Prefeitura de Alta Floresta - MT

PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTA FLORESTA

ESTADO DE MATO GROSSO

CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2012

EDITAL 001/2012

Notícia:   Prefeitura de Alta Floresta - MT prorroga inscrições do edital 001/2012

A Prefeitura Municipal de Alta Floresta, Estado de Mato Grosso, através da Excelentíssima Senhora Prefeita Maria Izaura Dias Alfonso, faz saber aos interessados que estarão abertas as inscrições para o Concurso Público de Provas e de Provas e Títulos para o ingresso no seu quadro permanente de pessoal, para os cargos constantes do presente Edital, nos termos do que preceituam o art. 37, II da Constituição Federal, a Lei Orgânica do Município, o Estatuto do Servidor Público Municipal, Lei nº 1.107/2001 e suas alterações e demais legislações municipais vigentes, de acordo com as disposições a seguir:

1 - ENTIDADE EXECUTORA DO CONCURSO PÚBLICO

1.1 - O presente Concurso Público será realizado sob a responsabilidade da ACPI - ASSESSORIA, CONSULTORIA, PLANEJAMENTO & INFORMÁTICA LTDA., obedecendo às normas deste Edital.

2 - DAS INSCRIÇÕES

2.1 - As inscrições serão recebidas no período de 18/04/2012 a 07/05/2012 no site www.acpi.com.br.

Inscrições Presenciais para pessoas que não têm acesso à internet

Início: 18/04/2012 no período das 07h00min às 13h00min de segunda a sexta-feira.

Término: 07/05/2012 às 13h.

Vencimento para pagamento da taxa de inscrição 07/05/2012 horário de funcionamento bancário

LOCAL: Centro Cultural, localizado na Praça da Cultura, sito à Avenida Ludovico da Riva, s/nº - Centro, nesta cidade.

Inscrições pela internet

Início: 18/04/2012.

Término: 07/05/2012.

Vencimento para pagamento da taxa de inscrição 07/05/2012 horário de funcionamento bancário.

Os horários previstos neste edital se referem ao horário local de Alta Floresta - MT.

2.2 - Formas de Pagamento:

2.2.1 - O pagamento do valor da taxa de inscrição deverá ser efetuado por meio de boleto bancário junto ao Banco do Brasil S/A ou em qualquer agência da rede bancária, casas lotéricas ou caixas eletrônicos, observando o horário de atendimento bancário, até a data limite estipulada.

2.2.2 - As inscrições pagas após a data de vencimento do boleto serão indeferidas.

PROCEDIMENTO

1º Passo: Preencher o Formulário de Inscrição diretamente no site ou em caso de inscrição presencial com o auxílio de um servidor autorizado;

2º Passo: O candidato deve conferir os dados informados, sob pena de ser impedido de realizar as provas caso os mesmos sejam inconsistentes;

3º Passo: Imprimir o espelho do Requerimento de Inscrição (Cartão de Identificação) juntamente com o boleto de pagamento da taxa de inscrição;

4º Passo: Efetuar o pagamento da taxa por meio de boleto bancário junto ao Banco do Brasil S/A ou em qualquer agência da rede bancária, casas lotéricas ou caixas eletrônicos, observando o horário de atendimento bancário, até a data limite estipulada.

2.3 - Efetivação da Inscrição:

2.3.1 - O cadastro dos dados não garante a efetivação da inscrição do candidato.

2.3.2 - A inscrição somente será efetivada quando o pagamento do valor da Taxa de Inscrição for registrado no Banco de Dados (o que pode demorar alguns dias após o recebimento destas informações da rede bancária).

2.4 - Horário para a inscrição presencial será das 07h00min às 13h00min, do dia 18/04/2012 a 07/05/2012.

2.4.1 - Local das inscrições presenciais: Centro de Inclusão Digital, localizado Centro Cultural, na Praça da Cultura, sito à Avenida Ludovico da Riva, s/nº - Centro, Alta Floresta - MT.

2.4.2 - As taxas de inscrição são as seguintes:

a) Nível de Escolaridade: Ensino Superior Completo

R$ 80,00

b) Nível de Escolaridade: Ensino Médio Completo

R$ 60,00

c) Nível de Escolaridade: Fundamental Completo

R$ 40,00

2.5 - Do procedimento para a inscrição presencial:

2.5.1 - Os candidatos que não tenham acesso a Internet poderão fazer inscrição presencialmente, com auxílio de um servidor autorizado, Centro de Inclusão Digital, localizado no Centro Cultural, na Praça da Cultura, sito à Av. Ludovico da Riva, s/nº - Centro, Alta Floresta - MT.

2.5.2 - No ato da inscrição presencial o candidato deverá:

a) Apresentar documento original de Carteira de Identificação/Registro Geral; Cadastro Nacional de Pessoas Físicas; Carteira de Identificação Profissional registrada no Conselho de Classe pertinente, e/ou Carteira Nacional de Habilitação, contendo os dados necessários para o preenchimento do Requerimento de Inscrição;

b) Para efetuar a inscrição, o candidato deverá informar e portar, obrigatoriamente, o número do seu Cadastro de Pessoa Física - CPF, caso o mesmo não possua o número de CPF, deverá solicitar junto aos órgãos competentes, de forma a obtê-lo antes do término do período de inscrição;

c) Responsabilizar-se pelo pagamento do boleto da taxa de inscrição no valor correspondente à categoria funcional na forma prevista neste Edital;

d) Certificar-se do cargo para o qual estará se inscrevendo antes de pagar a taxa de inscrição, pois não recairão ao servidor autorizado responsável em auxiliar o candidato em sua inscrição presencial quaisquer responsabilidades quanto à escolha de cargos;

e) Prestar as informações para a inscrição com clareza diretamente ao servidor autorizado responsável.

2.5.3 - A inscrição presencial deverá ser feita pelo próprio candidato ou por procurador legalmente constituído, por meio de instrumento de procuração, contendo poderes expressos para este fim;

2.5.4 - A inscrição vale, para todo e qualquer efeito, como forma de expressa concordância por parte do candidato de todas as condições, normas e exigências constantes do presente edital;

2.5.5 - O candidato cujas informações prestadas não forem verdadeiras, além da desclassificação, estará sujeito às penalidades previstas em lei;

2.5.6 - Caso o candidato não apresente a documentação necessária no ato da posse ou se constate qualquer falsificação nas informações prestadas no ato da inscrição será desclassificado, sendo convocado para posse o candidato imediatamente posterior, segundo a ordem de classificação;

2.5.7 - Na hipótese de existência de um mesmo candidato se apresentar inscrito em dois ou mais cargos será validada a última inscrição, efetuada com data e hora mais recente, não cabendo restituição dos valores pagos pelas inscrições invalidadas;

2.5.8 - O candidato a qualquer cargo de nível superior, com a única finalidade de prova de título, detentor de diploma, certificado de especialização, mestrado ou doutorado deverá apresentar o documento correspondente ao título na sede da Prefeitura Municipal, via protocolo ou por meio do correio com registro em sedex, no período determinado em Edital Complementar, a ser publicado após a divulgação do resultado da 1ª e 2ª fase do concurso.

2.5.9 - Qualquer documento protocolado ou com registro de sedex depois da data permitida, será sumariamente invalidado para esta finalidade.

2.5.10 - A documentação de que trata o item anterior deverá estar autenticada em cartório.

2.6 - Da regularidade e aceitação das inscrições

2.6.1 - Não serão admitidas, em hipótese alguma, inscrições condicionais e/ou em desacordo com as normas constantes deste Edital e Regulamento do Concurso.

2.6.2 - Efetivada a inscrição não serão aceitos pedidos para alteração de cargos.

2.6.3 - A inscrição somente se efetivará mediante o pagamento da taxa de inscrição.

2.6.4 - Em hipótese alguma será devolvida ao candidato a taxa referente ao pagamento das inscrições.

2.7 - Do Cartão de Identificação:

2.7.1 - No ato da inscrição o candidato deverá receber ou imprimir o seu Cartão de Identificação / Comprovante de Inscrição, que apresentará no dia das provas, sendo de sua total responsabilidade as informações ali contidas, em especial dos seguintes itens:

a) Nome;

b) Número do documento de identidade, sigla do órgão expedidor e Unidade da Federação emitente;

c) A categoria funcional a que irá concorrer;

d) Número do Cadastro Nacional de Pessoas Físicas.

2.7.2 - Além dos dados acima o candidato deverá tomar conhecimento:

a) Do seu número de inscrição;

b) Do local onde fará a prova, o qual será divulgado em edital complementar específico para tal;

c) Do site de acesso para informações complementares: no www.acpi.com.br e www.altafloresta.mt.gov.br

d) Do dia e hora da prova.

2.8 Das isenções da taxa de inscrição para doadores de sangue

2.8.1. Ficarão isentos da taxa de inscrição os candidatos doadores regulares de sangue, na forma da Lei Estadual n° 7.713/2002.

2.8.2. Os candidatos que pretenderem se inscrever na condição de isentos por serem doadores regulares de sangue e desde que já tenham feito, no mínimo, três doações no período de doze meses anteriores à publicação deste edital, deverão entregar o REQUERIMENTO DE ISENÇÃO devidamente assinado, juntamente com a cópia dos seguintes documentos comprobatórios:

a) documento de identidade do requerente.

b) Cadastro de Pessoa Física (CPF) do requerente;

c) documento comprobatório padronizado de sua condição de doador regular, expedido pelo banco de sangue, público ou privado, autorizado pelo Poder Público, em que faz a doação, constando no mínimo três doações no período de doze meses anteriores à publicação deste edital;

d) Comprovante de residência.

2.8.3. O requerimento de Isenção, documento padrão constante no Anexo III do presente edital, deverá ser protocolado do dia 18.04.2012 até o dia 20.04.2012, das 07h00min às 13h00min, no Centro de Inclusão Digital, localizado Centro Cultural, na Praça da Cultura, sito à Av. Ludovico da Riva, s/nº - Centro, Alta Floresta - MT.

2.8.4 Os documentos apresentados serão analisados pela comissão Fiscalizadora, sendo o resultado dos requerimentos de isenção publicado em edital complementar até o dia 25.04.2012.

2.8.5. Os candidatos com direito à isenção, conforme previsto nos subitens anteriores, deverão observar a data limite para efetuarem a inscrição.

2.8.6. A inscrição de candidatos com isenção deve ser presencial, ficando vedado qualquer outro meio para a sua validação.

2.8.7. Publicado edital referente resultado dos requerimentos de inscrição, os candidatos interessados terão 02 dias úteis para apresentar recurso, conforme Anexo III deste edital, o qual deverá ser apresentado junto ao Protocolo Geral da Prefeitura Municipal de Alta Floresta, sito à Rua Álvaro Teixeira Costa n° 50 - Canteiro Central, das 07h00min às 13h00min.

2.8.8. No dia 27.04.2012 será publicado edital complementar referente ao resultado dos recursos interpostos face o indeferimento de isenções.

2.9. Das isenções da taxa de inscrição para hipossuficiente.

2.9.1. Ficarão isentos da taxa de inscrição os candidatos hipossuficientes na forma das Leis Estaduais n° 7.713/2002 e 8.795/2008.

2.9.2. Os candidatos que pretenderem se inscrever na condição de isentos por serem hipossuficientes deverão entregar o Requerimento de Isenção devidamente assinado, juntamente com a cópia dos seguintes documentos comprobatórios:

2.9.2.1. Candidato com vencimento até um salário mínimo e meio, entregar cópia simples do RG; cópia simples do CPF; comprovante de renda se exerce atividade remunerada (holerite, contracheque ou declaração de autônomo, pagina de identificação da Carteira de Trabalho e Previdência Social - CTPS contendo número e série, bem como cópia de todas as folhas de contrato de trabalho que identifiquem a data de admissão e o valor de remuneração, assim como a folha subseqüente em branco); comprovante de residência; declaração próprio punho, de que recebe até um salário mínimo e meio, escrito pelo próprio (a) candidato (a).

2.9.2.2. Candidato Desempregado: Entregar cópia simples do RG; cópia simples do CPF; (copia da pagina de identificação da carteira de trabalho e Previdência Social - CTPS contendo o número série, cópia de todas as folhas de contrato de trabalho que identifiquem a data de admissão e demissão, assim como a folha subsequente em branco); e declaração próprio punho, de que está desempregado, escrita pelo próprio (a) candidato (a); comprovante de endereço.

2.9.2.3. O requerimento de Isenção, documento padrão constante no Anexo III do presente edital, deverá ser protocolado do dia 18.04.2012 até o dia 20.04.2012, das 07h00min às 13h00min, no Centro de Inclusão Digital, localizado Centro Cultural, na Praça da Cultura, sito à Av. Ludovico da Riva, s/nº - Centro, nesta cidade.

2.9.3 Os documentos apresentados serão analisados pela Comissão Fiscalizadora, sendo o resultado dos requerimentos de isenção publicado em edital complementar até o dia 25.04.2012.

2.9.3.1. Serão aceitas inscrições para os candidatos com direito à isenção no período de 18 a 20 de abril de 2012, por meio de requerimento padrão, disponível no Anexo III a ser protocolado no local estabelecido no item 2.4.1. deste edital.

2.9.3.2. A inscrição de candidatos com isenção deve ser presencial, ficando vedado qualquer outro meio para a sua validação.

2.10. Vagas reservadas para Portadores de Necessidades Especiais

2.10.1. Aos candidatos portadores de necessidades especiais serão reservadas 10% (dez por cento) das vagas previstas neste edital, de acordo com a Lei Federal nº 7.853/89, regulamentada pelo Decreto nº 3.298/99 e com a Lei Complementar Estadual 114/2002.

2.10.2. Para os efeitos do item 2.10.1, consideram-se pessoas portadoras de necessidades especiais as elencadas no art. 4º do Decreto nº 3.298/99, alterado pelo Decreto nº 5.296/2004.

2.10.3. Qualquer pessoa portadora de necessidade especial poderá inscrever-se em concurso público para ingresso nos cargos da Prefeitura Municipal de Alta Floresta, conforme a previsão das vagas estabelecidas neste edital.

2.10.4. O candidato, no ato da inscrição, declarará expressamente a deficiência de que é portador, conforme Anexo III deste edital, e deverá apresentar o laudo médico atestando a espécie e o grau ou nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença - CID, bem como a provável causa da deficiência, nos termos do inciso IV do art. 39 do Decreto Federal nº 3.298/99, na sede da Prefeitura Municipal, via protocolo geral, sito Rua Álvaro Teixeira Costa n° 50 - Canteiro Central, das 07h00min às 13h00min, do dia 18.04.2012 ao dia 20.04.2012.

2.10.5. Os documentos descritos no item 2.10.4 poderão ser protocolados por procurador legalmente constituído, com poderes específicos para tanto, não sendo aceitos outros meios de entrega senão o através do protocolo geral.

2.10.6. O candidato portador de necessidade especial deverá corresponder ao perfil traçado para o preenchimento do cargo.

2.10.7. O candidato indicará a necessidade de qualquer tipo de adaptação que se fizer necessário no ato da Inscrição ou via protocolo até o ultimo dia de inscrição.

2.10.8. Para que sejam considerados aprovados, os candidatos portadores de necessidades especiais deverão obter, durante todo o concurso, a pontuação mínima estabelecida para todos os candidatos, sendo expressamente vedado o favorecimento destes ou daqueles no que se refere às condições para sua aprovação.

2.10.9. Na realização das provas, as adaptações necessárias aos candidatos portadores de deficiência física somente serão efetuadas para aqueles que comunicarem sua deficiência no prazo estipulado no item 2.10.4, conforme determina o art. 40 do Decreto Federal nº. 3.298/99.

2.10.10. A ACPI - ASSESSORIA, CONSULTORIA, PLANEJAMENTO & INFORMÁTICA LTDA. não se responsabilizará pela elaboração de prova específica para os portadores de necessidade especial que não comunicarem a deficiência no ato da inscrição.

2.10.11. Por ocasião da posse dos candidatos classificados, a Prefeitura Municipal procederá à análise da compatibilidade da deficiência com as atribuições do cargo pretendido, devendo o servidor passar pela Junta Médica Oficial do Município que determinará se o candidato está físico e mentalmente apto; é ou não portador de necessidades especiais e se a necessidade especial é compatível com as funções do cargo;

3. DOS CARGOS E VAGAS OFERECIDOS E SUAS ESPECIFICAÇÕES

3.1. Os cargos e vagas estão distribuídos conforme Anexo I deste edital.

3.2. Os candidatos a qualquer cargo obrigam-se a prestar serviços em todo o território do Município, ou seja, área rural ou urbana, de acordo com as necessidades da Administração Municipal, não podendo optar por prestar os serviços na cidade (área urbana) ou no interior (área rural), devendo respeitar o lotacionograma e a ordem de classificação, sendo que a recusa em prestar os serviços, na vaga de direito, importa em desistência tácita da vaga.

4 - DAS PROVAS

4.1 - Data e local das provas objetivas, subjetivas e das provas de aptidão física;

4.1.1 - As provas objetivas para todos os cargos serão realizadas no dia 27 de maio de 2012 no período matutino das 08h00min às 11h00min e as provas subjetivas, para os cargos de nível superior, no período vespertino das 14h00min às 17h00min, nos locais a serem indicados em edital complementar específico, que estará disponível no www.acpi.com.br e www.altafloresta.mt.gov.br, e será afixado no local de costume, bem como publicado na Imprensa Oficial do Município.

4.1.2 - será publicado em edital complementar específico, data e local da realização da prova de aptidão física e provas práticas que estará disponível nos mesmos endereços eletrônicos já referidos acima.

4.1.2.1 - Os candidatos que se submeterão à prova de aptidão física deverão comparecer no horário indicado e retirar a sua senha, que será distribuída pela ordem de chegada, munido de documento de identificação com foto e atestado médico específico conforme modelo Anexo III, para realização dos procedimentos, com data não superior a 30 (trinta) dias da data da realização da prova.

4.2 - Das características das provas subjetivas

4.2.1 - As provas subjetivas destinam-se a avaliar a profundidade do conhecimento do candidato a respeito das matérias elencadas no edital.

4.2.2 - Nesta fase será permitido ao candidato consultar exclusivamente a legislação (seca), não sendo permitida utilização de legislação comentada ou anotada com dados de jurisprudência, doutrinários ou anotações manuais, apostilas, legislação ou material equivalente retirada e impressa por meio de internet, ou encartes extras à obra de consulta, conforme definido pelo Anexo V deste edital.

4.2.3 - Todo material de consulta será vistoriado pelos fiscais de sala e/ou pelo coordenador do evento, sendo retido qualquer material que esteja em desacordo com o item 4.2.2. condicionado às demais regras de fiscalização de sala de aula previstas neste edital.

4.2.4 - A prova subjetiva consistirá de uma Peça Profissional inerente à área de atuação do cargo e condicionada ao conteúdo programático constante do anexo II deste edital;

4.2.5 - A prova subjetiva terá duração de 03 (três) horas contadas a partir do momento em que todas as informações forem prestadas aos candidatos.

4.2.6 - A nota máxima da prova subjetiva é de 10 (dez) pontos.

4.2.7 - Serão cobradas as novas regras ortográficas.

ESPELHO DA AVALIAÇÃO DA PROVA SUBJETIVA

ASPECTOS MACROESTRUTURAIS

FAIXA DE VALORES

APRESENTAÇÃO TEXTUAL

 

Legibilidade

Respeito às margens e indicação de parágrafos

0,50 (cada tópico)

ESTRUTURA TEXTUAL (dissertativa)

 

Introdução adequada ao tema/posicionamento

Desenvolvimento

Fechamento do texto de forma coerente

1,0 (cada tópico)

DESENVOLVIMENTO DO TEMA

 

Objetividade de argumentação frente ao tema/posicionamento técnico

Estabelecimento de uma progressividade textual em relação à seqüência lógica do pensamento

Estabelecimento de conexões lógicas entre os argumentos

2,0 (cada tópico)

Valor máximo de pontuação

10,00

4.3 - Das características das provas objetivas:

4.3.1 - As provas objetivas terão duração de 03 (três) horas contadas a partir do momento em que todas as informações forem prestadas aos candidatos.

4.3.2 - A constituição das provas objetivas é a seguinte:

Nível Superior

Cargos

Disciplina

Número de questões

Total de questões

Valor de cada questão

Pontuação máxima

Técnico de Nível Superior - TNS:

Procurador do Município

Língua Portuguesa

10

40

1,00

100,00

Direito Administrativo, Direito Constitucional, Direito Tributário, Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito Penal, Direito Processual Penal, Direito do Trabalho e Processual do Trabalho

30

3,00

Técnico de Nível Superior - TNS:

Assistente Social

Educador Social

Enfermeiro

Farmacêutico

Fisioterapeuta

Fonoaudiólogo

Jornalista

Médico

Médico Veterinário

Nutricionista

Odontólogo

Psicólogo

Terapeuta Ocupacional

Língua Portuguesa10401,00100,00
Conhecimentos Gerais101,00
Conhecimentos Específicos204,00
Técnico de Nível Superior - TNS:

Contador

Contador - IPREAF

Língua Portuguesa10401,00100,00
Direito Constitucional e Direito Administrativo101,00
Conhecimentos Específicos204,00
Técnico de Nível Superior - TNS:

Arquiteto Engenheiro Civil

Língua Portuguesa10401,00100,00
Conhecimentos Gerais e de Informática101,00
Conhecimentos Específicos, e Segurança do Trabalho204,00
Técnico de Nível Superior - TNS:

Biólogo;

Engenheiro Agrônomo;

Engenheiro Florestal;

Engenheiro Sanitarista.

Língua Portuguesa10401,00100,00
Conhecimentos Gerais e de Informática101,00
Conhecimentos Específicos e Meio Ambiente204,00
Técnico de Nível Superior - TNS:

Educador Físico

Professor da Educação Básica - PEB

Professor Educação Básica - Geografia;

Professor Educação Básica - Letras;

Professor Educação Básica - Matemática.

Professor Educação Básica - Pedagogo;

Língua Portuguesa10401,00100,00
Conhecimentos Gerais101,00
Didática e Fundamentação da Educação.104,00
Conhecimentos Específicos104,00

Nível Médio

Cargos

Disciplina

Número de questões

Total de questões

Valor de cada questão

Pontuação máxima

Técnico de Nível Médio - TNM:

Técnico em Artes - Área de autuação Instrutor de Artes Visuais;

Técnico em Artes - Área de autuação Instrutor de Capoeira;

Técnico em Artes - Área de autuação Instrutor de Danças;

Técnico em Artes - Área de autuação Instrutor de Fanfarra/Banda;

Técnico em Artes - Área de autuação Instrutor de Karatê;

Técnico em Artes - Área de autuação Instrutor de Teatro; Técnico em Artes - Área de autuação Instrutor de Violão.

Língua Portuguesa e Matemática

10

40

1,00

100,00

Conhecimentos Gerais e de Informática

10

1,00

Conhecimentos Específicos e Relações Humanas

20

4,00

Técnico de Nível Médio - TNM:

Técnico em Enfermagem;

Técnico em Enfermagem - Zona Rural;

Técnico em Higiene Dentária.

Técnico de Arrecadação e Fiscalização - TAF:

Fiscal de Meio Ambiente;

Fiscal de Vigilância Sanitária.

Língua Portuguesa e Matemática10401,00100,00
Conhecimentos Gerais e de Informática101,00
Conhecimentos Específicos e Saúde Pública204,00
Técnico de Nível Médio - TNM:

Técnico em Arquivo;

Assistente de Administração;

Assistente de Administração - IPREAF;

Técnico Administrativo Educacional.

Técnico de Arrecadação e Fiscalização - TAF:

Fiscal de Obras e Posturas;

Fiscal de Tributos;

Operador de Retro-escavadeira Hidráulica PC;

Língua Portuguesa e Matemática10401,00100,00
Conhecimentos Gerais e de Informática101,00
Conhecimentos Específicos204,00

Nível Fundamental

Cargos

Disciplina

Número de questões

Total de questões

Valor de cada questão

Pontuação máxima

Agente de Administração Pública - AAP:

Agente Ambiental (Coletor de Lixo);

AAE - Limpeza

AAE - Nutrição

Auxiliar de Administração;

Auxiliar de Serviços Gerais - Feminino;

Auxiliar de Serviços Gerais - Masculino;

Cozinheiro (Feminino);

Cozinheiro (Masculino);

Eletricista Veícular;

Eletricista;

Lubrificador;

Mecânico de Máquina Pesada;

Mecânico Veicular;

Motorista Carro Leve;

Motorista de Caminhão - Cat. D;

Motorista de Caminhão - Cat. E;

Motorista de Ônibus;

AAE - Motorista Transporte Escolar

Operador de Máquina Agrícola;

Operador de Máquina Pesada;

Pedreiro;

Vigia;

Língua Portuguesa e Matemática

10

40

1,00

100,00

Conhecimentos Gerais

10

1,00

Conhecimentos Específicos

20

4,00

4.4 - Da realização das provas

4.4.1 - O candidato deverá comparecer no local da aplicação das provas com antecedência de, no mínimo, 30 (trinta) minutos do horário especificado, trazendo caneta esferográfica fabricada em material transparente de tinta azul ou preta, Cartão de Identificação/Comprovante de Inscrição e documento de identidade original;

4.4.2 - Não será permitido ao candidato entrar no local das provas com outros objetos além daqueles exigidos no item anterior, exceto quando da aplicação da prova subjetiva, especificada neste edital;

4.4.2.1. O fiscal de sala e a coordenação do concurso não se responsabilizarão por danos ou desaparecimento de objetos, bolsas, celulares e outros que forem deixados na sala pelos candidatos.

4.4.3. Somente será admitido na sala de provas o candidato que estiver munido de Cédula de Identidade original ou outro documento original, com foto, de igual valor legal, ou seja: carteira expedida por Órgão ou Conselho de Classe que tenha força de documento de identificação; Carteira de Trabalho e Previdência Social; Certificado de Reservista ou Carteira de Motorista nos moldes atuais.

4.4.3.1. O documento deverá estar em perfeitas condições, de forma a permitir com clareza a identificação do candidato;

4.4.4. Não será aceito protocolo ou qualquer outro documento como crachá; identidade funcional; título de eleitor ou outro diferente daqueles citados no item 4.4.3;

4.4.5. Durante as provas não será permitido o uso de máquinas, relógios, calculadoras ou outros objetos elétricos ou eletrônicos, inclusive aparelhos celulares, bips ou outros comunicadores;

4.4.5.1. Também não será permitida a consulta a qualquer material impresso ou escrito como apostilas, livros, manuais ou caderno de prova de outro candidato, exceto o permitido no item 4.2.2 para a prova subjetiva;

4.4.6. Não serão considerados aptos a fazerem as provas, aqueles eventuais candidatos que estejam impossibilitados de comparecer aos locais determinados para a realização das mesmas;

4.4.7. Em hipótese alguma será admitida a entrada nos locais de provas de candidatos que se apresentarem após a hora determinada para o início das provas;

4.4.8. Nas provas objetivas só serão consideradas, para efeito de pontuação, as anotações constantes do Cartão de Resposta preenchido com caneta esferográfica preta ou azul não porosa;

4.4.9. No preenchimento do Cartão de Resposta é necessário que o campo correspondente à alternativa correta seja totalmente pintado, sob pena de anulação da questão não preenchida corretamente;

4.4.10. As questões respondidas incorretamente não anularão as questões respondidas corretamente;

4.4.11. As questões deixadas em branco, ou com mais de uma resposta, ou com rasuras, ainda que legíveis, serão consideradas nulas;

4.4.12. Os pontos, relativos às questões eventualmente anuladas por erro material quando da elaboração serão atribuídos a todos os candidatos que prestarem à prova naquele cargo;

4.4.13. Em nenhuma hipótese haverá 2ª chamada, eliminando-se o candidato faltoso;

4.4.14. O candidato ao terminar as provas deverá entregar ao fiscal o seu caderno de provas e o seu Cartão de Resposta.

4.4.15. O candidato deverá permanecer no mínimo por 01h00 em sala após o início das provas, sob pena de eliminação;

4.4.16. O candidato que permanecer na sala pelo tempo mínimo de 02h00min poderá levar consigo o caderno de provas;

4.4.17. O candidato que sair antes do horário acima, terá oportunidade de retirar o caderno de provas, pessoalmente ou através de procurador legalmente constituído com poderes específicos para tanto, no prazo de 02 (dois) dias úteis, a partir da aplicação das provas, junto ao Centro de Inclusão Digital, localizado no Centro Cultural, na Praça da Cultura, sito à Avenida Ludovico da Riva, s/nº - Centro, Alta Floresta - MT, das 07h00 às 13h00min, após este prazo os cadernos que não forem retirados serão automaticamente incinerados;

4.4.18. Os 03 (três) últimos candidatos, obrigatoriamente, permanecerão na sala, sendo liberados somente quando todos tiverem concluído a prova.

4.5. Do conteúdo programático das provas objetivas e subjetivas:

4.5.1. Os programas das provas objetivas e subjetivas, onde constam às matérias a serem exigidas nas provas, fazem parte do Anexo I do presente Edital.

4.6. Da prova de aptidão física para os cargos de Agente de Administração Pública, perfis profissionais de - Vigia; Auxiliar de Serviços Gerais: Feminino e Masculino; Cozinheiro: Feminino e Masculino. Agente Ambiental. Apoio Administrativo Educacional, Perfil Profissional Nutrição e Limpeza, Técnico de Nível Médio - Técnico Esportivo.

4.6.1. A prova prática ou de aptidão física terá caráter eliminatório caso o candidato não obtenha o percentual mínimo de 50% (cinquenta por cento) positivo no resultado;

4.6.2. Para obter a aprovação final o candidato terá que obter, no mínimo, 50% (cinquenta por cento) do total de pontos atribuídos à prova, originados da média aritmética entre a média das provas objetivas e a nota da prova de aptidão física;

4.6.3. A prova de aptidão física será realizada conforme regras estabelecidas no Anexo IV do presente Edital.

4.6.4. Somente os candidatos classificados na Prova Objetiva realizarão a prova de aptidão física.

4.7. Da prova prática de digitação para os cargos de Técnico de Nível Médio, perfis profissionais de - Assistente de Administração; Técnico em Arquivo; Auxiliar Administrativo; Assistente de Administração - IPREAF; Técnico Administrativo Educacional; Fiscal de Meio Ambiente; Fiscal de Obras e Postura; Fiscal de Tributos e Fiscal Sanitário. Conforme Anexo I deste edital.

4.7.1. Somente os candidatos classificados realizarão a prova prática de digitação.

4.8 - Da prova prática de volante para os cargos de Agente de Administração Pública, perfis profissionais de - Motorista de Caminhão - categoria E; Motorista de Caminhão D; Motorista de Carro Leve; Motorista de ônibus; Motorista de Transporte Escolar. Conforme Anexo I deste edital.

4.8.1. Somente os candidatos classificados realizarão a prova prática de volante.

4.9. Da prova prática de operacionalização para os cargos de Técnico de Nível Médio, perfis profissionais de - Técnico em Arquivo; Técnico em Artes - Professor de Artes Visuais; Técnico em Artes - Professor de Violão; Técnico em Artes - Professor de Fanfarra/Bandas; Técnico em Artes - área de atuação professor de capoeira; Técnico em Artes - área de atuação professor de Karatê; Técnico em Artes - área de atuação professor de dança; Técnico em Artes - área de atuação professor de teatro; Operador de Retro-escavadeira Hidráulica PC. Agente de Administração Pública, perfis profissionais de - Eletricista; Pedreiro; Lubrificador; Mecânico Veicular; Mecânico de Máquina Pesada; Eletricista de Veículos e Máquinas; Operador de Máquina Pesada; Operador de Máquina Agrícola. Conforme Anexo I deste Edital.

4.10. Somente os candidatos classificados realizarão as provas práticas de operacionalização.

5 - DA CLASSIFICAÇÃO

5.1 - Dos critérios de classificação:

5.2 - A classificação final dos candidatos se dará pela média aritmética das notas obtidas tanto na 1ª, 2ª como na 3ª fase ou etapa, conforme o caso, divulgando-se o seu resultado final em ordem decrescente.

5.2 - Da Prova de Títulos:

5.2.1 - Os cargos para os quais se admitirá prova de títulos são os de Nível Superior, cuja pontuação se dará da seguinte forma:

ORDEM

TÍTULOS

CONDIÇÃO

PONTO

01

Especialização

Carga horária igual ou superior a 360 horas/aulas

0,25

02

Mestrado

Carga horária superior de 360 horas/aulas

0,50

03

Doutorado

Carga horária superior a 360 horas/aulas

0,75

5.2.2 - Na análise da Titulação Acadêmica se for apresentado mais de um título em nível igual ou diferente será computado apenas o título de maior pontuação;

5.2.3 - Somente será considerado o título obtido na área correspondente ao cargo pretendido, desde que o mesmo esteja relacionado à Administração Pública;

5.2.4 - A Titulação Acadêmica será comprovada mediante a apresentação do respectivo comprovante em fotocópia legível e autenticada em cartório;

5.2.5 - O ponto obtido na prova de títulos será somado à média aritmética das provas objetivas e subjetivas para efeito de classificação final;

5.2.6 - Será aceito diploma, certificado de especialização, mestrado ou doutorado devidamente registrado nos termos da legislação vigente;

5.2.7 - Somente será computado o ponto da prova de títulos para os candidatos classificados.

5.2.8 - A entrega dos diplomas/certificados previsto no item 5.2.6 deverá ser realizada conforme item 2.5.8, utilizando para tanto do Formulário para Apresentação de Títulos, constante no Anexo II deste Edital.

5.3. Da desclassificação

5.3.1. Será considerado desclassificado na primeira fase do concurso público o candidato que:

a) Obtiver um percentual menor que 50% (cinquenta por cento) em cada uma das provas objetivas consideradas separadamente, conforme o cargo (Ex.: Técnico de Nível Superior - exceto Contador, Contador do IPREAF e Procurador do Município, deverão ser consideradas as notas de cada prova: Língua Portuguesa, Conhecimentos Gerais e Conhecimentos Específicos);

b) Obtiver um percentual menor que 50% (sessenta por cento) na Prova Subjetiva e/ou Prova Prática e/ou Prova de Aptidão Física, conforme o cargo;

c) Ausentar-se de quaisquer das provas;

d) Descumprir as normas constantes deste Edital ou as orientações dadas pela Equipe de Coordenação do Concurso Público nº 001/2012;

e) Utilizar-se de meios fraudulentos na realização das provas ou na apresentação de documentos ou ainda, que seja flagrado com "cola" ou passando "cola" para outro candidato;

f) Perturbar, de qualquer modo, a ordem dos trabalhos;

g) Não entregar a documentação exigida no ato da posse, no prazo de 30 (trinta) dias contados da publicação do ato convocatório, ressalvados os casos permitidos por lei;

h) Não comprovar as informações prestadas no ato da inscrição;

i) Aprovados, não comparecerem nos locais, prazos, horários e condições especificados nos atos de convocação.

5.4 - Dos critérios de desempate na classificação

5.4.1 - Havendo empate na contagem de pontos na classificação em qualquer cargo, serão obedecidos os critérios de desempate pela ordem a seguir:

- A) Nível Superior

01

Arquiteto; Assistente Social;

Biólogo;

Educador Social;

Enfermeiro;

Engenheiro Agrônomo;

Engenheiro Civil;

Engenheiro Florestal;

Engenheiro Sanitarista;

Farmacêutico;

Fisioterapeuta;

Fonoaudiólogo;

Jornalista;

Médico Veterinário;

Médico;

Nutricionista;

Odontólogo;

Psicólogo;

Terapeuta Ocupacional.

- Maior nota na Prova Subjetiva

- Maior nota na Prova de Conhecimentos Específicos - Questões 21 a 40.

- Maior nota na Prova de Conhecimentos Gerais - Questões 11 a 20.

- Maior nota na Prova de Língua Portuguesa - Questões 01 a 10.

- Prova de Títulos

- O candidato com mais idade

02Procurador do Município;- Maior nota na Prova Subjetiva

- Maior nota na Prova de Conhecimentos Específicos - Questões 11 a 40.

- Maior nota na Prova de Língua Portuguesa - Questões 01 a 10.

- Prova de Títulos

- O candidato com mais idade

03Contador 20h - IPREAF;

Contador 40h;

- Maior nota na Prova Subjetiva

- Maior nota na Prova de Conhecimentos Específicos - Questões 21 a 40.

- Maior nota na Prova de Direito Administrativo - Questões 11 a 20.

- Maior nota na Prova de Língua Portuguesa - Questões 01 a 10.

- Prova de Títulos

- O candidato com mais idade

04Educador Físico

Professor de Educação Básica - Geografia;

Professor de Educação Básica - Letras;

Professor de Educação Básica -Matemática;

Professor de Educação Básica - Pedagogia;

- Maior nota na Prova Subjetiva

- Maior nota na Prova de Conhecimentos Específicos - Questões 31 a 40.

- Maior nota na Prova de Didática e Fundamentação da Educação - Questões 21 a 30.

- Maior nota na Prova de Conhecimentos Gerais - Questões 11 a 20.

- Maior nota na Prova de Língua Portuguesa - Questões 01 a 10.

- Prova de Títulos

- O candidato com mais idade

- B) Nível Médio

01

TNM - Assistente de Administração - IPREAF;

TNM - Assistente de Administração;

TNM - Op. de Retroescavadeira Hidráulica PC;

TAF - Fiscal de Meio Ambiente;

TAF - Fiscal de Obras e Postura;

TAF - Fiscal de Tributos;

TAF - Fiscal Vigilância Sanitária;

Técnico Administrativo Educacional - TAE;

- Maior nota na Prova Prática;

- Maior nota na Prova de Conhecimentos Específicos - Questões 21 a 40;

- Maior nota na Prova de Conhecimentos Gerais - Questões 11 a 20;

- C) Nível Fundamental

01Apoio Administrativo Educacional - LIMPEZA;

Apoio Administrativo Educacional - Motorista Transporte Escolar;

Apoio Administrativo Educacional - Nutrição;

AAP - Agente Ambiental;

AAP - Auxiliar de Administração;

AAP - Auxiliar de Serviços Gerais - FEMININO;

AAP - Auxiliar de Serviços Gerais - MASCULINO;

AAP - Cozinheiro - FEMININO;

AAP - Cozinheiro - MASCULINO;

AAP - Eletricista de Veículos e Máquinas;

AAP - Eletricista;

AAP - Lubrificador;

AAP - Mecânico de Máquina Pesada;

AAP - Mecânico Veicular;

AAP - Motorista Caminhão - CAT. "D";

AAP - Motorista Caminhão - CAT. "E";

AAP - Motorista Carro Leve - CAT. "AC";

AAP - Motorista Ônibus - CAT. "D";

AAP - Operador de Máquina Agrícola - CAT. "C";

AAP - Operador de Máquina Pesada - CAT. "C";

AAP - Pedreiro;

AAP - Vigia.

- Maior nota na Prova de Conhecimentos Específicos -Questões 21 a 40;

- Maior nota na Prova de Conhecimentos Gerais - Questões 11 a 20;

- Maior nota na Prova de Língua Portuguesa e Matemática - Questões 01 a 10;

- Maior nota na prova prática.

- O candidato com mais idade.

6 - DO RESULTADO FINAL

6.1 - O resultado final do concurso público será homologado por decreto do Poder Executivo Municipal, observado o prazo legal para interposição de recursos e será publicado nos sites www.acpi.com.br e www.altafloresta.mt.gov.br e facultativamente na imprensa local, de forma resumida ou integral, a critério da Administração Pública.

7 - DA CONVOCAÇÃO, DA NOMEAÇÃO E DA POSSE.

7.1 - Os candidatos classificados serão convocados para nomeação, atendendo às necessidades da Administração, seguindo-se rigorosamente a ordem de classificação até o limite de vagas estabelecido neste Edital ou naquelas vagas criadas por lei complementar durante a validade do concurso;

7.2 - Os candidatos classificados serão convocados por edital publicado na Imprensa Oficial do Município, e facultativamente na imprensa local, a comparecerem em data, horário e local pré-estabelecido para tomarem posse e receberem a designação do respectivo local de trabalho;

7.3 - Para tomar posse o candidato deverá apresentar documentação original ou fotocópia autenticada em cartório, que comprove o que segue abaixo:

7.3.1 - Cédula de Identidade comprovando a idade igual ou superior a 18 (dezoito) anos;

7.3.2 - Ser brasileiro ou estrangeiro nos termos da Lei (art. 12 e 37, I da CF/88)

7.3.3 - Certidão de Casamento ou Nascimento;

7.3.4 - Certidão de Nascimento dos filhos menores de 14 anos (se for o caso);

7.3.5 - Carteira de Vacinação dos filhos menores de 05 anos (se for o caso);

7.3.6 - Cartão de Identificação do Contribuinte (CPF);

7.3.7 - Cartão do PIS/PASEP;

7.3.8 - Comprovante de votação das duas últimas eleições que antecederem à posse.;

7.3.9 - Título de Eleitor;

7.3.10 - Certidão Negativa fornecida pelo Cartório Distribuidor da comarca do domicílio dos últimos cinco anos, relativa à existência ou inexistência de ações cíveis e criminais (com trânsito em julgado);

7.3.11 - Certidão Negativa de Débitos para com o município de posse.

7.3.12 - Atestado em que se constate Saúde Física e Mental (Pré-Admissional) expedido pela Junta Médica Oficial do Município;

7.3.13 - 02 (duas) fotos 3x4, colorida e recente;

7.3.14 - Registro no conselho da respectiva categoria quando se tratar de profissão regulamentada, incluindo-se comprovante de quitação de anuidade e certidão de regularidade;

7.3.15 - Certidão de Reservista (quando do sexo masculino);

7.3.16 - Comprovante de Escolaridade;

7.3.17 - Declaração contendo endereço residencial;

7.3.18 - Declaração negativa de acúmulo de cargo público;

7.3.19 - Declaração de Bens;

7.3.20. Declaração de disponibilidade para cumprimento da carga horária de seu cargo a qual exercerá sua função;

7.3.21. O Cargo de Técnico de Arrecadação e Fiscalização, perfis profissionais de Fiscal de Tributos; Fiscal de Obras e Postura; Fiscal Sanitário; Fiscal de Meio Ambiente, deverá ser apresentada cópia autenticada da Carteira Nacional de Habilitação - CNH, categoria AB;

7.3.22. O Cargo de Técnico de Nível Médio, perfil Profissional de Assistente de Administração/IPREAF deverá ser apresentada cópia autenticada da Carteira Nacional de Habilitação - CNH, categoria AB;

7.3.23. O cargo de Técnico de Nível Médio, Perfil Profissional de Operador de Retroescavadeira Hidráulica PC deverá apresentar certificado de conclusão de curso;, cópia autenticada da Carteira Nacional de Habilitação - CNH, categoria C;

7.3.24. O cargo de Agente de Administração Pública, perfis profissionais de Operador de Máquina Pesada e Operador de Máquina Agrícola deverá apresentar cópia autenticada da Carteira Nacional de Habilitação - CNH, categoria C, com a devida anotação de se tratar de profissão remunerada;

7.3.25. O cargo de Agente de Administração Pública, perfil profissional de Motorista de Caminhão deverá apresentar cópia autenticada da Carteira Nacional de Habilitação - CNH, categoria E, com a devida anotação de se tratar de profissão remunerada;

7.3.26. O cargo de Agente de Administração Pública, perfil profissional de Motorista de Carro leve deverá apresentar cópia autenticada da Carteira Nacional de Habilitação - CNH, categoria B, com a devida anotação de se tratar de profissão remunerada;

7.3.27. Os cargos de Agente de Administração Pública, perfil profissional de Motorista de ônibus, e Apoio Administrativo Escolar/Motorista de Transporte Escolar deverão apresentar Carteira Nacional de Habilitação - CNH, categoria D, com a devida anotação de se tratar de profissão remunerada e de se tratar de transporte de pessoas e crianças.

7.3.28. Não ter infringindo as leis que fundamentaram este Edital;

8 - DO REGIME JURÍDICO DE TRABALHO

8.1 - A nomeação dos candidatos aprovados será feita exclusivamente no Regime Estatutário e no Regime Previdenciário Próprio, ingressando na carreira do cargo na Classe A Nível 1.

9 - DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

9.1 - O presente concurso público terá o prazo de dois anos contados a partir da sua homologação, podendo ser prorrogado uma vez por igual período, no interesse da Administração;

9.2 - A inscrição neste concurso público, para todo e qualquer efeito de direito, expressa o conhecimento e a aceitação por parte do candidato de todas as normas constantes deste Edital;

9.3 - Caso ocorram desistências ou eliminações de candidatos convocados para a nomeação, a Prefeitura Municipal de Alta Floresta, promoverá tantas convocações e nomeações quantas julgar necessárias durante o período de validade do concurso dentre os candidatos classificados, observando sempre o número de vagas existentes, ou que venha ser criadas por lei complementar específica;

9.4 - Será considerado desistente e, portanto, eliminado do concurso público o candidato que não comparecer nas datas estabelecidas pela referida Administração para posse, ou deixar de cumprir os requisitos exigidos;

9.5 - O candidato que, à época da posse, não comprovar que preenche os requisitos indispensáveis para o exercício legal do cargo para o qual foi aprovado, será considerado eliminado sumariamente, não podendo ser aproveitado para outro cargo;

9.6 - A Prefeitura Municipal de Alta Floresta poderá convocar, para o preenchimento de vagas surgidas no decorrer do prazo de validade deste concurso público, os candidatos classificados no mesmo, observando-se o cargo e a ordem rigorosa de classificação;

9.7 - A Prefeitura Municipal de Alta Floresta fará divulgar, sempre que necessário, as normas complementares ao presente Edital e avisos oficiais;

9.8 - A aprovação do candidato não assegura o direito ao seu ingresso automático e imediato ao cargo para o qual se habilitou, estando a sua convocação condicionada à necessidade da Administração Pública;

9.9 - Os itens deste Edital poderão sofrer eventuais alterações enquanto não for consumado o evento que lhe diz respeito;

9.10 - Todas as publicações pertinentes ao presente concurso, enquanto em andamento, serão feitas pelos sites www.acpi.com.br e www.altafloresta.mt.gov.br, bem como no quadro de avisos da Prefeitura Municipal.

9.10.1 - As publicações relativas à homologação do concurso e à convocação dos aprovados serão tornadas públicas por meio da Imprensa Oficial do Município, e facultativamente na imprensa local, sendo de responsabilidade do candidato o acompanhamento de tais publicações;

9.10.2 - Para fins do subitem acima, considera-se Órgão de Imprensa Oficial do Município o "Jornal da Cidade de Alta Floresta", conforme determinação da Lei Municipal nº 045-A/84;

9.11 - Os casos omissos serão resolvidos pela Prefeitura Municipal de Alta Floresta, em conjunto com a Comissão Fiscalizadora do Concurso Público nº 001/2012 e a ACP & Informática Ltda.

10 - DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

10.1 - Do Cronograma de Execução do Concurso Público nº 001/2012

10.1.1 - Período das inscrições: de 18/04 a 07/05/2012;

10.1.2 - Divulgação dos locais de realização das provas com a listagem dos nomes dos candidatos: até cinco dias antes da realização das provas no Átrio do Paço Municipal e nos sites www.acpi.com.br e www.altafloresta.mt.gov.br.

10.1.3 - Data da realização das provas objetivas e subjetivas 27 de maio de 2012;

10.1.4 - Prazo para divulgação dos gabaritos: serão divulgados no dia seguinte ao da realização das provas no período vespertino na sede da Prefeitura Municipal e nos sites www.acpi.com.br e www.altafloresta.mt.gov.br.

10.1.5 - Divulgação dos aprovados e classificados em ordem decrescente: até 30 (trinta) dias após a realização das provas, podendo ocorrer em etapas;

10.2 - Dos Recursos

10.2.1 - Dos atos praticados pela Prefeitura Municipal de Alta Floresta/Comissão Fiscalizadora do Concurso Público nº 001/2012, caberá recurso na forma da lei, desde que apresentado no prazo referido a seguir, contado da data da sua divulgação, ressalvados os prazos específicos previstos neste Edital:

a) Impugnação do Edital nº 001/2012: até o 2º dia útil depois da sua divulgação;

b) Indeferimento de inscrição: dois dias úteis depois da divulgação;

c) Divulgação do gabarito das questões objetivas ou subjetivas: dois dias úteis;

d) Divulgação do resultado das provas objetivas ou subjetivas dois dias úteis.

e) Divulgação do resultado com somatória da nota da prova pratica e de aptidão física dois dias úteis;

10.2.2 - Admitir-se-á um único recurso por questão para cada candidato relativamente ao gabarito ou ao conteúdo das questões, desde que devidamente fundamentado. Não serão aceitos os recursos sem argumentação plausível;

10.2.3 - Se, do exame dos recursos resultarem na anulação de questão, o ponto a ela correspondente será atribuído a todos os candidatos relacionados à mesma, independentemente da formulação ou não de recurso;

10.2.4 - Se, por força de decisão favorável às impugnações, houver modificação do gabarito divulgado antes dos recursos, as provas serão corrigidas de acordo com o gabarito definitivo, não se admitindo recurso da modificação decorrente das impugnações;

10.2.5 - O recurso deverá ser apresentado utilizando-se do formulário de recurso disponibilizado no Anexo II deste Edital, datilografado ou digitado, assinado pelo candidato, endereçado à Comissão Fiscalizadora e protocolado na Sede da Prefeitura Municipal no protocolo central.

10.2.6 - A decisão do recurso será dada a conhecer coletivamente por meio de edital complementar que será fixado no átrio da Prefeitura Municipal e dado conhecimento no site supracitado na forma de retificação do gabarito ou do resultado, conforme o caso.

Alta Floresta - MT, 16 de abril de 2012.

Maria Izaura Dias Alfonso
Prefeita Municipal

Anexo I - DOS CARGOS E DAS VAGAS

PREFEITURA MUNICIPAL
NÍVEL SUPERIOR

CARGOS

Requisitos

Tipos de Provas

Remuneração Inicial R$

Carga Horária

VAGAS

Local de Trabalho

Normal

CR

PNE

Total

01

Técnico de Nível Superior - Procurador do Município

Ensino Superior Completo na área com Registro no Conselho de Classe

Objetivas + Subjetiva + Títulos

3.284,53

40h

02

-

-

02

Sede do Município

02

Técnico de Nível Superior - Contador

Ensino Superior Completo na área com Registro no Conselho de Classe

Objetivas + Subjetiva + Títulos

3.284,53

40h

01

-

-

01

Sede do Município

03

Técnico de Nível Superior - Jornalista

Ensino Superior Completo na área com Registro no Conselho de Classe

Objetivas + Subjetiva + Títulos

2.188,96

30h

01

-

-

01

Sede do Município

04

Técnico de Nível Superior - Educador Social

Ensino Superior Completo em Serviço social ou Enfermagem ou Medicina ou Psicologia ou Terapia Constitucional com Registro no Conselho de Classe

Objetivas + Subjetiva + Títulos

2.188,96

30h

01

-

-

01

Sede do Município

05

Técnico de Nível Superior - Engenheiro Civil

Ensino Superior Completo na área com Registro no Conselho de Classe

Objetivas + Subjetiva + Títulos

2.188,96

30h

01

-

-

01

Sede do Município

06Técnico de Nível Superior - Engenheiro AgrônomoEnsino Superior Completo na área com Registro no Conselho de ClasseObjetivas + Subjetiva + Títulos2.188,9630h02--02Sede do Município
07Técnico de Nível Superior - Médico VeterinárioEnsino Superior Completo na área com Registro no Conselho de ClasseObjetivas + Subjetiva + Títulos2.188,9630h01--01Sede do Município
08Técnico de Nível Superior - Educador FísicoEnsino Superior Completo na área com Registro no Conselho de ClasseObjetivas + Subjetiva + Títulos2.188,9630h03--03Sede do Município
09Técnico de Nível Superior - Engenheiro FlorestalEnsino Superior Completo na área com Registro no Conselho de ClasseObjetivas + Subjetiva + Títulos2.188,9630h02--02Sede do Município
10Técnico de Nível Superior - NutricionistaEnsino Superior Completo na área com Registro no Conselho de ClasseObjetivas + Subjetiva + Títulos2.188,9630h01--01Sede do Município
11Técnico de Nível Superior - ArquitetoEnsino Superior Completo na área com Registro no Conselho de ClasseObjetivas + Subjetiva + Títulos2.188,9630h01--01Sede do Município
12Técnico de Nível Superior - BiólogoEnsino Superior Completo na área com Registro no Conselho de ClasseObjetivas + Subjetiva + Títulos2.188,9630h03--03Sede do Município
13Técnico de Nível Superior - Assistente SocialEnsino Superior Completo na área com Registro no Conselho de ClasseObjetivas + Subjetiva + Títulos3.284,5330h03--03Sede do Município
14Técnico de Nível Superior - PsicólogoEnsino Superior Completo na área com Registro no Conselho de ClasseObjetivas + Subjetiva + Títulos2.188,9620h04--04Sede do Município
15Técnico de Nível Superior - MédicoEnsino Superior Completo na área com Registro no Conselho de ClasseObjetivas + Subjetiva + Títulos4.377,9240h12-0113Sede do Município
16Técnico de Nível Superior - OdontólogoEnsino Superior Completo na área com Registro no Conselho de ClasseObjetivas + Subjetiva + Títulos3.283,4440h06--06Sede do Município
17Técnico de Nível Superior - EnfermeiroEnsino Superior Completo na área com Registro no Conselho de ClasseObjetivas + Subjetiva + Títulos3.283,4440h12-0113Sede do Município
18Técnico de Nível Superior - Engenheiro SanitaristaEnsino Superior Completo na área com Registro no Conselho de ClasseObjetivas + Subjetiva + Títulos2.188,9630h01--01Sede do Município
19Técnico de Nível Superior - FisioterapeutaEnsino Superior Completo na área com Registro no Conselho de ClasseObjetivas + Subjetiva + Títulos2.188,9620h02--02Sede do Município
20Técnico de Nível Superior - Terapeuta OcupacionalEnsino Superior Completo na área com Registro no Conselho de ClasseObjetivas + Subjetiva + Títulos2.188,9620h02--02Sede do Município
21Técnico de Nível Superior - FonoaudiólogoEnsino Superior Completo na área com Registro no Conselho de ClasseObjetivas + Subjetiva + Títulos2.188,9620h02--02Sede do Município
22Técnico de Nível Superior - FarmacêuticoEnsino Superior Completo na área com Registro no Conselho de ClasseObjetivas + Subjetiva + Títulos2.188,9620h01--01Sede do Município

NÍVEL MÉDIO

CARGOS

Requisitos

Tipos de Provas

Remuneração
Inicial R$

Carga
Horária

VAGAS

Local de Trabalho

Normal

CR

PNE

Total

01

Técnico de Nível Médio - Técnico Esportivo

Ensino Médio Completo com Registro no Conselho de Classe

Objetiva + Aptidão Física

732,40

30h

02

-

-

02

Sede do Município

02

Técnico de Nível Médio - Técnico em Arquivo

Ensino Médio Completo + Curso Técnico na área

Objetiva + Prova Prática de Digitação

1.045,66

40h

02

-

-

02

Sede do Município

03

Técnico de Nível Médio - Assistente de Administração

Ensino Médio Completo

Objetiva + Prova Prática de Digitação

1.045,66

40h

06

-

01

07

Sede do Município

04

Técnico de Nível Médio - Técnico em Enfermagem

Ensino Médio Completo + Curso Técnico na área com Registro no Conselho de Classe

Objetiva

882,31

40h

02

-

-

02

Sede do Município

05

Técnico de Nível Médio - Técnico em Enfermagem - Zona Rural

Ensino Médio Completo + Curso Técnico na área com Registro no Conselho de Classe

Objetiva

882,31

40h

03

-

-

03

Zona Rural

06

Técnico de Nível Médio - Técnico em Higiene Dentária

Ensino Médio Completo + Curso Técnico na área com Registro no Conselho de Classe

Objetiva

882,31

40h

03

-

-

03

Sede do Município

07

Técnico de Nível Médio - Técnico em Artes - Área de Atuação Instrutor de Artes Visuais

Ensino Médio Completo

Objetiva + Prova Prática

732,40

30h

01

-

-

01

Sede do Município

08Técnico de Nível Médio - Técnico em Artes - Área de Atuação Instrutor de ViolãoEnsino Médio CompletoObjetiva + Prova Prática732,4030h01--01Sede do Município
09Técnico de Nível Médio - Técnico em Artes - Área de Atuação Instrutor de CapoeiraEnsino Médio CompletoObjetiva + Prova Prática732,4030h01--01Sede do Município
10Técnico de Nível Médio - Técnico em Artes - Área de Atuação Instrutor de KaratêEnsino Médio CompletoObjetiva + Prova Prática732,4030h01--01Sede do Município
11Técnico de Nível Médio - Técnico em Artes - Área de Atuação Instrutor de DançaEnsino Médio CompletoObjetiva + Prova Prática732,4030h01--01Sede do Município
12Técnico de Nível Médio - Técnico em Artes - Área de Atuação Instrutor de TeatroEnsino Médio CompletoObjetiva + Prova Prática732,4030h01--01Sede do Município
13Técnico de Nível Médio - Técnico em Artes - Área de Atuação Instrutor de Fanfarra/BandaEnsino Médio CompletoObjetiva + Prova Prática732,4030h01--01Sede do Município
14Técnico de Arrecadação e Fiscalização - Fiscal de Meio AmbienteEnsino Médio Completo + Curso Técnico na área + CNH categoria A/BObjetiva + Prova Prática de Digitação1.115,3540h03--03Sede do Município
15Técnico de Arrecadação e Fiscalização - Fiscal de Obras e PosturasEnsino Médio Completo + CNH categoria A/BObjetiva + Prova Prática de Digitação1.115,3540h02--02Sede do Município
16Técnico de Arrecadação e Fiscalização - Fiscal de TributosEnsino Médio Completo + CNH categoria A/BObjetiva + Prova Prática de Digitação1.115,3540h01--01Sede do Município
17Técnico de Arrecadação e Fiscalização - Fiscal de Vigilância SanitáriaEnsino Médio Completo + CNH categoria A/BObjetiva + Prova Prática de Digitação1.115,3540h02--02Sede do Município
18Técnico de Arrecadação e Fiscalização - Operador de Retro-escavadeira Hidráulica/PCEnsino Fundamental Completo + Curso Técnico na Área + CNH Categoria CObjetiva + Prova Prática1.045,6640h01--01Sede do Município

NÍVEL FUNDAMENTAL COMPLETO

CARGOS

Requisitos

Tipos de Provas

Remuneração Inicial R$

Carga Horária

VAGAS

Local de Trabalho

Normal

CR

PNE

Total

01

Agente de Administração Pública - Auxiliar de Administração

Ensino Fundamental Completo

Objetiva + Prova Prática de Digitação

627,39

40h

08

-

01

09

Sede do Município

02

Agente de Administração Pública - Vigia

Ensino Fundamental Completo

Objetiva + Aptidão Física

627,39

40h

01

-

-

01

Sede do Município

03

Agente de Administração Pública - Eletricista

Ensino Fundamental Completo

Objetiva + Prova Prática

627,39

40h

02

-

-

02

Sede do Município

04

Agente de Administração Pública - Pedreiro

Ensino Fundamental Completo

Objetiva + Prova Prática

627,39

40h

02

-

-

02

Sede do Município

05

Agente de Administração Pública - Motorista de Caminhão

Ensino Fundamental Completo + CNH Categoria E (com identificação de atividade remunerada)

Objetiva + Prova Prática

627,39

40h

05

-

-

05

Sede do Município

06

Agente de Administração Pública - Motorista de Caminhão

Ensino Fundamental Completo + CNH Categoria D (com identificação de atividade remunerada)

Objetiva + Prova Prática

627,39

40h

05

-

-

05

Sede do Município

06

Agente de Administração Pública - Motorista de Carro Leve

Ensino Fundamental Completo + CNH Categoria AC (com identificação de atividade remunerada)

Objetiva + Prova Prática

627,39

40h

05

-

-

05

Sede do Município

07Agente de Administração Pública - Motorista de ÔnibusEnsino Fundamental Completo + CNH Categoria D (com identificação de atividade remunerada)Objetiva + Prova Prática627,3940h01--01Sede do Município
08Agente de Administração Pública - Auxiliar de Serviços Gerais - LubrificadorEnsino Fundamental CompletoObjetiva + Prova Prática627,3940h01--01Sede do Município
09Agente de Administração Pública - Mecânico VeicularEnsino Fundamental Completo com curso na área de atuaçãoObjetiva + Prova Prática627,3940h01--01Sede do Município
10Agente de Administração Pública - Mecânico de Máquina PesadaEnsino Fundamental Completo com curso na área de atuaçãoObjetiva + Prova Prática627,3940h03--03Sede do Município
11Agente de Administração Pública - Eletricista de Veículos e MáquinasEnsino Fundamental Completo com curso na área de atuaçãoObjetiva + Prova Prática627,3940h01--01Sede do Município
12Agente de Administração Pública - Operador de Máquina PesadaEnsino Fundamental Completo + CNH Categoria CObjetiva + Prova Prática627,3940h05--05Sede do Município
13Agente de Administração Pública - Operador de Máquina AgrícolaEnsino Fundamental Completo + CNH Categoria CObjetiva + Prova Prática627,3940h05--05Sede do Município
14Agente de Administração Pública - Auxiliar de Serviços Gerais - FemininoEnsino Fundamental CompletoObjetiva + Aptidão Física627,3940h02--02Sede do Município
15Agente de Administração Pública - Auxiliar de Serviços Gerais - MasculinoEnsino Fundamental CompletoObjetiva + Aptidão Física627,3940h02--02Sede do Município
16Agente de Administração Pública - Cozinheiro - MasculinoEnsino Fundamental CompletoObjetiva + Aptidão Física627,3940h01--01Sede do Município
17Agente de Administração Pública - Cozinheiro - FemininoEnsino Fundamental CompletoObjetiva + Aptidão Física627,3940h01--01Sede do Município
18Agente de Administração Pública - Agente AmbientalEnsino Fundamental CompletoObjetiva + Aptidão Física627,3940h01--01Sede do Município

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

NÍVEL SUPERIOR

CARGOS

Requisitos

Tipos de Provas

Remuneração
Inicial R$

Carga
Horária

VAGAS

Local de Trabalho

Normal

CR

PNE

Total

01

Professor da Educação Básica Ensino Fundamental Anos Finais Geografia

Licenciatura Plena em Geografia

Objetivas + Subjetiva + Títulos

1.258,32

30h

01

-

-

01

Sede do Município

02

Professor da Educação Básica Ensino Fundamental Anos Iniciais e Educação Infantil

Licenciatura Plena em Pedagogia e/ou Normal Superior com Habilitação em Docência Anos Iniciais e/ou Educação Infantil

Objetivas + Subjetiva + Títulos

1.258,32

30h

20

-

03

23

Sede do Município

03

Professor da Educação Básica Ensino Fundamental - Anos Finais - Letras

Licenciatura Plena em Letras

Objetivas + Subjetiva + Títulos

1.258,32

30h

01

-

-

01

Sede do Município

04

Professor da Educação Básica Ensino Fundamental - Anos Finais - Matemática

Licenciatura Plena em Matemática

Objetivas + Subjetiva + Títulos

1.258,32

30h

01

-

-

01

Sede do Município

NÍVEL MÉDIO

CARGOS

Requisitos

Tipos de Provas

Remuneração
Inicial R$

Carga
Horária

VAGAS

Local de Trabalho

Normal

CR

PNE

Total

01

Técnico Administrativo Educacional

Ensino Médio Completo com conhecimento em Informática

Objetivas + Prova Prática de Digitação

1.036,20

40h

06

-

-

06

Sede do Município

NÍVEL FUNDAMENTAL COMPLETO

CARGOS

Requisitos

Tipos de Provas

Remuneração
Inicial R$

Carga
Horária

VAGAS

Local de Trabalho

Normal

CR

PNE

Total

01

Apoio Administrativo Educacional - Limpeza

Ensino Fundamental Completo

Objetiva + Aptidão Física

670,95

40h

02

-

-

02

Sede do Município

02

Apoio Administrativo Educacional - Nutrição

Ensino Fundamental Completo

Objetiva + Aptidão Física

670,95

40h

02

-

-

02

Sede do Município

03

Apoio Administrativo Educacional - Motorista Transporte Escolar

Ensino Fundamental Completo e Carteira Nacional de Habilitação Categoria - D - Curso MOPE (com identificação de Atividade Remunerada).

Objetiva + Prova Prática

1.088,64

40h

06

-

-

06

Sede do Município

IPREAF - INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES DE ALTA FLORESTA

NÍVEL SUPERIOR

CARGOS

Requisitos

Tipos de Provas

Remuneração Inicial R$

Carga Horária

VAGAS

Local de Trabalho

Normal

CR

PNE

Total

01

Técnico Contador de Nível Superior -

Graduação em Ciências Contábeis e Registro no Respectivo Conselho de Classe

Objetivas + Subjetiva + Títulos

1.642,27

20h

01

-

-

01

Sede do Município

NÍVEL MÉDIO

CARGOS

Requisitos

Tipos de Provas

Remuneração Inicial R$

Carga Horária

VAGAS

Local de Trabalho

Normal

CR

PNE

Total

01

Técnico de Nível Médio Assistente de Administração

Ensino Médio Completo e CNH Categoria A

Objetivas + Prova Prática de Digitação

1.045,66

40h

01

-

-

01

Sede do Município

ANEXO II - CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

O conteúdo programático das provas do Concurso Público nº 001/2012 da Prefeitura Municipal de Alta Floresta - MT está distribuído em grupos por grau de escolaridade, de acordo com as disposições deste anexo.

ENSINO SUPERIOR COMPLETO

As provas objetivas serão elaboradas de acordo com a composição estabelecida para cada cargo, e consistirão em:

1. Língua Portuguesa

2. Conhecimentos Gerais

3. Conhecimentos Específicos.

LÍNGUA PORTUGUESA - Para todos os cargos

1. Leitura e interpretação de textos descritivos, dissertativos, narrativos; gênero de textos; coesão textual; coerência textual; sinonímia, homonímia e paronímia; figuras de linguagem; vícios de linguagem. 2. Ortografia. 3. Acentuação gráfica e tônica; acentuação das oxítonas, paroxítonas e proparoxítonas; acento diferencial; acentuação dos hiatos; acentuação dos ditongos. 4. Morfologia: estrutura e formação de palavras, processos de formação de palavras; classes de palavras: verbo, substantivo, artigo, pronome, preposição, conjunção, adjetivo, advérbio, interjeição e numeral. 5. Sintaxe: termos essenciais da oração (sujeito e predicado), termos integrantes da oração (objeto direto, objeto indireto, complemento nominal, agente da passiva), termos acessórios da oração (aposto, adjunto adnominal, adjunto adverbial), termo independente (vocativo); orações coordenadas e orações subordinadas; concordância nominal; concordância verbal; regência nominal; regência verbal; uso da crase; pontuação. Nova Ortografia: Mudanças no Alfabeto, Mudanças nas Regras de Acentuação, Uso do Hífen.

CONHECIMENTOS GERAIS - Para todos os cargos, EXCETO Procurador do Município, Contador e Contador IPREAF. Historia Política e Econômica de Mato Grosso:

1. Antecedentes históricos da fundação de Cuiabá, 1.1 Fundação de Cuiabá, 1.2 Idéias de administradores e primeiros desentendimentos, 1.3 Rodrigo César e o ouro de Cuiabá; 1.4 Os Lemes; 1.5 Índios Paiaguás; 1.6 Fundação de Vila Bela; 1.7 Capitães-generais de 1748 a 1821; 1.8 Forte de Coimbra; 1.9 Mato Grosso no Primeiro Império; 1.10 A Rusga; 1.11 Os Alencastro 1.12 Mato Grosso na guerra do Paraguai; 1.13 Divisão do Estado.

Geografia de Mato Grosso:

1.1 Mato Grosso e a região Centro-Oeste; 1.2 Geopolítica de Mato Grosso; 1.3 Ocupação do território; 1.4 aspectos físicos e domínios naturais do espaço matogrossense; 1.5 Aspectos socioeconômicos de Mato Grosso; 1.6 Dinâmica da população em Mato Grosso; 1.7 Programas governamentais e fronteira agrícola matogrossense; 1.8 A economia do Estado no contexto nacional; 1.9 A urbanização do Estado; 1.10 Produção e as questões ambientais.

História do Município de Alta Floresta:

1.1 Aspectos históricos e geográficos; 1.2 Aspectos econômicos e sociais; 1.3. Executivo e Legislativo Estadual e Municipal; 1.4 Atualidades gerais político, econômico, social e ambiental.

Noções de Informática: Conhecimentos básicos de Sistemas Operacionais (Ex:Dos,Windows,Linux): Manipulação de arquivos através do Windows Explorer (Encontrar arquivos, copiar, apagar, renomear, recuperar apagados); Funções de Sistema (Painel de Controle e configurações); Editor de texto; Utilização de Mala Direta; Impressão; Planilhas eletrônicas: Elaboração de fórmulas simples; Uso de funções e fórmulas em planilhas eletrônicas, formatação de planilhas e textos; Utilização de gráficos; Impressão; Conhecimentos básicos de Internet e Intranet; Envio e recebimento de E-mails, segurança digital, antivírus, firewall, backup; Conhecimentos básicos de Hardware; Noções gerais do pacote Office; Software Livre; Noções de rede, impressão em rede, dispositivos de armazenamento e transporte de dados.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

PROCURADOR DO MUNICÍPIO

1.Direito Administrativo: 1. Conceito, objeto, fontes do Direito Administrativo. Princípios constitucionais administrativos. 2. Administração direta e indireta, centralizada e descentralizada. 3. Autarquias. 4. Fundações públicas. 5. Empresas públicas. 8. Sociedades de economia mista. 7. Atos administrativos: conceito, requisitos, pressupostos, atributos, classificação, revogação, nulidade, convalidação, discricionariedade, vinculação, prescrição. 8. Licitação: conceito, finalidades, princípios, objeto, obrigatoriedade, dispensa, inexigibilidade, vedação, modalidades. 9. Contratos administrativos: conceito, modalidades e rescisão. 10. Agentes Públicos: conceito, espécies, direitos e deveres, cargo, emprego e função, provimento, vacância; Lei Complementar Estadual nº 207/2004. 11. Serviços públicos: conceito, concessões, permissões, licenças e autorizações. 12. Sindicância e Processo Disciplinar. 13. Improbidade Administrativa (Lei nº 8.429 de 1992). 14. Domínio público: conceito e classificação dos bens públicos. 15. Controle da administração pública: conceito, tipos e formas de controle, controle interno e externo, controle jurisdicional. 18. Processo administrativo: princípios, modalidades, recursos administrativos, revisão (Lei Estadual nº 7.692/2002). 18. Da Responsabilidade Civil da Administração Pública. 19. Noções das Leis Federais 8.666/93 e 4.320/64 e códigos municipais.

2.Direito Constitucional: 1. Dos Direitos e Garantias Fundamentais. 2. Constituição: conceito e classificação. 3. Normas constitucionais: classificação, normas constitucionais programáticas e princípios constitucionais. 4. Poder constituinte. 5. Hierarquia das Normas Jurídicas. 8. Princípio da Supremacia da Constituição. 7. Controle de constitucionalidade das leis. 8. Inconstitucionalidade: normas constitucionais e inconstitucionais. 9. Inconstitucionalidade por omissão. 10. Ação direta de inconstitucionalidade. 11. Ação declaratória de constitucionalidade. 12. Argüição direta de preceito fundamental. 13. Direitos e garantias individuais e coletivos. 14. Regime constitucional da propriedade. 15. Federação brasileira: características, discriminação de competência na Constituição de 1988. 18. Organização dos Poderes: União, Estado-membro, Municípios. 17. Servidores públicos: princípios constitucionais. 18. Ministério Público: princípios constitucionais. 20. Limitações constitucionais do poder de tributar. 19. Da Ordem econômica e financeira. 21. Da Administração Pública na Constituição Federal de 1988. 22. Meio ambiente. 23. Direitos e interesses das populações indígenas. 24. Interesses difusos e coletivos.

3.Direito Processual Civil: 1. Jurisdição e Ação. 2. Partes e procuradores: legitimação para a causa e para o processo; deveres e substituição das partes e dos procuradores. 3. Competência: competência em razão do valor e em razão da matéria; competência funcional; competência territorial; modificações da competência e declaração de incompetência.

4. Formação, suspensão e extinção do processo. 5. Petição inicial: requisitos do pedido e do indeferimento da petição inicial. 8. Resposta do réu: exceção, contestação e reconvenção. 7. Processo e Procedimento: natureza e princípios, formação, suspensão e extinção. 8. Provas: depoimento pessoal, confissão, prova documental, prova pericial e inspeção judicial. 9. Prazos Processuais: das disposições gerais, contagem, preclusão, prescrição, decadência. 10. Da Citação, intimação e da notificação. 11. Das cartas: precatória, de ordem e rogatória. 12. Da Capacidade Processual. 13. Suspeição e Impedimento. 14. Das Nulidades. 15. Da Coisa Julgada. 18. Dos Recursos: noções fundamentais, fundamentos, pressupostos de admissibilidade, do agravo de instrumento e apelação. 17. Do processo de execução: execução em geral; espécies de execução; embargos do devedor; suspensão e extinção do processo de execução; remição. 18. Da execução contra a Fazenda Pública. 19. Do Processo Cautelar: Disposições Gerais, Poder Geral de Cautela, Requisitos para deferimento de Medida Cautela 20. Mandado Segurança Individual e Coletivo. 21. Ação Civil Pública 22. Ação Popular. 23. Liminares e Antecipação de Tutela contra Fazenda Pública.

4.Direito Tributário: 1. O Estado e o poder de tributar. 2. Direito tributário: conceito e princípios. Tributo: conceito e espécies. Código Tributário Nacional. Normas gerais de direito tributário. 3. Obrigação tributária: conceito; espécies; fato gerador (hipótese de incidência); sujeitos ativo e passivo; solidariedade; capacidade tributária; domicílio tributário.

5. Crédito tributário: conceito; natureza; lançamento; revisão, suspensão, extinção e exclusão; prescrição e decadência; repetição do indébito. 7. Sistema Tributário Nacional: princípios gerais. Limitações do poder de tributar. Impostos da União. Impostos dos estados e do Distrito Federal. Impostos dos municípios. Repartição das receitas tributárias. 8. Dívida ativa e certidões negativas. 10. ICMS Ecológico. 10. Execução Fiscal.

5.Direito Civil: 1. Lei. Vigência. Aplicação da lei nº tempo e no espaço. 2. Integração e interpretação da lei. 3. Lei de Introdução ao Código Civil. 4. Pessoas naturais e jurídicas, personalidade, capacidade, direitos de personalidade. 5. Domicílio civil. 6 Fatos e atos jurídicos: forma e prova dos atos jurídicos; nulidade e anulabilidade dos atos jurídicos; atos ilícitos; abuso de direito; prescrição e decadência. 7. Direitos reais sobre coisas alheias. 8. Direitos reais de garantia. 9. Obrigações: modalidades; cláusula penal; extinção das obrigações sem pagamento; do adimplemento e extinção das obrigações; do inadimplemento das obrigações; perdas e danos; juros legais; arras ou sinal; transmissão das obrigações. 10. Contratos: teoria da imprevisão; evicção e vícios redibitórios; locação de coisas; empreitada; mútuo e comodato; prestação de serviço; depósito; mandato; comissão; agência e distribuição; corretagem; transporte; seguro; fiança; obrigações por declaração unilateral de vontade; obrigações por atos ilícitos. 11. Responsabilidade civil por danos causados ao ambiente. 13. Registros públicos.

6.Direito Penal: 1 .Crime: conceito. Relação de causalidade. Superveniência de causa independente. Relevância da omissão. Crime consumado, tentado e impossível. Desistência voluntária e arrependimento eficaz. Arrependimento posterior. Crime doloso, culposo e preterdoloso. Tipicidade (tipo legal do crime). Culpabilidade. Do Concurso de Pessoas. 2. Pena de multa criminal (art. 51 do Código Penal). 3. Ação Penal Pública e Privada; 4.Crimes contra a administração pública e Lei n.º 8.429, de 2/6/1992. 7. Crimes relativos à licitação (Lei nº 8.666, de 21/6/1993). 8. Crimes contra o patrimônio. 9. Crimes contra a fé pública. 10. Crimes contra a ordem econômica. 11. Crimes contra o Meio Ambiente (Lei n° 9.605 de 12.02.1998). 12. Da Responsabilidade Penal da Pessoa Jurídica nos Crimes Ambientais.

7.Direito Processual Penal: 1. Inquérito policial. 2 Ação penal: conceito, condições, pressupostos processuais. 2.1 Ação penal pública. 2.2 Titularidade, condições de procedibilidade. 2.3 Denúncia: forma e conteúdo; recebimento e rejeição. 2.4 Ação penal privada. 2.5 Titularidade. 2.6 Queixa. 2.7 Renúncia. 2.8 Perdão. 2.9 Perempção. 2.10 Extinção da punibilidade. 2.11 Ação civil. 3. Jurisdição e Competência. 4. Das Atribuições do Ministério Público do Meio Ambiente.

8.Direito do Trabalho e Processual do Trabalho: 1. Direito do Trabalho: aspectos gerais. 2. Empregador: conceito, caracterização de poderes, grupo econômico-financeiro, sucessão de empregadores. 3. Empregado: conceito, espécies. 4. Relação de Emprego: caracterização. 5. Contrato Individual de trabalho. 8. Princípios do Direito do Trabalho. 7. As Normas Gerais da Tutela do Trabalho. 8. Remuneração e salário. 9. Definição e distinções. 10. Rescisão Indireta. 11. Estabilidade e garantia de emprego. 12. Indenizações rescisórias: aviso-prévio, 13º salário, férias, horas extras, FGTS. 13. Terceirização: conceito, tendências e caracterização. 14. Da despersonalização da pessoa jurídica. 15. Convenções e acordos coletivos de trabalho. 18. Processo judiciário do trabalho - dissídios individuais e coletivos. 17. Prescrição e Decadência. 18. Direito de greve. 19. Lei Complementar nº 04, de 15 de outubro de 1.990.

CONTADOR 40H / CONTADOR 20H - IPREAF

Contabilidade Pública - 1. Legislação básica (Lei Federal nº 4.320, de 17/03/64); 2. Conceito, objeto e princípios fundamentais; 3. Regimes contábeis; 4. Campo de aplicação; 5. Receita e despesa orçamentária: conceito, classificação e estágios; 6. Créditos adicionais; 7. Receitas e Despesas Extraorçamentárias: restos a pagar, depósitos, serviços da dívida a pagar e débitos de tesouraria; 8. Adiantamentos para posterior prestação de contas; 9. Balanços financeiro, patrimonial e orçamentário e demonstrativo das variações patrimoniais; 10. Inventário na administração pública; 11. Conhecimentos básicos sobre a Lei Complementar 101/2000.

Direito Constitucional - 1. Dos Direitos e Garantias Fundamentais. 2. Constituição Federal: conceito e classificação. 3. Normas constitucionais: classificação, normas constitucionais programáticas e princípios constitucionais. 4. Poder Constituinte. 5. Hierarquia das Normas Jurídicas. 6. Princípio da Supremacia da Constituição. 7. Controle de constitucionalidade das leis. 8. Inconstitucionalidade: normas constitucionais e inconstitucionais. 9. Inconstitucionalidade por omissão. 10. Ação direta de inconstitucionalidade. 11. Ação declaratória de constitucionalidade. 12. Arguição direta de preceito fundamental. 13. Direitos e garantias individuais e coletivos. 14. Regime constitucional da propriedade. 15. Federação brasileira: características, discriminação de competência na Constituição de 1988. 16. Organização dos Poderes: União, Estado-membro, Municípios. 17. Servidores públicos: princípios constitucionais. 18. Ministério Público: princípios constitucionais. 19. Limitações constitucionais do poder de tributar. 20. Da Ordem econômica e financeira. 21. Da Administração Pública na Constituição Federal de 1988. 22. Meio ambiente. 23. Direitos e interesses das populações indígenas. 24. Interesses difusos e coletivos.

Direito Administrativo 1. Organização Administrativa. 1.1 Princípios Fundamentais. 1.2 Administração Direta, Indireta e Fundacional. 2. Controle da Administração. 2.1 Tipos e formas de controle. 2.2 Controle Administrativo. 2.3 Controle Legislativo. 2.4 Controle Interno. 3. Serviços Públicos. 3.1 Conceito. 3.2 Classificação. 3.3 Formas de execução. 3.4 Competência da União, Estados e Municípios. 4. Licitações. 4.1 Princípios. 4.2 Obras, Serviços de Engenharia e demais serviços. 4.3 Modalidades. 4.4 Publicações. 4.5 Dispensas e Inexigibilidades. 4.6 Procedimentos licitatórios. 4.7 Processamento e julgamento. 4.8 Instrumentos convocatórios. 4.9 Tipos. 4.10 Anulação e Revogação. 5. Contratos. 5.1 Normas Gerais. 5.2 Cláusulas essenciais. 5.3 Cláusulas exorbitantes. 5.4 Formalização. 5.5. Garantias contratuais. 5.6. Duração e prorrogação. 5.7. Alteração. 5.8. Nulidade. 5.9. Execução. 5.10 Inexecução. 5.11 Rescisão. 5.12 Teoria da ImPrevsão. 5.13 Sanções Administrativas. 5.14 Tutela judicial. 6. Poderes da Administração. 6.1 Normativo. 6.2 Disciplinar. 6.3 Decorrente da Hierarquia. 7. Poder de Polícia. 7.1 Conceito. 7.2 Polícia administrativa e judiciária. 7.3 Meios de Atuação. 7.4 Características. 7.5 Limites. 8. Atos Administrativos. 8.1 Atos da Administração. 8.2 Conceito. 8.3 Atributos. 8.4 Elementos. 8.5 Discricionariedade e Vinculação. 8.6 Classificação. 8.7 Atos Administrativos em espécie. 8.8 Extinção.

Orçamento Público - 1. Processo Orçamentário. 1.1 Planos, Programas, Diretrizes Orçamentárias, Orçamento Anual. 1.2 Orçamento -Programa. 1.3 Planejamento: Conceitos. Princípios. Dispositivos Constitucionais. 1.4 Abrangência dos Instrumentos de Planejamento: Orçamento Fiscal; da Seguridade Social; Investimentos das Empresas Estatais. 1.5 Plano Plurianual: Dispositivo Constitucional -Definição e Objeto. Prazos e Vigência. 1.5 Lei Orçamentária Anual: Conceituação. Conteúdo. Princípios orçamentários. Competência. Vigência e Prazos. A organização do processo de elaboração do orçamento. 1.7 Lei de Diretrizes Orçamentárias: Função. Princípios Básicos. Prazos e Vigência. 2. Execução Orçamentária. 2.1 Quadro de Detalhamento da Despesa. 2.2 Créditos Orçamentários. 2.3 Empenho. 2.4 Liquidação. 2.5 Pagamento. 2.6 Restos a Pagar. 2.7 Despesas de Exercícios Anteriores. 3. Sistema Orçamentário: As Classificações Orçamentárias -Institucional e Funcional Programática; Categorias Econômicas -Receita; Categorias Econômicas - Despesa. 4. Controle e Avaliação da Execução Orçamentária. 4.1 O Controle Interno. 4.2 O Controle Externo. 4.3 Aspectos do Controle. 4.4 Os Relatórios de Gestão Fiscal. 4.5 Convênios e Prestação de Contas.

ENGENHEIRO AGRÔNOMO

Os solos de Mato Grosso - Classificação, morfologia e gênese. Características e propriedades químicas, físicas e biológicas. Aptidão agrícola dos solos. Classes de uso dos solos. Planejamento e práticas conservacionistas. Características químicas dos solos. Fertilidade: adubos e adubação.Calagem. Microbiologia dos solos. Natureza e propriedades dos solos. Clima. Variáveis climáticas. Hidrologia. Ciclo Hidrológico. Meteorologia. Produção vegetal. As principais culturas de Mato Grosso. Tratos Culturais. Pragas e fitossanidade. A horticultura: principais culturas, principais culturas e práticas culturais. Hidráulica Agrícola. Princípios fundamentais. Estruturas hidráulicas e seu dimensionamento. Barragens de terra: Irrigação e drenagem. A água no solo. Relação solo-água-climaplanta. Evapotranspiração. Os métodos de irrigação. Drenagem: princípios gerais; tipos de drenos e suas características. Barragens de terra: características construtivas, dimensionamento das estruturas componentes, entrocamento, maciço, comporta, vertedouro. Bacias hidrográficas e hidráulicas. Produção animal: principais aspectos técnicos das explorações bovina,ovina, suína e avícola. Nutrição animal: fundamentos. Alimentos concentrados e volumosos. Exigências nutricionais das diversas explorações zootécnicas. A Aqüicultura. Agroecologia. Conceitos e princípios. Zoneamento agrícola e regiões agroecológicas de Mato Grosso. Avaliação e perícia agronômica. Princípios gerais, objetivos e metodologias. As pastagens nativas e cultivadas. Manejo e conservação. Herbicidas: conceito e características gerais, princípios ativos. Máquinas Agrícolas: tipos, manutenção, utilização, regulagem.

Meio Ambiente - 1. Meio ambiente: conceito e desenvolvimento sustentável; 2. Biomas brasileiros: Cerrado; Pantanal; Amazônia; 3. Impacto Ambiental. 4. Política Nacional de Educação Ambiental (Lei 9.795); 5. Código Estadual de Meio Ambiente (Lei Complementar n° 038/1995 e alterações posteriores.) 8. Sistema de Licenciamento Ambiental em Propriedades Rurais do Estado de Mato Grosso; 9. Política Estadual de Recursos Hídricos do Mato Grosso; 10. Lei Orgânica do Município de Alta Floresta; 11. Aspectos do Município: localização, clima, solo, vegetação, hidrografia, áreas protegidas, aspectos culturais, economia e dados demográficos.

ENGENHEIRO FLORESTAL

Conceito de Meio Ambiente, Meio Ambiente na Constituição, Licenciamento - avaliação controle de impacto ambiental, Educação Ambiental, Gestão em Unidade de Conservação, Sistema de Tratamento de Efluentes Líquidos, Conservação e Uso do solo, Controle de Poluição do Ar. Legislação: Código Florestal (lei 4.771/65), Lei de Política Nacional do Meio Ambiente lei 6.938/81, Decreto Federal 6514/08 e sua alteração decreto 6686/08. Química Experimental, Ecologia, Geologia Ambiental, Sistema de Informação Geográfica, Hidrologia, Operações Unitárias, Estatística Aplicada, Química Ambiental, Educação Ambiental, Poluição do Solo, Direito Ambiental, Microbiologia Ambiental, Poluição do Ar, Projetos Ambientais, Sistema de Gestão Ambiental, Tecnologias Limpas, Biomonitoramento, Instrumentos de Licenciamento Ambiental, Segurança, Saúde e Meio Ambiente, Tecnologia da Energia. Ecologia e ecossistemas brasileiros. Ciclos biogeoquímicos. Noções de Metereologia e Climatologia. Noções de Geologia e Solo. Qualidade do ar, poluição atmosférica, controle de emissões. Aquecimento Global e Mecanismos de desenvolvimento Limpo - MDL. Qualidade da água, poluição hídrica e tecnologia de tratamento de águas e efluentes para descarte/e ou reuso. Qualidade do solo e da água subterrânea. Gerenciamento e tratamento de resíduos sólidos, hídricos e de água subterrânea. Caracterização e recuperação de áreas degradadas, em especial do solo e dágua subterrânea. Legislação Ambiental aplicada (Leis, decretos, resoluções CONAMA) Regulamentação para os Estudos de Impacto Ambiental (EIA/RIMA). Processo de licenciamento ambiental. Lei Federal nº 9.605/98 e suas alterações. Lei Federal nº 9.985/00 e suas alterações. Lei Federal nº 9.966/00 e suas alterações. Lei Federal nº 9.433/97 e suas alterações. Noções de economia ambiental. Política ambiental e desenvolvimento sustentável. Planejamento ambiental, planejamento territorial, urbanismo, vocação e uso do solo. Meio Ambiente e Sociedade.

Meio Ambiente - 1. Meio ambiente: conceito e desenvolvimento sustentável; 2. Biomas brasileiros: Cerrado; Pantanal; Amazônia; 3. Impacto Ambiental. 4. Política Nacional de Educação Ambiental (Lei 9.795); 5. Código Estadual de Meio Ambiente (Lei Complementar n° 038/1995 e alterações posteriores.) 8. Sistema de Licenciamento Ambiental em Propriedades Rurais do Estado de Mato Grosso; 9. Política Estadual de Recursos Hídricos do Mato Grosso; 10. Lei Orgânica do Município de Alta Floresta; 11. Aspectos do Município: localização, clima, solo, vegetação, hidrografia, áreas protegidas, aspectos culturais, economia e dados demográficos.

BIÓLOGO

1. Gestão de ambientes lóticos (rios) tropicais; 2.Tipos de Poluição e seus agentes causadores; 3.Aspectos e impactos ambientais; 4. Gestão de recursos hídricos; 5. Ciclos Biogeoquímicos; 6. Usos da água, do ar e do solo; 7. Resíduos Sólidos; 8. Proteção Ambiental; 9. Municípios e Meio Ambiente; 10. Estudo de Impacto Ambiental; 11. Gestão integrada de Resíduos Sólidos; 12. Unidades de Conservação Ambiental; 13. Monitoramento ambiental; 14. Princípios, Fundamentos, Objetivos e Características da Educação Ambiental. 15. Legislação Ambiental: Lei dos Crimes Ambientais: Lei nº 9.605/98. Licenciamento Ambiental: Resolução CONAMA n.º 237/97. Política Nacional do Meio Ambiente: Leis n° 6.938 /81 e 10.165/00 e Decreto nº 99.274/90.

Meio Ambiente - 1. Meio ambiente: conceito e desenvolvimento sustentável; 2. Biomas brasileiros: Cerrado; Pantanal; Amazônia; 3. Impacto Ambiental. 4. Política Nacional de Educação Ambiental (Lei 9.795); 5. Código Estadual de Meio Ambiente (Lei Complementar n° 038/1995 e alterações posteriores.) 8. Sistema de Licenciamento Ambiental em Propriedades Rurais do Estado de Mato Grosso; 9. Política Estadual de Recursos Hídricos do Mato Grosso; 10. Lei Orgânica do Município de Alta Floresta; 11. Aspectos do Município: localização, clima, solo, vegetação, hidrografia, áreas protegidas, aspectos culturais, economia e dados demográficos.

ENGENHEIRO CIVIL

1.Tecnologia das construções: instalação do canteiro de obra; locação da obra; escavações; fundações diretas; impermeabilização; argamassas; alvenaria; andaime; esquadrias; coberturas; instalações; revestimentos; vidros; pinturas;Concretos: tipos, preparo, aplicação, composição granulométrica e determinação de traços; ferragens; concreto armado; formas de escoramento;Práticas de obras: familiarização com ferramentas e segurança e higiene do trabalho: uso do material de proteção individual e coletiva; cuidados básicos com o canteiro e riscos profissionais; demolição de paredes; esquadrejamento de paredes; levantamento de paredes com as respectivas amarrações; execução de andaimes: preparação de canteiros , gabaritos e locação de uma edificação com conhecimento total das plantas e projetos; projetar, calcular e executar: andaimes, ferragens de pilares, vigas, lajes e cinta de amarração; revestimentos; hidráulica: instalações prediais, símbolos da ABNT, leitura de plantas; Noções, para elaboração de orçamentos de obras;Noções básicas sobre pavimentação;O pavimento e suas camadas;Os defeitos no pavimento asfáltico; Noções básicas de construção de galerias de água pluviais e drenagens; Conhecimento da legislação sobre Zoneamento, Loteamento e o Código de Obras e Posturas;Noções básicas de licitações de obras e serviços de engenharia e de contratos de obras públicas;Elaboração de medições de obras e conhecimento da fiscalização de obras públicas ; Noções do Código de Obras e de Postura.

Segurança do Trabalho - 1 .Segurança do trabalho. 1.1 Legislação e normatização. 1.2 Acidentes de trabalho. 1.3 Conceito técnico e legal. 1.4 Causas dos acidentes do trabalho. 1.5 Análise de acidentes. 1.6 Custos dos acidentes. 1.7 Cadastro de acidentes. 1.8 Comunicação e registro de acidentes. 1.9 Definições de atos e condições ambientes de insegurança. 1.10 Investigação das causas dos acidentes. 1.11 Estatísticas de acidentes. 1.12 Equipamento de Proteção Individual (EPI). 1.13 Equipamento de Proteção Coletiva (EPC). 1.14 Inspeção de segurança. 1.15 NR-5. 1.16 NR-4. 2. Medicina do trabalho. 2.1 Toxicologia. 2.2 Doenças profissionais. 2.3 Agentes causadores de doenças: Físicos - Biológicos - Químicos. 2.4 Primeiros Socorros. 2.5 PCMSO - Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional - NR7. 3 Ergonomia. 3.1 Princípios da ergonomia. 3.2 A aplicabilidade da ergonomia. 3.3 Influência na ergonomia da iluminação, cores, clima etc. 3.4 Espaços de trabalho. 3.5 Sistemas de controle. 3.6 Atividades musculares. 3.7 Ergonomia e prevenção de acidentes. 3.8 Segurança em processamento de dados. 3.9 Transporte, armazenamento, movimentação e manuseio de materiais. 4. Administração e legislação aplicada. 4.1 Estudos das Normas Regulamentadoras (NR). 5. Projetos de instalação de segurança. 5.1 Gestão de segurança e saúde do trabalho na Empresa. 5.2 BS-8800 (Norma inglesa de gerenciamento de segurança ocupacional). 6. Comissão interna de prevenção de acidentes -"CIPAS". 6.1 Desenvolvimento das CIPA. 6.2 Estrutura. 6.3 Funcionamento. 6.4 Resultados. 7 Ética profissional.

ARQUITETO

Urbanismo e Meio Ambiente - Conceito de Meio Ambiente. A evolução do pensamento ecológico. A crítica ecológica. Meio ambiente e desenvolvimento - o desafio urbano, a degradação ambiental e o desenvolvimento sustentável. Meio ambiente e planejamento. A política municipal de meio ambiente. A qualidade ambiental nas cidades. Meio ambiente e desenho urbano. Planejamento Urbano e Regional - O Planejamento Urbano e Regional. Conceitos básicos; visão interdisciplinar e interfaces com o Urbanismo. Evolução do Planejamento Urbano e Regional, aspectos metodológicos e processuais. Os diferentes objetivos e principais enfoques. Os níveis e escalas urbanas e regionais. A Política Urbana e Regional assim como as demais políticas urbanas setoriais. As teorias de Planejamento e Desenvolvimento Urbano e Regional. Planos de Desenvolvimento Urbano e Regional. Legislação Urbana - Código de Obras (Edifício), Plano Diretor, Uso e Parcelamento do Solo. Etapas de um Projeto de Arquitetura - Estudo Preliminar, Ante-Projeto, Projeto Executivo, Detalhamentos, Especificações, Coberturas, Detalhamento de Esquadrias. Sistemas Elétricos - Instalações elétricas prediais; Tecnologia executiva de instalação elétrica; Cálculo da demanda. Sistemas Hidro-Sanitário Predial - Noções de grandezas hidráulicas; sistemas de abastecimento: instalações prediais de água potável (fria), água quente, preventivas contra incêndio; materiais, equipamentos e tecnologia executiva; projeto, desenho e dimensionamento. Instalações prediais de esgoto sanitário e pluvial; sistemas de esgotamento em áreas desprovidas de rede pública: fossa séptica, filtro anaeróbico, sumidouro, valas de infiltração e filtração; lixo predial; instalações de gás; materiais, equipamentos e tecnologia executiva; projeto, desenho e dimensionamento. Noções de Redes Elétricas -; infra - estrutura urbana; materiais, equipamentos e tecnologia executiva. Tecnologia da Construção - Classificação dos materiais, normalização, características físicas e mecânicas dos materiais, métodos de ensaios, tratamento estatístico dos resultados dos ensaios, pedras, argilas e produtos cerâmicos, madeiras, polímeros, tintas, aglomerantes, agregados e adesivos, vidros. Processos construtivos tradicionais, novos e evoluídos, obra como produto industrial, obras brutas e de acabamento, implantação e organização dos canteiros, argamassas e concretos, centrais de produção, infra-estrutura, supraestrutura, alvenarias e painéis, referências para acabamento, cobertura, impermeabilizações. Obras de acabamento, revestimentos internos e externos, soleiras e peitoris, esquadrias (guarnições, folhas e ferragens), pinturas, sistemas de fachadas, equipamentos incorporados e serviços, identificação e seleção de sistemas construtivos: artesanal, manufaturado e industrializado, eficiência total (custo e qualidade). Conforto Ambiental - Energia e arquitetura; noções de conforto térmico e de ventilação natural; higrotermia, ar e água; trocas de calor; radiação solar direta, difusa e global; escolha de localização e implantação de edificações; noções de iluminação natural e artificial; noções de acústica; a propagação do som (ondas mecânicas) no ar. Conforto Térmico e Lumínico - Conforto térmico ambiental (cargas térmicas internas e externas), técnicas para redução de carga térmica em edificações; Iluminação eficiente em edificações, Grandezas e Unidades utilizadas; Tecnologias e Equipamentos de Iluminação; Projetos Eficientes de Iluminação.

Segurança do Trabalho - 1 .Segurança do trabalho. 1.1 Legislação e normatização. 1.2 Acidentes de trabalho. 1.3 Conceito técnico e legal. 1.4 Causas dos acidentes do trabalho. 1.5 Análise de acidentes. 1.6 Custos dos acidentes. 1.7 Cadastro de acidentes. 1.8 Comunicação e registro de acidentes. 1.9 Definições de atos e condições ambientes de insegurança. 1.10 Investigação das causas dos acidentes. 1.11 Estatísticas de acidentes. 1.12 Equipamento de Proteção Individual (EPI). 1.13 Equipamento de Proteção Coletiva (EPC). 1.14 Inspeção de segurança. 1.15 NR-5. 1.16 NR-4. 2. Medicina do trabalho. 2.1 Toxicologia. 2.2 Doenças profissionais. 2.3 Agentes causadores de doenças: Físicos - Biológicos - Químicos. 2.4 Primeiros Socorros. 2.5 PCMSO - Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional - NR7. 3 Ergonomia. 3.1 Princípios da ergonomia. 3.2 A aplicabilidade da ergonomia. 3.3 Influência na ergonomia da iluminação, cores, clima etc. 3.4 Espaços de trabalho. 3.5 Sistemas de controle. 3.6 Atividades musculares. 3.7 Ergonomia e prevenção de acidentes. 3.8 Segurança em processamento de dados. 3.9 Transporte, armazenamento, movimentação e manuseio de materiais. 4. Administração e legislação aplicada. 4.1 Estudos das Normas Regulamentadoras (NR). 5. Projetos de instalação de segurança. 5.1 Gestão de segurança e saúde do trabalho na Empresa. 5.2 BS-8800 (Norma inglesa de gerenciamento de segurança ocupacional). 6. Comissão interna de prevenção de acidentes -"CIPAS". 6.1 Desenvolvimento das CIPA. 6.2 Estrutura. 6.3 Funcionamento. 6.4 Resultados. 7 Ética profissional.

ENGENHEIRO SANITARISTA

1. Controle de Poluição e Qualidade das Águas. 2. Sistemas de Captação e Adução de Água. 3. Tratamento de Águas de Abastecimento. 4. Sistemas de Reservação e Distribuição de Água. 5. Sistema de Coleta e Transporte de Esgotos Sanitários. 6. Tratamento de Destino Final de Esgotos. 7. Estações Elevatórias de Água e de Esgotos. 8. Sistemas de Drenagem Urbana. 9. Sistemas de Coleta, Tratamento e Destino Final de Resíduos Sólidos Urbanos. 10. Gestão Ambiental. 11. Instrumentos da Política Nacional do Meio Ambiente. 12. Avaliação de Impacto Ambiental.

Legislação de Saúde Pública - 1. Constituição Federal do Brasil, 1988 - Artigos 196 a 200; 2. Leis Orgânicas da Saúde - Nº 8080, de 19 de setembro de 1990 e Nº 8142, de 28 de dezembro de 1991. 3. NOB - SUS/01/96 - Norma Operacional Básica do Sistema Único de Saúde - SUS. 4. NOAS - SUS 01/2002 - Norma Operacional da Assistência à saúde. 5. CONASS - Pacto pela Saúde, Pacto pela Vida, Pacto em defesa do SUS, Pacto de Gestão, Regulação Assistencial. 6. Pacto de Atenção Básica. A obrigatoriedade de notificação pelo profissional de saúde, de algumas doenças transmissíveis. 7. Política de Saúde no Brasil, da Republica velha ao Sistema Único de Saúde. Sistema Único de Saúde: Objetivos; Atribuições; Doutrinas e Competências. - princípios e diretrizes do SUS. 8. Planejamento, Organização, Direção e Gestão; Recursos Humanos do SUS. Programação Pactuada e Integrada. 9. Política Nacional de Humanização. 10. Princípios Básicos do Financiamento e Gestão Financeira. 11. Indicadores de Saúde; 12. Transição Demográfica e Epidemiológica - Vigilância Epidemiológica.

MÉDICO

Aspectos clínicos, epidemiológicos, fisiopatologia e tratamento de: Insuficiência Cardíaca, Insuficiência Coronariana, Insuficiência Hepática, Insuficiência Renal Aguda e Crônica, Pneumonias, Doenças Pulmonares Obstrutivas (Asma, Bronquite Crônica, Enfisema Pulmonar), Síndrome do Desconforto Respiratório do Adulto, Diarréia Aguda e Crônica, Imunodeficiências primárias e adquiridas, Diagnóstico Diferencial e Abordagem do Paciente em Coma, Anemias, Distúrbios Somatoformes, Desnutrição no Adulto, Distúrbios da Hemostasia, Diagnóstico Diferencial das Artrites, Leucemias e Linfomas e suas complicações. Conhecimentos gerais de Medicina Legal. Suporte avançado em trauma. Suporte avançado em cardiologia; Doenças autoimunes (Lúpus Eritematoso Sistêmico, Artrite Reumatoide, Febre Reumática, Artrites Soronegativas), Distúrbios do Equilíbrio Ácido-Básico, Distúrbios Hidroeletrolíticos, Neoplasias Primárias e Metastáticas, Diabetes Mellitus e suas complicações agudas e crônicas, Síndrome do Hipo e Hipertireoidismo. Sistema Único de Saúde (SUS): Lei Federal 8.080/90 e 8.142/90; Política Nacional de Atenção Básica (Portaria 648/GM de 28/03/2006); Pactos pela Vida, em Defesa do SUS e de Gestão (Portaria nº 399/GM, de 22/02/2006, e Portaria nº 699/GM, de 30/03/2006); Núcleos de Apoio à Saúde da Família (Portaria nº 154, de 24/01/2008, e suas alterações). Código de Ética Médica. Conteúdo Específico da Área de Atuação, com ênfase em condutas (diagnóstico e tratamento) das patologias mais prevalecentes.

Legislação de Saúde Pública - 1. Constituição Federal do Brasil, 1988 - Artigos 196 a 200; 2. Leis Orgânicas da Saúde - Nº 8080, de 19 de setembro de 1990 e Nº 8142, de 28 de dezembro de 1991. 3. NOB - SUS/01/96 - Norma Operacional Básica do Sistema Único de Saúde - SUS. 4. NOAS - SUS 01/2002 - Norma Operacional da Assistência à saúde. 5. CONASS - Pacto pela Saúde, Pacto pela Vida, Pacto em defesa do SUS, Pacto de Gestão, Regulação Assistencial. 6. Pacto de Atenção Básica. A obrigatoriedade de notificação pelo profissional de saúde, de algumas doenças transmissíveis. 7. Política de Saúde no Brasil, da Republica velha ao Sistema Único de Saúde. Sistema Único de Saúde: Objetivos; Atribuições; Doutrinas e Competências. - princípios e diretrizes do SUS. 8. Planejamento, Organização, Direção e Gestão; Recursos Humanos do SUS. Programação Pactuada e Integrada. 9. Política Nacional de Humanização. 10. Princípios Básicos do Financiamento e Gestão Financeira. 11. Indicadores de Saúde; 12. Transição Demográfica e Epidemiológica - Vigilância Epidemiológica.

MÉDICO VETERINÁRIO

Patologia animal: Etiologia, Diagnóstico. Tratamento, controle e erradicação relativos às doenças: Febre Aftosa, Raiva, Anaplasmose, Brucelose, Peste Suína, Carências vitamínico-minerais, Principais ectoparatisoses de bovinos, bubalinos e suínos, Principais doenças de aves e equídeos. Bovinocultura de corte e bovinocultura de leite Raças; Distribuição geográfica no Brasil; Importância econômica; Melhoramento do meio; Produção de carne; Produção de leite. Nutrição animal e Agrostológica: Valor dos alimentos; Hidratos de carbono, gorduras e proteínas; Macro e micro elementos minerais; Vitaminas; Concentrados e volumosos; Inspeção Sanitária e Tecnológica dos Produtos de Origem Animal: Inspeção "ante-mortem" dos animais de açougue; Sistema Linfático: sua importância em inspeção de carnes; Principais doenças infecciosas transmissíveis ao homem; Principais doenças parasitárias transmissíveis ao homem; Toxi-infecções alimentares; Beneficiamento do leite de consumo; Controle Químico e Microbiológico de leite e produtos lácticos; Métodos de diagnóstico de gestação; Fatores que contribuem para alta taxa de fertilidade; Importância econômica da Inseminação Artificial; Doenças e distúrbios do aparelho genital do macho e fêmea; Aspectos higiênicos e sanitários do pescado. Formação e manejo de pastagem; Forrageiras (gramíneas e leguminosas); Ensilagem e fenação Fisiopatologia da Reprodução e Inseminação Artificial: Anatomia e fisiologia do aparelho reprodutor; Gestação, parto e lactação.

Legislação de Saúde Pública - 1. Constituição Federal do Brasil, 1988 - Artigos 196 a 200; 2. Leis Orgânicas da Saúde - Nº 8080, de 19 de setembro de 1990 e Nº 8142, de 28 de dezembro de 1991. 3. NOB - SUS/01/96 - Norma Operacional Básica do Sistema Único de Saúde - SUS. 4. NOAS - SUS 01/2002 - Norma Operacional da Assistência à saúde. 5. CONASS - Pacto pela Saúde, Pacto pela Vida, Pacto em defesa do SUS, Pacto de Gestão, Regulação Assistencial. 6. Pacto de Atenção Básica. A obrigatoriedade de notificação pelo profissional de saúde, de algumas doenças transmissíveis. 7. Política de Saúde no Brasil, da Republica velha ao Sistema Único de Saúde. Sistema Único de Saúde: Objetivos; Atribuições; Doutrinas e Competências. - princípios e diretrizes do SUS. 8. Planejamento, Organização, Direção e Gestão; Recursos Humanos do SUS. Programação Pactuada e Integrada. 9. Política Nacional de Humanização. 10. Princípios Básicos do Financiamento e Gestão Financeira. 11. Indicadores de Saúde; 12. Transição Demográfica e Epidemiológica - Vigilância Epidemiológica.

NUTRICIONISTA

1. Conhecimento da legislação que regulamenta a profissão; 2. Conhecimento da Ética Profissional; 3. Nutrição Social: Conceito de saúde e doença; 4. Organização dos serviços de saúde no Brasil: Política Nacional de Saúde; Política de Alimentação e Nutrição no Brasil; 5. Conceitos Básicos de Nutrição em Saúde Pública: fome e desnutrição; 6. Aspectos Econômico Social de Desnutrição: Produção e comercialização de alimentos; Poder aquisitivo e consumo; 7. Bases para a elaboração de programas de nutrição; 8. Nutrição e infecção; 9. Diagnóstico do estado nutricional da população: Indicadores; Sistema de Vigilância Nutricional; 10. Epidemiologia da Desnutrição: Desnutrição protéico-energética; 11. Metodologia de Avaliação; 12. Consequências orgânicas; 13. Orientação Nutricional; Nutrição das gestantes adolescentes e adultas: Necessidades nutricionais; Seleção de alimentos em função da qualidade, do custo e dos hábitos alimentares; Orientação Nutricional à gestação normal e nas alterações mais comuns da gravidez (náuseas, piroses, constipação e controle de peso); 14. Avaliação do Estado Nutricional; Nutrição de Nutriz: Necessidades Nutricionais; Orientação Nutricional; 15. Avaliação do Estado Nutricional; Nutrição de Lactente: Digestão; Necessidades Nutricionais; 16. Crescimento e Desenvolvimento; 17. Alimentação no primeiro ano de vida; 18. Aleitamento Materno: Técnica de Aleitamento; Obstáculos e Contra-indicação; Composição do leite materno; Desmame; 19. Aleitamento Artificial: Indicações dos diferentes tipos de leite; 20. Determinação e preparo de fórmulas lácteas; 21. Alimentação do Lactente a Pré-termo: Necessidades Nutricionais; Orientação Nutricional; Avaliação do Estado Nutricional; 22. Alimentação do Pré- escolar: Necessidades Nutricionais; Características de alimentação.

Legislação de Saúde Pública - 1. Constituição Federal do Brasil, 1988 - Artigos 196 a 200; 2. Leis Orgânicas da Saúde - Nº 8080, de 19 de setembro de 1990 e Nº 8142, de 28 de dezembro de 1991. 3. NOB - SUS/01/96 - Norma Operacional Básica do Sistema Único de Saúde - SUS. 4. NOAS - SUS 01/2002 - Norma Operacional da Assistência à saúde. 5. CONASS - Pacto pela Saúde, Pacto pela Vida, Pacto em defesa do SUS, Pacto de Gestão, Regulação Assistencial. 6. Pacto de Atenção Básica. A obrigatoriedade de notificação pelo profissional de saúde, de algumas doenças transmissíveis. 7. Política de Saúde no Brasil, da Republica velha ao Sistema Único de Saúde. Sistema Único de Saúde: Objetivos; Atribuições; Doutrinas e Competências. - princípios e diretrizes do SUS. 8. Planejamento, Organização, Direção e Gestão; Recursos Humanos do SUS. Programação Pactuada e Integrada. 9. Política Nacional de Humanização. 10. Princípios Básicos do Financiamento e Gestão Financeira. 11. Indicadores de Saúde; 12. Transição Demográfica e Epidemiológica - Vigilância Epidemiológica.

PSICÓLOGO

1. As inter-relações familiares: orientação psicológica da família - A criança e a separação dos pais; o psicólogo e a criança, vítima de maus tratos; menor e a conduta anti-social; noções básicas de psicanálise; o poder público e o menor; a equipe multidisciplinar na vara de menores e de família o psicólogo nessa equipe; psicologia geral - sensação e percepção; processo psicodiagnóstico - anamnese, testes de personalidades, de nível mental, entrevista de coleta de dados e coletiva; 2. Psicologia do comportamento: 2.1. Reforçamento negativo; 2.2. Reforçamento positivo; 2.3. Punição; 2.4. Emparelhamento de estímulos; 2.4. Distúrbios de comportamento; 2.5.Esquiva; 3. Depressão: tratamento; o que é? De onde vem? 4. Síndrome do pânico; 5. Psicoterapia; 6. Estresse principais sintomas; conceito; 7. Psicoterapia individual ou em grupo, de casal e família; crianças e adolescentes; 8. Noções de Relacionamentos Interpessoais: Regras de comportamento no ambiente de trabalho; Regras de hierarquias no serviço público; 9. Regras básicas de comportamento profissional para o trato diário com o público interno e externo, colegas de trabalho e zelo pelo patrimônio público; 10. Política de saúde mental, o papel do profissional inserida na saúde da família. 11. O novo reordenamento da Assistência Social/SUAS. 12. A política social brasileira e os programas sociais de transferência de renda na contemporaneidade: BPC, Bolsa família e PETI; 13. Norma Operacional Básica do Sistema Único da Assistência Social - NOB/2005; 14. Tipificação Nacional de Serviços Socioassistencias - Resolução nº 109/2009; 15. Norma Operacional básica de Recursos Humanos do Sistema Único de Assistência Social- NOB-RH/2006.

Legislação de Saúde Pública - 1. Constituição Federal do Brasil, 1988 - Artigos 196 a 200; 2. Leis Orgânicas da Saúde - Nº 8080, de 19 de setembro de 1990 e Nº 8142, de 28 de dezembro de 1991. 3. NOB - SUS/01/96 - Norma Operacional Básica do Sistema Único de Saúde - SUS. 4. NOAS - SUS 01/2002 - Norma Operacional da Assistência à saúde. 5. CONASS - Pacto pela Saúde, Pacto pela Vida, Pacto em defesa do SUS, Pacto de Gestão, Regulação Assistencial. 6. Pacto de Atenção Básica. A obrigatoriedade de notificação pelo profissional de saúde, de algumas doenças transmissíveis. 7. Política de Saúde no Brasil, da Republica velha ao Sistema Único de Saúde. Sistema Único de Saúde: Objetivos; Atribuições; Doutrinas e Competências. - princípios e diretrizes do SUS. 8. Planejamento, Organização, Direção e Gestão; Recursos Humanos do SUS. Programação Pactuada e Integrada. 9. Política Nacional de Humanização. 10. Princípios Básicos do Financiamento e Gestão Financeira. 11. Indicadores de Saúde; 12. Transição Demográfica e Epidemiológica - Vigilância Epidemiológica.

ODONTÓLOGO

Exame de cavidade bucal; etiopatogenia da cárie dental; semiologia e tratamento da cárie dental; Preparos cavitários; materiais forradores e restauradores; cirurgia menor em odontologia; farmacologia odontológica de interesse clínico; Odontologia preventiva: Epidemiologia e prevenção da cárie dentária; Epidemiologia e prevenção da doença periodontal; níveis de prevenção e aplicação; sistema incremental; Doenças infectocontagiosas de interesse odontológico;Urgência em odontologia;Conhecimento e prevenção de acidentes e infecção no trabalho; Bases farmacológicas para prática clínica. Uso clínico dos antimicrobianos. Pacientes que requerem cuidados especiais.

Legislação de Saúde Pública - 1. Constituição Federal do Brasil, 1988 - Artigos 196 a 200; 2. Leis Orgânicas da Saúde - Nº 8080, de 19 de setembro de 1990 e Nº 8142, de 28 de dezembro de 1991. 3. NOB - SUS/01/96 - Norma Operacional Básica do Sistema Único de Saúde - SUS. 4. NOAS - SUS 01/2002 - Norma Operacional da Assistência à saúde. 5. CONASS - Pacto pela Saúde, Pacto pela Vida, Pacto em defesa do SUS, Pacto de Gestão, Regulação Assistencial. 6. Pacto de Atenção Básica. A obrigatoriedade de notificação pelo profissional de saúde, de algumas doenças transmissíveis. 7. Política de Saúde no Brasil, da Republica velha ao Sistema Único de Saúde. Sistema Único de Saúde: Objetivos; Atribuições; Doutrinas e Competências. - princípios e diretrizes do SUS. 8. Planejamento, Organização, Direção e Gestão; Recursos Humanos do SUS. Programação Pactuada e Integrada. 9. Política Nacional de Humanização. 10. Princípios Básicos do Financiamento e Gestão Financeira. 11. Indicadores de Saúde; 12. Transição Demográfica e Epidemiológica - Vigilância Epidemiológica.

FONOAUDIÓLOGO

Desenvolvimento normal e Retardo na aquisição da linguagem oral; Fala, audição e função de alimentação; Dislalias; Paralisia Cerebral - Terapia Fonoaudiológica; Disfemia; Intervenção fonoaudiológica na surdez infantil; Atrasos no desenvolvimento neuropsicomotor, seleção e indicação de aparelhos auditivos. Lesões lábiopalatais. Fonoaudiologia Escolar; Transtornos da aprendizagem da linguagem escrita. Fonoaudiologia em atenção primária à saúde. Ética profissional.

Legislação de Saúde Pública - 1. Constituição Federal do Brasil, 1988 - Artigos 196 a 200; 2. Leis Orgânicas da Saúde - Nº 8080, de 19 de setembro de 1990 e Nº 8142, de 28 de dezembro de 1991. 3. NOB - SUS/01/96 - Norma Operacional Básica do Sistema Único de Saúde - SUS. 4. NOAS - SUS 01/2002 - Norma Operacional da Assistência à saúde. 5. CONASS - Pacto pela Saúde, Pacto pela Vida, Pacto em defesa do SUS, Pacto de Gestão, Regulação Assistencial. 6. Pacto de Atenção Básica. A obrigatoriedade de notificação pelo profissional de saúde, de algumas doenças transmissíveis. 7. Política de Saúde no Brasil, da Republica velha ao Sistema Único de Saúde. Sistema Único de Saúde: Objetivos; Atribuições; Doutrinas e Competências. - princípios e diretrizes do SUS. 8. Planejamento, Organização, Direção e Gestão; Recursos Humanos do SUS. Programação Pactuada e Integrada. 9. Política Nacional de Humanização. 10. Princípios Básicos do Financiamento e Gestão Financeira. 11. Indicadores de Saúde; 12. Transição Demográfica e Epidemiológica - Vigilância Epidemiológica.

FISIOTERAPEUTA

Conhecimentos básicos: anatomia, fisiologia, histologia, bioquímica, neuroanatomia e patologia. Conhecimentos anatômicos, fisiológicos e patológicos das alterações musculoesqueléticas, neurológicas e mentais, cardiorrespiratórias, angiológicas e pediátricas. Conhecimento dos princípios básicos da cinesiologia. Fundamentos e técnicas de atendimento em fisioterapia ortopédica, cardiorrespiratória e neurológica. Técnicas básicas em: cinesioterapia motora e respiratória, manipulações, fisioterapia motora e respiratória em UTI. Técnicas de treinamento em locomoção e deambulação. Conceito e aplicação: exercícios ativos, ativos- assistidos, passivos, isométricos. Conceito e aplicação: mecanoterapia, termoterapia, crioterapia, eletroterapia, massoterapia. Fisioterapia aplicada à geriatria, demências e nas doenças da 3ª idade. Fisioterapia reumatológica. Indicações e tipos de: próteses e órteses. Testes musculares. Consequências das lesões neurológicas. Aspectos gerais que englobam avaliação e tratamento nas diversas áreas de atuação da fisioterapia.

Legislação de Saúde Pública - 1. Constituição Federal do Brasil, 1988 - Artigos 196 a 200; 2. Leis Orgânicas da Saúde - Nº 8080, de 19 de setembro de 1990 e Nº 8142, de 28 de dezembro de 1991. 3. NOB - SUS/01/96 - Norma Operacional Básica do Sistema Único de Saúde - SUS. 4. NOAS - SUS 01/2002 - Norma Operacional da Assistência à saúde. 5. CONASS - Pacto pela Saúde, Pacto pela Vida, Pacto em defesa do SUS, Pacto de Gestão, Regulação Assistencial. 6. Pacto de Atenção Básica. A obrigatoriedade de notificação pelo profissional de saúde, de algumas doenças transmissíveis. 7. Política de Saúde no Brasil, da Republica velha ao Sistema Único de Saúde. Sistema Único de Saúde: Objetivos; Atribuições; Doutrinas e Competências. - princípios e diretrizes do SUS. 8. Planejamento, Organização, Direção e Gestão; Recursos Humanos do SUS. Programação Pactuada e Integrada. 9. Política Nacional de Humanização. 10. Princípios Básicos do Financiamento e Gestão Financeira. 11. Indicadores de Saúde; 12. Transição Demográfica e Epidemiológica - Vigilância Epidemiológica.

TERAPEUTA OCUPACIONAL

Fundamentos de Terapia Ocupacional: Conceituação, Histórico e Evolução. Objetivos gerais. Modelos em Terapia Ocupacional. Terapia Ocupacional nas disfunções físicas: Princípios básicos do tratamento: Avaliação; Objetivos; Seleção e análise de atividades; Programa de tratamento; Cinesiologia aplicada (grupos de ação muscular, tipos de tratamento muscular, tipos de movimento); Reeducação muscular; facilitação neuromuscular, proprioeceptiva (princípios, técnicas básicas); Tratamento da coordenação (causas de incoordenação); Tipos de preensão; Mobilização das articulações, causas de rigidez articular, finalidades do tratamento, lesões articuladas, contraturas e aderências, determinação da mobilidade articular); Atividades da vida. Ética Profissional. Análise de Atividades e Recursos Terapêuticos. Bases Conceituais das Terapias pelo Movimento, Neuroevolutivos, Neurofisiológicos e Biomecânico, Psicocorporais e Cinesioterápicos. Desenvolvimento do Ser Humano em suas Diferentes Fases. Estrutura Anatofisiológica, Cinesiológica e Psíquica do Ser humano. Intervenções Terapêuticas Ocupacionais Individuais, Grupais e Familiares. Reabilitação Profissional, Funcional e Psicossocial. Vigilância em Saúde e em Saúde do Trabalhador. Educação em Saúde.

Legislação de Saúde Pública - 1. Constituição Federal do Brasil, 1988 - Artigos 196 a 200; 2. Leis Orgânicas da Saúde - Nº 8080, de 19 de setembro de 1990 e Nº 8142, de 28 de dezembro de 1991. 3. NOB - SUS/01/96 - Norma Operacional Básica do Sistema Único de Saúde - SUS. 4. NOAS - SUS 01/2002 - Norma Operacional da Assistência à saúde. 5. CONASS - Pacto pela Saúde, Pacto pela Vida, Pacto em defesa do SUS, Pacto de Gestão, Regulação Assistencial. 6. Pacto de Atenção Básica. A obrigatoriedade de notificação pelo profissional de saúde, de algumas doenças transmissíveis. 7. Política de Saúde no Brasil, da Republica velha ao Sistema Único de Saúde. Sistema Único de Saúde: Objetivos; Atribuições; Doutrinas e Competências. - princípios e diretrizes do SUS. 8. Planejamento, Organização, Direção e Gestão; Recursos Humanos do SUS. Programação Pactuada e Integrada. 9. Política Nacional de Humanização. 10. Princípios Básicos do Financiamento e Gestão Financeira. 11. Indicadores de Saúde; 12. Transição Demográfica e Epidemiológica - Vigilância Epidemiológica.

ASSISTENTE SOCIAL

1. Conhecimento sobre o exercício da profissão de Assistente Social; 2. Conhecimento da Ética Profissional; 3. Lei de Regulamentação da Profissão. Lei 8662, de 7.06.1993; 4. Fundamentos Históricos, Teórico-metodológicos e Pressupostos Éticos da Prática Profissional. A Pesquisa e a Prática Profissional. A questão da instrumentalidade na profissão; 5. As diferentes concepções do movimento de reconceituação do Serviço Social; 6. O Serviço Social e a formulação de políticas públicas no Brasil; 7. A atuação do Assistente Social nos movimentos populares; 8. O planejamento e a administração como prática do Serviço Social; 9. Serviço Social: prática de ajustamento ou transformação social; 10. Lei Orgânica da Assistência Social - Lei nº 8742/93 (LOAS); 11. Lei nº 12.435, de 2011; 12. Elaboração de Projetos e Avaliação de Serviços Socioassistencias; 13. Controle social. Conselhos, movimentos sociais, estratégias de organização da sociedade civil, terceiro setor. 14. O novo reordenamento da Assistência Social/SUAS. 15. A política social brasileira e os programas sociais de transferência de renda na contemporaneidade: BPC, Bolsa família e PETI; 16. Norma Operacional Básica do Sistema Único da Assistência Social - NOB/2005; 17. Tipificação Nacional de Serviços Socioassistencias - Resolução nº 109/2009; 18. Norma Operacional básica de Recursos Humanos do Sistema Único de Assistência Social- NOB-RH/2006; 19. Conhecimento das campanhas sanitárias; vacinações; programas; política e história da saúde pública e sua legislação; 20. Regras básicas de comportamento profissional para o trato diário com o público interno e externo e colegas de trabalho; 21. Conhecimento e zelo pelo patrimônio público; 22. Noções das leis, códigos, decretos e portarias pertinentes à profissão.

Legislação de Saúde Pública - 1. Constituição Federal do Brasil, 1988 - Artigos 196 a 200; 2. Leis Orgânicas da Saúde - Nº 8080, de 19 de setembro de 1990 e Nº 8142, de 28 de dezembro de 1991. 3. NOB - SUS/01/96 - Norma Operacional Básica do Sistema Único de Saúde - SUS. 4. NOAS - SUS 01/2002 - Norma Operacional da Assistência à saúde. 5. CONASS - Pacto pela Saúde, Pacto pela Vida, Pacto em defesa do SUS, Pacto de Gestão, Regulação Assistencial. 6. Pacto de Atenção Básica. A obrigatoriedade de notificação pelo profissional de saúde, de algumas doenças transmissíveis. 7. Política de Saúde no Brasil, da Republica velha ao Sistema Único de Saúde. Sistema Único de Saúde: Objetivos; Atribuições; Doutrinas e Competências. - princípios e diretrizes do SUS. 8. Planejamento, Organização, Direção e Gestão; Recursos Humanos do SUS. Programação Pactuada e Integrada. 9. Política Nacional de Humanização. 10. Princípios Básicos do Financiamento e Gestão Financeira. 11. Indicadores de Saúde; 12. Transição Demográfica e Epidemiológica - Vigilância Epidemiológica.

ENFERMEIRO

1. Gerenciamento dos Serviços de Enfermagem. Processo de trabalho em Enfermagem; Auditoria em Saúde e em Enfermagem; Supervisão em Enfermagem; Teorias administrativas; Recursos humanos; Mudanças em Enfermagem; Planejamento em Enfermagem. 2. Lei do Exercício Profissional; Atribuições da equipe de Enfermagem conforme a lei; funções privativas do enfermeiro; Conduta profissional segundo a Lei e o Código de Ética. 3. Saúde do trabalhador. Doenças ocupacionais. Biossegurança. 4. A vigilância epidemiológica no contexto da Enfermagem. 5. Semiologia e semiotécnica aplicada à Enfermagem (princípios básicos do exame físico e adequação aos diagnósticos de enfermagem). 6. Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE), coleta de dados, diagnóstico de Enfermagem com base na Taxonomia da "Associação Norte-Americana de Diagnóstico em Enfermagem" (NANDA), Classificação de Intervenções de Enfermagem (NIC) e Avaliação da Assistência de Enfermagem (NOC), documentação e registro. 7. Princípios da administração de medicamentos. Cuidados de Enfermagem relacionados à terapêutica medicamentosa. 8. Assistência de Enfermagem na prevenção e controle de infecção hospitalar. 9. O Processo de Enfermagem na organização da assistência de Enfermagem Peri operatória. Planejamento da assistência de Enfermagem no pré, trans e pós-operatório. 10. Papel do Enfermeiro no centro cirúrgico e central de esterilização. 11. Assistência de Enfermagem a adultos e idosos com alterações clínicas nos sistemas orgânicos, de acordo com as necessidades humanas básicas utilizando o processo de enfermagem. Modelos de intervenção na saúde da população idosa. 12. Assistência de enfermagem a pacientes com doenças crônicas (hipertensão e diabetes) e imunodeficiência. 13. Planejamento da assistência de Enfermagem nas alterações dos sistemas hematopoiético, gastrointestinal, cardiovascular, respiratório, renal, geniturinário, endócrino, nervoso e músculo-esquelético. 14. Assistência de Enfermagem nas alterações clínicas em situações de urgência e emergência. Assistência de Enfermagem a pacientes com lesões por queimaduras 15. Assistência de Enfermagem em doenças infecciosas. 16. Assistência de Enfermagem na função imunológica. Avanços da imunologia: Engenharia genética e células tronco. 17. Assistência de Enfermagem em unidade de terapia intensiva adulto, pediátrico e neonatal. 18. Aplicações terapêuticas e procedimentos tecnológicos aos clientes em estado crítico e/ou com intercorrências clínico cirúrgicas (cirurgias gerais, vasculares, ginecológicas, proctológicas, urológicas, e neurocirurgia). 19. Assistência pós-operatória a portadores de: feridas cirúrgicas, cateteres, drenos e balanço hidroeletrolítico. 20. Enfermagem no programa de assistência domiciliar. Planejamento e promoção do ensino de auto cuidado ao cliente. Legislação de Saúde Pública - 1. Constituição Federal do Brasil, 1988 - Artigos 196 a 200; 2. Leis Orgânicas da Saúde - Nº 8080, de 19 de setembro de 1990 e Nº 8142, de 28 de dezembro de 1991. 3. NOB - SUS/01/96 - Norma Operacional Básica do Sistema Único de Saúde - SUS. 4. NOAS - SUS 01/2002 - Norma Operacional da Assistência à saúde. 5. CONASS - Pacto pela Saúde, Pacto pela Vida, Pacto em defesa do SUS, Pacto de Gestão, Regulação Assistencial. 6. Pacto de Atenção Básica. A obrigatoriedade de notificação pelo profissional de saúde, de algumas doenças transmissíveis. 7. Política de Saúde no Brasil, da Republica velha ao Sistema Único de Saúde. Sistema Único de Saúde: Objetivos; Atribuições; Doutrinas e Competências. - princípios e diretrizes do SUS. 8. Planejamento, Organização, Direção e Gestão; Recursos Humanos do SUS. Programação Pactuada e Integrada. 9. Política Nacional de Humanização. 10. Princípios Básicos do Financiamento e Gestão Financeira. 11. Indicadores de Saúde; 12. Transição Demográfica e Epidemiológica - Vigilância Epidemiológica.

FARMACÊUTICO

1 Microbiologia e imunologia: estrutura bacteriana, isolamento, identificação e classificação de bactérias, esterilização, desinfecção e antisepsia. 2 Bactérias pyogênicas: Stapylococcus e Streptococcus, Coccus e bastonetes Gram-negativos, bacilos álcool ácidos resistentes, infecções bacterianas por anaeróbicos esporulados. 3 Prevenção, tratamento e epidemiologia de doenças infecciosas, vacinas e sonoterapia. 4 Interferência de medicamentos/alimentos em exames laboratoriais. 5 Virulogia. 6 Fungos. 7 Hematologia geral: índices hematimétricos, hemostasia e coagulação. 8 Imunohematologia. 9 Noções básicas de imunologia: antígeno e anticorpo. 10 Imunidade humoral e celular, hipersensibilidade, reações de fixação de complemento, aglutinação e preciptação. 11 Parasitologia: helmintologia, protozoologia, entomologia. 12 Biologia da infecção malárica. 13.Coleta de materiais biológicos, 14. Bioqumica clinica: determinação de colesterol total, HDL, LDL, VLDL, triglicerideos, enzimologia, uréia, creatinina, acido úrico, bilirrubinas, 15. Farmacologia clínica e terapêutica. 16. Farmacovigilância. 17. Interações medicamentosas. 18. Fármacos e exames laboratoriais. 19. Analgésicos, antipiréticos, antipsicóticos, antidepressivos, antialérgicos, anti-hipertensivos, anti­ácidos, anorexígenos, antiparasitários, antibióticos, anticoagulantes, vitaminas. 20. Fármacos na gestação / amamentação. 21. Microbiologia e Imunologia Clínica. 22. Hematologia. Legislação de Saúde Pública - 1. Constituição Federal do Brasil, 1988 - Artigos 196 a 200; 2. Leis Orgânicas da Saúde - Nº 8080, de 19 de setembro de 1990 e Nº 8142, de 28 de dezembro de 1991. 3. NOB - SUS/01/96 - Norma Operacional Básica do Sistema Único de Saúde - SUS. 4. NOAS - SUS 01/2002 - Norma Operacional da Assistência à saúde. 5. CONASS - Pacto pela Saúde, Pacto pela Vida, Pacto em defesa do SUS, Pacto de Gestão, Regulação Assistencial. 6. Pacto de Atenção Básica. A obrigatoriedade de notificação pelo profissional de saúde, de algumas doenças transmissíveis. 7. Política de Saúde no Brasil, da Republica velha ao Sistema Único de Saúde. Sistema Único de Saúde: Objetivos; Atribuições; Doutrinas e Competências. - princípios e diretrizes do SUS. 8. Planejamento, Organização, Direção e Gestão; Recursos Humanos do SUS. Programação Pactuada e Integrada. 9. Política Nacional de Humanização. 10. Princípios Básicos do Financiamento e Gestão Financeira. 11. Indicadores de Saúde; 12. Transição Demográfica e Epidemiológica - Vigilância Epidemiológica.

JORNALISTA

1. Mídia: principais termos, técnicas e conceitos. 2. Planejamento de mídia: objetivo, estratégia e tática. 3. Critérios para seleção de veículos. 4. Método de cálculo para inserções em jornais comerciais. 5. Meios de comunicação: jornal, revista, rádio e televisão (perfil, penetração e público alvo dos meios). 6. Ferramentas de pesquisa: IVC, MARPLAN, IBOPE (custo por mil, índices de penetração e afinidade). 7. Variáveis de mídia: alcance, freqüência e continuidade. 8. Lei 8.666/93 9. Legislação específica: Lei 4.680/65, Código de Ética dos Profissionais de Propaganda; Decreto n.º 4.799/03, Instruções Normativas da Presidência da República, Instrução Normativa n.º 08, de 05 de novembro de 1996, Instrução Normativa n.º 31, de 10 de setembro de 2003, Instrução Normativa n.º 2, de 20 de fevereiro de 2006. 9. Teoria da comunicação. 10. A questão da imparcialidade e da objetividade. 11. Ética. 12. Papel social da comunicação. 13.Comunicação, conceitos, paradigmas, principais teorias. 14. Novas tecnologias e a globalização da informação. 15. Massificação versus segmentação dos públicos. 16. História da Comunicação e Jornalismo. 17. Gêneros de redação: definição e elaboração de notícia, reportagem, entrevista, editorial, crônica, coluna, pauta, informativo, para Rádio, TV e Internet. 18. Técnicas de redação jornalística: lead, sub lead, pirâmide invertida. 19. Critérios de seleção, redação e edição para Rádio, TV e Internet.

PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA - LETRAS

1. Interpretação de texto; 2.Fonética; 3.Sílabas; 4.Tonicidade; 5.Divisão Silábica; 8.Ortográfica; 7. Acentuação gráfica; 8.Estrutura das palavras (prefixos e sufixos); 9. Formação das palavras (radicais gregos e latinos); 10. Significado das palavras; 11. Sinais de Pontuação; 12. Crase; 13. Colocação pronominal; 14. Figuras de linguagem; 15. Verbos; 18.Concordância Verbal e nominal; 17.Sintaxe - frase, oração 18. Período composto por coordenação e subordinação; 19. Literatura 20. Gêneros literários. Evolução das escolas literárias; 21. Classicismo; 22. Arcadismo; 23. Romantismo; 24. Realismo; 25. Parnasianismo; 28. Simbolismo; 27. Barroco; 28. O Modernismo no Brasil; 29. Literatura Mato­Grossense; 30. Literatura Contemporânea.

PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA - GEOGRAFIA

1.Quadro natural analisado numa perspectiva global, nacional e regional; 2.Dinâmica e sensibilidade à ação humana; 3.O espaço global brasileiro regional; 4.Relações políticas econômicas e sociais; 5.Os organismos internacionais (mundiais e regionais): sua estrutura, atuação e problemas; 8. Os grandes conjuntos sócio-econômicos do mundo atual; 7.As diversas faces do socialismo: China, Cuba e países do lote europeu; 8. Antecedentes da mudança soviética; 9.Mato Grosso: seus aspectos naturais - clima, vegetação, relevo, solo, hidrografia; aspectos econômicos - agricultura, pecuária e indústria; 10.Mesorregiões e microrregiões; 11.Principais municípios e suas características econômicas e sociais; 12. População; 13. Urbanização e desenvolvimento; Assuntos atuais municipais, estaduais e mundiais.

PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA - MATEMÁTICA

ARITMÉTICA E CONJUNTOS: Os conjuntos numéricos (naturais, inteiros, racionais, irracionais e reais); operações básicas, propriedades, divisibilidade, contagem e princípio multiplicativo. Proporcionalidade. ÁLGEBRA; Equações de 1º e 2º graus; funções elementares, suas representações gráficas e aplicações: lineares, quadráticas, exponenciais, logarítmicas e trigonométricas; progressões aritméticas e geométricas; polinômios; números complexos; matrizes, sistemas lineares e aplicações na informática; fundamentos de matemática financeira. ESPAÇO E FORMA: Geometria plana, plantas e mapas; geometria espacial; geometria métrica; geometria analítica. TRATAMENTO DE DADOS: Fundamentos de estatística; análise combinatória e probabilidade; análise e interpretação de informações expressas em gráficos e tabelas. MATEMÁTICA, SOCIEDADE E CURRÍCULO: Currículos de Matemática e recentes movimentos de Reforma. Os objetivos da Matemática na Educação Básica. Seleção e organização dos conteúdos para o Ensino Fundamental e Médio. Tendências em Educação Matemática (resolução de problemas, modelagem, etnomatemática, história da matemática e mídias tecnológicas).

PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA - PEDAGOGIA

1. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Brasileira 9394/96. 2. Tendências Pedagógicas da Educação (Liberais e Progressistas). 3. Psicologia Genética (Piaget). 4. Teoria Sócio-construtivista (Vygotsky). 5. Henri Wallon - O desenvolvimento infantil. 6. A Psicogênese da Escrita. 7. O Projeto Político Pedagógico da Escola. 8- Filosofia e Educação: As concepções da educação, Os grandes pensadores em educação, Pensadores modernos e pós-modernos da educação. 9- Sociologia da comunicação: pressupostos (paradigmas sociológicos: Marx, Durkheim, Weber. 10. Parâmetros Curriculares Nacionais (séries iniciais e referencias da educação infantil). 11. Prática Educativa Interdisciplinar e Transdisciplinar. 12. A Literatura Infantil na Escola. 13. Educação e Ludicidade. 14. Educação Inclusiva (aspectos étnicos, culturais e raciais). 15. Educação Inclusiva sob a perspectiva da Educação Especial. 16. Avaliação Escolar sob uma perspectiva construtivista. 17. Pedagogia Libertadora (Paulo Freire). 18. Tecnologias, Informática e Educação. 19. ECA - Estatuto da Criança e do Adolescente. 20- Escola organizada por ciclos de formação humana; Escola em ciclos e avaliação da aprendizagem.

EDUCADOR FÍSICO

1.Conhecimentos sobre esportes; 2.Conhecimentos sobre jogos; 3. Conhecimentos sobre lutas; 4. Conhecimentos sobre danças; 5. Conhecimentos sobre esportes; 6. Conhecimentos sobre atividades aquáticas/natação; 7. Conhecimentos sobre capoeira; 8. Práticas corporais alternativas; 9. Legislação sobre educação física; 10. Estudo das capacidades físicas; 11. Estudo das habilidades físicas; 1ª Educação Física e estilo de vida; 13. Socorros de urgência aplicados ao ambiente escolar; 14. Conhecimentos sobre regras e arbitragens dos esportes; 15. Aspectos relacionados à biomecânica dos exercícios físicos; 16. Noções sobre ergonomia no contexto escolar; 17. Conhecimentos sobre atividades posturais; 18. Avaliação em educação física escolar; 19. Avaliação postural; 20. Abordagens da Educação Física;21. Ética profissional no ambiente escolar; 2ª Educação Física adaptada.

EDUCADOR SOCIAL

01. Competência e compromisso do educador( Estatuto do Servidor do Município de Alta Floresta); 02. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional n° 9.394/96: histórico, princípios, educação básica; 03. Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA); 04. Práticas Pedagógicas e Avaliação na Educação Infantil (Parecer 20/2009 - Conselho Nacional de Educação - Ministério da Educação).

DIDÁTICA E FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO - Para os cargos de Professor, Educador Físico, Educador Social.

Concepções de sociedade, homem e educação; A função social da escola pública; O conhecimento científico e os conteúdos escolares; A história da organização da educação brasileira; O atual sistema educacional brasileiro; Os elementos do trabalho pedagógico (objetivos, conteúdos, encaminhamentos metodológicos e avaliação escolar); Concepção de desenvolvimento humano / apropriação do conhecimento na psicologia histórico-cultural; procedimentos adequados ao atendimento à criança de 0 a 6 anos, referente à saúde, alimentação e higiene. Legislação da Educação, Estrutura e Funcionamento da Educação Básica do Estado de Mato Grosso e Município de Alta Floresta/MT; Principais influências Pedagógicas da atualidade; História da Educação a partir do século XX; Tendências da Educação Contemporânea; Educação Inclusiva; Pedagogia do Campo; Fundamentos da Psicologia da Educação; Ética Profissional; Interdisciplinaridade; Estatuto da Criança e do Adolescente; Temas transversais; Princípios de Avaliação.

ENSINO MÉDIO COMPLETO

As provas objetivas serão elaboradas de acordo com a composição estabelecida para cada cargo, e consistirão em:

1. Língua Portuguesa e Matemática;

2. Conhecimentos Gerais;

3. Conhecimentos Específicos.

LÍNGUA PORTUGUESA

I - Interpretação de textos:

1. Texto jornalístico - narrativo e opinativo; 2. Texto científico - caráter denotativo, o rigor, a coerência entre afirmar e demonstrar; 3. Texto ensaístico - didático em que o autor procura convencer não só pela validade argumentativa do que escreve (ciência), mas também pela sua força de presunção (jornalismo).

II - Esta prova busca atenção do candidato para: A) Leitura atenta do texto tendo a noção de conjunto; B) Demonstrar compreensão das relações entre as partes do texto. C) Ortografia; D) Acentuação gráfica; E) Conhecimento e uso das categorias gramaticais;

1. Gênero, número e grau dos substantivos e adjetivos; 2. Conjugação de verbos regulares e irregulares; defectivos e abundantes; 3. Infinitivo pessoal e impessoal; 4. Concordâncias nominal e verbal; 5. Regência verbal; 6. Crase; 7. Emprego de pronomes de tratamento; 8. Predicação verbal.

CONHECIMENTOS DE MATEMÁTICA

1. Operações aritméticas fundamentais; 2. Operações com números inteiros e fracionários e problemas envolvendo operações fundamentais; 3. Sistema de unidade de medida, comprimento, superfície, volume e tempo; 4. Regra de três simples e composta; 5. porcentagem; 6. juros simples e composto; 7. equações de 1º e 2º Grau; 8. noções de estatística.

CONHECIMENTOS GERAIS

Historia Política e Econômica de Mato Grosso - 1. Antecedentes históricos da fundação de Cuiabá, 1.1 Fundação de Cuiabá, 1.2 Idéias de administradores e primeiros desentendimentos, 1.3 Rodrigo César e o ouro de Cuiabá; 1.4 Os Lemes; 1.5 Índios Paiaguás; 1.6 Fundação de Vila Bela; 1.7 Capitães-generais de 1748 a 1821; 1.8 Forte de Coimbra; 1.9 Mato Grosso no Primeiro Império; 1.10 A Rusga; 1.11 Os Alencastro 1.12 Mato Grosso na guerra do Paraguai; 1.13 Divisão do Estado.

Geografia de Mato Grosso - 1.1 Mato Grosso e a região Centro-Oeste; 1.2 Geopolítica de Mato Grosso; 1.3 Ocupação do território; 1.4 aspectos físicos e domínios naturais do espaço matogrossense; 1.5 Aspectos socioeconômicos de Mato Grosso; 1.6 Dinâmica da população em Mato Grosso; 1.7 Programas governamentais e fronteira agrícola matogrossense; 1.8 A economia do Estado no contexto nacional; 1.9 A urbanização do Estado; 1.10 Produção e as questões ambientais.

História do Município de Alta Floresta - 1.1 Aspectos históricos e geográficos; 1.2 Aspectos econômicos e sociais; 1.3. Executivo e Legislativo Estadual e Municipal; 1.4 Atualidades gerais político, econômico, social e ambiental.

Noções de Informática: Conhecimentos básicos de Sistemas Operacionais (Ex:Dos,Windows,Linux): Manipulação de arquivos através do Windows Explorer (Encontrar arquivos, copiar, apagar, renomear, recuperar apagados); Funções de Sistema (Painel de Controle e configurações); Editor de texto; Utilização de Mala Direta; Impressão; Planilhas eletrônicas: Elaboração de fórmulas simples; Uso de funções e fórmulas em planilhas eletrônicas, formatação de planilhas e textos; Utilização de gráficos; Impressão; Conhecimentos básicos de Internet e Intranet; Envio e recebimento de E-mails, segurança digital, antivírus, firewall, backup; Conhecimentos básicos de Hardware; Noções gerais do pacote Office; Software Livre; Noções de rede, impressão em rede, dispositivos de armazenamento e transporte de dados.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

ASSISTENTE DE ADMINISTRAÇÃO / ASSISTENTE DE ADMINISTRAÇÃO - IPREAF

Realizará prova prática de Digitação

Administração Pública: organização administrativa - centralização e descentralização; administração direta e indireta: composição; categorias de entidades dotadas de personalidade jurídica na administração indireta (autarquias, empresas públicas, sociedades de economia mista, fundações públicas); princípios que regem a Administração Pública; Responsabilidade civil do Estado. Poderes e deveres da Administração. Servidores Públicos: vínculo jurídico (estatutário, trabalhista e temporário); quadro funcional; cargos, empregos, funções; formas de provimento; direitos e deveres; ética e responsabilidade social;responsabilidade civil, penal e administrativa do servidor público. Gestão de Pessoal Administração de pessoal, controle de freqüência, procedimentos para admissão e demissão, documentação e registro; estatística aplicada à administração de cargos e salários. Gestão Administrativa e Financeira: noções de planejamento e orçamento público; planos, programas e projetos; orçamentos anuais, execução financeira, modalidades de empenho; vedações orçamentárias; processo de licitação: modalidades. Sistemas de controle administrativos. Atos administrativos; conceitos, elementos característicos. Contrato Administrativo: partes componentes, formalização, modalidades, cláusulas de privilégio, cláusulas essenciais. Prazos, prorrogação, extinção, inexecução. Administração de materiais: material de consumo e material permanente; controle de estoque; operações de almoxarifado. Inventário. Orientação sobre especificações e padronização de material de consumo e material permanente. Sistema de informação, gestão de documentos, noções de arquivologia; classificação dos arquivos e dos documentos; métodos de arquivamento, conservação de documentos; avaliação e destinação de documentos; técnicas modernas de arquivamento com o uso da informática. Correspondência e atos oficiais: princípios da redação oficial; emprego dos pronomes de tratamento; níveis hierárquicos de tratamento; conceitos e modelos de atos oficiais: alvará, ata, certidão, circular, convênio, decreto, despacho, edital, estatuto, memorando, ofício, ordem de serviço, parecer, portaria, regimento, relatório, resolução, requerimento.

TÉCNICO EM ARQUIVO

Realizará prova prática de Digitação

Gestão de documentos, noções de arquivologia; classificação dos arquivos e dos documentos; métodos de arquivamento, conservação de documentos; avaliação e destinação de documentos; técnicas modernas de arquivamento com o uso da informática. Correspondência e atos oficiais: princípios da redação oficial; emprego dos pronomes de tratamento; níveis hierárquicos de tratamento; conceitos e modelos de atos oficiais: alvará, ata, certidão, circular, convênio, decreto, despacho, edital, estatuto, memorando, ofício, ordem de serviço, parecer, portaria, regimento, relatório, resolução, requerimento.

TÉCNICO EM ENFERMAGEM / TÉCNICO EM ENFERMAGEM ZONA RURAL

Ética Profissional; Conceito de saúde e doença; Assistência de Enfermagem; conceito e objetivo; Equipe de Enfermagem; Tipos de unidade de saúde; Unidade do paciente; Prevenção e controle de infecção hospitalar; Medidas de assepsia; higienização; desinfecção; anti-sepsia e esterilização; preparo de material para esterilização; Segurança do paciente acamado; movimentação, tipos e objetivos; transporte, precauções e conforto; Pesagem e mensuração; Verificação de temperatura, pulso, respiração e tensão arterial; Finalidades e cuidados na aplicação quente e fria no cateterismo; Instilação e irrigação vesical na lavagem vaginal e nos puretivos; Conduta e assistência imediata em casos de asfixia, hemorragia, vômito, fratura, lipotimia, convulsão, insolação, corpo estranho, picada de insetos e envenenamentos; Administração de medicamentos por via oral e parenteral; 15. Preparo de drogas e soluções.

TÉCNICO EM HIGIENE DENTÁRIA

Formas anatômicas dos dentes, posições na boca e suas relações recíprocas. Dentições, arcos dentais e maxilas. Dimensão, função e classificação dos dentes. Notação dentária: convencional e FDI. Classificação das cavidades do dente. Etiologia da cárie e cronologia da erupção dentária. Principais patologias da cavidade bucal. Aplicação de métodos de prevenção das doenças bucais, identificando as substâncias utilizadas. Princípios ergonômicos e da segurança do trabalho. Funções e responsabilidades dos membros da equipe de trabalho, dispositivos legais que regem o trabalho do profissional de nível médio na área de saúde bucal. Equipamentos, materiais e instrumental utilizado em uma unidade odontológica. Montagem de bandejas para atendimento odontológico: exames, dentística, endodontia, cirurgia, prótese (moldagem), periodontia e outros. Flúor na odontologia.

FISCAL VIGILÂNCIA SANITÁRIA

Realizará prova prática de Digitação

Vistoria Administrativa; Noções Gerais de Obras e Posturas Municipais; Noções Gerais de Fiscalização Ambiental; Código de Obras e Posturas do Município de Alta Floresta; Saneamentos Básicos e Ambientais; Sistema de Abastecimento e tratamento de Água; Qualidade das Águas Controle e Poluição das Águas; Sistema de Esgoto; Sistema Nacional do Meio-Ambiente(SISNAMA); Solo; Aterro Sanitário; Comunidade Biótica, Comunidade Biológica/Controle Ambiental/Critérios de Qualidade Ambiental/Diagnóstico Ambiental; Vegetação; Desflorestamento; Desmatamento.

FISCAL DE TRIBUTOS

Realizará prova prática de Digitação

1. Taxas, Tributos, Impostos, Emolumentos, Fato Gerador; 2. Isenção dos contribuintes; 3. Responsabilidade tributária; Lei 8.666/93; 5. Contribuição de Melhoria, Hierarquia, 6. Código de Postura Municipal; 7. Código Tributário Nacional; 8. Código Tributário Municipal; 9. Constituição Federal.

FISCAL DE OBRAS E POSTURA

Realizará prova prática de Digitação

Código Tributário de Alta Floresta - MT; 2. Código Tributário Nacional; 3. Título VI, Capítulo I da Constituição Federal de 1988; 4. Contabilidade Geral: 5. Situação Patrimonial Líquida, Patrimônio Líquido, Capital, Reservas; 8. Classificação de Estruturas Patrimonial; 7. Avaliação de Estoques; 8. Ativo Fixo - Depreciações; 9. Inventários, Balanço e Demonstração da Conta Lucros e Perdas; 10. Atitudes no serviço; 11. Conhecimento da legislação sobre Zoneamento, Loteamento e o Código de Obras e Posturas; 12. Conhecimentos de elaboração de correspondências, protocolos e notas fiscais; 13. Regras básicas de comportamento profissional para o trato diário com o público interno e externo.

FISCAL DE MEIO AMBIENTE

Realizará prova prática de Digitação

1. Código do Meio Ambiente do Estado de Mato Grosso; 2. Legislação municipal sobre o assunto; 3. Técnicas de atendimento a turista; 4. Conhecimento referente arquivo de documentos e atualização de fichários; 5.Conhecimento sobre acompanhamento de turista; 6.Conhecimento sobre principais pontos turístico do município; 7. Regras de comportamento no ambiente de trabalho; 8. Carteira Nacional de Habilitação Categoria "A" e "B"; 9. Lei Municipal 1.231/2003 e Lei Municipal 1.527/2006.

TÉCNICO ADMINISTRATIVO EDUCACIONAL

Realizará prova prática de Digitação

1. Escrituração Escolar. 2. Conceito Fundamentação Legal. 3. Classificação dos Registros Individual: Guia de transferência escolar, Ficha Individual, Histórico Escolar, Ficha de Aptidão Física, Boletim/Caderneta, Diploma/Certificado. 4. Coletivo Diário de Classe. Livros: Atas do Conselho de Classe, Atas de Resultados Finais, outros. 5. Execução dos registros dos fatos escolares. 6. Modos de Registrar: Normas Gerais de Organização, Escrituração e Procedimentos: Comuns e Especiais. 7. Eventos Escolares Objeto de Registro: Matrícula, Transferência, Aproveitamento de Estudos, Equivalência de Estudos, Adaptação, Curricular, Verificação do Rendimento, Circulação de Estudos: Ensino Regular / Ensino Supletivo; 08. Conhecimentos sobre a Lei n° 9.394/96, 09. Resolução n° 150/1999; FUNDEB; 10. Relações Humanas; 11. Código de Ética; 12. Noções básicas de Sociologia e Filosofia. 13. Redação Oficial. 14. Noções básicas sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei nacional 8.069/90).

TÉCNICO EM ARTES - ÁREA DE ATUAÇÃO PROFESSOR DE FANFARRA/BANDA

Realizará prova prática

Histórico do Ensino de Música no Brasil e perspectivas. Teoria e Prática em música nas Escolas brasileiras. A música como objeto de conhecimento: o conhecimento musical como produção, fruição e reflexão. Objetivos gerais da música no Ensino. Os conteúdos de Arte no Ensino.

RELAÇÕES HUMANAS - Regras de hierarquias no serviço público municipal; 2. Regras básicas de comportamento profissional para o trato diário com o público interno e externo, colegas de trabalho; 3. Noções Básicas sobre Negociação; 4. Funções do grupo; 5. O papel do indivíduo no grupo; 6. Tomada de decisão; 7. Comunicação interna estratégica para a equipe de trabalho; 8. Feedback e revisão de comportamento.

PROVA PRÁTICA: Na avaliação da prova prática será avaliado o grau de conhecimento e as habilidades do candidato por meio de demonstração prática das atividades a serem desempenhadas no exercício das atribuições do cargo. A prova prática será elaborada tendo em vista o conteúdo de conhecimentos específicos.

TÉCNICO EM ARTES - ÁREA DE ATUAÇÃO PROFESSOR DE DANÇAS

Realizará prova prática

Histórico do Ensino de Dança no Brasil e perspectivas. Teoria e Prática em dança nas Escolas brasileiras. A Dança como objeto de conhecimento: produção, fruição e reflexão. Objetivos gerais de dança no Ensino. Os conteúdos de dança no Ensino. Narrativas e dramaturgia em Dança; A importância do processo coletivo entre o coreógrafo, intérpretes e criadores - trilha sonora, design de luz e cenografia; A pesquisa do movimento através de jogos e improvisação física, partindo dos estímulos da pesquisa teórica; Construção coreográfica; Princípios formais de composição coreográfica; Possibilidades de frases de movimento utilizando-se de: unidade, variedade, repetição, contraste, transição, seqüência, clímax, proporção, equilíbrio e harmonia; Importância da Música utilizada em aula: Para desenvolvimento de musicalidade e ritmo; Compreensão sensorial das diferentes dinâmicas; Importância da aplicação e compreensão da Terminologia da Técnica Clássica; Inserção lúdica de conscientização anatômica; Saúde física e mental (emocional).

RELAÇÕES HUMANAS - Regras de hierarquias no serviço público municipal; 2. Regras básicas de comportamento profissional para o trato diário com o público interno e externo, colegas de trabalho; 3. Noções Básicas sobre Negociação; 4. Funções do grupo; 5. O papel do indivíduo no grupo; 6. Tomada de decisão; 7. Comunicação interna estratégica para a equipe de trabalho; 8. Feedback e revisão de comportamento.

PROVA PRÁTICA: O candidato apresentará uma proposta de aula de dança. A aula deverá apresentar as fases de preparação, desenvolvimento e conclusão. O planejamento escrito deverá conter justificativa fundamentada, objetivo, conteúdo, metodologia, avaliação e referências bibliográficas nas quais o candidato se apóia para ministrar a aula.

TÉCNICO EM ARTES - ÁREA DE ATUAÇÃO PROFESSOR DE TEATRO

Realizará prova prática

Teorias e métodos de atuação cênica; Voz em cena; Musicalidade e ritmo cênico; Dança; Escrita Cênica; Montagem Teatral; Estudos Teatrais; História do espetáculo; Teatro e cultura popular; Crítica Teatral; Ética; Estudos de dramaturgia.

RELAÇÕES HUMANAS - Regras de hierarquias no serviço público municipal; 2. Regras básicas de comportamento profissional para o trato diário com o público interno e externo, colegas de trabalho; 3. Noções Básicas sobre Negociação; 4. Funções do grupo; 5. O papel do indivíduo no grupo; 6. Tomada de decisão; 7. Comunicação interna estratégica para a equipe de trabalho; 8. Feedback e revisão de comportamento.

PROVA PRÁTICA: Na avaliação da prova prática será avaliado o grau de conhecimento e as habilidades do candidato por meio de demonstração prática das atividades a serem desempenhadas no exercício das atribuições do cargo. A prova prática será elaborada tendo em vista o conteúdo de conhecimentos específicos.

TÉCNICO EM ARTES - ÁREA DE ATUAÇÃO PROFESSOR DE KARATÊ

Realizará prova prática

As lutas e a Educação Física. Artes marciais. Conceitos e história. Princípios filosóficos. Esportes de combate. A Educação Física Escolar e as lutas. Enfoque das lutas nos Parâmetros Curriculares Nacionais. O professor de Educação Física Escolar e o Instrutor de Lutas. Legislação e Lutas. O Karatê. História e conceitos. Fundamentos básicos do Karatê. Ginástica de aquecimento, kihon, kata, ju-kumitê e shiai-kumite. O karatê de competição.

RELAÇÕES HUMANAS - Regras de hierarquias no serviço público municipal; 2. Regras básicas de comportamento profissional para o trato diário com o público interno e externo, colegas de trabalho; 3. Noções Básicas sobre Negociação; 4. Funções do grupo; 5. O papel do indivíduo no grupo; 6. Tomada de decisão; 7. Comunicação interna estratégica para a equipe de trabalho; 8. Feedback e revisão de comportamento.

PROVA PRÁTICA: Na avaliação da prova prática será avaliado o grau de conhecimento e as habilidades do candidato por meio de demonstração prática das atividades a serem desempenhadas no exercício das atribuições do cargo. A prova prática será elaborada tendo em vista o conteúdo de conhecimentos específicos.

TÉCNICO EM ARTES - ÁREA DE ATUAÇÃO PROFESSOR DE CAPOEIRA

Realizará prova prática

A capoeira enquanto manifestação da cultura corporal afro-brasileira. O surgimento da capoeira. A repressão à capoeira. As principais vertentes de capoeira. A institucionalização da capoeira. A capoeira na atualidade. Os programas de institucionalização da capoeira nas escolas. O vínculo com a Educação Física. A ludicidade. A especificidade. Aspectos psicomotores. Qualidades físicas intervenientes na capoeira. Cosmovisão afro-brasileira. Integração jogo & luta & dança. Cantiga Interativa. Ludicidade rebelde. Fundamentos técnicos. Fundamentos ritualísticos. Fundamentos musicais. Fundamentos de roda. Os Grupos e as instituições corporativas. Processos identitários, estilos e vertentes. Sistemas de classificações e hierarquizações. A roda de Capoeira. Os rituais e fundamentos consagrados. Formação e disposição da orquestra. O jogo da capoeira em jogo - o corpo que dança na luta.

RELAÇÕES HUMANAS - Regras de hierarquias no serviço público municipal; 2. Regras básicas de comportamento profissional para o trato diário com o público interno e externo, colegas de trabalho; 3. Noções Básicas sobre Negociação; 4. Funções do grupo; 5. O papel do indivíduo no grupo; 6. Tomada de decisão; 7. Comunicação interna estratégica para a equipe de trabalho; 8. Feedback e revisão de comportamento.

PROVA PRÁTICA: Na avaliação da prova prática será avaliado o grau de conhecimento e as habilidades do candidato por meio de demonstração prática das atividades a serem desempenhadas no exercício das atribuições do cargo. A prova prática será elaborada tendo em vista o conteúdo de conhecimentos específicos.

TÉCNICO EM ARTES - ÁREA DE ATUAÇÃO PROFESSOR DE VIOLÃO

Realizará prova prática

Partes do violão; Nome das cordas; Afinação; Troca de cordas; Exercícios de mão direita; Exercícios de mão esquerda; Notação musical (tablaturas, cifras e partitura); Acordes e suas inversões; Ritmos aplicados ao instrumento; Repertório RELAÇÕES HUMANAS - Regras de hierarquias no serviço público municipal; 2. Regras básicas de comportamento profissional para o trato diário com o público interno e externo, colegas de trabalho; 3. Noções Básicas sobre Negociação; 4. Funções do grupo; 5. O papel do indivíduo no grupo; 6. Tomada de decisão; 7. Comunicação interna estratégica para a equipe de trabalho; 8. Feedback e revisão de comportamento. de músicas variadas; Princípios de harmonia.

PROVA PRÁTICA: Na avaliação da prova prática será avaliado o grau de conhecimento e as habilidades do candidato por meio de demonstração prática das atividades a serem desempenhadas no exercício das atribuições do cargo. A prova prática será elaborada tendo em vista o conteúdo de conhecimentos específicos.

TÉCNICO EM ARTES - ÁREA DE ATUAÇÃO PROFESSOR DE ARTES VISUAIS

Realizará prova prática

Expressão plástica (desenho, pintura, técnicas mistas, arte de reprodução e arte urbana, pigmentos e suportes); Fundamentos das artes visuais (linha, forma, luz, sombra, cor, composição); História das artes visuais (das origens à contemporaneidade); Novas tecnologias e mídias digitais (linguagens gráficas, fotografia, vídeo, arte digital).

RELAÇÕES HUMANAS - Regras de hierarquias no serviço público municipal; 2. Regras básicas de comportamento profissional para o trato diário com o público interno e externo, colegas de trabalho; 3. Noções Básicas sobre Negociação; 4. Funções do grupo; 5. O papel do indivíduo no grupo; 6. Tomada de decisão; 7. Comunicação interna estratégica para a equipe de trabalho; 8. Feedback e revisão de comportamento.

PROVA PRÁTICA: Na avaliação da prova prática será avaliado o grau de conhecimento e as habilidades do candidato por meio de demonstração prática das atividades a serem desempenhadas no exercício das atribuições do cargo. A prova prática será elaborada tendo em vista o conteúdo de conhecimentos específicos.

TÉCNICO ESPORTIVO

Realizará prova prática

Desporto: técnicas fundamentais e regras oficiais, princípios didáticos pedagógicos para o processo de ensino e aprendizagem, fisiologia do exercício, métodos de treinamento desportivo, aplicação de testes para diferentes capacidades físicas, primeiros socorros, atividade esportiva na infância e adolescência, aprendizagem e psicomotricidade.

RELAÇÕES HUMANAS - Regras de hierarquias no serviço público municipal; 2. Regras básicas de comportamento profissional para o trato diário com o público interno e externo, colegas de trabalho; 3. Noções Básicas sobre Negociação; 4. Funções do grupo; 5. O papel do indivíduo no grupo; 6. Tomada de decisão; 7. Comunicação interna estratégica para a equipe de trabalho; 8. Feedback e revisão de comportamento.

OPERADOR DE RETROESCAVADEIRA HIDRÁULICA PC

Realizará prova prática

1. Conhecimentos de operacionalização de máquinas pesadas de rodas ou esteiras, de lâminas, de escarificador e caçamba móvel; 2. Escavação, remoção e carga de terra, pedra, areia e cascalho; 3. Nivelamento de terrenos, estradas e pistas de aeroportos; 4. Manutenção de máquinas; abastecimento; lubrificação e emprego de graxas; 5. Registros necessários sobre maquinários pesados; 6. Registro de horas de máquinas; quilometragem de veículos; número de viagens; distâncias de aplicação de materiais de empréstimo, jazido ou bota-fora; 7. Classificação quanto ao tipo de carga (ruim, média ou boa); 8. Orientação e instrução de manobras de máquina e veículos; 9. Defeitos simples do motor; 10. Procedimentos corretos para economizar combustível; 11. Cuidados necessários para conservar a máquina em boas condições mecânicas; sistema de freios; defeitos simples do sistema elétrico; 12. Noções gerais de regras de circulação; regra de ultrapassagem; regra de mudança de direção; regra de preferência; velocidades permitidas; classificação das vias; deveres e proibições do condutor; 13. Noção das infrações básicas para a apreensão de documento de habilitação de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro e infrações básicas para a cassação do documento de habilitação; 14. Principais crimes e contravenções no volante; 15. Conhecimento de sinais sonoros e gestos de agente autoridade de trânsito; 16. Tipos de sinalização; placas de regulamentação; advertência e indicação; sinais luminosos; 17. Noções básicas de mecânica de veículo automotor e maquinários; 18. Uso e cuidados com ferramentas, máquinas e equipamentos; 19. Segurança no trabalho e prevenção de acidentes e incêndios.

Prova prática: Onde serão testados os conhecimentos práticos e operacionais do candidato, como realização de manobras e procedimentos práticos de funcionamento, sendo o equipamento a ser utilizado, a máquina do respectivo cargo. ESTES CARGOS TEM COMO PRÉ-REQUISITO O PORTE DE CARTEIRA NACIONAL DE HABILITAÇÃO CATEGORIA "C", DEVENDO O CANDIDATO APRESENTAR A RESPECTIVA HABILITAÇÃO COM A CATEGORIA MÍNIMA EXIGIDA OU CATEGORIA SUPERIOR QUANDO HOUVER A REALIZAÇÃO DA PROVA PRÁTICA, SOB PENA DE NÃO PODER REALIZAR A PROVA PRÁTICA.

ENSINO FUNDAMENTAL COMPLETO

As provas objetivas serão elaboradas de acordo com a composição estabelecida para cada cargo, e consistirão em:

1. Língua Portuguesa e Matemática;

2. Conhecimentos Gerais;

3. Conhecimentos Específicos.

LÍNGUA PORTUGUESA

I - Interpretação de textos:

2.Texto jornalístico - narrativo e opinativo; 2. Texto científico - caráter denotativo, o rigor, a coerência entre afirmar e demonstrar; 3. Texto ensaístico - didático em que o autor procura convencer não só pela validade argumentativa do que escreve (ciência), mas também pela sua força de presunção (jornalismo).

II - Esta prova busca atenção do candidato para: A) Leitura atenta do texto tendo a noção de conjunto; B) Demonstrar compreensão das relações entre as partes do texto. C) Ortografia; D) Acentuação gráfica; E) Conhecimento e uso das categorias gramaticais;

1. Gênero, número e grau dos substantivos e adjetivos; 2. Conjugação de verbos regulares e irregulares; defectivos e abundantes; 3. Infinitivo pessoal e impessoal; 4. Concordâncias nominal e verbal; 5. Regência verbal; 6. Crase; 7. Emprego de pronomes de tratamento; 8. Predicação verbal.

MATEMÁTICA

1. Operações aritméticas fundamentais; 2. Operações com números inteiros e fracionários e problemas envolvendo operações fundamentais; 3. Sistema de unidade de medida, comprimento, superfície, volume e tempo; 4. Regra de três simples e composta; 5. porcentagem; 6. juros simples e composto; 7. equações de 1º e 2º Grau; 8. noções de estatística.

CONHECIMENTOS GERAIS

Historia Política e Econômica de Mato Grosso - 1. Antecedentes históricos da fundação de Cuiabá, 1.1 Fundação de Cuiabá, 1.2 Idéias de administradores e primeiros desentendimentos, 1.3 Rodrigo César e o ouro de Cuiabá; 1.4 Os Lemes; 1.5 Índios Paiaguás; 1.6 Fundação de Vila Bela; 1.7 Capitães-generais de 1748 a 1821; 1.8 Forte de Coimbra; 1.9 Mato Grosso no Primeiro Império; 1.10 A Rusga; 1.11 Os Alencastro 1.12 Mato Grosso na guerra do Paraguai; 1.13 Divisão do Estado.

Geografia de Mato Grosso - 1.1 Mato Grosso e a região Centro-Oeste; 1.2 Geopolítica de Mato Grosso; 1.3 Ocupação do território; 1.4 aspectos físicos e domínios naturais do espaço matogrossense; 1.5 Aspectos socioeconômicos de Mato Grosso; 1.6 Dinâmica da população em Mato Grosso; 1.7 Programas governamentais e fronteira agrícola matogrossense; 1.8 A economia do Estado no contexto nacional; 1.9 A urbanização do Estado; 1.10 Produção e as questões ambientais.

História do Município de Alta Floresta - 1.1 Aspectos históricos e geográficos; 1.2 Aspectos econômicos e sociais; 1.3. Executivo e Legislativo Estadual e Municipal; 1.4 Atualidades gerais político, econômico, social e ambiental.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

AUXILIAR DE ADMINISTRAÇÃO

Realizará prova prática de Digitação

Conhecimentos básicos de Sistemas Operacionais (Ex: Dos, Windows, Linux): Manipulação de arquivos através do Windows Explorer (Encontrar arquivos, copiar, apagar, renomear, recuperar apagados); Funções de Sistema (Painel de Controle e configurações); Editor de texto; Utilização de Mala Direta; Impressão; Planilhas eletrônicas: Elaboração de fórmulas simples; Uso de funções e fórmulas em planilhas eletrônicas, formatação de planilhas e textos; Utilização de gráficos; Impressão; Conhecimentos básicos de Internet e Intranet; Envio e recebimento de E-mails, segurança digital, antivírus, firewall, backup; Conhecimentos básicos de Hardware; Noções gerais do pacote Office; Software Livre; Noções de rede, impressão em rede, dispositivos de armazenamento e transporte de dados.

AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS - ESPECÍFICO SEXO MASCULINO / AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS SEXO FEMININO

Realizará prova de Aptidão Física

1. Separação do lixo. 2. Cuidados do manuseio do lixo. 3. Materiais biodegradáveis (o que são, quais são), materiais recicláveis (o que são, quais são). 4. Normas básicas de segurança para carregar e descarregar caminhões. 5. Equipamentos de proteção. 6. Segurança no trabalho.

VIGIA

Realizará prova de Aptidão Física

Noções de segurança no trabalho: EPIS - Equipamentos de Proteção Individual; Noções de higiene e limpeza; Regras de Segurança; Equipamentos de Proteção; Relações interpessoais; Ética profissional, Noções acerca das funções inerentes ao cargo, tais como: Técnicas e Métodos de Segurança e Vigilância; Prevenção de acidentes; Primeiros socorros; Atitudes diante de incêndios (uso de extintores); Postura profissional. Organização; conhecimentos básicos inerentes à área de atuação, do conjunto de atribuições do cargo, do serviço público e de servidores públicos municipais.

AGENTE AMBIENTAL (COLETOR DE LIXO)

Realizará prova de Aptidão Física

1.Práticas e experiência de serviços ligados à área de limpeza; 2. Manuseio de produtos de limpeza e outros; 3. Uso de equipamentos de segurança; 4. Comportamento e atitude em ambiente de trabalho; 5. Prática e experiência de serviços braçais, coleta de lixos, capinagens e poda de árvores; 6. Prevenção de incêndios e acidentes no trabalho; 7.Varrição de ruas, avenidas, praças etc.; 8. Remanejamento de móveis; 9. Noção sobre seleção de tipos de lixos; 10. Auxílio nos trabalhos elementares de topografia (abertura de picadas, coivaras, etc.); 11. Uso e cuidados com ferramentas, máquinas e equipamentos; 12. Atualização de tecnologia inerente à profissão.

PEDREIRO

Realizará prova prática

Materiais da construção civil: cimento, areia, pedra, brita, madeira, aço, concreto, plásticos. Noções de recebimento, especificação e inspeção de materiais. Métodos construtivos. Impermeabilização: tipos e aplicações. Fundações: tipos e processos executivos. Materiais utilizados. Formas e escoramentos: tipos de forma, materiais utilizados e especificações construtivas. Instalações elétricas: tipos de instalações residenciais, materiais utilizados e processos executivos. Paredes, painéis e acabamentos: principais tipos de paredes e painéis, processos executivos da alvenaria de vedação e demais elementos da alvenaria: vergas, esquadrias, peitoris e ferragens. Acabamento: processos executivos (chapisco, emboço, reboco, gesso).

Prova Prática: Constará da execução da seguinte tarefa: diversas formas de montagem de tijolos para a construção de uma parede em canto, definindo a medida do esquadro, utilizando tijolos de forma dobrada e amarrada, e ainda, encontrar um ponto de nível de acordo com a definição do examinador, entre outras atividades correlatas ao cargo.

COZINHEIRO - ESPECÍFICO SEXO MASCULINO /COZINHEIRO - ESPECÍFICO SEXO FEMININO

Realizará prova de Aptidão Física

1. Recebimento e conferência de gêneros alimentícios e outros materiais; 2. Controle de materiais e utensílios usados na cozinha; 3. Higiene e limpeza da cozinha; higiene e limpeza dos utensílios; higiene e saúde corporal; 4. Reconhecimento de gêneros alimentícios impróprios do consumo humano; 5. Limpeza de pisos, móveis e objetos diversos; 6. Conhecimentos inerentes ao funcionamento de copa/cozinha; 7. Regras de atendimento padrão de servir formalmente uma refeição; 8. Técnicas de confecção de bolos, doces, sucos, café, chás e comidas em geral; 9. Técnicas de armazenamento de alimentos naturais e congelados; 10. Conhecimento sobre diversos tipos de equipamentos de cozinha; 11. Noções básicas de culinária; 12. Regras de hierarquias no serviço público municipal.

APOIO ADMINISTRATIVO EDUCACIONAL - NUTRIÇÃO

Realizará prova de Aptidão Física

1. A importância de uma alimentação saudável: Noções básicas de uma alimentação saudável. 2. Noções básicas sobre higiene e limpeza: Higiene e limpeza da cozinha, do refeitório e áreas afins; Higiene e limpeza dos utensílios e dos equipamentos; Higiene dos alimentos; Higiene na manipulação dos alimentos. Manuseio e segurança no uso dos utensílios e equipamentos; 4. Etapas do processo de produção de efeições: Recebimento, guarda e segurança dos alimentos; Noções básicas de culinária; Distribuição das refeições.

APOIO ADMINISTRATIVO EDUCACIONAL - LIMPEZA

Realizará prova de Aptidão Física

Noções de higiene, saúde corporal e cuidado pessoal no ambiente de trabalho. Segurança no ambiente de trabalho: Segurança individual e coletiva no ambiente de trabalho; Utilização de equipamentos de proteção individual. Noções básicas de prevenção de acidentes no trabalho. Hierarquia no trabalho. Modo de tratamento diante superiores.

APOIO ADMINISTRATIVO EDUCACIONAL - MOTORISTA TRANSPORTE ESCOLAR

Realizará prova prática

Legislação de trânsito: regras gerais de circulação; regra de ultrapassagem; regra de mudança de direção; regra de preferência; velocidade permitida; classificação das vias; deveres e proibições; 3. Infrações básicas para a apreensão de documentos de habilitação de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro; infrações básicas para a cassação de documentos de habilitação; 4. Principais crimes e contravenções de trânsito; 5. Conhecimento de sinais sonoros e gestos de agente autoridade de trânsito; 6.Tipos de sinalização; placas de regulamentação; advertência e indicação; sinais luminosos; 7. Conhecimento de defeitos simples do motor; 8. Procedimentos corretos para economizar combustível; 9. Cuidados necessários para conservar o veículo em boas condições mecânicas; 10. Conhecimento básico sobre sistema de freios; defeitos simples do sistema elétrico; 11. Porte de documentos obrigatórios do veículo e do condutor; 12. Conhecimento de regras de hierarquias no serviço público municipal; atitudes no serviço; regras básicas de comportamento profissional para o trato diário com o público interno e externo e colegas de trabalho; 13. Segurança do trabalho e prevenção de acidentes e incêndio.

PROVA PRÁTICA - Serão testados os conhecimentos práticos e operacionais do candidato, como realização de manobras e procedimentos práticos de funcionamento. ESTE CARGO TEM COMO PRÉ-REQUISITO O PORTE DE CNH COM CATEGORIA "D", DEVENDO O CANDIDATO APRESENTAR A RESPECTIVA HABILITAÇÃO QUANDO DA REALIZAÇÃO DA PROVA PRÁTICA, SOB PENA DE NÃO PODER REALIZAR A PROVA PRÁTICA.

ELETRICISTA DE VEÍCULOS E MÁQUINAS

Realizará prova prática

Noções básicas de eletricidade: grandezas elétricas, lei de ohm, corrente contínua e alternada, circuitos em série e paralelo, potência elétrica. Noções básicas de condutores, isolantes e semicondutores. Utilização de instrumentos de medição elétrica: amperímetro e voltímetro. Noções básicas de bateria, alternador e motor de partida. Noções básicas do sistema de ignição. Noções básicas de circuitos elétricos de iluminação, lavador, limpador de vidro e desembaçador. Noções básicas de magnetismo e eletromagnetismo. Instalação, reparação de sistemas elétricos em automóveis, motocicletas, caminhões, embarcações, máquinas agrícolas, rodoviárias e portuárias. Bitolas de fios e respectivas capacidades. Acidentes de Trabalho. EPI.

PROVA PRÁTICA: Constará de identificação e reconhecimento de materiais, ferramentas e acessórios utilizados na atividade do Eletricista, na execução de atividades práticas referentes ao cotidiano do Eletricista, de acordo com as determinações do examinador.

OPERADOR DE MÁQUINA PESADA

Realizará prova prática

1. Conhecimentos de operacionalização de máquinas pesadas de rodas ou esteiras, de lâminas, de escarificador e caçamba móvel; 2. Escavação, remoção e carga de terra, pedra, areia e cascalho; 3. Nivelamento de terrenos, estradas e pistas de aeroportos; 4. Manutenção de máquinas; abastecimento; lubrificação e emprego de graxas; 5. Registros necessários sobre maquinários pesados; 6. Registro de horas de máquinas; quilometragem de veículos; número de viagens; distâncias de aplicação de materiais de empréstimo, jazido ou bota-fora; 7. Classificação quanto ao tipo de carga (ruim, média ou boa); 8. Orientação e instrução de manobras de máquina e veículos; 9. Defeitos simples do motor; 10. Procedimentos corretos para economizar combustível; 11. Cuidados necessários para conservar a máquina em boas condições mecânicas; sistema de freios; defeitos simples do sistema elétrico; 12. Noções gerais de regras de circulação; regra de ultrapassagem; regra de mudança de direção; regra de preferência; velocidades permitidas; classificação das vias; deveres e proibições do condutor; 13. Noção das infrações básicas para a apreensão de documento de habilitação de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro e infrações básicas para a cassação do documento de habilitação; 14. Principais crimes e contravenções no volante; 15. Conhecimento de sinais sonoros e gestos de agente autoridade de trânsito; 16. Tipos de sinalização; placas de regulamentação; advertência e indicação; sinais luminosos; 17. Noções básicas de mecânica de veículo automotor e maquinários; 18. Uso e cuidados com ferramentas, máquinas e equipamentos; 19. Segurança no trabalho e prevenção de acidentes e incêndios.

PROVA PRÁTICA - Serão testados os conhecimentos práticos e operacionais do candidato, como realização de manobras e procedimentos práticos de funcionamento, sendo o equipamento a ser utilizado, a máquina do respectivo cargo. ESTE CARGO TEM COMO PRÉ-REQUISITO O PORTE DE CARTEIRA NACIONAL DE HABILITAÇÃO CATEGORIA "C", DEVENDO O CANDIDATO APRESENTAR A RESPECTIVA HABILITAÇÃO COM A CATEGORIA MÍNIMA EXIGIDA OU CATEGORIA SUPERIOR QUANDO HOUVER A REALIZAÇÃO DA PROVA PRÁTICA, SOB PENA DE NÃO PODER REALIZAR A PROVA PRÁTICA.

MOTORISTA DE ÔNIBUS

Realizará prova prática

1. Regras de relações humanas adequadas ao trabalho; 2. Legislação de trânsito: regras gerais de circulação; regra de ultrapassagem; regra de mudança de direção; regra de preferência; velocidade permitida; classificação das vias; deveres e proibições; 3. Infrações básicas para a apreensão de documentos de habilitação de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro; infrações básicas para a cassação de documentos de habilitação; 4. Principais crimes e contravenções de trânsito; 5. Conhecimento de sinais sonoros e gestos de agente autoridade de trânsito; 6. Tipos de sinalização; placas de regulamentação; advertência e indicação; sinais luminosos; 7. Conhecimento de defeitos simples do motor; 8. Procedimentos corretos para economizar combustível; 9. Cuidados necessários para conservar o veículo em boas condições mecânicas; 10. Conhecimento básico sobre sistema de freios; defeitos simples do sistema elétrico; 11. Porte de documentos obrigatórios do veículo e do condutor; 12. Conhecimento de regras de hierarquias no serviço público municipal; atitudes no serviço; regras básicas de comportamento profissional para o trato diário com o público interno e externo e colegas de trabalho; 13. Segurança do trabalho e prevenção de acidentes e incêndio.

PROVA PRÁTICA - Serão testados os conhecimentos práticos e operacionais do candidato, como realização de manobras e procedimentos práticos de funcionamento. ESTE CARGO TEM COMO PRÉ-REQUISITO O PORTE DE CNH COM CATEGORIA "D", DEVENDO O CANDIDATO APRESENTAR A RESPECTIVA HABILITAÇÃO QUANDO DA REALIZAÇÃO DA PROVA PRÁTICA, SOB PENA DE NÃO PODER REALIZAR A PROVA PRÁTICA.

MOTORISTA DE CAMINHÃO (CNH Categoria D)

Realizará prova prática

1. Regras de relações humanas adequadas ao trabalho; 2. Legislação de trânsito: regras gerais de circulação; regra de ultrapassagem; regra de mudança de direção; regra de preferência; velocidade permitida; classificação das vias; deveres e proibições; 3. Infrações básicas para a apreensão de documentos de habilitação de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro; infrações básicas para a cassação de documentos de habilitação; 4. Principais crimes e contravenções de trânsito; 5. Conhecimento de sinais sonoros e gestos de agente autoridade de trânsito; 6. Tipos de sinalização; placas de regulamentação; advertência e indicação; sinais luminosos; 7. Conhecimento de defeitos simples do motor; 8. Procedimentos corretos para economizar combustível; 9. Cuidados necessários para conservar o veículo em boas condições mecânicas; 10. Conhecimento básico sobre sistema de freios; defeitos simples do sistema elétrico; 11. Porte de documentos obrigatórios do veículo e do condutor; 12. Conhecimento de regras de hierarquias no serviço público municipal; atitudes no serviço; regras básicas de comportamento profissional para o trato diário com o público interno e externo e colegas de trabalho; 13. Segurança do trabalho e prevenção de acidentes e incêndio.

PROVA PRÁTICA - Serão testados os conhecimentos práticos e operacionais do candidato, como realização de manobras e procedimentos práticos de funcionamento. ESTE CARGO TEM COMO PRÉ-REQUISITO O PORTE DE CNH COM CATEGORIA "D", DEVENDO O CANDIDATO APRESENTAR A RESPECTIVA HABILITAÇÃO QUANDO DA REALIZAÇÃO DA PROVA PRÁTICA, SOB PENA DE NÃO PODER REALIZAR A PROVA PRÁTICA.

MOTORISTA DE CAMINHÃO (CNH Categoria E)

Realizará prova prática

1. Regras de relações humanas adequadas ao trabalho; 2. Legislação de trânsito: regras gerais de circulação; regra de ultrapassagem; regra de mudança de direção; regra de preferência; velocidade permitida; classificação das vias; deveres e proibições; 3. Infrações básicas para a apreensão de documentos de habilitação de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro; infrações básicas para a cassação de documentos de habilitação; 4. Principais crimes e contravenções de trânsito; 5. Conhecimento de sinais sonoros e gestos de agente autoridade de trânsito; 6. Tipos de sinalização; placas de regulamentação; advertência e indicação; sinais luminosos; 7. Conhecimento de defeitos simples do motor; 8. Procedimentos corretos para economizar combustível; 9. Cuidados necessários para conservar o veículo em boas condições mecânicas; 10. Conhecimento básico sobre sistema de freios; defeitos simples do sistema elétrico; 11. Porte de documentos obrigatórios do veículo e do condutor; 12. Conhecimento de regras de hierarquias no serviço público municipal; atitudes no serviço; regras básicas de comportamento profissional para o trato diário com o público interno e externo e colegas de trabalho; 13. Segurança do trabalho e prevenção de acidentes e incêndio.

PROVA PRÁTICA - Serão testados os conhecimentos práticos e operacionais do candidato, como realização de manobras e procedimentos práticos de funcionamento. ESTE CARGO TEM COMO PRÉ-REQUISITO O PORTE DE CNH COM CATEGORIA "E", DEVENDO O CANDIDATO APRESENTAR A RESPECTIVA HABILITAÇÃO QUANDO DA REALIZAÇÃO DA PROVA PRÁTICA, SOB PENA DE NÃO PODER REALIZAR A PROVA PRÁTICA.

MOTORISTA - CARRO LEVE

Realizará prova prática

1. Regras de relações humanas adequadas ao trabalho; 2. Legislação de trânsito: regras gerais de circulação; regra de ultrapassagem; regra de mudança de direção; regra de preferência; velocidade permitida; classificação das vias; deveres e proibições; 3. Infrações básicas para a apreensão de documentos de habilitação de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro; infrações básicas para a cassação de documentos de habilitação; 4. Principais crimes e contravenções de trânsito; 5. Conhecimento de sinais sonoros e gestos de agente autoridade de trânsito; 6. Tipos de sinalização; placas de regulamentação; advertência e indicação; sinais luminosos; 7. Conhecimento de defeitos simples do motor; 8. Procedimentos corretos para economizar combustível; 9. Cuidados necessários para conservar o veículo em boas condições mecânicas; 10. Conhecimento básico sobre sistema de freios; defeitos simples do sistema elétrico; 11. Porte de documentos obrigatórios do veículo e do condutor; 12. Conhecimento de regras de hierarquias no serviço público municipal; atitudes no serviço; regras básicas de comportamento profissional para o trato diário com o público interno e externo e colegas de trabalho; 13. Segurança do trabalho e prevenção de acidentes e incêndio.

PROVA PRÁTICA - Serão testados os conhecimentos práticos e operacionais do candidato, como realização de manobras e procedimentos práticos de funcionamento. ESTE CARGO TEM COMO PRÉ-REQUISITO O PORTE DE CNH COM CATEGORIA "AC", DEVENDO O CANDIDATO APRESENTAR A RESPECTIVA HABILITAÇÃO QUANDO DA REALIZAÇÃO DA PROVA PRÁTICA, SOB PENA DE NÃO PODER REALIZAR A PROVA PRÁTICA.

MECÂNICO VEICULAR

Realizará prova prática

1. Uso e cuidados com ferramentas, máquinas e equipamentos; 2. Conhecimentos geral e específico das técnicas de lubrificação de veículos automotores; manutenção de máquinas, abastecimento, lubrificação e emprego de graxas; 3. Sistema de freios: conserto, troca e recuperação; 4. Sistema de suspensão: conserto, troca e recuperação; 5. Sistema elétrico: conserto, troca e recuperação; 6. Sistema de injeção eletrônica; 7. Sistema de ventilação, ar condicionado e portas elétricas; sistema de arrefecimento: conserto, troca e recuperação; 8. Identificação de peças e suas finalidades; 9. Atualização de tecnologia inerente à profissão de mecânico; 10. Procedimentos para atender socorros, utilização de guinchos; 11. Noções de segurança no trabalho e prevenção de acidentes.

PROVA PRÁTICA - 1. Localizar falhas de partidas; 2. Localizar falhas de iluminação; 3. Localizar falhas de indicadores de temperatura do motor e nível de combustíveis; 4. Identificar peças e ferramentas.

MECÂNICO DE MÁQUINA PESADA

Realizará prova prática

1. Uso e cuidados com ferramentas, máquinas e equipamentos; 2. Conhecimentos geral e específico das técnicas de lubrificação de veículos automotores; manutenção de máquinas, abastecimento, lubrificação e emprego de graxas; 3. Sistema de freios: conserto, troca e recuperação; 4. Sistema de suspensão: conserto, troca e recuperação; 5. Sistema elétrico: conserto, troca e recuperação; 6. Sistema de injeção eletrônica; 7. Sistema de ventilação, ar condicionado e portas elétricas; sistema de arrefecimento: conserto, troca e recuperação; 8. Identificação de peças e suas finalidades; 9. Atualização de tecnologia inerente à profissão de mecânico; 10. Procedimentos para atender socorros, utilização de guinchos; 11. Noções de segurança no trabalho e prevenção de acidentes.

PROVA PRÁTICA - 1. Localizar falhas de partidas; 2. Localizar falhas de iluminação; 3. Localizar falhas de indicadores de temperatura do motor e nível de combustíveis; 4. Identificar peças e ferramentas.

LUBRIFICADOR

Realizará prova prática

1. Fundamentos: atrito; tipos e causas; substâncias lubrificantes; princípios de lubrificação. Características dos lubrificantes e aditivos: viscosidade; índice de viscosidade. Aplicação dos lubrificantes. Graxas: características; aplicações. Métodos de lubrificação. Armazenagem e manuseio dos lubrificantes. Organização e controle da lubrificação: controle de estoque; codificação e identificação. Lubrificação de distribuidores, dínamos, alternadores, bombas d'águas, motores, caixas de direção, freios e outros. Segurança no trabalho: noções de segurança individual, coletiva e de instalações. Uso de EPI.

PROVA PRÁTICA - 1. Substâncias e lubrificantes; 2. Aplicação dos lubrificantes e Graxas; 3. Métodos de lubrificação, Armazenagem e manuseio dos lubrificantes; 4. Lubrificação de distribuidores, dínamos, alternadores, bombas d'águas, motores, caixas de direção, freios e outros.

OPERADOR DE MÁQUINA AGRÍCOLA CAT "C"

Realizará prova prática

1. Conhecimentos de operacionalização de máquinas pesadas de rodas ou esteiras, de lâminas, de escarificador e caçamba móvel; 2. Escavação, remoção e carga de terra, pedra, areia e cascalho; 3. Nivelamento de terrenos, estradas e pistas de aeroportos; 4. Manutenção de máquinas; abastecimento; lubrificação e emprego de graxas; 5. Registros necessários sobre maquinários pesados; 6. Registro de horas de máquinas; quilometragem de veículos; número de viagens; distâncias de aplicação de materiais de empréstimo, jazido ou bota-fora; 7. Classificação quanto ao tipo de carga (ruim, média ou boa); 8. Orientação e instrução de manobras de máquina e veículos; 9. Defeitos simples do motor; 10. Procedimentos corretos para economizar combustível; 11. Cuidados necessários para conservar a máquina em boas condições mecânicas; sistema de freios; defeitos simples do sistema elétrico; 12. Noções gerais de regras de circulação; regra de ultrapassagem; regra de mudança de direção; regra de preferência; velocidades permitidas; classificação das vias; deveres e proibições do condutor; 13. Noção das infrações básicas para a apreensão de documento de habilitação de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro e infrações básicas para a cassação do documento de habilitação; 14. Principais crimes e contravenções no volante; 15. Conhecimento de sinais sonoros e gestos de agente autoridade de trânsito; 16. Tipos de sinalização; placas de regulamentação; advertência e indicação; sinais luminosos; 17. Noções básicas de mecânica de veículo automotor e maquinários; 18. Uso e cuidados com ferramentas, máquinas e equipamentos; 19. Segurança no trabalho e prevenção de acidentes e incêndios.

PROVA PRÁTICA - Onde serão testados os conhecimentos práticos e operacionais do candidato, como realização de manobras e procedimentos práticos de funcionamento, sendo o equipamento a ser utilizado, a máquina do respectivo cargo. ESTES CARGOS TEM COMO PRÉ-REQUISITO O PORTE DE CARTEIRA NACIONAL DE HABILITAÇÃO CATEGORIA "C", DEVENDO O CANDIDATO APRESENTAR A RESPECTIVA HABILITAÇÃO COM A CATEGORIA MÍNIMA EXIGIDA OU CATEGORIA SUPERIOR QUANDO HOUVER A REALIZAÇÃO DA PROVA PRÁTICA, SOB PENA DE NÃO PODER REALIZAR A PROVA PRÁTICA.

ELETRICISTA

Realizará prova prática

Noções básicas de eletricidade: grandezas elétricas, lei de ohm, corrente contínua e alternada, circuitos em série e paralelo, potência elétrica. Noções básicas de condutores, isolantes e semicondutores. Utilização de instrumentos de medição elétrica: amperímetro e voltímetro. Noções básicas de bateria, gerador, alternador e motor de partida. Noções básicas de circuitos elétricos. Noções básicas de magnetismo e eletromagnetismo. Instalação, reparação de sistemas elétricos. Bitolas de fios e respectivas capacidades. Noções de Higiene e Segurança no de Trabalho. EPI.

Prova Prática: Serão testados os conhecimentos práticos e operacionais do candidato, quanto aos trabalhos rotineiros de eletricista, como manutenção e instalação de iluminação, serviços de instalação e manutenção em redes elétricas e telefônicas; identificação de ferramentas, instrumentos, materiais e equipamentos utilizados em instalações elétricas; instalação de circuito elétrico utilizando fio ou cabo, lâmpada, tomada, interruptor, disjuntor, dentre outros. conservação do ambiente de trabalho e equipamentos elétricos; equipamento de proteção individual; noções de segurança e higiene dos trabalhos inerentes ao cargo.

ANEXO III - MODELOS DE DOCUMENTOS
PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTA FLORESTA

FORMULÁRIO DE REQUERIMENTO DE ISENÇÃO DE INSCRIÇÃO

Eu, ___________________________________________________________________________________, portador(a) da Cédula de Identidade RG nº _____________________ e do CPF nº ____________________, venho requerer isenção da inscrição no Concurso Público nº 001/2012 no valor de R$ __________ (_________________________________________), para o cargo de ________________________________, de acordo com o item 2.8 do Edital 001/2012.

Nestes termos.
Peço deferimento.

_____________, _____ de __________________ de 2012.

________________________________________
Assinatura do(a) requerente

(Para uso exclusivo da Comissão do Concurso Público)
Indeferido ( ) Deferido ( )

Alta Floresta - MT, _____ /_____ /2012.

Assinatura dos membros da Comissão Fiscalizadora:

OBS: Anexar documento comprobatório da condição de doador regular de sangue, ou seja, declaração de regularidade expedida por Banco de Sangue Público ou Privado, constando no mínimo três doações no período de doze meses anteriores à publicação deste Edital.

 

FORMULÁRIO DE PROCURAÇÃO

Eu (nome completo) _____________________________________________, (nacionalidade)______________, (estado civil) ________________, (profissão) _______________________, nascido(a) em _________________, portador(a) da Cédula de Identidade RG nº ____________________ e do CPF nº ____________________, residente na Rua/Av.___________________________________________, nº _____, Bairro __________________________, Cidade de ________________________________ Estado _________, CEP _______________, Telefone nº ____________________, NOMEIO E CONSTITUO MEU BASTANTE PROCURADOR(A) o(a) senhor(a) (nome completo) _______________________________________________, (nacionalidade) ______________, (estado civil) _________________, (profissão)_______________________, nascido(a) em ________________, portador(a) da Cédula de Identidade RG nº ____________________ e do CPF nº ____________________, residente na Rua/Av.___________________________________________, nº _______, Bairro __________________________, Cidade de ________________________________ Estado _________, CEP _______________, Telefone nº ____________________, para o fim específico de assinar o requerimento de inscrição do Concurso Público da Prefeitura Municipal de Alta Floresta - MT.

____________, ______ de __________________ de 2012.

________________________________________
Assinatura do(a) declarante

 

DECLARAÇÃO DE PNE

Eu (nome completo) _____________________________________________, (nacionalidade)______________, (estado civil) ________________, (profissão) _______________________, nascido(a) em _________________, portador(a) da Cédula de Identidade RG nº ____________________ e do CPF nº ____________________, residente na Rua/Av.___________________________________________, nº _____, Bairro __________________________, Cidade de ________________________________ Estado _________, CEP _______________, Telefone nº ____________________, DECLARO QUE SOU PORTADOR DE NECESSIDADES ESPECIAIS.

Que a incapacidade que sou portador é em grau ____________________, CID: ____________________, conforme consta do atestado médico em anexo..

Necessito de condições especiais para realização da prova: ( ) SIM ( ) NÃO

Quais condições _______________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________

_______________, ____ de ________________ de 2012.

_______________________________________
Assinatura do(a) requerente

 

FORMULÁRIO DE ATESTADO MÉDICO PARA PROVA DE APTIDÃO FÍSICA

Atesto para os devidos fins que o(a) Sr(a): _______________________________________________________, portador(a) da Cédula de Identidade RG nº ____________________ e do CPF nº ____________________, residente na Rua/Av. __________________________________________, nº _____, Bairro _________________________, Cidade de ________________________________, Estado _________, encontra-se em PERFEITAS CONDIÇÕES FÍSICAS E MENTAIS, podendo realizar a Prova de Aptidão Física do Concurso Público Municipal nº 001/2012, para o cargo de ___________________________ da Prefeitura Municipal de Alta Floresta - MT, conforme exigência do item 4.1.2.1 do Edital nº 001/2012.

________________, _____ de _________________ de 2012.

__________________________________________
Assinatura do Médico

OBS: O atestado deve conter de forma legível o nome e número do CRM do médico

 

DECLARAÇÃO DE HIPOSSUFICIÊNCIA

Eu (nome completo) ________________________________________________, (nacionalidade) _____________, (estado civil) ________________, (profissão) ________________________, nascido(a) em ___________________, portador(a) da Cédula de Identidade RG nº ____________________ e do CPF nº ___________________________, residentena Rua/Av.________________________________________________________________, nº _________, Bairro __________________________, Cidade de ____________________________________ Estado _________, CEP _____________________, Telefone nº ______________________, Celular: ___________________________

DECLARO PARA OS DEVIDOS FINS, E, SOB AS PENAS DA LEI, QUE ATUALMENTE :

( ) ESTOU DESEMPREGADO

( ) ESTOU TRABALHANDO E POSSUO REMUNERAÇÃO INFERIOR A 1,5 SALÁRIOS MÍNIMOS.

_______________, _____ de _______________ de 2012.

_______________________________________
Assinatura do(a) declarante

 

FORMULÁRIO PARA RECURSO

NOME DO(A) CANDIDATO(A): _________________________________________________________

RG Nº ___________________________________ CPF Nº ____________________________________ CARGO: _____________________________________ Nº DA INSCRIÇÃO: _____________________

MARQUE COM X A PROVA OBJETO DO RECURSO:
GABARITO OFICIAL ( ) RESULTADO OFICIAL ( )

ESCREVA OS DADOS DA QUESTÃO OBJETO DO RECURSO:
QUESTÃO Nº: _______________________________________________________________________

ARGUMENTAÇÃO DO CANDIDATO: ___________________________________________________
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________

_______________, _____ de _____________ de 2012.

_____________________________________
Assinatura do(a) requerente

OBS: No caso de recursos referentes ao gabarito oficial, o recurso deverá ser individual, por questão, com a indicação daquilo em que o candidato se julgar prejudicado, e devidamente fundamentado, comprovando as alegações com citações de artigos, de legislação, itens, páginas e livros, nomes dos autores, etc. juntando, sempre que possível cópia dos comprovantes, e ainda a exposição de motivos e argumentos com fundamentações circunstanciadas, conforme supra referenciado, e ainda, o requerimento deverá ser digitado ou datilografado, caso contrário, não será aceito.

 

FORMULÁRIO PARA APRESENTAÇÃO DE TÍTULO

NOME DO(A) CANDIDATO(A): _________________________________________________________
RG Nº ___________________________________ CPF Nº ____________________________________
CARGO: _____________________________________ Nº DA INSCRIÇÃO: _____________________

Venho por meio do presente, em atendimento ao Edital de Concurso Público n.º 001/2012, apresentar os documentos comprobatórios dos títulos, requerendo que após analisado seja atribuído aos mesmos os pontos correspondentes.

TÍTULO:
( ) PÓS GRADUAÇÃO
( ) MESTRADO
( ) DOUTORADO

DESCRIÇÃO: _______________________________________________________
ENTIDADE: _________________________________________________________
REGISTRO: _________________________________________________________

Nestes termos.
Peço deferimento.
__________________, _____ de _______________ de 2012.

__________________________________________
Assinatura do(a) requerente

(Para uso exclusivo da Comissão do Concurso Público)
Deferimento: ( ) Sim ( ) Não Pontuação Atribuída: ____________________________
Motivo: ______________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________

Alta Floresta - MT, ____/____/2012.

Assinatura dos membros da Comissão Fiscalizadora:

ANEXO IV - REGRAS PARA A PROVA DE APTIDÃO FÍSICA

1. Das Disposições Iniciais

1.1. Os candidatos convocados nos termos do respectivo edital deverão submeter-se à prova de capacidade física, considerando a capacidade mínima necessária para suportar, física e organicamente, as atividades inerentes ao seu cargo (Masculino e Feminino).

1.2. O Candidato deverá apresentar atestado médico específico, que o habilite para a realização das avaliações previstas neste edital.

1.3. O atestado médico deverá ser entregue no momento da identificação do candidato para o início da prova. Não será aceita a entrega de atestado médico em outro momento.

1.4. O candidato que deixar de apresentar o atestado médico será impedido de realizar os testes, sendo, consequentemente, eliminado do concurso.

1.5. As providências para obtenção do atestado médico são de inteira responsabilidade do candidato.

1.6. Quaisquer casos de alterações orgânicas permanentes ou temporárias, tais como estados menstruais, indisposições, cãibras, contusões, gravidez ou outros que impossibilitem o candidato de submeter-se aos testes ou diminuam ou limitem sua capacidade física e/ou orgânica não serão aceitos para fins de tratamento diferenciado por parte da Administração.

2. Da composição das modalidades:

2.1. A prova de aptidão física constará de 02 (duas) modalidades a seguir:

a) Teste 1 - Teste de Habilidades Motoras;

b) Teste 2 - Corrida / Caminhada.

2.2. A nota máxima da Prova de Aptidão Física será 10,00 (dez).

2.3. Os candidatos serão avaliados de acordo com as tabelas abaixo.

2.4. A classificação será em ordem decrescente, mediante a média obtida nas avaliações dos testes.

2.5. O candidato que não alcançar a media 5,00 (cinco) estará eliminado do concurso.

2.6. Será considerado eliminado na prova de capacidade física e, consequentemente, eliminado do concurso público o candidato que:

2.6.1. deixar de realizar algum dos testes de capacidade física;

2.6.2. não alcançar a média aritmética simples de 5,00 (cinco) pontos no conjunto dos testes;

2.6.3. não apresentar atestado médico específico que o habilite para os testes de capacidade física;

2.6.4. não comparecer para a realização da prova de capacidade física.

3. Dos Testes Físicos

3.1. Não será permitido ao candidato:

3.1.1. receber qualquer tipo de ajuda física;

3.1.2. usar qualquer material ou equipamento que o beneficie na prova;

3.1.3 praticar qualquer ato de deslealdade com candidato concorrente;

4. Teste 1: Circuito de Habilidades Motoras.

4.1. A metodologia para a preparação e execução do Teste 1 - Circuito de Habilidades Motoras obedecerá aos seguintes aspectos:

4.1.1 O Circuito de Habilidades motoras consiste em executar no menor tempo possível uma seqüência de 5 (cinco) testes práticos, determinados de Estações, sem intervalo de tempo entre as mesmas, a seguir especificadas:

4.1.2. Estação 1 - Corrida Sinuosa - consiste em percorrer um trajeto sinuoso demarcado por seis cones distantes 2,00 (dois) metros entre si, dispostos alternadamente à frente e na lateral, estando o primeiro a 1,00 (um) metro da linha de partida.

4.1.2.1.O candidato deverá posicionar-se atrás da linha de partida e iniciar o teste, ultrapassando os obstáculos sinuosamente (zig-zag), até a sua linha final, passando para as outras estações sucessivamente.

4.1.3 Estação 2 - Arremesso - consiste em realizar 15 (quinze) repetições de arremesso de uma bola de Basquetebol (oficial - adulto) na parede, a uma distância de 2,00 (dois) metros para os homens e 1,00 (um) metro para as mulheres; saindo em seguida para a próxima estação.

4.1.4. Estação 3 - Pular Corda - consiste em realizar 10 (dez) repetições de pular uma corda,individualmente. A corda deverá passar obrigatoriamente por sobre a cabeça e por debaixo dos pés do candidato.

4.1.5. Estação 4 - Equilíbrio - consiste em percorrer um trajeto de 5,00 (cinco) metros sobre uma trave de equilíbrio ou banco sueco de 10 (dez) centímetros de largura. O candidato deverá caminhar sobre a trave de equilíbrio ou banco sueco até a sua metade, quando atingir esse ponto deverá executar um giro de 90° e caminhar lateralmente até o término do percurso, ultrapassando a linha demarcatória final (no solo), localizada a 1,00 (um) metro de distância a frente da trave ou banco sueco.

4.1.6. Estação 5 - Deslocamento em 3 Sentidos - consiste em realizar 3 (três) repetições de um percurso de 15,00 (quinze) metros, dividido em 3 (três) trechos de 5,00 (cinco) metros, dispostos em forma triangular. O candidato deverá realizar o percurso em três formas diferentes de deslocamentos; no primeiro trecho de frente; no segundo de costas e no terceiro de lado, respectivamente.

4.1.7. Não será permitido ao candidato cometer as seguintes infrações durante a realização do Circuito de Habilidades Motoras:

4.1.7.1. Derrubar os cones durante a realização dos testes - Estações 1 e 5;

4.1.7.2. Deixar a bola cair ao solo, ultrapassar a distância para realizar o teste - Estação 2;

4.1.7.3. Pisar na corda ao executar o teste - Estação 3;

4.1.7.4. Tocar o solo, utilizar as mãos como apoio e ou tocar (queimar) a linha final - Estação 4.

4.1.8. O candidato que cometer infrações durante a realização do Circuito de Habilidades Motoras, deverá repetir o teste no início da estação onde ocorreu a infração, sem interrupção da contagem do tempo.

4.1.9. Não será concedido uma segunda tentativa ao candidato que não obtiver o desempenho mínimo em quaisquer das etapas.

4.1.10. A pontuação do Circuito de Habilidades Motoras masculino e feminino, será atribuída conforme a tabela I e II a seguir:

Tabela I Circuito de Habilidades Motoras para Homens
Tempo em segundos

Idade

Nota

FAIXA ETÁRIA

Até 19anos

87 - 78

77 - 68

67 - 58

57 - 48

47 - 38

20 a 29anos

30 a 39anos

40 a 49anos

50 a 59anos

60 a 69anos

10,00

60

61

62

63

64

65

9,50

61

62

63

64

65

66

9,00

62

63

64

65

66

67

8,50

63

64

65

66

67

68

8,00

64

65

66

67

68

69

7,50

65

66

67

68

69

70

7,00

66

67

68

69

70

71

6,50

67

68

69

70

71

72

6,00

68

69

70

71

72

73

5,50

69

70

71

72

73

74

5,00

70

71

72

73

74

75

4,50

71

72

73

74

75

76

4,00

72

73

74

75

76

77

3,50

73

74

75

76

77

78

3,00

74

75

76

77

78

79

2,50

75

76

77

78

79

80

2,00

76

77

78

79

80

81

1,50

77

78

79

80

81

82

1,00

78

79

80

81

82

83

0,50

79

80

81

82

83

84

0,00

80

81

82

83

84

85

Tabela II Circuito de Habilidades Motoras para Mulheres
Tempo em segundos

Idade

Nota

FAIXA ETÁRIA

Até 19anos

87 - 78

77 - 68

67 - 58

57 - 48

47 - 38

20 a 29anos

30 a 39anos

40 a 49anos

50 a 59anos

60 a 69anos

10,00

61

62

63

64

65

66

9,50

62

63

64

65

66

67

9,00

63

64

65

66

67

68

8,50

64

65

66

67

68

69

8,00

65

66

67

68

69

70

7,50

66

67

68

69

70

71

7,00

67

68

69

70

71

72

6,50

68

69

70

71

72

73

6,00

69

70

71

72

73

74

5,50

70

71

72

73

74

75

5,00

71

72

73

74

75

76

4,50

72

73

74

75

76

77

4,00

73

74

75

76

77

78

3,50

74

75

76

77

78

79

3,00

75

76

77

78

79

80

2,50

76

77

78

79

80

81

2,00

77

78

79

80

81

82

1,50

78

79

80

81

82

83

1,00

79

80

81

82

83

84

0,50

80

81

82

83

84

85

0,00

81

82

83

84

85

86

5. Teste 2: Da Corrida/Caminhada

5.1. A metodologia para a preparação e execução do Teste 2 - Corrida/Caminhada obedecerá aos seguintes aspectos:

5.1.1. No Teste 2 - Corrida/Caminhada, o candidato deverá percorrer a maior distância possível no tempo de 12 (doze) minutos.

5.1.2. O candidato poderá deslocar-se durante os 12 (doze) minutos em qualquer ritmo, correndo ou caminhando, podendo, inclusive, parar e depois prosseguir, percorrendo a maior distância possível;

5.1.3. O início e o término do teste serão indicados ao comando da banca examinadora emitido por sinal sonoro;

5.1.4. Após o final do teste o candidato deverá permanecer parado ou se deslocar em sentido perpendicular à pista, sem abandoná-la, até ser liberado pela banca.

5.1.5. Não será permitido ao candidato:

5.1.5.1. uma vez iniciado o teste, abandonar a pista antes de ser liberado pela banca;

5.1.5.2. deslocar-se, no sentido progressivo ou regressivo da marcação da pista, depois de finalizados os 12 (doze) minutos, sem ter sido liberado pela banca;

5.1.5.3. dar ou receber qualquer tipo de ajuda física (como puxar, empurrar, carregar ou segurar na mão etc.).

5.1.6. O Teste 2 - Corrida/Caminhada de 12 (doze) minutos deverá ser aplicado em uma pista de atletismo de 400 (quatrocentos) metros, em condições adequadas e marcação escalonada a cada 10 (dez) metros.

5.1.7. É recomendado ao candidato comparecer para a realização dos testes trajando bermuda, camisa de malha, com manga ou sem manga, tênis e meias.

5.1.8. Não será concedida uma segunda tentativa ao candidato que não obtiver o desempenho mínimo.

5.1.9. A pontuação do Teste Corrida/Caminhada masculino e feminino será atribuída conforme as Tabelas III e IV a seguir:

Tabela III - Corrida/Caminhada de 12 (doze) minutos para homens
Distância percorrida em metros

Idade

Nota

FAIXA ETÁRIA

Até 19anos

87 - 78

77 - 68

67 - 58

57 - 48

47 - 38

20 a 29anos

30 a 39anos

40 a 49anos

50 a 59anos

60 a 69anos

10,00

2900

2800

2700

2600

2500

2400

9,50

2850

2750

2650

2550

2450

2350

9,00

2800

2700

2600

2500

2400

2300

8,50

2750

2650

2550

2450

2350

2250

8,00

2700

2600

2500

2400

2300

2200

7,50

2650

2550

2450

2350

2250

2150

7,00

2600

2500

2400

2300

2200

2100

6,50

2550

2450

2350

2250

2150

2050

6,00

2500

2400

2300

2200

2100

2000

5,50

2450

2350

2250

2150

2050

1950

5,00

2400

2300

2200

2100

2000

1900

4,50

2350

2250

2150

2050

1950

1850

4,00

2300

2200

2100

2000

1900

1800

3,50

2250

2150

2050

1950

1850

1750

3,00

2200

2100

2000

1900

1800

1700

2,50

2150

2050

1950

1850

1750

1650

2,00

2100

2000

1900

1800

1700

1600

1,50

2050

1950

1850

1750

1650

1550

1,00

2000

1900

1800

1700

1600

1500

0,50

1950

1850

1750

1650

1550

1450

0,00

1900

1800

1700

1600

1500

1400

Tabela IV - Corrida/Caminhada de 12 (doze) minutos para mulheres
Distância percorrida em metros

Idade

Nota

FAIXA ETÁRIA

Até 19anos

87 - 78

77 - 68

67 - 58

57 - 48

47 - 38

20 a 29anos

30 a 39anos

40 a 49anos

50 a 59anos

60 a 69anos

10,00

2700

2600

2500

2400

2300

2200

9,50

2650

2550

2450

2350

2250

2150

9,00

2600

2500

2400

2300

2200

2100

8,50

2550

2450

2350

2250

2150

2050

8,00

2500

2400

2300

2200

2100

2000

7,50

2450

2350

2250

2150

2050

1950

7,00

2400

2300

2200

2100

2000

1900

6,50

2350

2250

2150

2050

1950

1850

6,00

2300

2200

2100

2000

1900

1800

5,50

2250

2150

2050

1950

1850

1750

5,00220021002000190018001700
4,50215020501950185017501650
4,00210020001900180017001600
3,50205019501850175016501550
3,00200019001800170016001500
2,50195018501750165015501450
2,00190018001700160015001400
1,50185017501650155014501350
1,00180017001600150014001300
0,50175016501550145013501250
0,00170016001500140013001200

6. Das Disposições Gerais e Finais

6.1. Nenhum candidato poderá alegar o desconhecimento da presente instrução ou utilizar-se de artifícios de forma a prejudicar o concurso público.

6.2. A prova de capacidade física será aplicada por uma banca examinadora presidida por um professor com habilitação em Educação Física.

6.3. Os imprevistos ocorridos durante a prova de capacidade física serão decididos pelo presidente da banca examinadora.

6.4. Os testes de aptidão física terão caráter eliminatório e classificatório.

6.5. É considerado inapto o candidato que alcançar a media menor que 05 (cinco).

6.6. A escolha do traje e do calçado a serem utilizados nos testes, bem como o aquecimento necessário, será de exclusiva responsabilidade do candidato.

ANEXO V

PROVA PRÁTICA DE DIGITAÇÃO
A data, o horário e o local serão definidos em edital complementar específico a ser publicado.

1. O texto será disponibilizado ao candidato no ato da realização da prova, devendo ser digitado no mesmo formato e estética em que for apresentado.

2. Poderá ser utilizado qualquer editor de texto.

3. A média é de 600 caracteres.

4. A nota da prova prática de digitação com pontuação igual ou superior a nota 5 (cinco) será somada com a média obtida na primeira fase da classificação e dividida por 2 (dois), o que resultará na média final para a classificação.

5. Estará reprovado o candidato que, na prova prática de digitação, obtiver a pontuação inferior a 5 (cinco) pontos.

6. Para efeito de classificação ou desclassificação serão avaliados os fatores conforme critérios a seguir:

a) Número de caracteres;

b) Tempo de duração;

c) Número de erros.

FATOR CARACTERES DO TEXTO (A)

FATOR TEMPO (B) 5 minutos

FATOR ERRO (C)

NOTA FINAL (NF)

100%

90%

80%

70%

60%

50%

Nota: 10,00

Nota 9,00

Nota 8,00

Nota 7,00

Nota 6,00

Nota 5,00

Observação:

a) O candidato que terminar a digitação do texto com tempo igual ou inferior a 04 minutos, ganhará 01 ponto, que poderá ser utilizado para deduzir possíveis erros.

b) A nota máxima é 10,00. Em hipótese alguma o ponto extra será somado com a nota máxima obtida pelo candidato.

Serão descontados 0,05 pontos por cada erro cometido na digitação.

Não serão considerados erros de digitação, qualquer tipo de inserção de caracteres e/ou palavra que não faça parte do texto apresentado, o candidato perderá o direito do 01 ponto ganho por ter terminado antes dos 04 minutos.

A+B-C=NF

ANEXO VI

MATERIAIS E PROCEDIMENTOS PERMITIDOS/PROIBIDOS PARA CONSULTA NA PROVA DISSERTATIVA

1) MATERIAL/PROCEDIMENTOS PERMITIDOS

- Legislação não comentada, não anotada e não comparada.

- Códigos.

- Leis de Introdução dos Códigos.

- Instruções Normativas.

- Índice remissivo.

- Exposição de Motivos.

- Súmulas.

- Enunciados.

- Orientações Jurisprudenciais.

- Regimento Interno.

- Resoluções dos Tribunais.

- Simples utilização de marca texto, traço ou simples remissão a artigos ou a lei.

- Separação de códigos por cores, marcador de página, post-it com remissão apenas a artigo ou a lei, clipes ou similares.

2) MATERIAL/PROCEDIMENTOS PROIBIDOS

- Códigos comentados, anotados ou comparados.

- Jurisprudências.

- Anotações pessoais, manuscritas, impressas ou transcrições.

- Cópias reprográficas (xérox).

- Impressos da Internet.

- Informativos de Tribunais.

- Livros de Doutrina, revistas, apostilas e anotações.

- Dicionários ou qualquer outro material de consulta.

- Legislação comentada, anotada ou comparada.

- Súmulas comentadas, anotadas ou comparadas

- Enunciados comentados, anotados ou comparados

- Orientações Jurisprudenciais comentadas, anotadas ou comparadas

O candidato que, durante a aplicação das provas, estiver portando e/ou utilizando material proibido, ou se utilizar de qualquer expediente que vise burlar as regras deste edital, especialmente as concernentes aos materiais de consulta, terá suas provas anuladas e será automaticamente eliminado do certame.

148970

Política de Privacidade 2000-2014 PCI Concursos Telefone (11) 2122-4231