IFG - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - GO

IFG - INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

EDITAL Nº 064, DE 22 DE OUTUBRO DE 2010

(PUBLICADO NO DOU DE 25/10/2010)

Notícia:   Divulgada nova retificação do edital nº 064/2010 do IFG - GO

CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS PARA PROFESSOR DO ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO

O REITOR do INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS (IFG), no uso de suas atribuições e em conformidade com o disposto na autorização concedida pelo Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, por meio da Portaria nº 537, de 31 de dezembro de 2009, publicada no Diário Oficial da União (DOU) de 31 de dezembro de 2009, e da Portaria nº 125, de 13 de março de 2010, publicada no DOU de 16 de março de 2010, e com o disposto na autorização concedida Ministro da Educação, por meio da Portaria nº 011 de 08 de janeiro de 2010, publicada no DOU de 11 de janeiro de 2010, e da Portaria n° 510, de 20 de abril de 2010, publicada no DOU de 26 de abril de 2010, torna pública a abertura de inscrições e estabelece normas para a realização de Concurso Público de Provas e Títulos destinado ao provimento de 29 (vinte e nove) vagas para o Magistério do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico, na Classe D I, Nível 1, Quadro Permanente do IFG e de seus campi, no interesse da Administração, sob o Regime Jurídico de que trata a Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990 (DOU - 12/12/1990) e a Lei nº 11.784, de 22 de setembro de 2008 (DOU - 23/09/2008), conforme o processo de n° 23047.004576/2010-95, o qual se realizará sob as condições a seguir discriminadas.

1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1.1. O concurso público de que trata o presente Edital destina-se ao preenchimento das vagas especificadas para as áreas de conhecimento contidas no Anexo I, pelos candidatos aprovados e classificados, em ordem decrescente de classificação e dentro do prazo de validade do concurso.

1.2. O candidato deverá observar, rigorosamente, o presente Edital e os comunicados a serem informados no endereço eletrônico www.ifg.edu.br/selecao, passando tais documentos a constituir parte integrante deste Edital.

1.3. O concurso público será realizado em 03 (três) fases:

1.3.1. Provas Escritas - Objetiva e Dissertativa (eliminatória e classificatória).

1.3.2. Prova Prática de Desempenho Didático (eliminatória e classificatória).

1.3.3. Prova de Títulos (classificatória).

1.4 . A cada uma das fases será atribuída uma pontuação de 0 (zero) a 100 (cem) pontos.

1.5 . Para cada área de conhecimento, será constituída Banca Examinadora composta de três (03) membros designados através de Portaria do Reitor do IFG, que atuará nas três fases do concurso e será designada segundo critérios estabelecidos pela Comissão de Concurso Público, garantindo-se os princípios da impessoalidade, da moralidade e da eficiência.

1.5.1. Considerar-se-á, para efeito de caracterização de impedimento aos integrantes de Bancas Examinadoras, o disposto no artigo 18, incisos I, II e III, e artigo 20 da Lei Federal nº 9.784/99, além de vínculos parentais, sociais, afetivos, profissionais e acadêmicos.

1.5.1.1. Os vínculos parentais serão considerados até o terceiro grau;

1.5.1.2. Considera-se vínculo social e afetivo a amizade íntima;

1.5.1.3. Considera-se vínculo profissional a relação de subordinação no emprego, independentemente do regime de trabalho;

1.5.1.4. Considera-se vínculo acadêmico o desenvolvimento conjunto de trabalhos acadêmico-científicos, exceto orientação de trabalhos de conclusão de cursos de graduação.

1.6. O regime de trabalho será o Regime de Dedicação Exclusiva (RDE), em conformidade com o art. 112, inciso III, da Lei nº 11.784, de 22 de setembro de 2008 (DOU - 23/09/2008), com obrigação de prestar 40 horas semanais de trabalho distribuídas em dois turnos diários completos e impedimento do exercício de outra atividade remunerada, pública ou privada, de acordo com a distribuição de aulas estabelecida pelas diretorias-gerais dos campi.

1.7. A remuneração está especificada na tabela do Anexo II.

1.8. Todos os horários referenciados neste Edital têm por base o horário oficial de Brasília.

2. DAS VAGAS DESTINADAS A PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS

2.1. Não haverá reserva de vagas para candidatos portadores de necessidades especiais.

2.1.1. No presente Concurso Público, verifica-se que, embora seja o mesmo cargo - Professor de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico - a ser preenchido para cada área de conhecimento, ocorre que, na prática, serão escolhidos os melhores candidatos em cada área de conhecimento e para cada campus (local de trabalho), conforme previsão do subitem 1.1. Assim, temos que, para cada área de conhecimento, não há oferta de nenhum número além de quatro vagas. Desta forma, não é possível a previsão de reserva de vagas para portadores de necessidades especiais, conforme prevê a lei, uma vez que a adoção do percentual mínimo de 5% (cinco por cento) redundaria em um número fracionário que deveria ser elevado até o próximo número inteiro, significaria a previsão no Edital, de reserva de vagas para portadores de necessidades especiais superior ao limite máximo previsto em lei, que é de 20% (vinte por cento). Por esta razão não há no edital a previsão de reserva de vagas para portadores de necessidades especiais, conforme orientação do Supremo Tribunal Federal (Mandado de Segurança n° 26.310-5/Relator Min. Marco Aurélio) pela qual "a reserva de vagas para portadores de deficiência, por encerrar exceção, faz-se nos limites da lei e na medida da viabilidade consideradas as existentes, afastada a possibilidade de, mediante arredondamento, majorarem-se as percentagens mínima e máxima previstas em lei."

2.1.2. Não obstante a inexistência de reserva de vagas para portadores de necessidades especiais, neste Concurso Público poderão candidatar-se os candidatos nessa situação, os quais concorrerão em total igualdade de condições com todos os demais candidatos, apenas devendo considerar-se que a sua deficiência não poderá representar falta de aptidão para a realização das atribuições do seu cargo, a ser atestada pela Junta Médica Oficial do Instituto Federal de Goiás.

2.2. O candidato que necessitar de atendimento diferenciado para realizar a prova deverá indicá-lo no ato da inscrição, encaminhando requerimento devidamente preenchido (Anexo III), juntamente com o laudo médico original que comprove este atendimento até o dia 17 de dezembro de 2010, para o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG)/Comissão de Concursos, Rua 75, n° 46, Setor Central, Goiânia - Goiás CEP 74.055-110. Os candidatos deverão enviar a documentação via postal, com aviso de recebimento (AR), no prazo acima estabelecido.

2.3. O requerimento de atendimento diferenciado será atendido obedecendo-se à previsão legal e aos critérios de viabilidade e razoabilidade.

3. DAS ATRIBUIÇÕES DO CARGO

3.1. São atribuições gerais dos cargos que integram o Plano de Carreira e Cargos de Magistério do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (Lei n° 11.784/2008 - Art. 111), sem prejuízo das atribuições específicas e observados os requisitos de qualificação e competências definidos nas respectivas especificações:

I - as relacionadas ao ensino, à pesquisa e à extensão no âmbito, predominantemente, das Instituições Federais de Ensino; e

II - as inerentes ao exercício de direção, assessoramento, chefia, coordenação e assistência na própria instituição, além de outras previstas na legislação vigente.

4. DAS INSCRIÇÕES

4.1. Antes de efetuar a inscrição, o candidato deverá conhecer o teor do edital e certificar-se de que preenche todos os requisitos nele expressos. O edital estará disponível no endereço eletrônico www.ifg.edu.br/selecao.

4.2. A inscrição implica compromisso tácito, por parte do candidato, de aceitar as normas e condições estabelecidas neste edital, em relação às quais não poderá alegar desconhecimento ou discordância.

4.3. Para efetuar a inscrição, é imprescindível o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) do candidato.

4.4. No ato da inscrição, o candidato deverá, obrigatoriamente, optar somente por uma área de conhecimento. Não serão aceitos pedidos de alteração de área de conhecimento, bem como do campus para o qual o candidato se inscreveu.

4.5. As inscrições serão realizadas, exclusivamente, via internet no endereço eletrônico www.ifg.edu.br/selecao, no período de 26 de outubro a 17 de dezembro de 2010, mediante o preenchimento do formulário de inscrição e do pagamento da taxa de inscrição.

4.6 . O pagamento da taxa de inscrição será feito, exclusivamente, por meio de Boleto Bancário (GRU Cobrança), disponível no endereço eletrônico www.ifg.edu.br/selecao, a ser recolhida, preferencialmente, em qualquer agência do Banco do Brasil, podendo ainda ser paga em qualquer correspondente bancário.

4.6.1. O valor da inscrição será de R$ 80,00 (oitenta reais).

4.6.2. O pagamento do boleto poderá ser realizado até o dia 17 de dezembro de 2010, obedecendo ao horário do sistema bancário.

4.7. No último dia de inscrição, caso ocorram problemas técnicos no servidor de Internet do IFG, o prazo será prorrogado até o dia seguinte ao da normalização do serviço, por meio de comunicado oficial da Comissão de Concurso. O IFG não se responsabilizará por falha ou falta de comunicação relacionada a provedores externos quando do ato da inscrição.

4.8. Somente serão considerados documentos oficiais de identificação do candidato carteiras expedidas pelo Ministério da Defesa, pelas Secretarias de Segurança Pública, pelos Corpos de Bombeiros Militares e pelos órgãos fiscalizadores de exercício profissional (Ordens, Conselhos etc.), válidas em todo território nacional, todas contendo fotografia, impressão digital e assinatura, e também passaporte brasileiro (ainda válido), certificado de reservista, carteiras funcionais expedidas por órgão público, que por lei federal, valem como documento de identidade, carteira de trabalho e ainda Carteira Nacional de Habilitação (CNH), expedida em modelo único e de acordo com as especificações do CONTRAN, atendidos os pré-requisitos estabelecidos no Código de Trânsito Brasileiro, contendo fotografia, identificação e CPF do condutor, sendo que, no caso deste último documento, poderá ser exigida a conferência das impressões digitais eventualmente colhidas do candidato com as impressões digitais em outro documento que as contenha.

4.9. As informações prestadas no ato da inscrição e o pagamento da taxa serão de responsabilidade exclusiva do candidato, ficando expresso que, em hipótese alguma, haverá restituição do valor da taxa de inscrição.

4.10. O comprovante de pagamento da taxa de inscrição deverá ser mantido em poder do candidato e apresentado, se necessário, durante a realização da prova escrita.

4.11. As inscrições somente serão acatadas após a confirmação, pelo banco, do pagamento do valor da inscrição, dentro dos prazos estabelecidos nos subitens 4.5 e 4.6. Caso seja constatada mais de uma inscrição, por CPF, será confirmada somente a última paga.

4.12. Para a confirmação do local de realização da prova, o candidato deverá acessar o endereço eletrônico www.ifg.edu.br/selecao. O prazo máximo para a divulgação dos locais de prova será dia 7 de janeiro de 2011.

4.12.1. São de responsabilidade exclusiva do candidato: a identificação correta de seu local de realização da prova e o comparecimento no horário determinado.

4.13. Não serão fornecidas por telefone, correio eletrônico ou fax, informações a respeito da data, do local e do horário de realização da prova.

5. DA ISENÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO

5.1. Não haverá isenção total ou parcial do valor da taxa de inscrição, exceto para o candidato que se declarar impossibilitado de arcar com o pagamento da taxa e comprovar tal situação, conforme o Decreto n° 6.593, de 02 de outubro de 2008 (DOU - 03/10/2008).

5.2. O candidato interessado em solicitar a isenção do pagamento da taxa de inscrição deverá enquadrar-se, no mínimo, em um dos seguintes pré-requisitos:

a) Estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico);

b) Ser membro de família de baixa renda nos termos do Decreto n° 6.135, de 26 de junho de 2007 (DOU - 27/05/2007), ou seja, ter renda per capita familiar mensal de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos.

5.2.1. Considera-se renda familiar a soma dos rendimentos brutos auferidos por todos os membros da família.

5.2.2. Somente serão aceitos como documentos comprobatórios de renda familiar:Cópia do documento que contém o Número de Identificação Social (NIS) atribuído pelo Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico); Empregado de empresa privada: cópia do contracheque atualizado ou cópia da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) - páginas que contenham fotografia, identificação e anotações do último contrato de trabalho (com as alterações salariais) e da primeira página subsequente em branco; Servidor público: cópia do contracheque atual; Desempregado: cópia da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) - páginas que contenham fotografia, identificação e anotações de nenhum ou do último contrato de trabalho e da primeira página subsequente em branco.

5.3 . O candidato que se enquadrar nos critérios estabelecidos no subitem 5.2 deverá efetuar sua inscrição pela interne, preencher o requerimento de isenção da taxa de inscrição constante no Anexo IV deste edital, disponível no endereço eletrônico www.ifg.edu.br/selecao, e protocolá-lo no Setor de Protocolo do campus para o qual se inscreveu ou enviá-lo via postal, com aviso de recebimento (AR), juntamente com a documentação necessária, à Comissão de Concurso, à Rua 75, nº 46, Setor Central, Goiânia - Goiás CEP 74.055-110.

5.3.1. O período para a solicitação de isenção é de 26 de outubro a 03 de dezembro de 2010, sendo que, no caso de envio postal, será observada a data de postagem.

5.3.2. Os documentos comprobatórios a serem anexados ao requerimento são: Cópia da Carteira de Identidade; Cópia do CPF; Cópia(s) do(s) documento(s) comprobatório (s) da renda familiar (de todos os membros do núcleo familiar).

5.4. A relação dos pedidos de isenção deferidos será divulgada até o dia 10 de dezembro de 2010, no endereço eletrônico www.ifg.edu.br/selecao.

5.5. Não haverá recurso contra o indeferimento da solicitação de isenção da taxa de inscrição.

6. DAS PROVAS ESCRITAS

6.1 . As provas escritas, de caráter eliminatório e classificatório, serão subdivididas em provas objetiva e discursiva.

6.2 . As provas escritas objetiva e discursiva serão aplicadas simultaneamente no dia 16 de janeiro de 2011, nos campi do IFG para o qual o candidato optou concorrer. Em nenhuma hipótese será permitida a realização das provas em outra localidade.

6.2.1. As provas escritas objetiva e discursiva terão duração de cinco horas, tendo início às 13 horas (horário de Brasília) e término às 18 horas.

6.2.2. No dia da realização das provas, os portões dos prédios onde ocorrerá a avaliação serão abertos às 12 (doze) horas e fechados às 13 (treze) horas (horário de Brasília). Não será permitida a entrada do candidato ao local das provas após às 13 (treze) horas, ficando automaticamente eliminado do Concurso Público.

6.2.3. Os candidatos terão acesso aos locais de prova, com uma hora de antecedência do horário previsto, munido de caneta esferográfica de tinta azul ou preta, original do documento oficial de identificação com o qual se inscreveu, conforme subitem 4.8, e do comprovante de pagamento da taxa de inscrição.

6.2.4. O candidato que chegar após o horário de início da prova não poderá realizá-la e estará automaticamente eliminado do Concurso Público.

6.3. Após ser identificado, nenhum candidato poderá retirar-se da sala de aplicação das provas sem autorização e sem acompanhamento da fiscalização.

6.4. No dia da realização das provas escritas, todos os candidatos estarão sujeitos à identificação datiloscópica (impressão digital). A não aceitação deste procedimento implicará a exclusão do candidato do certame.

6.5. Para assegurar a lisura do processo seletivo, somente será permitida a saída dos candidatos a partir das 16 horas, sendo que os três últimos candidatos só poderão deixar a sala ao mesmo tempo e após assinarem a Ata de Realização das Provas.

6.6. Somente os candidatos que saírem após as 17 horas, poderão levar consigo os cadernos de provas. Os candidatos que deixarem a sala de provas antes deste horário, deverão entregar ao fiscal de sala os cadernos de provas completos.

6.7. Durante a realização da prova, não será permitida a consulta a quaisquer objetos a seguir discriminados: livros e artigos científicos, calculadora de qualquer tipo (inclusive em relógio), pager, aparelhos celulares ou similares, aparelhos de radiotransmissão ou similares, notebook, gravador, salvo definido pela Comissão de Concurso Público e informado por ocasião da divulgação do local de prova no endereço eletrônico www.ifg.edu.br/selecao.

6.8. O candidato deverá portar, no dia da prova, somente o material estritamente necessário à sua realização.

6.9. O resultado da prova escrita será divulgado no endereço eletrônico www.ifg.edu.br/selecao, em data prevista no cronograma do Anexo VIII.

6.10. DA PROVA ESCRITA OBJETIVA

6.10.1. A prova escrita objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, terá o valor de 40 (quarenta) pontos e será subdividida em três áreas: Língua Portuguesa e Legislação da Educação Profissional, com 10 questões cada, e Conhecimento Específico, com 20 questões.

6.10.2. Cada questão terá 05 (cinco) itens, "a", "b", "c", "d" e "e", sendo apenas um deles correto.

6.10.3. Para obter pontuação da questão, o candidato deverá marcar a alternativa correta no Cartão de Respostas.

6.10.4. O candidato deverá transcrever as respostas da prova objetiva para o Cartão de Respostas com caneta esferográfica de tinta preta ou azul.

6.10.5. O Cartão de Respostas será o único documento válido para a correção da prova objetiva.

6.10.5.1. O preenchimento do Cartão de Respostas será de inteira responsabilidade do candidato, que deverá proceder em conformidade com as instruções específicas contidas neste edital e no Cartão de Respostas. Em hipótese alguma haverá substituição do Cartão de Respostas por erro do candidato.

6.10.6. Serão de inteira responsabilidade do candidato os prejuízos advindos do preenchimento indevido do Cartão de Respostas. Serão consideradas marcações indevidas as que estiverem em desacordo com este Edital ou com as instruções do Cartão de Respostas, tais como marcação rasurada ou emendada ou campo de marcação não-preenchido integralmente.

6.10.7. O candidato não deverá amassar, molhar, dobrar, rasgar, manchar ou, de qualquer modo, danificar o seu Cartão de Respostas, sob pena de arcar com os prejuízos advindos da impossibilidade de realização da leitura óptica.

6.10.8. O candidato é responsável pela conferência de seus dados pessoais, em especial seu nome, seu número de inscrição e o número de seu documento de identidade.

6.10.9. Os conteúdos programáticos sobre os quais versarão as questões das provas estão apresentados no Anexo VII.

6.11. DA PROVA ESCRITA DISSERTATIVA

6.11.1. A prova dissertativa valerá 60 (sessenta) pontos e consistirá na resposta a uma ou mais questões (no limite de três questões) acerca dos conteúdos de Conhecimentos Específicos de cada cargo constantes do Anexo VII deste Edital, a critério da Banca Examinadora da área.

6.11.2. A prova dissertativa deverá ser feita pelo próprio candidato, à mão, em letra legível, com caneta esferográfica de tinta preta ou azul, confeccionada em material transparente, não sendo permitida a interferência e/ou a participação de outras pessoas, salvo em caso de candidato que tenha solicitado atendimento especial para a realização das provas. Nesse caso, se houver necessidade, o candidato será acompanhado por um agente da Comissão de Concurso Público devidamente treinado, para o qual deverá ditar o texto, especificando oralmente a grafia das palavras e os sinais gráficos de pontuação.

6.11.3. O Caderno de Textos Definitivos da prova dissertativa não poderá ser assinado, rubricado nem conter, em outro local que não o apropriado, qualquer palavra ou marca que o identifique, sob pena de ser atribuída ao candidato pontuação zero, para que possa ser despersonalizado para sua correção.

6.11.4. O Caderno de Textos Definitivos será o único documento válido para avaliação da prova dissertativa. As folhas para rascunho no caderno de provas são de preenchimento facultativo e não valerão para tal finalidade.

6.11.5. O Caderno de Textos Definitivos não será substituído por erro de preenchimento do candidato.

7. DOS RECURSOS DAS PROVAS ESCRITAS

7.1. Será admitido um único recurso por candidato contra questão ou questões da prova escrita, mediante requerimento dirigido à Comissão de Concurso Público e protocolado no Setor de Protocolo do campus do IFG para o qual o candidato se inscreveu, com a indicação precisa da questão ou das questões a ser(em) revisada(s) e fundamentação lógica e consistente.

7.2. O recurso contra questão ou questões da prova escrita deverá ser protocolado no horário das 8 horas às 18 horas do dia 18 de janeiro de 2011, nos seguintes endereços, de acordo com a inscrição do candidato:

Campus

Endereço

Formosa

Rua 64, esq. c/ Rua 11, s/n, Expansão Parque Lago. Formosa - GO. CEP: 73813-816.

Goiânia

Rua 75, n° 46, Centro - Goiânia-GO - CEP 74.055-110.

Inhumas

Av. Universitária, s/n, Vale das Goiabeiras. Inhumas - GO. CEP: 75400-000.

Itumbiara

Av. de Furnas, n° 55, Village Imperial. Itumbiara - GO. CEP: 75524-010.

Jataí

Rua Riachuelo n° 2.090, Bairro Samuel Graham - Jataí-GO. CEP 75.804-020.

Luziânia

Rua São Bartolomeu, s/n, Vila Esperança. Luziânia - GO. CEP: 72811-580.

7.3. O recurso deverá ser digitado ou datilografado. Cada questão ou item deverá ser apresentado em folha separada, identificada conforme modelo do Anexo IX.

7.4. Se do recurso interposto resultar anulação de uma ou mais questões, os pontos correspondentes serão atribuídos a todos os candidatos, independentemente de haver ou não ingressado com recurso.

7.5. Serão sumariamente indeferidos pela Comissão de Concurso Público todos os recursos interpostos em desacordo com o estabelecido no subitem 7.1., 7.2. e 7.3. deste edital.

7.6. Também será admitido um único recurso por candidato contra a correção da questão (ou questões) da prova dissertativa, observado o disposto nos subitens 7.1 e 7.2 deste edital, no que diz respeito ao endereçamento, à forma e ao local para o protocolo do recurso.

7.6.1. Os recursos contra a correção da questão (ou questões) da prova dissertativa deverão ser protocolados no Setor de Protocolo do campus para o qual o candidato se inscreveu, dirigidos à Comissão de Concurso, no período de 8 horas às 18 horas do dia 14 de fevereiro de 2011.

7.7. O resultado dos recursos será divulgado no endereço eletrônico www.ifg.edu.br/selecao e ficará à disposição do candidato para vistas, no Centro de Seleção (Campus Goiânia), pelo prazo de dez dias úteis, contados a partir da divulgação do resultado.

8. DA PROVA PRÁTICA DE DESEMPENHO DIDÁTICO

8.1. A prova de desempenho didático será realizada no campus do IFG para o qual o candidato se inscreveu.

8.2. O sorteio de ponto e da ordem de apresentação dos candidatos para a prova prática de desempenho didático será realizado, no mínimo, 48 (quarenta e oito) horas antes da apresentação do primeiro candidato e será realizado em sessão pública aberta a todos os candidatos, na qual será escolhido um tema dentre os propostos e divulgados os demais temas excluídos, devendo todo este procedimento ser devidamente registrado em ata.

8.3. O sorteio de ponto e da ordem de apresentação dos candidatos para a prova prática de desempenho didático, de caráter eliminatório e classificatório, ocorrerá no dia 21 de fevereiro de 2011, às 8 horas, em local a ser divulgado pela Comissão de Concurso.

8.3.1. No caso de haver um número de candidatos para a prova prática de desempenho didático que inviabilize a avaliação de todos em um único dia, deverá ser promovido outro sorteio, com outros pontos, no dia 22 de fevereiro de 2011, às 8 horas, na mesma forma prevista no subitem 8.2, para que os candidatos que forem avaliados posteriormente tenham o mesmo tempo de preparação destinado aos primeiros.

8.3.2. O candidato que não comparecer à sessão de sorteio do tema e da ordem de apresentação dos candidatos poderá ter conhecimento do(s) ponto(s) sorteado(s) e da ordem de apresentação dos candidatos por meio da publicação no endereço eletrônico www.ifg.edu.br/selecao, a ser feita até às 18 horas do dia da realização da sessão.

8.3.3. Não serão fornecidas informações sobre os pontos sorteados e a ordem de apresentação dos candidatos por telefone.

8.4. A prova prática de desempenho didático consistirá de uma aula de 45 (quarenta e cinco) minutos, ministrada perante a Banca Examinadora composta por três membros, que atribuirá nota de 0 (zero) a 100 (cem) pontos, conforme itens descrito no Anexo V.

8.5. O candidato deverá apresentar à banca examinadora, antes do início da prova prática de desempenho didático, o original do documento de identificação, conforme subitem 4.8, e o plano de aula em três (03) vias impressas.

8.6. As provas de desempenho didático serão realizadas nos dias 23 e 24 de fevereiro de 2011, em sessão pública e serão gravadas para efeito de registro e avaliação, conforme o disposto no parágrafo 3° do artigo 13, do Decreto n° 6.944, de 21 de agosto de 2009.

8.7. Caberá recurso contra o resultado da Prova Prática de Desempenho Didático.

8.7.1. Os recursos contra o resultado da Prova Prática de Desempenho Didático deverão ser apresentados observando-se o disposto nos subitens 7.1 e 7.2 deste edital, no que diz respeito ao endereçamento, à forma e ao local para o protocolo.

8.7.2. Os recursos contra o resultado da Prova Prática de Desempenho Didático deverão ser protocolados no período de 8 horas às 18 horas do dia 25 de fevereiro de 2011.

9. DA PROVA DE TÍTULOS

9.1 . A prova de títulos, de caráter classificatório, valerá 100,00 (cem) pontos, ainda que a soma dos valores dos títulos apresentados seja superior a esse valor, e constará da formação acadêmica, da experiência profissional e da produção intelectual.

9.2. Submeter-se-ão à prova de títulos apenas os candidatos classificados na prova prática de desempenho didático.

9.2.1. Os títulos serão entregues, em envelope lacrado, pelo candidato ou por seu procurador no setor de Protocolo dos campus para o qual o candidato optou concorrer, conforme os endereços constantes no subitem 7.2, no período das 8 horas às 18 horas, do dia 2 de março de 2011, devendo ser endereçados ao Centro de Seleção.

9.2.2. Os candidatos que não entregarem seus títulos receberão, nesta etapa do concurso público, pontuação zero.

9.2.3. As bancas examinadoras farão a avaliação dos títulos de acordo com os critérios constante do Anexo VI deste edital.

9.2.4. O diploma exigido como requisito mínimo indispensável ao ingresso na carreira não contará ponto para efeito de análise do Curriculum Vitae.

9.3. O candidato deverá apresentar seu Curriculum Vitae, na Plataforma Lattes, com os respectivos títulos numerados e sequenciados da mesma forma que figurarem no Curriculum Vitae na Plataforma Lattes.

9.4 . Os títulos deverão ser apresentados seguindo rigorosamente os critérios determinados no Anexo VI.

9.5 . Os títulos de pós-graduação obtidos no exterior deverão, obrigatoriamente, estar revalidados no Brasil.

9.6. Não serão aceitos títulos encaminhados via postal, via fax ou via correio eletrônico.

9.7 . Caberá recurso contra o resultado da Prova de Títulos.

9.7.1. Os recursos contra o resultado da Prova de Títulos deverão ser apresentados observando-se o disposto nos subitens 7.1 e 7.2 deste edital, no que diz respeito ao endereçamento, à forma e ao local para o protocolo.

9.7.2. Os recursos contra o resultado da Prova de Títulos deverão ser protocolados no período de 8 horas às 18 horas do dia 10 de março de 2011.

10. DOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO E DE CLASSIFICAÇÃO

10.1. Todos os candidatos terão suas provas escritas objetivas corrigidas por meio de processamento eletrônico.

10.2. A nota em cada item da prova escrita objetiva, feita com base nas marcações do Cartão de Respostas, será igual a: 1,00 ponto, caso a resposta do candidato esteja em concordância com o gabarito definitivo das provas.

10.2.1. O cálculo da nota em cada prova escrita objetiva, comum às provas de todos os candidatos, será igual à soma das notas obtidas em todos os itens que a compõem.

10.3 Será reprovado na prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, e eliminado do concurso público o candidato que se enquadrar em pelo menos um dos itens a seguir:

a) obtiver nota inferior a 5,00 pontos na prova objetiva de Língua Portuguesa;

b) obtiver nota inferior a 3,00 pontos na prova objetiva de Legislação;

c) obtiver nota inferior a 10,00 pontos na prova objetiva de Conhecimento Específico;

d) obtiver nota inferior a 20,00 pontos no conjunto da prova objetiva.

10.4. O candidato eliminado na forma do subitem anterior deste Edital não terá classificação alguma no concurso público.

10.5. Os candidatos não eliminados na forma do subitem 10.3 serão ordenados por cargo/área de conhecimento/campus de acordo com os valores decrescentes da nota final na prova escrita objetiva.

10.6. Serão corrigidas as provas escritas dissertativas dos candidatos não eliminados na prova escrita objetiva.

10.7. A questão (ou questões) da prova escrita dissertativa, de caráter eliminatório e classificatório, valerá 60 (sessenta) pontos.

10.7.1. Será eliminado do concurso público o candidato que obtiver pontuação na prova dissertativa inferior a 30 (trinta) pontos.

10.8. O candidato que se enquadrar no subitem anterior não terá classificação alguma no concurso.

10.9. Serão convocados para a prova prática de desempenho didático, de caráter eliminatório e classificatório, os candidatos não eliminados na prova escrita - objetiva e dissertativa.

10.9.1. O candidato que não for convocado para a prova prática de desempenho didático na forma do subitem anterior será automaticamente eliminado e não terá classificação alguma no concurso.

10.10. A prova prática de desempenho didático valerá 100 (cem) pontos e será avaliada conforme critérios descritos no Anexo V.

10.10.1. Cada membro da banca examinadora atribuirá uma nota independente de 0 (zero) a 100 (cem) pontos, e a nota final da prova prática de desempenho didático do candidato será a média aritmética simples das notas dos membros.

10.10.2. Será eliminado do concurso público o candidato que obtiver pontuação na prova prática de desempenho didático inferior a 60 (sessenta) pontos.

10.10.3. Serão classificados para a prova de títulos os candidatos não eliminados na prova prática de desempenho didático.

10.11. Os critérios de pontuação dos títulos obedecerão ao disposto no Anexo VI deste edital.

10.12. Todos os cálculos citados neste edital serão considerados até a segunda casa decimal, arredondando-se o número para cima, se o algarismo da terceira casa decimal for igual ou superior a cinco.

11 DO RESULTADO FINAL E DA HOMOLOGAÇÃO

11.1 Para obtenção da classificação dos candidatos aprovados, utilizar-se-á a soma das três provas: prova escrita, prova prática de desempenho didático e prova de títulos.

11.2. Em caso de empate, para efeito de classificação, dar-se-á preferência, para efeito de desempate, ao candidato que:

1°) tiver idade superior a 60 anos, até o último dia de inscrição nesse Concurso Público, conforme art. 27, parágrafo único, da Lei n° 10.741, de 1.° de outubro de 2003 (Estatuto do Idoso).

2°) obtiver maior número de pontos na Prova Escrita.

3°) obtiver maior número de pontos na Prova Prática de Desempenho Didático.

4°) obtiver maior número de pontos na Prova de Títulos.

11.3. A classificação dos candidatos dar-se-á segundo a ordem decrescente dos pontos obtidos no Concurso Público e observando-se o disposto no Decreto n° 6.944, de 21 de agosto de 2009.

11.4. O resultado do concurso público, com a relação dos candidatos aprovados, por ordem de classificação, será divulgado dia 16 de março de 2011, no endereço eletrônico www.ifg.edu.br/selecao.

11.5. Caberá recurso contra o resultado do concurso.

11.5.1. Os recursos contra o resultado do concurso deverão ser apresentados observando-se o disposto nos subitens 7.1 e 7.2 deste edital, no que diz respeito ao endereçamento, à forma e ao local para o protocolo.

11.6. O resultado final do concurso público, com a relação dos candidatos aprovados, por ordem de classificação, observado o disposto no Art. 16 do Decreto n° 6.944/2009, será homologado pelo Reitor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG) e publicado no Diário Oficial de União até o dia 24 de março de 2010.

12. DOS REQUISITOS PARA A INVESTIDURA NO CARGO

12.1. Ter sido aprovado no Concurso Público.

12.2. Ter nacionalidade brasileira ou portuguesa e, em caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento de gozo de direitos políticos, nos termos do § 1° do art. 12 da Constituição Federal.

12.3. No caso de estrangeiro, apresentar o visto permanente no momento da posse.

12.4. Estar em gozo dos direitos políticos.

12.5. Apresentar cópia legível, recente e em bom estado, de documento de identidade e escolaridade.

12.6. Estar em dia com as obrigações eleitorais.

12.7. Estar em dia com o serviço militar, se do sexo masculino.

12.8. Atender ao requisito constante no subitem 1.1 deste Edital.

12.9. Ter idade mínima de 18 (dezoito) anos completos na data da posse.

12.10. Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo.

12.11. Apresentar declaração de não ocupação de outro cargo público, na forma prevista nos incisos XVI e XVII do Art. 37 da Constituição Federal e no Decreto n° 2.027, de 11/10/1996 e declaração de que não exerce qualquer outra atividade privada remunerada.

12.12. Apresentar declaração de bens e valores patrimoniais.

12.13. Não ter sofrido, no exercício de função pública, penalidade incompatível com a investidura em cargo público federal, prevista no art. 137, parágrafo único, da Lei n° 8.112/1990.

12.14. Não perceber proventos de aposentadoria nem qualquer remuneração de cargo ou emprego público que caracterizem acumulação ilícita de cargos, nos termos da Constituição Federal.

12.15. Os títulos de pós-graduação obtidos no exterior deverão, obrigatoriamente, estar revalidados no Brasil.

13. DO PRAZO DE VALIDADE DO CONCURSO

13.1. O Concurso terá validade de 01 (um) ano, a contar da data de publicação do Edital de Homologação do Resultado Final no Diário Oficial da União, podendo ser prorrogado uma única vez, por igual período, mediante ato próprio da autoridade competente, conforme art.12 da Portaria n° 450, de 06/11/2002, do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, publicada no Diário Oficial da União, de 07/11/2002.

14. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

14.1. A qualquer tempo, poder-se-á anular a inscrição, a prova, a nomeação e a posse do candidato, desde que verificada falsidade em qualquer declaração e/ou qualquer irregularidade na prova ou em documentos apresentados.

14.2. Será excluído, por decisão da Comissão de Concurso Público, o candidato que, durante a realização da prova, for surpreendido em comunicação com outro candidato verbalmente, por escrito, ou por qualquer outro tipo de fraude.

14.3. A nomeação do candidato aprovado e classificado estará condicionada à observância das disposições legais, ao interesse e conveniência da Administração.

14.4. O candidato classificado será convocado para nomeação por correspondência com Aviso de Recebimento (AR), enviada para o endereço constante no Formulário de Inscrição.

14.5. O candidato aprovado e classificado, quando convocado, deverá entregar à Pró-Reitoria de Desenvolvimento Institucional, os documentos comprobatórios dos requisitos constantes no item 12.

14.6. O professor nomeado ministrará aulas relacionadas às disciplinas da área de conhecimento para o qual prestou concurso no próprio campus em que concorreu a vaga, de acordo com as necessidades da Instituição, podendo, ainda, ser designado para ministrar disciplinas de outros cursos vinculados ao mesmo campus.

14.7. O candidato não classificado poderá reaver sua documentação no Centro de Seleção após a publicação do Edital de Homologação do Concurso no Diário Oficial da União. A documentação ficará disponível pelo prazo de 30 dias, sendo posteriormente destinada à reciclagem de papel.

14.9. Não será fornecido ao candidato qualquer documento comprobatório de aprovação e classificação no Concurso Público, valendo, para esse fim, a homologação do resultado do Concurso publicada no Diário Oficial da União.

14.10. Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão de Concurso Público.

14.11. O extrato deste edital será publicado no Diário Oficial da União dentro do prazo mínimo de sessenta dias da realização das provas escritas e será divulgado na íntegra no sítio eletrônico do IFG (www.ifg.edu.br/selecao) logo após a publicação, conforme previsão do artigo 5°, parágrafo único, da Portaria n° 11, de 8 de janeiro de 2010, observando-se ainda as disposições do Decreto n° 6.944/2009, em seu parágrafo 1°, pelo qual a alteração de qualquer dispositivo do edital deverá ser igualmente publicada no Diário Oficial da União e divulgada no sítio eletrônico do IFG.

Paulo César Pereira
Reitor

ANEXO I – QUADRO DE VAGAS

Área de conhecimento

Formação Exigida

Campus

Formosa

Goiânia

Inhumas

Itumbiara

Jataí

Luziânia

Administração Ciências Biológicas

Licenciatura Plena em Administração de Empresas ou, como habilitação legal equivalente curso de formação para o magistério reconhecido pelo MEC na área de conhecimento ou ainda Bacharelado em Administração de Empresas ou em Economia ou em Administração de Sistemas de Informação ou Administração em Marketing ou Administração com Habilitação em Análise de Sistemas mais Mestrado

-

-

1

-

-

-

Licenciatura Plena em Ciências Biológicas ou em Biologia ou, como habilitação legal equivalente Bacharelado em Ciências Biológicas ou Biologia mais Mestrado.

-

-

-

1

-

-

Ciências Sociais

Licenciatura Plena em Ciências Sociais ou, como habilitação legal equivalente curso de formação para o magistério reconhecido pelo MEC na área de conhecimento ou ainda Bacharelado em Ciências Sociais mais Mestrado.

-

1

-

-

1

-

Construção Civil I (Tecnologia das Construções/ Estruturas / Instalações Prediais)

Licenciatura Plena em Engenharia Civil ou, como habilitação legal equivalente curso de formação para o magistério reconhecido pelo MEC na área de conhecimento ou ainda Bacharelado em Engenharia Civil mais Mestrado.

1

-

-

-

-

1

Construção Civil II (Materiais de Construção / Mecânica dos Solos/ Patologia e Terapia das Construções/ Fundamentos de Obra de Arte)

Licenciatura Plena em Engenharia Civil ou, como habilitação legal equivalente curso de formação para o magistério reconhecido pelo MEC na área de conhecimento ou ainda Bacharelado em Engenharia Civil ou Curso Superior de Tecnologia em Construção de Edifícios ou Construção de Vias Terrestres mais Mestrado.

-

1

-

-

-

-

Educação

Licenciatura Plena em Pedagogia.

-

-

-

-

1

-

Educação Física

Licenciatura Plena em Educação Física.

-

-

-

-

1

-

Filosofia

Licenciatura Plena em Filosofia ou, como habilitação legal equivalente Bacharelado em Filosofia mais Mestrado.

-

-

-

1

-

-

Física

Licenciatura Plena em Física ou, como habilitação legal equivalente Bacharelado em Física mais Mestrado.

-

1

-

1

-

-

Fisico-Química

Licenciatura Plena em Química ou, como habilitação legal equivalente Bacharelado em Química mais Mestrado.

-

-

-

1

-

-

Geoprocessamento

Licenciatura Plena em Engenharia Cartográfica ou, como habilitação legal equivalente, curso de formação para o magistério reconhecido pelo MEC na área de conhecimento ou ainda Bacharelado em Engenharia Cartográfica ou Engenhraria de Agrimensura ou Curso Superior de Tecnologia em Geoprocessamento ou em Sensoriamento Remoto mais Mestrado.

-

1

-

-

-

-

História

Licenciatura Plena em História ou, como habilitação legal equivalente Bacharelado em História mais Mestrado.

-

2

-

-

-

-

Indústria I (Redes Industriais)

Licenciatura Plena em Controle e Automação ou, como habilitação legal equivalente curso de formação para o magistério reconhecido pelo MEC na área de conhecimento ou ainda Bacharelado em Engenharia Elétrica ou em Engenharia da Computação ou em Engenharia de Controle e Automação mais Mestrado.

-

-

-

1

-

-

Indústria II (Sistemas de Energia e Máquinas Elétricas)

Licenciatura Plena em Controle e Automação ou, como habilitação legal equivalente curso de formação para o magistério reconhecido pelo MEC na área de conhecimento ou ainda Bacharelado em Engenharia de Controle e Automação ou em Engenharia Elétrica mais Mestrado.

-

-

-

-

1

-

Indústria III (Controle e Automação)

Licenciatura Plena em Controle e Automação ou, como habilitação legal equivalente curso de formação para o magistério reconhecido pelo MEC na área de conhecimento ou ainda Bacharelado em Engenharia de Controle e Automação ou em Engenharia Elétrica mais Mestrado.

-

-

-

-

1

-

Informática I (Arquitetura de Computadores, Sistemas Operacionais, Redes de Computadores, Lógica e Linguagens de Programação, Teoria da Computação)

Licenciatura Plena em Informática ou, como habilitação legal equivalente curso de formação para o magistério reconhecido pelo MEC na área de conhecimento ou ainda Bacharelado em Ciências da Computação ou em Sistemas de Informação ou em Análise de Sistemas ou em Engenharia da Computação ou em Engenharia de Redes ou em Engenharia de Telecomunicações ou Curso Superior de Tecnologia em Processamento de Dados ou em Redes de Comunicação ou em Redes de Computadores ou em Sistemas de Informação mais Mestrado.

-

-

-

-

-

1

Informática II (Engenharia de Software, Desenvolvimento de Sistemas, Linguagens de Programação, Banco de Dados e Gestão em Tecnologia da Informação)

Licenciatura Plena em Informática ou, como habilitação legal equivalente curso de formação para o magistério reconhecido pelo MEC na área de conhecimento ou ainda Bacharelado em Ciências da Computação ou em Sistemas de Informação ou em Análise de Sistemas ou Processamento de Dados ou Curso Superior de Tecnologia em Redes de Comunicação ou em Sistemas de Informação ou Engenharia Elétrica com Ênfase em Computação mais Mestrado.

-

-

-

-

-

1

Informática III (Desenvolvimento de Sistemas de Informação e Conteúdo Hipermídia, Gestão em Tecnologia da Informação, Arquitetura

de Computadores e Sistemas Digitais)

Licenciatura Plena em Informática ou, como habilitação legal equivalente curso de formação para o magistério reconhecido pelo MEC na área de conhecimento ou ainda Bacharelado em Engenharia da Computação ou em Ciências da Computação, ou Curso Superior de Tecnologia em Sistemas de Informação ou em Processamento de Dados mais Mestrado.

1

-

-

-

-

-

Lavra de Mina e Tratamento de Minério

Licenciatura Plena ou, como habilitação legal equivalente curso de formação para o magistério reconhecido pelo MEC na área de conhecimento ou ainda Bacharelado em Engenharia de Minas mais mestrado.

-

1

-

-

-

-

Matemática

Licenciatura Plena em Matemática ou em Ciências com Habilitação em Matemática ou, como habilitação legal equivalente Bacharelado em Matemática mais Mestrado.

-

-

-

-

-

1

Mecânica

Licenciatura Plena em Mecânica ou, como habilitação legal equivalente curso de formação para o magistério reconhecido pelo MEC na área de conhecimento ou ainda Bacharelado em Engenharia Mecânica ou Curso Superior de Tecnologia em Eletromecânica ou em Mecânica mais Mestrado.

-

1

-

-

-

-

Meio Ambiente

Licenciatura Plena em Meio Ambiente ou, como habilitação legal equivalente curso de formação para o magistério reconhecido pelo MEC na área de conhecimento ou ainda Bacharelado em Engenharia Ambiental ou Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental ou em Saneamento Ambiental mais mestrado.

1

-

-

-

-

-

Química

Licenciatura Plena em Química.

-

-

2

-

-

-

Transportes

Licenciatura Plena em Transportes ou, como habilitação legal equivalente curso de formação para o magistério reconhecido pelo MEC na área de conhecimento ou ainda Bacharelado em Engenharia Civil ou em Engenharia de Produção ou em Arquitetura ou Curso Superior de Tecnologia em Transportes Urbanos ou em Planejamento de Transportes mais Mestrado.

-

1

-

-

-

-

TOTAL

3

9

3

5

5

4

ANEXO II - TABELA DE REMUNERAÇÃO

MAGISTÉRIO DO ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO
(CONFORME LEI nº 11.784, 22.09.2008)

Docente

Vencimento Básico

GEDBT

Retribuição por Titulação

Total

Graduado

1.728,28

1.034,08

-

2.762,36

Especialista

1.728,28

1.034,08

357,72

3.120,08

Mestre

1.728,28

1.034,08

1.432,34

4.194,70

Doutor

1.728,28

1.034,08

3.344,15

6.106,51

ANEXO III - REQUERIMENTO DE ATENDIMENTO DIFERENCIADO
(para uso dos candidatos que necessitam de atendimento diferenciado)

EDITAL N° 064, DE 22 DE OUTUBRO DE 2010

REQUERIMENTO
(Somente quando necessário)

Eu _________________________________________________, RG:___________________________, CPF:________________________, candidato inscrito para o cargo de ____________________________________________________________ , na cidade de _________________________, inscrição n°____________________ residente:_______________________________________________________________, n°________, Bairro: __________________________________ , Fone:_________________________ Celular:____________________________ , requer a V.Sa. Condições especiais(*) para realização da prova escrita do Concurso Público, com base no subitem 2.4, para provimento de Cargo Efetivo de Magistério do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (IFG) do Edital n° 064, de 22 de outubro de 2010.

Portador de Necessidade Especial (Tipo):

Necessito dos seguintes recursos

__________________________________________ .

N. Termos,

P. Deferimento.

_______________, _____/____/ _____

___________________
Assinatura do Candidato

(*) Anexar documento apresentando as condições diferenciadas de que necessita para a realização da prova e/ou justificativa acompanhada de parecer emitido por especialista da área de sua deficiência.

EDITAL Nº 064, de 22 de outubro de 2010

Eu,___________________________________________________ , RG nº __________________________ CPF nº _______________________________ , residente nº __________ Complemento ___________________________ CEP ____________ Idade ____________________________ UF _______ Tel. Fixo _____________ Tel. Cel. ______________ , venho requerer isenção do pagamento da taxa de inscrição do Concurso Público (Magistério do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico) - Edital n° 064, de 22 de outubro de 2010), no valor de R$ _________________________ , visto que não tenho condições para arcar com tal valor, conforme documentos anexos.

Informo que a composição de minha renda familiar corresponde ao discriminado no quadro abaixo:

- Renda familiar (Soma das rendas auferidas pelos membros da família residentes sob o mesmo teto, segundo art. 4º, inciso IV, do Decreto no 6.135, de 26/06/2007, publicado no DOU de 27 subsequente).

N.º NIS

NOME COMPLETO DOS MEMBROS DA FAMÍLIA*

GRAU DE PARENTESCO **

DATA DE NASCIMENTO

RENDA MENSAL (R$)

CPF

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

* Informe, inclusive, os membros que não possuem renda.

**Grau de parentesco em relação ao requerente.

Estou ciente de que poderei ser responsabilizado criminalmente, caso as informações aqui prestadas não correspondam à verdade.

N. Termos,

P. Deferimento.

_______________, ________de _____________de 2010

____________________
Assinatura

PARA USO EXCLUSIVO DA COMISSÃO DO CONCURSO

Goiânia, ____/____/___________ [_] Indeferido [_] Deferido

____________________
Assinatura Comissão Concurso

ANEXO V – AVALIAÇÃO DA PROVA DE DESEMPENHO DIDÁTICO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLOGIA

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS

NOME DO CANDIDATO:____________________________________________________________________

REGISTRO GERAL Nº:_______________________________________________________________________

MEMBRO DA BANCA EXAMINADORA:_______________________________________________________

MÉDIA FINAL DO CANDIDATO: _____________________________________________________________

Tópicos a Avaliar

Pontos

1. Elaboração do Plano de Aula

- definição clara, realista e precisa da habilidade de selecionar e organizar conteúdos

- organização técnica e didática do plano

10 pontos

2. Introdução

- apresentou o tema com clareza

- estabeleceu relação do tema e outros conhecimentos

10 pontos

3. Objetivos - apresentou os objetivos de forma clara

10 pontos

4.Motivação

- apresentou o conteúdo de forma interessante

- preocupou-se em manter a atenção e a motivação durante a aula

10 pontos

5. Conteúdo

- procurou facilitar a aprendizagem utilizando exemplos e analogias

- o conteúdo apresentou correlação com os objetivos

15 pontos

6. Procedimentos

- selecionou as técnicas adequadas ao conteúdo e aos objetivos

- utilizou a (as) técnica(s) com segurança

- estabeleceu conexão entre o início e o desenvolvimento da aula

- possui espontaneidade, boa postura, dicção e autocontrole

- controlou bem o tempo e desenvolveu todas as atividades planejadas

10 pontos

7. Recursos

- selecionou os recursos didáticos adequados a técnicas, objetivos e conteúdos

- utilizou recursos no momento adequado

- explorou os recursos eficazmente

10 pontos

8. Integração

- reforçou comportamentos indispensáveis à compreensão do assunto exposto

- criou expectativa e relacionouu a aula com assuntos seguintes, da próxima aula

10 pontos

9. Sintese - fez síntese ao final de cada tópico ou ao final, concluindo bem a aula

15 pontos

Totalização dos Pontos

100 pontos

ANEXO VI - CRITÉRIOS DE PONTUAÇÃO DA PROVA DE TÍTULOS

NOME DO CANDIDATO:____________________________________________________________________

REGISTRO GERAL Nº: ______________________________________________________________________

MÉDIA FINAL DO CANDIDATO: _____________________________________________________________

I - TITULAÇÃO: considerar somente o título de maior pontuação (máximo 60 pontos)

TÍTULO

PONTUAÇÃO

1

DOUTOR - Diploma ou certidão de conclusão de doutorado emitido por Instituição de Ensino, cujo programa seja reconhecido ou validado pela CAPES, em campo diretamente relacionado à área de conhecimento da vaga pleiteada, ou em área Educacional.

60

2

MESTRE - Diploma ou certidão de conclusão de mestrado emitido por Instituição de Ensino, cujo programa seja reconhecido ou validado pela CAPES, em campo diretamente relacionado à área de conhecimento da vaga pleiteada, ou em área Educacional.

40

3

DOUTOR (OUTRA ÁREA) - Diploma ou certidão de conclusão de doutorado emitido por Instituição de Ensino, cujo programa seja reconhecido ou validado pela CAPES, em área de conhecimento distinta da vaga pleiteada.

30

4

MESTRE (OUTRA ÁREA) - Diploma ou certidão de conclusão de mestrado emitido por Instituição de Ensino, cujo programa seja reconhecido ou validado pela CAPES, em área de conhecimento distinta da vaga pleiteada.

20

5

ESPECIALISTA - Certificado ou certidão de conclusão do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu emitido por Instituição de Ensino, devidamente reconhecido, na área de conhecimento correlata a qual o candidato está concorrendo, ou na área Educacional, com carga horária mínima de 360 (trezentos e sessenta) horas.

15

*Considera-se área de conhecimento o conjunto de conhecimentos inter-relacionados, coletivamente construído, reunido segundo a natureza do objeto de investigação com finalidades de ensino, pesquisa e aplicações práticas, definidos na Tabela de Áreas de Conhecimento da CAPES (www.capes.gov.br/avaliacao/tabela-de-areas-de-conhecimento)

II - EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL: (máximo 20 pontos)

TÍTULO

PONTUAÇÃO

1

Professor de Ensino Médio ou Superior, comprovada por carteira de trabalho ou contrato de trabalho com o último contracheque (máximo 14 pontos)

2 pontos/ano ou fração superior a 6 meses

2

Monitoria de nível superior, comprovada por certificado emitido por instituição de ensino superior (máximo 03 pontos)

1 ponto/ano ou fração superior a 6 meses

3

Experiência em empresa na área de atuação, excetuando estágio (máximo 10 pontos)

1 ponto/ano ou fração superior a 6 meses

4

Coordenação de Projeto de Pesquisa financiado por agência ou órgão de fomento (máximo 06 pontos)

2 pontos/Projeto financiado

5

Orientação de projeto de Iniciação Científica (máximo 03 pontos)

1 ponto/orientação concluída

6

Orientação de aluno de Pós-Graduação (máximo 08 pontos)

2 pontos/orientação concluída

7

Membro de banca de defesa de dissertação de mestrado ou de tese de doutorado em programa reconhecido pela CAPES, da qual não tenha sido orientador (máximo 06 pontos)

2 pontos/banca

III - PRODUÇÃO INTELECTUAL: será considerado apenas os últimos 5 anos (máximo 20 pontos)

TÍTULO

PONTUAÇÃO

1

Artigo em periódico especializado, com conceito mínimo B5 no Qualis da CAPES (máximo 15 pontos)

3

2

Livro publicado (autoria ou organização) na área de conhecimento
do concurso, com ISBN - autoria e organização (máximo 09 pontos)

3

3

Capítulo de livro publicado na área de conhecimento do concurso, com ISBN (máximo 06 pontos)

2

4

Trabalho completo publicado em anais de eventos científicos, relacionado à área do concurso (máximo 06 pontos)

1

5

Resumo, ou resumo estendido, publicado em anais de eventos científicos, relacionado à área do concurso que não tenha sido pontuado no item anterior (máximo 04 pontos)

0,5

6

Participação em evento científico, relacionado à área do concurso (máximo 03 pontos)

0,5

7

Patente registrada (máximo 06 pontos)

2

ANEXO VII - CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONHECIMENTOS COMUNS A TODOS OS CARGOS DE PROFESSOR DO ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO:

LÍNGUA PORTUGUESA

Leitura e compreensão de textos. Ortografia oficial. Divisão silábica. Acentuação gráfica e crase. Emprego das classes de palavras. Pontuação. Concordância nominal e verbal. Regência nominal e verbal. Sintaxe do período simples e composto. Significado das palavras: sinônimos, antônimos, homônimos e parônimos.

LEGISLAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

Projeto Político Pedagógico; Política de inclusão escolar; Função social da escola; Princípios da interdisciplinaridade; Uso de tecnologias na educação; Métodos e técnicas de ensino; Sistema de avaliação escolar e do ensino; Parâmetros Curriculares Nacionais; Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) - Lei no 9394/96; Estatuto da Criança e do Adolescente; Constituição Federal de 1.988 e suas alterações; Lei Federal no 8.948/94; Lei Federal no 9.784/99; Decreto Federal 2.406/97; Decreto Federal no 3.462/00; Decreto Federal no 3.741/01; Decreto Federal no 4.877/03; Decreto Federal no 5.154/04; Decreto Federal nº 5.478/05; Decreto Federal nº 5.840/06; Decreto Federal nº 6.094/07; Decreto Federal nº 6.095/07; Parecer CNE/CEB nº 02/97; Parecer CNE/CEB nº 17/97; Parecer CNE/CEB nº 16/99; Parecer CNE/CEB nº 14/04; Parecer CNE/CEB nº 19/04; Parecer CNE/CEB nº 39/04; Parecer CNE/CEB nº 40/04; Resolução CNE/CEB nº 02/97; Resolução CNE/CEB nº 04/99; Resolução CNE/CEB nº 01/04; Resolução nº 01/05; Resolução nº 02/05; Resolução nº 05/05; Lei nº 8.112/90 e suas respectivas alterações; e a Lei nº 11.892/08 de criação dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PARA OS CARGOS DE PROFESSOR DO ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO:

ADMINISTRAÇÃO

Ciências Econômicas/ Engenharia Econômica: A Evolução do Pensamento Econômico; Funcionamento do Mercado de Bens e Serviços; Oferta da Firma; Mercado de Bens e de Fatores; Contabilidade Social; Determinação da Renda Nacional; Economia Monetária; Economia do Setor Público. Teorias Administrativas: Significado da Administração (Organizações; Eficiência e Eficácia; Administração - Conceito e Importância; Teorias da Administração; Formação do Conhecimento Administrativo; Linha do Tempo da Administração; Administração do Presente); A Escola Clássica da Administração (Taylor e Ford). Fayol e a Escola do Processo de Administração: (Henry Fayol; Processo Administrativo segundo Fayol; Visão Panorâmica da Administração Contemporânea: Planejamento; Organização, Direção; Controle; Liderança). Introdução a Sistemas (Administração do Ponto de Vista Sistêmico; O Sistema Empresarial e seus Subsistemas; Estruturação Sistêmica da Organização; Eficiência e Eficácia Empresarial; Classificação de Sistemas). Empresas e Sistemas de Informação: Por que utilizar Sistemas de Informação; Processos Gerenciais e os Sistemas; Necessidades de Informação para a Organização; Planejamentos e seu Vínculo com Tecnologia da Informação (TI); Políticas e sua Implicação nos Sistemas; Valorização das Perspectivas nos Sistemas; Qualidade dos Sistemas de Informação. Administração Pública: Gestão Pública no Brasil; Reforma e Modernização do Estado; Papel do Estado no mundo contemporâneo; Democracia, Cidadania e Demandas Sociais; Modelo Gerencial com Foco no Cidadão. Compreensão dos Fundamentos da Ciência Política, Governo e Administração Pública; Estado, Nação e Soberania; Pluralismo e Federalismo; Ciência Política, Governo e Administração Pública; Teoria da Burocracia. Princípios Básicos da Administração Pública (Legalidade; Impessoalidade; Moralidade; Publicidade; Eficiência). Princípios Fundamentais da Administração Pública (Planejamento; Coordenação; Delegação de Competência; Controle; Descentralização). Teoria da Comercialização e Marketing: Elementos de Marketing (Conceito de Empresa; Objetivos da Empresa; Conceito de Marketing; Importância do Conceito de Mercado; A Facilidade de se criarem Ilusões nas Ciências Sociais; Importância da Área de Marketing). Ambiente de Marketing (Ambiente Cultural; Ambiente Tecnológico; Ambiente Econômico; Ambiente Legal; Ambiente Demográfico; Ambiente Ecológico; Concorrentes). Comportamento do Consumidor (Teorias sobre o Comportamento do Consumidor; Tipos de Tomadas de Decisão de Compra dos Consumidores; Fatores que Auxiliam a compreender melhor o Comportamento do Consumidor Processo de Tomada de Decisão de Compra do Consumidor). Pesquisa de Mercado (Finalidades da Pesquisa de Mercado; Limitações da Pesquisa de Mercado; Etapas do Processo de Pesquisa de Mercado; Principais Métodos de Coleta de Dados Primários; Principais Fontes de Dados Secundários; Tipos de Pesquisa). Produto (Conceito de Produto Ampliado; Impacto do Nível de Qualidade do Produto; Classificação dos Produtos; Linha de Produtos; Mix de Produto; Características que Definem a Categoria de um Produto). Serviços (Panorama do Setor de Serviços; Classificação dos Diversos Tipos de Serviços; Características dos Serviços; Princípios da Gestão de Serviços). Atendimento e Endomarketing (Atendimento ao Consumidor; Percepção versus Qualidade do Atendimento; Marketing de Relacionamento; Modos de Operacionalizar a Prestação de Serviços; Atitude que Propicia às Pessoas oferecerem um atendimento superior; Endomarketing; Empowerment). Estratégia de Preço. Propaganda (Papel da propaganda; Comunicação integrada de marketing; Surgimento de novas mídias; Vantagens que a publicidade traz à sociedade; Princípios psicológicos da publicidade; Características desejadas das campanhas publicitárias; Mensagem; Temática das campanhas publicitárias; Características da boa propaganda; Criação publicitária; Uso de celebridades na propaganda Propaganda para crianças; Publicidade global; Mídia).

Direito e Legislação: Direito do Trabalho (Fundamentos e Formação Histórica do Direito do Trabalho; Relação de Trabalho e Relação de Emprego; Contrato Individual de Trabalho; Alteração do Contrato de Trabalho; Suspensão e Interrupção do Contrato de Trabalho; Remuneração; Equiparação Salarial; Jornada de Trabalho; Férias; Aviso Prévio; Extinção do Contrato de Trabalho; FGTS; Estabilidade). Direito Comercial (Direito Comercial; Síntese Histórica; Objeto do Direito Comercial; Conceito; Fontes do Direito Comercial; Empresário Unipessoal; Registro; Escrituração; Nome Empresarial; Estabelecimento Empresarial; Direitos de Propriedade Industrial; Órgãos Sociais; Acionistas; Ações; Debêntures; Bônus de Subscrição; Nota Promissória; Títulos de Crédito; Duplicata). Direito Empresarial. Sociedades Contratuais em Espécie (Sociedade Simples; Sociedade em Nome Coletivo; Sociedade em Comandita Simples; Sociedade Limitada: Estrutura; Sociedade Limitada: Funcionamento; Sociedade Anônima). Informática Básica: História e Teoria da Informática (Histórico e Evolução Tecnológica da Informática; Gerações dos computadores; Tecnologia e Mercado de Trabalho; Tecnologia da Informação). Introdução a Computação (Hardware: conceito e componentes; Software: Conceito, Importância, Utilização; Iteração Entre Hardware e Software). Sistema Operacional (Definição; Personalização e Configuração da Área de Trabalho; Configurações de Teclado e Mouse; Gerência de Usuários; Criação de Pastas e Diretórios; Compactação de Arquivos; Manipulação de arquivos e identificação de seus principais tipos). Software de Edição de Texto (Edição e Formatação). Software de Planilha Eletrônica: Edição, Formatação, Utilização de Fórmulas e Gráficos). Software de Apresentação de Slides (Criação, Edição, Formatação e Apresentação de Slides). Navegadores Web.

CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

Biologia Geral dos micro-organismos: Morfologia, caracterização, estrutura e classificação de bactérias, fungos e protozoários; Vírus: estrutura, tipos e mecanismos de replicação; Nutrição e crescimento microbiano; Genética microbiana; Metabolismo bacteriano; Mecanismos de patogenicidade bacteriana e mecanismos de defesa do hospedeiro; Controle do desenvolvimento de microrganismos: agentes físicos e químicos; Microrganismos e a produção de alimentos; Conservação dos alimentos e infecções alimentares provocadas por microrganismos. Estrutura, características, funções e metabolismo das biomoléculas: aminoácidos e proteínas, lipídios, carboidratos, vitaminas e ácidos nucleicos; Enzimas: propriedades, cinética e mecanismos regulatórios da atividade enzimática; Bioenergética e Metabolismo celular: Metabolismo autotrófico (Fotossíntese e Quimiossíntese) e metabolismo heterotrófico (Respiração celular aeróbia e Fermentação); Genética molecular: replicação e transcrição do DNA, tradução e síntese de proteínas. Introdução à Biologia: Características dos seres vivos e Níveis de organização da vida. Origem da vida. Método Científico. Citologia: Estrutura e organização de células procarióticas e eucarióticas; Membrana plasmática e transportes de substâncias pela membrana; Organelas citoplasmáticas: estrutura e funções; Núcleo celular e Divisão celular: Mitose e Meiose. Gametogênese e Embriologia animal. Histologia animal: Tecidos Epitelial, Conjuntivos, Nervoso e Muscular. Anatomia e Fisiologia Animal Comparadas: Sistemas tegumentar, digestório, respiratório, cardiovascular, urinário, muscular-esquelético, nervoso, hormonal e genital. Classificação e nomenclatura dos seres vivos. Botânica: Biologia e reprodução de briófitas, pteridófitas, gimnospermas e angiospermas; Histologia vegetal; Morfologia vegetal interna e externa; Fisiologia vegetal. Zoologia: Biologia geral dos principais filos do reino Metazoa. Genética: Primeira e Segunda Lei de Mendel; Grupos sanguíneos; Polialelia; Codominância; Alelos letais; Interação gênica; Herança quantitativa; Herança e Sexo, Genética de populações; Engenharia genética. Evolução: Teorias evolucionistas; Evidências evolutivas e Especiação. Ecologia: Conceitos gerais; Cadeias e teias alimentares; Níveis tróficos; Pirâmides ecológicas; Relações ecológicas; Ecologia de populações e Impactos ecológicos. Principais doenças causadas por seres vivos: viroses, bacterioses, micoses, protozooses e helmintíases. Métodos contraceptivos. Doenças Sexualmente Transmissíveis.

CIÊNCIAS SOCIAIS

Teoria sociológica clássica e contemporânea. Mudança social na sociologia clássica. Trabalho e divisão do trabalho em Marx, Weber e Durkheim. O fenômeno educacional na sociologia clássica e contemporânea. Educação e trabalho. Cultura e representações sociais nas teorias contemporâneas. Educação, liberalismo e neoliberalismo. Desigualdades sociais e raciais na sociedade brasileira. Racismo, trabalho e educação. Modernidade e pós-modernidade. Estado, classes sociais e ideologia. A escola no processo de produção e reprodução social. Produção social, ideologia e sujeitos. Infância, sociedade e educação. Teoria crítica e educação. Cultura e movimentos sociais. Teoria cultural da educação, conflitos simbólicos e hegemonia cultural. Educação, gênero e conflitualidades; Trabalho, tecnologia e formação. Reestruturação produtiva, mundo do trabalho e trabalhadores no século XXI. Mercado de Trabalho, emprego e desigualdades sociais. Juventude e trabalho. A formação da classe trabalhadora brasileira. Formas de organização do trabalho: taylorismo, fordismo e toyotismo. Trabalho e mercado de trabalho no Brasil pós-1990. Trabalho, tecnologia, controle e disciplina na contemporaneidade.

CONSTRUÇÃO CIVIL I (TECNOLOGIA DAS CONSTRUÇÕES/ESTRUTURAS/ INSTALAÇÕES PREDIAIS)

Tecnologia das Construções . Topografia e Tópicos de Cartografia . Orçamento e Planejamento de Obras. Higiene e segurança do trabalho. Gestão da Qualidade. Tensões e deformações em peças estruturais . Resistência dos Materiais . Estruturas de Concreto armado . Fundações: tipos, características, aplicação, dimensionamento e detalhamento de fundações. Instalações de água fria. Instalações de água quente. Instalações de combate à Incêndio. Instalações prediais de esgoto sanitário. Instalação de Esgoto Pluvial. Instalações Elétricas: Noções Gerais de Projeto de Instalações Elétricas; Eletricidade Básica; Sistema Elétrico; Diagramas de Instalação Elétrica Residencial; Projeto Elétrico - NBR 5410 e NTC 04. Quadro Geral de Cargas. Esquema Unifilar da Instalação. Luminotécnica.

CONSTRUÇÃO CIVIL II (MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO/MECÂNICA DOS SOLOS/PATOLOGIA E TERAPIA DAS CONSTRUÇÕES/FUNDAMENTOS DE OBRA DE ARTE)

Materiais de construção: Introdução a materiais de construção - Conceito; Classificação; Propriedades físicas e químicas; Normas vigentes. Agregados - Conceito; Classificação; Composição mineralógica; Obtenção; Índices de qualidade; Propriedades físicas; Controle tecnológico segundo as normas vigentes. Aglomerantes - Conceito; Classificação; Propriedades; Cal área - Conceito; Classificação; Reações químicas; Fabricação; Hidratação e extinção; Propriedades. Cimento Portland - Conceito; Matéria prima; Fabricação; Composição química; Composição potencial do clínquer; Hidratação; Cimentos fabricados no Brasil - Propriedades físicas e químicas; Armazenamento; Aplicação na construção civil; Controle tecnológico segundo as normas vigentes. Materiais cerâmicos - Conceito; Matéria prima; Obtenção da matéria prima; Propriedades da matéria prima; Propriedades dos produtos cerâmicos; Produtos cerâmicos; Controle tecnológico segundo as normas vigentes. Laboratório: Ensaios físicos dos aglomerantes; Ensaios físicos dos agregados miúdos e graúdos; Ensaios físicos dos materiais cerâmicos; Dosagem de concreto experimental não experimental: cálculo, mistura, moldagem e ruptura de corpos de prova cilíndricos; Aço para a construção civil; Ensaios de tração e dobramento. Introdução ao concreto: Histórico; Materiais constituintes do concreto; Pesquisa e desenvolvimento; Evolução dos materiais; Propriedades do concreto fresco; trabalhabilidade; Medida de trabalhabilidade; Exsudação; Retração; Propriedades do concreto endurecido; Massa específica; Resistência aos esforços mecânicos; Permeabilidade e absorção; Deformações; Dosagens dos concretos; Aditivos; Produção dos concretos; Controle tecnológico do concreto segundo as normas vigentes; Concretos especiais.

Mecânica dos solos: Conceito de solo e rocha (NBR-6502); Origem e formação do solo; Composição do solo e sua classificação em solos residuais, transportados e orgânicos. Índices físicos: Ensaios de determinação de acordo com a ABNT de Massa específica do solo natural, Massa específica dos sólidos, Massa específica da água e Teor de umidade. Estudos das Partículas Sólidas e Caracterização do Solo: Forma das partículas; Terminologia das partículas em função das suas dimensões(ABNT); Identificação tátil e visual dos solos; Ensaio de granulometria por peneiramento segundo norma NBR; Granulometria por sedimentação; Curva granulométrica; Ensaio de determinação do limite de liquidez do solo(LL) segundo NBR-6459; Ensaio de determinação do limite de plasticidade do solo(LP) segundo NBR-7180. Compactação dos Solos: Conceito; Fatores que influenciam na compactação; Ensaio de compactação no laboratório segundo NBR-7182; Energia de compactação. Movimento de Terra; Execução de cortes e aterro; Transporte de material; Controle tecnológico e grau de compactação (NBR-5681).

Fundamentos de Obras de Arte: Transposição de Tavegues por Bueiros - Estudos hidrológicos: cálculo da vazão segundo IS - AGETOP; Tipos e características de bueiros; Elementos de projetos de bueiros; Dimensionamento hidráulico de bueiros; Execução de bueiros. Canais de Concreto - Tipos e finalidades; Características de escoamento; Dimensionamento hidráulico; Verificações para projeto. Obras de Arte Especiais - Pontes - Tipos e características de pontes rodoviárias; Estudos hidrológicos básicos; Elementos de projeto; Considerações sobre o dimensionamento hidráulico; Noções sobre os elementos estruturais; Noções sobre aparelhos de apoio; Execução de pontes segundo as Especificações de Serviço do DNIT.

Patologia e Terapia das Construções: conceitos e incidência de falhas nas construções. Patologia do concreto armado: corrosão das armaduras; fissuração; ataque de agentes agressivos; diagnóstico, prevenção e tratamento (técnicas de monitoramento do comportamento estrutural). Patologia das fundações: principais falhas (causas e consequências) e recuperação. Fissuração das alvenarias: mecanismos de formação das fissuras; tipologia; principais causas; prevenção e recuperação. Patologia dos revestimentos em argamassa: principais falhas, prevenção e recuperação. Patologia dos revestimentos cerâmicos: principais falhas, prevenção e recuperação. Patologia de pinturas: pinturas prediais e industriais; principais falhas, prevenção e recuperação. Problemas em impermeabilização: umidade nos edifícios (tipos e sintomas), consequências e tratamentos. Ensaios Tecnológicos de Laboratório e de Campo.

EDUCAÇÃO

Educação como direito; a formação de professores no Brasil; A sociedade liberal e o surgimento da escola pública; Neoliberalismo e educação; Os organismos internacionais e a educação no Brasil; Organização e gestão escolar; Política educacional brasileira; Concepções de sociedade, homem e educação; o conhecimento científico e os conteúdos escolares; História da educação no Brasil; Métodos e técnicas de ensino; Elementos do trabalho pedagógico (objetivos, conteúdos, encaminhamentos metodológicos e avaliação escolar); Educação e psicologia - teorias clássicas; educação e sociologia - teorias clássicas; Gramsci e a educação; Educação de jovens e adultos; Fundamentos da educação especial.

EDUCAÇÃO FÍSICA

Histórico da Educação Física; A Educação Física enquanto linguagem; O Processo ensino-aprendizagem na Educação Física; Construindo competências e habilidades em Educação Física; Avaliação em Educação Física; Educação Física e sociedade; Fundamentos didático-pedagógicos da educação física; Atividade física e saúde; Crescimento e desenvolvimento; Aspectos da aprendizagem motora; Aspectos sócio históricos da educação física; Política educacional e educação física; Cultura e educação física; Aspectos da competição e cooperação no cenário escolar; Conhecimentos básicos de anatomia e fisiologia do exercício; Treinamentos Desportivos.

FILOSOFIA

Escopo da Filosofia e Educação; Introdução à filosofia: natureza e possibilidade do conhecimento; A educação como paidéia na Grécia Antiga; Educação na Idade Média; Razão e educação na Idade Moderna; Ética e educação; Teoria e prática em educação; Filosofia, educação e a formação de professores; Filosofia na educação básica; A educação escolar como tema de problematização filosófica.

FÍSICA

FÍSICO-QUÍMICA

Propriedades e estrutura dos gases; Princípios e Leis da Termodinâmica; Termoquímica; Equilíbrio de fases: substâncias puras; Propriedades das misturas; Princípios do equilíbrio químico; Eletroquímica; Cinética Química; Fenômenos de superfície; Teoria quântica: Introdução à mecânica quântica. Sistemas modelo e átomo de hidrogênio. Átomos e moléculas. Simetria molecular e teoria de grupos. Aplicações da química quântica.

GEOPROCESSAMENTO

INFORMÁTICA I

Arquitetura de computadores; Organização de computadores; Sistemas operacionais (Família Windows e Família Linux); Redes de computadores; Lógica e linguagem de programação; Teoria da Computação.

INFORMÁTICA II

Engenharia de Software (conceitos e aplicação): Ciclos de Vida de Software; Modelos de Processo de Software; Processo Unificado; Linguagem de Modelagem Unificada (UML): visões, modelos, diagramas; Gerência de Projeto; Qualidade de Processo de Software; Qualidade de Produto de Software; Ferramentas de Gerência de Projeto; Ferramentas de Modelagem; Ferramentas Case. Desenvolvimento de Software: Sistemas de Informação: Java SE, C, C++, Delphi, Visual Basic; Integração com Bancos de Dados; Sistemas de Informação para Web: PHP, Java (Servlets, JSP, JSF), C#; Integração com Bancos de Dados, AJAX, Web Services. Estruturação de Dados para Web: DHTML, HTML, XML, CSS, RSS.

INFORMÁTICA III

Engenharia de Software (conceitos e aplicação): Ciclos de Vida de Software; Modelos de Processo de Software; Processo Unificado; Linguagem de Modelagem Unificada (UML): visões, modelos, diagramas; Gerência de Projeto; Qualidade de Processo de Software; Qualidade de Produto de Software; Ferramentas de Gerência de Projeto; Ferramentas de Modelagem; Ferramentas Case. Desenvolvimento para Web - Estruturação de Dados para Web: DHTML, HTML, XML, CSS, RSS, etc; Sistemas de Informação: Java SE, C, C++, Delphi, Visual Basic; Integração com Bancos de Dados;- Sistemas de Informação para Web: PHP, Java (Servlets, JSP, JSF), C#; Integração com Bancos de Dados, AJAX, Web Services, etc. Softwares de Conteúdos Lineares; Softwares de Autoria; Softwares de edição de vídeo; Softwares de edição de áudio; RV (Realidade Virtual), VRA (Realidade Virtual Aumentada), VRI (Realidade Virtual Imergida); Objetos de Aprendizagem, Hipermídia Adaptativa; Padrão RIVED; LMS (Learning Management System); CMS (Content Management System); CMS (Learning Content Management System).

LAVRA DE MINAS E TRATAMENTO DE MINÉRIOS

Lavra de minas - Planejamento de lavra de minas a céu aberto e subterrânea. Desenvolvimento de minas a céu aberto e subterrânea. Operações mineiras em minas a céu aberto e subterrânea: perfuração, desmonte, carregamento e transporte de rochas. Plano de fogo para desmontes a céu aberto e subterrâneo. Equipamentos de lavra em mineração a céu aberto e subterrânea. Estabilidade de maciço rochoso. Drenagem em mina. Segurança, meio ambiente e saúde em mineração (NR 22/78). Meio ambiente e recuperação de áreas mineradas. Legislação mineral e legislação ambiental correlata. Fechamento de mina. Ética profissional. Tratamento de minérios - Estágios, usina, fluxograma, circuito, teor, umidade, porcentagem de sólidos, densidade, amostragem e homogeneização. Granulometria: Introdução e conceitos; Correlação com as bases operatórias; tamanho das partículas; Análise granulométrica por peneiramento; Escala de peneiras (Série Tyler); Tabela e gráfico (MONO-LOG). Cominuição: Conceito e objetivos; Divisão (etapas); Mecanismos de fragmentação. Britagem: Conceito e objetivos; Etapas; tipos de britadores: funcionamento e características; Curvas granulométricas dos britadores. Moagem: Conceito e objetivos; Divisão; Processos (moagem a úmido e a seco) e equipamentos. Classificação por tamanho: Conceito; Métodos; Peneiramento industrial: tipos de equipamentos, funcionamento e superfícies peneirantes. Concentração: Conceito; Produtos; Condições requeridas para se concentrar; Etapas; Tipos de equipamentos: funcionamento e características. Quantificação das operações de concentração (balanço de massa e metalúrgico). Separação sólido/líquido: espessamento e filtragem.

MATEMÁTICA

Cálculo Diferencial e Integral: Teorema Fundamental do Cálculo; Teorema de Green e Teorema de Stocks. Geometria Analítica: Produtos de vetores; Cônicas e Superfícies quádricas. Álgebra Linear: Transformações Lineares; Autovalores e Autovetores; Diagonalização de Operadores. Álgebra: Congruências; Equações Diofantinas; Teorema de Lagrange; Teoremas do homomorfismo para grupos e anéis; Corpos finitos. Funções de Variáveis Complexas: Limite, Derivada e Integral de Funções de Variáveis Complexas. Probabilidade: Esperança Matemática; Esperança Condicional; Funções Características e Convergência; Teorema Central do Limite. Estatística: Estimação de Parâmetros; Testes de Hipóteses; Regressão Linear Simples. Equações Diferenciais: Equações Diferenciais de Primeira e Segunda ordem; Sistemas de equações lineares de primeira ordem; Análise Real: Números Reais; Séries e Sequencias; Topologia da Reta; Funções, Limites e Continuidade; Integral de Riemann; Teorema Fundamental do Cálculo. Educação Matemática - Etnomatemática: aspectos teóricos, políticos e culturais da Educação Matemática; Ensino e aprendizagem da Matemática: o jogo, materiais estruturados, o ensino de conceitos, a resolução de problemas, uso de calculadoras, computador e multimídia; A investigação Matemática nas aulas de Matemática; Implicações da História da Matemática na Educação Matemática; O papel da avaliação no ensino e aprendizagem da Matemática; A Modelagem Matemática como metodologia para o ensino de Matemática; Educação à Distância e Ensino de Matemática: desafios, possibilidades, pontos positivos e pontos negativos.

MECÂNICA

Termodinâmica - Tratamento Termodinâmica Clássica Aplicada à Engenharia com Interpretação de Balanço de Energia em Sistemas e Volume de Controle; Relação entre Trabalho e Calor com Cálculo Quantitativo, Rendimento e Ciclos de Calor. Mecânica dos Fluidos - Fundamentos, Hidrostática, Análise de Escoamentos, Leis Básicas Escoamento Irrotacionais e Rotacionais; Análise Dimensional e Semelhança, Escoamento Laminar e Turbulência; Transferência de Calor; Mecanismos da Transferência de Calor; Condução em Regime Permanente e Transiente; Convecção Térmica; Convecção Natural; Convecção em Escoamentos; Trocador de Calor; Radiação Térmica; Máquinas de Fluxo e Bombeamento; Máquinas Hidráulicas; Sistemas de Bombeamentos ( Centrifugas, Axiais, Ventiladores); Curvas de Rendimento, Sistemas de Deslocamento Positivo, Turbinas a Gás e a Vapor; Curvas Características; Dimensionamento de Linhas.

QUÍMICA

Estrutura eletrônica. Classificação periódica e propriedades dos elementos. Ligações químicas. Relações entre propriedade física e estrutura. Soluções. Cinética química. Funções inorgânicas. Termoquímica. Reações Nucleares. Equilíbrio químico e Produto de Solubilidade. Eletroquímica - Conceitos Básicos, Células Galvânicas, Potenciais Padrões, Equação de Nernst, Constante de Equilíbrio e eletrólise ígnea e aquosa. Métodos Cromatográficos de Análise - Princípios, Instrumentação e Aplicações relacionadas aos métodos cromatográficos em fase gasosa (GC) e fase líquida (LC). Espectroscopia Atômica - Princípios, Instrumentação e Aplicações. Métodos Volumétricos - Conceito e aplicações. Métodos Gravimétricos - Conceito e aplicações. Preparo de Amostras - Amostragem, Abertura de amostras, Técnicas de Extração, Pré-concentração. Estudo do átomo de carbono e cadeias carbônicas. Funções Orgânicas. Isomeria. Química Ambiental - Agrotóxicos (organoclorados, organofosforados, carbamatos, furanos ,dioxinas e piretroides. Tratamento de efluentes líquidos e resíduos sólidos e sustentabilidade.

TRANSPORTES

Controle de tráfego - Elementos do tráfego; características do tráfego; pesquisas de tráfego; circulação; capacidade e níveis de serviço; sinalização vertical, sinalização horizontal e outros tipos de sinalização; estacionamento de carga e descarga; estratégias de controle da operação do tráfego em rede aberta e em rede fechada; simulação da operação do tráfego; polos geradores de viagens (pgvs). Gerenciamento de transporte e frotas - Introdução a gestão de frotas; dimensionamento de frotas; especificação e avaliação de veículos; operação de frotas; previsão de custos operacionais; controle de custos operacionais; planejamento da manutenção; substituição de frotas; acomodação de cargas e de passageiros. Transportes públicos - Transporte urbano e sua importância; transporte público urbano; modos de transporte urbano; transporte coletivo x transporte individual; qualidade no transporte público urbano; eficiência no transporte público urbano; integração no transporte público urbano; linhas e redes; elaboração do plano operacional; programação da operação; operacionalização dos serviços e controle do desempenho. Planejamento da mobilidade urbana - Definições; regulamentação urbana; plano diretor de transporte e da mobilidade; fundamentos para o planejamento da mobilidade; componentes do planejamento da mobilidade; plano de mobilidade; processo de elaboração do planmob. Noções de infraestrutura - Infraestrutura viária urbana: vias, calçadas e travessia de pedestres, vias de ônibus, ciclovias e vias de pedestres; organização do setor de transportes; características da infraestrutura dos transportes rodoviário, ferroviário, aquaviário, dutoviário e aéreo; infraestrutura para o transporte inter e multimodal. Segurança viária - Definição e classificação dos acidentes de trânsito; estatísticas de acidentes e indicadores utilizados; fatores contribuintes dos acidentes; procedimentos básicos para investigação dos acidentes de trânsito; sistemas de coleta e tratamento de dados de acidentes; sistemas nacionais e sistemas internacionais; identificação de pontos, segmentos e áreas críticas; método do denatran; método do índice de segurança potencial (isp); medidas de engenharia para prevenção e/ou redução de acidentes. Logística - As origens da logística; a logística e as necessidades do consumidor; sistemas logísticos; gestão de suprimentos; armazenagem e análise da cadeia de valor; participação da logística na cadeia de valor; custos logísticos na cadeia de valor; atividades logísticas; distribuição física; custos operacionais; operadores logísticos; roterização; serviço ao cliente; armazenagem; estoques; logística reversa; sistemas de informação; custeio abc; rede logística. Transporte de cargas - Aspectos técnicos, econômicos e mercadológicos específicos do transporte rodoviário de cargas; ambiente de armazenamento e tipos de galpões; unitização de carga; transporte de cargas: modal aérea, modal rodoviária, modal ferroviária, modal fluvial e modal marítima; transporte de cargas no perímetro urbano; transporte de cargas perigosas; logística e cálculo do frete. Transporte e sociedade - História dos transportes no Brasil; transporte e desenvolvimento; transportes e atividades econômicas; população, migração e assentamentos; espaço e economia urbana e regional; transporte, ambiente e energia; o problema do deslocamento urbano e regional; problemas de transporte e soluções; estado e transportes; a evolução do planejamento de transportes.

ANEXO VIII - CRONOGRAMA DE ATIVIDADES DO CONCURSO

Etapa/Atividade

Data de Realização

Publicação do Edital

25/10/10

Inscrição pela internet (www.ifg.edu.br/selecao)

26/10/10 a 17/12/10

Prazo final para solicitação de isenção de taxa de inscrição

03/12/10

Divulgação do resultado dos pedidos de isenção de taxa de inscrição

10/12/10

Prazo final para pagamento da taxa de inscrição, respeitado o horário bancário

17/12/10

Prazo final para requerimento de condições especiais no dia da realização das provas

17/12/10

Prazo final para apresentação de pedido de correção de dados no requerimento de inscrição

17/12/10

Divulgação dos locais de realização da prova escrita

07/01/11

Acesso ao documento de comprovação de inscrição

10/01/11

Realização das provas escritas - objetiva e discursiva

16/01/11

Divulgação do gabarito preliminar da prova escrita - objetiva e das respostas esperadas da prova escrita - discursiva

17/01/11

Apresentação de recurso contra questões da prova escrita - objetiva e discursiva

18/01/11 (das 8 h. às 18 h.)

Divulgação do resultado dos recursos contra questões da prova escrita - objetiva e discursiva

21/01/11

Divulgação do gabarito final da prova escrita - objetiva

21/01/11

Divulgação do resultado preliminar da prova escrita - objetiva

25/01/11

Apresentação de recurso contra o resultado preliminar da prova escrita - objetiva

26/01/11 (das 8 h. às 18 h.)

Divulgação do resultado final da prova escrita - objetiva

07/02/11

Divulgação do resultado preliminar da prova escrita - discursiva

11/02/11

Apresentação de recurso contra a correção de questões da prova escrita - discursiva

14/02/11 (das 8 h. às 18 h.)

Divulgação do resultado dos recursos contra a correção de questões da prova escrita - discursiva

17/02/11

Divulgação do resultado final da prova escrita - discursiva

18/02/11

Sorteio de ponto e divulgação do calendário de realização da prova de desempenho didático

21 e 22/02/11

Realização das provas de desempenho didático

23 e 24/02/11

Divulgação do resultado preliminar das provas de desempenho didático

25/02/11

Apresentação de recurso contra o resultado preliminar das provas de desempenho didático

28/02/11 (das 8 h. às 18 h.)

Divulgação do resultado dos recursos contra o resultado das provas de desempenho didático

01/03/11

Entrega de títulos

02/03/11

Resultado preliminar da prova de títulos

09/03/11

Apresentação de recursos contra o resultado da prova de títulos

10/03/11 (das 8 h. às 18 h.)

Divulgação do resultado dos recursos contra o resultado da prova de títulos

14/03/11

Divulgação do resultado preliminar do concurso

16/03/11

Apresentação de recursos contra o resultado do concurso

17/03/11 (das 8 h. às 18 h.)

Divulgação do resultado final do concurso

18/03/11

Homologação do resultado final do concurso com publicação no Diário Oficial da União

Até 24/03/11

ANEXO IX - MODELO DE FORMULÁRIO RECURSOS

Recurso

Concurso: EDITAL nº ______/2010, de ____ de XXXX de 2010

Candidato: _________________________________________________________________________________

Número do Documento de Identidade: ____________________________________________________________

Número de Inscrição: _________________________________________________________________________

Cargo: ____________________________________________________________________________________

Cidade de Classificação:_______________________________________________________________________

Número da Questão:__________________________________________________________________________

Fundamentação e argumentação lógica:
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________

Data: _____/_____/_____

___________________
Assinatura:

127174

Política de Privacidade 2000-2014 PCI Concursos Telefone (11) 2122-4231