Prefeitura de Carolina - MA

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAROLINA

ESTADO DO MARANHÃO

CNPJ: 12.081.691/0001-84

EDITAL N° 001/2007 - CONCURSO PÚBLICO

A Prefeitura Municipal de Carolina, Estado do Maranhão, faz saber a todos que fará realizar no dia 16 de dezembro de 2007, na sede do Município, em locais e horários a serem oportunamente divulgados, CONCURSO PÚBLICO para provimento de cargos atualmente vagos e a vagar, no Grupo Ocupacional do Magistério e no Quadro de Pessoal Técnico Administrativo e Operacional da Prefeitura, que será regido de acordo com as Instruções Especiais, parte integrante deste Edital.

INSTRUÇÕES ESPECIAIS

1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1.1. O Concurso Público, objeto deste Edital, constará:

1.2. De Provas Objetivas (eliminatória) para todos os cargos;

1.3. De Provas de Títulos (classificatória) para os cargos de Professor Níveis I e II, Supervisor Escolar e Técnico em Assuntos Educacionais.

1.4. O Concurso Público atenderá a legislação em vigor e será realizado pela empresa Apoio Consultoria Treinamentos e Projetos Ltda., CNPJ - 02.596.668/0001-79, com a supervisão e acompanhamento da Comissão de Concurso, instituída pelo senhor Prefeito Municipal, observadas as normas do presente Edital.

1.5. Os cargos, as vagas, os pré-requisitos, salário base e o valor de inscrição constam no Anexo I deste Edital.

2. DAS INSCRIÇÕES

2.1. A inscrição do candidato implicará o conhecimento e a tácita aceitação das normas e condições estabelecidas neste Edital, em relação às quais não poderá alegar desconhecimento.

2.2. As inscrições ficarão abertas no período de 19 a 30 de novembro de 2007, no horário das 8h às 12h e das 14h às 18h, no Auditório do Pólo da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), situado à Avenida Frederico Martins de Azevedo, No 616, Centro -Carolina - MA.

2.3. São condições para a inscrição:

2.3.1. Ser brasileiro nato ou naturalizado;

2.3.2. Ter habilitação para o cargo pretendido, conforme especificado no Anexo I deste Edital;

2.3.3. Estar em situação regular com a Justiça Eleitoral e no pleno exercício de seus direitos civis e políticos;

2.3.4. Estar quite com as obrigações militares, se do sexo masculino; 2.3.5. Gozar de boa saúde física e mental;

2.3.6. Conhecer e estar de acordo com as exigências contidas neste Edital;

2.3.7. No ato da inscrição não serão solicitados comprovantes das exigências contidas neste Edital, no entanto, o candidato que não as satisfaça quando da convocação para nomeação, mesmo que tenha sido aprovado, será automaticamente eliminado do concurso;

2.3.8. O candidato portador de deficiência, entretanto, deverá, no ato da inscrição apresentar laudo médico atestando (Anexo III) a espécie, o grau ou nível de deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doenças - CID, bem como a provável causa da deficiência -(Decreto No 3.298, de 20/12/99, art. 39, IV), mencionando se a deficiência de que é portador, é compatível com as atribuições do cargo pretendido.

2.4. Para inscrever-se, o candidato deverá proceder, no período das inscrições, da seguinte maneira:

2.4.1. Dirigir-se ao local das inscrições munido do original e fotocópia de um dos seguintes documentos: Cédula de Identidade (RG ou Carteira de Identificação Profissional), Carteira de Reservista, que deverá também ser apresentado quando da realização das provas, além de 02 (duas) fotos 3 x 4 coloridas e recentes;

2.4.2. Adquirir o requerimento de inscrição no local mencionado no item 2.2 e realizar a quitação da taxa correspondente à opção do cargo de acordo com o Anexo I, que deverá ser feita através de depósito em conta específica, no Banco Bradesco, Agência: 01254-8, Conta Corrente 0030943-5, não sendo aceito comprovante de depósito feito em envelope (auto-atendimento) e sem a devida autenticação. A referida taxa será aplicada a título de ressarcimento de despesas com material e serviços, não sendo permitida sua devolução em hipótese alguma;

2.4.3. Preencher totalmente o Requerimento de Inscrição com os dados solicitados onde o candidato declara atender os requisitos exigidos e a total aceitação das normas previstas neste Edital;

2.4.4. O candidato deverá indicar no Requerimento de Inscrição, o cargo pretendido, não sendo permitida sua mudança, devendo proceder a conferencia das informações prestadas no requerimento antes de assiná-lo;

2.4.5. O candidato portador de deficiência deverá anexar ao requerimento de inscrição, laudo médico especificado no item 2.3.8, não sendo considerado como deficiente apenas o fato de assinalar tal opção na Ficha de Inscrição;

2.4.6. Inscrever-se apenas em um dos cargos, tendo em vista que as provas para todos os cargos serão realizadas no mesmo dia e horário;

2.4.7. Será permitida a inscrição por procuração, mediante entrega do respectivo mandato, acompanhado de cópia de documento de identidade ou certidão de nascimento do candidato e apresentação de identidade ou certidão de nascimento do procurador. Em caso do procurador representar mais de um interessado, deverá apresentar uma procuração para cada candidato, a qual ficará retida;

2.4.8. O candidato inscrito por procuração assume total responsabilidade pelas informações fornecidas por seu procurador na Ficha de Inscrição, arcando com as conseqüências de eventuais erros no preenchimento daquele documento.

3. DAS PROVAS

3.1. DAS PROVAS OBJETIVA PARA TODOS OS CARGOS

3.1.1. As provas terão duração de 3h30min (três horas e trinta minutos). Serão escritas e constarão de 50 questões objetivas distribuídas conforme Anexo II, sob a forma de escolha múltipla com 04 (quatro) alternativas de respostas, valendo cada questão 02 (dois) pontos, sendo válida apenas uma resposta.

3.1.2. As provas serão elaboradas com base nos Programas divulgados no ato da inscrição valendo cada questão 02 (dois) pontos.

3.1.3. As respostas deverão ser devidamente identificadas pelo candidato no Gabarito. Ao término da prova o candidato entregará ao fiscal o Gabarito devidamente assinado e o Caderno de Questões. A empresa responsável pela execução do Concurso Público, objetivando o aperfeiçoamento técnico do instrumento de avaliação, procede a estudo estatístico das provas, além de preservar o direito de autoria em relação às questões.

3.1.4. O(s) pontos relativo(s) à(s) questão(ões) eventualmente anulada(s), será(ão) atribuído(s) a todos os candidatos.

3.1.5. Não serão computadas questões não assinaladas, questões que contenham mais de uma resposta, emenda ou rasura, ainda que legível.

3.1.6. As provas serão aplicadas na sede do município dia 16 de dezembro. de 2007, em locais e horários a serem comunicados oportunamente através de Edital, o qual será divulgado nos meios de comunicação local e afixado em prédios públicos do município e divulgados nos sites www.apoioconsultoria­ma.com.br e www.maranhaonews1.com.br

3.1.7. Somente será admitido à sala de provas o candidato que apresentar documento original de identificação com fotografia e o comprovante de inscrição.

3.1.8. O candidato deverá comparecer ao local designado, 30 (trinta) minutos antes do início das provas, munido de caneta esferográfica de tinta azul ou preta, lápis preto e borracha macia.

3.1.9. Não será admitido na sala de provas o candidato que se apresentar após o horário estabelecido.

3.1.10. Não haverá segunda chamada, seja qual for o motivo alegado para justificar a ausência do candidato. O não comparecimento importará na eliminação imediata do candidato, no Concurso.

3.1.11. Durante a realização das provas não será permitida qualquer espécie de consulta, nem uso de máquina calculadora, celular, ou de qualquer aparelho eletrônico.

3.1.12. O Gabarito Oficial será encaminhado no prazo de até 72(setenta e duas) horas após aplicação das provas objetivas para Comissão de Concurso, que deverá divulgá-lo, afixando-o em prédios públicos na sede do município, devendo também a empresa disponibilizá-lo nos sites www.apoioconsultoria­ma.com.br e www.maranhaonews1.com.br

3.1.13. Na realização da prova objetiva, será entregue ao candidato uma folha contendo orientações sobre a prova e um Gabarito Rascunho onde o candidato poderá, se assim o desejar, anotar suas respostas para comparação com o Gabarito Oficial quando de sua divulgação.

3.1.14. É facultado aos candidatos que queiram contestar impugnar ou discordar de qualquer questão da prova, registrar seus protestos no Relatório de Ocorrência, disponível junto aos fiscais de sala.

3.1.15. Será excluído do Concurso o candidato que:

a) Apresentar-se após o horário estabelecido;

b) For surpreendido, durante a realização das provas, em comunicação com outro candidato, utilizando-se de livros, notas, impressos ou aparelhos eletrônicos de comunicação;

c) Se ausentar do local de provas sem o acompanhamento do fiscal;

d) Estiver portando arma, mesmo que possua o respectivo porte; e) Perturbar, de qualquer modo, a ordem dos trabalhos.

3.1.16. Os candidatos só poderão se ausentar do recinto de provas, após uma hora do início das mesmas, sendo que os 02 (dois) últimos candidatos deverão se retirar da sala conjuntamente.

3.1.17. A correção da prova objetiva será feita através da Leitura Ótica do Gabarito.

3.2. DOS TÍTULOS PARA OS CARGOS DE PROFESSOR NÍVEIS I E II, SUPERVISOR ESCOLAR E TÉCNICO EM ASSUNTOS EDUCACIONAIS.

3.2.1. Os candidatos aprovados na Prova Objetiva para os cargos de Professor Níveis I e II e Supervisor Escolar e Técnico em Assuntos Educacionais, serão submetidos ao julgamento de títulos, conforme tabela constante no Anexo II do presente Edital.

3.2.2. A prova de títulos de caráter classificatório será avaliada pela empresa contratada para realização do Concurso Público.

3.2.3. Os candidatos aprovados na prova objetiva, serão convocados para a apresentação dos títulos, através de Edital especifico, o qual será afixado nos prédio públicos do município e divulgado nos sites www.apoioconsultoria­ma.com.br e www.maranhaonews1.com.br

3.2.4. Após a entrega dos títulos, será vetada, qualquer substituição, inclusão ou complementação de documentos e somente serão aceitos e avaliados os títulos entregues no prazo estabelecido;

3.2.5. Cada título será considerado uma única vez.

3.2.6. Os estágios não serão computados como tempo de serviço.

3.2.7. Todos os títulos deverão ser apresentados em fotocópias devidamente autenticada em cartório e/ou acompanhada de original para a conferência devida. Os diplomas e ou certificados de doutor, mestre e especialistas deverão ser registrados pelo órgão competente devidamente credenciado.

3.2.8. Na contagem de tempo de serviço, não serão considerados os exercidos simultaneamente em dois ou mais órgãos, cabendo arredondamento para mais quando a fração do total for superior a seis meses, e para menos se inferior.

3.2.9. No ato da entrega dos documentos, será fornecido recibo comprobatório da entrega dos mesmos, não sendo aceito títulos não relacionados com a área e nem recebido protocolos de documentos.

3.2.10. Todos os documentos apresentados cuja devolução não for solicitada até 120 (cento e vinte dias) contados da data da homologação do resultado final do Concurso, poderão ser incinerados pela empresa.

4. DA CLASSIFICAÇÃO

4.1. O candidato será considerado aprovado se obtiver um total de pontos igual ou superior a 50% no conjunto de prova objetiva.

4.2. Para todos os cargos, exceto de Professor níveis I, II, Supervisor Escolar e Técnicos em Assuntos Educacionais, a pontuação final do candidato aprovado será igual ao total de pontos obtido na prova objetiva e no caso de igualdade da pontuação final, terá preferência sucessivamente o candidato que tiver maior idade;

4.3. Os candidatos aprovados serão classificados em ordem decrescente em lista de classificação geral, até o número de vagas estabelecidas.

4.4. Para os cargos de Professor Níveis I e II, Supervisor Escolar e Técnico em Assuntos Educacionais:

4.4.1. A classificação do candidato será obtida pelo somatório dos pontos adquiridos na prova objetiva e de títulos.

4.4.2. Ocorrendo empate no total de pontos, o desempate beneficiará o candidato que obtiver o maior numero de pontos na prova objetiva. Persistindo o empate, será beneficiado o candidato mais idoso.

4.4.3. Será desclassificado o candidato que, não alcançar 50% (cinqüenta por centos) de acerto no conjunto das disciplinas/questões que compõem a prova objetiva.

5. DOS RECURSOS

5.1. O candidato poderá interpor recurso devidamente fundamentado, devendo constar no requerimento, o nome, o número de inscrição e o cargo do mesmo;

5.2. Contra questões das provas objetiva junto ao Fiscal de Sala, que colocará a disposição dos candidatos um Relatório de Ocorrência, que permitirá registrar as impugnações;

5.3. Do Gabarito Oficial, do Resultado Parcial e Final do Concurso, até 48 (quarenta e oito e horas) após sua divulgação. Nesses casos, o recurso deverá ser encaminhado ao Presidente da Comissão de Concurso e entregue mediante recibo no setor de protocolo da Prefeitura Municipal de Carolina - MA.

6. DO RESULTADO FINAL

6.1. O Edital do Resultado Final do Concurso Público constará do número de inscrição, do nome e número de pontos obtidos pelos candidatos aprovados e dos classificados até o número de vagas e será divulgado através dos sites www.apoioconsultoria­ma.com.br e www.maranhaonews1.com.br e afixado nos prédios públicos do município.

6.2. Após a fase de recursos o aludido resultado será homologado pelo senhor Prefeito Municipal e o Edital publicado no Diário Oficial do Estado do Maranhão.

7. DO PROVIMENTO DOS CARGOS

7.1. O provimento dos cargos obedecerá à ordem de classificação dos candidatos.

7.2. A Administração Municipal reserva-se o direito de chamar os candidatos classificados na medida de suas necessidades, respeitado o número de vagas estabelecidas neste Edital.

7.3. O concurso terá validade de 02 (dois) anos a partir da data de homologação de seu resultado, podendo ser prorrogado por mais 02 (dois) anos, a critério do Governo Municipal.

8. DA NOMEAÇÃO E POSSE

8.1 O candidato classificado será convocado para nomeação através de Edital a ser afixado em prédios públicos no município de Carolina, observado o item 7.2 do presente Edital.

8.2 Serão exigidos dos candidatos classificados e convocados para nomeação, os documentos originais com as respectivas fotocópias, abaixo discriminados:

8.2.1. Comprovação de idade mínima de 18 anos;

8.2.2. Quitação com as obrigações eleitorais e militares;

8.2.3. Carteira Nacional de Habilitação - Categoria D (motorista);

8.2.4. Comprovação de escolaridade devidamente autenticada e/ou registrada nos órgãos competentes e registro no conselho da categoria, conforme o cargo;

8.2.5. Atestado de boa conduta expedido pelo Órgão competente;

8.2.6. Atestado de sanidade física e mental, expedido pelo serviço médico da Secretaria Municipal de Saúde, precedido de exames médicos;

8.2.7. 02 (duas) fotos 3x4 recentes;

8.2.8. Declaração de não acumulação de cargos públicos, exceto nos casos previstos em lei.

8.3. Os documentos comprobatórios de atendimento aos requisitos acima mencionados serão exigidos apenas dos candidatos convocados para nomeação.

8.4. O candidato convocado nos termos do item 8.1 deverá manifestar-se expressamente no prazo de 10 (dez) dias úteis, contados da data da publicação do Edital de Convocação, sobre a aceitação ou não da nomeação para o cargo respectivo.

8.5. O candidato convocado para nomeação que não aceitá-la e/ou não se pronunciar no prazo acima referido, será considerado desistente, perdendo direito à nomeação. A sua substituição dar-se-á pelo candidato imediatamente subseqüente na lista de classificação para o mesmo cargo. Poderá ainda, caso queira, declinar da vaga a passar a integrar o último lugar na fila dos excedentes.

8.6. A lotação do candidato nomeado ficará a critério da Administração Municipal.

9. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

9.1. A qualquer tempo, poder-se-á anular inscrição, prova ou nomeação de candidato, desde que verificada a inexatidão das afirmativas ou irregularidades de declarações ou documentos.

9.2. O informativos contendo o conteúdo programático e demais informações inerentes ao concurso será entregue ao candidato no ato da inscrição.

9.3. Às pessoas portadoras de deficiências que pretendam fazer uso das prerrogativas que lhes são facultadas no disposto no art. 37, inciso VIII, da Constituição Federal, é assegurado o direito de inscrição no presente Concurso Público, desde que as necessidades de que são portadores, sejam compatíveis com as atribuições objeto do cargo em provimento, ficando reservado 5% de total de vagas previstas para o cargo pretendido.

9.4. Consideram-se pessoas portadoras de deficiência aquelas que se enquadram nas categorias discriminadas no art. 40 do Decreto 3.298/99, as quais participarão deste Concurso em igualdade de condições com os demais, no que se refere o conteúdo, avaliação, duração e horário de aplicação das provas.

9.5. Os candidatos portadores de deficiência que necessitarem de condição ou prova especial, se for o caso, deverá formalizar pedido por escrito no Requerimento de Inscrição, o qual será examinado pela empresa executora, para verificação das possibilidades operacionais de atendimento obedecendo a critérios de viabilidade e razoabilidade.

9.6. Na falta de candidatos aprovados para as vagas reservadas aos candidatos portadores de deficiências serão preenchidas pelos demais concursados, com estreita observância da ordem classificatória.

9.7. O candidato nomeado terá jornada de trabalho de 40 horas semanais, exceto para o cargo de professor, cuja jornada será de 25 horas semanais.

9.8. É vedada a inscrição neste Concurso Público de quaisquer membros da Comissão de Concurso, tanto da Prefeitura Municipal de Carolina, quanto da empresa Apoio Consultoria Treinamentos e Projetos Ltda.

9.9. Os itens deste Edital poderão sofrer eventuais alterações, atualizações ou acréscimos, enquanto não consumada a providência ou evento que lhes disser respeito ou até a data da convocação dos candidatos para a prova correspondente, circunstância que será mencionada em Edital ou aviso a ser divulgado em locais públicos na sede do município e nos sites www.apoioconsultoria-ma.com.br e www.maranhaonews1.com.br

9.10. Os casos omissos serão resolvidos conjuntamente pela Comissão de Concurso designada pelo senhor Prefeito Municipal e pela empresa Apoio Consultoria Treinamentos e Projetos Ltda., no que tange a realização deste concurso.

9.11. O presente Edital será afixado nos prédios públicos do município, divulgado nos sites www.apoioconsultoria-ma.com.br e www.maranhaonews1.com.br e sua Resenha publicada no Diário Oficial do Estado do Maranhão.

CRONOGRAMA

DATA

EVENTO

Dia 19.11.07

Início das Inscrições

Dia 30.11.07

Término das Inscrições

Dia 16.12.07

Aplicação das Provas Objetivas

Dia 19.12.07

Divulgação do Gabarito Oficial

Dia 26.12.07

Resultado Parcial dos cargos: Professor, Supervisor Escolar, Técnico em Assuntos Educacionais; Convocação para entrega de títulos.

Dia 07 e 08.01.08

Recebimento dos títulos

Dia 16.01.08

Resultado Final

GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CAROLINA, ESTADO DO MARANHÃO, EM 12 DE NOVEMBRO DE 2007.

JOÃO ALBERTO MARTINS SILVA
PREFEITO MUNICIPAL DE CAROLINA

ANEXO I DO EDITAL N° 001/2007

1. DOS CARGOS, VAGAS, PRÉ-REQUISITOS, SALÁRIO BASE E TAXA DE INSCRIÇÃO

CARGOS

N° DE VAGAS

PRÉ-REQUISITO/ESCOLARIDADE

SALÁRIO BASE

TAXA INSC.

Z. URBANA

Z. RURAL

TOT

Advogado

02

-

02

Curso Superior Específico e Registro Profissional no Conselho da Categoria

542,58

OBS: Acréscimo de 222% sobre o salário base a título de Gratificação Técnica de Atividades de Nível Superior

50,00

Assistente Social

03

-

03

Contador

01

-

01

Enfermeiro

10

06

16

· Generalista

08

06

14

· Obstetra

02

-

02

Engenheiro Agrônomo

02

-

02

Engenheiro Civil

01

-

01

Farmacêutico - Bioquímico

03

-

03

Fisioterapeuta

01

-

01

Médicos

10

06

16

Pediatra

01

-

01

Ginecologista

01

-

01

Cardiologista

01

-

01

Cirurgião

01

-

01

Ortopedista

01

-

01

Anestesiologista

01

-

01

Clínico Geral

04

06

10

Médico Veterinário

01

-

01

Nutricionista

01

-

01

Odontólogo

04

06

10

Psicólogo

02

-

02

Técnico em Assuntos Educacionais

03

-

03

Curso superior na área de Educação e registro profissional expedido pelo órgão competente

806,11

50,00

Supervisor Escolar Nível II Classe B

10

-

10

Curso Superior em Pedagogia, com habilitação em Supervisão Escolar

806,11

50,00

Professor Nível II Classe B (5a a 8a séries)

25

14

39

Licenciatura ra Plena com habilitação na disciplina que está concorrendo.

806,11

50,00

· Língua Portuguesa060510

· Matemática

09

05

14

· Geografia

05

03

08

· História

05

02

07

Professor Nível II Classe B (10 e 20 ciclos)

15

-

15

Licenciatura em Magistério das séries iniciais do Ensino Fundamental

806,11

50,00

 

CARGOS

N° DE VAGAS

PRÉ-REQUISITO/ESCOLARIDADE

SALÁRIO BASE

TAXA INSC.

Z. URBANA

Z. RURAL

TOT

Professor Nível I Classe A

-

77

77

Ensino Médio completo e habilitação em Magistério.

564,56

30,00

Técnico Agrícola

02

-

02

Curso Profissionalizante e/ou Téc. Específico

491,51

30,00

Técnico de Enfermagem

25

10

35

Curso Profissionalizante e/ou Téc. Específico

491,51

30,00

Técnico em Higiene Bucal

08

06

14

Curso Profissionalizante e/ou Téc. Específico

491,51

30,00

Técnico em Processamento de Dados

03

-

03

Curso Profissionalizante e/ou Téc. Específico

491,51

30,00

Técnico em Radiologia

03

-

03

Curso Profissionalizante e/ou Téc. Específico

491,51

30,00

Operador de Computador

21

-

21

Ensino Médio completo com curso de informática

491,51

30,00

Agente de Administração

22

13

35

Ensino Médio completo com curso de digitação ou experiência comprovada

486,10

30,00

Agente de Arrecadação e Fiscalização

04

-

04

Curso Médio

486,10

30,00

Auxiliar de Administração

13

-

13

Ensino Fundamental Completo

436,47

30,00

Auxiliar de Consultório Odontológico

04

03

07

Ensino Fundamental Completo e Carteira do CRO

436,47

30,00

Auxiliar de Laboratório

06

-

06

Ensino Fundamental Completo acrescido de curso de Patologia Clínica

436,47

30,00

Motorista

10

-

10

Ensino Fundamental completo e habilitação profissional

419,54

20,00

Mecânico

03

-

03

Ensino Fundamental e Cursos de Formação Profissional.

419,54

20,00

Operador de Máquinas Pesadas

02

-

02

Ensino Fundamental e Cursos de Formação Profissional.

454,12

20,00

Auxiliar de Manutenção (Infra Estrutura)

06

-

06

Ensino Fundamental Incompleto e comprovação de práticas de trabalho na área.

395,31

20,00

Agente de Segurança e Vigilância

14

18

32

Ensino Fundamental incompleto

395,31

20,00

Auxiliar de Serviços Gerais

30

42

72

Ensino Fundamental incompleto

380,00

20,00

TOTAL

270

201

471

-

2. DA DISTRIBUIÇÃO DAS VAGAS

2.1 ZONA URBANA

CARGOS

Nº DE VAGAS

N° DE VAGAS P/ DEFICIENTE

Advogado

02

Assistente Social

03

Contador

01

Enfermeiro

10

Engenheiro Agrônomo

02

Engenheiro Civil

01

Farmacêutico - Bioquímico

03

Fisioterapeuta

01

Médico

10

 

Médico Veterinário

01

Nutricionista

01

-

Odontólogo

04

Técnico em Assuntos Educacionais

03

Psicólogo

02

Supervisor Escolar

10

Professor Nível II Classe B (5a a 8a séries)

25

 

· Língua Portuguesa

06

-

· Matemática

09

_

· Geografia

05

-

· História

05

Professor Nível II Classe B (10 e 20 ciclos)

15

 

Técnico Agrícola

02

Técnico em Enfermagem

26

02

Técnico em Higiene Bucal

08

Técnico em Processamento de Dados

03

Técnico em Radiologia

03

Agente de Administração

22

01

Agente de Arrecadação e Fiscalização

04

Operador de Computador

21

01

Auxiliar de Administração

13

Auxiliar de Consultório Odontológico

04

Auxiliar de Laboratório

06

Motorista

10

Mecânico

03

Operador de Máquinas Pesadas

02

Auxiliar de Manutenção (Infra-Estrutura)

06

Agente de Segurança e Vigilância

14

Auxiliar de Serviços Gerais

30

02

TOTAL

270

06

2.2 - ZONA RURAL

2.2.1. CARGO: PROFESSOR - N II CLASSE B

REGIÃO

DISCIPLINA/VAGAS

TOTAL

Português

Matemática

Geografia

História

FARINHA

01

01

-

01

03

ITAPECURU

02

04

01

01

08

MARAJÁ

01

01

01

-

03

TOTAL

04

06

02

02

14

2.2.2. CARGO: PROFESSOR - NÍVEL I - CLASSE A

REGIÃO

NUMERO DE VAGAS

N°. DE VAGAS P/ DEFICIENTE

CANA BRAVA

14

FARINHA

14

ITAPECURU

21

01

JENIPAPO

07

LIMOEIRO

12

MARAJÁ

09

TOTAL

77

01

2.2.3. CARGO: AGENTE DE ADMINISTRAÇÃO

REGIÃO

NUMERO DE VAGAS

N°. DE VAGAS P/ DEFICIENTE

CANA BRAVA

02

FARINHA

02

ITAPECURU

07

MARAJÁ

02

TOTAL

13

-

2.2.4. CARGO: AGENTE DE SEGURANÇA E VIGILÂNCIA

REGIÃO

NÚMERO DE VAGAS

N°. DE VAGAS P/ DEFICIENTE

CANA BRAVA

05

FARINHA

06

ITAPECURU

04

JENIPAPO

01

MARAJÁ

02

TOTAL

18

-

2.2.5 CARGO: AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS

REGIÃO

NUMERO DE VAGAS

N°. DE VAGAS P/ DEFICIENTE

CANA BRAVA

09

FARINHA

05

-

ITAPECURU

13

JENIPAPO

02

LIMOEIRO

07

MARAJÁ

06

TOTAL

42

-

2.2.6 CARGO: ENFERMEIRO

REGIÃO

NUMERO DE VAGAS

N°. DE VAGAS P/ DEFICIENTE

CANA BRAVA

02

FARINHA

01

-

ITAPECURU

02

MARAJÁ

01

TOTAL

06

-

2.2.7 CARGO: MÉDICO (CLINICO GERAL)

REGIÃO

NUMERO DE VAGAS

N°. DE VAGAS P/DEFICIENTE

CANA BRAVA

02

FARINHA

01

-

ITAPECURU

02

MARAJÁ

01

TOTAL

06

-

2.2.8 CARGO: ODONTÓLOGO

REGIÃO

NUMERO DE VAGAS

N°. DE VAGAS P/ DEFICIENTE

CANA BRAVA

02

FARINHA

01

-

ITAPECURU

02

MARAJÁ

01

TOTAL

06

-

2.2.9 CARGO: TÉCNICO EM ENFERMAGEM

REGIÃO

NUMERO DE VAGAS

N°. DE VAGAS P/ DEFICIENTE

CANA BRAVA

03

FARINHA

02

-

ITAPECURU

03

MARAJÁ

02

TOTAL

10

-

2.2.10 CARGO: AUXILIAR DE CONSULTÓRIO ODONTOLÓGICO

REGIÃO

NUMERO DE VAGAS

N°. DE VAGAS P/DEFICIENTE

CANA BRAVA

01

FARINHA

01

-

ITAPECURU

01

TOTAL

03

-

2.2.11 CARGO: TÉCNICO EM HIGIENE BUCAL

REGIÃO

NUMERO DE VAGAS

N°. DE VAGAS P/DEFICIENTE

CANA BRAVA

02

FARINHA

01

-

ITAPECURU

02

MARAJÁ

01

TOTAL

06

-

ANEXO II DO EDITAL N° 001/2007

DAS PROVAS OBJETIVAS E DOS TÍTULOS

1. DAS PROVAS OBJETIVAS

CARGO

DISCIPLINA

Nº DE QUESTÕES

TOTAL DE PONTOS

Advogado

Assistente Social

Contador

Enfermeiro

Engenheiro Agrônomo

Engenheiro Civil

Farmacêutico - Bioquímico

Fisioterapeuta

Médico

Médico Veterinário

Nutricionista

Odontólogo

Psicólogo

Conhecimentos Específicos

30

60

Língua Portuguesa

10

20

Conhecimentos Gerais/Atualidades

10

20

Supervisor Escolar- Nível II Classe B

Técnico em Assuntos Educacionais

Língua Portuguesa

20

40

Conhecimentos Pedagógicos

30

60

Professor Nível II Classe B ‑ Ensino Fundamental (5ª a 8ª série)

- Língua Portuguesa

- Matemática

- História

- Geografia

Conhecimentos Específicos

30

60

Conhecimentos Pedagógicos

10

20

Língua Portuguesa

10

20

Professor Nível II Classe B - Ensino Fundamental (1º e 2º ciclo)

Conhecimentos Específicos

30

60

Conhecimentos Pedagógicos

10

20

Língua Portuguesa

10

20

Professor Nível I - Classe A

Português

10

20

Matemática

10

20

História/Geografia do Estado e Município1020

Conhecimentos Pedagógicos

20

40

Técnico Agrícola

Técnico em Enfermagem

Técnico em Processamento de Dados

Técnico em Radiologia

Português

15

30

Matemática

10

20

Conhecimentos Específicos2550

Agente de Administração

Agente de Arrecadação e Fiscalização

Técnico em Higiene Bucal

Operador de Computador

Português

15

30

Matemática

10

20

Conhecimentos Específicos e Gerais

25

50

 

CARGO

DISCIPLINA

Nº DE QUESTÕES

TOTAL DE PONTOS

Auxiliar de Consultório

Odontológico

Auxiliar de Laboratório

Motorista

Português

15

30

Matemática

10

20

Conhecimentos Específicos

25

50

Auxiliar de Administração

Mecânico

Operador de Máquinas Pesadas

Auxiliar de Manutenção (Infra-Estrutura)

Agente de Segurança e Vigilância

Auxiliar de Serviços Gerais

Português

15

30

Matemática

10

20

Conhecimentos Específicos e Gerais

25

50

2. DOS TÍTULOS

2.1. CARGO: PROFESSOR NÍVEL II - CLASSE B

TÍTULO

NÚMERO MÁXIMO

PONTOS UNITÁRIOS

VALOR MÁXIMO P/ O CONJUNTO

Doutor na área da Educação

01

10

10

Mestre na área da Educação

01

07

07

Especialista na área da Educação. Curso com carga horária mínima de 360 horas.

01

05

05

Formação Continuada - Certificado de Participação em: Cursos, Seminários, Congressos, e/ou outros aperfeiçoamentos, na área de Educação, com carga horária mínima de 60 (sessenta) horas, a contar de janeiro de 1997.

04

01

04

Experiência docente no Ensino Fundamental e Educação Infantil, comprovada mediante: Na administração pública: portaria, decreto, ato de nomeação e/ou contrato de trabalho, Certidão de Tempo de Serviço, constando data da admissão e exoneração, se for o caso, acompanhado de comprovação de pagamento expedido pelo órgão legalmente responsável. Na administração privada: Carteira de Trabalho ou Contrato de Trabalho, acompanhado de comprovação de pagamento, constando data do inicio da permanência e/ou término.

Até 04 anos

1 p/ano

04

TOTAL MÁXIMO DE PONTOS

30

2.2. CARGO: TÉCNICO EM ASSUNTOS EDUCACIONAIS

TÍTULO

NÚMERO MÁXIMO

PONTOS UNITÁRIOS

VALOR MÁXIMO P/ O CONJUNTO

Doutor na área da Educação

01

10

10

Mestre na área da Educação

01

07

07

Especialista na área da Educação. Curso com carga horária mínima de 360 horas.

01

05

05

Formação Continuada - Certificado de Participação em: Cursos, Seminários, Congressos, e/ou outros aperfeiçoamentos, na área de Educação, com carga horária mínima de 60 (sessenta) horas, a contar de janeiro de 1997.

04

01

04

Experiência docente no Ensino Fundamental e Educação Infantil, comprovada mediante: Na administração pública: portaria, decreto, ato de nomeação e/ou contrato de trabalho, Certidão de Tempo de Serviço, constando data da admissão e exoneração, se for o caso, acompanhado de comprovação de pagamento expedido pelo órgão legalmente responsável. Na administração privada: Carteira de Trabalho ou Contrato de Trabalho, acompanhado de comprovação de pagamento, constando data do inicio da permanência e/ou término.

Até 04 anos

1 p/ano

04

TOTAL MÁXIMO DE PONTOS

30

2.3. CARGO: SUPERVISOR ESCOLAR NÍVEL II CLASSE B

TÍTULO

NÚMERO MÁXIMO

PONTOS UNITÁRIOS

VALOR MÁXIMO P/ O CONJUNTO

Doutor na área da Educação

01

10

10

Mestre na área da Educação

01

08

08

Formação Continuada - Certificado de Participação em: Cursos, Seminários, Congressos, e/ou outros aperfeiçoamentos, na área de Educação, com carga horária mínima de 60 (sessenta) horas, a contar de janeiro de 1997.

04

01

04

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

· Experiência docente no Ensino Fundamental e Educação Infantil, comprovada mediante: Na administração pública: portaria, decreto, ato de nomeação e/ou contrato de trabalho, Certidão de Tempo de Serviço, constando data da admissão e exoneração, se for o caso, acompanhado de comprovação de pagamento expedido pelo órgão legalmente responsável.

· Na administração privada: Carteira de Trabalho ou Contrato de Trabalho, acompanhado de comprovação de pagamento, constando data do inicio da permanência e/ou término.

· Atividade de Coordenação Pedagógica

Com atuação no Ensino Fundamental e Educação Infantil, comprovada mediante: Na administração pública: portaria, decreto, ato de nomeação e/ou contrato de trabalho, Certidão de Tempo de Serviço, constando data da admissão e exoneração, se for o caso, acompanhado de comprovação de pagamento expedido pelo órgão legalmente responsável. Na administração privada: Carteira de Trabalho ou Contrato de Trabalho, acompanhado de comprovação de pagamento, constando data do inicio da permanência e/ou término.

Até 03 anos

Até 05 anos

01

01

03

05

TOTAL MÁXIMO DE PONTOS

30

2.4. CARGO: PROFESSOR NÍVEL I - CLASSE A

TÍTULO

NÚMERO MÁXIMO

PONTOS UNITÁRIOS

VALOR MÁXIMO P/ O CONJUNTO

Diploma de Licenciado em Pedagogia e ou Licenciatura em Magistério das séries iniciais do Ensino Fundamental.

01

10

10

Formação Continuada - Certificado de Participação em: Cursos, Seminários, Congressos, e/ou outros aperfeiçoamentos, na área de Educação, com carga horária mínima de 60 (sessenta) horas, a contar de janeiro de 1997.

05

01

05

Experiência docente no Ensino Fundamental e Educação Infantil, comprovada mediante: Na administração pública: portaria, decreto, ato de nomeação e/ou contrato de trabalho, Certidão de Tempo de Serviço, constando data da admissão e exoneração, se for o caso, acompanhado de comprovação de pagamento expedido pelo órgão legalmente responsável. Na administração privada: Carteira de Trabalho ou Contrato de Trabalho, acompanhado de comprovação de pagamento, constando data do inicio da permanência e/ou término.

Até 05anos

1 p/ano

05

TOTAL MÁXIMO DE PONTOS

20

ANEXO III DO EDITAL N° 001/07

ATESTADO PARA CANDIDATO QUE DESEJA CONCORRER À RESERVA ESPECIAL DE VAGAS PARA PORTADORES DE DEFICIÊNCIA.

Atesto, para os devidos fins, que o sr(a) _________________________________________________________ candidato ao cargo de ________________________________ apresenta com CID _________________________________________ tendo como provável causa da deficiência: _______________________________________________ sendo a mesma (compatível ou não compatível) __________________________________ com as atribuições do cargo __________________ disponibilizado no Concurso Publico do município de Carolina-MA, conforme Edital 001/2007.

__________________________, _____de __________________ de 2007.

Carimbo com o nome e CRM do Médico

OBS. Este documento é um modelo referencial de atestado médico, podendo ser utilizado ou não a critério do médico, no entanto o atestado apresentado deverá conter todos os dados acima mencionados.

GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL DE CAROLINA, ESTADO DO MARANHÃO, EM 12 DE NOVEMBRO DE 2007.

JOÃO ALBERTO MARTINS SILVA
PREFEITO MUNICIPAL DE CAROLINA

90342

Política de Privacidade 2000-2014 PCI Concursos Telefone (11) 2122-4231