Prefeitura de Roseira - SP

PREFEITURA MUNICIPAL DE ROSEIRA

ESTADO DE SÃO PAULO

EDITAL Nº 02/2011

Notícia:   Prefeitura de Roseira - SP abre seleção com vagas na Educação e na Saúde

Praça Sant'Ana, 201 - Tels. (12) 3646-9900 - Fax (12) 3646-9901
CEP: 12580-000 - CNPJ. 45.212.008/0001-50 - ROSEIRA - SP

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO POR TEMPO DETERMINADO

Processo seletivo para preenchimento, em caráter temporário, de funções na Rede Municipal de Educação e Saúde.

A Prefeitura Municipal de Roseira, conforme legislação vigente torna pública a abertura das inscrições e estabelece normas referentes ao Processo Seletivo de Provas e Títulos para admissão temporária de:

Ajudante Geral (serviços braçais);

Ajudante Geral (cozinha);

Merendeira;

Motorista com carteira categoria 'D' com curso específico para ambulância;

Motorista com carteira categoria 'D' com curso específico para transporte escolar;

Escriturário;

Técnico em Enfermagem com registro no COREN - Conselho Regional de Enfermagem;

Monitor (de creche);

Professor PEB I - educação infantil;

Professor PEB I - ensino fundamental séries iniciais;

Professor PEB II - ensino fundamental séries finais nas áreas de:

Língua Portuguesa, Matemática, História, Geografia, Ciências, Educação Física, Arte, Inglês;

Todo o processo reger-se-á em conformidade com as instruções especiais constante deste edital:

1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1.1 O processo seletivo destina-se ao preenchimento, em caráter temporário, de funções na Rede Municipal Administrativa da Prefeitura Municipal de Roseira.

1.2 É de exclusiva responsabilidade do candidato o conhecimento integral dos termos destas instruções.

1.3 O candidato selecionado será admitido, em caráter temporário, respeitada a ordem de classificação obtida neste processo de seleção.

1.4 O processo seletivo, para todos os efeitos, tem validade de 06 meses prorrogável por mais 6 meses, contando a partir da data de sua homologação.

1.5 O candidato aprovado será admitido conforme as eventuais necessidades do Poder Público Municipal.

1.6 A aprovação confere ao candidato o direito à preferência na admissão conforme sua classificação.

1.7 Os vencimentos corresponderão ao nível inicial da tabela de vencimentos.

1.8 A admissão será sob o Regime da Consolidação das Leis Trabalhistas nos moldes da Lei Municipal vigente.

1.9 O interessado em participar do processo seletivo simplificado deve preencher as condições abaixo relacionadas:

1.9.1 Ser brasileiro, nato ou naturalizado, ter no mínimo 18 (dezoito) anos completos até a data de assinatura do contrato.

1.9.2 Estar em dia com as obrigações eleitorais (declaração de quitação eleitoral) e, se do sexo masculino, com as obrigações militares (carteira de reservista).

1.9.3 Não ocorrerá a contratação do candidato que não comprovar a documentação exigida neste Edital.

2. DAS INSCRIÇÕES

2.1 Ao se inscrever o candidato aceita de forma irrestrita as condições contidas neste Edital, que constitui as normas que regem o Processo Seletivo, não podendo delas alegar desconhecimento.

2.2 As inscrições serão realizadas exclusivamente via internet, do dia 01/12/2011 à 14/12/2011, sendo o dia 14/12/2011 o último dia para recolhimento da taxa de inscrição, respeitando o horário da rede bancária.

2.3 O Município de Roseira não se responsabiliza por solicitações de inscrições via internet não recebidas e/ou não confirmadas, decorrentes de problemas técnicos em microcomputadores, falhas de comunicação ou outros fatores que impossibilitem a transferência de dados.

2.4 A partir do primeiro dia útil após o pagamento da taxa de inscrição, o candidato poderá conferir a regularidade do registro de dados de sua inscrição, no site www.neteduc.com.br, sendo que o candidato cujo nome não conste na lista oficial divulgada, terá que solicitar a confirmação via internet no próprio site. No dia 15/12/2011, no site www.neteduc.com.br, estarão todas as inscrições confirmadas e efetivadas.

2.5 O candidato que fizer qualquer declaração falsa, inexata, ou ainda, que não possa satisfazer todas as condições estabelecidas neste Edital, terá sua inscrição cancelada e, em consequência, serão anulados todos os atos dela decorrentes, mesmo tendo sido aprovado na prova.

2.6 Em hipótese alguma haverá a devolução da taxa de inscrição, mesmo que por desistência ou erro do candidato.

2.7 O(a) candidato(a) poderá se inscrever para até duas funções desde que não choquem os horários das provas, não sendo permitido inscrições do mesmo candidato para duas provas no mesmo horário.

3. DAS FUNÇÕES, DA ESCOLARIDADE, DAS VAGAS, DA CARGA HORÁRIA E DOS VENCIMENTOS

Exigência: Ensino Fundamental Incompleto

FUNÇÕES

CARGA HORÁRIA

SALÁRIO MENSAL

VALOR da INSCRIÇÃO

Ajudante Geral (serviços braçais)

44 h/semanais

R$ 552,51

R$ 25,00

Ajudante Geral (cozinha)

44 h/semanais

R$ 552,51

R$ 25,00

Merendeira

44 h/semanais

R$ 552,51

R$ 25,00

Motorista carteira D (ambulância e transporte escolar)

44 h/semanais

R$ 742,56

R$ 25,00

Exigência: Ensino Médio Completo

FUNÇÕES

CARGA HORÁRIA

SALÁRIO MENSAL

VALOR da INSCRIÇÃO

Escriturário - com informática

44 h/semanais

R$ 742,56

R$ 35,00

Monitor (de Creche) - (magistério ou curso superior) ou ainda estudante de pedagogia

44 h/semanais

R$ 838,95

R$ 35,00

Professor PEB I - educação infantil - (magistério ou superior) ou ainda estudante de pedagogia

30 h/semanais

R$ 1.331,96

R$ 35,00

Professor PEB I - ensino fundamental séries iniciais - (magistério ou superior) ou ainda estudante de pedagogia

30 h/semanais

R$ 1.331,96

R$ 35,00

Técnico em Enfermagem - (registro no COREN)

44 h/semanais

R$ 742,56

R$ 35,00

* No caso de estudantes, os mesmos deverão estar cursando o último ano da faculdade, e serão classificados após a listagem dos habilitados na área.

Exigência: Ensino Superior Completo

FUNÇÕES

CARGA HORÁRIA

SALÁRIO MENSAL

VALOR da INSCRIÇÃO

Professor PEB II - ensino fundamental séries finais nas áreas de: Língua Portuguesa, Matemática, História, Geografia, Ciências, Educação Física, Arte, Inglês

25 h/semanais

R$ 1.331,96

R$ 35,00

4. DAS PROVAS

4.1 O Processo Seletivo constará das seguintes provas:

Exigência: Ensino Fundamental Incompleto

10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões de Matemática e 10 questões de Conhecimentos Específicos da Área. (Os conteúdos bibliográficos constam no Anexo I deste edital.)

Exigência: Ensino Médio Completo

10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões de Matemática e 10 questões de Conhecimentos Específicos da Área. (Os conteúdos bibliográficos constam no Anexo I deste edital.)

Exigência: Ensino Superior Completo

10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões de Matemática e 10 questões de Conhecimentos Específicos da Área. (Os conteúdos bibliográficos constam no Anexo I deste edital.)

4.2 As provas terão caráter classificatório e serão realizadas no dia 18 de dezembro de 2011 (domingo)

4.3 As provas serão realizadas na escola Joaquim de Campos em horários a serem divulgados até o dia 15/12/2011 (quinta feira) no site www.neteduc.com.br

4.4 O tempo de duração das provas será de 2 horas.

4.5 Serão considerados títulos somente os cursos reconhecidos no campo de atuação, pelo MEC, na área em que o candidato está escrito.

4.6 Para efeito de pontuação, atribui-se:

a. 3 (três) pontos para doutorado

b. 2 (dois) pontos para mestrado

c. 1 (um) ponto para pós graduação modalidade especialização de, no mínimo, 360 horas

d. 1 (um) ponto para curso superior de pedagogia ou normal superior (para candidatos que prestarão provas para monitor (de creche) e/ou PEB I - educação infantil e/ou PEB I - ensino fundamental séries iniciais)

4.7 Os pontos atribuídos aos títulos não serão cumulativos, valendo sempre o de maior pontuação

4.8 As cópias dos títulos deverão ser entregues no dia da prova, antes do início das mesmas, ao professor responsável na própria sala, e em envelope lacrado contendo a identificação:

Nome do candidato / RG / Cargo pretendido

5. DA PRESTAÇÃO DAS PROVAS

5.1 O candidato deverá estar presente no local de prova, ao menos, quinze minutos antes de seu início.

5.2 O não comparecimento do candidato à prova implicará na sua eliminação.

5.3 Não haverá segunda chamada ou repetição de prova, ou ainda devolução do valor da inscrição seja por qualquer motivo.

5.4 A apresentação de legível Documento Oficial de Identidade com foto, pelo candidato, é obrigatória para a realização das provas.

5.5 O candidato deverá estar munido de caneta esferográfica preta ou azul.

5.6 A folha de respostas, deverá-ser assinalada com caneta esferográfica preta ou azul.

5.7 Na folha de resposta, as questões não-assinaladas, contendo mais de uma alternativa assinalada ou rasurada, serão consideradas ERRADAS.

5.8 Ao término da prova, o candidato deverá entregar, ao fiscal de sala, a folha de respostas, e o caderno de questões.

5.9 Não será concedida vista prova sob qualquer alegação.

5.10 Será excluído do concurso o candidato que:

a. apresentar-se após o horário estabelecido;

b. não apresentar o documento de identidade exigido;

c. ausentar-se da sala de provas sem o acompanhamento de um fiscal;

d. for surpreendido em comunicação com outras pessoas ou fazendo uso de material não permitido;

e. lançar mão de meios ilícitos para a realização das provas;

f. perturbar, por qualquer motivo, a ordem dos trabalhos.

5.11 É proibido atender celular ou utilizar-se de equipamento eletrônico durante a prova.

5.12 Caso haja anulação de questão da prova, a mesma será contabilizada como certa para todos os candidatos.

6. DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

6.1. Em cumprimento ao disposto no art. 37, VIII, da Constituição Federal, 10% (dez por cento) das vagas são destinadas aos candidatos com deficiência, que deverão ser avaliados no ato da contratação pela Diretoria de Recursos Humanos da Prefeitura Municipal, comprovando se a deficiência apresentada é compatível com o exercício da função.

6.2. No ato da inscrição, o candidato com deficiência deverá declarar na ficha de inscrição, a deficiência que possui, sob pena de exclusão do benefício.

6.3. Não serão considerados como deficiência, os distúrbios visuais passíveis de correção simples do tipo miopia, astigmatismo, estrabismo e congêneres.

6.4. As pessoas com deficiência participarão deste processo seletivo em igualdade de condições com os demais candidatos.

7. DA CLASSIFICAÇÃO DOS CANDIDATOS, DO DESEMPATE E DA CLASSIFICAÇÃO FINAL

7.1 O candidato será classificado em ordem decrescente em relação à nota das provas, com nota máxima igual a 10 (dez). Posteriormente serão acrescidos os pontos da titulação daqueles que comprovarem tê­las.

7.2 A classificação final resultará da soma dos pontos obtida na prova com títulos.

7.3 Caso haja empate entre candidatos, os critérios para desempate na classificação são:

a. Maior idade;

b. Maior número de filhos.

7.4 Os candidatos que, no ato da inscrição, declararem que possuem deficiência, se aprovados no processo seletivo, terão seus nomes publicados em lista à parte.

8. DA DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS

A divulgação do resultado de provas e títulos será dada no dia 23 de dezembro de 2011 às 00hs, no site www.neteduc.com.br.

9. DOS RECURSOS

9.1 Para a interposição de recurso, fica estabelecido exclusivamente o dia 23/12/2011, das 09hs às 16hs, na Secretaria Municipal da Educação (ao lado da Prefeitura), não sendo aceitos recursos fora destes prazos.

9.2 Os recursos deverão ter no envelope, o nome do candidato, cargo pretendido, endereço, telefone e fundamentação do pedido.

9.3 Recurso interposto fora do prazo, ou sem qualquer dos dados solicitados no item anterior, não será apreciado.

9.4 Na hipótese de anulação de alguma questão, esta será considerada acerto para todos os candidatos presentes.

9.5 Os julgamentos dos recursos serão realizados no dia 24/12/2011, e a publicação ocorrerá no mesmo dia no site www.neteduc.com.br

10. DO PROCESSO DE CONTRATAÇÃO

10.1. A Diretoria de Recursos Humanos convocará os candidatos selecionados de acordo com a ordem classificatória, para preenchimento da ficha cadastral, encaminhamento para exame médico admissional e os informará da função a ser exercida, da área de atuação, do tempo de contratação, da lotação, da jornada de trabalho, do início de seu exercício bem como da assinatura do contrato.

11. DISPOSIÇÕES FINAIS

11.1. Para o profissional que por incompatibilidade de horário ou qualquer outro motivo não assumir a vaga oferecida no prazo de 48 (quarenta e oito) horas da convocação, perderá o direito à vaga.

11.2. Os candidatos aprovados no processo seletivo serão chamados para o desempenho de suas atribuições de acordo com a ordem de classificação e necessidades da Secretaria requisitante.

11.3. Após o prazo de 48 (quarenta e oito) horas, o candidato que não comparecer dará direito à Diretoria de Recursos Humanos de convocar o próximo classificado.

11.4. Não poderão participar do processo seletivo candidatos não habilitados para a função.

11.5. Os candidatos selecionados, quando convocados, serão submetidos a Inspeção Médica Oficial e só poderão ser contratados aqueles que forem julgados aptos física e mentalmente para o exercício da função.

11.6. O candidato que vier a ser contratado celebrará termo de contrato temporário regido pelas normas contidas na Consolidação das Leis Trabalhistas e na da Lei Municipal vigente.

11.7. O Processo Seletivo terá validade de 06 meses, prorrogável por igual período, contado a partir da data de publicação do resultado, prorrogável uma vez, por igual período, de acordo com o interesse e necessidade do Município de Roseira.

11.8. Este Edital entra em vigor na data de sua publicação.

11.9. O planejamento e a execução deste processo seletivo ficarão sob responsabilidade da empresa especializada contratada pela Prefeitura Municipal de Roseira.

11.10. Os casos omissos do presente edital serão resolvidos pela Diretoria de Recursos Humanos.

11.11. As inscrições para o Processo Seletivo podem ser feitas através do site www.neteduc.com.br no período de 30/11/2011 à 08/12/2011.

12. DO CRONOGRAMA

Publicação do Edital:01/12/2011.
Período das inscrições:01/12//2011 à 14/12/2011. (Pelo site: www.neteduc.com.br).
Comprovante de inscrição:15/12/2011. (Pelo site: www.neteduc.com.br).
Divulgação dos horários das provas:15/12 2011. (Pelo site: www.neteduc.com.br).
Realização das provas:18/12/2011 (domingo).
Entrega dos Títulos18/12/2011, antes do início das provas na própria sala de aula.
Publicação dos resultados parciais:23/12/2011. (Pelo site: www.neteduc.com.br).
Recebimento dos Recursos:23/12/2011. (na Secretaria da Educação de Roseira das 09hs às 16hs)
Julgamento e publicação final:24/12/2011. (Pelo site: www.neteduc.com.br)

Roseira, 01 de dezembro de 2011.

Marcos de Oliveira Galvão
Prefeito Municipal

ANEXO I

Conteúdo Bibliográfico Exigência: Ensino Fundamental Incompleto

As funções de: Ajudante Geral (serviços braçais), Ajudante Geral (cozinha), Merendeira e Motorista terão provas de:

Língua Portuguesa, Matemática e Conhecimentos Específicos de cada cargo.

Bibliografia:

Língua Portuguesa

Fonema; Sílaba; Ortografia; substantivo, adjetivo, preposição, numeral; Acentuação; Concordância nominal; Concordância Verbal; Sinais de Pontuação; Uso da Crase; Colocação dos pronomes nas frases; Termos Essenciais da Oração; Análise e Interpretação de Textos, respectivos ao Ensino Fundamental.

Matemática

Conjunto de números: naturais, inteiros, problemas, Porcentagem; Regras de três simples; Sistema de medidas: comprimento, massa, capacidade, tempo, volume; Sistema Monetário Nacional (Real); Equações: 1º graus; Fração; Geometria Plana, respectivos ao Ensino Fundamental.

Exigência: Ensino Médio Completo

A funções de: Escriturário, Monitor de creche, Professor PEB I - educação infantil, Professor PEB I - ensino fundamental e Técnico em Enfermagem terão provas de:

Língua Portuguesa, Matemática e Conhecimentos Específicos do cargo.

Bibliografia:

Língua Portuguesa

Interpretação de texto, ortografia, acentuação gráfica, pontuação, crase, classe de palavras, concordância verbal e nominal, regência verbal e nominal, sentido próprio e figurado da palavra, termos integrantes da oração, entre outros, respectivos ao Ensino Médio.

Matemática

Operações com números reais, mínimo múltiplo comum e máximo divisor comum, razão e proporção, porcentagem, regra de três, média aritmética, juros simples e composto, sistema de equações do 1° e 2° graus, relação entre grandezas, tabelas e gráficos, sistema de medidas, noções de geometria e raciocínio lógico para a resolução de problemas, respectivos ao Ensino Médio.

Conhecimentos Específicos do cargo

Escriturário:

Requisito: NÍVEL DE ENSINO MÉDIO COM CONHECIMENTOS DE INFORMÁTICA

INFORMÁTICA

Conceito de sistemas operacionais, windows, pacote microsoft office, acesso à internet, conceito de tecnologia relacionadas ao correios eletrônico e hospedagem de sites, MSN, internet explorer e outlook express.

ECA - Estatuto da Criança e do Adolescente

Referências Bibliográficas dos Conhecimentos Específicos

BORLAND, Russell. Word 2003: guia autorizado Microsoft. São Paulo: Makron Books, 2006

BRAGA, Willian. Office - Tutorial: passo a passo. Rio de Janeiro: Alta Books, 2005.

COWART, Robert. Dominando o Windows: a bíblia. São Paulo: Makron Books, 2004

JACOBSON, Reed. Microsoft Excel avançado. São Paulo: Makron Books, 2006

SANTANA FILHO, Ozeas Viera. Introdução à Internet. São Paulo: SENAC, 2001

SHELL, Ned. Aprenda em 24 horas Internet. Rio de Janeiro: Campus, 2008

TANENBAUM, A. S. Organização estruturada de computadores. RJ: Prentice Hall do Brasil, 2010.

WEBER, Raul Fernando. Arquitetura de computadores pessoais multimídia. Porto Alegre: Instituto de Informática da UFRGS, 1995.

Monitor de Creche

Requisito: NÍVEL DE ENSINO MÉDIO COM HABILITAÇÃO NO MAGISTÉRIO OU NORMAL SUPERIOR OU LICENCIATURA PLENA EM PEDAGOGIA EM HABILITAÇÃO ESPECÍFICA.

Legislação

LDB - Lei de Diretrizes e Bases da Educação Brasileira, ECA - Estatuto da Criança e do Adolescente, processos de ensino e aprendizagem, relações entre educação, escola e sociedade e PCN da Educação Infantil.

Conhecimentos Específicos e Pedagógicos

Conhecimentos básicos de primeiros socorros, noções de recreação, noções de esportes, lazer, noções de higiene pessoal com crianças de 0 à 5 anos, noções de como alimentar crianças, aptidão e habilidades para lidar com crianças.

Referências Bibliográficas dos Conhecimentos Pedagógicos

- Parâmetros Curriculares Nacionais e legislações vigentes, Constituição Federal/88 - Arts. 5°, 37 ao 41,205 ao 214, 227 ao 229, Lei Federal n.° 11.494/07 - Fundeb e Resolução CNE/CEB n° 02/98 - Institui as diretrizes curriculares nacionais para o Ensino Fundamental.

- A criança e o número - Constance Kamii - Editora Papirus;

- Avaliação Mediadora - Jussara Hoffmann - Editora Mediação;

- A Psicologia da Criança - Jean Piaget e B. Inhelder - Editora Bertrand Brasil S.A. Rio de Janeiro; - Ferreiro, Emília; Teberosky. Psicogênese da língua escrita. Artmed, 1999;

- Manual da Educação Infantil de 0 à 3 anos. Artmed - 1998;

- O Educador e a Moralidade Infantil - Uma visão construtivista - Telma Pileggi Vinha - Mercado de Letras Edições e Livraria Ltda - Campinas - SP;

- Parâmetros Curriculares Nacionais da Educação Infantil - Publicação do MEC - 1998; - Pensamento Pedagógico Brasileiro - Moacir Gadotti;

- Piaget - O diálogo com a criança e o desenvolvimento do raciocínio - Maria da Glória Seber.

Educação Infantil (Etapas I e II) e PEB-I (1º ao 5 º ano)

Requisito: NÍVEL DE ENSINO MÉDIO COM HABILITAÇÃO NO MAGISTÉRIO OU NORMAL SUPERIOR OU LICENCIATURA PLENA EM PEDAGOGIA EM HABILITAÇÃO ESPECÍFICA.

Legislação

LDB - Lei de Diretrizes e Bases da Educação Brasileira, ECA - Estatuto da Criança e do Adolescente, processos de ensino e aprendizagem, relações entre educação, escola e sociedade e PCN - Parâmetros Curriculares Nacionais e legislações vigentes, Constituição Federal/88 - Arts. 5°, 37 ao 41, 205 ao 214, 227 ao 229, Lei Federal n.° 11.494/07 - Fundeb e Resolução CNE/CEB n° 02/98 - Institui as diretrizes curriculares nacionais para o Ensino Fundamental.

Conhecimentos Pedagógicos

Reflexões sobre alfabetização, concepções de linguagem e escrita, pensamento e linguagem, teorias sobre o desenvolvimento da linguagem, a formação e o desenvolvimento dos conceitos científicos na infância, interação social e moralidade, origem da escrita e apropriação pela criança, as relações entre ensino e aprendizagem em sala de aula, a metodologia nas áreas do conhecimento, a importância dos jogos na educação, a língua escrita numa perspectiva interacionista, a leitura infantil e a produção de textos, planejamento e propostas pedagógicas, reflexões sociológicas sobre uma pedagogia da liberdade, ação educativa e violência, o diálogo como minimizador da violência, avaliação da aprendizagem, temas transversais em educação, a construção do conhecimento na escola e planejamento de projetos didáticos.

Referências Bibliográficas dos Conhecimentos Pedagógicos

- Uma Nova Metodologia de Educação Pré-Escolar - Orly Zucatto Mantovani de Assis - Editora Artes Médicas;

- Piaget para a educação pré-escolar - Constance Kamii Rheta Devries - Editora Artes Médicas;

- Atividades na Pré-Escola - Idalina Ladeira Ferreira; Sarah P. Souza Caldas, Editora Saraiva;

- Pré-Escola: Uma Nova Fronteira Educacional - Paulo Nathanael Pereira de Souza, Editora - Livraria Pioneira São Paulo;

- Coordenadoria de Estudos e Normas Pedagógicas Fundação para o livro Escolar;

- Parâmetros Curriculares Nacionais da Educação Infantil - Publicação do MEC - 1998;

- Prática Psicomotora na Pré-Escola - Vera Miranda Gomes, Editora Ática;

- Pré Escola, tempo de educar - Maria Lucia Thiessen, Ana Rosa Beal, Editora Ática;

- Plano Escolar - caminho para a autonomia - Akiko Oyafuso e Eny Maia - Esxtra Publishing Comf. Ltda;

- Por que Planejar? Como Planejar? - Maximiliano Menegolla e Ilza Martins Sant'Anna - Editora Vozes;

- Piaget. Vygotsky. Wallon - teorias Psicogenéticas em discussão - Yves De La Taille - Summus Editorial Ltda;

- Avaliação na Pré-escola - Jussara Hoffmann - Editora Mediação;

- Jogos em Grupo na Educação Infantil - Constance Kamii e outros;

- Conversando sobre Educação em Valores Humanos - Marilu Martinelli - Editora Peirópolis;

- Revisitando a Pré-escola - Regina Leite Garcia - Editora Cortez;

- Pensamento Pedagógico Brasileiro - Moacir Gadotti;

- Aprendizagem da Linguagem Escrita - Liliana Tolchinsky Landsmann;

- Piaget - O diálogo com a criança e o desenvolvimento do raciocínio - Maria da Glória Seber.

- Psicologia na Educação - Davis, Claudia - Editora Cortez;

- Uma Escola para o povo - Nidelcoff, Maria Tereza - Editora Brasiliense;

- Temas Transversais e Educação - Maria Dolors Busquets e outros - Editora Ática;

- A importância do ato de Ler - Paulo Freire - Editora Cortez;

- Reflexões sobre alfabetização - Emília Ferreiro - Editora Cortez;

Técnico em Enfermagem

Requisito: NÍVEL TÉCNICO NA ÁREA

Conhecimentos Específicos da área:

Conhecimentos Específicos: Técnicas Básicas de Enfermagem: sinais vitais, administração de medicações, preparo do paciente e material utilizado para coleta de exames, cuidados com os pacientes domiciliares, técnicas de curativo. Ética Profissional: Código de Ética de Enfermagem, Direitos e Deveres do paciente, Deontologia. Saúde Pública: Programas de saúde (da mulher, do idoso, da criança), Doenças Transmissíveis, Vacinação, Doenças de Notificação Compulsória, Vigilância Sanitária e Vigilância Epidemiológica; Patologias mais comuns (hanseníase, diabetes, hipertensão, tuberculose, HIV, hepatites, etc). Terminologias: mais utilizadas em PSF. Socorros e Urgência: fraturas e ferimentos, hemorragias, queimaduras, paradas cardíaca, respiratória e cardiorespiratória, acidentes domésticos, choque, crises convulsiva e histérica, envenenamentos por intoxicações. Anatomia e Fisiologia do Corpo Humano; Atualidades em Saúde Pública; Estratégia Saúde da Família: Portaria 648 de 28/03/2006, Criação do Programa Saúde da Família, Normas e Diretrizes, Profissionais envolvidos. Programa do Agente Comunitário de Saúde: Normas e Diretrizes, Profissionais envolvidos, Ações de saúde.

BIBLIOGRAFIA RECOMENDADA:

1. Andrade SM; Soares DA; Cordoni Júnior L (orgs.) Bases da saúde coletiva. Londrina: UEL: Abrasco, 2001. Capítulos: 2, 7, 8, 9

2. Brasil. Instituto para o Desenvolvimento da Saúde. Universidade de São Paulo. Ministério da Saúde. Manual de Enfermagem/ Instituto para o Desenvolvimento da Saúde. Universidade de São Paulo. Ministério da Saúde. Brasília:Ministério da Saúde, 2001.

3. Buss PM. Promoção da saúde e qualidade de vida. Ciência e Saúde Coletiva 2000; 5(1): 163-177. 4. Ciampone, MHT; Peduzzi, M. Trabalho em equipe e trabalho em grupo no programa de saúde da família. Rev Brás Enferm. Brasília, v.53, n. especial, 107-110, dez. 2000.

5. COREN. Documentos básicos de enfermagem. São Paulo. 2001

6. Duncan, B. Medicina Ambulatorial: Condutas de Atenção Primária baseadas em evidências. 3ª. ed. Sessão II , itens de 5 a 8.

7. Egry, EY; Fonseca, RMGS. A família, a visita domiciliar e a enfermagem: revisitando o processo de trabalho da enfermagem em saúde coletiva. Rev.Esc.Enf.USP, v.34, n.3, p.233-9, set. 2000.

8. Kawamoto EE. (org.) Enfermagem comunitária. São Paulo(SP): EPU; 1995.

9. Ministério da Saúde (BR). Secretaria Nacional de Assistência à Saúde. ABC do SUS: doutrinas e princípios. Brasília, DF. 1990. 12p.

10. Ministério da Saúde (BR). Secretaria Nacional de Assistência à Saúde. Política Nacional de Atenção Básica. Portaria n° 648/GM de 28/03/06. www.saude.gov.br/dab

11. Rocha SMM; Almeida MCP. O processo de trabalho da enfermagem em saúde coletiva e a interdisciplinaridade. Rev. latino-am. Enfermagem 2000 dezembro; 8 (6): 96-101.

12. Rouquayrol MZ. & Almeida Filho. Epidemiologia & Saúde. 6ª ed. Rio de Janeiro (RJ): Medsi; 1999. Capítulos: 10, 11, 13, 14.

13. Rouquayrol MZ. Epidemiologia & Saúde. 4ª ed. Rio de Janeiro (RJ): Medsi; 1994. Cap. Imunização; p. 281 -313.

14. Santos, N.C.M. Urgência e emergência para a enfermagem. São Paulo: Iátria, 2003.

15. Secretaria de Estado da Saúde. (SP) Informe técnico Campanha de Vacinação para o Idoso 2004. Centro de Vigilância Epidemiológica. (ftp://ftp.cve .saude.sp.gov.br/doc_tec/imuni/if_idoso04.pdf)

16. Normas do Programa de Imunização. Coordenadoria da Vigilância Epidemiológica. Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. Disponível em: www.cve.gov.br / www.cve.saude.sp.gov.br/htm/cve_manual.htm link em imunização - informe técnico.

17. Timby, BK. Conceitos e habilidades fundamentais no atendimento de enfermagem.6ª ed.,Porto Alegre: Artmed, 2002. Exigência: Ensino Superior Completo na área

A função de: Professor PEB II (6 º ao 9 º ano) terá provas de:

Língua Portuguesa, Matemática e Conhecimentos Específicos do cargo.

Bibliografia:

Língua Portuguesa

Interpretação de texto, ortografia, acentuação gráfica, pontuação, crase, classe de palavras, concordância verbal e nominal, regência verbal e nominal, sentido próprio e figurado da palavra, termos integrantes da oração, entre outros, respectivos ao Ensino Médio.

Matemática

Operações com números reais, mínimo múltiplo comum e máximo divisor comum, razão e proporção, porcentagem, regra de três, média aritmética, juros simples e composto, sistema de equações do 1° e 2° graus, relação entre grandezas, tabelas e gráficos, sistema de medidas, noções de geometria e raciocínio lógico para a resolução de problemas, respectivos ao Ensino Médio.

Conhecimentos Específicos do cargo

PEB - II (6 º ao 9 º ano)

Requisito: LICENCIATURA PLENA NA ÁREA DE INTERESSE.

? Legislação: (comum para todas as áreas)

LDB - Lei de Diretrizes e Bases da Educação Brasileira, ECA - Estatuto da Criança e do Adolescente, processos de ensino e aprendizagem, relações entre educação, escola e sociedade e PCN - Parâmetros Curriculares Nacionais e legislações vigentes, Constituição Federal/88 - Arts. 5°, 37 ao 41, 205 ao 214, 227 ao 229, Lei Federal n.° 11.494/07 - Fundeb e Resolução CNE/CEB n° 02/98 - Institui as diretrizes curriculares nacionais para o Ensino Fundamental.

Conteúdo Comum:

? Conhecimentos pedagógicos: (comum para todas as áreas)

Concepção de ensino e aprendizagem, Currículo e o Ensino Fundamental, Didática, a relação professor-aluno no processo de ensino-aprendizagem e a importância da avaliação, Metodologia e Prática do Ensino, a construção do conhecimento e suas implicações na prática docente, o uso dos instrumentos de comunicação na prática de ensino e saberes necessários à prática educativa.

Referências Bibliográficas dos Conhecimentos Pedagógicos

- Coordenadoria de Estudos e Normas Pedagógicas Fundação para o livro Escolar;

- Plano Escolar - caminho para a autonomia - Akiko Oyafuso e Eny Maia - Esxtra Publishing Comf. Ltda;

- Por que Planejar? Como Planejar? - Maximiliano Menegolla e Ilza Martins Sant'Anna - Editora Vozes;

- Piaget. Vygotsky. Wallon - teorias Psicogenéticas em discussão - Yves De La Taille - Summus Editorial Ltda;

- Conversando sobre Educação em Valores Humanos - Marilu Martinelli - Editora Peirópolis;

- Pensamento Pedagógico Brasileiro - Moacir Gadotti;

- Aprendizagem da Linguagem Escrita - Liliana Tolchinsky Landsmann;

- Piaget - O diálogo com a criança e o desenvolvimento do raciocínio - Maria da Glória Seber.

- Psicologia na Educação - Davis, Claudia - Editora Cortez;

- Uma Escola para o povo - Nidelcoff, Maria Tereza - Editora Brasiliense;

- Temas Transversais e Educação - Maria Dolors Busquets e outros - Editora Ática;

- A formação social da mente - L. Vygotsky - Editora Martins Fontes - SP;

- Educação como prática da Liberdade - Paulo Freire - Editora Paz e Terra S/A;

- Construtivismo de Piaget a Emília Ferreiro - Maria da Graça Azenha - Editora Ática;

- Violência e Educação - Regis de Morais - Papirus Editora - (Cap. 1, 2, 3 e 4);

- Aprendizagem Escolar e Construção do Conhecimento - César Coll Salvador - Editora Artes Médicas Sul Ltda - Porto Alegre - RS;

- Pensamento e Linguagem - L. S. Vygotsky - Livraria Martins Fontes Editora Ltda - São Paulo - SP;

- Escola - leitura e produção de textos - Ana Maria Kaufman e Maria Elena Rodríguez - Editora Artes Médicas Sul Ltda - Porto Alegre - RS;

- Os sete saberes necessários à Educação do Futuro - Edgar Morin - Editora Cortez - São Paulo - SP;

- A Organização do Currículo por projetos de trabalho - Fernando Hernandez Montserrat Ventura - Editora Artes Médicas - (Cap. 5, 6 e 7);

- Repensando a Didática - Antonia Osima Lopes, Ilma Passos Alencastro Veiga e outros - Papirus Editora;

- A criança na fase inicial da escrita - a alfabetização como processo discursivo - Ana Luiza Bustamante Smolka - Editora Cortez.

Conhecimentos Específicos de cada Área:

? Professor PEB-II - Língua Portuguesa

Ortografia, acentuação, classes, análise sintática, concordância nominal e verbal, regência verbal e nominal, pronomes, pontuação, crase, formação das palavras, análise e interpretação de texto, uso do hífen e divisão silábica.

? Professor PEB-II - Inglês

Leitura e compreensão de texto em inglês, vocabulário geral, gramática, adjetivos e pronomes, verbos, formas afirmativas, negativas e interrogativas, tempos verbais, preposições, advérbios e numerais.

? Professor PEB-II - Matemática

Sistema de numeração decimal, números naturais, divisibilidade, cálculo literal, proporção, regra de três, estatística, teoremas principais, progressão aritmética e geométrica, matemática financeira, juros, função exponencial, relação entre grandezas, tabelas e gráficos, sistema de medidas, noções de geometria e raciocínio lógico para a resolução de problemas.

? Professor PEB-II - História

Brasil colonial, pacto colonial, agricultura, mineração, Brasil independente: 1° Reinado, 2° Reinado, Regência, Brasil Republicano, queda do Império, revolução de 30, Estado Novo, Governos militares, História Antiga, História Clássica, Feudalismo, Renascimento, Reformas religiosas, Revolução Industrial, Revolução Francesa, Independência do Brasil e das Américas, Brasil Colônia, as tensões sociais, industrialização, urbanização e revoluções.

? Professor PEB-II - Geografia

Aspectos físicos do território brasileiro, aproveitamento econômico, meio ambiente, desequilíbrios ambientais, espaço geográfico, dinâmica populacional, a nova ordem mundial e a globalização, as transformações no leste europeu, os grandes blocos internacionais de poder, interações entre sociedade e natureza, a população brasileira, atividades industriais, agricultura, pecuária e extrativismo mineral, fontes de energia, Tratados de livre comércio, NAFTA, Comunidade Européia e desmembramentos de países.

? Professor PEB-II - Ciências

Água, ar, solo, seres vivos, ecologia, biologia, esquema corporal, reprodução humana, saúde, tabagismo, alcoolismo, toxicomanias, doenças transmissíveis, estrutura corpuscular, coleta seletiva de lixo, efeito estufa, Terra e Universo, natureza e saúde, ecossistema, processos de separação de elementos, biodiversidade e organismos.

? Professor PEB-II - Arte

A história da arte geral, a história da arte no Brasil, educação musical na escola, o teatro, o jogo dramático teatral, harmonia das cores, geometria, projeções geométricas, elementos básicos das composições artísticas, o ensino da educação artística, metodologia do ensino da arte, o desenvolvimento expressivo e suas relações com o desenvolvimento biológico, afetivo, cognitivo e sócio cultural do ser humano.

? Professor PEB-II - Educação Física

Biodinâmica e comportamento da atividade física, abordagens da educação física escolar, motricidade humana, corporeidade, cineantropometria, crescimento e desenvolvimento corporal, primeiros socorros, organização de eventos, regras dos jogos esportivos, atividade física, condicionamento e performance. Bibliografia para Professor PEB II:

ANTUNES, Celso. A construção do afeto: como estimular as múltiplas inteligências de seus filhos. São Paulo: Augustus, 1999.

CAVALLEIRO, Eliane (org.). Racismo e anti-racismo na educação - repensando a nossa escola. São Paulo: Summus/ Selo Negro, 2001.

CASTORINA, J.A. et al. Piaget-Vigotsky: novas contribuições para o debate. São Paulo: Ática., 1998.

COLL,César. O construtivismo na sala de aula. São Paulo. Editora Ática, 1999.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: Saberes necessários à prática educativa. Paz e Terra, 2003.

GARDNER, H. Estruturas da mente: a teoria das inteligências múltiplas. Porto Alegre: Artes Médicas, 1994.

HOFFMAN, Jussara. Avaliação mediadora - uma prática em construção da pré-escola à universidade. Porto Alegre. Mediação, 1998.

LIBANEO, J. C. Didática. São Paulo: Cortez Editora (Série Formação Geral), 1994.

LUCKESI, C. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 1994 - cap. 2 a 5, 7 a 9,

PERRENOUD, Philippe. Dez competências para ensinar. Porto Alegre, Artes Médicas - Sul 2000, cap. 2 a 6.

PIMENTA, Selma, G.A. A Construção do Projeto Pedagógico na Escola de 1º Grau. Idéias nº 8. 1.990, p 17-24.

RIOS, Teresinha Azeredo. Compreender e ensinar: por uma docência de melhor qualidade. São Paulo, Cortez, 2001.

SASSAKI, Romeu Kazumi. Inclusão: construindo uma sociedade para todos. Rio de Janeiro. Editora WVA, 1997.

WEIZ, T. O diálogo entre o ensino e a aprendizagem. São Paulo: Ática, 1999.

PIAGET, Jean. A Psicologia da Criança. Editora Bertrand Brasil S.A. Rio de Janeiro;

FERRERO, Emília. Psicogênese da língua escrita. Artmed, 1999;

WHITAKER, F.F. Planejamento - Sim e Não. São Paulo: Editora Paz e Terra, 2002.

GADOTTI, Moacir. Pensamento Pedagógico Brasileiro;

142178

Política de Privacidade 2000-2014 PCI Concursos Telefone (11) 2122-4231