COREN - Conselho Regional de Enfermagem - MG

COREN - CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM

ESTADO DE MINAS GERAIS

EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES DO 1º PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA DE ESTÁGIO

Notícia:   Coren - MG seleciona Estagiários e profissionais de nível médio e superior

O Conselho Regional de Enfermagem do Estado de Minas Gerais - COREN/MG - Autarquia Federal, criada pela Lei nº 5.905/73, com sede em Belo Horizonte, à Rua da Bahia, nº 916 - 2º andar - Centro - Belo Horizonte - MG - CEP: 30160011, por seu Presidente Dr. Rubens Schröder Sobrinho, no uso de suas atribuições, torna público que fará realizar Processo Seletivo de Provas para formação do cadastro de reserva do Programa de Estágio, conforme normas e instruções deste Edital. O Processo Seletivo será realizado sob a responsabilidade da TR ASSESSORIA PÚBLICA LTDA., obedecidas à legislação pertinente e as normas deste Edital.

1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1.1 - O processo seletivo destina-se ao recrutamento de estagiários para formação de cadastro de reserva do Programa de Estágio do Conselho Regional de Enfermagem do Estado de Minas Gerais, conforme Quadro II deste edital.

1.2 - O estudante integrante do Programa de Estágio fará jus à bolsa de estágio mensal de 01 (hum) salário mínimo e vale transporte para cinco horas diárias, podendo ser aumentado em comum acordo e por iniciativa da administração.

1.3 - As atividades de estágio serão realizadas na sede do Conselho Regional de Enfermagem do Estado de Minas Gerais, na cidade de Belo Horizonte.

1.4 - Sem prejuízo das atividades discentes, a jornada de atividade em estágio será de cinco horas diárias e vinte e cinco horas semanais, podendo ser aumentado em comum acordo e por iniciativa da administração para seis horas diárias e trinta horas semanais, observado o horário de funcionamento do Conselho Regional de Enfermagem do Estado de Minas Gerais.

1.5 - A relação de estágio terá duração de 01(um) ano, podendo ser prorrogada por igual período e encerra-se com o término do curso.

2 - INSCRIÇÕES

2.1 - O candidato deverá tomar conhecimento de todos os requisitos exigidos no Edital que rege este Processo Seletivo, antes de realizar sua inscrição, evitando ônus desnecessários.

2.2 - A inscrição será realizada VIA INTERNET pelo endereço eletrônico www.trconcursos.com.br, no respectivo Processo Seletivo, a partir das 08:00 horas do dia 21/11/2013 até às 17:00 horas do dia 20/12/2013.

2.2.1 - O pagamento da taxa de inscrição deverá ser efetivado, em qualquer agência bancária em seu horário normal de funcionamento, até o dia 20/12/2013;

2.2.2 - Não serão aceitas inscrições por depósito em caixa eletrônico, via postal, fac-símile, (fax), transferência ou depósito em conta corrente, DOC, ordem de pagamento, condicionais e/ou extemporâneas, agendamentos de pagamentos, ou por qualquer outra via que não a especificada neste Edital.

2.2.3 - Não será válida a inscrição via Internet cujo pagamento seja realizado em desacordo com a forma e o prazo previsto no item 4.3., 4.3.1., e 4.3.2.

2.2.4 - É de responsabilidade do candidato à exatidão dos dados cadastrais informados no Requerimento de Inscrição, via Internet.

2.2.5 - O Conselho Regional de Enfermagem do Estado de Minas Gerais e a Empresa promotora do Processe Seletivo não se responsabilizam por solicitação de inscrição via Internet não efetivada por motivo de ordem técnica dos computadores, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação, bem como outros fatores de ordem técnica que impossibilitem a transferência de dados, sendo que apurada que a falha fora de responsabilidade do Conselho Regional de Enfermagem do Estado de Minas Gerais ou da Empresa promotora, será garantido o direito de solicitação de inscrição pelo candidato, sendo que em caso de dúvidas ou dificuldades no momento de se proceder a inscrição o candidato poderá recorrer à empresa promotora do evento ou a Comissão Organizadora;

2.2.6 - Qualquer dúvida quanto ao procedimento ou dificuldade, o candidato deverá entrar em contato com a Empresa promotora do Processe Seletivo pelo E-mail: trconcursos@trconcursos.com.

2.2.7 - A inscrição somente será concretizada se confirmado o pagamento da taxa de inscrição, sendo que em caso de dúvida o candidato poderá recorrer à Comissão ou a empresa realizadora do evento.

2.2.8 - O comprovante de pagamento do candidato será o boleto, devidamente quitado.

2.2.9 - O Edital poderá ser impresso pelo candidato, via Internet.

2.3 - Outras informações referentes à inscrição:

2.3.1 - O Conselho Regional de Enfermagem do Estado de Minas Gerais e a Empresa Promotora do Processo Seletivo não se responsabilizam por quaisquer atos ou fatos decorrentes de informações e endereço incorretos ou incompletos fornecidos pelo candidato, podendo o mesmo corrigir até o momento da posse.

2.3.2 - A inexistência, por qualquer motivo, do pagamento da taxa de inscrição será motivo de indeferimento da inscrição.

2.3.3 - O candidato que tiver inscrição indeferida poderá apresentar recurso encaminhado à comissão no prazo de 02 (dois) dias a contar da publicação do indeferimento.

2.3.4 - Não haverá inscrição condicional, via fac-símile, e/ou extemporânea.

2.3.5 - O candidato somente poderá concorrer a uma das vagas apresentadas neste Edital de Processo Seletivo.

2.3.6 - Efetivada a inscrição, não será aceito pedido para alteração de opção de cargo.

2.3.7 - Caso o candidato, no período de inscrição, queira optar por outro cargo deverá realizar nova inscrição apresentando termo de desistência da inscrição anteriormente feita.

2.3.8 - Verificada, durante o período de inscrição, que a solicitação de inscrição não atende a todos os requisitos fixados no Edital, será ela cancelada, podendo o candidato interpor recurso à comissão no prazo de 02(dois) dias contados da comunicação do cancelamento.

2.3.9 - O candidato que prestar informação falsa no Requerimento de Inscrição, perderá todos os direitos ao Processo Seletivo, apurada que seja a qualquer época, podendo o candidato exercer o direito a ampla defesa e ao contraditório, no prazo de 02 (dois) dias contados da comunicação do cancelamento.

2.3.10 - O valor da taxa de inscrição só será devolvido ao candidato nas hipóteses de anulação, suspensão ou de não realização do Processo Seletivo.

2.3.11 - A inscrição do candidato implicará o conhecimento e aceitação das normas e condições estabelecidas neste Edital, sobre as quais não poderá alegar desconhecimento.

2.3.12 - O candidato é responsável pelas informações prestadas no Requerimento de Inscrição, arcando o mesmo com as consequências de eventuais erros no preenchimento daquele documento.

2.4 - Fica assegurado aos candidatos desempregados e aos que não podem arcar com o custo da mesma, a isenção de taxa de inscrição devidamente comprovada.

2.4.1 - O candidato que se enquadrar em uma das situações previstas no subitem anterior deste Edital, deverá efetuar sua inscrição e solicitar a isenção da taxa de inscrição em ferramenta própria disponível no site www.trconcursos.com.br até do dia 06/12/2013.

2.4.2 - A solicitação de isenção da taxa de inscrição para o Processo Seletivo será avaliada através do SISTAC - Sistema de Isenção de taxa de concursos vinculado ao Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.

2.4.3 - Constatadas quaisquer inveracidades, nas informações prestadas no processo aqui definido para obtenção de isenção imediata de pagamento da taxa de inscrição do Processo Seletivo, será fato para o cancelamento da inscrição, tornando-se nulos todos os atos dela decorrentes, além de sujeitar-se às penalidades previstas em lei, podendo o candidato exercer o direito a ampla defesa e ao contraditório no prazo de 02 (dois) dias da comunicação do cancelamento.

2.4.4 - Todas as informações prestadas no formulário "Requerimento de Isenção" são de inteira responsabilidade do candidato, assim como a idoneidade dos documentos apresentados, respondendo o mesmo civil e criminalmente por qualquer irregularidade constatada, respeitando-se o direito a ampla defesa e ao contraditório, no prazo de 02 (dois) dias contados da comunicação da lista dos inscritos.

2.4.5 - Não será concedida isenção imediata de pagamento da taxa de inscrição do Processo Seletivo ao candidato que:

a) omitir informações e torná-las inverídicas;

b) fraudar e falsificar documentação;

2.4.6 - A relação dos pedidos de isenção imediata de pagamento da taxa de inscrição do Processo Seletivo deferidos e indeferidos, será divulgada no endereço eletrônico www.trconcursos.com.br dia 13/12/2013.

2.4.7 - Caso o postulante a isenção da Taxa de Inscrição tiver o seu pedido Indeferido poderá emitir a guia de arrecadação e efetivar o pagamento até o dia 20/12/2013.

3 - DOS CANDIDATOS PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS

3.1 - Em cumprimento ao disposto no art. 37, inciso VIII, da Constituição da República Federativa do Brasil, serão admitidos os candidatos inscritos como portadores de deficiência, aprovados neste Processo Seletivo na proporção de até 5% (cinco por cento) das vagas existentes ou oferecidas para cada cargo, desde que as atribuições do cargo sejam compatíveis com a deficiência de que são portadores.

3.2 - O candidato que no ato de inscrição declarar-se portador de deficiência, em sendo aprovado e classificado no Processo Seletivo, além de constar da lista de classificação, terá seu nome publicado em outra relação também observada a ordem de classificação.

3.3 - Os portadores de deficiência, antes da contratação, serão submetidos à perícia médica oficial, que terá decisão terminativa sobre a qualificação como portador de deficiência ou não e sobre o grau de deficiência capacitante para o exercício do cargo.

3.4 - Os candidatos portadores de deficiência deverão comparecer à perícia médica munidos de laudo que ateste a espécie e o grau de deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doenças - CID, bem como a provável causa da doença.

3.5 - Caso o resultado da perícia conclua negativamente quanto à compatibilidade de sua deficiência com o exercício das atribuições do cargo, o candidato não será admitido, por inaptidão para o exercício da função ou cargo.

3.6 - Os candidatos portadores de deficiência, resguardadas as condições especiais necessárias a participação do Processo Seletivo, participarão do Processo Seletivo em igualdade de condições com os demais candidatos, no que se refere ao conteúdo das provas, avaliação, duração e critérios de aprovação, dia, horário e local de aplicação das provas.

3.7 - Os candidatos portadores de deficiência ou com necessidades especiais que necessitarem de qualquer tipo de atendimento diferenciado deverão solicitá-lo no ato da inscrição, via online, indicando claramente os recursos necessários para a realização das provas.

3.8 - A necessidade de intermediários permanentes ou para auxiliar o portador de deficiência na realização das provas, ou, na execução de atribuições da função ou cargo, constitui obstáculo à sua inscrição no Processo Seletivo.

3.9 - A solicitação de recursos especiais será atendida obedecendo aos critérios de viabilidade e de razoabilidade.

4 - DO PROCESSO SELETIVO

4.1 - O Processo Seletivo será constituído de prova escrita, sendo realizado em uma única etapa de Redação e provas objetivas de múltipla escolha, composta por 20 (vinte) questões de múltipla escolha conforme previsto no Quadro II - Cargos, com 04 alternativas (A, B, C e D) para todos os cargos.

4.2 - A prova terá duração de 3 (três) horas, contadas a partir da autorização do fiscal para início da mesma.

4.3 - Os conteúdos programáticos das provas encontram-se em Anexo próprio deste Edital.

5 - DAS PROVAS

5.1 - As provas escritas serão realizadas dia 26 de janeiro de 2014 (Domingo), na cidade de Belo Horizonte em local e horário a ser definido no Cartão de inscrição definitivo do candidato a ser divulgado a partir de 07 de Janeiro de 2014.

5.2 - O candidato deverá comparecer ao seu local de prova com antecedência mínima de 15 (quinze) minutos do horário fixado para o seu início, munido de documento de identidade e caneta esferográfica com tinta azul ou preta.

5.3 - O ingresso na sala de prova somente será permitido ao candidato que apresentar o cartão de Inscrição, que será emitido no próprio site da empresa promotora do evento, qual seja: www.trconcursos.com.br, a partir de 07 de janeiro de 2014;

5.4 - Não será permitida a entrada no prédio de realização da prova, de candidato que se apresentar após o horário estabelecido para o seu início.

5.5 - Não será permitida a entrada na sala de realização da prova de candidato que se apresentar após o horário estabelecido para o seu início, salvo se acompanhado por membro da Comissão Coordenadora do Processo Seletivo.

5.6 - Em nenhuma hipótese, haverá segunda chamada, bem como não será aplicada prova fora do local e horário designado por este Edital, seja qual for o motivo alegado pelo candidato.

5.7 - Solicitações de condições especiais para a realização da prova serão analisadas pela Comissão Coordenadora do Processo Seletivo.

5.8 - Durante a realização da prova, não será permitida consulta de qualquer natureza, bem como o uso de telefone celular, pager, fones de ouvido, calculadora eletrônica ou quaisquer outros aparelhos eletrônicos ou similares.

5.9 - O candidato deverá assinalar suas respostas na grade de respostas com caneta esferográfica de tinta azul ou preta.

5.10 - Não serão computadas as questões objetivas que não forem assinaladas na grade de respostas; as que contiverem mais de uma resposta, emenda ou rasura, mesmo que legíveis; e as que forem assinaladas com material diverso daquele constante do item 7.9 deste Edital.

5.11 - Serão de inteira responsabilidade do candidato eventuais erros e omissões cometidos no preenchimento da grade de respostas.

5.12 - Será excluído do Processo Seletivo o candidato que durante a realização da prova:

5.12.1 - Comunicar-se com os demais candidatos ou com pessoas estranhas ao Processo Seletivo.

5.12.2 - Consultar livros ou apontamentos, bem como utilizar-se de instrumentos próprios, salvo os, expressamente, permitidos no Edital.

5.12.3 - Ausentar-se do recinto, a não ser momentaneamente, em caso especial, devidamente acompanhado de um Fiscal do Processo Seletivo.

5.12.4 - Portar-se inconvenientemente, perturbando, de qualquer forma, o bom andamento dos trabalhos.

5.12.5 - Não assinar a Lista de Presença.

5.13 - O candidato somente poderá se retirar do recinto da prova depois de transcorridos uma hora do seu início.

5.14 - O candidato, ao término da prova, entregará ao Fiscal da sala, a Grade de Respostas, levando consigo o caderno de provas.

5.15 - Não será permitida a permanência de acompanhante do candidato ou de pessoas estranhas ao Processo Seletivo nas dependências dos locais de aplicação da prova.

5.16 - A candidata que tiver necessidade de amamentar seu bebê durante a realização das provas, além de solicitar atendimento especial, deverá levar um acompanhante, que ficará em sala reservada para essa finalidade e que será responsável pela guarda da criança. A candidata que não levar acompanhante não realizará as provas. Não haverá compensação do tempo de prova da candidata em virtude do tempo gasto para amamentação.

5.17 - A inviolabilidade das provas será comprovada no posto de execução, no momento do rompimento do lacre dos envelopes na presença dos candidatos.

5.17.1 - As grades de respostas serão numeradas de acordo com o número de candidatos inscritos e devidamente homologados em cada cargo e serão distribuídas sequencialmente aos candidatos de cada cargo de acordo com a ordem de entrada dos mesmos na sala de realização das provas.

5.17.2 - O número da grade de resposta entregue ao candidato será anotado pelo fiscal na lista de presença assinada pelo candidato, sendo que a lista de presença após iniciada a realização da prova será envelopada e lacrada pelo fiscal, na presença de no mínimo 2 (dois) candidatos, devendo ser colhida assinatura destes e de imediato ser entregue a Comissão Coordenadora do Processo Seletivo nº 001/2013.

5.17.3 - Na folha que contém a grade de respostas constará além da grade de respostas a indicação do Processo Seletivo a que se refere, nome do cargo e número da prova, sendo vedada qualquer outra forma de identificação.

5.18 - Ao findar o tempo de duração para realização da prova, será esta encerrada e lacrada pelo fiscal, na presença de no mínimo 2 (dois) candidatos, devendo ser colhida assinatura destes, para fins de possíveis comprovações.

5.19 - A Comissão Coordenadora do Processo Seletivo reserva-se o direito, de na hipótese de força maior, conveniência administrativa ou falta de locais adequados, realizar às provas ou parte delas em local, data e/ou horário diverso daquele previsto neste Edital.

5.20 - Em ocorrendo, a situação prevista no item anterior, a divulgação dos novos locais de provas dar-se-á em até 5 (cinco) dias, anteriores à data de realização da prova nos mesmos meios de divulgação do Edital e/ou seu aviso resumido.

6 - DA PUBLICAÇÃO DOS RESULTADOS E DO PRAZO PARA RECURSOS

6.1 - A impugnação deste Edital poderá ser efetuada por qualquer cidadão, ente, entidade jurídica ou poder, no prazo de 03 (três) dias úteis, contados da data de publicação do mesmo, mediante requerimento fundamentado, dirigido ao Presidente do Conselho Regional de Enfermagem do Estado de Minas Gerais, cuja decisão será publicada nos mesmos meios de divulgação do presente Edital.

6.2 - O resultado dos gabaritos serão divulgados um dia após a realização das provas e o resultado de classificação final do Processo Seletivo será divulgada do dia 28 de fevereiro de 2014, conforme previsto no QUADRO I - Cronograma de trabalho, ambos publicados no endereço eletrônico: www.trconcursos.com.br e no site www.corenmg.gov.br.

6.3 - O candidato poderá interpor recurso, que deverá ser fundamentado e apresentado por escrito e encaminhado ao Presidente da Comissão Coordenadora do Processo Seletivo, enviado através de ferramenta própria no site www.trconcursos.com.br, contra:

6.3.1 - A inscrição não-homologada, no prazo de 2 (dois) dias úteis, a contar do primeiro dia útil ao da publicação do Ato de homologação das inscrições.

6.3.2 - A formulação das questões, respectivos quesitos e gabarito provisório que deverá ser formulado e protocolado no prazo de 05 (cinco) dias úteis a contar do primeiro dia útil da publicação do gabarito provisório.

6.3.3 - Os pontos obtidos na prova escrita e classificação final, para revisão dos pontos obtidos na sua Grade de Respostas e/ou reavaliação de sua classificação final, no prazo de 3 (três) dias úteis, a contar do primeiro dia útil subsequente ao da divulgação do respectivo resultado.

7 - DA APROVAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO

7.1 - Todas as provas serão de caráter ELIMINATÓRIO, com notas e pontuação de 0 (zero) a 100 (cem) pontos, sendo 60 (sessenta) pontos para a prova objetiva e 40 (Quarenta) pontos para a Redação. As disciplinas da prova objetiva será apresentada em um único caderno, de acordo com cada cargo, especificado no próprio deste Edital.

7.2 - Será aprovado o candidato que obtiver nota igual ou superior a 60% (sessenta por cento) do somatório da prova Objetiva e a Redação;

7.3 - As questões não assinaladas no cartão resposta, questões que contenham mais de uma resposta, ainda que legível, não serão computadas.

7.4 - As respostas do caderno da (s) prova (s) objetiva (s) deverão ser transcritas para o Cartão de Respostas, que é o único documento válido para correção. Sendo da responsabilidade exclusiva do candidato os prejuízos advindos de marcações feitas incorretamente, emenda ou rasura, ainda que legível.

7.5 - O candidato que não entregar o Cartão Resposta juntamente com Folha de Redação no prazo estipulado será, automaticamente, eliminado do processo seletivo.

7.6 - Não haverá substituição do Cartão Resposta nem da Folha de Redação por erro do candidato, salvo em situações em que a Comissão Organizadora do Processo Seletivo julgar necessária.

7.7 - O cartão resposta deverá ser preenchido conforme instruções do próprio deste Edital e instruções contidas na primeira contra capa do caderno de prova, ficando o candidato ciente de que a marcação de forma diferente, incidirá na anulação do Cartão Respostas.

7.8 - Na prova de redação, não serão atribuídos pontos aos seguintes textos:

- Em branco: Textos com menos de 10 (dez) linhas escritas;

- Nulo: Textos em que haja a intenção clara do autor de anular a redação (palavrões, riscos ou desenhos não acompanhados de texto etc.);

- Ilegível: Texto com letras totalmente ilegível ou texto em outra língua que não seja a portuguesa do Brasil;

- Desconsiderado: Texto que não desenvolva o tema da redação ou apresente cópias dos textos e/ou enunciados da prova.

7.9 - A redação feita a lápis não será corrigida. A prova deverá ser feita à caneta esferográfica de tinta indelével preta ou azul.

7.10 - A Correção da redação será feita observando os seguintes critérios de avaliação:

Critérios de avaliação

Pontos

Pontuação, ortografia, acentuação gráfica e morfossintaxe (correção linguística)

10

Propriedade vocabular

10

Argumentação corrente das ideias e informatividade

10

Pertinência à questão proposta

10

Total

40

7.11 - Caso sejam anuladas questões pela Comissão Organizadora do Processo Seletivo, estas somarão em favor do candidato.

7.12 - O uso de BORRACHA ou CORRETIVO na superfície do CARTÃO RESPOSTA acarretará a anulação do mesmo.

7.13 - Os candidatos serão classificados por ordem decrescente do valor da nota final.

7.14 - A classificação dos candidatos aprovados será realizada, depois de esgotada a fase de recursos, na ordem decrescente da pontuação obtida na(s) prova(s).

7.15 - A classificação no Processo Seletivo gera para o candidato apenas expectativas de direito à contratação temporária para o cargo, de acordo com as necessidades, conforme dispõe a Legislação.

7.16 - Os aprovados serão convocados na ordem de classificação, sempre obedecendo ao principio da oportunidade e conveniência, bem como, a necessidade do serviço.

8 - DOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE

8.1 - Caso os candidatos obtenham idêntica pontuação final, serão utilizados, sucessivamente, os seguintes critérios de desempate, para fins de classificação:

a) o mais idoso (Lei 10.741/2003, art. 27, parágrafo único);

b) maior número de acertos na prova especifica do cargo;

9 - DA CONTRATAÇÃO

9.1 - A contratação dos candidatos aprovados obedecerá, rigorosamente, à ordem de classificação final, estabelecida de acordo com o item 9 deste Edital.

9.2 - Requisitos para a contratação: o candidato deverá entregar, na data da contratação:

a) Cédula de Identidade - RG (cópia autenticada);

b) Certidão de nascimento "se solteiro" ou Certidão de casamento, "se casado" (cópia autenticada);

c) CPF (cópia autenticada);

d) Título de Eleitor (cópia autenticada);

e) Comprovante da última votação (cópia autenticada);

f) PIS ou PASEP (cópia autenticada);

g) Comprovante de escolaridade emitido pela Instituição de ensino onde o candidato estiver estudando e demais exigências para o cargo;

h) Carteira de trabalho "página da fotografia e verso" (cópia autenticada);

i) Comprovante de quitação militar - Certificado de Reservista "se do sexo masculino" (cópia autenticada);

j) Certidão de Antecedentes Criminais, expedida pelo Cartório do Poder Judiciário (original);

k) Atestado médico oficial admissional de boa saúde física e mental;

l) Uma fotografia 3x4 atual;

m) Preencher, no ato da entrega dos documentos acima, as declarações fornecidas pelo Departamento de Recursos Humanos;

9.3 - É ônus do aprovado providenciar todos os documentos necessários para o estágio, inclusive eventuais convênios e termos de parceria ou outros junto à Instituição de Ensino, no prazo de 15 (quinze) dias, sob pena de perda da vaga.

9.4 - A convocação dar-se-á através de ofício e os convocados terão 5 (cinco) dias úteis para se apresentarem junto ao Departamento de Recursos Humanos deste Conselho de classe, bem como, para apresentarem os documentos e habilitações exigidas.

9.5 - Caso o candidato convocado para assumir a vaga não preencha os requisitos para a contratação, ou por qualquer motivo, venha a desistir da mesma, a Administração do Conselho Regional de Enfermagem do Estado de Minas Gerais convocará o próximo candidato classificado, seguindo a ordem final de classificação para o respectivo cargo.

9.6 - Na hipótese de desistência do candidato, notificado para assumir a vaga, o mesmo deverá assinar declaração desistindo da vaga.

10 - DA VALIDADE DO PROCESSO SELETIVO

10.1 - O prazo de validade do Processo Seletivo ao qual se refere este Edital será de um ano prorrogável por igual período a critério do Conselho Regional de Enfermagem do Estado de Minas Gerais.

11 - DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

11.1 - Será eliminado do Processo Seletivo o candidato que utilizar ou tiver utilizado recursos ilícitos ou fraudulentos em qualquer fase de sua realização, anulando-se todos os atos decorrentes da inscrição.

11.2 - Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão Coordenadora do Processo Seletivo, de acordo com a legislação vigente.

Belo Horizonte, 13 de novembro de 2013.

DR. RUBENS SCHRÖDER SOBRINHO
Presidente

QUADRO I - CRONOGRAMA DE TRABALHO ATIVIDADES

ITEM

RESPONSÁVEL

ATIVIDADE

DATA

LOCAL

01

COMISSÃO ORGANIZADORA

ESTUDO EDITAL E CRONOGRAMA

DE 16/09/2013 A 13/11/2013

BELO HORIZONTE E GOVERNADOR VALADARES

02

COMISSÃO ORGANIZADORA

PUBLICAÇÃO DO EDITAL NA IMPRENSA OFICIAL

13/11/2013

IMPRENSA OFICIAL

03

COMISSÃO ORGANIZADORA

DIVULGAÇÃO DO EDITAL

13/11/2013 A 21/11/2013

MEIOS DE COMUNICAÇÃO E INTERNET

04

COMISSÃO ORGANIZADORA

INICIO DAS INSCRIÇÕES DO CONCURSO PUBLICO 001/2013

2111/2013 A 20/12/2013

INTERNET www.trconcursos.com.br

05

CANDIDATO

PRAZO PARA SOLICITAÇÃO DA ISENÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO

21/11/2013 A 06/12/2013

INTERNET www.trconcursos.com.br

06

COMISSÃO ORGANIZADORA

DIVULGAÇÃO DA RELAÇÃO DE ISENÇÕES DE TAXA DE INSCRIÇÃO CONCEDIDA

13/12/2013

INTERNET www.trconcursos.com.br

07

COMISSÃO ORGANIZADORA

DIVULGAÇÃO DA RELAÇÃO DE CANDIDATOS POR CARGOS

30/12/2013

INTERNET www.trconcursos.com.br

08

CANDIDATO

PRAZO DE RECURSO REFERENTE AO INDEFERIMENTO DE INSCRIÇÃO

30/12/2013 A 03/12/2013

INTERNET www.trconcursos.com.br

09

COMISSÃO ORGANIZADORA

LIBERAÇÃO DO CARTÃO DE INSCRIÇÃO

A PARTIR DE 07/01/2014

INTERNET www.trconcursos.com.br

10

COMISSÃO ORGANIZADORA

PROVA

26/01/2014

BH

11

COMISSÃO ORGANIZADORA

DIVULGAÇÃO GABARITO OFICIAL

27/01/2014

INTERNET www.trconcursos.com.br

12

CANDIDATO

PRAZO DE RECURSO REFERENTE AO GABARITO OFICIAL DA PROVA

27/01/2014 A 31/01/2014

INTERNET www.trconcursos.com.br

13

COMISSÃO ORGANIZADORA

RESPOSTAS DOS RECURSOS INTERPOSTOS PELO CANDIDATO REFERENTE AO GABARITO OFICIAL

17/02/2014

INTERNET www.trconcursos.com.br

14

COMISSÃO ORGANIZADORA

DIVULGAÇÃO DO RESULTADO GERAL

18/02/2014

INTERNET www.trconcursos.com.br

15

CANDIDATO

PRAZO DO RECURSO REFERENTE AO RESULTADO GERAL

18/02/2014 A 24/02/2014

INTERNET www.trconcursos.com.br

16

COMISSÃO ORGANIZADORA

RESPOSTAS DOS RECURSOS INTERPOSTOS PELOS CANDIDATOS REFERENTE AO RESULTADO GERAL.

28/02/2014

INTERNET www.trconcursos.com.br

17

COMISSÃO ORGANIZADORA

DIVULGAÇÃO DA CLASSIFICAÇÃO FINAL

28/02/2014

INTERNET www.trconcursos.com.br

QUADRO II - VAGAS

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO 01/2013

C
Ó
D
I
G
O

ÁREA DE ATUAÇÃO

REQUISITO - CURSO

Nº. DE VAGAS

VALOR DA BOLSA ESTÁGIO MENSAL

VALOR DA INSCRIÇÃO

CARGA HORÁRIA SEMANAL

PROVAS

Nº.

D
E

Q
U
E
S
T
Õ
E
S

V
A
L
O
R

D
A
S

Q
U
E
S
T
Õ
E
S

01

ANALISTA DE RECURSOS HUMANOS

Ser estudante a partir do 4º período dos cursos superiores de Administração de Empresas, Psicologia ou Gestão de Recursos Humanos, declaração da instituição de ensino constando o período que cursa.

CADASTRO RESERVA

678,00

10,00

25 HORAS

PORTUGUÊS

05

3,0

MATEMÁTICA

02

3,0

INFORMÁTICA

03

3,0

ESPECÍFICA

10

3,0

REDAÇÃO

01

40,00

02

ANALISTA DE SISTEMAS

Ser estudante a partir do 2º período do curso superior em Ciência da Computação; Sistemas de Informação; Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Banco de Dados, Gestão da Tecnologia da Informação, Redes de Computadores, Segurança da Informação ou Sistemas para Internet, declaração da instituição de ensino constando o período que cursa.

PORTUGUÊS

05

3,0

MATEMÁTICA

05

3,0

ESPECÍFICA

10

3,0

REDAÇÃO

01

40,00

03

ARQUIVOLOGIA

Ser estudante do curso superior de Arquivologia a partir do 4º período em instituição de ensino oficial ou reconhecida pelo MEC, declaração da instituição de ensino constando o período que cursa.

PORTUGUÊS

05

3,0

MATEMÁTICA

02

3,0

INFORMÁTICA

03

3,0

ESPECÍFICA

10

3,0

REDAÇÃO

01

40,00

04

BIBLIOTECONOMIA

Ser estudante do curso superior de Biblioteconomia a partir do 4º período em instituição de ensino oficial ou reconhecida pelo MEC, declaração da instituição de ensino constando o período que cursa.

PORTUGUÊS

05

3,0

MATEMÁTICA

02

3,0

INFORMÁTICA

03

3,0

ESPECÍFICA

10

3,0

REDAÇÃO

01

40,00

05

CIÊNCIAS CONTÁBEIS

Ser estudante do curso superior de Ciências Contábeis a partir do 4º período em instituição de ensino oficial ou reconhecida pelo MEC, declaração da instituição de ensino constando o período que cursa.

PORTUGUÊS

05

3,0

MATEMÁTICA

02

3,0

INFORMÁTICA

03

3,0

ESPECÍFICA

10

3,0

REDAÇÃO

01

40,00

06

DIREITO

Carteira de estágio da OAB, não sendo aceito protocolos.

PORTUGUÊS

05

3,0

MATEMÁTICA

02

3,0

INFORMÁTICA

03

3,0

ESPECÍFICA

10

3,0

REDAÇÃO

01

40,00

07

ENFERMEIRO

Ser estudante do curso superior de Enfermagem a partir do 4º período em instituição de ensino oficial ou reconhecida pelo MEC, declaração da instituição de ensino constando o período que cursa.

PORTUGUÊS

05

3,0

MATEMÁTICA

02

3,0

INFORMÁTICA

03

3,0

ESPECÍFICA

10

3,0

REDAÇÃO

01

40,00

08

JORNALISMO

Ser estudante do curso superior de jornalismo a partir do 5º período em instituição de ensino oficial ou reconhecida pelo MEC, declaração da instituição de ensino constando o período que cursa.

PORTUGUÊS

05

3,0

MATEMÁTICA

02

3,0

INFORMÁTICA

03

3,0

ESPECÍFICA

10

3,0

REDAÇÃO

01

40,00

09

TÉCNICO EM CONTABILIDADE

Ser estudante de curso técnico de contabilidade a partir do 2º período em instituição de ensino oficial ou reconhecida pelo MEC, declaração da instituição de ensino constando o período que cursa.

PORTUGUÊS

05

3,0

MATEMÁTICA

02

3,0

INFORMÁTICA

03

3,0

ESPECÍFICA

10

3,0

REDAÇÃO

01

40,00

10

TÉCNICO EM INFORMÁTICA

Ser estudante em curso técnico de informática a partir do 2º período, declaração da instituição de ensino constando o período que cursa.

PORTUGUÊS

05

3,0

MATEMÁTICA

05

3,0

ESPECÍFICA

10

3,0

REDAÇÃO

01

40,00

QUADRO III - ATRIBUIÇÕES DAS FUNÇÕES

ESTAGIÁRIO - ANALISTA DE RECURSOS HUMANOS

Executar tarefas ligadas à área de Recursos Humanos de empresa. Participar do levantamento e análise de necessidade, executar atividades pré-estabelecidas pelos seus superiores para implantação e/ou desenvolvimento de plano de carreira, programas de treinamento e desenvolvimento, avaliação de desempenho, plano de benefícios, segurança do trabalho e outras atividades correlatas.

ESTAGIÁRIO - ANALISTA DE SISTEMAS

Auxiliar e executar funções de administração de dados e administração de bancos de dados; Validar modelos de entidades-relacionamentos juntamente com os analistas; Manter atualizados os objetos dos bancos de dados; Cuidar para que os bancos de dados estejam sempre com o ajuste e configuração ideais; Auxiliar no desenvolvimento rotinas específicas relativas a bancos de dados; Auxiliar no planejamento e desenvolvimento de softwares; Homologar softwares; Auxiliar na Administração de Redes de Computadores; Outras funções que vierem a ser necessárias pertinentes a área do estágio, a juízo da administração.

ESTAGIÁRIO - ARQUIVOLOGIA

O estagiário auxiliará o profissional responsável pelo Arquivo Central do Coren - MG, no cumprimento do art. 2º da Lei nº 6.546, de 4 de julho de 1978, que dispõe sobre a regulamentação das profissões de arquivista e de técnico de arquivo, e ainda, nas seguinte tarefas:

a) planejar, organizar, avaliar e executar atividades técnicas relativas ao tratamento da informação arquivística. Elaborar estudos para definição de critérios de classificação, avaliação, seleção, arranjo, e descrição de documentos. Planejar, organizar e executar as atividades necessárias à conservação de documentos. Planejar, sugerir modificações nos instrumentos técnicos de gestão documental. Planejar e organizar os serviços de reformatação e normatização de suporte aplicados aos arquivos. Atuar na elaboração e desenvolvimento de projetos. Disponibilizar e avaliar tecnologias e suportes de informação. Planejar e manter bancos de dados dos documentos permanentes. Realizar levantamentos estatísticos das atividades desenvolvidas e estudos de uso dos produtos e serviços oferecidos, processando e analisando as informações obtidas com vistas a respaldar a avaliação do desempenho da unidade e tomadas de decisões. Elaborar diagnóstico, relatórios técnicos e emitir pareceres na área de competência. Promover intercâmbio e colaboração técnica com arquivos, centros de documentação e demais entidades afins. Desenvolver outras atividades afins determinadas pelo superior imediato. Selecionar, higienizar, conservar, acondicionar, indexar e catalogar material documental para consulta e/ou composição do acervo documental. Desenvolver linguagem de indexação. Pesquisar em banco de dados da área, quando necessário. Efetuar a organização, o controle e o armazenamento do acervo. Selecionar, coletar e organizar material documental referente à enfermagem, bem como sua legislação. Atender ao usuário in loco, e-mail ou telefone. Executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade, e ainda, outras que se fizer necessário.

b) DESENVOLVER ESTUDOS E PESQUISAS: Fazer sondagens sob demanda no arquivo. Coletar informações para a memória institucional. Elaborar dossiês de informações. Elaborar pesquisas temáticas. Acessar bases de dados e outras fontes em meio eletrônico. Orientar a elaboração de trabalhos técnico-científicos. Elaborar estudos de perfil de usuário e comunidade do Arquivo Central. Desenvolver critérios de controle de qualidade e conteúdo de fontes de informação. Analisar fluxos de informações. Elaborar diagnóstico do Arquivo Central.

c) ATIVIDADES LIGADAS À GESTÃO DOCUMENTAL: aplicar a Tabela de Temporalidade de Documentos do Coren - MG - atividades-meio e fim. Elaboração de projetos para melhorias no Arquivo Central na sede do Conselho, preservando os documentos produzidos e recebidos, de valor histórico e/ou de testemunho, durante os tempos imediatos e mediatos. Proposição de métodos e técnicas para organização de documentos. Plano de Classificação de Documentos, arranjo, descrição, baseados nas orientações do Conarq, CIA e demais legislações sobre documentos e bibliografias arquivísticas. Participar das reuniões da Comissão de Avaliação de Documentos e dar apoio à Comissão de Eliminação de Documentos, como também, ao treinamento dos gestores do arquivos correntes.

ESTAGIÁRIO - BIBLIOTECONOMIA

Auxiliar o bibliotecário do Coren - MG no exercício das atribuições dispostas no art 6º, da Lei nº. 4.084, de 30 de junho de 1962, e ainda, nas atividades de: planejar, organizar, coordenar, supervisionar, avaliar e executar atividades de pesquisa, estudo, seleção, aquisição, descarte, catalogação, classificação e indexação de livros, periódicos, pareceres do Coren - MG, legislação e documentos normativos, bem como o armazenamento, preservação, conservação, recuperação, circulação e disseminação de informações técnicas, sociais e culturais de interesse do Coren - MG. Atuar na elaboração e desenvolvimento de projetos. Disponibilizar e avaliar tecnologias e suportes de informação. Planejar e manter bancos de dados do acervo. Manter e atualizar instrumentos de controle de vocabulário para representação de assuntos nos bancos de dados institucionais. Selecionar e promover a atualização, consolidação, publicação e indexação dos atos normativos de maior interesse e relevância. Promover a criação, implementação e divulgação de produtos e serviços da área de competência. Realizar levantamentos estatísticos das atividades desenvolvidas e estudos de uso dos produtos e serviços oferecidos, processando e analisando as informações obtidas com vistas a respaldar a avaliação do desempenho da unidade e tomadas de decisões. Elaborar relatórios técnicos e emitir pareceres na área de competência. Promover intercâmbio e colaboração técnica com bibliotecas, centros culturais e demais entidades afins. Manter atualizado o inventário do acervo bibliográfico. Proceder ao cadastramento das publicações editadas pelo Coren - MG. Desenvolver linguagem de indexação na área da enfermagem. Organizar catálogos e mantê-los atualizados. Efetuar a organização, o controle e o armazenamento do acervo. Selecionar, coletar e organizar material documental referente à enfermagem e à legislação. Colaborar com a Política de Desenvolvimento de Coleções. Atender ao usuário, realizando pesquisas bibliográficas e de informações solicitadas in loco, e-mail ou telefone. Registrar e controlar empréstimos, devolução e reserva do material bibliográfico. Atender ao público interno e externo. Executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade e ainda outras que se fizer necessário.

b) DESENVOLVER ESTUDOS E PESQUISAS: Fazer sondagens sob demanda informacional. Coletar informações para memória institucional. Elaborar dossiês de informações. Elaborar pesquisas temáticas. Acessar bases de dados e outras fontes em meio eletrônico. Atualizar a biblioteca eletrônica disponível no site do Coren - MG. Orientar a elaboração de trabalhos técnico-científicos. Elaborar estudos de perfil de usuário e comunidade. Desenvolver critérios de controle de qualidade e conteúdo de fontes de informação. Normalizar trabalhos em conformidade com as normas da ABNT, quando necessário. Analisar fluxos de informações e elaborar diagnóstico de unidades de serviço.

ESTAGIÁRIO - CIÊNCIAS CONTÁBEIS

Acompanhamento da execução orçamentária; evolução das receitas e despesas; liquidação da despesa dentro do cronograma de desembolso proposto; controle e emissão de relatórios gerenciais sobre as despesas e receitas; serviço de protocolo; conferência de processos de pagamento e demais documentos; Elaboração de planilhas e comunicações internas; organização do arquivo; trabalho de controle interno e auditoria da Autarquia, sempre supervisionado; Auxiliar na realização do empenho e liquidação da despesa pública; Conferência e montagem dos documentos das prestações de contas de suprimento de fundos; Auxiliar nas conciliações das contas contábeis; Autuar e numerar processos de pagamento das despesas pública da Autarquia; Outras funções que vierem a ser necessárias pertinentes a área do estágio, a juízo da administração.

ESTAGIÁRIO - DIREITO

1 - Administrativas:

Obter cópias de documentos, digitalização de documentos, envios de fax, triagem de documentos, conferências de cadastros, elaboração de correspondências externas e internas; Outras funções que vierem a ser necessárias pertinentes a área do estágio, a juízo da administração.

2 - Judiciais:

Elaboração de petições diversas (iniciais, incidentais e recursais), sempre supervisionadas por advogado, diligências externas junto a órgãos públicos, (carga e devolução de autos, distribuição e protocolo de petições, pagamento de custas, encaminhamentos de alvarás etc.), podendo ser necessário eventualmente o deslocamento dentro da grande BH; Outras funções que vierem a ser necessárias pertinentes a área do estágio, a juízo da administração.

ESTAGIÁRIO - ENFERMEIRO

1 - Assistir o Enfermeiro fiscal em visitas de rotina verificando a legalidade de procedimentos de enfermagem de baixa, média e alta complexidade;

2 - Acompanhar a implementação de diversos relatórios de fiscalização, realizados a partir do diagnóstico situacional dos serviços de enfermagem;

3 - Acompanhar as Câmaras técnicas quanto a elaboração de pareceres, discussões sobre o processo de enfermagem e suas etapas, baseado em conhecimentos científicos sobre os procedimentos de enfermagem como: o histórico de enfermagem; levantamento de problemas observados; diagnósticos de enfermagem (utilização do NANDA); prescrição de cuidados de enfermagem pertinentes; implementação dos cuidados necessários para proporcionar conforto e bem estar ao cliente, evolução e relatório de enfermagem;

4 - Acompanhar a análise crítica e as discussões sobre a legislação federal vigente que apóia a promoção da assistência de enfermagem de forma integral (SAE) trabalhando com diferentes públicos (auxiliar, técnico e enfermeiro);

5 - Acompanhar a fiscalização e os enfermeiros da Diretoria em apoio a eventos técnico-científicos, políticos e ético-legais que tenham a enfermagem como foco promovidos pelo Coren - MG ou outros;

6 - Observar as atividades desempenhadas pelos fiscais, e desenvolver liderança em condutas pró-ativas e integrativas com os demais setores do Coren;

Outras funções que vierem a ser necessárias pertinentes a área do estágio, a juízo da administração.

ESTAGIÁRIO - JORNALISMO

Atualização do site do Coren - MG; Cobertura de eventos realizados pelo Coren - MG, ou dos quais o Conselho participe (incluindo fotos); Redação de textos para o Jornal do Coren - MG, newsletter e site; Atendimento à imprensa; Envio de releases; Revisão de material gráfico (folders, cartazes, banners, etc.) dos eventos; Apuração; Outras funções que vierem a ser necessárias pertinentes a área do estágio, a juízo da administração.

ESTAGIÁRIO - TÉCNICO EM CONTABILIDADE

Acompanhamento de liquidação da despesa dentro do cronograma de desembolso proposto; controle e emissão de relatórios gerenciais sobre as despesas e receitas; serviço de protocolo; conferência de processos de pagamento e demais documentos; Elaboração de planilhas e comunicações internas; organização do arquivo; trabalho de controle interno e auditoria da Autarquia, sempre supervisionado; Outras funções que vierem a ser necessárias pertinentes a área do estágio, a juízo da administração.

ESTAGIÁRIO - TÉCNICO EM INFORMÁTICA

Instalar e configurar equipamentos, sistemas operacionais, sistemas de informação e aplicativos; Elaborar e/ou revisar manual do usuário de sistemas; Validar e implantar sistemas; Treinar e dar apoio a usuários de sistemas; Executar rotinas relativas aos sistemas em produção; Instalar e configurar redes de computadores; Outras funções que vierem a ser necessárias pertinentes a área do estágio, a juízo da administração.

QUADRO IV - PROGRAMA DE PROVAS

Programa de provas de Português e Matemática para os estágios de Nível Técnico.

Língua Portuguesa: Conhecimento gramatical de acordo com o padrão culto da língua; estrutura fonética; sintaxe de concordância; pontuação; leitura e interpretação de texto; ortografia e conhecimento linguístico geral.

Matemática: Sistema numérico decimal números fracionários; Equação primeiro grau; razão e proporção; porcentagem, juros simples e montante; conjunto números reais.

Programa de provas de Português e Matemática para os estágios de Nível Superior.

Português: Ortografia oficial. Acentuação gráfica. Flexão nominal e verbal. Pronomes: emprego, formas de tratamento e colocação. Emprego de tempos e modos verbais. Vozes do verbo. Concordância nominal e verbal. Regência nominal e verbal. Ocorrência de crase. Pontuação. Conhecimento gramatical de acordo com o padrão culto da língua; estrutura fonética; sintaxe de concordância; pontuação; leitura e interpretação de texto; ortografia e conhecimento linguístico geral.

Matemática: Sistema numérico decimal números fracionários; Equação primeiro grau; razão e proporção; porcentagem, juros simples e montante; conjunto números reais.

Programa de provas de Informática para os estagiários

CONHECIMENTOS DE INFORMÁTICA: 1 - Conceitos e modos de utilização de aplicativos para edição de textos, planilhas e apresentações: 1.1 Ambiente Microsoft Office. 2 - Conceitos e modos de utilização de ferramentas e aplicativos de navegação, de correio eletrônico, de grupos de discussão, de busca e pesquisa. 3 - Sistemas operacionais: família Windows. 4 - Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados à Internet.

Programa de provas específicas para os estágios de Técnico em Contabilidade

CONTABILIDADE GERAL

a) Patrimônio e Variações Patrimoniais

Conceituação, ativos, passivos, patrimônio líquido, aspecto qualitativo e quantitativo do patrimônio, representação gráfica do patrimônio, equação básica da contabilidade. Atos e fatos contábeis (permutativos, modificativos e mistos), formação, subscrição e integralização de capital, registros de mutações patrimoniais e apuração do resultado (receitas e despesas).

b) Plano de contas e procedimentos de escrituração

Conceito, classificação (patrimoniais, resultado e compensação) e natureza das contas (devedoras e credoras).

Método das partidas dobradas, mecanismos de débito e crédito, teoria das origens e aplicação de recursos, lançamento (elementos essenciais, fórmulas), regime de caixa x regime competência, balancete de verificação, livros utilizados na escrituração.

c) Registro de operações

Registros das transações das sociedades empresárias, tais como: transações de compras e vendas, transações de mercadorias, fretes e seguros, apuração do custo das mercadorias, produtos e serviços vendidos (inventário periódico e inventário permanente), receitas, despesas, apuração e destinação do resultado, aplicações financeiras, empréstimos e financiamentos bancários, duplicatas descontadas, receitas e despesas financeiras, folha de pagamento, estoques, ativo imobilizado, ativos biológicos e ativos intangíveis, métodos de depreciação, de amortização e de exaustão, vendas de ativos diversos (ganhos e perdas), constituição de provisões e demais operações necessárias à atividade das sociedades empresárias.

d) Avaliação de Ativos e Passivos

A avaliação dos ativos e passivos: Custo histórico. Custo Corrente. Valor realizável. Valor presente. Valor justo.

Valor recuperável de ativos. Atualização monetária. Método da equivalência patrimonial.

e) Provisões, Ativos e Passivos Contingentes

Conceito, critérios de avaliação de contingências, contingências ativas, contingências passivas.

f) Balanço Patrimonial

Apresentação, aspectos conceituais, finalidades e normatização, critérios de classificação e avaliação, Ativo Circulante, Ativo Não Circulante, Passivo Circulante, Passivo Não Circulante, Patrimônio Líquido.

g) Demonstração do Resultado e Demonstração do Resultado Abrangente

Apresentação, aspectos conceituais, finalidades e normatização, forma de elaboração e seus elementos.

h) Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados

Apresentação, aspectos conceituais, finalidades e normatização, forma de elaboração e seus elementos.

i) Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido

Apresentação, aspectos conceituais, finalidades e normatização, forma de elaboração e seus elementos.

j) Demonstração dos Fluxos de Caixa

Apresentação, aspectos conceituais, finalidades e normatização, forma de elaboração e seus elementos. Método direto e indireto, Fluxo operacional, de investimento e de financiamento.

k) Demonstração do Valor Adicionado

Apresentação, aspectos conceituais, finalidades e normatização, forma de elaboração e seus elementos.

l) Notas explicativas

Aspectos conceituais, finalidades, normatização e conteúdos.

CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR PÚBLICO

a) Conceituação, Objeto e Campo de Aplicação contabilidade aplicada ao setor público, campo de aplicação e unidade contábil.

b) Patrimônio e Sistemas Contábeis patrimônio público, classificação do patrimônio público sob o enfoque contábil, sistema contábil, estrutura do sistema contábil.

c) Planejamento e seus Instrumentos sob o Enfoque Contábil escopo de evidenciação.

d) Transações No Setor Público

- natureza das transações no setor público e seus reflexos no patrimônio público, variações patrimoniais, transações que envolvem valores de terceiros.

LEGISLAÇÃO APLICADA A CONTABILIDADE PÚBLICA

a) Lei 4.320/64

b) LC 101/00

c) LC 131/03

d) Lei 8.666/93

Programa de provas específicas para os estágios de Técnico em Informática.

Interface enfocando a Internet: Conceitos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados a Internet/Intranet. Noções de Operação e Suporte de sistemas de microinformática e suas aplicações em ambiente corporativo: Estrutura e organização. Configuração e operação. Arquiteturas e aplicações. Conceitos de Tecnologia da Informação: Conceitos de hardware e software. Componentes de hardware. Processamento de dados. Software básico e software de aplicação. Sistema operacional e seus utilitários. Sistemas operacionais: Conceitos. Sistemas operacionais de estações de trabalho. Microsoft Windows XP e Microsoft Windows 7. Noções de instalação, configuração, administração, operação e manutenção. Internet e Intranet: Conceito e arquitetura. Utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados à Internet/Intranet, ferramentas e aplicativos de navegação, correio eletrônico, conceitos de protocolos, utilização dos recursos World Wide Web, organização de informação para uso na Internet, transferência de informação e arquivos, aplicativos de áudio, vídeo, multimídia, acesso à distância a computadores; Conceitos básicos de segurança, proteção, controles, riscos, ameaças, vulnerabilidades, criptografia e certificação digital. Inglês Técnico.

Programa de provas específicas para os estágios de Analista de Recursos Humanos.

1. Levantamento e análise de necessidades da empresa na área de RH.

2. Atividades para implantação e/ou desenvolvimento de plano de carreira, programas de treinamento e desenvolvimento, avaliação de desempenho, plano de benefícios, segurança do trabalho, etc. técnicas de treinamento, motivação dos funcionários e aumento da produtividade.

3. Planejamento orçamentário e estatístico de recursos humanos.

4. Descrição de cargos e estudo de remuneração.

5. Mapeamentos de processos, descrições e avaliações de cargos.

6. Administração, treinamento, medições, elaboração e acompanhamento de indicadores.

7. Recrutamento e seleção.

8. Pesquisa de clima organizacional.

9. Aplicação de dinâmicas de grupo e jogos.

Programa de provas específicas para os estágios de Analista de Sistemas.

Tecnologia da informação: Conceitos e gestão, classificação dos sistemas, gestão dos recursos da informação. Gerenciamento de projetos: Características dos projetos, gerenciamento de projetos, ciclo de vida dos projetos, grupos de processo e áreas de gerenciamento de projetos. Engenharia de software: Processo de software, modelos de processo, engenharia de requisitos, modelagem de análise, projeto, testes de software.

Análise essencial de sistemas: Modelagem funcional, modelagem de dados, análise de eventos, modelo ambiental, modelo comportamental. Algoritmos e estruturas de dados: Paradigmas de projeto de algoritmo, estruturadas de dados, ordenação, pesquisa em memória primária e secundária. Linguagem de programação PHP: Conhecimento básico sobre a linguagem; Banco de dados: Gerenciamento de banco de dados, arquitetura de sistemas de bancos de dados, modelo entidade-relacionamento, modelo relacional, introdução aos bancos de dados relacionais, SQL, integridade, visões, projeto de banco de dados, normalização, recuperação, concorrência, segurança, otimização. Noções de Sistemas Operacionais: Linux; Fundamentos de redes de computadores. Acessibilidade na Web : Conceitos básicos. Conceitos básicos de segurança, proteção, controles, riscos, ameaças, vulnerabilidades, criptografia e certificação digital. Inglês Técnico.

Programa de provas específicas para os estágios de Arquivologia

Lei nº. 8.159/1991. Lei nº. 12.527/2011. Resoluções Conarq nº. 5, 6 e 7. Gestão de documentos. Elaboração de planos de classificação e tabela de temporalidade. Avaliação de documentos. Transferência e recolhimento. Eliminação. Arquivos Correntes, intermediários e permanentes. Princípios arquivísticos.

Programa de provas específicas para os estágios de Biblioteconomia

ALVES, A.; BARBOSA, R. R. Influências e barreiras ao compartilhamento da informação: uma perspectiva teórica. Ciência da Informação, Brasília, v. 39, nº 2, p. 115-128, 2010. Disponível em: www.scielo.br/pdf/ci/v39n2/10.pdf. Acesso em: 22 maio 2012.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS.

NBR 6023: informação e documentação: referências: elaboração. Rio de Janeiro, 2002.

BECKER, C. R. F. Bibliotecas geridas como organizações: os benefícios para a sociedade da informação. In: CONGRESSO DE LEITURA DO BRASIL, 17., 2009, Campinas. Anais eletrônicos... Campinas: UNICAMP, 2009. Disponível em: http://alb.com.br/arquivo-morto/edicoes_anteriores/anais17/txtcompletos/sem01/COLE_2203. pdf. Acesso em: 22 maio 2012.

GASQUE, K. C. G. D.; CUNHA, M. V. A epistemologia de John Dewey e o letramento informacional. Transinformação, v. 22, nº 2, 2010. Disponível em: http://revistas.puc-campinas.edu.br/transinfo/viewarticle.php?id=355. Acesso em: 22 de maio de 2012.

Programa de provas específicas para os estágios de Ciências Contábeis.

CONTABILIDADE GERAL

a) Patrimônio e Variações Patrimoniais

- Conceituação, ativos, passivos,patrimônio líquido, aspecto qualitativo e quantitativo do patrimônio, representação gráfica do patrimônio, equação básica da contabilidade. Atos e fatos contábeis (permutativos, modificativos e mistos), formação, subscrição e integralização de capital, registros de mutações patrimoniais e apuração do resultado (receitas e despesas).

b) Plano de contas e procedimentos de escrituração

- Conceito, classificação (patrimoniais, resultado e compensação) e natureza das contas (devedoras e credoras).

Método das partidas dobradas, mecanismos de débito e crédito, teoria das origens e aplicação de recursos, lançamento (elementos essenciais, fórmulas), regime de caixa x regime competência, balancete de verificação, livros utilizados na escrituração.

c) Registro de operações

- Registros das transações das sociedades empresárias, tais como: transações de compras e vendas, transações de mercadorias, fretes e seguros, apuração do custo das mercadorias, produtos e serviços vendidos (inventário periódico e inventário permanente), receitas, despesas, apuração e destinação do resultado, aplicações financeiras, empréstimos e financiamentos bancários, duplicatas descontadas, receitas e despesas financeiras, folha de pagamento, estoques, ativo imobilizado, ativos biológicos e ativos intangíveis, métodos de depreciação, de amortização e de exaustão, vendas de ativos diversos (ganhos e perdas), constituição de provisões e demais operações necessárias à atividade das sociedades empresárias.

d) Avaliação de Ativos e Passivos

- A avaliação dos ativos e passivos: Custo histórico. Custo Corrente. Valor realizável. Valor presente. Valor justo. Valor recuperável de ativos. Atualização monetária. Método da equivalência patrimonial.

e) Combinação de Negócios

- Cisão, Fusão, Incorporação, Extinção, reconhecimento e mensuração de ativo identificável adquirido, de passivo assumido e de participação de não controlador na adquirida, ágio por expectativa de rentabilidade futura (goodwill) e compra vantajosa.

f) Consolidação das Demonstrações Contábeis

- Conceito, fundamentos e procedimentos de consolidação, tais como, eliminação de resultados não realizados das transações intragrupo, eliminação der ativos e passivos decorrentes de transação intragrupo e identificação da participação dos não controladores no patrimônio e resultado, consolidação proporcional de investimento em empreendimento controlado em conjunto (Joint venture).

g) Conversão das Demonstrações Contábeis para Moeda Estrangeira

- Técnicas e taxas de conversão, Itens monetários e não monetários, ganhos e perdas.

h) Provisões, Ativos e Passivos Contingentes

- Conceito, critérios de avaliação de contingências, contingências ativas, contingências passivas.

i) Balanço Patrimonial

- Apresentação, aspectos conceituais, finalidades e normatização, critérios de classificação e avaliação, Ativo Circulante, Ativo Não Circulante, Passivo Circulante, Passivo Não Circulante, Patrimônio Líquido.

j) Demonstração do Resultado e Demonstração do Resultado Abrangente

- Apresentação, aspectos conceituais, finalidades e normatização, forma de elaboração e seus elementos.

k) Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados

- Apresentação, aspectos conceituais, finalidades e normatização, forma de elaboração e seus elementos.

l) Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido

- Apresentação, aspectos conceituais, finalidades e normatização, forma de elaboração e seus elementos.

m) Demonstração dos Fluxos de Caixa

- Apresentação, aspectos conceituais, finalidades e normatização, forma de elaboração e seus elementos. Método direto e indireto, Fluxo operacional, de investimento e de financiamento.

n) Demonstração do Valor Adicionado

- Apresentação, aspectos conceituais, finalidades e normatização, forma de elaboração e seus elementos.

o) Notas explicativas

- Aspectos conceituais, finalidades, normatização e conteúdos.

LEGISLAÇÃO APLICADA A CONTABILIDADE PÚBLICA

a) Lei 4.320/64

b) LC 101/00

c) LC 131/03

d) Lei 8.666/93

Programa de provas específicas para os estágios de Direito.

Direito Constitucional; Direito Administrativo;

Leis 5.905/73,

Lei 7.498/86,

Lei da ACP,

Direito Tributário,

Lei 6.830/80,

Código Cível e de Processo Civil;

Código Penal e Processo Penal.

Programa de provas específicas para os estágios de Enfermagem.

Biossegurança;

Assistência de enfermagem ao paciente crítico e/ou terminal;

Avaliação das funções vitais;

O conforto e a higiene pessoal;

Administração de medicamentos: vias, cálculos de dosagem de medicamentos e cuidados gerais.

Atendimento as necessidades de manutenção da integridade corporal: feridas e curativos.

História da metodologia do Cuidado em Enfermagem

Concepções da relação enfermeiro - paciente

Ética

O método em enfermagem

Classificação Internacional das práticas de Enfermagem (CIPE) / Classificação das Práticas de Enfermagem em Saúde Coletiva (CIPESC) Semiologia e Semiotécnica em Enfermagem

Bibliografia:

FIGUEREDO, Nº M. A. de. Práticas de Enfermagem: fundamentos, conceitos, situações e exercícios.São Paulo: Difusão.

_____. Administração de Medicamentos: revisando uma prática de enfermagem.São Paulo: Difusão, 2003

GELCKE, F. L. e PRADO, M L de. Fundamentos de Enfermagem.

Programa de provas específicas para os estágios de Jornalismo.

Redação jornalística: Técnicas de Jornalismo (como fazer um release, uma nota e um texto jornalístico), Linguagem Jornalística, Objetividade Jornalística; Edição de Texto Jornalístico. Assessoria de Comunicação: Conceitos e forma de atuação.

Informática: Conhecimentos em informática (Word, PowerPoint e noções de Corel Draw).

176838

Política de Privacidade 2000-2014 PCI Concursos Telefone (11) 2122-4231