Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro (SMTT) - SE

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOSSA SENHORA DO SOCORRO

ESTADO DE SERGIPE

SUPERINTENDÊNCIA MUNICIPAL DE TRANSPORTE E TRÂNSITO

EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº 01/2011, DE 12 DE JULHO DE 2011 - ABERTURA

Notícia:   SMTT da Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro - SE divulga retificação

O Prefeito Municipal de Nossa Senhora do Socorro, Estado de Sergipe e o Superintendente Municipal de Transporte e Trânsito - SMTT, no uso de suas atribuições legais, mediante as condições estipuladas neste Edital, em conformidade com a Constituição Federal e demais disposições atinentes à matéria, TORNAM PÚBLICO a realização do CONCURSO PÚBLICO, sob o regime estatutário, para provimento de vagas do seu quadro de pessoal e formação de cadastro reserva.

1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1.1 O Concurso Público a que se refere o presente Edital será executado pela AOCP - Concursos Públicos, com sede na Avenida Dr. Gastão Vidigal, nº 959 - Zona 08, CEP 87050-440, Maringá - PR, site www.aocp.com.br e correio eletrônico candidato@aocp.com.br.

1.2 A seleção destina-se ao provimento de vagas existentes nos quadros de servidores da Prefeitura Municipal de Nossa Senhora do Socorro/SE e da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito, de acordo com a Tabela 2.1 e, ainda, as que surgirem no decorrer do prazo de validade do Concurso, que será de 02 (dois) anos, podendo ser prorrogável por igual período, a contar da data de homologação do certame, a critério da administração da Prefeitura Municipal de Nossa Senhora do Socorro/SE e da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito.

1.3 A seleção para os cargos de que trata este Edital compreenderá exame para aferir conhecimentos e habilidades, mediante aplicação de prova objetiva, de caráter classificatório e eliminatório, para todos os cargos, prova prática, de caráter eliminatório, para os cargos de NÍVEL MÉDIO: Motorista I (Motocicleta), Motorista I (Veículos Leves) e Motorista II, prova de aptidão física, de caráter eliminatório para os cargos de NÍVEL MÉDIO: Agente de Trânsito, Bombeiro Civil e Guarda Municipal e prova de títulos, de caráter classificatório, para os cargos de NÍVEL SUPERIOR: Professor de Educação Básica - Nível II (Educação Infantil, Ensino Fundamental e Anos Iniciais do 1º ao 5º Ano) e Professor de Educação Básica - Nível II (Ensino Fundamental / Anos Finais do 6º ao 9º Ano), em todas as áreas de conhecimento.

1.4 A convocação para as vagas informadas na Tabela 2.1 deste Edital será feita de acordo com as necessidades e a conveniência da Prefeitura Municipal de Nossa Senhora do Socorro/SE e da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito.

1.5 Os requisitos para investidura no cargo e suas atribuições estão relacionados no Anexo I deste Edital.

1.6 O conteúdo programático da prova objetiva encontra-se no Anexo II deste Edital.

1.7 A distribuição das vagas para o Cargo de Agente Comunitário de Saúde encontra-se no Anexo III deste Edital.

1.8 Não serão fornecidas, por telefone, informações a respeito de datas, locais e horários de realização das provas. O candidato deverá observar rigorosamente as formas de divulgação estabelecidas neste Edital.

2. DOS CARGOS

2.1 O Código do cargo, os cargos, a jornada, as vagas para a ampla concorrência, as vagas para portadores de deficiências, o vencimento inicial bruto, o valor da taxa de inscrição e o turno de realização da prova objetiva, são os estabelecidos a seguir:

TABELA 2.1

Código do Cargo

Cargo

Jornada Semanal

Vagas Ampla Concorrência

Vagas Portadores de Deficiências

Vencimento Inicial

Taxa da Inscrição

Turno de realização da Prova Objetiva

Nível Fundamental*

101

AUXILIAR DE OBRAS E SERVIÇOS - BOMBEIRO HIDRÁULICO

40 H

03

-

R$ 545,00

R$ 30,00

MANHÃ

102

AUXILIAR DE OBRAS E SERVIÇOS -

CARPINTEIRO

40 H

01

-

R$ 545,00

MANHÃ

103

AUXILIAR DE OBRAS E SERVIÇOS -

ELETRICISTA

40 H

03

-

R$ 545,00

MANHÃ

104

AUXILIAR DE OBRAS E SERVIÇOS -

TRABALHADOR BRAÇAL

40 H

10

-

R$ 545,00

MANHÃ

Nível Médio*
201.10 a 201.36AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE40 H30**-R$ 592,00R$ 40,00MANHÃ
202AGENTE DE ENDEMIAS40 H10-R$ 592,00TARDE
203AGENTE DE TRÂNSITO40 H05-R$ 545,00MANHÃ
204ARQUIVISTA40 H02-R$ 545,00MANHÃ
205ASSISTENTE (CUIDADOR)40 H06-R$ 545,00MANHÃ
206ASSISTENTE ADMINISTRATIVO40 H2901R$ 545,00TARDE
207AUXILIAR DE CONSULTÓRIO DENTÁRIO40 H10-R$ 545,00MANHÃ
208AUXILIAR DE ENFERMAGEM40 H10-R$ 545,00TARDE
209AUXILIAR DE ENFERMAGEM DO TRABALHO40 H01-R$ 545,00TARDE
210BOMBEIRO CIVIL40 H04-R$ 545,00MANHÃ
211FISCAL DE OBRAS40 H10-R$ 545,00TARDE
212FISCAL DE TRANSPORTES40 H10-R$ 545,00TARDE
213FISCAL SANITÁRIO40 H02-R$ 545,00TARDE
214GUARDA MUNICIPAL40 H20***-R$ 545,00MANHÃ
215MOTORISTA I (MOTOCICLETA)40 H05-R$ 545,00TARDE
216MOTORISTA I (VEÍCULOS LEVES)40 H05-R$ 545,00MANHÃ
217MOTORISTA II40 H10-R$ 545,00MANHÃ
218OFICINEIRO CIRCO40 H04-R$ 545,00MANHÃ
219OFICINEIRO DANÇA40 H04-R$ 545,00TARDE
220OFICINEIRO MÚSICA40 H04-R$ 545,00TARDE
221OFICINEIRO TEATRO40 H04-R$ 545,00MANHÃ
222VISTORIADOR DE TRANSPORTES40 H02-R$ 545,00TARDE
Nível Médio/Técnico*
301TÉCNICO AGRÍCOLA40 H02-R$ 545,00R$ 40,00TARDE
302TÉCNICO EM ANÁLISES CLÍNICAS40 H01-R$ 545,00TARDE
303TÉCNICO EM CONTABILIDADE40 H01-R$ 545,00TARDE
304TÉCNICO EM EDIFICAÇÕES40 H04-R$ 545,00TARDE
305TÉCNICO EM ESTRADAS40 H02-R$ 545,00TARDE
306TÉCNICO EM MEIO AMBIENTE40 H02-R$ 545,00TARDE
307TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO40 H01-R$ 545,00TARDE
Nível Superior*
401ARQUITETO40 H04-R$ 1.200,00R$ 70,00MANHÃ
402ASSISTENTE SOCIAL40 H10-R$ 1.200,00MANHÃ
403BIÓLOGO40 H01-R$ 1.200,00MANHÃ
404BIOQUÍMICO40 H01-R$ 1.200,00MANHÃ
405CONTADOR40 H02-R$ 1.200,00MANHÃ
406ENFERMEIRO40 H10-R$ 2.310,00TARDE
407ENGENHEIRO AMBIENTAL40 H01-R$ 1.200,00TARDE
408ENGENHEIRO CIVIL40 H04-R$ 1.200,00TARDE
409ENGENHEIRO DE ALIMENTOS40 H01-R$ 1.200,00TARDE
410ENGENHEIRO DE PESCA40 H01-R$ 1.200,00TARDE
411ENGENHEIRO FLORESTAL40 H01-R$ 1.200,00TARDE
412ENGENHEIRO DE SEGURANÇA DO TRABALHO40 H01-R$ 1.200,00TARDE
413FARMACÊUTICO40 H01-R$ 1.809,45MANHÃ
414FISCAL TRIBUTÁRIO40 H04-R$ 1.000,00TARDE
415FISIOTERAPEUTA40 H01-R$ 1.200,00TARDE
416FONOAUDIÓLOGO40 H02-R$ 1.200,00MANHÃ
417INSTRUTOR DE LIBRAS40 H01-R$ 1.200,00MANHÃ
418INTÉRPRETE DE LIBRAS40 H01-R$ 1.200,00TARDE
419MÉDICO CLÍNICO GERAL - PSF40 H10-R$ 3.300,00TARDE
420MÉDICO DO TRABALHO40 H01-R$ 2.000,00TARDE
421MÉDICO PEDIATRA30 H03-R$ 2.000,00TARDE
422MÉDICO PLANTONISTA CLÍNICO GERAL40 H03-R$ 2.000,00MANHÃ
423MÉDICO PSIQUIATRA30 H04-R$ 2.000,00TARDE
424MÉDICO VETERINÁRIO40 H02-R$ 1.200,00TARDE
425NUTRICIONISTA40 H02-R$ 1.200,00TARDE
426ODONTÓLOGO ATENDIMENTO A PACIENTES COM NECESSIDADES ESPECIAIS20 H01-R$ 1.500,00MANHÃ
427ODONTÓLOGO CIRURGIÃO BUCOMAXILOFACIAL20 H01-R$ 1.500,00MANHÃ
428ODONTÓLOGO ENDODONTIA30 H04-R$ 2.500,00MANHÃ
429ODONTÓLOGO ODONTOPEDIATRIA30 H03-R$ 2.500,00MANHÃ
430ODONTÓLOGO ORTODONTIA30 H01-R$ 2.500,00TARDE
431ODONTÓLOGO PERIODONTIA20 H01-R$ 1.500,00MANHÃ
432ODONTÓLOGO PSF40 H05-R$ 1.870,00TARDE
433PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA - NÍVEL II (EDUCAÇÃO INFANTIL, ENSINO FUNDAMENTAL E ANOS INICIAIS DO 1º AO 5º ANO)32 H1901R$ 1.065,66TARDE
434PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA - NÍVEL II (ENSINO FUNDAMENTAL / ANOS FINAIS DO 6º AO 9º ANO - LICENCIATURA ARTES EDUCAÇÃO)25 H01-R$ 832,54MANHÃ
435PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA - NÍVEL II (ENSINO FUNDAMENTAL / ANOS FINAIS DO 6º AO 9º ANO - LICENCIATURA CIÊNCIAS)25 H01-R$ 832,54MANHÃ
436PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA - NÍVEL II (ENSINO FUNDAMENTAL / ANOS FINAIS DO 6º AO 9º ANO - LICENCIATURA EDUCAÇÃO FÍSICA)25 H05-R$ 832,54MANHÃ
437PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA - NÍVEL II (ENSINO FUNDAMENTAL / ANOS FINAIS DO 6º AO 9º ANO - LICENCIATURA HISTÓRIA)25 H01-R$ 832,54MANHÃ
438PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA - NÍVEL II (ENSINO FUNDAMENTAL / ANOS FINAIS DO 6º AO 9º ANO - LICENCIATURA LETRAS / INGLÊS)25 H01-R$ 832,54MANHÃ
439PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA - NÍVEL II (ENSINO FUNDAMENTAL / ANOS FINAIS DO 6º AO 9º ANO - LICENCIATURA LETRAS / PORTUGUÊS)25 H01-R$ 832,54MANHÃ
440PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA - NÍVEL II (ENSINO FUNDAMENTAL / ANOS FINAIS DO 6º AO 9º ANO - LICENCIATURA MATEMÁTICA)25 H01-R$ 832,54MANHÃ
441PSICÓLOGO40 H10-R$ 1.200,00TARDE
442TECNÓLOGO EM SANEAMENTO AMBIENTAL40 H01-R$ 1.200,00TARDE

* Ver requisitos no Anexo I deste Edital.

** A distribuição das vagas por Área, Equipe e Microáreas referente ao Cargo de Agente Comunitário de Saúde consta no Anexo III deste Edital. É imprenscindível que o candidato faça a sua escolha antes de efetivar a inscrição. O candidato deverá, ainda, comprovar a residência na área escolhida na época da posse.

*** Para o cargo de Guarda Municipal, devido às condições de exposição a riscos e situações de emergência, que caracterizam as atividades relacionadas a este cargo, não haverá reserva de vagas para pessoa portadora de deficiência, pois as condições de acesso e de trabalho exigem aptidão física plena, não só para cumprimento das tarefas, como também para a manutenção da segurança do profissional e de terceiros.

3. DA SOLICITAÇÃO DE ISENÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO

3.1 Não haverá isenção total ou parcial da taxa de inscrição, exceto para o candidato que estiver inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal - CadÚnico, até a data da inscrição no concurso, ou for membro de família de baixa renda, nos termos do Decreto Federal nº 6.135, de 26 de junho de 2007, até a data da inscrição no concurso, ou comprove que tenha doado sangue nos últimos 06 (seis) meses, anteriores ao dia da publicação deste Edital, de acordo com o contido na Lei Municipal n° 895, de 14 de Junho de 2011.

3.2 A solicitação de isenção para o Concurso Público da Prefeitura Municipal de Nossa Senhora do Socorro/SE e da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito será realizada via internet e também nos seguintes postos de inscrições: a) Centro Administrativo José do Prado Franco, localizado à Rua Antônio Valadão, s/n, sede, Nossa Senhora do Socorro-SE; b) Centro de Abastecimento do Município de Nossa Senhora do Socorro, localizado à Av. Coletora "A", s/n, Fernando Collor, Nossa Senhora do Socorro-SE; e c) Complexo de Especialidades Médicas, localizado à BR101, s/n, Parque dos Faróis, Nossa Senhora do Socorro-SE, para os candidatos que não tem acesso a internet, nos dias 14/07 e 15/07/2011, no período das 08h às 17h (horário local), exceto sábado, domingo e feriados.

3.3 O interessado em obter a isenção da taxa de inscrição deverá:

a) solicitar mediante preenchimento do Requerimento de Isenção da Taxa de Inscrição, disponível no site www.aocp.com.br;

b) imprimir e assinar o Requerimento de Isenção;

c) especificamente para o caso de estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal - CadÚnico, o candidato deverá indicar no Requerimento de Isenção o Número de Identificação Social - NIS, atribuído pelo CadÚnico;

d) especificamente para o caso de ser membro de família de baixa renda, o candidato deverá declarar no Requerimento de Isenção a condição de que faz parte de família cadastrada nos termos do Decreto Federal nº 6.135, de 26 de junho de 2007;

e) especificamente para o caso de doador de sangue, o candidato deverá entregar declaração que comprove que tenha doado sangue nos últimos 06 (seis) meses, anteriores ao dia da publicação deste Edital;

f) especificamente para o candidato, portador de deficiência ou não, que necessitar de atendimento especial durante a realização da prova objetiva, deverá no ato do pedido de isenção da taxa de inscrição, indicar claramente no Requerimento de Isenção da Taxa de Inscrição quais os recursos especiais necessários. O laudo médico, original ou cópia autenticada, poderá ser entregue pessoalmente ou por procurador devidamente habilitado através de procuração simples (não há necessidade do reconhecimento de firma na procuração), nos postos de inscrição, ou poderá ser enviado, via SEDEX com AR (aviso de Recebimento), em envelope fechado endereçado a AOCP Concursos Públicos, conforme o subitem 5.11.2 deste Edital.

g) entregar os documentos comprobatórios elencados nas alíneas b, c, d e e deste subitem pessoalmente ou por procurador devidamente habilitado através de procuração simples (não há necessidade do reconhecimento de firma na procuração), no horário das 08h às 17h (horário local) no período de 14/07/2011 a 15/07/2011, exceto sábado, domingo e feriados, em qualquer um dos postos de inscrições, elencados no subitem 3.2.

3.4 Nos casos previstos nas alíneas c e d do subitem 3.3 a AOCP - Concursos Públicos consultará o órgão gestor do CadÚnico para verificar a veracidade das informações prestadas pelo candidato.

3.5 No caso da alínea e do subitem 3.3 a AOCP - Concursos Públicos analisará e julgará os pedidos de isenção da taxa de inscrição e encaminhará os mesmos a Comissão Especial do Concurso Público para análise e posterior ratificação.

3.6 As informações prestadas no Requerimento de Isenção da Taxa de Inscrição, bem como os documentos encaminhados, serão de inteira responsabilidade do candidato, podendo responder este, a qualquer momento, por crime contra a fé pública, o que acarretará na sua eliminação do Concurso Público e exoneração do cargo aplicando-se, ainda, o disposto no parágrafo 3º do artigo 1º da Lei Municipal n° 895, de 14 de Junho de 2011.

3.6.1 Não será concedida isenção do pagamento da taxa de inscrição ao candidato que:

a) omitir informações e/ou torná-las inverídicas;

b) fraudar e/ou falsificar qualquer documentação;

c) não observar a forma, o prazo e os horários estabelecidos no subitem 3.3 deste Edital;

d) não apresentar todos os documentos solicitados.

3.7 Não será aceita solicitação de isenção do pagamento da taxa de inscrição, via postal, via fax ou via correio eletrônico.

3.8 A relação dos pedidos de isenção deferidos será divulgada até o dia 22/07/2011 após as 16h no site www.aocp.com.br e nos quadros de avisos da Prefeitura Municipal de Nossa Senhora do Socorro/SE e da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito.

3.9 O candidato que tiver a solicitação de isenção da taxa de inscrição indeferida poderá impetrar recurso através do site www.aocp.com.br, no período das 08h do dia 25/07/2011 às 23h59min do dia 26/07/2011 através do link - Recurso contra o Indeferimento do Requerimento de Isenção da Taxa de Inscrição.

3.10 Se após a análise do recurso, permanecer a decisão de indeferimento do requerimento de isenção da taxa, o candidato poderá acessar o site www.aocp.com.br, até às 23h59min do dia 04/08/2011, realizar uma nova Inscrição, gerar o boleto bancário e efetuar o pagamento até o seu vencimento para participar do certame.

3.10.1 A inscrição só será confirmada após a quitação do boleto bancário.

3.10.2 O interessado que não tiver seu requerimento de isenção deferido e que não realizar uma nova inscrição na forma e no prazo estabelecidos neste Edital estará automaticamente excluído do certame.

3.10.3 Os candidatos que tiverem as solicitações de isenção deferidas já são considerados devidamente inscritos no concurso público e poderão consultar o status da sua inscrição no site da AOCP a partir do dia 28/07/2011.

4. DAS INSCRIÇÕES

4.1 A inscrição no Concurso Público implica, desde logo, o conhecimento e a tácita aceitação pelo candidato das condições estabelecidas neste Edital.

4.2 As inscrições para o Concurso Público da Prefeitura Municipal de Nossa Senhora do Socorro/SE e da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito serão realizadas via internet. Também serão disponibilizados três postos de inscrições com computadores e atendentes para os candidatos que não tem acesso a internet.

4.3 O candidato poderá efetuar inscrição para mais de um cargo deste Concurso Público, desde que a prova objetiva seja em turnos distintos, devendo observar os turnos de aplicação das provas (manhã e tarde) estabelecidos na Tabela 2.1 deste Edital.

4.4 Das inscrições via internet:

4.4.1 No período das 08h do dia 14/07/2011 às 23h59min do dia 04/08/2011, observado horário oficial de Brasília - DF no site www.aocp.com.br.

4.4.2 O candidato deverá preencher o Requerimento de Inscrição, no qual declarará estar ciente das condições exigidas para admissão ao cargo e se submeter às normas expressas neste Edital.

4.4.3 Quando o candidato optar por se inscrever para o cargo de Agente Comunitário de Saúde deverá observar a distribuição das vagas no Anexo III deste Edital e selecionar o cargo referente a Localidade a qual deseja concorrer.

4.4.4 Após o preenchimento do Requerimento de Inscrição o candidato deverá imprimir o boleto bancário correspondente ao pagamento da taxa de inscrição e efetuar o pagamento.

4.5 Das inscrições presenciais:

4.5.1 No período de 14/07/2011 a 04/08/2011 das 08h às 17h, observado horário oficial de Brasília - DF, nos seguintes postos de inscrições: a) Centro Administrativo José do Prado Franco, localizado à Rua Antônio Valadão, s/n, sede, Nossa Senhora do Socorro-SE; b) Centro de Abastecimento do Município de Nossa Senhora do Socorro, localizado à Av. Coletora "A", s/n, Fernando Collor, Nossa Senhora do Socorro-SE; e c) Complexo de Especialidades Médicas, localizado à BR101, s/n, Parque dos Faróis, Nossa Senhora do Socorro-SE.

4.5.2 No ato da inscrição presencial o candidato, ou seu procurador legal, deverá estar munido obrigatoriamente de:

a) documento de identidade RG do candidato e do procurador;

b) CPF - Cadastro de Pessoa Física do candidato;

4.5.3 Poderá ser feita inscrição por terceiros mediante procuração simples (não há necessidade do reconhecimento de firma na procuração), acompanhada de cópia legível do documento de identidade do candidato e do mandatário. Deverá ser apresentada para cada candidato inscrito uma procuração específica, a qual ficará retida. O candidato inscrito por procuração assume total responsabilidade pelas informações prestadas na ficha de inscrição por seu procurador, arcando com as consequências de eventuais erros de preenchimento.

4.5.4 Após o preenchimento do Requerimento de Inscrição o candidato deverá imprimir o boleto bancário correspondente ao pagamento da taxa de inscrição e efetuar o pagamento.

4.6 O pagamento da taxa de inscrição deverá ser efetuado em qualquer banco ou nas casas lotéricas, até a data de seu vencimento. Caso o candidato não efetue o pagamento do boleto até a data do vencimento, o mesmo deverá acessar o site www.aocp.com.br e imprimir e realizar o pagamento da segunda via do boleto bancário até o dia 05 de agosto de 2011.

4.7 A AOCP Concursos Públicos, em nenhuma hipótese, processará qualquer registro de pagamento com data posterior a 05 de agosto de 2011.

4.8 As solicitações de inscrições realizadas com pagamento após esta data não serão acatadas.

4.9 O candidato terá sua inscrição homologada somente após o recebimento, pela AOCP Concursos Públicos, através do banco, da confirmação do pagamento de sua taxa de inscrição, no valor estipulado na Tabela 2.1.

5. DA INSCRIÇÃO PARA OS PORTADORES DE DEFICIÊNCIAS E DAS CONDIÇÕES ESPECIAIS

5.1 Aos candidatos portadores de deficiências, nos termos do § 2º, Art. 5º da Lei nº 7.853/89 e do § 1º, Art. 37 do Decreto 3.298/99, amparado pelo inciso VIII, Art. 37 da Constituição Federal, serão reservados 5% (cinco por cento) das vagas de cada cargo elencado no Anexo I deste Edital, ou seja, será assegurada a convocação de 1 (um) candidato portador de deficiência aprovado no Concurso Público, a cada 20 (vinte) contratações de candidatos efetivadas em cada cargo elencado no Anexo I deste Edital, durante o processo de validade do Concurso Público, cujas atribuições sejam compatíveis com a deficiência.

5.2 A pessoa portadora de deficiência, resguardadas as condições especiais previstas no Decreto Federal nº 3.298/99, participará do Concurso Público em igualdade de condições com os demais candidatos no que se refere ao conteúdo da prova objetiva, a avaliação e aos critérios de aprovação, ao horário e ao local de aplicação da prova objetiva e à nota mínima exigida para todos os demais candidatos.

5.3 O candidato que, no ato da inscrição, declarar-se portador de deficiência, se aprovado no Concurso Público, terá seu nome divulgado na lista geral dos aprovados e na lista dos candidatos aprovados na condição de portador de deficiência.

5.4 Não havendo candidatos aprovados para as vagas reservadas aos portadores de Deficiências, estas serão preenchidas pelos demais candidatos, com estrita observância da ordem de classificação.

5.5 Para concorrer como portador de deficiência, o candidato deverá:

5.5.1 no Requerimento de Inscrição declarar se pretende participar do concurso como portador de deficiência e preencher o tipo de deficiência;

5.5.2 entregar o laudo médico, original ou cópia autenticada, pessoalmente ou por procurador devidamente habilitado através de procuração simples (não há necessidade do reconhecimento de firma na procuração), das 08h às 17h (horário local) no período de 14/07/2011 a 05/08/2011, nos seguintes postos de inscrições: a) Centro Administrativo José do Prado Franco, localizado à Rua Antônio Valadão, s/n, sede, Nossa Senhora do Socorro-SE; b) Centro de Abastecimento do Município de Nossa Senhora do Socorro, localizado à Av. Coletora "A", s/n, Fernando Collor, Nossa Senhora do Socorro-SE; e c) Complexo de Especialidades Médicas, localizado à BR101, s/n, Parque dos Faróis, Nossa Senhora do Socorro-SE, ou enviar o laudo médico, original ou cópia autenticada, via SEDEX com AR (Aviso de Recebimento) até o dia 05/08/2011 em envelope fechado endereçado a AOCP Concursos Públicos com as informações abaixo:

DESTINATÁRIO: AOCP Concursos Públicos

Caixa Postal 131

CEP 87.001 - 970

Maringá - PR

Concurso Público da Prefeitura Municipal de Nossa Senhora do Socorro/SE e da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (LAUDO MÉDICO)

NOME DO CANDIDATO: _________________________

CARGO: _________________________

NÚMERO DE INSCRIÇÃO: _________________________

5.6 O candidato portador de deficiência que no ato da inscrição não declarar essa condição e/ou não enviar o laudo médico, não poderá interpor recurso em favor de sua situação. O laudo médico deverá ser original ou cópia autenticada, estar redigido em letra legível, dispor sobre a espécie e o grau ou nível da deficiência da qual o candidato é portador, com expressa referência ao código correspondente de Classificação Internacional de Doença - CID, bem como o enquadramento previsto no Art. 4º do Decreto Federal nº 3298/99, alterado pelo Decreto Federal nº 5.296/2004. Só serão considerados os laudos médicos emitidos nos últimos 12 (doze) meses anteriores à data da realização da inscrição.

5.7 Caso a deficiência não esteja de acordo com os termos da Organização Mundial da Saúde, da Lei nº 7.853, de 24 de outubro de 1989, e do Decreto nº 3.298, de 20 de dezembro de 1999, a opção de concorrer às vagas destinadas aos portadores de Deficiências será desconsiderada, passando, então, o candidato à ampla concorrência.

5.8 Caso não encaminhe o laudo médico no prazo estabelecido no subitem 5.5.2, o candidato será considerado como não-portador de deficiência, sem direito à reserva de vaga, passando à ampla concorrência.

5.9 Não haverá devolução do laudo médico, tanto original quanto cópia autenticada, e não serão fornecidas cópias dos mesmos.

5.10 Os candidatos não qualificados como pessoas com deficiência, serão excluídos da listagem de vaga própria, permanecendo apenas na listagem de classificação geral, caso não tenham sido eliminados do Concurso Público por outro motivo previsto neste Edital.

5.11 Das necessidades especiais:

5.11.1 O candidato, portador de deficiência ou não, que necessitar de atendimento especial durante a realização da prova objetiva poderá solicitar este atendimento, conforme previsto no Artigo 40, parágrafos 1º e 2º do Decreto Federal nº 3.298 de 20 de dezembro de 1999, no ato da inscrição, indicando claramente no Requerimento de Solicitação de Inscrição via internet quais os recursos especiais necessários. As condições específicas disponíveis para realização da prova objetiva são: prova em braile, prova ampliada (fonte 24), fiscal ledor, intérprete de libras, acesso à cadeira de rodas e/ou tempo adicional (somente para os candidatos portadores de deficiências) para realização da prova objetiva, de até 1 (uma) hora. O candidato portador de deficiência que necessitar de tempo adicional para realização da prova objetiva deverá requerê-lo, com justificativa acompanhada de parecer emitido por especialista da área de sua deficiência, no prazo estabelecido no subitem 5.5.2 deste Edital.

5.11.2 O candidato que solicitar atendimento especial, portador de deficiência ou não, deverá entregar o laudo médico, original ou cópia autenticada, pessoalmente ou por procurador devidamente habilitado através de procuração simples (não há necessidade do reconhecimento de firma na procuração), das 08h às 17h (horário local) no período de 14/07/2011 a 05/08/2011, nos seguintes postos de inscrições: a) Centro Administrativo José do Prado Franco, localizado à Rua Antônio Valadão, s/n, sede, Nossa Senhora do Socorro-SE; b) Centro de Abastecimento do Município de Nossa Senhora do Socorro, localizado à Av. Coletora "A", s/n, Fernando Collor, Nossa Senhora do Socorro-SE; e c) Complexo de Especialidades Médicas, localizado à BR101, s/n, Parque dos Faróis, Nossa Senhora do Socorro-SE, ou enviar o laudo médico, original ou cópia autenticada, via SEDEX com AR (aviso de Recebimento) até o dia 05/08/2011 em envelope fechado endereçado a AOCP Concursos Públicos com as informações abaixo:

DESTINATÁRIO: AOCP Concursos Públicos

Caixa Postal 131

CEP 87.001 - 970

Maringá - PR

Concurso Público da Prefeitura Municipal de Nossa Senhora do Socorro/SE e da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (CONDIÇÃO ESPECIAL)

NOME DO CANDIDATO: _________________________

CARGO: _________________________

NÚMERO DE INSCRIÇÃO: _________________________

5.11.3 A candidata que tiver necessidade de amamentar durante a realização da prova objetiva poderá solicitar este atendimento indicando claramente no Requerimento de Inscrição via internet a opção lactante, e deverá entregar a certidão de nascimento do lactente, cópia simples, pessoalmente ou por procurador devidamente habilitado através de procuração simples (não há necessidade do reconhecimento de firma na procuração), das 08h às 17h (horário local) no período de 14/07/2011 a 05/08/2011, nos seguintes postos de inscrições: a) Centro Administrativo José do Prado Franco, localizado à Rua Antônio Valadão, s/n, sede, Nossa Senhora do Socorro-SE; b) Centro de Abastecimento do Município de Nossa Senhora do Socorro, localizado à Av. Coletora "A", s/n, Fernando Collor, Nossa Senhora do Socorro-SE; e c) Complexo de Especialidades Médicas, localizado à BR101, s/n, Parque dos Faróis, Nossa Senhora do Socorro-SE, ou enviar certidão de nascimento do lactente, cópia simples, via SEDEX com AR (aviso de Recebimento) até o dia 05/08/2011 em envelope fechado endereçado a AOCP Concursos Públicos com as informações abaixo:

DESTINATÁRIO: AOCP Concursos Públicos

Caixa Postal 131

CEP 87.001 - 970

Maringá - PR

Concurso Público da Prefeitura Municipal de Nossa Senhora do Socorro/SE e da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (LACTANTE)

NOME DO CANDIDATO: _________________________

CARGO: _________________________

NÚMERO DE INSCRIÇÃO: _________________________

5.11.4 A candidata que necessitar amamentar deverá ainda levar um acompanhante, que ficará em sala reservada para essa finalidade e será responsável pela guarda do lactente.

5.11.5 A candidata que necessitar amamentar, mas estiver sem acompanhante, será impedida de realizar a prova objetiva.

5.11.6 Não será concedido tempo adicional para a candidata que necessitar amamentar, a título de compensação, durante o período de realização da prova objetiva.

5.11.7 Nos horários previstos para amamentação, a candidata lactante poderá ausentar-se, temporariamente, da sala de prova, acompanhada de uma fiscal.

5.11.8 Na sala reservada para amamentação, ficarão somente a candidata lactante, o lactente e uma fiscal, sendo vedada a permanência de quaisquer outras pessoas que tenham grau de parentesco ou de amizade com a candidata.

5.11.9 O envio desta solicitação não garante ao candidato o atendimento especial. O pedido será deferido ou indeferido pela AOCP Concursos Públicos, após criteriosa análise da solicitação que encaminhará o pedido de atendimento especial a Comissão Especial do Concurso Público para análise e posterior ratificação.

5.11.10 A solicitação de atendimento especial será atendida obedecendo a critérios de viabilidade e de razoabilidade.

5.11.11 O deferimento ou indeferimento das solicitações especiais estará disponível aos candidatos no site www.aocp.com.br e nos quadros de avisos da Prefeitura Municipal de Nossa Senhora do Socorro/SE e da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito, a partir da data provável de 09/08/2011.

5.11.12 O laudo médico deverá ser original ou cópia autenticada, estar redigido em letra legível, dispor sobre a espécie e o grau ou nível da deficiência da qual o candidato é portador, se permanente ou temporária, com expressa referência ao código correspondente de Classificação Internacional de Doença - CID, e a sua provável causa ou origem, justificando o atendimento especial solicitado.

5.11.13 O envio da documentação incompleta, fora do prazo acima definido ou por outra via diferente do SEDEX com AR (aviso de Recebimento), causará o indeferimento do seu pedido de atendimento especial e fará com que sua solicitação seja indeferida.

5.11.14Não haverá devolução do laudo médico ou da cópia simples da certidão de nascimento, e não serão fornecidas cópias dos mesmos.

5.11.15A AOCP Concursos Públicos não se responsabiliza por qualquer tipo de extravio que impeça a chegada dessa documentação a seu destino.

5.11.16O candidato poderá impetrar recurso contra o indeferimento de seu atendimento especial na forma do item 17.

5.11.17A AOCP Concursos Públicos não receberá qualquer documento entregue pessoalmente em sua sede.

6. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS DA INSCRIÇÃO

6.1 O valor referente ao pagamento da taxa de inscrição não será devolvido em hipótese alguma, a não ser por anulação plena deste concurso.

6.2 Declaração falsa ou inexata dos dados constantes no Requerimento de Solicitação de Isenção da Taxa de Inscrição e no Requerimento de Solicitação de Inscrição determinará o cancelamento da inscrição e a anulação de todos os atos dela decorrentes, em qualquer época, sem prejuízo das sanções penais cabíveis.

6.3 É de exclusiva responsabilidade do candidato a exatidão dos dados cadastrais informados no ato da inscrição.

6.4 Não será aceito, em hipótese alguma, pedido de alteração do cargo para o qual o candidato se inscreveu ou selecionou.

6.5 Não serão aceitas inscrições efetuadas por fax, por via postal ou pelos correios, bem como as pagas em cheque que venha a ser devolvido por qualquer motivo, nem as pagas em depósito ou transferência bancária e, nem tampouco, as de programação de pagamento.

6.6 São considerados documentos de identidade as carteiras e/ou cédulas de identidade expedidas pelas Secretarias de Segurança, pelas Forças Armadas, pela Polícia Militar, pelo Ministério das Relações Exteriores, cédulas de identidade fornecidas por ordens e conselhos de classe, que, por lei federal, valem como documento de identidade, a Carteira de Trabalho e Previdência Social, bem como a Carteira Nacional de Habilitação com foto, nos termos da Lei nº 9.503 art. 159, de 23/9/97.

6.7 A falsificação de declarações ou de dados e/ou outras irregularidades na documentação, verificada em qualquer etapa do presente concurso, implicará na eliminação automática do candidato sem prejuízo das cominações legais. Caso a irregularidade seja constatada após a admissão do candidato, o mesmo será exonerado do cargo pelo Órgão competente.

7. DO DEFERIMENTO DAS INSCRIÇÕES

7.1 O edital de deferimento das inscrições será divulgado no site www.aocp.com.br e nos quadros de avisos da Prefeitura Municipal de Nossa Senhora do Socorro/SE e da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito, na data provável de 09/08/2011.

7.2 Quanto ao indeferimento de inscrição, caberá pedido de recurso, sem efeito suspensivo, conforme o disposto no item 17 deste Edital.

7.3 No edital de homologação das inscrições, constará a listagem dos candidatos às vagas para ampla concorrência, às vagas para portadores de deficiências e dos candidatos solicitantes de condições especiais para a realização da prova objetiva.

7.4 O comprovante de inscrição ou o comprovante de pagamento da taxa de inscrição deverá ser mantido em poder do candidato e apresentado nos locais de realização da prova objetiva.

7.5 O candidato que efetivar mais de uma inscrição, para o mesmo período de aplicação da prova objetiva, terá confirmada apenas a última, sendo as demais canceladas.

8. DAS FASES DO CONCURSO

8.1 O concurso constará das seguintes provas e fases:

TABELA 8.1

NÍVEL FUNDAMENTAL

CARGO

FASE

TIPO DE PROVA

ÁREA DE CONHECIMENTO

Nº DE QUESTÕES

VALOR POR QUESTÃO (PONTOS

VALOR TOTAL (PONTOS)

CARÁTER

TODOS OS CARGOS DE NÍVEL FUNDAMENTAL

Objetiva

Língua Portuguesa

10

2,50

25,00

Eliminatório e Classificatório

Matemática

07

2,50

17,50

Conhecimentos Gerais do Município de Nossa Senhora do Socorro-SE

08

2,50

20,00

Conhecimentos Específicos

15

2,50

37,50

TOTAL DE QUESTÕES E PONTOS

40

 

100,00

 

TABELA 8.2

NÍVEL MÉDIO

CÓDIGO DO CARGO

FASE

TIPO DE PROVA

ÁREA DE CONHECIMENTO

Nº DE QUESTÕES

VALOR POR QUESTÃO (PONTOS

VALOR TOTAL (PONTOS)

CARÁTER

TODOS OS CARGOS DE NÍVEL MÉDIO (EXCETO BOMBEIRO CIVIL, AGENTE DE TRÂNSITO, GUARDA MUNICIPAL, MOTORISTA I (MOTOCICLETA), MOTORISTA I (VEÍCULOS LEVES) E MOTORISTA II)

Objetiva

Língua Portuguesa

10

2,50

25,00

Eliminatório e Classificatório

Informática

07

2,50

17,50

Conhecimentos Gerais do Município de Nossa Senhora do Socorro-SE

08

2,50

20,00

Conhecimentos Específicos

15

2,50

37,50

TOTAL DE QUESTÕES E PONTOS

40

---

100,00

---

BOMBEIRO CIVIL, AGENTE DE

TRÂNSITO E GUARDA MUNICIPAL

Objetiva

Língua Portuguesa

10

2,50

25,00

Eliminatório e Classificatório

Informática

07

2,50

17,50

Conhecimentos Gerais do Município de Nossa Senhora do Socorro-SE

08

2,50

20,00

Conhecimentos Específicos

15

2,50

37,50

TOTAL DE QUESTÕES E PONTOS

40

---

100,00

---

Aptidão Física

Bombeiro Civil: Conforme a

---

---

Apto ou Inapto

Eliminatório

Tabela 12.2

Agente de Trânsito e Guarda -

Municipal: Conforme a Tabela

12.4

TOTAL MÁXIMO DE PONTOS

------

100,00

---

MOTORISTA I (MOTOCICLETA), MOTORISTA I (VEÍCULOS LEVES) E MOTORISTA II

Objetiva

Língua Portuguesa

10

2,50

25,00

Eliminatório e Classificatório

Informática

07

2,50

17,50

Conhecimentos Gerais do

Município de Nossa Senhora do Socorro-SE

08

2,50

20,00

Conhecimentos Específicos

15

2,50

37,50

TOTAL DE QUESTÕES E PONTOS

40

---

100,00

---

Prática

Motorista I (Motocicleta):

---

---

Apto ou Inapto

Eliminatório

Conforme a Tabela 11.2

Motorista I (Veículos Leves) e -

Motorista II: Conforme a

Tabela 11.4

TOTAL MÁXIMO DE PONTOS

 

 

100,00

 

TABELA 8.3

NÍVEL MÉDIO/TÉCNICO

CÓDIGO DO CARGO

FASE

TIPO DE PROVA

ÁREA DE CONHECIMENTO

Nº DE QUESTÕES

VALOR POR QUESTÃO (PONTOS

VALOR TOTAL (PONTOS)

CARÁTER

TODOS OS CARGOS DE NÍVEL TÉCNICO

Objetiva

Língua Portuguesa

10

2,50

25,00

Eliminatório e Classificatório

Informática

07

2,50

17,50

Conhecimentos Gerais do Município de Nossa Senhora do Socorro-SE

08

2,50

20,00

Conhecimentos Específicos

15

2,50

37,50

TOTAL DE QUESTÕES E PONTOS

40

 

100,00

 

TABELA 8.4

NÍVEL SUPERIOR

CÓDIGO DO CARGO

FASE

TIPO DE PROVA

ÁREA DE CONHECIMENTO

Nº DE QUESTÕES

VALOR POR QUESTÃO (PONTOS

VALOR TOTAL (PONTOS)

CARÁTER

TODOS OS CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR (EXCETO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA - NÍVEL II)

Objetiva

Língua Portuguesa

10

2,20

22,00

Eliminatório e Classificatório

Informática

07

2,20

15,40

Conhecimentos Gerais do Município de Nossa Senhora do Socorro-SE

08

2,20

17,60

Conhecimentos Específicos

15

3,00

45,00

TOTAL DE QUESTÕES E PONTOS

40

---

100,00

---

PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA - NÍVEL II

Objetiva

Língua Portuguesa

10

2,20

22,00

Eliminatório e Classificatório

Informática

07

2,20

15,40

Conhecimentos Gerais do Município de Nossa Senhora do Socorro-SE

08

2,20

17,60

Conhecimentos Específicos

15

3,00

45,00

TOTAL DE QUESTÕES E PONTOS

40

---

100,00

---

Títulos

Conforme a Tabela 13.1

---

---

20,00

Classificatório

TOTAL MÁXIMO DE PONTOS

---

---

120,00

---

9. DAS CONDIÇÕES DE REALIZAÇÃO DAS PROVAS

9.1 A prova objetiva será aplicada na cidade de Nossa Senhora do Socorro e/ou Aracaju, no estado de Sergipe.

9.1.1 A prova objetiva será aplicada na data provável de 28 de agosto de 2011, em horário e local a ser informado por meio de edital disponibilizado no site www.aocp.com.br e nos quadros de avisos da Prefeitura Municipal de Nossa Senhora do Socorro/SE e da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito.

9.2 O candidato deverá comparecer com antecedência mínima de 1h (uma hora) do horário fixado para o fechamento do portão de acesso ao local da prova objetiva, considerado o horário oficial de Brasília - DF, munido de caneta esferográfica de tinta azul ou preta, seu documento oficial de identificação e o Cartão de Informação do Candidato, impresso pelo site www.aocp.com.br.

9.3 O CARTÃO DE INFORMAÇÃO DO CANDIDATO com o local de prova poderá ser emitido no site www.aocp.com.br, ou nos seguintes postos de inscrições: a) Centro Administrativo José do Prado Franco, localizado à Rua Antônio Valadão, s/n, sede, Nossa Senhora do Socorro-SE; b) Centro de Abastecimento do Município de Nossa Senhora do Socorro, localizado à Av. Coletora "A", s/n, Fernando Collor, Nossa Senhora do Socorro-SE; e c) Complexo de Especialidades Médicas, localizado à BR101, s/n, Parque dos Faróis, Nossa Senhora do Socorro-SE, na data provável de 16 de agosto de 2011.

9.4 Em hipótese alguma será permitido ao candidato:

9.4.1 prestar a prova objetiva sem que esteja portando um documento oficial de identificação original que contenha, no mínimo, foto, filiação e assinatura.

9.4.2 realizar a prova objetiva sem que sua inscrição esteja previamente confirmada.

9.4.3 ingressar no local de prova, após o fechamento do portão de acesso.

9.4.4 realizar a prova fora do horário ou espaço físico pré-determinados.

9.5 Não será permitido o ingresso ou a permanência de pessoa estranha ao certame, em qualquer local de prova, durante a realização da prova objetiva, salvo o previsto no subitem 5.11.4 deste Edital.

9.6 No caso de perda ou roubo do documento de identificação, o candidato deverá apresentar certidão que ateste o registro da ocorrência em órgão policial expedida há, no máximo, 30 (trinta) dias da data da realização da prova objetiva e, ainda, ser submetido à identificação especial, consistindo na coleta de impressão digital.

9.7 Não haverá segunda chamada para as provas, ficando o candidato ausente, por qualquer motivo, eliminado do Concurso Público.

9.8 O horário de início das provas será o mesmo, em cada período, ainda que realizadas em diferentes locais.

9.9 Após a abertura do pacote de provas, o candidato não poderá consultar ou manusear qualquer material de estudo ou leitura.

9.10 Após identificado e ensalado, o candidato somente poderá ausentar-se da sala 60 (sessenta) minutos após o início das provas, acompanhado de um Fiscal.

9.11 Durante a realização das provas, não será permitida qualquer espécie de consulta ou comunicação entre os candidatos, nem utilização de livros, códigos, manuais, impressos ou anotações, calculadoras, relógios, agendas eletrônicas, telefones celulares, gravador ou quaisquer outros equipamentos eletrônicos ou de comunicação.

9.12 A AOCP Concursos Públicos poderá, a seu critério, coletar impressões digitais dos candidatos bem como utilizar detectores de metais.

9.13 Os telefones celulares ou quaisquer outros equipamentos eletrônicos deverão permanecer desligados durante todo o tempo de realização da prova objetiva, do contrário, o candidato que infringir esta determinação será automaticamente eliminado do Concurso Público. Aconselha-se que os candidatos retirem as baterias dos celulares, caso haja algum despertador ativado.

9.14 É vedado o ingresso de candidato portando arma nos locais de realização das provas.

9.15 Será, também, eliminado e desclassificado do concurso o candidato que incorrer nas seguintes situações:

9.15.1 deixar o local de realização das provas sem a devida autorização;

9.15.2 tratar com falta de urbanidade examinadores, auxiliares, fiscais ou autoridades presentes;

9.15.3 proceder de forma a tumultuar a realização das provas;

9.15.4 estabelecer comunicação com outros candidatos ou com pessoas estranhas, por qualquer meio;

9.15.5 usar de meios ilícitos para obter vantagem para si ou para outros;

9.15.6 for surpreendido portando ou manuseando aparelhos eletrônicos nas demais dependências do estabelecimento, durante a realização da prova objetiva.

9.15.7 caso qualquer equipamento eletrônico venha a emitir ruídos, mesmo que devidamente acondicionado no envelope de guarda de pertences, durante a realização das provas;

9.15.8 deixar de atender às normas contidas no caderno de questões e às demais orientações expedidas pela AOCP Concursos Públicos.

9.16 Não haverá, por qualquer motivo, prorrogação do tempo previsto para a aplicação das provas em razão do afastamento de candidato da sala de provas.

9.17 Em hipótese alguma haverá substituição da Folha de Resposta, por erro do candidato.

9.18 A prova objetiva terá a duração de 04 (quatro) horas, incluído o tempo de marcação na Folha de Respostas.

9.19 O candidato somente poderá deixar o local da prova objetiva após decorridos, no mínimo, 60 (sessenta) minutos do seu início, porém não poderá levar consigo o caderno de questões.

9.20 Ao terminar a prova objetiva, o candidato entregará, obrigatoriamente, ao Fiscal de Sala sua Folha de Respostas devidamente preenchida e assinada.

9.21 O candidato poderá levar consigo o caderno de questões, desde que permaneça na sala até o final do período estabelecido no subitem 9.18, devendo, obrigatoriamente, devolver ao fiscal da sala a Folha de Respostas devidamente preenchida e assinada.

9.22 Os três últimos candidatos só poderão deixar a sala juntos, após entregarem suas folhas de respostas e assinarem o termo de fechamento do envelope no qual serão acondicionadas as folhas de respostas da sala.

10. DA PROVA OBJETIVA

10.1 Para todos os cargos a prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, será distribuída e avaliada conforme as Tabelas do item 8 deste Edital.

10.2 Cada questão da prova objetiva terá 05 (cinco) alternativas, distribuídas e avaliadas conforme as Tabelas do item 8 deste Edital, sendo que cada questão terá apenas 01 (uma) alternativa correta, sendo atribuída pontuação 0 (zero) às questões objetivas com mais de uma opção assinalada, questões sem opção assinalada, com rasuras ou preenchidas a lápis.

10.3 O candidato deverá obter 50,00 (cinquenta) pontos ou mais para ser considerado aprovado na prova objetiva, além de não ser eliminado por outros critérios estabelecidos neste Edital.

11 DA PROVA PRÁTICA

11.1 Para os cargos de NÍVEL MÉDIO: Motorista I (Motocicleta), Motorista I (Veículos Leves) e Motorista II, o candidato deverá obter 50,00 (cinquenta) pontos ou mais na prova objetiva e estar classificado até a posição estabelecida na Tabela 11.1 para ser convocado a realizar a prova prática, de caráter eliminatório, além de não ser eliminado por outros critérios estabelecidos neste Edital. Em caso de empate na última colocação, todos os candidatos nessa situação serão convocados.

TABELA 11.1

CARGO

CLASSIFICAÇÃO PARA AVALIAÇÃO DA PROVA PRÁTICA

Motorista I - (Motocicleta)

100 (centésima) posição

Motorista I (Veículos Leves)

100 (centésima) posição

Motorista II

100 (centésima) posição

11.1.1 A prova prática será realizada e avaliada de acordo com o descrito nas Tabelas 11.2 e 11.3 deste Edital.

11.1.2 O local, a data e o horário da prova prática serão divulgados no Edital de convocação para realização da prova prática.

11.1.3 O candidato será considerado apto ou inapto na prova prática. Será eliminado o candidato considerado inapto.

TABELA 11.2

PROVA PRÁTICA: Motorista I (Motocicleta)

CARGO

DESCRIÇÃO

AVALIAÇÃO

Motorista I

(Motocicleta)

Tarefa:

O exame de direção veicular, para veículo de duas rodas, (motocicleta), será realizado, na presença de examinadores, em área especialmente destinadas para tal fim, a ser determinada no momento da prova, com duração de até 15 (vinte) minutos, onde será avaliado o comportamento do candidato em relação ao procedimento a serem observados na motocicleta antes de iniciar o teste, as regras gerais de trânsito e o desempenho na condução da motocicleta, tais como: Controle da motocicleta, parada e saída, rotação do motor, uso do câmbio, freios, localização da motocicleta na pista de teste, velocidade desenvolvida, obedência à sinalização de trânsito (vertical e horizontal), como também outras situações verificadas durante a realização do exame.

Para a apuração da aptidão do candidato, a prova será constituída por grupos de faltas que serão classificadas de acordo com sua importância e complexidade, conforme segue: Formação dos grupos:

Falta do grupo I (eliminatória) * - Inapto

Falta do grupo II (grave) * - uma falta = 3,00 pontos

Falta do grupo III (média) * - uma falta = 2,00 pontos

Falta do grupo IV ( leve) * - uma falta = 1,00 pontos

Serão considerados os pontos dos procedimentos não realizados e das faltas cometidas (pontuação negativa) durante o exame de condução de motocicleta.

O candidato será considerado inapto quando a somatoria das pontuações negativas apurada com base nos procedimentos não realizados e das faltas cometidas durante o exame de condução de motocicleta ultrapassar 9,00 (nove) pontos.

Tempo determinado para execução da tarefa: 15 (quinze) minutos.

* Ver Art. 18 e 20 da Resolução nº 168 do

CONTRAN

Apto ou Inapto

TABELA 11.3

PROVA PRÁTICA: Motorista I (Veículos Leves) e Motorista II

CARGO

DESCRIÇÃO

AVALIAÇÃO

Motorista I (Veículos Leves) e Motorista II

Tarefa:

A prova de baliza (1ª fase) poderá ser feita em até 3 (três) tentativas, cada uma com até 3 (três) manobras, sendo considerado classificado para a prova de direção veicular (2ª fase) o candidato que realizá-la sem bater, encostar ou derrubar os protótipos ou delimitadores usados para demarcar o espaço da baliza. Será desclassificado, e conseqüentemente eliminado do certame, o candidato que bater, encostar ou derrubar os protótipos ou delimitadores na prova de baliza (1ª fase), e não atender os limites de tentativas e manobras estipulados.

O exame de direção veicular (2ª fase) será realizado em percurso, a ser determinado no momento da prova, na presença de examinadores, com duração de até 20 (vinte) minutos, onde será avaliado o comportamento do candidato em relação ao procedimento a serem observados no veículo antes de iniciar o exame de direção veicular, as regras gerais de trânsito e o desempenho na condução do veículo, tais como: rotação do motor, uso do câmbio, freios, entre outros, localização do veículo na pista, velocidade desenvolvida, obedência à sinalização de trânsito (vertical e horizontal) e semafórica, como também outras situações verificadas durante a realização do exame.

O Candidato só será avalidado se cumprir todas as etapas estabelecidas para a prova prática.

Será considerado inapto na prova prática de

direção veicular o candidato que cometer as seguintes faltas eliminatórias:

a) Transitar na contramão de direção;

b) Perder o Controle da direção do veiculo com risco de causar e/ou provocar acidente;

c) Não colocar o veículo na área balizada, no tempo e número de tentativas pré estabelecido;

d) Avançar o sinal vermelho do semáforo;

As demais faltas eliminatórias contidas no inciso I do Art. 19 da Resolução nº 168 do CONTRAN serão consideradas faltas do Grupo II (grave).

Para a apuração da aptidão do candidato, a prova será constituída por três grupos de faltas que serão classificadas de acordo com sua importância e complexidade.

Formação dos grupos:

Falta do grupo II (grave) * - uma falta 3,00 pontos

Falta do grupo III (média) * - uma falta 2,00 pontos

Falta do grupo IV ( leve) * - uma falta 1,00 pontos

Serão considerados os pontos dos procedimentos não realizados e das faltas cometidas (pontuação negativa) durante o exame de direção veicular.

O candidato será considerado inapto quando a somatoria das pontuações negativas apurada com base nos procedimentos não realizados e das faltas cometidas durante o exame de direção veicular ultrapassar 12,00 (doze) pontos.Tempo determinado para execução da tarefa: 20 (vinte) minutos.

* Ver Art. 18 e 19 da Resolução nº 168 do CONTRAN

Apto ou Inapto

12 DA PROVA DE APTIDÃO FÍSICA

12.1 Para o cargo de NÍVEL MÉDIO: Bombeiro Civil o candidato deverá obter 50,00 (cinquenta) pontos ou mais na prova escrita objetiva e estar classificado até a posição estabelecida na Tabela 12.1 para ser convocado a realizar a prova de aptidão física, de caráter eliminatório, além de não ser eliminado por outros critérios estabelecidos neste Edital. Em caso de empate na última colocação, todos os candidatos serão convocados.

TABELA 12.1

CARGO

CLASSIFICAÇÃO PARA AVALIAÇÃO DA PROVA PRÁTICA

Bombeiro Civil

50 (quinquagésima) posição

12.1.1 A prova de aptidão física será realizada e avaliada de acordo com o descrito na Tabela 12.2 deste Edital.

TABELA 12.2

PROVA DE APTIDÃO FÍSICA: BOMBEIRO CIVIL

CARGO

PROVA

DESCRIÇÃO

AVALIAÇÃO

Bombeiro Civil

Corrida de 2.200 metros

O objetivo é verificar a capacidade aeróbica do candidato. Procedimento: O candidato deverá percorrer a distância de 2.200 m (dois mil e duzentos metros), sendo permitido andar durante o percurso, e não permitido parar ou sentar durante o percurso. Ao final do teste será computado o tempo levado para percorrer a distância prevista. Número de tentativas: 01 (uma) tentativa. Tempo de execução: máximo 12 minutos.

Apto ou Inapto

SHUTTLE RUN (traduzido: corrida de ir e vir)

Objetivo: Avaliação da agilidade neuro-motora e da velocidade. Material: 02 (dois) tacos de madeira e 01 (um) cronômetro e espaço livre de obstáculos. Procedimento: O candidato coloca-se atrás do local de largada, com o pé o mais próximo possível da linha de saída. Ao comando de voz do avaliador o candidato inicia o teste com o acionamento concomitante do cronômetro. O candidato em ação simultânea, corre à máxima velocidade até os tacos equidistantes da linha de saída a 9,14 m (nove metros e quatorze centímetros), pega um deles e retorna ao ponto de onde partiu, depositando esse taco atrás da linha de partida. Em seguida, sem interromper a corrida, vai em busca do segundo taco, procedendo da mesma forma. O cronômetro é parado quando o candidato deposita o segundo e último taco no solo e ultrapassa com pelo menos um dos pés a linha final. Ao pegar ou deixar o taco, o candidato terá que cumprir uma regra básica do teste, ou seja, transpor pelo menos um dos pés as linhas que limitam o espaço demarcado. O taco não deve ser jogado, mas sim, depositado ao solo.

Número de Tentativas: 02 (duas);

O candidato terá duas chances para realizar sendo considerado válido o seu melhor tempo.

Tempo de execução: até exatos 12 seg (doze segundos).

Apto ou Inapto

Deslocamento em meio líquido - piscina

Procedimento: Nadar 50 (cinquenta) metros em uma piscina com dimensões entre 25 (vinte e cinco) a 50 (cinquenta) metros de comprimento, com raias mescladas com bóias, mantendo-se no nível da água, de acordo com as normas da FINA - Federação Internacional de Natação. O candidato deverá executar o deslocamento em meio líquido podendo utilizar-se de qualquer estilo. A partida será do bloco de partida, ou da borda da piscina, ou de dentro da água com o candidato tocando com uma das mãos o bloco de partida ou a borda da piscina, podendo realizar qualquer estilo de virada, devendo tocar com qualquer parte do corpo na parede de virada, não podendo agarrar-se nas bordas ou nos separadores de raias flutuantes, nem apoiar os pés no fundo da piscina, ou utilizar-se de meios como: palmares, nadadeiras e similares. O uso de óculos ou touca de natação é opcional e, somente será obrigatório, se for exigência do estabelecimento que sediará a prova. Neste caso, todos os candidatos deverão providenciar uma touca de natação. Haverá prévia demonstração da realização da prova.

Número de tentativas: 01 (uma) tentativa.

Tempo de execução: máximo

1min30s masculino e 2 (dois) minutos feminino.

Apto ou Inapto

Mergulho

Procedimento: O candidato deverá mergulhar em apneia, sem equipamento algum, apanhar as 03 (três) bolas de sinuca a uma profundidade entre 02 (dois) e 03 (três) metros, em uma área de busca de 01 (um) m2 , delimitada no fundo da piscina. O candidato deverá sair da superfície da água em região logo acima do quadrado, não podendo se apoiar nas bordas ou raias para realizar o mergulho.

Em cada tentativa o candidato deverá resgatar as 03 (três) bolas. O candidato terá até 2 (duas) tentativas com intervalo entre as execuções de no máximo 10 (dez) minutos. Haverá na piscina uma demarcação visível, ao nível da superfície da água, em uma das paredes, informando a profundidade.

Esta profundidade deverá ser igual para todos.

Será considerado inapto o candidato que não atingir o índice mínimo na prova.

Haverá prévia demonstração da realização da prova.

Tempo de execução: tempo livre para execução da prova, porém o candidato só deverá permanecer na piscina durante o tempo de realização da prova.

Apto ou Inapto

12.2 Para os cargos de NÍVEL MÉDIO: Agente de Trânsito e Guarda Municipal o candidato deverá obter 50,00 (cinquenta) pontos ou mais na prova objetiva e estar classificado até a posição estabelecida na Tabela 12.3 para ser convocado a realizar a prova de aptidão física, de caráter eliminatório, além de não ser eliminado por outros critérios estabelecidos neste Edital. Em caso de empate na última colocação, todos os candidatos serão convocados.

TABELA 12.3

CARGO

CLASSIFICAÇÃO PARA AVALIAÇÃO DA PROVA PRÁTICA

Agente de Trânsito

100 (centésima) posição

Guarda Municipal

150 (centésima quinquagésima) posição

12.2.1 A prova de aptidão física será realizada e avaliada de acordo com o descrito na Tabela 12.4 deste Edital.

TABELA 12.4

PROVA DE APTIDÃO FÍSICA: AGENTE DE TRÂNSITO E GUARDA MUNICIPAL

CARGOS

PROVA

DESCRIÇÃO

AVALIAÇÃO

Agente de Trânsito e Guarda Municipal

Corrida de 2.200 metros

O objetivo é verificar a capacidade aeróbica do candidato.

Procedimento: O candidato deverá percorrer a distância de 2.200 m (dois mil e duzentos metros), sendo permitido andar durante o percurso, e não permitido parar ou sentar durante o percurso. Ao final do teste será computado o tempo levado para percorrer a distância prevista.

Número de tentativas: 01 (uma) tentativa.

Tempo de execução: máximo 12 minutos.

Apto ou Inapto

SHUTTLE RUN

(traduzido: corrida de ir e vir)

Objetivo: Avaliação da agilidade neuro-motora e da velocidade. Material: 02 (dois) tacos de madeira e 01 (um) cronômetro e espaço livre de obstáculos. Procedimento: O candidato coloca-se atrás do local de largada, com o pé o mais próximo possível da linha de saída. Ao comando de voz do avaliador o candidato inicia o teste com o acionamento concomitante do cronômetro. O candidato em ação simultânea, corre à máxima velocidade até os tacos equidistantes da linha de saída a 9,14 m (nove metros e quatorze centímetros), pega um deles e retorna ao ponto de onde partiu, depositando esse taco atrás da linha de partida. Em seguida, sem interromper a corrida, vai em busca do segundo taco, procedendo da mesma forma. O cronômetro é parado quando o candidato deposita o segundo e último taco no solo e ultrapassa com pelo menos um dos pés a linha final. Ao pegar ou deixar o taco, o candidato terá que cumprir uma regra básica do teste, ou seja, transpor pelo menos um dos pés as linhas que limitam o espaço demarcado. O taco não deve ser jogado, mas sim, depositado ao solo. Número de Tentativas: 02 (duas); O candidato terá duas chances para realizar sendo considerado válido o seu melhor tempo.

Tempo de execução: até exatos 12 seg (doze segundos).

Apto ou Inapto

12.3 A prova de aptidão física, de caráter eliminatório, visa avaliar se o candidato está em condições físicas plenas para desempenhar as tarefas inerentes do cargo.

12.4 O candidato será considerado apto ou inapto na prova de aptidão física. Será eliminado o candidato considerado inapto.

12.5 O candidato deverá comparecer em data, local e horário, a serem oportunamente divulgados em edital específico, com roupa apropriada para prática de educação física, munido de atestado médico original ou cópia autenticada em cartório específico para tal fim, emitido nos últimos trinta dias da realização dos testes.

12.6 No atestado médico deverá constar, expressamente, que o candidato está apto a realizar a prova de aptidão física ou a realizar exercícios físicos.

12.7 O candidato que deixar de apresentar o atestado médico, ou que apresentar atestado médico onde não conste, expressamente, que o candidato está apto a realizar a prova de aptidão física, ou a realizar exercícios físicos, será impedido de realizar os testes, sendo, consequentemente, eliminado.

12.8 O candidato que não atingir a performance mínima em quaisquer dos testes da prova de aptidão física, ou que não apresentar-se no horário estabelecido para a sua realização, ou não comparecer na data prevista, será considerado inapto e, consequentemente, eliminado do Concurso Público, não tendo classificação alguma no certame.

12.9 O candidato que for considerado inapto em qual‑ quer teste não poderá prosseguir nos demais.

12.10 Os casos de alteração psicológica e/ou fisiológica temporários (estados menstruais, gravidez, indisposições, cãibras, contusões, luxações, fraturas etc.) que impossibilitem a realização dos testes ou diminuam a capacidade física dos candidatos não serão levados em consideração, não sendo concedido qualquer tratamento privilegiado.

12.11 Será considerado apto na prova de aptidão física o candidato que atingir a performance mínima em todos os testes.

12.12 Demais informações a respeito da prova de aptidão física constarão de edital específico de convocação para essa fase.

13 DA AVALIAÇÃO DOS TÍTULOS

13.1 A prova de títulos, de caráter classificatório, será realizada para os cargos de NÍVEL SUPERIOR: Professor de Educação Básica - Nível II (Educação Infantil, Ensino Fundamental e Anos Iniciais do 1º ao 5º Ano) e Professor de Educação Básica - Nível II (Ensino Fundamental / Anos Finais do 6º ao 9º Ano), em todas as áreas de conhecimento, e somente serão avaliados os títulos dos candidatos considerados aprovados na prova objetiva.

13.2 Os candidatos aprovados, interessados e convocados para participar da prova de títulos, deverão:

a) preencher o Requerimento de Cadastro de Títulos disponível no site www.aocp.com.br no período que será estabelecido no Edital de Convocação para Prova de Títulos;

b) após completado o preenchimento, imprimir duas vias do Comprovante de Cadastro dos Títulos e reter uma para si;

c) enviar uma das vias do Comprovante de Cadastro dos Títulos, juntamente com os documentos comprobatórios cadastrados via Sedex com AR (Aviso de Recebimento) para o endereço informado nas etiquetas geradas junto com o Comprovante de Cadastro dos Títulos.

DESTINATÁRIO: AOCP Concursos Públicos

Caixa Postal 133

CEP 87.001 - 970

Maringá - PR

Concurso Público da Prefeitura Municipal de Nossa Senhora do Socorro/SE e da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (PROVA DE TÍTULOS)

NOME DO CANDIDATO: _________________________

CARGO: _________________________

NÚMERO DE INSCRIÇÃO: _________________________

13.3 Poderão participar da prova de títulos os candidatos que possuírem especialização, mestrado ou doutorado compatíveis ao cargo que concorrem, comprovado mediante Certificado ou Diploma de Conclusão de Curso, expedido por instituição oficial e reconhecido pelo MEC. Os documentos deverão ser apresentados por meio de cópias autenticadas em cartório competente.

13.4 A prova de títulos será avaliada na escala de 0,00 (zero) a 20,00 (vinte) pontos, de acordo com a Tabela 13.1 deste Edital.

13.5 O certificado e/ou declaração de conclusão de pós-graduação (especialização, mestrado ou doutorado) deverão estar acompanhados do respectivo histórico escolar, conforme Resolução CNE nº 01, de 03 de abril de 2001, alterado pela Resolução CNE nº 01, de 08 de junho de 2007.

TABELA 13.1

AVALIAÇÃO DE TÍTULOS

ITEM

DESCRIÇÃO DO TÍTULO

FORMA DE COMPROVAÇÃO

MÁXIMO DE TÍTULOS

VALOR UNITÁRIO (PONTOS)

PONTUAÇÃO MÁXIMA (PONTOS)

01

Título de Doutorado em nível de pós - graduação stricto sensu, na área a que concorre.

Diploma, devidamente registrado e Histórico Escolar, nos termos da legislação vigente no período de realização do curso.

01

10,00

10,00

02

Título de Mestre em nível de pós - graduação stricto sensu, na área a que concorre.

Diploma, devidamente registrado e Histórico Escolar, nos termos da legislação vigente no período de realização do curso.

01

5,00

5,00

03

Título de Especialista em nível de pós - graduação lato sensu, com carga horária mínima de 360 horas/aula, na área a que concorre.

Diploma, devidamente registrado e Histórico Escolar, nos termos da legislação vigente no período de realização do curso.

02

2,50

5,00

TOTAL DA PROVA DE TÍTULOS

20,00

13.6 Os documentos pertinentes à prova de títulos deverão ser apresentados em fotocópias autenticadas por cartório competente.

13.7 O candidato deverá apresentar, juntamente com os documentos pertinentes a prova de títulos, cópia autenticada do certificado ou diploma de conclusão do curso de graduação.

13.8 Os documentos pertinentes à prova de títulos deverão ser organizados na mesma ordem cadastrada pelo candidato no Requerimento de Cadastro dos Títulos.

13.9 Uma via do Comprovante de Cadastro dos Títulos deverá estar na primeira página da encadernação.

13.9.1 Não serão avaliados os documentos:

a) entregues após o período, nem de forma diferente do estabelecido neste Edital;

b) que não preencherem devidamente os requisitos exigidos para sua comprovação;

c) cuja fotocópia esteja ilegível;

d) cuja fotocópia não esteja autenticada;

e) sem data de expedição;

f) sem tradução juramentada, se expedido em língua estrangeira;

g) adquiridos antes da graduação;

h) que não forem compatíveis com o cargo que concorre.

13.9.2 Somente serão aceitos documentos apresentados em papel com timbre do órgão emissor e respectivos registros, e se deles constarem todos os dados necessários à identificação das instituições e dos órgãos expedidores e à perfeita avaliação do documento.

13.9.3 Na avaliação dos documentos, os títulos apresentados que excederem ao limite máximo de pontos estabelecidos na Tabela 13.1 deste item não serão considerados.

13.9.4 Cada título será considerado uma única vez e para uma única situação. Dessa forma, o documento será avaliado para atender a um critério.

13.9.5 Não serão aferidos quaisquer títulos diferentes dos estabelecidos na Tabela 13.1 deste item.

13.9.6 Comprovada, em qualquer tempo, irregularidade ou ilegalidade na obtenção dos documentos apresentados, o candidato terá anulada a respectiva pontuação atribuída, sem prejuízo das cominações legais cabíveis.

13.9.7 Os diplomas de conclusão de cursos expedidos por instituições estrangeiras somente serão considerados se devidamente revalidados por instituição competente, na forma da legislação vigente.

13.9.8 Os diplomas de pós-graduação em nível de especialização deverão conter a carga horária cursada.

13.10 Não será admitida, sob hipótese alguma, o pedido de inclusão de novos documentos.

13.11 É de exclusiva responsabilidade do candidato o envio dos documentos e a comprovação dos títulos.

13.12 As cópias, declarações e documentos apresentados não serão devolvidas em hipótese alguma.

13.13 Será atribuída pontuação 0 (zero) ao candidato que não entregar os documentos no prazo estabelecido e/ou enviá-los de forma não compatível com este Edital.

13.14 Não haverá segunda chamada para entrega de documentos pertinentes à prova de títulos.

13.15 Não serão avaliados os documentos pertinentes a prova de títulos entregues ou postados fora do prazo estipulado no subitem 13.2.

13.16 A relação com a nota obtida na prova de títulos será publicada em edital, através do site www.aocp.com.br e nos quadros de avisos da Prefeitura Municipal de Nossa Senhora do Socorro/SE e da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito.

13.17 Quanto ao resultado da prova de títulos, será aceito recurso no prazo de 02 (dois) dias úteis, contados da data de publicação mencionada no item anterior, e na forma descrita no item 17 deste Edital.

14. DA DIVULGAÇÃO DO GABARITO PRELIMINAR

14.1 O gabarito preliminar e os cadernos de questões serão divulgados 01 (um) dia após a aplicação da prova objetiva, no site www.aocp.com.br, e caberá recurso nos termos do item 17 deste Edital.

15. DA CLASSIFICAÇÃO DOS CANDIDATOS

15.1 Os candidatos serão classificados em ordem decrescente do total de pontos.

15.2 A Nota Final dos candidatos habilitados para os cargos de NÍVEL FUNDAMENTAL, NÍVEL MÉDIO (exceto Bombeiro Civil, Agente de Trânsito, Guarda Municipal, Motorista I (Motocicleta), Motorista I (Veículos Leves) e Motorista II), NÍVEL MÉDIO/TÉCNICO e NÍVEL SUPERIOR (exceto Professor de Educação Básica - Nível II (Educação Infantil, Ensino Fundamental e Anos Iniciais do 1º ao 5º Ano) e Professor de Educação Básica - Nível II (Ensino Fundamental / Anos Finais do 6º ao 9º Ano), em todas as áreas de conhecimento) será a nota obtida na prova objetiva.

15.3 A Nota Final dos candidatos habilitados para o cargo de NÍVEL MÉDIO: Bombeiro Civil, Agente de Trânsito e Guarda Municipal será a nota obtida na prova objetiva, caso não sejam eliminados na prova de aptidão física.

15.4 A Nota Final dos candidatos habilitados para o cargo de NÍVEL MÉDIO: Motorista I (Motocicleta), Motorista I (Veículos Leves) e Motorista II será a nota obtida na prova objetiva, caso não sejam eliminados na prova prática.

15.5 A Nota Final dos candidatos habilitados para o cargo de NÍVEL SUPERIOR: Professor de Educação Básica - Nível II (Educação Infantil, Ensino Fundamental e Anos Iniciais do 1º ao 5º Ano) e Professor de Educação Básica - Nível II (Ensino Fundamental / Anos Finais do 6º ao 9º Ano), em todas as áreas de conhecimento será igual a soma da nota obtida na prova objetiva com a nota obtida na prova de títulos.

15.6 Para todos os cargos, na hipótese de igualdade da nota final e como critério de desempate, terá preferência, sucessivamente, o candidato que:

a) tiver maior idade, dentre os candidatos com idade superior a 60 (sessenta) anos até o último dia de inscrição, conforme artigo 27, parágrafo único, do Estatuto do Idoso (Lei n.º 10.741, de 1.º de outubro de 2003) - critério válido para todos os cargos;

b) tiver a maior nota em Conhecimentos Específicos, quando houver;

c) tiver a maior nota em Língua Portuguesa, quando houver;

d) tiver a maior nota em Matemática, quando houver;

e) tiver a maior nota em Informática, quando houver;

f) tiver a maior nota em Conhecimentos Gerais do Município de Nossa Senhora do Socorro/SE, quando houver;

g) tiver a maior nota na prova de títulos, quando houver;

h) tiver maior idade.

15.7 O resultado final do concurso será publicado por meio de três listagens, a saber:

a) Lista por Cargo / Localidade para os cargos de ENSINO MÉDIO: Agente Comunitário de Saúde, contendo a classificação de todos os candidatos habilitados, inclusive os inscritos como pessoas com deficiência em ordem de classificação;

b) Lista por Cargo, contendo a classificação de todos os candidatos habilitados, inclusive os inscritos como pessoas com deficiência em ordem de classificação;

c) Lista por Cargo, contendo a classificação exclusiva dos candidatos habilitados, inscritos como pessoas com deficiência em ordem de classificação.

16. DA ELIMINAÇÃO

16.1 Será eliminado o candidato que

16.1.1 não estiver presente na sala ou local de provas no horário determinado para o seu início;

16.1.2 for surpreendido, durante a execução da prova objetiva em comunicação com outro candidato, utilizando-se de material não autorizado, conforme o subitem 9.11, ou praticando qualquer modalidade de fraude;

16.1.3 for surpreendido, durante a realização da prova objetiva, portando ou usando qualquer aparelho eletrônico nas dependências do local de prova, inclusive aparelhos celulares;

16.1.4 não atingir a pontuação miníma para ser considerado classificado/aprovado;

16.1.5 não for considerado apto na prova prática, para os cargos que possuírem este tipo de prova;

16.1.6 não for considerado apto na prova de aptidão física, para os cargos que possuírem este tipo de prova;

16.1.7 se inserir nos demais casos de eliminação previstos neste Edital.

17. DOS RECURSOS

17.1 Caberá interposição de recursos, devidamente fundamentados, à Comissão Especial do Concurso Público, no prazo de 02 (dois) dias úteis da publicação das decisões objetos dos recursos, assim entendidos:

17.1.1 contra o indeferimento da inscrição nas condições: do indeferimento da isenção da taxa de inscrição, pagamento não confirmado, condição especial e inscrição como portador de deficiência;

17.1.2 contra as questões da prova objetiva e do gabarito preliminar;

17.1.3 contra o resultado da prova objetiva;

17.1.4 contra o resultado da prova prática, para os cargos que possuírem este tipo de prova;

17.1.5 contra o resultado da prova de aptidão física, para os cargos que possuírem este tipo de prova;

17.1.6 contra o resultado da prova de títulos, para os cargos que possuírem este tipo de prova;

17.1.7 contra a classificação final.

17.2 As datas e prazos para os recursos acima serão devidamente informadas no momento da divulgação do edital que antecede o evento.

17.3 Os recursos deverão ser protocolados em requerimento próprio disponível no site www.aocp.com.br.

17.4 Os recursos deverão ser individuais e devidamente fundamentados com citação da bibliografia.

17.5 Os recursos interpostos fora do respectivo prazo não serão aceitos.

17.6 Os recursos interpostos que não se refiram especificamente aos eventos aprazados não serão apreciados.

17.7 Admitir-se-á um único recurso por candidato, para cada evento referido no subitem 17.1.

17.8 Admitir-se-á um único recurso por questão para cada candidato, relativamente ao gabarito preliminar divulgado, não sendo aceitos recursos coletivos.

17.9 Na hipótese de alteração do gabarito preliminar, por força de provimento de algum recurso, as provas objetivas serão recorrigidas de acordo com o novo gabarito.

17.10 Se da análise do recurso resultar anulação de questão(ões) ou alteração de gabarito da prova objetiva, o resultado da mesma será recalculado de acordo com o novo gabarito, independentemente de os candidatos terem recorrido. No caso de anulação de questão(ões) integrante(s) da prova objetiva, a pontuação correspondente será atribuída a todos os candidatos, inclusive aos que não tenham interposto recurso.

17.11 Caso haja procedência de recurso interposto dentro das especificações, poderá, eventualmente, alterar-se a classificação inicial obtida pelo candidato para uma classificação superior ou inferior, ou, ainda, poderá acarretar a desclassificação do candidato que não obtiver nota mínima exigida para a aprovação.

17.12 Recurso interposto em desacordo com este Edital não será considerado.

17.13 Recurso interposto fora do prazo estabelecido neste Edital não será analisado.

17.14 O prazo para interposição de recurso é preclusivo e comum a todos os candidatos.

17.15 Os recursos serão recebidos sem efeito suspensivo, exceto no caso de ocasionar prejuízos irreparáveis ao candidato.

17.16 Em nenhuma hipótese serão aceitos pedidos de revisão de recursos ou recurso de gabarito oficial definitivo ou contra resultado final definitivo nas demais fases.

17.17 Não serão aceitos recursos via fax, via correio eletrônico ou, ainda, fora do prazo.

17.18 Os recursos serão analisados e somente serão divulgadas as respostas dos recursos DEFERIDOS no site www.aocp.com.br. Não serão encaminhadas respostas individuais aos candidatos.

17.19 A Banca Examinadora da AOCP Concursos Públicos será responsável pela análise e julgamento dos recursos interpostos contra questão ou gabarito da prova objetiva constituindo última instância administrativa e sendo soberana em suas deliberações, razão pela qual não caberão recursos ou revisões adicionais, sendo suas decisões ratificadas pela Comissão Especial do Concurso Público.

18. DA HOMOLOGAÇÃO DO RESULTADO FINAL

18.1 O resultado final do concurso, após decididos todos os recursos interpostos, será homologado pelo Prefeito Municipal e pelo Superintendente Municipal de Transporte e Trânsito, e publicado no Diário Oficial do Estado, no site www.aocp.com.br e nos quadros de avisos da Prefeitura Municipal de Nossa Senhora do Socorro/SE e da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito, em duas listas, por Cargo, em ordem classificatória, com pontuação: uma lista contendo a classificação de todos os candidatos, inclusive a de pessoas com deficiência e outra somente com a classificação dos candidatos com deficiência.

19. DA CONVOCAÇÃO PARA COMPROVAÇÃO DOS PRÉ-REQUISITOS

19.1 O candidato aprovado deverá entregar, quando convocado para o início dos procedimentos preparatórios dos atos de investidura no respectivo cargo, os seguintes documentos:

19.1.1 cópia autenticada da Certidão de Nascimento e/ou da Certidão de Casamento;

19.1.2 prova de quitação com a Justiça Eleitoral;

19.1.3 prova de quitação com serviço militar, para o candidato do sexo masculino;

19.1.4 cópia autenticada do documento de Identificação;

19.1.5 cópia autenticada do Cartão do CPF;

19.1.6 cópia autenticada do Certificado de Conclusão do Curso exigido pelo Edital;

19.1.7 cópia autenticada do Registro no órgão de classe e comprovante de pagamento da última anuidade;

19.1.8 02 (duas) fotografias 3X4, recentes;

19.1.9 cópia autenticada da Certidão de Nascimento do(s) filho(s), menores de 14 anos;

19.1.10 certidão / declaração de antecedentes criminais (Federal e Estadual) do domicílio de residência nos últimos 05 (cinco) anos;

19.1.11 comprovante de residência;

19.1.12 nº. do PIS/PASEP;

19.1.13 Os documentos exigidos como requisito do cargo e outros listados no momento do ato convocatório.

19.2 A convocação, para a entrega da referida documentação, será publicada nos quadros de avisos da Prefeitura Municipal de Nossa Senhora do Socorro/SE e da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito e ainda dar-se-á através de correspondência com aviso de recebimento.

19.3 O prazo para entrega da referida documentação é peremptório, o não comparecimento para entrega da documentação acarretará a desclassificação do candidato do certame. Para tanto os candidatos deverão comunicar a Prefeitura Municipal de Nossa Senhora do Socorro/SE e a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito qualquer alteração de endereço.

20. DA APRESENTAÇÃO DOS EXAMES PRÉ-ADMISSIONAIS

20.1 Os candidatos que tiverem sua documentação aprovada serão convocados, através de correspondência com Aviso de Recebimento e deverão apresentar os exames pré-admissionais a seguir:

20.1.1 laudos de perícia médica e odontológica realizados por profissionais ou entidades indicados pela Prefeitura Municipal de Nossa Senhora do Socorro/SE e pela Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito com indicação de aptidão;

20.1.2 laudo de avaliação psicológica.

20.2 O prazo para entrega dos referidos exames é peremptório, o não comparecimento para entrega dos mesmos acarretará a desclassificação do candidato do certame.

20.3 Após a publicação da lista de classificação, o candidato aprovado como portador de deficiência será convocado, de acordo com o número de vagas previsto no Concurso, para comprovação da deficiência apontada no ato da inscrição e de sua compatibilidade com o exercício das atribuições do cargo/área de atuação e/ou especialidade e de que está em condições de exercê-lo.

20.4 Será eliminado da lista de deficientes, o candidato cuja deficiência assinalada no Requerimento de Inscrição não for constatada no Laudo de perícia médica, devendo o mesmo constar apenas da lista de classificação geral final.

20.5 A nomeação dos aprovados será condicionada à sua apresentação, no prazo estipulado pelo Edital de convocação a ser divulgado pela Prefeitura Municipal de Nossa Senhora do Socorro/SE e pela Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito, munidos dos documentos relacionados e da aptidão nos exames pré-admissionais, conforme itens anteriores, bem como de outros exigidos em Lei, enumerados por ocasião da convocação.

20.6 A Prefeitura Municipal de Nossa Senhora do Socorro/SE e a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito publicarão a relação dos candidatos que não se apresentaram para entrega de documentação e para realização dos exames pré-admissionais.

21. DA NOMEAÇÃO, POSSE E EXERCÍCIO

21.1 A nomeação para o cargo obedecerá, rigorosamente, à ordem de classificação dos candidatos aprovados, devendo o mesmo comprovar os seguintes requisitos:

21.1.1 estar em dia com as obrigações eleitorais;

21.1.2 estar em dia com as obrigações do serviço militar, se do sexo masculino;

21.1.3 ter idade mínima de 18 (dezoito) anos completos, na data da nomeação;

21.1.4 não ter sofrido, no exercício de função pública, penalidade de demissão;

21.1.5 não exercer Cargo, Emprego ou Função Pública remunerada em qualquer dos Órgãos da Administração Direta, Indireta e Fundacional do Governo Federal, Estadual ou Municipal, Autarquias, Empresas Públicas, Sociedades de Economia Mista, suas subsidiárias e sociedade controladas, direta ou indiretamente pelo poder público, ou em qualquer um dos Poderes, senão naqueles casos previstos nas alíneas "a", "b" e "c" do inciso XVI, do artigo 37 da Constituição Federal;

21.1.6 submeter-se a exame de aptidão física e mental compatíveis às suas funções, por meio de verificação pelo Serviço Médico Pericial Municipal;

21.1.7 não haver contra si condenação criminal transitada em julgado;

21.1.8 apresentar declaração de bens e valores que constituam patrimônio e, se casado(a), a do cônjuge;

21.1.9 apresentar declaração quanto ao exercício ou não de outro cargo, emprego ou função pública e de compatibilidade de horário para o exercício de mais um cargo, quando acumulável;

21.1.10 não perceber proventos de aposentadoria, por conta do regime geral de previdência ou de qualquer outro regime próprio de previdência em âmbito federal, estadual ou municipal, decorrentes de cargos, emprego ou função pública, conforme artigo 40 da Constituição Federal e de serviço militar, conforme artigos 42 e 142 da Constituição Federal;

21.1.11 Comprovar, por meio de Diploma ou Certificado de Conclusão, o nível de escolaridade exigido para o exercício do cargo.

21.1.12 O órgão promotor do Concurso Público e a empresa executora não se responsabilizam por contatos não estabelecidos em decorrências de mudanças de endereço e telefone dos candidatos. O candidato aprovado obriga-se a manter atualizado seu telefone e endereço junto ao Departamento de Recursos Humanos da Prefeitura Municipal de Nossa Senhora do Socorro/SE e da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito.

21.1.13 O candidato nomeado terá o prazo máximo de 30 (trinta) dias, contados da data de publicação do ato de nomeação para tomar posse no cargo, podendo ser prorrogado, a pedido, uma única vez por igual período. Não ocorrendo a apresentação o candidato será considerado desistente e perderá automaticamente a vaga, facultando à Prefeitura Municipal de Nossa Senhora do Socorro/SE e à Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito, o direito de convocar o próximo candidato por ordem de classificação.

21.2 Após tomar posse no cargo, o candidato terá o prazo máximo e improrrogável de 15 (quinze) dias para entrar em exercício.

21.3 Ficam advertidos os candidatos de que, no caso de convocação para assumirem a vaga, só lhes será deferida no caso de exibirem a documentação original comprobatória das condições previstas no item 19 deste Edital.

21.3.1 A não apresentação dos documentos acima, por ocasião da nomeação, implicará a impossibilidade de aproveitamento do candidato aprovado, anulando-se todos os atos e efeitos decorrentes da inscrição no Concurso Público.

21.4 Os candidatos portadores de deficiências, se aprovados e classificados, serão submetidos a uma Junta Médica Oficial indicada pela Prefeitura Municipal de Nossa Senhora do Socorro/SE e pela Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito para a verificação da compatibilidade de sua deficiência com o exercício das atribuições do cargo.

21.5 Caso a Perícia Médica conclua negativamente quanto à compatibilidade e habilitação do candidato para o exercício do cargo, este não será considerado apto à nomeação e deixará a sua vaga disponível para o próximo candidato, na ordem de classificação.

22. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

22.1 Os itens deste Edital poderão sofrer eventuais alterações, atualizações ou acréscimos, enquanto não consumada a providência do evento que lhes disser respeito, circunstância que será mencionada em Comunicado ou Aviso Oficial, oportunamente divulgado pela Prefeitura Municipal de Nossa Senhora do Socorro/SE e pela Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito no site www.aocp.com.br e nos quadros de avisos da Prefeitura Municipal de Nossa Senhora do Socorro/SE e da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito.

22.2 A eliminação do candidato habilitado, nomeado ou não, bem como sua desistência, por escrito, importará na convocação daquele que o suceder na ordem de classificação, durante o período de validade do Concurso.

22.3 Os candidatos nomeados serão regidos pelo regime estatutário, nos termos da legislação do município de Nossa Senhora do Socorro-SE.

22.4 O servidor nomeado para o cargo de provimento efetivo em virtude de Concurso Público adquire estabilidade após três anos de efetivo exercício. Ao entrar em exercício, o servidor nomeado para o cargo de provimento efetivo ficará sujeito a estágio probatório por período de 36 (trinta e seis) meses, durante o qual a sua aptidão, capacidade e desempenho serão objetos de avaliação por comissão especial designada para esse fim, com vista à aquisição da estabilidade.

22.5 Para os candidatos nomeados e empossados não será possível a cessão para outros órgão públicos enquanto não adquirida a estabilidade, o que se dará após três anos de efetivo exercício do cargo de provimento efetivo para o qual foi aprovado no Concurso Público, nos termos do Art. 41 da Constituição Federal.

22.6 Os documentos emitidos no exterior deverão estar acompanhados de tradução pública juramentada.

22.7 Ao efetuar a sua inscrição, o candidato assume o compromisso tácito de aceitar as condições estabelecidas neste Edital e na Legislação pertinente.

22.8 Qualquer inexatidão e/ou irregularidade constatada nas informações e documentos do candidato, mesmo que já tenha sido divulgado o resultado deste Concurso Público e embora tenha obtido aprovação, levará a sua eliminação, sem direito a recurso, sendo considerados nulos todos os atos decorrentes da sua inscrição.

22.9 Não será fornecido ao candidato qualquer documento comprobatório de classificação no Concurso, valendo, para esse fim, a homologação publicada no Diário Oficial do Estado de Sergipe.

22.10 A inobservância, por parte do candidato, de qualquer prazo estabelecido em convocações será considerada, em caráter irrecorrível, como desistência.

22.11 A AOCP Concursos Públicos não se responsabiliza por quaisquer cursos, textos e apostilas referentes a este Concurso Público.

22.12 O candidato que necessitar atualizar dados pessoais e/ou endereço residencial poderá requerer através de solicitação assinada pelo próprio candidato, via FAX (44) 3344-4217, anexando documentos que comprovem tal alteração, com expressa referência ao Concurso, Cargo e número de Inscrição.

22.13 Não serão fornecidas, por telefone, informações a respeito de datas, locais e horários de realização da prova objetiva e demais eventos. O candidato deverá observar, rigorosamente, as formas de divulgação estabelecidas neste Edital.

22.14 Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão Especial do Concurso Público, ouvida a AOCP Concursos Públicos.

22.15 Este Edital entra em vigor na data de sua publicação.

Nossa Senhora do Socorro/SE, 12 de julho de 2011.

Fábio Henrique Santana de Carvalho
Prefeito Municipal

José Toledo Neto
Superintendente Municipal de Transporte e Trânsito SMTT

ANEXO I

DOS CARGOS

CARGO: 101 - AUXILIAR DE OBRAS E SERVIÇOS - BOMBEIRO HIDRÁULICO

Requisitos: Ensino Fundamental Completo. Experiência de 06 (seis) meses na área comprovada através de cursos e/ou atestados e/ou certidões e/ou anotação em CTPS

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 102 - AUXILIAR DE OBRAS E SERVIÇOS - CARPINTEIRO

Requisitos: Ensino Fundamental Completo. Experiência de 06 (seis) meses na área comprovada através de cursos e/ou atestados e/ou certidões e/ou anotação em CTPS

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 103 - AUXILIAR DE OBRAS E SERVIÇOS - ELETRICISTA

Requisitos: Ensino Fundamental Completo. Experiência de 06 (seis) meses na área comprovada através de cursos e/ou atestados e/ou certidões e/ou anotação em CTPS

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 104 - AUXILIAR DE OBRAS E SERVIÇOS - TRABALHADOR BRAÇAL

Requisitos: Ensino Fundamental Completo.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 201.10 a 201.36 - AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE

Requisitos: Ensino Médio Completo e e comprovação de residência no local de exercício do cargo.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 202 - AGENTE DE ENDEMIAS

Requisitos: Ensino Médio Completo

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 203 - AGENTE DE TRÂNSITO

Requisitos: Ensino Médio Completo

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 822/2009*.

CARGO: 204 - ARQUIVISTA

Requisitos: Ensino Médio Completo

Atividades relacionadas ao cargo:De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 205 - ASSISTENTE (CUIDADOR)

Requisitos: Ensino Médio Completo

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 206 - ASSISTENTE ADMINISTRATIVO

Requisitos: Ensino Médio Completo

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 207 - AUXILIAR DE CONSULTÓRIO DENTÁRIO

Requisitos: Ensino Médio Completo

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 208 - AUXILIAR DE ENFERMAGEM

Requisitos: Ensino Médio Completo. Curso de Auxiliar em Enfermagem e registro no COREN.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 209 - AUXILIAR DE ENFERMAGEM DO TRABALHO

Requisitos: Ensino Médio Completo, Curso de Auxiliar de Enfermagem, Curso de qualificação em Auxiliar de Enfermagem do Trabalho e registro no COREN.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 210 - BOMBEIRO CIVIL

Requisitos: Ensino Médio Completo

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 211 - FISCAL DE OBRAS

Requisitos: Ensino Médio Completo

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 212 - FISCAL DE TRANSPORTES

Requisitos: Ensino Médio Completo

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 896/2011*.

CARGO: 213 - FISCAL SANITÁRIO

Requisitos: Ensino Médio Completo

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 214 - GUARDA MUNICIPAL

Requisitos: Ensino Médio Completo

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 792/2009*.

CARGO: 215 - MOTORISTA I (MOTOCICLETA)

Requisitos: Ensino Médio Completo e Habilitação Categoria "A" ou "AB"

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 216 - MOTORISTA I (VEÍCULOS LEVES)

Requisitos: Ensino Médio Completo e Habilitação Categoria "B" ou "AB"

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 217 - MOTORISTA II

Requisitos: Ensino Médio Completo e Habilitação Categoria "D"

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 218 - OFICINEIRO CIRCO

Requisitos: Ensino Médio Completo, Experiência na área comprovado através de Cursos e/ou Atestados emitidos por entidade Pública e/ou Privada, e/ou anotação em CTPS.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 220 - OFICINEIRO MÚSICA

Requisitos: Ensino Médio Completo, Experiência na área comprovado através de Cursos e/ou Atestados emitidos por entidade Pública e/ou Privada, e/ou anotação em CTPS.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 221 - OFICINEIRO TEATRO

Requisitos: Ensino Médio Completo, Experiência na área comprovado através de Cursos e/ou Atestados emitidos por entidade Pública e/ou Privada, e/ou anotação em CTPS.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 222 - VISTORIADOR DE TRANSPORTES

Requisitos: Ensino Médio Completo

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 896/2011*.

CARGO: 301 - TÉCNICO AGRÍCOLA

Requisitos: Ensino Médio Completo e Curso Técnico Agrícola e/ou Técnico em Agricultura e registro no CREA.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 302 - TÉCNICO EM ANÁLISES CLÍNICAS

Requisitos: Ensino Médio Completo e Curso Técnico em Análises Clínicas, ou Técnico em Patologia Clínica, ou Técnico Laboratório Clínico e registro no órgão competente.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 303 - TÉCNICO EM CONTABILIDADE

Requisitos: Ensino Médio Completo e Curso Técnico em Contabilidade e registro no CRC

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 304 - TÉCNICO EM EDIFICAÇÕES

Requisitos: Ensino Médio Completo e Curso Técnico em Edificações e registro no CREA.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 305 - TÉCNICO EM ESTRADAS

Requisitos: Ensino Médio Completo e Curso Técnico em Estradas e registro no CREA.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 306 - TÉCNICO EM MEIO AMBIENTE

Requisitos: Ensino Médio Completo e Curso Técnico em Meio Ambiente e registro no CREA.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 307 - TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO

Requisitos: Ensino Médio Completo e Curso Técnico em Segurança do Trabalho e registro no órgão competente.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 401 - ARQUITETO

Requisitos: Ensino Superior em Arquitetura e/ou Arquitetura e Urbanismo e registro no CREA.

CARGO: 402 - ASSISTENTE SOCIAL

Requisitos: Ensino Superior em Serviço Social e registro no CRESS

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 403 - BIÓLOGO

Requisitos: Ensino Superior de bacharel em Biologia e/ou Ciências Biológicas e registro no CRBIO

Atividades relacionadas ao cargo:De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 404 - BIOQUÍMICO

Requisitos: Ensino Superior bacharelado em Bioquímica e/ou Farmácia com habilitação em bioquímica e registro no órgão competente.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 405 - CONTADOR

Requisitos: Ensino Superior em Ciências Contábeis e registro no CRC.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 406 - ENFERMEIRO

Requisitos: Ensino Superior em Enfermagem e registro no COREN.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 407 - ENGENHEIRO AMBIENTAL

Requisitos: Ensino Superior em Engenharia Ambiental e registro no CREA.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 408 - ENGENHEIRO CIVIL

Requisitos: Ensino Superior em Engenharia Civil e registro no CREA.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 409 - ENGENHEIRO DE ALIMENTOS

Requisitos: Ensino Superior em Engenharia de Alimentos e registro no respectivo Conselho.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 410 - ENGENHEIRO DE PESCA

Requisitos: Ensino Superior em Engenharia de Pesca e registro no CREA.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 411 - ENGENHEIRO FLORESTAL

Requisitos: Ensino Superior em Engenharia Florestal e registro no CREA.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 412 - ENGENHEIRO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

Requisitos: Ensino Superior em Engenharia e/ou Arquitetura com Especialização em Segurança do Trabalho e registro no CREA.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 413 - FARMACÊUTICO

Requisitos: Ensino Superior em Farmácia e registro no CRF.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 414 - FISCAL TRIBUTÁRIO

Requisitos: Ensino Superior.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 415 - FISIOTERAPEUTA

Requisitos: Ensino Superior em Fisioterapia e registro no CREFITO

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 416 - FONOAUDIÓLOGO

Requisitos: Ensino Superior em Fonoaudiologia e registro no CRFa.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 417 - INSTRUTOR DE LIBRAS

Requisitos: Ensino Superior em Pedagogia com Curso de Formação de Instrutor de Libras.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 418 - INTÉRPRETE DE LIBRAS

Requisitos: Ensino Superior com Curso de Formação de Intérprete de Libras.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 419 - MÉDICO CLÍNICO GERAL - PSF

Requisitos: Ensino Superior em Medicina com registro no CRM.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 420 - MÉDICO DO TRABALHO

Requisitos: Ensino Superior em Medicina com especialidade ou residência médica em Medicina do Trabalho e registro no CRM.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 421 - MÉDICO PEDIATRA

Requisitos: Ensino Superior em Medicina com especialidade ou residência médica em Pediatria e registro no CRM.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 422 - MÉDICO PLANTONISTA CLÍNICO GERAL

Requisitos: Ensino Superior em Medicina e registro no CRM.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 423 - MÉDICO PSIQUIATRA

Requisitos: Ensino Superior em Medicina com especialidade ou residência médica em Psiquiatria e registro no CRM.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 424 - MÉDICO VETERINÁRIO

Requisitos: Ensino Superior em Medicina Veterinária e registro no CRMV.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 425 - NUTRICIONISTA

Requisitos: Ensino Superior em Nutrição e registro no CRN

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 898/2011*.

CARGO: 426 - ODONTÓLOGO ATENDIMENTO A PACIENTES COM NECESSIDADES ESPECIAIS

Requisitos: Ensino Superior em Odontologia com Especialização em Atendimento a Pacientes com Necessidades Especiais e registro no CRO

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 898/2011*

CARGO: 427 - ODONTÓLOGO CIRURGIÃO BUCOMAXILOFACIAL

Requisitos: Ensino Superior em Odontologia com Especialização em Cirurgia Buço Maxilo Facial e registro no CRO.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 898/2011*.

CARGO: 428 - ODONTÓLOGO ENDODONTIA

Requisitos: Ensino Superior em Odontologia com especialidade em Endodontia e registro no CRO

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 429 - ODONTÓLOGO ODONTOPEDIATRIA

Requisitos: Ensino Superior em Odontologia com especialidade em Odontopediatria e registro no CRO

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 430 - ODONTÓLOGO ORTODONTIA

Requisitos: Ensino Superior em Odontologia com especialidade em Ortodontia e registro no CRO

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 431 - ODONTÓLOGO PERIODONTIA

Requisitos: Ensino Superior em Odontologia com especialidade em Periodontia e registro no CRO

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 432 - ODONTÓLOGO PSF

Requisitos: Ensino Superior em Odontologia e registro no CRO

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 433 - PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA - NÍVEL II (Educação Infantil, Ensino Fundamental e anos iniciais do 1º ao 5º ano)

Requisitos: Ensino Superior em Pedagogia

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 886/2011*.

CARGO: 434 - PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA - NÍVEL II (Ensino Fundamental / anos finais do 6º ao 9º ano - LICENCIATURA ARTES EDUCAÇÃO)

Requisitos: Ensino Superior em Licenciatura Artes Educação

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 886/2011*.

CARGO: 435 - PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA - NÍVEL II (Ensino Fundamental / anos finais do 6º ao 9º ano - LICENCIATURA CIÊNCIAS)

Requisitos: Ensino Superior em Licenciatura Ciências

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 886/2011*.

CARGO: 436 - PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA - NÍVEL II (Ensino Fundamental / anos finais do 6º ao 9º ano - LICENCIATURA EDUCAÇÃO FÍSICA)

Requisitos: Ensino Superior em Licenciatura Educação Física e Registro no CREF

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 886/2011*.

CARGO: 437 - PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA - NÍVEL II (Ensino Fundamental / anos finais do 6º ao 9º ano - LICENCIATURA HISTÓRIA)

Requisitos: Ensino Superior em Licenciatura História

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 886/2011*.

CARGO: 438 - PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA - NÍVEL II (Ensino Fundamental / anos finais do 6º ao 9º ano - LICENCIATURA LETRAS/INGLÊS)

Requisitos: Ensino Superior em Licenciatura Letras/Inglês

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 886/2011*.

CARGO: 439 - PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA - NÍVEL II (Ensino Fundamental / anos finais do 6º ao 9º ano - LICENCIATURA LETRAS/PORTUGUÊS)

Requisitos: Ensino Superior em Licenciatura Letras/Português

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 886/2011*.

CARGO: 440 - PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA - NÍVEL II (Ensino Fundamental / anos finais do 6º ao 9º ano - LICENCIATURA MATEMÁTICA)

Requisitos: Ensino Superior em Licenciatura Matemática

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 886/2011*.

CARGO: 441 - PSICÓLOGO

Requisitos: Ensino Superior em Psicologia e registro no CRP

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

CARGO: 442 - TECNOLÓLOGO EM SANEAMENTO AMBIENTAL

Requisitos: Ensino Superior em Saneamento Ambiental e registro no órgão competente.

Atividades relacionadas ao cargo: De acordo com a Lei Municipal nº 859/2010*.

* As Leis Municipais estão disponíveis no endereço eletrônico

ANEXO II

DOS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

COMUNS AOS CARGOS D E NÍVEL FUNDAMENTAL

LÍNGUA PORTUGUESA

Compreensão e interpretação de textos; tipos de textos; ortografia oficial; classes de palavras variáveis e invariáveis e suas funções no texto; concordâncias verbal e nominal; tempos simples e tempos compostos dos verbos; conjugações verbais; colocação de pronomes nas frases; sintaxe: termos essenciais e acessórios da oração; tipos de predicado; classificação das palavras quanto ao número de sílabas; dígrafos, encontros vocálicos e consonantais; divisão silábica; processos de formação de palavras: derivação, composição e outros processos; usos de "porque", "por que", "porquê", "por quê"; usos de "mau" e "mal"; semântica: sinonímia, antonímia.

MATEMÁTICA

Números Naturais; Operações Fundamentais; Números Fracionários; Números Decimais; Multiplicação e divisão com 2 e 3 números no divisor. Resolução de situações problema.

CONHECIMENTOS GERAIS DO MUNICÍPIO

1. História do Município de Socorro e História do Estado de Sergipe. 3. Geografia do Município de Socorro. 4. Turismo, cultura e folclore do Município de Socorro. 5. Política, economia e demografia do Município de Socorro.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

AUXILIAR DE OBRAS E SERVIÇOS - BOMBEIRO HIDRÁULICO

Conhecimentos de leitura e interpretação de plantas de instalações hidráulicas e sanitárias, simbologias e especificações. Escolha do material apropriado e execução do trabalho. Manusear ferramentas manuais e elétricas. Manutenção predial hidráulica. Sistema de abastecimento de água. Instalação predial de água fria e quente. Esgotos. Fossa séptica. Águas pluviais. Tipos de tubulação, conexão, válvulas, registros, hidrômetros. Dimensionamento das tubulações. Instalação e manutenção de caixa d'água. Bombas. Estações elevatórias. Instalações de Proteção e Combate a Incêndio. Gás Liquefeito de Petróleo (GLP). Tipos de Sistemas. Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). Equipamentos de Proteção Coletiva (EPCs). Executar outras tarefas pertinentes as atividades de bombeiro hidráulico e afins. Normas Técnicas da ABNT.

AUXILIAR DE OBRAS E SERVIÇOS - CARPINTEIRO

Questões relacionadas às atividades da rotina diária do trabalho, noções de carpintaria, medidas, pesos, materiais utilizados para manutenção e restauração de móveis e construções, noção de perímetros e áreas. EPIs, primeiros socorros, noções de segurança no trabalho.

AUXILIAR DE OBRAS E SERVIÇOS - ELETRICISTA

Procedimentos de manutenção de redes e regulagem, substituição e instalação de sistemas e componentes elétricos, colocação e fixação quadros de distribuição, caixas de fusíveis, tomadas e interruptores, corte, dobradura e instalação de condutos e enfiação, testagem de circuitos elétricos e substituição e reparação de fios ou unidades danificadas; normas de segurança e qualidade do material utilizado; conhecimento de ferramentas elétricas e utensílios utilizados em serviços de eletricidade; conhecimento de terminologia básica utilizada nas construções civis; conhecimento de princípios básicos da construção civil e das rotinas de trabalho; conhecimento dos materiais de construção civil na área de eletricidade; noções de segurança no trabalho

AUXILIAR DE OBRAS E SERVIÇOS - TRABALHADOR BRAÇAL

1. Conhecimento da rotina de trabalho na construção civil. 2. Conhecimento de ferramentas e materiais da construção civil e limpeza pública. 3. Processos de recolhimento do lixo urbano comum, hospitalar e recicláveis. 4. Destinação do lixo segundo sua natureza. 5.Riscos de contaminação. 6. Segurança e saúde no trabalho. 7. Primeiros socorros

COMUNS AOS CARGOS DE NÍVEL MÉDIO

LÍNGUA PORTUGUESA

1. Análise e interpretação de texto (compreensão geral do texto; ponto de vista ou ideia central defendida pelo autor; argumentação; elementos de coesão; inferências; estrutura e organização do texto e dos parágrafos). 2. Tipologia e gêneros textuais. 3. Figuras de linguagem. 4. Emprego dos pronomes demonstrativos. 5. Relações semânticas estabelecidas entre orações, períodos ou parágrafos (oposição/contraste, conclusão, concessão, causalidade, adição, alternância etc.). 6. Relações de sinonímia e de antonímia. 7. Sintaxe da oração (período simples; termos fundamentais e acessórios da oração; tipos de predicado) e do período (período composto por coordenação e por subordinação). 8. Funções do que e do se. 9. Emprego do acento grave. 10. Emprego dos sinais de pontuação e suas funções no texto. 11. Ortografia. 12. Concordâncias verbal e nominal. 13. Regências verbal e nominal. 14. Emprego de tempos e modos verbais. 15. Formação de tempos compostos dos verbos. 16. Locuções verbais (perífrases verbais); 17. Sintaxe de colocação pronominal. 18. Paralelismo sintático e paralelismo semântico.

INFORMÁTICA

Conceitos de informática, hardware (dispositivos de entrada e saída,memórias, processadores (CPU), disco de armazenamento HDs, Cds, Pen drive, DVDs e outros) e software (compactador de arquivos, chat, clientes de e-mails, gerenciador de processos, gerenciadores de arquivos entre outros). Ambientes operacionais: Windows XP Professional e GNU/Linux. Processador de texto (Word e BrOffice.org Writer). Planilhas eletrônicas (Excel e BrOffice.org Calc). Apresentações (PowerPoint e BrOffice.org Impress). Conceitos de tecnologias relacionadas à Internet e Intranet, Protocolos Web, World Wide Web, FTP, IMAP, POP, SMTP, HTTP, HTTPS. Navegadores Internet (Internet Explorer e Mozilla Firefox), buscas e pesquisa na Web.

CONHECIMENTOS GERAIS DO MUNICÍPIO

1. História do Município de Socorro e do Estado de Sergipe. 2. Geografia do Município de Socorro. 3. Turismo, cultura e folclore do Município de Socorro. 4. Política, economia e demografia do Município de Socorro.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE

O papel dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) na Comunidade. Atribuições. Noções de Higiene. Conceitos e critérios de qualidade da atenção à saúde: acessibilidade, equidade, humanização do cuidado, satisfação do usuário e do trabalhador. Sistema de informação em saúde. Condições de risco social: violência, desemprego, infância desprotegida, processos migratórios, analfabetismo, ausência ou insuficiência de infra-estrutura básica. Promoção da saúde: conceitos e estratégias. Princípios éticos para o trabalho em Equipe. Conhecimentos de epidemiologia. Controle de doenças (Leishmaniose, Esquistossomose, febre amarela, dengue, doenças de Chagas, Bócio, Diabetes, Tuberculose, Hanseníase, Diabetes e Hipertensão). Políticas de Saúde: Constituição Federal lei nº 8.080. Lei 8.142. Norma Operacional Básica do Sistema de Saúde - NOB - SUS de 1996. Norma Operacional da Assistência a Saúde/SUS - NOAS - SUS 01/02.

AGENTE DE ENDEMIAS

Processo saúde-doença. Vigilância em saúde, prevenção de doenças e promoção de saúde.Sistema Único de Saúde (lei 8080/90). Saneamento básico e saúde. . Práticas de campo: reconhecimento de problemas de saúde e fatores de risco. Doença e meio ambiente: agentes patológicos e ciclos vitais - endemias e doenças reemergentes. Trabalho e saúde - prevenção de doenças associadas ao trabalho. Cuidados e medidas de controle do calazar. Dengue. Esquistossomose e Doença de Chagas.

ARQUIVISTA

Conceituação: Arquivos: origem, histórico, finalidade, função, classificação, princípios, terminologia, arquivística, tipos de arquivamento, teoria das três idades, construção, instalação e equipamentos. Documentos: classificação (natureza, tipologia e suporte físico), características, correspondências (classificação, caracterização); órgãos de documentação, características dos acervos, teoria da informação, gerenciamento da informação, gerenciamento arquivístico de documentos eletrônicos, gestão eletrônica de documentos. Diretivas para a preparação de registros de autoridade arquivística: descrições de entidades. Legislação Arquivista: Política nacional de arquivos. Classificação, temporalidade e destinação de documentos de arquivo. Salvaguarda de documentos sigilosos. Gestão de Documentos: Produção, utilização, destinação de documentos. Elaboração de códigos ou planos de classificação de documentos. Elaboração de tabelas de temporalidade, transferência e recolhimento, avaliação e seleção de documentos; eliminação; tratamento de arquivos especiais; política de acesso; preservação de documentos; conservação, restauração e microfilmagem. Arquivos Correntes: Protocolo: recebimento, classificação, registro, tramitação e expedição de documentos; sistema e métodos de arquivamento, operações de arquivamento, conservação, empréstimo e consulta dos documentos, transferência. Vantagens; requisitos para a construção; recebimento e conferência de documentos; tratamento, armazenamento, localização, recuperação, conservação e recolhimento dos documentos. Arquivos Permanentes: Funções, destinação: transferência e recolhimento de acervos; arranjo, descrição e publicação (tipos e elaboração de instrumentos de pesquisa); conservação; acesso. Projetos Arquivísticos: Levantamento de dados, análise de dados coletados, planejamento, implantação e acompanhamento (introdução, diagnóstico, justificativa, objetivos, metodologia, orçamento dos recursos, programação de atividades, produtos finais.

ASSISTENTE (CUIDADOR)

1.Conceitos gerais: democracia, direitos sociais, seguridade social, cidadania, Educação em saúde, Proteção Social. 2.Noções Básicas sobre as Relações Humanas. 3. Higiene, saúde e cuidado. 4 Ética profissional. 5. Plano nacional de convivência familiar e comunitária. 6. Articulação em redes. 7. Visita domiciliar. 8. Estatuto da Criança e do Adolescente. 9. Estatuto do Idoso. 10. Lei Orgânica da Assistência Social. 11. Lei de Diretrizes e Bases da Educação.

ASSISTENTE ADMINISTRATIVO

1 Noções em Direito: direitos e garantias fundamentais. 2. Ato administrativo: conceito, requisito, atributos, classificação, espécie e invalidação. 2.1 Anulação e revogação. 2.2 Prescrição. 3. Controle da administração pública: controle Administrativo, controle legislativo, controle judiciário. 4. Agentes Administrativos: investidura e exercício da função pública. 4.1. Direitos e deveres dos servidores públicos. Regimes Jurídicos. 4.2 Processos administrativos: conceito princípios, fases e modalidade. 5. Princípios da administração pública. 6. Lei no 8.429, de 2 de junho de 1992: improbidade administrativa. 7. Lei nº 8.112 de 11 de dezembro de 1990 e suas alterações. 8. lei nº 8.666, de 21 de janeiro de 1993, e suas alterações. 8.1 disposições Gerais: Princípios e definições. 8.2 Licitações e contratos. 8.3 Licitações: modalidades, limites e dispensa. 8.4 contratos: disposições preliminares, formalização, alteração, execução, inexecução e rescisão. 8.5 Pregão eletrônico Lei 10.520 de 17 de julho de 17 de julho de 2002, e alterações. 9 Lei 9.784 de 29 de janeiro de 1999: O processo Administrativo no âmbito da Administração Público Federal.

AUXILIAR DE CONSULTÓRIO DENTÁRIO

Processo Saúde-doença. Promoção de Saúde: conceitos e estratégias. Educação para Saúde: conceitos e técnicas. Conceitos de prevenção e controle de doenças bucais para indivíduos, família e comunidade. Anatomia e fisiologia do corpo humano. Principais problemas de saúde da população e meios de intervenção. Método epidemiológico / indicadores de saúde. Doenças transmissíveis e não transmissíveis: conceitos e prevenção. Biossegurança em Odontologia. Bioética e ética profissional. Organização do ambiente de trabalho. Equipamentos e Instrumentais: nomenclatura, utilização, cuidados. Conservação e Manutenção de equipamentos odontológicos. Processos de limpeza, desinfecção e esterilização de instrumentais, equipamentos e ambientes odontológicos. Ergonomia: espaço físico, postura, posição de trabalho. Higiene Bucal: técnicas de escovação supervisionada, cuidados com aparelhos protéticos. Índices epidemiológicos utilizados em Odontologia. Preenchimento e controle de fichas clínicas, registros em Odontologia. Manejo de pacientes na clínica odontológica. Materiais odontológicos: nomenclatura, utilização, manipulação, armazenamento e controle de estoque. Utilização racional de fluoretos em Odontologia. Placa bacteriana: identificação, índices, fisiologia, patogenia, meios químicos e mecânicos utilizados para o seu controle. Principais problemas que afetam a saúde bucal: cárie, doença periodontal, má oclusão, lesões de tecidos moles - conceito, etiologia, evolução, transmissibilidade, medidas de promoção de saúde e prevenção da ocorrência das patologias. Radiologia odontológica: cuidados, técnicas de revelação. Programa Saúde da Família: atribuições específicas, filosofia, objetivos, métodos de trabalho.

AUXILIAR DE ENFERMAGEM

Principais responsabilidades da atenção básica: Ações de Saúde da Criança. Ações de Saúde da Mulher Estrutura mínima de unidade de saúde da família. Base das ações da equipe de saúde da família e equipe de saúde bucal: Planejamentos das ações; Saúde, Promoção e Vigilância à saúde; Trabalho interdisciplinar em equipe; abordagem integral da família. Atribuições específicas do Auxiliar de Enfermagem. Imunização: conceito, importância, tipos, principais vacinas e soros utilizados em saúde pública (indicação, contra-indicações, doses, vias de administração, efeitos colaterais), conservação de vacinas e soros (cadeia de frio). Doenças transmissíveis: agente, forma de transmissão, prevenção, sinais e sintomas, assistência de enfermagem e vigilância e epidemiológica das principais doenças transmissíveis. Assistência de enfermagem à mulher: na prevenção do Câncer cervico-uterino e da Mama, no Pré natal no planejamento familiar. Assistência de enfermagem à criança: no controle do crescimento e desenvolvimento, no controle das doenças diarreicas, no controle das infecções respiratórias agudas (pnemonia, otites, amigdalites, infecções das vias aéreas superior), no controle das principais verminoses (ascaradíase, oxioríase, estrogiloidíase, giardíase, amebíase e esquistossomose), na alimentação da criança (aleitamento materno e orientação para o desmame). Assistência de enfermagem ao adulto: diabetes mellitos; Controle da Hipertensão; Controle da Diabetes Mellitos; Controle da Tuberculose; Elimanação da Hanseníase. Procedimentos básico de enfermagem: verificação de sinais vitais: pressão arterial, pulso, temperatura e respiração, curativos (técnicas, tipos de curativos), administração de medicamentos (diluição, dosagem, vias e efeitos colaterais); terminologia de enfermagem. Legislação em Enfermagem; Lei do exercício profissional; Conceitos matemáticos aplicados à praticas profissional. Sistema Único de Saúde: Lei nº 8.080 de 19/09/90, Lei nº 8.142 de 28/12/90, Norma Operacional Básico do Sistema Único de Saúde - NOB - SUS de 1996, Norma Operacional da Assistência à Saúde/SUS - NOAS - SUS de 2002, Programa de Controle de Infecção Hospitalar.

AUXILIAR DE ENFERMAGEM DO TRABALHO

1. Enfermagem do trabalho; 2. Emergências em enfermagem; 3. Noções básicas de toxicologia; 4. Noções básicas de epidemiologia; 5. Administração e armazenamento de imunobiológicos; 6. Curativos; 7. Preparo e esterilização de material; 8. Técnicas fundamentais de enfermagem; 9. Lavagem de mãos e Higiene pessoal; 10. Legislação de segurança e medicina do trabalho - NR6, NR9, NR15, NR16, NR17.

BOMBEIRO CIVIL

Prevenção e combate a incêndios: Princípios básicos do fogo, elementos da combustão, classes de incêndio , formas de transmissão do calor, métodos de combates a incêndios, sistemas de combate a incêndios e código de prevenção contra incêndios. (lei 4.183/99). Primeiros socorros: cinemática do trauma, equipamentos para trabalhos em primeiros socorros, sinais vitais, abordagem primária e secundária, traumas, hemorragias, choques, queimaduras, intoxicações, fraturas, imobilizações, afogamentos, parada cardio respiratória, transporte de vítimas e condução de veículos de emergência. Direção defensiva.

FISCAL DE OBRAS

Leitura e interpretação de projetos arquitetônico e complementares. Manutenção e utilização de ferramentas, máquinas e equipamentos. Instruções de trabalho (execução e manutenção) de elétrica predial e residencial, hidráulica, carpintaria, pintura, alvenaria, drenagem, telefonia e revestimentos cerâmicos/argamassados. Conceitos básicos de eletricidade, materiais elétricos, tipos de instalações elétricas. Conhecimento em baixa tensão. Conceitos básicos de carpintaria de fôrma. Esquadrias de madeira. Escoramentos. Assentamento de revestimentos cerâmicos e tacos. Especificações de materiais. Preparação, transporte, lançamento, adensamento e cura de concretos. Preparação e aplicação de argamassas. Tipos de argamassas. Execução de fundações em concreto-armado, tais como: viga baldrame, sapata, radier, blocos e estacas. Elevação de paredes de alvenaria. Conceitos básicos de topografia. Conhecimento de manuseio, armazenamento, controle de estoque e entrega de materiais. Montar e desmontar andaimes. Conceitos básicos de telefonia e hidráulica. Noções de drenagem. Tipos de tintas, diluentes e vernizes. Formas de aplicação e preparo de superfícies. Materiais de construção. Execução de obras e noções de segurança do trabalho e primeiros socorros. Acompanhamento e fiscalização de obras de Engenharia Civil. Leis Municipais nº 558/02 (Código de Obras) e 559/2002 (Código de Urbanismo).

FISCAL SANITÁRIO

Noções de microbiologia e biossegurança. Conceitos básicos de análises clínicas. Vigilância Epidemiológica. Sistema Nacional de Vigilância sanitária. Serviços profilaxia e política sanitária. Inspeção: aspectos gerais, finalidade, etapas e tipos de inspeção. Normas de inspeção de estabelecimentos onde sejam comercializados, distribuídos ou fabricados alimentos. Coleta de amostras de gêneros alimentícios para análise em laboratório. Boas práticas de manipulação alimentar. Normas de inspeção de estabelecimentos de saúde. Legislação Sanitária.

MOTORISTA I

1. Lei 9.503/97 - Código de Trânsito Brasileiro e seus anexos, devidamente atualizados. 2. Direção Defensiva: Direção Preventiva e Corretiva. 3. Automatismos. 4. Condição Insegura e Fundamentos da Prevenção de Acidentes. 6. Leis da Física. 7. Aquaplanagem. 8. Tipos de Acidentes. 9. Primeiros Socorros: Como socorrer; ABC da Reanimação; Hemorragias; Estado de Choque; Fraturas e Transporte de Acidentados. 10. Noções de Mecânica: O Motor; Sistema de Transmissão e Suspensão; Sistema de Direção e Freios; Sistema Elétrico, Pneus e Chassi. 11. Conhecimentos Gerais do Veículo: Conhecimentos Práticos de Operação e Manutenção do veículo; Procedimentos de Segurança; Funcionamento Básico dos Motores; Sistema de Lubrificação; Arrefecimento; Transmissão; Suspensão; Direção; Freios; Pneus; Painel de instrumentos; Sistema Elétrico. Resoluções do CONTRAN.

MOTORISTA II

1. Lei 9.503/97 - Código de Trânsito Brasileiro e seus anexos, devidamente atualizados. 2. Direção Defensiva: Direção Preventiva e Corretiva. 3. Automatismos. 4. Condição Insegura e Fundamentos da Prevenção de Acidentes. 6. Leis da Física. 7. Aquaplanagem. 8. Tipos de Acidentes. 9. Primeiros Socorros: Como socorrer; ABC da Reanimação; Hemorragias; Estado de Choque; Fraturas e Transporte de Acidentados. 10. Noções de Mecânica: O Motor; Sistema de Transmissão e Suspensão; Sistema de Direção e Freios; Sistema Elétrico, Pneus e Chassi. 11. Conhecimentos Gerais do Veículo: Conhecimentos Práticos de Operação e Manutenção do veículo; Procedimentos de Segurança; Funcionamento Básico dos Motores; Sistema de Lubrificação; Arrefecimento; Transmissão; Suspensão; Direção; Freios; Pneus; Painel de instrumentos; Sistema Elétrico. Resoluções do CONTRAN.

OFICINEIRO CIRCO

História do circo; psicologia do desenvolvimento e da aprendizagem; metodologia do ensino das artes circenses; Coordenação motora; aptidão física; consciência corporal e criatividade; malabarismo; equilibrismo; jogos teatrais voltados ao mundo circense; habilidades de locomoção; manipulação de aparelhos e objetos; jogos cooperativos e teatrais; improvisação.

OFICINEIRO DANÇA

História da dança; exercícios básicos de postura; posições básica de braços e pés; técnica elementar de dança moderna; aspectos elementares da psicologia do desenvolvimento e da aprendizagem; consciência corporal e expressividade; composição coreográfica; dança clássica; dança do Brasil; dança contemporânea; ensino de artes e necessidades educativas especiais; estruturação musical; metodologia do ensino da dança; improvisação; teorias de Laban.

OFICINEIRO MÚSICA

1. Teoria musical básica: leitura e escrita musical. 2. Conceitos básicos de técnica vocal. 3. Técnicas básicas de regência.

OFICINEIRO TEATRO

Histórias do teatro; formas teatrais, consciência corporal; teatro e cultura; jogos dramáticos; teatro de formas animadas; ensino do teatro e inclusão social; improvisação; teatro na educação; expressão vocal; interpretação teatral; teatro brasileiro; dramaturgia; teorias do teatro.

GUARDA MUNICIPAL

Conhecimento e procedimentos de proteção do patrimônio público, serviços de vigilância de logradouros e instalações públicos, ações de defesa civil, preservação da segurança e a ordem em prédios públicos, prevenção e combate a incêndios, comunicação radiofônica, proteção ambiental, aplicação de normas de saúde, sossego, higiene, funcionalidade, estética e moralidade; noções de direito penal (crime consumado e crime tentado, penas privativas de liberdade, legítima defesa, crimes contra a vida, crimes contra o patrimônio, crimes contra a administração pública). Direitos humanos. Estatuto da criança adolescente. Noções básicas de direito administrativo. Lei Municipal n° 792/2009. Noções em Direito: direitos e garantias fundamentais. Ato administrativo: conceito, requisito, atributos, classificação, espécie e invalidação. Anulação e revogação. Prescrição. Poderes da Administração Pública. Agentes Administrativos: investidura e exercício da função pública. Direitos e deveres dos servidores públicos. Regimes Jurídicos. Processos administrativos: conceito princípios, fases e modalidade. Princípios da administração pública. Lei no 8.429, de 2 de junho de 1992: improbidade administrativa.

VISTORIADOR DE TRANSPORTES

Ética e Postura Profissional. Noções de cidadania; Relações interpessoais. Sinalização de trânsito. Regras de circulação. Código de Trânsito Brasileiro - CTB: suas atualizações e anexos (I e II). Sistema nacional de Trânsito, órgãos federais, estaduais e municipais. Normas de circulação e conduta. Sinalização de Trânsito. Veículos: classificação; segurança, identificação e registro; equipamentos obrigatórios; infrações e penalidades. Lei Municipal nº 822/2009. Executar outras tarefas pertinentes as atividades de vistoriador de transportes e afins. Lei Municipal 419/96, 480/99 682/06, 683/06, 695/07 e suas alterações posteriores. Noções em Direito: direitos e garantias fundamentais. Ato administrativo: conceito, requisito, atributos, classificação, espécie e invalidação. Anulação e revogação. Prescrição. Poderes da Administração Pública. Agentes Administrativos: investidura e exercício da função pública. Direitos e deveres dos servidores públicos. Regimes Jurídicos. Processos administrativos: conceito princípios, fases e modalidade. Princípios da administração pública. Lei no 8.429, de 2 de junho de 1992: improbidade administrativa.

AGENTE DE TRÂNSITO

Lei 9.503/97 - Código de Trânsito Brasileiro - CTB, suas atualizações e anexos (I e II); resoluções do CONTRAN; direção defensiva (conforme manual DENATRAN 2005); noções de primeiros socorros (conforme manual DENATRAN 2005 ) e noções de mecânica de veículos. Lei Municipal 419/96, 480/99 682/06, 683/06, 695/07 e suas alterações posteriores. Lei Municipal nº 822/2009. Noções em Direito: direitos e garantias fundamentais. Ato administrativo: conceito, requisito, atributos, classificação, espécie e invalidação. Anulação e revogação. Prescrição. Poderes da Administração Pública. Agentes Administrativos: investidura e exercício da função pública. Direitos e deveres dos servidores públicos. Regimes Jurídicos. Processos administrativos: conceito princípios, fases e modalidade. Princípios da administração pública. Lei no 8.429, de 2 de junho de 1992: improbidade administrativa.

FISCAL DE TRANSPORTES

Lei 9.503/97 - Código de Trânsito Brasileiro - CTB, suas atualizações e anexos (I e II); Resoluções nº 14/98 e 92/99 do Conselho Nacional de Trânsito - CONTRAN; Portarias do INMETRO nº 201/2004, 444/2008 e 368/2009. Resolução nº 277 do CONTRAN. Lei Municipal 419/96, 480/99 682/06, 683/06, 695/07 e suas alterações posteriores. Lei Municipal nº 822/2009. Noções em Direito: direitos e garantias fundamentais. Ato administrativo: conceito, requisito, atributos, classificação, espécie e invalidação. Anulação e revogação. Prescrição. Poderes da Administração Pública. Agentes Administrativos: investidura e exercício da função pública. Direitos e deveres dos servidores públicos. Regimes Jurídicos. Processos administrativos: conceito princípios, fases e modalidade. Princípios da administração pública. Lei no 8.429, de 2 de junho de 1992: improbidade administrativa.

COMUNS AOS CARGOS D E NÍVEL TÉCNICO

LÍNGUA PORTUGUESA

1. Análise e interpretação de texto (compreensão geral do texto; ponto de vista ou ideia central defendida pelo autor; argumentação; elementos de coesão; inferências; estrutura e organização do texto e dos parágrafos). 2. Tipologia e gêneros textuais. 3. Figuras de linguagem. 4. Emprego dos pronomes demonstrativos. 5. Relações semânticas estabelecidas entre orações, períodos ou parágrafos (oposição/contraste, conclusão, concessão, causalidade, adição, alternância etc.). 6. Relações de sinonímia e de antonímia. 7. Sintaxe da oração (período simples; termos fundamentais e acessórios da oração; tipos de predicado) e do período (período composto por coordenação e por subordinação). 8. Funções do que e do se. 9. Emprego do acento grave. 10. Emprego dos sinais de pontuação e suas funções no texto. 11. Ortografia. 12. Concordâncias verbal e nominal. 13. Regências verbal e nominal. 14. Emprego de tempos e modos verbais. 15. Formação de tempos compostos dos verbos. 16. Locuções verbais (perífrases verbais); 17. Sintaxe de colocação pronominal. 18. Paralelismo sintático e paralelismo semântico.

INFORMÁTICA

Conceitos de informática, hardware (dispositivos de entrada e saída,memórias, processadores (CPU), disco de armazenamento HDs, Cds, Pen drive, DVDs e outros) e software (compactador de arquivos, chat, clientes de e-mails, gerenciador de processos, gerenciadores de arquivos entre outros). Ambientes operacionais: Windows XP Professional e GNU/Linux. Processador de texto (Word e BrOffice.org Writer). Planilhas eletrônicas (Excel e BrOffice.org Calc). Apresentações (PowerPoint e BrOffice.org Impress). Conceitos de tecnologias relacionadas à Internet e Intranet, Protocolos Web, World Wide Web, FTP, IMAP, POP, SMTP, HTTP, HTTPS. Navegadores Internet (Internet Explorer e Mozilla Firefox), buscas e pesquisa na Web.

CONHECIMENTOS GERAIS DO MUNICÍPIO

1. História do Município de Socorro e do Estado de Sergipe. 2. Geografia do Município de Socorro. 3. Turismo, cultura e folclore do Município de Socorro. 4. Política, economia e demografia do Município de Socorro.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

TÉCNICO AGRÍCOLA

Instalação de horta: tipo, localização, ferramentas e utensílios. Solo e clima. Adubação. Irrigação. Semeadura, espaçamento e canteiros. Ervas daninhas, herbicidas, fungicidas e inseticidas. Pragas e controle. Moléstias das hortaliças. Nematoides. Época de colheita e plantio. Tratos culturais - escorificação, transplantação, desbaste, amontoa e cobertura morta. Cultura de hortaliças, condimentos, frutas, leguminosas, grãos e tubérculos. Utilização produtora de insumos. Produção de mudas, podas e enxertias. Rotação e consorciação. Unidades produtoras.

TÉCNICO EM ANÁLISES CLÍNICAS

Parasitologia; Relação dos parasitas com os hospedeiros; Protozoários; Cogumelos e Fungos; Métodos de exames; Esterilização; Metazoários - Helmitos; Bactérias; Seres Vivos; Remessas de material para Exames em outros Laboratórios; Preparação do instrumental para a coleta do material a ser analisado; Diluição de material para realização de diversos exames; Métodos de Coloração; Confecção de lâminas; Boas práticas laboratoriais; Lavagem de materiais; Anitização.

TÉCNICO EM CONTABILIDADE

Contabilidade: Conceito, Objetivos e finalidades. Gestão: Empresas de prestação de serviços, comerciais e industriais. Receitas. Despesas. Custos e resultados. Regimes contábeis. Exercício social e períodos contábeis. Patrimônio: Conceito, Componentes, Variações e configurações. Contas: Conceito, Estrutura e espécies. Escrituração: Mecanismo de débito e crédito, Lançamentos, Livros obrigatórios e facultativos, Método e espécies de escrituração, Fatos contábeis, Registros contábeis, Correção de erros. Apuração de resultados: Amortização, Depreciação, Exaustão e provisões. Lucro: Bruto, Custo de vendas, Lucro operacional e lucro líquido. Avaliação de estoques. Apropriação de resultado. Reserva de lucros de capital e de reavaliação. Balancetes e demonstrativos contábeis: Espécies, Finalidades. Elaboração e relacionamento entre balancetes demonstrativos contábeis. Levantamentos. Inventários. Noções de arquivologia e protocolo.

TÉCNICO EM EDIFICAÇÕES

Padronização do desenho e normas técnicas vigentes - tipos, formatos, dimensões e dobraduras de papel; linhas utilizadas no desenho técnico. Escalas; projeto arquitetônico - convenções gráficas, (representação de materiais, elementos construtivos, equipamentos, mobiliário); desenho de: planta de situação, planta baixa, cortes, fachadas, planta de cobertura; detalhes; cotagem; esquadrias (tipos e detalhamento); escadas e rampas (tipos, elementos, cálculo, desenho); coberturas (tipos, elementos e detalhamento); acessibilidade (NBR 9050/2004). Desenho de projeto de reforma - convenções. Projeto e execução de instalações prediais - instalações elétricas, hidráulicas, sanitárias, telefonia, gás, mecânicas, ar-condicionado. Estruturas - desenho de estruturas em concreto armado e metálicas (plantas de formas e armação). Vocabulário técnico - significado dos termos usados em arquitetura e construção. Tecnologia das construções. Materiais de construção. Topografia. Orçamento de obras: estimativo detalhado (levantamento de quantitativos, planilhas, composições de custos, cronograma físico-financeiro). Execução e fiscalização de obras noções de segurança do trabalho. Desenho em AUTOCAD 14: menus, comandos, aplicações. Leis Municipais nº 558/02 (Código de Obras) e 559/2002 (Código de Urbanismo).

TÉCNICO EM ESTRADAS

Planejamento e estudos. Interpretação e análise de projeto geométrico, topográfico, arquitetura, estrutura, hidráulica e elétrica. Escalas métricas, ângulos e cálculos de áreas. Normas Técnicas: drenagem, taludes, pavimentação, terraplenagem, loteamento, obras complementares, ensaios e controle tecnológico e obras de arte corrente e especiais, locação da obra, execução de escavações e fundações. Sinalização e segurança viária. Atividades em laboratório, acompanhar e executar ensaios de solos, agregados, misturas betuminosas e de concreto asfáltico. Fiscalização, construção, restauração e conservação de rodovias, estradas e vias urbanas. Topografia. Elaboração e interpretação de cronogramas, execução de planilhas de custos, serviços de orçamentos e medições. Produtividade de máquinas e equipamentos. Conhecimento básico de geologia e movimentação de terra. Noções de Informática: Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados à Internet/Intranet. Noções dos ambientes Microsoft Office e BR Office. Faz cumprir as normas de segurança do trabalho e de preservação ambiental. Conceitos de Higiene e Segurança no trabalho. Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). Equipamentos de Proteção Coletiva (EPCs). Leis Municipais nº 558/02 (Código de Obras) e 559/2002 (Código de Urbanismo).

TÉCNICO EM MEIO AMBIENTE

Desenvolvimento Sustentável. Ecologia e Meio Ambiente. Conservação da Biodiversidade. Unidades de Conservação. Biomas. Ecossistemas. Recuperação de Áreas Degradadas. Qualidade da Água. Manejo de Bacias Hidrográficas. Poluição ambiental: água, solo e ar. Gerenciamento de Resíduos Sólidos. Educação Ambiental. Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e Relatório de Impacto Ambiental (RIMA). Legislação Ambiental. Lei 703/2007 - Código Ambiental do Município.

TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO

Conhecimento e procedimentos de riscos existentes em ambientes de trabalho e medidas para sua eliminação e neutralização, métodos e processos de trabalho, fatores de risco de acidentes do trabalho, doenças profissionais e do trabalho e a presença de agentes ambientais agressivos; procedimentos de segurança e higiene do trabalho, prevenção de acidentes do trabalho, doenças profissionais e do trabalho, promoção de debates, encontros, campanhas, seminários, palestras, reuniões, treinamentos objetivo de divulgar as normas de segurança e higiene do trabalho, atividades insalubres e perigosas, normas regulamentadoras NR1 e NR34, Programa de Prevenção de Risco Ambiental e o Programa Controle Médico Saúde Ocupacional.

COMUNS AOS CARGOS D E NÍVEL SUPERIOR

LÍNGUA PORTUGUESA

1. Análise e interpretação de texto (compreensão geral do texto; ponto de vista ou ideia central defendida pelo autor; argumentação; elementos de coesão; inferências; estrutura e organização do texto e dos parágrafos). 2. Tipologia e gêneros textuais. 3. Figuras de linguagem. 4. Emprego dos pronomes demonstrativos. 5. Relações semânticas estabelecidas entre orações, períodos ou parágrafos (oposição/contraste, conclusão, concessão, causalidade, adição, alternância etc.). 6. Relações de sinonímia e de antonímia. 7. Sintaxe da oração (período simples; termos fundamentais e acessórios da oração; tipos de predicado) e do período (período composto por coordenação e por subordinação). 8. Funções do que e do se. 9. Emprego do acento grave. 10. Emprego dos sinais de pontuação e suas funções no texto. 11. Ortografia. 12. Concordâncias verbal e nominal. 13. Regências verbal e nominal. 14. Emprego de tempos e modos verbais. 15. Formação de tempos compostos dos verbos. 16. Locuções verbais (perífrases verbais); 17. Sintaxe de colocação pronominal. 18. Paralelismo sintático e paralelismo semântico.

INFORMÁTICA

Conceitos de informática, hardware (dispositivos de entrada e saída,memórias, processadores (CPU), disco de armazenamento HDs, Cds, Pen drive, DVDs e outros) e software (compactador de arquivos, chat, clientes de e-mails, gerenciador de processos, gerenciadores de arquivos entre outros). Ambientes operacionais: Windows XP Professional e GNU/Linux. Processador de texto (Word e BrOffice.org Writer). Planilhas eletrônicas (Excel e BrOffice.org Calc). Apresentações (PowerPoint e BrOffice.org Impress). Conceitos de tecnologias relacionadas à Internet e Intranet, Protocolos Web, World Wide Web, FTP, IMAP, POP, SMTP, HTTP, HTTPS. Navegadores Internet (Internet Explorer e Mozilla Firefox), buscas e pesquisa na Web.

CONHECIMENTOS GERAIS DO MUNICÍPIO

1. História do Município de Socorro e do Estado de Sergipe. 2. Geografia do Município de Socorro. 3. Turismo, cultura e folclore do Município de Socorro. 4. Política, economia e demografia do Município de Socorro.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

ARQUITETO

Conhecimentos gerais de Arquitetura e Urbanismo. Projeto de arquitetura: etapas de elaboração do projeto. Representação gráfica em arquitetura. Estudos de viabilidade técnico-financeiro. Acompanhamento e gerenciamento de orçamento, materiais e serviços de obras. Gestão de Projetos. Coordenação de projetos complementares de arquitetura. Técnicas construtivas tradicionais e modernas. Práticas projetuais para a preservação, conservação, restauração, reconstrução, reabilitação e reutilização de edificações, conjuntos e cidades. Legislação urbanística e ambiental. Normas técnicas. Urbanismo: origens e definição do desenho urbano. Métodos e técnicas de desenho de projeto urbano. Noções de sistemas cartográficos e de geoprocessamento. Estruturas e ordenação do espaço edificado na paisagem urbana. Planejamento Urbano. Parcelamento, uso e ocupação do solo, zoneamento. Domínio público e privado. Gestão urbana e instrumentos de gestão: plano diretor, análises de impactos ambientais urbanos, licenciamento ambiental, instrumentos econômicos e administrativos. Sustentabilidade urbana. Sítio natural. Estrutura Urbana. História da Arquitetura Geral. História da Arquitetura Brasileira. Patrimônio Cultural: noção de monumento e de patrimônio histórico na sua relação com a história, a memória e o tempo. A constituição de patrimônios históricos e artísticos nacionais. Teoria de restauro. Cartas patrimoniais. Ética profissional.

ASSISTENTE SOCIAL

1. Fundamentos do serviço social. 2. Política social. 3. Seguridade social. 4. Reforma sanitária. 5. Serviço social na contemporaneidade: dimensões históricas, teórico metodológicas e ético-políticas no contexto atual do Serviço Social. 6. Serviço Social e família: diversidade e multiplicidade dos arranjos familiares e direitos geracionais. 7. O Serviço Social no Processo de reprodução de Relações Sociais. 8. Questão social e Serviço social. 9. Planejamento em serviço social: alternativas metodológicas de processos de planejamento, monitoramento e avaliação - formulação de programas, projetos e planos; processo de trabalho do Assistente Social. 10. Instrumentalidade do Serviço Social. 11. Pesquisa em Serviço Social. 12. Indicadores Sociais. 13. Elaboração de laudos, pareceres e relatórios sociais. 14. Trabalho em rede. 15. Interdisciplinaridade. 16. Atribuições do Assistente Social na Saúde. 17. O Serviço Social na década de 90. 18. Gestão democrática na Saúde. 19. Legislação: SUAS (Sistema Único de Assistência Social); LOAS (Lei Orgânica da Assistência Social); Código de Ética Profissional do Assistente Social; Lei de Regulamentação da Profissão de Assistente Social e o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente). Lei da Saúde - SUS. Lei Maria da Penha. Estatuto do Idoso. Diretrizes Curriculares do Curso de Serviço Social ABEPSS e MEC, Constituição Federal, HumanizaSUS, Conselho Federal de Medicina.

BIÓLOGO

Noções de ecologia. Ecologia de populações. Taxonomia vegetal. Anatomia vegetal. Biogeografia. Recursos hídricos, conservação das bacias hidrográficas, recursos e danos ambientais. Bioestatística. Técnicas de coleta e de preparo de material zoológico. Genética geral. Biofísica. Fisiologia vegetal. Inventário Florístico e Faunístico. Microbiologia. Evolução. Conservação de recursos naturais. Biogeografia. Fisiologia animal. Ecologia. Ecofisiologia vegetal. Ecologia de populações. Manejo de fauna. Aqüicultura. Monitoramento ambiental. Ecossistemas aquáticos continentais, costeiros e oceânicos. Ecotoxicologia. Cultivo e manutenção de organismos aquáticos. Ensaios de toxicidade de efluentes e de produtos solúveis e insolúveis com organismos de diversos níveis tróficos. Avaliação de impactos ambientais. Valoração de danos ambientais. Monitoramento limnológico de reservatórios. Avaliação de impacto ambiental. Análise de relatórios e pareceres ambientais. Elaboração de pareceres ambientais. Análise e interpretação da Legislação Ambiental e das resoluções Conama. Elaboração de especificações técnicas para contratação de serviços e estudos ambientais. Projetos Ambientais. Legislação Ambiental. Biomas. Ecossistemas. Estudos de Impactos Ambientais e relatório de impacto ambiental. Processos de licenciamento ambiental.

BIOQUÍMICO

Microbiologia: Correlação clínica e exames microbiológicos de urina, secreção purulentas, exames das DST; Hemocultura: Doenças diarreicas correlação clínico-laboratorial. Parasitologia: Diagnóstico e epidemiologia das parasitas intestinais e do sangue. Imunologia: Marcadores sorológicos das doenças infecciosas de notificação compulsória, metologias e princípios; Determinação de citocinas e proteínas de fase aguda: Aplicação dos diagnósticos por biologia molecular e citometria de fluxo, Automação. Controle de qualidade e biossegurança. Ética Profissional.

CONTADOR

CONTABILIDADE GERAL - A Escrituração Contábil; Os registros das operações típicas de uma empresa; A avaliação dos ativos e passivos; A elaboração das demonstrações contábeis. CONTABILIDADE PÚBLICA - Contabilidade Pública; Plano de Contas; Orçamento; Receita e Despesa Pública; Demonstrações Contábeis; Balanço Geral; Sistemas de Controle Interno e Externo; Gestão Fiscal. AUDITORIA CONTÁBIL - Características; O trabalho de auditoria; As tomadas e prestações de contas; Legislação. PERÍCIA CONTÁBIL - Conceito; Aspectos Profissionais; Aspectos Técnicos, Doutrinários, Processual e Operacional; Legislação. TEORIA DA CONTABILIDADE - A Contabilidade; Os Princípios Fundamentais de Contabilidade; As escolas ou doutrinas na história da Contabilidade. NOÇÕES DE DIREITO PÚBLICO E PRIVADO - Fontes e Hierarquia da Norma; Estado e Constituição; Poderes do Estado; A Pessoa e seus Atributos; Tipos de Sociedades; Contratos; Crimes contra a ordem econômica; Tributos e suas espécies; Créditos Tributários; Contratos de trabalho em relação aos empregos; Direitos Trabalhistas; Conhecimentos de direito financeiro: Lei 4320/64; Conhecimentos de processos de licitação: Lei Nº 8666/93; Lei complementar 101/00 - finanças públicas; Constituição Federal de 1988.

ENFERMEIRO

1. O Processo de enfermagem (SAE): avaliação; diagnóstico de enfermagem; planejamento; implementação; Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem. 2. Assistência de Enfermagem Perioperatória: Assistência de enfermagem no período pré-operatório; Assistência de enfermagem no período pós-operatório; Cuidados com o paciente portador de patologias da vias respiratórias; Infecção das vias aéreas superiores; pneumonia; DPOC. 3. Assistência a pacientes com distúrbios cardíacos: angina ; infarto do miocárdio; pericardite. 4. Cuidados à mulheres e homens com distúrbios do sistema reprodutor: infecções do sistema reprodutor feminino; pacientes submetidos à prostatectomia. 5. Enfermagem em urgência e emergência: Controle do choque hipovolêmico; envenenamento; ferimentos; hipotermia e hipertermia; medidas de ressuscitação em emergência; prioridades e princípios do tratamento de emergência; controle de hemorragia; abuso de substâncias químicas. 6. Cuidados de enfermagem em pacientes com distúrbio urinário e renal: manutenção da drenagem urinária adequada; retenção urinária; cálculo renal; infecção das vias urinárias baixas. 7. Avaliação e Assistência de enfermagem ao paciente que sente dor. 8. Assistência de enfermagem ao paciente com problemas digestivos e gastrintestinais. 9. Biossegurança nos serviços de saúde hospitalares: métodos de desinfecção e esterilização de materiais; cuidados aos profissionais de saúde acidentados com material biológico. 10. Serviço de Controle de Infecção Hospitalar: Procedimentos para Lavagem básica das mãos; Atividades de Capacitação em Serviço; Atividades de Vigilância; Atividades de Controle ou Interferência. 11. Assistência de enfermagem aos pacientes com transtornos mentais e usuários de álcool e outras drogas. Planejamento e Implantação de Sistemas de Gestão Ambiental. Recuperação de Áreas Degradadas. Pedologia. Análise de Química Solo, Ar e Água. Hidráulica. Controle de Poluição das Águas. Controle de Poluição Atmosférica. Saúde Pública. Planejamento dos Recursos Hídricos. Obras Hidráulicas. Avaliação de impacto ambiental. Análise de relatórios e pareceres ambientais. Elaboração de pareceres ambientais. Análise e interpretação da Legislação Ambiental e das resoluções Conama. Elaboração de especificações técnicas para contratação de serviços e estudos ambientais. Projetos Ambientais. Legislação Ambiental. Biomas. Ecossistemas. Estudos de Impactos Ambientais e relatório de impacto ambiental. Processos de licenciamento ambiental. Lei 703/2007 - CÓDIGO AMBIENTAL DO MUNICÍPIO.

ENGENHEIRO CIVIL

Conhecimento e procedimentos de construção de estradas de rodagem, vias públicas, obras de abastecimento de água, drenagem, irrigação e saneamento urbano e rural, processos de aprovação de projetos, qualidade e segurança de obras, vistorias, perícias, avaliações, arbitramentos e laudos técnicos, normas e documentação técnica, processos licitatórios de obras e serviços de engenharia, infração a normas e posturas municipais, desmembramentos, loteamentos, abertura de ruas; noções de estruturas, saneamento e meio ambiente (redes de esgoto, estação de tratamento de esgoto, lagoas de estabilização, abastecimento de água, limpeza urbana - acondicionamento, coleta, transporte, destinação final do lixo), poluição do meio ambiente, arquitetura e urbanismo, geologia e geotécnica, materiais de construção, técnicas de construção, organização de canteiro de obras, solos. Planejamento, Orçamentação e Controle de Projetos e Obras. Patologia na Construção Civil. Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993 (Regulamenta o art. 37, inciso XXI, da Constituição Federal, institui normas para licitações e contratos da Administração Pública e dá outras providências). Leis Municipais nº 558/02 (Código de Obras) e 559/2002 (Código de Urbanismo).

ENGENHEIRO DE ALIMENTOS

1. Análise Sensorial de Alimentos; 2. Análises físico-químicas de alimentos; 3. Bioquímica de alimentos; 4. Controle estatístico da qualidade; 5. Estudo de viabilidade técnica; 6. Higiene e legislação em alimentos; 7. Microbiologia de alimentos; 8. Operações unitárias que envolvam transferência de calor; 9. Operações unitárias que envolvam transferência de massa; 10. Operações unitárias que envolvam transferência de quantidade de movimento; 11. Processo de Desenvolvimento de produtos; 12. Projeto de processos e indústria de alimentos; 13. Sistemas de gestão da qualidade, 14. Tecnologia de produtos de origem animal; 15. Tecnologia de produtos de origem vegetal.

ENGENHEIRO DE PESCA

Noções de Limnologia. Cultivo e exploração sustentável de recursos pesqueiros, fluviais e lacustres e sua industrialização. Processamento de pescado. Aquicultura. Ovos e larvas de peixes. Produção de alevinos. Ordenamento dos recursos pesqueiros. Monitoramento da pesca em reservatórios, lagoas e rios. Impactos de represamentos sobre a ictiofauna. Estatística pesqueira. Reprodução de espécies nativas da ictiofauna. Corredores de piracema. Noções de taxonomia zoológica. Manejo e gestão dos estoques pesqueiros. Alimentação natural e artificial de peixes. Manejo da ictiofauna. Parasitas de peixes. Repovoamento de reservatórios, rios e lagoas com espécies nativas. Legislação relacionada à área de atuação.

ENGENHEIRO FLORESTAL

Dendrologia. Inventário Florestal. Manejo de recursos naturais renováveis. Viveiros florestais. Produtos florestais não madeireiros. Manejo de bacias hidrográficas. Recuperação de áreas degradadas. Sistemas agroflorestais. Arborização urbana. Florestas urbanas. Controle de pragas e doenças florestais. Ecologia de ecossistemas. Biomas. Impactos ambientais sobre os ecossistemas e agroecossistemas. Manejo de florestas. Código Florestal Brasileiro. Política florestal e ambiental brasileira. Estudos de impactos ambientais (EIA) e relatórios de impactos ambientais (RIMA). Licenciamento ambiental. Noções de climatologia. Sistemática vegetal. Legislação Ambiental. Unidades de Conservação: categoria de manejo, gerenciamento, plano de manejo e zoneamento ecológico-econômico. Biodiversidade. Sustentabilidade e desenvolvimento sustentável. Lei 703/2007 - Código Ambiental do Município.

ENGENHEIRO DE SEGURANÇA DO TRABALHO

Segurança do trabalho. Higiene do trabalho. Meios de comunicação, recursos audiovisuais e promocionais, dinâmica de grupo. Psicologia das relações humanas e do trabalho. Proteção contra incêndio. Administração aplicada. Normalização e Legislação. Estatísticas de acidentes. Arranjo físico. Movimentação e armazenamento de materiais. Agentes ambientais. EPI e EPC. Primeiros Socorros. Desenho técnico. Ergonomia. Princípios de tecnologia industrial. Doenças profissionais. Legislação sobre higiene e segurança do trabalho; Segurança no transito; CIPA - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes; Campanhas e SIPATs; Riscos ambientais: agentes químicos, físicos, biológicos, ergonômicos e mecânicos; Elaboração do PPRA e PCMSO.

FARMACÊUTICO

1. Legislação farmacêutica, ética profissional, gestão da farmácia hospitalar, sistema de distribuição de medicamentos: coletivo, individualizado e dose unitária. 2. Farmacotécnica de produtos não estéreis: análise de formulações; manipulação de fórmulas magistrais e oficinas; estabilidade de formulações extemporâneas; unitarização de medicamentos sólidos e líquidos; controle de qualidade. 3. Farmacotécnica de produtos estéreis: reconstituição, diluição e estabilidade de medicamentos injetáveis; unitarização e fracionamento para dispensação por dose unitária; preparo de soluções para nutrição parenteral e outras formulações de grande volume; controle microbiológico, controle de qualidade; manipulação de quimioterápicos antineoplasicos; validação de processos. cálculos em farmácia, gestão de estoque: aquisição, armazenamento e controle de produtos farmacêuticos; sistema informatizados de controle de estoque; farmacodinâmica: vias de administração de medicamentos; mecanismos de ação dos fármacos; interação medicamentosa; fatores que interferem na ação dos fármacos; efeitos colaterais e reações adversas; alergia, tolerância e intoxicação; utilização de medicamentos em populações especiais: neonatos, crianças, gestantes, idosos; utilização de medicamentos em condições especiais: insuficiência renal, hepática, cardio vascular e respiratória. 4. Farmacocinética: conceitos gerais; parâmetros farmacocinéticos; metabolismo de medicamentos; margem terapêutica; posologia; fatores que alteram a farmacocinética; monitorização de fármacos na prática clínica; metodologia de monitorização. 5. Farmácia clínica e atenção farmacêutica: conceitos; uso racional de medicamentos; controle e seguimento de paciente; problemas relacionados ao medicamento; monitorização da farmacoterapia; farmacoepidemiologia: farmacovigilância e estudos de utilização de medicamentos. 6. Farmacoeconomia: conceitos gerais; análise custos-benefício, custo-utilidade e custominimização. 7. Seleção de medicamentos: conceitos; padronização de medicamentos.

FISCAL TRIBUTÁRIO

Código Tributário Nacional.Direito Tributário. Conceito e Classificação dos Tributos. Competência Tributária. Limitações do Poder de Tributar. Normas Gerais de Direito Tributário: Fontes do Direito Tributário, Vigência, Aplicação, Interpretação e Integração da Legislação Tributária. Obrigação Tributária. Crédito Tributário: Lançamento, Suspensão, Exclusão do Crédito Tributário e Extinção da Obrigação Tributária. Repetição do Indébito Tributário. Infrações Tributárias. Noções do Processo Administrativo Tributário. Impostos Municipais. Lei Municipal 725/2007 - IPTU, ISS e Imposto sobre Transmissão Inter Vivos de bens imóveis e direitos. Noções em Direito Administrativo e Constitucional: Princípios Fundamentais: Direitos e garantias fundamentais: Organização do Estado: Administração Pública. Ato administrativo: conceito, requisito, atributos, classificação, espécie e invalidação. Anulação e revogação. Prescrição. Poderes da Administração Pública, Controle da Administração Pública: Controle Administrativo, Controle Legislativo: Controle Judiciário. Agentes Administrativos: investidura e exercício da função pública. Direitos e deveres dos servidores públicos. Regimes Jurídicos. Processos administrativos: conceito princípios, fases e modalidade. Princípios da administração pública. Lei no 8.429, de 2 de junho de 1992: improbidade administrativa.

FISIOTERAPEUTA

1. Anatomia Humana. 2. Fisiologia humana. 3. Propedêutica Fisioterapêutica. 4. Biomecânica. 5. Tratamentos Fisioterapêuticos em casos não operatórios, pré-operatórios e pós-operatórios aplicados às disfunções: traumato-ortopédicas, pneumológicas, cardiológicas, vasculares periféricas, neurológicas, reumatológicas e dermatológicas. 6. Tratamento fisioterapêutico nos pacientes críticos sob ventilação mecânica. 7. Eletrotermofototerapia. 8. Reabilitação no paciente amputado. 9. Tratamento Fisioterapêutico nas lesões desportivas. 10. Prevenção de lesões desportivas. 11. Tratamento Fisioterapêutico em Pediatria. 12. Tratamento Fisioterapêutico nas disfunções Ginecológicas. 13. Fisioterapia da Gestação. 14. Tratamento Fisioterapêutico no paciente idoso (Geriatria).

FONOAUDIÓLOGO

1. Desenvolvimento e aquisição de linguagem. 2. Fisiologia da fonação: Processo de aquisição e produção dos sons da fala. 3. Fisiologia da audição: patologias, exames audiológicos e próteses auditivas. 4. Intervenção fonoaudiológica nos distúrbios da comunicação. 5. Noções de Saúde Pública: planejamento e programas preventivos. 6. Fonoaudiologia hospitalar. 7. Trabalho em equipe multiprofissional. 8. Programas fonoaudiológicos e triagem. 9. Motricidade Oral/Linguagem/Audição/Voz/Fonoaudiologia hospitalar. 10. O Código de Ética Profissional em Fonoaudiologia. 11. Fisiologia do sistema motor oral. Avaliação e conduta terapêutica dos distúrbios miofuncionais orais.

INSTRUTOR DE LIBRAS

Fundamentos da Educação Especial: História e Política da Educação de Surdos no Brasil e no Mundo; Concepções de Deficiência Auditiva e/ou Surdez; Identidade e Cultura Surda; Desenvolvimento e Aprendizagem do Aluno Surdo; Os Processos de Integração e Inclusão do Aluno Surdo na Rede Regular de Ensino; A Sociedade, a Escola e a Família da Criança Surda; LEI DE LIBRAS - Lei 10.436/02 de 24 de abril de 2002. - Decreto n. 5.626 de 22 de dezembro de 2005 que regulamenta a Lei de Libras - Noções de linguística e gramática das Línguas de Sinais; Processo de Formação dos Sinais; Uso dos Pronomes: pessoais, possessivos, interrogativos, indefinidos, demonstrativos e advérbios de lugar na LIBRAS; Os Numerais: cardinais (número/quantidade), ordinais e monetários na LIBRAS. Os Tipos de Frases: afirmativa, interrogativa, exclamativa, negativa, exclamativa/interrogativa e negativa/interrogativa na LIBRAS; Advérbio de tempo na LIBRAS; Uso das Expressões Idiomáticas Relacionadas ao Ano Sideral na LIBRAS; Os Adjetivos na LIBRAS; Os Comparativos de igualdade, inferioridade e superioridade na LIBRAS; Os Tipos de Verbos existentes na LIBRAS e o Uso dos Classificadores e Adjetivos descritivos na LIBRAS.

INTÉRPRETE DE LIBRAS

Fundamentos da Educação Especial: História e Política da Educação de Surdos no Brasil e no Mundo; Concepções de Deficiência Auditiva e/ou Surdez; Identidade e Cultura Surda; Desenvolvimento e Aprendizagem do Aluno Surdo; Os Processos de Integração e Inclusão do Aluno Surdo na Rede Regular de Ensino; A Sociedade, a Escola e a Família da Criança Surda; LEI DE LIBRAS - Lei 10.436/02 de 24 de abril de 2002. - Decreto n. 5.626 de 22 de dezembro de 2005 que regulamenta a Lei de Libras - Noções de linguística e gramática das Línguas de Sinais; Compreensão acerca do ato de interpretar e suas implicações; Competências de um profissional tradutor intérprete; A atuação de intérprete de língua de sinais e sua relação com a ética; Mitos sobre o profissional intérprete; Identificação dos Modelos de Interpretação; Situações que exigem um posicionamento ético do intérprete de língua de sinais.

MÉDICO PSF

POLÍTICA DE SAÚDE: Evolução da Política de Saúde. SUS. Legislação e financiamento. Modelo Assistencial. Programa/Estratégia de Saúdeda Família. ORGANIZAÇÃO DO PROCESSO DE TRABALHO NA ATENÇÃO BÁSICA: acolhimento, produção de vínculo e responsabilização, clínica ampliada e outros princípios da política nacional de humanização, programação de ações e construção de agenda compartilhada e educação permanente. A educação em saúde na prática do ESF. Sistema de informação da atenção básica. Noções Básicas de Epidemiologia: Vigilância epidemiológica, Indicadores Básicos de Saúde. Atuação do Médico nos programas Ministeriais: Hanseníase, Tuberculose, Hipertensão, Diabetes. Atenção à Saúde da Mulher. Atenção à Saúde da Criança. Atenção à Saúde do Adolescente, Adulto e do Idoso. Exame Clínico; Considerações Biológicas em Medicina Clínica; doenças causadas por agentes biológicos e ambientais; Doenças causadas por riscos do meio ambiente e agentes físicos e químicos; Doenças dos sistemas orgânicos; DST - Doenças Sexualmente Transmissíveis: HIV e AIDS, Prevenção, Transmissão e Tratamento; Fundamentos da Psiquiatria e Doenças Psicossomáticas: Fundamentos de Geriatria, Fundamentos da Hemoterapia; Fundamentos de Epidemiologia e Doenças de Motivação Compulsória; Fundamentos de Saúde Pública; Fundamentos de Pediatria; Emergências Médicas: Cardiovasculares, Respiratórias, Neurológicas, Pneumológicas dos distúrbios metabólicos e endócrinos gastroenterológicos, das doenças infectocontagiosas, dos estados alérgicos e dermatológicos, dos politraumatizados, da Ortopedia, das feridas e queimaduras, da Ginecologia e Obstetrícia, da Urologia, da Oftalmologia e Otorrinolaringologia, intoxicações exógenas. Saúde da família na busca da humanização e da ética na atenção a saúde. Saúde mental no ESF. Tratamento de feridas no domicílio. Controle da dor no domicílio. Intervenções Médica na internação domiciliar e assistência Médica em domicílio. Visitas Domiciliares. Trabalho em equipe multiprofissional. Relacionamento Interpessoal. Propedêutica em clínica médica. Prevenção, nutrição e doenças nutricionais. Antibióticos, quimioterápicos e corticoides. Epidemiologia, etiologia clínica, laboratório, diagnostico diferencial das seguintes afecções: Aparelho digestivo: esofagite, gastrite, ulcera péptica, doença intestinal inflamatória e cirrose hepática; Aparelho cardiovascular: angina pectoris, infarto agudo do miocárdio, hipertensão arterial sistêmica; Sistema Hematopoiético: anemias, leucoses e linfomas;

MÉDICO PEDIATRA

Ética Médica. Indicadores de mortalidade perinatal, neonatal e infantil, Crescimento e desenvolvimento: desnutrição, obesidade e distúrbios do desenvolvimento neuro-psicomotor, Imunizações: ativa e passiva, Alimentação do recém-nascido e lactente: carências nutricionais, desvitaminoses. Patologia do lactente e da criança: Distúrbios cárdio-circulatórios: Cardiopatias congênitas, Choque, Crise Hipertensa, Insuficiência cardíaca, Reanimação cardiorrespitória. Distúrbios respiratórios: Afecções de vias aéreas superiores, Bronquite, bronquiolite, Estado de mal asmático, Insuficiência respiratória aguda, Pneumopatias agudas e derrames pleurais. Distúrbios metabólicos e endócrinos: Acidose e alcalose metabólicas, Desidratação aguda, Diabetes mellitus, Hipotireoidismo e hipertireoidismo, Insuficiência supra-renal. Distúrbios neurológicos: Coma, Distúrbios motores de instalação aguda, Estado de mal convulsivo. Distúrbios do aparelho urinário e renal: Glomerulopatias, Infecções do trato urinário, Insuficiência renal aguda e crônica, Síndrome hemolítico-urêmica, Síndrome nefrótica. Distúrbios onco-hematológicos: Anemias carenciais e hemolíticas, Hemorragia digestiva, Leucemias e tumores sólidos, Síndromes hemorrágicas. Patologia do fígado e das vias biliares: Hepatites virais, Insuficiência hepática. Doenças Infecto-contagiosas: AIDS, Diarréias agudas. Doenças infecciosas comuns da infância. Estafilococcias e estreptococcias. Infecção hospitalar. Meningoencegalites virais e fúngicas. Sepse e meningite de etiologia bacteriana. Tuberculose. Viroses respiratórias. Acidentes: Acidentes por submersão. Intoxicações exógenas agudas. Violência Doméstica. Primeiros Socorros no Paciente Politraumatizado. Acidentes por animais peçonhentos. Meningites virais e bacterianas.

MÉDICO PSIQUIATRA

1. Relação médico - paciente e técnicas de entrevista. 2. Desenvolvimento humano ao longo do ciclo vital. 3. Exame clínico do paciente psiquiátrico. 4. Sinais e sintomas em psiquiatria. 5. Delirium, demência, transtornos amnésticos e outras condições psicopatológicas devido a uma condição medica geral. 6. Transtornos relacionados a substancias psicoativas. 7. Esquizofrenia e outros transtornos psicóticos. 8. Transtornos do humor. 9. Transtornos de ansiedade. 10. Sexualidade humana. 11. Transtornos de personalidade. 12. Medicina psiquiátrica de emergência. 13. Psicoterapias. 14. Terapias biológicas. 15. Psiquiatria infantil: avaliação, exame e retardo mental. 16. Transtornos de aprendizagem. 17. Transtorno de déficit de atenção. 18. Transtornos de tique. 19. Transtorno do humor e suicídio em crianças e adolescentes. 20. Abuso de substancias psicoativas na adolescência. 21. Tratamento psiquiátrico de crianças e adolescentes. 22. Questões forenses em psiquiatria. 23. Psiquiátrica geriátrica. 24. Cuidados no final da vida e medicina psiquiátrica paliativa. 25. Ética na psiquiatria. 26. Psiquiatria pública e hospitalar. 27. O sistema de saúde em psiquiatria e medicina.

MÉDICO DO TRABALHO

Noções de clínica geral; Saúde do trabalhador e principais doenças profissionais: noções de epidemiologia, estatística em medicina do trabalho, bioestatística, acidentes do trabalho suas definições e métodos de prevenção; noções de atividade, carga de trabalho e fisiologia do trabalho; epidemiologia das LER / DORT, caracterização, evolução e prognóstico; acompanhamento médico de portadores de doenças profissionais; automação e riscos à saúde; noções de atividade física e riscos à saúde; trabalho sob pressão temporal e riscos à saúde; agentes físicos, químicos e biológicos e riscos à saúde; noções de toxicologia; noções de sofrimento psíquico e psicopatologia do trabalho; problemas provocados por dependência química tabagismo, álcool e outras drogas; noções de avaliação e controle de riscos ligados ao ambiente de trabalho; noções de ergonomia. Legislação pertinente à segurança e à saúde do trabalhador: noções de legislação acidentária e previdenciária, Nexo Técnico Epidemiológico Previdenciário NTEP e Fator Acidentário de Prevenção FAP. Noções sobre o funcionamento e gestão de um serviço médico e de segurança do trabalho em empresa.

MÉDICO PLANTONISTA - CLÍNICO GERAL

1. Assistência Médica em Saúde do Adulto: Hipertensão Arterial. 2. Diabetes Mellitus. 3. Doenças Cardiovasculares. 4. Doenças Reumáticas. 5. Doenças Pulmonares e Neurológicas. 6. Assistência Médica em Ginecologia e Obstetrícia: Pré-natal de baixo risco e Doenças da Gestação. 7. Câncer de Mama e Cérvico-uterino. 8. Assistência Médica ao Idoso. 9. Assistência Médica em Pediatria: Puericultura, doenças diarreicas, doenças respiratórias da infância. 10. Assistência Médica em Doenças Transmissíveis: doenças com notificação compulsória. 11. Ansiedade e Depressão. 12. Procedimentos médicos-cirúrgicos. 13. Procedimentos traumato-ortopédicos. 14. Conduta de tratamento anti-acidentes com animais peçonhentos.

MÉDICO VETERINÁRIO

Diagnóstico clínico e tratamento de patologias em animais de produção, companhia, silvestres e exóticos. Controle e fiscalização sanitária de patologias com potencial zoonotico. Controle e elaboração de programa de imunização de animais de produção, companhia, silvestres e eróticos. Combate de vetores e transmissões de zoonoses. Controle, elaboração de pareceres de informe técnicos veterinários para toxinfecção, envenenamento alimentar e por animais peçonhentos. Controle epidemiológico e de investigação epidemiológica. Controle de qualidade de alimentos de origem animal e os também usados em alimentação animal.

NUTRICIONISTA

1. Princípios Nutricionais. 2. Digestão, Absorção, Transporte e Excreção de Nutrientes. 3. Nutrição no Ciclo da Vida - da Gestação ao Envelhecimento. 4. Nutrição para a Manutenção da Saúde e Prevenção de Doenças. 5. Patologia da Nutrição. 6. Bases da Dietoterapia. 7. Recomendações Nutricionais - Adulto e Pediatria. 8. Necessidades Nutricionais -Idosos, Adulto e Pediatria. 9. Terapia Nutricional nas Enfermidades -Idosos, Adulto e Pediatria. 10. Terapia Nutricional Enteral -Idosos, Adulto e Pediatria. 11. Resolução 63 (Regulamento Técnico para a Terapia de Nutrição Enteral). 12. Administração e Nutrição na Produção de Refeições Coletivas. 13. Técnica Dietética. 14. Tecnologia de Alimentos; Alimentação e Nutrição; Produção de Alimentos; Técnica Dietética; Microbiologia dos Alimentos; Toxicologia de Alimentos; Contaminações de Alimentos; Doenças Transmitidas por Alimentos; Controle de Qualidade; Higiene de Alimentos; Portaria nº 326, de 30 de julho de 1997 da ANVISA (aprova o Regulamento Técnico sobre "Condições Higiênico-Sanitárias e de Boas Práticas de Fabricação para Estabelecimentos Produtores/Industrializadores de Alimentos"). 15. Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle (APPCC).

ODONTÓLOGO ENDODONTIA

Conhecimento e procedimentos de programas de saúde pública bucal, assistência odontológica, diagnóstico e tratamento de afecções bucais, dentárias e maxilo-faciais; prescrição ou administração de medicamentos, realização de perícias odontolegais, emissão de laudos e pareceres, atestados e licenças, difusão de preceitos de saúde pública odontológica; noções de diagnóstico e tratamento endodônticos em dentes unirradiculares e birradiculares, retratamentos endodônticos, remoção de núcleos intrarradiculares, controle de contaminação e infecção durante o procedimento clínico. Biossegurança em Odontologia. Importância da higienização das mãos para o controle de Infecção em estabelecimentos de assistência à saúde. Atendimento de urgência de dentes traumatizados, clínica endodôntica com cirurgia.

ODONTÓLOGO ODONTOPEDIATRIA

Conhecimento e procedimentos de programas de saúde pública bucal infantil, assistência odontológica a crianças, diagnóstico e tratamento de afecções bucais, dentárias e maxilo-faciais; prescrição ou administração de medicamentos, realização de perícias odontolegais, emissão de laudos e pareceres, atestados e licenças, difusão de preceitos de saúde pública odontológica; noções de psicologia aplicada em odontopediatria, cronologia da erupção dentária, radiologia, anestesia e cirurgia em odontopediatria, cariologia, controle mecânico da placa bacteriana, selantes de fóssulas e fissuras, tratamento endodôntico em dentes decíduos, terapia pulpar em dentes permanentes jovens, dentística em odontopediatria, recursos protéticos em odontopediatria, odontologia para bebês, fármacos. Tratamentos de urgência e emergência em Odontopediatria, antissépticos e desinfetantes).

ODONTÓLOGO ORTODONTIA

1. Ortodontia: Importância da especialidade na Área de Saúde; 2. Crescimento e Desenvolvimento Evolutivo da Face Humana; 3. Biogênese da Dentição Decídua e Permanente; 4. Análises da Dentadura Decídua, Mista e Permanente; 5. Oclusão Normal; 6. Classificação das Más Oclusões; 7. Elementos de Diagnóstico em Ortodontia; 8. Cefalometria radiográfica; traçado cefalométrico; pontos, linhas e planos cefalométricos; análise cefalométrica; 9. Biomecânica dos movimentos dentários; 10. Predição de Crescimento - Interesse em Ortodontia; 11. Etiologia das Más Oclusões; 12. Maus Hábitos Bucais; 13. Mordida aberta; 14. Mordidas Cruzadas - Diagnóstico e Condutas Clínicas; 15. Sobremordida profunda; 16. Maloclusão de classe II e de classe III; 17. Princípios Biológicos da Movimentação Dentária ; 18. Recursos Terapêuticos na Interceptação das Más Oclusões; 19. Mantenedores e Recuperadores de espaço; 20. Diastemas; 21. Correlação Ortodontia e Periodontia.

ODONTÓLOGO PSF

Ética em Odontologia. Biossegurança. Epidemiologia das doenças bucais no Brasil. Índices epidemiológicos específicos em saúde bucal. Saúde Pública: organização dos Serviços de Saúde no Brasil - SUS: legislação, princípios, diretrizes, estrutura e características. Indicadores de saúde, sistema de notificação e de vigilância epidemiológica e sanitária. PSF - Programa Saúde Família (objetivos, funções e atribuições). Biogênese das dentições. Diagnóstico e plano de tratamento: anamnese, exame físico, índices de higiene bucal, radiologia, semiologia bucal, exames complementares. Materiais restauradores: amálgama, resinas compostas, sistemas adesivos, cimentos de ionômero de vidro. Materiais protetores do complexo dentino-pulpar. Métodos preventivos: educação em saúde, tratamento restaurador atraumático, adequação do meio, selantes, restaurações preventivas, uso de fluoretos em Odontologia. Cariologia: características clínicas das lesões de cárie, prevenção, tratamento, prevalência e incidência, microrganismos cariogênicos, diagnóstico da atividade de cárie. Inter-relação dentística - periodontia. Controle químico e mecânico do biofilme dentário. Periodontia: gengivite e periodontite - diagnóstico, prevenção e tratamento não cirúrgico. Cirurgia Oral menor: exodontias, ulectomia e ulotomia, frenectomia. Odontopediatria: promoção de saúde bucal em bebês e crianças, educação em saúde, cariologia, uso de fluoretos e outros métodos preventivos (selantes, ART), materiais dentários em Odontopediatria, radiologia em Odontopediatria (técnicas Randall, Mankopf, bite-wing, Clark). Urgências em Odontologia: traumatismos na dentadura decídua e permanente; urgências endodônticas e periodontais. Atendimento de pacientes com necessidades especiais. Farmacologia e terapêutica em Odontologia: analgésicos, anti-inflamatórios, antimicrobianos, sedativos, interações medicamentosas. Anestesiologia: indicações e contra-indicações dos anestésicos locais em Odontologia, técnicas de anestesia, doses.

ODONTÓLOGO CIRURGIÃO BUCO - MAXILO FACIAL

Conhecimento e procedimentos de implantes, enxertos, transplantes e reimplantes, análise de resultado de biópsias, cirurgias protética, ortodôntica e ortognática, diagnóstico e tratamento cirúrgico de cistos, afecções radiculares e perirradiculares, doenças das glândulas salivares, doenças da articulação têmporomandibular, lesões de origem traumática na área bucomaxilofacial, malformações congênitas ou adquiridas dos maxilares e da mandíbula e tumores benignos da cavidade bucal, diagnóstico e viabilidade de tratamento de tumores malignos da cavidade bucal, perícias odontolegais, emisão de laudos e pareceres, atestados e licenças, difusão de preceitos de saúde pública odontológica, prescrição e administração de medicamentos; noções de medidas de controle de infecção no consultório dentário, anatomia facial e oral, lesões hiperplásicas e neoplásicas da cavidade bucal, tratamento das urgências e emergências em cirurgia buço-maxilo-facial, uso de fármacos (analgésicos, antimicrobianos e antiinflamatórios), anestesia, exame radiológico facial e dentário, patologia bucal.

ODONTÓLOGO ATENDIMENTO A PACIENTES COM NECESSIDADES ESPECIAIS

Conhecimento e procedimentos de programas de saúde pública bucal, assistência odontológica, diagnóstico e tratamento de afecções bucais, dentárias e maxilo-faciais; prescrição ou administração de medicamentos, interações farmacológicas, realização de perícias odontolegais, emissão de laudos e pareceres, atestados e licenças, difusão de preceitos de saúde pública odontológica; noções de síndromes e anomalias craniofaciais, doenças neurológicas e tratamento odontológico, doenças psiquiátricas, comportamentais e fobias e tratamento odontológico, cardiopatia e odontologia, tratamento de pacientes com síndrome de Down, com paralisia cerebral, hidrocefalia, portadores do HIV e doentes de Aids, gestantes, diabéticos e hipertensos, moléstias infecciosas e atuação do odontólogo, oncologia e tratamento odontológico, ortodontia e ortopedia facial em pacientes especiais, métodos alternativos para tratamento odontológico (sedação e anestesia geral), técnicas de condicionamento para Odontologia, Biossegurança em Odontologia, importância da higienização das mãos no controle de infecção em estabelecimentos de assistência à saúde.

PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA - NÍVEL II (EDUCAÇÃO INFANTIL, ENSINO FUNDAMENTAL E ANOS INICIAIS DO 1° AO 5° ANO)

Conhecimento e procedimentos de princípios de ministração do ensino (igualdade de condições para o acesso e permanência na escola, liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar a cultura, o pensamento, a arte e o saber; pluralismo de idéias e de concepções pedagógicas; respeito à liberdade e apreço à tolerância, valorização do profissional da educação escolar, gestão democrática, garantia de padrão de qualidade, valorização da experiência extra-escolar, vinculação entre a educação escolar, o trabalho e as práticas sociais), elaboração e aplicação de proposta pedagógica, elaboração e cumprimento de plano de trabalho, estabelecimento de estratégias de desenvolvimento para crianças PNEs, articulação escola-comunidade, planejamento, organização e execução de ações inerentes ao desenvolvimento integral da criança, acompanhamento e registro do desenvolvimento da criança; criação e aplicação de recursos didáticos; noções de organização da educação básica e princípios e fins da educação nacional (LDB Lei Federal nº 9394/96), diretrizes curriculares para a educação Infantil e para o ensino fundamental; parâmetros curriculares nacionais, tendências pedagógicas na prática escolar. Constituição Federal: Dos Princípios Fundamentais; CAPÍTULO III - DA EDUCAÇÃO, DA CULTURA E DO DESPORTO - Seção I. Lei Federal nº 8.069, de 13 de julho de 1990 (Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências). Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Gestão democrática da escola. Educação na perspectiva crítica. A psicologia do desenvolvimento e da aprendizagem.

PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA - NÍVEL II (LÍNGUA PORTUGUESA)

I. LINGUAGEM, INTERLOCUÇÃO E DIALOGISMO. Língua e linguagem: função simbólica (representação de mundo) e função comunicativa (interação social, ação linguística); dimensões da linguagem (semântica, gramatical e pragmática); discurso e texto; texto e elementos constitutivos do contexto de produção; gêneros do discurso: estrutura, sequências discursivas predominantes e marcas linguísticas recorrentes, dialogia e intertextualidade. II VARIAÇÃO LINGUÍSTICA, NORMA E ENSINO DA LÍNGUA. Modalidades, variedades, registros; concepções de gramática: normativa ou prescritiva, descritiva, internalizada; diferenças entre padrões do oral e do escrito; norma culta; conexão entre orações e períodos: parataxe, coordenação e subordinação. III. PRÁTICAS DE LEITURA E DE PRODUÇÃO DE TEXTO. O texto como unidade de sentido: mecanismos de coesão e fatores de coerência; texto e leitor: procedimentos de leitura; tipos de atividades de escrita (transcrição, reprodução, paráfrase, resumo, decalque, criação). IV. LITERATURA.A dimensão estética da linguagem; instâncias de produção e de legitimação da produção literária; pactos de leitura: leitor e obra; a literatura e sua história: paradigmas estéticos e movimentos literários em língua portuguesa; teatro e gênero dramático; romance, novela, conto e gêneros narrativos; poema e gêneros líricos; intertextualidade e literatura. Constituição Federal: Dos Princípios Fundamentais; CAPÍTULO III - DA EDUCAÇÃO, DA CULTURA E DO DESPORTO - Seção I. Lei Federal nº 8.069, de 13 de julho de 1990 (Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências.

Conjuntos. Conjuntos numéricos. Funções: linear, quadrática, modular, exponencial e logarítmica. Funções definidas por várias sentenças. Equações e inequações. Matemática financeira: porcentagem, juros simples e compostos, regra de três simples e composta. Progressões aritméticas e geométricas. Trigonometria. Resolução de triângulos e suas aplicações. Matrizes. Determinantes. Sistemas lineares. Binômio de Newton. Probabilidade. Noções de estatística. Geometria plana: área e perímetro de figuras planas. Estudo da circunferência. Geometria espacial: poliedros, paralelepípedos, cubo, cilindro, cone, pirâmide, e esfera. Geometria analítica: reta e circunferência. Polinômios e equações polinomiais. Constituição Federal: Dos Princípios Fundamentais; CAPÍTULO III - DA EDUCAÇÃO, DA CULTURA E DO DESPORTO - Seção I. Lei Federal nº 8.069, de 13 de julho de 1990 (Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências .

PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA - NÍVEL II (HISTÓRIA)

Fundamentos teóricos do pensamento histórico - História Positivista, Marxista, Nova História e as correntes atuais do pensamento historiográfico. TRABALHO E SOCIEDADE - Organização temporal e espacial das relações sociais de produção, destacando o trabalho na Modernidade. O trabalho no capitalismo, terceirização, o trabalho informal, diferentes tipos de exploração, alienação e os movimentos de resistência. CULTURA - Representações culturais, mudanças culturais relacionadas aos meios de comunicação e aos movimentos sociais. Conceito de mestiçagem cultural. IDEIAS E PRÁTICAS REVOLUCIONÁRIAS - Tecnológicas: industrial e dos meios de comunicação. Sociais: movimentos feministas e de jovens; ascensão do proletariado; as lutas étnicas. Políticas e ideológicas: grupos e correntes de contestação. PODER E VIOLÊNCIA - Regimes autoritários do mundo contemporâneo e poder dos grupos organizados. Movimentos de resistências e reivindicatórios. GLOBALIZAÇÃO - Meios de comunicação e transporte. A invenção da imprensa e divulgação de ideias. Novas formas de integração e desintegração econômica e distribuição de poder. A modernização do Brasil. NAÇÃO E NACIONALIDADE - O princípio das nacionalidades e a formação do Estado Nacional Brasileiro. Culturas e identidades. Disputas étnicas no Brasil, África e Europa. CIDADANIA - O Estado e a participação política do cidadão. Cidadania e liberdade: escravidão na Antiguidade e nos tempos modernos, servidão, movimentos em prol da igualdade étnica. Cidadania e manifestações culturais. Movimentos de preservação da memória nacional e dos grupos sociais. A construção de noções de temporalidade na história ensinada. Constituição Federal: Dos Princípios Fundamentais; CAPÍTULO III - DA EDUCAÇÃO, DA CULTURA E DO DESPORTO - Seção I. Lei Federal nº 8.069, de 13 de julho de 1990 (Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências.

PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA - NÍVEL II (ARTES)

Fundamentos históricos, filosóficos e psicopedagógicos da Educação Artística. História do ensino das artes no Brasil. Metodologias e procedimentos pedagógicos, recursos materiais e objetivos do ensino das linguagens da arte na escola. Conhecimentos específicos das diferentes linguagens da arte: Teatro (Artes Cênicas), Artes Visuais e Música quanto ao desenvolvimento infantil, à prática específica e a história das artes universal e brasileira, em seus vários períodos até os movimentos contemporâneos. Constituição Federal: Dos Princípios Fundamentais; CAPÍTULO III - DA EDUCAÇÃO, DA CULTURA E DO DESPORTO - Seção I. Lei Federal nº 8.069, de 13 de julho de 1990 (Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências.

PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA - NÍVEL II (CIÊNCIAS)

Ciências no Ensino Fundamental - caracterização da área; fases e tendências dominantes; ciências naturais, cidadania e tecnologia; aprender e ensinar ciências naturais: a experi-mentação; Ciências e métodos científicos; abordagem metodológica de conteúdos; temas e atividades; objetivos gerais, conteúdos e avaliação para o ensino fundamental ; orientações didáticas. O Universo - origem. O Sistema Solar, o Sol como fonte de energia, movimentos da Terra e da Lua e suas consequências. Rochas e solos - origem e estrutura da Terra, origem, tipos, composição e modificações das rochas, exploração e conservação do solo, combustíveis fósseis. Ar atmosférico - composição, relações com os seres vivos, poluição do ar, pressão atmosférica e suas variações, ventos, noções básicas de meteorologia. Água - propriedades físicas e químicas, ciclo da água, relações com os seres vivos, poluição da água, purificação da água, tratamento de água e esgoto. Meio Ambiente e Sociedade - conceitos ecológicos, ciclos biogeoquímicos, estudo das populações, interações, cadeias, teias e pirâmides ecológicas, relações entre os seres vivos, reciclagem, energias alternativas, poluição e desequilíbrio ecológico. Seres vivos - Evolução: Lamarck e Darwin, mutação e seleção natural, biodiversidade. Citologia: célula, membrana, citoplasma e núcleo, atividades celulares, reprodução e desenvolvimento. Animais e vegetais: classificação e caracterização geral dos filos, funções vitais, adaptações ao ambiente e representantes mais característicos. Biologia humana - origem e evolução do homem, anatomia e fisiologia humanas, doenças carenciais e parasitárias: métodos de prevenção e tratamento. Saúde no Ensino Fundamental - concepção, objetivos, conteúdos, avaliação, orientações didáticas. Orientação Sexual no Ensino Fundamental - concepção, objetivos, conteúdos, orientações didáticas. Genética - Leis de Mendel, grupos sanguíneos, sexo e herança genética. Fundamentos de Química - estrutura e propriedades da matéria, estrutura atômica, elementos químicos, íons, moléculas, átomos isótopos, isóbaros e isótonos, tabela periódica, misturas e combinações: separação de misturas, reações químicas, óxidos, bases, ácidos e sais. Fundamentos de Física - força, movimento, energia cinética e potencial, gravidade, massa e peso, trabalho e potência, máquinas simples, movimentos ondulatórios, fenômenos luminosos, calor e termodinâmica, estados físicos da matéria e mudanças de estado, eletricidade, magnetismo. Constituição Federal: Dos Princípios Fundamentais; CAPÍTULO III - DA EDUCAÇÃO, DA CULTURA E DO DESPORTO - Seção I. Lei Federal nº 8.069, de 13 de julho de 1990 (Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências.

PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA - NÍVEL II (EDUCAÇÃO FÍSICA)

Educação Física e sociedade; fundamentos didático-pedagógicos da educação física; atividade física e saúde; crescimento e desenvolvimento; aspectos da aprendizagem motora; aspectos sócio-históricos da educação física; política educacional e educação física; cultura e educação física; aspectos da competição e cooperação no cenário escolar. Constituição Federal: Dos Princípios Fundamentais; CAPÍTULO III - DA EDUCAÇÃO, DA CULTURA E DO DESPORTO - Seção I. Lei Federal nº 8.069, de 13 de julho de 1990 (Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências.

PSICÓLOGO

Psicoterapia breve. Psicopatologias. Recrutamento e Seleção. Treinamento. Adolescência. Concepção interacionista, Piaget e Vygotsky, As etapas do desenvolvimento cognitivo e afetivo. O desenvolvimento de crianças e adolescentes. Legislação. História das Políticas de Saúde no Brasil. Sistema Único de Saúde (Legislação, Lei 8080/90, Lei 8142/90 e Normas Operacionais Básicas do SUS). Saúde Coletiva (Pública). Reforma Psiquiátrica; Saúde Mental Coletiva; Grupos (terapêuticos, operativos, de apoio); Psicologia das Instituições e Organizacional.

TECNÓLOGO EM SANEAMENTO AMBIENTAL

Ciclo hidrológico. A água na transmissão de doenças. Padrões de potabilidade - Portaria Nº 518/04 do Ministério da Saúde. Coleta de amostras de água para análise em laboratório. Sistema de Abastecimento de água. Captação de água subterrânea e superficial. Análise e controle de qualidade da água. Materiais e equipamentos. Parâmetros de projeto e dimensionamento (adução, reservação e distribuição). Tratamento de água. Construção e desinfecção de poços e reservatórios. Sistema de Esgotamento Sanitário. Importância do tratamento dos esgotos sanitários. Drenagem Urbana. Gerenciamento de Resíduos Sólidos. Noções de qualidade ambiental e de preservação do meio ambiente. Ecologia e poluição ambiental. Resoluções do CONAMA 001/86 e 357/05. Legislação relacionada à área de atuação. Lei 703/2007 - CÓDIGO AMBIENTAL DO MUNICÍPIO. Lei 703/2007 - Código Ambiental do Município.

ANEXO III

DISTRIBUIÇÃO DAS VAGAS PARA O CARGO D E AGENTE COMUNITÁRIO D E SAÚDE

É imprescindível que o candidato faça a sua escolha antes de efetivar a inscrição. O candidato deverá, ainda, comprovar a residência na área escolhida na época da posse.

CARGO DE AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE

Código do Cargo para Inscrição

Unidades

Localidade

Ruas, Avenidas, Travessas e Invasões

Vagas

201.10

C.S. Albert Sabin

Marcos Freire I

Área 14: Rua 01; Rua 02; Av Perimetral A - nº 01 a 145 (impares); Av A3 - nº 01 a 43 (impares), nº 02 a 36B (pares); Av A 3 - nº 45 a 89 (impares); Av A 3 - nº 78 a 106 (pares); Rua 08; Rua 06 - nº 01 a 31(impares), 2 a 42 (pares); Rua 07; Tv 01; Rua 03; Rua 04; Rua 05; Rua 06 - nº 33 a 61 impares), nº 44 a 74(pares); Av A 3 - 108 a 126-A; Av Coletora A - nº 468 a 996; Av Perimetral B - nº 1 a 149; Av 3 - nº 38 a 80 A; Tv Coletora Área 53: Av A - nº 01 a 19 A, 19 B e 19 C; nº 928 a 1097; Av A13 - nº 445 a 519 (impares); Rua 34; Rua 35; Rua 36 (lado impar); Rua 36 (lado par); Rua 43/38; Rua 43/37; Av. A 14 (nº 1, 3, 5); Rua 44/38; Rua 44/39; Tv. 39; Rua 45/39 (lado ímpar); Av. A, nº 7,9,11 e 13; Rua 45/39 (lado par); Rua 45/40; Tv. 40; Rua 46/40 (lado ímpar); Av. A-14 ( 15 a 69 ímpares); Av.Coletor A; Av. A-13 ( 01 a 99 ímpar); Av. A‑ 13 (02 a 76 par); Rua 46/40 (par); Rua 36 (lado impar 6 casas) Área 59: Rua 46/41 - nº 01 a 56; Rua 47/41 - nº 01 a 56; Tv 46 (101 a 108); Rua A13; Rua 42 - nº 01 a 55 (impares) nº 12 a 22, 90, 100, 118, 124, 154, 164 e 174; Rua A13 - nº 111 a 147 (impares); nº 84 a 86, 94,96,90,92 748, 758, 766, 778, 790, 798, 804, 808, 840,889 (pares); Rua A 28 - 11, 21, 31, 41, 51, 61, 71, 81, 91, 101, 111, 121, 131, 141, 151, 161 (impar); Av Coletora C - nº 836 a 972, 20, 144 A, 144 B, 150, 158, 182, 190, 198, 206, 222, 230, 238, 254, 262 A, 262 B, 232 A, 232 B.; Rua A28 - nº 11, 21, 31, 51, 61, 71, 81, 91,101, 111, 121,131, 141, 151, 161 (impares); Rua A 28 - nº 12, 22, 52, 72, 82, 92, 112, 150, 162, 182, 184, 202, 2 s/nº; Rua 88 - nº 1 a 27, 25 a 53; Rua 89 - nº 29 a 54, 52 a 96; Rua 90 - nº 1 a 44; Rua 91; Rua 92; Rua Perimetral E; Rua Perimetral C; Rua A 28; Rua A 28 - nº 61 a 107 (impares); Av B - nº 1 a 60; Rua A 29 - nº 62 a 114 (pares) nº 01 a 43, 9 A e 9 B (impares); Rua 93 - nº 03 a 17; Rua 94 - nº26 a 40; Rua 95 - nº01 a 21; Rua 96 - nº 01 a 20 B, 18 A, 18 B; Rua 97 - nº 01 a 20; Rua 98 - nº 02 a 20; Rua 99 - nº 01 a 43, 22 A, 22 B; Rua 100 - nº 2 a 36 B Área 16: Rua 32; Rua 33; Av A 5; Av Coletora A (2307 a 2357 - impares); Av A 9; Rua A 4; Av Coletora A (do P.S até Igreja); Rua 30; Rua 31; Rua A6; Rua A5; Rua 28 B; Rua 28 A; Av A 5 (até rua 29); Av A 9; Rua 28; Rua 29; Av Perimetral A (até rua 11); Rua A 4; Travessa 02 (102 a 108 B); Rua 9; Rua 10 Área 35: Rua 57/53; Rua 57/52; Rua A16 - nº 17 a 23; Rua 55/51; Rua 55/50; Rua A15 - nº 10 a 38; Rua A16 - nº 01 a 07; Av Coletora C; Rua A13; Rua 54; Rua A15 - nº 58 a 70; Rua A16 - nº 25 a 49; Rua 49; Rua 48; Rua A15 - nº 02 a 08; Av. A 13; Tv C; Tv 09; Rua 56/52; Rua 56/51; Rua A15 - nº 40 a 56; Rua A 16 - nº 09 a 15; Av A - nº 49 a 343 (impar) e nº 407 a 826 (par) Área 48: Rua 19; Rua 18; Rua 17; Av A 8 de 01 a 31 (ímpares); Rua 11; Rua 12; Av Perimetral A de 18 a 32; Rua A 7; Rua 13; Rua 20; Rua 14; Av Perimetral A (da 34 a 56); Rua 21; Rua 22; Rua A 8 (da 36 a 70); Av. Perimetral A (da 57 a 79)

02

201.11U.S. Antônio Carlos Leite FrancoSanto InácioÁrea 51: Rua Carlos Menezes; Rua Castelo Branco; Rua Presidente Costa e Silva; Rua Carlos Gomes; Rua Graciliano Ramos; Rua Ana Néri; Rua Costa e Silva; Rua Presidente Médici; Rua Tobias Barreto; Rua Macilio Dias; Rua da Frente; Tv. Presidente Médici; Tv. Sergipe; Tv. das Rosas; Tv. da Paz; Rua Manoel Antônio; Rua Santa Terezinha; Rua São Jorge; Tv. São Jorge; Tv. Santa Catarina; Rua José Liberato de Souza; Rua Felipe Camarão; Rua N. S. Socorro; Rua Botafogo; Rua Gonçalves Dias; Rua Guaraci; Hermes Fontes; Nossa Senhora do Socorro II; Siqueira Campos; Jaci; Rua Santa Luzia; Rua Carlos Gomes (metade); Rua Prof Antônio Aires; Presidente Medice II; Tv. E; Tv. F; Tv. G; Presidente Medice I; Rua Rodrigues; Gilton Gomes; São Jorge; Rua M; Rua Santa Luzia; Rua S; Rua E - do campo até o final; Rua C- do campo até o final; Rua A; Rua B; Tv. D; Tv. C; Tv. B; Tv. A; Tv. Tranqüilidade; Tv. Própria; Tv. Confiança; Tv. Itabaiana; Rua do Campo; Rua B (da BR até UBS); Rua A (da BR até UBS); Rua C (da rua do Campo até BR); Rua E (da rua do Campo até BR); Lot. Parque São Francisco; Palestina de Dentro; Rua Senhor do Bomfim; Tv. Senhor do BomfimCR*
201.12U.S. Augusto César Leite FrancoMarcos Freire IIÁrea 34: Rua A-19 (do nº 77 ao 188); Rua 65/62 (lado ímpar); Rua 68; Rua 69 (nº impares); Rua 62/65 ( do nº 02 ao 62-par); Rua 65/63; Rua 66/63; Rua 67; Rua A21; Rua A20; Rua 64; Tv . 07; Rua A 22; Av. Perimetral C; Rua 69 (lado par); Rua 70; Rua 71 Área 38: Rua D; Rua Bela Vista; Tv D; Tv B1; Tv São Gabriel; Rua Otávio Geraldo; Tv João Carlos; Tv D1; Rua Fátima de Oliveira; Rua Santo Antonio; Rua Antemor Campos; Av Perimetral C; Tv Esperança; Rua Quercio Mario; Rua Fernanda Bomfim; Tv Canaã III; Tv Santo Amilton; Tv Emerson Meneses; Tv Aragão; Tv Canaã II; Tv Canãa I; Rua Airton Sena; Tv Airton Sena; Tv José Wellington; Rua Canaã (do n 158 ao 16); Tv João Antonio; Rua Canaã (do nº 162 a 438); Tv Jordão; Rua Letícia do Oriente; Rua 02; Rua 03; Tv 03; Rua 04; Tv 04; Rua 05; Tv 05; Rua Vandete Silva; Rua Airton Sena; Rua Derick Jorge; Tv Daniel Barreto; Tv Nelson Mota; Tv São Carlos; Tv A; Tv Otávio 1 e 2; Rua Vandete Cardoso; Rua José Lopes Área 45: Av 2 (Lot S. Braz/ Lot Terra Nova); Rua B1 (Terra Nova); Rua C 2; Rua D 3; Rua E 4; Rua F 5; Rua 01 ( Lot. São Braz); Trav.01 ( Lot. São Braz); Trav 02 ( Lot. São Braz); Rua 05 (metade da rua / Lot São Braz); Rua 06 ( Lot São Braz); Rua 08 ( Lot São Braz); Rua 09; Rua 10; Rua 11; Tv 6 ( Mangue); Rua 12 ( Lot São Braz); Rua 13 (Lot São Braz); Rua A (Lot Terra Nova); Rua B (Lot Terra Nova); Rua G 6 ( Lot Terra Nova); Av Perimetral (metade); Rua Jamisson Costa (Lot Terra Nova); Rua C (Lot Terra Nova / metade); Rua A (Lot Beira Rio); Rua B (Lot Beira Rio); Av D (Lot Beira Rio); Tv A (Lot Beira Rio); Rua Manoel Romão; Av Perimetral C; Rua C (Lot Beira Rio/metade); Rua F (Lot Beira Rio); Tv F (Lot Beira Rio); Rua 6 (Lot Beira Rio); Rua G (Lot Beira Rio); Pov São Braz: Rua 1; Rua 2; Praça da Matriz; Rua 07 (Lot São Braz); Av 3 (Lot São Braz); Av 4 (Lot São Braz); Rua 5 (Lot São Braz/metade); Tv 4 (Lot São Braz); Rua 2 (Lot Jard Mariano); Rua 3 (Lot Jard Mariano); Tv 3B (Lot Jard Mariano); Tv 3C (Lot Jard Mariano); Tv 3D (Lot Jard Mariano); Tv 3A (Lot Jard Mariano); Rua 11 (Lot Jard Mariano); Rua 10 (Lot Jard Mariano); Rua 9 (Lot Jard Mariano) Área 62: Rua 61 - 01 até 73; Rua A13 - 170 até 98; Rua A17 - 271 até 215; Rua 60 - 02 até 54; Rua A13 - 263 até 351; Av. A- toda passando da rótula deso / rótula; Rua A23; Rua 73; Rua 72; Av. Coletora C; A 19 + rua 60 noº ímpar; Tv s/nome (entre coletora e A19); Rua 59; Rua 60; Rua 58 Área 60: Rua 86/82 (lado esquerdo); Rua 87/82; Tv 87; Rua 87; Rua 83/79; Rua 84/79; Rua 80; Invasão Perimetral D; Invasão 7 de setembro; Invasão Bela Vista; Tv 85; Rua 85/81; Rua 86/81; Rua 86/82 (lado direito); Av Perimetral D (lado do conjunto); Invasão da Perimetal D Área 61: Rua A 26; Rua A 26 A; Rua A 26 B; Rua A 27; Rua 76; Rua 75/78 (lado direito); Rua 74/77 (Irmã Dulce); Rua 75/77; Rua 75/78 (lado esquerdo); Rua A 24; Rua A 2503
201.13U.S. Alcides Alves dos SantosTabocasÁrea 50: Rua da Frente; Rua Principal; Rua do Farol; Rua Afonso Alves; Rua Boa Nova; Rua João Pereira; Rua Josival dos Santos; Rua Lucicleide; Vila da Cidade Menor; Trv. Principal; Rua São Gabriel; Rua Caixa D água; Rua Gabriel da Paixão; Rua Mato Alto; Rua Taboca; Rua Cebolinha01
201.14U.S. Antonio NascimentoEstivaÁrea 44: Fábrica de Cimento Nassau; Sitio Madre de Deus; Estiva II; Pov. Estiva ICR*
201.15U.S. Alcino Correia dos SantosBitaÁrea 02: Av Principal; Fazendinha; Av

Principal; Rua Mucuri de Fora; Fazendinha

CR*
201.16U.S. do Albano FrancoAlbano FrancoÁrea 49: Av. Perimentral F da esquina da 136 até a esquina da 131; Rua 135; Rua 134; Rua 133; Rua 132; Rua 131; Av. A33 da perimentral F; Av. Perimentral F - da esquina da 131 a 127; Av. A33; Rua 130; Rua 129; Rua 128; Rua 127; Trav. Caíque; Av. Perimentral F(da esquina da 127 até a Tv. Caic); Rua A 34; Rua A 33; Rua 113 Área 17: Av. Coletora C - 02 a 40; Rua 184; Rua 185; Rua 186; Rua 187; Perimentral G- da esquina rua 188 até sitio Srº Francelino; Campinho; Rua 186; Rua 187; Rua 188; Rua 189; Rua 190; Rua 191; Conj. Albano Franco; Rua 193; Rua 192; Rua 191; Rua 190; Rua 189; Rua 188; Rua 139; Rua 138; Rua 137; Av. Perimentral F da coletora C até rua 136; Rua 136; Esquina da coletora C Área 58: Av. - A 37 até Mercearia Trindade; Rua 165; Rua 166; Rua 168; Rua 167; Rua 160; Rua 162; Rua 163; Rua 164; Rua 155; Rua 156; Rua 157; Rua 158; Rua 159; Rua 161 Área 15: Rua 143; Rua 144; Rua 145; Rua 146; Rua 147; Rua 148; Rua 149; Rua 150; Rua 151; Rua 152; Rua 153; Rua 154; Rua A 41; Av. A 37 (da delegacia a Pousada do Rio do Sal); Coletora B; Av. 39CR*
201.17U.S. do Marcos Freire IMarcos Freire IÁrea 33: Rua 15; Rua 16; Rua A 10; Rua 08; Av. Perimetral A; Av. Perimetral A (nº106 a 148); Rua 23 ;Av. A5 (nº171 a 185 e 194 a 234); Av. coletora A (nº 2344 a 2387); Rua 24; Rua 25; Rua 26; Av. A5 (nºs 236, 189 a 203); Av. Coletora A; Av. Estrutural (2 casas); Av. Perimetral A- (nº150 a 170); Rua A12 - 02 a 20 (pares); Rua A 12 (nº1 a 87ª); Rua 27; Rua 26 (nº 40 a 78); Rua A 29; Rua 101; Rua 112; Rua 102; Rua 103; Rua 104; Rua 105; Rua 106; Rua 107; Rua 108; Av. perimetral E; Rua 110; Rua 109; Rua E; Rua Coletora C; Rua Fátima de Barros; Av. Perimentral E01
201.18C.S. Eduardo VitalConj. JardimÁrea 31: Tv. C; Av. Jardim; Rua I; Rua J; Rua H; Rua G; Rua F; Rua E; Rua D; Rua Emerson Bomfim; Rua A; Rua B; Rua C; Campo do Sergipinho; Av. C1; 8 Jan; 01, 02, 03 Jan.; Rua Orquídea (metade); 5 fev.; 13 março; 3 março; 01 março; 04 março; Av. Chesf; 2 março; Av. Saneamento; Rua Margaridas; 12 Fev. - 6 abril; 11 Fev. - 5 abril; 10 Fev. - 4 abril; 9 Fev. - 3 abril; 8 Fev. - 2 abril; 7 Fev. - 1 abril; 13 Fev.; Av. Chesf; 14 Fev a 7 de fev; Av. do Mato; 9 abril; 8 abril; 7 abril; Rua Margaridas; 8 março; 7 março; 6 março; 5 março; Rosa Maio / Chesf; 9 março; 1 jan. (até 1 março); Rua Hortência; Rua João Alves; Rua CL (até 4 março) Área 43: Lot. Campo Verde; R. S. João (da Av. Leoprosário até Sta Bárbara); Rua Leprosário (toda); Rua Esperança (toda); Rua Teba; Rua N. S. Aparecida; Rua s/nome; Av. C (da rua RP até Av. B); Av. B (toda); Rua Projetada; Rua A; Rua B; Rua D; Rua Y; Rua Santa Bárbara; Rua A; Rua B; Tv. S João; BR 101 (de Rua São João até Rua s/nome) Área 07: Rua Z (até o Lado da Escola Júlia Teles); Rua C; Rua E1 (até a Igreja católica Rosa Mística); Rua Y; Rua X; Rua W; Rua R; Rua G; Tv. D; Rua J; Rua L; Rua N; Rua P; Rua João Alves; Rua Durval Fontes; Rua Santa Gleide; Rua Nova Esperança (do lado direito da rua I1); Rua L1; Rua M1; Rua N1; Rua A1; Rua B1; Rua J1; Rua E1; Rua Z (até lado Colégio J. Teles); Rua Nova Esperança; Rua J1; I1; H1; K1 Área 06: Rua H; Rua G; Rua E; Rua F; Rua C; Rua D; Rua Nossa Senhora de Fátima; Rua P1; Travessa B; Av. A; Rua B Rua A (Jardim 3); Rua C (par); Rua M; Rua L; Rua J; Rua I Área 08: Rua da Paz; Rua Nossa Senhora Aparecida; Av. Principal(rua da Paz até BR); Rua W1; Rua V1 do Alto da Bela Vista; Rua R1; Rua S1; Rua T1; Rua X1; Rua U1; Rua V1(conj. Jardim 1); Rua Nossa Senhora do Socorro; Rua Santo Antônio; Rua São José; Rua São Francisco; Rua N. S. de Fátima; Av. Principal (da W1 a rua da Paz); Rua Santa Catarina; Rua Major Bernardino Dantas; Av. Canal04
201.19C.S. Gabriel Alves da PaixãoFernando CollorÁrea 21: Rua 27 + Invasão; Rua 28 A; Rua 28 B; Trav.28; Av. Aux.II(do nº01ao 09 e 18 ao 68); Rua 17 B(pares) + Invasão; Rua 16 A; Rua16 B + Invasão; Rua 15 (Impares); Av. Aux.II(do nº31 ao 81 e do 70 ao 76); Rua 17 B(impares) + Invasão; Rua 18 A; Rua 18 B+ Invasão; Rua 19; Rua 20 (pares); Av. Aux. II(do nº86 ao 142); Rua 25 A; Rua 25 B; Trav. 25; Rua 26; Trav. 26+ Invasão; Rua 15 (pares); Rua Flodualdo Cruz Lima(do nº 268 ao 972); Rua Flodualdo Cruz Lima(do nº17 ao 457); Rua 20 ( impares); Rua 21 + Invasão; Rua 22 + Invasão; Rua 23; Rua 24 + Invasão; Av. Aux.II( do 78 ao 84 e do 83 ao 93); Rua Flodualdo Cruz Lima( do nº 14 ao s/n); Rua Pref. José Franco(do nº 1700 ao s/n); Invasão Trav. 04; Invasão Trav. 03; Invasão Trav.02; Invasão Trav.01 Área 22: Rua 32- lado E; Rua 39- lado E; Rua Auxiliar III; Tv. 38; Tv. 37; Rua 31; Rua 33; Rua 34; Rua 35 (invasão); Rua 32 (lado D); Rua 36 A; Rua 36 B; Rua 37 e invasão; Rua 32 ( lado D); Rua B; Rua C; Rua 1; Rua 2; Rua 3 a partir da rua A; Rua 4; Tv. 40; Rua 40 (01 a 70); Rua 41 (01 a 96) e invasão; Rua 42 e invasão; Rua 38; Rua A; Rua J; Rua 3 Área 23: Av. Coletora ( da esquina da Rua D até a Travessa do colégio Brasil); Av. Auxiliar I( Pres. José Sarney até Tv. do colégio Brasil); Rua 2; Rua 3 lado impar; Tv. 1; Tv. 2; Rua 03 ( lado par); Rua 4A; Rua 4B (lado par do José Sarney até Tv. 05); Av. Auxiliar I da esquina 3B até 4ª; Tv 04; Tv 05; Av. Auxiliar da 5A até 4A; Rua 5 A( da esquina José Sarney até a Tv. 08); Tv. 06; Tv. 07; Rua 4B (da esquina José Sarney até Tv. 05 lado impar); Tv. 08; Tv. Antônio Carlos; Rua Presidente José Sarney (da esquina da Maria Edenilde até 7A); Rua Projetada; Rua Maria Edenilde Jesus; Av. Coletora da rua D até o final (1lado); Rua Presidente José Sarney do campinho até Maria Edenilde; Tv. Castro Alves; Tv. C2; Tv. C1; Tv. Drº João Edson; Rua A; Rua B; Rua C; Rua D; Rua João Edson; Tv. Edson Luis; Tv. Selma Santos; Tv. Manoel Santos; Tv. A; Av. Coletora da esquina da rua D até o final - Rua 5A (da Aux. I até esquina da Tv. 7 e Tv. 8); Rua 5B; Tv. 9; Rua 6; Av. Aux. I- (da rua 4A até 17 B); Av. Coletora- (da esquina do colégio Brasil até 17B) Área 37: Rua 7A; Rua 7B (ímpares); Tv. 10; Rua 08 A; Rua 07 B (pares); Tv. 11; Rua 08B; Rua 9; Tv. 12; Tv. 13; Tv. 14; Invasão José Sarney; Rua 10; Rua 11; Rua 12 (41 a 65) e invasão; Tv. 15; Tv. 16; Tv. 17; Rua 12; Rua 13 (110 a 188); Invasão da rua 12 pares; Tv 19; Rua 13 A (exceto 110 a 188); Invasão da Tv. 13A; Tv. 18; Tv. 21 Área 47: Av. Aux. 1 (trecho acima da rotula até esquina 13-B); Av. Coletora (2 trechos acima de rótula até a 13 B); Av. Aux. (2 trechos acima da rótula até Igreja); Av. Aux. II (da rótula até 28A dos dois lados); Av. Aux. II (da 28-A até 1º trecho acima lado impar); Av. Coletora (da rótula até 2 trechos acima); Av. Aux. I (da 28 A até 1 trecho acima); Rua 13B; Rua 13B (um lado); Invasão 13B; Rua 30; Rua 29; Rua 28; Rua 28A; Tv. 30; Tv. 29A e B; Tv. 28B; Invasão; Av.Auxiliar I (da rótula da G 01 até esquina da 13B; Invasão Aux. I (até esquina 13B); Av. Aux. ( 1º trecho da 13B); Av. Coletora03
201.20U.S. Parque dos FaróisParque dos FaróisÁrea 55: Rua A; Rua C; Rua D; Rua E; Rua B; Rua E; Rua F; Rua G; Rua H; Rua 23; Rua L; Rua J; Rua D; Rua I; Rua E; Rua C; Rua A; Rua M; Av. Itacanema II; Rua 23; Tv. Lima -5; Rua A; Rua B; Rua D; Rua E; Av. Itacanema II; Rua C; Tv. 1, 2, 3, 5; Rua B; Rua Itacanema II; Av. Chesf; Av. Itacanema I; Lot. Alto Cruzeiro- A até M; Rua Flores; Sitios Área 10: Rua A; Trv A; Rua Cruzeiro do Sul; Rua C, quadra H; Rua D; Rua E; Rua 23 (parte); Rua 02; Rua 23 ( nº 11 ao 139) ( do n 570 ao 974); Rua 03; Av. AM; Rua F; Rua G; Rua H; Rua K; Rua L; Av. JS; Av Chesf (da JS a L); Rua 04; Rua 05; Rua 06; Rua 07; Rua 09 (da 780 a 930); Rua Y; Rua São João; Tv São João; Tv Chesf; Rua Maneca Prudente; Rua O; Rua H (da Rua O até a rua São João); Rua sem nome; Rua N; Rua M; Rua I; Rua J; Rua 09 (do nº 31 a 703); Rua Irmão Fêgo; Av.Chesf (parte); Rua AC Área 11: Rua 21 (da rua 28 até 40); Rua 29; Rua 23 (da rua 28 até a 31); Rua 30 (da rua 23 até a 20); Rua 31; Rua 20 (da rua 28 até 40); Rua 30 (da rua 20 até o final); Rua 24 (da rua 28 até a 40); Rua 22 (da rua 19 até a 28); Rua 21 (da rua 19 até a 28); Rua 19 (da rua 22 até a 25); Rua 20 (da rua 18 até a 19); Rua 24 (da rua 19 até a 28); Rua 28 (da rua 23 até a 24); Rua 20 (da rua 19 até a 28); Rua 8; Rua 15; Rua 18; Rua 22 (metade); Rua 19 (metade); Rua 32; Rua 34; Rua 35; Rua 25; Rua 26; Rua 28 (da rua 24 até o final); Rua 33 Área 12: Rua Beira Rio (da 23 até o final); Rua 23 (da Beira Rio até 65); Rua 53 (da 67 até a Beira Rio); Rua 58; Rua 64; Rua 59; Tv. 59; Rua 57; Rua 31 (da 23 até a 55); Rua 55 (da 31 até a 65); Rua 23 (da 65 até a 31); Rua 40 (da 21 até a 23); Rua 42; Rua 43; Rua 61; Tv 56 (da rua 55 a 56); Rua 56 (da Tv 56 até a rua 64); Rua 57 (da 64 até o final); Tv 57; 2 ruas sem nome; Rua 56 (da 64 até a Beira Rio); Rua 60; Rua 55 (da 65 até a Beira Rio); Rua 67 (da esquina da 56 até a 55); Rua Beira Rio (do Campo até a 23); Rua 53 (da 67 até a 45); Rua 54; Rua 45 (da 23 até a 54); Rua 49 (da 23 até a 54); Rua 69; Rua 68; Rua 67; Rua 70; Rua 49 (da 24 a 54); Rua 24 (da Beira Rio até a 49) Área 42: Rua 37; Rua 38; Rua 39 (da rua 30 até a 40); Rua 40 (da rua 21 até o cemitério); Rua 36 (da rua 30 até a 44); Rua 20 (da rua 30 até a 40); Rua 24 (da rua 30 até a 40); Rua 21 (da rua 40 até a 45); Rua 42; Rua 43 (da rua 23 até a 24); Rua 41; Rua 43 (da rua 24 até a 39); Rua 44; Rua 51; Rua 36 (da rua 44 até a 40); Rua 24 (da rua 40 até a 45); Rua 46; Rua 45; Rua 24; Rua 47; Rua 36 (da rua 46 até a Beira Rio); Rua 24 (da rua 49 até a 46); Rua 46 (da rua 24 até a 36); Rua 46 (da rua 36 a 39); Rua 36; Rua 49; Rua 50; Rua 52; Rua 48; Rua 6703
201.21U.S. João Barreto de Souza (Mutirão)Conj. João Alves FilhoÁrea 29: Rua do Rio do Sal (do nº 18 ao 224); Av. 01( do nº 29 ao 60); Av. L; Rua 25 A; Travessa 25 B; Invasão da Ponte; Rua do Rio do Sal (do nº 229 ao 615); Travessa Rio do Sal; Av. L (do nº09 ao 90); Rua 27; Rua 28 (até o nº18); Rua 21 A; Rua 26 A; Rua 25; Rua 26 B; Travessa 26; Rua 35; Rua 34; Rua 32 A; Rua 32 B; Rua 28; Av. L (do nº 25 ao 63); Rua 29; Rua 30; Rua 31 A; Travessa 31; Travessa 30; Travessa 31 B (lado direito); Av.L (do nº 934 ao 974); Tv 21 nº 579; Rua 31 B (lado esquerdo até o nº 937); Rua 33 A( do nº 876 ao 891); Rua 33 B(do nº 892 ao 922); Travessa 31( do nº 451 ao 511); Travessa 33(do nº 327 ao 441); Av. L (do nº 876 ao 923) Área 30: Av. L; Rua 47 B ( do nº 317 ao 330); Travessa 47; Rua 48; Travessa 48; Rua 46 A ( do nº 222 ao 237); Rua 46 B; Travessa 46; Av. L; Beco da Travessa L; Rua 45( do nº 384 ao 404; Travessa 45 B; Rua 47 B( do nº 331 ao 346); Rua 47 A; Travessa 47; Av. L nº 381ª,351ª,356 e 377; Rua 44 B; Rua 44 A(lado direito); Rua 46 A( do nº 203 ao 221); Travessa 44; Av. L; Rua 43 B ( do nº 470 ao 494); Travessa 43 B; Av. L (638 a 644); Rua 45 A (446 a 425); Rua 45 B( do nº 405 ao 424); Travessa 45(381 a 424C); Rua 43 A( do nº 520 ao 545); Rua 43 B( do nº 496 ao 519); Travessa 43; Rua 42 B(do nº118 ao 134); Rua 44 A( do nº135 ao 151); Travessa 44( nºs 285,295,185,195); Av. L 118ª (495 A, B, C) (520 A-B) 590 Área 54: Rua 33 B( do nº 858 ao 999); Rua 36 A( do n°779 ao 819); Rua 36 B(do nº 820 ao 859); Travessa 36(do nº225 ao 838); Travessa 33( do nº 273 ao 859); Av. L( nºs 755,778,800,839 e 858); Rua 38( do nº 01 ao 15); Rua 40 A( do nº 15 ao 40); Rua Rio do Sal( do nº627 ao 759); Travessa 38; Travessa 40(do nº 483 ao 502); Rua 40 B ( do n° 41 ao 53); Av. L( nºs 14, 28 e 601); Rua 39 A(do nº732 ao 777); Rua 39 B(do n°684 ao 731); Travessa 39(do nº 01 ao 194); Av. L; Rua 40 B(do nº54 ao 68); Travessa 40(do nº362 ao 416) Invasão; Rua 42 A(do nº 69 ao 106); Rua 42 B(do nº 103 ao 117); Travessa 42(do nº 306 ao 343)- Invasão; Av. L( nºs 85,125 e 126); Rua 41 A(do nº 630 ao 684); Rua 41 B(do nº604 ao 629); Travessa 41; Av. L; Rua 41 B(do nº574 ao 602); Av. L(nºs 546 ,548 e 550); Rua 43 B(do nº 546 ao 575); Travessa 41 B(do nº 05 ao 83); Travessa 43 B(do nº17 ao 23) Área 41: Av. L (do nº02 ao 50); Av. I; Rua 21 A; Rua 21 B( do nº 80 ao 144); Travessa 21 A; Travessa 27; Rua 19 A; Travessa 19 B; Travessa 19 A; Travessa 21 B (Invasão); Rua 19 B( do nº 70 ao 415); Rua A ( do nº 01 ao 73); Av. I; Rua 17 A (02 a 72); Rua 17 B; Travessa 17 B; Rua 15 (do nº 01 ao 25); Av. I; Rua 13 A (01 a 67); Travessa 13 A; Invasão 13 A; Rua 15; Travessa 15; Av. I; Rua do Campo; Rua Projetada II; Rua Projetada III; Travessa 17 A (invasão); Travessa 17 B (invasão); Invasão da Rua 1503
201.22U.S. José Alves dos SantosTaiçoca de DentroÁrea 19: Rua Manoel Messias; Rua Maria Menita; Rua Alto do Cruzeiro; Tv. Minita; Rua Josefa Marques; Rua Maria dos Santos; Rua José Jailton; Rua José Jamisson; Rua da Escola; Rua da Cisterna; Av. D; Av. K; Rua Nova Jerusalém; Tv. Nova Jerusalém; Tv. Iracema; Av. Perimetral I; Av. Novo Horizonte; Rua Canadá; Rua F; Rua H; Rua da Paz; Rua da Alegria; Rua Vitória da Conquista; Tv. Vitória da Conquista; Rua Novo Horizonte; Rua Nova Esperança; Rua Nossa Senhora de Lourdes; Rua do Limão; Rua Frei Damião; Rua São Matheus; Rua Clara Angélica (da Rua Santo Antônio a. Novo Horizonte); Rua Ivo Holanda; Rua Nossa Senhora de Fátima; Tv. Alegria; Rua São Judas Tadeu Área 20: Rua 170; Rua 171; Rua 172; Rua 173; Rua 174; Rua 175; Rua A 42 (do inicio da rua, da Igreja, até o nº 309); Av Perimetral H (da esquina do terreno baldio ao lado da Igreja, até Travessa H); Travessa Perimetral H ou Tv H; Rua 169; Rua 178; Rua 179; Rua 180; Rua 181 (lado par); Rua 176; Rua 177; Rua A 42; Av Coletora C; Rua 181 (lado impar); Rua 182; Rua A 43; Av Perimetral H01
201.23U.S. do Santa CecíliaSanta CecíliaÁrea 03: Av. Principal; Rua B; Rua C; Rua D; Tv. E; Rua 156; Rua 155; Rua 78; Av. Chesf; Rua 133; Av. Saneamento; Rua Gasoduto; Rua 125; Rua 126; Rua 127; Rua 128; Av. Imbura; Rua 6H; Rua H; Av. Saneamento; Rua Antônio Alves Pinto; Rua 142; Rua 143; Rua 144; Rua 149; Rua Banco do Gilson; Rua Boa Viagem; Rua 142; Rua 143; Rua 144; Rua 140; Rua 151; Rua 152; Av. Saneamento; Rua Antônio Mauricio; Sitio Floresta; Av. 02 Área 39: Rua s/nome; Tv. s/nome; Av. Gasoduto; Rua G; Rua D; Rua E; Rua F; Rua H; Rua I; Rua J; Rua L; Rua O; Rua P; BR 235; Rua 136; Rua 167; Rua 168; Rua 169; Rua 170; Rua 171; Rua 172 (da rua 63 até a 68); Av. Chesf; Rua 173; Rua 203; Rua 140; Rua 139; Rua 141; Rua 137; Av. Saneamento (até rua 140); Rua 138; Rua C; Av. Boa Viagem; Rua B; Rua 148; Rua 145; Rua 146; Rua 142; Av. Gasoduto01
201.24U.S. LavandeiraLavandeiraÁrea 50: Av Principal (parte); Rua da Mangueira; Faz Ribeira; Av Principal (parte); Rua Isaltina Pereira; Faz São PedroCR*
201.25U.S. José do Padro Franco NetoOiteirosÁrea 02: Rua da BR ( até a praça); Rua do Jardim (da escola até a rua do Adilson); Rua do Cruzeiro; Rua do Adilson; Rua do Cabelão; Rua da Caixa Dágua; Rua Estrada da Bita; Rua da Igreja; Rua Jardim; Rua Anita Leite Farias; Estrada da Taboca; Rua Maxixe; Tv Danga; Rua Zeca Danga; Sítio Josué; Faz Muruci; Estrada da Pedreira; Faz CandeiasCR*
201.26U.S. José do Padro BarretoPiabetaÁrea 24: Piabetinha; Av Contorno (do inicio até o final da D3); Av Contorno (da K1 até a D3, e da D3 até Av Central); Rua C3; Rua D3; Rua B3; Rua A3; Tv C; Tv E3; Rua L4; Tv D4; Av Central (da rua K até a Av Contorno); Tv A4; Av Contorno (da Av Central até a B4); Rua B4; Tv K4; Rua C4; Rua D4; Tv 3; Rua E4; Tv A4; Av Contorno (da B4 até o final); Rua A1; Rua E2 (da G4 até a F2); Rua G4; Rua H4; Rua D2 Área 25: Rua A; Av Central; Tv C; Rua B; Rua C; Rua Fábio Oliveira Barreto; Rua I 2 + loteamento novo; Rua Maria Miralda; Rua Maria Nelita; Rua Vanda Carmem; Tv Vanda Carmem; Rua José Augusto; Av Contorno; Lot Parque Ilza; Rua Tim Lopes; Rua sem nome 2; Rua Contorno; Rua E1; Tv Contorno; Av Contorno; Tv I; Rua I; Rua C2; Rua H2; Rua G2; Rua A; Av Central; Rua A - São Vicente; Rua B São Vicente; Rua C São Vicente; Rua D São Vicente; Tv 4 - Parque Norte; Rua E São Vicente; Rua G São Vicente; Tv E Parque Norte; Rua 4 Parque Norte; Rua F; Tv A2; Rua B; Rua C; Av Central; Rua A Área 40: Tv A3 (da rua A1 até a D1); Tv A4; Rua A1; Rua B1; Rua C1; Rua D1; Av Central (da rua A1 até D1); Rua E; Rua F; Rua G; Rua H; Av Central (da rua E até a H); Tv B ou B4; Tv A; Av Central (da C2 até a J); Rua A; Rua E; Rua J2; Rua C2; Tv E; Lot Campo Belo; Tv A3; Rua I; Rua JI; Rua KI; Tv Manoel Cruz; Rua Canaã; Av Central; Rua Galiléia; Rua Samária (Lot Cajueiro); Rua Jerusalém; Rua Apocalipse; Rua José Augusto; Rua Jericó; Trav. Galiléia; Rua D (da rua Q a te a rua Y); Rua C; Rua B; Rua A; Rua Principal02
201.27U.S. Taiçoca de ForaTaiçoca de ForaÁrea 05: Pça. Quintino Bocaiúva; Rua Josefa Pereira Góes; Rua Idalina Santos; Rua Alzírio Luduvice; Rua Manoel Moraes; Rua Carlos Alberto Garcia; Rua João Martins dos Santos; Rua Cabo Gildo Bispo dos Santos; Tv João Martins; Rua Carlos Alberto Garcia Leite; Rua José Bernardo; Tv Carlos Alberto Garcia Leite; Tv Valdemar Andrade; Tv Emerson de Menezes; Tv Tiririca Tv Manoel do Siri; Rua Edson Luis Área 57: Tv Manoel Ilário; Rua Manoel hilário; Rua Renato Rocha; Rua José Franco; Lot Carlinhos; Tv M. José Sampaio; Rua Francisco Souza Aguiar (da Granja até o inicio da rua); Estrada Velha de Socorro; Lot CarlinhosCR*
201.28U.S. Lauro MaiaSobradoÁrea 04: Sitio Santo Antônio BR 235Km; Fazenda Lindeiro BR 235 Km; Rancho Dulce BR 235 Km; Rua I Loteamento Paulo Pereira; Rua II Loteamento Paulo Pereira; Rua III Loteamento Paulo Pereira; Rua Principal; Rua Carlos Vasconcelos; Av. Gasoduto; Rua I Loteamento Itacanema; Rua II Loteamento Itacanema; Rua III Loteamento Itacanema; Rua IV Loteamento Itacanema; Estrada Velha do Sobrado; Rua Félix Rodrigues; Rua Fátima Campos; Rua Principal; Rua João Pereira; Rua Alexandre Pereira; Rua Josias Barreto; Tv. PrincipalCR*
201.29U.S. Marcos TelesPorto GrandeÁrea 01: Malvina I; Malvina II; Malvina III; Av. José Teles; Tv. Cajuza; Antônio Valadão (do Sítio Santa Terezinha até o Campo); Prainha; Loteamento I; Tv. Mãe Pureza; Av. Nova; Chácara Deus Conosco; Loteamento PrainhaCR*
201.30U.S. da Sede MunicipalSedeÁrea 01: Rua Antônio Valadão (da esquina da Pedro Moreira até o Sítio Sta Terezinha); Rua Antônio Muniz; Rua Serafim Cardoso; Rua Sargento Pedro Santos; Sítio Barro Alto; Sítio Santa Terezinha; Vila Santo Antônio; Rua s/nome 1; Rua s/nome 2; Rua Padre Manoel Gomes; Tv. Manoel da Silva; Rua Santa Maria Gorete; Praça Padre Frei Inocêncio; Rua Pedro Moreira Filho Área 44: Lot. São Benedito; Rua Gabriel de Anchieta; Rua João Vieira; Rua Floriano Peixoto; Rua São Benedito; Tv. Fausto Góis; Tv. Jackson Figueiredo; Av. 2 de Fevereiro; Rua Antônio Góis; Tv. Antenor Góis; Praça 31 de Março; Praça Getúlio Vargas; Rua Manoel dos Passos (do Fórum até a Praça 31 de março); Tv. Dr Manoel Passos; Rua N. S. de Fátima; Pov. Aratu; Sítio Bomfim; Sitio Santo Antônio; Morro Alto; Pov. Boa Nova (cadeia)CR*
201.31U.S. Muciano CabralGuajaráÁrea 09: Rua Elias Almeida; Rua Antônio Torres Júnior; Rua Humberto Silva(da Juscelino Emílio até o final); Tv Agrepino Oliveira Silva; Rua Aloísio Oliveira Silva; Tv Ezequiel Cardoso; Rua Juscelino Emílio de Carvalho; Tv Humberto Silva; Av Principal Guajará; Av Chesf; Rua Humberto Silva; Rua Santa Bárbara; Rua Juscelino; Rua H; Rua Colonial; Rua G; Rua Almeida Fraga; Rua F; Tv E; Trav. I; Rua Santa Bárbara; Rua C; Rua H (da rua K até a Sta Barbara); Rua Idálio Gouveia; Rua K; Rua G; Tv Santa Bárbara; Rua Balbino José; Rua São Luiz; Rua Padre Cícero; Tv Padre Cícero; Av. Principal (da Juscelino até a Perimetral); Tv Principal; Rua A; Rua Agemiro Neres; Rua B; Rua 13; Rua Profeta Elizeu; Rua E; Rua João Jorge; Rua U Área 32: Rua A; Rua F; Rua G; Rua H; Rua P; Rua do Tanque; Rua São Benedito; Av Perimetral; Rua Santa Inez; Av Quisamã; Av Nossa Senhora de Fátima; Rua da Conquista; Rua E; Rua c; Rua D; Rua L; Rua S; Rua Santa Rita; Rua Profeta Elizeu; Rua Ivonete; Av Principal; Tv Principal; Av Perimetral; Rua 4 de janeiro; Rua 6 de janeiro; Rua 8 de janeiro; Rua 9 de janeiro; Rua 2 de fevereiro; Rua 5 de fevereiro; Rua 7 de fevereiro; Rua 13 de março; Rua 02 de maio; Rua das Orquídeas; Rua Manoel Dílson; Rua Argemiro N. Araújo; Rua Rosa de Maio; Rua 3 de fevereiro; Rua 14 de fevereiro; Rua 6 de fevereiro02
201.32U.S. Otaviana MatosMarcos Freire IIIÁrea 13: Rua 198; Rua 199; Rua 200; Rua 201; Rua 202; Av. Perimetral (até a rua 203); Rua A44 (até rua 203); Rua A 29; Rua 93; Rua 94; Rua 95; Rua 96; Rua 97; Rua 98; Rua 99; Rua 100; Rua 106; Rua 107; Rua Coletora C (nº500 a 622); Rua Perimentral E(nº 01 a 2337); Rua 109-Seixas Dórea; Rua 110 - Seixas Dórea Área 18: Rua 222- pares; Tv. 221- impares; Rua 219; Rua 220; A 51; A 50; Av D - lado D; Rua 224; Rua 223; Rua 222 - ímpares; Rua 221; Av. Perimetral (10 casas); Av. Perimetral; Rua 225; Rua 226; Rua 227; Tv. Perimetral1; Tv. Perimetral2 Área 36: Av. Perimetral (de 822 a 1160, 1192 e 1193); Rua 209; Rua 210; Rua 211; Rua A 44 (de 743 a 1004); Rua A 47; Rua A 49; Rua 213; Rua 212; Rua 214; Av. Perimetral 1 (nº 1186 até 1302); Rua 215; Av. Periemtral 1 (nº1310 a 1900); Av. Perimetral (nº1906 a 2280); Rua 216; Rua 217; Rua 218 Área 52: Rua Ivone Ferreira; Rua Emiliano Moura; Rua Cristo Rei; Tv. s/nome; Rua Frei Paulo; Rua Carlos Cunha; Rua São Lucas; Rua Iasmim Catarina (metade); Rua H (metade); Rua e Tv. N. S. Conceição; Rua São José; Rua Sto.Expedito; Rua Central; Rua e Tv. São Marcos; Tv. Santa Cecília; Rua Clara Angélica; Tv. Clara Angélica; Tv. Perimentral (lado de baixo); Rua Iasmim Catarina (da São Francisco a Clara Angélica); Rua H (metade); Rua São Francisco; Tv. das Flores; Tv. Perimentral (lado de cima); Av. Perimetral; Av. D; Rua A51; Rua do Cruzeiro02
201.33C.S. Tancredo NevesConj. João

Alves Filho

Área 26: Rua 18 B; Rua 16 A; Trav. 16; Av J; Rua 18 A; Trav. 20; Rua 20; Tv 18; Av J; Rua 23 B; Rua 22; Av. J; Tv 22; Rua 24 B ( Nº ímpares); Rua 23 A; Trav.24; Av. 01 e J ( Quadra da delegacia ); Rua 24 A; Invasão da ponte; Rua 24 B ( n° pares); Tv 24; Av Areial Mangabeira; Tv Manoel Santos Barros; Av Beira Mangue; Trav. 23 Área 27: Rua 7A (lado direito); Rua 7B; Tv 7B; Av. J (da rua 7A até a 7B); Tv 7ª; Trav. 6; Rua 10; Tv 10; Av J (da rua 10 até a 7B); Av. Principal (da rua 10 até a 7B); Rua 12 (lado esquerdo); Rua 12 (lado direito); Av K (do nº 12 ao 20); Av. J (da rua 14B até a 10); Rua 14B (da Av K até o final, números pares e o lado esquerdo todo); Tv 12; Av Principal (da rua 14 B até 10); Rua 14 B ( da av. J até Av. K); Rua 14A; Rua 16B; Invasão da rua 16 (parte); Av. J (da rua 20 até a 14B); Av. Principal (da rua 20 até 14B); Av Areial Mangabeira até o nº 356; Rua Nova Alvorada; Av. Areial Mangabeira (do nº 358 ao 908); Tv Areial Mangabeira (do nº06 ao 285); Nova Alvorada (do nº 318 ao 407); ´REA 28; Rua 13A (pares); Rua 13B (54 a 133); Tv. 13 B; Rua 11 (ímpares) (1 a 41); Tv. Mangueira de 13 a 75; Rua 11 pares e impares do 43 a 85; Rua D 10 (pares); Rua 9; Rua D9 impares de 91 a 127; Rua 08; Rua 04; Av. F; Rua 4 A; Rua D 9 lado par; Rua C1 em frente aos barracos; Rua C em frente aos barracos toda; Rua F em frente aos barracos; Rua 9 lado par; Rua A 1ª etapa toda e trav C; Tv. Maria do Carmo; Rua das Mangueiras (91 a 688); Rua 1B; Tv. 2; Tv. 1; Tv. 5; Distrito Industrial; Av. J; Av. Coletora A; Rua Nova Alvorada Área 56: Rua 01 A; Av Principal; Av I (metade); Av J; Av. E; Av D; Rua A (primeira etapa); Tv 4; Av. C; Av. A; Tv A; Rua 02; Rua 03; Rua 06; Av. F; Tv 5; Av. I; Av H; Av G; Rua A - 2ª etapa; Rua B; Av. B; Rua 4 B; Tv. 4; Rua 05; Rua 07; Rua J; Tv 301
201.34U.S. Valdemar PintoCalumbyÁrea 39: Rua Principal; Rua dos Viveiros I; Rua dos Viveiros II; Sítio Pipa; Rua José Felix de Andrade; Tv. Emerson Menezes; Av. Principal; Faz Manguinho; Rua Via Férrea; Rua Mangueiras; Faz. Cajueiro; Rua Principal (até o Campo de Futebol) Faz do Coqueiro; Sítio CapivaraCR*
201.35U.S. do Parque Nossa Senhora de FátimaParque São JoséÁrea 46: Ilha Santa Catarina; Rua I; Av Leste; Rua H; Rua J; Rua G; Rua L até a G; Estrada do Sobrado (até os 2 sitios do Sr Arnaldo e Sr Artachexis); Rua B; Rua F (da E até C); Rua G; Rua C (até a rua I); Rua E (da B até a F); Av Férrea; Rua B (até a C); Rua A; Rua C (da A até a B); Rua E (da G até a Estrada do Sobrado); Estrada do Sobrado (até a rua E); Av Canal 1; Av Canal 2; Tv Canal; Rua E (até a B); Rua B ( até a C); Invasão; Rua dos Carroceiros 1; Rua dos Carroceiros 2; Rua C (da rua B até a Av Canal); Rua L (da G até a L); Rua F; Rua E; Rua K; Rua M; Tv F; Rua R; Rua Q; Rua N; Rua D; Rua O; Rua C; Rua P; Rua S; Rua V; Rua A (até o Bueiro); Praça; Rua H; Rua C (até a I); Rua I; Rua A (até o Bueiro); Rua E (até a F); Rua J; Rua F (até a E)01
201.36U.S. Maria Leonice NascimentoQuissamãÁrea 02: Av Principal; Estrada do QuisamãCR*

* CR = Cadastro de Reserva.

135046

Política de Privacidade 2000-2014 PCI Concursos Telefone (11) 2122-4231