IFPI - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - PI

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

IFPI - INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ

EDITAL Nº 34, DE 03 DE JUNHO DE 2009

(PUBLICADO NO DOU DE 04/06/2009)

Notícia:   Instituto Federal - PI oferece 104 vagas para Técnicos Administrativos

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DA CARREIRA TÉCNICO-ADMINISTRATIVA EM EDUCAÇÃO

O REITOR "PRO TEMPORE" DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ (IFPI), em exercício, no uso de suas atribuições e de conformidade com a Portaria nº 370, de 04 de dezembro de 2008 (DOU, 05/12/2008), do Ministro de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão, e com a Portaria nº 1.500, de 09 de novembro de 2008 (DOU 10/12/2008), torna público a abertura de inscrições para o Concurso Público de Provas e Títulos para provimento de 104 (cento e quatro) vagas, sendo 35 (trinta e cinco) vagas para o nível superior e 69 (sessenta e nove) vagas para o nível intermediário, para cargos efetivos da carreira Técnico- Administrativa em Educação do IFPI e de seus campi, nos termos das Leis 8.112/1 990, de 11 de dezembro de 1990, 11.091/2005, de 12 de janeiro de 2005 (DOU, 13/01/05) e Lei nº 11.784, de 22 de setembro de 2008 (DOU, 23/09/2008), conforme o processo de n. 23055.001293/2009-59, o qual se realizará sob as condições a seguir discriminadas.

1 DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1.1 O concurso público de que trata o presente Edital destina-se ao preenchimento de vagas e à formação de cadastro de reserva, pelos candidatos aprovados e classificados, dentro do prazo de validade do concurso (Anexo I).

1.2 O candidato deverá observar, rigorosamente, o presente Edital e os comunicados a serem informados no endereço eletrônico (www.cefetpi.br/concursos), vindo tais documentos a constituir parte integrante deste Edital.

1.3 O concurso público será realizado em 02 (duas) etapas:

1.3.1 Etapa I: Prova Escrita, de caráter eliminatório e classificatório, para todos os cargos.

1.3.2 Etapa II: Prova de Títulos, de caráter classificatório, apenas para os cargos de nível superior.

2 DAS VAGAS DESTINADAS A PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS

2.1 Os candidatos portadores de necessidades especiais (PNE) que declararem tal condição no ato da inscrição participarão do concurso público em igualdade de condições com os demais candidatos, sendo reservados 20% (vinte por cento) das vagas para cada cargo/campus adstrito ao prazo de validade do concurso, nos termos do disposto no art. 37, inciso VIII da Constituição Federal, art. 5º, § 2º da Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990, e do art. 37 do Decreto n° 3.298, de 20 de dezembro de 1999 (DOU, 21/12/1999). Nos casos em que a aplicação do percentual de vagas destinadas a portadores de necessidades especiais não alcançar um número inteiro, a fração será arredondada, desde que não ultrapassado o percentual máximo estabelecido em Lei.

2.2 Ao final do processo seletivo, serão compostas duas listagens classificatórias dos aprovados: uma geral (ou ampla concorrência), com a ordem rigorosa de classificação de todos os candidatos, e outra especial, com a ordem rigorosa de classificação, apenas, dos candidatos portadores de necessidades especiais (PNE).

2.3 O candidato portador de necessidade especial, reprovado na perícia médica, por não ter sido considerado deficiente, caso seja aprovado no concurso, figurará apenas na lista de classificação geral (ou ampla concorrência) por cargo/campus. Ao candidato reprovado na perícia médica será ofertado o prazo de 24 (vinte e quatro) horas para recurso, cabendo à Administração decidir, em definitivo, acerca da sua condição de portador, da qual não mais caberá recurso.

2.4 O candidato que necessitar de atendimento diferenciado para realizar a prova deverá fazê-lo no ato da inscrição, encaminhando requerimento devidamente preenchido (Anexo IV), juntamente com o laudo médico original que comprove este atendimento até o dia 09 de julho de 2009 para o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí (IFPI)/Coordenação de Capacitação e Seleção de Pessoal (CSEP) - Comissão Organizadora do Concurso Público (Carreira Técnico-Administrativa em Educação), Praça da Liberdade, 1597, Centro, CEP 64.000-040, Teresina (PI). Os candidatos domiciliados fora de Teresina, capital do Estado, deverão enviar a documentação via postal, com aviso de recebimento (AR), no prazo acima estabelecido, e recebida até 72 (setenta e duas) horas.

2.4.1 Ao deficiente visual que solicitar prova ampliada, esta será oferecida em tamanho de letra correspondente até a fonte 25.

2.5 O requerimento de atendimento diferenciado será atendido obedecendo-se à previsão legal e aos critérios de viabilidade e razoabilidade.

3 DAS INSCRIÇÕES

3.1 Antes de efetuar a inscrição, o candidato deverá conhecer o teor do Edital e certificar-se de que preenche todos os requisitos nele expressos. O edital estará disponível no endereço eletrônico (www.cefetpi.br/concursos), bem como será afixado na Portaria do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí e dos campi.

3.2 A inscrição implica compromisso tácito, por parte do candidato, de aceitar as normas e condições estabelecidas neste edital, em relação às quais não poderá alegar desconhecimento ou discordância.

3.3 Para efetuar a inscrição, é imprescindível o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) do candidato, sendo permitida somente uma inscrição por CPF.

3.4 No ato da inscrição, o candidato deverá, obrigatoriamente, optar somente por apenas um cargo e por um local de realização da prova. Não serão aceitos pedidos de alteração de cargo e/ou campus, bem como de local de realização da prova para o qual o candidato se inscreveu.

3.5 As inscrições serão realizadas, exclusivamente, via internet, no endereço eletrônico (www.cefetpi.br/concursos), no período de 09 de junho a 09 de julho de 2009 até às 18 h (horário local), mediante o preenchimento do Formulário de Inscrição e o pagamento da taxa de inscrição.

3.6 Não haverá isenção total ou parcial do valor da taxa de inscrição, exceto para o candidato que se declarar impossibilitado de arcar com o pagamento da taxa e comprovar tal situação, conforme o Decreto n° 6.593, de 02 de outubro de 2008 (DOU, 03/10/2008).

3.6.1 O candidato interessado em solicitar a isenção do pagamento da taxa de inscrição deverá enquadrar-se, no mínimo, em um dos seguintes pré-requisitos:

a) Estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico);

b) Ser membro de família de baixa renda nos termos do Decreto n° 6.135, de 26 de junho de 2007 (DOU, 27/05/2007), ou seja, ter renda mensal per capita familiar mensal de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos.

3.6.2 Considera-se renda familiar a soma dos rendimentos brutos auferidos por todos os membros da família.

3.7 Somente serão aceitos como documentos comprobatórios de renda familiar:

3.7.1 Cópia do documento que contém o Número de Identificação Social (NIS) atribuído pelo Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico);

3.7.2 Empregado de empresa privada: cópia do contra-cheque atualizado ou cópia da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) - páginas que contenham fotografia, identificação e anotações do último contrato de trabalho (com as alterações salariais) e da primeira página subsequente em branco;

3.7.3 Servidor público: cópia do contra-cheque atual;

3.7.4 Desempregado: cópia da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) - páginas que contenham fotografia, identificação e anotações de nenhum ou do último contrato de trabalho e da primeira página subsequente em branco.

3.8 O candidato que enquadrar-se nos critérios estabelecidos nos subitens 3.6 e 3.7 deverá preencher o requerimento (Anexo III) disponível no endereço eletrônico (www.cefetpi.br/concursos), no período de 15 a 19 de junho de 2009 e entregá-lo pessoalmente ou via postal, com aviso de recebimento (AR), juntamente com a documentação necessária, a serem enviados até o último dia do período de isenção e recebidos até 72 (setenta e duas) horas no local e endereço constantes do subitem 2.4, de segunda a sexta-feira, nos horários de 8 h e 30 min. às 11 h 30 min. e de 14 h e 30 min. às 17 h e 30 min. Os documentos comprobatórios a serem anexados ao requerimento estão abaixo discriminados:

3.8.1 Cópia da Carteira de Identidade;

3.8.2 Cópia do CPF;

3.8.3 Cópia(s) do(s) documento(s) da renda familiar (comprovantes de renda de todos que compõem o grupo familiar do candidato).

3.9 A relação dos pedidos de isenção deferidos será divulgada até o dia 30 de junho de 2009, no endereço eletrônico (www.cefetpi.br/concursos)

3.10 Não haverá recurso contra o indeferimento da solicitação de isenção da taxa de inscrição.

3.11 O pagamento da taxa de inscrição será feito, exclusivamente, por meio de Boleto Bancário (GRU Cobrança), disponível no endereço eletrônico (www.cefetpi.br/concursos), a ser recolhida, preferencialmente, em qualquer agência do Banco do Brasil, podendo ainda ser paga em qualquer correspondente bancário. O valor da inscrição para os cargos de nível superior será de R$ 57,00 (cinquenta e sete reais). Para os de nível intermediário, será de R$ 37,00 (trinta e sete reais), exceto o valor para os cargos de Assistente de Alunos e Auxiliar de Biblioteca, que será de R$ 31,00 (trinta e um reais). O pagamento do boleto poderá ser realizado até o dia 10 de julho de 2009, obedecendo ao horário do sistema bancário.

3.12 No último dia de inscrição, caso ocorram problemas técnicos no servidor de internet do IFPI, o prazo será prorrogado até o dia seguinte ao da normalização do serviço. O IFPI não se responsabilizará por falha ou falta de comunicação relacionada a provedores externos quando do ato da inscrição.

3.13 Somente serão considerados documentos oficiais de identidade para o preenchimento do Formulário de Inscrição: carteiras expedidas pelo Ministério da Defesa, pelas Secretarias de Segurança Pública e pelos Corpos de Bombeiros Militares, carteiras expedidas pelos órgãos fiscalizadores de exercício profissional (Ordens, Conselhos, etc.), passaporte brasileiro (ainda válido), certificado de reservista, carteiras funcionais expedidas por órgão público, que, por lei federal, valem como documento de identidade; carteira de trabalho e carteira nacional de habilitação (somente o modelo novo, com foto, obedecendo ao período de validade).

3.14 As informações prestadas no ato da inscrição e o pagamento da taxa serão de responsabilidade exclusiva do candidato, conforme subitens 3.5 e 3.11, ficando expresso que, em hipótese alguma, haverá restituição do valor da taxa de inscrição.

3.15 O comprovante de pagamento da taxa de inscrição deverá ser mantido em poder do candidato e apresentado, quando necessário, durante a realização da prova.

3.16 As inscrições somente serão acatadas após a confirmação, pelo banco, do pagamento do valor da inscrição, dentro dos prazos estabelecidos nos subitens 3.5 e 3.11.

3.17 Para a confirmação do local de realização da prova, o candidato deverá acessar o endereço eletrônico (www.cefetpi.br/concursos),. O prazo máximo para a divulgação dos locais de prova será a partir de 16 de setembro de 2009. São de responsabilidade exclusiva do candidato: a identificação correta de seu local de realização da prova e o comparecimento no horário determinado.

3.18 Não serão dadas por telefone, correio eletrônico ou fax, informações a respeito da data, do local e do horário de realização da prova.

3.19 O período de inscrição será reaberto se não houver candidatos para concorrer à vaga, ou ainda, quando não houver nenhum candidato aprovado no final do certame, não havendo limitação quanto ao número de vezes.

4 DAS PROVAS

4.1 A prova escrita constará de 50 (cinquenta) questões de múltipla escolha, com cinco alternativas e uma única correta, abordando conhecimentos gerais e específicos para cada cargo. Para os cargos constantes dos subitens 4.5.1 (1, 3 e 13) e 4.5.2 (3 ao 9), as questões de múltipla escolha, referentes aos conhecimentos específicos, abordarão aspectos teóricos e práticos.

4.2 A publicação dos conhecimentos gerais e específicos para os cargos ocorrerá até a data de início das inscrições.

4.3 Para efeito de classificação no Concurso, o candidato deverá obter, no mínimo, 60% (sessenta por cento) do total geral de pontos da prova escrita.

4.4 O candidato que não obtiver o percentual mínimo de 50%, individualmente, para as áreas de conhecimento exigidas para cada cargo, será automaticamente eliminado do Concurso.

4.5 A prova escrita terá o valor de 100 (cem) pontos e cada questão vale 02 (dois) pontos, distribuídos conforme quadros a seguir:

4.5.1 Nível Superior

Cargos

Área de Conhecimento/ Nº de Questões

Total de pontos

Língua Portuguesa

Noções de Informática

Específico do cargo

Total de questões da prova

1 Analista de Tecnologia da Informação

10

-

40

50

100

2 Assistente Social

10

10

30

3 Auditor

10

10

30

4 Bibliotecário/Documentalista

10

10

30

5 Contador

10

10

30

6 Engenheiro Agrônomo

10

10

30

7 Engenheiro/Área Civil

10

10

30

8 Jornalista

10

10

30

9 Médico/Área

10

10

30

10 Médico Veterinário

10

10

30

11 Nutricionista/Habilitação

10

10

30

12 Odontólogo

10

10

30

13 Técnico em Assuntos Educacionais

10

10

30

4.5.2 Nível Intermediário

Cargos

Área de Conhecimento/ Nº de Questões

Total de pontos

Língua Portuguesa

Noções de Informática

Específico do cargo

Total de questões da prova

1 Assistente de Alunos

10

10

30

50

100

2 Assistente em Administração

10

10

30

3 Auxiliar de Biblioteca

10

10

30

4 Técnico de Laboratório/Área (Edificações, Gestão e Negócios, Produção Alimentícia, Vestuário e Zootecnia)

10

10

30

5 Técnico de Tecnologia da Informação

10

-

40

6 Técnico em Agropecuária

10

10

30

7 Técnico em Alimentos e Laticínios

10

10

30

8 Técnico em Audiovisual

10

10

30

9 Técnico em Eletrotécnica

10

10

30

4.6 Os candidatos terão acesso aos locais de prova, com uma hora de antecedência do horário previsto, munido de caneta esferográfica de tinta preta (preferencialmente) ou azul, original do documento oficial de identidade com o qual se inscreveu, conforme subitem 3.13, e do comprovante de pagamento da taxa de inscrição.

4.7 Caso o candidato esteja impossibilitado de apresentar, no dia da realização da prova, o documento de identidade original exigido no subitem 3.13, por motivo de perda, furto ou roubo, deverá apresentar boletim de ocorrência de órgão policial, expedido há, no máximo, 30 (trinta) dias.

4.8 Após ser identificado, nenhum candidato poderá retirar-se da sala de aplicação da prova sem autorização e sem acompanhamento da fiscalização.

4.9 A prova escrita será realizada no dia 20 de setembro de 2009 (domingo), das 14 h às 18 h (horário local), nas cidades de Teresina e Floriano, Piauí.

4.9.1 O candidato que se inscreveu para qualquer um dos cargos previstos neste Edital poderá optar por realizar a prova nas cidades previstas no subitem 4.9.

4.10 Durante a realização da prova, não será permitida a consulta a quaisquer objetos a seguir discriminados: livros, calculadora de qualquer tipo (inclusive em relógio), pager, aparelhos celulares, ou similares, aparelhos de rádiotransmissão ou similares, notebook, gravador, salvo definido pela Comissão Organizadora do Concurso Público e informado por ocasião da divulgação do local de prova no endereço eletrônico (www.cefetpi.br/concursos). Recomenda-se, portanto, ao candidato, trazer somente o material estritamente necessário à realização da prova.

4.11 A duração da prova escrita será de quatro horas, já incluído o tempo destinado ao preenchimento do Cartão-Resposta. O candidato não poderá ultrapassar esse tempo, pois o Cartão-Resposta será recolhido pelo fiscal de sala.

4.12 O preenchimento do Cartão-Resposta, único documento válido para a correção eletrônica através de leitura óptica, será de inteira responsabilidade do candidato, que deverá proceder em conformidade com as instruções contidas neste Edital e no próprio Cartão-resposta. Em hipótese alguma, haverá substituição do Cartão-Resposta por erro do candidato.

4.13 Somente será permitido ao candidato retirar-se da sala de prova após 01 (uma) hora do seu início. O caderno de questões (provas) só poderá ser levado pelo candidato quando faltarem 30 (trinta) minutos para o término da prova.

4.14 Serão de inteira responsabilidade do candidato os prejuízos advindos de marcações feitas incorretamente no Cartão-Resposta. Serão consideradas marcações incorretas as que tiverem em desacordo com este Edital e/ou com as instruções contidas no Cartão-Resposta, tais como: dupla marcação, marcação rasurada ou emendada ou campo de marcação não preenchido integralmente.

4.15 Na correção da prova escrita, será atribuída nota 0 (zero) às questões não assinaladas no Cartão-Resposta ou que contenham mais de uma resposta, emendas e rasuras, bem como àquelas cuja resposta não coincida com o gabarito oficial.

4.16 Não será permitido que as marcações no Cartão-Resposta sejam feitas por outras pessoas, salvo em caso de candidato que tenha solicitado atendimento especial para esse fim. Nesse caso, se necessário, o candidato será acompanhado por monitor escolhido pela Comissão Organizadora do Concurso Público, devidamente treinado.

4.17 O candidato, ao encerrar a prova, entregará, obrigatoriamente, ao fiscal de sala, o seu Cartão-Resposta e o caderno de questões (provas), conforme subitem 4.13.

4.18 Os três (03) últimos candidatos de cada sala somente poderão retirar-se do local simultaneamente.

4.19 Os gabaritos das provas serão divulgados a partir das 12 h do dia 21 de setembro de 2009 no endereço eletrônico (www.cefetpi.br/concursos) e na Portaria do IFPI e dos campi.

4.10 Em hipótese alguma, haverá vista ou revisão de prova, facultada, no entanto, a interposição de recursos na forma do item 5 e seus subitens deste Edital.

5 DOS RECURSOS

5.1 Os gabaritos e os cadernos de questões (Prova Escrita), para fins de recursos, estarão disponíveis no endereço eletrônico (www.cefetpi.br/concursos), no dia subsequente ao da realização da prova.

5.2 Para cada candidato admitir-se-á um único recurso da Prova Escrita contra o gabarito, formulação ou conteúdo das questões. O recurso deverá estar devidamente fundamentado, com argumentação lógica e consistente, e dirigido à CSEP. O prazo para o recurso é de 24 (vinte e quatro) horas, contado da data de divulgação do gabarito oficial, a ocorrer às 12 h de 21 de setembro de 2009.

5.3 O recurso deverá ser apresentado:

5.3.1 Digitado ou preenchido com letra legível, em formulário próprio (Anexo V), disponível no endereço eletrônico (www.cefetpi.br/concursos).

5.4 O recurso deverá ser dirigido à Comissão Organizadora do Concurso Público, em envelope lacrado e devidamente identificado (nome e número de inscrição do candidato/cargo), através do Protocolo Geral do IFPI, Campus Teresina - Central, em Teresina (PI), em horário normal de expediente (8 h e 30 min. às 11 h e 30 min. e 14 h e 30 min. às 17 h e 30 min.).

5.5 Não serão aceitos pedidos de recursos via fax e correio eletrônico, bem como apresentado fora do prazo estabelecido.

5.6 Serão aceitos pedidos de recursos dos candidatos domiciliados fora de Teresina, via SEDEX, no prazo previsto (subitem 5.2) e recebidos até 72 (setenta e duas) horas, devendo ser encaminhados para o local e endereço constantes do subitem 2.4.

5.7 Os recursos serão examinados pela Comissão Elaboradora da respectiva prova, o que constitui a última instância para recurso, sendo a Comissão soberana em suas decisões, razão pela qual não caberão recursos adicionais.

5.8 Se a análise dos recursos resultar em anulação de questões da prova, a pontuação correspondente será atribuída a todos os candidatos.

5.9 Se houver modificação no gabarito oficial decorrente dos recursos, a prova será corrigida de acordo com o novo gabarito.

5.10 O resultado dos recursos estará à disposição do interessado na Coordenação de Capacitação e Seleção de Pessoal (CSEP), situada no Prédio "A", Campus Teresina - Central, em Teresina (PI), a partir das 8 h e 30 min. do dia 05 de outubro de 2009.

5.11 O resultado final será divulgado, após o exame dos recursos, através do endereço eletrônico (www.cefetpi.br/concursos) e na portaria do IFPI (Prédio "A"), em Teresina e dos demais campi.

5.12 Contra o resultado final do Concurso Público caberá recurso, no prazo de dois dias úteis, a contar da data de divulgação do referido resultado.

6 DA PROVA DE TÍTULOS

6.1 Somente serão convocados para a prova de títulos, os candidatos que obtiverem nota igual ou superior a 60 (sessenta) pontos do total da prova escrita, determinados nos subitens 4.3 e 4.4, até o limite de candidatos dados pela equação a seguir, por cargo/campus. Serão incluídos aqueles com nota igual ao último classificado, para efeitos do limite estabelecido.

Convocados para a prova de títulos = 6 + (2 x Número de Vagas do Campus por Cargo)

6.2 O período para a entrega dos títulos será divulgado através da internet, no endereço eletrônico (www.cefetpi.br/concursos), e nos quadros de avisos do IFPI em Teresina e dos demais campi, quando da divulgação do resultado final da prova escrita.

6.3 Os títulos deverão ser apresentados em cópias autenticadas ou cópias acompanhadas com original para conferência e entregues na Coordenação de Capacitação e Seleção de Pessoal (CSEP), situada no Prédio "A", do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí (Campus Teresina - Central), Praça da Liberdade, 1597, Centro, CEP 64.000-040, IFPI, Teresina (PI), seguindo rigorosamente os critérios determinados no subitem 6.5.

6.4 Os diplomas e/ou certificados de cursos expedidos em língua estrangeira somente serão considerados quando traduzidos para a língua portuguesa por tradutor juramentado.

6.5 A prova de títulos terá o valor de 100 (cem) pontos, conforme discriminação a seguir:

TÍTULOS

PONTUAÇÃO MÁXIMA

FORMAÇÃO ACADÊMICA

Doutorado

40

40

Mestrado

25

Especialização (mínimo de 360 horas)

15

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

Experiência comprovada na área objeto do concurso

03 pontos por ano

12

Aprovação em concurso público na área objeto do concurso

03 pontos por concurso

06

PRODUÇÃO CIENTÍFICA

Publicação de trabalhos em periódicos científicos da área e/ou publicação de trabalhos completos em eventos na área objeto do concurso

02 pontos por trabalho

10

Ministrante de cursos com carga horária superior a 45 horas na área objeto do concurso

06 pontos por curso

12

Palestrante de eventos científicos na área objeto do concurso

02 pontos por palestra

08

Participante da comissão organizadora de eventos científicos na área objeto do concurso

04 pontos por evento

12

TOTAL

100

6.5.1 Os títulos de pós-graduação vinculados à área objeto do concurso deverão ser reconhecidos pelo Ministério da Educação e obtidos em programas credenciados pelo Conselho Nacional de Educação, ou, quando estrangeiro, devidamente revalidados;

6.5.2 Para fins de pontuação do subitem 6.5, da formação acadêmica, será considerado o título somente uma vez e o de maior pontuação;

6.5.3 Para fins de pontuação de que trata o subitem 6.5, da experiência profissional, somente será considerado o período máximo de 4 (quatro) anos;

6.5.4 Para fins de pontuação de que trata o subitem 6.5, da produção científica, somente serão consideradas as atividades desenvolvidas nos últimos 06 (seis) anos (a partir de janeiro de 2003);

6.5.5 A comprovação de experiência profissional deverá ser feita através de cópia autenticada da Carteira de Trabalho (CTPS), ou, quando for o caso, de cópias autenticadas do Contrato de Trabalho, do Acervo Técnico expedido pelos órgãos fiscalizadores de exercício profissional, do Termo de Posse e/ou do contracheque/recibo do período a ser comprovado, relacionada ao cargo ao qual concorre;

6.5.6 A comprovação de aprovação em concurso público, na área objeto do concurso, somente será considerada quando da publicação no Diário Oficial do Município (DOM), ou do Estado (DOE) ou da União (DOU).

6.6 Não será considerado concurso público a seleção constituída apenas de prova de títulos e/ou de análise de currículos e/ou de prova didática e/ou entrevistas.

6.7 Na impossibilidade de comparecimento do candidato, serão aceitos os títulos entregues por terceiros, mediante apresentação de documento de identidade original e CPF do procurador e de procuração simples do interessado, acompanhada de cópia legível de documento de identidade do candidato.

6.8 Os títulos dos candidatos aprovados na(s) etapa(s) do concurso e domiciliados fora de Teresina poderão ser enviados, via SEDEX, no prazo previsto (subitem 6.2) e recebidos até 72 (setenta e duas) horas e encaminhados para o local e endereço constantes do subitem 2.4.

6.9 A nota atribuída à prova de títulos será o resultado dos pontos atribuídos aos títulos especificados no subitem 6.5, obtendo nota zero o candidato que não entregar os títulos na forma, no prazo e no local estipulados nos subitens 6.2, 6.3 e 6.5.

6.10 Serão de inteira responsabilidade do candidato as informações prestadas por seu procurador no ato da entrega dos títulos, bem como a entrega dos títulos no local e na data previstos, arcando o candidato com as consequências de eventuais erros de seu representante.

7 DO RESULTADO FINAL E DA HOMOLOGAÇÃO

7.1 A média final dos candidatos aos cargos de nível intermediário será a nota da Prova Escrita.

7.2 A média final dos candidatos aos cargos de nível superior será obtida pela média ponderada das duas etapas, considerando-se os seguintes pesos:

7.2.1 Prova Objetiva - peso 2 (dois).

7.2.2 Prova de Títulos - peso 1 (um).

7.3 Em caso de empate na nota final do concurso, terá preferência o candidato que, na seguinte ordem:

1°) Tiver idade superior a 60 anos, até o último dia de inscrição neste concurso, conforme art. 27, parágrafo único, da Lei n° 10.741, de 01 de outubro de 2003 (Estatuto do Idoso).

2°) Obtiver maior número de pontos na Prova de Conhecimentos Específicos.

3°) Obtiver maior número de pontos na Prova de Língua Portuguesa.

4°) Obtiver maior número de pontos na Prova de Títulos.

5°) Tiver mais idade (dia, mês e ano).

7.4 A classificação dos candidatos dar-se-á segundo a ordem decrescente dos pontos obtidos no Concurso Público.

7.5 O resultado final do Concurso Público, com a relação dos candidatos aprovados, por ordem de classificação, será homologado pelo Reitor "Pro Tempore" do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFPI), publicado no Diário Oficial da União e divulgado no endereço eletrônico (www.cefetpi.br/concursos), bem como na portaria do IFPI e dos campi.

8 DOS REQUISITOS PARA A INVESTIDURA NO CARGO

8.1 Ter sido aprovado no Concurso Público, dentro das vagas oferecidas neste Edital.

8.2 Ter nacionalidade brasileira ou portuguesa e, em caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo Estatuto de Igualdade entre Brasileiros e Portugueses, com reconhecimento de gozo de direitos políticos, nos termos do § 1 .° do art. 12 da Constituição Federal.

8.3 Estar em gozo dos direitos políticos.

8.4 Apresentar cópia legível, recente e em bom estado, de documento de identidade.

8.5 Estar em dia com as obrigações eleitorais.

8.6 Estar em dia com o serviço militar, se do sexo masculino.

8.7 Atender ao requisito constante no subitem 1.1 deste Edital.

8.8 Ter idade mínima de 18 anos completos na data da posse.

8.9 Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo (Anexo II).

8.10 Apresentar declaração de acumulação lícita de cargo público, na forma prevista nos incisos XVI e XVII do art. 37 da Constituição Federal e no Decreto n° 2.027, de 11/10/1996.

8.11 Apresentar declaração de bens e valores patrimoniais.

8.12 Não ter sofrido, no exercício de função pública, penalidade incompatível com a investidura em cargo público federal, prevista no art. 137, parágrafo único, da Lei nº 8.112/1990.

8.13 Não perceber proventos de aposentadoria nem qualquer remuneração de cargo ou emprego público que caracterizem acumulação ilícita de cargos, nos termos da Constituição Federal.

9 DO PRAZO DE VALIDADE DO CONCURSO

9.1 O Concurso terá validade de 01 (um) ano, a contar da data de publicação do Edital de Homologação do Resultado Final no Diário Oficial da União, podendo ser prorrogado uma única vez, por igual período, mediante ato próprio da autoridade competente, conforme art. 12 da Portaria nº 450, de 06/11/2002, do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, publicada no Diário Oficial da União, de 07/11/2002.

10 DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

10.1 A qualquer tempo, poder-se-á anular a inscrição, a prova, a nomeação e a posse do candidato, desde que verificada falsidade em qualquer declaração e/ou qualquer irregularidade na prova ou em documentos apresentados.

10.2 Será excluído, por decisão da Comissão Organizadora do Concurso Público, o candidato que, durante a realização da prova escrita, for surpreendido em comunicação com outro candidato verbalmente, por escrito, ou por qualquer outro tipo de fraude.

10.3 Não será permitido ao candidato solicitar pedido de recontagem de seus pontos, revisão do cartão-resposta ou da prova.

10.4 A nomeação do candidato classificado estará condicionada à observância das disposições legais, ao interesse e conveniência da Administração.

10.5 O candidato classificado será convocado para nomeação por correspondência com Aviso de Recebimento (AR), enviada para o endereço constante no Formulário de Inscrição. O não comparecimento ao IFPI (Campus Teresina - Central), no prazo de cinco (05) dias úteis após o recebimento da convocação, será interpretado como desistência da vaga, permitindo ao IFPI convocar o candidato seguinte na rigorosa ordem de classificação.

10.6 O candidato classificado, quando convocado, deverá entregar à Diretoria de Gestão de Pessoas, os documentos comprobatórios dos requisitos constantes no item 8.

10.7 O candidato não classificado poderá reaver sua documentação após 120 (cento e vinte) dias, a contar da publicação do Resultado Final do Concurso no Diário Oficial da União. Após esse prazo, todos os documentos serão destinados para outros fins.

10.8 Não será fornecido ao candidato qualquer documento comprobatório de habilitação e classificação no Concurso Público, valendo, para esse fim, a homologação do resultado do Concurso publicada no Diário Oficial da União.

10.9 Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão Organizadora do Concurso Público.

Teresina (PI), 03 de junho de 2009.

JOÃO SOARES JÚNIOR
REITOR "PRO TEMPORE" DO INSTITUTO FEDERAL DO PIAUÍ, EM EXERCÍCIO

ANEXO I

EDITAL Nº 34, DE 03 DE JUNHO DE 2009

CARGOS, NO DE VAGAS, NÍVEL DE CLASSIFICAÇÃO, ESCOLARIDADE E VENCIMENTO BÁSICO CAMPUS ANGICAL

NÍVEL SUPERIOR

CARGOS

CÓD.

N° DE VAGAS

NÍVEL DE CLASSIFICAÇÃO

REGIME

ESCOLARIDADE #

VENCIMENTO BÁSICO (R$) **

BIBLIOTECÁRIO / DOCUMENTALISTA

01

01

E

40 h

Graduação em Biblioteconomia ou Ciências da Informação

2.307,85

CONTADOR

02

01

E

40 h

Graduação em Ciências Contábeis

2.307,85

ENGENHEIRO/ÁREA CIVIL

03

01

E

40 h

Graduação em Engenharia Civil

2.307,85

ODONTÓLOGO

04

01

E

40 h

Graduação em Odontologia

2.307,85

NÍVEL INTERMEDIÁRIO

ASSISTENTE DE ALUNOS

05

01

C

40 h

Médio Completo

1.264,99

AUXILIAR DE BIBLIOTECA

06

01

C

40 h

Fundamental Completo

1.264,99

ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO

07

04
01 (*)

D

40 h

Médio Profissionalizante ou Médio Completo

1.509,69

TÉCNICO EM AUDIOVISUAL

08

01

D

40 h

Médio Profissionalizante ou Médio Completo

1.509,69

TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA

09

01

D

40 h

Médio Profissionalizante ou Médio Completo + Curso Técnico (Área Eletrotécnica ou Eletromecânica)

1.509,69

TÉCNICO DE LABORATÓRIO/ÁREA GESTÃO E NEGÓCIOS

10

02

D

40 h

Médio Profissionalizante ou Médio Completo + Curso Técnico (Área Gestão e Negócios)

1.509,69

CAMPUS CORRENTE

NÍVEL SUPERIOR

CARGOS

CÓD.

N° DE VAGAS

NÍVEL DE CLASSIFICAÇÃO

REGIME

ESCOLARIDADE

VENCIMENTO BÁSICO (R$)

ANALISTA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

11

01

E

40 h

Curso Superior, em nível de graduação, na área de Informática

2.307,85

BIBLIOTECÁRIO / DOCUMENTALISTA

12

01

E

40 h

Graduação em Biblioteconomia ou Ciências da Informação

2.307,85

CONTADOR

13

01

E

40 h

Graduação em Ciências Contábeis

2.307,85

ENGENHEIRO/ÁREA CIVIL

14

01

E

40 h

Graduação em Engenharia Civil

2.307,85

MÉDICO/ÁREA

15

01

E

20 h

Graduação em Medicina

2.307,85

ODONTÓLOGO

16

01

E

40 h

Graduação em Odontologia

2.307,85

TÉCNICO EM ASSUNTOS EDUCACIONAIS

17

02

E

40 h

Graduação em Pedagogia ou Licenciaturas

2.307,85

NÍVEL INTERMEDIÁRIO

ASSISTENTE DE ALUNOS

18

01

C

40 h

Médio Completo

1.264,99

AUXILIAR DE BIBLIOTECA

19

01

C

40 h

Fundamental Completo

1.264,99

ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO

20

04

01 (*)

D

40 h

Médio Profissionalizante ou Médio Completo

1.509,69

TÉCNICO EM AUDIOVISUAL

21

01

D

40 h

Médio Profissionalizante ou Médio Completo

1.509,69

TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA

22

01

D

40 h

Médio Profissionalizante ou Médio Completo + Curso Técnico (Área Eletrotécnica ou Eletromecânica)

1.509,69

TÉCNICO DE LABORATÓRIO / ÁREA PRODUÇÃO ALIMENTÍCIA

23

02

D

40 h

Médio Profissionalizante ou Médio Completo + Curso Técnico (Área Produção Alimentícia)

1.509,69

TÉCNICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

24

01

D

40 h

Médio Profissionalizante ou Médio Completo + Curso Técnico em Informática ou Eletrônica com ênfase em sistemas computacionais ou área afim.

1.509,69

CAMPUS FLORIANO

NÍVEL SUPERIOR

CARGOS

CÓD.

N° DE VAGAS

NÍVEL DE CLASSIFICAÇÃO

REGIME

ESCOLARIDADE

VENCIMENTO BÁSICO (R$)

ANALISTA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

25

01

E

40 h

Curso Superior, em nível de graduação, na área de Informática

2.307,85

ASSISTENTE SOCIAL

26

01

E

40 h

Graduação em Serviço Social

2.307,85

CONTADOR

27

01

E

40 h

Graduação em Ciências Contábeis

2.307,85

MÉDICO/ÁREA

28

01

E

20 h

Graduação em Medicina

2.307,85

NÍVEL INTERMEDIÁRIO

ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO

29

01

D

40 h

Médio Profissionalizante ou Médio Completo

1.509,69

CAMPUS PICOS

NÍVEL SUPERIOR

CARGOS

CÓD.

N° DE VAGAS

NÍVEL DE CLASSIFICAÇÃO

REGIME

ESCOLARIDADE

VENCIMENTO BÁSICO (R$)

BIBLIOTECÁRIO / DOCUMENTALISTA

30

01

E

40 h

Graduação em Biblioteconomia ou Ciências da Informação

2.307,85

TÉCNICO EM ASSUNTOS EDUCACIONAIS

31

01

E

40 h

Graduação em Pedagogia ou Licenciaturas

2.307,85

NÍVEL INTERMEDIÁRIO

ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO

32

02

D

40 h

Médio Profissionalizante ou Médio Completo

1.509,69

CAMPUS PIRIPIRI

NÍVEL SUPERIOR

CARGOS

CÓD.

N° DE VAGAS

NÍVEL DE CLASSIFICAÇÃO

REGIME

ESCOLARIDADE

VENCIMENTO BÁSICO (R$)

ANALISTA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

33

01

E

40 h

Curso Superior, em nível de graduação, na área de Informática

2.307,85

CONTADOR

34

01

E

40 h

Graduação em Ciências Contábeis

2.307,85

ODONTÓLOGO

35

01

E

40 h

Graduação em Odontologia

2.307,85

TÉCNICO EM ASSUNTOS EDUCACIONAIS

36

02

E

40 h

Graduação em Pedagogia ou Licenciaturas

2.307,85

NÍVEL INTERMEDIÁRIO

ASSISTENTE DE ALUNOS

37

01

C

40 h

Médio Completo

1.264,99

AUXILIAR DE BIBLIOTECA

38

01

C

40 h

Fundamental Completo

1.264,99

ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO

39

04

01 (*)

D

40 h

Médio Profissionalizante ou Médio Completo

1.509,69

TÉCNICO EM AUDIOVISUAL

40

01

D

40 h

Médio Profissionalizante ou Médio Completo

1.509,69

TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA

41

01

D

40 h

Médio Profissionalizante ou Médio Completo + Curso Técnico (Área Eletrotécnica ou Eletromecânica)

1.509,69

TÉCNICO DE LABORATÓRIO/ÁREA VESTUÁRIO

42

02

D

40 h

Médio Profissionalizante ou Médio Completo + Curso Técnico (Área Vestuário)

1.509,69

CAMPUS TERESINA - CENTRAL

NÍVEL SUPERIOR

CARGOS

CÓD.

N° DE VAGAS

NÍVEL DE CLASSIFICAÇÃO

REGIME

ESCOLARIDADE

VENCIMENTO BÁSICO (R$)

AUDITOR

43

01

E

40 h

Curso Superior em Economia ou Direito ou Ciências Contábeis

2.307,85

JORNALISTA

44

01

E

40 h

Curso Superior em Jornalismo ou Comunicação Social (Habilitação em Jornalismo)

2.307,85

NÍVEL INTERMEDIÁRIO

ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO

45

13

03 (*)

D

40 h

Médio Profissionalizante ou Médio Completo

1.509,69

TÉCNICO DE LABORATÓRIO/ÁREA EDIFICAÇÕES

46

03

D

40 h

Médio Profissionalizante ou Médio Completo + Curso Técnico (Área Edificações)

1.509,69

CAMPUS URUÇUÍ

NÍVEL SUPERIOR

CARGOS

CÓD.

Nº DE VAGAS

NÍVEL DE CLASSIFICAÇÃO

REGIME

ESCOLARIDADE

VENCIMENTO BÁSICO (R$)

ANALISTA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

47

01

E

40 h

Curso Superior, em nível de graduação, na área de Informática

2.307,85

BIBLIOTECÁRIO / DOCUMENTALISTA

48

01

E

40 h

Graduação em Biblioteconomia ou Ciências da Informação

2.307,85

CONTADOR

49

01

E

40 h

Graduação em Ciências Contábeis

2.307,85

ENGENHEIRO AGRÔNOMO

50

01

E

40 h

Graduação em Agronomia ou Engenharia Agronômica

2.307,85

ENGENHEIRO/ÁREA CIVIL

51

01

E

40 h

Graduação em Engenharia Civil

2.307,85

MÉDICO/ÁREA

52

01

E

20 h

Graduação em Medicina

2.307,85

MÉDICO VETERINÁRIO

53

01

E

20 h

Graduação em Medicina Veterinária

2.307,85

NUTRICIONISTA / HABILITAÇÃO

54

01

E

40 h

Graduação em Nutrição

2.307,85

ODONTÓLOGO

55

01

E

40 h

Graduação em Odontologia

2.307,85

NÍVEL INTERMEDIÁRIO

ASSISTENTE DE ALUNOS

56

02

C

40 h

Médio Completo

1.264,99

ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO

57

04

01 (*)

D

40 h

Médio Profissionalizante ou Médio Completo

1.509,69

TÉCNICO EM AGROPECUÁRIA

58

02

D

40 h

Médio Profissionalizante ou Médio Completo + Curso Técnico (Área Agropecuária)

1.509,69

TÉCNICO EM ALIMENTOS E LATICÍNIOS

59

02

D

40 h

Médio Profissionalizante ou Médio Completo + Curso Técnico (Área Alimentos e Laticínios)

1.509,69

TÉCNICO DE LABORATÓRIO/ÁREA ZOOTECNIA

60

02

D

40 h

Médio Profissionalizante ou Médio Completo + Curso Técnico (Área Zootecnia)

1.509,69

# Os cursos indicados na ESCOLARIDADE devem ser reconhecidos pelo MEC e os candidatos aprovados, para serem nomeados, deverão possuir, quando for o caso, o registro do órgão de classe competente.

* Vagas destinadas a portadores de necessidades especiais conforme dispõe o art. 37 do Decreto no 3.298/1999.

** Vencimento básico dos cargos Técnico-Administrativos em Educação a partir de 1º. de julho de 2009.

ANEXO II

EDITAL Nº 34, DE 03 DE JUNHO DE 2009

DA DESCRIÇÃO SUMÁRIA DOS CARGOS

NÍVEL SUPERIOR

CARGO: ANALISTA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Desenvolver e implantar sistemas informatizados, dimensionando requisitos e funcionalidade do sistema, especificando programas, codificando aplicativos; administrar ambientes informatizados; prestar treinamento e suporte técnico ao usuário; elaborar documentação técnica; estabelecer padrões; coordenar projetos e oferecer soluções para ambientes informatizados; pesquisar tecnologias em informática. Assessorar as atividades de ensino, pesquisa e extensão.

CARGO: ASSISTENTE SOCIAL

Prestar serviços sociais, orientando indivíduos, famílias, comunidades e instituições sobre direitos e deveres (normas, códigos e legislação), serviços e recursos sociais e programas de educação; planejar, coordenar e avaliar planos, programas e projetos sociais em diferentes áreas de atuação profissional (seguridade, educação, trabalho, jurídica, habitação e outras); desempenhar tarefas administrativas e articular recursos financeiros disponíveis. Assessorar as atividades de ensino, pesquisa e extensão.

CARGO: AUDITOR

Realizar auditagem; acompanhar as execuções orçamentárias, financeiras, patrimoniais e de pessoal; emitir pareceres e elaborar relatórios. Assessorar as atividades de ensino, pesquisa e extensão.

CARGO: BIBLIOTECÁRIO/DOCUMENTALISTA

Disponibilizar informação; gerenciar unidades como bibliotecas, centros de documentação, centros de informação e correlatos, além de redes e sistemas de informação; tratar tecnicamente e desenvolver recursos informacionais; disseminar informação com o objetivo de facilitar o acesso e geração do conhecimento; desenvolver estudos e pesquisas; promover difusão cultural; desenvolver ações educativas. Assessorar as atividades de ensino, pesquisa e extensão.

CARGO: CONTADOR

Executar a escrituração através dos lançamentos dos atos e fatos contábeis; elaborar e manter atualizados relatórios contábeis; promover a prestação, acertos e conciliação de contas; participar da implantação e execução das normas e rotinas de controle interno; elaborar e acompanhar a execução do orçamento; elaborar demonstrações contábeis e a prestação de contas anual do órgão; prestar assessoria e preparar informações econômico-financeiras; atender às demandas dos órgãos fiscalizadores e realizar perícia. Assessorar as atividades de ensino, pesquisa e extensão.

CARGO: ENGENHEIRO AGRÔNOMO

Executar estudos, projetos, análises, avaliações, vistorias, perícias, pareceres e divulgação técnica; planejamento ou projeto, em geral, de explorações de recursos naturais e desenvolvimento da produção industrial e agropecuária; produção técnica especializada. Assessorar as atividades de ensino, pesquisa e extensão.

CARGO: ENGENHEIRO/ÁREA CIVIL

Desenvolver projetos de engenharia; executar obras; planejar, coordenar a operação e a manutenção, orçar, e avaliar a contratação de serviços dos mesmos; controlar a qualidade dos suprimentos e serviços comprados e executados; elaborar normas e documentação técnica. Assessorar as atividades de ensino, pesquisa e extensão.

CARGO: JORNALISTA

Recolher, redigir, registrar através de imagens e de sons, interpretar e organizar informações e notícias a serem difundidas, expondo, analisando e comentando os acontecimentos, fazer seleção, revisão e preparo definitivo das matérias jornalísticas a serem divulgadas em jornais, revistas, televisão, rádio, internet, assessorias de imprensa e quaisquer outros meios de comunicação com o público. Assessorar as atividades de ensino, pesquisa e extensão.

CARGO: MÉDICO/ÁREA

Oferecer consultas e atendimentos médicos; tratar pacientes; implementar ações para promoção da saúde; coordenar programas e serviços em saúde, efetuar perícias, auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica. Assessorar as atividades de ensino, pesquisa e extensão.

CARGO: MÉDICO VETERINÁRIO

Praticar clínica médica veterinária em todas as suas especialidades; contribuir para o bem-estar animal; promover saúde pública; exercer defesa sanitária animal; atuar na produção e no controle de qualidade de produtos; fomentar produção animal; atuar nas áreas de biotecnologia e de preservação ambiental; elaborar laudos, pareceres e atestados; assessorar a elaboração de legislação pertinente. Assessorar as atividades de ensino, pesquisa e extensão.

CARGO: NUTRICIONISTA/HABILITAÇÃO

Prestar assistência nutricional a indivíduos e coletividades (sadios e enfermos); organizar, administrar e avaliar unidades de alimentação e nutrição; efetuar controle higiênico-sanitário; participar de programas de educação nutricional; ministrar cursos. Atuar em conformidade ao Manual de Boas Práticas. Assessorar as atividades de ensino, pesquisa e extensão.

CARGO: ODONTÓLOGO

Atender e orientar pacientes e executar tratamento odontológico, realizando, entre outras atividades, radiografias e ajuste oclusal, aplicação de anestesia, extração de dentes, tratamento de doenças gengivais e canais, cirurgias bucomaxilofaciais, implantes, tratamentos estéticos e de reabilitação oral, confecção de prótese oral e extra-oral; diagnosticar e avaliar pacientes e planejar tratamento; realizar auditorias e perícias odontológicas; administrar local e condições de trabalho, adotando medidas de precaução universal de biossegurança. Assessorar as atividades de ensino, pesquisa e extensão.

CARGO: TÉCNICO EM ASSUNTOS EDUCACIONAIS

Coordenar as atividades de ensino, planejamento e orientação, supervisionando e avaliando estas atividades, para assegurar a regularidade do desenvolvimento do processo educativo. Assessorar as atividades de ensino, pesquisa e extensão.

NÍVEL INTERMEDIÁRIO

CARGO: ASSISTENTE DE ALUNOS

Assistir e orientar os alunos no aspecto de disciplina, lazer, segurança, saúde, pontualidade e higiene, dentro das dependências escolares. Auxiliar as atividades de ensino, pesquisa e extensão.

CARGO: ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO

Dar suporte administrativo e técnico nas áreas de recursos humanos, administração, finanças e logística; atender usuários, fornecendo e recebendo informações; tratar de documentos variados, cumprindo todo o procedimento necessário referente aos mesmos; preparar relatórios e planilhas; executar serviços em áreas de escritório. Assessorar as atividades de ensino, pesquisa e extensão.

CARGO: AUXILIAR DE BIBLIOTECA

Atuar no tratamento, recuperação e disseminação da informação e executar atividades especializadas e administrativas relacionadas à rotina de unidades ou centros de documentação ou informação, quer no atendimento ao usuário, quer na administração do acervo, ou na manutenção de bancos de dados. Participar da gestão administrativa, elaboração e realização de projetos de extensão cultural. Colaborar no controle e na conservação de equipamentos. Assessorar as atividades de ensino, pesquisa e extensão.

CARGO: TÉCNICO EM AGROPECUÁRIA

Prestar assistência e consultoria técnicas, orientando diretamente produtores sobre produção agropecuária, comercialização e procedimentos de biosseguridade; executar projetos agropecuários em suas diversas etapas; planejar atividades agropecuárias; promover organização, extensão e capacitação rural; fiscalizar produção agropecuária; desenvolver tecnologias adaptadas à produção agropecuária. Assessorar as atividades de ensino, pesquisa e extensão.

CARGO: TÉCNICO EM ALIMENTOS E LATICÍNIOS

Realizar tarefas de caráter técnico, relativas à produção de alimentos, executando experiências e ensaios de laboratórios, para cooperar no desenvolvimento e controle de fabricação desse produto. Assessorar as atividades de ensino, pesquisa e extensão.

CARGO: TÉCNICO EM AUDIOVISUAL

Montar e projetar filmes cinematográficos; manejar equipamentos audiovisuais utilizados nas diversas atividades didáticas, de pesquisa e extensão, bem como operar equipamentos eletrônicos para gravação em fita ou fios magnéticos, filmes, discos virgens e outras mídias. Assessorar as atividades de ensino, pesquisa e extensão.

CARGO: TÉCNICO DE ELETROTÉCNICA

Executar tarefas de caráter técnico, relativas à avaliação e controle de projetos de instalações, aparelhos e equipamentos elétricos, orientando-se por plantas, esquemas, instruções e outros documentos específicos, e utilizando instrumentos apropriados para cooperar no desenvolvimento de projetos de construção, montagens e aperfeiçoamento dos mencionados equipamentos.

CARGO: TÉCNICO DE LABORATÓRIO/ÁREA (EDIFICAÇÕES, GESTÃO E NEGÓCIOS, PRODUÇÃO ALIMENTÍCIA, VESTUÁRIO E ZOOTECNIA)

Executar trabalhos técnicos de laboratório relacionados com a área de atuação, realizando ou orientando coleta, análise e registros de material e substâncias através de métodos específicos. Assessorar as atividades de ensino, pesquisa e extensão.

CARGO: TÉCNICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Desenvolver sistemas e aplicações, determinando interface gráfica, critérios ergonômicos de navegação, montagem da estrutura de banco de dados e codificação de programas; projetar, implantar e realizar manutenção de sistemas e aplicações; selecionar recursos de trabalho, tais como metodologias de desenvolvimento de sistemas, linguagem de programação e ferramentas de desenvolvimento. Assessorar as atividades de ensino, pesquisa e extensão.

ANEXO III

EDITAL Nº 34, DE 03 DE JUNHO DE 2009

REQUERIMENTO DE ISENÇÃO DE TAXA DE INSCRIÇÃO

Eu, ___________________________________________________, RG nº ________________, CPF nº ________________, residente _______________________________________________ nº ________, Complemento ______________________ CEP ________________ Cidade _________________________, UF ______, Tel. Fixo ( ) ______________ Tel. Cel. ( ) ______________, venho requerer isenção do pagamento da taxa de inscrição do Concurso Público (Carreira Técnico-Administrativa em Educação - Edital n. 34, de 03 de junho de 2009), no valor de R$ ______________, visto que não tenho condições para arcar com tal valor, conforme documentos anexos.

Informo que a composição de minha renda familiar corresponde ao discriminado no quadro abaixo:

- Renda familiar (Soma das rendas auferidas pelos membros da família residentes sob o mesmo teto, segundo art. 4º, inciso IV, do Decreto no 6.135, de 26/06/2007, publicado no DOU de 27 subsequente).

Nº NIS

NOME COMPLETO DOS MEMBROS DA FAMÍLIA*

GRAU DE PARENTESCO **

DATA DE NASCIMENTO

RENDA MENSAL (R$)

CPF

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

* Informe, inclusive, os membros que não possuem renda.

**Grau de parentesco em relação ao requerente.

Estou ciente de que poderei ser responsabilizado criminalmente, caso as informações aqui prestadas não correspondam à verdade.

N. Termos,
P. Deferimento.

_____________________, ____ de _____________________ de 2009

Assinatura do Candidato _______________________________

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

PARA USO EXCLUSIVO DA COMISSÃO DO CONCURSO

Teresina (PI), ____/____/______ ( ) Indeferido ( ) Deferido

Assinatura das Assistentes Sociais da Comissão Julgadora

ANEXO IV

EDITAL Nº 34, DE 03 DE JUNHO DE 2009

PARA USO DE CANDIDATOS QUE NECESSITAM DE ATENDIMENTO DIFERENCIADO

REQUERIMENTO

(Somente quando necessário)

_______________________________________________________, RG: ________________, CPF: ________________, candidato inscrito para o cargo de ________________________________________________, inscrição nº _________, cidade de opção de prova: _____________________, residente: ____________________________________________, nº _______, Bairro: _____________________, Fone: ( ) ____________ Celular: ( ) ____________, requer a V.Sa. condições especiais(1) para realização da prova escrita do Concurso Público, com base no subitem 2.4, para provimento de Cargo Efetivo da Carreira Técnico-Administrativo em Educação (IFPI), conforme Edital nº 34, de 03 de junho de 2009.

Portador de Necessidade Especial (Tipo): ________________________________________________________

Necessito dos seguintes recursos _______________________________________________________________

N. Termos,
P. Deferimento.

____________________, ____/____/_____

Assinatura do Candidato ____________________________

(1) Anexar documento apresentando as condições diferenciadas de que necessita para a realização da prova e/ou justificativa acompanhada de parecer emitido por especialista da área de sua deficiência.

ANEXO V

EDITAL Nº 34, DE 03 DE JUNHO DE 2009

RECURSO DA PROVA ESCRITA

Orientações:

1 Use folha separada para cada questão;

2 Não assine, nem coloque identificação em parte alguma de seu recurso;

3 Anulada uma questão, os pontos a ela correspondentes serão atribuídos a todos os candidatos, independentemente de terem recorrido;

4 O resultado do recurso estará à disposição do interessado na sala da Comissão Organizadora do Concurso Público (CSEP - IFPI), a partir do dia 01 de outubro de 2009.

Cargo/Campus: ___________________________________________________________________________

Disciplina: ________________________________________ Nº da questão recorrida: ___________________

Fundamentação e argumentação lógica do recurso:
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________

Data: _____/ _____/2009

Fonte(s) bibliográfica(s) que embasa(m) a argumentação do candidato:
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________ ANEXO VI

EDITAL Nº 34, DE 03 DE JUNHO DE 2009

CRONOGRAMA DO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS PARA CARREIRA TÉCNICO-ADMINISTRATIVA EM EDUCAÇÃO

ETAPAS/ATIVIDADES

DATA DE REALIZAÇÃO

Publicação do Edital no DOU

04 de junho de 2009

Período de inscrição

09 de junho a 09 de julho de 2009

Prazo máximo para o pagamento da taxa de inscrição

Até 10 de julho de 2009

Período de solicitação de isenção da taxa de inscrição

15 a 19 de junho de 2009

Divulgação do deferimento da isenção da taxa de inscrição

Até 30 de junho de 2009

Solicitação dos candidatos que necessitam de atendimento diferenciado

Até 09 de julho de 2009

Divulgação dos locais de aplicação da Prova Escrita

A partir de 16 de setembro de 2009

Realização da Prova Escrita

20 de setembro de 2009

Divulgação do gabarito oficial

21 de setembro de 2009

Recurso contra o gabarito oficial da Prova Escrita

22 de setembro de 2009 até às 12 h

Resultado dos recursos contra o gabarito da Prova Escrita

05 de outubro de 2009

Divulgação do resultado da Prova Escrita

Até 08 de outubro de 2009

Homologação do resultado final no Diário Oficial da União para os cargos de nível Intermediário

19 de outubro de 2009

OBSERVAÇÃO: Este cronograma poderá sofrer alteração, em razão do número de inscritos. Qualquer alteração no Cronograma será divulgada no endereço eletrônico (www.cefetpi.br/concursos).

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

NÍVEL SUPERIOR

Língua Portuguesa (Comum a todos os cargos)

Leitura e interpretação de textos: valores e sentidos constituídos pelo texto, relações entre texto e contexto e entre o texto e outros textos (intertextualidade); funções da linguagem. Relações estabelecidas no texto pelos marcadores de coesão e coerência e as relações sintático-semânticas. Recursos linguísticos expressivos usados pelo autor na construção do texto. Aspectos linguísticos: variação linguística (relação entre a oralidade e a escrita e entre a forma padrão e a não padrão). Morfossintaxe: fonética, ortografia oficial, acentuação gráfica, pontuação, estrutura e formação das palavras, classe de palavras (classificação, emprego, funções). Frase, oração e período (termos da oração, classificação das orações). Concordância nominal e verbal. Regência nominal e verbal. Colocação Pronominal. Semântica e estilística: significação das palavras (sinonímia, antonímia e paronímia). Figuras de linguagem.

Noções de Informática (Comum a todos os cargos, exceto para o cargo de Analista de Tecnologia da Informação)

Introdução a conceitos de hardware e software de computador. Sistema operacional Microsoft Windows e Linux: conceitos gerais, principais configurações. Pacotes Microsoft Office e BrOffice: planilhas eletrônicas, processadores de texto e apresentação de slides. Microsoft Internet Explorer e Mozilla Firefox. Noções básicas de internet e intranet. Correio eletrônico. Procedimento para realização de cópias de segurança. Conhecimentos básicos sobre segurança: vírus e antivírus, spyware, adware, spam, firewall.

CARGO: Analista de Tecnologia da Informação

Fundamentos de computação: organização e arquitetura de computadores; componentes de um computador (hardware e software); sistemas de entrada, saída e armazenamento; sistemas de numeração e codificação; aritmética computacional. Desenvolvimento de sistemas: metodologias de desenvolvimento (Processo Unificado - PU e métodos ágeis; análise e projeto estruturado; modelagem funcional e de dados; análise essencial; análise e projetos orientados a objeto; ferramentas de desenvolvimento de software e ferramentas CASE; aspectos de linguagens de programação, algoritmos e estruturas de dados; programação estruturada; programação orientada a objetos; ciclo de vida de um software; UML (conceitos, diagramas e modelagem). Linguagens de programação: tipos de dados elementares e estruturados; funções e procedimentos; estruturas de controle de fluxo; montadores, compiladores, ligadores e interpretadores; caracterização das principais linguagens de programação; ambientes de desenvolvimento visual (Delphi); linguagens de programação orientada objetos; programação para Web; arquitetura MVC. Banco de dados: conceitos básicos, fundamentos, características, componentes e funcionalidade de bancos de dados; arquitetura, modelos lógicos e representação física; implementação de SGBD's relacionais, objetos-relacionais e orientados a objetos; SQL; modelagem de dados; modelo relacional; normalização de dados; projeto de banco de dados relacional; arquitetura de um SGBD (características, componentes, vantagens e desvantagens e funcionalidades). Redes de computadores: meios de transmissão; técnicas básicas de comunicação; topologias de redes de computadores; tipos de serviço e QoS; elementos de interconexão de redes de computadores (gateways, hubs, repetidores, bridges, switches, roteadores); arquitetura e protocolos de redes de comunicação; modelo de referência OSI; arquitetura TCP/IP (serviços e protocolos); arquitetura cliente-servidor; tecnologias de redes locais e de longa distância (LAN, MAN, WAN); monitoramento de tráfego; sniffer de rede; interpretação de pacotes; princípios de redes peer-to-peer; funcionamento dos principais serviços de rede; servidores de e-mail; servidores Web, servidores proxy; domínios, entidades de registro, servidores WHOIS; VPN. Segurança da informação: políticas de segurança da informação; segurança de redes de computadores; vulnerabilidades e ataques a sistemas computacionais; processos de definição, implantação e gestão de políticas de segurança e auditoria; ataques e proteções relativos a hardware, software, sistemas operacionais, aplicações, bancos de dados, redes, inclusive firewalls e proxies, pessoas e ambiente físico; conceitos básicos de criptografia; sistemas criptográficos simétricos e de chave pública (modos de operação de cifras); certificação digital; características do RSA, DES, e AES; funções hash; MD5 e SHA-1. Sistemas operacionais: princípios de sistemas operacionais; Windows e Linux; sistemas de arquivos (características, metadados, organização física); diretórios e direitos de acesso, compartilhamento, segurança e integridade; gerenciamento de memória (organização, administração e hierarquia de memória, memória virtual); instalação e configuração dos principais serviços TCP/IP (scripts de inicialização); Backup; memória virtual. Gerência de projetos e serviços de TI: PMBOK, ITIL. Interação humano- computador: conceitos e princípios/critérios/recomendações da interação usuário-computador, modelos de interação com o usuário, estilos de apresentação das informações, critérios e recomendações ergonômicas, documentação do usuário.

CARGO: Assistente Social

Serviço Social e prática profissional na atualidade: desafios e possibilidades. Trajetória histórico-metodológica do Serviço Social: lógica capitalista e questão social. As transformações societárias contemporâneas e seus impactos no mundo do trabalho. Ética e Serviço Social: O Código de Ética atual do Assistente Social; O projeto ético-político profissional. Pesquisa em Serviço Social: a dimensão investigativa da profissão. Estado e políticas sociais. Instituições: noções gerais, conceitos e atuação profissional. Planejamento social. A instrumentalidade do Serviço Social. Mediação em Serviço Social. Serviço Social e interdisciplinaridade. A inserção do Serviço Social na política de educação. Políticas educacionais e Lei de Diretrizes e Bases da Educação - LDB (Lei nº. 9394/96). A política de educação e a sua interface com as demais políticas: saúde, assistência social, previdência e cultura. Sociedade civil organizada A lei de regulamentação da profissão de Assistente Social (Lei nº. 8662/93). O Sistema Único de Assistência Social (SUAS). A Lei Orgânica da Assistência Social - LOAS (Lei nº. 8742/93). O Estatuto da Criança e do Adolescente - ECA (Lei nº. 8069/90). A Política Nacional do Idoso (Lei nº. 8842/94) e o Estatuto do Idoso (Lei nº. 10741/03). Lei de acessibilidade nº. 10.098, de 19/12/2000. Política nacional sobre drogas (Resolução nº. 3/GSIPR/CH/CONAD, de 27/10/2005).

CARGO: Auditor

Direito Constitucional (Dos princípios fundamentais, Dos Direitos e garantias fundamentais; Da organização do Estado; Da organização dos poderes; Da tributação e do orçamento; Da ordem econômica e financeira e da ordem social); Direito Civil (Das pessoas; Dos bens; Do direito das obrigações; Direito das coisas); Direito Administrativo (Administração pública; Regime Jurídico administrativo; Serviços públicos; Poder de polícia; Restrições do Estado sobre a propriedade privada; Atos administrativos; Contrato administrativo; Administração indireta; Entidades paraestatais e terceiro setor; Órgãos públicos; Servidores públicos; Processo administrativo; Responsabilidade extracontratual do Estado; Bens público; Controle da administração pública; Improbidade administrativa); Lei de Responsabilidade Fiscal; Contabilidade Financeira; Auditoria; Estatística na área de auditoria interna( descrição de amostras por meio de distribuição de freqüências, medidas de posição e dispersão; Propabilidades: conceitos básicos, variáveis aleatórias uni e bidimensionais, distribuição de probabilidades; Amostragem: distribuição amostrais e intervalos de confiança); Raciocínio Lógico na área de auditoria interna (elementos de lógica matemática, proposições, álgebra proporcional, expressões com variáveis e quantificadores; método dedutivo, método indutivo e lógica posicional); Contabilidade Pública e Orçamentária (1. Constituição Federal/ 1988: art. 37; art. 70 a 74; art. 165 a 169 e art. 195. Lei nº. 10.180/ 01, Lei nº. 4.320/64. 4, Decreto Lei nº. 200/67, Decreto nº. 93.872/86, Decreto nº. 6.170/2007, Portaria Interministerial MF/MPOG nº. 163/ 2001 e alterações, Portaria MOG nº. 42/ 1999, Lei nº. 8.666/93 e alterações; Instrução Normativa nº. 02/2008, Instrução Normativa STN 01/ 1997); Controle Externo: Tribunal de Contas da União; Natureza, competência, jurisdição e julgamento; Lei nº. 8443/92; Instrução Normativa nº. 57/2008/TCU; Sistema de Controle Interno do Poder Executivo Federal; Lei nº. 10.180/2001; Decreto nº. 3591/2000; Metodologia de trabalho do Sistema de Controle Interno (SFC); Instrução Normativa nº. 01/2001, de 06.04.2001, publicada no DOU de 12.04.2001; Objetivos e abrangência de Atuação do Sistema de Controle Interno (SCI). Educação Nacional. Noções básicas. Lei nº. 9394/96. Decreto nº. 5154/2004. Lei nº. 11.892/2008.

CARGO: Bibliotecário/Documentalista

Documentação: conceitos básicos e finalidades da documentação geral. Biblioteconomia e ciência da informação: conceitos básicos e finalidades. Normas técnicas (ABNT) para a área de documentação: referência bibliográfica, resumos, abreviação de títulos de periódicos e publicações seriadas, sumário, preparação de índices de publicações, preparação de guias de bibliotecas, centros de informação e de documentação. Indexação: conceito, definição, linguagens de indexação, descritores, processos de indexação, tipos de indexação. Resumos e índices: tipos e funções. Classificação Decimal Dewey (CDD): estrutura, princípios e índices principais e emprego das tabelas auxiliares. Catalogação (AACR-2): catalogação descritiva, entradas e cabeçalhos; catalogação de multimeios: CD-ROM, fitas de vídeos e fitas cassetes. Catálogo: tipos e funções. Gestão de unidades de informação: planejamento, organização e administração de recursos: materiais, financeiros, informacionais e humanos. Marketing de serviços e produtos. Desenvolvimento de coleções: políticas de seleção e de aquisição, avaliação de coleções; fontes de informação: enciclopédias e dicionários. Serviço de referência: organização de serviços de notificação corrente (serviços de alerta), disseminação seletiva da informação (DSI): estratégia de busca de informação, planejamento e etapas de elaboração, atendimento ao usuário. Estudo de usuário-entrevista. Automação: formato de intercâmbio, banco de dados, base de dados, planejamento da automação, principais sistemas de informação automatizados nacionais e internacionais. Bibliografia: conceituação, teorias, classificação, histórico e objetivos. Identificação e conhecimento das principais fontes de informação nos diversos tipos de suporte.

CARGO: Contador

Contabilidade geral: normas, princípios e convenções contábeis; patrimônio; fatos contábeis; contas patrimoniais e de resultado; demonstrativos contábeis; Lei n.º 6.404/76 e alterações. Contabilidade aplicada a administração pública e orçamento público: conceito, objeto e campo de aplicação; legislação básica (Lei n.º 4.320/64, Decreto n.º 93.872/86, Lei Complementar n.º 101/00, Decreto n.º 3.590/00, Lei n.º 10.180/01 e Decreto Lei n.º 200/67); receita e despesa pública; receitas e despesas orçamentárias e extra-orçamentárias; execução orçamentária e financeira; variações patrimoniais; contabilização de fatos contábeis típicos; análise das demonstrações contábeis; Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal - SIAFI; plano de contas e tabela de eventos (conceito, estrutura e fundamentos lógicos); orçamento público (conceito e princípios orçamentários); orçamento segundo a Lei nº 4.320/64, a Constituição Federal de 1988 e a Lei de Responsabilidade Fiscal; ciclo orçamentário (elaboração, metodologia, codificação, execução e acompanhamento do orçamento federal); escrituração de operações típicas dos sistemas de contas; demonstrações contábeis na administração pública (balanço orçamentário, balanço financeiro, balanço patrimonial e demonstração das variações patrimoniais); processo de contas (tomada e prestação de contas na administração pública). Auditoria: normas brasileiras para o exercício da atividade de auditoria; fiscalização prevista na Constituição Federal de 1988, arts. 70 a 74; auditorias no setor público federal (IN SFC nº 01/2001 e alterações).

Noções de direito administrativo: administração pública, princípios da administração pública, atos administrativos; licitações públicas; contratos administrativos; agentes públicos; serviços públicos; responsabilidade civil da administração pública; controle da administração pública; sindicância e processo administrativo.

CARGO: Engenheiro Agrônomo

Sementes e mudas. Cultivo das principais hortaliças e das culturas anuais e perenes do Piauí. Solos do Piauí. Práticas conservacionistas. Relações solo-água-planta. Matéria orgânica do solo. Agroecologia. Nutrição mineral de plantas. Conservação de forragens. Forragicultura. Princípios básicos de nutrição, sanidade e reprodução animal. Integração lavoura-pecuária. Bovinocultura (de corte e leite), caprinocultura, ovinocultura, suinocultura, avicultura e apicultura.

CARGO: Engenheiro/Área Civil

Materiais de construção civil: aglomerantes, agregados, cimento, areia, gesso, cal, concreto armado e suas propriedades (fator água/cimento, resistência mecânica e durabilidade, forma de madeira e metálica, tipos de aço para concreto armado, produção e lançamento do concreto, cura, adensamento e desforma); materiais cerâmicos (tipo, assentamento, juntas de dilatação, movimentação e dessolidarização); argamassas e suas propriedades (principais argamassas preparadas no canteiro de obras, argamassas industrializadas e principais patologias); resistência dos materiais (tensões, deformações, propriedades mecânicas dos materiais, torção, flexão, cisalhamento, linha elástica, flambagem, critérios de resistência, dimensionamento de elementos estruturais de concreto armado, de aço e de madeira). Planejamento de obras: quantitativos de obras, orçamentos sintético e analítico, cronograma físico e financeiro da obra, especificação de materiais, fiscalização e controle de obras e serviços, controle de qualidade de materiais e serviços, uso de recursos de informática voltados a engenharia civil. Tecnologia das edificações: levantamento topográfico do terreno, análise de projetos, instalação de canteiros de obra de acordo com as normas vigentes, alvenarias de vedação e estruturais, controle tecnológico do concreto. Estruturas de fundações: fundações diretas e profundas, sondagem do terreno, noções do cálculo da taxa admissível do terreno para cargas de estruturas, mecânica dos solos (caracterização dos solos, resistência ao cisalhamento, compactação, tensões e deformações, compressibilidade e adensamento, estabilidade de taludes e encostas) e topografia. Estruturas de concreto armado e protendido: morfologia das estruturas, carregamento, estruturas isostáticas e hiperestáticas planas e espaciais, concreto armado (materiais, normas, solicitações normais, flexão normal simples, cisalhamento, controle da fissuração, aderência, lajes maciças e nervuradas, punção, torção, deformação na flexão, pilares e vigas), concreto protendido (estudo de cabos de aço, protenção e suas aplicações em estruturas prediais). Instalações hidro-sanitárias: demanda e consumo de água, estimativa de vazões, adutoras, estações elevatórias, princípios do tratamento d'água, projeto e dimensionamento de instalações prediais de água fria, rede coletora de esgotos, princípios do tratamento de esgotos, projeto e dimensionamento de instalações prediais de esgotos sanitários, coleta de resíduos sólidos domiciliares e industriais, drenagem pluvial (estimativa de contribuições, galerias e canais), instalações de combate a incêndio e sistemas preventivos, instalações prediais de águas pluviais. Instalações elétricas, lógica e telefonia: noções de instalações elétricas, de lógica e telefonia prediais (análise e acompanhamento), subestação, quadros elétricos montados, fios e cabos, iluminação e força, rede de dados (materiais e equipamentos), rede de telefonia (materiais e equipamentos). Estruturas metálicas e de madeira; estruturas de madeira para cobertas, estruturas metálicas e suas utilizações na construção civil. Estradas e transportes: noções básicas de transportes e veículos, terraplenagem, pavimentação de vias, dimensionamento de pavimentos e os tipos de materiais a empregar. Impermeabilização: impermeabilização de caixas d'água, reservatórios, cisternas, piscinas e lajes expostas, utilização dos diversos tipos de impermeabilizantes, manta asfáltica e suas propriedades. Patologia das construções: identificação e solução para os diversos tipos de patologias na construção civil. Ética e legislação para obras de engenharia: noções básicas das normas vigentes no país, inclusive as normas da engenharia de segurança do trabalho e as de controle de qualidade total na construção civil.

CARGO: Jornalista

Comunicação integrada nas organizações no contexto contemporâneo. Comunicação de massa: teorias da comunicação e suas novas tecnologias, técnicas de reportagem, entrevistas e cobertura jornalística, fotojornalismo, programação visual em jornalismo. Edição e editoração em jornalismo: softwares aplicados na produção de textos e de imagens jornalísticas (Microsoft Office, Pagemaker, Corel Draw, Photoshop, Linux). Radiojornalismo. Telejornalismo. Produtos e serviços da assessoria de imprensa no setor público: produção de House Organ, gerenciamento de informações jornalísticas, press-kit, release, clipping e artigos jornalísticos. Código de ética de comunicação e do profissional jornalista. Manual Nacional de Assessoria de Imprensa da Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ).

CARGO: Médico/Área

Cuidados gerais com o paciente em medicina interna. Doenças cardiovasculares: hipertensão arterial, cardiopatia isquêmica, insuficiência cardíaca, miocardiopatias e valvulopatias, arritmias cardíacas. Doenças pulmonares: asma brônquica e doença pulmonar obstrutiva crônica, embolia pulmonar, pneumonias e abscessos pulmonares, doença pulmonar intersticial, hipertensão pulmonar. Doenças gastrointestinais e hepáticas: úlcera péptica, doenças intestinais inflamatórias e parasitárias, diarréia, colelitíase e colecistite, pancreatite, hepatites virais e hepatopatias tóxicas, insuficiência hepática crônica. Doenças renais: insuficiência renal aguda e crônica, glomerulonefrites, síndrome nefrótica, litíase renal. Doenças endócrinas: diabetes mellitus, hipotireoidismo e hipertireoidismo, tireoidite e nódulos tireoidianos, distúrbios das glândulas supra-renais, distúrbios das glândulas paratireóides. Doenças reumáticas: artrite reumatóide, espondiloartropatias, colagenoses, gota. Doenças infecciosas e terapia antibiótica. Distúrbios hidroeletrolíticos e acidobásicos. Infecção pelo vírus HIV. Doenças auto-imunes. Suporte nutricional. Choque. Anemias. Acidente vascular cerebral. Exames complementares invasivos e não-invasivos de uso corriqueiro na prática clínica diária. Ética e Bioética. Fundamentos de medicina ocupacional, emergências clínicas.

CARGO: Médico Veterinário

Importância da medicina veterinária na saúde pública. Anatomia e fisiologia animal. Farmacologia e terapêutica veterinária. Patologia clínica veterinária. Microbiologia veterinária. Toxicologia veterinária. Doenças infectocontagiosas e parasitárias dos animais. Doenças nutricionais e metabólicas dos animais. Semiologia veterinária. Epidemiologia veterinária e profilaxia: conceitos gerais e agentes etiológicos; medidas epidemiológicas. Principais zoonoses de interesse médico veterinário. Reprodução animal. Bem-estar e comportamento animal. Bioclimatologia animal. Inspeção e tecnologia de produtos de origem animal.

CARGO: Nutricionista/Habilitação

Composição, propriedades e transformações dos alimentos. Ferramentas de segurança alimentar: (BPS)/GHP, BPH/GHP, PAS; APCCC, série ISO. Doenças transmitidas por alimentos. Análise sensorial de alimentos. Necessidades e recomendações nutricionais. Biodisponibilidade de nutrientes. Métodos de avaliação nutricional - diretos e indiretos. Avaliação do estado nutricional nos ciclos de vida: ingestão dietética, avaliação antropométrica, clínica e bioquímica. Planejamento, análise, avaliação e custos de refeições. Técnica dietética: seleção e preparo de alimentos. Unidades de alimentação e nutrição: tipos e sistemas de distribuição de refeições e alimentos. Nutrição nos ciclos de vida: gestação, lactação, infância, adolescência, adulto e idoso. Educação alimentar. Vigilância alimentar e nutricional. Políticas de segurança alimentar e nutricional. Problemas nutricionais: anemia por deficiência de ferro, hipovitaminose A, excesso de peso/obesidade, diabetes mellitus, hipertensão arterial e dislipidemias.

CARGO: Odontólogo

Diagnóstico bucal: patologia dos tecidos moles e duros da cavidade oral, cárie, placa bacteriana e doença periodontal. Métodos de prevenção da cárie e da doença periodontal. Flúor. Técnicas de anestesia intra-oral. Proteção do complexo dentina-polpa. Materiais restauradores. Princípios gerais do preparo cavitário. Cirurgia oral menor. Emergências médicas em odontologia. Endodontia. Medicação e antibioticoterapia sistêmica. Técnicas radiográficas intra e extra- orais. Efeitos biológicos dos raios X e interpretações radiográficas. Terapêutica medicamentosa na rotina de tratamento das principais infecções bucais e estruturas anexas. Terapêutica de emergência/urgência em odontologia. Biossegurança na prática odontológica: hepatites virais (A, B e C); AIDS; sífilis; tuberculose; imunizações; medidas de precaução universal: lavagem de mãos (técnicas); uso de barreiras protetoras; cuidados com instrumental, equipamentos e superfícies; descarte de lixo e de material perfuro cortante; conduta frente a acidentes de trabalho. Traumatismos em dentes anteriores: exame clínico e radiográfico; classificação: lesões das estruturas dentárias mineralizadas e da polpa; lesões dos tecidos periodontais; dentição permanente - tratamento e diagnóstico: trinca do esmalte; fratura não-complicada da coroa; fratura complicada da coroa; fratura de coroa e raiz; concussão; subluxação; luxação; avulsão dentária. Atendimento ao paciente de risco: cardiopata e hipertenso; diabético; imuno deprimido; submetido a radiação ionizante e quimioterápicos; gestante. Fisiopatologia da mastigação e ATM. Exame clínico: subjetivos, objetivos e complementares.

CARGO: Técnico em Assuntos Educacionais

Fundamentos da educação, a relação educação e sociedade: dimensões filosófica, sociocultural e pedagógica. Bases Legais da Educação Nacional: Constituição Federal de 1988 (Capítulo III - Seção I - Da Educação, da Cultura e do Desporto) e Lei nº. 9.394/96 (LDB). Decreto Federal nº. 5.154/2004. Pareceres e Resoluções da Educação Básica, da Educação Profissional e Tecnológica e do Ensino Superior. Diretrizes Curriculares para a Formação de Professores da Educação Básica e para os cursos de Ciências Biológicas, Física, Matemática e Química. Parâmetros Curriculares Nacionais. Referenciais Curriculares Nacionais para a Educação Profissional de Nível Técnico. A Gestão democrática da escola pública. O processo de planejamento: concepção, importância, dimensões e níveis. O sistema de organização e de gestão da escola: teoria e prática. Plano de Desenvolvimento Institucional e Projeto Político-Pedagógico: elaboração, desenvolvimento e avaliação. As áreas de atuação da organização e da gestão escolar: o planejamento e o projeto pedagógico curricular; a organização e o desenvolvimento do currículo; a organização e o desenvolvimento do ensino; formação continuada e avaliação institucional e da aprendizagem. A educação escolar no contexto das transformações da sociedade contemporânea: multiculturalismo e inclusão social; revolução técnico-científicas, econômicas, políticas e educação; globalização e exclusão social.

NÍVEL INTERMEDIÁRIO

Língua Portuguesa (Comum a todos os cargos)

Estudo do texto: análise e interpretação de texto; intertextualidade; denotação e conotação; funções da linguagem; figuras de linguagem. Estudo linguístico: ortografia; sinônimos e antônimos; homônimos e parônimos; acentuação gráfica; fonética e fonologia; estrutura e formação de palavras; morfossintaxe (emprego e função das classes gramaticais); orações subordinadas substantivas, adjetivas e adverbiais; concordância verbal e nominal; regência verbal e nominal.

Noções de Informática (Comum a todos os cargos, exceto para o cargo de Técnico de Tecnologia da Informação)

Introdução a conceitos de hardware e software de computador. Sistema operacional Microsoft Windows e Linux: conceitos gerais, principais configurações. Pacotes Microsoft Office e BrOffice: planilhas eletrônicas, processadores de texto e apresentação de slides. Microsoft Internet Explorer e Mozilla Firefox. Noções básicas de internet e intranet. Correio eletrônico. Procedimento para realização de cópias de segurança. Conhecimentos básicos sobre segurança: vírus e antivírus, spyware, adware, spam, firewall.

CARGO: Assistente de Alunos

Declaração Universal dos Direitos Humanos. Relações humanas no trabalho. Conhecimentos básicos sobre diagnóstico e prevenção ao uso de drogas. Noções de primeiros socorros. Noções das características de desenvolvimento psico­social de jovens e adultos. Legislação federal: Constituição Federal de 1988 (Capítulo III - Da Educação, da Cultura e do Desporto). Decreto (federal) nº. 5.154/2004. LDB nº. 9.394/1996. Lei nº. 8.069/ 1990 - Estatuto da Criança e do Adolescente.

CARGO: Assistente em Administração

Conhecimentos básicos em administração: características básicas das organizações, natureza, finalidade, evolução, níveis e departamentalização. Organização formal e informal. Processo administrativo: planejamento, organização, direção e controle. Principais teorias e autores: administração científica, teoria clássica e relações humanas. Processo orçamentário. Planejamento. Administração de materiais e patrimônio. Organizações, sistemas e métodos. Noções de direito administrativo. Processos de licitação e contratos - Lei nº 8.666/1 993 e alterações posteriores. Regime jurídico dos servidores públicos civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais (Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990 e suas atualizações). Organização administrativa da União: administração direta e indireta, fundações públicas, empresas públicas, sociedades de economia mista.

CARGO: Auxiliar de Biblioteca

Noções básicas: biblioteca; tipos de bibliotecas; organização funcional. Noções básicas: acervo; seleção/ aquisição e tratamento técnico; guarda e preservação do acervo; tipos de catálogos; registro de obras (tombamento); preparo físico do material; obras de referência; bases de dados bibliográficas. Atendimento ao usuário: conhecimentos básicos; circulação e empréstimo; levantamentos bibliográficos; orientação a consulta e pesquisa; serviço de referência.

CARGO: Técnico em Agropecuária

Noções de topografia: escalas, levantamento altimétrico, planimétrico e planialtimétrico. Solos: origem e formação do solo, nutrientes essenciais e sintomas de deficiência nas plantas, adubos minerais e orgânicos, cálculo de adubação, práticas de conservação do solo. Mecanização agrícola. Tratores agrícolas: uso e manejo, implementos para o preparo periódico do solo, operação, regulagem e manutenção de semeadora/adubadora. Fitotecnia: aspectos técnicos da produção das culturas; banana, caju, arroz, milho, soja, feijão e melancia. Fitossanidade: identificação e controle de pragas e patógenos de plantas cultivadas, tipos, características e manejo de defensivos agrícolas. Construções rurais: instalações para bovinos de corte e leite, instalações para aves, instalações para caprinos e ovinos, instalações para suínos, instalações para abelhas. Irrigação: qualidade da água para irrigação, necessidades hídricas das culturas, métodos de irrigação. Administração e economia rural: princípios de cooperativismo e associativismo, crédito rural, custos de produção na agropecuária, noções de planejamento agrícola. Noções de processamento de produtos de origem animal e vegetal. Zootecnia: aspectos técnicos da produção de bovinos de corte e leite, aves, suínos, caprinos, ovinos, peixes e abelhas. Noções de ecologia e paisagismo.

CARGO: Técnico em Alimentos e Laticínios

Princípios gerais de sistemas de qualidade, sua implementação e desenvolvimento em laboratório de análise de alimentos. Preparo de soluções, reagentes e meios de cultura. Microrganismos de importância em alimentos. Métodos de conservação de alimentos. Fatores que influenciam no desenvolvimento de microrganismos nos alimentos. Obtenção, transporte, distribuição e processamento de leite e derivados. Controle de qualidade em laticínios (análises microbiológicas, análises físico-químicas e análise sensorial). Composição e principais microrganismos do leite e produtos derivados. Tecnologia de fabricação de leites fermentados: iogurte e bebida láctea, matéria-prima, ingredientes, equipamentos e utensílios, etapas de fabricação. Tecnologia de fabricação de queijos: matéria-prima, ingredientes, equipamentos e utensílios, etapas de fabricação. Tecnologia de fabricação de doce de leite: matéria-prima, ingredientes, etapas de fabricação, principais defeitos. Tecnologia de fabricação de manteiga: matéria-prima, ingredientes, equipamentos e utensílios, etapas de fabricação. Tecnologia de fabricação de sorvete. Gestão ambiental na indústria de laticínios. Processamento de carnes e derivados. Processamento de frutas e hortaliças. Influência do processamento na qualidade nutricional dos alimentos. Uso de aditivos em alimentos: embalagens e acondicionamento de produtos alimentícios. Contaminantes de alimentos.

CARGO: Técnico em Audiovisual

Fundamentos de multimídia: conceito de multimídia digital; principais tipos de mídia; fundamentos de som (propriedades físicas do som, som mono, som estéreo, equalização de som); fundamentos de imagem (sistemas de cores e realce de imagens). Sistemas de áudio: equipamentos para aquisição, gravação e reprodução de áudio analógico e digital: princípio de funcionamento, padrões de interconexão (cabeamento e conexões), padrões de gravação e reprodução; áudio digital: digitalização de áudio analógico, formatos de armazenamento de áudio digital (MIDI, WAV e MP3), gravação de áudio digital e mídias utilizadas. Sistemas de vídeo: equipamentos para aquisição, gravação e reprodução de vídeo analógico e digital: principio de funcionamento, padrões de interconexão (cabeamento e conexões), padrões de gravação e reprodução; vídeo digital: digitalização de vídeo analógico, formatos de armazenamento de vídeo digital, gravação de vídeo digital e mídias utilizadas. Suporte e manutenção: noções de informática (MS Windows, MS PowerPoint, gerenciamento de arquivos, backup e gravação de CD e DVD); montagem, instalação e operação de equipamentos de audiovisual (analógico e digital): câmeras, projetores e sistemas de som; noções de eletroeletrônica: medição de tensão e corrente elétricas, teste de componentes e equipamentos e conhecimentos de iluminação.

CARGO: Técnico em Eletrotécnica

Eletricidade básica: Lei de Ohm, leis de Kirchhoff, associação de resistores, indutores e capacitores; potência elétrica (ativa, reativa, aparente e complexa); análise de circuitos monofásicos e trifásicos. Equipamentos elétricos de medição: uso de multímetro; alicate amperímetro; wattímetro; utilização do megômetro. Equipamentos elétricos: disjuntores (princípio de funcionamento, tipos); segurança em instalações e serviços em eletricidade: norma regulamentadora NR1 0; aterramento; Disjuntores Diferenciais Residuais (DR). Máquinas elétricas: transformadores de potência (princípio de funcionamento, circuito elétrico equivalente - ensaios a vazio e de curto-circuito); motores elétricos (princípio de funcionamento, tipos de ligação, proteção, partida de motores); medição da resistência de isolamento dos equipamentos; correção de fator de potência. Comandos elétricos: esquemas de comando tradicionais de motores trifásicos de indução; contatores, relés, fusíveis, fasores, impedância, comandos de motores. Eletrônica digital: portas lógicas; álgebra de Boole; circuitos lógicos combinacionais; circuitos sequenciais. Eletrônica analógica: diodos semicondutores; circuitos com diodos; diodos especiais; transistor bipolar e transistor de efeito de campo (princípio de funcionamento, polarização e aplicações básicas); amplificadores operacionais; fontes de tensão com reguladores de tensão integrados; dispositivos semicondutores especiais (termistor, fotodiodo, fototransistor, optoisolador). Eletrônica de potência: dispositivos tiristores (SCR, TRIAC e DIAC) - princípio de funcionamento e aplicações básicas. Conversores CA-CC e CC-CA.

CARGO: Técnico de Laboratório/Área Edificações

Instalações elétricas prediais: leitura e interpretação de projetos. Projeto de instalações elétricas em baixa tensão. Técnicas para execução de instalações elétricas em baixa tensão. Luminotécnica. Instalações hidráulicas e sanitárias prediais: hidráulica básica. Leitura e interpretação de projetos. Projeto de instalações hidráulicas (água fria e quente) e sanitárias prediais. Técnicas para execução de instalações hidráulicas e sanitárias prediais. Normas de proteção e combate contra incêndio, aplicadas em todas as edificações, existentes e novas. Materiais de construção: materiais argilosos, processos de fabricação e tipos de materiais. Tintas: definição, qualidade das tintas e vernizes, tintas usadas na construção civil, pinturas usuais e principais defeitos em pinturas. Aglomerantes: generalidades e classificações; cal e cimento Portland: definições, classificações e fabricação. Agregados para concreto: definições, classificações e propriedades do concreto endurecido, tipos de concreto, dosagem não-experimental de concretos. Ensaios de laboratório: moldagem e cura de corpos de prova de concreto; compressão de corpos de prova cilíndricos de concreto; determinação do teor de materiais pulverulentos - agregados; determinação da massa unitária - agregados; determinação da massa específica - cimento; determinação da resistência a compressão - cimento; determinação da finura pela peneira n° 200 - cimento; Determinação da água de consistência normal - cimento; determinação dos tempos de pega - cimento; determinação da expansibilidade Le Chatelier - cimento. Mecânica dos solos: origem dos solos; principais processos de formação dos solos; classificação dos solos quanto à sua origem. Prospecção do subsolo: métodos diretos de prospecção; métodos semi-diretos de prospecção; métodos indiretos de prospecção. Classificação granulométrica dos solos; limites de consistência dos solos (limites de Atterberg). Permeabilidade dos solos: permeabilidade à carga constante; permeabilidade à carga variável. Compactação dos solos. Ensaios de laboratório: granulometria (peneiramento); determinação do limite de liquidez; determinação do limite de plasticidade; reconhecimento táctil-visual; compactação dos solos; permeabilidade à carga constante; permeabilidade à carga variável. Tecnologia das construções: organização do canteiro de obras. Execução de fundações rasas e profundas: alvenarias, blocos, sapatas, tubulões e estacas. Alvenarias. Estruturas em concreto armado: armação, formas e concretagem. Estruturas em aço. Estruturas em madeira. Impermeabilizações. Coberturas. Esquadrias: metálicas e de madeira. Revestimentos de pisos, paredes e forros. Dosagem e usos de argamassas. Pinturas. Quantificação e especificação de materiais e serviços. AutoCAD: interface com usuário, menus, toolbox/toolbar; abertura de arquivos de desenho; camadas (layers), sistemas de coordenadas, criação, seleção, agrupamento e manipulação de objetos gráficos; propriedades de objetos; comandos de visualização: zoom, pan, redraw e regen, vista aérea; hachura; dimensionamento (comando, estilos); impressão (plotagem); blocos e arquivos de referência externa (Xref); conceitos de modelagem 3D, elementos básicos, acabamento e visualização de objetos 3D. Segurança do trabalho: Norma Regulamentadora n° 18.

CARGO: Técnico de Laboratório/Área Gestão e Negócios

Contabilidade geral: normas, princípios e convenções contábeis. Patrimônio. Fatos contábeis. Contas patrimoniais e de resultado. Demonstrativos contábeis. Lei n.º 6.404/76 e alterações. Contabilidade aplicada a administração pública e orçamento público: conceito, objeto e campo de aplicação; legislação básica (Lei n.º 4.320/64, Decreto n.º 93.872/86, Lei Complementar n.º 101/00, Decreto n.º 3.590/00, Lei n.º 10.180/ 01, Decreto Lei n º 200/67 e Lei n.º 8.666/93 e alterações); receita e despesa pública; receitas e despesas orçamentárias e extra-orçamentárias; execução orçamentária e financeira; variações patrimoniais; contabilização de fatos contábeis típicos; análise das demonstrações contábeis; Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal - SIAFI; plano de contas e tabela de eventos (conceito, estrutura e fundamentos lógicos); orçamento público (conceito e princípios orçamentários); orçamento segundo a Lei n.º 4.320/64, a Constituição Federal de 1988 e a Lei de Responsabilidade Fiscal; ciclo orçamentário (laboração, metodologia, codificação, execução e acompanhamento do orçamento federal). O administrador: funções e habilidades. As organizações: estrutura e tipos. Processo administrativo. Habilidades interpessoais. Comunicação nas organizações. Liderança nas organizações. Estilos de liderança. Empreendedorismo. Motivação nas organizações. Cultura organizacional. Delegação. Organograma. Fluxograma. Documentação. Arquivo. Moderna gestão de pessoas. Planejamento estratégico de gestão de pessoas. Recrutamento de pessoas. Seleção de pessoas. Avaliação de desempenho humano. Treinamento. Relações com empregados. Remuneração. Incentivo. Benefício. Gestão do conhecimento. Atendimento ao cliente interno e externo. Preparação e organização de reuniões e viagens. Ética profissional.

CARGO: Técnico de Laboratório/Área Produção Alimentícia

Princípios gerais de sistemas de qualidade, sua implementação e desenvolvimento em laboratório de produção de alimentos. Preparo de soluções, reagentes e meios de cultura. Microrganismos de importância em alimentos, higiene e segurança alimentar. Fatores que influenciam no desenvolvimento de microrganismos nos alimentos. Métodos de conservação de alimentos. Alterações de alimentos. Contaminações de alimentos. Controle de qualidade dos alimentos. Influência do processamento na qualidade nutricional dos alimentos. Uso de aditivos em alimentos: embalagens e acondicionamento de produtos alimentícios. Elaboração de produtos agroindustriais de origem vegetal: frutas e hortaliças. Elaboração de produtos agroindustriais de origem vegetal: cereais e oleaginosas. Elaboração de produtos agroindustriais de origem vegetal: cana-de-açúcar e amiláceas. Elaboração de produtos agroindustriais de origem animal: leite e derivados. Elaboração de produtos agroindustriais de origem animal: carne e derivados. Principais metodologias (físico-químicas, microbiológicas e sensoriais) para caracterização e controle de qualidade de alimentos.

CARGO: Técnico de Laboratório/Área Vestuário

Noções de modelagem plana. Técnicas de graduação. Interpretação e desenvolvimento de modelos. Desenho e ficha técnica. Conhecimento das técnicas de corte e costura. Tipos de costura: operações básicas. Equipamentos e máquinas de costura. Utilização de aparelhos e acessórios das máquinas.

CARGO: Técnico de Laboratório/Área Zootecnia

Ensilagem e fenação. Principais plantas forrageiras. Vacinações dos rebanhos. Vermifugação e outros controles de parasitas. Instalações rurais. Máquinas e equipamentos agrícolas: usos e conservação. Princípios básicos de bovinocultura (de corte e leite), caprinocultura, ovinocultura, suinocultura, avicultura e apicultura.

CARGO: Técnico de Tecnologia da Informação

Informática: fundamentos da organização do hardware dos computadores e seus periféricos, instalação de softwares e aplicativos. Estrutura de dados: representação dos dados, modelos de ordenação e busca de dados, listas lineares, listas não-lineares, estruturas e algoritmos associados. Análise orientada a objeto: principais diagramas da UML. Projetos de sistemas: conceitos, modelos lógicos, ferramentas computacionais de auxílio ao projeto, documentação do projeto. Banco de dados: arquitetura, modelos lógicos e representação física; implementação de SGBD's relacionais, objetos-relacionais e orientados a objetos; SQL. Programação: programação estruturada, programação orientada a objetos, edição, compilação, montagem e ligação de código, desenvolvimento e depuração de algoritmos; linguagens de programação para WEB. Suporte e administração de redes: infraestrutura (cabeamento estruturado e redes sem fio); implementação, administração e manutenção em redes de computadores; protocolos, tecnologias de redes locais Ethernet, Fast Ethernet, Gigabit Ethernet, 1 0Gbit Ethernet e tecnologias de redes sem fio (Wifi e Wimax); elementos de interconexão de redes de computadores (hubs, switches, roteadores); conceitos de VLAN e Trunk VLAN; topologias de redes; Modelo OSI da ISO; Arquitetura TCP/IP; Conceitos básicos em segurança de redes de computadores: vírus, spyware e trojan; Conceitos básicos de sistemas operacionais. Sistemas operacionais: Windows e Linux (conceitos básicos, instalação, configuração e operação). Interação humano-computador: conceitos e princípios/critérios/recomendações da interação usuário-computador, modelos de interação com o usuário, estilos de apresentação das informações, critérios e recomendações ergonômicas, documentação do usuário.

110090

Política de Privacidade 2000-2014 PCI Concursos Telefone (11) 2122-4231