CODEPAS - Companhia de Desenvolvimento de Passo Fundo - RS

CODEPAS - COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DE PASSO FUNDO

CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2009

EDITAL 001/2009

ALTERADO PELOS EDITAIS 2 E 3/2009

Notícia:   Vagas para Companhia de Desenvolvimento de Passo Fundo - RS

O Diretor Presidente da COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DE PASSO FUNDO - CODEPAS, no uso de suas atribuições legais, conferidas pelas resoluções do Conselho Administrativo e nos termos do artigo 37 da CF, TORNA PÚBLICO que realizará Concurso Público, sob regime CELETISTA, sob a coordenação Técnico-Administrativo do SEST SENAT, visando à classificação de candidatos para formação de Cadastro de Reserva ao Quadro de funcionários da CODEPAS, regendo-se pelas instruções especiais contidas neste Edital e pelas demais leis vigentes, conforme segue:

CATEGORIA FUNCIONAL

VAGAS

Escolaridade e Exigências Mínimas

Carga Horária

Venctº. Básico R$

Anexo

MOTORISTA DE TRANSPORTE COLETIVO

CR

Ensino Médio Completo + Cursos de Transporte de Passageiros e CNH classe mínima "D" **

44h/sem

1.232,59

01

COBRADOR

CR

Ensino Médio Completo

44h/sem

776,52

07

MECÂNICO

CR

Ensino Médio Completo

44h/sem

1.100,89

02

AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS

CR

Ensino Fundamental Completo

44h/sem

580,46

03

FISCAL

CR

Ensino Médio Completo

44h/sem

1.340,45

06

AUXILIAR ADMINISTRATIVO

CR

Ensino Médio Completo

44h/sem

1.340,45

04

RECEPCIONISTA

CR

Ensino Médio Completo

44h/sem

850,00

05

ZELADOR

CR

Ensino Médio Completo

44h/sem

750,00

08

SERVENTE

CR

Ensino Fundamental Completo

44h/sem

580,46

10

FRENTISTA

CR

Ensino Médio Completo

44h/sem

580,46

09

CR = Cadastro de Reserva.

CR - Para formação de Cadastro de Reserva durante o prazo de validade do Concurso.

** No momento da Admissão comprovar o Curso de Transporte de Passageiro.

1 - NORMAS QUE REGEM O PROCESSAMENTO DESTE CONCURSO:

O presente Concurso reger-se-á, em todas as suas fases, pelas normas constantes do presente Edital, Constituição Federal e demais leis vigentes.

2 - DAS INSCRIÇÕES:

2.1 - As inscrições serão protocoladas no período de 29 de Junho de 2009 a 13 de Julho de 2009, no SEST SENAT, Av. Perimetral Dep. Guaracy Marinho, 600 - Vila São Miguel, Passo Fundo - RS, de segunda a sexta-feira, das 8 às 11 horas 45 minutos, das 13 horas e 30 minutos às 17 horas e 30 minutos.

Nota: A inscrição no concurso implica, desde logo, o conhecimento e o compromisso tácito com a aceitação, pelo candidato, das condições estabelecidas neste Edital.

2.2 - Para inscrever-se o candidato deverá preencher as seguintes condições:

a) Ser brasileiro nato ou naturalizado, de acordo com o artigo 12 da Constituição Federal;

b) Encontrar-se em plenos direitos civis e políticos;

c) Na data da posse ter idade mínima de 21 anos completos para o cargo de motorista de transporte coletivo e 18 anos completos para os demais cargos;

d) Estar quite com as obrigações militares - candidato sexo masculino;

e) Estar quite com as obrigações eleitorais;

f) Não ter Contrato de Trabalho anterior com o Município rescindido por Justa Causa;

g) Ter habilitação específica para exercício do emprego.

No ato da inscrição, o candidato deverá comparecer munido de original e cópia dos seguintes documentos, para serem apresentados, obrigatoriamente:

a) Carteira de Identidade;

b) Comprovante de Escolaridade (vide anexo de cada cargo);

c) CNH categoria classe mínima "D", e caso possua comprovante de experiência (para prova de títulos), para o emprego de Motorista de Transporte Coletivo;

d) Para o emprego de MOTORISTA DE TRANSPORTE COLETIVO, caso possua, comprovante de experiência (para prova de títulos), comprovar em Carteira de Trabalho (CTPS).

e) Comprovante de recolhimento da taxa de inscrição de R$ 50,00 (cinquenta reais) para os empregos de Motorista de Transporte Coletivo, Fiscal, Recepcionista, Auxiliar Administrativo; e de R$ 30,00 (trinta reais) para os demais, mediante depósito junto ao Banco Banrisul, agência 0917, conta 04082479-03;

f) Duas fotos 3 X 4, iguais e recentes;

g) Certidão expedida pelo DETRAN relativamente a multas e/ou infrações cometidas, para o emprego de Motorista de Transporte Coletivo;

h) Atestado Médico para os candidatos portadores de deficiência;

i) Ficha de inscrição preenchida com letra de forma (será fornecida no local das inscrições - SEST SENAT, Av. Perimetral Dep. Guaracy Marinho, 600 - Vila São Miguel, Passo Fundo - RS);

j) Procuração pública ou particular se for o caso, esta com firma reconhecida.

2.3 - A inscrição terá de ser feita pessoalmente pelo candidato ou por procuração pública ou particular, com firma reconhecida do(a) outorgante, com poderes específicos. Não serão aceitos pedidos de inscrições por correspondência, via fac-símile e/ou e-mail, extemporâneas e tampouco condicionais.

2.4 - As inscrições dos candidatos serão homologadas até o dia 18 de Julho de 2009.

2.5 - Quando da convocação dos candidatos habilitados e classificados para fins de Admissão, fica o candidato advertido de que a mesma será deferida somente se exibirem provas de:

a) Ser brasileiro nato ou naturalizado, de acordo com o artigo 12 da Constituição Federal;

b) Estar em dia e devidamente quite com as obrigações militares (se do sexo masculino) e eleitorais;

c) Estar no gozo de seus direitos civis e políticos;

d) Gozar de boa saúde física e mental. No caso de deficiente, laudo médico pericial e atestado de aptidão ao cargo;

e) Provar habilitação, escolaridade, idade mínima e requisitos exigidos para o emprego, conforme exigências deste Edital;

f) Oferecer declaração do exercício ou não de outro cargo ou função pública;

g) Declaração de bens e valores que constituem seu patrimônio (se houver esta exigência específica para o emprego em concurso);

h) Demais exigências que a Legislação pertinente ao emprego possa exigir.

3 - PROVAS:

Este concurso constará de:

3.1 - Para a categoria funcional do emprego de AUXILIAR ADMINISTRATIVO, FISCAL, RECEPCIONISTA constará de uma PROVA TEÓRICA ELIMINATÓRIA OBJETIVA, constituída de 30 questões, sendo peso 50 para a prova de Conhecimentos Específicos, peso 30 para prova de Português e peso 20 na prova de Matemática.

3.2 - Para a categoria funcional do emprego de AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS, ZELADOR, FRENTISTA, SERVENTE e COBRADOR constará de uma PROVA TEÓRICA ELIMINATÓRIA OBJETIVA constituída de 20 questões, sendo peso 50 para a Prova de Português e peso 50 para a prova de Matemática.

3.3 - Para a categoria funcional do emprego de MOTORISTA DE TRANSPORTE COLETIVO constará:

a) de uma de PROVA ELIMINATÓRIA constituída de 30 questões, com peso 60 para a prova de Legislação de Trânsito, 20 para a prova de Português e peso 20 na prova de Matemática;

b) de uma PROVA PRÁTICA DE SERVIÇO ELIMINATÓRIA

c) de uma PROVA DE TÍTULOS.

3.4 - Para a categoria funcional dos empregos de MECÂNICO constará de uma prova:

a) PROVA TEÓRICA OBJETIVA com 20 questões, com peso 25 para a prova de Matemática e com peso 25 Prova de Português, com peso 50 para a prova de conhecimento especifico;

4 - CLASSIFICAÇÃO DA PROVA TEÓRICA:

4.1 - Para a categoria funcional de AUXILIAR ADMINISTRATIVO, FISCAL, RECEPCIONISTA a média final de classificação será calculada de acordo com a expressão abaixo:

MF = (PCE x 50 + PMT x 30 + PPO x 20 ) / 100

Onde:

PCE: = pontuação obtida na prova de conhecimentos específicos;

PMT = pontuação obtida na prova de matemática;

PPO = pontuação obtida na prova de português;

MF = Média Final

4.1.1 Para a categoria funcional de AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS, ZELADOR, FRENTISTA, SERVENTE e COBRADOR a média final de classificação será calculada de acordo com a expressão abaixo:

MF = (PMT x 50 + PPO x 50) / 100

Onde:

PMT = pontuação obtida na prova de matemática;

PPO = pontuação obtida na prova de português;

MF = Média Final

4.2 - Para a categoria funcional

4.2.1 MECÂNICO, a média final de classificação será calculada de acordo com a expressão abaixo:

MF = (PMT x 25 + PPO x 25 + PCE x 50) / 100

Onde:

PMT = pontuação obtida na prova de matemática;

PPO = pontuação obtida na prova de português;

PTI = pontuação obtida na prova de conhecimentos específicos

4.2.2 MOTORISTA DE TRANSPORTE COLETIVO, a média de classificação da prova teórica será calculada de acordo com a expressão abaixo:

MPTe = (PCE x 60 + PMT x 20 + PPO x 20) / 100

Onde:

PCE: = pontuação obtida na prova de conhecimentos específicos;

PMT = pontuação obtida na prova de matemática;

PPO = pontuação obtida na prova de português;

MPTe = Média Prova teórica

4.2.3 Para o cargo de MOTORISTA, exame de direção em veículo, avaliado por examinador habilitado, resultando em Laudo de Avaliação Técnica, avaliando desta forma a capacidade prática do candidato no exercício e desempenho das tarefas do cargo conforme critérios preestabelecidos, separados por tipo de falta, a seguir:

I - FALTA GRAVE - MENOS 15 PONTOS POR FALTA:

- Deixar de observar e respeitar as placas de sinalização;

- Arrancar o veículo com a porta aberta;

- Uso incorreto do cinto de segurança;

- Interromper o funcionamento do motor sem justa razão após o início da prova.

II - FALTA MÉDIA - MENOS 7,5 PONTOS POR FALTA:

- Apoio do pé no pedal da embreagem com o veículo engrenado e em movimento;

- Controle incorreto de embreagem;

- Arrancar o veículo sem soltar o freio de mão;

- Avanço sobre o balizamento demarcado quando da colocação do veículo na vaga e/ou na marcha-à-ré rente ao meio-fio.

III - FALTA LEVE - MENOS 2,5 PONTOS POR FALTA:

- Movimentos irregulares no veículo, sem motivo justificado;

- Manuseio irregular do cambio;

- Regulagem incorreta dos retrovisores;

- Uso incorreto dos instrumentos do painel.

4.2.3.1 A não execução do teste na totalidade do percurso preestabelecido ou falha como colisão com outro veículo ou qualquer objeto presente no percurso, subir no meio-fio ou colocar em risco a vida dos passageiros que se encontrarem no veículo na hora do teste e de transeuntes, implicará na reprovação do candidato.

5 - DA CLASSIFICAÇÃO FINAL:

5.1 - Serão classificados para a formação do Cadastro de Reserva os candidatos nas categorias que obtiverem a média Final igual ou superior a 50 (cinqüenta).

5.2 - Para a categoria MOTORISTA DE TRANSPORTE COLETIVO serão selecionados os que obtiverem a média 50 (cinqüenta) na prova teórica, para realização da Prova de Títulos.

5.3 - Para a categoria funcional de MOTORISTA DE TRANSPORTE COLETIVO a média final de classificação será calculada através da expressão abaixo:

MF = (PTe x 40 + PP x 50 + PTi x 10) / 100

Onde:

MF = média final;

PTe = prova teórica;

PP = prova prática;

PTi = prova de títulos (experiência) de acordo com a tabela 2:

Tabela 2

até 12 meses

0 pontos;

de 12 meses e 01 dia a 24 meses

0,25 pontos

de 24 meses e 01 dia até 36 meses

0,30 pontos

além de 36 meses e 01 dia

0,45 pontos

Nota 1: Para a prova de títulos deverá o candidato comprovar experiência em Carteira de Trabalho (CTPS).

Nota 2: Os pontos da tabela 2 serão cumulativos.

6 - PROVA TEÓRICA:

6.1 - A prova teórica será desenvolvida em três horas para todos os cargos, sendo que, na primeira meia hora, a Comissão examinadora proferirá as devidas orientações.

6.2 - O candidato, ao terminar a sua prova teórica, devolverá todo o caderno de provas com a grade de respostas ao aplicador de provas, tendo em vista a obrigatoriedade de arquivo junto a Companhia, que, para segurança do processo, reserva-se o direito a todo material de aplicação de provas. Se assim não proceder, o candidato será também passível de exclusão do Concurso.

6.3 - A grade de respostas é o único documento que será considerado para correção.

6.4 - O detalhamento das provas constará no ANEXO da Categoria Funcional em Concurso, contendo: os Conteúdos Programáticos, Descrição Analítica e Sintética das atribuições do emprego e Condições de Trabalho.

7 - PROVA PRÁTICA:

7.1 - O candidato aprovado na Prova Teórica deverá comparecer no local e horário marcado, munido de ficha de inscrição e de documento de identidade, e sob a orientação de avaliadores e examinadores de trânsito, executará tarefas e testes de volante em trânsito com ônibus que lhe forem determinadas pela coordenação geral, pertinentes às atribuições do emprego para o qual está prestando concurso, estabelecidas no Edital principal, todos em igualdade de condições, tempo, trajeto e tarefas.

7.2 - A duração de cada prova prática será de no mínimo 10 (dez) minutos e poderá atingir até o máximo de 30 (trinta) minutos, sendo que a realização da mesma não dará direito ao candidato a qualquer tipo de indenização ou remuneração por danos ou lesões que porventura venha a sofrer ou pelas tarefas que realizar.

7.3 - A prova será aplicada individualmente.

7.4- A prova envolverá o uso de bem pertencente ao Patrimônio da Companhia, de elevado valor, podendo ser excluído do processo todo o candidato que demonstrar incapacidade operacional de manejo ou risco de acidente pessoal, material ou a terceiros e também portar-se com inconveniência pessoal como, por exemplo, embriaguez ou algo semelhante.

7.5 - Para a avaliação dos candidatos, a Comissão avaliadora observará os seguintes critérios: apresentação pessoal, aptidão para o exercício da função, desenvoltura, eficiência, prática, desempenho, segurança, manejo, cuidados essenciais da profissão, direção defensiva e guarda do bem utilizado na prova.

7.6 - As notas valerão de 0 (zero) a 10 (dez) pontos e para a determinação da nota final, pela Coordenação geral, será apurada a soma das notas, dividida pelo número de tarefas executadas pelo(s) candidato(s).

7.7 - A avaliação será de acordo com os critérios estabelecidos no presente Edital, concomitantemente com a Resolução do CONTRAN nº 50/98, art. 23.

7.8 - O candidato que se negar a realizar qualquer tarefa que lhe for determinada pela Coordenação geral será automaticamente excluído do processo.

7.9 - Para os candidatos aprovados na prova prática de serviço será emitido, pela Coordenação geral um certificado de notas.

8 - DA REALIZAÇÃO DAS PROVAS E DEMAIS EVENTOS SIGNIFICATIVOS:

8.1 - A Prova Teórica será realizada no SEST SENAT, Av. Perimetral Dep. Guaracy Marinho, 600 - Vila São Miguel, Passo Fundo - RS. Os demais eventos pertinentes ao Concurso, Local das Provas, Divulgação dos Gabaritos e dos Resultados Provisórios, Prazos Revisionais e/ou Recursais, Desempate de notas e da Classificação Final, estão fixados no item 15 do presente Edital.

8.2 - O candidato deverá comparecer ao local da realização das provas com antecedência mínima de 30 (trinta) minutos do horário fixado para o início dos trabalhos, munido de cartão de inscrição e identidade, ou outra documentação que não deixe dúvida quanto a sua identificação, mais uma caneta esferográfica azul ou preta, lápis e borracha, sendo vedado o uso de máquina calculadora e celular.

8.3 - Durante a realização das provas não será permitida nenhuma consulta ou uso de máquina calculadora e será excluído do processo o candidato que se portar com descortesia para com qualquer dos aplicadores de provas, coordenadores ou demais autoridades presentes ou for surpreendido comunicando-se com outro candidato, ou ainda ausentar-se do recinto da prova sem acompanhamento do fiscal.

8.4 - Ao término das provas teóricas, quando a correção de provas não for subordinada ao processamento eletrônico, o sigilo, quanto à identidade dos candidatos, será assegurado pelos atos solenes e públicos de desidentificação e identificação de Grades de Respostas e/ou cadernos de provas, sendo que os três últimos candidatos deverão permanecer no recinto, a fim de assistir e assinar o lacre das provas, juntamente com o(s) fiscal(is), o aplicador de provas e o(a) Coordenador(a) do Concurso.

8.5 - Será anulada a questão que contiver marcação dupla, rasura ou ainda demarcar com borracha, corretivo ou similar, da grade de respostas, se nesta se der a correção ou ainda o caderno de provas que apresentar ou contiver expressões, assinatura ou sinais que possibilitem sua identificação.

8.6 - Será vedado o acesso ao local da realização das provas ao candidato que se apresentar após o horário estabelecido para o início dos trabalhos.

9 - CRITÉRIOS DE DESEMPATE:

Os critérios de desempate serão os seguintes, por ordem sucessiva:

a) Maior Nota na Prova de Conhecimentos Específicos (se houver);

b) Maior Nota na Prova de Legislação de Trânsito (se houver);

c) Maior Nota na Prova de Português;

d) Maior Nota na Prova de Matemática;

e) Maior Nota na Prova Prática de Volante (se houver);

f) Sorteio Público.

10 - PRAZO DE VALIDADE:

O Prazo de validade do Concurso será de 02 (dois) anos, a contar da data de homologação do resultado final, prazo que poderá ser prorrogado uma única vez, por igual período, a critério da CODEPAS.

11 - DOS RECURSOS:

11.1 - É direito do candidato recorrer de qualquer decisão da Coordenação geral do Concurso, obedecendo aos prazos regulamentares.

11.2 - Do despacho que deixar de homologar inscrição de candidato ao concurso, caberá recurso à Coordenação geral do Concurso, no prazo de 02 (dois) dias úteis, contados a partir do dia subseqüente à publicação do indeferimento.

11.3 - Da divulgação dos gabaritos oficiais preliminares caberá revisão de questões das Provas, com o auxílio da Prova Padrão do respectivo cargo. A revisão e o recurso de questões são direitos do candidato e poderão ser protocolados no prazo de 02 (dois) dias úteis após a publicação dos gabaritos. Será dirigido à Coordenação geral do Concurso, devendo, o mesmo, ser feito através de petição fundamentada, onde deverão constar os seguintes elementos:

I - nome e número de inscrição do candidato;

II - indicação do concurso de que esteja realizando;

III - objeto do pedido;

IV - exposição detalhada e fundamentada das razões que o motivaram.

11.4 - Do resultado provisório cabe recurso de Revisão de Notas. É o momento em que o candidato terá acesso a sua prova. O recurso de revisão de notas é direito do candidato e poderá ser protocolado no prazo de 01 (um) dia útil após a publicação dos resultados das mesmas. Será dirigido à Coordenação geral do Concurso, devendo, o mesmo, ser feito através de petição fundamentada, onde deverão constar os elementos citados no item 12.3.

11.5 - A Coordenação geral do Concurso examinará e formulará parecer fundamentado, propondo o indeferimento liminar do pedido, se formulado fora do prazo ou não contiver os elementos indicados no presente Edital e analisará os argumentos. Após cumpridas as exigências necessárias emitirá novo gabarito, quando relacionado ao recurso de questões da prova e for constatado o erro.

11.6 - Qualquer benefício decorrente de recurso interposto por candidatos será estendido aos demais concorrentes que estiverem na mesma situação.

12 - DA COORDENAÇÃO GERAL DO CONCURSO:

Para o concurso será constituída a Coordenação geral do Concurso, composto por 5 membros, a quem caberá os trabalhos de recebimento e supervisão das inscrições, conferência de documentos, confecção do Edital de Homologação, Aplicação, Fiscalização, Coordenação e demais atos pertinentes das Provas Teóricas e Práticas de Serviço, podendo exercer o poder de polícia, durante todo o processamento do Concurso.

À Coordenação Geral do Concurso, compete, ainda:

I - a elaboração dos programas e/ou definição das bibliografias das provas;

II - a elaboração das provas teóricas e seu julgamento;

III - a elaboração, a aplicação e o julgamento das provas práticas;

IV - o reexame das provas, sempre que houver pedido de revisão que se vincule à sua competência, emitindo parecer pela manutenção ou alteração dos pontos inicialmente atribuídos;

V - Demais atos pertinentes em grau de responsabilidade superior.

13 - DAS DISPOSIÇÕES GERAIS:

13.1 - Qualquer cidadão poderá denunciar irregularidade ou ilegalidade, eventualmente ocorridas neste concurso público, perante o Egrégio Tribunal de Contas do Estado, na forma da legislação vigente.

13.2 - A classificação no processo seletivo não assegura ao candidato o direito de admissão automática no emprego público, mas apenas a expectativa de ser nele admitido, seguindo rigorosa ordem de classificação, ficando a concretização deste ato condicionada à observância das disposições legais pertinentes e, sobretudo, ao interesse da CODEPAS.

13.3 - O candidato, no momento da inscrição, deve ter conhecimento das presentes instruções. A inscrição significa o aceite das condições do concurso, tais como se acham estabelecidas.

13.4 - Os candidatos convocados para assumirem e que não o queiram, deverão manifestar formalmente a POSTERGAÇÃO da vaga, optando pela última colocação na Classificação Final do respectivo cargo, no prazo estipulado, sob pena de eliminação automática. O candidato chamado pela segunda vez, e que não assumir, estará automaticamente eliminado da Classificação Final e perderá o direito à vaga.

13.5 - Os candidatos deverão comunicar alteração de endereço, uma vez que poderá ser utilizada a correspondência como instrumento de convocação.

13.6 - A CODEPAS se reserva o direito de lotar o candidato nos seus serviços de acordo com suas conveniências e necessidades.

13.7 - A divulgação total ou parcial de Editais, Avisos ou outros atos processuais do Concurso far-se-á através de publicação na Imprensa local e/ou regional ou no painel de publicações da CODEPAS, da Prefeitura Municipal e no site www.pmpf.rs.gov.br.

13.8 - Aos candidatos portadores de deficiência física que buscarem inscrição, a mesma dar-se-á nos termos da legislação pertinente em vigor, observando-se o seguinte: Apresentação de Atestado Médico, Ficha de Inscrição, rol de homologação das inscrições, Lista de Presença e demais listas de resultado, inclusive a final, em separado e identificável.

13.9 - Em caso de candidatos empatados na nota da média geral das provas e também nas demais notas das provas em concurso específico de cada cargo, o Sorteio dar-se-á em ato público, ficando os candidatos interessados desde já convidados a participar deste evento que será realizado na Sede do SEST SENAT, na data e horário estabelecidos no Cronograma. O critério adotado será o "Copo de Sorteio", identificado pelo número de inscrição de cada candidato, onde serão colocados os números dos respectivos concorrentes, sendo que terá a preferência para a melhor classificação final, na ordem crescente, o primeiro número retirado e assim sucessivamente.

13.10 - A CODEPAS se reserva o direito de regulamentar, interferir ou alterar o presente processo, em qualquer tempo, desde que necessário seja.

14 - CRONOGRAMA:

27/06/2009 - Divulgação na imprensa local do Extrato do Edital; e, na íntegra, no painel de publicações oficiais da CODEPAS, da Prefeitura Municipal de Passo Fundo/RS e no site www.pmpf.rs.gov.br, e no SEST SENAT

29/06 A 13/07/2009 -Período de recebimento de inscrições de candidatos.

14/07 a 16/07/2009 - Período de homologação das inscrições.

18/07/2009 - 14 horas - Homologação e Divulgação das inscrições recebidas dos candidatos e fixação do local da Prova Teórica.

20/07 a 21/07/2009 - Período de Recursos e/ou regularização de inscrições indeferidas (se houverem).

23/07/2009 - Publicação de parecer de inscrições indeferidas (se houverem).

25/07/2009 as 8 (oito) horas Provas teóricas dos cargos de COBRADOR e FISCAL

25/07/2009 ás 14 (quatorze) horas provas teóricas dos cargos de AUXILIAR ADMINISTRATIVO e RECEPCIONISTA

26/07/2009 ás 08 (oito) horas provas teóricas dos cargos de MOTORISTA DE TRANSPORTE COLETIVO e MECÂNICO

26/07/2009 ás 14 (quatorze) horas provas teóricas dos cargos de ZELADOR, SERVIÇOS GERAIS, FRENTISTA e SERVENTE.

29/07/2009 - 11 horas - Divulgação dos Gabaritos. Local: Painel de publicação da CODEPAS e site www.pmpf.rs.gov.br, e no SEST SENAT.

29/07/2009 - Divulgação do horário da PROVA PRÁTICA.

30/07 a 31/07/2009 - Prazo de revisão e recebimento de recursos relativos às provas teóricas. Local: SEST SENAT - Passo Fundo, durante o horário de expediente.

04/08/2009 - Publicação do parecer de recursos de questões e divulgação do Resultado Provisório, Provas Teóricas, sendo que às 9 horas nas dependências da sede do SEST SENAT serão abertos em ato público, os envelopes de lacre com a identificação das provas e dos candidatos, além da confecção das listas de notas e resultado provisório.

05/08/2009 - Prazo de Protocolo de pedido de revisão e recursos (se houverem) sobre resultados das provas teóricas (lançamento de notas e cálculos).

07/08/2009 - Parecer sobre os recursos do lançamento das notas e cálculos.

08/08/2009 (sábado) - PROVA PRÁTICA (somente para os aprovados nas provas teóricas).

11/08/2009 - Publicação das notas das provas práticas.

12/08 a 13/08/2009 - Prazo de revisão e recebimento de recursos relativos às provas práticas. Local: SEST SENAT - Passo Fundo, durante o horário de expediente.

15/08/2009 - Publicação de Parecer sobre Recursos de Notas (se houverem).

18/08/2009 - Publicação das Listas de Notas das Práticas de Serviço para o emprego de Motorista de Transporte Coletivo.

19/08/2009 - 11 horas - Sorteio para desempate entre candidatos (se houverem).

- 16 horas - Encerramento Oficial com a divulgação das Listas do Resultado e Classificação Final.

GABINETE DO DIRETOR, RS, 23 de Junho de 2009.

REGISTRE-SE E PUBLIQUE-SE.

Diretor Presidente
Claudemir Bragagnolo

ANEXO 01 - MOTORISTA DE TRANSPORTE COLETIVO - CNH CATEGORIA "D"

1 - DAS PROVAS:

Este Concurso constará de PROVA TEÓRICA ELIMINATÓRIA OBJETIVA composta de Prova de Legislação de Trânsito, Prova de Português e Prova de Matemática, elaboradas com base nas atribuições da Categoria Funcional do emprego, previstas no item 2 do presente anexo, e nos seguintes assuntos abaixo listados:

1.1) LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO: Código Nacional de Trânsito, com ênfase em Direção defensiva de Transporte de Passageiros e Transporte Escolar

1.2) PROVA DE PORTUGUÊS: Interpretação de texto, ortografia, masculino e feminino, coletivo, plural, sinônimo, antônimo, vocabulário e classes gramaticais.

1.3) PROVA DE MATEMÁTICA: Cálculos envolvendo adição, subtração, divisão, multiplicação, porcentagem, sistema de medidas, números romanos e números naturais.

2 - DESCRIÇÃO ANALÍTICA DAS ATRIBUIÇÕES: Conduzir veículos automotores destinados ao transporte de passageiros em geral, inclusive transporte escolar; recolher o veículo à garagem ou local destinado, quando concluída a hora de trabalho do dia a dia, comunicando qualquer ocorrência ou defeito no veículo; manter e organizar o veículo em perfeitas condições de funcionamento para o percurso; zelar pela conservação do veículo que lhe foi entregue, 3encaregar-se do transporte e entrega de correspondência ou de carga que lho for confiada; verificar diariamente as condições de funcionamento do veículo que lhe foi destinado, antes da sua utilização, como pneus, documentos, água do radiador, bateria, nível de óleo, combustível, sinaleira,s freios, embreagem, faróis, portas e janelas e demais afins; verificar se a documentação do veículo a ser utilizado está completa, bem como devolvê-la à chefia imediata quanto do término da tarefa; zelar pela segurança de passageiros verificando o fechando de portas e atenção no arranque; usar cinto de segurança; fazer pequenos reparos de urgência; contribuir para a limpeza do veículo, interna e externamente, e em condições de uso, levando-o à manutenção sempre que necessário; observar os períodos de revisão e manutenção preventiva do veículo; anotar, segundo normas estabelecidas, a quilometragem rodada,. Viagens realizadas, objetos e pessoas transportadas, itinerários e outras eventuais ocorrências; executar demais tarefas afins.

3 - CONDIÇÕES DE TRABALHO: Carga horária semanal de 44 horas.

ANEXO 02 - MECÂNICO

1 - DAS PROVAS:

Este Concurso constará de PROVA TEÓRICA ELIMINATÓRIA OBJETIVA, composta de Prova de Português e Prova de Matemática, e conhecimentos especificos elaboradas com base nas atribuições da Categoria Funcional do emprego, previstas no item 2 do presente anexo, e nos seguintes assuntos abaixo listados:

1.1) PROVA DE PORTUGUÊS: Interpretação de texto, ortografia, masculino e feminino, coletivo, plural, sinônimo, antônimo, vocabulário e classes gramaticais.

1.2) PROVA DE MATEMÁTICA: Cálculos envolvendo adição, subtração, divisão, multiplicação, porcentagem, sistema de medidas, números romanos e números naturais.

1.3) PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECIFICOS: conhecimentos em motor eletrônico, caixa diferencial, freios.

2 - DESCRIÇÃO ANALÍTICA DAS ATRIBUIÇÕES:

Compete realizar o conserto de partes de motor, caixa e diferencial dos veículos, sistemas de freio, reparar, substituir e ajustar peças mecânicas defeituosas ou desgastadas de veículos, máquinas, motores, sistemas hidráulicos de ar comprimido e outros, fazer vistorias e reparos em geral, indispensáveis ao funcionamento dos veículos automotores; zelar pela limpeza do local de trabalho, máquinas e equipamentos; poderá executar pequenos reparos em local externo, via pública e urbana; executar demais tarefas pertinentes à função.

3 - CONDIÇÕES DE TRABALHO: Carga horária semanal de 44 horas.

ANEXO 03 - AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS

1 - DAS PROVAS:

Este Concurso constará de PROVA TEÓRICA ELIMINATÓRIA OBJETIVA, composta de Prova de Português e Prova de Matemática, elaboradas com base nas atribuições da Categoria Funcional do emprego, previstas no item 2 do presente anexo, e nos seguintes assuntos abaixo listados:

1.1) PROVA DE PORTUGUÊS: Interpretação de texto, ortografia, masculino e feminino, coletivo, plural, sinônimo, antônimo, vocabulário e classes gramaticais.

1.2) PROVA DE MATEMÁTICA: Cálculos envolvendo adição, subtração, divisão, multiplicação, porcentagem, sistema de medidas, números romanos e números naturais.

2 - DESCRIÇÃO ANALÍTICA DAS ATRIBUIÇÕES:

Limpar e arrumar as dependências e instalações dos locais de trabalho, a fim de mantê-lo nas condições de asseio requeridas; recolher o lixo na unidade que serve, acondicionando detritos e depositando-os de acordo com as determinações definidas; percorrer as dependências, abrindo e fechando janelas, portas e portões, bem como ligando e desligando pontos de iluminação, máquinas e aparelhos elétricos; comunicar ao seu superior imediato qualquer irregularidade verificada, bem como a necessidade de consertos e reparos nas dependências, móveis e utensílios que lhe cabe manter limpos e com boa aparência; auxiliar direto de todos os trabalhos de manutenção dos veículos e todas as tarefas que lhe forem atribuídas pelo superior correspondente e demais tarefas afins.

3 - CONDIÇÕES DE TRABALHO: Carga horária semanal de 44 horas.

ANEXO 04 - AUXILIAR ADMINISTRATIVO

1 - DAS PROVAS:

Este Concurso constará de PROVA TEÓRICA ELIMINATÓRIA OBJETIVA, composta de Prova de Português e Prova de Matemática e conhecimentos especificos elaboradas com base nas atribuições da Categoria Funcional do emprego, previstas no item 2 do presente anexo, e nos seguintes assuntos abaixo listados:

1.1) PROVA DE PORTUGUÊS: Interpretação de texto, ortografia, masculino e feminino, coletivo, plural, sinônimo, antônimo, vocabulário e classes gramaticais.

1.2) PROVA DE MATEMÁTICA: Cálculos envolvendo adição, subtração, divisão, multiplicação, porcentagem, sistema de medidas, números romanos e números naturais.

1.3) PROVA DE CONHECIMENTOS GERAIS: Legislação sobre licitações e contratos, Lei 8.666/93, e alterações, Conhecimentos sobre a legislação Trabalhista, CLT - Consolidação das Leis do Trabalho, Conhecimentos sobre a Lei das Sociedades Anônimas, 6.404/76 e alterações.

2 - DESCRIÇÃO ANALÍTICA DAS ATRIBUIÇÕES:

Examinar processos relacionados a assuntos gerais da administração, que exijam a interpretação de textos legais, especialmente da legislação básica; elaborar pareceres fundamentados na legislação ou em pesquisas efetuadas; exarar despachos interlocutórios ou não de acordo com a orientação do superior hierárquico; revisar atos e informações antes de submetê-los à apreciação das autoridades superiores; reunir as informações que se fizerem necessárias para decisões importantes na órbita administrativa; estudar a legislação referente ao órgão em que trabalha ou de interesse para o mesmo, propondo as modificações necessárias; efetuar pesquisas para o aperfeiçoamento dos serviços; elaborar qualquer modalidade de expediente administrativo; orientar e supervisionar a elaboração de fichários e arquivos de documentação e legislação; integrar grupos operacionais; executar outras tarefas correlatas como: atendimento ao público na área administrativa; atendimento ao telefone e digitação de dados e serviços burocráticos em geral.

3 - CONDIÇÕES DE TRABALHO: Carga horária semanal de 44 horas.

ANEXO 05 - RECEPCIONISTA

1 - DAS PROVAS:

Este Concurso constará de PROVA TEÓRICA ELIMINATÓRIA OBJETIVA, composta de Prova de Português e Prova de Matemática e conhecimentos específicos elaboradas com base nas atribuições da Categoria Funcional do emprego, previstas no item 2 do presente anexo, e nos seguintes assuntos abaixo listados:

1.1) PROVA DE PORTUGUÊS: Interpretação de texto, ortografia, masculino e feminino, coletivo, plural, sinônimo, antônimo, vocabulário e classes gramaticais.

1.2) PROVA DE MATEMÁTICA: Cálculos envolvendo adição, subtração, divisão, multiplicação, porcentagem, sistema de medidas, números romanos e números naturais.

1.3) PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECIFICOS: Atendimento ao Telefone, visitantes, atendimentos ao telefone, e outros conhecimentos relativos a descrição abaixo.

2 - DESCRIÇÃO ANALÍTICA DAS ATRIBUIÇÕES:

Recepcionar e prestar serviços de apoio a clientes, visitantes e passageiros, prestar atendimento telefônico, fornecer informações, averiguar a necessidade e dirigir ao lugar ou a pessoa procurada, observam normas internas de segurança, conferir documentos e identidade, notificar zeladores sobre presenças estranhas. Organizar informações e planejar o trabalho do cotidiano. Receber e anotar recados. Prestar informações relacionadas à Companhia. Responsabilizar pela conservação do equipamento utilizado. Executar tarefas afins.

3 - CONDIÇÕES DE TRABALHO: Carga horária semanal de 44 horas.

ANEXO 06 - FISCAL

1 - DAS PROVAS:

Este Concurso constará de PROVA TEÓRICA ELIMINATÓRIA OBJETIVA, composta de Prova de Português e Prova de Matemática e conhecimentos especificos elaboradas com base nas atribuições da Categoria Funcional do emprego, previstas no item 2 do presente anexo, e nos seguintes assuntos abaixo listados:

1.1) PROVA DE PORTUGUÊS: Interpretação de texto, ortografia, masculino e feminino, coletivo, plural, sinônimo, antônimo, vocabulário e classes gramaticais.

1.2) PROVA DE MATEMÁTICA: Cálculos envolvendo adição, subtração, divisão, multiplicação, porcentagem, sistema de medidas, números romanos e números naturais.

1.3) LEGISLAÇÃO DE TRÂNSITO: Código Nacional de Trânsito, com ênfase em Direção defensiva de Transporte de Passageiros e Transporte Escolar

2 - DESCRIÇÃO ANALÍTICA DAS ATRIBUIÇÕES:

Examinar as papeletas referentes aos horários dos veículos, verificando os registros nelas efetuados, para anotar a existência de adiantamentos, atrasos ou adiamentos; tomar as medidas oportunas em relação as irregularidades observadas, procedendo de acordo com as disposições do tráfego e da empresa, a fim de contribuir para a melhoria dos serviços e a segurança dos passageiros; fazer os registros devidos sobre horários e outras ocorrências, para informar a empresa ou ensejar a tomada de medidas para o melhoramento dos serviços; fiscalizar o estado geral dos carros, fazendo com que sejam cumpridas as exigências referentes a limpeza, colocação de letreiros e placas indicativas, ao perfeito estado de vidros, portas e lataria, para assegurar-se das condições ideais de transporte dos passageiros; fiscalizar o número de passageiros dentro dos veículos, a fim de evitar lotação demasiada; executar atribuições afins.

3 - CONDIÇÕES DE TRABALHO: Carga horária semanal de 44 horas.

ANEXO 07 - COBRADOR

1 - DAS PROVAS:

Este Concurso constará de PROVA TEÓRICA ELIMINATÓRIA OBJETIVA, composta de Prova de Português e Prova de Matemática, elaboradas com base nas atribuições da Categoria Funcional do emprego, previstas no item 2 do presente anexo, e nos seguintes assuntos abaixo listados:

1.1) PROVA DE PORTUGUÊS: Interpretação de texto, ortografia, masculino e feminino, coletivo, plural, sinônimo, antônimo, vocabulário e classes gramaticais.

1.2) PROVA DE MATEMÁTICA: Cálculos envolvendo adição, subtração, divisão, multiplicação, porcentagem, sistema de medidas, números romanos e números naturais.

2 - DESCRIÇÃO ANALÍTICA DAS ATRIBUIÇÕES:

Aos cobradores compete manter a limpeza interna do veículo, durante o seu turno de trabalho; receber o dinheiro e fichas de vale transporte e estudante dos usuários e prestar contas, diariamente; assinar a ficha controle de catraca, no momento da troca de turno e conferindo a exatidão da numeração; fornecer à Companhia Carta de Fiança, que assegure o comprimento das obrigações pecuniárias a que está sujeito, especialmente a prestação de contas; oferecer um respeitoso atendimento aos usuários do transporte coletivo.

3 - CONDIÇÕES DE TRABALHO: Carga horária semanal de 44 horas.

ANEXO 08 - ZELADOR

1 - DAS PROVAS:

Este Concurso constará de PROVA TEÓRICA ELIMINATÓRIA OBJETIVA, composta de Prova de Português e Prova de Matemática, elaboradas com base nas atribuições da Categoria Funcional do emprego, previstas no item 2 do presente anexo, e nos seguintes assuntos abaixo listados:

1.1) PROVA DE PORTUGUÊS: Interpretação de texto, ortografia, masculino e feminino, coletivo, plural, sinônimo, antônimo, vocabulário e classes gramaticais.

1.2) PROVA DE MATEMÁTICA: Cálculos envolvendo adição, subtração, divisão, multiplicação, porcentagem, sistema de medidas, números romanos e números naturais.

2 - DESCRIÇÃO ANALÍTICA DAS ATRIBUIÇÕES:

Zelar e observar pela segurança das pessoas e patrimônio da Cia, adotando providências tendentes a evitar roubos, incêndios e danificações nos prédios, veículos da Companhia instalados do pátio da CODEPAS. Investigar qualquer situação anormal que tenha observado. Realizar rondas de inspeção em seu turno de trabalho no pátio da Companhia. Atender e controlar a movimentação de pessoas e veículos. Executar tarefas afins.

3 - CONDIÇÕES DE TRABALHO: Carga horária semanal de 44 horas.

ANEXO 09 - FRENTISTA

1 - DAS PROVAS:

Este Concurso constará de PROVA TEÓRICA ELIMINATÓRIA OBJETIVA, composta de Prova de Português e Prova de Matemática, elaboradas com base nas atribuições da Categoria Funcional do emprego, previstas no item 2 do presente anexo, e nos seguintes assuntos abaixo listados:

1.1) PROVA DE PORTUGUÊS: Interpretação de texto, ortografia, masculino e feminino, coletivo, plural, sinônimo, antônimo, vocabulário e classes gramaticais.

1.2) PROVA DE MATEMÁTICA: Cálculos envolvendo adição, subtração, divisão, multiplicação, porcentagem, sistema de medidas, números romanos e números naturais.

2 - DESCRIÇÃO ANALÍTICA DAS ATRIBUIÇÕES:

Compete o abastecimento dos ônibus e veículos da Companhia, assim como o controle do consumo de cada carro e outras tarefas que lhe forem atribuídas pelo superior correspondente.

3 - CONDIÇÕES DE TRABALHO: Carga horária semanal de 44 horas.

ANEXO 10 - SERVENTE

1 - DAS PROVAS:

Este Concurso constará de PROVA TEÓRICA ELIMINATÓRIA OBJETIVA, composta de Prova de Português e Prova de Matemática, elaboradas com base nas atribuições da Categoria Funcional do emprego, previstas no item 2 do presente anexo, e nos seguintes assuntos abaixo listados:

1.1) PROVA DE PORTUGUÊS: Interpretação de texto, ortografia, masculino e feminino, coletivo, plural, sinônimo, antônimo, vocabulário e classes gramaticais.

1.2) PROVA DE MATEMÁTICA: Cálculos envolvendo adição, subtração, divisão, multiplicação, porcentagem, sistema de medidas, números romanos e números naturais.

2 - DESCRIÇÃO ANALÍTICA DAS ATRIBUIÇÕES:

Proceder a limpeza e a conservação dos locais de trabalho, fazer arrumação e remoção de móveis, máquinas e materiais. Fazer trabalhos de limpeza nas dependências da Companhia. Proceder a limpeza de pisos, vidros, móveis e instalações sanitárias, retiradas de pó. Remover lixo e detritos, acomodá-los de forma adequada. Varrer e passar pano com rodo. Remover pó de mesas, janelas, tetos e paredes. Serviços de cozinha em geral. Executar tarefas afins.

3 - CONDIÇÕES DE TRABALHO: Carga horária semanal de 44 horas.

110206

Política de Privacidade 2000-2014 PCI Concursos Telefone (11) 2122-4231