IFTO - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - TO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS

CAMPUS PORTO NACIONAL

EDITAL Nº 03/IFTO/CAMPUS PORTO NACIONAL, DE 30 DE JANEIRO DE 2014

Notícia:   IFTO retifica seletiva 03/2014 e mantém concurso 01/2014 inalterado

GABINETE DO DIRETOR

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DE PROFISSIONAIS/BOLSISTAS PARA ATUAREM NO PRONATEC/MULHERES MIL - CAMPUS PORTO NACIONAL - IFTO

O DIRETOR GERAL, PRÓ-TEMPORE, DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS -CAMPUS PORTO NACIONAL, nomeado pela Portaria nº 33/2011/REITORIA, de 25 de Janeiro de 2011, publicada no DOU de 26 de Janeiro de 2011, no uso de suas atribuições legais e regimentais, torna público que estão abertas as inscrições para o Processo Seletivo Simplificado de profissionais/bolsistas para atuarem, por tempo determinado, no desempenho dos encargos de Supervisor, Apoio Acadêmico e Administrativo e Professor no âmbito do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego - Pronatec e do Programa Mulheres Mil, a ser realizado no Campus Porto Nacional - IFTO, conforme Lei nº 12.513, de 26 de outubro de 2011, Resolução CD/FNDE nº 04, de 16 de março de 2012, Regulamento das Atividades do Pronatec no Âmbito do IFTO, de 20 de junho de 2013 e a Portaria nº 1.015 de 21 de julho de 2011 que institui

o Programa Mulheres Mil.

1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1.1. O Processo seletivo simplificado será regido por este Edital e executado pela Comissão Responsável pela Seleção de Profissionais Bolsistas do Pronatec no IFTO, instituída pela Portaria nº.01/2014/Porto Nacional /IFTO .

1.2. Poderão concorrer às vagas ofertadas no presente instrumento: servidores ativos em exercício de suas funções do Campus Porto Nacional do IFTO, servidores federais, estaduais e municipais e público em geral, portadores de diplomas de nível médio, cursos técnicos e superiores de acordo com as especificações contidas e exigidas neste edital.

1.3. Informações sobre encargos, quantidades, turnos e requisitos mínimos para concorrer às vagas estão demonstradas no Apêndice I deste Edital.

1.4. Para os encargos,cujas vagas estão sendo ofertadas nesse edital, a bolsa está limitada a um máximo de 20 (vinte) horas semanais, salvo a função de professor, que ficará limitada a 16 horas semanais;

1.5. As atribuições e a carga-horária dos bolsistas que são servidores não poderão conflitar com suas atividades e sua carga horária regular, nem comprometer a qualidade, o bom andamento e o atendimento do plano de metas da instituição de origem.

1.6. É vedado o acúmulo, por um mesmo profissional, de bolsas de diferentes atribuições , excetuando-se a de professor;

1.7. E vedado aos servidores do IFTO ocupantes de Cargo de Direção (CD) ou afastados parcial ou integralmente e os em licença de qualquer ordem, concorrer às vagas ofertadas no presente Edital.

1.8. Aplica-se no que couber a este processo seletivo a Lei nº 12.513/2011, bem como, a Resolução CD/FNDE nº 04 de 16 de março de 2012 e a Portaria nº 1.015 de 21 de julho de 2011 que institui o Programa. Mulheres Mil.

2. INSCRIÇÕES

2.1. As inscrições deverão ser realizadas entre os dias 31 de janeiro a 16 de fevereiro de 2014, mediante o envio de documentação autentica da para o endereço de e-mail: pronatec.portonacional@ifto.edu.br,como primeira etapa, conforme subitens 2.2 e 2.3.

2.2.O e-mail deverá ser identificado no assunto como: "[INSCRIÇÃO: EDITAL 03/2014] - (código da vaga) Nome do completo do candidato".

2.3. A documentação deverá ser encaminhada em um único arquivo no formato "pdf", com nomenclatura composta pelo código da vaga de interesse e nome completo do candidato (vide Apêndice I), p.ex.: "(999) Fulano de Tal.pdf".

2.4. Opcionalmente, os candidatos poderão realizar sua inscrição mediante encaminhamento de envelope lacrado, conforme subitem 2.5, ao Setor de Protocolo do IFTO/Campus Porto Nacional, situado à Avenida Tocantinia, A.I. - Loteamento Mãe Dedê, no período de 04a14de fevereiro de 2014 com atendimento em dias úteis das 08h ás 12he das 14h ás 18h.

2.5. O envelope deverá ser identificado na capa como: "[INSCRIÇÃO: EDITAL 03/2014] -(código da vaga) Nome do completo do candidato".

2.6. A documentação a ser encaminhada dever á estar organizada conforme relação abaixo e deverá conter:

a) Formulário de inscrição devidamente preenchido e assinado (Apêndice II);

b) Cópia autenticada de um Documento Oficial de Identificação com foto (RG, CNH ou Passaporte) e do CPF;

c) Declaração da Coordenação de Gestão de Pessoas - CGP, caso o candidato possua vínculo empregatício,com data posterior a 01 de janeiro de 2014: (I)atestando a condição do interessado enquanto empregado e em exercício de suas funções; (II) atestando o regime de trabalho atual do candidato (III) autorizando o candidato a atuar como bolsista/profissional no Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC) (Apêndice III); d)Mapa de Horários com apontamento de horário disponível para o exercício das atividades para o Pronatec/Mulheres Mil (Apêndice IV);

e) Caso o candidato possua vínculo empregatício deverá informar também o horário de dedicação às demais funções as quais o candidato desempenha em seu local de trabalho. No Mapa de horários deverá constar também o visto da chefia imediata autorizando o candidato a atuar como profissional/bolsista no Pronatec, conforme art. 14, inciso V, § 41/4 da Resolução CD/FNDE n1/404 de 16 de março de 2012 (Apêndice IV);

f) Declaração de não vínculo empregatício, (Apêndice VI), para candidatos que não possuem vínculos empregatícios com Instituições Públicas Federais, Estaduais, Municipais e Autarquias;

g) Currículo Lattes atualizado com data posterior a 01/01/2014;

h) Cópias autenticadas dos documentos constantes para a Análise de Títulos, as quais deverão estar e numeradas ou seqüenciadas conforme subitem 6.6;

i) Cópia autenticada em cartório de Visto Temporário ou de Visto Permanente - somente para candidatos estrangeiros;

2.7. O candidato poderá se inscrever para quantas vagas desejar. Porém, para cada uma das vagas de interesse deverá ser encaminhada documentação completa, seja via e-mail ou envelope.

2.8. Não serão aceitas inscrições provisórias, condicionais, com documentação irregular ou que não obedeçam aos requisitos deste Edital, portanto,serão sumariamente eliminadas.

2.9. As informações prestadas nos documentos pelos candidatos são de sua inteira responsabilidade e deverão estar de acordo com as normas e condições estabelecidas neste Edital.O não atendimento a qualquer dos requisitos solicitados neste termo pelo candidato ou a prestação de informações inverídicas resultará na sua eliminação do certame.

3. VAGAS E REQUISITOS BÁSICOS DE ACESSO

3.1. As vagas ofertadas nesse processo seletivo preveem inicialmente o atendimento aos seguintes cursos que serão ofertados no primeiro semestre de 2014:

EIXO TECNOLÓGICO

CURSO

CH

Previsão de realização dos Cursos e Turno

Local de Realização dos Cursos

Ambiente e Saúde

Reciclador

200h

Período: Março a Junho de 2014. Horário: 18h30min ás 22h30min

IFTO, Campus Porto Nacional

Informação e Comunicação

Operador de Computadores

200h

Período: Março a Junho de 2014. Horário:14hrs ás 18hrs

IFTO, Campus Porto Nacional

Informação e Comunicação

Programador Web

200h

Período: Março a Junho de 2014. Horário: 08hrs as 12hrs

IFTO, Campus Porto Nacional

Recursos Naturais

Operador de Beneficiamento de Pescado

240h

Período: Março a Junho de 2014. Horário: aos finais de semana.

IFTO, Campus Porto Nacional

Recursos Naturais

Agricultor Familiar com ênfase em Bovinocultura do Leite

200h

Período: Março a Junho de 2014. Horário :14hrs ás 18hrs e aos finais de semana.

Escola Municipal Faustino Dias dos Santos

Informações adicionais sobre os cursos e respectivos eixos tecnológicos podem ser obtidas através do endereço: http://pronatec.mec.gov.br/fic/

3.2. Serão selecionados candidatos para suprir as vagas ofertadas e para formar cadastro de reserva em ordem decrescente de pontuação para o segundo semestre de 2014.

3.3. Se houver crescimento de demanda, os candidatos relacionados na lista de reserva serão convidados a assumir o encargo conforme ordem de classificação.

3.4. Somente serão válidas as inscrições dos candidatos que atendam aos seguintes requisitos:

a) Dispor da carga horária mínima exigida para o encargo de interesse. A carga horária poderá ser distribuída de segunda a domingo, nos turnos matutino, vespertino ou noturno de acordo com as especificidades de cada encargo;

b) Ser servidor público ativo em exercício de suas funções do IFTO, Campus Porto Nacional, para vagas específicas do IFTO.

c) Entregar toda a documentação exigida no ato da inscrição;

d) Ter formação acadêmica e/ou experiência comprovada compatível com o encargo;

e) Ter idade maior ou igual a 18 (dezoito) anos;

f) Ter disponibilidade para atuar nos cursos no período e turnos de realização dos mesmos, conforme descrito no quadro do subitem 3.1 de especificações dos cursos.

4. ATRIBUIÇÕES

4.1. São atribuições dos bolsistas no âmbito da Bolsa-Formação do Pronatec:

4.1.1. Ao apoio às atividades acadêmicas e administrativas cabe:

a) Apoiar a gestão acadêmica e administrativa das turmas;

b) Acompanhar e subsidiar a atuação dos professores;

c) Auxiliar os professores no registro da frequência e do desempenho acadêmico dos Estudantes no SISTEC;

d) Participar dos encontros e reuniões de coordenação;

e) Realizar a matrícula dos estudantes, a emissão de certificados e a organização de pagamentos dos bolsistas, entre outras atividades administrativas e de secretaria, determinadas pelos coordenadores geral e adjunto;

f) Prestar apoio técnico em atividades laboratoriais ou de campo;

g) Prestar serviços de atendimento e apoio acadêmico às pessoas com deficiência;

h) Prestar apoio às atividades de secretaria, tais como: redigir e digitar documentos, atas de reuniões, preparar os ambientes para desenvolvimento das atividades acadêmicas, tais como ligar data show, ar condicionados, fornecer materiais didáticos aos professores;

i) Acompanhar os pagamentos junto aos alunos e esclarecer as dúvidas;

j) Conciliar a frequência assinada pelos professores com o horário planejado pela Coordenação;

k) Instruir processos administrativos e financeiros;

l) Auxiliar na instrução de processos administrativos de pessoal e pedagógico;

m) Auxiliar no processo de confecção de materiais didáticos.

n) Auxiliar na organização administrativa das visitas técnicas, mostras fotográficas e demais atividades acadêmicas dos cursos.

4.1.2. Ao supervisor cabe:

a) Coordenar a elaboração da proposta de implantação dos cursos em articulação com as áreas acadêmicas, e sugerir as ações de suporte tecnológico necessárias durante o processo de formação, prestando informações ao coordenador-adjunto;

b) Coordenar o planejamento de ensino;

c) Organizar as solicitações de pagamento aos professores e alunos e dar suporte ao setor financeiro no repasse de informações;

d) Assegurar a acessibilidade para a plena participação de pessoas com deficiência;

e) Construir o projeto de curso;

f) Realizar a modulação/divisão das disciplinas do curso que supervisiona junto aos professores;

g) Assessorar os professores do curso na elaboração das apostilas;

h) Lançar a frequência dos estudantes no Sistec;

i) Acompanhar as atividades e a frequência dos estudantes, atuando em conjunto com os demais profissionais para prevenir a evasão e aplicar estratégias que favoreçam a permanência;

j) Auxiliar o coordenador adjunto e os demandantes na divulgação da oferta de cursos;

k) Apresentar ao coordenador-adjunto, ao final do curso ofertado, o processo pedagógico do curso conforme o regulamento que rege as atividades do Pronatec no IFTO;

l) Ao final do curso, adequar e sugerir modificações na metodologia de ensino adotada, realizar análises e estudos sobre o desempenho do curso;

m) Supervisionar a constante atualização no SISTEC, dos registros de frequência e desempenho acadêmico dos beneficiários;

n) Fazer a articulação com a escola de ensino médio para que haja compatibilidade entre os projetos pedagógicos;

o) Participar dos encontros e reuniões de coordenação; e

p) Exercer, quando couber, as atribuições de apoio às atividades acadêmicas e administrativas e de orientador.

4.1.3. Ao professor cabe:

a) Planejar as aulas e atividades didáticas e ministrá-las aos beneficiários da Bolsa - Formação;

b) Elaborar apostila de sua disciplina;

c) Adequar a oferta dos cursos às necessidades específicas do público-alvo; d)Registrar no diário a frequência e o desempenho acadêmico dos estudantes e passar semanalmente aos supervisores de curso;

e) Adequar conteúdos, materiais didáticos, mídias e bibliografia às necessidades dos estudantes;

f) Propiciar espaço de acolhimento e debate com os estudantes;

g) Avaliar o desempenho dos estudantes;

h) Participar dos encontros e reuniões de coordenação promovidos pelos coordenadores geral e adjunto; e

i) Participar e colaborar com as atividades pedagógicas desenvolvidas pela coordenação, tais como cirandas culturais, feiras de exposição e demais atividades.

4.1.4. Ao Apoio Administrativo e Acadêmico para Monitor de Disciplina cabe:

a) Auxiliar o professor no ensino do conteúdo da disciplina;

b) Prestar atendimento aos estudantes com dificuldades durante e depois das aulas;

c) Prestar apoio técnico em atividades laboratoriais ou de campo;

d) Participar dos encontros e reuniões de coordenação.

5. REMUNERAÇÃO

5.1. A remuneração dos profissionais que atuarão na oferta de cursos referentes à Bolsa-Formação do Pronatec/Mulheres Mil obedecerá aos parâmetros contidos no Art. 15,da Resolução CD/FNDE nº 04, de 16 de março de 2012 , observada a carga horária de dedicação ao curso e demais disposições contidas neste Edital. Assim sendo:

a) Apoio às atividades acadêmicas e administrativas: R$ 18,00 (dezoito reais por hora);

b) Supervisor de Curso: R$ 36,00 (trinta e seis reais por hora);

c) Professor: R$ 50,00 (cinquenta reais por hora).

5.2. A concessão de bolsas deste programa se dará via FNDE através do IFTO,e não constituirá vínculo empregatício. As atividades prestadas pelos profissionais selecionados por este edital caracteriza-se como prestação de serviço, e por isso haverá dedução dos impostos cabíveis,com exceção às bolsas recebidas pelos servidores da rede pública de educação profissional, conforme consta nos termos do Artigo 9 da Lei 12.513, de 26 de outubro de 2011.

5.3 As despesas decorrentes de deslocamentos dos bolsistas (passagens e ajuda de custo) para participarem de atividades previstas nas suas atribuições serão de responsabilidade dos profissionais. O local de atuação de cada bolsista está vinculado aos cursos conforme mostra a tabela do item 3.1.

5.4 As atividades exercidas pelos profissionais no âmbito do Pronatec/Mulheres Mil não caracterizam vínculo empregatício e os valores recebidos são pagos por hora de trabalho e a título de bolsa não se incorporam, para qualquer efeito, ao vencimento, salário, remuneração ou proventos recebidos.

5.5 O bolsista, servidor do IFTO, que durante o período de vigência da bolsa, solicitar licença ou afastamento legal de suas atividades regulares na instituição, será, automaticamente, suspenso das atividades do Programa e do pagamento da bolsa pelo prazo de duração da licença ou afastamento.

5.6 No caso de apresentação de atestado médico não será considerado como hora de trabalho exercido para efeitos de pagamento.

6. SELEÇÃO E CRITÉRIOS DE CLASSIFICAÇÃO

6.1. A seleção dos candidatos será composta de duas fases: Prova de Títulos e Entrevista.

6.2. A primeira fase de caráter eliminatório será composta por:

a) Conferência de documentos, relacionados no subitem 2.6, contidos no arquivo encaminhado em anexo ao e-mail de inscrição ou entregues em envelope lacrado;

b) Análise de Títulos , conforme pontuação discriminada no subitem 6.6 deste Edital.

6.3. A segunda fase de caráter classificatório será composta por:

6.3.1. As entrevistas serão realizadas das 08h00 às 12h00min e das 14h00min às 18h00min de acordo com o cronograma do subitem 7.1.

6.3.2. O não comparecimento à entrevista resultará na eliminação sumária do candidato.

6.3.3. Na entrevista serão avaliados os seguintes aspectos:

a) Experiência e segurança do candidato com a temática do encargo - avaliação de 0 a 3,0 pontos;

b) Desenvoltura no uso de tecnologias de informação e de equipamentos afins à área de atuação - avaliação de 0 a 1,5 pontos;

c) Facilidade de expressão e comunicação - avaliação de 0 a 2,0 pontos;

d) Argumentação e motivação para trabalhar com educação de jovens e adultos na modalidade FIC - avaliação de 0 a 2,0 pontos;

e) Conhecimentos sobre o Pronatec e o Programa Mulheres Mil-avaliação de 0 a 1,5 pontos.

6.4. O processo de classificação se dará em ordem decrescente do total de pontos obtidos nos itens 6.3.4 e 6.6.

6.5. Formarão cadastro de reserva os 05 (cinco) candidatos classificados em ordem decrescente imediatamente após os candidatos classificados dentro do número de vagas.

6.6. A Análise de Títulos para os encargos será constituída de acordo com a tabela abaixo:

PONTUAÇÃO REFERENTE A ANÁLISE DE TÍTULOS

Titulação Acadêmica

Pontuação por item

Pontuação máxima

1

Certificado de conclusão de curso de graduação, em consonância com o disposto na área de atuação exigidos para provimento de cada vaga, ofertada nesse edital.

0,5 pontos

0,5

2

Titulação em consonância com o disposto na área de atuação exigidos para provimento de cada vaga, ofertada nesse edital.

0,5pontos para Especialista, 1,0 ponto para Mestre e 1,5 pontos para Doutor. Não é acumulável, sendo considerada a maior pontuação.

1,5

3

Aperfeiçoamento -Na área de atuação a que se habilita com carga horária mínima de 90 horas.

0,4 pontos por curso

1,6

4

Tempo de serviço no IFTO. (para os cargos de servidores efetivos do IFTO)

0,2 pontos por semestre

1,6

5

Experiência em trabalhos voluntários em programas sociais, comprovada mediante declaração do órgão, entidade ou gestor do programa ou atividade.

0,5 por participação.

1,5

6

Experiência comprovada em atividades desenvolvidas no Programa Mulheres Mil (Função de expertise com o público-alvo) como: docente, atividade administrativa ou membro da equipe multidisciplinar do Campus ou Gestão Institucional do IFTO.

Docente: 0,4 para cada cinco horas/aula ministradas.

2,0

7

Administrativa: 0,3 para cada mês trabalhado

1,2

8

Multidisciplinar: 0,3 para cada mês trabalhado.

1,2

9

Experiência comprovada de atuação profissional em consonância com o disposto na área de conhecimento exigidos para provimento de cada vaga, ofertada nesse edital.

0,2 por semestre

2,0

10

Participação em projetos ou programas de extensão, exceto Mulheres Mil.

0,5 por projeto/programa

1,0

TOTAL MÁXIMO DE PONTOS

10,0

6.7. Ocorrendo o empate, serão adotados os seguintes critérios de desempate, obedecida a ordem dos mesmos:

I . Maior pontuação na somatória dos item 6, 7 e 8 em Experiência em atividades desenvolvidas no Programa Mulheres Mil;

II. Maior pontuação no item 9 em Experiência de atuação profissional.

III . Maior idade.

7. CRONOGRAMA DE EVENTOS

7.1. Todos os resultados do presente processo seletivo serão divulgados no seguinte endereço eletrônico www.porto.ifto.edu.br, conforme cronograma abaixo:

ETAPA DA SELEÇÃO

DATA

Publicação do Edital

30de janeiro de 2014

Período de Inscrições (online)

31 de janeiro a 16 de fevereiro de 2014

Período de Inscrições (presencial no campus)

04a 14 de fevereiro de 2014

Divulgação do Resultado Preliminar da Análise de Títulos

19 de fevereiro de 2014

Interposição de Recursos contra o Resultado Preliminar

20de fevereiro de 2014

Divulgação da Interposição de Recursos e Convocação para Entrevista

21de fevereiro de 2014

Período de Entrevista

24 e 25 de fevereiro de 2014

Divulgação do Resultado Final

28de fevereiro de 2014

8. RECURSO CONTRA O RESULTADO PRELIMINAR

8.1. O prazo para interposição de recursos em face dos resultados será de 01(um) dia útil, a contar da data da divulgação dos mesmos, conforme consta no Cronograma de Eventos.

8.2. O recurso deverá conter precisão nos pontos questionados, apresentando fundamentação lógica e consistente nos argumentos/justificativas e estar devidamente assinado.

8.3. O recurso deverá ser encaminhado para o endereço de e-mail: pronatec.portonacional@ifto.edu.br,em umúnico arquivo no formato "pdf", identificando no assunto do e-mail: "[RECURSO: EDITAL 03/2014] -(código da vaga) Nome do completo do candidato", conforme modelo disposto no Apêndice V.

8.4. Opcionalmente, o recurso poderá ser encaminhado mediante apresentação de envelope lacrado, ao Setor de Protocolo do IFTO/Campus Porto Nacional, sito à Avenida Tocantinia, A.I.- Loteamento Mãe Dedê, com atendimento das 08h às12h e das 14h às 18h, conforme data prevista no Cronograma de Eventos.

8.5. O envelope deverá ser identificado na capa como: "[RECURSO: EDITAL 03/2014] - (código da vaga) Nome do completo do candidato" .

8.6. Os recursos serão analisados pela Comissão Responsável pelo Processo Seletivo do Pronatec do IFTO, Campus Porto Nacional, que dará decisão terminativa, constituindo-se em única e última.

9. DISPOSIÇÕES FINAIS

9.1. Todos os classificados deverão ter carga horária compatível, observadas as disposições contidas neste Edital, incluindo a possibilidade em ocorrer atividades inerentes ao encargo fora do seu horário habitual de dedicação ao Pronatec.

9.2. Todos os candidatos aprovados deverão assinar Termo de Compromisso para que tenham direito ao recebimento da bolsa.

9.3. No ato da assinatura do Termo de Compromisso, os candidatos aprovados deverão encaminhar à Coordenação-Adjunta do Pronatec a cópia autenticada de todos os documentos entregues no ato da inscrição.

9.4. O Processo Seletivo terá validade de 10(dez) meses a contar da data da publicação da homologação dos resultados finais, prorrogável por igual período, a critério da Coordenação Adjunta do Pronatec - IFTO/Campus PORTO NACIONAL.

9.5. Os profissionais/bolsistas selecionados poderão ser desligados do Programa a qualquer tempo pela Coordenação Adjunta do Pronatec -IFTO /Campus PORTO NACIONAL perdendo, assim, o direito à bolsa caso:

a) Não atenda às disposições contidas neste Edital;

b) Não atenda às normas do Termo de Compromisso mencionado neste Edital; c)Ocorra redução de demanda de Cursos;

d) Obtenha resultados negativos nos mecanismos de monitoramento e avaliação de seu desempenho acadêmico e interpessoal.

e) Seja constatado outros vínculos empregatícios não declarados no ato da inscrição pelo bolsista.

9.6. A carga horária de atuação dos profissionais poderá ser aumentada ou reduzida pelo Coordenador Adjunto, mediante interesse, conveniência e observância ao limite estipulado pela Resolução CD/FNDE nº 04 de 16 de março de 2012 .

9.7. O calendário para realização das atividades será definido pelo Coordenador Adjunto e Supervisores de Curso, mediante interesse, conveniência, prazo necessário para viabilizar a execução dos cursos e ao limite estipulado pela Resolução CD/FNDE nº 04 de 16 de março de 2012.

9.8. A inexatidão ou irregularidade na prestação de informações, ainda que constatadas posteriormente, eliminará o candidato do processo seletivo, declarando-se nulos todos os atos decorrentes de sua inscrição.

9.9. A classificação no presente processo seletivo assegurará, apenas, a expectativa de direito ao encargo, ficando a concretização deste condicionada à observância das disposições legais, da rigorosa ordem de classificação, da necessidade que justifique o chamamento e do prazo de validade do presente processo seletivo.

9.10. O aproveitamento dos candidatos classificados só se concretizará mediante oferta de cursos onde se faça necessária sua atuação.

9.11. A admissão será imediata não sendo facultado ao candidato selecionado o direito a postergá-la.

9.12. Os candidatos selecionados poderão ser reaproveitados em outros cursos do Pronatec ofertados no IFTO, inclusive em outros campi, conforme as exigências mínimas contidas neste Edital.

9.13. Caso não haja candidato inscrito para qualquer das vagas ofertadas, poderá ser realizado convite por meio de Carta-Convite a profissionais que atendam as exigências de formação mínima para ocupação do encargo, ou que apresentem comprovação de experiência prática na realização das atividades a que se destina a vaga.

9.14. Os casos omissos ou situações não previstas neste Edital serão resolvidos pela Comissão Responsável pelo Processo Seletivo do Pronatec.

Porto Nacional, 30 de janeiro de 2014.

Miguel Camargo da Silva
Diretor Geral Pró-Tempore
Port. nº 33/2011/IFTO/Reitoria

*Versão original impressa assinada.

APÊNDICE I

CÓDIGO DE VAGA, ENCARGO, TURNO, NÚMERO DE VAGAS, FORMAÇÃO MÍNIMA EXIGIDA E CARGA HORÁRIA PREVISTA

APOIO ACADÊMICO E ADMINISTRATIVO

Código de Vaga

Encargo

Turno

Vagas

Formação Mínima Exigida/Requisitos

CH Semanal*

001

Apoio Acadêmico e Administrativo

Matutino

01

Ser servidor ativo do IFTO- Campus Porto Nacional. Ensino Médio Completo, com pelo menos 1 (um) ano de experiência na área, ou formação profissional de nível médio na área que concorre.

* 12horas semanais

002

Apoio Acadêmico e Administrativo

Vespertino

01

Ser servidor ativo do IFTO-Campus Porto Nacional. Ensino Médio Completo, com pelo menos 1 (um) ano de experiência na área, ou formação profissional de nível médio na área que concorre.

* 12horas semanais

003

Apoio Acadêmico e Administrativo

Noturno

01

Ser servidor ativo do IFTO-Campus Porto Nacional. Ensino Médio Completo, com pelo menos 1 (um) ano de experiência na área, ou formação profissional de nível médio na área que concorre.

* 12horas semanais

004

Apoio Acadêmico e Administrativo

Finais de Semana

01

Ser servidor ativo do IFTO-Campus Porto Nacional. Ensino Médio Completo, com pelo menos 1 (um) ano de experiência na área, ou formação profissional de nível médio na área que concorre.

* 12 horas semanais

005

Apoio Acadêmico e Administrativo

Vespertino/Finais de Semana

01

Ser funcionário da Escola Municipal Faustino Dias dos Santos, com Ensino Médio Completo e pelo menos 1(um) ano de experiência na área.

A carga horária será definida de acordo com as disciplinas que serão ministradas na escola.

006

Apoio Acadêmico e Administrativo (Monitor de Disciplina)

Vespertino/ Noturno

02

Curso Técnico em Informática ou Graduando do Curso de Ciência da Computação do IFTO que esteja acima do 4º período.

A carga horária será definida de acordo com a disciplina a ser monitorada.

007

Apoio Acadêmico e Administrativo (Monitor de Disciplina)

Finais de Semana

01

Curso Técnico em Informática ou Graduando do Curso de Ciência da Computação do IFTO que esteja acima do 4º período.

A carga horária será definida de acordo com a disciplina a ser monitorada.

* A quantidade de semanas em que o profissional estará vinculado ao programa, varia conforme Calendário Administrativo específico para o ciclo de aulas a ser iniciado.

SUPERVISOR

Código de Vaga

Encargo

Turno

Vagas

Formação Mínima Exigida/Requisitos

CH Semanal*

008

Supervisor de Curso no Eixo de Recursos Naturais

Finais de Semana

01

Ser servidor ativo do IFTO - Campus Porto Nacional com Curso Superior em Engenharia Ambiental, ou Engenharia de Produção.

* 10 horas semanais

009

Supervisor de Curso no Eixo de Produção Cultural e Design

Noturno

01

Ser servidor ativo do IFTO- Campus Porto Nacional com Curso Superior em Artes .

* 10 horas semanais

* A quantidade de semanas em que o profissional estará vinculado ao programa, varia conforme Calendário de Aulas no Curso específico para o ciclo a ser iniciado.

PROFESSOR

Código de Vaga

Encargo

Vagas

Curso(s) de Atuação

Formação Mínima Exigida/Requisitos

010

Professor na área de Desenvolvimento Web

02

Programador Web

Curso Superior na área de Informática/Computação com experiência comprovada em desenvolvimento de sistemas para internet.

011

Professor na área de Informática Básica

03

Todos os cursos

Curso Superior na área de Informática/Computação, ou Curso Técnico em Informática, com experiência docente comprovada de pelo menos 01 ano em ensino na área de informática.

012

Professor na área de Gestão e Negócios

02

Reciclador, Operador de Computadores e Programador Web

Curso Superior em Administração ou Marketing ou Processos Gerenciais ou Gestão Comercial ou Formação Técnica em Vendas ou Comércio com experiência profissional comprovada.

013

Professor na área de Meio Ambiente

01

Reciclador

Curso Superior em Engenharia Ambiental, Ciências Biológicas ou Ciências Agrícolas.

014

Professor na área de Artesanato

02

Reciclador

Curso técnico em artesão, ou capacitação acima de 60 horas com experiência comprovada em patchwork, de coupage e afins.

015

Professor na área de ciências humanas, sociais ou educação.

01

Reciclador e Operador de Computadores

Curso Superior em Antropologia, Pedagogia, Serviço Social, Sociologia ou Psicologia.

016

Professor na área de Comunicação Expressão

01

Todos os cursos

Curso Superior em Letras.

017Professor na área de Matemática01Operador de Computadores, Reciclador, Operador de Processamento de Pescado e Agricultor FamiliarCurso Superior em Matemática.
018Professor na área de Meio Ambiente01Operador de Processamento de PescadoCurso Superior em Biologia/Ciências Biológicas.
019Professor na área de Meio Ambiente01Agricultor Familiar e Operador de Processamento de PescadoCurso Superior em Serviço Social com experiência comprovada com trabalho de extensão com Agricultura Familiar.
020Professor na área de Meio Ambiente01Operador de Processamento de PescadoCurso Técnico na área Agrícola com experiência comprovada em trabalho de extensão com Agricultura Familiar.
021Professor na área de Meio Ambiente01Operador de Processamento de PescadoCurso Superior em Engenharia de Alimentos com experiência comprovada em Laboratório de Processamento de Pescado.
022Professor na área de Meio Ambiente01Agricultor Familiar e Operador de Processamento de PescadoCurso Superior em Medicina Veterinária Médico Veterinário com experiência comprovada em docência e com trabalho de extensão com agricultura familiar.
023Professor na área de Piscicultura01Operador de Processamento de PescadoCurso Superior em Engenharia da Pesca.

* As vagas ofertadas são necessárias para oferta dos cursos do primeiro semestre. No segundo semestre novos cursos serão ofertados, onde os profissionais selecionados poderão ser aproveitados conforme consta no item 9.10 . O turno de atuação será de acordo com o horário dos curso conforme mostra na tabela do subitem 3.1.

181145

Política de Privacidade 2000-2014 PCI Concursos Telefone (11) 2122-4231