos Acessórios, Classificação das Orações, das Sindéticas e das Subordinadas); Colocação Pronominal; Pontuação.

> Específica

· Avaliação de componentes: capacitores, indutores, resistores e integrados; Medida de tensão, corrente e resistência em um circuito; Sinais senoidais: freqüência, amplitude e fase; Circuitos combinacionais; Conversores analógico-digital e digital-analógico; Memórias RAM, ROM, EPROM, EEPROM; Circuitos TTL e CMOS; Modem; Tipos de relógios de sincronismo; Tipos de sincronismo; Padrões de modulação; Tipos de interfaces; Modelo OSI; ATM; TCP/IP; Comutadores, concentradores e roteadores; Conexões via cabos UTP e STP; Transceptores e conversores de interfaces; Conexões via fibra óptica; Padrões de conectores; Tipos de transmissões; Definição de componentes críticos de redes; Redes telefônicas e identificação de pares; Montagem de equipamentos em racks; Perdas em ondas guiadas e não-guiadas; Determinação de nível relativo de tensão em decibéis; Comutação telefônica e PABX; Cabeamento estruturado.

Bibliografia sugerida:

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

CIPRO NETO, Pasquale e INFANTE, Ulisses. Gramática da Língua Portuguesa. 2. ed. São Paulo: Scipione, 2003.

CUNHA, Celso, CINTRA, Luís F. Lindley. Nova gramática do Português contemporâneo. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

CIPRO NETO, Pasquale e INFANTE, Ulisses. Gramática da Língua Portuguesa. 2. ed. São Paulo: Scipione, 2003.

MALVINO, Albert Paul. Eletrônica - Volume 1; tradução Romeu Abdo - 4a . Ed. - São Paulo: Makron Books, 1995.

MALVINO, Albert Paul. Eletrônica - Volume 2; tradução Romeu Abdo - 4a . Ed. - São Paulo: Makron Books, 1995.

NETO, Vicente S., Telecomunicações: Sistemas de Propagação e Rádio Enlace. São Paulo: Ed. Érica, 1999. ISBN: 8571946574

NETO, Vicente S., Telecomunicações: Tecnologia de Centrais Telefônicas. São Paulo: Ed. Érica, 1999. ISBN: 8571946310

PINHEIRO, José M. dos S., Guia Completo de Cabeamento de Redes. Rio de Janeiro: Ed. Campus, 2003, ISBN: 853521304X

SOARES, Luiz F. G. et al., Redes de Computadores: das LANs, MANs e WANs às Redes ATM. 2.ed. Rio de Janeiro: Campus, 1995. ISBN: 857001998X

TANENBAUM, Andrew S., Redes de Computadores, 4a ed., Rio de Janeiro, Campus, 2003. ISBN: 8535211853

TOLEDO, Adalton P., Redes de Acesso em Telecomunicações. São Paulo: Makron Books, 2000. ISBN: 8534613478

WALDMAN, Hélio e YACOUB, Michel D., Telecomunicações - Princípios e Tendências. São Paulo: Ed. Érica, 1997. ISBN: 8571944377

NÍVEL: TÉCNICO

CARGOS: AUXILIAR TÉCNICO DE ENGENHARIA

> Português

· Leitura e interpretação de texto; Noções de Fonética (fonemas, letra, sílaba, número de sílaba, tonicidade, posição da sílaba tônica, dígrafos, encontros consonantais e vocálicos); Acentuação Gráfica; Separação de Sílabas; Ortografia; Semântica (Conotação e Denotação, Principais Homônimos e Parônimos); Classes das Palavras (Substantivo, Adjetivo, Artigo, Numeral, Pronome, Advérbio, Verbo, Preposição, Conjunção e Interjeição); Concordância Nominal e Verbal; Regência Verbal (Predicação Verbal); Crase; Emprego do MAU e MAL; Emprego do Por que, Por quê, Porque, Porquê; Análise Sintática (Termos da Oração, Termos Essenciais; Termos Integrantes, Termos Acessórios, Classificação das Orações, das Sindéticas e das Subordinadas); Colocação Pronominal; Pontuação.

> Específica

· Materiais de Construção e Ensaio Técnico; Fundamentos Hidráulica e Elétrica; Saneamento; Transporte; Instalações Domiciliares; Mecânica dos Solos e Fundações; Planejamento das Construções; Prática em Canteiros; Tipos de contratos de serviços e mão-de-obra; Tipos de preços executados em uma obra ou serviço; Programação e controle de obras; Boletim de obra; Faturamentos, controle das despesas de obra, recebimento de obra ou serviço; Cálculo de quantitativos de materiais, avaliação de mão- de-obra e pequenos orçamentos; Leitura de projetos de construção civil; Termo de recebimento de obra ou serviço; Conhecimento geral de materiais e equipamentos utilizados na construção civil; Classificação e especificações das pavimentações; Fases e técnicas da construção; Topografia e Geodesia - Definições e Objetivos; Medida de Ângulos, Instrumentos; Medida de Distância, Instrumentos; Orientação de Plantas; Métodos Gerais de Levantamento; Cálculos de Áreas; Altimetria - Generalidades - Instrumentos; Métodos de Nivelamento; Levantamento Taqueométrico; Triangulação; Fotogrametria Terrestre; Noções de Aerofotogrametria.

Bibliografia sugerida:

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

CIPRO NETO, Pasquale e INFANTE, Ulisses. Gramática da Língua Portuguesa. 2. ed. São Paulo: Scipione, 2003.

CUNHA, Celso, CINTRA, Luís F. Lindley. Nova gramática do Português contemporâneo. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

BORGES, Alberto de Campos. Prática das Pequenas Construções. Volume II. 4ª Edição Revisada. Edgar Blücher Ltda. 1975.

CAMPOS, Vicente Falconi. TQC. Editora EDG, 1999.

CAPUTO, Homero Pinto. Mecânica dos Solos e suas Aplicações. Editora LTC,1989.

CARDÃO, Celso. Topografia. Editora Engenharia e Arquitetura,1985.

CARDÃO,Celso. Técnica de Construções. Volume I. 1ª Edição. 1964. Volume II. 2ª Edição.1969.

DNIT/DNER. Manual de Conservação Rodoviária.

DNIT/DNER. Manual de Projeto Geométrico

DNIT/DNER. Manual de Sinalização Rodoviária.

DNIT/DNER. Normas do DNIT: Classificação (CLA), Especificação de Material (EM), Especificação de Serviço (ES), Instrução de Ensaio (IE), Método de Ensaio (ME), Padronização (PAD), Procedimento (PRO) e Terminologia (TER)

ESPARTEL, Lelis. Manual de topografia e caderneta de campo. Porto Alegre: Editora Globo,1983.

MEHTA, P.K., MONTEIRO, P.J.M. Concreto - Estrutura, Propriedades e Materiais. São Paulo, Ed. Pini, 1994. Capítulos 1 a 8 e 10.

MONTORO FILHO, A.F.; VASCONCELOS, M.A.S e PINHO, D.B. Manual de Economia. São Paulo, Editora Saraiva, 1995.

NETTO, Gabriel Ayres e SILVA, Frederico José da. Código de Obras. 8ª Edição. Livraria Legislação Brasileira. 1968.

ROCHA LIMA Jr., J. Decidir Sobre Investimentos no Setor da Construção Civil. São Paulo, EPUSP, 1998. 72p.

ROCHA LIMA Jr., J. Análise de Investimentos: Princípios e Técnica para Empreendimentos do Setor da Construção Civil. São Paulo, EPUSP, 1993. 50p.

SENSO, Wlastemiler de. Manual de Técnicas de Pavimentação I e II,. Editora Pini, 2005.

SOUZA, U.E.L. Projeto e implantação do canteiro. São Paulo: O Nome da Rosa, 2000. 95p

VAN VLACK, L. H. Princípios de Ciência dos Materiais. São Paulo, Edgar Blücher, 1970. Capítulos 1 a 4.

VARGAS, Milton. Introdução à Mecânica dos Solos. Editora Makron Books, 2005.

NÍVEL: TÉCNICO

CARGOS: TÉCNICO EM HIGIENE DENTAL I

> Português

· Leitura e interpretação de texto; Noções de Fonética (fonemas, letra, sílaba, número de sílaba, tonicidade, posição da sílaba tônica, dígrafos, encontros consonantais e vocálicos); Acentuação Gráfica; Separação de Sílabas; Ortografia; Semântica (Conotação e Denotação, Principais Homônimos e Parônimos); Classes das Palavras (Substantivo, Adjetivo, Artigo, Numeral, Pronome, Advérbio, Verbo, Preposição, Conjunção e Interjeição); Concordância Nominal e Verbal; Regência Verbal (Predicação Verbal); Crase; Emprego do MAU e MAL; Emprego do Por que, Por quê, Porque, Porquê; Análise Sintática (Termos da Oração, Termos Essenciais; Termos Integrantes, Termos Acessórios, Classificação das Orações, das Sindéticas e das Subordinadas); Colocação Pronominal; Pontuação.

> Específica

· Manipulação e preparo de materiais odontológicos; Anatomia bucal: estruturas e função; Cárie dental: conceito, etiologia, controle; Doença periodontal: conceito, etiologia, controle; Placa bacteriana: identificação, fisiologia, relação com dieta, saliva e flúor; Biossegurança: ergonomia (ambiente de trabalho, posições de trabalho) e controle de infecção cruzada (paramentação/proteção individual); Métodos de esterilização e desinfecção: normas e rotina, expurgo e preparo de material, desinfecção do meio, assepsia do equipamento e superfícies; Medidas de prevenção: terapia com flúor, selantes, raspagem e polimento coroário, instrução de higiene oral e educação para a saúde; Organização da clínica odontológica e trabalho em equipe; Epidemiologia: índices epidemiológicos em saúde bucal; Proteção pulpar e materiais restauradores: utilização, preparação, técnicas de inserção, condensação e polimento; Instrumental e equipamento: utilização e emprego; Passos e instrumentos utilizados na clínica odontológica; Técnica de incidência radiográfica e revelação. Políticas de Saúde no Brasil: História e organização atual; Princípios e Diretrizes do SUS. Ética Profissional.

Bibliografia Sugerida

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

CIPRO NETO, Pasquale e INFANTE, Ulisses. Gramática da Língua Portuguesa. 2. ed. São Paulo: Scipione, 2003.

CUNHA, Celso, CINTRA, Luís F. Lindley. Nova gramática do Português contemporâneo. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

BRASIL. Ministério da Saúde. Guia curricular para a formação do atendente de consultório dentário para atuar na rede básica do SUS: áreas curriculares I e II. Brasília: Ministério da Saúde, v.1, 1998.

______. Guia curricular para a formação do atendente de consultório dentário para atuar na rede básica do SUS: áreas curriculares III e IV. Brasília: Ministério da Saúde, v.1, 1998.

COHEN, Stephen; BURNS, Richard C. Caminhos da polpa. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1997.

COLEMAN G C, NELSON J F. Princípios de Diagnóstico Bucal. Rio de Janeiro: Ed. Guanabara Koogan, 1996.

CROMG. Código de Ética dos Profissionais de Odontologia.

ESTRELA, C.; ESTRELA, C. R. A. Controle de Infecção em odontologia. 1. ed., São Paulo: Artes Médicas. 2003.

ESTRELA, Carlos; ESTRELA, Cyntia R. A. Controle de infecção em odontologia. São Paulo: Artes Médicas, 2003.

GUANDALINI, S. L.; MELO, N. S. F. O.; SANTOS, E. C. P. Biossegurança em odontologia. Ed. Odontex, 2ª ed., 1999.

GUIMARÃES Jr, J. Biossegurança e controle de infecção cruzada em consultório odontológico. São Paulo: Livraria Editora Santos, 2001.

KRAMER, Paulo Floriani; FELDENS, Carlos Alberto; ROMANO, Ana Regina; OPPERMANN, Rui Vicente. Promoção de saúde bucal em odontopediatria: diagnóstico, prevenção e tratamento da cárie oclusal. São Paulo: Artes Médicas, 1997.

LUCAS, S.D. Materiais dentários: manual para ACD e THD. Belo Horizonte: CROMG.1997.

MOSS, S.J. Crescendo sem cárie: um guia preventivo para dentistas e pais. Quintessence.1996.

PINTO, Victor Gomes. Saúde bucal coletiva. 4. ed. São Paulo: Santos Ed., 2000.

RIO, L.M.S.P. Manual de Ergonomia Odontológica. Belo Horizonte: Conselho Regional de Odontologia, 2000.

RIO, Licínia Maria Souza Pires do; RIO, Rodrigo Pires do. Manual de ergonomia odontológica. 2. ed. Belo Horizonte: Conselho Regional de Odontologia de Minas Gerais, 2001.

NÍVEL: TÉCNICO

CARGOS: TÉCNICO DE ARQUIVO

> Português

· Leitura e interpretação de texto; Noções de Fonética (fonemas, letra, sílaba, número de sílaba, tonicidade, posição da sílaba tônica, dígrafos, encontros consonantais e vocálicos); Acentuação Gráfica; Separação de Sílabas; Ortografia; Semântica (Conotação e Denotação, Principais Homônimos e Parônimos); Classes das Palavras (Substantivo, Adjetivo, Artigo, Numeral, Pronome, Advérbio, Verbo, Preposição, Conjunção e Interjeição); Concordância Nominal e Verbal; Regência Verbal (Predicação Verbal); Crase; Emprego do MAU e MAL; Emprego do Por que, Por quê, Porque, Porquê; Análise Sintática (Termos da Oração, Termos Essenciais; Termos Integrantes, Termos Acessórios, Classificação das Orações, das Sindéticas e das Subordinadas); Colocação Pronominal; Pontuação.

> Específica

· Arquivos: origem, histórico, finalidade, função, classificação, princípios, terminologia, arquivística, tipos de arquivamento, teoria das três idades, construção, instalação e equipamentos. Documentos: classificação (natureza, tipologia e suporte físico), características, correspondências (classificação, caracterização); órgãos de documentação, características dos acervos, teoria da informação, gerenciamento da informação, gerenciamento arquivístico de documentos eletrônicos, gestão eletrônica de documentos. Arquivos Correntes: conceito, importância e finalidade: Sistemas e métodos de organização de documentos; Classificação de documentos. Arquivos Intermediários: conceito, importância e finalidade: Comissão de Avaliação e Destinação de Documentos; Tabela de temporalidade. Arquivos Permanentes: conceito, importância e finalidade: Arranjo e Descrição; Instrumentos de Pesquisa; Preservação, Conservação e Acesso. Gestão de Documentos: Produção, utilização, destinação de documentos. Elaboração de códigos ou planos de classificação de documentos. Elaboração de tabelas de temporalidade, transferência e recolhimento, avaliação e seleção de documentos; eliminação; tratamento de arquivos especiais; política de acesso; preservação de documentos; conservação, restauração e microfilmagem. Terminologia Arquivística. Legislação Arquivística: Política nacional de arquivos. Classificação, temporalidade e destinação de documentos de arquivo. Salvaguarda de documentos sigilosos.

Bibliografia Sugerida

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

CIPRO NETO, Pasquale e INFANTE, Ulisses. Gramática da Língua Portuguesa. 2. ed. São Paulo: Scipione, 2003.

CUNHA, Celso, CINTRA, Luís F. Lindley. Nova gramática do Português contemporâneo. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

ARQUIVO NACIONAL. Dicionário brasileiro de terminologia arquivística. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2005. (Publicações técnicas-NA, n.51)

BELLOTTO, Heloísa Liberalli. Arquivos permanentes: tratamento documental. 2. ed. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 2004.

BELLOTTO, Heloísa Liberalli. Como fazer análise diplomática e análise tipológica de documento de arquivo. São Paulo: Arquivo do Estado, 2002. (Projeto como fazer; v.8).

BERNARDES, Ieda Pimenta. Como avaliar documentos de arquivo. São Paulo: Arquivo do Estado, 1998. (Projeto como fazer; v.1)

BRASIL. Conselho Nacional de Arquivos. NOBRADE: Norma Brasileira de Descrição Arquivística. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2006.

BRASIL. Conselho Nacional de Arquivos. Resolução n.º 7 de 20 de maio de 1997. Dispõe sobre os procedimentos para a eliminação de documentos no âmbito dos órgãos e entidades integrantes do Poder Público.

BRASIL. Arquivo Nacional. Dicionário brasileiro de terminologia arquivística. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2005.(Publicação Técnica; n. 51).

COSTA, Célia Maria Leite. Intimidade versus interesse público: a problemática dos arquivos. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v.11, n.21, 1998. p.63-76.

DUCHEIN, Michel. O respeito aos fundos em arquivística: princípios teóricos e problemas práticos. Arquivo & Administração, Rio de Janeiro, v. 10-33, abr. 1982/ ago. 1986.

FONSECA, Maria Odila. Arquivologia e ciência da informação. Rio de Janeiro: Editora Fundação Getúlio Vargas, 2005.

GONÇALVES, Janice. Como classificar e ordenar documentos de arquivo. São Paulo: Arquivo do Estado, 1998. (Projeto como fazer; v.2).

LOPEZ, André Porto Ancona. Como descrever documentos de arquivo: elaboração de instrumentos de pesquisa. São Paulo: Arquivo do Estado, 2002. (Projeto como fazer; v.6)

MATTAR, Eliana (org.). Acesso à informação e política de arquivos. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2003.

PAES, Marilena Leite. Arquivo: teoria e prática. 3. ed. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1997.

RONDINELLI, Rosely Curi. Gerenciamento arquivístico de documentos eletrônicos. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 2002.

VAN DERLEI, Batista dos (Org.) Arquivística temas contemporâneos: Classificação, preservação digital, gestão do conhecimento. Distrito Federal: SENAC, 2007.

SANTOS, Vanderlei Batista dos. Gestão de documentos eletrônicos: uma visão arquivística. Brasília: ABARQ, 2002.

NÍVEL: TÉCNICO

CARGOS: TÉCNICO EM INFORMÁTICA

> Português

· Leitura e interpretação de texto; Noções de Fonética (fonemas, letra, sílaba, número de sílaba, tonicidade, posição da sílaba tônica, dígrafos, encontros consonantais e vocálicos); Acentuação Gráfica; Separação de Sílabas; Ortografia; Semântica (Conotação e Denotação, Principais Homônimos e Parônimos); Classes das Palavras (Substantivo, Adjetivo, Artigo, Numeral, Pronome, Advérbio, Verbo, Preposição, Conjunção e Interjeição); Concordância Nominal e Verbal; Regência Verbal (Predicação Verbal); Crase; Emprego do MAU e MAL; Emprego do Por que, Por quê, Porque, Porquê; Análise Sintática (Termos da Oração, Termos Essenciais; Termos Integrantes, Termos Acessórios, Classificação das Orações, das Sindéticas e das Subordinadas); Colocação Pronominal; Pontuação.

> Específica

· Conhecimentos Técnicos: Microinformática: Conceitos Gerais. Editor de texto e planilhas. Organização e Arquitetura de Computadores: hardware, configurações e mídias. Sistemas Operacionais: Software básico, aplicativos e utilitários, ambientes Windows e Linux, instalação e configuração. Pacote Microsoft Office 2000. Open Office. Instalação, configuração e operação de equipamentos de informática. Proteção de equipamentos e de sistemas de informática. Princípios de segurança. Segurança física e lógica: backup, antivírus e prevenção. Conceitos sobre comunicação de dados e redes de computadores, terminologia, meios de transmissão, topologias, protocolos, padrões, interconexão de redes, equipamentos, TCP/IP, wireless, firewall, arquitetura OSI. Web: Internet X Intranet. Modalidades e técnicas de acesso à Internet. Navegação e pesquisa. Browser. Download, Upload e FTP. Correio eletrônico. Instalação, configuração e utilização dos recursos POP3 e SMTP. HTML e construção de páginas para Web. Disseminação de conhecimentos de microinformática e utilização da Internet.

Bibliografia Sugerida

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

CIPRO NETO, Pasquale e INFANTE, Ulisses. Gramática da Língua Portuguesa. 2. ed. São Paulo: Scipione, 2003.

CUNHA, Celso, CINTRA, Luís F. Lindley. Nova gramática do Português contemporâneo. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

FERREIRA, Silvio. Hardware - Montagem, Configuração & Manutenção de Micros - Editora: Axcel Books

KUROSE, J. F. & ROSS, K. W. Redes de Computadores e Internet, Addison Wesley, 2006.

MANZANO, Maria Izabel N.G.; MANZANO, André Luiz N.G. Estudo Dirigido de Informática Básica. Editora: Érica

MANZANO, José Augusto N. G. OpenOffice.org, Érica, 2003.

MINK, Carlos Henrique, Microsoft Office 2000. Editora: Makron Books.

MORIMOTO, C. E. Desvendando o Linux: Torne-se um Especialista Nesse Poderoso Sistema, Digeratti Books, 2004.

MURHAMMER, M. W. et all. TCP/IP Tutorial e Técnico, Makron Books, 2000.

SAWAYA, Márcia Regina. Dicionário de Informática e Internet: Inglês/Português, Nobel, 2003.

STALLING, William. Arquitetura e Organização de Computadores, Makron Books, 2002.

TANENBAUM, A. S. Organização Estruturada de Computadores, LTC, 1999.

TANENBAUM, A. S. Redes de Computadores, tradução da 4ª edição americana, Campus, 2003.

VASCONCELOS, Laércio. Expandindo o hardware do seu PC. São Paulo: Makron Books. ISBN: 8534614695

Windows XP Professional. Porto Alegre: Brookman. ISBN: 8536305711

NÍVEL: TÉCNICO

CARGOS: TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO

> Português

· Leitura e interpretação de texto; Noções de Fonética (fonemas, letra, sílaba, número de sílaba, tonicidade, posição da sílaba tônica, dígrafos, encontros consonantais e vocálicos); Acentuação Gráfica; Separação de Sílabas; Ortografia; Semântica (Conotação e Denotação, Principais Homônimos e Parônimos); Classes das Palavras (Substantivo, Adjetivo, Artigo, Numeral, Pronome, Advérbio, Verbo, Preposição, Conjunção e Interjeição); Concordância Nominal e Verbal; Regência Verbal (Predicação Verbal); Crase; Emprego do MAU e MAL; Emprego do Por que, Por quê, Porque, Porquê; Análise Sintática (Termos da Oração, Termos Essenciais; Termos Integrantes, Termos Acessórios, Classificação das Orações, das Sindéticas e das Subordinadas); Colocação Pronominal; Pontuação.

> Específica

· Segurança do trabalho. Higiene do trabalho. Meios de comunicação, recursos audiovisuais e promocionais, dinâmica de grupo. Psicologia das relações humanas e do trabalho. Proteção contra incêndio. Administração aplicada. Normalização e Legislação. Estatísticas de acidentes. Arranjo físico. Movimentação e armazenamento de materiais. Agentes Ambientais. EPI e EPC. Primeiros Socorros. Desenho técnico. Ergonomia. Princípios de Tecnologia Industrial. Doenças Profissionais. Legislação sobre Higiene e Segurança do Trabalho; CIPA - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes; Campanhas e SIPATs; Riscos ambientais: agentes químicos, físicos, biológicos, ergonômicos e mecânicos; Elaboração do PPRA e PCMSO.

Bibliografia Sugerida

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

CIPRO NETO, Pasquale e INFANTE, Ulisses. Gramática da Língua Portuguesa. 2. ed. São Paulo: Scipione, 2003.

CUNHA, Celso, CINTRA, Luís F. Lindley. Nova gramática do Português contemporâneo. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

CHAPANIS, A.I. A engenharia e o relacionamento homem-máquina. São Paulo: Atlas, 1972.

COUTO, H. A. Ergonomia aplicada ao trabalho: manual técnico da máquina humana. Belo Horizonte: Ergo, v. 1 e 2,1996.

DEJOURS, C. A loucura do trabalho. São Paulo : FTD, 1987. DELTA C. J. A. Acidentes do trabalho. São Paulo, 1989.

GRANDJEAN, E. Manual de ergonomia - adaptando o trabalho ao homem. 4. ed. Porto Alegre: Bookman, 1998.

Legislação Previdenciária, disponível no endereço www81.dataprev.gov.br/islex. Observação: apenas os aspectos relacionados à segurança e saúde no trabalho.

NAPIER, J. A mão do homem. Rio de Janeiro: Zahar; Brasília: UnB, 1983.

NORMAS REGULAMENTADORAS. Segurança e medicina no trabalho. São Paulo : Atlas, 1989.

O Perfil Profissiográfico Previdenciário e a Nova Instrução Normativa nº 95 do INSS. www.inss.gov.br

Portaria 3.214, de 8 de jun. 1978. Aprova as Normas Regulamentadoras - NR do Capítulo V,Título II da CLT, relativas à Segurança e Medicina do Trabalho.

Segurança e Medicina do Trabalho. 54ªed. São Paulo: Editora Atlas, S. A - 2004. Série Manual de Legislação Atlas.

NÍVEL: TÉCNICO

CARGOS: TÉCNICO EM AGROPECUÁRIA

> Português

· Leitura e interpretação de texto; Noções de Fonética (fonemas, letra, sílaba, número de sílaba, tonicidade, posição da sílaba tônica, dígrafos, encontros consonantais e vocálicos); Acentuação Gráfica; Separação de Sílabas; Ortografia; Semântica (Conotação e Denotação, Principais Homônimos e Parônimos); Classes das Palavras (Substantivo, Adjetivo, Artigo, Numeral, Pronome, Advérbio, Verbo, Preposição, Conjunção e Interjeição); Concordância Nominal e Verbal; Regência Verbal (Predicação Verbal); Crase; Emprego do MAU e MAL; Emprego do Por que, Por quê, Porque, Porquê; Análise Sintática (Termos da Oração, Termos Essenciais; Termos Integrantes, Termos Acessórios, Classificação das Orações, das Sindéticas e das Subordinadas); Colocação Pronominal; Pontuação.

> Específica

· Conhecimentos sobre manejo e conservação de solo. Conhecimentos sobre a necessidade de produção, principais pragas e doenças de infestação nas lavouras e plantações em geral. Conhecimentos sobre o sistema de produção de matéria prima para a alimentação de pequenos, médios e grandes animais de produção. Conhecimentos sobre a produção de sementes e mudas. Conhecimentos sobre manejo, condução e principais doenças dos animais domésticos (pequenos, médios e grandes). Conhecimentos sobre industrialização de produtos de origem animal e vegetal. Conhecimentos sobre controle de pragas e doenças (vegetal e animal): Fiscalização de produtos de origem animal e vegetal em fronteiras; Cuidados na aplicação de produtos químicos (cultura e criação). Conhecimentos sobre padronização e classificação vegetal; Amostragem, classificação e armazenamento de grãos. Conhecimentos sobre o procedimento na inspeção industrial e sanitária de produtos de origem animal.

Bibliografia Sugerida

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

CIPRO NETO, Pasquale e INFANTE, Ulisses. Gramática da Língua Portuguesa. 2. ed. São Paulo: Scipione, 2003.

CUNHA, Celso, CINTRA, Luís F. Lindley. Nova gramática do Português contemporâneo. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

BRESSAM, M.; PEREZ, J . Tecnologia de Carnes e Pescados - UFLA/FAEPE - Lavras/MG, 2000, 225 p.

CAMPOS, E.J. et ali. Produção e Qualidade de Pintos de 1 dia - UFMG 1981.

CAVALCANTE, Sergito Souza, Suinocultura Dinâmica. FEPMUZ editora 2ª edição 2000 .

Congresso Brasileiro de gado leiteiro. 2, Piracicaba, FEALQ, 1993, 288 p.

Embrapa. Principais Culturas - 2 volumes - Passo/Canechio/Campos/Canechio. Tecnologia de Produção de Milho - UFV/Embrapa/IAC. Cultura do Cafeeiro - Fatores que afetam a produtividade.

EVANGELISTA, J. São Paulo: Atheneu. 2001. Introdução Geral: os alimentos de origem animal.

FILGUEIRA, Fernando Antônio dos Reis. Novo Manual de Olericultura - 2ª edição - Editora Ceres.

GALLO, D; Nakano, O; Silveira Neto. Manual de Entomologia Agrícola, Ed. Agroc. Ceres l998.

KIMATH, H, Amorim, L; Bergamin Filho. Manual de Fitopatologia -,Ed. Agron. Ceresvol l e 2.

LANA, G.R. Quintão, Avicultura. Livraria e Editora Rural, UFRPE 2000.

MARQUES, O. Fundamentos básicos de Incubação Industrial, 2ª ed. l994.

MORRISON, R.T. E BOYDE, R.N., Química Orgânica, 5a edição.

PARDI, M. C. Ciência, Higiene e Tecnologia da Carne, 2ª edição rev. Goiânia: ed. UFG, 2001. V.1, V.2. Tecnologia de Alimentos.

Pastagens e forrageiras: pragas, doenças, plantas invasoras e tóxicas, controles. Campinas: ICEA, 1977. 311p.

PEIXOTO, A.M.; MOURA, J.C. & FARIA, V.P. Confinamento de bovinos leiteiros. Piracicaba, FEALQ, 1993. 288p.

PEIXOTO, A.M.; Bovinocultura leiteira; fundamentos da exploração racional, 3 ed. Piracicaba, FEALQ, 2000. 581p.

PIANKA, E.R. (1982) - Ecologia Evolutiva. Editiones Omega. Barcelona. 365p. MILLEN, E. 1988.

RENG, R.E, Avens, J.S. Ciência e Produção de Aves. Ed. Roca, l990.

TERRA, N.N. Apontamentos de Tecnologia de Carnes. Ed Usininos, 1998, 216 p.

TORRES, A. P. 1982. Manual de zootecnia: raças que interessam ao Brasil. 2 ed. São Paulo: Ceres, 303p.1987.

Zootecnia e Veterinária. Teorias e práticas gerais. Instituto Campineiro de Ensino Agrícola, Campinas, v. 12.

NÍVEL: TÉCNICO

CARGOS: INSTRUTOR DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL (MECÂNICA) > Português

· Leitura e interpretação de texto; Noções de Fonética (fonemas, letra, sílaba, número de sílaba, tonicidade, posição da sílaba tônica, dígrafos, encontros consonantais e vocálicos); Acentuação Gráfica; Separação de Sílabas; Ortografia; Semântica (Conotação e Denotação, Principais Homônimos e Parônimos); Classes das Palavras (Substantivo, Adjetivo, Artigo, Numeral, Pronome, Advérbio, Verbo, Preposição, Conjunção e Interjeição); Concordância Nominal e Verbal; Regência Verbal (Predicação Verbal); Crase; Emprego do MAU e MAL; Emprego do Por que, Por quê, Porque, Porquê; Análise Sintática (Termos da Oração, Termos Essenciais; Termos Integrantes, Termos Acessórios, Classificação das Orações, das Sindéticas e das Subordinadas); Colocação Pronominal; Pontuação.

> Matemática

· As Quatro Operações com Números Inteiros, Fracionários e Decimais; Números Pares, Ímpares e Compostos (Divisibilidade, Múltiplos e Divisores, MDC, MMC, Operações na Formas Fracionárias e Decimais); Sistema Métrico Decimal (Medidas de comprimento, área, volume, capacidade, massa e tempo); Juros e Porcentagem; Razão e Proporção; Regras de Três Simples e Compostas; Divisões Proporcionais; Equação, Inequação e Sistema do 1° e 2° Graus; Potenciação e Radiciação; Geometria. Resolução de problemas e Raciocínio Lógico.

> Específica

· Conhecimentos Técnicos: Desenho Técnico Mecânico - Vistas, Projeções, Perspectivas, Simbologia, Leitura e interpretação; Metrologia - Unidades de medidas, Sistema Métrico e Inglês, Instrumentos de medição, leitura de paquímetro, micrômetro, comparador, cuidados e conservação, Tolerância; Elementos de máquinas; Resistência dos Materiais; Processos de Usinagem; Montagem de Conjuntos Mecânicos; Planejamento e Gestão do Processo Industrial.

· Organização e Normas; Mecânica Teórica e Prática; Eletricidade; Mecânica Técnica; Produção Mecânica: Hidráulica; Metalografia; Ensaios; Projetos; Caldeiraria; Ajustagem; Fresa; Elementos de Máquinas; Resistência de Materiais; Normas de Segurança: Equipamentos de proteção individual; Equipamentos de proteção coletiva; comissão interna de prevenção de acidentes. Noções de higiene e segurança do trabalho.

· Conhecimentos Pedagógicos: Didática e prática histórico-social; A didática na formação do professor; Aspectos pedagógicos e sociais da prática educativa, segundo as tendências pedagógicas; Processo ensino-aprendizagem. Relação professor/aluno; Compromisso social e ético do professor; Componentes do processo de ensino: objetivos, conteúdos, métodos, técnicas e meios; Avaliação escolar e suas implicações pedagógicas.

· Legislação Educacional: Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei n° 9394/96) FUNDEF (Lei 9424/96); FUNDEB (Lei 11494/07); Estatuto da Criança e Adolescente (Lei n° 8069/90); Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) do Ensino Fundamental e Ensino Médio; Constituição Federal do Brasil (Título VIII, Capítulo III, Seção I).

Bibliografia Sugerida

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

CIPRO NETO, Pasquale e INFANTE, Ulisses. Gramática da Língua Portuguesa. 2. ed. São Paulo: Scipione, 2003.

CUNHA, Celso, CINTRA, Luís F. Lindley. Nova gramática do Português contemporâneo. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

DANTE, Luiz Roberto. Matemática: contexto e aplicações. Ensino Médio. Volumes 1 e 2. Editora Ática, 2000.

GIOVANNI, José Ruy & GIOVANNI JÚNIOR, José Ruy. Matemática pensar e descobrir: novo - 5ª a 8ª séries. Editora FTD, 2000.

GOULART, Márcio Cintra. Matemática no ensino médio. Volumes 1 e 2. Editora Scipione, 1999.

IEZZI, Gelson & DOLCE, Osvaldo & MACHADO, Antônio. Matemática e realidade. Atual Editora, 1997.

SCIPIONE, Di Pierro Netto. Pensar matemática: para o ensino fundamental. 5ª a 8ª séries. Ed. Scipione. 1ª edição, 2001.

SCIPIONE, Di Pierro Netto. Matemática - 2º Grau - Volumes 1,2 e 3, São Paulo. Scipione Autores Editores, 1984.

AGOSTINHO, L.et al. Tolerância, ajustes, desvios e análise de dimensões. São Paulo: Blucher, 1997.

BARTRKOWIAK, Robert A. Circuitos Elétricos. Makron Books do Brasil Ltda., 1995.

CALLISTER, W. D.J. Ciências e Engenharia de Materiais: Uma Introdução - 5ª. Edição. Rio de Janeiro: Livros Técnicos Científicos, 2002.

CEFET. Apostila de metrologia. Belo Horizonte: CEFET - MG.

CHIAVERINI, V. Aços e Ferros Fundidos. Associação Brasileira de Metais, 1992.

CUNH, Lauro Salles. Manual prático do mecânico. São Paulo: Hemus Livraria Editora Ltda., 1981.

CUNHA, L. Veiga da, Desenho Técnico, 11ª Edição, Fundação Calouste Gulbenkian

FESTO DIDACTIC. Introdução à Hidráulica. São Paulo: 1995.

FITZGERALD. A.E. Máquinas Elétricas. Rio de Janeiro: Editora McGraw Hill do Brasil Ltda, 1977.

GARCIA, A; SPIM, J.A; SANTOS, C.A. Ensaios dos Materiais. Rio de Janeiro: Livros Técnicos Científicos, 2000.

HIBBELER, R. C. Resistência dos Materiais. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2004.

MELCONIAN, Sarkis. Mecânica Técnica e Resistência dos Materiais. 11ª. Edição. São Paulo: Érica, 2000.

PALMIERI, A.C. Manual de Hidráulica Básica. 6ª. Edição. São Paulo: RACINE, 1987.

SHROCK, Joseph. Montagem, Ajuste, Verificação de Peças de Máquinas. Trad. José R. da Silva. Rio de Janeiro: Reverte, 1979.

SCHIEL, F. Introdução à Resistência dos Materiais. São Paulo: Harper & Row do Brasil Ltda., 1984. SIMÕES Morais, Desenho Técnico Básico, Vol. III, Porto Editora

CANDAU, Vera Maria (org). Magistério. Construção cotidiana. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

CANDAU, Vera Maria (orgs.). Reinventar a escola. Petrópolis, RJ : Vozes, 2000.

CUNHA, Luiz Antônio. Educação, estado e democracia no Brasil. São Paulo: Cortez/EDUFF/FLACSO, 1992.

DAVIS, Claudia; OLIVEIRA, Zilma. Psicologia da educação. São Paulo: Cortez, 1990.

GADOTTTI, Moacir. História das idéias pedagógicas. São Paulo: Ática, 1999.

GOMES, Cândido. A educação em perspectiva sociológica. São Paulo: EPU, 1989.

HOFFMANN, Jussara. Avaliação: mito e desafio, uma perspectiva construtivista. Porto Alegre: Editora Mediação, 23. ed., 1998.

LEI FEDERAL Nº 9.394, de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

LEI FEDERAL Nº 8069/90 - Estatuto da Criança e do Adolescente

LUCKESI, Cipriano. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 1991.

MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental e para o Ensino Médio - Documentos Introdutórios. Brasília.

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia. São Paulo : Autores Associados, 1993.

SILVA, Tomás Tadeu; MOREIRA, Antônio Flávio (orgs.). Currículo, cultura e Sociedade. São Paulo: Cortez, 1994.

PARECER CNE/CEB 04/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Fundamental (Relatora: Regina de Assis).

PARECER CNE/CEB 15/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Médio (Relatora: Guiomar N. Mello).

NÍVEL: TÉCNICO

CARGOS: INSTRUTOR DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL (ELETROTÉCNICA)

> Português

· Leitura e interpretação de texto; Noções de Fonética (fonemas, letra, sílaba, número de sílaba, tonicidade, posição da sílaba tônica, dígrafos, encontros consonantais e vocálicos); Acentuação Gráfica; Separação de Sílabas; Ortografia; Semântica (Conotação e Denotação, Principais Homônimos e Parônimos); Classes das Palavras (Substantivo, Adjetivo, Artigo, Numeral, Pronome, Advérbio, Verbo, Preposição, Conjunção e Interjeição); Concordância Nominal e Verbal; Regência Verbal (Predicação Verbal); Crase; Emprego do MAU e MAL; Emprego do Por que, Por quê, Porque, Porquê; Análise Sintática (Termos da Oração, Termos Essenciais; Termos Integrantes, Termos Acessórios, Classificação das Orações, das Sindéticas e das Subordinadas); Colocação Pronominal; Pontuação.

> Matemática

· As Quatro Operações com Números Inteiros, Fracionários e Decimais; Números Pares, Ímpares e Compostos (Divisibilidade, Múltiplos e Divisores, MDC, MMC, Operações na Formas Fracionárias e Decimais); Sistema Métrico Decimal (Medidas de comprimento, área, volume, capacidade, massa e tempo); Juros e Porcentagem; Razão e Proporção; Regras de Três Simples e Compostas; Divisões Proporcionais; Equação, Inequação e Sistema do 1° e 2° Graus; Potenciação e Radiciação; Geometria. Resolução de problemas e Raciocínio Lógico.

> Específica

· Conhecimentos Técnicos: Desenho Técnico Elétrico; Eletricidade Básica, Comandos Elétricos, Segurança em Eletricidade; Eletrônica Básica, Controlador Lógico Programável, Metrologia; Noções de higiene e segurança do trabalho; Planejamento e Gestão do Processo Industrial. Conhecimentos de tensão, corrente e resistência, circuitos elétricos, magnetismo, Lei de Ohm, potência elétrica, corrente alternada trifásica, bifásica e monofásica. Geração; transmissão e consumo de energia elétrica. Instalações elétricas, diagramas elétricos, simbologias, normas e materiais. Dimensionamento de fios e disjuntores para instalações elétricas; comandos elétricos de motores; tipos de motores elétricos e seus fundamentos, sistema de partida manual; sistema de partida por contatores; sistema de partida de proteção térmica e termomagnética, aplicação de contatores e temporizadores. Leitura e interpretação de esquemas elétricos. Cabines primárias (tipos e características); pára-raios, disjuntores, isoladores, chaves seccionadas, transformadores, transformadores para instrumentos. Noções de proteção e medição. Operação programada e operação por emergência, procedimento de segurança em manutenção elétrica, procedimentos práticos de manutenção. Ensaios elétricos e mecânicos, práticas de ensaios no disjuntor, práticas de ensaio no transformador, relatórios de inspeção - transformador / disjuntor. Noções de higiene e segurança do trabalho; Planejamento e Gestão do Processo Industrial.

· Conhecimentos Pedagógicos: Didática e prática histórico-social; A didática na formação do professor; Aspectos pedagógicos e sociais da prática educativa, segundo as tendências pedagógicas; Processo ensino-aprendizagem. Relação professor/aluno; Compromisso social e ético do professor; Componentes do processo de ensino: objetivos, conteúdos, métodos, técnicas e meios; Avaliação escolar e suas implicações pedagógicas.

. Legislação Educacional: Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei n° 9394/96) FUNDEF (Lei 9424/96); FUNDEB (Lei 11494/07); Estatuto da Criança e Adolescente (Lei n° 8069/90); Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) do Ensino Fundamental e Ensino Médio; Constituição Federal do Brasil (Título VIII, Capítulo III, Seção I).

Bibliografia Sugerida

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

CIPRO NETO, Pasquale e INFANTE, Ulisses. Gramática da Língua Portuguesa. 2. ed. São Paulo: Scipione, 2003.

CUNHA, Celso, CINTRA, Luís F. Lindley. Nova gramática do Português contemporâneo. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

DANTE, Luiz Roberto. Matemática: contexto e aplicações. Ensino Médio. Volumes 1 e 2. Editora Ática, 2000.

GIOVANNI, José Ruy & GIOVANNI JÚNIOR, José Ruy. Matemática pensar e descobrir: novo - 5ª a 8ª séries. Editora FTD, 2000.

GOULART, Márcio Cintra. Matemática no ensino médio. Volumes 1 e 2. Editora Scipione, 1999.

IEZZI, Gelson & DOLCE, Osvaldo & MACHADO, Antônio. Matemática e realidade. Atual Editora, 1997.

SCIPIONE, Di Pierro Netto. Pensar matemática: para o ensino fundamental. 5ª a 8ª séries. Ed. Scipione. 1ª edição, 2001.

SCIPIONE, Di Pierro Netto. Matemática - 2° Grau - Volumes 1,2 e 3, São Paulo. Scipione Autores Editores, 1984.

CAVALIN, Geraldo; CERVELIN, Severino. Instalações Elétricas Prediais, São Paulo: Érica Editora, 1998. ISBN: 85-7194-541-1

COTRIM, Ademaro A. M. B. Instalações Elétricas - 3ª. Edição - São Paulo Akron Books, 1992.

CREDER, Hélio, Instalações Elétricas, Rio de Janeiro: Editora LTC, 2002. ISBN: 852161 232X

CUNHA, L. Veiga da. Desenho Técnico, 11ª Edição, Fundação Calouste Gulbenkian

EDMINISTER, Joseph A. Circuitos Elétricos - Reedição da edição clássica - São Paulo - Kakron, McGra Hill, 1991 - Coleção Schaum.

HIBBELER, R. C. Resistência dos Materiais. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2004.

LEITE, Duílio Moreira, Proteção contra descargas atmosféricas - 5ª. Edição - São Paulo, 2001.

MALVINO, Eletrônica - 4ª. Edição - Vol. I e II, São Paulo: Makron Books, 1997.

SEDRA, A S.; SMITH, K.C. Microeletrônica. 4ª. Ed. São Paulo: Makron Books, 2000.

SCHIEL, F. Introdução à Resistência dos Materiais. São Paulo: Harper & Row do Brasil Ltda., 1.984.

SIMÕES Morais, Desenho Técnico Básico, Vol. III, Porto Editora

CANDAU, Vera Maria (org). Magistério. Construção cotidiana. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

CANDAU, Vera Maria (orgs.). Reinventar a escola. Petrópolis, RJ : Vozes, 2000.

CUNHA, Luiz Antônio. Educação, estado e democracia no Brasil. São Paulo: Cortez/EDUFF/FLACSO, 1992.

DAVIS, Claudia; OLIVEIRA, Zilma. Psicologia da educação. São Paulo: Cortez, 1990.

GADOTTTI, Moacir. História das idéias pedagógicas. São Paulo: Ática, 1999.

GOMES, Cândido. A educação em perspectiva sociológica. São Paulo: EPU, 1989.

HOFFMANN, Jussara. Avaliação: mito e desafio, uma perspectiva construtivista. Porto Alegre: Editora Mediação, 23. ed., 1998.

LEI FEDERAL Nº 9.394, de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

LEI FEDERAL Nº 8069/90 - Estatuto da Criança e do Adolescente

LUCKESI, Cipriano. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 1991.

MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental e para o Ensino Médio - Documentos Introdutórios. Brasília.

PARECER CNE/CEB 04/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Fundamental (Relatora: Regina de Assis).

PARECER CNE/CEB 15/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Médio (Relatora: Guiomar N. Mello).

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia. São Paulo : Autores Associados, 1993.

SILVA, Tomás Tadeu; MOREIRA, Antônio Flávio (orgs.). Currículo, cultura e Sociedade. São Paulo: Cortez, 1994.

NÍVEL: TÉCNICO

CARGOS: INSTRUTOR DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL (METALURGIA)

> Português

· Leitura e interpretação de texto; Noções de Fonética (fonemas, letra, sílaba, número de sílaba, tonicidade, posição da sílaba tônica, dígrafos, encontros consonantais e vocálicos); Acentuação Gráfica; Separação de Sílabas; Ortografia; Semântica (Conotação e Denotação, Principais Homônimos e Parônimos); Classes das Palavras (Substantivo, Adjetivo, Artigo, Numeral, Pronome, Advérbio, Verbo, Preposição, Conjunção e Interjeição); Concordância Nominal e Verbal; Regência Verbal (Predicação Verbal); Crase; Emprego do MAU e MAL; Emprego do Por que, Por quê, Porque, Porquê; Análise Sintática (Termos da Oração, Termos Essenciais; Termos Integrantes, Termos Acessórios, Classificação das Orações, das Sindéticas e das Subordinadas); Colocação Pronominal; Pontuação.

> Matemática

· As Quatro Operações com Números Inteiros, Fracionários e Decimais; Números Pares, Ímpares e Compostos (Divisibilidade, Múltiplos e Divisores, MDC, MMC, Operações na Formas Fracionárias e Decimais); Sistema Métrico Decimal (Medidas de comprimento, área, volume, capacidade, massa e tempo); Juros e Porcentagem; Razão e Proporção; Regras de Três Simples e Compostas; Divisões Proporcionais; Equação, Inequação e Sistema do 1° e 2° Graus; Potenciação e Radiciação; Geometria. Resolução de problemas e Raciocínio Lógico.

> Específica

· Conhecimentos Técnicos: Desenho Técnico, Processos de soldagem, calderaria, serralheria, medição industrial, eletricidade básica, processos de produção do aço, siderurgia, processos térmicos e químicos; Aspectos Técnicos e Processos de soldagem, Metalurgia física, Metalurgia de Soldagem, Ensaios Não Destrutivos: Exame visual, dimensional de soldas e líquido penetrante, Controle de deformação; documentos técnicos e simbologia de soldagem. Noções de higiene e segurança do trabalho; Planejamento e Gestão do Processo Industrial.

· Conhecimentos Pedagógicos: Didática e prática histórico-social; A didática na formação do professor; Aspectos pedagógicos e sociais da prática educativa, segundo as tendências pedagógicas; Processo ensino-aprendizagem. Relação professor/aluno; Compromisso social e ético do professor; Componentes do processo de ensino: objetivos, conteúdos, métodos, técnicas e meios; Avaliação escolar e suas implicações pedagógicas.

· Legislação Educacional: Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei n° 9394/96) FUNDEF (Lei 9424/96); FUNDEB (Lei 11494/07); Estatuto da Criança e Adolescente (Lei n° 8069/90); Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) do Ensino Fundamental e Ensino Médio; Constituição Federal do Brasil (Título VIII, Capítulo III, Seção I).

Bibliografia Sugerida

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

CIPRO NETO, Pasquale e INFANTE, Ulisses. Gramática da Língua Portuguesa. 2. ed. São Paulo: Scipione, 2003.

CUNHA, Celso, CINTRA, Luís F. Lindley. Nova gramática do Português contemporâneo. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

DANTE, Luiz Roberto. Matemática: contexto e aplicações. Ensino Médio. Volumes 1 e 2. Editora Ática, 2000.

GIOVANNI, José Ruy & GIOVANNI JÚNIOR, José Ruy. Matemática pensar e descobrir: novo - 5ª a 8ª séries. Editora FTD, 2000.

GOULART, Márcio Cintra. Matemática no ensino médio. Volumes 1 e 2. Editora Scipione, 1999.

IEZZI, Gelson & DOLCE, Osvaldo & MACHADO, Antônio. Matemática e realidade. Atual Editora, 1997.

SCIPIONE, Di Pierro Netto. Pensar matemática: para o ensino fundamental. 5ª a 8ª séries. Ed. Scipione. 1ª edição, 2001.

SCIPIONE, Di Pierro Netto. Matemática - 2º Grau - Volumes 1,2 e 3, São Paulo. Scipione Autores Editores, 1984.

ANTUNES, Viriato, FEUP - Apontamentos de Metalurgia Mecânica.

BAZZO, W. A. & PEREIRA, L. T. V. Introdução à Engenharia. Florianópolis, Editora da UFSC, 1993. 271 p.

CALLISTER, W.D. Ciências e Engenharia de Materiais: Uma Introdução. LTC Editora, Rio de Janeiro, 2002.

CAMPOS FILHO, M.P.; DAVIES, G.J. Solidificação e Fundição de Metais e suas Ligas. USP - Ed. Livros Técnicos e Científicos. São Paulo. 1978.

CHIAVERINI, V. Aços e Ferros Fundidos. ABM. SP. 5ª. Edição, 1982.

G. DIETER, McGraw-Hill - Metalurgia Mecânica.

MAGALHÃES, A. Barbedo de, FEUP - Apontamentos de Metalurgia Mecânica.

WAINER, E. Soldagem. Ed. ABM. São Paulo. 1979.

CANDAU, Vera Maria (org). Magistério. Construção cotidiana. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

CANDAU, Vera Maria (orgs.). Reinventar a escola. Petrópolis, RJ : Vozes, 2000.

CUNHA, Luiz Antônio. Educação, estado e democracia no Brasil. São Paulo: Cortez/EDUFF/FLACSO, 1992.

DAVIS, Claudia; OLIVEIRA, Zilma. Psicologia da educação. São Paulo: Cortez, 1990.

GADOTTTI, Moacir. História das idéias pedagógicas. São Paulo: Ática, 1999.

GOMES, Cândido. A educação em perspectiva sociológica. São Paulo: EPU, 1989.

HOFFMANN, Jussara. Avaliação: mito e desafio, uma perspectiva construtivista. Porto Alegre: Editora Mediação, 23. ed., 1998.

LEI FEDERAL Nº 9.394, de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

LEI FEDERAL Nº 8069/90 - Estatuto da Criança e do Adolescente

LUCKESI, Cipriano. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 1991.

MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental e para o Ensino Médio - Documentos Introdutórios. Brasília.

PARECER CNE/CEB 04/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Fundamental (Relatora: Regina de Assis).

PARECER CNE/CEB 15/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Médio (Relatora: Guiomar N.Mello).

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia. São Paulo : Autores Associados, 1993.

SILVA, Tomás Tadeu; MOREIRA, Antônio Flávio (orgs.). Currículo, cultura e Sociedade. São Paulo: Cortez, 1994.

NÍVEL: TÉCNICO

CARGOS: INSTRUTOR DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL (ELETRÔNICA)

> Português

· Leitura e interpretação de texto; Noções de Fonética (fonemas, letra, sílaba, número de sílaba, tonicidade, posição da sílaba tônica, dígrafos, encontros consonantais e vocálicos); Acentuação Gráfica; Separação de Sílabas; Ortografia; Semântica (Conotação e Denotação, Principais Homônimos e Parônimos); Classes das Palavras (Substantivo, Adjetivo, Artigo, Numeral, Pronome, Advérbio, Verbo, Preposição, Conjunção e Interjeição); Concordância Nominal e Verbal; Regência Verbal (Predicação Verbal); Crase; Emprego do MAU e MAL; Emprego do Por que, Por quê, Porque, Porquê; Análise Sintática (Termos da Oração, Termos Essenciais; Termos Integrantes, Termos Acessórios, Classificação das Orações, das Sindéticas e das Subordinadas); Colocação Pronominal; Pontuação.

> Matemática

· As Quatro Operações com Números Inteiros, Fracionários e Decimais; Números Pares, Ímpares e Compostos (Divisibilidade, Múltiplos e Divisores, MDC, MMC, Operações na Formas Fracionárias e Decimais); Sistema Métrico Decimal (Medidas de comprimento, área, volume, capacidade, massa e tempo); Juros e Porcentagem; Razão e Proporção; Regras de Três Simples e Compostas; Divisões Proporcionais; Equação, Inequação e Sistema do 1° e 2° Graus; Potenciação e Radiciação; Geometria. Resolução de problemas e Raciocínio Lógico.

> Específica

· Conhecimentos Técnicos: Desenho Técnico, eletrônica básica, eletrônica de potência; Controladores lógicos programáveis, instrumento de medição e unidades de medida em eletrônica, circuitos eletrônicos, análise de circuitos; Telegrafia, telex, telefonia; Rede telefônica; Trafego; Central comutadora; Sistemas eletromecânicas e híbridos; Ambiente de rede; Regitalização da Rede; Tarifação; Plano de sinalização; Plano de transmissão e plano de sincronização; Diodos semicondutores; Aplicações do diodo; Transmissores bipolares de função; Polarização DC-TBJ; Transmissores de efeito de campo; Polarização do FET; Modelagem do transmissor; Configurações compostas; Amplificadores operacionais; Amplificadores de potência; Realimentação e circuitos osciladores; Fontes de tensão; Osciladores e outros instrumentos de medida. Noções de higiene e segurança do trabalho; Planejamento e Gestão do Processo Industrial.

· Conhecimentos Pedagógicos: Didática e prática histórico-social; A didática na formação do professor; Aspectos pedagógicos e sociais da prática educativa, segundo as tendências pedagógicas; Processo ensino-aprendizagem. Relação professor/aluno; Compromisso social e ético do professor; Componentes do processo de ensino: objetivos, conteúdos, métodos, técnicas e meios; Avaliação escolar e suas implicações pedagógicas.

· Legislação Educacional: Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei n° 9394/96) FUNDEF (Lei 9424/06) FUNDEB (Lei 11494/07); Estatuto da Criança e Adolescente (Lei n° 8069/90); Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) do Ensino Fundamental e Ensino Médio; Constituição Federal do Brasil (Título VIII, Capítulo III, Seção I).

Bibliografia Sugerida

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

CIPRO NETO, Pasquale e INFANTE, Ulisses. Gramática da Língua Portuguesa. 2. ed. São Paulo: Scipione, 2003.

CUNHA, Celso, CINTRA, Luís F. Lindley. Nova gramática do Português contemporâneo. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

DANTE, Luiz Roberto. Matemática: contexto e aplicações. Ensino Médio. Volumes 1 e 2. Editora Ática, 2000.

GIOVANNI, José Ruy & GIOVANNI JÚNIOR, José Ruy. Matemática pensar e descobrir: novo - 5ª a 8ª séries. Editora FTD, 2000.

GOULART, Márcio Cintra. Matemática no ensino médio. Volumes 1 e 2. Editora Scipione, 1999.

IEZZI, Gelson & DOLCE, Osvaldo & MACHADO, Antônio. Matemática e realidade. Atual Editora, 1997.

SCIPIONE, Di Pierro Netto. Pensar matemática: para o ensino fundamental. 5ª a 8ª séries. Ed. Scipione. 1ª edição, 2001.

SCIPIONE, Di Pierro Netto. Matemática - 2º Grau - Volumes 1,2 e 3, São Paulo. Scipione Autores Editores, 1984.

BOGART, Theodore F. Dispositivos e Circuitos Eletrônicos. São Paulo: Makron Books.

BOYLESTAD, Robert L.; NASHELSKY, Louis. Dispositivos Eletrônicos e Teoria de Circuitos. Rio de Janeiro: Prentice Hall do Brasil, 1998.

CAPUANO, Francisco G.; IDOETA, Ivan V. Elementos de Eletrônica Digital. São Paulo: Ed. Érica. MALVINO, Albert Paul. Eletrônica. V. 1 e 2. São Paulo: Makron Books.

TOCCI, Ronald J.; WIDMER, Neal S. Sistemas Digitais - Princípios e Aplicações. Rio de Janeiro: Editora LTC, 2000.

CANDAU, Vera Maria (org). Magistério. Construção cotidiana. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

CANDAU, Vera Maria (orgs.). Reinventar a escola. Petrópolis, RJ : Vozes, 2000.

CUNHA, Luiz Antônio. Educação, estado e democracia no Brasil. São Paulo: Cortez/EDUFF/FLACSO, 1992.

DAVIS, Claudia; OLIVEIRA, Zilma. Psicologia da educação. São Paulo: Cortez, 1990.

GADOTTTI, Moacir. História das idéias pedagógicas. São Paulo: Ática, 1999.

GOMES, Cândido. A educação em perspectiva sociológica. São Paulo: EPU, 1989.

HOFFMANN, Jussara. Avaliação: mito e desafio, uma perspectiva construtivista. Porto Alegre: Editora Mediação, 23. ed., 1998.

LEI FEDERAL Nº 9.394, de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

LEI FEDERAL Nº 8069/90 - Estatuto da Criança e do Adolescente

LUCKESI, Cipriano. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 1991.

MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental e para o Ensino Médio - Documentos Introdutórios. Brasília.

PARECER CNE/CEB 04/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Fundamental (Relatora: Regina de Assis).

PARECER CNE/CEB 15/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Médio (Relatora: Guiomar N. Mello).

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia. São Paulo : Autores Associados, 1993.

SILVA, Tomás Tadeu; MOREIRA, Antônio Flávio (orgs.). Currículo, cultura e Sociedade. São Paulo: Cortez, 1994.

NÍVEL: TÉCNICO

CARGOS: INSTRUTOR DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL (INFORMÁTICA)

> Português

· Leitura e interpretação de texto; Noções de Fonética (fonemas, letra, sílaba, número de sílaba, tonicidade, posição da sílaba tônica, dígrafos, encontros consonantais e vocálicos); Acentuação Gráfica; Separação de Sílabas; Ortografia; Semântica (Conotação e Denotação, Principais Homônimos e Parônimos); Classes das Palavras (Substantivo, Adjetivo, Artigo, Numeral, Pronome, Advérbio, Verbo, Preposição, Conjunção e Interjeição); Concordância Nominal e Verbal; Regência Verbal (Predicação Verbal); Crase; Emprego do MAU e MAL; Emprego do Por que, Por quê, Porque, Porquê; Análise Sintática (Termos da Oração, Termos Essenciais; Termos Integrantes, Termos Acessórios, Classificação das Orações, das Sindéticas e das Subordinadas); Colocação Pronominal; Pontuação.

> Matemática

· As Quatro Operações com Números Inteiros, Fracionários e Decimais; Números Pares, Ímpares e Compostos (Divisibilidade, Múltiplos e Divisores, MDC, MMC, Operações na Formas Fracionárias e Decimais); Sistema Métrico Decimal (Medidas de comprimento, área, volume, capacidade, massa e tempo); Juros e Porcentagem; Razão e Proporção; Regras de Três Simples e Compostas; Divisões Proporcionais; Equação, Inequação e Sistema do 1° e 2° Graus; Potenciação e Radiciação; Geometria. Resolução de problemas e Raciocínio Lógico.

> Específica

· Conhecimentos Técnicos: Microinformática: Conceitos Gerais. Editor de texto e planilhas. Organização e Arquitetura de Computadores: hardware, configurações e mídias. Sistemas Operacionais: Software básico, aplicativos e utilitários, ambientes Windows e Linux, instalação e configuração. Pacote Microsoft Office 2000. Open Office. Instalação, configuração e operação de equipamentos de informática. Proteção de equipamentos e de sistemas de informática. Princípios de segurança. Segurança física e lógica: backup, antivírus e prevenção. Conceitos sobre comunicação de dados e redes de computadores, terminologia, meios de transmissão, topologias, protocolos, padrões, interconexão de redes, equipamentos, TCP/IP, wireless, firewall, arquitetura OSI. Web: Internet X Intranet. Modalidades e técnicas de acesso à Internet. Navegação e pesquisa. Browser. Download, upload e FTP. Correio eletrônico. Instalação, configuração e utilização dos recursos POP3 e SMTP. HTML e construção de páginas para Web. Disseminação de conhecimentos de microinformática e utilização da Internet.

· Conhecimentos Pedagógicos: Didática e prática histórico-social; A didática na formação do professor; Aspectos pedagógicos e sociais da prática educativa, segundo as tendências pedagógicas; Processo ensino-aprendizagem. Relação professor/aluno; Compromisso social e ético do professor; Componentes do processo de ensino: objetivos, conteúdos, métodos, técnicas e meios; Avaliação escolar e suas implicações pedagógicas.

· Legislação Educacional: Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei n° 9394/96) FUNDEF (Lei 9424/96); FUNDEB (Lei 11494/07); Estatuto da Criança e Adolescente (Lei nº 8069/90); Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) do Ensino Fundamental e Ensino Médio; Constituição Federal do Brasil (Título VIII, Capítulo III, Seção I).

Bibliografia Sugerida

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

CIPRO NETO, Pasquale e INFANTE, Ulisses. Gramática da Língua Portuguesa. 2. ed. São Paulo: Scipione, 2003.

CANDAU, Vera Maria (org). Magistério. Construção cotidiana. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

CANDAU, Vera Maria (orgs.). Reinventar a escola. Petrópolis, RJ : Vozes, 2000.

CUNHA, Celso, CINTRA, Luís F. Lindley. Nova gramática do Português contemporâneo. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

CUNHA, Luiz Antônio. Educação, estado e democracia no Brasil. São Paulo: Cortez/EDUFF/FLACSO, 1992.

DANTE, Luiz Roberto. Matemática: contexto e aplicações. Ensino Médio. Volumes 1 e 2. Editora Ática, 2000.

DAVIS, Claudia; OLIVEIRA, Zilma. Psicologia da educação. São Paulo: Cortez, 1990.

FERREIRA, Silvio. Hardware - Montagem, Configuração & Manutenção de Micros - Editora: Axcel Books.

GADOTTTI, Moacir. História das idéias pedagógicas. São Paulo: Ática, 1999.

GIOVANNI, José Ruy & GIOVANNI JÚNIOR, José Ruy. Matemática pensar e descobrir: novo - 5ª a 8ª séries. Editora FTD, 2000.

GOMES, Cândido. A educação em perspectiva sociológica. São Paulo: EPU, 1989

GOULART, Márcio Cintra. Matemática no ensino médio. Volumes 1 e 2. Editora Scipione, 1999..

HOFFMANN, Jussara. Avaliação: mito e desafio, uma perspectiva construtivista. Porto Alegre: Editora Mediação, 23. ed., 1998.

IEZZI, Gelson & DOLCE, Osvaldo & MACHADO, Antônio. Matemática e realidade. Atual Editora, 1997.

KUROSE, J. F. & ROSS, K. W. Redes de Computadores e Internet, Addison Wesley, 2006.

LEI FEDERAL Nº 9.394, de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

LEI FEDERAL Nº 8069/90 - Estatuto da Criança e do Adolescente

LUCKESI, Cipriano. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 1991.

MANZANO, Maria Izabel N.G.; MANZANO, André Luiz N.G. Estudo Dirigido de Informática Básica. Editora: Érica

MANZANO, José Augusto N.G. OpenOffice.org, Érica, 2003.

MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental e para o Ensino Médio - Documentos Introdutórios. Brasília.

MINK, Carlos Henrique, Microsoft Office 2000. Editora: Makron Books.

MORIMOTO, C. E. Desvendando o Linux: Torne-se um Especialista Nesse Poderoso Sistema, Digeratti Books, 2004.

MURHAMMER, M. W. et all. TCP/IP Tutorial e Técnico, Makron Books, 2000.

PARECER CNE/CEB 04/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Fundamental (Relatora: Regina de Assis).

PARECER CNE/CEB 15/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Médio (Relatora: Guiomar N. Mello).

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia. São Paulo : Autores Associados, 1993.

SAWAYA, Márcia Regina. Dicionário de Informática e Internet: Inglês/Português, Nobel, 2003.

SCIPIONE, Di Pierro Netto. Pensar matemática: para o ensino fundamental. 5ª a 8ª séries. Ed. Scipione. 1ª edição, 2001.

SCIPIONE, Di Pierro Netto. Matemática - 2º Grau - Volumes 1,2 e 3, São Paulo. Scipione Autores Editores, 1984.

SILVA, Tomás Tadeu; MOREIRA, Antônio Flávio (orgs.). Currículo, cultura e Sociedade. São Paulo: Cortez, 1994.

STALLING, William. Arquitetura e Organização de Computadores, Makron Books, 2002.

TANENBAUM, A. S. Organização Estruturada de Computadores, LTC, 1999.

TANENBAUM, A. S. Redes de Computadores, tradução da 4ª edição americana, Campus, 2003.

CARGOS: INTÉRPRETE EM LIBRAS

> Português

· Leitura e interpretação de texto; Noções de Fonética (fonemas, letra, sílaba, número de sílaba, tonicidade, posição da sílaba tônica, dígrafos, encontros consonantais e vocálicos); Acentuação Gráfica; Separação de Sílabas; Ortografia; Semântica (Conotação e Denotação, Principais Homônimos e Parônimos); Classes das Palavras (Substantivo, Adjetivo, Artigo, Numeral, Pronome, Advérbio, Verbo, Preposição, Conjunção e Interjeição); Concordância Nominal e Verbal; Regência Verbal (Predicação Verbal); Crase; Emprego do MAU e MAL; Emprego do Por que, Por quê, Porque, Porquê; Análise Sintática (Termos da Oração, Termos Essenciais; Termos Integrantes, Termos Acessórios, Classificação das Orações, das Sindéticas e das Subordinadas); Colocação Pronominal; Pontuação.

> Matemática

· As Quatro Operações com Números Inteiros, Fracionários e Decimais; Números Pares, Ímpares e Compostos (Divisibilidade, Múltiplos e Divisores, MDC, MMC, Operações na Formas Fracionárias e Decimais); Sistema Métrico Decimal (Medidas de comprimento, área, volume, capacidade, massa e tempo); Juros e Porcentagem; Razão e Proporção; Regras de Três Simples e Compostas; Divisões Proporcionais; Equação, Inequação e Sistema do 1° e 2° Graus; Potenciação e Radiciação; Geometria. Resolução de problemas e Raciocínio Lógico.

> Específica

· Histórico das línguas de sinais. Cultura e identidades surdas. Universais lingüísticos e as línguas de sinais. Linguagem e cognição. Estrutura gramatical das Libras (fonologia, sintaxe, morfologia - incluindo uso de classificadores, semântica-pragmática). Tradução e interpretação em Língua de Sinais Brasileira e Língua Portuguesa.

· Conhecimentos Pedagógicos: Didática e prática histórico-social; A didática na formação do professor; Aspectos pedagógicos e sociais da prática educativa, segundo as tendências pedagógicas; Processo ensino-aprendizagem. Relação professor/aluno; Compromisso social e ético do professor; Componentes do processo de ensino: objetivos, conteúdos, métodos, técnicas e meios; Avaliação escolar e suas implicações pedagógicas.

· Legislação Educacional: Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei n° 9394/96) FUNDEF (Lei 9424/96); FUNDEB (Lei 11494/07); Estatuto da Criança e Adolescente (Lei n° 8069/90); Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) do Ensino Fundamental e Ensino Médio; Constituição Federal do Brasil (Título VIII, Capítulo III, Seção I).

Bibliografia Sugerida

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

CIPRO NETO, Pasquale e INFANTE, Ulisses. Gramática da Língua Portuguesa. 2. ed. São Paulo: Scipione, 2003.

CUNHA, Celso, CINTRA, Luís F. Lindley. Nova gramática do Português contemporâneo. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

DANTE, Luiz Roberto. Matemática: contexto e aplicações. Ensino Médio. Volumes 1 e 2. Editora Ática, 2000.

GIOVANNI, José Ruy & GIOVANNI JÚNIOR, José Ruy. Matemática pensar e descobrir: novo - 5ª a 8ª séries. Editora FTD, 2000.

GOULART, Márcio Cintra. Matemática no ensino médio. Volumes 1 e 2. Editora Scipione, 1999.

IEZZI, Gelson & DOLCE, Osvaldo & MACHADO, Antônio. Matemática e realidade. Atual Editora, 1997.

SCIPIONE, Di Pierro Netto. Pensar matemática: para o ensino fundamental. 5ª a 8ª séries. Ed. Scipione. 1ª edição, 2001.

SCIPIONE, Di Pierro Netto. Matemática - 2º Grau - Volumes 1,2 e 3, São Paulo. Scipione Autores Editores, 1984.

ARRIENS, Marco Antonio. Tradução Libras-português: uma questão relacional. In: Anais do Congresso Surdez: Família, linguagem, educação. Rio de Janeiro, RJ: INES, 27 a 29 de setembro de 2006. pp. 48-83.

BERNARDINO, Elidéa Lúcia. Absurdo ou Lógica? Os surdos e sua produção Lingüística. Belo Horizonte, Profetizando Vida, 2000.

___________________ . O papel do intérprete na Educação de Surdos. In: Anais do I Seminário sobre Linguagem, Leitura e Escrita de surdos. BH.FAE/UFMG. CEALE. 1998.

FELIPE, Tânia e MONTEIRO, Myrna. LIBRAS em Contexto. Curso Básico. Programa Nacional de Apoio a Educação Surda; Secretaria Educação Especial. Brasília, DF. 2001.

FERREIRA-BRITO, Lucinda. Integração Social e Educação de Surdos. RJ, Babel, 1993.

________________ . Por uma gramática de línguas de sinais. RJ, Tempo Brasileiro, 1995.

HOFFMEISTER, Robert J. Famílias, crianças surdas, o mundo dos surdos e os profissionais da audiologia. In: SKLIAR, Carlos (org.) Atualidade da Educação Bilingüe para Surdos: Interfaces entre a Pedagogia e a Lingüística. Porto Alegre, RS: Editora Mediação. 1999, pp. 113-130.

QUADROS, Ronice Muller de. A estrutura da frase da língua brasileira de sinais. In. Anais do II Congresso Nacional da ABRALIN, 1999, Florianópolis: UFSC, 2000.

_______________ . Educação de Surdos: a aquisição da linguagem. Porto Alegre, RS: Artes médicas. 1997.

_______________ . O tradutor e intérprete de língua brasileira de sinais e língua portuguesa. Programa Nacional de apoio à Educação de Surdos. Brasília, DF: MEC. 2002.

QUADROS, Ronice & KARNOPP, Lodenir B. Língua de sinais brasileira: Estudos lingüísticos. Porto Alegre: Artmed Editora, 2004.

REVISTA ESPAÇO: Informativo Técnico Científico do INES. Edição comemorativa 140 anos. Rio de Janeiro: Solange Rocha, 1997. Editora Littera, 32 p. (Disponível no site www.ines.org.br).

SACKS, Oliver. Vendo Vozes: Uma Jornada pelo mundo dos surdos. RJ. Imago, 1990.

SALLES, H., FAULSTICH, E., CARVALHO, O., & RAMOS, A. Ensino de língua portuguesa para surdos - caminhos para a prática pedagógica. (vols 1 & 2) Brasília, DF: MEC. 2002.

SKLIAR, Carlos (Org.) Educação & Exclusão. Porto Alegre, RS: Editora Mediação. 1997, 153 p.

_________________ . Um Olhar sobre o nosso olhar a acerca da surdez e das diferenças. In: SKLIAR, Carlos (org.). A Surdez: um olhar sobre as diferenças. Porto Alegre. Mediação, 1998.

CANDAU, Vera Maria (org). Magistério. Construção cotidiana. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

CANDAU, Vera Maria (orgs.). Reinventar a escola. Petrópolis, RJ : Vozes, 2000.

CUNHA, Luiz Antônio. Educação, estado e democracia no Brasil. São Paulo: Cortez/EDUFF/FLACSO, 1992.

DAVIS, Claudia; OLIVEIRA, Zilma. Psicologia da educação. São Paulo: Cortez, 1990.

GADOTTTI, Moacir. História das idéias pedagógicas. São Paulo: Ática, 1999.

GOMES, Cândido. A educação em perspectiva sociológica. São Paulo: EPU, 1989.

HOFFMANN, Jussara. Avaliação: mito e desafio, uma perspectiva construtivista. Porto Alegre: Editora Mediação, 23. ed., 1998.

LEI FEDERAL Nº 9.394, de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

LEI FEDERAL Nº 8069/90 - Estatuto da Criança e do Adolescente

LUCKESI, Cipriano. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 1991.

MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental e para o Ensino Médio - Documentos Introdutórios. Brasília.

PARECER CNE/CEB 04/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Fundamental (Relatora: Regina de Assis).

PARECER CNE/CEB 15/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Médio (Relatora: Guiomar N. Mello).

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia. São Paulo : Autores Associados, 1993.

SILVA, Tomás Tadeu; MOREIRA, Antônio Flávio (orgs.). Currículo, cultura e Sociedade. São Paulo: Cortez, 1994.

NÍVEL: NORMAL NÍVEL MÉDIO

CARGOS: PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA I - PEB I

> Português

· Leitura e interpretação de texto; Noções de Fonética (fonemas, letra, sílaba, número de sílaba, tonicidade, posição da sílaba tônica, dígrafos, encontros consonantais e vocálicos); Acentuação Gráfica; Separação de Sílabas; Ortografia; Semântica (Conotação e Denotação, Principais Homônimos e Parônimos); Classes das Palavras (Substantivo, Adjetivo, Artigo, Numeral, Pronome, Advérbio, Verbo, Preposição, Conjunção e Interjeição); Concordância Nominal e Verbal; Regência Verbal (Predicação Verbal); Crase; Emprego do MAU e MAL; Emprego do Por que, Por quê, Porque, Porquê; Análise Sintática (Termos da Oração, Termos Essenciais; Termos Integrantes, Termos Acessórios, Classificação das Orações, das Sindéticas e das Subordinadas); Colocação Pronominal; Pontuação.

> Matemática

· As Quatro Operações com Números Inteiros, Fracionários e Decimais; Números Pares, Ímpares e Compostos (Divisibilidade, Múltiplos e Divisores, MDC, MMC, Operações na Formas Fracionárias e Decimais); Sistema Métrico Decimal (Medidas de comprimento, área, volume, capacidade, massa e tempo); Juros e Porcentagem; Razão e Proporção; Regras de Três Simples e Compostas; Divisões Proporcionais; Equação, Inequação e Sistema do 1° e 2° Graus; Potenciação e Radiciação; Geometria. Resolução de problemas e Raciocínio Lógico.

> Específica

· Conhecimentos de Didática: Conceito de didática, objeto de estudo; Didática instrumental x fundamental; A multidimensionalidade de processo ensino-aprendizagem; A escola de primeiro grau no contexto nacional; Acesso e permanência na escola; Fracasso escolar/repetência e evasão; Gestão democrática da escola pública; Os professores educadores, profissionais da educação; Função social e política da educação; Educação e democracia; A didática e o trabalho do professor; A avaliação no ensino; Currículo de primeiro grau.

· Elementos do planejamento: Objetivo; Seleção de conteúdos; Metodologia; Recursos Didáticos; Relação Professor x Aluno; Plano de Trabalho; Controle e avaliação de rendimento escolar;

· Metodologia da Língua Portuguesa: O ensino da língua portuguesa nos anos iniciais do ensino fundamental: discussões atuais (linguagem, língua, interação, e enunciação). Língua falada e escrita (oralidade e escrita). Prática da leitura: alfabetização; alfabetização e letramento; objetivos e finalidades da leitura; aspectos indispensáveis à compreensão na leitura do texto; relação leitor/autor; diversidade textual e a prática pedagógica (tipos e gêneros textuais). Prática de produção de texto: condições de produção; finalidade da produção de texto; revisão de texto. Análise e reflexão sobre a língua (conhecimentos lingüísticos). Literatura na Educação Infantil e anos inicias do Ensino Fundamental. Avaliação e auto-avaliação nas práticas de leitura e produção de texto.

· Metodologia da Matemática: A matemática no ensino fundamental: tendências atuais. A aprendizagem significativa e a construção do conhecimento matemático. A resolução de problemas e processo ensino/aprendizagem da Matemática. Alfabetização matemática: O pensamento lógico-matemático e a construção do número; As primeiras escritas numéricas. Número e numeração; leitura, escrita, composição e decomposição de números, estruturas; características e princípios do sistema de numeração decimal. Operação com números naturais; abordagem metodológica dos diferentes significados da adição, subtração, multiplicação e divisão; processos operatórios e propriedades. Números racionais representados sob a forma de fração, decimal e porcentagem: os diferentes significados das frações, entre representações fracionárias e decimais de um mesmo número racional; adição e subtração. Geometria: construção do espaço tridimensional; figuras bidimensionais e tridimensionais e seus elementos, propriedades das figuras; ângulos. Grandezas e medidas construção dos conceitos de grandeza e de medida a partir da prática com unidades não padronizadas; medidas de comprimento, capacidade e massa; unidade fundamental, múltiplos e submúltiplos de cada grupo; cálculo do perímetro; superfície, área e volume; medidas de tempo valor. Avaliação em matemática.

· Metodologia da História: História, histografia e iconografia. O saber histórico escolar e sua importância social. Concepção do ensino de história. Tempo histórico: a relação Tempo/espaço - orientações didáticas. Procedimentos metodológicos e recursos didáticos: uso de diferentes gêneros textuais (poesias, textos jornalísticos, histórias em quadrinhos etc, jogos, músicas, filmes, documentos, estudo do meio e exploração de fontes orais como entrevistas e telejornalismo). A avaliação em História.

· Metodologia da Geografia: Concepção do ensino de geografia (abordagem crítica). Estudo do espaço como construção social e histórica da ação humana. O estudo da paisagem local (o lugar e a paisagem, natureza, transformação e conservação). Urbano e rural: modos de vida e o papel das tecnologias na construção das paisagens urbanas e rurais. Procedimentos metodológicos e recursos didáticos: estudo do meio, relatos e experiências, mapas, maquetes, jogos, leitura e produção de textos. A avaliação em Geografia.

· Metodologia das Ciências: A importância e os objetos do ensino de ciências nos anos iniciais do ensino fundamental. Diretrizes metodológicas para o ensino de ciências. A abordagem interdisciplinar no ensino de ciências. O papel da experimentação no ensino de ciências. Conteúdos básicos das ciências naturais que são objetos do ensino- aprendizagem nas séries iniciais relativos à tecnologia, noções de química e física, corpo humano, ecologia, geologia e astronomia. Os blocos temáticos: ambiente; ser humano e saúde; recursos tecnológicos; Terra e Universo. Temas transversais; meio ambiente e saúde; orientação sexual. Avaliação em ciências.

· Legislação Educacional: Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 9394/96) FUNDEF (Lei 9424/96); FUNDEB (Lei 11494/07); Estatuto da Criança e Adolescente (Lei nº 8069/90); Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) do Ensino Fundamental e Ensino Médio; Constituição Federal do Brasil (Título VIII, Capítulo III, Seção I).

Bibliografia Sugerida

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

CIPRO NETO, Pasquale e INFANTE, Ulisses. Gramática da Língua Portuguesa. 2. ed. São Paulo: Scipione, 2003.

CUNHA, Celso, CINTRA, Luís F. Lindley. Nova gramática do Português contemporâneo. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

DANTE, Luiz Roberto. Matemática: contexto e aplicações. Ensino Médio. Volumes 1 e 2. Editora Ática, 2000.

GIOVANNI, José Ruy & GIOVANNI JÚNIOR, José Ruy. Matemática pensar e descobrir: novo - 5ª a 8ª séries. Editora FTD, 2000.

GOULART, Márcio Cintra. Matemática no ensino médio. Volumes 1 e 2. Editora Scipione, 1999.

IEZZI, Gelson & DOLCE, Osvaldo & MACHADO, Antônio. Matemática e realidade. Atual Editora, 1997.

SCIPIONE, Di Pierro Netto. Pensar matemática: para o ensino fundamental. 5ª a 8ª séries. Ed. Scipione. 1ª edição, 2001.

SCIPIONE, Di Pierro Netto. Matemática - 2° Grau - Volumes 1,2 e 3, São Paulo. Scipione Autores Editores, 1984.

ABRAMOVICH, F. Literatura Infantil: gostosuras e bobices. São Paulo: Scipione, 1989.

ALVARENGA, D. Variações ortográficas. Presença Pedagógica. B.H: Dimensão.

BAGNO MARCOS, Língua De Eulália, São Paulo, Contexto, 2000.

BITTENCOURT, Circe. O saber histórico na sala de aula. São Paulo: Contexto, 1997.

BOMTEMPO, Luzia - Alfabetização com Sucesso. 2ªed. Oficina Editorial. Agosto-2003.

BRASIL, Constituição Federal de 1988 - Título VIII, Capítulo III, Seção I.

BRASIL, Parâmetros Curriculares Nacionais. Língua Portuguesa. MEC/SEF, 1997.

BRASIL, Referências Curriculares para a Educação Infantil. MEC.1998.

BRASIL, Parâmetros Curriculares Nacionais. História. Brasília: MEC/SEF, 1997.

BRASIL, Parâmetros Curriculares Nacionais Geografia. Brasília: MEC/SEF, 1997.

BRASIL, Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: matemática v.3. Brasília MEC/SEF, 1997.

BRASIL, Parâmetros Curriculares Nacionais, volumes 4, 9 e10. Brasília, MEC/SEF, 1997

BRASIL, Parâmetros Curriculares Nacionais, Ciências Naturais, 3° e 4° ciclo, Eixo temático Terra e Universo. Brasília, MEC/SEF, 1997.

CASTRO GIOVANNI, A.C. (org.). Ensino de Geografia: práticas e textualização no cotidiano. Porto Alegre: Mediação, 2000.

CECCON, Claudius; Oliveira Miguel Darcy; Rosiska, D. A Vida na Escola e a Escola da Vida . Ed. Vozes, 1985.

COLOMER, TEREZA. Ensinar a ler, ensinar a compreender, Porto Alegre: Artmed 2002.

DUTRA, Soraia F. O ensino de História para crianças Dimensão: Belo Horizonte:. Revista Presença Pedagógica, Belo Horizonte, v.6, n.31 p.61-69, jan/fev/2000.

FAE/CEALE/SEEMG, Coleção Orientações para o Ciclo Inicial de Alfabetização: cadernos do CEALE - 1, 2, 3, 4, 5. Secretaria de Estado da Educação de Minas Gerais. 2003.

FREIRE, MADALENA. Com contribuições de Fátima Camargo, Juliana Davini e Mirian Celeste Martins. OBSERVAÇÃO REGISTRO REFLEXIVO - Instrumentos Metodológicos I. São Paulo: Espaço Pedagógico, 1996.

FREIRE, PAULO. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa, RJ: Paz e Terra, 2000.

LEMILE, Míriam. Guia Teórico do Alfabetizado. Ed. Ática, 1988.

LIBANOS, José Carlos. Didática. São Paulo: Cortez, 1991.

MACEDO, LINO. Ensaios Pedagógicos: Como Construir uma Escola Para Todos, Porto Alegre: Artmed, 2005.

MELLO, Giumar Namo de. Magistério de Primeiro Grau: da Competência Técnica ao Compromisso Político. São Paulo. Cortez Associados 1982.

MINAS GERAIS. Secretaria de Estado da Educação: Guia Curricular de Matemática. Ciclo Básico de Alfabetização/ Ensino Fundamental. v.1-2. Belo Horizonte: SEE/MG,1997

PANIZZA, MABEL et alli Ensinar matemática na educação infantil e nas séries iniciais - análises e propostas, Porto Alegre: Artmed, 2006.

PENTEADO, Heloisa Dupas. Metodologia do ensino de História e Geografia. São Paulo: 1990.

PERRENOUD, Phillipe. Dez novas competências para ensinar: convite à viagem. Porto Alegre: Artmed, 2000. Cap. 1 a 5.

TOLEDO. Marilia, TOLEDO, Mauro. Didática da Matemática,. São Paulo: FTD, 1997. Coleção conteúdo & metodologia

WEISSMANN, Hilda. (org) - Didática das Ciências Naturais: Contribuições e reflexões. Porto Alegre. Artes Médicas. 1998.

NÍVEL: SUPERIOR

CARGOS: PARA TODOS OS CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR

> Português

. Leitura e interpretação de texto; Noções de Fonética (fonemas, letra, sílaba, número de sílaba, tonicidade, posição da sílaba tônica, dígrafos, encontros consonantais e vocálicos); Acentuação Gráfica; Separação de Sílabas; Ortografia; Semântica (Conotação e Denotação, Principais Homônimos e Parônimos); Classes das Palavras (Substantivo, Adjetivo, Artigo, Numeral, Pronome, Advérbio, Verbo, Preposição, Conjunção e Interjeição); Concordância Nominal e Verbal; Regência Verbal (Predicação Verbal); Crase; Emprego do MAU e MAL; Emprego do Por que, Por quê, Porque, Porquê; Análise Sintática (Termos da Oração, Termos Essenciais; Termos Integrantes, Termos Acessórios, Classificação das Orações, das Sindéticas e das Subordinadas); Colocação Pronominal; Pontuação.

Bibliografia Sugerida

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

CIPRO NETO, Pasquale e INFANTE, Ulisses. Gramática da Língua Portuguesa. 2. ed. São Paulo: Scipione, 2003.

CUNHA, Celso, CINTRA, Luís F. Lindley. Nova gramática do Português contemporâneo. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: TÉCNICO FISCAL FAZENDÁRIO

> Específica

· Estado: Funções básicas do Estado. Meios para Manutenção do Estado. Sistema Orçamentário Brasileiro: Plano Plurianual. Diretrizes orçamentárias. Orçamento anual: conceito. Princípios orçamentários. Aspectos políticos, jurídicos, econômicos e financeiros do orçamento. Conteúdo do orçamento-programa. Classificações orçamentárias da receita e da despesa pública de acordo com a Lei 4.320/64 e as Portarias e Resoluções que regulamentam a matéria. Processo orçamentário: Elaboração da proposta orçamentária. Conteúdo e forma da proposta. Competência da elaboração. Discussão, votação e aprovação. Encaminhamento da proposta ao Legislativo. Aprovação da Lei de Orçamento. Aspectos orçamentários consoante Lei Complementar nº 101/00. Receita Governamental: Conceito. Classificação da receita pública. Estágios da receita: previsão, lançamento, arrecadação e recolhimento. Despesa Governamental: Conceito. Conceito e classificações da despesa pública. Despesas obrigatórias de caráter continuado. Estágio da despesa. Estágios da despesa: fixação, empenho, liquidação e pagamento. Contabilidade Pública: Conceito. Campo de aplicação. Regras da Lei 4.320/64, da Lei Complementar 101/00 e do Decreto Lei 200/67 aplicadas à Contabilidade Pública. Reconhecimento das receitas e despesas públicas. Escrituração contábil, registro das operações típicas. Balanços e levantamento de contas. Formas de gestão dos recursos financeiros: princípio da unidade de tesouraria. Dívida pública: conceito, objetivo, classificação e capacidade de endividamento. Transparência e controle, Lei Complementar 101/01. Licitação Pública: conceito, finalidades, princípios, objeto, obrigatoriedade, dispensa, inexigibilidade, modalidades, pregão eletrônico.

· Direito Tributário: Introdução ao direito tributário, Fontes do direito tributário, Tributo e sua classificação; Legislação Tributária: Normas Gerais de Legislação Tributária (Da Obrigação Tributária, Da Responsabilidade Tributária, Do Crédito Tributário, Da Constituição do Crédito Tributário, Da Suspensão do Crédito Tributário, Da Extinção do Crédito Tributário, Da Exclusão do Crédito Tributário, Das Garantias e Privilégios do Crédito Tributário, Das Infrações e Penalidades, Da Administração Tributária, Da Decisão em Primeira Instância, Da Decisão em Segunda Instância, Dos Recursos, Da Execução das Decisões Finais); Do Sistema Tributário (Da Escritura, Do Imposto Predial e Territorial Urbano, Do Imposto Sobre Serviços, Dos Impostos Sobre Transmissão "Inter Vivos", Da Taxa de Expediente, Das Taxas de Licença, Da Taxa de Serviços Urbanos, Da Taxa de Serviços Diversos, Da Contribuição de Melhoria); Do Processo Administrativo Tributário (Das Medidas Preliminares); Do Processo Judicial Tributário; Da Execução Fiscal.

Bibliografia Sugerida

AMARO, Luciano. Direito Tributário Brasileiro, Ed. Saraiva, SP, 1997.

ANGÉLICO, João. Contabilidade pública. 8. ed. - São Paulo: Atlas, 1994.

CASSONE, Vittório. Direito tributário. 8ª ed. São Paulo: Atlas.

Código Tributário do Município.

Código Tributário Nacional - CTN.

Constituição Federal de 1988.

CRUZ, Flávio da. et alli. Comentários à Lei 4320. São Paulo: Atlas, 2003.

Decreto n. 5.450, de 31/05/2005. Regulamenta o pregão, na forma eletrônica, para aquisição de bens e serviços comuns, e dá outras providências.

GIACOMONI, James. Orçamento Público. São Paulo: Atlas, 2005.

KOHAMA, Heilio. Contabilidade Pública. Teoria e Prática. São Paulo: Atlas, 2003

Lei 4.320/1964.

Lei nº 8.666, de 21/06/1993. Regulamenta o art. 37, inciso XXI da Constituição Federal, institui normas para licitações e contratos da Administração Pública e dá outras providências.

Lei nº 10.520 - Institui no âmbito da União, Estados e Municípios o Pregão Eletrônico.

Lei Complementar N° 101, de 04/05/2000 (Responsabilidade Fiscal). Estabelece normas de finanças públicas voltadas para a responsabilidade na gestão fiscal e dá outras providências.

MACHADO JR, J. Teixeira e COSTA REIS, Haroldo. A Lei 4.320 Comentada. Rio de Janeiro: IBAM, 2003.

MOTA, Francisco Glauber Lima. Contabilidade aplicada à Administração Pública. 6. ed. Editora VESTCON, 2005.

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: ADVOGADO

> Específica

· Direito Civil: Responsabilidade civil das pessoas jurídicas de direito público; Fatos e atos jurídicos: teoria geral dos contratos; Eficácia da Lei no tempo e no espaço; Aquisição da propriedade móvel; Acidente de trabalho e indenização no direito comum.

· Direito Processual Civil: Do processo e dos procedimentos; Das provas: ônus, momentos de prova; Ação: concurso e cumulação; Dos recursos: teoria geral; Dos prazos: preclusão e prescrição.

· Direito Constitucional: Da organização nacional; Constituição como sistema de princípios; O poder Executivo: responsabilidade política; Servidor público; Desapropriação.

· Direito Administrativo: Teoria Geral do processo administrativo; Ato administrativo: intervenção do Estado na propriedade; Contrato administrativo: licitação, poder de polícia; Poderes da administração; Controle administrativo: recursos, reclamação, pedido de reconsideração.

· Direito Penal: Princípios da legalidade; Lei penal no tempo e no espaço; Crimes doloso, culposo e pretedoloso; Crimes contra a administração pública; Crimes de imprensa e de responsabilidade.

· Direito Processual Penal: Lei Processual no tempo e no espaço; Ação penal: procedimentos; Procedimentos especiais do Código e das Leis Extravagantes; Garantias constitucionais processuais; A sentença penal e seus efeitos: coisa julgada.

· Direito Tributário: O Sistema Tributário Nacional; A competência tributária do Município; Os tributos na atual Constituição; O Processo Tributário Administrativo; O Processo Tributário Judicial.

· Lei de Responsabilidade Fiscal: Plano Plurianual; Diretrizes Orçamentárias; Orçamento anual; Execução Orçamentária e Cumprimento de Metas; Receita Pública; Previsão e Arrecadação; Renúncia de Receita; Despesa Pública; Geração da Despesa; Despesa de Caráter Continuado; Despesas com Pessoal; Controle da Despesa com Pessoal; Despesa com Seguridade Social; Transferências Voluntárias; Destinação de Recursos Públicos para o Setor Privado; Dívida e Endividamento; Limites da Dívida Pública; Operações de Crédito; Contratações; Vedações; Operações de Crédito por antecipação de Receita Orçamentária; Operações com o Banco do Brasil; Garantia e Contrapartida; Restos a Pagar; Gestão Patrimonial; Disponibilidades de Caixa; Preservação do Patrimônio; Transparência, Controle e Fiscalização; Transparência da Gestão Fiscal; Escrituração e Consolidação das Contas; Relatório Resumido da Execução Orçamentária; Relatório de Gestão Fiscal; Prestação de Contas; Fiscalização da Gestão Fiscal.

· Licitações e Contratos Administrativos: Das Disposições; Princípios; Definições; Obras e Serviços; Serviços Técnicos Profissionais Especializados; Compras; Alienações. Da Licitação: Modalidades, Limites e Dispensa; Habilitação; Registros Cadastrais; Procedimento e Julgamento.

. Dos Contratos: Formalização; Alteração; Execução; Inexecução e Rescisão; Sanções Administrativas e Tutela Judicial; Sanções Administrativas; Crimes e Penas; Processo e Procedimento Judicial; Recursos Administrativos.

Bibliografia Sugerida

Constituição da Republica Federativa do Brasil, 1998.

Lei Complementar 101/2000.

Lei 8.666/1993.

BANDEIRA DE MELLO, Celso Antônio. Curso de Direito Administrativo. São Paulo: Malheiros.

CARRAZA, Roque Antônio. Curso de Direito Constitucional Tributário. São Paulo: Malheiros.

CARVALHO, Kildare Gonçalves. Direito Constitucional Didático. Belo Horizonte: Del Rey.

CARVALHO, Paulo de Barros. Curso de Direito Tributário. São Paulo: Saraiva.

CINTRA, Antônio Carlos de Araújo, GRINOVER, Ada Pellegras, DINAMARCO, Cândido R. Teoria Geral dos Processos. São Paulo: Malheiros.

COELHO, Sacha Calmon Navarro. Comentários à Constituição de 1988: Sistema Tributário. Rio de Janeiro: Forense.

DELGADO, Maurício Godinho. Introdução ao Direito do Trabalho. São Paulo: LTr.

DINIZ, Maria Helena. Curso de Direito Civil Brasileiro. São Paulo: Saraiva.

DI PIETRO, Maria Sylvia Zanella. Direito Administrativo. São Paulo: Atlas.

FARIA, Edmar Ferreira de. Curso de Direito Administrativo Positivo. Belo Horizonte: Del Rey.

GAMA, Hélio Zaghetto. Direito do Consumidor. Rio de Janeiro: Forense.

GASPARINI, Diógenes. Direito Administrativo. São Paulo: Saraiva.

HORTA, Raul Machado. Estudos de Direito Constitucional. Belo Horizonte: Del Rey.

JARDIM, Eduardo Marcial Ferreira. Manual de Direito Financeiro Tributário. São Paulo: Saraiva.

JESUS, Damásio E. de. Direito Penal. São Paulo: Saraiva. v. 4 (Parte Especial).

MAZZILLI, Hugo Nigro. A defesa dos interesses difusos em juízo. São Paulo: Saraiva.

MENDES, Gilmar Ferreira. Jurisdição Constitucional. São Paulo: Saraiva.

MIRABETE, Júlio Fabrini. Manual de Direito Penal. São Paulo: Atlas. v. 3 (Parte Especial.

MONTEIRO, Washington de Barros. Curso de Direito Civil. São Paulo: Saraiva.

MORAES, Alexandre de. Direito Constitucional. São Paulo: Atlas.

NASCIMENTO, Amauri Mascaro. Curso de Direito do Trabalho. São Paulo: Saraiva.

NERY JÚNIOR, Nelson. Princípios fundamentais: Teoria Geral dos Recursos. São Paulo: Revista dos Tribunais.

NORONHA, E. Magalhães. Direito Penal. São Paulo: Saraiva.v. 4.

OLIVEIRA, Régis Fernandes. Responsabilidade Fiscal. São Paulo: Revista dos Tribunais. PEREIRA, Caio Mário da Silva. Instituições de Direito Civil. Rio de Janeiro: Forense.

POLETTI, Ronaldo R. de Brito. Controle da Constitucionalidade das Leis. Rio de Janeiro: Forense.

SANTOS, Ernane Fedélis dos. Manual de Direito Processual Civil. São Paulo: Saraiva.

SANTOS, Moacir Amaral. Primeiras Linhas de Direito Processual Civil. São Paulo: Malheiros.

SILVA, José Afonso da. Curso de Direito Constitucional Positivo. São Paulo: Malheiros.

SUSSEKIND, Arnaldo, VIANA, Segadas, MARANHÃO, Délio. Instituições de Direito do Trabalho. São Paulo: LTr.

THEODORO JÚNIOR, Humberto. Curso de Direito Processual Civil. Rio de Janeiro: Forense.

TORRES, Ricardo Lobo. Curso de Direito Financeiro e Tributário. Rio de Janeiro: Renovar.

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: ENFERMEIRO

> Específica

. Saúde da Família e estratégia de organização da Atenção Básica; Diagnóstico, planejamento e prescrição das ações de enfermagem; Políticas institucionais de Humanização da Assistência; Epidemiologia e vigilância em saúde; Biossegurança; Prevenção e controle da população microbiana; Programa nacional de imunização; Programas de Atenção à saúde da criança, adolescente, mulher, adulto, idoso e saúde mental; Assistência de Enfermagem na prevenção e controle de doenças infectas contagiosas (Programa Nacional de controle à Hanseníase e Programa Nacional de Controle à Tuberculose), sexualmente transmissíveis e de doenças crônicas e degenerativas; Noções de assistência de Enfermagem nas alterações clínicas em principais situações de urgência e emergência (pré-hospitalar e hospitalar); Cuidados de Enfermagem em tratamentos de feridas e prevenção de lesões cutâneas; Princípios da administração de medicamentos e cuidados de Enfermagem relacionada à terapêutica medicamentosa. Políticas de Saúde no Brasil: História e organização atual; Princípios e Diretrizes do SUS. Ética em enfermagem.

Bibliografia sugerida:

BORGES, Eline Lima et al. Feridas: Como tratar. Belo Horizonte: COOPMED, 2001.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica Política nacional de atenção básica / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. - Brasília : Ministério da Saúde, 2006

BRASIL, Ministério da Saúde. Portaria nº 648, Política Nacional de Atenção Básica. Brasília, 28/03/2006.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria Executiva. Núcleo Técnico da Política Nacional de Humanização. Humaniza SUS: acolhimento com avaliação e classificação de risco: um paradigma ético-estético no fazer em saúde. Brasília, 2004.

BRASIL. Ministério da Saúde. Políticas de educação e desenvolvimento para o SUS: caminhos para a educação permanente em saúde: Pólos de educação permanente em saúde. Brasília. MS, 2004.

BRASIL, Ministério da Saúde. Manual Técnico para o Controle da Tuberculose. Cadernos de Atenção Básica, n. 5. Brasília, DF, 2002.

BRASIL, Ministério da Saúde. Programa de Saúde da Família. Brasília: Ministério da Saúde, 2001. 36 p. Brasil - Portaria 2048/GM - 5 de novembro de 2002.

BRASIL, Ministério da Saúde. Guia para o Controle da Hanseníase. Cadernos de atenção Básica, n. 10. Brasília, DF, 2002.

BRASIL. Ministério da Saúde, Secretaria de Políticas de Saúde, Área técnica de Saúde da Mulher. Assistência em Planejamento Familiar: Manual Técnico. 4ª Edição, Brasília, 2002.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Políticas de Saúde; Departamento de Atenção Básica. Saúde da Criança: Acompanhamento do crescimento e Desenvolvimento Infantil. Brasília, 2002.

BRASIL, Ministério da Saúde. Fundação Nacional de Saúde. Manual de Normas de Vacinação. 3. ed., Brasília, 2001. 68p.

BRASIL, Ministério da Saúde. Manual de Procedimentos para Vacinação. 4. ed., Brasília, 2001. 316p.

BRASIL. Ministério da Saúde. Hipertensão Arterial Sistêmica e Diabetes Mellitus: Protocolo; Cadernos de Atenção Básica n° 7. Brasília, 2001

BRASIL. Ministério da Saúde. Assistência ao Pré Natal : Manual Técnico. Brasília, 2000.

BRASIL , Ministério da Saúde. Urgências e Emergências Maternas: Guia para diagnóstico e conduta em situações de risco de morte materna. Brasília, Ministério da Saúde / FEBRASGO, 2000. 118p.

BRASIL, Ministério da Saúde. Assistência e Controle das Doenças Diarréicas. Brasília,1993.

BRASIL. Ministério da Saúde, Secretaria de Políticas de Saúde, Coordenação de Doenças Sexualmente Transmissíveis. Manual de Controle de Doenças Sexualmente Transmissíveis. 3ª Edição. Brasília, 1999

BRASIL. Ministério da Saúde. Lei n° 8.080/90 - Lei Orgânica da Saúde, 1990. In: Manual Gestor SUS. Rio de Janeiro: Lidador,1997.

BRASIL, Ministério da Saúde. Controle do Câncer Cérvico - Uterino e de Mama. 2. ed., Brasília, 1989.

BRASIL, Ministério da Saúde. Aleitamento Materno e Orientação Alimentar para o Desmame. 3. Ed., Brasília, 1986.

BRUNNER, Lílian S; Suddarth, Doris S. Tratado de Enfermagem. 9ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2002. Vol 1,2,3,4.

Conselho Federal de Enfermagem - Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem Resolução do COFEN n° 272/2002 "Dispõe sobre a sistematização da Assistência de Enfermagem".

COREN - MG. Código de Ética e Deontologia de Enfermagem. Brasília, 2003.

Decreto Lei 94.406/87, de 08 de Junho de 1987. Regulamenta a Lei 7.498, de 25 de Junho de 1986, que dispõe sobre o exercício da enfermagem e dá outras providências.

Enfermagem: aspectos éticos e de organização da profissão. Conselho Regional de Enfermagem De Minas Gerais. Legislação e Normas. Ano 9 - n°1, setembro/2003.

MARTINS, S.; SOUTO, Maria Isabel Dutra. Manual de emergências médicas, diagnóstico e tratamento. Rio de Janeiro: Revinter, 1999.

OLIVEIRA AC; Infecções Hospitalares - Epidemiologia, Prevenção e Controle - Editora Medsi

SANTOS, E, F. et all Legislação em Enfermagem - Atos Normativos do Exercício e do Ensino de Enfermagem Ed. São Paulo Atheneu, 2002.

TEIXEIRA, C. F. et al. SUS, Modelos Assistenciais e Vigilância à Saúde. In: MINISTÉRIO DA SAÚDE/CENTRO NACIONAL DE EPIDEMIOLOGIA. Informe epidemiológico do SUS. Brasília: Fundação Nacional de Saúde, Ano VII, n 2, abr/jun, 1998.

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: ASSISTENTE SOCIAL

> Específica

. O trabalho do assistente social com a questão social nas diferentes expressões cotidianas; O Serviço Social nas relações sociais no Brasil; Atendimentos / orientações / informações aos usuários, aos grupos, à comunidade e/ou clientes dos serviços; Limitações do trabalho do Assistente Social; Competências e habilidades do profissional; A prática do serviço social: referências teóricas-práticas; Instrumentais de operacionalização da prática do serviço social: processo metodológico, observação, entrevista/estudo de caso, diagnóstico social; planejamento, plano, programa, e projeto e pesquisas; O serviço social nas relações de trabalho na Instituição; O serviço social e a equipe interdisciplinar; Noções de ergonomia; Noções de psicopatologia do trabalho. História do Serviço Social; Ética Profissional; Políticas de Saúde no Brasil: História e organização atual; Princípios e Diretrizes do SUS - Sistema Único de Saúde; Ética Profissional.

Bibliografia Sugerida

BENJAMIM, Alfred. A entrevista de ajuda. 9.ed. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO SOCIAL. Código de Ética profissional do Assistente Social. Brasília, 13 mar. 1993.

CAMPOS, F.E., OLIVEIRA JÚNIOR, M., TONON, M.L. Cadernos de Saúde, Belo Horizonte: Coopmed, 1998. Caderno de Legislação Básica do SUS.

DEJOURS, Christophe. A loucura do trabalho: estudo de psicopatologia do trabalho. 5 ed. São Paulo: Cortez, 1992.

FALEI ROS, Vicente de Paula. Estratégias em Serviço Social. 3. ed. São Paulo:Cortez, 2001.

IAMAMOTO, Marilda Villela. O Serviço Social na contemporaneidade: trabalho e formação profissional. 7. ed. São Paulo: Cortez, 2004.

LIMA, Maria Elizabeth Antunes; ARAUJO, José Newton Garcia de; LIMA, Francisco de Paula Antunes. L.E.R.: dimensões ergonômicas e psicossociais. Belo Horizonte: Health, 1998.

MAGALHÃES, Selma Marques. Avaliação e linguagem: relatórios, laudos e pareceres. São Paulo: Veras Editoras, 2003.

RODRIGUES, Maria Lúcia. O trabalho com grupos e o serviço social. 4. ed.São Paulo: Editora Moraes, 1984.

SOUZA, Maria Luzia. Questões teórico- práticas do serviço social: o reconhecimento profissional. 5. ed. São Paulo: Cortez, 1989

VIEIRA, Balbina Ottoni. Metodologia do serviço social. 3. ed. Rio de Janeiro: Agir, 1985. LEI COMPLEMENTAR Nº 64/2002.

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: MÉDICO CARDIOLOGISTA

> Específica

· Medicina Social Preventiva: A medida da Saúde Coletiva: mortalidade, morbidade e indicadores de saúde; Estrutura Epidemiológica: ambiente, agente etiológico, o suscetível e as doenças; Mecanismos de transmissão de doenças: conceitos, saída do agente, entrada em um novo hospedeiro, transmissão direta, transmissão e prevenção de doenças mais freqüentes; Imunização; Vigilância Epidemiológica; Doenças crônico-degenerativas; Atenção primária em saúde; Enfoque de risco e planejamento de ações de saúde; Políticas de Saúde no Brasil: História e organização atual; Princípios e Diretrizes do SUS. Ética Médica.

· Clínica Médica: Medicina geral do adulto, da criança e do adolescente. Assistência à gestante normal, identificando os diferentes níveis de risco. Diagnóstico e tratamento das afecções mais freqüentes do ciclo gravídico-puerperal. Evolução de uma criança normal. Diagnóstico e tratamento das afecções mais freqüentes na idade adulta, infância e adolescência. Primeiros cuidados a afecções graves e urgentes. Distúrbios psíquicos mais comuns. Patologia cirúrgica freqüente. Anormalidades em raio-x simples e exames laboratoriais. Encaminhamento de pacientes para procedimentos diagnósticos e/ou terapêuticos especializados.

· Cardiologia: Semiologia Cardiovascular. Métodos complementares em cardiologia. Insuficiência Cardíaca congestiva: Fisiopatologia, clínica, tratamento. Arritmias cardíacas, síncope, morte súbita: Fisiopatologia, diagnóstico, tratamento, marcapassos. Hipertensão pulmonar, tromboembolismo pulmonar e cor pulmonale. Hipertensão arterial: Fisiopatologia, diagnóstico, terapia. Cardiopatias congênitas em adultos e crianças. Valvopatias. Endocardite, bacteriana. Dislipidemias. Coronariopatia: Fisiopatologia, angina estável e instável, infarto agudo do miocárdio. Cardiomiopatias. Tumores cardíacos, doenças do pericárdio, doenças da aorta. Avaliação pré-operatória. Acometimento cardíaco por doenças reumatológicas, hematológicas, neurológicas. Gravidez e cardiopatia.

Bibliografia Sugerida

BRASIL, Ministério da Saúde. Norma Operacional de Assistência à Saúde, 2001 (NOAS/2001).

CAMPOS, F.E., OLIVEIRA JÚNIOR, M., TONON, M.L. Cadernos de Saúde, Belo Horizonte: Coopmed, 1998. Caderno de Legislação Básica do SUS.

CARVALHO, G. I.; SANTOS, L. Sistema Único de Saúde - comentários à Lei Orgânica da Saúde (Lei 8080/90 e 8 142/90). 3 ed. Campinas: Unicamp, 2001.

BRASIL. Ministério da Saúde. Lei nº 8.080/90 - Lei Orgânica da Saúde, 1990. In: Manual Gestor SUS. Rio de Janeiro: Lidador,1997.

BRASIL. Lei nº 8.142, de 28 de dezembro de 1990.

Resolução CFM nº 1.246, de 8 de janeiro de 1988 (Dispõe sobre o Código de Ética Médica)

MENDES, E.V. Uma Agenda para a Saúde. São Paulo: Hucitec, 1996. Especialmente o capítulo 4: "Um novo paradigma sanitário: a produção social da saúde".

ROUQUAYROL, M.Z., ALMEIDA FILHO, N. Epidemiologia social. Rio de Janeiro: MEDSI, 1999.

SILVA JÚNIOR, A.G. Modelos tecnoassistenciais em Saúde. O debate no campo da saúde coletiva. São Paulo, Hucitec, 1998.

CECIL. Tratado de Medicina Interna. Bennett/PLUM. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005

GOODMAN/GILMAN'S. As bases farmacológicas da terapêutica. Mc Graw Hill, 2006

HARRISON. Medicina interna. Fauci/Braunwald. Ed. Nc Graw Hill, 2005

RATTON, José Luiz Amorim. Medicina Intensiva. Ed. Atheneu, 2006

BRAUNWALD. Tratado de medicina cardiovascular.

HEART DISEASE - A Textbook of Cardiovascular Medicine, Eugene Braunwald 7th. Edition.

HURST'S, THE HEART, Valentin Fuster, P. Wayne Alexander. 1 1th. Edition.

ECHOCARDIOGRAPHY. Harvey Feigenbaum. 6th Edition.

Tratado de Cardiologia - SOCESP, Fernando Nobre e Carlos Serrano Jr., 1ª Edição.

ELETROCARDIOGRAMA - J. TRAWUHESI - ENÉAS CARNEIRO.

SOUZA, A, G.M.R; Mansur, A.J - Socesp Cardiologia - 2a. edição. Editora: Atheneu.

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: MÉDICO GINECOLOGISTA

> Específica

· Medicina Social Preventiva: A medida da Saúde Coletiva: mortalidade, morbidade e indicadores de saúde; Estrutura Epidemiológica: ambiente, agente etiológico, o suscetível e as doenças; Mecanismos de transmissão de doenças: conceitos, saída do agente, entrada em um novo hospedeiro, transmissão direta, transmissão e prevenção de doenças mais freqüentes; Imunização; Vigilância Epidemiológica; Doenças crônico-degenerativas; Atenção primária em saúde; Enfoque de risco e planejamento de ações de saúde; Políticas de Saúde no Brasil: História e organização atual; Princípios e Diretrizes do SUS. Ética Médica.

· Clínica Médica: Medicina geral do adulto, da criança e do adolescente. Assistência à gestante normal, identificando os diferentes níveis de risco. Diagnóstico e tratamento das afecções mais freqüentes do ciclo gravídico-puerperal. Evolução de uma criança normal. Diagnóstico e tratamento das afecções mais freqüentes na idade adulta, infância e adolescência. Primeiros cuidados a afecções graves e urgentes. Distúrbios psíquicos mais comuns. Patologia cirúrgica freqüente. Anormalidades em raio-x simples e exames laboratoriais. Encaminhamento de pacientes para procedimentos diagnósticos e/ou terapêuticos especializados.

· Ginecologia / Obstetrícia: Placenta humana; Sistema amniótico; Modificações gravídicas locais e gerais; Duração da prenhez; Fatores do parto: bacia obstétrica, contração uterina, feto de termo, nomenclatura obstétrica; Propedêutica obstétrica; Assistência pré-natal; Parto: determinismo, fenômenos maternos, mecânicos, plásticos e assistência; Avaliação da vitalidade e maturidade fetal; Puerpério: fisiologia e assistência; Gestação múltipla; Patologias específicas à gestação: hipermese gravídicas e DHEG; Patologias inespecíficas à gestação; Anomalias da evolução da gestação: abortamento, prematuridade, gestação prolongada, óbito fetal; Patologias da placenta, do cordão umbilical e das membranas; Patologias do parto, dequitação e puerpério; Aspectos médico-legais da Clínica Obstétrica; Imunizações em obstetrícia; Ginecoloiga: Anatomia; Embriologia; Períodos da evolução genital e funções dos órgãos genitais; Mecanismo neuroendócrino do ciclo menstrual; Ciclos dos órgãos genitais; Ciclo menstrual e suas alterações; Propedêutica; Hemorragia uterina disfuncional; Tumores do ovário; Noções básicas de embriologia e histologia das mamas; Anatomia e fisiologia das mamas; Fatores de risco para o câncer de mamas; Patologia benigna e maligna da mama: diagnóstico e tratamento.

Bibliografia Sugerida:

BRASIL, Ministério da Saúde. Norma Operacional de Assistência à Saúde, 2001 (NOAS/2001).

BRASIL, Ministério da Saúde. Secretaria Executiva. Departamento de Apoio à Descentralização. Coordenação - Geral de Apoio à Gestão Descentralizada. Diretrizes operacionais dos Pactos pela vida, em Defesa do SUS e de Gestão; Brasília 2006.

CAMPOS, F.E., OLIVEIRA JÚNIOR, M., TONON, M.L. Cadernos de Saúde, Belo Horizonte: Coopmed, 1998. Caderno de Legislação Básica do SUS.

CARVALHO, G. I.; SANTOS, L. Sistema Único de Saúde - comentários à Lei Orgânica da Saúde (Lei 8080/90 e 8 142/90). 3 ed. Campinas: Unicamp, 2001.

BRASIL. Ministério da Saúde. Lei nº 8.080/90 - Lei Orgânica da Saúde, 1990. In: Manual Gestor SUS. Rio de Janeiro: Lidador,1997.

BRASIL. Lei nº 8.142, de 28 de dezembro de 1990.

Resolução CFM nº 1.246, de 8 de janeiro de 1988 (Dispõe sobre o Código de Ética Médica)

MENDES, E.V. Uma Agenda para a Saúde. São Paulo: Hucitec, 1996. Especialmente o capítulo 4: "Um novo paradigma sanitário: a produção social da saúde".

ROUQUAYROL, M.Z., ALMEIDA FILHO, N. Epidemiologia social. Rio de Janeiro: MEDSI, 1999.

SILVA JÚNIOR, A.G. Modelos tecnoassistenciais em Saúde. O debate no campo da saúde coletiva. São Paulo, Hucitec, 1998.

CECIL. Tratado de Medicina Interna. Bennett/PLUM. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005

GOODMAN/GILMAN'S. As bases farmacológicas da terapêutica. Mc Graw Hill, 2006

HARRISON. Medicina interna. Fauci/Braunwald. Ed. Nc Graw Hill, 2005

RATTON, José Luiz Amorim. Medicina Intensiva. Ed. Atheneu, 2006

CAMARGOS, Aroldo Fernandes. Ginecologia Ambulatorial. Coopmed, 2001.

CORRÊA, Mario Dias. Noções Práticas de Obstetrícia. 13ª ed. Coopmed, 2004.

NOVAK. Tratado de Ginecologia. 12ª ed. Guanabara Koogan, 1998.

REZENDE, Jorge. Obstetrícia. 8ª ed. Guanabara Koogan, 1998.

SOGIMIG. Ginecologia e Obstetrícia. 3ª ed. Medsi, 2003.

THE LINDE. Ginecologia Operatória. 8ªa ed. Guanabara Koogan, 1999.

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: MÉDICO CLÍNICO GERAL

> Específica

· Medicina Social Preventiva: A medida da Saúde Coletiva: mortalidade, morbidade e indicadores de saúde; Estrutura Epidemiológica: ambiente, agente etiológico, o suscetível e as doenças; Mecanismos de transmissão de doenças: conceitos, saída do agente, entrada em um novo hospedeiro, transmissão direta, transmissão e prevenção de doenças mais freqüentes; Imunização; Vigilância Epidemiológica; Doenças crônico-degenerativas; Atenção primária em saúde; Enfoque de risco e planejamento de ações de saúde; Políticas de Saúde no Brasil: História e organização atual; Princípios e Diretrizes do SUS. Ética Médica.

· Clínica Médica: Medicina geral do adulto, da criança e do adolescente. Assistência à gestante normal, identificando os diferentes níveis de risco. Diagnóstico e tratamento das afecções mais freqüentes do ciclo gravídico-puerperal. Evolução de uma criança normal. Diagnóstico e tratamento das afecções mais freqüentes na idade adulta, infância e adolescência. Primeiros cuidados a afecções graves e urgentes. Distúrbios psíquicos mais comuns. Patologia cirúrgica freqüente. Anormalidades em raio-x simples e exames laboratoriais. Encaminhamento de pacientes para procedimentos diagnósticos e/ou terapêuticos especializados. Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica; Asma; Insuficiência Coronariana; Hipertensão Arterial Sistêmica; Insuficiência Cardíaca Congestiva; Antimicrobianos e infecções bacterianas; Parasitoses intestinais (inclusive
Esquistossomose); Constipação intersticial e diarréia; Diabetes mellitus; Hiper e Hopotiroidismo; Glomerulonefrites; Alcoolismo; Anemias; Úlceras pépticas grastoduodenal e gastrites; Artrite reumatóide; Tuberculose; Doenças do Pâncreas; Doenças do fígado.

Bibliografia Sugerida

BRASIL, Ministério da Saúde. Norma Operacional de Assistência à Saúde, 2001 (NOAS/2001).

CAMPOS, F.E., OLIVEIRA JÚNIOR, M., TONON, M.L. Cadernos de Saúde, Belo Horizonte: Coopmed, 1998. Caderno de Legislação Básica do SUS.

CARVALHO, G. I.; SANTOS, L. Sistema Único de Saúde - comentários à Lei Orgânica da Saúde (Lei 8080/90 e 8 142/90). 3 ed. Campinas: Unicamp, 2001.

BRASIL. Ministério da Saúde. Lei nº 8.080/90 - Lei Orgânica da Saúde, 1990. In: Manual Gestor SUS. Rio de Janeiro: Lidador,1997.

BRASIL. Lei nº 8.142, de 28 de dezembro de 1990.

Resolução CFM nº 1.246, de 8 de janeiro de 1988 (Dispõe sobre o Código de Ética Médica)

MENDES, E.V. Uma Agenda para a Saúde. São Paulo: Hucitec, 1996. Especialmente o capítulo 4: "Um novo paradigma sanitário: a produção social da saúde".

ROUQUAYROL, M.Z., ALMEIDA FILHO, N. Epidemiologia social. Rio de Janeiro: MEDSI, 1999.

SILVA JÚNIOR, A.G. Modelos tecnoassistenciais em Saúde. O debate no campo da saúde coletiva. São Paulo, Hucitec, 1998.

CECIL. Tratado de Medicina Interna. Bennett/PLUM. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005

GOODMAN/GILMAN'S. As bases farmacológicas da terapêutica. Mc Graw Hill, 2006

HARRISON. Medicina interna. Fauci/Braunwald. Ed. Mc Graw Hill, 2005

RATTON, José Luiz Amorim. Medicina Intensiva. Ed. Atheneu, 2006

DEVER, G. E. A. A epidemiologia na administração dos serviços de saúde. São Paulo: Pioneira, 1988.

DUNCAN, B. B.; SCHMIDT, M. I.; GIUGLIANI, E. R. J. Medicina ambulatorial: condutas clínicas em atenção primária. 2 ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 1996.

FUNDAÇÃO NACIONAL DE SAÚDE. Doenças infecciosas e parasitárias: aspectos clínicos, de vigilância epidemiológica e de controle - guia de bolso / elaborado por Gerson Oliveira Pena [et al]. - Brasília : Ministério da Saúde : Fundação Nacional de Saúde, 1998.

SCHREIBER, L. B. Saúde do Adulto. São Paulo: Hucitec, 1995.

EXAME CLÍNICO, Celmo Celeno Porto. Guanabara Koogan, 1992.

Semiotécnica da Observação Clínica, José Ramos Jr. Sarvier.

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: MÉDICO PEDIATRA

> Específica

· Medicina Social Preventiva: A medida da Saúde Coletiva: mortalidade, morbidade e indicadores de saúde; Estrutura Epidemiológica: ambiente, agente etiológico, o suscetível e as doenças; Mecanismos de transmissão de doenças: conceitos, saída do agente, entrada em um novo hospedeiro, transmissão direta, transmissão e prevenção de doenças mais freqüentes; Imunização; Vigilância Epidemiológica; Doenças crônico-degenerativas; Atenção primária em saúde; Enfoque de risco e planejamento de ações de saúde; Políticas de Saúde no Brasil: História e organização atual; Princípios e Diretrizes do SUS. Ética Médica.

· Clínica Médica: Medicina geral do adulto, da criança e do adolescente. Assistência à gestante normal, identificando os diferentes níveis de risco. Diagnóstico e tratamento das afecções mais freqüentes do ciclo gravídico-puerperal. Evolução de uma criança normal. Diagnóstico e tratamento das afecções mais freqüentes na idade adulta, infância e adolescência. Primeiros cuidados a afecções graves e urgentes. Distúrbios psíquicos mais comuns. Patologia cirúrgica freqüente. Anormalidades em raio-x simples e exames laboratoriais. Encaminhamento de pacientes para procedimentos diagnósticos e/ou terapêuticos especializados.

· Pediatria: Crescimento e desenvolvimento: Neuropsicomotor, normalidade e distúrbios mais comuns, monitorização do crescimento, puberdade; Alimentação: necessidades e higiene alimentar; Aleitamento materno: aspectos nutricionais, imunológicos, psicoafetivos e socioeconômicos; Imunização: composição das vacinas, contra-indicações; Higiene do ambiente físico: habitação, creche, escola; Neonatologia: exame físico e diagnóstico das condições do recém-nascido (RN), cuidados ao RN de termo e prematuro; Acidentes na infância: causas mais comuns e prevenção; Distrofias: desnutrição protéico-calórica, raquitismo carencial; Distúrbios hidroeletrolíticos e do equilíbrio ácido-básico: desidratação, terapia de reidratação oral (TRO), fluidoterapia parenteral; Afecções agudas do aparelho respiratório mais comuns na infância; Afecções agudas do aparelho digestivo mais comuns na infância; Afecções ortopédicas na infância: infecciosas (osteomielite e artrite), congênitas e posturais (pé torto, luxação do quadril, pés planos, escoliose); Afecções do aparelho cárdio-circulatório: endocardite infecciosa, cardiopatias congênitas, insuficiência cardíaca congestiva; Afecções do aparelho urinário: infecções do trato urinário, gromerulonefrite aguda, síndrome nefrótica; Afecções endocrinológicas: diabetes mellitus, hipotireoidismo congênito; Afecções do sistema nervoso central: síndrome convulsiva, meningite e encefalite; Imunopatologia: AIDS (aspectos epidemiológicos), asma, febre reumática, artrite reumatóide juvenil; Doenças onco-hematológicas: anemia ferropriva, anemia falciforme, diagnóstico precoce das neoplasias mais freqüentes na infância; Doenças infecto-contagiosas próprias da infância e tuberculose, parasitoses mais comuns na infância: aspectos clínicos e epidemiológicos; Afecções dermatológicas mais comuns na infância; Afecções cirúrgicas de urgência mais comuns na infância; Relação médico- paciente; A criança vitimizada.

Bibliografia Sugerida:

BRASIL, Ministério da Saúde. Norma Operacional de Assistência à Saúde, 2001 (NOAS/2001).

CAMPOS, F.E., OLIVEIRA JÚNIOR, M., TONON, M.L. Cadernos de Saúde, Belo Horizonte: Coopmed, 1998. Caderno de Legislação Básica do SUS.

CARVALHO, G. I.; SANTOS, L. Sistema Único de Saúde - comentários à Lei Orgânica da Saúde (Lei 8080/90 e 8 142/90). 3 ed. Campinas: Unicamp, 2001.

BRASIL. Ministério da Saúde. Lei nº 8.080/90 - Lei Orgânica da Saúde, 1990. In: Manual Gestor SUS. Rio de Janeiro: Lidador,1997.

BRASIL. Lei nº 8.142, de 28 de dezembro de 1990.

Resolução CFM nº 1.246, de 8 de janeiro de 1988 (Dispõe sobre o Código de Ética Médica)

MENDES, E.V. Uma Agenda para a Saúde. São Paulo: Hucitec, 1996. Especialmente o capítulo 4: "Um novo paradigma sanitário: a produção social da saúde".

ROUQUAYROL, M.Z., ALMEIDA FILHO, N. Epidemiologia social. Rio de Janeiro: MEDSI, 1999.

SILVA JÚNIOR, A.G. Modelos tecnoassistenciais em Saúde. O debate no campo da saúde coletiva. São Paulo, Hucitec, 1998.

CECIL. Tratado de Medicina Interna. Bennett/PLUM. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005 GOODMAN/GILMAN'S. As bases farmacológicas da terapêutica. Mc Graw Hill, 2006 HARRISON. Medicina interna. Fauci/Braunwald. Ed. Nc Graw Hill, 2005

RATTON, José Luiz Amorim. Medicina Intensiva. Ed. Atheneu, 2006

LEÃO, Ennio...(et al.). Pediatria Ambulatorial, Belo Horizonte: COOPMED, 4ª ed., 2005.

WALDO E. Nelson. Tratado de Pediatria, vol, 1 e 2, Rio de Janeiro: 15ª ed. Guanabara Koogan, 1997.

BEHRMAN, Richard E. Nelson - Tratado de Pediatria, 17ª. Ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2004.

OLIVEIRA, Reynaldo Gomes de - Blackbook Pediatria ,Belo Horizonte: 3ª ed. Black Book Editora, 2005.

MARCONDES, Eduardo. Pediatria Básica, 9a . Ed. São Paulo: Sarvier, 2002-2005. 3v

TONELLI, Edward. Doenças Infecciosas na Infância e Adolescência, 2a. Ed. Belo Horizonte: MEDSI, 2000.

SIMÕES E SILVA, Ana Cristina. Manual de Urgências em pediatria. Belo Horizonte: MEDSI, 2003.

CLOHERTY, John P. Manual de Neonatologia. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005.

Minas Gerais.Secretaria de Estado da Saúde. Minas Gerais. Atenção à Saúde da Criança. Maria Regina Viana et al. Belo Horizonte: SAS/DNAS, 2004.

Minas Gerais.Secretaria de Estado da Saúde.Assistência Hospitalar ao Neonato. Maria Albertina Santiago Rego. Belo Horizonte, 2005.

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: MÉDICO ORTOPEDISTA

> Específica

· Medicina Social Preventiva: A medida da Saúde Coletiva: mortalidade, morbidade e indicadores de saúde; Estrutura Epidemiológica: ambiente, agente etiológico, o suscetível e as doenças; Mecanismos de transmissão de doenças: conceitos, saída do agente, entrada em um novo hospedeiro, transmissão direta, transmissão e prevenção de doenças mais freqüentes; Imunização; Vigilância Epidemiológica; Doenças crônico-degenerativas; Atenção primária em saúde; Enfoque de risco e planejamento de ações de saúde; Políticas de Saúde no Brasil: História e organização atual; Princípios e Diretrizes do SUS. Ética Médica.

· Clínica Médica: Medicina geral do adulto, da criança e do adolescente. Assistência à gestante normal, identificando os diferentes níveis de risco. Diagnóstico e tratamento das afecções mais freqüentes do ciclo gravídico-puerperal. Evolução de uma criança normal. Diagnóstico e tratamento das afecções mais freqüentes na idade adulta, infância e adolescência. Primeiros cuidados a afecções graves e urgentes. Distúrbios psíquicos mais comuns. Patologia cirúrgica freqüente. Anormalidades em raio-x simples e exames laboratoriais. Encaminhamento de pacientes para procedimentos diagnósticos e/ou terapêuticos especializados.

· Ortopedia: Afecções ortopédicas comuns na infância; Epifisiólise proximal do fêmur; Poliomielite - Fase aguda e crônica; Tuberculose ósteo-articular; Paralisia obstétrica; Osteomielite aguda e crônica; Pioartrite; Ortopedia em geral: cervicobraquialgia-artrite degenerativa da coluna cervical, síndrome do escaleno anterior e costela cervical; Ombro doloroso; Lombociatalgia-artrite degenerativa da coluna lombo-sacro; Hérnia de disco; Espondilose-espondilolistese; Tumores ósseos benignos e malignos; Traumatologia-fratura e luxações da coluna cervical, dorsal e lombar; fratura da pélvis; fratura do acétabulo; fratura e luxação dos ossos dos pés; fratura e luxação do tornozelo; fratura diafisária dos ossos dos pés; fratura e luxação do joelho; lesões meniscais e ligamentares; fratura diafisária do fêmur; fratura transtrocanteriana; fratura do colo do fêmur; Fratura do ombro; Fratura da clavícula e extremidades superiores e diáfise do úmero; fratura de extremidade distal do úmero; luxação do cotovelo e fratura da cabeça do rádio; fratura e luxação da montegia; fratura diafisária dos ossos do antebraço; Fratura de Cales e Smith; luxação do carpo - fratura do escafóide carpal; Traumatologia da mão - Fratura metacarpiana e falangiana; ferimento da mão; Lesões dos Tendões flexores e extensores dos dedos; Anatomia e radiologia em Ortopedia e Traumatologia - Anatomia do sistema osteo­articular; Radiologia, Tomografia, Ressonância Nuclear Magnética e Ultra-sonografia do sistema osteo-articular; anatomia do sistema muscular; anatomia dos vasos e nervos; anatomia cirúrgica: vias de acesso e cirurgia ortopédica e traumatológica e Anomalias Congênitas.

Bibliografia Sugerida:

BRASIL, Ministério da Saúde. Norma Operacional de Assistência à Saúde, 2001 (NOAS/2001).

CAMPOS, F.E., OLIVEIRA JÚNIOR, M., TONON, M.L. Cadernos de Saúde, Belo Horizonte: Coopmed, 1998. Caderno de Legislação Básica do SUS.

MENDES, E.V. Uma Agenda para a Saúde. São Paulo: Hucitec, 1996. Especialmente o capítulo 4: "Um novo paradigma sanitário: a produção social da saúde".

CARVALHO, G. I.; SANTOS, L. Sistema Único de Saúde - comentários à Lei Orgânica da Saúde (Lei 8080/90 e 8 142/90). 3 ed. Campinas: Unicamp, 2001.

BRASIL. Ministério da Saúde. Lei nº 8.080/90 - Lei Orgânica da Saúde, 1990. In: Manual Gestor SUS. Rio de Janeiro: Lidador,1997.

BRASIL. Lei nº 8.142, de 28 de dezembro de 1990.

Resolução CFM nº 1.246, de 8 de janeiro de 1988 (Dispõe sobre o Código de Ética Médica)

ROUQUAYROL, M.Z., ALMEIDA FILHO, N. Epidemiologia social. Rio de Janeiro: MEDSI, 1999.

SILVA JÚNIOR, A.G. Modelos tecnoassistenciais em Saúde. O debate no campo da saúde coletiva. São Paulo, Hucitec, 1998.

CECIL. Tratado de Medicina Interna. Bennett/PLUM. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005

GOODMAN/GILMAN'S. As bases farmacológicas da terapêutica. Mc Graw Hill, 2006

HARRISON. Medicina interna. Fauci/Braunwald. Ed. Nc Graw Hill, 2005

RATTON, José Luiz Amorim. Medicina Intensiva. Ed. Atheneu, 2006

ADAMS, J.C. Manual de Ortopedia. Ed. Artes Médicas, Rio de Janeiro.

BRUSCHINI, S. Ortopedia Pediatria. Ed.Artes Médicas, 2ª Edição

BROWNAR,J .L.T. Traumatismos do Sistema Musculoesquelético.Ed. Manole,2ª Edição

DUCKWARTH,T. Conceitos Básicos em Ortopedia e Fraturas

Manual do Suporte Avançado de Vida no Trauma (ATLS)

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: MÉDICO OTORRINOLARINGOLOGISTA

> Específica

· Medicina Social Preventiva: A medida da Saúde Coletiva: mortalidade, morbidade e indicadores de saúde; Estrutura Epidemiológica: ambiente, agente etiológico, o suscetível e as doenças; Mecanismos de transmissão de doenças: conceitos, saída do agente, entrada em um novo hospedeiro, transmissão direta, transmissão e prevenção de doenças mais freqüentes; Imunização; Vigilância Epidemiológica; Doenças crônico-degenerativas; Atenção primária em saúde; Enfoque de risco e planejamento de ações de saúde; Políticas de Saúde no Brasil: História e organização atual; Princípios e Diretrizes do SUS. Ética Médica.

· Clínica Médica: Medicina geral do adulto, da criança e do adolescente. Assistência à gestante normal, identificando os diferentes níveis de risco. Diagnóstico e tratamento das afecções mais freqüentes do ciclo gravídico-puerperal. Evolução de uma criança normal. Diagnóstico e tratamento das afecções mais freqüentes na idade adulta, infância e adolescência. Primeiros cuidados a afecções graves e urgentes. Distúrbios psíquicos mais comuns. Patologia cirúrgica freqüente. Anormalidades em raio-x simples e exames laboratoriais. Encaminhamento de pacientes para procedimentos diagnósticos e/ou terapêuticos especializados.

· Otorrinolaringologia: Anatomofisiologia clínica das fossas e seios paranasais, laringe, faringe e órgão da audição; Semiologia, sintomatologia e diagnósticos das principais afecções da laringe, glândulas salivares, órgão auditivo e seios paranasais; Testes básicos da avaliação auditiva: caracterização audiológica das principais patologias do ouvido; Câncer da laringe e hipofaringe: glândulas salivares e seios paranasais; Doenças ulcerogranulomatosas em otorrinolaringologia; Deficiências auditivas; Anomalias congênitas da laringe; Neuroanatomofisiologia do sistema vestibular; Afecções e síndromes otoneurológicas; Paralisia facila periférica; Afecções benignas do pescoço.

Bibliografia Sugerida:

BRASIL, Ministério da Saúde. Norma Operacional de Assistência à Saúde, 2001 (NOAS/2001).

CAMPOS, F.E., OLIVEIRA JÚNIOR, M., TONON, M.L. Cadernos de Saúde, Belo Horizonte: Coopmed, 1998. Caderno de Legislação Básica do SUS.

MENDES, E.V. Uma Agenda para a Saúde. São Paulo: Hucitec, 1996. Especialmente o capítulo 4: "Um novo paradigma sanitário: a produção social da saúde".

CARVALHO, G. I.; SANTOS, L. Sistema Único de Saúde - comentários à Lei Orgânica da Saúde (Lei 8080/90 e 8 142/90). 3 ed. Campinas: Unicamp, 2001.

BRASIL. Ministério da Saúde. Lei nº 8.080/90 - Lei Orgânica da Saúde, 1990. In: Manual Gestor SUS. Rio de Janeiro: Lidador,1997.

BRASIL. Lei nº 8.142, de 28 de dezembro de 1990.

Resolução CFM nº 1.246, de 8 de janeiro de 1988 (Dispõe sobre o Código de Ética Médica)

ROUQUAYROL, M.Z., ALMEIDA FILHO, N. Epidemiologia social. Rio de Janeiro: MEDSI, 1999.

SILVA JÚNIOR, A.G. Modelos tecnoassistenciais em Saúde. O debate no campo da saúde coletiva. São Paulo, Hucitec, 1998.

CECIL. Tratado de Medicina Interna. Bennett/PLUM. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005

GOODMAN/GILMAN'S. As bases farmacológicas da terapêutica. Mc Graw Hill, 2006

HARRISON. Medicina interna. Fauci/Braunwald. Ed. Nc Graw Hill, 2005

RATTON, José Luiz Amorim. Medicina Intensiva. Ed. Atheneu, 2006

Otacílio Lopes Filho e Carlos Alberto H. de Campos. Tratado de Otorrinolaringologia. Hélio Hungria.Otorrinolaringologia.

Sady S. da Costa, Oswaldo Laércio M. da Cruz, José Antonio de Olive - Princípios e Prática - Ed. Artes Médica - Porto Alegre - 1994

Tratado de ORL - Otacílio Lopes de Carvalho Filho, Carlos Alberto H. de Campos - Ed. Roca - São Paulo - 1994.

Tratado de Otologia. Bento. Miniti. Marone.

Otorrinolaringologia Pediátrica. Tânia Sih

Otologia e Audiologia em Pediatria. Caldas. Sih

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: MÉDICO NEUROLOGISTA

> Específica

· Medicina Social Preventiva: A medida da Saúde Coletiva: mortalidade, morbidade e indicadores de saúde; Estrutura Epidemiológica: ambiente, agente etiológico, o suscetível e as doenças; Mecanismos de transmissão de doenças: conceitos, saída do agente, entrada em um novo hospedeiro, transmissão direta, transmissão e prevenção de doenças mais freqüentes; Imunização; Vigilância Epidemiológica; Doenças crônico-degenerativas; Atenção primária em saúde; Enfoque de risco e planejamento de ações de saúde; Políticas de Saúde no Brasil: História e organização atual; Princípios e Diretrizes do SUS. Ética Médica.

· Clínica Médica: Medicina geral do adulto, da criança e do adolescente. Assistência à gestante normal, identificando os diferentes níveis de risco. Diagnóstico e tratamento das afecções mais freqüentes do ciclo gravídico-puerperal. Evolução de uma criança normal. Diagnóstico e tratamento das afecções mais freqüentes na idade adulta, infância e adolescência. Primeiros cuidados a afecções graves e urgentes. Distúrbios psíquicos mais comuns. Patologia cirúrgica freqüente. Anormalidades em raio-x simples e exames laboratoriais. Encaminhamento de pacientes para procedimentos diagnósticos e/ou terapêuticos especializados.

· Neurologia: Doenças inflamatórias do sistema nervoso central; doenças hereditárias e degenerativas do sistema nervoso central; esclerose múltipla; doenças desmielinizantes do sistema nervoso central; hemiplegia; polineuropatias; doenças da junção mioneural e dos músculos; paralisia cerebral infantil; síndromes paralíticas; epilepsia; enxaqueca; catalepsia e narcolepsia; afecções do cérebro; transtornos do sistema nervoso periférico.

Bibliografia Sugerida:

BRASIL, Ministério da Saúde. Norma Operacional de Assistência à Saúde, 2001 (NOAS/2001).

CAMPOS, F.E., OLIVEIRA JÚNIOR, M., TONON, M.L. Cadernos de Saúde, Belo Horizonte: Coopmed, 1998. Caderno de Legislação Básica do SUS.

MENDES, E.V. Uma Agenda para a Saúde. São Paulo: Hucitec, 1996. Especialmente o capítulo 4: "Um novo paradigma sanitário: a produção social da saúde".

CARVALHO, G. I.; SANTOS, L. Sistema Único de Saúde - comentários à Lei Orgânica da Saúde (Lei 8080/90 e 8 142/90). 3 ed. Campinas: Unicamp, 2001.

BRASIL. Ministério da Saúde. Lei nº 8.080/90 - Lei Orgânica da Saúde, 1990. In: Manual Gestor SUS. Rio de Janeiro: Lidador,1997.

BRASIL. Lei nº 8.142, de 28 de dezembro de 1990.

Resolução CFM nº 1.246, de 8 de janeiro de 1988 (Dispõe sobre o Código de Ética Médica)

ROUQUAYROL, M.Z., ALMEIDA FILHO, N. Epidemiologia social. Rio de Janeiro: MEDSI, 1999.

SILVA JÚNIOR, A.G. Modelos tecnoassistenciais em Saúde. O debate no campo da saúde coletiva. São Paulo, Hucitec, 1998.

CECIL. Tratado de Medicina Interna. Bennett/PLUM. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005

GOODMAN/GILMAN'S. As bases farmacológicas da terapêutica. Mc Graw Hill, 2006

HARRISON. Medicina interna. Fauci/Braunwald. Ed. Nc Graw Hill, 2005

RATTON, José Luiz Amorim. Medicina Intensiva. Ed. Atheneu, 2006

BRODAL, P. Anatomia neurológica com correlações clínicas. Roca, 1993.

MACHADO, Angelo B. M. Neuroanatomia Fundamental. Belo Horizonte: Atheneu, 1993.

CHUSIO, J. G. Neuroanatomia correlativa e neuroanatomia funcional.

DANGELO, J. G. e FATTINI, C. A. Anatomia sistêmica e segmentar. Belo Horizonte: Atheneu, 1997.

KANDEL, Eric R. Fundamentos de Neurociência e do comportamento. Guanabara Koogan, 1997.

GUYTON, Arthur C. Neurociência Básica - Anatomia e Fisiologia. Guanabara Koogan, 1993.

SOUZA-MELO, Sebastião E. Tratamento das doenças neurológicas. Guanabara Koogan, 2000.

GAGLIARDI, R. J. Doenças cerebrovasculares - condutas. São Paulo: Geo Gráfica, 1995.

DIAMENT e CYPEL. Neurologia Infantil. São Paulo: Atheneu, 1996.

ROSEMBERG, R. N. Atlas de Neurologia Clínica. Revinter, 1998.

COSTA, J. C., YACUBIAN E. M., CAVALHEIRO, E. A. Fundamentos neurobiológicos das epilepsias - aspectos clínicos e cirúrgicos. Vol. I e II. Lemos, 1988.

GUERREIRO, C. A. M., GUERREIRO, M. Eplepsia. Lemos, 2000.

MACHADO, L. R. Neuroinfecção - Clínica Neurológica. HC / FMUSP, 1996.

SPILLANE, JOHN. Exame Neurológico na prática Clínica de Bickerstaff. Artmed, 1998.

SWANSON, PHILLIP. Sinais e sintomas em neurologia. Revinter.

FUSTINONI, Osvaldo. Semiologia de sistema nervoso. Atheneu, 1987.

DE JONG R. The Neurologic Examination. Editora Harper & Row Publishers.

DIAMENT A. CYPEL S. Neurologia Infantil. Editora Atheneu

FISHMAN, R. Cerebrospinal Fluid in diseases of the Nervous System. Philadelphia, W. B. Saunders Company.

HOPPENFELD. Neurologia para Ortopedista. Cultura Médica.

SANVITO W L. Propedêutica Neurologia Básica. Editora Atheneu

YACUBIAN, E. M. Tratamento medicamentoso das Epilepsias. Editora Lemos.

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: MÉDICO PSIQUIATRA

> Específica

· Medicina Social Preventiva: A medida da Saúde Coletiva: mortalidade, morbidade e indicadores de saúde; Estrutura Epidemiológica: ambiente, agente etiológico, o suscetível e as doenças; Mecanismos de transmissão de doenças: conceitos, saída do agente, entrada em um novo hospedeiro, transmissão direta, transmissão e prevenção de doenças mais freqüentes; Imunização; Vigilância Epidemiológica; Doenças crônico-degenerativas; Atenção primária em saúde; Enfoque de risco e planejamento de ações de saúde; Políticas de Saúde no Brasil: História e organização atual; Princípios e Diretrizes do SUS. Ética Médica.

· Clínica Médica: Medicina geral do adulto, da criança e do adolescente. Assistência à gestante normal, identificando os diferentes níveis de risco. Diagnóstico e tratamento das afecções mais freqüentes do ciclo gravídico-puerperal. Evolução de uma criança normal. Diagnóstico e tratamento das afecções mais freqüentes na idade adulta, infância e adolescência. Primeiros cuidados a afecções graves e urgentes. Distúrbios psíquicos mais comuns. Patologia cirúrgica freqüente. Anormalidades em raio-x simples e exames laboratoriais. Encaminhamento de pacientes para procedimentos diagnósticos e/ou terapêuticos especializados.

· Psiquiatria: Saúde Mental Comunitária: Definição; Diferenciação em relação à psiquiatria convencional; Conhecimentos gerais dos transtornos psiquiátricos: Transtornos mentais e de comportamento decorrentes do uso de substância psicoativa; Esquizofrenia e transtornos delirantes; Transtornos do humor; Transtornos alimentares; Transtornos neuróticos, relacionados ao estresse e somatoformes; Transtornos mentais de comportamentos associados ao puerpério, não classificados em outros locais; Transtornos de personalidade e de comportamentos em adultos; Transtornos hipercinéticos (infância e adolescência); Transtornos de conduta (infância e adolescência); Transtornos mistos de conduta e emoção (infância e adolescência).

Bibliografia Sugerida:

BRASIL, Ministério da Saúde. Norma Operacional de Assistência à Saúde, 2001 (NOAS/2001).

CAMPOS, F.E., OLIVEIRA JÚNIOR, M., TONON, M.L. Cadernos de Saúde, Belo Horizonte: Coopmed, 1998. Caderno de Legislação Básica do SUS.

MENDES, E.V. Uma Agenda para a Saúde. São Paulo: Hucitec, 1996. Especialmente o capítulo 4: "Um novo paradigma sanitário: a produção social da saúde".

CARVALHO, G. I.; SANTOS, L. Sistema Único de Saúde - comentários à Lei Orgânica da Saúde (Lei 8080/90 e 8 142/90). 3 ed. Campinas: Unicamp, 2001.

BRASIL. Ministério da Saúde. Lei nº 8.080/90 - Lei Orgânica da Saúde, 1990. In: Manual Gestor SUS. Rio de Janeiro: Lidador,1997.

BRASIL. Lei nº 8.142, de 28 de dezembro de 1990.

Resolução CFM nº 1.246, de 8 de janeiro de 1988 (Dispõe sobre o Código de Ética Médica)

ROUQUAYROL, M.Z., ALMEIDA FILHO, N. Epidemiologia social. Rio de Janeiro: MEDSI, 1999.

SILVA JÚNIOR, A.G. Modelos tecnoassistenciais em Saúde. O debate no campo da saúde coletiva. São Paulo, Hucitec, 1998.

CECIL. Tratado de Medicina Interna. Bennett/PLUM. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005

GOODMAN/GILMAN'S. As bases farmacológicas da terapêutica. Mc Graw Hill, 2006

HARRISON. Medicina interna. Fauci/Braunwald. Ed. Nc Graw Hill, 2005

RATTON, José Luiz Amorim. Medicina Intensiva. Ed. Atheneu, 2006

KAPLAN, H. I., Sadock, B.I. Compêndio de Psiquiatria, Artes Médicas, 1997.

LOUZÃ, Mário R. Tthelma da Motta, Yuan - Pang Wang, , Hélio Elkis. Psiquiatria Básica.

KAPLAN, H. I.; SADOCK, B. J. Medicina Psiquiátrica de Emergência. Porto Alegre: Artes Médicas.

PITTA, A. (org) Reabilitação psicossocial no Brasil. São Paulo: Hucitec, 1996. [capítulos: "De volta para casa" e "O que é reabilitação psicossocial no Brasil hoje?"]

SARRACENO, B.; ASIOLI, E.; TOGNONI, G. Manual de Saúde Mental: guia básico para atenção primária. São Paulo: Hucitec, 1994.

SCHUCKIT, M. Abuso do Álcool e Drogas. Porto Alegre: Artes Médicas, 1991

MIRANDA-SÁ Jr, L.S; Compêndio de Psicopatologia e Semiologia Psiquiátricas, Editora Artmed, 2001.

ANEXO III

PROGRAMA DE PROVAS E BIBLIOGRAFIA

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: MÉDICO UROLOGISTA

> Específica

· Medicina Social Preventiva: A medida da Saúde Coletiva: mortalidade, morbidade e indicadores de saúde; Estrutura Epidemiológica: ambiente, agente etiológico, o suscetível e as doenças; Mecanismos de transmissão de doenças: conceitos, saída do agente, entrada em um novo hospedeiro, transmissão direta, transmissão e prevenção de doenças mais freqüentes; Imunização; Vigilância Epidemiológica; Doenças crônico-degenerativas; Atenção primária em saúde; Enfoque de risco e planejamento de ações de saúde; Políticas de Saúde no Brasil: História e organização atual; Princípios e Diretrizes do SUS. Ética Médica.

· Clínica Médica: Medicina geral do adulto, da criança e do adolescente. Assistência à gestante normal, identificando os diferentes níveis de risco. Diagnóstico e tratamento das afecções mais freqüentes do ciclo gravídico-puerperal. Evolução de uma criança normal. Diagnóstico e tratamento das afecções mais freqüentes na idade adulta, infância e adolescência. Primeiros cuidados a afecções graves e urgentes. Distúrbios psíquicos mais comuns. Patologia cirúrgica freqüente. Anormalidades em raio-x simples e exames laboratoriais. Encaminhamento de pacientes para procedimentos diagnósticos e/ou terapêuticos especializados.

· Urologia: Anatomia cirúrgica e imaginologia do trato urinário e genital; Traumatismo urogenital; Tumores renais; Tumores de próstata; Tumores de bexiga; Tumores da supra- renal; Tumores do Uroepitálio alto; Tumores de testículo; Tumores de pênis; Litíase Urinária; Infecções Urinárias; Tuberculose urogenital; Transplante renal; U ropediatria; Infertilidade Masculina; Disfunção Erétil; Urologia Feminina; Uroneurologia; Endourologia e Cirurgia Videolaparoscópica; Doenças Sexualmente Transmissíveis.

Bibliografia Sugerida:

BRASIL, Ministério da Saúde. Norma Operacional de Assistência à Saúde, 2001 (NOAS/2001).

CAMPOS, F.E., OLIVEIRA JÚNIOR, M., TONON, M.L. Cadernos de Saúde, Belo Horizonte: Coopmed, 1998. Caderno de Legislação Básica do SUS.

CARVALHO, G. I.; SANTOS, L. Sistema Único de Saúde - comentários à Lei Orgânica da Saúde (Lei 8080/90 e 8 142/90). 3 ed. Campinas: Unicamp, 2001.

BRASIL. Ministério da Saúde. Lei nº 8.080/90 - Lei Orgânica da Saúde, 1990. In: Manual Gestor SUS. Rio de Janeiro: Lidador,1997.

BRASIL. Lei nº 8.142, de 28 de dezembro de 1990.

Resolução CFM nº 1.246, de 8 de janeiro de 1988 (Dispõe sobre o Código de Ética Médica)

MENDES, E.V. Uma Agenda para a Saúde. São Paulo: Hucitec, 1996. Especialmente o capítulo 4: "Um novo paradigma sanitário: a produção social da saúde".

ROUQUAYROL, M.Z., ALMEIDA FILHO, N. Epidemiologia social. Rio de Janeiro: MEDSI, 1999.

SILVA JÚNIOR, A.G. Modelos tecnoassistenciais em Saúde. O debate no campo da saúde coletiva. São Paulo, Hucitec, 1998.

CECIL. Tratado de Medicina Interna. Bennett/PLUM. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005

GOODMAN/GILMAN'S. As bases farmacológicas da terapêutica. Mc Graw Hill, 2006

HARRISON. Medicina interna. Fauci/Braunwald. Ed. Nc Graw Hill, 2005

RATTON, José Luiz Amorim. Medicina Intensiva. Ed. Atheneu, 2006

WALSH, P. C. et al. (Editors). Campbell's Urology. W. B. Saunders, 8th edition, Philadelphia, USA, 2002.

Guia Prático de Urologia / editores Eric Roger Wroclawski et al, São Paulo, Editora Segmento, Sociedade Brasileira de Urologia, 2003.

Guia de Medicina Ambulatorial e Hospitalar de Urologia / Coordenadores Marcos Dall' Oglio et al, Editora Manole, 2005.

Walsh, P.C., ed. et al. Campbell's Urology. 7.ed. Philadelphia: Saunders, c 1998, 3v.

Smith´s General Urology, fifteenth edition, 2000.

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: MÉDICO GERIATRA

> Específica

· Medicina Social Preventiva: A medida da Saúde Coletiva: mortalidade, morbidade e indicadores de saúde; Estrutura Epidemiológica: ambiente, agente etiológico, o suscetível e as doenças; Mecanismos de transmissão de doenças: conceitos, saída do agente, entrada em um novo hospedeiro, transmissão direta, transmissão e prevenção de doenças mais freqüentes; Imunização; Vigilância Epidemiológica; Doenças crônico-degenerativas; Atenção primária em saúde; Enfoque de risco e planejamento de ações de saúde; Políticas de Saúde no Brasil: História e organização atual; Princípios e Diretrizes do SUS. Ética Médica.

· Clínica Médica: Medicina geral do adulto, da criança e do adolescente. Assistência à gestante normal, identificando os diferentes níveis de risco. Diagnóstico e tratamento das afecções mais freqüentes do ciclo gravídico-puerperal. Evolução de uma criança normal. Diagnóstico e tratamento das afecções mais freqüentes na idade adulta, infância e adolescência. Primeiros cuidados a afecções graves e urgentes. Distúrbios psíquicos mais comuns. Patologia cirúrgica freqüente. Anormalidades em raio-x simples e exames laboratoriais. Encaminhamento de pacientes para procedimentos diagnósticos e/ou terapêuticos especializados.

· Geriatria: Fisiopatologia, diagnóstico, clínica, tratamento, prognóstico e prevenção de doenças geriátricas nas áreas: cardiovasculares, pulmonares, do sistema digestivo, renais, imunológicas, reumáticas, hematológicas, vasculares, metabólicas e do sistema endócrino, otorrinolaringológicas, dermatológicas, oftalmológicas, proctológicas, infecciosas e transmissíveis, psiquiátricas e neurológicas, sistema músculo esquelético e ortopédico.

Bibliografia Sugerida:

BRASIL, Ministério da Saúde. Norma Operacional de Assistência à Saúde, 2001 (NOAS/2001).

CAMPOS, F.E., OLIVEIRA JÚNIOR, M., TONON, M.L. Cadernos de Saúde, Belo Horizonte: Coopmed, 1998. Caderno de Legislação Básica do SUS.

CARVALHO, G. I.; SANTOS, L. Sistema Único de Saúde - comentários à Lei Orgânica da Saúde (Lei 8080/90 e 8 142/90). 3 ed. Campinas: Unicamp, 2001.

BRASIL. Ministério da Saúde. Lei nº 8.080/90 - Lei Orgânica da Saúde, 1990. In: Manual Gestor SUS. Rio de Janeiro: Lidador,1997.

BRASIL. Lei nº 8.142, de 28 de dezembro de 1990.

Resolução CFM nº 1.246, de 8 de janeiro de 1988 (Dispõe sobre o Código de Ética Médica)

MENDES, E.V. Uma Agenda para a Saúde. São Paulo: Hucitec, 1996. Especialmente o capítulo 4: "Um novo paradigma sanitário: a produção social da saúde".

ROUQUAYROL, M.Z., ALMEIDA FILHO, N. Epidemiologia social. Rio de Janeiro: MEDSI, 1999.

SILVA JÚNIOR, A.G. Modelos tecnoassistenciais em Saúde. O debate no campo da saúde coletiva. São Paulo, Hucitec, 1998.

CECIL. Tratado de Medicina Interna. Bennett/PLUM. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005

GOODMAN/GILMAN'S. As bases farmacológicas da terapêutica. Mc Graw Hill, 2006

HARRISON. Medicina interna. Fauci/Braunwald. Ed. Nc Graw Hill, 2005

RATTON, José Luiz Amorim. Medicina Intensiva. Ed. Atheneu, 2006

Tratado de Geriatria e Gerontologia. Freitas, E.V.; Py, L.; Neri, A. L.; Cançado, F. A. X.C.; Gorzoni, M.L. ; Doll, J. 2ª. Edição. Editora Guanabara Koogan, 2006.

Sinais e Sintomas em Geriatria. Guimarães, R.M. & Cunha, U.G.V. 2ª. Edição. Editora Atheneu, 2004.

Geriatria - Fundamentos Clínica e Terapêutica. Carvalho Filho, E. T. & Papaléo Netto, M. 2ª. Edição. Editora Atheneu, 2005.

Brocklehurst´s Textbook of Geriatric Medicine and Gerontology. Tallis, R.; Fillit, H. & Brocklehurst's, J.C. Sixth Edition. Churchill Livingstone, 2003.

Principles of Geriatric Medicine and Gerontology. Hazzard, W.R.; Blass, J.P.; Halter, J.B.; Ouslander, J.G. & Tinetti, M. Fifth Edition. Mcgraw -Hill Professional, 2003.

Demência e transtornos cognitivos em idosos. Botino, C.M.; Laks, J.; Blay, S. L. Editora Guanabara Koogan, 2006.

Tratado de Gerontologia. Papaléo Netto, M. 2ª. Edição. Editora Atheneu, 2006.

Compêndio de neuropsiquiatria geriátrica.Tavares, A. Editora Guanabara Koogan, 2005.

Tratamento e Diagnóstico em Cardiologia Geriátrica. Liberman, A.; Freitas, E. V.; Savioli Neto, F. & Taddei, C.F.G. Editora Manole, 2005.

Atualizações Diagnósticas e Terapêuticas em Geriatria. Moriguti JC, Soares AM. Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia - Seção São Paulo. Editora Atheneu. São Paulo, 2007.

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: MÉDICO CIRURGIÃO GERAL

> Específica

· Medicina Social Preventiva: A medida da Saúde Coletiva: mortalidade, morbidade e indicadores de saúde; Estrutura Epidemiológica: ambiente, agente etiológico, o suscetível e as doenças; Mecanismos de transmissão de doenças: conceitos, saída do agente, entrada em um novo hospedeiro, transmissão direta, transmissão e prevenção de doenças mais freqüentes; Imunização; Vigilância Epidemiológica; Doenças crônico-degenerativas; Atenção primária em saúde; Enfoque de risco e planejamento de ações de saúde; Políticas de Saúde no Brasil: História e organização atual; Princípios e Diretrizes do SUS. Ética Médica.

· Clínica Médica: Medicina geral do adulto, da criança e do adolescente. Assistência à gestante normal, identificando os diferentes níveis de risco. Diagnóstico e tratamento das afecções mais freqüentes do ciclo gravídico-puerperal. Evolução de uma criança normal. Diagnóstico e tratamento das afecções mais freqüentes na idade adulta, infância e adolescência. Primeiros cuidados a afecções graves e urgentes. Distúrbios psíquicos mais comuns. Patologia cirúrgica freqüente. Anormalidades em raio-x simples e exames laboratoriais. Encaminhamento de pacientes para procedimentos diagnósticos e/ou terapêuticos especializados.

· Cirurgia Geral: Bases da cirurgia: repostas endócrinas e metabólicas ao trauma; Equilíbrio hidroeletrolítico e nutrição; Choque; Infecção e cirurgia; A cirurgia e a ética médica; Resposta sistêmica à inflamação e lesão; Nutrição e cirurgia; Infecção cirúrgica; Queimaduras; Cicatrização; Complicações cirúrgicas; Afecções cirúrgicas da pele e tecido celular subcutâneo; Afecções cirúrgicas do pâncreas; Afecções cirúrgicas da mama; Afecções cirúrgicas da supra-renal; Afecções cirúrgicas da cabeça e pescoço; Afecções cirúrgicas da parede torácica; Afecções cirúrgicas da pleura; Afecções cirúrgicas do pulmão e mediastino; Afecções cirúrgicas do estomago e do duodeno; Urgência em cirurgia vascular; Cirurgia do Tórax, traquéia, tireóide e paratireóide.

Bibliografia Sugerida:

BRASIL, Ministério da Saúde. Norma Operacional de Assistência à Saúde, 2001 (NOAS/2001).

CAMPOS, F.E., OLIVEIRA JÚNIOR, M., TONON, M.L. Cadernos de Saúde, Belo Horizonte: Coopmed, 1998. Caderno de Legislação Básica do SUS.

CARVALHO, G. I.; SANTOS, L. Sistema Único de Saúde - comentários à Lei Orgânica da Saúde (Lei 8080/90 e 8 142/90). 3 ed. Campinas: Unicamp, 2001.

BRASIL. Ministério da Saúde. Lei nº 8.080/90 - Lei Orgânica da Saúde, 1990. In: Manual Gestor SUS. Rio de Janeiro: Lidador,1997.

BRASIL. Lei nº 8.142, de 28 de dezembro de 1990.

Resolução CFM nº 1.246, de 8 de janeiro de 1988 (Dispõe sobre o Código de Ética Médica)

MENDES, E.V. Uma Agenda para a Saúde. São Paulo: Hucitec, 1996. Especialmente o capítulo 4: "Um novo paradigma sanitário: a produção social da saúde".

ROUQUAYROL, M.Z., ALMEIDA FILHO, N. Epidemiologia social. Rio de Janeiro: MEDSI, 1999.

SILVA JÚNIOR, A.G. Modelos tecnoassistenciais em Saúde. O debate no campo da saúde coletiva. São Paulo, Hucitec, 1998.

CECIL. Tratado de Medicina Interna. Bennett/PLUM. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005

GOODMAN/GILMAN'S. As bases farmacológicas da terapêutica. Mc Graw Hill, 2006

HARRISON. Medicina interna. Fauci/Braunwald. Ed. Nc Graw Hill, 2005

RATTON, José Luiz Amorim. Medicina Intensiva. Ed. Atheneu, 2006

BIROLINI, D. Condutas em Cirurgia de Urgência. Rio de Janeiro, Ed. Atheneu, 1ª ed., 2003.

FERRAZ, A., MATHIAS, C.A., FERRAZ, E.M. Condutas em Cirurgia Geral. Rio de Janeiro, Ed. Medsi, 2003.

FREIRE, E.C.S. Trauma: A Doença dos Séculos. 368 Cirurgiões do Brasil. Rio de Janeiro, Ed. Atheneu, 2001.

LÁZARO, A. Hérnias. Rio de Janeiro, Ed. Roca, 2ª ed., 2006.

MAIA, A.M., IGLESIAS, A.C.R.G. Complicações em Cirurgia - Prevenção e Tratamento. Rio de Janeiro, Ed.Guanabara-Koogan, 2005.

MATTOX, K. L., FELICIANO, D.V., MOORE, E.E. (eds). Trauma. 4th ed. New York: MacGraw-Hill, 2000.

ROHDE, L. E COLABORADORES. Rotinas em Cirurgia Digestiva. Porto Alegre, Ed.Artmed, 2005.

SAAD JR., R., RORIZ, W., XIMENES JR., M., FORTE, V. Cirurgia Torácica Geral. Ed. Atheneu, 2005.

SOUZA, H. P. E COLABORADORES, Cirurgia do Trauma - condutas Diagnósticas e Terapêuticas. Rio de Janeiro, Ed. Atheneu, 2003.

TOWNSEND, SABISTON. Tratado de Cirurgia. Rio de Janeiro, Ed. Guanabara-Koogan, 16ª Ed., 2003.

VIEIRA, O.M., CHAVES, C.P., MANSO, J.E.F.. Clínica Cirúrgica: Fundamentos Teóricos e Práticas - 2 vols. Rio de Janeiro, Ed. Atheneu, 1ª Ed., 2000.

VINHAES, J.C. Clínica e Terapêutica Cirúrgicas. Rio de Janeiro, Ed. Guanabara-Koogan, 2ª Ed., 2003.

WAY, DOHERTY. Cirurgia: Diagnóstico e Tratamento. Rio de Janeiro, Ed. Guanabara - Koogan, 11a. Ed., 2004.

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: MÉDICO VETERINÁRIO

> Específica

. Epidemiologia: O método epidemiológico; Epidemiologia descritiva e Epidemiologia analítica; Noções de demografia e estimativas de populações; Componentes ecológicos das doenças transmissíveis; Interrelações agente-hospedeiro-ambiente; Fontes de infecção; Mecanismos de transmissão; O processo epidêmico; Programa de Combate a doenças; Modelos de estudos epidemiológicos de zoonoses; Epidemiologia das doenças transmitidas pôr veículo comum; Doenças Bacterianas: Introdução; Gênese e desenvolvimento das doenças infecciosas bacterianas (estreptocóccicas, estafilocóccicas, mamites, bruceloses, corinebacterioses, tuberculoses, campilobacterioses, salmoneloses, colibaciloses, carbúnculo hemático, mormo, erisipelas, leptospirose, botulismo, carbúnculo sintomático, gangrena gasosa); Doenças pôr vírus, clamídias e micoplasmas: Introdução; Aspectos imunológicos (raiva, febre aftosa, estomatite vesicular, varíolas, cinomose, peste suína clássica, peste suína africana, anemia infecciosa eqüina, renotraqueíte infecciosa bovina, leucose bovina, clamidioses, anaplasmoses); Doenças Parasitárias e Micóticas: Introdução; Parasitoses do trato instestinal e outros órgãos abdominais (dictiocaulose e metastrogilose, babesioses, eimerioses, tricomonoses, tripanossomíases, leishmanioses, toxoplasmoses, ectoparasitoses, micoses); Reprodução Animal de pequeno, médio e grande porte; Inspeção de produtos de origem animal: leite e derivados, carne e derivados, aves, ovos, pescado e mel; Tecnologia de produtos de origem animal; Saneamento: A água e sua importância higiênica, saneamento, tratamento e abastecimento de água, esgotamento sanitário, coleta e destino de resíduos sólidos, drenagem de águas pluviais e saneamento como instrumento de controle de endemias. A água e sua importância higiênica; Aspectos qualitativos e quantitativos das fontes de abastecimento: Epidemiologia das doenças de veiculação hídrica; Aspectos sanitários da construção de poços rasos; Qualidade da água: Exame bacteriológico da água; Tratamento da água destinada aos animais domésticos; Solo e sua significação higiênica; Ar e sua significação higiênica; Destino de resíduos orgânicos no meio rural; Desinfetantes e métodos de desinfecção; Controle de roedores; Produção e controle de produtos biológicos: Introdução, Vacinas e antígenos usados no Brasil; Planificação em saúde animal: Legislação sanitária; Políticas de Saúde no Brasil: História e organização atual.

Bibliografia Sugerida:

ANDREI, Edmondo.Compêndio Veterinário, 19ª edição.Ed. Organização Andrei. São Paulo

BICHARD,S.J. ; SHERDING,R.G. Manual Saunders: Clínica de pequenos animais. 1a ed. São Paulo: Roca, 1998.

BLOOD, D. C. RADOSTITS, O. M. Clínica Veterinária. Rio de Janeiro : Guanabara Koogan, 1991. 1263p.

CORRÊA, W. M.; CORRÊA, C. N. M. Enfermidades Infecciosas dos Mamíferos Domésticos. 2 ed, Rio de Janeiro, MEDSI, 1992.

CORRÊA, C, N. M. Enfermidade infecciosa dos mamíferos domésticos. Ed. Barela. SP.

ETTINGER, S. J.; FELDMAN,E.C. Tratado de Medicina Interna Veterinária. 4a ed. São Paulo: Manole, 1997.

JONES, T.C., Hunt, R.D., King, N.W. Patologia Veterinária 6th Ed. Manole, 2000. 1500pp.

MAGALHÃES, Hélio Pereira de, Técnica Cirúrgica e Cirurgia Experimental, 1a. Edição, Editora Sarvier.

NELSON, R.W.; COUTO,C.G. Fundamentos de Medicina Interna de Pequenos Animais. 1a ed.. Rio de Janeiro: Guanabara, 1994.

NEIVA, Cícero. Formulário de Terapêutica Veterinária, Ed. Serviço de Informação Agrícola. Rio de Janeiro.

PARDI, Miguel Cione. Memória da Inspeção Sanitária e Industrial de Produtos de Origem Animal no Brasil. Ed. Conselho Federal de Medicina Veterinária.

RIET-CORREA, F.; Schild, A.L.; Méndez, M.C.. Doenças de Ruminantes e Eqüinos. Pelotas: Editora UFPel, 1998, 650pp.

ROSENBERGER, Gustav. Exame clínico dos bovinos. 2.ed. Rio de Janeiro : Guanabara, 1990- 1993. 419p.

SCOTT, D.W.; MILLER, W.H.; GRIFFIN,C.E. Dermatologia dos Pequenos Animais. 5a ed. São Paulo: Manole, 1995.

SMITH, Bradford P. Tratado de Medicina Interna de Grandes Animais. Ed. Manole. São Paulo

THOMSON, R.G. Patologia Geral Veterinária. Rio de Janeiro: Ed. Guanabara Koogan, 1983, 412pp.

THOMSON, R.G. Patologia Veterinária Especial 2a. Ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997, 600pp

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: CIRURGIÃO DENTISTA

> Específica

. Epidemiologia: Processo saúde/doença, Níveis de atenção em saúde, Caracterização e hierarquização dos problemas de saúde bucal, Levantamento epidemiológico e índices em saúde bucal; Prevenção: Programas preventivos e manutenção preventiva, Etinologia da cárie e da doença peridontal, Diagnóstico da lesão cariosa, Risco de cárie, Diagnósticos da doença periodontal, Medidas preventivas de aplicação nos âmbitos individual e coletivo; Dentística: Materiais restauradores, Amalgama, Cimentos restauradores, Resinas compostas, Prepáros cavitários de classe I, II, III, IV, V e cavidades atípicas, Associação de resinas compostas e ionômero, Materiais protetores do complexo dentina-polpa, Prótese; Odontopediatria: Cronologia da erupção das dentições, Diagnóstico e terapia pulpar (decíduos e permanentes), Preparos cavitários, Tratamento endodôntico radical e conservador; Infecções da Boca: Infecções bacterianas, Infecções micóticas, Infecções virótica, Infecções parasitárias; Cirurgia: Noções cirúrgicas, Exame do paciente, Período pré-opertório, Acidentes operatórios, Períodos pós-operatório, Exodontia; Tratamento Conservador da Polpa Dental: Pulpotomia em dentes permanentes, Curetagem pulpar, Capeamento direto, Capeamento indireto; Urgência; Biosegurança e Riscos Ocupacionais: Vias de contaminação, Métodos para controle no consultório, Doenças ocupacionais, Agentes mecânicos, físicos, químicos e bioquímicos.

Bibliografia sugerida:

ALVARES, L. C.; TAVANO, O. Curso de radiologia em odontologia. 4. ed., São Paulo: Santos, 2002. A imagem radiológica, p.22-26.

ANDREASEN, J. O.; ANDREASEN, F. M.; BAKLAND, L. K.; FLORES, M. T. Manual de traumatismo dental. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 2000.

ANDREASEN, J. O.; ANDREASEN, Frances M. Traumatismo dentário: soluções clinicas. São Paulo: Panamericana, 1991.

BARATIERI, Luiz Narciso. Clareamento dental. Chicago: Quintessence; São Paulo: Livraria Santos, 1993.

______ . Estética: restaurações adesivas diretas em dentes anteriores fraturados. 2. ed. São Paulo: Santos, 1998.

______ . Odontologia restauradora: fundamentos e possibilidades. São Paulo: Santos, 2001

BARROS, Olavo Bergamaschi. Ergonomia I: a eficiência ou rendimento e a filosofia correta de trabalho em odontologia. 2. ed. rev. e ampl. São Paulo: Pancast, 1999.

BORAKS, Silvio. Diagnostico bucal. 2.ed. Porto Alegre: Artes Medicas, 1999.

BRASIL, Ministério da Saúde. 12ª Conferência Nacional de Saúde: conferência Sergio Arouca: manual de conferência. Brasília, 2003.

BUISCHI, Yvonne de Paiva. Promoção de saúde bucal na clínica odontológica. São Paulo: Artes Médicas, 2000.

BUSATO, Adair Luiz Stefanello. Dentística: restaurações em dentes anteriores. São Paulo: Artes Médicas, 1997.

______. Dentística: restaurações em dentes posteriores. São Paulo: Artes Médicas, 1996.

CARRANZA, Fermin A.; NEWMAN, Michael G.; GROMATZKY, Alfredo. Periodontia clínica. 8. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1997.

COHEN, Stephen; BURNS, Richard C. Caminhos da polpa. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1997.

COLEMAN G C, NELSON J F. Princípios de Diagnóstico Bucal. Rio de Janeiro: Ed. Guanabara Koogan, 1996.

COSTA, M. A. F; COSTA, M. F. B.; MELO, N. S. F. de Oliveira. Biossegurança, ambientes hospitalares e odontológicos. São Paulo: Santos, 2000, Capítulo 6, p. 87 -116.

ESTRELA, Carlos. Dor odontogênica. São Paulo: Artes Médicas, 2001.

ESTRELA, Carlos; ESTRELA, Cyntia R. A. Controle de infecção em odontologia. 1. ed., São Paulo: Artes Médicas, 2003.

ESTRELA, Carlos; FIGUEIREDO, José Antônio Poli de. Endodontia: princípios biológicos e mecânicos. São Paulo: Artes Médicas Sul, 1999.

FREITAS, Agnaldo; ROSA, José Eder; SOUZA, Iéleo Faria. Radiologia Odontológica. 5 ed. Artes Médicas, 2000.

GRIMALDI FILHO, G. Técnica Histológica, manual. Ministério da saúde, FIOCRUZ - Instituto Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 1981.

GUANDALINI, Sérgio Luiz; MELO, Norma Suely Falcão de Oliveira; SANTOS, Eduardo Carlos de Peixoto. Biossegurança em odontologia. 2. ed. Curitiba: Odontex, 1999.

GUEDES-PINTO, Antônio Carlos. Odontopediatria. 6. ed. São Paulo: Santos, 2000.

HOWE, Geoffrey L. (Geoffrey Leslie). Cirurgia oral menor. 3. ed. São Paulo: Santos, 1995.

JUNQUEIRA. L. C.; CARNEIRO, J. Histologia Básica. 2. ed., Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1971. Métodos de Estudos p. 1-4

KRAMER, Paulo Floriani; FELDENS, Carlos Alberto; ROMANO, Ana Regina; OPPERMANN, Rui Vicente. Promoção de saúde bucal em odontopediatria: diagnóstico, prevenção e tratamento da cárie oclusal. São Paulo: Artes Médicas, 1997.

KRIGER, Léo. Promoção de saúde bucal. São Paulo: Artes Médicas, 1997.

LINDHE, Jan; KARRING, Thorkild; LANG, Niklaus Peter. Tratado de periodontia clínica e implantologia oral. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1999.

MANSON, J. D; ELEY, B. M. Manual de Periodontia. 3. ed. São Paulo: Santos, 1999.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Controle de infecção e a prática odontológica em tempos de AIDS. Brasília: Manual de condutas. 2000. 118p.

MOYERS, Robert E. Ortodontia. 4. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1991.

MUGAYAR, Lêda Regina Fernandes. Pacientes portadores de necessidades especiais: manual de odontologia e saúde oral. São Paulo: Pancast, 2000.

NEVILLE, Brad W. Patologia oral & maxiofacial. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2001.

OKESON, Jeffrey P. Fundamentos de oclusão e desordens têmporo-mandibulares. 2. ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 1992.

PINTO, Victor Gomes. Saúde bucal coletiva. 4. ed. São Paulo: Santos Ed., 2000.

REGEZI, Joseph A. Patologia Bucal: correlações clínicopatológicas. 3 ed. Rio de Janeiro. Guanabara Koogan, 2000.

RIO, Licínia Maria Souza Pires do; RIO, Rodrigo Pires do. Manual de ergonomia odontológica. 2. ed. Belo Horizonte: Conselho Regional de Odontologia de Minas Gerais, 2001.

RITTER, André V.; BARATIERI, Luiz Narciso; MONTEIRO JUNIOR, Sylvio. Caderno de dentística: proteção do complexo dentina-polpa. São Paulo: Santos, 2003.

ROSENSTIEL, Stephen F.; LAND, Martin F.; FUJIMOTO, Junhei. Prótese fixa contemporânea. 3. ed. São Paulo: Livraria Editora Santos, 2002.

SANTOS JR., José dos. Oclusão: princípios e conceitos. 5. ed. rev. São Paulo: Santos, 1998.

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: ENGENHEIRO CIVIL

> Específica

. Cálculo diferencial e integral: Limites e funções contínuas. Derivadas de funções algébricas e suas aplicações. Máximos e mínimos. Integrais indefinidas e suas aplicações; Probabilidade e estatística: Técnicas de amostragem. Distribuições de probabilidade. Controle estatístico de processos; Química: Estrutura de matéria. Ligação química. Química aplicada. Corrosão química e proteção; Mecânica: estática, cinemática e dinâmica dos corpos rígidos; Resistência dos materiais: Tensão e deformação. Solicitação axial (tração e compressão). Solicitação por corte (cisalhamento). Torção. Flexão. Flambagem. Energia de deformação; Desenho: Representações de forma e dimensão. Convenções e normalização. Utilização de elementos gráficos na interpretação e solução de problemas; Informática: Linguagens básicas e sistemas operacionais. Simulação e aplicações técnicas de otimização. Aplicações típicas e computadores digitais. Projeto auxiliado por computador CAD; Ciências do Ambiente: A biosfera e seu equilíbrio. Efeitos da tecnologia sobre o equilíbrio ecológico. Legislação ambiental; Mecânica dos solos e fundações: Fundamentos de geologia aplicada. Caracterização e classificação dos solos. Compactação. Prospecção geotécnica do subsolo. Tipos de fundação; Teoria das estruturas e sistemas estruturais: Conceitos básicos da análise estrutural. Estruturas isostáticas. Princípios dos trabalhos virtuais - Método da carga unitária. Teoremas gerais de energia. Método da flexibilidade. Método da rigidez. Estruturas de concreto. Estruturas de aço. Ações e segurança das estruturas. Cálculo e dimensionamento; Materiais e técnicas e construção civil: Principais propriedades dos materiais. Tecnologia dos materiais de construção civil. Dosagem e controle tecnológico dos concretos. Aços. Cimento. Aglomerantes. Agregados. Materiais cerâmicos. Vidros. Madeiras. Planejamento e controle de construções. Normas de construção, arquitetura e urbanismo; Instalações prediais, industriais e agro-industriais: Projeto e orçamento. Instalações de água fria, de água quente, de vapor, de ar comprimido, de prevenção e combate a incêndios, de águas pluviais, de esgotos sanitários, de efluentes industriais, de resíduos sólidos e de GLP. Instalações eletromecânicas. Circuitos. Proteção. Segurança. Instalações de lógica e telecomunicações.

Bibliografia sugerida:

BAUER, Luiz Alfredo Falcão. Materiais de Construção 1.. 3ª edição, Livros Técnicos e Científicos Editora.

BEER, Ferdinand. Mecânica Vetorial para Engenheiros. McGraw-Hill, R.C., 1980.

BEER, Ferdinand P., JOHNSTON, E.Russel Jr. Resistência dos Materiais. 3ª edição, Makron Books Editora.

BELLEI, Ildony H. Edifícios Industriais em Aço. Ed. Pini Ltda.

BROOKSHEAR, J.Glenn. Ciência da Computação. uma visão abrangente. Editora Artes Médicas, 1999.

CAPUTO, Homero Pinto. Mecânica dos Solos e suas Aplicações. LTC Editora S.A.

HIBBELER. Mecânica. LTC, 1999.

LEITHOLD, Louis. O Cálculo com geometria analítica. Vol. 1. 2ª ed. São Paulo: Harbra, 1982. MERIAM, J.L. e KRAIGE, L.G. Estática. LTC, 1999.

NORMAS TÉNICAS. Editora Brasileira de Normas Técnicas. ABTN, NBR 6118, NBR 5677, NBR 5678, NBR 5679, NBR 6122, NBR 6123, NBR 6123, NBR 7191, NBR 7198, NBR 7678, NBR 8044, NBR 8681, NBR 8800, NBR 8977, NBR 12219, NBR 12722, Normas do CB-02 - Construção Civil.

PAIVA, A. F. Estatística. Belo Horizonte: Ed. da UFMG, 1981.

SALBAUGH, Wendel H., PARSONS, Theran D. Química Geral. Livros Técnicos e Científicos Editora S.A.

SIHN, Leda M. Nolla e YAMAMOTO, Arisol S.S. Tsuda. Curso de AUTOCAD 2000. Básico, Vol. 1, Makron Books.

SIMMONS, George F. Cálculo com geometria analítica. Vol. 1. São Paulo: McGraw-Hill, 1987.

SOARES, J.F., FARIAS, A. A., CESAR, C.C. Introdução à Estatística. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1991.

SUSSEKIND, J.C. Curso de Análise Estrutural. Vols. I, II, III, 5ª edição. Editora Globo

______. Curso de Concreto. Editora Globo.

TRIOLA, M.F. Introdução à estatística. 7ª ed. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos, 1999.

WERKEMA, M.C.C. Como estabelecer conclusões com confiança: entendendo inferência estatística. Belo Horizonte: ed. da UFMG: Fundação Christiano Ottoni, 1996, (Ferramentas de Qualidade, 4).

______. Ferramentas estatísticas básicas para o gerenciamento de processos. Belo Horizonte: Ed. da UFMG: Fundação Christiano Ottoni, 1995. (Ferramentas de Qualidade, 2).

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: PSICÓLOGO

> Específica

. Diagnóstico psicológico: fundamentos e passos do processo psicodiagnóstico; testes psicológicos (tipos, aplicação, interpretação, análise dos testes); Entrevista psicológica: definição, tipos e finalidade;Elaboração de laudo psicológico: comunicação dos resultados do psicodiagnóstico; Princípios gerais das grupoterapias: conceituação de grupo; modalidades grupais; fenômenos do campo grupal; Saúde ocupacional: qualidade de vida no trabalho; os vínculos nas instituições; Transtornos mentais e do comportamento relacionados ao trabalho; Orientação educacional e profissional de aconselhamento e psicoterapia: classificação dos métodos de aconselhamento; Psicopatologia: borderline; psicoses orgânicas; psiconeuroses endógenas; psicoses afetivas; esquizofrenias; neuroses; distúrbios de personalidade; toxicomania; oligofrenia; psicopatia; sociopatia; alcoolismo; alucinações; delírios; Tratamento dos problemas de aprendizagem; Psicoterapia focal, e psicoterapia breve de fundamentação psicanalítica: teoria, técnica, objetivos e limitações da psicoterapia breve; Noções do aparelho psíquico, mecanismos de defesa, transferência e contratransferência, recalque, pulsão, desejo, sintomas, interpretação dos sonhos, etapas da evolução psicossexual, latência, puberdade e adolescência, diagnóstico funcional em psicopatologia; Políticas de Saúde no Brasil: história e organização atual.

Bibliografia sugerida

Amarante P (ORG.). Loucos pela vida: a trajetória da Reforma Psiquiátrica no Brasil. Rio de Janeiro: SDE/ENSP, 1995.

BRAIER, E. A. Psicoterapia breve de orientação psicanalítica. Ed. Martins Fontes, SP, 2000.

CUNHA, J. A. et al. Psicodiagnóstico. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.

FOUCAULT, M. A Loucura e a Sociedade. In: Barros de Motta M (ORG.). Ditos e Escritos, Michel Foucault: Problematização do Sujeito. Forense Universitária, 1ª ed. 1999.

FOUCAULT, M. Doença Mental e Psicologia. Edições Tempo Brasileiro, Rio de Janeiro, 3ª ed., 1988.

Freud, S. Analise de Uma Fobia em um menino de 5 anos ( "O Pequeno Hans") (1909). Obras Psicológicas completas, vol. X. Rio de Janeiro, Imago Editora.

Freud, S. A Organização Genital Infantil (1923). Obras Psicológicas completas, vol. XIX. Rio de Janeiro, Imago Editora.

Freud, S. O Caso de Scheber: Notas psicanaliticas sobre um relato autobiográfico de um caso de paranóia ( demente paranoides) (1911). IN: Freud, Sigmund. Obras Psicológicas completas, vol. XII. Rio de Janeiro, Imago Editora.

Freud, S. A perda da realidade na neurose e na psicose (1924). IN: Freud, Sigmund. Obras Psicológicas completas, vol. XIX. Rio de Janeiro, Imago Editora.

Freud, S. O Mal Estar na Civilização (1930). IN: Freud, Sigmund. Obras Psicológicas completas, vol. XXI. Rio de Janeiro, Imago Editora.

LIMA, M. E. A.; ARAÚJO, J. N. G.; LIMA, F. P. A. L.E.R: dimensões ergonômicas e psicossociais. Belo Horizonte: Health, 1998.

LOBOSQUE, A M. Neuroses e Psicoses: uma primeira abordagem quanto ao diagnostico diferencial nas Experiências da Loucura. Rio de Janeiro. Editora Garamond, 2001.

O CAMPO, M. L. S. O processo psicodiagnóstico e as técnicas projetivas. 10ed. SP: Martins Fontes, 2001.

PAIM, I. Curso de Psicopatologia. 11ed. SP: EPU, 1993.

PARAGUAY, A. I. B. B. Da organização do trabalho e seus impactos sobre a saúde dos trabalhadores. In: Patologia do Trabalho. 2ed. SP: Atheneu, 2003. v 1, cap. 17, p. 812-823.

VIGANO, C. A construção do caso clínico em saúde mental. Curinga. Periódico da Escola Brasileira de Psicanálise. MG. 1999: n 13.

ZENONI, A. A clínica da psicose: o trabalho feito por muitos. Abrecampos. Periódico da Saúde Mental do Instituto Raul Soares - FHEMIG; 2000. nº 1.

ZIMERMAN, D. E. Fundamentos básicos das grupoterapias. Porto Alegre: Artmed, 1999.

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: FISIOTERAPEUTA

> Específica

. Noções de anatomia humana incluindo órgãos e sistemas; Análise cinesiológica dos movimentos; Provas de função muscular; Goniometria; Desenvolvimento neuro-psicomotor da criança; Uso de técnicas de enfaixamento; Fisiologia da contração muscular; Eletrodiagnóstico e eletroterapia; Termoterapia; Actinoterapia; Hidroterapia; Mecanoterapia; assoterapia; Tração e manipulação vertebral; Cinesioterapia; Postura corporal; Marcha; Patologias, avaliação, prevenção de incapacidade, prescrição e tratamento fisioterápico em: doenças do aparelho locomotor; portadores de paralisia celebral; doenças neurológicas; doenças do aparelho cardiovascular; doenças do aparelho respiratório; em geriatria; em hanseníase.

Bibliografia Sugerida

CARVALHO, W. B. et al. Ventilação pulmonar mecânica em pediatria e neonatologia. 2. ed. São Paulo: Atheneu, 2005. 601 p.

ELLIS, Elizabeth & ALISON, Jennifer. Fisioterapia cardiorrespiratória prática. Rio de Janeiro: Revinter, 1997.

GUI, Postiaux, Fisioterapia Respiratória Pediátrica, 2a. Edição: Editora Artmed.

HEBERT, Sizínio et al. Ortopedia e traumatologia: princípios e prática. 3 ed. Porto Algre: Artmed, 2003.

KITCHEN, Sheila e BAZIN, Sarah. Eletroterapia de Clayton. 10 ed. São Paulo: Manole, 1998.

KOPELMAN, B; MIYOSSHI, M.; GUINSBURG, R. Distúrbios respiratórios no período neonatal. São Paulo: Atheneu, 1998. 600 p.

MAGEE, David J. Avaliação musculoesquelética. São Paulo: Manole, 2002.

MCARDLE, William D., KATCH, Frank I., KATCH, Victor L. Fisiologia do exercício: energia, nutrição e desempenho humano. 5 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2003.

NORKIN, Cynthia C. & LEVANGIE, Pámela K. Articulações - estrutura e função: uma abordagem prática e abrangente. Rio de Janeiro: Revinter, 2001.

O'SULLIVAN, Susan B., SCHMITZ, Thomas J. (e colaboradores). Fisioterapia: avaliação e tratamento. São Paulo: Manole, 2004.

POLDEN, Margaret & MANTLE, Jill. (com contribuição de WHITEFORD, Bárbara & KEATING, Diana). Fisioterapia em obstetrícia e ginecologia. 2 ed. São Paulo: Santos, 1997.

SARMENTO, G. J. V. Fisioterapia respiratória no paciente crítico: rotinas clínicas. Barueri, SP: Manole, 2005. 582 p.

SCANLAN, C. L.; WILKINS, R. L.; STOLLER, J. K. Fundamentos da terapia respiratória de Egan. Barueri, SP: Manole, 2000. 1284 p.

SHEPHERD, Roberta B. Fisioterapia em pediatria. 3 ed. São Paulo: Santos, 1996.

WEBBER, Barbara A PRYOR, Jennifer A. Fisioterapia para problemas respiratórios e cardíacos 2 ed Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2002

WEST, J. B. Fisiologia respiratória. 6. ed. Barueri, SP: Manole, 2002. 199 p.

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: NUTRICIONISTA

> Específica

. Administração de serviços de Alimentação. Alimentação escolar e pré-escolar. Análise do estado de nutrição. Avaliação dos diversos fatores relacionados com problemas de alimentação como:- classe social, meio de vida e outros. Aconselhamento e instrução à população. Aproveitamento de nutrientes e alimentos de baixo custo. Aspectos sócio- econômicos e educacionais: Saúde, nutrição e rendimento Escolar. Avaliação nutricional: epidemiologia da desnutrição proteico calórica. Biodisponibilidade dos minerais. Cálculo das necessidades calóricas basais e adicionais para o adulto normal. Cálculo de dietas normais. Carência de Niacina (Pelagra). Carência de Riboflovina, Carência de vitamina C. Carência de Tiamina (Beriberi). Carências nutricionais. Condições Sanitárias, Higiênicas e métodos de Conservação. Critérios e procedimentos de segurança sanitária. Critérios para planejamento e avaliação de dietas normais: qualitativos, quantitativos e grupos de alimentos. Custo de refeições per capita. Deficiência mental. Diagramas de produção de alimentos. DCNT (Doenças Crônicas Não Transmissíveis). Dietoterapia: Princípios básicos. Distribuição da merenda escolar. Doenças da infância. Educação Nutricional: Educação para uma melhor nutrição. Elaboração de cardápios em nível Institucional. Estudo das substâncias alimentares: Vitaminas solúveis na gordura, vitaminas solúveis na água e os novos alimentos. Exigências Nutricionais. Higiene dos alimentos. Leis da alimentação. Má nutrição calórico-protéica e suas conseqüências a longo prazo. Má nutrição e Moléstias carenciais. Métodos da avaliação nutricional. Métodos direto e indireto para diagnóstico e avaliação do estado nutricional. Ética Profissional. Métodos e técnicas de higienização da área física, equipamentos, utensílios e manipulador. Modificações da dieta normal e padronizações hospitalares. Morfologia e fisiologia do ser humano: Corpo Humano. Nutrição e as anemias. Nutrição e Diabetes Mellitus. Nutrição e dieta nas moléstias cardio-vasculares. Nutrição e dieta nas moléstias do trato gastrointestinal. Nutrição e dieta nos distúrbios de má absorção. Nutrição e dietoterapia: nutrição na doença; Nutrição e Saúde Pública: Subnutrição, obesidade e diabéticos. Nutrição e Doença. Nutrição e Hipertensão arterial. Nutrição em saúde pública: Programas educativos. Nutrição materno-infantil: conceito geral de saúde materno-infantil: gestação, lactação, recém-nascido e aleitamento materno. Nutrição Normal: Conceito de Alimentação e nutrição. Nutrientes: definição, propriedade, função, digestão, absorção, metabolismo, fontes alimentares e NDp Cal%. Ordem e manutenção da qualidade e higiene dos gêneros alimentícios. Orientação e supervisão do preparo, da distribuição e do armazenamento de refeições. Particularização da dieta normal para os diferentes grupos etários: alimentação do lactente (0 a 1 ano), criança (1 a 2 anos), do pré-escolar (2 a 7 anos), do escolar (7 a 12 anos) e do adolescente (12 a 18 anos). Particularização da dieta normal por estado fisiológico da gestante e da nutriz. Pirâmide de alimentos. Planejamento de cardápios. Aceitação dos alimentos. Refeições balanceadas. Desperdícios. Planejamento, organização e coordenação do serviço e de programas de Nutrição, nos campos hospitalares, de saúde pública, da educação e de outros similares. Carências alimentares e o conveniente aproveitamento dos recursos dietéticos. Controle da estocagem, preparação, conservação e distribuição dos alimentos. Melhoria protética, racionalidade e economicidade dos regimes alimentares da população ou de grupos desta. Programação e desenvolvimento de treinamento de servidores. Reuniões. Nível de rendimento, de habilidade, de higiene e de aceitação dos alimentos. Racionalização e melhoria do padrão técnico dos serviços. Programas de saúde. Planejamento e orientação na preparação de alimentos. Relatórios mensais. Estimativas do custo médio da alimentação. Sistema endócrino. Técnica dietética: características físico-químicas dos alimentos. Princípios e Diretrizes do SUS; Ética Profissional.

Bibliografia sugerida:

ARRUDA, Gillian Alonso. Manual de Boas Práticas, Voll I e II, São Paulo, Ed. Ponto Crítico.

BURTON, Benjamin. Nutrição Humana, - ed, São Paulo, Ed. Mac. Graw Hill.

CHAVES, Nelson. Nutrição Básica e Aplicada - ed. Rio de Janeiro, ed. Guanabara Koogan S.A.

Código de Ética dos Nutricionistas - Conselho Federal de Nutricionistas, Brasília.

Consenso Brasileiro de Conceitos e condutas para o Diabetes Mellitus. Recomendações da Sociedade Brasileira de Diabetes para a Prática Clínica.

EUCLYDES, Marilene P. Nutrição do lactente: base científica para uma alimentação adequada. 2.ed. Viçosa: Suprema Gráfica e Editora, 2000.

EVANGELISTA, José. Tecnologia dos Alimentos. Rio de Janeiro: Atheneu, 2.ed., 1998.

FRANCO, Guilherme. Nutrição Texto Básico e Tabela de Composição Química dos Alimentos, Rio de Janeiro, Livraria Atheneu.

GOUVEIA, Enilda L. Cruz. Nutrição: saúde e comunidade. 2. ed. rev. ampl. Rio de Janeiro: Revinter, 1999.

HOBBS, Betty C. & ROBERTS, Diane. Toxinfecções e controle higiênico-sanitário de alimentos. São Paulo: Varela, 1999.

KRAUSE J. Mahan. Alimentos Nutrição & Dietoterapia, São Paulo, Ed. Roca.

Leis Federais nºs. 8.080 e 8.142 (Leis Orgânicas da Saúde).

MEZOMO, Iracema F. B. Os serviços de alimentação: planejamento e administração. 5. ed. atual. e rev. Barueri: Manole, 2002.

MONTEIRO, Carlos Augusto. Velhos e novos males da saúde no Brasil: a evolução do país e suas doenças. 2. ed. aum. São Paulo: HUCITEC, 2000.

OLIVEIRA, José Eduardo D. de; MARCHINI, Júlio Sérgio. Ciências nutricionais. São Paulo: Sarvier, 1998.

ORNELAS, Alfredo e ORNELAS Lieselotte Hoesch. Alimentação da Criança, Nutrição Aplicada - São Paulo, Ed. Atheneu.

ORNELAS, Lieselotte Hoeschl. Técnica Dietética, São Paulo, Ed. Atheneu. Portaria nº 710, de 10 de junho de 1999 do Ministério da Saúde.

ROUQUAYROL, Maria Zélia; ALMEIDA FILHO, Naomar de. Epidemiologia e saúde. 6. ed. Rio de Janeiro: MEDSI, 2002.

SÁ, Neide Gaudencide. Nutrição e Dietética, São Paulo, Ed. Nobel.

TEIXEIRA, Suzana M. F. G. et al. Administração aplicada às unidades de alimentação e nutrição. São Paulo: Atheneu, 2000.

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: FARMACÊUTICO / BIOQUÍMICO

> Específica

. Conceito, objetivos e atribuições da Farmácia Hospitalar e Drogaria; Requisitos técnicos e exigências legais para instalação, licenciamento e funcionamento da Farmácia Hospitalar e Drogaria; Seleção e padronização de medicamentos e correlatos; Gestão de estoque - Curva ABC - Parâmetros de identificação dos medicamentos para o controle de estoque; Armazenamento de medicamentos e correlatos - exigências legais, normas técnicas e funcionais. Sistemas de dispensação de medicamentos; Farmácia hospitalar e controle de infecções hospitalares; Germicidas de uso hospitalar: formulações, preparo e emprego; Atuação da farmácia hospitalar no suporte nutricional; Manuseio, preparo e dispensação de medicamentos cistotáticos; Química farmacêutica: volumetria de neutralização e de oxi­redução; Cálculos para determinação de concentração em preparações farmacêuticas; Conhecimento quanto à origem, à química, à atividade farmacológica, aos mecanismos de ação, ao emprego terapêutico e à toxidade dos medicamentos, necessária ao desenvolvimento da assistência farmacêutica; Farmacologia da dor e da inflamação; Farmacologia do sistema respiratório; Farmacologias do sistema digestivo; Farmacologia da Reprodução; Farmacologia dos processos infecciosos; Controle de qualidade de medicamentos - Ensaios físico-químicos, biológicos e microbiológicos. Interpretação de certificados de análise de controle de qualidade de medicamentos; Estabilidade de medicamentos; Farmacotécnica das preparações sólidas e líquidas, para uso oral e para uso externo; Formas farmacêuticas sólidas, líquidas, cremes, pomadas e preparações estéreis: conceito, importância, fabricação e acondicionamento; Farmacologia; Fármacos que atuam no sistema nervoso autônomo, central e periférico; Fármacos que atuam no sistema cardiovascular - antimicrobianos - interações medicamentosas; Hematologia Clínica: Técnicas Gerais; Obtenção e preparo das amostras; Controle de qualidade em hematologia; Técnicas/ interpretações básicas de exames da série vermelha: Eritograma; Técnicas/ interpretações básicas de exames da série branca: Leucograma; Técnicas e interpretações básicas de exames de coagulograma; Bioquímica clínica: Técnicas gerais; Obtenção e preparo das amostras; Fundamentos básicos de fotometria; Controle de qualidade em hematologia; Carboidratos: métodos laboratoriais e interpretação clínica; Nitrogenados não protéicos: métodos laboratoriais e interpretação clínica; Lípides: métodos laboratoriais e interpretação clínica; Uroanálise; Fisiologia Renal: Obtenção de amostras; Exame Físico, químico e microscópico; Controle de qualidade em uroanálise; Fluído Cerebrospinal (líquor): Formação e fisiologia; Colheita da amostra; Líqua no setor de hematologia; Líqua no setor de bioquímica; Líqua no setor de microbiologia; Líqua no setor de sorologia; Imunologia Clínica: Técnicas básicas e interpretação de exames imunohematológicos: ABO, RH, DY, Coombs direto e indireto; Técnicas básicas e interpretação de exames sorológicos: AED, PCR, Fator Reumatóide, VDRH. Técnicas imunológicas especiais, I munofluerescência, Radio-imunoensaio, Elisa; Parasitologia Clínica: Patogenia, sintomatologia, epidemiologia e profilaxia das parasitoses humanas (ascaridíase, ten íase, cisticercose, amebíase, estrogilodíase, ancelostomose, enterobiose, malária, toxoplasmose, leishmaniose e doenças de Chagas); Fundamento e interpretação das técnicas utilizadas no diagnóstico das parasitoses humanas relacionadas no item anterior; Bacteriologia clínica: Esterilização e desinfecção; Obtenção de amostras; Corantes e métodos de coloração; Bacteriologia do Sistema Respiratório (pneumonias, difteria, tuberculose); Bacteriologia das doenças venéreas; Bacteriologia das meningites; Bacteriologia do sistema urinário (infecções urinárias); Hemocultura; Coprocultura; Atuação do laboratório no controle da infecção hospitalar; Políticas de Saúde no Brasil: História e Organização Atual. Vigilância Sanitária; Ética Profissional.

Bibliografia sugerida:

CARVALHO, E.B. de. Manual de suporte nutricional.

Decreto 3.181, de 23/09/99. Resolução 391, de 09/08/99 - Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Farmacopéia Brasileira. 3 ed., Organização Andrei Editora.

Farmacopéia Brasileira. 4 ed., São Paulo: Ateneu.

GOODMAN, L.S. & GILMAN A.G. As bases farmacológicas da terapêutica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan.

HANSTEN, P.D. Interações medicamentosas. Rio de Janeiro; Ateneu.

Informacion de Medicamentos - OMS - USP DI, Vol. I e II.

KATZUNG, B.G. Farmacologia Básica & Clínica. 6 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1998.

KOROLKOVAS. A química farmacêutica. Rio de Janeiro: Guanabara Dois.

______. A análise farmacêutica. Rio de Janeiro: Guanabara Dois.

Legislação: Lei 5.991, de 17/12/73.

MANUAL DE INFECÇÕES HOSPITALARES: PREVENÇÃO E CONTROLE. Comissão de Controle Hospitalar do Hospital das Clínicas da UFMG.

Penildon Farmacologia.

Portaria 272, de 08/04/98 - Secretaria de Vigilância Sanitária do Ministério da Saúde.

Portaria 2.616, de 12/05/98 - Ministério da Saúde. Portaria 344 de 12/05/98 - Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

PRISTA, L.N. Tecnologia farmacêutica e farmácia galênica. Remington Farmácia, 19 ed., 2 vol. Ed. Médica Pan América. Resolução 288/96 - Conselho Federal de Farmácia.

Resolução 290/96, de 26/04/1 996 - Conselho Federal de Farmácia - Aprova o Código de Ética Farmacêutica.

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA II - LÍNGUA PORTUGUESA

> Específica

· Estudo e texto informativo e/ou literário; Conhecimentos lingüísticos: Ortografia, Encontros vocálicos, consonantais e dígrafos; O nome e seu emprego; O verbo: flexão e emprego de tempos e modos; O pronome e seu emprego; Regência verbal e nominal; Concordância verbal e nominal; Estrutura da oração e do período: Aspectos sintáticos e semânticos; Processo de coordenação e subordinação; Figuras de Linguagem; Séries sinonímicas, homínicas e paronímicas; Pontuação; A variação lingüística - as diversas modalidades do uso da língua; Formação de palavras; Contexto de produção, circulação e recepção textual. Texto, textualidade e textualização. Textualização dos discursos: narrativo, descritivo, de relato, expositivo, injuntivo e argumentativo (organização textual, fases ou etapas, coesão verbal e nominal, conexão textual, organização lingüística dos enunciados); Língua, discurso e interação: vozes do texto, modalização e argumentatividade, marcas de subjetividade. Suportes textuais (organização, público-alvo, credibilidade). Serigrafia de livros literários e não-literários. Língua falada e escrita. Interação literária. O ensino de literatura na escola (Estilos de época da literatura brasileira, do barroco à Literatura Contemporânea). Práticas de letramento escolar: leitura e de produção textual. Estratégias e habilidades em leitura e escrita.

· Conhecimentos Pedagógicos: Aspectos filosóficos da Educação - Concepções liberais e progressistas da educação: contribuições e limites. As tendências liberais e as tendências progressistas. Pedagogia Tradicional. Pedagogia Nova. Pedagogia Tecnicista. Teorias Reprodutivistas e Teorias Críticas. O pensamento pedagógico em uma visão histórica e dialética. Aspectos Sociológicos da Educação - Os estudos sociológicos da educação. O paradigma do consenso e o paradigma do conflito. A relação educação e sociedade: os grupos sociais na escola: integração, controle e disciplina; a escolarização desigual e suas explicações. A democratização da escola: autonomia, autogestão, participação e cidadania. Aspectos Psicológicos da Educação - Desenvolvimento cognitivo e afetivo da criança e do adolescente. Aprendizagem: abordagens comportamentalista e cognitivista. Aspectos do Cotidiano Escolar - Avaliação pedagógica. Currículo. A sala de aula e a pluralidade cultural. O professor e as novas tecnologias da comunicação e da informação. Medidas e dispositivos legais de proteção à criança e ao adolescente.

· Legislação Educacional: Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 9394/96) FUNDEF (Lei 9424/96); FUNDEB (Lei 11494/07); Estatuto da Criança e Adolescente (Lei nº 8069/90); Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) do Ensino Fundamental e Ensino Médio; Constituição Federal do Brasil (Título VIII, Capítulo III, Seção I).

Bibliografia sugerida:

ANTUNES, Irandé Costa. Lutar com palavras: coesão e coerência. São Paulo: Parábola, 2005. (Na Ponta da Língua, 13).

AZEREDO, José Carlos de. Língua portuguesa em debate - conhecimento e ensino. 2.ed. Petrópolis: Vozes, 2001.

BAGNO, Marcos. Português ou brasileiro - um convite à pesquisa. São Paulo: Parábola, 2001.

BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 1992.

BORTONI-RICARDO, Stella Maris. Nós cheguemu na escola, e agora? Sociolingüística e educação. São Paulo: Parábola, 2005. (Linguagem,11).

BRANDÃO, Helena Nagamine. Texto, Gêneros do Discurso e Ensino. In: Gêneros do Discurso na Escola. São Paulo: Cortez, 2002.

BRASIL, Constituição Federal de 1988 - Título VIII, Capítulo III, Seção I.

BRASIL, Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: terceiro e quarto Ciclos do Ensino Fundamental: língua portuguesa. Brasília: MEC/SEF, 1998.

CANDAU, Vera Maria (org). Magistério. Construção cotidiana. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

CANDAU, Vera Maria (orgs.). Reinventar a escola. Petrópolis, RJ : Vozes, 2000.

CEGALLA, Domingos Paschoal. Novíssima Gramática da Língua Portuguesa. 46. ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2005.

COSTA VAL, M. Graça, BARROS, Gladys (Org.). Reflexões sobre práticas escolares de produção de texto: o sujeito-autor. Belo Horizonte: Autêntica, 2003. v. 1. 200 p.

CUNHA, Luiz Antônio. Educação, estado e democracia no Brasil. São Paulo: Cortez/EDUFF/FLACSO, 1992.

DAVIS, Claudia; OLIVEIRA, Zilma. Psicologia da educação. São Paulo: Cortez, 1990.

DIONÍSIO, Ângela Paiva et al (Org.). Gêneros textuais e ensino. Rio de Janeiro: Lucerna, 2002.

GADOTTTI, Moacir. História das idéias pedagógicas. São Paulo: Ática, 1999.

GOMES, Cândido. A educação em perspectiva sociológica. São Paulo: EPU, 1989.

HOFFMAN N, Jussara. Avaliação: mito e desafio, uma perspectiva construtivista. Porto Alegre: Editora Mediação, 23. ed., 1998.

ILARI, Rodolfo. Introdução à semântica: brincando com a gramática. São Paulo: Contexto, 2001.

INFANTE, Ulisses. Curso de gramática aplicada aos textos. São Paulo: Scipione, 2001.

KLEIMAN, Ângela, MORAES, S. E. Leitura e interdisciplinaridade? Tecendo redes nos projetos da escola. Campinas: Mercado de Letras, 1999.

KLEIMAN, Ângela. Oficina de leitura: teoria e prática. Campinas: Pontes,2000.

KOCH, Ingedore Villaça, ELIAS, Vanda Maria. Ler e compreender os sentidos do texto. São Paulo: Contexto, 2006.

LAJOLO, M. Do mundo da leitura para a leitura de mundo. São Paulo: Ática, 1993.

LEI FEDERAL N° 9.394, de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

LEI FEDERAL N° 8069/90 - Estatuto da Criança e do Adolescente

LUCKESI, Cipriano. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 1991.

MARCUSCHI, Luiz Antônio Da fala para a escrita. Atividades de retextualização. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2001.

MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental e para o Ensino Médio - Documentos Introdutórios. Brasília.

MORAIS, Artur Gomes de (Org.). O aprendizado da ortografia. Belo Horizonte, CEALE/Autêntica, 1999. (Linguagem e Educação)

PAIVA, Aparecida, MARTINS, Aracy, PAULINO, Graça, VERSIANI, Zélia (Orgs.). Literatura e letramento? Espaços, suportes e interfaces? O jogo do livro. Belo Horizonte/CEALE, 2003.

PARECER CNE/CEB 04/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Fundamental (Relatora: Regina de Assis).

PARECER CNE/CEB 15/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Médio (Relatora: Guiomar N. Mello).

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia. São Paulo : Autores Associados, 1993.

SEE/MG. Proposta curricular. Português. Educação Básica, 2005 - Conteúdos Básicos Comuns.

SILVA, Tomás Tadeu; MOREIRA, Antônio Flávio (orgs.). Currículo, cultura e Sociedade. São Paulo: Cortez, 1994.

SOARES, Magda. Alfabetização e letramento. São Paulo: Contexto, 2003.

TRAVAGLIA, Luiz Carlos. Gramática e interação: uma proposta para o ensino de gramática no 1° e 2° graus - S. Paulo: Cortez, 2002.

TRAVAGLIA, Luiz Carlos. Gramática ensino plural. São Paulo: Cortez, 2003.

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA II - MATEMÁTICA

> Específica

· Linguagem básica dos conjuntos: Os conjuntos dos números naturais, inteiros, racionais e reais. Operações fundamentais: adição, subtração, multiplicação e divisão; Potências de expoentes racionais. Radiciação. A reta numérica. Propriedades específicas de cada um desses conjuntos: Naturais: múltiplos e divisores, fatoração, máximo divisor comum e mínimo múltiplo comum. Inteiros: múltiplos e divisores. Representação decimal dos números racionais e reais; Linguagem algébrica: Equações e Inequações - Equações do 1° e do 2° graus. Raízes de produtos de polinômios do 1° e do 2° graus. Sistemas de equações do 1° grau, com duas variáveis. Inequações produto e quociente, envolvendo polinômios do 1° e 2° graus. Razões e Proporções - Proporcionalidade. Grandezas diretamente proporcionais e grandezas inversamente proporcionais. Regra de três simples e composta. Porcentagem, juros e descontos simples. Taxas compostas de juros e de desconto. Cálculo Algébrico-Operações com expressões algébricas. Identidades algébricas notáveis. Polinômios. Operações. Funções: Funções do 1° e do 2° graus. Raízes. Estudo de sinais. Gráficos. Gráfico de uma função real de variável real: intervalos de crescimento e/ou decrescimento, raízes, pontos de máximo/mínimo e variação de sinais da função. Matrizes- Matriz genérica, matriz quadrada, triangular, diagonal, identidade, nula, transposta e inversa. Igualdade e operações de matrizes. Sistemas lineares: Equações lineares, sistemas de equações lineares e escalonamento; Linguagem Estocástica: Noções de análise combinatória e probabilidade -Problemas que podem ser resolvidos via listagens, diagrama de árvore ou pela utilização do Princípio Fundamental da Contagem. Probabilidade de um evento em um espaço amostral finito. Binômio de Newton. Triângulo de Pascal. Tratamento da Informação - Interpretação e utilização de dados apresentados em tabelas e/ou gráficos (segmentos, coluna, setores). Média aritmética e ponderada; Linguagem geométrica: Geometria plana - Posição de retas no plano. Teoremas de Pitágoras e Tales. Polígonos. Polígonos regulares. Perímetro. Ângulos internos e externos. Congruência e semelhança de triângulos. Quadriláteros. Tipos, propriedades, perímetros e áreas. Circunferência e disco. Propriedades, perímetro e área. Ângulos na circunferência. Relações métricas e trigonométricas em triângulos retângulos. Áreas e perímetros de triângulos. Geometria sólida: Volumes de sólidos. Áreas total e lateral de figuras tridimensionais. Figuras tridimensionais e suas planificações; Fundamentos da matemática: História e conteúdos conceituais específicos da matemática; Matemática e ensino: Diferentes práticas pedagógicas no ensino da matemática.

· Conhecimentos Pedagógicos: Aspectos filosóficos da Educação - Concepções liberais e progressistas da educação: contribuições e limites. As tendências liberais e as tendências progressistas. Pedagogia Tradicional. Pedagogia Nova. Pedagogia Tecnicista. Teorias Reprodutivistas e Teorias Críticas. O pensamento pedagógico em uma visão histórica e dialética. Aspectos Sociológicos da Educação - Os estudos sociológicos da educação. O paradigma do consenso e o paradigma do conflito. A relação educação e sociedade: os grupos sociais na escola: integração, controle e disciplina; a escolarização desigual e suas explicações. A democratização da escola: autonomia, autogestão, participação e cidadania. Aspectos Psicológicos da Educação - Desenvolvimento cognitivo e afetivo da criança e do adolescente. Aprendizagem: abordagens comportamentalista e cognitivista. Aspectos do Cotidiano Escolar - Avaliação pedagógica. Currículo. A sala de aula e a pluralidade cultural. O professor e as novas tecnologias da comunicação e da informação. Medidas e dispositivos legais de proteção à criança e ao adolescente.

. Legislação Educacional: Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 9394/96) FUNDEF (Lei 9424/96); FUNDEB (Lei 11494/07); Estatuto da Criança e Adolescente (Lei nº 8069/90); Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) do Ensino Fundamental e Ensino Médio; Constituição Federal do Brasil (Título VIII, Capítulo III, Seção I).

Bibliografia sugerida:

BORBA, M.C.; BICUDO, M.A (Orgs) Educação matemática: Pesquisa em movimento. Campinas, SP. Cortez Editora, 2004.

BOYER, C.B., EVES, H. e outros. Coleção Tópicos de história da Matemática para uso em sala de aula. Sâo Paulo: Editora Atual, 1999.

BRASIL, Constituição Federal de 1988 - Título VIII, Capítulo III, Seção I.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Parecer CNE/CEB n. 04/98, Diretrizes Curriculares Nacionais para Ensino Fundamental.

CANDAU, Vera Maria (org). Magistério. Construção cotidiana. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

CANDAU, Vera Maria (orgs.). Reinventar a escola. Petrópolis, RJ : Vozes, 2000.

CHEVALLARD, Y; BOSCH, M.; GASCÓN, J. Estudar Matemáticas: o elo perdido entre o ensino e a aprendizagem. Porto Alegre:Artmed, 2001.

CUNHA, Luiz Antônio. Educação, estado e democracia no Brasil. São Paulo: Cortez/EDUFF/FLACSO, 1992.

D'AMBROSIO, Ubiratan. Educação matemática: da teoria à prática. Campinas: Papirus, 1996.

DANTE, LUIZ ROBERTO. Matemática contexto e aplicações. Volume único. São Paulo: Ática, 2002.

DAVIS, Claudia; OLIVEIRA, Zilma. Psicologia da educação. São Paulo: Cortez, 1990.

EVES, H. Tópicos da História da Matemática. São Paulo: Atual, 1992.

FONSECA, M.C. Educação matemática de jovens e adultos. Belo Horizonte: Autêntica, 2002.

GADOTTTI, Moacir. História das idéias pedagógicas. São Paulo: Ática, 1999.

GELSON IEZZI e outros. Matemática (de 1a a 3a séries do 2o grau). Coleção Fundamentos de Matemática Elementar. Vol. 1: Conjuntos e Funções; Vol. 5: Combinatória e Probabilidade Vol. 9: Geometria Plana e Vol. 10: Geometria Espacial. São Paulo:Atual, 1977.

GOMES, Cândido. A educação em perspectiva sociológica. São Paulo: EPU, 1989.

HOFFMAN N, Jussara. Avaliação: mito e desafio, uma perspectiva construtivista. Porto Alegre: Editora Mediação, 23. ed., 1998.

LEI FEDERAL Nº 9.394, de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

LEI FEDERAL Nº 8069/90 - Estatuto da Criança e do Adolescente

LIMA, Elon Lages e outros. A Matemática do Ensino Médio. Volumes 1, 2 e 3. Coleção do Professor de Matemática. Rio de Janeiro: SBM, 2002.ISBN 85-85818-10-7.

LUCKESI, Cipriano. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 1991.

MACHADO, Antonio dos Santos. Matemática no Ensino Médio. Volumes 1, 2 e 3. São Paulo: Editora Atual.

MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental e para o Ensino Médio - Documentos Introdutórios. Brasília.

PAIVA, Manoel. Matemática: conceitos, linguagem, aplicações. Volumes 1, 2 e 3. São Paulo: Editora Moderna, 2002.

PARECER CNE/CEB 04/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Fundamental (Relatora: Regina de Assis).

PARECER CNE/CEB 15/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Médio (Relatora: Guiomar N. Mello).

PERRENOUD, P. Avaliação: Da excelência à regulação das aprendizagens entre duas lógicas. Porto Alegre: Artmed, 2000.

PONTE, J.P. et al. Investigações matemáticas na sala de aula. Belo Horizonte. Autêntica, 2003.

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia. São Paulo : Autores Associados, 1993.

SILVA, Tomás Tadeu; MOREIRA, Antônio Flávio (orgs.). Currículo, cultura e Sociedade. São Paulo: Cortez, 1994.

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA II - INGLÊS

> Específica

· A prova de inglês tem como objetivo avaliar: A competência de leitura do (a) candidato (a), com a compreensão (análise e síntese) de texto ou textos de gêneros variados. Serão avaliadas neste item as habilidades de identificação e reconhecimento do vocabulário em textos autênticos, a compreensão do sentido global, a identificação do tema geral do texto e o estabelecimento de aspectos de suas condições de produção, a inferência, a coesão, a coerência e a localização de idéias principais no texto. O conhecimento das estruturas básicas da língua, em que se exige o conhecimento léxico-gramatical para a construção de sentidos, incluindo-se aí os seguintes itens: O sistema verbal - formas, uso e voz; Modais; Discurso direto e indireto; Uso de pronomes; Referência pronominal; Ordem das palavras na oração; Modificadores (modifiers); Formação de palavras - processo de derivação e composição; Conjunções, advérbios e preposições gênero, número e caso dos substantivos. A compreensão do (a) candidato (a) sobre as abordagens de ensino mais recentes e das questões envolvidas no desenvolvimento das habilidades do aluno no uso comunicativo do idioma e dos aspectos léxico-sistêmico-fonológicos necessários à interação oral e escrita. O (a) candidato (a) deve também ser capaz de reconhecer procedimentos didático-pedagógicos que promovam a aprendizagem da língua estrangeira na sala de aula, compreendendo ainda como as teorias das múltiplas inteligências, estilos de aprendizagem e autonomia contribuem para as ações de professores no seu contexto de ensino.

· Compreensão de textos em Língua Inglesa; Artigos e seu uso correto; Substantivos; Uso do "Genitive case" Çs); Adjetivos: Demonstrativos; Indefinidos; Comparativos e superlativos - Formas regulares e irregulares; Possessivos; Pronomes: Pronomes pessoais; Possessivos; Pronomes indefinidos; Pronomes relativos; Formas verbais de verbos regulares e irregulares e os verbos anômalos: Simple Present; Present Continuous; Simple Past; Past Continuous; Future tense; Near Future; Present Perfect; Present Perfect Continuous; Past Perfect; Estrutura das orações interrogativas e negativas: Yes\no questions; Information questions; "Question words" and their usage in information questions; Advérbios: Advérbios de freqüência; Advérbios de modo; Preposições: IN, ON, AT, used as Time and as Place prepositions; Other most common place prepositions; The most common two-word or phrasal verbs. Conjunções: The most common ones.

· Conhecimentos Pedagógicos: Aspectos filosóficos da Educação - Concepções liberais e progressistas da educação: contribuições e limites. As tendências liberais e as tendências progressistas. Pedagogia Tradicional. Pedagogia Nova. Pedagogia Tecnicista. Teorias Reprodutivistas e Teorias Críticas. O pensamento pedagógico em uma visão histórica e dialética. Aspectos Sociológicos da Educação - Os estudos sociológicos da educação. O paradigma do consenso e o paradigma do conflito. A relação educação e sociedade: os grupos sociais na escola: integração, controle e disciplina; a escolarização desigual e suas explicações. A democratização da escola: autonomia, autogestão, participação e cidadania. Aspectos Psicológicos da Educação - Desenvolvimento cognitivo e afetivo da criança e do adolescente. Aprendizagem: abordagens comportamentalista e cognitivista. Aspectos do Cotidiano Escolar - Avaliação pedagógica. Currículo. A sala de aula e a pluralidade cultural. O professor e as novas tecnologias da comunicação e da informação. Medidas e dispositivos legais de proteção à criança e ao adolescente.

. Legislação Educacional: Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 9394/96) FUNDEF (Lei 9424/96); FUNDEB (Lei 11494/07); Estatuto da Criança e Adolescente (Lei nº 8069/90); Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) do Ensino Fundamental e Ensino Médio; Constituição Federal do Brasil (Título VIII, Capítulo III, Seção I).

Bibliografia sugerida:

ALMEIDA FILHO, J. C. P. Dimensões comunicativas no ensino de língua. Campinas: Pontes, 1993.

BIBER, Douglas et al. The Longman student grammar of spoken and written English. London: Longman, 2002.

BRASIL, Constituição Federal de 1988 - Título VIII, Capítulo III, Seção I.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental. Brasília: MEC, SEF, 1998. 10 v. 5a a 8a séries. Conteúdo: Língua Estrangeira.

CELCE-Murcia, Marianne & LARSEN- FREEMAN, Diane. The grammar book. 2nd.ed. Boston: Heinle-Thomson, 1999.

CELCE-MURCIA, Marianne & OLSHTAIN, E. Discourse and context in language teaching. Chapter 7: Reading. Cambridge: Cambridge, 2000, p. 118-140.

DIAS, R. Proposta Curricular de Língua Estrangeira para o Estado de Minas Gerais. Belo Horizonte: SEE-MG, 2006. Disponível em: crv.educacao.mg.gov.br/sistemacrv/index.htm crv.educacao.mg.gov.br/sistemacrv/index.htm

DIAS, R. Reading critically in English. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2002.

DUTRA, Deise P. e MELLO, Heliana. Gramática e vocabulário no ensino de inglês: novas perspectivas. Belo Horizonte: Faculdade de Letras da UFMG, POSLIN, 2004.

CORACINI, M. J. (org.) O Jogo discursivo na aula de leitura : língua materna e língua estrangeira. São Paulo: Pontes, 1995.

COSTA, D. N. M. Por que ensinar língua estrangeira na escola de 1. grau. São Paulo: EPU, 1987.

CANDAU, Vera Maria (org). Magistério. Construção cotidiana. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

CANDAU, Vera Maria (orgs.). Reinventar a escola. Petrópolis, RJ : Vozes, 2000.

CUNHA, Luiz Antônio. Educação, estado e democracia no Brasil. São Paulo: Cortez/EDUFF/FLACSO, 1992.

DAVIS, Claudia; OLIVEIRA, Zilma. Psicologia da educação. São Paulo: Cortez, 1990.

GADOTTTI, Moacir. História das idéias pedagógicas. São Paulo: Ática, 1999.

GOMES, Cândido. A educação em perspectiva sociológica. São Paulo: EPU, 1989.

HOFFMANN, Jussara. Avaliação: mito e desafio, uma perspectiva construtivista. Porto Alegre: Editora Mediação, 23. ed., 1998.

JORDÃO, C., GIMENEZ, T. & ANDREOTTI, V. Perspectivas educacionais e o ensino de inglês na escola pública. Pelotas: Educat, 2005.

LEI FEDERAL Nº 9.394, de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

LEI FEDERAL Nº 8069/90 - Estatuto da Criança e do Adolescente

LUCKESI, Cipriano. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 1991.

MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental e para o Ensino Médio - Documentos Introdutórios. Brasília.

MURPHY, Raymond. English grammar in use. Cambridge: Cambridge University Press, 1991.

OXFORD, R.L. Language Learning Styles and Strategies. IN: CELCE-MURCIA, M. (Ed.) Teaching english as a second or foreign language. 3rd ed. Boston: Heinle & Heinle, 2001. p. 359-366.

OXFORD, R. L. Language learning strategies: what every teacher should know. Boston: Heinle & Heinle, 1990.

PAIVA, Vera Lúcia Menezes de Oliveira (org.). Práticas de ensino e aprendizagem de inglês com foco na autonomia. Belo Horizonte: Faculdade de Letras da UFMG,

PARECER CNE/CEB 04/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Fundamental (Relatora: Regina de Assis).

PARECER CNE/CEB 15/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Médio (Relatora: Guiomar N. Mello).

SILVA, Tomás Tadeu; MOREIRA, Antônio Flávio (orgs.). Currículo, cultura e Sociedade. São Paulo: Cortez, 1994.

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia. São Paulo : Autores Associados, 1993.

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA II - ESPANHOL

> Específica

· Análise e interpretação de textos: identificação do tema central e das diferentes idéias contidas nos textos; estabelecimento de relações entre as diferentes idéias contidas nos textos; identificação de elementos que exprimam lugar, tempo, modo, finalidade, causa, condição, conseqüência, comparação. Estudo do vocabulário dos textos: significado de palavras e expressões; semelhança e diferenças de significado de palavras. Aspectos gramaticais: flexão do nome, do pronome, do artigo; flexão do verbo (modo, tempo, número, pessoa, voz); concordância nominal e verbal, regência nominal e verbal; nexos (preposições, conjunções); processo de relação de idéias de causa, conseqüência, fim, tempo, condição, oposição, concessão, comparação. Literatura Espanhola: Estudio de las manifestaciones literarias de la Península Ibérica en lengua española a partir de los grandes movimientos estéticos: Edad Media, Pre-Renacimiento, Renacimiento, Barroco, Romanticismo, Modernismo y Literatura Contemporânea.

· Conhecimentos Pedagógicos: Aspectos filosóficos da Educação - Concepções liberais e progressistas da educação: contribuições e limites. As tendências liberais e as tendências progressistas. Pedagogia Tradicional. Pedagogia Nova. Pedagogia Tecnicista. Teorias Reprodutivistas e Teorias Críticas. O pensamento pedagógico em uma visão histórica e dialética. Aspectos Sociológicos da Educação - Os estudos sociológicos da educação. O paradigma do consenso e o paradigma do conflito. A relação educação e sociedade: os grupos sociais na escola: integração, controle e disciplina; a escolarização desigual e suas explicações. A democratização da escola: autonomia, autogestão, participação e cidadania. Aspectos Psicológicos da Educação - Desenvolvimento cognitivo e afetivo da criança e do adolescente. Aprendizagem: abordagens comportamentalista e cognitivista. Aspectos do Cotidiano Escolar - Avaliação pedagógica. Currículo. A sala de aula e a pluralidade cultural. O professor e as novas tecnologias da comunicação e da informação. Medidas e dispositivos legais de proteção à criança e ao adolescente.

· Legislação Educacional: Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 9394/96) FUNDEF (Lei 9424/96); FUNDEB (Lei 11494/07); Estatuto da Criança e Adolescente (Lei nº 8069/90); Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) do Ensino Fundamental e Ensino Médio; Constituição Federal do Brasil (Título VIII, Capítulo III, Seção I).

Bibliografia sugerida:

ALARCOS llorach,e.: Gramática de la lengua española,RAE,ColecciónNebrija y Bello,Madrid,Espasa Calpe,1994.

ÁLVAREZ, M. Aida: Letras - análisis e interpretación de textos- vol.I y II,Santa Tecla- El Salvador, Clásicos Róxil, 1993.

BOSQUE, I. ,y Demonte,V(eds): Gramática descriptiva dela lengua española,3vol.Madrid,Espasa,1 999.

BRASIL, Constituição Federal de 1988 - Título VIII, Capítulo III, Seção I.

CANDAU, Vera Maria (org). Magistério. Construção cotidiana. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

CANDAU, Vera Maria (orgs.). Reinventar a escola. Petrópolis, RJ : Vozes, 2000.

CUNHA, Luiz Antônio. Educação, estado e democracia no Brasil. São Paulo: Cortez/EDUFF/FLACSO, 1992.

DAVIS, Claudia; OLIVEIRA, Zilma. Psicologia da educação. São Paulo: Cortez, 1990.

GADOTTTI, Moacir. História das idéias pedagógicas. São Paulo: Ática, 1999.

GOMES, Cândido. A educação em perspectiva sociológica. São Paulo: EPU, 1989.

G.PÉREZ Aguilar Y Otros,Lengua y literatura 1,2 y 3, ediciones Santillana,Bs. As. 1990.

GÓMEZ Torrego,L.: Gramática Didática Del Español,Madrid,SM.,1998

HERNÁNDEZ Alonso,C.: Gramática funcional del español, Madrid,Gredos,1996.

HOFFMANN, Jussara. Avaliação: mito e desafio, uma perspectiva construtivista. Porto Alegre: Editora Mediação, 23. ed., 1998.

KOVACCI, O.:Estudios de gramática española, Buenos Aires, Hachette.1986. LAROUSSE,Diccionario de sinonimo y antonimo de la lengua española,2000.

LEI FEDERAL Nº 9.394, de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

LEI FEDERAL Nº 8069/90 - Estatuto da Criança e do Adolescente

LUCKESI, Cipriano. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 1991.

MARTÍNEZ García,J.A.: Cuestiones marginadas de gramática española, Madrid, Istmo, 1994.

MARTÍNEZ García, J.A.: Propuesta de gramática funcional,Madrid,Istmo,1994.

MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental e para o Ensino Médio - Documentos Introdutórios. Brasília.

MILANI,M.Esther:Guia para conjugar verbos españoles ,San Paulo-Brasil,Embajada de España en Brasil-Novos livros editora, 1994.

NAVARRO Cabrera,E. Y Otros: Curso de Historia de La Literatura Esapañola,Salamanca,vicens Vives,2006.

PARECER CNE/CEB 04/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Fundamental (Relatora: Regina de Assis).

PARECER CNE/CEB 15/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Médio (Relatora: Guiomar N. Mello).

PEDRAZA,Jiménez:La literatura espanõla en los textos ,San Paulo, Consejería de Educación- Embajada de España en Brasil- novos livros editora,1991.

REAL ACADEMIA ESPAÑOLA: Esboso de una nueva Gramática española,1989.

REAL ACADEMIA ESPAÑOLA: Diccionario de la lengua española,1989.

ROSETTI,Lacau : Nuevo castellano- Lengua y literatura I y II, Buenos Aires-Argentina,Editorial Kalpelusz, 1994.

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia. São Paulo : Autores Associados, 1993.

SECO, M.: Gramática esencial del espanõl ,Agilar, 1979.

SILVA, Tomás Tadeu; MOREIRA, Antônio Flávio (orgs.). Currículo, cultura e Sociedade. São Paulo: Cortez, 1994.

VALMADESA, R. Miguel: Orientaciones para le enseñanza de la pronúnciación en la clase de español como lengua extranjera,Montevideo-Uruguay,Consejería de educación- Embajada de España en Brasil ,Oltaver editores, 1993.

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA II - HISTÓRIA

> Específica

· Noções gerais de teoria e metodologia da História. O ensino de História e as escolas históricas: saber histórico e saber histórico escolar. Antiguidade Clássica: o mundo greco- romano. O Período Medieval: a Alta e a Baixa Idade Média. O Mundo Moderno: o Antigo Regime e a Sociedade de Corte; a expansão européia; os sistemas coloniais na América; A conquista da América: Cortez e Montezuma: a visão do outro. o Renascimento; a Reforma Protestante. Brasil: administração, sociedade e economia colonial. A Revolução Industrial; o Iluminismo; o Despotismo Esclarecido. A Idade Contemporânea: a Revolução Francesa; os movimentos de contestação ao sistema colonial. O Império Brasileiro. O imperialismo. A Revolução Russa; as Guerras Mundiais; o período entre guerras: crise e totalitarismo. A Guerra Fria; a fragmentação da União Soviética. O Brasil: da República Velha ao golpe militar de 1964. O Brasil do golpe aos dias atuais. Economia no Brasil colônia - Escravismo, pacto colonial e tráfico negreiro. A descolonização afro-asiática; a América Latina no século XX; a nova ordem econômica internacional. Política no Brasil império. Partidos políticos no II Reinado. Política na República velha - Coronelismo. Totalitarismo, autoritarismo e democracia liberal . Conceitos. Período Vargas. Ideologia do Estado Novo. Ditadura militar (1964-1984). Doutrina da segurança nacional. Redemocratização do Brasil. Movimento pela anistia. Movimento pelas Diretas-Já. Greves do ABC.

· Conhecimentos Pedagógicos: Aspectos filosóficos da Educação - Concepções liberais e progressistas da educação: contribuições e limites. As tendências liberais e as tendências progressistas. Pedagogia Tradicional. Pedagogia Nova. Pedagogia Tecnicista. Teorias Reprodutivistas e Teorias Críticas. O pensamento pedagógico em uma visão histórica e dialética. Aspectos Sociológicos da Educação - Os estudos sociológicos da educação. O paradigma do consenso e o paradigma do conflito. A relação educação e sociedade: os grupos sociais na escola: integração, controle e disciplina; a escolarização desigual e suas explicações. A democratização da escola: autonomia, autogestão, participação e cidadania. Aspectos Psicológicos da Educação - Desenvolvimento cognitivo e afetivo da criança e do adolescente. Aprendizagem: abordagens comportamentalista e cognitivista. Aspectos do Cotidiano Escolar - Avaliação pedagógica. Currículo. A sala de aula e a pluralidade cultural. O professor e as novas tecnologias da comunicação e da informação. Medidas e dispositivos legais de proteção à criança e ao adolescente.

· Legislação Educacional: Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 9394/96) FUNDEF (Lei 9424/96); FUNDEB (Lei 11494/07); Estatuto da Criança e Adolescente (Lei nº 8069/90); Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) do Ensino Fundamental e Ensino Médio; Constituição Federal do Brasil (Título VIII, Capítulo III, Seção I).

Bibliografia sugerida:

ALENCASTRO, Luiz Felipe de. O trato dos viventes: formação do Brasil no Atlântico Sul. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

ANDERSON, Perry. Passagem da Antiguidade ao Feudalismo. São Paulo: Brasiliense, 1987.

ANDERSON, Perry. Linhagens do Estado Absolutista. São Paulo: Brasiliense, 1985.

AYMARD, André & AUBOYER, Jeannine. Roma e seu Império. In: CROUZET, Maurice. História Geral das Civilizações. São Paulo: Bertrand Brasil, 1994. v. 2.

BITTENCOURT, Circe. Ensino de história: conceitos e métodos. São Paulo: Contexto, 2005. (Coleção Formação Docente, Ensino Fundamental).

BRASIL, Constituição Federal de 1988 - Título VIII, Capítulo III, Seção I.

BRASIL Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental. Brasília. MEC, SEF, 1998. 10 v. 5ª a 8ª séries. Conteúdo: História.

BURKE, Peter. A escrita da História. Novas perspectivas. São Paulo: UNESP, 1992.

CANDAU, Vera Maria (org). Magistério. Construção cotidiana. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

CANDAU, Vera Maria (orgs.). Reinventar a escola. Petrópolis, RJ : Vozes, 2000.

CARDOSO, Ciro Flamarion S. Uma Introdução à História. São Paulo: Brasiliense, 1982.

CARDOSO, Ciro F., VAINFAS, Ronaldo (Org). Domínios da História: Ensaio de teoria e metodologia. Rio de Janeiro: Campos, 1997.

CARDOSO, Ciro Flamarion e BRIGNOLI, Héctor Pérez. História econômica da América Latina. Rio de Janeiro : Edições Graal, 1988.

CARVALHO, José Murilo de. A formação das almas: o imaginário da República no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1993.

CATANI, Afrânio Mendes. O Que é Capitalismo. São Paulo: Brasiliense, 1999.

CROUZET, Maurice, História Geral das Civilizações. Os séculos XVI e XVII. Os Progressos da Civilização Européia. Rio de Janeiro, Bertrand Brasil, 1995. v. 9.

CUNHA, Luiz Antônio. Educação, estado e democracia no Brasil. São Paulo: Cortez/EDUFF/FLACSO, 1992.

DAVIS, Claudia; OLIVEIRA, Zilma. Psicologia da educação. São Paulo: Cortez, 1990.

DEYON, Pyerre. O Mercantilismo. São Paulo: Perspectiva, 1969.

FALCON, Francisco e RODRIGUES, A. Edmilson, A Formação do Mundo Contemporâneo. A construção do Mundo Moderno XIV ao XVIII. Rio de Janeiro: Campus, 2006.

FALCON, José Calazans. A Época Pombalina (Política, Economia e Monarquia Ilustrada). São Paulo: Ática, 1993.

FAUSTO, Boris. História do Brasil. 2 ed. São Paulo: Edusp/Fundação do Desenvolvimento da Educação, 1995. 647 p.

FAUSTO, Boris. História do Brasil. São Paulo: Edusp, 2002.

FERRO, Marc. História das colonizações. Das conquistas às independências. Séculos XIII a XIX. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

FLORENZANO, Maria Beatriz B. O mundo antigo: economia e sociedade. Série: Tudo é História. Editora Brasiliense : São Paulo, 1986.

FLORENZANO, Modesto, As Revoluções burguesas. Série: Tudo é História. São Paulo, brasiliense, 1981.

FRANCO Jr., Hilário. A Idade Média - o nascimento do Ocidente. São Paulo: Brasiliense, 1986.

GADOTTTI, Moacir. História das idéias pedagógicas. São Paulo: Ática, 1999.

GOMES, Cândido. A educação em perspectiva sociológica. São Paulo: EPU, 1989.

GORENDER, Jacob. O Escravismo Colonial. São Paulo: Ática, 1978.

GREMAUD, Amaury Patrick et all. Formação Econômica do Brasil. São Paulo: Atlas, 1997.

HEERS, Jacques. História Medieval. São Paulo: Difel, 1981.

HOBSBAUM, Eric. A Era das Revoluções: 1789/1 848. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982.

HOBSBAUM, Eric. A Era dos Extremos: o breve século XX 1914-1991. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

HOBSBAUM, Eric. Da Revolução Industrial Inglesa ao Imperialismo. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1979.

HOBSBAUM, Eric. A Era dos Impérios 1875-1914. Rio de Janeiro, Editora Paz e Terra, 1989.

HOFFMANN, Jussara. Avaliação: mito e desafio, uma perspectiva construtivista. Porto Alegre: Editora Mediação, 23. ed., 1998.

KARNAL, Leandro. História na sala de aula: conceitos, práticas e propostas. São Paulo: Contexto, 2003.

LEI FEDERAL Nº 9.394, de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

LEI FEDERAL Nº 8069/90 - Estatuto da Criança e do Adolescente

LESSA, Renato. A Invenção Republicana. São Paulo: Vértice / IUPERJ, 1988.

LINHARES, M. Yedda (org.). História Geral do Brasil. Rio de Janeiro: Campus, 1990.

LUCKESI, Cipriano. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 1991.

MENDONÇA, Sônia Regina de e FONTES, Virgínia. História do Brasil Recente - 1964-1992. São Paulo: Ática, 1996.

MENDONÇA, Sônia Regina de. Estado e economia no Brasil: opções de desenvolvimento. Rio de Janeiro : Graal, 1985.

MOTA, Carlos Guilherme. História Moderna e Contemporânea. São Paulo: Editora Moderna, 1986.

PARÂMETROS Curriculares Nacionais: terceiro e quarto ciclos do ensino Fundamental. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília : MEC/SEF, 1998.

PARECER CNE/CEB 04/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Fundamental (Relatora: Regina de Assis).

PARECER CNE/CEB 15/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Médio (Relatora: Guiomar N. Mello).

PRADO, Maria Lígia. O Populismo na América Latina. São Paulo: Brasiliense, 1981.

REIS FILHO, Daniel A., FERREIRA, Jorge e ZENHA, Celeste (org). O Século XX: o tempo das certezas. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2000. v.I.

REIS FILHO, Daniel A., FERREIRA, Jorge e ZENHA, Celeste (org). O Século XX: o tempo das crises. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2000. v.II.

REIS, José Carlos. As identidades do Brasil. De Varnhagem a FHC. 3. ed. Rio de Janeiro: FGV, 2000.

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia. São Paulo : Autores Associados, 1993.

SILVA, Tomás Tadeu; MOREIRA, Antônio Flávio (orgs.). Currículo, cultura e Sociedade. São Paulo: Cortez, 1994.

SILVA, Janice Theodoro da. Descobrimentos e civilização. São Paulo: Ática, 1987. (Série Princípios)

SILVA, Sergio. Expansão Cafeeira e Origens da Indústria no Brasil. São Paulo: Alfa Omega, 1981.

SEE/MG. Proposta Curricular. História. Educação Básica, 2005 - CBC.

STONE, Lawrence, Causas da Revolução Inglesa 1529-1642. São Paulo, EDUSC, 2000.

THOMPSON, E.P., A Formação da Classe Operária Inglesa. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1987.

TODOROV, Tzvetan. A conquista da América. A questão do outro. Trad. Beatriz Perrone Moisés. São Paulo: Martins Fontes, 1993.

VIOTTI DA COSTA, Emília. Da Monarquia à República: Momentos Decisivos. 5 ed. São Paulo: Brasiliense, 1987.

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA II - GEOGRAFIA

> Específica

. As competências, as habilidades e os eixos temáticos na estruturação curricular da escola: reflexões teóricas e abordagens práticas para o ensino de Geografia. O conhecimento geográfico e sua importância social. Categorias. Objetivos Gerais. Metodologia. Cartografia: os mapas e as visões de mundo - Localização: coordenadas geográficas. Escalas. Projeções. O Espaço Mundial - A Geopolítica Mundial: Da Guerra Fria à nova ordem mundial: o mundo multipolar; a globalização; blocos econômicos supranacionais; a atual divisão internacional do trabalho. A divisão internacional do trabalho. A produção da globalização; globalização e território na América Latina. O Espaço Industrial: localização das indústrias (fatores determinantes); tipos de indústria; o processo de industrialização nos países pioneiros (Reino Unido e França); grandes potências industriais (Estados Unidos, Alemanha e Japão); os países de industrialização recente; as indústrias na Rússia e China; a revolução técnico-científica; a produção mundial de energia (petróleo, carvão mineral e gás natural, energia elétrica). O Espaço Agrário: as novas relações cidade x campo; os sistemas agrícolas; a agropecuária em países desenvolvidos e subdesenvolvidos. Os Espaços Urbano e Regional: as cidades e as metrópoles; urbanização em países desenvolvidos e subdesenvolvidos; rede e hierarquia urbana; cidades globais. O espaço urbano. Região e organização espacial. A População e Espaço Geográfico: dinâmica da população; estrutura da população; teorias demográficas; migrações internacionais e conflitos étnicos. O Espaço da Circulação: transportes e comunicação no mundo atual. A natureza e sua importância para o homem: fenômenos naturais; domínios morfoclimáticos; natureza/questões socioculturais; problemas ambientais urbanos; mudanças globais e meio ambiente. A natureza da globalização e a globalização da natureza. Impactos do Homem sobre aspectos do meio ambiente e dos ambientes rural e urbano. O Espaço Geográfico Mundial. Europa: Aspectos físicos e humanos; Alemanha, Reino Unido, França, Itália, Benelux, Países Ibéricos, Países Nórdicos, Rússia, Europa Centro-Oriental. América: Aspectos físicos e humanos; Estados Unidos e Canadá. Ásia: Aspectos físicos e humanos; China e Japão. Oceania: Aspectos físicos e humanos; Austrália e Nova Zelândia. Mundo Subdesenvolvido: Aspectos físicos e humanos; África, América Latina, Sudeste Asiático, Índia, Oriente Médio. O Espaço Geográfico do Brasil - A Natureza do Território Brasileiro: grandes paisagens naturais; geomorfologia e solos; domínios morfoclimáticos; principais bacias hidrográficas. A Formação territorial do Brasil: O Brasil e suas regiões; os contrastes regionais. O Brasil na Economia Global: O Brasil na economia-mundo. O Brasil e o mercado mundial. O Espaço Industrial Brasileiro: concentração e dispersão espacial da indústria; o Sudeste como pólo industrial do país; as periferias industriais; as fontes de energia no Brasil. O Espaço Agrário Brasileiro: A produção agropecuária no Brasil; modernização do espaço agrário; as relações de trabalho no campo; a reforma agrária. O Espaço Urbano Brasileiro: Hierarquia e rede urbana; funções urbanas; urbanização e metropolização; estrutura interna das cidades brasileiras. Problemática socioespacial das metrópoles brasileiras. A População e o Espaço Geográfico Brasileiro: Estrutura da população; dinâmica demográfica; distribuição da população pelo território. Migrações. Meio Ambiente: Questões e problemas ambientais no campo e nas cidades. Desenvolvimento urbano e impactos ambientais nas metrópoles brasileiras.

· Conhecimentos Pedagógicos: Aspectos filosóficos da Educação - Concepções liberais e progressistas da educação: contribuições e limites. As tendências liberais e as tendências progressistas. Pedagogia Tradicional. Pedagogia Nova. Pedagogia Tecnicista. Teorias Reprodutivistas e Teorias Críticas. O pensamento pedagógico em uma visão histórica e dialética. Aspectos Sociológicos da Educação - Os estudos sociológicos da educação. O paradigma do consenso e o paradigma do conflito. A relação educação e sociedade: os grupos sociais na escola: integração, controle e disciplina; a escolarização desigual e suas explicações. A democratização da escola: autonomia, autogestão, participação e cidadania. Aspectos Psicológicos da Educação - Desenvolvimento cognitivo e afetivo da criança e do adolescente. Aprendizagem: abordagens comportamentalista e cognitivista. Aspectos do Cotidiano Escolar - Avaliação pedagógica. Currículo. A sala de aula e a pluralidade cultural. O professor e as novas tecnologias da comunicação e da informação. Medidas e dispositivos legais de proteção à criança e ao adolescente.

· Legislação Educacional: Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 9394/96) FUNDEF (Lei 9424/96); FUNDEB (Lei 11494/07); Estatuto da Criança e Adolescente (Lei nº 8069/90); Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) do Ensino Fundamental e Ensino Médio; Constituição Federal do Brasil (Título VIII, Capítulo III, Seção I).

Bibliografia sugerida:

ALMEIDA, Rosangela Doin. Do desenho ao mapa: iniciação cartográfica na escola. São Paulo: Contexto, 2001.

AB'SABER, Aziz. Os domínios de natureza no Brasil - potencialidades paisagísticas. São Paulo: Ateliê, 2003.

BOLIGIAN, L. e ALVES, A.. Geografia - espaço e vivência. São Paulo: Atual, 2004.

BRASIL, Constituição Federal de 1988 - Título VIII, Capítulo III, Seção I.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental, Parâmetros Curriculares Nacionais: terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental; geografia. Brasília: MEC/SEF, 1998, Volume 5.

CARLOS, Ana Fani Alessandri e DAMIANI, Amélia Luísa. A geografia na sala de aula. São Paulo: Contexto, 2001.

___________________ Dilemas Urbanos (org) São Paulo: Contexto, 2003.

CASTELLAR, Sônia (Org.) Educação geográfica: teorias e práticas docentes. São Paulo: Contexto, 2005.

CASTRO, Iná E. et al. Geografia. Conceitos e temas. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1996.

CANDAU, Vera Maria (org). Magistério. Construção cotidiana. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

CANDAU, Vera Maria (orgs.). Reinventar a escola. Petrópolis, RJ : Vozes, 2000.

COELHO, M. A.. e TERRA, L.. Geografia Geral e do Brasil. São Paulo: Moderna, 2003.

CORRÊA, Roberto Lobato et al (Orgs). Introdução à geografia cultural. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2003.

CORRÊA, R. L. Região e Organização Espacial. São Paulo: Ática, 1986.

CORRÊA, R. L. O espaço urbano. São Paulo: Ática, 1999.

CUNHA, Luiz Antônio. Educação, estado e democracia no Brasil. São Paulo: Cortez/EDUFF/FLACSO, 1992.

DAVIS, Claudia; OLIVEIRA, Zilma. Psicologia da educação. São Paulo: Cortez, 1990.

DREW, D. Processos interativos Homem-Meio Ambiente. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1994.

GADOTTTI, Moacir. História das idéias pedagógicas. São Paulo: Ática, 1999.

GOMES, Cândido. A educação em perspectiva sociológica. São Paulo: EPU, 1989.

HAESBAERTT, Rogério. O mito da desterritorialização. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2004.

HOFFMANN, Jussara. Avaliação: mito e desafio, uma perspectiva construtivista. Porto Alegre: Editora Mediação, 23. ed., 1998.

IBGE. Atlas Geográfico Escolar. Rio de Janeiro: IBGE, 2002.

LEI FEDERAL Nº 9.394, de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

LEI FEDERAL Nº 8069/90 - Estatuto da Criança e do Adolescente

LUCKESI, Cipriano. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 1991.

MAGNOLI, D. e ARAÚJO, R. Projeto de Ensino de Geografia. Natureza, Tecnologias, Sociedades. Geografia do Brasil. São Paulo: Moderna, 2001.

MAGNOLI, D. e ARAÚJO, R. Projeto de Ensino de Geografia. Natureza, Tecnologias, Sociedades. Geografia Geral. São Paulo: Moderna, 2002.

MARTÍN, Elena e COLL, César e colaboradores. Aprender conteúdos e desenvolver capacidades. Porto Alegre, ARTMED, 2004.

MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais (5ª a 8ª série) - Geografia. Brasília, 1998.

MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental e para o Ensino Médio - Documentos Introdutórios. Brasília.

MOREIRA, I. O Espaço Geográfico. Geografia Geral e do Brasil. São Paulo: Editora Ática, 2002.

MOREIRA, J. C. e SENE, E. Geografia para o ensino médio - Geografia geral e do Brasil - Série Parâmetros. São Paulo: Editora Scipione, 2002.

PARECER CNE/CEB 04/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Fundamental (Relatora: Regina de Assis).

PARECER CNE/CEB 15/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Médio (Relatora: Guiomar N. Mello).

PORTO-GONÇALVES, C. W. O desafio ambiental. Rio de Janeiro: Record, 2004.

ROSS, J. L. S. (org). Geografia do Brasil. São Paulo: EDUSP, 1996.

SANTOS, Milton. SILVEIRA, Maria Laura. O Brasil: território e sociedade no início do século XXI. Rio de Janeiro: Record, 2001.

SANTOS, M. Por uma outra globalização - do pensamento único à consciência universal. Rio de Janeiro: Record, 2002.

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia. São Paulo : Autores Associados, 1993.

SENE, E. e MOREIRA, J. C. Geografia Geral e do Brasil. Espaço Geográfico e Globalização. São Paulo: Scipione, 2002.

SENE, Eustáquio & Moreira, João Carlos. Espaço Geográfico e Globalização. São Paulo: Scipione, 1998

SEE/MG. Proposta Curricular. Geografia. Educação Básica, 2005 - CBC. Disponível em: www.educacao.crv.gov.br

SILVEIRA, M. L. (org.). Continente em chamas - globalização e território na América Latina. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2005.

SILVA, Tomás Tadeu; MOREIRA, Antônio Flávio (orgs.). Currículo, cultura e Sociedade. São Paulo: Cortez, 1994.

SOUZA, M. L. O desafio metropolitano: um estudo sobre a problemática socioespacial nas metrópoles brasileiras. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2000.

VESENTINI, J. W. Geografia - Série Brasil. São Paulo: Editora Ática, 2003.

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA II - CIÊNCIAS

> Específica

· Ciências no ensino fundamental - uma abordagem integradora dos saberes disciplinares. A natureza da ciência e suas relações com a tecnologia e a sociedade contemporânea. O papel da experimentação no ensino de ciências. Avaliação da aprendizagem. Corpo humano e saúde: sistemas do corpo humano e suas integrações; funções de nutrição no corpo humano; doenças infecciosas e parasitárias; saúde preventiva; reprodução humana: características e ação hormonal; métodos contraceptivos; mudanças na adolescência; sistema nervoso; luz e visão; produção e percepção de sons; Modelos da ciência: A Terra no espaço; força e inércia; modelo cinético molecular; o comportamento elétrico da matéria; introdução ao conceito de átomo; Processos de produção e transferências de energia: transformação, conservação e transferência de energia; obtenção de energia pelos Seres Vivos: fotossíntese, respiração celular e fermentação; produção de energia elétrica: custos ambientais e alternativos; temperatura, calor e equilíbrio térmico; regulação de temperatura nos seres vivos; eletricidade em nossas casas. Ambiente e vida: vida nos ecossistemas brasileiros; critérios de classificação de seres vivos; teia alimentar e decomposição; impactos ambientais e extinção de espécies; materiais e suas propriedades e transformações; reações químicas: ocorrência, identificação e representação; o ar: propriedades e composição; reciclagem e preservação ambiental; solos: formação, fertilidade e conservação; técnicas de conservação dos solos; ação de microrganismos na produção de alguns alimentos; ação de microrganismos na ciclagem de materiais; disponibilidade e qualidade de água; doenças de veiculação hídrica. Evolução dos seres vivos: fósseis como evidências da evolução; a seleção natural; adaptações reprodutivas dos seres vivos; características hereditárias e as influências do ambiente; biotecnologia.

· Conhecimentos Pedagógicos: Aspectos filosóficos da Educação - Concepções liberais e progressistas da educação: contribuições e limites. As tendências liberais e as tendências progressistas. Pedagogia Tradicional. Pedagogia Nova. Pedagogia Tecnicista. Teorias Reprodutivistas e Teorias Críticas. O pensamento pedagógico em uma visão histórica e dialética. Aspectos Sociológicos da Educação - Os estudos sociológicos da educação. O paradigma do consenso e o paradigma do conflito. A relação educação e sociedade: os grupos sociais na escola: integração, controle e disciplina; a escolarização desigual e suas explicações. A democratização da escola: autonomia, autogestão, participação e cidadania. Aspectos Psicológicos da Educação - Desenvolvimento cognitivo e afetivo da criança e do adolescente. Aprendizagem: abordagens comportamentalista e cognitivista. Aspectos do Cotidiano Escolar - Avaliação pedagógica. Currículo. A sala de aula e a pluralidade cultural. O professor e as novas tecnologias da comunicação e da informação. Medidas e dispositivos legais de proteção à criança e ao adolescente.

· Legislação Educacional: Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 9394/96) FUNDEF (Lei 9424/96); FUNDEB (Lei 11494/07); Estatuto da Criança e Adolescente (Lei nº 8069/90); Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) do Ensino Fundamental e Ensino Médio; Constituição Federal do Brasil (Título VIII, Capítulo III, Seção I).

Bibliografia sugerida:

ALVARENGA, Janner Procópio de, e André Carvalho. Em Defesa da Vida - Educação Ambiental e Ecologia - Ed. Lê.

ANABIS E MARTHO, José Mariano e Gilberto Rodrigues. Conceito de Biologia. Vols 1, 2 e 3 - Ed. Moderna.

BARROS E PAULINO, Carlos e Wilson Roberto. Ciências o Meio ambiente. 5ª série - Ed. Ática.

BARROS E PAU LINO, Carlos e Wilson Roberto. Os seres vivos. 6ª série - Ed. Ática.

BARROS E PAULINO, Carlos e Wilson Roberto. O corpo humano. 7ª série - Ed. Ática.

BARROS E PAULINO, Carlos e Wilson Roberto. Física e Química. 8ª série - Ed. Ática.

BRASIL, Constituição Federal de 1988 - Título VIII, Capítulo III, Seção I.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental. Brasília: MEC, SEF, 1998. 10 v. 5a a 8a séries. Conteúdo: Ciências naturais.

CANIATO, R. O céu. São Paulo: Ed. Ática, 1996.

CARVALHO, Ana Maria P. et al. Ciências no ensino fundamental: o conhecimento físico. São Paulo: Scipione, 1998.

CIÊNCIA Hoje na Escola. Céu e Terra. Rio de Janeiro: SBPC, 1996. (Projeto Ciência Hoje)

CANDAU, Vera Maria (org). Magistério. Construção cotidiana. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

CANDAU, Vera Maria (orgs.). Reinventar a escola. Petrópolis, RJ : Vozes, 2000.

CUNHA, Luiz Antônio. Educação, estado e democracia no Brasil. São Paulo: Cortez/EDUFF/FLACSO, 1992.

DAVIS, Claudia; OLIVEIRA, Zilma. Psicologia da educação. São Paulo: Cortez, 1990.

FIGUEIREDO, Helder. Experimentos e experiência. Presença Pedagógica. v 10 n. 60. 2004

GADOTTTI, Moacir. História das idéias pedagógicas. São Paulo: Ática, 1999.

GOMES, Cândido. A educação em perspectiva sociológica. São Paulo: EPU, 1989.

GEWANDSZNAJDER, Fernando. Ciências - O planeta Terra. 5ª série - Ed. Ática.

GEWANDSZNAJDER, Fernando. Ciências - A vida na Terra. 6ª série - Ed. Ática.

GEWANDSZNAJDER, Fernando. Ciências - Nosso corpo. 7ª série - Ed. Ática.

GEWANDSZNAJDER, Fernando. Ciências - Matéria e energia. 8ª série - Ed. Ática.

GOWDAK, Demétrio.Biologia. Vols. 1, 2 e 3. Ed. Lê.

GRUPO APEC: Ação e Pesquisa no Ensino de Ciências. Avaliação no Ensino de Ciências. Presença Pedagógica. Belo Horizonte: Dimensão, Jan/Fev. 2006.

GRUPO APEC: Ação e Pesquisa no Ensino de Ciências. Por um currículo de ciências para as necessidades de NOSSO TEMPO. Presença Pedagógica. Belo Horizonte: Dimensão, maio/jun. 2003;

GRUPO APEC: Ação e Pesquisa no Ensino de Ciências. Coleção construindo consciências. Volumes: 5ª, 6ª, 7ª e 8ª séries. São Paulo: Scipione, 2004

HOFFMAN N, Jussara. Avaliação: mito e desafio, uma perspectiva construtivista. Porto Alegre: Editora Mediação, 23. ed., 1998.

KRASILCHIK, M. O professor e o currículo de ciências. São Paulo, EPU/ Edusp, 1987.

LEI FEDERAL Nº 9.394, de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

LEI FEDERAL Nº 8069/90 - Estatuto da Criança e do Adolescente

LIMA, M.E.C.C, BRAGA, S.A M.; AGUIAR JUNIOR, O. Aprender ciências: um mundo de materiais. Belo Horizonte: Editora UFMG, 1999. 2 volumes: livro do aluno e livro do Professor.

LOPES, Sonia Godoy Bueno Carvalho. Bio. Vols 1 e 3. Ed Saraiva.

LUCKESI, Cipriano. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 1991.

MATEUS, Alfredo Luis. Química na cabeça. Experiências espetaculares que você pode fazer em casa ou na escola. Belo Horizonte Editora UFMG, 2005.

MÁXIMO E ALVARENGA, Antônio e Beatriz. Curso de Física. Vols. 1, 2 e 3 - Ed. Harbra.

MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental e para o Ensino Médio - Documentos Introdutórios. Brasília.

MORTIMER, E.F.;MACHADO, A.H. Química para o ensino médio. São Paulo:Scipione.

NARDI, R. e CARVALHO, A. M. P. Um estudo sobre a evolução das noções de estudantes sobre espaço, forma e força gravitacional do planeta terra. Investigações em Ensino de Ciências, Vol. 1, n. 2, agosto de 1996.

NARDI, ROBERTO (Org.). Questões atuais no ensino de Ciências. São Paulo: Escrituras, 1998.

PARECER CNE/CEB 04/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Fundamental (Relatora: Regina de Assis).

PARECER CNE/CEB 15/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Médio (Relatora: Guiomar N. Mello).

PIETROCOLA, M. Ensino de física: conteúdo e epistemologia numa concepção integradora. Florianópolis:UFSC, 2001.

SANTOS S. Evolução Biológica: ensino e aprendizagem no cotidiano de sala de aula. São Paulo: AnnaBlume/ FAPESP, 2002

SARDELLA, Antônio. Curso de Química. Vols. 1, 2 e 3 - Ed. Ática.

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia. São Paulo : Autores Associados, 1993.

SEE/MG. CBC de Ciências. Educação Básica, 2005 (disponibilizado no CRV: Centro de Referência Virtual do Professor no site: www.educacao.mg.gov.br ).

SILVA, Tomás Tadeu; MOREIRA, Antônio Flávio (orgs.). Currículo, cultura e Sociedade. São Paulo: Cortez, 1994.

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA II - EDUCAÇÃO FÍSICA

> Específica

· O papel da educação física no desenvolvimento infantil; Filosofias subjacentes às concepções de educação física; Educação física e processo histórico; O professor de educação física como intelectual: indicações para uma educação física crítico-social dos conteúdos; Critérios para avaliação; Sistema de formação e treinamento esportivo; Desenvolvimento das capacidades inerentes ao rendimento esportivo; Aprendizagem motora, treinamento técnico, capacidade de jogo e treinamento tático; A educação física como variável no ensino de primeiro grau; Atenção, competição, motivação, agressão, emoção e concentração no desenvolvimento das atividades. Métodos de ensino, procedimentos, técnicas e recursos utilizados em educação física; Adequação dos métodos de acordo com a idade e a modalidade desportiva; Desenvolvimento do ser humano; Relação entre educação física e as outras disciplinas; O ensino da educação física no processo histórico de constituição da educação escolar brasileira; Ordenamentos legais e educação física; A educação física como área de conhecimento escolar: finalidades e diretrizes; Conhecimento escolar: os saberes e práticas que compõem o ensino da educação física; organização curricular; conteúdos de ensino (CBC); metodologias; Avaliação do processo ensino-aprendizagem.Os (as) professores (as) de educação física e a construção do saber docente.

· Conhecimentos Pedagógicos: Aspectos filosóficos da Educação - Concepções liberais e progressistas da educação: contribuições e limites. As tendências liberais e as tendências progressistas. Pedagogia Tradicional. Pedagogia Nova. Pedagogia Tecnicista. Teorias Reprodutivistas e Teorias Críticas. O pensamento pedagógico em uma visão histórica e dialética. Aspectos Sociológicos da Educação - Os estudos sociológicos da educação. O paradigma do consenso e o paradigma do conflito. A relação educação e sociedade: os grupos sociais na escola: integração, controle e disciplina; a escolarização desigual e suas explicações. A democratização da escola: autonomia, autogestão, participação e cidadania. Aspectos Psicológicos da Educação - Desenvolvimento cognitivo e afetivo da criança e do adolescente. Aprendizagem: abordagens comportamentalista e cognitivista. Aspectos do Cotidiano Escolar - Avaliação pedagógica. Currículo. A sala de aula e a pluralidade cultural. O professor e as novas tecnologias da comunicação e da informação. Medidas e dispositivos legais de proteção à criança e ao adolescente.

· Legislação Educacional: Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 9394/96) FUNDEF (Lei 9424/96); FUNDEB (Lei 11494/07); Estatuto da Criança e Adolescente (Lei nº 8069/90); Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) do Ensino Fundamental e Ensino Médio; Constituição Federal do Brasil (Título VIII, Capítulo III, Seção I).

Bibliografia Sugerida:

BETTI, Mauro. Educação física e sociologia. In: CARVALHO, Yara M. e RUBIO, kátia (Org.) Educação Física e Ciências Humanas. São Paulo: Hucitec, 2001, p. 155 - 169

BRACHT, Valter. A constituição das teorias pedagógicas da Educação Física. Caderno Cedes Campinas, n. 48. p. 69-88, ago 1999.

BRACHT, Valter. Educação física escolar e lazer. In: WERNECK, Christianne Luce Gomes, ISAYAMA, H. Ferreira (Org.). Lazer, recreação e educação física. Belo Horizonte: Autêntica, 2003.

BRASIL, Constituição Federal de 1988 - Título VIII, Capítulo III, Seção I.

BRASIL. SECRETARIA DE EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL. Parâmetros Curriculares Nacionais: terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental: educação física. Brasília: MEC/SEF, 1998.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Parecer n. CEB 15/98. Diretrizes Curriculares Nacionais Para o Ensino Fundamental.

CALDEIRA, A.M.S. A formação de professores de Educação Física: quais saberes e quais habilidades? Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Campinas: CBCE, v. 22, n. 3, p. 87-1 02, maio 2001.

CANDAU, Vera Maria (org). Magistério. Construção cotidiana. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

CANDAU, Vera Maria (orgs.). Reinventar a escola. Petrópolis, RJ : Vozes, 2000.

CARVALHO, Y. M. de & RUBIO, K. Educação física e ciências humanas. São Paulo: Hucitec, 2001.

CASTELANI, Filho. Educação Física no Brasil; a história que não se conta. Campinas: Papirus, 1998.

CUNHA, Luiz Antônio. Educação, estado e democracia no Brasil. São Paulo: Cortez/EDUFF/FLACSO, 1992.

FONTANA, Roseli A . C. O corpo aprendiz. In: CARVALHO, Yara M. e RUBIO, kátia (Org.) Educação Física e Ciências Humanas. São Paulo: Hucitec, 2001. p. 41-52

DAVIS, Claudia; OLIVEIRA, Zilma. Psicologia da educação. São Paulo: Cortez, 1990.

GADOTTTI, Moacir. História das idéias pedagógicas. São Paulo: Ática, 1999.

GOMES, Cândido. A educação em perspectiva sociológica. São Paulo: EPU, 1989.

GONÇALVES, M. A. S. Sentir, pensar, agir: corporeidade e educação. Campinas: Papirus,1994.

HOFFMAN N, Jussara. Avaliação: mito e desafio, uma perspectiva construtivista. Porto Alegre: Editora Mediação, 23. ed., 1998.

KUNZ, Elenor. Didática da educação física 1. Ijuí: Unijuí, 1998.

KUNZ, Elenor. Didática da educação física 2. Ijuí: Unijuí, 2001.

LEI FEDERAL Nº 9.394, de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

LEI FEDERAL Nº 8069/90 - Estatuto da Criança e do Adolescente

LUCKESI, Cipriano. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 1991.

MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental e para o Ensino Médio - Documentos Introdutórios. Brasília.

NEIRA, M.G & NUNES, M.L.F. Pedagogia da cultura corporal: crítica e alternativas. São Paulo: Phorte, 2006.

PARECER CNE/CEB 04/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Fundamental (Relatora: Regina de Assis).

PARECER CNE/CEB 15/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Médio (Relatora: Guiomar N. Mello).

PEREZ GALHARDO, J.S. Educação Física escolar: do berçário ao Ensino Médio. Rio de Janeiro: Lucerna, 2003.

SANT' ANNA, Denise B. de. Educação Física e História. In: CARVALHO, Yara M. e RUBIO, kátia (Org.) Educação Física e Ciências Humanas. São Paulo: Hucitec, 2001. p. 105 - 114

SANTIN, S. Educação física: uma abordagem filosófica da corporeidade. Ijuí: Ed.Unijuí, 1987.

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia. São Paulo : Autores Associados, 1993.

SEE/MG. Proposta Curricular. Educação Física. Educação Básica, 2005 - CBC - (Disponível no site da Secretaria do Estado de Educação de Minas Gerais - <crv.educacao.mg.gov.br>

SILVEIRA, Guilherme C.F., PINTO, Joécio. F. Educação Física na perspectiva da cultura corporal: uma proposta pedagógica. Revista Brasileira de Ciências do Esporte. Campinas: CBCE, v. 22, n. 3, p. 137-150, maio 2001.

SME/DOT. Referencial de expectativas para o desenvolvimento da competência leitora e escritora no ciclo II do ensino fundamental. São Paulo: SME/DOT, 2006.

SME/DOT. Caderno de Orientação Didática - Referencial de expectativas para o desenvolvimento da competência leitora e escritora no ciclo II do ensino fundamental da área de Educação Física. São Paulo: SME/DOT, 2007.

SOARES, Carmem L. Imagens da retidão: a ginástica e a educação do corpo. In: CARVALHO, Yara M. e RUBIO, kátia (Org.) Educação Física e Ciências Humanas. São Paulo: Editora Hucitec, 2001. p. 53-74

SOUSA, E.S., ALTMANN, H. Meninos e meninas; expectativas corporais e implicações na educação física escolar. Caderno Cedes n. 48. Campinas, p.52-68, agosto 1999.

SOUSA, E.S., VAGO, T.M. A nova LDB: repercussões no ensino da educação física. Presença pedagógica, Belo Horizonte, v. 3, n. 16, p. 18-29, jul/ago 1997.

WERNECK, C. Recreação e lazer: apontamentos históricos no contexto da Educação Física. In: In: WERNECK, Christianne Luce Gomes, ISAYAMA, H. Ferreira (Orgs.) Lazer, recreação e educação física. Belo Horizonte: Autêntica, 2003.

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA II - ARTES

> Específica

· Fundamentos históricos, filosóficos e psico-pedagógicos da Educação Artística; Aspectos conceituais do ensino da arte; Arte como expressão; Arte como linguagem e arte como área de conhecimento; Abordagens metodológicas do ensino da arte; Contextualização, reflexão e fazer artístico; Artes visuais e percepção visual; História da arte: movimentos artísticos, originalidade e continuidade; Elementos de artes visuais: forma, luz, cor, espaço, tempo, textura, movimento e volume; Elementos formais das Artes Visuais, da Dança, da Música e do teatro; Educação artística e educação estética; A construção do conhecimento em arte. Objetivos gerais e específicos de Arte; Critérios de Avaliação na disciplina; Fundamentos das Artes Visuais e seus elementos sintáticos; História da Arte Brasileira. Histórico do ensino das artes no Brasil e suas perspectivas atuais. Critérios para seleção de conteúdos no ensino das artes. Organização do tempo e do espaço na prática do ensino das artes. Critérios para avaliação no ensino das artes.

· Conhecimentos Pedagógicos: Aspectos filosóficos da Educação - Concepções liberais e progressistas da educação: contribuições e limites. As tendências liberais e as tendências progressistas. Pedagogia Tradicional. Pedagogia Nova. Pedagogia Tecnicista. Teorias Reprodutivistas e Teorias Críticas. O pensamento pedagógico em uma visão histórica e dialética. Aspectos Sociológicos da Educação - Os estudos sociológicos da educação. O paradigma do consenso e o paradigma do conflito. A relação educação e sociedade: os grupos sociais na escola: integração, controle e disciplina; a escolarização desigual e suas explicações. A democratização da escola: autonomia, autogestão, participação e cidadania. Aspectos Psicológicos da Educação - Desenvolvimento cognitivo e afetivo da criança e do adolescente. Aprendizagem: abordagens comportamentalista e cognitivista. Aspectos do Cotidiano Escolar - Avaliação pedagógica. Currículo. A sala de aula e a pluralidade cultural. O professor e as novas tecnologias da comunicação e da informação. Medidas e dispositivos legais de proteção à criança e ao adolescente.

· Legislação Educacional: Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 9394/96) FUNDEF (Lei 9424/96); FUNDEB (Lei 11494/07); Estatuto da Criança e Adolescente (Lei nº 8069/90); Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) do Ensino Fundamental e Ensino Médio; Constituição Federal do Brasil (Título VIII, Capítulo III, Seção I).

Bibliografia Sugerida:

BARBOSA, Ana Mae. Artes visuais: da exposição à sala de aula. São Paulo: EDUSP, 2006.

BARBOSA, Ana Mae. (Org). Inquietações e mudanças no ensino da arte. São Paulo: Cortez, 2003.

BARBOSA, Ana Mae. Tópicos utópicos. Belo Horizonte: C/Arte, 1998.

BARBOSA, Ana Mae. Arte educação no Brasil. São Paulo: Perspectiva, 1986.

BARBOSA, Ana Mae T. B. A imagem no ensino da arte. São Paulo: Perspectiva, 2005.

BENNET, R. Uma breve história da música. 3.ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1986.

BOUGHTON, Doug. Avaliação: da teoria à prática. In: BARBOSA, Ana Mae. Arte/Educação Contemporânea: consonâncias internacionais. São Paulo: Cortez, 2005.

BRASIL, Constituição Federal de 1988 - Título VIII, Capítulo III, Seção I.

BRASIL, SEF/MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais: ARTE. Brasília, MEC,1998.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais.

Brasília. MEC, SEF, 1998. 10 v. Conteúdo: v. 6 - Arte.

CANDAU, Vera Maria (org). Magistério. Construção cotidiana. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

CANDAU, Vera Maria (orgs.). Reinventar a escola. Petrópolis, RJ : Vozes, 2000.

CONDURU, Roberto. Arte afro-brasileira. (Orientações Pedagógicas de Lucia Gouvêa Pimentel e Alexandrino Ducarmo). Belo Horizonte: C/ARTE, 2007.

CUNHA, Luiz Antônio. Educação, estado e democracia no Brasil. São Paulo: Cortez/EDUFF/FLACSO, 1992.

DAVIS, Claudia; OLIVEIRA, Zilma. Psicologia da educação. São Paulo: Cortez, 1990.

FONTERRADA, Marisa T. O. De tramas e fios: um ensaio sobre música e educação. São Paulo: UNESP, 2005.

GADOTTTI, Moacir. História das idéias pedagógicas. São Paulo: Ática, 1999.

GOMES, Cândido. A educação em perspectiva sociológica. São Paulo: EPU, 1989.

GOMBRICH, E. H. A história da arte. Rio de Janeiro: Zahar, 1985.

HOFFMANN, Jussara. Avaliação: mito e desafio, uma perspectiva construtivista. Porto Alegre: Editora Mediação, 23. ed., 1998.

JAPIASSU, Ricardo. Metodologia do ensino de teatro. Campinas: Papirus, 2001.

LANIER, Vincent. Devolvendo Arte a Arte-Educação. In: BARBOSA, Ana Mae. (Org). Arte- Educação: leitura no subsolo. São Paulo, Cortez, 2002.

LEI FEDERAL Nº 9.394, de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

LEI FEDERAL Nº 8069/90 - Estatuto da Criança e do Adolescente

LUCKESI, Cipriano. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 1991.

MASON, Rachel. Por uma Arte/Educação multicultural. Campinas / SP: Mercado de Letras, 2001.

MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental e para o Ensino Médio - Documentos Introdutórios. Brasília.

OSTROWER, Fayga. Universos da arte. Rio de Janeiro: Campus, 1996.

PARECER CNE/CEB 04/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Fundamental (Relatora: Regina de Assis).

PARECER CNE/CEB 15/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Médio (Relatora: Guiomar N. Mello).

PIMENTEL, L.; CUNHA, E.J.L.; MOURA, J.A. (org.) Proposta curricular - Arte para o ensino fundamental. Disponível em < crv.educacao.mg.gov.br >

PROUS, André. Arte pré-histórica no Brasil. (Orientações pedagógicas de Lucia Gouvêa Pimentel). Belo Horizonte: C/ARTE, 2007.

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia. São Paulo : Autores Associados, 1993.

SEE/MG. Proposta Curricular. Arte. Educação Básica, 2005 - CBC.

SILVA, Tomás Tadeu; MOREIRA, Antônio Flávio (orgs.). Currículo, cultura e Sociedade. São Paulo: Cortez, 1994.

SOUCY, Donald. Não existe expressão sem conteúdo. . In: BARBOSA, Ana Mae (Org.) Arte Educação Contemporânea: Consonâncias Internacionais. São Paulo: Cortez, 2005.

SPOLIN, Viola 1992. Improvisação para o teatro. São Paulo: Perspectiva, 1992.

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA II - EDUCAÇÃO RELIGIOSA

> Específica

· Elementos históricos do ensino religioso; O ensino religioso e a participação social, cultura e transferência; Culturas e tradições religiosas; As escrituras sagradas; O ensino religioso/teologias; A origem do fenômeno religioso; Objetivos do ensino religioso para o ensino fundamental; Metodologia de ensino religioso; Ética: ensino religioso na formação ética e moral, a ética na fronteira do outro. Concepções de educação religiosa: religiosidade e fenômeno religioso. Educação religiosa no Brasil: aspectos legais e históricos. Educação religiosa e as novas exigências educacionais. Objetivos da educação religiosa.Os blocos de conteúdos: ethos, ética, culturas e tradições religiosas, ritos. Ensino Religioso e a Lei n. 9475/97, de 22/07/97. O papel do professor de Ensino Religioso.

· Conhecimentos Pedagógicos: Aspectos filosóficos da Educação - Concepções liberais e progressistas da educação: contribuições e limites. As tendências liberais e as tendências progressistas. Pedagogia Tradicional. Pedagogia Nova. Pedagogia Tecnicista. Teorias Reprodutivistas e Teorias Críticas. O pensamento pedagógico em uma visão histórica e dialética. Aspectos Sociológicos da Educação - Os estudos sociológicos da educação. O paradigma do consenso e o paradigma do conflito. A relação educação e sociedade: os grupos sociais na escola: integração, controle e disciplina; a escolarização desigual e suas explicações. A democratização da escola: autonomia, autogestão, participação e cidadania. Aspectos Psicológicos da Educação - Desenvolvimento cognitivo e afetivo da criança e do adolescente. Aprendizagem: abordagens comportamentalista e cognitivista. Aspectos do Cotidiano Escolar - Avaliação pedagógica. Currículo. A sala de aula e a pluralidade cultural. O professor e as novas tecnologias da comunicação e da informação. Medidas e dispositivos legais de proteção à criança e ao adolescente.

· Legislação Educacional: Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 9394/96) FUNDEF (Lei 9424/96); FUNDEB (Lei 11494/07); Estatuto da Criança e Adolescente (Lei nº 8069/90); Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) do Ensino Fundamental e Ensino Médio; Constituição Federal do Brasil (Título VIII, Capítulo III, Seção I).

Bibliografia Sugerida:

ALVES, Rubem. O que é religião. São Paulo: Loyola, 1999.

ALVES, Rubem. O que é religião. 7. ed. Loyola, Ano 2006.

BOFF, Leonardo. Saber Cuidar - Ética do humano - compaixão pela terra. Petrópolis: Vozes, 1a Edição.

BRASIL, Constituição Federal de 1988 - Título VIII, Capítulo III, Seção I.

CANDAU, Vera Maria (org). Magistério. Construção cotidiana. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

CANDAU, Vera Maria (orgs.). Reinventar a escola. Petrópolis, RJ : Vozes, 2000.

CUNHA, Luiz Antônio. Educação, estado e democracia no Brasil. São Paulo: Cortez/EDUFF/FLACSO, 1992.

CRUZ, Eduardo R. A Persistência dos Deuses: religião, cultura e natureza. São Paulo: UNESP, 2004.

DAVIS, Claudia; OLIVEIRA, Zilma. Psicologia da educação. São Paulo: Cortez, 1990.

ELIADE, Mircea. O Xamanismo. São Paulo: Martins Fontes, 1998

FERREIRA, Amauri Carlos. Ensino Religioso nas Fronteiras da Ética. Subsídios Pedagógicos. Petrópolis, RJ: Vozes, 2001.

FIGUEIREDO, Anísia de Paulo. O Ensino Religioso no Brasil. Petrópolis, RJ Vozes 1996.

FÓRUM NACIONAL PERMANENTE DO ENSINO RELIGIOSO. Parâmetros curriculares nacionais; ensino religioso. 5a ed. São Paulo: Ave Maria, 2001.

FORUM NACIONAL PERMENENTE DO Ensino RELIGIOSO. Parâmetros curriculares nacionais. Ensino religioso. 3. ed. São Paulo: Ave-Maria, 1998.

GAARDER, Jostein et al. O livro das religiões. São Paulo: Companhia das Letras, 2005.

GADOTTTI, Moacir. História das idéias pedagógicas. São Paulo: Ática, 1999.

GOMES, Cândido. A educação em perspectiva sociológica. São Paulo: EPU, 1989.

GONÇALVES FILHO, Tarcizo. Ensino Religioso e formação do ser político - uma proposta para a consciência de cidadania. Petrópolis (RJ): Vozes, 1998.

GUERREIRO, Silas. Novos movimentos religiosos - o quadro brasileiro. São Paulo: Paulinas, 2006.

GRUEN, Wolfgang. O Ensino Religioso na Escola. Petrópolis, RJ Vozes 1994.

HOFFMANN, Jussara. Avaliação: mito e desafio, uma perspectiva construtivista. Porto Alegre: Editora Mediação, 23. ed., 1998.

JUNQUEIRA, Sérgio et al. Ensino religioso e sua relação pedagógica. Petrópolis: Vozes, 2002.

LEI FEDERAL Nº 9.394, de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

LEI FEDERAL Nº 8069/90 - Estatuto da Criança e do Adolescente

LUCKESI, Cipriano. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 1991.

MACHADO, Maria das Dores C. Carismáticos e pentecostais. São Paulo: Autores Associados, 1996.

MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental e para o Ensino Médio - Documentos Introdutórios. Brasília.

MORENO, Ciriaco Izquierdo. Educar em Valores. São Paulo: Paulinas, 2001. 1a Edição

NEGRÃO, Lísias Nogueira. Entre a cruz e a encruzilhada. São Paulo: Edusp, 1996.

PARECER CNE/CEB 04/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Fundamental (Relatora: Regina de Assis).

PARECER CNE/CEB 15/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Médio (Relatora: Guiomar N. Mello).

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia. São Paulo : Autores Associados, 1993.

SILVA, Vagner G. Candomblé e umbanda - caminhos da devoção brasileira. São Paulo: Selo Negro, 2005.

SILVA, Tomás Tadeu; MOREIRA, Antônio Flávio (orgs.). Currículo, cultura e Sociedade. São Paulo: Cortez, 1994.

SEE DE MINAS GERAIS: Programa para o Ensino Fundamental (5º a 8ª Série) Ensino Religioso, Volume III e IV. Belo Horizonte, 1995 e 1997.

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA II - INFORMÁTICA

> Específica

· Conhecimentos Técnicos: Microinformática: Conceitos Gerais. Editor de texto e planilhas. Organização e Arquitetura de Computadores: hardware, configurações e mídias. Sistemas Operacionais: Software básico, aplicativos e utilitários, ambientes Windows e Linux, instalação e configuração. Pacote Microsoft Office 2000. Open Office. Instalação, configuração e operação de equipamentos de informática. Proteção de equipamentos e de sistemas de informática. Princípios de segurança. Segurança física e lógica: backup, antivírus e prevenção. Conceitos sobre comunicação de dados e redes de computadores, terminologia, meios de transmissão, topologias, protocolos, padrões, interconexão de redes, equipamentos, TCP/IP, wireless, firewall, arquitetura OSI. Web: Internet X Intranet. Modalidades e técnicas de acesso à Internet. Navegação e pesquisa. Browser. Download, upload e FTP. Correio eletrônico. Instalação, configuração e utilização dos recursos POP3 e SMTP. HTML e construção de páginas para Web. Disseminação de conhecimentos de microinformática e utilização da Internet.

· Conhecimentos Pedagógicos: Aspectos filosóficos da Educação - Concepções liberais e progressistas da educação: contribuições e limites. As tendências liberais e as tendências progressistas. Pedagogia Tradicional. Pedagogia Nova. Pedagogia Tecnicista. Teorias Reprodutivistas e Teorias Críticas. O pensamento pedagógico em uma visão histórica e dialética. Aspectos Sociológicos da Educação - Os estudos sociológicos da educação. O paradigma do consenso e o paradigma do conflito. A relação educação e sociedade: os grupos sociais na escola: integração, controle e disciplina; a escolarização desigual e suas explicações. A democratização da escola: autonomia, autogestão, participação e cidadania. Aspectos Psicológicos da Educação - Desenvolvimento cognitivo e afetivo da criança e do adolescente. Aprendizagem: abordagens comportamentalista e cognitivista. Aspectos do Cotidiano Escolar - Avaliação pedagógica. Currículo. A sala de aula e a pluralidade cultural. O professor e as novas tecnologias da comunicação e da informação. Medidas e dispositivos legais de proteção à criança e ao adolescente.

· Legislação Educacional: Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 9394/96) FUNDEF (Lei 9424/96); FUNDEB (Lei 11494/07); Estatuto da Criança e Adolescente (Lei nº 8069/90); Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) do Ensino Fundamental e Ensino Médio; Constituição Federal do Brasil (Título VIII, Capítulo III, Seção I).

Bibliografia Sugerida

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2001.

CIPRO NETO, Pasquale e INFANTE, Ulisses. Gramática da Língua Portuguesa. 2. ed. São Paulo: Scipione, 2003.

CANDAU, Vera Maria (org). Magistério. Construção cotidiana. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

CANDAU, Vera Maria (orgs.). Reinventar a escola. Petrópolis, RJ : Vozes, 2000.

CUNHA, Celso, CINTRA, Luís F. Lindley. Nova gramática do Português contemporâneo. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

CUNHA, Luiz Antônio. Educação, estado e democracia no Brasil. São Paulo: Cortez/EDUFF/FLACSO, 1992.

DANTE, Luiz Roberto. Matemática: contexto e aplicações. Ensino Médio. Volumes 1 e 2. Editora Ática, 2000.

DAVIS, Claudia; OLIVEIRA, Zilma. Psicologia da educação. São Paulo: Cortez, 1990.

FERREIRA, Silvio. Hardware - Montagem, Configuração & Manutenção de Micros - Editora: Axcel Books.

GADOTTTI, Moacir. História das idéias pedagógicas. São Paulo: Ática, 1999.

GIOVANNI, José Ruy & GIOVANNI JÚNIOR, José Ruy. Matemática pensar e descobrir: novo - 5ª a 8ª séries. Editora FTD, 2000.

GOMES, Cândido. A educação em perspectiva sociológica. São Paulo: EPU, 1989

GOULART, Márcio Cintra. Matemática no ensino médio. Volumes 1 e 2. Editora Scipione, 1999..

HOFFMANN, Jussara. Avaliação: mito e desafio, uma perspectiva construtivista. Porto Alegre: Editora Mediação, 23. ed., 1998.

IEZZI, Gelson & DOLCE, Osvaldo & MACHADO, Antônio. Matemática e realidade. Atual Editora, 1997.

KUROSE, J. F. & ROSS, K. W. Redes de Computadores e Internet, Addison Wesley, 2006.

LEI FEDERAL Nº 9.394, de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

LEI FEDERAL Nº 8069/90 - Estatuto da Criança e do Adolescente

LUCKESI, Cipriano. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 1991.

MANZANO, Maria Izabel N.G.; MANZANO, André Luiz N.G. Estudo Dirigido de Informática Básica. Editora: Érica

MANZANO, José Augusto N. G. OpenOffice.org, Érica, 2003.

MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental e para o Ensino Médio - Documentos Introdutórios. Brasília.

MINK, Carlos Henrique, Microsoft Office 2000. Editora: Makron Books.

MORIMOTO, C. E. Desvendando o Linux: Torne-se um Especialista Nesse Poderoso Sistema, Digeratti Books, 2004.

MURHAMMER, M. W. et all. TCP/IP Tutorial e Técnico, Makron Books, 2000.

PARECER CNE/CEB 04/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Fundamental (Relatora: Regina de Assis).

PARECER CNE/CEB 15/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Médio (Relatora: Guiomar N. Mello).

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia. São Paulo : Autores Associados, 1993.

SAWAYA, Márcia Regina. Dicionário de Informática e Internet: Inglês/Português, Nobel, 2003.

SCIPIONE, Di Pierro Netto. Pensar matemática: para o ensino fundamental. 5ª a 8ª séries. Ed. Scipione. 1ª edição, 2001.

SCIPIONE, Di Pierro Netto. Matemática - 2º Grau - Volumes 1,2 e 3, São Paulo. Scipione Autores Editores, 1984.

SILVA, Tomás Tadeu; MOREIRA, Antônio Flávio (orgs.). Currículo, cultura e Sociedade. São Paulo: Cortez, 1994.

STALLING, William. Arquitetura e Organização de Computadores, Makron Books, 2002.

TANENBAUM, A. S. Organização Estruturada de Computadores, LTC, 1999.

TANENBAUM, A. S. Redes de Computadores, tradução da 4ª edição americana, Campus, 2003.

NÍVEL: SUPERIOR

CARGO: SUPERVISOR PEDAGÓGICO

> Específica

· Supervisor Pedagógico e a educação básica na legislação nacional: a política educacional de Minas Gerais; Supervisor Pedagógico: suas relações e inter-relações com a cultura das escolas políticas e finalidades educacionais, a organização pedagógica e os atores sociais; Perfil profissional do Supervisor Pedagógico; Supervisão Pedagógica e a organização do trabalho na escola; Intencionalidade do diagnóstico e operacionalização de propostas pedagógicas em diferentes realidades escolares; Concepções de aprendizagem e as práticas pedagógicas em diferentes realidades escolares; Concepções de aprendizagem e as práticas pedagógicas na organização curricular; Princípios e fundamentos dos Parâmetros Curriculares Nacionais; Estratégias para o desenvolvimento da ação supervisora no cotidiano da escola e da sala de aula; Políticas públicas de acompanhamento e avaliação da escola e do projeto político pedagógico; Ação supervisora e o projeto político pedagógico: metodologia de elaboração, implementação, acompanhamento e avaliação; Processo de avaliação nacional, estadual, curricular e do desempenho de professores e alunos. Relações de poder e gestão democrática no espaço escolar; Construção do Projeto Político Pedagógico; Organização curricular, pedagogia de projetos; Espaço escolar e diversidade cultural, Relações sociais na escola e a organização do trabalho pedagógico; Ciclos de formação: reorganização do tempo escolar construção e avaliação do conhecimento no espaço escolar; Aspectos metodológicos do ensino/aprendizagem da língua escrita (Alfabetização e Letramento); Objetivos e concepções metodológicas da Educação Infantil e objetivos e concepções metodológicas da Educação de Jovens e Adultos.

· Legislação Educacional: Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 9394/96) FUNDEF (Lei 9424/96); FUNDEB (Lei 11494/07); Estatuto da Criança e Adolescente (Lei nº 8069/90); Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) do Ensino Fundamental e Ensino Médio; Constituição Federal do Brasil (Título VIII, Capítulo III, Seção I).

Bibliografia Sugerida:

ALVES, Nilda (coord.) Educação e Supervisão: o trabalho coletivo na escola. São Paulo: Cortez/Autores Associados, 1986.

ARROYO, Miguel Gonzalez. Dimensões da Supervisão Escolar no contexto da praxis educacional brasileira. Cadernos de Pesquisa. São Paulo; n. 41, pg. 28, maio de 1982.

Belo Horizonte. Orientações para a Organização do Ciclo Inicial de Alfabetização. Cadernos I, II, III e IV. SEE/MG-CEALE2003.

BRASIL, Constituição Federal de 1988 - Título VIII, Capítulo III, Seção I.

BRASIL. Ministério de Educação e do Desporto. Referencial curricular nacional para educação infantil. Brasília, DF: MEC, 1998.

CHARLOT, Bernard. Da relação com o saber. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.

COLL, César e Outros. Os Conteúdos na Reforma: Ensino e Aprendizagem de Conceitos, Procedimentos e Atitudes. Porto Alegre: ARTMED 2002.

CUNHA, Luiz Antônio. Educação, estado e democracia no Brasil. São Paulo: Cortez/EDUFF/FLACSO, 1992.

DAVIS, Claudia; OLIVEIRA, Zilma. Psicologia da educação. São Paulo: Cortez, 1990.

FREITAS, Luiz Carlos de. Ciclos, Seriação e Avaliação: Confronto de Lógica. São Paulo: Moderna, 2000.

FREIRE, P. Ação cultural para a liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982.

GADOTTTI, Moacir. História das idéias pedagógicas. São Paulo: Ática, 1999.

GANDIN, Danilo. A prática do planejamento participativo. Petrópolis: Vozes, 1999.

GOMES, Cândido. A educação em perspectiva sociológica. São Paulo: EPU, 1989.

HOFFMANN, Jussara. Avaliação Mediadora: uma prática em construção da pré-escola à universidade. Porto Alegre: Mediação, 1993.

HOFFMAN N, Jussara. Avaliação: mito e desafio, uma perspectiva construtivista. Porto Alegre: Editora Mediação, 23. ed., 1998.

LUCKESI, Cipriano. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 1991.

LEI FEDERAL Nº 9.394, de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

LEI FEDERAL Nº 8069/90 - Estatuto da Criança e do Adolescente

MASAGÃO, V. Educação de Jovens e Adultos: proposta curricular para o 1o segmento do Ensino Fundamental. São Paulo: Ação Educativa; Brasília: MEC,1997.

MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental e para o Ensino Médio - Documentos Introdutórios. Brasília.

MEDINA, Antônio da Silva, Supervisão escolar: parceiro político-pedagógico do professor. In: RANGEL, Mary e Silva Jr. Celestino Alves (Orgs).

MINAS GERAIS, Secretaria de Estado de Educação, Relacionamento Interpessoal na Escola, v.1 . SEE-PROCAD.2001

MINAS GERAIS, Secretaria de Estado de Educação, Diretrizes Curriculares de Escola Sagarana. Vol. 5, SEE: Proccad. 2001.

Ministério da Educação e Cultura/SEF. Parâmetros curriculares nacionais: temas transversais, Brasília, 1997.

Nove olhares sobre a supervisão. Campinas: Papirus, 1997, pág. 9-35.

PARECER CNE/CEB 04/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Fundamental (Relatora: Regina de Assis).

PARECER CNE/CEB 15/98. Diretrizes Curriculares para o Ensino Médio (Relatora: Guiomar N. Mello).

PERRENOUD, P; THURLER. M. G. As Competências para Ensinar no Século XXI. A formação dos professores e o desafio da avaliação. ARTMED, Porto Alegre, 2002.

PERRENOUD, Philippe, Avaliação: Da Excelência à Regulação das Aprendizagens - Entre 02 lógicas. Trad. Patrícia Chittoni Ramos-Porto Alegre: Artmed, 1999.

RANGEL, Mary e Silva Jr. Celestino Alves da Nove olhares sobre a supervisão. Campinas: Papirus, 1997.

SANTIAGO, Anna Rosa F. e Zasso, Silvana Maria Bellé. Projeto político- pedagógico: a experiência de uma escola de periferia urbana na construção de sua identidade. In: VEIGA, Ilma Passos A (Org.) Projeto político-pedagógico de escola. Uma ma construção possível. Campinas: Papirus, 1997 pág. 179-1 92.

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia. São Paulo : Autores Associados, 1993.

SILVA, Tomás Tadeu; MOREIRA, Antônio Flávio (orgs.). Currículo, cultura e Sociedade. São Paulo: Cortez, 1994.

VASCONCELOS, Celso dos Santos. Coordenação do trabalho pedagógico: do projeto político pedagógico ao cotidiano da sala de aula. Cadernos Pedagógicos-Libertad, 2002.

VEIGA, Ilma Passos A (Org.) Projeto político-pedagógico da escola. Uma construção possível, Campinas : Papirus, 1997.

ANEXO IV

RESUMO DAS PROVAS

Cargos

Nível

Matérias

Nº Questões

Auxiliar de Serviços Gerais I

Alfabetizado

Testes de natureza psico-motora

20

Encarregado de Manutenção de Máquinas I

Ensino Fundamental Incompleto - 4a. série

Português

Matemática

25

25

Armador

Ensino Fundamental Incompleto - 4a . série

Português

Matemática

25

25

Calceteiro

Ensino Fundamental Incompleto - 4a . série

Português

Matemática

25

25

Eletricista

Ensino Fundamental Incompleto - 4a . série

Português

Matemática

25

25

Pedreiro

Ensino Fundamental Incompleto - 4a . série

Português

Matemática

25

25

Trabalhador

Ensino Fundamental Incompleto - 4a . série

Português

Matemática

25

25

Vigia I

Ensino Fundamental Incompleto - 4a . série

Português

Matemática

25

25

Motorista

Ensino Fundamental Completo

Português

Matemática

25

25

Operador de Máquinas

Ensino Fundamental Completo

Português

Matemática

25

25

Atendente de Consultório Dentário

Ensino Fundamental Completo

Português

Específica

25

25

Auxiliar Administrativo I

Ensino Médio Completo

Português

Matemática

Informática

20

20

10

Agente Municipal I

Ensino Médio Completo

Português

Matemática

Informática

20

20

10

Fiscal Sanitário I

Ensino Médio Completo

Português

Matemática

Informática

20

20

10

Auxiliar de Educação

Ensino Médio Completo

Português

Informática

Específica

20

10

20

Instrutor de Formação Artística - Violão

Ensino Médio Completo

Português

Matemática

Específica

15

15

20

Instrutor de Formação Artística - Piano / Teclado

Ensino Médio Completo

Português

Matemática

Específica

15

15

20

Instrutor de Formação Artística - Flauta Doce

Ensino Médio Completo

Português

Matemática

Específica

15

15

20

Instrutor de Formação Artística - Bateria / Percussão

Ensino Médio Completo

Português

Matemática

Específica

15

15

20

Instrutor de Formação Artística - Saxofone

Ensino Médio Completo

Português

Matemática

Específica

15

15

20

Instrutor de Formação Artística - Contra Baixo

Ensino Médio Completo

Português

Matemática

Específica

15

15

20

Instrutor de Formação Artística - Trombone de Vara e Bombardino

Ensino Médio Completo

Português

Matemática

Específica

15

15

20

Instrutor de Formação Artística - Capoeira

Ensino Médio Completo

Português

Matemática

Específica

15

15

20

Instrutor de Formação Artística - Dança Clássica

Ensino Médio Completo

Português

Matemática

Específica

15

15

20

Instrutor de Formação Artística Dança Moderna

Ensino Médio Completo

Português

Matemática

Específica

15

15

20

Agente Fiscal Fazendário I

Técnico

Português

Informática

Específica

20

10

20

Técnico em Enfermagem

Técnico

Português

Específica

25

25

Técnico em Laboratório

Técnico

Português

Específica

25

25

Técnico de Telecomunicações

Técnico

Português

Específica

25

25

Auxiliar Técnico de Engenharia

Técnico

Português

Específica

25

25

Técnico em Higiene Dental I

Técnico

Português

Específica

25

25

Técnico de Arquivo

Técnico

Português

Específica

25

25

Técnico em Informática

Técnico

Português

Específica

25

25

Técnico em Segurança do Trabalho

Técnico

Português

Específica

25

25

Técnico em Agropecuária

Técnico

Português

Específica

25

25

Instrutor de Formação Profissional - Mecânica

Técnico

Português

Matemática

Específica

15

15

20

Instrutor de Formação Profissional - Eletrotécnica

Técnico

Português

Matemática

Específica

15

15

20

Instrutor de Formação Profissional - Metalurgia

Técnico

Português

Matemática

Específica

15

15

20

Instrutor de Formação Profissional - Eletrônica

Técnico

Português

Matemática

Específica

15

15

20

Instrutor de Formação Profissional - Informática

Técnico

Português

Matemática

Específica

15

15

20

Intérprete em Libras

Normal Nível Médio

Português

Matemática

Específica

15

15

20

Professor de Educação Básica I - PEB I

Normal Nível Médio

Português

Matemática

Específica

15

15

20

Técnico Fiscal Fazendário

Superior

Português

Específica

25

25

Advogado

Superior

Português

Específica

25

25

Enfermeiro

Superior

Português

Específica

25

25

Assistente Social

Superior

Português

Específica

25

25

Médico Cardiologista

Superior

Português

Específica

25

25

Médico Ginecologista

Superior

Português

Específica

25

25

Médico Clínico Geral

Superior

Português

Específica

25

25

Médico Pediatra

Superior

Português

Específica

25

25

Médico Ortopedista

Superior

Português

Específica

25

25

Médico Otorrinolaringologista

Superior

Português

Específica

25

25

Médico Neurologista

Superior

Português

Específica

25

25

Médico Psiquiatra

Superior

Português

Específica

25

25

Médico Urologista

Superior

Português

Específica

25

25

Médico Geriatra

Superior

Português

Específica

25

25

Médico Cirurgião Geral

Superior

Português

Específica

25

25

Médico Veterinário

Superior

Português

Específica

25

25

Cirurgião Dentista

Superior

Português

Específica

25

25

Engenheiro Civil

Superior

Português

Específica

25

25

Psicólogo

Superior

Português

Específica

25

25

Fisioterapeuta

Superior

Português

Específica

25

25

Nutricionista

Superior

Português

Específica

25

25

Farmacêutico/Bioquímico

Superior

Português

Específica

25

25

Prof. Educ. Básica II - L. Portuguesa

Superior

Português

Específica

20

30

Prof. Educ. Básica - Matemática

Superior

Português

Específica

20

30

Prof. Educ. Básica II - Inglês

Superior

Português

Específica

20

30

Prof. Educ. Básica II - Espanhol

Superior

Português

Específica

20

30

Prof. Educ. Básica II - História

Superior

Português

Específica

20

30

Prof. Educ. Básica II - Geografia

Superior

Português

Específica

20

30

Prof. Educ. Básica II - Ciências

Superior

Português

Específica

20

30

Prof. Educ. Básica II - Educação Física

Superior

Português

Específica

20

30

Prof. Educ. Básica II - Artes

Superior

Português

Específica

20

30

Prof. Educ. Básica II - Educ. Religiosa

Superior

Português

Específica

20

30

Prof. Educ. Básica II - Informática

Superior

Português

Específica

20

30

Supervisor Pedagógico

Superior

Português

Específica

20

30

96188

Política de Privacidade 2000-2014 PCI Concursos Telefone (11) 2122-4231