Prefeitura de Dobrada - SP

PREFEITURA MUNICIPAL DE DOBRADA

ESTADO DE SÃO PAULO

EDITAL Nº 16/2009, DE 08 DE JUNHO DE 2009

CONCURSO PÚBLICO Nº 02/2009

Notícia:   11 vagas de até R$ 1.609,96 para Prefeitura de Dobrada - SP

PRAÇA DOUTOR CARLOS PINTO ALVES, 145 - CENTRO
CNPJ. 54.916.283/0001-45 - IE. 288.055.615.111
E-mail: prefeitura@dobrada.sp.gov.br
Site: www.dobrada.sp.gov.br

Dispõe sobre a abertura de Concurso Público para o preenchimento dos empregos públicos que especifica e dá outras providências.

A PREFEITURA MUNICIPAL DE DOBRADA, Estado de São Paulo, torna público, na forma prevista no artigo 37 da Constituição Federal, a abertura de inscrições ao CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS, para o preenchimento das vagas dos empregos abaixo especificados, bem como das que eventualmente forem criadas e das que vagarem dentro do prazo de validade previsto neste instrumento, sendo regido pelas instruções especiais constantes do presente edital, Lei Orgânica do Município, Legislação Municipal específica e demais atos normativos pertinentes:

I - DOS EMPREGOS

Os empregos, o número de vagas, o valor do salário, a jornada semanal de trabalho e a respectiva escolaridade exigida são os constantes dos quadros abaixo:

EMPREGO PÚBLICO

QUANTIDADE VAGAS

SALÁRIO MENSAL R$

JORNADA SEMANAL

REQUISITOS ESCOLARIDADE

TIPO DE PROVA

Atendente

Cadastro Reserva

680,70

40 horas

Ensino Médio Completo Com conhecimento em informática

Escrita

Auxiliar Administrativo

01

754,86

40 horas

Ensino Médio Completo Com conhecimento em informática

Escrita

Auxiliar de Biblioteca

01

647,15

40 Horas

Ensino Médio Completo Com conhecimento em informática

Escrita

Auxiliar de Desenvolvimento Infantil

01

647,15

40 Horas

Ensino Médio Completo

Escrita

Dentista011.609,9620 HorasCurso Superior em Odontologia com inscrição no órgão de classeEscrita
EncanadorCadastro Reserva721,1940 horasEnsino Fundamental CompletoEscrita/prática
Médico (Ortopedista)011.609,9610 HorasCurso Superior em Medicina, com especialização em Ortopedia e com inscrição no Conselho Regional de Medicina CRMEscrita
MotoristaCadastro reserva680,7040 HorasEnsino Fundamental Completo, Carteira Nacional de Habilitação - CNH - Categoria "D" ou "E", Curso de Transporte Coletivo de Passageiros e Curso de Transporte de EscolaresEscrita/prática
Pedagogo011.179,0340 HorasCurso Superior em Pedagogia com experiência mínima de três anos na área de educaçãoEscrita
PedreiroCadastro reserva680,7040 HorasEnsino Fundamental CompletoEscrita/prática
Professor de Alfabetização de Jovens e Adultos01795,2620 Horas1) Habilitação em Nível Médio com Magistério ou 2) Curso Superior Licenciatura Plena em Pedagogia ou 3) Curso Normal SuperiorEscrita
Professor de Educação Infantil02795,2620 Horas1) Habilitação em nível de Magistério com formação em Pedagogia ou 2) Curso Superior em Pedagogia com Habilitação em Educação Infantil ou 3) Curso Normal SuperiorEscrita
Professor de Educação Física01996,1325 HorasCurso Superior em Educação FísicaEscrita
Segurança PatrimonialCadastro reserva680,7040 HorasEnsino Fundamental CompletoEscrita
Servente de Obras e Serviços (Feminino)Cadastro reserva606,7540 Horas4°. Ano do Ensino FundamentalEscrita/prática
Técnico em EnfermagemCadastro reserva923,2140 HorasCurso Técnico em Enfermagem com inscrição no órgão de classeEscrita
Operador de MáquinasCadastro reserva680,7040 HorasEnsino Fundamental CompletoEscrita/prática
Trabalhador Braçal (Masculino)01606,7540 Horas4°. Ano do Ensino FundamentalEscrita/prática

Ensino Fundamental Completo - Antiga 8ª. Série ou 1°. Grau.

Ensino Médio Completo - Antigo 3°. Colegial ou 2°. Grau.

2. O regime jurídico de contratação será o "Celetista", aplicando-se as disposições constantes na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e Legislação Municipal pertinente.

II - DOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA

1. Às pessoas portadoras de deficiência que pretendem fazer uso das prerrogativas que lhes são facultadas no inciso VIII do artigo 37 da Constituição Federal e na Lei N° 7.853/89 é assegurado o direito de inscrição para as funções em Concurso Público, cujas atribuições sejam compatíveis com a deficiência de que são portadoras.

2. Em obediência ao disposto art. 37, § 1° e 2° do Decreto n° 3.298 de 20/12/99 que regulamenta a Lei n° 7853/89, ser-lhes-á reservado o percentual de 5% (cinco por cento) das vagas existentes, das que vierem a surgir ou que forem criadas no prazo de validade do presente Concurso Público.

3. Na hipótese de aplicação do percentual resultar número fracionado igual ou superior a 0,5 (cinco décimos), a fração será arredondada para 1 (uma) vaga. Se inferior a 0,5 (cinco décimos) será considerada nas nomeações posteriores, esclarecendo-se tal circunstância por ocasião da ocorrência do evento. Não havendo candidatos aprovados para as vagas reservadas a portadores de deficiência, estas serão preenchidas pelos demais concursados, com estrita observância da ordem classificatória.

4. Consideram-se pessoas portadoras de deficiência aquelas que se enquadram nas categorias discriminadas no art. 4° do Decreto Federal n° 3.298/99.

5. As pessoas portadoras de deficiência, resguardadas as condições especiais previstas no Decreto Federal n° 3.298/99, particularmente em seu art. 40, participarão do presente certame em igualdade de condições com os demais candidatos, no que se refere ao conteúdo das provas, à avaliação e aos critérios de aprovação, ao dia, horário e local de aplicação das provas, e a nota mínima exigida para todos os demais candidatos. Os benefícios previstos no referido artigo, §§ 1° e 2°, deverão ser requeridos por escrito, durante o período das inscrições, através de ficha de inscrição especial.

6. O candidato deverá declarar, quando da inscrição, ser portador de deficiência, especificando-a na Ficha/Formulário de Inscrição anexando ao mesmo:

A) Laudo Médico atestando a espécie e o grau ou nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença - CID, bem como a provável causa da deficiência, inclusive para assegurar previsão de adaptação de prova.

B) Solicitação da prova especial, se necessário.

7. Aos deficientes visuais (cegos), serão oferecidas provas no sistema Braile e suas respostas deverão ser transcritas também em Braile. Os referidos candidatos deverão levar para esse fim, no dia da aplicação da prova, reglete e punção, podendo ainda, utilizar-se de soroban. Aos deficientes visuais (amblíopes) serão oferecidas provas ampliadas, com tamanho e letra correspondente a corpo 24.

8. Os candidatos que não atenderem aos dispositivos mencionados no presente Edital serão considerados como não portadores de deficiência e não terão prova especial preparada, sejam quais forem os motivos alegados.

10. A publicação do resultado final do Concurso Público será feita em duas listas, contendo a primeira, a pontuação de todos os candidatos, inclusive a dos portadores de deficiência, e a segunda somente a pontuação destes últimos.

11. Ao ser convocado para investidura no emprego público, o candidato deverá se submeter a exame médico oficial ou credenciado pela Prefeitura, que terá decisão terminativa sobre a qualificação do candidato como deficiente ou não, e o grau de deficiência capacitante para o exercício do emprego. Será eliminado da lista de portadores de deficiência o candidato cuja deficiência assinalada na Ficha de Inscrição não se constate, devendo o mesmo constar apenas na lista de classificação geral.

12. Após a investidura do candidato, a deficiência não poderá ser arguida para justificar a concessão de aposentadoria.

13. Fica condicionada a primeira admissão de candidato portador de deficiência após o preenchimento da décima vaga dos não portadores de deficiência do respectivo emprego, sendo as demais admissões efetivas na vigésima primeira, trigésima primeira e assim sucessivamente. A contagem prescrita neste item será feita separadamente para cada emprego, não podendo ser considerado para efeito de direito a convocação, a quantidade das convocações efetuadas para funções distintas.

III - DAS INSCRIÇÕES

1. As inscrições estarão abertas e serão feitas entre os dias 15 a 26 de junho de 2009, das 9:30 às 11:00 e das 13:00 às 16:00, no prédio da Prefeitura Municipal de Dobrada, localizado na Praça Doutor Carlos Pinto Alves, nº 145, Centro, Dobrada/SP. FONE: 33869000.

2. Os interessados deverão formalizar o pedido de inscrição através de requerimento, no qual constam declarações expressas sobre: a veracidade dos dados apresentados; de que possui habilitação legal para o exercício do emprego para qual concorre; que está ciente de que não será admitido se não provar a habilitação legal exigida, independentemente da classificação obtida; que tem pleno conhecimento das normas e instruções do concurso público a que submete; que está ciente de que a inexatidão ou irregularidade dessas afirmativas, ainda que verificadas posteriormente, ocasionará sua eliminação do respectivo concurso, com a anulação de todos os atos praticados, sem prejuízo das demais medidas de ordem administrativa, civil ou criminal; que possui os documentos comprobatórios das condições exigidas para inscrição; que aceita todas as exigências especificadas no edital de abertura do concurso público.

3. São requisitos para a participação no presente Concurso Público:

a) Ser brasileiro nato ou naturalizado;

b) Ter, na data da posse, a idade mínima de 18 (dezoito) anos completos;

c) Possuir habilitação, na data da posse, para o emprego a que concorre;

d) Ter votado nas últimas eleições ou justificado ausência;

e) Estar quite com o serviço militar, quando do sexo masculino;

f) Não registrar antecedentes criminais, achando-se em pleno exercício de seus direitos civis e políticos;

g) Gozar de boa saúde física e mental;

h) Não ser aposentado por invalidez e nem estar com idade de aposentadoria compulsória, ou seja, 70 (setenta) anos;

i) Não receber proventos de aposentadoria oriundos de cargo, emprego ou função, exercidos perante a União, Território, Estado, Distrito Federal, Município e suas Autarquias, Empresas ou Fundações, conforme preceitua o artigo 37, §10, da Constituição Federal, com a redação da Emenda Constitucional nº 20, de 15.12.98, ressalvadas as acumulações permitidas pelo inciso XVI do citado dispositivo constitucional, os cargos eletivos e os cargos ou empregos em comissão;

j) Conhecer e estar de acordo com as exigências contidas no presente edital.

4. Se aprovado para admissão, o candidato deverá apresentar os documentos constantes das alíneas "a" a "j" do item anterior, sob pena de perder a vaga.

5. Não serão aceitas cópias de documentos que não sejam autenticadas ou possam ser conferidas à vista dos originais.

6. No caso de inscrição por procuração, deverá ser apresentado o instrumento de mandato com firma reconhecida e documento de identidade do procurador.

7. Não serão aceitas inscrições por via postal, condicional ou extemporâneas.

8. Para inscrever-se no Concurso Público, o candidato deverá recolher o valor de:

a) R$10,00 (dez reais) para os empregos cujo requisito é o ensino fundamental e médio;

b) R$20,00 (vinte reais) para o emprego cujo requisito é curso superior.

9. O valor da inscrição não será devolvido em hipótese alguma, nem haverá isenção, ressalvado o caso de não realização do Concurso Público.

10. Efetuada a inscrição será, de imediato, entregue ao candidato fotocópia integral do Conteúdo Programático das Provas (Anexo I).

11. Para inscrever-se o candidato deverá apresentar os seguintes documentos:

a) Fotocópia da Cédula de Identidade;

b) Requerimento e declaração preenchidos - que serão fornecidos no local;

c) Duas fotos - tamanho 3x4;

d) Fotocópia da certidão de casamento, se for o caso; e

e) Fotocópia da certidão de nascimento dos filhos menores de 18 (dezoito) anos de idade.

IV - DAS PROVAS

1. O concurso público constará de prova objetiva contendo 30 (trinta) testes de múltipla escolha, versando sobre as matérias constantes do conteúdo programático, indicadas no Anexo I.

2. Além da prova escrita haverá prova prática para os empregos de motorista, encanador, pedreiro, trabalhador braçal, servente de obras e serviços e operador de máquinas.

3. O Conteúdo Programático apresentado no Anexo I do presente edital constitui-se em mero referencial para que o candidato possa se preparar em relação aos conhecimentos que serão cobrados nas provas referentes à sua área de atuação, podendo, eventualmente, vir a ser objeto de questão qualquer matéria integrante do programa oficial da respectiva especialidade ou formação profissional.

4. A Prova Objetiva (escrita) será realizada no dia 26 de julho de 2009, com duração máxima de três horas, na cidade de Dobrada - SP, com locais e horários a serem divulgados posteriormente.

5. Para garantir a pleno conhecimento dos interessados o local específico de realização das PROVAS a relação das inscrições deferidas e a respectiva a distribuição dos candidatos em sala, serão divulgados oportunamente nas seguintes datas:

6. No dia 13 de julho de 2009 (segunda feira) serão afixados relação e informes no Paço Municipal e através da página do Município na internet através do site www.dobrada.sp.gov.br.

7. No dia 17 de julho de 2009 (sexta-feira) será divulgado na imprensa escrita - Jornal do Comércio.

8. A fim de garantir a mais absoluta transparência e lisura, a correção das provas será realizada em ato público pela Comissão de Concurso no mesmo dia de sua aplicação, ou seja, aos 26 de julho de 2009 a partir das 13 horas, ou antes desde que 100% (cem por cento) dos candidatos já tenham concluído a prova, sendo que os interessados poderão acompanhar os trabalhos sem qualquer restrição, ressalvadas as medidas necessárias para garantir a disciplina e regularidade do ato.

9. A prova prática que visará aferir a experiência prática básica do candidato relacionada às atividades inerentes ao respectivo emprego.

10. A prova prática destinada aos candidatos aos empregos de motorista, encanador, pedreiro, trabalhador braçal, servente de obras e serviços e operador de máquinas será realizada no dia 26 de julho de 2009 a partir das 14h na sede da Prefeitura Municipal de Dobrada, sita a Praça Dr. Carlos Pinto Alves, 145, Centro, Dobrada/SP.

11. Será automaticamente desclassificado o candidato ao emprego de motorista que não realizar a prova prática, bem como o que se apresentar sem portar a CNH compatível ou estiver com a mesma vencida.

V - DA PRESTAÇÃO DAS PROVAS

1. Não será admitido na sala de prova o candidato que se apresentar após o horário estabelecido para o início das mesmas.

2. O ingresso na sala de prova só será permitido ao candidato que apresentar cédula de identidade e protocolo de inscrição.

2.1. Serão considerados compatíveis com a cédula de identidade os seguintes documentos: Carteiras e/ou Cédulas de Identidade expedidas pelas Secretarias de Segurança; pelas Forças Armadas; pela Polícia Militar; pelo Ministério das Relações Exteriores e a Cédula de Identidade para Estrangeiros; Cédula de Identidade fornecida pelo Conselho Regional de Classe; Carteira Nacional de Habilitação, com fotografia, na forma da Lei nº 9.503/97.

3. O candidato deverá comparecer ao local designado para a prova, munido de lápis, borracha e caneta esferográfica AZUL ou PRETA.

4. Durante a realização das provas, não será admitida qualquer espécie de consulta, nem a utilização de instrumento ou máquina de calcular.

5. Será excluído do concurso público o candidato que se tornar culpado de incorreção ou descortesia para qualquer dos examinadores, fiscais ou demais auxiliares presentes ou for surpreendido em comunicação com outro candidato.

6. Não será admitida a permanência de pessoas estranhas nos locais determinados para a realização e aplicação da prova escrita do concurso público.

7. Na aplicação da prova teórica, os cadernos de prova deverão ser retidos juntamente com o respectivo gabarito.

VI - DO JULGAMENTO DAS PROVAS

1. A Prova Objetiva (escrita) constará de 30 (trinta) questões sob a forma de teste de múltipla escolha, com 05 (cinco) alternativas cada uma.

2. A prova será avaliada na escala de 0 (zero) a 90 (noventa) pontos. O valor de cada questão é de 3,0 (três) pontos.

3. A ausência a prova, independentemente do motivo, excluirá automaticamente o candidato do concurso público.

4. Não haverá em hipótese alguma, segunda chamada.

5. Para os candidatos que concorrerem ao emprego de motorista, encanador, pedreiro, trabalhador braçal, servente de obras e serviços e operador de máquinas haverá prova prática a ser realizada em período diverso daquele destinado à prova escrita.

6. Para os empregos onde haja previsão de prova prática, e as provas serão avaliadas da seguinte forma:

6.1. Prova Objetiva - Cada questão terá o valor de 1,0 (um ponto)- Escala de 0 a 30 pontos.

6.2. Prova Prática - Escala de 0 a 60 pontos.

7. Para efeito de classificação dos candidatos ao emprego onde haja prova objetiva e prática serão somados os pontos obtidos nas provas objetiva e prática, podendo assim totalizar 90 pontos.

VII - DA CLASSIFICAÇÃO FINAL

1. Será considerado habilitado o candidato que obtiver o número de pontos igual ou superior a 45 (quarenta e cinco).

2. Os candidatos habilitados serão classificados em ordem decrescente de notas obtidas, sendo a relação de classificados e resultado geral afixado no Paço Municipal, local de costume e publicado na imprensa local.

3. No caso de empate na classificação final, terá preferência o candidato que tiver:

a) maior idade, inclusive em dias;

b) maior número de filhos menores.

4. O resultado das provas e a classificação final dos candidatos serão publicados na imprensa escrita até o dia 31 de julho de 2009.

VIII - DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

1. Para efeito de admissão, fica o candidato, sujeito a aprovação em exame médico e apresentação dos documentos que lhe forem exigidos.

2. A inexatidão das informações ou a constatação de irregularidades em documentos, ainda que verificadas posteriormente, eliminarão o candidato do concurso público. Estando o candidato contratado, neste caso, será seu contrato rescindido de pleno direito, sem direito a qualquer indenização.

3. A inscrição do candidato importará no conhecimento e aceitação das condições do concurso público, expressamente estabelecidas neste edital.

4. O fato de o candidato se inscrever ou ser aprovado, não lhe dará direito à admissão ou contratação, caracterizando-se mera expectativa de direito.

5. O preenchimento da vaga dar-se-á de acordo com a necessidade de contratação e desde que haja conveniência e interesse por parte da Administração Pública, observadas as formalidades legais.

6. A convocação ficará condicionada ainda a apresentação de documentos que comprovem que o candidato não se enquadra em nenhuma condição proibitiva inserta na Constituição Federal, bem como na legislação infraconstitucional vigente.

7. O candidato aprovado no concurso público e convocado para o emprego, terá designado, a critério da Administração, suas atribuições, o local e o horário de trabalho, podendo exercê-lo em jornada parcial ou integral, ser submetido a horário extraordinário, noturno ou em regime de compensação de horas, jornada intercalada ou ininterrupta, de acordo com a conveniência administrativa e o interesse público.

8. O Prefeito Municipal de Dobrada homologará o presente Concurso Público no prazo de até 30 (trinta) dias contados a partir da publicação da classificação final.

9. Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão Fiscalizadora do respectivo Concurso Público, nomeada por esta Municipalidade por meio de Portaria Municipal.

10. Caberá recurso das notas das provas dentro de dois dias úteis a contar do dia seguinte ao da data da respectiva divulgação do resultado final, o qual deverá ser protocolado, pessoalmente, na sede da Prefeitura Municipal, em duas vias, sendo admitido somente se fundamentado e com indicação precisa das questões e pontos a serem objeto de revisão, sob pena de indeferimento preliminar.

11. Por razões de ordem técnica e de direitos autorais não serão fornecidos exemplares do Caderno de Questões a candidatos ou a Instituições de Direito Público ou Privado, mesmo após o encerramento do prazo de validade do Concurso Público.

12. Decorrido o prazo de 120 (cento e vinte) dias, as "folhas de respostas" poderão ser incineradas, exceto aquelas para as quais foram apresentados recursos.

13. A validade do presente Concurso Público será de 02 (dois) anos, contados da sua homologação final, podendo, a critério da autoridade competente, ser prorrogado por igual período uma única vez.

14. Para que ninguém venha alegar ignorância o presente Edital vai desde já afixado no Paço Municipal, local de costume, bem como publicado na imprensa local.

Dobrada, aos 08 de junho de 2009.

EMIDIO BERNARDO DO NASCIMENTO JUNIOR
- Prefeito Municipal -

ANEXO II

CRONOGRAMA RESUMIDO DE EVENTOS

DESCRIÇÃO

DATAS

Período de Inscrições

15 a 26 de junho de 2009

Publicação das inscrições deferidas; Indicação do local de realização da Prova Objetiva;

17/07/2009 - Publicação Jornal Local

Realização das Provas Objetivas (escritas)

26/07/2009
8h e 30min

Correção das Provas

13:00 horas

Prova Prática (apenas para os cargos indicados no edital)

14:00 horas

Publicação do Resultado

Até 31/07/2009

ANEXO I

Conteúdo Programático

EMPREGOS:

1- ATENDENTE

1- AUXILIAR DE BIBLIOTECA

3- AUXILIAR ADMINISTRATIVO

Língua Portuguesa: Ortografia oficial; Classes de palavras; Concordância verbal e nominal; Regência verbal e nominal; Formas de tratamento; Verbos; Colocação de pronomes nas frases; Correção de textos; Sintaxe: termos essenciais da oração; Análise e interpretação de textos; Acentuação e sinais gráficos; Sinais de pontuação; Divisão silábica; Sílaba Tônica; Ordem alfabética; Classificação das palavras quanto ao número de sílabas; Processo de formação de palavras, sufixo, prefixo, derivação e composição; Uso de "porque", "por que", "porquê", "por quê"; Uso de "mau" e "mal".

Matemática: Conjunto de números: naturais, inteiros, racionais, irracionais, reais, operações, expressões (cálculo), problemas, raiz quadrada; MDC e MMC - cálculo - problemas; Porcentagem; Juros Simples e Compostos; Regras de três simples e composta; Sistema de medidas: comprimento, superfície, massa, capacidade, tempo, volume; Sistema Monetário Nacional - Real; Equações: 1° e 2° graus; Sistemas Lineares; Expressões Algébricas; Fração Algébrica; Geometria Plana; Resolução de situações-problema com uso de raciocínio lógico.

Raciocínio Lógico: Avaliação da habilidade do candidato em entender a estrutura lógica de relações arbitrárias entre pessoas, lugares, coisas ou eventos fictícios; deduzir novas informações das relações fornecidas, e avaliar as condições usadas para estabelecer a estrutura daquelas relações. As questões das provas poderão tratar das seguintes áreas: estruturas lógicas; lógica de argumentação; diagramas lógicos; álgebra e geometria básica.

Noções de Informática: Conhecimentos básicos de informática: Windows, Word, Internet e Correio eletrônico.

Conteúdo Programático

EMPREGOS:

1- AUXILIAR DE DESENVOLVIMENTO INFANTIL

Língua Portuguesa: Ortografia oficial; Classes de palavras; Concordância verbal e nominal; Regência verbal e nominal; Formas de tratamento; Verbos; Colocação de pronomes nas frases; Correção de textos; Sintaxe: termos essenciais da oração; Análise e interpretação de textos; Acentuação e sinais gráficos; Sinais de pontuação; Divisão silábica; Sílaba Tônica; Ordem alfabética; Classificação das palavras quanto ao número de sílabas; Processo de formação de palavras, sufixo, prefixo, derivação e composição; Uso de "porque", "por que", "porquê", "por quê"; Uso de "mau" e "mal".

Matemática: Conjunto de números: naturais, inteiros, racionais, irracionais, reais, operações, expressões (cálculo), problemas, raiz quadrada; MDC e MMC - cálculo - problemas; Porcentagem; Juros Simples e Compostos; Regras de três simples e composta; Sistema de medidas: comprimento, superfície, massa, capacidade, tempo, volume; Sistema Monetário Nacional - Real; Equações: 1° e 2° graus; Sistemas Lineares; Expressões Algébricas; Fração Algébrica; Geometria Plana; Resolução de situações-problema com uso de raciocínio lógico.

Raciocínio Lógico: Avaliação da habilidade do candidato em entender a estrutura lógica de relações arbitrárias entre pessoas, lugares, coisas ou eventos fictícios; deduzir novas informações das relações fornecidas, e avaliar as condições usadas para estabelecer a estrutura daquelas relações. As questões das provas poderão tratar das seguintes áreas: estruturas lógicas; lógica de argumentação; diagramas lógicos; álgebra e geometria básica.

Conteúdo Programático

EMPREGO:

1- MOTORISTA

2- OPERADOR DE MÁQUINAS

3 - SEGURANÇA PATRIMONIAL

4- PEDREIR0

5 - ENCANADOR

Língua Portuguesa: Substantivos: próprio, comum, simples, composto, coletivo, gênero, número e grau; Artigos; Preposição; Pronomes; Adjetivos; Verbos; Comparação de palavras entre si: sinônimo e antônimo; Acentuação e sinais gráficos; Ortografia; Sinais de pontuação; Análise e interpretação de textos; Divisão silábica; Sílaba Tônica; Ordem alfabética; Concordância; Classificação das palavras quanto ao número de sílabas.

Matemática: Conjunto dos números naturais: quatro operações fundamentais - resolução de problemas sobre as quatro operações; Sistema de numeração decimal: números até bilhão; Noções de: dúzia, arroba, metade, dobro, triplo, um quarto ou quarta parte, um terço ou terça parte; Medidas de: comprimento, superfície, massa, capacidade e tempo - transformações - problemas; Número decimal: operações. Sistema Monetário Nacional - Real; Perímetro e área de quadrado e retângulo; Operações com frações; Operações com números decimais.

Raciocínio Lógico: Avaliação da habilidade do candidato em entender a estrutura lógica de relações arbitrárias entre pessoas, lugares, coisas ou eventos fictícios; deduzir novas informações das relações fornecidas, e avaliar as condições usadas para estabelecer a estrutura daquelas relações. As questões das provas poderão tratar das seguintes áreas: estruturas lógicas; lógica de argumentação; diagramas lógicos; álgebra e geometria básica.

Específica/ PRÁTICA: Questões que simulam as atividades da rotina diária do trabalho.

Conteúdo Programático

EMPREGO:

1- PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL;

2-PROFESSOR DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS.

CONHECIMENTOS GERAIS

Língua Portuguesa:

Compreensão, interpretação e produção de textos. Ortografia. Acentuação. Predicação verbal. Flexão verbal e nominal. Pronomes. Concordância verbal e nominal. Regência verbal e nominal. Cargo dos porquês. Crases. Pontuação. Classificações das orações. Figuras de linguagem, de pensamento e de sintaxe. Temas Transversais.

Matemática:

Sistema de numeração decimal. Números naturais: ordenação e operações. Números inteiros: ordenação e operações. Números racionais: representação fracionária e representação decimal. Razões e proporções: grandezas proporcionais, porcentagem e juros simples. Sistema decimal e medidas de comprimento, superfície e volume. Gráficos e tabelas: execução e interpretação. Geometria: perímetros e áreas. Equação do 1° Grau: resolução de problemas. Temas Transversais.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS:

O princípio pedagógico da creche e da pré-escola: educar e cuidar; Práticas de educação infantil: jogos e artes; leitura e escrita; projetos de ensino. Temas curriculares. Formação pessoal e social / concepções: identidade, autonomia; aprendizagem; jogos e brincadeiras. Conhecimento de mundo: movimento; música; artes visuais; linguagem oral e escrita; natureza e sociedade; matemática. A organização do ambiente do " Cuidar e Educar" / como ensinar: conhecimento das diversas metodologias para adequação da aprendizagem. Conhecimento sobre o Plano Nacional de Educação / Mudança de postura das práticas assistencialistas. Inclusão: toda criança tem direito à educação. Psicogênese da língua escrita / Desenvolvimento da escrita: hipóteses da escrita das crianças. Projeto Político Pedagógico para o que serve?Planejamento e a sua importância. A formação do professor de Ed. Infantil. Avaliação na Ed. Infantil. Referenciais Legais: Constituição da República Federativa do Brasil - promulgada em 5 de outubro de 1988. Artigos 5°, 37 ao 41, 205 ao 214, 227 ao 229. Lei Federal n° 9.394/96 - Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei Federal n° 8.069/90 - Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente. Parecer CNE/CEB n° 04/98 - Diretrizes Curriculares para o Ensino Fundamental. Deliberação CEE n° 09/1997 e Indicação CEE n° 08/1997- Institui no Sistema de Ensino Fundamental do Estado de São Paulo o Regime de Progressão Continuada.

Conteúdo Programático

EMPREGO:

1- PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA

Língua Portuguesa: Acentuação Gráfica. Ortografia Oficial. Divisão Silábica. Pontuação. Porque, por que, por quê, porquê, mal/mau. Flexão dos Adjetivos e Substantivos (mascu­lino/feminino; singular/plural; grau). Estrutura e formação das palavras. Significação das palavras: sinônimos, antônimos, parônimos e homônimos.Comparação de palavras entre si. Interpretação de Textos.

Matemática: Operações e problemas com números inteiros, fracionários e decimais. Razão e proporção e números proporcionais. Noções de dúzia; Unidade, Dezena, Centena e Milhar; Arroba. Regra de três simples. Porcentagem. Juros simples. Sistemas de medidas usuais: comprimento (perímetro); superfície (área); volume e massa (peso). Medida de tempo. Sistema Monetário Nacional. Resolução de situações-problema com uso de raciocínio lógico.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS:

Conhecimento de Educação Física; a Educação Física da humanidade em diversas épocas, diferentes povos, países, culturas, identidade e diversidade cultural; a contextualização conceitual, social, política, histórica, filosófica e cultural. Linguagem e Expressão - o homem - os signos não verbais; as linguagens do corpo. A música, teatro e dança como forma; construção/produção de significados na linguagem corporal. O exercício, os jogos, os esportes, e as leituras e interpretações significativas do mundo; acesso aos bens culturais; elementos e recursos das linguagens corporais. Educação Física e educação - O papel da Educação Física na educação do ser humanizado; o papel do professor com mediador; o ensino e a aprendizagem; fundamentação teórico/metodológica; o desenvolvimento das competências e habilidades; projetos de ação; o lugar dos jogos, esportes e competições como meios instrumentais para a consecução dos objetivos da disciplina no curso. Educação Física: cidadania, inclusão e qualidade de vida; a Educação Física e suas diferentes abordagens; o ensino e a aprendizagem em Educação Física; procedimentos metodológicos e avaliatórios.

Conteúdo Programático

EMPREGO:

1 - TRABALHADOR BRAÇAL (Masculino)

1 - SERVENTE DE OBRAS E SERVIÇOS (feminino)

Língua Portuguesa: Acentuação Gráfica. Ortografia Oficial. Divisão Silábica. Pontuação. Porque, por que, por quê, porquê, mal/mau. Flexão dos Adjetivos e Substantivos (masculino/feminino; singular/plural; grau). Estrutura e formação das palavras. Significação das palavras: sinônimos, antônimos, parônimos e homônimos. Comparação de palavras entre si. Interpretação de Textos.

Matemática: Operações e problemas com números inteiros, fracionários e decimais. Razão e proporção e números proporcionais. Noções de dúzia; Unidade, Dezena, Centena e Milhar; Arroba. Regra de três simples. Porcentagem. Juros simples. Sistemas de medidas usuais: comprimento (perímetro); superfície (área); volume e massa (peso). Medida de tempo. Sistema Monetário Nacional. Resolução de situações-problema com uso de raciocínio lógico.

Raciocínio Lógico: Avaliação da habilidade do candidato em entender a estrutura lógica de relações arbitrárias entre pessoas, lugares, coisas ou eventos fictícios; deduzir novas informações das relações fornecidas, e avaliar as condições usadas para estabelecer a estrutura daquelas relações. As questões das provas poderão tratar das seguintes áreas: estruturas lógicas; lógica de argumentação; diagramas lógicos; álgebra e geometria básica.

Específica: Conhecimento e uso de ferramentas: enxada, foice, pé de cabra, pá, lima, vassoura, escovão, outros; Carregamento e descarregamento de terra, areia e entulhos em caminhões; Conservação de ferramentas diversas; Carregamento e empilhamento de tijolos, blocos, telhas; Uso de carriolas e similares; Carregamento e descarregamento de objetos como: madeiras, móveis, maquinários; Noções de higiene e limpeza; Destinação do lixo; Equipamentos para a segurança e higiene; Normas de segurança.

Conteúdo Programático

EMPREGO:

1- TÉCNICO EM ENFERMAGEM

Língua Portuguesa: Ortografia oficial; Classes de palavras; Concordância verbal e nominal; Regência verbal e nominal; Formas de tratamento; Verbos; Colocação de pronomes nas frases; Correção de textos; Sintaxe: termos essenciais da oração; Análise e interpretação de textos; Acentuação e sinais gráficos; Sinais de pontuação; Divisão silábica; Sílaba Tônica; Ordem alfabética; Classificação das palavras quanto ao número de sílabas; Processo de formação de palavras, sufixo, prefixo, derivação e composição; Uso de "porque", "por que", "porquê", "por quê"; Uso de "mau" e "mal".

SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE - SUS: 1. Legislação da Saúde: Constituição Federal de 1988 (Título VIII - capítulo II - Seção II); Lei 8.080/90 e Lei 8.142/90; Norma Operacional Básica do Sistema Único de Saúde - NOB-SUS/1996; Norma Operacional da Assistência à Saúde - NOAS - SUS/2001. 2. Objetivos do SUS. Atribuições, doutrinas e competências. 3. Princípios que regem a organização do SUS. 4. Modelos de atenção à saúde; Atenção primária de saúde/atenção básica à saúde: estratégia de saúde da família e PACS; 5. Vigilância à Saúde: noções básicas. 6. Programas nacionais de saúde; 7. Sistema municipal de saúde: estrutura, funcionamento e responsabilidades. Políticas e sistemas de saúde no Brasil: retrospectiva histórica; reforma sanitária. Promoção à saúde. Bioética. Biossegurança. Plano municipal de saúde 2006-2009. Controle social: conselhos e conferências municipais de saúde. Situação de saúde do Recife: indicadores de saúde e perfil epidemiológico.

Conhecimentos Específicos: Imunização: conceito, importância, tipos, principais vacinas e soros utilizados em saúde pública (indicação, contraindicações, doses, vias de administração, efeitos colaterais), conservação de vacinas e soros (cadeia de frio). Doenças transmissíveis: agente, forma de transmissão, prevenção, sinais e sintomas, assistência de enfermagem e vigilância epidemiológica das principais doenças transmissíveis. Assistência de enfermagem à mulher: na prevenção do Câncer cérvico-uterino e de Mama, no Pré-natal no planejamento familiar. Assistência de enfermagem à criança: no controle do crescimento e desenvolvimento, no controle das doenças diarréicas, no controle das infecções respiratórias agudas (pneumonia, otites, amigdalites, infecções das vias aéreas superiores), no controle das principais verminoses (ascaradíase, oxioríase, estrogiloidíase, giardíase, amebíase e esquitossomose), na alimentação da criança (aleitamento materno e orientação para o desmame). Assistência de enfermagem ao adulto. Conceito, causas, sinais e sintomas, tratamento e assistência de enfermagem das patologias dos seguintes sistemas: Sistema cardiovascular, insuficiência cardíaca congestiva e hipertensão arterial; Sistema respiratório: asma e pneumonias; Sistema digestivo: gastrites e úlceras pépticas; Sistema andócrino: diabetes mellitus; Sistema neurológico: caracterização dos níveis de consciência e acidentes vascular cerebral; Sistema músculo-esquelético: traumatismos (distensão, entorços, subluxação e fraturas); Procedimentos básicos de enfermagem: verificação da pressão arterial, pulso, temperatura e respiração, curativos (técnicas, tipos de curativos), administração de medicamentos (diluição, dosagem, vias e efeitos colaterais); Legislação em Enfermagem: Lei do exercício profissional; Conceitos matemáticos aplicados à prática profissional.

Conteúdo Programático

EMPREGO:

1- MÉDICO ORTOPEDISTA

Língua Portuguesa:

Compreensão, interpretação e produção de textos. Ortografia. Acentuação. Predicação verbal. Flexão verbal e nominal. Pronomes. Concordância verbal e nominal. Regência verbal e nominal. Cargo dos porquês. Crases. Pontuação. Classificações das orações. Figuras de linguagem, de pensamento e de sintaxe. Temas Transversais.

SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE - SUS: 1. Legislação da Saúde: Constituição Federal de 1988 (Título VIII - capítulo II - Seção II); Lei 8.080/90 e Lei 8.142/90; Norma Operacional Básica do Sistema Único de Saúde - NOB-SUS/1996; Norma Operacional da Assistência à Saúde - NOAS - SUS/2001. 2. Objetivos do SUS. Atribuições, doutrinas e competências. 3. Princípios que regem a organização do SUS. 4. Modelos de atenção à saúde; Atenção primária de saúde/atenção básica à saúde: estratégia de saúde da família e PACS; 5. Vigilância à Saúde: noções básicas. 6. Programas nacionais de saúde; 7. Sistema municipal de saúde: estrutura, funcionamento e responsabilidades. Políticas e sistemas de saúde no Brasil: retrospectiva histórica; reforma sanitária. Promoção à saúde. Bioética. Biossegurança. Plano municipal de saúde 2006-2009. Controle social: conselhos e conferências municipais de saúde. Situação de saúde do Recife: indicadores de saúde e perfil epidemiológico.

Conhecimentos Específicos: Ortopedia Geral e Regional. Traumatologia. Assuntos Gerais e Periféricos. Clínica Médica. Afecções ortopédicas comuns na infância. Epifisiólise proximal do fêmur. Poliomielite: fase aguda e crônica. Osteomielite aguda e crônica. Pioartrite. Tuberculose óteo-articular. Paralisia obstétrica. Ortopedia em geral; branquialgias, artrite degenerativa da coluna cervical; síndrome do escaleno anterior e costela cervical. Ombro doloroso. Lombociatalgias: artrite degenerativa da coluna lombo-sacra; hérnia de disco; espondilose. Tumores ósseos benignos e malignos. Fraturas e luxações da coluna cervical, dorsal e lombar. Fratura da pélvis. Fratura do acetábulo. Fratura e luxação dos ossos dos pés. Fratura e luxação dos joelhos. Lesões meniscais e ligamentares. Fratura diafisária do fêmur. Fratura tanstrocanteriana. Fratura do colo do fêmur, do ombro; da clavícula e extremidade superior e diáfise do úmero; da extremidade distal do úmero. Luxação do cotovelo e fratura da cabeça do rádio. Fratura diafisária dos ossos do antebraço. Fratura de Colles e Smith. Luxação do carpo. Fratura do escafóide. Traumatologia da mão: fratura metacarpiana e falangeana. Ferimento da mão. Ética e Legislação Profissional.

Conteúdo Programático

EMPREGO: 1- DENTISTA

Língua Portuguesa:

Compreensão, interpretação e produção de textos. Ortografia. Acentuação. Predicação verbal. Flexão verbal e nominal. Pronomes. Concordância verbal e nominal. Regência verbal e nominal. Cargo dos porquês. Crases. Pontuação. Classificações das orações. Figuras de linguagem, de pensamento e de sintaxe. Temas Transversais.

SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE - SUS: 1. Legislação da Saúde: Constituição Federal de 1988 (Título VIII - capítulo II - Seção II); Lei 8.080/90 e Lei 8.142/90; Norma Operacional Básica do Sistema Único de Saúde - NOB-SUS/1996; Norma Operacional da Assistência à Saúde - NOAS - SUS/2001. 2. Objetivos do SUS. Atribuições, doutrinas e competências. 3. Princípios que regem a organização do SUS. 4. Modelos de atenção à saúde; Atenção primária de saúde/atenção básica à saúde: estratégia de saúde da família e PACS; 5. Vigilância à Saúde: noções básicas. 6. Programas nacionais de saúde; 7. Sistema municipal de saúde: estrutura, funcionamento e responsabilidades. Políticas e sistemas de saúde no Brasil: retrospectiva histórica; reforma sanitária. Promoção à saúde. Bioética. Biossegurança. Plano municipal de saúde 2006-2009. Controle social: conselhos e conferências municipais de saúde. Situação de saúde do Recife: indicadores de saúde e perfil epidemiológico.

Conhecimentos Específicos: Epidemiologia das doenças bucais no Brasil. Índices epidemiológicos específicos em saúde bucal. Aparelho estomatognático desenvolvimentoda face, cavidade oral e dentes. Diagnóstico, semiologia bucal, exames complementares. Conceitos. Materiais restauradores: Amálgama. Resinas compostas. Cimentos de ionômero de vidro. Instrumentais. Materiais protetores. Diagnóstico e plano de tratamento. Métodos preventivos. Oclusão: Ajuste oclusal. Movimentos oclusivos. Posições: relação cêntrica, máxima intercuspidação habitual, dimensão vertical, relação de oclusão cêntrica. Disfunção miofacial.. Restaurações preventivas. Selantes. Ionômero de vidro. Resinas compostas e sistemas adesivos atuais. Facetas estéticas. Prótese adesiva: direta e indireta. Anticoagulação e tratamento dentário. Inter-relação dentística/periodontia. Restaurações em dentes posteriores com resinas compostas. Restaurações em amálgama. Flúor: Mecanismo de ação do flúor. Farmacocinética do flúor. Toxicologia. Cariologia. Características clínicas da lesão cárie. Superfície livre. Superfície proximal. Superfície oclusal. Lesões ativas e inativas. Prevenção da doença cárie. Prevalência e incidência. Placa dentária cariogênica. Diagnóstico da atividade da doença cárie. Controle mecânico da placa dentária. Controle químico da placa. Controle da dieta. Substituto do açúcar. Saliva e cárie. Flúor e cárie. Urgência em odontologia. Pronto atendimento. Atendimento de pacientes com alterações sistêmicas com repercussão na cavidade bucal. Técnicas de anestesia. Ética e legislação profissional.

Conteúdo Programático

EMPREGO:

1- PEDAGOGO

Língua Portuguesa:

Compreensão, interpretação e produção de textos. Ortografia. Acentuação. Predicação verbal. Flexão verbal e nominal. Pronomes. Concordância verbal e nominal. Regência verbal e nominal. Cargo dos porquês. Crases. Pontuação. Classificações das orações. Figuras de linguagem, de pensamento e de sintaxe. Temas Transversais.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

A teoria de Piaget do desenvolvimento cognitivo: as influências, as tendências e os estágios; as implicações e as contribuições da teoria de Piaget para os professores.A perspectiva sociocultural de Vygotsky: o papel da linguagem e da fala individual; o papel dos adultos e dos pares; as implicações e as contribuições da teoria de Vygotsky para os professores; aprendizagem, a mediação assistida e a zona de desenvolvimento proximal; o desenvolvimento da linguagem. Avaliação: concepção; instrumentos e critérios de avaliação; tipos de avaliação; a relação professor/aluno e professor/avaliação. Planejamento de Ensino: concepção; plano de curso e de aula; organização e conteúdos; competências e habilidades. Novos Paradigmas de Educação e Aprendizagem; O conceito de Aprendência; Sociedade Aprendente; Pedagogia de Projetos A construção do conhecimento: concepção cognitiva; concepção socio-interacionista.As tendências pedagógicas na Educação Brasileira.Escola uma construção coletiva. Lei de Diretrizes e Bases de Educação Nacional - LDB (Lei n. 9.394/1996). Estatuto da Criança e do Adolescente, Educação Especial - Política Nacional de Educação Especial - um direito assegurado. Referenciais Legais: Constituição da República Federativa do Brasil - promulgada em 5 de outubro de 1988. Artigos 5°, 37 ao 41, 205 ao 214, 227 ao 229. Lei Federal n° 9.394/96 - Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei Federal n° 8.069/90 - Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente. Parecer CNE/CEB n° 04/98 - Diretrizes Curriculares para o Ensino Fundamental. Deliberação CEE n° 09/1997 e Indicação CEE n° 08/1 997- Institui no Sistema de Ensino Fundamental do Estado de São Paulo o Regime de Progressão Continuada.

109348

Política de Privacidade 2000-2014 PCI Concursos Telefone (11) 2122-4231