Prefeitura de Ibiaçá - RS

PREFEITURA MUNICIPAL DE IBIAÇÁ

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

CONCURSO PÚBLICO N° 01/2008

EDITAL Nº 01/2008

Notícia:   6 vagas de até R$ 2.775,41 para a Prefeitura de Ibiaçá - RS

O PREFEITO MUNICIPAL DE IBIAÇÁ, Estado do Rio Grande do Sul, Senhor JOÃO RUDEMAR DA COSTA, no uso de suas atribuições legais e em conformidade com o artigo 37, da Constituição Federal, faz saber que ficam abertas a partir de 02 de junho de 2008 encerrando-se no dia 23 de junho de 2008, às 12 horas, as inscrições ao concurso público para provimento de vagas e classificação de candidatos a vagas futuras da administração municipal, regime jurídico estatutário, para os cargos de: ODONTÓLOGO, NUTRICIONISTA, MÉDICO PEDIATRA, MÉDICO GINECOLOGISTA E OBSTETRA, MÉDICO E PSICÓLOGO com execução técnico-administrativa da empresa FAPEM - Fundação de Apoio-Pesquisa e Estudos Municipais Ltda., nos termos da Constituição Federal, das normas para realização de Concursos Públicos e das Leis Municipais n°s 292 de 02/02/2004 e alterações posteriores, 315 de 11/08/1994 e 824 de 30/06/2006, 871 de 28/03/2008 e Decreto municipal nº 1.188 de 26/05/2008.

1 - DOS CARGOS

1.1 O concurso destina-se ao provimento de vagas nos seguintes cargos:

CARGO

VAGAS

ESCOLARIDADE

CARGA HORÁRIA SEMANAL

VENCIMENTO BASE R$

VALOR DA INSCRIÇÃO R$

ODONTÓLOGO

1

Habilitação legal para o cargo exercício de odontólogo e inscrição no Conselho Regional de Odontologia.

20

2.021,33

80,00

NUTRICIONISTA

1

Superior completo e Registro no Conselho de Classe.

20

1.392,47

80,00

MÉDICO PEDIATRA

1

Habilitação legal para o exercício da profissão de médico, inscrição no CRM, com especialização na área de pediatria.

08

1.572,13

80,00

MÉDICO GINECOLOGISTA E OBSTETRA

1

Habilitação legal para o exercício da profissão de médico, inscrição no CRM, com especialização na área de ginecologia e obstetrícia.

12

2.470,57

80,00

MÉDICO

1

Habilitação legal para o exercício médico, inscrição no CRM.

16

2.775,41

80,00

PSICÓLOGO

1

Habilitação legal para o exercício da função e a respectiva inscrição no Conselho Regional de Psicologia.

20

1.796,71

80,00

2 - DAS NORMAS GERAIS DO CONCURSO

2.1 O presente concurso reger-se-á em todas as suas fases pelas normas constantes deste Edital, pelo Regime Jurídico Único dos Servidores Públicos do Município de Ibiaçá (Lei Municipal nº 292/94 de 02/02/94) e suas alterações posteriores, pelo Plano de Carreira dos Servidores Públicos do Município de Ibiaçá (Leis Municipais nº 315 de 11/08/1994, 824 de 30/06/2006 e 871 de 28/03/2008) e suas alterações posteriores, Decreto municipal nº 1.188 de 26/05/2008, e demais legislações vigentes.

2.2 O provimento dos cargos obedecerá rigorosamente à ordem de classificação dos candidatos aprovados.

2.3 As vagas reservadas para deficientes obedecerão ao disposto neste edital.

2.4 A aprovação não garante a nomeação imediata, mas sim, de acordo com as necessidades e disponibilidades da Administração.

2.5 Este concurso público destina-se ao preenchimento dos cargos vagos, que vierem a vagar e vagas que vierem a ser criadas durante o período de validade do mesmo.

2.6 A aprovação no concurso assegurará apenas a expectativa de direito à nomeação, ficando a concretização deste ato condicionada à observância das disposições legais pertinentes, do exclusivo interesse e conveniência da Administração, da rigorosa ordem de classificação no concurso público.

2.7 O prazo de validade do presente concurso, será de dois anos, prorrogável por mais dois anos, a critério da administração, nos termos da legislação vigente.

2.8 Os recursos, por sua vez, serão dirigidos a Empresa Executora do concurso mediante requerimento encaminhado através do correio para o seguinte endereço, via SEDEX:

FAPEM - Fundação de Apoio-Pesquisa e Estudos Municipais LTDA
Av. Júlio Borella, 517 - sala 03
99.150-000 - Marau - RS

conforme modelo constante do ANEXO IV, contendo:

2.8.1 Nome completo e número de inscrição do candidato;

2.8.2 Indicação do concurso e cargo a que concorre;

2.8.3 Indicação da matéria da prova e/ou das questões envolvidas;

2.8.4 Objeto do pedido e exposição de argumento com fundamentação circunstanciada.

2.9 Após a emissão do parecer dos recursos pela comissão executora, os candidatos poderão interpor recurso de reconsideração nos prazos previstos no Anexo III - Calendário do Concurso, o qual deverá ser dirigido ao Prefeito Municipal de Ibiaçá, e protocolado na Prefeitura Municipal de Ibiaçá-RS

3 - DO LOCAL E HORÁRIO DE INSCRIÇÃO

3.1 As inscrições serão feitas através do site www.fapem.com.br, e recebidas do dia 02 de junho de 2008 até as 12 horas do dia 23 de junho de 2008.

4 - DAS CONDIÇÕES PARA INSCRIÇÃO

4.1 Ser brasileiro nato, naturalizado ou gozar das prerrogativas do artigo 12 da Constituição Federal;

4.2 Ter completado 18 (dezoito) anos de idade até a data de encerramento das inscrições.

OBS.: Os requisitos para posse no cargo estão relacionados no ANEXO I deste edital.

5 - DAS INSCRIÇÕES

5.1 Para inscrever-se o candidato deverá acessar ao site www.fapem.com.br, preencher os dados cadastrais, e efetuar a sua inscrição. Ao preencher todo o formulário de inscrição, o sistema gerará o DAM (Documento de Arrecadação Municipal) para pagamento da taxa de inscrição, o qual deverá ser impresso pelo candidato e pago no Banco do Brasil.

5.2 O DAM pago servirá de comprovante de inscrição, sendo obrigatória sua apresentação no dia da realização da prova, bem como um documento de identidade com foto.

6 - DA FORMA DE INSCRIÇÃO

6.1 Não serão aceitas inscrições por correspondência, telefone, fax ou condicionais.

7 - DA PUBLICAÇÃO DO RESULTADO E PRAZO PARA RECURSO

7.1 O resultado de cada prova e o resultado final do concurso será divulgado através de editais, nos quais constará também prazo para apresentação de recursos, não inferior a três dias úteis.

7.2 Somente serão deferidos o requerimento de recursos, se o candidato comprovar que houve erro da Comissão Executora ou atribuição de notas diferentes para soluções iguais.

NOTA: Todas as publicações oficiais serão feitas por afixação no painel de publicações do Município de Ibiaçá - RS. E para simples informação no site www.fapem.com.br, não possuindo nenhum valor oficial as publicações realizadas neste.

8 - DAS CONDIÇÕES DE EXECUÇÃO E JULGAMENTO

8.1 - CONCURSO PARA: ODONTÓLOGO será de provas escritas e terá desenvolvimento segundo o quadro a seguir:

Disciplinas

Nº de questões

Valor de cada questão

Nota total (PONTUAÇÃO)

Português

10

2,0

20,0

Legislação

10

2,0

20,0

Conhecimentos Específicos

20

3,0

60,0

Será considerado aprovado o candidato que obtiver nota final igual ou superior a 50 (cinqüenta) pontos.

Em caso de empate, terá preferência, pela ordem, o candidato que tiver maior nota na:

a ) Prova de Conhecimentos Específicos;

b ) Prova de Português;

c ) Prova de Legislação;

d ) Sorteio.

8.2 - CONCURSO PARA: NUTRICIONISTA será de provas escritas e terá desenvolvimento segundo o quadro a seguir:

Disciplinas

Nº de questões

Valor de cada questão

Nota total (PONTUAÇÃO)

Português

10

2,0

20,0

Legislação

10

2,0

20,0

Conhecimentos Específicos

20

3,0

60,0

Será considerado aprovado o candidato que obtiver nota final igual ou superior a 50 (cinqüenta) pontos.

Em caso de empate, terá preferência, pela ordem, o candidato que tiver maior nota na:

a ) Prova de Conhecimentos Específicos;

b ) Prova de Legislação;

c ) Prova de Português;

d ) Sorteio.

8.3 - CONCURSO PARA: MÉDICO PEDIATRA, MÉDICO GINECOLOGISTA E OBSTETRA E MÉDICO serão de provas escritas e de títulos e terá desenvolvimento segundo o quadro a seguir:

Disciplinas

Nº de questões

Valor de cada questão

Nota total (PONTUAÇÃO)

Português

10

1,5

15,0

Legislação

10

1,5

15,0

Conhecimentos Específicos

20

2,5

50,0

Títulos

 

 

20,0

Será considerado aprovado o candidato que obtiver na prova escrita nota final igual ou superior a 40 (quarenta) pontos.

Em caso de empate, terá preferência, pela ordem, o candidato que tiver maior nota na:

a ) Prova de Conhecimentos Específicos;

b ) Prova de Legislação;

c ) Prova de Português;

d ) Prova de Títulos;

e ) Sorteio.

A prova de títulos é apenas classificatória.

8.3.1 - Da prova de títulos para os cargos de MÉDICO PEDIATRA, MÉDICO GINECOLOGISTA E OBSTETRA E MÉDICO

No prazo para entrega dos títulos, referido no calendário do concurso (Anexo III), os candidatos deverão enviar os títulos juntamente com o formulário (anexo V) via SEDEX para o seguinte endereço:

FAPEM - Fundação de Apoio-Pesquisas e Estudos Municipais LTDA
Av. Júlio Borella, 517 - Edifício Antunes - Sala 03
99.150-000 - Marau - RS

Os títulos deverão ser apresentados em fotocópia, devidamente autenticados por tabelião, em folhas numeradas e rubricadas, acompanhadas de uma relação (conforme modelo do anexo V).

Somente os candidatos aprovados na prova escrita terão seus títulos avaliados.

Serão considerados títulos, com a respectiva valorização:

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DA PROVA DE TÍTULOS:

TÍTULO

PONTUAÇÃO

a) Doutorado.

10,00

b) Mestrado.

08,00

c) Especialização com carga horária mínima de 360 horas.

06,00

A prova de títulos valerá até 20 (vinte) pontos, não sendo computados os que excederem a este limite.

Não será avaliado como título o certificado ou diploma utilizado para fins de inscrição do candidato e comprovação da especialidade requerida, neste concurso.

O título em língua estrangeira deverá estar acompanhado da tradução efetuada por profissional habilitado. No título deverá constar o nome do órgão promotor, e o nº de registro do certificado.

8.4 - CONCURSO PARA: PSICÓLOGO será de provas escritas e terá desenvolvimento segundo o quadro a seguir:

Disciplinas

Nº de questões

Valor de cada questão

Nota total (PONTUAÇÃO)

Português

10

2,0

20,0

Legislação

10

2,0

20,0

Conhecimentos Específicos

20

3,0

60,0

Será considerado aprovado o candidato que obtiver nota final igual ou superior a 50 (cinqüenta) pontos.

Em caso de empate, terá preferência, pela ordem, o candidato que tiver maior nota na:

a ) Prova de Conhecimentos Específicos;

b ) Prova de Legislação;

c ) Prova de Português;

d ) Sorteio.

9 - DAS VAGAS DESTINADAS A CANDIDATOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA

9.1 Às pessoas portadoras de deficiência é assegurado o direito de inscrição no concurso público de que trata este edital, desde que as atribuições do cargo sejam compatíveis com a deficiência de que são portadoras, em obediência ao disposto no Decreto Federal nº 3.298, Decreto Federal nº 5.296/04, Lei Estadual nº 10.228/94 e Decreto Estadual nº 44.300/06.

9.2 A homologação do concurso far-se-á em lista separada para os portadores de deficiência, constando em ambas a nota final de aprovação e classificação ordinal em cada uma das listas.

9.3 As nomeações obedecerão predominantemente à nota final obtida, independente da lista em que esteja o candidato.

9.4 Os candidatos deverão entregar, no momento da inscrição, um atestado médico que indique a espécie e o grau ou nível de deficiência de que são portadores, com a expressa referência ao código correspondente de Classificação Internacional de Doenças - CID, em conformidade com os parâmetros estabelecidos no artigo 3º do Decreto Estadual nº 44.300/06.

9.5 Os candidatos, no momento da posse serão submetidos à avaliação por junta médica, nomeada pelo município, para comprovação da deficiência, bem como sua compatibilidade com o exercício das atribuições.

9.6 As pessoas portadoras de deficiência participarão da seleção em igualdade de condições com os demais candidatos no que se refere ao conteúdo, avaliação, duração, horário e local de realização das provas.

9.7 O candidato portador de deficiência que necessitar de um atendimento especial para a realização das provas, deverá solicitá-lo por escrito (dirigido ao Prefeito Municipal) até a data de encerramento das inscrições para que sejam tomadas as providências necessárias, com antecedência.

10 - DO PROVIMENTO DE VAGAS

10.1 Ficam advertidos os candidatos de que, em caso de nomeação, a posse no cargo só lhe será deferida se exibirem a prova de:

10.1.1 ser brasileiro nato ou gozar das prerrogativas do artigo 12 da Constituição Federal;

10.1.2 ter idade mínima de 18 (dezoito) anos;

10.1.3 possuir escolaridade mínima exigida para o cargo;

10.1.4 estar quite com as obrigações militares e eleitorais;

10.1.5 gozar de boa saúde física e mental, comprovada mediante exame médico;

10.1.6 estar em gozo dos direitos políticos;

10.1.7 não estar em acumulação de cargo público, de acordo com o que prevê a Constituição Federal;

10.1.8 apresentar, no caso de deficiente físico, atestado médico da deficiência de que é portador, com o respectivo CID, em formulário específico.

10.2 A não apresentação dos documentos acima relacionados, na ocasião da nomeação, implicará na impossibilidade de aproveitamento do candidato, anulando-se todos os atos e efeitos decorrentes de sua aprovação no concurso.

10.3 O candidato nomeado terá o prazo de 10 (dez) dias para tomar posse, contados da publicação do ato de nomeação, podendo, a pedido, ser prorrogado por igual período. Caso isso não ocorra, o candidato será automaticamente excluído da lista de classificados e do concurso, facultando ao Município o direito de nomear o próximo candidato por ordem de classificação.

10.4 O candidato que não desejar assumir de imediato, poderá, mediante requerimento próprio, solicitar para passar para o final da lista dos aprovados, para possibilitar, observadas sempre a ordem de classificação e a validade do concurso, novo chamamento e desde que satisfaça as exigências para a nomeação.

10.5 O candidato que não aceitar assumir o cargo, quando chamado pela segunda vez, será eliminado do concurso.

11 - DAS CONSIDERAÇÕES GERAIS E FINAIS

11.1 Será anulada, sumariamente, a inscrição e todos os atos dela decorrentes, se verificada, a qualquer momento, a inobservância do candidato às exigências deste edital.

11.2 Faz parte do presente edital o ANEXO I (Descrição dos Cargos), ANEXO II (Conteúdo e Bibliografia), ANEXO III (Calendário do Concurso), ANEXO IV (Formulário para entrega de recursos), e ANEXO V (Formulário para entrega de Títulos).

11.3 O candidato classificado deverá comunicar à Secretaria Municipal de Administração e a área de pessoal, qualquer mudança de endereço, sob pena de, não sendo encontrado no endereço fornecido, ser considerado desistente.

11.4 O edital do concurso, na íntegra, estará afixado no mural de publicações oficiais do Município.

11.5 O valor da taxa de inscrição não será devolvido em hipótese alguma.

11.6 Não serão aceitos pedidos de isenção de pagamento do valor da taxa de inscrição, seja qual for o motivo alegado.

11.7 O candidato poderá inscrever-se apenas para um cargo.

11.8 As informações prestadas são da inteira responsabilidade do candidato.

11.9 A inscrição do candidato implicará o conhecimento e a tácita aceitação das normas e condições estabelecidas neste Edital, em relação às quais não poderá alegar desconhecimento.

11.10 O ingresso na sala de provas só será permitido ao candidato que apresentar documento de identidade com foto e o comprovante de inscrição no concurso devidamente pago.

11.11 Durante todas as provas não serão admitidas quaisquer espécies de consulta ou comunicação entre os candidatos, nem a utilização de livros, manuais, impressos ou anotações, máquinas calculadoras (também em relógios) e agendas eletrônicas ou similares, telefone celular, BIP, walkman, gravador ou qualquer outro equipamento eletrônico.

11.12 É vedado o ingresso de candidato em local de provas portando arma.

11.13 Somente serão permitidos assinalamentos no cartão de respostas feitos pelo próprio candidato, vedada qualquer colaboração ou participação de terceiros, salvos os casos previstos em lei para os candidatos com deficiência.

11.14 A prova escrita terá duração máxima de 03 (três) horas.

11.15 Ao final do prazo estipulado para a realização da prova, o candidato entregará, obrigatoriamente, ao Fiscal da sala, o seu cartão de respostas. O caderno de prova somente será liberado depois de 02 (duas) horas do início da mesma, devendo para tanto o candidato permanecer na sala.

11.16 No cartão de respostas será anulada a:

11.16.1 questão com mais de uma opção assinalada;

11.16.2 questão sem opção assinalada;

11.16.3 questão com rasura;

11.16.4 questão com emendas;

11.16.5 questão com assinalação duvidosa.

11.17 Em nenhuma hipótese haverá substituição do cartão de respostas por erro do candidato.

11.18 Não será permitido o ingresso ou a permanência de pessoas estranhas ao processo seletivo no estabelecimento de aplicação das provas, em nenhuma hipótese.

11.19 Em hipótese alguma haverá segunda chamada e nem será realizada prova em separado, seja qual for o motivo.

11.20 No cartão de respostas, sob pena de nulidade, não será assinado nem conterão qualquer sinal que permita a identificação do candidato. Os dados de identificação e assinatura do candidato constarão em parte destacável, que terá número de identificação repetido. A desidentificação dos cartões de respostas se fará com a retirada da parte destacável de cada cartão de respostas, e será lacrada em envelope na presença dos candidatos, no início das provas. No cartão de respostas, que não será substituído, deverá ser assinalada, apenas uma alternativa para cada questão.

11.21 Os três últimos candidatos da sala deverão permanecer na sala para rubricarem o verso de todos os cartões de resposta juntamente com os fiscais.

11.22 No caso de o candidato danificar, inutilizar ou efetuar qualquer procedimento que não permite a leitura eletrônica, do cartão de respostas, este será automaticamente eliminado do concurso.

11.23 Será excluído do concurso, por ato legal, o candidato que:

11.23.1 for surpreendido, durante a realização das provas, em comunicação com outro candidato ou terceiros, bem como utilizar livros, notas, impressos ou equipamentos não permitidos;

11.23.2 ausentar-se do recinto da prova, sem o acompanhamento do fiscal;

11.23.3 ao concluir a prova, não devolver ao fiscal, o cartão de respostas;

11.23.4 tiver descortesia para com qualquer dos fiscais, executores e seus auxiliares ou autoridades presentes;

11.23.5 fizer, em qualquer documento, declaração falsa ou inexata;

11.23.6 for responsável por falsa identificação pessoal.

11.24 As provas serão identificadas, em sessão pública, na data prevista no calendário do concurso.

11.25 O candidato que se julgar prejudicado no resultado de sua prova, terá o prazo de 03 (três) dias úteis, a contar do dia imediato à publicação do resultado, para apresentar pedido de recurso de provas.

11.26 Em caso de haver questões que possam vir a serem anuladas por decisão da Comissão Executora do Concurso, as mesmas serão pontuadas como corretas para todos os candidatos.

11.27 Após a efetivação da inscrição não serão aceitos pedidos de alteração das opções de cargo.

11.28 A divulgação oficial de todas as etapas deste concurso público se dará em forma de Editais no quadro de publicações da Prefeitura Municipal de Ibiaçá. As publicações no site www.fapem.com.br, serão mera informação aos candidatos.

11.29 O cartão de respostas será o único documento considerado para a atribuição de pontos na prova escrita e em nenhuma hipótese o caderno de provas será considerado, para a pontuação do candidato.

11.30 Os casos não previstos no presente Edital serão resolvidos de acordo com a legislação vigente.

11.31 Todos os questionamentos, solicitação de informações deverão ser efetuados por escrito e enviados para o e-mail: concursos@fapem.com.br.

11.32 As disposições deste Edital poderão ser alteradas ou complementadas, enquanto não for efetivado o fato respectivo, através da publicação do Edital correspondente.

11.33 Os conteúdos e indicações bibliográficas são indicações sugestivas. É aconselhado um maior aprofundamento.

11.34 O Município e a FAPEM não se responsabilizam por quaisquer cursos, textos ou apostilas referentes a este Concurso Público elaborado e/ou confeccionados por terceiros.

11.35 Qualquer cidadão poderá denunciar irregularidade ou ilegalidade, eventualmente ocorrida no Concurso, perante o Egrégio Tribunal de Contas do Estado, na forma da Lei.

11.36 É de inteira responsabilidade do candidato, o acompanhamento das publicações do Concurso Público.

11.37 O Município de Ibiaçá e a FAPEM não se responsabilizam por solicitações de inscrições não recebidas por motivos de ordem técnica dos computadores, falhas de comunicação, congestionamento de linhas de comunicação, bem como outros fatores de ordem técnica que impossibilitem a transferência de dados.

Gabinete do Prefeito Municipal de Ibiaçá, aos 27 dias do mês de maio de 2008.

JOÃO RUDEMAR DA COSTA
Prefeito Municipal

Registre-se e Publique-se.

JOSÉ CLODOVIR COPELLI
Assessor Administrativo

ANEXO I

DESCRIÇÃO DOS CARGOS

1 - CARGO: ODONTÓLOGO

1.1 - Síntese dos Deveres: Atividade de nível superior, de grande complexidade, envolvendo diagnóstico, tratamento buço-dental, cirurgia, odontologia preventiva, interpretação de exames de laboratórios e radiografias, bem como participar de programas voltados para a saúde publica.

1.2 - Exemplos de Atribuições: Exercer funções relacionadas com tratamento buço-dental e cirurgias , fazer diagnósticos determinando o relativo tratamento, executar as operações de próteses em geral, profilaxia dentaria, fazer extração de dentes e raízes, realizar restaurações e obturações, bem como a inclusão de dentes artificiais, ajustar e fixar dentaduras artificiais, coroas e trabalhos de pontes, tratar condições patológicas da boca e da face, fazer esquema das condições da boca e dos dentes dos pacientes, aplicar a anestesia local e truncular, realizar odontologia preventiva; efetuar a identificação das doenças buco- faciais e acompanhamento a especialistas, quando diante de alterações fora da área de sua competência, proceder a interpretação dos resultados de exames de laboratórios, microscópicos, bioquímicos e outros, fazer e /ou interpretar radiografias na cavidade bucal e na região crânio-facial, participar de programas voltados para a saúde publica, participar de juntas médicas, orientar, coordenar e supervisionar trabalhos a serem desenvolvidos por auxiliares, executar outras tarefas semelhantes.

1.3 - CONDIÇÕES DE TRABALHO:

a) Horário: Período normal de 20 horas semanais;

1.4 - REQUISITOS PARA PROVIMENTO:

a) Escolaridade: Nível Superior;

b) Habilitação Profissional: Habilitação legal para o cargo exercício de odontólogo;

c) Idade mínima: 21 anos

2 - CARGO: NUTRICIONISTA

2.1 - Síntese dos Deveres: Planejar e executar serviços ou programas de nutrição e de alimentação em estabelecimentos de ensino e postos de saúde do Município.

2.2 - Exemplo de Atribuições: Planejar serviços ou programas de nutrição nos campos hospitalares, de saúde pública, educação e de outros similares; organizar cardápios e elaborar dietas; controlar a estocagem, preparação, conservação e distribuição dos alimentos a fim de contribuir para a melhoria protéica, racionalidade e economicidade dos regimes alimentares; planejar e ministrar cursos de educação alimentar; prestar orientação dietética por ocasião da alta hospitalar; responsabilizar-se por equipes auxiliares necessárias à execução das atividades próprias do cargo; executar tarefas afins, inclusive as editadas no respectivo regulamento da profissão.

2.3 - Condições de Trabalho:

a) Horário: Período normal de trabalho de 20 horas semanais;

2.4 - Requisitos para o Provimento:

a) Escolaridade: superior completo;

b) Idade: entre 18 e 45 anos;

3 - CARGO: MÉDICO PEDIATRA

3.1 - ATRAIBUIÇÕES:

a) Descrição Sintética: atividades de nível superior que envolvam atendimento especializado em crianças e adolescentes;

b) Descrição Analítica: Examinar os pacientes internos e em observação; avaliar as condições de saúde e estabelecer diagnóstico; atender diversas consultas médicas em ambulatórios, hospitais e unidades sanitárias; avaliar ao estágio de crescimento e desenvolvimento dos pacientes; estabelecer o plano médico-terapêutico profilático prescrevendo medicação, tratamento e dietas especiais; prestar pronto atendimento a pacientes externos sempre que necessário ou designado pela chefia imediata; orientar a equipe multiprofissional nos cuidados relativos a sua área de competência; participar da equipe médico-cirúrgica quando solicitado, zelar pela manutenção e ordem dos materiais, equipamento e local de trabalho; qualifica e codifica doenças operações e causa de morte, de acordo com o sistema adotado; atende crianças e adolescentes prestando assistência médica integral; executar outras tarefas correlatas a sua área de competência.

3.2 - CONDIÇÕES DE TRABALHO:

a) Geral: carga horária semanal de 08 horas, podendo ter que deslocar-se para atendimento nas unidades de atuação de saúde do Município, designação para atendimento em plantão médico em escala;

b) Especial: o exercício do cargo poderá exigir a prestação de serviço à noite, sábados, domingos, feriados e pontos facultativos, em caráter eventual ou emergencial; sujeito a uso de uniforme e equipamento de proteção individual; sujeito a trabalho externo e atendimento ao público em regime de plantão ou não; freqüência a cursos especializados.

3.3 - RECRUTAMENTO:

a) Requisitos:

1) Habilitação legal para o exercício da profissão de médico, com especialização na área de pediatria; conhecimentos em informática

2) Idade mínima: 21 anos completos;

4 - CARGO: MÉDICO GINECOLOGISTA E OBSTETRA

4.1 - ATRIBUIÇÕES:

a) Descrição Sintética: atividades de nível superior que envolvam atendimento especializado em doenças do aparelho genital da mulher, bem como, atendimento às gestantes;

b) Descrição Analítica: fazer diagnósticos de doenças do aparelho genital da mulher; efetuar exames preventivos em mulheres para detectar doenças do aparelho reprodutor; solicitar exames de laboratório e outros, conforme o caso requeira; atender gestantes que procuram a unidade sanitária do Município; dar orientação médica à gestante e encaminhar à maternidade; controlar a pressão arterial e o peso da gestante; prescrever tratamentos; atender ao parto e ao puerpério; dar orientação relativa à nutrição e higiene da gestante; participar de programas voltados para saúde pública; participar de juntas médicas; solicitar o concurso de outros médicos especialistas em casos que requeiram esta providência; preencher fichas médicas das pacientes; zelar pela segurança individual e coletiva, utilizando equipamentos de proteção apropriados, quando da execução dos serviços; desenvolver suas atividades, aplicando normas e procedimentos de biossegurança; zelar pela guarda, conservação, manutenção e limpeza dos equipamentos, instrumentos e materiais utilizados, bem como do local de trabalho; manter-se atualizado em relação às tendências e inovações tecnológicas de sua área de atuação e das necessidades do setor/departamento; executar outras tarefas afins, inclusive as editadas no próprio regulamento da profissão.

4.2 - CONDIÇÕES DE TRABALHO:

a) Geral: carga horária semanal de 12 horas, podendo ter que deslocar-se para atendimento nas unidades de atuação de saúde do Município, designação para atendimento em plantão médico em escala;

b) Especial: o exercício do cargo poderá exigir a prestação de serviço à noite, sábados, domingos, feriados e pontos facultativos, em caráter eventual ou emergencial; sujeito a uso de uniforme e equipamento de proteção individual; sujeito a trabalho externo e atendimento ao público em regime de plantão ou não; freqüência a cursos especializados.

4.3 - RECRUTAMENTO:

a) Requisitos:

1) Habilitação legal para o exercício da profissão de médico, com especialização na área de ginecologia e obstetrícia; conhecimentos em informática

2) Idade mínima: 21 anos completos.

5 - CARGO: MÉDICO

5.1 - Síntese dos Deveres: Prestar assistência medico cirúrgico, fazer inspeções de saúde em candidatos a cargos públicos e em serviços Municipais.

5.2 - Exemplos de Atribuições: Atender diversas consultas médicas em ambulatórios, hospitais , unidades sanitárias , efetuar exames médicos em escolares e pré-escolares, examinar servidores públicos municipais para fins de controle no ingresso, licença e aposentaria, fazer visitas domiciliares a servidores públicos municipais para fins de controle de faltas por motivos de doenças, preencher e assinar laudos de exames e verificação, fazer diagnósticos e recomendar a terapeuta indicada para o caso, prescrever regimes dietéticos , prescrever exames laboratoriais, tais como; sangue, urina, raio X e outros, encaminhar especiais a setores especializados , preencher a ficha única individual do paciente, preparar relatórios mensais relativos as atividades do emprego, executar outras tarefas correlatas.

5.3 - CONDIÇÕES DE TRABALHO:

a) Horário: Período normal de trabalho de 16 horas semanais.

b) Outras: Serviços externos, dentro do horário previsto o titular do emprego poderá prestar serviços em mais de uma unidade.

5.4 - REQUISITOS PARA PROVIMENTO:

a) Escolaridade: Nível Superior

b) Habilitação Profissional: Habilitação legal para o exercício médico;

c) Idade Mínima : 21 anos

6 - CARGO: PSICÓLOGO

6.1 - Síntese dos Deveres: Executar serviços técnicos especializados pertinentes a área de psicologia, avaliações psicodiagósticas, atendimentos clínicos individuais ou em grupo, orientações na área própria em todos os diferentes níveis hierárquicos da estrutura formal.

6.2 - Atribuições: Desempenhar atividades relacionadas ao recrutamento, seleção, orientação e treinamento, análise de ocupações e profissiográficas e no acompanhamento de avaliação de desempenho do pessoal, atuando em equipes multiprofissionais e aplicando os métodos e técnicas da psicologia aplicada ao trabalho, como entrevistas, testes, provas, dinâmicas de grupo etc., para possibilitar a identificação dos candidatos mais adequados ao desempenho da função e subsidiar as decisões na área de recursos humanos como: promoção, movimentação de pessoal, incentivo, capacitação e integração funcional. Atua como consultor interno/externo, participando do desenvolvimento das organizações sociais, para facilitar processos de grupo e de intervenção psicossocial nos diferentes setores da estrutura formal. Planeja e desenvolve ações destinadas a otimizar as relações de trabalho no sentido de maior produtividade e da realização pessoal dos indivíduos e grupos, intervindo nos conflitos e estimulando a criatividade, para buscar melhor qualidade de vida no trabalho. Efetuar relatórios mensais; avaliar psicodiagnósticos e alunos com déficit de aprendizagem ou com problemas de conduta; avaliar alunos para classes especiais, assessorar tecnicamente aos professores e os demais órgãos ligados a Secretaria Municipal de Educação e participando dos projetos a serem desenvolvidos pelas Secretarias, sobre saúde mental da comunidade.

6.3 - CONDIÇÕES DE TRABALHO:

a) período normal de trabalho de 20 horas semanais.

6.4 - REQUISITOS PARA O PROVIMENTO DO CARGO:

a) Escolaridade: Nível Superior.

b) Habilitação Profissional: habilitação legal para o exercício da função e a respectiva inscrição no Conselho Regional de Psicologia.

c) Idade: mínima de 18 anos e máxima de 48 anos.

ANEXO II

CONTEÚDOS e BIBLIOGRAFIA

1 - CARGO: ODONTÓLOGO, NUTRICIONISTA, MÉDICO PEDIATRA, MÉDICO GINECOLOGISTA E OBSTETRA, MÉDICO E PSICÓLOGO

1.1 - PROVA DE PORTUGUÊS

01 - Interpretação de texto

02 - Significação de palavras (sinônimos)

03 - Fonética:

- fonema e letra

- encontros vocálicos: ditongo, tritongo, hiato

- encontros consonantais e dígrafos

- tonicidade: monossílaba, oxítona, paroxítona, proparoxítona

- separação (divisão) de sílabas

04 - Morfologia: todas as classes gramaticais, com ênfase especial às conjugações dos verbos regulares e irregulares

05 - Sintaxe:

- sujeito e predicado e suas respectivas classificações

- transitividade dos verbos e complementação

- frase, oração, período e suas respectivas classificações

- concordância nominal

- concordância verbal

- regência nominal

- regência verbal

06 - Acentuação gráfica

07 - Uso do sinal de crase

08 - Pontuação e respectivas regras de uso

09 - Ortografia oficial.

INDICAÇÃO BIBLIOGRÁFICA

01 - Curso de Gramática Aplicada aos Textos, Ulisses Tufano - Editora Scipione

02 - Curso Prático de Gramática, Ernani Terra - Editora Scipione

03 - Gramática da Língua Portuguesa, Pasquale e Ulisses - Editora Scipione

04 - Gramática da Língua Portuguesa, Roberto Melo Mesquita - Editora Saraiva

05 - Gramática em 44 Lições, Francisco Platão Savioli - Editora Ática S. A.

06 - Gramática, Literatura e Produção de Textos para o Ensino Médio, Ernani & Nicola - Editora Scipione

07 - Gramática Metodológica da Língua Portuguesa, Napoleão Mendes de Almeida - Editora Saraiva

08 - Gramática Moderna, Celso Cunha - Editora Bernardo Álvares

09 - Gramática Normativa da Língua Portuguesa - Livraria José Olympio

10 - Gramática, Teoria e Exercícios, Paschoalin & Spadoto - FTD

11 - Livros didáticos disponíveis, a nível de aluno, utilizados nas escolas, referentes a conteúdos das séries do Ensino Médio.

1.2 - PROVA DE LEGISLAÇÃO

01 - Constituição Federal de 1988 - artigos 194 até 204

02 - Lei Orgânica Municipal.

03 - Lei Federal 8.080 - Dispõe sobre as condições para promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização o funcionamento dos serviços correspondentes;

04 - Lei Federal 8.142 Dispões sobre a participação da comunidade na gestão do sistema Único de Saúde - SUS e sobre as transferências intergovernamentais.

05 - Regime Jurídico dos Servidores Municipais de Ibiaçá.

INDICAÇÃO BIBLIOGRÁFICA

01 - Constituição Federal de 1988 e suas emendas.

02 - Lei Orgânica Municipal e suas emendas. 03 - Lei Municipal nº 292/94 de 02/02/94 e suas alterações

1.3 - PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PARA ODONTÓLOGO

01 - Odontologia preventiva;

02 - Restauração e manutenção de saúde bucal;

03 - Odontologia social;

04 - Odontopediatria;

05 - Dentística;

06 - Patologia Bucal;

07 - Periodontia;

08 - Exodontia;

09 - Áreas de abrangência da Odontologia.

INDICAÇÃO BIBLIOGRÁFICA

01 - ANTONIO CARLOS GUEDES PINTO Odontopediatria, Livraria e Editora Santos -SP 60 Ed 2000

02 - ANDERS / OLE FEJERSKOV Cariologia Clinica, Livraria e Editora Santos 30 Ed 2001

03 - FRIEDRICK ANTON PASLER Radiologia Odontológica, MEDSI 30 Ed 1999

04 - VITOR GOMES PINTO Saúde Bucal Coletiva, Livraria e Editora Santos 40 Ed 2000

05 - BARATIERI,L.N. Odontologia restauradora- Fundamentos e possibilidades Livraria e Editora Santos 10 ed 2001

06 - JAN LINDHE Tratado de Periodontia Clínica e Implantologia Oral Editora Guanabara/koogan 30 Ed 1999

07 - NEVILLE B. Patologia Oral e Maxilofacial Editora Guanabara/koogan 1998

08 - DE FREITAS A. Radiologia Odontológica Editora artes médicas 40 ed 1998

09 - TORTAMANO, N. Guia Terapêutico Odontológico, 10ª ed. Editora Santos, 1994

1.4 - PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PARA NUTRICIONISTA

1 - Indicadores antropométricos

1.1 - Definições básicas

1.2 - Processo de crescimento e desenvolvimento do corpo

1.3 - Medidas do processo de crescimento e desenvolvimento

2 - Nutrição durante a gravidez e lactação

2.1 - Necessidades nutricionais

2.2 - Efeitos do estado nutricional sobre a evolução da gravidez

2.3 - Suplementação nutricional durante a gravidez

2.4 - Complicações da gestação relacionada a dieta

2.5 - Necessidades nutricionais da lactação

3 - Nutrição na infância

3.1 - Nutrição e crescimento

3.2 - Recomendações nutricionais

3.3 - Alimentando a criança na idade escolar

3.4 - Problemas nutricionais

3.5 - Baixo peso / incapacidade de desenvolvimento

3.6 - Educação nutricional

4 - Nutrição na adolescência

4.1 - Avaliação do crescimento

4.2 - Necessidades nutricionais

4.3 - Hábitos alimentares

4.4 - Recomendações para manter o crescimento

5 - Nutrição no adulto e envelhecimento

5.1 - Necessidades nutricionais e estado nutricional do adulto e idoso

5.2 - Cuidado nutricional e planejamento dietético

6 - Cuidados na Preservação dos alimentos

6.1 - Relação de substâncias químicas de uso Domissanitário permitidas

6.2 - Um chech-list de cuidados diários do profissional de cozinha

6.3 - Cuidados na preparação dos alimentos

6.4 - Cuidados na distribuição dos alimentos

7- Análise dos perigos em pontos críticos de controle

7.1- Requisitos fundamentais para implantar o método APPCC em cozinhas e garantir os critérios de segurança no controle higiênico-sanitário dos alimentos

7.2- Evolução gerando segurança higiênico-sanitário e qualidade nutricional para os alimentos

7.3- Fatores importantes que contribuem para surtos de doenças de origem alimentar

7.4- Risco e pontos críticos

7.5- Determinação dos pontos críticos de controle ( PCC )

8- Leis, Decretos e Portaria importantes que envolvem os produtos e processos no controle higiênico-sanitário de alimentos

8.1 - Resumo da Portaria nº 1428 - Ministério da Saúde

8.2 - Resolução SS-38 ( São Paulo 27/02/1996 )

8.3- Resolução- RDC nº 216 (15/09/2004)

9 - Bases da Dioterapia

9.1 - Peso teórico e necessidades energéticas dos indivíduos

9.2 - Avaliação nutricional

9.3 - Necessidades nutricionais

10 - Carências nutricionais

10.1 - Desnutrição

10.2 - Hipovitaminoses

10.3 - Carências de minerais

11 - Alteração de peso corporal

11.1 - Obesidade

11.2 - Magreza

12-Dietoterapia nas enfermidades

12.1- Cuidado nutricional nas doenças da cavidade oral,esôfago e estômago

12.2- Cuidado nutricional na doença intestinal

12.3- Cuidado nutricional nas doenças do fígado,sistema biliar e pâncreas exócrino

12.4- Cuidado nutricional no Diabete Mellitos

12.5- Cuidado nutricional na anemia

12.6- Cuidado nutricional nos distúrbios metabólicos

12.7- Cuidado nutricional na doença renal

12.8- Cuidado nutricional na infecção por HIV e AIDS

12.9- Nutrição na doença cardiovascular e hipertensão

INDICAÇÃO BIBLIOGRÁFICA

01 - Vasconcelos, Francisco de Assis Guedes - Avaliação nutricional de coletividades. Florianópolis, Editora da UFSC, 3a ed., 2000.

02 - Mahan LK e Escott-Stump S. Krause - Alimentos, Nutrição e Dietoterapia, 10ª. ed., São Paulo, Roca, 2000. 1179p.

03 - Código de Ética do Nutricionista - Conselho Federal de Nutricionistas - Brasília - 1994.

04 - Alves da Silva Júnior,Ênio- Manual de Controle Higiênico-Sanitário em alimentos -São Paulo, Livraria Varela - 1995.

05 - Augusto, Ana Lucia P., Denise C.Alves, Ida C.Manarino, E Outros- Terapia Nutricional.Editora Atheneu- São Paulo/Rio de Janeiro/Belo Horizonte - 1995.

1.5 - PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PARA MÉDICO PEDIATRA

01 - Pediatria Ambulatorial;

02 - Neonatologia;

03 - Pediatria Preventiva

INDICAÇÃO BIBLIOGRÁFICA:

01 - Pediatria: Diagnóstico e Tratamento. Muranovski, Jaime.

02 - Princípios de Pediatria. Nelson.

03 - Pediatria em Consultório. Sucupira, Ana Cecília e Bricks, Lucia Ferro.

04 - Manual de Diagnóstico diferencial em Pediatria. Figueira, Fernando e Alves, João Guilherme.

1.6 - PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PARA MÉDICO GINECOLOGISTA E OBSTETRA

01 - Conceito de atenção integral à saúde da mulher.

02 - Princípios da Ginecologia preventiva.

03 - Problemas éticos em ginecologia.

04 - Exame ginecológico.

05 - Consulta ginecológica.

06 - Dor pélvica crônica.

07 - Prurido vulvar.

08 - Vulvovaginites.

09 - Hemorragia genital / sangramento uterino anormal.

10 - Incontinência urinária de esforço.

11 - Fístulas uro e enterogenitais.

12 - Prolapso genital / anormalidades da estática pélvica.

13 - Planejamento familiar / anticoncepção.

14 - Síndrome de tensão pré-menstrual.

15 - Endometriose.

16 - Doenças sexualmente transmissíveis.

17 - Doença inflamatória pélvica.

18 - Ultra-sonografia.

19 - Endoscopia em ginecologia.

20 - Bioética e ginecologia.

21 - Neoplasias de corpo uterino.

22 - Neoplasia intra-epitelial cervical.

23 - Neoplasias dos ovários.

24 - Neoplasias das trompas de falópio.

25 - Neoplasia maligna de colo uterino.

26 - Doenças pré-malignas de vulva.

27 - Neoplasias malignas de vagina.

28 - Patologias benignas de mama.

29 - Patologias malignas de mama.

30 - Amenorréias.

31 - Síndrome de ovários policísticos.

32 - Hiperprolactinemias.

33 - Hiperandrogenismo.

34 - Hipogonadismo.

35 - Regulação do ciclo menstrual.

36 - Biossintese, metaboismo e mecanismo de ação dos hormônios.

37 - Investigação do casal infértil.

INDICAÇÃO BIBLIOGRÁFICA:

01 - TRATADO DE GINECOLOGIA de H. W. Halbe - Editora Roca.

02 - ROTINAS EM GINECOLOGIA de Fernando Freitas e outros - Editora Artes Médicas.

03 - CONTRACEPÇÃO CLÍNICA E CIRURGIA de Leon Speroff e outro - Editora Revinter.

04 - ENDOCRINOLOGIA GINECOLÓGICA CLÍNICA E INFERTILIDADE de Leon Speroff e outros - Editora Manole.

1.7 - PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PARA MÉDICO

01 - A importância das atividades preventivas.

02 - Orientações para uma alimentação saudável.

03 - Dietoterapia de adulto.

04 - Atividade física e saúde.

05 - Tabagismo.

06 - Obesidade.

07 - Problemas relacionados ao consumo de álcool.

08 - Saúde do trabalhador.

09 - Revisão periódica de saúde do adulto.

10 - Imunizações.

11 - Infecção do trato respiratório superior e inferior.

12 - Otite médica aguda.

13 - Tuberculose.

14 - Febre reumática e prevenção de endocardite infecciosa.

15 - AIDS e infecção pelo HIV.

16 - Hepatite viral aguda.

17 - Parasitoses intestinais.

18 - Doença de chagas.

19 - Hanseníase.

20 - Hipertensão arterial sistêmica.

21 - Dislipodemias.

22 - Cardiopatia isquêmica.

23 - Insuficiência cardíaca.

24 - Arritmias cardíacas.

25 - Asma Brônquica.

26 - Doença broncopulmonar obstrutiva crônica.

27 - Diabetes mellitus.

28 - Doenças da tireóide.

29 - Afecções eritêmato-escamosas.

30 - Afecções com bolhas ou vesículas.

31 - Anemia.

32 - Cefaléia.

33 - Dor torácica

34 - Dor lombar.

35 - Vertigens e tonturas.

36 - Intoxicações ocupacionais.

37 - Rinite e sinusite.

38 - Osteoporose.

39 - Doenças musculoesqueléticas e do tecido conjuntivo.

40 - Doenças infecciosas.

41 - Medicina ambiental e do trabalho.

42 - Micoses superficiais e profundas.

43 - Neoplasias cutâneas.

44 - Febre.

45 - Particularidades do paciente idoso.

46 - Trombose Venosa.

47 - Doença Péptica.

48 - Litiase biliar.

49 - Hemorragia digestiva.

50 - Doença do Refluxo gastroesofágico.

51 - Litiase urinária.

52 - Insuficiência renal aguda e crônica.

53 - Fibromiugia.

54 - Osteoartrose.

55 - Osteomielite.

56 - Doenças cerebrovascular.

57 - Doença de Parkinson

58 - Neuropatias periféricas.

59 - Síndrome da criança maltratada.

60 - Cicatrização.

61 - Trauma

62 - Cirurgia de esôfago, estômago, intestino delgado, cólon, reto e ânus.

63 - Apendicite.

64 - Amenorréias.

65 - Climatério.

66 - Doenças da mama.

67 - Dor Pélvica.

68 - Infecções genitais.

69 - Amamentação.

70 - Diagnóstico de gestação.

71 - Prématuridade.

72 - Pós-maturidade.

73 - Epidemiologia: diagnóstico, freqüência, riscos, prognósticos, acaso, estudando casos, causalidade.

INDICAÇÃO BIBLIOGRÁFICA:

01 - TRATADO DE MEDICINA INTERNA de Cecil.

02 - MEDICINA AMBULATORIAL: condutas clínicas em atenção primária, de Bruce B. Duncan - Maria Inês Schmidt e Elsa R. J. Giugliani.

03 - AS BASES BIOLÓGICAS DA PRÁTICA CIRÚRGICA MODERNA - Tratado de cirurgia - Sabiston- 15ª edição.

04 - The Washington Manual of Surgery - 1997.

05 - ROTINAS EM GINECOLOGIA E OBSTETRICIA - Fernando Freitas.

06 - PEDIATRIA- Consulta Rápida - 2ª edição - Pztrez.

07 - EPIDEMIOLOGIA CLÍNICA - Elementos essenciais - 3ª Edição.

1.8 - PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PARA PSICÓLOGO

01 - Psicologia Institucional

02 - O Psicólogo na Comunidade

03 - A Estrutura Social e Classes Sociais ( Materialismo Histórico)

04 - Sistemas de Psicologia

05 - Ideologia e Técnica das Psicoterapias Populares

06 - O Aparelho Mental

07 - Psicopatologia

08 - Processo Terapêutico

09 - As Mudanças no ciclo de vida familiar

INDICAÇÃO BIBLIOGRÁFICA

01 - DEWALD,Paul. Psicoterapia-uma abordagem dinâmica.Porto Alegre, Ed. Artes Médicas, 1981.

02 - MINUCHIN & FISHMAN. Técnicas de Terapia Familiar. Porto Alegre, Ed. Artes Médicas,1990.

03 - MOSCOVICI, Fela. Desenvolvimento Interpessoal-Treinamento em Grupo. Rio de Janeiro, LTC ed. S.A.,1982.

04 - BLEGER, José. Psico-higiene e Psicologia Institucional. Porto Alegre, ed. Artes Médicas, 1984.

05 - HEIDBREDER, Edna. Psicologias do Século XX. São Paulo, ed. Mestre Jou, 1978.

06 - McGOLDRICK,Monica & CARTER, Betty. As mudanças no ciclo de vida familiar-uma estrutura para a terapia familiar. Porto Alegre, ed. Artes Médicas, 1995.

07 - CUNHA, Jurema Alcides & outros. Psicodiagnóstico. Porto Alegre, ed. Artes Médicas, 1989.

08 - BOWLBY, John. Uma base segura-aplicações clínicas da teoria do apego.Porto Alegre, ed. Artes Médicas,1989.

ANEXO III CALENDÁRIO DO CONCURSO

02/06/2008

Início das inscrições.

23/06/2008

Encerramento das Inscrições, às 12 h.

27/06/2008

Publicação das Inscrições.

01 À 03/07/2008

Apresentação de recursos das inscrições.

07/07/2008

Homologação das inscrições.

12/07/2008

Aplicação da Prova Escrita ás 8h e 30min, tendo por local a Escola de Ensino Fundamental Ricardo Durigon, localizada na Rua Interventor, 474 - centro na cidade de Ibiaçá - RS. Os candidatos deverão comparecer às 8h, meia hora antes do início das provas, munidos de cartão de inscrição quitado (pago), documento de identidade com foto e caneta azul ou preta.

14/07/2008

Divulgação do gabarito das provas escritas.

15/07/2008

Publicação das notas da prova pelo número do cartão respostas.

16/07/2008

Identificação das provas tendo por local a Prefeitura municipal de Ibiaçá, com início às 09h e 30min.

16/07/2008

Publicação das notas da prova com nome.

17 À 21/07/2008

Apresentação de recursos, na forma do item 2.8 do Edital.

30/07/2007

Publicação do parecer sobre os recursos.

31/07/2008

Prazo para apresentação de recursos de reconsideração da prova na forma do item 2.9 do edital

04/08/2008

Publicação do parecer sobre os recursos de reconsideração da prova.

06 e 07/08/2008

Apresentação dos Títulos na forma do item 8.3.1

14/08/2008

Divulgação das notas da prova de títulos.

15 à 19/08/2008

Apresentação de recursos da prova de títulos, na forma do item 2.8.

26/08/2008

Publicação do parecer sobre os recursos da prova de títulos.

27/08/2008

Prazo para apresentação de recursos de reconsideração da prova de títulos, na forma do item 2.9 do edital.

29/08/2008

Publicação do parecer sobre os recursos de reconsideração da prova de títulos.

03/09/2008

Sorteio, às 09h e 30min na Prefeitura Municipal.

03/09/2008

Homologação.

ANEXO IV

FORMULÁRIO PARA ENTREGA DE RECURSOS

NOME: _________________________________________________________________________________

Nº INSCRIÇÃO __________________________________ CARGO: ________________________________

( )

Contra gabarito oficial preliminar da prova escrita objetiva.

Número da Questão: _________________________

Gabarito: __________________________________

Resposta do Candidato: _______________________

( )

Contra o resultado da Prova Escrita.

( )

Contra o resultado da Prova de Títulos.

JUSTIFICATIVA DO CANDIDATO
________________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________________

_____________________________________
Assinatura do candidato

ANEXO V RELAÇÃO DE TÍTULOS

FORMULÁRIO PARA ENTREGA DE TÍTULOS

NOME: _________________________________________________________________________________

Nº INSCRIÇÃO ____________ CARGO: ________________________ Nْ TELEFONE: ________________

RELAÇÃO DOS TÍTULOS APRESENTADOS:

Nº DO TITULO

DESCRIÇÃO (RESUMIR)

CARGA HORÁRIA (Não Preencher)

NOTA (Não Preencher)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Especifique aqui com qual habilitação foi efetuada sua inscrição e anexe fotocópia autenticada: ________________________________

Local e data, ___________________________________

________________________________
ASSINATURA DO CANDIDATO

97230

Política de Privacidade 2000-2014 PCI Concursos Telefone (11) 2122-4231