Prefeitura de Rio Bonito - RJ

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIO BONITO

ESTADO DO RIO DE JANEIRO

EDITAL DO CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2008

Notícia:   637 vagas para a Prefeitura de Rio Bonito - RJ

O Prefeito do Município de Rio Bonito, no uso de suas atribuições legais, torna públicas as instruções específicas reguladoras do concurso em epígrafe, para formação de cadastro de reserva de pessoal, para diversos cargos, sob regime estatutário, que terá a Fundação Cultural Dom Manoel Pedro da Cunha Cintra como Entidade Executora e responsável, técnica e operacional, por todo o processo de seleção, conforme disposições a seguir:

I - INSCRIÇÕES

1. Informações Gerais

As especificações quanto ao Nível, Cargos, Especialidade/Área de Atuação, Vagas, Vagas para Deficientes, Carga Horária Semanal, Vencimentos, Benefícios, Qualificação Requerida, Valor da Taxa de Inscrição constam do anexo I do presente Edital.

2. Período, Horário e Local de Inscrições

2.1 Período de Inscrições: de 01/09/2008 a 21/09/2008

2.2 Horário das Inscrições:

Pela Internet - 24 horas - de 2ª a domingo

Posto de Inscrição - das 9 às 17 horas - de 2a a 6a feira

2.3 Locais de Inscrição:

Pela Internet: www.domcintra.org.br/concursos

Posto de Inscrição: Av. Martinho de Almeida 351 - Mangueirinha - Casa do Futuro - Rio Bonito - RJ

3. Requisitos para a Posse

3.1 Ter sido aprovado e classificado no presente Concurso Público, na forma estabelecida neste Edital.

3.2 No ato da posse ter idade mínima de 18 (dezoito) anos completos.

3.3 Ser brasileiro nato ou naturalizado, ou cidadão português que tenha adquirido a igualdade de direitos e obrigações civis e gozo dos direitos políticos (Decreto no 70.436, de 18/04/1972; § 1o do Artigo 12, da Constituição Federal e Artigo 3o da Emenda no 19, de 04/06/1998).

3.4 Ter situação regularizada com as obrigações perante o serviço militar, se o candidato for do sexo masculino.

3.5 Ter situação regularizada perante a legislação eleitoral.

3.6 Ter a escolaridade mínima exigida, de acordo com o estabelecido no Anexo I, com apresentação de documentação comprobatória, no ato da posse.

3.7 Ter situação regularizada perante o órgão fiscalizador do exercício profissional (Conselho Regional ou Órgão de Classe, se houver) e estar quite com as exigências legais do órgão fiscalizador no ato da posse.

3.8 Não ter sido preso ou processado criminalmente, não estar respondendo a inquérito policial ou policial militar, não ter sido condenado por crime ou contravenção e, no caso de candidato a Guarda Municipal, apresentar no ato da posse, Folha Corrida e Atestado de Bons Antecedentes, fornecido pela Polícia Estadual.

3.9 O candidato a Guarda Municipal deverá ter estatura mínima de 1,75m (masculino) e 1 ,60m (feminino).

3.10 O candidato ao cargo de Motorista deverá apresentar, obrigatoriamente, a Carteira Nacional de Habilitação, Categoria "D", em situação regular, no ato da Prova Prática.

4. Da inscrição e da confirmação da inscrição

4.1. Procedimentos necessários para a efetivação da inscrição:

4.1.1. O candidato deve certificar-se e cumprir todos os requisitos exigidos para o cargo e estar ciente do conteúdo integral do presente Edital, que estará afixado no local de inscrição e no site www.domcintra.org.br/concursos.

4.1.2. O candidato poderá se inscrever somente para um cargo, mesmo que as provas para os demais cargos sejam realizadas em horários diferentes.

4.1.3. No ato da inscrição, o candidato deverá indicar o cargo para o qual se candidata. Não serão aceitos em hipótese alguma, pedidos de alteração de cargo.

4.1.4. O candidato deverá, após certificar-se de que possui todos os requisitos exigidos neste Edital para participar do Concurso Público, preencher o formulário de inscrição, gerar o boleto bancário e efetuar o pagamento do valor da taxa de inscrição para o cargo ao qual concorrerá.

4.1.5. Para que seja efetivada a inscrição o candidato deverá preencher completa e corretamente o formulário e o boleto bancário com seus dados pessoais precisos, e efetuar o pagamento do valor da taxa de inscrição. Feita a inscrição, o candidato receberá o comprovante de inscrição, o qual será ratificado na fase de entrega do Cartão de Confirmação de Inscrição do candidato.

4.1.6. O candidato deverá verificar todas as exigências constantes deste Edital, referentes ao cargo pleiteado, inclusive quanto ao valor da taxa de inscrição correspondente, antes de encaminhar-se para a rede bancária a fim de efetuar o pagamento da taxa de inscrição.

4.1.7. Nos casos de inscrição por procuração, a ficha de inscrição conterá declaração a ser firmada pelo candidato ou por seu procurador, de que o mesmo atende a todas as condições, normas e exigências constantes deste Edital, exigidas para a formalização da inscrição, do qual não poderá alegar desconhecimento, devendo acatar as decisões que venham a ser tomadas pela Entidade Executora e pela Comissão de Concurso.

4.1.8. Nos dias 29 e 30 de setembro de 2008, no horário de 9h às 17 horas, o candidato deverá retornar, OBRIGATORIAMENTE, ao mesmo local da inscrição, ou acessar o site www.domcintra.org.br, munido do seu comprovante de inscrição, para retirar o seu Cartão de Confirmação de Inscrição.

4.1.9. A apresentação do Cartão de Confirmação de Inscrição, acompanhado de documento de identidade original e oficial, com fotografia, será obrigatória para que o candidato tenha acesso ao local de realização das provas.

4.1.10. No Cartão de Confirmação de Inscrição serão colocados, além dos dados principais do candidato, informados por ocasião do preenchimento da Ficha de Inscrição, seu número de inscrição, cargo a que concorre, data, horário e local de realização das provas.

4.1.11. O candidato deverá efetuar a conferência do Cartão de Confirmação de Inscrição, no ato do recebimento do mesmo, sendo de sua exclusiva responsabilidade qualquer erro não comunicado à Entidade Executora do Concurso, dentro do período destinado à entrega dos mesmos. Fora deste período não serão consideradas quaisquer reclamações. Caso haja algum erro no Cartão de Confirmação de Inscrição, o candidato deverá informá-lo, dentro do período estabelecido no item 4.1.8, para que o novo cartão seja emitido. Neste caso, o candidato deverá retornar ao Posto de Inscrição, no dia 01 de outubro de 2008, no horário de 9 às 17 horas, para a retirada do Cartão de Confirmação de Inscrição retificado.

4.1.12. Eventuais erros de digitação, que não os mencionados no item 4.1.10, deverão ser corrigidos somente no dia da prova, através de informação nas Atas e/ou Listas de Presenças. Cabe ao candidato a responsabilidade por essa correção.

4.1.13. Fora dos períodos indicados no item 4.1.11, não serão consideradas quaisquer reclamações quanto a eventuais erros no Cartão de Confirmação de Inscrição, com exceção aos indicados no item 4.1.12.

4.1.14. O candidato não poderá alegar desconhecimento da data, horários e locais de realização das provas, como justificativa para sua ausência.

4.2. Das disposições gerais das inscrições:

4.2.1. O Formulário de inscrição, para todo e qualquer efeito servirá como forma de expressa aceitação, por parte do candidato, de todas as condições, normas e exigências constantes deste Edital, do qual não poderá alegar desconhecimento, devendo acatar as decisões que venham a ser tomadas pela Entidade Executora e pela Comissão de Concurso, nos casos omissos e não previstos neste Edital.

4.2.2. Será permitida a Inscrição por Procuração (modelo no ANEXO V), mediante entrega do respectivo documento original, com firma devidamente reconhecida, acompanhado de cópia do documento de identidade do candidato, bem como da apresentação da identidade original do procurador. O candidato assumirá as responsabilidades decorrentes de eventuais erros de seu Procurador quanto ao preenchimento do Formulário de Inscrição.

4.2.3. Não serão aceitas inscrições por e-mail, fax ou via postal.

4.2.4. Aos candidatos portadores de necessidades especiais, amparados pelo Decreto n.º 3.298 de 20 de dezembro de 1999, publicado no DOU de 21 de dezembro de 1999 e por Leis Municipais relativas a direitos de deficientes, é assegurada a reserva de vagas, equivalentes a 5% (cinco por cento) do total de vagas oferecidas no presente Concurso Público, desde que o grau de necessidade de que são portadores seja compatível com as atribuições essenciais dos cargos constantes deste Edital.

4.2.5. Consideram-se necessidades especiais aquelas que se enquadrarem nas categorias discriminadas no artigo 4º do Decreto 3.298/99, que constituam inferioridade e impliquem grau acentuado de dificuldade para integração social.

4.2.6. Não serão considerados como necessidades especiais os distúrbios de acuidade visual ou auditiva, passíveis de correção simples, pelo uso de lentes ou aparelhos específicos.

4.2.7. O candidato portador de necessidades especiais e que atenda aos pré-requisitos do presente Edital, deverá declarar, expressamente, sua condição no ato da inscrição, para que possa gozar dos benefícios previstos na legislação. Esta declaração será feita através de documento próprio, no ato da inscrição, depois de conhecido o teor dos dispositivos legais que regulam a matéria. O candidato que prestar informações falsas, responderá por este ato, nos termos da Legislação em vigor.

4.2.8. Conforme inciso IV do Decreto 3.298/99, aos candidatos portadores de necessidades especiais será exigida a apresentação, até o dia 22/9/2008, de 9 às 17h, do laudo médico original ou cópia autenticada (emitido após a data de publicação do presente Edital em jornal de circulação no Município de Rio Bonito) atestando a espécie e o grau ou nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença CID, bem como a provável causa da deficiência. Este laudo não será devolvido, sendo remetida à Comissão de Perícia Médica, especialmente designada para esta finalidade pelo Poder Executivo.

4.2.9. O laudo referido no item 4.2.8. será submetido a exame pela Comissão de Perícia Médica, podendo o candidato ser convocado para exame e entrevista presencial, em caso de dúvidas, antes da divulgação do resultado final do concurso. As decisões da Comissão de Perícia Médica serão definitivas e irrecorríveis.

4.2.10. O candidato portador de necessidades especiais deverá requerer, no ato da inscrição, a necessidade de qualquer adaptação e condições especiais para a realização das provas a serem prestadas, conforme Decreto 3.298/99 e Leis Municipais pertinentes.

4.2.11. A Entidade Executora do Concurso providenciará, após análise, os locais de provas com acessos apropriados aos candidatos com necessidades especiais.

4.2.12. Os candidatos portadores de necessidades especiais participarão do presente concurso em igualdade de condições com os demais candidatos, no que se refere a conteúdo, avaliação, duração, horário e local de realização das provas.

4.2.13. Na falta de candidatos aprovados para as vagas reservadas aos portadores de necessidades especiais, compatíveis com exercício do cargo, estas serão preenchidas pelos demais concursados, com estrita observância da ordem de classificação.

4.2.14. Será publicada, em separado, a listagem de candidatos portadores de necessidades especiais, por ordem de classificação e/ou alfabética.

4.2.15. A candidata que tiver necessidade de amamentar, durante a realização das provas, deverá levar um acompanhante, que ficará em sala reservada para esta finalidade e que será responsável pela guarda da criança. A ausência de acompanhante implicará na impossibilidade da candidata realizar a prova.

4.2.16. A solicitação de condições especiais será atendida segundo os critérios de viabilidade e de razoabilidade.

4.2.17. CANCELADO.

4.2.18. CANCELADO.

4.2.19. Findo o período de inscrição, a Entidade Executora do Concurso divulgará a listagem completa dos inscritos, no local das inscrições e no site www.domcintra.org.br/concursos, no prazo máximo de 5 (cinco) dias úteis, para os fins legais.

4.2.20. A Taxa de Inscrição não será devolvida, em hipótese alguma, uma vez que o candidato somente deverá efetuar o pagamento da taxa de inscrição após se certificar que possui todos os requisitos para participar do presente Concurso Público.

4.2.21. A prestação de declaração falsa ou inexata e a não apresentação de quaisquer documentos exigidos importarão em insubsistência de inscrição, nulidade de habilitação e perda dos direitos decorrentes, sem prejuízo das sanções aplicáveis à falsidade de declaração (Decreto no 5.638, de 28/05/82).

4.2.22. A inscrição vale, para todo e qualquer efeito, como forma de expressa aceitação, por parte do candidato, de todas as condições, normas e exigências constantes deste Edital e demais instrumentos reguladores, dos quais o candidato não poderá alegar desconhecimento.

4.2.23. Para atendimento do que estabelece a constituição federal, poderão ser isentos do pagamento de taxa de inscrição, somente para um cargo, os candidatos que requererem esta isenção, e que comprovarem, através de documento próprio, residir há pelo menos dois anos no município de Rio Bonito, que aufiram renda média per capita familiar inferior a trinta por cento do salário mínimo nacional vigente, ou que estejam desempregados, conforme os critérios adotados para percepção do salário-desemprego, e que apresentem sinais de pobreza.

4.2.24. A solicitação de isenção de taxa de inscrição somente poderá ser efetivada no período de 01/09/08 à 12/09/08, através de formulário específico, a ser obtido no local de inscrições ou no site www.domcintra.org.br/concursos, e que deverá ser entregue no local de inscrições.

4.2.25. As solicitações para obtenção da isenção da taxa de inscrição serão analisadas por Comissão indicada pelo Poder Executivo, com esta função específica e a decisão quanto à concessão da isenção deverá ser proferida durante o período de inscrições para o Concurso Público, não cabendo recurso desta decisão

II ETAPAS DO CONCURSO

1. O Concurso Público compreenderá as seguintes etapas:

1.1. Prova Objetiva - para todos os cargos.

1.2. Prova Prática - para os cargos de Motorista, Artífice (Carpinteiro), Agente de Serviços Gerais e Auxiliar de Serviços Diversos.

1.3. Exame de Títulos e Comprovação de Experiência.

1.4. Exame de Aptidão Física - para os cargos de Guarda Municipal, Agente de Serviços Gerais e Auxiliar de Serviços Diversos.

1.5. Exame Psicológico - para os cargos de Guarda Municipal e Inspetor de Alunos.

1.6. Curso de Formação - para o cargo de Guarda Municipal.

III PROVA OBJETIVA - Para todos os Cargos

1.A estrutura das provas está descrita no Anexo II.

2.Esta prova será constituída por questões objetivas, do tipo múltipla escolha, com cinco alternativas de resposta, sendo considerado aprovado o candidato que obtiver, no mínimo, o total de pontos estabelecido no Anexo II.

3.O candidato deverá assinalar somente uma das opções de resposta.

4. Na correção do Cartão de Respostas da Prova Objetiva, será atribuída nota 0 (Zero) à questão:

a) com mais de uma opção de resposta assinalada,

b) sem opção assinalada, ou

c) com emenda ou rasura.

IV - CONDIÇÕES DE REALIZAÇÃO DAS PROVAS OBJETIVAS

1. As Provas Objetivas serão realizadas no Município de Rio Bonito, em datas, horários e locais a serem divulgados através do Cartão de Confirmação da Inscrição.

2. As Provas Objetivas terão duração de 3 (três) horas incluindo a marcação do Cartão de Respostas.

3. O candidato deverá comparecer ao local das Provas Objetivas com antecedência mínima de uma hora do horário determinado para seu início, munido de caneta esferográfica de tinta azul ou preta, Cartão de Confirmação de Inscrição e de documento oficial de identificação original.

4. Serão considerados documentos de identificação: cédula oficial de identidade; carteiras e/ou cédulas de identidade expedidas pelas Secretarias de Segurança, pelas Forças Armadas, pela Polícia Militar; Carteira de Trabalho e Previdência Social; Certificado de Reservista (sexo masculino); Passaporte (dentro da validade); Carteira Nacional de Habilitação (modelo novo), e cédulas de identidade expedidas por Órgãos ou Conselhos de Classe.

5. O documento deverá estar em perfeita condição, de forma a permitir, com clareza, a identificação do candidato (retrato e assinatura).

6. Não serão aceitos protocolos ou quaisquer outros documentos que impossibilitem a identificação do candidato e a verificação de sua assinatura.

7. Nenhum candidato fará a Prova Objetiva fora do dia, horário e local fixado.

8. Não haverá, sob qualquer pretexto, segunda chamada nem será aceita justificativa de falta, sendo considerado eliminado do concurso o candidato que faltar às Provas Objetivas.

9. Após o fechamento dos portões, não será permitida a entrada dos candidatos, em qualquer hipótese.

10. O candidato poderá retirar-se da sala de Prova somente após decorrida 1 (uma) hora do início da prova, mesmo que tenha desistido do Concurso.

11. Durante a realização da Prova Objetiva, não será permitida a comunicação entre os candidatos, o empréstimo de qualquer material, a utilização de máquinas calculadoras e/ou similares, livros, anotações, impressos ou qualquer outro material de consulta.

12. O candidato não poderá entrar no local de aplicação de Prova portando aparelhos eletrônicos e de comunicação ligados, tais como telefone celular, bip, walkman, receptor/transmissor, gravador, agenda eletrônica, notebook, calculadora, palmtop, relógio digital com receptor, entre outros, sob pena de ser excluído do Concurso.

13. Em nenhuma hipótese haverá substituição do Cartão de Resposta, sendo de responsabilidade exclusiva do candidato os prejuízos advindos de marcações efetuadas incorretamente, emenda ou rasura, ainda que legíveis.

14. Ao terminar a Prova, o candidato entregará, obrigatoriamente, ao fiscal de sala, o Cartão de Respostas devidamente assinado.

15. Os 03 (três) últimos candidatos deverão permanecer em sala, sendo liberados somente quando todos tiverem concluído a Prova ou o tempo tiver se esgotado, e após serem registrados seus nomes na Ata das Provas, pela fiscalização.

16. O candidato que insistir em sair da sala, descumprindo os dispostos no item 15 acima, deverá assinar o Termo de Desistência e, caso se negue, será lavrado Termo de Ocorrência, testemunhado por dois outros candidatos, pelos fiscais e pelo Executor do local.

17. Qualquer observação por parte dos candidatos será igualmente lavrada na Ata, ficando seus nomes e números de inscrição registrados pelos fiscais.

18. Não será permitido o ingresso de pessoas estranhas ao Concurso no local de Prova, com exceção das candidatas que estejam amamentando lactentes, as quais poderão dispor de acompanhantes, que ficarão em dependências designadas pelo Executor do local.

19. Não haverá prorrogação do tempo previsto para a aplicação das Provas, nem mesmo o tempo decorrente de afastamento do candidato da sala de Prova.

20. O candidato não poderá alegar desconhecimento dos locais de realização das Provas como justificativa por sua ausência. O não comparecimento à Prova, qualquer que seja o motivo, será considerado como desistência do candidato e resultará em sua eliminação do Concurso.

21. O candidato somente poderá sair do local de provas portando o caderno de questões caso já tenham decorridas 2:30h do início da realização da prova.

22. Será excluído do Concurso o candidato que:

22.1 Faltar ou chegar atrasado à Prova Objetiva, seja qual for a justificativa, pois em nenhuma hipótese haverá segunda chamada.

22.2 Ausentar-se da sala, antes do horário definido no item 21 portando o Cartão de Respostas.

22.3 Ausentar-se da sala, após ter assinado a Lista de Presença, sem o acompanhamento do fiscal.

22.4 Dispensar tratamento incorreto ou descortês a qualquer pessoa envolvida ou autoridade presente à aplicação das Provas Objetivas, bem como perturbar, de qualquer modo, a ordem dos trabalhos, incorrendo em comportamento indevido.

22.5 Utilizar-se, no decorrer da Prova, de qualquer fonte de consulta, máquinas calculadoras ou similares, ou for surpreendido em comunicação verbal, escrita ou gestual com outro candidato.

22.6 Recusar-se a entregar o Cartão de Respostas ao término do tempo destinado a realização das Provas.

22.7 Utilizar-se de processos ilícitos, constatados após a Prova, por meio eletrônico, estatístico, visual ou grafotécnico, o que acarretará a anulação de sua Prova e a sua conseqüente eliminação do Concurso.

22.8 Deixar de apresentar, quando convocado, ou não cumprir, nos prazos estabelecidos, os procedimentos necessários para a convocação.

22.9 Quebrar o sigilo das Provas mediante qualquer sinal que possibilite a identificação.

22.10 Estabelecer comunicação com outros candidatos, tentar ou usar meios ilícitos ou fraudulentos, efetuar empréstimos de material ou, ainda, praticar atos de indisciplina contra as demais normas contidas neste Edital.

22.11 Deixar de apresentar qualquer dos documentos que atendam aos requisitos estipulados neste Edital.

V PROVA PRÁTICA

1. Para os Cargos de Motorista, Artífice (Carpinteiro), Agente de Serviços Gerais e Auxiliar de Serviços Gerais serão realizadas Provas Práticas, obedecidos os critérios a seguir:

1.1. Somente farão a Prova Prática os candidatos aprovados, melhor classificados na Prova Objetiva, por ordem de classificação, conforme estabelecido no Anexo II, observado o limite de 3 (três) candidatos a artífice (carpinteiro), 10 (dez) candidatos a motorista, 200 (duzentos) candidatos a Auxiliar de Serviços Gerais e 160 (cento e sessenta) Agentes de Serviços Gerais. Em caso de empate na nota mais baixa entre os candidatos classificados na prova objetiva, farão a Prova Prática todos os candidatos que obtiverem a mesma nota.

1.2. Esta Prova constará de desenvolvimento de atividades referidas no Anexo VI (descrição das atribuições).

1.3. Esta Prova é eliminatória e classificatória, de acordo com o Anexo II, e valerá 20 pontos, a serem adicionados aos pontos da Prova Objetiva.

1.4. Os candidatos a Motorista, no ato da Prova Prática, deverão estar portando, obrigatoriamente, a Carteira Nacional de Habilitação Categoria D, em situação regular.

1.5. As provas práticas para Motorista serão realizadas em caminhão e ônibus.

1.6 As condições para exclusão dos candidatos durante a realização das Provas Práticas são semelhantes às condições de exclusão das Provas Objetivas.

VI EXAME DE TÍTULOS

1. Os candidatos a cargos de nível superior e a Professor II serão submetidos a Exame de Títulos e de Comprovação de Experiência Acumulada.

2. O Exame de Títulos consistirá na avaliação da titulação e da comprovação da experiência acumulada apresentados pelos candidatos, que terão a seguinte pontuação:

Titulação / Experiência

Especificação

Pontuação

Doutor

Pós-graduação em nível de doutorado (Título de Doutor) em área correlata ao cargo pretendido

5 pontos

Mestre

Pós-graduação em nível de mestrado (Título de Mestre) em área correlata ao cargo pretendido

3 pontos

Especialização

Curso de especialização, em nível de pós-graduação, em área correlata ao cargo pretendido, com carga horária mínima de 360 horas

1 ponto

Graduação

Curso de graduação completo, em área correlata ao cargo pretendido para candidatos a professor II

2 pontos

Capacitação

Curso de capacitação, com carga horária mínima de 120 horas, em área correlata ao cargo pretendido para candidatos a professor II

1 ponto

Experiência Acumulada (para professores I e II)

Períodos completos de 5 anos de serviços prestados na área de educação no serviço público

1 ponto, por período

3. Somente será considerado, para fim de pontuação, um título por candidato.

4. O candidato que optar pela pontuação por Experiência Acumulada não pontuará por titulação.

5. O candidato obterá, no máximo, 5 pontos por Experiência Acumulada.

6. Serão convocados para o Exame de Títulos, além dos candidatos aprovados e provisoriamente classificados na Prova Objetiva dentro do limite de vagas oferecidas no Concurso Público, todos os candidatos que tiverem pontuado até 5 (cinco) pontos a menos que o último candidato classificado provisoriamente.

7. O exame de títulos compreende a comprovação legal do título e a sua avaliação por banca especialmente formada pela Entidade Executora com esta finalidade, de acordo com os critérios de pontuação estabelecidos neste Edital.

8. Não serão consideradas, para efeito de pontuação, as cópias de títulos não autenticadas em cartório.

9. Os diplomas e certificados dos Cursos de Aperfeiçoamento em nível de Pós-Graduação, de Mestrado, e de Doutorado, emitidos em língua estrangeira, somente serão considerados quando estiverem traduzidos para a língua portuguesa por tradutor público juramentado e reavaliados por instituição brasileira credenciada, de acordo com a legislação pertinente.

10. Os certificados e diplomas apresentados devem estar devidamente registrados, de acordo com as exigências da legislação pertinente.

11. Somente serão aceitas declarações ou certidões de conclusão de cursos devidamente assinadas e emitidas por Instituição reconhecida pelo MEC, e nas quais conste o histórico escolar com o cumprimento da carga horária total do curso, com aprovação em todas as disciplinas, bem como a aprovação de monografia ou defesa de tese, quando couber.

12. A Experiência Acumulada deverá ser comprovada por declaração firmada pelas instituições públicas empregadoras, assinada por autoridade competente, com firma reconhecida, na qual conste a data de admissão, a data de demissão (se for o caso), as funções exercidas e o período no qual estas funções foram exercidas.

13. Os candidatos serão convocados a apresentar seus títulos no dia 5/11/2008, devendo apresentá-los nos dias 15 e 16/11/2008, no local de inscrição, sito à Av. Martinho de Almeida 351 - Mangueirinha - Casa do Futuro - Rio Bonito - RJ . O resultado da pontuação será divulgado no dia 28/11/2008 no local de inscrição e no site www.domcintra.org.br.

14. O candidato que não apresentar sua titulação nas datas constantes do item anterior deixará de pontuar no Exame de Títulos.

15. Não serão pontuados os títulos que sejam requisito para o exercício do cargo.

16. Caso constatada a falsidade do título apresentado, ou a não veracidade das informações prestadas, o candidato poderá vir a ser eliminado do concurso, a critério da Comissão de Concurso.

VII EXAME DE APTIDÃO FÍSICA

1. Para os cargos de Guarda Municipal, Agente de Serviços Gerais e Auxiliar de Serviços Diversos serão realizados Exames de Aptidão Física, obedecidos os critérios a seguir:

1.1. Somente prestarão este Exame os candidatos aprovados nas Provas Objetiva e Prática (Agente de Serviços Gerais e Auxiliar de Serviços Diversos), por ordem de classificação, conforme estabelecido no Anexo II, observado o limite de 02 (duas) vezes o número de vagas para Guarda Municipal. Em caso de empate na nota mais baixa, farão o Exame todos os candidatos que obtiverem a mesma nota.

1.2. O Exame de Aptidão Física, de caráter eliminatório, constará de testes que visam a avaliar fisicamente os candidatos para realização das tarefas previstas para o Cargo.

1.3. O candidato não será considerado apto para realizar as provas de aptidão física caso possua Índice de Massa Corporal (IMC) da Organização Mundial da Saúde (OMS), que o caracterize como abaixo de peso, obeso II ou obeso III, conforme tabela constante do Anexo III, estando, conseqüentemente, eliminado do Concurso Público.

1.4. O desempenho mínimo exigido no Exame de Aptidão Física é descrito a seguir:

Teste de Aptidão Física Plena

Teste

Masculino 18/30 anos

Masculino mais de 30 anos

Feminino 18/30 anos

Feminino mais de30 anos

Tração de barra fixa

3 repetições

2 repetições

2 repetições

1 repetição

Salto em altura

1 m (3 tentativas)

1 m (3 tentativas)

80 cm (3 tentativas)

80 cm (3 tentativas)

Flexão de braço e antebraço

20 repetições apoio de frente sobre o solo

15 repetições apoio de frente sobre o solo

10 repetições apoio de frente sobre o solo

7 repetições apoio de frente sobre o solo

Abdominais

30 repetições

15 repetições

15 repetições

10 repetições

Salto em distância

3,5m (3 tentativas)

3,5m (3 tentativas)

2,5m (3 tentativas)

2,5m (3 tentativas)

Corrida

2.300m em 12 min

1.900m (em 12 min)

2.000m (em 12 min)

1.600m (em 12 min)

Levantar e transportar peso equivalente a 10 Kg menos do peso do candidato

1,50cm em 1 min (1 tentativa)

1,50cm em 1 min (1 tentativa)

1,30cm em 1 min (1 tentativa)

1,30cm em 1 min (1 tentativa)

1.5. O candidato será considerado Apto ou Inapto em cada teste do Exame de Aptidão Física.

1.6. Para este Exame o candidato deverá comparecer em data, local e horário a serem determinados em Edital próprio, com roupa apropriada (calção, tênis e camiseta), munido do Documento de Identificação original, e de Atestado Médico (Anexo VII).

1.7. O Atestado Médico deverá ser original, em papel timbrado, conforme o modelo do Anexo VII, devendo, ainda, conter o carimbo com o CRM do signatário e ser expedido com data, obrigatoriamente, posterior a da Prova Objetiva.

1.8. O Atestado Médico deverá ser entregue no momento da identificação do candidato para o início do Exame de Aptidão Física.

1.9. Não será aceita, em qualquer hipótese, a entrega de Atestado Médico em outro momento que não o início do Exame de Aptidão Física.

1.10. O candidato que deixar de apresentar o Atestado Médico será impedido de realizar o Exame de Aptidão Física, sendo, conseqüentemente, eliminado do Concurso.

1.11. Os casos de alteração psicológica e/ou fisiológica temporários (estados menstruais, gravidez, indisposições, cãibras, contusões, luxações, fraturas, etc.) que impossibilitem a realização dos Testes de Aptidão Física, ou diminuam a capacidade física dos candidatos, não serão levados em consideração, não sendo concedido qualquer tratamento diferenciado, nem segunda chamada.

1.12. Será eliminado o candidato que não atingir o desempenho mínimo em qualquer um dos testes do Exame de Aptidão Física.

1.13. Será eliminado o candidato que não comparecer ao Exame de Aptidão Física na data e no horário previstos no respectivo Edital de Convocação.

VIII EXAME PSICOLÓGICO

1. Farão este Exame os cinqüenta candidatos a Guarda Municipal melhor classificados na Prova Objetiva, considerados aptos no Exame de Aptidão Física.

2. Farão este Exame os vinte e cinco candidatos a Inspetor de Alunos aprovados na Prova Objetiva, melhor classificados, conforme estabelecido no Anexo II. Em caso de empate na nota mais baixa, farão o Exame todos os candidatos que obtiverem a mesma nota.

3. Para este Exame, de caráter eliminatório, os candidatos serão convocados através de aviso a ser afixado no local de inscrições e através do site da Entidade Executora www.domcintra.org.br, a partir do dia 18/11/08, devendo comparecer nos dias 22 e 23/11/08, aos locais indicados, munidos de lápis preto no 02, borracha e caneta preta ou azul, do Cartão de Confirmação de Inscrição e de Documento Oficial de Identificação original.

4. O candidato que não comparecer ao Exame na data e no horário previstos para sua realização no respectivo Edital de Convocação será eliminado do Concurso.

5. O Exame Psicológico será composto de testes psicológicos que visam avaliar o perfil profissiográfico dos candidatos com base nos seguintes critérios: atenção concentrada e raciocínio, confiança e atitude defensiva, ordem e falta de compulsão, conformidade social e rebeldia, atividade e passividade, estabilidade e instabilidade emocional, extroversão e introversão, masculinidade e feminilidade, empatia e egocentrismo.

6. Será utilizado material da Editora Vetor, conforme discriminação:

- AC - avaliação da atenção concentrada;

- R1 - avaliação do raciocínio lógico;

- CPS - escalas de personalidade de Comrey (para Guarda Municipal);

- QUATI (para Inspetor de Alunos)

7. Os testes psicológicos serão avaliados na escala de 0 (zero) a 10 (dez) e terão caráter eliminatório.

8. O Candidato será considerado APTO se obtiver avaliação igual ou superior a 5 (cinco) pontos ou INAPTO se obtiver avaliação inferior a 5 (cinco) pontos e, conseqüentemente, estará eliminado do Concurso Público.

9. As condições para exclusão dos candidatos durante a realização do Exame Psicológico são semelhantes às condições de exclusão das Provas Objetivas.

IX - CURSO DE FORMAÇÃO DE GUARDA MUNICIPAL

1. Os candidatos classificados na Prova Objetiva e aprovados no Exame de Aptidão Física e no Exame Psicológico, dentro do limite de vagas fixado neste Edital, serão convocados para participarem do Curso de Formação Profissional, de natureza eliminatória, a ser realizado pela Guarda Municipal de Rio Bonito, nos termos e critérios estabelecidos no Decreto Lei 529/98.

2. O Curso de Formação Profissional terá a duração de (30) trinta dias. Será eliminado do Concurso Público o candidato que incorrer em faltas (ausências) injustificadas, iguais ou superiores a 10% (dez por cento) da carga horária e não for aprovado em quaisquer das etapas do Curso de Formação Profissional.

3. A aceitação das justificativas de faltas é uma atribuição do Comandante da Guarda Municipal de Rio Bonito.

4. O Supervisor do Curso de Formação Profissional elaborará relatório circunstanciado relativo ao desempenho do candidato nas etapas do Curso de Formação, conforme critérios objetivos previamente definidos, submetendo suas conclusões ao Comandante da Guarda Municipal de Rio Bonito.

5. Ao final do Curso de Formação Profissional o candidato será considerado apto ou inapto.

6. No decorrer do Curso de Formação Profissional o candidato terá assegurado o recebimento de bolsa-auxílio de R$ 250,00 (duzentos e cinqüenta reais).

7. O candidato que for eliminado durante o transcorrer do curso, ou desistir antes do seu final, não terá direito ao recebimento da bolsa-auxílio.

X. DOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE

1. Em caso de empate de pontos entre os candidatos considerados aprovados e aptos, serão adotados, sucessivamente, os seguintes critérios de desempate, para conhecimento da classificação dos candidatos:

1.1 Tiver obtido a maior pontuação na prova de conhecimentos específicos;

1.2 Tiver obtido a maior pontuação na prova de conhecimentos gerais;

1.3. Persistindo o empate, o candidato mais idoso.

XI. DA CLASSIFICAÇÃO FINAL

1. Na listagem final constará a relação dos candidatos, por ordem de pontuação e alfabética, do primeiro ao último colocado.

XII. DA CONVOCAÇÃO

1. Os candidatos aprovados, ao serem convocados, deverão prestar exames pré-admissionais, cuja execução é de responsabilidade da Secretaria Municipal de Administração, que compreenderão:

1.1. Exame médico pericial, constando de inspeção clínica e exames clínicos complementares, de responsabilidade do candidato (hemograma completo e Raio X de tórax, e sorologia hepatite B com caderneta de vacinação para candidatos da área de saúde) de caráter eliminatório;

1.2. Análise da documentação exigida para admissão:

a) certidão de nascimento, certidão de casamento e certidão de nascimento de filhos (quando for o caso),

b) para os candidatos do sexo masculino, prova de quitação com as obrigações militares, através da apresentação do Certificado de Reservista, do Certificado de Dispensa de Incorporação, da Carta Patente ou de outro documento oficial, expedido pelo Ministério competente;

c) prova de quitação com as obrigações eleitorais, através da apresentação do Título de Eleitor e de Certidão de Regularidade Eleitoral, expedida pela Justiça Eleitoral competente;

d) prova de inscrição no Cadastro de Pessoa Física do Ministério da Fazenda CPF e da regularidade perante o Imposto de Renda, comprovada através do Recibo de Entrega da Declaração ou Recibo de Entrega de Isento, conforme o caso;

e) carteira de identidade e carteira de trabalho (CTPS);

f) PIS/PASEP;

g) 2 (duas) fotos 3x4 - atuais e coloridas;

h) declaração de que não exerce cargo na Administração Direta ou Indireta, em qualquer esfera do Poder Público e, caso exerça, indicar o local e horário da atividade, conforme formulário próprio, fornecido pela Prefeitura Municipal de Rio Bonito;

i) comprovantes de escolaridade e registros, de acordo com as exigências contidas no Anexo I do presente Edital;

j) diploma e carteira do Conselho Regional, quando couber, e prova de estar em dia com sua contribuição;

k) declaração de bens;

l) certidão que comprove não ter sido, nos últimos cinco anos, na forma da legislação vigente:

I - punido, em decisão da qual não caiba recurso administrativo, em processo disciplinar por ato lesivo ao patrimônio público de qualquer esfera de governo;

II - condenado em processo criminal, por prática de crimes contra a Administração Pública, capitulados nos Títulos II e XI da Parte Especial do Código Penal Brasileiro, na Lei nº 7.492, de 16 de junho de 1986, e na Lei nº 8.429, de 2 de junho de 1992.

m) original e cópia de certidão dos distribuidores criminais da Justiça Estadual, Eleitoral, Federal e Militar, dos locais em que tenha residido nos últimos cinco anos, que comprovem não registrar antecedentes criminais, achando-se no pleno exercício dos seus direitos civis e políticos.

n) comprovante de residência,

o) certidões de tempo de serviço anteriores á admissão no Município de Rio Bonito (RGPS e RPPS).

2. Será considerado desistente, e, portanto eliminado do concurso, o candidato classificado que, ao ser convocado para realização de exames pré­admissionais, não comparecer, na data e hora marcadas, para a realização dos mesmos. Esta convocação será feita através de jornal de circulação no Município e por correspondência.

3. A idade limite para permanência no serviço público é de 70 (setenta) anos. Para a aposentadoria voluntária são necessários 10 (dez) anos no serviço público e 5 (cinco) anos no cargo em que se dará a aposentadoria, conforme legislação vigente.

4. O prazo de validade do presente Concurso Público é de 2 (dois) anos, a contar da data da publicação de sua homologação, podendo ser prorrogado, uma única vez, por até 2 anos, por Ato da autoridade competente.

5. O candidato é responsável pela atualização e exatidão dos dados constantes na sua Ficha de Inscrição, durante o prazo de validade do presente Concurso Público. O não cumprimento do disposto neste item, principalmente no tocante à atualização do endereço residencial (para envio da convocação para os exames admissionais, entre outros), isentará de qualquer responsabilidade a Prefeitura Municipal de Rio Bonito e também a Entidade Executora (Fundação Dom Cintra).

6. Após a divulgação dos resultados finais, qualquer modificação nos dados cadastrais do candidato deverá ser feita, diretamente, no protocolo do Departamento de Recursos Humanos da Secretaria de Administração da Prefeitura Municipal de Rio Bonito.

7. Os requisitos indispensáveis à participação no Concurso, constantes do presente Edital, deverão ser comprovados no ato da convocação do candidato para a admissão. Os candidatos que não atenderem às qualificações exigidas neste Edital serão, conseqüentemente, eliminados do Concurso Público.

8. Os candidatos que vierem a ser admitidos terão regime jurídico estatutário, na forma da legislação vigente e de suas modificações posteriores.

XIII. DAS IMPUGNAÇÕES

1.O prazo para impugnação total ou parcial, do presente Edital é de 2 (dois) dias úteis, a contar da data de sua publicação.

2.O prazo para impugnação de qualquer inscrição terá seu termo inicial no dia da abertura das inscrições e termo final até o segundo dia útil após o término do período de inscrições.

XIV. DOS RECURSOS

1. Serão assegurados, aos candidatos, recursos, nas fases de realização das provas, divulgação do gabarito, homologação do Concurso Público e admissão dos candidatos, no prazo de 2 (dois) dias úteis, a contar do término de cada fase acima mencionada.

2. Somente serão admitidos recursos individuais à formulação das questões objetivas, desde que devidamente fundamentados na forma do item 3, a seguir.

3. O recurso será reduzido a termo em requerimento firmado pelo candidato, de preferência datilografado ou digitado em computador, devidamente fundamentado, comprovando as alegações, com a citação de artigos, legislações, itens, páginas, autores, etc., juntando cópia dos comprovantes. O requerimento deverá ser dirigido à Entidade Executora e deverá ser entregue, em mãos, contra recibo, no local das inscrições à Av. Martinho de Almeida 351 - Mangueirinha - Casa do Futuro - Rio Bonito - RJ, no horário de 10h às 16h. No caso de o recurso ser referente às fases de homologação do concurso e admissão dos candidatos, o mesmo deverá ser protocolado no Setor de Protocolo da Secretaria Municipal de Administração da Prefeitura Municipal de Rio Bonito, a atenção do Sr. Prefeito Municipal.

4. Não será reconhecido o recurso que for protocolado fora dos prazos previstos no presente Edital.

5. Não serão aceitos recursos interpostos por correspondência, seja por via eletrônica, fax ou postal, mesmo que autenticados.

6. Os recursos não terão efeito suspensivo parcial ou total.

7. Os candidatos tomarão conhecimento do resultado dos recursos interpostos, em até 10 (dez) dias úteis, a partir da data de protocolo, pelo site da Entidade Executora, no local das inscrições ou, quando for o caso, no Setor de Protocolo da Secretaria de Administração da Prefeitura Municipal de Rio Bonito.

8. A Prefeitura Municipal de Rio Bonito dará publicidade, em jornal com circulação no Município, das decisões dos recursos interpostos.

XV. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

1. As condições de habilitação, a definição dos conteúdos programáticos e demais informações próprias de cada cargo constam do presente Edital.

2. Serão considerados reprovados os candidatos que apresentarem resultados abaixo dos índices mínimos previstos neste Edital.

3. Fica assegurada a participação, em todas as fases do processo do Concurso, exceto na formulação das provas, da Ordem dos Advogados do Brasil, dos Conselhos Profissionais, Sindicatos de Classe, cabendo, na inexistência dos Conselhos, idêntico direito à Entidade de Funcionários, conforme preceitos legais.

4. Serão eliminados do presente Concurso Público, a qualquer tempo, os candidatos que:

4.1. Não comparecerem às provas, qualquer que seja o motivo, sendo tal ato considerado como desistência do candidato.

4.2. Chegarem atrasados em qualquer das fases do Concurso.

4.3. Prestarem informações inexatas no Formulário de Inscrição.

4.4. Não apresentarem quaisquer dos documentos exigidos.

4.5. Portarem-se de maneira inadequada nos locais de realização das provas, de modo a prejudicar o funcionamento normal do Concurso Público e/ou forem surpreendidos, durante a prova, em qualquer tipo de consulta ou comunicação entre os candidatos ou utilizando livros, códigos, manuais, impressos ou anotações, máquinas calculadoras e agendas eletrônicas ou similares, telefone celular, bip, walkman, gravador ou qualquer tipo de receptor de mensagens.

5. Verificado qualquer um dos fatos excludentes, previstos no subitem anterior, far-se-á a apreensão da prova, lançando-se nela o motivo, com declaração assinada por dois fiscais, anexando-se o respectivo "Cartão Resposta".

5.1. Um dos membros da Entidade Executora, designado como Coordenador do local das provas, ratificará, ou não, de imediato, a atitude dos fiscais de sala. A decisão será irrecorrível;

6. A Prefeitura Municipal de Rio Bonito e a Entidade Executora farão publicar normas e instruções complementares ao presente documento, sempre que for preciso.

7. Os casos omissos e quaisquer impugnações ao presente Edital serão dirimidos pela Comissão de Concurso.

8. O Resultado Final do Concurso será divulgado pela internet, no site da Prefeitura e da Entidade Executora, e através da mídia.

9. A Prefeitura Municipal de Rio Bonito fará publicar a homologação do presente Concurso Público em jornal de circulação no Município de Rio Bonito.

10. A Entidade Executora disponibilizará o telefone (24) 2231-0580 - Central de Concursos - para prestar esclarecimentos e sanar dúvidas quanto ao conteúdo do presente Edital.

XVI. CALENDÁRIO GERAL

O calendário geral do Concurso Público obedecerá ao cronograma apresentado na tabela a seguir:

DATA

ATIVIDADE

01/09 a 21/09

Período destinado às inscrições

29/09 e 30/09

Entrega do Cartão de Confirmação no local de inscrição ou pelo site www.domcintra.org.br

01/10

Entrega do Cartão de Confirmação retificado, no local de inscrição, conforme item 4.1.11 do Edital do Concurso. O candidato deve observar, com atenção, o disposto no item 4.1.

12/10 e 19/10

Realização das provas objetivas (as provas poderão ser realizadas em datas complementares em decorrência do número de candidatos)

14/10 e 21/10

Divulgação dos gabaritos das provas. (No local das inscrições e no site www.domcintra.org.br)

15 e 16/10 e 22 e 23/10

Recurso ao gabarito

27/10 e 3/11

Divulgação resultado de recurso ao gabarito (No local das inscrições e no site www.domcintra.org.br)

3/11

Convocação para as Provas Práticas

5/11

Convocação para comprovação de titulação e de experiência.

8 e 9/11

Provas Práticas

11/11

Divulgação resultado Provas Práticas

11/11

Convocação para Exame de Aptidão Física

15 e 16/11

Exame de Aptidão Física

15 e 16/11

Comprovação de titulação e de experiência

18/11

Divulgação resultado Exame de Aptidão Física

18/11

Convocação para Exame Psicológico

22 e 23/11

Exame Psicológico

28/11

Divulgação da pontuação de titulação e de experiência

28/11

Divulgação resultado Exame Psicológico

2/12

Divulgação dos resultados finais. (No local das inscrições e no site www.domcintra.org.br)

5/12

Entrega dos resultados finais à Prefeitura Municipal de Rio Bonito

Obs: O candidato deve observar que, no período de inscrição, o Posto de Inscrição funcionará de 2ª a 6ª feira, de 9h às 17h (e nos dias 15 e 16/11 para recebimento dos documentos referentes à comprovação de títulos e experiência).

ANEXO I

E
S
C
O
L
A
R
I
D
A
D
E

C
Ó
D
I
G
O

D
A

F
U
N
Ç
Ã
O

CARGO

S
A
L
Á
R
I
O

R
$

J
O
R
N
A
D
A

S
E
M
A
N
A
L

(H
O
R
A
S)

REQUISITOS PARA HABILITAÇÃO

TIPO DE PROVA

V
A
G
A
S

V
A
G
A
S

R
E
S
E
R
V
A
D
A
S

P
A
R
A

D
E
F
I
C
I
E
N
T
E

T
A
X
A

D
E

I
N
S
C
R
I
Ç
Ã
O

R$

OBS 1

OBS 2

OBS 8

OBS 3, 4, 5, 6, 7

CE

CG

PP

EP

EAF

OBS 9

EF

A

100

AUXILIAR DE SERVIÇOS DIVERSOS

418,00

40

 

X

X

X

 

X

145

 

35,00

EF

A

101

AGENTE DE SERVIÇOS GERAIS

418,00

40

 

X

X

X

 

X

120

 

35,00

EF

200

ARTÍFICE - CARPINTEIRO

418,00

40

 

X

X

X

 

 

1

 

35,00

EF

201

MERENDEIRA

420,00

40

 

X

X

 

 

 

9

 

35,00

EF

202

MOTORISTA

418,00

40

CARTEIRA DE HABILITAÇÃO DE MOTORISTA PROFISSIONAL "D"

X

X

X

 

 

5

 

35,00

EF

C

300

AUXILIAR ADMINISTRATIVO

467,00

30

 

X

X

 

 

 

15

1

35,00

EF

C

301

AUXILIAR DE ENFERMAGEM

467,00

30

CURSO DE AUXILIAR DE ENFERMAGEM E REGISTRO DEFINITIVO

NO CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM,

ESPECÍFICO DE AUXILIAR DE ENFERMAGEM

X

X

 

 

 

15

3

35,00

EF

C

302

GUARDA MUNICIPAL - MASCULINO

418,00

30

 

X

X

 

X

X

30

 

35,00

EF

C

303

GUARDA MUNICIPAL - FEMININO

418,00

30

 

X

X

 

X

X

6

 

35,00

EF

C

304

INSPETOR DE ALUNOS

420,00

30

 

X

X

 

X

 

20

5

35,00

EM

C

400

ASSISTENTE ADMINISTRATIVO

467,00

30

 

X

X

 

 

 

20

3

45,00

EM

C

401

FISCAL DE POSTURAS

467,00

30

 

X

X

 

 

 

1

 

45,00

EM

C

402

PROFESSOR II(Obs 11)

467,00

25

 

X

X

 

 

 

80

6

45,00

EM

C

403

PROFESSOR II P/ DEFIC. AUDITIVOS (Obs 11)

467,00

25

OBS 3

X

X

 

 

 

3

 

45,00

EM

C

404

PROFESSOR II P/ DEFIC. VISUAIS (Obs 11)

467,00

25

OBS 4

X

X

 

 

 

1

 

45,00

EM

C

405

PROFESSOR II P/ DEFIC. MENTAIS (Obs 11)

467,00

25

OBS 4

X

X

 

 

 

2

 

45,00

EM

C

406

TÉCNICO AGRÍCOLA

467,00

30

CURSO DE TÉCNICO AGRÍCOLA

X

X

 

 

 

 

2

45,00

EM

C

407

TÉCNICO DE CONTABILIDADE

467,00

30

CURSO DE TÉCNICO DE CONTABILIDADE

X

X

 

 

 

 

2

45,00

EM

C

408

TÉCNICO DE ENFERMAGEM

467,00

30

CURSO DE TÉCNICO DE ENFERMAGEM E REGISTRO DEFINITIVO NO CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM, ESPECÍFICO DE TÉCNICO DE ENFERMAGEM

X

X

 

 

 

10

 

45,00

EM

C

409

TÉCNICO DE LABORATÓRIO

467,00

30

CURSO DE TÉCNICO DE LABORATÓRIO E REGISTRO DEFINITIVO NO CONSELHO REGIONAL

X

X

 

 

 

3

1

45,00

EM

C

410

TÉCNICO EM RADIOLOGIA

467,00

30

CURSO DE TÉCNICO EM RADIOLOGIA E REGISTRO NO CONSELHO REGIONAL DE TÉCNICOS EM RADIOLOGIA

X

X

 

 

 

2

 

45,00

EM

C

411

TÉCNICO EM TURISMO

467,00

30

CURSO DE TÉCNICO EM TURISMO

X

X

 

 

 

1

 

45,00

ES

C

500

ARQUITETO

724,00

20

OBS 5

X

X

 

 

 

1

 

55,00

ES

C

501

ASSISTENTE SOCIAL

724,00

20

OBS 5

X

X

 

 

 

4

1

55,00

ES

C

502

BIBLIOTECONOMISTA

724,00

20

OBS 5

X

X

 

 

 

1

 

55,00

ES

C

503

BIÓLOGO

724,00

20

OBS 5

X

X

 

 

 

1

 

55,00

ES

C

504

CONTADOR

724,00

20

OBS 5

X

X

 

 

 

1

 

55,00

ES

C

505

ENFERMEIRO

724,00

20

OBS 5

X

X

 

 

 

5

 

55,00

ES

C

506

ENGENHEIRO AGRÔNOMO

724,00

20

OBS 5

X

X

 

 

 

1

 

55,00

ES

C

507

ENGENHEIRO CIVIL

724,00

20

OBS 5

X

X

 

 

 

2

 

55,00

ES

C

508

FARMACÊUTICO

724,00

20

OBS 5

X

X

 

 

 

1

 

55,00

ES

C

509

FISCAL DE TRIBUTOS

724,00

20

OBS 5

X

X

 

 

 

2

 

55,00

ES

C

510

FISIOTERAPEUTA

724,00

20

OBS 5

X

X

 

 

 

4

 

55,00

ES

C

511

FONOAUDIÓLOGO

724,00

20

OBS 5

X

X

 

 

 

6

2

55,00

ES

C

512

MÉDICO ANGIOLOGISTA

724,00

20

OBS 5, 6

X

X

 

 

 

1

 

55,00

ES

C

513

MÉDICO CARDIOLOGISTA

724,00

20

OBS 5, 6

X

X

 

 

 

2

 

55,00

ES

C

514

MÉDICO CLÍNICO GERAL

724,00

20

OBS 5, 6

X

X

 

 

 

3

 

55,00

ES

C

515

MÉDICO DO TRABALHO

724,00

20

OBS 5, 6

X

X

 

 

 

1

 

55,00

ES

C

516

MÉDICO HEMATOLOGISTA

724,00

20

OBS 5, 6

X

X

 

 

 

1

 

55,00

ES

C

517

MÉDICO NEFROLOGISTA

724,00

20

OBS 5, 6

X

X

 

 

 

1

 

55,00

ES

C

518

MÉDICO NEUROLOGISTA

724,00

20

OBS 5, 6

X

X

 

 

 

1

 

55,00

ES

C

519

MÉDICO NEUROPEDIATRA

724,00

20

OBS 5, 6

X

X

 

 

 

1

 

55,00

ES

C

520

MÉDICO ORTOPEDISTA

724,00

20

OBS 5, 6

X

X

 

 

 

2

 

55,00

ES

C

521

MÉDICO PEDIATRA

724,00

20

OBS 5, 6

X

X

 

 

 

2

 

55,00

ES

C

522

MÉDICO PNEUMOLOGISTA

724,00

20

OBS 5, 6

X

X

 

 

 

1

 

55,00

ESC523MÉDICO PSIQUIATRA724,0020OBS 5,6XX   2 55,00
ESC524MÉDICO UROLOGISTA724,0020OBS 5,6XX   1 55,00

ES

C

525

NUTRICIONISTA

724,00

20

OBS 5

X

X

 

 

 

2

 

55,00

ES

C

526

ODONTÓLOGO

724,00

20

OBS 5

X

X

 

 

 

2

 

55,00

ES

C

527

ORIENTADOR EDUCACIONAL (Obs 10)

592,00

16

OBS 5

X

X

 

 

 

3

1

55,00

ES

C

528

SUPERVISOR EDUCACIONAL (Obs 10)

592,00

16

OBS 5

X

X

 

 

 

1

 

55,00

ES

C

529

PROCURADOR

724,00

20

OBS 5

X

X

 

 

 

3

 

55,00

ES

C

530

PROFESSOR I - CIÊNCIAS/BIOLOGIA (Obs 11)

592,00

16

OBS 7

X

X

 

 

 

4

1

55,00

ES

C

531

PROFESSOR I - EDUCAÇÃO ARTÍSTICA (Obs 11)

592,00

16

OBS 7

X

X

 

 

 

2

1

55,00

ES

C

532

PROFESSOR I - EDUCAÇÃO FÍSICA (Obs 11)

592,00

16

OBS 7

X

X

 

 

 

5

 

55,00

ES

C

533

PROFESSOR I - EDUCAÇÃO FÍSICA - ALUNOS ESPECIAIS (Obs 11)

592,00

16

OBS 7

X

X

 

 

 

1

 

55,00

ES

C

534

PROFESSOR I - FÍSICA (Obs 11)

592,00

16

OBS 7

X

X

 

 

 

1

 

55,00

ES

C

535

PROFESSOR I - GEOGRAFIA (Obs 11)

592,00

16

OBS 7

X

X

 

 

 

6

1

55,00

ES

C

536

PROFESSOR I - HISTÓRIA (Obs 11)

592,00

16

OBS 7

X

X

 

 

 

5

1

55,00

ES

C

537

PROFESSOR I - INGLÊS (Obs 11)

592,00

16

OBS 7

X

X

 

 

 

4

1

55,00

ES

C

538

PROFESSOR I - LITERATURA (Obs 11)

592,00

16

OBS 7

X

X

 

 

 

1

 

55,00

ES

C

539

PROFESSOR I - MATEMÁTICA (Obs 11)

592,00

16

OBS 7

X

X

 

 

 

6

1

55,00

ES

C

540

PROFESSOR I - PORTUGUÊS (Obs 11)

592,00

16

OBS 7

X

X

 

 

 

6

1

55,00

ES

C

541

PROFESSOR I - QUÍMICA (Obs 11)

592,00

16

OBS 7

X

X

 

 

 

1

 

55,00

ES

C

542

PSICÓLOGO - ÁREA EDUCAÇÃO

724,00

20

OBS 5

X

X

 

 

 

2

1

55,00

ES

C

543

PSICÓLOGO - ÁREA SAÚDE

724,00

20

OBS 5

X

X

 

 

 

4

 

55,00

ES

C

544

SUPERVISOR EDUCACIONAL(Obs 10)

592,00

16

OBS 5

X

X

 

 

 

4

 

55,00

ES

C

545

VETERINÁRIO

724,00

20

OBS 5

X

X

 

 

 

2

 

55,00

-

606

31

-

LEGENDA

OBS 1 EF = ENSINO FUNDAMENTAL; EM = ENSINO MÉDIO; ES = ENSINO SUPERIOR

OBS 2 A = ALFABETIZADO; 4ª = 4ª SÉRIE; C = COMPLETO

OBS 3 ESPECIALIZAÇÃO NA ÁREA DAS ATIVIDADES PRÓPRIAS DO CARGO COM PROFICIÊNCIA DE INTÉRPRETE EM LIBRAS.

OBS 4 ESPECIALIZAÇÃO NA ÁREA DAS ATIVIDADES PRÓPRIAS DO CARGO COM DURAÇÃO MÍNIMA DE 160 HORAS.

OBS 5 REGISTRO PROFISSIONAL QUE HABILITE O OCUPANTE DO CARGO AO EXERCÍCIO PROFISSIONAL, NA FORMA DA LEGISLAÇÃO EM VIGOR.

OBS 6 ESPECIALIZAÇÃO NA ÁREA DAS ATIVIDADES PRÓPRIAS DO CARGO.

OBS 7 HABILITAÇÃO EM LICENCIATURA PLENA NA DISCIPLINA CONCURSADA COMPROVADA NO ATO DA CONVOCAÇÃO PARA NOMEAÇÃO

OBS 8 TIPO DE PROVA CE=CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS; CG=CONHECIMENTOS GERAIS; PP=PROVA PRÁTICA; EP=EXAME PSICOLÓGICO; EAF=EXAME DE APTIDÃO FÍSICA

OBS 9 EM CONFORMIDADE COM A LEI DO MUNICÍPIO.

OBS 10 OS CARGOS DE ORIENTADOR EDUCACIONAL TÊM GRATIFICAÇÃO EQUIVALENTE A 40% (QUARENTA POR CENTO) DO MENOR PISO SALARIAL DE PROFESSOR I

OBS 11 OS CARGOS DE PROFESSOR I E PROFESSOR II TÊM GRATIFICAÇÃO DE REGÊNCIA DE TURMA EQUIVALENTE A 50% (CINQÜENTA POR CENTO) DO MENOR PISO SALARIAL DO PROFESSOR II

Anexo II - ESTRUTURA DAS PROVAS

Escolaridade

Cargo

Tipo de Prova

Conteúdo Programático

Nº de questões

Valor em pontos

Mínimo para habilitação

Ensino Fundamental - Alfabetizado

Auxiliar de Serviços Diversos

Agente de Serviços Gerais

Objetiva

Conhecimentos Específicos

25

50

100

50

Português

10

Matemática

10

História do Município

5

Prática

 

 

20

10

Exame de Aptidão Física

 

 

 

APTO / INAPTO

Ensino Fundamental - 4ª série

Merendeira

Objetiva

Conhecimentos Específicos

25

50

100

50

Português

10

Matemática10

História do Município

5

Ensino Fundamental - 4ª série

Artífice - Carpinteiro

Motorista

Objetiva

Conhecimentos Específicos

25

50

100

50

Português

10

Matemática

10

História do Município

5

Prática

 

 

20

10

Ensino Fundamental Completo

Auxiliar Administrativo

Objetiva

Conhecimentos Específicos

20

50

100

50

Português

10

Matemática

10

ECA5

História do Município

5

Ensino Fundamental Completo

Auxiliar de Enfermagem

Objetiva

Conhecimentos Específicos2050

100

50

Português

10

Matemática

10

ECA5

História do Município

5

Ensino Fundamental Completo

Guarda Municipal

Objetiva

Conhecimentos Específicos

20

50

100

50

Português

10

Matemática

10

ECA

5

História do Município5

Exame de Aptidão Física

 

 

 

APTO / INAPTO

Exame Psicológico

 

 

 

APTO / INAPTO

Ensino Fundamental Completo

Inspetor de Alunos

Objetiva

Conhecimentos Específicos

20

50

100

50

Português

10

Matemática

10

ECA

5

História do Município

5

Exame Psicológico

 

 

 

APTO / INAPTO

Ensino Médio Completo

Assistente Administrativo

Fiscal de Posturas

Técnico Agrícola

Técnico de Contabilidade

Técnico de Enfermagem

Técnico de Laboratório

Técnico em Radiologia

Técnico em Turismo

Objetiva

Conhecimentos Específicos

20

50

100

50

Português

10

Matemática

10

ECA

5

História do Município

5

Ensino Médio Completo

Professor II

Professor II p/ Defic. Auditivos

Professor II p/ Defic. Visuais

Professor II p/ Defic. Mentais

Objetiva

Conhecimentos Específicos

30

50

100

50

História do Município5
ECA 5
Didática5
LDB 5
Prova de Títulos   Classificatória

Ensino Superior Completo

Arquiteto

Assistente Social

Biblioteconomista

Biólogo Contador

Enfermeiro

Engenheiro Civil

Engenheiro Agrônomo

Farmacêutico

Fiscal de Tributos

Fisioterapeuta

Fonoaudiólogo

Médico Psiquiatra

Médico Clínico Geral

Médico Pediatra

Médico Neurologista

Médico Urologista

Médico Hematologista

Médico Nefrologista

Médico Ortopedista

Médico Angeologista

Médico Pneumologista

Médico Cardiologista

Médico Neuropediatra

Médico do Trabalho

Nutricionista

Odontólogo

Orientador Educacional

Supervisor Educacional

Procurador

Psicólogo - área Saúde

Psicólogo - área Educação

Veterinário

Objetiva

Conhecimentos Específicos

30

50

100

50

Português

5

Matemática

5

ECA

5

História do Município

5

Prova de Títulos

 

 

 

Classificatória

Ensino Superior Completo

Professor I Português

Objetiva

Conhecimentos Específicos

25

50

100

50

Matemática

5

ECA

5

História do Município

5

Didática

5

LDB 5

Prova de Títulos

 

 

 

Classificatória

Ensino Superior Completo

Professor I Matemática

Objetiva

Conhecimentos Específicos

25

50

100

50

Português5
ECA 5

História do Município

5

Didática

5

LDB

5

Prova de Títulos

 

 

 

Classificatória

Ensino Superior Completo

Professor I - Física

Professor I - Ciências/Biologia

Professor I - História

Professor I - Geografia

Professor I - Educação Física

Professor I - Educação Física - Alunos Especiais

Professor I - Inglês

Professor I - Literatura

Professor I - Educação Artística

Professor I - Química

Objetiva

Conhecimentos Específicos

20

50

100

50

Português

5

Matemática

5

ECA

5

História do Município

5

Didática

5

LDB

5

Prova de Títulos

 

 

 

Classificatória

Anexo III - Índice de massa Corporal (IMC) da Organização Mundial de Saúde (OMS)

Categoria

IMC

Abaixo do peso

Abaixo de 18,5

Peso normal

18,5 -24,9

Sobrepeso

25,0 - 29,9

Obesidade Grau I

30,0 - 34,9

Obesidade Grau II

35,0 - 39,9

Obesidade Grau III

40, 0 e acima

O IMC é calculado pela divisão do peso da pessoa pela sua altura ao quadrado.

Exemplo: O candidato que tenha 80 kg e 1 ,75m de altura tem IMC de 26,1. Forma de cálculo: 80/1,75/1,75

ANEXO IV

SOLICITAÇÃO DE ISENÇÃO DE PAGAMENTO DA TAXA DE INSCRIÇÃO

CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 001/2008

SOLICITAÇÃO N°_______

(Escreva de forma bem legível e sem rasuras)

NOME DO CANDIDATO: __________________________________________________________________

RESIDÊNCIA: ____________________________________________________________________________

IDENTIDADE: ____________________________________ CPF: ___________________________________

TELEFONE FIXO: (________ ) (_______________________ ) CELULAR: (_____ ) (____________________)

CARGO: _________________________________________________________________________________

CANDIDATO DESEMPREGADO SEM RENDA FAMILIAR

Cópia da CTPS (Identificação e último contrato de trabalho) ou

Cópia do Diário Oficial em que foi publicada sua exoneração

CANDIDATO COM RENDA PER CAPITA FAMILIAR MENSAL INFERIOR A R$ 124,50

Cópia do último contra cheque

Solicito, com base nas informações acima e nos documentos anexos, o benefício da isenção de pagamento de taxa de inscrição no Concurso Público 001/2008 da Prefeitura Municipal de Rio Bonito, em decorrência de hipossuficiência de renda. Declaro, também, residir há mais de dois anos, ininterruptamente, no município de Rio Bonito. Declaro, finalmente, sob as penas da lei, que as informações aqui prestadas são verdadeiras, estando ciente que, caso as mesmas sejam incorretas, este REQUERIMENTO SERÁ INDEFERIDO.

Rio Bonito, _____ de _______________ de 2008.

________________________________
REQUERENTE

Documentos anexos (quando houver) (cópias)

1 - Certidão de casamento

2 - Certidão de nascimento de filhos e demais dependentes legais

3 - Título de propriedade de imóvel ou contrato de locação

4 - Conta de telefone

5 - Conta de luz

6 - Cartões de inscrição em programas de benefício de renda

7 - 3 últimas declarações de Imposto de Renda

8 - Carteira de Identidade

9 - CPF

10 - Outros (especificar)

Observação: A renda per capita familiar deve ser calculada somando-se todos os rendimentos (formais e informais) de todos os membros da família que residam no mesmo endereço e se dividindo este total pelo número de componentes da família.

INFORMAÇÕES SUJEITAS A INVESTIGAÇÃO SOCIAL

Solicitação n° ____________________

Recebido em ____________________

Assinatura Comissão de Isenção ____________________

ANEXO V

MODELO DE PROCURAÇÃO

PROCURAÇÃO

Nome do candidato, nacionalidade, estado civil, profissão, RG, CPF, residente e domiciliado na Rua, bairro, cidade, por este Instrumento Particular, nomeia e constitui seu bastante procurador o (a) Sr(a) (nome do procurador), nacionalidade, estado civil, profissão, RG, CPF, residente e domiciliado na Rua, bairro, cidade, para o fim especial de efetuar sua Inscrição no Concurso Público 001/2008, e para retirada Manual do Candidato, outorgando todos os poderes que se fizerem necessários para o fiel cumprimento deste instrumento de mandato.

Rio Bonito, _____ de __________________ de 2008.

__________________________
(nome do Candidato)

Reconhecimento de Firma

DESCRIÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS

ARQUITETO

Requisito: Curso Superior de Arquitetura.

Descrição Sumária das Atribuições

Participar dos trabalhos de elaboração ou revisão da legislação e normas pertinentes ás questões urbanistas e ambientais de definição de diretrizes, tecnológicas e formas de ação nos sistemas e a preservação ambiental: promover o mapeamento das diversas páreas urbanas, com as indicações das características de uso e ocupação do solo visando facilitar a ordenação urbana dessas áreas.

ASSISTENTE SOCIAL

REQUISITO: Curso Superior de Serviço Social.

Descrição Sumária das Atribuições

Participar de formulação e execução de ações que integrem á política de assistência social da Prefeitura, elaborando programa de caráter assistencial, visando o atendimento das necessidades humanas e sociais: entrevistar e assistir aos servidores com problemas de ordem social e/ou funcional investigando causas e emitindo pareceres objetivando orientar ou propor soluções para os problemas identificados.

BIBLIOTECONOMISTA

Requisito: Curso Superior de Biblioteconomia.

Descrição Sumária das Atribuições

Analisar, registrar, classificar e catalogar livros, manuscritos, publicações, documentos e outros materiais bibliográficos, de acordo com as normas técnicas existentes: atender e orientar os usuários, registrando a saída e devolução dos mesmos, providenciar a seleção de livros e publicações diversas, para aquisição, manter intercâmbio com bibliotecas de conservação de todo o acervo bibliográfico.

BIÓLOGO

Requisito: Curso Superior em Biologia.

Descrição Sumária das Atribuições

Responsável pela área de análises clinica e que responda pela parte legal e de qualidade total dos serviços de laboratório que presta a comunidade.

CONTADOR

Requisito: Curso Superior de Ciências Contábeis.

Descrição Sumária das Atribuições

Efetuar trabalhos contábeis em geral, planejar, coordenar e controlar as funções contábeis, registrando os atos e fatos administrativos que demonstrem a situação da instituição, proceder a conferência de registros contábeis, com o fim de observar a fidedignidade dos balanços que apresentam a situação econômico-financeira da Prefeitura.

ENFERMEIRO

Requisito: Curso Superior de Enfermagem

Descrição Sumária das Atribuições

Executar tarefas de enfermagem, valendo-se de seus conhecimentos técnicos, de forma a completar tratamentos médicos especializados e assegurar a maior eficiência dos mesmos, fazer estudos e previsão de pessoal e material necessários as atividades, elaborar escalas de serviço e atribuições diárias, especificar e controlar equipamentos e materiais permanentes e de consumo, anotar nos documentos pertinentes as observações, tratamentos executados e ocorrências verificadas em relação ao paciente.

ENGENHEIRO

Requisito: Curso Superior de Engenharia.

Descrição Sumária das Atribuições

Elaborar, executar e coordenar projetos de engenharia civil, estudando características, métodos de trabalho e demais dados requeridos para possibilitar e orientar a construção, manutenção e reparo de obras de natureza diversa, assegurando os padrões técnicos exigidos, coordenar e/ou executar o planejamento, estudo e análise de viabilidade econômica financeira dos projetos de engenharia civil.

ENGENHEIRO AGRÔNOMO

Requisito: Curso Superior de agronomia.

Descrição Sumária das Atribuições

Orientar tecnicamente os produtores rurais do Município na área de agropecuária, desenvolver campanhas de vacinação de animais e outras ações comunitárias, realizar trabalhos topográficos, elaborar projetos para irrigação e drenagem, desenvolver projetos na área de abastecimento, visitar os produtores rurais, identificar pragas e doenças que acometem os animais e plantas.

FARMACÊUTICO

REQUISITO: Curso superior de Farmácia

Descrição Sumária das Atribuições

Desenvolver atividades de pesquisa de novos produtos e novos processos de fabricação; dirigir, orientar e fiscalizar a produção de medicamento e de cosméticos, controlar a aquisição e distribuição dos medicamentos nas unidades médicas do município, verificando os prazos de validade e exercendo o controle de qualidade sobre os medicamentos utilizados.

FISIOTERAPEUTA:

REQUISITO: Curso superior de Fisioterapia

Descrição Sumária das Atribuições

Atua na área de reabilitação, planejando, coordenando, executando e supervisionando métodos e técnicas fisioterápicas / terapêuticos operacionais. Divisão de serviços a locais de atividades destinadas a atividades de fisioterapia / terapia ocupacional. Avaliar e determinar as condições de alta fisioterápica / terapia ocupacional;

FISCAL DE TRIBUTOS Requisito: Curso Superior.

Descrição Sumária das Atribuições

Participar de programas de cadastramento de contribuintes, promover a cobrança e o controle do recebimento dos tributos municipais, emitir pareceres sobre os pedidos de isenção de impostos e sobre o acatamento de recursos impetrados, lavrar autos de infração, apreensão e outros correlatos.

FONOAUDIÓLOGO

Requisito: Curso Superior de Fonoaudiologia.

Descrição Sumária das Atribuições

Avaliar as deficiências do paciente, realizando os exames necessários e, quando for o caso, encaminhá-lo a outros especialistas com as orientações e indicações pertinentes; programar, desenvolver e supervisionar o treinamento de voz, fala, linguagem,expressão e compreensão do pensamento verbalizado, emitir parecer na sua especialidade visando estabelecer diagnóstico e tratamento.

MÉDICO

Requisito: Curso Superior de Medicina

Descrição Sumária das Atribuições

Participar dos programas e das campanhas de educação sanitária, de prevenção de acidentes e de vacinação, examinar doentes ou acidentados, emitir diagnósticos, prescrever medicamentos e quando for o caso, providenciar o encaminhamento para tratamento especializado, efetuar perícias médicas para a concessão de laudos, licenças e outros benefícios pessoais.

NUTRICIONISTA

Requisito: Curso Superior de Nutrição.

Descrição Sumária das Atribuições

Organizar, controlar e determinar programas de alimentação com base no valor nutritivo dos alimentos, controlar a estocagem, preparação, conservação e distribuição dos alimentos, elaborar mapa dietético dos doentes, estabelecendo tipos dieta e horários de alimentação, efetuar o registro das despesas, estimando o custo médio da alimentação, orientar o trabalho do pessoal auxiliar.

ODONTÓLOGO

Requisito: Curso Superior de Odontologia

Descrição Sumária das Atribuições

Desenvolver ações de atendimento odontológico á população local, tanto de natureza restauradora como preventiva e curativa, efetuar perícia odontológica para concessão de laudos, licenças e outros, propor e coordenar a realização de campanhas de esclarecimentos quanto aos cuidados de higiene bucal; promover o levantamento dos materiais necessários ao funcionamento dos gabinetes odontológicos e solicitar a aquisição bem como os serviços de manutenção dos equipamentos que o compõem.

PSICÓLOGO

REQUISITO: Curso Superior de Psicologia.

Descrição Sumária das Atribuições

Exercer no campo da psicologia aplicada ao trabalho como recrutamento,seleção, orientação e treinamento profissional, participar de programas de avaliação de desempenho dos servidores, desenvolver dinâmicas de grupo que visem adaptação ou readaptação dos servidores com problemas de comportamento, desenvolver atividades visando orientar professores quanto a problemas comportamentais e de aprendizagem dos alunos.

ORIENTADOR EDUCACIONAL

Requisito: Curso Superior de Pedagogia, com habilitação em Orientação Educacional.

Descrição Sumária das Atribuições

Identificar as características da clientela escolar, atuando na prevenção de problemas que resultam em baixo rendimento da aprendizagem, participar de programas de recuperação de alunos com dificuldades nos estudos, coordenar o processo de sondagem de aptidões e informação profissional, atender a estudantes com dificuldades especiais de ajustamento emocional.

PROCURADOR

Requisito: Curso Superior de Direito.

Descrição Sumária das Atribuições

Defender os interesses e/ou direitos do Município, em juízo ou extra judicialmente, nas ações em que for réu ou interessado, acompanhando o andamento dos processos, prestando assistência jurídica, apresentando recursos em qualquer instância, comparecendo a audiências e outros atos, redigir pareceres jurídicos internos, propostas de legislação, decretos e resoluções, prestar acessória á administração municipal na elaboração de pareceres, contratos, convênios, petições e outras atividades de natureza jurídica.

PROFESSOR I

Requisito: Curso Superior, com licenciatura plena ou curta. Descrição Sumária das Atribuições

Educar o adolescente, visando prepará-lo para a vida, ajudando-o a se encontrar, se firmar e se ajustar ao convívio social e ao futuro mercado de trabalho, colaborar para o desenvolvimento e a formação integral do jovem em termos de aquisição, de conhecimento, hábitos e atitudes, desenvolvendo, em nível de unidade escolar, ações de planejamento, docência e avaliação do progresso ensino-aprendizagem.

SUPERVISOR EDUCACIONAL

REQUISITO: Curso Superior de Pedagogia, com habilitação em Supervisão Educacional.

Descrição Sumária das Atribuições

Supervisionar as escolas da rede, orientando as equipes dirigentes em termos administrativos e pedagógicos, verificar a aplicação e a correta interpretação educacional vigente, promover troca de experiência entre as unidades escolares, construindo para sua integração e conseqüente melhoria do sistema de educação municipal.

VETERINÁRIO

Requisito: Curso Superior de Veterinária

Descrição Sumária das Atribuições

Orientar tecnicamente os criadores rurais do Município, sugerindo medidas sanitárias e de melhoria qualitativa dos rebanhos, desenvolver campanhas de vacinação e programas de prevenção das moléstias que atacam com maior freqüência os animais da região, visitar os criadores rurais e realizar exames periódicos nos animais para identificar doenças e desenvolver os tratamentos indicados, realizar inspeção sanitária periódica nos matadouros e abatedouros localizados no município.

ASSISTENTE ADMINISTRATIVO

Requisito: Curso de 2º. Grau.

Descrição Sumária das Atribuições

Executar ações nas áreas de comunicação, de arquivos, de análise e tramitação de processos administrativos e demais documentos de interesse da Prefeitura, cuidar das atividades relativas a pessoal, participar de levantamentos, análises e executar procedimentos de controle em relação á aquisição de matérias primas e equipamentos para assegurar o suprimento dos diversos setores,colaborar na coleta e preparação de dados e informações necessárias ao funcionamento dos diversos órgãos da administração.

FISCAL DE POSTURAS

Requisito: Curso de 2º. Grau.

Descrição Sumária das Atribuições

Fiscalizar o cumprimento das leis e regulamentos municipais referentes ás atividades econômicas desenvolvidas no Município, notificar e, se for o caso autuar os infratores das normas e posturas municipais, promover a apreensão de mercadorias e objetos, quando prevista em leis e regulamentos, lavrando o respectivo termo ou auto de apreensão.

PROFESSOR II

Requisito: Curso de Formação de Professor, em nível de 2º. Grau.

Descrição Sumária das Atribuições

Exercer a docência nas quatro primeiras séries do Ensino de 1º. Grau, para tal, participar da definição dos objetos da escola, elaborar planos, definindo o que e como vai ser ensinado, o material necessário e o tempo a ser gasto em cada etapa, selecionar textos e exercícios, promover a recuperação de alunos que tenham problemas de aprendizagem, colher, organizar e registrar dados e informações sobre os alunos, visando uma adequada avaliação do processo ensino-aprendizagem.

TÉCNICO AGRÍCOLA

Requisito: Curso Técnico Agrícola, em nível de 2º. Grau.

Descrição Sumária das Atribuições

Orientar tecnicamente os produtores rurais, com esclarecimentos na área agropecuária, elaborando projetos de irrigação e drenagem, desenvolvendo campanhas sobre defensivos agrícolas e para a vacinação de animais, realizar trabalhos topográficos e colaborar na área de abastecimentos, realizando projetos nos campos da estocagem e transporte dos alimentos, participando das tarefas de fiscalização e controle dos procedimentos adotados.

TÉCNICO DE CONTABILIDADE

Requisito: Curso Técnico de Contabilidade, em nível de 2º. Grau.

Descrição Sumária das Atribuições

Desenvolver trabalhos contábeis de média complexidade, efetuando levantamentos e separação de contas para preparação e fechamento de balanços e balancetes, demonstrativos, posições e relatórios, analisar e conciliar saldos de contas preparando resumos e mapas demonstrativos, visando o controle da situação patrimonial da Prefeitura.

TÉCNICO DE ENFERMAGEM

Requisito: Curso Técnico em Enfermagem, em nível de 2º. Grau.

Descrição Sumária das Atribuições

Executar serviços simples de enfermagem em pacientes hospitalizados, transportar e/ou acompanhar doentes para exames ou operações, coletar material para exames, executar atividades de apoio relacionadas a higiene, conservação e utilização dos instrumentos e do ambiente de trabalho.

TÉCNICO DE LABORATÓRIO

Requisito: 2º. Grau completo - Curso Técnico de Laboratório, com registro no órgão competente.

Descrição Sumária das Atribuições

Compreende os cargos que se destinam a desenvolver atividades de laboratório, coletando e analisando materiais (análises Clinicas).

TÉCNICO DE RADIOLOGIA

Requisito: 2º. Grau completo com Curso Técnico de Radiologia, com registro no órgão competente.

Descrição Sumária das Atribuições

Compreendem os cargos que se destinam a desenvolver atividades técnicas de radiologia, preparando e radiografando, ajudando na revelação dos filmes e zelando pela limpeza e conservação dos materiais e equipamento, bem como cuidando da segurança em geral.

TÉCNICO EM TURISMO:

REQUISITO: Curso em turismo - 2º grau

Descrição Sumária das Atribuições

Desenvolver projetos de turismo urbano, rural, ecológico e cultural; acompanhar e executar projetos na área de turismo.

AUXILIAR ADMINISTRATIVO

Requisito: Curso de 1º. Grau, completo.

Descrição Sumária das Atribuições

Minutar expediente diversos, providenciando ou efetuando a datilografia e a expedição dos mesmos, proceder a guarda de papéis e documentos, organizando e atualizando arquivos e fichários, executar trabalhos de controle administrativo como freqüência de pessoal e cadastramento de bens patrimoniais, cuidar da correspondência interna e externa, do preparo de requisição de material, da distribuição interna de expedientes e processos, bem como auxiliar nos processos de reprodução e encadernação de documentos.

AUXILIAR ENFERMAGEM

Requisito: Curso de 1º. Grau, completo e habilitação específica.

Descrição Sumária das Atribuições

Ministrar medicamentos, prestar os primeiros socorros, desenvolver tratamentos fisioterápicos, observando prescrições e/ou orientações médicas, preparar e esterilizar materiais e equipamentos para exames e intervenções, controlar o estoque de medicamentos, zelar pela guarda e conservação dos remédios e materiais do serviço médico, registrar as ocorrências e anotar nos prontuários as dispensas e prescrições médicas.

GUARDA MUNICIPAL

Requisito: Curso de 1º. Grau, completo.

Descrição Sumária das Atribuições

Efetuar vigilância de sua responsabilidade, atentando para eventuais anormalidades e tomando as providências necessárias junto as autoridades competentes, fiscalizar e zelar pela conservação de parques e jardins públicos, pelos bens patrimoniais, executando ronda diurna e noturna, acompanhar autoridades em diligências fiscais, sempre que solicitado.

INSPETOR DE ALUNOS

Requisito: Curso de 1º. Grau, completo.

Descrição Sumária das Atribuições

Orientar os alunos, assistindo-os nas saídas das salas de aula, na circulação das dependências da escola e na utilização dos sanitários e refeitórios, atender a solicitações de professores e alunos, distribuindo e recolhendo material didático, acompanhar os alunos nos períodos de entrada e saída da escola e nos períodos de recreio.

ARTÍFICE

Requisito: Declaração de conclusão de 4ª. Série do 1º. Grau.

Descrição Sumária das Atribuições

Atuação em tarefas especializada.

CARPINTEIRO - construir, reparar, montar e/ou desmontar peças, instalações, móveis e utensílios de madeira.

MERENDEIRA

Requisito: Declaração de conclusão de 4ª. Série do 1º. Grau.

Descrição Sumária das Atribuições

Executar os trabalhos de cozinha, preparando refeições e merenda para alunos, de acordo com as orientações técnicas dos cardápios, zelar pela higiene, conservação e estocagem dos alimentos, manter limpos cozinha, refeitórios e utensílios.

MOTORISTA

Requisito: Declaração de conclusão de 4ª. Série do 1º. Grau e habilitação específica.

Descrição Sumária das Atribuições

Dirigir veículos motorizados, conduzindo autoridades municipais e funcionários, sempre que solicitado, responsabilizar-se pela manutenção do veículo, encaminhando-o para revisão, lavagem, lubrificação, etc..., executar outras atribuições da mesma natureza, a critério do superior imediato.

AGENTE DE SERVIÇOS GERAIS

Requisito: Sem exigência de escolaridade mínima.

Descrição Sumária das Atribuições

- cuidar da limpeza e retirada de lixo, tanto nas instalações internas e externas de prédios municipais, quanto nas vias e logradouros públicos;

- realizar serviços externos, tais como: entrega de documentos, postagem de correspondência, efetuação de pagamentos, carregamento e descarregamento de materiais, transporte de móveis, volumes e objetos;

- executar serviços funerários como; sepultamentos e exumações, além de limpeza e conservação das covas dos cemitérios públicos;

- desempenhar demais atribuições básicas a critério da chefia imediata.

AUXILIAR DE SERVIÇOS DIVERSOS

Requisito: Sem exigência de escolaridade mínima.

Descrição Sumária das Atribuições

Cuidar da manutenção das vias e logradouros públicos; realizar capinas, varrição e outras atividades que exijam trabalhos braçais não qualificados; realizar coletas de lixo em residências e vias públicas, limpeza de valas e redes de esgotos e demais atribuições dentro da sua categoria.

ANEXO VII

MODELO DE ATESTADO MÉDICO

Declaro para os fins de notificação à Banca Examinadora dos Exames de Aptidão Física para o Concurso 001/2008 da Prefeitura Municipal de Rio Bonito que o candidato _______________________________________________ (nome do candidato), __________________________ (nº da inscrição), __________________________ (nº da Identidade) e __________________________ (CPF) acha-se hígido e apto para realizar a Prova Prática e o Exame de Aptidão Física nos termos constantes do Edital.

Rio Bonito, _____ de ______________________ de ______.

_____________________________
Nome e CRM do Médico (Carimbo)

Conteúdos Programáticos e Sugestões Bibliográficas

Primeiro Segmento do Ensino Fundamental - Alfabetizado Conhecimentos Gerais (comum aos cargos)

Cargos: Auxiliar Serviços Diversos e Agente de Serviços Gerais Língua Portuguesa

Conteúdo Programático

1 - Comunicação: Código e língua; fala, níveis de fala, norma culta.

2 - Compreensão de textos envolvendo linguagem verbal e não-verbal (simbólica).

3 - Interpretação de textos simples: bulas, instruções, formulários, definições, receitas etc.

4 - Identificação de classes de palavras, seu uso e importância no cotidiano: Nomes próprios, comuns, coletivos; qualidades; circunstâncias; fórmulas de tratamento; etc.

5 - Domínio de vocabulário.

6 - Ortografia.

Sugestões bibliográficas

1 - CAVÉQUIA, Márcia Paganini. Alfabetização (A escola é nossa). São Paulo: Editora Scipione, 2004.

2 - MARTOS, Cloder Rivas. Viver e aprender português. São Paulo: Editora Saraiva, 2000.

3 - PASSOS, Célia e SILVA, Zeneide. Prática da linguagem escrita e oral; língua portuguesa. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2001.

4 - SARMENTO, Leila Lauar. Gramática em textos. São Paulo: Editora Moderna.

5 - TERRA, Ernani e NICOLA, José de. Gramática de hoje. São Paulo: Editora Scipione, 1994.

6 - Qualquer livro de alfabetização, 1º, 2º e 3º anos

7 - Qualquer gramática

8 - Qualquer livro de coleção adotado pela rede pública

Matemática

Conteúdo Programático

1 - Operações básicas com números naturais, frações e números decimais.

2 - Seqüência lógica - situações cujas resoluções dependem de entendimento e/ou de operações únicas.

3 - Resolução de problemas simples envolvendo as operações básicas.

4 - Sistemas de medidas.

5 - Sistema monetário nacional.

6 - Cálculo de perímetro, área e volume.

Obs: Todas as questões envolvendo os itens acima serão de nível simples, envolvendo raciocínio lógico e prático e domínio das operações básicas.

Sugestões bibliográficas

1 - Coleção Neste Mundo Maravilhoso - Editora Casa Publicadora Brasileira. Esther e Eny Sarli / Marilene Moussa Miranda.

2 - Coleção Luz do Saber - Editora Bagaço. Maria Emilia Ferreira de Souza.Vivência e Construção - Editora Ática. Luiz Roberto Dante.

3 - Coleção Eu Gosto de Matemática - Editora Nacional. Célia Passos e Zeneide Silva.

4 - Qualquer outro livro das quatro primeiras séries do Ensino Fundamental

História de Rio Bonito

Conteúdo Programático

1- Origens;

2- Sinopse Cronológica;

3- Perfil Geográfico;

4- Atividades Econômicas;

5- Comunicação e Transporte;

6- Educação, Saúde e Cultura;

7- Emancipação Político Administrativa;

8- Símbolos Municipais;

9- Hino de Rio Bonito;

10- Instituições Artísticas e Culturais;

11- Tradição e Folclore;

12- Personagens Destacados do Município;

13- Evolução Político-Administrativa

Sugestões bibliográficas

1- MORAES SOARES, C.L., Rio Bonito, sua História, sua Gente, Ed. G.Cross, 1988

2- www.guiarb.com.br - site acesso pela internet

Conhecimentos Específicos

Cargo: Auxiliar de Serviços Diversos

Conteúdo Programático

1 - Conhecimento sobre ferramentas e sua utilização.

2 - Conhecimento sobre materiais componentes de argamassas e concretos.

3 - Utilização de equipamentos de segurança individual.

4 - Noções de higiene e limpeza.

5 - Sinalização de Segurança.

6 - Cuidados na utilização de equipamentos para içar verticalmente cargas e pessoas.

7 - Técnicas de higienização e limpeza.

8 - Conhecimento e manuseio de equipamentos e produtos de limpeza.

9 - Noções para controle de estoque de produtos de limpeza;

10 - Utilização de equipamentos básicos de proteção: luvas, botas, máscara, óculos.

11 - Noções de Primeiros Socorros.

12 - Noções de combate e prevenção de acidentes e incêndio.

13 - Noções de reciclagem de materiais inservíveis ( lixo ).

14 - Prevenção de acidentes.

15 - Como se relacionar com o público e colegas de trabalho.

16 - Sigilo no trabalho.

17 - Higiene e asseio pessoal.

Sugestões bibliográficas

1 - Legislação Específica de Higiene e Segurança do Trabalho;

2 - Manuais de instrução de equipamentos e materiais de limpeza;

3 - Manuais de instrução de proteção individual na utilização de equipamentos e materiais de limpeza.

4 - Manual de primeiros socorros.

Cargo: Agente de Serviços Gerais

Conteúdo Programático

1 - Conhecimento sobre ferramentas e sua utilização.

2 - Conhecimento sobre materiais componentes de argamassas e concretos.

3 - Utilização de equipamentos de segurança individual.

4 - Noções de higiene e limpeza.

5 - Sinalização de Segurança.

6 - Cuidados na utilização de equipamentos para içar verticalmente cargas e pessoas.

7 - Técnicas de higienização e limpeza.

8 - Conhecimento e manuseio de equipamentos e produtos de limpeza.

9 - Noções para controle de estoque de produtos de limpeza.

10 - Conhecimento de documentos afim de efetuar pagamentos, como documentos para postagem;

11 - Noções de arrumação de carregamento e descarregamento de materiais, além de transporte de volumes e objetos.

12 - Conhecimento de limpeza de carpete, tapetes, assoalho, pisos cerâmicos, escadas, portas, janelas, vidros, fachadas, banheiros, escritórios, mesas, computadores.

13 - Noções de serviços de cozinha. Preparar e servir café, refeições.

14 - Utilização de equipamentos básicos de proteção: luvas, botas, máscara, óculos.

15 - Noções de Primeiros Socorros.

16 - Noções de combate e prevenção de acidentes e incêndio.

17 - Noções de reciclagem de materiais inservíveis ( lixo ).

18 - Prevenção de acidentes.

19 - Como se relacionar com o público e colegas de trabalho.

20 - Sigilo no trabalho.

21 - Higiene e asseio pessoal.

Sugestões bibliográficas

1 - Legislação Específica de Higiene e Segurança do Trabalho;

2 - Manuais de instrução de equipamentos e materiais de limpeza;

3 - Manuais de instrução de proteção individual na utilização de equipamentos e materiais de limpeza.

4 - Manual de primeiros socorros.

Primeiro Segmento do Ensino Fundamental Completo - 4ª série

Conhecimentos Gerais (comum aos cargos)

Cargos: Motorista, Merendeira, Artífice - Carpinteiro

Língua Portuguesa

Conteúdo Programático

1 - Compreensão e interpretação de textos - A COMUNICAÇÃO - código e língua , fala , níveis de fala, norma culta

2 - FONOLOGIA - Classificação dos fonemas, Sílaba - Encontros vocálicos e consonantais - Dígrafos - Divisão silábica.

3 - ORTOGRAFIA - O Alfabeto - a Ortografia - Orientações ortográficas - Homônimos e parônimos.

4 - ACENTUAÇÃO - Acentuação Tônica (classificação das palavras quanto à sílaba tônica ; classificação dos monossílabos) - Regras de Acentuação gráfica.

5 - MORFOLOGIA - Palavras primitivas e derivadas, coletivos.

6 - CLASSES DE PALAVRAS

6.1- Substantivo: tipos, flexões de gênero, número e grau.

6.2- Artigo: classificações e propriedades.

6.3- Adjetivo: adjetivos pátrios; locução adjetiva; grau dos adjetivos.

6.4- Numeral: cardinal, ordinal, multiplicativo e fracionário; numerais coletivos.

6.5- Pronome: pessoal, de tratamento, possessivo, demonstrativo, indefinido, interrogativo.

6.6- Verbo: 1ª,2ª,3ª conjugações, tempos simples do indicativo no presente, pretérito e futuro. Verbo auxiliar: SER.

6.7- Advérbios: tempo, modo, lugar, negação, dúvida, intensidade e afirmação.

6.8- Preposição: combinação, contração, crase.

7- PONTUAÇÃO.

Sugestões bibliográficas

1 - CEREJA,William Roberto e MAGALHÃES, Teresa Cochar. Gramática: texto, reflexão e uso. São Paulo: Atual Editora, 1998.

2 - MARTOS, Cloder Rivas. Viver e aprender português. São Paulo: Editora Saraiva, 2000.

3 - NICOLA, José de e INFANTE,Ulisses. Gramática Essencial. São Paulo: Editora Scipione, 1991.

4 - PASSOS, Célia e SILVA, Zeneide. Prática da linguagem escrita e oral; língua portuguesa. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2001.

5 - SARMENTO, Leila Lauar. Gramática em textos. São Paulo: Editora Moderna.

6 - SOUZA, Jésus Barbosa de e CAMPEDELLI, Samira Youssef. Minigramática. São Paulo: Editora Saraiva, 1997.

7 - TERRA, Ernani . Minigramática. São Paulo: Editora Scipione,1999.

8 - TERRA, Ernani e NICOLA, José de. Gramática de hoje. São Paulo: Editora Scipione, 1994.

9 - Qualquer livro de coleção adotado pela rede pública

Matemática

Conteúdo Programático

1 - Operações básicas com números naturais, frações e números decimais.

2 - Seqüência lógica - expressões

3 - Resolução de problemas simples de aplicação de raciocínio lógico, envolvendo as operações básicas.

4 - Sistemas de medidas.

5 - Sistema monetário nacional.

6 - Cálculo de perímetro, área e volume.

OBS: Todas as questões envolvendo os itens acima serão de nível simples, mas de aplicabilidade em situações mais complexas, isto é, o conhecimento de mais de um item para resolver uma situação apresentada.

Sugestões bibliográficas

1 - Coleção Neste Mundo Maravilhoso - Editora Casa Publicadora Brasileira. Esther e Eny Sarli / Marilene Moussa Miranda.

2 - Coleção Luz do Saber - Editora Bagaço. Maria Emilia Ferreira de Souza.

3 - Vivência e Construção - Editora Ática. Luiz Roberto Dante.

4 - Coleção Eu Gosto de Matemática - Editora Nacional. Célia Passos e Zeneide Silva.

5 - Qualquer outro livro das quatro primeiras séries do Ensino Fundamental.

História de Rio Bonito Conteúdo Programático

1- Origens;

2- Sinopse Cronológica;

3- Perfil Geográfico;

4- Atividades Econômicas;

5- Comunicação e Transporte;

6- Educação, Saúde e Cultura;

7- Emancipação Político Administrativa;

8- Símbolos Municipais;

9- Hino de Rio Bonito;

10- Instituições Artísticas e Culturais;

11- Tradição e Folclore;

12- Personagens Destacados do Município;

13- Evolução Político-Administrativa

Sugestões Bibliográficas

1- MORAES SOARES, C.L., Rio Bonito, sua História, sua Gente, Ed. G.Cross, 1988

2- www.guiarb.com.br - site acesso pela internet

Conhecimentos Específicos

Cargo: Motorista

Quanto à Legislação:

1 - Legislação de trânsito.

2 - Regras gerais de circulação. Classificação das vias. Limite de velocidade: máximo e mínimo. Regras de preferência. Estacionamento.

3 - Sinalização de trânsito. Formas, cores e significado.

4 - Sinalização gráfica: vertical e horizontal.

5 - Sinalização luminosa, sonora e por gestos.

6 - Veículos. Equipamentos, classificação e identificação.

7 - Registro e licenciamento. Condutores - Classificação: aprendizagem e habilitação.

8 - Deveres e posições. Infrações, penalidades e recursos.

9 - Cuidados necessários: manutenção mecânica do veículo. Panes típicas do motor e demais sistemas do veículo.

10 - Direção defensiva.

11 - Conhecimento de Primeiros Socorros. Atendimento a acidentados, queimados, afogados, asfixiados, contundidos, desmaiados, cardíacos, eletrocutados. Meio de remoção. Respiração de socorro: adulto e criança. Transporte de acidentados. Hemorragias.

12 - Quanto ao comportamento:

13 - Como se relacionar com o público e colegas de trabalho;

14 - Sigilo no trabalho;

15 - Higiene e asseio pessoal.

16 - Sugestões bibliográficas:

17 - Código Brasileiro de Trânsito Lei n.º 9503/97.

18 - Manual de Primeiros Socorros.

Sugestões bibliográficas

1 - Código Brasileiro de Trânsito Lei n.º 9503/97.

2 - Manual de Primeiros Socorros.

Cargo: Merendeira

Conteúdo Programático

1- Noções básicas de alimentação e nutrição : conceitos, grupos de alimentos e alimentação saudável;

2- Conhecimento sobre os alimentos : características, qualidade, estado e conservação;

3- Noções de porções, pesos e medidas;

4- Noções de culinária e técnica dietética;

5- Produção de refeições: técnicas de recebimento e armazenamento dos alimentos, pré-preparo, preparo e distribuição;

6- Utensílios e equipamentos : manuseio, conservação e segurança no uso;

7- Controle higiênico-sanitário : higiene pessoal, dos alimentos, do ambiente, dos utensílios e equipamentos;

8- Saúde corporal e cuidado pessoal no ambiente de trabalho;

9- Normas e condutas no local de trabalho e no atendimento a clientela;

10- Segurança individual e coletiva no ambiente de trabalho;

11- Noções básicas de prevenção de acidentes no trabalho.

Sugestões bibliográficas

1 - Hazelwood, D. & McLean, A.C. Manual de Higiene para Manipuladores de Alimentos. São Paulo: Livraria Varela, 1994.

2 - Ornellas, L..H. Técnica Dietética: Seleção e Preparo de Alimentos. São Paulo: Editora Atheneu, 2007.

3 - Saionara G. F. S. Treinando Manipuladores de Alimentos. São Paulo: Livraria Varela, 1999.

4 - Tucunduva, S. Nutrição e Técnica Dietética. São Paulo: Editora Manole, 2003.

5 - Associação Brasileira das Empresas de Refeições Coletivas. Manual ABERC de práticas de elaboração e serviço de refeições para coletividades. São Paulo, 2003.

6 - Silva JR., E. A. da. Manual de Controle Higiênico Sanitário em Alimentos. São Paulo: Livraria Varela, 2007.

Cargo: Artífice - Carpinteiro Conteúdo programático

1 - Tipos de madeira de oficina

2 - Esquadrias comerciais

3 - Laminados plásticos

4 - Caixilhos

5 - Almofadas

6 - Gonzos e dobradiças

7 - Fechaduras

8 - Sistemas de junção e união

9 - Tipos de colas

10 - Pinturas

11 - Vernizes e Ceras

12 - Ferramentas de medição, de corte, de perfurar, de perfilar, de polir e de pressão

13 - Maquinaria portátil e de bancada.

Sugestões bibliográficas

1- Manual Prático de Marcenaria, Ed. Ediouro aa Domingos Marcellini;

2- A Carpintaria A técnica e a Arte de do Fabrico de Objectos de Madeira, Ed. Editorial Estampa Coleção Artes e Oficios

Ensino Fundamental Completo

Conhecimentos Gerais (comum aos cargos)

Cargos: Inspetor de Alunos , Auxiliar de Enfermagem, Auxiliar Administrativo

Língua Portuguesa

Conteúdo Programático

1- Compreensão e interpretação de texto;

2- Estrutura e formação das palavras;

3- Classes de palavras: substantivo / adjetivo / pronome / artigo / numeral / verbo / advérbio / conjunção / preposição /interjeição;

4- Período simples / período composto;

5- Termos da oração;

6- Orações subordinadas / orações coordenadas;

7- Concordância nominal / verbal;

8- Regência nominal / verbal;

9- Crase;

10- Emprego do hífen;

11- Divisão silábica;

12- Acentuação gráfica;

13- Ortografia;

14-Pontuação;

15-Encontros vocálicos e consonantais.

Sugestões bibliográficas

1- CEGALLA, Domingos Paschoal - Novíssima Gramática da Língua Portuguesa - 26ª edição - São Paulo - Companhia Editora Nacional, 1985;

2- ANDRÉ, Hildebrando Afonso de - Gramática Ilustrada - 2ª edição - São Paulo - Editora Moderna , 1978;

3- BECHARA, Evanildo - Moderna Gramática Portuguesa - 37ª edição - Rio de Janeiro - Lucerna, 1999;

4- SACCONI, Luís Antônio - Nossa Gramática: teoria - 10ª edição reformada e revisada - São Paulo - Atual Editora Moderna, 1989.

Matemática

Conteúdo Programático

1 - Domínio das operações nos conjuntos numéricos N, Q e Z.

2 - Seqüência lógica - expressões.

3 - Equação do 1º grau; equação do 2º grau; sistemas

4 - Resolução de problemas de raciocínio aritmético e algébrico.

5 - Sistemas de medidas.

6 - Sistema monetário nacional.

7 - Aplicação de proporcionalidade - regra de três simples e composta.

8 - Percentagem e juros simples.

9 - Perímetro, área e volume

OBS: Todas as questões envolvendo os itens acima serão de nível simples, mas de aplicabilidade em situações mais complexas, isto é, o conhecimento de mais de um item para resolver uma situação apresentada.

Sugestões bibliográficas

1 - Coleção Praticando Matemática - Editora do Brasil S/A. Álvaro Andrini.

2 - Coleção Matemática na Medida Certa. Editora Scipione. Jakubo e Lellis.

3 - Coleção Matemática. Conceitos e História. Editora Scipione. Scipione Di Pierro Netto.

4 - Qualquer outro livro da 5ª a 8ª séries do Ensino Fundamental.

Estatuto da Criança e do Adolescente

Conteúdo Programático

Estatuto da criança e do adolescente - Lei nº 8069 de 13 de julho de 1990

Título I - Das disposições Preliminares

Titulo II - Dos Direitos fundamentais - Capítulos I, II, III, IV e V Título III- Da Prevenção - Capítulo I e II

Sugestões bibliográficas

Estatuto da criança e do adolescente - Lei nº8069 de 13 de julho de 1990

História de Rio Bonito Conteúdo Programático

1- Origens;

2- Sinopse Cronológica;

3- Perfil Geográfico;

4- Atividades Econômicas;

5- Comunicação e Transporte;

6- Educação, Saúde e Cultura;

7- Emancipação Político Administrativa;

8- Símbolos Municipais;

9- Hino de Rio Bonito;

10- Instituições Artísticas e Culturais;

11- Tradição e Folclore;

12- Personagens Destacados do Município;

13- Evolução Político-Administrativa

Sugestões Bibliográficas

1- MORAES SOARES, C.L., Rio Bonito, sua História, sua Gente, Ed. G.Cross, 1988

2- www.guiarb.com.br - site acesso pela internet

Conhecimentos Gerais (comum ao cargo) Cargos: Guarda Municipal

Língua Portuguesa

Conteúdo Programático

1- Compreensão e interpretação de texto;

2- Estrutura e formação das palavras;

3- Classes de palavras: substantivo / adjetivo / pronome / artigo / numeral / verbo / advérbio / conjunção / preposição /interjeição;

4- Período simples / período composto;

5- Termos da oração;

6- Orações subordinadas / orações coordenadas;

7- Concordância nominal / verbal;

8- Regência nominal / verbal;

9- Crase;

10- Emprego do hífen;

11- Divisão silábica;

12- Acentuação gráfica;

13- Ortografia;

14- Pontuação;

15- Encontros vocálicos e consonantais.

Sugestões bibliográficas

1- CEGALLA, Domingos Paschoal - Novíssima Gramática da Língua Portuguesa - 26ª edição - São Paulo - Companhia Editora Nacional, 1985;

2- ANDRÉ, Hildebrando Afonso de - Gramática Ilustrada - 2ª edição - São Paulo - Editora Moderna , 1978;

3- BECHARA, Evanildo - Moderna Gramática Portuguesa - 37ª edição - Rio de Janeiro - Lucerna, 1999;

4- SACCONI, Luís Antônio - Nossa Gramática: teoria - 10ª edição reformada e revisada - São Paulo - Atual Editora Moderna, 1989.

Matemática

Conteúdo Programático

1 - Domínio das operações nos conjuntos numéricos N, Q e Z.

2 - Seqüência lógica - expressões.

3 - Equação do 1º grau; equação do 2º grau; sistemas

4 - Resolução de problemas de raciocínio aritmético e algébrico.

5 - Sistemas de medidas.

6 - Sistema monetário nacional.

7 - Aplicação de proporcionalidade - regra de três simples e composta.

8 - Percentagem e juros simples.

9 - Perímetro, área e volume

OBS: Todas as questões envolvendo os itens acima serão de nível simples, mas de aplicabilidade em situações mais complexas, isto é, o conhecimento de mais de um item para resolver uma situação apresentada.

Sugestões bibliográficas

1 - Coleção Praticando Matemática - Editora do Brasil S/A. Álvaro Andrini.

2 - Coleção Matemática na Medida Certa. Editora Scipione. Jakubo e Lellis.

3 - Coleção Matemática. Conceitos e História. Editora Scipione. Scipione Di Pierro Netto.

4 - Qualquer outro livro da 5ª a 8ª séries do Ensino Fundamental.

História de Rio Bonito

Conteúdo Programático

1 - Origens;

2 - Sinopse Cronológica;

3 - Perfil Geográfico;

4 - Atividades Econômicas;

5 - Comunicação e Transporte;

6 - Educação, Saúde e Cultura;

7 - Emancipação Político Administrativa;

8 - Símbolos Municipais;

9 - Hino de Rio Bonito;

10 - Instituições Artísticas e Culturais;

11 - Tradição e Folclore;

12 - Personagens Destacados do Município;

13 - Evolução Político-Administrativa

Sugestões bibliográficas

1- MORAES SOARES, C.L., Rio Bonito, sua História, sua Gente, Ed. G.Cross, 1988

2- www.guiarb.com.br - site acesso pela internet

Conhecimentos Específicos Cargo: Inspetor de Alunos Conteúdo programático

1 - Disciplina e indisciplina na escola. Causas e conseqüências;

2 - Escola: normas disciplinares, limites, regras e sanções;

3 - Inspetor: funções, atitudes e a comunidade escolar;

4 - Manifestações de sujeição, resistência e contestação por parte dos alunos;

5 - O comportamento e as influências do meio sócio-cultural.

Sugestões bibliográficas

1 - BRASIL. Lei nº. 8.069, de 13 de julho de 1990. Estatuto da criança e do adolescente. Brasília, DF, 1990.

2 - AQUINO, Julio Groppa (Org.). Indisciplina na escola: alternativas teóricas e práticas. São Paulo: Summus, 1996.

3 - DONATELLI, Dante. Quem me educa? a família e a escola diante da (in)disciplina. São Paulo: ARX, 2004.

4 - FANTE, Cleo. Fenômeno bullying: como prevenir a violência e educar para a paz. 2. ed. ver. amp. Campinas, SP: Verus, 2005.

5 - GOMIDE, Paula Inez Cunha. Pais presentes pais ausentes: regras e limites. Petrópolis, RJ: Vozes, 2004.

6 - TIBA. Içami. Disciplina: o limite na medida certa. 29. ed. São Paulo: Gente, 1996. 1ª. ed.

7 - ___. Disciplina, limite na medida certa. 39. ed. ver. atual. São Paulo: Gente, 1996 1ª. ed.

8 - ZAGURY, Tânia. Limites sem trauma: construindo cidadãos. Rio de Janeiro: Record, 2001.

Cargo: Guarda Municipal

Noções de Trânsito

Conteúdo Programático

1- Legislação de trânsito;

2- Regras gerais de circulação. Classificação das vias. Limite de velocidade: máximo e mínimo. Regras de preferência. Estacionamento;

3- Sinalização de trânsito. Formas, cores e significado;

4- Sinalização gráfica: vertical e horizontal;

5- Sinalização luminosa, sonora e por gestos;

6- Deveres e posições. Infrações, penalidades e recursos;

7- Noções de Primeiros Socorros.

Sugestões bibliográficas

1- Código Brasileiro de Trânsito Lei n.º 9503/97.

2- Manual de Primeiros Socorros

Noções Básicas de Direito

onteúdo Programático

1 - Direito Constitucional. Constituição Federal de 1988. Dos direitos e garantias fundamentais: direitos e deveres individuais e coletivos (art. 5º, CF), direitos sociais (art. 6º a 11, CF). Da administração pública: disposições gerais (art. 37 a 38, CF), dos servidores públicos (art. 39 a 41, CF).

2 - Direito Administrativo: conceito, princípios. Administração Pública: conceito; administração direta e indireta; autarquias, fundações, empresas públicas e sociedades de economia mista. Poderes da Administração Pública. Atos administrativos. Controle externo da Administração Pública. Responsabilidade civil da Administração Pública e do servidor público. Improbidade administrativa. Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Rio Bonito. Bens Públicos. Conceito e espécies.

3 - Tributo definição e espécies.

4 - Direito Penal. Crime e Contravenção. Código Penal: dos crimes contra o patrimônio (art. 155 a art. 183, CP). Dos crimes contra a Administração Pública (art. 312 a art. 359-H, CP).

5 - Direito Civil. Fontes do Direito. Direito Privado e Direito Público. Pessoa Natural. Pessoa Jurídica. Sujeito de Direito. Incapacidade. Responsabilidade Civil subjetiva e objetiva. Conceitos.

6 - Direitos Difusos e Coletivos. Estatuto da criança e do adolescente: Lei nº 8.069/90, e alterações posteriores. Estatuto do idoso: Lei nº 10.741/03, e alterações posteriores.

Sugestões bibliográficas

1 - ALEXANDRINO, Marcelo. Direito Administrativo Descomplicado. Niterói: Ed. Impetus.

2 - DELMANTO, Celso et al. Código Penal comentado. Rio de Janeiro: Ed. Renovar.

3 - FÜHRER, Maximilianus Cláudio Américo. Resumo de direito civil. São Paulo: Malheiros Editores.

4 - FÜHRER, Maximilianus Cláudio Américo. Resumo de direito constitucional. São Paulo: Malheiros Editores.

5 - FÜHRER, Maximilianus Cláudio Américo. Resumo de direito tributário. São Paulo: Malheiros Editores.

Estatuto da Criança e do Adolescente

Conteúdo Programático

Estatuto da criança e do adolescente - Lei nº8069 de 13 de julho de 1990

Título I - Das disposições Preliminares

Titulo II - Dos Direitos fundamentais - Capítulos I, II, III, IV e V Título III- Da Prevenção - Capítulo I e II

Sugestões bibliográficas

Estatuto da criança e do adolescente - Lei nº 8069 de 13 de julho de 1990

Cargo: Auxiliar de Enfermagem

Conteúdo Programático

1 - Aspectos Éticos e Legais da Prática de Enfermagem.

2 - Fundamentos de Enfermagem - procedimentos na admissão, transferência e alta do paciente; preparo e administração de medicamentos; medidas de higiene, conforto e segurança; auxílio na alimentação; preparo de pacientes para exames; cateterismos, punções, processamento de artigos; cuidados com o paciente agonizante e "post mortem"; procedimentos de enfermagem em geral.

3 - Enfermagem Médico-Cirúrgica - Assistência de enfermagem a pacientes portadores de afecção digestiva, cardiovascular, respiratória, renal, endócrina e hematológica; assistência de enfermagem a pacientes no pré, trans e pós-operatório e cirurgias de tórax, de abdome, de membros e vascular; doenças sexualmente transmissíveis; prevenção e controle de infecção hospitalar.

4 - Assistência de Enfermagem em Saúde Mental.

5 - Assistência de Enfermagem a Pacientes em Situações de Emergência: organização da unidade, controle e conferência de materiais permanentes e de consumo, eletrocardiograma, reanimação cardio pulmonar cerebral, choques, crise hipertensiva, arritmias cardíacas, edema agudo de pulmão, intoxicação e envenenamento, preparo e administração de medicamentos;

6 - Assistência de Enfermagem Materno-Infantil - pré natal; gestação de baixo e de alto risco; assistência de enfermagem à parturiente em parto normal e cesariana; cuidados com o recém-nascido; vacinação.

7 - Sistema Único de Saúde: conceitos, princípios, diretrizes e articulação com serviços de saúde; Fundamentação legal e normas pertinentes ao SUS; Participação popular e controle social; Conselhos de Saúde.

Sugestões bibliográficas

1 - KAWAMOTO, Emília Emi. Enfermagem em Clínica Cirúrgica. São Paulo: EPU, 2002.

2 - SPRINGHOUSE. Administração de Medicamentos- Série Incrivelmente Fácil. 1° ed. Editora GB. 2004

3 - LIMA, Idelmina Lopes de. MATÃO, Maria Eliane Liégio (orgs.). Manual do Técnico e Auxiliar de Enfermagem. São Paulo: AB Editora. 8ª Ed. 2007.

4 - FIGUEIREDO, Nébia Maria de. Tecnologia e técnicas em Saúde. São Paulo: Ed. Difusão Paulista Enfermagem, 2004.

5 - COFEN. Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem.

6 - BRASIL. Ministério da Saúde. Coordenação de Controle de Infecção Hospitalar. Processamento de Artigos e Superfícies em estabelecimentos de saúde, 2° ed, Brasília, Ministério da Saúde, 1994.

7 - Ministério da Saúde. Secretaria Executiva. Programa Saúde da Família. Brasília: Ministério da Saúde, 2001.

8 - Ministério da Saúde. Departamento de Atenção Básica. Programas e Projetos: Vacinação. Brasília:Ministério da Saúde, 2001

9 - arterial e ao Diabetes mellitus. Manual de Hipertensão e Diabetes mellitus. Brasília: Ministério da Saúde, 2002.

10 - Ministério da Saúde/SNPES/DINSANI. Programa de Assistência Integral à Saúde da Criança: Acompanhamento do Crescimento e Desenvolvimento. 3° ed. Brasília: Ministério da Saúde, 1999.

11 - Ministério da Saúde. Programa de Assistência Integral à Saúde da Criança: Assistência e Controle das Infecções Respiratórias Agudas. Manual de Normas. 4° ed. Brasília: Ministério da Saúde, 1994.

12 - Ministério da Saúde. Portaria Nº 399/GM de 22 de fevereiro de 2006. Divulga o Pacto pela Saúde 2006 - Consolidação do SUS e aprova as Diretrizes Operacionais do Referido Pacto.

13 - BRASIL. Lei 8080 de 19/09/1 990. A qual "dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências". Brasília: 1990.

14 - Lei Federal 8.142, de 28/12/1990. Dispõe sobre o controle social e define critérios de repasse financeiro nos Sistema Único de Saúde.Brasília: 1990.

Cargo: Auxiliar Administrativo

Conteúdo Programático

1 - Conhecimentos administrativos: Cadastro e expedição. Protocolo e arquivamento. Rotinas de trabalho e documentação. Pesquisa, coleta e compilação de dados. Noções gerais de movimentação e controle de materiais. Correspondências oficiais: memorandos, avisos, cartas, circulares e ofícios. Documentos bancários. Documentos fiscais. Noções de relacionamento interpessoal, comportamento humano, comunicação, postura e sigilo profissional.

2 - Direito Constitucional: Dos Direitos e Garantias Fundamentais (Constituição Federal art. 5°); Da Administração Pública (Constituição Federal art. 37 caput e § 4°).

3 - Legislação Municipal: Lei n° 29/76 - Estatuto dos Funcionários Públicos Municipais; Lei 417/92 - Regime Jurídico único dos Servidores Municipais.

4 - Probidade e Ética: Lei 8.429/92 (dispõe sobre atos de improbidade na Administração Pública).

Sugestões bibliográficas

1 - SILVA, Adelphino Teixeira. Organização e Técnica Comercial. São Paulo: Atlas.

2 - SINCLAYR, Luiz. Organização e Técnica Comercial. São Paulo: Atlas.

3 - FERREIRA, Antonio Carlos. A Empresa: como organizar e dirigir. Rio de Janeiro: Ediouro

4 - Legislação Municipal: www.riobonito.rj.gov.br.

5 - Legislação Federal: www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8429.htm

Noções de Informática

Conteúdo Programático

1- Conceitos e fundamentos de hardware de computadores pessoais

2- Sistema Operacional Microsoft Windows XP

a) Configurações básicas do Sistema Operacional (painel de controle)

b) Organização de pastas e arquivos

c) Manipulação de pastas e arquivos

3- Editor de Textos Microsoft Word XP

a) Criação, edição, formatação e impressão de documentos

b) Criação e manipulação de tabelas

c) Cabeçalhos e rodapés

4- Planilha Eletrônica Microsoft Excel XP

a) Criação, edição, formatação e impressão de planilhas

b) Criação e manipulação de pastas de trabalho e planilhas

c) Fórmulas básicas e operações com planilhas

5- Internet

a) Navegação básica. Uso de sistemas de busca

b) Uso de sistemas de e-mail. Noções básicas.

Sugestões bibliográficas

COLEMAN, Pat. Windows XP de A à Z. Rio de Janeiro: Editora Ciência Moderna, 2002.

MARÇULA, Marcelo; BENINI FILHO, Pio Armando. Informática: conceitos e aplicações. São Paulo: Érica, 2005

Manuais on-line do Microsoft Word XP

Manuais on-line do Microsoft Excel XP

Manuais on-line do Internet Explorer 6.0 ou superior Manuais on-line do Sistema Operacional Windows XP

Ensino Médio Completo

Conhecimentos Gerais (comum aos cargos)

Cargos: Assistente Administrativo, Fiscal de Posturas, Técnico Agrícola, Técnico de Contabilidade, Técnico de Enfermagem, Técnico de Laboratório,Técnico em Radiologia, Técnico em Turismo

Língua Portuguesa

Conteúdo Programático

1- Compreensão e interpretação de texto;

2- Estrutura e formação das palavras;

3- Classes de palavras: substantivo / adjetivo / pronome / artigo / numeral / verbo / advérbio/ conjunção / preposição / interjeição;

4- Período simples / período composto;

5- Termos da oração;

6- Orações subordinadas / orações coordenadas;

7- Concordância nominal / verbal;

8- Regência nominal / verbal;

9- Crase;

10- Emprego do hífen;

11- Divisão silábica;

12- Acentuação gráfica;

13- Ortografia;

14- Pontuação;

15- Encontros vocálicos e consonantais.

Sugestões bibliográficas

1- CEGALLA, Domingos Paschoal - Novíssima Gramática da Língua Portuguesa - 26ª edição - São Paulo - Companhia Editora Nacional, 1985;

2- ANDRÉ, Hildebrando Afonso de - Gramática Ilustrada - 2ª edição - São Paulo - Editora Moderna, 1978;

3- BECHARA, Evanildo - Moderna Gramática Portuguesa - 37ª edição - Rio de Janeiro - Lucerna, 1999;

4- SACCONI, Luís Antônio - Nossa Gramática: teoria - 10ª edição reformada e revisada - São Paulo - Atual Editora Moderna, 1989.

Matemática

Conteúdo Programático

1 - Domínio geral e prático em funções - linear, quadrática, exponencial e logarítmica.

2 - Progressões - aritmética e geométrica.

3 - Trigonometria no triângulo retângulo e triângulo qualquer.

4 - Matriz e determinante - operações e cálculo.

5 - Binômio de Newton - termo geral.

6 - Polinômios - operações e equações polinomiais.

7 - Geometria métrica espacial.

8 - Cálculo de área e volume.

Sugestões bibliográficas

1 - Coleção Matemática para o 2º grau. Editora Ática. Gentil/Marcondes/Greco/Sergio/Bellotto.

2 - Coleção Matemática - Conceitos e Fundamentos. Editora Scipione. Antonio Nicolau Youssef e Vicente Paz Fernandes.

3 - Coleção Matemática 2º grau - Editora Ática. Ubirajara Favilli.

4 - Qualquer outro livro das três séries do Ensino Médio.

OBS: As questões envolvendo os itens acima serão de aplicabilidade em situações simples ou mais complexas, de acordo com a necessidade do conhecimento matemático exigido pelo cargo.

Estatuto da Criança e do Adolescente

Conteúdo Programático

Estatuto da criança e do adolescente - Lei nº 8069 de 13 de julho de 1990

Título I - Das disposições Preliminares

Titulo II - Dos Direitos fundamentais - Capítulos I, II, III, IV e V Título III- Da Prevenção - Capítulo I e II

Sugestões bibliográficas

Estatuto da criança e do adolescente - Lei nº 8069 de 13 de julho de 1990

História de Rio Bonito Conteúdo Programático 1 - Origens;

2 - Sinopse Cronológica;

3 - Perfil Geográfico;

4 - Atividades Econômicas;

5 - Comunicação e Transporte;

6 - Educação, Saúde e Cultura;

7 - Emancipação Político Administrativa;

8 - Símbolos Municipais;

9 - Hino de Rio Bonito;

10 - Instituições Artísticas e Culturais;

11 - Tradição e Folclore;

12 - Personagens Destacados do Município;

13 - Evolução Político-Administrativa

Sugestões bibliográficas

1- MORAES SOARES, C.L., Rio Bonito, sua História, sua Gente, Ed. G.Cross, 1988

2- www.guiarb.com.br - site acesso pela internet

Conhecimentos Específicos

Assistente Administrativo

Conteúdo Programático

1 - Conhecimentos administrativos: Cadastro e expedição. Protocolo e arquivamento. Rotinas de trabalho e documentação. Pesquisa, coleta e compilação de dados. Fluxogramas, mapas, tabelas e gráficos. Aquisição, movimentação, registro, estocagem e controle de materiais. Correspondências oficiais: memorandos, avisos, cartas, circulares e ofícios. Documentos bancários. Reconciliação bancária. Documentos fiscais. Noções de relacionamento interpessoal, comportamento humano, comunicação, postura e sigilo profissional.

2 - Contabilidade Pública: noções de Orçamento Público. Princípios Orçamentários. Receita Pública. Despesa Pública. Licitações. Empenho da Despesa. Adiantamentos.

3 - Direito Constitucional: Dos Direitos e Garantias Fundamentais (Constituição Federal art. 5°); Da Administração Pública (Constituição Federal art. 37 caput e § 4°).

4 - Direito Administrativo: noções gerais de: atos administrativos: conceito, requisitos, elementos, pressupostos e classificação. Vinculação e discricionariedade. Revogação e invalidação. Agentes públicos: direitos e deveres. Responsabilidades dos servidores públicos: conceito e classificação. Requisitos do serviço e direitos do usuário. Crimes contra o Patrimônio Público, contra a Administração Pública, de improbidade, de responsabilidade e de abuso de autoridade.

5 - Legislação Municipal: Lei n° 29/76 - Estatuto dos Funcionários Públicos Municipais; Lei 417/92 - Regime Jurídico único dos Servidores Municipais.

6 - Probidade e Ética: Lei 8.429/92 (dispõe sobre atos de improbidade na Administração Pública).

Sugestões bibliográficas

1 - ANGÉLICO, João. Contabilidade Pública. 8. ed. - São Paulo: Atlas, 2006.

2 - FREIRE, Elias Sampaio. Direito Administrativo: teoria e jurisprudência. São Paulo: Campus.

3 - SILVA, Adelphino Teixeira. Organização e Técnica Comercial. São Paulo: Atlas.

4 - FERREIRA, Paulo Pinto. Administração de Pessoal (capítulo 9). São Paulo: Atlas.

5 - CHIAVENATO, Idalberto. Recursos Humanos - edição compacta. (item 2 da parte I - página 75 a 113). São Paulo: Atlas.

6 - PEREIRA DIAS, Marco Aurélio. Administração de Materiais - uma abordagem logística (edição compacta). São Paulo: Atlas

7 - Legislação Municipal: www.riobonito.rj.gov.br.

8 - Legislação Federal: www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8429.htm

Fiscal de Posturas

Conteúdo Programático

1 - Contabilidade Pública: noções de Orçamento Público. Princípios Orçamentários. Receita Pública. Despesa Pública. Licitações. Empenho da Despesa. Adiantamentos.

2 - Matemática Financeira: juros simples e compostos. Capitalização e desconto.

3 - Direito Constitucional: Dos Direitos e Garantias Fundamentais (Constituição Federal art. 5°); Da Administração Pública (Constituição Federal art. 37 caput e § 4°).

4 - Direito Administrativo: noções gerais de: atos administrativos: conceito, requisitos, elementos, pressupostos e classificação. Vinculação e discricionariedade. Revogação e invalidação. Agentes públicos: direitos e deveres. Responsabilidades dos servidores públicos: conceito e classificação. Requisitos do serviço e direitos do usuário. Crimes contra o Patrimônio Público, contra a Administração Pública, de improbidade, de responsabilidade e de abuso de autoridade.

5 - Legislação Municipal: Lei n° 29/76 - Estatuto dos Funcionários Públicos Municipais; Lei 417/92 - Regime Jurídico único dos Servidores Municipais. Lei n° 827/99 - Código de Posturas do Município de Rio Bonito.

6 - Probidade e Ética: Lei 8.429/92 (dispõe sobre atos de improbidade na Administração Pública).

Sugestões bibliográficas

1 - ANGÉLICO, João. Contabilidade Pública. 8. ed. - São Paulo: Atlas, 2006.

2 - PUCCINI, Abelardo de Lima. Matemática Financeira Objetiva e Aplicada. São Paulo: Saraiva.

3 - FREIRE, Elias Sampaio. Direito Administrativo: teoria e jurisprudência. São Paulo: Campus.

4 - Legislação Municipal: www.riobonito.rj.gov.br.

5 - Legislação Federal: www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8429.htm

Técnico Agrícola

Conteúdo Programático

Métodos de conservação dos solos e água (solos, plantas, adubação, correção de solo, fitotecnia e administração rural); Práticas de conservação do solo e da água; Práticas de manejo do solo referentes a: cobertura do solo, rotação de culturas, cultivos convencional, mínimo e direto; Adubação verde; Reflorestamento de espécies nativas e exóticas, implantação e manejo; Noções gerais de meio ambiente; Desenvolvimento sustentável; Agroecologia; Propriedades físicas, químicas e biológicas dos solos; Uso de corretivos e fertilizantes; Métodos de propagação, plantio, preparo do solo, tratos culturais, colheita, pós-colheita e comercialização das culturas do milho, feijão de corda, mandioca e batata doce e cana de açúcar; Fruticultura; Olericultura; Principais pragas e doenças das plantas cultivadas e seu controle; Noções sobre irrigação e drenagem; Tratores, máquinas e implementos agrícolas: seleção, técnicas de operação e manutenção; cálculo da capacidade operacional; preparo do solo, aplicação de fertilizantes e corretivos, semeadura e plantio; Planejamento agropecuário; Economia e administração rural; Noções sobre comunicação e extensão rural; Aspectos socioeconômicos das culturas e criações; características das principais escolas; Noções de hidrologia, irrigação, drenagem; Principais pragas e doenças das plantas cultivadas e seu controle; Aspectos referentes a criação e o devido manejo de raças de: Bovino de corte e leite, suinocultura, avicultura, ovinocultura, apicultura e piscicultura. Agrotóxicos: noções básicas sobre uso e aplicação corretos; destino final de embalagens vazias; Sistema de Posicionamento Global (GPS): princípio de funcionamento, precisão, uso de equipamento receptor.

Sugestões bibliográficas

1 - SILVEIRA, G. M. O preparo do solo: Implementos corretos. 1989. 243p.

2 - SAAD, O. Seleção de Equipamento Agrícola. 1976. Livraria Nobel. 126p.

3 - BALASTREIRE, L.A. Máquinas Agrícolas. São Paulo: Manole, 1990. 307p.

4 - MIALHE, L. G. Manual de Mecanização Agrícola. São Paulo.

5 - FERREIRA, H. M. F. Princípios de manejo e de conservação do solo, 1992, 135p.

6 - SILVA, F. M. Mecanização e agricultura de precisão, 1998. 232p.

7 - MATUO. T. Técnicas de aplicação de defensivos agrícolas. Jaboticabal. FUNEP. 1990. 139p.

8 - BERNARDO, S. Manual de Irrigação. Viçosa. 6ª edição. 1995. 657p.

9 - SHIRATSUCHI, L. S.; SANO, E. E. Mapeamento de unidades experimentais com GPS: Caso de estudo do Embrapa Cerrados. 2003. Série Documentos. 34p.

10 - LINSLEY, Ray K. & FRANZINI, Josepf B. Engenharia de Recursos Hídricos.EUSP/ Editora McGraw-Hill do Brasil, 1990. ANA - Agência Nacional de Águas. Introdução ao Gerenciamento de Recursos Hídricos. 3 ed. Brasília, 2002. CARDÃO, C. Técnica da construção, 3ºed. 1976. 432p.

11 - VILLELA, S. M.; MATTOS, A. Hidrologia aplicada. 1975. 245p. PIZA, F. T. Conhecendo e eliminado riscos no trabalho, CNI, 105p.

12 - SILVA, J. S. Secagem e armazenagem de produtos agrícolas. Viçosa: UFV. Editora Aprenda Fácil. 2000. CHITARRA, M.I.F.; CHITARRA, A.B. Pós-colheita de frutos e hortaliças: fisiologia e manuseio. Lavras: ESAL/FAEPE, 1990, 193p.

13 - Canuto, J. C.; COSTABEBER, J. A. Agroecologia: conquistando a soberania alimentar. Porto Alegre: Emater/RS-Ascar; Pelotas : Embrapa Clima Temperado, 2004. 262 p.

14 - PAULUS, G.; MULLER, A.M.; BARCELLOS, L.A.R. Agroecologia aplicada: praticas e métodos para uma agricultura de base ecológica. Porto Alegre: EMATER/RS, 2000. p. 86. FERREIRA, T.N. (Coord.); SCHWARZ, R.A. Coord.); STRECK, E.V. (Coord.) Solos: manejo integrado e ecologico - elementos básicos. Porto Alegre: EMATER/RS, 2000. 95p.

15 - PINTO Coelho, Ricardo Motta. Fundamentos em ecologia. Porto Alegre. Artmed Editora, 2002. 252p. PRIMACK, R. B. & EFRAIM, R. Biologia da Conservação. Londrina, PR, Ed. Midiograf, 2001. 328p.

16 - il. SANTINI, E. J. 1988. Biodeterioração e Preservação da Madeira, UFSM/CEPEF/FATEC, Santa Maria, RS. 125p.

17 - Ministério da Ciência e Tecnologia, Inovação tecnológica e transferência de tecnologia, 2001. 38p.

18 - Ribeiro, N.; Sitoe, A. A.; Guedes, B. S., Staiss, Cristian. Manual de silvicultura tropical. 125p. 2002.

19 - José A. A. Espíndola, José G. M. Guerra e Dejair L. de Almeida. Adubação Verde: Estratégia para uma Agricultura Sustentável. 1997, 21p. disponível em www.cnpab.embrapa.br/publicacoes/download/doc042.pdf. Dejair L. A.; Ailena S.; Paulo A. E. et al. Sistema Integrado de Produção Agroecológica: disponível em: www.cnpab.embrapa.br/publicacoes/download/doc070.pdf; www.planetaorganico.com.br/. João Francisco Neves & Maria Cristina Prata Neves. Qualidade e Sustentabilidade. 2000. 22p. disponível em: www.cnpab.embrapa.br/publicacoes/download/doc115.pdf. Maria C. P. N., Carlos A. B. M., Dejair L. A. et al. Agricultura Orgânica: Instrumento para a Sustentabilidade dos Sistemas de Produção e Valoração de Produtos Agropecuários. 2000. 22p. Agricultura Ecológica, princípios básicos: disponível em: www.centroecologico.org.br/, www.inmetro.gov.br/qualidade/comites/codex.asp; http://acd.ufrj.br/consumo/legislacao/ng_codex.htm.

Técnico de Contabilidade

Conteúdo Programático

1 - Contabilidade Geral: noções gerais sobre débito, crédito, Princípios Fundamentais. Fatos contábeis e respectivas variações patrimoniais. Lançamentos em contas do ativo e do passivo. Contas de receitas, custos e despesas. Erros de escrituração: estornos e correções. Balancete de Verificação. Noções gerais do Balanço Patrimonial e da Demonstração do Resultado.

2 - Contabilidade Pública: noções de Orçamento Público; Princípios Orçamentários; Receita Pública; Despesa Pública; Licitações; Empenho da Despesa; Adiantamentos.

3 - Matemática Financeira: juros simples e compostos. Capitalização e desconto.

4 - Contabilidade de Custos: noções gerais sobre a classificação dos custos diretos, indiretos, fixos e variáveis. Apropriação dos custos de material, mão-de-obra e custos indiretos. Identificação de custos e despesas.

5 - Direito Constitucional: Dos Direitos e Garantias Fundamentais (Constituição Federal art. 5°); Da Administração Pública (Constituição Federal art. 37 caput e § 4°).

6 - Legislação Municipal: Lei n° 29/76 - Estatuto dos Funcionários Públicos Municipais; Lei 417/92 - Regime Jurídico único dos Servidores Municipais.

7 - Probidade e Ética Profissional: Lei 8.429/92 (dispõe sobre atos de improbidade na Administração Pública). Resolução CFC n° 803/96 (Código de Ética do Contabilista).

Sugestões bibliográficas

1 - RIBEIRO, Osni Moura. Contabilidade Básica fácil. São Paulo: Saraiva, 2005.

2 - OLIVEIRA, Álvaro Guimarães de. Introdução à Contabilidade. São Paulo: Saraiva.

3 - ANGÉLICO, João. Contabilidade Pública. 8. ed. - São Paulo: Atlas, 2006.

4 - RIBEIRO, Osni Moura. Contabilidade de Custos fácil. São Paulo: Saraiva, 2004.

5 - PUCCINI, Abelardo de Lima. Matemática Financeira Objetiva e Aplicada. São Paulo: Saraiva.

6 - Princípios de Contabilidade e Código de Ética do Contabilista - www.cfc.org.br

7 - Legislação Municipal: www.riobonito.rj.gov.br.

8 - Legislação Federal: www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8429.htm

Técnico de Enfermagem

Conteúdo Programático

1 - Aspectos Éticos e Legais da Prática de Enfermagem.

2 - Fundamentos de Enfermagem - observação e registro de sinais e sintomas; verificação e registro dos sinais vitais e medidas corporais; coleta de materiais para exames complementares e posições para exames e procedimentos; procedimentos por via respiratória; cuidados com as lesões cutâneas, preparo e administração de medicamentos, medidas de higiene e conforto, cateterismos, punções, processamento de artigos, procedimentos de enfermagem em geral.

3 - Técnicas de Enfermagem Médico-Cirúrgica - Técnica de enfermagem em pacientes portadores de afecção digestiva, cardiovascular, respiratória, renal, endócrina e hematológica. Técnica de enfermagem em pacientes no pré, trans e pós-operatório e cirurgias de tórax, de abdome, de membros e vascular. Prevenção e controle de infecção hospitalar.

4 - Técnica de Enfermagem em Saúde Mental.

5 - Técnica de Enfermagem em Pacientes em Situações de Emergência - reanimação cardio pulmonar cerebral, choques, crise hipertensiva, arritmias cardíacas, edema agudo de pulmão, intoxicação e envenenamento, preparo e administração de medicamentos;

6 - Enfermagem Materno-Infantil.- durante a gestação, o parto e o puerpério. Ações de enfermagem ao recém nascido: na sala de parto; no berçário ou alojamento conjunto; durante a amamentação; no tratamento pela fototerapia.

7 - Programas Nacionais de Saúde: Imunização-PNI, Tuberculose, Hanseníase, DST e AIDS, Diabetes mellitus, Hipertensão arterial; saúde do adolescente, da mulher, do idoso e da criança

8 - Sistema Único de Saúde: conceitos, princípios, diretrizes e articulação com serviços de saúde; Fundamentação legal e normas pertinentes ao SUS; Participação popular e controle social; Conselhos de Saúde.

Sugestões bibliográficas

1 - KURGANT, Paulina. Administração em Enfermagem. São Paulo: EPU, 1991.

2 - GOMES, Alice Martins. Emergência: Planejamento e Organização da Unidade. Assistência de Enfermagem. São Paulo: EPU, 1999.

3 - KAWAMOTO, Emília Emi. Enfermagem em Clínica Cirúrgica. São Paulo: EPU, 2002.

4 - SPRINGHOUSE. Administração de Medicamentos- Série Incrivelmente Fácil. 1° ed. Editora GB. 2004.

5 - SOARES, Maria Augusta et al. Cuidados de Enfermagem a indivíduos hospitalizados - uma abordagem para técnicos de enfermagem. 1° ed. Artmed, 2003.

6 - LIMA, Idelmina Lopes de. MATÃO, Maria Eliane Liégio (orgs.). Manual do Técnico e Auxiliar de Enfermagem. São Paulo: AB Editora. 8ª Ed. 2007.

7 - STUART, Gail W.& LARAIA, Michele T. Enfermagem Psiquiátrica: princípios e práticas. 6° ed. Porto Alegre: Artmed, 2001.

8 - FIGUEIREDO, Nébia Maria de. Tecnologia e técnicas em Saúde. São Paulo: Ed. Difusão Paulista Enfermagem, 2004.

9 - OGUISSO, Taka & ZOBOLI, Elma (orgs). Ética e Bioética: desafios para a enfermagem e a saúde . São Paulo: Manole, 2006

10 - COFEN. Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem.

11 - BRASIL. Ministério da Saúde. Coordenação de Controle de Infecção Hospitalar. Processamento de Artigos e Superfícies em estabelecimentos de saúde, 2° ed, Brasília, Ministério da Saúde, 1994.

12 - Ministério da Saúde. Secretaria Executiva. Programa Saúde da Família. Brasília: Ministério da Saúde, 2001.

13 - Ministério da Saúde. Departamento de Atenção Básica. Programas e Projetos: Vacinação. Brasília:Ministério da Saúde, 2001

14 - Ministério da Saúde. Plano de Reorganização da Atenção à Hipertensão arterial e ao Diabetes mellitus. Manual de Hipertensão e Diabetes mellitus. Brasília: Ministério da Saúde, 2002.

15 - Ministério da Saúde/SNPES/DINSANI. Programa de Assistência Integral à Saúde da Criança: Acompanhamento do Crescimento e Desenvolvimento. 3° ed. Brasília: Ministério da Saúde, 1999.

16 - Ministério da Saúde. Programa de Assistência Integral à Saúde da Criança: Assistência e Controle das Infecções Respiratórias Agudas. Manual de Normas. 4° ed. Brasília: Ministério da Saúde, 1994.

17 - Ministério da Saúde. Manual Técnico para o controle da tuberculose. Cadernos de Atenção Básica- n 6. Brasília: Ministério da Saúde, 2002.

18 - BRASIL. Lei 8080 de 19/09/1 990. A qual "dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências". Brasília: 1990

Técnico de Laboratório

Conteúdo Programático

Biossegurança para o laboratório: Técnicas laboratoriais seguras; Transporte seguro de amostras e materiais infecciosos; Desinfecção e esterilização da área de trabalho e materiais utilizados; EPI (Equipamento de Proteção Individual) e EPC (Equipamento de Proteção Coletiva). Manuais de Procedimentos operacionais padrão (POP). Preparação de meios de cultura, semeadura, isolamento e repicagem bacteriana. Confecção e coloração de esfregaço bacteriológico. Hemoculturas: Coleta e procedimento. Utilização do microscópio óptico, centrífuga, espectrofotômetro, estufas e banho - Maria.

Técnicas de coleta para exames: fezes, urina, sangue, escarro e secreções. Tipos de anticoagulantes utilizados na rotina do laboratório. Coleta de curva glicêmica.

Exame de urina - Exame qualitativo - caracteres e propriedades físicas. Exame químico - Elemento normais e anormais. Sedimentoscopia urinária; Tiras reativas. Conservação e transporte das amostras. Densidade urinária: urodensímetro e refratômetro.

Exame de fezes: Transporte - MIF - composição, utilização e preparo. Caracteres morfológicos dos protozoários e helmintos encontrados na análise do sedimento. Técnicas: Exame direto, Faust, Hoffman, Willis, Baerman, Ritchie, Tamisação, Graham.

Hematologia: Confecção e coloração do esfregaço sangüíneo. Seqüência maturacional das séries brancas e vermelhas. Hemograma completo e seus parâmetros atuais. Eritrograma e seus componentes. Leucograma e seus componentes; Índices hematimétricos e seus cálculos.Plaquetograma. Coagulação: Coagulograma Completo - Técnica de coleta, anticoagulantes utilizado.Tempo de protrombina e tempo de Tromboplastina.

Bioquímica: Exames de rotina - glicose, uréia, creatinina, lipidograma, bilirrubinas, cálcio, fósforo, magnésio, sódio e potássio. Enzimas: CPK (Creatinofosfoquinase), fração MB, LDH (desidrogenase Lática), transaminases, amilase e lípase.

Histopatologia: Imunohistoquímica, fixação e descalcificação, proccessamento de amostras, microtomia, técnicas para coloração e montagem de cortes.

Sugestões bibliográficas

BEVILACQUA, BENSOUSSAN, JANSEN & SPINOLA. Manual do Exame Clínico. Editora Cultura Médica, 12ª edição.

CRIST, N.R., Manual de Biossegurança para o Laboratório. 2 ed. Livraria Santos: São Paulo, 1995.

GORINA, A.B. A Clínica e o Laboratório. Editora Medsi, 16ª edição, 1996.

SUSAN KING. Strasinger, D. A., M. t. Uroanalise e Fluidos biológicos. 3. ed.editora Panamericana, 1995.

FAILACE. R. Hemograma Manual de Interpretação. 4 ed. rev. Porto alegre - Artes Medicas, 2003.

LIMA, A.O., SOARES, J.B., GRECO, J.B., GALIZZI, J., CANÇADO, J.R. Métodos de Laboratório Aplicados à Clínica. Editora Guanabara Koogan, 11ª edição.

MILLER, O. O Laboratório e os Métodos de Imagem para o Clínico. Editora Atheneu.

MOURA, R. A; WADA, C.S E PURCHIO, A. ALMEIDA T. V. Técnicas de laboratório. 3 ed., editora Atheneu: São Paulo, 2002.

JANNINI, P. & FILHO, P.J. Interpretação Clínica do Hemograma. Editora Sarvier.

PESSOA DE MENEZES E SILVA, C.H. Bacteriologia. Editora Eventos. Teresópolis, 1999.

VALLADA, E.P. Manual de exame de fezes - Coprologia e Parasitologia. 4 ed. Livraria Atheneu, 1999.

VALLADA. E.P. Manual de Técnicas Hematológicas. 4 ed. Livraria Atheneu, 1999.

RIBEIRO CAGNONI. M. SOARES.M.M, Microbiologia Prática Roteiro e Manual São Paulo. ed. Atheneu, 2002.

VALLADA, E. P. Roseiro A.M. Manual de Exame de Urina. 4. ed livraria Atheneu: São Paulo/ Rio de Janeiro, 1999.

WALTERS.J. N. ESTRIDGE B.H. REYNOLDS.A.P. Laboratório Clinico Técnicas básicas. 3 ed. Ed. Artmed.1996.

WALLACH Interpretação de Exames Laboratoriais. Editora Medsi, 7ª edição.

Técnico em Radiologia

Conteúdo Programático

1 - História dos Raios X. Princípios físicos da Radiação. Formação dos Raios X e da imagem radiográfica. Documentação da imagem radiográfica. Qualidade da imagem radiográfica.

2 - Meios de proteção Radiográfica. Principais efeitos danosos da radiação.

3 - Anatomia radiográfica básica. Posição anatômica. Planos e linhas. Ossos e cartilagens. Técnicas radiográficas. Estudo radiográfico da cabeça e do pescoço. Estudo radiográfico da coluna vertebral e do gradil costal. Estudo radiográfico dos membros superiores e inferiores. Estudo radiográfico do Tórax. Estudo radiográfico do Abdome e da Pelve.

4 - Exames contrastados. Mamografia.

5 - Portaria 453 - MS/SVS (1/6/1998)

Sugestões bibliográficas

1 - Biasoli Jr A. Técnicas Radiográficas. Princípios físicos, anatomia básica, posicionamento. Editora Rubio, Rio de Janeiro, 2006.

2 - Boisson LF. Técnica Radiológica Médica Básica e Avançada. Editora Atheneu, Rio de Janeiro, 2007.

Técnico em Turismo

Conteúdo Programático

1 - Sistema turístico;

2 - Oferta e demanda turística;

3 - Impactos do turismo: econômicos, socioculturais e ambientais;

4 - Desenvolvimento sustentável do turismo: política e planejamento estratégico e integrado;

5 - Instrumentos de intervenção do planejamento: planos, programas e projetos;

6 - Gestão compartilhada: mobilização da comunidade e do setor privado;

7 - Regionalização do turismo;

8 - Marketing de destinos;

9 - Qualidades requeridas aos profissionais de turismo.

Sugestões Bibliográficas

1 - AMPARO, Sancho (dir. e red.). Introdução ao turismo. São Paulo: Roca, 2001.

2 - BENI, Mário Carlos. Política e planejamento de turismo no Brasil. São Paulo: Aleph, 2006. (Série turismo)

3 - RUSCHMANN, Doris van de Meene. Turismo e planejamento sustentável: a proteção do meio ambiente. Campinas, SP: Papirus, 2001.

Ensino Médio Completo

Conhecimentos Gerais (comum aos cargos)

Cargos: Professor II, Professor II p/ Defic. Visuais, Professor II p/ Defic. Auditivos, Professor II p/ Defic. Mentais Estatuto da Criança e do Adolescente

Conteúdo Programático

Estatuto da criança e do adolescente - Lei nº 8069 de 13 de julho de 1990

Título I - Das disposições Preliminares

Titulo II - Dos Direitos fundamentais - Capítulos I, II, III, IV e V

Título III- Da Prevenção - Capítulo I e II

Sugestão bibliográfica

Estatuto da criança e do adolescente - Lei nº 8069 de 13 de julho de 1990

História de Rio Bonito

Conteúdo Programático

1 - Origens;

2 - Sinopse Cronológica;

3 - Perfil Geográfico;

4 - Atividades Econômicas;

5 - Comunicação e Transporte;

6 - Educação, Saúde e Cultura;

7 - Emancipação Político Administrativa;

8 - Símbolos Municipais;

9 - Hino de Rio Bonito;

10 - Instituições Artísticas e Culturais;

11 - Tradição e Folclore;

12 - Personagens Destacados do Município;

13 - Evolução Político-Administrativa

Sugestões bibliográficas

1- MORAES SOARES, C.L., Rio Bonito, sua História, sua Gente, Ed. G.Cross, 1988

2- www.guiarb.com.br - site acesso pela internet

Didática

Conteúdo Programático:

1- Aspectos didáticos - conceito; a relação forma/ conteúdo; a relação teoria- prática; metodologia.

2- Currículo: conceito e planejamento; objetivos, seleção e organização de conteúdos; projetos de trabalho como forma de organizar os conhecimentos escolares; avaliação da aprendizagem.

3- O professor- didática e a formação de professores; a prática pedagógica; a disciplina e relacionamento.

4- A escola na contemporaneidade: escola e cultura; a socialização da criança, dos profissionais da educação e dos saberes escolares.

Sugestões bibliográficas

1- CARDOSO, B. (org) Ensinar: tarefa para profissionais, Rio de Janeiro: Record, 2007

2-CANDAU, V.M. (org) Reinventar a Escola, 3ª edição, Petrópolis: Vozes, 2002.

3- ________Rumo a uma nova Didática, 16ª edição, Porto Alegre: Artes Médicas, 1998

4-HERNÁNDEZ, F. e VENTURA, M. A organização do currículo por projetos de trabalho, 5ª edição, Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.

5- MENEGOLA, M e SANT'ANNA, I. M. Pro que planejar? Como planejar? - currículo- área- aula, 11ª edição, Petrópolis: Vozes, 2005.

Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional Conteúdo Programático

1- Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, Lei nº 9394, de 20/12/96;

2- Histórico das Leis Básicas da Educação no Império e na República;

3- Aspectos estruturais da educação - sistema escolar brasileiro: níveis e modalidades de educação e ensino, funcionamento e seletividade. Estrutura administrativa do sistema escolar brasileiro: princípios e níveis administrativos;

4- O Ensino Básico - a educação infantil e o ensino fundamental e médio: a escolaridade obrigatória, objetivos gerais da educação, os objetivos da educação e do ensino, o currículo escolar, a avaliação e a recuperação.

Sugestões bibliográficas

1 - CARNEIRO, Moaci Alves, LDB fácil, 11ª edição revista e atualizada, Petrópolis, RJ. Editora Vozes, 2004;

2 - COSTA, Messias, Município, Ensino e Valorização do Magistério, Rio de Janeiro, RJ, GRYPHUS (Ed.Forense), edição 1999;

Cargos: Professor II, Professor II p/ Defic. Visuais, Professor II p/ Defic. Auditivos, Professor II p/ Defic. Mentais

Conhecimentos Específicos

Língua Portuguesa

Conteúdo Programático

1-Compreensão e interpretação de texto;

2-Estrutura e formação das palavras;

3-Classes de palavras: substantivo, adjetivo, pronome, artigo, numeral, verbo, advérbio, conjunção, preposição e interjeição;

4-Período simples / período composto;

5-Termos da oração;

6-Orações subordinadas / orações coordenadas;

7-Concordância nominal / verbal;

8-Regência nominal / verbal;

9-Sintaxe de colocação;

10-Ortoepia e prosódia;

11-Crase;

12-Emprego do hífen;

13-Divisão silábica;

14-Acentuação gráfica;

15-Ortografia;

16-Pontuação;

17-Encontros vocálicos e consonantais;

18-Significação das palavras: homonímia, paronímia, sinonímia, antonímia

19-Emprego dos verbos haver, fazer, ser e parecer;

20-Emprego do infinitivo;

21-Figuras de linguagem;

22-Versificação;

23-Fonética e fonêmica.

Sugestões bibliográficas

1- CEGALLA, Domingos Paschoal - Novíssima Gramática da Língua Portuguesa - 26ª edição - São Paulo - Companhia Editora Nacional, 1985;

2- ANDRÉ, Hildebrando Afonso de - Gramática Ilustrada - 2ª edição - São Paulo - Editora Moderna , 1978;

3- BECHARA, Evanildo - Moderna Gramática Portuguesa - 37ª edição - Rio de Janeiro - Lucerna, 1999;

4- SACCONI, Luís Antônio - Nossa Gramática: teoria - 10ª edição reformada e revisada - São Paulo - Atual Editora Moderna, 1989.

Matemática

Conteúdo Programático

1- Conjuntos: noções gerais, relação de pertinência, igualdade de conjuntos, relação de inclusão, operações e conjuntos numéricos;

2- Operações fundamentais em R: operações com Números naturais : conceito, operações, propriedades, múltiplos e divisores, critérios de divisibilidade. M. M. C. e M. D. C. Frações e Números decimais

3- Intervalos: intervalos abertos e fechados, representação gráfica, união e interseção de intervalos;

4- Produto cartesiano: par ordenado, produto cartesiano, representação de par ordenado;

5- Relação de função: conceito, domínio e imagem, representação e função;

6- Funções do 1º e 2º graus: conceito, representação gráfica, coeficientes, raízes, estudo do sinal, equações e inequações do 1º e 2º graus, problemas;

7- Seqüências e sucessões - problemas;

8- Razão, proporção, escala e médias, problemas;

9- Regras de três: grandezas diretamente proporcionais, grandeza inversamente proporcionais, regra de três simples, regra de três composta e regra de sociedade, problemas;

10- Porcentagem: introdução, razão centesimal, razão milesimal, problemas de porcentagem;

11- Juros: juros simples e problemas;

12- Sistema de medidas: comprimento, capacidade, massa, volume e tempo, problemas;

13- Geometria plana: identificação, construção, cálculo da área das figuras e cálculos de perímetro.

Sugestões bibliográficas

1-GIOVANNI, Castruce e GIOVANNI JÚNIOR, A Conquista da Matemática, Rio de Janeiro, FTD; 2-BIANCHINI, Edwaldo e BACCOLA, Herval, Curso de Matemática, Rio de Janeiro, Ed. Moderna; 3-BEZERRA, Manoel Jairo e José Carlos Butnoki " Jota", Matemática, Volume único, São Paulo, Ed. Scipione; 4-CARVALHO, Diorne Lucches, Metodologia do Ensino da Matemática, São Paulo, Ed. Cortez, 1990; 5-Qualquer outro autor que apresente a programação exigida faz parte da Bibliografia.

História

Conteúdo programático

1 - História, sua definição e importância na formação dos princípios de cidadania e auto-estima.

2 - As grandes civilizações; noções sobre a Grécia e Roma como formadores do mundo ocidental.

3 - O cristianismo, os bárbaros e o novo mapa político sob os Reinos Cristãos.

4 - A Idade Média e Renascimento; noções acerca do desenvolvimento cientifico e cultural; as grandes navegações nas rotas do comércio e expansão dos povos.

5 - As Américas. O Novo Mundo e as novas áreas de exploração e de comércio.

6 - As grandes revoluções políticas e econômicas. A Revolução Francesa e o pensamento de liberdade. A Revolução Industrial e o desenvolvimento científico.

7 - O Mundo Contemporâneo; a ciência, a melhoria das condições de vida. As Grandes Guerras do século XX e a nova formação política do Mundo.

8 - O Mundo atual. A ONU e a sua atuação. Os conflitos nas eras estratégicas; o desenvolvimento econômico e a segurança internacional.

Sugestões bibliográficas

1 - Azevedo, GISLANE & Sertacopi, REINALDO. História. 15ª edição. Ática. São Paulo (SP), 2007.

2 - Arruda, JACKSON DE A.M. & Piletti, NELSON. Toda a História - História Geral e História do Brasil. 13ª edição. Ática. São Paulo (SP). 2007.

4 - ACCIOLI, Roberto & TAUNAY, Alfredo. História Geral da Civilização.Rio de Janeiro. Edições Bloch, 1967;

5 - AQUINO, Rubim Santos Leão de, FRANCO, Denize de Azevedo & LOPES, Oscar Guilherme Pahl Campos. História das Sociedades, das Comunidades Primitivas às Sociedades Medievais. Rio de Janeiro. Editora Ao Livro Técnico, 1980;

6 -__________ . História das Sociedades, das Sociedades Modernas às Sociedades Atuais. Rio de Janeiro. Editora Ao Livro Técnico, 1979.

Geografia do Brasil

Conteúdo Programático

1- A concentração industrial e a recente desconcentração espacial da atividade industrial no Brasil.

Distribuição da atividade industrial por regiões brasileiras

A desconcentração da atividade industrial: periferias

2- Impactos ambientais urbano-industriais

A interdependência entre os elementos naturais

Industrialização, urbanização e impactos ambientais

3- Brasil; globalização e comércio exterior (Mercosul e ALCA)

A globalização e a mundialização do capitalismo

O neoliberalismo

4- Os recursos minerais do Brasil

Os principais jazimentos minerais do Brasil

Garimpagem, mineração e impactos ambientais

5- As fontes de energia no Brasil

As fontes de energia renováveis e não-renováveis

O consumo de energia no Brasil

6- A questão agrária

Um sistema de acesso à terra historicamente antidemocrático

Os governos militares e a questão da terra

A injusta e antidemocrática estrutura fundiária brasileira

A subutilização da terra

Agricultura comercial de exportação X agricultura de produtos alimentares

Organização da produção e relações de trabalho

7- Urbanização, rede e hierarquia urbanas e regiões metropolitanas

A urbanização do Brasil no século XX

A megalópole em formação no Brasil

8- Crescimento natural da população brasileira e contribuição da imigração

9- A estrutura da população brasileira

Estrutura etária e sexual

Estrutura segundo atividades econômicas ou setores de produção

10- A distribuição e a mobilidade espacial da população brasileira

As migrações inter e intra-regioanis no Brasil na atualidade

11- Fundamentos geológicos e geomorfológicos do território brasileiro

A estrutura geológica do território brasileiro

Noções básicas: tectônica de placas, rochas e história geológica

12- A biosfera e os climas do Brasil

Os climas do Brasil e sua dinâmica: características gerais

13- Os grandes domínios vegetais do Brasil e o extrativismo vegetal

Brasil: os domínios vegetais originais e sua transformação pela ação humana

Sugestões bibliográficas

1 - ADAS, Melhem. Panorama Geográfico do Brasil: contradições, impasses e desafios socioespaciais. Ed. Moderna, 2004.

2 - BECKER, Bertha K. & EGLER, C.A.G. Brasil: uma nova potência regional na economia-mundo. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1994.

3 - CORRÊA, Roberto Lobato. Trajetórias Geográficas. 2. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasi, 2001.

4 - FONSECA SOBRINHO, Délcio da. Estado e população: uma história do planejamento familiar no Brasil. Rio de Janeiro. Rosa dos Tempos, 1993.

5 - HUBERMAN, Leo. História da riqueza do homem. Rio de Janeiro: LTC, 1986.

6 - LUCCI, Elian Alabi, BRANCO, Anselmo Lazaro, MENDONÇA, Cláudio. Geografia Geral e do Brasil. Ed. Saraiva, 2004.

7 - MAGNOLI, Demétrio e ARAÚJO, Regina. Projeto de Ensino de Geografia. Natureza, Tecnologias e Sociedades. Geografia do Brasil. Ed. Moderna, 2001.

8 - MARTINS, José de Souza. A militarização da questão agrária no Brasil (Terra e poder: o problema da terra na crise política). 2. ed. Petrópolis: Vozes, 1985. p. 28-61.

9 - MEDEIROS, Leonilde Servolo de. Reforma agrária no Brasil: história e atualidade da luta pela terra. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2003.

10 - MORAES, Fernando. Não às usinas nucleares. São Paulo: Alfa-Ômega, 1980.

11 - MOREIRA, Igor. O espaço geográfico. Geografia Geral e do Brasil. Ed. Ática, 2003.

12 - PAULA, Sérgio Góes de. Morrendo à toa: causas da mortalidade no Brasil. São Paulo: Ática, 1991.

13 - PEREIRA, Osny Duarte. Multinacionais no Brasil (aspectos sociais e políticos). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1975.

14 - PERDIGÃO, Francinete e BASSEGIO, Luiz. Migrantes amazônicos. Rondônia: a trajetória da ilusão. São Paulo: Loyola, 1992.

15 - PRIORE, Mary Del. A mulher na história do Brasil. 4. ed. São Paulo: Contexto, 1994.

16 - SANTOS, Milton. A urbanização brasileira. São Paulo: Hucitec, 1993.

17 - VESENTINI, José William. Sociedade & Espaço. Geografia Geral e do Brasil. Ed. Ática, 2003.

Ciências

Conteúdo Programático

1- O planeta Terra

2- As plantas

3- Os animais

4- Ser humano e saúde

Sugestão bibliográfica

NOVO VIVER E APRENDER, Elisabete Chaddad Trigo e Eurico Moraes Trigo, 7a. edição reformulada - 2007, Editora Saraiva Ensino Superior Completo

Conhecimentos Gerais (comum aos cargos)

Cargos: Arquiteto, Assistente Social, Biblioteconomista, Biólogo, Contador, Enfermeiro, Engenheiro Civil, Engenheiro Agrônomo, Farmacêutico, Fiscal de Tributos, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Médico Psiquiatra, Médico Clínico Geral, Médico Pediatra, Médico Neurologista, Médico Urologista, Médico Hematologista, Médico Nefrologista, Médico Ortopedista, Médico Angeologista, Médico Pneumologista, Médico Cardiologista, Médico do Trabalho, Médico Neuropediatra, Nutricionista, Odontólogo, Orientador Educacional, Supervisor Educacional, Procurador, Psicólogo - área Saúde, psicólogo - área Educação, Veterinário .

Língua Portuguesa

Conteúdo Programático

1-Compreensão e interpretação de texto;

2-Estrutura e formação das palavras;

3-Classes de palavras: substantivo / adjetivo / pronome / artigo / numeral / verbo / advérbio/ conjunção / preposição / interjeição;

4-Período simples / período composto;

5-Termos da oração;

6-Orações subordinadas / orações coordenadas;

7-Concordância nominal / verbal;

8-Regência nominal / verbal;

9-Crase;

10-Emprego do hífen;

11-Divisão silábica;

12-Acentuação gráfica;

13-Ortografia;

14-Pontuação;

15-Encontros vocálicos e consonantais;

16-Homônimos e parônimos;

17-Emprego dos verbos haver, fazer, ser e parecer;

18-Figuras de linguagem.

Sugestões bibliográficas

1-CEGALLA, Domingos Paschoal - Novíssima Gramática da Língua Portuguesa - 26ª edição - São Paulo - Companhia Editora Nacional, 1985;

2-ANDRÉ, Hildebrando Afonso de - Gramática Ilustrada - 2ª edição - São Paulo - Editora Moderna , 1978;

3-BECHARA, Evanildo - Moderna Gramática Portuguesa - 37ª edição - Rio de Janeiro - Lucerna, 1999;

4-SACCONI, Luís Antônio - Nossa Gramática: teoria - 10ª edição reformada e revisada - São Paulo - Atual Editora Moderna, 1989.

Matemática

Conteúdo Programático

1-Lógica

Sentenças e proposições. Proposições e conectivos

2-Conjuntos

Determinação de conjuntos, relações de pertinência e inclusão, igualdade de conjuntos. Partição de um conjunto. Operações com conjuntos: união, interseção, diferença, complemento. Propriedades. Aplicações

3-Relações

Par ordenado, produtos cartesianos. Relações binárias, relações de equivalência e de ordem, relação inversa. Aplicações

4-Conjuntos Numéricos

Números naturais: conceito, operações, propriedades, múltiplos e divisores, critérios de divisibilidade. M. M. C. e M. D. C. Números inteiros: conceito, operações, propriedades. Razões e proporções, porcentagem, juros simples. Números reais: conceito, operações, propriedades. Módulo. Intervalos. Números complexos: conceito, operações, propriedades. Aplicações

5-Funções

Definição: igualdade, sobrejeção, injeção, bijeção, função inversa, função composta. Polinômios: definição, propriedades, operações, fatoração. Relações entre coeficientes e raízes. Variação de polinômios de 1º a 2º graus. Funções trigonométricas: definição, propriedades, variação. Fórmulas fundamentais.Resolução de triângulos, lei dos senos e dos cosenos. Funções exponenciais e logarítmicas: definições, variação. Logaritmo e suas propriedades, Logaritmos decimais e naturais. Aplicações.

6-Equações e inequações

Equações ou inequações e sistema de 1º e 2º graus. Resolução e discussão. Problemas de 1º e 2º graus. Equações ou inequações trigonométricas: resolução, discussão e aplicações. Equações ou inequações exponenciais e logarítmicas: resolução, discussão e aplicações.

7-Sucessões: Definição. Progressões aritméticas e geométricas. Aplicações.

8-Geometria Plana - Geometria Métrica Espacial

Conceitos primitivos e axiomática da geometria euclidiana. Ângulos, paralelismo e perpendicularismo. Polígonos: definições, propriedades, poliedros, poliedros regulares. Corpos retos, relações métricas, áreas, volumes, aplicações.

9-Álgebra Linear

Matrizes e determinantes: definições e propriedades. Análise combinatória e probabilidades: contagem em conjuntos finitos. Grupamentos simples e com repetição de elementos de conjunto, definições, propriedades, aplicações. Binômio de Newton: desenvolvimento, propriedades. Probabilidades em espaços amostrais finitos: propriedades, aplicações.

Matemática Financeira:

1-Introdução: razão e proporção, grandezas proporcionais, divisão proporcional direta e inversa, regra de três simples e composta. Porcentagem;

2-Juros simples: juro e montante, taxa de juros, cálculo de juros e montante, taxa proporcional e equivalente, períodos não inteiros, juro exato e juro comercial, valor atual e valor nominal;

3-Juros compostos: montante, cálculo de juro, valor atual e nominal, taxas equivalentes, períodos não inteiros, taxa efetiva e taxa nominal;

__________________________4-Correção monetária: depósitos com correção monetária.

Sugestões bibliográficas

1-GIOVANNI, Castruce e GIOVANNI JÚNIOR, A Conquista da Matemática, Rio de Janeiro, FTD;

2-BIANCHINI, Edwaldo e BACCOLA, Herval, Curso de Matemática, Rio de Janeiro, Ed. Moderna;

3-BEZERRA, Manoel Jairo e José Carlos Butnoki "Jota", Matemática, Volume único, São Paulo, Ed. Scipione;

4-CARVALHO, Diorne Lucches, Metodologia do Ensino da Matemática, São Paulo, Ed. Cortez, 1990;

5-IEZI, Gelson e Outros, Fundamentos de Matemática Elementar, São Paulo, Ed. Atual;

6-MACHADO, Antonio dos santos, Matemática, Temas e Metas, São Paulo, Ed. Atual, 1986;

7-MACHADO, Antonio dos Santos, Geometria Analítica e Cálculo Vetorial, São Paulo, Ed. Atual, 1986;

Estatuto da Criança e do Adolescente

Conteúdo Programático

Estatuto da criança e do adolescente - Lei nº8069 de 13 de julho de 1990

Título I - Das disposições Preliminares

Titulo II - Dos Direitos fundamentais - Capítulos I, II, III, IV e V

Título III- Da Prevenção - Capítulo I e II

Sugestão bibliográfica

Estatuto da criança e do adolescente - Lei nº8069 de 13 de julho de 1990

História de Rio Bonito

Conteúdo Programático

1 - Origens;

2 - Sinopse Cronológica;

3 - Perfil Geográfico;

4 - Atividades Econômicas;

5 - Comunicação e Transporte;

6 - Educação, Saúde e Cultura;

7 - Emancipação Político Administrativa;

8 - Símbolos Municipais;

9 - Hino de Rio Bonito;

10 - Instituições Artísticas e Culturais;

11 - Tradição e Folclore;

12 - Personagens Destacados do Município;

13 - Evolução Político-Administrativa

Sugestões bibliográficas

1- MORAES SOARES, C.L., Rio Bonito, sua História, sua Gente, Ed. G.Cross, 1988

2- www.guiarb.com.br - site acesso pela internet

Conhecimentos Específicos

Arquiteto

Conteúdo Programático

Conhecimentos gerais e atuais de teoria e história da arte, arquitetura e urbanismo. Levantamentos - Noções de topografia. Levantamento arquitetônico e urbanístico. Locação de obras. Dados geoclimáticos e ambientais. Legislação arquitetônica e urbanística. Instalações de obras e construções auxiliares - Serviços preliminares. Canteiro de obras. Marcação de obras. Movimentos de terra. Escoramentos. Projeto de Arquitetura - Fases e etapas de desenvolvimento do projeto. Análise e escolha do sítio. Adequação do edifício às características geoclimáticas do sítio e do entorno urbano. Sistemas construtivos. Especificações de materiais e acabamentos. Sistemas prediais de redes. Acessibilidade para portadores de deficiências físicas. Projeto urbanístico - Desenho urbano. Morfologia urbana, análise visual. Redes de infra-estrutura urbana, circulação viária, espaços livres, percursos de pedestres. Renovação e preservação urbana. Loteamentos, remembramento e desmembramento de terrenos. Projeto paisagístico - Conceitos de paisagem. Paisagismo de jardins e grandes áreas. Arborização urbana, equipamentos e mobiliários urbanos. Projetos de reforma, revitalização e restauração de edifícios. Fiscalização e gerenciamento - Acompanhamento, coordenação e supervisão de obras. Aceitação dos serviços. Administração de contratos de execução de projetos e obras. Caderno de encargos. Atividades e serviços adicionais - Estudos de viabilidade técnica, econômica, financeira e legal. Estimativas de custos. Orçamentos. Laudos e pareceres técnicos. Noções de representação gráfica digital: AutoCAD. Tecnologia das construções - Fundações, estruturas. Mecânica dos solos. Sistemas construtivos.

Sugestões Bibliográficas

ABCI - Associação Brasileira da Construção Industrializada. Manual Técnico de Alvenaria. São Paulo : Projeto Editores Associados Ltda., 1990.

ABNT. Elaboração de projetos de edificações - arquitetura. NBR 13531/1995.

ABNT. Acessibilidade de pessoas portadoras de deficiência a edificações, espaço, mobiliário e equipamentos urbanos. NBR 9050/1994.

AsBEA. Manual de Contratação de Serviços de Arquitetura e Urbanismo. São Paulo : Editora Pni Ltda., 2000.

ARGAN, Giulio Carlo. Arte Moderna. São Paulo : Companhia das Letras, 1995.

BENÉVOLO, Leonardo. A cidade e o arquiteto. São Paulo : Perspectiva,1984

BENÉVOLO, Leonardo. Historia da cidade. 3. ed. São Paulo : Perspectiva, 2001.

BENÉVOLO, Leonardo. História da Arquitetura Moderna. 3. ed. São Paulo : Perspectiva,1998.

BRANDI, Cesari. Teoria del restauro. Torino : Giulio Einaudi Editore, 1977.

CARDÃO, Celso. Técnica da construção. Vol. I e II. Belo Horizonte : Edições Engenharia e Arquitetura, 1983.

CESHI, Carlo. Teoria e storia del restauro. Mario Bulzoni Editore, 1970.

CHOAY, Françoise. O Urbanismo. São Paulo: Editora Perspectiva, 5. ed., 2000.

CHOAY, Françoise. A alegoria do patrimônio. São Paulo, Ed. UNESP, 2001.

CREDER, Hélio. Instalações Elétricas. Rio de Janeiro e São Paulo : Livros Técnicos e Científicos Editora S/A, 2000.

DEL RIO, Vicente. Introdução ao Desenho Urbano no Processo de Planejamento. São Paulo : Editora Pini Ltda., 1999.

FREY, David. AutoCAD 2002: a bíblia do iniciante. São Paulo : Ciência Moderna, 2003.

GONZALES, Gerard Mayor. Teoria e Problemas de Materiais de Construção. São Paulo : Editora McGraw Hill, 1978.

GUEDES, Milber F. Caderno de Encargos. São Paulo : Editora Pini Ltda., 1994.

GOMBRICHT, E. H. A História da Arte. Editora LTC Livros Técnicos Científicos Ed. Sa, 1995.

LAMBERTS, R.; DUTRA, L.; PEREIRA, F.O.R. Eficiência Energética na Arquitetura. São Paulo : PW, 1997. 192p.

MACINTYRE, Archibald J. Instalações Hidráulicas. Rio de Janeiro : Editora Guanabara S/A, 2. ed.

MASCARÓ, Juan. Desenho Urbano e Custos de Urbanização. Brasília : MHU, 1987.

MASCARÓ, Lúcia R. de. Luz, Clima e Arquitetura. São Paulo : Projeto, 1985.

NEUFERT, Ernest. Arte de projetar em Arquitetura. 12. ed. São Paulo : Editora Gustavo Gili do Brasil, 1997.

PEIXOTO, Gustavo Rocha. Reflexos das Luzes na Terra do Sol. Rio de Janeiro : Editora Pro Editores, 2000.

PÊSSOA, José (org.). Lúcio Costa: Documentos de Trabalho. Rio de Janeiro : IPHAN, 1999.

SILVA, Elvan. Uma introdução ao projeto arquitetônico. 2. ed. Porto Alegre : Ed. da UFRS, 1998.

RABELLO DE CASTRO, Sônia. O Estado na preservação de bens culturais. Rio de Janeiro : Renovar, 1991.

REIS Filho, Nestor Goulart. Quadro da Arquitetura no Brasil. São Paulo : Editora Perspectiva, 7. ed. 1995.

ZEVI, Bruno. Saber ver a arquitetura. 3 ed. São Paulo : Martins Fontes, 1992. Assistente Social

1- A Seguridade Social no Contexto Atual: gestão, financiamento e controle social;

2- Cidadania: fundamentos teórico-históricos e desafios contemporâneos;

3- Fundamentos Históricos e Teórico-metodológicos do Serviço Social;

4- Debate Contemporâneo Sobre o Serviço Social.

5- Programas de Renda Mínima;

6- Atividades cotidianas do Assistente Social: planejamento, execução, supervisão, assessoria/consultoria e coordenação e avaliação de programas sociais;

7- Instituições: saberes, estratégias e práticas;

8- Família: mudanças societárias contemporâneas e Serviço Social;

9- Políticas Públicas e Organização da Prestação dos Serviços Sociais;

10- Pesquisa e Sistematização no Trabalho Profissional do Assistente Social;

11- Interdisciplinaridade e trabalho em equipe;

12- Participação e Direitos Sociais;

13- Ética e Serviço Social;

14- Legislação Social

15- Sistema Único de Saúde: conceitos, princípios, diretrizes e articulação com serviços de saúde; Fundamentação legal e normas pertinentes ao SUS; Participação popular e controle social; Conselhos de Saúde

Sugestões bibliográficas

1 - ACOSTA, Ana Rojas e Vitale, Maria Amália Faller (org.). Família: Redes, Laços e Políticas Públicas. São Paulo: IEE/PUCSP, 2003.

2 - BEHRING, E.R.et al. Política Social: fundamentos e história.São Paulo. 3ª Ed. Cortez: 2007.

3 - BRASIL. Norma Operacional Básica de Recursos Humanos do Sistema Único de Assistência Social - NOB-RH/SUAS, Brasília, 2006.

4 - BRASIL. Orientações para Conselheiros da Área de Assistência Social / Tribunal de Contas da União - Brasília: TCU, 4ª Secretaria de Controle Externo, 2007.

5 - BRASIL. Política Nacional de Assistência Social. MDS/SNAS, Brasília, 2004a.

6 - BRASIL. Sistema Único de Assistência Social - Norma Operacional Básica - NOB/SUAS - Construindo as Bases para a Implantação do Sistema Único de Assistência Social, Brasília, 2005.

7 - BRASIL. O que é o IGD? www.mds.gov.br/servicos/fale-conosco/bolsa-familia-1/gestor-tecnico-municipal/igd-2013-indice-de-gestao­descentralizada/html2pdf extraído em 04/08/08

8 - BRASIL. Orientações para o acompanhamento das famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família no âmbito do SUAS. Versão Preliminar: www.mds.gov.br/suas/guia_protecao/avisos-1/orientacoes-para-o-acompanhamento-das-familias-beneficiarias-1/1 extraído em 04/08/08.

9 - BRASIL Lei nº 10.741/2003. Dispõe sobre o Estatuto do Idoso e dá outras providências.

10 - BRASIL Lei nº. 11.340/2006 (Lei Maria da Penha).

11 - BURIOLLA, Marta A.F. Supervisão em Serviço Social: o Supervisor, sua relação e seus papeis. Ed. Cortez.

12 - CRESS 7ª Região. Coletânea de Leis e Resoluções. 4ª Ed.2006.

13 - FALEIROS, Vicente de Paula. Estratégias em Serviço Social. 6. ed. São Paulo: Cortez, 2006.

14 - FONSECA, Tatiana Maria A. Reflexões acerca da assessoria como atribuição e competência do assistente social.In:Revista Àgora: Políticas Públicas e Serviço Social,. www.assistentesocial.com.br. Ano 2, nº 3.

15 - GUERRA, Yolanda. A instrumentalidade do Serviço Social. 6. ed. São Paulo: Cortez, 2007.

16 - IAMAMOTO, Marilda Villela e CARVALHO, Raul de. Relações Sociais e Serviço Social no Brasil: esboço de uma interpretação histórico- metodológica. 21. ed. São Paulo: Cortez; CELATS, 2007.

17 - ______. O Serviço Social na contemporaneidade: trabalho e formação profissional. 13. ed. São Paulo: Cortez, 2007.

18 - RICO, Elizabeth Melo (org). Avaliação de Políticas Sociais: uma questão em debate. 2. ed. São Paulo: Cortez/Instituto de Estudos Especiais, 1999.

19 - SALES, Mione Apolinário et al (org). Política Social, família e juventude: uma questão de direitos. São Paulo: Cortez, 2004. SILVA, Marlise Vinagre et al. Serviço Social e Ética - Convite a uma nova práxis. 8. ed. São Paulo: Cortez/CFESS, 2007.

20 - SILVA e SILVA, Mª Ozanira da, YAZBEK, Mª Carmelita e DI GIOVANNI, Geraldo. A Política Social Brasileira no Século XXI: A Prevalência dos Programas de Transferência de Renda. São Paulo: Cortez, 2004.

21 - SPOSATI, Aldaíza de Oliveira et al. A Assistência na Trajetória das Políticas Sociais Brasileiras: uma questão em análise. 7. ed. São Paulo: Cortez, 1998.

22 - ___________ . Proteção Social de Cidadania. 1ª ed. São Paulo: Cortez, 2004.

Conteúdo Programático

Estatuto do idoso - Lei nº 10741

Título I - Das disposições Preliminares

Titulo II - Dos Direitos fundamentais - Capítulos I, II, III, IV, V,VI,VII, VIII, IX e X

Título III- Das medidas de Proteção - Capítulo I e II

Sugestão Bibliográfica

Estatuto do idoso - Lei nº 10741

Biblioteconomista

Conteúdo Programático

Processamento Técnico de Informação. Código de Catalogação Anglo-Americano - CCAA2. Classificação Decimal de Dewey. Classificação Decimal Universal. Indexação: conceitos, técnicas e linguagens. Recuperação da Informação. Armazenagem da informação. Catálogos: finalidades, formas e funções. Disseminação e acesso à informação. Serviço de Referência. Bibliografias nacionais correntes, enciclopédias e dicionários. Formação do acervo. Avaliação e desenvolvimento das coleções. Redes e Sistemas de Informação. Normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) sobre Documentação. Organização e Administração de Bibliotecas.

Sugestões Bibliográficas

ANDRADE, D. & VERGUEIRO, W. Aquisição de materiais de informação. Brasília, DF : Briquet de Lemos Livros, 1996.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. Normas sobre documentação. Rio de Janeiro, 1989-2001.

CAMPELLO, B. S. & CAMPOS, C.M. Fontes de informação especializada: características e utilização. Belo Horizonte : Editora da UFMG, 1993.

CAMPELLO, B. S. Introdução ao controle bibliográfico. Brasília, DF : Briquet de Lemos, 1997.

CÓDIGO de Catalogação Anglo-Americano. 2. ed. Preparado por The American Libary Association et. al. Coordenado por Michael Gorman e Paul W. Winkler. Tradução brasileira da Parte 1 e Apêndices sob a responsabilidade da Comissão Brasileira de documentação em Processos Técnicos da Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários. 2. ed. São Paulo: FEBAB, 1983-1985. 2v.

CRUZ, A. da C.; CORRÊA, R. M. R.; COSTA, V. M. G. Catalogação descritiva: área do título e das indicações de responsabilidade, área da edição e área da publicação, distribuição etc. Niterói : EdUFF, 1998.

CRUZ, A. da C.; CORRÊA, R. M. R.; COSTA, V. M. G. Catalogação descritiva: área da descrição física, área da série. Rio de Janeiro : Interciência. Niterói: Intertexto, 2000.

CRUZ, A. da C.; CORRÊA, R. M. R.; COSTA, V. M. G. Catalogação descritiva: área das notas, área do número normalizado e das modalidades de aquisição. Niterói : Intertexto, 1999.

FIGUEIREDO, N. M. de. Desenvolvimento & avaliação de coleções. Rio de Janeiro : Rabiskus, 1993.

GROGAN, D. A prática do serviço de referência. Brasília, DF : Briquet de Lemos Livros, 1995.

GUINCHAT, C. & MENON, M. Introdução geral às ciências e técnicas da informação e documentação. 2. ed. corr. e aum. Brasília, DF : IBICT, 1994.

LANCASTER, F. W. Avaliação do serviço de bibliotecas. Brasília, DF : Briquet de Lemos Livros, 1996.

LANCASTER, F. W. Indexação e resumos: teoria e prática. Brasília, DF : Briquet de Lemos Livros, 1993.

MACIEL, A. C. & MENDONÇA, A. A. R. Bibliotecas como organizações. Rio de Janeiro : Interciência; Niterói : Intertexto, 2000.

MEY, E. S. A. Introdução à catalogação. Brasília, DF : Briquet de Lemos Livros, 1995.

MEY, E. S. A..; MENDES, M. T. R. CCAA2 em 58 lições. Brasília, DF: Associação dos Bibliotecários do Distrito Federal, 1989.

RIBEIRO, Antonia Motta de Castro Memória. AACR2: Anglo Americam Cataloguing Rules. 2. ed: descrição e pontos de acesso. 2. ed. Ed. rev. e atual. pelo "AACR2 1998 Revision". Brasília, DF: Editora do Autor, 2001.

ROBREDO, J.; CUNHA, M. B. Documentação de hoje e de amanhã: uma abordagem informatizada da biblioteconomia e dos sistemas de informação. São Paulo : Global, 1994.

SILBERGER, K. K. Obras de referência: subsídios para uma avaliação criteriosa. Florianópolis : Editora da UFSC, 1990.

VERGUEIRO, W. Seleção de materiais de informação: princípio e técnicas. Brasília, DF : Briquet de Lemos Livros, 1995.

Biólogo

Conteúdo Programático

Biólogo (análises clínicas): Biologia Celular e Molecular: Princípios gerais. Biossegurança e Boas Práticas em Laboratório Clínico - barreiras primárias e equipamentos protetores; seleção e aquisição de materiais e reagentes; descontaminação, esterilização, desinfecção e antissepsia. Bioquímica: Controle de qualidade. Automação. Dosagens bioquímicas no sangue. Metabolismo e correlações clínico-patológicas às análises bioquímicas. Eletroforese - definições de termos técnicos, materiais e reagentes; proteínas, lipoproteínas e hemoglobina. Imunoeletroforese e cromatografia em análises clínicas - princípios gerais. Interferências nas determinações laboratoriais, função hepática. Urinálise - coleta, exame físico, exame químico, exame qualitativo, exame quantitativo, exame microscópico do sedimento. Hematologia: Automação. Hematopoiese. Hemograma e sua interpretação clínica. Alterações patológicas da série eritróide e da série leucocitária. Hemossedimentação. Classificação sanguínea ABO/Rh. Classificação das anemias. Coagulação. Coagulograma - Tempo de coagulação, tempo de sangramento, fragilidade capilar, tempo de protrombina, tempo de tromboplastina parcial ativado, tempo de trombina. Testes diagnósticos e distúrbios da hemostasia. Microbiologia: Técnicas de esterilização, coleta, transporte e processamento de amostras para exames microbiológicos. Métodos de coloração. Imunologia: Resposta imune. Imunidade celular e humoral. Sistema complemento. Imunologia das doenças infecciosas e imunológicas. Automação no Laboratório de Imunolgia. Reações antígeno-anticorpo. Imunoglobulinas. Parasitologia: Morfologia, biologia, métodos de diagnóstico e identificação dos principais protozoários e helmintos de importância médica. Bioestatística: Noções Básicas. Apresentação de dados em tabela. Apresentação de dados em gráficos. Medidas de tendência central para uma amostra. Medidas de dispersão para uma amostra. Sistema Único de Saúde: conceitos, princípios, diretrizes e articulação com serviços de saúde; Fundamentação legal e normas pertinentes ao SUS; Participação popular e controle social; Conselhos de Saúde

Sugestões bibliográficas

Abbas, A. Imunologia Celular e Molecular. Editora Revinter, 3ª Ed, 2000.

Failace R. Hemograma - Manual de Interpretação. Editora Artes Médicas, 3ª Ed, 1995.

Ferreira AW e Ávila SLM. Diagnóstico Laboratorial das Principais Doenças Infecciosas e Auto-Imunes. Editora Guanabara Koogan, 2ª Ed, 2001.

Jawestz E; Melnick JL; Adelberg EA; Brooks GF; Butel JS e Ornston LN. Microbiologia Médica. 18ª Ed, 1991.

Moura, RAA. Colheita de Material para Exames de Laboratório. Editora Atheneu, 1998.

Nogueira DM; Strufaldi B; Hirata MH; Abdalla DSP e Hirata RDC. Métodos de Bioquímica Clínica - Técnica e Interpretação. Pancast Editora Com. E Repres. Ltda, 1990.

Oliveira Lima, A; Benjamin Soares J; Greco JB; Galizzi J e Romeu Cançado J. Métodos de Laboratório Aplicados à Clínica - Técnica e Interpretação. Editora Guanabara Koogan, 7ª ed, 1992.

Rey, L. Bases da Parasitologia Médica. Editora Guanabara Koogan, 1992.

Stites DP e Terr AI. Imunologia Básica. Editora Prentice-Hall do Brasil Ltda., 1992.

Teixeira P e Valle S. Biossegurança - Uma abordagem multidisciplinar. Editora Fiocruz, 2000.

Vallada EP. Manual de Técnicas Hematológicas. Editora Atheneu, 1999.

Vallada, EP. Manual de Exames de Fezes. Editora Atheneu, 1998.

Vieira, S. Introdução à bioestatística. Editora Campus, 2ª Ed 1981.

Contador

Conteúdo Programático

1 - Contabilidade Geral: Estrutura Conceitual Básica da Contabilidade. Princípios Fundamentais. Equação Fundamental do Patrimônio. Fatos contábeis e respectivas variações patrimoniais. Sistema de contas: contas patrimoniais, de resultado e retificadoras. Operações de aquisição, venda e recebimentos de ativos. Operações de origem e liquidação de passivos. Operações geradoras de Receitas, Custos e Despesas. Despesas e receitas não operacionais. Despesas e receitas financeiras. Contabilização de tributos: impostos, taxas e contribuições. Folha de pagamentos: contabilização de remunerações, encargos e provisões. Constituição e baixa de reservas e provisões. Critérios de avaliação dos componentes patrimoniais. Estoques: controle e avaliação. Critérios de avaliação: PEPS, UEPS e Custo Médio. Escrituração: conceito e métodos. Livros de escrituração: obrigatoriedade, funções, formas de escrituração. Erros de escrituração e suas correções. Balancete de Verificação. Balanço Patrimonial: conteúdo dos grupos e subgrupos. Critérios de avaliação do ativo e do passivo. Avaliação de investimentos. Demonstração do Resultado: estrutura, características e elaboração.

2 - Contabilidade Pública: Orçamento Público. Princípios Orçamentários. Receita Pública Despesa Pública. Licitações. Empenho da Despesa. Adiantamentos. Regimes contábeis. Variações Patrimoniais. Contabilidade Analítica. Contabilidade Sintética. Prática de Escrituração Sintática. Lançamentos Especiais. Plano de Contas.

3 - Matemática financeira: juros simples e compostos. Capitalização e desconto. Taxas de juros: efetiva, equivalente, real e aparente. Rendas uniformes e variáveis. Planos de amortização de empréstimos e financiamentos. Cálculo financeiro: custo real efetivo de operações de financiamentos, empréstimos e investimento.

4 - Contabilidade de Custos: Classificação dos custos: diretos, indiretos, fixos e variáveis. Apropriação dos custos: material, mão-de-obra e custos indiretos. Margem de contribuição. Métodos de custeio: por absorção e variável. Custo padrão. Ponto de equilíbrio contábil.

5 - Direito Constitucional: Dos Direitos e Garantias Fundamentais (Constituição Federal art. 5°); Da Administração Pública (Constituição Federal art. 37 caput e § 4°).

6 - Legislação Municipal: Lei n° 29/76 - Estatuto dos Funcionários Públicos Municipais; Lei 417/92 - Regime Jurídico único dos Servidores Municipais.

7 - Probidade e Ética Profissional: Lei 8.429/92 (dispõe sobre atos de improbidade na Administração Pública). Resolução CFC n° 803/96 (Código de Ética do Contabilista).

Sugestões bibliográficas

1 - Contabilidade introdutória / equipe de professores da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP; coordenação Sérgio de Iudícibus. - 10. Ed. - São Paulo: Atlas, 2006.

2 - OLIVEIRA, Álvaro Guimarães de. Introdução à Contabilidade. São Paulo: Saraiva.

3 - ANGÉLICO, João. Contabilidade Pública. 8. ed. - São Paulo: Atlas, 2006.

4 - CARVALHO, Deusvaldo. Orçamento e Contabilidade Pública. 3. ed. - São Paulo: Campus.

5 - MEGLIORINI, Evandir; Custos. São Paulo: Makron Books, 2001.

6 - LEONE, George Sebastião Guerra. Custos: um enfoque administrativo. Rio de Janeiro: FGV.

7 - PUCCINI, Abelardo de Lima. Matemática Financeira Objetiva e Aplicada. São Paulo: Saraiva.

8 - Princípios de Contabilidade e Código de Ética do Contabilista - www.cfc.org.br

9 - Legislação Municipal: www.riobonito.rj.gov.br.

10 - Legislação Federal: www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8429.htm

Enfermeiro

Conteúdo Programático

1 - Administração aplicada à enfermagem: administração de recursos materiais e recursos humanos em enfermagem; exercício profissional, princípios, direitos, deveres, regulamentação do exercício profissional.

2 - Metodologia da assistência de enfermagem: Sistematização da Assistência em Enfermagem, Exame Físico, Preparo e Administração de medicamentos/soluções. Processo de Enfermagem.

3 - Aspectos Éticos e Legais da Prática de Enfermagem;

4 - Enfermagem em clínica médica: assistência de enfermagem aos clientes com distúrbios: respiratórios, cardiovasculares, neurológicos, hematológicos, gastrointestinais, geniturinários, endócrinos, metabólicos, hidroeletrolíticos.

5 - Enfermagem em clínica cirúrgica: aspectos gerais da assistência de enfermagem cirúrgica, graus de dependência dos pacientes; assistência de enfermagem no pré, trans e pós-operatório; tipos de cirurgia - regiões e incisões cirúrgicas, principais complicações no pós-operatório imediato dos diversos tipos de cirurgia; procedimentos de enfermagem no centro de esterilização de materiais; desinfecção e esterilização - meios e métodos; atuação do enfermeiro no controle de

6 - infecção hospitalar;

7 - Enfermagem em terapia intensiva: assistência de Enfermagem a pacientes graves; ventilação artificial, monitorização cardíaca - interpretação das principais arritmias cardíacas; insuficiência renal aguda e crônica, insuficiência respiratória aguda; principais medicamentos utilizados em terapia Intensiva.

8 - Enfermagem em emergência: assistência de enfermagem ao cliente em situações de emergência - triagem, parada cardiorrespiratória, reanimação cardiopulmonar cerebral; acidente vascular encefálico; síndrome coronariana aguda; arritmia cardíaca; choque; edema agudo de pulmão; crise hipertensiva; alterações metabólicas; politraumatismo; alterações de comportamento; corpos estranhos; insolação e intermação; desmaio e tontura; convulsão e inconsciência; queimaduras; afogamento; intoxicação e envenenamento;

9 - Enfermagem em Saúde Mental: integração da assistência de enfermagem às novas políticas públicas de atenção à saúde mental da criança e adulto;

10 - Enfermagem em saúde pública: Assistência de enfermagem na prevenção

11 - e controle de doenças infecto-parasitárias, crônico-degenerativas, e processo de reabilitação; Programa Nacional de Imunização (PNI); DST/AIDS; doenças cardiovasculares; Programa de Assistência à Mulher e da Criança.

12 - Sistema Único de Saúde: conceitos, princípios, diretrizes e articulação com serviços de saúde; Fundamentação legal e normas pertinentes ao SUS; Participação popular e controle social; Conselhos de Saúde

13 - Enfermagem em pediatria: crescimento e desenvolvimento; saúde da criança; assistência de enfermagem à criança hospitalizada; doenças agudas na infância.

Sugestões bibliográficas

1 - POTTER, P.A & PERRY, A. G. Grande Tratado de Enfermagem Prático-Clínico e Prática Hospitalar, 3° Ed. Santos: 2001.

2 - SMELTZER, Suzane C.& BARE, Brenda G. Brunner e Suddarth: Tratado de Enfermagem Médico-cirúrgica, 9° ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2002.

3 - BARROS, Alba Lúcia. Anamnese e Exame Físico: Avaliação diagnóstica de Enfermagem no adulto. Porto Alegre: Artmed, 2002.

4 - KNOBEL, Elias. Terapia Intensiva: Enfermagem. São Paulo: Atheneu, 2006.

5 - CALIL, Ana Maria & PARANHOS, Wana Yeda. O Enfermeiro e as situações de emergência. São Paulo: Atheneu, 2007.

6 - REZENDE & MONTENEGRO. Obstetrícia Fundamental. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1986.

7 - WHALEY & WONG. Enfermagem Pediátrica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1997.

8 - MOZACHI, Nelson. O hospital: manual do ambiente hospitalar. Curitiba: Manual Real, 2005.

9 - KATZUNG, B. G. Farmacologia Básica e Clínica. 6° ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2003.

10 - FIGUEIREDO, Nébia Maria Almeida de. Administração de Medicamentos: Revisando uma Prática de Enfermagem. São Paulo: Difusão Enfermagem, 2003.

11 - STUART, Gail W.& LARAIA, Michele T. Enfermagem Psiquiátrica: princípios e práticas. 6° ed. Porto Alegre: Artmed, 2001.

12 - COFEN. Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem.

13 - BRASIL. Ministério da Saúde. Coordenação de Controle de Infecção Hospitalar. Processamento de Artigos e Superfícies em estabelecimentos de saúde, 2° ed, Brasília, Ministério da Saúde, 1994.

14 - Ministério da Saúde. Secretaria Executiva. Programa Saúde da Família. Brasília: Ministério da Saúde, 2001.

15 - Ministério da Saúde. Departamento de Atenção Básica. Programas e Projetos: Vacinação. Brasília:Ministério da Saúde, 2001

16 - Ministério da Saúde. Plano de Reorganização da Atenção à Hipertensão arterial e ao Diabetes mellitus. Manual de Hipertensão e Diabetes mellitus. Brasília: Ministério da Saúde, 2002.

17 - Ministério da Saúde/SNPES/DINSANI. Programa de Assistência Integral à Saúde da Criança: Acompanhamento do Crescimento e Desenvolvimento. 3° ed. Brasília: Ministério da Saúde, 1999.

18 - Ministério da Saúde. Programa de Assistência Integral à Saúde da Criança: Assistência e Controle das Infecções Respiratórias Agudas. Manual de Normas. 4° ed. Brasília: Ministério da Saúde, 1994.

19 - BRASIL. Lei 8080 de 19/09/1 990. A qual "dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências". Brasília: 1990

Engenheiro Civil

Conteúdo programático

1 -Topografia. 2- Estatística. 3- Mecânica de solos. 4- Projetos de obras civis. 4.1 -Arquitetônicos. 4.2- Estruturais (concreto, aço e madeira). 4.3- Fundações. 4.4- Instalações elétricas e hidrossanitárias. 5- Projetos complementares. 5.1 - Elevadores. 5.2- Ventilação-exaustão. 5.3- Ar condicionado. 5.4 -Telefonia. 5.5- Prevenção contra incêndio. 6- especificação de materiais e serviços. 7- Programação de obras. 7.1 - Orçamento e composição de custos unitários, parciais e totais: levantamento de quantidades. 7.2- Planejamento e cronograma físico-financeiro: PERT-CPM. 8- Acompanhamento de obras. 9- Construção. 9.1- Organização do canteiro de obras: execução de fundações (sapatas, estacas e tubulões). 9.2- Alvenaria. 9.3- Estruturas e concreto. 9.4- Aço e madeira. 9.5- Coberturas e impermeabilização. 9.6- Esquadrias. 9.7- Pisos e revestimentos. 9.8 - Pinturas, instalações (água, esgoto, eletricidade, lógica e telefonia) 10 - Fiscalização. 10.1- Acompanhamento da aplicação de recursos (medições, emissão de fatura, controle de materiais etc). 10.2 - Controle de materiais (cimento, agregados aditivos, concreto usinado, aço, madeira, materiais cerâmicos, vidro etc). 10.3- Controle de execução de obras e serviços. 11- Noções de irrigação e drenagem, de hidráulica, de hidrologia e solos. 12- Pavimentação urbana. 13- Abastecimento de água. 14- Esgotamento sanitário. 15- Drenagem urbana. 16- Resíduos sólidos. 17- Vistoria e elaboração de pareceres. 18- Programação, controle e fiscalização de obras. Orçamento e composição de custos, levantamento de quantitativos, planejamento e controle físico-financeiro. 19- Acompanhamento e aplicação de recursos (medições, emissão de faturas, controle de materiais). 20- Licitação e contratos, conforme a Lei n.° 8.666 e atualizações (ênfase no capítulo 1 - seções I a IV, capítulo 2 - na íntegra e capítulo 3 - seções I a V). 21- Planejamento urbano: sustentabilidade urbana (Agenda Habitat, Estatuto da Cidade e Agenda 21). 22- Princípios de planejamento e de orçamento público.

Sugestões bibliográficas

Lei n.° 8.666 e atualizações

LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE RIO BONITO

LEI Nº 417 DE 06[1].1 1.1992 - REGIME JURÍDICO ÚNICO

PROJETO DE LEI DO CÓDIGO DE OBRAS E EDIFICAÇÕES DO MUNICÍPIO DE RIO BONITO

PROJETO DE LEI DE PARCELAMENTO DE SOLO PARA FINS URBANOS DO MUNICÍPIO DE RIO BONITO

PROJETO DE LEI DO USO DO SOLO URBANO DO MUNICÍPIO DE RIO BONITO Agenda Habitat, Estatuto da Cidade e Agenda 21).

Resolução 205 de 30/09/71 - Código de Ética Profissional

Revista Téchne - Melhores Práticas e IPT responde

Planejamento Orçamentação e Controle de Projetos e Obras Ed. LTC aa. Carl V. Limmer

NBR5410 - Instalações elétricas de baixa tensão

NBR5419 - Proteção de estruturas contra descargas atmosféricas

NBR5426 - Planos de amostragem e procedimentos na inspeção por atributos

NBR5429 - Planos de amostragem e procedimentos na inspeção por variáveis

NBR5444 - Símbolos gráficos para instalações elétricas prediais

NBR5460 - Sistemas elétricos de potência

NBR5626 - Instalação predial de água fria

NBR5674 - Manutenção de edificações - Procedimento

NBR5675 - Recebimento de serviços e obras

NBR9441 - Execução de sistemas de detecção e alarme de incêndio

NBR5688 - Sistemas prediais de água pluvial, esgoto sanitário e ventilação - Tubos e conexões de PVC, tipo DN - Requisitos

NBR5729 - Princípios fundamentais para a elaboração de projetos coordenados modularmente

NBRNM67 - Concreto - Determinação da consistência pelo abatimento do tronco de cone

NBRNM33 - Concreto - Amostragem de concreto fresco

NBR6492 - Representação de projetos de arquitetura

NBR7477 - Determinação do coeficiente de conformação superficial de barras e fios de aço destinados a armaduras de concreto armado

NBR7678 - Segurança na execução de obras e serviços de construção

NBR7808 - Símbolos gráficos para projetos de estruturas

NBR8036 - Programação de sondagens de simples reconhecimento dos solos para fundações de edifícios

NBR8160 - Sistemas prediais de esgoto sanitário - Projeto e execução

NBR9050 - Acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos

NBR1 2517 - Símbolos gráficos para projetos de controle de acesso físico

NBR1 2654 - Controle tecnológico de materiais componentes do concreto

NBR1 3133 - Execução de levantamento topográfico

NBR1 2655 - Concreto de cimento Portland - Preparo, controle e recebimento - Procedimento

NBR1 2722 - Discriminação de serviços para construção de edifícios

NBR1 3534 - Instalações elétricas de baixa tensão - Requisitos específicos para instalação em estabelecimentos assistenciais de saúde

NBR1 3418 - Cabos resistentes ao fogo para instalações de segurança

NBR1 3531 - Elaboração de projetos de edificações - Atividades técnicas

NBR1 3532 - Elaboração de projetos de edificações - Arquitetura

NBR1 4037 - Manual de operação, uso e manutenção das edificações - Conteúdo e recomendações para elaboração e apresentação

NBR14100 - Proteção contra incêndio - Símbolos gráficos para projeto

NBR14645-1 - Elaboração do "como construído" (as built) para edificações - Parte 1: Levantamento planialtimétrico e cadastral de imóvel urbanizado com área até 25 000 m2, para fins de estudos, projetos e edificação - Procedimento

NBR1 5098 - Aparelhos sanitários de material cerâmico - Procedimento para instalação

NBR16401-1 - Instalações de ar-condicionado - Sistemas centrais e unitários - Parte 1: Projetos das instalações

NBR16401-3 - Instalações de ar-condicionado - Sistemas centrais e unitários - Parte 3: Qualidade do ar interior

Engenheiro Agrônomo

Conteúdo Programático

Solos - Propriedades Químicas, Físicas e Biológicas do solo. Correção da acidez do solo, adubos e corretivos. Nutrição vegetal e recomendações de nutrientes. Adubações orgânica e mineral. Mecanização e preparo correto do solo. Classificação dos solos do Estado do Rio de Janeiro. Práticas de controle da erosão. Sementes e Mudas - Propagação de plantas e produção de sementes e mudas. Escolha de matrizes, coleta de sementes, implantação de viveiro de mudas. Planejamento e instalação de viveiros de mudas. Agricultura Comercial e Social - Principais culturas agrícolas: olericultura, fruticultura, forragicultura, culturas anuais e silvicultura. Considerar os aspectos edáficos, fisiológicos, climáticos, classificação botânica, variedades, irrigação e drenagem, fitossanidade, plantio, tratos culturais, colheita, classificação, embalagem, transporte e comercialização da produção. Controle Integrado de pragas, doenças e plantas invasoras. Agricultura orgânica e agroecologia. Cultivo protegido, hidroponia. Conservação e Manejo dos Recursos Naturais - Conservação do solo e da água; da fauna e flora nativas. Aptidão e uso agrícola dos solos. Prevenção e controle da poluição na agricultura. Recuperação de matas ciliares, revegetação, arborizações urbana e rural e qualidade de vida. Agricultura alternativa. Economia e Planejamento Agropecuário - Administração, planejamento e desenvolvimento agropecuário. Custos de produção agropecuário e retorno econômico da atividade agropecuária. Extrato fundiário, utilização das terras do RJ, agropecuária fluminense. Produção Animal - Bovinocultura, suinocultura, caprinocultura e avicultura. Raças e aptidão zootécnica. Alimentação, produção de volumosos, conservação de alimentos, sanidade e manejo animal. Agroindustrialização - Envenenamento alimentar. Métodos de conservação de alimentos. Tecnologia de alimentos.

Sugestões bibliográficas

DE-POLLI, Helvécio (coordenador) e ALMEIDA, Dejair Lopes de (colaboração) et al. Manual de adubação para o Rio de Janeiro. Itaguaí: Ed. Universidade Rural, 1988.

EMBRAPA - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Centro Nacional de Pesquisa de Hortaliças. A agricultura alternativa no Estado de São Paulo. Clayton Campanhola e Manoel Baltasar B. Costa, 63p. Jaguariúna/ SP, 1997.

EMBRAPA - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. COELHO, Ygor da Silva [et al.]. Tangerina para Exportação: aspectos técnicos da produção. 42p. Brasília - DF, 1996.

EMBRAPA Florestas - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. GALVÃO, Antônio Paulo Mendes [et al.]. Reflorestamento de propriedades rurais para fins produtivos e ambientais - um guia para ações municipais e regionais. 351 p. Brasília - DF, 2000.

EPAMIG - Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais. Informe Agropecuário - Cultivo Protegido de Hortaliças em Solo e Hidroponia. V.20, n.200/201, 1999, MG.

FILGUEIRA, Fernando Antônio Reis. Novo manual de olericultura - agrotecnologia moderna na produção e comercialização de hortaliças. 2. ed. - revista e ampliada - Viçosa - Editora UFV - 2003, 412p.

GALLO, Domingos (in memoriam) et al. Agroecologia - Entomologia agrícola - Piracicaba, FEALQ, 2002. 920p., Biblioteca de Ciências Agrárias Luiz de Queiroz, 10.

GAVA, Altanir Jaime. Princípios de tecnologia de alimentos. São Paulo, SP. Nobel, 1981, 3. ed. 284 p.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Agropecuário 1995 - 1996 - no 18 - Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 1997, 199p.

KIMATI, Hiroshi, et al. - Manual de fitopatologia - 3. ed. São Paulo, Editora Agronômica Ceres, 1995 - 1997, volume 2: doenças das plantas cultivadas, 774p.

LORENZI, Harri - Árvores Brasileiras - Manual de Identificação e Cultivo de Plantas Arbóreas Nativas do Brasil - Vols. I e II. 2. ed. - Nova Odessa - SP. Editora Plantarum, 1998.

MARTINS, Sebastião Venâncio. Recuperação de Matas Ciliares - 143p. Editora Aprenda Fácil, Viçosa - MG, 2001.

PESAGRO-RIO - Empresa de Pesquisa Agropecuária do Estado do Rio de Janeiro. A cultura da batata-doce: perspectivas, tecnologias e viabilidade. Documentos 71, 28p., 2001.

PIRES, Fábio Ribeiro; DE SOUZA, Caetano Marciano. Práticas Mecânicas de conservação do solo e da água. Viçosa, MG, 2003, 176p. Editora UFV.

PRIMAVESI, Ana. Manejo ecológico de pastagens em regiões tropicais e subtropicais. Editora Nobel. São Paulo - SP, 1986, 184p.

PRIMAVESI, Ana. Manejo ecológico do solo - A agricultura em regiões tropicais. Editora Nobel. São Paulo - SP, 1999, 549p.

SANTOS, Gilberto José dos; MARION, José Carlos; SEGATTI, Sonia. Administração de custos na agropecuária. 3. ed. - São Paulo - Editora Atlas, 2002, 165p.

WENDLING, Ivar, et all. - Planejamento e Instalação de Viveiros - 120p. Editora Aprenda Fácil, Viçosa - MG, 2001.

EMBRAPA - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. PEREIRA FILHO, Israel Alexandre [et al.]. O cultivo do milho-verde. 204p. Brasília - DF, 2003.

EMBRAPA - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. DE CAMPOS, Oriel Fajardo; LIZIERE, Rosane Scatamburlo, [et al.]. Gado de Leite: o produtor pergunta a EMBRAPA responde. 213p. Brasília - DF, 1993.

EMBRAPA - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. MEDEIROS, Luiz Pinto [et al.]. Caprinos: princípios básicos para a sua exploração. 177p. Brasília - DF, 1994.

Farmacêutico

Conteúdo Programático

1 - Farmacologia: Farmacocinética: Absorção, distribuição e eliminação de fármacos. Terapia Farmacológica: do Sistema Nervoso, Renal, Cardiovascular, da Inflamação, da Função Gastro-Intestinal, do Sangue e Órgãos Hematopoéticos. Quimioterapia das Infecções Parasitárias e Microbianas. Hormônios, Insulinas e Hipoglicemiantes Orais. Interações medicamentosas

2 - Farmacotécnica: Formas farmacêuticas obtidas por divisão mecânica: pós, comprimidos, drágeas e cápsulas. Formas farmacêuticas obtidas por dispersão mecânica: emulsões, suspensões e aerossol. Soluções, extratos, tinturas e xaropes. Pomadas, cremes e pastas. Outras formas farmacêuticas: supositórios, colírios e injetáveis. Desenvolvimento farmacêutico: sistema de liberação de fármacos, estabilidade, preservação e aditivos utilizados em medicamentos. Boas práticas de fabricação e controle de qualidade na produção de medicamentos e cosméticos.

3 - Assistência Farmacêutica Comunitária e Hospitalar: Seleção de medicamentos. Formas de aquisição de medicamentos. Central de abastecimento farmacêutico. Planejamento e controle de estoque de medicamentos e correlatos. Sistemas de distribuição de medicamentos. Indicadores de qualidade. Manipulação de medicamentos e correlatos, Controle de infecção hospitalar e nutrição parenteral. Estrutura organizacional, Funções clínicas, gestão e garantia da qualidade. Assistência Farmacêutica: Definições e suas etapas (ciclo). Atenção Farmacêutica. Estudo de utilização de medicamentos. Farmacovigilância. Erros de Medicação. Técnicas de esterilização e desinfecção de materiais de interesse na saúde.

4 - Legislação Sanitária e Farmacêutica:

5 - BRASIL. Conselho Federal de Farmácia. Resolução nº 417, de 29 de setembro de 2004; Código de Ética Farmacêutico. Disponível em www.cff.org.br

6 - BRASIL. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução - RDC n.º 45, de 03 de setembro de 2003. Disponível em www.anvisa.gov.br

7 - BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria n.º 344, de 12 de maio de 1998. Disponível em www.anvisa.gov.br

8 - BRASIL. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução - RDC n.º 67, de 08 de outubro de 2007. Disponível em www.anvisa.gov.br

9 - BRASIL. Lei n.º 5.991, de 17 de dezembro de 1973. Disponível em www.cff.org.br

10 - BRASIL. Conselho Nacional de Saúde - Resolução CNS 338, de 06 de maio de 2004; Política Nacional de Assistência Farmacêutica. Disponível em www.conselho.saude.gov.br

11 - BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria nº 3.916/GM, de 30 de outubro de 1998; Política Nacional de Medicamentos. Disponível em www.cff.org.br

12 - BRASIL. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução - RDC n. º 306 de 07 de Dezembro de 2004. Disponível em www.anvisa.gov.br

13 - BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria n.º 2814, de 29 de maio de 1998 (Versão Republicada - 18.11.1998). Disponível em www.anvisa.gov.br

14 - Sistema Único de Saúde: conceitos, princípios, diretrizes e articulação com serviços de saúde; Fundamentação legal e normas pertinentes ao SUS; Participação popular e controle social; Conselhos de Saúde

Sugestões bibliográficas

1 - Marin, N. et al. (org) - Assistência Farmacêutica para Gerentes Municipais - Organização Pan-Americana de Saúde, Rio de Janeiro, 2003 (disponível em www.opas.org.br/medicamentos)

2 - Goodman & Gilman´s - As Bases Farmacológicas da Terapêutica - 11ª ed., McGraw Hill, 2006.

3 - OMS. Segurança dos medicamentos: um guia para detectar e notificar reações adversas a medicamentos. Por que os profissionais de saúde precisam entrar em ação / Organização Mundial da Saúde. Brasília: OPAS/OMS, 2004. (Disponível em www.anvisa.gov.br).

4 - Gomes, M.J.V.M & Reis, A.M.M. Ciências Farmacêuticas, uma Abordagem em Farmácia Hospitalar. Ed. Ateneu, São Paulo, 2000.

5 - KATZUNG, B. G. Farmacologia Básica & Clínica. 6. ed. Guanabara Koogan. 1998. Rio de Janeiro.

6 - PRISTA, L. N. Técnica Farmacêutica e Galênica. Vol. I. 5. ed e vols. II e III, 4. ed. Editora Calouste Gulbenkian. 1995. Lisboa.

Fiscal de Tributos

Conteúdo Programático

1 - Contabilidade Geral: estrutura conceitual básica da Contabilidade. Princípios Fundamentais. Equação Fundamental do Patrimônio. Fatos contábeis e respectivas variações patrimoniais. Sistema de contas: contas patrimoniais, de resultado e retificadoras. Operações de aquisição, venda e recebimentos de ativos. Operações de origem e liquidação de passivos. Operações geradoras de Receitas, Custos e Despesas. Despesas e receitas não operacionais. Despesas e receitas financeiras. Contabilização e registro de tributos: impostos, taxas e contribuições. Constituição e baixa de reservas e provisões. Critérios de avaliação dos componentes patrimoniais. Estoques: controle e avaliação. Escrituração: conceito e métodos. Livros de escrituração: obrigatoriedade, funções, formas de escrituração. Erros de escrituração e correções. Balancete de Verificação. Balanço Patrimonial: conteúdo dos grupos e subgrupos. Critérios de avaliação do ativo e do passivo. Avaliação de investimentos. Demonstração do Resultado: estrutura, características e elaboração de acordo com a lei.

2 - Contabilidade Pública: Orçamento Público. Princípios Orçamentários. Receita Pública Despesa Pública. Licitações. Empenho da Despesa. Adiantamentos.

3 - Matemática financeira: juros simples e compostos. Capitalização e desconto. Taxas de juros: efetiva, equivalente, real e aparente. Rendas uniformes e variáveis. Planos de amortização de empréstimos e financiamentos. Cálculo financeiro: custo real efetivo de operações de financiamentos, empréstimos e investimento.

4 - Direito Tributário: Tributo: conceito, natureza jurídica e espécies. Taxas. Contribuições de Melhoria. Empréstimos compulsórios. Impostos Municipais. Repartição das receitas tributárias. Obrigação tributária principal e acessória. Fato gerador. Sujeição ativa e passiva. Solidariedade. Capacidade tributária. Domicílio tributário. Responsabilidade tributária. Responsabilidade dos sucessores, de terceiros e por infrações. Crédito tributário. Lançamento: modalidades e hipóteses de alteração. Suspensão da exigibilidade do crédito tributário. Extinção do crédito tributário. Pagamento indevido. Exclusão do crédito tributário. Isenção. Anistia. Garantias e privilégios do crédito tributário. Administração Tributária: fiscalização e sigilo bancário. Dívida ativa. Certidões negativas. Sigilo.

5 - Direito Administrativo: atos administrativos: conceito, requisitos, elementos, pressupostos e classificação. Vinculação e discricionariedade. Revogação e invalidação. Licitação. Contratos administrativos. Agentes públicos: direitos e deveres. Responsabilidades dos servidores públicos: conceito e classificação. Regulamentação e controle. Requisitos do serviço e direitos do usuário. Competência para prestação do serviço. Serviços delegados a particulares. Concessões, permissões e autorizações. Convênios e consórcios administrativos. Crimes contra o patrimônio público, contra a administração pública, de improbidade, de responsabilidade e de abuso de autoridade. Sistema financeiro e tributário.

6 - Direito Constitucional: Dos Direitos e Garantias Fundamentais (CF art. 5°); Da Administração Pública (CF art. 37 caput e § 4°). Dos Impostos dos Municípios (CF art. 156); Da Repartição das Receitas tributárias (CF art. 157 a 162).

7 - Legislação Municipal: Lei n° 29/76 - Estatuto dos Funcionários Públicos Municipais; Lei 417/92 - Regime Jurídico único dos Servidores Municipais. Lei Complementar n° 1.168/2003 - Código Tributário Municipal.

8 - Probidade e Ética: Lei 8.429/92 (dispõe sobre atos de improbidade na Administração Pública).

Sugestões bibliográficas

1 - Contabilidade introdutória / equipe de professores da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP; coordenação Sérgio de Iudícibus. - 10. Ed. - São Paulo: Atlas, 2006.

2 - OLIVEIRA, Álvaro Guimarães de. Introdução à Contabilidade. São Paulo: Saraiva.

3 - ANGÉLICO, João. Contabilidade Pública. 8. ed. - São Paulo: Atlas, 2006.

4 - CARVALHO, Deusvaldo. Orçamento e Contabilidade Pública. 3. ed. - São Paulo: Campus.

5 - PUCCINI, Abelardo de Lima. Matemática Financeira objetiva e aplicada. São Paulo: Saraiva.

6 - FREIRE, Elias Sampaio. Direito Administrativo: teoria e jurisprudência. São Paulo: Campus.

7 - AMARO Luciano. Direito Tributário Brasileiro. São Paulo: Saraiva, 2006.

8 - Legislação Municipal: www.riobonito.rj.gov.br.

9 - Legislação Federal: www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8429.htm

Fisioterapeuta

Conteúdo Programático

1 - Anatomia, Fisiologia e Patologia dos sistemas respiratório, musculoesquelético, nervoso e vascular.

2 - Biomecânica.

3 - Métodos de Avaliações Fisioterapêutica.

4 - Fisioterapia Aplicada em Cardiologia, Cirurgias Torácicas (pré e pós operatório, Dermatologia, Doenças Ocupacionais, Geriatria e Gerontologia, Ginecologia e Obstetrícia, Neurologia, Ortopedia e Traumatologia, Pediatria, Pneumologia, Reumatologia, Saúde da Família e Saúde Escolar.

5 - Recursos Fisioterapêuticos - indicações - contra-indicações - efeitos fisiológicos: Crioterapia, Eletroterapia, Fototerapia, Hidroterapia, Termoterapia, Massoterapia, Cinesioterapia, Mecanoterapia, Colar cervical, Cintas e coletes lombares, Splints, Próteses e Meios auxiliares à locomoção.

6 - Metodologia Científica: Comitê de Ética em Pesquisa, Projeto de Pesquisa, Monografia, Estatística, Atividades Científicas (Palestra, Simpósio, Congresso, Seminário, Painel, Fórum).

7 - Sistema Único de Saúde: conceitos, princípios, diretrizes e articulação com serviços de saúde; Fundamentação legal e normas pertinentes ao SUS; Participação popular e controle social; Conselhos de Saúde

Sugestões bibliográficas

1- AZEREDO, Carlos A. C. Fisioterapia Respiratória Moderna. 4. ed. São Paulo: Manole, 2002.

2- BERNE, Robert M. et al. Fisiologia. 4. ed. Rio de Janeiro: Koogan, 2000.

3- CIPRIANO, Joseph J. Manual Fotográfico de Testes Ortopédicos e Neurológicos. 4. ed. São Paulo: Manole, 2005.

4- DELIBERATO, Paulo C.P. Fisioterapia Preventiva. Fundamentos e Aplicações. 1. ed. São Paulo: Manole, 2002.

5- GOULD, James A. Fisioterapia na Ortopedia e na Medicina do Esporte. 2. ed. São Paulo: Manole, 1993.

6- IIDA, Itiro. Ergonomia. Projeto e Produção. 2. ed. São Paulo: Editora Edgard Blucher, 2005.

7- IRWIN, Scot; TECKLIN, Jan Stephen. Fisioterapia Cardiopulmonar. São Paulo: Manole, 1994.

8- KAPANDJI, A.I. Fisiologia articular. 5. ed. v .1 a 3, São Paulo: Manole, 2000.

9- KENDALL, Florence P.; McCREARY, Elizabeth K.; PROVANCE, Patrícia G. Músculos - Provas e Funções. 4. ed. São Paulo: Manole, 1995.

10- KOTTKE, Frederic J.; LEHMANN, Justus F. Tratado de Medicina Física e Reabilitação de KRUSEN. 4. ed. v. 1 e 2, São Paulo: Manole, 1994.

11-KISNER, Carolyn; COLBY, Lynn Allen. Exercícios Terapêuticos. Fundamentos e Técnicas.4. ed. São Paulo: Manole, 2005.

12- PARRA Fº., Domingos; SANTOS, João A. Metodologia Científica. 4. ed. São Paulo: Futura, 2001.

13- PEREIRA, Maurício G. Epidemiologia - Teoria e Prática. Rio de Janeiro: Koogan, 1995.

14- PICKLES, Barrie et al. Fisioterapia na Terceira Idade. São Paulo: Santos, 1998.

15- MOREIRA, Caio; CARVALHO, Marco A . P. Reumatologia - Diagnóstico e tratamento. 2. ed. Rio de Janeiro: Medsi, 2001.

16- RICHARD, S.S. Anatomia Clínica. 5. ed. Rio de Janeiro: Koogan. 1999.

17- Resolução CNS 196/96. Disponível em: http://conselho.saude.gov.br/docs/Resolucoes/Reso196.doc

18- SAÚDE MINISTÉRIO DA SAÚDE. Atenção Básica e Saúde da Família. Disponível em: http://portal.saude.gov.br/saude/

19- SILVEIRA, Ismar C. O Pulmão. 4. ed. v .1 e 2, Rio de Janeiro: Epume, 2000.

20- SIZÍNIO, Herbert et al. Ortopedia e Traumatologia - Princípios e Prática. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 1998.

21- STARKEY, Chad. Recursos terapêuticos em fisioterapia termoterapia, eletroterapia, ultra-som, terapias manuais. 2. ed. São Paulo: Manole, 2003.

22- UMPHRED, Darcy A. Fisioterapia Neurológica. 4. ed. São Paulo: Manole, 2004.

Fonoaudiólogo

Conteúdo Programático

1 - Anatomia e fisiologia da produção vocal, da audição, mastigação, deglutição, fala e linguagem.

2 - Distúrbios da voz e da ressonância nasal. Avaliação, diagnóstico e tratamento.

3 - Aquisição, desenvolvimento e abrangência da linguagem oral. Conceitos de lingüística.

4 - Patologias do desenvolvimento da linguagem oral: atrasos de linguagem. Avaliação, diagnóstico e tratamento.

5 - Patologias do desenvolvimento da linguagem escrita: disortografia, disgrafia, dislexia. Avaliação, diagnóstico e tratamento. Planejamento e atuação fonoaudiológica em ambiente escolar.

6 - Afasias, apraxias, agnosias e alterações degenerativas da linguagem. Avaliação, diagnóstico e tratamento.

7 - Deglutição atípica e desordens temporomandibulares. Desenvolvimento das funções do sistema estomatognático. Avaliação, diagnóstico e tratamento.

8 - Distúrbios articulatórios. Avaliação, diagnóstico e tratamento.

9 - Disartria. Avaliação, diagnóstico e tratamento.

10 - Disfagias. Avaliação, diagnóstico e tratamento.

11 - Os diferentes tipos e graus de perda auditiva e suas conseqüências na voz, fala e linguagem nas diversas faixas etárias. Desenvolvimento da função auditiva. Fatores de risco para perda auditiva.

12 - Exames audiológicos nas diversas faixas etárias.

13 - Seleção, indicação e adaptação de aparelhos de amplificação sonora individuais. Implante coclear.

14 - Processamento auditivo central e percepção auditiva.

15 - A Fonoaudiologia nos programas de saúde pública e coletiva. Níveis de atenção (primária, secundária e terciária) em saúde fonoaudiológica.

16 - Gagueira e demais distúrbios da fluência. Avaliação, diagnóstico e tratamento.

17 - Fissuras labiopalatinas, insuficiências e incompetências velofaríngeas. Avaliação, diagnóstico e tratamento fonoaudiológicos.

18 - Ética profissional em Fonoaudiologia e na realização de pesquisas. Legislação e normas fonoaudiológicas.

19 - Prevenção, aperfeiçoamento e orientação nas áreas de voz, fala, linguagem e audição.

20 - Atuação do fonoaudiólogo na promoção, orientação e supervisão ao aleitamento materno.

21 - Atuação do fonoaudiólogo em UTI neonatal.

22 - Atuação fonoaudiológica no câncer de cabeça e pescoço.

23 - Saúde ocupacional: voz e audição. Atuação fonoaudiológica.

24 - Sistema Único de Saúde: conceitos, princípios, diretrizes e articulação com serviços de saúde; Fundamentação legal e normas pertinentes ao SUS; Participação popular e controle social; Conselhos de Saúde

Sugestões bibliográficas

ANELLI-BASTOS, W.; OLIVEIRA, M. F. R. Atuação fonoaudiológica na desordem temporomandibular. IN: LOPES FILHO, O. (org.) Tratado de Fonoaudiologia. 2ª ed. São Paulo: Tecmedd, 2005. cap. 43, p. 821 - 828.

BEHLAU, M. (org.) Voz: o livro do especialista. Vol. 1. Rio de Janeiro, Revinter, 2001. 348 p.

CONSELHOS FEDERAL E REGIONAIS DE FONOAUDIOLOGIA Lei n° 6965/81; Código de Ética da Fonoaudiologia - resolução do CFFa nº 305/2004.

CONSELHOS FEDERAL E REGIONAIS DE FONOAUDIOLOGIA Guia prático de consulta rápida da CID-10 pelo fonoaudiólogo; 2006. CONSELHO FEDERAL DE FONOAUDIOLOGIA Áreas de competência do fonoaudiólogo no Brasil. 2ª ed. Março/2007.

CONSELHO REGIONAL DE FONOAUDIOLOGIA 1ª REGIÃO Portaria CRFa1 nº 015/2005 e portaria CRFa1 nº 016/2005; e atribuições do fonoaudiólogo.

D'AGOSTINO, L.; MACHADO, L. P.; LIMA, R. A . et al. Fissuras labiopalatinas e insuficiência velofaríngea. IN: LOPES FILHO, O. (org.) Tratado de Fonoaudiologia. 2ª ed. São Paulo: Tecmedd, 2005. cap. 44, p. 767- 792.

FROTA, S. Fundamentos em Fonoaudiologia: audiologia. 2ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2003. 224 p.

GOMES, I. C. D.; PROENÇA, M. G. de; LIMONGI, S. C. O. Avaliação e terapia da motricidade oral. IN: Temas de Fonoaudiologia. 9 ª ed. São Paulo: Edições Loyola, 2002. cap. 3, p. 59 - 119.

GUEDES, Z. C. F. Atuação fonoaudiológica nos distúrbios articulatórios. IN: LOPES FILHO, O. (org.) Tratado de Fonoaudiologia. 2ª ed. São Paulo: Tecmedd, 2005. cap. 37, p. 861 - 876.

ISSLER, S. Articulação e linguagem: avaliação e diagnóstico fonoaudiológico. 4ª ed. São Paulo: Lovise, 2006. 252 p.

JAKUBOVICZ, R. A gagueira: teoria e tratamento de adultos e crianças. 5ª ed. Rio de Janeiro: Revinter, 1997. 204 p.

KYRILLOS, L.; COTES, C.; FEIJÓ, D. Voz e corpo na TV: a fonoaudiologia a serviço da comunicação. São Paulo: Globo, 2003. 106 p.

LOPES FILHO, O. (org.) Tratado de Fonoaudiologia. 2ª ed. São Paulo: Tecmedd, 2005. Audiologia Clínica; Audiologia Educacional, p. 23 - 613.

OLIVEIRA, S. T. de Fonoaudiologia hospitalar. São Paulo: Lovise, 2003. 200 p.

ORTIZ, K. Z. Distúrbios neurológicos adquiridos: linguagem e cognição. Barueri: Manole, 2005. 462p.

ORTIZ, K. Z. Avaliação e terapia dos distúrbios neurológicos da linguagem e fala. IN: LOPES FILHO, O. (org.) Tratado de Fonoaudiologia. 2ª ed. São Paulo: Tecmedd, 2005. cap. 42, p. 939 - 958.

PACHECO, E. C. F. C.; CARAÇA, E. B. Fonoaudiologia escolar. IN: Temas de Fonoaudiologia. 9 ª ed. São Paulo: Edições Loyola, 2002. cap. 32, p. 744-750.

QUINTEIRO, E. A. Fonoaudiologia do trabalho e o telemarketing. IN: LOPES FILHO, O. (org.) Tratado de Fonoaudiologia. 2ª ed. São Paulo: Tecmedd, 2005. cap. 42, p. 939 - 958.

RIOS, I. J. A . (org.) Conhecimentos essenciais para atender bem em fonoaudiologia hospitalar. São José dos Campos: Pulso Editorial, 2003. 136 p.

SILVA, M. A . A. Saúde vocal. IN: PINHO, S. M. R. (org.) Fundamentos em Fonoaudiologia: tratando os distúrbios da voz. 2ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2003. cap. 10, p. 119 - 125.

SOUZA, L. C. M.; CAMPIOTTO, A. R.; FREITAS, R. R. Cirurgia ortognática e fonoaudiologia. IN: LOPES FILHO, O. (org.) Tratado de Fonoaudiologia. 2ª ed. São Paulo: Tecmedd, 2005. cap. 42, p. 781 - 804.

TEDESCO, M. R. M. Diagnóstico e terapia dos distúrbios do aprendizado da leitura e da escrita. IN: LOPES FILHO, O. (org.) Tratado de Fonoaudiologia. 2ª ed. São Paulo: Tecmedd, 2005. cap. 40, p. 906 - 924.

Conteúdo Comum para todas as especialidades médicas

Conteúdo Programático

Parada cardiorrespiratória, arritmias cardíacas, insuficiência coronariana aguda, infarto agudo do miocárdio, dissecção aórtica, emergências hipertensivas, choques. SARA, oxigenoterapia, insuficiência respiratória aguda, embolia pulmonar. Cetoacidose diabética, coma hiperosmolar, crise tireotóxica, insuficiência supra-renal. Infecção no hospedeiro imuno comprometido, sepse, infecções hospitalares, endocardite infecciosa, meningites. Distúrbios hidroeletrolítico e ácido-base, insuficiência renal aguda. Insuficiência hepática, pancreatite aguda, hemorragia digestiva alta e baixa, abdome agudo. Distúrbios da hemostasia, indicações do uso do sangue e derivados. Comas, acidentes vasculares encefálicos, estado de mal epilético. Sedação e analgesia. Gastroenterologia: doenças do esôfago, doença péptica, câncer gástrico, síndrome disabsortiva, doenças inflamatórias do intestino,câncer do cólon, hipertensão porta, diagnóstico diferencial das icterícias, cirrose hepática. Pneumologia: asma brônquica, doença pulmonar obstrutiva crônica, pneumonias, câncer de pulmão, doenças da pleura. Reumatologia: diagnóstico diferencial das artrites, artrite reumatóide, lúpus eritematoso sistêmico, gota. Cardiologia: insuficiência cardíaca, hipertensão arterial, cardiomiopatias. Hematologia: diagnóstico diferencial das anemias, interpretação clínica do hemograma, diagnóstico diferencial das linfoadenopatias e esplenomegalias. Neurologia: cefaléias, epilepsias, polineuropatias. Nefrologia: insuficiência renal crônica, síndrome nefrítica, síndrome nefrótica, infecção urinária. Endocrinologia: diabetes mellitus, distúrbios da tireóide. Infectologia: síndrome da imunodeficiência adquirida, febre de origem obscura, doenças sexualmente transmissíveis, tuberculose, leptospirose, toxoplasmose, mononucleose infecciosa, citomegalovirose, dengue, doença inflamatória, pélvica, antibiotecoterapia e drogas antivirais. Interpretação dos exames complementares básicos e principais métodos de imagem, fundamentos da farmacologia e terapêutica aplicada. Sistema Único de Saúde: conceitos, princípios, diretrizes e articulação com serviços de saúde; Fundamentação legal e normas pertinentes ao SUS; Participação popular e controle social; Conselhos de Saúde

Sugestões bibliográficas

1 - ISSELBACHER, K. J. Harrison's principles of internal medicine. 14. ed. N. York : McGraw Hill Book Company,1997.

2 - WYNGAASRDEN, J. B. & SMITH, L. H. Cecil textbook of medicine. 20. ed. Philadelphia : W. B. Saunders Company, 1996.

3 - PRADO, Cintra. Atualização Terapêutica. 1998.

Médico - Psiquiatra

Conteúdo Programático

Semiologia psiquiátrica. Psicopatologia. Psiquiatria clinica. Delirium. Demências. Intoxicações. Dependências a drogas. Esquizofrenia. Transtornos delirantes. Transtornos de humor. Transtornos de ansiedade. Transtornos do pânico. Distúrbios alimentares e distúrbios do sono. Distúrbios da personalidade. Deficiência mental. Urgências em psiquiatria. Psiquiatria geriátrica. Psicoterapias. Legislação em saúde mental.

Sugestões bibliográficas

1 - KAPLAN, H.I.; SADOCK ,B.J . I. - TRATADO DE PSIQUIATRIA - 6ª ed. Porto Alegre, Artmed, 1999. Vol. 1, 2 e 3

2 - SADOCK, B.; SADOCK, V.A.; SUSSMAN, N.- MANUAL DE FARMACOLOGIA PSIQUIÁTRICA DE KAPLAN E SADOCK.- 4ª ed. Porto Alegre, Artmed, 2007.

3 - MELLO, M. F. ; MELLO A.A.F; KOHN R. - Organizadores - EPIDEMIOLOGIA DA SAÚDE MENTAL NO BRASIL. Porto Alegre, Artmed, 2007.

4 - TABORDA J. G. V.; CHALUB M.; ABDALLA E. - Organizadores - PSIQUIATRIA FORENSE. Porto Alegre, Artmed, 2004.

Médico - Clínico Geral

Conteúdo Programático

Parada cardiorrespiratória, arritmias cardíacas, insuficiência coronariana aguda, infarto agudo do miocárdio, dissecção aórtica, emergências hipertensivas, choques. SARA, oxigenoterapia, insuficiência respiratória aguda, embolia pulmonar. Cetoacidose diabética, coma hiperosmolar, crise tireotóxica, insuficiência supra-renal. Infecção no hospedeiro imuno comprometido, sepse, infecções hospitalares, endocardite infecciosa, meningites. Distúrbios hidroeletrolítico e ácido-base, insuficiência renal aguda. Insuficiência hepática, pancreatite aguda, hemorragia digestiva alta e baixa, abdome agudo. Distúrbios da hemostasia, indicações do uso do sangue e derivados. Comas, acidentes vasculares encefálicos, estado de mal epilético. Sedação e analgesia. Gastroenterologia: doenças do esôfago, doença péptica, câncer gástrico, síndrome disabsortiva, doenças inflamatórias do intestino,câncer do cólon, hipertensão porta, diagnóstico diferencial das icterícias, cirrose hepática. Pneumologia: asma brônquica, doença pulmonar obstrutiva crônica, pneumonias, câncer de pulmão, doenças da pleura. Reumatologia: diagnóstico diferencial das artrites, artrite reumatóide, lúpus eritematoso sistêmico, gota. Cardiologia: insuficiência cardíaca, hipertensão arterial, cardiomiopatias. Hematologia: diagnóstico diferencial das anemias, interpretação clínica do hemograma, diagnóstico diferencial das linfoadenopatias e esplenomegalias. Neurologia: cefaléias, epilepsias, polineuropatias. Nefrologia: insuficiência renal crônica, síndrome nefrítica, síndrome nefrótica, infecção urinária. Endocrinologia: diabetes mellitus, distúrbios da tireóide. Infectologia: síndrome da imunodeficiência adquirida, febre de origem obscura, doenças sexualmente transmissíveis, tuberculose, leptospirose, toxoplasmose, mononucleose infecciosa, citomegalovirose, dengue, doença inflamatória, pélvica, antibiotecoterapia e drogas antivirais. Interpretação dos exames complementares básicos e principais métodos de imagem, fundamentos da farmacologia e terapêutica aplicada. Sistema Único de Saúde: conceitos, princípios, diretrizes e articulação com serviços de saúde; Fundamentação legal e normas pertinentes ao SUS; Participação popular e controle social; Conselhos de Saúde

Sugestões bibliográficas

1 - ISSELBACHER, K. J. Harrison's principles of internal medicine. 14. ed. N. York : McGraw Hill Book Company,1997.

2 - WYNGAASRDEN, J. B. & SMITH, L. H. Cecil textbook of medicine. 20. ed. Philadelphia : W. B. Saunders Company, 1996.

3 - PRADO, Cintra. Atualização Terapêutica. 1998.

Médico Pediatra

Conteúdo Programático

Crescimento e desenvolvimento do recém-nascido até a adolescência. Imunizações. Acidentes: prevenção e tratamento. Negligência e maus tratos.

Aleitamento materno. Nutrição e seus distúrbios. Equilíbrio hidroeletrolítico e ácido-básico.

Doenças do Sistema Nervoso: convulsões, enxaqueca, epilepsia, meningoencefalites e tumor cerebral. Doenças alérgicas: asma, dermatite atópica, rinite, urticária e angioedema. Doenças infecciosas eparasitárias, Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, Viroses comuns da infância - Doenças Exantemáticas Doenças do Sistema Respiratório: infecções das vias aéreas superiores,bronquiolite, mucoviscidose, tuberculose pulmonar e pneumonias. Doenças do SistemaCardiovascular: hipertensão arterial, cardiopatias congênitas, febre reumática, miocardite, endocardite infecciosa,insuficiência cardíaca e Doença de Chagas. Doenças do Sistema Digestório: diarréias agudase crônicas, síndrome de má absorção, constipação intestinal, refluxo gastroesofágico, hepatitesagudas e crônicas e affecções cirúrgicas. Doenças do sangue: anemias carenciais ehemolíticas, hemoglobinopatias, púrpuras e hemofilia. Doenças neoplásicas: leucemias,

linfomas, tumor de Wilms e neuroblastoma. Doenças do Sistema Genito-urinário: malformações, congênitas, infecções do trato urinário, hematúria, glomerulonefrites e síndrome nefrótica.

Doenças do Sistema Endócrino: diabetes mellitus, baixa estatura, hiperplasia congênita da supra-renal e hipotireoidismo congênito. Doenças reumáticas: artrite reumatóide juvenil, lupus eritematoso sistêmico, doença de Kawasaki e síndrome das vasculites. Emergências: parada cardiorrespiratória, cetoacidose diabética, choque, coma, crise hipertensiva, intoxicações agudas, insuficiência renal aguda e traumatismo cranioencefálico.

Sugestões bibliográficas

1 - BEHRMAN, R.E.; KLIEGMAN, R.M.; JENSON H.B. Nelson. Tratado de Pediatria. 17. Ed. Rio

2 - de Janeiro: Editora Elsevier.

3 - Tratado de Pediatria - Sociedade Brasileira de Pediatria, Barueri, SP, Manole 2007.

Médico - Neurologista

Conteúdo Programático

Anatomia e Fisiologia do Sistema nervoso central e periférico.

Patologia e fisiopatologia dos transtornos do sistema nervoso central e periférico.

Semiologia neurológica. Demências. Coma e outros distúrbios do estado da consciência; Distúrbios do movimento. Distúrbios do sono. Doença cérebro-vascular. Doenças neuromusculares - nervos, músculos e junção mio-neural. Doenças neurológicas tóxicas e metabólicas. Tumores do sistema nervoso central. Síndromes paraneoplásicas acometendo o sistema nervoso central ou periférico Doenças desmielinizantes. Doenças infecciosas do sistema nervoso. Doença neurológica no contexto da infecção pelo HIV. Epilepsias. Hidrocefalias e transtornos do fluxo liquórico. Cefaléias e dores faciais. Disgenesias do sistema nervoso. Manifestações neurológicas das doenças sistêmicas. Neurologia do trauma e urgências em neurologia. Indicações e interpretações da propedêutica armada em neurologia: líquor; neuroimagem; medicina nuclear aplicada à neurologia. Estudos neurofisiológicos -eletroencefalograma, eletroneuromiografia e potenciais evocados.

Sugestões bibliográficas

1 - ROPPER A H, BROWN R H. Adams and Victor´s Principles of Neurology, 8TH , MacGrawHill, 2005.

2 - KASPER D L, BRAUNWALD E, FAUCI A S, HAUSER S L, LONGO D L, JAMESON J L. Harrison´s Principles of Internal Medicine, 16TH Edition, McGraw-Hill. 2005.

3 - BRAZIS P W, MASDEU J C, BILLER J. Localization in Clincal Neurology, 5TH Edition, Lippincott Williams & Wilkins, 2007.

4 - HAERER A F. DeJong´s The Neurologic Examination, 5TH Edition, J. B. Lippincott Company, 1992.

Médico - Urologista

Conteúdo Programático:

Anatomia cirúrgica do sistema urogenital. Embriologia do sistema urogenital. Anomalias congênitas do sistema urogenital.Tumores de rim. Tumores do urotélio. Tumores do pênis. Tumores do testículo. Câncer de próstata. Hiperplasia prostática benigna. Patologia da supra-renal. Transplante renal. Traumatismos do sistema urogenital.Infecções do sistema urogenital. Tuberculose urogenital. Doenças sexualmente transmissíveis. Infertilidade masculina. Disfunção erétil. Uroneurologia. Uropediatria. Imaginologia do sistema urogenital. Incontinência urinária na mulher. Litíase renal. Endourologia e laparoscopia urológica.

Sugestões bibliográficas

1 - WALSH, P. C. et al. (Editors). Campbell's Urology. W. B. Saunders, 8th edition, Philadelphia, USA, 2002;

2 - Guia Prático de Urologia / editores Wroclawski E. R. et al, São Paulo, Editora Segmento, Sociedade Brasileira de Urologia, 2003;

3 - Guia de Medicina Ambulatorial e Hospitalar de Urologia / Coordenadores Marcos Dall' Oglio et al, Editora Manole, 2005.

Médico - Hematologista

Conteúdo Programático:

Sistema hematopoiético. Princípios gerais. Hematopoiese. Fatores de crescimento. Hematopoiéticos. Funções dos elementos figurados do sangue. Estudo das anemias. Classificação fisiopatológica. Classificação através dos Índices Hematimétricos. Hemograma. Anemias carenciais. Anemias ferroprivas - fisiopatologia, incidência,diagnóstico clínico e laboratorial, fatores prognósticos, diagnóstico diferencial e tratamento. Anemias megaloblásticas. Fisiopatologia, incidência, diagnóstico clínico e laboratorial, fatores prognósticos, diagnósticodiferencial e tratamento. Anemias hemolíticas. Anemia falciforme e hemoglobinopatia C - fisiopatologia,incidência, diagnóstico clínico e laboratorial, fatores prognósticos, diagnóstico diferencial e tratamento.Talassemias - fisiopatologia, incidência, diagnóstico clínico e laboratorial, fatores prognósticos, diagnósticodiferencial e tratamento. Esferocitose hereditária, enzimopatias - fisiopatologia, incidência, diagnóstico clínico e laboratorial, fatores prognósticos, diagnóstico diferencial e tratamento. Anemias hemolíticas adquiridas - fisiopatologia, incidência, diagnóstico clínico e laboratorial, fatores prognósticos, diagnóstico diferencial e tratamento. Anemia aplástica - fisiopatologia, incidência, diagnóstico clínico e laboratorial, fatores prognósticos, diagnóstico diferencial e princípios terapêuticos. Síndromes Mieloproliferativas. Leucemia Mielóide Aguda - fisiopatologia, incidência, diagnóstico clínico e laboratorial, classificação FAB, fatores prognósticos, diagnóstico diferencial e princípios terapêuticos. Leucemia Mielóide Crônica - fisiopatologia, incidência, diagnóstico clínico e laboratorial, fatores prognósticos, diagnóstico diferencial e princípios terapêuticos. Trombocitemia Essencial, Mielofibrose e Policitemia Vera - fisiopatologia, incidência, diagnóstico clínico e laboratorial, fatores prognósticos,diagnóstico diferencial e princípios terapêuticos. Mielodisplasias (Anemias Refratárias, Anemia Sideroblástica). Síndromes Linfoproliferativas. Leucemia Linfóide Aguda - fisiopatologia, incidência, diagnóstico clínico elaboratorial, classificação FAB, fatores prognósticos, diagnóstico diferencial e princípios terapêuticos. Leucemia Linfóide Crônica - fisiopatologia, incidência, diagnóstico clínico e laboratorial, fatores prognósticos, diagnóstico diferencial e princípios terapêuticos. Linfomas não Hödgkin - fisiopatologia, incidência, diagnóstico clínico e laboratorial, fatores prognósticos, diagnóstico diferencial e princípios terapêuticos. Doença de Hödgkin - fisiopatologia, incidência, diagnóstico clínico e laboratorial, fatores prognósticos, diagnóstico diferencial e princípios terapêuticos. Mieloma Múltiplo e Gamopatias monoclonais benignas - fisiopatologia, incidência, diagnóstico clínico e laboratorial, fatores prognósticos, diagnóstico diferencial e princípios terapêuticos. Hemostasia. Noções da Fisiologia da coagulação. Fisiopatologia das principais patologias. Noções dos exames subsidiários (coagulograma, dosagem de fatores da coagulação). Distúrbios de Hemostasia Primária. Púrpuras trombocitopênicas e púrpuras não trombocitopênicas - fisiopatologia, incidência, diagnóstico clínico e laboratorial, fatores prognósticos, diagnóstico diferencial e princípios terapêuticos. Distúrbios da Hemostasia Secundária. Coagulopatias adquiridas. Deficiência de Vitamina K, hepatopatias, coagulação intravascular disseminada - diagnóstico e abordagem hematológica. Coagulopatias hereditárias. Doença de Von Willebrand, hemofilias e deficiências de outros fatores de coagulação - fisiopatologia, incidência, diagnóstico clínico e laboratorial, fatores prognósticos, diagnóstico diferencial e princípios terapêuticos. Transplante de Medula Óssea. Noções gerais. Procedimentos para a obtenção da "Stem Cell". Indicações e complicações. Hemoterapia. Normas Técnicas do Ministério da Saúde. Principais diretrizes. Princípios básicos em hemoterapia: triagem e coleta de sangue de doadores, fracionamento do sangue coletado, estudo sorológico, estudo imunohematológico de doadores e pacientes, provas de compatibilidade e indicação de hemocomponentes. Riscos e reações transfusionais. Ética em Hemoterapia. Princípios básicos na investigação laboratorial das doenças hematológicas. Interpretação de hemograma em doenças hematológicas e não hematológicas. Interpretação de coagulogramas em diversas condições clínicas e cirúrgicas.

Sugestões bibliográficas

1 - Hoffman, Ronald, Benz,Jr Edward;SANFORD,J Shanttil.Hematology Basic and Pratice,fourth edition, 2005.

2 - LEE, Richard Lee; Foerster,John; Lukens,Jonh. Wintrobe`s Clinical Hematology, tenth edition, 1998.

3 - Zago M A; Passeto F. Hematologia Fundamentos e Prática, 2001

4 - LEE GOLDMAN; DENNIS AUSIELLO, Cecil Tratado de Medicina Interna, 22ª ed. Rio de Janeiro, Elsevier, 2005 Kasper,Dennis;

5 - Braunwald,Eugene,Fauci,Anthony e Jamenson,J. Harrison`s Principle of Internal Medicine,16th edition

MÉDICO - Nefrologista

Conteúdo Programático:

Exame Físico, Estrutura e Função Renal. Métodos Diagnósticos.

Distúrbios Hidro Eletrolíticos e do Metabolismo Ácido-Básico. Insuficiência Renal, Aguda e Crônica. Diálise. Transplante Renal. Distúrbios Glomerulares. Doença Túbulo-intersticial do Rim. Litíase Renal. Diabetes. Infecção Urinária. Distúrbio Vascular Renal. Cisto Renal. Anomalias do Trato Urinário. Hipertensão Arterial.

Sugestões bibliográficas:

BRAUNWALD,HARRISON. Medicina Interna. - 15. Ed. Mc Graw Hill - GOLDMAN- Cecil - Tratado de Medicina Interna - 21. Ed. Guanabara Koogan - RIELLA, M.C.; Princípios de Nefrologia e Equilíbrio Hidro-Eletrolítico - 3. Ed. Guanabara Koogan

Médico - Ortopedista

Conteúdo Programático

Histologia histopatologia e embriologia do aparelho locomotor. Fisiologia e mineralização do osso. Anatomia do aparelho locomotor. Semiologia e propedêutica do aparelho locomotor. Biomecânica. Doenças osteo-metabólicas. Infecção osteo-articular. Tromboembolismo. Anomalias congênitas do membro superior. Anomalias congênitas da coluna vertebral. Anomalias congênitas do membro inferior. Displasias. Líquido sinovial. Artrites. Tendinites e tenosinovites. Bursites. Sinovites. Gota. Osteocondrites. Osteonecrose. Miosites. Espondilites. Entesopatias. Artrose. Artrites. Patologias degenerativas do aparelho locomotor. Síndromes compressivas neurológicas. Paralisia cerebral. Tumor ósseo maligno. Tumor ósseo benigno. Pseudotumores. Doença de Paget. Síndromes compartimentais. Paralisia obstétrica. Artrogripose. Síndromes que envolvem o aparelho locomotor. Necrose avascular. Patologias da fise. Deformidades de eixo dos membros inferior e superior. Desvios da coluna vertebral. Lombalgia e lombociatalagia. Hérnia discal. Espondilólise. Espondilolistese. Estenose de canal vertebral. Discrepância de comprimento dos membros. Deformidades adquiridas do pé. Metatarsalgia. Marcha normal. Distúrbios da marcha. Amputações. Artroscopia. Artroplastia. Enxertia óssea e cutânea. Cintilografia óssea. Radiologia ortopédica. Tomografia computadorizada do esqueleto. Ressonância magnética osteoarticular. Lesões nervosas relacionadas e hanseníase. Lesões traumáticas dos nervos periféricos. Tratamento de deformidades e seqüelas da hanseníase. Lesões ortopédicas relacionadas ao diabetes. Pé diabético. Consolidação das fraturas. Cicatrização tendinosa e ligamentar. Biomecânica das fraturas. Classificação das fraturas. Fraturas expostas. Atendimento ao politraumatizado. Fraturas por arma de fogo. Fraturas patológicas. Fratura por estresse. Gangrena gasosa. Complicações das fraturas e das luxações. Tromboembolismo. Infecção pós-traumática. Fixação interna das fraturas. Fixação externa. Métodos de tratamento de fraturas e luxações. Técnica AO. Princípios de osteossíntese. Planejamento pré-operatório. Fraturas e luxações do membro inferior. Fraturas e luxações da pelve. Fraturas e luxações da cintura escapular. Fraturas e luxações do membro superior. Fraturas e luxações da coluna vertebral. Lesões meniscais. Lesões ligamentares. Lesões tendinosas. Instabilidade articular. Luxação recidivante. Fraturas na criança. Descolamento epifisário. Trauma fisário. Fratura em galho verde. Fratura subperióstica. Deformidade plástica. Fratura obstétrica. Síndrome da criança espancada.

Sugestões bibliográficas

1 - AAOS:.Atualização em Conhecimentos Ortopédicos. Pediatria. Editora Atheneu. 2002.

2 - AAOS: Atualização em Conhecimentos Ortopédicos. Trauma. Editora Atheneu. 1998.

3 - BERGER & WEISS. Hand Surgery. Ed. Lippincott 1 st Ed.

4 - CIRURGIA ORTOPÉDICA DE CAMPBELL. Ed. Manole. 2005.

5 - BARROS FILHO & LECH. Exame Físico em Ortopedia. Ed. Sarvier 1ª Ed. 2001.

6 - JOURNAL OF AMERICAN ACADEMY OF ORTHOPAEDIC SURGEONS. Últimos 5 anos.

7 - JOURNAL OF BONE AND JOINTS SURGERY. Últimos 5 anos.

8 - LOVELL & WINTER. Pediatric Orthopedics. Ed. Lippincott 6th Ed.

9 - ORTOPEDIA DO ADULTO. Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) Revinter 2003.

10 - ORTOPEDIA PEDIÁTRICA. Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) Revinter 2003.

11 - PARDINI & G.SOUZA. Clínica Ortopédica. Ed. Medsi. Março de 2000 em diante.

12 - RUEDI & MURPHY. Princípios AO do Tratamento das Fraturas. Ed. ArtMed. 2002.

13 - REVISTA BRASILEIRA DE ORTOPEDIA. Últimos 5 anos.

14 - ROCKWOOD & GREEN. Fractures in Adults. Ed. Lippincott 6 th ed. 2006.

15 - ROCKWOOD & WILKINS. Fractures in Children. Ed. Lippincott 6 th ed. 2006.

16 - TRAUMATOLOGIA ORTOPÉDICA. Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) Revinter 2003.

17 - WEINSTEIN & BUCKWALTER. Ortopedia de Turek. 5. ed. Editora Manole 2000.

Médico - Angiologista

Conteúdo Programático

Noções básicas de anatomia vascular. Embriologia do sistema vascular. Fisiologia da circulação. Exame físico do paciente com doença vascular. Métodos não invasivos no diagnóstico das doenças vasculares. Angiografias. Insuficiência arterial aguda e crônica. Arteriopatias vasomotoras. Doença aneurismática. Doença cerebrovascular extra-craniana. Doença vascular visceral. Hipertensão renovascular. Doença tromboembólica venosa. Varizes dos membros inferiores. Insuficiência venosa crônica. Úlceras de perna. Angiodisplasias. Linfangite. Linfedemas. Síndromes do desfiladeiro cervical. Pé diabético. Vasculites. Trauma vascular.

Sugestões bibliográficas:

1 - RUTHERFORD, R.B. Vascular Surgery. 6ªed. Philadelphia: Elsevier, 2005.

2 - BRITO, C.J. Cirurgia Vascular. 2ª ed. Rio de Janeiro: Revinter, 2008.

Médico - Pneumologista

Conteúdo Programático

Anatomia e Fisiologia do Sistema Respiratório. Farmacologia do Sistema Respiratório

Métodos de diagnóstico clínico: anamnese, sinais e sintomas, exame físico. Métodos de diagnóstico radiológico: radiologia convencional, radiografia digital, tomografia computadorizada, ultra-sonografia, ressonância magnética, cintilografia. Métodos de diagnóstico bioquímico, bacteriológico, imunológico, citopatológico, histopatológico

Broncoscopia rígida, broncoscopia flexível. Toracocentese e biópsia pleural. Punções. Biópsias. Diagnóstico funcional. Diagnóstico bacteriológico. Diagnóstico citológico. Diagnóstico imunológico.

Tosse. Micobacterias atípicas, tuberculose. Pneumonias e broncopneumonias, supurações pulmonares, bronquiectasias. Pneumonias de hipersensibilidade. Asma. Doença pulmonar obstrutiva crônica. Fibrose cística. Cor Pulmonale, hipertensão pulmonar. Manifestações pulmonares na Síndrome de Imunodeficiência Adquirida. Micoses pulmonares. Pneumopatias Intersticiais. Sarcoidose. Colagenoses.

Doenças da pleura, derrames pleurais, pneumotórax, tumores Pleurais, costais e de partes moles. Câncer de Pulmão. Doenças do mediastino. Doenças do diafragma. Poluição e doenças ocupacionais. Mal formações congênitas pulmonares. Anomalias da caixa torácica.

Traumatismo Torácico. Insuficiência respiratória aguda. Síndrome do desconforto respiratório agudo. Ventilação mecânica. Risco cirúrgico em Pneumologia. Distúrbios do Sono. Tromboembolismo pulmonar. Afogamento. Cirurgia redutora pulmonar. Transplante pulmonar. Emergências em pneumologia. Tabagismo. Reabilitação pulmonar.

Sugestões bibliográficas

LEE GOLDMAN; DENNIS AUSIELLO, CECIL TRATADO DE MEDICINA INTERNA, 22ª ed. Rio de Janeiro, Elsevier, 2005

Tarantino AB. Doenças Pulmonares. 6º Edição. Guanabara Koogan.Rio de Janeiro. 2008

Consensos e Diretrizes da SBPT

Consenso Brasileiro de Ventilação Mecânica

Jornal Brasileiro de Pneumologia - Volume 33 - Suplemento 2S - 2007

Diretrizes Brasileiras para tratamento das Pneumonias Adquiridas no Hospital e das Associadas à Ventilação Mecânica e Diretrizes Brasileiras em Pneumonia Adquirida na Comunidade em Pediatria - 2007

Jornal Brasileiro de Pneumologia - Volume 33 - Suplemento 1S - 2007 V Diretrizes Brasileiras para o Manejo da Asma

Jornal Brasileiro de Pneumologia - Volume 32 - Suplemento 7 - 2006 II Diretrizes Brasileiras no Manejo da Tosse Crônica

Jornal Brasileiro de Pneumologia - Volume 32 - Suplemento 6 - 2006 Diretrizes na Abordagem Diagnóstica e Terapêutica das Doenças Pleurais

Jornal Brasileiro de Pneumologia - volume 32 - suplemento 4 - 2006 Doenças Respiratórias Ambientais e Ocupacionais

Jornal Brasileiro de Pneumologia Volume 32 - Suplemento 2 - 2006 Diretrizes para Manejo da Hipertensão Pulmonar

Jornal de Pneumologia Volume 31 - Suplemento 2 -2005

Vasculites Pulmonares

Jornal Brasileiro de Pneumologia Volume 31 - Suplemento 1 - 2005 II Consenso Brasileiro sobre Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica

Jornal de Pneumologia Volume 30 - Suplemento 5 - 2004

Diretrizes para Pneumonias Adquiridas na Comunidade em Adultos Imunocompetentes

Jornal de Pneumologia Volume 30 - Suplemento 4 - 2004 Diretrizes para Cessação do Tabagismo

Jornal de Pneumologia Volume 30 - Suplemento 2 - 2004 II Diretrizes Brasileiras para Tuberculose

Jornal de Pneumologia Volume 30 - Suplemento 1 - 2004 Diretrizes para Testes de Função Pulmonar 2002

Jornal de Pneumologia Volume 28 - Suplemento 3 - 2002

Médico - Cardiologista

Conteúdo Programático

Anatomia, Fisiologia e Semiologia do Aparelho Cardiovascular. Métodos Diagnósticos: Eletrocardiografia, Ecocardiografia, Medicina Nuclear, Hemodinâmica, Ressonância Magnética, Cardiopatias Congênitas Cianóticas e Acianótica: Diagnóstico e Tratamento. Hipertensão Arterial. Doença Coronariana. Doença Reumática. Valvulopatias: Diagnóstico e Tratamento. Miocardiopatias: Diagnóstico e Tratamento. Insuficiência Cardíaca Congestiva. Doença de Chagas. Arritmias Cardíacas: Diagnóstico e Tratamento. Marca passos Artificiais. Endocardite Infecciosa. Hipertensão Pulmonar. Sincope. Doenças do Pericárdio. Doença da Aorta. Embolia Pulmonar. Cor pulmonale.

Sugestões bibliográficas

1 - BRAUNWALD. Tratado de Medicina Cardiovascular - 6. ed. Ed. Rocca - Vol. I e II -

2 - SOCESP Tratado de Cardiologia - Ed. Atheneu - editores Fernando Nobre e Carlos Serrano

3 - Sociedade Brasileira de Cardiologia (www.cardiol.br) - Diretrizes e Consensos

4 - Sociedade de Cardiologia do Estado do Rio de Janeiro ( www.socerj.org.br )- Recomendações

Médico do Trabalho

Conteúdo Programático

Noções básicas para o reconhecimento dos riscos potenciais à saúde, nos locais de trabalho. Epidemiologia e bioestatística relacionadas à saúde ocupacional. Doenças originadas pelo trabalho: Identificação e Prevenção. Agentes químicos (metais, solventes, gases e poeiras). Agentes físicos (ruídos, temperatura, radiação ionizante e não ionizante). Agentes biológicos (vírus, bactérias, protozoários) Fatores ergonômicos (movimentos repetitivos, elevação de peso, posições estáticas e dinâmicas). Ergonomia: Princípios básicos da adaptação do posto de trabalho ao ser humano. Fundamentos de biomecânica e sua aplicação prática na prevenção das lombalgias e tenossinovites relacionadas ao trabalho. Doenças degenerativas e crônicas, agravadas por condições especiais de trabalho. Exames, avaliações e visitas médicos ocupacionais. Saúde mental do trabalhador e estresse. Atividades de educação para a saúde no trabalho. Vigilância sanitária nos locais de trabalho (tóxicos sociais e doenças transmissíveis). Atendimento médico ambulatorial e nas urgências e emergências clínicas no local de trabalho. Acidentes do trabalho: Aspectos clínicos, preventivos, trabalhistas e previdenciários. Normas regulamentadoras (NR - 4, NR - 5, NR - 7 e anexos - Portaria nº 24, de 29/12/94 (DOU - 30/12/94), NR - 9, NR - 15 e anexos NR - 16 e NR - 17 - Ergonomia). Convenção 148 da O.I.T., aprovada pelo Decreto Lei 93.413 de 15/10/86. Promoção de saúde nos ambientes de trabalho.

Sugestões bibliográficas

CECIL. Tratado de Medicina Interna. 19ª Edição. Ed. Guanabara. - encontra em qualquer livraria médica.

LÓPEZ, Mário. Emergências Médicas. Ed. Guanabara Koogan. - encontra em qualquer livraria médica.

MENDES, Reneé. Patologia do Trabalho. Ed. Atheneu. - encontra em qualquer livraria médica.

Enciclopédia de Saúde Ocupacional e Segurança - O.I.T. Última Edição, 1985, 2 volumes. www.mtas.es/insht/EncOIT/sumario.htm Normas Regulamentadoras do Cap. V da CLT. Edição Atualizada. Ed. Atlas. R.J. - encontra em qualquer livraria médica ou jurídica.

Instrução Normativa INSS/DC, n° 98 de 5 de dezembro de 2003. Atualização Clínica das Lesões por Esforços Repetitivos (LER) Distúrbios Osteomusculares relacionados ao trabalho (DORT). Disponível em Ordem de Serviço INSS/DSS nº 608, de 5 de agosto de 1998.

Perda Auditiva Neurossensorial por exposição continuada a níveis elevados de Pressão Sonora de Origem Ocupacional. Norma Técnica de Avaliação de Incapacidade para fins de Benefícios Previdenciários. Disponível emInstrução Normativa nº 99 INSS/DC, de 5 de dezembro de 2003 - DOU de 10/12/2003 (ppp). Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho e do Emprego. Disponível em www.mte.gov.br Doenças Relacionadas ao Trabalho - Ministério da Saúde do Brasil e Organização Pan-Americana da Saúde/Brasil. Doenças Relacionadas ao Trabalho. In: Manual de Procedimentos para os Serviços de Saúde. Série A. Normas e Manuais Técnicos; n. 114 organizado por Elizabeth

Costa Dias, colaboradores Idelberto Muniz Almeida et al. Brasília/DF.www.opas.org.br/publicmo.cfm?codigo=48

Médico Neuropediatra

Conteúdo programático

1 - Exame neurológico do recém-nascido ao adolescente;

2 - Infecções do sistema nervoso;

3 - Epilepsia e distúrbios paroxísticos de natureza não epiléptica;

4 - Distúrbios do desenvolvimento do sistema nervoso;

5 - Encefalopatias não progressivas e progressivas;

6 - Doenças Neurocutâneas;

7 - Tumores do SNC;

8 - Hipertensão intracraniana;

9 - Distúrbios do sono;

10 - Distúrbios do comportamento;

11 - Dificuldades e distúrbios do aprendizado escolar;

12 - Cefaléias;

13 - Doenças neuromusculares;

14 - Doenças Neurológicas Heredodegenerativas;

15 - Ataxias agudas;

16 - Infecções congênitas;

17 - Afecções dos gânglios da base;

18 - Peroxissomopatias;

19 - Lisossomopatias;

20 - Doenças desmielinizantes;

21 - Comas;

22 - Traumatismo craniencefálico;

23 - Acidentes vasculares cerebrais na infância;

24 - Comprometimento neurológico em doenças sistêmicas.

Sugestões bibliográficas

AICARDI, J. Diseases of the nervous system in childhood. MacKeith

BARLOW, C. F. Headaches and Migraine in Childhood. Spastics International Medical Publications, Londres, 1984.

BERG, B. Principles of Child Neurology, Mc Graw-Hill

DIAMENT, A., CYPEL S. Neurologia Infantil, Atheneu Editora

FENICHEL, GM. Clinical Pediatric Neurology: a signs and Symptom approach. WB Saunders

LEÃO E., CORREA EJ., VIANA MRA. Pediatria ambulatorial. 4ª. ed., Belo Horizonte: Coopmed, 2005.

LEFÈVRE, A. B. & DIAMENT, A. Neurologia Infantil. Editora Sarvier, 1998, 3a Edição, Atheneu , Rio de Janeiro.

MARCONDES, Eduardo et al. Pediatria Básica - Pediatria Clínica Especializada. 9. ed. 2004/5. Tomo I, II e III.

MENKES, J. H. Textbook of Child Neurology. Lea & Febiger, Philadelphia, REIMÃO, R. & DIAMENT, A. O Sono na Infância. Aspectos Normais e Principais Distúrbios. Editora Sarvier,São Paulo, 1985.

SHINNAR, S. & D'SOUZA, B. J. Diagnóstico e Conduta nas Cefaléias da Infância. In Clínicas Pediátricas da América do Norte. Fevereiro de 1982, Pp 91 a 107, Editora Interamericana, Rio de Janeiro.

SWAIMAN, K. F. & WRIGHT, F. S. The Pratice of Pediatric Neurology. C.V. Mosby Company, Saint Louis, 2a Edição,

SWALMAN, K. F. Pediatric Neurology: Principles and Practice. CV Mosby TONELLI, E. Doenças Infecciosas na Infância. Coopmed, Belo Horizonte, 1990.

VAUGHAN, Victor C, et al. Nelson: Textbook of Pediatrics. Volume I e II.

VOLPE, J. J. Neurology of the Newborn, WB Saunders

Cargo: Nutricionista

Conteúdo Programático

1- Macro e micronutrientes : conceito, classificação e função; digestão, absorção, transporte, excreção e metabolismo; recomendação; fatores que interferem na biodisponibilidade; fontes alimentares.

2- Nutrição nas diversas fases do ciclo de vida : Lactentes; Pré-escolares; Escolares; Adolescentes; Gestantes; Nutrizes; Adultos; Idosos.

3- Alimentos : conceitos; objetivos; características; fatores que os modificam; pré-preparo; preparo; conservação.

4- Administração de serviço de alimentação: caracterização; planejamento; organização; coordenação; controle; área física; recursos humanos.

5- Lactário e Banco de Leite Humano.

6- Avaliação do estado nutricional nos indivíduos saudáveis e enfermos em todas as fases do ciclo de vida e momentos fisiológicos.

7- Enfermidades dos diversos sistemas ( cardiovascular, respiratório, endócrino-metabólico, renal, digestório, imunológico, hematológico, músculo-esquelético ); cirurgias; doenças infecto-contagiosas; neoplasias; stress metabólico; alergias e intolerâncias alimentares : fisiopatologia; aspectos clínicos, nutricionais e laboratoriais; avaliação, intervenção, tratamento e monitoramento nutricional.

8- Terapia nutricional enteral e parenteral.

9- Controle higiênico-sanitário : fundamentos microbiológicos; doenças transmitidas pelos alimentos; higiene do manipulador de alimentos, da matéria-prima e do ambiente; análise de perigos e pontos críticos de controle.

10- Epidemiologia de distúrbios nutricionais; Políticas Públicas e programas de atenção à saúde; Segurança Alimentar; Políticas de Alimentação e Nutrição; Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional.

11- Educação Nutricional e Saúde.

12- Áreas de atuação e atribuições do Nutricionista.

13- Sistema Único de Saúde: conceitos, princípios, diretrizes e articulação com serviços de saúde; Fundamentação legal e normas pertinentes ao SUS; Participação popular e controle social; Conselhos de Saúde

Sugestões bibliográficas

1- Accioly, E.; Saunders, C.; Lacerda. Nutrição em obstetrícia pediátrica. Rio de Janeiro: Cultura Médica, 2002.

2- Brasil. Ministério da Saúde. Vigilância alimentar e nutricional - SISVAN: orientações básicas para a coleta, processamento, análise de dados e informação em serviços de saúde - Brasília: Ministério da Saúde, 2004.

3- Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Coordenação-Geral da Política de Alimentação e Nutrição. Guia alimentar para a população brasileira : Promovendo a alimentação saudável. Brasília : Ministério da Saúde, 2005.

4- Brasil. Portaria nº 710 de 10/06/1999. Política Nacional de Alimentação e Nutrição. 2ª ed. rev. Brasília: Ministério da Saúde, 2003.

5- Brasil. Lei nº 11.346, de 15 de setembro de 2006. Cria o sistema nacional de segurança alimentar e nutricional.

6- Chemin, SMSS; Mura, JDP. Tratado de Alimentação, Nutrição e Dietoterapia. São Paulo: Roca, 2007.

7- Cuppari, L. Nutrição- Nutrição Clínica no Adulto - 2 ed. São Paulo: Manole, 2005.

8- Douglas, CR. Fisiologia Aplicada à Nutrição, 2 ed. Rio de Janeiro. Guanabara Koogan, 2006.

9- Duarte, ACG. Avaliação Nutricional- Aspectos clínicos e laboratoriais. Rio de Janeiro . Atheneu, 2007.

10- Resolução CFN no. 380 /2005.

11- Resolução ANVISA - RDC nº 216, de 15 de setembro de 2004. Dispõe sobre Regulamento Técnico de Boas Práticas para Serviços de Alimentação.

12- Resolução Diretoria Colegiada da ANVISA - RDC nº 63, de 6 de julho de 2000. Dispõe sobre Regulamento Técnico para Terapia de Nutrição Enteral.

13- Souza, Therezinha Coelho de. Alimentos: propriedades físico-químicas. Cultura Médica, 2001.

14- Silva Júnior, E. A. Manual de controle higiênico sanitário em alimentos. São Paulo: Varela, 2007.

15- Teixeira, S.M.F.G. e col. Administração Aplicada às Unidades de Alimentação e Nutrição. São Paulo: Atheneu, 2004.

16- Waitzberg, DL. Nutrição oral, Enteral e Parenteral na Prática Clínica- 2 vols. São Paulo: Atheneu, 2002.

17- Arruda, G. A. Manual de boas práticas: unidades de alimentação e nutrição. 2ª ed. São Paulo: Editora Ponto Crítico, 2002. v. 2.

18- Madeira, M., Ferrão, M.E.M. Alimentos conforme a lei. 1ª ed. São Paulo: Editora Manole, 2002.

19- Mezomo, I.F.B.A. Os serviços de alimentação: planejamento e administração. 5ª ed. São Paulo: Editora Manole, 2002.

20- Ornellas, L..H. Técnica Dietética: Seleção e Preparo de Alimentos. São Paulo: Editora Atheneu, 2007.

21- Evangelista, J. Tecnologia dos alimentos. São Paulo; Atheneu, 2000.

22- Krause, M.L.K. Alimentos, nutrição e dietoterapia. São Paulo: Roca, 2005.

Cargo: Odontólogo

Conteúdo Programático

ANESTESILOGIA

Dor a partir dos Tecidos Orais. Bloqueio da Condução Nervosa. Equipamento Anestésico. Recomendações Gerais. Técnicas Anestésicas Primárias. Técnicas Anestésicas Secundárias. Complicações Locais da Anestesia. Efeitos Secundários e Complicações Sistêmicas. Êxitos e Fracassos da Anestesia Local. Sedação em odontologia. Farmacologia dos anestésicos locais. Farmacologia dos vasoconstritores. Ações clínicas de agentes específicos. Seringa, Agulha e Cartucho. Avaliação física e psicológica Técnica básica de injeção. Considerações anatômicas. Técnicas de anestesia maxilar. Técnicas de anestesia mandibular. Técnicas de injeção suplementares. Anestésicos locais nas especialidades odontológicas. Complicações locais. Complicações sistêmicas.

BIOSSEGURANÇA

AIDS e a prática odontológica; risco de infecção pelo HIV: doenças passíveis de transmissão durante o tratamento odontológico; medidas de precaução padrão; condutas frente a acidentes profissionais; normas de biossegurança na clínica odontológica.

CIRURGIA

Instalação e instrumental cirúrgico, pré-operatório e manobras cirúrgicas fundamentais. Exodontia dos dentes e raízes normalmente implantados. Acidentes e complicações das exodontias. Suturas e pós-operatório. Fisiopatologia dos processos reparativos. Cirurgia odontológica em ambiente hospitalar. Avaliação de clínica médica. Avaliação cardio-respiratória. Diagnóstico e tratamento das infecções odontogênicas. Vias de administração de drogas. Cirurgia dos dentes inclusos. Cirurgia paraendodôntica. Biópsias. Cirurgia das lesões com aspecto cístico. Cirurgia pré-protética. Cirurgia do seio maxilar. Cirurgia das glândulas salivares. Imagenologia em trauma de face. Atendimento de urgência no trauma de face.

ENDODONTIA

Complexo Dentino-pulpar. Patologias pulpar e perirradicular. Alterações patológicas de origem não-endodôntica. Diagnóstico em endodontia. Anatomia interna, cavidade de acesso e localização dos canais. Isolamento do campo operatório. Aspectos radiográficos de interesse endodôntico. Anestesia em endodontia. Seleção de casos para o tratamento. .endodôntico. Microbiologia endodôntica. Tratamento de dentes polpados(biopulpectomia). Tratamento de dentes despolpados (necropulpectomia). Odontometria. .I nstrumentos Endodônticos. Preparo químico-mecânico dos canais radiculares..Mecanismos de fratura dos instrumentos endodônticos. Acidentes e Complicações. Substâncias químicas empregadas nos preparos dos canais. Medicação intracanal. Materiais obturadores. Obturação do sistema de canais radiculares. Retentores intra-radiculares. Tratamento endodôntico em dentes com rizogênese incompleta. Retratamento endodôntico. Emergências e urgências. Traumatismo dentário. Reabsorção dentária. Inter-relação endodontia-ortodontia. Cirurgia perirradicular. Antibióticos em endodontia.

FARMACOLOGIA

Conceitos básicos de farmacologia. Farmacodinâmica, Farmacocinética, Farmacoterapêutica. Vias de administração de fármacos. Antibióticos. Antifúngicos. Antivirais. Digitálicos. Antihipertensivos. Vasodilatadores. Vasodilatadores coronarianos. Hipnóticos. Barbitúricos. Hipnoanalgesicos. Antidepressivos. Neurolépticos. Ansioliticos. Anestésicos locais. Anestésicos gerais. Histamina e Antihistaminicos. Prostaglandinas e bradicinina. Antiinflamatórios não-esteroidais. Antiinflamatórios esteroidais. Analgésico-antipiréticos. Analgésicos e Antagonistas Opióides. Cariostáticos e cariogénicos. Anti-sépticos e desinfetantes. Hemostáticos. Fármacos e Gravidez. Antineoplásicos. Drogas Adrenégicas. Agentes Bloqueadores Adrenérgicos. Drogas Colinérgicas. Sedativos-hipnóticos e Estimulantes do Sistema Nervoso Central Anticonvulsivantes. Anestésicos Locais., Histamina e Antagonistas da Histamina. Farmacologia Geriátrica. Drogas para Emergências Médicas. Elaboração da Prescrição e Regulamentos das Drogas.

MATERIAIS DENTÁRIOS

Categorias Gerais e Propriedades dos Materiais Dentários. Panorama dos Materiais para Aplicação Dentária. Estrutura da Matéria e Princípios de Adesão. Propriedades Físicas dos Materiais Dentários. Propriedades Mecânicas dos Materiais Dentários. Solidificação e Microestrutura dos Metais. Equilíbrio de Fases das Ligas Fundidas. Polímeros Odontológicos. Biocompatibilidade dos Materiais Dentários. - Materiais Dentários Auxiliares. Materiais de Moldagem. Produtos de Gipsita. Ceras Odontológicas.Procedimentos e Revestimentos para Fundição. Materiais de Acabamento e Polimento. Materiais Restauradores Diretos. Resinas Restauradoras. Cimentos Odontológicos. Amálgamas Dentais. Ouro para Restaurações Diretas. Materiais Protéticos e Restauradores Indiretos. Fundição Odontológica e Soldagem de Ligas. Ligas Trabalhadas e Trefiladas. Cerâmicas Odontológicas. Resinas para Base de Prótese Total. Implantes Dentários.

MEDICINA ORAL

Avaliação e Tratamento do Paciente com Doença Cardiovascular. Avaliação e Tratamento do Paciente com Risco de Endocardite Bacteriana. Avaliação e Tratamento de Paciente com Endocrinopatia e Grávida. Avaliação e Tratamento do Paciente com Doença Pulmonar. Avaliação e Tratamento do Paciente com Doença Gastrintestinal. Avaliação e Tratamento do Paciente com Doença Hematológica. Avaliação e Tratamento do Paciente com Doença das Articulações. Avaliação e Tratamento do Paciente com Doença Geniturinária Avaliação e Tratamento do Paciente com Doença Neurológica. Avaliação e Tratamento das Doenças da Mucosa Bucal. Avaliação e Tratamento do Paciente com Doença Neoplásica. Tratamento das Emergências Médicas no Consultório Odontológico.

ODONTOLOGIA LEGAL

O Campo da Odontologia Legal. Fotografia Aplicada à Odontologia Legal. Noções de Traumatologia Forense. O Estudo das Mordeduras Estomatologia do Trabalho e Infortunística O Papel do Dentista na Prevenção dos Maus-Tratos Infantis Noções de Tanatologia A Sobrevivência em um Mundo Diferente: o Fórum Responsabilidade: o Envolvimento com o Direito Civil e Penal Antropologia Forense Identidade e Identificação. Técnicas Auxiliares Os Procedimentos Convencionais em Antropologia do Crânio. As Pesquisas Nacionais em Antropologia Forense A Identificação pelo DNA em Odontologia Legal. Os Desastres em Massa.

PATOLOGIA ORAL

Defeitos de Desenvolvimento da Região Maxilofacial e Oral. Anomalias dos Dentes. Doenças da Polpa e do Periápice. Doenças Periondontais. Infecções Bacterianas. Doenças Fúngicas e Protozoárias Infecções Virais Injúrias Físicas e Químicas Doenças Imunológicas e Alérgicas. Patologia Epitelial. Patologia das Glândulas Salivares. Tumores dos Tecidos Moles Distúrbios Hematológicos Patologia Óssea. Cistos e Tumores Odontogênicos. Doenças Dermatológicas Manifestações Orais de Doenças Sistêmicas. Dor Facial e Doenças Neuromusculares. Doenças Cardiovasculares. Doenças Renais e Hipertensão. Doenças Respiratórias. Doenças do Fígado e Trato Gastrintestinal. Distúrbios Hematológicos. Discrasias Sangüíneas. Doenças Endócrinas. Doenças das Paratiróides Metabolismo do Cálcio. Reações Adversas aos Medicamentos. Doenças Associadas com o Vírus da Imunodeficiência Humana. Infecção pelo Vírus da Hepatite B e Hepatite C. Lesões Pré-malignas e Carcinoma de Células Escamosas Bucais. Lesões Imunopatológicas da Mucosa. Pigmentações da Mucosa Bucal e Pele da Face. Tumefações e Tumores da Cavidade Oral e da Face. Granulomatoses Orofaciais e Lesões Inflamatórias. Dor Facial e Alterações Neurológicas. Nevralgias Orofaciais e Dor Neuropática. Dor Facial Atípica. Síndrome da Ardência Bucal.

PERIODONTIA

Anatomia do Periodonto. Epidemiologia das Doenças Periodontais. Placa e Cálculo Dentais. Microbiologia da Doença Periodontal. Interações entre Parasita e Hospedeiro na Doença Periodontal. Fatores Modificadores: Diabetes, Puberdade, Gravidez e Menopausa e Tabagismo. Doença Gengival Induzida pela Placa. Periodontite Crônica. Periodontite Agressiva. Doença Periodontal Necrosante. O Abscesso Periodontal. Lesões Inflamatórias Gengivais Não-induzidas por Placa Bacteriana. Diagnóstico Diferencial: Tumores e Cistos do Periodonto. Endodontia e Periodontia. Trauma de Oclusão. Periodontite como Fator de Risco para Doença Sistêmica. A Genética Relacionada à Periodontite Conceitos Clínicos Exame de Pacientes com Doença Periodontal. Plano de Tratamento. Terapia Periodontal Associada à Causa. Controle Mecânico da Placa Supragengival. O Uso de Anti-sépticos na Terapia Periodontal. A Utilização de Antibióticos na Terapia Periodontal. Mau Hálito. Cirurgia Periodontal. O Efeito da Terapia na Microbiota da Região Dentogengival. Terapia Mucogengival - Cirurgia Plástica Periodontal. Terapia Periodontal Regenerativa. Tratamento de Dentes com Envolvimento de Furca. Terapia Oclusal. Terapia Periodontal de Suporte (TPS).

PROMOÇÃO DE SAÚDE E PREVENÇÃO

Epidemiologia. Diagnóstico e Prevenção (das doenças periodontais e da cárie). Cárie. Fluoretos. Câncer de Boca. Biosegurança no Consultório.

RADIOLOGIA

Princípios Gerais de Aplicação e Odontologia. Efeitos Biológicos dos Raios X. Técnicas Radiográficas Intra e Extrabucais. Radiografias Panorâmicas. Estudo Radiográfico da Articulação Temporomandibular. Glândulas Salivares. Interpretação Radiográfica. Patologia Radiográfica. Novos Métodos de Exames Radiológicos. Legislação e Normas do Emprego dos Raios X. Anatomia Radiográfica Normal. Radiografia Panorâmica. Exames Radiográficos Extra-Orais. Imagem Digital. Técnicas Especiais de Imagem. Diretrizes para Solicitar Radiografias Dentárias. Princípios da Interpretação Radiográfica. Trauma aos Dentes e Estruturas Faciais.

SAÚDE BUCAL COLETIVA

Saúde Bucal Coletiva à luz de um Novo Modelo de Atenção. A formação do cirurgião-dentista. Saúde Bucal no PLrograma Saúde da Família no Brasil. Diagnóstico e Tratamento Periodontal no Modelo de Promoção de Saúde. O Saber Popular em Odontologia e O Processo Saúde- Doença. Nutrição, Dieta e Cárie Dentária. Recursos para Higiene Bucal. Flúor: Pesquisas Atuais. O Desafio da Vigilância em Saúde Bucal no Sistema Único de Saúde. Flúor e a Promoção da Saúde Bucal. Princípios de Cariologia em Promoção de Saúde. Saúde Bucal e Desigualdade dos Números à Experiência das Doenças no Cotidiano O (Des)Contrato Social: O Estado Moderno, Violência Interpessoal e os Traumatismos Faciais em Questão. Políticas Públicas e Epidemiologia do Câncer de Boca. Envelhecimento e Saúde Bucal: Alguns aspectos da Bucalidade nas Transformações do Corpo do Idoso. Que Sorriso é Este? Conceito de Saúde: Uma Abordagem Histórica. Sistema Único de Saúde: conceitos, princípios, diretrizes e articulação com serviços de saúde; Fundamentação legal e normas pertinentes ao SUS; Participação popular e controle social; Conselhos de Saúde

Sugestões bibliográficas

1 - ABOPREVI, Promoção de saúde bucal. Léo Kringer (org.) 2 ed. São Paulo: Artes Médicas, 1999.

2 - ANDRADE, E. D. Terapêutica medicamentosa em odontologia. São Paulo: Artes Médicas, 1999.

3 - ANDRADE, E. D., Terapêutica medicamentosa em odontologia: procedimentos clínicos e uso de medicamentos nas principais situações da prática Odontológica. São Paulo: Artes Médicas. 1. ed. 1999.

4 - ANDRADE, E. D.; RANALLI, J. Emergências Médicas em Odontologia -. Artes Médicas, 2 ed. 2004.

5 - ANUSAVICE, K. J., Phillips Materiais Dentários. Elsevier 11 ed. 2005.

6 - BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Políticas de Saúde, Coordenação Nacional de DST e AIDS. Controle de infecções e a prática odontológica em tempos de AIDS: manual de condutas. Brasília: Ministério da Saúde, 2000.

7 - BUISCHI, Y. De P. Promoção de Saúde Bucal na Clinica Odontológica- 1 ed. Artes Médicas. 2000.

8 - CONSELHO FEDERAL DE ODONTOLOGIA. Código de ética odontológica. Resolução nº 42 do CFO, de 20/05/2003.

9 - DIAS, A. A. e colaboradores. SAÚDE BUCAL COLETIVA - Metodologia de Trabalho e Práticas. Editora: Santos. 1 ed. 2006.

10 - FREITAS, A. RADIOLOGIA ODONTOLÓGICA. 6 ed. Editora: Artes Medicas. 2004.

11 - JORGE, P. V. ODONTOLOGIA LEGAL E ANTROPOLOGIA FORENSE. 1 ed. Guanabara Koogan. 2002.

12 - LINDHE, J. Tratado de periodontia clínica e implantologia oral. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 4. ed. 2005.

13 - LOPES, H.P.; SIQUEIRA Jr, J.F., Endodontia - Biologia e Técnica. Ed. Médica e Científica, RJ. 2 ed.2004.

14 - MALAMED, S. F.; QUINN, C. L. Manual de anestesia local. 3. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2001.

15 - NEIDLE, E. A.; YAGIELA, J. A. Farmacologia e terapêutica para dentista. Tradução Cláudia Lucia Caetano Araújo. 3 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1991.

16 - NEVILLE, Brad W. et al. Patologia Oral e Maxilofacial, 2. ed. Guanabara Koogan. 2004.

17 - PENARROCHA, M. Anestesia Local em Odontologia- Guanabara Koogan. 1 ed. 2008.

18 - PEREIRA A C.; et al. Odontologia em saúde coletiva: planejando ações e promovendo saúde. Porto Alegre:1 ed. Artmes, 2003.

19 - PETERSON, L. J.; et al. Cirurgia oral e maxillofacial contemporânea. 3 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000.

20 - SILVERMAN, S.; et al. Fundamentos da medicina oral. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2004.

21 - SONIS, S. T.; FAZIO, R. C.; FANG, L. Princípios e Prática de Medicina 2 ed. Oral- Guanabara Koogan. 1996.

22 - WHITE, S. C. RADIOLOGIA ORAL. Elsevier. 5 ed. 2007.

23 - YAGIELA, J.A.; NEIDLE, E. Farmacologia e terapêutica em Odontologia. 4.ed. Rio de Janeiro; Guanabara Koogan, 2000.

Cargo: Orientador Educacional

Conteúdo programático

1 - Abordagens do processo ensino e aprendizagem, concepções de currículo e avaliação.

2 - Atribuições do Orientador Educacional e áreas de atuação;

3 - Fundamentos filosóficos da Orientação Educacional;

4 - Ética profissional do Orientador Educacional;

5 - Legislação educacional;

6 - Orientação Educacional: teoria e prática;

7 - Objetivos da Orientação Educacional;

8 - Organização do serviço de Orientação Educacional: recursos, técnicas, estratégias de ação, documentos, instrumentos, equipamentos e instalações.

9 - Orientação Educacional/Vocacional e as relações significativas na educação e na sociedade;

10 - Planejamento e implementação de ações e projetos no âmbito escolar;

11 - Psicologia da Educação.

Sugestões bibliográficas

1 - BRASIL. Constituição (1988). Constituição da Republica Federativa do Brasil. São Paulo: Fisco e Contribuinte, 1988.

2 - ___. Lei nº. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. In: Ester Grossi. 3. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2000.

3 - ___. Lei nº. 8.069, de 13 de julho de 1990. Estatuto da criança e do adolescente. Brasília, DF, 1990.

4 - Lei nº. 10.172, de 9 de janeiro de 2001. Plano Nacional de Educação. Brasília, DF, 2001.

5 - ___. Resolução CNE/CEB nº. 2, de 7 de abril de 1998. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental. Brasília, DF, 1998.

6 - ___. Resolução CNE/CEB nº. 3, de 26 de junho de 1998. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio. Brasília, DF, 1998

7 - ___. Resolução CNE/CEB nº. 1, de 7 de abril de 1999. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil. Brasília, DF, 1999.

8 - ___. Resolução CNE/CEB nº. 4, de 3 de dezembro de 1999. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Profissional de Nível Técnico. Brasília, DF, 1999. Mimeo.

9 - ___ . Resolução CNE/CEB nº. 1, de 5 de julho de 2000. Estabelece as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação de Jovens e Adultos. Brasília, DF, 2000. Mimeo.

10 - ___. Ministério da Educação. Diretrizes nacionais para a educação especial na educação básica / Secretaria de Educação Especial - MEC; SEESP, 2001.

11 - ___. Lei nº. 11.274, de 6 de fevereiro de 2006. Altera a redação dos arts. 29, 30, 32 e 87 da Lei nº. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Brasília, DF, 2006.

12 - BERKENBROCK, Volney J. Dinâmicas para encontros de grupo: para apresentação, intervalo, autoconhecimento e conhecimento mútuo, amigo oculto, despertar, avaliação e encerramento. Petrópolis, RJ: Vozes, 2003.

13 - BOHOSLAVSKY, Rodolfo. Orientação Vocacional: a estratégia clínica. Tradução de José Maria Valeije Bojart. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

14 - BORUCHOVITCH, Evely; BZUNECK, José Aloyseo (Orgs.). A motivação do aluno: contribuições da psicologia contemporânea. Petrópolis, RJ: Vozes, 2001.

15 - ___. Aprendizagem: processos psicológicos e o contexto social na escola. Petrópolis, RJ: Vozes, 2004.

16 - COLL, César; PALACIOS, Jesús; MARCHESI, Álvaro (Orgs). Desenvolvimento psicológico e educação: psicologia evolutiva.Tradução de Francisco Franke Settineri e Marcos A. G. Domingues. Porto Alegre: Artes Médicas, 1995. 1 v.

17 - ___ . Desenvolvimento psicológico e educação: psicologia da educação. Tradução Amélia Mello Alves. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 1996. 2 v.

18 - DALMÁS, Ângelo. Planejamento participativo na escola: elaboração, acompanhamento e avaliação. 7. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 1999.

19 - ESTEBAN, Maria Teresa (Org.). Avaliação: uma prática em busca de novos sentidos. 2. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2000.

20 - FERREIRO, Emilia; TEBEROSKY, Ana. Psicogênese da língua escrita. Tradução de Diana Myriam Lichtenstein, Liana Di Marco e Mario Corso. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 1999.

21 - GARCIA, Regina Leite (Org.). Orientação educacional: o trabalho na escola. São Paulo: Loyola, 1990.

22 - GARDNER, Howard. Cinco mentes para o futuro. Tradução de Roberto Cataldo Costa. Porto Alegre: Artmed, 2007.

23 - GIACAGLIA, Lia Renata Angelini; PENTEADO, Wilma Millan Alves. Orientação educacional na prática: princípios, técnicas, instrumentos. 5. ed. ver. atual. São Paulo: Thomson Learning, 2006.

24 - GRINSPUN, Míriam Paura Sabrosa Zippin. O espaço filosófico da Orientação Educacional na realidade brasileira. Rio de Janeiro: Rio Fundo ,1992.

25 - LEONTIEV, Aléxis; VYGOTSKY, Levi S.; LURIA, Alexandr Romanovich. Psicologia e pedagogia: bases psicológicas da aprendizagem e do desenvolvimento. Tradução de Rubens Eduardo Frias. São Paulo: Moraes, 1991.

26 - LÜCK, Heloisa. Planejamento em Orientação Educacional. 5. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 1987.

27 - LUCKESI, Cipriano Carlos. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 1994.

28 - ___. Avaliação da aprendizagem. 18. ed. São Paulo: Cortez, 2006.

29 - MAIA, Eny Marisa; GARCIA, Regina Leite. Uma orientação educacional para uma nova escola. São Paulo: Loyola, 1990.

30 - MENEGOLA, Maximiliano; SANT'ANNA, Ilza Martins. Por que planejar? Como planejar? currículo, área, aula. Petrópolis, RJ: Vozes, 1992.

31 - PERRENOUD, Philippe et al. A escola de A a Z: 26 maneiras de repensar a educação. Tradução de Patrícia Chitonni Ramos Reuillard. Porto Alegre: Artmed, 2005.

32 - PIMENTA, Selma Garrido (Org.). Saberes pedagógicos e atividade docente. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2002.

33 - SACRISTÁN, J. Gimeno; GÓMEZ, A. I. Pérez. Compreender e transformar o ensino. Tradução Ernani F. da Fonseca Rosa. Porto Alegre: ArtMed, 1998.

34 - SISTO, Fermino Fernandes; MARTINELLI, Selma de Cássia (Orgs.). Afetividade e dificuldades de aprendizagem: uma abordagem psicopedagógica. São Paulo: Vetor, 2006.

35 - WADSWORTH, Barry J. Inteligência e afetividade da criança na teoria de Piaget. 4. ed. Tradução de Esméria Rovai. São Paulo: Pioneira, 1996.

Cargo: Supervisor Educacional

Conteúdo programático

1 - Administração dos sistemas de educação pública e privada no Brasil;

2 - Avaliação institucional e do processo ensino aprendizagem;

3 - Conselhos Nacional, Estadual e Municipal de Educação;

4 - Ética profissional do Supervisor Educacional;

5 - Instituição escolar: modelos organizacionais;

6 - Legislação educacional;

7 - Estrutura e funcionamento da Educação Básica;

8 - O Supervisor Educacional e a comunidade escolar;

9 - Políticas públicas e educação;

10 - Projeto Político Pedagógico: construção, implementação, acompanhamento, avaliação e orientação;

11 - Supervisão Educacional: concepções, princípios, funções e práticas.

Sugestões bibliográficas

1 - BRASIL. Constituição (1988). Constituição da Republica Federativa do Brasil. São Paulo: Fisco e Contribuinte, 1988.

2 - ___. Lei nº. 9. 394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. In: Ester Grossi. 3. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2000.

3 - ___. Lei nº. 8.069, de 13 de julho de 1990. Estatuto da criança e do adolescente. Brasília, DF, 1990.

4 - ___. Lei nº. 10.172, de 9 de janeiro de 2001. Plano Nacional de Educação. Brasília, DF, 2001.

5 - ___. Resolução CNE/CEB nº. 2, de 7 de abril de 1998. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental. Brasília, DF, 1998.

6 - ___. Resolução CNE/CEB nº. 3, de 26 de junho de 1998. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio. Brasília, DF, 1998

7 - ___. Resolução CNE/CEB nº. 1, de 7 de abril de 1999. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil. Brasília, DF, 1999.

8 - ___. Resolução CNE/CEB nº. 4, de 3 de dezembro de 1999. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Profissional de Nível Técnico. Brasília, DF,1999. Mimeo.

9 - ___ . Resolução CNE/CEB nº. 1, de 5 de julho de 2000. Estabelece as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação de Jovens e Adultos. Brasília, DF, 2000. Mimeo

10 - ___. Ministério da Educação. Diretrizes nacionais para a educação especial na educação básica / Secretaria de Educação Especial . MEC; SEESP, 2001.

11 - ___. Lei nº. 11.274, de 6 de fevereiro de 2006. Altera a redação dos arts. 29, 30, 32 e 87 da Lei nº. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Brasília, DF, 2006.

12 - ALVES, Nilda (Coord.). Educação e supervisão: o trabalho coletivo na escola. 10. ed. São Paulo: Cortez, 2003.

13 - BITTAR, Mariluce; OLIVEIRA, João Ferreira de. Gestão e política de educação: Rio de Janeiro: DP&A, 2006.

14 - COLL, César; PALACIOS, Jesús; MARCHESI, Álvaro (Orgs). Desenvolvimento psicológico e educação: psicologia evolutiva.Tradução de Francisco Franke Settineri e Marcos A. G. Domingues. Porto Alegre: Artes Médicas, 1995. 1 v.

15 - ___ . Desenvolvimento psicológico e educação: psicologia da educação. Tradução Amélia Mello Alves. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 1996. 2 v.

16 - FERREIRA, Naura Syria Carapeto (Org.) Supervisão educacional para uma escola de qualidade. 3. ed. Tradução do espanhol Sandra Valenzuela. São Paulo: Cortez, 2002.

17 - ___. AGUIAR, Márcia Ângela da. (Orgs.). Para onde vão a orientação e a supervisão educacional? Campinas, SP: Papyrus, 2002.

18 - LIMA, Licínio C. A escola como organização educativa. São Paulo: Cortez, 2001.

19 - MACHADO, Lourdes Marcelino; FERREIRA, Naura Syria Carapeto.(Orgs.). Política e gestão da educação: dois olhares. Rio de Janeiro: DP&A, 2002.

20 - MENESES, João Gualberto de Carvalho et al. Estrutura e funcionamento da Educação Básica: leituras. 2. ed. atual. São Paulo: Pioneira, 1998.

21 - OLIVEIRA, Dalila Andrade (Org.). Gestão democrática da Educação: desafios contemporâneos. 3. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2001.

22 - ___ ; DUARTE, Marisa R. T. (Orgs.). Política e trabalho na escola: administração dos sistemas públicos de educação básica. Belo Horizonte: Autêntica, 1999.

23 - OLIVEIRA, Maria Auxiliadora Monteiro (Org.). Gestão Educacional: novos olhares, novas abordagens. Petrópolis, RJ: Vozes, 2005.

24 - RANGEL, Mary. Supervisão pedagógica: um modelo. 5. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 1988.

25 - ___. (Org.). Supervisão pedagógica: princípios e práticas. Campinas, SP: Papirus, 2001.

26 - SILVA, Jair Militão da. A autonomia da escola pública. 4. ed. Campinas, SP: Papyrus, 2000.

27 - SILVA JR., Celestino Alves da; RANGEL, Mary (Orgs). Nove olhares sobre a supervisão. 7. ed. Campinas, SP: Papyrus, 2001.

Procurador

Conteúdo Programático

1. DIREITO CONSTITUCIONAL

1. Constituição: conceito, classificações. Poder constituinte.

2. Eficácia, aplicação, interpretação, integração e classificação das normas constitucionais;

3. Controle de constitucionalidade dos atos do Poder Público. Sistemas de controle de constitucionalidade. Controle Jurisdicional Concentrado e Difuso. Lei nº 9.868/99, e alterações posteriores. Lei nº 9.882/99, e alterações posteriores.

4. Direitos e garantias fundamentais: individuais, coletivos, sociais, políticos e da nacionalidade. Tratados Internacionais de Direitos Humanos e atos afins: Convenção Americana de Direitos Humanos (Decreto nº 678/92); Pacto Internacional sobre Direitos Civis e Políticos (Decreto nº 592/92); Pacto Internacional sobre Direitos Econômicos, Sociais e Culturais (Decreto nº 591 /92). Status dos Tratados Internacionais de Direitos Humanos no ordenamento jurídico brasileiro.

5. Da organização do Estado: da organização político-administrativa, da União, dos Estados Federados, dos Municípios, do Distrito Federal e dos Territórios, da intervenção, da Administração Pública.

6. Da Organização dos Poderes: do Poder Legislativo, do Poder Executivo, do Poder Judiciário.

7. Da tributação e do orçamento: do sistema tributário nacional, das finanças públicas.

8. Da ordem econômica e financeira: dos princípios gerais da atividade econômica, da política urbana.

9. Da ordem social.

10. Constituição do Estado do Rio de Janeiro e Lei Orgânica do Município de Rio Bonito.

2. DIREITO CIVIL

1. Das pessoas naturais e das pessoas jurídicas.

2. Dos bens: os bens considerados em si mesmos, os bens reciprocamente considerados, dos bens públicos.

3. Dos fatos jurídicos: do negócio jurídico, dos atos jurídicos lícitos, dos atos ilícitos.

4. Da prescrição e da decadência.

5. Da prova.

6. Fato e ato jurídico. Negócio jurídico. Ato ilícito.

7. Prescrição e decadência.

8. Do direito das obrigações: das modalidades das obrigações, da transmissão das obrigações, do adimplemento e extinção das obrigações, do inadimplemento das obrigações, dos contratos em geral. Dos contratos em espécie: compra e venda, doação, locação, empréstimo, empreitada e transporte. Títulos de crédito. Disposições constantes do Código Civil e legislação especial relativa aos tópicos deste item.

9. Da responsabilidade civil: da obrigação de indenizar, da indenização. Responsabilidade subjetiva e objetiva.

10. Do direito da empresa: do empresário, da sociedade, do estabelecimento. Lei 6.404/76, e alterações posteriores. Lei 8.934/94, e alterações posteriores.

11. Do direito das coisas. Da posse. Dos direitos reais: da propriedade; da superfície, das servidões.

12. Do direito das sucessões: da sucessão em geral, da sucessão legítima.

13. Registros Públicos: Lei nº 6.015/73, e alterações posteriores.

3. DIREITO PROCESSUAL CIVIL

3.1 Processo Civil. Principiologia.

1 - Jurisdição contenciosa e voluntária. Conceito e distinção.

2 - Competência: conceito, espécies e critérios de determinação da competência. Modificações de competências. Declaração e conflitos de competência.

3 - Atos processuais: classificação, forma, tempo, lugar, prazo, comunicação e nulidades.

4 - Formação, suspensão e extinção do processo.

5 - Petição inicial. Resposta do réu. Revelia. Litisconsórcio e assistência. Intervenção de terceiros: oposição, nomeação à autoria, denunciação a lide e chamamento do processo.

6 - Provas. Noções gerais, sistema e espécies.

7 - Sentença e Coisa Julgada. Ação rescisória.

8 - Recurso. Espécies e cabimento.

9 - Liquidação da sentença: partes, competências e requisitos.

10 - Execução. Embargos. Execução contra a Fazenda Pública. Exceção de pré - executividade.

11 - Processo cautelar. Princípios, conceitos e procedimentos cautelares específicos.

12 - Dos procedimentos especiais: Ação de Consignação em Pagamento; Ações possessórias., ação de nunciação de obra nova, ação de usucapião.

13 - Ação de Desapropriação.

14 - Mandato de Segurança.

15 - Habeas - Data.

16 - Ação Popular.

17 - Ação Civil Pública.

18 - Ação monitória.

19 - Execução Fiscal e a Lei Federal n.º 6.830/80, e suas alterações posteriores.

20 - Ação civil de responsabilidade por ato de improbidade administrativa.

4. DIREITO ADMINISTRATIVO

1 - Princípios do Direito Administrativo.

2 - Função administrativa.

3 - Conceito de Administração Pública. A Administração Pública Direta e a descentralização. Desconcentração. Administração Pública Indireta: autarquias, fundações públicas, empresas públicas, sociedades de economia mista, consórcios públicos. Controle da Administração Pública Indireta.

4 - Órgãos e agentes públicos. Disposições constitucionais relativas aos agentes públicos. Servidores públicos: conceito, categorias, direitos e deveres. Cargo, emprego e função: normas constitucionais, provimento, vacância. Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Rio Bonito. Responsabilidade dos agentes públicos: civil, administrativa e criminal. Processo administrativo disciplinar.

5 - Controle interno e externo da Administração.

6 - Poderes Administrativos: poder hierárquico, poder disciplinar, poder normativo, poder de polícia.

7 - Ato administrativo: conceito, elementos, atributos, classificação, espécies, extinção, convalidação. Atos administrativos discricionários e vinculados. Controle dos atos discricionários.

8 - Processo Administrativo: conceito, características, princípios, requisitos.

9 - Contratos administrativos: conceito, características, peculiaridades, execução e inexecução, espécies.

10 - Serviços públicos: classificação, princípios, competência, concessão, permissão. Lei nº 8.987/95

11 - Licitação. Lei 8666/93, e alterações posteriores. Lei nº 10.520/02, e alterações posteriores. Lei nº 11.079/04, e alterações posteriores.

12 - Responsabilidade fiscal dos agentes públicos. Lei Complementar 101/00, e alterações posteriores.

13 - Bens públicos: regime jurídico, classificação, formas de utilização. Principais espécies de bens públicos: terras devolutas, terrenos de marinha, terrenos acrescidos, terrenos reservados, terras ocupadas pelos índios, plataforma continental, olhas, faixa de fronteiras, águas públicas. Concessão, permissão e autorização de uso dos bens públicos. Alienação.

14 - Desapropriação: noção, desapropriação por utilidade pública, necessidade pública, interesse social.

15 - Responsabilidade civil do estado e dos agentes públicos.

16 - Improbidade Administrativa: Lei nº 8.429/92, e alterações posteriores.

DIREITO FINANCEIRO E TRIBUTÁRIO

1 - Orçamento Público. Conceito e Regime Jurídico. Lei n.º 4.320/64, e alterações posteriores.

2 - Lei Complementar n.º 101, de 4 de maio de 2000, e alterações posteriores.

3 - Tributo: definição e espécies. Impostos da União, dos Estados e dos Municípios.

4 - Vigência e aplicação da legislação tributária no tempo e no espaço.

5 - Interpretação e integração da legislação tributária.

6 - Princípios constitucionais tributários, competência tributária, limitações ao poder de tributar.

7 - Imunidades e Isenções tributárias.

8 - Obrigação tributária e fato gerador. Principal e acessória.

9 - Crédito tributário, constituição, lançamento, definição, modalidades e efeitos do lançamento.

10 - Garantias e privilégios do crédito tributário. Relação em falência e concordata, responsabilidade dos sócios em sociedades por quotas de responsabilidade limitada, alienação de bens e Fraude a Fazenda Pública.

11 - Processo administrativo tributário.

12 - Dívida ativa. Inscrição. Execução. Prescrição. Liquidez, Certeza, Exigibilidade.

13 - Certidões negativas. Sigilo Fiscal.

5. DIREITOS DIFUSOS E COLETIVOS

1 - Direito do consumidor. Legislação pertinente.

2 - Estatuto da criança e do adolescente: Lei nº 8.069/90, e alterações posteriores.

3 - Estatuto das cidades: Lei nº 10.257/01, e alterações posteriores.

4 - Estatuto do idoso: Lei nº 10.741/03, e alterações posteriores.

6. DIREITO DO TRABALHO E PREVIDENCIÁRIO

1 - Relações de Trabalho. Natureza jurídica. Caracterização.

2 - Sujeitos da relação de trabalho: empregado, empregador, autônomo, avulsos, temporários.

3 - Contrato de Trabalho: definição. Diferenças entre contrato de trabalho e locação de serviços, empreitada, representação comercial, mandato, parceria. Alteração. Término.

4 - Remuneração: conceito e espécies.

5 - Representação Sindical. Sindicatos. Atividades e prerrogativas.

6 - A Administração Direita e Indireta perante a Justiça do Trabalho.

7 - O Regime jurídico dos servidores e empregados públicos.

8 - Seguridade social. Conceitos. Princípios.

9 - Seguridade dos funcionários do Município de Rio Bonito.

10 - A Organização da Justiça do Trabalho.

7. DIREITO PENAL

1 - Código Penal: dos crimes contra a incolumidade pública; dos crimes contra a fé pública; dos crimes contra a Administração Pública.

2 - Decreto-Lei nº 201/65, e alterações posteriores.

Sugestões bibliográficas

BASTOS, Celso Ribeiro. Curso de Direito Constitucional. São Paulo. Ed. Saraiva.

BASTOS, Celso Ribeiro. Curso de Direito Financeiro e de Direito Tributário. São Paulo. Ed. Saraiva.

BERMUDES, Sergio. A Reforma do Código de Processo Civil. São Paulo, Ed. Saraiva.

BONAVIDES, Paulo. Curso de Direito Constitucional. São Paulo: Malheiros Editores Ltda.

CÂMARA, Alexandre Freitas. Lições de direito processual civil. Rio de Janeiro: Ed. Lumen Juris.

CANOTILHO, J. J. Gomes. Direito Constitucional. Coimbra: Almedina.

CANOTILHO, J.J. Gomes. Constituição Dirigente e Vinculação do Legislador. Contributo para a Compreensão das Normas Constitucionais Programáticas. Coimbra: Coimbra Editora.

CARNEIRO, Athos Gusmão. Jurisdição e Competência. São Paulo, Ed. Saraiva.

CARRION, Valentin. Comentários à Consolidação das Leis do Trabalho. São Paulo: Ed. Revista dos Tribunais.

CARVALHO FILHO, José dos Santos. Manual de Direito Administrativo. Rio de Janeiro: Ed. Lumen Juris.

CARVALHO, Paulo de Barros. Curso de Direito Tributário. São Paulo Ed. Saraiva.

CINTRA, Antônio Carlos de Araújo; GRINOVER, Ada Pellegrini e DINAMARCO, Candido Rangel. Teoria Geral do Processo. São Paulo, Ed. Malheiros.

COELHO, Fábio Ulhôa. Curso de direito comercial. São Paulo: Ed. Saraiva.

CRETELLA JÚNIOR, José. Das Licitações Públicas. Comentários à Lei Federal 8666. Rio de Janeiro: Revista dos Tribunais.

CRUZ, Flávio da, Adauto Viccari Junior, José Osvaldo Glock, Nélio Herzmaun e Rui Ropgério N. Bordosa. Comentários à lei 4.320. São Paulo, Ed. Atlas.

DELMANTO, Celso et al. Código Penal comentado. Rio de Janeiro: Ed. Renovar.

DIDIER, Fredie. Curso de Direito Processual Civil. Salvador: Ed. Juspodivm.

DINIZ, Maria Helena. Curso de Direito Civil Brasileiro. São Paulo: Ed. Saraiva.

DI PIETRO, Maria Sylvia Zanella. Direito administrativo. São Paulo: Ed.Atlas.

DINIZ, Maria Helena. Curso de Direito Civil Brasileiro. São Paulo: ed. Saraiva.

ESTEVES, Maria do Rosário. Normas Gerais de Direito Tributário. São Paulo: Max Limonad.

FARIAS, Cristiano Chaves de; Rosenvald, Nelson. Direito Civil: teoria geral. Rio de Janeiro: Ed. Lumen Juris.

FARIAS, Cristiano Chaves de; Rosenvald, Nelson. Direito das obrigações. Rio de Janeiro: Ed. Lumen Juris.

FARIAS, Cristiano Chaves de; Rosenvald, Nelson. Direitos reais. Rio de Janeiro: Ed. Lumen Juris

FIGUEIREDO, Marcelo. Probidade Administrativa, Comentários a Lei 8429/92 e Legislação Complementar. São Paulo: Malheiros Ed. Ltda.

GAGLIANO, Pablo Stolze e Pamplona Filho, Rodolfo. Novo Curso de Direito Civil. São Paulo: Ed. Saraiva.

GASPARINI, Diogenes. Direito Administrativo. São Paulo. Saraiva.

GOMES, Orlando. Contratos. Atualizada por Humberto Theodoro Júnior. Rio de Janeiro, Ed. Forense.

GOMES, Orlando. Direitos Reais. Rio de Janeiro, Ed. Forense.

GONÇALVES, Carlos Alberto. Direito Civil Brasileiro. São Paulo: Ed. Saraiva.

GONÇALES, Odanel Urbano. Manual de Direito Previdenciário. São Paulo, ed. Atlas.

GRECO FILHO, Vicente, Direito Processual Civil Brasileiro. São Paulo, Ed. Saraiva.

GRECO, Leonardo. O Processo de Execução, Vol. I e II, Rio de Janeiro: Ed. Renovar .

GRECO, Rogério. Curso de direito penal. Rio de Janeiro: Ed. Impetus.

HARADA, Kiyoshi. Direito Financeiro e Tributário. São Paulo, Ed. Atlas.

JÚNIOR, Waldo Fazzio Junior. Fundamentos de Direito Comercial. São Paulo, Ed. Atlas.

LOPES, Mauricio Antonio Ribeiro. Ética e Administração Pública. São Paulo : Ed. Revista dos Tribunais.

MARTINS, Sergio Pinto. Direito do Trabalho. São Paulo, ed. Atlas.

MEIRELLES, Hely Lopes Meireles. Mandado de segurança. São Paulo: Malheiros.

MORAES, Alexandre de. Direitos humanos fundamentais. São Paulo Atlas.

MORAES, Alexandre de. Direito Constitucional. São Paulo, Atlas.

MOREIRA, Diogo de Figueiredo. Curso de Direito Administrativo: parte introdutória, parte geral, parte especial. Rio de Janeiro: Ed. Forense.

OSÓRIO, Fábio Medina. Improbidade Administrativa. Porto Alegre: Ed. Síntese.

PEREIRA JUNIOR, Jessé Torres. Licitações de Informática. Rio de Janeiro: Ed. Renovar.

PEREIRA JUNIOR, Jessé Torres. Comentários à Lei das Licitações e Contratos da Administração Pública. Rio de Janeiro: Ed. Renovar.

PIOVESAN, Flávia. Direitos humanos e o direito constitucional internacional. São Paulo: Ed. Saraiva.

PEIXINHO, Manoel Messias e GUANABARA, Ricardo. Comissões parlamentares de inquérito: princípios, poderes e limites. Rio de Janeiro: Ed. Lumen Juris.

RIZZARDO, Arnaldo. Parte Geral do Código Civil. Rio de Janeiro: Ed. Forense.

SILVA, José Afonso da. Curso de Direito Constitucional Positivo. São Paulo: Malheiros Editores.

TAVARES, Marcelo Leonardo. Direito previdenciário. Rio de Janeiro: Ed. Lumen Juris.

TEPEDINO, Gustavo (coord). A Parte Geral do Novo Código Civil: estudos na perspectiva civil-constitucional.

THEODORO JUNIOR, Humberto. Lei de execução fiscal. São Paulo: Ed. Saraiva.

TORRES, Ricardo Lobo. Curso de direito financeiro e tributário. Rio de Janeiro: Ed. Renovar.

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO. Licitações e Contratos: orientações básicas. Brasília: TCU, Secretaria de Controle Interno.

Psicólogo

Conteúdo Programático

1- História e evolução da ciência psicológica.

2- Psicologia Institucional e o método de trabalho do psicólogo na instituição.

3-Ações psicológicas e intervenções nas instituições hospitalar e educacional.

4-Teoria psicanalítica, conceitos básicos e aplicações na clínica, na educação, nas instituições.

5- Psicopatologia- o conceito de causalidade psicopatológica, os mecanismos de defesa, neurose, psicose, psicodiagnóstico.

Saúde

6-Psicoterapias-principais abordagens

7- O psicólogo e a equipe interdisciplinar. Elementos Institucionais básicos para criação e atuação no Serviço de psicologia Hospitalar.

8-O psicólogo e suas ações frente às necessidades do paciente, da família e da equipe.

9-Hospitalização.

10-Grupos na instituição e grupos como instituição

11- Psicologia aplicada a Reabilitação.

12 - Sistema Único de Saúde: conceitos, princípios, diretrizes e articulação com serviços de saúde; Fundamentação legal e normas pertinentes ao SUS; Participação popular e controle social; Conselhos de Saúde

Educação

12- Fatores psicossociológicos e psicológicos e aprendizagem escolar.

13- Teorias da aprendizagem escolar.

14-O processamento de informação e a aprendizagem escolar. 15- Distúrbios psicomotores e aprendizagem.

Sugestões bibliográficas Saúde

BLEGER, José. Psico-higiene e psicologia institucional. Tradução de Emilia de Oliveira Diehl. 3. ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 1992

BLEGER, José. Temas de psicologia: entrevistas e grupos. Tradução de Rita Maria M. de Moraes. São Paulo: Martins Fontes, 1998

CAMON-ANGERAMI,. W.A.Psicologia no hospital. São Paulo: Traço, 1988.

CORDIOLI, Aristides Volpato. Psicoterapias: abordagens atuais. 2. ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.

CUNHA, Jurema Alcides. Psicodiagnóstico - V. 5. Ed. rev. e ampla. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.

DALGALARRONDO, Paulo. Psicopatologia e semiologia dos transtornos mentais. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.

KNAPP & Colaboradores, Terapia Cognitivo Comportamental na Prática Psiquiátrica. Porto Alegre:Artmed,2004

LEITÃO, Marisa Sá. O psicólogo e o hospital. Porto Alegre: Sagra DC Luzzatto, 1993

MELLO FILHO, Júlio de. Psicossomática hoje. Porto Alegre: Artes Médicas, 1992.

ZIMERMAN, David E. Fundamentos básicos das grupoterapias. 2.Ed Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.

Educação

CATANIA, A. Charles. Aprendizagem: comportamento, linguagem e cognição. Tradução de Deisy das Graças de Souza. 4. ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 1999.

CUNHA, Jurema Alcides. Psicodiagnóstico - V. 5. Ed. rev. e ampla. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.

DALGALARRONDO, Paulo. Psicopatologia e semiologia dos transtornos mentais. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.

FONSECA, Vítor da. Introdução às dificuldades de aprendizagem. 2. ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 1995.

JOSÉ, ELISABETE DA ASSUNÇÃO; COELHO, MARIA TERESA. Problemas de Aprendizagem. 12. ed. São Paulo: Ática, 1999.

PAIN, Sara; MACHADO, Ana Maria Netto. Diagnóstico e tratamento dos problemas de aprendizagem. 3.ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 1989

SALVADOR, Cesar Coll. Psicologia do Ensino. Tradução de Cristina Maria de Oliveira. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 2000.

Geral

FREUD. S.Obras Completas, Editora Imago.

FURTADO, Odair; TEIXEIRA, Maria de Lourdes Trassi. Psicologias uma introdução ao estudo de psicologia. 13. ed. São Paulo: Saraiva, 1999.

HUFFMAN, K, VERNOY, M e VERNOY, J. Psicologia. São Paulo:Atlas Editora,2003

Veterinário

Conteúdo Programático

1 - Doenças infecto-contagiosas e doenças parasitárias de importância em saúde pública e médico-veterinária.

2 - Soros, vacinas e alergênicos.

3 - Vigilância Sanitária e Epidemiológica.

4 - Inspeção Industrial e Sanitária de produtos de origem animal.

5 - Vigilância de produtos de uso veterinário.

6- Sistema Único de Saúde: conceitos, princípios, diretrizes e articulação com serviços de saúde; Fundamentação legal e normas pertinentes ao SUS; Participação popular e controle social; Conselhos de Saúde

Sugestões bibliográficas

1- ACHA,P.N., SZYFRES,B. Zoonoses y enfermedades transmisibles comunes al hombre y a los animales .Washington : OPAS.1986.

2- BRASIL. Ministério da Saúde/ANVISA. Portaria. nº 326 de 30 de julho de 1997 (Regulamento Técnico sobre as Condições Higiênico- Sanitárias e de Boas Práticas de Fabricação para Estabelecimentos Produtores e Industrializadores de alimentos).

3- BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria nº 518 de 25 de março de 2004 (Estabelece os procedimentos e responsabilidade relativos ao controle e vigilância da água para consumo humano e seu padrão de potabilidade e dá outras providências).

4- BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Decreto nº 30691 de 29 de março de 1952, alterado pelos Decretos1255 de 25 de junho de 1962, 1236 de 02 de setembro de 1994, 1812 de 08 de fevereiro de 1996 e nº 224 de 04 de junho de 1997. (Regulamento de inspeção industrial e sanitária dos produtos de origem animal. RIISPOA).

5- BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Portaria nº 711 de 1 de novembro de 1995 (Normas técnicas de instalações e equipamentos para abate e industrialização de suínos).

6- Brasil. Ministério a Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância Epidemiológica. Atlas de leishmaniose tegumentar americana: diagnósticos clínico e diferencial / Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde, Departamento de Vigilância Epidemiológica - Brasília: Editora do Ministério a Saúde, 2006. 136 p.:: l. olor. Série. (Normas e Manuais Técnicos).

7- Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Diretoria Técnica de Gestão. Diagnóstico rápido nos municípios para vigilância entomológica do Aedes aegypti no Brasil - LIRAa: metodologia para avaliação dos índices de Breteau e Predial / Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde, Diretoria Técnica de Gestão - Brasília: Ministério da Saúde, 2005.

8- BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Instrução Normativa 68 de 12 de dezembro de 2006 (Oficializa os Métodos Analíticos Oficiais Físico-químicos, para Controle de Leite e Produtos Lácteos, em conformidade com o anexo desta Instrução Normativa, determinando que sejam utilizados nos Laboratórios Nacionais Agropecuários).

9- Epidemiologia e Saúde. Maria Zélia Rouquayrol e Naomar de Almeida Filho, 6 ediçao - Rio de Janeiro, MEDSI, 2003. 728 p.

10- Brasil.Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância Epidemiológica. Doenças infecciosas e parasitárias:guia de bolso /Ministério da Saúde,Secretaria de Vigilância em Saúde,Departamento de Vigilância Epidemiológica.- 4.ed.ampl.- Brasília:Ministério da Saúde,2004. 332 p.:il.color.- (Série B.Textos Básicos de Saúde) 1.ª edição::1999.Fundação Nacional de Saúde /Centro Nacional de Epidemiologia (CENEPI/FNS/MS),217 p. 2.ª edição rev..a mpl.:2000.Fundação Nacional de Saúde /MS,220 p.ISBN:85 -7346 -034 -3. 3.ª edição: :2004.Secretaria de Vigilância em Saúde /Departamento de Vigilância Epidemiológica/MS (DEVEP/SVS/MS),2004,2 v.

11- Brasil.Fundação Nacional de Saúde. Manual prático de análise de água.1 ªed. Brasília - Fundação Nacional de Saúde,2004. 146 p.

12- Brasil.Fundação Nacional de Saúde. Manual de saneamento.3.ed.rev.-Brasília:Fundação Nacional de Saúde,2006. 408 p.

13- Manual de diagnóstico e tratamento de acidentes por animais peçonhentos. 2ª ed. - Brasília: Fundação Nacional de Saúde, 2001. 120

14- BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Portaria nº 185 de 13 de maio de 1997 ( Regulamento Técnico de Identidade e Qualidade do peixe fresco (inteiro e eviscerado).

15- BRASIL. Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento e Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA. Cartilha Orientativa. Comercialização de Pescado Salgado e Pescado Salgado Seco. Janeiro 2007.

16- BRASIL. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Cartilha sobre Boas Práticas para Serviços de Alimentação. RDC 216/2004. Brasília - 3 Edição.

17- Brasil. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e da Tuberculose Animal (PNCEBT) / organizadores, Vera Cecilia Ferreira de Figueiredo, José Ricardo Lôbo, Vitor Salvador Picão Gonçalves. - Brasília : MAPA/ SDA/DSA, 2006. 188 p.

18- Brasil, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Controle da Raiva dos herbívoros - Brasília: MAPA/SDA/DSA, 2005. 104 p. : il. Color

19- Manual de procedimentos para a atenção às ocorrências de febre aftosa e outras enfermidades vesiculares. Projeto BID/ PANAFTOSA - OPAS/OMS para os países do MERCOSUL Ampliado.Rio de Janeiro: PANAFTOSA - OPAS/OMS, 2007. 144p. (Serie de Manuais Técnicos No. 9).

Conhecimentos Gerais (comum ao cargo)

Cargo: Professor I - Português

Matemática

Conteúdo Programático

1-Lógica

Sentenças e proposições. Proposições e conectivos

2-Conjuntos

Determinação de conjuntos, relações de pertinência e inclusão, igualdade de conjuntos. Partição de um conjunto. Operações com conjuntos: união, interseção, diferença, complemento. Propriedades. Aplicações

3-Relações

Par ordenado, produtos cartesianos. Relações binárias, relações de equivalência e de ordem, relação inversa. Aplicações

4-Conjuntos Numéricos

Números naturais: conceito, operações, propriedades, múltiplos e divisores, critérios de divisibilidade. M. M. C. e M. D. C. Números inteiros: conceito, operações, propriedades. Razões e proporções, porcentagem, juros simples. Números reais: conceito, operações, propriedades. Módulo. Intervalos. Números complexos: conceito, operações, propriedades. Aplicações

5-Funções

Definição: igualdade, sobrejeção, injeção, bijeção, função inversa, função composta. Polinômios: definição, propriedades, operações, fatoração. Relações entre coeficientes e raízes. Variação de polinômios de 1º a 2º graus. Funções trigonométricas: definição, propriedades, variação. Fórmulas fundamentais.Resolução de triângulos, lei dos senos e dos cosenos. Funções exponenciais e logarítmicas: definições, variação. Logaritmo e suas propriedades, Logaritmos decimais e naturais. Aplicações.

6-Equações e inequações

Equações ou inequações e sistema de 1º e 2º graus. Resolução e discussão. Problemas de 1º e 2º graus. Equações ou inequações trigonométricas: resolução, discussão e aplicações. Equações ou inequações exponenciais e logarítmicas: resolução, discussão e aplicações.

7-Sucessões: Definição. Progressões aritméticas e geométricas. Aplicações.

8-Geometria Plana - Geometria Métrica Espacial

Conceitos primitivos e axiomática da geometria euclidiana. Ângulos, paralelismo e perpendicularismo. Polígonos: definições, propriedades, poliedros, poliedros regulares. Corpos retos, relações métricas, áreas, volumes, aplicações.

9-Álgebra Linear

Matrizes e determinantes: definições e propriedades. Análise combinatória e probabilidades: contagem em conjuntos finitos. Grupamentos simples e com repetição de elementos de conjunto, definições, propriedades, aplicações. Binômio de Newton: desenvolvimento, propriedades. Probabilidades em espaços amostrais finitos: propriedades, aplicações.

MATEMÁTICA FINANCEIRA:

1-Introdução: razão e proporção, grandezas proporcionais, divisão proporcional direta e inversa, regra de três simples e composta. Porcentagem;

2-Juros simples: juro e montante, taxa de juros, cálculo de juros e montante, taxa proporcional e equivalente, períodos não inteiros, juro exato e juro comercial, valor atual e valor nominal;

3-Juros compostos: montante, cálculo de juro, valor atual e nominal, taxas equivalentes, períodos não inteiros, taxa efetiva e taxa nominal; 4-Correção monetária: depósitos com correção monetária.

Sugestões bibliográficas

1-GIOVANNI, Castruce e GIOVANNI JÚNIOR, A Conquista da Matemática, Rio de Janeiro, FTD;

2-BIANCHINI, Edwaldo e BACCOLA, Herval, Curso de Matemática, Rio de Janeiro, Ed. Moderna;

3-BEZERRA, Manoel Jairo e José Carlos Butnoki "Jota", Matemática, Volume único, São Paulo, Ed. Scipione;

4-CARVALHO, Diorne Lucches, Metodologia do Ensino da Matemática, São Paulo, Ed. Cortez, 1990;

5-IEZI, Gelson e Outros, Fundamentos de Matemática Elementar, São Paulo, Ed. Atual;

6-MACHADO, Antonio dos santos, Matemática, Temas e Metas, São Paulo, Ed. Atual, 1986;

7-MACHADO, Antonio dos Santos, Geometria Analítica e Cálculo Vetorial, São Paulo, Ed. Atual, 1986;

Estatuto da Criança e do Adolescente

Conteúdo Programático

Estatuto da criança e do adolescente - Lei nº8069 de 13 de julho de 1990

Título I - Das disposições Preliminares

Titulo II - Dos Direitos fundamentais - Capítulos I, II, III, IV e V

Título III- Da Prevenção - Capítulo I e II

Sugestão bibliográfica

Estatuto da criança e do adolescente - Lei nº8069 de 13 de julho de 1990

História de Rio Bonito Conteúdo Programático

1 - Origens;

2 - Sinopse Cronológica;

3 - Perfil Geográfico;

4 - Atividades Econômicas;

5 - Comunicação e Transporte;

6 - Educação, Saúde e Cultura;

7 - Emancipação Político Administrativa;

8 - Símbolos Municipais;

9 - Hino de Rio Bonito;

10 - Instituições Artísticas e Culturais;

11 - Tradição e Folclore;

12 - Personagens Destacados do Município;

13 - Evolução Político-Administrativa

Sugestões bibliográficas

1- MORAES SOARES, C.L., Rio Bonito, sua História, sua Gente, Ed. G.Cross, 1988

2- www.guiarb.com.br - site acesso pela internet

Didática

Conteúdo Programático

1- Aspectos didáticos - conceito; a relação forma/conteúdo; a relação teoria- prática; metodologia.

2- Currículo: conceito e planejamento; objetivos, seleção e organização de conteúdos; a interdisciplinaridade; avaliação do processo ensino- aprendizagem.

3- O professor- postura profissional, a didática e a formação de professores; a prática pedagógica; a disciplina e a relação professor - aluno.

4- A escola na contemporaneidade: o papel da escola; escola e cultura; a cultura jovem e o espaço escolar.

Sugestões bibliográficas

1- CARDOSO, B. (org) Ensinar: tarefa para profissionais, Rio de Janeiro: Record, 2007

2-CANDAU, V.M. (org) Reinventar a Escola, 3ª edição, Petrópolis: Vozes, 2002.

3- ________Rumo a uma nova Didática, 16ª edição, Porto Alegre: Artes Médicas, 1998

4-JANTSCH, A. P. ( org) Interdisciplinaridade, 7ª edição, Petrópolis: Vozes, 2004

5- LA TAILLE, Y.e outros. Indisciplina/ disciplina:ética, moral e ação do professor: Porto Alegre: Mediação, 2006.

6- MENEGOLA, M e SANT'ANNA, I. M. Pro que planejar? Como planejar? - currículo- área- aula, 11ª edição, Petrópolis: Vozes, 2005. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional

Conteúdo Programático

1 - Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, Lei nº 9394, de 20/12/96;

2 - Histórico das Leis Básicas da Educação no Império e na República;

3 - Aspectos estruturais da educação - sistema escolar brasileiro: níveis e modalidades de educação e ensino, funcionamento e seletividade. Estrutura administrativa do sistema escolar brasileiro: princípios e níveis administrativos;

4 - O Ensino Básico - a educação infantil e o ensino fundamental e médio: a escolaridade obrigatória, objetivos gerais da educação, os objetivos da educação e do ensino, o currículo escolar, a avaliação e a recuperação.

Sugestões bibliográficas

1 - CARNEIRO, Moaci Alves, LDB fácil, 11ª edição revista e atualizada, Petrópolis, RJ. Editora Vozes, 2004;

2 - COSTA, Messias, Município, Ensino e Valorização do Magistério, Rio de Janeiro, RJ, GRYPHUS (Ed.Forense), edição 1999;

Cargo: Professor I - Português

Conteúdo Programático

1-Compreensão e interpretação de texto;

2-Estrutura e formação das palavras;

3-Classes de palavras: substantivo, adjetivo, pronome, artigo, numeral, verbo, advérbio, conjunção, preposição e interjeição;

4-Período simples / período composto;

5-Termos da oração;

6-Orações subordinadas / orações coordenadas;

7-Concordância nominal / verbal;

8-Regência nominal / verbal;

9-Sintaxe de colocação;

10-Ortoepia e prosódia;

11-Crase;

12-Emprego do hífen;

13-Divisão silábica;

14-Acentuação gráfica;

15-Ortografia;

16-Pontuação;

17-Encontros vocálicos e consonantais;

18-Significação das palavras: homonímia, paronímia, sinonímia, antonímia

19-Emprego dos verbos haver, fazer, ser e parecer;

20-Emprego do infinitivo;

21-Figuras de linguagem;

22-Versificação;

23-Fonética e fonêmica.

Sugestões bibliográficas

1-CEGALLA, Domingos Paschoal - Novíssima Gramática da Língua Portuguesa - 26ª edição - São Paulo - Companhia Editora Nacional, 1985;

2-ANDRÉ, Hildebrando Afonso de - Gramática Ilustrada - 2ª edição - São Paulo - Editora Moderna , 1978;

3-BECHARA, Evanildo - Moderna Gramática Portuguesa - 37ª edição - Rio de Janeiro - Lucerna, 1999;

4-SACCONI, Luís Antônio - Nossa Gramática: teoria - 10ª edição reformada e revisada - São Paulo - Atual Editora Moderna, 1989.

Conhecimentos Gerais (comum ao cargo) Cargos: Professor I - Matemática

Língua Portuguesa

Conteúdo Programático:

1-Compreensão e interpretação de texto;

2-Estrutura e formação das palavras;

3-Classes de palavras: substantivo / adjetivo / pronome / artigo / numeral / verbo / advérbio/ conjunção / preposição / interjeição;

4-Período simples / período composto;

5-Termos da oração;

6-Orações subordinadas / orações coordenadas;

7-Concordância nominal / verbal;

8-Regência nominal / verbal;

9-Crase;

10-Emprego do hífen;

11-Divisão silábica;

12-Acentuação gráfica;

13-Ortografia;

14-Pontuação;

15-Encontros vocálicos e consonantais;

16-Homônimos e parônimos;

17-Emprego dos verbos haver, fazer, ser e parecer;

18-Figuras de linguagem.

Sugestões bibliográficas

1-CEGALLA, Domingos Paschoal - Novíssima Gramática da Língua Portuguesa - 26ª edição - São Paulo - Companhia Editora Nacional, 1985;

2-ANDRÉ, Hildebrando Afonso de - Gramática Ilustrada - 2ª edição - São Paulo - Editora Moderna , 1978;

3-BECHARA, Evanildo - Moderna Gramática Portuguesa - 37ª edição - Rio de Janeiro - Lucerna, 1999;

4-SACCONI, Luís Antônio - Nossa Gramática: teoria - 10ª edição reformada e revisada - São Paulo - Atual Editora Moderna, 1989.

Estatuto da Criança e do Adolescente

Conteúdo Programático

Estatuto da criança e do adolescente - Lei nº8069 de 13 de julho de 1990

Título I - Das disposições Preliminares

Titulo II - Dos Direitos fundamentais - Capítulos I, II, III, IV e V

Título III- Da Prevenção - Capítulo I e II

Sugestão Bibliográfica

Estatuto da criança e do adolescente - Lei nº 8069 de 13 de julho de 1990

História de Rio Bonito

Conteúdo Programático

1 - Origens;

2 - Sinopse Cronológica;

3 - Perfil Geográfico;

4 - Atividades Econômicas;

5 - Comunicação e Transporte;

6 - Educação, Saúde e Cultura;

7 - Emancipação Político Administrativa;

8 - Símbolos Municipais;

9 - Hino de Rio Bonito;

10 - Instituições Artísticas e Culturais;

11 - Tradição e Folclore;

12 - Personagens Destacados do Município;

13 - Evolução Político-Administrativa

Sugestões bibliográficas

1- MORAES SOARES, C.L., Rio Bonito, sua História, sua Gente, Ed. G.Cross, 1988

2- www.guiarb.com.br - site acesso pela internet

Didática

Conteúdo Programático

1- Aspectos didáticos - conceito; a relação forma/ conteúdo; a relação teoria- prática; metodologia.

2- Currículo: conceito e planejamento; objetivos, seleção e organização de conteúdos; a interdisciplinaridade; avaliação do processo ensino- aprendizagem.

3- O professor- postura profissional, a didática e a formação de professores; a prática pedagógica; a disciplina e a relação professor - aluno.

4- A escola na contemporaneidade: o papel da escola; escola e cultura; a cultura jovem e o espaço escolar.

Sugestões bibliográficas

1- CARDOSO, B. (org) Ensinar: tarefa para profissionais, Rio de Janeiro: Record, 2007

2-CANDAU, V.M. (org) Reinventar a Escola, 3ª edição, Petrópolis: Vozes, 2002.

3- ________Rumo a uma nova Didática, 16ª edição, Porto Alegre: Artes Médicas, 1998

4-JANTSCH, A. P. ( org) Interdisciplinaridade, 7ª edição, Petrópolis: Vozes, 2004

5- LA TAILLE, Y.e outros. Indisciplina/ disciplina:ética, moral e ação do professor: Porto Alegre: Mediação, 2006.

6- MENEGOLA, M e SANT'ANNA, I. M. Pro que planejar? Como planejar? - currículo- área- aula, 11ª edição, Petrópolis: Vozes, 2005.

Lei de Diretrizes e bases da Educação nacional

Conteúdo Programático

1 - Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, Lei nº 9394, de 20/12/96;

2 - Histórico das Leis Básicas da Educação no Império e na República;

3 - Aspectos estruturais da educação - sistema escolar brasileiro: níveis e modalidades de educação e ensino, funcionamento e seletividade. Estrutura administrativa do sistema escolar brasileiro: princípios e níveis administrativos;

4 - O Ensino Básico - a educação infantil e o ensino fundamental e médio: a escolaridade obrigatória, objetivos gerais da educação, os objetivos da educação e do ensino, o currículo escolar, a avaliação e a recuperação.

Sugestões bibliográficas

1 - CARNEIRO, Moaci Alves, LDB fácil, 11ª edição revista e atualizada, Petrópolis, RJ. Editora Vozes, 2004;

2 - COSTA, Messias, Município, Ensino e Valorização do Magistério, Rio de Janeiro, RJ, GRYPHUS (Ed.Forense), edição 1999;

Cargo: Professor I - Matemática

Conteúdo Programático

1-Lógica

Sentenças e proposições. Proposições e conectivos: a negação, a conjunto, a disjunção, tabelas-verdade. Equivalência de proposições. Leis comutativas, associativas, distributivas. Leis de Morgan. Proposições condicionais e bi-condicionais. Quantificadores;

2-Conjuntos

Determinação de conjuntos, relações de pertinência e inclusão: igualdade de conjuntos. Partição de um conjunto. Operações com conjuntos: união, interseção, diferença, complemento. Propriedades.

3-Relações

Par ordenado, produtos cartesianos. Relações binárias, relações de equivalência e de ordem, relação inversa.

4-Conjuntos Numéricos

Números naturais: conceito, operações, propriedades, múltiplos e divisores, critérios de divisibilidade. M. M. C. e M. D. C. Números inteiros: conceito, operações, propriedades. Razões e proporções, porcentagem, juros simples. Números reais: conceito, operações, propriedades. Módulo. Intervalos. Números complexos: conceito, operações, propriedades.

5-Funções

Definição: igualdade, sobrejeção, injeção, bijeção, função inversa, função composta. Polinômios: definição, propriedades, operações, fatoração. Relações entre coeficientes e raízes. Variação de polinômios de 1º a 2º graus. Funções trigonométricas: definição, propriedades, variação. Fórmulas fundamentais, fórmulas de soma e diferença de arcos, transformação de soma ou diferença de funções em produtos. Resolução de triângulos, lei dos senos e dos cosenos. Funções exponenciais e logarítmicas: definições, variação. Logaritmo e suas propriedades, Logaritmos decimais e naturais.

6-Equações e inequações

Equações ou inequações e sistema de 1º e 2º graus. Resolução e discussão. Problemas de 1º e 2º graus. Equações ou inequações trigonométricas: resolução, discussão e aplicações. Equações ou inequações exponenciais e logarítmicas: resolução, discussão e aplicações.

7-Sucessões: Definição. Progressões aritméticas e geométricas.

8-Geometria Plana - Geometria Métrica Espacial

Conceitos primitivos e axiomática da geometria euclidiana. Ângulos, paralelismo e perpendicularismo. Polígonos: definições, propriedades, poliedros, poliedros regulares. Corpos retos, relações métricas, áreas, volumes, aplicações.

9-Álgebra Linear

Matrizes e determinantes: definições e propriedades. Análise combinatória e probabilidades: contagem em conjuntos finitos. Grupamentos simples e com repetição de elementos de conjunto, definições, propriedades, aplicações. Binômio de Newton: desenvolvimento, propriedades. Probabilidades em espaços amostrais finitos: propriedades, aplicações.

Matemática Financeira

1-Introdução: razão e proporção, grandezas proporcionais, divisão proporcional direta e inversa, regra de três simples e composta. Porcentagem;

2-Juros simples: juro e montante, taxa de juros, cálculo de juros e montante, taxa proporcional e equivalente, períodos não inteiros, juro exato e juro comercial, valor atual e valor nominal;

3-Juros compostos: montante, cálculo de juro, valor atual e nominal, taxas equivalentes, períodos não inteiros, taxa efetiva e taxa nominal; 4-Correção monetária: depósitos com correção monetária.

Sugestões bibliográficas

1-GIOVANNI, Castruce e GIOVANNI JÚNIOR, A Conquista da Matemática, Rio de Janeiro, FTD;

2-BIANCHINI, Edwaldo e BACCOLA, Herval, Curso de Matemática, Rio de Janeiro, Ed. Moderna;

3-BEZERRA, Manoel Jairo e José Carlos Butnoki "Jota", Matemática, Volume único, São Paulo, Ed. Scipione;

4-CARVALHO, Diorne Lucches, Metodologia do Ensino da Matemática, São Paulo, Ed. Cortez, 1990;

5-IEZI, Gelson e Outros, Fundamentos de Matemática Elementar, São Paulo, Ed. Atual;

6-MACHADO, Antonio dos santos, Matemática, Temas e Metas, São Paulo, Ed. Atual, 1986;

7-MACHADO, Antonio dos Santos, Geometria Analítica e Cálculo Vetorial, São Paulo, Ed. Atual, 1986;

Conhecimentos Gerais (comum aos cargos)

Cargos: Professor I - Física, Professor I - Ciências/Biologia, Professor I - História, Professor I - Geografia, Professor I - Educação Física, Professor I - Inglês, Professor I - Literatura, Professor I - Educação Artística, Professor I - Química.

Língua Portuguesa

Conteúdo Programático:

1-Compreensão e interpretação de texto;

2-Estrutura e formação das palavras;

3-Classes de palavras: substantivo / adjetivo / pronome / artigo / numeral / verbo / advérbio/ conjunção / preposição / interjeição;

4-Período simples / período composto;

5-Termos da oração;

6-Orações subordinadas / orações coordenadas;

7-Concordância nominal / verbal;

8-Regência nominal / verbal;

9-Crase;

10-Emprego do hífen;

11-Divisão silábica;

12-Acentuação gráfica;

13-Ortografia;

14-Pontuação;

15-Encontros vocálicos e consonantais;

16-Homônimos e parônimos;

17-Emprego dos verbos haver, fazer, ser e parecer;

18-Figuras de linguagem.

Sugestões bibliográficas

1-CEGALLA, Domingos Paschoal - Novíssima Gramática da Língua Portuguesa - 26ª edição - São Paulo - Companhia Editora Nacional, 1985;

2-ANDRÉ, Hildebrando Afonso de - Gramática Ilustrada - 2ª edição - São Paulo - Editora Moderna , 1978;

3-BECHARA, Evanildo - Moderna Gramática Portuguesa - 37ª edição - Rio de Janeiro - Lucerna, 1999;

4-SACCONI, Luís Antônio - Nossa Gramática: teoria - 10ª edição reformada e revisada - São Paulo - Atual Editora Moderna, 1989.

Matemática

Conteúdo Programático

1-Lógica

Sentenças e proposições. Proposições e conectivos

2-Conjuntos

Determinação de conjuntos, relações de pertinência e inclusão, igualdade de conjuntos. Partição de um conjunto. Operações com conjuntos: união, interseção, diferença, complemento. Propriedades. Aplicações

3-Relações

Par ordenado, produtos cartesianos. Relações binárias, relações de equivalência e de ordem, relação inversa. Aplicações

4-Conjuntos Numéricos

Números naturais: conceito, operações, propriedades, múltiplos e divisores, critérios de divisibilidade. M. M. C. e M. D. C. Números inteiros: conceito, operações, propriedades. Razões e proporções, porcentagem, juros simples. Números reais: conceito, operações, propriedades. Módulo. Intervalos. Números complexos: conceito, operações, propriedades. Aplicações

5-Funções

Definição: igualdade, sobrejeção, injeção, bijeção, função inversa, função composta. Polinômios: definição, propriedades, operações, fatoração. Relações entre coeficientes e raízes. Variação de polinômios de 1º a 2º graus. Funções trigonométricas: definição, propriedades, variação. Fórmulas fundamentais.Resolução de triângulos, lei dos senos e dos cosenos. Funções exponenciais e logarítmicas: definições, variação. Logaritmo e suas propriedades, Logaritmos decimais e naturais. Aplicações.

6-Equações e inequações

Equações ou inequações e sistema de 1º e 2º graus. Resolução e discussão. Problemas de 1º e 2º graus. Equações ou inequações trigonométricas: resolução, discussão e aplicações. Equações ou inequações exponenciais e logarítmicas: resolução, discussão e aplicações.

7-Sucessões: Definição. Progressões aritméticas e geométricas. Aplicações.

8-Geometria Plana - Geometria Métrica Espacial

Conceitos primitivos e axiomática da geometria euclidiana. Ângulos, paralelismo e perpendicularismo. Polígonos: definições, propriedades, poliedros, poliedros regulares. Corpos retos, relações métricas, áreas, volumes, aplicações.

9-Álgebra Linear

Matrizes e determinantes: definições e propriedades. Análise combinatória e probabilidades: contagem em conjuntos finitos. Grupamentos simples e com repetição de elementos de conjunto, definições, propriedades, aplicações. Binômio de Newton: desenvolvimento, propriedades. Probabilidades em espaços amostrais finitos: propriedades, aplicações.

Matemática Financeira

1-Introdução: razão e proporção, grandezas proporcionais, divisão proporcional direta e inversa, regra de três simples e composta. Porcentagem;

2-Juros simples: juro e montante, taxa de juros, cálculo de juros e montante, taxa proporcional e equivalente, períodos não inteiros, juro exato e juro comercial, valor atual e valor nominal;

3-Juros compostos: montante, cálculo de juro, valor atual e nominal, taxas equivalentes, períodos não inteiros, taxa efetiva e taxa nominal; 4-Correção monetária: depósitos com correção monetária.

Sugestões bibliográficas

1-GIOVANNI, Castruce e GIOVANNI JÚNIOR, A Conquista da Matemática, Rio de Janeiro, FTD;

2-BIANCHINI, Edwaldo e BACCOLA, Herval, Curso de Matemática, Rio de Janeiro, Ed. Moderna;

3-BEZERRA, Manoel Jairo e José Carlos Butnoki "Jota", Matemática, Volume único, São Paulo, Ed. Scipione;

4-CARVALHO, Diorne Lucches, Metodologia do Ensino da Matemática, São Paulo, Ed. Cortez, 1990;

5-IEZI, Gelson e Outros, Fundamentos de Matemática Elementar, São Paulo, Ed. Atual;

6-MACHADO, Antonio dos santos, Matemática, Temas e Metas, São Paulo, Ed. Atual, 1986;

7-MACHADO, Antonio dos Santos, Geometria Analítica e Cálculo Vetorial, São Paulo, Ed. Atual, 1986;

Estatuto da Criança e do Adolescente

Conteúdo Programático

Estatuto da criança e do adolescente - Lei nº8069 de 13 de julho de 1990

Título I - Das disposições Preliminares

Titulo II - Dos Direitos fundamentais - Capítulos I, II, III, IV e V

Título III- Da Prevenção - Capítulo I e II

Sugestão bibliográfica

Estatuto da criança e do adolescente - Lei nº8069 de 13 de julho de 1990

História de Rio Bonito Conteúdo Programático

1 - Origens;

2 - Sinopse Cronológica;

3 - Perfil Geográfico;

4 - Atividades Econômicas;

5 - Comunicação e Transporte;

6 - Educação, Saúde e Cultura;

7 - Emancipação Político Administrativa;

8 - Símbolos Municipais;

9 - Hino de Rio Bonito;

10 - Instituições Artísticas e Culturais;

11 - Tradição e Folclore;

12 - Personagens Destacados do Município;

13 - Evolução Político-Administrativa

Sugestões bibliográficas

1- MORAES SOARES, C.L., Rio Bonito, sua História, sua Gente, Ed. G.Cross, 1988

2- www.guiarb.com.br - site acesso pela internet

Didática

Conteúdo Programático

1- Aspectos didáticos - conceito; a relação forma/ conteúdo; a relação teoria- prática; metodologia.

2- Currículo: conceito e planejamento; objetivos, seleção e organização de conteúdos; a interdisciplinaridade; avaliação do processo ensino- aprendizagem.

3- O professor- postura profissional, a didática e a formação de professores; a prática pedagógica; a disciplina e a relação professor - aluno.

4- A escola na contemporaneidade: o papel da escola; escola e cultura; a cultura jovem e o espaço escolar.

Sugestões bibliográficas

1- CARDOSO, B. (org) Ensinar: tarefa para profissionais, Rio de Janeiro: Record, 2007

2-CANDAU, V.M. (org) Reinventar a Escola, 3ª edição, Petrópolis: Vozes, 2002.

3- ________Rumo a uma nova Didática, 16ª edição, Porto Alegre: Artes Médicas, 1998

4-JANTSCH, A. P. ( org) Interdisciplinaridade, 7ª edição, Petrópolis: Vozes, 2004

5- LA TAILLE, Y.e outros. Indisciplina/ disciplina:ética, moral e ação do professor: Porto Alegre: Mediação, 2006.

6- MENEGOLA, M e SANT'ANNA, I. M. Pro que planejar? Como planejar? - currículo- área- aula, 11ª edição, Petrópolis: Vozes, 2005.

Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional

Conteúdo Programático

1 - Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, Lei nº 9394, de 20/12/96;

2 - Histórico das Leis Básicas da Educação no Império e na República;

3 - Aspectos estruturais da educação - sistema escolar brasileiro: níveis e modalidades de educação e ensino, funcionamento e seletividade. Estrutura administrativa do sistema escolar brasileiro: princípios e níveis administrativos;

4 - O Ensino Básico - a educação infantil e o ensino fundamental e médio: a escolaridade obrigatória, objetivos gerais da educação, os objetivos da educação e do ensino, o currículo escolar, a avaliação e a recuperação.

Sugestões bibliográficas

1 - CARNEIRO, Moaci Alves, LDB fácil, 11ª edição revista e atualizada, Petrópolis, RJ. Editora Vozes, 2004;

2 - COSTA, Messias, Município, Ensino e Valorização do Magistério, Rio de Janeiro, RJ, GRYPHUS (Ed.Forense), edição 1999;

PROFESSOR I - FÍSICA Conteúdo Programático

1. GRANDEZAS FÍSICAS, MEDIDAS E RELAÇÕES ENTRE GRANDEZAS.

1.1 Identificação das grandezas relevantes e mensuráveis e sua natureza escalar ou vetorial; operações sobre essas grandezas.

1.2 Medidas dessas grandezas e suas limitações; ordens de grandeza; algarismos significativos.

1.3 Sistemas coerentes de unidades. Sistema internacional.

1.4 Inter-relações entre grandezas: Leis Físicas.

1.5 Dimensões das grandezas físicas; análise dimensional.

2 MECÂNICA DA PARTÍCULA

2.1 Conceito de partícula.

2.2 Cinemática escalar e vetorial.

2.3 Conceitos de massa e de força.

2.4 Referencial inercial: forças que agem sobre uma partícula; composição de forças.

2.5 Leis de Newton; conservação do momento linear reconhecendo seu caráter vetorial.

2.6 Colisões unidimensionais.

2.7 Interação gravitacional; queda dos corpos e movimento dos projéteis em um campo gravitacional uniforme; movimento dos planetas e dos satélites em órbitas circulares.

2.8 Trabalho de uma força constante. Energia cinética. Teorema do trabalho e energia.

2.9 Conceito de força conservativa e energia potencial associada. Aplicações no caso de forças elástica e gravitacional.

2.10 Energia mecânica e sua conservação.

2.11 Potência de uma força.

3. SISTEMAS DE MUITAS PARTÍCULAS (SÓLIDOS, LÍQUIDOS E GASES).

3.1 Centro de massa de um sólido.

3.2 Estática do sólido; momento de uma força; momento resultante.

3.3 Condições de equilíbrio de um corpo rígido.

3.4 Massa específica; densidade.

3.5 Conceito de pressão.

3.6 Líquidos em equilíbrio no campo gravitacional uniforme: Lei de Stevin.

3.7 Princípios de Pascal e de Arquimedes.

3.8 Equilíbrio dos corpos flutuantes.

3.9 Estática dos gases perfeitos. Processos isotérmico, isobárico, isométrico.

3.10 Equação de estado dos gases perfeitos.

3.11 Atmosfera terrestre; pressão atmosférica.

3.12 Equilíbrios térmicos e lei zero da termodinâmica.

3.13 Conceito de temperatura; escalas Celsius e Kelvin e escalas arbitrárias.

3.14 Dilatação térmica de sólidos e líquidos.

3.15 Calor específico; calorimetria; mudanças de estados físicos; calor latente e influência da pressão nas mudanças de estado.

3.16 Transformação de energia mecânica em energia térmica pelas forças de atrito.

3.17 Princípio geral da conservação de energia. 1º Princípio da Termodinâmica.

3.18 Calor e trabalhos envolvidos nos processos termodinâmicos.

3.19 Energia interna de um gás perfeito. Análise energética dos processos isobárico, isotérmico, isométrico e adiabático.

4. FENÔMENOS ONDULATÓRIOS - ÓTICA

4.1 Conceito de onda.

4.2 Classificação quanto à natureza e quanto à vibração.

4.3 Propagação de uma onda periódica num meio não dispersivo; elementos da onda e equação fundamental.

4.4 Propagação de um pulso em um meio não dispersivo unidimensional; reflexão, refração e superposição.

4.5 Princípio da superposição. Aplicações com ondas senoidais. Ondas estacionárias.

4.6 Ondas em mais dimensões, reflexão e refração de ondas planas.

4.7 Difração (abordagem qualitativa).

4.8 Modelo ondulatório da luz, luz branca; dispersão; luz monocromática;

4.9 Velocidade de propagação. Índice de refração de um meio.

4.10 Ótica geométrica; hipóteses fundamentais; raio luminoso - Leis de reflexão e da refração; reflexão total; objetos e imagens reais e virtuais em espelhos planos e esféricos e em lentes delgadas (aproximadamente de Gauss).

4.11 Instrumentos óticos simples (lupa, luneta, microscópio e telescópio), e a ótica do olho humano.

5. ELETRICIDADE E MAGNETISMO

5.1 Constituição da matéria; elétrons, prótons, nêutrons.

5.2 Condutores e isolantes.

5.3 Processos de eletrização.

5.4 Lei de Coulomb.

5.5 Campo e potencial elétrico; conceitos fundamentais.

5.6 Campo e potencial associados a uma carga puntiforme - Princípio da superposição.

5.7 Campo uniforme; superfícies equipotenciais de um campo uniforme; diferença de potencial entre dois pontos do campo; movimento de uma carga em um campo uniforme.

5.8 Corrente elétrica; Lei de Ohm.

5.9 Resistores lineares; associações de resistores em série e em paralelo.

5.10 Energia e potência; efeito Joule; Lei de Joule.

5.11 Geradores e receptores.

5.12 Circuitos elementares (amperímetro e voltímetro ideais).

5.13 Força magnética sobre uma carga pontual. Campo magnético.

5.14 Campo magnético de um ímã.

5.15 Lei de Ampère, Lei de Indução de Faraday.

Sugestões bibliográficas

ALVARENGA, Beatriz / ANTÔNIO Máximo, " Física, vol. I, II e III ‘, Ed. Scipione.

RAMALHO Francisco Júnior / FERRARO, Nicolau Gilberto / SOARES, Paulo Antônio de Toledo, "Os Fundamentos da Física, vol. I, II e III ‘ Ed. Moderna.

CARRON, Wilson / GUIMARÃES, Osvaldo, "As Faces da Física, vol. único " Ed. Moderna.

PROFESSOR I - CIÊNCIAS/BIOLOGIA

Ciências

Conteúdo Programático

1-Astronomia, Ciências da Terra, Noções de Química e Ecologia

2-Ecologia, Origem da vida, Botânica e Zoologia

3-Anatomia e Fisiologia humanas, Evolução e Genética

4-Química, Astronomia, Física e Tecnologia da informação

Sugestão bibliográfica

Ciências , Projeto Araribá, 1a. edição - 2006, Editora Moderna

Biologia

Conhecimentos Específicos

Biologia

Conteúdo Programático

1- As características dos seres vivos

2- Método científico

3- Citologia: Componentes químico da célula; Água, sais minerais, glicídios ou carboidratos, lipídeos, proteínas, enzimas, ácidos nucléicos e vitaminas; Características gerais da célula; Métodos de estudo; Célula procariota e eucariota; Membrana plasmática; Especializações da membrana; Composição química da membrana plasmática; Transporte de substâncias pela membrana; Difusão e Osmose; Parede celular; Citosol e citoesqueleto; Retículo endoplasmático; Ribossomos; Síntese de proteínas; Complexo de Golgi; Mecanismo da secreção celular; Lisossomos; Digestão intracelular; Vacúolos; Peroxissomos; Mitocôndrias; Respiração celular; Plastos; Mecanismo da fotossíntese; Centríolos; Núcleo e cromossomos; Projeto Genoma Humano e Engenharia Genética; Divisão celular - Mitose e meiose;

4- Histologia Animal: Tecido epitelial; Tecido epitelial propriamente dito; Tecido adiposo; Tecido cartilaginoso; Tecido ósseo; Tecido hematopoiético; Tecido sangüíneo ; Tecido muscular; Tecido nervoso;

5- Fisiologia Vegetal: Transporte da seiva bruta; Transporte da seiva elaborada; Histologia Vegetal; Tecido de formação; Tecidos permanentes;

6- Ecologia : Níveis de organização da vida; Habitat e nicho ecológico; Fatores abióticos e fatores bióticos; Cadeia alimentar; Teia alimentar; Fluxo de matéria e energia; Ciclos biogeoquímicos; Ciclo da água; Ciclo do carbono; Ciclo do oxigênio; Ciclo do nitrogênio; Relações harmônicas e desarmônicas entre seres da mesma espécie e entre seres de espécies diferentes; Populações; Sucessões ecológicas; Efeito estufa; Chuva ácida; Distribuição dos organismos na biosfera: Talassociclo; Epinociclo; Limnociclo; Os grandes biomas brasileiros; Poluição e desequilíbrios ecológicos;

7- Genética: Conceitos fundamentais; Primeira Lei de Mendel; Retrocruzamento ou cruzamento teste; Ausência de dominância; Genes letais; Genealogias; Noções de probabilidade aplicadas a genética; Alelos múltiplos ou polialelia; Cor da pelagem de coelhos; Grupos sangüíneos

8- Fator Rh; Incompatibilidade do fator Rh na gravidez; Sistema M, N e MN; Segunda Lei de Mendel ( dihibridismo ); Trihibridismo; Polihibridismo

9- Interação gênica: Genes complementares; Epistasia; Poligenia; Ligação gênica; Linkage; Permutação gênica ou crossing over; Taxa
de crossing ; Mapas genéticos; Herança ligada ao sexo; Genes Sex linked ; Genes holândricos; Herança influenciada pelo sexo; Calvície hereditária; Evolução: Lamarkismo; Darwinismo; Neodarwinismo; Origem da vida;

10- Classificação dos seres vivos: Regras de nomenclaturas; Os grupos taxionômicos; Reino monera; Reino protista; Reino fungi; Reino plantae; Reino animalia;

11-Anatomia e fisiologia: Nutrição; Respiração; Circulação; Excreção; Sistema endócrino; Sistema nervoso; Revestimento e sustentação

12-Reprodução: Reprodução assexuada; Reprodução sexuada; Reprodução humana; Desenvolvimento embrionário humano; Métodos anticoncepcionais;

Sugestões bibliográficas

1- SOARES, José Luís, Biologia, Volume Único, Ed. Scipione;

2- MERCADANTE, Clarinda, Biologia, Volume Único, Ed. Moderna;

3- MARTHO e Amabis, Fundamentos da Biologia Moderna, Ed. Moderna;

4- LINHARES Sérgio e GEWANDSZNAJDER Fernando, Biologia, Ed. Ática;

5- JUNQUEIRA, Luís C e Carneiro. J. Biologia Celular e Molecular, Ed. Guanabara Koogan

6- BRITO Elias Avancini de. Faveretto José Arnaldo, Biologia Volumes 1, 2 e 3, Ed. Moderna;

7- JUNIOR, César da Silva e Sasson, Sezar, Biologia césar e Sezar, Ed. Saraiva;

8- LOPES, Sonia. Bio. Volume Único, Ed. Saraiva;

9- MARCONDES, Ayrton. Biologia Volume Único, Ed. Atual,

10- CURTIS, Helena. Biologia, Ed. Guanabara Koogan;

11- PAULINO, Wilson Roberto, Biologia Atual, Volumes 1, 2 e 3, Ed. Ática.

Conhecimentos Específicos

Professor I - Historia Conteúdo programático

História do Brasil

1 - História, sua definição como conhecimento e ciência.

2 - O Mundo Ocidental à época das grandes navegações marítimas; a expansão marítima de Portugal, Espanha, Inglaterra e Itália.

3 - A primazia portuguesa nas grandes navegações; o descobrimento da América; o descobrimento do Brasil e a posse da terra.

4 - A administração portuguesa na América; a conquista da costa atlântica.

5 - As Capitanias Hereditárias e a expansão territorial do Brasil pelas entradas e bandeiras.

6 - A defesa do solo: governos gerais; as invasões francesas e holandesas; a fundação do Rio de Janeiro; a expansão de Pernambuco.

7 - Formação da sociedade colonial do Brasil; a escravidão do negro africano e as etnias autóctones e européias.

8 - As riquezas da Colônia; o ouro, o açúcar, o café, o tabaco e a borracha na Amazônia.

9 - A Inconfidência Mineira e as idéias do liberalismo. A transferência da Corte de Portugal para o Brasil, sua instalação e benefícios, seus reflexos políticos: Brasil Vice-Reino e país independente.

10 - O Império Brasileiro e seus personagens; os Chefes de Estado Imperadores D. Pedro I, D. Pedro II e Regente Princesa Isabel. O lugar do Brasil no Mundo e a Guerra da Tríplice Aliança.

11 - Fixação dos limites territoriais do Brasil. A presença do Barão do Rio Branco; a questão do Acre e o "Tratado de Petrópolis".

12 - Mudança para o regime republicano presidencialista: da proclamação da República até nossos dias: evolução econômica, científica, cultural; a modernidade em contraste com os bolsões de pobreza. A nova consciência do "social".

História Geral

1 - História: conceito e importância. A História como conhecimento científico.

2 - A pré-história como estudo e reflexão sobre a origem da Humanidade.

3 - A Antiguidade Clássica: Grécia e Roma envolvendo o mundo ocidental. Os Impérios Orientais na expansão do Ocidente.

4 - O choque das civilizações sob a invasão dos bárbaros e do Cristianismo e a implicação na formação dos Reinos Cristãos.

5 - A Idade Média e os choques com o mundo muçulmano. Influências mouriscas nos reinos cristãos. O feudalismo, a terra, as monarquias feudais. Os Reinos da Península Ibérica e a formação de Portugal.

6 - Os descobrimentos marítimos e as mudanças das rotas comerciais pelo Ocidente. O papel de Portugal e Espanha na conquista das Américas. O absolutismo, o mercantilismo, o colonialismo. À expansão cultural e artística: o Renascimento, o Humanismo e as cidades. A Reforma protestante.

7 - O colonialismo nos continentes americano, africano e asiático. A exploração das riquezas para a sustentação das monarquias européias; o escravismo.

8 - A expansão do pensamento e da cultura a partir da Revolução Francesa.

9 - As revoluções pontuais da Humanidade: a Revolução Francesa e o Liberalismo. A Revolução Industrial sob a expansão as técnicas. As guerras dos séculos XIX e XX e conseqüente progresso tecnológico e científico.

10 - O Mundo atual sob o redesenho das soberanias: a reunificação da Alemanha; a queda da URSS; a expansão muçulmana, o crescimento do Oriente.

11 - O Mundo atual sob o poderio dos Estados Unidos e as implicações com os conflitos localizados nas áreas da exploração do petróleo.

12 - O Mundo atual sob a ONU e outros organismos internacionais de proteção ao comércio, à cultura, à tecnologia.

Os problemas da fome, da saúde, da distribuição de renda no mundo; a cobiça internacional sobre a Amazônia.

Sugestões bibliográficas

Obras para o concurso:

1 - Teixeira , FRANCISCO M.P. Brasil - História e Sociedade. 1ª edição. Ática. São Paulo (SP). 2000.

2 - Pitetti, NELSON. História do Brasil. 20ª edição. Ática. São Paulo (SP). 1999

3 - Arruda, JACKSON DE A.M. & Piletti, NELSON. Toda a História - História Geral e História do Brasil. 13ª edição. Ática. São Paulo (SP). 2007.

Obras gerais de pesquisa e aprofundamento:

4 - AVELLAR, Hélio de Alcântara. História Administrativa e Econômica do Brasil. Rio de Janeiro. Fename, Ministério da Educação e Cultura, 1976.

5 - AZEVEDO, Fernando de. A Cultura Brasileira. 3 volumes. São Paulo. Edições Melhoramentos, 1958.

6 - BELLO, José Maria. História da República (1889-1954), 4ªedição. São Paulo. Cia. Editora Nacional, 1959.

7 - CARONE, Edgard. A Primeira República (1889-1 930). Rio de Janeiro/São Paulo. Difusão Européia do Livro, 1969.

8 -_____________ .A Segunda República (1930-1937). Rio de Janeiro/São Paulo. Difusão Européia do Livro, 1973.

9 -___________ . A República Velha - Evolução Política (1 889-1930). Rio de Janeiro/São Paulo. Difusão Européia do Livro, 1977.

10 -__________ . A Terceira República (1937-1945). Rio de Janeiro/São Paulo. Difusão Européia do Livro, 1976.

11 -__________ . A Quarta República (1945-1964). Rio de Janeiro/São Paulo. Difusão Européia do Livro, 1980.

12 -__________ . O Pensamento Industrial no Brasil (1880-1945). Rio de Janeiro/São Paulo. Difusão Européia do Livro, 1977.
13-HOLANDA, Sérgio Buarque de. Caminhos e Fronteiras. Rio de Janeiro, 1957.

14-_____________ . Raizes do Brasil. Brasilia. Universidade de Brasilia, 1963.

15 -LIMA, Heitor Ferreira. Formação Industrial do Brasil (Período Colonial). Rio de Janeiro. Editora Fundo de Cultura, 1961.

16 -MOOG, Vianna. Bandeirantes e Pioneiros - Paralelo entre duas Culturas. Porto Alegre. Editora Globo, 1976. 17- PRADO JUNIOR, Caio. História Econômica do Brasil. São Paulo. Editora Brasiliense, 1963.

18 -REIS, Arthur Cesar Ferreira. A Amazônia e a Cobiça Internacional. São Paulo. Companhia Editora Nacional, 1960.

Professor I - Geografia

Conteúdo Programático

Geografia do Brasil

1- O território nacional

Nação, soberania e geografia América portuguesa e Brasil A obra de fronteiras

Poder central e autonomia estadual Cartografia e planejamento territorial

2- Geomorfologia: as estruturas e o relevo A placa tectônica sul-americana A plataforma sul-americana O arcabouço geológico e a modelagem do relevo

Tempos recentes: a modelagem do relevo

3- A dinâmica atmosférica e os climas A insolação e as massas de ar Os tipos climáticos brasileiros Climatologia e previsão

Anomalias climáticas: El Niño e La Niña

Os recursos hídricos

4- Os domínios morfoclimáticos

O ambiente natural

Os domínios morfoclimáticos e as faixas de transição

5- Apropriação e valorização do território Entre o mar e o sertão

Industrialização e integração A marcha para o Oeste

A Amazônia e a integração nacional Os complexos regionais

6- Modelo econômico e dinâmicas territoriais O modelo de substituição de importações

A globalização e a economia nacional Os desafios do comércio exterior

Eixos de circulação e custos de deslocamento

7- O espaço industrial

Indústria, tecnologia e território A região industrial central

A região sul e a descentralização industrial

Nordeste: a industrialização periférica Os enclaves industriais na Amazônia

8- Energia e meio ambiente

Produção e consumo de energia A produção de energia elétrica A energia e o transporte

9- Os complexos agroindustriais

O setor agropecuário e a economia brasileira

A organização do espaço agrário Agricultura, tecnologia e meio ambiente

10- Urbanização e redes urbanas

Êxodo rural e urbanização

O espaço de redes: as cidades e os fluxos

Megacidades: os espaços metropolitanos

11- A sociedade nacional

A chegada dos europeus

Escravidão e exclusão

Os índios e a marcha da conquista

O direito de voto e a luta pela cidadania

12- A nova dinâmica demográfica

A transição demográfica

Mudanças no padrão da mortalidade e natalidade

Os investimentos e a política demográfica

13- Os trabalhadores e o mercado de trabalho As metamorfoses da população ativa O mercado de trabalho urbano Tecnologia, educação e exclusão As mulheres e o mercado de trabalho

14- A questão agrária

O valor da terra

Trabalhadores do campo A reforma agrária

15- Distribuição de renda, exclusão e pobreza

Um desenvolvimento excludente

Pobreza e desenvolvimento humano

A geografia da pobreza

Trabalho infantil e exclusão social

16- O espaço das cidades

O tecido urbano

Especulação imobiliária e segregação urbana

Brasília: cidade-capital e cidade planejada

17- Política ambiental: as Unidades de Conservação

A proteção das áreas naturais

Conservação e parques nacionais no Brasil

O Sistema Nacional de Unidades de Conservação

18- Políticas territoriais: Amazônia

O Grande e o planejamento regional

Amazônia Oriental e Ocidental

Planejamento e desenvolvimento sustentável

19- Políticas territoriais: Nordeste Os "nordestes" agroexportadores

O Nordeste da Sudene

O Nordeste em movimento

20- Mercosul e América do Sul O bloco do Cone Sul A América do Sul e a Alça O Estado na fronteira

Conteúdo Programático

Geografia Geral

1-Dinâmica geológica e formas da litosfera

A tectônica de placas

As grandes estruturas geológicas O modelado da crosta

2- Energia solar e o jogo dos climas

Trocas de calor: a atmosfera e os oceanos

Os climas no tempo geológico

3- Os domínios naturais

Grandes tipos climáticos

Gênese e distribuição dos solos

A biosfera e os ecossistemas

4- Natureza e recursos naturais

O meio natural

Os recursos naturais e hídricos

5- Formação da economia-mundo

Ciclos tecnológicos da Revolução Industrial

O meio técnico

Os conglomerados transnacionais

6- Globalização e revolução tecnocientífica O meio tecnocientífico-informacional O espaço das redes e as cidades globais As migrações internacionais

7- Os blocos econômicos supranacionais Economia mundial, blocos regionais União Européia/ Ásia-Pacífico/ Alca

8- Desenvolvimento e subdesenvolvimento As tecnologias e os trabalhadores A industrialização desigual e o comércio mundial

9- O crescimento demográfico

População e recursos

O mito da explosão demográfica A estrutura etária da população

10- A pobreza no mundo

O desenvolvimento humano

Os formigueiros humanos da Ásia A tragédia africana

11- A Cidade e a metrópole

O processo de urbanização

Metrópoles e megalópoles

A explosão das megacidades

12- Agricultura e meio rural

O campo e a cidade

A industrialização da agricultura

Os sistemas da agricultura tropical

O comércio mundial de alimentos

Agricultura e meio ambiente

13- Geografia e política de energia

As fontes e as formas de energia A geopolítica do petróleo

A energia e meio ambiente

14-Transportes e comunicações Redes de transportes: fluidez e rugosidade

A revolução desigual da informação

15-A lógica dos espaços industriais A indústria moderna

Cenários regionais

16-Os Estados e a política ambiental A emergência da ecopolítica O aquecimento global

A camada de ozônio: economia e diplomacia

Biodiversidade: as florestas em extinção

17-Estado e território

A organização territorial e política do Estado

O território e a fronteira

Além do Estado: as fronteiras estratégicas

18-O sistema de Estados e os conflitos nacionais

Uma nova ordem mundial O Ocidente e o Islã

Nações e nacionalismos Duas bandeiras na Palestina

19- Civilizações e identidades culturais Entre o mundo e o lugar "Aldeia global" e indústria cultural Os Estados e a diversidade cultural

20- os mapas do mundo

História da Cartografia

As projeções cartográficas

Sugestões bibliográficas

ABREU, M. A. A evolução urbana do Rio de Janeiro, IPLANRIO,1997. 156p.

AB' SABER, A. "Domínios morfoclimáticos e províncias fitogeográficas do Brasil". Revista Orientação. São Paulo, IG - USP, 1970.

ANDRADE, Manuel Correia de. Latifúndio e reforma agrária no Brasil. São Paulo: Duas cidades, 1980.

ARAUJO, Gustavo H. de Souza, ALMEIDA, Josimar Ribeiro de, GUERRA, Antonio José Teixeira. Gestão Ambiental de Áreas Degradadas. Ed. Bertrand Brasil. 2005.

ARGENTO, M. S. F. Mapeamento Geomorfológico. In: Geomorfologia: uma atualização de bases e conceitos. Orgs.:A. J. T. Guerra & S. B. Cunha, 3a ed. Bertrand Brasil, Rio de Janeiro, 1998. 365-391.

AQUINO, Rubim, NAEGELI, Lucia, MENDES, Francisco e CECCON, Claudius. Brasil: uma história popular. Ed. Record. 2003.

AYOADE, J. O. Introdução à climatologia para os trópicos. 8 ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2002.

BECKER, Bertha K. & EGLER, C.A.G. Brasil: uma nova potência regional na economia-mundo. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1994.

CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede. São Paulo, Paz e Terra, 2000, vol.1.

CASTRO, Iná Elias, MIRANDA, Mariana e EGLER, Cláudio A.G. Redescobrindo o Brasil: 500 anos depois. Ed. Bertrand Brasil, 1999.

CASTRO, Iná Elias, GOMES, Paulo César da e CORRÊA, Roberto Lobato (orgs.)

Brasil: Questões Atuais da Reorganização do Território. Ed. Bertrand Brasil, 2008.

CHRISTOFOLETTI, A .A análise da densidade de drenagem e suas implicações geomorfológicas. Geografia, 1979. 4(8): 23-42.

CHRISTOFOLETTI, A. A variabilidade temporal e espacial da densidade de drenagem. Not. Geomorfol., Campinas, 1981. 21(42): 3-22.

CHRISTOFOLETTI, A. Aplicabilidade do conhecimento geomorfológico nos projetos de planejamento. In: Geomorfologia: uma atualização de bases e conceitos. Orgs: A. J. T. Guerra e S. B. Cunha. 3a ed. Bertrand Brasil, Rio de Janeiro, 1998. 415-440.

COHN, Gabriel. Petróleo e nacionalismo. São Paulo: Difusão Européia do Livro, 1968.

CONTI, Laura. Ecologia: capital, trabalho e meio ambiente. São Paulo: Hucitec, 1986.

CORRÊA, Roberto Lobato. Trajetórias Geográficas. 2. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2001.

CUNHA, Sandra Baptista da & Guerra, Antonio José Teixeira (orgs.). Geomorfologia do Brasil. Rio de Janeiro, Bertrand Brasil, 1998.

CUNHA, Sandra Baptista da & Guerra, Antonio José Teixeira (orgs.). A Questão Ambiental; diferentes abordagens. Rio de Janeiro, Bertrand Brasil, 2003.

CUNHA, S. B e GUERRA A. J. T. Degradação Ambiental. In: Geomorfologia e Meio Ambiente. Editora Bertrand Brasil, Rio de Janeiro - R.J., 1a edição, 1996. 337-379.

DAMIANI, Amélia. População e Geografia. 5 ed. São Paulo: contexto, 2001.

EMBRAPA Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Bases para leitura de mapas de solos. (SNLCS - Série Miscelânea, 4), Rio de Janeiro - RJ, 1983. 1p.

FERNANDES, N. F e AMARAL, C.P "Movimentos de Massa: uma abordagem geológica-geomorfológica". In: Geomorfologia e Meio Ambiente, organizado por Guerra, A.T.J. e CUNHA, S.B.; Ed. Bertrand Brasil, 2a edição, 1998. 123-194.

GEIGER, Pedro Pinchas. Evolução da rede urbana brasileira. Rio de Janeiro: Instituto Nacional de Estudos Pedagógicos, 1963.

GUIMARÃES, Alberto Passos. Quatro séculos de latifúndio. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1968. p.227-249.

GUERRA, A. J. T. Processos Erosivos nas Encostas. In: Geomorfologia - uma atualização de bases e conceitos, 4:149-209, Editora Bertrand do Brasil, Rio de Janeiro - R.J., 3a edição, 1998. 472 p.

GUERRA, Antonio José Teixeira & CUNHA, Sandra Baptista da (orgs.). Impactos Ambientais Urbanos no Brasil. Ed. Bertrand Brasil, 2001.

GUERRA, Antonio José Teixeira e MARÇAL, Mônica dos Santos. Geomorfologia Ambiental. Bertrand Brasil, 2006.

HARVEY, David. Condição Pós-Moderna. Edições Loyola, 1993.

HUBERMAN, Leo. História da riqueza do homem. Rio de Janeiro: LTC, 1986.

LIMA-E-SILVA, P. P., GUERRA, A .J. T. e DUTRA, L. E. D. Subsídios para Avaliação Econômica de Impactos Ambientais. In: Avaliação e Perícia Ambiental. Orgs. S. B. Cunha e A.J. T. Guerra. Ed. Bertrand Brasil, 1999. 217-261.

MEDEIROS, Leonilde Servolo de. Reforma agrária no Brasil: história e atualidade da luta pela terra. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2003.

MONTE-MÓR, R., SANTOS, M. et al. Território: Globalização e Fragmentação. Hucitec - ANPUR, São Paulo - S.P., 1994. 169-182.

NEGRI, Barjas. Concentração e desconcentração industrial em São Paulo (1880-1990). Campinas: Ed. Unicamp, 1996.

NIMER, E. Climatologia do Brasil. IBGE - Departamento de Recursos Naturais e Estudos Ambientais, Rio de Janeiro - R.J., 2a edição, 1989. 421p.

NOVO, Evelyn M. L. de Moraes. Sensoriamento remoto: princípios e aplicações. São Paulo: Edgard Blücher, 1989.

OLIVEIRA, Marília e SANTOS, Mauricio Silva. De onde veio o terror? Ed. E-papers, 2002.

OLIVEIRA, J. B., JACOMINE, P. K. e CAMARGO, M. N. Classes gerais de solos do Brasil: guia auxiliar para o seu reconhecimento.

FUNEP - Fundação de Estudos e Pesquisas em Agronomia, Medicina Veterinária e Zootecnia, Jaboticabal - S.P., 1992. 201p.

RIZZINI, C. T. Tratado de Fitogeografia do Brasil: aspectos ecológicos. São Paulo: Hucitec/Edusp, 1976.

ROSS, Jurandir L. S. Ecogeografia do Brasil: subsídios para planejamento ambiental. São Paulo: Oficina de Textos, 2006.

RUA, João e outros. Para ensinar Geografia. Ed. ACCESS, 1993.

SANTOS, Milton & SILVEIRA, Maria Laura. O Brasil: território e sociedade no início do século XXI. Rio de Janeiro/ São Paulo: Record, 2001.

SANTOS, Milton. A urbanização brasileira. São Paulo: Hucitec, 1993.

SCLIAR, Cláudio. Geopolítica das Minas do Brasil: a importância da mineração para a sociedade. Rio de Janeiro: Revan, 1996.

SOUZA, Marcelo Lopes de. O desafio metropolitano: um estudo sobre a problemática socioespacial nas metrópoles brasileiras. Rio de Janeiro. Bertrand Brasil, 2000.

VITTE, Antonio Carlos e GUERRA, Antonio José Teixeira. Reflexões sobre a Geografia Física no Brasil (orgs). Rio de Janeiro. Bertrand Brasil, 2004.

VESENTINI, José William. A capital da geopolítica. São Paulo: Ática, 1986.

Professor I - Educação Física Conteúdo Programático

1- Parâmetros Curriculares Nacionais

2- Desenvolvimento Moral, Afetivo e Social do Sujeito

3- Desenvolvimento Cognitivo e Psicomotor do Sujeito

4- Corpo, Cultura, Educação Física e Sociedade

5- Atividade Física, Saúde e Obesidade Infantil

6- Ludicidada, Cidadania e Educação

7- Métodos de Ensino e de Avaliação em Educação Física Escolar

Sugestões bibliográficas

1 - BRASIL. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO.

Secretaria de Educação

Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais em Educação Física 3º e 4º ciclos do ensino fundamental. Brasília: SEF\MEC, 1990.

2 - ______. Ministério da Educação. Parâmetros curriculares nacionais: ensino médio, 2002.

3 - ______. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Diretrizes curriculares para o ensino médio.1999.

4 - ______Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: educação física. rasília: MEC/SEF, 1997.96 p.

6 -______Secretaria de Educação Média. Parâmetros curriculares nacionais: educação física. Brasília: MEC/SEF, 1997.96 p.

7 - BRACHT, Valter. Educação Física e Ciência - Cenas de um casamento (in)feliz. 2ª.ed. Ijuí: Editora UNIJUÍ, 2003.

8 - BOULCH, Jean Le. A Educação Psicomotora - A Psicocinética na Idade Escolar. Porto Alegre: Artes Médicas, 1980.

9 - BRETON, David Le. A Sociologia do corpo. Petrópolis: Vozes, 2006.

10 - BOUCHARD, Claude. Atividade física e obesidade. São Paulo: Manole, 2002.

11- FARINATTI, Paulo de Tarso Veras e FERREIRA, Marcos Santos. Saúde, Promoção da Saúde e Educação Física: Conceitos, princípios e aplicações. Rio de Janeiro: Eduerj, 2006.

12 - FERREIRA, N.T. Cidadania: uma questão para a educação. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1993.

13 - HILDEBRANDT, Reiner. Concepções Abertas no Ensino da Educação Física. Rio de Janeiro: Ao Livro Técnico, 1986.

14 - HUIZINGA, Johan. Homo Ludens. São Paulo: Perspectiva, 1980.

15 - MARCELLINO, Nelson Carvalho. Pedagogia da Animação. São Paulo: Papirus, 1990.

16 - PIAGET, Jean. 3ªed. O Juízo Moral na Criança. São Paulo: Summus, 1994.

17 - ______. A Formação do Símbolo na Criança - Imitação, Jogo e Sonho - Imagem e representação. 2ªed. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1975.

18 - RETONDAR, Jeferson José Moebus. Teoria do Jogo: A dimensão lúdica da existência humana. Petrópolis: Vozes, 207.

19 - SOARES, Carmem. Imagens da Educação no Corpo. 2ªed. São Paulo: Editora Autores Associados, 2002.

20 - TREBELS, Andréas H. & ELENOR, Kunz. (Orgs.). Educação Física Crítico-Emancipatória. Ijuí: Editora UNIJUí, 2006.

21 - VYGOTSKY, Lev Semyonovich. O Papel do brinquedo no Desenvolvimento. In: VYGOTSKY, Lev Semyonovich. A Formação Social da Mente. São Paulo: Martins Fontes, 1984. p.105-118.

Professor I - Educação Fisica - Alunos Especiais

Conteúdo Programático

1 - Parâmetros Curriculares Nacionais

2 - Atividade Física Adaptada e qualidade de vida para pessoas com necessidades especiais

3 - Educação Física e inclusão social

4 - Psicomotricidade e diálogo corporal

5 - O fundamento lúdico das práticas corporais

Sugestões bibliográficas

1 - ADAMS, R.C. et. al. Jogos, esportes e exercícios para o deficiente físico. São Paulo: Manole, 1985.

2 - ALVES, Rubem. Estórias de quem gosta de ensinar. 11ª.ed. São Paulo: Cortez Editora, 1987.

3- BLASCOVI Silvana Maria. Lazer e deficiência mental: o papel da família e da escola em uma proposta de educação pelo e para o lazer. 2º. Ed. Campinas: Papirus, 2000.

4 - BOULCH, Jean Le. A Educação Psicomotora - A Psicocinética na Idade Escolar. Porto Alegre: Artes Médicas, 1980.

5- ______. Educação Psicomotora - A psicocinética na idade escolar. 2ª.ed.Porto Alegre: Artes Médicas, 1988.

6 - ______. O Desenvolvimento Psicomotor - Do nascimento até 6 anos. Porto Alegre: Artes Médicas, 1980.

7 - BRASIL. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais em Educação Física 3º e 4º ciclos do ensino fundamental. Brasília: SEF\MEC, 1990.

8 - ______. Ministério da Educação. Parâmetros curriculares nacionais: ensino médio, 2002.

9 - ______. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Diretrizes curriculares para o ensino médio,1999.

10 - ______Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: educação física. Brasília: MEC/SEF, 1997.96 p.

11 -______Secretaria de Educação Média. Parâmetros curriculares nacionais: educação física. Brasília: MEC/SEF, 1997.96 p.

12 -_______. Lazer, atividade física e esportiva para portadores de deficiência. Brasília: SESI/Ministério do Esporte e Turismo, 2001.

13 - COSTE, Jean Claude. A Psicomotricidade. 2ª.ed. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1978.

14 - Cidade, R.E.A.; Freitas, P.S. Introdução à educação física e ao desporto pessoas portadoras de deficiência. Curitiba: Editora da UFPR, 2002.

15 - DAVIS, Flora. A comunicação não-verbal. São Paulo: Summus, 1979.

16 - FERREIRA, Carlos Alberto Mattos. (Org.). Psicomotricidade - da educação infantil à gerontologia. São Paulo: Lovise, 2000.

17 - FONSECA, Vitor. Escola, escola, quem és tu? Perspectivas psicomotoras do desenvolvimento humano. Porto Alegre: Artes Médicas, 1987.

18 - LAPIERRE, André e AUCOUTURIER, Bernard. Fantasmas corporais e prática psicomotora. São Paulo: Manole, 1984.

19 - PIAGET, Jean e INHELDER, Bärbel. A representação do espaço na criança. Porto Alegre: Artes Médicas, 1993.

20 - ______. Psicologia da Inteligência. Rio de Janeiro: Zahar Editor, 1977.

21 - Stainback, S. E Stainback, W. Inclusão: um guia para educadores. Porto Alegre: Artes Médicas, 1999

22 Winnick, J. Educação física e esportes adaptados. Barueri: Manole, 2004

Cargo: Professor I - Inglês

Conteúdo Programático

1- Compreensão de textos adaptados e autênticos de livros, revistas, jornais e Internet, ingleses e norte-americanos, cujas questões são apresentadas sob a forma de equivalência semântica e oposição de sentido e versão/tradução do inglês para o português e do português para o inglês.

2- Referring to people and things: nouns,pronouns,determiners

3- Giving information about people and things: adjectives,possessives,quantifiers,numbers,qualifiers

4- Making a message: transitivity,complementation,phase

5- Varying the message: mood,negation,modality

6- Expressing time:verb tenses,adjuncts of time

7- Expressing manner and place: adjuncts,manner,place

8- Reporting what people say or think

9- Combining messages: subordination,coordination

10- Cohesion

11- Ellipsis

Sugestões bibliográficas

1- HARPERCOLLINS PUBLISHERS. Collins Cobuild English Grammar . 7. ed. London : Harper Collins, 1995.

2- HARPERCOLLINS PUBLISHERS. Collins Cobuild English Usage. 4. ed. London : Harper Collins, 1995.

3- BIBER,D. Et al. Longman Student Grammar of Spoken and Written English. London : Longman, 2002.

Professor I - Literatura Conteúdo Programático

1- Noções preliminares sobre a literatura: Origens; importância do seu estudo;princípios; objetos e objetivos da teoria da iteratura.

2- Teoria dos fatos literários. A obra literária: Características essenciais; elementos fundamentais; suas formas; seus conteúdos; seus gêneros; o estilo

3- Poesia e Prosa : Teoria da poesia - O lírico e o épico

Formas em prosa - o conto, a novela, o romance, o ensaio, a crônica.

O teatro : histórico, o texto teatral; tempo, espaço e ação; comédia e Tragédia.

4- Estilos de época na literatura - Brasil e Portugal - Características dosestilos de época ; Principais autores e obras até o século XX.

5- Estudo do texto literário : Machado de Assis.

Sugestões bibliográficas

1 - ASSIS, Machado de . Contos fluminenses , Martim Claret.

2 - BOSI, Alfredo . História concisa da literatura brasileira , Cultrix.

3 - COUTINHO, Afrânio. Introdução à literatura no Brasil , Bertrand Brasil.

4 - MOISÉS , Massaud. A literatura portuguesa , Cultrix.

5 - ________________ . A criação literária - prosa, Cultrix .

6 - ________________ . A criação literária - poesia, Cultrix.

7 - ________________ . Machado de Assis: ficção e utopia, Cultrix.

8 - ________________ . A literatura portuguesa, Cultrix.

9 - PROENÇA FILHO, Domício. Estilos de época na literatura. Ática.

10 - SOARES AMORA, Antônio. Introdução à teoria da literatura, Cultrix.

Professor I - Educação Artística

Conteúdo Programático

1 - História da Música

1.1História da Música: Europa

a) Música na Antigüidade: as técnicas e práticas musicais, a função da Música nas civilizações da Antigüidade; os gregos e sua concepção musical, o surgimento das escalas, os modos, notação; período cristão, conceito e características desse período no âmbito da Música e conseqüências da filosofia cristã na concepção musical ocidental;

b) Principais características da estrutura musical dos períodos da Idade Média, Renascença e Barroco; papel da Igreja e principais compositores e obras de cada período;

1.2 História da Música Brasileira

a) Música no tempo da Colônia: principais características da Música nesse período, as influências da raça negra, o papel da Igreja na formação da linguagem musical, principais compositores e obras, a vida musical em Minas Gerais e Bahia durante a colonização;

b) Música contemporânea: principais compositores e obras; Heitor Villa-Lobos, características e principais obras (de que forma utilizou ritmos e temas populares em suas composições), sua atuação como educador, a repercussão de sua obra no exterior;

c) Serialismo e Minimalismo: surgimento, conceito, características, principais compositores e obras brasileiros.

2- História da Arte

2.1 História da Arte: Antigüidade/Europa

a) Egito: perspectiva, função da arte entre os egípcios, seus principais monumentos;

b) Grécia: conceito estético do povo helênico, principais esculturas, templos, técnicas arquitetônicas de construção dos arcos. Diferenças básicas entre a estética grega e a romana;

c) Realismo, Expressionismo, Arte contemporânea: conceito, características, principais pintores e obras.

2.2 História da Arte: Brasil

a) Período Colonial: características, função da escultura, pintura e arquitetura na sociedade durante esse período; principais mestres e obras de Minas Gerais (Tiradentes, Congonhas do Capo, São João Del Rei, Ouro Preto, Mariana, Sabará, etc.) e Bahia (especialmente Salvador); b)Arte Moderna e Contemporânea: características, principais pintores e obras nacionais.

2.3 Das Técnicas e materiais

a) Planos, linhas, ponto, cor, luz e textura: conceito, classificação, utilização;

b) Construção de arcos arquitetônicos no desenho geométrico: conceito e utilização da concordância e construção dos arcos romano, ogival, otomano e abatido.

c) Papel e tecido: surgimento e história, sua utilização pelos povos da Antigüidade; técnicas de utilização do papel e tecido. 2.4 Arte Popular

a) Danças e folguedos: principais manifestações (cantos, danças, festas, ritos, costumes) das regiões sul, norte e nordeste; b)Artesanato: contribuição indígena (sua função utilitária e religiosa); principais técnicas de modelagem; Mestre Vitalino, vida e obra.

Sugestões bibliográficas

1-ANDRADE, Mário. Pequena História da Música. São Paulo, Livraria Martins Editora, 1958;

2-ARAÚJO, Alceu Maynard de. Cultura Popular Brasileira. 2. Ed. São Paulo, Editora Melhoramentos, 1973;

3-BARBOSA, Dom Marcos; MACHADO, Arnaldo. Arte Sacra Brasileira. Rio de Janeiro, Editora Colorama, 1988;

4-BARDI, Pietro Maria. História da Arte Brasileira, São Paulo, Editora Melhoramentos, 1975;

5-BRISCHI, Gabriela. Arte hoje. São Paulo, Editora FTD, 2003; 6- CANDÉ, Roland, História Universal da Música, São Paulo, Editora Martins Fontes, 1994;

7-CASCUDO, Luís da Câmara, Antologia do Folclore Brasileiro. São Paulo, Editora Martins, 1971;

8-FAJARDO, Elias; MATHIAS, Cristina; FREITAS, Armando. Tintas e Texturas oficina de artesanato. Rio de janeiro, Editora SENAC Nacional, 2002;

9-FAJARDO, Elias; MATHIAS, Cristina; FREITAS, Armando. Papéis e panos oficina de artesanato. Rio de janeiro, Editora SENAC Nacional, 2002;

10-GOMBRICH, E. H. A História da Arte. Rio de Janeiro, Zahar, 1979;

11-MARIZ, Vasco. História da Música no Brasil. Rio de Janeiro, Editora Civilização Brasileira, 1994;

12-PAHLEN, Kurt. História Universal da Música. São Paulo, Edições Melhoramentos;

13-PIANZOLA, Maurice. Brasil Barroco. Rio de Janeiro - São Paulo, Editora Record, 1975;

14-PROENÇA, Graça. História da Arte. São Paulo. Editora Ática, 1990;

15-WISNICK, José Miguel. O som e o sentido uma outra história das músicas. Companhia das Letras, 1989.

16 - CASCUDO, Luís da Câmara. Dicionário do Folclore Brasileiro. Rio de Janeiro, Instituto Nacional do Livro - MEC, 1954;

17 - STRICKLAND, Carol. Arte comentada: da pré-história ao pós-moderno / Carol Strickland; tradução Angela Lobo de Andrade. Rio de Janeiro, Editora Ediouro, 1999;

18 - CASCUDO, Luís da Câmara. Anúbis e outros ensaios: mitologia e folclore. 2. ed. Rio de Janeiro, FUNARTE, 1983. (Etnografia e Folclore/ Clássicos, 2);

19 - ROMERO, Sylvio; CASCUDO, Luís da Câmara. Folclore Brasileiro: cantos populares do Brasil. Rio de Janeiro. Editora J. Olympio, 1954. (Coleção Documentos Brasileiros, 75);

20 - JORGE, Sônia. Desenho Geométrico: Idéias e Imagens.2. Ed. São Paulo. Editora Saraiva, 1999. ilust. 4v.

21 - FRANCA, Eurico Nogueira. Villa-Lobos: síntese crítica e biografia. s.l.: MEC, 1970.

Professor I - Química Conteúdo programático

1.Matéria: características e transformações

1.1. Estados físicos da matéria, mudanças de estado;

1.2. Transformações da matéria (fenômenos químicos e fenômenos físicos);

1.3. Separação de misturas homogêneas e misturas heterogêneas.

2.Teoria atômica

2.1. Compreender a teoria atômica de Dalton e o modelo atômico de Bohr;

2.2. Conceituar as partículas elementares: prótons, nêutron e elétron;

2.3. Conceituar número atômico, número de massa, elemento químico, isótopos, isóbaros e isótonos, massa atômica e massa molecular;

2.4. Configuração eletrônica dos elementos.

3.Classificação periódica dos elementos

3.1. Reconhecer os princípios de ordenação e localização dos elementos;

3.2. Conceituar períodos, grupos e subgrupos;

3.3. Identificar metais alcalinos, alcalinos terrosos, halogênios, calcogênios e gases nobres;

3.4. Relacionar a configuração eletrônica do átomo com a posição do seu elemento na classificação periódica;

3.5. Caracterizar metais, ametais, semimetais, gases nobres, identificar elementos representativos e elementos de transição;

3.6. Conceituar as propriedades periódicas e aperiódicas e interpretar os fatores que interferem na variação destas propriedades.

4.Ligação química

4.1. Reconhecer e caracterizar a ligação iônica;

4.2. Teoria de Lewis para ligação covalente em compostos orgânicos e inorgânicos;

4.3. Teoria de Lewis aplicada aos compostos de coordenação;

4.4. Teoria da repulsão dos pares de elétrons de valência para a previsão da geometria molecular de compostos orgânicos e inorgânicos;

4.5. Eletronegatividade, caráter iônico contra caráter covalente das ligações químicas e a polaridade dos compostos orgânicos e inorgânicos.

5.Estados de oxidação

5.1. Conceituar e determinar o número de oxidação dos elementos na Tabela Periódica e da estequiometria dos seus compostos;

5.2. Distinguir carga formal e carga real.

6.Funções inorgânicas

6.1. Teorias ácido-base deArrhenius, Bronsted-Lowry e Lewis;

6.2. Reações de neutralização;

6.3. Caráter ácido e básico de compostos orgânicos e inorgânicos (acidez relativa de ácidos carboxílicos, fenóis e basicidade das aminas);

6.4. Nomenclatura IUPAC e vulgar de ácidos, bases, sais e óxidos.

7.Comportamento físico dos gases

7.1. Transformações gasosas (isotérmica, isobárica e isocórica/isovolumetrica);

7.2. Equação geral dos gases;

7.3. Equação Clapeyron;

7.4. Volume molar de um gás nas condições normais de temperatura e pressão (CNTP);

7.5. Mistura de gases.

8.Cálculos estequiométricos

8.1. Determinação de fórmulas (mínima, molecular e percentual);

8.2. Definir mol e constante de Avogrado;

8.3. Equilíbrio de equações: método das tentativas e do íon-elétron;

8.4. Estequiometria das reações;

8.5. Leis ponderais;

8.6. Reagente em excesso, reagente limitante, reações com substâncias impuras e rendimento de uma reação química.

9.Soluções, propriedades coligativas e forças intermoleculares

9.1. Classificação das soluções;

9.2. Conceituar soluto e solvente, fase, solução saturada e insaturada, curvas de solubilidade;

9.3. Unidade de concentração (concentração em mol/L, concentração em g/L, fração molar, ppm, porcentagem p/p, p/v, v/v e concentração molal);

9.4. Diluição de soluções;

9.5. Mistura de soluções de mesmo soluto, mistura de soluções com solutos diferentes que não reagem entre si e mistura de soluções com solutos diferentes que reagem entre si;

9.6. Análise volumétrica;

9.7. Forças intermoleculares: interações dipolo-dipolo permanente, dipolo-dipolo induzido (Forças de London) e ligação de hidrogênio;

9.8. Efeito das forças intermoleculares nas constantes físicas dos compostos orgânicos e inorgânicos (ponto de fusão, ebulição e solubilidade);

9.9. Propriedades coligativas (pressão máxima de vapor e osmótica dos solventes), misturas refrigerantes.

10. Termoquímica

10.1. Conceituar entalpia, energia de ligação, calor de reação, calor de formação, calor de combustão;

10.2. Energia livre;

10.3. Entropia;

10.4. Reações espontâneas.

11. Cinética química

11.1. Conceituar velocidade de reação, lei de velocidade, ordem de reação e molecularidade;

11.2. Analisar os fatores que alteram a velocidade das reações (concentração das substâncias, pressão, temperatura, estado de agregação, catalisadores);

11.3. Teoria das colisões e energia de ativação;

11.4. Relação entre lei de velocidade e mecanismo de reação (conceito de etapa lenta e etapa rápida);

11.5. Velocidade inicial e a determinação da ordem dos reagentes;

11.6. Conceito de meia-vida para cinéticas de primeira ordem;

11.7. Radioatividade: leis da radioatividade (emissões alfa, beta e gama), meia-vida, reações de transmutação e famílias radioativas naturais.

12. Equilíbrio químico

12.1. Conceituar equilíbrio químico e constante de equilíbrio;

12.2. Entender os fatores que influenciam o equilíbrio de uma reação (princípio de Le Chatelier);

12.3. Constante de auto-ionização da água, pH, pOH;

12.4. Constante de acidez e basicidade: pKa e pKb;

12.5. Solução tampão;

12.6. Equilíbrios heterogêneos: produto de solubilidade, efeito do íon comum e previsão de reações de precipitação.

13. Eletroquímica

13.1. Conceituar célula eletroquímica e célula eletrolítica e seus componentes;

13.2. Analisar potencial de redução de meia pilha na previsão da espontaneidade de reações;

13.3. Cálculo da fem padrão das células eletroquímicas;

13.4. Eletrólise ígnea e em meio aquoso;

13.5. Aspectos quantitativos da eletrólise.

14. Estrutura dos compostos de carbono

14.1. Cadeias de carbono: caracterizar e representar a estrutura através de notação em bastão;

14.2. Reconhecimento, caracterização, estrutura eletrônica (estrutura de Lewis) e representação espacial (notação em bastão) de estruturas saturadas e insaturadas, lineares, ramificadas e cíclicas (incluindo aromáticos);

14.3. Conceituação de grupamento funcional;

14.4. Reconhecimento, representação (notação em bastão) e nomenclatura (IUPAC) dos grupos monovalentes alifáticos saturados, aromáticos (fenila e benzila) e das funções orgânicas;

14.5. Nomenclatura vulgar de compostos de uso corrente.

15. Isomeria na química orgânica

15.1. Reconhecer e classificar os isômeros contitucionais e estereoisômeros;

15.2. Relação entre quiralidade e plano de simetria.

16. Reações e métodos de obtenção de compostos orgânicos

16.1. Ocorrência natural e sintética, estrutura e relações entre propriedades físicas e químicas (reações) das seguintes funções: hidrocarbonetos, álcoois, aldeídos, cetonas, ácidos carboxílicos, ésteres, fenóis, éteres, aminas, amidas e nitrilas;

16.2. Polímeros: sintéticos e naturais.

Sugestões bibliográficas

1 - AICHINGER, Ernesto Christiano, Química, 2ª Edição, Ed. EPU, 1982, 3 volumes.

2 - CARVALHO, Geraldo Camargo, Química Moderna, Ed. Scipione, 1995, 3 volumes.

3 - FELTRE, Ricardo, Fundamentos da Química, 2ª Edição, Ed. Moderna, 1996, V. Único.

4 - GREGÓRIO FILHO, Júlio, Química Orgânica, 2ª Edição, Ed. FTD, 1993, V. Único.

5 - MORRISON, R. T. e BOYD, R. N., Organic Chemistry, 5ª Edição, Ed. Boston, Allyn and Bacon, 1987.

6 - NETTO, Carmo Gallo, Química, da Teoria à Realidade, Ed. Scipione, 1996, 3 volumes.

7 - NOVAIS, Vera Lucia Duarte, Físico-Química e Química Ambiental, 2ª Edição, Ed. Atual Ltda, 1993 - Volume 2.

8 - PERUZZO, Tito Miragaia e CANTO, Eduardo Leite, Química, Na abordagem do cotidiano, 1ª Edição, Ed. Moderna, 1996, 3 Volumes.

9 - REIS, Martha, Química Integral, 1ª Edição, Ed. FTD, 1993, Volume Único.

10 - USBERCO, João e SALVADOR, Edgard, Química, 8ª Edição, Ed. Saraiva, 1999, 3 Volumes.

100217

Política de Privacidade 2000-2014 PCI Concursos Telefone (11) 2122-4231