FAMUC - Fund. de Assistência Médica e Urgência de Contagem - MG

FAMUC - FUNDAÇÃO DE ASSISTÊNCIA MÉDICA E URGÊNCIA DE CONTAGEM

ESTADO DE MINAS GERAIS

CONCURSO PÚBLICO - EDITAL Nº 01/2008

Notícia:   FAMUC - MG oferece 542 vagas de até R$ 6.400,02

O Presidente da Fundação de Assistência Médica e de Urgência de Contagem - FAMUC, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela legislação em vigor, torna público que estarão abertas, no período indicado, inscrições para o Concurso Público para provimento de vagas e cadastro reserva referentes aos cargos públicos de Técnico Superior em Medicina, em suas diversas categorias, e Técnico Superior em Medicina da Família, do Quadro de Pessoal da Fundação de Assistência Médica e Urgência de Contagem - FAMUC, dentro do prazo de validade deste concurso público, nos termos da Legislação Municipal vigente e das normas estabelecidas neste Edital.

1 DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1.1 O Concurso Público será executado pela empresa Magnus Auditores e Consultores Associados, localizada à Av. Amazonas, 311 - 3º andar - Centro - BH/MG, telefone: (31) 3273-6220/3271-5833, endereço eletrônico: direch@magnusauditores.com.br

1.2 O Concurso Público será fiscalizado e acompanhado por Comissão designada oficialmente pelo Presidente da FAMUC.

1.3 No caso de surgimento de novas vagas durante o prazo de validade do Concurso Público, 5% (cinco por cento) destas serão destinadas a candidatos portadores de deficiência e 12% (doze por cento) destas serão destinadas aos negros/pardos, observado o disposto nos itens 2.2 até 2.10 e 2.11 até 2.15 deste Edital.

1.4 Este Concurso Público será constituído de duas etapas, a saber:

1.4.1 Prova Objetiva de Múltipla Escolha, de caráter eliminatório e classificatório, conforme disposto nos itens 6.1 e 6.2 deste Edital;

1.4.2 Prova de Títulos, de caráter classificatório, conforme disposto no item 6.3 deste Edital.

1.5 A legislação e as alterações em dispositivos legais e normativos, com entrada em vigor após a data de publicação deste Edital, não serão objeto de avaliação nas provas deste Concurso Público.

1.6 Este Concurso Público terá validade de 2 (dois) anos, a contar da data da publicação de sua homologação, podendo ser prorrogado uma vez por igual período.

1.7 Serão nomeados, para as vagas existentes e para outras que vierem a surgir, os candidatos aprovados de acordo com a ordem de classificação, para o cargo público para o qual tiverem feito sua inscrição.

2 DAS VAGAS

2.1 O número de vagas a serem preenchidas neste Concurso Público está distribuído conforme especificado no Anexo I deste Edital.

2.2 Às pessoas portadoras de deficiência é assegurado o direito de se inscreverem no presente Concurso Público, para o cargo/categoria cujas atribuições sejam compatíveis com a deficiência de que são portadoras. Para os deficientes serão reservadas 5% (cinco por cento) das vagas oferecidas no Concurso Público, em obediência ao disposto no parágrafo segundo, do artigo oitavo, da Lei Municipal nº 2.160/90.

2.3 O candidato portador de deficiência deverá declarar essa condição no requerimento de inscrição.

2.4 O candidato portador de deficiência participará do Concurso Público em igualdade de condições com os demais candidatos, no que se refere ao conteúdo, à avaliação, ao horário, ao local de aplicação das provas e à nota mínima exigida.

2.5 O candidato que se inscrever na vaga destinada a portador de deficiência, que precisar de condição especial para realização da prova deverá solicitá-la, detalhadamente, até o término das inscrições, via Sedex ou Aviso de Recebimento (AR), à Magnus Auditores e Consultores Associados, à Av. Amazonas, 311 - 3º andar - Centro - BH/MG - CEP: 30180-000, telefone: (31) 3273-6220/3271-5833, endereço eletrônico: direch@magnusauditores.com.br

2.6 O atendimento diferenciado, referido no item 2.5 obedecerá a critérios de viabilidade e de razoabilidade, sendo o candidato informado quando da confirmação do seu requerimento de inscrição, na forma do item 5.12.

2.7 A não solicitação, até o término das inscrições, da condição especial implicará em sua não concessão no dia de realização da prova.

2.8 O candidato deverá protocolar requerimento de candidatura às vagas de que trata o item 2.2, e laudo médico atestando a espécie, o grau e o nível de deficiência, com expressa referência ao código correspondente do CID, bem como a sua provável causa até o 3º (terceiro) dia após a divulgação do resultado final no Protocolo da Superintendência de Gestão do Trabalho e Educação na Saúde, localizada no prédio da Fundação de Assistência Médica e Urgência de Contagem: Av General David Sarnoff, 3113 - bairro Inconfidentes - Contagem.

2.9 Consideram-se deficiências que asseguram ao candidato o direito de concorrer às vagas reservadas, aquelas conceituadas na medicina especializada, de acordo com os padrões mundialmente estabelecidos, e que constituam inferioridade que implique grau acentuado de dificuldade para integração social.

2.10 Quando convocados, os candidatos portadores de deficiência serão submetidos à perícia médica realizada por junta indicada pela FAMUC, que terá decisão terminativa sobre a qualificação do candidato como deficiente físico e sobre o grau de aptidão física para o exercício do cargo/função.

2.11 Serão reservados 12% (doze por cento) das vagas aos negros/pardos, nos termos da Lei Municipal nº 3.829, de 07 de junho de 2004 e do disposto neste Edital e seus anexos.

2.12 O candidato deverá declarar no requerimento de inscrição como de cor negra ou parda, pertencente à raça/etnia negra nos termos da Legislação Municipal.

2.13 Os candidatos que se declararam de cor negra ou parda deverão protocolar, até o 3º (terceiro) dia após a divulgação do resultado final no Protocolo da Superintendência de Gestão do Trabalho e Educação na Saúde, localizada no prédio da Fundação de Assistência Médica e Urgência de Contagem: Av General David Sarnoff, 3113 - bairro Inconfidentes - Contagem, certidão de nascimento autenticada em cartório, comprovando tal condição ou declaração de próprio punho quando a certidão não constar esta condição. A análise da documentação será realizada pela Comissão de Concursos e Processos Seletivos designada pelo Presidente da FAMUC.

2.14 O não atendimento aos itens 2.8, 2.9 e 2.10, como também a conclusão da perícia médica pela inexistência da deficiência, implica na exclusão dos candidatos da listagem do resultado específica para portadores de deficiência.

2.15 O não atendimento aos itens 2.12 e 2.13 implica na exclusão dos candidatos da listagem do resultado específica para negros/pardos.

2.16 A divulgação do resultado, para o cargo público de Técnico Superior em Medicina, em suas diversas categorias, será feita em três listas, que serão divididas por categorias, nos termos do Anexo I deste Edital, sendo:

a) a primeira, com a classificação de todos os candidatos aprovados, por categoria, conforme critérios apresentados neste Edital;

b) a segunda, com a classificação somente dos candidatos que se declararam portadores de deficiência, por categoria, conforme critérios apresentados neste Edital;

c) a terceira com a classificação dos candidatos que se declararam de cor negra/parda, por categoria, conforme critérios apresentados neste Edital.

2.17 A divulgação do resultado, para o cargo público de Técnico Superior em Medicina da Família, será feita em três listas, sendo:

a) a primeira, com a classificação de todos os candidatos aprovados, conforme critérios apresentados neste Edital;

b) a segunda, com a classificação somente dos candidatos que se declararam portadores de deficiência, conforme critérios apresentados neste Edital;

c) a terceira com a classificação dos candidatos que se declararam de cor negra/parda, conforme critérios apresentados neste Edital.

2.18 Todas as listagens a serem fornecidas pela Magnus Auditores e Consultores Associados deverão conter o nome completo, o CPF e o RG dos candidatos, para correta identificação dos mesmos.

2.19 As vagas reservadas para os portadores de deficiência e/ou negros/pardos não preenchidas serão revertidas para os demais candidatos aprovados e classificados de ampla concorrência, observada a ordem classificatória final.

3 DAS ESPECIFICAÇÕES DOS CARGOS PÚBLICOS

3.1 Técnico Superior em Medicina

. Vencimento inicial: nos termos da legislação municipal vigente, conforme previstos no Anexo I deste Edital

. Regime Jurídico: Estatutário, nos termos da Lei Municipal nº 2160, de 20 de dezembro de 1990 e suas alterações

. Carga horária: 20 ou 24 horas semanais, conforme previsto no Anexo I deste Edital e lotação definida pela Secretaria Municipal de Saúde, nos termos da legislação municipal em vigor.

. Requisitos e Escolaridade: nos termos da legislação municipal vigente, conforme previstos no Anexo I deste Edital.

. Descrição sumária: nos termos da legislação municipal vigente, conforme previstos no Anexo I deste Edital.

3.2 Técnico Superior em Medicina da Família

. Vencimento inicial: nos termos da legislação municipal vigente, conforme previstos no Anexo I deste Edital

. Regime Jurídico: Estatutário, nos termos da Lei Municipal nº 2160, de 20 de dezembro de 1990 e suas alterações

. Carga horária: 40 horas semanais, conforme previsto no Anexo I deste Edital.

. Requisitos e Escolaridade: nos termos da legislação municipal vigente, conforme previstos no Anexo I deste Edital.

. Descrição sumária: nos termos da legislação municipal vigente, conforme previstos no Anexo I deste Edital.

4 DOS REQUISITOS PARA POSSE

4.1 Ser brasileiro nato ou naturalizado e no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo Estatuto de Igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos, na forma do art. 13 do Decreto Federal nº 70.436, de 18 de abril de 1972;

4.2 Estar em dia com as obrigações eleitorais;

4.3 Estar em dia com as obrigações militares, para os candidatos do sexo masculino;

4.4 Ter 18 anos completos até a data da contratação;

4.5 Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo público/função, a ser aferida em perícia médica, realizada por unidade pericial competente, indicada pela FAMUC, nos termos da legislação vigente;

4.6 Possuir e comprovar os pré-requisitos para o cargo público /função pretendido à época da posse;

4.7 Apresentar os documentos exigidos para a posse, conforme item 10.6 deste Edital.

5 DAS INSCRIÇÕES

5.1 Período e horário: de 20 de fevereiro a 29 de fevereiro de 2008, nos horários de funcionamento das agências dos correios.

5.2 Locais: via internet, através do site www.magnusauditores.com.br ou nas Agências dos correios do município de Contagem listadas abaixo:

BAIRRO ÁGUA BRANCA - ACF ÁGUA BRANCA - RUA CARDEAL ARCO VERDE N 466.

CENTRO - ACF METRÓPOLE - PCA S GONÇALO 63.

BAIRRO CIDADE INDUSTRIAL - AC PARQUE INDUSTRIAL - AVENIDA CARDEAL EUGENIO PACELLI 1801.

BAIRRO CIDADE INDUSTRIAL - AVENIDA GENERAL DAVID SARNOFF 5230.

BAIRRO ELDORADO - ACC I BATERIAS REUNIDAS - AVENIDA JOSE FARIA DA ROCHA 4808.

BAIRRO ELDORADO - ACF JOÃO CÉSAR DE OLIVEIRA - AV JOÃO CÉSAR DE OLIVEIRA 2759.

BAIRRO INCONFIDENTES - ACC I GPC - RUA HUMBERTO DE MORO 391.

BAIRRO KENNEDY - AC CEASA CONTAGEM - ROD BR-040 KM 688 PAVILHÃO T LOJA 17.

BAIRRO NOVA CONTAGEM - ACC I NOVA CONTAGEM - RUA VP-1 1655.

BAIRRO PEDRA AZUL - ACC I NACIONAL - AVENIDA DE NOSSA SENHORA FÁTIMA 10.

BAIRRO RIACHO DAS PEDRAS - ACF CARREFOUR CONTAGEM - RODOVIA BR-381 3000 LOJAS 17/18/19.

5.3 Valores: R$ 50,00 (cinqüenta reais)

5.4 O Candidato deverá apresentar, no ato da inscrição, os seguintes documentos:

a) fotocópia legível da carteira de identidade ou documento de identidade de valor legal, contendo retrato, filiação, data de nascimento e assinatura;

b) requerimento preenchido em impresso próprio, adquirido no próprio local de inscrição, contendo dados pessoais, cargo público e especialidade, que deverá ser preenchido pelo candidato, e no qual o mesmo deverá declarar que atende às condições exigidas e se submete às normas expressas deste Edital.

5.5 O candidato somente poderá concorrer a um dos cargos públicos/especialidades deste Concurso Público.

5.6 A inscrição realizada pelo candidato será avaliada, nos termos da legislação municipal vigente e das exigências deste edital. A falta de qualquer documentação prevista no item 5.3 poderá implicar no indeferimento da inscrição do candidato.

5.7 O preenchimento do requerimento de inscrição é de responsabilidade exclusiva do candidato. Informações incorretas ou falsas, verificadas em qualquer época, poderão implicar a anulação da inscrição e atos decorrentes.

5.8 Não haverá, sob qualquer pretexto, inscrição provisória ou condicional.

5.9 As inscrições realizadas, nos termos previstos no item 5.3, serão analisadas pela Magnus Auditores e Consultores Associados. As listagens contendo o deferimento e o indeferimento das inscrições serão afixadas na sede da Magnus Auditores e Consultores Associados, localizada à Av. Amazonas, 311 - 3º andar - Centro - BH/MG - CEP: 30180-000, telefone: (31) 3273-6220/3271-5833, endereço eletrônico: direch@magnusauditores.com.br, e divulgadas pela referida empresa em jornal de ampla circulação. As mesmas também ficarão disponíveis na internet, a partir do dia 17 de março de 2008, no site da empresa: www.magnusauditores.com.br.

5.10 Caberá recurso à empresa realizadora do Concurso Público, do indeferimento de inscrições, desde que devidamente fundamentado e identificado, no prazo de 48 (quarenta e oito) horas após a respectiva divulgação da listagem do deferimento/ indeferimento das inscrições pela Magnus Auditores e Consultores Associados, conforme item 5.9 deste Edital, na forma definida no item 9 deste Edital.

5.10.1 Os recursos deverão ser protocolados pessoalmente ou via SEDEX, junto à Magnus Auditores e Consultores Associados, localizada à Av. Amazonas, 311 - 3º andar - Centro - BH/MG - CEP: 30180-000, telefone: (31) 3273-6220/3271-5833, endereço eletrônico: direch@magnusauditores.com.br, dentro do prazo previsto no item 5.10;

5.10.2 Não serão aceitos recursos protocolados em desconformidade com os itens 5.10 e 9 deste Edital.

5.11 As listagens contendo o deferimento ou indeferimento dos recursos previstos no item 5.10 serão afixadas na sede da Magnus Auditores e Consultores Associados, à Av. Amazonas, 311 - 3º andar - Centro - BH/MG - CEP: 30180-000, telefone: (31) 3273-6220/3271-5833, endereço eletrônico: direch@magnusauditores.com.br, e divulgadas pela empresa em jornal de ampla circulação. As mesmas também ficarão disponíveis na internet, a partir do dia 20 de março de 2008 no site da empresa: www.magnusauditores.com.br. As listagens também serão afixadas na sede da FAMUC, localizada à Av. General David Sarnoff, 3113 - Inconfidentes - Contagem, e ficarão disponíveis para consulta no site: www.contagem.mg.gov.br.

5.12 O Comprovante Definitivo da Inscrição, dos candidatos cuja inscrição ou recurso forem deferidos, será enviado para a residência do candidato, no período de 20 de março de 2008 a 25 de março de 2008 pela Magnus Auditores e Consultores Associados, contendo, para os candidatos que solicitaram, o deferimento ou indeferimento da solicitação de atendimento diferenciado, conforme previsto nos itens 2.5 e 2.6 deste Edital.

5.13 O candidato que não receber o Comprovante Definitivo de Inscrição até o dia 25 de março de 2008 deverá entrar em contato com a Magnus Auditores e Consultores Associados, à Av. Amazonas, 311 - 3º andar - Centro - BH/MG - CEP: 30180-000, telefone: (31) 3273-6220/3271-5833, endereço eletrônico: direch@magnusauditores.com.br, para as devidas providências.

5.14 Eventuais erros de digitação ocorridos no nome do candidato, no número do documento de identidade e CPF utilizados para inscrição ou na sigla do órgão expedidor deverão ser registrados na folha de ocorrência pelo fiscal de sala, no dia, horário e no local de realização da prova objetiva de múltipla escolha.

6 DAS PROVAS

6.1 PROVA OBJETIVA DE MÚLTIPLA ESCOLHA

6.1.1 A prova objetiva de múltipla escolha será eliminatória e classificatória, terá 4 (quatro) opções por questão e obedecerá às características especificadas no Anexo II deste Edital.

6.1.2 Os conteúdos programáticos e as bibliografias sugeridas, referentes às provas objetivas de múltipla escolha são os constantes no Anexo III deste Edital.

6.1.3 As provas objetivas terão um valor máximo de 80 (oitenta) pontos.

6.1.4 Será eliminado do processo o candidato que não alcançar 60% (sessenta por cento) dos pontos no conjunto das disciplinas da prova objetiva, ou que não acertar nenhuma questão em qualquer uma das disciplinas da prova objetiva.

6.1.5 A duração máxima da prova objetiva será de 4 (quatro) horas.

6.2 DA REALIZAÇÃO DAS PROVAS OBJETIVAS DE MÚLTIPLA ESCOLHA

6.2.1 As provas deste Concurso Público serão aplicadas no dia 30 de março de 2008, conforme horário e local a serem informados no Comprovante Definitivo de Inscrição, nos termos do item 5.13.

6.2.2 O candidato deverá apresentar-se no local de realização das provas 30 (trinta) minutos antes do horário marcado para seu início, trazendo somente lápis preto, borracha e caneta azul ou preta, Comprovante Definitivo de Inscrição e documento de identidade de valor legal, preferencialmente o apresentado no ato da inscrição.

6.2.3 O ingresso no local de provas só será permitido dentro do horário estabelecido e ao candidato que apresentar um documento original de identidade, de valor legal, que contenha no mínimo retrato, filiação, data de nascimento e assinatura. Não será aceita cópia do documento de identidade.

6.2.4 No caso de perda ou roubo do documento de identidade, o candidato deverá apresentar certidão que ateste o registro da ocorrência em órgão policial expedida há, no máximo, trinta dias da data da realização da prova e, ainda, ser submetido à identificação especial, compreendendo a coleta de assinatura e impressão digital em formulário próprio.

6.2.5 Não haverá segunda chamada para a prova objetiva de múltipla escolha, ficando o candidato ausente, por qualquer motivo, eliminado do certame.

6.2.6 Será excluído do Concurso Público o candidato que faltar a qualquer das provas ou que, durante a realização delas, for colhido em flagrante comunicação com outro candidato, ou com pessoas estranhas, oralmente ou por escrito, ou ainda, que portar notas, livros, impressos, calculadoras, bem como qualquer dispositivo eletrônico transmissor ou receptor, inclusive telefone celular.

6.2.7 É vedado o ingresso de candidato portando arma no local de realização de prova.

6.2.8 Será, também, eliminado do concurso o candidato que incorrer nas seguintes situações:

a) deixar o local de realização da prova sem a devida autorização;

b) tratar com falta de urbanidade examinadores, auxiliares, fiscais ou autoridades presentes;

c) proceder de forma a tumultuar a realização da prova;

d) estabelecer comunicação com outros candidatos ou com pessoas estranhas, por qualquer meio;

e) usar de meios ilícitos para obter vantagem para si ou para outros;

f) deixar de atender às orientações expedidas pela Comissão deste Concurso Público.

6.2.9 Na correção da folha de resposta será atribuída nota zero à questão com mais de uma opção assinalada ou rasurada ou sem opção assinalada.

6.2.10 Em nenhuma hipótese haverá substituição da folha de respostas, por erro do candidato.

6.2.11 Ao terminar a prova, o candidato entregará obrigatoriamente ao Fiscal de Sala sua folha de respostas assinada.

6.2.12 O candidato somente poderá deixar o local de exame, portando o caderno de provas, 60 (sessenta) minutos após o início da prova.

6.2.13 Na hipótese de candidata lactante, será facultada a possibilidade de amamentar o filho durante a realização da prova, desde que leve um acompanhante, o qual será responsável pela criança e permanecerá em sala reservada para essa finalidade.

6.2.14 Em hipótese nenhuma será realizada qualquer prova fora dos locais e horários estabelecidos.

6.3 DA PROVA DE TÍTULOS

6.3.1 A prova de títulos é de caráter classificatório e somente participarão os candidatos aprovados na prova objetiva de múltipla escolha, nos termos previstos no item 6 deste Edital.

6.3.2 Os títulos a serem considerados neste Concurso Público, suas pontuações e o limite máximo de pontos estão discriminados a seguir:

Discriminação do Título

Comprovação

Pontuação por título

Pontuação máxima

Tempo de serviço na especialidade, na área de saúde pública.

Os títulos referentes a tempo de serviço, na área de saúde pública, relativa ao cargo/categoria para o qual o candidato concorrer deverão ser comprovados, exclusivamente, através de cópia autenticada em cartório da CTPS - carteira de trabalho (páginas que identificam o candidato e as que constam os contratos de trabalho) e/ou de documento de contagem de tempo de cargo/função pública fornecida por órgãos públicos.

A comprovação de títulos acima descrita deverá ser acompanhada de declaração original, emitida pelo empregador, em papel timbrado e com o CGC ou CNPJ da empresa, contendo a definição das atividades desempenhadas, para análise da pertinência, em termos da especialidade, e da experiência na área de saúde pública, nos termos da descrição contida no Anexo I deste Edital, para fins de pontuação por titulação.

Será atribuído 01 (um) ponto para cada ano de efetivo exercício, até no máximo 10 anos.

10 pontos

Residência Médica, na área de atuação, concluída e credenciada pelo MEC.

Os títulos referentes à residência médica relativa ao cargo/categoria para o qual o candidato concorrer deverão ser comprovados, exclusivamente, através de cópia de certificado, autenticada em cartório, relativo à área de atuação, para análise da pertinência dos mesmos em relação às funções a serem desempenhadas, descritas no Anexo I deste Edital e na legislação municipal. Somente serão aceitos certificados referentes à residência médica emitidos por entidades credenciadas pelo MEC.

Serão atribuídos 03 (três) pontos para cada certificado apresentado, até o máximo de 03 (três) pontos

03 pontos

Curso de Especialização na área, reconhecido pelo MEC com carga horária mínima de 360 horas.

Os títulos referentes à curso de especialização relativos às funções do cargo/ categoria para o qual o candidato concorrer deverão ser comprovados, exclusivamente, através de cópia de certificado, autenticada em cartório, para análise da pertinência dos mesmos em relação às funções a serem desempenhadas, descritas no Anexo I deste Edital e na legislação municipal. Somente serão aceitos certificados emitidos por instituições reconhecidas pelo MEC.

Será atribuído 01 (um) ponto para cada certificado apresentado, até no máximo de 03 (três) pontos.

03 pontos

Título de Especialista, conferido pela AMB ou Sociedade Brasileira da Especialidade.

Os títulos de especialista relativos às funções do cargo/ categoria para o qual o candidato concorrer deverão ser comprovados, exclusivamente, através de cópia de certificado ou comprovante, autenticado em cartório, para análise da pertinência dos mesmos em relação às funções a serem desempenhadas, descritas no Anexo I deste Edital e na legislação municipal. Somente serão aceitos certificados conferidos pela Associação Médica Brasileira ou Sociedade Brasileira da Especialidade à qual irá concorrer.

Serão atribuídos 04 (quatro) pontos para cada título apresentado, até no máximo de 04 (quatro) pontos.

04 pontos

6.3.3 Os títulos que poderão ser objeto de pontuação na prova de títulos de que trata este Edital serão analisados e avaliados, pela Magnus Auditores e Consultores Associados, considerando o descrito no item 3, e a pontuação discriminada na tabela do item 6.3.2 deste Edital. A soma da pontuação obtida na prova de títulos não poderá ultrapassar o limite de 20 (vinte) pontos.

6.4 Os títulos deverão ser entregues, após a divulgação do resultado da prova objetiva de múltipla escolha, nos dias 15 de abril de 2008 e 16 de abril de 2008, no horário de 8:30 às 17:30 horas, na sede da Magnus Auditores e Consultores Associados, localizada na à Av. Amazonas, 311 - 3º andar - Centro - BH/MG - CEP: 30180-000, telefone: (31) 3273-6220/3271-5833, endereço eletrônico: direch@magnusauditores.com.br.

6.4.1 O candidato, no ato da entrega dos títulos, preencherá e assinará formulário próprio declarando os títulos entregues, seu nome e o emprego público pretendido.

6.4.2 A comprovação do título deverá ser apresentada somente através de fotocópia devidamente autenticada em cartório e nos termos do item 6.3.2 (quadro) deste Edital.

6.4.3 Não serão aferidos quaisquer títulos não estabelecidos no item 6.3.2 e/ou entregues fora do prazo e/ou do local determinado no item 6.4 deste Edital.

6.4.4 Quaisquer títulos que não preencherem devidamente as exigências de comprovação, contidas neste Edital, não serão considerados.

6.4.5 Não serão aceitos como títulos, declarações de empresas ou pessoas físicas ou contratos particulares de trabalho, sem a cópia da carteira ou contagem de tempo, nos termos do item 6.3.2 (quadro) deste Edital.

6.4.6 Os documentos referentes ao tempo de serviço prestado serão apurados até o dia 23 de abril de 2008 pela Magnus Auditores e Consultores Associados, que fará a divulgação da listagem do deferimento dos títulos, através da afixação da listagem na sede da empresa e divulgação da mesma em jornal de ampla circulação. A mesma também ficará disponível na internet, a partir do dia 23 de abril de 2008, no site da empresa: www.magnusauditores.com.br.

6.5 Caberá recurso à empresa realizadora do Concurso Público, referente à prova de títulos, desde que devidamente fundamentado e identificado, no prazo de 48 (quarenta e oito) horas após a respectiva divulgação nos termos do item 6.4.6 deste Edital, na forma definida no item 8 deste Edital.

6.5.1 Os recursos deverão ser protocolados pessoalmente ou via SEDEX, junto à Magnus Auditores e Consultores Associados, localizada na à Av. Amazonas, 311 - 3º andar - Centro - BH/MG - CEP: 30180-000, telefone: (31) 3273-6220/3271-5833, endereço eletrônico: direch@magnusauditores.com.br, dentro do prazo previsto no item 6.4;

6.5.2 Não serão aceitos recursos protocolados em desconformidade com os itens 6.4 e 9 deste Edital.

6.6 As listagens contendo o deferimento ou indeferimento dos recursos previstos no item 6.4 serão afixadas na Magnus Auditores e Consultores Associados, localizada na à Av. Amazonas, 311 - 3º andar - Centro - BH/MG - CEP: 30180-000, telefone: (31) 3273-6220/3271-5833, endereço eletrônico: direch@magnusauditores.com.br, e divulgadas pela empresa em jornal de ampla circulação. As mesmas também ficarão disponíveis na internet, a partir do dia 29 de abril de 2008, no site da empresa: www.magnusauditores.com.br. As listagens também serão afixadas na sede da FAMUC, localizada à Av. General David Sarnoff, 3113 - Inconfidentes - Contagem, e ficarão disponíveis para consulta no site: www.contagem.mg.gov.br.

7 DO PROCESSO DE CLASSIFICAÇÃO

7.1 Somente será considerado classificado neste Concurso Público o candidato que atender às condições previstas neste Edital.

7.2 O resultado final deste Concurso Público será aferido pelo somatório dos pontos obtidos na prova objetiva de múltipla escolha e na prova de títulos. Após o prazo de recursos, o resultado final será publicado no Diário Oficial do Município de Contagem.

7.3 Apurado o total de pontos, na hipótese de empate, terá preferência para efeito de classificação o candidato que:

a) tiver obtido o maior número de pontos na prova de conhecimentos específicos;

b) tiver obtido o maior número de pontos na prova de saúde pública;

c) tiver obtido o maior número de pontos na prova de língua portuguesa;

d) tiver obtido o maior número de pontos na prova de títulos;

e) tiver comprovado maior tempo de experiência;

f) tiver maior idade, considerando dia, mês e ano de nascimento.

8 DOS RECURSOS

8.1 Caberá recurso contra o indeferimento da inscrição, as questões da prova objetiva de múltipla escolha, o gabarito, o resultado da prova de títulos e o resultado final, desde que devidamente fundamentado e identificado, no prazo de 48 (quarenta e oito) horas após a respectiva divulgação de cada uma das etapas passíveis de recurso, nos termos previstos neste Edital.

8.2 Caberá recurso contra o resultado parcial e final, desde que se demonstre erro material, no prazo de 48 (quarenta e oito horas) após a respectiva divulgação, conforme previsto neste Edital.

8.3 Admitir-se-á um único recurso por etapa, para cada candidato, relativo ao objeto de contestação, não sendo aceitos recursos coletivos.

8.4 Os recursos deverão ser protocolados na empresa organizadora do concurso - Magnus Auditores e Consultores Associados - à Av. Amazonas, 311 - 3º andar - Centro - BH/MG - CEP: 30180-000, telefone: (31) 3273-6220/3271-5833, endereço eletrônico: direch@magnusauditores.com.br.

8.5 O recurso deverá ser apresentado:

a) digitado, em duas vias;

b) dentro do prazo estipulado nos itens 8.1 e 8.2 e nos demais itens pertinentes deste Edital;

c) com argumentação lógica, consistente e com a devida comprovação de erro, no caso do indeferimento da inscrição;

d) com argumentação lógica, consistente e com a comprovação da bibliografia pesquisada e constante neste Edital, no caso da prova objetiva de múltipla escolha;

e) com fundamentação objetiva, no caso da avaliação da prova de títulos e do resultado final;

f) com indicação da nota atribuída que se quer contestar, nos casos dos resultados parciais e resultado final;

g) com capa em que constem o nome, o número de inscrição, o emprego público/função para o qual concorre, o endereço completo, com Código de Endereçamento Postal - CEP - e a assinatura do candidato.

8.6 O recurso interposto em desacordo com este Edital não será considerado.

8.7 O recurso interposto fora do prazo estabelecido neste Edital não será analisado.

8.8 O prazo para interposição de recurso é preclusivo e comum a todos os candidatos.

9 DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

9.1 A aprovação no Concurso Público não cria o direito à nomeação, mas esta, quando se fizer, respeitará sempre a ordem de classificação dos candidatos aprovados, conforme resultado final a ser publicado no Diário Oficial do Município de Contagem.

9.2 Só poderão ser empossados os candidatos aprovados que forem considerados aptos física e mentalmente para o exercício do cargo/função, conforme Decreto Municipal 9668/97, após a avaliação médica por Medicina do Trabalho indicada pela FAMUC.

9.3 O candidato aprovado deverá manter, junto à Superintendência de Gestão do Trabalho e Educação na Saúde, da Fundação de Assistência Médica e Urgência de Contagem - FAMUC, durante o prazo de validade deste Concurso Público, seu endereço atualizado, visando eventuais nomeações, não lhe cabendo qualquer reclamação caso não seja possível empossá-lo por falta da citada atualização, perdendo o direito à vaga do emprego público/função para o qual foi classificado.

9.4 Independentemente de aprovação neste Concurso Público, não será admitido candidato ex-servidor que tenha sido demitido por processo administrativo ou por abandono de Cargo ou Emprego Público na Prefeitura Municipal de Contagem, Fundação de Assistência Médica e Urgência de Contagem, órgãos públicos Federal, Estadual, Municipal, Fundações e Autarquias Públicas.

9.5 Só poderá ser contratado o candidato com a idade mínima de 18 (dezoito) anos.

9.6 O candidato nomeado para posse deverá apresentar cópia autenticada ou cópia e original dos seguintes documentos:

a) Certidão de nascimento ou de casamento;

b) Carteira de Identidade;

c) Título de Eleitor e o comprovante de que está em dia com as obrigações eleitorais (comprovante de votação na última eleição);

d) Cartão do CPF;

e) Certificado de Reservista, se do sexo masculino;

f) Cartão PIS/PASEP ou declaração de que não é cadastrado;

g) Atestado médico de sanidade física e mental, expedido pela Medicina do Trabalho indicada pelo Município de Contagem, nos termos da legislação municipal em vigor;

h) 02 (duas) fotografias 3x4;

i) Comprovante de endereço (conta de água, luz ou telefone fixo);

j) Declaração de Bens e Valores;

k) Fotocópia autenticada dos documentos que comprovem a qualificação exigida para o cargo, conforme discriminado no Anexo l deste Edital;

l) Declaração, em impresso da FAMUC, de que o candidato, com a posse, não acumulará remuneração de cargo, função ou emprego público, nos casos vedados por lei, observado, quanto aos proventos de aposentadoria, o disposto no art. 37, § 10, da Constituição Federal, com a redação dada pela Emenda Constitucional nº 20, de 15 de dezembro de 1998;

m) Diploma ou certificado de conclusão do curso correspondente à escolaridade exigida, conforme especificação constante no Anexo I deste Edital;

n) Registro no órgão de classe da profissão que o exige bem como comprovante de pagamento da anuidade do ano corrente.

9.7 Estará impedido de ser empossado o candidato que deixar de comprovar o requisito para investidura no cargo público/função, estabelecido no item 3 e no Anexo I, qualquer documentação prevista no item 9.6, ou que descumprir quaisquer itens deste Edital ou da legislação municipal vigente.

9.8 Será anulado o ato de nomeação do candidato que deixar de apresentar qualquer um dos documentos especificados no item 9.6, exigidos para a posse, sem prejuízos das sanções penais cabíveis.

9.9 A nomeação dos candidatos portadores de deficiência e/ou negros/pardos aprovados e classificados no Concurso Público observará, em cada cargo público/função, a proporcionalidade e a alternância com os candidatos de ampla concorrência.

9.10 Outras informações referentes ao Concurso Público serão fornecidas pela Magnus Auditores e Consultores Associados - à Av. Amazonas, 311 - 3º andar - Centro - BH/MG - CEP: 30180-000, telefone: (31) 3273-6220/3271-5833, endereço eletrônico: direch@magnusauditores.com.br.

9.11 Todas as publicações referentes aos resultados parcial e final do Concurso Público serão feitas no Diário Oficial do Município de Contagem, disponível no site www.contagem.mg.gov.br. As demais divulgações ficarão a cargo da Magnus Auditores e Consultores Associados, e deverão ser feitas através de jornal de ampla circulação e através do site da empresa: www.magnusauditores.com.br.

9.12 A FAMUC e a Magnus Auditores e Consultores Associados não se responsabilizam por quaisquer textos, apostilas, cursos e outros, referentes a este Concurso Público.

9.13 A inscrição implicará conhecimento, pelo candidato, das presentes instruções, bem como de todas as normas deste Edital.

9.14 Todos os recursos serão avaliados pela Magnus Auditores e Consultores Associados, nos termos do item 8 deste Edital.

9.15 A lotação dos candidatos aprovados será feita exclusivamente pela Secretaria Municipal de Saúde/ FAMUC.

9.16 Os casos omissos ou duvidosos serão resolvidos pela Comissão de Concursos e Processos Seletivos da FAMUC.

9.17 Incorporar-se-ão a este Edital, para todos os efeitos, quaisquer editais complementares, retificações, avisos e convocações, relativos a este Concurso Público, que vierem a ser publicados pela empresa organizadora deste Concurso Público, com aquiescência da FAMUC.

9.18 Caberá ao Presidente da FAMUC a homologação dos resultados parcial e final do Concurso Público.

Contagem, 28 de janeiro de 2008.

Secretário Municipal de Saúde
Presidente da FAMUC

ANEXO I - QUANTITATIVO, DESCRIÇÃO, REMUNERAÇÃO E REQUISITOS PARA OS CARGOS PÚBLICOS REFERENTES AO CONCURSO 01/2008

Cargo

Categoria

Descrição Sumária

Escolaridade e Requisitos

Remuneração

Carga Horária Semanal

Vagas

Técnico Superior em Medicina

Médico Anestesista

Realizar consultas e atendimentos médicos,em sua área de atuação; tratar pacientes; implementar ações para promoção da saúde;

coordenar programas e serviços em saúde,efetuar perícias,auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas.

Curso Superior em Medicina,e especialização na área de atuação,acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 3143,40 (incluídas gratif. Urgência e Adic.Resid.Médica, se fizer jus), e adicional de 40% por plantão de final de semana, se for o caso, ou R$ 2216,50 (incluído Adic. Resid.Médica) mais adicional de insalubridade se fizer jus.

24h ou 20h

008

Técnico Superior em Medicina

Médico Cardiologista

Realizar consultas e atendimentos médicos,em sua área de atuação; tratar pacientes;implementar ações para promoção da saúde

coordenar programas e serviços em saúde,efetuar perícias,auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas.

Curso Superior em Medicina,e especialização na área de atuação,acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 3143,40 (incluídas gratif. Urgência e Adic.Resid.Médica, se fizer jus), e adicional de 40% por plantão de final de semana, se for o caso, ou R$ 2216,50 (incluído Adic. Resid.Médica) mais adicional de insalubridade se fizer jus.

24h ou 20h

002

Técnico Superior em Medicina

Médico Cirurgião Pediátrico

Realizar consultas e atendimentos médicos,em sua área de atuação; tratar pacientes; implementar ações para promoção da saúde;

coordenar programas e serviços em saúde, efetuar perícias, auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas.

Curso Superior em Medicina,e especialização na área de atuação, acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 3143,40 (incluídas gratif. Urgência e Adic.Resid.Médica, se fizer jus), e adicional de 40% por plantão de final de semana, se for o caso, ou R$ 2216,50 (incluído Adic. Resid.Médica) mais adicional de insalubridade se fizer jus.

24h ou 20h

006

Técnico Superior em Medicina

Médico Cirurgião Geral

Realizar consultas e atendimentos médicos,em sua área de atuação; tratar pacientes; implementar ações para promoção da saúde;

coordenar programas e serviços em saúde,efetuar perícias,auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas.

Curso Superior em Medicina,e especialização na área de atuação,acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 3143,40 (incluídas gratif. Urgência e Adic.Resid.Médica, se fizer jus), e adicional de 40% por plantão de final de semana, se for ocaso, ou R$ 2216,50 (incluído Adic. Resid.Médica) mais adicional de insalubridade se fizer jus.

24h ou 20h

010

Técnico Superior em Medicina

Médico Cirurgião de Cabeça e Pescoço

Realizar consultas e atendimentos médicos,em sua área de atuação; tratar pacientes;implementar ações para promoção da saúde;

coordenar programas e serviços em saúde, efetuar perícias, auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas

Curso Superior em Medicina, e especialização na área de Cirurgia de Cabeça e Pescoço, acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 3143,40 (incluídas gratif. Urgência e Adic.Resid.Médica, se fizer jus), e adicional de 40% por plantão de final de semana, se for o caso, ou R$ 2216,50 (incluído Adic. Resid. Médica) mais adicional de insalubridade se fizer jus.

24h ou 20h

002

Técnico Superior em Medicina

Médico Cirurgião de Mão

Realizar consultas e atendimentos médicos,em sua área de atuação; tratar pacientes;implementar ações para promoção da saúde

coordenar programas e serviços em saúde, efetuar perícias, auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas

Curso Superior em Medicina,e especialização na área de atuação, acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 3143,40 (incluídas gratif. Urgência e Adic.Resid.Médica, se fizer jus), e adicional de 40% por plantão de final de semana, se for o caso, ou R$ 2216,50 (incluído Adic. Resid. Médica) mais adicional de insalubridade se fizer jus.

24h ou 20h

002

Técnico Superior em Medicina

Médico Cirurgião Vascular

Realizar consultas e atendimentos médicos,em sua área de atuação; tratar pacientes; implementar ações para promoção da saúde;

coordenar programas e serviços em saúde, efetuar perícias, auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas

Curso Superior em Medicina,e especialização na área de atuação, acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 3143,40 (incluídas gratif. Urgência e Adic.Resid.Médica, se fizer jus), e adicional de 40% por plantão de final de semana, se for o caso, ou R$ 2216,50 (incluído Adic. Resid. Médica) mais adicional de insalubridade se fizer jus.

24h ou 20h

008

Técnico Superior em Medicina

Médico Clínico Geral - 20h

Realizar consultas e atendimentos médicos, em sua área de atuação; tratar pacientes; implementar ações para promoção da saúde;

coordenar programas e serviços em saúde, efetuar perícias,auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas na Atenção Básica.

Curso Superior em Medicina, e especialização na área de atuação, acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 2216,50 (incluído Adic. Resid. Médica) mais adicional de insalubridade se fizer jus.

20h

010

Técnico Superior em Medicina

Médico Clínico Geral - 24h

Realizar consultas e atendimentos médicos, em sua área de atuação; tratar pacientes; implementar ações para promoção da saúde;

coordenar programas e serviços em saúde, efetuar perícias,auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas em Unidades de Urgência e 24 horas.

Curso Superior em Medicina, e especialização na área de atuação, acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 3143,40 (incluídas gratif. Urgência e Adic.Resid.Médica, se fizer jus), e adicional de 40% por plantão de final de semana, se for o caso, mais adicional de insalubridade se fizer jus.

24h

020

Técnico Superior em Medicina

Médico Clínico Intensivista

Realizar consultas e atendimentos médicos,em sua área de atuação; tratar pacientes;implementar ações para promoção da saúde,

coordenar programas e serviços em saúde, efetuar perícias, auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas.

Curso Superior em Medicina,e especialização na área de atuação, acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 3143,40 (incluídas gratif. Urgência e Adic.Resid.Médica, se fizer jus), e adicional de 40% por plantão de final de semana, se for o caso, ou R$ 2216,50 (incluído Adic. Resid.Médica) mais adicional de insalubridade se fizer jus.

24h ou 20h

010

Técnico Superior em Medicina

Médico Endocrinologista Pediátrico

Realizar consultas e atendimentos médicos,em sua área de atuação; tratar pacientes; implementar ações para promoção da saúde;

coordenar programas e serviços em saúde,efetuar perícias,auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas.

Curso Superior em Medicina,e especialização na área de atuação,acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 3143,40 (incluídas gratif. Urgência e Adic.Resid.Médica, se fizer jus), e adicional de 40% por plantão de final de semana, se for o caso, ou R$ 2216,50 (incluído Adic. Resid.Médica) mais adicional de insalubridade se fizer jus.

24h ou 20h

002

Técnico Superior em Medicina

Médico Endocrinologista Adulto

Realizar consultas e atendimentos médicos,em sua área de atuação; tratar pacientes; implementar ações para promoção da saúde;

coordenar programas e serviços em saúde,efetuar perícias,auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas.

Curso Superior em Medicina,e especialização na área de atuação,acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 3143,40 (incluídas gratif. Urgência e Adic.Resid.Médica, se fizer jus), e adicional de 40% por plantão de final de semana, se for o caso, ou R$ 2216,50 (incluído Adic. Resid.Médica) mais adicional de insalubridade se fizer jus.

24h ou 20h

004

Técnico Superior em Medicina

Médico Endoscopista

Realizar consultas e atendimentos médicos,em sua área de atuação; tratar pacientes; implementar ações para promoção da saúde;

coordenar programas e serviços em saúde,efetuar perícias,auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas.

Curso Superior em Medicina,e especialização na área de atuação,acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 3143,40 (incluídas gratif. Urgência e Adic.Resid.Médica, se fizer jus), e adicional de 40% por plantão de final de semana, se for ocaso, ou R$ 2216,50 (incluído Adic. Resid.Médica) mais adicional de insalubridade se fizer jus.

24h ou 20h

002

Técnico Superior em Medicina

Médico Ginecologista- Obstetra

Realizar consultas e atendimentos médicos,em sua área de atuação; tratar pacientes; implementar ações para promoção da saúde;

coordenar programas e serviços em saúde, efetuar perícias, auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas.

Curso Superior em Medicina, e especialização na área de atuação, acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 3143,40 (incluídas gratif. Urgência e Adic.Resid.Médica, se fizer jus), e adicional de 40% por plantão de final de semana, se for o caso, ou R$ 2216,50 (incluído Adic. Resid.Médica) mais adicional de insalubridade se fizer jus.

24h ou 20h

012

Técnico Superior em Medicina

Médico Hematologista

Realizar consultas e atendimentos médicos,em sua área de atuação; tratar pacientes;implementar ações para promoção da saúde

coordenar programas e serviços em saúde,efetuar perícias,auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas.

Curso Superior em Medicina,e especialização na área de atuação,acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 3143,40 (incluídas gratif. Urgência e Adic.Resid.Médica, se fizer jus), e adicional de 40% por plantão de final de semana, se for o caso, ou R$ 2216,50 (incluído Adic. Resid.Médica) mais adicional de insalubridade se fizer jus.

24h ou 20h

003

Técnico Superior em Medicina

Médico Infectologista

Realizar consultas e atendimentos médicos,em sua área de atuação; tratar pacientes; implementar ações para promoção da saúde;

coordenar programas e serviços em saúde,efetuar perícias,auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas.

Curso Superior em Medicina,e especialização na área de atuação,acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 3143,40 (incluídas gratif. Urgência e Adic.Resid.Médica, se fizer jus), e adicional de 40% por plantão de final de semana, se for o caso, ou R$ 2216,50 (incluído Adic. Resid.Médica) mais adicional de insalubridade se fizer jus.

24h ou 20h

003

Técnico Superior em Medicina

Médico Infectologista Pediátrico

Realizar consultas e atendimentos médicos,em sua área de atuação; tratar pacientes; implementar ações para promoção da saúde;

coordenar programas e serviços em saúde, efetuar perícias, auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas.

Curso Superior em Medicina,e especialização na área de atuação, acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 3143,40 (incluídas gratif. Urgência e Adic.Resid.Médica, se fizer jus), e adicional de 40% por plantão de final de semana, se for ocaso, ou R$ 2216,50 (incluído Adic. Resid.Médica) mais adicional de insalubridade se fizer jus.

24h ou 20h

002

Técnico Superior em Medicina

Médico Nefrologista

Realizar consultas e atendimentos médicos,em sua área de atuação; tratar pacientes;implementar ações para promoção da saúde

coordenar programas e serviços em saúde,efetuar perícias,auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas.

Curso Superior em Medicina,e especialização na área de atuação,acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 3143,40 (incluídas gratif. Urgência e Adic.Resid.Médica, se fizer jus), e adicional de 40% por plantão de final de semana, se for o caso, ou R$ 2216,50 (incluído Adic. Resid.Médica) mais adicional de insalubridade se fizer jus.

24h ou 20h

005

Técnico Superior em Medicina

Médico Neurocirurgião

Realizar consultas e atendimentos médicos,em sua área de atuação; tratar pacientes;implementar ações para promoção da saúde

coordenar programas e serviços em saúde,efetuar perícias,auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas.

Curso Superior em Medicina,e especialização na área de atuação,acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 3143,40 (incluídas gratif. Urgência e Adic.Resid.Médica, se fizer jus), e adicional de 40% por plantão de final de semana, se for o caso, ou R$ 2216,50 (incluído Adic. Resid.Médica) mais adicional de insalubridade se fizer jus.

24h ou 20h

008

Técnico Superior em Medicina

Médico Neurologista

Realizar consultas e atendimentos médicos,em sua área de atuação; tratar pacientes; implementar ações para promoção da saúde;

coordenar programas e serviços em saúde,efetuar perícias,auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas.

Curso Superior em Medicina,e especialização na área de atuação,acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 3143,40 (incluídas gratif. Urgência e Adic.Resid.Médica, se fizer jus), e adicional de 40% por plantão de final de semana, se for o caso, ou R$ 2216,50 (incluído Adic. Resid.Médica) mais adicional de insalubridade se fizer jus.

24h ou 20h

008

Técnico Superior em Medicina

Médico Neurologista Pediátrico

Realizar consultas e atendimentos médicos,em sua área de atuação; tratar pacientes; implementar ações para promoção da saúde;

coordenar programas e serviços em saúde, efetuar perícias, auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas.

Curso Superior em Medicina,e especialização na área de atuação, acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 3143,40 (incluídas gratif. Urgência e Adic.Resid.Médica, se fizer jus), e adicional de 40% por plantão de final de semana, se for ocaso, ou R$ 2216,50 (incluído Adic. Resid.Médica) mais adicional de insalubridade se fizer jus.

24h ou 20h

001

Técnico Superior em Medicina

Médico Nutrólogo

Realizar consultas e atendimentos médicos,em sua área de atuação; tratar pacientes;implementar ações para promoção da saúde

coordenar programas e serviços em saúde,efetuar perícias,auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas

Curso Superior em Medicina,e especialização na área de atuação,acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 3143,40 (incluídas gratif. Urgência e Adic.Resid.Médica, se fizer jus), e adicional de 40% por plantão de final de semana, se for o caso, ou R$ 2216,50 (incluído Adic. Resid. Médica) mais adicional de insalubridade se fizer jus.

24h ou 20h

002

Técnico Superior em Medicina

Médico Ortopedista

Realizar consultas e atendimentos médicos,em sua área de atuação; tratar pacientes;implementar ações para promoção da saúde

coordenar programas e serviços em saúde,efetuar perícias,auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas

Curso Superior em Medicina,e especialização na área de atuação,acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 3143,40 (incluídas gratif. Urgência e Adic.Resid.Médica, se fizer jus), e adicional de 40% por plantão de final de semana, se for o caso, ou R$ 2216,50 (incluído Adic. Resid. Médica) mais adicional de insalubridade se fizer jus.

24h ou 20h

010

Técnico Superior em Medicina

Médico Pediatra - 20

Realizar consultas e atendimentos médicos, em sua área de atuação; tratar pacientes; implementar ações para promoção da saúde;

coordenar programas e serviços em saúde, efetuar perícias,auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas na Atenção Básica.

Curso Superior em Medicina, e especialização na área de atuação, acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 2216,50 (incluído Adic. Resid. Médica) mais adicional de insalubridade se fizer jus.

20h

010

Técnico Superior em Medicina

Médico Pediatra - 24

Realizar consultas e atendimentos médicos, em sua área de atuação; tratar pacientes; implementar ações para promoção da saúde;

coordenar programas e serviços em saúde, efetuar perícias,auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas nas Unidades de Urgência e 24 horas.

Curso Superior em Medicina, e especialização na área de atuação, acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 3143,40 (incluídas gratif. Urgência e Adic.Resid.Médica, se fizer jus), e adicional de 40% por plantão de final de semana, se for o caso, mais adicional de insalubridade se fizer jus.

24h

014

Técnico Superior em Medicina

Médico Pneumologista Adulto

Realizar consultas e atendimentos médicos,em sua área de atuação; tratar pacientes; implementar ações para promoção da saúde;

coordenar programas e serviços em saúde, efetuar perícias, auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas

Curso Superior em Medicina,e especialização na área de atuação, acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 3143,40 (incluídas gratif. Urgência e Adic.Resid.Médica, se fizer jus), e adicional de 40% por plantão de final de semana, se for o caso, ou R$ 2216,50 (incluído Adic. Resid. Médica) mais adicional de insalubridade se fizer jus.

24h ou 20h

002

Técnico Superior em Medicina

Médico Psiquiatra

Realizar consultas e atendimentos médicos,em sua área de atuação; tratar pacientes;implementar ações para promoção da saúde

coordenar programas e serviços em saúde,efetuar perícias,auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas.

Curso Superior em Medicina,e especialização na área de atuação,acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 3143,40 (incluídas gratif. Urgência e Adic.Resid.Médica, se fizer jus), e adicional de 40% por plantão de final de semana, se for o caso, ou R$ 2216,50 (incluído Adic. Resid.Médica) mais adicional de insalubridade se fizer jus.

24h ou 20h

004

Técnico Superior em Medicina

Médico Psiquiatra Infantil

Realizar consultas e atendimentos médicos,em sua área de atuação; tratar pacientes;implementar ações para promoção da saúde

coordenar programas e serviços em saúde, efetuar perícias, auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas.

Curso Superior em Medicina,e especialização na área de atuação, acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 3143,40 (incluídas gratif. Urgência e Adic.Resid.Médica, se fizer jus), e adicional de 40% por plantão de final de semana, se for o caso, ou R$ 2216,50 (incluído Adic. Resid.Médica) mais adicional de insalubridade se fizer jus.

24h ou 20h

001

Técnico Superior em Medicina

Médico Reumatologista

Realizar consultas e atendimentos médicos,em sua área de atuação; tratar pacientes; implementar ações para promoção da saúde;

coordenar programas e serviços em saúde,efetuar perícias,auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas.

Curso Superior em Medicina,e especialização na área de atuação,acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 3143,40 (incluídas gratif. Urgência e Adic.Resid.Médica, se fizer jus), e adicional de 40% por plantão de final de semana, se for o caso, ou R$ 2216,50 (incluído Adic. Resid.Médica) mais adicional de insalubridade se fizer jus.

24h ou 20h

002

Técnico Superior em Medicina

Médico Socorrista

Realizar consultas e atendimentos médicos,em sua área de atuação; tratar pacientes;implementar ações para promoção da saúde;

coordenar programas e serviços em saúde,efetuar perícias,auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas.

Curso Superior em Medicina, e experiência para a função, acrescido de especialização e um ano de experiência comprovada na área de atuação, acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 3143,40 (incluídas gratif. Urgência e Adic.Resid.Médica, se fizer jus), e adicional de 40% por plantão de final de semana, se for o caso.

24h

010

Técnico Superior em Medicina

Médico Ultrassonografista

Realizar consultas e atendimentos médicos,em sua área de atuação; tratar pacientes;implementar ações para promoção da saúde

coordenar programas e serviços em saúde, efetuar perícias, auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas.

Curso Superior em Medicina,e especialização na área de atuação, acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 3143,40 (incluídas gratif. Urgência e Adic.Resid.Médica, se fizer jus), e adicional de 40% por plantão de final de semana, se for ocaso, ou R$ 2216,50 (incluído Adic. Resid.Médica) mais adicional de insalubridade se fizer jus.

24h ou 20h

002

Técnico Superior em Medicina

Médico Ultrassonografista Vascular

Realizar consultas e atendimentos médicos,em sua área de atuação; tratar pacientes;implementar ações para promoção da saúde coordenar programas e serviços em saúde,efetuar perícias,auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas

Curso Superior em Medicina,e especialização na área de atuação,acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 3143,40 (incluídas gratif. Urgência e Adic.Resid.Médica, se fizer jus), e adicional de 40% por plantão de final de semana, se for o caso, ou R$ 2216,50 (incluído Adic. Resid. Médica) mais adicional de insalubridade se fizer jus.

24h ou 20h

002

Técnico Superior em Medicina

Médico Geriatra

Realizar consultas e atendimentos médicos,em sua área de atuação; tratar pacientes; implementar ações para promoção da saúde; coordenar programas e serviços em saúde,efetuar perícias,auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas.

Curso Superior em Medicina,e especialização na área de atuação,acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 2216,50 (incluído Adic. Resid. Médica) mais adicional de insalubridade se fizer jus.

20h

001

Técnico Superior em Medicina

Médico do Trabalho

Realizar consultas e atendimentos médicos,em sua área de atuação; tratar pacientes; implementar ações para promoção da saúde; coordenar programas e serviços em saúde,efetuar perícias,auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas.

Curso Superior em Medicina,e especialização na área de atuação,acrescido de registro no CRM-MG.

R$ 2216,50 (incluído Adic. Resid. Médica) mais adicional de insalubridade se fizer jus.

20h

cadastro reserva

Técnico Superior em Medicina da Família

Médico da Família

Realizar consultas e atendimentos médicos, em sua área de atuação; tratar pacientes; implementar ações para promoção da saúde; coordenar programas e serviços em saúde, efetuar perícias, auditorias e sindicâncias médicas; elaborar documentos e difundir conhecimentos da área médica; exercer outras atividades correlatas.

Curso Superior em Medicina, e especialização na área de atuação,acrescido de registro no CRM-MG.

de R$ 5.614,31 até 6.400,02, conforme Equipe de atuação e legislação em vigor

40h

027

ANEXO II

CARACTERÍSTICAS DAS PROVAS REFERENTES AO CONCURSO PÚBLICO Nº 01/2008

Função

Temática da Prova

Nº de Questões

Peso

Pontuação

Pontuação Máxima

Característica

Técnico Superior em Medicina

Português

10

1

1 ponto por questão

10 pontos

Eliminatória e Classificatória

Saúde Pública

20

1

1 ponto por questão

20 pontos

Conhecimentos Específicos

25

2

2 pontos por questão

50 pontos

Títulos (curso)

 

 

Nos termos do item 6.3.2 deste Edital

10 pontos

Classificatória

Títulos (tempo de serviço)

 

 

1 ponto por ano de atuação na área de saúde pública, até o máximo de 10 anos, nos termos previstos neste edital

10 pontos

Técnico Superior em Medicina da Família

Português

10

1

1 ponto por questão

10 pontos

Eliminatória e Classificatória

Saúde Pública

20

1

1 ponto por questão

20 pontos

Conhecimentos Específicos

25

2

2 pontos por questão

50 pontos

Títulos (curso)

 

 

Nos termos do item 6.3.2 deste Edital

10 pontos

Classificatória

Títulos (tempo de serviço)

 

 

1 ponto por ano de atuação na área de saúde pública, até o máximo de 10 anos, nos termos previstos neste edital

10 pontos

ANEXO III

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO E BIBLIOGRAFIA DAS PROVAS

TÉCNICO SUPERIOR EM MEDICINA E TÉCNICO SUPERIOR EM MEDICINA DA FAMÍLIA

LÍNGUA PORTUGUESA: Compreensão de texto literário ou informativo. Noções gerais e práticas de gramática.

Bibliografia Sugerida: CEGALLA, D. P. Novíssima Gramática da Língua Portuguesa. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 42ª Edição, 2.000. FARACO, C. E. e MOURA, F. M. de. Gramática. São Paulo, Ática, 1ª Edição, 1993. TERRA, Ernani. Curso Prático de Gramática. Editora Scipione. Outros livros que abrangem o programa proposto.

SUS/SAÚDE PÚBLICA: Constituição Federal - Capítulo de Saúde art. 196 a 200; Lei 8080/1990 e Lei 8142/1990; Resolução 1638/CFM - define prontuário médico; Resolução 1246/88 - CFM - Código de ética médica; Histórico e Legislação do SUS; Sistemas de Informações em Saúde; Financiamentos do SUS; Norma Operacional Básica do Sistema Único de Saúde - NOBSUS/ 1996; Norma Operacional da Assistência à Saúde - NOAS - SUS/2002; Lei Orgânica da Saúde; Sistema Único de Saúde: Objetivos do SUS; Atribuições, Doutrinas e Competências; Princípios que regem a organização do SUS; Planejamento, organização, direção e gestão; Recursos Humanos; Da participação da rede complementar; Financiamento e Gestão Financeira; Modelos de Atenção à Saúde: Programa Saúde da Família e PACS; Vigilância à Saúde: perfil epidemiológico, vacinas, endemias e epidemias; Política Nacional de Humanização; Estatuto do idoso; Estatuto da criança e adolescente.

Bibliografia Sugerida:

- MENDES, E.V. O processo Social de Distritalização da Saúde. In MENDES, E.V (organizador). Distrito Sanitário: O Processo Social de Mudanças das Práticas Sanitárias do Sistema Único de Saúde. São Paulo: HUCITEC, 3. ed. ,1995 b, p. 93 a 158.

- MONTEIRO, L.O., Brasil, Ministério da Saúde. Lei no 8.080 de 19/09/1990, Diário Oficial da União, Brasília, DF, 20/09/1990; Brasil, Ministério da Saúde, Lei no 8.142 de 28/12/1990. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 29/12/1990; Brasil, Ministério da Saúde. Norma Operacional Básica do Sistema Único de Saúde - NOB - SUS - 01/96.Diário Oficial da União, Brasília, DF, 1996. Brasil, Ministério da Saúde. Norma Operacional Básica de Assistência à Saúde. NOAS - SUS. 26/01/2001 In: MONTEIRO, L.O. SUS PASSO A PASSO - Normas, Gestão e Financiamento, São Paulo: HUCITEC, 2001.

- MERHY, E.E. Em Busca da Qualidade dos Serviços de Saúde: Os Serviços de Porta Aberta para a Saúde e o Modelo Técnico Assistencial em Defesa da Vida (ou Como Aproveitar os Ruídos do Cotidiano dos Serviços de Saúde e Colegiadamente Reorganizar o Processo de Trabalho na Busca da Qualidade das Ações de Saúde), In: CECÍLIO, L.C.O. Inventando a Mudança na Saúde. São Paulo: HUCITEC, 1994.

- MERHY, E.E.; CHAKKOUR, M.; STÉFANO, E.; STÉFANO, M.E.; SANTOS, C.M.; RODRIGUES, R.A.; OLIVEIRA, P.C.P. Em Busca de Ferramentas Analisadoras das Tecnologias em Saúde: A Informação e o Dia a Dia de um Serviço, Interrogando e Gerindo Trabalho em Saúde. In: MERHY, E.E; ONOCKO, R (Org.). AGIR EM SAÚDE, Um Desafio Para o Público. São Paulo: HUCITEC, 1997.

- ROUQUAYROL, M. Z e ALMEIDA FILHO, N. Epidemiologia e Saúde. 5. ed, Rio de Janeiro: MEDISI, 1999.

- BRASIL. Ministério da Saúde. Fundação Nacional de Saúde. Guia de Vigilância Epidemiológica. 5. ed, Brasília, 1998. Site: www.funasa.gov.br

- MATUS, Carlos. Política, Planejamento e Governo - IPEA, 1993.

- RIVERA, F.J. U. A Teoria do Planejamento estratégico no setor social e da Saúde a luz do agir comunicativo. O contexto latino Americano. In: Agir Comunicativo e Planejamento Social: Uma crítica ao enfoque estratégico. Rio de Janeiro: Fiocruz, Cap. 4, 149-210, 1995.

- BRASIL. Ministério da Saúde. Informação, Educação e Comunicação. Planejamento e avaliação de ações de IEC em Saúde - Manual Prático de Planejamento Estratégico- Brasília, 1997

- VASCONCELOS, E.M. Educação Popular e a Atenção à Saúde da Família. São Paulo: HUCITEC, 1999.

- BRASIL. Ministério da Saúde. Saúde da Família: uma estratégia para a reorientação do modelo assistencial, Brasília, DF, 1997, 36p.

- BRASIL. Ministério da Saúde. Saúde da Família: Construindo Municípios Saudáveis a partir da Reorientação do Modelo de Assistência à Saúde. Brasília, DF. 1988.

- BRASIL. Ministério da Saúde. Guia Prático do Programa de Saúde da Família, Brasília, DF, 2001.

- SANTOS, Organização do cuidado a partir de problemas: uma alternativa metodológica para a atuação da Equipe de Saúde da Família ; colaboração do Ministério da Saúde e do Pólo de Capacitação em Saúde da Família - UFMG; NESCON - Faculdade de Medicina e Escola de Enfermagem - Brasília; Organização Pan-Americana da Saúde /Representação do Brasil, 2000 - Textos de Apoio da Unidade Didática I - p. 45 a 74.

- BRASIL. Ministério da Saúde. Manual da Organização de Atenção Básica. Secretaria de Políticas Sociais. Departamento de Atenção Básica, 1999.

- DUNCAN, B. B. e SCHIMIDT, M. I. Medicina Embasada em Evidências. In: Medicina Ambulatorial. p 7 a 9. Ed.

- DRUMOND P. J. e SILVA, E. Medicina Baseada em Evidências - Novo Paradigma Assistencial e Pedagógico. Ed. Atheneu. São Paulo, 1998.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

MÉDICO ANESTESISTA: Preparo pré-anestésico. Recuperação anestésica. Reposição volêmica. Uso de sangue e hemoderivados. Anestesia Venosa. Anestesia Inalatória. Anestesia loco-regional. Transmissão e bloqueio neuromuscular. Parada cardíaca e reanimação cardiopulmonar. Ventilação Artificial. Estudo da nocicepção e dor, tratamento. Anestesia obstétrica e analgesia de parto. Anestesia em pediatria. Anestesia em geriatria. Anestesia no trauma e urgência em geral. Complicações durante anestesia. Anestesia para cirurgia ambulatorial. Anestesia para neurocirurgia. Anestesia par ORL. Anestesia para ginecologia. Anestesia para cirurgia vascular. Anestesia para cirurgia bucomaxilofacial. Anestesia para Urologia. Anestesia para cirurgia abdominal. Anestesia para cirurgia torácica.

Bibliografia Sugerida:

- Manica, J. Anesthesiologia, 2ª ed., Ed. Artes Médicas.

- Miller, E.D. Anesthesia, vol. I e II, 5th ed., Ed. Churchill Livingstone, 1998.

MÉDICO CIRURGIÃO PEDIÁTRICO: Princípios gerais da Cirurgia Pediátrica. Pré e pós-operatório na criança. Acessos vasculares na criança. Distúrbios hidroeletrolíticos e ácido-básico. Abdome agudo no recém-nascido, lactente e pré-escolar. Doenças e malformações renais e das vias urinárias. Abordagem inicial e manejo do trauma na criança. Tumores abdominais e torácicos na criança. Escroto agudo, tumores do testículo e criptorquia. Ferimentos superficiais, corpos estranhos e curativos. Paracentese, toracocentese, traqueostomia, punções e drenagens.

Bibliografia sugerida

- O'NEIL, J.A., A.G. FONKALSRUD CORAN. E., GROSFELD, J.L. Pediatric surgery. Ed. Hardcover, 2006, U.S.A.

- ASHCRAFT. K.W., HOLCOMB III, G.W., MURPHY, J.P. Pediatric surgery. 4. ed.Ed. Elsevier / Saunders, 2005, U.S.A.

- MAKSOUD, J.G. Cirurgia pediátrica. 2. ed. Rio de Janeiro: Revinter, 2003.

- ROWE, M.I., O'NEIL, J.A., GROSFELD, J.L. et al. Essentials of pediatric surgery. Ed. Morby Year Book, 1995, U.S.A.

- RODRIGUES, M.A.G., DAVISON CORREA, M.I.T. ROCHA, P.R.S. Fundamentos de Clínica Cirúrgica. Belo Horizonte: Coopmed, 2006.

- GEARHAT, J.P., RINCK, R.C., MOURIQUAND, P.D.E. Pediatric urology. Ed. WB Saunders, 2001, U.S.A.

MÉDICO CIRURGIÃO GERAL: Resposta endócrina e metabólica ao trauma; Distúrbios hidro-eletrolíticos; Choque; Avaliação e preparo do paciente no pré-operatório/ generalidades. Pré-operatório em condições especiais (disbéticos, cardiopatas, ictéricos, pacientes em uso de corticóides, distúrbio de coagulação); Avaliação pós-operatório. Generalidades. Hidratação venosa; Infecção em cirurgia. Antibioticoprofilaxia; Risco de infecção para cirurgião e equipe de saúde; Hemostasia e princípios de hemoterapia; Traumatismo torácico; Traumatismo abdominal. Síndrome compartimento abdominal; Traumatismo vascular e cardíaco; Atendimento ao politraumatizado, Atendimento inicial, métodos propedêuticos e terapêuticos; Traumatismo da região cervical; Complicações em cirurgia; Anatomia, fisiologia, métodos diagnósticos, patologias benignas e malignas, abordagem cirúrgica das afecções cirúrgicas em tireóide e paratireóide; Anatomia, fisiologia, métodos diagnósticos, patologias benignas e malignas, abordagem cirúrgica das afecções cirúrgicas do esôfago; Anatomia, fisiologia, métodos diagnósticos, patologias benignas e malignas, abordagem cirúrgica das afecções cirúrgicas do estômago e duodeno; Anatomia, fisiologia, métodos diagnósticos, abordagem cirúrgica das afecções cirúrgicas do diafragma; Anatomia, fisiologia, métodos diagnósticos, patologias benignas e malignas, abordagem cirúrgica das afecções cirúrgicas do intestino delgado; Anatomia, fisiologia, métodos diagnósticos, patologias benignas e malignas, abordagem cirúrgica das afecções cirúrgicas do cólon, reto e ânus; Anatomia, fisiologia, métodos diagnósticos, patologias benignas e malignas, abordagem cirúrgica das afecções cirúrgicas do fígado; Anatomia, fisiologia, métodos diagnósticos, patologias benignas e malignas, abordagem cirúrgica das afecções cirúrgicas das vias biliares; Afecções cirúrgicas do baço; Anatomia, fisiologia, métodos diagnósticos, patologias benignas e malignas, abordagem cirúrgica das afecções cirúrgicas do pâncreas; Anatomia, fisiologia, métodos diagnósticos, patologias benignas e malignas, abordagem cirúrgica das afecções cirúrgicas das supra-renais; Anatomia, fisiologia, métodos diagnósticos, patologias benignas e malignas, abordagem cirúrgica das afecções cirúrgicas do retro-peritônio; Anatomia, fisiologia, métodos diagnósticos, patologias benignas e malignas, abordagem cirúrgica das afecções cirúrgicas do mesentério; Abdômen agudo. Fisiopatologia da peritonite, abordagem diagnóstica e condutas; Hérnias da parede abdominal; Peritonites e abscessos intra-abdominais.

Bibliografia Sugerida:

- FREIRE, Evandro. Trauma; a doença dos séculos. Rio de Janeiro: Atheneu, 2001.

- Greenfield, L.Z. Surgery Complications

- Mattox, K.L. Complications of Trauma. Churchill Linvigstone, 1994.

- SAVASSI ROCHA, P.R. Abdome Agudo 2 Edição, Editora Medci, 1993.

- SCHWARTZ, SHIRES, SPENCER. Principles of surgery

- WAY, Lawrewnce W. Currebt surgical diagnosis & treatment 11.ed. ER McGraw-Hill, 2003.

MÉDICO CIRURGIÃO DE CABEÇA E PESCOÇO: Epidemiologia das doenças da cabeça e pescoço. Anatomia cirúrgica da cabeça e pescoço. Fundamentos embriológicos da cirurgia de cabeça e pescoço. Bócios simples e tóxicos: quadro clínico, diagnóstico e tratamento. Câncer da tireóide: quadro clínico, diagnóstico e tratamento. Hiperparatireoidismo. Tumores benignos e malignos da cavidade oral (lábios e boca). Tumores benignos e malignos da orofaringe. Tumores benignos e malignos da nasofaringe. Tumores benignos e malignos da hipofaringe. Tumores benignos e malignos da laringe. Tumores benignos e malignos dos seios paranasais. Princípios da cirurgia para tumores da base do 14/26 crânio. Anomalias congênitas cervicofaciais. Afecções cirúrgicas das glândulas salivares maiores e menores. Carcinoma basocelular e espinocelular da pele. Melanomas malignos. Tumores malignos da órbita. Tumores metastáticos cervicais. Esvaziamentos cervicais: indicações e técnicas. Sarcomas em cabeça e pescoço. Traqueostomias: indicações, técnicas e cuidados. Reconstrução em cirurgia de cabeça e pescoço. Complicações intra e pósoperatórias em cabeça e pescoço. Técnicas e princípios terapêuticos associados em cirurgia de cabeça e pescoço. Código de Ética médica.

Bibliografia Sugerida:

- Harrison. Medicina Interna. Editora Guanabara/Coogan. 13ª edição.

- Outros livros que abrangem o programa proposto

MÉDICO CIRURGIÃO DE MÃO: Princípios Gerais da Microcirurgia Vascular. Anestesia Loco-Regional. Risco Cirúrgico. Controle per e pós-operatório. Defeitos Congênitos dos Membros Superiores. Paralisia Obstétrica. Infecções na Mão. Lesões Degenerativas da Mão E do Punho. Contratura de Dupuytren. Mão Reumatóide. Tumores Ósseos e de Partes Moles. Fraturas e Luxações na Mão e Punho. Lesões Tendinosas e Nervosas nos Membros Superiores. Síndromes Compressivas Nervosas nos Membros Superiores. Reconstrução do Polegar. Abordagem Diagnóstica das Lesões Da Mão Traumatizada. Primeiro Atendimento das Lesões Traumáticas da Mão. Amputação da Mão e Amputações Digitais. Curativo e Imobilização da Mão. Queimadura. Reabilitação da Mão.

Bibliografia sugerida:

- PARDINI, A. Cirurgia da mão - lesões não traumáticas. 1. ed. Editora Medsi, 1990.

- PARDINI, A. Traumatismos da mão. 3. ed. Editora Medsi, 2000.

- PARDINI, A.P. Reabilitação da mão. 1. ed. Editora Atheneu, 2005.

- SIZINIO, H. et cols. Ortopedia e traumatologia- Princípios e Prática. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 1998.

- MOORE, D. Anatomia orientada à Clínica. 4ª. ed. Editora Guanabara, 2001.

- Greens Operative Hand Surgery. 5. ed. Editora Elsevier, 2005.

MÉDICO CIRURGIÃO VASCULAR: Anatomia vascular. Fisiologia vascular. Farmacologia vascular. Semiologia clínica angiológica e vascular. Abordagem das doenças venosas. Abordagem das doenças arteriais. Abordagem das doenças linfáticas. Bases técnicas da cirurgia vascular. Bases técnicas da cirurgia endovascular. Oclusões arteriais agudas. Aterosclerose obliterante periférica. Aneurismas arteriais. Dissecção aórtica. Isquemia intestinal. Isquemia cerebral. Hipertensão renovascular. Vasculites. Arteriopatias funcionais. Tromboembolismo venoso. Varizes dos membros inferiores e insuficiência venosa crônica. Pé diabético. Linfangites e erisipelas. Linfedemas. Traumatismos vasculares. Fístulas arteriovenosas. Angiodisplasias. Tumores Vasculares. Impotência sexual vasculogênica. Síndrome do túnel do carpo. Síndrome do desfiladeiro cervicotorácico.

Bibliografia sugerida

- HURST. The heart. 10th. McGraw-Hill, 2001.

- MAFFEI, F.H.A. Doenças vasculares periféricas. 3. ed. 2 volumes. Rio de Janeiro: MEDSI, 2002.

- MELLO, N.A. Angiologia. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1998.

- PEREIRA, A.H. Manual de cirurgia vascular. Rio de Janeiro: Revinter, 1998.

- SILVA, A.L. Cirurgia de urgência. 2. ed. Rio de Janeiro: MEDSI, 1994.

- THOMAZ, J.B. Angiologia e cirurgia vascular. Tópicos atuais. Rio de Janeiro: Revinter, 2000.

MÉDICO CLÍNICO GERAL: Promoção à Saúde e Prevenção de Doenças: imunização no adulto, alimentação balanceada,obesidade - dietoterapia, atividade física. Doenças crônico-degenerativas de maior relevância em Saúde Pública. Doenças infecto-parasitárias de maior relevância em Saúde Pública. Sinais e sintomas mais freqüentes no adulto - diagnóstico diferencial: cefaléia, dor torácica, dor lombar, dispepsia, febre. Problemas digestivos baixos. Vertigens e tonturas. Dor abdominal. Dor pélvica. Astenia. Afecções freqüentes no adulto: de vias aéreas; do aparelho genito-urinário; dermatológicos; vasculares periféricas; osteomusculares; do aparelho digestivo; endócrino-metabólicos. Situações de emergência e urgência; parada cardiorrespiratória. Queimaduras. Crise convulsiva. Trauma. Reações alérgicas graves. Choque. Agressões por animais. Problemas de saúde mental: ansiedade; drogas: uso, abuso e dependência; transtornos do sono; transtornos do humor; risco de suicídio. Princípios de antibioticoterapia. Saúde do Trabalhador: doenças ocupacionais mais freqüentes. Ética, Bioética e Deontologia Médica; Políticas de Saúde - Sistema Único de Saúde - Leis Federais no 8.080 e 8.142/90, NOB 96, NOAS 2001 e Emenda Constitucional - EC 29/2000, Modelos de Atenção à Saúde.

Bibliografia Sugerida:

- DUNCAN, BRUCE B. e GIUGLIANI, E. Medicina Ambulatorial: Condutas Clínicas em Atenção Primária, Editora Artes Médicas, 2ª Edição, 1996.

- GOLDMAN, L., BENNET JC. CECIL - Tratado de Medicina Interna. 21ª Ed., Editora Guanabara Koogan, RJ, 2002.

- PEDROSO, Ênio Pietra, et alli. Terapêutica Clínica, 2a Edição, Editora Guanabara Koogan, 1998.

- MINISTÉRIO DA SAÚDE: Programa Nacional de Educação e Controle da Hipertensão Arterial (PNECHA);

- Programa Nacional de Educação e Controle de Diabetes Mellitus; Guia de Controle da Hanseníase, 1993.

- The Washington Manual of Medical Therapeutics, 1998.

- FAUCI, et alli. Harrison Internal Medicine. 14a Edição, McGraw-Hill, 2001.

- Current Medical Diagnosis and Treatment, 2005

- RATTON, J. L. Medicina Intensiva. 1997.

- GOODMAN & GILMAN'S, The Pharmacological Basis of Therapeutics, 9a Edição, 1998.

MÉDICO CLÍNICO INTENSIVISTA: Síndrome da Resposta Inflamatória Sistêmica. Síndromes de compartimento - vasculares, cranianas, torácicas e abdominais. Quadros infecciosos - Sepses, dengue, AIDS, malária, hepatites, febre rochosa das montanhas, pacientes com deficiências imunitárias. Síndrome de disfunção de múltiplos órgãos. Distúrbios hematológicos - doenças hemorrágicas, anemias, hemofilias, estados de hipercoagulação e trombose, anemia hemolítica. Intoxicações Exógenas -atendimento primário, antídotos. Técnicas de Monitorização cardiovascular invasiva. Hipotermia e hipertermia. Condutas na abordagem do paciente com dor aguda. Ressuscitação cardiopulmonar. Distúrbios do Aparelho Cardiovascular - Infarto Agudo do Miocárdio, Choque Cardiogênico, Dissecções arteriais agudas, Aneurismas, Arritmias, Doenças Tromboembólicas, Doenças valvulares agudas, Angina instável, Angina estável, Emergências e Urgências Hipertensivas, Edema Agudo de Pulmão, Trauma Cardiovascular, Endocardites infecciosas, pós operatório de cirurgias cardiovasculares, choque hipovolêmico, choque obstrutivo, choque distribuitivo, doenças vasculares do colágeno. Distúrbios do Aparelho Respiratório - Síndromes respiratórias agudas, Doença Pulmonar obstrutiva crônica, Asma, Insuficiência respiratória aguda, Embolia pulmonar, Embolia Gordurosa, Síndromes aspirativas, Afogamento, Edema Agudo de Pulmão, Ventilação mecânica - indicações, técnicas e desmame, Pneumonias, Infecções das vias aéreas superiores e inferiores, trauma torácico. Distúrbios hidroeletrolíticos e endócrinos. Distúrbios genitourinários - Insuficiência renal aguda e crônica, indicações de diálise (todos os tipos), trauma renal, infecções renais e urinárias, trauma genital, infecções genitais, Doença Inflamatória Pélvica, complicações do parto, abortamento, eclampsia. Distúrbios do sistema gastrointestinal - trauma gastrointestinal, sangramento gastrointestinal agudo e crônico, úlceras do tubo digestivo, varizes esofageanas, hipertensão porta, colites, diverticulite, insuficiência hepática, encefalopatia hepática, isquemia mesentérica, pancreatites, estenoses caústicas. Distúrbios neurológicos - acidente vascular cerebral, infecções do Sistema Nervoso Central, trauma crânio encefálico, epilepsias, convulsão, Guilhain Barré, Miastenia gravis, hemorragia subaracnóidea, neurotoxoplasmose, hidrocefalia. Antimicrobianos - indicações de uso, contraindicações, efeitos colaterais, associações medicamentosas. Cateteres centrais e periféricos - técnicas de punção, indicações de pressão venosa central e de monitorização invasiva, infecções dos cateteres periféricos e centrais.

Bibliografia sugerida:

- IRWIN and RIPPLES. Intensive care medicine, 1999.

- LÓPEZ, M. Emergências médicas. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1989.

- FREIRE, E.Trauma. A doença dos séculos.Rio de Janeiro:Atheneu,2001

- GOLDMAN, L.., BENNET, J. C. Cecil Tratado de Medicina Interna, 21ª Edição, 2001, Rio de Janeiro, Editora Guanabara Koogan.

- SABINSTON JR, D.C. Tratado de Cirurgia. 15ª Edição, Rio de Janeiro, Guanabara Koogan, 1999.

MÉDICO ENDOCRINOLOGISTA ADULTO: Mecanismos moleculares de ação hormonal. Neuroendocrinologia; crescimento e desenvolvimento. Doenças da tireóide. Doenças das adrenais. Distúrbios dos sistemas reprodutivos. Doenças do pâncreas endócrino. Dislipidemia e obesidade. Doenças osteometabólicas. Doenças endócrinas multiglandulares.

Bibliografia sugerida:

- WILLIAMS. Textbook of Endocrinology. 9th Edition Editora Saunders, 1998

- WAYCHENDERG. Tratado de Endocrinologia Clínica. Editora Roca, 1992

- FELIG. Endocrinology and Metabolism. 3th Ed., Editora McGraw Hill, 1995.

- ROCHA, M.O.C., PEDROSO, E.R.P., FONSECA, J.G.M., SILVA, O.A.. Terapêutica Clínica. 2ª Edição. Editora Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, 1998

- VILAR, Lúcio. Endocrinologia Clínica. 3ª. Edição. Editora MEDSI, 2005.

- GREENSPAN, F. S. et al: Basic & Clinical Endocrinology. Ed Aplenton & Lange, (edição mais recente).

MÉDICO ENDOCRINOLOGISTA PEDIÁTRICO: Mecanismos moleculares de ação hormonal. Neuroendocrinologia; crescimento e desenvolvimento. Doenças da tireóide. Doenças das adrenais. Distúrbios dos sistemas reprodutivos. Doenças do pâncreas endócrino. Dislipidemia e obesidade. Doenças osteometabólicas. Doenças endócrinas multiglandulares.

Bibliografia sugerida:

- CALLIARI, L. E. P. ; LONGUI, C. A. ; MONTE, O. Endocrinologia para o Pediatra. 2ª ed. Rio de Janeiro: Atheneu, 1998.

- LEÃO E., CORREA E. J., VIANA MRA. Pediatria ambulatorial. 4ª. ed., Belo Horizonte: Coopmed, 2005.

- SETIAN, NUVART. Endocrinologia Pediátrica. Aspectos Físicos e Metabólicos do Recém Nascido ao Adolescente, Editora Sarvier, 1989

- WILLIAMS. Textbook of Endocrinology. 9th Edition Editora Saunders, 1998

- WAYCHENDERG. Tratado de Endocrinologia Clínica. Editora Roca, 1992

- FELIG. Endocrinology and Metabolism. 3ª Edição, Editora McGraw Hill, 1995.

- VILAR, Lúcio. Endocrinologia Clínica. 3ª. Edição. Editora MEDSI, 2005.

MÉDICO ENDOSCOPISTA: Preparo, sedação e monitoração em endoscopia digestiva. Equipamentos de endoscopia digestiva. Estrutura física de um serviço de endoscopia digestiva. Desinfecção e esterilização de endoscópios e acessórios. Anatomia endoscópica. Endoscopia digestiva alta diagnóstica. Endoscopia digestiva alta terapêutica. Colonoscopia Diagnóstica. Colonoscopia Terapêutica. Endoscopia do Intestino Delgado (enteroscopia e cápsula endoscópica). Endoscopia digestiva das vias biliares e pancreática diagnóstica e terapêutica (colangiopancreatografia endoscópica retrógrada). Ecoendoscopia (ultra-sonografia endoscópica) diagnóstica. Ecoendoscopia (ultra-sonografia endoscópica) terapêutica. Urgências e emergências em endoscopia digestiva.

Bibliografia sugerida:

- SIVAK JR, Michael V. Gastroenterologic endoscopy. Second Edition. 1999.

- SLEISENGER & FORDTRAN'S. Gastrointestinal and Liver Disease, 7th edition. Saunders, 2002. ISBN 0721689736.

- SOBED. Endoscopia Digestiva Diagnóstica e Terapêutica. 1. ed. Rio de Janeiro: Revinter, 2005. ISBN: 8573099054.

- SOBED. Endoscopia Gastrointestinal Terapêutica. São Paulo: Tecmedd, 2007. ISBN: 85-99276-15-8

SAVASSI-ROCHA, PR et al. Tópicos em gastroenterologia. Edições 13, 14, 15 e 16. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2003-2006. ISBN: 85-277-1122-2

- DANI R. Gastroenterologia essencial. 3. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2006. ISBN: 85-277-1131-1.

- SILVERSTEIN, F.E, TYTGAT, G.N.J. Endoscopia gastrointestinal. 3. ed. Rio de Janeiro: Revinter, 2003. ISBN: 85-7309-206-8.

- Guidelines da Sociedade Americana de Endoscopia Gastrointestinal (ASGE Guidelines). Gastrointestinal Endoscopy. St. Louis, MO: Editora. Mosby. ISSN: 0016-5107 (acesso livre via PubMed) The Paris Endoscopic Classification of Superficial Neoplastic Lesions: Esophagus, Stomach and Colon. Gastrointestinal Endoscopy Vol. 58 No 6 (suplemento), Dezembro de 2003. St. Louis, MO: Editora Mosby. ISSN: 0016-5107

MÉDICO GINECOLOGISTA-OBSTETRA: Anatomia e embriologia; Planejamento familiar; Dor pélvica e dismenorréia; Doenças sexualmente transmissíveis e infecções geniturinárias; Gravidez ectópica; Doenças benignas do trato reprodutivo; Cirurgias para patologias benignas e malignas do trato genital inferior; Incontinência urinária de esforço, uretrocele, cistocele e distopias do útero; Doença inflamatória pélvica; Endocrinologia ginecológica (amenorréia, anovulação, hirsutismo, hemorragia uterina disfuncional, desenvolvimento sexual, puberdade e climatério); Infertilidade; Endoscopia ginecológica; Endometriose; Câncer de colo uterino; Propedêutica do colo uterino; Câncer de ovário; Câncer de vulva; Doença trofoblástica gestacional; Doenças benignas e malignas da mama; Ginecologia infanto-puberal. Assistência pré-natal; Assistência ao parto; Diabetes Gestacional/ Diabetes Mellitus na Gravidez; Hemorragias pós-parto; Síndromes hemorrágicas na gravidez; Amniorexe prematura; Parto prematuro; Cesariana; Gestação de alto risco; Hipertensão na gravidez; Endocrinopatias na gravidez; Incompatibilidade sangüínea materno-fetal; Ultra-som em obstetrícia; Doenças infecciosas na gravidez; Sofrimento fetal; Tocotraumatismos maternos; Passagem transplacentária de drogas; Gravidez na adolescência; Infecção urinária na gravidez; Patologia do sistema amniótico; Hiperemese gravídica; Aspectos médico-legais e éticos da obstetrícia; Ginecologia e Obstetrícia Baseada em Evidência.

Bibliografia sugerida:

- BRASIL, Ministério da Saúde. Secretaria Executiva. Departamento de Apoio à Descentralização. Coordenação - Geral de Apoio à Gestão Descentralizada. Diretrizes operacionais dos Pactos pela vida, em Defesa do SUS e de Gestão; Brasília 2006. www.saude.gov.br

- CAMARGOS, Aroldo Fernandes. Ginecologia Ambulatorial. Coopmed, 2001.

- CORRÊA, Mario Dias. Noções Práticas de Obstetrícia. 13ª ed. Coopmed, 2004.

- GUIDELINES do Royal College of Obstetricians and Gynaecologists Clinical Green Top Guidelines: www.rcog.org.uk/index.asp?PageID=1042

- MANUAIS da Febrasgo e do Ministério da Saúde. www.febrasgo.com.br/manuais.htm NOVAK. Tratado de Ginecologia. 12ª ed. Guanabara Koogan, 1998.

- REZENDE, Jorge. Obstetrícia. 8ª ed. Guanabara Koogan, 1998.

- SEXUALLY Transmitted Diseases Treatment Guidelines. 2002. Prepared by Kimberly A. Workowski, M.D. William C. Levine, M.D., M.Sc. CDC, MMWR, Recommendations and Reports, May 10, 2002 / 51(RR06); 1-80. www.cdc.gov/mmwr/preview/mmwrhtml/rr5106a1.htm

- SPEROFF. Clinical Gynecologic Endocrinology and Infertility. 7ª ed. Lippincott Williams & Wilkins, 2005.

- SOGIMIG. Ginecologia e Obstetrícia. 3ª ed. Medsi, 2003.

- THE LINDE. Ginecologia Operatória. 8ªa ed. Guanabara Koogan, 1999.

MÉDICO HEMATOLOGISTA: Anemias associadas à deficiência de produção: Anemia Aplástica. Anemia de Fanconi. Aplasia Pura de Série Vermelha. Anemia das Doenças Crônicas. Anemias carenciais: Anemia Ferropriva; Anemia por deficiência de ácido Fólico e Vitamina B12. Anemias Hemolíticas. HEREDITÁRIAS: Defeitos da membrana: Esferocitose e Eliptocitose Hereditária; Enzimopatias: Deficiencia de G6PD e Piruvato Kinase; Hemoglobinopatias: Hemoglobina A; Hemoglobina C; Talassemias. ADQUIRIDAS: Anemia Hemolítica Auto- Imune: Anemia Hemolítica Microangiopática Doença Hemolítica do Recem-Nascido. Hiperesplenismo. Policitemias Relativa. Absoluta: Vera e Secundária. Porfirias. Meta Hemaglodinemia. Hemocromatose. Doenças e situações clínicas associadas a neutropenia e neutrofilia . Histiocitoses. Mieloma múltiplo e macroglobulinemia de Waldenstron. Leucemias Agudas. Leucemias Crônicas. Hairy Cell Leukemia. Linfoma não Hodgkin. Doença de Hodgkin. Mielofibrose e trombocitemia essencial. Púrpura trombocitopência imune idiopática. Síndrome hemolítico-uremica e púrpura trombocitopênica trombótica . Mecanismos fisiológicos da coagulação. Hemofilias e 19/26 doença de Von Willebrand . Fisiopatologia da trombose - trombofilias. Uso clínico do sangue e hemoderivados. Noções básicas em transplante de medula óssea. Interpretação clínica do hemograma.

Bibliografia sugerida:

- Harrison. Medicina Interna. Editora Guanabara/Coogan. 13ª edição.

- Outros livros que abrangem o programa proposto

MÉDICO INFECTOLOGISTA: Síndrome febril, o paciente febril, patogenia da febre, a resposta da fase aguda. Febre de origem indeterminada. O hospedeiro imunocomprometido, o paciente neutropênico febril, infecção, no paciente idoso. Infecções hospitalares. Diagnóstico diferencial das doenças exantemáticas. Orofanrigites infecciosas agudas. Pneumologia pneumocócica, pneumonia por aspiração. Mononucleose infecciosa, doença reumática. Infecções estafilocócicas. Meningite bacteriana. Parasitoses intestinais, esquistossomose mansoni. Acidentes ofídicos e aracnídios. Dengue e febre amarela. Hepatites a vírus A, B e C. Tuberculose e Hanseníase. Antibiótico terapia. Doenças sexualmente transmissíveis, síndrome de imunodeficiência adquirida. Leishmaniose, malária, doença de Chagas.

Bibliografia sugerida:

- GOLDMAN, L.., BENNET, J. C. Cecil Tratado de Medicina Interna, 21ª Edição, 2001, Rio de Janeiro, Editora Guanabara Koogan.

- MANDELL, G.L., DOU JR., R. G., BENNET, J. E. Principles and Pratice of Infectious Diseases, New York: Wiley Medical Publications 5th .2000

- ROCHA, M.O.C., PEDROSO, E.R.P., FONSECA, J.G.M., SILVA, O.A.. Terapêutica Clínica. 2ª Edição. Editora Guanabara Koogan, Rio de Janeiro, 1998

- TONELLI, E., FREIRE, L.M.S. Doenças Infecciosas na Infância e Adolescência.: 2ª Edição, Rio de Janeiro, MEDSI, 2000.

- VERONESI, R. Tratado de Infectologia.: 2ª Edição, Rio de Janeiro, Atheneu, 2000.

MÉDICO INFECTOLOGISTA PEDIÁTRICO: Morbilidade e mortalidade infantil; Crescimento e desenvolvimento: normalidade e distúrbios mais comuns, motorização do crescimento, puberdade; Alimentação: necessidades nutricionais e higiene alimentar; Aleitamento materno: aspecto nutricional, imunológicos, psicoafetivos e sócio-econômicos; Higiene do ambiente físico: habilitação, creche, escola; Acidentes na infância: causas mais comuns e prevenção; Distrofias: desnutrição protéico-calórico, raquitismo carencial; Distúrbios hidroeletrolíticos e do equilíbrio ácido-básico: desidratação, terapia de reidratação oral (TRO) , fluidoterapia parenteral; Infecções agida do aparelho digestivo; Infecções agudas do aparelho respiratório; Infecções ortopédicas na infância: (osteomielite e artrite), congênitas e posturais (pé, torto,luxação do quadril, pés planos, escoliose); Infecções do aparelho cárdio-circulatório: endocardite infecciosa, cardiopatias congênitas, insuficiência cardíaca congestiva; Infecções do aparelho urinário: infecções do trato urinário, glomerulonefrite agudas, síndrome nefrótica; Infecções endocrinológicas: diabetes mellitus, hipotireídismo congênito; Infecções do sistema nervoso central: síndrome convulsiva. Meningite e encefalite, imunopatologia: AIDS (aspectos, epidemiológicos), asma, febre reumática, artrite reumatóide juvenil; Doenças onco-hematológicas: anemias ferropriva, anemia falciforme, diagnóstico precoce das neoplasias mais freqüentes na infância; Doenças infecto-contagiosas próprias da infância e tuberculose, parasitoses mais comuns na infância: aspecto clínicos e epidemiológicas: infecções dermatológicas mais comuns na infância.

Bibliografia sugerida:

- INFECTOLOGIA PEDIÁTRICA - 3ª EDIÇÃO, SÉRGIO TOMAZ SCHETTINI & REGINA CÉLIA DE MENEZES SUCCI & CALIL KAIRALLA FARHAT & LUIZA HELENA F. R. Editora: Atheneu. ISBN-10: 857379853X.

- E outros livros sobre os temas propostos.

MÉDICO NEFROLOGISTA: Abordagem do paciente com doença renal. Estrutura e função dos rins. Hipertensão arterial sistêmica. Doença hipertensiva específica da gravidez. Uropatia obstrutiva, nefrolitíase. Infecção urinária. Abscesso renal e perirenal. Distúrbios hidroeletrolíticos. Distúrbios ácido-básicos. Insuficiência renal aguda. Insuficiência renal crônica. Doenças glomerulares. Doenças tubulointersticiais e nefropatias tóxicas. Distúrbios vasculares do rim. Doenças císticas do rim. Tumores do rim, do ureter e da bexiga. Incontinência urinária. Diabetes mellitus. Diálise. Transplante renal.

Bibliografia sugerida:

- BRENNER, BM & Rector JR: The Kidney 7th Ed. Phyladelphia, WB Saunders Co, 2003.

- RIELLA, CR: Princípios de Nefrologia e Distúrbios Hidroeletrolíticos - 4ª Edição, 2003.

- ZATZ, R: Fisiopatologia Renal, 1ª Edição, Atheneu, 2000.

- CRUZ, J; CRUZ HMM, BARROS RT: Atualidades em Nefrologia Ed. Sarvier, volumes 5 ao 9.

- BARROS, RT; ALVES, MAR; DANTAS, M; KIRSZTAJN, GM; SENS YAS: Glomerulopatias, Patogenia, Clínica e Tratamento, 2ª edição, Sarvier, 2006.

- DAURGIDAS JT, BLAKE PG, Ing TS: Handbook of Dialysis, 3a Ed, Lippincott Williams & Wilkins, 2001.

- DANOVITCH GM: Handbook of Kidney Transplantation, 3a Ed, Lippincott, Williams & Wilkins, 2001.

- Revistas Jornal Brasileiro de Nefrologia - Jornal Oficial da Sociedade Brasileira de Nefrologia, volumes a partir do ano 2000.

- Kidney International - Jornal Oficial da Sociedade Internacional de Nefrologia, volumes a partir de 2000.

- Journal of American Society of Nephrology - Jornal Oficial da Sociedade Americana

MÉDICO NEUROCIRURGIÃO: Semiologia clínica neurológica. Sintomatologia geral das doenças do sistema nervoso. Exames complementares básicos em cirurgia, tomografia computadorizada do crânio. Distúrbios hidroeletrolíticos e ácidos básicos. Antibioticoterapia. Risco cirúrgico, controle per e pós-operatório. Politraumatizado: abordagem inicial, primeiros socorros. Traumas cranioencefálicos. Traumas raquimedulares. Distúrbios do sono. Coma. Cefaléias. Neuralgia do trigêmio. Abcessos cerebrais. Hemorragias intra-cranianas. Lesões focais das funções nervosas superiores. Tumores intra-cranianos. Hipertensão intra-craniana. Lesões compressivas da medula espinhal e das raízes nervosas, plexos e nervos periféricos. Proptose, politraumatizado: abordagem inicial, primeiros socorros.

Bibliografia sugerida:

- FREIRE, E.Trauma. A doença dos séculos.Rio de Janeiro:Atheneu,2001

- GREENBERG.Handbook 0f neurosurgery.Stutgartt:THIEME,2001.

- ROCHA,M.O.C., PEDROSO,E.R.P., FONSECA,J.G.M.,SILVA, O.A.Terapêutica Clínica. Rio de Janeiro:Guanabara Koogan,1998.

- SABINSTON JR, D.C. Tratado de Cirurgia. 15ª Edição, Rio de Janeiro, Guanabara Koogan, 1999.

- SILVA, A.L. Cirurgia de Urgência. 2ª Edição, Rio de Janeiro, MEDSI, 1994.

- VINHAES, J.C. Clínica e Terapêutica Cirúrgicas. Rio de Janeiro, Guanabara Koogan, 1997.

MÉDICO NEUROLOGISTA: Neuroanatomia funcional. Aspectos básicos de neurofisiologia. Semiologia neurológica. Aspectos práticos da propedêutica diagnóstica em Neurologia. Cefaléias e dor. Doenças cérebro-vasculares. Epilepsias e eventos paroxísticos diferenciais. Demências e outras alterações cognitivas. Distúrbios do movimento. Doenças neuromusculares. Esclerose múltipla e outras doenças desmielinizantes. Neuro-infecção. Neuro-oncologia. Psiquiatria na prática neurológica. Distúrbios do sono. Manifestações e complicações neurológicas das doenças sistêmicas.

Bibliografia sugerida

- ANGELO MACHADO Neuroanatomia Funcional/, 2 edição

- A.F.HAERER. Dejong's The Neurologic Examination 5 edição.

- MAURICE VICTOR, ALLAN H. ROPPER Adams and Victor Principles of Neurology , 2000.

- LEWIS P.ROWAND Merrit's Textbook of Neurology, 1995.

- MARTIN A. SAMUELS, STEVEN FESKE. Office Practice of Neurology, 2003

MÉDICO NEUROLOGISTA PEDIÁTRICO: Exame neurológico do recém-nascido ao adolescente; Infecções do sistema nervoso; Epilepsia e distúrbios paroxísticos de natureza não epiléptica; Distúrbios do desenvolvimento do sistema nervoso; Encefalopatias não progressivas e progressivas; Doenças Neurocutâneas; Tumores do SNC; Hipertensão intracraniana; Distúrbios do sono; Distúrbios do comportamento; Dificuldades e distúrbios do aprendizado escolar; Cefaléias; Doenças neuromusculares; Doenças Neurológicas Heredodegenerativas; Ataxias agudas; Infecções congênitas; Afecções dos gânglios da base; Peroxissomopatias; Lisossomopatias; Doenças desmielinizantes; Comas; Traumatismo craniencefálico; Acidentes vasculares cerebrais na infância; Comprometimento neurológico em doenças sistêmicas.

Bibliografia sugerida:

- VOLPE, J. J. Neurology of the Newborn, WB Saunders (edição mais recente disponível)

- BERG, B. Principles of Child Neurology, Mc Graw-Hill (edição mais recente disponível).

- SWALMAN, K. F. Pediatric Neurology: Principles and Practice. CV Mosby (edição mais recente disponível).

- FENICHEL, GM. Clinical Pediatric Neurology: a signs and Symptom approach. WB Saunders (edição mais recente disponível).

- DIAMENT, A., CYPEL S. Neurologia Infantil, Atheneu Editora (edição mais recente disponível).

- AICARDI, J. Diseases of the nervous system in childhood. MacKeith (edição mais recente disponível).

- BARLOW, C. F. Headaches and Migraine in Childhood. Spastics International Medical Publications, Londres, 1984.

- LEFÈVRE, A. B. & DIAMENT, A. Neurologia Infantil. Editora Sarvier, 1998, 3a Edição, Atheneu , Rio de Janeiro.

- MENKES, J. H. Textbook of Child Neurology. Lea & Febiger, Philadelphia, (edição mais recente disponível).

- REIMÃO, R. & DIAMENT, A. O Sono na Infância. Aspectos Normais e Principais Distúrbios. Editora Sarvier, São Paulo, 1985.

- SHINNAR, S. & D'SOUZA, B. J. Diagnóstico e Conduta nas Cefaléias da Infância. In Clínicas Pediátricas da América do Norte. Fevereiro de 1982, Pp 91 a 107, Editora Interamericana, Rio de Janeiro.

- SWAIMAN, K. F. & WRIGHT, F. S. The Pratice of Pediatric Neurology. C.V. Mosby Company, Saint Louis, 2a Edição,

- TONELLI, E. Doenças Infecciosas na Infância. Coopmed, Belo Horizonte, 1990.

- MARCONDES, Eduardo et al. Pediatria Básica - Pediatria Clínica Especializada. 9. ed. 2004/5. Tomo I, II e III.

- VAUGHAN, Victor C, et al. Nelson: Textbook of Pediatrics. Volume I e II.

- LEÃO E., CORREA EJ., VIANA MRA. Pediatria ambulatorial. 4ª. ed., Belo Horizonte: Coopmed, 2005.

MÉDICO NUTRÓLOGO: Estado nutricional: métodos de avaliação, diagnóstico e significado prognóstico. Ingestão, digestão, absorção, metabolização e excreção dos nutrientes. Princípios da bioquímica das proteínas, lipídios, carboidratos, vitaminas, oligoelementos e água. Nutrientes para imunomodulação, proteção antioxidante e nutrição órgão-específicos. Erros inatos do metabolismo. Necessidades e recomendações nutricionais. Indicações de Terapia Nutricional parenteral e enteral. Vias e técnicas de administração de nutrição parenteral e enteral. Formulação, preparo, armazenamento e controle de qualidade das dietas enterais e parenterais. Complicações da Nutrição Parenteral e Enteral. Equipe Multiprofissional de Terapia Nutricional. Terapia Nutricional domiciliar. Regulamentos Técnicos para Terapia de Nutrição Parenteral e Enteral. Terapia Nutricional em situações específicas: Distúrbios alimentares e da deglutição: anorexia, bulimia, obesidade, disfagia, doença do refluxo gastroesofágico. Afecções gastrointestinais: fístula digestiva, pancreatites, síndrome do intestino curto e outros distúrbios absortivos, intolerâncias alimentares, doenças inflamatórias intestinais. Situações de hipermetabolismo: sepse, queimados, trauma; pré e pós-operatório; Oncologia, radio e quimioterapia; Doenças neurológicas; Insuficiências orgânicas: hepática, renal, cardíaca e pulmonar; Situações especiais: geriatria, diabetes, gravidez, imunossupressão, transplantes, AIDS.

Bibliografia sugerida:

- CARRAZZA, F.R.& MARCONDES, E. Nutrição clínica em pediatria. São Paulo, Sarvier, 1991, 320p.

- DUTRA-DE-OLIVEIRA, J. E. & MARCHINI, J. S. Ciências nutricionais. São Paulo, Sarvier, 2000, 403p.

- MAHAN, L.K. & ESCOTT-STUMP, S. Alimentos, nutrição e dietoterapia. 9 ed., São Paulo, Roca, 1998, 1179p.

- MEZOMO, I. F. de B. O serviço de nutrição: administração e organização .CEDAS, 1983, 468p.

- TEIXEIRA, S.; MILET,Z.; CARVALHO,J.; BISCONTINI,T.TM. Administração aplicada às unidades de alimentação e nutrição. ed. Atheneu, 2000, 219p..

- WAITZBERG, D.L. Nutrição oral, enteral e parenteral na prática clínica. 3 ed. Atheneu, 2001, p. 1858

- KRAUSE, M. V. & MAHAN L. K., Avaliação do Estado Nutricional. Roca, São Paulo, cap. 11 p. 247-268, 1985: ALIMENTOS, NUTRIÇÃO E DIETOTERAPIA.

- ANJOS, L. A. Índice de Massa Corporal como Indicador do Estudo Nutricional de Adultos: Revisão de Literatura. Rev. de Saúde Pública 26: 431436, 1992.

- MINISTÉRIO DA SÁUDE / Secretaria de Assistência à Saúde (SAS), Portaria nº. 131, de 8 de Março de 2005.

- MINISTÉRIO DA SAÚDE / Secretaria de Assistência à Saúde (SAS). Portaria nº 135, de 8 de março de 2005.

- Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Portaria nº 343, de 07 de março de 2005.

MÉDICO ORTOPEDISTA: Osteomielite, artrite piogênica. Pé torto congênito. Luxação congênita do quadril. Fratura dos ossos do antebraço na criança, doença de Legg Calvè Perthes, talus verticalis e fraturas do anel pélvico. Fratura patológica (osteosssarcoma). Osteoporose. Síndrome compartimental. Doença tromboembólica. Hallux valgus. Lesões meniscais. Hérnia discal lombar. Luxação coxofemural. Lesão ligamentar do punho. Fraturas da cabeça do rádio na criança. Fraturas do colo do fêmur. Lesão do ligamento cruzado anterior do joelho. Fratura - luxação da coluna cervical. Fratura exposta. Pseudoartrose do escafóide. Contratura isquêmica de Volkman. Patologia do manguito rotador. Princípios e indicações da fixação externa. Anatomia da mão. Osteoporose. Fratura do tornozelo. Luxação recidivante do ombro. Coluna vertebral: hérnias cervicais e lombares. Trauma raquimedular. Fratura - luxação da coluna vertebral Espondilolistese lombar. Escoliose. Tuberculose óssea. Estenose de canal lombar. Tumores mais freqüentes na coluna. Joelho: anatomia biomecânica; lesões meniscais; instabilidade crônica do joelho; osteoartrose do joelho; instabilidade femoro-patelar; fratura do planalto tibial. Osteoartrose do quadril. Tumores músculo esqueléticos. Fratura da Tíbia. Tumor de Ewing. Fraturas dos ossos longos dos membros superiores. Fraturas dos ossos longos dos membros inferiores. Fratura de mão. Fratura de pé.

Bibliografia sugerida:

- Cirurgia da mão - lesões não traumáticas. Ed. Medsi, 1990.

- CRENSHAW, Campbell. Cirurgia Ortopédica. Ed. Manole.

- HERBERT, Sizinio e XAVIER, Renato. Ortopedia e Traumatologia: princípios e práticas. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.

- PARDINI. Traumatismos da mão. Ed. Medsi, 2000.

- ROCKWOOD & FEEN. Fratures. Ed. Lippincott Raven, 1996.

- TACHDJIAN. Pediatric Orthopedic. Ed. WB Saunders, 1990.

- WEINSTEIN & TUREK. Orthopedics principles and their application. Ed. Lippincott Raven, 1994.

MÉDICO PEDIATRA: Neonatologia: recém nascido normal. Distúrbios metabólicos (glicose, K, Ca, Mg). Distúrbios ácido básicos e hidroeletrolíticos. Infecções congênitas mais comuns (TORCHS). Prematuridade. Sépsis precoce e tardia. Pediatria interna: diarréia aguda e crônica. Reflexo gastro-esofágico. Insuficiência renal aguda e crônica. Insuficiência cardíaca. Convulsões. Pneumonias bacterianas. Diagnóstico diferencial das doenças exantemáticas. Diabetes. Pediatria ambulatorial: obesidade; imunizações; anorexia; infecção do trato urinário; infecções das vias aéreas superiores; asma brônquica; crescimento e desenvolvimento.

Bibliografia sugerida:

- Leão, Ennio...(et al.). pediatria Ambulatorial, Belo Horizonte: COOPMED, 4ª ed., 2005.

- Waldo E. Nelson. Nelson Tratado de Pediatria, vol, 1 e 2, Rio de Janeiro: 15ª ed. Guanabara Koogan, 1997.

- Oliveira, Reynaldo Gomes de - Blackbook Pediatria ,Belo Horizonte: 3ª ed. Black Book Editora, 2005.

- MINAS GERAIS. Secretaria de Estado da Saúde. Minas Gerais. Atenção à Saúde da Criança. Maria regina Viana et al. Belo Horizonte: SAS/DNAS, 2004.

- MINAS GERAIS. Secretaria de Estado da Saúde. Assistência Hospitalar ao Neonato. Maria Albertina Santiago Rego. Belo Horizonte, 2005.

MÉDICO PNEUMOLOGISTA ADULTO: Sintomatologia geral das doenças do aparelho respiratório. Abordagem do paciente com doença respiratória. Estrutura e função respiratórias, distúrbios hidroeletrolíticos e ácido-básicos. Diagnóstico diferencial da dor torácica. Asma brônquica. Sinusites agudas e crônicas. Bronquiectasia e distúrbios localizados das vias aéreas e parênquima pulmonar. Doenças pulmonares intersticiais, doenças pulmonares ocupacionais. Atelectasia e colapso pulmonar, encarceramento pulmonar. Pneumonias adquiridas na comunidade. Tromboembolismo pulmonar. Doença pulmonar obstrutiva crônica, tabagismo. Câncer do pulmão e dos brônquios. Manifestações torácicas das doenças sistêmicas. Doenças da pleura, do diafragma, da parede torácica e do mediastino. Síndrome da apnéia-hipopnéia do sono obstrutiva. Insuficiência respiratória aguda e crônica. Doenças pulmonares supurativas, abscesso pulmonar. Tuberculose pulmonar, paracoccidioidomicose. Antibioticoterapia, oxigenioterapia.

Bibliografia sugerida:

- CORREIA DA SILVA, L.C. Condutas em pneumologia Vol. I e II. Rio de Janeiro: Revinter, 2001.

- TARANTINO, A.B. Doenças pulmonares. 5. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2002.

- MURRAY, J. Textbook of respiratory medicine 3. ed. Philadelpha: Saunders, 2000.

- HANLEY, M.E., WELSH, C.H. Current diagnosis and treatment in pulmonary medicine. New York: Lange, 2003.

- CONSENSOS DE PNEUMOLOGIA.

- BETHLEN, N. Pneumologia. 4. ed. Rio de Janeiro: Atheneu, 2000.

- GOLDMAN, L., BENNETT, J.C. Cecil tratado de medicina interna. 21. ed. Rio de Janeiro, Guanabara Koogan, 2001.

MÉDICO PSIQUIATRA: A história das relações entre sociedade e loucura: a loucura nas diferentes épocas; a Grande Internação; o nascimento do hospital psiquiátrico; o saber e o poder psiquiátricos na constituição do conceito de doença mental. As Reformas Psiquiátricas: as experiências reformistas (comunidades terapêuticas, psiquiatria de setor, psiquiatria preventiva); as experiências em ruptura com o modelo psiquiátrico tradicional (a antipsiquiatria, a psiquiatria democrática). Modelos atuais de Reforma Psiquiátrica, especialmente as experiências brasileira e italiana. A legislação referente à Saúde Mental. As relações entre loucura, cidadania e direito. Clínica psiquiátrica: Nosografia, nosologia e psicopatologia. Terapêutica: psicofarmacologia, psicoterapias. Noções básicas de psicanálise e suas interfaces com a psiquiatria e a saúde mental. Saberes e poderes no campo da saúde mental: impasses e confrontos.

Bibliografia sugerida:

- AMARANTE P, Bezerra JR B ( orgs. ). Psiquiatria sem Hospício: Contribuições ao estudo da Reforma Psiquiátrica. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 1992.

- AMARANTE P (org). Loucos pela vida: a trajetória da reforma psiquiátrica no Brasil. Rio de Janeiro: SDE/ENSP, 1995.

- BRASIL. Ministério da Saúde. A Política do Ministério de Saúde para a Atenção Integral a Usuários de Álcool e outras Drogas. 2ª Edição, revista e ampliada,2004. Disponível no site acesso 17/02/2005). Disponível no site www.inverso.org.br ( último acesso 17/02/2006).

- BRASIL. Lei Federal n. 10. 216, de 6 de abril de 2001 Disponível no site www.inverso.org.br link: legislação brasileira/leis federais

- DALGALARRONDO P. Psicopatologia e Semiologia dos Transtornos Mentais. Porto Alegre, Artmed, 2000.

- DESVIAT M. A Reforma Psiquiátrica. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 1999.

- EY H, Bernard P, BRISSET C. Manual de Psiquiatria, 5ª edição. Rio de Janeiro: Masson e Atheneu Editoras, 1978.

- FOUCAULT, M. História da Loucura na Idade Clássica. São Paulo, Editora Perspectiva, 1978, Capítulo 2.

- FREUD S. A perda da realidade na neurose e na psicose ( 1924 ). In: Freud, Sigmund. Obras Psicológicas Completas, volume XIX. Rio de Janeiro: Imago Editora.

- FREUD S. O caso de Schreber : Notas psicanalíticas sobre um relato autobiográfico de um caso de paranóia ( dementia paranóides ) ( 1911 ). In: Freud, Sigmund. Obras Psicológicas Completas, volume XII. Rio de Janeiro: Imago Editora.

- FREUD S. Psiquiatria e Psicanálise ( Conferência XVI ). Conferência Introdutórias sobre Psicanálise ( 1917 ). In: Freud, Sigmund. Obras Psicológicas Completas, volume XVI. Rio de janeiro: Imago Editora.

- FREUD S. Observações sobre o amor transferencial (Novas recomendações sobre a técnica da psicanálise III ) ( 1924 ). In : Freud, Sigmund. Obras Psicológicas Completas, volume XII. Rio de Janeiro: Imago Editora.

- GODINHO Delgado PG. Pessoas e Bens: Sobre a cidadania dos Curatelados. In:

- KAPLAN H, Sadock B. Compêndio de Psiquiatria, 7ª Edição. Porto Alegre: Artemed, 1997.

- LANCETTI A, editor. Saúde loucura - Saúde Mental e Saúde da Família. Segunda Edição. São Paulo: Hucitec; 2001.

- LOBOSQUE A.M. Clínica em movimento: o cotidiano de um serviço substitutivo em Saúde Mental. In: Clínica em movimento: por uma sociedade sem manicômios. Rio de Janeiro. Editora Garamond, 2003.

- LOBOSQUE AM. Impasses da clínica? In: Clínica em movimento: por uma sociedade sem manicômios. Rio de Janeiro: Editora Garamond, 2003.

- MILLER JA. Psicanálise e Psiquiatria. In: Miller JA. Lacan Elucidado: palestras no Brasil. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1997.

- Portarias do Ministério da Saúde: GM 106 de 11 de fevereiro de 2000, GM 336 de 19 de fevereiro de 2002, SAS 189 de 20 de março de 2002, GM 2077 de 31 de outubro de 2003. Disponível no site www.inverso.org.br link: legislação brasileira/leis federais

- Leis estaduais: Lei 11 802, de 18 de janeiro de 1995, e Lei 12. 684, de 1 de dezembro de 1997. Disponível no site www.almg.gov.br link legislação mineira

- OTONI Barros F. O PAI-PJ- Projeto de atenção interdisciplinar ao paciente judiciário. In: Caderno de Textos. III Conferência Nacional. Cuidar sim, excluir não. Brasília: Ministério da Saúde, 2001. Disponível no site www.inverso.org.br link biblioteca/relatoriosemanuais/caderno de texto da 3ª conferência de saúde mental/cap. XVIII (psiquiatra e justiça)

- ROTELLI F, De Leonardis O, Mauri D. Desinstitucionalização, uma outra via. IN: Nicácio F(org.). Desinstitucionalização. São Paulo: Editora Hucitec, 1990.

- SARACENO, B. Libertando Identidades: da reabilitação psicossocial à cidadania possível. Rio de Janeiro: IFB/ Te Corá editora, 1999.

- SCHATZBERG AF, Cole JO, DeBattista C. Manual de Psicofarmacologia Clínica. Rio de Janeiro. Guanabara Koogan, 4a Edição, 2004.

MÉDICO PSIQUIATRA INFANTIL: A legislação em vigor; A intercessão da pedagogia com a psiquiatria infantil; A psicanálise na criança, no adolescente e em suas famílias; Epidemiologia em saúde mental infantil; Semiologia, classificação, urgências e psicofarmacoterapia em psiquiatria infantil.

Bibliografia sugerida:

- Legislação Psiquiátrica Vigente, Lei de 1934 - O Projeto de Lei Nacional de Reforma Psiquiátrica (Deputado Paulo Delgado)

- A Lei Estadual de Reforma Psiquiátrica, Lei número 11.802/95 - Estatuto da Criança e do Adolescente

- PITTA, A et alli. Saúde Mental e Cidadania no Contexto dos Sistemas Locais de Saúde. São Paulo: Hucitec, 1992.

- MILLOTI, C. Freud Anti Pedagogo. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1987

- FREUD, S. Sobre o Início do Tratamento. Volume XIII, Rio de Janeiro: Imago, ESB. - família. Volume XIII, 1976.

- ALMEIDA FILHO, N. Santana, V. MARI J. Princípios de Epidemiologia para Profissionais de Saúde Mental, Brasília, Ministério da Saúde, 1989

- ACKERMAN, J. De Objeto a Sujeito: A Criança Entre o Desvio e a Diferença. Revista de Psiquiatria e Psicanálise com Crianças e Adolescentes, Volume 1, 1995. PP. 31/34

- ASSUMPÇÃO, F. B. Jr. Psiquiatria da Infância e Adolescência. São Paulo: Santos, 1994

- SCHATZBERG e COL. Manual de Psicofarmacologia Clínica. Porto Alegre: Artes Médicas, 2a Edição, 1993

- SCHWARTZMANN, J. S. e ASSUMPÇÃO, F. B. Jr. Autismo Infantil. São Paulo: Mennon, 1995

- Classificação de Transtornos Mentais e de Comportamento da CID - 10. Porto Alegre: Artes Médicas. PP. 220/283, 1993.

- _______________ História da Psiquiatria no Brasil. Rio de Janeiro: Editora Documentário, 1976.

- _______________ Clínica em Movimento: Por uma Sociedade sem manicômio. Rio de Janeiro: Garamond, 2003.

- VIGANÓ, C. A Construção do Caso Clínico IN: Curinga, n. 13. Belo Horizonte: EPB-MG, 1999.

- ZENONI, A. A Clínica da Psicose: o trabalho feito por muitos IN: Abrecampos. Ano I, nº 0. Belo Horizonte: Junho 2000.

MÉDICO REUMATOLOGISTA: IMUNOLOGIA BÁSICA - Processo Inflamatório, Sistema do Complemento, Interação Antígeno-Anticorpo. GENÉTICA BÁSICA - Causas Genéticas de Doenças Reumáticas. SEMIOLOGIA ARTICULAR. FEBRE REUMÁTICA - Etiopatogenia, Clínica, Propedêutica e Tratamento. OSTEOARTRITE - Etiopatogenia, Clínica, Propedêutica e Tratamento. DOENÇA MISTA DO TECIDO CONJUNTIVO - Etiopatogenia, Clínica, Propedêutica e Tratamento. ESCLEROSE SISTÊMICA - Etiopatogenia, Clínica, Propedêutica e Tratamento. LÚPUS ERITEMATOSO SISTÊMICO - Etiopatogenia, Clínica, Propedêutica e Tratamento. SÍNDROME DO ANTICORPO ANTIFOSFOLIPÍDEO - Etiopatogenia, Clínica, Propedêutica e Tratamento. SÍNDROME DE SJÖGREN - Etiopatogenia, Clínica, Propedêutica e Tratamento. VASCULITES - Etiopatogenia, Clínica, Propedêutica e Tratamento. ESPONDILOARTROPATIAS - Etiopatogenia, Clínica, Propedêutica e Tratamento. ARTRITES INFECCIOSAS - Etiopatogenia, Clínica, Propedêutica e Tratamento. FIBROMIALGIA - Etiopatogenia, Clínica, Propedêutica e Tratamento.

Bibliografia sugerida:

-Weisman MH, Reveille JD, Heidje D. Ankylosing Spondylitis and the Spondyloarthropathies. Elsevier, 1th ed, 2006, USA.

- Heymann RE. Fibromialgia e Síndrome Miofascial. Legnar, 1ª ed, 2006, SP, Brasil.

Sato EI. Guias de Medicina Ambulatorial e Hospitalar UNIFESP/Escola Paulista de Medicina. Manole, 1ª ed, 2004, SP, Brasil.

- Evans RC. Exame Físico Ortopédico Ilustrado. Manole, 2ª ed, 2003, SP, Brasil.

Cossermelli W. Vasculites. Livraria do Chain Editora, 1ª ed, 2002, RJ, Brasil.

- Brown MA, Newton JL, Wordsworth BP. Genetics for Rheumatologists. Remedica, 1th ed, 2002, London, UK.

- Oliveira SKF, Azevedo ECL. Reumatologia Pediátrica. Revinter, 2a ed, 2001, RJ, Brasil.

- Moreira C, Carvalho MAP. Reumatologia - Diagnóstico e Tratamento. Medsi, 2ª ed, 2001, MG, Brasil.

- Carrasco MG, Casals MR. Síndrome de Sjögren. CIB, 1ª ed, 2001, Medellín, Colombia.

- Cossermelli W. Terapêutica em Reumatologia. Lemos, 1ª ed, 2000, SP, Brasil

- Dinarello CA, Moldawer LL. Proinflamatory and Anti-inflamatory cytokines in Rheumatoid Arthritis. Amgen, 2th ed, USA, 2000.

- Yoshinari NH, Bonfá ESDO. Reumatologia para o Clínico. Roca, 1ª ed, 2000.

- Skare TL. Reumatologia - princípios e prática. Guanabara-Koogan, 1ª ed, 1999, RJ, Brasil.

- Wallace DJ, Hahn B. Dubois'Lupus Erithematosus. Willians & Wilkins, 5th ed, 1997, USA.

- Kelley WN, Ruddy S, Harris ED, Sledge CB. Textbook of Rheumatology. Saunders, 5th ed, 1997, USA.

MÉDICO SOCORRISTA: Edema Agudo de Pulmão e crise hipertensiva; Acidente vascular cerebral; Pancreatite aguda; Hemorragias digestivas; Abdomem agudo. O pronto atendimento ao idoso: estados confusionais, quedas, hipertensão postural, hipertensão arterial, infecção. Pneumologia. Insuficiência respiratória aguda, doença pulmonar obstrutiva crônica, doenças infecciosas agudas e crônicas, doenças da pleura. Cardiologia: arritmias, isquemia miocárdica aguda e crônica, Infarto Agudo do miocárdio; Insuficiência cardíaca; Adinamia circulatória aguda e ressuscitação cardiopulmonar, hipertensão arterial, insuficiência cardíaca. Dor torácica. Hematologia: anemias, distúrbios da hemostasia, estados hipercoaguláveis. Gastroenterologia: hemorragias digestivas, má absorção, icterícias, hepatites, imunologia, imunodeficiências, doenças auto-imunes. Reumatologia: farmacologia dos medicamentos usados no controle das doenças reumatológicas, equilíbrio hidro-eletrolítico e ácido básico. Nefrologia: glomerulopatias, doenças túbulo-intersticiais, insuficiência renal crônica aguda. Sistema nervoso central. Coma, esturpor, estados confusionais. Endocrinologia: doenças da tireóide, doenças da córtex supra renal. Uso clínico de corticosteróides. Doenças metabólicas: dislipoproteinemias, diabetes mellitus. Antibióticos.

Bibliografia sugerida:

- Brocklehurst's Textbook of Geriatria Medicine and Gerontology. Tallis Fillit Brocklehurst's - Ed. Churchill Livingstone, 1998.

- CECIL. Tratamento de Medicina Interna. Bennett/PLUM. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1996.

Current Medical Diagnosis and Treatment. 1996.

- GOODMAN/GILMAN'S. As bases farmacológicas da terapêutica. Mc Graw Hill, 1996.

- HARRISON. Medicina interna. Fauci/Braunwald. Ed. Nc Graw Hill, 1998.

- Clínicas Médicas da América do Norte, New England Journal of Medicine. Harrison, 1996.

- RATTON, José Luiz Amorim. Medicina Intensiva. Ed. Atheneu, 1999.

MÉDICO ULTRASONOGRAFISTA: Imagenologia do S.N.C./T.C.E./ºV.C./S.N.C. em pediatria. Mamografia: Técnicas de posicionamento / Tumores benignos / Tumores malignos. Radiologia inter intervencionista (Noções básicas, indicações e análises) / Densitometria óssea (Noções básicas, indicações e análises). Sistema cardiovascular. Bases físicas da ultrassonografia. Ultrassonografia do abdome total, do tórax, do pescoço, obstétrica e de partes moles. Doppler - Noções básicas. Ultrassonografia intervencionista. 7. Ética e Legislação Profissional.

Bibliografia sugerida

Harrison. Medicina Interna. Editora Guanabara/Coogan. 13ª edição.

Outros livros que abrangem o programa proposto

MÉDICO ULTRASONOGRAFISTA VASCULAR: Princípios da ultrassonografia. Formação das imagens modo B e sinais Doppler e color-DopplerFatores que determinam ou influenciam a qualidade da imagem modo B e dos sinais Doppler e Color-Doppler. Anatomia venosa e arterial dos membros inferiores e superiores. Anatomia das carótidas e vertebrais. Anatomia da aorta e seus ramos viscerais e não-viscerais. Anatomia das veias cava e ilíacas. Aplicação da ultrassonografia vascular, seus critérios diagnósticos e protocolos de exames nos seguintes:

- Doença arterial obstrutiva extra-craniana das carótidas e vertebrais

- Vigilância após endarterectomia e angioplastia de carótida

- Tumor de seio carotídeo

- Síndrome do desfiladeiro cérvico-torácico

- Doença arterial obstrutiva dos membros superiores

- Doença arterial obstrutiva dos membros inferiores

- Vigilância dos enxertos arteriais dos membros inferiores

- Doença arterial obstrutiva da aorta abdominal e artérias ilíacas

- Avaliação e tratamento dos aneurismas e pseudo-aneurismas arteriais

- Doença arterial obstrutiva mesentérica e do tronco celíaco

- Hipertensão renovascular

- Síndromes compressivas extrínsecas: Do tronco celíaco; De quebra-nozes; De May-Turnner ou Cockett

- Avaliação pré-operatória dos vasos dos membros superiores para confecção de fístula artério-venosa

- Avaliação das fístulas artério-venosas para hemodiálise

- Insuficiência venosa crônica e varizes de membros inferiores

- Trombose venosa profunda e tromboflebite superficial

- Intervenções vasculares e endovasculares

Hemodinâmica normal e patológica na doença arterial obstrutiva. Índice tornozelo-braquial - seus valores clínicos e técnica de realização

Bibliografia Sugerida:

- CA ENGELHORN, C.A.; FILHO, D.M.; BARROS, F.S.; COELHO, N.A. Guia Prático de Ultrassonografia Vascular. Editora Dilivros, 1ª. Edição, 2007.

- ZWIEBEL, W. Introdução à Ultrassonografia Vascular. 5ª. Edição, 2006.

- MAFFEI, F. H. A. Doenças Vasculares Periféricas. Editora Medsi, 3ª. Edição, 2004.

MÉDICO GERIATRA: Transição demográfica e epidemiológica; Biologia do envelhecimento / Teorias do envelhecimento; Aspectos biológicos e fisiológicos do envelhecimento; Prevenção e promoção da saúde; Geriatria básica; Exames complementares e Instrumentos de avaliação; Distúrbio hidroeletrolítico; Déficit cognitivo, Demências; Delirium; Depressão e Ansiedade; Instabilidade postural e Quedas; Imobilidade e Úlceras de pressão; Incontinência urinária e fecal; Iatrogenia e Farmacologia em geriatria; Cardiologia: Hipertensão arterial sistêmica, Insuficiência Cardíaca, Doença arterial coronária, Arritmias, Doença arterial periférica, Doenças da carótida, Valvulopatias, Endocardite, Cardiomiopatias, Hipotensão arterial; Aterosclerose, Fatores de risco cardiovascular; Doenças cerebrovasculares: Acidente vascular cerebral isquêmico e hemorrágico; Síndromes parkinsonianas, Tremor essencial, Doença de Parkinson; Pneumologia: Pneumonias, Doença pulmonar obstrutiva crônica (inclui asma), Embolia pulmonar, Tuberculose; Gastroenterologia: Doenças do esôfago, Gastrites, úlceras péptica e gástrica, Doenças do fígado, Doenças dos intestinos, Doenças da vesícula e vias biliares; Urologia e Nefrologia: Hiperplasia prostática, Prostatite, Disfunção erétil, Insuficiência renal; Doenças osteomioarticulares: Osteoporose, Osteomalácia, Osteoartrite, Artrite reumatóide, Doença de Paget, Fibromialgia; Endocrinologia: Diabetes mellitus, Doenças da tireóide, Síndrome metabólica, Obesidade, Climatério; Neoplasias; Doenças dermatológicas; Anemia / Mieloma múltiplo; Sexualidade; Nutrição; Infecções e imunizações; Cirurgia e anestesia , Risco Cirúrgico no idoso; Doenças dos órgãos dos sentidos; Sono no Idoso; Reabilitação; Equipe multidisciplinar, modalidades de atendimento; Cuidados paliativos e ao final da vida. Mal de Alzheimer.

Bibliografia sugerida:

- FREITAS, E.V.; Py, L.; NERI, A. L.; CANÇADO, F. A. C.; GORZONI, M.L. ; ROCHA, S.M. Tratado de Geriatria e Gerontologia. Editora Guanabara Koogan, 2002.

- GUIMARÃES, R.M. & CUNHA, U.G.V.Sinais e Sintomas em Geriatria. 2 a Edição. Editora Atheneu, 2004.

- CARVALHO FILHO, E. T. & PAPALÉO NETTO, M. Geriatria - Fundamentos Clínica e Terapêutica . 2 a edição. Editora Atheneu, 2005.

- TALLIS, R.; FILLIT, H. & BROCKLEHURST'S, J.C., Brocklehurst´s Textbook of Geriatric Medicine and Gerontology. Sixth Edition. Churchill Livingstone, 2003.

- FORLENZA, O. V. & CARAMELLI, P. Neuropsiquiatria Geriátrica. Editora Atheneu, 2000.

- PAPALÉO NETTO, M. & BRITO, F.C Urgências em Geriatria.. Editora Atheneu, 2001.

- SILLIMAN, R.A.; GALLO J, RABINS, P. Reichel Assistência ao Idoso: aspectos clínicos do envelhecimento. et al. 5 a . Edição. Editora Guanabara Koogan, 2001.

- WAJNGARTEN, M. Cardiogeriatria. Editora Roca Ltda (Série Incor), 2004.

- TAVARES, A., Compêndio de neuropsiquiatria geriátrica . Editora Guanabara Koogan, 2005.

- LIBERMAN, A.; Freitas, E. V.; SAVIOLI NETO, F. & TADDEI, C.F.G. Cardiologia geriátrica. Editora Manole, 2005.

- BRASIL, Congresso. Lei n° 8.842, de 4 de janeiro de 1994. Dispõe sobre a Política Nacional do Idoso, cria o Conselho Nacional do Idoso e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, jan. 1994. Seção 1, ano 132, n. 3.

- BRASIL, Congresso. Lei n° 10.741, de 1 de outubro de 2003. Dispõe sobre o Estatuto do Idoso e dá outras providências. Brasília, DF, 2003. BRASIL. Portaria GM/MS Nº 1.395 de 10/12/99 - Cria a Política Nacional de Saúde do Idoso.

MÉDICO DO TRABALHO: Processo saúde-doença e trabalho. Trabalho e Saúde Mental. Toxicologia Ocupacional. Vigilância em ambientes de trabalho. Doenças Relacionadas ao trabalho prevalentes em nosso meio (Distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho, Dermatoses ocupacionais, Pneumopatias ocupacionais, Perda de Audição Induzida pelo Ruído, Pneumopatias ocupacionais, Efeitos da exposição a radiações, Exposição ocupacional a material biológico - perfuro-cortantes e aéreos, Intoxicação por Agrotóxicos, Doenças mentais relacionadas ao trabalho). Normas Regulamentadoras de Segurança e Medicina do Trabalho. CAT - Comunicação de Acidente de Trabalho. Plano de Benefícios da Previdência Social. Perfil Profissiográfico Previdenciário. Organização da Atenção a Saúde do Trabalhador no Sistema Único de Saúde. Ética Médica. Legislação Previdenciária. Gestão de Serviços de Medicina do Trabalho.

Bibliografia sugerida:

- DIAS, E.C, Doenças Relacionadas ao Trabalho. Manual de Procedimentos para os serviços de saúde. Brasília: Ministério da Saúde, 2001 (também disponível em: http://dtr2001.saude.gov.br/editora/produtos/livros/genero/s_trabalhador.htm )

- MENDES, R. Patologia do Trabalho. São Paulo: Atheneu, 2a ed. 2003

NORMAS Regulamentadoras (NR) aprovadas pela Portaria No 3214, de 8 de junho de 1978 (também disponível em: www.mte.gov.br/Temas/SegSau/Legislacao/Normas/Default.asp )

- CÓDIGO de Ética Médica (disponível em: www.cfm.org.br )

- RESOLUÇÃO CFM 1488/1998, publ. D.O.U. de 06/03/98 e retificação publ. D.O.U. de 18/03/98. Dispõe de normas específicas para médicos que atendam trabalhadores (também disponível em: www.cfm.org.br)

- RESOLUÇÃO CFM 1715/2004 Regulamenta o procedimento ético médico relacionado ao Perfil Profissiográfico Previdenciário. (disponível em: www.cfm.org.br)

- LEIS 8213 de 24/07/1991 que dispõe sobre o Plano de Benefícios da Previdência Social (também disponível em: www.mg.trt.gov.br/ej/documentos/2002/legisfederal/Leis/LEI%208213_1991.htm)

- DECRETO 3048 de 06/05/1999 que aprova regulamento da Previdência Social (também disponível em: www.mg.trt.gov.br/ej/documentos/2003/legislacao/decreto_n_3048.htm)

- BRASIL. Lei Federal n. 8080 de 1990. Lei Orgânica da Saúde. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e a recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. D.O.U. de 20 de setembro de 1990. Seção I. Portaria n. 1679/GM em 19 de setembro de 2002. Dispõe sobre a estruturação da rede nacional de atenção integral à saúde do trabalhador no SUS e dá outras providências.

- PORTARIA n. 2.437/GM de 7 dezembro de 2005 (Dispõe sobre a ampliação e o fortalecimento da Rede Nacional de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador - RENAST no Sistema Único de Saúde (SUS) e dá outras providências).

- PORTARIA n. 777/GM Em 28 de abril de 2004. Dispõe sobre os procedimentos técnicos para a notificação compulsória de agravos à saúde do trabalhador em rede de serviços sentinela específica, no Sistema Único de Saúde (SUS)

MÉDICO DA FAMÍLIA: Política, Planejamento, Gestão e Gerência em Saúde. Fundamentos Teóricos e Estratégias de Intervenção em Saúde Pública. Abordagem Familiar - Fundamentos Teóricos e Estratégias de Intervenção. Atenção à Saúde da Criança e do Adolescente. Saúde Mental na Atenção Primária. Saúde da Mulher, Reprodução e Sexualidade. Atualização Técnica em Assistência ao Parto. Atenção à Saúde do Adulto e do Idoso. Cirurgia Ambulatorial. Urgência e Emergência Geral de Adultos e Pediátrica.

Bibliografia sugerida:

- BRASIL, Ministério da Saúde. Manual de doenças sexualmente transmissíveis (DST). Disponível na Internet no endereço www.aids.gov.br.

- BRASIL, Ministério da Saúde. Dermatologia na atenção básica. Cadernos de Atenção Básica - n. 10. Brasília, 2002.

- BRASIL, Ministério da Saúde. Guia para controle de hanseníase. Cadernos de Atenção Básica - n. 10. Brasília, 2002.

BRAUNWALD, R. FAUCI A. S., KASPER D.L. Harrison Medicina Interna. 15ª. ed., Editora Interamericana do Brasil Ltda., RJ, 2002.

- CORRÊA M.D. Noções Práticas de Obstetrícia. 12ª. ed., Editora Medici, 2005.

- BRASIL, Ministério da Saúde. Guia prático de saúde da família. Brasília, 2001.

- GOLDMAN, L., BENNET JC. CECIL - Tratado de Medicina Interna. 21ª Ed., Editora Guanabara Koogan, RJ, 2002.

- LEÃO E., CORREA EJ., VIANA MRA. Pediatria ambulatorial. 4ª. ed., Belo Horizonte: Coopmed, 2005.

- RACHID M., SCHECHTER M., Manual de HIV/AIDS. 7ª. ed. , Editora Revinter, RJ, 2003.

93306

Política de Privacidade 2000-2014 PCI Concursos Telefone (11) 2122-4231